Relações Humanas. 1 MAXWELL, John. Pequeno manual de relacionamentos pessoais. p. 6.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Relações Humanas. 1 MAXWELL, John. Pequeno manual de relacionamentos pessoais. p. 6."

Transcrição

1 Relações Humanas Relacionamento é uma questão de necessidade, todo o ser humano desde o seu primórdio se relaciona com os grupos menores (família), e logo após em pequenas tribos. Com o passar da história e com a necessidade de se fazer política (a política da boa vizinhança) o homem aprende em sociedade os valores éticos e morais que regerem sua vida (normatização da vida diária). Estudar relações humanas é estudar; sociologia, antropologia, ética, filosofia, psicologia entre outras disciplinas. Este estudo fará uma abordagem relacional prática, para apontar uma direção correta nas relações interpessoais. Quando no estudo sistemático o leitor pode ter a tentação de sempre imaginar o outro, mas o interesse é que se leia e faça a aplicabilidade no seu convívio. Uma frase de Bill Cosby pode marcar este estudo: Eu não conheço a chave para o sucesso, mas a chave para o fracasso é tentar agradar a todos. 1 Imagem Construindo Pontes, disponível em em 25/11/2011. Muitas vezes ao invés de construirmos relacionamentos saudáveis, construímos barreiras, ao invés de criarmos pontes que nós ligam as pessoas, abrimos lacunas enormes que cada vez mais nos afastam uns dos outros. 1 MAXWELL, John. Pequeno manual de relacionamentos pessoais. p. 6.

2 I. A CONVIVÊNCIA HUMANA O homem ao nascer já pertence a um grupo social: a família, pois, por natureza, um ser social e vivendo em sociedade, está permanentemente interagindo com seus semelhantes, estabelecendo relações sociais. As relações sociais podem ser estabelecidas de acordo com o status, interesse. Status é o conjunto de direitos e deveres que caracterizam o individuo na sociedade é a sua posição social. Os grupos de interesse são marcados por algo em comum, ex: música, esportes radicais, religiosos e etc. Cada grupo possui suas regras e estas são respeitadas mesmo que inconsciente para que o indivíduo não seja desaprovado pelo grupo. Formas de relações humanas Públicas: Que são as Protocolares Sociais Familiares - Religiosas - Econômicas. Políticas: Que é uma distinção de poderes onde existem dirigentes e dirigidos, pessoas que obedecem (executam). Profissionais: Onde existe aquele prestigio obtido por sua posição no mercado de trabalho; a industria e o industriário, o banqueiro e o cliente, etc. A Educação em prol das Boas Relações O objetivo da educação, em termos muito genéricos, é proporcionar aos estudantes os meios para compreender a sua sociedade e as estruturas desta, e faculta-lhes um modo de criar significado, a partir do seu ambiente e de suas relações. As escolas também servem para fazer a distinção, ou seja, desde pequeno, você estuda em escola pública? Então seu sucesso profissional é utopia. Você estuda em escola particular? Então seu sucesso profissional é garantido.

3 Quando Confúcio, o filósofo chinês, disse que havia perigo no instante em que os significados do pai deixavam de ser significados para o filho, queria explicar que a transmissão cultural é algo profundo e sério. Se não houver alguma identidade de significado nos vários símbolos da nossa sociedade, a cultura converte-se numa coisa morta. II. INSTITUIÇÕES SOCIAIS Família Da necessidade de se satisfazer as relações entre o homem e a mulher, e de garantir a sobrevivência da espécie humana, surge um conjunto de praticas que deu origem à instituição conhecida como família. Em todos os setores da vida social existem instituições e em cada uma há um relacionamento peculiar. O individuo é absorvido por elas desde o nascimento até à morte. São as instituições que norteiam seu comportamento. O individuo nasce numa família, ingressa numa escola, pertence a uma igreja, adota uma profissão e para exercê-la, obedece a horário, casa e é obrigado a votar. As instituições familiares podem ser: Poligamia; Poliandria; Monogamia; Exogamia; Endogamia; Levirato; Patriarcal e Matriarcal. A família é normalmente o primeiro grupo social a que pertencemos, entre todas as instituições sociais é aquela com a qual mantemos contatos mais íntimos; é fundamental na sociedade. Não se trata apenas de um grupo biológico: também é regida por normas, costumes e sanções que regulamentam sua instituição e sobrevivência. Muitos sociólogos e antropólogos procuravam explicar a origem da família e sua evolução.

4 Teorias Houve a principio, uma promiscuidade coletiva, em que os homens, a exemplo dos animais, desconheciam a instituição família e as uniões eram momentâneas, obedecendo ao instinto de reprodução. Para Spencer, foi esta a evolução: promiscuidade, patriarcado e família monogâmica. Para Durkheim, a família existiu desde inicio da humanidade, mas num sentido diverso do que temos hoje. Era baseada numa crença comum, sentimento comum e não numa ligação consangüínea. Sumner e Kelly sustentam que o pequeno bando fracamente unido, geralmente organizado com base no parentesco sanguíneo, o primeiro grupo da sociedade. Outros sociólogos apontam a família matriarcal como o primeiro tipo existente (Bachofen), enquanto outros (Sumer e Maine) afirmam que a prioridade cabe à patriarcal. Há família baseada na comunidade do nome, mais os parentes cognatas e agregados a família patriarcal romana era na verdade, um pequeno Estado, pois exercia numerosas funções: Função econômica - possuía no matrimônio a base da economia e ao mesmo tempo, centro de consumo e produção; Função religiosa - a família possuía seus deuses lares, seus cultos e altares. O pater era também o sacerdote; Função jurídica - a justiça era feita no lar e cabia ao pai castigar e fazer justiça à mulher, filhos e escravos. Função política e militar - a educação era dada dentro da família, a princípio pelos pais, depois pelos escravos gregos. A família paternal Germânica, também numerosa, diferia da patriarcal nos seguintes pontos: Havia mais independência da mulher e filhos; Igualdade de direitos entre homem e mulher; Reconhecimento dos cognatos. O cristianismo elevou a posição da mulher no lar, adotou o casamento monogâmico e indissolúvel e substituiu a autoridade despótica do pai pelo amor.

5 III. COMUNICAÇÃO Entende-se como comunicação o mecanismo pelo qual existe e se desenvolve a relação humana. A comunicação abrange as expressões faciais, as atitudes, os gestos, os matizes de vozes, as palavras, as publicações, o telégrafo, o telefone, a televisão, a internet, etc. A linguagem é o meio de comunicação primordial do homem; por ela transmitimos pensamentos, sentimentos, conhecimentos. Graças ao poder da linguagem, o homem pode ligar o tempo, o passado ao presente e perpetuar suas experiências e conhecimentos. Mímica facial - Comunica sentimentos e emoções: alegria, tristeza, desdém, preocupação, rancor, fadiga, calma. O riso (sorriso) - é próprio do homem. Só o homem ri porque o riso precisa de eco, isto é, para rirmos precisamos atribuir valores e significados às coisas e os fatos. O riso não só comunica o que é cômico, mas também, traduz bom humor, alegria, nervosismo, ironia e delicadeza. Sorrir é um meio simples de causar boa impressão. O sorriso não engana; nós conhecemos quando ele é mecânico e sentimo-lo. Um sorriso que traz calor ao coração. Existe mais informação num sorriso do que numa expressão carrancuda, por isso, incentivar é melhor do que punir. Você não sente prazer em sorrir? Que fazer, então? Duas coisas: Primeiro, obrigue-se a sorrir, se estiver só, assobie e cantarole uma melodia, um hino ou uma canção infantil. Segundo, haja com felicidade. O valor de um sorriso Enriquece os recebedores, sem empobrecer os doadores. Dura apenas um segundo, mas, muitas vezes, a memória guarda para sempre. Ninguém é tão rico que possa ir adiante sem ele, e ninguém é tão pobre que não fique mais rico sem seus benefícios. Traz a felicidade ao lar alimenta a boa vontade nos negócios e é a senha dos amigos. É repouso para o fatigado, incentivo para o desanimado, alegria para o triste, e o melhor antídoto da natureza para

6 mau humor. Não pode ser comprado, mendigado, emprestado ou roubado, pois não é artigo de valor para ninguém senão quando dado naturalmente. A ação parece acompanhar a sensação, mas na realidade, ação e sensação andam juntas; e regulando a ação, que está sob o mais direto controle da vontade, pode-se indiretamente regular a sensação. Deste modo, o soberano e voluntário caminha para o bom humor, que as vezes se perde por fatores diversos, então há a necessidade de controlar as reações perante as adversidades. A felicidade não depende de condições externas. Não é o que se tem ou o que se é (status), ou onde se esta e o que se faz, que nos faz feliz ou infeliz. Duas pessoas podem estar no mesmo lugar, fazendo a mesma coisa, ambas podem ter a mesma quantidade de dinheiro e prestígio, entretanto, uma pode se feliz e outra ser desgraçada. Por que? Devido à diferença de atitude. Todas as vezes que for sair, encolha o queixo, firme a cabeça e encha os pulmões o mais possível; cumprimente os amigos com um sorriso e ponha a alma em cada aperto de mão. Não se atemorize em ser mal compreendido e não gaste um minuto sequer pensando naqueles que não gostam de você. Procure fixar na mente o que você gostará de fazer; e, então, sem mudar de diretriz, mova-se para objetivamente. Pense nas grandes e esplêndidas coisas que gostaria de fazer e, assim, os dias passarão e você se sentirá, inconscientemente, senhor das oportunidades que lhe serão requeridas para a consecução do seu desejo. Tenha sempre em mente a pessoa capaz, importante e útil que você é, procure suas qualidades para colocá-las em prática, reconheça suas limitações e aprenda acima de tudo que não é infalível e assim como os outros o erro faz parte. Conserve a correta atitude, a atitude da coragem, da franqueza, do bom humor. Parece contraditório, mas o sorriso mesmo quando a situação seria para chorar pode ajudar a se levantar e comece tudo de novo. O rubor é involuntário, um fenômeno que traduz emoção, seja ela vergonha, timidez, modéstia ou confusão. A lagrima anuncia tristeza, dor, desabafo, tensão nervosa, alegria, saudade.

7 O movimento do corpo é associado à mímica facial; nega ou afirma. Entonação de voz chega a alterar o sentido das palavras; a mesma frase, pronunciada com diferentes entonações de voz, pode significar coisas diversas. Imitação é um fenômeno psíquico e consistente na cópia de atos motores, representando uma identidade de ação. Interação social é a reciprocidade de ações, o ser recebido em um grupo e etc. Relação social é o conjunto de interações sociais; é a realização das relações sociais no tempo determinado. Comunicação social é o processo pelo qual existem e se desenvolvem as relações humanas. Maneiras de Pensar são as idéias, os valores, a ideologia de uma sociedade. Maneiras de Agir são usos e costumes de um grupo; o modo de cumprimentar as pessoas, o modo de cultuar os mortos; o modo de comer, de vestir. Maneiras de sentir. O gosto que sentimos em relação aos alimentos do nosso grupo, bem como a repugnância que experimentamos por alimentos muito diferentes dos nossos. Alguns grupos criam a sua própria comunicação dentro de um linguajar específico e uma atitude própria.

8 IV. CONFLITOS Foi já prevendo os relacionamentos humanos: os conflitos, as angustias, desesperos e dores, que Jesus deixou-nos a sua paz, não a paz que o mundo oferece, cujo significado intrínseco já se perdeu. O mundo busca a paz com a guerra. A paz deixada por Jesus é a paz interior; se o homem tiver paz, tudo ao seu redor será paz; mas como o mundo não é formado por um único homem, é difícil todos estarem em paz. O problema não é a guerra, é o homem. As guerras são resultados de uma sociedade impositiva e intolerante. 2 A guerra não é externa, é interna, começa dentro do homem. Se o homem não lutar dentro, consigo mesmo, lutará fora; se guerrear consigo mesmo e sair vitorioso, a guerra externa cessará. Se você não está bem consigo mesmo, existem apenas dois caminhos: suportar a si mesmo ou projetar suas inquietações sobre os outros. Quando uma pessoa está tensa, está pronta para lutar, qualquer desculpa serve. Alguém que ama suas opiniões mais do que a seu irmão defenderá suas opiniões e destruirá o seu irmão. 3 Conflitos em grupos sociais Mesmo saindo do campo individual, o conflito é uma luta consciente, pessoal, intermitente, emocional, implicando violência ou ameaça de violência. Os adversários em conflito estão conscientes de suas divergências, havendo entre eles rivalidades, antipatias, ódios e criticas de forte tonalidade emotiva. Os inimigos, em geral, tendem a não enxergar as qualidades uns dos outros, e exageram os defeitos, emitindo juízos parciais e subjetivos. O conflito pode assumir várias formas não exclusivas: 2 Nos relacionamentos o impor nunca é agradável e o ser inflexível a ruína de todos os relacionamentos. O homem tem a tendência de ser intolerante e ser incapaz de enxergar a razão, o motivo que leva o outro a ser diferente. 3 MAXWELL, John. Pequeno manual de relacionamentos pessoais. p.22.

9 a) Rivalidade é oposição de grupos ou indivíduos desejosos de se igualarem, de conquistar um mesmo status social. Há na rivalidade ciúme e hostilidade; b) Debate é um diálogo entre indivíduos ou grupos possuidores de idéias ou crenças diferentes; caracteriza-se por disputa de opinião, argumentos, visando provar ao adversário o ponto de vista definido. A discussão é uma forma de debate, mas com troca de palavras ásperas entre os adversários; c) Contendas - Aqui incluí as brigas, guerras e litígios. As brigas incluem as desavenças e os combates. As guerras tem sido constante e universal na historia dos povos. Suas causas são complexas. Nas sociedades primitivas, a guerra era o meio de se obterem recursos, através dos saques às propriedades. Litígios são contendas dependentes de sentença judicial. Tipos de conflitos Conflito de gerações é resultante da divergência de idéias, valores, filosofias de vida, entre jovens e adultos, pais e filhos. Conflito que pode levar a conseqüências graves. Conflito de sexos embora determinado por fatores biológicos, é valorizado por critérios sociais. Não significa a mesma coisa ter nascido mulher no século XX, na sociedade brasileira, e ter nascido mulher em qualquer outro período. Assim como cada época valoriza diferentemente o sexo, o mesmo ocorre em cada sociedade. O conflito dos sexos surgiu com a Revolução Industrial, quando a mulher, até então submetida ao regime patriarcal, começou a trabalhar fora de casa, podendo reivindicar igualdade de direitos e oportunidades, já que participava do processo produtivo e tinha poder aquisitivo próprio. Conflitos de Raças Entre os diversos grupos étnicos há, preconceitos arraigados, levando então a conflitos de trágicas conseqüências; ocasionam a segregação racial e muitas lutas (ex: o holocausto e a segregação racial nos E.U.A.). Conflitos de classes. Toda classe social possui certas semelhanças sociais e um modo de viver próprio; é a luta dos proletários contra os burgueses.

10 Conflitos econômicos têm por base a concorrência e impulsionada pelo mercado avassalador entre empresas e estados. Conflitos religiosos provocados pela intolerância em matéria de religião; já foram causadores de martírios e guerras. Conflitos internacionais Estes conflitos, com suas mais variadas causas, jogam nações contra nações, provocando guerras. Proteção comercial aos produtos importados e outras questões que são resolvidas pelas leis do comércio entre países. Consequências dos conflitos Todo conflito é precedido de uma tensão que vai aumentando gradativamente e que, pode ser extrapolada. Quando estoura uma guerra, é porque a situação já não é mais sustentável seja entre países ou pessoas. Depois dele, novas relações podem ser estabelecidas, pois o conflito funciona como catarse social. Nas sociedades democráticas, para resolver interesses antagônicos internos e dissipar as tensões, recorre-se aos debates das assembleias legislativas. Batalhas de palavras são travadas e as tensões se descarregam através do calor dos debates. Isso pode acontecer entre indivíduos no trabalho, na escola e em casa. Quando há um conflito para atingir uma posição almejada, tende-se ao esforço máximo de que se é capaz. O sentimento de suposta inferioridade estimula a ambição de mostrar competência pessoal pela educação, luta ou ascensão à posição de destaque. Até mesmo no setor educacional que deveria ser o incentivador de uma competição justa há o vestibular como forma de exclusão. Meios para superar conflitos Adaptação - Ajustamento é um processo biológico por meio do qual o organismo reage às mudanças do meio físico. Pode-se dizer que uma pessoa

11 está adaptada quando se ajusta ao clima, à altitude, à alimentação, ao vestuário de uma região. Adaptação também ocorre no nível social (classes). Acomodação - É um ajustamento ainda que exterior e formal. Da acomodação resulta nova ordem social, novas relações, novos status. Mas as divergências não desaparecem, transformando o conflito de aberto em latente, porque na acomodação não há mudanças de atitudes, sentimentos, pensamentos. A acomodação pode ser: Dominação e subordinação; Compromisso; Tolerância 4 e Conciliação. Dominação e subordinação - um dos antagonistas é mais forte e o vencido ou aceita as condições de paz ou continua em luta com o risco de ser totalmente liquidado. Compromisso - possuem forças equilibradas ou não querem continuar o conflito e resolvem-no por um compromisso em que ambas as partes fazem concessões mútuas, cedem em algumas exigências. Tolerância - não há modificação em nenhum dos antagonistas, que não solucionam as suas divergências. Respeitando certas regras conseguem conviver e coexistir sem conflitos. Conciliação supõe-se uma mudança de sentimentos entre os antagonistas. A hostilidade é superada pelo bem-querer. Os adversários tornam-se amigos, esquecendo as divergências. Pela assimilação o conflito desaparece realmente. É um processo de ajustamento, pelo qual grupos ou indivíduos diferentes tornam-se semelhantes. Constitui modificação interior em coisas sagradas, pois atitudes sentimentos e pensamentos se interpenetram e se fundem. A conversão é um exemplo de assimilação. O convertido passa a ter pensamentos, sentimentos, atitudes do 4 Tolerância não é a falsa mudança e sim o reconhecer que existem divergências que podem ser ajustadas para que o grupo vença.

12 grupo adversário, abandonando suas antigas crenças. Podem ser religiosas como políticas, filosóficas e noutros campos. Exemplo: quando se imigra: a princípio há adaptações e acomodação, mas, aos poucos, se adquire nova língua, costumes, tradições da sociedade em que está vivendo, é a assimilação. Fatores que favorecem a assimilação: Contatos primários. Língua comum ou semelhante. Ausência de traços físicos que caracterizam o individuo como membro de outra sociedade. O número de indivíduos. O prestigio da cultura receptora. Aculturação: Assimilação é referente ao individuo que passa a integrar um meio cultural diferente. Aculturação diz respeito às mudanças nas configurações culturais. Aculturação pode ser definida como fusão de duas ou mais culturas diversas, dando origem a uma nova cultura. No processo de aculturação há sincretismo e transculturação. a) Sincretismo - É a fusão de elementos culturais, dando como resultado, um novo elemento. b) Transculturação - É a troca de elementos culturais: uma cultura aceita de outra um elemento cultural, por sua vez, dá a esta um elemento seu (crianças mestiças - missões). Socialização - é um processo pela qual a criança se incorpora do seu grupo social, assumindo as maneiras de pensar, sentir e agir deste grupo. Consenso social - conformidades de pensamentos, sentimentos e ações que caracterizam os componentes de determinado grupo ou sociedade.

13 Nas relações Humanas há uma hierarquia social para o bom andamento a sociedade. A liderança, as normas e sanções sociais, os valores, os símbolos, são verdadeiras forças de organização social. Liderança é a ação exercida por um líder é toda pessoa que dirige um grupo, conseguindo transmitir-lhe idéias e valores, e capaz de encaminhá-lo à ação. Há dois tipos de líderes: liderança institucional - é baseada na autoridade. O líder institucional é o que dirige o grupo e transmite idéias e valores, dada a posição social que ocupa e que lhe confere autoridade para isso. Liderança pessoal- É baseada no prestigio. O líder pessoal é o que dirige um grupo e transmite valores e idéias em virtude de suas qualidades pessoais; são líderes carismáticos. Para os indivíduos viverem em grupos são necessárias regras de ação que controlem e norteiem seus comportamentos, são as normas sociais. São elas que estabelecem o que deve ser feito e o que não deve ser feito. Sansão social é um premio ou castigo que a sociedade ou grupo inflige a quem obedece ou desobedece às normas. As normas sociais são: Normativas, relativas, sancionadas e interiorizadas. Normativas - as normas são impregnadas de valor moral, traçando rumos para a conduta individual e social, entretanto, não são inflexíveis, possuem maleabilidade e deixam sempre largas margens para o ajustamento do comportamento individual. Relativas - As normas sociais não possuem caráter absoluto; alteram-se com a mudança social, de sociedade para sociedade e de grupo para grupo. Sancionadas - a toda norma corresponde uma sansão social. Temos, então: Sansão social: aprovativa - corresponde a um prêmio - aplausos, promoções, honras, medalhas, diplomas, etc; reprovativa - corresponde a um castigo, vaias, multas, prisões, suspensões, etc.sansões Difusas: Aprovativas -

14 aplausos, elogios, admiração; Reprovativas - riso de sarcasmo, mexericos, vaias. Sansões organizadas: Aprovativas - Promoções, títulos de honrarias, Prêmio Nobel, condecorações, diplomas, etc. Reprovativas - Multas, prisões, perda de direitos políticos, exílio, pena de morte, etc. Interiorizadas - São normas determinadas por um clube, uma associação, uma escola, uma família, e que só valem para determinado grupo.

15 V. VALORES SOCIAIS Como a sociedade não pode viver sem valores, adota um critério de valores organizados num sistema ou escala, e assim eles são apresentados a seus membros. Geralmente o critério de valores organizados está de acordo com suas ideologias, mitos, crenças, bem como a organização e funcionamento da sociedade que os estabelece. É no respeito aos valores que se baseiam as relações humanas. 5 Competência social Competência social ou habilidade social são usados para dizerem sobre pessoas melhores do que as outras. Componentes que levam a competência social: Popularidade (carisma) Dominação (ameaças) Ansiedade (transferência de modo). A recompensa (promessas) As habilidades (admirado) Sensibilidade (compreensivo) Sociograma É representação gráfica dos relacionamentos nos grupos, atrações e repulsões. Revela a estrutura interna dos grupos mostrando a posição de cada indivíduo em relação aos demais. Possibilita uma análise dos grupos e identifica seus líderes pessoais e os desajustamentos. Permitem descobrir as pessoas mais populares, as mais impopulares, os rejeitados, os grupinhos fechados, as duplas inseparáveis. 5 Os valores são mutáveis e é importante que o indivíduo seja flexível para observar a evolução social.

16 Símbolos São representações materiais ou espirituais que adquirem significados especiais para o grupo, nele despertando sentimentos, atos ou atitudes. Podem ser: escrituras sagradas, imagens, hinos, selos, armas, roupas, assim como, a meia lua crescente, a cruz, a estrela de Davi, etc. O grande segredo de tratar com as pessoas O amor começa a morrer entre os casais, quando há falta de reconhecimento em ambos. Qualquer ser humano gosta de ser tratado com companheirismo. Este vocábulo tão conhecido na língua portuguesa companheiro que foi difundida pelo PT (Partido dos Trabalhadores) é a expressão exata de cumplicidade. Qual é a diferença entre elogio e a bajulação? O elogio é sincero, a bajulação é falsa; o elogio vem do coração, a bajulação é da boca pra fora; o elogio é altruísta, a bajulação é egoísta; o elogio é universalmente admirado, a bajulação é universalmente condenado. Nas relações interpessoais, não se deve esquecer de que os companheiros são seres humanos e que, como tais, desejam ouvir uma palavra que os valoriza. Experimente deixar um rastro amistoso de pequenas centelhas de gratidão à sua passagem. Você vai se surpreender em ver como elas iluminarão sua trajetória numa próxima visita. O elogio honesto obtém resultados onde a critica e a ridicularização falharam. Magoar as pessoas não as modifica como jamais as despertam para suas atividades.

17 Use esse velho ditado para sua vida: Passarei por este mundo uma só vez; por isso, se existe qualquer bem ou qualquer gesto de bondade que eu possa fazer em beneficio do ser humano, que eu faça já; que eu não adie ou negligencie, pois aqui jamais voltarei. Desperte na outra pessoa um desejo ardente Um desejo forte de lhe falar, de lhe rever, de lhe ouvir. Ser agradável nos relacionamentos é qualidade indispensável. Interesse-se sinceramente pelas outras pessoas É o individuo que não está interessado no seu semelhante que tem os maiores males aos outros. É entre tais indivíduos que se verificam todos os fracassos humanos. Guarde o nome de cada pessoa do seu círculo de amizades; o nome de uma pessoa não é algo banal, isto tem importância para ela. Uma das primeiras lições que um político aprende é a seguinte: Lembrar-se do nome de um eleitor é conquistá-lo. Esquecer é perdê-lo. Napoleão III, imperador da França e sobrinho do grande Napoleão, jactavase de apesar de todas as suas obrigações reais, poder relembrar-se do nome de cada pessoa que o procura. Sua técnica? Simples. Se não ouvia o nome perfeitamente, dizia: Perdão, não ouvi bem o seu nome. Se não era um nome comum, costumava dizer: Como se escreve? Durante a conversação preocupava-se em repetir o nome várias vezes, e procurava associá-lo na mente com alguns sinais característicos do homem, expressão e aparência geral. Se era alguém de importância, logo que ficava só, Napoleão escrevia o nome da pessoa num pedaço de papel e memorizava-o. A importância de lembrar nome e de usá-los não é uma prerrogativa de reis ou de executivos de grandes empresas. O som do nosso nome ou do nome de pessoas queridas surte efeitos em todos nós.

18 Atentar para a força que existe em um nome e compreender que esse singular elemento pertence exclusivamente à pessoa com quem estamos lidando... e a ninguém mais. O nome torna o individuo único entre a multidão. Daí a razão dos antigos escolherem bem os nomes dos filhos que cresciam personalizando o significado do seu nome. Seja um bom ouvinte, incentive os outros a falarem sobre eles mesmos Ouça e se interesse, e mesmo que o assunto falado lhe seja por demais conhecido, permita que o seu interlocutor termine seus pensamentos sem interrompê-los. O agressor crônico, mesmo o mais violento crítico, mostrar-se à mais tolerante e mais manso diante de um paciente ouvinte, um ouvinte que se mantenha em silêncio enquanto o irascível pesquisador de defeitos se dilata como uma cobra e vomita o veneno do seu sistema. Cada ser humano procura relacionar-se com pessoas que tenham atenção em escutá-la, tenha uma postura acolhedora a sua necessidade seja ela em qual nível for. Saber do que agrada ou não o próximo o torna mais compreensível. Quando as agendas estão repletas de compromissos sem deixar um espaço para relacionar-se com outros. Prefere-se comer bem rápido a ter que passar duas horas no almoço comendo e conversando com alguém demonstra que os relacionamentos estão sendo superficiais e dentro do imediatismo. Como se interessar pelas pessoas Fale sobre assuntos que interessem à outra pessoa. A estrada real para o coração de alguém é falar-lhe sobe coisas que ele mais gosta. Falar em termos dos interesses da outra pessoa, traz benefícios para ambos. Não é um falso interesse e sim um procurar assuntos que sejam comuns, para manter um

19 laço estreito de amizade. O mais profundo princípio da natureza humana é o desejo de ser apreciado. O melhor meio de vencer uma discussão é evitá-la. Neste caso perder ou ganhar não faz a diferença; sempre no relacionamento a discussão tende a deixar alguém ferido e o ganhador com desejo de que aquilo nunca acontecesse. A discussão pode ser positiva se há de ambas as partes uma flexibilidade. As divergências sempre existiram, mas com prudência e sabedoria elas não serão barreiras no relacionamento.. Algumas sugestões para impedir que uma divergência se transforme em discussão Acolha a divergência, ambas as partes devem parar e analisar o que realmente está acontecendo. As divergências podem ser conduzidas ao crescimento. O respeito a pessoa e o amor por ela torna a compreensão muito mais fácil. Desconfie de sua primeira impressão instintiva. A primeira reação espontânea numa situação desagradável é de ficar na defensiva. Seja cuidadoso; Mantenha a calma e preste atenção à primeira reação. Talvez seja o que há de pior, e não de melhor. Nem sempre a primeira impressão é a verdadeira. Desenvolver relacionamentos é a arte de se aproximar e buscar conhecer cada característica do amigo. Ouça em primeiro lugar. Dê ao próximo a oportunidade de falar. Deixe-o terminar o que têm a dizer. Procure construir pontes que conduzam à compreensão. Não erga barreiras altas de desentendimento. Controle seus impulsos, pode-se medir a grandeza de uma pessoa por aquilo que a deixa irritada.

20 Procure áreas de concordância, depois de ter ouvido o que os seus adversários têm a dizer, primeiro reflita sobre os pontos e as áreas com as quais você concorda. Seja honesto, procure áreas nas quais poderá admitir que errou e o confesse. Peça desculpas por seus erros. Essa atitude poderá desarmar seus adversários e reduzir suas defesas. Ser honesto não é ser fraco, as forças de um homem esta em saber diferenciar opiniões venham de onde vier. Prometa que pensará sobre as idéias, seja sincero. Por incrível que pareça às outras pessoas podem estar certas. Respeite a opinião, as pessoas não aceitam serem desacreditadas; é muito difícil modificar as idéias de outras pessoas as confrontando. Ninguém é dono da verdade. Se errar, reconheça o erro imediatamente e com ênfase. Reconhecer um erro é nobre e traz alegria. Ensinemos aos outros como se não o fizéssemos, apresentando coisas ignoradas como apenas esquecidas. (Alexander Pope). Julgo as pessoas pelos seus próprios princípios e não os meus. (Martin Luther King) Se o coração do homem está inflamado pela discórdia e maus sentimentos para com você, nem com toda lógica do Cristianismo você conseguirá conquistá-lo pra seu modo de pensar. Pais repreendedores e maridos e patrões exigentes, esposas ranzinzas, deviam compreender que as pessoas não gostam de modificar suas idéias. Elas não podem ser forçadas a concordar com você ou comigo. Mas podem ser levadas a isso se formos gentis e amistosos, cada vez mais gentis, cada vez mais amistosos (Lincoln). Palavras amáveis podem fazer com que as pessoas mudem de idéia.

21 VI. RELAÇÕES HUMANAS COM ATITUDE Estamos todos juntos e, no entanto, estamos morrendo de solidão. Não temos escolha: podemos escolher a alegria em vez da tristeza, a felicidade no lugar do desespero, o riso em lugar das lágrimas, o trabalho em vez da apatia. Para manter um relacionamento interpessoal de alto nível, é importante valorizar as pessoas com as quais se tem contato. Se você deseja ser líder, ou mesmo, uma pessoa bem relacionada e de sucesso na vida, é fundamental desenvolver uma personalidade positiva. Atitudes positivas: Incentive as pessoas para o sucesso; Elogie as pessoas pelo que elas têm de bom; Escute as pessoas com atenção, procurando fazer com que elas falem sobre si mesmas; Seja humilde e esteja disposto a aprender mais com todos os que encontrar; Considere os sentimentos e opiniões das outras pessoas, nunca se envergonhe; Fale de seus próprios erros e limitações; Ajude as pessoas a superarem seus problemas, e a conseguirem o que elas querem; Mantenha o seu bom humor em todas as circunstâncias, mesmo em frente às dificuldades; Seja cordial, alegre e otimista, faça com que sua presença seja bem vinda; Descubra em primeiro lugar, os pontos em comum, e após veja as divergências; Seja cauteloso ao criticar;

22 Não leve tudo tão a sério, simplifique; Agradeça tudo o que receber; Torne-se uma pessoa interessante; Aprenda a se divertir, a valorizar seu corpo e a si mesmo; Desenvolva uma personalidade positiva; Não seja inflexível. E o mais importante: Nunca Deixe Deus fora de suas relações. O ganhador e o perdedor O ganhador diz: Isto pode ser resolvido ; O perdedor diz: ninguém sabe ; Quando o ganhador faz um erro, diz: Estou errado, enganei-me ; Quando o perdedor faz um erro diz: Não foi minha culpa ; O ganhador é otimista: Mesmo que a situação mostre o contrario ; O perdedor é pessimista na mesma situação; O ganhador sabe como e quando dizer: Sim e Não. O perdedor diz: Sim, Mas e talvez não em tempos e razões erradas; O ganhador trabalha mais que o perdedor, e administra melhor o tempo; O perdedor está sempre ocupado demais para fazer aquilo que é necessário. O ganhador enfrenta o problema; o perdedor contorna o problema. O ganhador assume compromissos; o perdedor faz promessas; O ganhador se sente realmente triste por não poder fazer mais; o perdedor pede desculpas, mas faz a mesma coisa numa próxima ocasião. O ganhador sabe para que está lutando.o perdedor se compromete quando não devia, e luta por aquilo que não convém. O ganhador diz: Está bom, não posso fazer melhor ; o perdedor diz: não está tão ruim como muita gente diz. O ganhador ouve; o perdedor escuta; O ganhador sente-se bastante forte para ser gentil; o perdedor jamais se mostra gentil, por que é fraco e se sente cansado. O ganhador respeita as pessoas que sabem mais e procura aprender algo com elas; o

23 perdedor guarda ressentimentos das pessoas que sabem mais, é agressivo e procura armar ciladas contra elas. O ganhador explica; o perdedor justifica. O ganhador sente-se responsável por realizar sempre mais e melhor; o perdedor acha que o mínimo é o máximo. O ganhador diz Sempre há uma maneira melhor de fazer isso ; o perdedor diz: Sempre se fez assim. O ganhador sabe controlar-se o perdedor só duas velocidades: uma histérica e outra letárgica. E o mais importante: Sua vida de ganhador (vencedor) só é possível porque o Espírito Santo habita em sua vida. A fuga dos conflitos pelas drogas As drogas servem como uma alternativa a realidade, do medo, do vazio. Só mesmo Jesus pode demonstrar que a realidade humana é transitória preenchendo o vazio que essa incerteza cria. O homem se desespera em não ter a certeza sobre o que espera, e sem destino, se perde na vida perdendo a razão de sua existência. E tenta fugir da vida! Mas tenta uma fuga da vida que vive sem sair da vida, isto é, não quer viver a realidade, mas quer continuar a viver. Envereda pelas drogas! O álcool é uma das piores drogas e a menos proibida. Na realidade, sempre que alguém quer esquecer de si mesmo, se embriaga. As drogas médicas também podem ser usadas como um refugio assim como as drogas ilegais. A um grande problema nos sentimentos que o homem quer extravasar, seja pela angustia, tristeza ou depressão. Interação Social e Desordem Mental O estudo dos distúrbios de comportamento informa sobre o mecanismo que produz o comportamento normal. O desempenho social de todos os pacientes é perturbado, de uma maneira ou de outra e as causas de desordens podem estar comprometendo o comportamento social.

24 Esquizofrenia - Surge mais cedo em homens do que em mulheres; a síndrome básica pode ser definida como fuga das relações sociais, distúrbio de pensamento e fala; Aparência - parece estranhos e sujos, não usam as mesmas roupas e não se preocupam absolutamente com a aparência pessoal; Proximidade - adotam distâncias inadequadas, próximas ou distantes; Orientação - afastam-se de outras pessoas; Posturas e gestos - são esquisitos; Expressão - fazem caretas estranhas, mas é mais comum que tenham uma expressão facial vazia; Fala - falam pouco, ou não falam nada. Mania de perseguição; Depressão - Depois da esquizofrenia é a forma mais comum de psicose, os depressivos endógenos são mais velhos, mais gordos, com uma depressão mais profunda, os depressivos reativos tiveram um ataque repentino, são mais irritáveis, e são neuróticos; As pessoas depressivas interrompem as relações interpessoais e ficam sentadas por muito tempo, pensando sozinhas, entretanto, têm capacidade de interagir e sentam-se com outras pessoas nas refeições; não se interessam pelo sexo oposto; perdem o interesse nos amigos e nos membros da família; dependem de outros. A personalidade da pessoa depressiva, antes do ataque, é considerada competitiva e dependente. A depressão pode ser provocada por tensões conhecidas, mas a maioria dos casos é provocada pelo fracasso de uma relação social uma perda, separação entre casais, fracasso profissional, embora não se saiba o mecanismo de ação; é comum entre pessoas da classe média; perda de confiança em outras pessoas. O eu e a interação. O eu influencia o comportamento em situações de auto-estima; a autoimagem é como a pessoa se percebe. O eu é usado em dois sentidos:

25 Primeiro o eu, o sujeito consciente, agente ativo no comportamento, que toma as decisões. Segundo o me como uma espécie particular de pessoa, da pessoa. Auto-estima - é a extensão em que uma pessoa tem atitudes favoráveis em relação a si mesma, isto é, ao seu eu em relação ao me. Constrangimento - é a extensão em que uma pessoa fica envergonhada, embaraçada e ansiosa quando observada por outras pessoas. Integração- difusão- se refere à extensão em que um indivíduo integrou com sucesso as diferenças de elementos de sua auto - imagem numa identidade unitária. Acessibilidade e a revelação - se referem à extensão em que uma pessoa revela coisas sobre si própria aos outros (fatos que mais marcaram a sua vida) Identificação com modelo - é quando um seguidor se identifica com um modelo e cria uma forte ligação emocional entre ambos, unilateral, desejando ser igual. Ex. (pai, mãe, professor...)

26 CONCLUSÃO Cada ser necessita se relacionar e para tal pode fazer uso dos recursos aqui mencionados. A direção dada é respaldada em perspectivas relacionais cristãs. Conhecer pessoas, demonstrar interesse, não se isolar e buscar uma melhor forma de convivência pode ser uma ótima saída mesmo para os tímidos. Alguns conseguem fazer amizades com uma facilidade enorme, mas também não consegue sustenta - lá, seja por brigas ou por mudança de foco e etc. Ouse não permitir que obstáculos lhe afastem de um relacionamento consistente. Conseguir durante toda a vida formar amigos, deixando marcas e olhar para traz e vê-los ainda depois de muito tempo como companheiros que a vida lhe deu de presente.

27 BIBLIOGRAFIA HAAN II, Martin R. De. Resolvendo nossas diferenças. São Paulo: EBR, p. 88. MAXWELL, John. Pequeno manual de relacionamentos pessoais. Campinas: United Press, p LAHAYE, Tim. Temperamentos Transformados. Mundo Cristão. São Paulo, MOSCOVICI, F. Desenvolvimento Interpessoal: Treinamento em Grupo. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1985.

28 AVALIAÇÃO OBS: Prefira responder usando suas palavras (seu entendimento) Digitalize e entregue para correção Nome do aluno (a) : Núcleo de: Data: / / 1. Faça uma pesquisa em dicionário e defina as palavras: Poligamia Poliandria Monogamia Exogamia Endogamia Levirato Patriarcal e Matriarcal 2. Qual é o valor de um sorriso? 3. O que é conflito, nas relações humanas? 4. Quais tipos de conflitos existem? 5. Quais são os meios para superar conflitos? 6. Quais são os segredos para tratar as pessoas? 7. O que é auto-estima?

SENDO UMA PESSOA MANSA E CONTROLADA.

SENDO UMA PESSOA MANSA E CONTROLADA. SENDO UMA PESSOA MANSA E CONTROLADA. Chegamos à reta final de nossa caminha de transformação, restando apenas os dois últimos gomos do Fruto do Espírito. Estes dois últimos gomos, são os mais difíceis

Leia mais

Relações Humanas e Marketing Pessoal

Relações Humanas e Marketing Pessoal Relações Humanas e Marketing Pessoal Realização: Projeto Ser Tão Paraibano Parceiros: Elaboração: Deusilandia Soares Professor-Orientador: Vorster Queiroga Alves PRINCÍPIOS DE RELAÇÕES HUMANAS Em qualquer

Leia mais

100 FRASES para um dia mais feliz. de Ana Flávia Miziara

100 FRASES para um dia mais feliz. de Ana Flávia Miziara 100 FRASES para um dia mais feliz de Ana Flávia Miziara Você está alegre? A vida está sorrindo para você? Você se lembrou de sorrir hoje? Lembre-se que a alegria é a fartura da vida e da mente. A vida

Leia mais

As fontes da nossa auto-imagem

As fontes da nossa auto-imagem AUTO IMAGEM O QUE EU ACHO DE MIM MESMO QUEM SOU EU E QUAL E O MEU VALOR? NARCISISMO (deus da mitologia grega que se apaixonou por si mesmo ao ver sua imagem refletida na água) AS FONTES DA NOSSA AUTO -

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

Concurso Literário. O amor

Concurso Literário. O amor Concurso Literário O Amor foi o tema do Concurso Literário da Escola Nova do segundo semestre. Durante o período do Concurso, o tema foi discutido em sala e trabalhado principalmente nas aulas de Língua

Leia mais

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL.

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. Como sabemos o crescimento espiritual não acontece automaticamente, depende das escolhas certas e na cooperação com Deus no desenvolvimento

Leia mais

Direitos reservados Domingos Sávio Rodrigues Alves Uso gratuito, permitido sob a licença Creative Commons 1

Direitos reservados Domingos Sávio Rodrigues Alves Uso gratuito, permitido sob a licença Creative Commons 1 1 O caminho da harmonia. Colossenses 3 e 4 Col 3:1-3 Introdução: Portanto, já que vocês ressuscitaram com Cristo, procurem as coisas que são do alto, onde Cristo está assentado à direita de Deus. Mantenham

Leia mais

Lição 2 Por que Necessitamos de Perdão? Lição 1 Nosso Pai é um Deus Perdoador. A Bênção pelo Perdão. A Bênção pelo Perdão

Lição 2 Por que Necessitamos de Perdão? Lição 1 Nosso Pai é um Deus Perdoador. A Bênção pelo Perdão. A Bênção pelo Perdão Lição 1 Nosso Pai é um Deus Perdoador 1. Você já fugiu de casa? Para onde foi? O que aconteceu? 2. Qual foi a maior festa que sua família já celebrou? Explique. 3. Você é do tipo mais caseiro, ou gosta

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

Carta pela Paz no Mundo

Carta pela Paz no Mundo Carta pela Paz no Mundo Marcus De Mario Esta carta é ao mesmo tempo um apelo à razão e à emoção, procurando falar às mentes e aos corações de todos os homens e mulheres da humanidade, da criança ao idoso,

Leia mais

OS 5 SEGREDOS DOS RELACIONAMENTOS DE SUCESSO

OS 5 SEGREDOS DOS RELACIONAMENTOS DE SUCESSO PAULO ROBERTO ANDREOTTI OS 5 SEGREDOS DOS RELACIONAMENTOS DE SUCESSO Como potencializar o seu relacionamento pessoal e profissional Se pensássemos sempre antes de falar, como teríamos menos problemas e

Leia mais

Resiliência. Capacidade para superar os desafios da vida

Resiliência. Capacidade para superar os desafios da vida Resiliência Capacidade para superar os desafios da vida O que é resiliência? Resiliência pode ser definida como a capacidade de se renascer da adversidade fortalecido e com mais recursos. (...) Ela engloba

Leia mais

care XIII meeting Dra. Adriana Vidal Schmidt Médica Alergista - Mestre pela UFPR Professora do Ambulatório de Cosmiatria SBME - Regional Paraná

care XIII meeting Dra. Adriana Vidal Schmidt Médica Alergista - Mestre pela UFPR Professora do Ambulatório de Cosmiatria SBME - Regional Paraná XIII meeting care Dra. Adriana Vidal Schmidt Médica Alergista - Mestre pela UFPR Professora do Ambulatório de Cosmiatria SBME - Regional Paraná Se o seu coração é absoluto e sincero, você naturalmente

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

A Criança e os Mimos. "Se competir é o único caminho que nos conduz à felicidade, então, viver em paz será impossível..."

A Criança e os Mimos. Se competir é o único caminho que nos conduz à felicidade, então, viver em paz será impossível... A Criança e os Mimos "Se competir é o único caminho que nos conduz à felicidade, então, viver em paz será impossível..." Autora: Anne M. Lucille[1] "Respeito é quando ensinamos, não quando corrigimos..."

Leia mais

1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação

1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação 1 1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação O objetivo principal de Introdução Filosofia é despertar no aluno a percepção que a análise, reflexão

Leia mais

Perdão. Fase 7 - Pintura

Perdão. Fase 7 - Pintura SERM7.QXD 3/15/2006 11:18 PM Page 1 Fase 7 - Pintura Sexta 19/05 Perdão Porque, se vocês perdoarem as pessoas que ofenderem vocês, o Pai de vocês, que está no Céu também perdoará vocês. Mas, se não perdoarem

Leia mais

Categorias Sociológicas

Categorias Sociológicas Categorias Sociológicas Fato Social DURKHEIM, E.; AS REGRAS DO MÉTODO SOCIOLÓGICO.São Paulo, Abril, Os Pensadores, 1973 p. 389-90. O que é fato social O objeto de estudo da Sociologia é o fato social.

Leia mais

EDUCAÇÃO RELIGIOSA 7º ANO 17B, C

EDUCAÇÃO RELIGIOSA 7º ANO 17B, C EDUCAÇÃO RELIGIOSA 7º ANO 17B, C CONTEÚDOS DO EXAME Líderes religiosos, Motivação e Liderança Convivência com o grupo; Amizade e sentido de grupo Os projetos Solidários; O que é um projeto? Olhares sobre

Leia mais

ESCOLA: AMBIENTE DE HARMORNIA OU CONFLITO? RESUMO

ESCOLA: AMBIENTE DE HARMORNIA OU CONFLITO? RESUMO ESCOLA: AMBIENTE DE HARMORNIA OU CONFLITO? 1 Sandra Gaspar de Sousa Moura RESUMO Este artigo tem a finalidade de mostrar a importância das relações interpessoais dentro do ambiente escolar e como os sujeitos

Leia mais

Prefácio... 9. A mulher do pai... 14. A mulher do pai faz parte da família?... 17. A mulher do pai é parente?... 29. Visita ou da casa?...

Prefácio... 9. A mulher do pai... 14. A mulher do pai faz parte da família?... 17. A mulher do pai é parente?... 29. Visita ou da casa?... Sumário Prefácio... 9 A mulher do pai... 14 A mulher do pai faz parte da família?... 17 A mulher do pai é parente?... 29 Visita ou da casa?... 37 A mulher do pai é madrasta?... 43 Relação civilizada?...

Leia mais

O Trabalho de Família de Origem

O Trabalho de Família de Origem O Trabalho de Família de Origem Autora: Vânia Bastos Fonseca de Castilho CEFAC 1994 A vida da Família de origem é uma experiência poderosa para todas as pessoas e seu impacto não fica restrito à infância.

Leia mais

Dinâmicas para Jovens - Brincadeiras para Jovens Atividades para grupos. Quem sou eu? Dinâmica de Apresentação para Grupo de Jovens

Dinâmicas para Jovens - Brincadeiras para Jovens Atividades para grupos. Quem sou eu? Dinâmica de Apresentação para Grupo de Jovens Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicas-para-jovens Dinâmicas para Jovens - Brincadeiras para Jovens Atividades para grupos As dinâmicas de grupo já fazem parte do cotidiano empresarial,

Leia mais

O Indivíduo em Sociedade

O Indivíduo em Sociedade O Indivíduo em Sociedade A Sociologia não trata o indivíduo como um dado da natureza isolado, livre e absoluto, mas como produto social. A individualidade é construída historicamente. Os indivíduos são

Leia mais

JAIR REBELO. jairrebelo@hotmail.com. Parapsicólogo Clínico. Telefone 9911 3260

JAIR REBELO. jairrebelo@hotmail.com. Parapsicólogo Clínico. Telefone 9911 3260 JAIR REBELO Parapsicólogo Clínico jairrebelo@hotmail.com Telefone 9911 3260 AQUIETAR-SE Quando tomamos consciência da nossa respiração, eliminamos os vícios que vivem dentro de nós. O silêncio e á linguagem

Leia mais

3º Bimestre Pátria amada AULA: 127 Conteúdos:

3º Bimestre Pátria amada AULA: 127 Conteúdos: CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I 3º Bimestre Pátria amada AULA: 127 Conteúdos: Elaboração de cenas e improvisação teatral de textos jornalísticos.

Leia mais

Meus Valores, Minha Vida O que realmente move você?

Meus Valores, Minha Vida O que realmente move você? Meus Valores, Minha Vida O que realmente move você? Talvez você já tenha pensado a esse respeito, ou não. Se souber definir bem quais são os seus valores, terá uma noção clara de quais são suas prioridades.

Leia mais

Manual de Boa Conduta dos profissionais da área da beleza. Ética, o que é?

Manual de Boa Conduta dos profissionais da área da beleza. Ética, o que é? Manual de Boa Conduta dos profissionais da área da beleza. Ética, o que é? Para crescer profissionalmente não basta conhecer bem sua especialidade, é indispensável ser ético. De acordo com o dicionário

Leia mais

O que fazer em meio às turbulências

O que fazer em meio às turbulências O que fazer em meio às turbulências VERSÍCULO BÍBLICO Façam todo o possível para viver em paz com todos. Romanos 12:18 OBJETIVOS O QUÊ? (GG): As crianças assistirão a um programa de auditório chamado Geração

Leia mais

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões 8 Passos para o Recrutamento Eficaz Por Tiago Simões Uma das coisas que aprendi na indústria de marketing de rede é que se você não tem um sistema de trabalho que comprovadamente funcione, muito provavelmente

Leia mais

Vós sois deuses, pois brilhe a vossa a luz! Jesus

Vós sois deuses, pois brilhe a vossa a luz! Jesus CURSO DE DESENVOLVIMENTO HUMANO E ESPIRITUAL DESCUBRA A ASSINATURA DE SUAS FORÇAS ESPIRITUAIS Test Viacharacter AVE CRISTO BIRIGUI-SP Jul 2015 Vós sois deuses, pois brilhe a vossa a luz! Jesus I SABER

Leia mais

RELAÇÕES HUMANAS INTERPESSOAIS E INTERGRUPAIS, ORGANOGRAMAS E ADMINISTRAÇÃO DE CONFLITOS

RELAÇÕES HUMANAS INTERPESSOAIS E INTERGRUPAIS, ORGANOGRAMAS E ADMINISTRAÇÃO DE CONFLITOS RELAÇÕES HUMANAS INTERPESSOAIS E INTERGRUPAIS, ORGANOGRAMAS E ADMINISTRAÇÃO DE CONFLITOS Aula 3 Técnico de Saúde Bucal Matéria: Administração de Serviços em Saúde Bucal Dr. Flávio Pavanelli CROSP 71347

Leia mais

1. Você escolhe a pessoa errada porque você espera que ela mude após o casamento.

1. Você escolhe a pessoa errada porque você espera que ela mude após o casamento. 10 Maneiras de se Casar com a Pessoa Errada O amor cego não é uma forma de escolher um parceiro. Veja algumas ferramentas práticas para manter os seus olhos bem abertos. por Rabino Dov Heller, Mestre em

Leia mais

Prefácio CÂNCER DE MAMA 7

Prefácio CÂNCER DE MAMA 7 Prefácio Quantas vezes você já não ouviu alguém contar uma experiência difícil que viveu em seu ministério? Quantos já não passaram por situações em que não souberam o que dizer ou fazer? Pastores, líderes

Leia mais

1» A revolução educacional e a educação em valores 11

1» A revolução educacional e a educação em valores 11 Sumário Introdução 9 1» A revolução educacional e a educação em valores 11 Introdução 12 As causas da revolução educacional 12 O triplo desafio pedagógico 14 Da transmissão à educação 15 O que pretende

Leia mais

Ano Letivo 2011/2012 2º Ciclo 5º Ano

Ano Letivo 2011/2012 2º Ciclo 5º Ano AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação Anual EMRC Ano Letivo 2011/2012 2º Ciclo 5º Ano Tema Conteúdos Competências Específicas Avaliação Lectiva 1 Viver Juntos Mudança de ano

Leia mais

Lição 1 Como Amar os Inimigos

Lição 1 Como Amar os Inimigos Lição 1 Como Amar os Inimigos A. Como seus pais resolviam as brigas entres você e seus irmãos? B. Em sua opinião qual a diferença entre amar o inimigo e ser amigo do inimigo? PROPÓSITO: Aprender como e

Leia mais

Características de um casamento duradouro

Características de um casamento duradouro Características de um casamento duradouro Características de um casamento duradouro Introdução: Ainda é possível ver um casal já bem idoso de mãos dadas, e que mesmo depois de tantos anos ainda se olham

Leia mais

www. Lifeworld.com.br

www. Lifeworld.com.br 1 Artigos da Constituição Mundial A Constituição Mundial é composta de 61º Artigos, sendo do 1º ao 30º Artigo dos Direitos Humanos de 1948, e do 31º ao 61º Artigos estabelecidos em 2015. Dos 30 Artigos

Leia mais

RIQUEZA, SAÚDE, FAMA, FORTUNA, AMOR, E TUDO O QUE POSSAMOS DESEJAR.

RIQUEZA, SAÚDE, FAMA, FORTUNA, AMOR, E TUDO O QUE POSSAMOS DESEJAR. Este segredo dá a você tudo o que deseja, felicidade, amor, saúde, dinheiro, paz espiritual, não há nada que você não possa conseguir se aprender a aplicar o segredo em sua vida diária -Bob Proctor- O

Leia mais

Relacionamentos. Laços familiares, amizades e atividades sociais fazem bem à saúde.

Relacionamentos. Laços familiares, amizades e atividades sociais fazem bem à saúde. Relacionamentos Relacionamentos Laços familiares, amizades e atividades sociais fazem bem à saúde. Dependendo de como você leva a sua vida, pode prevenir ou não as chamadas doenças da civilização (cardiovasculares,

Leia mais

Os encontros de Jesus. sede de Deus

Os encontros de Jesus. sede de Deus Os encontros de Jesus 1 Jo 4 sede de Deus 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

Estudo Bíblico Colossenses Guia do Líder Por Mark Pitcher. LIÇÃO 1 SUA MAIOR PRIORIDADE - Colossenses 3:1-4

Estudo Bíblico Colossenses Guia do Líder Por Mark Pitcher. LIÇÃO 1 SUA MAIOR PRIORIDADE - Colossenses 3:1-4 Estudo Bíblico Colossenses Guia do Líder Por Mark Pitcher Os quatro estudos a seguir tratam sobre a passagem de Colossenses 3:1-17, que enfatiza a importância de Jesus Cristo ter sua vida por completo.

Leia mais

Conversando com os pais

Conversando com os pais Conversando com os pais Motivos para falar sobre esse assunto, em casa, com os filhos 1. A criança mais informada, e de forma correta, terá mais chances de saber lidar com sua sexualidade e, no futuro,

Leia mais

Promoção de Experiências Positivas Crianças e Jovens PEP-CJ Apresentação geral dos módulos

Promoção de Experiências Positivas Crianças e Jovens PEP-CJ Apresentação geral dos módulos Positivas Crianças e Jovens PEP-CJ Apresentação geral dos módulos Universidade do Minho Escola de Psicologia rgomes@psi.uminho.pt www.psi.uminho.pt/ www.ardh-gi.com Esta apresentação não substitui a leitura

Leia mais

A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO. Romanos 15:13

A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO. Romanos 15:13 A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO Romanos 15:13 - Ora o Deus de esperança vos encha de toda a alegria e paz em crença, para que abundeis em esperança pela virtude do Espírito Santo. Só Deus pode nos dar uma

Leia mais

Por muito tempo na história as pessoas acreditaram existir em nós uma capacidade transcendental que nos emanciparia da natureza e nos faria

Por muito tempo na história as pessoas acreditaram existir em nós uma capacidade transcendental que nos emanciparia da natureza e nos faria 1 Por muito tempo na história as pessoas acreditaram existir em nós uma capacidade transcendental que nos emanciparia da natureza e nos faria especiais. Fomos crescendo e aprendendo que, ao contrário dos

Leia mais

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar 1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar nosso amor 4. Porque a gente discute nossos problemas

Leia mais

GRUPOS. são como indivíduos, cada um deles, tem sua maneira específica de funcionar.

GRUPOS. são como indivíduos, cada um deles, tem sua maneira específica de funcionar. GRUPOS são como indivíduos, cada um deles, tem sua maneira específica de funcionar. QUANTOS ADOLESCENTES A SUA CLASSE TEM? Pequenos (de 6 a 10 pessoas) Médios ( de 11 pessoa a 25 pessoas) Grandes ( acima

Leia mais

Dicas do que você deve fazer desde cedo para educar seu filho a ser determinado e capaz de conquistar o que ele deseja.

Dicas do que você deve fazer desde cedo para educar seu filho a ser determinado e capaz de conquistar o que ele deseja. Dicas do que você deve fazer desde cedo para educar seu filho a ser determinado e capaz de conquistar o que ele deseja. O primeiro passo para conquistar algo é acreditar que é possível. Se não, a pessoa

Leia mais

O que é Ética? Uma pessoa que não segue a ética da sociedade a qual pertence é chamado de antiético, assim como o ato praticado.

O que é Ética? Uma pessoa que não segue a ética da sociedade a qual pertence é chamado de antiético, assim como o ato praticado. 1 O que é Ética? Definição de Ética O termo ética, deriva do grego ethos (caráter, modo de ser de uma pessoa). Ética é um conjunto de valores morais e princípios que norteiam a conduta humana na sociedade.

Leia mais

Atendimento a clientes: diferencial ou questão de sobrevivência? Nazareth Baidarian Mamede

Atendimento a clientes: diferencial ou questão de sobrevivência? Nazareth Baidarian Mamede Atendimento a clientes: diferencial ou questão de sobrevivência? Por que somos abandonados? 1% morrem 5% optam por outros contatos 9% descobrem maiores vantagens competitivas 14% ficam insatisfeitos com

Leia mais

13. A FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL, AS ÁREAS DE CONHECIMENTO E O DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA ATÉ OS 6 ANOS

13. A FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL, AS ÁREAS DE CONHECIMENTO E O DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA ATÉ OS 6 ANOS 13. A FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL, AS ÁREAS DE CONHECIMENTO E O DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA ATÉ OS 6 ANOS A importância da formação pessoal e social da criança para o seu desenvolvimento integral e para a

Leia mais

INDIVÍDUO E SOCIEDADE PARTE 2

INDIVÍDUO E SOCIEDADE PARTE 2 TEXTO NUM. 2 INDIVÍDUO E SOCIEDADE PARTE 2 Max Weber, O indivíduo e a ação social: O alemão Max Weber (1864-1920), diferentemente de Durkheim, tem como preocupação central compreender o indivíduo e suas

Leia mais

BIOGRAFIA HUMANA. Terceiro espelho: A Infância e fase da Autoconsciência. Alma da Consciência: 0-7 Infância / 35-42 Maturidade.

BIOGRAFIA HUMANA. Terceiro espelho: A Infância e fase da Autoconsciência. Alma da Consciência: 0-7 Infância / 35-42 Maturidade. BIOGRAFIA HUMANA Terceiro espelho: A Infância e fase da Autoconsciência Alma da Consciência: 0-7 Infância / 35-42 Maturidade Edna Andrade Nascemos totalmente desamparados, totalmente dependentes e indefesos.

Leia mais

Desafio para a família

Desafio para a família Desafio para a família Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da espiritualidade. O sonho de Deus para a família é que seja um

Leia mais

Lu Rochael - Psicóloga e Coach - Todos os direitos reservados

Lu Rochael - Psicóloga e Coach - Todos os direitos reservados Desenvolva e amplie sua autoestima Por que falar de autoestima? Trabalho como terapeuta há 10 anos, período em que pude testemunhar e acompanhar muitos clientes. Qualquer que fosse o motivo pelo qual as

Leia mais

MECANISMOS DE DEFESA

MECANISMOS DE DEFESA 1 MECANISMOS DE DEFESA José Henrique Volpi O Ego protege a personalidade contra a ameaça ruim. Para isso, utilizase dos chamados mecanismos de defesa. Todos estes mecanismos podem ser encontrados em indivíduos

Leia mais

O que é Distúrbio Bipolar Bipolar Disorder Source - NIMH

O que é Distúrbio Bipolar Bipolar Disorder Source - NIMH O que é Distúrbio Bipolar Bipolar Disorder Source - NIMH Distúrbio Bipolar, também conhecido como mania e depressão, é uma desordem do cérebro que causa mudanças não previstas no estado mental da pessoa,

Leia mais

NECESSIDADES BÁSICAS DA CRIANÇA

NECESSIDADES BÁSICAS DA CRIANÇA Criando Filhos Edificação da Família 45 Sétima Lição NECESSIDADES BÁSICAS DA CRIANÇA NECESSIDADES BÁSICAS DA CRIANÇA Todo ser humano tem necessidades que são básicas em sua vida. A primeira delas todos

Leia mais

8. O OBJETO DE ESTUDO DA DIDÁTICA: O PROCESSO ENSINO APRENDIZAGEM

8. O OBJETO DE ESTUDO DA DIDÁTICA: O PROCESSO ENSINO APRENDIZAGEM CORRENTES DO PENSAMENTO DIDÁTICO 8. O OBJETO DE ESTUDO DA DIDÁTICA: O PROCESSO ENSINO APRENDIZAGEM Se você procurar no dicionário Aurélio, didática, encontrará o termo como feminino substantivado de didático.

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

100 Dicas do Presidente do RI Sakuji Tanaka para Fortalecer os Rotary Clubs

100 Dicas do Presidente do RI Sakuji Tanaka para Fortalecer os Rotary Clubs 100 Dicas do Presidente do RI Sakuji Tanaka para Fortalecer os Rotary Clubs 1. Fazer mais atividades humanitárias com maior enfoque. 2. Ajustar o número de comissões ao tamanho do clube. 3. Fazer com que

Leia mais

Autogestão Autonomia E Inclusão social

Autogestão Autonomia E Inclusão social Autogestão Autonomia E Inclusão social Moira Sampaio Rocha moyrahelmer@hotmail.com Terapeuta Ocupacional Especialista em Educação Especial Inclusiva Especializanda em Tecnologia Assistiva A pessoa com

Leia mais

dim i e m nsão ã o h uma m n a a c p a ac a i c d i ad a e c m o p m etênci c a

dim i e m nsão ã o h uma m n a a c p a ac a i c d i ad a e c m o p m etênci c a Importância da Imagem Pessoal na Profissão Profa Elaine C. S. Ovalle Todo ser humano tem necessidade de se destacar naquilo que realiza. O maior responsável pelo desenvolvimento pessoal é o próprio indivíduo.

Leia mais

UNIDADE I OS PRIMEIROS PASSOS PARA O SURGIMENTO DO PENSAMENTO FILOSÓFICO.

UNIDADE I OS PRIMEIROS PASSOS PARA O SURGIMENTO DO PENSAMENTO FILOSÓFICO. UNIDADE I OS PRIMEIROS PASSOS PARA O SURGIMENTO DO PENSAMENTO FILOSÓFICO. PARTE 1 O QUE É FILOSOFIA? não é possível aprender qualquer filosofia; só é possível aprender a filosofar. Kant Toda às vezes que

Leia mais

Mobilização de Equipes para Alta Performance

Mobilização de Equipes para Alta Performance Mobilização de Equipes para Alta Performance Mobilização de Pessoas liderar é influenciar pessoas para que desenvolvam motivação para fazer o que "deve" ser feito com vontade e com o máximo de seu potencial

Leia mais

MANUAL PARA PAIS E RESPONSÁVEIS SOBRE COMO LIDAR COM O "BULLYING/IJIME"

MANUAL PARA PAIS E RESPONSÁVEIS SOBRE COMO LIDAR COM O BULLYING/IJIME MANUAL PARA PAIS E RESPONSÁVEIS SOBRE COMO LIDAR COM O "BULLYING/IJIME" Consulado Geral do Brasil em Tóquio 2014 1. DEFINIÇÃO DE "IJIME" A expressão japonesa "ijime" significa maltrato. Já a expressão

Leia mais

I N T E R P R E T A H O G A N D E S E N V O L V E R INVENTÁRIO HOGAN DE PERSONALIDADE. Relatório para: Fulano Tal ID: HB666327. Data: 14, Março, 2013

I N T E R P R E T A H O G A N D E S E N V O L V E R INVENTÁRIO HOGAN DE PERSONALIDADE. Relatório para: Fulano Tal ID: HB666327. Data: 14, Março, 2013 S E L E C I O N A R D E S E N V O L V E R L I D E R A R H O G A N D E S E N V O L V E R I N T E R P R E T A INVENTÁRIO HOGAN DE PERSONALIDADE Relatório para: Fulano Tal ID: HB666327 Data: 14, Março, 2013

Leia mais

A vida em grupo é uma exigência da natureza humana. É na presença do outro que a pessoa forma a sua identidade. Lev Vygotsky

A vida em grupo é uma exigência da natureza humana. É na presença do outro que a pessoa forma a sua identidade. Lev Vygotsky A vida em grupo é uma exigência da natureza humana É na presença do outro que a pessoa forma a sua identidade. Lev Vygotsky No processo de socialização a criança aprende as regras básicas, os valores e

Leia mais

Palestra tudo O QUE VOCE. precisa entender. Abundância & Poder Pessoal. sobre EXERCICIOS: DESCUBRA SEUS BLOQUEIOS

Palestra tudo O QUE VOCE. precisa entender. Abundância & Poder Pessoal. sobre EXERCICIOS: DESCUBRA SEUS BLOQUEIOS Palestra tudo O QUE VOCE sobre precisa entender Abundância & Poder Pessoal EXERCICIOS: DESCUBRA SEUS BLOQUEIOS Como aprendemos hoje na palestra: a Lei da Atração, na verdade é a Lei da Vibracao. A frequência

Leia mais

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

Quem Desiste num momento de crise é porque realmente é um fraco!

Quem Desiste num momento de crise é porque realmente é um fraco! Paixão do Povo de Cristo x Paixão de Cristo Texto Base: provérbios 24.10 na Linguagem de Hoje: Quem é fraco numa crise, é realmente fraco. Na Bíblia A Mensagem : Quem Desiste num momento de crise é porque

Leia mais

Motivar a sua equipe: O grande desafio da Liderança

Motivar a sua equipe: O grande desafio da Liderança Motivar a sua equipe: O grande desafio da Liderança Existem diversos textos sobre Gestão sendo publicados diariamente, e dentre eles, muitos tratam do tema liderança, que certamente é um dos assuntos mais

Leia mais

LEMA: EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45) TEMA: FRATERNIDADE: IGREJA E SOCIEDADE

LEMA: EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45) TEMA: FRATERNIDADE: IGREJA E SOCIEDADE LEMA: EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45) TEMA: FRATERNIDADE: IGREJA E SOCIEDADE Introdução A CF deste ano convida-nos a nos abrirmos para irmos ao encontro dos outros. A conversão a que somos chamados implica

Leia mais

A PSICOTERAPIA ANALÍTICO FUNCIONAL (FAP)

A PSICOTERAPIA ANALÍTICO FUNCIONAL (FAP) A PSICOTERAPIA ANALÍTICO FUNCIONAL (FAP) Casos Maringá 2011 Instituto de Psicoterapia e Análise do Comportamento tel/fax: (43) 3324-4740 fconte@sercomtel.com.br Erros podem ajudar. Ex. T atendia sempre

Leia mais

RECOMENDAÇÃO DE NORMAS DE COMPORTAMENTO DOS ÁRBITROS DE FUTEBOL E DE FUTSAL

RECOMENDAÇÃO DE NORMAS DE COMPORTAMENTO DOS ÁRBITROS DE FUTEBOL E DE FUTSAL Conselho de Arbitragem RECOMENDAÇÃO DE NORMAS DE COMPORTAMENTO DOS ÁRBITROS DE FUTEBOL E DE FUTSAL Abril /2013 1 / 4 1. INTRODUÇÃO O Futebol evolui consideravelmente nos últimos anos e a competitividade

Leia mais

Preconceito é um juízo preconcebido, manifestado geralmente na forma de uma atitude discriminatória contra pessoas, lugares ou tradições diferentes

Preconceito é um juízo preconcebido, manifestado geralmente na forma de uma atitude discriminatória contra pessoas, lugares ou tradições diferentes Preconceito é um juízo preconcebido, manifestado geralmente na forma de uma atitude discriminatória contra pessoas, lugares ou tradições diferentes daqueles que consideramos nossos. Costuma indicar desconhecimento

Leia mais

O que são Direitos Humanos?

O que são Direitos Humanos? O que são Direitos Humanos? Técnico comercial 4 (1º ano) Direitos Humanos são os direitos e liberdades básicas de todos os seres humanos. O principal objetivo dos Direitos Humanos é tratar cada indivíduo

Leia mais

- GUIA DO EMPRESÁRIO - Proatividade Uma questão de escolha

- GUIA DO EMPRESÁRIO - Proatividade Uma questão de escolha - GUIA DO EMPRESÁRIO - Proatividade Uma questão de escolha Planeta Contábil 2008 Todos os Direitos Reservados (www.planetacontabil.com.br) 1/7 Proatividade Uma questão de escolha Você chega sempre atrasado

Leia mais

Família. Dias, pags. 235-256

Família. Dias, pags. 235-256 Família Dias, pags. 235-256 Sobre instituições... São sistemas complexos de relações sociais dentro dos quais operam a(s) cultura(s) e a estrutura social. A família, por exemplo, inclui valores (amor,

Leia mais

VISITE O BLOG www.homemalpha.com.br

VISITE O BLOG www.homemalpha.com.br VISITE O BLOG www.homemalpha.com.br APRESENTAÇÃO A timidez é um problema que pode acompanhar um homem a vida inteira, tirando dele o prazer da comunicação e de expressar seus sentimentos, vivendo muitas

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO DE PASTORES E LÍDERES (CFPL) ACONSELHAMENTO PASTORAL

CURSO DE FORMAÇÃO DE PASTORES E LÍDERES (CFPL) ACONSELHAMENTO PASTORAL CURSO DE FORMAÇÃO DE PASTORES E LÍDERES (CFPL) ACONSELHAMENTO PASTORAL Vocês sabem ouvir e realizar um Aconselhamento Pastoral (AP) eficaz e eficiente? Sabem as técnicas que podem ser utilizadas no Gabinete

Leia mais

Aprendendo a vencer a Ansiedade

Aprendendo a vencer a Ansiedade Rua Conde de Bonfim 232/301 Tijuca Rio de Janeiro RJ Tel:2234-2399 Email: eliane@epvpsicologia.com Home Page:www.epvpsicologia.com Aprendendo a vencer a Ansiedade Um guia para os pais sobre a ansiedade

Leia mais

Chantilly, 17 de outubro de 2020.

Chantilly, 17 de outubro de 2020. Chantilly, 17 de outubro de 2020. Capítulo 1. Há algo de errado acontecendo nos arredores dessa pequena cidade francesa. Avilly foi completamente afetada. É estranho descrever a situação, pois não encontro

Leia mais

LIÇÃO 8 Necessidades Sociais Satisfeitas

LIÇÃO 8 Necessidades Sociais Satisfeitas LIÇÃO 8 Necessidades Sociais Satisfeitas E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores (Mateus 6:12). Esta é uma lição importante. Fixamos as condições para o nosso próprio

Leia mais

VIVER ALÉM DA RELIGIOSIDADE

VIVER ALÉM DA RELIGIOSIDADE VIVER ALÉM DA RELIGIOSIDADE É Preciso saber Viver Interpretando A vida na perspectiva da Espiritualidade Cristã Quem espera que a vida seja feita de ilusão Pode até ficar maluco ou morrer na solidão É

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

Como conseguir um Marido Cristão Em doze lições

Como conseguir um Marido Cristão Em doze lições Como conseguir um Marido Cristão Em doze lições O. T. Brito Pág. 2 Dedicado a: Minha filha única Luciana, Meus três filhos Ricardo, Fernando, Gabriel e minha esposa Lúcia. Pág. 3 Índice 1 é o casamento

Leia mais

Os Quatro Tipos de Solos - Coração

Os Quatro Tipos de Solos - Coração Os Quatro Tipos de Solos - Coração Craig Hill Marcos 4:2-8 Jesus usava parábolas para ensinar muitas coisas. Ele dizia: 3 Escutem! Certo homem saiu para semear. 4 E, quando estava espalhando as sementes,

Leia mais

Marketing & Comunicação

Marketing & Comunicação Marketing & Comunicação Fernando Ribeiro Dos Santos, M.Sc. O Palestrante Quem sou? FERNANDO RIBEIRO DOS SANTOS, M.Sc Formação: Graduado em Administração; Pós graduado em Andragogia; Pós graduado em EAD;

Leia mais

Preparando meu filho para a liberdade

Preparando meu filho para a liberdade Preparando meu filho para a liberdade Marcos Rezende Fonte: www.insistimento.com.br Você parou para observar o que está passando na televisão quando o seu filho a está assistindo? Ou já parou para refletir

Leia mais

Relaxamento: Valor: Técnica: Fundo:

Relaxamento: Valor: Técnica: Fundo: Honestidade Honestidade Esta é a qualidade de honesto. Ser digno de confiança, justo, decente, consciencioso, sério. Ser honesto significa ser honrado, ter um comportamento moralmente irrepreensível. Quando

Leia mais

Material: Uma copia do fundo para escrever a cartinha pra mamãe (quebragelo) Uma copia do cartão para cada criança.

Material: Uma copia do fundo para escrever a cartinha pra mamãe (quebragelo) Uma copia do cartão para cada criança. Radicais Kids Ministério Boa Semente Igreja em células Célula Especial : Dia Das mães Honrando a Mamãe! Principio da lição: Ensinar as crianças a honrar as suas mães. Base bíblica: Ef. 6:1-2 Texto chave:

Leia mais

Sumário. Introdução... 7

Sumário. Introdução... 7 3 Sumário Introdução... 7 1. Somos especialistas em linguagem corporal... 9 Como os homens se comunicam, 10Comunicação linguística, 10Comunicação não linguística, 10O ato de comunicação, 11Importante:

Leia mais

Faculdade de Ciências Humanas FUMEC Curso de Psicologia Abordagem Centrada na Pessoa

Faculdade de Ciências Humanas FUMEC Curso de Psicologia Abordagem Centrada na Pessoa Faculdade de Ciências Humanas FUMEC Curso de Psicologia Abordagem Centrada na Pessoa ACEITAÇÃO Ruy Miranda 1. O que é aceitação? Aceitar significa receber. Uma pessoa recebe a outra, abre as portas para

Leia mais

Motivação para a. Virtude do Bem Comum. AINOR LOTÉRIO Eng.agr, M.Sc em Gestão de Políticas Públicas www.ainor.com.br

Motivação para a. Virtude do Bem Comum. AINOR LOTÉRIO Eng.agr, M.Sc em Gestão de Políticas Públicas www.ainor.com.br Motivação para a AINOR LOTÉRIO Eng.agr, M.Sc em Gestão de Políticas Públicas www.ainor.com.br E-mail: contato@ainor.com.br (47)3365-0264; (47)99675010 (47) 97772863 Virtude do Bem Comum Escola de Governo

Leia mais