REF: Layout Elevadores e Torre Metálica Elaboração de Anteprojeto de torre metálica para instalação de 02(dois) elevadores panorâmicos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REF: Layout Elevadores e Torre Metálica Elaboração de Anteprojeto de torre metálica para instalação de 02(dois) elevadores panorâmicos"

Transcrição

1 Porto Alegre, 18 de junho de A Assembleia Legislativa do RS Porto Alegre, RS REF: Layout Elevadores e Torre Metálica Elaboração de Anteprojeto de torre metálica para instalação de 02(dois) elevadores panorâmicos Este layout apresenta um estudo técnico indicando as possíveis alternativas para instalação de torre metálica e dois elevadores, visando melhoria do tráfego vertical e o acesso autônomo dos usuários (acessibilidade). Este estudo foi elaborado com o objetivo de indicarmos alternativas técnicas possíveis e apresentarmos nossa sugestão de solução, com base nas normas técnicas e soluções disponíveis no mercado. A seguir ilustram a situação atual dos locais. Vista lateral em corte Página 1 de 18

2 Vista lateral em corte Planta Baixa Pavimento Térreo Principal Jardim interno local da torre dos elevadores Página 2 de 18

3 As fotos a seguir mostram o local de instalação dos novos elevadores: Foto 01- Detalhe do Hall dos elevadores Pavimento Térreo Local a serem instaladas as portas dos elevadores Foto 02- Detalhe Jardim interno Pavimento Térreo Local a serem instalados os elevadores Página 3 de 18

4 Planta Baixa Pavimento Térreo Local dos Elevadores Local da torre dos elevadores Jardim Interno Planta Baixa 4º Pavimento Prédio Principal Local dos Elevadores Local da torre dos elevadores Página 4 de 18

5 Normas técnicas Elevadores e Acessibilidade Neste estudo para elaboração do ante-projeto consideramos as normas técnicas brasileiras: ABNT NM-207 Elevadores Elétricos de Passageiros Requisitos de segurança para construção e instalação. ABNT NM-313 Elevadores Elétricos Requisitos de Acessibilidade. ABNT NBR 5666 Elevadores Elétricos Terminologia. 1. Tipos de Equipamento disponíveis Consideramos a possibilidade de empregarmos os seguintes opções de equipamentos: 1.1. Elevador de passageiros convencional (elétrico), do tipo COM CASA DE MÁQUINAS SUPERIOR, com base nas normas NBR NM Elevador de passageiros convencional (elétrico), do tipo SEM CASA DE MÁQUINAS SUPERIOR, com base nas normas NBR NM-207. A diferença básica entre os dois tipos de equipamentos (com ou sem casa de máquinas) diz respeito a necessidade de construirmos uma casa de máquinas na parte superior da torre e possibilitarmos o acesso a este local (acessos livres, protegidos, iluminados e desimpedidos). A necessidade da construção da casa de máquinas representa maior complexidade do projeto, com maior custo, diferente do elevador sem casa de máquinas, no qual teremos menor custo da torre e menor interferência predial, assim como menor custo para construção da própria torre metálica que não necessita a casa de máquinas na parte superior. Entretanto, a utilização de elevadores do tipo SEM CASA DE MÁQUINAS limita nossa gama de modelos de elevadores PANORÂMICOS disponíveis, enquanto os elevadores do tipo COM CASA DE MÁQUINAS possuem diversas opções de formas e geometrias para elevadores panorâmicos (redondo, hexagonal, retangular), o tipo SEM CASA DE MÁQUINAS limita os elevadores panorâmicos do tipo retangular com um dos painéis panorâmicos (painel posterior) Elevador do tipo COM CASA DE MÁQUINAS Os elevadores COM CASA DE MÁQUINAS necessitam da construção da CASA DE MÁQUINAS na parte superior do edifício, assim como a construção dos acessos a este local (escada, iluminação, acesso protegido). Neste tipo de equipamento a parte superior da torre, a partir do nível do último pavimento atendido, deve possuir altura de aproximadamente 7 metros, com largura do local maior que a projeção da torre metálica, o que requer maior interferência na estrutura predial existente e maior custo de construção e adequação. Página 5 de 18

6 Por serem equipamentos com tecnologia empregada há muitos anos temos uma maior gama de modelos e formas disponíveis para elevadores panorâmicos, nas imagens ilustrativas a seguir mostramos um equipamento hexagonal (chamado pelo fabricante de tipo S). CASA DE MÁQUINAS Página 6 de 18

7 1.2. Elevador do tipo SEM CASA DE MÁQUINAS Os elevadores SEM CASA DE MÁQUINAS não necessitam da construção deste recinto na parte superior do edifício, pois os equipamentos ficam alojados no interior da caixa de corrida, desta forma a parte superior da torre, a partir do nível do último pavimento atendido, deve possuir altura de aproximadamente 4 metros, ou seja, teremos uma torre com altura inferior ao elevador do tipo COM CASA DE MÁQUINAS, torre com altura 3(três) metros inferior (7mts x 4mts). Por serem equipamentos com tecnologia recentemente empregada temos menor quantidade de modelos e formas disponíveis para elevadores panorâmicos, sendo os elevadores panorâmicos restritos ao tipo retangular com um dos painéis panorâmicos. Nas imagens ilustrativas a seguir mostramos um elevador panorâmico do tipo SEM CASA DE MÁQUINAS. Página 7 de 18

8 Face ao maior custo da execução da casa de máquinas, assim como maior complexidade de execução da obra, nossa recomendação é pela utilização de elevadores do tipo SEM CASA DE MÁQUINAS. Quanto a forma/geometria da torre e dos elevadores, nossa recomendação é pelo emprego de elevadores com formato retangular, consequentemente da torre de formato retangular, pois terá menor interferência visual no edifício existente. No caso de ser empregada uma torre hexagonal ou redonda teríamos uma significativa modificação da forma externa do edifício. Neste sentido, nossa recomendação é pelo emprego de elevadores do tipo SEM CASA DE MÁQUINAS, o que será considerado na solução proposta. 2. Local para instalação do equipamento Pavimentos Atendidos O local para instalação do equipamento é a face frontal do edifício principal, localizado na projeção da área do jardim interno, conforme mostrado anteriormente. Neste caso temos duas soluções possíveis para atendimento (pavimentos atendidos): 2.1. Torre com elevadores atendendo até o 5º pavimento ( T, 3º, 4º, 5º ) 2.2. Torre com elevadores atendendo todos os pavimentos (até o 12º pavimento) Página 8 de 18

9 Nas figuras a seguir podemos visualizar a interferência da implantação da torre no edifício existente, na figura 1 visualizamos a solução com o emprego de elevadores que atendam até o 5º pavimento, na figura 2 observamos a solução com elevadores que atendem todos os pavimentos do edifício (até o 12º pavimento). Com base nestas premissas, local e pavimentos atendidos, realizamos as simulações mostradas nas imagens a seguir: Figura 1 Elevador atendendo até o 4º pavimento vista esquina Duque de Caxias Figura 2 - Elevador atendendo todos os andares vista esquina Duque de Caxias Página 9 de 18

10 Figura 3 - Elevador atendendo até o 4º pavimento Vista do edifício Palácio da Justiça Figura 4 - Elevador atendendo todos os andares Vista do edifício Palácio da Justiça Fizemos estas duas considerações, torre até o 5º pavimento e torre até o 12º pavimento, pois o edifício da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul é uma construção que possui características arquitetônicas marcantes, sendo um edifício referência da sua época. A modificação das fachadas externas irá alterar significativamente a forma arquitetônica do edifício, o que deve ser objeto de PROJETO ARQUITETÔNICO e aprovação pelos órgãos municipais, assim como provavelmente será objeto de debates. Neste sentido, a instalação da torre dos elevadores atendendo somente até o 5º pavimento não resultará em alteração significativa das fachadas, portanto, sem interferência visual externa. A torre dos elevadores seria restrita ao espaço abrigado pela área interna do jardim interno e o atendimento restrito. Entretanto a opção 2.1 (somente até o 5º pavimento) não possibilitará atender o 1º e 2º pavimento, pois temos escada no local das portas, desta forma essa solução ficaria restrita aos pavimentos T, 3º, 4º, e 5º (4 pavimentos atendidos), o que não resultará Página 10 de 18

11 significativa melhoria no tráfego vertical do edifício, assim como não possibilitará o atendimento integral dos requisitos de acessibilidade predial. Quanto a opção 2.2 (atendimento de todos os pavimentos, exceto 1º e 2º), a mesma possibilita o atendimento da acessibilidade em todos os pavimentos do edifício, garantindo acesso irrestrito e sem barreiras de locomoção, assim como representará melhoria significativa no fluxo vertical de pessoas do edifício. Nesta solução temos 11 andares atendidos pelos elevadores. A viabilidade da implantação das soluções propostas depende da liberação pelos órgãos municipais e estaduais competentes, implicando a necessidade do detalhamento deste anteprojeto e aprovação dos projetos executivos. Quanto aos custos envolvidos, para construção de uma torre até o 5º pavimento com instalação dos ELEVADORES, o custo será aproximadamente 40% do custo de uma torre que até o 12º pavimento, que atende todos os pavimentos, entretanto na primeira solução temos somente 4 pavimentos atendidos, enquanto na segunda solução temos 11 pavimentos atendidos, portanto, o custo por pavimento atendido é menor na solução da torre atendendo a todos os andares. SOLUÇÃO PROPOSTA andar térreo Página 11 de 18

12 SOLUÇÃO PROPOSTA 7º pavimento Solução proposta Página 12 de 18

13 Solução proposta Especificação dos Elevadores Os elevadores especificados atendem integralmente as recomendações de acessibilidade conforme norma técnica NBR NM-313. Os equipamentos especificados atendem as normas técnicas da ABNT, especificamente a norma técnica NBR NM-207, exceto a não existência de casa de máquinas. Os elevadores especificados atendem integralmente as recomendações de acessibilidade da norma NBR 9050 e NBR NM-313, pois a cabina possui dimensões que possibilita o giro de uma cadeira de rodas (1,60 mts x 1,50 mts), assim como os demais dispositivos visuais e sonoros atendem aos requisitos de acessibilidade. Também devido aos equipamentos disponíveis para elevadores panorâmicos do tipo SEM CASA DE MÁQUINAS, a capacidade de carga dos elevadores será restrita a 14 (quatorze) passageiros, com área interna de 1,60mts x 1,50mts (largura x profundidade), possibilitando o atendimento integral da acessibilidade permitindo o giro de uma cadeira de rodas. ELEVADORES - Elevador elétrico de passageiros conforme NBR NM-207 (exceto casa de máquinas e sistema de suspensão/tração) - Quantidade 2(dois) elevadores - Elevador do tipo SEM CASA DE MÁQUINAS - Velocidade 90 m/min (1,5 m/seg) - Paradas: 11 (onze) pavimentos atendidos: T, 3º, 4º, 5º, 6º, 7º, 8º, 9º, 10º, 11º, 12º Obs: Não atende pavimentos 1º e 2º. - Percurso: 42 mts Página 13 de 18

14 - Acionamento do motor de tração por frequência variável (VVVF) - Máquina de tração do tipo SEM ENGRENAGENS, compacta e de alto rendimento - Cabina panorâmica, painel panorâmico na parte posterior da cabina (painel posterior) - Cabina com acabamento em aço inóx escovado AISI Capacidade 14(quatorze) pessoas / kg - Dimensões da cabina: Largura 1.600mm x Profundidade 1.500mm - Portas Automáticas de abertura central (AC), largura livre da porta 900mm, altura livre da porta 2.100mm - CABINA: Voz digital, iluminação em LED, corrimão nos três lados (inclusive no painel panorâmico), piso em granito anti-derrapante, painel de operação no lado direito, altura útil da cabina 2.400mm, monitoramento por câmera. - Acabamento das portas de pavimento aço inox escovado AISI Portas de pavimento fornecidas com suporte de soleira metálico - Marco batente das portas de pavimento do tipo largo, com botoeira e indicador acoplados no próprio marco batente - Acabamento do marco batente das portas de pavimento aço inox escovado AISI Elevador a ser instalado em estrutura metálica - Pavimentos: Indicador de posição contendo indicador do andar setas e sinal sonoro de aproximação, botoeira de pavimento com sinal sonoro. Cada elevador deve possuir botoeira de pavimento, instalado no marco batente da porta de pavimento do respectivo carro - Sistema de controle e gerenciamento de tráfego dos elevadores - Comando em grupo (DUPLEX) - ACESSIBILIDADE: botoeiras, indicadores, sinal sonoro, voz digital da cabina, corrimão, piso da cabina e demais equipamentos em conformidade com a norma técnica NBR NM-313 Página 14 de 18

15 Custos estimativos Para estimativa de custos consideramos como referência valores praticados no mercado e valores constantes nas tabelas de custos da Caixa Federal. Para estrutura metálica foi considerada a utilização de 6 (seis) pilares, fabricados em PERFIL W LAMINADO (referência Gerdau Perfil Laminado W 206mm x102mm), assim como vigas intermediárias em todos os pavimentos. A estimativa de custos não inclui os custos com andaimes para execução das obras em altura (estrutura metálica e fechamento em vidro). A estimativa de custos foi elaborada com base em um ante-projeto, o qual não possui detalhamento a nível de execução da obra, portanto, o dimensionamento da estrutura metálica deverá ser projetado e confirmado, assim como deverá ser projetado e detalhado a fundação da torre e demais aspectos construtivos. O ante-projeto não possui características suficientes e necessárias para elaboração dos projetos executivos, sendo necessária a elaboração dos projetos ARQUITETÔNICO, ESTRUTURAL, FUNDAÇÃO E COMPATIBILIZAÇÃO COM O PROJETO EXECUTIVO DOS ELEVADORES. Estimativa de custos Torre Metálica com Fechamento em Vidro OPÇÃO TORRE 48 METROS Unidade Valor total s/ BDI total C/ BDI 1. Estrutura metálica Peso (kg) Valor KG Perfis metálicos laminados, instalação com parafusos. Pintura esmalte sintético. Torre 48 mts R$ 7,23 R$ ,00 R$ ,00 2. Fechamento em vidro Área (m2) Valor (m2) Vidro de fechamento 451,2 R$ 120,00 R$ ,00 R$ ,44 Estrutura para vidro 451,2 R$ 150,00 R$ ,00 R$ ,80 R$ ,24 OPÇÃO TORRE 22 METROS Unidade Valor total s/ BDI total C/ BDI 1. Estrutura metálica Peso (kg) Valor KG Perfis metálicos laminados, instalação com parafusos. Pintura esmalte sintético. Torre 22 mts R$ 7,23 R$ ,00 R$ ,80 2. Fechamento em vidro Área (m2) Valor (m2) Vidro de fechamento 206,8 R$ 120,00 R$ ,00 R$ ,16 Estrutura para vidro 206,8 R$ 150,00 R$ ,00 R$ ,20 Obs: BDI 26% considerado Referência de valores - tabela Caixa Federa R ESTRUTURA METALICA EM ACO ESTRUTURAL PERFIL AÇO KG 7, R VIDRO TEMPERADO INCOLOR, ESPESSURA 6MM, FORNECIMENTO E INSTALACAO, M2 119,66 R$ ,36 A seguir apresentamos a estimativa de custos para as 2(duas) opções consideradas: Página 15 de 18

16 Opção 2.1: Atendimento até o 5º pavimento - Elevador Sem Casa de Máquinas Etapa projetos Projeto arquitetônico, da estrutura metálica e dos elevadores, com características principais: TORRE 22 metros com revestimento em vidro 2(dois) ELEVADORES PANORÂMICOS CAPACIDADE 14 PESSOAS CADA VELOCIDADE 90 m/min Projeto estrutural estrutura metálica auto-portante com fechamento externo em vidro R$ ,00 R$ ,00 Custo estimado Projeto fundação com sondagem do terreno R$ 8.000,00 Projeto (especificação) dos elevadores e das adequações prediais necessárias (pavimentos, piso, teto) R$ 5.000,00 TOTAL DE PROJETOS R$ ,00 PRAZO PROJETOS 2 meses Etapa obra Execução da fundação para 2(dois) elevadores. Profundidade do poço 1,50 metros. Fornecimento e instalação da estrutura metálica autoportante. Dimensões: largura 4,80mts x 2,30mts profundidade com altura total 22,00mts Execução adequação para fixação torre. Remoção vidros e fixação estrutura. Fornecimento do fechamento da estrutura metálica em vidro laminado (3 faces). Área total 207 m2. Execução adequações civis: - Pavimentos / Rede elétrica Fornecimento e instalação de 2(dois) elevadores, do tipo PANORÂMICO, capacidade para 14 pessoas e velocidade 90m/min Custo estimado R$ ,00 R$ ,00 R$ ,00 R$ ,00 R$ ,00 R$ ,00 TOTAL DA OBRA R$ ,00 PRAZO OBRA PRAZO TOTAL 7 meses 9 meses Custo unitário por Pavimentos (4 pavimentos) R$ ,00 Página 16 de 18

17 Opção 2.2: Atendimento TODOS os pavimentos - Elevador Sem Casa de Máquinas Etapa projetos Projeto arquitetônico, da estrutura metálica e dos elevadores, com características principais: TORRE 50 metros com revestimento em vidro 2(dois) ELEVADORES PANORÂMICOS CAPACIDADE 14 PESSOAS CADA VELOCIDADE 90 m/min Projeto estrutural estrutura metálica auto-portante com fechamento externo em vidro R$ ,00 R$ ,00 Custo estimado Projeto fundação com sondagem do terreno R$ 8.000,00 Projeto (especificação) dos elevadores e das adequações prediais necessárias (pavimentos, piso, teto) R$ 5.000,00 TOTAL DE PROJETOS R$ ,00 PRAZO PROJETOS 2 meses Etapa obra Execução da fundação para 2(dois) elevadores. Profundidade do poço 1,50 metros. Fornecimento e instalação da estrutura metálica autoportante. Dimensões: largura 4,80mts x 2,3mts profundidade com altura total 54,00mts Execução adequação para fixação torre. Remoção vidros e fixação estrutura. Fornecimento do fechamento da estrutura metálica em vidro laminado (3 faces). Área total 507,00 m2. Execução adequações civis: - Pavimentos / Rede elétrica Fornecimento e instalação de 2(dois) elevadores, do tipo PANORÂMICO, capacidade para 14 pessoas e velocidade 90m/min Custo estimado R$ ,00 R$ ,00 R$ ,00 R$ ,00 R$ ,00 R$ ,00 TOTAL DA OBRA R$ ,00 PRAZO OBRA PRAZO TOTAL 8 meses 10 meses Custo unitário por Pavimentos (11 pavimentos) R$ ,00 Página 17 de 18

18 Conclusão Pelo exposto, nossa recomendação é pelo emprego de um ELEVADOR ELÉTRICO DO TIPO SEM CASA DE MÁQUINAS, instalado na fachada frontal do edifício principal (na projeção do jardim interno), com atendimento em TODOS OS PAVIMENTOS (exceto 1º e 2º), desta forma possibilitando o atendimento da acessibilidade predial assim como a melhoria do tráfego vertical do edifício. O custo proporcional (por pavimento atendido) é menor na solução para atendimento em todos os pavimentos, em relação ao custo estimativo para torre com atendimento até o 5º pavimento, conforme mostrado na tabela de custos estimativos anteriormente apresentada. A solução sugerida também possibilitará a utilização dos elevadores como referência turística para os visitantes desta casa legislativa, permitindo uma visualização panorâmica da cidade a partir do elevador. Obs: Em anexo o desenho deste ante-projeto em CAD e a ART e RRT referente a responsabilidade técnica. Aguardamos vossa definição e aprovação da solução recomendada: - ELEVADOR ELÉTRICO DE PASSAGEIROS DO TIPO SEM CASA DE MÁQUINAS, equipamento fornecido conforme norma técnica ABNT NM-207, 2(dois) elevadores - ATENDIMENTO EM TODOS OS PAVIMENTOS (exceto 1º e 2º), total de 11 andares atendidos pelos elevadores, melhoria do tráfego vertical - ELEVADOR PANORÂMICO RETANGULAR 1 VIDRO PANORÂMICO (fundos) - CAPACIDADE 14 PESSOAS (1.050 kg) - VELOCIDADE 90 m/min - ATENDIMENTO DA ACESSIBILIDADE PREDIAL, conforme norma técnica ABNT NM TORRE METÁLICA com revestimento externo em VIDRO TRANSPARENTE (3 faces) Atenciosamente Eng. Mec. Luciano Grando Arq. Rodrigo Adonis Barbieri CREA CAU Página 18 de 18

ELEVADORES VERSATILIDADE, TECNOLOGIA E BELEZA PARA PERCURSOS DE ATÉ 12 METROS

ELEVADORES VERSATILIDADE, TECNOLOGIA E BELEZA PARA PERCURSOS DE ATÉ 12 METROS ELEVADORES VERSATILIDADE, TECNOLOGIA E BELEZA PARA PERCURSOS DE ATÉ 12 METROS Disponível para aplicação residencial unifamiliar ou exclusivo para acessibilidade em locais públicos Capacidade: 3 pessoas

Leia mais

E L E V A D O R A C E S S I B I L I D A D E

E L E V A D O R A C E S S I B I L I D A D E E L E V A D O R A C E S S I B I L I D A D E REV DEZ/2011 Imagens meramente ilustrativas. Com mais de 15 anos de mercado, a Daiken apresenta a experiência e a tecnologia de uma empresa que é referência

Leia mais

Transporte Vertical Normas Brasileiras e Cálculo de Tráfego

Transporte Vertical Normas Brasileiras e Cálculo de Tráfego Transporte Vertical Normas Brasileiras e Cálculo de Tráfego Elevadores de Passageiros Conhecimentos iniciais: Normas da ABNT NORMA NBR - 5666 Elevadores Elétricos - Terminologia NORMA NBR - NM 207 Elevadores

Leia mais

plataforma elevatória até 4m modelos ac08 ac11 acionamento hidráulico

plataforma elevatória até 4m modelos ac08 ac11 acionamento hidráulico plataforma elevatória até 4m modelos ac08 ac11 acionamento hidráulico JUL/2011 Acionamento Hidráulico Atende às normas NBR 9050 e NBR15655-1 Movimentação por botão de pressionamento constante ou joystick

Leia mais

elevador access acionamento hidráulico

elevador access acionamento hidráulico elevador access acionamento hidráulico SET/2013 elevador access Indicado para permitir acesso a desníveis de até 7m Acesso a pavimentos (entre andares) em edificações residenciais e comerciais como bancos,

Leia mais

plataforma elevatória ac 02 acionamento por fuso

plataforma elevatória ac 02 acionamento por fuso plataforma elevatória ac 02 acionamento por fuso OUT / 2011 plataforma elevatória ac 02 Indicação Indicada para permitir acesso a desníveis de até 2m. Acesso a mezaninos, entradas de edifícios residenciais

Leia mais

SHORT TRAVEL STANDARD SH ST ALVENARIA

SHORT TRAVEL STANDARD SH ST ALVENARIA 2 SHORT TRAVEL STANDARD SH ST ALVENARIA Com um conceito que busca facilidades, desenvolvemos uma plataforma cabinada, compacta e moderna, perfeita para o tipo de aplicação em estrutura de alvenaria. Com

Leia mais

PLATAFORMA ELEVATÓRIA MODELO ACCESS BASIC ACIONAMENTO POR FUSO

PLATAFORMA ELEVATÓRIA MODELO ACCESS BASIC ACIONAMENTO POR FUSO PLATAFORMA ELEVATÓRIA MODELO ACCESS BASIC ACIONAMENTO POR FUSO PLATAFORMA ELEVATÓRIA MODELO ACCESS BASIC Indicação Indicada para permitir acesso a desníveis de até 2m. Acesso a mezaninos, entradas de edifícios

Leia mais

Transporte Vertical em Edifícios Como projetar edifícios com elevadores?

Transporte Vertical em Edifícios Como projetar edifícios com elevadores? Transporte Vertical em Edifícios Como projetar edifícios com elevadores? Nós movimentamos 1 bilhão de pessoas a cada dia... Grupo Schindler Grupo Schindler - Fundado por Robert Schindler, em 1874, na Suíça

Leia mais

Manual Ref. Técnica Plataforma Elevac 250

Manual Ref. Técnica Plataforma Elevac 250 Apresentação 1 A Plataforma Elevac traz comodidade e praticidade para todas as pessoas com dificuldades permanentes ou temporárias de locomoção. Ideal para clínicas, escolas, hospitais, hotéis e quaisquer

Leia mais

Anexo VI - Memorial Para Sistemas Mecânicos (Elevador)

Anexo VI - Memorial Para Sistemas Mecânicos (Elevador) Anexo VI - Memorial Para Sistemas Mecânicos (Elevador) Nota: As especificações técnicas abaixo são um modelo a ser adaptado para cada caso. ELEVADOR ELÉTRICO AUTOMÁTICO PARA TRANSPORTE DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Leia mais

ANEXO II MEMORIAL DESCRITIVO PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM CRUZ ALTA/RS

ANEXO II MEMORIAL DESCRITIVO PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM CRUZ ALTA/RS ANEXO II MEMORIAL DESCRITIVO PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM CRUZ ALTA/RS Página 1 de 7 I. OBJETIVO O presente documento visa estabelecer os requisitos, condições e diretrizes técnicas e administrativas necessárias

Leia mais

Manual de Referência Técnica ELEVAC 250

Manual de Referência Técnica ELEVAC 250 Manual de Referência Técnica ELEVAC 250 t e c n o l o g i a em e l e v a d o r e s ESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO A Plataforma Elevac 250 traz comodidade e praticidade para todas as pessoas com dificuldades permanentes

Leia mais

MANUAL DE REFERÊNCIA TÉCNICA - ELEVAC 200 APRESENTAÇÃO PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO

MANUAL DE REFERÊNCIA TÉCNICA - ELEVAC 200 APRESENTAÇÃO PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO 1 MANUAL DE REFERÊNCIA TÉCNICA - ELEVAC 200 APRESENTAÇÃO O Elevador Pneumático Elevac-200, com patente registrada, fabricado pela Elevac Tecnologia em Elevadores, indústria brasileira, é um sistema de

Leia mais

Divisão Administrativa e Financeira Seção de Suprimento e Material

Divisão Administrativa e Financeira Seção de Suprimento e Material 1. OBJETIVO O presente memorial descritivo tem por finalidade indicar os serviços a serem executados estabelecendo Normas, Especificação de Serviços e Materiais nos aspectos pertinentes às particularidades

Leia mais

Manual de Referência Técnica ELEVAC 200

Manual de Referência Técnica ELEVAC 200 Manual de Referência Técnica ELEVAC 200 t e c n o l o g i a em e l e v a d o r e s t e c n o l o g i a em e l e v a d o r e s APRESENTAÇÃO O Elevador Pneumático Elevac-200, com patente registrada, fabricado

Leia mais

ANEXO II ESPECIFICAÇÕES DOS EQUIPAMENTOS E ROTINAS DE MANUTENÇÃO ED. SEDE ELEVADORES ATLAS SCHINDLER

ANEXO II ESPECIFICAÇÕES DOS EQUIPAMENTOS E ROTINAS DE MANUTENÇÃO ED. SEDE ELEVADORES ATLAS SCHINDLER ANEXO II ESPECIFICAÇÕES DOS EQUIPAMENTOS E ROTINAS DE MANUTENÇÃO 1. Identificação: ED. SEDE ELEVADORES ATLAS SCHINDLER 1.1. Elevador nº 1 Uso privativo dos juízes 1.2. Elevador nº 2 Uso de Serviço (Cargas)

Leia mais

CATÁLOGO de elevadores

CATÁLOGO de elevadores CATÁLOGO de elevadores A Ortobras é reconhecida no Brasil e no mundo pela qualidade de seus produtos, investindo constantemente em atualizações tecnológicas e projetos sustentáveis. Localizada em Barão

Leia mais

HTS ELEVADORES IND. E COM. LTDA.

HTS ELEVADORES IND. E COM. LTDA. HTS ELEVADORES IND. E COM. LTDA. ELEVADORES DE OBRA ELEVADOR DE OBRA ELEVADOR DE OBRA Controle automático digital Eficiência de consumo: quando o a velocidade ou carga está abaixo da condição de regime

Leia mais

MEC I. Índice. Aplicação 4/5. Introdução. Cabina Top. Opcionais Top. Cabina Gold. Opcionais Gold. Painéis de Operação. Botoeiras e Indicadores

MEC I. Índice. Aplicação 4/5. Introdução. Cabina Top. Opcionais Top. Cabina Gold. Opcionais Gold. Painéis de Operação. Botoeiras e Indicadores MEC I MR/MRL Índice Introdução 4/5 Cabina Top 6 Opcionais Top 7 Cabina Gold 8 Opcionais Gold 9 Painéis de Operação 10 Botoeiras e Indicadores 11 Portas de Pavimento 12 Produtos 13 Informações Importantes

Leia mais

FICHA TÉCNICA ELEVADOR DE CARGA VERTCARGO

FICHA TÉCNICA ELEVADOR DE CARGA VERTCARGO Rua Rishin Matsuda, 562 Vila Santa Catarina CEP 04371-000 São Paulo SP Tel. 11 5563-6477 Fax 11 5563-3107 www.elevadoreszenit.com.br FICHA TÉCNICA ELEVADOR DE CARGA VERTCARGO ORIENTAÇÃO ELEVADORES CARGAS

Leia mais

05 REVISÃO 26.06.2013 Eng. Bruno Moreno 04 REVISÃO 10.06.2009 Eng. Rommel. Rev. Modificação Data Responsável / CREA Rubrica.

05 REVISÃO 26.06.2013 Eng. Bruno Moreno 04 REVISÃO 10.06.2009 Eng. Rommel. Rev. Modificação Data Responsável / CREA Rubrica. 05 REVISÃO 26.06.2013 Eng. Bruno Moreno 04 REVISÃO 10.06.2009 Eng. Rommel 00 EMISSÃO INICIAL 05.04.2004 Eng. Ronaldo Rev. Modificação Data Responsável / CREA Rubrica Sítio GERAL Empresa Brasileira de Infra-Estrutura

Leia mais

TK Elevadores. Americas Business Unit

TK Elevadores. Americas Business Unit TK Elevadores Americas Business Unit tk synergy um mundo, uma empresa, uma solução. O elevador que se adapta a qualquer prédio. Para obras novas ou de modernização, a ThyssenKrupp Elevadores desenvolveu

Leia mais

ANEXO TÉCNICO CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AQUISIÇÃO DE ELEVADOR CONVENCIONAL

ANEXO TÉCNICO CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AQUISIÇÃO DE ELEVADOR CONVENCIONAL ANEXO TÉCNICO CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AQUISIÇÃO DE ELEVADOR CONVENCIONAL AQUISIÇÃO DE ELEVADOR CONVENCIONAL PARA SER INSTALADO NO EDÍFICIO DO ESCRITÓRIO REGIONAL DA ANATEL EM FORTALEZA-CE.

Leia mais

Missão. Visão. Nossos 7 Valores

Missão. Visão. Nossos 7 Valores Missão Ser referência em soluções completas na fabricação e manutenção de equipamentos de transporte vertical. Ter reconhecimento por servir aos clientes de forma organizada e ágil com qualidade, tecnologia

Leia mais

E L E V A D O R E S Indústria e Comércio de Elevadores de Passageiros e Cargas

E L E V A D O R E S Indústria e Comércio de Elevadores de Passageiros e Cargas ELEVADORES MISSÃO Desenvolver soluções inteligentes para transporte vertical de passageiros e cargas, melhorando continuamente nossos processos e o sistema de gestão da qualidade, visando satisfazer e

Leia mais

Aula 5 : Circulação Vertical Escadas, Rampas e Elevadores

Aula 5 : Circulação Vertical Escadas, Rampas e Elevadores Aula 5 : Circulação Vertical Escadas, Rampas e Elevadores Escadas Escada é o elemento de composição arquitetônica cuja função é proporcionar a possibilidade de circulação vertical entre dois ou mais pisos

Leia mais

Elevador de Cremalheira. ELC001-F - Catálogo Técnico 2015

Elevador de Cremalheira. ELC001-F - Catálogo Técnico 2015 Elevador de Cremalheira ELC001-F - Catálogo Técnico 2015 Conheça o Elevador de Cremalheira ELC001-F! Porque utilizar o Elevador de Cremalheira ELC001-F em minha obra? Vivemos em uma época em que a maioria

Leia mais

PL6 FOI SUBSTITUÍDA PELA PL7 PARA QUE CONTINUE ATENDENDO ÀS NOVAS NORMAS

PL6 FOI SUBSTITUÍDA PELA PL7 PARA QUE CONTINUE ATENDENDO ÀS NOVAS NORMAS APRESENTAÇÃO DE NOSSAS PLATAFORMAS ELEVATÓRIAS A DWA apresenta uma solução econômica para quem tem duplex, desníveis acentuados, acessos para pessoas que necessitam de auxílio na locomoção e outras soluções

Leia mais

Metodologia para Cálculo de Tráfego de elevadores considerando novas tecnologias.

Metodologia para Cálculo de Tráfego de elevadores considerando novas tecnologias. Artigo Técnico: Otimização do transporte vertical na construção civil. Novas tecnologias permitem reduzir a área destinada aos elevadores e atender ao tráfego vertical nas edificações. Metodologia para

Leia mais

Manual de Referência Técnica

Manual de Referência Técnica Manual de Referência Técnica Apresentação O Elevador Pneumático ELEVAC, fabricado pela MHM,indústria brasileira, com patente registrada, é um sistema de transporte vertical pneumático, sem cabos, pistões

Leia mais

Manual de Referência Técnica Elevac 200

Manual de Referência Técnica Elevac 200 Apresentação O Elevador Pneumático Elevac, fabricado pela Elevac Tecnologia em Elevadores, indústria brasileira, com patente registrada, é um sistema de transporte vertical pneumático, sem cabos, pistões

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

CADERNO DE ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CADERNO DE ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ANEXO I CONSIDERAÇÕES INICIAIS: a) Este roteiro serve como base às obras de Fornecimento e instalação de plataforma de percurso vertical para o Bloco B da Unidade Operacional

Leia mais

COORDENADORIA DE INFRAESTRUTURA CIVIL AQUISIÇÃO DE ELEVADOR PARA A ESTAÇÃO DE PASSAGEIROS DO TERMINAL DE PASSAGEIROS DO PORTO DE FORTALEZA

COORDENADORIA DE INFRAESTRUTURA CIVIL AQUISIÇÃO DE ELEVADOR PARA A ESTAÇÃO DE PASSAGEIROS DO TERMINAL DE PASSAGEIROS DO PORTO DE FORTALEZA COORDENADORIA DE INFRAESTRUTURA CIVIL AQUISIÇÃO DE ELEVADOR PARA A ESTAÇÃO DE PASSAGEIROS DO TERMINAL DE PASSAGEIROS DO PORTO DE FORTALEZA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS COMPANHIA DOCAS DO CEARÁ Secretaria de

Leia mais

SOLUÇÕES PARA FACHADA. metax.com.br

SOLUÇÕES PARA FACHADA. metax.com.br SOLUÇÕES PARA FACHADA metax.com.br Passarela para pedestres Estes equipamentos são utilizados em locais onde a instalação do andaime fachadeiro obstrui a passagem de via, ou seja, a fachada do prédio não

Leia mais

INSTALAÇÃO E SEGURANÇA NOS ELEVADORES

INSTALAÇÃO E SEGURANÇA NOS ELEVADORES INSTALAÇÃO E SEGURANÇA NOS ELEVADORES Objetivo: Analisar as condições de funcionamento e segurança dos seus equipamentos 09/11/2014 Autor: LUIZ BARATTA - SENGE / RJ 1 NORMAS ABNT ABNT NBR 5665:1983 ERRATA

Leia mais

ANÁLISE INDIVIDUAL DE PRODUTOS Relatório de Acessibilidade

ANÁLISE INDIVIDUAL DE PRODUTOS Relatório de Acessibilidade ANÁLISE INDIVIDUAL DE PRODUTOS Relatório de Acessibilidade 1. Conceito/objetivo do produto: O relatório destina-se a informar e orientar as condições de acesso e utilização de equipamentos e instalações

Leia mais

Sistema de Gerenciamento de Tráfego Miconic 10 A solução final para filas e aglomerações no seu edifício comercial.

Sistema de Gerenciamento de Tráfego Miconic 10 A solução final para filas e aglomerações no seu edifício comercial. Sistema de Gerenciamento de Tráfego Miconic 10 A solução final para filas e aglomerações no seu edifício comercial. Elevadores de Passageiros Schindler Tempo O menor tempo entre você e o seu andar O Miconic

Leia mais

Linha de Produtos. ThyssenKrupp Elevadores A Empresa. Elevadores convencionais, panorâmicos e. hidráulicos. Elevadores sem casa de máquinas.

Linha de Produtos. ThyssenKrupp Elevadores A Empresa. Elevadores convencionais, panorâmicos e. hidráulicos. Elevadores sem casa de máquinas. ThyssenKrupp Elevadores A Empresa Linha de Produtos Elevadores convencionais, panorâmicos e hidráulicos. Elevadores sem casa de máquinas. Home Lift. Escadas e esteiras rolantes. Fingers (passarelas para

Leia mais

CATÁLOGO Network, Datacom e Telecom

CATÁLOGO Network, Datacom e Telecom CATÁLOGO Network, Datacom e Telecom 20 GABINETES Linha EF São diversas opções de gabinetes tanto para ambientes limpos quanto para o chão de fábrica, que comportam de a 1.000 de equipamentos. GABINETES

Leia mais

Schindler 3600 Muito espaço. Visual perfeito. Suavidade. Você terá uma experiência inesquecível em nossos elevadores.

Schindler 3600 Muito espaço. Visual perfeito. Suavidade. Você terá uma experiência inesquecível em nossos elevadores. Muito espaço. Visual perfeito. Suavidade. Você terá uma experiência inesquecível em nossos elevadores. Elevadores de Passageiros Schindler . Viagens muito mais rápidas, suaves e confortáveis para um número

Leia mais

Elevadores de Passageiros Schindler

Elevadores de Passageiros Schindler Prático e Eficaz. Elevadores para edifícios residenciais de pequeno porte que atendem suas necessidades e tornam a sua vida mais fácil. Elevadores de Passageiros Schindler 2 Schindler 3300 Os principais

Leia mais

All you need is a hoistway

All you need is a hoistway All you need is a hoistway O elevador sem casa de máquinas. Mais liberdade para seus projetos! A Otis sabe que não se trata de qualquer projeto - é o seu projeto. Com o sistema Gen2, reexaminamos cada

Leia mais

Disciplina: Construção Civil I Procedimentos para Início da Obra

Disciplina: Construção Civil I Procedimentos para Início da Obra UniSALESIANO Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil Disciplina: Construção Civil I Procedimentos para Início da Obra André Luís Gamino Professor Área de Construção Civil

Leia mais

ANEXO XII ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. Para Substituição dos Elevadores da SMOV

ANEXO XII ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. Para Substituição dos Elevadores da SMOV ANEXO XII ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Para Substituição dos Elevadores da SMOV 1. OBJETO Trata a presente do Projeto Básico de fornecimento e substituição de três(3) elevadores do tipo elétrico sendo dois

Leia mais

Catálogo de Produtos FÔRMAS E ESCORAMENTOS

Catálogo de Produtos FÔRMAS E ESCORAMENTOS Catálogo de Produtos FÔRMAS E ESCORAMENTOS Apresentação Fundada no ano de 000, a TEMEC Terra Maquinas Equipamentos e Construções LTDA é uma empresa especializada no fornecimento de Soluções de Engenharia

Leia mais

Linha 17 Ouro. Ligação do Aeroporto de Congonhas à Rede Metroferroviária. Linha 17 Ouro

Linha 17 Ouro. Ligação do Aeroporto de Congonhas à Rede Metroferroviária. Linha 17 Ouro Ligação do Aeroporto de Congonhas à Rede Metroferroviária CARACTERÍSTICAS CARACTERÍSTICA PRINCIPAL Sistema de Monotrilho Trem com tração elétrica e sustentação por pneus, que se desloca sobre uma viga,

Leia mais

Criando tecnologia para um mundo real.

Criando tecnologia para um mundo real. Criando tecnologia para um mundo real. S E G U R O Tecnologia projetada para trabalhar por você. Requisitos especiais de energia elétrica. Blecautes frequentes. Cronogramas de obra. Há muitas coisas a

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL 2014

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL 2014 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL 2014 www.henrimak.com.br vendas@henrimak.com.br / henrimak@henrimak.com.br TEL.: 21 3391-4646 / 21 3449-4112 CEL.: 7852-4626 / ID: 645*16704 A EMPRESA A HenrimaK foi fundada

Leia mais

REQUISITOS E CONSIDERAÇÕES GERAIS REF. NBR 13434 DA ABNT

REQUISITOS E CONSIDERAÇÕES GERAIS REF. NBR 13434 DA ABNT ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE SINALIZAÇÃO DE EMERGÊNCIA JUNTO A DGST REQUISITOS E CONSIDERAÇÕES GERAIS REF. NBR 13434 DA ABNT ANÁLISE E VISTORIA DOS SISTEMAS DE SINALIZAÇÃO DE EMERGÊNCIA Objetivo

Leia mais

Schindler 5300 Personalidade. Muito espaço. Sofisticação e modernidade para os elevadores de seu edifício.

Schindler 5300 Personalidade. Muito espaço. Sofisticação e modernidade para os elevadores de seu edifício. Personalidade. Muito espaço. Sofisticação e modernidade para os elevadores de seu edifício. Elevadores de Passageiros Schindler 2 Schindler 3300 Três benefícios. Seus desejos são uma ordem. Espaço Mais

Leia mais

PROJETO DE INSTALAÇÕES ELETROMECÂNICAS DE TRANSPORTE DE PESSOAS_PLATAFORMA

PROJETO DE INSTALAÇÕES ELETROMECÂNICAS DE TRANSPORTE DE PESSOAS_PLATAFORMA REABILITAÇÃO/AMPLIAÇÃO DAS ESCOLAS BÁSICAS DO 1º CICLO E PRÉ-ESCOLAR DE PORTO DE MÓS PARA CENTRO ESCOLAR PROJETO DE INSTALAÇÕES ELETROMECÂNICAS DE TRANSPORTE DE PESSOAS_PLATAFORMA Projeto de Instalações

Leia mais

Acessibilidade. Tribunal Regional do Trabalho (TRT) - Curitiba - PR. Plataformas Elevatórias e Elevadores para Acessibilidade

Acessibilidade. Tribunal Regional do Trabalho (TRT) - Curitiba - PR. Plataformas Elevatórias e Elevadores para Acessibilidade Acessibilidade Tribunal Regional do Trabalho (TRT) - Curitiba - PR Plataformas Elevatórias e Elevadores para Acessibilidade Plataforma Elevatória por fuso para desníveis até 2 metros. Edifício Avenida

Leia mais

Sem mais para o momento e agradecendo a atenção dispensada. Atenciosamente. AFONSO C. GAPPO Engº CREA Nº38219-D RJ

Sem mais para o momento e agradecendo a atenção dispensada. Atenciosamente. AFONSO C. GAPPO Engº CREA Nº38219-D RJ CARTA Nº 11.0529/10 Rio de Janeiro, 19 de novembro de 2010. À RENTA ENGENHARIA Av. das Américas, nº 1155/17º andar Barra da Tijuca. Rio de Janeiro/RJ. At.: Sra. Tanit Marinho ASS.: Transporte Vertical

Leia mais

Schindler 3300 Muito espaço. Visual perfeito. Suavidade. Você terá uma experiência inesquecível em nossos elevadores

Schindler 3300 Muito espaço. Visual perfeito. Suavidade. Você terá uma experiência inesquecível em nossos elevadores Schindler 3300 Muito espaço. Visual perfeito. Suavidade. Você terá uma experiência inesquecível em nossos elevadores Elevadores de Passageiros Schindler Espaço Schindler 3300 significa espaço Ampliamos

Leia mais

NORMAS DE ACESSIBILIDADE - Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT

NORMAS DE ACESSIBILIDADE - Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT NORMAS DE ACESSIBILIDADE - Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT 4.2 Pessoas em cadeira de rodas (P.C.R.) 4.2.1 Cadeira de rodas A figura 2 apresenta dimensões referenciais para cadeiras de rodas

Leia mais

PORTA ROMA 80 MANUAL DA CONSTRUTORA

PORTA ROMA 80 MANUAL DA CONSTRUTORA MANUAL DA CONSTRUTORA PORTA ROMA 80 REV.1 Aviso As informações contidas neste manual estão sujeitas a alterações sem notificação prévia. Todos os cuidados foram tomados para garantir a acuidade das informações

Leia mais

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Portuária e Construção Civil AULA 4 Prof.ª Marivaldo Oliveira

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Portuária e Construção Civil AULA 4 Prof.ª Marivaldo Oliveira FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho Módulo de Portuária e Construção Civil AULA 4 Prof.ª Marivaldo Oliveira COMPETÊNCIAS QUE TRABALHAREMOS NESTE MÓDULO Lançar mão dos recursos e técnicas de

Leia mais

SEMINÁRIO HIS SUSTENTÁVEL. Projeto da Habitação de Interesse Social Sustentável. Desenho Universal

SEMINÁRIO HIS SUSTENTÁVEL. Projeto da Habitação de Interesse Social Sustentável. Desenho Universal SEMINÁRIO HIS SUSTENTÁVEL Projeto da Habitação de Interesse Social Sustentável Desenho Universal Agosto/2010 CONTEXTO Protocolo de intenções firmado entre a Secretaria de Estado da Habitação, a Secretaria

Leia mais

Engetax Equipamentos Ltda.

Engetax Equipamentos Ltda. Engetax Equipamentos Ltda. Oferecendo soluções para necessidades de elevação com tecnologia, qualidade e segurança há mais de 20 anos! NOSSA HISTÓRIA A ENGETAX Elevadores surgiu com o propósito único de

Leia mais

www.engetax.com.br TRANSPORTAR VIDAS É UMA GRANDE RESPONSABILIDADE!

www.engetax.com.br TRANSPORTAR VIDAS É UMA GRANDE RESPONSABILIDADE! TRANSPORTAR VIDAS É UMA GRANDE RESPONSABILIDADE! História Iniciou suas atividades na cidade de Campinas SP em 1986 com o nome de Elevadores Metax, projetando, fabricando, instalando, conservando elevadores

Leia mais

andaime tubular aicom

andaime tubular aicom andaime tubular aicom O ANDAIME TUBULAR AICOM é um sistema de andaime destinado a construção, reforma, manutenção industrial e montagem em áreas com grandes interferências. Composto de tubo de aço galvanizado

Leia mais

ESTRUTURAS MISTAS: AÇO - CONCRETO

ESTRUTURAS MISTAS: AÇO - CONCRETO ESTRUTURAS MISTAS: AÇO - CONCRETO INTRODUÇÃO As estruturas mistas podem ser constituídas, de um modo geral, de concreto-madeira, concretoaço ou aço-madeira. Um sistema de ligação entre os dois materiais

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República em Pernambuco

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República em Pernambuco MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República em Pernambuco TERMO DE GARANTIA MPF/PRPE N.º 01/2013 DO OBJETO E DA GARANTIA A sociedade empresária ELEVADORES OTIS LTDA. inscrita no Cadastro Nacional

Leia mais

DEOP DIRETORIA DE ENGENHARIA E OPERAÇÕES EPE PLANEJAMENTO E ENGENHARIA MANUAL DE TUBULAÇÕES TELEFÔNICAS PREDIAIS

DEOP DIRETORIA DE ENGENHARIA E OPERAÇÕES EPE PLANEJAMENTO E ENGENHARIA MANUAL DE TUBULAÇÕES TELEFÔNICAS PREDIAIS CAPÍTULO 4: CAIXAS DE SAÍDA CONDIÇÕES As caixas de saída devem ser projetadas nas tubulações secundárias nas seguintes condições: a) Nas entradas e saídas de fios telefônicos nos eletrodutos; b) Para diminuir

Leia mais

Aula 04 Normas e Estratégias de Acessibilidade A NBR9050 Setembro, 2013

Aula 04 Normas e Estratégias de Acessibilidade A NBR9050 Setembro, 2013 Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Curso de Especialização em Arquitetura da Habitação de Interesse Social ERGONOMIA E ACESSIBILIDADE Aplicada à

Leia mais

EL2000. Elevadores Residenciais e de Uso Restrito para Acessibilidade. Guia de especificação para o modelo 2913. Revisão: Novembro de 2008

EL2000. Elevadores Residenciais e de Uso Restrito para Acessibilidade. Guia de especificação para o modelo 2913. Revisão: Novembro de 2008 EL000 Elevadores Residenciais e de Uso Restrito para Acessibilidade Guia de especificação para o modelo 913 Revisão: ovembro de 008 EL 000 Elevador Residencial Unifamiliar A Montele fabrica há 5 anos o

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Municipio de Venâncio Aires

Estado do Rio Grande do Sul Municipio de Venâncio Aires MEMORIAL DESCRITIVO Obra: OBRAS CIVIS, REFORMA E INSTALAÇÕES - PMAT PAVIMENTO TÉRREO E SUPERIOR DA PREFEITURA MUNICIPAL Local: Rua Osvaldo Aranha-nº 634 Venâncio Aires EXECUÇÃO E SERVIÇOS A execução dos

Leia mais

TSA/TDA DIFUSOR PARA LUMINÁRIA TROFFER

TSA/TDA DIFUSOR PARA LUMINÁRIA TROFFER TSA/TDA DIFUSOR PARA LUMINÁRIA TROFFER TSA/TODA DIFUSORES PARA LUMINÁRIAS O conjunto de difusão de ar completamente embutido, contribui para um visual leve e sem distorções. Sua flexibilidade própria,

Leia mais

CIE - CENTRO DE INICIAÇÃO AO ESPORTE (QUADRAS REVERSÍVEIS) MINISTÉRIO DO ESPORTE

CIE - CENTRO DE INICIAÇÃO AO ESPORTE (QUADRAS REVERSÍVEIS) MINISTÉRIO DO ESPORTE PROJETO EXECUTIVO DE ESTRUTURAS METÁLICAS CIE - CENTRO DE INICIAÇÃO AO ESPORTE (QUADRAS REVERSÍVEIS) MINISTÉRIO DO ESPORTE MEMORIAL DESCRITIVO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - CIE - R40-45 - R01 ESTRUTURA METÁLICA

Leia mais

elevador de cremalheira

elevador de cremalheira elevador de cremalheira Equipamento moderno e de alta tecnologia; Grande versatilidade para a elevação de pessoas e cargas em alturas mais elevadas; Segurança e economia de tempo no deslocamento de pessoas

Leia mais

É PERMITIDO O USO DE CALCULADORA PADRÃO NÃO MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE ENSINO DA MARINHA (CONCURSO PÚBLICO PARA INGRESSO NO CORPO

É PERMITIDO O USO DE CALCULADORA PADRÃO NÃO MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE ENSINO DA MARINHA (CONCURSO PÚBLICO PARA INGRESSO NO CORPO MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE ENSINO DA MARINHA (CONCURSO PÚBLICO PARA INGRESSO NO CORPO DE ENGENHEIROS DA MARINHA / CPCEM/2013) É PERMITIDO O USO DE CALCULADORA PADRÃO NÃO CIENTÍFICA E RÉGUA ESCALÍMETRO

Leia mais

ANEXO XIV - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA SUBSTITUIÇÃO DOS ELEVADORES DA SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E VIAÇÃO SMOV PRÉDIO CENTRAL

ANEXO XIV - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA SUBSTITUIÇÃO DOS ELEVADORES DA SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E VIAÇÃO SMOV PRÉDIO CENTRAL ANEXO XIV - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA SUBSTITUIÇÃO DOS ELEVADORES DA SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E VIAÇÃO SMOV PRÉDIO CENTRAL 1. OBJETO Trata a presente do Projeto Básico de fornecimento e substituição

Leia mais

Plataforma Elevatória Vertical para Cadeira de Rodas

Plataforma Elevatória Vertical para Cadeira de Rodas Plataforma Elevatória Vertical para Cadeira de Rodas TK Elevadores Plataforma elevatória vertical para cadeira de rodas A ThyssenKrupp Elevadores oferece agora dispositivos de acessibilidade em adição

Leia mais

Construção de Edícula

Construção de Edícula Guia para Construção de Edícula Guia do montador Mais resistência e conforto para sua vida. As paredes com Placas Cimentícias Impermeabilizadas e Perfis Estruturais de Aço Galvanizado para steel framing

Leia mais

Schindler 5300 Personalidade. Muito espaço. Sofisticação e modernidade para os elevadores de seu edifício

Schindler 5300 Personalidade. Muito espaço. Sofisticação e modernidade para os elevadores de seu edifício Schindler 5300 Personalidade. Muito espaço. Sofisticação e modernidade para os elevadores de seu edifício Elevadores de Passageiros Schindler Espaço Schindler 5300 significa espaço Ampliamos a cabina de

Leia mais

PORTA PIACENZA MANUAL DA CONSTRUTORA

PORTA PIACENZA MANUAL DA CONSTRUTORA MANUAL DA CONSTRUTORA PIACENZA REV.1 e-mail: detectamax@detectamax.com.br Aviso As informações contidas neste manual estão sujeitas a alterações sem notificação prévia. Todos os cuidados foram tomados

Leia mais

UniVap - FEAU CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO Prof. Minoru Takatori ESTUDO PRELIMINAR

UniVap - FEAU CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO Prof. Minoru Takatori ESTUDO PRELIMINAR 1 ESTUDO PRELIMINAR OBJETIVOS Analise e avaliação de todas as informações recebidas para seleção e recomendação do partido arquitetônico, podendo eventualmente, apresentar soluções alternativas. Tem como

Leia mais

TORRE ESTAIADA ESPECIFICAÇÃO DOS MATERIAIS CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ACESSÓRIOS

TORRE ESTAIADA ESPECIFICAÇÃO DOS MATERIAIS CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ACESSÓRIOS TORRE ESTAIADA A torre estaiada é a solução mais econômica por atingir grandes alturas e com elevada capacidade de carga, porém exige-se disponibilidade de terreno para sua instalação. Possui seção transversal

Leia mais

Schindler 3300 Muito espaço. Visual perfeito. Suavidade. Você terá uma experiência inesquecível em nossos elevadores.

Schindler 3300 Muito espaço. Visual perfeito. Suavidade. Você terá uma experiência inesquecível em nossos elevadores. Muito espaço. Visual perfeito. Suavidade. Você terá uma experiência inesquecível em nossos elevadores. Elevadores de Passageiros Schindler 2 Três benefícios. Seus desejos são uma ordem. Espaço Mais espaço

Leia mais

Manual Arquitetônico

Manual Arquitetônico Manual Arquitetônico APRESENTAÇÃO Esse manual pretende orientar nosso franqueado na disposição correta com descrição e planta baixa do lay out e na especificação para aquisição dos materiais e acessórios

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO/TÉCNICO

MEMORIAL DESCRITIVO/TÉCNICO MEMORIAL DESCRITIVO/TÉCNICO PROPRIETÁRIO: Prefeitura Municipal de Carmo de Minas. ENDEREÇO: Rua Luiz Gomes, nº. 150, Bairro: Centro, CEP: 37472-000. CNPJ: 18.188.243/0001-60. ENDEREÇO DA OBRA: Rua Euclides

Leia mais

elevador de cremalheira metax.com.br

elevador de cremalheira metax.com.br elevador de cremalheira metax.com.br elevador de cremalheira Equipamento moderno e de alta tecnologia; Grande versatilidade para a elevação de pessoas e cargas em alturas mais elevadas; Segurança e economia

Leia mais

www.ferdimat.com.br Retificadoras Cilíndricas Série CA / CA51H

www.ferdimat.com.br Retificadoras Cilíndricas Série CA / CA51H * Imagem ilustrativa, a máquina pode estar equipada com acessórios opcionais. Vendas nacionais Rua Dr. Miranda de Azevedo, N 415 Pompéia, São Paulo - SP Tel. (11) 3673-3922 - Fax. (11) 3862-6587 E-mail:

Leia mais

TUTORIAL PARA PREPARO DE AMBIENTE DE RECEPÇÃO DE PLATAFORMA HIDRÁULICA TIPO PL-G DA DWA

TUTORIAL PARA PREPARO DE AMBIENTE DE RECEPÇÃO DE PLATAFORMA HIDRÁULICA TIPO PL-G DA DWA 2014 DWA CONSTRUÇÕES ELETROMECÂNICAS LTDA. TUTORIAL PARA PREPARO DE AMBIENTE DE RECEPÇÃO DE PLATAFORMA HIDRÁULICA TIPO PL-G DA DWA Orientação ao construtor para preparo do ambiente que irá receber a plataforma

Leia mais

CPR MG COMITÊ PERMANENTE REGIONAL NR-18 APLICADA AOS CANTEIROS DE OBRAS

CPR MG COMITÊ PERMANENTE REGIONAL NR-18 APLICADA AOS CANTEIROS DE OBRAS CPR MG COMITÊ PERMANENTE REGIONAL NR-18 APLICADA AOS CANTEIROS DE OBRAS ELEVADOR A CABO ELEVADOR DE CREMALHEIRA Elevador de cremalheira e pinhão Maior custo compra / aluguel; Maior padrão de segurança;

Leia mais

Tecnologias de Prevenção e Combate a Incêndios João Gama Godoy

Tecnologias de Prevenção e Combate a Incêndios João Gama Godoy Tecnologias de Prevenção e Combate a Incêndios João Gama Godoy Técnico de Segurança do Trabalho Senac - 2010 É proibida a reprodução do conteúdo desta apresentação em qualquer meio de comunicação, eletrônico

Leia mais

Residencial Recanto do Horizonte

Residencial Recanto do Horizonte MEMORIAL DESCRITIVO Residencial Recanto do Horizonte FUNDAÇÃO E ESTRUTURA As Fundações serão executadas de acordo com o projeto estrutural, elaborado de acordo com as normas técnicas pertinentes e baseadas

Leia mais

Processo n. 130.238/09 CONTRATO N. 2010/017.1

Processo n. 130.238/09 CONTRATO N. 2010/017.1 Processo n. 130.238/09 CONTRATO N. 2010/017.1 PRIMEIRO ADITIVO AO CONTRATO CELEBRADO ENTRE A CÂMARA DOS DEPUTADOS E A THYSSENKRUPP ELEVADORES S.A., PARA O FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE 16 (DEZESSEIS) ELEVADORES

Leia mais

NBR 13994. Elevadores de passageiros - Elevadores para transporte de pessoa portadora de deficiência. ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas

NBR 13994. Elevadores de passageiros - Elevadores para transporte de pessoa portadora de deficiência. ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas MAIO 2000 NBR 13994 ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas Elevadores de passageiros - Elevadores para transporte de pessoa portadora de deficiência Sede: Rio de Janeiro Av. Treze de Maio, 13 28º

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA

MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA Reforma da Câmara dos Vereadores de Jataí GO DADOS DA OBRA OBRA: Câmara Municipal de Jataí LOCAL: Praça da Bandeira S/N SERVIÇOS: Projeto de reforma NÚMERO DE PAVIMENTOS:

Leia mais

SUPORTE TÉCNICO SOBRE LIGHT STEEL FRAME

SUPORTE TÉCNICO SOBRE LIGHT STEEL FRAME Sistema de ds A SOLUÇÃO INTELIGENTE PARA A SUA OBRA SUPORTE TÉCNICO SOBRE LIGHT STEEL FRAME www.placlux.com.br VOCÊ CONHECE O SISTEMA CONSTRUTIVO LIGHT STEEL FRAME? VANTAGENS LIGHT STEEL FRAME MENOR CARGA

Leia mais

PRODUTOS SUSTENTÁVEIS

PRODUTOS SUSTENTÁVEIS PRODUTOS SUSTENTÁVEIS ObjETIVOS A ThyssenKrupp Elevadores, em sintonia com as tendências mundiais em transporte vertical, está focada em sua responsabilidade socioambiental. Por isso, desenvolve produtos

Leia mais

Anexo 3 - Modelo de Planilha Orçamentária (consumo estimado para o exercício de 2012) Sinalização Interna e Externa para a Justiça Federal/ES

Anexo 3 - Modelo de Planilha Orçamentária (consumo estimado para o exercício de 2012) Sinalização Interna e Externa para a Justiça Federal/ES Anexo 3 - Modelo de Planilha Orçamentária (consumo estimado para o exercício de 2012) 1 Placa tipo 1 1.1 1.2 Placa de sinalização geral para pavimentos em alumínio escovado, removível e de fundo adesivo;

Leia mais

Standard Range TNE 2022/23/35 A escada rolante para o novo milênio. TK Elevadores

Standard Range TNE 2022/23/35 A escada rolante para o novo milênio. TK Elevadores Standard Range TNE 2022/23/35 A escada rolante para o novo milênio TK Elevadores Um projeto inovador... A escada rolante Avante é única devido a suas formas arredondadas características, que rompem com

Leia mais

MINI GRUA. metax.com.br

MINI GRUA. metax.com.br MINI GRUA metax.com.br mini grua metax (guincho de pequeno porte) A Mini Grua Metax é útil nas mais variadas situações. Desde obras civis de todos os portes, o equipamento possui funcionamento preciso

Leia mais

FÓRUM NORDESTE SOBRE CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DO TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO JOÃO PESSOA, 24/02/2016

FÓRUM NORDESTE SOBRE CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DO TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO JOÃO PESSOA, 24/02/2016 FÓRUM NORDESTE SOBRE CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DO TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO JOÃO PESSOA, 24/02/2016 NOVAS EXIGÊNCIAS LEGAIS APLICÁVEIS AOS ELEVADORES DE OBRAS ANTONIO PEREIRA DO NASCIMENTO SRTE-SP

Leia mais

CHECK LIST DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL

CHECK LIST DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL 1 2 MUNICIPIO: DATA DA VISITA: DIA MÊS ANO HORA 00:00 3 4. LOTE LOJA 4 4.1 RESPONSAVEL: TIPO DE LOCALIZAÇÃO SITUAÇÃO INSERIR O NOME DO RESPONSÁVEL TÉCNICO GALPÃO LOJA EM SHOPPING ENDEREÇO INSERIR ENDEREÇO

Leia mais

Introdução. Bem vindo, ao mundo dos automatizadores para portas de enrolar!!!

Introdução. Bem vindo, ao mundo dos automatizadores para portas de enrolar!!! D I S T R I B U I D O R Introdução Bem vindo, ao mundo dos automatizadores para portas de enrolar!!! A NEW AUTOMATIZADORES atua no mercado nacional há 1 ano, distribuindo para todo Brasil e America Latina.

Leia mais

ISF 219: PROJETO DE PASSARELA PARA PEDESTRES. O Projeto de passarela para pedestres será desenvolvido em duas fases:

ISF 219: PROJETO DE PASSARELA PARA PEDESTRES. O Projeto de passarela para pedestres será desenvolvido em duas fases: ISF 219: PROJETO DE PASSARELA PARA PEDESTRES 1. OBJETIVO Definir e especificar os serviços constantes do Projeto de Passarela para Pedestres em Projetos de Engenharia Ferroviária. 2. FASES DO PROJETO O

Leia mais