É uma forma dos professores do Colégio Platão contribuírem com seus alunos, orientando-os na resolução das questões do PAS da UEM.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "É uma forma dos professores do Colégio Platão contribuírem com seus alunos, orientando-os na resolução das questões do PAS da UEM."

Transcrição

1 É uma forma dos professores do Colégio Platão contribuírem com seus alunos, orientando-os na resolução das questões do PAS da UEM. Este caderno ajuda o aluno no processo de aprendizagem porque comenta a resolução de cada questão de forma clara e objetiva. No fi nal, temos um gráfi co de porcentagens dos conteúdos que foram exigidos por disciplina e o comentário geral da prova, feito pelos professores do Colégio Platão. Página 3 Página 3 - ETAPA 1

2 Aquiles e a verruga (Roberto Gomes) REDAÇÃO Texto 1 Foi uma paixão fulminante. Um encontro casual numa sorveteria, uma noite num bar, um fim de semana no litoral. Estavam apaixonados. Duas semanas depois, resolveram morar juntos. Alugaram um apartamento minúsculo, onde mal cabiam os dois e era isso mesmo que eles queriam. Juntos para sempre. Passaram semanas esquecidos do mundo, entre o trabalho e o apartamento, onde viviam de refeições pedidas por telefone e DVDs assistidos até a madrugada. Era o amor, dizia ele. É o amor, ela respondia. Até que numa madrugada, especialmente cálida e movimentada, ela fi cou subitamente tensa, deu um salto da cama e exclamou: Você tem verruga! Tenho o quê? Verruga. Uma verruga horrorosa. Ele tinha mesmo uma verruga no calcanhar esquerdo, já nem lembrava dela. É, tenho. Ela acendeu a luz e saiu em busca do roupão, no qual se embrulhou, pudica. Por que não me disse antes? Por que eu deveria ter falado disso? Eu tenho horror a verrugas. Ele tentou brincar: Você tem horror a verrugas. Eu tenho uma só. É o bastante. Você deveria ter falado disso. Da verruga? Da verruga. Estamos juntos há dois meses e você nunca me falou dela. Dela? Da verruga. É como se você mentisse para mim esse tempo todo. Mentisse? Mas você fi cou doida, criatura? Eu tenho uma verruga, só isso. No tendão. Tudo bem. Outros têm verruga no dedo indicador tentou novamente fazer uma brincadeira. Se ainda fosse... Não faça piadinhas! É sério. Tenho fobia a verrugas. Não acredito. Você tem certeza de que não está brincando? Imagina! Não brinco com verrugas! É coisa séria. Ela abriu o guarda-roupa, apanhou uma mala e começou a recolher suas roupas. O que você está fazendo? Perguntou ele. Vou embora. Por causa de uma verruga? Isso mesmo. Não suporto verrugas. Tenho fobia. Ele se levantou da cama e, inexplicavelmente, se sentiu chocado com a própria nudez. Colocou a calça do pijama. Aproximou-se dela. Ela gritou: Não me toque! Não ponha a mão em mim! Ele abriu os braços, patético: Mas... E nossa paixão? Nossos sonhos? Nossos planos? Tudo acabado. Por causa de uma verruga? Por isso mesmo disse ela, enfi ando-se num jeans e numa camiseta. E se eu tirasse a verruga? Colocando o tênis, ela dirigiu a ele um olhar cheio de pânico: Não adianta. Volta. Verruga é para sempre. Você corta aqui, ela renasce. Pula para outro lugar. Passa de um dedo para outro. Sinto muito. Arrastou a mala até a porta, apanhou as chaves e disse: Amanhã eu volto para pegar o resto das minhas coisas. Adeus. Antes de fechar a porta, ela apagou a luz e ele ficou ali, de pijama, no meio da sala, no escuro. Sozinho. Ele e a verruga. (Texto retirado de Gazeta do Povo, Curitiba, 10/5/2009) Texto 2 O trabalho na sociedade greco-romana Para se entender o trabalho na sociedade grecoromana, é necessário que se tenha em mente que seus membros não pensavam essa questão da mesma forma que a pensamos hoje; tampouco se trabalhava da mesma maneira, ou melhor, não se organizava o trabalho como hoje o fazemos. Antes de tudo, os gregos utilizavam vários termos para designar o que hoje entendemos por trabalho. Além disso, a organização da sociedade greco-romana era também diversa da nossa e, portanto, a divisão do trabalho e as relações sociais de produção também o eram. Os gregos faziam uma distinção clara entre o trabalho braçal de quem labuta na terra, o trabalho manual do artesão e aquela atividade do cidadão que discute e procura, através do debate, resolver os problemas da sociedade. Conforme Hanna Arendt ( ), pensadora alemã, os gregos possuíam três concepções para a ideia de trabalho: labor, poiesis e praxis. Página 4 Página 4 - ETAPA 1

3 Por labor, entendia-se o esforço físico voltado para a sobrevivência do corpo, sendo, portanto, uma atividade passiva e submissa ao ritmo da natureza; o exemplo mais claro dessa atividade é o trabalho de quem cultiva a terra, pois ele depende sempre das variações do clima, das estações, ou seja, de forças que o humano não pode controlar. A mesma expressão é utilizada para o momento em que a mulher está em trabalho de parto. Em poiesis, a ênfase recai sobre o fazer, o ato de fabricar, de criar alguma coisa ou produto através do uso de algum instrumento ou mesmo das próprias mãos. O produto desse trabalho muitas vezes subsiste à vida de quem o fabrica, tem um tempo de permanência maior que o de seu produtor. O trabalho do artesão, do escultor se enquadraria nessa concepção. Praxis, por sua vez, é aquela atividade que tem a palavra como o seu principal instrumento, isto é, que utiliza o discurso como um meio para encontrar soluções voltadas para o bem-estar dos cidadãos. É o espaço da política, da vida pública. Diferentemente dos casos anteriores, aqui não há nenhum produto material resultante dessa atividade, como no caso do agricultor ou do artesão. Na praxis, a atividade é totalmente livre, uma vez que se utilizam os objetos e as coisas produzidas pelos outros. A maior virtude consiste em utilizar bem as coisas, sem ter que transformá-las através do trabalho (no caso, através do labor ou poiesis). (TOMAZI, Nelson Dacio [et al]. Iniciação à Sociologia. 2 ed. rev. e ampl. São Paulo: Atual, p.39) GÊNERO TEXTUAL 1 CARTA PESSOAL Com base no texto Aquiles e a verruga, imagine a seguinte situação: você terminou um relacionamento amoroso por uma causa banal, a exemplo da história apresentada no texto de apoio. Escreva uma CARTA PESSOAL, com no máximo 20 linhas, em que você relembre os bons momentos ao lado da pessoa amada e apresente argumentos tentando reatar o namoro. Nessa carta pessoal, seu destinatário deverá chamar-se José ou Josefa e você, o remetente, deverá assinar como Maria ou Mário. GÊNERO TEXTUAL 2 RESUMO A partir da leitura do texto O trabalho na sociedade greco-romana, produza um RESUMO, com no mínimo 10 e no máximo 20 linhas. Lembre-se de que o RESUMO é um gênero textual que tem por objetivo passar ao leitor as informações mais relevantes do texto original e a ele deve ser fi el. COMENTÁRIO SOBRE O CONTEÚDO DE REDAÇÃO O PAS-UEM, desde sua introdução, em 2009, solicita ao candidato, na prova de Redação, a elaboração de gêneros textuais, os quais têm sua noção trabalhada desde o ensino fundamental. Essa proposta vem acompanhando o modelo da prova de Redação do vestibular da UEM, oferecendo ao aluno a possibilidade de um estudo mais aprofundado dos gêneros ao longo do ensino médio. Ao apresentar propostas obrigatórias de gêneros diversos, o PAS oferece a chance de o candidato estabelecer uma relação real com a leitura e escrita dos mais variados textos. Como nos anos anteriores, as propostas apresentadas no PAS 2011 vieram acompanhadas por textos de gêneros diferentes daqueles que devem ser elaborados. Em seguida, as instruções sobre a produção e o enunciado exigiram a leitura atenta do candidato para que este desenvolvesse adequadamente o seu texto. O limite máximo de linhas passou de 15(ano passado) para 20, facilitando para os alunos que têm difi culdade no quesito concisão. Vale lembrar que, desde o ano passado, o PAS traz apenas dois(2) gêneros, possibilitando ao aluno um tempo maior para as produções. Como o fator tempo é gerador de angústia e pode interferir no rendimento do candidato, consideramos esse modelo adequado. CONHECIMENTOS GERAIS 01. Segundo o conceito sociológico de fato social elaborado pelo sociólogo francês Émile Durkheim ( ), as formas de pensar e de agir dos indivíduos são impostas pela educação, pela religião e pela moral, que se originam na sociedade e no meio social específi co em que eles vivem. A partir dessa defi nição do conceito de fato social, assinale o que for correto. 01) Os indivíduos escolhem livremente as suas formas de pensar. 02) Os fatos sociais possuem uma origem social e coletiva e não se originam das vontades dos indivíduos. 04) Os fatos sociais, como as crenças e ideias morais, por exemplo, são fenômenos psicológicos, já que a sociedade é composta de indivíduos. 08) As ações sociais dos indivíduos são subjetivas e racionais. Página 5 Página 5 - ETAPA 1

4 16) Quando nascemos, encontramos já prontos os fatos sociais como a língua, as leis, a religião e as concepções morais da sociedade. RESPOSTA: 18 nível fácil 01) INCORRETA. Uma das características dos fatos sociais de Durkheim é a coerção social, o que signifi ca que os indivíduos não escolhem livremente suas formas de pensar. 02) CORRETA. Esta alternativa tem a ver com a exterioridade, outra característica dos fatos sociais preconizada por Durkheim. 04) INCORRETA. Não são fenômenos psicológicos, são fenômenos sociais que, na visão de Durkheim, funcionam como coisas, não no sentido físico, mas no sentido de objetos exteriores ao indivíduo. 08) INCORRETA. Uma das características dos fatos sociais é a generalidade, ou seja, os fatos sociais não existem para um único indivíduo, mas para a coletividade. 16) CORRETA. Novamente a alternativa refl ete o que Durkheim chama de exterioridade. 02. Em relação à ocupação territorial brasileira, assinale o que for correto. 01) No Sul e no Sudeste brasileiros, as planícies litorâneas são entrecortadas por afloramentos de planaltos cristalinos, que constituem paredões rochosos. Esses afloramentos, alinhados paralelamente à linha costeira, difi cultaram a comunicação entre o litoral e o interior. 02) No século XVI, a expansão comercial europeia e o crescimento das cidades estimularam a busca por novos produtos capazes de incrementar a atividade comercial. No Brasil, grandes extensões da Zona da Mata nordestina cederam lugar às plantations canavieiras nos solos de massapé. 04) A concentração populacional no interior do Planalto Brasileiro, no início do período colonial, ocorreu devido à dependência econômica em relação aos centros mundiais do capitalismo comercial. 08) A confi guração defi nitiva do território brasileiro foi estabelecida no final do século XVII, com a expulsão dos holandeses do Nordeste e dos franceses do Rio de Janeiro. 16) A exploração do pau-brasil era monopólio da Coroa Portuguesa. No entanto, esse monopólio real era quebrado por corsários e contrabandistas. RESPOSTA: 19 nível fácil 01) CORRETA. O conjunto de serras formadas no território sul e sudeste difi cultou a entrada e comunicação entre a planície litorânea e o interior do país. 02) CORRETA. É conhecida como Zona da Mata, a faixa litorânea da região nordeste do Brasil, paralela ao Oceano Atlântico, que se estende do Rio grande do Norte até a Bahia, passando pelos estados da Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Sergipe. A faixa que corresponde a Zona da Mata tem entre 100 e 200 km de largura, da costa até o Planalto da Borborema. A região foi a porta de entrada para a colonização européia, iniciada no século XVI. É chamada de Zona da Mata por que, originalmente, era coberta pela Mata Atlântica, que atualmente está quase extinta na região. O solo fértil vem sendo explorado desde a colonização. 04) INCORRETA. A maior parte da população brasileira estava concentrada na porção litorânea e não no interior do Planalto Brasileiro como afi rma a questão. 08) INCORRETA. A configuração atual do território brasileiro confi gurou-se apenas no século XX. Destaca-se a Questão de Palmas ou das Missões (1895), Questão do Amapá (1900), Questão do Acre (1903) e a Questão do Pirara (1904). 16) CORRETA. Os lusitanos, a partir do Pacto Colonial detinham o monopólio da exploração do Pau-Brasil. Porém, a teoria não se aplicou na prática, havendo práticas corsárias e piratas e contrabando. 03. Sendo a escala um dos atributos fundamentais de um mapa, é correto afi rmar que: 01) ela estabelece a relação entre a superfície cartografada e a distância dos meridianos. 02) ela corresponde à relação numérica entre os trópicos e a superfície cartografada. 04) um mapa em grande escala mostra uma área menor com mais detalhes. 08) ela estabelece a distância real entre paralelos e meridianos. 16) ela estabelece a correspondência entre as distâncias representadas no mapa e as distâncias reais da superfície cartografada. Página 6 Página 6 - ETAPA 1

5 RESPOSTA: 20 nível fácil 01) INCORRETA. Escala cartográfica é uma relação matemática que existe entre as dimensões reais e aquelas da representação da realidade contidas em um mapa ou globo. 02) INCORRETA. A escala, em cartografia, é a relação matemática entre as dimensões do objeto no real e as do desenho que o representa em um plano ou um mapa. 04) CORRETA. Quanto menor o valor do denominador (1:25.000), MAIOR será a ESCALA, pois, menor será a redução da área. Assim haverá maior riqueza de detalhes. Veja as gravuras II e III abaixo: 02) os primeiros filósofos gregos buscaram construir uma explicação racional para eventos que eram explicados de forma mítica, enfatizando, nesta refl exão, a origem natural das coisas. 04) não se pode afi rmar que houve uma ruptura radical entre a mitologia e a fi losofi a, pois a filosofia dedica-se aos mesmos problemas da mitologia, porém com argumentos diferentes; nesse aspecto, há uma continuidade temática entre elas. 08) fi losofi a e mitologia são discursos contrários, pois a filosofia nega o sobrenatural e busca sempre combater qualquer tipo de divindade. 16) nas origens do pensamento fi losófi co grego se verifi ca uma substituição gradual, porém, evidente, entre as explicações de natureza mítica, por explicações de caráter racional. RESPOSTA: 22 - nível fácil 08) INCORRETA. A escala, em cartografia, é a relação matemática entre as dimensões do objeto no real e as do desenho que o representa em um plano ou um mapa. 16) CORRETA. 04. Aquilo que se estuda hoje como filosofia nas escolas nasceu na Grécia antiga (aproximadamente no séc. VII a.c.), em um contexto cultural de predomínio do pensamento mítico e da religião politeísta grega. Refl etindo sobre a ciência, questiona Chauí: a Filosofi a nasceu realizando uma transformação gradual nos mitos gregos ou nasceu por uma ruptura radical com os mitos? (CHAUÍ, M. Convite à Filosofi a. São Paulo: Ed. Ática, p. 34). A respeito do surgimento da filosofia e suas relações com o discurso mítico neste contexto grego, é correto afi rmar que: 01) o discurso filosófico jamais se opôs ao discurso mítico, pois os filósofos eram sábios e sacerdotes; logo, defensores das explicações míticas. 01) INCORRETA. Os primeiros filósofos, percebendo que o conhecimento mitológico era contraditório e limitado, fizeram uma reformulação deste, racionalizando-o e transformando-o num conhecimento novo e diferente. 02) CORRETA. Enquanto que na mitologia o universo surge como divindade, na fi losofi a ele surge como pura natureza. 04) CORRETA. Refletindo a respeito das possíveis origens da fi losofi a, Marilena Chaui, em sua obra Introdução à história da fi losofi a (1994), admite que houve ruptura e continuidade entre o mito e o logos, ou seja, a partir da interpretação mítica, os gregos passaram a buscar uma explicação racional para a realidade, mas sem abandonar de todo a mitologia. Portanto, não é correto afi rmar que houve ruptura radical. 08) INCORRETA. A filosofia não aceita as explicações baseadas na religião. No entanto, não se pode afi rmar que a fi losofi a busca sempre combater qualquer tipo de divindade. 16) CORRETA. O principal mérito dos primeiros filósofos foi introduzir a razão no conhecimento. Questionando a validade do conhecimento mitológico, os primeiros filósofos não aceitaram a criação do mundo a partir do nada, e por isso investigaram a natureza procurando descobrir o princípio (arché) originário de todas as coisas. Página 7 Página 7 - ETAPA 1

6 05. Muitos estudos a respeito do território que compõe o atual Estado do Paraná não deram a devida importância à presença das populações ora chamadas de indígenas. A respeito da presença indígena e de seu contato com o colonizador europeu, é correto afi rmar que: 01) no território que viria a compor o Estado do Paraná, por ocasião da chegada dos europeus, predominavam populações indígenas Yanomanis e Tupinambás. 02) Aleixo Garcia é considerado o primeiro europeu a percorrer a região, ultrapassando o rio Paraná na localidade das antigas Sete Quedas e chegando até os Andes. 04) os europeus demonstraram respeito e capacidade de conviver com as formas de propriedade e cultura das populações indígenas. 08) Guairá foi a primeira região que experimentou o sistema das reduções jesuíticas. 16) o bandeirante Raposo Tavares exerceu papel de destaque no combate e destruição das reduções jesuíticas. RESPOSTA: 26 nível médio 01) INCORRETA. No território que atualmente representa o estado do Paraná eram compostos principalmente por Guaranis e Xetá, ambos da família linguística dos Tupi- Guarani e Kaingang, da família linguística Jês. 02) CORRETA. Aleixo Garcia percorreu o território do atual estado do Paraná em Este desbravador passou pelo Caminho de Peabiru, também conhecido como Caminho de São Tomé. 04) INCORRETA. Em geral, o contato dos europeus com os índios foi trágico para este segundo grupo, desencadeando praticamente uma limpeza étnica dos nativos. 08) CORRETA. Os jesuítas castelhanos buscaram colonizar parte do atual território do Paraná na sua porção Oeste fundando cidades como Ontiveros, Villa Rica del Espirito Santo e Ciudad Real del Guayrá e cerca de trezes reduções jesuíticas. 16) CORRETA. As ações de bandeirantes como Raposo Tavares foram essenciais para a desestruturação da tentativa colonizadora dos espanhóis nas atuais terras pertencentes ao estado do Paraná. Página Dependendo de suas formas de intercâmbio e do seu conhecimento sobre a natureza, as sociedades humanas têm feito uso de variadas fontes de energia ao longo da história. A esse respeito, assinale o que for correto. 01) Na Antiguidade Clássica, as embarcações dedicadas ao transporte marítimo de longa distância combinavam o uso de duas forças motrizes: a força muscular dos remadores e as velas para aproveitamento da energia eólica. 02) A utilização de arados de ferro puxados por animais representou um dos aperfeiçoamentos mais importantes da agricultura na baixa Idade Média. Na mesma época, o moinho de vento aperfeiçoado era usado no processamento de grãos e em outras atividades de transformação. 04) A energia eólica foi a principal força motriz das navegações que resultaram nos grandes descobrimentos marítimos europeus da Era Moderna. 08) Rico em recursos energéticos como carvão, petróleo e gás, o Japão foi o segundo país do extremo oriente a tornar-se uma nação industrial. 16) Embora pobre em jazidas de carvão mineral, a Inglaterra manteve intacta a sua supremacia econômica na segunda revolução industrial. A desvantagem energética foi compensada pela efi ciente marinha mercante inglesa, que garantiu fretes baratos para a importação de carvão mineral de outras regiões produtoras. RESPOSTA: 07 nível fácil 01) CORRETA. Neste período era comum a utilização de fontes antigas ou arcaicas de energia como a força muscular, tanto humana quanto animal. Além de fontes atualmente consideradas alternativas como a eólica (ação dos ventos) 02) CORRETA. O fi m das invasões bárbaras na Europa, por volta do século X, trouxe certa paz ao continente. Do período que vai do século XI ao XV, denominada Baixa Idade Média, o sistema feudal de exploração de braços humanos entrou em decadência devido aos avanços no setor agrícola, como a invenção do moinho hidráulico, que facilitava a irrigação, e a atrelagem dos bois nas carroças, o que possibilitou viagens com mais carga e, consequentemente, aumento na produção. Com as inovações tecnológicas no setor Página 8 - ETAPA 1

7 agrícola, as terras dos feudos passaram a fi car pequenas demais para uma população que só tendia a crescer. 04) CORRETA. Os barcos a vela foram os principais meios de transporte neste período e contribuíram de maneira decisiva para a expansão marítima européia. 08) INCORRETA. O Japão não apresenta abundantes recursos energéticos, sendo forçado a importar grande parte do que necessita. 16) CORRETA. A Inglaterra possuía grandes reservas de carvão mineral em seu subsolo, ou seja, a principal fonte de energia para movimentar as máquinas e as locomotivas à vapor. Além da fonte de energia, os ingleses possuíam grandes reservas de minério de ferro, a principal matéria-prima utilizada neste período. A mão-de-obra disponível em abundância (desde a Lei dos Cercamentos de Terras), também favoreceu a Inglaterra, pois havia uma massa de trabalhadores procurando emprego nas cidades inglesas do século XVIII. A burguesia inglesa tinha capital sufi ciente para fi nanciar as fábricas, comprar matériaprima e máquinas e contratar empregados. O mercado consumidor inglês também pode ser destacado como importante fator que contribuiu para o pioneirismo inglês. 07. Uma das características marcantes da Grécia antiga foi o advento da polis, cidades-estados, que gozavam de autonomia política, econômica e administrativa. Relacionado a esse fenômeno está o nascimento da filosofia, principalmente em função da Ágora espaço comum, palco dos debates públicos, lugar de troca de ideias entre iguais (isonomia). Somente ali poderia nascer uma refl exão que valorizasse o aspecto racional dos argumentos. Disso decorre a íntima relação entre o modo de ordenação política da cidade e o exercício do debate público. Sobre esse contexto históricocultural da Grécia antiga, assinale o que for correto. 01) A igualdade política, típica dos regimes democráticos, não era uma igualdade universal na Grécia antiga, pois nem todos os habitantes da polis participavam das decisões políticas. 02) Apesar de a democracia ser uma forma de governo de origem grega, ela não foi o único regime político existente nas diversas poleis. 04) Para os gregos, as práticas políticas eram próprias dos espaços comuns, os espaços públicos, e não regras que deveriam valer para a vida doméstica. 08) O legado político-cultural grego não se espalhou por outros povos, pois estes não conheciam a fi losofi a. 16) Os debates públicos na Ágora permitiram o nascimento dos sofistas, profissionais da argumentação, que não possuíam um compromisso com a verdade: apenas desejavam convencer os seus ouvintes. RESPOSTA: 23 nível médio 01) CORRETA. Para participar da vida política ateniense era necessário ser cidadão. O conceito de cidadania, entretanto, era extremamente excludente. Era considerado cidadão ateniense apenas o homem livre e ateniense (nascido em Atenas e fi lho de pais atenienses). Isso signifi ca que as mulheres, escravos e metecos (estrangeiros) não participavam do processo político. 02) CORRETA. Destaca-se como exemplo dessa afirmativa o sistema oligárquico espartano, mesmo com recentes estudos que demonstram a criação de um governo constitucional em que todo cidadão era igual perante a lei e que prezavam muito pela liberdade, de acordo com o historiador Paul Cartledge, da Universidade de Cambridge do Reino Unido. 04) CORRETA. Os gregos separavam o público do privado. De modo que a participação política em praça pública era um direito exclusivo do cidadão, e esta regra não poderia ser aplicada na vida doméstica. 08) INCORRETA. A democracia atual é baseada na organização ateniense. Entretanto, diferencia-se em diversos aspectos sendo, o principal a questão de ser direta em Atenas e representativa na atualidade. 16) CORRETA. O advento da democracia grega direta exigiu o surgimento dos sofistas, mestres na arte da oratória que viajavam por toda a Grécia ensinando aos cidadãos, mediante pagamento, como convencer pelo poder da palavra. O importante para os sofi stas era ganhar uma discussão independente do critério utilizado. Página 9 Página 9 - ETAPA 1

8 08. Com relação a defi nições, funções, elementos fundamentais de linguagem e/ou questões históricas ligadas à arte, assinale o que for correto. 01) Ao longo da história humana, diversos sentidos foram atribuídos às artes visuais, de acordo com o contexto em que cada obra de arte foi produzida: nos registros diretos da natureza através da cor e da luz nos trabalhos de Claude Monet, o sentido era apenas o de revelar uma maneira bastante pessoal de representar a natureza observada; em Guernica, de Pablo Picasso, o teor político contido na obra possuía sentido de protesto. 02) A luz e a cor tiveram e ainda têm um papel importante nas artes pictóricas e têm sido utilizadas de diferentes maneiras no campo das artes. Como exemplo, sabe-se que, na pintura barroca, o conhecimento do efeito e a representação da luz eram utilizados como elemento gerador de tensão, ao aplicar o conceito de claro e escuro, introduzindo a cor preta e a branca; já, para o artista impressionista, o volume e a sombra eram conseguidos sem o uso da cor preta, mas da mescla ou justaposição de diversas cores; para o artista fauvista, as formas e a perspectiva eram distorcidas, isentas de sombreamento e com cores saturadas, fortes e explosivas. 04) Na atualidade, pode-se dizer que existe uma clara distinção entre o que é considerado arte e o que não é, baseada no fato de que somente o domínio total da técnica aprendida nas escolas artísticas permite elevar uma obra a tal condição. 08) Um dos motivos de se considerar a arte como patrimônio artístico é a sua função como registro da produção cultural de um determinado povo em determinada época e pelo reconhecimento de que todas as culturas e suas manifestações são importantes para a humanidade. 16) A expressão vocal é formada pelas falas e sons emitidos, numa encenação, por meio da voz do ator, que expressa os sentimentos e emoções, caracterizando e identifi cando uma personagem. A voz humana, além de ser um aparelho poderoso de comunicação, funciona como um dos mais completos instrumentos musicais. RESPOSTA 27 nível médio 01) CORRETA. Claude Monet era artista participante do movimento artístico Impressionismo. Os pintores impressionistas buscavam, com base na observação direta do efeito da luz solar sobre os objetos, registrar as constantes alterações que essa luz provoca nas cores da natureza. E, Picasso durante sua vida artística também voltou sua atenção para o homem europeu envolvido pelos conflitos que irão culminar com as guerras. Em 1937, pinta o seu mais famoso mural, em que representa toda sua indignação ao bombardeio da cidade espanhola de Guernica, responsável pela morte de grande parte da população civil formada por crianças, mulheres e trabalhadores. 02) CORRETA. A luz e cor foram representadas de diversas formas de acordo com o período e o movimento artístico em questão: No Barroco as cenas representadas envolvemse em acentuado contraste de claro-escuro, intensifi cando a expressão de sentimentos, já no Impressionismo as sombras deviam ser luminosas e coloridas, da mesma maneira que a impressão visual que nos causam, e não escuras e pretas, como as do Barroco por exemplo, e, no Fauvismo as cores eram puras e fortes sem preocupação com perspectiva e sombreamento. 04) INCORRETA. Com o Modernismo o artista passou a ser cada vez mais livre para criar e expressar suas emoções e pensamentos da forma que desejar. No Brasil a Arte Naïf realizada por artistas geralmente autodidatas, ganhou força após a Semana de Arte Moderna. 08) CORRETA. O termo patrimônio faz referência a um bem móvel, imóvel ou natural que tenha significado de valor para uma sociedade, podendo ser estético, artístico, documental, social, entre outros. E é por meio da arte que muitas vezes podemos ter acesso à antigas civilizações e seu modo de viver. 16) CORRETA. A voz humana tem a capacidade de criar sons tão variados e belos quanto uma variedade de instrumentos musicais. Página 10 Página 10 - ETAPA 1

9 09. É na molécula de DNA (ácido desoxirribonucleico) que estão contidos os genes, responsáveis pelo comando da atividade celular e pelas características hereditárias. A molécula de DNA é constituída por uma sequência de nucleotídeos, que, por sua vez, são formados por três diferentes tipos de moléculas: um açúcar (pentose = desoxirribose), um grupo fosfato e uma base nitrogenada. Tridimensionalmente, o DNA consiste de duas cadeias helicoidais, arranjadas ao longo de um mesmo eixo, formando uma dupla hélice. Considerando as bases nitrogenadas constituintes do DNA, conforme representado na figura seguinte, assinale o que for correto. 04) CORRETA. As duas cadeias da molécula de DNA são mantidas através de pontes de hidrogênios. Duas entre as bases adenina e guanina e três entre as bases citosina e guanina. 08) C O R R E TA. E x i s t e d i f e r e n ç a d e eletronegatividade entre hidrogênio e nitrogênio. 16) INCORRETA. Entre as bases nitrogenadas adenina e timina se estabelecem duas pontes de hidrogênio. 10. Sejam A e B os seguintes conjuntos de sais minerais: A dos que participam da estrutura dos ossos e B dos que atuam na contração dos músculos. Sejam C, D e E os seguintes conjuntos de fontes alimentares de sais minerais: C = {carnes, sal de cozinha}; D = {cereais, frutas, leite, sal de cozinha}; E = {fígado, leite, cereais, carnes}. Considerando os conjuntos A, B, C, D e E, a teoria dos conjuntos, a composição química das células e as necessidades alimentares dos seres vivos, assinale o que for correto. 01) Na guanina, o elemento mais eletronegativo é o carbono. 02) Na timina, as ligações entre carbono e hidrogênio são do tipo iônicas. 04) A dupla hélice do DNA é mantida através de ligações de hidrogênio. 08) Na citosina, as ligações entre nitrogênio e hidrogênio são do tipo covalente polar. 16) Entre a adenina e a timina se estabelecem três ligações de hidrogênio. RESPOSTA: 12 nível fácil 01) INCORRETA. O elemento mais eletronegativo é o oxigênio. 02) INCORRETA. As ligações entre carbono e hidrogênio são predominantemente covalentes. Página 11 01) Os sais de potássio (K + ) pertencem ao conjunto A U B. 02) O conjunto constituído pelos sais de cálcio (Ca 2+ e sais de fósforo (PO 4 3- ) é um subconjunto do conjunto A. 04) Os sais de sódio (Na + ) estão presentes em grandes quantidades nas fontes alimentares que pertencem ao conjunto C D. 08) As fontes alimentares do conjunto E (C U D) contêm grandes quantidades de sais de ferro (Fe 2+ ). 16) E (C U D) = (E C) U (E D). RESPOSTA:15 - nível médio A = { estrutura de ossos } B = { contração de músculos } C = { carne, sal de cozinha } D = { cereais,frutas, leite, sal de cozinha} E = { fígado, leite, cereais, carne } Temos que: A = {cálcio, fosfato } B = { cálcio, potássio } Carne cálcio + potássio + fosfato Cereais cálcio + potássio + fosfato Leite cálcio + potássio + fosfato Fígado cálcio + potássio + fosfato Página 11 - ETAPA 1

10 01) CORRETA Portanto, K + (A U B) 02) CORRETA {Ca +2, PO 4 _ 3 } 04) CORRETA C = { carnes, sal de cozinha } D = { cereais, frutas, leite, sal de cozinha} C U D = { sal de cozinha } A Portanto, Na + (C D) 08) CORRETA C U D = { carne, sal de cozinha, cereais, frutas, leite} E = { fígado, leite, cereais, carne} E C U D = { fígado } O fígado é uma glândula rica em sais de ferro. 16) INCORRETO E C U D = { fígado } E C = { fígado, leite, cereais } E D = {fígado, carne } (E D) U (E D) = {fígado,carne,leite,cereais} Portanto, E _ (C U D)] [(E _ C) U )E _ D)] 11. Em nosso planeta, a perpetuação da vida se dá graças à capacidade dos seres vivos de produzirem descendentes semelhantes a si mesmos. Apoiandose em seus conhecimentos sobre reprodução humana, assinale o que for correto. 01) Apesar de ser um órgão muscular, o útero apresenta o interior revestido pelo endométrio, um tecido rico em glândula, vasos sanguíneos e vasos linfáticos. 02) Considerando que, ao ser liberado pelo ovário, o óvulo movimente-se à velocidade constante de 0,01 cm/min, numa tuba uterina com 12 cm de comprimento, este óvulo levará 20 horas para chegar ao útero. 04) No ovário, após a ovulação, as células que constituem a cicatriz do folículo rompido desenvolvem-se formando o corpo lúteo ou corpo amarelo, responsável pela produção do hormônio progesterona. 08) As células precursoras dos gametas são chamadas de ovogônias, sendo que cada ovogônia, durante a ovulogênese, dará origem a 2 óvulos e 2 glóbulos polares. 16) Assim como a camisinha, o diafragma e o DIU (dispositivo intra-uterino) são utilizados tanto para evitar gravidez como para prevenir as doenças sexualmente transmissíveis. RESPOSTA: 07 - nível fácil 01) CORRETA. O útero apresenta um tecido interno de revestimento chamado de endométrio que permitirá a implantação do embrião e pode escamar na forma de menstruação. 02) CORRETA. 04) CORRETA. Após a ovulação o folículo ovariano rompido forma o corpo lúteo responsável pela produção da progesterona. 08) INCORRETA. As ovogônias, durante a ovulogênese, dará origem a 1 óvulo e 3 glóbulos (corpúsculos) polares. 16) INCORRETA. Somente a camisinha pode ser utilizada tanto para prevenir as DST quanto evitar gravidez. 12. Assinale o que for correto. 01) Nas células, a passagem de substâncias através da membrana plasmática, sem o auxílio de proteínas carreadoras, é conhecida como difusão simples. 02) Uma das funções do tecido epitelial no ser humano é formar discos entre as vértebras, absorvendo o impacto dos movimentos sobre a coluna vertebral. 04) O número de mitocôndrias aumenta proporcionalmente à elevação da atividade metabólica da célula, relacionando-se com a necessidade de maior quantidade de energia para a execução de suas funções. 08) Colocando-se uma hemácia humana e uma célula vegetal em soluções hipotônicas, podese esperar que ambas ganhem água; porém, espera-se que somente a hemácia sofra lise da plasmalema. 16) Os linfócitos do corpo humano fazem uso constante da fagocitose para liberar anticorpos na corrente sanguínea, promovendo o combate a agentes infecciosos, como os vírus e as bactérias. Página 12 Página 12 - ETAPA 1

11 RESPOSTA: 13 nível fácil 01) CORRETA. O transporte de substancias através da membrana sem a participação de proteínas carreadoras é um processo passivo chamado difusão simples. 02) INCORRETA. Os discos entre as vértebras são formados por tecido cartilaginoso. 04) CORRETA. Células que apresentam maior necessidade energética apresentam proporcionalmente, maior quantidade de mitocôndrias para a produção de energia (ATP). 08) CORRETA. As hemácias (célula animal) sofre lise da membrana plasmática ao ganhar água por osmose quando colocadas em meio hipotônico. 16) INCORRETA. Os linfócitos são leucócitos responsáveis pela defesa imunitária. Não fagocitária. 13. O termo vitamina é empregado para substâncias orgânicas necessárias em pequenas quantidades, importantes em atividades metabólicas do organismo e que, como regra geral, não são sintetizadas por ele. Com relação às vitaminas, assinale o que for correto. RESPOSTA: 19 nível fácil 01) CORRETA. As vitaminas solúveis em água são chamadas de hidrossolúveis e consistem nas vitaminas presentes no complexo B e a vitamina C. Essas não são acumuladas em altas doses no organismo, sendo eliminada pela urina. Por isso se necessita de uma ingestão quase diária para a reposição dessas vitaminas. 02) CORRETA. A vitamina D participa da absorção do cálcio (metal alcalino terroso) para a formação da matriz óssea. 04) INCORRETA. O ácido fólico, folacina ou ácido pteroil-l-glutâmico, também conhecido como vitamina B9 ou vitamina M, é uma vitamina hidrossolúvel pertencente ao complexo B necessária para a formação de proteínas estruturais e hemoglobina. O ácido fólico atua na prevenção de anomalias congênitas no primeiro trimestre da gestação. Ele é recomendado na prevenção primária da ocorrência de defeitos do fechamento do tubo neural. 08) INCORRETA. As vitaminas hidrossolúveis são muito sensíveis ao cozimento e se perdem facilmente na água em que as verduras e legumes são cozidos. Por isso longos cozimentos devem ser evitados. 16) CORRETA. A vitamina C pode prevenir infecções e escorbuto. 01) As vitaminas podem ser solúveis em água (hidrossolúveis) ou em lipídios (lipossolúveis), sendo que as vitaminas hidrossolúveis são armazenadas em quantidades pequenas no corpo e, portanto, devem ser ingeridas com maior frequência do que as lipossolúveis. 02) O cálcio, cujo metabolismo e absorção no organismo sofre interferência da vitamina D, é um metal da família dos alcalinos terrosos. 04) O ácido fólico, também conhecido como vitamina B8 ou Biotina, pode ser encontrado em legumes, verduras e carnes, e sua deficiência nas primeiras semanas de gravidez pode levar a más formações fetais. 08) As vitaminas são substâncias estáveis e resistentes ao calor e à oxidação, o que facilita a produção de produtos industrializados ricos em vitaminas. 16) A vitamina C, presente em alimentos cítricos, como limão e laranja, pode prevenir infecções e escorbuto. Página Considerando que uma das feições mais características da cobertura vegetal do Estado do Paraná são os Campos Gerais, é correto afi rmar que: 01) o clima característico desse domínio é o subtropical com invernos chuvosos e verões secos. 02) o relevo se caracteriza por colinas suavemente onduladas, situadas no Segundo Planalto Paranaense. 04) as araucárias estão presentes em capões, nas altitudes elevadas, com amplo domínio sobre as demais espécies que ocorrem associadas. 08) as gramíneas são as espécies dominantes e formam verdadeiras ilhas, com destaque para a presença de erva mate. 16) as gramíneas, como todas as plantas, apresentam o ciclo de vida diplobionte, com alternância de fases haploides e diploides. Página 13 - ETAPA 1

12 RESPOSTA: 22 - nível fácil 01) INCORRETA. 02) CORRETA. 04) CORRETA. 08) INCORRETA. 16) CORRETA. Todas as plantas embriófitas, inclusive as gramíneas, apresentam alternância de gerações gametofítica (haploide) e esporofítica (diplóide). 15. O modelo da estrutura da molécula do DNA foi proposto pelo cientista norte-americano James Dewey Watson e pelo britânico Francis Harry Compton Crick, em 7 de março de 1953, o que lhes valeu o prêmio Nobel de Fisiologia/Medicina, em Com relação à molécula de DNA e à síntese proteica, assinale o que for correto. 01) A molécula de DNA é constituída por milhares de nucleotídeos. Cada nucleotídeo é composto por uma base nitrogenada, uma pentose (monossacarídeo com cinco átomos de carbono) e um grupo fosfato. 02) Adenina, guanina, citosina e timina constituem as bases nitrogenadas presentes na molécula de DNA. A uracila, apesar de presente no RNA, não faz parte da molécula do DNA. 04) Ao contrário do DNA, a molécula de RNA é constituída por uma fita única de nucleotídeos, cuja pentose é a ribose. 08) A transcrição consiste na síntese da molécula de RNA, a partir das informações da molécula do DNA. Esse processo é mais suscetível a erros do que a tradução. 16) Ao considerar um trecho da fita molde de DNA formada pelos códons AAT, TTG, GAG, CGT, AAA, pode-se concluir que o RNAm formado terá, nesse trecho, os códons UUA, TTC, CUC, GCA, UUU. RESPOSTA: 15 - nível fácil 01) CORRETA. Cada nucleotídeo do DNA é formado por fosfato, pentose desoxirribose e uma base nitrogenada. 02) CORRETA. A timina é uma base nitrogenada exclusiva do DNA e a uracila é exclusiva do RNA. 04) CORRETA. O RNA é constituído por uma cadeia única cujos nucleotídeos apresentam ribose. 08) CORRETA. A transcrição ocorre no núcleo da célula, podendo ocorrer mais erros durante o processo do que a tradução (síntese de proteínas). 16) INCORRETA. O segundo códon do RNA-m deverá ser: AAC. 16. Na indústria química, um dos gases mais utilizados é o cloro. Com relação à estrutura de sua molécula, assinale o que for correto. 01) A fórmula química para o gás cloro é Cl2. 02) A ligação entre os átomos de cloro é do tipo iônica, uma vez que o elemento cloro é um não metal. 04) A molécula do gás cloro é fortemente polar, assim como a molécula da água. 08) Numa amostra de cloro líquido, as interações intermoleculares são do tipo dipolo temporáriodipolo induzido. 16) A molécula do gás cloro apresenta duas ligações do tipo covalente. RESPOSTA: 09 nível fácil 01) CORRETA. 02) INCORRETA. A ligação entre os átomos de cloro é covalente. 04) INCORRETA. Por apresentar ligação apolar, a molécula do gás cloro é apolar. 08) CORRETA. Por ser uma molécula apolar, as forças intermoleculares que unem o gás cloro são do tipo dipolo temporário dipolo induzido (forças de Van der Waals ou London London). 16) INCORRETA. A molécula do gás cloro apresenta uma ligação do tipo covalente. Página 14 Página 14 - ETAPA 1

13 17. A respeito dos conjuntos numéricos e de suas propriedades, assinale o que for correto. 01) A quantidade de números inteiros que pertence ao conjunto solução da inequação, em que x é um número real qualquer, é um número primo. 02) Se z Z e z =, em que n N 1 n 10, então z é um divisor de ) 08) Se x R x < 1, então x 2 <1. 16) O número pertence ao intervalo real [10, 100]. RESPOSTA: 19 nível médio 01) CORRETA Fazendo, y = x 2 temos: 5 x 2 < 2 2 x + 12 => 5y < 2y + 12 => y < 4 Portanto x 2 < 4 => 2 < x < 6 Assim os números inteiros que pertencem ao intervalo são ( 1,0,1,2,3,4,5 )num total de 7 números inteiros. 02) CORRETA Para que z seja um divisor de 20 é necessário que n valha 1 ou 10 e consequentemente z valerá 5 ou 4. 04) INCORRETA Racionalizando a fração teremos: 18. Dado um triângulo ABC, retângulo em A, sejam h, a e b as medidas, em unidades de comprimento, dos lados BC, AB e AC, respectivamente. Em relação ao exposto, assinale o que for correto. 01) Se o ângulo do vértice B mede 35, o ângulo do vértice C mede ) Se a = mdc (30,75) e b = mmc (10,4), então h = ) Se θ é o ângulo de vértice C, cos 12 θ = e h = 20, então b =10. 08) Se a sequência (a, b, h) é uma progressão aritmética de razão 2, a área da região triangular ABC é 24 unidades de área. 16) Se a e b são o segundo e o quarto termos, respectivamente, de uma progressão geométrica, em que o primeiro termo é 1 e a razão é 2, então h 2 = 70. RESPOSTA:12 nível médio 01) INCORRETA Num triângulo retângulo um de seus ângulos por construção mede 90 e os ângulos agudos são complementares assim, se = 35 o então = 55 o. 02) INCORRETA Se a = mdc(30,75)=3 e b = mmc(10,4)=20 Temos, h 2 = a 2 + b 2 pois o triângulo ABC é um triângulo retângulo de hipotenusa h, daí que: 04) CORRETA Se θ é o ângulo do vértice C, Se h = 20, temos que b = 10 08) CORRETA 08) INCORRETA Resolvendo a inequação x 2 < 1 => x 2-1 < 0 Obtemos como solução, que é o intervalo que satisfaz a desigualdade. 16) CORRETA Resolvendo a expressão teremos Se (a, b, h) é P.A. de razão 2 então podemos escrever a P.A. (b-2, b, b+2) e aplicar o teorema de Pitágoras (b+2) 2 = (b-2) 2 +b 2, daí vem que b = 8, temos então: a=b-2, a=6-2, a=6 b=8 h=b+2, h=8+2, h=10 Página 15 Página 15 - ETAPA 1

14 16) INCORRETA Se a e b são os 2 e 4 termos de uma P.G. em que o 1 termo vale 1 e a razão 2 então o a = a 2 = a 1.q = 1. 2 = 2 e b= a 4 =a 1.q 3 = = 8 Assim, h 2 = , h 2 = Um carro parte do ponto A, acelerando até o ponto B. Em seguida, ele desacelera até entrar em repouso no ponto C. Considerando o trajeto de A até C retilíneo no plano horizontal, assinale o que for correto. 01) A conservação da energia mecânica é respeitada em cada um dos trechos. 02) A energia química liberada na queima do combustível no trecho AB é transformada em energia potencial. 04) Quando o carro está desacelerando no trecho BC, a variação da energia cinética é convertida em energia térmica pelos freios. 08) No trecho AC, o trabalho realizado pela força resultante não é nulo. 16) De A a C, ocorre transformação de energia química em cinética e energia cinética em térmica. RESPOSTA: 20 nível fácil 01) INCORRETA. Porque no enunciado não há a afi rmação de que o sistema é conservativo, ou seja, livre de forças dissipativas. 02) INCORRETA. Porque a energia química proveniente da combustão, primeiramente se transforma em energia térmica e em seguida em energia cinética. 04) CORRETA. O trabalho realizado pelo freio transforma a energia cinética do veículo em energia térmica, através da ação da força de atrito. 08) INCORRETA. Porque o trabalho da força resultante nos trechos é dado pela variação da energia cinética. Como a variação desta energia é nula entre o início e o fi m, logo o trabalho é nulo. Página 16 16) CORRETA. Porque de A para B o motor converte a energia química em energia térmica e esta em energia cinética, em seguida de B para C o freio transforma a energia cinética em energia térmica, pela ação da força de atrito durante a frenagem. 20. Um ciclista, partindo do repouso na origem em uma pista plana, acelera de forma constante nos primeiros 10 metros, atingindo a velocidade de 6m/s. A partir desse ponto, ele mantém constante o módulo de sua velocidade em todo o percurso. Um pouco à frente, ele encontra uma elevação em forma de semicircunferência de raio 3,6m. Sabendo-se que a massa total (ciclista + massa da bicicleta) é 100 kg, e que o movimento é retilíneo a origem até o início da elevação, e considerando g = 10 m/s 2, assinale o que for correto. 01) Enquanto o ciclista acelera, a força peso varia. 02) A força resultante nos primeiros 10 m vale 180N. 04) Nos primeiros 10 m do percurso, a velocidade em função do tempo é dada por v = 1,8 t 2. 08) No topo da elevação, a força normal se anula. 16) A função horária do movimento nos primeiros 10 m é dada por RESPOSTA: 26 nível fácil Gabarito ofi cial incorreto. O correto seria 18 01) INCORRETA. O peso não varia, porque a massa e a aceleração da gravidade são constantes. 02) CORRETA. Primeiramente, determina-se a aceleração do ciclista pela equação de Torricélli: V 2 = v a. s => 36 = 2.a.10 => => a = 1,8m/s 2. Em seguida, utiliza-se a segunda lei de Newton: F = m.a => F = 100.1,8 => F = 180N. 04) INCORRETA. A Função horária da velocidade é dada por: v = v 0 + a.t => v = 1,8.t. Página 16 - ETAPA 1

15 08) INCORRETA. Porque se no topo da elevação a força normal fosse nula, então o ciclista fi caria em queda livre. 16) CORRETA. Pois a equação horária do movimento retilíneo uniformemente variado é x = x 0 + v 0.t + a.t 2 / 2 => x = 1,8.t 2 /2 => => x = 0,9.t Observe atentamente o quadro a seguir, cujos valores de temperatura de ebulição foram medidos sob pressão de 1,0 atm. (Informação: as eletronegatividades do Hidrogênio e do Telúrio são iguais.) 08) INCORRETA. Em temperaturas inferiores à - 50ºC a substância H 2 Se estará no estado sólido a pressão de 1 atm. 16) CORRETA. OBSERVAÇÃO! O gabarito da questão 21 (Gabarito 1), segundo a UEM, é 23, porém nós professores do Platão discordamos, pois entendemos que a proposição 04 está incorreta. Na verdade a molécula H 2 Te apresenta soma dos vetores resultantes diferente de zero (a resultante é mínima, porém não é zero), classifi cando a molécula em polar. Logo, as forças intermoleculares que atuam em H 2 Te são dipolodipolo. 22. Considerando as funções f :R _ > : R _ > R definidas, Considerando o quadro e a informação, assinale o que for correto. 01) Para os compostos H 2 S, H 2 Se e H 2 Te, a temperatura de ebulição é função crescente da massa molecular. 02) A temperatura de ebulição da água é anormalmente elevada, devido às ligações de hidrogênio intermoleculares. 04) As interações intermoleculares em uma amostra líquida de H 2 Te são do tipo forças de London. 08) Sob temperaturas inferiores a 50 oc, uma amostra da substância H 2 Se estará no estado gasoso, à pressão de 1,0 atm. 16) A presença de ligações covalentes polares e a geometria da molécula são parâmetros que infl uenciam no valor da temperatura de ebulição do H 2 S. respectivamente, por f x 2 ( ) log 3( x 3) g( x ) = 3 x, assinale o que for correto. = + e 01) f ( _ x) = f (x), para todo número real x. 02) f ( V78 ) = 3. 04) O número real x que satisfaz a equação g(x + 1) + g(x _ 1) = 90 é um número inteiro. 08) (go f) (x) > 0, qualquer que seja o número real x. 16) g(x + y) = g(x) + g(y), quaisquer que sejam os números reais x e y. RESPOSTA:13 nível fácil 01) CORRETA Se f(x) = log 3 (x 2 +3) => f (-x) = log 3 [(-x) 2 + 3] Concluímos que f(x) = f ( _ x) 02) INCORRETA RESPOSTAS: 23 nível fácil 01) CORRETA. Os compostos H 2 S, H 2 Se e H 2 Te apresentam forças intermoleculares do tipo dipolo dipolo (dipolo permanente). Logo, quanto maior a massa molecular, a maior a temperatura de ebulição. 02) CORRETA. 04) INCORRETA. As interações intermoleculares em uma amostra líquida de H 2 Te são do tipo dipolo permanente dipolo permanente. 04) CORRETA Se g(x+1) + g(x) = 90, temos 3 x+1 +3 x-1 =90 3 x.3+3 x.3-1 = 90, fazendo 3 x = k, temos: Assim 3 x = 27, x = 3 Página 17 Página 17 - ETAPA 1

16 08) CORRETA 16) INCORRETA g(x + y) = 3 x+y = 3 x. 3 y = g(x). g(y) g(x) + g(y) 23. Um disco circular feito de alumínio de alta pureza, com 20,0 cm de raio, espessura de 2,0 mm e massa de 675,0 g, gira em torno de um eixo fi xo em seu centro, descrevendo ângulos de 30º a cada 2,0 segundos. Dados: massa molar do alumínio= 27,0 g/mol; constante de Avogadro= 6,0x10 23 partículas/mol. Considerando o exposto, assinale o que for correto. 01) A velocidade angular do disco é 0,26 rad/s. 02) O número total de átomos de alumínio contidos no disco é 1,5x ) O módulo da velocidade de um ponto situado na borda do disco é 0,010 m/s. 08) No alumínio metálico, a ligação entre os átomos é predominantemente iônica. 16) No disco, existem cerca de 250 mols de alumínio. 24. Um objeto é lançado do solo (origem) verticalmente para cima e retorna ao solo após k segundos. A altura que esse objeto se encontra do solo, em metros, em relação ao tempo t, em segundos, é dada pela função f :[0, k] _ > R definida por f (t) = 40t 5t 2, em que f(0) corresponde à sua altura no instante do lançamento. A esse respeito,considerando seus conhecimentos sobre Funções e sobre Cinemática e desprezando a resistência do ar, assinale o que for correto. 01) O valor de k é 8. 02) A função f é injetora. 04) A altura máxima alcançada pelo objeto é 100m. 08) A função f é crescente no intervalo [0, 4]. 16) O conjunto imagem de f está contido no intervalo [0, + [. RESPOSTA: 25 nível médio RESPOSTA: 03 nível fácil 01) CORRETA. A velocidade angular é dada por ω = θ / t => ω = (π/6)rad/2s => ω 0,26 rad/s. 02) CORRETA. Calcula-se primeiramente o número de mols n = m/m => n = 675/27 = 25 mols. Em seguida, calcula-se o número de átomos N o => n.n A N o => N o => 1, átomos. 04) INCORRETA. O modulo da velocidade é dado por V = ω. R => v = 0,26.0,2 => v = 0,052m/s. 08) INCORRETA. No alumínio metálico, a ligação entre os átomos é metálica (elétrons livres fracamente ligados ao núcleo, formando nuvem ou gás eletrônico). 16) INCORRETA. Pois, há 25 mols (vide resolução da resposta 02.) Observando o gráfi co acima da função f(t) = 40t 5t 2, concluímos: 01) CORRETA Se k é o tempo gasto em segundos que o objeto retorna ao solo, então temos que 40t t 2 = 0, t = 0 seg. ou t = 8 seg. concluímos que k = 8 seg. 02) INCORRETA Como sabemos uma função é injetora se, e somente, se, existe f(x- 1 ) f(x 2 ) O que podemos observar que não acontece no gráfi co da função f(t). 04) INCORRETA A altura máxima atingida pelo objeto é dado por, Página 18 Página 18 - ETAPA 1

17 08) CORRETA Como sabemos uma função é crescente se, x 1, x 2 D f com x 2 > x 1 => f(x 2 ) > f(x 1 ) O que podemos observar no gráfi co no intervalo [0, 4]. LÍNGUA PORTUGUESA Texto Gente diferenciada Fernando de Barros e Silva 16) CORRETA Como a função está defi nida no intervalo real [0,8] então sua imagem será o intervalo real [0,80] que é subconjunto de. 25. A Estação Espacial Internacional (EEI) está em construção na órbita da Terra. Ela se move em uma órbita circular ao redor da linha do equador a uma altura de 400 km da superfície da Terra. A partir dessas informações, assinale a(s) alternativa(s) correta(s). 01) A força gravitacional é responsável pela força centrípeta que mantém a EEI em órbita. 02) A direção dessa força centrípeta é tangente à órbita da EEI. 04) O valor da aceleração da gravidade (g) 400 km acima da superfície da Terra é menor que o valor de g na superfície da Terra. 08) Um astronauta em órbita na EEI parece flutuar porque o campo gravitacional é nulo naquela posição. 16) O quadrado do período da órbita da EEI é proporcional ao cubo do raio de sua órbita. RESPOSTA: 21 nível fácil 01) CORRETA. Em todo movimento circular há uma resultante centrípeta voltada para o centro da circunferência, que no caso em apreço é a força gravitacional. 02) INCORRETA. A força centrípeta é sempre radial (voltada para o centro da circunferência). 04) CORRETA. A aceleração da gravidade é inversamente proporcional ao quadrado da distância. 08) INCORRETA. Ele parece flutuar porque todos os corpos estão sob infl uência da mesma aceleração. 16) CORRETA. Enunciado da Terceira lei de Kepler, também conhecida como lei dos períodos. Página 19 Página 19 - ETAPA 1

18 Vocabulário gauche: expressão francesa cujo signifi cado é o de esquerda. (Texto retirado da Folha de S.Paulo, 16/5/2011. Opinião A2) As questões de 26 a 29 referem-se ao texto Assinale a(s) alternativa(s) correta(s) em relação ao que se afi rma do fragmento a seguir. O clima era festivo, performático. Alckmin e Kassab foram xingados (o prefeito até mais que o tucano), mas entre as palavras de ordem surgiam músicas como Trem das Onze, de Adoniran, e a marchinha carnavalesca Bandeira Branca. Havia lirismo e deboche nesse enfrentamento teatral de classes. 01) Em enfrentamento, tem-se a ocorrência de três dígrafos vocálicos e de um encontro consonantal. 02) Marchinha e teatral dividem-se, silabicamente, em mar chi nha e tea tral. 04) As formas verbais foram e surgiam e o substantivo ordem apresentam semivogais nasais. 08) Em Trem das Onze, temos trem e onze com correspondência idêntica entre letras e fonemas. 16) As letras x e ch, em xingados e em deboche, realizam o mesmo fonema palatal. RESPOSTAS: 21 nível fácil 01) CORRETA: As três ocorrências de -enindicam dígrafos vocálicos, tendo em vista que o N aparece após vogal e na mesma sílaba, representado duas letras e um único fonema e -fr- representa um encontro consonantal (duas letras e dois fonemas): /ẽfrẽtamẽto/. 02) INCORRETA: A palavra teatral divide-se silabicamente em te-a-tral. 04) CORRETA: A letra M no final das três palavras são representadas foneticamente pelas semivogais /w/ e /y/: /foraw/, /surjiaw/ e / ordey/. 08) INCORRETA: A palavra trem possui quatro letras e quatro fonemas e a palavra onze possui quatro letras e três fonemas: /trey/ e / õze/. 16) CORRETA: A letra x e o dígrafo consonantal ch são representados pelo mesmo fonema: /x/. 27. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s) quanto ao emprego de expressões com valor conotativo. 01) A PM estava claramente orientada a não contrariar os jovens. 02)...no meio das pessoas que gritavam é a elite mais porca do Brasil. 04) O clima era festivo, performático. 08)...o aumento dos ônibus e o fechamento do Belas Artes. 16)...o churrascão marca o ápice de um caldo de cultura novo.... RESPOSTAS: 30 nível médio 01) INCORRETA: A expressão está empregada no sentido denotativo/literal. 02) CORRETA: A expressão elite mais porca do Brasil está empregada no sentido conotativo, referindo-se a alguns moradores do bairro Higienópolis. 04) CORRETA: Refere-se ao comportamento dos manifestantes. 08) CORRETA: Indica que foram manifestações que não envolveram partidos políticos ou sindicatos. 16) CORRETA: Referindo-se a alguns moradores do bairro Higienópolis. 28. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s) quanto ao emprego da acentuação gráfi ca e à tonicidade dos vocábulos. 01) O acento em três justifica-se pelo fato de ser palavra oxítona terminada em e. 02) Em até e em camelô, os acentos justificamse por serem palavras oxítonas. 04) Em média e em delícia, os acentos se justifi cam por serem palavras paroxítonas terminadas em ditongo crescente. 08) Os acentos em ápice e em espírito justificamse por serem palavras proparoxítonas. 16) O acento em caracterizá-lo justifi ca-se por ser uma palavra pertencente à classe dos verbos. RESPOSTAS: 28 nível fácil 01) INCORRETA: A palavra três é um monossílabo terminado em e, seguido de s, por isso deve ser acentuada. 02) INCORRETA: Sim, são oxítonas. Porém, não são todas as oxítonas que devem ser acentuadas, mas as terminadas em a, e, o e em, seguidas ou não de s. Página 20 Página 20 - ETAPA 1

19 04) CORRETA: As palavras média e delícia possuem a penúltima sílaba tônica e terminam em ditongo crescente /yo/, justifi cando-se o acento. 08) CORRETA: Ambas apresentam a tonicidade na antepenúltima sílaba, sendo uma proparoxítona, devendo sempre receber acento. 16) INCORRETA: Justifi ca-se o acento por ser uma oxítona terminada em a, tendo em vista que caracterizá-lo são duas palavras: verbo (caracterizar) mais pronome oblíquo (o). Portanto, deve-se observar a tonicidade de cada palavra individualmente para acentuarse ou não. 08) INCORRETA: O autor utiliza as expressões cães e camelôs no sentido conotativo, referindo-se à condição social dos próprios moradores do bairro: os cães estavam na coleira e eram, inclusive, de raça ( pelo menos três golden retriever ) e os camelôs eram diferenciados, aceitavam até cartão de crédito! 16) INCORRETA: O autor mantém-se neutro em relação ao metrô, porém caracteriza o evento de forma completamente irônica/debochada. 29. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s) quanto ao que se pode afi rmar sobre a opinião do autor em relação ao evento churrascão. 01) As aspas são empregadas pelo autor, nos três primeiros parágrafos, para ironizar o comportamento dos que são contra ou a favor do metrô. 02) Para o autor, trata-se de um evento em que há confl ito entre membros da mesma classe. 04) O autor expõe que muitos dos manifestantes não se reconhecem como pessoas da elite. 08) O autor menciona a participação de cães e de camelôs para afi rmar que se trata de um evento democrático. 16) Embora o autor tente apenas posicionar-se a favor do metrô, caracterizando o evento, o teor de seu texto é debochado. RESPOSTAS: 07 nível médio 01) CORRETA: Perfeitamente. Sempre que as aspas foram utilizadas, o autor critica/ ironiza o comportamento dos moradores de Higienópolis, sendo uns favoráveis e outros contrários ao metrô. 02) CORRETA: Segundo o texto, o confl ito se da entre membros da classe média, como expõe no primeiro parágrafo (médias mais altas do que baixas). A maioria dos manifestantes apresentavam poder aquisitivo mais elevado que outros, porém todos pertenciam a mesma classe, tendo em vista que Higienópolis é um bairro nobre de São Paulo. 04) CORRETA: Como a manifestação se da entre membros da mesma classe, a afi rmativa fi ca evidente quando o autor cita, no primeiro parágrafo, que no meio das pessoas que gritavam é a elite mais porca do Brasil, havia muitos moradores do próprio bairro. Página 21 Página 21 - ETAPA 1

20 As questões 30 e 31 referem-se aos textos 1, 2 e Assinale a(s) alternativa(s) correta(s) quanto ao emprego de expressões linguísticas nos textos 1, 2 e 3. 01) Em Estavam no meio da avenida Angélica e, acredite, aceitavam pagamento em cartão de crédito. (texto 1, linhas 16-18), o elemento acredite é exemplo da função conativa. 02) Em Outro amigo, porém, disse que a manifestação... (texto 1, linhas 36-37), o elemento porém é empregado para apresentar uma conclusão do autor em relação às opiniões de seus amigos. 04) As expressões lá e aqui (texto 2, linhas 11 e 13) retomam, respectivamente, os conteúdos precedentes, estabelecendo contraste entre os mundos europeu e paulistano. 08) Em Infelizmente isso acontece, porque não podemos equiparar a educação do povo europeu com a nossa. (texto 2, linhas 9-11), infelizmente modifi ca o verbo acontece. 16) A expressão Numa cidade carente de transporte de massa... (texto 3, linhas 11-12) é empregada para referir-se à cidade de São Paulo, que não está expressa no texto. 31. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s) quanto ao que se afi rma sobre os conteúdos expressos nos textos 1, 2 e ) Nos textos 1 e 3, os autores ressaltam o fato de haver poucos representantes da gente diferenciada na manifestação de rua. 02) Os autores dos textos 2 e 3 ressaltam a importância do metrô em regiões nobres de capitais da Europa. 04) Nos textos 1 e 3, os autores defendem o metrô no bairro de Higienópolis como forma de comodidade para os moradores da região. 08) Nos textos 2 e 3, os autores posicionam-se favoravelmente aos moradores do bairro de Higienópolis. 16) Nos textos 1, 2 e 3, independentemente das opiniões expostas, os autores destacam a importância da mobilização das classes. Charge RESPOSTAS: 17 nível fácil 01) CORRETA: A utilização da forma verbal imperativa acredite é exemplo da função conativa da linguagem, cujo foco está em interpelar o receptor. 02) INCORRETA: A conjunção porém apresenta ideia adversativa (oposição) e não de conclusão. 04) INCORRETA: O contraste não ocorre entre os mundos europeu e paulistano e sim, entre os mundos europeu e brasileiro. Tendo em vista que a transgressão a regras não é uma atitude apenas dos paulistanos. 08) INCORRETA: O termo infelizmente está retomando e caracterizando a situação apresentada anteriormente de que com o metrô vêm os camelôs de pipoca, milho e drogas, utilizando para isso, o pronome demonstrativo isso (termo anafótico). 16) CORRETA: Pois a problemática em questão ocorreu no bairro Higienópolis em São Paulo. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s) quanto ao que se afi rma da charge. 01) A expressão solução é compreendida pelos interlocutores diferenciadamente. 02) Em Vai me dar o carro, Madame?, tem-se uma maneira de expressão futura por meio de forma do tempo presente. 04) O pronome te, em Não! Te demitir, pode ser substituído pelo pronome oblíquo lhe, sem prejuízo para a norma padrão. 08) A expressão Não! é empregada como uma forma de resumir a resposta dada pela madame ao motorista. 16) Em Te demitir, tem-se o exemplo do emprego de informalidade entre os interlocutores. Página 22 Página 22 - ETAPA 1

BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ==============================================================================================

BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== PROFESSOR: Leonardo Mariscal BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== Ácidos Nucleicos 01- Os

Leia mais

O processo fisiológico que está representado no gráfico é

O processo fisiológico que está representado no gráfico é Questão 01) Analise o gráfico a seguir. Disponível em: . Acesso em: 22 set. 2014. O processo fisiológico que está representado no gráfico é a) o efeito do aumento

Leia mais

O DNA é formado por pedaços capazes de serem convertidos em algumas características. Esses pedaços são

O DNA é formado por pedaços capazes de serem convertidos em algumas características. Esses pedaços são Atividade extra Fascículo 2 Biologia Unidade 4 Questão 1 O DNA é formado por pedaços capazes de serem convertidos em algumas características. Esses pedaços são chamados de genes. Assinale abaixo quais

Leia mais

Equipe de Biologia. Biologia

Equipe de Biologia. Biologia Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 5B Ensino Médio Equipe de Biologia Data: Biologia Ácidos nucléicos Os ácidos nucléicos são moléculas gigantes (macromoléculas), formadas por unidades monoméricas menores

Leia mais

Centro de Educação Integrada

Centro de Educação Integrada Centro de Educação Integrada 1º ANO BIOLOGIA Origem da vida Citologia Teoria da geração espontânea e biogênese. Teoria de Oparin e Haldane. Panspermia. Criacionismo. Os primeiros seres vivos. Água. Sais

Leia mais

Hoje estudaremos a bioquímica dos ácidos nucléicos. Acompanhe!

Hoje estudaremos a bioquímica dos ácidos nucléicos. Acompanhe! Aula: 2 Temática: Ácidos Nucléicos Hoje estudaremos a bioquímica dos ácidos nucléicos. Acompanhe! Introdução: Os ácidos nucléicos são as moléculas com a função de armazenamento e expressão da informação

Leia mais

As bactérias operárias

As bactérias operárias A U A UL LA As bactérias operárias Na Aula 47 você viu a importância da insulina no nosso corpo e, na Aula 48, aprendeu como as células de nosso organismo produzem insulina e outras proteínas. As pessoas

Leia mais

c = c = c =4,20 kj kg 1 o C 1

c = c = c =4,20 kj kg 1 o C 1 PROPOSTA DE RESOLUÇÃO DO TESTE INTERMÉDIO - 2014 (VERSÃO 1) GRUPO I 1. H vap (H 2O) = 420 4 H vap (H 2O) = 1,69 10 3 H vap (H 2O) = 1,7 10 3 kj kg 1 Tendo em consideração a informação dada no texto o calor

Leia mais

DINÂMICA. Força Resultante: É a força que produz o mesmo efeito que todas as outras aplicadas a um corpo.

DINÂMICA. Força Resultante: É a força que produz o mesmo efeito que todas as outras aplicadas a um corpo. DINÂMICA Quando se fala em dinâmica de corpos, a imagem que vem à cabeça é a clássica e mitológica de Isaac Newton, lendo seu livro sob uma macieira. Repentinamente, uma maçã cai sobre a sua cabeça. Segundo

Leia mais

Do ponto de vista da Termodinâmica, gás ideal é aquele para o qual vale, para quaisquer valores de P e T, a equação de estado de Clapeyron:

Do ponto de vista da Termodinâmica, gás ideal é aquele para o qual vale, para quaisquer valores de P e T, a equação de estado de Clapeyron: Equação de Estado de Van der Waals Do ponto de vista da Termodinâmica, gás ideal é aquele para o qual vale, para quaisquer valores de P e T, a equação de estado de Clapeyron: P i V i = nrt em que colocamos

Leia mais

Colégio Senhora de Fátima

Colégio Senhora de Fátima Colégio Senhora de Fátima A formação do território brasileiro 7 ano Professora: Jenifer Geografia A formação do território brasileiro As imagens a seguir tem como principal objetivo levar a refletir sobre

Leia mais

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS CICLOS BIOGEOQUÍMICOS O fluxo de energia em um ecossistema é unidirecional e necessita de uma constante renovação de energia, que é garantida pelo Sol. Com a matéria inorgânica que participa dos ecossistemas

Leia mais

a) O tempo total que o paraquedista permaneceu no ar, desde o salto até atingir o solo.

a) O tempo total que o paraquedista permaneceu no ar, desde o salto até atingir o solo. (MECÂNICA, ÓPTICA, ONDULATÓRIA E MECÂNICA DOS FLUIDOS) 01) Um paraquedista salta de um avião e cai livremente por uma distância vertical de 80 m, antes de abrir o paraquedas. Quando este se abre, ele passa

Leia mais

Soluções das Questões de Física do Processo Seletivo de Admissão à Escola Preparatória de Cadetes do Exército EsPCEx

Soluções das Questões de Física do Processo Seletivo de Admissão à Escola Preparatória de Cadetes do Exército EsPCEx Soluções das Questões de Física do Processo Seletivo de dmissão à Escola Preparatória de Cadetes do Exército EsPCEx Questão Concurso 009 Uma partícula O descreve um movimento retilíneo uniforme e está

Leia mais

Av. Moaci, 965 Moema São Paulo SP CEP: 04083-002 Tel. +55 (11) 2532-4813 www.geekie.com.br. Prezados colégios,

Av. Moaci, 965 Moema São Paulo SP CEP: 04083-002 Tel. +55 (11) 2532-4813 www.geekie.com.br. Prezados colégios, Prezados colégios, Buscando atender a demanda por GeekieTestes para o 1º e 2º anos do Ensino Médio, elaboramos nossa Matriz Geekie de Avaliação para 2014. Nela, buscamos contemplar os principais conteúdos

Leia mais

Você acha que o rapaz da figura abaixo está fazendo força?

Você acha que o rapaz da figura abaixo está fazendo força? Aula 04: Leis de Newton e Gravitação Tópico 02: Segunda Lei de Newton Como você acaba de ver no Tópico 1, a Primeira Lei de Newton ou Princípio da Inércia diz que todo corpo livre da ação de forças ou

Leia mais

Lição 5. Instrução Programada

Lição 5. Instrução Programada Instrução Programada Lição 5 Na lição anterior, estudamos a medida da intensidade de urna corrente e verificamos que existem materiais que se comportam de modo diferente em relação à eletricidade: os condutores

Leia mais

Criado e Desenvolvido por: RONNIELLE CABRAL ROLIM Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com

Criado e Desenvolvido por: RONNIELLE CABRAL ROLIM Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com Criado e Desenvolvido por: RONNIELLE CABRAL ROLIM Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com ÁCIDOS NUCLEICOS ÁCIDOS NUCLÉICOS: são substâncias formadoras de genes, constituídas por um grande

Leia mais

GABARITO PRÉ-VESTIBULAR

GABARITO PRÉ-VESTIBULAR LINGUAGENS 01. C 02. D 03. C 04. B 05. C 06. C 07. * 08. B 09. A 10. D 11. B 12. A 13. D 14. B 15. D LÍNGUA ESTRANGEIRA 16. D 17. A 18. D 19. B 20. B 21. D MATEMÁTICA 22. D 23. C De acordo com as informações,

Leia mais

Prof. Rogério Porto. Assunto: Cinemática em uma Dimensão II

Prof. Rogério Porto. Assunto: Cinemática em uma Dimensão II Questões COVEST Física Mecânica Prof. Rogério Porto Assunto: Cinemática em uma Dimensão II 1. Um carro está viajando numa estrada retilínea com velocidade de 72 km/h. Vendo adiante um congestionamento

Leia mais

Capítulo 4 Trabalho e Energia

Capítulo 4 Trabalho e Energia Capítulo 4 Trabalho e Energia Este tema é, sem dúvidas, um dos mais importantes na Física. Na realidade, nos estudos mais avançados da Física, todo ou quase todos os problemas podem ser resolvidos através

Leia mais

LIGAÇÕES QUÍMICAS TEORIA CORPUSCULAR

LIGAÇÕES QUÍMICAS TEORIA CORPUSCULAR LIGAÇÕES QUÍMICAS 5 TEORIA CORPUSCULAR 1 INTRODUÇÃO O fato de os gases nobres existirem na natureza como átomos isolados, levou os cientistas KOSSEL e LEWIS a elaborar um modelo para as ligações químicas.

Leia mais

Questões Exatas 1º ano

Questões Exatas 1º ano Física I Profº Roro 01) (Unitau) Quando um objeto de massa m cai de uma altura h 0 para outra h, sua energia potencial gravitacional diminui de: a) mg (h h 0 ). b) mg (h + h 0 ). c) mg (h 0 - h). d) mg

Leia mais

1. (Unesp) A ilustração apresenta o resultado de um teste de paternidade obtido pelo método do DNA-Fingerprint, ou "impressão digital de DNA".

1. (Unesp) A ilustração apresenta o resultado de um teste de paternidade obtido pelo método do DNA-Fingerprint, ou impressão digital de DNA. Ácidos Nuclêicos 1. (Unesp) A ilustração apresenta o resultado de um teste de paternidade obtido pelo método do DNA-Fingerprint, ou "impressão digital de DNA". a) Segundo o resultado acima, qual dos homens,

Leia mais

Núcleo Celular. Biomedicina primeiro semestre de 2012 Profa. Luciana Fontanari Krause

Núcleo Celular. Biomedicina primeiro semestre de 2012 Profa. Luciana Fontanari Krause Núcleo Celular Biomedicina primeiro semestre de 2012 Profa. Luciana Fontanari Krause Núcleo Celular Eucarioto: núcleo delimitado por membrana nuclear (carioteca) Portador dos fatores hereditários e controlador

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente BIOLOGIA I TRIMESTRE A descoberta da vida Biologia e ciência Origem da vida

Leia mais

EXERCÍCIOS PARA O 8 ANO (2015)

EXERCÍCIOS PARA O 8 ANO (2015) EXERCÍCIOS PARA O 8 ANO (2015) 1- A Fábrica Celular Células de bactérias (procarióticas) e células animais (eucarióticas), apresentam semelhanças e diferenças. a) Qual a estrutura presente em ambas que

Leia mais

Apostila de Química Geral

Apostila de Química Geral Cursinho Vitoriano UNESP - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Câmpus de São José do Rio Preto Apostila de Química Geral Período noturno Ligações químicas interatômicas Vanessa R.

Leia mais

Tópico 02: Movimento Circular Uniforme; Aceleração Centrípeta

Tópico 02: Movimento Circular Uniforme; Aceleração Centrípeta Aula 03: Movimento em um Plano Tópico 02: Movimento Circular Uniforme; Aceleração Centrípeta Caro aluno, olá! Neste tópico, você vai aprender sobre um tipo particular de movimento plano, o movimento circular

Leia mais

Hoje estou elétrico!

Hoje estou elétrico! A U A UL LA Hoje estou elétrico! Ernesto, observado por Roberto, tinha acabado de construir um vetor com um pedaço de papel, um fio de meia, um canudo e um pedacinho de folha de alumínio. Enquanto testava

Leia mais

Eletricidade. Levanta, acende a luz. Toma um banho quente. Prepara seu lanche com auxílio da torradeira elétrica.

Eletricidade. Levanta, acende a luz. Toma um banho quente. Prepara seu lanche com auxílio da torradeira elétrica. Eletricidade e automação A UU L AL A O operário desperta com o toque do rádiorelógio. Levanta, acende a luz. Toma um banho quente. Prepara seu lanche com auxílio da torradeira elétrica. Um problema Sai

Leia mais

ATENÇÃO: Escreva a resolução COMPLETA de cada questão no espaço reservado para a mesma.

ATENÇÃO: Escreva a resolução COMPLETA de cada questão no espaço reservado para a mesma. 2ª Fase Matemática Introdução A prova de matemática da segunda fase é constituída de 12 questões, geralmente apresentadas em ordem crescente de dificuldade. As primeiras questões procuram avaliar habilidades

Leia mais

VALOR NUTRITIVO DA CARNE

VALOR NUTRITIVO DA CARNE VALOR NUTRITIVO DA CARNE Os alimentos são consumidos não só por saciarem a fome e proporcionarem momentos agradáveis à mesa de refeição mas, sobretudo, por fornecerem os nutrientes necessários à manutenção

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS

PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS 3 PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS QUÍMICA 01 - O dispositivo de segurança que conhecemos como air-bag utiliza como principal reagente para fornecer o gás N 2 (massa molar igual a 28 g mol -1

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 5.º ANO/EF 2015

ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 5.º ANO/EF 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC Minas E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 5.º ANO/EF 2015 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados na

Leia mais

São grandezas que para que a gente possa descrever 100%, basta dizer um número e a sua unidade.

São grandezas que para que a gente possa descrever 100%, basta dizer um número e a sua unidade. Apostila de Vetores 1 INTRODUÇÃO Fala, galera! Essa é a primeira apostila do conteúdo de Física I. Os assuntos cobrados nas P1s são: Vetores, Cinemática Uni e Bidimensional, Leis de Newton, Conservação

Leia mais

O homem e o meio ambiente

O homem e o meio ambiente A U A UL LA O homem e o meio ambiente Nesta aula, que inicia nosso aprendizado sobre o meio ambiente, vamos prestar atenção às condições ambientais dos lugares que você conhece. Veremos que em alguns bairros

Leia mais

Nestas últimas aulas irei abordar acerca das vitaminas. Acompanhe!

Nestas últimas aulas irei abordar acerca das vitaminas. Acompanhe! Aula: 31 Temática: Vitaminas parte I Nestas últimas aulas irei abordar acerca das vitaminas. Acompanhe! Introdução O termo vitamina refere-se a um fator dietético essencial requerido por um organismo em

Leia mais

01) (ACAFE) O grupo de átomos que é encontrado na forma monoatômica pelo fato de serem estáveis é:

01) (ACAFE) O grupo de átomos que é encontrado na forma monoatômica pelo fato de serem estáveis é: 01) (ACAFE) O grupo de átomos que é encontrado na forma monoatômica pelo fato de serem estáveis é: a) Halogênios b) Calcogênios c) Metais Alcalinos Terrosos d) Metais Alcalinos e) Gases Nobres 02) (UFF-RJ)

Leia mais

Sumário. Prefácio... xi. Prólogo A Física tira você do sério?... 1. Lei da Ação e Reação... 13

Sumário. Prefácio... xi. Prólogo A Física tira você do sério?... 1. Lei da Ação e Reação... 13 Sumário Prefácio................................................................. xi Prólogo A Física tira você do sério?........................................... 1 1 Lei da Ação e Reação..................................................

Leia mais

Professores: Gilberto / Gustavo / Luciano / Maragato CURSO DOMÍNIO. Comentário: Energia de Capacitor. Comentário: Questão sobre atrito

Professores: Gilberto / Gustavo / Luciano / Maragato CURSO DOMÍNIO. Comentário: Energia de Capacitor. Comentário: Questão sobre atrito Professores: Gilberto / Gustavo / Luciano / Maragato CURSO DOMÍNIO A prova de física exigiu um bom conhecimento dos alunos. Há questões relacionadas principalmente com a investigação e compreensão dos

Leia mais

Hidrogênio x Hidrogênio Hidrogênio x Não metal Não metal x Não metal

Hidrogênio x Hidrogênio Hidrogênio x Não metal Não metal x Não metal LIGAÇÃ QUÍMICA Introdução: s átomos, ao se unirem, procuram perder ou ganhar elétrons na última camada até atingirem a configuração eletrônica de um gás nobre. Teoria do octeto: s átomos dos elementos

Leia mais

NOME: Nº. ASSUNTO: Recuperação Final - 1a.lista de exercícios VALOR: 13,0 NOTA:

NOME: Nº. ASSUNTO: Recuperação Final - 1a.lista de exercícios VALOR: 13,0 NOTA: NOME: Nº 1 o ano do Ensino Médio TURMA: Data: 11/ 12/ 12 DISCIPLINA: Física PROF. : Petrônio L. de Freitas ASSUNTO: Recuperação Final - 1a.lista de exercícios VALOR: 13,0 NOTA: INSTRUÇÕES (Leia com atenção!)

Leia mais

Introdução. Observando o ambiente

Introdução. Observando o ambiente Introdução A curiosidade natural do homem, o leva a explorar o ambiente que o cerca, observando, analisando, realizando experiências, procurando saber o porquê das coisas. Nesta atividade, exploradora

Leia mais

Gráficos: Q2)Para cada função posição x(t) diga se a aceleração é positiva, negativa ou nula.

Gráficos: Q2)Para cada função posição x(t) diga se a aceleração é positiva, negativa ou nula. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA-CFM DEPARTAMENTO DE FÍSICA FSC 5107 FÍSICA GERAL IA Semestre 2012.2 LISTA DE EXERCÍCIOS 2 - MOVIMENTO EM UMA DIMENSÃO Gráficos: Q1) Para cada gráfico seguinte de

Leia mais

QUÍMICA CELULAR NUTRIÇÃO TIPOS DE NUTRIENTES NUTRIENTES ENERGÉTICOS 4/3/2011 FUNDAMENTOS QUÍMICOS DA VIDA

QUÍMICA CELULAR NUTRIÇÃO TIPOS DE NUTRIENTES NUTRIENTES ENERGÉTICOS 4/3/2011 FUNDAMENTOS QUÍMICOS DA VIDA NUTRIÇÃO QUÍMICA CELULAR PROFESSOR CLERSON CLERSONC@HOTMAIL.COM CIESC MADRE CLÉLIA CONCEITO CONJUNTO DE PROCESSOS INGESTÃO, DIGESTÃO E ABSORÇÃO SUBSTÂNCIAS ÚTEIS AO ORGANISMO ESPÉCIE HUMANA: DIGESTÃO ONÍVORA

Leia mais

Prof. Rogério Porto. Assunto: Cinemática em uma Dimensão III

Prof. Rogério Porto. Assunto: Cinemática em uma Dimensão III Questões COVEST Física Mecânica Prof. Rogério Porto Assunto: Cinemática em uma Dimensão III 1. Um atleta salta por cima do obstáculo na figura e seu centro de gravidade atinge a altura de 2,2 m. Atrás

Leia mais

Fração. Página 2 de 6

Fração. Página 2 de 6 1. (Fgv 2014) De acordo com dados da Agência Internacional de Energia (AIE), aproximadamente 87% de todo o combustível consumido no mundo são de origem fóssil. Essas substâncias são encontradas em diversas

Leia mais

GEOMETRIA MOLECULAR E INTERAÇÕES QUÍMICAS MOLECULARES. Professor Cristiano

GEOMETRIA MOLECULAR E INTERAÇÕES QUÍMICAS MOLECULARES. Professor Cristiano GEOMETRIA MOLECULAR E INTERAÇÕES QUÍMICAS MOLECULARES Professor Cristiano GEOMETRIA MOLECULAR É o estudo de como os átomos estão distribuídos espacialmente em uma molécula. Dependendo dos átomos que a

Leia mais

Lista de Exercícios - Unidade 10 Entropia e a segunda lei da termodinâmica

Lista de Exercícios - Unidade 10 Entropia e a segunda lei da termodinâmica Lista de Exercícios - Unidade 10 Entropia e a segunda lei da termodinâmica Segunda Lei da Termodinâmica 1. (UECE 2009) Imagine um sistema termicamente isolado, composto por cilindros conectados por uma

Leia mais

COMPLEMENTO MATEMÁTICO

COMPLEMENTO MATEMÁTICO COMPLEMENTO MATEMÁTICO Caro aluno, A seguir serão trabalhados os conceitos de razão e proporção que são conteúdos matemáticos que devem auxiliar o entendimento e compreensão dos conteúdos de Química. Os

Leia mais

Teorema de Pitágoras. Módulo 1 Unidade 10. Para início de conversa... Matemática e Suas Tecnologias Matemática 1

Teorema de Pitágoras. Módulo 1 Unidade 10. Para início de conversa... Matemática e Suas Tecnologias Matemática 1 Módulo 1 Unidade 10 Teorema de Pitágoras Para início de conversa... Certamente, você já deve ter ouvido falar no Teorema de Pitágoras. Pois bem, nesta unidade, ele será o centro das atenções, mas vamos

Leia mais

> ESTUDO DO RNA. (C) O ácido nucléico I é DNA e o II, RNA. (D) O ácido nucléico I é RNA e o II, DNA. (E) I é exclusivo dos seres procariontes.

> ESTUDO DO RNA. (C) O ácido nucléico I é DNA e o II, RNA. (D) O ácido nucléico I é RNA e o II, DNA. (E) I é exclusivo dos seres procariontes. Biologia > Citologia > Sintese Protéica > Alunos Prof. Zell (biologia) (C) O ácido nucléico I é DNA e o II, RNA. (D) O ácido nucléico I é RNA e o II, DNA. (E) I é exclusivo dos seres procariontes. > ESTUDO

Leia mais

Função orgânica nossa de cada dia. Profa. Kátia Aquino

Função orgânica nossa de cada dia. Profa. Kátia Aquino Função orgânica nossa de cada dia Profa. Kátia Aquino Vamos analisar! Funções Carboidratros (ou Glicídios) Energética: eles são os maiores fornecedores de energia para os seres vivos, principalmente a

Leia mais

grandeza do número de elétrons de condução que atravessam uma seção transversal do fio em segundos na forma, qual o valor de?

grandeza do número de elétrons de condução que atravessam uma seção transversal do fio em segundos na forma, qual o valor de? Física 01. Um fio metálico e cilíndrico é percorrido por uma corrente elétrica constante de. Considere o módulo da carga do elétron igual a. Expressando a ordem de grandeza do número de elétrons de condução

Leia mais

Estrutura e função dos ácidos nucléicos. Profa. Melissa de Freitas Cordeiro-Silva

Estrutura e função dos ácidos nucléicos. Profa. Melissa de Freitas Cordeiro-Silva Estrutura e função dos ácidos nucléicos Profa. Melissa de Freitas Cordeiro-Silva > Polímeros de nucleotídeos Funções: DNA (ácido desoxirribonucléico) : > Armazenar as informações necessárias para a construção

Leia mais

Física Simples e Objetiva Mecânica Cinemática e Dinâmica Professor Paulo Byron. Apresentação

Física Simples e Objetiva Mecânica Cinemática e Dinâmica Professor Paulo Byron. Apresentação Apresentação Após lecionar em colégios estaduais e particulares no Estado de São Paulo, notei necessidades no ensino da Física. Como uma matéria experimental não pode despertar o interesse dos alunos?

Leia mais

Profa. Maria Fernanda - Química nandacampos.mendonc@gmail.com

Profa. Maria Fernanda - Química nandacampos.mendonc@gmail.com Profa. Maria Fernanda - Química nandacampos.mendonc@gmail.com Testes para identificar a gravidez Como é possível identificar se uma mulher está grávida? Após os sintomas apresentados acima, normalmente

Leia mais

URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE

URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE. DA REPRODUÇÃO DA VIDA E PODE SER ANALISADO PELA TRÍADE HABITANTE- IDENTIDADE-LUGAR. OBJETIVOS ESPECÍFICOS A. Caracterizar o fenômeno da urbanização como maior intervenção humana

Leia mais

Ano: 8 Turma: 81 / 82

Ano: 8 Turma: 81 / 82 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 3ª Etapa 2012 Disciplina: Ciências Professor (a): Felipe Cesar Ano: 8 Turma: 81 / 82 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Leitura e interpretação de gráficos: Cada vez mais os vestibulares exigem essa competência

Leitura e interpretação de gráficos: Cada vez mais os vestibulares exigem essa competência Leitura e interpretação de gráficos: Cada vez mais os vestibulares exigem essa competência Por: George Schlesinger Existem diversos tipos de gráficos: linhas, barras, pizzas etc. Estudaremos aqui os gráficos

Leia mais

LEGADOS / CONTRIBUIÇÕES. Democracia Cidadão democracia direta Olimpíadas Ideal de beleza Filosofia História Matemática

LEGADOS / CONTRIBUIÇÕES. Democracia Cidadão democracia direta Olimpíadas Ideal de beleza Filosofia História Matemática LEGADOS / CONTRIBUIÇÕES Democracia Cidadão democracia direta Olimpíadas Ideal de beleza Filosofia História Matemática GEOGRAFIA, ECONOMIA E POLÍTICA Terreno montanhoso Comércio marítimo Cidades-estado

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2014

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2014 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 2ª Etapa 2014 Disciplina: Física Série: 3ª Professor (a): Marcos Vinicius Turma: FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor

1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor 1 a QUESTÃO: (,0 pontos) Avaliador evisor Vários fenômenos físicos podem ser explicados pela propagação retilínea da luz em meios homogêneos. Essa hipótese é conhecida como o modelo do raio luminoso da

Leia mais

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33) 3341-1244 www.colegiosantateresinha.com.br

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33) 3341-1244 www.colegiosantateresinha.com.br PLANEJAMENTO DE AÇÕES DA 2 ª ETAPA 2015 PERÍODO DA ETAPA: 01/09/2015 á 04/12/2015 TURMA: 9º Ano EF II DISCIPLINA: CIÊNCIAS / QUÍMICA 1- S QUE SERÃO TRABALHADOS DURANTE A ETAPA : Interações elétricas e

Leia mais

FÍSICA. Sempre que for necessário, utilize g= 10m/s 2

FÍSICA. Sempre que for necessário, utilize g= 10m/s 2 FÍSICA Sempre que for necessário, utilize g= 10m/s 2 28 d Leia com atenção a tira da Turma da Mônica mostrada abaixo e analise as afirmativas que se seguem, considerando os princípios da Mecânica Clássica.

Leia mais

Força atrito. Forças. dissipativas

Força atrito. Forças. dissipativas Veículo motorizado 1 Trabalho Ocorrem variações predominantes de Por ex: Forças constantes Sistema Termodinâmico Onde atuam Força atrito É simultaneamente Onde atuam Sistema Mecânico Resistente Ocorrem

Leia mais

Painéis Do Organismo ao Genoma

Painéis Do Organismo ao Genoma Painéis Do Organismo ao Genoma A série de 5 painéis do organismo ao genoma tem por objetivo mostrar que os organismos vivos são formados por células que funcionam de acordo com instruções contidas no DNA,

Leia mais

PORTUGUÊS BIOLOGIA FÍSICA QUÍMICA SEGUNDO SIMULADO - EM CONTEÚDOS PRIMEIRO ANO

PORTUGUÊS BIOLOGIA FÍSICA QUÍMICA SEGUNDO SIMULADO - EM CONTEÚDOS PRIMEIRO ANO SEGUNDO SIMULADO - EM CONTEÚDOS PORTUGUÊS PRIMEIRO ANO Programa da 1ª série: Interpretação de texto Linguagem figurada Trovadorismo Humanismo "Auto da barca do inferno" BIOLOGIA Características gerais

Leia mais

UNOCHAPECÓ Lista 03 de exercícios Mecânica (lançamento de projéteis) Prof: Visoli

UNOCHAPECÓ Lista 03 de exercícios Mecânica (lançamento de projéteis) Prof: Visoli UNOCHAPECÓ Lista 03 de exercícios Mecânica (lançamento de projéteis) Prof: Visoli 1. A figura abaixo mostra o mapa de uma cidade em que as ruas retilíneas se cruzam perpendicularmente e cada quarteirão

Leia mais

3ª Filosofia Antiga (Pensadores antigos)

3ª Filosofia Antiga (Pensadores antigos) 3ª Filosofia Antiga (Pensadores antigos) Questão (1) - A filosofia se constitui, a partir das concepções de Sócrates, Platão e Aristóteles, como o pensamento que investiga: a) A questão da dívida externa.

Leia mais

Gráficos no MU e MUV. E alguns exercícios de vestibulares

Gráficos no MU e MUV. E alguns exercícios de vestibulares Gráficos no MU e MUV E alguns exercícios de vestibulares Tipos de movimentos -MU Velocidade positiva Velocidade negativa v = s t Que tipo de informação tiramos s x t V x t v = s t s = v. t MUV -espaço

Leia mais

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES Introdução ao tema A importância da mitologia grega para a civilização ocidental é tão grande que, mesmo depois de séculos, ela continua presente no nosso imaginário. Muitas

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011

RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011 RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011 Questão 26 Como a questão pede a separação do sólido solúvel do líquido, o único processo recomendado é a destilação simples. Lembrando que filtração e decantação

Leia mais

UNIDADE 10 ESTUDOS DE MECÂNICA - INÍCIO LISTA DE EXERCÍCIOS

UNIDADE 10 ESTUDOS DE MECÂNICA - INÍCIO LISTA DE EXERCÍCIOS INTRODUÇÃO À FÍSICA turma MAN 26/2 profa. Marta F. Barroso UNIDADE 1 LISTA DE EXERCÍCIOS UNIDADE 1 ESTUDOS DE MECÂNICA - INÍCIO Exercício 1 Movendo-se com velocidade constante de 15 m/s, um trem, cujo

Leia mais

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UFRJ 2007 www.planetabio.com

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UFRJ 2007 www.planetabio.com 1-O gráfico a seguir mostra como variou o percentual de cepas produtoras de penicilinase da bactéria Neisseria gonorrhoeae obtidas de indivíduos com gonorréia no período de 1980 a 1990. A penicilinase

Leia mais

a) Cite o nome do estado brasileiro onde aparece a maior parte do domínio das araucárias. R:

a) Cite o nome do estado brasileiro onde aparece a maior parte do domínio das araucárias. R: Data: /08/2014 Bimestre: 2 Nome: 7 ANO A Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Prova / Atividade: 2,0 (DOIS) Nota: GRUPO 3 1-(1,0) A paisagem brasileira está dividida em domínios morfoclimáticos.

Leia mais

CA 6 - Apropriar-se de conhecimentos da Física para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-tecnológicas.

CA 6 - Apropriar-se de conhecimentos da Física para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-tecnológicas. COMPETÊNCIAS E HABILIDADES CADERNO 8 PROF.: Célio Normando CA 6 - Apropriar-se de conhecimentos da Física para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-tecnológicas.

Leia mais

γ = 5,0m/s 2 2) Cálculo da distância percorrida para a velocidade escalar reduzir-se de 30m/s para 10m/s. V 2 2

γ = 5,0m/s 2 2) Cálculo da distância percorrida para a velocidade escalar reduzir-se de 30m/s para 10m/s. V 2 2 OBSERVAÇÃO (para todas as questões de Física): o valor da aceleração da gravidade na superfície da Terra é representado por g. Quando necessário, adote: para g, o valor 10 m/s 2 ; para a massa específica

Leia mais

2 A Derivada. 2.1 Velocidade Média e Velocidade Instantânea

2 A Derivada. 2.1 Velocidade Média e Velocidade Instantânea 2 O objetivo geral desse curso de Cálculo será o de estudar dois conceitos básicos: a Derivada e a Integral. No decorrer do curso esses dois conceitos, embora motivados de formas distintas, serão por mais

Leia mais

Lista de Exercícios - Unidade 6 Aprendendo sobre energia

Lista de Exercícios - Unidade 6 Aprendendo sobre energia Lista de Exercícios - Unidade 6 Aprendendo sobre energia Energia Cinética e Potencial 1. (UEM 01) Sobre a energia mecânica e a conservação de energia, assinale o que for correto. (01) Denomina-se energia

Leia mais

COLÉGIO JOÃO PAULO I UNIDADE SUL

COLÉGIO JOÃO PAULO I UNIDADE SUL COLÉGIO JOÃO PAULO I UNIDADE SUL Marcelo Rolim EXERCÍCIOS DE REVISÃO DE CIÊNCIAS (FÍSICA) 8ª SÉRIE ENSINO FUNDAMENTAL 2º TRIMESTRE/2012 Exercícios de Revisão 01. Calcule a distância percorrida por um móvel

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PIBID-PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA PROVAS E DEMONSTRAÇÕES EM MATEMÁTICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PIBID-PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA PROVAS E DEMONSTRAÇÕES EM MATEMÁTICA 1 DOCÊNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PIBID-PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO A PROVAS E DEMONSTRAÇÕES EM MATEMÁTICA Fabio da Costa Rosa Fernanda Machado Greicy Kelly Rockenbach da Silva

Leia mais

IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS. Aluno(a): Turma:

IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS. Aluno(a): Turma: IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS Aluno(a): Turma: Querido (a) aluno (a), Este estudo dirigido foi realizado para que você revise

Leia mais

Lista 1 Cinemática em 1D, 2D e 3D

Lista 1 Cinemática em 1D, 2D e 3D UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA DEPARTAMENTO DE ESTUDOS BÁSICOS E INSTRUMENTAIS CAMPUS DE ITAPETINGA PROFESSOR: ROBERTO CLAUDINO FERREIRA DISCIPLINA: FÍSICA I Aluno (a): Data: / / NOTA: Lista

Leia mais

Neste ano estudaremos a Mecânica, que divide-se em dois tópicos:

Neste ano estudaremos a Mecânica, que divide-se em dois tópicos: CINEMÁTICA ESCALAR A Física objetiva o estudo dos fenômenos físicos por meio de observação, medição e experimentação, permite aos cientistas identificar os princípios e leis que regem estes fenômenos e

Leia mais

Leis Históricas da Estequiometria

Leis Históricas da Estequiometria Estequiometria A proporção correta da mistura ar-combustível para o motor de uma carro de corrida pode ser tão importante quanto a habilidade do piloto para ganhar a corrida. As substâncias químicas, como

Leia mais

Lição 4 Avaliação na EAD

Lição 4 Avaliação na EAD Estudo e Aprendizado a Distância 89 Após concluir o estudo desta lição, esperamos que você possa: identifi car a fi nalidade de um objetivo de aprendizagem; identifi car o conceito de avaliação da aprendizagem;

Leia mais

23/03/2015. Moléculas orgânicas - Carboidratos

23/03/2015. Moléculas orgânicas - Carboidratos Moléculas orgânicas - Carboidratos São formados por C, H, O. São Conhecidos como: Hidratos de Carbono Glucídios Glicídios Açúcares Sacarídeos Funções: Energética (glicose); Glicogênio : reserva energética

Leia mais

EXPLORANDO OS CONTEÚDOS MATEMÁTICOS ENVOLVIDOS NA CONSTRUÇÃO DE UMA CASA

EXPLORANDO OS CONTEÚDOS MATEMÁTICOS ENVOLVIDOS NA CONSTRUÇÃO DE UMA CASA EXPLORANDO OS CONTEÚDOS MATEMÁTICOS ENVOLVIDOS NA CONSTRUÇÃO DE UMA CASA Sergio da Silva Cambiriba 1 Dante Alves Medeiros Filho 2 RESUMO Nosso trabalho consistiu em explorar alguns conteúdos matemáticos

Leia mais

Tabel e a l P rió dica

Tabel e a l P rió dica Tabela Periódica Desenvolvimento histórico da Tabela Periódica Dmitri Mendeleev (1834-1907 ) Escreveu em fichas separadas as propriedades (estado físico, massa, etc) dos elementos químicos. Enquanto arruma

Leia mais

Módulo Núcleo. 2) O esquema a seguir apresenta um experimento realizado com uma alga unicelular.

Módulo Núcleo. 2) O esquema a seguir apresenta um experimento realizado com uma alga unicelular. Módulo Núcleo Exercícios de Aula 1) O envelope nuclear encerra o DNA e define o compartimento nuclear. Assinale a afirmativa INCORRETA sobre o envelope nuclear. a) É formado por duas membranas concêntricas

Leia mais

CP/CAEM/2005 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA - 2005 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO

CP/CAEM/2005 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA - 2005 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO CP/CAEM/05 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA - 05 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA DO BRASIL 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Analisar os fatores fisiográficos do espaço territorial do Brasil, concluindo sobre a influência

Leia mais

1) Calcular, em m/s, a velocidade de um móvel que percorre 14,4Km em 3min. a) ( ) 70m/s b) ( ) 80 m/s c) ( ) 90m/s d) ( ) 60m/s

1) Calcular, em m/s, a velocidade de um móvel que percorre 14,4Km em 3min. a) ( ) 70m/s b) ( ) 80 m/s c) ( ) 90m/s d) ( ) 60m/s SIMULADO DE FÍSICA ENSINO MÉDIO 1) Calcular, em m/s, a velocidade de um móvel que percorre 14,4Km em 3min. a) ( ) 70m/s b) ( ) 80 m/s c) ( ) 90m/s d) ( ) 60m/s 2) Um avião voa com velocidade constante

Leia mais

ENEM 2014/2015 Física (Prova Amarela) Prof. Douglas Almeida

ENEM 2014/2015 Física (Prova Amarela) Prof. Douglas Almeida Questão 46 Nesta questão, o candidato precisa saber que um filtro de luz realiza a refração seletiva, deixando passar as cores que o compõe e absorvendo substancialmente as outras cores. Assim, para absorver

Leia mais

Vamos relatar alguns fatos do dia -a- dia para entendermos a primeira lei de Newton.

Vamos relatar alguns fatos do dia -a- dia para entendermos a primeira lei de Newton. CAPÍTULO 8 As Leis de Newton Introdução Ao estudarmos queda livre no capítulo cinco do livro 1, fizemos isto sem nos preocuparmos com o agente Físico responsável que provocava a aceleração dos corpos em

Leia mais

Professor Carlos - Proteinas

Professor Carlos - Proteinas 14085. (Fuvest 2001) Os três compostos abaixo têm uso farmacológico Considere as afirmações: I Nas moléculas dos três compostos, há ligações peptídicas. II A porcentagem em massa de oxigênio na dropropizina

Leia mais

A) a existência do oceano líquido é uma hipótese possível, pois um sal solúvel só forma uma mistura homogênea com a água, quando ela está líquida.

A) a existência do oceano líquido é uma hipótese possível, pois um sal solúvel só forma uma mistura homogênea com a água, quando ela está líquida. TEXTO PARA A QUESTÃO 1. Sonda espacial detecta sal de cozinha em lua de Saturno A análise da composição química do anel mais externo de Saturno revelou a presença de 98% de água, 1% de cloreto de sódio,

Leia mais

Química. Resolução das atividades complementares. Q50 Forças intermoleculares

Química. Resolução das atividades complementares. Q50 Forças intermoleculares Resolução das atividades complementares 4 Química Q50 Forças intermoleculares p. 15 1 (Unifor-CE) Considerando a natureza das ligações químicas intermoleculares existentes nas substâncias: Etanol C 2 H

Leia mais

Questão 89. Questão 91. Questão 90. alternativa A. alternativa E

Questão 89. Questão 91. Questão 90. alternativa A. alternativa E Questão 89 O esquema representa o sistema digestório humano e os números indicam alguns dos seus componentes. Nível de açúcar no sangue mg/100ml 200 150 100 50 B A 0 1 2 3 4 5 Número de horas após a alimentação

Leia mais