Rotinas Anuais D.I.R.F.2013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Rotinas Anuais D.I.R.F.2013"

Transcrição

1 Dinâmica Sistemas Personalizados Apostila DIRF Rotinas Anuais D.I.R.F.2013 Declaração de Imposto de Renda na Fonte de pessoas jurídicas(autônomos) e físicas(folha/autônomos), que tenham pago ou creditado rendimentos que tenham sofrido retenção do Imposto de Renda na Fonte, ainda que em um único mês do ano calendário a que se referir a declaração. O Sistema da Dinâmica por se tratar de Administração de Pessoal, somente trata o código 0561 Rendimento de Trabalho Assalariado. Atenção! A geração da DIRF deve ser feita na base de dados de Conceito de Financeiro Dirf Tem por finalidade unificar no arquivo denominado FinanceiroDirf, todas as verbas e valores que serão demonstradas na Declaração de rendimentos e na geração do arquivo que será analisado pelo programa da Receita Federal (DIRF 2014) O Sistema de Cálculo de IRF funciona como fluxo de caixa, ou seja, se a Empresa paga no mês posterior ao mês de competência, a Base de IRF, e o valor descontado a título de IRF, bem como suas deduções (dependentes, pensão alimentícia, INSS), devem constar no mês posterior a competência. Procedimentos para execução da Declaração de Rendimentos e Geração da DIRF. 1 Acesse a opção ANUAIS / DIRF.

2 Dinâmica Sistemas Personalizados Apostila DIRF Selecione a opção DISTRIBUIÇÃO DE PENSÃO PARA DECLARAÇÃO DA DIRF, caso tenha mais de uma pensionista para um mesmo funcionário e também queira que saia impresso na Declaração de Rendimento o nome de cada Pensionista, com seu respectivo valor recebido de pensão. Os pensionistas deverão estar cadastrados na opção, Funcionários, Atualização de Dependentes, Cadastro de Dependentes. Caso o funcionário, tenha só uma Pensionista, não há necessidade da mesma ser inclusa nesta opção para que saia especificada na Declaração de Rendimento, só basta que a mesma esteja cadastrada na opção, Funcionários, Atualização de Dependentes, Cadastro de Dependentes. Com seu devido Nome, o Número de seu CPF e com o grau de parentesco igual a 06 - Pensionista. 1.2 Selecione a opção GERAÇÃO DO FINANCEIRO DIRF. Para Geração do FinanceiroDirf execute os seguintes passos. Já aparecerá em default o caminho/alias da base de dados do ano 2013, o qual quer se processar a DIRF e Declaração de Rendimentos. Caso proceda com pagamento de folha no mês posterior, já será indicado em default o mesmo alias do ano atual (2013) Caso tenha férias Referente ao mês de Janeiro do Ano Posterior (2014) ao ano da DIRF (2013), mas que foram pagas em dezembro (2013), deve-se selecionar o Alias da base 2014 (normalmente o Alias que se processa a folha do ano corrente).

3 Dinâmica Sistemas Personalizados Apostila DIRF O programa que gera o arquivo FinanceiroDIRF, no momento de sua execução ele limpa o FinanceiroDIRF (onde constam valores do ano anterior 2013), e somente atualiza as verbas que estão marcadas na tabela de Vencimentos e Descontos na coluna DIRF Selecione a opção INFORMAR VALORES DE ASSISTÊNCIA MÉDICA DEPENDENTES. O objetivo desta opção é permitir que seja lançado o valor individual de Assistência Médica de cada dependente. O programa gera para a Dirf o valor referente ao desconto do funcionário + o valor do dependente. Essa opção serve somente para as empresas que querem gerar o valor do desconto na Dirf separado por dependente. Se a empresa optar por informar o valor de assistência médica por dependente, o campo Desconta Assistência Médica em Folha que consta no cadastro de empresas deverá ser marcado. Antes de executar essa opção deverá ser executada obrigatoriamente a Geração do Financeiro para D.I.R.F. OBS.:Para atender as clientes que tem mais de duas empresas dentro do ano, desde que tenham descontado e gravado cada um em sua verba, deverá ser informado qual a verba associada a Assistência Médica. Não será mais considerado a do cadastro, isto quer dizer que mesmo o que somente tenham uma, deverá cadastrar esta empresa associado a verba.

4 Dinâmica Sistemas Personalizados Apostila DIRF

5 Dinâmica Sistemas Personalizados Apostila DIRF Tela de Cadastramento das Verbas associadas a Empresa Médica Informar o código da Assistência Médica e código da verba que foi descontado o valor da assistência médica, individualmente. Ou seja, se tiver três assistências medicas diferente no ano, deverá cadastrar cada empresa de assistência médica para cada verba de desconto, individualmente.

6 Dinâmica Sistemas Personalizados Apostila DIRF Acesse a opção DECLARAÇÃO DE RENDIMENTOS \ EMISSÃO DE DECLARAÇÃO DE RENDIMENTOS, para emitir a Declaração de Rendimentos. 1.5 Acesse a opção GERAÇÃO DO ARQUIVO DA DIRF. Preencha esta tabela. Preenchendo os dados conforme tela acima e teclando em OK, será criado o arquivo DIRF , respeitando o layout fornecido pelo Ministério da Fazenda. Onde DIRF = dirf + codigo da Empresa + complemento CNPJ. Ao final da geração do arquivo, será emitido um relatório totalizador, informando valores de remunerações, deduções e Imposto Retido. Basta então, acessar ao analisador DIRF2014 e analisar o arquivo Espelho da DIRF.

7 Dinâmica Sistemas Personalizados Apostila DIRF A emissão do espelho, retrata tão somente o conteúdo do arquivo. Será demonstrado os valores mês a mês, tanto de Rendimentos, Deduções e Imposto Retido. Observações: 1) Ao pedir a emissão coletiva, a ordenação é feito por CPF sendo em ordem crescente. 2) Não se deve ser gerado o arquivo por filial, uma vez que o recolhimento do IRF é centralizado, deverá sempre ser gerada por EMPRESA. 3) Na última página (quando pedido a emissão de forma coletiva) o sistema apresentará um totalizador de Janeiro à Dezembro, demonstrando valores de Rendimentos, Deduções e Imposto retido.

8 Dinâmica Sistemas Personalizados Apostila DIRF Como são compostas as Verbas BASE IRF Abaixo segue uma tabela de todas as bases que compõem a Remuneração, deve-se respeitar suas respectivas classes conforme abaixo. As mesmas devem estar corretas para que na Declaração de Rendimentos possam constar em seus devidos campos. São elas: Tipo: Vencimento IRF: 80 Incidência: Marcar DIRF Código 502 Base I.R.F. Pagamento Normal (mês de competência) RBT OUT 505 Base I.R.F. sobre Férias (pagamento no mês de gozo) RBT FEI 506 Base I.R.F. sobre Diferença de Férias (mês de competência) RBT DFI 510 Base I.R.F. sobre Adiantamento de Salário RBT OUT 511 Base I.R.F. sobre 13º. Salário RBT 13S 524 Base I.R.F. Pagamento Normal RBT OUT 525 Base I.R.F. sobre Férias (pagamento no mês anterior) RBT FEI 541 Base I.R.F. sobre Participação dos Lucros mês competência RBT PLU 542 Base I.R.F. sobre Participação dos Lucros mês posterior RBT PLU 543 Base I.R.F. sobre Diferença de Férias - mês posterior RBT DFF 544 Base I.R.F. sobre 13º. Salário (Recalculo) RBT R Base I.R.F. de Férias Rescisão mês Posterior RBT FEI 575 Base I.R.F. de 13º Recalculo mês posterior RBT R Base I.R.F. de ferias rescisão no mês RBT FEI Tipo: Descontos IRF: 80 Incidência: Marcar DIRF Código 507 Valor de Dedução Maior 65 anos Estatutário RBT OUT

9 Dinâmica Sistemas Personalizados Apostila DIRF Tipo: Descontos IRF: 22 Incidência: Marcar DIRF Código 515 Valor de Dedução Maior 65 anos Estatutário 13º salário RBT 13S Dependentes Os dependentes tem seus códigos próprios e deve-se respeitar as classes abaixo, bem como Ter: Tipo: Desconto IRF: 80 Incidência: Marcar DIRF As verbas são : Código 504 Valor de Dedução Dependentes (Mês de Competência) DPE OUT 528 Valor de Dedução Dependentes (Ferias Mês Anterior ) DPE FEI 529 Valor de Dedução Dependentes ( Mês Posterior ) DPE OUT 750 Valor de Dedução Dependentes (Ferias Dentro do Mês) DPE FEI 751 Valor de Dedução Dependentes ( Ferias Mês Posterior) DPE FEI 752 Valor de Dedução Dependentes (13º 2ª Parcela e Recalculo) DPE 13S 753 Valor de Dedução Dependentes ( Part Lucro dentro do mês) DPE PLU 754 Valor de Dedução Dependentes ( Part Lucro Mês Posterior) DPE PLU Verbas de INSS e IPASE É o valor descontado do funcionário a título de INSS e/ou IPASE Tipo: Desconto IRF: 22 Incidência: Marcar DIRF Rotina 050 INSS pagamento Normal INS OUT 058 INSS Informado INS OUT 059 INSS Diretor INS OUT 062 INSS sobre 13o. Salário N13 OUT 067 IPASE Previdência Estatutário - Pagamento Normal INS OUT 127 INSS sobre Férias Mês Início de Gozo INF FEI 147 INSS sobre 13o. Salário (Rescisão) N3R OUT

10 Dinâmica Sistemas Personalizados Apostila DIRF INSS sobre Férias Mês Final de Gozo INF FEF 149 IPASE sobre Férias Mês Final de Gozo INF FEF 208 IPASE sobre Férias Mês Início de Gozo INF FEI 279 IPASE sobre 13º salário N13 OUT 284 IPASE sobre 13o. Salário (Rescisão) N3R OUT 382 INSS sobre 13o. Salário (Recalculo) N13 R IPASE sobre 13o. Salário (Recalculo) N13 R13 Tipo: Vencimento IRF: 22 Incidência: Marcar DIRF Rotina 156 Restituição de INSS INS OUT Observação1: Caso não possua funcionário estatutário não há necessidades da criação das verbas de IPASE. Verbas de Previdência Privada Estas verbas somente deverão constar na DIRF e Declaração de Rendimentos se no momento do cálculo do IR, foram utilizadas para efeito de dedução. Estas verbas possuem rotina livre, porém a classe da verba deve ser de acordo com seu tipo, sendo eles: PPD - Previdência Privada Descontada: Quando é descontada do líquido do Funcionário. PPI - Previdência Privada Informativa: Quando o Funcionário Faz o pagamento e deseja que na hora do cálculo do imposto de renda ela seja deduzida da base. PPF - Previdência Privada nas Férias: Está sempre é descontada do Funcionário é utilizada quando a empresa tem uma previdência privada e é descontada do funcionário. PP3 - Previdência Privada sobre 13º: Segue o mesmo procedimento de férias. PLI - Previdência Privada sobre Part. Lucro Informativa: Segue o mesmo procedimento de PPI. PPL - Previdência Privada sobre Part. Lucro: Segue o mesmo procedimento de férias.

11 Dinâmica Sistemas Personalizados Apostila DIRF Verbas de Assistência Médica. As verbas devem ter apenas uma característica, ter como Classe genérica = 'ASM' Assistência Médica, isto é utilizado quando a Empresa tem um plano de Assistência Médica no qual desconta do funcionário em folha, parte ou todo o valor. Esta verba não possui rotina de cálculo própria, só não deve ser utilizadas rotinas exclusivas como Pensão, INSS e etc. Verbas para IRF (Isento) para Funcionário Público Aposentado Para não calcular IRF para funcionários Públicos Aposentados, Vinculo Empregatício 'E' e que estejam em seu cadastro marcado na pergunta. Tem Moléstia Grave? Tipo: Vencimento IRF: 80 Incidência: Marcar DIRF Rotina de Cálculo 55 Bases 590 Base IRF Isenta Moléstia Grave Mês MOL OUT 591 Base IRF Isenta Moléstia Grave Mes posterior MOL OUT 592 Base IRF 13 Isenta Moléstia Grave MOL OUT 593 Base IRF 13 recáclculo Isenta Molestia Grave Mês MOL R Base IRF 13 recálculo Isenta Moléstia Grave Mês Posterior MOL R Base IRF Adiantamento Isenta moléstia Grave MOL OUT Verbas de Pensão Alimentícia. É o valor descontado do funcionário a título de Pensão Alimentícia Tipo: Desconto IRF: 22 Incidência: Marcar DIRF Rotina 057 Pensão Alimentícia Normal PEA OUT 069 Pensão Alimentícia sobre 13o. Salário PA3 OUT 139 Pensão Alimentícia sobre Férias PAF FEI 175 Pensão Alimentícia sobre Participação dos Lucros PAL OUT 214 Pensão Alimentícia sobre Diferença de Férias PAF DFI 384 Pensão Alimentícia sobre 13o.Salário(Recalculo) PA3 R Pensão Alimentícia Sobre Férias Rescisão Mês Posterior PFR FEI

12 Dinâmica Sistemas Personalizados Apostila DIRF Verbas de IRF É o valor descontado do funcionário a título de Imposto de Renda Tipo: Desconto IRF: 20 Incidência: Marcar DIRF Rotina 051 I.R.F. - Pagamento Normal - mês de Competência OUT IRN 064 I.R.F. sobre Férias...(paga no mês de gozo) OUT IRF 075 I.R.F. sobre Adiantamento de Salário OUT IRA 122 I.R.F. sobre 13º.Salário OUT IR3 128 I.R.F. sobre Diferença de Férias OUT IRD 176 I.R.F. sobre Participação dos Lucros - mês posterior OUT IRL 177 I.R.F. sobre Participação dos Lucros - mês de competência OUT IRL 230 I.R.F. sobre Estrangeiro (pagamento normal) OUT IRN 245 Desconto de I.R.F. (descontado a menor) OUT IRN 267 I.R.F. sobre Férias...mês anterior de gozo OUT IFA 290 I.R.F. - pagamento normal...mês posterior OUT IRN 293 I.R.F. sobre 13º.Salário (Estrangeiro) OUT IR3 296 I.R.F. sobre Férias (Estrangeiro) OUT IRF 385 I.R.F. sobre 13º.Salário (Estrangeiro) (Recalculo) OUT I3R 386 I.R.F. sobre 13º.Salário (Recalculo) OUT I3R 404 I.R.F. Sobre Férias Rescisão Mês Posterior OUT IFR 413 I.R.F. sobre Part de Lucros (Estrangeiro) OUT IRL 420 I.R.F. sobre 13º salário (Estrangeiro Rec. Mês Posterior) OUT I3R 421 I.R.F. sobre 13º salário Recalculo (mês posterior) OUT I3R 423 I.R.F. sobre ferias (no mês) OUT IFR Tipo: Vencimento IRF: 20 Incidência: Marcar DIRF rotina Gen Ver 238 Devolução de I.R.F. (descontado a maior) OUT IRN Definição dos Campos da Declaração de Rendimentos. Observação: A Declaração de Rendimentos será emitida para cada CPF, isto quer dizer que caso o mesmo funcionário possua mais de uma matricula, somente será emitido uma declaração. 1 - Fonte Pagadora Pessoa Jurídica ou Pessoa Física Nome = Nome da Empresa CNPJ = Quando Emitido Centralizado o CNPJ(CGC) completo da Empresa.

13 Dinâmica Sistemas Personalizados Apostila DIRF Caso Contrário Básico do CNPJ da Empresa mais (+) o Complemento da Filial. Endereço = Quando Emitido Centralizado será o Endereço da Empresa. Caso contrário o Endereço da Filial. Cidade = O Mesmo procedimento do Endereço UF = O Mesmo procedimento do Endereço Telefone = O Mesmo procedimento do Endereço 2 - Pessoa Física Beneficiária dos Rendimentos. CPF = O CPF do Funcionário Nome Completo = Nome do Funcionário Natureza do Rendimento = Rendimento de Trabalho Assalariado. 3 - Rendimentos Tributáveis, Deduções e Imposto Retido na Fonte 01 - Total de Rendimentos Inclusive Férias. - Somatório das Verbas : ( ) Observação 1: Dedução de 507 é porque o mesmo é demonstrado no Item seguinte como Parcela Isenta. Observação 3: A 524 somente nos meses em que não houve Contribuição à Previdência Oficial - Somatório das Verbas com Classe Genérica (Grupo IRF = 22) 'INS' - INSS normal ou IPASE 'INF' - INSS sobre Féria ou IPASE 03 - Contribuição à Previdência Privada e ao Fundo de Aposentadoria Programa Individual - FAPI - Somatório das Verba com Classe da Verba (Grupo IRF = 22) PPD - Previdência Privada Descontada PPI - Previdência Privada Informativa PPF - Previdência Privada Descontada nas Férias PLI - Previdência Privada Informativa na Participação dos Lucros PPL - Previdência Privada Descontada na Participação dos Lucros 04 - Pensão Alimentícia - Somatório das Verbas com Classe Genérica (Grupo IRF=22) PFR Pensão Alimentícia Ferias Resc Mês Posterior PEA - Pensão Alimentícia Normal PAF - Pensão Alimentícia Férias PAL - Pensão Alimentícia Participação nos Lucros

14 Dinâmica Sistemas Personalizados Apostila DIRF Imposto Retido na Fonte - Somatório das Verbas com Classe da Verba (Grupo IRF=20) IRN = I.R.F. Normal IRF = I.R.F. Férias IRD = I.R.F. Diferença de Férias IFA = I.R.F. Férias mês Anterior IRL = I.R.F. Participação do Lucro IRA = I.R.F. Adiantamento IFR = IRF Ferias Rescisão 4 - Rendimentos Isentos e não Tributáveis 01 - Parcela Isenta dos Proventos de Aposentadoria, Reserva, Reforma e Pensão(65 anos ou mais) - Somatório da Verba Diárias e Ajudas de Custo - Somatório das Verbas com Grupo IRF = Pensão (Não Alimentícia), Proventos de Aposentaria ou Reforma por Moléstia Grave e Aposentadoria ou Reforma por acidente em Serviço - Somatório das verbas com o Grupo IRF = 76 (não vai para a DIRF) 04 - Lucro e Dividendo apurado a partir de 1996 pago por PJ(lucro Real, Presumido ou Arbitrado) - Somatório das Verbas com Classe Genérica = 'LCR' - Lucro Arbitrado Valores Pagos ao Titular ou Sócio Micro - Somatório das Verbas com Classe Genérica = 'VLS' - Valor Pagos a Sócio 06 - Indenizações por rescisão de contrato de trabalho, inclusive a título de PDV (pedido de demissão voluntária), e acidente de trabalho - Somatório das Verbas com Grupo IRF = 70 (como Aviso Prévio, 40% FGTS, etc..) 07 - Outros - Somatório das Verbas com Grupo IRF = Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva (Rendimento Líquido) 01 - Décimo Terceiro Salário - Somatório das Bases ( ) - (INSS + IRF + PREVIDENCIA PRIVADA + DEPENDENTES + PENSÃO + 515), INSS = Somatório das Verbas com Classe Genérica N13 e N3R (Grupo IRF = 22) IRF = Somatório das Verbas com Classe da Verba IR3 e I3R (Grupo IRF = 20) Previdência Privada = Verba da Verba = PP3 (Grupo IRF = 22) Dependentes = Verba 752 Pensão = Somatório das Verbas com Classe Genérica PA3

15 Dinâmica Sistemas Personalizados Apostila DIRF Outros - Somatório das Verbas com Grupo IRF = 75 6 Rendimentos Recebidos Acumuladamente Art 12 A da Lei nº de 1988 (sujeito a tributação Exclusiva. 7 - Informações Complementares - Informação de desconto de Assistência Médica quando houver = Somatório das Verbas com Classe Genérica = 'ASM - Informação de desconto de Assistência Odontológica = Somatório das verbas com grupo IRF = 85 - Nome da Pensionista (para efeito de recebimento de Pensão Alimentícia) podendo ser até 04 pessoas. Observação: Os Nomes das Pensionistas deve ser incluído no cadastro de Dependentes com grau de parentesco = 6 (Pensionista) assim como o CPF das pensionistas

Treinamento da DIRF e Comprovante de Rendimentos

Treinamento da DIRF e Comprovante de Rendimentos Treinamento da DIRF e Comprovante de Rendimentos Este treinamento tem o objetivo de demonstrar as informações e funcionalidades da DIRF em relação às rotinas específicas do sistema JB Folha de Pagamento.

Leia mais

Índice. 1. DIRF 2015 Ano-base 2014... 3. 1.1. O que é a DIRF... 3. 1.2. Prazo de Entrega... 3. 1.3. Quem será gerado no arquivo pelo sistema:...

Índice. 1. DIRF 2015 Ano-base 2014... 3. 1.1. O que é a DIRF... 3. 1.2. Prazo de Entrega... 3. 1.3. Quem será gerado no arquivo pelo sistema:... Índice 1. DIRF 2015 Ano-base 2014... 3 1.1. O que é a DIRF... 3 1.2. Prazo de Entrega... 3 1.3. Quem será gerado no arquivo pelo sistema:... 4 2. Geração da DIRF... 5 2.1. Geração Individual (por empresa)...

Leia mais

Manual para DIRF. Manual de Procedimentos - WFOLHA

Manual para DIRF. Manual de Procedimentos - WFOLHA Para gerar o arquivo da DIRF, existem algumas informações importantes a serem revisadas antes de qualquer processo. Desta forma dividimos o manual em sequencias as quais estão explicadas a diante: Prazo:

Leia mais

Como gerar DIRF. Prazo de entrega: Até as 20:00 hs (horário de Brasília) de 24 de fevereiro de 2006

Como gerar DIRF. Prazo de entrega: Até as 20:00 hs (horário de Brasília) de 24 de fevereiro de 2006 Como gerar DIRF 1. Geração do Arquivo...2 1.0. Novidades no Sistema...3 1.1. Pagamento 5º Dia Útil... 3 1.2. Pagamento Dentro do mês... 3 1.3. Preenchimento das Informações para Geração do Arquivo...3

Leia mais

Como gerar DIRF. Prazo de entrega: Até as 20:00 hs (horário de Brasília) de 16 de fevereiro de 2007

Como gerar DIRF. Prazo de entrega: Até as 20:00 hs (horário de Brasília) de 16 de fevereiro de 2007 Como gerar DIRF Prazo de entrega: Até as 20:00 hs (horário de Brasília) de 16 de fevereiro de 2007... 1 Informações Importantes:... 2 Novas informações:... 2 1. Geração do Arquivo...3 1.1. Pagamento 5º

Leia mais

COMPROVANTE DE RENDIMENTOS PAGOS E DE RETENÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA NA FONTE

COMPROVANTE DE RENDIMENTOS PAGOS E DE RETENÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA NA FONTE COMPROVANTE DE RENDIMENTOS PAGOS E DE RETENÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA NA FONTE Ano Calendário/ 2010 Quer entender um pouco mais sobre este documento? Conheça as informações que devem constar em cada quadro

Leia mais

Boletim Técnico. Para viabilizar essa melhoria, é necessário aplicar previamente o pacote de atualizações (Patch) deste chamado.

Boletim Técnico. Para viabilizar essa melhoria, é necessário aplicar previamente o pacote de atualizações (Patch) deste chamado. DIRF 2014 Ano Calendário 2013 Produto : Microsiga Protheus Gestão de Pessoal - Versão 11 Chamado : THZOT6 Data da publicação : 06/01/14 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos A Secretaria da Receita

Leia mais

DIRF. Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte DIRF 2014. Ano Base:2013. Copyright 2013 1

DIRF. Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte DIRF 2014. Ano Base:2013. Copyright 2013 1 DIRF Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte DIRF 2014 Ano Base:2013 Copyright 2013 1 O que é DIRF? Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte: É a declaração feita pela FONTE PAGADORA [Empresa],

Leia mais

Instruções Folha de Pagamento

Instruções Folha de Pagamento Instruções Folha de Pagamento Rotina 20 Instruções DIRF Informações Iniciais Entrega da Declaração (Instrução Normativa RFB. 1.216 15/12/2011) o A DIRF deverá ser entregue até as 23h59min59s (horário de

Leia mais

Classificação Por identificador de Calculo:

Classificação Por identificador de Calculo: Classificação Por identificador de Calculo: Aqui informamos alguns identificadores de cálculo, mas é importante salientar que a incidência da DIRF será de acordo com a incidência da verba para IR, qualquer

Leia mais

Especial Imposto de Renda 2015

Especial Imposto de Renda 2015 Especial Imposto de Renda 2015 01. Durante o ano de 2014 contribuí para a Previdência Social como autônoma. Como devo fazer para deduzir esses valores? Qual campo preencher? Se pedirem CNPJ, qual devo

Leia mais

Filiais, sucursais ou representações de pessoas jurídicas com sede no exterior;

Filiais, sucursais ou representações de pessoas jurídicas com sede no exterior; O que é a Dirf? A Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte Dirf é a declaração feita pela fonte pagadora, com o objetivo de informar à Secretaria da Receita Federal do Brasil os rendimentos

Leia mais

Manual do Usuário 5. EXECUTANDO OPERAÇÕES NO MENU IMPOSTO...2

Manual do Usuário 5. EXECUTANDO OPERAÇÕES NO MENU IMPOSTO...2 1 5. EXECUTANDO OPERAÇÕES NO MENU IMPOSTO...2 5.1 Digitações dos Sócios...2 5.1.1 Campo CPF...2 5.1.1.a Campo Saldo Anterior...3 5.1.1.b Campo Saldo...3 5.1.1.c Campo Isento...3 5.1.1.d Campo Tributado...3

Leia mais

ROTEIRO IMPOSTO DE RENDA RETIDO NA FONTE APURAÇÃO/RELATÓRIOS/GUIAS

ROTEIRO IMPOSTO DE RENDA RETIDO NA FONTE APURAÇÃO/RELATÓRIOS/GUIAS ROTEIRO IMPOSTO DE RENDA RETIDO NA FONTE APURAÇÃO/RELATÓRIOS/GUIAS Apurar corretamente o IRRF(Imposto de Renda Retido na Fonte) é uma tarefa que deve ser executada com muita atenção pelo usuário, por isso

Leia mais

Manual de Processamento da DIRF

Manual de Processamento da DIRF Pág. 1/24 Informações Importantes:... 2 Dedução de Dependentes... 3 Nova forma de acesso... 3 1. Geração dos dados da DIRF e Informe de Rendimentos... 3 1.1. Pagamento 5º Dia Útil... 5 1.2. Pagamento Dentro

Leia mais

Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte. 1) O Órgão Público está obrigado à entrega da DIRF?

Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte. 1) O Órgão Público está obrigado à entrega da DIRF? Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte 1) O Órgão Público está obrigado à entrega da DIRF? Sim. A legislação da DIRF, Instrução Normativa n 1.406, de 23 de outubro de 2013, coloca como pessoa jurídica

Leia mais

Manual da Rescisão Complementar

Manual da Rescisão Complementar Manual da Rescisão Complementar Atualizado em Abril/2009 Pág 1/16 Sumário Rescisão Complementar... 2 Reajuste salarial para funcionários demitidos... 3 Novos Campos cadastro de Sindicato... 4 Recálculo

Leia mais

Guia de Declaração de IRPF 2011. Ano-calendário 2010. Previdência. IR 2010 Prev e Cp_v2

Guia de Declaração de IRPF 2011. Ano-calendário 2010. Previdência. IR 2010 Prev e Cp_v2 Guia de Declaração de IRPF 2011 Ano-calendário 2010 Previdência IR 2010 Prev e Cp_v2 Quem é obrigado a declarar? Está obrigada a apresentar a Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda referente

Leia mais

Neste bip. Participação nos Lucros e Resultados. Você Sabia? Rescisão Complementar. Edição 54 Fevereiro de 2015

Neste bip. Participação nos Lucros e Resultados. Você Sabia? Rescisão Complementar. Edição 54 Fevereiro de 2015 Neste bip Participação nos Lucros e Resultados... Rescisão Complementar... 1 DIRF 2015... 2 Novas Alterações Trabalhistas e Previdenciárias... 3 EFD ICMS-IPI... 4 Nova Tabela de INSS e Salário Família...

Leia mais

DIRF 2015 (ano-calendário 2014)

DIRF 2015 (ano-calendário 2014) DIRF 2015 (ano-calendário 2014) A Instrução Normativa nº 1.503, de 29 de outubro de 2014, que dispõe sobre a Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (Dirf) e o Programa Gerador da Dirf 2015

Leia mais

Para facilitar o entendimento do processo de geração da DIRF 2010 nos Sistemas Cordilheira, a equipe de Suporte Técnico da EBS Sistemas

Para facilitar o entendimento do processo de geração da DIRF 2010 nos Sistemas Cordilheira, a equipe de Suporte Técnico da EBS Sistemas Para facilitar o entendimento do processo de geração da DIRF 2010 nos Sistemas Cordilheira, a equipe de Suporte Técnico da EBS Sistemas disponibilizou este pequeno manual que contém dicas importantes sobre

Leia mais

DIRF 2013 Ano Calendário 2012 Informe de Rendimentos -------------------------------------- PEGASUS Build: 2.0.0.1253 ou superior Data: 15/02/2013

DIRF 2013 Ano Calendário 2012 Informe de Rendimentos -------------------------------------- PEGASUS Build: 2.0.0.1253 ou superior Data: 15/02/2013 - O que á a DIRF? É a Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte. DIRF 2013 Ano Calendário 2012 Informe de Rendimentos -------------------------------------- PEGASUS Build: 2.0.0.1253 ou superior Data:

Leia mais

DIRF 2011. Secretaria da Receita Federal do Brasil

DIRF 2011. Secretaria da Receita Federal do Brasil DIRF 2011 O que é a DIRF? É a Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte feita pela FONTE PAGADORA, destinada a informar à Secretaria da Receita Federal o valor do Imposto de Renda retido na fonte,

Leia mais

APOSTILA PROVISÃO E CONTABILIZAÇÃO

APOSTILA PROVISÃO E CONTABILIZAÇÃO APOSTILA PROVISÃO E CONTABILIZAÇÃO ANO 2004 1 ÍNDICE 1 - Provisão de 13º Salário e Férias Preparando a Provisão 1.1 Cadastro de Provisão de férias 1.2 Cadastro de provisão de 13º Salário 1.3 Relatório

Leia mais

I - Configuração no Windows para Símbolo decimal =. (ponto) e Símbolo de Agrupamento de dígitos =, (vírgula).

I - Configuração no Windows para Símbolo decimal =. (ponto) e Símbolo de Agrupamento de dígitos =, (vírgula). DIRF 2015 Ano Calendário 2014 Informe de Rendimentos PEGASUS Build: 2.0.0.1267 ou superior - 22/12/2014 Para iniciar o processo da DIRF 2015 Ano Calendário 2014 I - Configuração no Windows para Símbolo

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Cálculo do Imposto de Renda na Fonte sobre o complemento de 13º Salário

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Cálculo do Imposto de Renda na Fonte sobre o complemento de 13º Salário complemento de 13º Salário 01/04/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 4 4. Conclusão... 5 5. Informações Complementares...

Leia mais

Imposto de Renda Pessoa Física 2015

Imposto de Renda Pessoa Física 2015 Imposto de Renda Pessoa Física 2015 1 IRPF É um imposto federal brasileiro que incide sobre todas as pessoas que tenham obtido um ganho acima de um determinado valor mínimo. Anualmente este contribuinte

Leia mais

Conteúdo Complementar Cálculo de Rescisão

Conteúdo Complementar Cálculo de Rescisão Conteúdo Complementar Cálculo de Rescisão Gestão de Pessoal Contéudo Complementar Cálculo de Rescisão 1. Cálculo de Rescisão Para efetuar o cálculo de um recibo de rescisão é necessário seguir as orientações

Leia mais

DIRF E COMPROVANTE DE RENDIMENTOS / 2014 - ANO-CALENDARIO 2013

DIRF E COMPROVANTE DE RENDIMENTOS / 2014 - ANO-CALENDARIO 2013 DIRF E COMPROVANTE DE RENDIMENTOS / 2014 - ANO-CALENDARIO 2013 A Instrução Normativa 1.215 de 15/12/2011 dispõem sobre o Comprovante de Rendimentos e a IN 1.406 de 23/10/2013 sobre a Declaração do Imposto

Leia mais

programa executável Folha.exe, normalmente encontrado na pasta FolhaWindows, e selecione o programa AdicionaCampos.Exe (

programa executável Folha.exe, normalmente encontrado na pasta FolhaWindows, e selecione o programa AdicionaCampos.Exe ( 1 Rio de Janeiro, 11 de Agosto de 2014. 1ª Circular do Ano de 2014. Ref: - CIRCULAR N 657, DE 4 DE JUNHO DE 2014 - NIS PORTARIA 1129 MTE - CAGED Tópicos: 1 - EXECUÇÃO DO PROGRAMA ADICIONACAMPOS.EXE 2 -

Leia mais

Módulo Recursos Humanos

Módulo Recursos Humanos Módulo Recursos Humanos Folha de Pagamento Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo Recursos Humanos Folha de Pagamento. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas

Leia mais

Boletim de Relacionamento Previdência. Imposto de Renda Sul América Previdência

Boletim de Relacionamento Previdência. Imposto de Renda Sul América Previdência Boletim de Relacionamento Previdência Imposto de Renda Sul América Previdência Prezado Participante, Desenvolvemos um guia para que você, que possui um Plano de Previdência PGBL ou Tradicional ou um Plano

Leia mais

Instruções Folha de Pagamento Rotina 21 Instruções RAIS

Instruções Folha de Pagamento Rotina 21 Instruções RAIS Instruções Folha de Pagamento Rotina 21 Instruções RAIS Informações Iniciais (Portaria Nº 7, de 3 Janeiro de 2012) o O prazo para a entrega da declaração da RAIS inicia-se no dia 17 de janeiro de 2012

Leia mais

MANUAL PARA DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA 2015 PLANOS DE PREVIDÊNCIA PORTO SEGURO

MANUAL PARA DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA 2015 PLANOS DE PREVIDÊNCIA PORTO SEGURO MANUAL PARA DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA 2015 PLANOS DE PREVIDÊNCIA PORTO SEGURO MANUAL PARA DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA 2015 PLANOS DE PREVIDÊNCIA PORTO SEGURO O Manual

Leia mais

Manual para Utilização dos Sistemas LAPA, LACA e LPHA

Manual para Utilização dos Sistemas LAPA, LACA e LPHA Manual para Utilização dos Sistemas LAPA, LACA e LPHA : Fábio da Silva Adamo- Diretor de Serviços Ana Paula Garcia- Responsável pelo Núcleo de Pagamento Equipe Gerenciamento: Daiana da Silva Raizaro Ilaercio

Leia mais

Este programa tem a finalidade de incluir campos novos que serão utilizados na Folha de Pagamento.

Este programa tem a finalidade de incluir campos novos que serão utilizados na Folha de Pagamento. Rio de Janeiro, 24 de janeiro de 2012. 1ª Circular do Ano de 2012. REF.: Contribuição Previdenciária Empregador MP 540, Alteração no Homolognet Portaria MTE 2.685/2011, DIRF, RAIS e Outras Implementações.

Leia mais

Manual Prático 13º Salário

Manual Prático 13º Salário Manual Prático 13º Salário 1/36 Índice 1. ROTINAS 13 SALÁRIO DOS SISTEMAS EBS... 4 1.1. Definições... 4 2. CONFIGURAÇÕES DE EVENTOS... 6 3. 1 PARCELA... 9 4. 2 PARCELA... 11 5. INFORMAÇÃO DE VALORES EXTRAS...

Leia mais

Menu Processos. - Folha de Pagamento Mensal - Adiantamento (vale) - 13º Salário Parcela Final - 13º Salário Adiantamento

Menu Processos. - Folha de Pagamento Mensal - Adiantamento (vale) - 13º Salário Parcela Final - 13º Salário Adiantamento Digitação de Holerith Processo da Folha de Pagamento Este item é responsável pela criação de sua folha de pagamento. A Digitação de Holerith permite o manuseio completo das mais diferentes situações. Esta

Leia mais

13º SALÁRIO 2015 NOVEMBRO/2015

13º SALÁRIO 2015 NOVEMBRO/2015 2015 NOVEMBRO/2015 Sumário 1. O que é, porque é pago, quando é pago, quem tem direito?... Erro! Indicador não definido. 1.1 Conceito 1.2 Base de Calculos 1.3 Pagamento das Parcela 2. Calculos no Protheus...

Leia mais

Treinamentos no produto AdmRH

Treinamentos no produto AdmRH Treinamentos no produto AdmRH Guia do Aluno Versão 1.0 CGI - Consultoria Gaúcha de Informática Ltda Fone: (54) 3342-3422 www.cgiinformatica.com.br cgi@webcgi.com.br Rua Duque de Caxias, 181 Conj. 301/309

Leia mais

Módulo de Rescisão. Passaremos a explicar abaixo os campos da tela do cálculo da rescisão:

Módulo de Rescisão. Passaremos a explicar abaixo os campos da tela do cálculo da rescisão: Módulo de Rescisão Para calcular a rescisão, é necessário informar para quem se deseja calcular (Código, Divisão, Tomador), depois informar tipo de dispensa, data de aviso prévio, data de pagamento, dias

Leia mais

Manual de Referência DIRF

Manual de Referência DIRF 30/01/2015 Sumário Título do documento Prefácio... 3 Introdução... 4 1. Novas Funções... 4 2. Processo Preparação das Informações... 4 2.1. Limite Mínimo Para Geração Arquivo... 4 2.2. Geração Valores

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Dedução de dependentes da base de cálculo do IRRF - Federal

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Dedução de dependentes da base de cálculo do IRRF - Federal Dedução de dependentes da base de cálculo do IRRF - Federal 03/02/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 4 4. Conclusão...

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Como Tratar o Imposto de Renda na Fonte sobre PLR na DIRF2014

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Como Tratar o Imposto de Renda na Fonte sobre PLR na DIRF2014 Como 09/01/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 3 4. Conclusão... 9 5. Informações Complementares... 9 6. Referências...

Leia mais

O Fato Gerador/Ocorrência do Imposto é -------------------------------------- - A "DATA DE PAGAMENTO" do Rendimento

O Fato Gerador/Ocorrência do Imposto é -------------------------------------- - A DATA DE PAGAMENTO do Rendimento +-+ : Sistema: Folha de Pagamento PEGASUS for Windows : : Rotina : IMPOSTO RETIDO NA FONTE - IRRF - APURAÇÃO/DARF : : Versão : 1.0 : : Data : 26/07/2011 : +-+ Apurar corretamente o IRRF(Imposto de Renda

Leia mais

Gestão de Pessoas - Windows

Gestão de Pessoas - Windows P á g i n a 1 Gestão de Pessoas - Windows Módulo Administração de Pessoal (Rubi) Processo: 13º Salário Senior Sistemas S.A Rua São Paulo, 825 - Bairro Victor Konder - CEP 89012.001 - Blumenau/SC Fone:

Leia mais

VIGENTE A PARTIR DE 01.01.2014 - Portaria Interministerial MPS/MF 19/2014

VIGENTE A PARTIR DE 01.01.2014 - Portaria Interministerial MPS/MF 19/2014 1 DESCONTO NO CONTRA CHEQUE Ao receber o contra cheque é muito comum ver as pessoas indignadas com a quantidade de descontos no salário. Entretanto não existe salário sem descontos, por isso há uma diferença

Leia mais

Declaração de Imposto de Renda 2012

Declaração de Imposto de Renda 2012 Declaração de Imposto de Renda 2012 Cartilha Índice 1. Forma de elaborar a declaração de IRPF 2012... 3 1.1 Formas de entrega... 3 1.2 Prazo de entrega... 3 1.3 Multa pelo atraso na entrega da declaração...

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Como ajustar a DIRF quando não foi realizado o cálculo em separado do IRRF sobre os Rendimentos Recebidos

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Como ajustar a DIRF quando não foi realizado o cálculo em separado do IRRF sobre os Rendimentos Recebidos Como ajustar a DIRF quando não foi realizado o cálculo em separado do IRRF sobre os Rendimentos Recebidos Acumuladamente (RRA) 24/06/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas

Leia mais

Nesta versão, foram disponibilizadas as alterações cadastrais relacionadas ao esocial.

Nesta versão, foram disponibilizadas as alterações cadastrais relacionadas ao esocial. LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando o sistema

Leia mais

IMPOSTO DE RENDA - PESSOA FÍSICA EXERCÍCIO 2010 Ano-Calendário 2009 NOME: PAULO JOSE LEITE DA SILVA DECLARAÇÃO DE AJUSTE ANUAL

IMPOSTO DE RENDA - PESSOA FÍSICA EXERCÍCIO 2010 Ano-Calendário 2009 NOME: PAULO JOSE LEITE DA SILVA DECLARAÇÃO DE AJUSTE ANUAL IDENTIFICAÇÃO DO CONTRIBUINTE Nome: PAULO JOSE LEITE DA SILVA Data de Nascimento: 09/10/1961 Título Eleitoral: 0001947882 Houve mudança de endereço? Não Endereço: Travessa FRUTUOSO GUIMARAES Número: 624

Leia mais

Dinâmica Sistemas Personalizados Ltda Apostila RAIS 2013 1 RAIS

Dinâmica Sistemas Personalizados Ltda Apostila RAIS 2013 1 RAIS Dinâmica Sistemas Personalizados Ltda Apostila RAIS 2013 1 RAIS Como são compostas as Verbas As verbas que irão compor a remuneração na RAIS deverão estar clicado na Tabela de Vencimentos e Descontos o

Leia mais

Orientação para declaração do Imposto de Renda em relação aos recebimentos da ação da GOE.

Orientação para declaração do Imposto de Renda em relação aos recebimentos da ação da GOE. Orientação para declaração do Imposto de Renda em relação aos recebimentos da ação da GOE. 1º PASSO NÚMERO DE MESES A QUE SE REFERE O VALOR A ação compreende o período de 11/1989 a 12/1990 totalizando

Leia mais

Instrução Normativa 1.343, DE 08.04.2013, DA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL

Instrução Normativa 1.343, DE 08.04.2013, DA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL Instrução Normativa 1.343, DE 08.04.2013, DA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL ASSISTIDOS COM INÍCIO DO RECEBIMENTO DO BENEFÍCIO NO PERÍODO DE JAN.2008 A DEZ.2012 Perguntas e respostas para entendimento

Leia mais

IRPF 2014 CARTILHA IR 2014

IRPF 2014 CARTILHA IR 2014 IRPF 2014 CARTILHA IR 2014 A MAPFRE Previdência desenvolveu para os participantes de plano de previdência complementar PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre), FGB Tradicional (Fundo Gerador de Benefício)

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA GERAÇÃO DO 13ª SALÁRIO

INSTRUÇÕES PARA GERAÇÃO DO 13ª SALÁRIO INSTRUÇÕES PARA GERAÇÃO DO 13ª SALÁRIO Versão Obrigatória 2.10a Suporte Follha - Winner Página 1 27/10/08 COPYRIGHT As informações contidas neste documento, sobre produtos e/ou serviços são de propriedade

Leia mais

Objetivo. Conteúdo. Imposto de Renda Pessoa Física. Rendimentos recebidos acumuladamente Palestra TRT 6ª Região

Objetivo. Conteúdo. Imposto de Renda Pessoa Física. Rendimentos recebidos acumuladamente Palestra TRT 6ª Região Imposto de Renda Pessoa Física Rendimentos recebidos acumuladamente Palestra TRT 6ª Região Alexandre de Moraes Rego AFRFB DRF Recife Objetivo Divulgação da nova sistemática de tributação do Imposto de

Leia mais

IRPF 2012 Cartilha IR 2012

IRPF 2012 Cartilha IR 2012 IRPF 2012 Cartilha IR 2012 A MAPFRE Previdência desenvolveu para os participantes de plano de previdência complementar PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre), FGB Tradicional (Fundo Gerador de Benefício)

Leia mais

Rendimentos Tributáveis de Pessoa Jurídica Recebidos Acumuladamente TITULAR

Rendimentos Tributáveis de Pessoa Jurídica Recebidos Acumuladamente TITULAR Rendimentos Acumuladamente TITULAR Veja também... Os rendimentos recebidos acumuladamente, pelo titular da declaração, decorrentes de aposentadoria, pensão, transferência para a reserva remunerada ou reforma,

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Tratamento de pensão alimentícia sobre Rendimento Recebido Acumuladamente (RRA) no Comprovante de

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Tratamento de pensão alimentícia sobre Rendimento Recebido Acumuladamente (RRA) no Comprovante de Tratamento de pensão alimentícia sobre Rendimento Recebido Acumuladamente (RRA) no 13/08/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação...

Leia mais

CHEGOU A HORA DE ACERTARMOS AS CONTAS COM O LEÃO.

CHEGOU A HORA DE ACERTARMOS AS CONTAS COM O LEÃO. Porto Alegre, 17 de fevereiro de 2012 Sr. Cliente: CHEGOU A HORA DE ACERTARMOS AS CONTAS COM O LEÃO. No período de 01 de março até 30 de abril de 2012, a RFB estará recepcionando as Declarações do Imposto

Leia mais

Neste bip. Como converter o arquivo CAGED para acerto. Você Sabia? Edição 52 Dezembro de 2014

Neste bip. Como converter o arquivo CAGED para acerto. Você Sabia? Edição 52 Dezembro de 2014 Neste bip Como converter o arquivo CAGED para acerto... 1 Novo modo de alterar senha de operador... 2 Novo recurso no lançamento [+ planilha]... 2 13 parcela final e SEFIP... 3 Como converter o arquivo

Leia mais

Manual - Demonstrativos de Pagamento e Comprovantes de Rendimento

Manual - Demonstrativos de Pagamento e Comprovantes de Rendimento Manual - Demonstrativos de Pagamento e Comprovantes de Rendimento Versão: VA_04 Data: 26/06/2013 Este documento descreve as atividades e ações no Sistema de Gestão de Pessoas Administração de Pessoal VETORH

Leia mais

IMPOSTO DE RENDA IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA

IMPOSTO DE RENDA IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA IMPOSTO DE RENDA IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA IMPOSTO l ELEMENTOS DO IMPOSTO: INCIDÊNCIA FATO GERADOR PERÍODO DE APURAÇÃO BASE DE CÁLCULO ALÍQUOTA INCIDÊNCIA l IRPF - É o imposto que incide sobre o produto

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Wfolha 13 Salário

MANUAL DO SISTEMA. Wfolha 13 Salário MANUAL DO SISTEMA Wfolha 13 Salário SulProg Sistemas 1 INTRODUÇÃO Este manual foi desenvolvido a fim de facilitar e esclarecer dúvidas sobre os procedimentos referente ao 13 salário. SulProg Sistemas 2

Leia mais

na modalidade Contribuição Definida

na modalidade Contribuição Definida 1 DIRETORIA * Estruturados DE PREVIDÊNCIA na modalidade Contribuição Definida legislação Conforme a Legislação Tributária vigente*, aplicável aos Planos de Previdência Complementar modelados em Contribuição

Leia mais

Legislação. Lei Complementar n 150/2015. Art. 7, parágrafo único, da Constituição Federal

Legislação. Lei Complementar n 150/2015. Art. 7, parágrafo único, da Constituição Federal Simples Doméstico Legislação Lei Complementar n 150/2015 Art. 7, parágrafo único, da Constituição Federal Quem é empregado doméstico? Art. 1 o da LC n 150/2015 Ao empregado doméstico, assim considerado

Leia mais

RENDIMENTOS TRIBUTÁVEIS RECEBIDOS DE PESSOA FÍSICA E DO EXTERIOR PELOS DEPENDENTES

RENDIMENTOS TRIBUTÁVEIS RECEBIDOS DE PESSOA FÍSICA E DO EXTERIOR PELOS DEPENDENTES IDENTIFICAÇÃO DO CONTRIBUINTE Nome: MARILENA BUENO DOS SANTOS Data de Nascimento: 04/03/1933 Título Eleitoral: Houve mudança de endereço? Não Endereço: Rua JOAQUIM INACIO TABORDA RIBAS Número: 1444 Complemento:

Leia mais

Este Procedimento Operacional Padrão define as etapas necessárias de como fazer o Cadastro Diferença Salarial no Sistema TOTVS RM.

Este Procedimento Operacional Padrão define as etapas necessárias de como fazer o Cadastro Diferença Salarial no Sistema TOTVS RM. Este Procedimento Operacional Padrão define as etapas necessárias de como fazer o Cadastro Diferença Salarial no Sistema TOTVS RM. Índice I. Acesso ao Cadastro:... 2 II. Cálculo da diferença utilizando

Leia mais

Layout para geração de dados de folha de pagamentos para instituto de previdência

Layout para geração de dados de folha de pagamentos para instituto de previdência Instituto de Previdência - Layout para Geração de dados de folha de pagamento Informações Gerais Os dados no arquivo de texto deverão estar conforme algumas especificações descritas nesse manual. Os dados

Leia mais

INFORMAÇÃO TRIBUTÁRIA CONTRIBUIÇÕES JANEIRO/1989 A DEZEMBRO/1995 INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1.343/2013

INFORMAÇÃO TRIBUTÁRIA CONTRIBUIÇÕES JANEIRO/1989 A DEZEMBRO/1995 INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1.343/2013 INFORMAÇÃO TRIBUTÁRIA CONTRIBUIÇÕES JANEIRO/1989 A DEZEMBRO/1995 INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1.343/2013 Considerando a publicação da Instrução Normativa (IN) nº 1.343 em 08 de abril de 2013 pela Receita

Leia mais

Cargos/Funções necessárias no desenvolvimento das atividades: GERENTE DE ATIVIDADE, ASSISTENTE TÉCNICO ESPECIALIZADO E ASSISTENTE OPERACIONAL

Cargos/Funções necessárias no desenvolvimento das atividades: GERENTE DE ATIVIDADE, ASSISTENTE TÉCNICO ESPECIALIZADO E ASSISTENTE OPERACIONAL Cargos/Funções necessárias no desenvolvimento das atividades: GERENTE DE ATIVIDADE, ASSISTENTE TÉCNICO ESPECIALIZADO E ASSISTENTE OPERACIONAL MACRO FUNÇÃO ATIVIDADE TAREFA Verificar Tabela de Bancos, Analisar

Leia mais

Procedimentos - 13º Salário Logix

Procedimentos - 13º Salário Logix Procedimentos - 13º Salário Logix 1 ÍNDICE 1. Parâmetros... 3 1.1. RHU3330 - Empresas - Cálculo/Movimento Folha...3 1.2. RHU0050 Manutenção Eventos...5 1.3. RHU0030 - Categoria Salarial...6 1.4. RHU0150

Leia mais

Manual de Procedimentos Sistemas Integrados Wsolução Módulo WFolha Geração do Arquivo da RAIS/2012

Manual de Procedimentos Sistemas Integrados Wsolução Módulo WFolha Geração do Arquivo da RAIS/2012 Indice Introdução...2 Conferindo os cadastros...2 Parâmetros Empresa...2 Cadastro de eventos...3 Centros de Custo (Obras)...3 Sindicatos...3 Funcionários...5 Gerando o arquivo para Rais...5 Outras informações

Leia mais

Inferior ou igual a 2 anos 35% Superior a 2 anos e inferior ou igual a 4 anos 30% Superior a 4 anos e inferior ou igual a 6 anos 25%

Inferior ou igual a 2 anos 35% Superior a 2 anos e inferior ou igual a 4 anos 30% Superior a 4 anos e inferior ou igual a 6 anos 25% Perguntas e respostas 1- Como funciona a Tabela Regressiva dos Planos de Previdência Complementar? R A Tabela Regressiva foi prevista a partir da Lei nº 11.053, de 29 /12 /2004. Em vigor desde 01/01/2005,

Leia mais

Apostila de 13 Salário. Capacitação e Treinamento 1

Apostila de 13 Salário. Capacitação e Treinamento 1 Apostila de 13 Salário Capacitação e Treinamento 1 Conteúdo 1. DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO... 3 1.1. Contagem de Avos... 3 1.2. Primeira Parcela Pagamento até 30/11... 3 1.3. Empregados não disponíveis durantes

Leia mais

RENDIMENTOS TRIBUTÁVEIS RECEBIDOS DE PESSOA FÍSICA E DO EXTERIOR PELOS DEPENDENTES

RENDIMENTOS TRIBUTÁVEIS RECEBIDOS DE PESSOA FÍSICA E DO EXTERIOR PELOS DEPENDENTES IDENTIFICAÇÃO DO CONTRIBUINTE Nome: ESMERALDA ROCHA Data de Nascimento: 19/02/1964 Título Eleitoral: 0153835060116 Houve mudança de endereço? Sim Um dos declarantes é pessoa com doença grave ou portadora

Leia mais

INFORMATIVO. Dispensa de IR sobre as contribuições do participante de 01/01/89 a 31/12/95

INFORMATIVO. Dispensa de IR sobre as contribuições do participante de 01/01/89 a 31/12/95 INFORMATIVO Dispensa de IR sobre as contribuições do participante de 01/01/89 a 31/12/95 Este informativo tem o propósito de orientar as associadas sobre as principais questões atinentes aos procedimentos

Leia mais

EXACTUS SOFTWARE LTDA

EXACTUS SOFTWARE LTDA Instruções para Geração do 13º Salário EXACTUS SOFTWARE LTDA SISTEMA - WINNER Edição 2009 Página 1 de 24 Londrina Paraná Edição 10/2009 COPYRIGHT Todos os direitos são reservados à Exactus Software Ltda.

Leia mais

Perguntas mais frequentes

Perguntas mais frequentes Perguntas mais frequentes 01. Quando começo a pagar o condomínio? Caso adquira o imóvel durante a construção, o pagamento do condomínio começa após a primeira reunião de instalação do condomínio, que é

Leia mais

Instruções Folha de Pagamento Rotina 19 13º Salário

Instruções Folha de Pagamento Rotina 19 13º Salário Instruções Folha de Pagamento Rotina 19 13º Salário Instruções Iniciais Antes de iniciar a geração do 13º salário é necessário verificar com atenção as dicas iniciais. Efetue a parametrização da Tabela

Leia mais

Física. Pessoa IMPOSTO DE RENDA. c o n t a b i l i z e. É hora de acertar as contas com o Leão

Física. Pessoa IMPOSTO DE RENDA. c o n t a b i l i z e. É hora de acertar as contas com o Leão IMPOSTO DE RENDA Distribuição Gratuita Pessoa Física É hora de acertar as contas com o Leão CONTRATE UM PROFISSIONAL E EVITE PROBLEMAS Entre em contato conosco 47 3028-1483 contabilize@contabilizesc.com.br

Leia mais

MANUAL DE EMISSÃO DE NFS-e

MANUAL DE EMISSÃO DE NFS-e MANUAL DE EMISSÃO DE NFS-e 130729 SUMÁRIO EMISSÃO DE NFS-E... 2 NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA... 2 ACESSANDO O SISTEMA... 2 ACESSO AO SISTEMA... 3 SELEÇÃO DA EMPRESA... 4 CONFERÊNCIA DOS DADOS E EMISSÃO

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTO DA ROTINA DA RESCISÃO COMPLEMENTAR

MANUAL DE PROCEDIMENTO DA ROTINA DA RESCISÃO COMPLEMENTAR MANUAL DE PROCEDIMENTO DA ROTINA DA RESCISÃO COMPLEMENTAR INTRODUÇÃO Trata-se de um recurso exclusivo para atender a necessidade de cálculos complementares de verbas rescisórias decorrentes de reajustes

Leia mais

Prefeitura Municipal de Castelo Av. Nossa Senhora da Penha, 103 Centro Cep: 29360 000 Castelo/ES Tel.: +55 28 3542 2124 8526

Prefeitura Municipal de Castelo Av. Nossa Senhora da Penha, 103 Centro Cep: 29360 000 Castelo/ES Tel.: +55 28 3542 2124 8526 DECRETO Nº 13.492 DE 25 DE SETEMBRO DE 2014. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 017/2014, DISPÕE SOBRE OS PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO NA PREFEITURA MUNICIPAL DE CASTELO / ES, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

ROTEIRO BÁSICO PARA GERAR FOLHA DE PAGAMENTO

ROTEIRO BÁSICO PARA GERAR FOLHA DE PAGAMENTO ROTEIRO BÁSICO PARA GERAR FOLHA DE PAGAMENTO Nas páginas seguintes, você terá uma visão geral dos recursos disponíveis e das funções que o Persona pode automatizar. Sem entrar em detalhes, você saberá

Leia mais

INVESTIMENTO I - IMPOSTO DE RENDA NA PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR II - SIMULE E FAÇA CONTRIBUIÇÕES ADICIONAL

INVESTIMENTO I - IMPOSTO DE RENDA NA PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR II - SIMULE E FAÇA CONTRIBUIÇÕES ADICIONAL INVESTIMENTO I - IMPOSTO DE RENDA NA PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR II - SIMULE E FAÇA CONTRIBUIÇÕES ADICIONAL I - IMPOSTO DE RENDA NA PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR A Lei n.º 11.053, de 29 de dezembro de 2004, trouxe

Leia mais

SEÇÃO DE RELAÇÕES DO TRABALHO SETOR DE HOMOLOGAÇÃO TREINAMENTO SISTEMA HOMOLOGNET

SEÇÃO DE RELAÇÕES DO TRABALHO SETOR DE HOMOLOGAÇÃO TREINAMENTO SISTEMA HOMOLOGNET SEÇÃO DE RELAÇÕES DO TRABALHO SETOR DE HOMOLOGAÇÃO TREINAMENTO SISTEMA HOMOLOGNET ACESSO AO HOMOLOGNET Para utilizar o HomologNet é necessário acessar o Portal do Trabalho e Emprego na Internet, no endereço

Leia mais

VARGAS CONTABILIDADE atendimento@vargascontabilidaders.com.br ORIENTAÇÃO

VARGAS CONTABILIDADE atendimento@vargascontabilidaders.com.br ORIENTAÇÃO VARGAS CONTABILIDADE atendimento@vargascontabilidaders.com.br ORIENTAÇÃO PREVIDÊNCIA SOCIAL Décimo Terceiro Salário Nesta orientação, vamos apresentar como deve ser preenchida a declaração do SEFIP Sistema

Leia mais

Código: Ministério da Saúde Fundação Oswaldo Cruz Diretoria de Administração. Orientação Normativa

Código: Ministério da Saúde Fundação Oswaldo Cruz Diretoria de Administração. Orientação Normativa Versão: 1/2007 Nome: para recolhimento de tributos previdenciários e IR I Introdução: Devido às dúvidas originadas por várias unidades da Fiocruz no que se refere ao recolhimento de Tributos Previdenciários

Leia mais

CARGA TRIBUTÁRIA ANO 2012

CARGA TRIBUTÁRIA ANO 2012 CARGA TRIBUTÁRIA ANO 2012 Orientações Básicas INFORMAÇÕES GERAIS PESSOA JURÍDICA 1) DCTF : (Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais) ATENÇÃO! Apresentação MENSAL obrigatória pelas Pessoas

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO Cordilheira Recursos Humanos Versão 2 PLANO DE ASSISTÊNCIA A SAÚDE

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO Cordilheira Recursos Humanos Versão 2 PLANO DE ASSISTÊNCIA A SAÚDE BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO Cordilheira Recursos Humanos Versão 2 PLANO DE ASSISTÊNCIA A SAÚDE Criada a rotina de Plano de Assistência a Saúde. Esta rotina irá possibilitar gerar a DIRF com valores descontados

Leia mais

Entenda como é realizado o cálculo do Imposto de Renda Retido na Fonte:

Entenda como é realizado o cálculo do Imposto de Renda Retido na Fonte: Entenda como é realizado o cálculo do Imposto de Renda Retido na Fonte: Observação: Como exemplo, será utilizado o Demonstrativo de Pagamento fictício apresentado abaixo, cuja competência é de junho de

Leia mais

Cálculos Protheus SIGAGPE - Brasil

Cálculos Protheus SIGAGPE - Brasil Rotina de Folha de Pagamento Sumário Mapa de Vale Refeição Seguro de Vida Cesta Básica Assistência Médica Tipo 1 e 2 Parâmetro 22 - Assistência Médica Parâmetro 58 - Assistência Médica 2 Salário-Base Periculosidade

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS PROUNI 2014 PORTARIA NORMATIVA Nº2, 06/01/14

LISTA DE DOCUMENTOS PROUNI 2014 PORTARIA NORMATIVA Nº2, 06/01/14 LISTA DE DOCUMENTOS PROUNI 2014 PORTARIA NORMATIVA Nº2, 06/01/14 DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR O coordenador do ProUni deverá solicitar, salvo em caso de

Leia mais

GOVERNO DE SERGIPE DECRETO Nº 29.979 DE 07 DE ABRIL DE 2015

GOVERNO DE SERGIPE DECRETO Nº 29.979 DE 07 DE ABRIL DE 2015 GOVERNO DE SERGIPE DECRETO Nº 29.979 DE 07 DE ABRIL DE 2015 Dispõe sobre a entrega da Declaração de Bens e Valores por todos os agentes públicos, no âmbito do Poder Executivo Estadual, nos termos da Lei

Leia mais

ANEXO I DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR

ANEXO I DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR ANEXO I DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR A CPSA deverá solicitar, salvo em caso de dúvida, somente um dos seguintes comprovantes de identificação: 1. Carteira

Leia mais

MANUAL FUNCIONAL SOBRE NFS-e MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO/RS

MANUAL FUNCIONAL SOBRE NFS-e MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO/RS MANUAL FUNCIONAL SOBRE NFS-e MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO/RS SUMÁRIO SUMÁRIO...2 1. APRESENTAÇÃO...4 1 2. ACESSO AO APLICATIVO...5 3. GERAÇÃO DE NFS-e...6 3.1. Preenchimento dos dados para emissão da NFS-e...6

Leia mais