Aos 30 anos, Poly-Vac inicia nova fase

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aos 30 anos, Poly-Vac inicia nova fase"

Transcrição

1 Embalagens termoformadas impressas da Poly-Vac: empresa é pioneira no Brasil Aos 30 anos, Poly-Vac inicia nova fase Michela Arippol: fábrica mais competitiva Ao completar 30 anos de atuação no País, marca esta registrada em abril último, a pioneira do setor de embalagens termoformadas impressas Poly-Vac lança uma campanha comemorativa, que envolve diversas ações promocionais em O projeto é resultado da nova fase em que vive a companhia: de restruturação organizacional e de processo, comandada pela empresária Michela Arippol, filha de Raimondo Arippol, fundador da Poly-Vac. A estrutura organizacional da Poly-Vac começou a ser redimensionada em meados do ano passado, quando Michela Arippol assumiu a empresa, decidida a torná-la mais competitiva e produtiva. Desde então, a companhia, que tem como principais produtos embalagens termoformadas rígidas de polipropileno e flexíveis co-extrusadas em nylon/polietileno com barreira, está passando por um período de mudanças. A capacidade produtiva saltou de 900 t de embalagens termoformadas rígidas para 1,2 mil t/ ano, as quais somam-se às 60 t de resinas para embalagens flexíveis. No mesmo período já foram investido US$ 5 milhões em novos equipamentos e tecnologias, visando o aprimoramento do processo e, principalmente, a fidelização do cliente. Para isso, além do investimento realizado e dos que ainda estão por vir e que não foram divulgados, a empresa deve ampliar sua atuação junto ao cliente, por meio da prestação de serviços que atendam às necessidades dos mesmos. Nisto inclui-se o desenvolvimento de novos formatos e soluções em embalagens para os mais diversos segmentos. Vamos tornar a fábrica mais competitiva com muito trabalho e com o apoio de toda a equipe da Poly-Vac, garante a diretora-presidente da companhia que conta com cerca de 750 funcionários. Na lista de produtos da empresa estão copos e tampas dos mais diferentes setores, entre eles os de margarina, manteiga, tempero, água mineral, copos descartáveis, iogurte, requeijão, suco, sorvete, doces em geral, queijo, creme de leite, maionese, pipoca, base para ovos de páscoa, sabão em pasta e o último de cosméticos. Todas as categorias de embalagens Poly- Vac estão sendo apresentadas em diferentes feiras e eventos. No ano passado, a empresa participou de dois importantes eventos do setor alimentício do País: a FITHEP - Feira de Sorveteria, realizada no início de julho em São Paulo, e da Expomaq - Feira de Latícinios, ocorrida na segunda quinzena de julho em Juiz de Fora (MG). Este ano a Poly-Vac deverá focar novamente suas ações em eventos deste tipo, como a Feira de Alimentação Fispal, que ocorrerá de 10 a 13 de junho no Pavilhão do Anhembi, em São Paulo. Concorrendo em um mercado que movimenta R$ 20 bilhões no País, a Poly-Vac tem muito a comemorar. Além de estar completando 30 anos e de ter um faturamento de R$ 79,25 milhões em 2002, a companhia acaba de conquistar a certificação de qualidade ISO 9001-versão 2000, o que poderá contribuir em muito para sua atuação fora do País. Apesar de já contar com clientes internacionais na América do Sul, a empresa quer mais. Dentro do processo de restruturação está um projeto de ampliar as exportações para outras regiões do globo. De acordo com Michela Aripool, a empresa já iniciou contatos com indústrias de países como Estados Unidos, Espanha e Itália. Queremos atuar em mais países e com mais clientes, mas de uma forma qualitativa, explica a empresária. Atualmente, além de contar com representantes espalhados por todo o Brasil, a empresa dispõe de representantes comerciais no Paraguai, Uruguai e Argentina. BALANÇAS Toledo amplia frota para calibração A frota de caminhões equipados com guincho da Toledo do Brasil acaba de ser dobrada. A empresa especializada na área de pesagem está ampliando seu serviço de calibração de balanças rodoviárias, ferro- 36 BRASIL ALIMENTOS - nº 19 - Março/Abril de 2003

2 Caminhão da Toledo equipado para calibrar balanças: investimento de R$ 1 milhão viárias e rodo-ferroviárias com a aquisição de mais 7 caminhões equipados com guincho, motor de alta potência, peso e aparelhagem de testes. Além disso, estamos preparados para atender aos requisitos da legislação dos equipamentos de pesagem, que se tornarão mais rígidos a partir de 2003, com a entrada em vigor das tolerâncias mais estreitas definidas pela portaria 236/94, garante Edson José Freire, gerente nacional de Assistência Técnica da Toledo. A empresa está investindo cerca de R$ 1 milhão na ampliação da frota e espera aumentar em 50% o atendimento às empresas nos próximos dois anos. O serviço de calibração da Toledo é indicado às empresas que possuem balanças rodoviárias, ferroviárias e rodo-ferroviárias, com destaque aos segmentos de comércio e estocagem de grãos, mineração, portos, indústria química e alimentícia e agropecuária. Segundo Freire, a calibração das balanças, em geral, deve ser feita a cada 6 ou 12 meses, ou antes da safra, dependendo do uso e da quantidade de pesagem que a empresa realiza por dia. Este controle assegura confiabilidade nas operações de entrada e saída de mercadorias das empresas. Também evita possíveis falhas que possam surgir e serem detectadas pelo órgão fiscalizador, o que acarretaria multas e até mesmo interdição da balança, avalia. Os novos caminhões são especialmente projetados para calibrações de balanças de grandes capacidades. São equipados com guinchos giratórios e pesos-padrão com 11 toneladas. Segundo a empresa, os pesos serão calibrados na Rede Brasileira de Calibração. A Toledo afirma que está apta a realizar calibrações, atendendo os requisitos definidos pela norma NBR ISO/IEC 17025, que estabelece o padrão de qualidade deste tipo de serviço. O atendimento às empresas pela Unidade Móvel de Calibração é feito por um técnico especializado, que conta com o auxílio do motorista do caminhão. O serviço dura em média de 2 a 6 horas dependendo do tamanho da balança e dos ajustes necessários. BRASIL ALIMENTOS - nº 19 - Março/Abril de

3 LUBRIFICANTES Shell lança linha comestível no Brasil Seguindo a tendência do mercado de agregar valores aos produtos, a Shell traz para o país uma linha de óleos e lubrificantes comestíveis para a indústria alimentícia. Casos de contaminação de produtos por óleo e lubrificantes não são constantes, até por que não há dano imediato à saúde do consumidor. No entanto, a cor, a textura e o sabor dos alimentos podem ser alterados, e, conforme ressalta o gerente de produto da Shell, Richard Pinchin, o dano à imagem da empresa é imensurável. A Shell Specialites, divisão da companhia que cuida desse mercado, espera aumentar em 10% suas vendas no Brasil neste ano. A divisão de lubrificantes industriais da empresa faturou em 2002 cerca de R$ 125 milhões. A novidade custa cerca de 5 vezes mais do que os lubrificantes convencionais, mas, segundo os executivos do ramo, esse valor é pouco significativo no custo final. REFRIGERAÇÃO York lança compressores na Fispal A York International lança no Brasil, durante a Fispal Tecnologia, uma linha de compressores alternativos Sabroe CMO Mk2. A novidade, segundo a empresa, oferece um aumento de capacidade de 25%, em relação aos modelos CMO Mk1, mantendo as mesmas características dimensionais externas da linha anterior. Os novos compressores, utilizados na geração de frio para a produção e conservação de alimentos, têm maior capacidade, obtendo um congelamento mais rápido dos alimentos, fazendo com que diminuam as perdas e garantindo melhor conservação das propriedades desses alimentos. Compressor Sabroe, lançado pela York Os compressores Sabroe CMO Mk2, da York, têm deslocamento volumétrico de 116 a 233 m 3 /h (em rotação máxima de rpm) e são destinados às pequenas e médias capacidades de refrigeração de indústrias alimentícias, de laticínios, engarrafadoras de água e refrigerantes, entre outras aplicações industriais, incluindo-se navais, e em plataformas marítimas. Agora fabricados no Brasil, os compressores CMO Mk2 York podem operar com uma ampla gama de refrigerantes, entre eles: amônia, R22, R134a, R404A. Possuem ainda altos coeficientes de performance alta capacidade e baixo consumo de energia, mesmo em cargas parciais; baixos níveis de ruído e vibração; partida totalmente aliviada; controle automático de capacidade; construção robusta e compacta; e fácil acesso para manutenção em campo. A linha é composta por três modelos para simples estágio com 4, 6 ou 8 pistões: CMO 24, 26 e 28. Para duplo estágio, o modelo existente é o TCMO 28 que opera com 8 cilindros: 6 na baixa e 2 na alta. Permitem ainda acoplamento direto com luva elástica ou por polia e correias. Nova tecnolgia para reciclar longa vida Um acordo comercial entre a fabricante de embalagens longa vida Tetra Pak, a produtora de celulose e papel Klabin e a recicladora TSL deverá em breve aumentar os números de reciclagem de caixinhas longa vida no País. Isto porque uma pesquisa de reciclagem destas embalagens, iniciada há seis anos pela Tetra Pak, está chegando ao fim. Após seis anos de pesquisas, a Tetra Pak desenvolveu uma tecnologia que permite a separação dos componentes da embalagem longa vida papelão, plástico e alumínio, aumentando o valor do material para catadores e estimulando a reciclagem. Trata-se de uma tecnologia já utilizada em outros processos de reciclagem, o forno de plasma. A tecnologia foi aprimorada pela Tetra Pak e pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), de São Paulo, com o objetivo de segregar o alumínio do plástico, hoje o maior problema para a reciclagem destes materiais. O processo se destaca por aquecer eletricamente o material a temperatura de Celsius, o que permite a separação do alumínio sem a presença de oxigênio. O alumínio é então transformado em lingotes e o plástico em parafina. O custo de execução da planta é estimado em US$ 13 milhões, mas a participação de cada uma das partes ainda não foi definida. Por enquanto, a Tetra Pak entrará com a tecnologia, a qual deverá ser exportada para outras unidades da empresa pelo mundo. O projeto prevê a construção, até 2004, de uma unidade nas dependências da Klabin, em Piracicaba (SP), com capacidade para separar cerca de 40 toneladas de material por dia. A companhia de papel e celulose e também uma das principais recicladoras de papel no País deverá ceder a área para a instalação da usina de reciclagem e repassar a matéria-prima. Atualmente, a empresa gera cerca de 12,5 toneladas de alumínio e papel da embalagens longa vida que recicla. Metade desse material é entregue a um grupo de recicladores que o transformam em placas de plástico, telhas e suportes para cerdas de vassouras. A outra parte segue para aterros controlados. Com os menores índices de reciclagem no Brasil, de 15%, as caixinhas longa vida custam entre R$ 0,18 e R$ 0,20 o quilo às recicladoras. Com a nova tecnologia, esse valor deve aumentar em 33%, o que deverá estimular a reciclagem destas embalagens no país. Atualmente, a Tetra Pak ajuda 170 municípios brasileiros a fazer a coleta seletiva das embalagens longa vida. A companhia planeja investir, este ano, R$ 4,5 milhões no desenvolvimento de tecnologias de processo para a industrialização do material reciclado, em engenharia de produtos, campanhas educativas nos municípios e com a impressão de material com conteúdo educativo sobre coleta seletiva. 38 BRASIL ALIMENTOS - nº 19 - Março/Abril de 2003

4 BEBIDAS REFRIGERADAS Metalfrio lança HB 11 e Fast Lane A Metalfrio Solutions está lançando no mercado duas novas ferramentas de merchandising e promoção de vendas para bebidas: a HB 11 e a Fast Lane. Ambas foram projetadas para serem colocadas próximo ao ponto de check out de supermercados, lojas de conveniência, padarias e locadoras, estimulando a compra por impulso. A HB 11, com capacidade para 24 PETs de 600 ml e 48 latas, possui um cesto externo que pode servir como depósito de mercadorias deixadas pelo consumidor antes de passar pelo caixa ou para a colocação de latas e/ou garrafas PET para serem vendidas à temperatira ambiente; termostato com ampla faixa de regulagem; molduras em alumínio; tampas deslizantes com vidro antiembaçante; rodízios para deslocamento; além do condensador sem aletas, que proporciona baixa freqüência de limpeza e maior vida útil do compressor e ventilador. A HB 11 traz ainda um painel superior iluminado, que pode ser logomarcado por inteiro pelo fabricante. Fast Lane, da Metalfrio, com portas sliding O Fast Lane tem capacidade para 237 PETs de 600 ml e 360 latas. Entre suas principais características estão as portas deslizantes sliding, que fecham automaticamente através de um sistema de retorno, o que mantém as bebidas sempre geladas; condensador com aletas (para economizar energia elétrica); prateleiras ajustáveis; distribuição uniforme do ar frio; iluminação interna superior; dreno para limpeza interna; portas com travas que facilitam o abastecimento do produto; além da área lateral livre para aplicação da logomarca. MANUTENÇÃO Bunge Alimentos otimiza seus processos A Bunge Alimentos Divisão Santista, utiliza há 7 anos o software SIM - Sistema Informatizado de Manutenção, da Astrein Engenharia de Manutenção, empresa que atua no mercado nacional em software para gerenciamento de manutenção. A Bunge foi pioneira no investimento tecnológico voltado à manutenção, que ofereceu flexibilidade, facilidade de adaptação ao processo, operação simples e um suporte técnico versátil. De acordo com o coordenador de manutenção e utilidades da Bunge, Carlos Rogério Zacaro, o sistema permitiu a redução de mais de 40% do tempo de atendimento, melhor aproveitamento de mão-de-obra e do número de horas paradas de equipamentos, diminuição nos custos gerais e horas extras, melhorou a administração dos serviços terceirizados e reduziu o tempo de atendimento e disponibilizou histórico seguro de serviços realizados na planta. Além disso, o sistema dá suporte para os processos de auditoria e qualificação para a ISO BRASIL ALIMENTOS - nº 19 - Março/Abril de

5 LOGÍSTICA AGV e Rodasul inauguram Centro de Distribuição Em julho próximo, a AGV e a Rodasul inaugurarão, em Cachoeirinha, no Rio Grande do Sul, um moderno Centro de Distribuição com capacidade para armazenar até 17 mil paletes de produtos secos, refrigerados, climatizados e congelados em um mesmo local. Construído para atender à demanda operacional de importantes empresas da região Sul, o novo Centro conta com 23 docas com plataformas niveladoras, pé direito de 12 m, amplo pátio para estacionamento e manobras de veículos, completa estrutura de apoio e ainda tecnologia de ponta com sistemas integrados (WMS, TMS e ERP), incluindo controles Maquete da CD da AGV e Rodasul, que será inaugurado em julho, em Cachoeirinha (RS) por rádiofreqüência e telecomunicações por banda larga. Quanto ao fator segurança, o empreendimento apresenta sistemas de alarme e monitoramento com circuito interno de TV, além de sprinklers no combate a incêndios. O projeto arquitetônico do Centro privilegia a iluminação natural, permitindo temperatura interna agradável, graças à fachada metálica curva, que também protege os veículos sobre as docas. Rigesa traz inovações tecnológicas A Rigesa, empresa do Grupo MeadWestvaco, que atua no segmento de papel cartão e papel ondulado, está trazendo para o mercado brasileiro a tecnologia de ponta de sua matriz norte-americana para a fabricação de embalagens com substratos plásticos semirígidos, com o propósito de ampliar seu portfólio. A novidade tem como principal diferencial o fato de reunir em um único produto atributos como transparência, grafismos de alta definição, avançados recursos de impressão e sistemas de corte, vinco e colagem. Um dos pontos fortes dessa tecnologia é que ela permite que a impressão offset com tinta UV seja realizada tanto na parte externa quanto na interna da embalagem, além de várias opções de acabamento como hot-stamping, quadricromia, branco opaco, degradé e aplicação de vernizes, o que confere alta resolução e várias possibilidades de impressão. G.D. do Brasil participa da Brasil Bau De olho no crescente mercado de sucos prontos para beber, a G.D. do Brasil indústria multinacional de máquinas e equipamentos para embalagem esteve participando da Brasil Bau VII Feira Internacional de Tecnologia em Bebidas, que aconteceu de 9 a 11 de abril passado. Entre as máquinas expostas, o grande destaque foi a Volpak SP-220, que produz embalagens stand-up pouch. O equipamento ainda envasa o produto e aplica os acessórios, desde um zíper até um canudo interno. Na ocasião, a empresa esteve mostrando aos visitantes outros equipamentos de sua linha, como o Corniani RCCA 24/8 máquina envasadora para produtos não carbonatados, projetada para trabalhar com diversos tipos de tampas, que gera grande confiabilidade quanto ao volume envasado; e a Oce Diamante rotuladora automática que possibilita a aplicação de até cinco rótulos num mesmo frasco. O equipamento aceita embalagens de diferentes geometrias e rótulos auto-adesivos, à base de cola fria ou hot-melt. Também foram expostos na Brasil Bau as Sotemapak Wrap-Around e Nice-Wrap. A primeira máquina forma, agrupa e encaixota produtos de diversos formatos e segmentos; já a Nice-Wrap foi desenvolvida para agrupar e envolver garrafas, latas, cartuchos com filme shrink e bandejas ou tabuleiros, com flexibilidade e a baixo custo operacional. 40 BRASIL ALIMENTOS - nº 19 - Março/Abril de 2003

6 CURTAS AGEND GENDA NOVO ENDEREÇO DA YORK NO RIO DE JANEIRO A York International, tem novo endereço da Filial Rio, que passa a concentrar num amplo espaço todo atendimento a instaladores, projetistas, profissionais responsáveis pelos serviços de manutenção de ar-condicionado e refrigeração. A nova unidade está situada à Rua São Clemente, 325, em Botafogo. ACESITA TEM SOLUÇÃO INTEGRADA EM INOX PARA FABRICANTES DE BEBIDAS O Núcleo Inox, que reúne empresas da cadeia produtiva do aço inoxidável no País, participará da Brasil Cachaça Em parceria com a Acesita, única produtora de aços inoxidáveis planos no Brasil, o Núcleo Inox apresenta uma solução integrada para produção de cachaça de qualidade baseada no uso intensivo do inox. A entidade irá expor reservatórios, tanques de pré-aquecimento, condensadores, dornas de fermentação (de 300 a 2 mil litros) e tanques de homogeneização em aço inoxidável, que podem substituir os similares em outros materiais normalmente utilizados. Segundo Arturo Chao Maceiras, diretor do Núcleo Inox, a ação faz parte do programa da entidade e tem como objetivo proporcionar a divulgação do aço inox e, desta forma, aumentar o seu consumo. O Núcleo Inox e a Acesita promovem a palestra Utilização do Aço Inox para produção de Cachaça visando mostrar aos visitantes quais os benefícios do aço inoxidável na produção dessa bebida. PRADA COMPRA EQUIPAMENTOS DO GRUPO REAL A Prada está investindo R$ 41,5 milhões na aquisição de equipamentos de seu principal concorrente, o grupo Real. A empresa comprou a linha de produção de latas de sardinha por R$ 7,5 milhões e os equipamentos de duas unidades fluminenses da Real, localizadas em Cordovil e Coelho Neto, por R$ 34 milhões. As unidades produzem latas para os setores de tintas, vernizes, lubrificantes, solventes e azeites. O grupo Real está se desfazendo de alguns de seus negócios com o objetivo de saldar dívidas. A Prada também firmou um contrato de fornecimento de longo prazo, de cinco anos, com a principal cliente da linha de frutos do mar da Real, a GDC Alimentos. Segundo a direção da Prada, os equipamentos adquiridos irão garantir à companhia maior flexibilidade e vantagens tecnológicas em relação às outras empresas do mercado de latas de aço. SIG UNIFICA PRODUÇÃO DE UNIDADES PAULISTAS A SIG Group, empresa do setor de embalagens, está investindo inicialmente US$ 7 milhões na construção de um parque industrial em Alphaville, Barueri, na região da Grande São Paulo. O objetivo é integrar as operações de suas três unidades de produção paulistas. A expectativa da SIG é de ampliar em 25% a capacidade de todas as suas fábricas com o novo parque. A empresa gastou US$ 2 milhões para adquirir o terreno de 19 mil m², onde será erguido o empreendimento da companhia. O restante será destinado para as edificações que irão totalizar 3,5 mil m². A SIG, porém, não quis divulgar o valor de novos investimentos que serão feitos na compra de máquinas e equipamentos. O prazo para a conclusão da obra está previsto para o primeiro trimestre de A SIG espera que a centralização de seus negócios dêem maior eficiência às linhas de produção, além de proporcionar um ganho de escala e aumento de produtividade para a empresa. CSN QUER ABRIR FILIAL DA METALIC NO REGIÃO CENTRO-SUL A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) está planejando abrir uma filial de sua controlada Companhia Metalic do Nordeste, na região Centro-Sul do País. O objetivo da siderúrgica é promover a utilização de latas de aço para refrigerantes e cervejas na região. A Metalic é a única fabricante de latas de aço para bebidas no Brasil e abastece as principais fábricas de cervejas, refrigerantes e sucos no Nordeste. O mercado é dominado pelas latas de alumínio, com 94% de share. BAHIA PET PREPARA INAUGURAÇÃO DE UNIDADE NA BAHIA Em outubro deste ano, entrará em operação a primeira fase da nova unidade da Bahia PET. A empresa reciclará polietileno tereftalato (PET) com o objetivo de abastecer novos mercados com a comercialização da garrafa reciclada. Os investimentos iniciais na fábrica serão de US$ 5 milhões. O montante será destinado à transformação de PET pós-consumo em resinas que serão utilizadas por vários setores da indústria, como o químico, têxtil, automotivo e da construção civil, entre outros. A expectativa da empresa é de produzir 800 t/mês de polímeros, obtendo uma receita de US$ 640 mil/mês, além de gerar 65 empregos diretos. Dentro de três anos, os investimentos da Brasil PET devem alcançar US$ 10 milhões, com a instalação da linha de têxteis, chapas e injeção. A empresa também está empenhada em brigar por modificações nas leis brasileiras que proíbem a utilização de embalagens PET recicladas nos mercados de alimentação e bebidas. O governo nacional impede este tipo de embalagem no mercado sob a alegação de risco de contaminação. A Bahia PET contesta a lei brasileira, já que sobre os mesmos argumentos, o comércio deste tipo de embalagens foi liberado no mercado norte-americano e na União Européia (UE), desde que as empresas invistam em tecnologias de descontaminação. BRASIL ALIMENTOS - nº 19 - Março/Abril de 2003 MAIO 20 Seminário sobre Segurança Alimentar Local: ITAL Instituto Tecnológico de Alimentos Campinas SP Realização: CETEA Informações: (19) Home-page: 21 e 22 Seminário Probióticos e Prebióticos: Mercado, Tendências e Inovação Local: ITAL Instituto Tecnológico de Alimentos Campinas SP Realização: CETEA Informações: (19) JUNHO 23 a 26 FISPAL Alimentos Local: Expo Center Norte Promoção: Brasil Rio Promoções e Empreendimentos Ltda Informações: (011) Home-page: 22 a 26 Vinexpo 2003: Salão Internacional do Vinho e dos Destilados Local: Bordeaux, França Representante no Brasil: Promosalons Brasil Informações: (11) e 27 Curso: CIP Controle Integrado de Pragas em Áreas de Alimentação Local: Food Intelligence / São Paulo Realização: Food Intelligence e JCG Assessoria Informações: (11) Home-page: OUTUBRO 28 a 31 Ffatia 2003: II Feira de Fornecedores e Atualização Tecnológica da Indústria da Alimentação Local: Centro de Convenções Goiânia - GO Promoção: Multiplus Informações: (16) /

Perguntas Frequentes 1. O que é uma embalagem da Tetra Pak ou Longa Vida? 2. O alumínio da embalagem entra em contato com o alimento?

Perguntas Frequentes 1. O que é uma embalagem da Tetra Pak ou Longa Vida?  2. O alumínio da embalagem entra em contato com o alimento? Perguntas Frequentes 1. O que é uma embalagem da Tetra Pak ou Longa Vida? R: A embalagem da Tetra Pak é composta por várias camadas de materiais. Estas criam uma barreira que impede a entrada de luz, ar,

Leia mais

O desafio: A vantagem da Videojet:

O desafio: A vantagem da Videojet: Nota de aplicação Tinta Tintas coloridas para embalagens de ponto de venda O desafio: O ambiente de varejo é um mercado em constante evolução, com maior ênfase na embalagem, que não só protege os produtos

Leia mais

Post Show. 2015 www.fispaltecnologia.com.br

Post Show. 2015 www.fispaltecnologia.com.br Post Show 2015 www.fispaltecnologia.com.br 31ª Fispal Tecnologia registra sucesso em geração de negócios e impressiona expositores A cada edição, a Fispal Tecnologia - Feira Internacional de Processos,

Leia mais

Prof. Paulo Medeiros

Prof. Paulo Medeiros Prof. Paulo Medeiros Em 2010 entrou em vigor no Brasil a lei dos Resíduos Sólidos. Seu objetivo principal é diminuir a destinação incorreta de resíduos ao meio ambiente. Ela define que todas as indústrias,

Leia mais

Embalagem Cartonada Longa Vida

Embalagem Cartonada Longa Vida Embalagem Cartonada Longa Vida 1) Objetivo Geral Saber mais sobre a embalagem cartonada e a conservação de alimentos. 2) Objetivo Específico Adquirir conhecimentos sobre a reciclagem da embalagem e seus

Leia mais

www.metalfrio.com.br Catálogo de Produtos

www.metalfrio.com.br Catálogo de Produtos www.metalfrio.com.br Catálogo de Produtos Metalfrio, marca de confiança. Com 47 anos de tradição, a Metalfrio é hoje a marca preferida de mais de 90% dos estabelecimentos comerciais do Brasil. Seus produtos

Leia mais

EDIÇÃO COMEMORATIVA POST SHOW. A maior feira da indústria de alimentos e bebidas tem UM nome. www.fispaltecnologia.com.br

EDIÇÃO COMEMORATIVA POST SHOW. A maior feira da indústria de alimentos e bebidas tem UM nome. www.fispaltecnologia.com.br EDIÇÃO COMEMORATIVA POST SHOW 2014 A maior feira da indústria de alimentos e bebidas tem UM nome www.fispaltecnologia.com.br Fispal Tecnologia, a 30ª edição! Se tem uma edição da Fispal Tecnologia que

Leia mais

Textos de apoio. Ciências. Ensino Fundamental I

Textos de apoio. Ciências. Ensino Fundamental I Textos de apoio Ciências Ensino Fundamental I 1 Latas de aço O mercado para reciclagem No Brasil, assim como no resto do mundo, o mercado de sucata de aço é bastante sólido, pois as indústrias siderúrgicas

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA ACITSIGOL ASREVER

LOGÍSTICA REVERSA ACITSIGOL ASREVER Conceito LOGÍSTICA REVERSA ACITSIGOL ASREVER É uma área da logística que atua de forma a gerenciar e operacionalizar o retorno de bens e materiais, após sua venda e consumo, às suas origens, agregando

Leia mais

ANÁLISE DE COMPETITIVIDADE EMBALAGENS

ANÁLISE DE COMPETITIVIDADE EMBALAGENS ANÁLISE DE COMPETITIVIDADE EMBALAGENS Jun/15 Análise de Competitividade Embalagens Resumo da Cadeia de Valores Painel de Indicadores de Monitoramento da Competitividade Setorial Percepção empresarial da

Leia mais

De volta TECNOLOGIA. Equipamento à base de plasma para reciclagem de alumínio garante ganhos econômicos e ambientais ENGENHARIA

De volta TECNOLOGIA. Equipamento à base de plasma para reciclagem de alumínio garante ganhos econômicos e ambientais ENGENHARIA TECNOLOGIA ENGENHARIA De volta íü Equipamento à base de plasma para reciclagem de alumínio garante ganhos econômicos e ambientais SAMUEL ANTENOR, s latinhas de cerveja e de refrigerante ganharam um novo

Leia mais

Balanço Sustentável. Balanço Sustentável

Balanço Sustentável. Balanço Sustentável Balanço Sustentável ÍNDICE SUSTENTABILIDADE PARA A SONDA IT...03 PRÁTICAS SUSTENTÁVEIS...05 CONHEÇA AS AÇÕES SUSTENTÁVEIS DA SEDE DA SONDA IT...06 DATA CENTER PRÓPRIO...13 ASPECTOS AMBIENTAIS...15 Sustentabilidade

Leia mais

Reciclagem e valorização de resíduos sólidos. Meio Ambiente. Sustentabilidade Silvia Piedrahita Rolim

Reciclagem e valorização de resíduos sólidos. Meio Ambiente. Sustentabilidade Silvia Piedrahita Rolim Reciclagem e valorização de resíduos sólidos. Meio Ambiente. Sustentabilidade Silvia Piedrahita Rolim São Paulo, 24 de maio de 2013 AGENDA Gerenciamento de Resíduos Cenário Mundial da Indústria de Reciclagem

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS : A RESPONSABILIDADE DE CADA SETOR

POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS : A RESPONSABILIDADE DE CADA SETOR POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS : A RESPONSABILIDADE DE CADA SETOR Política Nacional de Resíduos Sólidos BASE LEGAL : Lei Federal nº 12305, de 02.08.2010 Decreto Federal nº 7404, de 23.12.2010 Princípio

Leia mais

Soluções em Equipamentos Industriais

Soluções em Equipamentos Industriais Soluções em Equipamentos Industriais QUEM SOMOS Com atuação a nível nacional e internacional, a Jemp Equipamentos é a maior empresa brasileira na área de equipamentos industriais, acumulando uma experiência

Leia mais

Mercado da reciclagem: a qualidade dos materiais

Mercado da reciclagem: a qualidade dos materiais Mercado da reciclagem: a qualidade dos materiais Cinthia Versiani Scott Varella Ms. Engenheira de Produção Pesquisadora do Núcleo Alternativas de Produção Consultora INSEA Objetivo Qualidade da matéria

Leia mais

Política Nacional de Resíduos Sólidos

Política Nacional de Resíduos Sólidos Política Nacional de Resíduos Sólidos A lei na prática Ago-12 Sonho: ser a melhor empresa de bebidas do mundo, em um mundo melhor. MEIO AMBIENTE CONSUMO RESPONSÁVEL COMUNIDADE Gente e Cultura Resíduos:

Leia mais

Transporte liquido em Box - Container para produtos alimentícios e não alimentícios

Transporte liquido em Box - Container para produtos alimentícios e não alimentícios -1- EasyFlexitank Transporte liquido em Box - Container para produtos alimentícios e não alimentícios EasyFlexitanks com tampas de metal Dirk-Kappes-Consulting Hofstrasse 115 D - 40723 Hilden Tel. +49-2103-492606

Leia mais

Fornecemos energia que gera desenvolvimento e segurança de forma inteligente e sustentável. A P3 Engenharia Elétrica é especializada no

Fornecemos energia que gera desenvolvimento e segurança de forma inteligente e sustentável. A P3 Engenharia Elétrica é especializada no Energia ao seu alcance Fornecemos energia que gera desenvolvimento e segurança de forma inteligente e sustentável. A P3 Engenharia Elétrica é especializada no desenvolvimento de projetos elétricos, laudos,

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06140/2005/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06140/2005/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06140/2005/RJ COGPI/SEAE/MF 04 de abril de 2005 Referência: Ofício nº 1427/2005/SDE/GAB, de 28 de março de 2005. Assunto:

Leia mais

Logística Reversa: destinação dos resíduos de poliestireno expandido (isopor ) pós-consumo de uma indústria i catarinense

Logística Reversa: destinação dos resíduos de poliestireno expandido (isopor ) pós-consumo de uma indústria i catarinense Logística Reversa: destinação dos resíduos de poliestireno expandido 1. Introdução Objetivo da pesquisa: analisar a possibilidade de uma destinação dos resíduos de poliestireno expandido (EPS), utilizados

Leia mais

COLETA SELETIVA PRATIQUE ESTA IDEIA

COLETA SELETIVA PRATIQUE ESTA IDEIA COLETA SELETIVA PRATIQUE ESTA IDEIA O QUE É? Coleta seletiva é o processo de separação dos materiais recicláveis do restante dos resíduos sólidos. Como definição de resíduos sólidos, pelo Wikipédia, entende-se

Leia mais

Northern Telecom Ltd (Nortel). Isto devido ao seu atraso na substituição da tecnologia analógica pela digital.

Northern Telecom Ltd (Nortel). Isto devido ao seu atraso na substituição da tecnologia analógica pela digital. MOTOROLA A empresa alcançou um faturamento global da ordem de US$ $37.6 bilhões em 2000. É líder mundial em sistemas e serviços eletrônicos avançados. Atuando de maneira globalizada em 45 países, mais

Leia mais

Logística Reversa Meio-ambiente e Produtividade

Logística Reversa Meio-ambiente e Produtividade 1. Introdução O ciclo dos produtos na cadeia comercial não termina quando, após serem usados pelos consumidores, são descartados. Há muito se fala em reciclagem e reaproveitamento dos materiais utilizados.

Leia mais

"PANORAMA DA COLETA SELETIVA E RECICLAGEM NO BRASIL"

PANORAMA DA COLETA SELETIVA E RECICLAGEM NO BRASIL "PANORAMA DA COLETA SELETIVA E RECICLAGEM NO BRASIL" Associação sem fins lucrativos, fundado em 1992, o CEMPRE se dedica à promoção da reciclagem dentro do conceito de gerenciamento integrado do lixo.

Leia mais

Cliente: Sindicerv Veículo: www.estadao.com.br Data: 23-02-2010 Imagem Corporativa Femsa traz 5 cervejas europeias do portfólio da Heineken SÃO PAULO - A Femsa está trazendo ao Brasil cinco cervejas europeias

Leia mais

Workshop Embalagem & Sustentabilidade

Workshop Embalagem & Sustentabilidade Workshop Embalagem & Sustentabilidade São Paulo/2013 Eduardo Lima Agenda Alumínio e Sustentabilidade - Conceito Embalagens de alumínio Diferenciais das embalagens de alumínio PNRS Reciclagem de alumínio

Leia mais

BOOSTER BOOSTER? Benefícios e vantagens PORQUE COMPRAR UM

BOOSTER BOOSTER? Benefícios e vantagens PORQUE COMPRAR UM Linha BOOSTER Agilidade, confiabilidade e eficiência BOOSTER Os compressores Schulz modelo SB, possuem como função principal elevar a pressão da rede de baixa pressão para até 40 bar (580 psi). Benefícios

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA

MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA Páginas: 1 de 13 APROVAÇÃO Este Manual de Gestão está aprovado e representa o Sistema de Gestão Integrada implementado na FOX Comércio de Aparas Ltda. Ricardo Militelli Diretor FOX Páginas: 2 de 13 1.

Leia mais

A Indústria de Alimentação

A Indústria de Alimentação A Indústria de Alimentação 61 A indústria brasileira de alimentação está inserida na cadeia do agronegócio e representa parte significativa do PIB. O texto aponta as características do setor, seu desempenho

Leia mais

Sua solução - todos os dias

Sua solução - todos os dias Sua solução - todos os dias A produção de um leite de qualidade depende de diversos fatores, entre eles a higiene da ordenha e do tanque, a manutenção dos equipamentos, a disponibilidade de um ambiente

Leia mais

Resíduos Sólidos Redução de Embalagens

Resíduos Sólidos Redução de Embalagens Resíduos Sólidos Redução de Embalagens GUILHERME SCHULZ Ecólogo e Biólogo Mestre em Engenharia Bioma Pampa Ecologia guilherme@biomapampa.com.br www.biomapampa.com.br Gestão Ambiental Considerações: Prevenção

Leia mais

Alta Tecnologia em. Injeção de Termoplásticos

Alta Tecnologia em. Injeção de Termoplásticos Alta Tecnologia em Injeção de Termoplásticos História A Jaguar Embalagens é uma unidade de negócios da Jaguar Plásticos, empresa que tem uma história de inovação que prospera há mais de 30 anos. Iniciou

Leia mais

Elaboração do manual da qualidade: Experiência em uma indústria de produtos de limpeza

Elaboração do manual da qualidade: Experiência em uma indústria de produtos de limpeza Elaboração do manual da qualidade: Experiência em uma indústria de produtos de limpeza Elizangela Veloso elizangelaveloso@yahoo.com.br Carlos Antonio Pizo (UEM) capizo@uem.br Resumo A comercialização de

Leia mais

COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PROJETO DE LEI N o 418, DE 2011 Proíbe o envasamento e a comercialização de bebida em embalagem PET e dá providências correlatas Autor: Deputado

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA O COMÉRCIO DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE A LEI 15.374/2011 LEI DA SACOLINHA

ORIENTAÇÕES PARA O COMÉRCIO DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE A LEI 15.374/2011 LEI DA SACOLINHA DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE A LEI 15.374/2011 LEI DA SACOLINHA Muito prazer. Somos a Associação Comercial de São Paulo. A ACSP faz parte da vida de empreendedores de diversos tamanhos. Nós existimos para

Leia mais

A Empresa. utilizados em seus equipamentos.

A Empresa. utilizados em seus equipamentos. Grupos Geradores A Empresa Desde sua fundação em 1940, a Heimer tem se dedicado com sucesso à fabricação de Grupos Geradores de Energia, Grupos de Solda, Quadros de Comando, Motobombas e Alternadores.

Leia mais

Centro de Inovação e Tecnologia SENAI FIEMG - Campus CETEC

Centro de Inovação e Tecnologia SENAI FIEMG - Campus CETEC Centro de Inovação e Tecnologia SENAI FIEMG Campus CETEC O Centro de Inovação e Tecnologia SENAI FIEMG Campus CETEC, compõe-se por um conjunto de institutos de inovação e institutos de tecnologia capazes

Leia mais

Relatório de Avaliação de Fornecedores

Relatório de Avaliação de Fornecedores Relatório de Avaliação de Fornecedores 1. Dados da organização Razão Social: Techfive Comércio e Gestão de Equipamentos de Telec LTDA CNPJ nº 09203925/0001 04 Endereço Rua Wilton Reis Costa, 165 - Condomínio

Leia mais

Latina Eletrodomésticos participa da Eletrolar 2011

Latina Eletrodomésticos participa da Eletrolar 2011 Latina Eletrodomésticos participa da Eletrolar 2011 A Latina Eletrodomésticos estará presente na 6ª edição da Eletrolar 2011, maior feira latino-americana de eletrodomésticos, eletroeletrônicos e informática,

Leia mais

Curso de embalagens. Embalagem Cartonada Asséptica Ministrante: Assunta Camilo 2014 São Paulo - SP

Curso de embalagens. Embalagem Cartonada Asséptica Ministrante: Assunta Camilo 2014 São Paulo - SP Curso de embalagens Embalagem Cartonada Asséptica Ministrante: Assunta Camilo 2014 São Paulo - SP Embalagem cartonada Sistema de Envase Engenharia e tecnologia de embalagem para envase asséptico Sistema

Leia mais

Alta Tecnologia em Injeção de Termoplásticos

Alta Tecnologia em Injeção de Termoplásticos Alta Tecnologia em Injeção de Termoplásticos História A Jaguar Embalagens é uma unidade de negócios da Jaguar Plásticos, empresa que tem uma história de inovação que se prospera há mais de 36 anos. Iniciou

Leia mais

Projeto de Sustentabilidade Recicla Mundo

Projeto de Sustentabilidade Recicla Mundo Projeto de Sustentabilidade Recicla Mundo Shopping Eldorado A) Dados da Empresa Em um terreno de 74 mil m², o Shopping Eldorado, inaugurado em 10 de setembro de 1981, consumiu investimentos na ordem de

Leia mais

AUTOR: PAULO ROBERTO LEITE REVISTA TECNOLOGÍSTICA MAIO / 2002. SÃO PAULO, EDIT. PUBLICARE LOGÍSTICA REVERSA NOVA ÁREA DA LOGÍSTICA EMPRESARIAL

AUTOR: PAULO ROBERTO LEITE REVISTA TECNOLOGÍSTICA MAIO / 2002. SÃO PAULO, EDIT. PUBLICARE LOGÍSTICA REVERSA NOVA ÁREA DA LOGÍSTICA EMPRESARIAL LOGÍSTICA REVERSA NOVA ÁREA DA LOGÍSTICA EMPRESARIAL Introdução : Conceitos, Definições e Áreas de atuação A Logística Reversa tem sido citada com freqüência e de forma crescente em livros modernos de

Leia mais

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS À BRASKEM. PROIBIDA REPRODUÇÃO OU ALTERAÇÃO DO DOCUMENTO.

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS À BRASKEM. PROIBIDA REPRODUÇÃO OU ALTERAÇÃO DO DOCUMENTO. Agenda A BRASKEM PORQUE INOVAR? A INOVAÇÃO NA BRASKEM A GESTÃO DA INOVAÇÃO E O PLANEJAMENTO TECNOLÓGICO Indústria Petroquímica Brasileira INTEGRAÇÃO COMPETITIVA NAFTA CONDENSADO GÁS VALOR ADICIONADO COMPETITIVIDADE

Leia mais

Disjuntores de média tensão IEC a vácuo de 12kV, 17.5kV e 24kV. Disjuntores W-VACi Uma escolha segura de uma fonte confiável

Disjuntores de média tensão IEC a vácuo de 12kV, 17.5kV e 24kV. Disjuntores W-VACi Uma escolha segura de uma fonte confiável Disjuntores de média tensão IEC a vácuo de 12kV, 17.5kV e 24kV Disjuntores W-VACi Uma escolha segura de uma fonte confiável Potência para os negócios no mundo todo Automotivo A Eaton fornece energia para

Leia mais

ATENÇÃO. Apresentação

ATENÇÃO. Apresentação Apresentação O tema logística reversa vem crescendo em importância entre as empresas desde a regulamentação da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Com as novas exigências, as empresas precisam buscar

Leia mais

Proteja a qualidade do seu leite Tanques resfriadores DeLaval

Proteja a qualidade do seu leite Tanques resfriadores DeLaval DeLaval Brasil Rodovia Campinas Mogi-Mirim - KM 133,10 - S/N Bairro Roseira - Jaguariúna/SP - CEP: 13820-000 Telefone: (19) 3514-8201 comunicacao@delaval.com www.delaval.com.br Sua revenda DeLaval Proteja

Leia mais

Entrevista Inovação em dose dupla

Entrevista Inovação em dose dupla Entrevista Inovação em dose dupla Por Juçara Pivaro Foto: L. R.Delphim Uma importante aquisição no setor de empresas fornecedoras de ingredientes ocorreu em 2012, unindo duas grandes forças desse mercado,

Leia mais

22/02/2009 LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO POR QUE A LOGÍSTICA ESTÁ EM MODA POSIÇÃO DE MERCADO DA LOGÍSTICA

22/02/2009 LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO POR QUE A LOGÍSTICA ESTÁ EM MODA POSIÇÃO DE MERCADO DA LOGÍSTICA LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO A melhor formação cientifica, prática e metodológica. 1 POSIÇÃO DE MERCADO DA LOGÍSTICA Marketing Vendas Logística ANTES: foco no produto - quantidade de produtos sem qualidade

Leia mais

SUMÁRIO EXECUTIVO. Novembro 2009

SUMÁRIO EXECUTIVO. Novembro 2009 SUMÁRIO EXECUTIVO Novembro 2009 1 Introdução A Biomm se dedica ao desenvolvimento de processos de produção baseados na biotecnologia, área em que a sua equipe foi pioneira no Brasil desde os anos 1970.

Leia mais

climatização refrigeração índice mercado Indústrias TOSI: Orgulho de ser brasileira 12 4 Climatização + Refrigeração Maio 2012

climatização refrigeração índice mercado Indústrias TOSI: Orgulho de ser brasileira 12 4 Climatização + Refrigeração Maio 2012 índice climatização refrigeração mercado 08 Indústrias TOSI: Orgulho de ser brasileira 12 4 Climatização + Refrigeração Maio 2012 Orgulho de ser brasileira Crédito NT Editorial Com produção fortemente

Leia mais

O mercado de bebidas está em constante transformação. Você está equipado para acompanhar o ritmo?

O mercado de bebidas está em constante transformação. Você está equipado para acompanhar o ritmo? Conheça Sidel Matrix As possibilidades comprovadas O mercado de bebidas está em constante transformação. Você está equipado para acompanhar o ritmo? O atual mercado de bebidas é caracterizado pelo aumento

Leia mais

Refrigerating Specialties

Refrigerating Specialties Refrigerating Specialties Cuidando de suas necessidades em Refrigeração A Parker (R/S) é a principal fornecedora de componentes de refrigeração para as indústrias alimentícias e de bebidas. Líder mundial

Leia mais

RESOLUÇÃO SEMA Nº 028/2010

RESOLUÇÃO SEMA Nº 028/2010 RESOLUÇÃO SEMA Nº 028/2010 Dispõe sobre a coleta, armazenamento e destinação de embalagens plásticas de óleo lubrificante pós-consumo no Estado do Paraná. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE E RECURSOS

Leia mais

Empresarial: uma nova visão. Abril de 2010

Empresarial: uma nova visão. Abril de 2010 A Novelis e a Sustentabilidade t d Empresarial: uma nova visão Abril de 2010 2 Grupo Aditya Birla International Operations 13 Countries JV Sunlife Financial inc. Receita de US$ 28 bilhões Mais de 100.000

Leia mais

FISICO-QUÍMICA DOS MATERIAIS GERAÇÃO DE RESÍDUOS. Prof. Dr. José Roberto de Oliveira

FISICO-QUÍMICA DOS MATERIAIS GERAÇÃO DE RESÍDUOS. Prof. Dr. José Roberto de Oliveira FISICO-QUÍMICA DOS MATERIAIS GERAÇÃO DE RESÍDUOS 1 Brasil e Estado de São Paulo Valor desconhecido Cerca de 75,4 milhões toneladas por ano Estima-se a geração de 2,9 milhões de toneladas por ano de resíduos

Leia mais

Compressor Portátil MOBILAIR M 135

Compressor Portátil MOBILAIR M 135 www.kaeser.com Compressor Portátil MOBILAIR M 135 Com o mundialmente renomado PERFIL SIGMA Vazão 10,5 a 13,0 m³/min Feito na Alemanha A renomada linha de compressores portáteis MOBILAIR da KAESER é fabricada

Leia mais

Consumo Consciente e Criação de Valor Compartilhado

Consumo Consciente e Criação de Valor Compartilhado Nestlé Brasil Ltda. Consumo Consciente e Criação de Valor Compartilhado ALAS Agosto, 2010 CSV - Responsabilidade Social Corporativa na Nestlé Além da sustentabilidade: criar valor CRIAR VALOR COMPARTILHADO

Leia mais

Caracterização de Feira de Santana

Caracterização de Feira de Santana Caracterização de Feira de Santana! O município representa a maior concentração urbana do interior do Nordeste brasileiro, considerando as cidades fora das regiões metropolitanas das capitais.! Em sua

Leia mais

PRÁTICAS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL ADOTADAS COMO MODELO DE GESTÃO: O CASO CVI

PRÁTICAS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL ADOTADAS COMO MODELO DE GESTÃO: O CASO CVI PRÁTICAS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL ADOTADAS COMO MODELO DE GESTÃO: O CASO CVI Disciplina de Estágio Supervisionado II - Curso de Administração UNIFRA Preparado pela acadêmica: Marceli da Costa Cardoso

Leia mais

SOLUÇÕES FLEXÍVEIS PARA LÍQUIDOS

SOLUÇÕES FLEXÍVEIS PARA LÍQUIDOS SOLUÇÕES FLEXÍVEIS PARA LÍQUIDOS SOLUÇÕES FLEXÍVEIS PARA LÍQUIDOS A embalagem flexível está ganhando o mercado de líquidos de maneira significativa devido às suas inúmeras vantagens em relação às rígidas,

Leia mais

CRÉDITOS DE ICMS: ALTERNATIVAS E SOLUÇÕES PARA EMPRESAS

CRÉDITOS DE ICMS: ALTERNATIVAS E SOLUÇÕES PARA EMPRESAS CRÉDITOS DE ICMS: ALTERNATIVAS E SOLUÇÕES PARA EMPRESAS Melhoria de fluxo de caixa, através de regimes especiais que visem a desoneração do ICMS nas importações, aquisições de fornecedores e utilização

Leia mais

Sustentabilidade Corporativa em três setores do Brasil:

Sustentabilidade Corporativa em três setores do Brasil: Sustentabilidade Corporativa em três setores do Brasil: Energia Elétrica Alimentos e Bebidas Papel e Celulose Apresentação de alguns casos F U N D A Ç Ã O B R A S I L E I R A P A R A O D E S E N V O L

Leia mais

Parceira das empresas

Parceira das empresas Parceira das empresas PARCEIRA DAS EMPRESAS 02 SOCIEDADE PONTO VERDE PARCEIRA DAS EMPRESAS A Sociedade Ponto Verde é uma empresa privada sem fi ns lucrativos, licenciada pelo Ministério do Ambiente e Ordenamento

Leia mais

GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS ESTUDO DE CASO: LATICÍNIO DO COLÉGIO AGRÍCOLA ESTADUAL MANOEL RIBAS

GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS ESTUDO DE CASO: LATICÍNIO DO COLÉGIO AGRÍCOLA ESTADUAL MANOEL RIBAS GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS ESTUDO DE CASO: LATICÍNIO DO COLÉGIO AGRÍCOLA ESTADUAL MANOEL RIBAS Ana Cláudia Ueda (*), Magali Bernardes Maganhini * Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Apucarana.

Leia mais

Lenke e Meitech é um grupo de empresas especializadas em fornecer equipamentos e sistemas para a indústria de alimentos.

Lenke e Meitech é um grupo de empresas especializadas em fornecer equipamentos e sistemas para a indústria de alimentos. Lenke e Meitech é um grupo de empresas especializadas em fornecer equipamentos e sistemas para a indústria de alimentos. Atuando a mais de 10 anos no mercado brasileiro, com o apoio de profissionais experientes,

Leia mais

Amboretto Skids. Soluções e manuseio de fluidos para indústria de óleo, gás, papel e água

Amboretto Skids. Soluções e manuseio de fluidos para indústria de óleo, gás, papel e água Soluções e manuseio de fluidos para indústria de óleo, gás, celulose e água 1 Disponível para Locação, Leasing e Cartão Amboretto Skids Soluções e manuseio de fluidos para indústria de óleo, gás, papel

Leia mais

O SEGMENTO DE CARTÕES PARA EMBALAGEM. René Luiz Grion Mattos Antônio Carlos de Vasconcelos Valença*

O SEGMENTO DE CARTÕES PARA EMBALAGEM. René Luiz Grion Mattos Antônio Carlos de Vasconcelos Valença* O SEGMENTO DE CARTÕES PARA EMBALAGEM René Luiz Grion Mattos Antônio Carlos de Vasconcelos Valença* *Respectivamente, engenheiro e gerente da Gerência Setorial de Produtos Florestais do BNDES. Os autores

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA A COLETA SELETIVA DO LIXO E DICAS DE CONSUMO CONSCIENTE

INSTRUÇÕES PARA A COLETA SELETIVA DO LIXO E DICAS DE CONSUMO CONSCIENTE 12:43 Page 1 INSTRUÇÕES PARA A COLETA SELETIVA DO LIXO E DICAS DE CONSUMO CONSCIENTE Jardins é Page 2 LIXO UM PROBLEMA DE TODOS Reduzir a quantidade de lixo é um compromisso de todos. Uma pessoa é capaz

Leia mais

COLETA SELETIVA VIDRO

COLETA SELETIVA VIDRO PROJETO COLETA SELETIVA VIDRO Florianópolis, 29 de abril de 2013 Assessoria Técnica - ASTE Departamento Técnico DPTE 2 1. CONTEXTUALIZAÇÃO As obrigações impostas pela Política Nacional de Resíduos Sólidos

Leia mais

Prof. Jean Cavaleiro. Unidade I LOGÍSTICA INTEGRADA:

Prof. Jean Cavaleiro. Unidade I LOGÍSTICA INTEGRADA: Prof. Jean Cavaleiro Unidade I LOGÍSTICA INTEGRADA: PRODUÇÃO E COMÉRCIO Introdução Entender a integração logística. A relação produção e demanda. Distribuição e demanda. Desenvolver visão sistêmica para

Leia mais

Companhia Siderúrgica Nacional. www.csn.com.br

Companhia Siderúrgica Nacional. www.csn.com.br Companhia Siderúrgica Nacional www.csn.com.br AÇOS ELÉTRICOS - GRÃO ORIENTADO - GO Eq. Estáticos (Transformadores) - GRÃO NÃO ORIENTADO - GNO Eq. Rotativos (Motores) - TOTALMENTE PROCESSADO: A principal

Leia mais

Rua Luar do Sertão, 575 Chácara Santa Maria CEP 05879-450 São Paulo, SP +55 (11) 5872-7070 comercial@aluxx.com.br

Rua Luar do Sertão, 575 Chácara Santa Maria CEP 05879-450 São Paulo, SP +55 (11) 5872-7070 comercial@aluxx.com.br Rua Luar do Sertão, 575 Chácara Santa Maria CEP 05879-450 São Paulo, SP +55 (11) 5872-7070 comercial@aluxx.com.br Somos a Aluxx Esquadrias Processo de qualidade Oferecer produtos de confiança, com linhas

Leia mais

Meio Ambiente: uma questão de sobreviência

Meio Ambiente: uma questão de sobreviência Meio Ambiente: uma questão de sobreviência Sociedade e as empresas despertam para a necessidade de preservação Fernando Neves e Rodrigo Gomes - 2000 Desenvolvimento Ambiental Editorial Não é de hoje que

Leia mais

VII Recicle CEMPRE. Ricardo Rolim. Diretor de Relações Sociambientais 08/Nov/2011

VII Recicle CEMPRE. Ricardo Rolim. Diretor de Relações Sociambientais 08/Nov/2011 VII Recicle CEMPRE Ricardo Rolim Diretor de Relações Sociambientais 08/Nov/2011 Quem somos Ambev 4ª maior cervejaria no mundo 3ª marca mais consumida no mundo (Skol) Líder absoluto no segmento guaraná

Leia mais

Petroquímica Básica Instrutor André Costa

Petroquímica Básica Instrutor André Costa Petroquímica Básica Instrutor André Costa Como é explotado da jazida não possui valor agregado para o homem. É uma mistura complexa de compostos orgânicos e inorgânicos, em que predominam carbono e hidrogênio.

Leia mais

RECYCLING EQUIPMENT & MACHINERY COSTRUZIONI MECCANICHE IMPIANTI INDUSTRIALI

RECYCLING EQUIPMENT & MACHINERY COSTRUZIONI MECCANICHE IMPIANTI INDUSTRIALI APRESENTAÇÃO EMPRESARIAL 1 Desde 1976, ano de fundação, TECNOFER projeta e constrói equipamentos para a reciclagem de materiais plásticos como filmes de PEBD, PEBD Linear, PEAD, PP; garrafas e outros recipientes

Leia mais

Coleta Seletiva : Desafios e Oportunidades

Coleta Seletiva : Desafios e Oportunidades Coleta Seletiva : Desafios e Oportunidades Experiências e estratégias para coleta e reciclagem de embalagens longa vida ABSTRACT O gerenciamento dos resíduos sólidos urbanos é uma das questões ambientais

Leia mais

SUGESTÃO EDITORIAL. Sucos naturais impulsionam o mercado. SIG Combibloc. Produção natural, a chave do sucesso

SUGESTÃO EDITORIAL. Sucos naturais impulsionam o mercado. SIG Combibloc. Produção natural, a chave do sucesso SIG Combibloc SUGESTÃO EDITORIAL Sucos naturais impulsionam o mercado São Paulo, Maio de 2010. Graças aos novos hábitos de consumo, os sucos naturais estão se tornando um importante segmento de mercado.

Leia mais

NOVA FÁBRICA TECNOLOGIA DE INJEÇÃO. mercado de embalagens industriais. cadeia faz parte da fi losofi a da empresa.

NOVA FÁBRICA TECNOLOGIA DE INJEÇÃO. mercado de embalagens industriais. cadeia faz parte da fi losofi a da empresa. HISTÓRIA A Jaguar Embalagens é uma unidade de negócios da Jaguar Plásticos, empresa que tem uma história de inovação que se prospera há mais de 36 anos. Iniciou suas atividades em 1978 na cidade de Jaguariúna,

Leia mais

LUBRIFICANTES CASSIDA SOLUÇÕES PARA A INDÚSTRIA DE BEBIDAS EM GERAL

LUBRIFICANTES CASSIDA SOLUÇÕES PARA A INDÚSTRIA DE BEBIDAS EM GERAL LUBRIFICANTES CASSIDA SOLUÇÕES PARA A INDÚSTRIA DE BEBIDAS EM GERAL LUBRIFICANTES DE GRAU ALIMENTÍCIO CASSIDA SOLUÇÕES PARA A INDÚSTRIA DE BEBIDAS EM GERAL Lubrificando a indústria de bebidas Na indústria

Leia mais

Avaliação de Ciclo de Vida. Buscando as alternativas mais sustentáveis para o mercado de tintas

Avaliação de Ciclo de Vida. Buscando as alternativas mais sustentáveis para o mercado de tintas Avaliação de Ciclo de Vida Buscando as alternativas mais sustentáveis para o mercado de tintas Todo produto tem uma história Cada produto que chega às nossas mãos passa por diversos processos diferentes

Leia mais

Setor de Panificação e Confeitaria

Setor de Panificação e Confeitaria Setor de Panificação e Confeitaria Em 2014 o setor de Panificação e Confeitaria brasileiro cresceu 8,02%e faturou R$ 82,5 bilhões. Desde 2010, o mercado vem registrando uma desaceleração. Setor de Panificação

Leia mais

Chiller Industrial Quando confiabilidade faz a diferença

Chiller Industrial Quando confiabilidade faz a diferença Chiller Industrial Quando confiabilidade faz a diferença Produzidos com os melhores componentes disponíveis no mundo e projetados com foco em economia de energia e facilidade de operação e manutenção,

Leia mais

QUALIDADE QUE PROTEGE SEU PRODUTO E PRESERVA A NATUREZA

QUALIDADE QUE PROTEGE SEU PRODUTO E PRESERVA A NATUREZA QUALIDADE QUE PROTEGE SEU PRODUTO E PRESERVA A NATUREZA EMPRESA 100% NACIONAL A ARTIVINCO A ARTIVINCO produz papel, chapas e embalagens de papelão. Como uma empresa que atua no mercado há mais de 40 anos

Leia mais

Bosch Rexroth no Brasil

Bosch Rexroth no Brasil Electric Drives and Controls Hydraulics Linear Motion and Assembly Technologies Pneumatics Service Bosch Rexroth no Brasil The Drive & Control Company Nossa Meta: ser líder mundial em benefícios ao cliente

Leia mais

Relatório Final de Estágio Engenharia Mecânica PLANEJAMENTO E CONTROLE DA MANUTENÇÃO

Relatório Final de Estágio Engenharia Mecânica PLANEJAMENTO E CONTROLE DA MANUTENÇÃO Universidade Tecnológica Federal do Paraná Departamento Acadêmico de Mecânica Coordenação de Estágio Relatório Final de Estágio Engenharia Mecânica PLANEJAMENTO E CONTROLE DA MANUTENÇÃO Banca: Prof. Alexandre

Leia mais

Programa Gerdau Germinar (MG) é uma das mais importantes iniciativas de educação ambiental da Empresa. Relatório Anual Gerdau 2014

Programa Gerdau Germinar (MG) é uma das mais importantes iniciativas de educação ambiental da Empresa. Relatório Anual Gerdau 2014 40 41 Programa Gerdau Germinar (MG) é uma das mais importantes iniciativas de educação ambiental da Empresa. MEIO AMBIENTE 42 Gerdau é reconhecida pela eficiência de suas práticas de proteção ao meio ambiente

Leia mais

INDÚSTRIA DE ALIMENTOS

INDÚSTRIA DE ALIMENTOS DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos INDÚSTRIA DE ALIMENTOS OUTUBRO DE 2015 PRODUTOS INDÚSTRIA DE ALIMENTOS NO BRASIL 2012 EXPORTAÇÕES US$ 43 Bilhões (23%) 23% Ásia 22% União Europeia FATURAMENTO

Leia mais

"PANORAMA DA COLETA SELETIVA DE LIXO NO BRASIL"

PANORAMA DA COLETA SELETIVA DE LIXO NO BRASIL Reciclagem e Valorizaçã ção o de Resíduos Sólidos S - Meio Ambiente UNIVERSIDADE DE SÃO S O PAULO "PANORAMA DA COLETA SELETIVA DE LIXO NO BRASIL" Associação sem fins lucrativos, o CEMPRE se dedica à promoção

Leia mais

2.3 Transformados Plásticos. Diagnóstico

2.3 Transformados Plásticos. Diagnóstico 2.3 Transformados Plásticos Diagnóstico A indústria de plásticos vem movendo-se ao redor do mundo buscando oportunidades nos mercados emergentes de alto crescimento. O setor é dominado por um grande número

Leia mais

Diferenciais do Programa de Qualificação de Revendas:

Diferenciais do Programa de Qualificação de Revendas: ultragaz 51 A Ultragaz atua em um mercado voltado ao consumo de massa, no qual a marca, foco no cliente, escala e baixos custos de distribuição são fatores-chave de diferenciação e rentabilidade. milhões

Leia mais

Relatório de Clipping BÁSICA COMUNICAÇÕES

Relatório de Clipping BÁSICA COMUNICAÇÕES Relatório de Clipping BÁSICA COMUNICAÇÕES Cliente: Famiglia Zanlorenzi Inserções na mídia: 18 Período: Fevereiro de 2015 VEÍCULO: Portal Supermercado Moderno - Notícias PÁGINA: www.sm.com.br/editorias/ultimas-noticias/consumo-em-alta-fazindustria-reforcar-oferta-de-suco-detox-25731.html

Leia mais

Plano de Negócio. Microcervejaria Rugbeer. Centro Universitário de Belo Horizonte - UNI-BH Curso de Processos Gerenciais Segundo Semestre/2009

Plano de Negócio. Microcervejaria Rugbeer. Centro Universitário de Belo Horizonte - UNI-BH Curso de Processos Gerenciais Segundo Semestre/2009 Plano de Negócio Microcervejaria Rugbeer Centro Universitário de Belo Horizonte - UNI-BH Curso de Processos Gerenciais Segundo Semestre/2009 Idealizadores André Sampaio Fábio Nogueira Gleidson Silva João

Leia mais

Relatório de Sustentabilidade

Relatório de Sustentabilidade Relatório de Sustentabilidade Política de sustentabilidade da Rodorei Transportes Política de sustentabilidade da Rodorei Transportes A Rodorei Transportes adota, há dez anos, uma política agressiva de

Leia mais

OFICINA DE IDENTIFICAÇÃO DE PLÁSTICOS. Grupo Pauling Escola José Gomes Filho

OFICINA DE IDENTIFICAÇÃO DE PLÁSTICOS. Grupo Pauling Escola José Gomes Filho OFICINA DE IDENTIFICAÇÃO DE PLÁSTICOS Grupo Pauling Escola José Gomes Filho O QUE SÃO PLÁSTICOS? São polímeros (grandes moléculas) sintéticos, fabricados para suprir nossas necessidades com custo mais

Leia mais

ZÊNITE DISTRIBUIDORA. www.espm.br/centraldecases

ZÊNITE DISTRIBUIDORA. www.espm.br/centraldecases ZÊNITE DISTRIBUIDORA www.espm.br/centraldecases ZÊNITE DISTRIBUIDORA Preparado pelo Prof. Gabriel Vianna Schlatter, da ESPM-RS. Recomendado para as disciplinas de: Estruturas e Processos, Logística Integrada,

Leia mais

Políticas Públicas Resíduos e Reciclagem. Sérgio Henrique Forini

Políticas Públicas Resíduos e Reciclagem. Sérgio Henrique Forini Políticas Públicas Resíduos e Reciclagem. Sérgio Henrique Forini O lixo é conhecido como os restos das atividades humanas considerados inúteis, indesejáveis e descartáveis. No entanto, separado nos seus

Leia mais