VIDA ACTIVA. Jornal Vida Activa. Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa. Janeiro/ Fevereiro de Edição nº 21

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VIDA ACTIVA. Jornal Vida Activa. Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa. Janeiro/ Fevereiro de 2010. Edição nº 21"

Transcrição

1 Jornal Vida Activa Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa Janeiro/ Fevereiro de 2010 Edição nº 21

2 EDITORIAL Um Novo Ano Chegou e o nosso Jornal Voltou! 2010 é o ano para RE(INVENTAR) a nossa QUALIDADE! E porque de Qualidade se faz o nosso Jornal, queremos reflectir, relatar acontecimentos e deixar sugestões. Voltámos para continuar a abrir novas janelas para o mundo! A Directora Técnica do CTVAA 1

3 Olá a todos! O Jornal Vida Activa está de regresso!! Continuará a ser um espaço para divulgação sobre o que se passa no Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa da CERCI Lisboa. Iremos partilhar ideias, informações, proporcionar um espaço para entrevistas, saídas realizadas pelos nossos clientes e técnicos, culinária, bem como notícias que os nossos jornalistas achem pertinentes. Um Novo Ano Chegou e o nosso Jornal Voltou! É imprescindível a colaboração de todos para o sucesso do Jornal Vida Activa, por isso, Colabore connosco! Para sugestões ou dúvidas envie o seu para: No caso de querer receber o nosso Jornal em formato digital, envie-nos o seu mail e teremos todo o gosto em adicioná-lo à nossa mailing list. A equipa do Vida Activa agradece a vossa colaboração! Coordenação Ficha Técnica Isabel Rodrigues Alexandre Rodelo Cristina Apóstolo Cristina Magno Filipe Portugal Maria Raquel Barros Noémia Batista Tiago Videira Rui Gomes 2

4 ENTREVISTA Entrevistado Humberto Esteves Entrevistador Tiago Videira Há Quanto tempo estás na CERCI? R: Quando eu tinha 7 anos ia fazer 8 para Janeiro, fui para os Olivais. Gostas de cá estar? R:Sim. O que é que gostas mais de fazer aqui na CERCI? R: Jogar matraquilhos, ver o jornal da bola e trabalhar na sala, gosto de pintar. O que é que gostas de fazer nos tempos livres? R: Ver Televisão, gosto de ver a Bola, o Preço Certo e a Telenovela da TVI que dá a seguir ao telejornal, não sei o nome, mas é aquela onde está o Nicolau Breyner. Também gosto de ir ao café com a mãe. 3

5 ARTIGOS TRAGÉDIA NO HAITI No dia 12 de Janeiro de 2010, ocorreu no Haiti um terramoto, com epicentro a 15 km da capital Port-au-Prince, com a magnitude de 7,0 na escala de Richter. Foi uma catástrofe o mundo caiu em cima dos Haitianos. Não têm água nem luz. Na reportagem em directo referia que a água não chegava para todos. Agora já começou a chegar a ajuda Internacional, que lhes vai levar comida, água, roupa e dar-lhes apoio. Vai também ajudar a reconstruir a vida das pessoas que habitam na ilha. Estão a começar a vida de novo. Todos os países podiam ajudar com dinheiro para que as pessoas pudessem, mais rapidamente, começar a fazer uma vida normal, mas ainda vai levar muito tempo. Há 40/50 anos aconteceu em Portugal uma coisa parecida, a terra abanou toda e as pessoas foram para a rua, mas isso foi há muito tempo. Se acontecesse agora um sismo igual, em Portugal, a ajuda, na minha opinião, seria mais rápida da vizinha Espanha. Tiago Videira 4

6 TEMPORAL NA MADEIRA Aconteceu uma tragédia na Madeira. De sexta feira dia 19 de Fevereiro para sábado, houve chuvas fortes, vento e trovoada que não pararam durante várias horas o que provocou grandes estragos na Ilha. Caíram Pontes e casas, havia rios de lama os carros boiavam nas águas. Muitas pessoas não podiam passar para alguns sítios, e muitas tiveram até que sair das suas casas, perderam todas as suas coisas, porque as águas e a lama entraram pelas casas dentro. Também houve queda de pedras e terras o que também não deixava as pessoas irem para onde queriam, nem mesmo fugir para sítios mais seguros. A baixa ficou completamente submersa nas águas. Na minha opinião refere o jornalista Tiago Videira há má construção das pontes o que ajudou a que estas mais facilmente caíssem. Vai ser necessário muito dinheiro para reconstruir as zonas afectadas pelo mau tempo que deixou a Madeira devastada. Mas parece que os políticos estão a reunir-se para ajudar e isso é muito importante neste momento. Filipe Portugal e Tiago Videira 5

7 CARNAVAL No dia 12 de Fevereiro houve Festa no CTVAA. Comemorámos o Carnaval com uma peça de teatro, onde participaram muitos colegas. O nome da peça é Rapsódia de Histórias Tradicionais, Eram muitas as personagens! Foi muito divertido, e depois ainda fizemos um bailarico. Cristina Magno e Rui Gomes Fomos procurar o porquê do Carnaval. Vamos contar-vos o que ficámos a saber. O Carnaval é um período de festas. O período do Carnaval era marcado pelo "adeus à carne" ou "carne vale" dando origem ao termo "Carnaval". Durante o período do Carnaval havia uma grande concentração de festejos populares. Cada cidade brincava a seu modo, de acordo com seus costumes. O Carnaval moderno é feito de desfiles e fantasias. Rui Gomes e Luís Nobre 6

8 DIA DOS NAMORADOS/ DIA DE SÃO VALENTIM O dia dos namorados é no dia 14 de Fevereiro. É o dia do amor, da alegria e também da amizade. Neste dia trocam-se presentes, há baile e namorase. Tiago Videira No CTVAA comemorámos o dia dos namorados, com uma Tarde Doce, que se realizou no dia 17 de Fevereiro no nosso salão. Houve dança e muitos doces que estavam muito bons. Foi muito divertido, estiveram todos os colegas e técnicos. Comemorámos também, o aniversário do nosso colega Albino e da monitora Zica que fizeram anos neste dia. LENDA DE SÃO VALENTIM Cristina Magno e Rui Gomes Dia de São Valentim??? Estávamos curiosos e fomos ver na Internet. Querem saber o que descobrimos? São Valentim era um santo que dá nome ao Dia dos Namorados Durante o governo do Imperador Cláudio II, este proibiu a realização de casamentos no seu reino com o objectivo de formar um grande e poderoso exército. Cláudio acreditava que os jovens se não tivessem família, alistar-se-iam com maior facilidade. No entanto, um Bispo Romano São Valentim continuou a celebrar casamentos, mesmo com a proibição do imperador. Actualmente, este dia é celebrado em muitos países. Alexandre Rodelo, Cristina Apóstolo e Raquel Barros 7

9 ACTIVIDADES DO CENTRO: SAÍDAS Os Clientes das salas 4 e 5 foram ver a peça de teatro Peter Pan ao Cinema São Jorge. O que nos diz esta história? Todas as Crianças crescem. Mas Peter Pan não. Ele mora na Terra do Nunca com a fada Sininho. Com a magia de Sininho Wendy, João, Miguel e Naná, foram até à Terra do Nunca. O Capitão Gancho, resolveu atacá-los mas o Peter Pan salvou a Wendy de cair no chão. O Capitão raptou a Princesa dos Índios, e os meninos perdidos. Peter Pan lutou e salvou os seus amigos!!!!! Sala 4 Esta foi uma saída realizada pelos clientes e técnicos da sala 4. Foram ver o Feiticeiro de Oz no teatro Politiema, apresentado por Filipe La Féria. Está é uma história de uma menina chamada Dorothy que é levada por um ciclone para uma cidade muito longe da sua casa. Dorothy para voltar para casa vai necessitar da ajuda do Feiticeiro de Oz. Sala 4 Foram oferecidos à CERCI Lisboa pela Fundação PT, bilhetes para o Jogo da Liga Europa entre o Sporting e o Everton. Vários clientes e técnicos tiveram a oportunidade de ver o Sporting passar para os oitavos de final. E GOOOOLO!!!! 8

10 LOJA PAPABUBBLE Deixamos a sugestão para que os nossos colegas visitem. É um passeio muito apetitoso e divertido. SALA 2 NA ÁREA DA REABILITAÇÃO ESTÃO PREVISTAS AS SEGUINTES SAÍDAS- ACTIVIDADES INTER- CENTROS PARA OS MESES DE MARÇO E ABRIL - Jogos de Água - Remo Adaptado - Projecto Golfinho - Futebol - Caminhada / Orientação - Corta Mato 9

11 SUGESTÕES PARA PRÓXIMAS SAÍDAS VOU GOSTAR Visitar vários locais e fazer coisas divertidas 10

12 DATAS A ASSINALAR NESTES MESES Janeiro 1 - Dia de Ano Novo - Dia Mundial da Paz 4 - Dia Mundial do Braille 8 - Dia Mundial da Alfabetização 23 - Dia Mundial da Liberdade Fevereiro 2- Dia Mundial das Zonas Húmidas 11- Dia Mundial do Doente 14 - Dia dos Namorados 16- Dia de Carnaval 20 - Dia da Resistência Não Violenta 21 - Dia Internacional da Língua Materna 22 - Dia Europeu da Vítima ANIVERSARIANTES Março Dia 1 Alexandre Dia 6 Rui Galhofas Dia 8 Paulo Jorge Gonçalves Dia 12 Mafalda Celeste Dia 19 Rui Nuno Dia 24 Marisa Spencer e Jorge Piloto Dia 25 Sónia Ribeiro Dia 30 Cláudia Vicente Abril Dia 1 Carlos Américo Dia 2 Andreia Alpoim Dia 6 Elisabete Alegrias Dia 7 Marta Reis Dia 8 Marta Cerqueira Dia 12 Luísa Costa Dia 19 José Mafra Dia 23 Sérgio Costa Dia 30- João Grilo FELIZ ANIVERSÁRIO! 11

13 UM MOMENTO DE POESIA: FORMIGA A FORMIGUINHA A Formiga a Formiguinha Passa o dia a trabalhar Anda de cá para lá Ninguém a vê descansar Ninguém a vê descansar Ninguém a vê estar parada A formiga a formiguinha Chega à noite e está cansada Tão cansada, Tão cansada Nem lhe apetece comer Se a formiga não come Acabará por morrer Se ela morre que desgraça Acabou-se o formigueiro As colegas, coitadinhas Vão Chorar o ano inteiro Poesia de Jacinto Nobre meu avó Luís Nobre 12

14 RECEITA : Bolo de Laranja Ingredientes: 4 Ovos 250 de Açúcar 250 de Farinha Sumo e raspa de uma laranja 1 colher de chá de fermento em pó Preparação: 1. Unte uma forma 2. Bata bem as gemas com o açúcar e junte o sumo e a raspa de laranja. 3. Bata as claras em castelo bem firme 4. Junte alternadamente as claras e a farinha onde se misturou o fermento. 5. Deite na forma e deixe cozer em forno brando a cerca de 180ºC, durante 20minutos E BOM APETITE Raquel Barros PASSATEMPO Ajuda o rato a encontrar o queijo Deixamos-vos cheios de curiosidade para a próxima edição... vêm aí muitas novidades! ATÉ BREVE! 13

JORNAL VIDA ACTIVA. Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa. Fevereiro, 2008 Nº 16

JORNAL VIDA ACTIVA. Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa. Fevereiro, 2008 Nº 16 Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa JORNAL VIDA ACTIVA Joana Fonseca 1º lugar no Concurso de Postais do Dia de São Valentim Fevereiro, 2008 Nº 16 Editorial Cá estamos novamente. O mês de Fevereiro

Leia mais

Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa JORNAL VIDA ACTIVA. A equipa de jornalistas

Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa JORNAL VIDA ACTIVA. A equipa de jornalistas Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa JORNAL VIDA ACTIVA A equipa de jornalistas Da esquerda para a direita e de cima para baixo: Tiago Videira, Albino Silva, Mafalda Celeste, Maria do Carmo

Leia mais

Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa JORNAL VIDA ACTIVA. Março, 2008 Nº 17

Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa JORNAL VIDA ACTIVA. Março, 2008 Nº 17 Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa JORNAL VIDA ACTIVA Março, 2008 Nº 17 Editorial O conhecimento é um dos principais veículos de inserção social. Esta é uma verdade absoluta! O Jornal Vida

Leia mais

NA-News Ascudt. Datas comemorativas Agosto

NA-News Ascudt. Datas comemorativas Agosto NA-News Ascudt Agosto, do latim augustus, é o oitavo mês do calendário gregoriano. É assim chamado por decreto em honra do imperador César Augusto. Este não queria ficar atrás de Júlio César, em honra

Leia mais

Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa JORNAL VIDA ACTIVA

Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa JORNAL VIDA ACTIVA Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa JORNAL VIDA ACTIVA Legenda (da esquerda para a direita): Maria do Rosário Appleton, Cristina Apóstolo, Lurdes Abreu (Fisioterapeuta), Raquel Barros, Maria

Leia mais

Ano 14 N.º 22 Sector de Educação Junho de 2010. Jornal da Pediatria. Centro Hospitalar Barreiro Montijo, E.P.E.

Ano 14 N.º 22 Sector de Educação Junho de 2010. Jornal da Pediatria. Centro Hospitalar Barreiro Montijo, E.P.E. Ano 14 N.º 22 Sector de Educação Junho de 2010 Jornal da Pediatria Centro Hospitalar Barreiro Montijo, E.P.E. Serviço de Pediatria do Hospital Nossa Senhora do Rosário Olá amiguinhos. 2010 tem sido um

Leia mais

Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa JORNAL VIDA ACTIVA

Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa JORNAL VIDA ACTIVA Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa JORNAL VIDA ACTIVA Legenda (da esquerda para a direita): Joana Fonseca, Sónia Pinto, Flávio Marques,Raquel Barros, Lúcia Sofia Cardoso, Ethel Nádia Gourgel,

Leia mais

Prova Escrita de Português Língua Não Materna

Prova Escrita de Português Língua Não Materna EXAME NACIONAL DO ENSINO BÁSICO E DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova 28 739 /1.ª Chamada 1.ª Fase / 2008 Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de Janeiro e Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março A PREENCHER PELO ESTUDANTE

Leia mais

Boletim Informativo. Centro Geriátrico Comunitário Quintinha da Conceição. Maio de 2012. Como viver em comunidade num Lar Geriátrico

Boletim Informativo. Centro Geriátrico Comunitário Quintinha da Conceição. Maio de 2012. Como viver em comunidade num Lar Geriátrico Boletim Informativo Centro Geriátrico Comunitário Quintinha da Conceição Maio de 2012 Como viver em comunidade num Lar Geriátrico Temas importantes: -Como Viver em comunidade num Centro Geriátrico; -Novas

Leia mais

Campanha de Advento Setor da Catequese do Patriarcado de Lisboa

Campanha de Advento Setor da Catequese do Patriarcado de Lisboa 12 Campanha de Advento Setor da Catequese do Patriarcado de Lisboa 2 Jogo da corrida das ovelhas 11 1. Monta-se o presépio (8 de dezembro). 2. Faz-se um caminho para a manjedoura. 3. Cada elemento da família

Leia mais

Iracema estava na brinquedoteca

Iracema estava na brinquedoteca Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães Iracema estava na brinquedoteca com toda a turma quando recebeu a notícia de que seu sonho se realizaria. Era felicidade que

Leia mais

DEDICATÓRIA. Dedico esta obra a todos os leitores de Uma. Incrível História Euro-Americana no período em

DEDICATÓRIA. Dedico esta obra a todos os leitores de Uma. Incrível História Euro-Americana no período em DEDICATÓRIA Dedico esta obra a todos os leitores de Uma Incrível História Euro-Americana no período em que esta foi postada no blog Dexaketo, tornando-a o folhetim mais lido na história do blog até meados

Leia mais

Temos refletido sobre a profissão que gostaríamos de, um dia, ter. O sonho da Ana. A Ana vivia no Porto e tinha sonhos como todas as crianças da sua

Temos refletido sobre a profissão que gostaríamos de, um dia, ter. O sonho da Ana. A Ana vivia no Porto e tinha sonhos como todas as crianças da sua Temos refletido sobre a profissão que gostaríamos de, um dia, ter O sonho da Ana A Ana vivia no Porto e tinha sonhos como todas as crianças da sua idade. Gostava de brincar com as suas bonecas, fazer penteados

Leia mais

Tendo isso em conta, o Bruno nunca esqueceu que essa era a vontade do meu pai e por isso também queria a nossa participação neste projecto.

Tendo isso em conta, o Bruno nunca esqueceu que essa era a vontade do meu pai e por isso também queria a nossa participação neste projecto. Boa tarde a todos, para quem não me conhece sou o Ricardo Aragão Pinto, e serei o Presidente do Concelho Fiscal desta nobre Fundação. Antes de mais, queria agradecer a todos por terem vindo. É uma honra

Leia mais

5 ADOLESCÊNCIA. 5.1. Passagem da Infância Para a Adolescência

5 ADOLESCÊNCIA. 5.1. Passagem da Infância Para a Adolescência 43 5 ADOLESCÊNCIA O termo adolescência, tão utilizado pelas classes médias e altas, não costumam fazer parte do vocabulário das mulheres entrevistadas. Seu emprego ocorre mais entre aquelas que por trabalhar

Leia mais

Índice Geral. Índice de Autores

Índice Geral. Índice de Autores Victor Fernandes 1 Índice Geral A perua-galinha 3 A vida de um porco chamado Ricky 4 Um burro chamado Burro 5 O atrevido 6 O Burro que abandonou a família por causa de uma rã 7 A burra Alfazema 8 Índice

Leia mais

MESTRADO DE QUALIFICAÇÃO PARA A DOCÊNCIA EM EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR

MESTRADO DE QUALIFICAÇÃO PARA A DOCÊNCIA EM EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Instituto Superior de Educação e Ciências/Universitas Prática de Ensino Supervisionada I (Educação Pré-Escolar) MESTRADO DE QUALIFICAÇÃO PARA A DOCÊNCIA EM EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Identificação da Instituição:

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

Entrevista com Clínica Maló. Paulo Maló CEO. www.clinicamalo.pt. Com quality media press para LA VANGUARDIA

Entrevista com Clínica Maló. Paulo Maló CEO. www.clinicamalo.pt. Com quality media press para LA VANGUARDIA Entrevista com Clínica Maló Paulo Maló CEO www.clinicamalo.pt Com quality media press para LA VANGUARDIA Esta transcrição reproduz fiel e integralmente a entrevista. As respostas que aqui figuram em linguagem

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

FORMAÇÃO COMPLEMENTAR. Oficina Integrada de Produção Teatral. Fundamental I Turma I (1º e 2º ano) Primeiro Semestre de 2013

FORMAÇÃO COMPLEMENTAR. Oficina Integrada de Produção Teatral. Fundamental I Turma I (1º e 2º ano) Primeiro Semestre de 2013 FORMAÇÃO COMPLEMENTAR Oficina Integrada de Produção Teatral Fundamental I Turma I (1º e 2º ano) Primeiro Semestre de 2013 Profa. Ana Paula Montecino Coordenação Lucy Ramos A Recreação da Escola do Sitio

Leia mais

Agrupamento de Escolas Pioneiras da Aviação Portuguesa EB1/JI Vasco Martins Rebolo

Agrupamento de Escolas Pioneiras da Aviação Portuguesa EB1/JI Vasco Martins Rebolo Era uma vez a família Rebolo, muito simpática e feliz que vivia na Amadora. Essa família era constituída por quatro pessoas, os pais Miguel e Natália e os seus dois filhos Diana e Nuno. Estávamos nas férias

Leia mais

DATAS COMEMORATIVAS. FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro

DATAS COMEMORATIVAS. FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro As festas juninas fazem parte da tradição católica, mas em muitos lugares essas festas perderam essa característica.

Leia mais

1. A ESTRELA E A LUA

1. A ESTRELA E A LUA 1. A ESTRELA E A LUA A ESTRELA E A LUA ERAM DUAS IRMÃS COSME E DAMIÃO TAMBÉM SÃO DOIS IRMÃOS OXALÁ E OGUM GUIA NOSSOS PASSOS SOMOS FILHOS DE UMBANDA QUE BALANÇA MAIS NÃO C 2. CADE DOUM COSME E DAMIÃO,

Leia mais

Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa JORNAL VIDA ACTIVA. Abril, 2008 Nº 18

Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa JORNAL VIDA ACTIVA. Abril, 2008 Nº 18 Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa JORNAL VIDA ACTIVA Abril, 2008 Nº 18 Editorial Abril, águas mil, lá diz o povo e com razão. Mas as chuvas do mês de Abril não nos impediram de continuar

Leia mais

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão Jorge Esteves Objectivos 1. Reconhecer que Jesus se identifica com os irmãos, sobretudo com os mais necessitados (interpretação e embora menos no

Leia mais

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES CRECHE ANO LECTIVO 2014 / 2015 - Tema transversal a trabalhar ao longo do ano: A Magia do Circo DATAS A SALIENTAR

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES CRECHE ANO LECTIVO 2014 / 2015 - Tema transversal a trabalhar ao longo do ano: A Magia do Circo DATAS A SALIENTAR MÊS Setembro TEMA Adaptação das Crianças PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES CRECHE ANO LECTIVO 2014 / 2015 - Tema transversal a trabalhar ao longo do ano: A Magia do Circo DATAS A SALIENTAR ACTIVIDADES PEDAGÓGICAS

Leia mais

Como utilizar este caderno

Como utilizar este caderno INTRODUÇÃO O objetivo deste livreto é de ajudar os grupos da Pastoral de Jovens do Meio Popular da cidade e do campo a definir a sua identidade. A consciência de classe, ou seja, a consciência de "quem

Leia mais

Plano de Actividades de Animação e Educação Alimentar

Plano de Actividades de Animação e Educação Alimentar Plano de Actividades de Animação e Educação Alimentar ANO 2013/2014 referenciar datas comemorativas que possam suportar referências de valores à aprendizagem das crianças promover dinâmicas que visem a

Leia mais

Dia Mundial da Criança

Dia Mundial da Criança Ficha Técnica Título Turminhas de Al-bai-zir Preço Grátis Redação Vários Edição Prof.ª Sandra Prof.ª Sílvia Fotografia Vários Periodicidade Trimestral Tiragem 300 exemplares Design Prof.ª Sandra Prof.ª

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

A PREENCHER PELO ALUNO

A PREENCHER PELO ALUNO Prova Final do 1.º e do 2.º Ciclos do Ensino Básico PLNM (A2) Prova 43 63/2.ª Fase/2015 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ALUNO Nome completo Documento de identificação Assinatura

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Um Problema Divertido

Um Problema Divertido Paloma Marques dos Santos Um Problema Divertido Biblioteca Popular de Afogados BPA Recife - PE Paloma Marques dos Santos Texto e Pesquisa de Imagens Paloma Marques dos Santos Um Problema Divertido Julho

Leia mais

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO.

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO. Roteiro de Telenovela Brasileira Central de Produção CAPÍTULO 007 O BEM OU O MAL? Uma novela de MHS. PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO. AGENOR ALBERTO FERNANDO GABRIELE JORGE MARIA CLARA MARIA CAMILLA MARÍLIA

Leia mais

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos)

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos) I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. Hoje. domingo e o tempo. bom. Por isso nós. todos fora de casa.. a passear à beira-mar.. agradável passar um pouco de tempo

Leia mais

MORAL: UMA BOA AÇÃO GANHA A OUTRA.

MORAL: UMA BOA AÇÃO GANHA A OUTRA. O LEÃO E O RATINHO UM LEÃO, CANSADO DE TANTO CAÇAR, DORMIA ESPICHADO DEBAIXO DA SOMBRA DE UMA BOA ÁRVORE. VIERAM UNS RATINHOS PASSEAR POR CIMA DELE E ELE ACORDOU. TODOS CONSEGUIRAM FUGIR, MENOS UM, QUE

Leia mais

GÊNERO LITERÁRIO: DESCRIÇÃO. Compartilharam a produção escrita com um colega e ao final fizeram desenhos ilustrativos desses nobres personagens.

GÊNERO LITERÁRIO: DESCRIÇÃO. Compartilharam a produção escrita com um colega e ao final fizeram desenhos ilustrativos desses nobres personagens. GÊNERO LITERÁRIO: DESCRIÇÃO Os alunos do estudaram as descrições de personagens e a partir da criação de um personagem da imaginação deles puderam escrever um texto descritivo. Compartilharam a produção

Leia mais

O ENSINO ESPECIAL A LENDA DA SERRA DA ESTRELA DATA DO BOLETIM: DEZEMBRO DE 2007 A MARIA CASTANHA A TURMA DO O DIA DE S.MARTINHO O PÃO NA NOSSA

O ENSINO ESPECIAL A LENDA DA SERRA DA ESTRELA DATA DO BOLETIM: DEZEMBRO DE 2007 A MARIA CASTANHA A TURMA DO O DIA DE S.MARTINHO O PÃO NA NOSSA VOLUME 1, EDIÇÃO 1 DATA DO BOLETIM: DEZEMBRO DE 2007 NESTA EDIÇÃO: A MARIA CASTANHA 2 A TURMA DO 2.º 2.ª 3 O DIA DE S.MARTINHO 4 O PÃO NA NOSSA ALIMENTAÇÃO A TURMA DO 1.º 2.ª 5 6 O ENSINO ESPECIAL 7 SOLIDARIEDADE

Leia mais

Mestrado em Educação Pré-escolar

Mestrado em Educação Pré-escolar Apêndice 10 Exemplo de planificação diária cooperada em jardim-de-infância Dia: 09-05-14 Mestrado em Educação Pré-escolar Prática de Ensino Supervisionada em Jardim-de- Infância 2013/2014 Planificação

Leia mais

EXPLORANDO A OBRA (ALUNOS SENTADOS EM CÍRCULO)

EXPLORANDO A OBRA (ALUNOS SENTADOS EM CÍRCULO) Explorando a obra EXPLORANDO A OBRA (ALUNOS SENTADOS EM CÍRCULO) INTRODUÇÃO Antes da leitura Peça para que seus alunos observem a capa por alguns instantes e faça perguntas: Qual é o título desse livro?

Leia mais

Conto n.o 5: A minha mãe é a Iemanjá 24.07.12. Ele ficava olhando o mar, horas se o deixasse. Ele só tinha cinco anos.

Conto n.o 5: A minha mãe é a Iemanjá 24.07.12. Ele ficava olhando o mar, horas se o deixasse. Ele só tinha cinco anos. Contos Místicos 1 Contos luca mac doiss Conto n.o 5: A minha mãe é a Iemanjá 24.07.12 Prefácio A história: esta história foi contada por um velho pescador de Mongaguá conhecido como vô Erson. A origem:

Leia mais

18 - A surpresa... 175 19 A fuga... 185 20 O atraso... 193 21 Vida sem máscaras... 197 22 - A viagem... 209 23 - A revelação...

18 - A surpresa... 175 19 A fuga... 185 20 O atraso... 193 21 Vida sem máscaras... 197 22 - A viagem... 209 23 - A revelação... Sumário Agradecimentos... 7 Introdução... 9 1 - Um menino fora do seu tempo... 13 2 - O bom atraso e o vestido rosa... 23 3 - O pequeno grande amigo... 35 4 - A vingança... 47 5 - O fim da dor... 55 6

Leia mais

Gostava de redacções, como gostava! Dos seis filhos da família Santos apenas ele e a Nazaré (que andava no 9. ano) gostavam de escrever; de resto

Gostava de redacções, como gostava! Dos seis filhos da família Santos apenas ele e a Nazaré (que andava no 9. ano) gostavam de escrever; de resto 1 Gostava de redacções, como gostava! Dos seis filhos da família Santos apenas ele e a Nazaré (que andava no 9. ano) gostavam de escrever; de resto eram também os únicos que passavam horas a ler, nos tempos

Leia mais

O SESC em Santa Catarina

O SESC em Santa Catarina O SESC em Santa Catarina Doutor Roulf e os seus dentes Agora uma última dica: Olá meus amigos! Sou o Dr. Roulf. O flúor protege nossos dentes - ele está presente na água e no creme dental. Você também

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Santiago do Cacém Plano Anual de Atividades de Animação 2015/2016

Agrupamento de Escolas de Santiago do Cacém Plano Anual de Atividades de Animação 2015/2016 Calendarização / Mês Tema Objetivos Responsáveis pela Atividade Outubro Outono - Desenvolver o gosto pelo saber; Halloween - Valorizar diferentes formas de conhecimento, Dia Mundial da Alimentação comunicação

Leia mais

Pretérito Imperfeito do Indicativo

Pretérito Imperfeito do Indicativo Pretérito Imperfeito do Indicativo eu tu você ele ela nós vós vocês eles elas Pretérito Imperfeito do Indicativo formas -ar falava falavas falava falávamos faláveis falavam Verbos regulares -er / -ir comia

Leia mais

Nome: CADERNO DO ALUNO LEITURA TESTE 1

Nome: CADERNO DO ALUNO LEITURA TESTE 1 Nome: TESTE 1 2013 Questão-exemplo BOCA VOTA TOCA BOTA Questão 1 VALA MALA SALA BALA Questão 2 P E R A Questão 3 ESTACIONAMENTO EXCLUSIVO PARA MOTOS FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA DE VELOCIDADE 100 km/h 80 km/h

Leia mais

MATEMÁTICA. Data de Nascimento do estudante

MATEMÁTICA. Data de Nascimento do estudante SAEMI SISTEMA DE AVALIAÇÃO EDUCACIONAL MUNICIPAL DO IPOJUCA 2014 MATEMÁTICA 3º ano do Ensino Fundamental Caderno M0301 Nome do estudante Data de Nascimento do estudante Caro(a) estudante, Você está participando

Leia mais

Gosto muito de alimentos diferentes!

Gosto muito de alimentos diferentes! Gosto muito de alimentos diferentes! Débora Cláudio, Nuno Pereira de Sousa, Rui Tinoco, Ângela Menezes Gosto muito de alimentos diferentes! Débora Cláudio, Nuno Pereira de Sousa, Rui Tinoco, Ângela Menezes

Leia mais

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava O Príncipe das Histórias Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava histórias. Ele gostava de histórias de todos os tipos. Ele lia todos os livros, as revistas, os jornais, os

Leia mais

INTRODUÇÃO. Projecto Curricular de Turma SALA DO ATL

INTRODUÇÃO. Projecto Curricular de Turma SALA DO ATL INTRODUÇÃO A Educação não formal distingue-se, nas últimas décadas da Educação formal ou ensino tradicional, uma vez que confere outro tipo de reconhecimento, organização, qualificação e estrutura. A Educação

Leia mais

GOA BOARD OF SECONDARY AND HIGHER SECONDARY EDUCATION STD XII PORTUGUESE- S.L. II. MODEL PAPER MARCH 2016 onwards O PÃO DOS OUTROS

GOA BOARD OF SECONDARY AND HIGHER SECONDARY EDUCATION STD XII PORTUGUESE- S.L. II. MODEL PAPER MARCH 2016 onwards O PÃO DOS OUTROS GOA BOARD OF SECONDARY AND HIGHER SECONDARY EDUCATION STD XII PORTUGUESE- S.L. II MODEL PAPER MARCH 2016 onwards TIME: 2 HRS 30 MINS MAX. MARKS: 80 Texto 1 Leia o texto com atenção: O PÃO DOS OUTROS A

Leia mais

APÊNDICE A - Músicas

APÊNDICE A - Músicas APÊNDICE A - Músicas Músicas 1 GUT GUT SEM PARAR Adaptação ao meio líquido Bebeu a água da piscina toda Fui ver quem era, era o João Ele bebia a água da piscina Ele fazia gut gut gut gut gut sem parar

Leia mais

Prova Escrita de Português Língua Não Materna

Prova Escrita de Português Língua Não Materna EXAME NACIONAL DO ENSINO BÁSICO E DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova 28 2.ª Chamada / 739 2.ª Fase / 2010 Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de Janeiro, e Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março A PREENCHER PELO ESTUDANTE

Leia mais

Notícias da Quinta do Outeiro

Notícias da Quinta do Outeiro 11ª Edição 112 12 de fevereiro de 2015 Notícias da Quinta do Outeiro Editorial Apresentamos a décima primeira edição das Notícias da Quinta do Outeiro - Lar para Idosos, Lda, que estará disponível em formato

Leia mais

TOTAL DE RESPONDENTES: 698 entrevistados. DATA DE REALIZAÇÃO: 30 de maio e 01 de junho, nas ruas do centro do Rio de Janeiro.

TOTAL DE RESPONDENTES: 698 entrevistados. DATA DE REALIZAÇÃO: 30 de maio e 01 de junho, nas ruas do centro do Rio de Janeiro. Enquete Um estudo feito por matemáticos da Universidade de Vermont, nos Estados Unidos, mostrou que o dia preferido pelas pessoas é o domingo. Os pesquisadores analisaram 2,4 milhões de mensagens pela

Leia mais

COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA JARDIM DE INFÂNCIA Nº1 PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2014/2015 PROJETO: CHUVA DE CORES

COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA JARDIM DE INFÂNCIA Nº1 PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2014/2015 PROJETO: CHUVA DE CORES COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA JARDIM DE INFÂNCIA Nº1 PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2014/2015 PROJETO: CHUVA DE CORES INTRODUÇÃO «Será a emergência do sentido e conteúdo curricular

Leia mais

DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69. 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos

DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69. 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69 1 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos 2. Lição Bíblica: Daniel 1-2 (Base bíblica para a história e

Leia mais

CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS FRANCISCANAS HOSPITALEIRAS DA IMACULADA CONCEIÇÃO- MOÇAMBIQUE ORFANATO ALDEIA DA PAZ- QUELIMANE. Telf. 24213320/ 826823265

CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS FRANCISCANAS HOSPITALEIRAS DA IMACULADA CONCEIÇÃO- MOÇAMBIQUE ORFANATO ALDEIA DA PAZ- QUELIMANE. Telf. 24213320/ 826823265 CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS FRANCISCANAS HOSPITALEIRAS DA IMACULADA CONCEIÇÃO- MOÇAMBIQUE ORFANATO ALDEIA DA PAZ- QUELIMANE Telf. 24213320/ 826823265 RELATÓRIO DAS ACTIVIDADES DA ALDEIA DA PAZ-2014 Queridos

Leia mais

Receitas Deliciosas de Aproveitamentos APRESENTAÇÃO EVITANDO O DESPERDÍCIO. Receitas deliciosas com talos, folhas e sementes

Receitas Deliciosas de Aproveitamentos APRESENTAÇÃO EVITANDO O DESPERDÍCIO. Receitas deliciosas com talos, folhas e sementes APRESENTAÇÃO A alimentação e tão necessária ao nosso corpo quanto o ar que precisamos para a nossa sobrevivência, devem ter qualidade para garantir a nossa saúde. Quando falamos em alimentação com qualidade

Leia mais

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES:

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES: Atividades gerais: Verbos irregulares no - ver na página 33 as conjugações dos verbos e completar os quadros com os verbos - fazer o exercício 1 Entrega via e-mail: quarta-feira 8 de julho Verbos irregulares

Leia mais

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses?

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses? Transcrição da entrevista: Informante: nº15 Célula: 5 Data da gravação: Agosto de 2009 Geração: 2ª Idade: 35 Sexo: Masculino Tempo de gravação: 10.24 minutos INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por

Leia mais

Edição Trimestral -N.º2, Março de 2004

Edição Trimestral -N.º2, Março de 2004 Edição Trimestral -N.º2, Março de 2004 Índice Uma viagem pela minha terra 1º Ano 2º Ano 3º Ano 4º Ano Informática Expressão Plástica English Corner O Cantinho da Fantasia Educação Especial Expressão Dramática

Leia mais

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL.

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. Como sabemos o crescimento espiritual não acontece automaticamente, depende das escolhas certas e na cooperação com Deus no desenvolvimento

Leia mais

Peça de Teatro Sinopse Argumento

Peça de Teatro Sinopse Argumento 1 Peça de Teatro Sinopse Duas crianças da comunidade...(comunidade local onde será encenada a peça) se encontram, conversam à respeito de limpar a rua e ser útil de alguma forma para o meio em que habitam.

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA ESCOLA BÁSICA DE CAMPIA MATEMÁTICA - 2013/2014 (3.º período) 2.º Ciclo - TABUADA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA ESCOLA BÁSICA DE CAMPIA MATEMÁTICA - 2013/2014 (3.º período) 2.º Ciclo - TABUADA 2.º Ciclo - TABUADA 1.ºs 6.º Ac 7 Fernando Miguel L. Fontes 100,0 6.º Ac 8 Francisca Vicente Silva 100,0 6.º Bc 2 Daniel Henriques Lourenço 99,6 3.ºs 5.º Bc 16 Simão Pedro Tojal Almeida 99,6 5.º Ac 10

Leia mais

Contos. Tod@s Contamos. Projecto de Intervenção - de Mulher para Mulher2 -

Contos. Tod@s Contamos. Projecto de Intervenção - de Mulher para Mulher2 - Contos Tod@s Contamos Projecto de Intervenção - de Mulher para Mulher2 - Nota Introdutória O livro Contos - Tod@s Contamos é a compilação de quatro contos sobre a Igualdade de Género realizados por dezasseis

Leia mais

Titulo - VENENO. Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas).

Titulo - VENENO. Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas). Titulo - VENENO Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas). Corta para dentro de um apartamento (O apartamento é bem mobiliado. Estofados

Leia mais

25º ANIVERSÁRIO DA ESCOLINHA TIA LÓ, 30 DE JANEIRO 2012

25º ANIVERSÁRIO DA ESCOLINHA TIA LÓ, 30 DE JANEIRO 2012 O Palhacinho Escolinha Tia Ló, Março de 2012 1,00 Palhacinho Director: Vasco Esteves Sub-director: William Lopes Directores de Redacção: Sofia Martins e António Brito Editorial Caros Leitores, Neste período

Leia mais

A DIVERSIDADE NA ESCOLA

A DIVERSIDADE NA ESCOLA Tema: A ESCOLA APRENDENDO COM AS DIFERENÇAS. A DIVERSIDADE NA ESCOLA Quando entrei numa escola, na 1ª série, aos 6 anos, tinha uma alegria verdadeira com a visão perfeita, não sabia ler nem escrever, mas

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 11 por

Leia mais

Plano Anual de Atividades

Plano Anual de Atividades Plano Anual de Atividades Ano letivo O Plano Anual de Actividades constitui-se como um documento orientador das actividades desenvolvidas 2015/2016 ao longo do ano lectivo. Desta forma, nas páginas que

Leia mais

AMIGOS DO PROJECTO. Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego

AMIGOS DO PROJECTO. Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego AMIGOS DO PROJECTO O projecto Ler Mais e Escrever Melhor nasceu a 17 de Julho de 2008. Encontra-se numa fase de vida a infância que

Leia mais

Quando for grande... QUERO SER PAI!

Quando for grande... QUERO SER PAI! Quando for grande... QUERO SER PAI! Ficha Técnica Autora Susana Teles Margarido Título Quando for grande...quero SER PAI! Ilustrações Joana Dias Paginação/Design Ana do Rego Oliveira Revisão Brites Araújo

Leia mais

MAGIA EM 45 Segundos

MAGIA EM 45 Segundos MAGIA EM 45 Segundos AviagemaParisfoi patrocinadapor: Dança%TurcaemParis Nosdias4,5,6e7dejunhode2014,oitoalunoseduasprofessoras, do atelier de cinema da escola E.B. 2,3 Marquesa de Alorna, deslocaramdse

Leia mais

LITERATURA DE CORDEL

LITERATURA DE CORDEL LITERATURA DE CORDEL O cordel como Gênero Textual Ela pode ser conceituada como poesia de cunho/teor popular, construída, linguisticamente, com base na cultura da raça humana. (FONSÊCA; FONSÊCA, 2008)

Leia mais

Informações e instruções para os candidatos

Informações e instruções para os candidatos A preencher pelo candidato: Nome: N.º de inscrição: Documento de identificação: N.º: Local de realização da prova: A preencher pelo avaliador: Classificação final: Ass: Informações e instruções para os

Leia mais

REDE PRÓ-MENINO. ECTI - Escola no Combate ao Trabalho Infantil ATIVIDADE MÓDULO 2 (COLAGEM) EM INTEGRAÇÃO COM O MÓDULO 1- B (ENTREVISTA)

REDE PRÓ-MENINO. ECTI - Escola no Combate ao Trabalho Infantil ATIVIDADE MÓDULO 2 (COLAGEM) EM INTEGRAÇÃO COM O MÓDULO 1- B (ENTREVISTA) REDE PRÓ-MENINO ECTI - Escola no Combate ao Trabalho Infantil CURSISTA: JACKELYNE RIBEIRO CINTRA MORAIS CPF: 014275241-06 ATIVIDADE MÓDULO 2 (COLAGEM) EM INTEGRAÇÃO COM O MÓDULO 1- B (ENTREVISTA) Características

Leia mais

Concurso Literário. O amor

Concurso Literário. O amor Concurso Literário O Amor foi o tema do Concurso Literário da Escola Nova do segundo semestre. Durante o período do Concurso, o tema foi discutido em sala e trabalhado principalmente nas aulas de Língua

Leia mais

Chef Cristiane Corrêa

Chef Cristiane Corrêa Chef Cristiane Corrêa Bem Casado Tradicional Ingredientes: Massa 6 ovos ½ xícara de açúcar 1 e ½ xícara de farinha de trigo 1 colher de chá (rasa) de fermento em pó 50ml de óleo Recheio 1 lata de creme

Leia mais

Calendário de OUTUBRO NOVEMBRO DEZEMBRO 2008. Serviço Educativo e Dinamização Cultural

Calendário de OUTUBRO NOVEMBRO DEZEMBRO 2008. Serviço Educativo e Dinamização Cultural Serviço Educativo e Dinamização Cultural Calendário de OUTUBRO NOVEMBRO DEZEMBRO 2008 Secretaria Regional de Educação e Cultura Direcção Regional dos Assuntos Culturais Biblioteca Pública Regional da Madeira

Leia mais

Levantando o Mastro CD 02. Bom Jesus da Cana Verde. Divino Espírito Santo Dobrado. Areia areia

Levantando o Mastro CD 02. Bom Jesus da Cana Verde. Divino Espírito Santo Dobrado. Areia areia CD 02 Bom Jesus da Cana Verde [ai bom Jesus da Cana Verde é nosso pai, é nosso Deus (bis)] ai graças a Deus para sempre que tornamos a voltar ai com o mesmo Pombo Divino da glória celestial ai Meu Divino

Leia mais

Matemática no Cardápio By Lauren

Matemática no Cardápio By Lauren Matemática tica no Cardápio By Lauren Usando Frações no Trabalho Eu sou um cozinheiro-chefe e uso frações todos os dias no trabalho. Meu trabalho está relacionado com medidas. Na maioria das vezes as coisas

Leia mais

Laranja-fogo. Cor-de-céu

Laranja-fogo. Cor-de-céu Laranja-fogo. Cor-de-céu Talita Baldin Eu. Você. Não. Quero. Ter. Nome. Voz. Quero ter voz. Não. Não quero ter voz. Correram pela escada. Correram pelo corredor. Espiando na porta. Olho de vidro para quem

Leia mais

O galo e a coruja cupinzeira Celeste Krauss 2

O galo e a coruja cupinzeira Celeste Krauss 2 E-livro FICHA CATALOGRÁFICA Celeste, Krauss O galo e a coruja cupinzeira/celeste Emília Krauss Guimarães Antônio Carlos Guimarães [organização e revisão] Lambari: Edição do Autor; Belo Horizonte: Antônio

Leia mais

Jogos e Brincadeiras do Antigamente

Jogos e Brincadeiras do Antigamente Ficha Técnica Título Turminhas de Al-bai-zir Preço Grátis Redação Vários Edição Prof.ª Sandra Henriques Prof.ª Sílvia Gonçalves Fotografia Vários Edição II Nº 4 19 de Março Ano 2012 Jogos e Brincadeiras

Leia mais

Transcrição de Entrevista nº 5

Transcrição de Entrevista nº 5 Transcrição de Entrevista nº 5 E Entrevistador E5 Entrevistado 5 Sexo Feminino Idade 31 anos Área de Formação Engenharia Electrotécnica e Telecomunicações E - Acredita que a educação de uma criança é diferente

Leia mais

HERÓIS SEM ROSTOS - A Saga do Imigrante para os EUA Autor: Dirma Fontanezzi - dirma28@hotmail.com

HERÓIS SEM ROSTOS - A Saga do Imigrante para os EUA Autor: Dirma Fontanezzi - dirma28@hotmail.com HERÓIS SEM ROSTOS - A Saga do Imigrante para os EUA Autor: Dirma Fontanezzi - dirma28@hotmail.com TRECHO: A VOLTA POR CIMA Após me formar aos vinte e seis anos de idade em engenharia civil, e já com uma

Leia mais

R U I P E D R O R E I S

R U I P E D R O R E I S Quem: Rui Pedro Reis Idade: 30 anos Pretexto: É coordenador da SIC Notícias e editor do programa Música do Mundo Outros trabalhos: Foi uma das figuras de uma rádio nacional Imagem: Fanático pelos media

Leia mais

Agora não posso atender. Estou no. Vou comprar o último livro do José Luís Peixoto. Posso usar a tua gravata azul? A Ana Maria vai ser nossa

Agora não posso atender. Estou no. Vou comprar o último livro do José Luís Peixoto. Posso usar a tua gravata azul? A Ana Maria vai ser nossa MODELO 1 Compreensão da Leitura e Expressão Escrita Parte 1 Questões 1 20 O Luís enviou cinco mensagens através do telemóvel. Leia as frases 1 a 5. A cada frase corresponde uma mensagem enviada pelo Luís.

Leia mais

NA-News Ascudt. Datas Comemorativas de Outubro de 2013

NA-News Ascudt. Datas Comemorativas de Outubro de 2013 NA-News Ascudt Outubro é o décimo mês do ano no calendário gregoriano, tendo a duração de 31 dias. Outubro deve o seu nome à palavra latina octo (oito), dado que era o oitavo mês do calendário romano,

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Abril2014

Atividades Pedagógicas. Abril2014 Atividades Pedagógicas Abril2014 III A JOGOS DIVERTIDOS Fizemos dois campeonatos com a Turma da Fazenda, o primeiro com o seguinte trajeto: as crianças precisavam pegar água em um ponto e levar até o outro,

Leia mais

Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e

Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e Sexta Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e mudou o rumo da vida profissional FOLHA DA SEXTA

Leia mais

Leia os textos e assinale a alternativa correta: 1) O que Ana quer que Pedro faça?

Leia os textos e assinale a alternativa correta: 1) O que Ana quer que Pedro faça? UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL PROGRAMA DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS PLE CERIFICADO INTERNACIONAL DE LÍNGUA PORTUGUESA CILP SIMULADO COMPREENSÃO LEITORA E ASPECTOS LINGUÍSTICOS NÍVEL BÁSICO ESCOLAR A2 Leia os

Leia mais

JANEIRO FEVEREIRO MARÇO

JANEIRO FEVEREIRO MARÇO Plano de atividades Ano de 2014 JANEIRO FEVEREIRO Início da participação no torneio / convívio de FUTSAL, do concelho de Alcácer do Sal. MARÇO Organização do tradicional Baile da Pinha ABRIL Participação

Leia mais

Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação.

Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação. Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação. 1.1 Conteúdos: Apresentação do Plano Didático Pedagógico; Classificação das orações coordenadas sindéticas e inferência. 1.1 Habilidade:

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

GUARDAS DE BELO HORIZONTE USAM TAPA-OUVIDOS

GUARDAS DE BELO HORIZONTE USAM TAPA-OUVIDOS CLUBE EDUCACIONAL GESTAR NA ESCOLA TRAJETÓRIA II Atividades da I Unidade 7º ano / 6ª série António Manuel Couto Viana (poeta português). Versos de palmo e meio (1994). (Fragmento). Questão 1 - A expressão

Leia mais

Ficha Técnica: Design e Impressão Mediana Global Communication

Ficha Técnica: Design e Impressão Mediana Global Communication Uma Cidade para Todos Ficha Técnica: Design e Impressão Mediana Global Communication Colaboração Nuno Oliveira, coordenador do Serviço de Psicologia do 1º ciclo do Ensino Básico da EMEC - Empresa Municipal

Leia mais