ESCANDALO DOANO Cunha\'iannadeu

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESCANDALO DOANO Cunha\'iannadeu"

Transcrição

1 Li w MONSTnU ESTRANGULA MOA DE 22 ANOS Sexo, drogas e mistério. r Polêmica na âmara Máquinas da Prefeitura utilizadas na châcara de ESANDALO DOANO unha\'iannadeu 1) rodoviária de presente para urn amigo Jucundino Furtado e Matos Leão envolvidos 5 r 1, _; 'S. ' campo esta se armando Atnoioa1os corn o; constantes ass rrsc. p ilto do Qeste esto w armando OOt i :. t,rn tunas aqrcotas. P/iginas 8 e 9. Policia Federal prende dois em ascavel: maconha A Policia Federal corlin 1 ascavol na pista de uma aratwo priso err flaqraute do dtias p5 qitantidade de maconha, soas err ascavel. esta 'emana. Na cidade,cjrculamboat(,sdt par tràfico de droyas. U dt'euado quo pel o menos i nco pessoas Vaulter J acini nào inforuron Os. todas de certo rivet social riomes dos implicados, adiantair toriam sido detidas pela Policia Paqtria 3 vereador do apenas que agonies federat S Federal nos ültinios dias. mas ee oritirluam as Edna Oliveira, nv'sttqiiôes curfindo as pis,o1. ' dotaiho no pode ser contirniado DRETORA DE ESOLA PROESSA VEREADOR Severino Sacomori sera' acionado na justica por inj(iria

2 V iq 9ERMN 11 GATT BANA RDULO E LEVA TROFEU UNHA DE FOME "De Gatti a gato a distância é minima" Panda no tempo em oue o coronei Oóvis Vanna era prefeito de Foz do guacu, urna famuia de rniraveisvinda de ascavel pôsse a plantar estacas para erguer urn barraco de ona no barrro Bolcproximidades da sede dee jornal. Em questão de horas, urn fiscal da Prefeqtura estava là notificando, por escrito, que a farnilia não poderia instal arse. pois o terreno fazia parte da rua. Não tendo para onde ir, os pobres continuaram a erguer barraco, então a Prefeitura enviou ao local urn camnháo que levou a famiua corn seus pertences e Os jogou numa tavela as màrgens do rio Parané. Ha muito tempo, o ernpresário Herrninio Gatti, dono do Hotel arimã e de sabe là o dobo ouanta coisa mais, vem perturbando a vicia de uma peouena escola municipal e de muita gente que vive nasproximidades, masrrão se rendenern mesmo depoi s que suasatitudes são denunciadas pela imprensa, provocom reunibes de protesto na comunidade, rectamacöes da amara de Vereadores e pedidos da Prefeitura Municipal. Alegando que a estrada que cia acesso a Escola Anita Garibaldi, stuada em frente ao Hotel arimã A margam esquerda do estrada das ataratas, passa sobre sua propriedade, Herminio Gatt insiste em interromper tr5ns4tu corn pedras sem que tenha havido, ate agora, meios de acabar corn tal de gespeito e arrogãncia. Não bastasse isso, Herminio Gatti colocou urna imensa ploca corn propaganda do seu hotel no terreno da Estrada das ataratas, quase sobre a pista, desobedecendo as leis do DNER impunemente. Na me&na linho de voracidade, construiu urn poslo de gasolina e teria invadido alguns metros de terreno pertencente ao dr. Nelson Mendes, medico chefe do 9 Distrito Sanitârio, conforme acusa mesrno proprietàrio. E, para cornpletar, segundo comentarn pessoas que o conhecern mais de perto, Gatti seria urn notärio soneaador de impostos, especificarnente no que se refere ao pagarnento de taxas relativas a obras de amptiaçào de suas edi fi cacö es. Para completar, removeu a toldo do Oonto de ônibuspróximo ao posto de combustiveisde sua propriedade e cortou uma fileira do àrvores que haviam siclo plantadas por Nelson Mendesno terreno já invadido pela construção do posto. Especificarnente no caso do obstrução da estrada que dã acesso a Escota Anita Garibaldi, a irnpertinéncia do empresàrto consagra o mats refirrado egoismo e de&riascara a discriminac.ão corn que são tratados pelos poderes püblicos Os cidadãos que, por iiecessidade ou arnbicão pura. ofendem Os interesses coletivos. de fato curioso que, para manter uma estrada aberta, urna cornunidade escolar, a àmara de Vereadorese a Prefeitura tenharn de se rnovimentar por tratarse de pessoa que "nem sabe o que tern", como s costuma dizer dos ricos do cidade, enquanto se se tratasso de algum humilde desafortunado o problema seria resolvido corn uma simples ordem, urna ameaca ou urn ato de violéncia. Assirn e que, depois de urna riütil "viacrucis' que se arrasta ha anos, a diretora do Escola Anita Garibaldi, Maria do armo Teixeira Pedro, decidi'i errtregar a questao a àmara de véreadores e ao prefeito Wadis Benvenutti pea.. Maria do armo: "Herminto Gate é un egoisza" rnosda Associacãode Poise Professores, para o que convocou uma assenrbléia ua semana passada. TAAAO A professora Mario do arnio esperava a presenca de todos Os vereadores, mas compareceram rcmente Dobranclino Gustavo da Sva, iro Diase Emerson Waaner alérn dos prof essoras e pats dos a lunos. "Pedirnos, irnploramos, brig3mos, fizemosacordos, masc Hi,rrninio Gtti nào cumpre a quo promete, por isso estamos confiantesde que quern tern poder oncorflre unia sot ucao disse a diretora 3 abrir a reunião. Ba cor;tou q uo a estrada cxi ste ha mats de 4 anos e não entende comb é postvel quo esteja aberta sabre terreno cujo dorninto é reiviridicado pelo poder püblico e ao mesmo tempo polo ernpresário. Maria do rmo diretora do Esco La ha 5 anos e relata que, quando assurniu, quern interditava a estrada era o DNER, ocasião em que Herminio Gatti prestava todo tipo de ajucla ao estabelecimento de ensino. "Ele ajudava a escola doando came e outras coisa na ota junto ao DNER e ao prefeilo unha Vianna para manter a es trada aberta, ole apotava e ate me levava de carro para que eu fosse a Prefeitura, mas so depots do dots anos descobri todo a egoismo quo se escondia por trás daquela falsa qenerosi dade". Do prefeito unha Vianna, a diretora n cebia garantiasde que a estrada estava aberta em terreno püblico e a autorizava a remover os empecilhos colocados e mesmo cortar os fins de uma cerca que fora colocada pra impedir o tràtego. Depots de muitas idas e vindas, o acesso lot reaberto, mas então Herminto Gatti mudou de a titude antes do culpava o DNER, depots passou ele proprio a colocar eritulhos na estrada. " at me dot conta de quo etc estava me usando" acusa Maria do armo. "Enquanto era o DNER que colocava obstácuos, o Gatti me apoi ova, era a favor cia abertura (La estrada. mas issa era so para ele poder tomar conta, porque em seguida tot ele quem cornecou impedir o acesso a Escola. Agora, eu jà gastei dois vestidos, que estao rasgados là em casa, no traba ho de remover pedras e tocos de árvores que ele coloca no carniriho". Quanto a escrituracão dos terrenos parece reinar cornpleta confusão no local, a começar pelo fato de a Escola Anita Garibaldi estar construida sabre urna area que teria sido cedida a Prefeitura por Herminio Gatti em troca de outra, som contudo passar os documentosda propriedade. Em todo caso, me&no que a estrada passe sobre terreno particular do empresário, inadmissivel que a ganãncia individualista so sobreponha do modo tao abusivo ao interesse coletivo. "Já nào basta esta Escola estar construida sabre urn banhado7' pergunta a diretora. "Agora temos de ver alunos, pats, professores e moradores daqui sem aminho para passar? E vejam que isto aqut não funciona apenas omo escola. estabetecimento serve de capela, corn missa duas yezes por més, catequese, reunibes do grupo de jovens cristãos e outras atividades. Ate 16 elegemos So Sebastilio como nossa padroeiro" diz Maria doarmo. MPOSEVELRNOR Na reunião da APP, a vereador Emerson Wagner so disse amigo de Herminio Gatti, mas prometeu que nern por isso deixa de considerar inaceitável sua atitude. "Vou denuriciar na amaro, you falar corn prefeito novamerite, porque já falei a ele me pediu que levantasse o problema na âmara para lhe dar força. Se for precisa, vamos apelar a Justi.a" disse. Por sua vez, o vereador Dobrandino Gustavo do Sva preferiu culpar diretamente prefeito Wadis Benvenutti: " uma irnomalidade. probtema é da alcada direta do Poder Executivo. Vou denunciar o prefeito no tribuna da amaro porque ele jà devia ter resolvido o caso sem causar todos estestranstornos e todas estas reuniöes". E o vereador iro Dias debitou a culpa ao governo do PDS no municiplo, "desde o tempo do coronet Vianna o desde a localização do Escola, edificada sabre urn banhado". Já o dr. Nelson Mendes, mats intrigado corn Gatti do que a Esco a Anita Garibaldi, aproximouse mais que outros do quo cada urn realmente queria dizer: "De Gatti a gato a distãncia tonética é pequena". Na sessão da àmara que se seguiu a reunião no Escola, sunto foi Levantado corn as iras correspondentes. Emerson Wagner, por exemplo, enveredou ate pelos carninhos da Psicanátise ao suqerir que "esse elernento revelou toda sua petuláncia impedindo o acesso das criancas a uma escola: deve ser porgue não teve a hombridade do ter filhos" metralhou. De ato, a obsessào por posses e dorninios por porte de certas peas, especial mente as mats ricas, não tern limites e chega a ser deprirnente. Alguns parecern inclinados a notabilizarse justa mente pelo niau caráter do egoismo e da avareza mats desenfreaddo. Ainescrupulosidade.o impeto voraz e a absoluta falta de cooperacão corn a comunidade j valeu ao "ernpresário" Laurindo Ortega o titulo de "Tio Patinhas' do Foz do guacu. Mas diante do comportamento de Herminio Gatti, Ortega pode perder a condecoraçãb ou passar a dividila corn este que, a partir do agora, pode muito bern sor coritemplado corn o "Trofu Unha de Fome"

3 w POLEMA NA AMARA Máquinasda Prefeitura fazem campo de futebol na chácara de Secomori :, ' Apos malta insstefla junto ao t)rm, o sereador Antonio das Gra ças conseguiu gazer corn que maquinas da Prefeitura fossem deslocadas para o patrolamento das ruas do Rinâo Sin Francisco, na semana nassada. A ategria dos morados, entretanto, durou muito pouco: as màquinas trabaiharam apenas urn dia e depois "sumiram do mapa".o fato intrigou vereador, que loi ter urns tonversinha corn o prefeito Widis Benvenutli: ' Wàdis.me garanbu que as rnáquinas estavam no RincãO e,d,ante da minha resposta negativa, etc telelonou ao Vjtório Basso e esle the talou que as mãquinas haviam quebrado" Após alguinas unvestigacoes, o vereador Antonio das Graças descobiu, escandatizado, que o tquipamento so estisera por urn dia Rincão São Francisco e depois "fora desvtado para a chãcara do vereador Severino Sacomori, sendo empregado em trabaihos de terraplnagem de urn campo de lutebol suico e na abertura de urna valeta". justamente na chácara de Sacomori as màquinas teriam quebrado, ficando par la mesmo. Na sessão do dia 3, Antonio das tracas sublu a tribuna da ãmara de lot para acusar Sacomori de ter desviado as maquinas e aconselhouo a que da próxima s'ez procurasse urn trator de esteiras para abrir valetas, "porque uma motoniseladora não pode later esse servico". vereador Dobrandino Gustavo da Silva pediu ao lider do prefeito, vereador Emerson Wagner, que verificasse esses fatos junto a municipalidade e que se esiitasse que máquinas da Prefeitnira atendessem a particutares. Severino Sacomori tentou justificarse, alegando que "as mãquinas apenas fiteram o controle da erosão em uma rua nas proimidades da minha chãcara' e convidou 'todos os sereadores para lazerem urna sita a minha propriedade e comprovarem que este sereador (referindose a Antonio das Gracas) está (allando corn a verdade". No dia seguinle, os vereadores Antonio das Gracas, Perci Lima, lustino Bianco e Arialba Freire foram ate a chàcara e constataram que as màquinas fizeram servicos alérn do que o vereador havia afirmado. Li estasam urn carnpo de lutebol suico e algumas valetas abertas corn urna pafrola, quando deveria sido utilizado urn trator de esleiras. Hortas e lefte de soja nas escolas. sto fi possifivam51. S "A,6,. * XL ; ill 4. Os vereadores observam o trabaihi, no ampo de tutebol No dia seguinle o vereador Antonio das Gracas estava na ãmara de \'ereadores, encontrou Sacornori. trasn,use então a seguinte diálogo, presencido por urn reporter de Nosso Tempo: SAOMOR Voc foi na minha propriedade scm minha ordem. sso é invasào de dornicitio e eu não permito uma coisa dessas1 A. DAS GRA(AS Mas foi voce mesmo quem sugeriu a formacão deuma comissào para... SAOMOR \/ocê fica olhando so o meu lado Por que nan denuncia também as màquinas na pro. priedade do Wilson e do lonil Por que não clemincio, os roles da (irefran e a jogalinas dos seus companheirost A. DAS GRAcAS Sc vocè sabe disso tudo, por qué não denuncia t Na sessão da noite seguinte,seve rino Sacomori confirmou que o e quipamento municipal fora utilizado para fazer o campo de futebot, mas garantiu que ' Sr. VitOrio Basso estasa junto e, portanto, eu não desviei as máquinas". Sacomori elogiou o trabalho do DRM em fazer campos de futebol, "pois i meta d, prefeito prestigiar os esportistas.' ustino Bianco solicitou urn aparte para dizer que "os vereadores deveriam ter uma máquina a sua disposicão" e acusou o vereador Sac,mori de "ter mais sorte que nos" em conseguir as máquinas da Prefeltura. Em seguida Antonio das Gracas foi nesamente a tribuna para acusar nlais uma vez Severino Sacomori: "Na sessao passada dc tatou que eu era mentiroso e as senhores puderam comprovar que mentiroso etc mesnso. E tacit later campanha nas costas dos outros, mas no Rincão São Francisco V. sa. val tevar ovo podre' porque 'se a máquina nao isiesse quebrado fazendo serviços em sua propriedade poderia estaria estar ate hoje trabaihando em nosso bairro". lider do prefeito na ãmara, tmerson Wagner, tambm usou da palacra para diter que "o Sacomori não desviou as mãquinas, pois Sr. VitOrin Basso acomp,inhou us traba hos. t intencão do prefeilo construst mais campos de futebot de suiço,pois dc entende que enquanto os jovens estào praticando esporle nâo estão aprendendo vicios". Perci Lima respondeu na hora "Acho muito bonito o gsto do pvcleito mas seria válido construir campos onde esiste densidade populacional e não em lugares afastados como na chicara do vereador Sacomon, Diretora do Monsenhor vai processar Sacomori Ele disse que a professora " nao e flor que se cheire" A diretora da scola Estaduat Monsenhor Guitherme, professora sone Muller, anunciou esta semana que vai processar o vereador Sevenno SacornOri, atrases do assessor junidico da APP, Eliud José Borges. Eta se baseia para isto nas dedaraçoes do edit feitas desde a tribuna da amara Municipal A gota d'âgua, que levou.i diretora tomar a decisão de processar vs vereador foi a atirmacão feita nor Sacomori na sess.ão do dia 5. Etc disse que os vereadores devern "analisar a conduta dessa diretora do colgio, que nào é (br que se cheire'. "allaire lvonej Sacomori comecou quando numa tarde em que a diretora do Monsenhor Guilherme na y se enconirava no estabelecimenlo, o vereador dissidente do PMDB, 'untarnente corn Bianco e koelbl, estiveram na escola. Sacomon na ocasiao fez vãrjas cniticas e no dia segilinte soltou acompanhado par Perci e urn jornalista. Da tribuna da ãmara,sacornoni teceu vãnias criticas i professora vone Muller, culpou a mesma peta situacào da escola e pediu sua de Assirn que leone tornou conhecimento da campanha desencadeada contra eta pelo vereador, reuniu as atunos e espôs a situacão. Os estudantes fizeram então uma assembléia e decidiram fazer uma manifestaçào de desagravos diretoas (oram ate a Praca GetOlio Vangas, onde protestaram contra a yereador Sacomori. Desde então, Severino Sacomoni tern continuado corn sua campanha contra a diretora, que segundo comentarios nada mais do que intenferéncia nos assuntos internos do estabelecimento, "te està querendo aparecer", afirmou urn dos alunos igados an entro ivico. A si(uacào da (scola Morisenhor Guilberme em sido diculgada cons tantemente pela atual diretora, que dedara estar arrependida por não pedir uma sindicància da situacão da escola, assim que tomou posse. Apesar de haver encontrado o estabelecimento em estado de ruina leone Muller tern procurado resolver os problemas em que pese a falta de recursos, " colgio estava desacreditado pela populacâo. Assirn que assumi procurel resolver em primeiro lugar os probkmas administrativos. A diretoria anterior nào lazia relatórios desde obamos tudo em ordem e entregarnos OS diplomas aos alunos que jà estavam lormados", diz vone. Eta reconhece que muita coisa precis.a ser teita, reconstruida, ate que aescota esteja em condicôes. Para isto tern procurado amay es de vânios canais buscar recursos para recuperar tudo que foi destruido durante os vàrios anos de abandono em que esteve o Mons,enhor Guilherme. F em sue lute tern coolsdo corn o apoio dos alunos e professores. Quanto ao caso Sacomoni, tudo indica serà entregue 3r Justica, ji que a Associação dos Professores do Parana comprou a briga, na medida em que hipotecou total sotidaniedade a leone Muller.Nos Ottimos dias mais de 23 nácleos regionais enderecaram mocoes a favor da dretora e repudiando as acusacoes do SacomonO presidente da APP,professon zais Ogliari, envou correspondência a professora leone Muller, comunicando que o onselho Geral da APP decidirà emitir voto de apoio diretora e repudiou "a atitude depluravel e mesquinha tomada pelo vercador Sevenino Sacomori". ine guacu A presenta THUNDER Urn homem chamado Trovo De5 m a 3 feira.as222horas ensura 16 anos As crianças, de toda a rede municipal de ensino, estäo recebendo hoje, urn substancial reforco alimentat'. Em todas as escolas, urna horta foi plantada. Ela é cuidada pelos prôprios alunos e professores. A prefeitura oferece mudas e orientacâo técnica. A comunidade tambérn participa, corn adubos e estimulo. Urn belo exemplo de participaco. Outro exemplo? leite de soja,distribuido a todas as unidades de ensino e possivel gracas a diversos convénios, a aco da municipalidade, que inclusive adquiriu e instalou uma vaca mecànica, e a comunidade que também contribui corn os grãos da soja utilizada. E mais: o programa "Esporte, SaOde e Educacão", que agora irnpantamos, faz a criança permanecer mais tempo na escola, para que possa receber uma dupla dose de alimentaçao. Juntos, isso tern sido possivel. '.5 VV. S 'S OW = MR PF i A ^^^Nwff F Ar p AF AF AF AF. 3 S S 3

4 . w EVOLUAO DAS ESPEES JUVNO MAZZAROLLO s Nosso Tempo e Lima )(i)icaçao da ditora L it)(.raçao L da Re(laçaoc administraçào:.g.. N" /13t, RuaEdmund,, de Barros 8 ) Fone : n, do tgtiacu Pr Diretores propruelarius ''enc'.o Ma, iarollii Alui,ir, Pairnar \'fefino de Souza [di byes: 11 son F una Noemj Ona (ascavel: Rua Parana dif. D. Pedro 2 andar. ala 212 lone: t679 ME ) AN [RA Abel O.N. Filho Rua Paraguai, 229, prósinio ao [drum [ one: 642 Nossos represenfantes SÃO PAULO Praca Os, aldo (ru, tel RO DE JANERO Rua Senador Dantas, 1 1 (1 66/17 tel. 24 4() URTBA Praça Zaca'ias, 8 7" j..8 tel. 2239i24 PORLO At [R1 A. Borges de Medeiros. W) j. 'i BRASLA SBS Edticio 'r'ncio V ala Dustrihuicào em uritiba. P. Distrshuidora,rua t.ourençu, 174 [ one: mpresso na oficina da Gràfica Diârio da idade, foz do guaçu. Naquele tempo, disse Maluf a seus diseipulos: Vào a e falern pro povo que todo o poder è dde e que pode azer o que bern entender, porque nós aqu p estamos cansado5 de ter que governal, Para roubar. Agora des vao deiar a cômoda rondicäo de povo e rao governo, pra ver o que é born pra tosse, pras dores de coluna e pontes de safena. hegou a nossa vez de rectamar, reivindicar protestar. Quem icou encarregado da divulgacào da nova mensagem messiämica foi o general Newton ruz, que pela ultima vez ormou rede nadonal de ràdio e televisào Para falar em nome do governo, que deliberadamente dava urn urn a si mesmo. Mas nós estamos preparando uma revoluçào armada respondeu o povo. Falta pouco Para estarmos prontos. Mais uns dias, e teremos forças suficientes Para prender ou matar todos vocês, que é o que reatmente nos interessa. Entào, não queremos a governo assim nessa moleza. Diga pro Maluf segurar as pontas mais urn pouco, (a legal Newton ruz vottou a Maluf: Maluf, o povo não aceita. Prefere mesmo fazer a revolução. Vai a e diga que eu deixo tazer eleicão direta quando quiserem. Então eles escoihem Os governantes e fica pot isso. Nós varnos embora do Brasil. Nada. povo bateu pe e nao quis o poder. mum, chegou a dia da decisão. ontrariando a tradiçäo histórica, o movimento revoluc ionário não partiu de Minas Gerais, mas mesmo assim, ern questào de horas, a situação estava sob completo controle dos revolucinnàrios, sem derramamento de sangue que é como o Brasil se acostumou. Na verdade, o povo fez a revolucáo, mas nada disso de tomar conta do governo. A revoluçào foi feita justamente pra obrigar os que estavarn no poder a permanecer nele, transrnitindoo de pai Para filho, assim tipo conhaque Dreher. Aquela promessa de matar, prender, banir do Pais os mimigos do povo era de brincadeira, so Para lazer charme enquanto tudo náo estivesse pronto. povo sabia ha rnuito que os governantes estavam afim de entregar o abacaxi, por isso se preparou Para recusalo e conseguiu. Maluf e companhia tiveram de continuar no governo, absolutamente contra sua vontade. De novo, Malul enviou ao povo seu mensageiro, New. ton ruz. Maluf gostaria de saber o que vores querem falou o ruz. Tudo bern respondeu o povo. Deixa pensar urn pouco. Mandem por escrito depois, que a gene atende. Por escrito? Ninguém mais sabe escrever aqui. Vocés deixaram todo o povo analfaheto. Alguém levantou na platéia e garantiu que ainda se lembrava urn pouro de coma se escrevia. [ste icou encarregado de secretariar os trahaihos, isto e, redigir a lista das reivindicaçoes populares. " povo brasileiro, no uso das afribuiçoes que sua Revoluçào vitoriosa the conferem, impoe ao governo a adoçào das seguintes rnedidas: 1 Quern està no governo deve permanecer nele ate a mode; 2 Os que tern capital, indüstrias, terras, dinheiro e tudo mais, devem continuar possuindo tudo isso e aumentar suas riquezas num ritmo e num volume sernpre crescentes; 3 Fica rigorosamente proibido o rornpiment() corn o FM e os banqueiros internacionais; paguese a divida externa; 4. Que náo se ouca mais falar de reforma agrária; lgnorãncia Para todos; abaixo o saber; 6 Que o governo e a classe rica construam casas e apartamentos em pro usáo, evidentemente corn todos os equipamentes, todo a conforto que so a riviliiaçào ocidental capaz de olerec e r; 7 Enfim, não se rnude nada, mas O governo Os da grana devern rontinuar produzindo cada vez mais, inventar mais, construir mais. Nós, o povo, decidirnos fazer a Revolução simplesmente Para urna troca de posiçöes: Agora é a nossa ye,! Nos vamos roubar e vocs vào trabaihar, entenderarn?" espanto foi internacional. Nem Marx nem Jesus haviarn pensado nisso. Ninguém arreditava que desse certo, rnas deu certissirno. Foi a primeira vez na historia cia hurnanidade que urn pavo escravizou urn governo. Absolutamen(e minoritarios, o governo, os empresàrios, os latilundiarios os banqueiros, as industriàrios, intelectuais, artistas e atletas cheios de nota davam duro tipo as operarios que ronstruiram a Pirârnide de Quops e taipu sob severa rnarcaçáo do povo, nato. Nào se permitia a eles ressalarem Para a corrupçao. orrupto passnu a ser o povo. E quem tapava rornbos era o governo, mas corn scu proprio dinheiro, nào corn a do povo. Quem pagava inlpostos era o governo. Pagava ao povo bern entendido? A referida rninoria (elite) é que rumpria leis, pagava multas, ma pra adeja, inclusive par subversáo, corn Lei de Segurança Nacional e tudo pra dma deles. (Evidente que o Juvn(io era Prorurador Geral da ustiça Militar no Paraná.) Enquanto isso, o povo tome aprontar escàndalos impunernente. povo fazia negociatas sempre corn dinheiro do governo. (Houve tempos em que acontecia o inverso.) As passeatas de protesto OU reivindiratorias passaram a ser feitas pelos empresarios, os politicos do PDS (espéne em extinção), os ministros da Area Econôrnica por ai. O povo mandava sua policia baixar O rassetete na passeata dos possuidores de contas numeradas na Suiça. povo nem estava ai corn o que eles queriam. Pegava o dele, e tchau. Lógino, os das contas na Suica deveriam dat urna dura, a urn de cumprir seus rompromissos de manter o alto nivel de vida do povo. Eles que ma ntivessern o seu, tudo hem. Por exemplo, näo era mais o Roberto Marinho, a id Moreira e todo aquele rico elenco de talentos, náo eram mais eles, dizia a narrativa, que transrnitiam via satlite Para todo o pais, etc. e tat, mas o povo que transrnitia par as OrganizaçOes Roberto Marinho. F assim por diante. Haja vista que nurn determinado mornento da vida nacional, dois cidadàos de norne Matuf e Tan redo assistiam mpassiveis ao desenrolar de uma campanha sucessória em que duas correntes populates dernonstravam não saber coma solunionar as problemas do Brasil, embora o poo, corno se sabe, vivesse rnaravilhosarnen(e bern. povo romeçou a fazer turismo pelo mundo as rustas do governo. Scm duvida, arranjando empréstimos de bilhoes de dolares Para consfruir obras faraönicas e obrigar o governo a pagar preço. Quan&o housesse algurna passeata do poso pelas ruas e praças das cidades, nào havia djvida era Para reivindicar a aumento do preço da gasolina, do pào, do leite... Pois é,as coisas se inverteram a tal ponto que ficou assim: Antes, todos detestasarn Malul; depois, Maluf passou a detestar a todos. Paulo Francis estava tocando a "Folha do Oeste", em Foi do lguaçu, enquanto aubv Silva escrevia de NewYork Para a "Folha de S. Paulo". Figueiredo, V. alter Pires, Délio, Maluf, Deltim etc., laziarn cornicios reunindo de 3 a 4 pessoas) pelas direlas a, e povo defendia a olgio E leitoral.... E Z 94D GRUPO BORDN OMAO BORDN MATERAlS DE ONSTRUçAO LTDA. Exportadora guaçu de materlais de construção 1 anos servindo Foz do guacu, Paraguai e Argentina Avenida Juselino jbitschek, 1687 Fones: PBX T Telex ciaixa Postal Fo, do lguaçu Parana.

5 4.r t. MAS UM ESANDALO lóvis Vianna deu a Rodoviária vredeonusoudequaisouer mentos, o imóvel em aprec,ofl )'eenc1endo turreno, reduo ' lo :' ais desti nados a estacuonamento" rn prazo da concessa o eupirarua em 199, mas nn fol feito ternut aditivo de transferéncia da con ceso quartdo o erito prefeuto aozires Santos, sern a devida auto rizaço cia ãrnara de Vereadores, autorizou a La 5ngh a transferir concessào S. para a empresa Ajanha A. Engenharia e onstrucoe 9/ a empresa. * AJme;da SA. incorporo a Araruha A. e automaticarnente hdou sen.,. do a concesaonaria. Urn ano maps tarde, precisamente no dia 2 de jutho do a LailSingh, sern J onde foi construuda a Rodoviarta jara a. R. Ajrneuda. E apenas a ponta de urn Us ice robs nao pararam por at Em 2 : 8/71 a. R. Airneida V/anna está en vol v/do em mais ser proprietária, vendeu terreno urn crime berg". Assim so expresseu o advogado Antonio Vanderli Moreira ao foihear Os documentos de urna a ço popular corn que pretende ingressar na Justiça,em companhia do vereador José láudio Rorato, visando ressarciar os prejuizos que o municipio teve corn a doaço de urn imovel. o imóvel em questo é nada menos que a Rodoviária Municipal e toi curiosamente doada a a migosdo coronel lovis unha Vienna, sendo que hoje encontrase nas mos de figuras ilustres como o expresàdente do Banestado, Jucundtno da Siva Furtado,e o deputado Artago de Matos Leo. caso é dos mais cabeludos e teve inicio em 9 de marco de 1965 quando oi votada a Lei n 443, autorizando o ento prefeito Ozires Santos a abrir concorrència e assinar contrato de concesso para a exploraço da a ço Rodoviària. artigo 5 dessa lei assegurava a reversào do imóvel ao municipio "expirado o prazo de aruos, independonte de qualquer onus ou pagamento, to de presente Para urn amigo transfertu osterrertose prédiosem questo para Hotéise Turisrno Foz do guacu, empresa do proprieda do do arlos do Rego Almeida, coicidenternente o rne&iio dono cia.r. AlrTleida Em 1981, exatamente no dia 2 do agosto, o exprefeito lóvis unha Vianna praticou rnais urn dos seus inimeros crimes contra a populaç'o de Foz do luuacu,issinou urn distrato de contrato de concessào corn a. R. Almeida, rescindindo dssu1) o quo fora assinado em 1965 e na clãusula 2.1 do contrato do çor'cesso". Em outras patavras lôvis Vianna doou a Rodoviária para a.ftajnieida. Os robs, no entanto, continuarn em 14 de agosto de 1981 Hotéis e Turismo Foz do bauacu rtegociou o imovel corn Joo de r 1 atos Leà, J osé de Matos Leo Rho, Heitor de Matos Leo, Artago de Matos Leo e J ucunduno cia Siva Furtado. Essas pessoas sâo Os atuaus proprietarios' do Estaco Rodoviaria e. segundo in torrnacôes. teruarn cobocado U rnóvel àvenda err urnadasirnobi bràrias da rudaiic' O acbviyirio Awonio Vander t Mc,'r'ura esta unvicto do U nessa lrusrória toda no ha rn nhum anjinho or vitirna, a no set o povo do Foz do lguacu. "Afirral diz ole quala'icr pessoir quando faz a compra de urn irm vel deveria consultar o artorin para verificar a situaço cia propriedade". Na sesso do ultir, a quartafeira na ãrnara de Vereadores, o vereador Jose laudio Rorto oritrort cf, m Limr ec)rrt i d as as dependéncias e instalaçào onde fica a Estaço Rodoviária, 5em corno ospavimentossuperiores quo se contruirem. Os quais passaro dessa data em diante a ser propriedade exciusiva do municipio". o contrato de concesso foi asnado em 3/1/ 1965 e a yencedora da concessào foi a ernprosa LailSingh ia. tda. A cláusula 1.7 do contrato deixava claro: "A concessonâria fará a doaco ao municipio de Foz do guacu, io ve,eador Gáudio Rorato des cobriu a mufreta. nrento enviado a Prefertrra solucitando rrais urna série do documontos. es papes serviro omo pecasurrportantesna aço popular que deverà entrar na justica no semana que vern. Do acordo corn o Odioo do Processo Penal, o exprefeito lovis Vianna irrcorrcu em urna série do crimes por ter doado a terceiros urn irnovel aue, por lei, perterrceao niunicipio. ariioo, n. cisos 1,2 e 1 do Decreto Lei 21 pi (!v& uma pena de 2 a 12 anos do recluso ithra quem "apropriarse do bens urüblicos ou desviar em proveito proprio ou de terceiros". Foi exalartrento o aue fez Oóvis Vianna rr,as ninquém acredita au olgurna sanço desse tipn seja a plicada contra o exprefeito.afinab. no Brasil dos ültimos tempos a cadeia tot ferta sement para os pobres. " Lideranca apitaizaco SA RNA OS T 1 T Lit P R EMA DO S DO DA 7/1/ r P 15,1 5 1r vi/lujr Edt tnt bo,, S ala, io4 Foz do l quacu 'Fanáticos da UP em Foz e região Esta semana Foz do lauaçu foi invadida por urn grupo de mocoibos da ubtrareacionária Tradicáo, Familia e Propriedade. Os fanáticos da TFP foram pare Os bairrose divulgaram o pensamerlto do seu "chefào", P1mb orréa de Oliveira. Uma Kombi corn alto falantes tocando mucas guerreuras, estandartes yormolhose capas grotoscas sobre Os ombros. Andaram do casa em case e em muitas delas foram expulsos, objetivo cia nova cruzada da TP sào as posucöes assumidas peta onferéncia Nacional dos Bispos A TFP, que so notabilizou duranteosanos6e7 por SUa vociferante campanha contra o o. munusmo, o biquini, a liberdade sexual e o divorio, hoje divulge e endeusa o "chefe supremo", Plinio do Oliveira,e sua falecida mae quo at guns veneram como uma santa. Ecpulsa dos grarsdes centros, tabs como So Paulo e Rio de Janeiro, a organizacáo agora parte pare o interior, numa ofensiva que tern corro objetivo anoariar novos adeptos. A técnica é oferecer bobsasde estudo. E a abordagern é feita principabmente corn rapazes de familia pouco orpanizada ou Em ontresista curbetusa c.ncedida na tarde da ultinia quartafeira, o presidente da UMEF (Uniâo Municipal de Estudantes de Foz do guacu), José Teieira da osta, esciareceu os üllirnos labs envolsendo a agremiacào e disse quo a dcican para a entidade serà realizada ainda este ano. \e j am a entrevista: P Esplique para nós o clue es 1A havendo na Umeti. JOSE TEXERA EM OSTA Poderia iniciar polo dia 27 de agosto, quando a diretoria da Umeli se reuniu e decidiu marcar as eleiçôes Para o dial Ode outubro Espedimos urn edital dando determinado prazo para as inscriçoes das chapas. Dia 2 era o ultimo prazo Para as inscriçóes e pot cotta das 8 horas da noite apareceram as duas cbpas. Urna delas, a "Liderança Estudantil", estava coin a documvntaçào em ordem e eu aceitei o pedido do inscriçào. A outra chapa, denominada "[studanto la", nao apresenbnu us documenlos esigidos e, portanto, eu nan poderia aceilar a inscriçào. Solicitei a cbs clue me entregassem us documentos fallantes mas elos se reusaram e ainda me agrediram corn palasras e rasgaram alguns dou,nenlos quo puderiam compromebelos. P quo e preciso para ser candidatol trisri pa re, Ol..uln a i p,,,,,i; desorqunrzada jovern duspoo a renegar a 1 amilia pare aprenier Os ensinamerutos do "cherao" passe per várias etapas e proves. So levados para So Paulo e ingalados numa resj dênc j a em Vita Mariana. Deli são encaminhados pare uma fazenda, bocalizada a 15 quilômetrosde So Paulo, onde aprendem a obedecer ünicamente act "chafe supremo" da organizaçào. Alguns exadeptos cia TFP denomirraram esta fazenda de "Treblinka", numa alusâo ao campo de concern uacao nazista na PolOnia. Aqueles que ainda resistem a obedecer são enviados para a "Marquesa", unra rosudéncia forçada que a organização mantém em Belo Horizonte. Aji são subrnetidosa tratamentos "psiquiâtricos' (lavagem cerebral) E são estes desajustados membrosda TFPque andaram pelas cases das cidades do oeste parenaense, divulgando sues boucuras buscando aliciar jovens pare servir o "bon vivant" do seu chefe, que so come massa preparada corn farinha argentina, tome vinho italiano e que náo dispense urn bom caviar iraniano to russo apesar de rrelhor pode tor o virus do comunisiruo). Umefi já está legalizada e eleicoes saem este ano näo ser repetente, nào estar estudando no terceiro ano do 2 grau e, no caso dos presidentes de Grémios, pedirern demissao do cargo 15 dias antes das eleicôes Urn dos lideres cia chaps "Estudanle la" nào pcdiu demissau, no praro estipulado. P A Umefj é fria TEX! RA Vou esplicar. omo nào aceilamos a inscricào da chapa "studante là", urn professor ligado áqueles alunos mi ate o Forum pedir urna certidao do registro da entidade. No dia seguinte iquei sabendo e fui ao Forum seriticar e constatei que, de fato, a Umefi näo era registrada, mas apenas legalizada atrass de publicaçào no Diàrio Oficial. Eu nào sabia quo meus antecessores nào haviam foito o registto no artório em Foz do guaçu e no rnesmo dia regislrei a Umefi. Eu, portanto, não errei puir omlssao. P Sim, e dait TEXERA Bern, a chapa "Estudante Jà" ingressou na justiça corn pedido de cancelamento ds eleicôes e, como a Urnoli nào estava regisirada cm carlório no dia em que o edital lou espedido, o juiz achou pot bern anular a eleiçào. Agora que a entidade està registrada pretendemoo marcar novas eleiçocs e para isso estarnos ia,endo diversos contaii us. MONO (Sit/DOS OLSE^,Nr4 NNOW jcer te' do memo' egôo. pianos facultados. o prime o agan1ntosodaqut a 9 dias 5$ '' /s tvl S,' 1 ' oustrubuteor padro cd ) Matr%? curitlila tiat Medbat FOZ O uacu: ttscflek Av. juseitno Kub Veic, Retina (orcel Beluna hat 14 P ama (,uul lab \ olko Sedan (hevetit' scuurl P,issal hevrolet Pampa \ nyage Relação de veiculos usados Olsen Mod, or STD Az at 115) Pta. Strato Met. [DO Branc a Luso Branca GTE \erde Lu so 4zu1 iorino 1. 3 Bege erde St Azul ndio (,L Ouro hamp. Met. S Branca (.144 r in e bh ii 44 Bege (t,rjt GE S Ano

6 . L 4co N E () ') Z Bastidores Pessoal de Assis hateaubriand satisfeitissimo porque no rampeonato do M o Munidpio ulou da 31 para 23 posicào em termosde Paraná e para a 61 poco em relacào aos denais municipiosoestinos. ontribuirom para isso uma maior fiscalizacão e o mpenho da administraçâo Osval do Lah Laghi para evitar o "des carreqamerito" de lit buto ciii OtJ tros municipios. o Sr. Algacyr Bazetto miu, interinamente, a Secretaria de Administraco da Prefeitura Municipal de ascavel, que vas acumular corn a de Ftnoncas. Urna boa escoiha para a sucesso de Lauro Ghiggi. Vereador Hoiio Lustosa so nào assume a chefia de gabinete do prefeito Tolentino porque no quer. Teria, inclusive, o apoio dos protestantes do PMDB (que alias detestam set chamados de dis9 dentes). Vereadores Eduardo Fico de astro e Etiseu Schmitt (PMDB ascavel), eloguaram o trabaiho desenvolvido pela ompanhia de desenvolvimento de ascavel (odevel). Orçamento de Toledo, incluiundo a administraço indireta, de 31,4 bilhöes para Desse total, 12,5 bilhöes estão destinados a Secretaria de Viacào e bras PUblicas. Prefeito Albino orazza esta participando em uritiba do ll Encontro Nacional de Municipios, promoco do ebrade aue se estende ate sábado, dia 13. orazza integra urn dosoito gruposde trabalho do encontro,que tern ainda corno participantes, dentre outros medalhôes, o secretàrio de Auntos Metropolitanos de Sao Paulo. Alrnino Afonso; o secretârio de ultura da Prefeitura paulistana. Gianfrancesco Guarnieri; o deputado federal Dirceu arneiro; o teôlogo leonardo Boff; o vicegovernador Gustavo Krause (Pernambuco); e o sociólogo Francisco Wefforl. SS Deputado Paulo Marques P MDB) quer que o governo lance campanha de fomento ao planti do centeio e do trigo mourisco. Ambos sào cereais panificáveis e facilrnente cultivâveis em toda Região Sul do patropi, substituindo corn grandes vantagens trigo comurn importado. Pais pobre, endividado ate o pescoco, hora Marcos' ressutreicào do fotrmi ghi'no. do Brasil se conscientizar de que necessita de soluçöes proprias para Os seus problemas. Urna denuncia soria, feita pe lo vereador lnio Paggi, de Toledo bancos que financiam o Valor 8 sico de usteio "que já urna milgalha" estariam exigindo dos agricultores a aquisiço de a çöese de segurospessoais. Prefeito Osvaldo Laghi, de Assis chateaubriand, esteve em Bra silia atrás de recursos para aplica ço em diversasobras. Desde OU assumlu. Laghi no recebeu un centavo sequer do governo federal..brnalista Sefrin Filho estâ milionârio. Etc e seu exsocio Rosal vo Tavares da Silva venderarn urna area do terras que possuiam na Bahia.Altas gianas na parada. "Almeidinha rides again" oil: "a ressureicào do marxismoformighismo" poderia definir exata mente a convenco do PDT clii ascavel, realizada dominoo, quc colocou novarnente em evidênctd o exvereador José Marcosde Al moida Formighieri. Explicase eli acaba de sor eleito presidente do partido. A executiva composta ainda por Dioniso Novello, na vice presidoncia; pelo jornalista Sefrin Filho (mas nào possivel'!') na secretaria geral e por arlos F duardo Pijack na tesouraria. O suplentes da executiva Tania Maria Lopes, Almir Meneguessi e Flávio Matra. 5 S De urn total de 76 filiados, parliciparam da convenco cascavelense 164 pedetistas. partido vai estruturar agora Os Setorel Estudantil, Feminino e Trabalhista (cuja presidoncia estã sendo pleiteada por Flàvio Matra). UT QRGANZASE NO OESTE A organizaço da UT a nivel microregional trouxe sabado a ziscavel o sindicalista Geraldo Mendonca de Oliveira, diretor do 9ndicato dos P etroleiros do Parana e rnembro da coordenadoria nacional da.entral Unica dos TrabalhadoreS. Em ascavel ele reuniuse corn membros e liderancas de as Dcuaçoes profissionais e sindicatos, para discusso da proposta de urna coordenadoria da UT em termos de Oeste, que so encarregaria de agregar o rnaior numero de categorias profissionais possiye) e partiria para urn trabalho de conscientizaco e formaço de quadros. Em uritiba, a UT jã possui urna certa estrutura e fomentou surgirnento de nücleos de oposiço em pelo rnenosseis sindicatos "contribuinido para acabar corn o peleguisino em pelo menos dois dales, pois as chapas de oposico venceram as eleicöes", inforrnou Geraldo de Oliveira. Na capital existe todo urn trabalho de base que a UT espera multiplicar no Oeste, e em terrnos de combatividade o sindicalista destaca ossindicatosda construcão civil e da indüstria de cal e cimento, ernbora tarnbonr sejan rituito fortes os movimentos populores curitibanos. Vereadora perseguida em P. Velho recebe homenagem em Toledo vereador Luiz arlos Schroeder (PMDB) apreseritou re querimento na àrnara Municipal do Toledo propondo manifestoco de solidariedade a vereadora Raquel ãndido da Siva, do Mu nicipio do Porto Velho, "pela perseguico politica que vem softendo pot parte dos órgos de segurança e pelos poderes politico e econômico daquela capital". Segundo Schroeder, Paquel âridido foi eleita corn 6 mil votos e desde inicio da atual legislatura "tom sido perseguida pelos latifundiarios urbanos do capital rondonense, através dos mais varia dos rneios possiveis. intirnidacöes diversas, agreses fisicas e ate a tentados a sua vida". ültimo a conteceu no dia 16 de setennbro, quando ela foi alvo de cinco disparos, urn dosquaisa feriu. E très diasmaistarde, a ãmara Municipal de Porto velho cassou o seu mandato, numa tumultuada sosso em quo a Policia impediu o acesso da populaco as dependoncias do Legiativo. "Por que, afinal, a vereadora Raquel sofre tai perseguico7", indaga o vereador toledano, para responder em seguida: "Porque coloca seu mondato a disposiçào e a servico da maioria oprimida". Segundo Luiz Schroeder, ela tern so colocado ao lado dos tra Ministério Prssidente da Repüblica, adotarido medidas dc' incentio,i arrecadaçao federal barcou o decretolii 2163 de 19 de setembro de 1184 (tu no art 1 e paragrafo 1 decreta: Art. 1" Os debitos para coin a,llenda Nacional, de Nalureza fri. but,iria, cencidos ate 31 do De,embro de 1982, inscnitos, (4 nao, como divida ativd da uniào, ajuizados ou nao, poderao serpagos, de uma so cc,, corn a dispensas das multas e dos iuros de mona, ate 3 de novcmbalhadores nas lutas aela moradia, pela legalizaco de loteamentos clandestinos e pela garantia das posses ocupadas mansa e pacificarnente. "A situaco do uso do solo urbano em Porto Velho, de acordo corn o vereador toledono, "uma dos mais injustas do Pals". Milhares do pessoos, que construiram suas posses e favelas em dma de areas que antes pertenciam a Unio, estào sendo a meacadas por alguns privilegiados quo, antes da transformaco do RondOnia em Estado, receberam as pressas "as famiqeradas cantos do aforamento" " povo tern resistido a osses 'premiados do poder', como a seu lado tern resistido a vereadora Raquel', disse Schroeder. STUAcAO DRAMA11A No pronunclamento quo fez para justificar a rnocäo do solidariodade, Schroeder salientou oue ontre Os trabaihadores quo sof rem em Rondônia "estilo também mi haresdo paranaensese muitos to Lodanos'.Todos eles "iludidos pe a propaganda do urn novo eldora do charnado RondOnia" Grande parte dos terras no sac, perenemente agricultàveis,e elas tarnbern no so distribuidas a vontade, corno pensam alguns.nas a reasde saide, educaço e abastecimento as deficiências so gri omunicado do da Fazenda bro de Os dbitos decorrentes tao somente do valor de multas ou penalidades, de qualquer tirigem ou natureza, podero 5cr pag()s, no prain previsto neste artigo, corn o valor redu,ido em 75% (Setenta e iflo por cento). Majores esclarecirnentoseqrientacao, Os contnibuintes deveo procurar a delegacia da Receita Federal. '!W '' Festival Folclôrico em Medianeira Teve inicio no ülttrro ciia8 o VlFestival Foiclorico di Medianeino, promovida pela Secrotaria Municipal de Educa 'o e ultura. evento esto sendo realizado no Ginásio do Esportese já virou tradico naquele municiplo. Todos "VERDEGA" os anus é esco)hido urn terna re gional para servir corno inspiraço na decoraco do palco e este ano fob escolhido as 7 Queclas para recordar urna dos mobs bibs obrasda natureza,que ltaipu se pultoit llama sempre. hoparia e Pizzaria 9i nova Dicecuo tilidt l come objetivo de satisfazer seu apurado Paladar, olern do nequiritado service a lacarte, estä corn o maisnovo atendimento clii entrega a domicilia pelo fone breve corn niusica ac vivo. B. Paraná n 24 Medianeira Pr. tantes. A malaria mata familias inteiras. custo do vida altissimo. Nas minas de ouro morrem em torno de cinco pessoas por dia. Desiludidos, muitos acaham rumando do interior do Rondônia para a capital, em busca de me hores condiçöes de vida, rnas là acabam engrossavido o cinturo de miseréveis quo povoam a penferia da cidade, jà que a Prefeitura no tern meios (e ttavoz nem interesse) em atendèlos,am, "acabarn batendo no porta de Raquel àndido, a ónica pessoa detentora de mandato em Porto Velho quo honra a outorga popular", e por isso rnesnio, segundo Schroeder, calu no ra dos poderosos do cidado e em especial dos detentores de cantos de aforarnento ontre Os quaisse inclui ate urn senador, dacir Soares, que "recebeu do presente terras quo eram da U niao "Quantos paranaenses, quantos toledanos nào morrerarn em Rondônia ou là esto passando tome, doentes e desosperancados?" lndagou o vereador. "Toledo e a Paranâ tern muito a ver corn a questào do Raquel àndido. prociso de urna vez por todas quo so faca urna ampla campanha do esclarecimento a opinio püblica sobre a verdadeira situaco de Rondônia" Estãncia Gaucha 4 1 Agora sob a direçao do popular Donato. aw GerOncia a cargo do Dorci Rodrigues. nauguracao dia 13deoutubro, sabado, corn o grupo musical: "Bombacha Preta". BRAGA. ONTABL DADE ASSESSOR A OME RAL, ADM NSTFtATVA E TRBUTARA Rua gario do Rio Branco, i;

7 S E l)l tssd) de qu ' ludo no Nem exorcismo afasta Maluf Ouem val set o próxirno presi dente do Repüblica Maluf ou Tancredo?Ou nenhuni dos dos? A té esta altura do grotesco campeonato sucessorio, parece cue as coisas pendem para o lado do Tancredo, cujo eleitor mais forte é a ojeriza que o povo tern pot Maluf. A plataforma basica de Tancredo cons4ste em "barrar Paulo Ma)uf' Está born, é o que todos queremos. Mas, ate quando7 Admitindo que Tancredo seja próxirno presdente, o que vem depois? Maluf, é claro e pelas eleicöes diretas implantadas pela oposico no poder. Vai set mais ou menos asslm Tancredo assume, governa par 4 anos e tracassa rotundamente, a exemplo de Atfonsin no Argentina. Enquanto is. so. Maluf prepara o bote e vern corn veneno redobrado. como no exorcismo: se o dernônio é muito dos brabos e o servico de expulsálo é mat feito, ele volta mais infernal ainda e al ninauérn code corn ele. orn sua figura detestável, Maluf vai eleger Tancredo agora; corn seu traca, Tancredo elegeré Maluf em saguida. Portanto, a vitória de Tancredo a gora no afastará o eantalho do Maluf, mas the dará força para a prcixima sucessào. E nos ficarnos a meditar sabre o que fizemos de mat para merecer tanto castio, hem? PT deve ou no ir ao olégio? A posiçào que o PT sustentu de no it ao otégio é respeitável, sam düvida. &iibora no haja uma definico irreversivel, a tendéncia que predomina entre os lideres do partido é de no corn parecer ao circo em questo. t ao olégio è terrivel: no it pode set ainda pior. Eta posço delicada essa' Sendo assim, no intuito de a judar, é preciso dizer ao PT que essa história de prometer it ao olégio so em caso de perigo de vitória do Maluf é ridiculo, porque no é es.se o meio de preservar a r: di ririidade [)r', xa no passa de demagocia. PT, na verdade, no quer cotter riscqs. Não quer passar a vergonha de comparacer ao olègio, rnas tanibém nio quer submeterse a execraco publica, que sera inevitàvel caso sua auséncia na "eleiço" determine a vilória de Maluf. Sebe de urna coisa, seu PT? A Onica forma rte a direcào do partido e de Os quo tern voto no olégio evitarem de dar urn enornie, irremediável balo està em reatizarem urn piebiscilo entre seus filiados para definirem se vo votar ou no là r'raquela estrebaria. Portugal caindo aos pedacos Para quern anda pela Europa é chocante vet a quanto a populaço é veiha. Nos andanças cue fiz pot Frankfurt, Roma e Lisboa, era vet ho e mais veiho que via petas was. A Europa parece a antesala do cemitério. Lisboa, entho, é urn desastre. Pareceume urn povo que, se der urn golpe de yenta forte, desmancha tudo. orn medo de apanhar, falei a urn radialista portugués que tarnbém esteve em Tripoli e que fez comigo urna entrevista para a Radio Nacional de lisboa cue seu pals deve set a mais atrasado do Europa. Ao invés de levar urn safanào ou urna cu,arada, ouvi a confirmaco do que disse. radialista era a cara e o jeito do Narcisa Valiati. Be me disse que Portugual esta seguindo Os passos do Basil recessào, subrnisso ao FM, inftaco (de 3% ao ano, a maisou urna dos mais altas da Europa), desernprego, desigualdade social e "privilégios' do género. Urn pequeno dernonstrativo: Em Lisboa, live a "honra",de, na mioha infinita miserabilidade. dar esmola a urna veihinha podinte. Mais a centro de Lisboa està mlnado pela prostituico. (Jut De coloniz ado a colonizador o Brasil foi colónia de Portugal e agora é Portugal que està entrando pros canos para transformarse numa espécie de colónia do Brasil. De qua jeito 7 Ora va jam: tundamentalmente par obra e (desaca da Rode Globo. Nós brasleiros, de cara, temos cerla dificuldade de entender o Portugués dos partugueses, pot isso perguntei a des se tinham a niesma dificuldade de entender a Perlugués dos braleiros. Disseramme que no e atnibuiram isso as novel as da Globo, que, no contentes de imbeciliar Os brateiros, imbecilizarn depois as portugue,es e outros "eses" pelo mundo a fora. La, como aqui, 6s horasda noite. pals esta imobilizado diunte das novelas produzidas no Brasil. " Bern Amado", pot e xt'mplo, faz tal sucesso a qua a prirneiro ministro Mario Soares ganhou o apelido de "Odor to Pa raguacu. (Ju) Urn novo nome para o Brasil Vocêsjá ouviram falar de Ai to Volta?, ou foi, urn pequerro pals afrrcano, do qua] nunca soube absalutamente nada. Maslá no Libia havia alguns represantantes daquele pals umas figuras interessantssirnas, cheias de orguiho de uma revolucào socialista que dizem ter feito em sua pàtria. Pors é, contaram que depois de revolucoo batizaram o pals corn urn nome que là na lingua delessignifica "Pals ncorruptivel". A corrupço era tanta e a necessidade de acabar corn eta to forte que o cornbate ao mal deu o motivo para o novo name. "Tai urn born norne para a Brasil" disse eu ao saber de to incrivet curiosidade. Mas como é necessário antes eliminar a corrupcào para justificar novo batismo, logo me del conta de que corn esse name a Brasil apenasse acercaria de mais urna mentira. porque é mais tacit a corrupco acabar corn o Brasil do que Brasil acabar corn a corrupco. lj u). Urn sucesso a Feira da Fraude uritiba sediou,nos dias 2 a 4 de autubro, o 5 Encontra Nacionat de Entidadesde Defesa do Gon sumidor, promocào do Governo do Estado, atravésda Secretaria da lndüstnia e do omércio e do oordenadoria de Proteco e Oriontaco ao onsumidor (ah, existe isso, é?). No encontro foi realiza' da uma certa "Feira da Fraude", corn apresentaco de urn samnümero de casas, métodos, resultados. Dizern que foi urn sucesso estarrecedor, tal a grau de sot isticacao e impiedade que ficou dornonstrada no que se refere a safadeza corn que é tratado o consumidor brasileiro. Desse jeito e nesse nitmo, bobgo. o corrsumidor val so lamar cxconsurnidor. Bern, a Feira do Frau de ate que é urna iniciativa boa, ernbora sam a minima oriciinalidade, eis cue praticarnente quatouer casa comercial, qualpuer instituica, banco ou a diabo que seja nao passa de feira do fraude. para dizer o minimo. E de causar compai xo En' maténia de página irrteira e paga, o Diretório da Federaçao U niversitária do Paraguai, cujo predenle e arlos Guillermo thilavert, fez urna espécie de prestacao de contas do que a entidade vem fazendo. Entre as "grandes reatizacöes', esta: "Homenaçrem multitudinãria do reconhecirnento da juventude universitâria realizada em 3 do abril nos jardinsdo PaPacio do Govemno ao Excelentimo nhor Presidente onstitucional do Republica, General de Exército Dom Alfredo 9roessoer, mestre e artifice do paz que vive nosso pals". Já imaginaram a LNE fazendo a mesmo no Palácio do Ptanalto para Flgueiredo, Delfim Neto, Newton ruz e mumias do mesrno na" '7 No é de causar do a cegueira monstrada pelos dingentes da F eroçâo Univer9tária do Paraguai quo lamentar mais 9roesmet u es estudantes? O DRETO DO ASAL,4.rMTh1D FAMilAR MU Nl AJlA Pl 1 S.e, 11.i, t N 1t p_a 4S S SW ta aa. ass. S a. a as. S S S bra A11 (.5 S SN N S S 5,aaauN.S 15 S 5.. S s P. Sam55. SNSP. Nl (5. N (55 a S._ _ p a S. a, (*15( S N Moan KSS $1OAW4AØ s 5, wit s.5.. N5 a (as *5* a 5 S am s KS KS S 5 ( * opad., di Pi.4lwi MuAnpil do M flflnoo Uwi Pan fleto ridculo o panfleto acima está sendo distribuido pela prefeitura do murricipio paranaense de alifornia. o alcaide, que é irmao do vereador iro Dias (PMDBFoz), já faz trés meses que vem at ardeando aos quatra ventos sua intençao gualiténia", numa verdadeira cruzada para diminuir a nümero de pobres no municipio. Vai aqui uma dica para o "mul digno atcaide". Mande recother urgentemente estes ridiculos panfletos, que alérn de agredirem nosso vernáculo, dernonstram urn conformkzno social que vai contra os principios de seu proprio partida ( PMDB). Nao é ligdndo rompas e extirpando utenos que vamos resolver o problema social do Brasil, massim derrubando do poder Os canalhas quo ha vinte anos estao metendo a mao e vi vendo como verdadeiros caligulas As ustas do suor do classe trabalhadora. Distribuidora de Frios Alvorada [1111 Frangos Frus Patos Paados Fri osem geral Rua olombia, 449 Jardim America Fone: OZ do guacu Parana ava Jato Láemasa LAVAGEM Lu bri fi cação Troca de óleo Pol im entos. Anexo hopparia e Pizzaria e completo servico a la arte. Rua Marechal Deodoro, 671 Fone: Foz do guaçu. Escritório Juridico Dr. Alvaro %. Albuquerque Dr. Antonio V Moreira Dr. Ademir 16 F Dr. Santo Rafagnin Dr. làudio Rorato Dr. Osmar do Oliveira ivil time FamjliaJrahath<i Rua Benjamin onstant, 45 tone 7419 For do guacu on struçöes Raicik Ltda onstruindo em São Miguel do lguaçu Rua Floresta, 637. Postal 13 Fone: 6.i.17 São Miguel do lguacu Metalürgica Lorival Ltda. Portase janelas de ferro e alumsnio grades de proteção e cercas estrufurs metálicas box para ban heiros vidracaria Av. Rio Grande do Sul, 141 fone (452) Marechal ändido Rondon

8 S. campo est OA Se armando A voência e o banditismo quo as,lam os centros erbanos começam a tirw também o sono dos agricultores oestinos. Podero s e bern organhzadas quadrilhas eão agindo no rneio rural, atraldas pelos carssimos insurnos e maquinário encontrâveis principalmente nasmédiase grandes propriedades. As cooperati vas, por seu lado, contabilizarn altos prejuizos em virtude dos assaltos praticados sobretudo contra uni dadessituadas em pequenas localidades. medo e a intranquilidade passaram a fazer parte do diaadia do homem do campo. Os assaltos 'as propriedades agricolas na regio já ocuparn o segundo lugar nos livros de ocorréncia do Polic%a. Perdem apenas Para Os furtos de veiculos. Armamento pesado, car ros novos e ate aviôes Para "reconhecirnerito" dos propriedades a serem invadidas do as quadrilhas urn poderio oferisivo muito superior a capacidade de repressào da Fkiicia. ontra essa arneaca constante que paira gobre campo, Os agricultores esto se armando, corno mostra o "Jornal do oopavel", órgo da ooperativa A9ropecuário ascavel Ltda., em sua odico do setembro. P ela atualidade do tema, NOSS) TEMPO publico de forma cortdensada a reportagem de A mauri P openga e Violar Sarturi bre a onda de assaltos que che gou a zona rural. As fotos so do Edson Mazzetto. No Oeste, osassaltos a propriedades rurais já estào em segundo luqar no catáogo de ocorcéncias policiais, atrás apenas dos furtos do autornóveis. Esta a concuso a que chogaram delegados de Policiade 19 Municipiosda regio, reunidos em ascavel no final de agosto, para uma avatiaço Nosso Tempo em Marecnal indido Rondon: Rua Santa atarina, 675 anexo ao Escritório e Despachante Alvorada. Fone: c 4 "S c E Z dos indices do cri minalidade na a rea e formulaçio de propostas pa ra meihorar a eficácia do aparetho polucial. Na mira dos marginais, organizodos em poderosas ouadrilhas, n'ao estho apenos as propriedades dos agricultores, mas também as cooperativas da regiao. Todas já foram "visitadas', inclusive a oopavel que, Para precaverse contra novas investidas, implantou sofisticados sistemas eletronicos de proven cào em todas as suas unidades. Os esforços do Policia esbarram no poderio e na sofisticacào de cei'tos métodos de aço das quadrilhas. Enquanto a Secretaria de Seguranpa, confornie reconheceu pröprio secretário Felipe Hai Muss, padece da falta de recursosfinanceiros, materiaise humanos, enquanto "gangs" muito bern est iltzan,16 avi... fazer o reconhecimento das fazendas a serem ata. cadase das melhores rotas de fuga apos o assalto. Além disso, contam corn 'departamento juridico" sempre a postos Para atuar no defesa dos ladröes que porventura venham a cair nas rnosda Jstiça, sern falar no poder de togo traduzido na utilizaço do armas superiores as usadas polo apareiho policial, alni de voice los novos e em born estado. Nào se sabe act certo qual o projuizo que apenas as cooperativas do Paraná tiveram de 83 para cá em func'ao dos assaltos. Em 82, as cooperativas perderam 2 bi lhöos de cruzeiros sé corn furtos do defenvos e fertilizantes. O problerna foi lovado ao qovorno do Estado, quo deterrninou o desencadearnento da "Opera 6o ooperativa", destinada a desbaratar as quadrilhas que vinharn to vérn) atuindo na regiào Oeste. Ba ainda está em sua primeira fase, mas já chegou a alguns resultados positi vos, inclusive corn a pris'ao de alguns marginais e a identificaco de outros. ontudo, so Os assaltos a co_ operati vas diminuiram bastante, o rnesiio r16o so pode dizer em relacáo as propriedades agricolas, onde nsumos e rnáquinas atraem Os morginais. Os agricultores tentam defenderso como podem: estocando armas e municoes para urn eventual confronto "Lad rão que meter os pés no meu cercado val receber chumbo grosso" AGRJUL TORES RELA TAM.9JAS EXPEfENOAS agricultor Darci Zanella, a querres situados em Brasiliana sociado da oopavel, urna dos lascavell: niais recentes vitirnas da acáo de Estou sem nenhuma garanquadrilheuros que atacarn sitios e tia Para continuar no ramo. As fazendas. Be foi "visitado" pelos quatro familias que trabalhani o. ladroes na noite de 31 do aposto, e migo estáo amedrontadas e no do galpio onde guarda rnáquirias querern continuar na fazenda. As e insumos os marqinais levarani queixas quo fri a Policia náo dedefensivos agricolas avaliados em ram resultado. Fornecer armas pa 15 rnilhöes de cruzeiros. ra os empregados no adianta, porque as quadrithas esto muito Náo foi, conttido, a prirneira vez que ladràes entrararn na fazenda de Zanella. Na noite de 2 de dezembro, o proj uizo fôra duas vezes rnaior levaram todos Os insumos que seriam utilizados na salra, alérn do ferramentas, óleo combustivel e lubrificantes. Zanella no sahe o que lazer. Pensa ate em vender os 17 almais equipadas. Pensei em fazer uma cerca eltrica ao redor da propriedade, mas é proibido por lei. ARMASE AHORROS agricultor José Moacir unha, dono de urn sitio em entral Santa ruz, ainda nào recebeu a visita dos adröes. Mas náo dorrne de touca alm do armamento quo rnanténi sompre a mao Para ser utilizado em quatquer eventlijlidade,colocou na propriedade urn pelotáo de cinco caos especialmonte treinados polo sociro,um ari tiqo dornador do feras corn 3 ano de ekperincia.para evitar que Os animals sejam envenenados, o do'ii,idor está so aostumando a corner apenas no canil. P'ra dele, qldlqtier alimento deve ser recusado pelo co. amestrador usa o metodo da comida eletrificada: o ilimento é espetado num fio ligado a urna tomada eltrica e jogado no patio. Quando o cáo tenta ahocanhála, recebe o choque, qoe é pro aprender a nunca mais corner bra de casa. Por náo ter recebido esse treinarnento, o pastor jlenicj n

9 . cettor Eugénio &houpinski, de otônta Melissa, rnorreu envenenado na noi de 2 de seternbro. ¼)s ladrö's' no levararn nada porque o d.o da casa acordou orn o barutho que fizeram. ONVERSA DE LADRAO E,,!ciso ter cuidado,tarnbém, corn elurnentos que se apresentam como vendi'dores de defensivos Urn desses vendedores' esteve, por exemplo, na propriedadt do colono Sebastik Birtencourt Ro drigues, em orbélia, oferecendo herbucidas e inseticidas. pro prietàrio nr osia e a converse foi corn urn dos empregados. ) "vendedor" ctuis ver o local onde so guardados Os insumos piira a lavoura, e o pedido foi in1enuarnente atendido inco diasdepois, o galpo foi arrombado e os rnarginais levaram 96 litros de urn fungicida carirno, avaliado em 9 rnilhöes de cruzeiros. Tarnbérn no foi a prirneira vez que Eebastio recebeu a "visita' de assaltantes. Em fevereiro deste ano, foram roubados de sue propriedade trés motoserras e urn porco gordo. Besdevern îè lo levado paía cornemorar assalto irorriza proprietário. PAPA METER BALA Enquanto Sebastibo nega ter contratado urn vigia fortemente armado corn ordeni de abrir fono contra qualquer intruso, o agricultor Francisco Sslvatti, de olônia Melissa, confirma tranquilamente que paga urn salãrio minirno pare que seu ernpregado Domingos Ferreira, de 62 anos, se encarre gue da seguranca do sitia, dia e noite. Arrnado de revolver e espingarcia. Domingos está sernpre pronto para quatquer eventualidade. De vez em quando aparecern carros corn os farois apagados pelas irnediacöes. cachorro dá o alerta e Dorningos se coloca ern posicao estratégica. Pronto para abrir fogo. Ate agora conseguiu a fugentar os ladröes so corn urna lanterna, mas garante que está a "para a que der e vier". Be tern autorizaço expressa do patro para acionar o gatilho. E o proprio Francisco Salvatti no anda desarrnado. Em sua capanga carrega sempre urna pistola ala mtit;r'n rip 17 trrs dpvidrnente Pff ;i::\c registrada na Delegacia de Policia. Francisco esperi no ser obri gado a user a arnia: Minha intenço no é ma tar ninquern, muito menos é pnsarnento do Dorningos, o viçiia. Masse urn die for preciso, no vai ter perdäo. Ladro que se cuide. & botar os pes aqui dentro do rneu cercado, vai receber chunibo grosse. VAA E AVALO Na mira dos ladröes no esto apenas as grandes fazendas corn seus gal pöes forrados de insumos e maquinários carissimos. Do pasto do agricultor Getülio Basi, ladrôes levararn urna vaca holandesa que sua esposa Aurora no venderia "nem por urn milho". Outro associado da odevel. Valdir Franco Ribeiro, perdeu urn cavalo. Srte pior teve o agricultor José Langer, de Espigo AZLJ (ascavel), que perdeu urn trator novinho em folha. JOSé no sabe quern rotibou, nem a Policia tern pista dos ladröes. o agricultor Max Wohigemuth, dono de cern alqueires em ascavel, acha que ha urna espécie de mafia agindo na regio: Osladrôesdevem fazer porte de quadrilhas muito bern oroanizadas, porque eu carreguei o caminho corn 2 litros de herbicide nurn dia, e já no dia seauinte a mercadoria foi roubada do meu qalo P.!o QRaO %4^ A regilo onde as quadrith as organ ii adas agem Orn major frequência. is on seihos do delegado delegado Tarcisio Mello Rodrigues, titular da 15')P, de ascavel, tern alguns conselhos que podem ser üteis para dificul tar a aco dos adröes de niâqu;' nas agricolas e insumos. Em primeiro lugar, a agricultor no pode pecar por negligéricia, ou seja,deixar tratores e insumos em qualquer local, cornpletamente desprotegidos. "sso se constitui num convite para Os marginais'. afirma delegado EquipamentOs e insurnos devem set guardados em galpöes próximos da residerlia e, se possivel, divididos em lugares difererites. Be no acoriselha a armazenamento em urn mesnlo local. Urn born co de guarda, se possivel treinado para no cair na esparrela do boliriho de came corn veneno, tambérn ajuda. Da mesma forma, o armamento serve para os rnomentos de maior gravidade. Masé precise ter porte de arma, seno o agricultor poderá se cornplicar depois. Outra recornendaco do delegado se refere ao registro da queixe Em caso de assalto ou outro delito, é importante que a Policia seja comunicada da ocorréncia o mais cedo posvel. orn a colaboraco de todos, a tareta dos nossos agerites fi ca urn pouco mais fácil. Mais cedo ou mais tarde, o ladro acaba rias nossas mos, confessando todos osseus crimes. Se a queixa no for registrada, será mais dificil para proprietário reaver seus pertences. A Tra for de esteira e carregadeira (lusa En en h aria e onstrucöes iv is Fsc.vaçoes de eslerqueiras. Microbacias. Prenchimento de Alicerces. Terra plenagern Ru., de Se$emhro, '6, sale i,,i('i 4 tol, Merechal (.indido Ron d in Nosso Fore: MARO KATUO KATO MARA A. ALMEDA ERNAN FJDELL ADERBAL DE HOLLEBEN MELLO Advogados em defesa dos trabaihadores Foz do lguacu ascavel Travessa ristiano Weirich, 91 rua Sào Paulo, 775 Ed. Metronole S 23Fone: Fone.( o seu sonho da casa própria pode tornarse realidade. onsultenos. Diversos modelos de residencias. Excepcionais condiçôes de pagamento. TAPUAN omercial e onstrutora tda. asas PréFabricadas '%1 Av. Maripã, n 13, fones (452) EllhlE ;4 333 e \iarechal ndido Rondon lirento SUPERMERADO WJA ATAADO Onde você en contra de tudo Lembrese,TRENTO é economia Fone ascavel EM MEDANERA ABATEçA NO O ENTRAL *POST Dc vo Lutz Borto1ize hiho Ltda bastecirneflt: Alcool, Diesel e Gasolina SUPER FUTRADA Lavagern, Lubrificacão. Borracharia. L.ubrificantes de Filtros,etc. ANEW L,ANHONETE Grato pela preferéncia Praça da Matril Fone: Mediafleira Paranâ. SANTANA E TODA A LNHA VW.. A 41 DsrABUDOR PARA FOZ E REGAO Paraguaçu de Autornóveis Ltda Av. Brasil 437 Fone: Foz do guacu ;. 4o S o c E z

10 FAA Alta costura QUANDO As flores desabrorharn no horizonte da Vida, P ERFU MAN DO A esperanca de urn futuro risonho, NOS DO OVA, g Nos erguemos para cumprimentar e aplaudir as DEBUTANTES de nossa coriedade. P ARABENS! Fj&V 1."M^ Av. Brasil 83, Fone: t4 * '. *1t 4. Adrhlna Moreira Andrion Saturnino Moreira Andrion elia Andrion ' n AS EBUTANTES Fotos: Derci Rodrigues 21 menin apresentaç L "B aile B guaçu c clube esta apresentac som do exce. OBL OBlL L omissárja Brasileira de móvejs Ltda. Para corn prar ou vender o seu imóvel, procure quem conhece o mercado da região. Rua Mmirante Barroso, 7 Fone: (455) Foz do guaçu Ana Paula Gomez Machado ' êrgio Lobato Machado Nelcy Gomez Machado Ana Paula Lopes Graf Divonsir Graf Neticely lopes nstiane sabel Rossato Darci Luiz Rossato liii Rossato Marcia Bocomy Bordin Luiz Adolar Bordin lane Maria Bocumy Bordin araguacu de Automôveis Ltda a,, j Santana, o carro dos novos tempos Av. Brash, 437 Fone: Foz do guaçu L Adriana Meneghetti ristina Lewis Leoni Meneghetti Telio Lewis Liri(&' Meneghetti Marliie Lewis laudia Patricia Vaccari Oscar Vaccari Elvira Erika Ojeda Vaccari 1 Morgenstern Oliva Sérgio Oliva Aglaél Morgenstern Oliva SavariS joalheiros "'T Av. Brasil, 1244 Fone: Foz do guacu Da esquerda para a direita: Narcisio Valsatti, Wâdis/leide lnvenutti, dilio/angel,ta hibiaque, rwing Sao Paulo e Maeli Vahatti. k..

11 . OUNTRY LUBE asrn oças fizerarn a sua galante io neste sábado durante o grande ranco" organizado pelo Foz do untry lubto salão de festas do va lotado e as debutantes foram as pelo ator rwing São Paulo, ao lente "onj unto Musical ltamone'.4 Lauren Dal Bó Roncato Sérgio Roncato k(}fl Dal Bô Ronrato 4 Sandra Vanessa Ramires Mace ci on a James Maccdonal Doodiley Dimas sabel Ramires VF " 4,4 ii ; :1P Maria Rosanna Jiménez Abbate Anibal Abbate Soley Maria ristina Jiménei Abbate p. 4 Flàvia Terezinha de Araujo Rafael F. de Araujo losefa Bezerra Arauio Jaqueline Reyes Lul, Pedro Reyes Tcrcia José Reyes Flavua Freire Francisco 1oltram Freire Arialba do Rorio ordeiro Freire Tania Mara Ferreira diio da Silva Ferreira Maristela B. M. Ferreira. "'4.:j,... {St..., Josinette Holler Alves dos Santos José Alves dos Santos lca Holler dos Santos [uriane Araupo Damen Fadet Damen Barudi sis Araiiu flamen Maria Gruel Junwiie, Abbate Anibal Abbak' S.)k'' \arua ( ristuna lirnent, Abbate L Floà Maria (.isi Pa, MaflO('l unlia Pa, Teresa (is j Pal Silmara Lima Sào Pedro Antonio Mendes São Pedro Antonio Mendes São Pedro Joselma Lima São Pedro ine Foto Visào Nova (lilr'fls,u) L'U otograias Ftos coloridas em unia hora Parabéns, Debutantes Permarieçam sempre alegres como nessa noite de Gala. Vereadora Arialba Freire Que o amor e a felicidade deste ci ía permaneçam sempre em vossos coraçôes Anibal Abate Soley rumprimenta o ator irwing Sao Paulo Da direita para esquerda: Franrisio reire, Sérgio Lobato, Luii arlos Dalcanalle, Arialba Freire e Silene Dairanalle i. (me Sérgio Lobato Machado Vereadói

12 N b 4 S N. E z obras ass ustam banhistas 1 Asucuri que o sr. Vilibado Hope (foto) capturou ha duas marias na praja artificial de Porto Mendes, em Marechal àndido Rondon, é inofenva apesar dos us trés metros de comprimerito. Nâo é venenosa. &rtretanto, o que Os banhistas esto temendo so cobras como a urutu e a cascavel, que tern sido detectadas corn frequència nas margens do la go, em Porto Mendes, desde a final do inverno. Muitostambérn receiarn entrar na água corn medo da raia (ou "arraa", como diz o povo), urn peixe de corpo achatado dotado de ferro venenosi. Missão argentina o governador bsé Richa urna misso argentina da provincia de Miones foram recepcinados sébado, em ascavel, pelo prefeito Rdelcino Tolentino. Richa desembarcou no aeroporto municipal as 14h2min e rumou para o municipio de Toledo, mesmo caminho seguido pelos argentinos, interessados em conhecer o rnodelo agricola paranaense, especialmente os trabaihos de conservaco de solos através de mi crobacias. A delegacào, chefiada pelo governador da provincia, Ricardo Barrios Arrechea, pernoitou em ascavel, juntamente corn a comitiva do governador. QUEM TRABALHA TEM TEMPO DE GANHAR DNHERO? A resposta está em Quem é Quem. A revista anual qua mostra como determinadas empresas conseguiram enfrentar e superar, muitas vezes corn lucro, a crise econômica que o Pals atravessa. Quern, é Quem na Economia Brasileira Procure seu exemplar. Já nas bancas. Vai urn mate amargo,tchê? Mate amargo, churrasco, muita müca gaucha e trovas é o oue prometea i Mateada Estadual, promovida pelo TG Sentinela dos Pampas, do Medianeira, nos Dia 25, quint feira: 5: h himarrào de recepcão ao logo de chão 7: h afé de chaleira 8: h lnicio da recepcâo aos visitantes 12: h Almoco Tipico A tarde Armacâo dos acampamen los 19: h anla nos acampamentos 2: h TertUlia Dia 26 sextafeira: 5: h. himarrão (e abertura oficial da mateada) 6: h Oracão crioula 7: h afé de chaleira 8: h olocacão das Bandeiras 9: h nauguraco olicial do logo de chão 9:3 h oncurso de declainado. res 12: h Almoco tipico 13: h oncurso do gaita ponto o pianada 14: h oncuro de trovadores 19: h Jantar tipico 2: h Tertélia l)ia 27 sâbado 5: h himarrão 6: h Oracao crioula 7 : h café do chaleira 8: i ontinuacào do concurso dos declamadores 1: h Recepcão ao secretario da ultura e do Esporte e demais toridades 1:1 h oncurso dos Departa dla 25 a 28 de outubro. A festa contará corn a presença do socretário Fernando Ghignone, da ultura e Eorte e sua progacnaco é a guinte " A festa serà no TG, em Medianeira 1! Bissolotti anuncia novidades para a Feanimais prefeito do Sao Miguel do lguacu, Albino Bssolotti 1 promote grandes novidades oara a Feir' de Animais deste ano. orn a abertura no dia 28 de novembro enceramen1 no dia 2 do dezembro, a Feanimaisaléni do polatizar a atenço de todos as criadores da regiaci, jä so tornou nova alternativa de lazer para a populaço de So Miguel do lguacu e municipios vizinhos. Albino espera para este ano uma grande quantidade de püblico. Fez uma slirie de ampliacöes no Parque do Exposicöes e Oncluiu as obras de infraestrutura bésica. ii està praticamente pronto urn gapio de alvenaria, construldo especialmente para animais cavalares e urn arnplo restaurante, também em alvenaria. Para este ano a Feanirnais terá corno novidade a gineteada e a pista de laço. Para isto já esto concluidas as novas pistas. "ta é urna forma que encontramos para home' agear as trabaihadores do campo. Eu fiz pensando nos peöes, para que eles possarn r'xihir sua versitilidade e habilidade",afirma prefeito. Urn pouco constrangido por no haver recebido recursos do governo estadual para a cor'stwmentos Artisticos 12: h Almoço tipico 14: h ontinuacão dos concur SOS 2: h J anta 22: h lnicio do fandango corn ) conjunto "OS VAARANOS", do Vacaria RS. Dia 28 Domingo 1:3 h Missa crioula 12: h Macanudo churrasco 13: h Entrega dos premios 13: h Fandanguinho de despe dida 16: h Entrega das bandeiras PREMAAO Prêmio ao primeiro acampamento quo se instalar Prèmio an acampamento mais anirnado Prérnin an chirnarrao melhor 'es'ado e tipicamente serido Prelnil) a major cuia orn chirnarrão Prëmio,i menor cuia corn chimarrão 1 e 2 lugar dedamaclores Adulto e mirirn 1" e 2 lugar gaita ponto 1 e 2 lugar gaita pianada 1 e 2" lugar trovadores 1 e 2" lugar chuleiros adulto e mirim 1 e 2 lugar Departamentos arlisticos adulto mirum 'V/n ' f/,'v,/nt(, c.io do 'arque di [x sici,'s, Al hino (l/ 1)11 po(li)do Verl), 1 1S :1,iii dessas,quem sabe,o goveriiadoi re solve abrir a man para tss( municipio". Mas nao ' do goveri 1 estadull quo All j un tern maqoa. Segiindo ele, a banca da de vereadores do PMDB "ane de uma rnaneir () ate souisatu, w resguardando e seni so (t't,uli prefeuto ds, io Mi),i1 ito lnua cu, volta afirmar quo as pot (as do seu gabinete estio aberlas para todos as vereadores, independente de filiaco i>irtutaria. Mas, apesar das disputas pollticas, o murucipio do Ebo Muquel alérn do Parque de Exposicôes, terà ate o final do ano sua praia articial conci ulda. "Tivenios aluuri atrazo, mas eu entrego a praia o toda sua infraestrutura em janeiro corn toda a certeza", afirrna albi.. onfie em quem entende Retill(a de ) Retifica de Motores Diesel, Gasolina e Alcool M otores corn garantia do 1. km. U omercio do pecas e icessorios,alrn do Medianeir ticinnal cinica no campo. Avenida 24 de Outubro. 182 Fone: Medianesra Paranà. Liguese no GRO MATNAL Das7às8h, pelasua RADO OLMEA ascavel A p re s e n (a ç a a do Antonio Sika erâmica Rondon Ltda. Teihas, goivos, tijolos maciços e de 6 furos Prolongamento da As. ontinental, s/n Km 1 (one Pato Bragado Moto Mecänica lguacu 4.'.11 ('', 1)111 ic pa ra no it, i' ouii '(.11 Sen i ç a'. d1' 1(114 4.' Relifucias. nc am jsan)s'nto do (ilin 51% 11, tie a.lgenl e tt a ill(.11,.i S d.ls cle n)agnt''.n RUA XAVER DA SLVA, 1496 FONE 1455) FOZ DO GUAU MAREHA AN DDO RON DON Lo'a e Tapeçaria Holler 5 ultuiuia pal.isr.t eni Tapecaria Rorn,uc e ( )flsrtns de ' (.lpotas ) 5 1k 2(1(1 11)1): g et it (.taratas 'j

13 S PRATO HEO PARA A NDGNAçAO DOS NDGENSTAS "A desaparição dos ndios é apenas uma questão de tempo". Elestr6nica Tr e"s Fron steiras Ltda onsertos de TV a cores e preto e branco, tocafitas, apareihos de som, venda de materiais eletrônicos, instalaçao de som em automôveis, som ambiente, antena coletiva. No fi nal de setembro, reali,ouse na apital do Pa narna a "ongresso do onseiho Mundial dos Povos ndigenas". No dia 24 do mesmo mes, is jornal pagualo "El DiariaNoticias" puhlicou o editorial prohlt nia indigena", quo "Nsso Tempo", po, sugestau do.*lgtins paraguaios residentes em c,, do lgt,acu, passoci s a teles ans partici.ntes daquele (ongrosso ) rt'produ, aqu,, pccr cons p dcrar a.inalist' o.1'. proposlas lt'itas polo editorial,sia Limardadeira bcniiha dosas cujos estilhacos fla p, sau deisar do prctdc.,ii lorids fern mesnin depots quo os carninhos da huptianidade detiniren, Sc n indict e siasel nu nan. quo c' jitrnal paraguato prega tanict,ode ser (uflsder,idp, a ma p s insp,trsni.,s ci das reaijda(ies,( nitici pode ser ionic da mais indignada das reaçot's por park' dos quo lutaiti pelt sobrc^ i%v nt n( oa pa dos posos indigs'nas e pelt manulençào do n ua idenlidade (uliural e etnka. A polemka em f o r no do lenia e inberminavel, t',,ian, nada meihor que cc, sc ar mais lenha na ingucira, tki sando para Os "ententiudos" a tarela dci quo ta,c't (urn as chamas. "Nnssi Tempo" se limita a pcundor,ir qtie e profundarnente do noso k'r do,sdniiiir quo as cilncaçoes do editorial a puintani para os reals rclmns do destino dos indios. Mesmi, quo a estinçan doss.i raca seja ineitävel, é 1)r('fetiSl lutar pelt sua preservacào, ao ines do for',ar sua integracào a cisiii,acatt Af,nal, e possisel sals.lr, prcserar os indip,s Se nan for ciumo tantos ía' tires parecern indicar e preterivel quo desaparecam 4)11 quo assirnilom a "Oda ivili,ada"t Mas vamos an intrigante editorial paragu,uo: Av. RepUb!ica Argentina, 57 antro Fone: Foz do guacu Paranà ;t) temnome. problema ndigena ' ultimo ceost' 1982 indica coma populaco indluena existente no pals a quantia de pessoas, urna cifra exkiva. Desse nümero. 26. pessoas habitam a regiào ocidental. o haco Boreal. Nos Departarnentosde aazdpa, ltapüa e AJto Paraná existern algurnascomunidadesnào incluldas no censo par causa da re 9stertcia de seus lideres, porém seu nümero nào pode passar de uns dez pot cento do total Quer dizer que e)istem 3.8 indigenas a maisdo que a cifra dada pelo con so Parece que Os problemas de urna popuiaco to reduzida, que em çjrande parte'cjà so incorporou ao ststema implantado pela nossa civilizacao, no podern set de grande magnitude e nem mesmo so dificeisde resolver. De vez em quando, esses problemas so expostos como assuntos que requerem uma consideràvel atencào püblica e como exemplos, as vezes, de urn procedimento equivocado da populaço no indigona ou do Governo. Os indios do nosso pals em sua totalidade, rrão importa a tribo a que tenharn pertencido, eram caçadores e pescadores, nôrnades sem arrimo, peto que sons assentamentos nunca foram estáveis nern seguros e nurrca foram agricultores, mas simples coihedores de frutos da produco natural. Dadas as suas caracteristicas de sobrevivéncia, necesatavam de imensas extenes de terra, na qual vaçjzzvam de acordo corn seu arbitrio, cacando e dscobnndo seu alimento. Se par acaso esgotay am momentaneamente a caca nurna regio, simplesmente, arco o flecha a mao, entrovam em re 96OS de outras tribos. as quais mpiesmente aniquilavarn e, em certas circuflstàflias, como conta Natalicio Gonzalez. devoravam. Defrontaclos corn a civilizaco, os mais inteligentes so mesclaram e nos deram a raca; 5 Outros pereceram. sajguns subsistem trabaihosamente sem tornar a deciso, que é inevitâvel, frente a urn pals que se transforma dianamente e que necessita, em razo da necessidade do suas maorias, de todo seu solo coma suporte de uma civilizacào distinta. ca irreversivel e que nada nero nilnguem poderá deter. A perstència de populacöes indigenas autonomas e fiéis a seu passado é i mpensavel u desapareci rnento é apenas questho de tempo, coma desapareceram as germanos, Os francos, os hunos, Os celtas, as bretöes, antepassados eupopeus que hoje se horrorizarn ante a inevitabilidade da extinço. A sociedade paraguaia tern a obnigaço de asamilar corn gonerosidade os restos de sons antepassados, rnasnâo pode deterse a format ilhas raclais que no assumem do maneira alguma seu direito ao progresso. E faiso oue o povo paraguaio tenha arrebatado qualquer coisa dos povos indigo' nas, cujo problerna deve set resolvido pela absorco e a mais râpida adequaçào ao melo e no pela via de uma rornàntica defesa de urna intangibilidade racial cornpletamente impossivel. preciso ajudar o irtdigena a deixar rapidamente de ser indigo r,. na e a flcotporarse a ctvllil,çdc, fazendo a possivel para (sue scus costumes nào atundem no esquecimento.há quo ensinàlo a plantar eficientemente, a produzir e manterso a si memo em uma civilizaco distinta; ha que dotâlo do terras cultiváveis e escolas. E ha que impedir por todos Os meios quo haja quem,por curiosidade antropológica,o condene a pernianc' cer em seu selvagismo e em sua miseria. indigena dove deixar de ser indigena e deve converterse em urn set normal que, sam se envergonhar de nada do seu passado, so integre corn os paraguaios para conquistar a porvir. Nósternospara corn eles urn tronco comum e no nos envergonhamos disso, porém somosdistintos, porque transpstsernos as barreinas de uma civilizaço primitiva quo jã no pode subsistir num mundo como o atual. Toda a ajuda csue possamosdispensar aosindios para que abandonem seu estágio regressivo deve sar prestada". / Tudo o que voce" precisa Papelaria, Livraria, entro de ópias on Os indios sobreviventes en' frentam urn dilema real e cruel. Ou so convertem em paraguaios, quer dizer, so transformarn em outra coisa, abancionando seus costumes an( estrais, seu idioma e suas crencas, ou, par causa da mina arrasadora, terminam par set j" u 1P1f(/(, /t' Y / E 1

14 r ' PROTEGLMOS: Pa rabrisas Vidros de porta a po Portas e a igniçao i t d( iiier MERK DE ONO1ONADORES X AR GELSOM [DA., )'14 \,, ' 1 at Reti'fica de Motores Bombas njetoras Medianei ra Atendese no campo MATRZ : Medianeira,Rua 24 de Outubro.esq. Argentina (tre o) lone: FLAL: Marcchal andido Rodon Rua Minas Gerais 'i/n, ao lado cia rodoviãria. Foote: 341 p6. Para anunciar disque: Protecão para horas certas e incertas J Umaooperativa ' a gente acostuma avaliar e valorizardurante as 365 dias do ano. Na hora de planter, coiher, comerciahzar. rr^ Na hora da preciso. Nos momentos de doenca. Quando carecemos da orientacäo tocnica amiga. Quando precisamos da seguranca de precos e mercado para alternativas de diversificacã'o do trabalho no campo. E mesmo quando nâ'o temos condiçdes para começar barn asafra, comoagora. lnformesena oopavel sobre a piano cia repassa de insumos p'a nto na safn ( ( ' ( :, OOWT%VEL Uma empresa ooperativa que valorize o cho em qua cresce. Terca tern João Bosco em Toledo cantor e compo sitor Joao Bosco éø convidado especial nesta tercafeira, dia 16, dentro da programaco do 1 Tempo de ultura que a Prefeitura Municipal de Toledo e a Secretaria Municipal de Educação e ultura promovem desde o iriicio do més. Joo Bosco vai apresentarse As 21h, no One mperial. 1 Tempo de ultura visa debater (rnas culturais o sua influéncia ho contexto sóciopolitico do Pals clifundir atividades culturais que, segundo os organizadores, thao pudon ser apenas privitegto olo urna pequena elite e nem so de qrandes centros. Este é, sem dovida, o evento artisticocultural mais importante do ano, no Oeste paranaense. Ecrnana paseada esteve em Toledo o consagrado teatrologo e atm de cinema Gianfrancesco Guarnieri para falar sobre " Teatro Braleiro e Sia lnfluència roo ontexto ultural e Politico do Pais". Terça tem Joo Bosco. Otiarta, dia 17, apresentaco do frlme "rgento Getio', do Hermano Penna, no One mperial. Vai ser as 21h. Na quinta, dia 18, nova sesso cinernatogcáfica, a partir das 21h: "Bes Nào tisam BlackTie", filme de Guarnieri corn direço do Leon Hirsaian. Ainda na quinta, a parfir das 21h, so que no lube do ornércio debate sabre "A Muiher no Mundo Atual" corn a participaco de armem da Silva. E sexta, dia 16, apresentaco de"gaijin arninhosda Jberddade", o consagrado filme de Ti zuka Yamazaki. Sera 6s2lh, no One mperial. ESTERLZAçAQ. Exsecretário fala no RS sobre experiência realizada em ascavel "Eu prefiro 2 mil aqueaduras ou vasectornias a mais d 4 mil recémnascidosmortos por ano, na prirneira infãncia", disse quintafeira da semana passada o medico Marcino de Morim, exsecretário de Sa6de do Municipio de ascavel, ao falar na Assembléia Legiativa gaucha sabre o seu projeto de planejamento familiar. Desde que foi demitido do cargo de secretário, apos o "affaire" esteriiizaco de muiheres em ascavel, Arnorim tern sido convidado para proferir palestras em várias cidades do Paraná e ate de outros Estados. Na exposico que fez em Porto Alegre, a convite da Assembléia Legiativa, Arnorim apresentou detalhes da apiicaco do sistema pela Secretaria Municipal de 566 de de ascavel entre janeiro e juho deste ano, quando foram esterilizadas 156 muiheres de baixa renda, todas elas tendo optado iivremente pela laqueadura das trompascomo forma de evitar nova gravidez. &n ascavel, o programa de plane;amento familiar vinha sendo executado corn total uncentivo do Executivo Municipal, mas quando a coisa chegou act conhecirnento da opinio püblica,aznorim foi sacrificado. Assumlu toda a responsabilidade sazinho, pare resguardar a imagern da administraço perante a igreja e seientos conservadores. Hoje, a par de sues alividades como medico, dedicase a dar palestras sabre o tema. orn a prefeito ele nào quer converse. Nova associação cultural Prortoover um maior intercàmbio cultural entre as comunidades da regiào e gestionar junta ao Estado major apoio aos empreendimentos artisticoculturais da.egio constituem Os propositos da recérn fundada Assaciaço de lntegraco ultural do Oeste Al o. Bi reunio realizada no Ultimo dia 29, em Assis hateaubriand, foi aprovado a estatuto da entidade e eleita a primeira diretona. Do encontro participaram representantesde Foz do lguacu, orbélia, Assis hateaubniarod, Santa Terezinha de itaipu. Mare chal ândido Rondon, So Miguel do lguacu. Palotina, Toledo, éu Azu$ e, evidentemente, Assis ateaubriand. A pnimeira diretoria ficou asm composta: presidente al so Antonio Breda (orbélia); vicepresidente Gilmar Tauschek (Palotina); 1' secretária S heila Regina Santos da Slveira (Foz do guaçu); 2 secretária Maria Rosa Ursen (M.Rondon); 1 tesaureiro urios Alberto Groili (Assis hateaubniand); 2 tesaureiro Jaime Folschini (Ou A zui), TRES ENTERROS POR DA Procurase urn novo cemitério Diantc da decidida opocao da popu acào do Alto Alegre, em ascavel, o prefeito F idelcino Tolentino voltou atrãs o nova cemiténio da cidade no será mais implantado naquele bairro e a decreto que declarava de utilidade püblica, para fins do desapropriaco, uma area de 73 mil metros quadrados destinada ao nova cemitério, foi revogado. prefeito colocou urn ponto final na polémica quo agitou o Alto Aiegre, mas em contrapartida a Prefeitura continua corn a problerna de ten do encontrar ate corn certa urgéncia uma nova locaiizaco para o segundo cemitério da cidade. quo o existente, na Rua arlos Gomes, esta quase totalmente ocupado. Danui a qolatro ou cinco mesas segundo projecoes mat pessimistas no haverä mais luçiar para enterrar Os mortos. em ascavel morrern atualmente trés pessoas par dia. A exumaco de indigentes, observado o prazo legal de cinco anos, rnanteve equilibrada durante duas décadas a ocupaco do sepulcrário. Mas a popuiaco urbana aumentou muito (especial mente de 78 pa ra cal e cresceu a media de manes, dia. vereador Hostilio Lustosa (PMD1, autor do mais completo trabalho sabre a probi erni dos cemiténios em cascavel, descobriu que so no hiérrio foram enterradas pessoas. No ano passado forarir mais de 9 e para este ann a previso é (b' 1.12 sepuitarnenios. Do total de mortosneste ano, estirra Sr que 33,8 por cento serâo sepultados coen inniirr'tes. Encoirtrar urn local adequado para o nova cerniténio no vai sar tarefa fãcil pot (pl corno ja n dernonstrou a populaco t '' Alirr: nir)o ' r.tipr s('r nho de sucesso de tumulos. Mas desta vez, so decidida a area, ela tiara situaco dominial devidamente re gularnentada. As contrário do velho cemitério, sabre a qual não existe lei municipal qua he dè conotaco de patrimonio poblico. urna quadrat inteira sem dana, conforme descobniu a vereador Hostllio Lustosa. Gemiterio do ascavel /omc'.e' quase es. 1 1

15 . w Suspen são de corn pras de trigo pelo governo revolta agricultores Pot nao onseguren1 explica cöes mais convicentes a respeito da medida, agricultores do Oeste do Paranã dernoristrararn surpresa o revolta ao serem tnformados pot funcionârios do agéncas do Ban co do Bra si l no area, da decisão do governo federal do suspendtr as cornpras do trigo, pratica usual are então. No inicio cia sernana, as sete cooperativasfiliadosá central otriguacu juntaramse a contes tacãc da decisão, fella pela pro ona Organizacão dos ooperati 1n Prran presidenie cia otriguacli, José do Luz Ochoa, e o diretor secretãrio Romano erniej viajaram para a capital do Estado, para uma reunião corn a duretoria da Ocepar, a parlir da qual seria enfatizada ainda mais a reprovaco das classes produtoras paranaenses a medida, "das quals clevem advur consequènclas graves, inclusive dificultando o plantio do culturas de verão", segundo observou Romano jerniej. Lie lernbroci quo Os agricultores tern que aplicar parcelas do recursos pro A Secreiaria Municipal cia A gricultura e MeloAmbiente e do Assessoria Jiridica. cia Prefeitura do ascavel, estão estudando a posbilidade do reativar a concessão do funcionamento do pelo menos urn matadouro municipal naquela cidade. onde 8 pot cento da carne consumida pela popuação são de origem clandestina, não sujeitosà fiscalizacão ou inspeção de órgãos sanitários. Na realidade, não consta dos arquivosde leis municipaisa criacão do matadouro püblico municipal, a não ser uma lei de nümero , do 13 de marco de 197, autorizando a realização de concorréncia publica para a concossão de permissão para exploracão do ahatedouro. gualmente não fol localizado o contrato oue em 1971 deu a corrcessão a firma 1.Vi carl e ia. Ltda. nformalmente, a Assessoria Jiridica constatou que a concessão passou por diversas mãos ate ficor corn o Frigovel, subsrdiária do oopavel. Recentemente, o prefeito Fldelcino Tolentino enviou corres AgenOr ae Paula Marins ADVOGADO Rua Berlarmino rio Mendonça 821 sala 1i 1" andar. Fone: Foi. prios paro custelo rio plantic, e sem o dinheiro cia venda do moo "isto será extremarnente dificti". o presidente cia otruguacu selucitou ao presidente do Ocopar. Guntolf Van Kauck, ciue 'use toda a forca de representatividade cia organizaço para forcar a revogaçào da medida". Jose da Luz choa lamentou quo 'mais uma vez o destino dos agriculiores è manuseado ao improvise, como so des nada representassem neste Pals'. Lembrou tarnb'm quo a sa ra do soja jâ está serido plantada, mas em funcão cia suspei são da compra do trigo determinada pelo governo;muitosagricultores podetao ret sérias dificuldades para completar o plantio, e messro os que pensavam em iniciálo aoora "poderao set desestimulados". o Oeste ja foi a principal area do produçào de trigo do Estado. Hole é superado polo Norte. Do ann para ano as lavouras vo se restringindo, em função do dois fatores básicos o clima e a politica agricola do governo federal, coo ou maisdanosa do aue as çieados. Matadouro municipal pode ser reativado pondncia a Associacao ornercial e ndustrial do ascavet e esta so durigiu a oopavel para corifirmar efetivameute as informaçöes A cooperativa entende quo a concessão não lhe concede nenhum beneficio fiscal, mesmo poraue "proliferarn em ascavel, como a l i as em outras regi6es, cis abates e conièrcio clandestino de animais' afirmam seusdirigentes, para lembrat que "o orrselho de Admirristraçào da cooperativa não fará objecão a clue so implantem novs empreendimentos neste sotor". ara acabar com o abate clandestino do animaise oferecer carne inspecionada aos consumidores, a Prefeitura pretende reativar a concessão para uma ou mais empresas interessadas. secreterio Francisco J usto J cirrior actedto que o mercado de carnes em ascavel comporte ate trés empreendirnentos do género, desde quo haja instalacöes sanitàrias adequadas medico vetertnãrio Oscar Laqo Pessoa, cia fiscalizacão do 1 Distrito Sanitario, acresceitta que o funcionamento deve set regido pelo ódigo nitário do Estado,pobilitando uma atuacac) f11s enérgica por parte da Sasb em relacão a estabelecimento, não regulamentados e a brindo opcão para que acoupues cia cidade tenham urn local apropriado para o abate de animais. A propôsito, Os intoressados em obter concessão para exploracào do matadouro municipal devem procurar a Secretaria Municipal da Agricultura para maiores esclarecimentos. A amaro Municipal do as cavel aprovou esta semafla, pot unanimidade, a formalizacão de sua fihiacão a Asseciacao da maras Municipaisdo Oesle do Paranà Acamop, entidade destinada a revalorização do pa)dl do vereador. A resolucão nesse sentido for apresentada pela vereadora Mathso do ruz Ferreira do Oliveira, quo além de presidenta do âma ra de ascavel tarribém preside a Acamop. Marlise anunciou, a propósrto, que a associacão vai realizar urn serninarlo eni ascavel no próxi NAO JOGUEFORA A HSTORA DE TOLEDO. FolorMuos ant'go. Quadros. cartas 1omas. d'xurnentos. podem er de extre'zc vaioq para reonstitur a hustoria de sua Wade A asa do uttura do Toledo e o Muscu Hst,rco WiRy Barth es)oo pedroo a ^ai a rsio oar ota obeto'. arligos ree'eti a bkdo Enie em contato con Muscu an les de,izor a '.ua dcoço NUDE TOLEDO A REUPERAR SUA MEMOR!A. ro âmara de Gascavel fl/iase a Acamop,. Satan do Arles Plasticas Para Novos, Festival Paranaense e Teatro Amador e cornemoracao dos do Museu Histôrico elso, Spe. ranca, 1Mm as trés propostas culturais aprovadas 1)reh,rn,tmento p ara ascasel, durrnte o ncontro Regional do Planei,i rnt' nto ntegrado da Secretaria do Estadu da (tihtura e Esporte, aberto sahado ciii (ascasol, oncerrado domingo corn a p,irticipacan de cerca do 4 municipios das microrregiocs Ot'ste, Sudoeste, (entrooeste e Sul do Parana. unla monte corn urn born elahor.idn pb no de aproveitamento clii potencat turistico do Parque cologu o, endr' cado,i P aranatur, estas proposti'. serào discutidas em caroler final nos prosirnuls dim 2, ibe 27, 1 uriti ba, no gahinete do Srtari() icrn,andn Ghignone, para serern possislniene incluidas no calendario estadual cia Sect', corn subvençao parcial ou total do Governo do sla A ornpantiia de [)co.rrvovu mento de ascavel. no cuniori mento de sua political de uncentivar atividades basicas do producão,estã conclaniando a populacão para que adquira pecas do o( tesanato para presentes.o "Dia do m'ianca", segundo Szana Aniàlia Teixeira, coorderiadora da "toja do odevel", é unia oporrunidade para isto, "porquo alem do vahoru zar o trabalhio dos artesãos, (rota so de urn preserite atratuvo, do hau xo custo e ate corn inahidade educativa". Erru ascavel varios estabele cimentos comerci;uis vondem pe tiro rho w (Jo ruovembro, corn a participação de representantes do Tribunal de ontas e de tècnicos do Famepar, para a discussào de temas como "Sbsidios de vereadores' e "Orçamento municipal" o para orientor funcionàrios ca àmara sabre técnicas de redacão legishativa. A reunio foi em ascavel ascavel busca três patrocnios da SEE A Acarnop torn seuestatuto reqistrado, possul logomarca e na AssemblOia Legislativa ja aportou urn pedido para clue seja decharada de utilidado pobhica. LJma cmica âmara Municipal oestina, a de Bragarii'y, nianifestouse, condo. Dos 2) rnunicipios do microrregio Oeste,,lponas 13 estiv cram re prosentados em ascavel. A abertura liii no sabado do rnanhã, quando o secretaijo lernando higoone ester.c representrd.o pel,i direil,rage Ml do Sr'ce, Benedita Arruda SilveitO, e 1)1 clirr'tor do oordenadoria do Açáo ultural, J os Tadeu Smolka. Ambos lembrarani quo para 8 a Sece disporà do,7 por centu dos do Estadu, o equivalente a (RS 14 bilhoes. A aphicaçau dcstes recursos e quo esta sendo discutida no interior, mediante a elaboraçao do urn calondàrio cultural, esportivo o turistico corn a participaçari de todos os municipios paranaenses. intercãrnhio real havido eritre as regii,os Oeste e Sudoeste possihilitou quo o encontro fosse reali,ado em dois dias, contra os trés dias,revis (us inicialniente, contorrne lemhrou o secretario do ulturost, Waldir Vi ehht'r. Artesänato, opção para presentes as crianças cas oferecidas polo odevel, critic cbs os supermercados Muffatão (o ristovão e Pio )i), Destro, Trento, arnhia Flores, bojas Gaucho e Froruteira. EntrL as op cöes do corirpras estão pecas em rnadei ra, cerãriuica, punturas, tior (lados, bri nquedos, decoracão e outras. Em Foz do guacu tarnbn' existem váriaslojasque comercializam o artesanato oferecido pelu odevel Precisase o Expr.sso r ui udor es1) atlriii tin do PROMOTOR DE VENDAScom experiéncia. Salario maisconiusles. Apresentarse munidos de curriculum viatae cia 15. 1:84 segundoterra na Av. Paraguai, 1946 BR 277 KM 538 Fone: traria a fitiacão, alegando fabta de recursos. * ko Mari: seminário em novembrn Pro fessora pede retifi cação orn o objetivo do relificar matéria pübhicada em nossa edi cão passada, recebenios a seguinte carla da professora MarilU Gaspareto Goulart, de Medianeira "oma presente, sohicito he a especial fineza em determinar providéncias no sentido de set retificada.em parte, a matéria pubhicada na ültima edic2uo do Jornal "Nosso Tempo", sob o titulo "Rm do impasse em Medianeura", a pàgina 7, tendo em vista que a parte ref erente as minhas declarathes saiu corn incorrecâo. oristou que eu havia traba hado como "inspetora auxihiar cc ensino' quando isto não é verdade. Fui aperiasaoehiar du lnspeto e sai pot hivre e espontànca vontado pot não concordat corn seu modo de trabaiho. E mais. onstou que ee "chegou a exigir que eu fosse em sua companhia, as 21 horas,em JardinOpohis e Ror ciaserra..." hsto tarnbém não é verdade. oue realmente acontoceu foi que o inspetor pediu, por telefone, quo eli o acompanhasse as 21 horas a umaescolada cidade, maispreci samente ao olégio Del fos, aleqando para isso que existia uma resolucão a set cumprida, quando na realidade não existe. hicito pois, que tab retifii.a cão seja pubhicada na proxinni edicão desse jornab a firn do restabelecer a verdade sobre os fatos. ontando corn suas preciosas atencôes ao assunto, subscrnvome." ATENOOSAMENTE Marihu Gaspareto Goul art O) AtencioSamente ' PEAS PE(AS E U AE SSOROS PARA V[JLOS FM (.FRAL U MAR i \s. Brasilia, 911 [one: 42J Medianeira Pr. FLAL 1: As. lguacu, 977 lone (455) S. Miguel do lguacu Pr JAL 2: Av. Ks/n lone (452) Mateländia PR. Lrt D 4 1. E ll Z

16 V. Raul e Lilo abeleirejro ova Periteaclo one Lavapem Tintura reflexos Pejmanentes Pe Mos Depiaco Descoloraco Av. i( N O 687 Foz do lauaçu, MOVES FABANE 1 anos servindo Santa Terezinha e regio. Rua Sivino Dal Bc, 25i,Font S Terezinhaci p ltai;u Filial em Foz do guana Rua Rul Bcrboij 457 Art Em primeira mo d dpf ii (1 tt reric oiiti ', (it k p iii' Pit to Pit ii 1 ia i iii 'it ii, sede da futura T\/ NAJP, nanal 12, de R)i do qiacit rgl ito n;ila vrasdo ri preset tante em nossa cdade, Ddi Rit,,an plo. ii TV coir cara a operar ate niaio de 85, coni iota proqrarnac.ci modttriui r camente regional A irnaem cia TV ouacu vai continsi.tr a cti'ar.i Fez do tguacu, por sina, corn olirna prngran'aro A terceira pista da Avenida J u sctlino Kubtichek,'i nrrrecendo atguma atencào a mais por pane ila )refe,tura. principalmente no qu' diz respeito a iuminacio. local lue tern sido pilro de dernonstra coesartisticas, está corn pénta ilurninaco. Falta ate a colocaco de malor volume de luminarias clue deem an local rim lspenti this festivo e dc menor abandoor), oral internacional ni J K omo pane da programaçào da Semana de onseientizaco do Menor, estará se apresentando no proxmo dia 13, as 17 horasna terceira pista da Avenida J K, o oral Musicap da Argenlina, inteado por24 vozese considerado urn dos melhoresda America do ondo se apresentado no hile, Paraguai, Bolivia Peru Feuador e nos tados Unidos, onde obteve vánios titulos e prèrnios. evento recehe o apoio da SDcretaria Municipal de Educack e uttura, clue convida toda a popuaco nara assistir esta grande apresentaco. A beleza actoja e Lidia Luit,qiisi E la é poetisa e sta dt.ifl(to set, vro de poeat. " Un a (ts4)e ;Jlta ao anianhecer". E quote auui dii terra p nlerece until forca di' n or, ii '; 1) 5 Na comem'oraçâo do meu aniversário, destaco as presencas da nihonita armem Fnansson e dos senhoras Sonia Sirrano. Maui Vatiat Ti, Vania Fabricio de Mello, Marildo cia Siva Ferreira e Valénia Elni it'i ri. fun cit 4 c E equth1te pa e mil aiatde rnutet OpOes LLci1:aJ 1} d c99ugu POSTO NTERNAONAL 2 e F1?QDUTOSDE (W3JJDADE Jorge Schimn'pfeng. esq. Ns7nte 8am,so, 1415 z Fone: Foz do iguacu A?. Nesta prirneira quinzena de outubro dir 'a a irtiira r;w piscinas dos principais clubes da cidade. Jâ e tenipo ( VO( it PtOVd!n ciando a sua documentacio pita ter ace. a etas. nteirse na spcretaria do seu clube. S., omecu nesta Quirita fuira no i tile Hipico d Fe, do ltju,icii, corn untrada franca para o publoo,o Tor:wict do dtos atarata,s. 1 abertura sera ãs9:3 horas e em seotida cornecani as piovas na ate yoria A,B e. No rnesrno horirin sáhado e dctminqo prns.segtlina :1 competij;^oor Participaro, arç3entlnos e r.iractans. aunt cit de So Paulo, uritiba e Marinaà. "S Vii ser nesta sextafeira a "None do Now Wave na l),sn Silvarti A promoçso organi,ada pela própria nasa, terá seti irnicto rnarcado )i ra is 23 horas. E durante a testa aconterera itoh v p rctacti'irc, festival "New Wave'', corn Nina Hauert, B'52, Ricl v Olin cii tras feras. S. Sera inaugurada no sabado aoui em Fe,. mats r ticuiliqit' (v Modas está instalada na avensda J(, 456, urn dos pnitit i pais &eiitror, cornerciaisda cidade. Nela o jovem podera escolber a roipa do sen gosto, corn baslante novidades para a pnimaveraverin c 1 oda nira a jovern senhora. 55 Recebernosrioticiasdo artista plastico Haroldct PJvariqa,qiie SA' inn contra nos Elates. Be avisa cue o Middfest foi urn sticesso stias ii bras e de outros auistas iguaçuenses foram rnriito bent iceitas. Do pois do Middefest ele segue viapern para ('evelan1 Washington onde alem de mostrar suas obras ira faint )3('t$l;lt; Diii ii'terencua ao proeto GaroverOhio. ) REN ' rucj 'EST OHO A. t\ M,.,.. ' ',''' Haroluu Aivareriqa t.dn t'.t.i Fit:,1 Middletown. Oii L1P, HOTEL NTERNAONAL Restaurante classe A Piscina c iri e h or d a Sauna nter [anch c i d ad e Discotheque Almirante Barrow. 34i [oz do guaçu Parana Dotitores Roberto, Lauro, Jacuni e Wil son. presencas marcantes nos,iconlecirnentos sociaps. (: ;., (, 'e )( ) ') ' )c.,' :',, '' '. X. "., 7_ 1 jovem empresarto Nil son Nadai anu(mciall(1o a aniptiac?o do scu hotel, que para esta temporada aléni da ampla e conforthvel ittiscina conlarà corn modernissima sauna. RESTAURANTE AR A1TE Foi criado corn objetivo de satisfazer seu apurado aladar Rua Almirante B.irroso, 893 Galeria Viela to, do gua4;;u4'k. f jf a ci a

17 S Recados Urgentes Nesta segundafeira a populaco assustouse corn todo o aparato de bombeiros postado em frente ao Edificio do Banestado. Felizmerite no setratava de incéndio nan, mas apenas uma demonstraco do orpode Bombeirosem instri' co de salvarnento. Na oportuni dade presenciouse a têcnica e a destreza dos riossos bravos solda dosdofoqo orn raro brilho, a Foz do laua. ountry lube realizou na loitn (1 ultimo dia 6 o seu tradicona Baile das Debutantes. Motto On corrida, a festa teve a anirnaui do Grurno tamone corn a apresntaço das Debutantes polo ator i ving Ebo Pail Sao todos sabioas as dificulda des financeiras por q ue passarn os entidades de asststéncia social on nosso municipio, como do resto em todo o pais. Várias so as nun dades que congregando pesso;is da nossa sociedade, lutam pan dar melhores condicöes do vim, procurardo minorar o sofrimento desses que no foram de mode, algum favorecidos pela sorte. Dentre estas entidades aue pretarn relevantes servi cos a cornunidade, temoso "Lar das Meninas'. " Lar dos dosos" este em construco,a Guarda Mirim, a APM. o EPREBEM. o Servirn, dentre ontras. Vocé pode auxiliar oualguer dessasentidadesou todaselas. Procure inteirarse do trabalhn quo elas desenvolvem e dé o son donativo que,por menor que seja, constituirá grande auxilio para essas entidades q uo Litarn con' grandes difi cul dades... De 18 a 2 deste rnès, no Hotel Dom Pedro. a ealizaç'ão do his tituto Rcjtarto. encontro ter a presenca de goverriadores do todas as èpocas, dos paises que compreendem a area da SAA MA. do Rotary nternational. predente eleito do R o da adman estará presente na abertura do nstituto. coordenador 1n encontro é o exgovernador n Distrito 464, iguacuense Sért L evyeoconvocadordolnstitiit o curitibano Guido Arzua. off Assirnquevotoudor, nosso colega tnjuizio Palmar deu urna esticada ate a boite Agua na Boca e caiu na gandaia. Diz ele que fez isto em homenagern 5s pobres mulheres iàmicas, subnietidas tirania religiosa dos Aiotalás. Be promote fazer grandes revelacöes para a prôxima edico.... A mais amiga FM da cidade ira rnudar sua programaço. Acontece queosdiretoresda ultura FM resolverarn incrementar ainda mais a força jovem em sua prograrnaco. Portanto, já a partir de 1 do novembro, muitas novidades estaro no ar. Tatiana Bottura, manequime modelo profis9onal é tambérn eximia arnazona. No ültirno dorningo,na prova franca disputada no Oube Hipico, ela ficou em 1 lugar montando Pierrot e 5 montando Kianga. Parabéns, Tatiana!... o Trevio estará dando urn show nesta sextafeira. A atraco sera a r)resenca do grupo musical "As lvagens". Este grupo, composto por mulheres, está fazerido sucesso err Sao Paulo e Rio,e fará sua primeira apresentaco em Foz... Sera' realizado neste sâbado, dia 13, as 2 horas, urn churrasco de confraternizaço dos amigos da aviacio, no pé Oube. Prornoco do Aern Ouhe do FO7 do lquac:uu. ap r 1 Paula Vanessa cornpletou 12 priniaveras no dna 2. Parabéns desta coluna. V?; Engenheiro Ademir Matte, empresário de destaque no municipio de MedianE ra. asamse neste sábado, dia 13, em Marechal ãndido Rondon, o locutor e noticiarista Airton Kraemer e 1 jovem Oeonice Kresm. Urn acontecimento quo vat movimontar a sociedade rondonense. Sintese e.. Uma dica ao pessoal que já está pensando em prosentes para o Natal: dé uma passadinha na AR1 que recebeu muitas novidadese ampliou em mais5 m2 de loja este mès... No ültimo sàbado, nas dependénciasdo alifornia Disco lube, de Medianeira, realizouse urn belirno desfile do modas. Foi o encerrarnento do curso de inanequins.... Parabénsao nosso amigo José, da Vade Mécum ontabilidade, que esta do endereco novo. Urn detalhe: a decora Th ficou a cargo da oart. Foi urn grande sucesso a noite do Break Dance do Oeste Paranaense, realizada no alifornia Disco Oube, do Medianeira. SS lube oncordia. do Marechal ândido Rondon,realiza neste dia 12 o seu tradicional Baile das Debutantes. "Beppi e seus solistas" vo animar a noitada que està sendo aguardada corn expectativa pela sociedade rondonense.... &n solenidade realizada no Oube oncordia, a àmara Junior do Marechal ândido Rondon en' placou no ültimo dia 22 cinco novosrnembros. Prestartirn jurarnento Airton arlos Kraemer, Alita Ruch, Voni do Amaral, Nilion Sader e Freddy Sholosser. Neste dia 16 estarâ aniversariando Joo Maria Mondi. Nossos cumprimentos a el e. SS ompletou 2 anos de vida no dia 24 ültirno o garoto Samir, filho dos amigos Maria' Sadi Buzanello. Rávia Maria Bordion, de Oo Azul, aniversariou no ültimo dia 24. Fizeram ainda aniversário nesta mana: Leiko Fukushina, esposa do nosso amigo hico; Rávia do A4raujo, que fez 15 anos, dois dias antesdo baile dasdebutantes. Nos dias 1 e 11 do novombro, no Oeste Paraná Oube, a realizaçio do XX Encontro das Apaes do Paraná, corn a participaco de mais de 87 entidados de todo Estado. Einor Mariot, atual prendente da Apae de Foz do lguacuo o coordenador do oncontro. S( Na passagem de mais urn dia das criancas, elevo meu pensamento a Deus, pedindo quo haja menas injustica neste mundo e que cada urn denosdê urn pouquinho do seu para minorar o sofrimento dos menore abandonados. MRANTE HOTEL RESTAURANTE PANORAMO14 ANDAR ESPE All DADE: BAALHALJ. ReptThica FEl JOADA as 4' e sàbados. Argentina, 892 Bacalhau: almoço c janta lone: mi do guacu. Aperfeicoarnento ELLico A major academia de Fo,. Prof essores ahamente capacitad, 'enha nos conhecer Av. Jorge Schimmelpfer,g, 334 Fone N Q.

18 S n 5 Rill pesso s FESTA DO PORO NO ROLETE ONSOLDASE OMO A MAOR PROMOçAO DO OESTE Al A banda animou as festividades 1. 4! if 5 mil pessoas prestigiaram a festa ' Foram 42 porcos (rnrdia de 4 quilos coda urn), seistoneladas de came de gado e alguns milhares de litros de chope, cerveja o ref rigerantes. Tudo isso para urn püblico estirnado em 5 mil pessoas que literalmente lotou a bela sede campestre do Oube aça e Pesca, em Toledo, e deu a Festa Nacional do Porco Assado no Rolete uma nova dimeno. No so trata mais, como ficou provadona 11 edicão dafesta realizada domingo, dia 7, de uma promoço merarnente regional. A Festa do Porco é sem düvida a festividade anual mais popular do Oeste paranaense, mas a projeco que dá a Toledo ultrapassa os limites da regio e do proprio Estado. Prova disso e o sucesso de p6b1ico rqistrado dnminqo além it da presença de destacadaspersonal idades. ben)verdade que tempo colaborou. Mas também a organizaco do evento desde o pollciamento ate os "stands" esteye dentro do razoável para receber a massa humana que desde manhà cedo cornecou a se deslocar para o aca e Pesca. No ar, o cheiro inconfundive$ de came assada em centenas de roletes, enquanto o pblico passeava pelo parque, visitava Os "stands" e enfrentava o color corn chope e cerveja, lmpobilitado do comparecer domingo, o governador José Richa foi a Toledo sàbado, levando a tiracolo uma missào argentina encabecada pelo governador da Provincia de Missiones, Ricardo omissao julgadora do concurso do porco assado Barrios Arrechea. Visitou o local onde no dia seguinte so realizaria a festa e jantou là mesmo. ardáplo: porco assado no rolete. No domingo, o governo do Estado foi representado pelo vice Joo Eisio Ferraz de ampos, que desembarcou em Toledo a frente de uma numerosa caravana. Recepcionado pelo prefeito Aihino orazza, pelo secretário Nelton Friedrich (nterior) e pelo deputado estadual Sabino ampos, o vicegovernador participou do lancamento da pedra fundamental do futwo parque de eosicöes do Toledo, almocou e em seguida visitou domoradamente os diversos "stands", mostrandose muito interessado na mostra de produtos representativos das indüstrias comtinitarias e do artesanato toledanos. Joo Bisio so teve palavras de elogio para a festa, para o " s pinto comunitánio do povo de Toledo" e em especial paia a administraço orazza, "clue urn exemplo para todo o Brash". ONURSD DO PORO jornalista e comentarista economico da TV Bandeirantes, Joelmir Betting, comeu porco assado ate so tartar. Nào por gulodice mas por obrigaco. Afinal, ele foi urn dos integrantes do comisso juiqadora do tradicional concurso de porco assado no rolete, do qual também participaram corno jurados presidente do Grupo Sadia, Mario Fontana;o prefeito Fidelcino Tolentino, de ascavel; o diretor do Banestado rédito e Rnanciamento,,Aiberto Rached; o diretor regional do Banestado, &ol ampo Rogenio Markus, da Sudcoop; Gilberto Grando, da afé do Paraná; e Edson Noris, do etil. A comisso ateveso a observaco de cinco itense ao final indicou, dentro as 16 concorrentes, a equipe de Auto Mecãnica Toledo Ltda. corn a vencedora do concurso, corn a sornatoria do pontos.!. :'' S S.. E M z A 42 suinos foram assados govemador Richa esleve sàbado em Toled

19 j '. A AV V S. ançamenlo ua pedri undainntal do parque de exposi côes. Ak,6 ow &.. l orazza: satisfeito corn a participacào popular. Em segundo (ugar f i c o u a e quipe de Trento e Brandaliza Ltda. (3.817 pontos); em 3. Riedi e Oa. Uda. (3.791 pontos); em 4, Adubos piranga (3731 pontos); e em 5' lugar, a equipe da Fumacol (3671 pontos). MPORTANQA DA 9J1 NOULTURA Se Toledo Municipo corn aproxirnadamente 1 mil habitantes é hoje nacionalmente conhecido pelo seu programa de industriatizaço cornunitária, no se pode esquecer todavia que as bases econômicos da cornurddade resdem ainda na agricuttura e pecuária. A suinocultura, que projeta a cdade através da Festa do Porco, é expressiva o rebanho é estimado em rnais de 2 mil cabecas. E a a Frigobrâs, a major industria instalada em Toledo, abate mais de 2 mil suinos dia. EXPETAT VAS 9JPERADAS A X Festa do Porco superou as mais otinhistas previsöes da comio organizadora, encabeçada pelo ernpresàrio Egydio Munaretto, supeririteridente da Frigobrás. A &luència de püblco fez corn clue os assadores tivessern do se desdobrar ate o final da tarde para atender a dernanda. Nos "stands" ao dezenas de empresas, no próprio restaurante do aça e' Pesca e nos locais reservados pra convidados especiais a movirnentaçâo era intensa. o prefeito Albino orazza no escondia sua satisfaco pelo xito da promoço. A admirìistraço municipal teve intensa participaço na realizaco do evento, como uma das entidades potrocinadoras (ao lado da oopagro e da dia). A consolidacào da Festa do Porco Assado no Rolete comb grande atraço anual é urn lato, santo que já figura orn destaque no calendário de eventos da Paranatur. vice governador Joao Elsio elogiou a festa. S P residente da odevel foi a âmara 47 it presicler'c cia ompanhia de DesenvolvimentO de ascavel, Adelino Marcon, saiuse bern do sabatina a que foi submetido quartafeila a noite na àmara Municipal de ascavel, acerca das atividades do odevel. Se teve pouco tempo e tarnbern poucas oporturiidades para detaihar em profundidade Os programas industrializan tes patroci nados ou ncenti vados pela odevel, mas parece tot enterrado de vez as dvidas levantadas pelo PDS através de seu lider Dercio Galafassi, sobre urna cornphcada operacào imobiliária destinada a impedir que a empresa Guimatra & A se mudasse corn mala e cuia para uritiba, e no qual a odevel teve partiipaco decisiva. lnterpelado e reinterpelado yerias vezes sobre essa questo, Marcon historiou todo o proces, desenvolvido em trés etapas: a primeira foi a aciuic o de uma a rea, pertencente a alcáreo Amazonas, e que ainda estava escriturada em norne do proprietàrio anterior, o açjricultor Nilo Ghipgi A segunda foi a permuta dessa area par outra, pertencente a uma entidade religiosa; e a etapa final foi a venda desse segundo terreno a Guimatra, pot 15 rnilhöes de cruzeiros, para que pudesse se expandir e desistisse do idia de transferirse para a idade lndustriai de uritiba. As suspeitas do lider do PDS concentraramse no transaco entre a odevel, alcáreo Amazonas e Niio Ghigghi pois a escritura lavrada em favor da odevel atestava clue a area fora adquirida por t 2 m,lhöes de cruzetros, quando havia informacöesde que o negódo fora fechado no marca dos 12,9 milhöes Marcon explicou que o valor na escritura correspondia, pot mera formalidade, act valor constante no contrato de compra e venda (o documento original) firmado entre Nilo Ghiggi e a alcáreo Amazonas. Mas que existe atestado asm a lisura do negócio urn contrato de compra e venda firmado entre a odevel e a abcâreo, no valor de 12,9 milhöes, e devidamerite registrado no artório de Titubos e Documentos. A maior parte do tempo foi gasta no debate dessa questo. predente da odevel fez ainda breves exposiçbes (quando he davarn oportunidade) sobre as a tividade desenvolvidas pelo Orgo no fornento a industrializaço, deu algumas expiicacöes stbre a aquico de imovel para sodiar a companhia, repondeu a uma indagaco do vereador disdente Oáudio avalcanti (PMDB) st,bre o incentivo act artesanato, e saiu do Legisiativo pouco depois da mela noite sem ter sido "terrado" pelos disdentes do PMDB, que praticarnente não abriram a boca. De potivo ficou evidenciado que, diferenças politicos ou ideológicas a porte, ha necessidade urgente de urna major integraco e harmonia entre os diversos segmentos do poder em torno do to alrnej ado sonho de converter ascavel também em urnpolo industrial, corn especial incentivo aos micro e pequenos empreendimentosformadosa partir de capital local. A presença de vàrios empresados é evidência clara do interesse corn que acompanham asiniciati vasda odevel. O PE Aviso de desligamentos P ara a realizaco de mebhorias em redes, binhas e subestacöes. comunicamos que so tornarn necessãrios os seguintes desiigamen tos DA 13/ 1/84 SBAD AFELANDA das 12 as 18h3Ornin Afeta: afebàndia, entral Santa ruz, PalmitOpolis, Anta Gorda e consumidores rurais. DA14/1184 DOMNGO AAVEL das 7 as 15h Ateta L oteamentos Esplanada, Ouatorze do Novernbro, Mari sa.r. Argenta, Santa MOnica, Dione, Adriana, Guarujã, Gutierrez. Ecipar ndustrias ntersoja, MOveis Sino, Poliplac, Sipal, Mitsui Brasileira P edreira Municipal, Souza ruz, depósito do cornbusd eis da rua da Pedreira. GUARA das 7h5rnin as 15h4Omin Afeta: consumidores das Ruas Jo5o Guimares Rosa, Luis Hasper e Des. Antonio F. Pereira osta, pastor J. Soren, Mahatma Ghandi A venida 1 e 2, Rua Recife, uiabá e,ajmirante Tarnandarê. DlA15i 1' 84 GUNDAFE)RA AAVEL. das7h3ornin As 8h e das is as 15h3Orni' Afeta: Loteamento Alto Alegre, cbo Pedro, Panit'iras, Santa ruz, Santo Maria, Bisabete, Pioneiros atarinenses, ristina, Dione. n to Monica e Santo Onofre. Das 7 as 12h Afeta: Supermercado Muffato, ncra e consumidores rias ruas Flo All, Visconde de Guarapuava. General Rondoii,Residcnte Betnardes, Salgado Filho e transversais entre Plinio Salgado e Maranho, nos Loteameritos Oliveira, Pict All e Tlentino. Dos 7h3 as 15h3Omin Afeta: Ruas Vitória, Belo Horizonte. uiaha c transversais. entre Avenida Foz do )guacu, General Rondon e imec1iaces do Sipermercado Muffato. Mais eletrifi cação em orbélia A partir desta segundafeira, dia 15, comeca a ser definida em orbélia a implantaço da segundo etapa do Oic Rural', o programa de eetrificaco rural de baixo custo que esté sendo desenvolvido pelo governo Richa e que ;á beneficiou, so naquele Municipio. 166 propriedades agricolas. &nidio Pedrobo, chefe de gobinete do prefeito Delso Trentin, confirmou para segundafeira a realizaço do reunio entre representantes da Prefeitura Municipal de orbélia e da opel para a discusso de detalhes de implantaço da nova etapa. nürnero de novas propriedadesa serem beneficiadas pelo programa de eletrificaco de baixo custo ainda està para ser definido, bern como as Areas do interior do Municipio que sero atendidas. "As obras de implantaçäo deyero ter inicio em dezembro ou o maistardar em janeiro", acrescentou Pedrobo. A inauguraço da prirneira etapa do "Oic Rural", em orbéha, levou o governador Jo Richa e o presidente da opel, Amy Oueiroz, a orbélia no quartafeito do semana passada, dia 3. A solenidade inaugural foi realizacla na propriedade do agricultor Vitalino Piovesan, um dos beneficiados pebo programa, que err nome dos demais destacou a alcance social do programa peba sua simplicidade e sobretudo bat xo cijsto. major salto das ataratas Será neste final do sernana, nos dias 12, 13 e 14 o grande acontecimento hipico em Foz do lguacu. Tratase do Tornelo de Salto das otaratas que prornete ser urn sucesso absoluto no que so refere a quali' dade técnica e organizacào pot par. te do clube, dirigido pelo empresario Roberto Dacache. As pistas foram cuidadosamen c preparados e jà começarn a chegar jôqueis de todos os lugares do p.ris, inclusive do exterior, prometendo assirn set esse urn dos meihores tornesos. A prova tern o patrocinio do SidSharp e beta a direcâo da Federoçãø Paranaense do 1lipismo. Eleiçöes Sindicais 1.5 ".5 Sera realizado ebeiçarr, no dii 1 de Novembro de 1984, no o4t' a, Sinducato Rural do Santa 1rt': irh.r de ltaipu, para cornposiçao do Lr' torma, onseiho Fiscal e Llr',.id,'.._. Representantes, de',endo o istrr' de chapas set aprest'iitadt '.1 rio no horri do 118:ft a., i ti.' N ras, no periodo do t) oil.,' di, contar da public.içat. dt'stt',i,.o edital de onvotacoo do tleia,...r contrase afisodo no sode deu ci,r dade, no Prebeitura Munit i1mi mara dos kereadwes. Ltjnostad.. c na Delegacia do Poliw l2deoutubrotic ')tt VALDEMAR BRMet l t Presideiit '.

20 Sew, drogas e nistérlo Monstro estrangula rnoça de 22 anos A Fb/ic,a esta enal. r,v o d' 1 dll/ia/c '',i.,' ticaldades para e/ucidi,r a Marie Se:(lia/ d L?' 141V Vi V1J Pot ( ai. d (1., / vein e/ira /gnei heffer, de vol. A Po/ic",1. o, ;nhl,m;,,//,j ari_ 22 arias, s&is ;ai!a nt finite c/c tretanto que c/a se en V,! Vt'!d (/l) sábado pare domingo via csca 1. oi.si,'r''',ra c t., ('afic,, p r, s (i ccl. Pi, iha,,, a,,) ;,io(,r't/ta Ha foi es/ran gu/acia e Seu cot rios de cases de tolerãnc,a. Pa encur?trado as 6/i na fnar?1 1 5 de (/O!7uiigo na estrad;, que /iqa a /A'o sahad i '/, ' i. '1 asic/a ca/idade de Gramaci,nhi, (inter/or 'mm dizendo /,'l.itj t/i april/ha, (1 de 'ascave/) a BR 277 a 1 me 'abelo Niio vu/to,.' maim., Na,pi,,. tros c/a ru(/o via federal. n/id de ddmingn (ic, v,,contr,,da elita, time be/n inoca era na. inorta pot urn aqru.,i/(ot. qu. i:) tural clv Rio Grande c/ti.'/ tendo 1lllmifc(/ fuito inmfn//ata,nm,(e,. oeixarjo a case dos pa's corn a,. dade de 15 arias par.i it mom, corn ima irtn5 em Palorina. ML nào (eve mu,to taba/ho van do a TOid 11;ud Sc para )ara esfahelecer a ausa llurtis ascavel. ha 2 dies aproxinada estmanqul am en (( "Lm.ie vai set urn mente, Ge/ira veto junta. Mas an caso complicado thsse lonte c/a tes disso, em epoca t)5 e.cpec,fi_ De/egacia de Gasc;ive/ As hipo(e. cede no relatcrio po/icial, 1, moca ses forrnu/adas pc/as autoridades morara algurn tempo em v, do 1)/icials sao duas a prirneira, que lquacu traha/hando em urn dos ta saiu pa/a aiquni pro grama bares su,ipeit,,% da cidade. v' '' " ', Nan 5e5, g be ao t/ftc) corn A aulr,'i c/ar '. 1.''i;'.cf.V' t' 'ii fipivo.>a,/tj ilei1i di, N" 1 (lu c&r(o lit,. Ontas i/si/i; St/u :ivol'. il.,.'i((j,,.(7/ ira/i(,i/t,. ' to Xi Qieri, 7nr ito two lrvi' i/ii't,i fit fic u/c/nile ')at /,j cl,!,, ; n/wi cii:, _l,!1() pratic,lflll(e incahili,ado ti/n virt,idi' 'le urn acid,, te sofrido hi a/guns anos. &n,clii 5(, a" fouiffl t//icoi: tradas ri 'a'. am. PrO/'i'l(/'is. (hi,s ü 11,41 ii. i. conseguiu estabe/ecer se o mata dot usou as rnàos ou a/gum obieto pare consumer a crime V r.sassino tove apenas a bal/io de /eva, a coma ate urm' (a. cal er/no e aba,'dona.lci a,, a/ui,, cia noutm'. Sern nenhuma testen't;. nba. Ocitma posihi/,dad é que. elitri pode ter sic/u mona no mci local onde seu cadéver to, ontr,n'cc. estra/igu/aclum 'a tou a ilt,m,,(to do proprin a, () S1!n(p/es/ti(t)(FJ /vn)a,5.,. i() ur/lit!uq,tida.i vera for, Tentou dar o golpe da passagem e foi em cana Uma pessoa cai u nas redes na oferecendo Os numeros das recia nova direço do etas/ Promo qui9c6es e pedindo para eles yepar (exetremi) que agora tenta rificar se as f,lhas do cidadào moralizar o sistema de doaco de iriam de fato viajar". No deu oupassagense migrantesa pesoas tra: Juscelino Andrade trocou a carentes, antesto viciado e cor requisiçöes pelas passagens e as rompido pelo exdiretor, José Ar vendeu a terceiros, ceno, homem que tentou dar o Altair Ferraz da Siva comunigolpe no órgo é excabo eleitoral cou a policia e esta foi ate a rede candidatos do PDSe hole en déncia de Juscelino "convidancontrase desempregado. Be se doo" a ir ate a Delegacia "para chama Juscelino Andrade e fol falarcomo Detegado" Na 6 1 SDP ao etas pedir passagem para en Juscelino confessou o seu crime' viarduasfaihasdoentesa uritiba, " Nào you mentir nào segundo o coordenador do órgão, nhor, dotô delegado. Eu vendi Altair Ferraz da Siva, 'o homem mesnio as passagens, mas é p1 fez a ma jor encenacão, dizendo que estou desempregado ha vaque as fit has estavam para morrer tins meses e no tenho nada para e no er 'am bern atendidas em Foz corner na minha casa. dolô do guacu. Be chegou a chorar na pode ate at na minha casa pta vet nossa frente fazendo as pessoas se eu no comprei, arroz, feijo e que estavam nas proximidades fj farinha pta alirnentar meus fiihos' car muito compadecidas. Es'itre Wscelirio Andrade tot liberamos as duas passagens e telefo do mas vai responder inquérito namos ao pesa cia &ilamerica por crime do estelionato. 7 Queixa contra advogado TEMPORADA DE SHOWS NA AGUA NA BOA STRPTEASE, TRAVESTS, ET 7 Htravestis Greta 9w e Michete Na,, garto, aarn dos sensac ioriii' shows de striptease corn estraa' cia região e do pais, a Boate Ac, a rca Boca apescnta rria,s uma a dv espetaculos quc vo (lei XJr : cè corn aqua na hoca. podera assairosepsac tonal show corn "Los artaciis", urn c,isai de argermnos acrobatits oue la per correu diverses paises cia An'eruca entral e agora esta no Brasil arrancando apiauis em cada ci dade em que se aprcsentarn. Os espetbciiios na Aa(ia "a Boca comecam sempre a lh cia,. madru(lada mas a cosa fica ahtrta a partir das loh da noite. No de,. ' correr desta semana vocé notfora i : assistir ainda a maqnific1 a'r, urna garota que fai dublaçieni t. ))1'('cUs 111/ Show cj striptease e tanlbcm a Sirnoric r.,arol.' dublagem e striptease urn baita muiheracci aue l a t', striptease em grandes centrcs / a mo so Paulo e Rio de Janeiro a agora curnpre ternporada en' kz do iquacu. AlAm disso, estb at vado urn novo show para dvi ra' todo mundo de boca aberta lvi tase do travesti MOriika OU fri; dublagem interriaciorial e nv,,. uma sane de outras apreseruacc"m ( para ninguém botar defeito. j. A Boate A qua na Boca A unia UN das mats sofisticadas caas nottir nasdo qénero no Pittance a unica a apreserrtar espetáculos coma OS Os ja citados nas très lroriteiras Quase todas as noites a case fita lotada pot turistas e rnesnos pus soasque residem ern Foz do lciva cu Brasil), Puerto lguazl1 )Aroc'r' ti na) e Puerto Stroessner Para goal). Essas pcfas, cern de ii rem OS trials variados tipos du ows, ficam motto a vo a ta,li. \ corn as mais de 5 gamotas. tc'nas '. de alta linhagem atcresentarrla ' uma educaco exemplar Paralelamente, a Aqua no Bo ca oferece urn bern completo 5cr vi co de bar corn garcons mu/ti discrelos e hem treinacios. A boate està instalada na A'endic Brasil. Monica Kendal. travesti,srtisf., na Delegacia de Toledo advogado Maccroci Done 'jet, inconfommado Lam a div,il gaco de uma notcia sobre sea anvotv,nienio ern prof.esso exis tente no hirurn de Toledo, dando ronta de que etc e seu socto te m,rr. "terguversado", seja, ateri ;iido aos dais doss lados de unla ;vna cause an rnesmo tempo. m;rdeu cnmpletamentv a cabeua si iqcedcu a reporter solde Jacobi do "orreto do Oeste" de Toledo, i, (lid 29. ni considerar ouc estava en' /'c3 püblico, o advooudo come Lou a lirri\'i';ar!')' 1./i'4!, Pcd ;ir son Noquetra. duretor do "orreio. Este preferiu ignorar as patavras impublicaveis ditas pelo doutor e reurouse do local. For nesse mornçnto nut a bacharel patina pata aqredir a reporter solde Jacobi, auc, seaundo ate, "passou a semana inteira no Forum procurando a noticia para me par nunia file". Depoisde ten dado empurrôes na repárter,o adioaado fl contido pet as niais de cern tesiemu ohas que se encontravamn rco Forum na hora co incidente. Os jor nali stas reqi straran ' cmvi All n a Dc r'q;u:ia d. 1/,, Radialista demitido acusa Radio ultura \ Sitll)l('S limitura cit uin. urola de missora. R,is ( urulii, rectheu ru(en' npudio dturarile o ")ornel do Meio temente de amara de 's ereetluires e Did', les ado o.ir pela Radii, ultu i. uta autoria lot do vereador Set r) ra ocasu)ni)u a clemissao do radialis' n o Sacomori, curiosamente mes a Uhirajara \ntonio, luncionaruul da not also da nota dim repudin. t'm,m.s,ira ia quaw urn ann. Na amara de \ ereadores o fato A nota en) questao to elahorada lot comentacli, por Dobrandino Sdpyle Associaçeo de Moradores do sa: "tamento protundarnente a de Rincào So Francisco e repudiava o unissat de Ubirajara Antonio e dciser ador Sys erino Sacomori pot let too eq ui a srado o me u p totes t),sk "dessiado as màquinas que es ontra a emissot.i. A. dispensa 11 laser, trahaihando em nosso birro Pore e simplesmente pot raiôes ticpate icier on, campo de lutebol em o rde r " politica. Sahemos do rahauric chacara de sue propriedade". ho que a emissora scm desenipe No die seguinte a kituca, o ma nhando na cudacle flids essa atutude dialista fri charnado wlo gerei1te da mi muito radii at". i'nuissore, [ones 'iendes cia Roche,,'sse the entrtgi,u it "hilhete a,ii". ) gerente da emissora, tones birajara Antonio nan tern dusidas Mcndes da Ro i a. disse a Noss (lilllto as ( aulsas cia demissatu "F Ttrnu)O que fri "uunia atitude %idtrite qut' sni conotaçao politica. rlleiit& edmunistraluse. Em abs,ilu,tø () tonis me disse gu y eu deseria let glen ha motivos politicos mis natt kilo J.iutt,cflSUra nan ter o cuistumamos musturar as crises. A u,mento Por(1U assifli inguto o po (lenlist.)(u do Uhurajare poderie timt tier municipal contra a Radio". o a onte(ido ha tres meses conin no 'r.,dialista acha guy pot has dim ludo tiriji (to ann. mi urn., decisao jd,i,, esiste a qucsao do titult, tie cidadào nisitji,'. a quc councidiu ()11 ) r'''tlria tie._ ) Pliti( ". Alimentos riot, e L.,itu' iniosaviini',\1t'rrad. 'itarado 'sarcjo Pr(s'sirn(J act t.'post() ( Brahma j F., S'tcs Di'',! ' Tls O4a) 13 1., UP 8589e c", do P,i r a ru

REDAÇÃO GANHADORA DO 1 LUGAR, 9 ANO, ESCOLA E.E.E.F. MARIA COMANDOLLI LIRA. Ás vezes quando ouvimos falar sobre a corrupção, o que vem em mente?

REDAÇÃO GANHADORA DO 1 LUGAR, 9 ANO, ESCOLA E.E.E.F. MARIA COMANDOLLI LIRA. Ás vezes quando ouvimos falar sobre a corrupção, o que vem em mente? REDAÇÃO GANHADORA DO 1 LUGAR, 9 ANO, ESCOLA E.E.E.F. MARIA COMANDOLLI LIRA. ALUNA: KETLY LORRAINY R. DE OLIVEIRA PROFESSORA: MARIA PEREIRA DE CALDAS TEMA: CORRUPÇÃO : O QUE EU POSSO FAZER PARA COMBATE-LA

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento.

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. museudapessoa.net P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. R Eu nasci em Piúma, em primeiro lugar meu nome é Ivo, nasci

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

UNVERSDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE GABINETE DO REITOR COMISSÃO DA VERDADE TRANSCRIÇÃO DE ENTREVISTA

UNVERSDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE GABINETE DO REITOR COMISSÃO DA VERDADE TRANSCRIÇÃO DE ENTREVISTA UNVERSDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE GABINETE DO REITOR COMISSÃO DA VERDADE TRANSCRIÇÃO DE ENTREVISTA Entrevista realizada em: 5.6.2013 Hora: 16h30min. Local: Sala do prof. Almir Bueno CERES Caicó/RN

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral Abril 2013 TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Presidente Desembargadora Letícia De Faria Sardas Corregedor

Leia mais

Marcos Leôncio suka02@uol.com.br 1 VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio. Elenco: Olga Barroso. Renato Beserra dos Reis

Marcos Leôncio suka02@uol.com.br 1 VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio. Elenco: Olga Barroso. Renato Beserra dos Reis VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio Elenco: Olga Barroso Renato Beserra dos Reis Zilânia Filgueiras Sérgio Francatti Dodi Reis Preparação de Atores e Direção: Dodi Reis Coordenação

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na visita ao Assentamento Lulão

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na visita ao Assentamento Lulão , Luiz Inácio Lula da Silva, na visita ao Assentamento Lulão Santa Cruz de Cabrália-BA, 28 de setembro de 2005 Meu caro governador Paulo Souto, governador do estado da Bahia, Meu querido companheiro Miguel

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT

Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT Brasília-DF, 30 de outubro de 2006 Jornalista Ana Paula Padrão: Então vamos às perguntas, agora ao vivo, com

Leia mais

Sinopse I. Idosos Institucionalizados

Sinopse I. Idosos Institucionalizados II 1 Indicadores Entrevistados Sinopse I. Idosos Institucionalizados Privação Até agora temos vivido, a partir de agora não sei Inclui médico, enfermeiro, e tudo o que for preciso de higiene somos nós

Leia mais

12/02/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República

12/02/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração da Escola Municipal Jornalista Jaime Câmara e alusiva à visita às unidades habitacionais do PAC - Pró-Moradia no Jardim do Cerrado e Jardim Mundo

Leia mais

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Apresentaremos 4 lições, que mostram algum personagem Bíblico, onde as ações praticadas ao longo de sua trajetória abençoaram a vida de muitas

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível).

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível). , Luiz Inácio Lula da Silva, durante a inauguração da República Terapêutica e do Consultório de Rua para Dependentes Químicos e outras ações relacionadas ao Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack São

Leia mais

O Espírito de Religiosidade

O Espírito de Religiosidade O Espírito de Religiosidade Pr. Alcione Emerich Como vive um Cristão Salvo contaminado ou infectado pelo Espírito de Religiosidade Hoje será um Culto de Libertação, vamos quebrar esta maldição em nossas

Leia mais

cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 1 CAPA

cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 1 CAPA cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 1 CAPA cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 2 TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI* *Artigo 5º da Constituição Brasileira

Leia mais

Unidade 4: Obedeça ao Senhor Neemias e o muro

Unidade 4: Obedeça ao Senhor Neemias e o muro Histórias do Velho Testamento 3 a 6 anos Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse Unidade 4: Obedeça ao Senhor Neemias e o muro O Velho Testamento está cheio de histórias que Deus nos deu, espantosas e verdadeiras.

Leia mais

05/12/2006. Discurso do Presidente da República

05/12/2006. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, no encerramento da 20ª Reunião Ordinária do Pleno Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social Palácio do Planalto, 05 de dezembro de 2006 Eu acho que não cabe discurso aqui,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 37 Discurso na cerimónia de retomada

Leia mais

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa Olhando as peças Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse 3 a 6 anos Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa História Bíblica: Gênesis 41-47:12 A história de José continua com ele saindo da prisão

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

Os encontros de Jesus. sede de Deus

Os encontros de Jesus. sede de Deus Os encontros de Jesus 1 Jo 4 sede de Deus 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou

Leia mais

Ap. Ozenir Correia TEMA: OPERAÇÃO JERICÓ X OPERAÇÃO LAVA JATO.

Ap. Ozenir Correia TEMA: OPERAÇÃO JERICÓ X OPERAÇÃO LAVA JATO. Ap. Ozenir Correia TEMA: OPERAÇÃO JERICÓ X OPERAÇÃO LAVA JATO. TEXTO: 1 Entrando em Jericó, atravessava Jesus a cidade. 2 Eis que um homem, chamado Zaqueu, maioral dos publicanos e rico, 3 procurava ver

Leia mais

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO.

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO. Roteiro de Telenovela Brasileira Central de Produção CAPÍTULO 007 O BEM OU O MAL? Uma novela de MHS. PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO. AGENOR ALBERTO FERNANDO GABRIELE JORGE MARIA CLARA MARIA CAMILLA MARÍLIA

Leia mais

CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA

CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA Clodoaldo Meneguello Cardoso Nesta "I Conferência dos lideres de Grêmio das Escolas Públicas Estaduais da Região Bauru" vamos conversar muito sobre política.

Leia mais

Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal.

Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal. Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal. ONDA GOSPEL - Quando revelou ao seu amigo, Luis Melancia a vontade de adquirir a rádio,

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de lançamento do Programa Nacional de Saúde Bucal

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de lançamento do Programa Nacional de Saúde Bucal , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de lançamento do Programa Nacional de Saúde Bucal Sobral-CE, 17 de março de 2004 Meu caro governador do estado do Ceará, Lúcio Alcântara, Meu caro companheiro

Leia mais

11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo II

11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo II Capítulo II Mark Ford 11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo Dois Como uma nota de $10 me deixou mais rico do que todos os meus amigos Das centenas de estratégias de construção de riqueza que

Leia mais

LOURENÇO LOURINHO PRACIANO 1

LOURENÇO LOURINHO PRACIANO 1 LOURENÇO LOURINHO PRACIANO 1 TESOUREIRO 41 ANOS DE TRABALHO Empresa Horizonte Nascido em Itapipoca, Ceará Idade: 76 anos Esposa: Maria Pinto de Oliveira Praciano Filhos: Lucineide Eu entrei na Empresa

Leia mais

Homens. Inteligentes. Manifesto

Homens. Inteligentes. Manifesto Homens. Inteligentes. Manifesto Ser homem antigamente era algo muito simples. Você aprendia duas coisas desde cedo: lutar para se defender e caçar para se alimentar. Quem fazia isso muito bem, se dava

Leia mais

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus Ensino - Ensino 11 - Anos 11 Anos Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus História Bíblica: Mateus 3:13 a 17; Marcos 1:9 a 11; Lucas 3:21 a 22 João Batista estava no rio Jordão batizando as pessoas que queriam

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 40 Discurso no encontro com representantes

Leia mais

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS. Cohab B

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS. Cohab B Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS Cohab B Data: 29/04/2015 Pedro Lima, Gabriel Landal, Lorenzo Silveira e Leonardo Souza. Turma 101 A COHAB

Leia mais

Pronunciamento proferido pelo Deputado Edson Ezequiel (PMDB-RJ).

Pronunciamento proferido pelo Deputado Edson Ezequiel (PMDB-RJ). Pronunciamento proferido pelo Deputado Edson Ezequiel (PMDB-RJ). Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, Ocupo a tribuna para agradecer a população do Estado do Rio de Janeiro, muito particularmente

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 68 Discurso na cerimónia de lançamento

Leia mais

Fui, não: fui e sou. Não mudei a esse respeito. Sou anarquista.

Fui, não: fui e sou. Não mudei a esse respeito. Sou anarquista. Tínhamos acabado de jantar. Defronte de mim o meu amigo, o banqueiro, grande comerciante e açambarcador notável, fumava como quem não pensa. A conversa, que fora amortecendo, jazia morta entre nós. Procurei

Leia mais

Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça

Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça Serviço de Rádio Escuta da Prefeitura de Porto Alegre Emissora: Rádio Guaíba Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça Data: 07/03/2007 14:50 Programa: Guaíba Revista Apresentação:

Leia mais

Qual o Sentido do Natal?

Qual o Sentido do Natal? Qual o Sentido do Natal? Por Sulamita Ricardo Personagens: José- Maria- Rei1- Rei2- Rei3- Pastor 1- Pastor 2- Pastor 3-1ª Cena Uma música de natal toca Os personagens entram. Primeiro entram José e Maria

Leia mais

Manual de instruções Banco Imobiliário e Banco Imobiliário Luxo Documento eletrônico criado e revisado em 01/04/2006

Manual de instruções Banco Imobiliário e Banco Imobiliário Luxo Documento eletrônico criado e revisado em 01/04/2006 Manual de instruções Banco Imobiliário e Banco Imobiliário Luxo Documento eletrônico criado e revisado em 01/04/2006 Um pouco de história: Em 1934, Charles B. Darrow da cidade de Germantown no estado da

Leia mais

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país Brasil Você sabia que... A pobreza e a desigualdade causam a fome e a malnutrição. Os alimentos e outros bens e serviços básicos que afetam a segurança dos alimentos, a saúde e a nutrição água potável,

Leia mais

Como utilizar este caderno

Como utilizar este caderno INTRODUÇÃO O objetivo deste livreto é de ajudar os grupos da Pastoral de Jovens do Meio Popular da cidade e do campo a definir a sua identidade. A consciência de classe, ou seja, a consciência de "quem

Leia mais

O que fazer em meio às turbulências

O que fazer em meio às turbulências O que fazer em meio às turbulências VERSÍCULO BÍBLICO Façam todo o possível para viver em paz com todos. Romanos 12:18 OBJETIVOS O QUÊ? (GG): As crianças assistirão a um programa de auditório chamado Geração

Leia mais

30/07/2009. Entrevista do Presidente da República

30/07/2009. Entrevista do Presidente da República Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em conjunto com a presidente do Chile, Michelle Bachelet, após encerramento do seminário empresarial Brasil-Chile

Leia mais

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, por ocasião da visita à Comunidade Linha Caravaggio

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, por ocasião da visita à Comunidade Linha Caravaggio Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, por ocasião da visita à Comunidade Linha Caravaggio Chapecó-SC, 23 de junho de 2006 Presidente: É um programa, talvez

Leia mais

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores?

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Noemi: É a velha história, uma andorinha não faz verão,

Leia mais

DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69. 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos

DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69. 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69 1 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos 2. Lição Bíblica: Daniel 1-2 (Base bíblica para a história e

Leia mais

30/09/2008. Entrevista do Presidente da República

30/09/2008. Entrevista do Presidente da República Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em conjunto com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, com perguntas respondidas pelo presidente Lula Manaus-AM,

Leia mais

AMAJUM. No próximo dia 7 de outubro, o povo brasileiro retorna às urnas, desta vez para escolher prefeitos, vice-prefeitos e vereadores.

AMAJUM. No próximo dia 7 de outubro, o povo brasileiro retorna às urnas, desta vez para escolher prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. No próximo dia 7 de outubro, o povo brasileiro retorna às urnas, desta vez para escolher prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. Produção: Ação conjunta: Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso Parceiro:

Leia mais

ano Literatura, Leitura e Reflexão Se m e s t re A r ua de José Ricardo Moreira

ano Literatura, Leitura e Reflexão Se m e s t re A r ua de José Ricardo Moreira 2- Literatura, Leitura e Reflexão 2- ano o Se m e s t re A r ua de s o n s o d o t José Ricardo Moreira PEI_LLR_2ano_2S_H1.indb 1 12/06/2012 18:18:06 Capítulo 1 A sua rua tem calçada? A minha tem! A sua

Leia mais

coleção Conversas #6 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça.

coleção Conversas #6 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça. coleção Conversas #6 Eu Posso com a s fazer próprias justiça mãos? Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu com o desejo

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 49 Discurso no encontro com grupo

Leia mais

PROJETO PROFISSÕES. Entrevista com DJ

PROJETO PROFISSÕES. Entrevista com DJ Entrevista com DJ Meu nome é Raul Aguilera, minha profissão é disc-jóquei, ou DJ, como é mais conhecida. Quando comecei a tocar, em festinhas da escola e em casa, essas festas eram chamadas de "brincadeiras

Leia mais

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão Jorge Esteves Objectivos 1. Reconhecer que Jesus se identifica com os irmãos, sobretudo com os mais necessitados (interpretação e embora menos no

Leia mais

09/09/2004. Discurso do Presidente da República

09/09/2004. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na solenidade de recepção da delegação brasileira que participou das Olimpíadas de Atenas Palácio do Planalto, 09 de setembro de 2004 Meu caro Grael, Meu querido René Simões,

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante cerimônia de lançamento do PAC Saneamento e Urbanização no estado de Sergipe

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante cerimônia de lançamento do PAC Saneamento e Urbanização no estado de Sergipe Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante cerimônia de lançamento do PAC Saneamento e Urbanização no estado de Sergipe Aracaju - SE, 26 de julho de 2007 Meus queridos companheiros

Leia mais

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões 8 Passos para o Recrutamento Eficaz Por Tiago Simões Uma das coisas que aprendi na indústria de marketing de rede é que se você não tem um sistema de trabalho que comprovadamente funcione, muito provavelmente

Leia mais

ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME

ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME CENA 1. HOSPITAL. QUARTO DE. INTERIOR. NOITE Fernanda está dormindo. Seus pulsos estão enfaixados. Uma enfermeira entra,

Leia mais

Atividades Lição 5 ESCOLA É LUGAR DE APRENDER

Atividades Lição 5 ESCOLA É LUGAR DE APRENDER Atividades Lição 5 NOME: N º : CLASSE: ESCOLA É LUGAR DE APRENDER 1. CANTE A MÚSICA, IDENTIFICANDO AS PALAVRAS. A PALAVRA PIRULITO APARECE DUAS VEZES. ONDE ESTÃO? PINTE-AS.. PIRULITO QUE BATE BATE PIRULITO

Leia mais

coleção Conversas #7 - ABRIL 2014 - f o? Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça.

coleção Conversas #7 - ABRIL 2014 - f o? Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça. Eu quero não parar coleção Conversas #7 - ABRIL 2014 - de consigo.o usar que eu drogas f o? aç e Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora

Leia mais

O SR. ALVARO DIAS (Bloco Minoria/PSDB PR) pronuncia o seguinte discurso: Sr. Presidente, Srs. Senadores, Srªs Senadoras, hoje não falarei mal da

O SR. ALVARO DIAS (Bloco Minoria/PSDB PR) pronuncia o seguinte discurso: Sr. Presidente, Srs. Senadores, Srªs Senadoras, hoje não falarei mal da O SR. ALVARO DIAS (Bloco Minoria/PSDB PR) pronuncia o seguinte discurso: Sr. Presidente, Srs. Senadores, Srªs Senadoras, hoje não falarei mal da Presidente, Senador Requião. Trago a esta tribuna um assunto

Leia mais

O que são Direitos Humanos?

O que são Direitos Humanos? O que são Direitos Humanos? Técnico comercial 4 (1º ano) Direitos Humanos são os direitos e liberdades básicas de todos os seres humanos. O principal objetivo dos Direitos Humanos é tratar cada indivíduo

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

Reunião de junho na Sede da Associação

Reunião de junho na Sede da Associação Ano 1 Lagedo, Domingo, 03 de agosto de 2014 N o 3 Reunião de junho na Sede da Associação Reunião na Sede da Associação. foto: Mirene Moraes, 29/06/2014. A reunião estava marcada para ter início as 13:00h.

Leia mais

PROGRAMA LUGARES DA MEMÓRIA

PROGRAMA LUGARES DA MEMÓRIA Memorial da Resistência de São Paulo PROGRAMA LUGARES DA MEMÓRIA CEMITÉRIO MUNICIPAL DE AREIA BRANCA Endereço: Avenida Nossa Senhora de Fátima, 768, Areia Branca, Santos,SP. Classificação: Cemitério Identificação

Leia mais

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após encontro com a Senadora Ingrid Betancourt

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após encontro com a Senadora Ingrid Betancourt Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após encontro com a Senadora Ingrid Betancourt São Paulo-SP, 05 de dezembro de 2008 Presidente: A minha presença aqui

Leia mais

PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO. Fome e Sede

PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO. Fome e Sede PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO HISTÓRIA BÍBLICA: Mateus 18:23-34 Nesta lição, as crianças vão ouvir a Parábola do Servo Que Não Perdoou. Certo rei reuniu todas as pessoas que lhe deviam dinheiro.

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM RECUPERAÇÃO DE IMAGEM Quero que saibam que os dias que se seguiram não foram fáceis para mim. Porém, quando tornei a sair consciente, expus ao professor tudo o que estava acontecendo comigo, e como eu

Leia mais

coleção Conversas #10 - junho 2014 - Respostas que podem estar sendo feitas para algumas perguntas Garoto de Programa por um.

coleção Conversas #10 - junho 2014 - Respostas que podem estar sendo feitas para algumas perguntas Garoto de Programa por um. coleção Conversas #10 - junho 2014 - Eu sou Estou garoto num de programa. caminho errado? Respostas para algumas perguntas que podem estar sendo feitas Garoto de Programa por um. A Coleção CONVERSAS da

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração do Centro de Especialidades Odontológicas de Campo Limpo

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração do Centro de Especialidades Odontológicas de Campo Limpo , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração do Centro de Especialidades Odontológicas de Campo Limpo São Paulo-SP, 20 de outubro de 2004 Meus queridos companheiros e minhas queridas companheiras

Leia mais

Lembro-me do segredo que ela prometeu me contar. - Olha, eu vou contar, mas é segredo! Não conte para ninguém. Se você contar eu vou ficar de mal.

Lembro-me do segredo que ela prometeu me contar. - Olha, eu vou contar, mas é segredo! Não conte para ninguém. Se você contar eu vou ficar de mal. -...eu nem te conto! - Conta, vai, conta! - Está bem! Mas você promete não contar para mais ninguém? - Prometo. Juro que não conto! Se eu contar quero morrer sequinha na mesma hora... - Não precisa exagerar!

Leia mais

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 Humberto Cordeiro Carvalho admitido pela companhia em 1 de julho de 1981. Eu nasci em 25 de maio de 55 em Campos do Goytacazes. FORMAÇÃO Segundo grau Escola

Leia mais

16 CARLOS RODRIGUES BRANDÃO

16 CARLOS RODRIGUES BRANDÃO 16 CARLOS RODRIGUES BRANDÃO 1 a Começa assim Este jogo começa com todos os participantes procurando as PA LAVRAS SEMENTES. E isso não é nada difícil! Basta as pessoas que vão jogar o jogo saírem conversando

Leia mais

KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 28/10/15

KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 28/10/15 KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 28/10/15 A mentira não agrada a Deus Principio: Quando mentimos servimos o Diabo o Pai da mentira. Versículo: O caminho para vida é de quem guarda o ensino, mas o que abandona

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 23 Discurso na cerimónia de assinatura

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 101 Discurso na cerimónia de inauguração

Leia mais

Anexo 2.1 - Entrevista G1.1

Anexo 2.1 - Entrevista G1.1 Entrevista G1.1 Entrevistado: E1.1 Idade: Sexo: País de origem: Tempo de permanência 51 anos Masculino Cabo-verde 40 anos em Portugal: Escolaridade: Imigrações prévias : São Tomé (aos 11 anos) Língua materna:

Leia mais

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE A Novena de Natal deste ano está unida à Campanha da Fraternidade de 2013. O tema Fraternidade e Juventude e o lema Eis-me aqui, envia-me, nos leva para o caminho da JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE Faça a

Leia mais

Desafio para a família

Desafio para a família Desafio para a família Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da espiritualidade. O sonho de Deus para a família é que seja um

Leia mais

mundo. A gente não é contra branco. Somos aliados, queremos um mundo melhor para todo mundo. A gente está sentindo muito aqui.

mundo. A gente não é contra branco. Somos aliados, queremos um mundo melhor para todo mundo. A gente está sentindo muito aqui. Em 22 de maio de 2014 eu, Rebeca Campos Ferreira, Perita em Antropologia do Ministério Público Federal, estive na Penitenciária de Médio Porte Pandinha, em Porto Velho RO, com os indígenas Gilson Tenharim,

Leia mais

INT. BIBLIOTECA (1960) - DIANTE DO BALCãO DA BIBLIOTECáRIA

INT. BIBLIOTECA (1960) - DIANTE DO BALCãO DA BIBLIOTECáRIA INT. BIBLIOTECA (1960) - DIANTE DO BALCãO DA BIBLIOTECáRIA Carolina e, acompanhados de, estão na biblioteca, no mesmo lugar em que o segundo episódio se encerrou.os jovens estão atrás do balcão da biblioteca,

Leia mais

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES:

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES: Atividades gerais: Verbos irregulares no - ver na página 33 as conjugações dos verbos e completar os quadros com os verbos - fazer o exercício 1 Entrega via e-mail: quarta-feira 8 de julho Verbos irregulares

Leia mais

AGUAS PROFUNDAS. Lc 5

AGUAS PROFUNDAS. Lc 5 1 Lc 5 AGUAS PROFUNDAS 1 Certo dia Jesus estava perto do lago de Genesaré, e uma multidão o comprimia de todos os lados para ouvir a palavra de Deus. 2 Viu à beira do lago dois barcos, deixados ali pelos

Leia mais

12:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo

12:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo 2:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo Amados de Deus, a paz de Jesus... Orei e pensei muito para que Jesus me usasse para poder neste dia iniciar esta pregação com a

Leia mais

Para início de conversa 9. Família, a Cia. Ltda. 13. Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35. Cardápio de lembranças 53

Para início de conversa 9. Família, a Cia. Ltda. 13. Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35. Cardápio de lembranças 53 Rio de Janeiro Sumário Para início de conversa 9 Família, a Cia. Ltda. 13 Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35 Cardápio de lembranças 53 O que o homem não vê, a mulher sente 75 Relacionamentos: as Cias.

Leia mais

Estímulo Experimental: Texto para filmagem dos discursos políticos (Brasil Thad Dunning)

Estímulo Experimental: Texto para filmagem dos discursos políticos (Brasil Thad Dunning) Estímulo Experimental: Texto para filmagem dos discursos políticos (Brasil Thad Dunning) DISCURSOS 1, 2, 3 e 4 sem mensagem de raça ou classe (o texto do discurso é para ser lido duas vezes por cada ator,

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE FARIAS BRITO

CÂMARA MUNICIPAL DE FARIAS BRITO ATA DA VIGÉSIMA SÉTIMA SESSÃO ORDINÁRIA DO SEGUNDO PERÍODO DA DÉCIMA OITAVA LEGISLATURA DA CÂMARA MUNICIPAL DE FARIAS BRITO, CEARÁ. Aos 04 (quatro) dias do mês de setembro de 2013 (dois mil e treze), às

Leia mais

Crianças e Meios Digitais Móveis TIC KIDS ONLINE NO TEMPO DOS MEIOS MÓVEIS: OLHARES DO BRASIL PARA CRIANÇAS DE 11-12 ANOS

Crianças e Meios Digitais Móveis TIC KIDS ONLINE NO TEMPO DOS MEIOS MÓVEIS: OLHARES DO BRASIL PARA CRIANÇAS DE 11-12 ANOS Crianças e Meios Digitais Móveis Lisboa, 29 de novembro de 2014 TIC KIDS ONLINE NO TEMPO DOS MEIOS MÓVEIS: OLHARES DO BRASIL PARA CRIANÇAS DE 11-12 ANOS Educação para o uso crítico da mídia 1. Contexto

Leia mais

f r a n c i s c o d e Viver com atenção c a m i n h o Herança espiritual da Congregação das Irmãs Franciscanas de Oirschot

f r a n c i s c o d e Viver com atenção c a m i n h o Herança espiritual da Congregação das Irmãs Franciscanas de Oirschot Viver com atenção O c a m i n h o d e f r a n c i s c o Herança espiritual da Congregação das Irmãs Franciscanas de Oirschot 2 Viver com atenção Conteúdo 1 O caminho de Francisco 9 2 O estabelecimento

Leia mais

CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO

CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO HQ se lga! i CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO Defender a CONSTITUINTE é um erro! Erro, por que? A direita vai aproveitar uma Constituinte

Leia mais

Material: Uma copia do fundo para escrever a cartinha pra mamãe (quebragelo) Uma copia do cartão para cada criança.

Material: Uma copia do fundo para escrever a cartinha pra mamãe (quebragelo) Uma copia do cartão para cada criança. Radicais Kids Ministério Boa Semente Igreja em células Célula Especial : Dia Das mães Honrando a Mamãe! Principio da lição: Ensinar as crianças a honrar as suas mães. Base bíblica: Ef. 6:1-2 Texto chave:

Leia mais

MOISÉS NO MONTE SINAI Lição 37

MOISÉS NO MONTE SINAI Lição 37 MOISÉS NO MONTE SINAI Lição 37 1 1. Objetivos: Ensinar que quando Moisés aproximou-se de Deus, os israelitas estavam com medo. Ensinar que hoje em dia, por causa de Jesus, podemos nos sentir perto de Deus

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 11 Pronunciamento sobre a questão

Leia mais

ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 09 DE JUNHO DE 2014 Às vinte horas do dia nove de junho de dois mil e quatorze, na sede da Câmara Municipal, reuniu-se

ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 09 DE JUNHO DE 2014 Às vinte horas do dia nove de junho de dois mil e quatorze, na sede da Câmara Municipal, reuniu-se ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 09 DE JUNHO DE 2014 Às vinte horas do dia nove de junho de dois mil e quatorze, na sede da Câmara Municipal, reuniu-se em Sessão Ordinária a totalidade dos Vereadores, sob

Leia mais

Conselho Nacional de Controle Interno

Conselho Nacional de Controle Interno Veículo: Site Congresso em Foco Data: 13/07/2012 Editoria: Lei de Acesso Coluna: - Página: - Só 12% das prefeituras dão atenção a transparência Uma mesma pergunta foi feita às administrações de 133 cidades

Leia mais

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Nome da Equipa GMR2012

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Nome da Equipa GMR2012 NOS@EUROPE O Desafio da Recuperação Económica e Financeira Prova de Texto Nome da Equipa GMR2012 Alexandre Sousa Diogo Vicente José Silva Diana Almeida Dezembro de 2011 1 A crise vista pelos nossos avós

Leia mais

A Lição de Lynch. O mago dos investimentos conta como ganhar nas bolsas depois de Buffet e Soros

A Lição de Lynch. O mago dos investimentos conta como ganhar nas bolsas depois de Buffet e Soros A Lição de Lynch O mago dos investimentos conta como ganhar nas bolsas depois de Buffet e Soros Por Laura Somoggi, de Marblehead (EUA) É muito provável que o nome Peter Lynch não lhe seja familiar. Ele

Leia mais