UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO GESTAO EMPRESARIAL AVM FACULDADE INTEGRADA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO GESTAO EMPRESARIAL AVM FACULDADE INTEGRADA"

Transcrição

1 1 UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO GESTAO EMPRESARIAL AVM FACULDADE INTEGRADA GESTAO EMPRESARIAL EM PEQUENAS EMPRESAS FAMILIARES: A IMPORTÂNCIA DE UM PROFISSIONAL ESPECIALIZADO NA ADMINISTRAÇÃO Por: JURACILENE PIMENTA CALIXTO PINTO Orientador Prof. Sergio Majerowicz Rio de Janeiro - RJ 2012

2 2 UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO GESTAO EMPRESARIAL AVM FACULDADE INTEGRADA GESTÃO EMPRESARIAL EM PEQUENAS EMPRESAS FAMILIARES: A IMPORTÂNCIA DE UM PROFISSIONAL ESPECIALIZADO NA ADMINISTRAÇÃO Monografia apresentada a Universidade Candido Mendes - AVM, como requisito parcial para a obtenção do título de Pós Graduação em Gestão Empresarial, sob orientação do Prof. Sergio Majerowicz. Rio de Janeiro - RJ 2012

3 3 DEDICATÓRIA Dedico em especial a minha família e ao meu filho, as pessoas que estiveram do meu lado durante esta minha jornada em busca do conhecimento. Rio de Janeiro - RJ 2012

4 4 RESUMO PINTO, Juracilene Pimenta Calixto. Gestão Empresarial em Pequenas Empresas Familiares: A importância de um Profissional Especializado na Administração, 32 folhas. Monografia (Graduação em Gestão Empresarial) - Universidade Candido Mendes - Rio de Janeiro, Este trabalho tem por objetivo de apresentar as dificuldades atuais encontradas nas empresas familiares. Procuro analisar o comportamento destas organizações desde seu início de criação, até o seu crescimento sem estrutura profissional especializada, as vantagens e desvantagens, o planejamento, as questões pessoais, sucessão, o empreendedor.

5 5 Sumário 1- INTRODUÇÃO 6 2- A EMPRESA FAMILIAR Característica 7 3- PAPEL NA ECONOMIA Estrutura Motivações Vantagens e Desvantagens SUCESSÃO Quando o herdeiro é menor de idade Planejamento da sucessão familiar Justiça Transferência de poder Treinamento do novo líder Os funcionários e a sucessão Definir o futuro papel do dono PROFISSIONALISMO TÉCNICAS MODERNAS DE GESTÃO DE EMPRESAS FAMILIARES A sobrevivência do negócio familiar A expectativa de crescimento Os benefícios e as dificuldades O que mantém o empreendedor feliz MITOS QUE EXISTEM EM UM PLANEJAMENTO DE SUCESSÃO A CULTURA DA EMPRESA FAMILIAR O FUTURO DAS EMPRESAS FAMILIARES Índices de natalidade e mortalidade das organizações familiares Reestruturando a empresa CONCLUSÃO 29 BIBLIOGRÁFIA 30 ANEXO 31

6 6 1- INTRODUÇÃO Os estudos referentes às empresas familiares estão ganhando um espaço cada vez maior, na economia de quase todos os países. Podemos citar alguns exemplos de empresas familiares: Walmart, Ford, Samsung, LG, Carrefour, Banco Santander, Motorola, entre outros. As empresas familiares conseguem sobreviver no ambiente competitivo, a partir do momento que se organizaram e contrataram profissionais especializados. Abordamos aqui o conceito de empresa familiar e citamos suas principais características. Em seguida falamos do papel da empresa familiar na economia, focando em como é composta a sua estrutura, as motivações e as vantagens e desvantagens desse tipo de negócio. Ainda falamos de como deve se planejar uma sucessão, das novas técnicas modernas de gestão utilizadas nas empresas familiares, e que nos dias atuais buscam muito a ajuda de consultorias. Empresas essas que ajudam muito na gestão para fazer bons planejamentos para a empresa familiar. Prosseguimos falando sobre os mitos existentes na cultura das empresas familiares e que muitas das vezes atrapalham na sucessão do empreendedor. Mitos esses que podem levar uma empresa familiar à bancarrota. Nos dias atuais com a globalização é preciso que sejamos rápidos, estejamos sempre preparados para o futuro, não devemos esperar acontecer um problema para buscar uma solução. Quando um problema surgir devemos estar preparado para saná-lo e se o mesmo não resolver temos de ter um plano B ao alcance, ou seja, um empreendedor deve ter sempre um sucessor preparado para sucedê-lo no caso de aposentaria, afastamento da empresa por um motivo qualquer. A empresa não pode esperar alguém passar por treinamento para tomar posse à frente da mesma como sucessor.

7 7 2- A EMPRESA FAMILIAR Mas o que é uma empresa familiar? Uma empresa familiar nada mais é do que uma empresa que surge do ideal de um empreendedor, que por muitas vezes quando se é casado divide as tarefas da mesma com a esposa, e outras vezes entre irmãos. Mas que com o passar do tempo esse empreendedor passa a treinar seus sucessores que quase sempre são seus filhos para assumirem a empresa, dando assim continuidade no crescimento da mesma. A empresa familiar quase sempre é administrada exclusivamente por um ou mais membros da família. Nem sempre o empreendedor possui total conhecimento do negócio que está abrindo, então convida outras pessoas da família para que possam ajudá-lo nesse empreendimento Características As principais características de uma empresa familiar são: Dificuldades na separação entre o que é intuitivo ou emocional e reacional, tendendo mais para a primeira; Comando único e centralizado; Postura Autoritária, austeridade, se alterna com paternalismo; Estrutura operacional, administrativa enxuta; Exigência e dedicação intensa para com funcionários; Valorização da antiguidade; Manipulação de comportamento, submissão, enfocando a criatividade. Jogo de poder: habilidade política prevalece, mais que competência administrativa. Código de relacionamento:

8 8 1- Nenhum membro da família deve trabalhar na empresa; 2- No caso de conflito o interesse da empresa deverá vir sempre na frente; 3- É mais fácil recusar emprego aos familiares como uma política sistemática e sabida de antemão do que demiti-los depois que entrarem na empresa. Possíveis problemas da administração familiar: 1- A semente da destruição pode estar no próprio fundador; 2- Os parentes podem não ser os melhores sócios; 3- A sucessão deve ser de acordo com o pai e o sucessor, não imposta; 4- Precisa-se de consultoria.

9 9 3- Papel da Economia As empresas familiares são benéficas, pois sustentam parte da economia do Brasil. Também tem relevante papel na economia em nossa sociedade Estrutura As empresas familiares começam sempre com um fundador, seguido de herdeiros, a sucessão deve estar ligada a fator hereditário. A cultura da empresa é fortemente influenciada pela cultura da família. A empresa familiar pode ser definida não só por uma propriedade, mas tem que existir uma gestão, onde os principais cargos são preenchidos por membros da família. A empresa familiar surge com a ideia de um membro da família que quer ter seu próprio negócio. Ele tem a ideia e tem um mínimo de capital para poder dar o início na administração do negócio, mas precisa de ajuda na parte administrativa Motivações 1- O desejo de se auto-gerenciar e de não ser empregado, independência pessoal, desafio de conquistar e o desejo de iniciar o seu próprio negócio. 2- Encontrar oportunidade no mercado, inspirando-se nas realizações de outros empreendedores.

10 Vantagens e Desvantagens Pontos fracos da administração familiar: Falta de comando central, para enfrentar o mercado; Falta de planejamento; Falta de preparação ou formação profissional para os herdeiros; Atritos familiares; Falta de compromisso ou respeito com lucros e desempenho; Gastar o capital da empresa em benefício próprio; Fornecer emprego para parentes que não tem profissionalismo e que não possuem qualificação profissional necessária para os cargos que estão em aberto; Controles contábeis irreais, com o objetivo de burlar o fisco, impedindo assim o conhecimento real da estrutura da empresa. familiar; Pontos Fortes da Administração familiar: Disponibilidade de recursos financeiros, obtidos pela renda Nome respeitado; Organização interna leal; Tudo gira em torno do fundador; Decisão rápida; Bem estar na comunidade onde atua. Os 7 principais erros das empresas familiares: Qualificação profissional: Por atitudes paternalistas dá emprego a pessoas da família e amigos que não tem competência e quase sempre estão sem nenhuma qualificação profissional para os cargos que irão ocupar;

11 11 Poder centralizado: Quase sempre nas empresas familiares é o fundador quem toma todas as decisões, ao invés de delegar poderes para outras pessoas da equipe. Misturar dinheiro pessoal com o da empresa: Utilizar o dinheiro da empresa para saldar divida pendente pessoal que não tem nada a ver com a empresa. Isso acaba por comprometer o financeiro da empresa. Os gestores devem ter seu salário mensal, para que assim não venha misturar com os do caixa da empresa. Gestão conservadora: Por acomodamento e medo de assumir riscos e crescer no mercado a empresa se estaciona. Não é porque o negócio está dando certo que a empresa irá ficar na mesmice, é preciso crescer expandir e inovar. Postergar a sucessão: O fundador da empresa chegará numa época em que terá de deixar a mesma. Ficar adiando só retardará o processo. Então é preciso que tenha sempre uma pessoa que esteja preparada para poder assumir o posto. E isso deve ser para ontem, pois não sabemos do amanhã. Paternalismo generalizado: Vem da cultura conservadora e centralizadora. Porém a tendência e que com novas gerações mais preparadas que assumirem a empresa através da sucessão isso vá reduzindo. Isso ocorre até mesmo porque as pessoas vão aprendendo com os erros cometidos dos gestores anteriores. Quando os conflitos pessoais se tornam públicos: A convivência entre familiares podem ocorrer atritos. Essas desavenças não são bem vistas pelos colaboradores gerando assim certa falta de confiança perante os gestores. O ideal é que assuntos mal resolvidos de família sejam solucionados fora do ambiente organizacional.

12 12 4- SUCESSÃO Quais considerações devem ser levadas em conta no processo de sucessão: Procurar preparar os filhos capacitando-os e qualificando-os em outras empresas para que cheguem cientes do que irão ter que enfrentar; Ter vivência de outros cargos de inferiores (não forçar os filhos assumirem a gestão da empresa se não for essa a vocação dos mesmos); O proprietário da empresa pode escolher quem o sucederá se será apenas um ou mais filhos; Devem-se ter sempre pessoas que venham crescendo junto com empresa para possa assumir a função caso o filho ainda não esteja preparado para tal Quando o herdeiro é menor de idade É possível o herdeiro ser menor de idade, mas com algumas mensurações. Conforme a instrução normativa nº 29/1991 artigo 17, desde que seja menor púbere (maior de 16 anos e menor de 18anos), capital integralizado e não atribuindo ao menor quaisquer poderes de gerência e administração. E ainda, se no caso o menor for emancipado (maior de 16 e menor de 18 anos). Neste caso ele poderá ser sócio de qualquer tipo de sociedade, inclusive fazendo parte da área administrativa Planejamento da sucessão familiar Os objetivos a serem atingidos devem ser o carro chefe de todo o processo de planejamento. O principal é preservar a união da família, evitando conflitos, se não a implosão familiar será questão de tempo.

13 13 Cabe ao fundador do clã, ter a função de juiz e tomar decisões com relação a eventuais disputas entre os membros da família, visando sempre a integridade do negócio. Cabe ainda, ao fundador ver se vale a pena preservar o patrimônio ou vendê-los a terceiros Justiça O critério de justiça é com relação ao tratamento igualitário aos herdeiros, sucessores e sócios, através de um projeto de sucessão elaborado por uma empresa de consultoria especializada. A justiça humana só será feita se membros da família desistirem de suas intenções a favor e na preservação da empresa Transferência de poder Tem que ocorrer de forma tranquila, e o sucessor tem que ter o perfil ideal e condições necessárias a efetiva administração da empresa, sem contestação dos antigos dirigentes. Assim fica provado a toda a família, a liderança do novo líder Treinamento do novo líder É de vital importância investir na capacidade do novo líder, dandolhe treinamento suficiente para enfrentar os desafios e investindo na parte cultural e intelectual.

14 Os funcionários e a sucessão O comunicado aos funcionários tem que ser feita de forma clara e num processo de transição, correndo o risco de desmotivá-los se sentirem ameaçados em seu próprio futuro profissional Definir o futuro papel do dono Esses líderes podem até encontrar novos desafios criando novas áreas de atuação na empresa, como no conselho de administração. Desde que sintam que realmente entregou o cargo à pessoa certa.

15 15 5- Profissionalismo É de fundamental importância que os profissionais tenham reputação, e possam auxiliar nos projetos administrativos, para uma melhor administração ou liderança. É o processo pelo qual uma organização familiar assume práticas administrativas, racionais, modernas e menos personificadas. É o processo onde se confronta gerentes administrativos assalariados no meio da administração familiar. Três características da profissionalização: Recorrer à consultoria externa; Adotar práticas racionais; Sucesso dos profissionais familiares. Três pontos críticos na profissionalização: Massificar ou apressar o processo; Dar autonomia para o gestor; Responsabilidades e autoridades juntas.

16 16 6- Técnicas modernas de gestão de empresas familiares 6.1- A sobrevivência do negócio familiar A sobrevivência de negócios requer planejamento. Existem nos Estados Unidos empresas próprias para administrar fortunas, que é uma especialidade quase desconhecida no Brasil. Existem consultores em planejamento de Gestão da Empresa Familiar. No Brasil geralmente o filho herda do pai, mas infelizmente o mesmo não consegue prosseguir com o mesmo sucesso com o qual a empresa vinha tendo por falta de preparo. No geral os empreendedores não planejam sua sucessão. Mas nos Estados Unidos uma das fórmulas que os ajudam a dar prosseguimento no negócio de família é: Procurar conviver harmonicamente entre membros da família através de Conselhos de Familiar para poderem administrar a empresa sem maiores problema, ou seja, sem atritos A expectativa de crescimento É preciso que a empresa cresça, mas dentro de um plano de expansão estruturado. Assim sendo ter novos líderes familiares capazes de implementar novos projetos que motive os candidatos familiares a sucessão comandar com sucesso dando prosseguimento no negócio.

17 Os benefícios e as dificuldades Benefícios: A distribuição dos dividendos e outros interesses financeiros palpáveis e imediatos; Ter uma segunda geração sempre preparada para assumir o negócio para sobreviver o dono; Segurança familiar, coesão de interesses, manutenção do prestigio da família; Harmonia familiar; Gestores sempre felizes. Dificuldades: Conflitos entre família são sempre desgastantes; A falta de coragem da família para enfrentar certos tipos de comportamentos em grupo e de tratar as suas diferenças com auxílio de profissionais; A seleção inadequada do sucessor; A falta de comprometimento dos familiares para as decisões e para se chegar a um consenso; Falta de vontade política; Falta de bom senso e tranquilidade para se tomar decisões racionais.

18 O que mantém o empreendedor feliz Algumas razões usadas para manter o fundador feliz: A segurança financeira dos fundadores: Manter o padrão financeiro e a segurança econômica é o tipo de segurança que eles querem manter. Reservar tempo para à família: Ter sempre um tempo reservado para a família e assim a mantendo a família reunida e feliz, pois o cônjuge tem um papel importantíssimo para os negócios com herdeiro natural e por lei na sucessão. Manter uma boa relação familiar: O empreendedor fica feliz quando a família atua harmonicamente sempre trocando ideias e chegando a um consenso. Pois o ideal é que num negócio todos atuem sempre em um grupo unido. Ter claro os critérios de justiça: Os laços familiares são muito importantes, o patriarca ou matriarca devem ter um sistema para administrar os mesmos e um dos processos utilizado deve ser o Conselho Familiar. Montar um plano de negócio: Ter planos compatíveis que respondam a necessidade do negócio garantindo assim o futuro dos filhos. Conseguir um futuro líder competente. Manter o empreendedor orgulhoso e satisfeito com os resultados obtidos: Ter uma família que respeita o negócio do fundador é muito importante para o mesmo. Sucesso profissional alcançado e ter uma família que vive em paz gera recompensa para os fundadores.

19 19 7- MITOS QUE EXISTEM EM UM PLANEJAMENTO DE SUCESSÃO Em um plano de sucessão também existem mitos que atrapalham o empreendedor, alguns são puro pré-conceitos. O medo de que algo dê errado, por experiências que já deram erradas. Mas se aprende também com os erros, preparando o futuro sucessor para que não venham a cometer os mesmos. Alguns mitos que podem ocorrer numa sucessão: Mulheres não têm competência para assumir o negócio de família. As esposas, filhas e netas por serem mulheres são descartadas da possibilidade de se tornarem sucessoras por puro pré-conceito. Nos dias atuais já foi provado que as mulheres estão tão preparadas e competentes quanto os homens para assumirem cargos de responsabilidade, a prova é que no Brasil atualmente temos uma Presidente mulher governando o país. Outro mito é que para deter o controle da empresa bastam 50% mais uma ação. Pode até ser, mas através de votação pode-se eleger uma pessoa da família através de um consenso para assumir a sucessão familiar. Fazer um planejamento familiar é muito complicado, porém tendo um plano bem elaborado pode se tornar um sucesso. Contando sempre com uma consultoria tudo pode ser contornado. Tendo um bom plano que por mais que demore a ser elaborado, só custo x benefício que ele poderá propiciar a família vale apena. Elaborar planejamento de sucessão é só para grandes empresas. Isso não é verdade, pois o sucesso de uma empresa vem de um bom plano, independente do capital da empresa. Qualquer que seja o capital da empresa os herdeiros cientes das dificuldades existente nos dias atuais iram contribuir financeiramente, pois vivemos em sociedade consumista de muita gastança. Podem-se fazer planos sem auxilio externo, até pode, mas não deve, pois pode complicar tudo e o mesmo se tornar um fracasso sem possibilidade de conserto. Consultar os profissionais capacitados para tal é a melhor solução para não correr riscos ao se fazer um planejamento.

20 20 Especialistas como: advogado, um contador, um corretor, o mais importante que é um consultor especializado em empresas familiares e outros. Deixar do jeito como estar e depois ver o que irá acontecer, e assim o dono da empresa pode vir a se aposentar ou mesmo ter que se retirar por um tempo por motivos de saúde e outros e o problema persistirá. Então o problema irá estourar nas mãos dos herdeiros. Por isso devem-se ter tudo organizado e planejado, consertando os problemas à medida que vão surgindo. Para que numa situação de afastamento do dono a empresa a mesma esteja organizada, sem riscos para os sucessores. Os filhos não devem assumir os negócios da família, esse tipo de raciocínio pode prejudicar muito a empresa. Pois diante desse pensamento se esquecem de prepará-los para assumir suas heranças no futuro. Eles se afastaram, buscarão outros caminhos e sem nenhuma experiência estarão sujeitos a levarem o negócio à bancarrota. A empresa deve estar aberta para receber todos os familiares, e assim ficarão cientes de como funciona tudo, e adquiriram experiência e a vivência de como funciona a rotina da mesma. Quando o negócio de família cresce muito e se torna muito valioso, que começa a passar pela cabeça do empreendedor que é melhor vender. Mas é melhor pensar bem antes de partir para a venda. Algumas coisas que podem acontecer após a venda da mesma: 1. Os sucessores não ter habilidade para levar o negócio adiante e a empresa falir; 2. Junto com a empresa vêm os compromissos com clientes, fornecedores, empregados e outros, e isso são tarefas muito pesadas que possam fazer com que o sucessor desista do negócio; 3. Não estando mais a frente dos negócios a imagem da empresa poderá cair, começando a gerar dúvidas com relação ao futuro da mesma. Então os desentendimentos entre os herdeiros começam a ser extrapolados, gerando enfim uma serie de transtornos tanto emocionais quanto na falta de base política dificultando a relação com o mercado, gerando dúvidas e desvalorizando a empresa; 4. Uma sucessão mal sucedida desvaloriza a empresa, e assim que o mercado toma conhecimento do fato o negocio passa a ser depreciado;

21 21 5. Os valores herdados do fundador entraram em conflito com os herdeiros mais novos, pois os interesses nem sempre serão os mesmos; 6. Em um clima de disputa entre herdeiros os conflitos poderão aumentar levando a exaustão ou o mais forte se sobrepor. 7. Vencendo o mais capacitado caberá ao mesmo reestruturar a empresa, estabelecendo novos rumos, valores e políticas. Estando sujeito a resistências dentro da mesma; 8. Partindo para a inovação da empresa, com planejamento e cronograma próprio sendo observando todas as dificuldades que podem vir a ocorrer. Uma modernização deve-se ser bem implantada com novos conceitos, criatividade e motivação administrativa, delegando e redistribuindo poder. Fazendo ainda pesquisas de novos produtos e de algumas tecnologias para serem aplicadas; 9. Assim os mercados reagiram positivamente verificando que houve esforço do herdeiro e a imagem da empresa será restabelecida. Existem outros mitos, mas foram citados apenas alguns só para se demonstrar que por pensamentos jurássicos pode se levar um negócio da família à falência.

22 22 8- A CULTURA DA EMPRESA FAMILIAR Algumas características das organizações familiares no Brasil: Valorização da antiguidade, esperando eficiência e competência; Postura de fidelidade em relação a organização; De aspectos emocionais influenciam na tomada de decisões; O paternalismo e autoritarismo frequente na relação entre chefia e subordinado; Prevalece a comunicação verbal; Processos centralizados; Provisão de cargos, promoções, através de critérios de confiança e lealdade; Interesses financeiros e não financeiros, procurando sempre o equilíbrio entre a família; Reputação no estado, cidade, país em que reside. Analisando uma empresa familiar deve-se levar em conta a sua cultura e seus valores. O sucesso de uma empresa familiar está na convivência da mesma em harmonia, gerando um ambiente com motivações e de boa comunicação. Onde o processo decisório seria mais rápido por ser centralizado.

23 23 9- O FUTURO DAS EMPRESAS FAMILIARES As empresas familiares vêm sofrendo grande turbulência, pois as pressões externas estão cada vez pior. Organizar a família é fundamental. Ex.: Pão de Açúcar Gerdau Votorantim A empresa familiar é composta por 3 pontos básicos: Família - Propriedade Negócios. O que acontecer com algum destes pontos vai afetar todos os outros. O sistema familiar parte do princípio que a família deve estar estabilizada, e a governança é diferente, por causa da presença da mesma e da influência inserida no sistema. O conselho administrativo é essencial para o bom funcionamento da empresa nas decisões acertadas, porém não podemos cair no conselho carimbo (Mera formalidade) e na data exata que o líder mandar fazer, precisase ter um conselho com autonomia: consultivo/administrativo. Os conselhos administrativo/consultivos: Perspectivas diferentes na gestão; Desafiando a liderança da empresa; Apoio ao líder na ordem de trabalhos; Oportunidades e desafios; Objetividade nas decisões; Estabelecendo disciplina familiar; Rompendo impasses; Orientação para a próxima geração; Aprimoramento das empresas é meta familiar dos consultivos. Quando se pega uma empresa familiar em crise devemos: descobrir onde está à falha, interrompendo as atividades que dão prejuízo injetar dinheiro aonde dá lucro, melhora o operacional. Quando pegamos uma empresa em ascensão devemos canalizar investimentos para onde a competitividade for maior, montando estratégias para apresentar as vantagens competitivas.

24 24 OS DEZ MANDAMENTOS DA EMPRESA FAMILIAR Não trazer para as reuniões familiares problemas internos da empresa; Manter as votações fechadas entre os grupos de familiares até a próxima geração conhecer exatamente seu lugar e sua função; Não dividir o mesmo cargo; Antes de iniciar uma discussão que tenha reflexos familiares, pensar no assunto ao menos por uma noite; Lembrar que uma empresa familiar jamais é igual à outra que não tenha vínculos afetivos; Não há problema em um filho da família A ser subordinado a alguém da família B. Se houver divergências, a questão deve ser tratada de maneira profissional; Evitar que os filhos tenham pressa e fazê-los galgar postos até que estejam preparados para dirigir a empresa; Aceitar que os filhos não são iguais; Preparar e adaptar os filhos para que possam receber o comando da sociedade. O contrário, ou seja, adaptar a sociedade para receber os filhos, costuma ser um desastre; O pai tem obrigação de ser crítico com os próprios filhos. (Revista Supervarejo, abril de 2009, p. 24).

25 Índices de natalidade e mortalidade das organizações familiares As empresas nos últimos anos vêm sofrendo com um vilão muito grande que é a falência. Os primeiros anos de vida são muito complicados. São muitas as dificuldades encontradas. Encontrar profissionais capacitados para gerenciar a empresa é um dos fatores. Com a globalização é preciso ser rápido nas tomadas de decisão, estar atento à concorrência e inovar sempre no ramo em que a empresa estiver atuando diversificando. Existe um equivoco muito grande no Brasil, pois as pessoas acham que por ter capital para investir e uma ideia são suficientes para se criar uma empresa. Não se tem um planejamento, se baseiam apenas no sonho de fundar uma empresa e assim, vem à falência e a morte da mesma. É preciso estar preparado de informações sobre o ramo em que quer atuar, fazer planejamento, bons consultores para orientá-lo, um bom contador para aconselhá-lo e outros. Se basear somente no seu ponto de vista não o ajudará a alavancar o negócio. A experiência ajuda muito na administração de sua criação. Segundo uma pesquisa realizada pelo SEBRAE 70% das empresas que nascem no Brasil fecham suas portas nos primeiros anos de vida. São números alarmantes, mas isso ocorre porque muitos dos empreendedores apenas entraram para o mundo dos negócios, mas sem nenhum conhecimento de gestão. Existem várias maneiras de uma empresa quebrar, ou seja, ir à falência: é a soma dos pequenos erros que se cometem desde a abertura e durante um ou mais gestos. A microempresa e a pequena empresa têm uma importância muito grande no Brasil e diante disso está podendo contar com o apoio do SEBRAE no mercado, onde o mesmo os orienta, fornece cursos e palestras para poder ajudá-los.

26

27

28 Reestruturando a empresa Os fundadores devem ter consciência sobre a necessidade de fazerem uma implementação moderna e profissionalizada quando a mesma adquirir um grau de maturidade, com uma gestão traçando o perfil do executivo e com contratações. Assim o seu sucessor para dar continuidade no processo deverá implementar regras, o que é fundamental para que a empresa não vire bagunça, onde cada um faz o que quer. Isso não agradará a todos, mas será preciso implementá-las, quando existe uma metodologia as coisas são levadas mais a sério. É preciso saber liderar e assim distribuir responsabilidades para os colaboradores, definindo bem o que cada um deve desempenhar, ou seja, desenvolver na empresa. A empresa ainda poderá elaborar indicadores e estabelecer metas oferecendo até mesmo recompensa para quem as bater.

29 29 10 CONCLUSÃO O empreendedor surge com uma boa ideia, faz pesquisas, planeja e com o capital que possui começa a fazer o seu investimento empresarial. Sua visão foi boa, conseguiu crescer e se estabiliza no mercado. Só porque sua ideia deu certo, o negocio está fluindo que não precisa pensar no futuro da empresa. Esse empreendedor ficará a frente da empresa por um tempo, mas é preciso que prepare alguém para que possa substituí-lo. Não somos eternos, ficamos doentes e também precisamos ter qualidade de vida, devemos ter sempre uma pessoa passando por treinamento que possa nos substituir numa situação destas. Preparar um sucessor para que possa dar prosseguimento nos negócios é muito importante. No geral pensasse nos filhos, mas o ideal é que se realize um conselho de família, para que se faça uma eleição. E assim por votos eleja uma pessoa que tenha vocação para prosseguir com os negócios da família. Não se deve forçar alguém a fazer algo contra a sua vontade. Essa pessoa eleita deverá ser capacitada e preparada para assumir o lugar do fundador quando for preciso. Fazer bons cursos, passar por experiências em outras empresas em diferentes cargos são excelentes qualificações, para que o sucessor possa vivenciar, e assim ser preparado para enfrentar os desafios, os problemas, as dificuldades que surgiram quando assumir a empresa da família. E assim os desafios não serão problema, pois o sucessor estará preparado para prosseguir a empresa da família e continuar a elevar o nome da mesma.

30 30 BIBLIOGRÁFIA LEITE, Roberto Cintra. As Técnicas Modernas de Gestão de Empresas Familiares Versão 03 Agosto/ : Acesso em 16 nov : Acesso em 16 nov : Acesso 23 de dezembro de Acesso 23 de dezembro de : Acesso 24 de janeiro de : Acesso 23 de dezembro de 2011 Revista Supervarejo, Edição de abril de : Acesso no 30 de janeiro de pre2004.pdf. : Acesso em 16 nov

31 31 ANEXO Exemplo de Plano de Sucessão Revista Supervarejo, Edição de abril de Plano de sucessão no Guanabara liberdade de escolha no lavapés Criado na década de 1950 por Luiz Pereira de Carvalho, hoje com 84 anos, o Supermercados Guanabara prosperou e deu origem a um grupo de empresas que atua em várias atividades comerciais. Atualmente, Luiz Carlos Carvalho, filho único do fundador, dirige o grupo acompanhado pelos filhos William, gerente de Vendas da concessionária de automóveis, e Júnior, gerente comercial dos Supermercados Guanabara, com oito lojas no Rio Grande do Sul. A filha mais nova, Andreia, é formada em arquitetura e segue carreira independente. Incentivei minha filha a não trabalhar conosco. Daqui a algum tempo, se ela quiser, pode aproveitar seus conhecimentos e atuar para ou na empresa, afirma Carvalho. Desde 2008, a família procura formatar uma gestão profissional e para isso conta com a assessoria de uma consultoria especializada. Foi formado um conselho de administração de que participam Carvalho, o gerente administrativo financeiro e um profissional externo. Por enquanto, estamos recebendo informações e posteriormente cada um assumirá suas responsabilidades. Aos poucos, meus filhos participam das decisões mais importantes.

32 32 O plano de sucessão é encarado como algo certo, claro e irreversível. Para o futuro, Carvalho considera a possibilidade de os herdeiros atuarem ou não na área executiva das empresas e ainda a evolução dos profissionais dentro do grupo. Criar o conselho de família é o próximo estágio do Guanabara

A empresa familiar é atuante em vários segmentos, como: Agricultura; Estacionamento; Hotelaria; Publicidade; Restaurante entre outros.

A empresa familiar é atuante em vários segmentos, como: Agricultura; Estacionamento; Hotelaria; Publicidade; Restaurante entre outros. EMPRESA FAMILIAR EMPRESA FAMILIAR Empresas familiares são empreendimentos geridos por uma ou mais famílias e onde a sucessão do poder decisório é hereditária. Empreendedor é a pessoa que gera, acumula

Leia mais

A Importância do Processo de Profissionalização nas Empresas Familiares

A Importância do Processo de Profissionalização nas Empresas Familiares A Importância do Processo de Profissionalização nas Empresas Familiares O QUE É GOVERNANÇA CORPORATIVA? Governança é sinônimo de transparência. As Pessoas precisam saber que não estão criando adversários

Leia mais

3. Os erros têm sido cometidos exatamente onde há maior dificuldade...

3. Os erros têm sido cometidos exatamente onde há maior dificuldade... Entrevista com PEDRO MANDELLI Consultor na área de mudança organizacional, Pedro Mandelli é um dos maiores especialistas em desenho e condução de processos de mudança em organizações. É professor da Fundação

Leia mais

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LI ESTAMOS PASSANDO PELA MAIOR TRANSFORMAÇÃO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. VALORIZAR PESSOAS

Leia mais

Colégio Estadual Juracy Rachel Saldanha Rocha Técnico em Administração Comportamento Organizacional Aílson José Senra Página 1

Colégio Estadual Juracy Rachel Saldanha Rocha Técnico em Administração Comportamento Organizacional Aílson José Senra Página 1 Página 1 COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL As pessoas que supervisionam as atividades das outras e que são responsáveis pelo alcance dos objetivos nessas organizações são os administradores. Eles tomam decisões,

Leia mais

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva.

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva. COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS Karina Fernandes de Miranda Helenir Celme Fernandes de Miranda RESUMO: Este artigo apresenta as principais diferenças e semelhanças entre gestão de pessoas e recursos

Leia mais

Pesquisas revelam que os fatores sexo e ordem de idade dentro da família, são os últimos e menos importantes para a escolha.

Pesquisas revelam que os fatores sexo e ordem de idade dentro da família, são os últimos e menos importantes para a escolha. PLANEJAMENTO DA SUCESSÃO É definido como a transferência do negócio familiar. Pesquisas revelam que os fatores sexo e ordem de idade dentro da família, são os últimos e menos importantes para a escolha.

Leia mais

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado Professora Débora Dado Prof.ª Débora Dado Planejamento das aulas 7 Encontros 19/05 Contextualizando o Séc. XXI: Equipes e Competências 26/05 Competências e Processo de Comunicação 02/06 Processo de Comunicação

Leia mais

IBMEC Jr. Consultoria. A melhor maneira de ingressar no mercado de trabalho

IBMEC Jr. Consultoria. A melhor maneira de ingressar no mercado de trabalho IBMEC Jr. Consultoria A melhor maneira de ingressar no mercado de trabalho O mercado de trabalho que nos espera não é o mesmo dos nossos pais... ... ele mudou! As mudanças Certeza Incerteza Real Virtual

Leia mais

Gestão de iniciativas sociais

Gestão de iniciativas sociais Gestão de iniciativas sociais Leia o texto a seguir e entenda o conceito do Trevo e as suas relações com a gestão organizacional. Caso queira ir direto para os textos, clique aqui. http://www.promenino.org.br/ferramentas/trevo/tabid/115/default.aspx

Leia mais

Família e dinheiro. Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? Todos juntos ganham mais

Família e dinheiro. Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? Todos juntos ganham mais 1016327-7 - set/2012 Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? No site www.itau.com.br/usoconsciente, você encontra vídeos, testes e informações para uma gestão financeira eficiente. Acesse

Leia mais

Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM

Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM É COM GRANDE PRAZER QUE GOSTARÍAMOS DE OFICIALIZAR A PARTICIPAÇÃO DE PAUL HARMON NO 3º SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE BPM!! No ano passado discutimos Gestão

Leia mais

21 sacadas para levar o seu negócio para o próximo nível

21 sacadas para levar o seu negócio para o próximo nível Para quem é este livro? Este livro é para todas aquelas pessoas que fazem o que amam em seu trabalho mas não estão tendo o retorno que gostariam. Este mini guia com 21 sacadas é um resumo dos atendimentos

Leia mais

Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul

Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul O segredo do sucesso da sua empresa é conhecer e entender o que entra e o que sai do caixa durante um dia, um mês ou um ano. 1 Fluxo de caixa: organize

Leia mais

Por Prof. Pedro Mandelli Filho*

Por Prof. Pedro Mandelli Filho* Por Prof. Pedro Mandelli Filho* Reunião às 8h00? Nem pensar. Ele só chega às 9h. Não fale com ele antes que ele tome um café, porque ele ainda está meio dormindo. Não, é melhor não marcar até às 11h00,

Leia mais

PLANO DE CARREIRA. Rosangela Ferreira Leal Fernandes *

PLANO DE CARREIRA. Rosangela Ferreira Leal Fernandes * PLANO DE CARREIRA Rosangela Ferreira Leal Fernandes * As mudanças no cenário político, econômico, social e ambiental das últimas décadas vêm exigindo uma mudança de postura das organizações e dos profissionais

Leia mais

Curso Empreendedorismo Corporativo

Curso Empreendedorismo Corporativo Curso Empreendedorismo Corporativo Todos os fatores relevantes atuais mostram que a estamos em um ambiente cada vez mais competitivo, assim as pessoas e principalmente as organizações devem descobrir maneiras

Leia mais

FICHA DE CADASTRO EMPRETEC. Município Data: / /

FICHA DE CADASTRO EMPRETEC. Município Data: / / FICHA DE CADASTRO EMPRETEC Município Data: / / Caro Empreendedor, Obrigado por seu interesse pelo Empretec, um dos principais programas de desenvolvimento de empreendedores no Brasil e no Mundo! As questões

Leia mais

Olhar ver entender aprender agir

Olhar ver entender aprender agir Empreendedorismo "Olhar é uma coisa, ver o que se olha é outra, entender o que se vê é uma outra, aprender o que você entende é uma coisa a mais, mas agir sobre o que você aprende, é tudo que realmente

Leia mais

Veja 10 fatores a serem avaliados ao receber proposta de emprego

Veja 10 fatores a serem avaliados ao receber proposta de emprego Terça-feira, 10 de dezembro de 2013 Atualizado em 10/12/2013 08h00 Veja 10 fatores a serem avaliados ao receber proposta de emprego Profissional deve pesar salário, plano de carreira, horário, entre outros.

Leia mais

O PAPEL DO LÍDER. Vejamos no quadro abaixo algumas diferenças básicas entre um líder e um chefe: SITUAÇÃO CHEFE LÍDER

O PAPEL DO LÍDER. Vejamos no quadro abaixo algumas diferenças básicas entre um líder e um chefe: SITUAÇÃO CHEFE LÍDER O PAPEL DO LÍDER O Que é Um Líder? Atualmente, e cada vez mais, as empresas investem nos funcionários, pois acreditam que essa é a melhor forma para a obtenção de bons resultados. Equipes são treinadas,

Leia mais

Mitos e verdades sobre franquias. Fonte: Associação Bras. de Franchising e Guia Oficial de Franquias

Mitos e verdades sobre franquias. Fonte: Associação Bras. de Franchising e Guia Oficial de Franquias Mitos e verdades sobre franquias Fonte: Associação Bras. de Franchising e Guia Oficial de Franquias Bem informado, o futuro franqueado terá maiores possibilidades de fazer um bom negócio Administrar uma

Leia mais

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com. AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.br COM O SEBRAE, O SEU NEGÓCIO VAI! O Sebrae Goiás preparou diversas

Leia mais

Empreendedorismo na prática

Empreendedorismo na prática Empreendedorismo na prática Autor: José Carlos Assis Dornelas Aluno: Douglas Gonzaga; Diana Lorenzoni; Paul Vogt; Rubens Andreoli; Silvia Ribeiro. Turma: 1º Administração Venda Nova do Imigrante, Maio

Leia mais

ATENDIMENTO 3D O diferencial para o sucesso em vendas

ATENDIMENTO 3D O diferencial para o sucesso em vendas Perfil... Atuando há 20 anos em vendas Jean Oliveira já viveu na pele cada experiência que essa profissão promove, é especialista com MBA em Estratégias de Negócios e graduado em Tecnologia de Processamento

Leia mais

ALMEIDA GUILHERME Advogados Associados

ALMEIDA GUILHERME Advogados Associados REORGANIZAÇÃO SUCESSÓRIA E SEUS ASPECTOS por Luiz Fernando do Vale de Almeida Guilherme Sócio de Almeida Guilherme Advogados e Maria Eugênia Gadia Ulian Advogada de Almeida Guilherme Advogados I. Introdução

Leia mais

GESTÃ T O O E P RÁ R TI T C I AS DE R E R CUR U S R OS

GESTÃ T O O E P RÁ R TI T C I AS DE R E R CUR U S R OS Ensinar para administrar. Administrar para ensinar. E crescermos juntos! www.chiavenato.com GESTÃO E PRÁTICAS DE RECURSOS HUMANOS Para Onde Estamos Indo? Idalberto Chiavenato Algumas empresas são movidas

Leia mais

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO.

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Workshop para empreendedores e empresários do Paranoá DF. SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Dias 06 e 13 de Dezembro Hotel Bela Vista Paranoá Das 08:00 às 18:00 horas Finanças: Aprenda a controlar

Leia mais

GUIA DE ELABORAÇÃO DE PLANO DE NEGÓCIOS

GUIA DE ELABORAÇÃO DE PLANO DE NEGÓCIOS GUIA DE ELABORAÇÃO DE PLANO DE NEGÓCIOS Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 2 2. PLANO DE NEGÓCIOS:... 2 2.1 RESUMO EXECUTIVO... 3 2.2 O PRODUTO/SERVIÇO... 3 2.3 O MERCADO... 3 2.4 CAPACIDADE EMPRESARIAL... 4 2.5

Leia mais

8 Dicas Úteis Para Valorizar o Seu Trabalho

8 Dicas Úteis Para Valorizar o Seu Trabalho 8 Dicas Úteis Para Valorizar o Seu Trabalho Introdução Em função de fatos históricos, principalmente, os contadores no Brasil não têm, por tradição, o hábito de oferecer VALOR junto ao serviço oferecido.

Leia mais

Enquete. O líder e a liderança

Enquete. O líder e a liderança Enquete O líder e a liderança Muitas vezes, o sucesso ou fracasso das empresas e dos setores são creditados ao desempenho da liderança. Em alguns casos chega-se a demitir o líder, mesmo aquele muito querido,

Leia mais

Palestra 1 Mudança Organizacional. Texto base: 10 +1 Mandamentos para ter sucesso em um mundo em constantes mudanças

Palestra 1 Mudança Organizacional. Texto base: 10 +1 Mandamentos para ter sucesso em um mundo em constantes mudanças Palestra 1 Mudança Organizacional Texto base: 10 +1 Mandamentos para ter sucesso em um mundo em constantes mudanças 02 de Dezembro de 2009 10 +1 Mandamentos para ter sucesso em um mundo em constantes mudanças

Leia mais

Tendências em Gestão de Pessoas

Tendências em Gestão de Pessoas Tendências em Gestão de Pessoas Iniciamos um novo ano, 2011. Dois meses já se passaram, e voltamos aos artigos sobre RH estratégico, Tendências de Recursos Humanos, Novos Rumos para a área de Recursos

Leia mais

NASCER BEM 2/44. Foto: Stock.Schng

NASCER BEM 2/44. Foto: Stock.Schng 2/44 Foto: Stock.Schng NASCER BEM OBJETIVOS: Fase 1: * Fornecer informações e orientações para empreendedores que pretendem iniciar um negócio, sobretudo na elaboração do Plano de Negócio. 3/44 Foto: Stock.Schng

Leia mais

EMPRESAS FAMILIARES NO BRASIL

EMPRESAS FAMILIARES NO BRASIL EMPRESAS FAMILIARES NO BRASIL OLIVEIRA,A.P.;SANTOS,S. RESUMO Este artigo tem como objetivo desenvolver uma reflexão sobre alguns dos principais aspectos relacionados com a administração das empresas familiares,

Leia mais

FERRAMENTAS DE GESTÃO NOS EMPREENDIMENTOS DE ALIMENTAÇÃO

FERRAMENTAS DE GESTÃO NOS EMPREENDIMENTOS DE ALIMENTAÇÃO FERRAMENTAS DE GESTÃO NOS EMPREENDIMENTOS DE ALIMENTAÇÃO Dennis Pessoa da Silva 1 RESUMO Ferramentas administrativas são técnicas utilizadas na gestão de empresas para solucionar problemas. Elas controlam

Leia mais

NOSSO OBJETIVO. GESTÃO DO DESEMPENHO: uma possibilidade de ampliar o negócio da Organização

NOSSO OBJETIVO. GESTÃO DO DESEMPENHO: uma possibilidade de ampliar o negócio da Organização NOSSO OBJETIVO GESTÃO DO DESEMPENHO: uma possibilidade de ampliar o negócio da Organização RHUMO CONSULTORIA EMPRESARIAL Oferecer soluções viáveis em tempo hábil e com qualidade. Essa é a receita que a

Leia mais

EMPREENDEDORISMO PASSOS PARA ABRIR UM NEGÓCIO

EMPREENDEDORISMO PASSOS PARA ABRIR UM NEGÓCIO EMPREENDEDORISMO PASSOS PARA ABRIR UM NEGÓCIO Odilio Sepulcri odilio@emater.pr.gov.br www.odiliosepulcri.com.br www.emater.pr.gov.br Telefone: (41) 3250-2252 ROTEIRO DA APRESENTAÇÃO 1. Perfil para empreender

Leia mais

Escolha os melhores caminhos para sua empresa

Escolha os melhores caminhos para sua empresa Escolha os melhores caminhos para sua empresa O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio

Leia mais

Como preparar minha empresa para o esocial?

Como preparar minha empresa para o esocial? 1 Como preparar minha empresa para o esocial? SUMÁRIO Introdução Você sabe o que é o esocial? Como está sua empresa? Os pontos mais importantes para se adequar 3.1 - Criar um comitê 3.2 - Mapear os processos

Leia mais

GESTÃO DE EMPRESA FAMILIAR: Um estudo de caso da HEBRON

GESTÃO DE EMPRESA FAMILIAR: Um estudo de caso da HEBRON GESTÃO DE EMPRESA FAMILIAR: Um estudo de caso da HEBRON Antonio Henrique Neto, Discente da Faculdade Integrada de Pernambuco - FACIPE Suzane Bezerra de França, - FACIPE, SEDUC/PE docente. suzyfranca@yahoo.com.br

Leia mais

Uma trufa e... 1000 lojas depois!

Uma trufa e... 1000 lojas depois! Uma trufa e... 1000 lojas depois! Autor: Alexandre Tadeu da Costa. Aluna: Lays Roberta Caçandro. Turma: 1º Ciências Contábeis. Venda Nova do Imigrante, Maio de 2012. Qual o principal assunto do livro.

Leia mais

COMO ADQUIRIR UMA FRANQUIA

COMO ADQUIRIR UMA FRANQUIA COMO ADQUIRIR UMA FRANQUIA O que é Franquia? Objetivo Esclarecer dúvidas, opiniões e conceitos existentes no mercado sobre o sistema de franquias. Público-Alvo Pessoa física que deseja constituir um negócio

Leia mais

Como transformar Grupos em Equipes

Como transformar Grupos em Equipes Como transformar Grupos em Equipes Caminhos para somar esforços e dividir benefícios Introdução Gestores de diversos segmentos, em algum momento de suas carreiras, deparam-se com desafios que, à primeira

Leia mais

12 Dicas Para Montar Um Negócio De Sucesso

12 Dicas Para Montar Um Negócio De Sucesso Novo Negócio 12 Dicas Para Montar Um Negócio De Sucesso Vinícius Gonçalves Equipe Novo Negócio Espero sinceramente que você leia este PDF até o final, pois aqui tem informações muito importantes e que

Leia mais

ATENDIMENTO AO CLIENTE

ATENDIMENTO AO CLIENTE ATENDIMENTO AO CLIENTE 08 a 11 de outubro de 2014 08 a 11 de outubro de 2014 PROBLEMAS PARA CLIENTES SÃO PROVOCADOS POR: PROPRIETÁRIOS GERENTES SUPERVISORES SINTOMAS DE MAU ATENDIMENTO VOCÊ PODE TER CERTEZA

Leia mais

Empreendedorismo. Prof. Lucas Pacheco lucapachecos@hotmail.com

Empreendedorismo. Prof. Lucas Pacheco lucapachecos@hotmail.com Empreendedorismo Prof. Lucas Pacheco lucapachecos@hotmail.com "Olhar é uma coisa, ver o que se olha é outra, entender o que se vê é uma outra, aprender o que você entende é uma coisa a mais, mas agir sobre

Leia mais

MICRO E PEQUENAS EMPRESAS E A SUSTENTABILIDADE

MICRO E PEQUENAS EMPRESAS E A SUSTENTABILIDADE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS E A SUSTENTABILIDADE JULIANA APARECIDA DE SOUZA REIS MAIARA NATALIA MARINHO DUARTE SUSELI SANTOS DIAS RESUMO Neste artigo temos por objetivo apresentar que as micros e pequenas

Leia mais

Portfolio de cursos TSP2

Portfolio de cursos TSP2 2013 Portfolio de cursos TSP2 J. Purcino TSP2 Treinamentos e Sistemas de Performance 01/07/2013 Como encantar e fidelizar clientes Visa mostrar aos participantes a importância do conhecimento do cliente,

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Instrutora: Keila Coimbra Senac Varejo 1/44. Foto: Stock.Schng

EMPREENDEDORISMO. Instrutora: Keila Coimbra Senac Varejo 1/44. Foto: Stock.Schng EMPREENDEDORISMO Instrutora: Keila Coimbra Senac Varejo Foto: Stock.Schng 1/44 CONCEITO Empreendedorismo é o estudo voltado para o desenvolvimento de competências e habilidades relacionadas à criação de

Leia mais

TIPOS DE RECRUTAMENTO E SUA IMPORTÂNCIA PARA UMA GESTÃO ADEQUADA DE PESSOAS APLICADAS A EMPRESAS.

TIPOS DE RECRUTAMENTO E SUA IMPORTÂNCIA PARA UMA GESTÃO ADEQUADA DE PESSOAS APLICADAS A EMPRESAS. TIPOS DE RECRUTAMENTO E SUA IMPORTÂNCIA PARA UMA GESTÃO ADEQUADA DE PESSOAS APLICADAS A EMPRESAS. MICHEL, Murillo Docente da Faculdade de Ciências Jurídicas e Gerencias murillo@faef.br RESUMO O presente

Leia mais

O céu e o inferno do empreendedorismo. Empreendedorismo, tipos de empreendedores e as vantagens e desvantagens de empreender

O céu e o inferno do empreendedorismo. Empreendedorismo, tipos de empreendedores e as vantagens e desvantagens de empreender O céu e o inferno do empreendedorismo Empreendedorismo, tipos de empreendedores e as vantagens e desvantagens de empreender Sumário I. Introdução... 2 Destaques Objetivo Metodologia II. Empreendedorismo

Leia mais

É A QUALIDADE DA EQUIPE DE LIDERANÇA QUE FAZ A DIFERENÇA

É A QUALIDADE DA EQUIPE DE LIDERANÇA QUE FAZ A DIFERENÇA É A QUALIDADE DA EQUIPE DE LIDERANÇA QUE FAZ A DIFERENÇA Maria Beatriz de Carvalho Melo Lobo Instituições universitárias, todas elas, são empresas, com missões distintas e oriundas da concessão de um serviço

Leia mais

A importância do líder para os projetos e para as organizações.

A importância do líder para os projetos e para as organizações. Instituto de Educação Tecnológica Pós-Graduação Gestão de Projetos - Turma nº150 21 de Agosto e 2015 A importância do líder para os projetos e para as organizações. Dêmille Cristine da Silva Taciano Analista

Leia mais

O Empreendedor e suas Interações; Definições do Empreendedor; Tipos de Empreendedor. Nesta aula veremos o resumo de: O Intra-Empreendedorismo.

O Empreendedor e suas Interações; Definições do Empreendedor; Tipos de Empreendedor. Nesta aula veremos o resumo de: O Intra-Empreendedorismo. Nesta aula veremos o resumo de: O Empreendedor e suas Interações; Definições do Empreendedor; Tipos de Empreendedor. Nesta aula veremos o resumo de: O Intra-Empreendedorismo. 1 VÍDEO 2 O INTRA-EMPREENDEDORISMO

Leia mais

11 dúvidas para adquirir esse livro

11 dúvidas para adquirir esse livro 11 dúvidas para adquirir esse livro Pa gina 1 Corretor de Sementes e Grãos O Livro O autor ISAEL CARLOS MORAIS, nascido na cidade de União da Vitória Estado do Paraná vem de uma família simples e humilde.

Leia mais

SEMIPRESENCIAL 2013.1

SEMIPRESENCIAL 2013.1 SEMIPRESENCIAL 2013.1 MATERIAL COMPLEMENTAR II DISCIPLINA: GESTÃO DE CARREIRA PROFESSORA: MONICA ROCHA LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO Liderança e Motivação são fundamentais para qualquer empresa que deseja vencer

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

4. Tendências em Gestão de Pessoas

4. Tendências em Gestão de Pessoas 4. Tendências em Gestão de Pessoas Em 2012, Gerenciar Talentos continuará sendo uma das prioridades da maioria das empresas. Mudanças nas estratégias, necessidades de novas competências, pressões nos custos

Leia mais

EVOLUÇÃO DAS TEORIAS ADMINISTRATIVAS

EVOLUÇÃO DAS TEORIAS ADMINISTRATIVAS EVOLUÇÃO DAS TEORIAS ADMINISTRATIVAS 1900 1910 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1980 1990 2000 Racionalização do trabalho: gerência administrativa Relações humanas: processo Movimento estruturalista: gerência

Leia mais

Varejo: será que o foco está mesmo no cliente?

Varejo: será que o foco está mesmo no cliente? Revista da ESPM -101 Varejo: será que o foco está mesmo no cliente? FÁTIMA MOTTA Graduada em Administração de Empresas (FMU) e Comunicação (ECA/USP) Pós -Graduada em Administração de Empresas (PUC/SP)

Leia mais

Vendas - Cursos. Curso Completo de Treinamento em Vendas com Eduardo Botelho - 15 DVDs

Vendas - Cursos. Curso Completo de Treinamento em Vendas com Eduardo Botelho - 15 DVDs Vendas - Cursos Curso Completo de Treinamento em Vendas com - 15 DVDs O DA VENDA Esta palestra mostra de maneira simples e direta como planejar o seu trabalho e, também, os seus objetivos pessoais. Através

Leia mais

Aperf r e f iço ç a o m a ent n o t o Ge G re r nci c al a para Supermercados

Aperf r e f iço ç a o m a ent n o t o Ge G re r nci c al a para Supermercados Aperfeiçoamento Gerencial para Supermercados Liderança Liderança é a habilidade de influenciar pessoas, por meio da comunicação, canalizando seus esforços para a consecução de um determinado objetivo.

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso:

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso: PLANO DE NEGÓCIOS Causas de Fracasso: Falta de experiência profissional Falta de competência gerencial Desconhecimento do mercado Falta de qualidade dos produtos/serviços Localização errada Dificuldades

Leia mais

Como planejar a sua carreira profissional

Como planejar a sua carreira profissional 1 Como planejar a sua carreira profissional Normalmente, as crises e os momentos difíceis pelos quais todos nós vivenciamos, são excelentes momentos para repensarmos as nossas decisões e ações. Talvez

Leia mais

Princípios de Liderança

Princípios de Liderança Princípios de Liderança LIDERANÇA E COACH www.liderancaecoach.com.br / liderancaecoach ÍNDICE Liderança Chefe x Líder O que um líder não deve fazer Dicas para ser um líder de sucesso Para liderar uma equipe

Leia mais

Encontro de Estudantes. Como Planejar sua carreira??!! Daniel Coêlho

Encontro de Estudantes. Como Planejar sua carreira??!! Daniel Coêlho Encontro de Estudantes Como Planejar sua carreira??!! Daniel Coêlho CURRÍCULO Universidade de Fortaleza Unifor: 2000 a 2004; Estagiário da Marpe Contadores: 2000 a 2003; Sócio Diretor da Giro s Contabilidade

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Credenciais da 2Finance -Rápida análise da situação da empresa, elaborando relatórios que permitam ao empreendedor e seus dirigentes compreenderem a real situação da empresa

Leia mais

SAFRAS & CIFRAS SAFRAS & CIFRAS Assessoria e Consultoria Agropecuária Ltda.

SAFRAS & CIFRAS SAFRAS & CIFRAS Assessoria e Consultoria Agropecuária Ltda. Sucessão Familiar em Empresas Rurais Herança ou Negócio *Cilotér Borges Iribarrem Sucessão poderá gerar conflitos, angustias e desprazeres entre os membros da família, além de transformar um bom negócio

Leia mais

Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1

Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1 Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1 A maior Ambição do Homem é querer Colher aquilo que Não Semeou. Hebert Schiavelli (Empreendedor) Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade

Leia mais

Os desafios futuros das Empresas familiares

Os desafios futuros das Empresas familiares Os desafios futuros das Empresas familiares A partir de um case real, apresentar alternativas técnicas e comportamentais que podem ampliar a longevidade média das empresas familiares e dar-lhes mais condições

Leia mais

Gerando idéias de negócio

Gerando idéias de negócio NEGÓCIO CERTO COMO CRIAR E ADMINISTRAR BEM SUA EMPRESA Gerando idéias de negócio Manual Etapa 1/Parte 1 Bem-vindo! É um prazer ter você na Etapa 1 do Programa de Auto-Atendimento Negócio Certo do Sebrae.

Leia mais

A RELAÇÃO ENTRE A MOTIVAÇÃO E A ROTATIVIDADE DE FUNCIONÁRIOS EM UMA EMPRESA

A RELAÇÃO ENTRE A MOTIVAÇÃO E A ROTATIVIDADE DE FUNCIONÁRIOS EM UMA EMPRESA A RELAÇÃO ENTRE A MOTIVAÇÃO E A ROTATIVIDADE DE FUNCIONÁRIOS EM UMA EMPRESA Elaine Schweitzer Graduanda do Curso de Hotelaria Faculdades Integradas ASSESC RESUMO Em tempos de globalização, a troca de informações

Leia mais

As Organizações e o Processo de Inclusão

As Organizações e o Processo de Inclusão As Organizações e o Processo de Inclusão Introdução Não há nada permanente, exceto a mudança. Heráclito, filósofo grego (544-483 a.c.). Mudança é o processo no qual o futuro invade nossas vidas. Alvin

Leia mais

Estamos presentes em 20 estados

Estamos presentes em 20 estados http://goo.gl/7kuwo O IDEBRASIL é voltado para compartilhar conhecimento de gestão com o empreendedor do pequeno e micro negócio, de forma prática, objetiva e simplificada. A filosofia de capacitação é

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA COMPETÊNCIA NO SUCESSO DO EMPREENDEDOR Emerson Corazza, Gerente da Incubadora Tecnológica da UNIDERP/MS

A IMPORTÂNCIA DA COMPETÊNCIA NO SUCESSO DO EMPREENDEDOR Emerson Corazza, Gerente da Incubadora Tecnológica da UNIDERP/MS ANPROTEC NA SEMANA GLOBAL DE EMPREENDEDORISMO (Chat 18/11) A IMPORTÂNCIA DA COMPETÊNCIA NO SUCESSO DO EMPREENDEDOR Emerson Corazza, Gerente da Incubadora Tecnológica da UNIDERP/MS (18/11/2008 10:11) Caetano/Anprotec-DF

Leia mais

Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica

Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica por Camila Hatsumi Minamide* Vivemos em um ambiente com transformações constantes: a humanidade sofre diariamente mudanças nos aspectos

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Credenciais da 2Finance -Rápida análise da situação da empresa, elaborando relatórios que permitam ao empreendedor e seus dirigentes compreenderem a real situação da empresa

Leia mais

ERP SISTEMA DE GESTÃO EMPRESARIAL. Guia Prático de Compra O QUE SABER E COMO FAZER PARA ADQUIRIR CERTO. Edição de julho.2014

ERP SISTEMA DE GESTÃO EMPRESARIAL. Guia Prático de Compra O QUE SABER E COMO FAZER PARA ADQUIRIR CERTO. Edição de julho.2014 ERP SISTEMA DE GESTÃO EMPRESARIAL Guia Prático de Compra Edição de julho.2014 O QUE SABER E COMO FAZER PARA ADQUIRIR CERTO Í n d i c e 6 perguntas antes de adquirir um sistema 4 6 dúvidas de quem vai adquirir

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014 #5 EMPREENDEDORISMO Outubro de 2014 ÍNDICE 1. Apresentação 2. Definição 3. Empreendedorismo: necessidade ou oportunidade? 4. Características do comportamento empreendedor 5. Cenário brasileiro para o empreendedorismo

Leia mais

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento.

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento. DISCURSO DE POSSE Boa Noite a todos! Cumprimento o ex-diretor presidente Sebastião Calais, o Prefeito Leris Braga, o vice-prefeito Alcemir Moreira, o presidente da Câmara de Vereadores Juarez Camilo, o

Leia mais

27/10/2008 PLANEJAR PARA CRESCER PLANEJAR É: Preparar sua Empresa para o futuro, para o. direção que você vai tomar.

27/10/2008 PLANEJAR PARA CRESCER PLANEJAR É: Preparar sua Empresa para o futuro, para o. direção que você vai tomar. 21 a 23 de outubro de 2008 Promoção www.njesaocarlos.com.br Apoio PLANEJAR PARA CRESCER Deonir Tofolo Membro do NJE Diretor da Policarbon PLANEJAR É: Preparar sua Empresa para o futuro, para o crescimento

Leia mais

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE Modelo de Otimização de SAM Controle, otimize, cresça Em um mercado internacional em constante mudança, as empresas buscam oportunidades de ganhar vantagem competitiva

Leia mais

TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br

TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br Cursos para Melhoria do desempenho & Gestão de RH TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br Administração do Tempo Ampliar a compreensão da importância

Leia mais

Rodrigo Rennó Questões CESPE para o MPU 06

Rodrigo Rennó Questões CESPE para o MPU 06 Rodrigo Rennó Questões CESPE para o MPU 06 Questões sobre o tópico Avaliação de Desempenho: objetivos, métodos, vantagens e desvantagens. Olá Pessoal, Espero que estejam gostando dos artigos. Hoje veremos

Leia mais

Módulo IV. Delegação e Liderança

Módulo IV. Delegação e Liderança Módulo IV Delegação e Liderança "As pessoas perguntam qual é a diferença entre um líder e um chefe. O líder trabalha a descoberto, o chefe trabalha encapotado. O líder lidera, o chefe guia. Franklin Roosevelt

Leia mais

O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO

O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO Josiane Corrêa 1 Resumo O mundo dos negócios apresenta-se intensamente competitivo e acirrado. Em diversos setores da economia, observa-se a forte

Leia mais

As cinco disciplinas

As cinco disciplinas As cinco disciplinas por Peter Senge HSM Management julho - agosto 1998 O especialista Peter Senge diz em entrevista exclusiva que os programas de aprendizado podem ser a única fonte sustentável de vantagem

Leia mais

Liderança e as novas gerações: um desafio insuperável? Por Arthur Diniz

Liderança e as novas gerações: um desafio insuperável? Por Arthur Diniz Liderança e as novas gerações: um desafio insuperável? Por Arthur Diniz Num passado não muito distante, os líderes nas empresas tinham uma postura profundamente autoritária, reflexo do funcionamento da

Leia mais

Toda e qualquer análise de mercado irá demandar uma série de etapas a ser seguida, dentre elas:

Toda e qualquer análise de mercado irá demandar uma série de etapas a ser seguida, dentre elas: Capítulo 16 - Os Stakeholders O termo foi originado na língua inglesa e hoje, foi completamente absorvido pela área da administração. Traduzido para o português como sendo parte interessada esse termo

Leia mais

Use bem o seu dinheiro

Use bem o seu dinheiro 1016323-6 - abr/2012 Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? No site www.itau.com.br/usoconsciente, você encontra vídeos, testes e informações para uma gestão financeira eficiente. Acesse

Leia mais

Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013. Isabella Assunção Cerqueira Procópio

Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013. Isabella Assunção Cerqueira Procópio Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013 Isabella Assunção Cerqueira Procópio Janeiro de 2013 1 Sumário 1. Dados Básicos de Identificação...3 2. Histórico

Leia mais

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES):

Leia mais

Construindo o Conteúdo da Liderança. José Renato S. Santiago Jr.

Construindo o Conteúdo da Liderança. José Renato S. Santiago Jr. Construindo o Conteúdo da Liderança José Renato S. Santiago Jr. Gestão Estratégica de RH Módulo 1: Alinhando Gestão de Pessoas com a Estratégia da Empresa Módulo 2: Compreendendo e Dinamizando a Cultura

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Moreira, Alessandro Messias. Empreendedorismo / Alessandro Messias Moreira. Varginha, 2015. 44 slides; il.

EMPREENDEDORISMO. Moreira, Alessandro Messias. Empreendedorismo / Alessandro Messias Moreira. Varginha, 2015. 44 slides; il. EMPREENDEDORISMO Moreira, Alessandro Messias. M835e Empreendedorismo / Alessandro Messias Moreira. Varginha, 2015. 44 slides; il. Sistema requerido: Adobe Acrobat Reader Modo de Acesso: World Wide Web

Leia mais

PERFIL DO EMPREENDEDOR

PERFIL DO EMPREENDEDOR INTRODUÇÃO Em nossa vida, é necessário planejarmos com cuidado em que direção pretendemos focar nossos esforços. Após o planejamento, vem a ação. Desta forma, é fundamental conhecermos os caminhos que

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

Danilo Nascimento Fundador do Segredos de Concurso www.segredosdeconcurso.com.br

Danilo Nascimento Fundador do Segredos de Concurso www.segredosdeconcurso.com.br Olá, concurseiro! É um grande prazer poder lhe dar algumas dicas básicas a respeito da sua preparação para um Concurso Público. Sei que esse é um grande sonho, e ter a oportunidade de colaborar com a construção

Leia mais

Gestão dos Pequenos Negócios

Gestão dos Pequenos Negócios Gestão dos Pequenos Negócios x Rangel Miranda Gerente Regional do Sebrae Porto Velho, RO, 20 de outubro de 2015 A Conjuntura Atual Queda na produção industrial Desemprego Alta dos juros Restrição ao crédito

Leia mais

PAP (Perfil de Avanço Profissional)

PAP (Perfil de Avanço Profissional) PAP (Perfil de Avanço Profissional) Relatório para: Suzanne Example Data concluida: 14 de junho de 2012 14:03:23 2012 PsychTests AIM Inc. Índice analítico Índice analítico 1/10 Índice analítico Índice

Leia mais