Vinho&Cia. Vinhos de. R$15 a 100. Lançamentos do ano que valem cada centavo do seu dinheiro. ConVisão. Ano 6 - Número 55 - R$ 8,00

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Vinho&Cia. Vinhos de. R$15 a 100. Lançamentos do ano que valem cada centavo do seu dinheiro. ConVisão. Ano 6 - Número 55 - R$ 8,00"

Transcrição

1 Vinho&Cia Ano 6 - Número 55 - R$ 8,00 ConVisão Vinhos de R$15 a 100 Lançamentos do ano que valem cada centavo do seu dinheiro

2 Aperitivo Pra que serve uma nota para um vinho? Vinho&Cia Ano 6 - Número 55 Editor Regis Gehlen Oliveira Você vai a uma loja ou importadora com a intenção de comprar um bom vinho. Antes tem a ideia de se informar sobre os melhores rótulos; abre jornais, revistas e guias especializados e vê uma nota para um vinho. Está escrito, por exemplo, 85 pontos num total de 100, ou 15 num total de 20, que são as escalas mais comuns. Aí você sabe que um vinho de um mítico chateau de Bordeaux recebeu em uma safra espetacular os 100 ou 20 pontos. E daí? Que resultado prático tem isso? Hoje não é nenhuma data especial e você quer gastar até 50 reais numa garrafa. Na semana seguinte, que será seu aniversário, você pretende investir mais e se dar um presente mais caro, bebendo um vinho em torno de 300 reais. Você decide então fazer uma lista de rótulos que lhe chamaram a atenção e anotar a pontuação e o preço dentro da sua faixa para gastar. Seleciona então os melhores pontuados nas faixas até 50 e em torno de 300 reais, para hoje e para o aniversário. Uma trabalheira, né? Não tem jeito mais fácil? Sim! Vinho&Cia faz isso para você! Como sabemos que a escolha de um vinho está diretamente ligada a dois fatores (o preço e a qualidade) nossa equipe prova um vinho sabendo do preço e recomenda a sua compra se acha que a qualidade vale o preço. A esses vinhos recomendados damos uma medalha de ouro. Simplifica a sua vida, não? Assim, para ajudar, nesta edição apresentamos 18 rótulos que valem cada centavo do seu dinheiro, entre 57 que provamos considerando lançamentos até 100 reais no mercado do país neste ano. É bom acompanhar e anotar na sua listinha de compras. Falta apenas pensar depois na harmonização com as comidas, mas isso é para outro capítulo... Por enquanto vamos ler também nas próximas páginas desta edição o que a maior equipe especializada em vinhos no país traz de informações para nós. Tim-tim! E sem trabalheira... Regis Gehlen Oliveira, editor Publicação ConVisão Al. Araguaia, 933, 8o. and. Alphaville , Barueri, SP Colaboradores Adão Morellatto / Adriana Bonilha Álvaro C. Galvão / Andréa Pio Beto Acherboim / Carlos Arruda Cesar Adames / Custódio Denise Cavalcante / Didú Russo Norio Ito / Euclides Penedo Borges Fernando Quartim / Jairo Monson João Lombardo / Maria Amélia Sérgio Inglez / Walter Tommasi Assinaturas e Propaganda Nas páginas desta edição (11) Vinho & Cia é uma publicação da ConVisão relativa ao segmento de vinhos e suas companhias naturais, como gastronomia, restaurantes, prazer, conhecimento, viagens e outras. Circula principalmente em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, nos principais restaurantes e lojas especializadas. Pode ser adquirido por assinaturas ou em bancas selecionadas. Os artigos e comentários assinados não refletem necessariamente a opinião da editoria. 4- Acontece No mundo do vinho 6- Vinho Tinta (Custódio) 8- Vinho&Saúde (Jairo Monson) 9- Lançamentos até 100 reais que vale cada centavo (Provamos antes para você beber melhor!) 14- Todo Vinho (Sérgio Inglez de Souza) 15- América do Sul (Euclides Penedo Borges) 16- Velho Mundo (Walter Tommasi) 17- Novo Mundo (Beto Acherboim) 18- Vinho na Academia (Carlos Arruda) 19- Que negócio é esse? (Álvaro Cézar Galvão) 20- Mercado do Vinho (Adão Morellatto) 22- Vinho é arte (Maria Amélia) 24- Reportando (Denise Cavalcante) 25- Uai! (Andréa Pio) 26- De Santa Catarina (João Lombardo) 28- Charutos & Destilados (Cesar Adames) 30- Comportamento (Didú Russo) A menção de qualquer nome neste veículo não significa relação trabalhista ou vínculo contratual remunerado. Associado à Vinho&Cia - No. 55

3 Vinho & Cia - No. 55

4 Acontece No mundo do vinho Menu de luxo com champagne A luxuosa Maison Perrier- Jouët, dona de tradição de quase 200 anos de história na França, celebra a chegada da temporada das flores com o lançamento do sofisticado champagne Perrier- Jouët Belle Epoque Rosé. A champagne tem personalidade forte, e apresenta a cor salmão brilhante com fitas de bolhas muito pequenas. Vem na garrafa original da Maison, em cor transparente para valorizar a tonalidade da bebida, decorada com anêmonas e rosas, símbolo da casa Perrier Jouët, da cidade de Epernay, na França. A Maison fez uma parceria com o designer francês Noé Duchaufour-Lawrance para criar uma tasting table exclusiva: a Perrier-Jouët Flower Table. Apresentada pela primeira vez em Milão, para celebrar o início da primavera Europeia, a Perrier-Jouët Flower Table ecoa de forma elegante e moderna o formato das famosas anêmonas, ícone da Maison. O interior da mesa se abre para revelar um sinuoso champagne bowl, um convite para os convidados se reunirem ao seu redor e apreciar profundamente essa experiência artística e sofisticada de degustação de champagne. Como uma verdadeira obra de arte, a produção da tasting table foi limitada. Foram feitas apenas 25 peças em todo o mundo. O Brasil recebeu um exemplar que irá proporcionar uma experiência única de degustação de champagne no restaurante Maní, em conjunto com o Menu Primavera Perrier-Jouët preparado pelo restaurante, para duas pessoas, harmonizado com Perrier-Jouët Blason Rosé (a R$780 o menu com a bebida) ou Perrier-Jouët Belle Epoque Rosé 2002 (a R$ 2.710). Fica somente até o final da primavera (21 de dezembro). Restaurante Maní R Joaquim Antunes, 210, (11) , Jardins, São Paulo. Adegas estampadas A Art des Caves lançou uma linha de adegas assinada pela arquiteta Bya Barros com base no conhecido modelo Sophistiqué. São quatro opções de estampas para 40 e 70 garrafas. Apresenta termostato em painel com cristal líquido retro-iluminado. Com simples toques é possível realizar ajuste preciso para os variados tipos de vinho. O preço da Sophistiqué 70 by Bia Barros é R$ (11) Medalhas para altitude Vinhos de altitude de Santa Catarina levaram 14 das 50 medalhas concedidas a vinhos brasileiros no 7º Concurso Nacional de Vinhos Finos e Destilados - Concurso Mundial de Bruxelas edição Brasil Os vinhos catarinenses premiados foram escolhidos entre 186 amostras inscritas. Foram quatro medalhas de Prata, sete de Ouro e três Gran Ouro. As vinícolas contempladas foram Kranz, Panceri, Pericó, Quinta da Neve, Quinta Santa Maria, Sanjo, Santo Emílio e Suzin. Segundo o presidente da Acavitis (Associação Catarinense dos Vinhos Finos de Altitude), Eduardo Bassetti, os produtores da região têm apenas cerca de 50 rótulos de vinhos no mercado e praticamente 30% deles ganharam medalhas nesse concurso. Vinho & Pizza é na Prestíssimo! Wine Bar - Carta com 200 rótulos - Taças especiais Cotação no Guia Onde Beber do Vinho&Cia Al. Joaquim Eugênio de Lima, 1135, (11) , Jardins, São Paulo Vinho&Cia - No. 55

5 Acontece Châteaux em São Paulo A convite da importadora Mistral, produtores de Bordeaux estiveram em setembro em São Paulo para mostrar seus produtos em um evento no Hotel Grand Hyatt e um jantar no seu restaurante Eau. Para degustação estavam vinhos de 9 châteaux, de Saint Estèphe, Saint Julien, Margaux e Pauillac. Entre os proprietários dos châteaux estavam Jean Charles Cazes, do Château Les Ormes de Pez e do Château Lynch Bages; Yann Schÿler, do Château Kirwan; Patrick Maroteaux, do Château Branaire-Ducru; e Lilian Barton Sartius, do Château Léoville-Barton. A lista de vinhos para prova contou com Château Phelan-Segur 2005, Château Cos d Estournel 2001, Château Lagrange 2005, Château Léoville- Barton 2006, Château Kirwan 2006 e Château Lynch Bages 2005, entre outros. Mistral: (11) APRECIE COM MODERAÇÃO Três Medalhas para um terroir NO 7 O CONCURSO NACIONAL DE VINHOS FINOS BRASIL (CONCOURS MONDIAL DE BRUXELLES) OS 3 VINHOS INSCRITOS PELA SUZIN GANHARAM MEDALHAS. É UMA CONQUISTA ÚNICA DO ÁRDUO TRABALHO DA SUZIN NO TERROIR ÚNICO DE ALTITUDE DE SANTA CATARINA. Vinhos uruguaios no Brasil Direto de Mendoza No hotel Renaissance em São Paulo, a Wines of Uruguay promoveu a sua degustação anual de vinhos. Com a presença de vários produtores, a degustação comprovou a qualidade em ascensão dos produtos uruguaios, e não somente dos elaborados com a uva Tannat, a emblemática do país. Exemplares de Sauvignon Blanc e de cortes bem trabalhados pelos enólogos mostram que vale a pena experimentar os rótulos dos nossos vizinhos. Na ocasião também foi lançado no Brasil um interessante kit de vinhos Tannat, numa caixa com rótulos de variados produtores. Para proporcionar um passeio gustativo pela diversidade de vinhos do país, indicamos a seguir um rótulo de cada produtor. Alto de la Ballena Reserva Cabernet Franc 07 Ariano Don Adelio Tannat Reserve 05 Bouza Monte Vide Eu 07 Carrau Amat Tannat 05 Castillo Viejo Catamayor Grand Tannat 06 De Lucca Syrah Reserva 09 Familia Deicas Preludio 04 Gimenez Mendez Identity 08 H Stagnari Tannat Viejo 07 Marichal Grand Reserve Tannat A 05 Pisano Rio de los Pájaros Torrontés 10 Pizzorno Espumoso Natural Brut Natur Varela Zarranz Tannat Crianza 07 Traversa Noble Alianza 08 A consulesa da Argentina em São Paulo, Teresita Gonzales Diaz, recebeu em coquetel na sua residência o governador de Mendoza, Celso Jaque, e o secretário de Turismo de Mendoza, Luís Bohn. Na pauta esteve o lançamento da temporada local e o bureau de convenções, além dos novos voos para a região. Na Zona Norte Ganha destaque na Zona Norte de São Paulo o bonito e amplo restaurante Fulana, comandado pelos chefs Arturo Frank e Paulo Renato. A adega conta com 160 rótulos. Para o palco de shows trouxe em setembro o grande bailarino flamenco Maya. (11) SUZIN: (49) Vinho & Cia - No. 55 5

6 Vinho Tinta S.O.S... 6 Vinho&Cia - No. 55

7 Vinho & Cia - No. 55

8 Vinho & Saúde É verdade que... Vinho ataca o fígado? Sim. Nos dois sentidos: o de agredir (como fazem os trombadinhas) e o de defender (como fazem os grandes goleiros, como foi Manquita o fenômeno). O vinho é uma bebida complexa, de efeitos intrigantes, muitas vezes paradoxais, como acontece no fígado a maior glândula do corpo humano. O vinho, em doses altas, devido ao álcool, agride o fígado, podendo causar esteatose, hepatite, cirrose e câncer (hepatoma); mas em doses baixas, o protege e o regenera, pela ação sinérgica do álcool com o resveratrol. O fígado é um órgão único e vital, como o coração. Não existe vida quando qualquer um deles não funciona. Ele tem um grande e rápido poder de regeneração. Nessa admirável propriedade, difere do coração. O álcool, pela sua grande hepatotoxidade, é o maior vilão do fígado. No entanto, vários estudos mostram que componentes do vinho têm uma importante função na proteção e regeneração hepática. Esse é mais um paradoxo dentre tantos dessa bebida fascinante. Estudos observacionais sugerem que o vinho exerça alguma proteção sobre o fígado, quando comparado com outras bebidas alcoólicas. Num desses trabalhos, o Dr. Becker e colegas do Centro de Estudos Populacionais Prospectivos de Copenhague, na Dinamarca, estudando pacientes, chegaram à conclusão que bebendo a mesma quantidade de álcool, os bebedores de vinho têm chance significativamente menor de desenvolverem cirrose que os bebedores de cerveja e destilados. Também o Dr. Bode e colegas do Centro de Pesquisas de Prevenção, na Califórnia, analisaram todas as mortes ocorridas por cirrose em 50 Estados dos EUA num período de 12 anos. Não encontraram mortalidade aumentada por essa causa em bebedores de vinho. A Dra. Agnes Simonyi e colegas do Departamento de Bioquímica e Farmacologia da Universidade de Missouri, Columbia, EUA, em estudos laboratoriais constataram que os polifenóis do vinho inibem alguns dos efeitos danosos do álcool. Começava-se a esclarecer os achados observacionais. Recentemente a Dra. Joanne M. Ajmo e colegas do Centro de Ciências da Saúde da Universidade do Sul da Flórida publicaram um trabalho em que esclarecem o mecanismo desta hepatoproteção em ratos. É sabido que a Sirtuina1 e a AMPquinase são duas enzimas que regulam o metabolismo hepático das gorduras. Elas são inibidas pelo álcool, o que acarreta um acúmulo de gordura no fígado esteatose, passo inicial da cirrose. Segundo esses pesquisadores, o resveratrol, encontrado em abundância nos vinhos, sobretudo nos tintos, diminui o dano hepático pelo álcool por ativar a Sirtuina1 e a AMPquinase, além de aumentar a Adiponectina (hormônio produzido pelo tecido gorduroso, cujas ações diminuem o dano causado pela gordura). O mais interessante nesse estudo é que quando o resveratrol que existe em abundância nos vinhos foi associado ao álcool a proteção ao dano hepático foi muito superior à oferecida apenas pelo resveratrol. É claro que muitos outros estudos são necessários para que se possam transportar essas conclusões para o homem. É preciso também saber que doses são as indicadas e se não há dano a outros órgãos. Mas, ao que tudo indica, mais um dos muitos mistérios que Baco reservou para essa bebida milenar começa a ser desvendado. Alguém cogitaria encontrar no vinho uma bebida alcoólica uma substância que protegesse o fígado pelo dano do álcool, o seu maior algoz? E dizer que essa substância, se associada justamente ao álcool, oferece uma proteção ainda maior? Essa é mesmo uma bebida fascinante! Mesmo para a ciência. Jairo Monson Médico e escritor 8 Vinho&Cia - No. 55

9 Provamos Antes Para Você Beber Melhor! Lançamentos até 100 Reais que valem cada centavo Vinho&Cia reuniu a sua equipe para provar lançamentos no mercado brasileiro neste ano com preços ao consumidor de até 100 reais, e convidou importadoras, distribuidoras e vinícolas a encaminhar rótulos. Chegaram na redação do jornal 57 garrafas de 22 fornecedores, que enviaram no máximo 3 vinhos, entre espumantes, brancos, rosés e tintos. No Wine Bar da Pizzaria Prestíssimo em São Paulo, a equipe provou os rótulos às cegas, conhecendo somente o preço de cada vinho, e para cada um respondeu à seguinte pergunta: você compraria a garrafa por esse valor? Com certeza, talvez ou não?... Os vinhos com as respostas positivas ganharam medalha de ouro, estão apresentados na sequência e com certeza valem cada centavo do seu dinheiro. Vinho & Cia - No. 55

10 Provamos Antes Para Você Beber Melhor! R$15 R$24 R$26 Aurora Varietal Riesling Itálico Tipo: Branco Fornecedor: Vinícola Aurora Produtor: Vinícola Aurora Uva: Riesling Itálico Safra: 2010 Origem: Brasil Região: Serra Gaúcha Salton Volpi Merlot Tipo: Tinto Fornecedor: Salton Produtor: Salton Uva: Merlot Safra: 2007 Origem: Brasil Região: Serra Gaúcha Espumante Valmarino Brut Prosecco Tipo: Espumante Branco Fornecedor: Valmarino Produtor: Vinícola Aurora Uva: Prosecco Safra: 2009 Origem: Brasil Região: Serra Gaúcha R$26 R$28 R$29 Urban Uco Chardonnay Tipo: Branco Fornecedor: Mistral Produtor: Bodegas Fournier Uva: Chardonnay Safra: 2008 Origem: Argentina Região: Mendoza Espumante Alto Vale Prosecco Tipo: Espumante Branco Fornecedor: Domno do Brasil Produtor: Domno do Brasil Uva: Prosecco Safra: Não informada Origem: Brasil Região: Serra Gaúcha Aquitania Reserva Cabernet Sauvignon Tipo: Tinto Fornecedor: Zahil Produtor: Viña Aquitania Uva: Cabernet Sauvignon Safra: 2008 Origem: Chile Região: Valle del Maipo 10 Vinho&Cia - No. 55

11 Provamos Antes Para Você Beber Melhor! R$30 R$44 R$45 Serradayres Reserva Tipo: Tinto Fornecedor: Santar Produtor: Serradayres Uva: Castelão, Trincadeira, Touriga Nacional Safra: 2005 Origem: Portugal Região: Ribatejo Vinha da Palha Rosé Tipo: Rosé Fornecedor: Vinci Produtor: Quinta da Conchapalha Uva: Touriga Nacional, Tinta Roriz Safra: 2007 Origem: Portugal Região: Estremadura Alentex Trincadeira-Aragonez Tipo: Tinto Fornecedor: Enoforum Produtor: Enoforum Uva: Trincadeira, Aragonez Safra: 2006 Origem: Portugal Região: Alentejo R$46 R$48 R$49 Cabeça de Toiro Reserva Tipo: Tinto Fornecedor: Santar Produtor: Caves Velhas Uva: Touriga Nacional, Castelão Safra: 2005 Origem: Portugal Região: Ribatejo Cavas Submarinas Cabernet Sauvignon Tipo: Tinto Fornecedor: Sabrage Produtor: Casanueva Uva: Cabernet Sauvignon Safra: 2006 Origem: Chile Região: Valle del Itata Espumante Pizzato Brut Champenoise Tipo: Espumante Branco Fornecedor: Pizzato Produtor: Pizzato Uva: Não informada Safra: Não informada Origem: Brasil Região: Serra Gaúcha Vinho & Cia - No

12 Provamos Antes Para Você Beber Melhor! R$58 R$59 R$69 Salton Virtude Chardonnay Tipo: Branco Fornecedor: Salton Produtor: Salton Uva: Chardonnay Safra: 2009 Origem: Brasil Região: Serra Gaúcha Casa Valduga Gran Reserva Chardonnay Tipo: Branco Fornecedor: Casa Valduga Produtor: Casa Valduga Uva: Chardonnay Safra: 2009 Origem: Brasil Região: Serra Gaúcha Alegoria Gran Reserva Malbec Tipo: Tinto Fornecedor: Interfood Produtor: Navarro Correas Uva: Malbec Safra: 2007 Origem: Argentina Região: Mendoza R$80 R$88 R$95 Don Laurindo Estilo Reserva Tipo: Tinto Fornecedor: Don Laurindo Produtor: Don Laurindo Uva: Malbec, Tannat, Ancelotta Safra: 2008 Origem: Brasil Região: Serra Gaúcha Rupert & Rothschild Classique Tipo: Tinto Fornecedor: Zahil Produtor: Rupert & Rothschild Uva: Não informada Safra: 2007 Origem: África do Sul Região: Western Cape Famiglia Bianchi Particular Malbec Tipo: Tinto Fornecedor: Mr. Man Produtor: Famiglia Bianchi Uva: Malbec Safra: 2007 Origem: Argentina Região: Mendoza 12 Vinho&Cia - No. 55

13 Provamos Antes Para Você Beber Melhor! Os outros vinhos provados (Não significa que são inferiores em qualidade aos vinhos que receberam medalha) Dos 57 vinhos provados pela equipe do Vinho&Cia, os 18 selecionados nas páginas anteriores receberam medalha de ouro pelo critério de custo-benefício. Cada garrafa foi provada pelos degustadores conhecendo o preço, e cada um respondeu à pergunta se pagaria esse valor pelo vinho. Assim, as medalhas são dadas aos vinhos bons e baratos, mesmo que seu preço não seja baixo. No. Tipo Fornecedor Produtor Vinho Uva Safra País Região R$ 1 Tinto Domno Domno do Brasil Nero Premium Cabernet Sauvignon 2009 Brasil Serra Gaúcha 22 2 Espumante Valmarino Valmarino Valmarino Moscatel Moscatel 2010 Brasil Serra Gaúcha 23 3 Tinto Salton Salton Salton Volpi Merlot 2007 Brasil Serra Gaúcha 24 4 Espumante Châteu Lacave Châteu Lacave Lacave Charmat Brut Charmat - Brasil Caxias 25 5 Espumante Châteu Lacave Châteu Lacave Châteu Lacave Brut - - Brasil Caxias 30 6 Tinto Châteu Lacave Châteu Lacave Anticuário Brasil Caxias do Sul 30 7 Tinto Vinci Lanciola Chianti Colli Fiorentini Italia Chianti 32 8 Tinto Aurora Aurora Pequenas Partilhas Cabernet Franc 2009 Brasil Serra Gaúcha 35 9 Tinto Aurora Aurora Pequenas Partilhas Carmenère 2009 Brasil Serra Gaúcha Branco Miolo Miolo Cuvée Chardonnay 2009 Brasil Serra Gaúcha Rosé Península Eguren Protocolo Tempranillo 2009 Espanha Rioja Rosé Sanjo Sanjo Núbio Rosé Cabernet Sauvignon 2007 Brasil Serra Catarinense Branco Península Eguren Protocolo Blanco Airén, Macabeo 2009 Espanha Tierra de Castilla Tinto Suzin Suzin Suzin Cabernet Sauvignon 2007 Brasil São Joaquim Tinto Pizzato Pizzato Pizzato Reserva Cabernet Sauvignon 2005 Brasil Serra Gaúcha Tinto Sanjo Sanjo Núbio Tinto Cabernet Sauvignon 2008 Brasil Serra Catarinense Tinto Sabrage Corpora Casa Verde Syrah 2006 Chile Aconchagua Rosé Enoforum Enoforum Alentex Rosé Castelão, Aragonez 2007 Portugal Alentejo Espumante Rosé Pizzato Pizzato Pizzato Brut Champenoise Rosé - - Brasil Serra Gaúcha Tinto Portus Cale Quinta dos Loridos Quinta dos Loridos Merlot, Castelão 2008 Portugal Lisboa Tinto Casa Valduga Casa Valduga Mundus Cabernet Sauvignon 2006 Chile Valle del Maipo Tinto Mistral Barista Barista Pinotage 2009 África do Sul Tinto Mistral Viña Bujanda Viña Bujanda Crianza Tempranillo 2007 Espanha Rioja Tinto Miolo Miolo RAR Merlot Merlot 2009 Brasil Serra Gaúcha Tinto Miolo Miolo RAR Pinot Noir Pinot Noir 2009 Brasil Serra Gaúcha Tinto Península Sierra Cantabria Sierra Cantabria Selección Tempranillo 2008 Espanha Rioja Tinto Sanjo Sanjo Maestrale Cabernet Sauvignon 2006 Brasil Serra Catarinense Tinto Mistral Bodegas El Sequé Laderas de El Sequé Monastreel, Syrah e Cabernet 2009 Espanha Alicante Espumante Don Laurindo Don Laurindo Don Laurindo Malvasia de Cândia Malvasia de Cândia - Brasil Serra Gaúcha Tinto Don Laurindo Don Laurindo Don Laurindo Reserva Tannat 2006 Brasil Serra Gaúcha Espumante Rosé Portus Cale Quinta dos Loridos Loridos Castelão, Merlot 2006 Portugal Óbidos Tinto Salton Salton Salton Talento Cabernet Sauvignon, Merlot e Tannat 2006 Brasil Serra Gaúcha Tinto Enoforum Enoforum Alentex Premium Trincadeira, Aragonez 2006 Portugal Alentejo Tinto Interfood Finca La Celia La Celia Elite Malbec, Tannat 2007 Argentina Mendoza Branco Zahil Roux Père & Fils Bourgogne Chardonnay 2008 França Cote D Or Branco Decanter Keller Riesling Trocken Riesling 2009 Alemanha Reno Tinto Decanter Finca Las Divas Riglos Gran Cabernet Sauvignon 2007 Argentina Mendoza Tinto Mr Man Del Fin del Mundo Del Fin del Mundo Gran Reserva Malbec, Cab Sauv, Merlot, Cab Franc 2006 Argentina Patagonia Tinto Mr Man Undurraga Founder s Collection Cabernet Sauvignon 2006 Chile Valle del Maipo 100 Vinho & Cia - No

14 Todo Vinho Sobre a qualidade dos vinhos alemães Foto: Diego Mek Vinhos alemães de Württemberg Espumante Pinot Meunier, Blanc de Noir, delicado, frutado, equilibrado na acidez elegante e final de boca muito agradável. Desta linha há o biodinâmico Espumante Riesling. Justinus K, varietal de Kerner, da série Herzog Christoph, com ataque incisivo, denso, aromaticamente complexo. Nesta série tem-se os varietais Riesling, Pinot Noir e Lemberger. Lemberger Weissherbst, rosé varietal seco, da série Saint Michel, acidez refrescante, toques frutados de morango, boca picante e persistente. Desta série tem-se os brancos Pinot Grigio, Pinot Meunier (blanc de noir) e o Riesling, assim como, os tintos Lemberger, Trollinger, Pino Meunier e Pinot Noir. Güglinger Lemberg, varietal da série Württemberg, um tinto que traz no mesmo cálice a delicadeza do Pinot Noir e a força de um Cabernet Sauvignon, frutas vermelhas, toques florais, taninos elegantes. Do mesmo rótulo o Cleebronner Riesling. Emotion Spätburgunder, tinto seco, uma elegante leitura da Pinot Noir, aromas silvestres, violeta, morango e pimenta, acidez agradável. Da mesma série, os sofisticados Lemberger, Riesling e Merlot. Para fechar em grande estilo, sobremesa harmonizada com um Riesling Eiswein, indiscutivelmente um néctar. O que você acha dos rótulos dos vinhos alemães? E aqueles palavrões? Que tal Qualitätswein bestimmter Anbaugebiet? Fácil? Não? Sérgio Inglez traduz tudo Para entender os vinhos alemães bastam algumas noções da legislação vinícola daquele país que classifica o nível de qualidade de acordo com o açúcar do mosto. Os produtores modernos estão simplificando os rótulos para facilitar a vida dos consumidores de outros países. Os vinhos superiores formam dois grupos de qualidade e vêm de 13 regiões oficiais. Eles são submetidos a análises de laboratório e de degustação, que geram a classificação legal e o APNr (número da prova de análise). Os Qualitätswein bestimmter Anbaugebiet (QbA) são a maioria dos vinhos alemães de qualidade. O mosto tem que conter açúcar dentro de faixa oficial, enquanto que a degustação deve revelar tipicidades da região. Os Qualitätswein mit Prädikat (QmP) reúnem vinhos de qualidade com predicados especiais, distribuídos em 6 níveis, de acordo com a época da colheita e o açúcar no mosto: Kabinett (colheita normal), Spätlese (colheita tardia até 10 dias), Auslese (colheita tardia de semanas), Beerenauslese BA (colheita mais tardia, seleção baga a baga), Eiswein (colheita tardia de uva congelada a -10 C, predicado mínimo do Beerenauslese), Trockenbeerenauslese TBA (colheita tardia de bagas secas, seleção baga a baga). Nós nos acostumamos a ter os vinhos alemães de qualidade a preços muito altos, inibindo um consumo mais corrente. Felizmente as coisas estão mudando, e para melhor! Produtores da região de Baden- Württemberg, visando se posicionar no mercado mundial, têm estabelecido níveis próprios de qualidade mais altos do que os padrões oficiais. Por exemplo, vinhos que atendem às exigências dos QmP são classificados como QbA, com qualidade superior à dos Kabinett, Spätlese ou Auslese, criando os QbA alta gama ou os super QbA. No início de 2008, vinícolas e cooperativas dessas regiões criaram associação de exportadores de vinhos de Baden- Württemberg, para trabalhar em conjunto no mercado externo. Partindo de castas típicas, seus vinhos de qualidade elegantes e refrescantes são mais adequados ao clima quente brasileiro. Fomos checar esses predicados em uma apresentação da importadora Jardim do Vinho, no Zeffiro, São Paulo, com interessantes vinhos da Cleebronn & Güglingen de Württemberg (ver quadro). A Jardim do Vinho trabalha como uma loja virtual para venda direta via internet, com ganhos na relação custo-benefício para restaurantes e apreciadores (www. jardimdovinho.com.br). Sérgio Inglez de Souza Escritor e consultor 14 Vinho&Cia - No. 55

15 América do Sul A Carmenère no Vale do Cachapoal Por que o Vale do Cachapoal no Chile é tão adequado ao cultivo da Carmenère? Há um enólogo que fala como, de modo técnico e poético. E Euclides Penedo conta De início, deixemos que Ignácio Recabarren (foto), o respeitado enólogo chileno, se expresse poeticamente: O outono é vermelho e ardente em Peumo, no Cachapoal. Ele transforma a vinha da Carmenère em uma faixa de um carmim profundo marcando o fim do ciclo mudo. De repente, a luz do Sol, as cores, as raízes e a terra fazem-se ouvir num grito e se fundem na carne dos frutos. As uvas atingem seu clímax.... Mas o que faz do Vale do Cachapoal, sub-região do Rapel no Chile, uma área de tal forma adequada para o cultivo da Carmenère? É que o vale responde a tudo o que ela exige ou necessita para originar vinhos de alta qualidade refletindo os atributos da variedade. Do ponto de vista do clima, a Carmenère é surpreendentemente sensível ao frio e às geadas. Não os tolera. Prefere locais em que as temperaturas se elevem gradualmente durante a primavera até atingir certo patamar de calor no meio do verão, permanecendo dessa forma daí até a colheita. Assim, sua safra ideal inclui inverno úmido seguido de longo período seco: a colheita só vai se dar no outono. Por outro lado, ela adapta-se muito bem a fortes diferenças de temperatura entre o dia e a noite, no verão. Quanto ao solo, prefere o de natureza equilibrada, com proporções semelhantes de argila, marga e areia. Os terrenos devem dispor de boa drenagem, retendo porém certa umidade, que propicie à videira uma folhagem forte, levando a maturação lenta da uva até que seja colhida. O Cachapoal obedece a tudo isso; ali a Carmenère está em casa... Mas há que considerar também o talento, a experiência e o conhecimento dos agrônomos e enólogos da região. A orientação das fileiras, por exemplo, é crucial no layout do vinhedo. A luz solar deve incidir igualmente ao longo do dia de um lado e do outro da espaldeira. E há que se esmerar na densidade de plantação videiras por hectares e na filosofia da irrigação por gotejamento. De forma geral o objetivo do trabalho no campo é prolongar o máximo possível o período de amadurecimento, de forma a se alcançar uvas maduras, expressivas do seu gênero. Finalmente, uma questão crítica no caso dessa variedade que dá vinhos tão apimentados é a escolha da época da colheita. Aí a Carmenère exige algo diferente do habitual. Na maior parte das castas, se os cachos exibem uma maturidade ótima indicada pelo teor de açúcar e pela acidez está na hora de colher. No caso da Carmenère os taninos maduros e a doçura podem até indicar que está na hora, mas na realidade são os aromas que determinam esse momento. Segundo Domingo Marchi, gerente de vinhedo em Peumo: Para a Carmenère o dia da colheita é crucial; se ela é feita fora da hora o vinho será exótico e desbalanceado: a Carmenère é implacável quando se trata de extrair qualidade. No Cachapoal, a gigantesca Concha y Toro conta com um dos seus vinhedos mais antigos. Anos e anos de trabalho com a Carmenère em Peumo concederam aos vitivinicultores da região as ferramentas para bem conhecer e conduzir essa uva complicada. Ainda que durante muito tempo, e até 1994, ela tenha sido chamada de Merlot no Chile, a Carmenère aclimatou-se saudavelmente na grande área, onde dá lugar ao super tinto Carmín de Peumo, tributo de Recabarren a um lugar, a uma cultura e a todos os que ali cultivaram a Carmenère por mais de um século. Foto: Sara Matthews Terminando como começamos, vamos ceder a palavra de novo a Recabarren ao definir o estilo do Carmín de Peumo, cuja primeira safra se deu em 2003: A idéia de desenvolver um Carmenère superlativo só surgiu depois de conhecermos bem, trabalharmos muito e apreciarmos toda a beleza em torno dela... (para se chegar a um vinho) que captura lindamente o frutado exuberante da casta, a cultura da área e a singularidade do terroir de Peumo, no Vale do Cachapoal. Euclides Penedo Borges Presidente da ABS-Rio Vinho & Cia - No

16 Velho Mundo Da Toscana, um pouco de Sangiovese Direto da bela região italiana da Toscana, Walter Tommasi fala sobre os puros vinhos feitos com a uva Sangiovese. Eles provêm de várias regiões. Confira De volta ao hotel na Itália, depois de um passeio pela deliciosa Toscana, recebi um do editor me dando o dead line para essa coluna do Vinho&Cia. Grande problema, não por falta, mas por excesso de temas. Esta minha viagem tem como objetivo colher material e impressões para iniciar o trabalho de elaboração de um livro sobre os vinhos e as comidas desta fantástica região, e posso garantir que coisas interessantes não faltam. A viagem está sendo marcada por muitos momentos inesquecíveis e alguns acasos que ficarão marcados em minha memória para sempre, enfim, momentos de puro prazer. Por falar em prazer, a viagem também confirma minha velha, total e absoluta preferência pelos puros Sangiovese, ainda restritos a alguns poucos produtores, mas vinhos de muita personalidade, marcados pela alta acidez e pelos taninos firmes. Dentre eles gostaria de destacar o tradicionalista Pergole Torte e o um pouco mais moderno Flaccianello, absolutamente perfeitos e cuidadosamente embrulhados e guardados em minha mala para a viagem de volta ao Brasil, onde esperarão cerca de 6 a 7 anos para serem tomados na companhia de bons amigos conhecedores. O Flaccianello 2006 que trago teve 99 pontos da Wine Spectator, sinal de que até os americanos estão começando a se dobrar por esta uva, símbolo da Toscana. Apenas para que possamos medir a importância desta variedade, ela é usada predominantemente nas DOCG: Brunello de Montalcino, Carmignano, Chianti, Chianti Clássico, Morellino di Scansano, e Nobile di Montepulciano. Participa também em 26 diferentes DOCs, quase sempre sendo a uva predominante, destacando Rosso di Montalcino, Rosso di Montepulciano, Bolgheri, Vin Santo Chianti, Clássico e de Montepulciano em suas versões tintas (Occhio di Pernice), além de vários IGTS. Precisa falar alguma coisa a mais? Ainda bem que ninguém mais relaciona a Sangiovese só com os Chianti em garrafas enfeitadas com palha! Até mais! Walter Tommasi Consultor e palestrante de vinhos 16 Vinho&Cia - No. 55

17 Da Austrália, vinho & música Novo Mundo Voltando ao tema Novo Mundo, Beto Acherboim entrevistou Kevin Mitchell e Mina Waks da vinícola australiana Kilikanoon. Na pauta, harmonia... féus e medalhas de ouro. Não devemos, entretanto, confiar demasiadamente nestes resultados, razão pela qual eventos como o Decanter Wine Show são importantes, por podermos ter um feedback direto com nossos consumidores......o Brasil ainda está em crescimento para nós, que temos nos EUA, Canadá e Ásia nossos maiores mercados, além, logicamente, da Austrália... Vinho & Música para muitos é um casamento perfeito. Assim como para outros há várias opções de casamentos perfeitos, como Vinho & Mulheres, Vinho & Comida, Vinho & Amizade, Vinho & Cia... Seja qual for a preferência, hoje o tema tem a ver com Vinho & Música, pois falo sobre uma vinícola que, a julgar por dois de seus representantes, usa do conhecimento musical adquirido para dar harmonia a seus vinhos. Hoje volto ao Novo Mundo, mas, como sempre, de uma forma não convencional... No Decanter Wine Show deste ano tive o prazer de provar a linha de vinhos do produtor australiano Kilikanoon. Na linha de frente, a filha de um dos diretores da empresa, Mina Waks, apresentava-nos os produtos. Fico sabendo que o enólogo e fundador da empresa, Kevin Mitchell, é maestro da renomada Melbourne Symphony Orchestra. Pelos resultados obtidos junto aos críticos (Parker, por exemplo, distribuiu diversas notas acima de 95 pontos para seus vinhos...), a arte da música deve servir de inspiração para que Kevin faça lindas composições engarrafadas! De sua ampla linha (Riesling e Sémillon nos brancos, e Shiraz e Grenache nos tintos), todos muito bons, destaco, especialmente, dois vinhos: o Riesling Mort s Block e o Oracle Shiraz, que são excelentes. À busca de informações sobre a empresa, enviei por algumas questões ao diretor Nathan Waks. Eis um resumão da entrevista traduzido livremente pelo colunista:...o nome Kilikanoon vem da família que chegou originalmente em Seppeltsfield vinda de Cornwall, em Kilikanoon significa nut grove on the down (essa fica sem traduçaõ, pois seria muito chutômetro)......trabalhamos com diversas uvas, especialmente com a Shiraz, pela sua perfeita adaptação à região, South Austrália, cujo terroir lembra um pouco a região mediterrânea......acreditamos na diferença de terroir para a uva Shiraz / Syrah, tanto que estamos com um projeto na França, mais precisamente em Hermitage, onde faremos também vinhos baseados principalmente nesta uva. Para nós as diferenças principais são a questão da delicadeza das vinhas, que na França raramente duram mais que 50 anos, enquanto temos, na Austrália, vinhas com mais de 140 anos ainda produzindo (nosso Attunga 1865). Outra diferença diz respeito ao nível mais baixo de açúcar nas uvas francesas, o que leva a vinhos com algo em torno de 1 % menos de álcool. Hoje em dia não há diferenças significativas entre as varietais francesas e australianas. Acreditamos bastante neste projeto......acredito que os grandes expoentes do vinho australiano sejam aqueles que conseguem unir a tradição familiar com o respeito ao terroir, como Henschke, Leeuwin Estate, Majella, Cullen, Yalumba, d Arenberg, além, claro, da Killikanoon, com nossos ícones Oracle e Attunga 1865 Shiraz, dentre outros mais......o fato de termos altas notas do Parker é potencialmente bom e ruim. Além disso, participamos de diversos concursos com degustações às cegas, onde obtivemos também ótimos resultados, com vários tro-...a música é parte de nossa vida. Tive uma linda carreira como violoncelista, tocando em mais de 50 países, inclusive no Brasil. Em vários países, apresentando nossos vinhos, executava uma pequena performance nos jantares-degustação, e percebíamos, nos comentários das pessoas, o quão bom era esta harmonia, entre o bom vinho e a boa música. Inclusive, os processos de vinho e música são bem parecidos. Ambos necessitam de muito trabalho árduo, ótima matéria prima, enorme paixão e dedicação, e, finalmente, apenas um pouco de talento nato Espero em breve poder visitar o Brasil, para mostrar às pessoas nosso vinho no estilo velho-novo mundista. Deve ser um privilégio ter oportunidade de provar vinhos do mundo todo com a culinária brasileira. Recomendo às pessoas que tenham a mente aberta degustar vinhos não buscando apenas tradição, mas também variedade. Como dizem os franceses: viva a diferença! Até a próxima! Obs.: este colunista não recebe cachê de nenhum importador. Beto Acherboim Enófilo e são-paulino Vinho & Cia - No

18 Vinho na Academia A vinicultura do Tio Sam Como começou a produção vinícola de qualidade nos Estados Unidos? Que regiões produzem? Quantas vinícolas o país tem? Carlos Arruda revela medíocres devido ao clima e agravados pelo cruzamento com as uvas nativas. O trabalho com uvas viníferas na Califórnia foi iniciado por missionários franciscanos em San Diego, estendido em seguida para Sonoma em 1805, mas os resultados foram fracos em qualidade. A vigência da lei seca atrasou o aprimoramento do vinho americano, sendo esse trajeto retomado apenas em 1935, após 13 anos de produção de uvas de mesa e vinhos suaves baratos. A partir daí pesquisas de universidades levaram à identificação de variedades melhor adaptadas às regiões, realizaram-se seminários e cursos de enologia, e o vinho americano cresceu em qualidade e volume, tendo também seus consumidores evoluído o paladar e o perfil de consumo. Regiões produtoras nos Estados Unidos A partir de características geoclimáticas são definidas 6 macro regiões produtoras nos EUA. West Coast (Costa Oeste), englobando os estados da Califórnia, Washington e Oregon. Rocky Mountains (Montanhas Rochosas), com os estados de Idaho e Colorado. Southwestern USA (Sudoeste Americano), com os estados do Texas e New Mexico. Midwestern USA (Meio-oeste Americano), com os estados de Missouri, Illinois e Minesotta. Great Lakes (Grandes Lagos) na fria região do estado de Michigan e o norte de New York e Ohio. East Coast USA (Costa Leste Americana), com os estados de New Jersey, New York, Pennsylvania, Virginia e North Carolina. De todo o território americano, a Costa Oeste é a mais adequada para a produção de vinhos de qualidade, graças principalmente à influência da águas frias do Oceano Pacífico em seus microclimas. Aqui se encontram os estados da California, Oregon e Washington, cada um com características climáticas e vocações vinícolas distintas, por suas diferentes latitudes e outras influências. No próximo artigo conheceremos em maiores detalhes a vinicultura dos estados da Costa Oeste americana. A produção de vinhos dos EUA é pouco conhecida no Brasil, cabendo à Califórnia as honras de figurar como representante da vinicultura ianque para nós e a maioria do mundo. Merecido posto, pois sem dúvida ali se produzem os melhores vinhos do país. História A história do vinho nos Estados Unidos é antiga, pois desde seu descobrimento se tentou produzir vinhos com as variedades locais de uvas comuns, conhecidas como americanas, que geram vinhos simples e pouco saborosos. A partir de 1619 começaram a vir enólogos e mudas de uvas viníferas da Europa, para tentar produzir vinhos de qualidade como os franceses. A produção inicial foi na Costa Leste, com resultados Regulamentação Hoje existem mais de 6 mil vinícolas em operação nos EUA, e desde 1980 utiliza-se o conjunto de regras AVA (American Viticultural Areas) para organizar as regiões de produção com relação aos seus diferentes climas e características geográficas, com 198 apelações oficiais em O conceito das AVAs se parece mais com uma denominação IGT italiana ou dos Vin de Pays franceses do que uma DOC clássica européia. Curiosamente usam-se denominações estrangeiras como Borgonha, Chablis, Porto e Sauternes para vinhos pretensamente similares, desde que se associe o termo American, mas organismos americanos e internacionais vêm trabalhando para eliminar essa prática. Carlos Arruda Academia do Vinho 18 Vinho&Cia - No. 55

19 Vinho: Que Negócio é Esse? Ângelo nos 100 anos da Salton Falecido, Ângelo Salton foi o grande impulsionador do sucesso da vinícola. Na sua festa dos 100 anos ele esteve muito presente. Álvaro Galvão conta como Um negócio que completa 100 anos só pode ser vitorioso em todos os sentidos. Por isso mesmo o dia 23 de agosto foi noite de grande festa para a família Salton. A Vinícola Salton iniciou suas atividades vitivinícolas em 1910, com o nome de Paulo Salton & Irmãos. Com os irmãos Ângelo, João, Cezar, Luiz e Antônio Paulo deu formalidade ao negócio que iniciara seu pai Antonio, imigrante italiano. Para uma empresa, estas 10 décadas já seriam muito, mas para uma empresa familiar é um assombro. Não que outras empresas não tenham chegado a essa idade, porém sempre é bom destacar que os descendentes dos primeiros familiares que iniciam o projeto não têm necessariamente a mesma aptidão e tino para darem continuidade ao que seus pais iniciaram. Não é o caso da Salton. Em discurso emocionado, seu atual presidente Daniel Salton ressaltou que os que vierem depois deles têm que ser muito melhores do que foram, para continuar o incremento e sucesso da Salton, impulsionado por Ângelo Salton Neto presidente anterior, falecido, de quem nos sentimos órfãos, que deu uma alavancagem sem igual nos negócios e nos rumos da vinícola. Tive a honra e o privilégio como jornalista da área de ser convidado para a festa, aliás, segundo Daniel Salton, uma das festas, pois os 100 anos estão sendo comemorados com a firmeza e grandiosidade que a própria data merece. Foi no Club A em São Paulo, belo lugar, com tudo perfeito e, segundo Fátima Salton, organizado pelas meninas. À família Salton, ao presidente Daniel Salton da 3ª geração, aos familiares da 4ª que estão engajados na continuação do sonho da Paulo Salton & Irmãos, à esposa do Ângelo, Fátima, e às filhas Luciana e Stella, parabéns pelo brilho e sucesso alcançados! E até o próximo brinde! Álvaro Cézar Galvão Colunista Lançamentos dos 100 anos A Salton, que traz hoje uma grande variedade de rótulos, desde os mais simples até os top de linha, lançou para a comemoração de aniversário um espumante e um vinho tinto 100 anos, comercializados pelo site e em lojas especializadas. O Espumante Nature é um corte de Pinot Noir(70%) e Chardonnay. O tinto é um corte de Cabernet Sauvignon (50%), Merlot (40%) e Cabernet Franc (10%), tendo amadurecido durante 16 meses em barris de carvalho francês. Vinho & Cia - No

20 Mercado do Vinho Vinhos da China e a carga tributária Será que há a possibilidade dos baratos vinhos chineses lá na origem virem a competir no nosso mercado brasileiro? Adão Morellatto avalia do que R$10,50, e com a aplicação do mark up do importador, do lojista e da S.T, pode atingir no mínimo R$26,80, e, portanto, dificilmente será atrativo no ponto de venda, ainda mais considerando que outros países possuem por aqui um portfólio altamente diversificado. Semelhante valoração sofrem os vinhos Australianos. Mesmo sendo muito representativos e comercializados no Reino Unido e nos EUA, por aqui não conseguem ter a mesma penetração e eficácia devido ao fator logístico. Seguindo nossa matéria sobre os vinhos da China da edição anterior, vamos aqui destacar que mesmo adquirindo um produto daquele país dificilmente teríamos um valor competitivo em nossas gôndolas ou mesas devido à intensa carga tributária. No Brasil atribuise ao vinho idêntica carga dos veículos e de outros produtos que sofrem pesada tributação, isto porque o frete entra na composição dos impostos. Fazendo um esboço simples, podemos afirmar que para um produto adquirido na China a US$1,15 a garrafa que é um valor fácil de encontrar na Itália, Espanha, França e Argentina teremos um custo de US$ por contêiner, considerando o frete de US$2.500, equivalente a 18,12% do valor do produto. Sobre esse valor teremos a aplicação de IPI, I.I., PIS, COFINS e ICMS. No estado de São Paulo, especificamente, incide a alíquota de Substituição Tributária (S.T.) de 44,72%. Portanto, é possível imaginar a quanto chegará ao consumidor o produto originário da China. Podemos perfeitamente afirmar que o barato vinho adquirido na costa leste chinesa chegará aqui por nada menos Por hora, aqui no Brasil os vinhos chineses não serão nada atrativos. Considerando também que o consumo interno da China já tem lá sua grandeza e o seu potencial de crescimento é exponencialmente ilimitado, não há interesse desse país no momento em expandir para além de suas fronteiras os seus vinhos. Devido aos fatores logísticos e de custos é que teremos sempre a presença maciça em nosso mercado dos hermanos do Cone Sul. Mundialmente, os vinhos comercializados em larga escala posicionam-se na faixa de US$10 (ou R$18). Isso é observado no mercado brasileiro e é uma tendência em todos os cantos, pois a grande venda de vinhos está focada em residências, o que é facilmente percebido no volume comercializado em grandes cadeias de supermercados. Essa tendência intensificou-se e muito no período pós-crise econômica de 2008, quando considerado número de consumidores freqüentadores de restaurantes, bares e afins simplesmente deixou de usufruir desta opção para consumir vinhos na própria casa. Nos países europeus produtores de vinhos há uma grande incidência tributária e muita carga trabalhista no segmento de bares e restaurantes, o que acaba refletindo no preço final dos vinhos ao consumidor. Lá não é nada difícil encontrar e perceber uma divergência de custos de até 50% entre o valor em uma enoteca ou um supermercado e o valor cobrado em restaurantes. Adão Morellatto Consultor internacional de vinhos 20 Vinho&Cia - No. 55

21 Vinho & Cia - No. 55 ABRAVINIS_FINAL_245x285.indd /16/10 11:09:08 AM

22 Vinho é Arte Vinhos do Pampa Gaúcho Maria Amélia traz um panorama da nova e emergente região vinícola brasileira, o Pampa Gaúcho. Nela toda a tradicional cultura gaúcha está refletida, e a paisagem abriga um clima propício ao cultivo das uvas. Nomes de vinícolas começam a surgir no mercado, a partir de vinhedos distantes Vinho&Cia - No. 55

23 Vinho é Arte A cultura gaúcha, de raiz, é sempre um dos cartões postais do Rio Grande do Sul. Momentos do homem a cavalo, das antigas estâncias, das tropas, da gastronomia são registrados em música, versos, pintura. As danças, o hábito do mate, a indumentária, é tudo muito particular. Isso se ressalta na área do pampa, onde há um vocabulário próprio, mesclando sempre o castellano e a influência da cultura uruguaia. Afinal, muitas das fazendas são divididas pela fronteira, onde se confunde um pouco quem realmente é brasileiro ou das bandas de alla. Toda a mescla cultural dá personalidade única à região da Campanha Gaúcha, a metade sul do estado do Rio Grande. A culinária gaúcha é rústica, sempre feita com ingredientes facilmente encontrados nestas estâncias: arroz, carne, farofas, legumes. Toda essa gastronomia ganha agora mais um ingrediente: o vinho, que invade as coxilhas. A Campanha é atualmente reconhecida como uma das mais promissoras regiões para vinhos de alta gama no Brasil. Vinhedos começam a se integrar na paisagem única do Pampa Gaúcho, onde coxilhas e mais coxilhas são, eventualmente, quebradas por alguma várzea. As condições de clima e solo do paralelo 31 são perfeitas para uvas viníferas: verões secos, invernos frios e chuvas bem distribuídas, similar a importantes regiões da Austrália, África do Sul e, claro, ao Uruguai. Tudo começou ainda nos anos setenta, em Santana do Livramento, com os experimentos da antiga Almadén, hoje pertencente ao grupo Miolo. Atualmente, a viticultura cresceu, gerando renda e diversificação. Surgem inúmeros produtores, em cidades como Itaqui, Dom Pedrito, Alegrete, Bagé, Uruguaiana, Rosário do Sul, São Sepé, plantando uvas com alta tecnologia (o uso do TPC - técnicas ambientalmente corretas), com pessoal capacitado e ambiciosos projetos, que incluem também hotéis, restaurantes e muitas novidades. Pequenos e novos produtores, bem como grandes grupos vinícolas são os membros dessa revolução. Também surgem vinhos de celebridades Galvão Bueno é um grande entusiasta da região, além de Michel Rolland já ter declarado ao mundo o potencial dessa terra. Surgem marcas como Cordilheira de Santana, Guatambu - Rastros do Pampa, Peruzzo, Campos de Cima, Província de São Pedro. Dentre as uvas cultivadas, ressalto a Chardonnay, clássica para espumantes. A novidade é a Gewurztraminer: tem toques florais, como aroma de rosas, além de perfumes frutados, como lichia. É ótima para a primavera, pois combina bem com entradas, como saladas de folhas que acompanhem molhos doces, como mel, além de cozinha tailandesa. Das tintas, prove Cabernet Sauvignon e Tannat; com toques de frutas, muita persistência, com vinhos que expressam bem o varietal, tendo ótima maciez e boa graduação alcoólica. A melhor harmonização para esses tintos nada mais é que um bom churrasco, bem ao toque gaúcho, que fica ainda melhor se houver cortes de cordeiro. Aos que apreciam Tannat, uma bela paleta ou uma boa picanha valorizam toda a rusticidade. É um terroir totalmente diferente da Serra Gaúcha. O pampa é pouco habitado, uma cidade fica em média de 70 a 100 km de distância da outra. Assim, temos um vinho que já nasce em um terroir muito autêntico: o vínculo do homem com a terra não se limita apenas ao cultivo, à história, mas à total integração com o bioma pampa. como vimos na Serra do Caverá, em Alegrete. Para visitar, a recomendação é hospedar-se nas estâncias familiares, para curtir a experiência do cotidiano gaúcho, principalmente em Bagé e Livramento. Há vôos para Rivera, sendo outra opção ir até Porto Alegre e então alugar um carro ou pegar ônibus. Uma oportunidade para descansar e aproveitar essa região. A trilha sonora? O canto único dos cardeais, mais um dos personagens que passa a integrar esse fascinante mundo do vinho. É incrível visitar vinhedos cujos acessos se dão apenas por longas estradas de chão, passando por estâncias tradicionais, rebanhos, homens a cavalo e seus cachorros companheiros. Há uma preservação natural assegurada por esse isolamento. Ao chegar, são locais ainda intocados, onde o tempo parece parar, vigiados por animais nativos em pleno habitat, como emas, capivaras, lebres, pássaros migratórios, sendo muitos em extinção, além das pequeninas perdizes, Maria Amélia Duarte Flores Enóloga Vinho & Cia - No

VALPOLICELLA CLASSICO SUPERIORE Tinto leve. Corvina, Rondinela e Molinara. Região: Veneto.

VALPOLICELLA CLASSICO SUPERIORE Tinto leve. Corvina, Rondinela e Molinara. Região: Veneto. Italia Conhecida pelos gregos da antiguidade como "Enótria", ou Terra do Vinho, a Itália é um dos maioresprodutores de vinho do mundo, produzindo vinho em praticamente todo o seu território. Os italianos

Leia mais

Manual da Indicação Geográfica do Vale dos Vinhedos

Manual da Indicação Geográfica do Vale dos Vinhedos Manual da Indicação Geográfica do Vale dos Vinhedos Uma conquista O Brasil do futuro é agora: a vida melhorando, o mercado crescendo, novos produtos chegando, tudo acontecendo ao mesmo tempo. E com isto

Leia mais

CARTA DE VINHOS. A arte de beber excelentes vinhos agora em sua mesa APRECIE COM MODERAÇÃO. SE BEBER, NÃO DIRIJA. I M P O R T A D O R A

CARTA DE VINHOS. A arte de beber excelentes vinhos agora em sua mesa APRECIE COM MODERAÇÃO. SE BEBER, NÃO DIRIJA. I M P O R T A D O R A CARTA DE VINHOS A arte de beber excelentes vinhos agora em sua mesa 301 ESPUMANTE ITÁLIA PROSECCO FELICITÀ VALDOBBIADENE EXTRA DRY..R$ 69,00 C.V.S.S.PA - Valdobbiadene BRASIL 302HÓRUS BRUT... R$ Vinhos

Leia mais

O vinho mais apreciado do Brasil faz jus a uma roupa nova!

O vinho mais apreciado do Brasil faz jus a uma roupa nova! NOVA GARRAFA NOVO RÓTULO A QUALIDADE QUE VOCÊ JÁ CONHECE O vinho mais apreciado do Brasil faz jus a uma roupa nova! A LINHA DE VinhoS de Mesa MioranZa ACABA DE GANHAR UMA NOVA EMBALAGEM. MODERNA E ELEGANTE,

Leia mais

VINHOS TINTOS FRANÇA BRASIL PORTUGAL ÁFRICA DO SUL CÔTESDURHÔNE CHÂTEAU ROMEFORT BOUCHES DU RHÔNE MIOLO RESERVA TEMPRANILLO

VINHOS TINTOS FRANÇA BRASIL PORTUGAL ÁFRICA DO SUL CÔTESDURHÔNE CHÂTEAU ROMEFORT BOUCHES DU RHÔNE MIOLO RESERVA TEMPRANILLO CARTA DE VINHOS VINHOS TINTOS FRANÇA CÔTESDURHÔNE Abel Pinchard Rhône De cor vermelha rubi brilhante, jovem e de corpo médio. Aroma de frutas vermelhas, como ameixas e amoras. São ótimos para acompanhar

Leia mais

Alimentos e Bebidas Vinhos e Espumantes

Alimentos e Bebidas Vinhos e Espumantes Comemorativo 80 Anos Este vinho foi especialmente elaborado para comemorar os 80 anos do patriarca Laurindo Brandelli, e os 20 anos da Vinícola Don Laurindo. O cuidado com a terra, o cultivo da videira,

Leia mais

Dão Internacional. Por Aníbal Coutinho

Dão Internacional. Por Aníbal Coutinho Dão Internacional Por Aníbal Coutinho Tendências mundiais (Consumo) Novos países vinhateiros Regiões Preferidas in Shermans Travel (Guia americano MSNBC) Andaluzia (Espanha), Cabo (África( do Sul),Califórnia

Leia mais

Vinho é uma bebida resultante da fermentação do suco ou mosto extraído de frutas.

Vinho é uma bebida resultante da fermentação do suco ou mosto extraído de frutas. O que é vinho? Vinho é uma bebida resultante da fermentação do suco ou mosto extraído de frutas. Por razões comerciais, de tradição e pela legislação brasileira, assumimos que vinho é a bebida obtida através

Leia mais

personalizado Vinho www.revistaviverbrasil.com.br PAI AOS 60 DESAFIOS E RECOMPENSAS DE FILHOS NA TERCEIRA IDADE

personalizado Vinho www.revistaviverbrasil.com.br PAI AOS 60 DESAFIOS E RECOMPENSAS DE FILHOS NA TERCEIRA IDADE ENTREVISTA MARCIO LACERDA, PREFEITO DE BH: A INTERNACIONALIZAÇÃO FOI O MAIOR LEGADO DA COPA ARTIGO PCO COLIGAÇÕES DIFÍCEIS DE ENTENDER M www.revistaviverbrasil.com.br seu vinho Gracias a la Vida Malbec

Leia mais

auroraeco MENDOZA Sobre Mendoza

auroraeco MENDOZA Sobre Mendoza MENDOZA Sobre Mendoza A família Catena é uma das pioneiras da produção de vinhos em Mendoza, cidade localizada no oeste da Argentina, nas faldas da Cordilheira dos Andes. Foi em 1902 que, vindo da Itália,

Leia mais

Bodega: Ruta Nacional 143, entre calle 5 y 6, San Rafael, Mendoza. Argentina Oficina Buenos Aires: Humboldt 1550, 4 - Of 411 - (1425) Buenos Aires

Bodega: Ruta Nacional 143, entre calle 5 y 6, San Rafael, Mendoza. Argentina Oficina Buenos Aires: Humboldt 1550, 4 - Of 411 - (1425) Buenos Aires Bodega: Ruta Nacional 143, entre calle 5 y 6, San Rafael, Mendoza. Argentina Oficina Buenos Aires: Humboldt 1550, 4 - Of 411 - (1425) Buenos Aires Tel: +54 11 4777 7872 E-mail: info@bodegamarcozunino.com

Leia mais

635 Nero Moscatel 55,00 640 Nocturno Brut 65,00. 644 Prosecco Bottega Milesimato 79,00

635 Nero Moscatel 55,00 640 Nocturno Brut 65,00. 644 Prosecco Bottega Milesimato 79,00 ESPUMANTES ( Garrafas 750 ml ) 613 Aurora Prosecco 45,00 631 Conde de Foucauld Rosé (Demi Séc) 49,00 633 Terra Nova (Moscatel - Suave) 55,00 639 Casa Valduga Art Brut 55,00 637 Miolo Brut 65,00 642 Miolo

Leia mais

CARTA DE VINHOS WINE LIST. Melhor Carta de Vinhos de 2009, 2010, 2011, 2012, 2013 e 2014. PRAZERES DA MESA

CARTA DE VINHOS WINE LIST. Melhor Carta de Vinhos de 2009, 2010, 2011, 2012, 2013 e 2014. PRAZERES DA MESA CARTA DE VINHOS WINE LIST PRAZERES DA MESA Melhor Carta de Vinhos de 2009, 2010, 2011, 2012, 2013 e 2014. VINHOS WINES VINHOS EM 1/2 GARRAFA (375 ML) Callia Alta Chardonnay Chardonnay R$ 48 San Juan Rutini

Leia mais

Galvão e a Bueno Wines: fruto de uma paixão

Galvão e a Bueno Wines: fruto de uma paixão GUIA GPHR RJ Em parceria com o enólogo italiano Roberto Cipresso, Galvão Bueno acaba de lançar o Bueno- Cipresso Brunello di Montalcino Galvão e a Bueno Wines: fruto de uma paixão Galvão Bueno teve o privilégio

Leia mais

LINHA - HABITAT. Comercializado em caixas de 6 unidades. Comercializado em caixas de 6 unidades.

LINHA - HABITAT. Comercializado em caixas de 6 unidades. Comercializado em caixas de 6 unidades. Cabernet Sauvignon LINHA - HABITAT Safra - 2008 Fermentação Tanques de aço inoxidável 16 meses de amadurecimento em carvalho francês. Graduação alcoólica 12,5% Lançamento março 2011 Visual Vermelho rubi

Leia mais

Estilos de Vinhos Tintos

Estilos de Vinhos Tintos Fatores Estilos de Vinhos Tintos Viticultura: idade dos vinhedos, rendimentos por hectare, ponto de maturação, variedade de uva, características do terroir Enologia: vinificação tradicional, maceração

Leia mais

catalogo2.indd 1 10/03/2013 22:04:37

catalogo2.indd 1 10/03/2013 22:04:37 catalogo2.indd 1 10/03/2013 22:04:37 1 Vinho Tinto Seco Fino Cabernet Sauvignon Uva originária da França, produz um vinho tinto seco de cor vermelho-rubi, com reflexos violáceos, boa intensidade e lágrimas

Leia mais

Prosecco Courmayeur Natural Brut (Serra Gaúcha / Brasil) R$ 18

Prosecco Courmayeur Natural Brut (Serra Gaúcha / Brasil) R$ 18 VINHO EM TAÇA WEINE IM OFFENAUSSCHANK Taça Prosecco Courmayeur Natural Brut (Serra Gaúcha / Brasil) R$ 18 Decanter/Taça Riesling feinherb Weingut Pfaffmann (Pfalz / Alemanha) R$ 36 / R$ 18 Chardonnay Alfredo

Leia mais

Chiara Lungarotti, Una Vera Donna Del Vino

Chiara Lungarotti, Una Vera Donna Del Vino Chiara Lungarotti, Una Vera Donna Del Vino By Luiz Gastao Bolonhez on November 18, 2010 Chiara Lungarotti Recentemente esteve no Brasil para uma rápida visita, Chiara Lungarotti, uma jovem umbra que tem

Leia mais

Vinhos de Altitude com atitude

Vinhos de Altitude com atitude Vinhos de Altitude com atitude 1 Terras De Alter C.V. Fundada em 2004, Terras De Alter está orgulhosamente situada em pleno Alto Alentejo e é constituída por duas empresas de grande tradição agrícola na

Leia mais

Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Barroca, Alicante Bouschet e Aragonês, Trincadeira Cabernet Sauvignon. vinhos Encostas de Estremoz

Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Barroca, Alicante Bouschet e Aragonês, Trincadeira Cabernet Sauvignon. vinhos Encostas de Estremoz É nas Encostas de Estremoz, na Quinta da Esperança, que nascem os nossos vinhos. Adaptamos as novas tecnologias de Viticultura à nossa realidade, inspirados no melhor do Novo Mundo, e preservando sempre

Leia mais

Carlos Eduardo Corrêa Nogueira

Carlos Eduardo Corrêa Nogueira Entrevista: Carlos Eduardo Corrêa Nogueira Carlos Eduardo Corrêa Nogueira é Diretor de Negócios Internacionais da vinícola brasileira Miolo, uma das maiores do País. Em entrevista a Textos do Brasil, Nogueira

Leia mais

www.vinhosmaximum.com.br www.vinhosmaximum.com.br contato@vinhosmaximum.com.br

www.vinhosmaximum.com.br www.vinhosmaximum.com.br contato@vinhosmaximum.com.br Rodovia RS 444, Km 18.3, s/n - Caixa Postal 824 Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves, RS CEP 95700-000 54 3459.1258 3459.1208 contato@vinhosmaximum.com.br www.vinhosmaximum.com.br www.vinhosmaximum.com.br

Leia mais

PRESENTES CORPORATIVOS

PRESENTES CORPORATIVOS PRESENTES CORPORATIVOS GRANDES VINHOS PARA GRANDES EMPRESAS A Lidio Carraro Vinícola Boutique preparou um portfólio exclusivo e sofisticado para os presentes personalizados de final de ano de sua empresa

Leia mais

A temperatura abaixou e os nossos preços também.

A temperatura abaixou e os nossos preços também. A temperatura abaixou e os nossos preços também. África do Sul Vinho Nederburg Foundation Vinho Van Loveren Pinotage, Cabernet Sauvignon e Shiraz Pinotage de R$ 33,00 de R$ 30,00 por R$ 28,50 Ofertas válidas

Leia mais

BRASIL 146 - Viapiana Champenoise 192 Dias Brut R$ 45,00 Prosseco / Chardonnay / Viogner Altos Montes/RS

BRASIL 146 - Viapiana Champenoise 192 Dias Brut R$ 45,00 Prosseco / Chardonnay / Viogner Altos Montes/RS ESPUMANTES BRASIL 146 - Viapiana Champenoise 192 Dias Brut R$ 45,00 Prosseco / Chardonnay / Viogner 147 - Viapiana Champenoise 143 Dias Demi-Sec R$ 45,00 Prosseco / Chardonnay / Viogner 145 - Guatambu

Leia mais

INTRODUÇÃO AO DESTINO

INTRODUÇÃO AO DESTINO R027 ENG - Mendoza INTRODUÇÃO AO DESTINO Com 110 mil habitantes, Mendoza é a capital e a maior cidade da província de mesmo nome, na região oeste da Argentina. Ao pé da Cordilheira dos Andes, a cidade

Leia mais

Processo de Elaboração

Processo de Elaboração As variedades que se utilizam para a elaboração do vinho base para este cava são Trepat e Garnacha. A colheita começa no final de Setembro com a variedade Trepat e finaliza a princípios de Outubro com

Leia mais

CVIP COOPERATIVA VITIVINÍCOLA DA ILHA DO PICO, C.R.L. Catálogo. VINHOS DO PICO Produtos CVIP

CVIP COOPERATIVA VITIVINÍCOLA DA ILHA DO PICO, C.R.L. Catálogo. VINHOS DO PICO Produtos CVIP CVIP COOPERATIVA VITIVINÍCOLA DA ILHA DO PICO, C.R.L. Catálogo VINHOS DO PICO Produtos CVIP Quality Crown - Londres 2002 A vitivinicultura na Ilha do Pico Oreconhecimento da excelente qualidade das tradicionais

Leia mais

Brancos e Rosé. para levar de caixa. Os vinhos mais premiados do. nº 11. Pode ser aberto pelos Correios. Fechamento Autorizado

Brancos e Rosé. para levar de caixa. Os vinhos mais premiados do. nº 11. Pode ser aberto pelos Correios. Fechamento Autorizado nº 11 OUTUBRO NOVEMBRO 2015 Novas Safras Vinícola GUASPARI Domaine LAFAGE Os vinhos mais premiados do sul da França Especial CABALLO LOCO Fechamento Autorizado Pode ser aberto pelos Correios Brancos e

Leia mais

Reserva do Conde. Vinhos selecionados pelo Conde com excelente relação qualidade/preço

Reserva do Conde. Vinhos selecionados pelo Conde com excelente relação qualidade/preço Reserva do Conde Vinhos selecionados pelo Conde com excelente relação qualidade/preço Brancos Catena Chardonnay Catena Zapata(Argentina)...26 Errazuriz Sauvignon Blanc Reserva Errazuriz (Chile)...25 Rosado

Leia mais

Articles of PPOW :: PEOPLE POWER

Articles of PPOW :: PEOPLE POWER Articles of PPOW :: PEOPLE POWER Quinta dos Murças, uma nova era do Esporão 2011-10-13 07:10:24 Luiz Gastão Bolonhez O conglomerado Esporão, sucesso absoluto no Alentejo, lança vinhos de seu novo empreendimento,

Leia mais

somos cúmplices em seus momentos

somos cúmplices em seus momentos somos cúmplices em seus momentos Intro 03 nossa vinha e adega Casa Donoso está localizado no coração do Vale do Maule, um das mais antigas e com mais tradição do vinho no Chile. SUAS TERRAS TEM VINHAS

Leia mais

CLIPAGEM VILLA FRANCIONI JULHO 2015. Guia Vinho & Cia.

CLIPAGEM VILLA FRANCIONI JULHO 2015. Guia Vinho & Cia. CLIPAGEM VILLA FRANCIONI JULHO 2015 Guia Vinho & Cia. SITE CULTURA ALTERNATIVA Brasília http://www.culturaalternativa.com.br/turismo/restaurante s/item/4171-vinhos-brasileiros Quarta, 01 Julho 2015 15:35

Leia mais

Taças para cada ocasião. Principalmente, as especiais. SCHOTT ZWIESEL SCHOTT ZWIESEL

Taças para cada ocasião. Principalmente, as especiais. SCHOTT ZWIESEL SCHOTT ZWIESEL Taças para cada ocasião. Principalmente, as especiais. SCHOTT ZWIESEL SCHOTT ZWIESEL DIVA A inovação encontra a emoção. Distribuída em todo o território nacional pela ZWILLING J.A. HENCKELS desde junho

Leia mais

www.winelovers.com.br

www.winelovers.com.br Em 1789, a Vinícola Foffani iniciou sua produção de vinho. A residência da família fica de frente a praça principal da vila medieval de Clauiano, que foi tombada pelo Ministério de Belas Artes, pois é

Leia mais

Catálogo de Natal 2015 Período de compras de 24 de Novembro a 31 de Dezembro

Catálogo de Natal 2015 Período de compras de 24 de Novembro a 31 de Dezembro Catálogo de Natal 2015 Período de compras de 24 de Novembro a 31 de Dezembro Adega de Portalegre A frescura e a elegância em grandes vinhos com grandes prémios Na Serra de S. Mamede, nascem grandes vinhos

Leia mais

Catálogo de Natal 2014 Período de compras de 25 de Novembro a 31 de Dezembro

Catálogo de Natal 2014 Período de compras de 25 de Novembro a 31 de Dezembro Catálogo de Natal 2014 Período de compras de 25 de Novembro a 31 de Dezembro Adega de Portalegre A frescura e a elegância em grandes vinhos com grandes prémios 1 2 Na Serra de S. Mamede, nascem grandes

Leia mais

Temperaturas ideais para degustação dos vinhos:

Temperaturas ideais para degustação dos vinhos: Carta de Vinhos Beba vinho para o espírito e para a boa digestão. Beba vinho na festa e beba vinho na solidão. Beba vinho por cultura ou por boa educação. Beba vinho porque... Bem, você encontrará a razão.

Leia mais

Territorio. Vinhas. Vinhas Valgranda: com fundo cascalhoso e arenoso, com superfícies onduladas dá aromas intensos.

Territorio. Vinhas. Vinhas Valgranda: com fundo cascalhoso e arenoso, com superfícies onduladas dá aromas intensos. Territorio Vinhas Nossa empresa está localizada em Fontanelle, Italia, na zona do Rio Piave, bem no coração da Marca Trevigiana que é a região entre Treviso e Veneza onde se originam a nossa história e

Leia mais

Índice. A ideia. Parceiros. Localização. Diferencial. Serviços. Dinâmica e funcionamento. Ações de marketing. Imagens ilustrativas de referência

Índice. A ideia. Parceiros. Localização. Diferencial. Serviços. Dinâmica e funcionamento. Ações de marketing. Imagens ilustrativas de referência E M P Ó R I O E R I S T O R E M P o R I O E R I S T O R A N T E E M P o R I O E R I S T O R Índice A ideia Parceiros Localização Diferencial Serviços Dinâmica e funcionamento Ações de marketing Imagens

Leia mais

mundo JÁ PENSOU EM CONHECER O PLANETA A PÉ? Para Andando pelo Inspiração horizontes

mundo JÁ PENSOU EM CONHECER O PLANETA A PÉ? Para Andando pelo Inspiração horizontes Inspiração horizontes Andando pelo mundo Conheça os mais belos roteiros de viagem para desafiar a própria resistência e praticar uma boa caminhada [ Por Viviane Oliveira e Carol Rocha ] JÁ PENSOU EM CONHECER

Leia mais

Chega a 6ta edição do Dia Mundial do Malbec.

Chega a 6ta edição do Dia Mundial do Malbec. Chega a 6ta edição do Dia Mundial do Malbec. Wines of Argentina Vinos de Argentina A.C Sob o conceito Celebremos um Clássico vem aí a sexta edição do Dia Mundial do Malbec Na sexta edição do Malbec World

Leia mais

Enóloga fala da participação das mulheres no mundo do vinho

Enóloga fala da participação das mulheres no mundo do vinho Enóloga fala da participação das mulheres no mundo do vinho Carlos Alberto Barbosa Susana Balbo esteve em São Paulo para conduzir a degustação do lançamento no Brasil da linha de vinhos Zohar Na quinta-feira,

Leia mais

Os nossos prémios Ao longo dos anos, para além de comentários como os do Robert Parker, temos assistido à distinção e premiação dos nossos vinhos.

Os nossos prémios Ao longo dos anos, para além de comentários como os do Robert Parker, temos assistido à distinção e premiação dos nossos vinhos. Quem Somos A nova geração de uma família tradicional Portuguesa que sempre nutriu uma enorme paixão pelo vinho. Foi na Quinta do Cruzeiro Mangualde, Dão - que nasceu essa paixão. Foi também na Quinta do

Leia mais

Indicação Geográfica (IG) para Vinhos no Brasil

Indicação Geográfica (IG) para Vinhos no Brasil Análises e Indicadores do Agronegócio ISSN 1980-0711 Indicação Geográfica (IG) para Vinhos no Brasil O Ministério da Agricultura e o Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (IN- PI) têm trabalhado

Leia mais

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL VALE DOS VINHEDOS

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL VALE DOS VINHEDOS ARRANJO PRODUTIVO LOCAL VALE DOS VINHEDOS Design: Base de Comunicação ELABORAÇÃO Jorge Tonietto - Embrapa Uva e Vinho Jaime Milan Aprovale Períodos Evolutivos da Vitivinicultura Brasileira Período 1º Período

Leia mais

Panorama vitivinícola do Brasil. Eng. Agr. Mauro Zanus Chefe-Geral Embrapa Uva e Vinho

Panorama vitivinícola do Brasil. Eng. Agr. Mauro Zanus Chefe-Geral Embrapa Uva e Vinho Panorama vitivinícola do Brasil Eng. Agr. Mauro Zanus Chefe-Geral Embrapa Uva e Vinho A Viticultura no Brasil - Uvas de Mesa - Uvas Finas - Uvas americanas/niágara - Uvas para de Vinho de Mesa - Uvas para

Leia mais

NOTA DA SOMMELIER ao estimado cliente

NOTA DA SOMMELIER ao estimado cliente vinhos NOTA DA SOMMELIER ao estimado cliente A FAMOSA PIZZA tem o prazer de apresentar sua carta de vinhos. Como Sommelier considero que degustar e apreciar um vinho depende da sensibilidade de cada um,

Leia mais

BEBER UM VINHO É ALGO MUITO PESSOAL! A indicação é nossa, e o prazer é seu! SAÚDE E BONS VINHOS! Luiz Augusto & Volnei Signor Sommeliers

BEBER UM VINHO É ALGO MUITO PESSOAL! A indicação é nossa, e o prazer é seu! SAÚDE E BONS VINHOS! Luiz Augusto & Volnei Signor Sommeliers O Restaurante Cozzi, Traz para você, uma Carta de Vinhos bem diversificada focada em três itens fundamentais de atendimento: A Qualidade dos vinhos, O Custo x Benefício Justo e a Diversidade para atendê-lo.

Leia mais

Editora. Palavra da. Rosana Di Hipolito Editora da Revista Arraso

Editora. Palavra da. Rosana Di Hipolito Editora da Revista Arraso Mídia Kit 2015 Palavra da Editora Mas por que falar só de moda se ela não se restringe ao seu closet? A moda está na sala da sua casa, no seu jardim, na festa do seu casamento, na educação dos seus filhos

Leia mais

O paradoxo do vinho brasileiro

O paradoxo do vinho brasileiro PENSAMENTO NACIONAL acadêmico O paradoxo do vinho brasileiro Miolo e Salton tentam replicar fenômenos da Austrália e África do Sul com estratégias de internacionalização como saída para a crise dos vinhos

Leia mais

Riesling Itálico um vinho emblemático para a Serra Gaúcha/Brasil

Riesling Itálico um vinho emblemático para a Serra Gaúcha/Brasil X Congresso Brasileiro de Viticultura e Enologia 147 Riesling Itálico um vinho emblemático para a Serra Gaúcha/Brasil Mauro Celso Zanus 1 ; Jorge Tonietto 1 A Importância das variedades para a identidade

Leia mais

A Editora Três ISTOÉ e ISTOÉ Dinheiro Planeta Menu Motor Show Dinheiro Rural Status select ISTOÉ 2016 ISTOÉ Platinum

A Editora Três ISTOÉ e ISTOÉ Dinheiro Planeta Menu Motor Show Dinheiro Rural Status select ISTOÉ 2016 ISTOÉ Platinum A Editora Três Há mais de 40 anos, a Editora Três vem mostrando que é uma empresa de comunicação comprometida com o desenvolvimento do País. Hoje, ela faz parte do cotidiano de milhões de brasileiros com

Leia mais

MENDOZA Biking REVEILLON 2012

MENDOZA Biking REVEILLON 2012 MENDOZA Biking REVEILLON 2012 A família Catena é uma das pioneiras da produção de vinhos em Mendoza, cidade localizada no oeste da Argentina, aos pés da Cordilheira dos Andes. Atualmente, as mais de mil

Leia mais

Pág: Online Secção: Data: 24-06-2014 Tipo: Blogue Origem: Portugal. A volta da Covela

Pág: Online Secção: Data: 24-06-2014 Tipo: Blogue Origem: Portugal. A volta da Covela Data: 24-06-2014 Tipo: Blogue Origem: Portugal Pág: Online Secção: A volta da Covela Como a rapariga loura de um dos melhores contos de Eça de Queirós, a Quinta de Covela tem muitas singularidades. A mais

Leia mais

Portfólio de Produtos Premium

Portfólio de Produtos Premium Portfólio de Produtos Premium De tradição familiar, localizada em Farroupilha, na Serra Gaúcha, a Vinícola Perini conta com 92 hectares de vinhedos próprios, sendo que essa área possui o diferencial de

Leia mais

MINHO E DOURO. Portugal. gourmet life terroir. 54 GOURMET life GOURMET life 55. Os vinhos mais conhecidos de Portugal

MINHO E DOURO. Portugal. gourmet life terroir. 54 GOURMET life GOURMET life 55. Os vinhos mais conhecidos de Portugal Portugal MINHO E DOURO Os vinhos mais conhecidos de Portugal encontram-se na região norte do país. São também os que apresentam características únicas no mundo. Falamos do Vinho Verde, no Minho, e do vinho

Leia mais

FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA VINHO

FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA VINHO FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA VINHO Prof(a): Erika Liz 2011 VINHO - DEFINIÇÃO Vinho é a bebida obtida por fermentação alcoólica do suco de uva (mosto). O ph varia entre 2,9 e 3,8. O teor alcoólico varia de 7 a

Leia mais

Espumantes e Frisantes. Brancos e Rose

Espumantes e Frisantes. Brancos e Rose Carta de Vinhos Espumantes e Frisantes Lambrusco Anella Andreani Tinto IGT... R$ 45,00 Emilia Romagna Itália 100% Lambrusco. Cor vermelho claro brilhante. Aromas de frutas vermelhas. Paladar de vinho fresco,

Leia mais

Bem Vindo! Bento Gonçalves - Serra Gaúcha - Brasil

Bem Vindo! Bento Gonçalves - Serra Gaúcha - Brasil Bem Vindo! Bento Gonçalves - Serra Gaúcha - Brasil Localize-se Bento - Gramado - Caxias - POA 45km 120 km 120km Bento Gonçalves: todo o encanto da Serra Gaúcha em uma cidade repleta de histórias e sabores

Leia mais

Tejo Wine Region. Região Tejo

Tejo Wine Region. Região Tejo RegiãoTejo Conheça o Team Tejo "Somos o «Team Tejo», a única comunidade vitivinícola situada junto a este grande Rio Português. A Região Vitivinícola do Tejo possui óptimas condições naturais para o cultivo

Leia mais

M alva Real Portug al 1

M alva Real Portug al 1 1 2 WINE OF DOURO (Portugal) QUINTA DA FONTE NOVA D.O.C. O GRUPO MALVA REAL representa e distribui os vinhos do Douro QUINTA DA FONTE NOVA DOC. Trata-se de vinhos premiados e de alta qualidade, revelando

Leia mais

Relatório de Clipping BÁSICA COMUNICAÇÕES PARA: FAMIGLIA ZANLORENZI

Relatório de Clipping BÁSICA COMUNICAÇÕES PARA: FAMIGLIA ZANLORENZI Relatório de Clipping BÁSICA COMUNICAÇÕES PARA: FAMIGLIA ZANLORENZI Curitiba, maio de 2014 Veículo: Portal Gazeta do Povo editoria Sintonizando Página: www.gazetadopovo.com.br/blogs/sintonizando/sintonizando-suco-de-uva-campolargo-ingressa-nas-redes-sociais/

Leia mais

Desbravadores do terroir brasileiro

Desbravadores do terroir brasileiro Revista Adega Ed.91 (5/2013) Terroir Brasil Desbravadores do terroir brasileiro Iniciativas de produtores de Minas Gerais e de Goiás mostram que o potencial vitivinícola brasileiro pode ir além do Sul

Leia mais

MOET CHANDON BRUT IMPERIAL

MOET CHANDON BRUT IMPERIAL VEUVE CLICQUOT BRUT Veuve Clicquot - Champagne/França - Pinot Noir e Chardonnay. Champagne elegante, fresco, cremoso, aromas de frutas brancas, flores brancas e tostado. Harmonização: camarões, sushis

Leia mais

CLIPAGEM VF 2014 NOVEMBRO

CLIPAGEM VF 2014 NOVEMBRO CLIPAGEM VF 2014 NOVEMBRO Corrida A segunda edição do Circuito dos Vinhedos realizada na vinícola Villa Francioni em São Joaquim exigiu dos mais de 300 atletas algo além da superação. Muitos nunca haviam

Leia mais

IV Concurso Internaciona de Vinhos do Brasil 03 a 06 de Novembro de 2008

IV Concurso Internaciona de Vinhos do Brasil 03 a 06 de Novembro de 2008 IV Concurso Internaciona de Vinhos do Brasil 03 a 06 de Novembro de 2008 Marca Comercial Produto Safra País Medalha Avondale Gran Reserva Syrah Vinho Tinto 2004 África do Sul Ouro Anselmann Ortega Trockenbeeren

Leia mais

Relatório de Clipping BÁSICA COMUNICAÇÕES

Relatório de Clipping BÁSICA COMUNICAÇÕES Relatório de Clipping BÁSICA COMUNICAÇÕES Cliente: Famiglia Zanlorenzi Inserções na mídia: 18 Período: Fevereiro de 2015 VEÍCULO: Portal Supermercado Moderno - Notícias PÁGINA: www.sm.com.br/editorias/ultimas-noticias/consumo-em-alta-fazindustria-reforcar-oferta-de-suco-detox-25731.html

Leia mais

"ENTENDENDO O QUE O CONSUMIDORES VALORIZAM NOS VINHOS E ESTABELECENDO ESTRATÉGIAS PARA O MERCADO" Márcio Pinto de Oliveira Vinoticias E-Mail:

ENTENDENDO O QUE O CONSUMIDORES VALORIZAM NOS VINHOS E ESTABELECENDO ESTRATÉGIAS PARA O MERCADO Márcio Pinto de Oliveira Vinoticias E-Mail: "ENTENDENDO O QUE O CONSUMIDORES VALORIZAM NOS VINHOS E ESTABELECENDO ESTRATÉGIAS PARA O MERCADO" Márcio Pinto de Oliveira Vinoticias E-Mail: molivierbh@gmail.com "No vinho, há tantos fatores que fazem

Leia mais

Notas Técnicas A região do Vale do Submédio São Francisco está se desenvolvendo intensamente nos últimos anos. A viticultura, ou seja, a produção de

Notas Técnicas A região do Vale do Submédio São Francisco está se desenvolvendo intensamente nos últimos anos. A viticultura, ou seja, a produção de Notas Técnicas A região do Vale do Submédio São Francisco está se desenvolvendo intensamente nos últimos anos. A viticultura, ou seja, a produção de uvas para o consumo in natura, foi introduzida no Semi-Árido

Leia mais

Bebidas e Afins Express

Bebidas e Afins Express Bebidas e Afins Express BOLETIM SEMANAL DE NOTÍCIAS SOBRE A INDÚSTRIA DE BEBIDAS Ano 1 Número 11 31 de outubro de 2011 www.bebidaseafins.com.br EXPEDIENTE Publicação semanal da SWTH Comunicação Editores:

Leia mais

SBN quadra02, lote11 ED. Apex-Brasil, Brasília, Brasil / CEP 70040-020 +55 61 3426-0202

SBN quadra02, lote11 ED. Apex-Brasil, Brasília, Brasil / CEP 70040-020 +55 61 3426-0202 1 Apex-Brasil Mauricio Borges PRESIDENTE Ricardo Santana DIRETOR DE NEGÓCIOS Tatiana Porto DIRETORA DE GESTÃO CORPORATIVA Marcos Tadeu Caputi Lélis GERENTE EXECUTIVO DE ESTRATÉGIA CORPORATIVA E NEGÓCIOS

Leia mais

1/3 xícara de Pecorino Romano, ou parmesão ralado na hora

1/3 xícara de Pecorino Romano, ou parmesão ralado na hora Receita da Vez: Fuzile ao Ragu de Cordeiro Um toque de glamour: Alecrim Vinho para Massa: Cabernet Sauvignon Música: Concheta - Língua de trapo". Sobremesa: Quindão Vinho para Sobremesa: Moscatel de Setubal

Leia mais

BRINDA BRASIL Maior salão exclusivo de espumantes brasileiros do país, com apresentação, degustação e vendas.

BRINDA BRASIL Maior salão exclusivo de espumantes brasileiros do país, com apresentação, degustação e vendas. BRINDA BRASIL Maior salão exclusivo de espumantes brasileiros do país, com apresentação, degustação e vendas. O mercado brasileiro de vinhos comemora, até o ano de 2015, o CENTENÁRIO DO ESPUMANTE no Brasil.

Leia mais

VINHOS TINTOS. BRASIl. Miolo Seleção Cabernet Sauvignon/Merlot...$ 65,00

VINHOS TINTOS. BRASIl. Miolo Seleção Cabernet Sauvignon/Merlot...$ 65,00 VINHOS TINTOS BRASIl Miolo Seleção Cabernet Sauvignon/Merlot...$ 65,00 Aroma agradável, harmonizando bem a madeira e evidenciando principalmente a fruta. Descritores: cereja, morango, frutas secas e especiarias.

Leia mais

Ronan entrega a Praça Silva Júnior

Ronan entrega a Praça Silva Júnior NIQUELÂNDIA Ronan entrega a Praça Silva Júnior Euclides Oliveira Foi uma grande festa, bem à altura do importante acontecimento: na noite da sexta-feira (18), o prefeito Ronan Batista (PTB) entregou à

Leia mais

TABLEWARE SET JUEGO DE CUBIERTOS INFORMAÇÕES DICAS E CUIDADOS

TABLEWARE SET JUEGO DE CUBIERTOS INFORMAÇÕES DICAS E CUIDADOS TABLEWARE SET JUEGO DE CUBIERTOS INFORMAÇÕES DICAS E CUIDADOS QUALIDADE ACABAMENTO ERGONOMIA OS TALHERES Quem conhece já sabe: os talheres Tramontina são sempre a melhor escolha. As peças são fabricadas

Leia mais

TOTAL DE RESPONDENTES: 698 entrevistados. DATA DE REALIZAÇÃO: 30 de maio e 01 de junho, nas ruas do centro do Rio de Janeiro.

TOTAL DE RESPONDENTES: 698 entrevistados. DATA DE REALIZAÇÃO: 30 de maio e 01 de junho, nas ruas do centro do Rio de Janeiro. Enquete Um estudo feito por matemáticos da Universidade de Vermont, nos Estados Unidos, mostrou que o dia preferido pelas pessoas é o domingo. Os pesquisadores analisaram 2,4 milhões de mensagens pela

Leia mais

RIO. Wine& Food Festival 2014. RIO WINE & FOOD FESTIVAL Festival do Vinho, Gastronomia e Cultura 15 a 21 setembro 2014

RIO. Wine& Food Festival 2014. RIO WINE & FOOD FESTIVAL Festival do Vinho, Gastronomia e Cultura 15 a 21 setembro 2014 WINE & FOOD FESTIVAL Festival do Vinho, Gastronomia e Cultura 15 a 21 setembro 2014 O Brasil no mercado mundial O mercado mundial de vinhos movimenta hoje cerca de US$ 270 bilhões, com uma produção de

Leia mais

Restaurante Top 5. 10 passos para deixar seus convidados mais felizes sem gastar um centavo a mais

Restaurante Top 5. 10 passos para deixar seus convidados mais felizes sem gastar um centavo a mais Restaurante Top 5 10 passos para deixar seus convidados mais felizes sem gastar um centavo a mais Mensagem do Restaurante Olá, Sabemos que é momento de comemorar. E se não fosse uma data ou momento especial,

Leia mais

BARBARESCO Denominaçao de Origem Controlada e Garantida

BARBARESCO Denominaçao de Origem Controlada e Garantida BARBARESCO Denominaçao de Origem Controlada e Garantida VARIEDADE VINHA: 100% Nebbiolo. COLHEITA: 15-30 Outubro RENDIMENTO: 8 toneladas VINIFICAÇÃO: barris de aço inoxidável, de 15-20 dias de fermentação

Leia mais

Falar sobre azeite nos dias de hoje é como falar de vinhos há 20 anos.

Falar sobre azeite nos dias de hoje é como falar de vinhos há 20 anos. Falar sobre azeite nos dias de hoje é como falar de vinhos há 20 anos. Texto: Christiane Bracco Fotos: Johnny Mazzilli 30 Quem não se lembra da garrafa azul de Liebfraumilch, vinho de origem alemã, sensação

Leia mais

Aviso Legal...6. Sobre o autor... 7. Prefácio... 8. 1. Empreendimento Online Por Que Criar Um?... 11. 2. Importação Seus Mistérios...

Aviso Legal...6. Sobre o autor... 7. Prefácio... 8. 1. Empreendimento Online Por Que Criar Um?... 11. 2. Importação Seus Mistérios... Conteúdo Aviso Legal...6 Sobre o autor... 7 Prefácio... 8 1. Empreendimento Online Por Que Criar Um?... 11 2. Importação Seus Mistérios... 14 2.1 Importar é Legal?... 15 2.2 Por Que Importar?... 15 2.3

Leia mais

O Novíssimo Mundo do Vinho: Brasil X China se apresentam ao mercado mundial 23 de Agosto de 2013 - São Paulo Brasil Palestrante: Roberto Rabachino

O Novíssimo Mundo do Vinho: Brasil X China se apresentam ao mercado mundial 23 de Agosto de 2013 - São Paulo Brasil Palestrante: Roberto Rabachino 23 de Agosto de 2013 - São Paulo Brasil Palestrante: Roberto Rabachino Roberto Rabachino, italiano de Turim, é Doutor em Ciências da Alimentação com MBA em Análise Organoléptica Sensorial. Formado em Sociologia

Leia mais

CONRAD ALGARVE. DÊ-SE AO LUXO DE SER AUTÊNTICO.

CONRAD ALGARVE. DÊ-SE AO LUXO DE SER AUTÊNTICO. CONRAD ALGARVE. DÊ-SE AO LUXO DE SER AUTÊNTICO. Em breve vai existir um lugar onde poderá sentir-se único. Um lugar onde o luxo, o estilo e o prazer estão acima de tudo. Uma experiência memorável que vai

Leia mais

ALENTEJO. PORTUGAL 2011-2012

ALENTEJO. PORTUGAL 2011-2012 ALENTEJO. PORTUGAL 2011-2012 estimado cliente É com o maior prazer que a Francisco B. Fino Sociedade Agrícola, Lda apresenta os seus vinhos Monte da Penha e as suas embalagens especiais para oferta. Temos

Leia mais

1915 - Peterlongo: O primeiro champanhe do Brasil 1

1915 - Peterlongo: O primeiro champanhe do Brasil 1 1915 - Peterlongo: O primeiro champanhe do Brasil 1 Leonardo de OLIVEIRA 2 Donesca CALLIGARO ³ Universidade Feevale, Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul RESUMO 1915 Peterlongo: o primeiro champanhe do Brasil

Leia mais

PEDRA ESCRITA SOLO GRANÍTICO ALTITUDE 575 MTS

PEDRA ESCRITA SOLO GRANÍTICO ALTITUDE 575 MTS QUINTA DA PEDRA ESCRITA SOLO GRANÍTICO ALTITUDE 575 MTS QUINTA DA PEDRA ESCRITA DOURO SUPERIOR: GRANITO E ALTITUDE A Quinta da Pedra Escrita está localizada em Freixo de Numão, no Douro Superior, a uma

Leia mais

PROJETO PROFISSÕES. Entrevista com DJ

PROJETO PROFISSÕES. Entrevista com DJ Entrevista com DJ Meu nome é Raul Aguilera, minha profissão é disc-jóquei, ou DJ, como é mais conhecida. Quando comecei a tocar, em festinhas da escola e em casa, essas festas eram chamadas de "brincadeiras

Leia mais

Índice. Sommelier Seu grande aliado. Harmonização

Índice. Sommelier Seu grande aliado. Harmonização Índice Sommelier Seu grande aliado 4 Harmonização 16 Carta de Vinhos o cardápio di vino 1. Novo e Velho Mundo - Tabela Prática...7 2. Preço...8 3. Aromas e Sabores...10 12 Serviço de vinho 1. Apresentação

Leia mais

AnAs Tinto 2012 Vinho Tinto

AnAs Tinto 2012 Vinho Tinto AnAs 2012 Vinho A, situada na Vidigueira, em pleno coração do, foi AnAs As vinhas da foram plantadas na margem do Rio Guadiana, que corre magestoso à nossa porta, em solos franco-argilosos e pedregoso

Leia mais

Este texto é de autoria da Diretora de Vendas Cláudia Leme, muito bom!!! Vale a pena conferir!!! O PRIMEIRO PEDIDO

Este texto é de autoria da Diretora de Vendas Cláudia Leme, muito bom!!! Vale a pena conferir!!! O PRIMEIRO PEDIDO Este texto é de autoria da Diretora de Vendas Cláudia Leme, muito bom!!! Vale a pena conferir!!! O PRIMEIRO PEDIDO A Sra Mary Kay já dizia: nada acontece enquanto você não vende alguma coisa. Se você está

Leia mais

Veja todo o material ou clique no índice abaixo para ir direto para o que precisa.

Veja todo o material ou clique no índice abaixo para ir direto para o que precisa. 1 Carta às Noivas Olá, em primeiro lugar, parabéns por estar se casando! Esperamos que este material à ajude a saber mais sobre casamentos e também no planejamento correto da sua festa. Veja todo o material

Leia mais

Vinho Verde Quinta de Gomariz Trás-os-Montes Encostas do Trogão Douro Vinilourenço Quinta de Cottas. Vinhos de Quinta

Vinho Verde Quinta de Gomariz Trás-os-Montes Encostas do Trogão Douro Vinilourenço Quinta de Cottas. Vinhos de Quinta Catálogo 2013 Projectos Pessoais Vinho Verde Astronauta Maria Saudade Sonhador Dão Quinta da Giesta Lisboa Escondido Fonte das Moças Astronauta Alentejo Vinhos de Quinta Vinho Verde Quinta de Gomariz Trás-os-Montes

Leia mais

Catálogo. Sogrape. Vinhos

Catálogo. Sogrape. Vinhos Catálogo Sogrape Vinhos 2012 / 2013 ÍNDICEVINHOS Mateus Rosé Original 01 Mateus Rosé Aragonês 02 Mateus Rosé Sparkling Meio Seco 03 Mateus Rosé Sparkling Bruto 04 Gazela Sparkling Seco 05 Terra Franca

Leia mais

VIAGENS INESQUECÍVEIS SOB OS CÉUS DA TOSCANA

VIAGENS INESQUECÍVEIS SOB OS CÉUS DA TOSCANA VIAGENS INESQUECÍVEIS SOB OS CÉUS DA TOSCANA QUAL SEU SONHO NA TOSCANA? NÓS TORNAREMOS REALIDADE. BEM VINDO À CIELI DI TOSCANA! Imagine-se em bela companhia, dirigindo a céu aberto pelas paisagens únicas

Leia mais

ATENÇÃO. www.poscolheita.com.br. juarez@ufv.br ESTA PALESTRA E OUTROS MATERIAIS IMPORTANTES PARA A PÓS-COLHEITA DO CAFÉ ESTÃO DISPONÍVEIS NO ENDEREÇO:

ATENÇÃO. www.poscolheita.com.br. juarez@ufv.br ESTA PALESTRA E OUTROS MATERIAIS IMPORTANTES PARA A PÓS-COLHEITA DO CAFÉ ESTÃO DISPONÍVEIS NO ENDEREÇO: ATENÇÃO ESTA PALESTRA E OUTROS MATERIAIS IMPORTANTES PARA A PÓS-COLHEITA DO CAFÉ ESTÃO DISPONÍVEIS NO ENDEREÇO: www.poscolheita.com.br juarez@ufv.br CAFEICULTURA DE MONTANHA & CAFÉ COM QUALIDADE Tecnologias

Leia mais

CAPÍTULO 2 GEORREFERENCIAMENTO DA REGIÃO DE REFERÊNCIA DA INDICAÇÃO DE PROCEDÊNCIA PINTO BANDEIRA: CARTAS IMAGEM

CAPÍTULO 2 GEORREFERENCIAMENTO DA REGIÃO DE REFERÊNCIA DA INDICAÇÃO DE PROCEDÊNCIA PINTO BANDEIRA: CARTAS IMAGEM CAPÍTULO 2 GEORREFERENCIAMENTO DA REGIÃO DE REFERÊNCIA DA INDICAÇÃO DE PROCEDÊNCIA PINTO BANDEIRA: CARTAS IMAGEM Loiva Maria Ribeiro de Mello Carlos Alberto Ely Machado André Rodrigo Farias Sonia Marliza

Leia mais

RUFFINO BRUNELLO DI MONTALCINO GREPPONE MAZZI DOCG

RUFFINO BRUNELLO DI MONTALCINO GREPPONE MAZZI DOCG RUFFINO BRUNELLO DI MONTALCINO GREPPONE MAZZI DOCG Pontuações: TRE BICCHIERI GAMBERO ROSSO Seco Uvas: Sangiovese Grosso Graduação Alcoólica: 14% Temperatura de Serviço: 18º C a 20º C. Melhor se aberto

Leia mais