ESTÁGIO CURRICULAR I E II INTEGRAÇÃO DE DADOS ENTRE SISTEMA ERP INFOSALFER E SAGA WMS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESTÁGIO CURRICULAR I E II INTEGRAÇÃO DE DADOS ENTRE SISTEMA ERP INFOSALFER E SAGA WMS"

Transcrição

1 MURILO CARLOS CARDOSO ESTÁGIO CURRICULAR I E II INTEGRAÇÃO DE DADOS ENTRE SISTEMA ERP INFOSALFER E SAGA WMS EMPRESA: LOJAS SALFER S.A SETOR: TI SUPERVISOR: FABIO ADRIANO DACORREGIO MEIER. ORIENTADOR: VALMOR ADAMI JUNIOR CURSO DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CCT UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL NOVEMBRO 2009

2 ii APROVADO EM.../.../... Professor Valmor Adami Junior Mestre em Engenharia Elétrica - UFSC Professor Orientador Professor Rui Jorge Tramontin Junior Mestrado em Engenharia Elétrica - UFSC Professor Vilson Vieira da Silva Junior Graduado em Ciência da Computação UDESC Fabio Adriano Dacorregio Meier Supervisor da Concedente

3 iii Carimbo da Empresa UNIDADE CONCEDENTE Razão Social: Lojas Salfer S.A CGC/MF: / Endereço: Rua Rui Barbosa nº Bairro: Costa e Silva CEP: Cidade: Joinville UF: SC Fone: (47) Supervisor: Fabio Adriano Dacorregio Cargo: Coordenador de Desenvolvimento ESTAGIÁRIO Nome: Murilo Carlos Cardoso Matrícula: Endereço: Rua dos alfaiates, nº. 97 Bairro: Petrópolis CEP: Cidade: Joinville UF: SC Fone: (47) Curso de: Tecnologia em Sistemas de Informação Título do Estágio: Integração de dados entre sistema ERP Infosalfer e Saga WMS. Período: 09/09/2009 a 03/11/2009 Carga horária: 240 horas AVALIAÇÃO FINAL DO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO PELO CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS Representada pelo Professor Orientador: Valmor Adami Junior. CONCEITO FINAL DO ESTÁGIO NOTA ETG I (Média do Processo) NOTA ETG II (Média do Processo) Rubrica do Professor da Disciplina Excelente (9,1 a 10) Muito Bom (8,1 a 9,0) Joinville Bom (7,1 a 8,0) Regular (5,0 a 7,0) Reprovado (0,0 a 4,9) / /

4 iv Nome do Estagiário: Murilo Carlos Cardoso QUADRO I AVALIAÇÃO NOS ASPECTOS PROFISSIONAIS QUALIDADE DO TRABALHO: Considerando o possível. ENGENHOSIDADE: Capacidade de sugerir, projetar, executar modificações ou inovações. CONHECIMENTO: Demonstrado no desenvolvimento das atividades programadas. CUMPRIMENTO DAS TAREFAS: Considerar o volume de atividades dentro do padrão razoável. ESPÍRITO INQUISITIVO: Disposição demonstrada para aprender. INICIATIVA: No desenvolvimento das atividades. SOMA Pontos QUADRO II AVALIAÇÃO DOS ASPECTOS HUMANOS ASSIDUIDADE: Cumprimento do horário e ausência de faltas. DISCIPLINA: Observância das normas internas da Empresa. SOCIABILIDADE: Facilidade de se integrar com os outros no ambiente de trabalho. COOPERAÇÃO: Disposição para cooperar com os demais para atender as atividades. SENSO DE RESPONSABILIDADE: Zelo pelo material, equipamentos e bens da empresa. SOMA Pontos PONTUAÇÃO PARA O QUADRO I E II Sofrível - 1 ponto, Regular - 2 pontos, Bom - 3 pontos, Muito Bom - 4 pontos, Excelente - 5 pontos LIMITES PARA CONCEITUAÇÃO AVALIAÇÃO FINAL Pontos De 57 a 101 SOFRÍVEL SOMA do Quadro I multiplicada por 7 De 102 a 147 REGULAR SOMA do Quadro II multiplicada por 3 De 148 a 194 BOM SOMA TOTAL De 195 a MUITO BOM De 241 a 285 EXCELENTE Nome da Empresa: Lojas Salfer S.A Representada pelo Supervisor: Fabio Adriano Dacorregio. CONCEITO CONFORME SOMA TOTAL Rubrica do Supervisor da Empresa Local: Data: Carimbo da Empresa

5 v UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS - CCT PLANO DE ESTÁGIO I E II CURRICULAR OBRIGATÓRIO ESTAGIÁRIO Nome: Murilo Carlos Cardoso Matrícula: Endereço (Em Jlle): Rua dos Alfaiates nº. 97 Bairro: Petrópolis CEP: Cidade: Joinville UF: SC Fone: Endereço (Local estágio): Rua Rui Barbosa Bairro: Costa e Silva CEP: Cidade: Joinville UF: Fone: Regularmente matriculado no semestre: 5º Curso:Tecnologia em Sistemas de Informação Formatura (prevista) Semestre/Ano: 02/2009 UNIDADE CONCEDENTE Razão Social: Lojas Salfer S.A CGC/MF: / Endereço: Rua Rui Barbosa nº Bairro: Costa e Silva CEP: Cidade: Joinville UF: SC Fone: Atividade Principal : Analista de Sistemas Supervisor: Fabio Adriano Dacorregio Meier Cargo: Analista de Sistemas Jr. DADOS DO ESTÁGIO Área de atuação: Desenvolvimento de software. Departamento de atuação: TI. Fone: Ramal: 6185 Horário do estágio: 08:00 às 12:00 e 13:30 às 15:30 Total de horas do Estágio: 240h Período: 09/09/2009 até 03/11/2009 Total de horas semanais: 30h Nome do Professor Orientador: Valmor Adami Junior Departamento: DCC Disciplina(s) simultânea(s) com o estágio Quantas: 3 Quais: PES - PESQUISA OPERACIONAL. TES11 - EMPREENDEDORISMO. SOR - SOCIOLOGIA DAS ORGANIZAÇÕES. OBJETIVO GERAL Desenvolver a integração entre o sistema InfoSalfer ERP e o sistema Saga WMS, de modo que com esta integração ambos os sistemas possam atender os requisitos necessário para o gerenciamento de estoque e armazém da Lojas Salfer S.A.

6 vi ATIVIDADES OBJETIVO ESPECÍFICO HORAS 1.1. Estudar documentação fornecida sobre o sistema Saga WMS Conhecer a estrutura do banco de dados disponibilizado para integração Validar formato das informações que serão enviadas à base de dados de integração do fornecedor. 1. Conhecer interface de integração do sistema Saga WMS. 66H 2.1. Criar réplica do banco de dados disponibilizado para integração Criar tabela de sincronização de dados de modo a gerenciar uma fila de sincronização Criar trigger s nas tabelas de integração de modo a entrarem na fila para sincronização de dados Criar aplicação serviço que irá gerenciar a fila de sincronização e enviar efetivamente os dados as fronteiras de integração de ambos os sistemas Criar interface gráfica para configuração da aplicação serviço Testar a aplicação desenvolvida Ajustes e melhorias necessárias identificados nos testes. 2. Desenvolver solução de integração de dados. 3. Testar solução desenvolvida. 150H 24H

7 CRONOGRAMA FÍSICO E REAL PERÍODO (10 horas) ATIVIDADES Estudar documentação referente ao sistema Saga WMS. P Conhecer estrutura de integração. P Validar informações a serem trocadas. P Criar réplica para banco de dados de integração. P Criar tabela de sincronização. Criar trigger s nas tabelas de integração. Criar Aplicação serviço para gerenciar sincronização Criar interface gráfica para configuração da aplicação Testar aplicação desenvolvida Ajustes e melhorias decorrentes de teste. R R R R P R P R P R P R P R P R Legenda P - Previsto R - Realizado

8 viii Aos meus pais, João Carlos Cardoso e Maria da Rocha Cardoso A minha namorada, Claudia Mattos Izidoro

9 ix AGRADECIMENTOS Algumas pessoas merecem o reconhecimento pela ajuda prestada durante a elaboração deste trabalho, são elas: Lojas Salfer S.A, pela oportunidade de realizar este estágio, e pelas maravilhosas experiências e desafios que encontro diariamente; Meus pais, que me proporcionaram a base necessária para iniciar e agora concluir minha graduação. Valmor Adami Junior, pela orientação e apoio no desenvolvimento do relatório. Minha namorada pelo apoio e incentivo para realização deste trabalho.

10 SUMÁRIO LISTA DE FIGURAS... xii LISTA DE ABREVIATURAS... xiii RESUMO... xiv INTRODUÇÃO OBJETIVOS Geral Específicos JUSTIFICATIVA A EMPRESA HISTÓRICO PRINCIPAIS PRODUTOS PRINCIPAIS CLIENTES CONSIDERAÇÕES GERAIS DESENVOLVIMENTO FERRAMENTAS E TECNOLOGIAS UTILIZADAS Microsoft Visual Studio Microsoft Visual Source Safe Microsoft SQL Server Oracle. 10g INTERFACE DO SISTEMA SAGA WMS Documentação do sistema Saga WMS Estrutura de banco de dados Validação das informações INTEGRAÇÃO DOS DADOS Banco de dados para integração Sincronização de dados... 13

11 xi Aplicação de sincronização de dados Interface gráfica Instalação Testes CONSIDERAÇÕES FINAIS ANEXO REFERÊNCIAS... 24

12 xii LISTA DE FIGURAS Figura 1 - Modelo da integração Figura 2 Parte do Modelo lógico do banco de dados de integração Figura 3- Exemplo de dicionário de dados Figura 4 - Modelo de integração definido pela Salfer S.A Figura 5- Exemplo de um registro na fila de sincronização Figura 6 - Modelo do funcionamento da sincronização Figura 7 - Exemplo de trigger no banco de dados Oracle Figura 8 - Exemplo de trigger no banco de dados SQL Server Figura 9 - Integração com o Log de eventos do Windows Figura 10 - Configurador do banco de dados para o serviço Figura 11 - Configurador de , freqüência, e nome do evento no log do Windows Figura 12 - Instalação do serviço Figura 13 - Serviço instalado e em execução

13 xiii LISTA DE ABREVIATURAS DBA Database administrator. ERP SA SQL TI Enterprise Resource Planning. Sociedade Anônima. Structured Query Language. Tecnologia da Informação. UDESC Universidade do Estado de Santa Catarina. WMS Warehouse Management System. XML Extensible Markup Language.

14 xiv RESUMO O estágio foi realizado no setor de TI da Lojas Salfer S.A, onde foi necessário o desenvolvimento de uma integração de dados entre dois sistemas, ERP Salfer e Saga WMS, sistema adquirido pela Lojas Salfer S.A para um melhor gerenciamento de seus armazéns.

15 1 INTRODUÇÃO Este relatório de estágio apresenta a solução desenvolvida para a integração de dados necessária para o funcionamento do atual ERP das Lojas Salfer S.A (InfoSalfer) com o software de WMS (Saga WMS). As atividades foram desenvolvidas nas Lojas Salfer S.A durante a disciplina de estágio Curricular I e II, totalizando 240 horas. O estágio teve início com o estudo da documentação fornecida pelo fornecedor do sistema Saga WMS contendo informações técnicas do sistema e de sua interface de integração baseada no banco de dados Oracle. Durante o estudo da documentação foram levantadas diferentes possibilidades de integração de dados de modo a maximizar a aderência entre os sistemas. Com o conhecimento da estrutura e tecnologia do sistema Saga WMS, foi necessário decidir qual tecnologia seria utilizada para a integração de dados de modo a atender os diferentes bancos de dados, já que o ERP InfoSalfer utilizado nas Lojas Salfer S.A trabalha com o banco de dados SQL Server e o sistema Saga WMS com o banco de dados Oracle. Após decidir qual tecnologia e estrutura da integração entre os sistemas seria usada, foi iniciado o desenvolvimento da aplicação, seguido de testes e aprimoramentos pós testes. 1.1 OBJETIVOS Geral Desenvolver a integração entre o sistema InfoSalfer ERP e o sistema Saga WMS, de modo que com esta integração ambos os sistemas possam atender os requisitos necessários para o gerenciamento de estoque e armazém da Lojas Salfer S.A Específicos Conhecer interface de integração do sistema Saga WMS. Desenvolver solução de integração.

16 2 Testar solução desenvolvida. 1.2 JUSTIFICATIVA Com a compra de um novo software para gerenciar os Armazéns da Lojas Salfer, é de extrema necessidade que este novo software tenha uma comunicação efetiva com o software ERP já existente, para garantir esta integração surgiu a necessidade da realização das atividades descritas neste estágio. 1.3 ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO No capítulo 1 são apresentadas as atividades desenvolvidas, descrevendo o problema a ser solucionado neste estágio. O capítulo 2 apresenta a empresa na qual foi desenvolvido o estágio, e seus principais produtos e clientes. No capítulo 3, estão descritas as principais tecnologias e ferramentas utilizadas para a execução das atividades, bem como os respectivos resultados obtidos na execução das atividades.

17 3 2 A EMPRESA 2.1 HISTÓRICO Fundada em 1958 por Alfredo Salfer, a Lojas Salfer teve sua primeira loja inaugurada em 28 de fevereiro do mesmo ano na Avenida Getúlio Vargas, em Joinville, uma das vias mais tradicionais do comércio da cidade (SALFER, 2009). Em 1996, a empresa possuía apenas 5 lojas, e desenvolveu um ambicioso projeto de expansão. Atualmente possui 152 lojas, distribuídas em Santa Catarina e no Paraná, e tornou-se uma das maiores empresas do segmento varejista de móveis e eletrodomésticos no sul do Brasil. 2.2 PRINCIPAIS PRODUTOS Hoje a Lojas Salfer possui uma diversificada gama de produtos, como móveis, eletrodomésticos, celulares, computadores, bicicletas, brinquedos. Também oferece serviços como empréstimo pessoal, seguro e garantia adicional em seus produtos. 2.3 PRINCIPAIS CLIENTES Como uma empresa varejista, a Lojas Salfer tem como clientes consumidores finais de todas as classes, com ênfase nas classes B, C e D (SALFER, 2009).

18 4 2.4 CONSIDERAÇÕES GERAIS A empresa atualmente conta com mais de 2000 colaboradores, possuindo um faturamento de aproximadamente 350 milhões de reais com a visão de alcançar 1 bilhão de reais até A Lojas Salfer oferece diversos benefícios para os seus funcionários, dentre eles, participação nos lucros, plano de saúde e auxílio educação. Em 2006 foi eleita uma das melhores empresas para se trabalhar pelo Portal Exame.Os profissionais são motivados a buscarem continuamente o aprimoramento de suas qualificações profissionais através de cursos e exames de certificação disponibilizados pela empresa. O setor de TI é dividido em duas áreas, desenvolvimento e infraestrutura, onde o desenvolvimento é responsável pela manutenção e desenvolvimento do sistema ERP Infosalfer e é divido em equipes de especificação, desenvolvimento, teste, manutenção e suporte. A infraestrutura é responsável por manter todos os servidores, banco de dados, e equipamentos de informática da empresa e é dividida em equipes de administradores de rede e de banco de dados.

19 5 3 DESENVOLVIMENTO Nas próximas seções serão descritas as ferramentas utilizadas e atividades necessárias para o desenvolvimento da integração entre o sistema ERP Infosalfer e Saga WMS. 3.1 FERRAMENTAS E TECNOLOGIAS UTILIZADAS Microsoft Visual Studio 2005 O sistema de desenvolvimento Microsoft Visual Studio é um conjunto de ferramentas de desenvolvimento projetadas para auxiliar os desenvolvedores de software a enfrentar desafios complexos e criar soluções inovadoras, sejam eles iniciantes ou profissionais experientes (MICROSOFT-VS, 2009). O Microsoft Visual Studio 2005 é um ambiente de desenvolvimento para a plataforma.net, desenvolvido e mantido pela Microsoft. Com o Microsoft Visual Studio 2005 é possível criar aplicações em diferentes templates de projetos, como por exemplo, Windows Forms, Windows Service, Console Application, Web Service e Web Site em 3 diferentes linguagens, C++, C#, VB.NET, ASP.NET. O Visual Studio vem ganhando mercado devido sua versatilidade e facilidade de uso e encontra-se hoje como uma das ferramentas mais usadas à para desenvolvimento de software. Nesse trabalho esta ferramenta foi utilizada para construir uma aplicação serviço do Windows Microsoft Visual Source Safe 6.0 O Microsoft Visual Source Safe é um software para controle de versão de arquivos. Um software para controle de versão de arquivos gerencia alterações em arquivos compartilhados,

20 6 fornecendo informações de histórico de versão, autores das alterações nos arquivos, e bloqueio de arquivos para alteração, garantido a segurança dos arquivos compartilhados. O Microsoft Visual Source Safe 6.0 foi substituído por novas versões, por este motivo ele não é mais mantido pela Microsoft. Neste trabalho esta ferramenta foi utilizada para armazenar os códigos fontes e possibilitar alterações mantendo histórico e versões dos arquivos alterados Microsoft SQL Server 2005 O SQL Server 2005 é uma plataforma abrangente de banco de dados que fornece recursos de gerenciamento de dados de classe empresarial com ferramentas de BI (Business Intelligence) integradas. O mecanismo de banco de dados do SQL Server 2005 oferece um armazenamento mais seguro e confiável tanto para dados relacionais quanto estruturados, permitindo que você crie e gerencie aplicativos de dados altamente disponíveis e eficientes para uso em seus negócios (MICROSOFT-SQL, 2009). O Microsoft SQL Server 2005 é um gerenciador de banco de dados relacional desenvolvido e mantido pela Microsoft. Utilizado por diversas categorias e portes de software, possui diversos recursos que o colocam entre um dos melhores gerenciadores de banco de dados disponíveis no mercado. O Microsoft SQL Server 2005 possui limitação de compatibilidade, pois funciona apenas em sistemas operacionais da própria Microsoft. Devido à contínua atualização e as boas funcionalidades, o SQL Server vem crescendo na participação do mercado de gerenciadores de banco dados. Neste trabalho esta ferramenta foi utilizada para criar o banco de dados que irá armazenar os dados de integração entre os sistemas ERP e WMS Oracle. 10g O gerenciador de banco de dados Oracle foi o primeiro gerenciador de banco de dados relacional a ser lançado no mercado. O Oracle vem acompanhando as mudanças do mercado e mantendo-se sempre atualizado, hoje é líder de mercado em gerenciadores de banco de dados

21 7 relacionais. O banco de dados Oracle 10g é mantido pela empresa Oracle que além de gerenciadores de banco de dados possui a suíte para desenvolvimento de software Saga WMS O sistema Saga WMS é um sistema de WMS (Warehouse Management System Sistema de Gerenciamento de Armazém), desenvolvido e mantido pela empresa S&A Sistemas. A S&A Sistemas é uma empresa brasileira especializada em desenvolvimento de sistemas para a área de logística. Devido ao acelerado crescimento da Lojas Salfer S.A, os métodos atuais de gerenciamento de armazém e estoque não estão mais tendo os mesmos bons resultados. A solução dada para este problema foi adquirir um software para gerenciar, e desenhar novos processos, com o objetivo de dar agilidade e economia nas operações logísticas O sistema Saga WMS conta com as principais funcionalidades necessárias para gerir e fornecer rastreabilidade dentro de um armazém. Seguem abaixo as principais funcionalidades fornecidas pelo Saga WMS: Controle de portaria; Controle de ordens de entrada e saída; Identificação com código de barras de produto, paletes, endereços; Endereçamento automático de cargas; Rastreabilidade de serviços: quem fez o que, quando, e como; Seleção automática de produtos para expedição conforme regras definidas; Gerenciamento de áreas de apanha e processo automático de abastecimento; Plena integração com sistemas ERP; Utilização de equipamentos de rádio-freqüência (coletores de dados com leitura de código de barras) para uma operação de alto desempenho (on-line).

22 8 3.2 INTERFACE DO SISTEMA SAGA WMS. Antes de iniciar as atividades de desenvolvimento de uma solução para a comunicação entre os sistemas, foi necessário conhecer a interface de integração fornecida pelo sistema Saga WMS Documentação do sistema Saga WMS. O sistema Saga WMS acompanha documentações referentes tanto ao seu funcionamento (regra de negócio) como à sua tecnologia e infra estrutura. Um dos documentos refere-se à sua estrutura de integração com sistemas ERP. Na documentação fornecida, foi verificado que o sistema possuía duas formas de integrar-se a sistemas ERP: por meio de arquivos, ou por meio de um banco de dados. Não foi necessária muita análise para tomar uma decisão neste requisito, pois a tecnologia de banco de dados apresenta-se muito mais confiável do que a simples troca de arquivos. Mesmo com esta opinião pré-estabelecida, foram levantados os pontos positivos e negativos de transações utilizando arquivos ou banco dados, cujo resultado está na Tabela 1. Banco de dados Arquivos Positivos Suporte a transação; Suporte a triggers, constraint, stored procedures; Segurança mais fácil de ser aplicada. Disponibilidades e confiabilidade superior a de arquivo; A empresa Saga WMS possui maior experiência com integração utilizando Positivos Menor custo, não há necessidade de um DBA e de licenças para banco de dados.

23 9 banco de dados. Negativos Maior custo, demandando tempo de DBA e caso necessário maior quantidade de licenças do banco de dados SQL Server. Negativos Segurança ficaria sujeito a políticas de rede, que geralmente são muito mais abrangentes do que a de um banco de dados. Não possui suporte a transação. Possibilidade de corromper arquivo considerável, devido ao número de transações a serem efetuadas. Tabela 1 Comparativo entre modelo de banco de dados e troca de arquivos. informações. Após análise, foi escolhida a utilização de estrutura de banco de dados para a troca de Estrutura de banco de dados O banco de dados fornecido para integração é um banco de dados Oracle na versão 10g. Este banco de dados possui tabelas que são alimentadas pelo sistema ERP onde é dado o início dos processos no sistema WMS, após término do processo no sistema WMS é enviado um retorno também ao banco de dados de integração que é recebido pelo sistema ERP. A Figura 1 representa a estrutura entre o sistema ERP, a integração, e o sistema WMS.

24 10 Figura 1 - Modelo da integração. O sistema Infosalfer ERP utiliza banco de dados SQL Server, e os bancos de dados de integração, e do sistema Saga WMS utilizam Oracle. O fornecedor S&A Sistemas, forneceu um dicionário de dados para este banco de dados de integração, para que a área responsável pelas regras de negócio do sistema Infosalfer ERP pudesse avaliar os pontos necessário de envio e retorno de informação, ou alterações de processos, e validá-los junto a S&A Sistemas. Vale lembrar que para a execução da atividade de criação de uma solução para integração entre os sistemas, não é necessário conhecer o conteúdo dos dados nem as regras associadas a ele, porém convém conhecer toda sua estrutura, por isso a necessidade de um MER, e também a de um dicionário de dados, para compreender o relacionamento e os tipos de dados que as tabelas de integração compreendem, que são exemplificados nas Figuras 2 e 3 respectivamente. O MER juntamente com o dicionário de dados foi uma ferramenta de extrema importância para a equipe de regra de negócio para compreender as ligações entre as entidades e conhecer o banco de dados de integração como um todo.

25 11 Figura 2 Parte do Modelo lógico do banco de dados de integração. Figura 3- Exemplo de dicionário de dados.

26 Validação das informações. Após conhecer a estrutura do banco de dados de integração, e a área de negócio do ERP estar ciente das informações a serem trocadas, foi executada uma atividade de validação das informações a serem enviadas ao Saga WMS. Esta validação foi feita através de um documento com os códigos SQL que iriam inserir os dados nas tabelas de integração, acompanhado de uma breve explicação de fluxo de processo a ser executado no ERP. Esta atividade de validação teve o objetivo de alinhar o conteúdo dos dados a serem trocados, servindo como uma pré simulação de fluxos de trabalhos no sistema Saga WMS. 3.3 INTEGRAÇÃO DOS DADOS Conhecendo toda a estrutura de integração, foi dado início ao desenvolvimento da solução. Primeiramente foi reavaliado o modelo de integração já apresentado na Figura 1. O bancos de dados de integração e do sistema Saga WMS, são mantidos pela S&A Sistemas. Sendo assim, a sua disponibilidade ficaria fora de controle da Lojas Salfer, além de o sistema Infosalfer ERP ficar dependente da disponibilidade dos bancos de dados de responsabilidade da S&A Sistemas. Como solução foi decidido criar um banco de dados de réplica do banco de dados de integração, porém em SQL Server, que é onde a Lojas Salfer possui profissionais com conhecimentos técnicos para administrá-lo. O banco de dados em SQL Server recebeu o mesmo nome do banco de dados de integração em Oracle, Interface Banco de dados para integração. Com a criação de mais um banco de dados de integração para manter a independência do ERP com relação ao Saga WMS, os bancos de dados foram organizados conforme modelo na Figura 4.

27 13 Figura 4 - Modelo de integração definido pela Salfer S.A. Para a criação da réplica do banco de dados de integração foi utilizado o documento de dicionário de dados, juntamente com o Modelo Lógico do banco de dados fornecido pela S&A Sistemas. Com a criação de uma réplica do banco de dados de integração, surgiu a necessidade de criar um aplicativo para manter os dois bancos de dados de integração integrados. Por se tratar de uma réplica, o MER e o dicionário de dados são os mesmos do banco de dados fornecido pela S&A Sistemas Sincronização de dados Para manter os dois bancos de dados sincronizados, a idéia é que cada alteração feita em um dos bancos de dados seja colocada em uma fila, onde a aplicação de sincronização irá ler esta fila em um determinado tempo, e atualizar a alteração no outro banco de dados. Para isto, tem-se como pré requisito que os dois bancos de dados tenham a mesma estrutura (tabelas, campos, tipo de campo).

28 14 Para representar a fila de sincronização, foi criada uma tabela com o nome SincronizaSaga em cada um dos bancos de dado. Abaixo o modelo representando a tabela SincronizaSaga. Tabela: SincronizaSaga Campo Tipo Aceita nulo? Id Inteiro Não Tabela Texto Não Chave Texto Não Data Data Não DataSincronizado Data Sim Tabela 2 - Modelo tabela SincronizaSaga. O objetivo desta tabela é que a cada alteração em uma das tabelas de um dos dois bancos de dados de integração sofra, seja disparado um trigger que irá alimentar esta tabela SincronizaSaga com o nome da tabela que sofreu alteração, a chave da tabela com seu respectivo valor, e a data de alteração. A figura 4 apresenta como exemplo, um registro pendente de sincronização, onde o campo DataSincronizado está vazio pois ainda não houve sincronização destes registros. Figura 5- Exemplo de um registro na fila de sincronização. Na figura 6 podemos ver o modelo do funcionamento da sincronização dos dados, onde o sincronizador lê os dados da tabela SincronizaSaga de um dos bancos de dados e grava o registro

29 15 em outro banco de dados de acordo com os valores de tabela e chave constado na tabela SincronizaSaga. Figura 6 - Modelo do funcionamento da sincronização. Foi necessário criar um controle para que não fosse gerados sincronização contínua de um mesmo registro, pois seguindo o fluxo normal, entraria em loop eterno de sincronização. Por exemplo, tabela SQL Server recebe atualização, dispara gatilho para colocar em fila na tabela SincronizaSaga, sincronizador lê informação, grava na tabela no banco de dados Oracle, que dispara gatilho para colocar em fila na tabela SincronizaSaga, sincronizador lê informação, grava na tabela de banco de dados SQL Server,... Para criar este controle foi criada uma nova tabela, SincronizaSagaTrigger que irá armazenar a tabela e a chave do registro que está sendo sincronizado no momento, sendo assim quando o registro estiver sendo inserido no destino pela trigger, será verificado na tabela SincronizaSagaTrigger se existe algum registro com o mesmo valor de tabela e chave.se sim, então não irá jogar o registro para fila para nova sincronização de dados. Após inserir o registro no destino, o registro da tabela SincronizaSagaTrigger é excluído.a tabela 3, mostra da tabela SincronizaSagaTrigger. Tabela: SincronizaSagaTrigger Campo Tipo Aceita nulo? Id Inteiro Não

30 16 Tabela Texto Não Chave Texto Não Tabela 3 - Modelo tabela SincronizaSagaTrigger Para todas as tabelas apresentadas no MER mostrado na figura 2, foi criada uma trigger para os eventos de insert e update das tabelas. Nas Figuras 7 e 8 são apresentados os exemplos de triggers que têm a função de colocar o registro recém atualizado na tabela SincronizaSaga, constando o nome da tabela e chave alterada, sempre verificando antes se o registro já não está sendo sincronizado para evitar a sincronização cíclica em uma das tabelas de integração, em Oracle e SQL Server respectivamente. Figura 7 - Exemplo de trigger no banco de dados Oracle.

31 17 Figura 8 - Exemplo de trigger no banco de dados SQL Server Aplicação de sincronização de dados. Depois de criados todos os objetos de banco de dados, foi dado início a construção do Sincronizador. A ferramenta utilizada para desenvolver esse serviço de sincronização de dados foi o Visual Studio 2005 utilizando a linguagem.net C#. O Visual Studio já possui um template de projeto para desenvolvimento de serviços para Windows, bastando apenas implementar o código do programa a ser desenvolvido. Os códigos fontes gerados foram todos cadastrados no gerenciador de versão Microsoft Visual Source Safe. A aplicação funciona respeitando o fluxograma representado no Anexo A. O Visual Studio possibilita que uma aplicação utilize o log de eventos do Windows para escrever seus logs. Na aplicação de sincronização esta integração foi utilizada, fazendo com que qualquer erro, ou informação importante, encontrado na aplicação seja escrito no log de eventos do Windows. A figura 9 apresenta o log gerado quando a aplicação serviço é inicializada.

32 18 Figura 9 - Integração com o Log de eventos do Windows Interface gráfica. Devem-se definir alguns parâmetros para que o sincronizador rode perfeitamente.para configurar esses parâmetros, foi desenvolvido um projeto Windows Form s, para possibilitar a alteração e consulta.estes parâmetros são salvos em um arquivo XML que é consumido pelo sincronizador. Nas Figuras 11 e 12,pode-se ver as imagens do configurador do serviço. Figura 10 - Configurador do banco de dados para o serviço.

33 19 Conforme mostrado na imagem anterior pode-se verificar que as duas primeiras abas servem para identificação do local dos bancos de dados, servidor, usuário, senha, e tempo máximo de resposta do banco de dados, tanto SQL Server como Oracle. Figura 11 - Configurador de , freqüência, e nome do evento no log do Windows. As imagens acima apresentam as configurações de , freqüência de consulta do serviço a fila de sincronização, e ao nome que será dado ao evento para ser visualizado no log de eventos do Windows Instalação Depois de desenvolvido e com os parâmetros configurados, foi feita a instalação do serviço, utilizando um utilitário do framework.net. Devido a aplicação desenvolvida ser uma aplicação do tipo serviço, ao executar o comando InstallUtil no prompt de comando do Windows, a aplicação já é instalada e colocada como um serviço do Windows, conforme Figura 12 e 13 respectivamente.

ESTÁGIO CURRICULAR I e II SISTEMA DE MONITORAMENTO DE TI EM SOFTWARE LIVRE

ESTÁGIO CURRICULAR I e II SISTEMA DE MONITORAMENTO DE TI EM SOFTWARE LIVRE FERNANDO RODRIGO NASCIMENTO GUSE i ESTÁGIO CURRICULAR I e II SISTEMA DE MONITORAMENTO DE TI EM SOFTWARE LIVRE EMPRESA: Globalmind Serviços em Tecnologia da Informação LTDA. SETOR: Infra Estrutura SUPERVISOR:

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR II DESENVOLVIMENTO E ADMINISTRAÇÃO DO BANCO DE DADOS

ESTÁGIO CURRICULAR II DESENVOLVIMENTO E ADMINISTRAÇÃO DO BANCO DE DADOS Bruno Luiz Corbani Garcia ESTÁGIO CURRICULAR II DESENVOLVIMENTO E ADMINISTRAÇÃO DO BANCO DE DADOS EMPRESA: Conceito W SETOR: Banco de Dados SUPERVISOR: Ademir da Cunha Junior ORIENTADOR: Edino Mariano

Leia mais

GILMAR ARAUJO ESTÁGIO CURRICULAR I SUPORTE TI HOSPITALAR

GILMAR ARAUJO ESTÁGIO CURRICULAR I SUPORTE TI HOSPITALAR GILMAR ARAUJO ESTÁGIO CURRICULAR I SUPORTE TI HOSPITALAR EMPRESA: TRÍPLICE CONSULTORIA E SERVIÇOS LTDA. SETOR: INFORMÁTICA SUPERVISOR: RONALDO GUIZARDI ORIENTADOR: VILSON VIEIRA CURSO DE BACHARELADO EM

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR II SUPORTE E MONITORAMENTO

ESTÁGIO CURRICULAR II SUPORTE E MONITORAMENTO THALLES GRESCHECHEN ESTÁGIO CURRICULAR II SUPORTE E MONITORAMENTO EMPRESA: NEOGRID INFORMÁTICA S/A SETOR: SUPORTE E MONITORAMENTO SUPERVISOR: FÁBIO ROBERTO MENDES ORIENTADOR: PROF. GERSON VOLNEY LAGEMANN

Leia mais

CAIO CÉSAR MAYER. ESTÁGIO CURRICULAR I e II DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES WEB EM C#.NET

CAIO CÉSAR MAYER. ESTÁGIO CURRICULAR I e II DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES WEB EM C#.NET CAIO CÉSAR MAYER ESTÁGIO CURRICULAR I e II DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES WEB EM C#.NET EMPRESA: SELBETTI GESTÃO DE DOCUMENTOS SETOR: DESENVOLVIMENTO SUPERVISOR: FABIANO PAUL ORIENTADOR: JORGE MANUEL LAGE

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR I e II CUSTOMIZAÇÃO MNT FROTA

ESTÁGIO CURRICULAR I e II CUSTOMIZAÇÃO MNT FROTA RAFAEL REINERT ESTÁGIO CURRICULAR I e II CUSTOMIZAÇÃO DO MNT FROTA EMPRESA: NG Informática SETOR: Desenvolvimento SUPERVISOR: Rafael Diogo Richter ORIENTADOR: Carlos Norberto Vetorazzi Júnior CURSO DE

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Ponta Grossa 2012 ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Trabalho elaborado pelo

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR II SUPORTE TÉCNICO AOS CLIENTES DO SISTEMA DATASUL BUSINESS INTELLIGENCE

ESTÁGIO CURRICULAR II SUPORTE TÉCNICO AOS CLIENTES DO SISTEMA DATASUL BUSINESS INTELLIGENCE KÁTIA CRISTINA CARDOSO ESTÁGIO CURRICULAR II SUPORTE TÉCNICO AOS CLIENTES DO SISTEMA DATASUL BUSINESS INTELLIGENCE EMPRESA: Futura Soluções em Finanças Ltda. SETOR: Assistência Técnica - Suporte SUPERVISOR:

Leia mais

GILMAR ARAUJO ESTÁGIO CURRICULAR II ANÁLISE E SUPORTE EM TI HOSPITALAR

GILMAR ARAUJO ESTÁGIO CURRICULAR II ANÁLISE E SUPORTE EM TI HOSPITALAR GILMAR ARAUJO ESTÁGIO CURRICULAR II ANÁLISE E SUPORTE EM TI HOSPITALAR EMPRESA: TRÍPLICE CONSULTORIA E SERVIÇOS LTDA. SETOR: INFORMÁTICA SUPERVISOR: RONALDO GUIZARDI ORIENTADOR: VILSON VIEIRA CURSO DE

Leia mais

Bem-vindo à apresentação do SAP Business One.

Bem-vindo à apresentação do SAP Business One. Bem-vindo à apresentação do SAP Business One. Neste tópico, responderemos à pergunta: O que é o Business One? Definiremos o SAP Business One e discutiremos as opções e as plataformas disponíveis para executar

Leia mais

NORMAS DE ESTÁGIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA

NORMAS DE ESTÁGIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA 2015 SUMÁRIO 1 - DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 3 2 - OBJETIVO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO... 3 3 - ACOMPANHAMENTO E ORGANIZAÇÃO DO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO... 4 4 - EXEMPLO DE ÁREAS PARA REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO...

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR INTEGRAÇÃO DE BANCO DE DADOS MICROVIXERP

ESTÁGIO CURRICULAR INTEGRAÇÃO DE BANCO DE DADOS MICROVIXERP Bruno Luiz Corbani Garcia ESTÁGIO CURRICULAR INTEGRAÇÃO DE BANCO DE DADOS MICROVIXERP EMPRESA: Microvix SETOR: Banco de Dados SUPERVISOR: Dalton Dhiergo Fernandes ORIENTADOR: Alexandre Parra Silva Carneiro

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR I E II ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA DE ESTOQUE E INTEGRAÇÃO ENTRE O SISTEMA DE ESTOQUE E HELPDESK

ESTÁGIO CURRICULAR I E II ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA DE ESTOQUE E INTEGRAÇÃO ENTRE O SISTEMA DE ESTOQUE E HELPDESK DOUGLAS PADILHA ESTÁGIO CURRICULAR I E II ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA DE ESTOQUE E INTEGRAÇÃO ENTRE O SISTEMA DE ESTOQUE E HELPDESK EMPRESA: UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA SETOR: COORDENADORIA

Leia mais

DUAS RODAS DESENVOLVE PORTAL COLABORATIVO E ELIMINA PROCESSOS EM PAPEL. Case de Sucesso

DUAS RODAS DESENVOLVE PORTAL COLABORATIVO E ELIMINA PROCESSOS EM PAPEL. Case de Sucesso DUAS RODAS DESENVOLVE PORTAL COLABORATIVO E ELIMINA PROCESSOS EM PAPEL PERFIL Em 1925, surgiu a primeira fábrica de óleos essenciais do Brasil, em Jaraguá do Sul - SC. A autenticidade, a qualidade de seus

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR FABRA GUIA DE APRESENTAÇÃO DA MATÉRIA ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR FABRA GUIA DE APRESENTAÇÃO DA MATÉRIA ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CENTRO DE ENSINO SUPERIOR FABRA GUIA DE APRESENTAÇÃO DA MATÉRIA ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Serra 2013 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 OBJETIVOS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO.... 4 ACOMPANHAMENTO

Leia mais

Declaração do Escopo do Projeto. SysTrack

Declaração do Escopo do Projeto. SysTrack Declaração do Escopo do Projeto SysTrack Nome do Projeto: SysTrack Versão do Documento: 1.0 Elaborado por: André Ricardo, André Luiz, Daniel Augusto, Diogo Henrique, João Ricardo e Roberto Depollo. Revisado

Leia mais

JACIARA DA SILVA ESTÁGIO CURRICULAR I E II. Reestruturação do Portal Intranet da Integral Informática em SharePoint

JACIARA DA SILVA ESTÁGIO CURRICULAR I E II. Reestruturação do Portal Intranet da Integral Informática em SharePoint JACIARA DA SILVA ESTÁGIO CURRICULAR I E II Reestruturação do Portal Intranet da Integral Informática em SharePoint EMPRESA: INTEGRAL INFORMÁTICA SETOR: DESENVOLVIMENTO SUPERVISOR: LUIZ FERNANDO RAMOS ORIENTADOR:

Leia mais

Fox Gerenciador de Sistemas

Fox Gerenciador de Sistemas Fox Gerenciador de Sistemas Índice 1. FOX GERENCIADOR DE SISTEMAS... 4 2. ACESSO AO SISTEMA... 5 3. TELA PRINCIPAL... 6 4. MENU SISTEMAS... 7 5. MENU SERVIÇOS... 8 5.1. Ativação Fox... 8 5.2. Atualização

Leia mais

ALEXANDRE SCHEMES ESTÁGIO CURRICULAR II RELATÓRIO DE ATIVIDADES REALIZADAS PROJETO LAYOUTS FLEXÍVEIS

ALEXANDRE SCHEMES ESTÁGIO CURRICULAR II RELATÓRIO DE ATIVIDADES REALIZADAS PROJETO LAYOUTS FLEXÍVEIS ALEXANDRE SCHEMES ESTÁGIO CURRICULAR II RELATÓRIO DE ATIVIDADES REALIZADAS PROJETO LAYOUTS FLEXÍVEIS EMPRESA: Gesplan S.A. SETOR: Desenvolvimento SUPERVISOR: Jane Frankowiak ORIENTADOR: Marco Antonio Torrez

Leia mais

COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO KIT ALUNO ESTÁGIO PASSO A PASSO

COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO KIT ALUNO ESTÁGIO PASSO A PASSO COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO KIT ALUNO ESTÁGIO PASSO A PASSO Maceió/2014 1º PASSO: PREENCHIMENTO DO CADASTRO DO ALUNO COORDENAÇÃO DE ESTÁGIOS CADASTRO DO ALUNO Curso: Período que Cursa: Matrícula: Nome Completo:

Leia mais

1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino

1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino 1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino O SIE é um sistema aplicativo integrado, projetado segundo uma arquitetura multicamadas, cuja concepção funcional privilegiou as exigências da Legislação

Leia mais

FLUXO DE CAIXA: Módulo BI (Business Intelligence)

FLUXO DE CAIXA: Módulo BI (Business Intelligence) RELATÓRIO DE ESTÁGIO: Tânia Cristina Leite RA: 046567 Orientador: Prof. Dr. Aurelio Ribeiro Leite de Oliveira FLUXO DE CAIXA: Módulo BI (Business Intelligence) Universidade Estadual de Campinas Instituto

Leia mais

Administração de Sistemas Operacionais Windows Server 2003. Professor Claudio Damasceno

Administração de Sistemas Operacionais Windows Server 2003. Professor Claudio Damasceno Administração de Sistemas Operacionais Windows Server 2003 Professor Claudio Damasceno Conteúdo Programático Introdução Hardware x Sistema Operacional Instalação do Windows Server 2003 Administração de

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR I DETALHAMENTO DAS ATIVIDADES REALIZADAS DURANTE O ESTÁGIO CURRICULAR NA OPENCORE TECNOLOGIA EM SOFTWARE

ESTÁGIO CURRICULAR I DETALHAMENTO DAS ATIVIDADES REALIZADAS DURANTE O ESTÁGIO CURRICULAR NA OPENCORE TECNOLOGIA EM SOFTWARE BRUNO PEREIRA DAMASCENO ESTÁGIO CURRICULAR I DETALHAMENTO DAS ATIVIDADES REALIZADAS DURANTE O ESTÁGIO CURRICULAR NA OPENCORE TECNOLOGIA EM SOFTWARE EMPRESA: OPENCORE TECNOLOGIA EM SOFTWARE SETOR: DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Implementação de BD. Banco de dados relacional. Elementos que compõem o banco de dados CAMPO REGISTRO TABELA. Paulo Damico MDK Informática Ltda.

Implementação de BD. Banco de dados relacional. Elementos que compõem o banco de dados CAMPO REGISTRO TABELA. Paulo Damico MDK Informática Ltda. Implementação de BD Banco de dados relacional Elementos que compõem o banco de dados CAMPO REGISTRO TABELA Implementação de BD CAMPO O elemento campo é a menor unidade de armazenamento de um banco de dados

Leia mais

AGORA ORACLE AO SEU ALCANCE

AGORA ORACLE AO SEU ALCANCE A performance que você necessita no preço que você quer! Agora, produtos de infra-estrutura tecnológica ao seu alcance. Existem alternativas que proporcionam às pequenas e médias empresa permanecerem no

Leia mais

Integração de Dados Plataforma Hub Magento E-Commerce

Integração de Dados Plataforma Hub Magento E-Commerce Integração de Dados Plataforma Hub Magento E-Commerce Facilitando Negócios Conectando softwares com Magento Plataforma de E-Commerce Integração de Dados Plataforma Hub Magento E-Commerce Este documento

Leia mais

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server Noções de 1 Considerações Iniciais Basicamente existem dois tipos de usuários do SQL Server: Implementadores Administradores 2 1 Implementadores Utilizam o SQL Server para criar e alterar base de dados

Leia mais

Sistema de Armazenamento de Dados Eleitorais - SisElege

Sistema de Armazenamento de Dados Eleitorais - SisElege Faculdade de Tecnologia Senac DF Sistema de Armazenamento de Dados Eleitorais - SisElege Documento de Visão Versão 4.0 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 05/09/2014 1.0 Versão Inicial do

Leia mais

Softwares de Sistemas e de Aplicação

Softwares de Sistemas e de Aplicação Fundamentos dos Sistemas de Informação Softwares de Sistemas e de Aplicação Profª. Esp. Milena Resende - milenaresende@fimes.edu.br Visão Geral de Software O que é um software? Qual a função do software?

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR I e II AUTOMATIZAÇÃO DO PROCESSO DE GESTÃO DE CONTRATOS DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA

ESTÁGIO CURRICULAR I e II AUTOMATIZAÇÃO DO PROCESSO DE GESTÃO DE CONTRATOS DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA CLAUDIA MATTOS IZIDORO ESTÁGIO CURRICULAR I e II AUTOMATIZAÇÃO DO PROCESSO DE GESTÃO DE CONTRATOS DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA EMPRESA: INTEGRAL INFORMÁTICA SETOR: DESENVOLVIMENTO SUPERVISOR: MAURO GONÇALVES

Leia mais

M a n u a l d o R e c u r s o Q m o n i t o r

M a n u a l d o R e c u r s o Q m o n i t o r M a n u a l d o R e c u r s o Q m o n i t o r i t i l advanced Todos os direitos reservados à Constat. Uso autorizado mediante licenciamento Qualitor Porto Alegre RS Av. Ceará, 1652 São João 90240-512

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR I e II PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE FERRAMENTA QUE PERMITE VERIFICAR A RELAÇÃO ENTRE PERFIL DE EMPRESA E

ESTÁGIO CURRICULAR I e II PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE FERRAMENTA QUE PERMITE VERIFICAR A RELAÇÃO ENTRE PERFIL DE EMPRESA E Guilherme Alexandre Sant'Ana ESTÁGIO CURRICULAR I e II PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE FERRAMENTA QUE PERMITE VERIFICAR A RELAÇÃO ENTRE PERFIL DE EMPRESA E MODELO DE PROCESSO DE SOFTWARE EMPRESA: UNIVERSIDADE

Leia mais

01 Analista de TI sênior. Local de trabalho: Campinas (disponibilidade para viagens)

01 Analista de TI sênior. Local de trabalho: Campinas (disponibilidade para viagens) Oportunidades de trabalho na CCM7 01 Analista de TI sênior (disponibilidade para viagens) Responsável pela manutenção e controle dos hardwares e softwares da organização; Projetar e prestar manutenção

Leia mais

INTERESSADOS DEVERÃO CADASTRAR CURRICULO NO SITE www.superato.com.br. TÉCNICO EM INFORMÁTICA

INTERESSADOS DEVERÃO CADASTRAR CURRICULO NO SITE www.superato.com.br. TÉCNICO EM INFORMÁTICA INTERESSADOS DEVERÃO CADASTRAR CURRICULO NO SITE www.superato.com.br. TÉCNICO EM INFORMÁTICA Estamos selecionando para CECRED - Cooperativa de Crédito de Blumenau. Cursando Sistemas da Informação ou Ciências

Leia mais

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 PROSPERE NA NOVA ECONOMIA A SPEKTRUM SUPORTA A EXECUÇÃO DA SUA ESTRATÉGIA Para as empresas que buscam crescimento

Leia mais

Plug and play options, integrating systems Opções de plug and play, integrando sistemas Flavio de Nadai

Plug and play options, integrating systems Opções de plug and play, integrando sistemas Flavio de Nadai Plug and play options, integrating systems Opções de plug and play, integrando sistemas Flavio de Nadai Plug & Play Options Integrating Systems Flávio De Nadai Desenvolvimento de Negócios Utilities & Telecom

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR I E II ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE CHAMADOS NO MÓDULO LOGIX TMS POR INCONFORMIDADES OU ALTERAÇÕES NA LEGISLAÇÃO VIGENTE.

ESTÁGIO CURRICULAR I E II ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE CHAMADOS NO MÓDULO LOGIX TMS POR INCONFORMIDADES OU ALTERAÇÕES NA LEGISLAÇÃO VIGENTE. ANDRÉ LUIZ CUSTÓDIO ESTÁGIO CURRICULAR I E II ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE CHAMADOS NO MÓDULO LOGIX TMS POR INCONFORMIDADES OU ALTERAÇÕES NA LEGISLAÇÃO VIGENTE. EMPRESA: TOTVS S.A SETOR: SUSTENTAÇÃO /

Leia mais

A sua empresa em contato com o mundo. Ferramenta de envio de SMS

A sua empresa em contato com o mundo. Ferramenta de envio de SMS A sua empresa em contato com o mundo Ferramenta de envio de SMS A Talktelecom Líder na América Latina em telefonia computadorizada Compete no mercado desde 1992 com soluções em telecomunicações Em plena

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR I e II DESENVOLVIMENTO E ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS

ESTÁGIO CURRICULAR I e II DESENVOLVIMENTO E ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS THAYZE MAINKA NAIZER ESTÁGIO CURRICULAR I e II DESENVOLVIMENTO E ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS EMPRESA: Linx Sistemas e Consultoria Ltda (Unidade Microvix) SETOR: Banco de Dados SUPERVISOR: Dalton Dhiergo

Leia mais

ANDREY DE SANTANA SILVA ESTÁGIO CURRICULAR ARMAZENAGEM

ANDREY DE SANTANA SILVA ESTÁGIO CURRICULAR ARMAZENAGEM ANDREY DE SANTANA SILVA ESTÁGIO CURRICULAR ARMAZENAGEM EMPRESA: MTM Sistemas SETOR: Desenvolvimento SUPERVISOR: João Carlos Borges de Souza ORIENTADOR: Carlos Noberto Vetorazzi Junior CURSO DE BACHARELADO

Leia mais

Asset Inventory Service (AIS)

Asset Inventory Service (AIS) Asset Inventory Service (AIS) Última revisão feita em 02 de Setembro de 2008. Objetivo Neste artigo veremos detalhes sobre o Asset Inventory Service (AIS), um serviço disponível através do System Center

Leia mais

INTERESSADOS ENVIAR CURRÍCULO E PRETENSÃO SALARIAL PARA rebeca@holdenrh.com.br/vanessa@holdenrh.com.br

INTERESSADOS ENVIAR CURRÍCULO E PRETENSÃO SALARIAL PARA rebeca@holdenrh.com.br/vanessa@holdenrh.com.br INTERESSADOS ENVIAR CURRÍCULO E PRETENSÃO SALARIAL PARA rebeca@holdenrh.com.br/vanessa@holdenrh.com.br Vagas Holden TI: Analista de Desenvolvimento Java Sênior Consultor SAP FI DBA SQL Server DBA Oracle

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR I e II DESENVOLVIMENTO, SUPORTE E ATENDIMENTO A PROGRAMAS ESPECÍFICOS PARA O ERP- DATASUL

ESTÁGIO CURRICULAR I e II DESENVOLVIMENTO, SUPORTE E ATENDIMENTO A PROGRAMAS ESPECÍFICOS PARA O ERP- DATASUL 1 NAJARA SILVANA MUCHON ESTÁGIO CURRICULAR I e II DESENVOLVIMENTO, SUPORTE E ATENDIMENTO A PROGRAMAS ESPECÍFICOS PARA O ERP- DATASUL EMPRESA: TNG SERVIÇOS DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO DE PROGRAMAS DE COMPUTADOR

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR I e II APRIMORAMENTO E MANUTENÇÃO DO SOFTWARE DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇO

ESTÁGIO CURRICULAR I e II APRIMORAMENTO E MANUTENÇÃO DO SOFTWARE DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇO EDUARDO KONESKI WESTPHAL ESTÁGIO CURRICULAR I e II APRIMORAMENTO E MANUTENÇÃO DO SOFTWARE DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇO EMPRESA: Conceito W SETOR: Desenvolvimento SUPERVISOR: José Alberto Nishi

Leia mais

ÍNDICE. Apresentação do produto Impacto no negócios Telas do sistemamódulos do sistema Mobilize Stock Mobilize Store A Handcom Contato

ÍNDICE. Apresentação do produto Impacto no negócios Telas do sistemamódulos do sistema Mobilize Stock Mobilize Store A Handcom Contato ÍNDICE Apresentação do produto Impacto no negócios Telas do sistemamódulos do sistema Mobilize Stock Mobilize Store A Handcom Contato Apresentação do produto O Mobilize é uma solução mobile modular para

Leia mais

A IFOUR ÁREAS DE ATUAÇÃO

A IFOUR ÁREAS DE ATUAÇÃO A IFOUR Fundada em 2000, a ifour Sistemas conta com sedes em Viçosa e Muriaé. Atua no desenvolvimento de soluções completas para gestão empresarial (automação), envolvendo software e equipamentos para

Leia mais

versa A solução definitiva para o mercado livreiro. Aumente a eficiência de seu negócio Tenha uma solução adequada para cada segmento

versa A solução definitiva para o mercado livreiro. Aumente a eficiência de seu negócio Tenha uma solução adequada para cada segmento Aumente a eficiência de seu negócio O Versa é um poderoso software de gestão de negócios para editoras, distribuidoras e livrarias. Acessível e amigável, o sistema foi desenvolvido especificamente para

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR DESENVOLVIMENTO DE CONTROLE DE ESTOQUE

ESTÁGIO CURRICULAR DESENVOLVIMENTO DE CONTROLE DE ESTOQUE VALTER JOSÉ ZIMMERMANN JÚNIOR ESTÁGIO CURRICULAR DESENVOLVIMENTO DE CONTROLE DE ESTOQUE EMPRESA: MALVA CONFECÇÕES IND. E COM. LTDA. SETOR: INFORMÁTICA SUPERVISOR: MARLUCE ZIMMERMANN ORIENTADOR: JORGE FERNANDES

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS ALEXANDRE PRADO BARBOSA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Ponta Grossa 2012 ALEXANDRE PRADO BARBOSA Relatório

Leia mais

Tecnologia gerando valor para a sua clínica.

Tecnologia gerando valor para a sua clínica. Aumente a eficiência de seu negócio O sclínica é a ferramenta ideal para a gestão de clínicas de diagnóstico. Desenvolvido a partir das necessidades específicas deste mercado, oferece uma interface inteligente,

Leia mais

Lucas Nascimento Santos

Lucas Nascimento Santos Lucas Nascimento Santos Mobile Application Developer lucassantoos56@gmail.com Resumo Lucas Nascimento Santos (@ll_ucasn), engenheiro de software. Estudante de Ciência da Computação na Universidade Salvador

Leia mais

Data Warehousing Visão Geral do Processo

Data Warehousing Visão Geral do Processo Data Warehousing Visão Geral do Processo Organizações continuamente coletam dados, informações e conhecimento em níveis cada vez maiores,, e os armazenam em sistemas informatizados O número de usuários

Leia mais

Sistemas de Informação

Sistemas de Informação Sistemas de Informação Informação no contexto administrativo Graduação em Redes de Computadores Prof. Rodrigo W. Fonseca SENAC FACULDADEDETECNOLOGIA PELOTAS >SistemasdeInformação SENAC FACULDADEDETECNOLOGIA

Leia mais

Principais diferenciais do Office 365

Principais diferenciais do Office 365 Guia de compras O que é? é um pacote de soluções composto por software e serviços, conectados à nuvem, que fornece total mobilidade e flexibilidade para o negócio. Acessível de qualquer dispositivo e qualquer

Leia mais

GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS

GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS Graduação PROCESSOS GERENCIAIS 1.675 HORAS Prepara os estudantes para o empreendedorismo e para a gestão empresarial. Com foco nas tendências

Leia mais

Workflow como Proposta de. Workflow. O Gerenciamento de Processos. Prof. Roquemar Baldam roquemar@pep.ufrj.br

Workflow como Proposta de. Workflow. O Gerenciamento de Processos. Prof. Roquemar Baldam roquemar@pep.ufrj.br Workflow como Proposta de Automação Flexível O Gerenciamento de Processos Planejamento do BPM Diretrizes e Especificações Seleção de processo críticos Alinhamento de processos à estratégia www.iconenet.com.br

Leia mais

Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning

Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning www.pwi.com.br 1 Volpe Enterprise Resource Planning Este manual não pode, em parte ou no seu todo, ser copiado, fotocopiado,

Leia mais

Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC Centro de Ciências Tecnológicas CCT Engenharia de Produção e Sistemas Sistemas de Informação (SIN)

Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC Centro de Ciências Tecnológicas CCT Engenharia de Produção e Sistemas Sistemas de Informação (SIN) Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC Centro de Ciências Tecnológicas CCT Engenharia de Produção e Sistemas Sistemas de Informação (SIN) SISTEMAS COM ERP Profº Adalberto J. Tavares Vieira ERP

Leia mais

Naturalidade: São Paulo. E-mail: oliveiracef@gmail.com. Coordenação, supervisão, governança de TI, gerenciamento de projetos.

Naturalidade: São Paulo. E-mail: oliveiracef@gmail.com. Coordenação, supervisão, governança de TI, gerenciamento de projetos. CURRICULUM VITAE Carlos Eduardo Francisco de Oliveira Av. Interlagos, 1585 Cep 04661-100 - Jd. Umuarama - SP Tel.Res.: (11) 2369-0048 / (11) 5927-6964 Tel.Cel.: (11) 9 8950-0892 Idade: 45 anos Estado Civil:

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DE RECURSOS HUMANOS

SISTEMA INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DE RECURSOS HUMANOS Agregue agilidade e transparência aos seus processos de Departamento Pessoal O GRH é um sistema completo de Administração de Pessoal que permite controlar

Leia mais

A Talktelecom. Líder na América Latina. soluções em telecomunicações. pequenas, médias e grandes empresas. em telefonia computadorizada

A Talktelecom. Líder na América Latina. soluções em telecomunicações. pequenas, médias e grandes empresas. em telefonia computadorizada A Talktelecom Líder na América Latina em telefonia computadorizada Compete no mercado desde 1992 com soluções em telecomunicações Em plena sintonia com as novas tendências, continuamente desenvolve soluções

Leia mais

? O SQL SERVER é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional que foi desenvolvido inicialmente pela Microsoft em parceria com a Sybase.

? O SQL SERVER é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional que foi desenvolvido inicialmente pela Microsoft em parceria com a Sybase. ? O SQL SERVER é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional que foi desenvolvido inicialmente pela Microsoft em parceria com a Sybase.? Desde de 1994, a Microsoft lança versões do SQL SERVER

Leia mais

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 ArpPrintServer Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 1 Sumário INTRODUÇÃO... 3 CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO SISTEMA... 3 REQUISITOS DE SISTEMA... 4 INSTALAÇÃO

Leia mais

Soluções de Tecnologia da Informação

Soluções de Tecnologia da Informação Soluções de Tecnologia da Informação Software Corporativo ERP ProdelExpress Diante da nossa ampla experiência como fornecedor de tecnologia, a PRODEL TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO oferece aos seus clientes

Leia mais

Manual de Instalação, Administração e Uso do Sistema Elétric

Manual de Instalação, Administração e Uso do Sistema Elétric Manual de Instalação, Administração e Uso do Sistema Elétric Versão 1.0 Autores Bruna Cirqueira Mariane Dantas Milton Alves Robson Prioli Nova Odessa, 10 de Setembro de 2013 Sumário Apoio 1. Licença deste

Leia mais

Consultoria em TI PARA LIBERDADE, NÃO TEM PORQUÊ. TEM SOLICON.

Consultoria em TI PARA LIBERDADE, NÃO TEM PORQUÊ. TEM SOLICON. Consultoria em TI PARA LIBERDADE, NÃO TEM PORQUÊ. TEM SOLICON. Portifólio Missão Atender as necessidades de nossos clientes e garantir o retorno de seus investimentos, implementando os melhores serviços

Leia mais

LSoft SGC Gestão Empresarial

LSoft SGC Gestão Empresarial LSoft SGC Gestão Empresarial O LSoft SGC é um sistema de gestão dinâmico, eficiente e flexível idealizado para atender diversos segmentos de indústrias, comércios e serviços. O objetivo principal é tornar

Leia mais

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br Soluções em Software para Medicina Diagnóstica www.digitalmed.com.br NOTA DE AGRADECIMENTO Primeiramente, agradecemos pela sua receptividade em conhecer as nossas soluções, afinal, é sempre uma imensa

Leia mais

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Tecnologia da Informação. O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

Projeto 4D: Gerenciamento e Simulação de projetos industriais com o Autodesk Navisworks

Projeto 4D: Gerenciamento e Simulação de projetos industriais com o Autodesk Navisworks Projeto 4D: Gerenciamento e Simulação de projetos industriais com o Autodesk Navisworks Diego de Oliveira Potapczuk teewe Serão apresentadas as soluções desenvolvidas pela teewe sobre a plataforma do Navisworks,

Leia mais

FELIPE NUNES ESTÁGIO CURRICULAR II DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA ERP VIA WEB

FELIPE NUNES ESTÁGIO CURRICULAR II DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA ERP VIA WEB i FELIPE NUNES ESTÁGIO CURRICULAR II DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA ERP VIA WEB EMPRESA: P&P INFORMÁTICA LTDA. SETOR: DESENVOLVIMENTO SUPERVISOR: MAURÍCIO PENSKY ORIENTADOR: FABIANO BALDO CURSO: BACHARELADO

Leia mais

DESCRIÇÃO DA PLATAFORMA

DESCRIÇÃO DA PLATAFORMA DESCRIÇÃO DA PLATAFORMA Descrição da plataforma A efaculdade é uma plataforma de aprendizagem a distância, desenvolvida por profissionais brasileiros com o intuito de atender às necessidades de nossas

Leia mais

WMS - Warehouse Management System

WMS - Warehouse Management System Sistema de Gestão Empresarial LUSANA SOUZA NATÁLIA BATUTA MARIA DAS GRAÇAS TATIANE ROCHA GTI V Matutino Prof.: Itair Pereira Sumário 1. INTRODUÇÃO... 2 2. WMS... 2 3. SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO... 2 4. POLÍTICA

Leia mais

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software EMPRESA PERSONAL LAPTOP S SISTEMA INTEGRADO COMERCIAL

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software EMPRESA PERSONAL LAPTOP S SISTEMA INTEGRADO COMERCIAL Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software EMPRESA PERSONAL LAPTOP S SISTEMA INTEGRADO COMERCIAL EDILBERTO SILVA, CLEYCIONE (9245) 2, JONATHAN CAVALCANTE (9288) 2, MARCELO GOMES (9240) 2, NILTON

Leia mais

Manual Easy Chat Data de atualização: 20/12/2010 16:09 Versão atualizada do manual disponível na área de download do software.

Manual Easy Chat Data de atualização: 20/12/2010 16:09 Versão atualizada do manual disponível na área de download do software. 1 - Sumário 1 - Sumário... 2 2 O Easy Chat... 3 3 Conceitos... 3 3.1 Perfil... 3 3.2 Categoria... 4 3.3 Ícone Específico... 4 3.4 Janela Específica... 4 3.5 Ícone Geral... 4 3.6 Janela Geral... 4 4 Instalação...

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Produto: n-mf Xerox Versão do produto: 4.7 Autor: Bárbara Vieira Souza Versão do documento: 1 Versão do template: Data: 09/04/01 Documento destinado a: Parceiros NDDigital, técnicos

Leia mais

A revolução tecnológica dos sistemas de gestão empresarial

A revolução tecnológica dos sistemas de gestão empresarial A revolução tecnológica dos sistemas de gestão empresarial Uma nova era se inicia Nosso objetivo é apresentar um nova era de oferta de soluções de sistemas de gestão empresarial. Para isso, vamos relembrar

Leia mais

RESUMO DA SOLUÇÃO CA ERwin Modeling. Como eu posso gerenciar a complexidade dos dados e aumentar a agilidade dos negócios?

RESUMO DA SOLUÇÃO CA ERwin Modeling. Como eu posso gerenciar a complexidade dos dados e aumentar a agilidade dos negócios? RESUMO DA SOLUÇÃO CA ERwin Modeling Como eu posso gerenciar a complexidade dos dados e aumentar a agilidade dos negócios? O CA ERwin Modeling fornece uma visão centralizada das principais definições de

Leia mais

Versão 1 Mkt Salvador 17.10.12

Versão 1 Mkt Salvador 17.10.12 Versão 1 Mkt Salvador 17.10.12 NÓS CUIDAMOS DOS PROCESSOS. VOCÊ CUIDA DOS NEGÓCIOS. NÓS CUIDAMOS DOS PROCESSOS. Mais de 10 anos de atuação. Empresa mais premiada do setor. Consolidada e com experiência

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA TÍTULO: Termo de Referência para contratação de ferramenta case de AD. GECOQ Gerência de Controle e Qualidade 1/9

TERMO DE REFERÊNCIA TÍTULO: Termo de Referência para contratação de ferramenta case de AD. GECOQ Gerência de Controle e Qualidade 1/9 TÍTULO: ASSUNTO: GESTOR: TERMO DE REFERÊNCIA Termo de Referência para contratação de ferramenta case de AD DITEC/GECOQ Gerência de Controle e Qualidade ELABORAÇÃO: PERÍODO: GECOQ Gerência de Controle e

Leia mais

INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa

INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa ACESSE Informações corporativas a partir de qualquer ponto de Internet baseado na configuração

Leia mais

Plano de Ensino. Apresentação da Unidade Curricular

Plano de Ensino. Apresentação da Unidade Curricular Plano de Ensino Plano de Ensino Apresentação da Unidade Curricular o Funcionamento, arquitetura e conceitos fundamentais dos bancos de dados relacionais e objeto relacionais. Utilização de linguagem DDL

Leia mais

Aplicação Prática de Lua para Web

Aplicação Prática de Lua para Web Aplicação Prática de Lua para Web Aluno: Diego Malone Orientador: Sérgio Lifschitz Introdução A linguagem Lua vem sendo desenvolvida desde 1993 por pesquisadores do Departamento de Informática da PUC-Rio

Leia mais

SISTEMA DE SOLUÇÕES PARA GESTÃO DE CLÍNICAS DE DIAGNÓSTICO POR IMAGENS

SISTEMA DE SOLUÇÕES PARA GESTÃO DE CLÍNICAS DE DIAGNÓSTICO POR IMAGENS SISTEMA DE SOLUÇÕES PARA GESTÃO DE CLÍNICAS DE DIAGNÓSTICO POR IMAGENS OBJETIVO DA SOLUÇÃO GERCLIM WEB A solução GERCLIM WEB tem por objetivo tornar as rotinas administrativas e profissionais de sua clínica,

Leia mais

ORGANIZAÇÕES VIRTUAIS

ORGANIZAÇÕES VIRTUAIS Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC Centro de Ciências Tecnológicas CCT Engenharia de Produção e Sistemas Sistemas de Informação (SIN) ORGANIZAÇÕES VIRTUAIS Profº Adalberto J. Tavares Vieira

Leia mais

Projeto da MCassab suscita novo ambiente para portabilidade, agilidade e informação

Projeto da MCassab suscita novo ambiente para portabilidade, agilidade e informação Projeto da MCassab suscita novo ambiente para portabilidade, agilidade e informação Perfil Recém-chegados ao Brasil, os libaneses João Pedro Cassab, Elias Cassab e Mansur Cassab fundaram a empresa João

Leia mais

FERRAMENTAS PARA DESENVOLVIMENTO EM C#

FERRAMENTAS PARA DESENVOLVIMENTO EM C# FERRAMENTAS PARA DESENVOLVIMENTO EM C# Camila Sanches Navarro 1,2, Wyllian Fressatti 2 ¹Universidade paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil sanchesnavarro@gmail.com wyllian@unipar.br Resumo. Este artigo

Leia mais

SUPORTE, MANUTENÇÕES E MELHORIAS NOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DA FEDERAÇÃO DAS UNIMEDS DO ESTADO DE SANTA CATARINA

SUPORTE, MANUTENÇÕES E MELHORIAS NOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DA FEDERAÇÃO DAS UNIMEDS DO ESTADO DE SANTA CATARINA CLAYTON IVAN MENDES ESTÁGIO CURRICULAR I e II SUPORTE, MANUTENÇÕES E MELHORIAS NOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DA FEDERAÇÃO DAS UNIMEDS DO ESTADO DE SANTA CATARINA EMPRESA: FEDERAÇÃO DAS UNIMEDS DO ESTADO DE

Leia mais

Ferramenta Colaborativa para Groupware

Ferramenta Colaborativa para Groupware Ferramenta Colaborativa para Groupware Rodolpho Brock UFSC Universidade Federal de Santa Catarina INE Deparrtamento de Informática e Estatística Curso de Graduação em Sistema de Informação rbrock@inf.ufsc.br

Leia mais

Autores/Grupo: TULIO, LUIS, FRANCISCO e JULIANO. Curso: Gestão da Tecnologia da Informação. Professor: ITAIR PEREIRA DA SILVA GESTÃO DE PESSOAS

Autores/Grupo: TULIO, LUIS, FRANCISCO e JULIANO. Curso: Gestão da Tecnologia da Informação. Professor: ITAIR PEREIRA DA SILVA GESTÃO DE PESSOAS Autores/Grupo: TULIO, LUIS, FRANCISCO e JULIANO Curso: Gestão da Tecnologia da Informação Professor: ITAIR PEREIRA DA SILVA GESTÃO DE PESSOAS ORGANOGRAMA FUNCIANOGRAMA DESENHO DE CARGO E TAREFAS DO DESENVOLVEDOR

Leia mais

Curso de Engenharia. Formação Geral 1º e 2º anos

Curso de Engenharia. Formação Geral 1º e 2º anos Curso de Engenharia Formação Geral 1º e 2º anos DISCIPLINA 1º Bimestre Introdução à Engenharia Informática Matemática Produção de Textos 2º Bimestre Cálculo I Física I Inglês Metodologia Científica 3º

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR II DESENVOLVIMENTO DO MÓDULO MICROVIX NF-E

ESTÁGIO CURRICULAR II DESENVOLVIMENTO DO MÓDULO MICROVIX NF-E MARCOS VINICIUS KAPP ESTÁGIO CURRICULAR II DESENVOLVIMENTO DO MÓDULO MICROVIX NF-E EMPRESA: Microvix S/A SETOR: Desenvolvimento SUPERVISOR: Dalton Dhiergo Fernandes ORIENTADOR: Salvador Antonio dos Santos

Leia mais

Quem estiver interessado favor mandar currículo para sabrina.rodrigues@neogrid.com. As vagas são as seguintes: *Analista de BI (2 vagas)*

Quem estiver interessado favor mandar currículo para sabrina.rodrigues@neogrid.com. As vagas são as seguintes: *Analista de BI (2 vagas)* Quem estiver interessado favor mandar currículo para sabrina.rodrigues@neogrid.com. As vagas são as seguintes: *Analista de BI (2 vagas)* Buscamos candidatos com interesse e experiência na área de desenvolvimento,

Leia mais

Dicas para implantação do Autodesk Vault para pequenas e médias empresas

Dicas para implantação do Autodesk Vault para pequenas e médias empresas Dicas para implantação do Autodesk Vault para pequenas e médias empresas Rodrigo Tito Nova CS Informática Cristiano Oliveira ConsultCAD É sabido por todos que hoje, o processo de desenvolvimento do produto

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE INFORMÁTICA

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE INFORMÁTICA REGULAMENTO DO NÚCLEO DE INFORMÁTICA Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 31/13, de 21/08/13. CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Este regulamento dispõe especificamente do Núcleo de Informática

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA DÉBORA DE MEIRA PADILHA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA DÉBORA DE MEIRA PADILHA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA DÉBORA DE MEIRA PADILHA PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO DO SOFTWARE PERGAMUM NA ESCOLA BÁSICA DR. PAULO FONTES Florianópolis

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE ENGENHARIA DE SOFTWARE, BACHARELADO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das disposições gerais O presente

Leia mais