Sustentabilidade faz a diferença

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sustentabilidade faz a diferença"

Transcrição

1 Publicação trimestral da Jones Lang LaSalle Brasil edição nº 20 agosto de 2010 Sustentabilidade faz a diferença Varejo Setor de shopping centers segue aquecido Pág. 5 Negócios Jones Lang LaSalle amplia atuação no Sul do Brasil Pág. 9

2 Editorial Sustentabilidade ganha força na agenda mundial O recente vazamento de petróleo no Golfo do México reavivou o tema da sustentabilidade, que volta à pauta como uma das principais discussões mundiais da atualidade, agora com mais força ainda. O acidente ambiental deu também um novo impulso aos planos de Barack Obama de transformar os Estados Unidos numa economia de energia limpa. No mercado imobiliário, vários passos vêm sendo dados para incorporar a sustentabilidade nas atividades cotidianas de toda a cadeia do setor. Um trabalho difícil, porém necessário e urgente. Conheça na matéria de capa os principais avanços do setor nesta jornada e os principais desafios que ainda precisam ser enfrentados. As atividades de manutenção predial, muitas vezes encaradas como um gasto indesejado, são fundamentais para manter o funcionamento de todos os equipamentos e sistemas de um edifício, o que se traduz em constante valorização do empreendimento. Uma condição fundamental em um mercado tão competitivo. Leia sobre o tema no artigo desta edição, que destaca ainda as barreiras culturais enfrentadas pelos profissionais do setor. O Brasil vem assistindo nos últimos anos a um crescimento rápido do consumo interno, que trouxe nova dinâmica ao varejo. Reflexo desse novo motor da economia, o setor de shopping centers também vem colhendo os frutos da expansão da classe consumidora brasileira. As principais tendências deste segmento você confere na seção Varejo. Como resposta ao aumento de demanda por serviços imobiliários no Sul do País, a Jones Lang LaSalle ampliou sua atuação na região, estabelecendo uma plataforma-base para disponibilizar todos os seus serviços. Veja mais na matéria da seção Negócios. Apresentamos também nesta edição uma breve história dos três prédios mais altos da cidade de São Paulo, dando sequência à série Histórias Verticais, e um resumo dos mais recentes negócios realizados pela empresa. Boa leitura. Indicadores Rio de Janeiro Escritórios de alto padrão 1º semestre de 2010 x 2º semestre de 2009 Estoque total (m 2 ) Absorção líquida (m 2 ) Novo estoque (m 2 ) Taxa de vacância 5,13% 4,82% Absorção bruta (m 2 ) Fonte: Jones Lang LaSalle Notas Lançado primeiro Manual de Compliance do País Aline Ribeiro, Gerente do departamento Jurídico e Compliance da Jones Lang LaSalle, é uma das autoras do Manual de Compliance: preservando a boa governança e a integridade das organizações. O livro, editado pela Atlas, é o primeiro manual sobre o tema publicado no Brasil, lançado em junho, em São Paulo. A profissional também é sócia-fundadora do Instituto de Compliance e Integridade Corporativa (ICIC), instituição que tem como finalidade ser um importante fórum para reunião de profissionais da área de Compliance com vistas ao estudo e ao incentivo de assuntos relativos à ética e à responsabilidade corporativa. A Jones Lang LaSalle tem por política global a conformidade legal e regulatória e, por isso, determina que todas as normas aplicáveis às operações sejam observadas em todos os países onde seus negócios são conduzidos. No Brasil, a área de Compliance, que atua conjuntamente com o departamento Jurídico, foi implementada em 2007 com o objetivo de disseminar uma cultura baseada em princípios éticos, buscando preservar a imagem e a perenidade da corporação. Edição nº 20 agosto de 2010 Publicação trimestral dirigida aos clientes e parceiros da Jones Lang LaSalle Brasil. Tiragem: exemplares Colaboração: Renata Cury e Renata Puleghini Gerente de Comunicação e Marketing: Larissa Aranha São Paulo Av. das Nações Unidas, º andar (11) Rio de Janeiro Av. Pres. Wilson, 113 cjto (21) Redação e edição: Fotos: Luciana Mello (MTb: /SP) Arquivo Comunicação e Marketing Jones Lang LaSalle Curitiba Rua Frederico Maurer, (41)

3 panorama agosto Artigo Empreendimentos com vida mais útil Evaldo Pisani, Gerente do departamento Técnico da Jones Lang LaSalle A partir de 1990, com a entrada das consultorias imobiliárias multinacionais no mercado brasileiro, a manutenção predial ganhou um novo impulso e o setor vem se consolidando de maneira mais rápida. O modelo de gestão terceirizada, que prevê a realização e o gerenciamento das atividades de manutenção por equipes de especialistas, também vem contribuindo para maior profissionalização e amadurecimento do setor. Como num automóvel, que prevê revisões periódicas para garantir a segurança e a performance, as manutenções preventivas num edifício comercial, realizadas em datas planejadas, são intervenções imprescindíveis para garantir não só o devido funcionamento das instalações, mas também a segurança e até a saúde dos ocupantes. Algumas destas manutenções periódicas já são previstas em lei, como a de elevadores, as análises físico-químicas e bacteriológicas da água, a limpeza dos filtros do ar- -condicionado e da bandeja de condensação do equipamento, além da recomendação de desinfecção das caixas d água. O gerenciamento das atividades de manutenção é também uma peça importante para que um edifício esteja em dia com a legislação municipal, estadual e federal e que seus equipamentos e sistemas estejam em conformidade com as normas técnicas vigentes. Nesse sentido, a manutenção contribui largamente com as atividades da Documentação Imobiliária, já que para atender todas essas exigências legais, é necessário que todos os equipamentos de um empreendimento estejam funcionando corretamente. Sob a ótica da sustentabilidade, zelar pela disponibilidade das instalações leva a um uso mais racional dos recursos, evitando o desperdício. E, do ponto de vista dos negócios, a manutenção contribui ainda para garantir a perenidade dos sistemas e impulsionar a valorização de um empreendimento, o que é essencial num setor tão competitivo. Outra modalidade programada de manutenção, a chamada preditiva, implica na substituição de componentes mecânicos ou eletroeletrônicos, mesmo que ainda estejam funcionando. Após análises técnicas e financeiras detalhadas, que levam em conta a vida útil e a performance do equipamento, determina-se o momento em que aquela peça ou equipamento poderá apresentar grande probabilidade de falhas ou que já não terá a mesma performance, diminuindo substancialmente seu desempenho e, consequentemente, sua produtividade, podendo acarretar aumento de custos que, muitas vezes, não são facilmente percebidos. As lâmpadas, por exemplo, ao longo de sua vida útil, vão perdendo o poder de iluminação. Porém, muitas vezes, isso não é notado e, assim, passa-se a gastar a mesma energia para produzir menos iluminação, ou seja: energia jogada no lixo. Além disso, com menos luz, talvez seja preciso acender mais lâmpadas. Resultado: aumento na conta de energia elétrica. As consequências vão além do ponto de vista econômico: um local mal iluminado pode ainda obrigar as pessoas a forçar a visão, o que além do incômodo, prejudica a saúde ocupacional e o conforto. Aplicando esse raciocínio a um edifício comercial, que utiliza lâmpadas em grande escala, pode-se ter uma dimensão do problema. No Brasil, o mercado imobiliário ainda oferece certa resistência em aceitar a ideia da substituição de um componente que ainda esteja em operação. Talvez a falta de conhecimento seja um dos maiores entraves. Cabe a nós, profissionais do setor, atuar para que toda a cadeia continue avançando em seu processo de amadurecimento, disseminar informações e conscientizar todos os envolvidos sobre a importância do bom gerenciamento das atividades de manutenção e suas vantagens. A manutenção contribui para impulsionar a valorização de um empreendimento, condição essencial num setor tão competitivo

4 4 panorama agosto 2010 Análise Investimentos Mercado imobiliário global em recuperação Setor hoteleiro registra a melhor recuperação no período No primeiro semestre, os mercados imobiliários globais de alto padrão apresentaram uma sensível melhora em resposta à retomada gradual da economia mundial e dos mercados de crédito. A recuperação global continua em curso, apesar dos riscos e das contínuas preocupações com os desafios fiscais na zona do euro, com as medidas do governo chinês para conter o superaquecimento no mercado imobiliário e com algumas possíveis correções no mercado financeiro global. Porém, a expansão mundial segue orientada, principalmente, pelo forte aumento da demanda interna nos mercados emergentes da região Ásia-Pacífico e também pelo esperado e aparentemente sólido crescimento dos Estados Unidos. Nas Américas, a perspectiva para os fundamentos do mercado imobiliário em 2011 dependerá, em grande parte, da trajetória de crescimento do emprego, especialmente nos Estados Unidos. É certo que as baixas taxas de juros, pelo menos até o início do próximo ano, beneficiarão no curto prazo os mercados de capitais, ao passo que o interesse dos investidores ganha força e os mercados de crédito reiteram sua trajetória de flexibilização. A preocupação com o aumento da rentabilidade trouxe o pensamento estratégico novamente à agenda corporativa, o que afetará as decisões imobiliárias das empresas ao longo do semestre. Em todo o mundo, as empresas estão com maior margem de manobra nos mercados imobiliários conforme recuperam a saúde financeira. Lucros maiores e mais flexibilidade no controle de orçamentos permitirão aos ocupantes procurar e garantir valor no mercado a partir de realocações, upgrades para espaços de melhor qualidade e outras estratégias. A sustentabilidade volta a ser considerada como um fator-chave na tomada de decisões após um período em que esteve em segundo plano, quando o controle de custos no curto prazo era prioritário. Espera-se que as atividades locatícias aumentem em todo o mundo no segundo semestre, à medida que os ocupantes aproveitam as vantagens de mercados em que as oportunidades começam a se tornar escassas devido a limitações na oferta. No entanto, o volume de locações ainda será menor em relação ao verificado nos picos de mercado. Hotéis na dianteira do mercado Na primeira metade do ano, houve ainda uma sólida recuperação dos investimentos globais no setor hoteleiro. Até 15 de junho, o volume total chegou a US$ 4,5 bilhões um aumento de 26% em relação ao mesmo período em Impulsionadas pelo aumento na confiança dos investidores na recuperação do mercado hoteleiro e pelo grande volume de capital no mercado, as atividades de transações registraram a melhor recuperação das Américas. As vendas de hotéis na região tiveram um crescimento anual de 97%, totalizando US$ 1,9 bilhão, sendo que 95% dos negócios de mercado aconteceram nos Estados Unidos. É a primeira vez, desde o quarto trimestre de 2007, que o volume de transações nas Américas ultrapassa o montante registrado na região que compreende Europa, Oriente Médio e África (EMEA), que registrou US$ 1,6 bilhão em vendas no mesmo período (alta de apenas 14%). Os ativos locados dominaram as atividades na região EMEA e foram responsáveis por quase US$ 500 milhões em vendas de hotéis na região. Apesar de os volumes da região Ásia-Pacífico terem sofrido uma queda de 19% em relação ao mesmo período de 2009, vendas de hotéis totalizando um volume transacionado de US$ 973 milhões ainda foram registradas, mostrando que o mercado da região continua ativo, especialmente no Japão e na Austrália. Para ter acesso ao relatório Panorama do Mercado Global completo, envie para: Mercado Mercado favorável aos locatários Chicago Mercado neutro Nova York Vale do Silício Cingapura Beijing Mumbai Londres Frankfurt Varsóvia Fonte: Jones Lang LaSalle Mercado favorável aos proprietários

5 panorama agosto Varejo Shopping centers: um mercado em expansão Décimo país do mundo em número de centros de compras, Brasil continua atraindo investimentos para o setor No primeiro trimestre, os dados do IBGE confirmaram um aumento de 2,7% do PIB do Brasil, comparado ao quarto trimestre de Analistas do mercado financeiro elevaram a previsão de crescimento do País para este ano, que deve chegar próximo aos 7%. Com a economia forte, o País se beneficia agora dos muitos anos de reformas estruturais, políticas macroeconômicas e sociais que aumentaram a renda da classe média, resultando em 30 milhões de novos consumidores no mercado brasileiro. A conjunção entre maior poder de consumo da classe média, mercado de trabalho aquecido, baixa inadimplência e ampla oferta de crédito forma um cenário perfeito para a expansão do varejo. Diversos setores de atividade, entre eles o de shopping centers, já começaram a colher os frutos desse aumento no consumo: o aquecimento do varejo tem aumentado a demanda de lojistas por espaços em shopping centers e levado novos empreendimentos para os arredores de grandes regiões metropolitanas. Nos últimos 20 anos, o Brasil viu triplicar o número de shoppings erguidos em cidades do interior. Novos formatos de malls, como os outlets de grife, já comuns em outros países, começam a se consolidar também por aqui. Em junho do ano passado, o País ganhou seu primeiro outlet, localizado na cidade de Itupeva (SP). Para este ano, está previsto o segundo empreendimento do tipo, desenvolvido por outro grupo de empresas, na cidade de Novo Hamburgo (RS). Refletindo o bom momento da economia, o mercado brasileiro de shopping centers vem se consolidando e amadurecendo nos últimos anos. A abertura de capital de algumas empresas do setor também contribuiu para elevar a transparência e a profissionalização de toda a cadeia, analisa André Costa, Diretor de Locação da Jones Lang LaSalle. Para Costa, que participou, em maio, do principal evento mundial do setor de shopping centers, o RECon 2010, organizado pelo International Council of Shoppping Centers (ICSC) e que reúne anualmente os principais players globais do setor, a expectativa é de que o mercado brasileiro continue aquecido, considerando-se as oportunidades de negócios que surgirão também com a Copa de 2014 e as Olimpíadas de Porém, não são apenas os maiores eventos esportivos mundiais que começam a impactar positivamente no setor. O amplo processo de inclusão social pelo qual passa o País, e quem vem acelerando o crescimento do setor varejista, tem gerado interesse não só de investidores e empreendedores, mas também de retailers em busca de novos mercados, explica o executivo. As políticas do País ligadas ao setor de energia, seja de fontes renováveis, como a produção de etanol a partir da biomassa, seja de fontes fósseis, com destaque para a descoberta de petróleo na camada pré-sal, também já são conhecidas mundial- mente, contribuindo ainda mais para destacar a importância do País como uma das principais economias emergentes do mundo. Se estas políticas proporcionarem um crescimento sustentável, regiões como o litoral de São Paulo, o Rio de Janeiro e o Espírito Santo, além das tradicionais regiões do interior paulista também trarão muitas oportunidades para o setor de varejo, completa Costa. Segundo dados da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), em 2009, o Brasil tinha 396 shopping centers, somando 9 milhões de metros quadrados de área bruta locável (ABL) e que alcançaram um faturamento estimado em R$ 71 bilhões. Para este ano, a expectativa é de que o País ganhe mais 17 empreendimentos, chegando próximo aos 10 milhões de m 2 de ABL.

6 6 panorama agosto 2010 Capa Os caminhos da Sustentabilidade Mudanças culturais já em curso mostram que, apesar de longo, o caminho para uma sociedade sustentável já começou a ser trilhado Falar sobre sustentabilidade já não é nenhuma novidade. Depois de séculos de grandes impactos produzidos por indústrias, empresas e pessoas, o mundo se vê preocupado em minimizar esses estragos por meio da adoção de práticas sustentáveis em seu cotidiano. Grandes movimentos vêm sendo feitos pelos vários setores sociais em todo o mundo para engajar cidadãos e empresas na busca da utilização de soluções que garantam a continuidade da oferta de recursos naturais para as gerações futuras. Não se trata de um caminho fácil, nem rápido. Muito pelo contrário, esse engajamento depende de mudanças culturais que podem ainda levar gerações até estarem completamente inseridas na vida das pessoas como atitudes naturais. É certo que em outros países, como os Estados Unidos, a questão da sustentabilidade está num patamar mais avançado, se comparada ao Brasil. Barack Obama une esforços desde sua eleição numa campanha para transformar seu país numa economia de energia limpa, o que recentemente ganhou impulso após o desastre ambiental de vazamento de petróleo no Golfo do México. O país norte-americano avança na utilização de fontes alternativas de energia em edifícios comerciais. Nos Estados Unidos, o grupo de Energia e Sustentabilidade da Jones Lang Como em todos os segmentos de atividade, o mercado imobiliário também vem acompanhando e participando ativamente destas mudanças. Soluções que propõem a utilização mais racional de recursos, combinadas com práticas menos agressivas ao meio ambiente e que ainda reduzam custos começam a ser cada vez mais consideradas e utilizadas nas diversas atividades desenvolvidas pela cadeia do segmento, desde a concepção até a operação e manutenção de um empreendimento. E em muitas destas ações já em prática no mercado, o retorno ambiental e financeiro já é visível no curto prazo.

7 panorama agosto LaSalle implementa diversas ações sustentáveis que também vêm sendo analisadas pela equipe brasileira. O caminho brasileiro Destaque entre os países emergentes, o Brasil vê sua produção industrial se aquecendo e o consumo aumentando nos últimos anos e, nesse sentido, o País ganha também maior responsabilidade de conduzir esse crescimento acelerado de maneira sustentável, liderando uma mudança cultural que não tem mais volta. As diversas esferas do Governo já começam a dar atenção maior à sustentabilidade, criando projetos de lei que preveem a adoção de práticas menos danosas ao meio ambiente em estados e municípios. Além da mudança climática e das questões relativas ao uso racional de energia e água, o lixo também vem se transformando num problema mundial. Com poucos aterros sanitários, a maioria já excedendo sua capacidade, o Brasil perde anualmente cerca de R$ 8 bilhões com resíduos recicláveis que hoje são destinados a aterros, segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA). Espera-se agora que o Brasil avance com mais rapidez nesta questão: o País caminha para a aprovação de novos artigos de um projeto de Lei Federal que prevê responsabilidades compartilhadas entre Governo, iniciativa privada e cidadãos para a gestão de resíduos. Em São Paulo, por exemplo, a Lei Estadual nº , de janeiro de 2007, obriga shopping centers e prédios comerciais a realizar a coleta seletiva de resíduos. Um novo projeto de lei em tramitação também prevê que edifícios comerciais e residenciais na cidade captem água de chuva. A coleta seletiva de resíduos e projetos de uso racional de água e energia já são práticas comuns nos edifícios comerciais do País. Muitos também começam a desenvolver estratégias para compra de energia elétrica, o que abre a opção de se utilizar energia proveniente de fontes limpas. Educação e Certificação No mercado imobiliário nacional, é crescente a quantidade de empreendimentos já certificados como sustentáveis ou que estão em busca da certificação. O selo mais utilizado no Brasil é o Leadership in Energy and Environmental Design (LEED ), um sistema internacional para certificação de edifícios sustentáveis, chamados green buildings, desenvolvido pela organização não-governamental US Green Building Council (USGBC), que oferece parâmetros a proprietários e operadores para identificar e implementar soluções práticas e mensuráveis de projeto, construção, operação e manutenção de edifícios verdes. Por aqui, o sistema LEED é representado pelo GBC Brasil, ONG criada em 2007 para fomentar o desenvolvimento da construção sustentável no País. Apesar de a certificação LEED vir ganhando força no mercado nacional como diferencial competitivo de um empreendimento, sozinha, ela não garante a sustentabilidade de Empresários que analisam seus negócios com visão de eficiência e qualidade sabem que a sustentabilidade não custa mais caro Nelson Kawakami, Diretor-executivo do GBC Brasil

8 8 panorama agosto 2010 uma construção. É preciso que haja um trabalho contínuo de educação de todos os envolvidos para que a sustentabilidade seja intrínseca às ações cotidianas. Nelson Kawakami, diretor-executivo do GBC Brasil, acredita que a mudança de postura do mercado frente à sustentabilidade já começou e avança numa boa velocidade. Porém, segundo o executivo, como estamos ainda no início da caminhada, enquanto esta mudança cultural não for significativa, a certificação continuará sendo importante para o mercado, seja por razões de marketing ou, para o GBC Brasil, também por razões educacionais. A princípio e, em tese, somos contrários à certificação, pois, num mundo ideal, seria interessante que não precisássemos mais dela ou mesmo do GBC Brasil. Mas, por enquanto, é uma ferramenta poderosa de educação. Nossa missão é transformar o mercado imobiliário brasileiro em um setor mais sustentável, e a maior demonstração do nosso sucesso seria o fechamento do nosso escritório por absoluta falta de necessidade. Não é um paradoxo?, questiona Kawakami. Como no ciclo de vida de um edifício o maior gasto se dá na fase de operação, o executivo aponta ainda o papel fundamental das consultorias imobiliárias nesse processo de difusão de conhecimento, já que são elas que gerenciam os principais edifícios comerciais do País. Para Kawakami, o contato direto pode influenciar clientes e mostrar efetivamente as vantagens de uma construção sustentável não só sob a ótica econômica, mas também social e ambiental. O Brasil tem uma perda energética anual de R$ 15 bilhões que pode ser reduzida significativamente se as consultorias imobiliárias difundirem as práticas sustentáveis firmemente nos edifícios que administram, aponta. Nesse contexto, o gerente predial assume um papel de destaque como replicador das atitudes sustentáveis no cotidiano do empreendimento. É preciso que haja conscientização das Sustentabilidade dentro do escritório Mudança de postura do mercado frente à sustentabilidade já começou. Porém, ainda será preciso vencer alguns obstáculos importantes Em 2009, a Jones Lang LaSalle conduziu nos Estados Unidos uma pesquisa com 215 dos principais ocupantes corporativos de diversos setores de atividade em todo o mundo para verificar como encaram a importância da sustentabilidade. Como resultado, 85% do público considera a sustentabilidade um critério relevante na escolha de um espaço corporativo e 60% já adotam estratégias para atingir metas sustentáveis que, ao mesmo tempo, reduzem os custos de ocupação. A pesquisa também apontou que os executivos continuam com foco nas estratégias de implementação mais simples e que proporcionam redução de custos no curto prazo, como programas de uso eficiente de energia e coleta seletiva de resíduos. pessoas sobre os sistemas e equipamentos sustentáveis e sua melhor utilização para que não haja impactos causados por falta de informação, por exemplo, explica Andrea Assis, gerente predial da Jones Lang LaSalle no Condomínio Continental Square Faria Lima, em São Paulo, e uma das profissionais acreditadas LEED AP que compõem um time de mais de 500 profissionais da empresa certificados no mundo. Quanto custa? Outro desafio no caminho das construções verdes é a premissa de que um edifício sustentável demanda um investimento muito alto. Kawakami cita uma pesquisa realizada pelo Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) mostrando que a maioria dos empresários ainda acredita que os prédios verdes custam 30% mais. Porém, o executivo explica que é possível construir respeitando o meio ambiente e a sociedade sem aumento de custo. Quando ocorre, o sobrecusto não passa de 10%, e esse excedente se paga no curto prazo. Todos os empresários que analisam seus negócios com uma visão de eficiência e qualidade sabem que a sustentabilidade não custa mais e oferece resultados financeiros, afirma. Segundo dados do GBC Brasil, desde 2007 já foram certificados 16 empreendimentos no País. O cenário mostra que estamos dando passos importantes rumo às construções verdes, porém ainda teremos de vencer alguns obstáculos importantes, como a falta de informação, e driblar as barreiras culturais e a premissa que, ao tentar privilegiar um retorno imediato, perde de vista ganhos muito mais elevados e valorosos no médio prazo. Inclusive fi n a n c e i r o s.

9 panorama agosto Negócios Nova estratégia para o Sul Aumento de demanda por serviços imobiliários leva empresa a ampliar plataforma regional O aumento crescente da demanda por serviços imobiliários na região Sul reflete o bom momento do mercado imobiliário nacional. Atenta a este movimento e às perspectivas de crescimento do segmento corporativo no Sul, a Jones Lang LaSalle fortalece sua presença na região e amplia sua plataforma para atender os clientes locais. O executivo William Weishof foi designado para prospecção de novos negócios. O mercado imobiliário corporativo da região Sul vem crescendo nos últimos anos. O desenvolvimento de novos prédios de escritórios de padrão superior aos existentes, galpões logísticos e shopping centers é uma consequência do bom momento econômico do País. A região abriga a sede de importantes empresas multinacionais, que precisam de espaços adequados para suas instalações, o que vem provocando mudanças culturais relativas à qualidade da ocupação e também à necessidade de gerenciamento profissional, explica Weishof. A Jones Lang LaSalle já atua no Sul desde o final da década de 1990, com a gestão de parques industriais do setor automotivo e, desde então, tem oferecido outros serviços a diversos clientes da região. O escritório regional foi inaugurado em Curitiba, em 2007, para atender um importante cliente do setor financeiro. Em 2009, a empresa foi contratada com exclusividade para conduzir a coordenação comercial do HP Centro de Distribuição Logística, na Cidade Industrial de Curitiba, com 52 mil m² de área locável. A comercialização foi decidida antes do término das obras do empreendimento e o acordo prevê ainda a gestão comercial do complexo, incluindo projetos built-to-suit. Desenvolvido por um grupo de quatro incorporadoras, todas com sede na região Sul, entre elas a Jorasa Incorporações e Empreendimentos, de Curitiba, o HP vem suprir a grande demanda reprimida por empreendimentos deste tipo. Construído com foco nos investidores, a partir de um aporte A Jorasa atua há dez anos no Sul, desenvolvendo condomínios fechados e loteamentos. Com o aquecimento do mercado e a vinda de grandes empresas para a região, voltamos nosso potencial para o desenvolvimento de parques industriais. Precisávamos de um parceiro que entendesse do setor para desenvolver o projeto e estamos conseguindo excelentes resultados em nosso trabalho conjunto com a Jones Lang LaSalle José Luiz Pizzato Muggiati, sócio-diretor da Jorasa Trabalhamos juntos com a Jones Lang LaSalle para identificar a melhor área para o novo outlet. Foi também realizada uma pesquisa que comprovou a viabilidade da instalação do empreendimento em Novo Hamburgo, cidade próxima a Porto Alegre e à região serrana, que é um grande polo turístico nacional Arthur Gorenstein, diretor da Divisão de Shopping Center da Construtora São José de R$ 60 milhões, o centro de distribuição tem previsão de entrega para janeiro de José Luiz Pizzato Muggiati, sócio-diretor da Jorasa, conta que o sucesso do empreendimento reflete o aquecimento do mercado. A procura pelo HP tem sido enorme, já que há uma carência de produtos de qualidade no mercado industrial da região, explica o executivo. Tamanha procura fez com que os terrenos tivessem valorização de 330% em apenas 18 meses. Que investimento oferece esse retorno?, questiona Muggiati. Outros destaques entre os negócios da Jones Lang LaSalle no Sul incluem a formatação de um novo outlet de grife em Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, com previsão de inauguração para o próximo ano. Arthur Gorenstein, diretor da Divisão de Shopping Center da Construtora São José, responsável pelo projeto, conta que, em parceria com a Jones Lang LaSalle, pesquisaram as oportunidades para o desenvolvimento de um novo outlet no Sul, o que levou a construtora paulistana a investir na região.

10 São Paulo ainda tenta arranhar o céu Histórias verticais O impulso progressista e a inspiração nas metrópoles norte-americanas fizeram surgir em São Paulo, nas décadas de 1930 e 1940, os primeiros arranha-céus do País. Porém, ao longo do tempo, esse impulso foi perdendo força e a maior cidade do hemisfério Sul nunca chegou a se destacar pela altura de seus edifícios. Desde 1960, o edifício Mirante do Vale figura como o mais alto de São Paulo e do Brasil. Acesso a tecnologias construtivas não falta, o freio não é técnico. É a legislação que acaba impedindo incorporadoras e construtoras de desenvolver empreendimentos mais altos. Para controlar o fluxo de população flutuante nas principais regiões comerciais da cidade, a Prefeitura de São Paulo limita o gabarito em algumas áreas e, naquelas em que não há restrição, é preciso respeitar o coeficiente de aproveitamento do terreno, o que também acaba restringindo a altura das construções. Porém, mesmo se a legislação liberasse a altura dos edifícios, São Paulo ainda precisaria encontrar soluções urbanísticas para os problemas de mobilidade que seriam gerados por esse crescimento, condição imprescindível para poder comportar o adensamento populacional flutuante gerado pelos arranha-céus. O prédio mais alto de São Paulo mede 170 metros. Precisaríamos empilhar quase cinco Mirantes do Vale para chegar à altura do Burj Khalifa, inaugurado em janeiro, em Dubai, que lidera disparado o ranking dos maiores arranha-céus do planeta com seus 828 metros e 162 andares. Conheça a seguir um pouco mais sobre os três prédios mais altos de São Paulo. Mirante do Vale: o gigante discreto Ele não tem a mesma fama de outros prédios históricos do centro da cidade. Seu estilo arquitetônico também não tem o mesmo charme. Mas, encravado no Vale do Anhangabaú, em frente ao Viaduto Santa Ifigênia, o Edifício Mirante do Vale mantém sua posição de prédio mais alto da cidade há 50 anos. Do alto de seus 170 metros de altura e 51 andares, o prédio mantém um reinado discreto, não sendo muito conhecido. Tamanha discrição pode ser atribuída ao fato de o edifício não ser aberto à visitação e de estar num vale, dando a falsa impressão de ser mais baixo. Ao ser inaugurado, em 1966, após cinco anos de obras, recebeu o nome de Palácio Zarzur Kogan, uma referência aos engenheiros Waldomiro Zarzur e Aaron Kogan, responsáveis pela obra do edifício. Em 1972, passou a se chamar Condomínio Edifício Mirante do Vale. No ano passado, porém, em homenagem ao construtor, o prédio voltou a se chamar Palácio W. Zarzur. Considerado na época de sua inauguração a maior estrutura de concreto armado da cidade, suas obras utilizaram 5 mil toneladas de ferro, 20 mil toneladas de concreto e 250 mil sacos de cimento. Seus 75 mil m² construídos abrigam 146 lojas, 812 salas comerciais e 60 salões. Com acesso por três portarias: Prestes Maia, Pedro Lessa e Brigadeiro Tobias, recebe cerca de 30 mil pessoas por dia. Edifício Itália: vista privilegiada O segundo lugar no skyline de São Paulo é ocupado pelo Edifício Itália, com 165 metros de altura desde o térreo da Avenida Ipiranga, subsolo e 46 pavimentos. Inaugurado em 1965, a ideia da construção do edifício partiu do clube Circolo Italiano, proprietário do terreno. O prédio foi projetado pelo arquiteto alemão radicado no Brasil Adolf Franz Heep, ganhador do concurso para a escolha do melhor projeto para o edifício. Heep imprimiu no Itália as inovações e influências da Bauhaus, escola de arquitetura e artes aplicadas, inaugurada na Alemanha, em 1919, pela qual se formou. As obras, que contaram com intervenções de especialistas de diversas áreas, consumiram 14 mil m³ de concreto, 150 mil sacos de cimento e 20 mil toneladas de ferro e, em sua fachada, as 4 mil janelas somam 6 mil m² de vidros. A forma ovalada de sua torre transformou o edifício em um dos projetos ar-

11 panorama quitetônicos mais arrojados da época, sendo até hoje um dos marcos da arquitetura paulistana. Já na época de sua construção, a legislação municipal de uso e ocupação do solo começou a se tornar mais restritiva. As obras do Edifício Itália só foram permitidas devido a sua localização, em um dos pontos focais da cidade, na esquina das Avenidas Ipiranga e São Luís. O Edifício Itália abriga no térreo uma galeria de lojas, 40 andares são ocupados por escritórios e a sede social do clube Circolo Italiano ocupa três pavimentos. Há ainda um terraço superior, com dois pavimentos, onde funciona o restaurante Terraço Itália que, com sua vista panorâmica deslumbrante, é um dos principais pontos turísticos de São Paulo. Com 152 mil m² construídos, o prédio recebe uma população flutuante diária de 2 mil pessoas. CENU Torre Norte: alto também no padrão O terceiro lugar entre os edifícios mais altos de São Paulo é ocupado pela Torre Norte do Centro Empresarial Nações Unidas, o CENU, na zona sul da cidade. Com 160 metros de altura, 34 andares de escritórios, dois mezaninos e cinco subsolos, é a mais alta torre do complexo e o único empreendimento comercial de alto padrão a se destacar entre os três mais altos da cidade. Localizado na região do Brooklin, entre as avenidas Engenheiro Luís Carlos Berrini e Nações Unidas, o edifício, concluído em 1999, tem 152 mil m² construídos e recebe uma população flutuante diária de pessoas, sendo aproximadamente ocupantes fixos e visitantes diários. Desenvolvida pela incorporadora Bolsa de Imóveis de São Paulo e pela Tishman Speyer, responsável também pela administração predial, a Torre Norte tinha na época como proprietária majoritária a Funcef, fundo de pensão dos funcionários da Caixa Econômica Federal. O ativo foi objeto de instituição de fundo de investimento imobiliário, criado em 2002 como uma estratégia de desmo- CENU Torre Norte: o terceiro mais alto bilização em meio ao momento de mercado desfavorável da época, resultando em um ótimo negócio para os proprietários e cotistas, tornando-se um case de sucesso do mercado imobiliário nacional. Com projeto arquitetônico do escritório Botti Rubin, o edifício foi concebido para oferecer completa infraestrutura com tecnologia de ponta e teve suas obras concluídas em apenas 36 meses, prazo considerado recorde na época para empreendimentos desta dimensão. Destaque da arquitetura contemporânea, a Torre Norte recebeu menção honrosa no Prix d Excellence Awards 2002, promovido pela International Real Estate Federation (Fiabci). Além de se posicionar como o maior edifício de alto padrão, a Torre Norte figura como um dos empreendimentos corporativos mais importantes da cidade. agosto

12 12 panorama agosto 2010 Highlights Conquistas recentes da Jones Lang LaSalle BG Brasil Em maio, a Jones Lang LaSalle foi contratada para a Gestão do Projeto dos novos escritórios da BG Brasil, no Rio de Janeiro, no Edifício Ventura Corporate Towers. O maior desafio era combinar inovação e sustentabilidade com eficiência de custos e prazos totais da implantação. Serão m² com padrão de primeira classe, soluções inovadoras e materiais sustentáveis. Todo o trabalho segue normas globais do BG Group, com objetivo da certificação LEED dos interiores, além da certificação LEED Gold do edifício. Capital Realty A cidade de Itajaí (SC) ganhará um novo e moderno condomínio logístico com aproximadamente 36 mil m² na região retroportuária, denominado MEGA Centro Logístico Itajaí, que oferecerá excelentes galpões modulares e atenderá também demandas para projetos built-to-suit. O projeto é mais um empreendimento da Capital Realty, empresa especializada em desenvolvimentos imobiliários nas áreas de infraestrutura logística e varejo, e a comercialização ficará a cargo da Jones Lang LaSalle. O Complexo Portuário de Itajaí ocupa atualmente a segunda posição no ranking nacional de movimentação de contêineres e a atividade de comércio exterior, um dos principais motores da economia local, certamente atrairá ocupantes para o novo empreendimento. Imóvel industrial em Guarulhos A Jones Lang LaSalle é responsável pela comercialização de imóvel industrial com localização estratégica a 100 metros da rodovia Presidente Dutra, principal eixo de ligação entre Rio de Janeiro e São Paulo, e próximo do aeroporto internacional de Guarulhos, o mais importante da América do Sul. Com 18 mil m 2 de área total e m 2 construídos, a propriedade está disponível para venda e locação e dispõe de completa infraestrutura, incluindo galpões, escritórios, refeitório e áreas de apoio. Localizado em região industrial e de logística consolidada, com a presença de grandes empresas nacionais e multinacionais, o imóvel está pronto para ocupação imediata. Nosso mundo, nossa água. Ao começar a ler este texto, imaginamos que os seus olhos também estarão atentos à imagem da Terra. São seis bilhões de pessoas que habitam o mundo, sendo que mais de um bilhão vivem consumindo água sem qualidade. Ou seja, uma em cada seis pessoas no mundo não tem acesso a água limpa. Para piorar o quadro, mais de um milhão de crianças morrem anualmente vitimadas pela diarréia, uma a cada vinte segundos. Você pode ser parte da mudança que o mundo necessita. Pense nisso! H2C: a nova fórmula da água. Consultoria em uso racional de água [11] Tecnologia e Atitude

A GP no mercado imobiliário

A GP no mercado imobiliário A GP no mercado imobiliário A experiência singular acumulada pela GP Investments em diferentes segmentos do setor imobiliário confere importante diferencial competitivo para a Companhia capturar novas

Leia mais

Maximize o desempenho das suas instalações. Gerenciamento Integrado de Facilities - Brasil

Maximize o desempenho das suas instalações. Gerenciamento Integrado de Facilities - Brasil Maximize o desempenho das suas instalações Gerenciamento Integrado de Facilities - Brasil Sua empresa oferece um ambiente de trabalho com instalações eficientes e de qualidade? Como você consegue otimizar

Leia mais

GESTÃO DE EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS

GESTÃO DE EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS GESTÃO DE EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS DA CONCEPÇÃO E IMPLANTAÇÃO À GESTÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS E SEUS DESAFIOS: MEGACONDOMINIOS, CONDOMINIOS INTELIGENTES, MIX-USED E OUTRAS TENDENCIAS PALESTRANTE:

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

AVALIAÇÃO E CONSULTORIA IMOBILIÁRIA (VALUATION & ADVISORY)

AVALIAÇÃO E CONSULTORIA IMOBILIÁRIA (VALUATION & ADVISORY) Valuation & Advisory América do sul A Cushman & Wakefield é a maior empresa privada de serviços imobiliários comerciais do mundo. Fundada em Nova York, em 1917, tem 250 escritórios em 60 países e 16.000

Leia mais

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 3 } 1. INTRODUÇÃO: PARQUE TECNOLÓGICO CAPITAL DIGITAL - PTCD Principal polo de desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação do Distrito Federal, o PTCD

Leia mais

SHOPPING ILHA DO MEL

SHOPPING ILHA DO MEL Cenário atual O Brasil é o 5º maior país do mundo com grande crescimento no setor de Shopping Centers. Segundo pesquisa da Interscience, encomendada pela Associação Brasileira de Shopping Centers (ABRASCE),

Leia mais

Grupo Usiminas fabrica em Cubatão e Ipatinga, em Minas Gerais, perfis de aço para a construção de habitações

Grupo Usiminas fabrica em Cubatão e Ipatinga, em Minas Gerais, perfis de aço para a construção de habitações Edição: 5132010 Litoral Paulista, sexta-feira, 20 de agosto Página: 1 Grupo Usiminas fabrica em Cubatão e Ipatinga, em Minas Gerais, perfis de aço para a construção de habitações w w w. u s i m i n a s.

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO PROGRAMAÇÃO DO EVENTO Dia 08/08 // 09h00 12h00 PLENÁRIA Nova economia: includente, verde e responsável Nesta plenária faremos uma ampla abordagem dos temas que serão discutidos ao longo de toda a conferência.

Leia mais

A Produção de Empreendimentos Sustentáveis

A Produção de Empreendimentos Sustentáveis A Produção de Empreendimentos Sustentáveis Arq. Daniela Corcuera arq@casaconsciente.com.br www.casaconsciente.com.br A construção sustentável começa a ser praticada no Brasil, ainda com alguns experimentos

Leia mais

Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global

Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global Exportações de açúcar da empresa devem aumentar 86% na safra 2009/2010 A Copersucar completa

Leia mais

EDIFÍCIO MIRANTE DO VALE O GIGANTE DO BRASIL

EDIFÍCIO MIRANTE DO VALE O GIGANTE DO BRASIL EDIFÍCIO MIRANTE DO VALE O GIGANTE DO BRASIL Projetado pelo engenheiro Waldomiro Zarzur juntamente com Aron Kogan, o GIGANTE DO BRASIL localiza-se em São Paulo, na região do Vale do Anhangabaú, possuindo

Leia mais

Receita do Network PwC cresce 6% e atinge US$ 34 bilhões no ano fiscal encerrado em junho

Receita do Network PwC cresce 6% e atinge US$ 34 bilhões no ano fiscal encerrado em junho Press release Data Contato EMBARGO 00h01min (horário Brasília) Terça-feira, 7 de outubro de 2014 Márcia Avruch Tel: +55 11 3674 3760 Email: marcia.avruch@br.pwc.com Pages 4 Receita do Network PwC cresce

Leia mais

1. Investimento concreto

1. Investimento concreto 1. Investimento concreto 18/09/2008 Exame Revista Setor 137, 138 e 140 Página 1 Página 2 Página 3 Página 4 Comprar imóveis para alugar foi um dos piores negócios nas últimas décadas. Agora até estrangeiros

Leia mais

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Apoiar a empregabilidade pela melhora da qualidade do ensino profissionalizante UK Skills Seminar Series 2014 15 British Council UK Skills Seminar

Leia mais

RNGO11. Indicadores. O fundo foi lançado em: 20.7.2012; no valor de R$ 100,00 por cota. Não houve lançamentos secundário de cotas.

RNGO11. Indicadores. O fundo foi lançado em: 20.7.2012; no valor de R$ 100,00 por cota. Não houve lançamentos secundário de cotas. RNGO11 O fundo foi lançado em: 20.7.2012; no valor de R$ 100,00 por cota. Não houve lançamentos secundário de cotas. O fundo esteve em RMG até novembro de 2013 e pagou neste período um rendimento mensal

Leia mais

Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011

Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011 Janeiro 2011 Exclusivamente para empresas de médio porte Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011 Relatório para o Brasil Panorama global: Pesquisa com 2.112 líderes do mercado de

Leia mais

Vila Nova Conceição. A localização exclusiva onde a qualidade de vida inspira a qualidade do trabalho. Parque do Ibirapuera

Vila Nova Conceição. A localização exclusiva onde a qualidade de vida inspira a qualidade do trabalho. Parque do Ibirapuera Parque do Ibirapuera Vila Nova Conceição. A localização exclusiva onde a qualidade de vida inspira a qualidade do trabalho. Tranquilidade, sofisticação e segurança. São essas características que fazem

Leia mais

Investimentos em imóveis de forma moderna e inteligente.

Investimentos em imóveis de forma moderna e inteligente. Investimentos em imóveis de forma moderna e inteligente. A possibilidade de diversificar o investimento e se tornar sócio dos maiores empreendimentos imobiliários do Brasil. Este material tem o objetivo

Leia mais

COSMOPOLITANO SHOPPING. orgânico moderno conectado novo completo diverso dinâmico confortável

COSMOPOLITANO SHOPPING. orgânico moderno conectado novo completo diverso dinâmico confortável COSMOPOLITANO SHOPPING orgânico moderno conectado novo completo diverso dinâmico confortável Uma cidade do mundo deve abraçar o mundo. Crescer e prosperar junto com ele. Na era dos novos negócios, coragem

Leia mais

ENGENHARIA CONSULTIVA FOMENTAR O PARQUE CONSULTIVO NACIONAL

ENGENHARIA CONSULTIVA FOMENTAR O PARQUE CONSULTIVO NACIONAL ENGENHARIA CONSULTIVA FOMENTAR O PARQUE CONSULTIVO NACIONAL A Engenharia Consultiva Nacional e a Construção da Infraestrutura Um breve diagnóstico O setor de infraestrutura apresenta aspectos distintos

Leia mais

Descrição do Sistema de Franquia. Histórico do Setor. O Fórum Setorial de Franquia

Descrição do Sistema de Franquia. Histórico do Setor. O Fórum Setorial de Franquia Descrição do Sistema de Franquia Franquia é um sistema de distribuição de produtos, tecnologia e/ou serviços. Neste sistema uma empresa detentora de know-how de produção e/ou distribuição de certo produto

Leia mais

Invista no hotel certo

Invista no hotel certo Invista no hotel certo O QUE VOCÊ PROCURA EM UM INVESTIMENTO HOTELEIRO ESTÁ AQUI. A economia de minas gerais cresce acima da média nacional: 5,15% no 1º trim./2011. Fonte: Informativo CEI-PIB MG _Fundação

Leia mais

Perspectivas para o desenvolvimento brasileiro e a indústria de commodities minerais

Perspectivas para o desenvolvimento brasileiro e a indústria de commodities minerais Perspectivas para o desenvolvimento brasileiro e a indústria de commodities minerais João Carlos Ferraz BNDES 31 de agosto de 2008 Guia Contexto macroeconômico Políticas públicas Perpectivas do investimento

Leia mais

Relatório do Administrador FIP BVEP PLAZA

Relatório do Administrador FIP BVEP PLAZA Relatório do Administrador FIP BVEP PLAZA 3º Trimestre 2015 O Fundo O FIP BVEP PLAZA tem como objetivo o investimento na empresa BVEP Empreendimentos Imobiliários SPE III S.A. que é proprietária de 100%

Leia mais

01/12/2012 MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL. Guarantã do Norte/MT A SOCIEDADE ESTÁ EM TRANSFORMAÇÃO

01/12/2012 MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL. Guarantã do Norte/MT A SOCIEDADE ESTÁ EM TRANSFORMAÇÃO MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL Guarantã do Norte/MT A SOCIEDADE ESTÁ EM TRANSFORMAÇÃO TAREFAS ESTRUTURA PESSOAS AMBIENTE TECNOLOGIA ÊNFASE NAS TAREFAS Novos mercados e novos conhecimentos ÊNFASE

Leia mais

Propriedades para investimento na Europa

Propriedades para investimento na Europa Propriedades para investimento na Europa Porquê investir em Londres: Os preços das propriedades em Londres foram resilientes durante a crise financeira global de 2008, mantendo a capital Londrina na posição

Leia mais

Pensou Outlet, pensou General Shopping Brasil.

Pensou Outlet, pensou General Shopping Brasil. Pensou Outlet, pensou General Shopping Brasil. O Outlet Premium avança pelo território nacional abrindo grandes oportunidades de negócios para você. Pensou Outlet, pensou General Shopping Brasil. Outlet

Leia mais

Produto mais sustentável

Produto mais sustentável Produto mais sustentável De maneira geral, um produto pode ser considerado mais sustentável por diversas razões: a) processo de fabricação com baixo impacto: consiste em produtos que eliminaram ingredientes

Leia mais

O Setor Elétrico Brasileiro e a Sustentabilidade no Século 21 Oportunidades e Desafios

O Setor Elétrico Brasileiro e a Sustentabilidade no Século 21 Oportunidades e Desafios O Setor Elétrico Brasileiro e a Sustentabilidade no Século 21 Oportunidades e Desafios Português Resumo Executivo Esta é a segunda edição revista e ampliada da publicação: O Setor Elétrico Brasileiro e

Leia mais

Shopping Iguatemi Campinas Reciclagem

Shopping Iguatemi Campinas Reciclagem Shopping Iguatemi Campinas Reciclagem 1) COMO FUNCIONA? O PROBLEMA OU SITUAÇÃO ANTERIOR Anteriormente, todos os resíduos recicláveis ou não (com exceção do papelão), ou seja, papel, plásticos, vidros,

Leia mais

Materiais consumidos e resíduos gerados pelos novos. domicílios construídos no Brasil nos últimos 12 anos.

Materiais consumidos e resíduos gerados pelos novos. domicílios construídos no Brasil nos últimos 12 anos. Materiais consumidos e resíduos gerados pelos novos domicílios construídos no Brasil nos últimos 12 anos. Em 2010, existiam 57,3 milhões de domicílios permanentes no Brasil. Desse total, 12,5 milhões são

Leia mais

Pesquisa de Expectativa de Emprego Manpower indica que ritmo de contratação no Brasil deverá manter-se forte no 3 º trimestre de 2012

Pesquisa de Expectativa de Emprego Manpower indica que ritmo de contratação no Brasil deverá manter-se forte no 3 º trimestre de 2012 Informações para a Imprensa: DFREIRE Comunicação e Negócios Tel. (11) 5505-8922 Debora Freire debora@dfreire.com.br Daniela Cabral danielacabral@dfreire.com.br Victor Santana victor@dfreire.com.br Pesquisa

Leia mais

Aliança do Setor Privado para a Redução do Risco de Desastres no Brasil. Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres

Aliança do Setor Privado para a Redução do Risco de Desastres no Brasil. Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres Aliança do Setor Privado para a Redução do Risco de Desastres no Brasil Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres Iniciativas Globais Aliança do Setor Privado para a Redução do

Leia mais

Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis

Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis usados, além do crescimento de renda da população e

Leia mais

Vamos ao shopping? Crescimento dos centros de compras atrai investidores de ações e de fundos imobiliários. Ainda há muito espaço para lucrar com eles

Vamos ao shopping? Crescimento dos centros de compras atrai investidores de ações e de fundos imobiliários. Ainda há muito espaço para lucrar com eles Página 1 de 5 INVESTIDORES Nº EDIÇÃO: 815 Investimentos 24.MAI.13-21:00 Vamos ao shopping? Crescimento dos centros de compras atrai investidores de ações e de fundos imobiliários. Ainda há muito espaço

Leia mais

Geração de Energia a partir do lixo urbano. Uma iniciativa iluminada da Plastivida.

Geração de Energia a partir do lixo urbano. Uma iniciativa iluminada da Plastivida. Geração de Energia a partir do lixo urbano. Uma iniciativa iluminada da Plastivida. Plástico é Energia Esta cidade que você está vendo aí de cima tem uma população aproximada de 70.000 mil habitantes e

Leia mais

Categoria Franqueador Pleno

Categoria Franqueador Pleno PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2013 Dados da empresa FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueador Pleno Razão Social: Astra Rio Saneamento Básico Ltda Nome fantasia: Astral Saúde Ambiental

Leia mais

INCA. coleta seletiva de lixo e gestão de resíduos, coletor solar para pré-aquecimento da água, células fotovoltaicas

INCA. coleta seletiva de lixo e gestão de resíduos, coletor solar para pré-aquecimento da água, células fotovoltaicas Durante a execução dos projetos de hospitais como Sírio-Libanês, Hospital Alemão Oswaldo Cruz e Santa Catarina, a MHA instituiu a sua área de Gerenciamento de Obras, até hoje um importante serviço oferecido

Leia mais

A StraubJunqueira tem como missão prestar consultoria em sustentabilidade para Greenbuildings e toda a cadeia da construção civil.

A StraubJunqueira tem como missão prestar consultoria em sustentabilidade para Greenbuildings e toda a cadeia da construção civil. 1. Quem somos A StraubJunqueira tem como missão prestar consultoria em sustentabilidade para Greenbuildings e toda a cadeia da construção civil. Nossa política é agir com ética, consciência, transparência,

Leia mais

Agosto. São Paulo Brasil. connectedsmartcities.com.br

Agosto. São Paulo Brasil. connectedsmartcities.com.br 03 a 05 Agosto 2015 São Paulo Brasil connectedsmartcities.com.br Por que Connected Smart Cities? As grandes e modernas cidades são, talvez, as mais importantes realizações do homem, por serem responsáveis,

Leia mais

Seja um Profissional em Energia Solar

Seja um Profissional em Energia Solar Seja um Profissional em Energia Solar Nós, da Blue Sol, acreditamos no empoderamento de todos os consumidores de energia elétrica no Brasil através da possibilidade de geração própria da energia consumida.

Leia mais

A REORIENTAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL BRASILEIRO IBGC 26/3/2015

A REORIENTAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL BRASILEIRO IBGC 26/3/2015 A REORIENTAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL BRASILEIRO IBGC 26/3/2015 1 A Situação Industrial A etapa muito negativa que a indústria brasileira está atravessando vem desde a crise mundial. A produção

Leia mais

CURSO FERRAMENTAS DE GESTÃO IN COMPANY

CURSO FERRAMENTAS DE GESTÃO IN COMPANY CURSO FERRAMENTAS DE GESTÃO IN COMPANY Instrumental e modular, o Ferramentas de Gestão é uma oportunidade de aperfeiçoamento para quem busca conteúdo de qualidade ao gerenciar ações sociais de empresas

Leia mais

SECOVI MINHA CASA, MINHA VIDA

SECOVI MINHA CASA, MINHA VIDA SECOVI MINHA CASA, MINHA VIDA Miriam Belchior Ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão São Paulo, 15 de julho de 2013 NOVOS MOTORES DO CRESCIMENTO Modelo brasileiro diversificou as fontes de crescimento

Leia mais

Recreio dos Bandeirantes. Fotos Ilustrativas

Recreio dos Bandeirantes. Fotos Ilustrativas Praia, sol e mar inspirando seus negócios e suas férias. No Heritage você terá um belíssimo cartão postal na sua janela e serviços de primeira classe ao seu alcance. Ande descalço, sinta a leveza do mar,

Leia mais

NERGIA LIMPA ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA: O Sol promovendo sustentabilidade e segurança energética para o Brasil

NERGIA LIMPA ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA: O Sol promovendo sustentabilidade e segurança energética para o Brasil ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA: O Sol promovendo sustentabilidade e segurança energética para o Brasil Geração distribuída e centralizada, leilões e incentivos fiscais contribuem para geração de energia solar

Leia mais

SAPIENS PARQUE PARQUE DE INOVAÇÃO. Pilares SAPIENS. Clusters SAPIENS. Atores SAPIENS. Estrutura SAPIENS

SAPIENS PARQUE PARQUE DE INOVAÇÃO. Pilares SAPIENS. Clusters SAPIENS. Atores SAPIENS. Estrutura SAPIENS PARQUE DE INOVAÇÃO Pilares SAPIENS SAPIENS PARQUE Clusters SAPIENS Scientia - Unidades acadêmicas e de P&D voltadas para a geração de conhecimentos científicos e tecnológicos avançados. Tecnologia - Empresas

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA APRESENTAÇÃO CORPORATIVA Julho 2009 Apoio Corporativo Áreas de Atuação Companhias Abertas 65,5% Incorporação 5,8% Aço 28,4% Energia Geração & Distribuição 68 anos de operação; Liderança em diversos mercados;

Leia mais

Relatório do Administrador FIP BVEP PLAZA

Relatório do Administrador FIP BVEP PLAZA Relatório do Administrador FIP BVEP PLAZA 3º Trimestre 2014 O Fundo O FIP BVEP PLAZA tem como objetivo o investimento na empresa BVEP Empreendimentos Imobiliários SPE III S.A. que é proprietária de 100%

Leia mais

A nova classe média vai às compras

A nova classe média vai às compras A nova classe média vai às compras 18 KPMG Business Magazine Cenário é positivo para o varejo, mas empresas precisam entender o perfil do novo consumidor Nos últimos anos o mercado consumidor brasileiro

Leia mais

Conheça a MRV Engenharia

Conheça a MRV Engenharia Conheça a MRV Engenharia MRV em Números Ficha técnica MRV Engenharia Número de empregados nas obras (média 2014)...23.704 Vendas Contratadas (R$ milhões) (2014)...R$ 6.005 Receita liquida (R$ milhões)

Leia mais

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras 1. DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente para o desenvolvimento sustentável, das áreas onde atuamos e

Leia mais

RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA

RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA Participantes: Dr. Roberto Simões, presidente do CDN (Conselho Deliberativo Nacional) e Dr. Carlos Alberto dos Santos, Diretor Técnico do Sebrae Nacional. Objetivo:

Leia mais

Plano de Negócios. Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa. Modelo de Planejamento prévio

Plano de Negócios. Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa. Modelo de Planejamento prévio Plano de Negócios Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa Modelo de Planejamento prévio Fraiburgo, 2015 Plano de Negócios Um plano de negócios é uma descrição do negócio

Leia mais

Urban View. Urban Reports. Existe apagão de hotéis no Brasil? O setor diz que não. Reportagem do portal Exame.com 28/04/2011

Urban View. Urban Reports. Existe apagão de hotéis no Brasil? O setor diz que não. Reportagem do portal Exame.com 28/04/2011 Urban View Urban Reports Existe apagão de hotéis no Brasil? Reportagem do portal Exame.com 28/04/2011 Problemas de superlotação são pontuais, segundo hoteleiros e consultores trânsito da cidade ficasse

Leia mais

Campus Cabo Frio. Projeto: Incubadora de Empresas criação de emprego e renda.

Campus Cabo Frio. Projeto: Incubadora de Empresas criação de emprego e renda. Campus Cabo Frio Trabalho de Microeconomia Prof.: Marco Antônio T 316 / ADM Grupo: Luiz Carlos Mattos de Azevedo - 032270070 Arildo Júnior - 032270186 Angélica Maurício - 032270410 Elias Sawan - 032270194

Leia mais

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Parceiros de serviços em nuvem gerenciada Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Implemente a versão mais recente do software da SAP de classe mundial,

Leia mais

Relatório do Administrador FIP BVEP PLAZA

Relatório do Administrador FIP BVEP PLAZA Relatório do Administrador FIP BVEP PLAZA 2º Trimestre 2014 O Fundo O FIP BVEP PLAZA tem como objetivo investir na empresa BVEP Empreendimentos Imobiliários SPE III S.A. que é proprietária de 100% do empreendimento

Leia mais

O sucesso da política depende do forte comprometimento de cada um dos envolvidos no processo, de governo e empresas até consumidores.

O sucesso da política depende do forte comprometimento de cada um dos envolvidos no processo, de governo e empresas até consumidores. ECONOMIA - 19/08/14 BRIEFING DE POSICIONAMENTO SOBRE A POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS 1. CONTEXTO Posicionamento geral para quaisquer entrevistas realizadas no âmbito da terceira edição do projeto

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

Posição da indústria química brasileira em relação ao tema de mudança climática

Posição da indústria química brasileira em relação ao tema de mudança climática Posição da indústria química brasileira em relação ao tema de mudança climática A Abiquim e suas ações de mitigação das mudanças climáticas As empresas químicas associadas à Abiquim, que representam cerca

Leia mais

Rodobens é destaque no website Infomoney

Rodobens é destaque no website Infomoney Rodobens é destaque no website Infomoney Por: Conrado Mazzoni Cruz 19/04/07-09h55 InfoMoney SÃO PAULO - Atualmente, falar sobre o mercado imobiliário brasileiro é entrar na discussão sobre um possível

Leia mais

Turismo de (bons) negócios. 26 KPMG Business Magazine

Turismo de (bons) negócios. 26 KPMG Business Magazine Turismo de (bons) negócios 26 KPMG Business Magazine Segmento ganha impulso com eventos internacionais e aumento da demanda interna Eventos mobilizaram mais de R$ 20,6 bilhões em 2011 A contagem regressiva

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL

RESPONSABILIDADE SOCIAL RESPONSABILIDADE SOCIAL Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Profa. Lillian Alvares TODO COMPORTAMENTO TEM SUAS RAZÕES. A ÉTICA É SIMPLESMENTE A RAZÃO MAIOR DAVID HUME DEFINIÇÕES

Leia mais

O Mundo em 2030: Desafios para o Brasil

O Mundo em 2030: Desafios para o Brasil O Mundo em 2030: Desafios para o Brasil Davi Almeida e Rodrigo Ventura Macroplan - Prospectiva, Estratégia & Gestão Artigo Publicado em: Sidney Rezende Notícias - www.srzd.com Junho de 2007 Após duas décadas

Leia mais

O setor hoteleiro do Brasil às portas da Copa do Mundo. Roberto Rotter 20 de setembro de 2013

O setor hoteleiro do Brasil às portas da Copa do Mundo. Roberto Rotter 20 de setembro de 2013 O setor hoteleiro do Brasil às portas da Copa do Mundo Roberto Rotter 20 de setembro de 2013 Panorama atual da hotelaria - Brasil Total de hotéis: 10 mil Total de UH s: 460 mil Fonte: Hotelaria em Números

Leia mais

21/03/2012. Arquitetura e Urbanismo Tópicos Especiais em Preservação Ambiental

21/03/2012. Arquitetura e Urbanismo Tópicos Especiais em Preservação Ambiental Arquitetura e Urbanismo Tópicos Especiais em Preservação Ambiental Prof. João Paulo O LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) é um sistema de certificação e orientação ambiental de edificações.

Leia mais

AS PRINCIPAIS MUDANÇAS PROPOSTAS PELA PREFEITURA DE SÃO PAULO PARA O NOVO PLANO DIRETOR ESTRATÉGICO DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO

AS PRINCIPAIS MUDANÇAS PROPOSTAS PELA PREFEITURA DE SÃO PAULO PARA O NOVO PLANO DIRETOR ESTRATÉGICO DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO AS PRINCIPAIS MUDANÇAS PROPOSTAS PELA PREFEITURA DE SÃO PAULO PARA O NOVO PLANO DIRETOR ESTRATÉGICO DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO Marcia Heloisa P. S. Buccolo, consultora jurídica de Edgard Leite Advogados

Leia mais

A mudança na aquisição de soluções de tecnologia da informação. O que significa para a TI e a linha de negócios (LOB)

A mudança na aquisição de soluções de tecnologia da informação. O que significa para a TI e a linha de negócios (LOB) A mudança na aquisição de soluções de tecnologia da informação Maio de 2014 O novo comprador de tecnologia e a mentalidade de aquisição Existe hoje um novo comprador de tecnologia da informação Esse comprador

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO 2014/2020 FARROUPILHA - RS

PLANO DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO 2014/2020 FARROUPILHA - RS PLANO DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO 2014/2020 FARROUPILHA - RS 22 de Outubro de 2014 AGENDA Relembrar o conceito de Plano Municipal de Turismo Etapas percorridas no desenvolvimento do PMT de Farroupilha

Leia mais

LOCAIS DE TRABALHO COM QUALIDADE E PRODUTIVIDADE PROJETOS ARQUITETÔNICOS

LOCAIS DE TRABALHO COM QUALIDADE E PRODUTIVIDADE PROJETOS ARQUITETÔNICOS LOCAIS DE TRABALHO COM QUALIDADE E PRODUTIVIDADE PROJETOS ARQUITETÔNICOS PROJETOS ARQUITETÔNICOS 01 NOSSOS SERVIÇOS Após 35 anos de experiência na área de edificações para o mercado imobiliário gaúcho,

Leia mais

4, 5 e 6 de novembro - 2008. O Maior Encontro Sobre Investimentos e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário Latino Americano

4, 5 e 6 de novembro - 2008. O Maior Encontro Sobre Investimentos e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário Latino Americano O Maior Encontro Sobre Investimentos e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário Latino Americano 4, 5 e 6 de novembro - 2008 São Paulo - Transamérica Expo Center www.cityscapelatinamerica.com.br 3,000 participantes

Leia mais

Política de Sustentabilidade

Política de Sustentabilidade Política de Sustentabilidade Síntese O Compromisso ALIANSCE para a Sustentabilidade demonstra o nosso pacto com a ética nos negócios, o desenvolvimento das comunidades do entorno de nossos empreendimentos,

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL-AERONÁUTICA. Iron House Real Estate

RELATÓRIO DE ESTÁGIO INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL-AERONÁUTICA. Iron House Real Estate INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL-AERONÁUTICA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Iron House Real Estate São Paulo-SP, 18 novembro de 2013 Herton Ferreira Cabral Junior FOLHA DE APROVAÇÃO

Leia mais

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PROPOSTA DE AÇÃO Criar um fórum permanente onde representantes dos vários segmentos do poder público e da sociedade civil atuem juntos em busca de uma educação

Leia mais

CERTIFICAÇÃO LEED O QUE CERTIFICA E COMO E-BOOK GRATUITO DESENVOLVIDO PELA SITE SUSTENTÁVEL

CERTIFICAÇÃO LEED O QUE CERTIFICA E COMO E-BOOK GRATUITO DESENVOLVIDO PELA SITE SUSTENTÁVEL CERTIFICAÇÃO LEED O QUE CERTIFICA E COMO E-BOOK GRATUITO DESENVOLVIDO PELA SITE SUSTENTÁVEL Introdução: A tendência de sustentabilidade e respeito ao meio ambiente estão tomando conta de diversos setores

Leia mais

ENERGY EFFICIENCY INDICATOR

ENERGY EFFICIENCY INDICATOR ENERGY EFFICIENCY INDICATOR Resultados 2011 Parceiros Brasil 1 A PESQUISA ENERGY EFFICIENCY INDICATOR Em sua quinta edição, a pesquisa atingiu quase 4 mil respondentes A pesquisa global Energy Efficiency

Leia mais

Empresas aéreas continuam a melhorar a rentabilidade Margem de lucro líquida de 5,1% para 2016

Empresas aéreas continuam a melhorar a rentabilidade Margem de lucro líquida de 5,1% para 2016 COMUNICADO No: 58 Empresas aéreas continuam a melhorar a rentabilidade Margem de lucro líquida de 5,1% para 2016 10 de dezembro de 2015 (Genebra) - A International Air Transport Association (IATA) anunciou

Leia mais

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini agosto 2015

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini agosto 2015 Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini agosto 2015 GESTÃO DO ESTOQUE DE UNIDADES PRONTAS Eco, MBA R.E., Mestre em Eng. Civil, Alfredo Eduardo Abibi Filho Dir. Inc. Jal Empreendimentos

Leia mais

A economia brasileira e as perspectivas do investimento Luciano Coutinho Presidente do BNDES

A economia brasileira e as perspectivas do investimento Luciano Coutinho Presidente do BNDES A economia brasileira e as perspectivas do investimento Luciano Coutinho Presidente do BNDES O Brasil ingressa em um novo ciclo de desenvolvimento A economia brasileira continuarácrescendo firmemente nos

Leia mais

PORT Technology A solução inteligente para o tráfego em seu edifício. Gerenciamento de Tráfego

PORT Technology A solução inteligente para o tráfego em seu edifício. Gerenciamento de Tráfego A solução inteligente para o tráfego em seu edifício. Gerenciamento de Tráfego Nas grandes cidades, a vida segue em ritmo acelerado e constante. As megacidades do mundo enfrentam inúmeros desafios para

Leia mais

Jardins urbanos suspensos

Jardins urbanos suspensos Jardins urbanos suspensos Retirado do site: Mercado Ético - 16/06/2011 12:22:58 Seu nome é Jardins de Cristal (Crystal Gardens), uma referência direta à interessante combinação de vidro e verde. Mas os

Leia mais

Gerenciamento de Propriedade & Soluções de Engenharia

Gerenciamento de Propriedade & Soluções de Engenharia Gerenciamento de Propriedade & Soluções de Engenharia Há 25 anos, a Engepred associa o conhecimento sobre o mercado imobiliário à experiência de promover o melhor funcionamento de shoppings centers, prédios

Leia mais

Metodologia. Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Público Alvo: Amostra: 500 entrevistas realizadas. Campo: 16 a 29 de Setembro de 2010

Metodologia. Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Público Alvo: Amostra: 500 entrevistas realizadas. Campo: 16 a 29 de Setembro de 2010 Metodologia Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Através de e-survey - via web Público Alvo: Executivos de empresas associadas e não associadas à AMCHAM Amostra: 500 entrevistas realizadas Campo: 16

Leia mais

Otimismo desenvolvedoras de softwares

Otimismo desenvolvedoras de softwares Otimismo nas nuvens Ambiente favorável alavanca negócios das empresas desenvolvedoras de softwares, que investem em soluções criativas de mobilidade e computação em nuvem para agilizar e agregar flexibilidade

Leia mais

O Mercado de Energia Eólica E e no Mundo. Brasil: vento, energia e investimento. São Paulo/SP 23 de novembro de 2007

O Mercado de Energia Eólica E e no Mundo. Brasil: vento, energia e investimento. São Paulo/SP 23 de novembro de 2007 O Mercado de Energia Eólica E no Brasil e no Mundo Brasil: vento, energia e investimento São Paulo/SP 23 de novembro de 2007 Energia: importância e impactos A energia é um dos principais insumos da indústria

Leia mais

NORMAS DE DESEMPENHO: Alinhamento da Arquitetura Brasileira aos Padrões Mundiais de Projeto

NORMAS DE DESEMPENHO: Alinhamento da Arquitetura Brasileira aos Padrões Mundiais de Projeto 38 a. ASSEMBLEIA & 1º FORUM ANUAL 21 de Maio de 2010 NORMAS DE DESEMPENHO: Alinhamento da Arquitetura Brasileira aos Padrões Mundiais de Projeto Arquiteta Ana Maria de Biazzi Dias de Oliveira anabiazzi@uol.com.br

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Política de Responsabilidade Socioambiental SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 OBJETIVO... 3 3 DETALHAMENTO... 3 3.1 Definições... 3 3.2 Envolvimento de partes interessadas... 4 3.3 Conformidade com a Legislação

Leia mais

Grande Florianópolis: Os melhores negócios acontecem aqui.

Grande Florianópolis: Os melhores negócios acontecem aqui. Beira-Mar de São José kplatz.com.br Grande Florianópolis: Os melhores negócios acontecem aqui. Crescer e se desenvolver. Palavras-chave que destacam a Região Metropolitana da Grande Florianópolis. As mais

Leia mais

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Setembro de 2010 Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente

Leia mais

740 mil pessoas estão à espera da sua loja.

740 mil pessoas estão à espera da sua loja. 740 mil pessoas estão à espera da sua loja. Imagem ilustrativa Fonte: Relatório Mapeamento de Mercado Potencial China Associados Geomarketing. Polo de desenvolvimento do NOROESTE PAULISTA, a região de

Leia mais

CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL CDES GT MATRIZ ENERGÉTICA PARA O DESENVOLVIMENTO COM EQUIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL CDES GT MATRIZ ENERGÉTICA PARA O DESENVOLVIMENTO COM EQUIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL CDES GT MATRIZ ENERGÉTICA PARA O DESENVOLVIMENTO COM EQUIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL COLÓQUIO EMPREGOS VERDES E CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS 20.08.2009

Leia mais

FII Shopping Pátio Higienópolis (SHPH11)

FII Shopping Pátio Higienópolis (SHPH11) Objeto do Fundo O Fundo tem por objeto adquirir e participar da implantação, do desenvolvimento, e da exploração, incluindo eventuais expansões de parte do empreendimento imobiliário denominado Condomínio

Leia mais

A CRISE ENERGÉTICA E AS EMPRESAS DE ENERGIA DO FUTURO (*)

A CRISE ENERGÉTICA E AS EMPRESAS DE ENERGIA DO FUTURO (*) A CRISE ENERGÉTICA E AS EMPRESAS DE ENERGIA DO FUTURO (*) Enquanto o Brasil vinha insistindo em uma política energética privilegiando grandes usinas e extensas linhas de transmissão, cada vez mais distantes

Leia mais

A rede de franquias nº 1 em produtividade do mundo

A rede de franquias nº 1 em produtividade do mundo FRANQUIA A rede de franquias nº 1 em produtividade do mundo A rede de franquia com maior volume de vendas nos EUA. (Real Trends 500 2011) Primeiro sistema de franquias imobiliárias da América do Norte

Leia mais

Açotubo anuncia fusão com Incotep e Artex Aços Inoxidáveis

Açotubo anuncia fusão com Incotep e Artex Aços Inoxidáveis Açotubo anuncia fusão com Incotep e Artex Aços Inoxidáveis Ter, 02 de Agosto de 2011 07:13 Com base nos movimentos de mercado e da companhia alinhados ao aquecimento da indústria e economia brasileiras,

Leia mais

PESQUISA CENÁRIO 2010-2015: DESAFIOS ESTRATÉGICOS E PRIORIDADES DE GESTÃO

PESQUISA CENÁRIO 2010-2015: DESAFIOS ESTRATÉGICOS E PRIORIDADES DE GESTÃO PESQUISA CENÁRIO 2010-2015: DESAFIOS ESTRATÉGICOS E PRIORIDADES DE GESTÃO PESQUISA RESPONDENTES 1065 executivos (as) PERÍODO De 02 a 17 (Novembro de 2009) CEOs Diretores UNs Diretores Funcionais QUESTIONÁRIO

Leia mais

Criando Oportunidades

Criando Oportunidades Criando Oportunidades Clima, Energia & Recursos Naturais Agricultura & Desenvolvimento Rural Mercados de Trabalho & Sector Privado e Desenvolvimento Sistemas Financeiros Comércio & Integração Regional

Leia mais

O Mercado de Energias Renováveis e o Aumento da Geração de Energia Eólica no Brasil. Mario Lima Maio 2015

O Mercado de Energias Renováveis e o Aumento da Geração de Energia Eólica no Brasil. Mario Lima Maio 2015 O Mercado de Energias Renováveis e o Aumento da Geração de Energia Eólica no Brasil Mario Lima Maio 2015 1 A Matriz Energética no Brasil A base da matriz energética brasileira foi formada por recursos

Leia mais