SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NO APOIO À DISTRIBUIÇÃO URBANA. José Lourenço

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NO APOIO À DISTRIBUIÇÃO URBANA. José Lourenço"

Transcrição

1 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NO APOIO À DISTRIBUIÇÃO URBANA José Lourenço

2 Apresentação TEIA

3 Angola TEIA - Tecnologias de Informação de Angola, Lda (Desde 2008) Implementação e manutenção de soluções próprias de software Implementação e manutenção de soluções Primavera Venda,Instalação e Manutenção de Hardware e Redes Informáticas Moçambique GSM - Global Solutions Mozambique, Lda (Desde 2008) Implementação e manutenção de soluções próprias de software Implementação e manutenção de soluções Primavera Manutenção de Hardware e Redes Informáticas Portugal Localsoft - Localsoftware Sistemas de Gestão, S.A (Desde 1995) Desenvolvimento de Software (Transportes / Logistica) Implementação e manutenção de soluções próprias de software Implementação e manutenção de soluções Primavera Venda,Instalação e Manutenção de Hardware e Redes Informáticas

4 Áreas de Actuação Engenharia de Software (Desenvolvimento) Engenharia de Sistemas (Desenho e Implementação) Consultoria de Negócio (Implementação) Enfoque no Setor dos Transportes / Logistica Soluções Primavera Para completar a nossa oferta, juntámo-nos ao Mundo Primavera, com um leque de soluções bastante vasto e de elevada qualidade

5 Algumas referências em Angola

6 Algumas referências em Angola

7 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NO APOIO À DISTRIBUIÇÃO URBANA DESAFIOS / TENDÊNCIAS

8 Problemas com que se depara a Logistica Urbana - ANGOLA

9 RESTRIÇÕES Restrições de tráfego. Vias estreitas Rede viária sobrecarregada Restrições ao tráfego devido à alta densidade populacional; Perturbações de tráfego para efetuar Cargas / Descargas Restrições espaciais. Inexistencia de centros logisticos nas zonas limitrofes Tamanho da viaturas; Falta de espaço adequado para Cargas / Descargas

10 Restrições viárias e espaciais Causa Inexistencia de centros logisticos nas zonas limitrofes. As empresas são todas obrigadas a deslocarem a sua frota de distribuição ao centro da cidade Efeito + Tráfego da periferia para o centro + Poluição + Gasto de combustivel

11 Restrições viárias e espaciais Causa Vias estreitas Falta de locais adequados para estacionamento Efeito Acumulação de filas de transito + Poluição + Gasto de combustivel

12 + Poluição + Congestionamento de tráfego + Consumo de Combustivel + Obstáculos aos Pedestres Efeitos negativos da carga urbana + Ruido + Tempos perdidos - Segurança Pedestre

13 O que fazer para minimizar os impactos negativos? Optimizar Processos de Produção Optimizar Processos de Armazenagem Optimizar Processos de Transportes Como? Motores menos agressivos para o ambiente Formação especializada de funcionários (Ex: Motoristas) Conduçao defensiva Redução do número de veículos em circulação Utilização dos conceitos de City Logistics ;

14 O que é city logistics? Processo de optimização total das actividades de logística, realizadas por entidades ( públicas e privadas) em áreas urbanas, considerando factores como tráfego, congestionamento e consumo de energia na estrutura do mercado econômico. Baseia-se numa compreensão dos problemas que incluem custos de distribuição, sociais e ambientais. Visa a redução das deseconomias para tornar a totalidade do sistema mais efetivo, através de soluções inovadoras que reduzam os problemas logísticos gerados pela distribuição nas áreas urbana. Fundamentos de City Logistics Transporte geograficamente concentrado Mercadoria concentrada em grandes volumes Alta exploração da capacidade

15 Quem são os actores da melhoria? Estado Criação de regulamentos Peso Emissão Tempos de entrega Estradas de acesso Zonas de carregamento Subsídios para desenvolvimento de infraestruturas Empresas Melhorias tecnológicas Na produção Na armazenagem No Transporte Na Gestão da informação Reorganização da operações Mudanças na organização na cadeia de abastecimento

16 Gestão da Informação Ferramentas de suporte à gestão logística da cadeia de abastecimento

17 ERP - Enterprise Resource Planning Sistema Integrado de Gestão Empresarial. Visa a gestão da empresa como um todo, integrando todas as áreas funcionais da empresa, criando um fluxo contínuo de processos na empresa.

18 WMS - Warehouse Management System Recepção e Conferencia de Mercadorias Movimentação e Armazenagem Arrumação Automática Expedição / Carga Controle e Gestão de Custos Produtividade Beneficios Agilidade no Recepção Produtividade na Movimentação Agilidade de Picking

19 Realidades e Tendências Picking com óculos de realidade Aumentada Voice Picking

20 Realidades e Tendências Robôs de deslocação automática de mercadoria Estes pequenos robôs, com propulsão autónoma, são utilizados para localizar, transportar e embalar produtos. Estes robôs de alta mobilidade deslocam-se utilizando sensores de alta velocidade e lêem códigos de barras

21 Realidades e Tendências Automated Storage and Retrieval Systems Em sistemas de manuseio de paletes, um mecanismo transporta paletes completos para dentro e fora de um sistemas de rack. Sistemas Mini - carga funcionam de forma semelhante ao Módulos de elevação vertical, exceto, em vez de trazer uma prateleira inteira de produto de uma posição, o sistema AS / RS geralmente pode trazer uma única embalagagem.

22 Realidades e Tendências RTLS - Real Time Location Systems (RFID-over-Wi-Fi) Os RLTS s emergiram nos ultimos seis anos como alternativa para seguir a localização e status de objectos em armazens por exemplo. Nesta tecnologia o objecto não necessita de ser scaneado ou passado por um leitor, mas transmite a intervalos periodicos via um sinal de radio de baixo consumo, o seu ID, localização e status. O resultado é um inventário automatico, localizado e em tempo real.

23 Optimização de Operações de Transporte

24 Optimização das Operações de Transporte.

25 Optimização das Operações de Transporte. Decomposição das operações de transporte (Pedidos) nos componentes importantes a gerir: Momento e Local de Carga Momento e Local de Descarga Mercadorias ou Tipos de Mercadorias a transportar Unidades relevantes (volume / peso / LDM)

26 Optimização das Operações de Transporte. Requisitos / Caracteristicas restritivas (relevantes na selecção dos recursos) Neste Local de Carga, só podem chegar viaturas com Tracção Integral. Neste Local de Carga, só podem carregar viaturas com plataforma elevatória Este Tipo de Mercadoria, exige viatura de temperatura controlada Este Tipo de Mercadoria, exige escolta policial Este Local de Descarga, obriga a Motorista que fale Alemão Este Local de Descarga, obriga a usar equipamento de segurança (Capacete, Mascara, Botas). Exemplo: Descarga de Produtos Químicos Requisitos Operacionais Neste Local de Carga, o horário é das 6 às 8 horas e das 14 às 16:30 É necessário enviar a matricula para o local de carga, na véspera até às 18 horas A viatura tem de efectuar uma lavagem especial e fazer-se acompanhar de prova A entrega da mercadoria tem de ser feita entre as 5 e as 7 horas

27 Optimização das Operações de Transporte. Em função dos volumes de carga e dos requisitos, fazer um planeamento apoiado no sistema e alocar todas as viaturas internas, caso existam. Em seguida, alocar as viaturas externas, dedicadas. Por fim, alocar viaturas externas eventuais, caso seja necessário. Gerir a disponibilidade dos recursos (próprios ou externos) Escolher os melhores recursos para cada operação

28 Optimização das Operações de Transporte. Impor uma disciplina de comunicação a todos os condutores, com momentos fixos de reporte do estado da viagem, comunicação de anomalias excepcionais com possível implicação no cumprimento da entrega com qualidade. O sistema, pedirá essas informações periódicas programadas, para evitar esquecimento e enviará alertas das falhas de comunicação e das comunicações de anomalias. Acompanhar as operações de transporte, do principio ao fim. Registar no sistema as informações relevantes. Informar o cliente (interno / externo), preferencialmente de forma próactiva evitando insatisfação e concentração de chamadas com questões, que provocarão sobrecarga no Call-Center e tiram o controlo dos tempos e volumes de informação. Informação pró-activa é informação útil e o Cliente agradece. Informação reactiva cheira a desculpa e provoca insatisfação no cliente.

29 O gestor, acompanha a operação pelo painel de bordo, é alertado para as possíveis anomalias, faz as correcções e ajustes considerados necessários, para cumprir o melhor possível, entregando o produto certo, no lugar certo, à hora certa. É isto, a Qualidade! Optimização das Operações de Transporte. Resumo: Entregar ao Sistema, todas as regras habitualmente existentes nas operações de transporte e libertar os gestores de operações, para decisões atípicas, impossíveis de delegar num sistema automático. Os Sistemas não tomam decisões, mas sim apoiam os gestores, para que estes as tomem com maior segurança. Com um bom sistema de informação, uma operação de transporte pode começar a ser registada por um gestor, planeada por outro, acompanhada por outro e finalizada pelo primeiro, sem que se perca nenhuma eficiência por faltas de informação. CUIDADO!!!!! Delegar (Na máquina ou alguém) não significa entregar mas sim acompanhar.

30 Chave para o sucesso

31 INTEGRAÇÃO de MEIOS Meios Humanos / Meios Materiais / Meios Tecnologicos Entidades Externas ERP WMS Gestão de Armazem TMS Gestão de Transportes GPS Gestão de Rotas

32 Obrigado José Lourenço Perguntas / Respostas T/ Grupo Localsoftware LOCAL Software - Portugal TEIA - Angola GSM - Moçambique

A plataforma EasyFrota é uma solução de gestão e localização de frotas baseada em tecnologia de localização por GPS e em telecomunicações GSM/GPRS.

A plataforma EasyFrota é uma solução de gestão e localização de frotas baseada em tecnologia de localização por GPS e em telecomunicações GSM/GPRS. FUNCIONALIDADES EASYFROTA EasySoft, Lda Centro Empresarial e Tecnológico Rua de Fundões, N. º 151 3700-121 S. João da Madeira Tel. 256001911 URL: www.easysoftware.pt SOBRE A EASYSOFTWARE A EasySoftware

Leia mais

TMS e Roteirizadores. Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com

TMS e Roteirizadores. Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com TMS e Roteirizadores Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com Definição TMS (Transportation Management System) é um produto para melhoria da qualidade e produtividade de todo o processo de distribuição. Este

Leia mais

OnSearch CONSULTORIA E OUTSOURCING SERVIÇOS, LDA

OnSearch CONSULTORIA E OUTSOURCING SERVIÇOS, LDA OnSearch CONSULTORIA E OUTSOURCING SERVIÇOS, LDA Sobres nós A OnSearch é uma empresa de serviços criada em 2012 que tem como principais objectivos a prestação de serviços às empresas em áreas operacionais

Leia mais

onda Logistics powered by Quantum

onda Logistics powered by Quantum onda Logistics powered by Quantum Sonda IT Fundada no Chile em 1974, a Sonda é a maior companhia latino-americana de soluções e serviços de TI. Presente em 10 países, tais como Argentina, Brasil, Chile,

Leia mais

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0. Bloco Suprimentos. WMS Gerenciamento de Armazém

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0. Bloco Suprimentos. WMS Gerenciamento de Armazém Bloco Suprimentos WMS Gerenciamento de Armazém Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo WMS, que se encontra no Bloco Suprimentos. Todas informações aqui disponibilizadas foram

Leia mais

Unidade IV GERENCIAMENTO DE. Prof. Altair da Silva

Unidade IV GERENCIAMENTO DE. Prof. Altair da Silva Unidade IV GERENCIAMENTO DE TRANSPORTE Prof. Altair da Silva Transporte em area urbana Perceba o volume de caminhões que circulam nas áreas urbanas em nosso país. Quais são os resultados para as empresas

Leia mais

Politicas de Armazenagem Formador: João Matias TL02. Trabalho Realizado Por: Helena Pereira - Dora Costa - Armando Gonçalves Paulo Caiola

Politicas de Armazenagem Formador: João Matias TL02. Trabalho Realizado Por: Helena Pereira - Dora Costa - Armando Gonçalves Paulo Caiola Politicas de Armazenagem Formador: João Matias TL02 Trabalho Realizado Por: Helena Pereira - Dora Costa - Armando Gonçalves Paulo Caiola Introdução A informação sempre foi importante, essencial mesmo,

Leia mais

Logística e Gestão da Distribuição

Logística e Gestão da Distribuição Logística e Gestão da Distribuição Depositos e política de localização (Porto, 1995) Luís Manuel Borges Gouveia 1 1 Depositos e politica de localização necessidade de considerar qual o papel dos depositos

Leia mais

GeoMob Gestão de Recursos Móveis. Sistema de Monitorização de Logística

GeoMob Gestão de Recursos Móveis. Sistema de Monitorização de Logística GeoMob Gestão de Recursos Móveis 1 Objectivo GERIR O QUE SE MOVE NO TERRITÓRIO É o grande desafio que as empresas de distribuição enfrentam diariamente. A solução da GEOGLOBAL responde aos requisitos técnicos

Leia mais

CURSO DE CRIAÇÃO E DINAMIZAÇÃO DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA (EBT)

CURSO DE CRIAÇÃO E DINAMIZAÇÃO DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA (EBT) CURSO DE CRIAÇÃO E DINAMIZAÇÃO DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA (EBT) MÓDULO: Logística e Supply Chain Management Susana Garrido Azevedo, P.h.D sazevedo@ubi.pt UBI FORMAÇÃO CURSO DE CRIAÇÃO E DINAMIZAÇÃO

Leia mais

Gestão de Transporte. Gestão do Transporte: Próprio ou Terceiros? Gestão de Transporte Avaliação das modalidades. Que fatores a serem considerados?

Gestão de Transporte. Gestão do Transporte: Próprio ou Terceiros? Gestão de Transporte Avaliação das modalidades. Que fatores a serem considerados? Gestão de Transporte Que fatores a serem considerados? A Atividade de Transporte: Sua Gestão Barco Trem Caminhão Peso Morto por T transportada 350 kg 800kg 700 kg Força de Tração 4.000 kg 500 kg 150 kg

Leia mais

Curso de Graduação em Administração. Administração da Produção e Operações II

Curso de Graduação em Administração. Administração da Produção e Operações II Curso de Graduação em Administração Administração da Produção e Operações II 19º Encontro - 09/10/2011 18:50 às 20:30h COMO SERÁ NOSSO ENCONTRO HOJE? - ABERTURA - TECNOLOGIA DE PROCESSAMENTO DE INFORMAÇÃO

Leia mais

Os projectos de Sistemas Cooperativos Comunicação infra-estrutura veículo APCAP - CP3

Os projectos de Sistemas Cooperativos Comunicação infra-estrutura veículo APCAP - CP3 Os projectos de Sistemas Cooperativos Comunicação infra-estrutura veículo APCAP - CP3 APCAP Day, 22 de Outubro 2009 Índice Definição; Objectivos; Benefícios; Projectos em desenvolvimento (3); Definição:

Leia mais

de mercadorias BENEFÍCIOS DESTINATÁRIOS www.syscargo.pt

de mercadorias BENEFÍCIOS DESTINATÁRIOS www.syscargo.pt runs on de mercadorias BENEFÍCIOS * ecrã de Gestão de Pedidos SYSCARGO foi concebido especificamente para responder às necessidades de gestão das empresas de Transportes Rodoviários de Mercadorias. SYSCARGO

Leia mais

PHC Logística CS. A gestão total da logística de armazém

PHC Logística CS. A gestão total da logística de armazém PHC Logística CS A gestão total da logística de armazém A solução para diminuir os custos de armazém, melhorar o aprovisionamento, racionalizar o espaço físico e automatizar o processo de expedição. BUSINESS

Leia mais

Tecnologia aplicada à Logística. Prof. José Rovani Kurz rovani@highpluss.com.br

Tecnologia aplicada à Logística. Prof. José Rovani Kurz rovani@highpluss.com.br Tecnologia aplicada à Logística Prof. José Rovani Kurz rovani@highpluss.com.br Logística Qual a primeira imagem que vem a sua mente quando ouve a palavra LOGÍSTICA? Logística De cada 10 pessoas, pelo menos

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO REMOTA DE EQUIPAMENTOS

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO REMOTA DE EQUIPAMENTOS SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO REMOTA DE EQUIPAMENTOS Sobre a SOL-S e SOLSUNI Fundada em 1992; Integrador de Soluções, com vasta experiência de Tecnologias de Informação, disponibiliza um completo portfolio

Leia mais

Logistica e Distribuição

Logistica e Distribuição Mas quais são as atividades da Logística? Ballou, 1993 Logística e Distribuição Armazenagem e Movimentação Primárias Apoio 1 2 A armazenagem corresponde a atividades de estocagem ordenada e a distribuição

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO E ARMAZENAGEM

DISTRIBUIÇÃO E ARMAZENAGEM DISTRIBUIÇÃO E ARMAZENAGEM WMS WAREHOUSE MANAGEMENT SYSTEM SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE ARMAZÉM/DEP M/DEPÓSITO WMS Software de gerenciamento de depósito que auxilia as empresas na busca de melhorias nos

Leia mais

PROBLEMAS ATUAIS DA LOGÍSTICA URBANA NA ENTREGA DE MATERIAIS HOSPITALARES UM ESTUDO INVESTIGATIVO

PROBLEMAS ATUAIS DA LOGÍSTICA URBANA NA ENTREGA DE MATERIAIS HOSPITALARES UM ESTUDO INVESTIGATIVO PROBLEMAS ATUAIS DA LOGÍSTICA URBANA NA ENTREGA DE MATERIAIS HOSPITALARES UM ESTUDO INVESTIGATIVO Frederico Souza Gualberto Rogério D'Avila Edyr Laizo Leise Kelli de Oliveira PROBLEMAS ATUAIS DA LOGÍSTICA

Leia mais

Premier. Quando os últimos são os Primeiros

Premier. Quando os últimos são os Primeiros Premier Quando os últimos são os Primeiros Fundada em 1997 Especializada no desenvolvimento de soluções informáticas de apoio à Gestão e consultoria em Tecnologias de Informação. C3im tem como principais

Leia mais

Solução de Gestão para Área de Transportes

Solução de Gestão para Área de Transportes Solução de Gestão para Área de Transportes ÁBACO Consultores v1.0 ÁBACO Consultores 2009 Agenda Solução de Visão e Objectivos Módulo de ÁBACO Consultores 2009 2 Solução de Visão ÁBACO Consultores: Disponibilizar

Leia mais

Gestão de Transportes / Operadores Logísticos

Gestão de Transportes / Operadores Logísticos Gestão de Transportes / Operadores Logísticos ÁBACO Consultores v1.0 Agenda Objectivo ABACO Vertical para Gestão de Transportes Vertical para Gestão de Operadores Logísticos ÁBACO Consultores Parceiro

Leia mais

Sistemas de Informação. Sistemas Integrados de Gestão ERP

Sistemas de Informação. Sistemas Integrados de Gestão ERP Sistemas de Informação Sistemas Integrados de Gestão ERP Exercício 1 Um arame é cortado em duas partes. Com uma das partes é feito um quadrado. Com a outra parte é feito um círculo. Em que ponto deve ser

Leia mais

Sistema de Gestão de Armazéns por Rádio Frequência

Sistema de Gestão de Armazéns por Rádio Frequência Sistema de Gestão de Armazéns por Rádio Frequência problema Má organização do espaço físico Mercadoria estagnada Tempos de resposta longos Expedições incorrectas Ausência de rastreabilidade Informação

Leia mais

Av. D. Nuno Álvares Pereira, 51 2765-261 Estoril T.: +351 214 675 441 www.cartrack.pt info@cartrack.pt Rua Sousa Aroso Nº 453 1º E 4450-287

Av. D. Nuno Álvares Pereira, 51 2765-261 Estoril T.: +351 214 675 441 www.cartrack.pt info@cartrack.pt Rua Sousa Aroso Nº 453 1º E 4450-287 A EMPRESA A Cartrack é uma multinacional líder em tecnologia de tracking, atuando nas áreas de Segurança Automóvel e Gestão de Frotas. Em Portugal desde 2009, a Cartrack é líder de mercado no setor com

Leia mais

Utilização de informação geoespacial na gestão e apoio à decisão das empresas

Utilização de informação geoespacial na gestão e apoio à decisão das empresas Utilização de informação geoespacial na gestão e apoio à decisão das empresas A Gisgeo Alguns dados da empresa: Fundada em 2008; Integrada no UPTEC Parque de Ciência e Tecnologia da UP; 3 sócios + 2 colaboradores,

Leia mais

Varela & Cª, Lda. Sistemas de Gestão Ambiental. Ambientes Insulares. Sector Ambiente. Ferramentas de Gestão Ambiental para PME s Ponta Delgada - 2012

Varela & Cª, Lda. Sistemas de Gestão Ambiental. Ambientes Insulares. Sector Ambiente. Ferramentas de Gestão Ambiental para PME s Ponta Delgada - 2012 Sistemas de Gestão Ambiental Ambientes Insulares Marco Lopes Varela & Cª, Lda Sector Ambiente 2 1 Varela & Cª, Lda Iniciou a sua actividade como Operador de Gestão de Resíduos em 2004; Certificação de

Leia mais

LOCALIZAÇÃO DE viaturas. ampligest

LOCALIZAÇÃO DE viaturas. ampligest LOCALIZAÇÃO DE viaturas ampligest ampligest Índice A solução mais completa Vantagens Destinatários / utilizadores Apresentação Gestão de frota Outras opções de controlo www.ampliretorno.com Tecnologia

Leia mais

Gestão Rodoviária: optimização de processos de manutenção e operação

Gestão Rodoviária: optimização de processos de manutenção e operação Gestão Rodoviária: optimização de processos de manutenção e operação José Miguel Santos, Miguel Serrano Ana Maria Nunes Missão Promover o processo de inovação, transformando o conhecimento em vantagens

Leia mais

WMS. Agenda. Warehouse Management Systems (WMS) Warehouse Management Systems Sistema de Gerenciamento de Armazéns

WMS. Agenda. Warehouse Management Systems (WMS) Warehouse Management Systems Sistema de Gerenciamento de Armazéns WMS Warehouse Management Systems Sistema de Gerenciamento de Armazéns Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com Informática Aplicada a Logística Profº Breno Amorimsexta-feira, 11 de setembro de 2009 Agenda

Leia mais

Robótica Industrial II

Robótica Industrial II Publicação Nº 8-10 Março 2010 Robótica Industrial II Armazéns Automáticos PONTOS DE INTERESSE: Sistema AS/RS Vantagens e Desvantagens Exemplo Prático - Kiva MFS Um Armazém é o espaço físico onde se depositam

Leia mais

SISTRADE MOBILIDADE, INOVAÇÃO & TECNOLOGIA SisTrade Sistemas de Informação Angulusridet Informática, S.A. sistrade.pt BdoisB MIS ERP 100% WEB SISTRADE - Angulusridet Informática, S.A. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Leia mais

Sequência de Demonstração de Módulo ABACO Transportes

Sequência de Demonstração de Módulo ABACO Transportes ABACO Consultores Pág. 1 Demo script V01 Sequência de Demonstração de Módulo ABACO Transportes Este documento descreve os passos necessários para criar um Serviço de Transportes no módulo ABACO Transportes,

Leia mais

ALD PROFLEET2 SOLUÇÕES AVANÇADAS DE TELEMÁTICA

ALD PROFLEET2 SOLUÇÕES AVANÇADAS DE TELEMÁTICA ALD PROFLEET2 SOLUÇÕES AVANÇADAS DE TELEMÁTICA O que é o ALD ProFleet2? É um serviço de dados que utiliza um sistema telemático avançado de gestão de frotas e que lhe permite administrar, localizar em

Leia mais

Tecnologia Aplicada à Logística

Tecnologia Aplicada à Logística Tecnologia Aplicada à Logística Movimentação e TI Alunos: Keriton Leandro Fernando TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NA LOGÍSTICA Definição de Informação na Logística É um elemento de grande importância nas operações

Leia mais

DEFINIÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS E DOS DESAFIOS DO TRANSPORTE URBANO DE CARGA.

DEFINIÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS E DOS DESAFIOS DO TRANSPORTE URBANO DE CARGA. DEFINIÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS E DOS DESAFIOS DO TRANSPORTE URBANO DE CARGA. Caro participante, Agradecemos a sua presença no III Megacity Logistics Workshop. Você é parte importante para o aprimoramento

Leia mais

Armazenamento e TI: sistema de controle e operação

Armazenamento e TI: sistema de controle e operação Armazenamento e TI: sistema de controle e operação Pós-Graduação Latu-Sensu em Gestão Integrada da Logística Disciplina: TI aplicado à Logística Professor: Mauricio Pimentel Alunos: RA Guilherme Fargnolli

Leia mais

ÍNDICE. Apresentação do produto Impacto no negócios Telas do sistemamódulos do sistema Mobilize Stock Mobilize Store A Handcom Contato

ÍNDICE. Apresentação do produto Impacto no negócios Telas do sistemamódulos do sistema Mobilize Stock Mobilize Store A Handcom Contato ÍNDICE Apresentação do produto Impacto no negócios Telas do sistemamódulos do sistema Mobilize Stock Mobilize Store A Handcom Contato Apresentação do produto O Mobilize é uma solução mobile modular para

Leia mais

A TECNOLOGIA NA MINIMIZAÇÃO DE CUSTOS ADICIONADOS AO TRANSPORTE PELA NOVA CARGA HORÁRIA DE TRABALHO DOS MOTORISTAS

A TECNOLOGIA NA MINIMIZAÇÃO DE CUSTOS ADICIONADOS AO TRANSPORTE PELA NOVA CARGA HORÁRIA DE TRABALHO DOS MOTORISTAS A TECNOLOGIA NA MINIMIZAÇÃO DE CUSTOS ADICIONADOS AO TRANSPORTE PELA NOVA CARGA HORÁRIA DE TRABALHO DOS MOTORISTAS Wagner Fonseca NETZ Engenharia Automotiva Fundada em 1.996 por profissionais oriundos

Leia mais

Ir mais longe até onde for o futuro!

Ir mais longe até onde for o futuro! Ir mais longe até onde for o futuro! DOSSIER DE IMPRENSA 2010 Luís Simões A Luís Simões (LS) é composta por 10 empresas juridicamente autónomas e agrupadas em 3 unidades de negócio: transporte, logística

Leia mais

Objectivos de aprendizagem

Objectivos de aprendizagem 2 Objectivos de aprendizagem ƒ Dar exemplos de como a Internet e outras tecnologias da informação apoiam os processos de negócio nas seguintes funções empresariais: ƒ contabilidade; ƒ gestão financeira;

Leia mais

PHC Logística CS. A gestão total da logística de armazém

PHC Logística CS. A gestão total da logística de armazém PHC Logística CS A gestão total da logística de armazém A solução para diminuir os custos de armazém, melhorar o aprovisionamento, racionalizar o espaço físico e automatizar o processo de expedição. BUSINESS

Leia mais

Distribuição Física. A distribuição física de produtos é realizada com a participação de alguns componentes, físicos ou informacionais, a saber:

Distribuição Física. A distribuição física de produtos é realizada com a participação de alguns componentes, físicos ou informacionais, a saber: Distribuição Física Objetivo da aula: Apresentar e discutir o conceito e os componentes do sistema de distribuição física, dentro do processo logístico. O objetivo geral da distribuição física, como meta

Leia mais

TURBLOG - Workshop Final 20 e 21/09/2011

TURBLOG - Workshop Final 20 e 21/09/2011 TURBLOG - Workshop Final 20 e 21/09/2011 Monday, September 19, 2011 Integramos a maior plataforma de produção e comercialização de cervejas do mundo: a Anheuser-Busch InBev (AB InBev). Individualmente:

Leia mais

B2C. Pedro Sousa. Pedro Sousa

B2C. Pedro Sousa. Pedro Sousa B2C Posicionamento dos Sistemas B2C Primary Activities Inbound Logistics Operations Outbound Logistics Marketing & Sales Services Support Activities Procurement Human Resource Management Infrastructure

Leia mais

Logística Integrada. Esse termo refere-se ao papel da Logística como elemento de ligação entre todos os processos, desde o Fornecedor até o Cliente.

Logística Integrada. Esse termo refere-se ao papel da Logística como elemento de ligação entre todos os processos, desde o Fornecedor até o Cliente. Logística Integrada Esse termo refere-se ao papel da Logística como elemento de ligação entre todos os processos, desde o Fornecedor até o Cliente. Ballou (1993) Fonte: BALLOU, R. H. Logística Empresarial.

Leia mais

O Sistema Way foi além, idealizou uma forma não só de garantir a qualidade do produto final, como deotimizar a logística de transporte e entrega.

O Sistema Way foi além, idealizou uma forma não só de garantir a qualidade do produto final, como deotimizar a logística de transporte e entrega. A Way Data Solution se especializou em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) para criar um sistema inovador de logística e monitoramento de temperatura/ umidade, através do qual empresas poderão

Leia mais

O último capítulo desta dissertação visa tecer conclusões a respeito do trabalho e sugerir algumas recomendações para estudos futuros.

O último capítulo desta dissertação visa tecer conclusões a respeito do trabalho e sugerir algumas recomendações para estudos futuros. 7 Conclusão O último capítulo desta dissertação visa tecer conclusões a respeito do trabalho e sugerir algumas recomendações para estudos futuros. A presente dissertação, conforme exposto no Capítulo 1,

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE FROTAS E LOGÍSTICA

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE FROTAS E LOGÍSTICA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE FROTAS E LOGÍSTICA Índice Duração Total... 3 Destinatários... 3 Perfil de saída... 3 Pré-Requisitos... 3 Objetivo Geral... 3 Objetivos Específicos... 3 Estrutura modular

Leia mais

CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO

CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Instituto de Engenharia de Produção e Gestão www.rslima.unifei.edu.br rslima@unifei.edu.br Conceituacão Sistema de Distribuição um para um

Leia mais

Solução de gestão de frota automóvel

Solução de gestão de frota automóvel Solução de gestão de frota automóvel Gisgeo Information Systems www.gisgeo.pt UPTEC Parque de Ciência e Tecnologia R. Actor Ferreira da Silva, 100 gisgeo@gisgeo.pt 4200-298 Porto +351 220301572 Portugal

Leia mais

TPM. José Pedro A. R. Silva

TPM. José Pedro A. R. Silva CICLOS DE FORMAÇÃO EMPRESARIAL Metodologias Avançadas para a Indústria e Serviços TPM José Pedro A. R. Silva 1 CICLOS DE FORMAÇÃO EMPRESARIAL Ciclo de formação e treino em Lean TPM Ciclo de formação e

Leia mais

Workshop Normas GS1 nos Transportes e Logística:

Workshop Normas GS1 nos Transportes e Logística: Workshop Normas GS1 nos Transportes e Logística: Optimize as suas Operações Movimente Eficiência Lisboa, 29 Novembro 2012 Automotive Consumer Energy & Chemicals Retail Technology Life Sciences & Healthcare

Leia mais

Universidade São Judas Tadeu

Universidade São Judas Tadeu Universidade São Judas Tadeu Anna Karoline Diniz Fortaleza Camila Moura Favaro Fernando dos Anjos Reinaldo Francisco Carvalho Tiago Souza Tecnologia da Informação no Transporte São Paulo 2013 1 Tecnologia

Leia mais

H2MK Logística Aeroportuária de Campinas LTDA.

H2MK Logística Aeroportuária de Campinas LTDA. Motivações Intermodalidade Integração Regional, Nacional e Internacional Aeroporto de Viracopos 154 mil ton/ano - 16,5% carga aérea brasileira [2009] - cada 3 ton importada/exportada pelo Brasil, 1 ton

Leia mais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. Conceitos avançados da Logística com foco na TI 20/08/2011. O Efeito Chicote - (Bullwhip effect)

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. Conceitos avançados da Logística com foco na TI 20/08/2011. O Efeito Chicote - (Bullwhip effect) Núcleo de Pós Graduação Pitágoras MBA Logística empresarial e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos Conceitos avançados da Logística com foco na TI Disciplina: Tecnologia da Informação (TI) Aplicada à

Leia mais

O SECTOR A SOLUÇÃO Y.make Num mundo cada vez mais exigente, cada vez mais rápido e cada vez mais competitivo, o papel dos sistemas de informação deixa de ser de obrigação para passar a ser de prioridade.

Leia mais

Redes de Comunicações Case Study - Integração de Voz, Dados, Segurança e SVA s

Redes de Comunicações Case Study - Integração de Voz, Dados, Segurança e SVA s Redes de Comunicações Case Study - Integração de Voz, Dados, Segurança e SVA s IDC Banca & Seguros Lisboa, 06.Maio.2008 Nuno Miguel Nunes nuno.nunes@oni.pt Os Desafios Pressão da concorrência cada vez

Leia mais

PLANO DE SINALIZAÇÃO TEMPORÁRIA

PLANO DE SINALIZAÇÃO TEMPORÁRIA PST. PLANO DE SINALIZAÇÃO TEMPORÁRIA (Descrição da Obra) Empreitada: descrição da empreitada Dono da Obra: identificação do dono da obra Edição / Revisão / Código: PST. Entidade Executante/Construtor:

Leia mais

Vale a pena investir na Logística em tempos de Crise?

Vale a pena investir na Logística em tempos de Crise? Vale a pena investir na Logística em tempos de Crise? APLOG 12-Março-2009 2009 Objectivos da apresentação Apresentar algumas formas de contornar a actual crise com base na criação de valor recorrendo à

Leia mais

Soluções de software para os processos de intralogística

Soluções de software para os processos de intralogística Software Solution Soluções de software para os processos de intralogística Desde soluções simples e flexíveis até à complexa gestão de stocks: JMIF, Kardex Drive, Power Pick Global Software Solution Warehouse

Leia mais

INDICADORES GERENCIAIS PRÓ-ATIVOS DE SEGURANÇA E SAÚDE. DISPOSITIVOS DE CONTROLE DE UTILIZAÇÃO NOS VEÍCULOS DO GRUPO CEEE.

INDICADORES GERENCIAIS PRÓ-ATIVOS DE SEGURANÇA E SAÚDE. DISPOSITIVOS DE CONTROLE DE UTILIZAÇÃO NOS VEÍCULOS DO GRUPO CEEE. INDICADORES GERENCIAIS PRÓ-ATIVOS DE SEGURANÇA E SAÚDE. DISPOSITIVOS DE CONTROLE DE UTILIZAÇÃO NOS VEÍCULOS DO GRUPO CEEE. Autores João Carlos Lindau Roberto de Azevedo Ferreira GRUPO CEEE RESUMO Cada

Leia mais

Gestão do armazém: organização do espaço, artigos, documentos

Gestão do armazém: organização do espaço, artigos, documentos 1 1 2 A gestão do armazém está directamente relacionada com o processo de transferência de produtos para os clientes finais, e têm em conta aspectos como a mão-de-obra, o espaço, as condições do armazém

Leia mais

Portátil de dimensões adequadas ao trabalho diário; Software de planeamento de serviços de transporte;

Portátil de dimensões adequadas ao trabalho diário; Software de planeamento de serviços de transporte; A Linha Starter foi especialmente concebida para ir ao encontro das necessidades básicas de informatização da micro-empresas de transporte rodoviário de mercadorias, capaz de fornecer ao empresário dos

Leia mais

Excelência. Recursos. Faturamento/Financeiro Faturamento Contas a Receber Contas a Pagar Fiscal Contábil

Excelência. Recursos. Faturamento/Financeiro Faturamento Contas a Receber Contas a Pagar Fiscal Contábil Competência Sistemas para Transportadoras e Soluções Você e sua Empresa em perfeita sintonia Excelência Recursos Tms EXPERIÊNCIA O sistema é composto por módulos que controlam e integram os processos operacionais

Leia mais

Focaliza o aspecto econômico e de formação de preços dos serviços de transporte.

Focaliza o aspecto econômico e de formação de preços dos serviços de transporte. GERENCIAMENTO DO TRANSPORTE Focaliza o aspecto econômico e de formação de preços dos serviços de transporte. Trade-off CUSTO x NÍVEL DE SERVIÇO FORMAÇÃO DO PREÇO FINAL Para elaboração de uma estratégia

Leia mais

GUIÃO PARA O DIAGNÓSTICO DE UMA UNIDADE INDUSTRIAL REAL

GUIÃO PARA O DIAGNÓSTICO DE UMA UNIDADE INDUSTRIAL REAL UNIVERSIDADE DO MINHO DEPARTAMENTO DE PRODUÇÃO E SISTEMAS GUIÃO PARA O DIAGNÓSTICO DE UMA UNIDADE INDUSTRIAL REAL ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA PRODUÇÃO LOGÍSTICA AUTOMAÇÃO E ROBÓTICA Sílvio Carmo Silva (Prof.

Leia mais

7 e 8 de Abril de 2010

7 e 8 de Abril de 2010 Edição 2010 O Ponto de Encontro Anual dos Profissionais do Sector 7 e 8 de Abril de 2010 Centro de Congressos do Estoril www.ife.pt Os resultados falam por si, o seu cliente visita o logitrans! OS DECISORES

Leia mais

PHC Logística BENEFÍCIOS. _Redução de custos operacionais. _Inventariação mais correcta

PHC Logística BENEFÍCIOS. _Redução de custos operacionais. _Inventariação mais correcta PHCLogística DESCRITIVO O módulo PHC Logística permite fazer o tracking total de uma mercadoria: desde a sua recepção, passando pelo seu armazenamento, até à expedição. PHC Logística A solução para diminuir

Leia mais

Trucks 4 Terminals: A LEANER OPERATION. Copyright: LS - Luís Simões Dalila Tavares Junho 2015

Trucks 4 Terminals: A LEANER OPERATION. Copyright: LS - Luís Simões Dalila Tavares Junho 2015 Trucks 4 Terminals: A LEANER OPERATION Copyright: LS - Luís Simões Dalila Tavares Junho 2015 Quem somos? Perfil Empresa Grupo familiar fundado em 1948 Capital 100% propriedade da família Luís Simões Capital

Leia mais

CURSO GESTÃO DA MOBILIDADE E DESLOCAÇÕES

CURSO GESTÃO DA MOBILIDADE E DESLOCAÇÕES CURSO GESTÃO DA MOBILIDADE E DESLOCAÇÕES NAS EMPRESAS PLANEAR PARA A REDUÇÃO DE CUSTOS E OPTIMIZAÇÃO DE SOLUÇÕES 19 e 20 Fevereiro 2013 Auditório dos CTT- Correios de Portugal Lisboa Horário Laboral: 09h30

Leia mais

Sistemas de Armazenagem de

Sistemas de Armazenagem de Sistemas de Armazenagem de Materiais Características e conceitos para utilização de Sistemas de armazenagem de materiais Objetivos Destacar a importância do lay-out out, dos equipamentos de armazenagem

Leia mais

Rede. Rede. Informação. Infraestrutura. Gerenciamento. Controle. Visão. Ação. Confiabilidade. Informação. Expertise. Rede. Visão. Rede.

Rede. Rede. Informação. Infraestrutura. Gerenciamento. Controle. Visão. Ação. Confiabilidade. Informação. Expertise. Rede. Visão. Rede. Gerenciamento Expertise Expertise Expertise Expertise A OpServices é uma empresa focada no desenvolvimento de soluções de governança de TI, monitoração de processos de negócios e de infraestrutura de TI.

Leia mais

Sistemas de abastecimento de pedidos

Sistemas de abastecimento de pedidos Sistemas de abastecimento de pedidos Sistemas de abastecimento de pedidos Intelligrated Densidade de separação A Intelligrated usa suas décadas de experiência e centenas de instalações para oferecer as

Leia mais

Logistica e Distribuição. Manuseio de Materiais. Mas quais são as atividades da Logística? Ballou, 1993

Logistica e Distribuição. Manuseio de Materiais. Mas quais são as atividades da Logística? Ballou, 1993 Mas quais são as atividades da Logística? Ballou, 1993 Logística e Distribuição Manuseio de Materiais / Gestão de Informações Primárias Apoio 1 2 Manuseio de Materiais Refere-se aos deslocamentos de materiais

Leia mais

System Center Essentials permite à Cintra gerir a sua infra-estrutura de TI com um mínimo de custos e de recursos

System Center Essentials permite à Cintra gerir a sua infra-estrutura de TI com um mínimo de custos e de recursos Microsoft System Center Essentials 2007 Caso de Sucesso Cintra System Center Essentials permite à Cintra gerir a sua infra-estrutura de TI com um mínimo de custos e de recursos Sumário País Portugal Sector

Leia mais

SGI. Serviço de Gestão de Impressão BOA GESTÃO PARA MELHOR IMPRESSÃO

SGI. Serviço de Gestão de Impressão BOA GESTÃO PARA MELHOR IMPRESSÃO SGI Serviço de Gestão de Impressão BOA GESTÃO PARA MELHOR IMPRESSÃO CONHECE OS CUSTOS DE IMPRESSÃO DA SUA ORGANIZAÇÃO? O actual contexto mundial torna central a necessidade de reequacionar gastos a todos

Leia mais

GESTÃO DE EMPRESAS DE CONTABILIDADE

GESTÃO DE EMPRESAS DE CONTABILIDADE GESTÃO DE EMPRESAS DE CONTABILIDADE AUTOMATIZAÇÃO DE PROCESSOS GESTÃO DE EMPRESAS DE CONTABILIDADE Pensada especificamente para as Empresas de Contabilidade, esta solução ARTSOFT permite-lhe o controlo

Leia mais

ÂMBITO DA APLICAÇÃO DOS LOCALIZADOR

ÂMBITO DA APLICAÇÃO DOS LOCALIZADOR ÂMBITO DA APLICAÇÃO DOS LOCALIZADORES GPS BÁSICO E PORTÁTIL DA MERTEL , empresa Angolana de engenharia e prestação de serviços cujo objeto social abrange o rastreamento de veículos e gestão de frotas através

Leia mais

We make I.T. simple FÁCIL E RÁPIDO. O Sistema Logitools foi estudado para reduzir o cansaço de utilização através de uma utilização mais ergonómica.

We make I.T. simple FÁCIL E RÁPIDO. O Sistema Logitools foi estudado para reduzir o cansaço de utilização através de uma utilização mais ergonómica. We make I.T. simple + = FÁCIL E RÁPIDO SIMPLES E INTUITÍVO Com o aparecimento recente de equipamentos híbridos, que usam tanto o rato/teclado, como uma interface táctil. A Logitools desenha o primeiro

Leia mais

REFER GESTOR DA INFRAESTRUTURA FERROVIÁRIA PORTUGUESA

REFER GESTOR DA INFRAESTRUTURA FERROVIÁRIA PORTUGUESA REFER GESTOR DA INFRAESTRUTURA FERROVIÁRIA PORTUGUESA 20120717 REFER GESTOR DA INFRAESTRUTURA FERROVIÁRIA PORTUGUESA 1. Refer: Gestor da Infraestrutura Ferroviária 2. Caracterização da Actividade de Manutenção

Leia mais

COMO A TECNOLOGIA PODE AJUDAR UM ATACADISTA DISTRIBUIDOR A REDUZIR CUSTOS

COMO A TECNOLOGIA PODE AJUDAR UM ATACADISTA DISTRIBUIDOR A REDUZIR CUSTOS COMO A TECNOLOGIA PODE AJUDAR UM ATACADISTA DISTRIBUIDOR A REDUZIR CUSTOS 1 ÍNDICE 1. Introdução... 2. Por que preciso investir em tecnologia?... 3. Cinco passos para usar a tecnologia a meu favor... 4.

Leia mais

AUTOMAÇÃO LOGÍSTICA AULA 05 FILIPE S. MARTINS

AUTOMAÇÃO LOGÍSTICA AULA 05 FILIPE S. MARTINS AUTOMAÇÃO LOGÍSTICA AULA 05 FILIPE S. MARTINS AUTOMAÇÃO LOGÍSTICA ROTEIRO TMS GESTÃO DE TRANSPORTES PRA QUE SERVE? NÍVEIS DE DECISÃO QUAL A UTILIDADE? BENEFÍCIOS MODELOS EXERCÍCIO GESTÃO DE TRANSPORTE

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE PICKING NA ARMAZENAGEM

ESTRATÉGIAS DE PICKING NA ARMAZENAGEM ESTRATÉGIAS DE PICKING NA ARMAZENAGEM O QUE É A ATIVIDADE DE PICKING E QUAL SUA IMPORTÂNCIA? Por Alex Medeiros, 1999 Para entendermos a atividade de picking (separação e preparação de pedidos) é importante

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

Relatório de Sustentabilidade

Relatório de Sustentabilidade Relatório de Sustentabilidade Política de sustentabilidade da Rodorei Transportes Política de sustentabilidade da Rodorei Transportes A Rodorei Transportes adota, há dez anos, uma política agressiva de

Leia mais

S E M P R E E M C O N T R O L O. A Solução Inteligente de Recuperação de Veículos e Gestão de Frotas 84 900 0000 100% CONFIANÇA

S E M P R E E M C O N T R O L O. A Solução Inteligente de Recuperação de Veículos e Gestão de Frotas 84 900 0000 100% CONFIANÇA S E M P R E E M C O N T R O L O A Solução Inteligente de Recuperação de Veículos e Gestão de Frotas 84 900 0000 100% CONFIANÇA INTRODUÇÃO A segurança é, nos dias de hoje, um valor essencial a preservar.

Leia mais

O controlo sobre os custos e utilizadores da frota

O controlo sobre os custos e utilizadores da frota PHC Frota CS O controlo sobre os custos e utilizadores da frota A solução para o controlo total sobre os custos e utilizadores da frota, a sua manutenção e o seu estado. BUSINESS AT SPEED Visite www.phc.pt

Leia mais

Elevador para Cabinas Elevador para Cabinas / Montacarga Elevador para Paletes Elevador Contínuo / Elevador para Pequenos Volumes

Elevador para Cabinas Elevador para Cabinas / Montacarga Elevador para Paletes Elevador Contínuo / Elevador para Pequenos Volumes Forma Construtiva dos Transelevadores Modo de Funcionamento dos Transelevadores Sistemas de Transferência Transelevadores para Armazém Autoportante Transelevadores para Armazém Autoportante Climatizado

Leia mais

Internet of Things. utilizá-la em diversos tipos de negócios.

Internet of Things. utilizá-la em diversos tipos de negócios. Internet of Things 10 formas de utilizá-la em diversos tipos de negócios. INTRODUÇÃO As interfaces Machine to Machine (M2M) estão facilitando cada vez mais a comunicação entre objetos conectados. E essa

Leia mais

Anexo IV Conhecimento específico Responsável Técnico. Estrutura Curricular do Curso para Responsável Técnico 125h/a

Anexo IV Conhecimento específico Responsável Técnico. Estrutura Curricular do Curso para Responsável Técnico 125h/a Anexo IV Conhecimento específico Responsável Técnico. Estrutura Curricular do Curso para Responsável Técnico 125h/a Módulo I Conhecimentos Básicos do Setor de Transporte de Cargas O Transporte Rodoviário

Leia mais

O GRUPO AITEC. Breve Apresentação

O GRUPO AITEC. Breve Apresentação O GRUPO AITEC Breve Apresentação Missão Antecipar tendências, identificando, criando e desenvolvendo empresas e ofertas criadoras de valor no mercado mundial das Tecnologias de Informação e Comunicação

Leia mais

SQS Portugal Portfólio de Serviços de Segurança. SQS Software Quality Systems

SQS Portugal Portfólio de Serviços de Segurança. SQS Software Quality Systems SQS Portugal Portfólio de Serviços de Segurança SQS Software Quality Systems SQS Portugal Apresentação A SQS Portugal - Software Quality Systems, é uma empresa especializada em ajudar os seus clientes

Leia mais

A Gisgeo. Web SIG Sistemas de Informação Geográfica via web. Geo Marketing e Geo Turismo. Localização de pessoas. Gestão de frota automóvel

A Gisgeo. Web SIG Sistemas de Informação Geográfica via web. Geo Marketing e Geo Turismo. Localização de pessoas. Gestão de frota automóvel A Gisgeo Web SIG Sistemas de Informação Geográfica via web Geo Marketing e Geo Turismo Localização de pessoas Gestão de frota automóvel App de localização para smartphones Sistemas de navegação GPS A Gisgeo

Leia mais

O Grupo Medlog. 35 Anos de experiência e inovação em exclusivo na Logística da Saúde

O Grupo Medlog. 35 Anos de experiência e inovação em exclusivo na Logística da Saúde O Grupo Medlog 35 Anos de experiência e inovação em exclusivo na Logística da Saúde Plataformas Logísticas Gondomar 11.000 m2 Macedo Cavaleiros 1.040 m2 Aveiro 1.000 m2 Guarda 910 m2 Alcochete 4.000 m2

Leia mais

OS SISTEMAS DE INFORMATICA EMBARCADA COMO APOIO À GESTÃO DO SISTEMA RODOVIÁRIO E À ASSISTÊNCIA AOS UTENTES NA ESTRADA

OS SISTEMAS DE INFORMATICA EMBARCADA COMO APOIO À GESTÃO DO SISTEMA RODOVIÁRIO E À ASSISTÊNCIA AOS UTENTES NA ESTRADA OS SISTEMAS DE INFORMATICA EMBARCADA COMO APOIO À GESTÃO DO SISTEMA RODOVIÁRIO E À ASSISTÊNCIA AOS UTENTES NA ESTRADA DOLORES TORRES GESTORA DE PRODUTO TECMIC, SA. RESUMO Existem em Portugal várias soluções

Leia mais

POTENCIAMOS O SEU NEGÓCIO. O NOSSO DESAFIO É O SEU SUCESSO.

POTENCIAMOS O SEU NEGÓCIO. O NOSSO DESAFIO É O SEU SUCESSO. POTENCIAMOS O SEU NEGÓCIO. O NOSSO DESAFIO É O SEU SUCESSO. INFORMAÇÃO E GESTÃO EM TEMPO REAL +NEGÓCIO+CLIENTES =MAIOR RETORNO FINANCEIRO 2 3 Estamos na vanguarda da tecnologia há mais de 17 anos. Queremos

Leia mais

Integração ERP/WMS e vantagens com a adoção de software livre

Integração ERP/WMS e vantagens com a adoção de software livre Integração ERP/WMS e vantagens com a adoção de software livre Filipi Damasceno Vianna (PUCRS) filipi@em.pucrs.br Resumo Este trabalho visa mostrar a importância da integração entre sistemas de ERP 1 e

Leia mais

Webinar TMS. 13 de Março de 2014. Pedro Gordo Supply Chain Business Development. Nelson Marques. TMS Consultant

Webinar TMS. 13 de Março de 2014. Pedro Gordo Supply Chain Business Development. Nelson Marques. TMS Consultant Webinar TMS 13 de Março de 2014 Pedro Gordo Supply Chain Business Development Nelson Marques TMS Consultant 2 Generix Group em resumo Produtor de software para o universo do comércio > Distribuidores e

Leia mais