Indicadores Industriais do Espírito Santo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Indicadores Industriais do Espírito Santo"

Transcrição

1 Ano 07 - Dez 2017 Indicadores Industriais do Espírito Santo Faturamento Real Horas Trabalhadas na Produção Emprego Massa Salarial Real Rendimento Médio Real Utilização da Capacidade Instalada

2 FATURAMENTO REAL ENCERRA 2017 COM FORTE ALTA Na passagem de novembro para dezembro o faturamento da indústria capixaba avançou 2,9%. O indicador também registrou comportamento positivo nas demais bases de comparação, com destaque para variação entre dezembro de 2016 e 2017 de 8,7%. Sendo que para o fechamento de 2017, o faturamento real variou 7,7%. Os indicadores de horas trabalhadas, pessoal empregado e massa salarial encerraram o ano com queda de -5,3%, -5,5% e -1,5%, respectivamente. A Utilização da Capacidade Instalada ampliou em 0,8 pontos entre novembro e dezembro, sendo que no acumulado do ano teve crescimento de 3,5 pontos, indicando recuperação da atividade industrial capixaba. INDÚSTRIA GERAL ¹Deflator: IPA/OG-FGV - ²Deflator: INPC-IBGE Fonte: Ideies/Sistema Findes/CNI Dez 17/ Nov 17 Dez 17/ Dez 16 Variação Percentual Acum 17/ Acum meses/ 12 meses Faturamento Real 1 2,9 8,7 7,4 7,4 Horas Trabalhadas na Produção -5,5-6,1-5,3-5,3 Pessoal Empregado Total -3,0-2,4-5,5-5,5 Massa Salarial Real 2 2,9-3,6-1,5-1,5 Rendimento Médio Real 2 6,0-1,3 4,1 4,1 Percentual Médio INDÚSTRIA GERAL Dez/17 Nov/17 Dez/16 Utilização da Capacidade Instalada 78,3 77,4 74,6

3 1 2,92% mês/mês anterior FATURAMENTO REAL O faturamento real aumentou 2,9% em dezembro, frente a novembro, impactado, principalmente, pelos setores de celulose, papel e produtos de papel (22,01%), alimentos (19,3%), impressão e reprodução (14,0%) e indústria extrativa (6,0%). Em contrapartida, o maior decréscimo ocorreu no setor de vestuário (-66,5%) devido ao período de mudança de coleção. No confronto com dezembro de 2016 houve alta de 8,7% e o indicador encerrou o ano com crescimento de 7,7%. FATURAMENTO ENCERRA 2017 COM FORTE RECUPERÇÃO Faturamento Real (Nº Índice) Média Móvel Semestral dez/14 jun/15 dez/15 jun/16 dez/16 jun/17 dez/17 Deflator: IPA/ OG-FGV Fonte: Ideies/Sistema Findes/CNI

4 1 7,4 % acumulado no ano FATURAMENTO REAL Principais Influências (p.p) 5,8 Metalurgia 2,9 Metalurgia Alimentos 0,9 Alimentos A indústria extrativa exerceu a maior influência positiva 5,8 pontos percentuais no resultado do acumulado do ano, em relação ao acumulado do ano anterior, além de apresentar a maior variação positiva (20,3%) no final de O setor de metalurgia veio a seguir, com a segunda maior influência positiva (2,9 p.p.) e variação de 11,7%. Em oposição, os maiores decréscimos, em 2017, ocorreram nos setores de produtos de borracha e plástico (-15,2%) e minerais não metálicos (-13,0%). Metalurgia Geral Alimentos Transformação Celulose e Papel Confecções Derivados de Petróleo e Biocombustíveis Químicos Impressão e Reprodução Móveis Minerais não metálicos Borracha e Material Plástico 20,3 11,7 7,4 5,4 2,2-1,6-1,7-4,5-6,0 Variação Positiva Variação Negativa -9,8-11,0-13,0-15,2 Deflator: IPA/ OG-FGV Fonte: Ideies/Sistema Findes/CNI

5 2-5,5% mês/mês anterior HORAS TRABALHADAS NA PRODUÇÃO HORAS TRABALHADAS NA PRODUÇÃO REDUZEM EM TODAS AS BASES DE COMPARAÇÃO As horas trabalhadas na produção reduziram em dezembro, relativamente a novembro (-5,5%), impulsionadas, principalmente, pelos setores de petróleo e biocombustível (-29,1%), borracha e plástico (-29,0%) e móveis (-27,2%). Na comparação com dezembro de 2016 houve queda de -6,3%, assim como no fechamento de 2017 (-5,3%) Horas Trabalhadas (Nº Índice) Média Móvel Semestral dez/14 jun/15 dez/15 jun/16 dez/16 jun/17 dez/17 Fonte: Ideies/Sistema Findes/CNI

6 2-5,3 % acumulado no ano HORAS TRABALHADAS NA PRODUÇÃO No desempenho acumulado em 2017, das horas trabalhadas na produção, o setor de minerais não metálicos foi responsável pela maior influência negativa (-4,0 p.p.) e também pela maior variação negativa (-21,6%). A segunda maior influência negativa coube ao setor de alimentos (-1,7 p.p.), com a terceira pior variação (-10,5%). O setor de móveis registrou a segunda maior queda (-18,2%), enquanto o setor de borracha e plástico apresentou o maior acréscimo (18,1%). Principais Influências (p.p.) Minerais Não Metálicos Alimentos Metalurgia -4,0-1,7-0,6 Borracha e Material Plástico Derivados de Petróleo e Biocombustíveis Celulose e Papel Impressão e Reprodução Químicos Confecções Geral Metalurgia Transformação Alimentos Móveis Minerais não metálicos 18,1 13,5 4,0 2,0 1,4-1,1-5,1-5,3-6,6-8,5-10,5 Variação Positiva Fonte: Ideies/Sistema Findes/CNI Variação Negativa -18,2-21,6

7 3-2,95 % mês/mês anterior EMPREGO O indicador de pessoal empregado decresceu em dezembro, em relação a novembro (-2,95%), impactado, em grande parte, pelos setores de derivados de petróleo e biocombustíveis (-18,2%), indústria extrativa (-5,6%) e confecções (-4,9%). Por outro lado, o setor de alimentos registrou o maior acréscimo (2,0%). Na comparação com novembro de 2016, no acumulado de 2017, ocorreram quedas de -2,4% e -5,5%. EMPREGO NA INDÚSTRIA CAPIXABA DECRESCE EM TODAS A BASES DE COMPARAÇÃO Emprego (Nº Índice) Média Móvel Semestral dez/14 jun/15 dez/15 jun/16 dez/16 jun/17 dez/17 Fonte: Ideies/Sistema Findes/CNI

8 3 acumulado -5,5 % no ano EMPREGO No acumulado de 2017, frente a 2016, as maiores influências negativas no resultado do emprego couberam aos setores de minerais não metálicos (-2,7 p.p.) e indústria extrativa (-1,6 p.p.). Esses setores registraram, respectivamente, variações negativas de -14,0% e -5,6%. No setor moveleiro ocorreu a maior queda (-18,7%) e, no setor de derivados de petróleo e biocombustíveis, o maior acréscimo (10,3%). Principais Influências (p.p.) Minerais Não Metálicos -2,7-1,6 Alimentos -0,9 Derivados de Petróleo e Biocombustíveis Celulose e Papel Borracha e Material Plástico Metalurgia Impressão e Reprodução Químicos Transformação Geral Alimentos Confecções Minerais não metálicos Móveis 10,3 2,8-0,8-1,3-3,2-3,8-5,4-5,5-5,5-5,6-6,1 Variação Positiva Variação Negativa -14,0-18,7 Fonte: Ideies/Sistema Findes/CNI

9 300 4 mês/mês 2,90% MASSA SALARIAL ENCERRA 2017 COM LEVE QUEDA anterior MASSA SALARIAL REAL A massa salarial real registrou acréscimo em dezembro, em relação a novembro (2,9%), tendo as maiores altas ocorrido nos setores de metalurgia (35,0%), alimentos (14,0%) e químicos (13,3%). Em contrapartida, mostraram queda, principalmente, os setores de derivados de petróleo e biocombustível (-11,5%) e indústria extrativa (-6,1%). Na comparação com dezembro de 2016 a massa salarial recuou -3,64% e no acumulado de 2017 teve leve queda de -1, Massa Salarial (Nº Índice) Média Móvel Semestral dez/14 jun/15 dez/15 jun/16 dez/16 jun/17 dez/17 Deflator: INPC-IBGE Fonte: Ideies/Sistema Findes/CNI

10 4 acumulado -1,45 % no ano MASSA SALARIAL REAL Em 2017, as maiores influências negativas na massa salarial pertenceram às indústrias extrativas (-1,5 p.p.) e de minerais não metálicos (-1,0 p.p.). As principais variações negativas ocorreram nos setores de móveis (-17,8%), minerais não metálicos (-9,4%) e impressão e reprodução (-5,1%), enquanto os maiores acréscimos, nos setores de borracha e plástico (22,5%) e celulose e papel (8,2%). Principais Influências (p.p.) extrativa -1,5 Minerais não metálicos -1,0 Metalurgia -0,3 Borracha e Material Plástico 22,5 Derivados de Petróleo e Biocombustíveis Celulose e Papel Químicos Transformação Alimentos Geral Metalurgia Confecções Impressão e Reprodução Minerais não metálicos Móveis 10,9 8,2 4,9 0,1-0,2-1,5-2,0-2,8-3,2-5,1 Variação Positiva Variação Negativa -9,4-17,8 Deflator: INPC-IBGE Fonte: Ideies/Sistema Findes/CNI

11 5 mês/mês 6,0% RENDIMENTO MÉDIO REAL AUMENTA EM DEZEMBRO E NO ACUMULADO DE anterior RENDIMENTO MÉDIO REAL Deflator: INPC-IBGE Fonte: Ideies/Sistema Findes/CNI O rendimento médio real cresceu 6,0% em dezembro, frente a novembro. Já na comparação com dezembro de 2016 teve redução de 2016 (-1,3%), mas, ainda assim, encerrou o ano com crescimento de 4,13%. Na comparação mensal, as maiores altas ficaram por conta dos setores de metalurgia (34,0%), químicos (17,1%) e de alimentos (14,9%). Apenas a indústria extrativa apresentou leve queda de -0,6%. Rendimento Médio Real (Nº Índice) Média Móvel Semestral 0 dez/14 jun/15 dez/15 jun/16 dez/16 jun/17 dez/17

12 5 acumulado 4,0 % no ano RENDIMENTO MÉDIO REAL Em 2017, frente a 2016, a quase totalidade dos setores da indústria capixaba pesquisados, registrou acréscimo no rendimento médio real. A indústria geral apresentou aumento de 4,1% e os maiores avanços pertenceram aos setores de produtos de borracha e plástico (23,5%), químico (9,1%) e alimentos (5,6%). As quedas ocorreram nos setores de petróleo e biocombustível (-0,6%), de metalurgia (-0,7%) e de impressão e reprodução (-2,0%). Borracha e Material Plástico 23,5 Químicos Transformação Alimentos Celulose e Papel Minerais não metálicos Geral Confecções Móveis Derivados de Petróleo e Biocombustíveis Metalurgia Impressão e Reprodução 9,1 5,6 5,6 5,3 5,3 4,1 3,0 2,8 0,8-0,6-0,7-2,0 Variação Positiva Variação Negativa Deflator: INPC-IBGE Fonte: Ideies/Sistema Findes/CNI

13 6 mês/mês 0,9 p.p. anterior UTILIZAÇÃO DA CAPACIDADE INSTALADA UCI ENCERRA 2017 COM ESTABILIDADE A UCI de dezembro alcançou 78,3%, aumentando 0,9 p.p. em relação a novembro. A ociosidade foi de 21,7% e as principais altas pertenceram aos setores de químicos (12,1p.p.), minerais não-metálicos (6,5p.p.) e alimentos (2,1p.p.). Houve acréscimo também frente a dezembro de 2016 (3,6 p.p.), em contrapartida, para o fechamento do ano registrou leve redução de -0,4p.p, indicando estabilidade do indicador frente ao ano de UCI (%) Média Móvel Semestral dez/14 jun/15 dez/15 jun/16 dez/16 jun/17 dez/17 Fonte: Ideies/Sistema Findes/CNI

14 6 acumulado -0,4 p.p. do ano UTILIZAÇÃO DA CAPACIDADE INSTALADA Na comparação entre 2017 e 2016 a UCI decresceu -0,4 p.p. As maiores quedas ocorreram nos setores de produtos alimentícios (-9,3 p.p.), impressão e reprodução (-1,5 p.p.), móveis (-1,4 p.p.) e produtos de borracha e material plástico (-0,9 p.p.). Em contrapartida, os maiores crescimentos se verificaram nos setores de derivados de petróleo e biocombustíveis (10,6 p.p.), químicos (3,6 p.p) e indústria extrativa (1,9 p.p.). Derivados de Petróleo e Biocombustíveis Químicos Confecções Metalurgia Celulose e Minerais Papel não Geral metálicos Transformação Borracha e Material Plástico Móveis Impressão e Reprodução Alimentos 10,6 3,6 1,9 1,2 1,1 0,3 0,2 Variação Positiva Variação Negativa -0,4-0,9-0,9-1,4-1,5-9,3 Fonte: Ideies/Sistema Findes/CNI

15 PERÍODO DE COLETA DAS INFORMAÇÕES: 11 A 18 DE JANEIRO DE PERFIL DA AMOSTRA: 85 empresas industriais capixabas de extração e transformação. INFORMAÇÕES METODOLÓGICAS: A pesquisa Indicadores Industriais tem o objetivo de monitorar a evolução mensal da atividade da indústria do Espírito Santo. A amostra é selecionada pela Confederação Nacional da - CNI e classificada de acordo com a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE 2.0). A série histórica está disponível a partir de 2003, exceto das variáveis massa salarial real e rendimento médio real, com início em 2006, devido a mudanças metodológicas na coleta do indicador de massa salarial.

16 Gerência do Observatório da IDEIES - Instituto de Desenvolvimento Educacional e Industrial do Espírito Santo Av. Nossa Senhora da Penha, º andar - Santa Lúcia - Vitória/ES CEP: Tel.: (27) Telefax: (27) Siga nosso

Indicadores Industriais do Espírito Santo

Indicadores Industriais do Espírito Santo Ano 07 - Out 2017 Indicadores Industriais do Espírito Santo 1 2 3 4 5 6 Faturamento Real Horas Trabalhadas na Produção Emprego Massa Salarial Real Rendimento Médio Real Utilização da Capacidade Instalada

Leia mais

Indicadores Industriais do Espírito Santo

Indicadores Industriais do Espírito Santo Ano 07 - Set 2017 Indicadores Industriais do Espírito Santo 1 2 3 4 5 6 Faturamento Real Horas Trabalhadas na Produção Emprego Massa Salarial Real Rendimento Médio Real Utilização da Capacidade Instalada

Leia mais

Indicadores Industriais do Espírito Santo

Indicadores Industriais do Espírito Santo Ano 08 - Fev 2018 Indicadores Industriais do Espírito Santo 1 2 3 4 5 6 Faturamento Real Horas Trabalhadas na Produção Emprego Massa Salarial Real Rendimento Médio Real Utilização da Capacidade Instalada

Leia mais

Indicadores Industriais do Espírito Santo

Indicadores Industriais do Espírito Santo Ano 07 - Ago 2017 Indicadores Industriais do Espírito Santo 1 2 3 4 5 6 Faturamento Real Horas Trabalhadas na Produção Emprego Massa Salarial Real Rendimento Médio Real Utilização da Capacidade Instalada

Leia mais

Indicadores Industriais do Espírito Santo

Indicadores Industriais do Espírito Santo Ano 07 - Jul 2017 Indicadores Industriais do Espírito Santo 1 2 3 4 5 6 Faturamento Real Horas Trabalhadas na Produção Emprego Massa Salarial Real Rendimento Médio Real Utilização da Capacidade Instalada

Leia mais

Indicadores Industriais do Espírito Santo

Indicadores Industriais do Espírito Santo Ano 07 - Mai 2017 Indicadores Industriais do Espírito Santo 1 2 3 4 5 6 Faturamento Real Horas Trabalhadas na Produção Emprego Massa Salarial Real Rendimento Médio Real Utilização da Capacidade Instalada

Leia mais

FATURAMENTO REAL DA INDÚSTRIA GERAL CRESCE EM NOVEMBRO

FATURAMENTO REAL DA INDÚSTRIA GERAL CRESCE EM NOVEMBRO FATURAMENTO REAL DA INDÚSTRIA GERAL CRESCE EM NOVEMBRO Em novembro de 2018, o faturamento da indústria capixaba cresceu 3,1% comparado à outubro/2018, descontados os efeitos sazonais. Com destaque para

Leia mais

ATIVIDADE INDUSTRIAL COMEÇA 2016 DESAQUECIDA

ATIVIDADE INDUSTRIAL COMEÇA 2016 DESAQUECIDA JANEIRO 2016 Variação frente a dezembro ATIVIDADE INDUSTRIAL COMEÇA 2016 DESAQUECIDA A atividade industrial no Espírito Santo em janeiro de 2016, comparado com dezembro de 2015 registra reduções na maioria

Leia mais

EVOLUÇÃO DA PRODUÇÃO E DO EMPREGO NA INDÚSTRIA DO ESPÍRITO SANTO NÍVEL DE ATIVIDADE 54,3 51,8 52,6 50,5. Espírito Santo 51,8 50,1

EVOLUÇÃO DA PRODUÇÃO E DO EMPREGO NA INDÚSTRIA DO ESPÍRITO SANTO NÍVEL DE ATIVIDADE 54,3 51,8 52,6 50,5. Espírito Santo 51,8 50,1 Sondagem Industrial - Ano 07 - Nov 2017 EMPREGO INDUSTRIAL CAPIXABA VOLTA A CRESCER Os empresários da indústria capixaba de extração e transformação indicaram recuperação do mercado de trabalho, o indicador

Leia mais

ano/mês jan fev mar abr mai jun jul ago set out nov dez

ano/mês jan fev mar abr mai jun jul ago set out nov dez Dados originais Faturamento real* 2014 116,3 121,5 125,0 124,1 129,7 118,8 126,1 129,8 134,6 140,5 130,6 120,9 2015 107,0 109,6 126,6 111,8 116,3 116,2 117,6 120,1 123,0 119,9 111,9 103,3 2016 91,3 98,5

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS

INDICADORES INDUSTRIAIS INDICADORES INDUSTRIAIS Informativo da Confederação Nacional da Indústria Expansão do emprego se acelera em agosto A atividade industrial mostrou expansão em agosto. Dos seis indicadores levantados (faturamento

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS

INDICADORES INDUSTRIAIS INDICADORES INDUSTRIAIS Informativo da Confederação Nacional da Indústria ISSN 1983-621X Ano 25 Número 2 Fevereiro de 2014 www.cni.org.br Indústria tem desempenho positivo em fevereiro Todos os indicadores

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS

INDICADORES INDUSTRIAIS INDICADORES INDUSTRIAIS Informativo da Confederação Nacional da Indústria ISSN 1983-621X Ano 24 Número 1 Janeiro de 2013 www.cni.org.br Indústria reduz a ociosidade UCI - dessazonalizada Janeiro/2013 A

Leia mais

+1,4% -0,9% -1,8% -0,2% -0,5% 79,0% -0,6 p.p. +6,3% Julho de Atividade industrial gaúcha inicia o segundo semestre em alta

+1,4% -0,9% -1,8% -0,2% -0,5% 79,0% -0,6 p.p. +6,3% Julho de Atividade industrial gaúcha inicia o segundo semestre em alta Julho de 2017 Atividade industrial gaúcha inicia o segundo semestre em alta +1,4% -0,9% -1,8% -0,2% -0,5% O IDI/RS voltou a crescer em julho, 1,4%, na série com ajuste sazonal. Com isso, o índice, que

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL Setembro de 2015 +0,3% +6,7% -0,6% -0,6 % -2,1% Atividade volta a crescer após cinco Em setembro, o IDI/RS aumentou 0,3% em relação a agosto, com ajuste sazonal,

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL Maio de 2017 +2,4% +10,8% +3,4% -0,3% -0,4% 79,8% +1,5 p.p. Atividade cresce na base anual após 38 Em maio de 2017, o IDI/RS cresceu 2,4% ante abril, na série

Leia mais

-1,4% -3,0% +0,5% -0,3% -1,8% 78,6% -1,8% -4,5% Março de Atividade volta a cair em março

-1,4% -3,0% +0,5% -0,3% -1,8% 78,6% -1,8% -4,5% Março de Atividade volta a cair em março Março de 2016-1,4% -3,0% +0,5% -0,3% -1,8% 78,6% Atividade volta a cair em março O IDI/RS não sustentou a recuperação registrada em fevereiro (+1,2%) e recuou 1,4% em março na comparação com o mês anterior,

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL Junho de 2017-0,9% -1,4% -1,1% -0,1% +1,7% 78,6% -1,2 p.p. Atividade industrial gaúcha caiu 1,4% no primeiro semestre de 2017 A atividade industrial gaúcha, aferida

Leia mais

+1,2% +1,5% +0,1% -0,3% -0,7% 79,8% +2,4% +4,6% Fevereiro de Atividade volta a crescer em fevereiro

+1,2% +1,5% +0,1% -0,3% -0,7% 79,8% +2,4% +4,6% Fevereiro de Atividade volta a crescer em fevereiro Fevereiro de 2016 +1,2% +1,5% +0,1% -0,3% -0,7% 79,8% Atividade volta a crescer em fevereiro Em queda desde outubro de 2015, o IDI/RS cresceu 1,2% em fevereiro relativamente a janeiro na série com ajuste

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS

INDICADORES INDUSTRIAIS INDICADORES INDUSTRIAIS Informativo da Confederação Nacional da Indústria ISSN 1983-621X Ano 25 Número 3 Março de 2014 www.cni.org.br Faturamento real cai 6,3% em março Todos os indicadores, à exceção

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL Janeiro de 2015-0,5% - 7,9% + 6,5 % + 0,2 % + 0,04 % - 0,2 % 113 111 109 Atividade inicia o em queda A situação da indústria gaúcha se agravou no início de 2015.

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL jun/09 out/09 fev/10 jun/10 out/10 fev/11 jun/11 out/11 fev/12 INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL Junho de 2015-0,2% + 3,9% + 0,3% - 0,5 % + 0,6% + 0,5% Pior desempenho em seis s Em junho, o IDI/RS

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS

INDICADORES INDUSTRIAIS INDICADORES INDUSTRIAIS Informativo da Confederação Nacional da Indústria ISSN 1983-621X Ano 23 Número 9 Setembro de 2012 www.cni.org.br Indústria mantém ociosidade UCI - dessazonalizada Setembro/2012

Leia mais

Atividade intensifica queda em fevereiro - 1,1% - 1,8% - 2,6% - 0,3 % 0,0% +0,3 % - 1,0% - 6,4% Fevereiro de 2015

Atividade intensifica queda em fevereiro - 1,1% - 1,8% - 2,6% - 0,3 % 0,0% +0,3 % - 1,0% - 6,4% Fevereiro de 2015 Fevereiro de 2015 Atividade intensifica queda em fevereiro - 1,1% - 1,8% - 2,6% - 0,3 % 0,0% O IDI/RS chegou a quarta queda mensal seguida: 1,1%, com ajuste sazonal. Nessa base, com exceção da massa salarial,

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS

INDICADORES INDUSTRIAIS INDICADORES INDUSTRIAIS Informativo da Confederação Nacional da Indústria Indústria encerra 2013 em ritmo lento À exceção do emprego, todos os indicadores apresentaram retração em dezembro. As horas trabalhadas

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL Dezembro de 2014-2,2 % - 0,9 % - 2,7 % - 0,04 % + 0,6 % + 0,7 % 114 112 Atividade industrial do RS em 2014 devolve os ganhos de 2013 A atividade industrial do

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL Março de 2015 + 3,0% + 10,3% - 0,3% -0,6 % +0,4% +1,0% +2,5% +6,2% 113 111 109 107 103 101 99 97 Atividade volta a crescer Com expressivos crescimentos do faturamento

Leia mais

-0,9% +1,9% -1,9% -0,5% +0,1% 78,7% -0,2 p.p. -2,1% Março de 2017

-0,9% +1,9% -1,9% -0,5% +0,1% 78,7% -0,2 p.p. -2,1% Março de 2017 Março de 2017-0,9% +1,9% -1,9% -0,5% +0,1% 78,7% -0,2 p.p. Atividade industrial caiu 2,5% no primeiro trimestre O IDI/RS caiu 0,9% em março ante fevereiro, com ajuste sazonal, devolvendo parte do aumento

Leia mais

Sondagem Indústria da Construção - ES Ano 07 - Out 2017

Sondagem Indústria da Construção - ES Ano 07 - Out 2017 Sondagem Indústria da Construção - ES Ano 07 - Out 2017 NÍVEL DE ATIVIDADE DA CONSTRUÇÃO VOLTA A CRESCER O indicador de nível de atividade da indústria da construção do aumentou 4,5 pontos em outubro,

Leia mais

Sondagem Industrial - Espírito Santo Ano 07 - Out 2017

Sondagem Industrial - Espírito Santo Ano 07 - Out 2017 Sondagem Industrial - Ano 07 - Out 2017 PRODUÇÃO VOLTA A CRESCER E EMPREGO ESTABILIZA Os empresários da indústria capixaba de extração e transformação perceberam um aumento de 4,8 pontos no indicador de

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS DEZEMBRO/2018

INDICADORES INDUSTRIAIS DEZEMBRO/2018 INDICADORES INDUSTRIAIS DEZEMBRO/2018 Faturamento da indústria de SC fecha em alta em 2018, O indicador de vendas industriais recuou 3,74% na passagem de novembro para dezembro, considerando a série com

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL Março de 2018-2,8% -2,3% -0,4% -0,2% -1,3% 80,8% -0,8p.p. Atividade cresceu 2,8% no primeiro trimestre A atividade industrial gaúcha encerrou o primeiro trimestre

Leia mais

0,0% -0,3% +0,1% -1,4% -2,2% 76,4% -0,8% +4,8% Janeiro de Sem sinais de reação

0,0% -0,3% +0,1% -1,4% -2,2% 76,4% -0,8% +4,8% Janeiro de Sem sinais de reação Janeiro de 2016 0,0% -0,3% +0,1% -1,4% -2,2% 76,4% Sem sinais de reação A atividade da indústria gaúcha, após atingir seu menor nível em treze s no mês passado, começou o estagnada em relação a dezembro,

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS

INDICADORES INDUSTRIAIS INDICADORES INDUSTRIAIS Informativo da Confederação Nacional da Indústria Atividade mostra sinais ambíguos em julho A indústria de transformação inicia o terceiro trimestre do ano com sinais ambíguos.

Leia mais

ICEI - Índice de Confiança do Empresário Industrial * Ano 07 - Set 2017

ICEI - Índice de Confiança do Empresário Industrial * Ano 07 - Set 2017 ICEI - Índice de Confiança do Empresário Industrial * Ano 07 - Set 17 INDUSTRIAL CAPIXABA ESTÁ MAIS CONFIANTE EM SETEMBRO Em setembro de 17 o ICEI do Espírito Santo registrou 55,6 pontos, representando

Leia mais

-0,2% +2,6% -1,5% +0,2% +0,7% 82,3% +1,1p.p. +1,8% Outubro de Atividade da indústria gaúcha caiu 0,2%

-0,2% +2,6% -1,5% +0,2% +0,7% 82,3% +1,1p.p. +1,8% Outubro de Atividade da indústria gaúcha caiu 0,2% Outubro de 2018-0,2% +2,6% -1,5% +0,2% +0,7% 82,3% +1,1p.p. Atividade da indústria gaúcha caiu 0,2% O Índice de Desempenho Industrial (IDI/RS) caiu 0,2% em outubro, com ajuste sazonal, depois de recuar

Leia mais

Sondagem Indústria da Construção - ES Ano 08 - Jan 2018

Sondagem Indústria da Construção - ES Ano 08 - Jan 2018 Sondagem Indústria da Construção - ES Ano 08 - Jan 2018 EMPREGO E NÍVEL DE ATIVIDADE DA CONSTRUÇÃO INICIAM 2018 EM RECUPERAÇÃO O indicador de nível de atividade da indústria da construção do ampliou em

Leia mais

+2,8% +4,2% +0,8% -0,2% -2,1% 79,6% +1,7% +5,8% Junho de 2016

+2,8% +4,2% +0,8% -0,2% -2,1% 79,6% +1,7% +5,8% Junho de 2016 Junho de 2016 +2,8% +4,2% +0,8% -0,2% -2,1% 79,6% ATIVIDADE CAIU 6,7% NO PRIMEIRO SEMESTRE Depois de três, a atividade industrial gaúcha voltou a crescer no final do primeiro semestre, segundo o IDI/RS,

Leia mais

Faturamento da indústria recua 4,3% em janeiro

Faturamento da indústria recua 4,3% em janeiro Destaques 2 Faturamento real Queda de dois dígitos na comparação com o mesmo mês do ano anterior Faturamento da indústria recua 4,3% em janeiro ISSN 1983-621X Ano 20 Número 1 janeiro de 2009 www.cni.org.br

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL Março de 2019-3,1% -7,8% 0,0% -0,1% -1,2% 81,2% -0,6 p.p. Atividade cresceu 1,7% no primeiro trimestre Em março, o Índice de Desempenho Industrial do RS (IDI/RS),

Leia mais

ICEI - Índice de Confiança do Empresário Industrial* Ano 08 - Jun 2018

ICEI - Índice de Confiança do Empresário Industrial* Ano 08 - Jun 2018 ICEI - Índice de Confiança do Empresário Industrial* Ano 08 - Jun 2018 INDUSTRIAIS CAPIXABAS PERDEM CONFIANÇA Termômetro do ICEI ES 48,7 O ICEI do Espírito Santo alcançou 48,7 pontos em junho de 2018,

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS ABRIL/2019

INDICADORES INDUSTRIAIS ABRIL/2019 INDICADORES INDUSTRIAIS ABRIL/2019 Vendas da indústria de Santa Catarina recuperam desempenho positivo em abril e, mantém crescimento no ano A Pesquisa de Indicadores Industriais de abril mostra que o

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS JANEIRO/2019. e das horas trabalhadas

INDICADORES INDUSTRIAIS JANEIRO/2019. e das horas trabalhadas INDICADORES INDUSTRIAIS JANEIRO/2019 Indústria de SC começa o ano com aumento das vendas, e das horas trabalhadas O indicador de vendas industriais cresceu 1,3% na passagem de dezembro para janeiro, considerando

Leia mais

-8,7% -21,3% -2,2% +0,1% -0,4% 78,7% -2,3 p.p. -15,3% Maio de Greve dos caminhoneiros derruba a atividade industrial

-8,7% -21,3% -2,2% +0,1% -0,4% 78,7% -2,3 p.p. -15,3% Maio de Greve dos caminhoneiros derruba a atividade industrial Maio de 2018-8,7% -21,3% -2,2% +0,1% -0,4% 78,7% Greve dos caminhoneiros derruba a atividade industrial O Índice de Desempenho Industrial (IDI/RS) caiu 8,7% em maio ante abril, com ajuste sazonal. Esse

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL Novembro de 2018 Atividade industrial desacelera -0,9% -2,6% +1,0% -0,2% -1,1% 81,3% -1,0p.p. A atividade industrial gaúcha vem mostrando desaceleração nos últimos.

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL Abril de 2018 +3,6% +0,7% +0,5% +0,3% +1,6% Indústria inicia o segundo trimestre em alta O Índice de Desempenho da Indústria da gaúcha (IDI/RS) cresceu 3,6% em

Leia mais

Sondagem Indústria da Construção - ES Ano 08 - Mar 2018 DESEMPENHO NO 1º TRIMESTRE DE CONDIÇÕES FINANCEIRAS PIORAM

Sondagem Indústria da Construção - ES Ano 08 - Mar 2018 DESEMPENHO NO 1º TRIMESTRE DE CONDIÇÕES FINANCEIRAS PIORAM Sondagem Indústria da Construção - ES Ano 08 - Mar 2018 DESEMPENHO NO 1º TRIMESTRE DE 2018 - CONDIÇÕES FINANCEIRAS PIORAM No 1º trimestre de 2018, os empresários capixabas da construção pioraram suas percepções

Leia mais

INDICADORES CONJUNTURAIS

INDICADORES CONJUNTURAIS novembro/2018 ano 33. número 10 INDICADORES CONJUNTURAIS Resultados de outubro de 2018 Vendas Industriais NO ANO 0,15% 3,96% 3,96% -3,46% 11,22% 11,22% 3,68% 3,68% NO ESTADO DO PARANÁ PARA OUTROS ESTADOS

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS

INDICADORES INDUSTRIAIS INDICADORES INDUSTRIAIS Julho de 2017 Faturamento da indústria se recupera em julho Após um mês de resultados negativos, os indicadores industriais de faturamento e pessoal empregado apresentaram recuperação

Leia mais

Atividade industrial acentua queda em dezembro

Atividade industrial acentua queda em dezembro Destaques 2 3 4 Faturamento real Efeito acomodação leva faturamento a crescer em dezembro no dado dessazonalizado Horas trabalhadas na produção Horas trabalhadas recuam fortemente, no indicador dessazonalizado,

Leia mais

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS A INDÚSTRIA EM NÚMEROS Junho/2019 1. Desempenho conjuntural da indústria Principais indicadores da indústria Variável Abr19/Mar19 (%) dessaz. Abr19/Abr18 (%) Taxa acumulada nos últimos 12 meses; até Abril

Leia mais

Indústria volta a crescer em setembro

Indústria volta a crescer em setembro Ano 19 Número 09 setembro de 2008 www.cni.org.br Destaques 2 3 4 Faturamento real Faturamento de setembro recupera quase toda a perda registrada em agosto Horas trabalhadas na produção Maior crescimento

Leia mais

ICEI - Índice de Confiança do Empresário Industrial * Ano 07 - Out 2017

ICEI - Índice de Confiança do Empresário Industrial * Ano 07 - Out 2017 ICEI - Índice de Confiança do Empresário Industrial * Ano 07 - Out 17 INDUSTRIAL CAPIXABA REDUZ A CONFIANÇA EM OUTUBRO Em outubro de 17, o ICEI do Espírito Santo se situou em 53,1 pontos, recuando 2,5

Leia mais

Sondagem Industrial - Espírito Santo Ano 07 - Dez 2017 INDÚSTRIA CAPIXABA SINALIZA AJUSTE EM DEZEMBRO

Sondagem Industrial - Espírito Santo Ano 07 - Dez 2017 INDÚSTRIA CAPIXABA SINALIZA AJUSTE EM DEZEMBRO Sondagem Industrial - Espírito Santo Ano 07 - Dez 2017 INDÚSTRIA CAPIXABA SINALIZA AJUSTE EM DEZEMBRO Dezembro costuma ser um mês de ajuste para a indústria, e em 2017 não foi diferente. Os industriais

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS

INDICADORES INDUSTRIAIS Indústria fecha o primeiro quadrimestre de 2017 em queda Após dois meses de crescimento das vendas industriais de Santa Catarina, em abril houve decréscimo de 12,3% do faturamento (no Brasil, a queda foi

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS SETEMBRO/2018. Indústria cresce em faturamento, utilização da, capacidade instalada e horas trabalhadas.

INDICADORES INDUSTRIAIS SETEMBRO/2018. Indústria cresce em faturamento, utilização da, capacidade instalada e horas trabalhadas. INDICADORES INDUSTRIAIS SETEMBRO/2018 Indústria cresce em faturamento, utilização da, capacidade instalada e horas trabalhadas Apesar da queda no mês, indicador de vendas industriais apresentam aumento

Leia mais

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS A INDÚSTRIA EM NÚMEROS Julho/2018 1. Desempenho conjuntural da indústria Principais indicadores da indústria Variável Mai18/Abr18 (%) dessaz. Mai18/Mai17 (%) Taxa acumulada nos últimos 12 meses; até maio

Leia mais

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS A INDÚSTRIA EM NÚMEROS Fevereiro/2019 1. Desempenho conjuntural da indústria Principais indicadores da indústria Variável Dez18/Nov18 (%) dessaz. Dez18/Dez17 (%) Taxa acumulada nos últimos 12 meses; até

Leia mais

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS A INDÚSTRIA EM NÚMEROS Setembro/2018 1. Desempenho conjuntural da indústria Principais indicadores da indústria Variável Jul18/Jun18 (%) dessaz. Jul18/Jul17 (%) Taxa acumulada nos últimos 12 meses; até

Leia mais

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS A INDÚSTRIA EM NÚMEROS Abril/2019 1. Desempenho conjuntural da indústria Principais indicadores da indústria Variável Fev19/Jan19 (%) dessaz. Fev19/Fev18 (%) Taxa acumulada nos últimos 12 meses; até Fevereiro

Leia mais

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS A INDÚSTRIA EM NÚMEROS Agosto/2018 1. Desempenho conjuntural da indústria Principais indicadores da indústria Variável Jun18/Mai18 (%) dessaz. Jun18/Jun17 (%) Taxa acumulada nos últimos 12 meses; até junho

Leia mais

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS A INDÚSTRIA EM NÚMEROS Outubro/2018 1. Desempenho conjuntural da indústria Principais indicadores da indústria Variável Ago18/Jul18 (%) dessaz. Ago18/Ago17 (%) Taxa acumulada nos últimos 12 meses; até

Leia mais

Conjuntura PRODUÇÃO INDUSTRIAL

Conjuntura PRODUÇÃO INDUSTRIAL Indicadores da Industria Mensal Jan-Mar/2017 ECONÔMICA Conjuntura NO PRIMEIRO QUADRIMESTRE DE 2018, PRODUÇÃO INDUSTRIAL AVANÇA 4,5, FATURAMENTO PRODUÇÃO INDUSTRIAL ATINGE 6,9% Em abril de 2018, a produção

Leia mais

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS A INDÚSTRIA EM NÚMEROS Junho/2018 1. Desempenho conjuntural da indústria Principais indicadores da indústria Variável Abr18/Mar18 (%) dessaz. Abr18/Abr17 (%) Taxa acumulada nos últimos 12 meses; até abril

Leia mais

Atividade industrial recua em outubro

Atividade industrial recua em outubro Ano 19 Número 10 outubro de 2008 www.cni.org.br Destaques 2 3 4 Faturamento real Crescimento do faturamento perde intensidade em outubro, frente ao mesmo mês de 2007 Horas trabalhadas na produção Maior

Leia mais

INDICADORES CONJUNTURAIS

INDICADORES CONJUNTURAIS julho/2017 ano 32. número 06 INDICADORES CONJUNTURAIS Resultados de junho de 2017 Vendas Industriais NO ANO -14,61% -1,96% -1,96% -3,46% -7,87% -7,87% -8,26% -8,26% NO ESTADO DO PARANÁ PARA OUTROS ESTADOS

Leia mais

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS A INDÚSTRIA EM NÚMEROS Março/2019 1. Desempenho conjuntural da indústria Principais indicadores da indústria Variável Jan19/Dez18 (%) dessaz. Jan19/Jan18 (%) Taxa acumulada nos últimos 12 meses; até Janeiro

Leia mais

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS A INDÚSTRIA EM NÚMEROS Janeiro/2019 1. Desempenho conjuntural da indústria Principais indicadores da indústria Variável Nov18/Out18 (%) dessaz. Nov18/Nov17 (%) Taxa acumulada nos últimos 12 meses; até

Leia mais

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS A INDÚSTRIA EM NÚMEROS Novembro/2018 1. Desempenho conjuntural da indústria Principais indicadores da indústria Variável Set18/Ago18 (%) dessaz. Set18/Set17 (%) Taxa acumulada nos últimos 12 meses; até

Leia mais

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS A INDÚSTRIA EM NÚMEROS Maio/2019 1. Desempenho conjuntural da indústria Principais indicadores da indústria Variável Mar19/Fev19 (%) dessaz. Mar19/Mar18 (%) Taxa acumulada nos últimos 12 meses; até Março

Leia mais

INDICADORES CONJUNTURAIS

INDICADORES CONJUNTURAIS setembro/2017 ano 32. número 08 INDICADORES CONJUNTURAIS Resultados de agosto de 2017 Vendas Industriais NO ANO -10,71% -0,75% -0,75% -3,46% -5,18% -5,18% -5,66% -5,66% NO ESTADO DO PARANÁ PARA OUTROS

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS

INDICADORES INDUSTRIAIS INDICADORES INDUSTRIAIS Junho de 2017 Indústria volta a recuar em junho Após dois meses de ampliação, os indicadores industriais voltam a mostrar recuos no mês de junho, tanto no comparativo com o mês

Leia mais

Indústria inicia segundo semestre com atividade intensa

Indústria inicia segundo semestre com atividade intensa Ano 19 Número 07 julho de 2008 www.cni.org.br Destaques 2 Faturamento real Expansão do faturamento atinge maioria dos setores industriais Indústria inicia segundo semestre com atividade intensa A atividade

Leia mais

INDICADORES CONJUNTURAIS

INDICADORES CONJUNTURAIS maio/2018 ano 33. número 04 INDICADORES CONJUNTURAIS Resultados de abril de 2018 Vendas Industriais NO ANO 7,47% 6,57% 6,57% -3,46% 12,41% 12,41% 7,82% 7,82% NO ESTADO DO PARANÁ PARA OUTROS ESTADOS DO

Leia mais

INDICADORES CONJUNTURAIS

INDICADORES CONJUNTURAIS maio/2017 ano 32. número 04 INDICADORES CONJUNTURAIS Resultados de abril de 2017 Vendas Industriais NO ESTADO DO PARANÁ PARA OUTROS ESTADOS DO BRASIL NO ANO -15,91% -15,91% -3,36% -3,46% NO MÊS -3,46%

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS DE MINAS GERAIS. abr.2017 HORAS TRABALHADAS NA PRODUÇÃO UTILIZAÇÃO DA CAPACIDADE INSTALADA RENDIMENTO MÉDIO REAL REAL

INDICADORES INDUSTRIAIS DE MINAS GERAIS. abr.2017 HORAS TRABALHADAS NA PRODUÇÃO UTILIZAÇÃO DA CAPACIDADE INSTALADA RENDIMENTO MÉDIO REAL REAL INDICADORES INDUSTRIAIS DE MINAS GERAIS #4 abr.2017 1 2 3 4 5 6 FATURAMENTO REAL HORAS TRABALHADAS NA PRODUÇÃO EMPREGO MASSA SALARIAL E RENDIMENTO MÉDIO REAL UTILIZAÇÃO DA CAPACIDADE INSTALADA ANÁLISE

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS DE MINAS GERAIS. mar.2017 HORAS TRABALHADAS NA PRODUÇÃO UTILIZAÇÃO DA CAPACIDADE INSTALADA RENDIMENTO MÉDIO REAL REAL

INDICADORES INDUSTRIAIS DE MINAS GERAIS. mar.2017 HORAS TRABALHADAS NA PRODUÇÃO UTILIZAÇÃO DA CAPACIDADE INSTALADA RENDIMENTO MÉDIO REAL REAL INDICADORES INDUSTRIAIS DE MINAS GERAIS #3 mar.2017 1 2 3 4 5 6 FATURAMENTO REAL HORAS TRABALHADAS NA PRODUÇÃO EMPREGO MASSA SALARIAL E RENDIMENTO MÉDIO REAL UTILIZAÇÃO DA CAPACIDADE INSTALADA ANÁLISE

Leia mais

Participação de importados na economia brasileira segue em crescimento

Participação de importados na economia brasileira segue em crescimento COEFICIENTES DE ABERTURA COMERCIAL Informativo da Confederação Nacional da Indústria Ano 2 Número 4 outubro/dezembro de 2012 www.cni.org.br Participação de importados na economia brasileira segue em crescimento

Leia mais

Indicadores Conjunturais

Indicadores Conjunturais Ano 31 número 10 novembro 2016 Indicadores Conjunturais SISTEMA FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO PARANÁ - DEPARTAMENTO ECONÔMICO Resultados de Outubro de 2016 Vendas Industriais página 04 O resultado

Leia mais

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS A INDÚSTRIA EM NÚMEROS Julho/2016 1. Desempenho conjuntural da indústria Principais indicadores da indústria Variável Mai16/Abr16 (%) dessaz. Mai16/Mai15 (%) Taxa acumulada nos últimos 12 meses; até maio

Leia mais

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS A INDÚSTRIA EM NÚMEROS Setembro/2016 1. Desempenho conjuntural da indústria Principais indicadores da indústria Variável Jul16/Jun16 (%) dessaz. Jul16/Jul15 (%) Taxa acumulada nos últimos 12 meses; até

Leia mais

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS A INDÚSTRIA EM NÚMEROS Fevereiro/2017 1. Desempenho conjuntural da indústria Principais indicadores da indústria Variável Dez16/Nov16 (%) dessaz. Dez16/Dez15 (%) Taxa acumulada nos últimos 12 meses; até

Leia mais

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS A INDÚSTRIA EM NÚMEROS Dezembro/2017 1. Desempenho conjuntural da indústria Principais indicadores da indústria Variável Out17/Set17 (%) dessaz. Out17/Out16 (%) Taxa acumulada nos últimos 12 meses; até

Leia mais

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS A INDÚSTRIA EM NÚMEROS Março/2018 1. Desempenho conjuntural da indústria Principais indicadores da indústria Variável Jan18/Dez17 (%) dessaz. Jan18/Jan17 (%) Taxa acumulada nos últimos 12 meses; até janeiro

Leia mais

#12. dez.2016 INDICADORES INDUSTRIAIS DE MINAS GERAIS HORAS TRABALHADAS NA PRODUÇÃO FATURAMENTO REAL UTILIZAÇÃO DA CAPACIDADE INSTALADA

#12. dez.2016 INDICADORES INDUSTRIAIS DE MINAS GERAIS HORAS TRABALHADAS NA PRODUÇÃO FATURAMENTO REAL UTILIZAÇÃO DA CAPACIDADE INSTALADA INDICADORES INDUSTRIAIS DE MINAS GERAIS #12 dez.2016 1 2 3 4 5 6 FATURAMENTO REAL HORAS TRABALHADAS NA PRODUÇÃO EMPREGO MASSA SALARIAL E RENDIMENTO MÉDIO REAL UTILIZAÇÃO DA CAPACIDADE INSTALADA ANÁLISE

Leia mais

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. 3º Trimestre/2017

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. 3º Trimestre/2017 Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação 3º Trimestre/2017 Os Coeficientes de Exportação e de Importação tem como objetivo analisar de forma integrada a produção industrial

Leia mais

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS A INDÚSTRIA EM NÚMEROS Setembro/2017 1. Desempenho conjuntural da indústria Principais indicadores da indústria Variável Jul17/Jun17 (%) dessaz. Jul17/Jul16 (%) Taxa acumulada nos últimos 12 meses; até

Leia mais

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS A INDÚSTRIA EM NÚMEROS Dezembro/2016 1. Desempenho conjuntural da indústria Principais indicadores da indústria Variável Out16/Set16 (%) dessaz. Out16/Out15 (%) Taxa acumulada nos últimos 12 meses; até

Leia mais

Região Sul. Regional Abril 2015

Região Sul. Regional Abril 2015 Regional Abril 2015 O mapa mostra a divisão do estado de Minas Gerais para fins de planejamento. A região de planejamento Sul engloba a Fiemg Regional Sul. Região Sul GLOSSÁRIO Setores que fazem parte

Leia mais

Região Centro-Oeste. Regional Fevereiro 2015

Região Centro-Oeste. Regional Fevereiro 2015 O mapa mostra a divisão do estado de Minas Gerais para fins de planejamento. A região de planejamento Centro- Oeste engloba a Regional Fiemg Centro-Oeste. Região Centro-Oeste GLOSSÁRIO Setores que fazem

Leia mais

Regional Junho 2015 Triângulo Mineiro

Regional Junho 2015 Triângulo Mineiro Triângulo Mineiro O mapa mostra a divisão do estado de Minas Gerais para fins de planejamento. A região de planejamento Triângulo engloba as Regionais Fiemg Pontal do Triângulo, Vale do Paranaíba e Vale

Leia mais

1. Economia. Evolução do PIB Trimestral Variação (%) acumulada ao longo do ano, mesmo período do ano anterior

1. Economia. Evolução do PIB Trimestral Variação (%) acumulada ao longo do ano, mesmo período do ano anterior Novembro/2017 1 1. Economia Evolução do PIB Trimestral Variação (%) acumulada ao longo do ano, mesmo período do ano anterior Evolução do PIB Trimestral Variação (%) trimestre contra o trimestre imediatamente

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL FEVEREIRO DE 2013 A atividade cresceu pelo terceiro mês seguido Fevereiro de 2013 www.fiergs.org.br A atividade da indústria gaúcha evoluiu positivamente em fevereiro,

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS DE MINAS GERAIS. mai.2017 HORAS TRABALHADAS NA PRODUÇÃO UTILIZAÇÃO DA CAPACIDADE INSTALADA RENDIMENTO MÉDIO REAL REAL

INDICADORES INDUSTRIAIS DE MINAS GERAIS. mai.2017 HORAS TRABALHADAS NA PRODUÇÃO UTILIZAÇÃO DA CAPACIDADE INSTALADA RENDIMENTO MÉDIO REAL REAL INDICADORES INDUSTRIAIS DE MINAS GERAIS #5 mai.2017 1 2 3 4 5 6 FATURAMENTO REAL HORAS TRABALHADAS NA PRODUÇÃO EMPREGO MASSA SALARIAL E RENDIMENTO MÉDIO REAL UTILIZAÇÃO DA CAPACIDADE INSTALADA ANÁLISE

Leia mais

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS

A INDÚSTRIA EM NÚMEROS A INDÚSTRIA EM NÚMEROS Junho/2017 1. Desempenho conjuntural da indústria Principais indicadores da indústria Variável Abr17/Mar17 (%) dessaz. Abr17/Abr16 (%) Taxa acumulada nos últimos 12 meses; até abril

Leia mais

INDICADORES CONJUNTURAIS

INDICADORES CONJUNTURAIS novembro/2017 ano 32. número 10 INDICADORES CONJUNTURAIS Resultados de outubro de 2017 Vendas Industriais NO ESTADO DO PARANÁ PARA OUTROS ESTADOS DO BRASIL PARA O EXTERIOR NO ANO -6,98% 1,09% -3,46% -2,09%

Leia mais

Primeiro trimestre de 2008 registra o maior crescimento em cinco anos

Primeiro trimestre de 2008 registra o maior crescimento em cinco anos Ano 19 Número 03 ço de www.cni.org.br Destaques 2 3 Faturamento real Faturamento da indústria cresce há 15 meses consecutivos na comparação interanual Horas trabalhadas na produção Horas trabalhadas aumentam

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL NOVEMBRO DE 2013 Novembro de 2013 www.fiergs.org.br Atividade industrial volta cair Os Indicadores Industriais RS mostraram um retrato bastante negativo para o

Leia mais

Coeficientes de Abertura Comercial

Coeficientes de Abertura Comercial Coeficientes de Abertura Comercial 4º trimestre de 2012 PEC Gerência-Executiva de Política Econômica GPC Gerência-Executiva de Pesquisa e Competitividade Brasília, 04 de março de 2013 Coeficientes de Abertura

Leia mais

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. 1º Trimestre/2017

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. 1º Trimestre/2017 Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação 1º Trimestre/2017 Os Coeficientes de Exportação e de Importação tem como objetivo analisar de forma integrada a produção industrial

Leia mais