Proféticos UMA VIAGEM PELO ANTIGO TESTAMENTO PR. ARY QUEIROZ VIEIRA JUNIOR. PROFÉTICOS Pr. Ary Queiroz Vieira Júnior

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Proféticos UMA VIAGEM PELO ANTIGO TESTAMENTO PR. ARY QUEIROZ VIEIRA JUNIOR. PROFÉTICOS Pr. Ary Queiroz Vieira Júnior"

Transcrição

1 PR. ARY QUEIROZ VIEIRA JUNIOR UMA VIAGEM PELO ANTIGO TESTAMENTO PROFÉTICOS Pr. Ary Queiroz Vieira Júnior

2 Sumário Capítulo Primeiro... 4 Localizando os profetas na história... 4 Considerações iniciais... 6 Capítulo Segundo... 7 Isaías/Jeremias/Lamentações... 7 Profetas Maiores... 7 ISAÍAS... 7 JEREMIAS... 8 LAMENTAÇÕES... 9 Capítulo Terceiro Ezequiel e Daniel EZEQUIEL DANIEL Capítulo Quarto Oséias/Joel/Amós Profetas Menores OSÉIAS JOEL AMÓS Capítulo Quinto Obadias/Jonas/Miquéias OBADIAS JONAS MIQUÉIAS Capítulo Sexto Naum/Habacuque/Sofonias Naum HABACUQUE SOFONIAS Capítulo Sétimo Ageu/Zacarias/Malaquias AGEU ZACARIAS

3 MALAQUIAS Índice de Tabelas Tabela 1 Cronologia de Adão a Moisés... 4 Tabela 2 Cronologia de Josué a Salomão... 4 Tabela 3 Cronologia dos cativeiros... 4 Tabela 4 Os profetas pré-exílicos... 5 Tabela 5 Profetas Exílcios... 5 Tabela 6 Profetas Pós-exílicos... 6 Tabela 7 profecias cristológicas com Seus cumprimentos no N.T... 8 Tabela 8 Interpretação dos capítulos 40 a 48 (Espiritual ou Literal) Tabela 9 A Estarua de Nabucodonosor Tabela 10 Os Quatro Animais (7) Tabela 11 A visão de um carneiro e de um bode (8) Tabela 12 As 70 Semanas de Daniel (9) Tabela 13 O domínio de Antíoco Epifânio (11)

4 Capítulo Primeiro Localizando os profetas na história Tabela 1 Cronologia de Adão a Moisés ADÃO ABRAÃO MOISÉS CRIAÇÃO-QUEDA DILÚVIO-BABEL Morte de terá José vai ao Egito Chegada de Jacó no Egito Morte de José Nascimento de Moisés Moisés sai do palácio Êxodo Peregrinação Discurso de Moisés à nova geração 4 Gn 1-11 Gn Êx Nm Dt Tabela 2 Cronologia de Josué a Salomão JOSUÉ SAMUEL SAUL DAVI SALOMÃO Travessia do Jordão Estabelecimento na terra Morte de Josué Israel apostata Nascimento de Samuel Reinado de Saul Reinado de Davi Reinado de Salomão Js Jz I Sm 1 I Sm II Sm I Rs Tabela 3 Cronologia dos cativeiros Reino do Norte Cativeiro Assírio Reino do Sul I Rs 12 II Rs 23 Cativeiro Babilônico 1º Retorno Com Zorobabel 2º Retorno Com Esdras 3º Retorno Com Neemias

5 Tabela 4 Os profetas pré-exílicos PROFETAS PRÉ-EXÍLICOS NOME DATA AUDIÊNCIA CONTEXTO BÍBLICO REFERÊNCIA AO PROFETA NO AT Obadias c Edom II Rs 8:16-24 II Ob 1 (do Sul) 841 Cr 21:1-20 Joel c. 835 Judá II Rs 12:1-21 II Jl 1:1 (do Sul) Cr 24:1-27 Jonas c Assíria II Rs 13:10-25; II Rs 14:25; (do Norte) :23-29 Jn Oséias c Israel II Rs 14:23- Os 1:1,2 (do Norte) :12 Amós c Israel II Rs 14:23-15:7 Am 1:1; 7:8-14; (do Sul) 753 8:2 Isaías c Judá II Rs 15:1- II Rs 19-20; (do Sul) :21; II Cr 26:22; II Cr :20,32; Is Miquéias (do Sul) Naum (do Sul) Sofonias (do Sul) Habacuque (do Sul) Jeremias (do Sul) c c c c c Judá II Rs 15:32-19:37; II Cr 27:1-32:23 Assíria II Rs 21:1-18; II Cr 33:1-20 Judá II Rs 22:1-21; II Cr 34:1-7 Judá II Rs 23:31-24:7; II Cr 36:1-8 Judá II Rs 22:3-25:30; II Cr 34:1-36:21 Mq 1:1; Jr 26:18 Na 1:1 Sf 1:1 Hc 1:1; 3:1 Ed 1:1; Dn 9:2; Jr; II Cr 35:25; 36:12,21 TEMA Destruição de Edom O dia do Senhor Salvação a Nínive Deus permanece fiel Justiça corrompida Juízo e redenção Injustiça de Judá e Justiça de Deus Destruição de Nínive Juízo e bênção no dia do Senhor O justo viverá pela fé Arrependa-se ou será destruída 5 Tabela 5 Profetas Exílcios PROFETAS EXÍLICOS NOME DATA AUDIÊNCIA CONTEXTO BÍBLICO REFERÊNCIA AO PROFETA NO AT Daniel c Ez 14:14,20; :3; Dn Ezequiel c Às coortes gentílicas da Babilônia e da Pérsia Exilados na Babilônia II Rs 23:34; 25:30; II Cr 36:4-23 II Rs 24:8-25:30; II Cr 36:9-21 Ez 1:3; 24:24 TEMA O soberano controle de Deus sobre o tempo dos gentios Sabei que Eu Sou o Senhor

6 Tabela 6 Profetas Pós-exílicos PROFETAS PÓS EXÍLICOS NOME DATA AUDIÊNCIA CONTEXTO REFERÊNCIA AO TEMA BÍBLICO PROFETA NO AT Ageu c. 520 Judeus que Ed 5:1-6:15 Ed 5:1; 6:14; Ag Reconstrução do templo regressara m da Babilônia a Jerusalém Zacarias c Ed 5:1-6:15 Glorificação futura de Israel Malaquias c Judeus que regressara m da Babilônia a Jerusalém Judeus que regressara m da Babilônia a Jerusalém Ed 5:1; 6:14; Ne 12:16; Zc 1:1,7; 7:1,8 Ne 13:1-31 Ml 1:1 Sem coração, apenas por formalidade 6 Considerações iniciais Os dezessete livros que se seguem em nossa Bíblia são divididos em Profetas Maiores (Is, Jr, Lm, Ez e Dn) em virtude de sua maior extensão (com exceção de Lamentações) e Profetas Menores (Os, Jl, Am, Ob, Jn, Mq, Na, Hc, Sf, Ag, Zc, Ml). Estes profetas deixaram registros escritos de seu ministério, mas os profetas orais (por exemplo Natã, Aíza, Ido, Jeú, Elias, Eliseu, Obede, Semaías, Azarias, Hanani, Jaaziel e Hulda) não deixaram nenhum registro que tenha sobrevivido. O título mais freqüentemente usado é nabi ( profeta mais de trezentas vezes), referindose a alguém que era chamado ou designado a proclamar a mensagem do próprio Deus. Seu papel primário era o de anunciar. E isto faziam da seguinte maneira: 1. Proclamavam as conseqüências de práticas e atitudes específicas de seus dias. Advertiam o povo quanto à vinda do juízo. 2. Mergulhavam no passado em busca de lições e exortações concernentes ao presente. 3. Denunciavam as práticas pecaminosas do povo. 4. Chamavam o povo de volta à obediência da lei de Deus. 5. Antecipavam a vinda do Messias. Mais de trezentas profecias vetero-testamentárias foram precisamente cumpridas pelo Messias em seu primeiro advento e mais de quatrocentas restam para ser cumpridas quando Ele vir segunda vez (At 10:43). Samuel foi, em certo sentido, o primeiro dos profetas reais (At 3.24; 13.20; Hb 11.32). Ele foi o primeiro a criar uma colônia de profetas, e os presidia em Ramá (I Sm19.20). Em razão de sua mensagem moral e espiritual a vida deles tinha que ser consistente com suas palavras. Um verdadeiro profeta teria suas profecias plenamente cumpridas (Dt 18:18-20).

7 Havia necessidade de considerável coragem dizer a um povo empedernido o que ele precisava ouvir em vez de ceder à tentação de dizer o que ele queria ouvir. Antes do tempo de Cristo os doze profetas menores foram reunidos em um só rolo conhecido como Os Doze. Capítulo Segundo Isaías/Jeremias/Lamentações Profetas Maiores 7 ISAÍAS Yesha yahu e sua forma abreviada Yeshaiah significa Yahweh é Salvação, um sumário do conteúdo do livro. A forma grega na Septuaginta é Hesaias. Provindo de família nobre, sua educação é demonstrada pelo vocabulário e estilo. Sua esposa era profetiza, e era pai de dois filhos (7.3; 8.3). A tradição talmúdica diz que seus perseguidores o serraram ao meio durante o reinado de Manasses (Hb 11.37). Tempo de escrita Alguns têm argumentado que os capítulos foram escritos depois do cativeiro babilônico. Um dos pressupostos desses críticos é a impossibilidade da profecia, e Isaías predisse o cativeiro babilônico e o regresso sob o reinado de Ciro, citando-o pelo nome 150 anos antes (44-45; 42.9). O Novo Testamento afirma que Isaías escreveu ambas as seções. Jo cita Is e Em Rm 9.27 e Paulo cita Is 10, 53, 65. O ministério de Isaías se estendeu por cerca de 60 anos (740 a 680 a.c). Começou seu ministério perto do fim do reinado de Uzias ( a.c) e prosseguiu pelos reinados de Jotão ( ), Acaz ( a.c) e Ezequias ( a.c). Foi contemporâneo de Oséias e Miquéias. Ministrou, nos últimos anos do Reino do Norte (até 722 a.c), ao Reino de Judá, que seguia os pecados de seu irmão, Israel. Cap Cap Cap Cap Cap Cap Mensagem de condenação aos seus patrícios de Judá. Juízo regional contra onze nações circunvizinhas (Babilônia, Assíria, Filístia, Moabe, Damasco [Síria], Etiópia, Egito, Babilônia [novamente], Edom, Arábia, Jerusalém [Judá] e Tiro). O pequeno apocalipse de Isaías. Seis ais sobre Israel e Judá. Devastação Internacional. Parêntese Histórico.

8 Cap Profecias de conforto. Tema: Juízo e Redenção Os primeiros 39 capítulos descrevem a grande necessidade que o homem tem da salvação. Os capítulos revelam o poder de Deus na salvação do Seu povo. Cristo em Isaías Algumas profecias cristológicas com Seus cumprimentos no Novo Testamento: Tabela 7 profecias cristológicas com Seus cumprimentos no N.T PROFECIA CUMPRIMENTO PROFECIA CUMPRIMENTO 7.14 Mt 1.22, Mt 26.67; 27.26,30 9.1,2 Mt Fp Lc 2.11; Ef Lc 23.18; Jo 1.11; Lc 3.23,32; 53.4,5 Rm 5.6,8 At 13.22, Lc Mt ; Jo I Pe Mt Mt Mc Mt Lc , Lc Comentário Além de profecias cumpridas há ainda profecias de Isaías que aguardam cumprimento. Nosso Senhor citou Is 61:1-2 em Lc 4:18-20, mas parou no meio da sentença. A segunda parte espera cumprimento quando Ele voltar. A vocação de Isaías para proclamar a mensagem de Deus se encontra no capítulo 6. JEREMIAS Yirmeyahu ou Yermeyah significa Yahweh estabelece. A forma grega é Hieremias. Filho de Hilquias, o sacerdote, viveu a pouco mais de 3 km ao Norte de Jerusalém, em Anatote. Como lição objetiva para Judá não lhe foi permitido casar (Jr 16:2). Em virtude de sua mensagem, foi ameaçado e posto à prova pelos sacerdotes e profetas de Jerusalém. Oposição, açoites, isolamento e prisão foi o que recebeu de seus patrícios. O livro confirma que Jeremias é seu autor (1.1), que ditou ao seu secretário Baruque (36-38). Daniel faz alusão à profecia de Jeremias acerca dos 70 anos de cativeiro ( ; 29.10; Dn 9.2). O Novo Testamento faz referências à profecia de Jeremias: Mt (31.15); Mt 21.13, Mc 11.17, Lc 19.4 (7.11); Rm (31.33); Hb ( ). É o profeta chorão (9.1; 13.17). Um homem que chorou pelos pecados do seu povo.

9 Foi contemporâneo de Sofonias, Habacuque, Daniel e Ezequiel. Seu ministério se estendeu de 627 a cerca de 580 ac. Chamado para ser profeta durante o reinado de Josias ( ac), o último bom rei de Judá (Jr ). Jeoacaz substituiu Josias, mas reinou apenas 3 meses. Jeoaquim ( ) foi o próximo rei de Judá. Joaquim substituiu Jeoaquim, mas 3 meses depois Zedequias toma seu lugar. Houve três estágios no ministério de Jeremias: 1 o : De ac. Judá ameaçado pela Assíria e Egito. 2 o : De ac. Judá ameaçado e sitiado pela Babilônia. 3 o : De ac. Ministrou em Jerusalém e no Egito depois da destruição de Judá. 9 Cap 01. Cap Cap Cap 52. Chamado. Profecias para Judá. Profecias às nações. Informações históricas posteriores. Tema: Arrependa-se ou será destruído. Jeremias viveu em época de trevas. Apostasia, idolatria, culto pervertido, moral decaída eram as condições sob as quais viveu e ministrou. Jeremias proclama uma avalanche de juízos. A Babilônia será o instrumento divino. O livro se refere a esta nação 164 vezes. Ao longo de 40 anos Jeremias proclama sua clara mensagem: render-se a Deus é a única saída. Cristo em Jeremias Ver O Messias introduzirá o Novo Pacto ( ; ver Lc 22.20), o qual concretizará os pactos abraâmico (Gn ; ,17-21) e davídico (II Sm 7.1-7; Sl 89.3,4,20,21,29-35). Comentário A vida do profeta se converte numa ilustração para Judá ( ; ; ; ; ; ; ; ). Pela impopularidade de sua mensagem, Jeremias sofre miséria e perseguição, ao contrário dos falsos profetas (6.13,14; 7.4; 11.19; 14.13,14,15; ; ; ; ; ; ; 33.1; 36.5; ). Uma aliança incondicional (Jr ; ver Hb 10.16; Gl 3.13,14) substitui uma condicional (Jr ). LAMENTAÇÕES O título hebraico deste livro é oriundo da palavra Ekah ( Como ), a primeira palavra dos caps. 1 e 2. Outra palavra hebraica, Ginoth ( Elegias ou Lamentações ), também tem sido usada. O título grego é Threnoi ( Cantos fúnebres ou Lamentações ).

10 O autor de Lamentações não é nomeado no livro, mas há evidências interna e externa que favorecem a autoria de Jeremias. Externamente, o consenso universal do judaísmo e da tradição cristã atribui este livro a Jeremias. O sobrescrito dos livros na Septuaginta, o Talmude, o Targum Aramaico de Jônatas, os escritos dos primeiros escritores cristãos (como Orígenes e Jerônimo), todos apontam para Jeremias como autor de Lamentações. Internamente, o livro foi claramente escrito por uma testemunha ocular do cerco e da queda de Jerusalém e da destruição consumada ( ; 2.6,9; ).Sabemos que Jeremias testemunhou a queda de Jerusalém e ficou para trás depois que os cativos foram deportados (Jr 39). Somente depois foi levado ao Egito (Jr 43). 10 Outro detalhe importante que favorece a autoria de Jeremias é a similaridade entre Lamentações e Jeremias, especialmente nas seções poéticas: 1.2 (Jr 30.14); 1.5 (Jr 8.21); 1.16; 2.11 (Jr 9.1,18); 2.22 (Jr 6.25); 4.21 (Jr 49.12). O livro foi escrito logo depois da destruição de Jerusalém, de Janeiro de 588 a Julho de 586 a.c. Ela caiu em 19 de Julho (586 a.c) e a cidade e o templo foram queimados em 15 de Agosto do mesmo ano. Jeremias provavelmente escreveu antes de ser levado ao Egito (43.1-7). Cap 01. Cap 02. Cap 03. Cap 04. Cap 05. A destruição de Jerusalém. (22 vv: acróstico) A ira do Senhor. (22 vv: acróstico) Conforto em meio às tribulações do profeta. (66 vv: 03 vv. para cada letra) O cerco de Jerusalém e sua causa. (22 vv: acróstico) Oração por restauração. (22 vv: sem acróstico) Tema: Lamento. O livro descreve o funeral de uma cidade. Nele o profeta chorão derrama suas emoções. A cidade santa foi deixada em ruína e desolação. Jeremias trata ainda de confissão de pecado e do reconhecimento do juízo justo e santo de Deus sobre Judá. Além de mencionar a futura restauração de seu povo. Cristo em Lamentações O profeta chorão é um tipo de Cristo, o Profeta que chorou sobre a mesma cidade seis séculos mais tarde (Mt ). Comentário É possível que a forma acróstica tenha sido usada para expressar a ordem completa (de A a Z) dos sofrimentos, bem como um auxílio ao uso litúrgico e à memória. Os judeus lêem publicamente este livro uma vez por ano para recordar as destruições de Jerusalém (em 586 a.c e em 70 d.c). Jeremias refere-se à destruição de Jerusalém sob duas perspectivas: Jeremias (Advertência) Olhando para frente CERCO E DESTRUIÇÃO DE JERUSALÉM Lamentações (Pranto) Olhando para trás

11 Por quarenta anos Jeremias sofre retaliação em virtude de suas advertências. Quando elas se cumprem em 586 a.c ele poderia ter dito: Bem que eu lhes disse!, mas, contrariando o senso natural, Jeremias se identifica com a cidade e seu povo em sua ruína (3.1-18). Há abrupta mudança nos versículos do capítulo 3. Nesta seção o profeta poeta encontra conforto e esperança na fidelidade divina. Capítulo Terceiro 11 Ezequiel e Daniel EZEQUIEL O nome hebraico Yehezke l significa Deus fortalece ou fortalecido por Deus. A forma grega é Iezekiel. Ezequiel, filho de Buzi (1.3), sacerdote e profeta, tinha uma esposa que morreu como um sinal para Judá ( ). A primeira pessoa do singular é usada por todo o livro, indicando um único escritor para toda a obra. Esta pessoa se identifica com Ezequiel (1.3; 24.24). Nabucodonosor destruiu Jerusalém em três etapas: 1 a : Em 605 a.c. Venceu Jeoaquim e deportou os reféns-chave, inclusive Daniel e amigos. 2 a : Em 597 a.c. Deportou dez mil reféns, inclusive Joaquim e Ezequiel. 3 a : Em 586 a.c. Destruição da cidade depois de um longo cerco. Aos trinta anos recebeu sua comissão profética (1.2-3), cinco anos após sua deportação em 597 a.c. Isto significa que ele tinha 17 anos quando Daniel foi deportado (em 605 a.c). Ambos com a mesma idade, bem mais jovens que Jeremias. Seguindo essa cronologia Ezequiel nasceu em 622 a.c; foi deportado em 597 a.c; iniciou seu ministério em 592 a.c até cerca de 570 a.c e morreu mais ou menos em 560 a.c. Seu ministério ativo durou pelo menos 22 anos (1.2; 29.17). Tema: Sabei que eu sou o Senhor. Ezequiel tinha um duplo tema. Até 586 a.c falou sobre condenação (1-32), persuadindo o povo a abandonar suas falsas esperanças de retorno rápido à sua terra natal. Quando a cidade caiu (em 586 a.c), Ezequiel confortou o povo (33-48), falando-lhes da futura restauração de Deus.

12 Cap Cap Cap Cap A comissão de Ezequiel. Julgamento de Judá. Julgamento dos gentios. Restauração de Israel. Cristo em Ezequiel O Messias é um tenro ramo que se converte num imponente cedro ( ), o Renovo de Isaías (11.1), Jeremias (23.5; 33.15) e de Zacarias (3.8; 6.12). O Messias é o Rei ( ) e o Pastor ( ). Comentário Ezequiel menciona Daniel três vezes (14.14,20; 28.3). Seu lar na Babilônia era Tel-Abibe, onde havia a principal colônia de judeus exilados (1.1; 3.15,23), junto ao rio Quebar. Um dos assuntos tratados por Ezequiel é a glória celestial de Deus (1.28; 3.12,23) e de como ela se vai (9.3; 10.4,18-19; ): A glória na entrada de casa, no átrio, elevada sobre a casa, sobre o monte... Estudiosos se dividem sobre a interpretação dos capítulos 40-48: Se espiritual ou literal. Tabela 8 Interpretação dos capítulos 40 a 48 (Espiritual ou Literal) 12 ESPIRITUAL LITERAL Sistema sacrificial abolido em Cristo. Não há templo na Nova Jerusalém (Ap 21.22). O detalhe da descrição das medidas pede interpretação literal. Os sacrifícios são um memorial para o Reino Milenar. Descrições cumpridas As promessas pactuais com Israel não se espiritualmente na Igreja. cumpriram na igreja. Em Ezequiel mostra o ciclo de juízos contra as nações vizinhas: Amom, Moabe, Edom, Filístia, Tiro e Sidom. Gasta espaço desproporcional com Tiro ( ), apontando para Satanás contém oráculos contra o Egito, que continuaria a existir, mas como o menor dos reinos. Os capítulos 36 e 37 são vitais para a futura restauração de Israel. DANIEL O nome Daniye l ou Dani el significa Deus é meu juiz. A forma grega na Septuaginta é Daniel. Daniel e seus três amigos nasceram em famílias judaicas nobres (1.4) e receberam três anos de treinamento nas melhores escolas babilônicas (1.5). Daniel recebe nome em honra a divindades babilônicas (Beltessazar, que significa Bel proteja sua vida ) como parte do processo de reidentificação (1.7; 4.8; ver Jr 51.44). Ele é um dos poucos personagens sobre quem nunca se escreveu nada de negativo. Ezequiel, seu contemporâneo, o menciona três vezes como exemplo de integridade (14.14,20; 28.3). Daniel alegou ter escrito o livro (12.4) e Cristo atribui Dn 9.27 a o profeta Daniel (Mt 24.15).

13 Daniel foi levado na primeira deportação em 605 ac. Ministrou durante todo o cativeiro babilônico e continuou depois que a Babilônia foi vencida pelos persas em 539 a.c. Viveu e ministrou até pelo menos o terceiro ano de Ciro (536 a.c/ ver 10.1). Portanto, escreveu por volta de 530 a.c. Tema: O soberano controle de Deus sobre o tempo dos gentios. O propósito de Daniel era injetar ânimo nos judeus exilados, enfatizando a soberania e o poder de Deus sobre as atividades humanas (4.25), enfim, Deus está controlando a história mundial. 13 Cap Cap História narrativa: Deus controla. Visões proféticas: como Deus controla. Cristo em Daniel Cristo é a Grande Pedra que esmagará os reinos deste mundo ( ,44), o Filho do Homem a quem é dado o domínio pelo Ancião de Dias ( ) e o Messias Rejeitado ( ). Comentário Os capítulos 1 a 6 mostram que o Deus dos céus tem o direito de controlar a história, e que Ele é mais forte que os deuses babilônicos (Jr 51:44). No capítulo 1 (v.15) Daniel e amigos são mais fortes e inteligentes (v.17). No capítulo 2 Nabucodonosor reconhece a Deus como o Deus dos deuses (v. 47). No capítulo 3 Nabucodonosor reconhece a Deus como o Deus que livra (vv. 15,24,25,28,29). No capítulo 4 Nabucodonosor reconhece a Deus como Aquele que Reina e o único Deus (vv ). No capítulo 5 Deus, porque está no controle, destrona Belsazar (vv. 16,17,26-31). No capítulo 6 Daniel é livrado dos inimigos (v.5) e dos leões (vv. 16,20-23,26-28). Daniel escreve o capítulo 1 em hebraico e os capítulos 2 a 7 em aramaico para tratar da história dos gentios. Tabela 9 A Estarua de Nabucodonosor A estátua de Nabucodonosor (2:31-44): Verso(s) Objeto visto Material Reino Verso(s) 32a Cabeça Ouro Babilônia 38 32b Peito e braços Prata Medo/Pérsia 39 32c Ventre e coxas Bronze Grécia 39 33a Pernas Ferro Roma 40 33b Pés Ferro e barro Alguns reis 41-44a 34,35 Pedra Reino de Deus 44-45

14 Tabela 10 Os Quatro Animais (7) Verso(s) Animal Reino 4 Leão Babilônia 5 Urso Medo-Pérsia 6 Leopardo Grécia 7 Animal terrível e espantoso com dez chifres Roma e dez reis 8 Pequeno chifre Anti-Cristo 13,14 O Filho do homem Reino de Deus (ver 17-27) Tabela 11 A visão de um carneiro e de um bode (8) 14 Carneiro (v.20) Bode (v.21) v.3. Com dois chifres: A V.5. Vinha do Ocidente com muita Média e a Pérsia. rapidez: A Grécia. V.4. Vinha do Oriente. O chifre insigne: Alexandre Magno. Refere-se ao peito e braços Refere-se ao ventre e coxas da estátua da estátua de (cap 2). Nabucodonosor (cap 2). Ao Leopardo do cap 7. Ao Urso do cap 7. Depois da morte de Alexandre, quatro Não havia força no generais o substituíram (v.22). carneiro para resistir ao Deles procede Antíoco Epifânio (v.23). bode (v.7). Tabela 12 As 70 Semanas de Daniel (9) A ordem da restauração (v.25 ocorreu em 4 de março de 444 a.c - Ne 2.1-8). As 69 semanas de 7 anos são iguais a 483 anos. Isso conduz a 29 de março do ano 33 d.c, data da entrada triunfal. Nas primeiras sete semanas (ou 49 anos) foram reedificadas as praças e circunvalações. Ao fim das 62 (somando 69 semanas) aconteceria a crucificação do Messias. Tabela 13 O domínio de Antíoco Epifânio (11) O governo da Pérsia (v.2). Alexandre, o Grande (v.3). Os quatro generais que o sucederam (v.4). Ptolomeus e Selêucidas até Antíoco Epifânio (vv. 5-20). Antíoco Epifânio (21-35). Anti-Cristo (36-45).

15 Capítulo Quarto Oséias/Joel/Amós Profetas Menores OSÉIAS Os nomes Oséias, Josué e Jesus derivam todos da mesma palavra-raiz hebraica. A palavra Hoshea significa Salvação. Porém Josué e Jesus incluem uma idéia adicional: Yahweh é salvação. O último rei de Israel tem o mesmo nome do profeta, Oséias, que é Hosea em grego. 15 Oséias 1.1 indica o próprio Oséias como autor do livro. Não se menciona onde nasceu, mas sua familiaridade é óbvia com Israel. Chamou o rei de Samaria de nosso rei (7.5). Oséias era filho de Beeri (1.1), esposo de Gômer (1.3) e pai de dois filhos e uma filha (1.4,6,9). Segundo Os 1.1 exerceu seu ministério durante os reinados de Uzias ( a.c), Jotão ( a.c), Acaz ( a.c) e Ezequias ( a.c), reis de Judá. Quando começou seu ministério, Jeroboão II ainda reinava em Israel ( a.c). A longa carreira de Oséias ainda abarcou os reinados dos últimos reis de Israel: de Zacarias ( a.c) a Oséias ( a.c). O que somam 40 anos de ministério profético. Cap Esposa adúltera e Esposo fiel. Cap Israel adúltero e Deus fiel. Tema: Deus permanece fiel. Quando Oséias iniciou seu ministério, Israel desfrutava de prosperidade e crescimento. Por outro lado, a corrupção moral, a injustiça social e a prostituição espiritual reinavam na nação. Oséias, instruído por Deus, casa-se com uma mulher chamada Gômer e descobre que sua vida doméstica ilustra a trágica prostituição do povo de Deus. O adultério de Gômer ilustra o pecado de Israel (4-7); a degradação de Gômer representa o julgamento de Israel (8-10); e a redenção de Gômer retrata a restauração de Israel (11-14). O profeta proclamou que Deus abomina os pecados do Seu povo, que o juízo é infalível, mas que, apesar disso, o amor de Deus permanece firme. Cristo em Oséias Mateus 2.15 aplica a Cristo no Egito o capítulo 11, versículo 1. Israel e Cristo deixaram a Palestina em busca de refúgio no Egito e de lá foram chamados.

16 Comentário As experiências pessoais de Oséias, mais que qualquer outro profeta do AT, ilustram sua mensagem profética. Oséias foi para Israel o que Jeremias foi para Judá. Oséias se casa com uma mulher de nome Gômer (1.3). Gômer corre atrás de outros homens como Israel atrás de outros deuses. Seus filhos são como sinais para Israel: o 1 o : Jizreel. Significa Deus espalha (1.4). Deus haveria de trazer juízo. o 2 o : Lo-Ruama. Significa Não-se-compadeceu ou Não-misericórdia (1.6). o 3 o : Lo-Ami. Significa Não-meu-povo (1.9). Eles significavam que Deus espalharia Israel em função do seu pecado. São um anúncio do julgamento. 16 No capítulo 2 Gômer resolve abandonar Oséias, mas é redimida no capítulo 3 indicando a futura restauração de Israel. Há um paralelo entre os capítulos 4-7 e o capítulo 1: Ênfase nos pecados. Entre os capítulos 8-10 e o capítulo 2: Ênfase no julgamento. Entre os capítulos e o capítulo 3: Restauração do relacionamento. Em 4:1-6 temos a razão da contenda e em 8:3,8 e 9:3 os juízos de Deus. Deus é Santo (4-7) e Justo (8-10), mas também é Amoroso ( Ver 11:8; 14:4). JOEL O nome hebraico Yo el significa Yahweh é Deus ; o equivalente grego é Joel. O profeta Joel só é conhecido neste livro. Ele se identifica como filho de Petuel ( persuadido por Deus 1.1). Faz freqüentes menções à casa do Senhor (1.9,13-14; ,23,32; 3.1,5-6,17,20,21) o que pressupõe ter ele vivido em Jerusalém ou proximidades. Como o livro não se refere explicitamente a tempo, há uma disputa quanto a ele ter sido escrito numa data posterior, pós-exílica, ou numa data anterior, no nono século a.c. Assumimos uma data anterior para Joel, em torno de 835 a.c, pelas seguinte razões: 1. Ele não menciona o Reino do Norte pelo fato de sua profecia dirigir-se a Judá. 2. Ele não menciona reis como outros profetas mais antigos também não o fazem (Obadias, Jonas, Naum e Habacuque). Isto também se ajusta a uma situação política durante a.c, quando Atalia usurpou o trono após a morte de seu esposo Acazias. Quando Atalia foi deposta, em 835 a.c, Joás subiu ao trono, mas, sendo menor de idade, governava sob a regência do sacerdote Joiada. 3. Joel não faz referência à Assíria ou Babilônia, mas menciona países mais cruciais à época como Filístia, Fenícia, Egito e Edom. Além disso, Joel não se refere à Pérsia. 4. Joel 3:1 não se refere ao cativeiro babilônico e sim a um evento que ainda não ocorrera.

17 5. Quanto à menção dos gregos (3:6), são citados nos registros assírios do oitavo século. 6. O estilo de Joel é mais semelhante ao de Oséias e Amós do que dos escritos pósexílicos. 7. A não menção de idolatria sugere que o livro foi escrito depois de eliminado o culto a Baal no início do reinado de Joás, sob o comando de Joiada. 8. Joel teria sido contemporâneo de Elias e Eliseu. Cap 01. Cap O dia do Senhor ilustrado na história. O dia do Senhor em predição. Tema: O dia do Senhor. A calamidade atinge Judá sem aviso. Uma nuvem negra de terríveis gafanhotos desce à terra. Em questão de horas tudo o que era vivo e verde desaparece. 17 [SP1] Comentário: 1º Profeta a desenvolver o tema, Obadias foi o 1º a mencionar. Esta terrível devastação é usada pelo profeta para ilustrar sua mensagem do iminente Dia do Juízo. Nesse dia Deus destruirá seus inimigos e vindicará Sua justiça. Por outro lado trará bênçãos aos que lhe obedecem (2.1-11; Ver ; ). Cristo em Joel Cristo cumpriu a profecia de Joel quando enviou o Espírito Santo (Jo ; At ; Jo ; At 1.8). Comentário Embora Obadias tenha sido o primeiro profeta a mencionar o dia do Senhor (Ob 15), Joel foi o primeiro a desenvolvê-lo. O dia do Senhor é um evento futuro da perspectiva do Novo Testamento (II Ts 2.2; II Pe 3.10). Pedro citou Joel ( ) em Atos ( ), mas interrompeu-o na metade do versículo 32. Em Seu discurso no Monte das Oliveiras (Mt 24.29) Jesus associou os eventos de Joel (2.10,31; 3.15) aos sinais de Sua segunda vinda. AMÓS O personagem deste livro só é mencionado aqui. Embora só houvesse uma escola de profetas, Amós não tinha qualquer ligação com ela (7.14). Mas foi divinamente escolhido e comissionado para levar seu fardo profético a Israel (7.15). Como homem do campo, tal vivência foi usada em sua profecia (3.4-5,12; 5.8,19; 9.9). Também era homem instruído nas Escrituras, uma vez que ele exibe compreensão detalhada do Pentateuco: 2:7 (Dt ); 2.8 (Ex 22.26); 2:12 (Nm ); 4.4 (Dt 14.28; 26.12); 4.5 (Lv 2.11; 7.13). Sendo de Judá, pronunciou sua mensagem em Betel, a residência do rei de Israel e o centro de idolatria. O ministério de Amós foi posterior à época de Obadias, Joel e Jonas e um pouco antes de Oséias, Miquéias e Isaías. Profetizou nos dias de Uzias, rei de Judá, e nos dias de Jeroboão, filho de Joás, rei de Israel, dois anos antes do terremoto (1.1).

18 Uzias reinou de 767 a 739 a.c, quando um eclipse solar em Israel (em 15 de Junho de 763 a.c) ainda estava fresco na mente do povo (8.9). Cap Oito profecias. Cap Três sermões. Cap Cinco visões. Cap Cinco promessas. Tema: Justiça corrompida Nesta época, tanto Uzias (ao Sul) como Jeroboão (ao Norte) eram militarmente bem sucedidos. As circunstâncias econômicas eram quase ideais. Mas a prosperidade fez aumentar o materialismo, a imoralidade e a injustiça do povo (2.6-8; 3.10; 4.1; ; 8.4-6). Nesse período a Assíria, a Babilônia, a Síria e o Egito eram relativamente fracos, por isso o povo achava improvável que o juízo anunciado por Amós realmente viesse a acontecer. 18 Cristo em Amós Cristo tanto julga ( ) como restaura o Seu povo ( ). Comentário Amós foi chamado de Tecoa, em Judá, cerca de 19 km ao Sul de Jerusalém, onde cuidava de ovelhas e cultivava sicômoros. Sua mensagem era direta e incisiva (4.1). Cada uma de suas oito profecias de 1.1 a 2.16 começa com a declaração: Por três transgressões de... e por quatro. A quarta transgressão equivale à última gota. A iniqüidade destas nações está completa. Os três sermões de 3.1 a 6.14 começam com a frase: Ouvi esta palavra (3.1; 4.1; 5.1). Termina o livro com mensagem de consolação ( ), após as cinco visões de

19 Capítulo Quinto Obadias/Jonas/Miquéias OBADIAS O nome hebraico Obadyah significa Adorador de Yahweh ou Servo de Yahweh. O título grego é Obdiou. Obadias foi um profeta obscuro que, provavelmente, viveu em Judá. Os versículos fornecem a única referência histórica que ajuda sua datação, embora haja discordância sobre qual invasão de Jerusalém Obadias tinha em mente. Há quatro possibilidades: Em 926 a.c. Sisaque do Egito saqueou o templo e o palácio no reinado de Jeroboão (I Rs ). O fato de nesse tempo Edom ser vassalo de Judá não se ajusta ao tempo de Obadias. 2. No reinado de Jeorão ( a.c), os filisteus e árabes invadiram Judá e saquearam o palácio (II Cr ). Edom revoltou-se durante o reinado de Jeorão e se tornou amargo antagonista (II Rs ; II Cr ). Isto se identifica com a descrição de Obadias. 3. Em 790 a.c, o rei Joás, de Israel, invadiu Judá (II Rs 14; II Cr 25). A questão é que Obadias (v. 11) denominou os invasores de estranhos. 4. Em 586 a.c, Nabucodonosor derrotou e destruiu Jerusalém (II Rs 24-25). As melhores opções são as 2 e 4, embora a 2 pareça ajustar-se mais à descrição de Obadias (11-14), pelas seguintes razões: I. O texto não indica destruição total da cidade, o que aconteceu com a invasão de Nabucodonosor. II. É improvável que Nabucodonosor tenha lançado sortes sobre Jerusalém (v. 11). III. Quem fala da invasão babilônica menciona o agente, Obadias silencia. Se assumirmos que Obadias faz menção ao saque efetuado pelos filisteus (entre 848 e 841), ele seria contemporâneo de Eliseu e o mais antigo dos profetas escritores, anterior a Joel uns poucos anos. Versículos Versículos Julgamento de Edom. Restauração de Israel. Tema: Destruição de Edom. Obadias é uma declaração da ruína de Edom em razão de sua arrogância e crueldade para com Judá.

20 Cristo em Obadias Cristo é o Juiz das nações (15-16), o Salvador de Israel (17-20) e o Proprietário do Reino (21). Comentário Edom é arrogante (v. 3) em virtude de sua posição segura no monte Seir, região montanhosa ao Sul do Mar Morto. Sua capital, Sela (Petra), é protegida por um estreito canal que impede a invasão de um exército. Edom e Israel começaram a lutar no ventre da mãe. Na peregrinação no deserto Edom recusou-se a socorrer Israel (Nm ). Depois que se opuseram a Saul, os edomitas foram subjugados por Davi e Salomão. Lutaram com Josafá e se rebelaram com sucesso contra Jeorão. Edom escarnece de seu irmão na invasão dos filisteus e da Babilônia (Sl 137.7) Os nabateus expulsaram Edom de sua terra e eles foram ao Sul da Palestina, passando a ser conhecidos como idumeus. Herodes, o Grande, era um idumeu, que tornou-se rei da Judéia, sob Roma, em 37 a.c. - Apesar de toda a arrogância, Deus destruirá Edom. Ele destruirá os orgulhosos e vingará o Seu povo. - Os edomitas foram destruídos em Jerusalém, no ano 70 d.c, na invasão do imperador romano Tito. JONAS Yonah é a palavra hebraica para Pomba. O termo grego é Ionas. O filho de Amitai (1:1) era profeta no reinado de Jeroboão II, rei de Israel (II Rs 14.25). Gate-Hefer ficava na baixa Galiléia, próximo a Nazaré, o que denuncia o equívoco dos fariseus (Jo 7.52). Jonas foi contemporâneo de Jeroboão II ( a.c) e exerceu seu ministério depois de Eliseu e um pouco antes de Amós e Oséias. Cap Cap Deus chama; Jonas foge. Deus chama; Jonas obedece. Tema: Salvação a Nínive. O arrependimento de Nínive provavelmente se deu no reinado de Assurdão III ( a.c). Houve duas grandes pragas, em 765 e 759, e um eclipse solar (763 a.c), o que teria preparado o povo para a mensagem. Sem falar de um profeta vindo do mar, trazido por um grande peixe, com pele descorada por ter passado aquelas horas no ventre do peixe. Cristo em Jonas Jonas é o profeta a quem Jesus comparou consigo (Mt ). Sua experiência é um tipo da morte, sepultamento e ressurreição de Cristo.

21 Comentário No tempo de Jonas, a crueldade dos ninivitas era lendária. Por isso Jonas não queria que Deus demonstrasse misericórdia para com os ninivitas. Pregar-lhes a mensagem seria ajudar o inimigo cruel de Israel. Em vez de ir 700 km ao Nordeste da Palestina Jonas tenta chegar a km a Oeste, a Társis (Espanha). Todas as coisas se submetem a Deus: o vento (1.4); as sortes (1.7); o mar (1.15); os marinheiros (1.16); o peixe (1.17); Nínive (3.5-10); uma planta (4.6); um verme (4.7); o vento oriental (4.8), menos Jonas. Jonas é o único profeta enviado diretamente aos gentios. O mais bem sucedido. E o único que não gostou de seu sucesso. Em Jonas aprendemos que: É impossível continuar fugindo de Deus; 2. Os dons e a vocação de Deus são irrevogáveis ; 3. Os interesses de Deus estão acima dos interesses patrióticos; 4. Aonde a providência leva a mensagem, levará o chamado eficaz (2.9). Jonas é forçado a ver que ele se preocupava mais com uma planta do que com centenas de milhares de pessoas (4.11). O arrependimento de Deus é a maneira do homem referir-se a movimentos préordenados desde a eternidade passada na sua forma de conduzir a história (3.10; Nm 23.19; Gn 6.6,7; I Sm 15.11,29). MIQUÉIAS O nome hebraico Michayahu ( Quem é como Deus? ) é abreviado para Michaia. O título grego é Michaias. A cidade natal de Miquéias, Moresete-Gate (1.14) situava-se cerca de 60 km a sudoeste de Jerusalém, na fronteira de Judá com a Filístia, numa região agrícola muito produtiva. Sua profunda convicção do chamado vê-se em 3.8. O primeiro versículo informa-nos que Miquéias profetizou nos dias de Jotão ( a.c), Acaz ( a.c) e Ezequias ( a.c), reis de Judá. Ele dirige-se primariamente a Judá, depois a Israel, e prediz a queda de Samaria (1.6). Sua denúncia contra a idolatria indica que seu ministério precedeu as reformas de Ezequias. Por isso as profecias abrangeram os anos de 735 a 710 a.c. Tema: Injustiça de Judá e justiça de Deus. Miquéias expôs a infidelidade de Judá e a retidão de Yahweh. Seu ministério ocorreu num período de intensa injustiça social. Os falsos profetas pregavam em prol das riquezas, não em prol da justiça. Os príncipes prosperavam em crueldade, os sacerdotes ministravam mais por ganância, os latifundiários roubavam os pobres, os juízes se deixavam subornar, os comerciantes usavam balanças fraudulentas. Miquéias prediz os juízos que viriam como resultado desses pecados.

22 Cap Cap Cap Predição de juízo. Predição de restauração. Apelo ao arrependimento. Cristo em Miquéias Miquéias 5.2 dá-nos importante profecia sobre o Messias. Ela é citada pelos sacerdotes e escribas (Mt 2.5-6) para indicar o lugar do nascimento do Messias, além de declarar a eternidade de Jesus Cristo. Comentário - Miquéias começa fazendo explodir uma declaração de condenação contra Israel e Judá. Ambos seriam destruídos pelo pecado (2.1-11; ). - Em seguida Miquéias prediz a restauração, descrevendo o restabelecimento do Reino (4.1-5:1) e a vinda do Messias (5.2-15). - Concluiu com o apelo ao arrependimento (6-7). Esta seção descreve uma cena de tribunal. Deus tem uma controvérsia com o povo e chama as montanhas e colinas para formar o júri (6.2). A acusação é séria: o povo substituiu o culto sincero por um ritual; vazio, distanciando dos padrões divinos para a conduta diária (6.3-8). 22

23 Capítulo Sexto Naum/Habacuque/Sofonias Naum A palavra hebraica Nahum ( Conforto, Consolação ) é uma forma abreviada de Neemias ( Conforto de Yahweh ). Nome que faz jus à mensagem consoladora para Judá, povo que temia a crueldade dos assírios. O título grego é Naoum. Só há menção do profeta em Na 1.1, onde ele é chamado de elcosita. A maioria dos estudiosos conservadores acredita que Elcos era uma cidade ao Sul de Judá. Isto faria de Naum profeta do Sul e explicaria seu interesse no triunfo de Judá (1.15; 2.2). 23 A conversão dos ninivitas em resposta à mensagem de Jonas ocorreu em 760 a.c. Naum pode seguramente ser situado entre 663 e 654 a.c (portanto, cerca de cem anos após a pregação de Jonas), pelas seguintes razões: 1. Para Naum, a queda de Nínive (612 a.c) é um evento futuro. 2. Naum faz referência à queda de Tebes, que ocorreu em 664 a.c, como um evento recente (3.8-10). 3. Tebes foi restaurada uma década depois de sua derrota e Naum não menciona tal restauração, em 654 a.c. Tema: Destruição de Nínive. A qualquer que muito for dado, muito se lhe pedirá... (Lc 12.48). A Nínive fora dado o privilégio de conhecer o único e verdadeiro Deus (c. 760 a.c), mas logo os assírios retornaram às suas práticas cruéis e desumanas. Em 722 a.c Sargão II destruiu Samaria. Senaqueribe, em 701 a.c, veio para capturar Jerusalém, sob o reinado de Ezequias. Até que O Senhor, que é tardio em irar-se (1.3), finalmente decreta seu julgamento e resolve não mais adiar sua ira. A arrogância de Nínive seria, enfim, exterminada. Cap 01. Cap 02. Cap 03. A destruição é decretada. A destruição é descrita. A destruição é merecida. Cristo em Naum Não há profecias messiânicas diretas em Naum, mas os atributos divinos (1.2-8) são consistentes com a obra de Cristo em Sua segunda vinda como Juiz das nações. Comentários Embora o livro se ocupe com a destruição de Nínive, foi escrito para conforto de Judá (1.15; 2.2). Na época de Naum (c. 660 a.c), Nínive atingiu seu mais alto nível de prosperidade sob Assurbanipal ( a.c).

24 Nínive se tornara a mais fortificada cidade da terra, com muros de 30m de altura e largura bastante para acomodar três carros andando lado a lado. Em torno dos muros erguiam-se torres com 30 m acima do topo dos muros. Os muros eram circundados por um valado de 45 m de largura e 18 de profundidade. A profecia de Naum parecia simplesmente impossível. Naum predisse que uma inundação destruiria Nínive (1.8; 2.6,8) e depois ela seria queimada (1.10; 2.13; 3.13,15). Foi exatamente isso que aconteceu. O rio Tigre transbordou e rompeu parte do muro. Os babilônios entraram através desta brecha, saquearam e incendiaram a cidade. Também predisse que a cidade ficaria escondida (3.11). Após sua destruição em 612 a.c, sua localidade não foi descoberta até 1842 d.c. A cidade jamais seria reconstruída (1.14; 2.11,13). Diferentemente de Jonas, Naum proclama sua mensagem à distância. Naum começa com uma descrição do caráter de Yahweh: Em 1.2 Ele é zeloso (tem ciúmes e protege), vingador (pune o erro) e guarda a ira (sua santidade produz forte reação contra o pecado). 2. Em 1.3 Sua paciência é retratada (tardio em irar-se), mas ela tem fim e, quando resolve incendiar Sua ira, Ele é grande em poder (Ele pode fazer aquilo que decidir fazer) e justo (ao culpado não tem por inocente). Em 1.3b há demonstração desse grande poder. 3. Em 1.6,7 a Sua cólera está acesa, mas Ele é a fortaleza dos crentes. Nos capítulos 2 e 3 temos respectivamente a descrição do julgamento e a razão para ele. HABACUQUE Habaqquq significa Aquele que abraça ou se apega. Nome apropriado para o final do livro, quando o profeta apega-se a Deus, não se importando com o que venha a acontecer ao seu redor ( ). O título grego é Ambakouk. As menções ao profeta Habacuque em 1.1 e 3.1 parecem indicar que ele era um profeta profissional, talvez ligado ao culto no templo em Jerusalém (3.19b). A data mais provável para o livro é na primeira parte do reinado de Joaquim ( a.c. Ver II Rs ; Jr 22.17). Para Habacuque, a invasão babilônica é iminente (1.6; 2.1; 3.16), o que põe seu livro antes da invasão de Nabucodonosor em 605 a.c. Tema: O justo viverá pela fé. Habacuque, conhecendo a dureza do seu povo, pergunta a Deus até quando essa condição continuaria. Por que Deus permitia que a iniqüidade prosseguisse impunemente? Deus revela Seu plano de usar os caldeus, o que perturbou ainda mais Habacuque.

25 Até que a resposta divina lhe satisfaz de modo que o profeta aprendeu a confiar em Deus nas piores circunstâncias (2:2-20). Cap Cap 03. Os problemas de Habacuque. O louvor de Habacuque. Cristo em Habacuque A palavra Salvação aparece três vezes (3.13,18) e é raiz da qual o nome Jesus deriva (Mt 1.21). 25 Comentário Habacuque se move do peso para a bênção, do espanto para o culto, da inquietação para o repouso, de questionamentos para o louvor. A passagem chave para a transição é 2.4. Texto mencionado três vezes no NT Rm 1.17; Gl 3.11; Hb O capítulo 3 é um salmo de louvor. Uma declaração de fé no caráter e nos caminhos de Deus (3.6). SOFONIAS Tsephan-Yah significa Yahweh Esconde, podendo significar que Deus o escondeu das atrocidades de Manassés. O título grego é Sophonnias. Sofonias era trineto do piedoso rei Ezequias, de Judá (1.1). Portanto, o único profeta de descendência real, com amplo acesso à coorte do rei Josias, em cujo reinado exerceu seu ministério. Provavelmente residia em Jerusalém, uma vez que usou a frase este lugar (1.4) se referindo àquela cidade, e demonstra estar familiarizado com seus hábitos (1.9-10; 3.1-7). A profecia de Sofonias pode ser datada mais precisamente entre 630 e 625 a.c pelas seguintes razões: 1. Ministrou nos dias de Josias (1.1) que reinou entre 640 e 609 a.c. 2. A destruição de Nínive (612 a.c) era ainda um evento futuro (2.13). 3. A primeira reforma de Josias ocorreu em 628 a.c (II Cr ) quando derrubou os altares de Baal. A segunda ocorreu em 622 a.c, quando Hilquias achou o Livro da Lei (II Cr ). Sofonias (c. 630 a.c), Habacuque (c. 607 a.c) e Lamentações (c. 586 a.c) seguem cronologicamente uns aos outros. Tema: Julgamento e bênção no dia do Senhor. Sofonias proclama sua mensagem sobre a vinda iminente do Dia do Senhor, Dia de Juízo sobre Judá e as nações. Israel e seus vizinhos gentios haveriam de experimentar a mão esmagadora da ira de Deus. Mas depois do processo disciplinar completado, a bênção virá na pessoa do Messias.

26 Cap 1:1-3:8. O juízo no dia do Senhor. Cap 3:9-20. A salvação no dia do Senhor. Cristo em Sofonias Jesus faz duas alusões a Sofonias: em Mt (Sf 1.3) e em Mt (Sf 1.15). Ambas as passagens associadas à sua segunda vinda. Comentários Sofonias e Joel tratam quase exclusivamente sobre o dia do Senhor. Sendo que o primeiro expande o tema e inclui os seguintes elementos: 1. O dia do Senhor sobrevirá a toda a criação (1.2,3); 2. É iminente (1.14); 3. É dia de juízo contra o pecado (1.15,17); 4. Envolverá as nações do mundo (2.4-15; 3.8); 5. Um remanescente se converterá (3.5-13); 6. Trará grandes bênçãos ( ). 26

27 Capítulo Sétimo Ageu/Zacarias/Malaquias AGEU Provavelmente seu nome significa Festivo. É possível que tenha nascido em uma das festas principais. O título na Septuaginta é Aggaios. Seu nome é mencionado nove vezes no livro (1.1,3,12-13; 2.1,10,13-14,20) e duas vezes em Esdras (5.1; 6.14). Ageu certamente viveu em Jerusalém, podendo ter regressado com Zorobabel em 538 a.c, tendo nascido na Babilônia, ou nascido em Judá, antes de 586 a.c, fazendo parte do pequeno grupo que se lembraria do templo de Salomão (2.3). Se esta última opção for correta, Ageu, quando profetizou em 520 a.c, tinha cerca de 75 anos. 27 Em 538 a.c, pelo decreto de Ciro da Pérsia, Zorobabel regressa à sua terra, liderando um grupo de judeus e, em 536 a.c, a obra do templo teve início. A obra do templo cessou em 534 a.c, em parte pela obstrução dos samaritanos (Ed 4-6). Depois de 14 anos de negligência, a obra do templo é recomeçada, em 520 ac, pelos ministérios de Ageu e Zacarias. Ambos os livros são precisamente datados: o Ag 1:1 1/Setembro/520 a.c o Ag1:15 24/Setembro/520 a.c o Ag 2:1 21/Outubro/ 520 a.c Zc 1:1 Novembro de 520 a.c o Ag 2:10,20 24/Dezembro/520 a.c Zc 1:7 24/Fevereiro/519 a.c Zc 7:1 4/Dezembro/518 a.c Depois de 14 anos de negligência a obra do templo é recomeçada em 520 a.c e completada em 516 a.c (Ed 6.15). Tema: A reconstrução do templo. Os judeus que retornaram devem reordenar as prioridades e completar o templo. Foram 14 anos de negligência, onde os afazeres pessoais e a preocupação com o embelezamento de suas próprias casas interferiam nos negócios de Deus. Ageu prega uma série de sermões destinados a despertar o povo e incitá-lo a concluir a obra. : Cap 01. O término do segundo templo. Cap A glória do segundo templo. Cap Bênçãos provenientes da obediência. Cap Promessa das bênçãos futuras.

28 Cristo em Ageu Ageu 2.9 aponta para o papel do segundo templo, que receberia a glória do Deus encarnado. Zorobabel é um tipo de Cristo (2.23). Comentários Ageu foi um dos poucos profetas cuja mensagem produziu resultados imediatos em apenas 23 dias (Ag 1.1,15). É possível que as casas tenham sido forradas (1.4) com a madeira para o templo (Ed 3.7). Ageu explica o porquê de suas dificuldades (Ag 1.6): prioridade aos seus interesses próprios. 28 ZACARIAS Zekar-Yah significa Yahweh lembra. Tema que predomina em todo o livro. Israel será abençoado porque Yahweh se lembra do pacto. O autor era da linhagem sacerdotal (1:1; Ed 5:1; 6:14; Ne 12:4,16). Nasceu na Babilônia e foi trazido por seu avô para a Palestina, quando os judeus exilados retornaram sob Zorobabel e Josué. Zacarias era um contemporâneo mais jovem de Ageu. O cenário dos capítulos 1-8 é idêntico ao de Ageu ( a.c). Os capítulos 9-14 pertencem a uma época posterior (entre 480 e 470 a.c), quando Assuero (ou Xerxes a.c) já reinava. Tema: A glorificação futura de Israel. Nos primeiros oito capítulos Zacarias encoraja o povo a completar a obra do templo. Este deveria ser reconstruído, pois um dia o Messias nele habitaria. Nos capítulos 9-14 Zacarias atesta a fidelidade de Yahweh para com Israel através da obra do Messias. Cap Cap Profecias sobre a reconstrução do templo. Profecias depois da reconstrução do templo. Cristo em Zacarias Zacarias é o segundo dos profetas (depois de Isaías) em profecias messiânicas. Cristo é: O anjo do Senhor (3:1-2); O Renovo Justo (3:8; 6:12,13); A Pedra com 7 olhos (3:9); O Rei-Sacerdote (6:13); O Rei Humilde (9:9-10); a Pedra de esquina, Estaca da tenda e Arco da batalha (10:4); O Bom Pastor que é rejeitado e vendido (11:4-13); Aquele que foi traspassado (12:10); A Fonte purificadora (13:1); O Pastor ferido e abandonado (13:7); O Juiz vindouro e Rei Justo (14). Comentários Em 15 de fevereiro de 519 a.c Zacarias recebe uma série de oito visões noturnas (1-6). As primeiras cinco são de conforto ( ) e as três últimas de juízo ( ).

29 Nos capítulos 7-8 há quatro mensagens: 1. (7:4-7). Contra o ritualismo vazio; 2. (7:8-14). A desobediência no passado; 3. (8:1-17). Restauração e consolação de Israel; 4. (8:18-23). A descoberta da alegria do Reino. Nos capítulos 9-14 há dois temas. O primeiro (9-11) diz respeito ao advento e rejeição do Messias. O segundo (12-14) diz respeito ao segundo advento do Messias. MALAQUIAS Mal aki ( Meu Mensageiro ) é provavelmente uma forma abreviada de Mal akya, Mensageiro de Yahweh. A Septuaginta usa o título Malachias. 29 A única menção de Malaquias no AT é em 1.1. Nada se sabe sobre sua linhagem. É provável que Malaquias tenha proclamado sua mensagem entre 432 e 425 a.c, enquanto que Neemias se achava ausente, quase um século depois que Ageu e Zacarias começaram a profetizar (520 a.c). O termo persa para governador, Pechah (1.8; Ne 5.14; Ag 1.1,14; 2.21) indica que o livro foi escrito durante a dominação persa de Israel ( a.c). Os sacrifícios já estavam sendo oferecidos no templo (1.7-10; 3.8) que foi reconstruindo em 516 a.c. Da reconstrução às corrupções dos dias de Malaquias algum tempo foi necessário. A similaridade com os problemas de Neemias: sacerdotes corruptos ( ; Ne ); negligência dos dízimos e ofertas (3.7-12; Ne ); casamento com esposas pagãs ( ; Ne ). Neemias foi a Jerusalém em 444 a.c e retornou em 432 a.c. Voltou novamente à Palestina em 425 a.c. Tema: Sem coração, apenas formalidade. Usando o método de perguntas e respostas, Malaquias esquadrinha a hipocrisia, infidelidade, casamentos mistos, divórcio, falso culto e arrogância, marcas da vida dos seus patrícios. Intimamente perguntavam se afinal vale a pena servir a Deus. Exteriormente essas atitudes resultam em observâncias mecânicas, rituais vazios e indiferença para com a lei. Cristo em Malaquias Malaquias prediz a vinda do mensageiro que preparará o caminho diante do Senhor (3.1; Is 40.3). João Batista cumpre esta profecia, como cumpre o caso do aparecimento do profeta Elias (4.5), ver Mt 3.3; ; ; Mc 1.3; ; Lc 1.17; 3.4; Jo Em Ml há o segundo advento de Cristo. Cap 1:1-15. O privilégio da nação. Cap 1:6-3:15. O pecado da nação. Cap 3:16-4:6. A promessa à nação.

Livros Históricos. Recapitulação

Livros Históricos. Recapitulação Livros Históricos Recapitulação Em nosso Cânon, os livros históricos são doze: Josué, Juízes, Rute, 1 e 2 Samuel, 1 e 2 Reis, 1 e 2 Crônicas, Esdras, Neemias e Ester. Autoria: São anônimos Compiladores:

Leia mais

Introdução e visão geral da História de Israel e dos textos do Antigo Testamento. Jörg Garbers Ms. de Teologia

Introdução e visão geral da História de Israel e dos textos do Antigo Testamento. Jörg Garbers Ms. de Teologia Introdução e visão geral da História de Israel e dos textos do Antigo Testamento Jörg Garbers Ms. de Teologia 26.10.2013 08:00-09:30 Profetas e profetismo na história de Israel 09:50-11:50 A ressurreição

Leia mais

Panorama do Antigo Testamento. Escola Bíblica IECI 1º Semestre de 2015 Aula 7

Panorama do Antigo Testamento. Escola Bíblica IECI 1º Semestre de 2015 Aula 7 Panorama do Antigo Testamento Escola Bíblica IECI 1º Semestre de 2015 Aula 7 RECAPITULAÇÃO - AT RECAPITULAÇÃO - AT RECAPITULAÇÃO - AT CRONOLOGIA DO AT CRONOLOGIA DO AT 1. Da criação a Abraão (criação 2000

Leia mais

A BÍBLIA. Leituras - 2 Tm 3.10-17; Sl 19, 119.105-112; Is 40.1-11

A BÍBLIA. Leituras - 2 Tm 3.10-17; Sl 19, 119.105-112; Is 40.1-11 A BÍBLIA Leituras - 2 Tm 3.10-17; Sl 19, 119.105-112; Is 40.1-11 DIVISÃO E CONTEÚDO A palavra "bíblia" vem do grego bíblia, plural de biblion, que traduzido quer dizer "grupo de "livros". Desta forma a

Leia mais

PLANO DE LEITURA DA BÍBLIA

PLANO DE LEITURA DA BÍBLIA PLANO DE LEITURA DA BÍBLIA Este plano de leitura foi planejado para a leitura completa da Palavra de Deus em um ano, entretanto, você pode ler no ritmo que desejar. Se tiver mais tempo diário, faça a leitura

Leia mais

Panorama do Antigo Testamento. Escola Bíblica IECI 1º Semestre de 2015 Aula 6

Panorama do Antigo Testamento. Escola Bíblica IECI 1º Semestre de 2015 Aula 6 Panorama do Antigo Testamento Escola Bíblica IECI 1º Semestre de 2015 Aula 6 Divisão Mais Usual PENTATEUCO HISTÓRICOS POÉTICOS Maiores PROFÉTICOS Menores Gn Ex Lv Nm Dt Js Jz Rt 1 Sm 2 Sm 1 Re 2 Re 1 Cr

Leia mais

Bíblia, sua importância em minha vida

Bíblia, sua importância em minha vida Bíblia, sua importância em minha vida Bíblia, sua importância em minha vida 2 Timóteo 3:16-17 16 Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação

Leia mais

Esperança em um mundo mal Obadias 1-21. Propósito: Confiar em Cristo independente do mundo em que vivemos.

Esperança em um mundo mal Obadias 1-21. Propósito: Confiar em Cristo independente do mundo em que vivemos. Esperança em um mundo mal Obadias 1-21 Propósito: Confiar em Cristo independente do mundo em que vivemos. Introdução Obadias É o livro mais curto do Antigo Testamento. Quase nada se sabe sobre o autor.

Leia mais

INTRODUÇÃO À BÍBLIA Revisão aula 1

INTRODUÇÃO À BÍBLIA Revisão aula 1 I NTRODUÇÃO À BÍ BLI A Revisão aula 1 INTRODUÇÃO À BÍBLIA Revisão aula 1 A BÍBLIA... UM CONJUNTO DE 66 LIVROS, COMEÇOU A SER ESCRITO HÁ MAIS OU MENOS 3500 ANOS, DEMOROU QUASE 1600 ANOS PARA SER CONCLUÍDO,

Leia mais

conheça sua Bíblia Estudos Panorâmicos no AT e NT TODA QUINTA-FEIRA - DAS 19H30 ÀS 21H - RUA JOSÉ ALVES GUEDES, 1332 - JD. SONIA JAGUARIÚNA/SP

conheça sua Bíblia Estudos Panorâmicos no AT e NT TODA QUINTA-FEIRA - DAS 19H30 ÀS 21H - RUA JOSÉ ALVES GUEDES, 1332 - JD. SONIA JAGUARIÚNA/SP TODA QUINTA-FEIRA - DAS 19H30 ÀS 21H - RUA JOSÉ ALVES GUEDES, 1332 - JD. SONIA JAGUARIÚNA/SP A! Uma grande biblioteca 66 livros Escritos por cerca de 40 homens Em um período de 1600 anos Livros agrupados

Leia mais

O povo judeu e sua religião

O povo judeu e sua religião A Vida de JESUS O povo judeu e sua religião O POVO JUDEU Religião Deus e o relacionamento com o homem O Tabernáculo A Arca da Aliança O Templo As Escrituras As Sinagogas Grupos religiosos O POVO JUDEU

Leia mais

ESTUDO SOBRE A DISPENSAÇÃO DA LEI (1.718 Anos) Ex 3:1-10 Ex 12:37-38 Lc 16:16 Mt 3:1-3

ESTUDO SOBRE A DISPENSAÇÃO DA LEI (1.718 Anos) Ex 3:1-10 Ex 12:37-38 Lc 16:16 Mt 3:1-3 ESTUDO SOBRE A DISPENSAÇÃO DA LEI (1.718 Anos) Ex 3:1-10 Ex 12:37-38 Lc 16:16 Mt 3:1-3 Definição de Dispensação: período de tempo durante o qual a humanidade é moralmente responsável diante de Deus em

Leia mais

INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO

INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO SERIEDADE NA PALAVRA CURSO BÁSICO DE TEOLOGIA MÓDULO I 1º SEMESTRE DE 2015 INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO PR. ROGÉRIO DE ANDRADE CHAGAS Introdução ao Novo Testamento. A nossa aula introduzirá a parte histórica

Leia mais

Distribuição Gratuita Venda Proibida

Distribuição Gratuita Venda Proibida O Atalaia de Israel Um Estudo do Livro de Ezequiel Dennis Allan 2009 www.estudosdabiblia.net Distribuição Gratuita Venda Proibida O Atalaia de Israel Um Estudo do Livro de Ezequiel Dennis Allan Introdução

Leia mais

PRIMEIRA SEQÜÊNCIA: INTRODUÇÃO À BÍBLIA. Obter um conhecimento geral dos fundamentos bíblicos

PRIMEIRA SEQÜÊNCIA: INTRODUÇÃO À BÍBLIA. Obter um conhecimento geral dos fundamentos bíblicos PRIMEIRA SEQÜÊNCIA: INTRODUÇÃO À BÍBLIA TEMPO NECESSÁRIO: Duas semanas OBJETIVO: Obter um conhecimento geral dos fundamentos bíblicos A Primeira Seqüência é para quem está começando a ler a Bíblia. Três

Leia mais

Arquidiocese de Curitiba Curso de Teologia Introdução ao Antigo Testamento Prof. João Luis Fedel Gonçalves

Arquidiocese de Curitiba Curso de Teologia Introdução ao Antigo Testamento Prof. João Luis Fedel Gonçalves Arquidiocese de Curitiba Curso de Teologia Introdução ao Antigo Testamento Prof. João Luis Fedel Gonçalves 3 1 2 5 6 4 1. Fase das tradições quase só orais (1850-1030). Pode ter durado quase oito séculos.

Leia mais

Tema: O Cordeiro e o Leão ESTUDO 2 Titulo: O Leão da Tribo de Judá Texto base: Ap 5:1-14

Tema: O Cordeiro e o Leão ESTUDO 2 Titulo: O Leão da Tribo de Judá Texto base: Ap 5:1-14 Tema: O Cordeiro e o Leão ESTUDO 2 Titulo: O Leão da Tribo de Judá Texto base: Ap 5:1-14 Ao examinarmos o contexto do cap. 5 de Apocalipse entendemos o titulo O Leão da Tribo de Judá, se refere ao ministério

Leia mais

Objetivo: Compreender o que é a Bíblia e como foi organizada.

Objetivo: Compreender o que é a Bíblia e como foi organizada. Capítulo 1: A Bíblia e Como ela foi Organizada Objetivo: Compreender o que é a Bíblia e como foi organizada. Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção

Leia mais

1. LEI 5 livros. 2. HISTÓRIA 12 livros. 3. POESIA 5 livros. 4. PROFETAS MAIORES 5 livros. 5. PROFETAS MENORES 12 livros

1. LEI 5 livros. 2. HISTÓRIA 12 livros. 3. POESIA 5 livros. 4. PROFETAS MAIORES 5 livros. 5. PROFETAS MENORES 12 livros LIÇÃO 4 Os Livros do Velho Testamento Ler o Velho Testamento é o mesmo que ler qualquer outro livro antigo, comentou um jovem que se juntara recentemente ao nosso grupo de estudo da Bíblia. No entanto,

Leia mais

Opovo da época de Ezequiel, como fazem muitas pessoas hoje, tentava justificar seus erros

Opovo da época de Ezequiel, como fazem muitas pessoas hoje, tentava justificar seus erros Lição 6 Deus Age por Amor do Nome Dele: Sua Justiça e Misericórdia (Ezequiel 18:1-20:44) Opovo da época de Ezequiel, como fazem muitas pessoas hoje, tentava justificar seus erros pela tática perversa de

Leia mais

Livros Históricos. Introdução

Livros Históricos. Introdução Livros Históricos Introdução Em nosso Cânon, os livros históricos são doze: Josué, Juízes, Rute, 1 e 2 Samuel, 1 e 2 Reis, 1 e 2 Crônicas, Esdras, Neemias e Ester. Cânon Judaico: Josué, Juízes, 1 e 2 Samuel,

Leia mais

A Aliança Abraâmica e as Suas Implicações Atuais

A Aliança Abraâmica e as Suas Implicações Atuais A Aliança Abraâmica e as Suas Implicações Atuais Preparado para a Associação de Igrejas Batistas Regulares do Rio Grande do Norte 6-9 de Janeiro de 2010, Acampamento Elim, RN Pr. Barry Alan Farlow Professor

Leia mais

LIÇÃO 3 S DANIEL 2:1-49

LIÇÃO 3 S DANIEL 2:1-49 Reinos Vindouros LIÇÃO 3 S DANIEL 2:1-49 II. Daniel Interpreta o Sonho de Nabucodonosor sobre os Reinos Vindouros, 2:1-49 A. O sonho e o decreto de Nabucodonosor, 2:1-16 1. Nabucodonosor pede aos sábios

Leia mais

Centro de Treinamento Bíblico IBRVN 2011 Panorama do Antigo Testamento

Centro de Treinamento Bíblico IBRVN 2011 Panorama do Antigo Testamento PARA QUEM QUER SE APROFUNDAR UM POUCO PERÍODOS DA HISTÓRIA DE ISRAEL ORIGENS PATRIARCAS ESCRAVIDÃO ÊXODO CONQUISTA... 2166-1876 a.c. 1876-1446 a.c. 1446-1406 a.c. 1406-1376 a.c. JUÍZES REINO UNIDO REINO

Leia mais

A BENDITA ESPERANÇA DA IGREJA

A BENDITA ESPERANÇA DA IGREJA A BENDITA ESPERANÇA DA IGREJA Ap 21.9-11 - E veio um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das sete últimas pragas, e falou comigo, dizendo: Vem, mostrar-te-ei a noiva, a esposa do Cordeiro.10

Leia mais

Os Livros dos Reis relatam acontecimentos da Monarquia iniciada por Saul e Davi e seus descendentes. Os dois reinaram entre o ano 972 a.c. à 561 a.c.

Os Livros dos Reis relatam acontecimentos da Monarquia iniciada por Saul e Davi e seus descendentes. Os dois reinaram entre o ano 972 a.c. à 561 a.c. Os Livros dos Reis relatam acontecimentos da Monarquia iniciada por Saul e Davi e seus descendentes. Os dois reinaram entre o ano 972 a.c. à 561 a.c. Depois de Davi, veio Salomão. O Reino de Davi e Salomão

Leia mais

CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO

CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO ETERNIDADE DEUS PAI LOGUS ESPIRITO SANTO A TRINDADE 1Jo.5.7 LOGUS QUER DIZER PALAVRA OU VERBO SE REFERE AO FILHO NA ETERNIDADE I - SUA PRÉ-EXISTÊNCIA 1 - SUA EXISTÊNCIA

Leia mais

www.linkchurch.net É o que vamos fazer rapidamente sem nos atermos muito a datas e nomes de pessoas.

www.linkchurch.net É o que vamos fazer rapidamente sem nos atermos muito a datas e nomes de pessoas. www.linkchurch.net Todo estudo deste Periodo tem e será fundamentado em fatos históricos. Não ha registro na Biblia deste periodo, muitas literaturas sacras surgiram neste periodo mas foram consideradas

Leia mais

Área de Apoio Infantil

Área de Apoio Infantil TEMA CENTRAL Vemos nos livros de Ezequiel, Obadias, Miqueias, Habacuque, Ageu, Zacarias e Malaquias como Deus se revelou a seu povo. Descobrindo quem Deus é, descobrimos quem somos e qual a nossa condição

Leia mais

#101r. (Continuação) Apocalipse 13:1~10; a besta que subiu do mar.

#101r. (Continuação) Apocalipse 13:1~10; a besta que subiu do mar. (Continuação) Apocalipse 13:1~10; a besta que subiu do mar. #101r Na aula passada, iniciamos o estudo do cap13 de Apocalipse, onde, como falamos de certa forma descreve o personagem mais importante da

Leia mais

LIÇÃO TRIMESTRE 2015 ISRAEL OS ÚLTIMOS5REIS. Preparado por: Pr. Wellington Almeida

LIÇÃO TRIMESTRE 2015 ISRAEL OS ÚLTIMOS5REIS. Preparado por: Pr. Wellington Almeida OS ÚLTIMOS5REIS DE ISRAEL 0 IV TRIMESTRE 2015 Preparado por: Pr. Wellington Almeida OS ÚLTIMOS CINCO REIS DE ISRAEL INTRODUÇÃO Nunca tinha sido intenção de Deus dar um rei a Israel. Um após outro, esses

Leia mais

Revisão de DANIEL 1-9. Exemplos da fidelidade de Deus Exemplos da fidelidade de homens de Deus Demonstração da soberania de Deus sobre o mundo

Revisão de DANIEL 1-9. Exemplos da fidelidade de Deus Exemplos da fidelidade de homens de Deus Demonstração da soberania de Deus sobre o mundo Revisão de DANIEL 1-9 Exemplos da fidelidade de Deus Exemplos da fidelidade de homens de Deus Demonstração da soberania de Deus sobre o mundo Daniel 1-6 História Sonhos e visões proféticas Daniel 1 Terceiro

Leia mais

A SAGRADA ESCRITURA. Por Marcelo Rodolfo da Costa

A SAGRADA ESCRITURA. Por Marcelo Rodolfo da Costa A SAGRADA ESCRITURA Por Marcelo Rodolfo da Costa A palavra bíblia é de origem grega do termo "biblion" que no plural significa "livros". Logo a bíblia é uma coleção de livros. Ela surge no meio de um oriente,

Leia mais

LIÇÃO 01 CHAMADO PARA SER PROFETA A vocação e a vida de Jeremias Jeremias 1, 13

LIÇÃO 01 CHAMADO PARA SER PROFETA A vocação e a vida de Jeremias Jeremias 1, 13 LIÇÃO 01 CHAMADO PARA SER PROFETA A vocação e a vida de Jeremias Jeremias 1, 13 Exercícios para prática e discussão 1. Em que período e contexto Jeremias desenvolveu seu ministério? 2. Por que é importante

Leia mais

Aula 02 1.8 Divisão da Bíblia e livros a) Como os livros foram reconhecidos e aceitos? padrão regra de fé II Pedro 3:15~16

Aula 02 1.8 Divisão da Bíblia e livros a) Como os livros foram reconhecidos e aceitos? padrão regra de fé II Pedro 3:15~16 1.8 Divisão da Bíblia e livros Velho Testamento 39 livros Novo Testamento 27 livros 40 escritores diferentes Período de 1600 anos para ser escrita a Bíblia, (aprox. entre 1500 a.c. e 100 d.c.) a) Como

Leia mais

Panorama do Antigo Testamento INTRODUÇÃO. Aula 1 IBCU

Panorama do Antigo Testamento INTRODUÇÃO. Aula 1 IBCU Panorama do Antigo Testamento INTRODUÇÃO Aula 1 IBCU Estrutura do Curso 1. Introdução (09.03) 2. O Pentateuco (16.03) 3. Livros Históricos Parte 1 (23.03) 4. Livros Históricos Parte 2 (30.03) 5. Livros

Leia mais

LIVRO INFANTIL PARA COLORIR

LIVRO INFANTIL PARA COLORIR LIVRO INFANTIL PARA COLORIR Este livro foi formulado de tal maneira que os pais podem interagir e ensinar seus filhos a Palavra de Deus. Colorindo uma página por dia, e preenchendo as frases que acompanham

Leia mais

Boa Leitura e muita saúde espiritual! Ministério de Educação Religiosa Primeira Igreja Batista da Penha

Boa Leitura e muita saúde espiritual! Ministério de Educação Religiosa Primeira Igreja Batista da Penha Precisamos ler a Bíblia com um objetivo definido, sabendo o que desejamos alcançar. Há os que dizem: A Bíblia é grande demais. Não sei por onde começar, nem que rumo tomar. É verdade que, se não seguirmos

Leia mais

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado LIÇÃO 1 - EXISTE UM SÓ DEUS 18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado A Bíblia diz que existe um único Deus. Tiago 2:19, Ef. 4 1- O Deus que Criou Todas as coisas, e que conduz a sua criação e

Leia mais

SUMÁRIO. Prefácio 09 Introdução 11 Agradecimentos 13 Apresentação 15 Cronologia do Velho Testamento 21

SUMÁRIO. Prefácio 09 Introdução 11 Agradecimentos 13 Apresentação 15 Cronologia do Velho Testamento 21 SUMÁRIO NARRATIVA TEXTOS PÁG Prefácio 09 Introdução 11 Agradecimentos 13 Apresentação 15 Cronologia do Velho Testamento 21 Gráfico: A Integração dos Livros do Velho Testamento em Ordem Cronológica Gráfico:

Leia mais

ASSEMBLÉIA DE DEUS MINISTÉRIO DE MADUREIRA Cristologia

ASSEMBLÉIA DE DEUS MINISTÉRIO DE MADUREIRA Cristologia ASSEMBLÉIA DE DEUS MINISTÉRIO DE MADUREIRA Cristologia Pr. Erivelton Rodrigues Nunes Tema Indo Jesus para as bandas de Cesaréria de Felipe, perguntou a seus discípulos: Quem diz o povo ser o Filho do

Leia mais

Este trecho é mais um relato altamente simbólico e impressionante. Ezequiel descreve a sua

Este trecho é mais um relato altamente simbólico e impressionante. Ezequiel descreve a sua Lição 3 A Glória de Deus Deixa o Templo: Visões da Corrupção de Jerusalém (Ezequiel 8:1-11:25) Este trecho é mais um relato altamente simbólico e impressionante. Ezequiel descreve a sua viagem fantástica

Leia mais

Introdução. à Bíblia

Introdução. à Bíblia Introdução à Bíblia Pr. Kenneth Eagleton Escola Teológica Batista Livre (ETBL) Campinas, SP 2012 1 Quarta Lição Estrutura da Bíblia A Bíblia é, na verdade, mais que um só livro: é uma coleção de 66 livros

Leia mais

Ficha técnica 2010 por Igreja Batista Central de Fortaleza Proibida a reprodução por quaisquer meios, salvo em breves citações, com indicação de

Ficha técnica 2010 por Igreja Batista Central de Fortaleza Proibida a reprodução por quaisquer meios, salvo em breves citações, com indicação de Ficha técnica 2010 por Igreja Batista Central de Fortaleza Proibida a reprodução por quaisquer meios, salvo em breves citações, com indicação de fonte Supervisão editorial: Pr. José Edson Cardoso Coordenação

Leia mais

Conceitos Básicos. Profetizou em Israel, durante o reinado de Jeroboão II (Século VIII a.c.), cumpre seu ministério por 30 anos

Conceitos Básicos. Profetizou em Israel, durante o reinado de Jeroboão II (Século VIII a.c.), cumpre seu ministério por 30 anos Oséias Salvação Conceitos Básicos Oséias, o profeta, era filho de Beeri. Profetizou em Israel, durante o reinado de Jeroboão II (Século VIII a.c.), cumpre seu ministério por 30 anos O nome Oséias era comum

Leia mais

Os primeiros capítulos do livro de Ezequiel apresentam os temas principais. Deus estava

Os primeiros capítulos do livro de Ezequiel apresentam os temas principais. Deus estava Lição 5 Uma História de Amor Incrível: Como Deus Tratou Jerusalém Infiel (Ezequiel 16:1-17:24) Os primeiros capítulos do livro de Ezequiel apresentam os temas principais. Deus estava preparando um castigo

Leia mais

Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Ademir Ifanger

Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Ademir Ifanger Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Introdução Almejamos uma nova compreensão da espiritualidade, que nos impulsione a realizar o projeto integral de Deus, expressando assim genuína adoração (Jo 4.23-24).

Leia mais

O Calendário Judaico. Cronologia. Cronologia HARMONIZAÇÃO CRONOLÓGICA O ANO DO NASCIMENTO DE JESUS. Mt 2:1-23 Época do Nascimento:

O Calendário Judaico. Cronologia. Cronologia HARMONIZAÇÃO CRONOLÓGICA O ANO DO NASCIMENTO DE JESUS. Mt 2:1-23 Época do Nascimento: Há Harmonia Entre os Evangelhos? Mar/Abr/2015 Vlademir Hernandes AULA 3 15/3/2015 Recapitulação A importância dos Evangelhos Por que 4 evangelhos Bibliografia A necessidade de harmonização Exercícios sobre

Leia mais

Como sugestão para o melhor aproveitamento do material, indica-se:

Como sugestão para o melhor aproveitamento do material, indica-se: INTRODUÇÃO O estudo do Antigo Testamento é essencial para a compreensão da revelação dos propósitos de Deus no decorrer da historia da humanidade, por isso, Síntese do Antigo Testamento é um material que

Leia mais

Um Catecismo Batista Livre

Um Catecismo Batista Livre Um Catecismo Batista Livre Paul V. Harrison* A palavra mais comum no Novo Testamento traduzida como ensinar é a palavra grega didasko, do qual se deriva a palavra didática. Outra palavra grega traduzida

Leia mais

Porque Deus mandou construir o tabernáculo?

Porque Deus mandou construir o tabernáculo? Aula 39 Área da Adoração Êxodo 19:5~6 Qual o significado de: vós me sereis reino sacerdotal? Significa que toda a nação, não parte, me sereis reino sacerdotal, povo santo, nação santa. Israel era uma nação

Leia mais

ESCATOLOGIA - Doutrina das últimas coisas.

ESCATOLOGIA - Doutrina das últimas coisas. ESCATOLOGIA - Doutrina das últimas coisas. Em relação à volta do Senhor Jesus, a única unanimidade que há entre os teólogos é que ela acontecerá. Nos demais aspectos, são várias correntes defendidas. Cada

Leia mais

Esboço para o estudo de Daniel 8 e 9 no programa Lições da Bíblia 1

Esboço para o estudo de Daniel 8 e 9 no programa Lições da Bíblia 1 Esboço para o estudo de Daniel 8 e 9 no programa Lições da Bíblia 1 I. INTRODUÇÃO (Sábado, 30/9) a. Metodologia: Dividirei em partes o capítulo 8 e o analisaremos ao longo da semana juntamente com o capítulo

Leia mais

Panorama do Antigo Testamento. Escola Bíblica IECI 1º Semestre de 2015 Aula 4

Panorama do Antigo Testamento. Escola Bíblica IECI 1º Semestre de 2015 Aula 4 Panorama do Antigo Testamento Escola Bíblica IECI 1º Semestre de 2015 Aula 4 Divisão Mais Usual PENTATEUCO HISTÓRICOS POÉTICOS Maiores PROFÉTICOS Menores Gn Ex Lv Nm Dt Js Jz Rt 1 Sm 2 Sm 1 Re 2 Re 1 Cr

Leia mais

Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens. (1 Timóteo 2:1)

Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens. (1 Timóteo 2:1) Ministério de Intercessão A Intercessão e a Batalha Espiritual Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens. (1 Timóteo 2:1) O que é Intercessão?

Leia mais

EBD ADU 2011. Aulas sobre o Espírito Santo e você. Prefácio

EBD ADU 2011. Aulas sobre o Espírito Santo e você. Prefácio Aulas sobre o Espírito Santo e você. EBD ADU 2011 Prefácio 1. Quem é o Espírito Santo? 2. Os símbolos do Espírito Santo 3. O Espírito Santo e as Escrituras 4. Da criação até o nascimento de Jesus 5. Do

Leia mais

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT)

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT) JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT) 11-02-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Em que sentido toda a vida de Cristo é Mistério? Toda a vida

Leia mais

10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja

10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja 10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja Aula 53 A primeira vez que a Igreja é profetizada diretamente, está em Mateus: Mateus 16:13~18;... edificarei a minha igreja. V.18; no original

Leia mais

O povo da Bíblia HEBREUS

O povo da Bíblia HEBREUS O povo da Bíblia HEBREUS A FORMAÇÃO HEBRAICA Os hebreus eram pastores nômades que se organizavam em tribos lideradas por chefes de família denominado patriarca. Principais patriarcas: Abraão, Jacó e Isaac.

Leia mais

A BÍBLIA. Bíblia: do grego Biblion = Livro, Livro por excelência

A BÍBLIA. Bíblia: do grego Biblion = Livro, Livro por excelência Conhecendo a Bíblia A BÍBLIA Bíblia: do grego Biblion = Livro, Livro por excelência Divisão em capítulos: Stephen Langton, em 1227 e Cardeal Hugo de Sancto Caro, por volta de 1260. Divisão por versículos:

Leia mais

As Divisões da Bíblia

As Divisões da Bíblia As Divisões da Bíblia A palavra "Bíblia" vem do grego bíblia, plural de bíblion, "livros". Desta forma podemos entender que a Bíblia realmente é uma coleção de muitos livros. Esses livros estão divididos

Leia mais

Assembléia de Deus Madureira Escatologia

Assembléia de Deus Madureira Escatologia Assembléia de Deus Madureira Escatologia Pr. Erivelton Rodrigues Nunes Principais Livros Escatológicos Ezequiel Daniel Apocalipse Daniel e seus companheiros Nome Judaico Significado Nome Babilônico Significado

Leia mais

Capítulo 1 A perspectiva escatológica do Antigo Testamento

Capítulo 1 A perspectiva escatológica do Antigo Testamento Capítulo 1 A perspectiva escatológica do Antigo Testamento PARA ENTENDER CORRETAMENTE A ESCATOLOGIA BÍBLICA, é preciso vê-la como um dos aspectos integrantes de toda a revelação bíblica. A escatologia

Leia mais

Estudo 17 Testemunhar a Cristo: um desafio diário. Em Marcha, 2015.1 IGREJA METODISTA ASA NORTE 406

Estudo 17 Testemunhar a Cristo: um desafio diário. Em Marcha, 2015.1 IGREJA METODISTA ASA NORTE 406 Estudo 17 Testemunhar a Cristo: um desafio diário Em Marcha, 2015.1 IGREJA METODISTA ASA NORTE 406 Roteiro 1- Introdução 2- Fundamento Bíblico 3- Conclusão 1. Introdução Voce entende por que é importante

Leia mais

Reino do Sul Reino do Norte

Reino do Sul Reino do Norte Jeorão filho de Josafá reinou em seu lugar por 8 anos Matou todos seus irmãos A profecia de Elias Teve uma doença incurável E andou no caminho dos reis de Israel, como fazia a casa de Acabe; porque tinha

Leia mais

Aula 40. 8.8 Área do Governo

Aula 40. 8.8 Área do Governo 148 Aula 40 Estudamos todo o significado da lei e vimos dez razões porque a lei foi dada. Falamos que essa é uma época que fazem muita confusão no ensino, inclusive dentro das igrejas. Quando entendemos

Leia mais

Linha do tempo. A História é a grande mestra. Aprendamos dela! Importa saber ler

Linha do tempo. A História é a grande mestra. Aprendamos dela! Importa saber ler Linha do tempo A História é a grande mestra Aprendamos dela! Importa saber ler 1 Como ler a História Linha reta: tudo já está determinado. Não há participação, nem liberdade Círculo: tudo se repete. O

Leia mais

Mesmo com a queda de Jerusalém se aproximando, a nação de Israel continuou a se enganar,

Mesmo com a queda de Jerusalém se aproximando, a nação de Israel continuou a se enganar, Lição 4 E Sabereis que Não Foi sem Motivo Deus Promete Julgar o Povo de Israel (Ezequiel 12:1-15:8) Mesmo com a queda de Jerusalém se aproximando, a nação de Israel continuou a se enganar, negando o seu

Leia mais

O CÂNON Sagrado compreende 46 Livros no ANTIGO TESTAMENTO e 27 Livros no NOVO TESTAMENTO.

O CÂNON Sagrado compreende 46 Livros no ANTIGO TESTAMENTO e 27 Livros no NOVO TESTAMENTO. Ao contrário do que parece à primeira vista, a Bíblia não é um livro único e independente, mas uma coleção de 73 livros, uma mini biblioteca que destaca o a aliança e plano de salvação de Deus para com

Leia mais

Decida buscar o Senhor

Decida buscar o Senhor Decida buscar o Senhor Textos bíblicos: 2º Reis 22.8, 10-11; 23.1-3 e 24-25: 8. Então, disse o sumo sacerdote Hilquias ao escrivão Safã: Achei o Livro da Lei na Casa do Senhor. Hilquias entregou o livro

Leia mais

"Ajuntai tesouros no céu" - 5

Ajuntai tesouros no céu - 5 "Ajuntai tesouros no céu" - 5 Mt 6:19-21 Temos procurado entender melhor através das escrituras, o que Jesus desejou ensinar aos seus discípulos nesta sequência de palavras, e pra isso, estudamos algumas

Leia mais

Jesus, o Filho de Deus

Jesus, o Filho de Deus JESUS, O FILHO DE DEUS 43 4 Jesus, o Filho de Deus No coração do cristianismo reside a verdade de que Jesus o Cristo é o Filho de Deus. Cristo é o centro da nossa religião. Ele é a fundação da nossa fé

Leia mais

LIÇÃO 2 Jesus, o Messias Prometido

LIÇÃO 2 Jesus, o Messias Prometido Nesta Lição Estudará... A Natureza da Profecia Bíblica A Importância das Profecias O Desenvolvimento da Profecia Messiânica O Ritual Profético As Profecias Sobre o Messias Humano e Divino Sacrifício e

Leia mais

JOÁS, O MENINO REI Lição 65. 1. Objetivos: Ensinar que devemos permanecer fiéis a Deus embora nossos amigos parem de segui-lo.

JOÁS, O MENINO REI Lição 65. 1. Objetivos: Ensinar que devemos permanecer fiéis a Deus embora nossos amigos parem de segui-lo. JOÁS, O MENINO REI Lição 65 1 1. Objetivos: Ensinar que devemos permanecer fiéis a Deus embora nossos amigos parem de segui-lo. 2. Lição Bíblica: 2 Reis 11; 2 Crônicas 24.1-24 (Base bíblica para a história

Leia mais

LIÇÃO 1 A SUPERIORIDADE DE CRISTO Cristo é superior a tudo e a todos, portanto, reina sobre tudo e todos Hebreus 1.1-2.18; 5.1-10

LIÇÃO 1 A SUPERIORIDADE DE CRISTO Cristo é superior a tudo e a todos, portanto, reina sobre tudo e todos Hebreus 1.1-2.18; 5.1-10 LIÇÃO 1 A SUPERIORIDADE DE CRISTO Cristo é superior a tudo e a todos, portanto, reina sobre tudo e todos Hebreus 1.1-2.18; 5.1-10 1. Pesquise cinco passagens no Antigo Testamento que anunciem o Messias,

Leia mais

#98r. 11.10 As duas testemunhas pregam na terra e vão para o céu ( Apocalipse 11:1~14)

#98r. 11.10 As duas testemunhas pregam na terra e vão para o céu ( Apocalipse 11:1~14) 11.10 As duas testemunhas pregam na terra e vão para o céu ( Apocalipse 11:1~14) O cap.11 é considerado um capítulo de difícil entendimento, principalmente para identificar-se o período, dentro da Tribulação,

Leia mais

Deus Toma as Dores dos que são Fiéis

Deus Toma as Dores dos que são Fiéis Deus Toma as Dores dos que são Fiéis Ef 6.12,13 Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século,

Leia mais

Jörg Garbers Ms. de Teologia

Jörg Garbers Ms. de Teologia Introdução e visão geral da História de Israel O ESTADO DE JUDÁ Jörg Garbers Ms. de Teologia Textos 1Rs 12 2Cr 10 Data ~ 931 a.c. As narrativas bíblicas situam aqui o cisma entre as 12 tribos (10 Israel

Leia mais

OS LEVITAS Dicionário Internacional de Teologia Novo Testamento,

OS LEVITAS Dicionário Internacional de Teologia Novo Testamento, OS LEVITAS Vamos ao um breve estudo sobre os levitas, que há muito tempo, nas igrejas evangélicas e até mesmo nos templos católicos, é um título dado aos instrumentistas e cantores. Biblicamente falando,

Leia mais

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER INTRODUÇÃO: Qualquer que seja meu objetivo, ler é a atividade básica do aprendizado. Alguém já disse: Quem sabe ler, pode aprender qualquer coisa. Se quisermos estudar a Bíblia,

Leia mais

segunda-feira, 20 de agosto de 12

segunda-feira, 20 de agosto de 12 o perigo: abordagens contemporâneas (remakes) Sempre e sempre, de novo, a figura de Jesus tem sido terrivelmente amputada a fim de adaptar-se ao gosto de cada geração. Durante toda a história da igreja

Leia mais

Gr.Bíblico. Evangelho de. Nossa Senhora Conceição. São Mateus Ano litúrgico A

Gr.Bíblico. Evangelho de. Nossa Senhora Conceição. São Mateus Ano litúrgico A Evangelho de São Mateus Ano litúrgico A O Segundo Envangelho O TEMPO DE JESUS E O TEMPO DA IGREJA Este Evangelho, transmitido em grego pela Igreja, deve ter sido escrito originariamente em aramaico, a

Leia mais

O S F U N D A M E N T O S Educação Teológica. Salmo 11.3 Quando os fundamentos estão sendo destruídos, que pode fazer o justo?

O S F U N D A M E N T O S Educação Teológica. Salmo 11.3 Quando os fundamentos estão sendo destruídos, que pode fazer o justo? OS FUNDAMENTOS Salmo 11.3 Quando os fundamentos estão sendo destruídos, que pode fazer o justo? O justo é chamado a perseverar com fé, esperança e amor. Não importa quais sejam as crises, o justo não pode

Leia mais

Mosaicos #2 Um Novo e superior Testamento Hb 1:1-3 Introdução: Se desejamos compreender o hoje, muitas vezes precisaremos percorrer o passado.

Mosaicos #2 Um Novo e superior Testamento Hb 1:1-3 Introdução: Se desejamos compreender o hoje, muitas vezes precisaremos percorrer o passado. 1 Mosaicos #2 Um Novo e superior Testamento Hb 1:1-3 Introdução: Se desejamos compreender o hoje, muitas vezes precisaremos percorrer o passado. Neste sentido a Carta aos Hebreus é uma releitura da lei,

Leia mais

Currículo Cultura Cristã. Matriz curricular

Currículo Cultura Cristã. Matriz curricular Currículo Cultura Cristã Matriz curricular SÉRIE PASSOS (para crianças não alfabetizadas) PRIMEIROS PASSOS (2 e 3 anos) 1. O cuidado de Deus 2. Sou do Papai do céu 3. Tudo era bom 4. Tudo era muito bom

Leia mais

PODEMOS VENCER A BATALHA ESPIRITUAL

PODEMOS VENCER A BATALHA ESPIRITUAL 1 PODEMOS VENCER A BATALHA ESPIRITUAL Zc 1 18 Tive outra visão e vi quatro chifres de boi. 19 Perguntei ao anjo que falava comigo: Que querem dizer estes chifres? Ele respondeu: Eles representam as nações

Leia mais

EVANGELHOS DE MATEUS E MARCOS

EVANGELHOS DE MATEUS E MARCOS Lição 3 EVANGELHOS DE MATEUS E MARCOS 1. Mateus O Evangelho de Mateus recebe o nome do seu autor, que significa presente do Senhor. Mateus foi um judeu, coletor de impostos para o governo romano, ou seja,

Leia mais

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA. MÓDULO I - O NOVO TESTAMENTO Aula V - O Evangelho de Mateus

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA. MÓDULO I - O NOVO TESTAMENTO Aula V - O Evangelho de Mateus IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA MÓDULO I - O NOVO TESTAMENTO Aula V - O Evangelho de Mateus ORIGEM Mateus Levi era um cobrador de impostos (publicano) chamado por Jesus para ser

Leia mais

APOCALIPSE 1:9-20 APOCALIPSE: UM LIVRO, UMA PESSOA E UM PLANO SINGULAR

APOCALIPSE 1:9-20 APOCALIPSE: UM LIVRO, UMA PESSOA E UM PLANO SINGULAR APOCALIPSE 1:9-20 APOCALIPSE: UM LIVRO, UMA PESSOA E UM PLANO SINGULAR O livro de Apocalipse pode ser sintetizado em nove características básicas: 1. É um livro centrado na Pessoa de Cristo 2. É um livro

Leia mais

PÁSCOA (Lv. 23:5) 1. O que é a Páscoa: 2. O Dia da Páscoa: Calendário Lunar Judaico e seus meses correspondentes no Calendário Solar ou Juliano

PÁSCOA (Lv. 23:5) 1. O que é a Páscoa: 2. O Dia da Páscoa: Calendário Lunar Judaico e seus meses correspondentes no Calendário Solar ou Juliano PÁSCOA (Lv. 23:5) 1. O que é a Páscoa: Páscoa no hebraico é pessach que significa passagem ou passar por cima: "...é a páscoa do Senhor" (Ex.12:11), "Porque o Senhor passará para ferir os egípcios..."

Leia mais

Texto base Jo 8: 12 a 59

Texto base Jo 8: 12 a 59 Texto base Jo 8: 12 a 59 EU SOU Eternidade, Imutabilidade e Fidelidade pactual a. A busca equivocada Após a multiplicação dos pães e peixes, Jesus deixou a multidão (Jo 6: 1 a 15) A multidão resolveu procurá-lo

Leia mais

Daniel fazia parte de uma grupo seleto de homens de Deus. Ele é citado pelo profeta Ezequiel e por Jesus.

Daniel fazia parte de uma grupo seleto de homens de Deus. Ele é citado pelo profeta Ezequiel e por Jesus. Profeta Daniel Daniel fazia parte de uma grupo seleto de homens de Deus. Ele é citado pelo profeta Ezequiel e por Jesus. O livro de Daniel liga-se ao livro do Apocalipse do Novo Testamento, ambos contêm

Leia mais

É necessário olharmos mais meticulosamente para o restabelecimento dessa nação à luz das profecias.

É necessário olharmos mais meticulosamente para o restabelecimento dessa nação à luz das profecias. Apesar dos surpreendentes e espantosos acontecimentos experimentados nestes dias, o maior de todos os sinais do fim dos tempos - e, contudo, o menos enfatizado - é o retorno do povo judeu à Terra Prometida

Leia mais

Formação dos MECE RESUMO CRONOLÓGICO DA HISTÓRIA DA SALVAÇÃO

Formação dos MECE RESUMO CRONOLÓGICO DA HISTÓRIA DA SALVAÇÃO Formação dos MECE RESUMO CRONOLÓGICO DA HISTÓRIA DA SALVAÇÃO ANTES DE CRISTO Para o 1850 ABRAHAM, emigra de Mesopotâmia à terra de Canaã (Palestina). Sua descendência: Isaac, Jacob, José. Para o 1700 Se

Leia mais

JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO

JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO 25-02-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Como se deu a entrada messiânica em Jerusalém? No tempo estabelecido,

Leia mais

Panorama do Antigo Testamento. Escola Bíblica IECI 1º Semestre de 2015 Aula 2

Panorama do Antigo Testamento. Escola Bíblica IECI 1º Semestre de 2015 Aula 2 Panorama do Antigo Testamento Escola Bíblica IECI 1º Semestre de 2015 Aula 2 Divisão Mais Usual PENTATEUCO HISTÓRICOS POÉTICOS Maiores PROFÉTICOS Menores Gn Ex Lv Nm Dt Js Jz Rt 1 Sm 2 Sm 1 Re 2 Re 1 Cr

Leia mais

APRENDENDO SOBRE A BIBLIA. TEOLOGIA PURA. Responda o questionário! Tema "Conhecendo a Bíblia."

APRENDENDO SOBRE A BIBLIA. TEOLOGIA PURA. Responda o questionário! Tema Conhecendo a Bíblia. APRENDENDO SOBRE A BIBLIA. TEOLOGIA PURA Responda o questionário! Tema "Conhecendo a Bíblia." Responda estas questões relacionadas à bíblia, e teste seus conhecimentos e quem acertar acima de 88% ganha

Leia mais

Livros Históricos 2 SEFO 2013 Livros de 1 e 2 Crônicas- 2ª Aula

Livros Históricos 2 SEFO 2013 Livros de 1 e 2 Crônicas- 2ª Aula Livros Históricos 2 SEFO 2013 Livros de 1 e 2 Crônicas- 2ª Aula Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Madureira Campo de Mogi das Cruzes Conteúdo Programático Seção Título Slide 1. Introdução

Leia mais

Estudo dirigido da Palavra de Deus. Gênesis e Êxodo

Estudo dirigido da Palavra de Deus. Gênesis e Êxodo Estudo dirigido da Palavra de Deus Introdução Gênesis e Êxodo Um meio para compreender melhor a Bíblia é ver como ela nasceu. Por isso, importa conhecer a história do povo que a deu à luz. A Bíblia é uma

Leia mais

QUEM É JESUS. Paschoal Piragine Jr 1 31/08/2015

QUEM É JESUS. Paschoal Piragine Jr 1 31/08/2015 1 QUEM É JESUS Jo 1 26 Respondeu João: Eu batizo com água, mas entre vocês está alguém que vocês não conhecem. 27 Ele é aquele que vem depois de mim, e não sou digno de desamarrar as correias de suas sandálias

Leia mais