Estudo sobre as condições para o e-commerce na região E-READINESS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Estudo sobre as condições para o e-commerce na região E-READINESS"

Transcrição

1 Estudo sobre as condições para o e-commerce na região na mérica Latina Contexto do comércio eletrônico regional continua melhorando. Em 2, índice de e-readiness passou a,8, o que representa uma alta de 3% em relação a 29.

2 índice de e-readiness corresponde a um modelo de medição das variáveis de contexto que afetam diretamente o desenvolvimento do e-commerce ou comércio eletrônico. méricaeconomia Intelligence, por encomenda da empresa de meios de pagamento Visa, apresenta a versão para o ano de 2, que mostra a evolução desse indicador nos últimos dois anos, nas principais economias latinoamericanas, em relação a cinco grandes dimensões do e-readiness: volume de mercado, infraestrutura tecnológica, penetração do sistema bancário ou bancarização, adoção de tecnologias por parte dos consumidores e poder de oferta local. Em termos gerais, é posvel afirmar que os países latino-americanos pesquisados aumentaram sua capacidade de transformar a internet em um canal de vendas efetivo para chegar ao consumidor final. Para compreender a evolução dessas variáveis de contexto e as falhas da região em relação a outros mercados, o índice de e-readiness considera os Estados Unidos e a como referências. maior novidade é que pela primeira vez um país latino-americano supera o benchmark escolhido: o e-readiness do Brasil (,24) é superior ao da (,2). Em outras palavras, o Brasil tem um e-readiness 3% superior ao da, o que representa um crescimento acelerado, uma vez que em 29 o indicador brasileiro era 5% inferior ao espanhol. Brasil não é o único país com alta taxa de crescimento do e-readiness, com 3% de alta no índice, pois Equador (58%), rgentina (5%) e Uruguai (49%) também tiveram um aumento elevado. PÍS P. (Milhões) RGENTIN 4,9.234,6 6,2 67,4,84 23,7 BLÍVI,6 2.52,6 4,6 8,7,35 79,8 BRSIL 94,9 2.43,7 7,3 43, 4 22,6 CHILE 7, ,6 4,2 42,,57 94,8 CLÔMBI 46, 7.6,6 6, 47,3,77 54,8 REPÚBLIC DMINICN, 5.64,4 5,5 4,,47 74,7 EQUDR 5, 4.358, 5,5 32,7,47 28,9 GUTEML 4,7 3.79,6 4,3 5,5,37 5,5 HNDURS 8,2 2.7,9 5,4,9,3 74,8 MÉXIC 9,7.394,8 6,6 29,4,7 79,4 NICRÁGU 5,9.2,3 6,4 2,2,34 48, PNMÁ 3, , 5,3 42,4,45 5, PERU 3, 5.936,3 6,2 29,5,58 98,3 RT RIC 3, ,5 5,4 47,,59 222,9 PRGUI 6,5 3.59, 5,9 25,5,38 62, EL SLVDR 5, ,5 4,7 6,7,32 67, URUGUI 3,4 4.94,5 4,2 55,,53 286,4 VENEZUEL 29,8.537,6 6, 34,7,63 237,9 ESPNH 46, ,4 9,9 67,3,96 42,4 ESTDS UNIDS 32, ,5 7,9 78,4 2,96 467,6 MÉRIC LTIN 556, ,6 6,4 39,,5 84,.97,5 Causa e efeito Evolução do e-commerce (US$ Bi) e do índice de e-readiness latino-americanos PIB PER CPIT (US$) % P. ENTRE NS e-commerce % USUÁRIS DE INTERNET VLUME DE MERCD ecossistema em que se sustentava o e-commerce latinoamericano em 29 é muito diferente do cenário de 2. Em apenas dois anos, praticamente todos os indicadores de e-readiness da região mostraram saltos significativos nas variáveis, que melhoraram as condições para o comércio eletrônico. e-readiness LINHS DE TELEF. FIX R MIL HB. Esse fenômeno impulsiona a média regional até,8, o que representa uma alta de 3% em relação a 29, quando o índice latino-americano era de,62. Na prática isso significa que a região está mais bem preparada do que estava há dois anos, mas ainda está longe da consolidação que seria alcançada ao chegar ao índice, que corresponde ao valor de referência da na pesquisa de ,8,7,62 43,2,55,52 3,2,47,42,38 2,7,35 5,6 7,5,5 3, 4,8, ,9,8,7,6,5,4,3,2, 2 Estudo sobre as condições para o e-commerce na região

3 5 H B.. NE R XÕ E MI H S LH PR B. D E B B EÇ ND D. B L R ND IN G FR L E R R ST G RU (U TU C S R $). RT TE ÕES CN H DE L B. CR ÓG C ÉD RT IT I C ÕE P R SD ED ÉB C IT IX S U R T MI B MÁ LH NC T B IC R S. IZ % Ç PE Ã NE TR Ç % Ã EDE C NS B UM ND L I D TR R R N ES G S MÓ ÇÕ VE ES L D R Ç IN Ã TE RN TE P CN ET G L ME ÓG IC G R NT N D EI DE M S V S DE R R D E JI TS ST E S NLI ERE FE R NE D * T IN ES S2 3, 32, 38, 429, 27, 26,8 53,8 28,3 24,8 25, 73, 32,7 54, 286,9 43, 2,6 89,4 95, 528,9.58, 229, C UT D R ES R. E IS ÓV MP C F. M LE TE.295,8 883,8.242,6.234,7.3,2 857,3.56,6.259,9.22,7 86,9 73,2.64,2 989,4 838,5 882,5.56,8.362,5 966,9.265,9.46,9 39,4 9, 84,6 4,4 6,5 37,6 42,3 7,6 8,6 7,9 8, 4,5 3,4 47,9 6, 29,7 74,3 2, 24,6 274, 87,5 3,2 54,2 6, 9,2 25,6 7,9 24,9 39,6 3, 24,9 22,,7 36,9 3, 7,6 37, 9,2 5,3 5,5 55, 26,9,85,34,4,98,68,67,6,47,57,7,5,94,5,65,58,56,98,89,33,54,82 56,7 26,3 889, 3 28,2 86,9 47,5 49,7 82,4 52,5 27,8 66,9 23,2 368,4 55,4 28,6 653,4 278,8 97,8.558,4 46,9 53,9 88,2.367,6 732,6 358,5 32,5 2,3 3,2 83, 764,2 3,6 587,4 329,5 492,5 52,4 25,5 444, 56,6 62,5.665, 83, ,45 8,,6,,4 2,,58 7,,23 3,7,8 7,7,4 9,5,4,3,2 N.D.,27 7,3,,7,67 2,,23 2,3,48 7,6,8 5,9,7 3,4,66 7,4,34 4,,94 3,3,9 64,9,58,3 2,6 3, 4,7 4, 4, 8,6 5,2 4,2 2, 6,5 2, 5,6 5,3 4,3 2,6 2,5 6,5 23,7 88,, ritmo de crescimento foi marcado, principalmente, pelo quesito adoção tecnológica, que teve alta de,45 ponto (3%), entre 29 e 2. Considerando o aumento no número de compradores pela internet, nos volumes de compra e na penetração da banda larga móvel, a mérica Latina passou de um subíndice de,4 em 29 para,86 em 2. No entanto, a brecha em relação aos países de referência aumentou, especialmente no caso dos Estados Unidos, em que o nível cresceu de 2,25 para 4,5 nos últimos dois anos (por causa da alta penetração da banda larga, que passou de 4% a 6%, e de um e-commerce móvel mais eficiente), e em menor escala, da, onde o índice passou de, para,65. Nesse indicador, os únicos países latino-americanos que ultrapassam o ponto de referência (ou seja, igualam ou superam a em 29) são o Brasil (,35), Chile (,5) e Porto Rico (,2). Países que têm em comum o fato de haver capitalizado a infraestrutura disponível para o e-commerce, com aumento significativo das vendas por este canal. Enquanto isso, os mais atrasados nessa área são a Nicarágua (,22), Colômbia (,27), Bolívia (,37) e Paraguai (,38). No caso da Nicarágua e da Colômbia, trata-se também dos países que menos cresceram no índice de e-readiness em toda a região, com alta de,7 ponto ,83 no 5,4,69,37 no,4,26,35 no 2,5,24,5 8,6,8,27 no 3,,48,68 no,,46,54 no,4,42,58,2,36,4 no,2,35,7 no 23,34,69,22 no,2,3,45 no,2,6,42 2,5,42,2 no,4,63,38 no,4,37,47 no,2,37,9 no,4,7,53 no,4,5,65 -,6,2 4,5-2,53 2,48,86 68,3,8 *: Só inclui plataformas do setor público Nota: tabela mostra os quesitos e os principais dados empregados para construir o índice, mas não dá conta de toda a informação empregada na elaboração do estudo. Big bang Evolução do e-readiness latino-americano entre 29 e Tecnológica doção Tecnológica Poder de ferta aumento geral nesse quesito se explica, em termos gerais, pela incorporação da tecnologia de internet ao estilo de vida dos latino-americanos que estão mais propensos a fazer Estudo sobre as condições para o e-commerce na região 3

4 compras online ou a adotar novas tecnologias, como a banda larga móvel. Esta última, por exemplo, tem cinco vezes mais conexões do que em 29, passando de 3 milhões para 69 milhões. quantidade de clientes do comércio eletrônico Censo online Porcentagem da população com acesso à internet, 26 e 2 Fonte: méricaeconomia Intelligence 9% rando as quantidades de linhas de telefonia fixa e móvel, computadores pessoais e assinaturas de banda larga, e outros fatores de logística, a mérica Latina aumentou sua capacidade para,82, ou seja,23 ponto a mais do que em 29, quando esse indicador ficou em,59, o que representou um aumento de 4%. De todo modo, os países de referência aumentaram a brecha em relação à região. s Estados Unidos passaram de,27 para,54 (2%) e a cresceu de, para,33 (33%) nesse quesito. s únicos países que mantiveram alto ritmo de crescimento nessa área foram Uruguai e Panamá, com pontuações finais de,98 e,94, e altas de 4% e 52%, respectivamente, o que os coloca entre os países latino-americanos com melhor desempenho nesse item, ao lado do Brasil, que chega a,4, e o Chile, com,98. o mesmo tempo, alguns países praticamente não mostraram avanços nesse quesito, como Porto Rico e Venezuela, que cresceram apenas, ponto, ou El Salvador, com alta de,2 ponto. Em termos gerais, parte desse aumento na mérica Latina se explica pela maior penetração dos computadores e telefones móveis, com queda nas tarifas médias de internet e aumento de uso. Desse modo, o número de usuários de internet na região cresceu 2%, chegando a representar 39% da população latino-americana. No entanto, há grande diferença entre os países, pois enquanto rgentina e Uruguai possuem 67% e 55% de suas populações conectadas, Honduras, Guatambém aumentou em 75%, com a incorporação de mais 24 milhões de compradores, em grande parte por causa da abertura de ofertas a novos públicos, como acontece com as empresas de compras coletivas, o que também fez com que o tí- Internautas 26 Internautas 2 8% 7% 6% 5% 4% 3% 2% % rgentina Bolívia Brasil Chile Colômbia República Dominicana Equador Guatemala Honduras Velocidade máxima Porcentagem da população com acesso a banda larga, 2 3% 25% 2% 5% % 5% rgentina Bolívia Brasil Chile Colômbia República Dominicana Equador Guatemala Honduras México Nicarágua Panamá Peru Porto Rico Paraguai El Salvador Uruguai Venezuela Estados Unidos México Nicarágua Panamá Peru Porto Rico Paraguai El Salvador Uruguai Venezuela Estados Unidos quete médio das vendas tenha caído de US$ 55 para US$ 49. utro quesito que apresentou forte crescimento entre 29 e 2 foi o de infraestrutura tecnológica. Conside- 4 Estudo sobre as condições para o e-commerce na região

5 temala, El Salvador e Bolívia estão abaixo de 2%. o mesmo tempo, a penetração dos celulares não aumentou significativamente, pois já é uma das maiores do mundo, com, aparelho para cada latino-americano. inda assim, o número de computadores cresceu 3%, com 229 PCs para cada mil habitantes da região. Quanto à incorporação do indicador de logística, uma novidade em relação ao estudo anterior, essa variável significou uma ligeira redução nos aumentos provocados pelos fatores mencionados anteriormente. Esse indicador mede a quanti- cos países que se encontram entre os Estados Unidos (2,96) e a (,96). resto dos países latino-americanos fica bem abaixo em volume de mercado do que a, sendo que a rgentina é o país que mais se aproxima (,84) e também o que mais cresceu, com alta de 29%, tornando-se o mercado mais conectado da região, com 27 milhões de internautas em uma população total de 4 milhões de pessoas. Quanto à bancarização, um quesito que inclui variáveis como quantidade de cartões de crédito e débito, e de caixas automáticos, a mérica Latina continua apresentando uma Cybercafé Hardware e cartões no e-commerce Custos mensais de internet corrigidos pelo custo de vida (US$) 5 Evolução do número de PCs, celulares e cartões de débito e crédito na região (em milhões). Computadores Celulares rg en ti Bo na lívi Bra a Re sil pú bli C Chi ca olô le Do mb mi ia nic Eq ana Gu uad ate or Ho mala nd ur M as Nic éxic ará o Pa gua na má Po Per rto u Pa Rico El ragua Sa i lva d Uru or Ve guai ne z Est Esp uela ad an os ha Un ido s Cartões de crédito Cartões de débito dade de operadores logísticos, seu desempenho, tempo de entrega, estado dos pacotes entregados, preços de frete, variedade de oferta e os canais de devolução. TERR FÉRTIL volume de mercado como quesito de e-readiness mede indicadores de população absoluta e entre 25 e 35 anos, PIB per capita e quantidade de usuários de internet. Embora esses fatores apresentem crescimento mais moderado na região, com aumento de,3 ponto (3%), também são os que apresentam maior pontuação em termos absolutos:,5. Trata-se do quesito que mais se assemelha às linhas de base da como referência em 29, e também a mais estável, dado seus indicadores de população e crescimento econômico. Desse modo, Brasil (4) e México (,7) se destacam e aumentam significativamente a média regional, sendo os úni- grande brecha em relação aos países de referência da pesquisa. Enquanto a região tem uma média de,58 nesse subíndice, a fica em,94 e os Estados Unidos em,9. Uma grande diferença, mas que diminuiu em relação a 29 (antes da crise financeira), quando esses países tiveram pontuação de, e 2,4, com quedas de 6% e % nesse quesito, respectivamente. No entanto, esse quesito apresenta crescimento moderado na região, que passou de,5 em 29 para,58 em 2 (alta de 5%). subida foi pela penetração dos plásticos. Enquanto os cartões de crédito cresceram de 369 a 462 para cada mil pessoas, os cartões de débito cresceram de 695 a 83. Chile é o país que mais cartões de débito tem, porém o seu subíndice diminuiu devido a uma mudança metodológica que deixou fora os cartões emitidos pelo varejo chileno, que representam 4% do mercado. Sem considerar esse caso, todos os países tiveram aumentos pouco significativos, sendo que o Brasil teve a maior alta em pontos (,7), o que representa um crescimento de 8% no indicador de bancarização. Com isso, o país ultrapassa a nesse quesito (o que nesse estudo só mede cartões Estudo sobre as condições para o e-commerce na região 5

6 Prontos para decolar Evolução do e-readiness da mérica Latina, Estados Unidos e 3, 2,5 2,,5,,5 Estados Unidos mérica Latina e caixas eletrônicos), atingindo,4 na pontuação, e também se distancia dos demais latino-americanos, praticamente dobrando o desempenho do segundo colocado, o Chile, que tem,58. Desse modo, o Brasil tem 88 9 cartões de crédito para cada mil habitantes, seguido pelo Uruguai, com 653 e no contraste com a média regional de 469, que inclui países pequenos como Bolívia e Honduras, onde o número de cartões por mil habitantes é menor do que. Sendo assim, a região fica muito longe dos.558 cartões de crédito por mil habitantes dos Estados Unidos, o que mostra o tamanho da brecha, especialmente porque foi na variável cartões de crédito que a mérica Latina apresentou o maior crescimento. Finalmente, quanto ao poder de oferta local, que mede o esforço do Estado para o pagamento de impostos da venda online e a força do varejo, a região atinge um índice de,3. Número superior ao,22 que obteve em 29, o que representa uma alta de 38% que se explica pelo fato de que sete novos países que não estavam na pesquisa de dois anos atrás começaram a ter seus números avaliados em 2. pesar disso, a mérica Latina está muito abaixo dos Estados Unidos (2,53) e (,6). s únicos países que apresentam brechas menores são Chile (,6 e com,69% dos contribuintes pagando impostos online), Brasil (,5) e, em menor escala, o México (,34). restante, numa média simples tem pontuação de,8. Esse pode ser considerado o grande ponto fraco da região, pois depende de alto investimento para desenvolver tributos online e de varejistas com força em seus canais de pagamento eletrônicos, em especial nos países com economias pequenas. No entanto, esse quesito pode melhorar significativamente nas próximas versões do estudo, quando medirmos o impacto das compras coletivas e dos cupons de compra, que serviram de suporte para pequenas e médias empresas, e para empreendedores da região. Comparações por país Brasil:,24 gigante sul-americano faz jus à sua condição, atingindo o nível mais alto de e-readiness da mérica Latina, superando pela primeira vez a, país de referência da pesquisa, em vários indicadores. No entanto, é simplesmente o tamanho de sua população e seu crescimento econômico que mais influenciam sua alta pontuação geral, sem que se destaque a proporção de internautas no total da população (43%), mantendose nesse caso abaixo da (67,3%) e de vários países latino-americanos, como a rgentina (67,4%), Uruguai (55,%), Colômbia (47,3%) e Porto Rico (47%). Quanto à infraestrutura, apesar de ter um preço de banda larga (US$ 6 mensais) abaixo da média latino-americana (US$ 26), e com um custo de vida mais alto, a penetração desse serviço ainda é muito baixa, de apenas 84,6 conexões por mil habitantes, abaixo da média regional de 87,5. No entanto, a introdução das variáveis logísticas na pesquisa favoreceu a pontuação do país, já que o Brasil tem uma boa rede de players no setor, com serviços que se caracterizam por entregas em bom estado, mesmo quando ainda há tarefas pendentes na área de logística reversa, em trocas e devoluções. Chile:,8 Chile avançou em matéria de conectividade, aumentando a proporção de usuários de internet de 33% em 29 para 42% da população total em 2, sendo ao mesmo tempo o país com maior penetração de computadores da região, com um indicador de 429 PCs para cada mil pessoas, próximos dos 529 alcançados pela. país também se destaca pelo esforço das empresas online e do setor público, que aprofundaram a plataforma da cobrança de impostos, o que impactou a capacidade de adoção tecnológica dos chilenos: 7% deles possuem banda larga móvel, uma das porcentagens mais altas da região, depois do Brasil (2,%) e Uruguai (7,4%). 2,6,4,2,8,6,4,3,2,6,4,2,8,6,4,3,2 m.lat. m.lat. Brasil Chile 6 Estudo sobre as condições para o e-commerce na região

7 No entanto, o Chile mantém certa rigidez em matéria bancária. Embora tenha evoluído em relação a 29, o número de cartões de crédito no país continua muito baixo em comparação com cartões de débito, com 2,4 desses para cada cartão de crédito, enquanto a média latino-americana é de,7, o que prejudica as compras no estrangeiro. Uruguai:,7 Uruguai divide vários traços de país desenvolvido em matéria de e-commerce, em quesitos como infraestrutura (,98) e adoção tecnológi- m.lat. Uruguai ca (,9), no entanto, carece de,6,4 uma oferta interna sólida. Embora esse problema seja típi-,2 co de economias menores, cujo,8,6 porte é visto como uma barreira para grandes investimentos,3,4 em canais online, o setor público tampouco tem atuado no de-,2 senvolvimento de sistemas de pagamento de impostos pela internet. No entanto, já estão surgindo novas alternativas adaptadas ao tamanho da economia e das empresas do país. rgentina:,69 rgentina compartilha de boa parte do perfil do Uruguai, com a vantagem de um tamanho significativamente maior. No entanto, falha no mesmo ponto que o país vizinho: não possui uma oferta online desenvolvida. Um contrassenso, quando se considera que há a mesma proporção de argentinos e espanhóis conectados (67%) e que o país conta com a maior porcentagem de e-consumidores da região (2%). Talvez a chave esteja na adoção tecnológica, pois embora a rgentina atinja a marca de,83 ponto, está abaixo de vários países latino-americanos: Brasil (,35), Chile (,5), Porto Rico (,2) e Uruguai (,9). Isso acontece, em parte, pela baixa adoção de banda larga móvel, que chega a 8%, abaixo da média regional de,3%.,6,4,2,8,6,4,3,2 m.lat. rgentina México:,69 gigante mexicano despertou, ao menos em matéria de conectividade. Embora a base de usuários não tenha aumentado consideravelmente, isso aconteceu com a penetração de banda larga (8 conexões para cada mil habitantes em 2, contra 93, em 29) e com o número de cartões bancários, que ainda se encontram abaixo da média regional, mas tiveram uma alta significativa nos últimos dois anos. No entanto, o maior avanço foi no comércio eletrônico em si, aumentando de modo considerável o número de mexicanos que compram pela internet. Em 2, foram 7 milhões de consumidores, contra 4,7 milhões em 29. o mesmo tempo, as compras per capita anuais aumentaram de US$ 557 para US$ 867 no período. Esse avanço aconteceu pelo esforço de alguns varejistas, que fizeram investimentos para abrir espaço no canal online, caso de redes como Liverpool e Palacio de Hierro, que agora contam com um tráfego web em relação a suas vendas no mesmo nível dos varejistas chilenos, ou seja, de cerca de 2 visitantes para cada US$ mil vendidos. Venezuela:,5 Venezuela é um país que quer despertar. Com esforços da parte do setor público para aumentar a penetração da banda larga, com base em preços muito baixos (US$ m.lat. Venezuela 5 mensais, o mais baixo da região, atrás apenas do Panamá,,6,4 com US$ ), e uma população,2 que tem mostrado interesse no canal online, já que mais de,8,6 2% dos internautas venezuelanos compram por esse meio.,3,4,2 o mesmo tempo, as grandes redes varejistas estão melhorando sua oferta online. ponto fraco da Venezuela é a bancarização, com indicadores de quantidade de cartões de crédito e débito para cada mil habitantes (respectivamente 278,8 e 56,6) abaixo da média regional (46,9 e 83,4).,6,4,2,8,6,4,3,2 m.lat. México Estudo sobre as condições para o e-commerce na região 7

8 Colômbia:,48 Colômbia era um dos países com maior projeção em termos de e-readiness na mérica Latina. No entanto, seu desenvolvimento desde a última pesquisa foi bem menor do que o esperado. Isso m.lat. Colômbia se explica por um crescimento apenas moderado em sua proporção,4,6 de usuários de internet (47,3% em,2 2, contra 42% em 29), uma tímida tentativa por parte dos varejis-,6,8,4 tas de ampliar a oferta online (o país,3 marcou, ponto no indicador de,2 poder de oferta local em 2, contra, em 29). lém de um im- pulso insuficiente do setor bancário Colombiano. Se em 29 havia 329 cartões de débito por mil habitantes, em 2, esse número havia crescido para apenas 358, sendo que esse foi o indicador de bancarização em que a Colômbia mais cresceu. No entanto, o potencial se mantém pelo lado da demanda, pois o e-commerce Colombiano praticamente dobrou em dois anos, passando de US$ 435 milhões para US$ 998 milhões em vendas, entre 29 e 2. Peru:,42 Peru basicamente estagnou. Teve baixo crescimento nos indicadores de conectividade. Desse modo, o número de conexões de banda larga subiu apenas de 89 mil para 92 mil em m.lat. Peru dois anos, e a proporção de internautas também avançou pou-,4,6 co, de 27,4% para 29,5%. Também não houve grande avanço na,8,2 adoção de novas tecnologias, pois,6,4 o Peru possui uma das menores,3 proporção de população com banda larga móvel da região (2,3%) e,2 de e-consumidores (5%). E embora as vendas online tenham mais que dobrado, chegando a US$ 6 milhões em 2, contra US$ 276 milhões em 29, o que aconteceu foi um aumento no desembolso por parte dos mesmos compradores e não uma alta no número de consumidores do varejo online. Talvez o único ponto de alto crescimento no país tenha sido o aumento no número de cartões de crédito, que passou de 6 para 23 a cada mil habitantes em dois anos. Metodologia Este índice reflete as condições que um país oferece para o desenvolvimento do comércio eletrônico. pesquisa foi realizada por meio da análise de 23 variáveis econômicas e tecnológicas selecionadas por sua relevância econométrica e pela importância dada por diferentes especialistas da indústria. Este ano, a pesquisa incorporou um indicador de logística no quesito infraestrutura tecnológica, que mede a capacidade e a qualidade dos serviços de entrega dos produtos comercializados online. Para cada uma das variáveis trabalhou-se com dados desde 2 até 2, com os quais foi posvel configurar uma base de população completa, que oferece mais solidez estatística. Como as unidades de medida diferem entre os indicadores utilizados, os dados foram redimensionados usando como valor referencial, para cada resultado obtido pela em 29, de modo que esse país e esse ano sirvam como um modelo de referência: um país terá pontuações maiores ou menores que, dependendo de como esteja em relação e em proporção ao indicador espanhol de 29. s fontes para este estudo são: Banco Mundial, Cepal, Fundo Monetário Internacional, Cisco, 3G mericas, lexa.com, as superintendências bancárias e financeiras de cada país, as autoridades tributárias pertinentes. gradecemos às instituições que nos proporcionaram informações, aos líderes da indústria que colaboraram com suas opiniões para a elaboração metodológica, e à empresa Visa, que promoveu a realização deste estudo. e-readiness Publisher & Editor Elías Selman Carranza méricaeconomía Intelligence Jaime Contreras S., Diretor Rodrigo Dorn, Chefe de Pesquisas Dalomy Switt, Pesquisadora Design & Direção de rte Álvaro raya Urquiza Texto e Edição Jornalística ndrés lmeida Farga Volume do mercado tecnológica doção tecnológica Poder da oferta População total População entre 25 e 3 anos PIB per capita Usuários de internet (%) Telefonia fixa Telefonia móvel Computadores pessoais Conexões de banda larga Preço da banda larga Preço da banda larga móvel Serviços logísticos Cartões de crédito Cartões de débito Caixas automáticos Banda larga móvel e-consumidores Compras pela internet Poder do varejo Nº de varejistas Vendas online (%) Presença online Diversidade da oferta Pagamento de impostos online Nota: uso da informação deste estudo é de responsabilidade única e exclusiva de seus usuários. Visa e méricaeconomia não se responsabilizam pelo seu eventual uso como referência de comercialização, marco legal, regulatório e outros. 8 Estudo sobre as condições para o e-commerce na região

e-readiness na América Latina

e-readiness na América Latina sobre as condições para o crescimento do e-commerce na região na América Latina A região melhorou em 47,6% suas condições para o desenvolvimento do comércio eletrônico nos últimos quatro anos. Entretanto,

Leia mais

Estudo dos países da América Latina e América Central

Estudo dos países da América Latina e América Central Empresa têxtil E M P R E S A T Ê X T I L Estudo dos países da América Latina e América Central Produtos considerados: 6003.33.00/6006.31.00/6006.21.00/6006.22.00/6006.23.00/6006.42.00 1. Exportações brasileiras

Leia mais

Aula 9.1 Conteúdo: Tentativas de união na América Latina; Criação do Mercosul. FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES

Aula 9.1 Conteúdo: Tentativas de união na América Latina; Criação do Mercosul. FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 9.1 Conteúdo: Tentativas de união na América Latina; Criação do Mercosul. 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Habilidade:

Leia mais

Coletiva de Imprensa Lançamento Sistema de Informação Estatística sobre TIC do OSILAC/CEPAL. Mariana Balboni osilac@cepal.org

Coletiva de Imprensa Lançamento Sistema de Informação Estatística sobre TIC do OSILAC/CEPAL. Mariana Balboni osilac@cepal.org Coletiva de Imprensa Lançamento Sistema de Informação Estatística sobre TIC do OSILAC/CEPAL Mariana Balboni osilac@cepal.org Agenda I. Programa Sociedade da Informação II. Sistema de Informação estatística

Leia mais

SEM FRONTEIRAS NA AMÉRICA LATINA

SEM FRONTEIRAS NA AMÉRICA LATINA SEM FRONTEIRAS NA AMÉRICA LATINA Case vencedor do VII Prêmio ANATEC na categoria B2B Serviços BANCA ASSINATURA CUSTOMIZADA PORTFÓLIO A maior provedora de conteúdo de economia, negócios e finanças da América

Leia mais

O BID E A AGRICULTURA NA ALC - Financiando oportunidades para o desenvolvimento do setor cafeeiro

O BID E A AGRICULTURA NA ALC - Financiando oportunidades para o desenvolvimento do setor cafeeiro O BID E A AGRICULTURA NA ALC - Financiando oportunidades para o desenvolvimento do setor cafeeiro 4.º Fórum Consultivo da Organização Internacional do Café (OIC) Londres, Reino Unido, 23 de setembro de

Leia mais

ELABORAÇÃO DE INDICADORES SOCIAIS

ELABORAÇÃO DE INDICADORES SOCIAIS 1 ELABORAÇÃO DE INDICADORES SOCIAIS Ernesto Friedrich de Lima Amaral 28 de setembro de 2011 Universidade Federal de Minas Gerais Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia Departamento de Sociologia e Antropologia

Leia mais

TERRA DESENVOLVE O SUNDAYTV, SERVIÇO DE VÍDEO ON DEMAND

TERRA DESENVOLVE O SUNDAYTV, SERVIÇO DE VÍDEO ON DEMAND julho/2012 Case de Sucesso TERRA DESENVOLVE O SUNDAYTV, SERVIÇO DE VÍDEO ON DEMAND Para publicar um case no Portal IT4CIO, entre em contato pelo e-mail comunicacao@it4cio.com. PERFIL Terra é parte da Telefônica

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Brasil Dezembro de 2012 Preparado para Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. Agenda Introdução Descrição do projeto Resultados

Leia mais

Cenários do Mercado Educacional

Cenários do Mercado Educacional SEMINÁRIO ABMES Cenários do Mercado Educacional Silvia Cezar Diretora de Marketing do Grupo Estácio 04 de novembro de 2014 9h30 a 12h30 redeabmes @redeabmes www.abmes.org.br 1 Agenda Tendências do Mercado

Leia mais

Case de Sucesso. Integrando CIOs, gerando conhecimento. TERRA NETWORKS APERFEIÇOA FERRAMENTA DE BI PARA O AUTOCONHECIMENTO DE SEUS NEGÓCIOS

Case de Sucesso. Integrando CIOs, gerando conhecimento. TERRA NETWORKS APERFEIÇOA FERRAMENTA DE BI PARA O AUTOCONHECIMENTO DE SEUS NEGÓCIOS Case de Sucesso Integrando CIOs, gerando conhecimento. TERRA NETWORKS APERFEIÇOA FERRAMENTA DE BI PARA O AUTOCONHECIMENTO DE SEUS NEGÓCIOS Perfil Terra é parte da Telefônica Digital, braço da Telefônica

Leia mais

IDH do Brasil melhora, mas país cai no ranking Mudança se deve a desempenho melhor de outro país

IDH do Brasil melhora, mas país cai no ranking Mudança se deve a desempenho melhor de outro país Material embargado até dia 9 de novembro, às 11h do Brasil IDH do Brasil melhora, mas país cai no ranking Mudança se deve a desempenho melhor de outro país O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil

Leia mais

Nett Corp Consultoria & Telecomunicações (27) 3091.1492 /Paulo(27) 99239.8206 (27)3091.1492

Nett Corp Consultoria & Telecomunicações (27) 3091.1492 /Paulo(27) 99239.8206 (27)3091.1492 Nett Corp Consultoria & Telecomunicações (27) 3091.1492 /Paulo(27) 99239.8206 (27)3091.1492 Claro - Segmento Corporativo A Nett Corp é uma empresa líder de mercado, e ao longo do tempo busca empresas vencedoras

Leia mais

Euromonitor International

Euromonitor International 1 O FUTURO DO SHOPPER BRASILEIRO. SERÁ TÃO ONLINE COMO O CONSUMIDOR AMERICANO? BRAZILIAN RETAIL WEEK 31 DE JULHO 2012 1. DEFINIÇÕES 2. PERFORMANCE: INTERNET RETAILING 3. PRINCIPAIS DRIVERS 4. TENDÊNCIA

Leia mais

TIC Domicílios 2007 Comércio Eletrônico

TIC Domicílios 2007 Comércio Eletrônico TIC Domicílios 2007 Comércio Eletrônico DESTAQUES 2007 O Estudo sobre Comércio Eletrônico da TIC Domicílios 2007 apontou que: Quase a metade das pessoas que já utilizaram a internet declarou ter realizado

Leia mais

Guia de uso Pós. 1. Acesse o site da Claro e verifique as tarifas de Roaming Internacional em seu país de destino

Guia de uso Pós. 1. Acesse o site da Claro e verifique as tarifas de Roaming Internacional em seu país de destino Roaming Internacional Claro Guia de uso Pós Fale em mais de 170 países com seu celular Antes de viajar 1. Acesse o site da Claro e verifique as tarifas de Roaming Internacional em seu país de destino Contrate

Leia mais

Um sistema financeiro saudável, ético e eficiente é condição essencial para o desenvolvimento econômico, social e sustentável do País.

Um sistema financeiro saudável, ético e eficiente é condição essencial para o desenvolvimento econômico, social e sustentável do País. Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária 2013 Um sistema financeiro saudável, ético e eficiente é condição essencial para o desenvolvimento econômico, social e sustentável do País. OBJETIVOS A Pesquisa

Leia mais

Pontes ao Sul: Argentina Brasil Laços com o Rio Grande do Sul. Consulado Geral da República Argentina em Porto Alegre Novembro 2015

Pontes ao Sul: Argentina Brasil Laços com o Rio Grande do Sul. Consulado Geral da República Argentina em Porto Alegre Novembro 2015 Pontes ao Sul: Argentina Brasil Laços com o Rio Grande do Sul Consulado Geral da República Argentina em Porto Alegre Novembro 2015 Vantagens e oportunidades da Argentina Alguns dados estruturais Com mais

Leia mais

Estágios profissionais são bons para ganhar experiência

Estágios profissionais são bons para ganhar experiência 79% dos universitários portugueses garantem Estágios profissionais são bons para ganhar experiência A rede Universia e o portal de empregos www.trabalhando.com realizaram em nove países um questionário

Leia mais

AMÉRICA LATINA E CARIBE ERICSSON MOBILITY REPORT - APÊNDICE NOVEMBRO

AMÉRICA LATINA E CARIBE ERICSSON MOBILITY REPORT - APÊNDICE NOVEMBRO AMÉRICA LATINA E CARIBE ERICSSON MOBILITY REPORT - APÊNDICE NOVEMBRO VISÃO GERAL DO MERCADO Principais dados: América Latina e Caribe M Assinaturas móveis (milhões) Assinaturas de smartphones (milhões)

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Junho/2008 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 15 milhões de conexões Mauro Peres, Country Manager IDC Brasil Copyright 2008

Leia mais

Brasil fica em quarto lugar em desigualdade social

Brasil fica em quarto lugar em desigualdade social Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2012 Prova bimestral 4 o Bimestre 5 o ano Geografia 1. Leia a notícia, divulgada em vários jornais brasileiros, no dia 21

Leia mais

Programas Sociais. A recente experiência paulistana

Programas Sociais. A recente experiência paulistana Programas Sociais A recente experiência paulistana Mapa da fome no Brasil na década de 1950 Fonte: Banco Central do Brasil Fonte: CASTRO, Josué. Geografia da Fome. São Paulo: Brasiliense, 1957 10.000 9.000

Leia mais

Relatório Mundial de. Renovação da APS nas Américas. V Seminário Internacional de APS Rio de Janeiro, Brasil 24-26 de março de 2010

Relatório Mundial de. Renovação da APS nas Américas. V Seminário Internacional de APS Rio de Janeiro, Brasil 24-26 de março de 2010 Relatório Mundial de Saúde 2008 e Renovação da APS nas Américas V Seminário Internacional de APS Rio de Janeiro, Brasil 24-26 de março de 2010 Dr. Hernán Montenegro Coordenador de Serviços Integrados de

Leia mais

d) Faz parte de Grupo empresarial:

d) Faz parte de Grupo empresarial: IDÉIA DE PROJETO PROGRAMA IBEROEKA Projetos em colaboração com empresas dos seguintes países: Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, El Salvador, Equador, Espanha, Guatemala, Honduras,

Leia mais

LUIZ ROS Banco Interamericano de Desenvolvimento

LUIZ ROS Banco Interamericano de Desenvolvimento LUIZ ROS Banco Interamericano de Desenvolvimento A BASE DA PIRÂMIDE É DIFERENTE MUNDIALMENTE POR REGIÃO, POR SETOR MAS SEMPRE UM MERCADO ENORME UMA GRANDE OPORTUNIDADE Na América Latina há cerca de 400

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Setembro/2007 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 10 milhões de conexões Mauro Peres, Research Director IDC Brasil Copyright

Leia mais

Como Economizar US$ 36 Bilhões em Eletricidade

Como Economizar US$ 36 Bilhões em Eletricidade Como Economizar US$ 36 Bilhões em Eletricidade (sem desligar as luzes) UMA PESQUISA SOBRE A PRODUTIVIDADE ENERGÉTICA NAS AMERICAS CONTINUE POR FAVOR 6 1,9 1 0,1 4 3 14 4 8 O Futuro Sem Eficiência Uma maneira

Leia mais

Franz Schoenborn. Meios de Pagamento

Franz Schoenborn. Meios de Pagamento Franz Schoenborn Meios de Pagamento Agenda allpago tudo em uma só integração Mercado e estatísticas Gateways x Facilitadores x Direto Módulo Magento Agenda allpago tudo em uma só integração Mercado e estatísticas

Leia mais

Assim é a Telefónica. Distribuição do EBITDA por países em 2001

Assim é a Telefónica. Distribuição do EBITDA por países em 2001 Assim é a Telefónica A aquisição da Lycos, aliada ao fato de a nova empresa Terra Lycos operar em 43 países, permitiu, por um lado, uma maior penetração nos Estados Unidos e no Canadá. Por outro lado,

Leia mais

Apresentação ao Senado Telefônica Antônio Carlos Valente 23 de maio de 2007

Apresentação ao Senado Telefônica Antônio Carlos Valente 23 de maio de 2007 Apresentação ao Senado Telefônica Antônio Carlos Valente 23 de maio de 2007 Agenda I. Panorama do Setor II. Convergência e Consolidações 2 O mercado de telecomunicações no mundo alcançou 1,3bi de linhas

Leia mais

ELABORAÇÃO DE INDICADORES SOCIAIS

ELABORAÇÃO DE INDICADORES SOCIAIS ELABORAÇÃO DE INDICADORES SOCIAIS Ernesto Friedrich de Lima Amaral 24 de setembro de 2008 Universidade Federal de Minas Gerais Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia Departamento de Sociologia e Antropologia

Leia mais

Ano 2010 No. 1 Telefonia móvel: São acessíveis os serviços na América Latina?

Ano 2010 No. 1 Telefonia móvel: São acessíveis os serviços na América Latina? Policy Brief Ano 2010 No. 1 Telefonia móvel: São acessíveis os serviços na América Latina? A telefonia móvel teve um crescimento espectacular em América Latina, e hoje alcança um nível de penetração próximo

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Brasil Junho de 2013 Preparado para Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. Agenda Introdução Descrição do projeto Resultados

Leia mais

TELEFÓNICA MÓVILES, S.A.

TELEFÓNICA MÓVILES, S.A. COMUNICAÇÃO DE FATO RELEVANTE TELEFÓNICA MÓVILES, S.A. Madri, 28 de outubro de 2004 Em cumprimento ao disposto no artigo 82 da Lei 24/1988, de 28 de julho, do Mercado de Valores espanhol e disposições

Leia mais

Cooperativismo de Crédito no mundo

Cooperativismo de Crédito no mundo Cooperativismo de Crédito no mundo Dr. Matthias Arzbach DGRV São Paulo marzbach@dgrv.org Brasília DF 17 Junho 2008 A experiência da Europa Bancos Cooperativos na Europa -Parceiros financeiros para a economia

Leia mais

Introduction to Latin American Economies. Fabio Fonseca, Senior Director, FIESP

Introduction to Latin American Economies. Fabio Fonseca, Senior Director, FIESP Introduction to Latin American Economies Fabio Fonseca, Senior Director, FIESP América Latina México América Central Guianas América Andina América Platina Brasil México América Latina México América Central

Leia mais

Senado Federal Comissão de Ciência e Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática. Audiência Pública Plano Nacional de Banda Larga

Senado Federal Comissão de Ciência e Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática. Audiência Pública Plano Nacional de Banda Larga Senado Federal Comissão de Ciência e Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Audiência Pública Plano Nacional de Banda Larga Eduardo Levy Diretor Executivo do SindiTELEBRASIL Brasília, 26 de maio

Leia mais

Os desafios da intermediação financeira no setor informal

Os desafios da intermediação financeira no setor informal Os desafios da intermediação financeira no setor informal VI Seminário Banco Central de Microfinanças 14.06.2007 Porto Alegre - RS Dinheiro, segundo o provérbio, chama dinheiro. Quando se tem um pouco,

Leia mais

Desembaraço. Informações da indústria como você nunca viu

Desembaraço. Informações da indústria como você nunca viu Desembaraço Informações da indústria como você nunca viu Introdução É uma ferramenta dominada pela geração Y, mas que foi criada pela geração X. Ela aproxima quem está longe e tem distanciado quem está

Leia mais

R E M J A VIII. 24, 25 e 26 de fevereiro de 2010

R E M J A VIII. 24, 25 e 26 de fevereiro de 2010 R E M J A VIII Brasília, Brasil 24, 25 e 26 de fevereiro de 2010 Antecedentes da Rede Institucionalização da Rede Composição da Rede Progressos desde a REMJA VII Novos Avanços Propósito: aumentar e melhorar

Leia mais

Questionário sobre o Ensino de Leitura

Questionário sobre o Ensino de Leitura ANEXO 1 Questionário sobre o Ensino de Leitura 1. Sexo Masculino Feminino 2. Idade 3. Profissão 4. Ao trabalhar a leitura é melhor primeiro ensinar os fonemas (vogais, consoantes e ditongos), depois as

Leia mais

Quero um empréstimo É uma ordem!

Quero um empréstimo É uma ordem! Quero um empréstimo É uma ordem! 2 de abril de 2014 Por Jesus Gonzalez-Garcia e Francesco Grigoli A participação estatal em bancos ainda é comum no mundo todo, apesar do grande número de privatizações

Leia mais

Comércio Eletrônico em Números

Comércio Eletrônico em Números Comércio Eletrônico em Números Evolução do E-commerce no Brasil 23 milhões é um grande número. 78 milhões 23 milhões Enorme potencial de crescimento no Brasil Mas fica pequeno se comprarmos com o número

Leia mais

Panorama Econômico e Político da América Latina -Por que a região vai tão bem

Panorama Econômico e Político da América Latina -Por que a região vai tão bem Panorama Econômico e Político da América Latina -Por que a região vai tão bem economicamente? Thomas J Trebat Centro de Estudos Brasileiros Columbia University Junho de 2011 Uma visão mais favorável sobre

Leia mais

Resumo dos resultados da enquete CNI

Resumo dos resultados da enquete CNI Resumo dos resultados da enquete CNI Brasil - México: Interesse empresarial para ampliação do acordo bilateral Março 2015 Amostra da pesquisa No total foram recebidos 45 questionários de associações sendo

Leia mais

FIT FOR A NEW ERA ECONOMIA DAS LÍNGUAS PORTUGUESA E ESPANHOLA LÍNGUA, COMÉRCIO EXTERNO E INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PERSPECTIVAS EMPRESARIAIS

FIT FOR A NEW ERA ECONOMIA DAS LÍNGUAS PORTUGUESA E ESPANHOLA LÍNGUA, COMÉRCIO EXTERNO E INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PERSPECTIVAS EMPRESARIAIS LÍNGUA, COMÉRCIO EXTERNO E Paternoster Square Londres ECONOMIA DAS LÍNGUAS PORTUGUESA E ESPANHOLA INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PERSPECTIVAS EMPRESARIAIS Francisco Cary 19 de Maio de 2011 O Mercado dos Países

Leia mais

NOTA SOBRE O COMÉRCIO EXTERIOR NA AMÉRICA DO SUL

NOTA SOBRE O COMÉRCIO EXTERIOR NA AMÉRICA DO SUL fevereiro 2010 NOTA SOBRE O COMÉRCIO EXTERIOR NA AMÉRICA DO SUL Paulo Roberto Delgado * Gracia Maria Viecelli Besen* Na presente década, verificou-se forte expansão do comércio externo nos países da América

Leia mais

IDÉIA DE PROJETO PROGRAMA IBEROEKA

IDÉIA DE PROJETO PROGRAMA IBEROEKA IDÉIA DE PROJETO PROGRAMA IBEROEKA Projetos em colaboração com empresas dos seguintes países: Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, El Salvador, Equador, Espanha, Guatemala, Honduras,

Leia mais

Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária 2013 O Setor Bancário em Números

Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária 2013 O Setor Bancário em Números Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária 2013 O Setor Bancário em Números Um sistema financeiro saudável, ético e eficiente é condição essencial para o desenvolvimento econômico, social e sustentável do

Leia mais

Projeto Simon: Medindo a conec*vidade entre paises. Darío Gómez, dario @ lacnic.net

Projeto Simon: Medindo a conec*vidade entre paises. Darío Gómez, dario @ lacnic.net Projeto Simon: Medindo a conec*vidade entre paises Darío Gómez, dario @ lacnic.net Projecto Simon Os Começos O projeto começou em 2009 como um esforço colabora*vo, aberto e que procura a integração da

Leia mais

Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-2010

Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-2010 Copyright 2008 IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Dezembro/2008 Preparado para Meta de Banda Larga

Leia mais

A ESET premiará três organizações com licenças de soluções ESET pelo período de 1 ano para todos os equipamentos.

A ESET premiará três organizações com licenças de soluções ESET pelo período de 1 ano para todos os equipamentos. Protegendo Laços. Construindo uma comunidade segura é um Programa de doação de licenças desenvolvido pela ESET América Latina, que tem o objetivo de premiar a iniciativa das organizações sem fins lucrativos

Leia mais

Infoestrutura: Pagamento Eletrônico

Infoestrutura: Pagamento Eletrônico Infoestrutura: Pagamento Eletrônico 1. Introdução O advento do comércio eletrônico significou que os sistemas de pagamento precisavam lidar com estas novas exigências. Com a ampla utilização da Internet,

Leia mais

CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR SERVIÇOS. www.prochile.gob.cl

CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR SERVIÇOS. www.prochile.gob.cl CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR SERVIÇOS www.prochile.gob.cl O Chile surpreende pela sua variada geografia. Suas montanhas, vales, desertos, florestas e milhares de quilômetros de costa, o beneficiam

Leia mais

ISSN 1519-9568. INFORMATIVO MENSAL Ano 1 Número 20 Março de 2002 APRESENTAÇÃO

ISSN 1519-9568. INFORMATIVO MENSAL Ano 1 Número 20 Março de 2002 APRESENTAÇÃO ISSN 119-968 INFORMATIVO MENSAL Ano 1 Número Março de APRESENTAÇÃO O Boletim apresenta uma síntese do documento Panorama Social de América Latina -1, uma publicação da Comissão Especial para a América

Leia mais

O Brasil e a Internet Ubíqua: Avanços e Perspectivas

O Brasil e a Internet Ubíqua: Avanços e Perspectivas ARTIGO O Brasil e a Internet Ubíqua: Avanços e Perspectivas AUTORES Antonio Eduardo Ripari Neger Presidente da Associação Brasileira de Internet (ABRANET). Engenheiro formado pela Unicamp, advogado formado

Leia mais

Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo

Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo Economia Móvel América Latina 2013 A GSMA representa os interesses da indústria mundial de comunicações móveis. Presente em mais de 220 países, a GSMA

Leia mais

O mercado de PPPs na visão do Setor Privado. Seminário Formação em Parcerias Público-Privadas 05 e 06 de Novembro de 2013 São Paulo/SP

O mercado de PPPs na visão do Setor Privado. Seminário Formação em Parcerias Público-Privadas 05 e 06 de Novembro de 2013 São Paulo/SP O mercado de PPPs na visão do Setor Privado Seminário Formação em Parcerias Público-Privadas 05 e 06 de Novembro de 2013 São Paulo/SP OS AGENTES PRIVADOS DO MERCADO DE PPPS Principais Players do Setor

Leia mais

Loja FileMaker Brasil Termos e Condições

Loja FileMaker Brasil Termos e Condições Loja FileMaker Brasil Termos e Condições 1.Sobre estes Termos e Condições Nestes termos e condições, doravante "nós" significa FileMaker, Inc. e/ou FileMaker International, e "você" significa o cliente.

Leia mais

Introdução. Um 2013 difícil

Introdução. Um 2013 difícil Aetecno MBA Blogs Revista Rankings Últimas Notícias Contato Login H O M E I N T R O D U Ç Ã O R A N K I N G D A S 5 0 0 S E T O R E S A N Á L I S E E R A N K I N G S M E T O D O L O G I A Introdução Home

Leia mais

Larga Brasil 2005-2010

Larga Brasil 2005-2010 Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Junho de 2010 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 15 milhões de conexões Elaborado por IDC Copyright 2010 IDC. Reproduction

Leia mais

Programa de Incentivo para Gestoras de Fundos de Investimento na América Latina Perguntas e Respostas Janeiro de 2015

Programa de Incentivo para Gestoras de Fundos de Investimento na América Latina Perguntas e Respostas Janeiro de 2015 Programa de Incentivo para Gestoras de Fundos de Investimento na América Latina Perguntas e Respostas Janeiro de 2015 1. O que é o Programa de Incentivo para Fundos de Investimento na América Latina? O

Leia mais

Global Index Innovation 2015 Highlights

Global Index Innovation 2015 Highlights Global Index Innovation 2015 Highlights 141 países avaliados. Brasil: 70º lugar geral em 2015 (61º lugar em 2014). - 1º lugar: Suíça - 2º lugar: Reino Unido - 3º lugar: Suécia Top Performers Renda Alta

Leia mais

REGULAMENTO DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS DE HOSPEDAGEM No u s o d a c o mp e t ê n c i a p r e v i s t a al í n e a v ) d o n. º 1 d o ar t i g o 64º d o De c r e t o -Le i n. º 1

Leia mais

Índice de Progresso Social 2015

Índice de Progresso Social 2015 Media Kit Índice de Progresso Social 2015 Neste documento: Resultados da edição 2015 do estudo (com ênfase para a América Latina e o Brasil) Principais destaques da nova edição Press release completo Conteúdo

Leia mais

Publicidade no portal e-bit e email marketing

Publicidade no portal e-bit e email marketing Mães e namorados Publicidade no portal e-bit e email marketing PACOTE DIA DAS MÃES São Paulo, 8 de março de 2012 Publicidade no site e E-mail Marketing Quem somos Buscapé Company Presente em grande parte

Leia mais

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA SENADO FEDERAL EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 04 DE NOVEMBRO DE 2014 crescimento do setor de telecomunicações

Leia mais

Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária 2014

Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária 2014 Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária Um sistema financeiro saudável, ético e eficiente é condição essencial para o desenvolvimento econômico, social e sustentável do País. Objetivos A Pesquisa FEBRABAN

Leia mais

01 - Indicadores da Educação Comparada

01 - Indicadores da Educação Comparada 0 - Indicadores da Educação Comparada Maio de 8 INDICADORES DA EDUCAÇÃO COMPARADA GODEARDO BAQUERO MIGUEL INTRODUÇÃO A leitura do "Statistical Yearbook" de 84 da UNESCO incentivou-nos a escrever este estudo

Leia mais

O PAPEL DA INICIATIVA PRIVADA NO ENSINO SUPERIOR: REALIDADE E DESAFIOS PARA O FUTURO

O PAPEL DA INICIATIVA PRIVADA NO ENSINO SUPERIOR: REALIDADE E DESAFIOS PARA O FUTURO O PAPEL DA INICIATIVA PRIVADA NO ENSINO SUPERIOR: REALIDADE E DESAFIOS PARA O FUTURO Participação no Desenvolvimento Econômico Social Brasileiro Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos

Leia mais

Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-20102010

Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-20102010 Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-20102010 Resultados de Junho 2009 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 15 milhões de conexões Elaborado por IDC Copyright 2009 IDC. Reproduction

Leia mais

Brasil, potência no e-commerce

Brasil, potência no e-commerce Brasil, potência no e-commerce CONTEXTO GLOBAL E REGIONAL 10º mercado em termos mundiais Maior e mais maduro mercado da AL Potencial de crescimento elevado Um país que compra cada vez mais online CONTEXTO

Leia mais

Media Networks esteve presente na Conferencia VSAT Latin America 2014

Media Networks esteve presente na Conferencia VSAT Latin America 2014 16 de Maio, 2014 // Número 026 Media Networks esteve presente na Conferencia VSAT Latin America 2014 Ver más Apresentando as vantagens da Internet via satélite para a região Com plataforma via satélite

Leia mais

O indicador do clima econômico piorou na América Latina e o Brasil registrou o indicador mais baixo desde janeiro de 1999

O indicador do clima econômico piorou na América Latina e o Brasil registrou o indicador mais baixo desde janeiro de 1999 14 de maio de 2014 Indicador IFO/FGV de Clima Econômico da América Latina¹ O indicador do clima econômico piorou na América Latina e o Brasil registrou o indicador mais baixo desde janeiro de 1999 O indicador

Leia mais

Brasil avança, mas é quarto país mais desigual da América Latina, diz ONU

Brasil avança, mas é quarto país mais desigual da América Latina, diz ONU Brasil avança, mas é quarto país mais desigual da América Latina, diz ONU Estudo faz balanço de serviços urbanos básicos, como a gestão dos resíduos sólidos. (Foto: Reprodução) Apesar do crescimento econômico,

Leia mais

Serviços universitários Projetos académicos. 18,3 milhões de

Serviços universitários Projetos académicos. 18,3 milhões de Informação global / Primeiro semestre 2015 Serviços universitários Projetos académicos 1.345 universidades 23 países da Ibero-américa 18,3 milhões de professores e estudantes universitários 1Andorra 83Argentina

Leia mais

Solidariedade - É uma empatia fundamental com as causas das famílias mais excluídas, que nos move a # querer estar e trabalhar junto com elas.

Solidariedade - É uma empatia fundamental com as causas das famílias mais excluídas, que nos move a # querer estar e trabalhar junto com elas. BRIEF INSTITUCIONAL 2015 QUEM SOMOS TETO é uma organização presente na América Latina e no Caribe, que busca superar a situação de pobreza em que vivem milhões de pessoas nos assentamentos precários, através

Leia mais

Newsletter LANÇOU SERVIÇO DTH NA GUATEMALA EMPREGANDO A PLATAFORMA DA MEDIA NETWORKS

Newsletter LANÇOU SERVIÇO DTH NA GUATEMALA EMPREGANDO A PLATAFORMA DA MEDIA NETWORKS LANÇOU SERVIÇO DTH NA GUATEMALA EMPREGANDO A PLATAFORMA DA MEDIA NETWORKS Veja mais O serviço do Qualy TV será alargado para outros países da América Central e do Caribe Irá ao ar durante todo este mês

Leia mais

MOTOS E SEGURANÇA RODOVIÁRIA A convivência segura das motos em uma rede viária desenhada para carros (urbana e rural)

MOTOS E SEGURANÇA RODOVIÁRIA A convivência segura das motos em uma rede viária desenhada para carros (urbana e rural) MOTOS E SEGURANÇA RODOVIÁRIA A convivência segura das motos em uma rede viária desenhada para carros (urbana e rural) São Paulo, 11 e 12 de setembro de 2013 Antecedentes O crescimento acelerado da frota

Leia mais

Tarifas de banda larga na América Latina e Caribe: Avaliação comparativa e tendências. Hernan Galperin, Universidade de San Andrés (Argentina).

Tarifas de banda larga na América Latina e Caribe: Avaliação comparativa e tendências. Hernan Galperin, Universidade de San Andrés (Argentina). Tarifas de banda larga na América Latina e Caribe: Avaliação comparativa e tendências. Hernan Galperin, Universidade de San Andrés (Argentina). As características de oferta são um indicador chave no desempenho

Leia mais

Construindo governos efetivos

Construindo governos efetivos Construindo governos efetivos Sucessos e desafios da gestão pública para resultados na América Latina e no Caribe Resumo executivo EDITORES Jorge Kaufmann, Mario Sanginés, Mauricio García Moreno Construindo

Leia mais

WORLD GIVING INDEX 2015

WORLD GIVING INDEX 2015 WORLD GIVING INDEX 2015 QUEM SOMOS Fundado em 1999, organização pioneira no apoio técnico ao investidor social no Brasil e na América Latina, e tem como missão promover e estruturar o sistema de investimento

Leia mais

TENDÊNCIAS EM MEIOS DE PAGAMENTO 2015

TENDÊNCIAS EM MEIOS DE PAGAMENTO 2015 Relatório Tecnocom sobre TENDÊNCIAS EM MEIOS DE PAGAMENTO 2015 Com a colaboração de Relatório Tecnocom sobre TENDÊNCIAS EM MEIOS DE PAGAMENTO 2015 Relatório Tecnocom sobre TENDÊNCIAS EM MEIOS DE PAGAMENTO

Leia mais

CONTEÚDO. Uma classe de consumidores em ascensão: O rápido crescimento da classe C. Penetração de mídia na América Latina

CONTEÚDO. Uma classe de consumidores em ascensão: O rápido crescimento da classe C. Penetração de mídia na América Latina O MERCADO DE MÍDIA NA AMÉRICA LATINA 2013 CONTEÚDO Uma classe de consumidores em ascensão: O rápido crescimento da classe C Penetração de mídia na América Latina Projeções de investimentos em publicidade

Leia mais

2002 - Serviços para empresas

2002 - Serviços para empresas 2002 - Serviços para empresas Grupo Telefónica Data. Resultados Consolidados 1 (dados em milhões de euros) Janeiro - Dezembro 2002 2001 % Var. Receita por operações 1.731,4 1.849,7 (6,4) Trabalho para

Leia mais

QUEM SOMOS VISÃO MISSÃO HISTÓRICO BRIEF INSTITUCIONAL 2013

QUEM SOMOS VISÃO MISSÃO HISTÓRICO BRIEF INSTITUCIONAL 2013 BRIEF INSTITUCIONAL 2013 QUEM SOMOS TETO é uma organização presente na América Latina e no Caribe, que busca superar a situação de pobreza em que vivem milhões de pessoas nos assentamentos precários, através

Leia mais

FEMSA Gerencia mais de 80 mil Tickets Mensais de TI, Finanças e RH com CA Service Desk Manager

FEMSA Gerencia mais de 80 mil Tickets Mensais de TI, Finanças e RH com CA Service Desk Manager CUSTOMER SUCCESS STORY Julho 2013 FEMSA Gerencia mais de 80 mil Tickets Mensais de TI, Finanças e RH com CA Service Desk Manager PERFIL DO CLIENTE Indústria: Bebidas Companhia: FEMSA Funcionários: +177

Leia mais

Espanha, Alemanha e Reino Unido também são usados como pontos de trânsito para precursores destinados à região. Pág. 85 Recentemente, vários países

Espanha, Alemanha e Reino Unido também são usados como pontos de trânsito para precursores destinados à região. Pág. 85 Recentemente, vários países Referências ao Brasil e ao Cone Sul Relatos da fabricação de ATS também surgiram em países da América Central e da América do Sul. Seis laboratórios ilícitos de ATS foram relatados apreendidos em 2009.

Leia mais

Hermes Management Consulting T: +54 11 4393 2019 www.hermesmc.com.ar

Hermes Management Consulting T: +54 11 4393 2019 www.hermesmc.com.ar Análise dos custos nas agências de viagem e formas de aperfeiçoamento do setor Hermes Management Consulting T: +54 11 4393 2019 www.hermesmc.com.ar Análise dos custos nas agências de viagem e formas de

Leia mais

Economia Digital e Privacidade. Laura Fragomeni

Economia Digital e Privacidade. Laura Fragomeni Economia Digital e Privacidade Laura Fragomeni Roteiro Economia Digital Cenário Mundial O MercadoLivre Privacidade Propostas Legislativas Considerações Finais Economia Digital Cenário Mundial Usuários

Leia mais

Pesquisa nacional sobre o uso dos correspondentes bancários e inclusão financeira no Brasil. Caitlin Sanford, Associada, Bankable Frontier Associates

Pesquisa nacional sobre o uso dos correspondentes bancários e inclusão financeira no Brasil. Caitlin Sanford, Associada, Bankable Frontier Associates Pesquisa nacional sobre o uso dos correspondentes bancários e inclusão financeira no Brasil Caitlin Sanford, Associada, Bankable Frontier Associates Objetivos da pesquisa A rede de correspondentes bancários

Leia mais

Confiança e Segurança

Confiança e Segurança no Brasil camara-e.net/ Brasil ILCE / América Latina Comércio Eletrônico e Economia Digital Confiança e Segurança Economia Digital 3.0 e-commerce na Região Mediação e Arbitragem na América Latina e-confiança

Leia mais

Nota Técnica. Transferência de Recursos - América Latina e Caribe. Nº 92 Outubro de 2004

Nota Técnica. Transferência de Recursos - América Latina e Caribe. Nº 92 Outubro de 2004 Nota Técnica Nº 92 Transferência de Recursos - América Latina e Caribe 25 anos de história política por um Brasil radicalmente democrático Transferência de Recursos América Latina e Caribe influenciado

Leia mais

Solidariedade - É uma empatia fundamental com as causas das famílias mais excluídas, que nos move a # querer estar e trabalhar junto com elas.

Solidariedade - É uma empatia fundamental com as causas das famílias mais excluídas, que nos move a # querer estar e trabalhar junto com elas. BRIEF COMERCIAL 2015 QUEM SOMOS TETO é uma organização presente na América Latina e no Caribe, que busca superar a situação de pobreza em que vivem milhões de pessoas nos assentamentos precários, através

Leia mais

Relatório Tecnocom sobre TENDÊNCIAS EM MEIOS DE PAGAMENTO 2014. Com a colaboração de

Relatório Tecnocom sobre TENDÊNCIAS EM MEIOS DE PAGAMENTO 2014. Com a colaboração de Relatório Tecnocom sobre TENDÊNCIAS EM MEIOS DE PAGAMENTO 2014 Com a colaboração de Relatório Tecnocom sobre TENDÊNCIAS EM MEIOS DE PAGAMENTO 2014 1. Os maiores destaques do Relatório Tecnocom 2014 4 Relatório

Leia mais

Analfabetismo no Brasil

Analfabetismo no Brasil Analfabetismo no Brasil Ricardo Paes de Barros (IPEA) Mirela de Carvalho (IETS) Samuel Franco (IETS) Parte 1: Magnitude e evolução do analfabetismo no Brasil Magnitude Segundo estimativas obtidas com base

Leia mais

Perspectivas da Comunidade Energética no Mundo e na América Latina

Perspectivas da Comunidade Energética no Mundo e na América Latina Perspectivas da Comunidade Energética no Mundo e na América Latina FURNAS, 29/08/2012 Desafios da Indústria Elétrica na América Latina É natural pensar na interligação da região! Sob o ponto de vista energético,

Leia mais

PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O

PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O O s depós itos fos s ilíferos, o s s ítios paleontológ icos (paleobiológicos ou fossilíferos) e o s fós s eis q u e a p r e s e n ta m valores científico, educativo o u cultural

Leia mais

Outsourcing em Telecom. BI Telecom. Gestão em Telecomunicações. Tarifação e Administração de Ligações. SGTC Corporativo. Auditoria em Telecom

Outsourcing em Telecom. BI Telecom. Gestão em Telecomunicações. Tarifação e Administração de Ligações. SGTC Corporativo. Auditoria em Telecom Sobre a TeleGestão A TeleGestão, especialista em gestão de telecomunicações, dedica-se há mais de 20 anos ao desafio de adequar recursos de telefonia ao perfil corporativo de diversos setores. As soluções

Leia mais