Páginas 02 e 03 Fórum objetiva reunir principais agentes, profissionais e entidades do setor de transporte marítimo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Páginas 02 e 03 Fórum objetiva reunir principais agentes, profissionais e entidades do setor de transporte marítimo"

Transcrição

1 Danilo Queiroz participa de cerimônia de assinatura de Termo de Irmanamento na China pág.06 Páginas 02 e 03 Fórum objetiva reunir principais agentes, profissionais e entidades do setor de transporte marítimo pág.03 Começa em dezembro a temporada de transatlânticos no porto de Vitória pág.05 Codesa contribui com formação universitária pág.04

2 Codesa recebe três novas Licenças Ambientais A Companhia Docas do Espírito Santo, CODESA, acaba de receber do IEMA, Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, três licenças ambientais que proporcionarão um aumento de atividades do berço 905, no cais de Paul, e significam um grande passo para a obtenção da Licença de Operação para as obras de dragagem e derrocagem da baía de Vitória. A Licença Ambiental de Regularização (LAR), documento que estabelece condições, restrições e medidas de controle ambiental para empresas, instalações ou empreendimentos, regulariza ambientalmente o berço 905, que fica liberado para movimentação de granéis sólidos, além do ferro gusa, através de um termo de compromisso ambiental. Já a Licença de Instalação (LI), que especifica as obrigações da Codesa em medidas que diminuam os impactos ambientais na obra, é mais um passo para viabilizar ambientalmente os trabalhos de dragagem e derrocagem do porto, que estão em processo licitatório pela SEP - Secretaria Especial de Portos. Terminal de Peiú - cais de Paul IV Seminário Interno promovido pela SEP Ministro Pedro Brito(d), entre outras autoridades que participaram do Seminário pág.02 O IV Seminário Interno aconteceu nos dia 4 a 7 de novembro, no Marina Park Hotel, pela Secretaria Especial de Portos (SEP) e apresentou a estrutura portuária do norte e nordeste do país para discutir os pontos positivos e negativos da logística aplicada. O seminário foi palco de debates sobre: logística perspectiva de projetos para 2010 e o expansão da estrutura portuária norte/ nordestina. O evento contou com palestras magnas com a participação de gestores do Porto de Valência (Espanha), referência de eficiência européia, e o deputado Ciro Gomes, que falou sobre aspectos econômicos do Norte/ Nordeste. O local abrigou diversos expositores entre eles: a APM Terminals, Associação Brasileira de Terminais e Recintos Alfandegários (ABTRA), Companhia Docas do Ceará (CDC), Companhia de Integração Portuária do Ceará (Cearáportos), Companhia Docas do Pará (CDP), Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP) e o Porto de Suape. A localização privilegiada em relação ao mercado europeu e norte-americano, o estímulo que os estados nordestinos estão dando para a eficiência logística, além dos importantes investimentos que o Programa de Aceleração do Crescimento- PAC, do Governo Federal, vem fazendo na região, são fatores que determinaram a realização deste evento.

3 Fórum discutirá desenvolvimento de portos e transporte marítimo pág.03 Objetivando reunir os principais agentes, profissionais e entidades do setor de transporte marítimo, que aconteceu nos dias 26 e 27 de novembro, o 1º Fórum Capixaba Sobre Integração Portos X Transporte Marítimo: Perspectivas para o Desenvolvimento. O evento realizou-se no Hotel Canto do Sol que fica no final da praia de Camburí, emvitória/es. Foram debatidos no fórum, os principais problemas que afetam os segmentos de operações de apoio marítimo e de turismo de passageiros, ambos de grande importância para a economia e desenvolvimento do país. A data escolhida aproveita um momento em que o Governo Federal, através de seus entes reguladores do setor de transporte aquaviário e dos portos, ampliam suas ações no sentido de estimular o transporte marítimo e modernizar a infraestrutura portuária. O evento teve como público alvo, profissionais que atuam no segmento de portos públicos, agências de navegação, operadores portuários, agentes marítimos, agentes de viagens, advogados e empresários, interessados em investir no segmento de portos, transporte marítimo de cargas, terminais para operações offshore e de turismo de passageiros. Entre os palestrantes estiveram: Luis Fernando Resano, da Secretaria Especial dos Portos (SEP); Carlos Roberto Carpes, do Instituto do Desenvolvimento de Estudos Superiores; Luis Fernando Santos, da Prefeitura Municipal de Vitória; Enildo Ferreira, da Companhia Docas do Espírito Santo - CODESA e Luis Brito Filho, consultor de Turismo. Programação Dia 26 de novembro de às 9h - Abertura Entrega da documentação e apresentação do grupo. Advogado Carlos Roberto Carpes Presidente da Mesa 9 às 10h - Conferência I - Portos Capixaba Perspectivas para o Desenvolvimento. Palestrante: Armando Amorim PORTOCEL/ SINDIOPES 10 às 11h - Conferência II Portos Elo de Integração da Matriz de Transporte. Palestrantes: Enildo Ferreira CODESA 11 às 11h30 - Networking / Coffee break 11h30 às 12h30 - Conferência III - Porto Sem Papel Estratégia para o Desenvolvimento dos Portos Brasileiros. Palestrante: Luis Fernando Resano Secretaria Especial de Portos - SEP 12h30 às 14h30 - Almoço 14h30 às 15h30 - Conferência IV Eficiência Portuária O Investidor como Indutor do Desenvolvimento dos Portos. Palestrante: ANTAQ (a confirmar) 15h30 às 16h - Networking / Coffee break 16 às 17h - Conferência V Marco Regulatório dos Portos Brasileiros Visão Institucional para Investimentos. Palestrante: Carlos Roberto Carpes - EJC 17:00 Hs. - Encerramento. Dia 27 de novembro de às 10h Conferência VI - Super Porto no ES Integração à Moderna Logística de Transporte Marítimo de Cargas. Palestrante: Luiz Fernando B. Santos PMV/ SEDEC 10 às 10h30 Networking / Coffee break 10h30 às 11h30 - Conferência VII Terminais Marítimos de Passageiros nos Portos do ES Perspectivas para o Desenvolvimento. Palestrante: ANTAQ - (a confirmar) 11h30 às 12h30 Conferência VIII - Terminais para Exploração da Atividade Offshore Palestrante: ILOS ou PETROBRAS - (a confirmar) 12:30 Encerramento Entrega de Certificados.

4 Codesa contribuindo com a formação de universitários Agora foi a vez de 73 universitários mineiros aprofundarem seus conhecimentos sobre a vida portuária capixaba, com o auxílio da Companhia Docas do Espírito Santo ( CODESA). Nesta manhã, foi proporcionado aos alunos da Universidade Presidente Antonio Carlos (UNIPAC), da cidade mineira Campos Ipatinga, do curso de Administração em Comércio Exterior e Ciências Contábeis, um passeio de escuna partindo do píer da Iemanjá, em Camburi, passando por Praia Mole, terceira ponte e terminando na baía de Vitória. Acompanhando essa turma, estava o Coordenador substituto de Comercial e Marketing (COMARK), Weliton Rocha, que explicou que o passeio proporciona ao aluno ter a oportunidade de conhecer de perto o que vêm na faculdade através do trajeto marítimo. O aluno passa a ter um conhecimento amplo, detalhado. Conhecendo os portos públicos e privados num só trajeto, explica Weliton. Os alunos estavam coordenados por sete professores, que tem ótimas expectativas. Depois desse contato direto com o conteúdo, que é abordado nas salas de aulas, eles esperam absorção máxima pelos alunos. O professor de Direito e Navegação, que acompanhava os alunos, Vicente Costa, ressalta a importância deste conhecimento para os alunos, uma vez que 95% das exportações são pelo mar, destacou. Dezesseis Alunos da Faculdade Tecnológica em Rochas Ornamentais de Cachoeiro de Itapemirim assistiram a uma palestra e fizeram visita técnica, de escuna, para conhecer a história e estrutura do Porto de Vitória. A palestra que teve como tema: O cenário atual portuário do Espírito Santo Desafios e perspectivas, foi ministrada por Fábio Falce (coordenador da Comark) e Weliton Rocha, seu substituto. Fábio explicou sobre a logística do complexo portuário, do Projeto Porto de Águas Profundas e falou que, a dragagem será realizada em breve no porto, aumentando o calado em quase dois metros. Conhecer os portos é muito importante, pois há o interesse em saber pra onde vai e como sai as mercadorias, diz o professor. Máximo Claudinei, aluno do 7º período de Administração em Comércio Exterior, acha super interessante essa visita técnica, pois contribui muito para absorção do conteúdo, além de proporcionar mais conhecimento. Mais uma vez, a Codesa está contribuindo para proporcionar e ampliar conhecimento de estudantes e universitários dentro e fora do estado, que frequentemente vem às dependências dos Portos de Vitória. Colaborando para o enriquecimento e abrangendo o raio de pessoas com conhecimento da cultura, economia e da história do Espírito Santo. Estudantes aliam teoria e prática em visita técnica ao Porto de Vitória Fábio Falce em palestra para universitários Alunos mineiros se preparando para passeio de escuna pág.04 O professor de Gestão de Qualidade e Logística, Jonas Nascimento, que estava responsável pelos alunos, destacou a importância deste contato direto com que eles aprendem na teoria em sala de aula. É uma oportunidade de passar as limitações e restrições em relação a atracações de navios, os elementos que fazem parte do processo de exportação e importação, cargas e os equipamentos utilizados diz o professor. Após a palestra, os alunos seguiram para Camburi, onde embarcaram numa escuna, no Píer da Iemanjá e seguiram fazendo o trajeto marítimo: Praia Mole, Terceira Ponte, terminando na baía de Vitória.

5 Está próxima a temporada de transatlânticos no porto de Vitória A partir de dezembro, Vitória será, mais uma vez, um dos destinos de cruzeiros que navegam pela costa brasileira. A temporada de verão 2009/2010 reserva quatorze paradas, para embarque e desembarque de passageiros, na capital capixaba. A primeira atracação está prevista para o dia 24 de dezembro, com o navio Grand Mistral, e se estende por todo o verão brasileiro, até 16 de março. Para a recepção dos navios, as obras na Estação Porto, que fica localizado no Armazém 5 do cais Comercial do porto de Vitória, devem durar cerca de 20 dias e serão realizadas pela Prefeitura de Vitória. A Codesa disponibilizará a área e o município se encarregará da infraestrutura Grand Mistral, primeiro transatlântico da temporada em Vitória O XXIII Congresso da ANPET (Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes), aconteceu entre os dias 09 e 13 de novembro no Hotel Ilha do Boi, em Vitória. Foram inscritos no evento 567 participantes, entre congressistas e estudantes, que discutem assuntos diversos sempre tendo como tema base questões relativas aos transportes. O Coordenador de Marketing da Codesa, Fábio Nunes Falce, participou do congresso tirando dúvidas e apoiando os estudantes. A ANPET é um congresso interessante que mistura apresentação de temas que já ocorrem no cotidiano na área de transporte, com estudos e soluções técnicas para a melhoria do tráfego, investimento e mobilidade, detalha Fábio. A Codesa apresentou o projeto do Porto de Àguas Profundas no Congresso. No dia 12, pela manhã, houve outra participação da Companhia através de uma palestra ministrada por José Ferro da Cunha Lima, Assessor de Relações Institucionais da empresa, apresentando o tema Infraestruturas Portuárias. necessária para que os turistas sejam recebidos da melhor maneira possível. O local contará com bar, restaurante e estande onde serão oferecidos aos visitantes apoio e informações turísticas, além de apresentação de atrações culturais, artesanato e culinária capixaba, o que promoverá a cultura do Espírito Santo. Os cruzeiros marítimos são o segmento turístico que mais cresce no mundo. Seu objetivo é fazer com que os passageiros desfrutem da ótima infraestrutura dos navios, além de aproveitarem os pontos turísticos das cidades visitadas ao longo da viagem. Em Vitória, além do Grand Mistral, atracarão também os transatlânticos Amadea, Swan Hellenic e Alexander Humboldt. XXIII ANPET se despede do Espírito Santo Estande da Codesa no congresso pág.05 Uma visita técnica de escuna foi oferecida para apresentar o Porto de Vitória, Tubarão e Praia Mole, por via marítima, para visitantes que fizeram suas inscrições no local do congresso. A Codesa disponibilizou o engenheiro Eduardo Prata para acompanhar as pessoas e explicar como os Portos funcionam. Além dos estandes, artigos científicos foram apresentados, sempre abordando o tema dos transportes. Estudantes e profissionais de diversas partes do país como: Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, estiveram presentes. O gaúcho João Paulo Cardoso, estudante de Mestrado do Programa de Pós Graduação (IPPGEP), inscreveu seu artigo científico sobre Análise da Consistência Geométrica de Projeto Geométrico de Rodovias Rurais de Pista Simples, com o uso do Software IHSM, na ANPET. Esse congresso é bem conceituado em todo o Brasil, fiquei contente em apresentar meu projeto no Espírito Santo, achei a cidade bonita e pude trocar conhecimentos com profissionais que estiveram presentes, destaca o estudante.

6 Danilo Queiroz retorna de Missão Oficial à China pág.06 O Diretor de Planejamento e de Desenvolvimento da CODESA, Danilo Queiroz, que representou a Companhia Docas em uma Missão Oficial do Município de Vila Velha à China, está de volta a Vitória. O motivo principal da missão foi a consolidação das relações institucionais entre as cidades de Vila Velha e de Qingdao, onde foi assinado o Termo de Irmanamento entre as duas cidades. O irmanamento é uma tradição muito valorizada dentro da cultura institucional chinesa.trata-se de uma espécie de compromisso em que as cidades irmãs, com a participação do Estado, assumem uma relação de parceria comercial. Hoje existem mais de cinqüenta cidades irmãs de Qingdao e, com essa Missão, Vila Velha passou a figurar neste rol. No texto que se segue Danilo Queiroz nos conta a importância,os detalhes e algumas curiosidades da recente viagem: No caso específico desta missão, o Governo de Qingdao ficou bastante impressionado com o número de pessoas e a representatividade das organizações presentes do lado brasileiro. A cerimônia de assinatura do Termo de Irmanamento foi o ponto alto de nossa estada na China, pois envolveu as maiores autoridades da cidade chinesa, dentre elas o Prefeito local, Sr. Xia Geng e uma comitiva composta por autoridades do Governo Chinês. O evento foi em um salão bastante suntuoso do Hotel Shangrilá, o mais tradicional da cidade, e foi transmitido pela televisão chinesa. Ainda em nossos compromissos oficiais, participamos de outro evento em que a nossa delegação fez uma apresentação empresarial para os setores locais. Primeiro exibimos um filme cujo roteiro destacava as riquezas da cidade de Vila Velha, com grande destaque para os terminais portuários, a tradição do chocolate e o pólo de confecções. Nesta apresentação havia trinta e cinco empresas chinesas que foram convidadas pelo governo a participar do evento com a nossa delegação. A agenda desta missão se estendeu para outras duas cidades, Beijing e Shanghai. As duas visitas que fizemos aos portos locais foram de impressionar. Primeiramente ao Porto de Qingdao, que mantém uma relação com o Brasil através da entrada do minério de ferro da Vale que embarca no Porto de Tubarão. O porto de Qingdao é um porto de negócios de contêineres, carvão, óleo pesado, minerais ferrosos e cereais, e está conectado com uns 450 portos de mais de 130 países e regiões, sendo um importante elo de transporte marítimo e comércio internacional na costa ocidental do Pacífico. O novo Porto de Shanghai é um espetáculo a parte. Primeiro pela sua exuberante obra de engenharia e também por ser o porto mais movimentado do mundo em volume de carga, movimentando cerca de 550 milhões de toneladas em São 42 cais com cerca de 60 guindastes tipo portêiners (que eu consegui contar) e os navios fazem rotas para mais de 300 portos em todo o mundo. Se existe uma referência em termos de obra portuária é o Porto de Shanghai! Danilo Queiroz ainda fala das belezas do turismo na china. Na intranet você confere o texto escrito na íntegra. Porto de Shangai Muralha da China Porto de Qingdao

7 pág.07 Nome Completo: Regis Fontes Siqueira Tempo de casa: 1 ano e meio Lugar onde atua: Capuaba e cais Comercial de Vitória Cargo: Guarda Portuário Um fato muito marcante foi a oportunidade que a Codesa me proporcionou de cursar a faculdade de Comércio Exterior, por meio da bolsa de Auxilio Educação, hoje estou muito feliz, terminando o segundo período. Sei que este curso vai me trazer crescimento profissional e também mais conhecimento. Meu emprego também permite dar uma vida melhor para a minha esposa, Paula e para os meus filhos Nicolas e Pedro. 01/12 - MARIA GORETE PREZENTINO 01/12 - MARCUS ZANOTTI BRECIANI 01/12 - AURELIDES NASCIMENTO SILVA 02/12 - VITOR VALLS FRANÇA 02/12 - LUIZ CARLOS RIBEIRO SARMENTO 02/12 - ALESSANDRO FARIA DO NASCIMENTO 02/12 - NATANAEL LOUREIRO GUILHERME 03/12 - RICARDO LIMA BRAVIM 03/12 - THIAGO DE PAULA BRAGA 04/12 - BRUNO MENDES MEDEIROS 04/12 - SAMARONE MIGUEL GOMES 05/12 - ROBERTO CORRÊA DA CONCEIÇÃO 05/12 - JANILSON PEREIRA TRABACH 06/12 - JOÃO LUIZ DOS SANTOS 07/12 - CAROLINA GRILLO PEREIRA 10/12 - MARTHA ALEXANDRA S. CAVALCANTI 11/12 - ARIANY TEIXEIRA DA MOTTA NICHETTI 12/12 - BENEDITO FERREIRA PIMENTEL 14/12 - ANTÔNIO ALVES DOS SANTOS 16/12 - MARCOS AURÉLIO FEITOSA 18/12 - ANTÔNIO CARLOS N. DOS SANTOS 19/12 - JOSÉ CARLOS GUIMARÃES 21/12 - MARCOS ALEXANDRE QUEIROZ 21/12 - MÁRIO ROBERTO BONZANO COMPER 22/12 - ANTÔNIO ADÃO CASTIGLIONI 23/12 - RODRIGO PEREIRA BRANDEMBURG 26/12 - ÉLIO BAHIA SOUZA 26/12 - DANIELA DA SILVA DIAS 27/12 - ESSUÉLIO RAMOS VALADÃO 27/12 - ALTINO MARCHESI 29/12 - ANTÔNIO JÚLIO ALVES 29/12 - DEVESON BUENO DIAS 30/12 - VALÉRIA CALMON MOTTA

CODESA. DANILO ROGER MARÇAL QUEIROZ Diretor de Planejamento e Desenvolvimento/ Diretor de Administração e Finanças (interino)

CODESA. DANILO ROGER MARÇAL QUEIROZ Diretor de Planejamento e Desenvolvimento/ Diretor de Administração e Finanças (interino) 2 CODESA CORPO DIRETOR CLOVIS LASCOSQUE Diretor Presidente DANILO ROGER MARÇAL QUEIROZ Diretor de Planejamento e Desenvolvimento/ Diretor de Administração e Finanças (interino) HUGO JOSÉ AMBOSS MERÇON

Leia mais

I. REALIDADE ATUAL DO SETOR PORTUÁRIO DO MUNICIPIO DE ANGRA DOS REIS

I. REALIDADE ATUAL DO SETOR PORTUÁRIO DO MUNICIPIO DE ANGRA DOS REIS 1 I. REALIDADE ATUAL DO SETOR PORTUÁRIO DO MUNICIPIO DE ANGRA DOS REIS 01. OBJETIVO A realização do I Encontro Municipal de Desenvolvimento do Setor Portuário pela Prefeitura Municipal de Angra dos Reis

Leia mais

Logística e Infra-estrutura

Logística e Infra-estrutura Siderurgia Mineração Cimento Logística e Infra-estrutura CSN apresenta Plataforma Logística CSN em Itaguaí Plataforma Logística CSN em Itaguaí Um projeto alinhado às necessidades do Brasil Plataforma Logística

Leia mais

REVITALIZAÇÃO DO CAIS COMERCIAL DO PORTO DE VITÓRIA

REVITALIZAÇÃO DO CAIS COMERCIAL DO PORTO DE VITÓRIA REVITALIZAÇÃO DO CAIS COMERCIAL DO PORTO DE VITÓRIA O projeto de revitalização do Porto de Vitória é uma obra do Plano de Aceleração do Crescimento PAC e complementa os projetos de Ampliação do Cais Comercial,

Leia mais

PORTO MEARIM AESA UM PORTO NÃO É GRANDE APENAS POR SEU CAIS, SUA INFRAESTRUTURA OU CAPACIDADE LOGÍSTICA

PORTO MEARIM AESA UM PORTO NÃO É GRANDE APENAS POR SEU CAIS, SUA INFRAESTRUTURA OU CAPACIDADE LOGÍSTICA v UM PORTO NÃO É GRANDE APENAS POR SEU CAIS, SUA INFRAESTRUTURA OU CAPACIDADE LOGÍSTICA UM PORTO É UM GRANDE PORTO QUANDO ELE OFERECE OPORTUNIDADES No litoral Maranhense, na margem leste da Baía de São

Leia mais

Pós-Graduação. Em DIREITO MARÍTIMO E PORTUÁRIO

Pós-Graduação. Em DIREITO MARÍTIMO E PORTUÁRIO Início: 30.09.2011 Carga Horária: 360 horas I. Participantes: Agentes públicos e privados que atuam ou desejam atuar no setor de transportes e portos, Graduados em Direito, Engenharia, Comércio Exterior,

Leia mais

A Modernização dos Portos Brasileiros para a Copa do Mundo de 2014

A Modernização dos Portos Brasileiros para a Copa do Mundo de 2014 A Modernização dos Portos Brasileiros para a Copa do Mundo de 2014 TIAGO PEREIRA LIMA Diretor da ANTAQ Rio de Janeiro, 29 de setembro de 2010 A ANTAQ E A ESTRUTURA DO ESTADO UNIÃO Poder Executivo ANTAQ

Leia mais

24 e 25 de maio Centro de Convenções Bolsa de Valores do Rio de Janeiro Praça XV de novembro, 20 Centro

24 e 25 de maio Centro de Convenções Bolsa de Valores do Rio de Janeiro Praça XV de novembro, 20 Centro APRESENTAÇÃO 24 e 25 de maio Centro de Convenções Bolsa de Valores do Rio de Janeiro Praça XV de novembro, 20 Centro Copa do Mundo de 2014 e Jogos Olímpicos de 2016 impõem a implantação de Sistemas Inteligentes

Leia mais

Sec. XIX Porta de entrada dos imigrantes e comércio fluvial. 2001-1905 Primeiro estudos técnicos 1914 Construção do molhe sul 1938 Primeiro trecho do

Sec. XIX Porta de entrada dos imigrantes e comércio fluvial. 2001-1905 Primeiro estudos técnicos 1914 Construção do molhe sul 1938 Primeiro trecho do Sec. XIX Porta de entrada dos imigrantes e comércio fluvial. 2001-1905 Primeiro estudos técnicos 1914 Construção do molhe sul 1938 Primeiro trecho do cais (233m) 1950/56 Complementação do cais (total 703m)

Leia mais

30º Encontro Nacional de Comércio Exterior ENAEX 2011

30º Encontro Nacional de Comércio Exterior ENAEX 2011 30º Encontro Nacional de Comércio Exterior ENAEX 2011 Rio de Janeiro, 18 e 19 de Agosto de 2011 Reflexos das Concessões de Terminais Públicos e Privativos Juarez Moraes e Silva Presidente do Conselho Associação

Leia mais

CADASTRO DE VISTORIA

CADASTRO DE VISTORIA 01 - Empresa: COMPANHIA VALE DO RIO DOCE - CVRD 02 - Endereço da Sede (Rua, Avenida, etc) Avenida Dante Micheline 04 - Complemento: Ponta de Tubarão 08 - CEP: 29090-900 11 CNPJ/MF: (Sede) 33 592 510 /

Leia mais

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL Trabalho apresentado no III ENECULT Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura, realizado entre os dias 23 a 25 de maio de 2007, na Faculdade de Comunicação/UFBa, Salvador-Bahia-Brasil. METODOLOGIA

Leia mais

Portos Brasileiros: Diagnósticos, Políticas e Perspectivas

Portos Brasileiros: Diagnósticos, Políticas e Perspectivas Portos Brasileiros: Diagnósticos, Políticas e Perspectivas Congresso Internacional NAVEGAR 2010 Carlos Campos Neto Carlos.campos@ipea.gov.br Porto Alegre, agosto de 2010 2/33 Sumário Diagnóstico Marco

Leia mais

Porto de Fortaleza. O desenvolvimento do Ceará passa por aqui

Porto de Fortaleza. O desenvolvimento do Ceará passa por aqui Porto de Fortaleza O desenvolvimento do Ceará passa por aqui O Porto de Fortaleza: porto de múltiplo uso Navios de Carga Geral / Navios Roll-on e Roll-off Navios Porta-Contêineres Navios de Passageiros

Leia mais

CONCESSÕES, GESTÃO OPERACIONAL E TECNOLOGIA PARA PORTOS E TERMINAIS

CONCESSÕES, GESTÃO OPERACIONAL E TECNOLOGIA PARA PORTOS E TERMINAIS 4ª edição CONCESSÕES, GESTÃO OPERACIONAL E TECNOLOGIA PARA PORTOS E TERMINAIS 5 DE MARÇO 2013 - NOVOTEL SANTOS DUMONT RIO DE JANEIRO Concessões de Terminais Investimentos no setor Tecnologia Regulação

Leia mais

4/11/2010 MODERNIZAÇÃO E EXPANSÃO DO TERMINAL ATÉ 2016 1

4/11/2010 MODERNIZAÇÃO E EXPANSÃO DO TERMINAL ATÉ 2016 1 MODERNIZAÇÃO E EXPANSÃO DO TERMINAL ATÉ 2016 1 AQUISIÇÃO DE 01 SCANNER MAIOR EFICIÊNCIA E SEGURANÇA NO PROCESSO DE INSPEÇÃO DOS CONTEINERS. VALOR ESTIMADO: R$ 7,0 MILHÕES BLOCO DE UTILIDADES E SERVIÇOS

Leia mais

Banif Banco de Investimento S.A. Oportunidades de Investimento nos Portos Brasileiros

Banif Banco de Investimento S.A. Oportunidades de Investimento nos Portos Brasileiros Banif Banco de Investimento S.A. Oportunidades de Investimento nos Portos Brasileiros Fernando Antonio Brito Fialho Agência Nacional de Transportes Aquaviários Diretor Geral São Paulo, 16 de junho de 2009

Leia mais

Modernização portuária impulsiona comércio exterior. Richard Klien

Modernização portuária impulsiona comércio exterior. Richard Klien Modernização portuária impulsiona comércio exterior Richard Klien Modernização portuária impulsiona comércio exterior 1. Programa de modernização portuária 2. Operadores privados alavancam portos públicos

Leia mais

CONDOMINIO INDUSTRIAL MARITIMO

CONDOMINIO INDUSTRIAL MARITIMO PORTO CENTRAL CONDOMINIO INDUSTRIAL MARITIMO VITORIA, 01/8/2012 Jose Maria Novaes 3-8-2012 Copyright - PORTO CENTRAL - 2012 1 Porto Central Visão Ser um complexo portuário indústrial de águas profundas

Leia mais

ATIVIDADES DE PESCA ARTESANAL MARINHA DA REGIÃO NORTE FLUMINENSE

ATIVIDADES DE PESCA ARTESANAL MARINHA DA REGIÃO NORTE FLUMINENSE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL MESTRADO EM ENGENHARIA AMBIENTAL MODALIDADE PROFISSIONAL AVALIAÇÃO DOS IMPACTOS CAUSADOS PELO COMPLEXO PORTUÁRIO RIO DO AÇU A U SOBRE AS ATIVIDADES DE

Leia mais

Audiência Pública Senado Federal Comissão de Agricultura e Reforma Agrária Comissão de Serviços de Infraestrutura

Audiência Pública Senado Federal Comissão de Agricultura e Reforma Agrária Comissão de Serviços de Infraestrutura Presidência da República Secretaria de Portos Audiência Pública Senado Federal Comissão de Agricultura e Reforma Agrária Comissão de Serviços de Infraestrutura 29 de junho de 2010 Subsecretário de Planejamento

Leia mais

A navegação de cabotagem no Brasil

A navegação de cabotagem no Brasil A navegação de cabotagem no Brasil Um imenso potencial com grandes desafios e barreiras João Guilherme Araujo Diretor de Desenvolvimento de Negócios ILOS - Instituto de Logística e Supply Chain Ultimamente

Leia mais

CLIPPING DE NOTÍCIAS

CLIPPING DE NOTÍCIAS EDITORIAL: Caros Leitores, TRIBUNAL MARÍTIMO TM Justiça e Segurança para Navegação 80 Anos a Serviço da Comunidade Marítima Brasileira Biblioteca Almirante Adalberto Nunes Centro de Conhecimento em Direito

Leia mais

Trans 2015 VI Congresso Internacional de Transportes da Amazônia e VI Feira Internacional de Transportes da Amazônia. Belém 03 de Setembro de 2015

Trans 2015 VI Congresso Internacional de Transportes da Amazônia e VI Feira Internacional de Transportes da Amazônia. Belém 03 de Setembro de 2015 Trans 2015 VI Congresso Internacional de Transportes da Amazônia e VI Feira Internacional de Transportes da Amazônia Belém 03 de Setembro de 2015 TURISMO NÁUTICO Caracteriza-se pela utilização de embarcações

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DO TERMINAL DE TUBARÃO

MEMORIAL DESCRITIVO DO TERMINAL DE TUBARÃO ÍNDICE ITEM DESCRIÇÃO PÁGINA 1 INFORMAÇÕES DOS TERMINAIS PORTUÁRIOS 3 2 TERMINAIS PORTUÁRIOS DO COMPLEXO DE TUBARÃO 3 3 4 3.1 TERMINAL PORTUÁRIO DE MINÉRIO DE FERRO DE TUBARÃO - TU 4 3.1.1. PÍER 1 - NORTE

Leia mais

Últimos dias para inscrições. Eliane Martins Silvio dos Santos Gabriela Heckler Paulo Vivacqua. UNISANTOS UFSC UFMA Cor. Atlântico

Últimos dias para inscrições. Eliane Martins Silvio dos Santos Gabriela Heckler Paulo Vivacqua. UNISANTOS UFSC UFMA Cor. Atlântico 28 de março de 2011: Portos e Terminais Últimos dias para inscrições Eliane Martins Silvio dos Santos Gabriela Heckler Paulo Vivacqua UNISANTOS UFSC UFMA Cor. Atlântico PROJEÇÕES MACROECONÔMICAS LICENCIAMENTO

Leia mais

Temporada de transatlânticos. Páginas 02 e 03. Página 06. Segurança do trabalho na Codesa. Coluna. Livro sobre engenharia Portuária

Temporada de transatlânticos. Páginas 02 e 03. Página 06. Segurança do trabalho na Codesa. Coluna. Livro sobre engenharia Portuária Livro sobre engenharia Portuária Temporada de transatlânticos O professor Máximo Borgo fala um pouco sobre sua obra Pág3 Segurança do trabalho na Codesa Páginas 02 e 03 Confira a relação dos navios que

Leia mais

A s. do de. TIAGO PEREIRA LIMA Diretor da ANTAQ São Paulo, 25 de agosto de 2010

A s. do de. TIAGO PEREIRA LIMA Diretor da ANTAQ São Paulo, 25 de agosto de 2010 A Mod erniz ação dos Porto s Brasil eiros para a Copa do Mun do de 2014 TIAGO PEREIRA LIMA Diretor da ANTAQ São Paulo, 25 de agosto de 2010 A ANTAQ E A ESTRUTURA DO ESTADO UNIÃO Poder Executivo Secretaria

Leia mais

Portos públicos sob gestão privada promovem comércio exterior e abertura da economia ABRATEC

Portos públicos sob gestão privada promovem comércio exterior e abertura da economia ABRATEC SENADO FEDERAL COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÔMICOS COMISÃO DE SERVIÇOS DE INFRAESTRUTURA COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL E TURISMO Portos públicos sob gestão privada promovem comércio exterior e abertura

Leia mais

Obras do Porto de Vitória começam em abril

Obras do Porto de Vitória começam em abril Obras do Porto de Vitória começam em abril Exploração do pré-sal movimenta o Porto de Vitória Pág. 4 Pág. 2 Empresa japonesa tem interesse no porto de águas profundas Pág. 5 Guarda portuário, nadador e

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 52 Discurso por ocasião da inauguração

Leia mais

Diferenciais Competitivos do Porto do Rio Grande

Diferenciais Competitivos do Porto do Rio Grande Diferenciais Competitivos do Porto do Rio Grande Fórum de Infraestrutura e Logística do RS Nov/2009 Eng. Darci Tartari Divisão de Planejamento Localização do Porto do Rio Grande no Conesul São Francisco

Leia mais

Obras no Cais: Trabalhador Portuário Avulso ganha banheiros e bebedouros

Obras no Cais: Trabalhador Portuário Avulso ganha banheiros e bebedouros Obras no Cais: Trabalhador Portuário Avulso ganha banheiros e bebedouros Pág. 03 Estudos para investir na segurança Os representantes da empresa americana Lockheed Martin Corporation se reuniram com os

Leia mais

Informações e inscrições: www.vxa.com.br - (11) 5051 6535 - atendimento@vxa.com.br

Informações e inscrições: www.vxa.com.br - (11) 5051 6535 - atendimento@vxa.com.br seminário executivo Um evento para profissionais das áreas de logística, supplychain, transporte e jurídica. 22 de fevereiro de 2011 HOTEL GOLDEN TULIP BELAS ARTES são paulo - sp Principais entraves para

Leia mais

AV: Carlos Gomes de sá, nº335, sala 101, ED. Centro Empresarial Plus Office Mata da Praia - Vitória - ES Cep: 29066-040 Tel: + 55 27 2104-0845 /

AV: Carlos Gomes de sá, nº335, sala 101, ED. Centro Empresarial Plus Office Mata da Praia - Vitória - ES Cep: 29066-040 Tel: + 55 27 2104-0845 / SUMÁRIO APRESENTAÇÃO 03 JUSTIFICATIVA 04 OBJETIVO 05 OBJETIVO ESPECÍFICO 05 PÚBLICO ALVO 06 RESULTADOS ESPERADOS 08 TURISMO CAPIXABA 09 LOCAL DO EVENTO 10 PROGRAMAÇÃO 10 DADOS DA INSTITUIÇÃO REALIZADORA

Leia mais

MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES Secretaria de Gestão dos Programas de Transportes. A Melhoria da Estrutura Portuária

MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES Secretaria de Gestão dos Programas de Transportes. A Melhoria da Estrutura Portuária MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES Secretaria de Gestão dos Programas de Transportes A Melhoria da Estrutura Portuária AGENDA PORTOS Coordenação das ações de governo, na Câmara de Política de Infra-estrutura,

Leia mais

UVV POST Nº63 25 a 31/08 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

UVV POST Nº63 25 a 31/08 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional SEMINÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO O tema deste ano é Gestão de empresas familiares. As inscrições estão abertas

Leia mais

Navegação de Cabotagem no Brasil. João Guilherme Araujo. Novembro/2013

Navegação de Cabotagem no Brasil. João Guilherme Araujo. Novembro/2013 Navegação de Cabotagem no Brasil João Guilherme Araujo Novembro/2013 Agenda Porque falar de Cabotagem? Cabotagem no Brasil Pontos Favoráveis e Desfavoráveis Números da Cabotagem no Brasil Cabotagem de

Leia mais

CLIPPING DE NOTÍCIAS

CLIPPING DE NOTÍCIAS EDITORIAL: Caros Leitores, Os destaques desta edição! TRIBUNAL MARÍTIMO TM Justiça e Segurança para Navegação 80 Anos a Serviço da Comunidade Marítima Brasileira Biblioteca Almirante Adalberto Nunes Centro

Leia mais

Publicação quinzenal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

Publicação quinzenal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional Publicação quinzenal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV SOLIDÁRIA Alimentos foram entregues na sexta-feira, 25/09 Por mais um ano, alunos, professores e colaboradores

Leia mais

A Vale no Maranhão. A Vale no Maranhão

A Vale no Maranhão. A Vale no Maranhão A Vale no Maranhão A Vale no Maranhão Estamos presentes em mais de 38 países Geramos mais de 174 mil empregos no mundo Além de minérios, atuamos na área de fertilizantes e nos segmentos de logística, energia

Leia mais

Fernando Fonseca Diretor

Fernando Fonseca Diretor 2ª Conferência OAB-RJ de Direito Marítimo e Portuário Desafios e Tendências da Navegação e da Logística Portuária no Brasil NAVEGAÇÃO DE APOIO MARÍTIMO E LOGÍSTICA OFFSHORE Fernando Fonseca Diretor Rio

Leia mais

Plano Diretor DPZ 1997-2020

Plano Diretor DPZ 1997-2020 Plano Diretor DPZ 1997-2020 Plano diretor de desenvolvimento do Porto de Fortaleza A alternativa de Desenvolvimento e Zoneamento do Porto de Fortaleza, a seguir apresentada, busca obter o atendimento às

Leia mais

SISTEMAS DE TRANSPORTES TT046

SISTEMAS DE TRANSPORTES TT046 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE TRANSPORTES SISTEMAS DE TRANSPORTES TT046 Prof. Eduardo Ratton Prof. Garrone Reck Prof a. Gilza Fernandes Blasi Prof. Jorge Tiago Bastos Prof a. Márcia de

Leia mais

A Opção Nuclear Brasileira Estratégia irreversível para o desenvolvimento nacional Oportunidades e desafios da engenharia e da indústria brasileira

A Opção Nuclear Brasileira Estratégia irreversível para o desenvolvimento nacional Oportunidades e desafios da engenharia e da indústria brasileira APRESENTAÇÃO O potencial hidrelétrico brasileiro, que atualmente é a prioridade do governo federal, começa a se esgotar dentro de aproximadamente 20 anos. Diante dessa perspectiva, a energia nuclear passou

Leia mais

Objetivo 3.2. Melhorar a infra-estrutura de transporte e logística do Estado. As prioridades estaduais, segundo a visão da indústria, estão na

Objetivo 3.2. Melhorar a infra-estrutura de transporte e logística do Estado. As prioridades estaduais, segundo a visão da indústria, estão na Objetivo 3.2. Melhorar a infra-estrutura de transporte e logística do Estado. As prioridades estaduais, segundo a visão da indústria, estão na ampliação do número de terminais portuários, rodovias, ferrovias

Leia mais

O SETOR PÚBLICO E AS AÇÕES DE ORGANIZAÇÃO DO TURISMO NO MUNICÍPIO DA ILHA DE ITAMARACÁ-PE

O SETOR PÚBLICO E AS AÇÕES DE ORGANIZAÇÃO DO TURISMO NO MUNICÍPIO DA ILHA DE ITAMARACÁ-PE 1 O SETOR PÚBLICO E AS AÇÕES DE ORGANIZAÇÃO DO TURISMO NO MUNICÍPIO DA ILHA DE ITAMARACÁ-PE GUILHERME ALVES DE SANTANA, MICHELLY ELAINE DE OLIVEIRA CONCEIÇÃO & EVERTON MEDEIROS BEZERRA Introdução Devido

Leia mais

Desafio Logístico 2013

Desafio Logístico 2013 1 Desafio Logístico 2013 Índice Introdução 3 A situação O desafio 5 5 Regras gerais 6 2 Introdução O desenvolvimento econômico do Brasil enfrenta inúmeros desafios sendo que um dos mais complexos está

Leia mais

COMPANHIA DOCAS DO CEARÁ

COMPANHIA DOCAS DO CEARÁ 1 COMPANHIA DOCAS DO CEARÁ TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2011 PROCESSO Nº 2010.0967-1 Os membros da Comissão Permanente de Licitações da Companhia Docas do Ceará, Carlos Alberto Câmara de Vasconcelos (Presidente),

Leia mais

MINERAÇÃO E LUTAS TERRITORIAIS ESPÍRITO SANTO/ BRASIL

MINERAÇÃO E LUTAS TERRITORIAIS ESPÍRITO SANTO/ BRASIL MINERAÇÃO E LUTAS TERRITORIAIS ESPÍRITO SANTO/ BRASIL Mineração na América Latina neoextrativismo e lutas territoriais 3 e 4 da Agosto de 2015/ UFMG Cristiana Losekann - UFES MAIOR POLO EXPORTADOR DE MINÉRIO

Leia mais

Investimentos do Governo Federal nos Portos do Brasil e o Plano Nacional de Logística Portuária

Investimentos do Governo Federal nos Portos do Brasil e o Plano Nacional de Logística Portuária Secretaria de Portos da Presidência da República Investimentos do Governo Federal nos Portos do Brasil e o Plano Nacional de Logística Portuária Ministro Leônidas Cristino São Luiz, abril 2011 AGENDA:

Leia mais

Base Legal da Ação Lei 11.518 de 05/09/2007, Lei 11.610 de 12/12/2007, Lei 6.938/81, Resoluções CONAMA 001/86 e 237/97.

Base Legal da Ação Lei 11.518 de 05/09/2007, Lei 11.610 de 12/12/2007, Lei 6.938/81, Resoluções CONAMA 001/86 e 237/97. Programa 2074 - Transporte Marítimo 11XL - Dragagem de Aprofundamento no Porto de Cabedelo (PB) Número de Ações 37 Dragagem realizada Unidade de Medida: mil metros cúbicos Dragagem de aprofundamento da

Leia mais

O NOVO MARCO REGULATÓRIO IMPACTOS E PERSPECTIVAS

O NOVO MARCO REGULATÓRIO IMPACTOS E PERSPECTIVAS ALUISIO SOBREIRA O NOVO MARCO REGULATÓRIO IMPACTOS E PERSPECTIVAS O Contexto da Lei Anterior Lei nº 8.630/93 O Contexto da Nova Lei Lei nº 12.815/13 A Evolução do Novo Marco Regulatório Principais Alterações

Leia mais

Graduação Executiva. Feita para o seu momento Venha para a única graduação exclusiva para adultos a partir dos 24 anos

Graduação Executiva. Feita para o seu momento Venha para a única graduação exclusiva para adultos a partir dos 24 anos Graduação Executiva Feita para o seu momento Venha para a única graduação exclusiva para adultos a partir dos 24 anos Graduação Administração Duração: 4 anos Carga Horária Total: 3.040 horas/aula Este

Leia mais

O TURISMO MARÍTIMO SOB A PERSPECTIVA DA ANTAQ. Giovanni Cavalcanti Paiva Ilhabela, 29 de março de 2010

O TURISMO MARÍTIMO SOB A PERSPECTIVA DA ANTAQ. Giovanni Cavalcanti Paiva Ilhabela, 29 de março de 2010 O TURISMO MARÍTIMO SOB A PERSPECTIVA DA ANTAQ Giovanni Cavalcanti Paiva Ilhabela, 29 de março de 2010 Navegação Interior Navegação Marítima e Apoio Portuário Esfera de atuação ANTAQ Terminal Privativo

Leia mais

Páginas 02 e 03. Ministro Pedro Brito visita Vitória. Desembarque de 5.223 veículos no cais de Capuaba

Páginas 02 e 03. Ministro Pedro Brito visita Vitória. Desembarque de 5.223 veículos no cais de Capuaba Ministro Pedro Brito visita Vitória O Ministro Pedro Brito, assinou na manhã desta quinta-feira, 25 de junho, o Protocolo de Intenções juntamente com Paulo Cesar Hartung Gomes, Governador do Estado, e

Leia mais

.2.3 HISTÓRICO... 05. MISSÃO, VISÃO, VALORES E POLíTICA DE QUALIDADE... 06 OPERAÇÃO PORTUÁRIA... 08 ATIVIDADES... 08 QUALIDADE...

.2.3 HISTÓRICO... 05. MISSÃO, VISÃO, VALORES E POLíTICA DE QUALIDADE... 06 OPERAÇÃO PORTUÁRIA... 08 ATIVIDADES... 08 QUALIDADE... HISTÓRICO... 05 MISSÃO, VISÃO, VALORES E POLíTICA DE QUALIDADE... 06 OPERAÇÃO PORTUÁRIA... 08 ATIVIDADES... 08 QUALIDADE... 10 EVOLUIR SEMPRE... 12 ALTA TECNOLOGIA PARA GRANDES RESULTADOS... 15 EQUIPAMENTOS...

Leia mais

Projeto: Náutica, Portos, Infraestrutura e Logísticas. Câmara Italiana de Comércio e Indústria de Santa Catarina

Projeto: Náutica, Portos, Infraestrutura e Logísticas. Câmara Italiana de Comércio e Indústria de Santa Catarina Projeto: Náutica, Portos, Infraestrutura e Logísticas Câmara Italiana de Comércio e Indústria de Santa Catarina www.brasileitalia.com.br O Projeto Tem como principais objetivos: Atrair empresas e investimentos

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL AO MÉXICO 19-27 Fev. 2016

MISSÃO EMPRESARIAL AO MÉXICO 19-27 Fev. 2016 PROJECTO CONJUNTO DE INTERNACIONALIZAÇÃO MÉXICO 2015-2016 MISSÃO EMPRESARIAL AO MÉXICO 19-27 Fev. 2016 INSCRIÇÕES ATÉ 15 DE JANEIRO 2016 Promotor: Co-financiamento: Monitorização: Foto: Miguel Moreira

Leia mais

APL DE TURISMO NO LITORAL DO PIAUÍ

APL DE TURISMO NO LITORAL DO PIAUÍ APL DE TURISMO NO LITORAL DO PIAUÍ (A) Teresina; (B) Cajueiro da Praia; (C) Luis Correia; (D) Parnaíba; (E) Ilha Grande Rota das Emoções: Jericoacoara (CE) - Delta (PI) - Lençóis Maranhenses (MA) Figura

Leia mais

Graduação Executiva. Feita para o seu momento Venha para a única graduação exclusiva para adultos a partir dos 24 anos

Graduação Executiva. Feita para o seu momento Venha para a única graduação exclusiva para adultos a partir dos 24 anos Graduação Executiva Feita para o seu momento Venha para a única graduação exclusiva para adultos a partir dos 24 anos Graduação Administração Duração: 4 anos Carga Horária Total: 3.040 horas/aula Este

Leia mais

TRANQUILIDADE. Logística que supera desafios. Escolha o melhor suporte do Mercosul. Mais que movimentar materiais com agilidade,

TRANQUILIDADE. Logística que supera desafios. Escolha o melhor suporte do Mercosul. Mais que movimentar materiais com agilidade, Logística que supera desafios. Mais que movimentar materiais com agilidade, segurança e eficiência, a Transpes oferece um pacote de soluções completas para vários tipos de operações logísticas. Conte com

Leia mais

Visão Ser o porto de referência para as cadeias logísticas da costa leste de África.

Visão Ser o porto de referência para as cadeias logísticas da costa leste de África. Corredor de Nacala Engloba : O Porto de Nacala, elemento central do Corredor; O Sistema ferroviário do Norte de Moçambique O Sistema ferroviário do Malawi; e O troço ferroviário Mchinji/Chipata, que permite

Leia mais

OPORTUNIDADES NO ESPÍRITO SANTO

OPORTUNIDADES NO ESPÍRITO SANTO OPORTUNIDADES NO ESPÍRITO SANTO Seminário A competitividade do comércio exterior capixaba: infraestrutura logística e controle aduaneiro Cristina Vellozo Santos Subsecretária de Estado de Desenvolvimento

Leia mais

São Paulo: múltiplas oportunidades que impulsionam seus negócios

São Paulo: múltiplas oportunidades que impulsionam seus negócios São Paulo: múltiplas oportunidades que impulsionam seus negócios A importância da economia paulista transcende as fronteiras brasileiras. O Estado é uma das regiões mais desenvolvidas de toda a América

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

Vetor UF Nome Localização / Descrição Tipo de Intervenção PAC? Status Extensão. Ampliação e Construção

Vetor UF Nome Localização / Descrição Tipo de Intervenção PAC? Status Extensão. Ampliação e Construção Ministério dos s PNLT - Plano Nacional de Logística e s Aeroviário Ferroviário Aeroporto de Vitória/ (Eurico de Aguiar Salles): Ampliação e Construção de Mais um Módulo do Terminal de Passageiros, incluindo

Leia mais

Capacitação e Qualificação Profissional do Trabalhador Portuário elementos para formulação de uma política em um cenário pós Lei 12.815/13.

Capacitação e Qualificação Profissional do Trabalhador Portuário elementos para formulação de uma política em um cenário pós Lei 12.815/13. Capacitação e Qualificação Profissional do Trabalhador Portuário elementos para formulação de uma política em um cenário pós Lei 12.815/13. 1ª REUNIÃO FORUM A nova Lei dos Portos (Lei nº 12.815/2013),

Leia mais

Sistema Nacional de Meio Ambiente

Sistema Nacional de Meio Ambiente Procedimentos e Aspectos Legais do Licenciamento Ambiental das Atividades de E & P no Espírito Santo GESTÃO PAULO HARTUNG Luiz Fernando Schettino Secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos Presidente

Leia mais

Porto do Recife recebe três transatlânticos, com 5 mil turistas europeus Operação com três embarcações, simultaneamente, é inédita para o terminal

Porto do Recife recebe três transatlânticos, com 5 mil turistas europeus Operação com três embarcações, simultaneamente, é inédita para o terminal Clipping 20 de JANEIRO de 2015 Notícias do Porto do Recife Porto do Recife recebe três transatlânticos, com 5 mil turistas europeus Operação com três embarcações, simultaneamente, é inédita para o terminal

Leia mais

Projeto PODEMOS MAIS E MELHOR

Projeto PODEMOS MAIS E MELHOR Projeto PODEMOS MAIS E MELHOR Mostra Local de: Londrina Categoria do projeto: I Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: "PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE RIBEIRÃO

Leia mais

Criação Publicitária: Colocando a Mão na Massa (Encefálica)

Criação Publicitária: Colocando a Mão na Massa (Encefálica) 12 de maio 09 às 13 horas CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DOS CURSOS DESTE PERÍODO A Logística dos Granéis Líquidos e Gasosos Área: Portos & Logística Definição de granéis, equipamentos para manuseio de Granéis

Leia mais

www.abremar.com.br 1

www.abremar.com.br 1 www.abremar.com.br 1 IMPACTOS DOS CRUZEIROS MARÍTIMOS NO MERCADO TURÍSTICO DOMÉSTICO 2 ABREMAR - Associação Brasileira de Representantes de Empresas Marítimas Com a expansão do segmento de Cruzeiros Marítimos

Leia mais

NOVEMBRO 2011 IMPORTÂNCIA ESTRATÉGICA PORTO HOJE PLANO ESTRATÉGICO

NOVEMBRO 2011 IMPORTÂNCIA ESTRATÉGICA PORTO HOJE PLANO ESTRATÉGICO NOVEMBRO 2011 IMPORTÂNCIA ESTRATÉGICA PORTO HOJE PLANO ESTRATÉGICO 1 LOCALIZAÇÃO PRIVILEGIADA MUNDIAL Rotterdam (5) (1) (4) Porto do Itaqui (3) (2) Itaqui China (Shangai) (1) Via Canal Panamá ~ 12.000

Leia mais

RESENHA - UMA ANÁLISE DO MERCADO MUNDIAL E BRASILEIRO DE CRUZEIROS MARÍTIMOS - EVOLUÇÃO, EXPANSÃO E PREVISÃO NO BRASIL E NO MUNDO

RESENHA - UMA ANÁLISE DO MERCADO MUNDIAL E BRASILEIRO DE CRUZEIROS MARÍTIMOS - EVOLUÇÃO, EXPANSÃO E PREVISÃO NO BRASIL E NO MUNDO RESENHA - UMA ANÁLISE DO MERCADO MUNDIAL E BRASILEIRO DE CRUZEIROS MARÍTIMOS - EVOLUÇÃO, EXPANSÃO E PREVISÃO NO BRASIL E NO MUNDO Léo Tadeu Robles Professor do Programa de Mestrado em Gestão de Negócios

Leia mais

1. Informações Institucionais

1. Informações Institucionais 1. Informações Institucionais Nossa Empresa Líder mundial em eventos de negócios e consumo, a Reed Exhibitions atua na criação de contatos, conteúdo e comunidades com o poder de transformar negócios Números

Leia mais

ENCONTRO DE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO PROJETO DE ORGANIZAÇÃO

ENCONTRO DE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO PROJETO DE ORGANIZAÇÃO ENCONTRO DE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO PROJETO DE ORGANIZAÇÃO Tema Anual: Startups no Rio de Janeiro. Objetivos Gerais: O objetivo principal deste projeto é avaliar o conhecimento teórico adquirido durante

Leia mais

Itaguaí realiza Fórum

Itaguaí realiza Fórum Edição Extra nº 426 Ano: 08 Publicado Semanalmente quarta-feira, 12 de agosto de 2015 Distribuição Gratuita Itaguaí realiza Fórum de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva Meta é formular proposta de incentivo

Leia mais

Av. Mauá, nº 1.050 Centro Porto Alegre CEP 90010-110 Telefone: 3288-9200 e-mail: executiva@sph.rs.gov.br

Av. Mauá, nº 1.050 Centro Porto Alegre CEP 90010-110 Telefone: 3288-9200 e-mail: executiva@sph.rs.gov.br Av. Mauá, nº 1.050 Centro Porto Alegre CEP 90010-110 Telefone: 3288-9200 e-mail: executiva@sph.rs.gov.br PORTO DE PORTO ALEGRE Histórico: Início da obra: 28 de outubro de 1911, pelo Governo Federal construído

Leia mais

Com estrutura voltada para atendimento no mercado de Óleo e Gás contemplando:

Com estrutura voltada para atendimento no mercado de Óleo e Gás contemplando: A Gavea Logística é uma operadora logística que oferece soluções de logística Portuária, Marítima e Terrestre, em seus terminais localizados no Rio de, e. Com estrutura voltada para atendimento no mercado

Leia mais

CONHECIMENTO E PLANEJAMENTO PARA O SUCESSO

CONHECIMENTO E PLANEJAMENTO PARA O SUCESSO 1º ENCONTRO DOS COMERCIANTES DE MATERIAL DE CONSTRUÇÃO DA REGIÃO SUDESTE NO ESPÍRITO SANTO CONHECIMENTO E PLANEJAMENTO PARA O SUCESSO 20 a 22 de abril 2012 Hotel Senac - Ilha do Boi Vitória - ES ECOMAC

Leia mais

AGENDA. A Vale. O Maior Projeto de Logística da America Latina. - Exportação de Minério. - Logística da Vale de Carga Geral

AGENDA. A Vale. O Maior Projeto de Logística da America Latina. - Exportação de Minério. - Logística da Vale de Carga Geral Vale no Maranhão AGENDA A Vale O Maior Projeto de Logística da America Latina - Exportação de Minério - Logística da Vale de Carga Geral A Vale no Mundo A Vale tem operações mineradoras, laboratórios de

Leia mais

I SEMANA ESTADUAL DA QUÍMICA

I SEMANA ESTADUAL DA QUÍMICA PÓLO VITÓRIA/ES 19:00h - Abertura SEGUNDA-FEIRA DIA 18/06 20:00h Mesa-redonda: A Contribuição da Química para o Desenvolvimento Sustentável do ES ESPÍRITO SANTO EM AÇÃO Dr. Alexandre Nunes Theodoro Desenvolvimento

Leia mais

COPA DO MUNDO FIFA 2014 BRASIL. Oportunidades e Desafios

COPA DO MUNDO FIFA 2014 BRASIL. Oportunidades e Desafios COPA DO MUNDO FIFA 2014 BRASIL Oportunidades e Desafios COPA DO MUNDO - OPORTUNIDADES Um evento esportivo do porte de uma Copa do Mundo é como uma grande vitrine do país no exterior e corresponde a um

Leia mais

A Importância da Logística para o Desenvolvimento Regional Wagner Cardoso

A Importância da Logística para o Desenvolvimento Regional Wagner Cardoso A Importância da Logística para o Desenvolvimento Regional Wagner Cardoso Secretário-Executivo do Conselho de Infraestrutura da Confederação Nacional da Indústria CNI Brasília, 4 de maio de 2011 1 Qualidade

Leia mais

Acompanhe as principais notícias da Companhia de Desenvolvimento Industrial do Estado do Rio de Janeiro

Acompanhe as principais notícias da Companhia de Desenvolvimento Industrial do Estado do Rio de Janeiro Ano 5 / Nº 46 / Outubro/2015 Acompanhe as principais notícias da Companhia de Desenvolvimento Industrial do Estado do Rio de Janeiro GE Aviation anuncia investimento de US$ 55 milhões na GE Celma, unidade

Leia mais

Oportunidade de Patrocínio

Oportunidade de Patrocínio Oportunidade de Patrocínio COLÓQUIO INTERNACIONAL: A MODERNIZAÇÃO do Direito do Trabalho 27 e 28 de agosto de 2015 Hotel Sheraton - Porto Alegre/RS PROMOTOR: Associação dos Advogados Trabalhistas de Empresas

Leia mais

Centro Cultural e de Exposições de Maceió

Centro Cultural e de Exposições de Maceió Centro Cultural e de Exposições de Maceió Descrição Administrar, explorar comercialmente e desenvolver eventos culturais, de lazer e de negócios no Centro Cultural e de Exposições de Maceió, localizado

Leia mais

O impacto da expansão do setor de mineração, metalurgia e de materiais no Espírito Santo na Academia

O impacto da expansão do setor de mineração, metalurgia e de materiais no Espírito Santo na Academia 1 O impacto da expansão do setor de mineração, metalurgia e de materiais no Espírito Santo na Academia Eng. Maristela Gomes da Silva, Dr. 1 Os objetivos desta primeira intervenção são apresentar a situação

Leia mais

Quatro dias no mar alto a bordo da Caravela Vera Cruz

Quatro dias no mar alto a bordo da Caravela Vera Cruz Quatro dias no mar alto a bordo da Caravela Vera Cruz Viagem de lançamento do veleiro WEST - 6-9 junho 2015 Projeto A ponte entre a escola e a Ciência Azul Ricardo Estevens, ES 2/3 Anselmo de Andrade,

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

GESTÃO FINANCEIRA PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS GESTÃO FINANCEIRA PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS Thais Peixoto de Medeiros(1); Estephany Calado(2); Gisele Gregório Araújo(2); Márcio André Veras Machado (3); Francisco Roberto Guimarães Júnior(4) Centro

Leia mais

PESQUISA FECOMÉRCIO DE TURISMO Turismo de Cruzeiros em Itajaí

PESQUISA FECOMÉRCIO DE TURISMO Turismo de Cruzeiros em Itajaí Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina PESQUISA FECOMÉRCIO DE TURISMO Turismo de Cruzeiros em Itajaí Sumário Introdução... 3 Perfil dos turistas... 4 Hábitos e comportamentos sobre o turismo

Leia mais

As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm

As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm ESTUDO DA CNT APONTA QUE INFRAESTRUTURA RUIM AUMENTA CUSTO DO TRANSPORTE DE SOJA E MILHO As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm impacto significativo na movimentação

Leia mais

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento.

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento. DISCURSO DE POSSE Boa Noite a todos! Cumprimento o ex-diretor presidente Sebastião Calais, o Prefeito Leris Braga, o vice-prefeito Alcemir Moreira, o presidente da Câmara de Vereadores Juarez Camilo, o

Leia mais

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES PROJECTO SOED RELATÓRIO DE ACTIVIDADES (Março Dezembro 2008) Por: Eulália Domingos Mugabe Florianópolis, 5 de Janeiro de 2009 RESUMO Durante o período compreendido entre Março e Dezembro de 2008, em Florianópolis,

Leia mais

Novas Portarias da Codesa: Beleza e Modernidade

Novas Portarias da Codesa: Beleza e Modernidade 1 Representantes da Codesa participam de Seminário O seminário Ciência e Tecnologia nos Portos Brasileiros, realizado em Brasília, aconteceu dia 24 de junho de 2008. Pág 03 Novas Portarias da Codesa: Beleza

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO ALUNO BOLSISTA SUBPROJETO DE 2011. 2 Semestre de 2011

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO ALUNO BOLSISTA SUBPROJETO DE 2011. 2 Semestre de 2011 Ministério da Educação Secretaria de Educação Média e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE

Leia mais

SETOR PORTUÁRIO RIO BRASILEIRO: INVESTIMENTOS E LOGÍSTICA

SETOR PORTUÁRIO RIO BRASILEIRO: INVESTIMENTOS E LOGÍSTICA SETOR PORTUÁRIO RIO BRASILEIRO: INVESTIMENTOS E LOGÍSTICA Novo Marco Regulatório do Setor - Lei n 12.815, de 05/06/2013 SECRETARIA DE PORTOS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SEP/PR Audiência Pública Comissão

Leia mais

A Importância do Porto Brasileiro no Desenvolvimento da Cabotagem. Fabrízio Pierdomenico

A Importância do Porto Brasileiro no Desenvolvimento da Cabotagem. Fabrízio Pierdomenico Secretaria Especial de Portos da Presidência da República A Importância do Porto Brasileiro no Desenvolvimento da Cabotagem C- Fabrízio Pierdomenico Sub-Secretário de Planejamento e Desenvolvimento Portuário

Leia mais

CAPÍTULO III MEIOS DE TRANSPORTE TRANSPORTE HIDROVIÁRIO

CAPÍTULO III MEIOS DE TRANSPORTE TRANSPORTE HIDROVIÁRIO CAPÍTULO III MEIOS DE TRANSPORTE TRANSPORTE HIDROVIÁRIO O Transporte Hidroviário é o mais antigo do mundo. Subdivide-se em: - Transporte Marítimo: executado pelos mares, normalmente transportes internacionais

Leia mais