Nova lei dos empreendimentos turísticos não condiciona turismo residencial

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Nova lei dos empreendimentos turísticos não condiciona turismo residencial"

Transcrição

1 Quinta-feira 27 Março 2008 Jornal Oficial Imobitur IV Salão Imobiliário e Turismo Residencial Porto2008. De 27 a 30 de Março. Exponor. Nova lei dos empreendimentos turísticos não condiciona turismo residencial Bernardo Trindade, secretário de Estado do Turismo, comentou, em entrevista ao PÚBLICO Imobiliário, as implicações da nova lei e respondeu às críticas do sector Pág. 02/03 Algarve Grupo Duarte investe 55 milhões de euros no Eden Resort 18 Imobitur abre hoje as suas portas 20 Frentes de mar e rio em Gaia requalificadas 26 Porto Vivo tem 37 quarteirões em análise 46 A regata que inspira porcelanas

2 2 Público Imobiliário Quinta-feira 27 Março 2008 Abertura Há globalmente um consenso positivo em torno deste decreto-lei Bernardo Trindade, secretário de Estado do Turismo, mostra-se satisfeito com a nova lei dos empreendimentos turísticos e defende que negócio imobiliário e turismo residencial são duas áreas que não devem ser confundidas Rui Pedro Lopes A nova lei dos empreendimentos turísticos vai entrar em vigor no início do próximo mês e Bernardo Trindade não tem dúvidas de que o novo quadro legal salvaguarda o interesse público e responde aos interesses dos privados. O secretário de Estado do Turismo, em entrevista ao PÚBLICO Imobiliário, aproveitou para responder a algumas das críticas que têm sido feitas ao novo diploma, defendendo que ele é único e tem como preocupação principal a garantia do serviço prestado e da qualidade do empreendimento, de modo a satisfazer as expectativas dos turistas que o irão utilizar. Apesar de admitir que esta lei poderá não satisfazer as necessidades de uma procura imobiliária pura, o governante diz que foi necessário desenhar e garantir um produto adequado à procura que o turismo residencial possui actualmente. PÚBLICO Imobiliário O novo regime jurídico dos empreendimentos turísticos foi aprovado recentemente e deverá entrar em vigor no início de Abril. O que é que o Governo pretende com este novo diploma? Bernardo Trindade O novo quadro regulador da oferta turística pretende reforçar a relação de confiança entre a Administração Pública e o sector privado, através de três objectivos essenciais: menos burocracia, maior responsabilização e melhor fiscalização. As traves mestras do novo regime são: a simplificação, no enquadramento jurídico e no processo de licenciamento; a responsabilização, através da regulação pelo risco e da fiscalização; a qualificação da oferta, com o novo modelo de classificação e a introdução do novo paradigma da exploração turística. Da conjugação destas linhas de acção resultará uma maior confiança no mercado e uma melhor satisfação do turista. Quais são as vantagens da redefinição das tipologias dos empreendimentos turísticos? Numa lógica de simplificação e menor burocracia, são evidentes as vantagens de redução de 21 tipologias e sub-tipologias para 12, com critérios mais claros e objectivos. Por outro lado, o novo quadro cria a figura do Alojamento Local para moradias, apartamentos e estabelecimentos de hospedagem que estavam até agora fora da economia formal e, embora não cumprindo os requisitos para serem Empreendimentos Turísticos, serão objecto de registo obrigatório nas Câmaras Municipais, tendo que cumprir requisitos mínimos de segurança e higiene. O Turismo de Portugal e as autarquias poderão garantir a revisão, de quatro em quatro anos, dos empreendimentos turísticos, para efeitos da renovação da classificação? O novo modelo de classificação, de uma a cinco estrelas, assenta nas características das instalações e dos equipamentos, e também na qualidade dos serviços disponibilizados. Neste modelo é obrigatória a revisão da classificação, de quatro em quatro anos, mediante a realização de auditorias para o efeito. As auditorias serão realizadas pelo Turismo de Portugal, relativamente aos hotéis, aldeamentos e apartamentos, e pelas Câmaras Municipais nos casos do Turismo no Espaço Rural, Turismo de Habitação e Parques de Campismo. Na reorganização do Turismo de Portugal foi já considerada esta realidade com a criação de uma Direcção de Qualificação da Oferta, na qual estão a ser efectuados os necessários ajustamentos para fazer face com eficiência e eficácia às classificações e respectivas revisões. Numa fase inicial será o Turismo de Portugal a promover estas vistorias de classificação. Em paralelo, trabalhará o processo de acreditação de entidades privadas que se queiram associar a este processo de classificação e revisão. Porque é que sentiram necessidade, na nova lei, de criar um novo paradigma de exploração turística dos empreendimentos que assenta na exploração permanente de todas as unidades de alojamento pela entidade exploradora, ainda que ocupadas pelos respectivos proprietários? No limite, o que a lei diz é que alguém que compre uma casa, por exemplo num resort, não poderá residir Não poderíamos continuar a encapotar projectos imobiliários sob a designação de empreendimentos turísticos, diz Bernardo Trindade nela de forma permanente? A definição deste novo paradigma é indissociável da necessidade de separação daquilo que é empreendimento turístico relativamente aos empreendimentos estritamente imobiliários. Independentemente da utilização efectuada pelos proprietários das unidades de alojamento, o quadro regulador é único e tem como preocupação principal a garantia do serviço prestado e da qualidade do empreendimento, de modo a satisfazer as expectativas dos turistas que o irão utilizar. Será o contrato entre a entidade exploradora e o proprietário que irá definir os termos da exploração e da utilização, não existindo qualquer limite temporal ao uso pelo proprietário. Há quem alerte para uma provável queda na procura, por parte dos compradores de imóveis em projectos de turismo residencial, uma vez que será impossível ajustar o produto às suas necessidades? Como já referi, numa clara separação entre imobiliário e turismo residencial, determinada pela própria diferença de condições de edificação a nível territorial, definimos um quadro regulador assente num padrão de qualidade que visa ir ao encontro das expectativas do consumidor deste produto. A procura do turismo residencial está a aumentar nos nossos principais mercados emissores e tivemos que desenhar e garantir um produto adequado a essa mesma procura turística, o qual, admito, poderá não satisfazer as necessidades de uma procura imobiliária pura. Mas enquanto secretário de Estado do Turismo, a minha preocupação deverá centrar-se no desenvolvimento de um turismo de qualidade que nos permita manter os níveis de crescimento que temos vindo a registar nos principais indicadores. Mas vários responsáveis do sector têm dito que esta lei, pela sua abrangência, pode condicionar o desenvolvimento do turismo residencial em Portugal... Este diploma é o resultado de um diálogo permanente com as principais associações representativas do sector. Atingimos uma solução que considero equilibrada, que salvaguarda o interesse público e responde aos interesses dos privados. Penso que há globalmente um consenso positivo em torno deste decreto-lei e não vejo que este vá condicionar negativamente o desenvolvimento do turismo residencial. Não tivemos esse feedback do sector. Considera que o turismo residencial e o negócio imobiliário são duas áreas que não devem ser confundidas, como entende o Plano Estratégico Nacional do Turismo (PENT)? O turismo residencial conseguirá sobreviver no futuro sem estar ligado ao negócio imobiliário? Claro que não poderá haver confusão entre os dois conceitos. As próprias condições de licenciamento e edificação são distintas e não poderíamos continuar a encapotar projectos imobiliários sob a designação de empreendimentos turísticos. Muitos promotores já entenderam essa diferença e comercializam as unidades de alojamento dos empreendimentos numa lógica de negócio adaptada a esta realidade, também ela rentável, embora com regras próprias. Não vejo, assim, entraves à sobrevivência e mesmo ao crescimento do turismo residencial. Muito pelo contrário, considero que a nova legislação está apta a responder aos desafios que se colocam nesse âmbito. Referiu recentemente numa entrevista que pretende ver os projectos turísticos crescer em qualidade e não apenas em quantidade. Que visão defende para aquilo que chamou de resorts integrados? Não podemos querer competir com destinos massificados num mercado de quantidade assente em preços baixos. A aposta tem que ser feita claramente na qualidade da nossa oferta. Estabelecemos um PENT, com metas ambiciosas, mas objectivas e enquadradas num conjunto de linhas de acção que promoverá um desenvolvimento harmonioso e sustentável do turismo nacional. Ao consagrarmos o domínio específico dos resorts integrados como um produto turístico estratégico no âmbito do PENT, tivemos a intenção de do-

3 Público Imobiliário Quinta-feira 27 Março tá-lo de um conjunto de princípios orientadores dentro dessa lógica específica de crescimento em qualidade, por oposição à massificação e à confusão com o negócio imobiliário. No âmbito do turismo residencial, privilegiamos os projectos com uma oferta integrada de produtos complementares e que contribuam para a criação de emprego em regiões tradicionalmente mais desfavorecidas ou com menor expressão turística, como o Alentejo ou o Oeste. Que outras medidas serão lançadas pelo Governo para fomentar o crescimento do produto Turismo Residencial em Portugal? Considero que os passos essenciais já foram dados. Sabemos que o mais importante foi definir o Turismo Residencial como um produto estratégico para os próximos 10 anos (até 2015). Este estatuto permitiu focalizar a discussão do desenvolvimento do Turismo Residencial entre os agentes públicos e privados, as necessidades mais prementes e os objectivos futuros, situação bem patente na nova legislação dos empreendimentos turísticos, onde existe uma perfeita sintonia entre todos os interessados, quer seja o Estado, quer sejam os privados. Os próximos passos passarão, sem dúvida, por criar acessibilidades e infra-estruturas nas zonas envolventes, nomeadamente em regiões situadas nos novos pólos turísticos, de modo a criar um verdadeiro destino turístico de eleição. Esta massa crítica é necessária para alavancar a oferta que está a aparecer. Balanço Sector do Turismo representa cerca de 50% dos projectos PIN A introdução dos projectos de Potencial Interesse Nacional (PIN) foi positiva para o sector do turismo? É claro que foi uma decisão muito positiva. Basta ver o número de projectos que são PIN ou que se pretenderam enquadrar neste sistema. É revelador do optimismo e da confiança que gerou junto dos empresários. Foi positiva ainda porque, para projectos qualificadores da nossa economia nas suas mais diversas vertentes, foi possível em tempo útil oferecer uma resposta ao promotor desse investimento. E sublinho, uma resposta, positiva ou negativa, cumprindo sempre as disposições legais em vigor. O acompanhamento próximo que temos vindo a realizar aos projectos e os mecanismos de concertação têm-se revelado de extrema importância no desbloqueamento de impasses e na adopção de soluções que salvaguardem os interesses públicos e privados. Penso que os cerca de 8 mil milhões de euros de investimento de projectos PIN na área do Turismo e a estimada criação de postos de trabalhos directos e indirectos significam por si só a confiança que os promotores depositam nas políticas adoptadas. Qual é a percentagem actual de projectos da área do turismo com classificação PIN? Actualmente, quer em número de projectos, quer em montante de investimento, o sector do Turismo representa cerca de 50 por cento dos projectos PIN em acompanhamento, o que traduz bem a vitalidade deste sector. No entanto, a abrangência dos projectos PIN e a dinâmica natural da economia, podem inverter esta tendência a qualquer momento. Em que ponto está a nova lei das regiões de turismo? O diploma foi aprovado em Conselho de Ministros e aguarda, neste momento, a promulgação pelo Presidente da República. Este decreto-lei surge no âmbito da reorganização determinada pelo PRACE relativamente às Regiões de Turismo e está articulado com os objectivos do Plano Estratégico Nacional para o Turismo (PENT). O que se pretende? Com este diploma, asseguraremos a cobertura de todo o território nacional por organismos regionais de turismo actualmente há zonas que não estão abrangidas, como por exemplo Odemira, Fundão, Guimarães, Mealhada, Lisboa ou Porto e uma racionalização de meios com ganhos evidentes de dimensão crítica para afirmação destas áreas territoriais (existem actualmente 19 regiões de turismo e 8 juntas de turismo). Por outro lado, com uma clara definição de critérios para a afectação das verbas provenientes do Orçamento de Estado, associada a uma monitorização por parte do Turismo de Portugal e à verificação do cumprimento de objectivos fixados contratualmente, garantiremos uma valorização da eficiência e eficácia da gestão e uma racionalização mais eficaz das verbas públicas afectas aos organismos regionais de turismo. Como é que comenta a construção do novo aeroporto de Lisboa em Alcochete, sendo que vários projectos de turismo residencial foram idealizados e executados a pensar numa localização na Ota? Não foram defraudadas as expectativas de alguns investidores? Para o Turismo, o mais relevante é que tenha havido uma decisão sobre a localização do novo aeroporto de Lisboa. As condições da Portela já não respondem com a qualidade que gostaríamos e contribuem frequentemente para uma menor satisfação dos turistas que nos procuram. A partir de agora, considerando a localização do aeroporto em Alcochete, temos que trabalhar no sentido de garantir aos vários destinos nacionais que serão servidos por este aeroporto, as melhores acessibilidades, quer rodoviárias, quer ferroviárias. Ainda na Segunda-feira, o primeiro-ministro anunciou importantes investimentos na requalificação da rede viária do Oeste. Com um aeroporto moderno, bem equipado e acessível, estou certo, Portugal ficará melhor servido e será mais atractivo.

4

5 Empreendimento Público Imobiliário Quinta-feira 27 Março Projecto representa investimento de 30 milhões de euros Empril apresenta Portas da Boavista no Imobitur Antas Première encarna uma personalidade contemporânea Rui Pedro Lopes Civilria e Chamartín Imobiliária desenvolvem projecto na cidade do Porto, numa área de 42 mil metros quadrados O Antas Première traduz um conceito de vida que prima pela comodidade, exclusividade e discrição de um condomínio residencial privado, com áreas de jardim, health club e home cinema. A frase está inscrita na memória descritiva do projecto e é, segundo os seus responsáveis, a que melhor caracteriza este empreendimento, que resulta de uma parceria entre a Civilria e a Chamartín Imobiliária e cuja construção e comercialização foram agora anunciadas. Representando um investimento de 30 milhões de euros, o Antas Première possui uma excelente localização em pleno coração da cidade do Porto, na Alameda das Antas e encontra-se nas proximidades de vários centros de interesse, como o Estádio do Dragão, o centro comercial Dolce Vita e os hotéis AC. Este empreendimento compreende um conjunto variado de apartamen- B.I. Antas Première Promotores: Civilria e Chamartín Imobiliária Localização: Zona das Antas, na cidade do Porto Área: 42 mil metros quadrados Investimento: 30 milhões de euros Oferta imobiliária: Apartamentos (tipologias entre o T1 e o T5 Duplex) e áreas comerciais Arquitectura: Projecto assinado pelos arquitectos João Paciência e Orlando Gaspar Comercialização e construção: Em fase de arranque tos, com tipologias entre o T1 e o T5 Duplex, dispondo de amplas áreas e com materiais de primeira qualidade e acabamentos de luxo. Estão igualmente disponíveis algumas áreas comerciais. Ao todo, este projecto estende-se por uma área de 42 mil metros quadrados, possuindo quatro entradas, o que confere grande privacidade aos residentes, tendo em conta que cada piso tem, no máximo, quatro apartamentos. Existirá ainda um espaço verde com m². Inspirado na vivência própria das Antas, o empreendimento encarna uma personalidade contemporânea assente no rigor do projecto, na sua exclusividade e na qualidade de vida. Foi também esta personalidade que os arquitectos João Paciência e Orlando Gaspar procuraram cimentar no projecto que desenharam para o Antas Première. O projecto de arquitectura concilia de maneira inteligente, interior e exterior, áreas de estar e áreas de trabalho, luz matinal e luz vespertina, pode ler-se na memória descritiva. Segundo revelou a Civilria, o empreendimento estará em exposição durante a edição deste ano da Imobitur Salão Imobiliário e Turismo Residencial do Porto, que se inicia hoje. Marc Barros O grupo Empril estará presente, pela quarta vez consecutiva, no Imobitur - Salão Imobiliário e do Turismo Residencial do Porto. De acordo com os responsáveis da empresa, esta participação deve-se ao facto de o evento constituir-se como o ponto de encontro entre a oferta e a procura do sector imobiliário, pelo que o grupo dará a conhecer os seus mais recentes projectos nos diversos sectores da actividade, que vão desde o segmento residencial, até aos parques empresariais e industriais. No entanto, o destaque vai para a apresentação pública da maqueta e o pré-lançamento de vendas do empreendimento Portas da Boavista, uma urbanização residencial localizada na Boavista, nas antigas instalações dos Serviços de Transportes Colectivos do Porto (STCP), entre as ruas de Pedro Hispano e 5 de Outubro. Este projecto resulta de um investimento de 54 milhões de euros e contempla a edificação de 22 fracções de habitação (entre o T2 e o T4) e comércio. No conjunto, serão 32 mil metros quadrados de construção acima do solo e cuja primeira fase deverá arrancar no segundo trimestre deste ano. No certame, a Empril deverá ainda proceder à apresentação oficial e lançamento de vendas dos edifícios Jardim e Nascente de Vera Cruz, inseridos na Urbanização Quinta de Vera Cruz, que vem colmatar a necessidade de tipologias T3+1 e T4, bastante procuradas por famílias consolidadas, em Vila Nova de Gaia. Segundo a empresa, este empreendimento destaca-se pela qualidade, localização única e excepcional, em conjunto com um jardim de m², florido e arborizado. B.I. Portas da Boavista Promotor: Empril Localização: Nas antigas instalações dos Serviços de Transportes Colectivos do Porto (STCP), entre as ruas de Pedro Hispano e 5 de Outubro N.º Fracções: 220 ( habitação e comércio) Tipologias: T2, T3 e T4 Área: m2 de construção acima do solo Valores m2: Volume de investimento: 54 milhões de euros Início de Construção: 2.º trimestre de 2008 (1.ª fase) Jardim de Vera Cruz Promotor: Empril Localização: Gaia N.º Fracções: 40 (39 habitações e 1 loja) Tipologias: T2, T3+1 e T4 Área: m2 Valores m2: Volume de investimento: 8,5 milhões de euros Conclusão: 2.º trimestre de 2009 Nascente de Vera Cruz Promotor: Empril Localização: Gaia N.º Fracções: 59 (58 habitações e 1 loja) Tipologias: T1, T2, T2+1 e T3 Área: m2 Valores m2: Volume de investimento: 9 milhões de euros Conclusão: 4.º trimestre de 2009

6 6 Público Imobiliário Quinta-feira 27 Março 2008 Empreendimento Arranca comercialização do empreendimento Porto de Vista Comercialização arranca no próximo mês Marc Barros Empreendimento localizado no centro histórico de Gaia resulta de investimento de 23 milhões de euros A Ac-Fimo Imobiliária, empresa que integra o grupo Europa Ar-Lindo, encontra-se a desenvolver o empreendimento Porto de Vista, localizado no centro histórico de Vila Nova de Gaia, devendo a sua comercialização arrancar no próximo mês de Abril. O projecto, que conta com uma área bruta de construção de aproximadamente 17 mil m², assenta num conceito onde a localização é o ponto alto do empreendimento, com vistas privile- giadas sobre a cidade do Porto. Um cenário que predispõe ao sonho e ao requinte, no melhor que a cidade tem para oferecer, entre rasgos de euforia arquitectónica e paixão estilística, referem os promotores, que apresentarão o projecto no Imobitur, depois de um acolhimento muito favorável no Salão Imobiliário de Lisboa (SIL) onde, segundo afirmam, obteve uma receptividade bastante positiva e animadora, com bastante curiosidade e entusiasmo por parte do público, tendo em conta que o SIL se realiza em Lisboa e a obra situa-se em Gaia. Por outro lado, tendo em linha de conta aspectos como os materiais de acabamentos, a qualidade de construção, a localização e a própria arquitectura, o empreendimento encontra-se direccionado para o segmento de classe média-alta, assinalam os promotores. O empreendimento Porto de Vista conta com 115 fracções, com áreas desde os 80 até aos 250 m², envolvendo as tipologias T1, T2, T2 duplex, T3, T3 duplex, T4 e T4 duplex. Num investimento que rondou os 23 milhões de B.I. Porto de Vista Promotor: AC-Fimo Imobiliária SA Localização: Centro histórico Gaia Investimento: 23 milhões de euros N.º de fracções: 115, com áreas entre os 80 e os 250 m2 Tipologias: T1, T2, T2 duplex, T3, T3 duplex, T4 e T4 duplex Início da comercialização: Abril de 2008 euros, o valor médio de venda por m² do Porto de Vista será fixado aquando do início da fase de comercialização. O empreendimento, cuja fase de obra já arrancou, será apresentado em duas fases distintas, sendo que a primeira deverá estar concluída no segundo trimestre de 2009 e a segunda cerca de 12 meses depois. Axis Viana inaugurado no próximo mês de Agosto Pedro Farinha A cidade de Viana do Castelo vai assistir no próximo mês de Agosto à inauguração do novo hotel Axis Viana. Disponibilizando 87 quartos, entre os quais nove suites e quatro quartos devidamente equipados para deficientes motores, esta nova unidade vem aumentar de forma significativa a oferta hoteleira da região do Minho. Filipe Silva, administrador do Grupo Axis Hotéis & Golfe, sublinhou que Viana do Castelo justifica uma oferta hoteleira maior do que a actual e com mais qualidade, de modo a cotar-se como um dos principais destinos turísticos do país. Situada a poucos minutos do centro histórico de Viana do Castelo, e ao lado do Parque da Cidade, a nova unidade deste grupo apresenta um volume de construção de metros quadrados. O Axis Viana, que pretende assumir-se como uma das mais modernas estruturas de quatro estrelas do país, possui restaurante, bar, piscina e esplanada exterior, bem como um Business Center (área de mil metros quadrados), com cinco salas de reunião (até 250 pessoas) e uma zona de exposições com bar de apoio. As estadas ligadas aos negócios são uma das apostas do Axis Viana, a par de uma forte componente de lazer. O facto de Novo hotel terá 87 quartos o hotel estar situado na cidade coração do Minho, de riquezas cultural e gastronómica únicas, constitui outra das vantagens da unidade hoteleira, de acesso rodoviário extremamente fácil e rápido, indica um comunicado do Grupo Axis Hotéis & Golfe. Outra das valências desta unidade será o Axis Wellness, um espaço com metros quadrados de área e que compreenderá duas piscinas, sauna, banho turco, sala de musculação e aparelhos de cardio fitness, programas de relaxamento, massagem e diversos tratamentos. A estrutura do novo hotel é já bem visível para quem entra em Viana pelo lado do rio Lima, mesmo junto ao monte de Santa Luzia, apresentando fortes traços de arquitectura contemporânea com evidência para o vidro, o alumínio e a pedra que não deixam ninguém indiferente, acrescenta o mesmo documento, que dá ainda conta de que serão criados cerca de 70 postos de trabalho directos e indirectos. Esta unidade hoteleira prevê para o primeiro ano de laboração uma taxa de ocupação a rondar os 50 por cento. B.I. Axis Viana Promotor: Grupo Axis Hotéis & Golfe Localização: Viana do Castelo Volume de construção: metros quadrados Hotel: 87 quartos, restaurante, bar, piscina, esplanada exterior, Business Center (com cinco salas de reunião e uma zona de exposições com bar de apoio), Axis Wellness (duas piscinas, sauna, banho turco, sala de musculação e aparelhos de cardio fitness, programas de relaxamento, massagem e diversos tratamentos) Taxa de ocupação: 50 por cento no primeiro ano

7 ARQUITECTURA E NATUREZA FUSÃO CRIATIVA INOVAÇÃO E CULTURA BOM SUCESSO DESIGN RESORT, LEISURE, GOLF & SPA ÓBIDOS I PORTUGAL COSTA DE PRATACLUBE DE TÉNIS E PADDLE LAGO DE PESCASEGURANÇA 24 HORASPRAIA PRIVADALAVANDARIABABY SITTINGCENTRO DE DESIGN SUPERMERCADOSERVIÇO DE ENTREGA DE MEDICAMENTOSFLORESTA E LAGOS2 CAMPOS DE GOLFE ASSISTÊNCIA MÉDICA CICLOVIA E CLUBE DE VELAPROJECTO PINATMPERTO DE ÓBIDOSALUGUER DE BICICLETASCAMPO DE FUTEBOL RELVADO23 ARQUITECTOSPARQUE INFANTILSERVIÇO DE RENTABILIZAÇÃO DE IMÓVEISCIRCUITO MANUTENÇÃOSHUTTLE PERMANENTEHOTEL E SPAZONA COMERCIALHELIPORTOTABACARIA PISCINASHOTEL DE ANIMAISSERVIÇO DE MANUTENÇÃO DE JARDINSASSISTÊNCIA VETERINÁRIAANFITEATRO AO AR LIVRECICLOVIA STAND DE VENDAS Bom Sucesso - Vau Vau - Óbidos Tel Fax LISBOA Rua Alexandre Herculano, 2-3.º Esq Lisboa Tel /31 Fax PORTO Av. da Boavista, º sala Porto Tel Fax Developer:

8 8 Público Imobiliário Quinta-feira 27 Março 2008 Empreendimento Mosteiro de Arouca vai ter unidade hoteleira na ala Sul Rui Pedro Lopes Concurso público para parceria público-privada lançado. Preço base é de cinco milhões de euros A Direcção Regional de Cultura do Norte (DRCN) lançou um concurso com vista ao estabelecimento de uma parceria público-privada para a instalação e exploração de uma unidade hoteleira na ala Sul do Mosteiro de Arouca. Dividido em duas fases, este concurso terá um preço base de cinco milhões de euros e será conduzido pela Câmara Municipal de Arouca. Na primeira fase, de acesso público, os interessados poderão apresentar as suas candidaturas, acompanhadas de documentos que fundamentem a sua capacidade e experiência técnica em projectos semelhantes, bem como a sua capacidade económicofinanceira. Entre os critérios que deverão presidir à escolha de cinco candidaturas, as quais transitarão para uma segunda fase, contam-se a experiência na concepção, exploração e construção de projectos de natureza e complexidade semelhantes. A segunda fase terá início com a apresentação de estudos prévios da unidade hoteleira, por parte das entidades seleccionadas, a que se seguirá Número m2 é a área da ala Sul do Mosteiro de Arouca a divulgação das propostas comerciais integradas. Segundo a DRCN, a adjudicação será efectuada à proposta economicamente mais vantajosa e que observe os seguintes factores: nível de qualidade e perfil do estabelecimento hoteleiro, qualidade da intervenção arquitectónica, intervenções complementares que integrem a proposta, nomeadamente ao nível do Mosteiro, estrutura financeira, prazo de exploração proposto e retribuição ao concedente. A ala Sul do Mosteiro de Arouca compreende uma área de cerca de m². Sobriedade de fachadas Fundado no século X em honra de São Pedro, o Mosteiro de Arouca, considerado um dos mais ricos do país, pertenceu em tempos à Ordem de Cister. O conjunto edificado apresenta uma planta rectangular composta, com eixo maior orientado de Norte para Sul, desenvolvendo-se em torno do claustro e de dois pátios longitudinais, indica o comunicado da DRCN. Composto por corpos de três pisos, e quatro nos torreões, este imóvel, nas mãos do Estado desde 1910, revela uma grande uniformidade e sobriedade de fachadas, incluindo uma cerca murada com uma área de aproximadamente 2,5 hectares, acrescenta o mesmo documento. O Mosteiro acolhe actualmente várias instituições, nomeadamente a Igreja, a Irmandade da Rainha Santa Mafalda (Museu de Arte Sacra e Centro de Documentação D. Domingos Pinho Brandão) e várias associações locais.

9

10 10 Público Imobiliário Quinta-feira 27 Março 2008 Empreendimento Residências do Paço II com conclusão prevista para Maio Pedro Farinha 75 por cento dos apartamentos já estão comercializados. Projecto está situado nas proximidades do centro de Braga B.I. Residências do Paço II A FDO Imobiliária anunciou que o empreendimento Residências do Paço II, em Braga, deverá estar concluído no próximo mês de Maio. Segundo a promotora nortenha, já foram comercializados, até ao momento, cerca de 75 por cento dos apartamentos disponíveis. Composto por 24 apartamentos (tipologias entre o T2 e o T4) e duas lojas, este projecto destaca-se pela tranquilidade do local onde se insere, próximo do centro de Braga e do Paço Episcopal, e pela facilidade de acesso às entradas e saídas da cidade. A arquitectura exterior e o design interior são duas das marcas distintivas identificadas pelos responsáveis da promotora do Residências do Paço II, que apresenta uma forte tradição arquitectónica urbana conjugada com traços contemporâneos mais marcantes. Além da arquitectura, a funcionalidade, o conforto e a exclusividade marcam forte presença neste empreendimento singular, que está direccionado para pessoas solteiras ou famílias, com gostos modernos e exigentes que privilegiam a vivência da cidade, pode ler-se num comunicado da FDO Imobiliária. A escolha dos melhores equipa- FDO Imobiliária promove empreendimento mentos foi uma das principais preocupações da promotora, que optou por aquecimento central, pré-instalação de ar condicionado e de aspiração central, isolamento térmico e acústico, móveis de cozinha lacados, cabine de hidromassagem no WC ou louças sanitárias suspensas. Os apartamentos, virados a nascente e poente e com excelentes vistas direccionadas para o Monte do Bom Jesus e Sameiro, dispõem de soalho em madeira maciça. Sublinhe-se que os apartamentos T3 e T4 contemplam um lugar de garagem, com capacidade para duas viaturas. Entretanto, foi também já apresentado o andar modelo deste empreendimento. Da autoria da empresa Hestia, o projecto do andar modelo privilegia elementos singulares, como o couro, o aço, as madeiras lacadas, espelhos e os polímeros, criando assim um ambiente ímpar, elegante e contemporâneo. Além disso, o mobiliário de design não deixa margem para dúvidas quanto à qualidade da decoração: peças de autor de Phillipe Stark, Ingo Maurer, Jorge Pensi, Lievore Altherr Molina, Alberto Meda e Paola Rizzato marcam o interior do apartamento, onde a combinação de cores da ardósia e do couro proporciona um efeito estético ímpar. A continuidade visual é conferida por tecidos de algodão, linho e lã, utilizados nos estofos, nas carpetes e nas cortinas, acrescenta o comunicado. Promotor: FDO Imobiliária Localização: Braga Oferta imobiliária: 24 apartamentos (entre o T2 e o T4) e duas lojas Equipamentos: Aquecimento central, pré-instalação de ar condicionado e de aspiração central, isolamento térmico e acústico, móveis de cozinha lacados, cabine de hidromassagem no WC ou louças sanitárias suspensas Comercialização: O empreendimento tem 75 por cento dos apartamentos colocados Conclusão: Prevista para o mês de Maio Bascol apresenta segunda fase do Portosol Pedro Farinha A Bascol vai lançar, durante a Imobitur, que tem início hoje, a segunda fase do projecto Portosol. Dividido em dois edifícios com nove pisos cada, este novo complexo habitacional integra 83 fracções, com tipologias entre o T1 e o T5. Depois do notável sucesso alcançado na primeira fase, a Bascol dá assim início a uma nova fase de desenvolvimento do projecto, localizado no centro geográfico do Porto, junto ao Parque da Prelada. Para já, as informações sobre o novo complexo ainda são escassas, contudo os princípios orientadores da primeira fase deverão manter-se, ou seja, um produto que se distinga no mercado, oferecendo qualidade acima da média, numa localização ímpar e com preços convidativos. Quanto à primeira fase do Portosol, as expectativas da promotora foram ultrapassadas. É com enorme orgulho e uma grande satisfação que constato o sucesso desta operação na cidade do Porto, referiu António Bastos, presi- Novo complexo habitacional integra 83 fracções dente do Conselho de Administração da Bascol, que não tem dúvidas de que este empreendimento tem sido uma verdadeira referência para o grupo e para o sector imobiliário no Norte, quer ao nível da organização de toda a operação, quer ao nível da rápida execução da obra e cumprimento dos prazos estipulados. No total, esta primeira fase de desenvolvimento compreendeu 100 fracções, divididas entre 76 habitações (T2 a T4) e 24 lojas, com áreas que vão desde os 30 aos 600 m². O andar modelo um T4, que fica no 4.º andar da torre F foi recentemente apresentado. Para a promotora, não há nada melhor do que visitar um andar completamente decorado para se ter uma ideia mais realista de todas as dimensões, espaços e iluminação dos apartamentos. Sobre a construção, Gonçalo Costa, responsável pela direcção da obra, já veio dizer que, a partir de agora, nenhuma das três torres deixa transparecer sinais de obra, sendo uma clara antevisão da conclusão da empreitada. Outras apostas Além do Portosol, a Bascol está neste momento a desenvolver outros projectos em território nacional e em Angola. Os projectos em desenvolvimento em Portugal e Angola permitem à Bascol assumir-se como um importante promotor imobiliário, pode ler-se num comunicado deste grupo, que além da promoção, dedica-se também à construção civil e obras públicas e à gestão de património. O condomínio Zen é um dos projectos em destaque na actual carteira de investimentos da empresa. Localizado em Coimbra, na urbanização Quinta da Portela, este condomínio privado de luxo dispõe de 154 apartamentos (tipologias T0 a T5). Mais a Norte, na cidade do Porto, esta empresa encontra-se a reabilitar um edifício já existente, que será transformado no empreendimento Cerca 80. Apresentando uma arquitectura moderna, da autoria de Sebastião Moreira, este produto imobiliário compreende excelentes áreas e acabamentos, além de uma fantástica vista sobre o rio e o mar. O turismo residencial está igualmente na agenda da Bascol. O Douro 41, que estará também em destaque nesta edição da Imobitur, vai nascer junto ao rio que lhe dá o nome e inclui um hotel Quinta das Lágrimas e um conjunto residencial de segunda habitação que se desenvolve nos socalcos do monte em total harmonia com a natureza. No capítulo da internacionalização, Angola foi a primeira paragem. Já em construção está o Condomínio de Belas, um projecto que representa um investimento de 70 milhões de euros e contempla uma área de edificação de m².

11 Albufeira/Cerro d Águia: Moradia em banda, localização exclusiva c/ vistas mar. Áreas constr. 190 m2, 3 qtos., 3 wc, salão c/ lareira, cond. c/ 2 piscinas, cozinha totalm. equipada. ID-No.: Preços a partir de Tel.: Albufeira/Montechoro: Bonita e confortável moradia c/ óptima local. Área constr. 275 m2, área terreno 800 m2, 3 quartos, 3 wc, lareira, garagem, sauna, piscina aquecida. ID-No.: Preço: Tel.: Albufeira: Espectacular vila sobre o mar, terreno aprox.: m2, área de construção aprox.: 600 m2, 5 qtos., 6 wc, ar cond., BBQ, gar., sauna, garrafeira, apto. T-1 anexo, lavand. ID-No.: Preço Tel.: Albufeira: Aparts. a estrear tipo T1 e T2, em cond. c/ piscina, áreas entre 78 e 151 m2 c/ piscina, áreas de lazer, perto marina de Albufeira, zona sossegada. Tel.: ID-No.: Preço ID: Preço Albufeira/Alpouvar: Apart. T1, sala c/ lareira, compl. turístico de qualidade, 2 kms centro cidade. Área constr. 69 m2,, jardins, piscinas, serv. recepção 24h/dia, segurança. ID-No.: Preço: Tel.: Paços de Ferreira: Propriedade exclusiva e luxuosa com sala de lazer e salão, 5 suites, cozinha industrial, ginásio, sauna, piscina, entre outros. Venha visitar. ID-No.: Preço Tel.: Penafiel: Majestosa Quinta com uma área de m2, 2 habitações, adega, garagem e rodeada de maravilhosos jardins. Venha conhecer. ID-No.: Preço Tel.: Douro, Quinta dos Chanceleiros: Maravilhosa quinta de turismo rural com jacuzzi, resorts, squash, court de tennis e sauna. Delicie-se neste pequeno reino. ID-No.: Preço: Tel.: Douro/Quinta do Freixo: Majestosa quinta, envolvida por luxuosos jardins e pelo ilustre Rio Douro. Se ama a natureza não hesite em visitar esta propriedade de requinte. ID-No.: Preço: Tel.: AMI 7090 AMI 8115 AMI Áustria Bélgica Chile Croácia Chipre República Checa França Alemanha Grã-Bretanha Hungria Irlanda Itália Luxemburgo Portugal Roménia Eslovénia África do Sul Espanha Suíça Tailândia Turquia EAU EUA Grécia Argentina

12 12 Público Imobiliário Quinta-feira 27 Março 2008 Empreendimento Dovhe desenvolve parque empresarial Oceanis Projecto foi o primeiro do país a candidatar-se às certificações DomusQual e DomusNatura Edifício do Parque com 30 por cento dos apartamentos vendidos Pedro Farinha Construção do empreendimento teve início em Dezembro de 2007 e deverá estar terminada dentro de 30 meses O presidente da RAR Imobiliária, José António Teixeira revelou ao PÚBLICO Imobiliário que o empreendimento Edifício do Parque tem já 30 por cento dos seus apartamentos comercializados. José António Teixeira informou ainda que a construção deste projecto teve início no passado mês de Dezembro, sendo o seu prazo de execução de 30 meses. Localizado na zona nobre de Matosinhos Sul, junto ao Parque da Cidade, o Edifício do Parque é um empreendimento que se destaca pelos pormenores de construção e pela sua forma de implantação em U, onde uma extensa mancha verde de jardim é predominante. José António Teixeira não tem dúvidas de que a nobreza deste projecto residencial está integralmente ligada à sua localização estratégica, tendo como repercussões a escolha e conjugação dos materiais aplicados, quer no interior como no exterior. O empreendimento é composto por 117 apartamentos (tipologias entre o T1 e o T5+1), distribuídos por seis pisos, e caracteriza-se por apresentar uma solução arquitectónica em que o exterior do edifício em vidro, juntamente com as grandes aberturas das janelas e varandas, permite optimizar a localização do imóvel, com vistas que se cruzam entre o mar e o Parque da Cidade. O Edifício do Parque, desenhado pelo arquitecto Rogério Cavaca, dispõe de piscina no último piso com cobertura envidraçada, que permite o seu usufruto durante todo o ano, sala multiusos ideal para festas, ginásio, átrios e jardins na área envolvente. Projecto certificado Este projecto foi o primeiro do país a candidatar-se às certificações DomusQual e DomusNatura, da SGS Portugal. Já andávamos à procura de um produto nestes moldes que pudesse certificar o nosso projecto, ao nível da sustentabilidade e das preocupações ambientais, assinalou José António Teixeira, considerando que a escolha desta certificação foi a melhor maneira de potenciar o nosso produto e de dar-nos mais tranquilidade no pós-venda. Para o presidente da RAR Imobiliária, este são dois conceitos inovadores e diferenciadores, que nos ajudaram a melhorar o nosso projecto e a fazer dele uma verdadeira referência no mercado. O DomusQual é uma declaração de conformidade que visa verificar o cumprimento integral dos requisitos legais, regulamentares e normativos e a conformidade da qualidade técnica da construção aplicáveis ao projecto e execução, ao passo que o DomusNatura é uma certificação que conjuga o factor qualidade com factores como a preocupação ambiental, eficiência energética ou a gestão eficiente dos recursos, tendo por objectivo o aumento do conforto e a redução de custos de utilização. Marc Barros A promotora espanhola Dovhe construirá em Porriño, na Galiza, o parque empresarial Oceanis. Com uma área de 100 mil metros quadrados, a estrutura será capaz de acolher 60 empresas e permitirá a criação de dois mil postos de trabalho, como explicou Alfonso Viñas, presidente desta sociedade sediada em Vigo. O projecto resulta de um investimento de 36 milhões de euros e incluirá um centro de negócios de 17 mil metros quadrados com heliporto próprio para a deslocação de directores, bem como lugares de estacionamento. As primeiras naves serão entregues em 2009 e a área central de negócios estará operacional no ano seguinte. O projecto Oceanis foi apresentado como o parque industrial do século XXI. Esta área distribuir-se-á em duas zonas: uma fase norte, que contará com um total de 27 naves de 700 metros quadrados cada, e uma fase sul, que terá 33 naves de 500 metros quadrados cada. Para já, da parcela norte foram comercializados cerca de 40 por cento dos espaços. Entre ambas as parcelas será instalado o centro de negócios, um edifício de seis pisos e 18 metros de altura que, além do heliporto, incorporará um auditório de 360 lugares, bem como salas audiovisuais e dois restaurantes. Os espaços deste centro de negócios rondarão entre os 20 e os metros quadrados. O preço médio por m² rondará os euros. Contudo, o aspecto mais importante deste empreendimento é a sua localização, uma vez que é seu objectivo tornar-se num ponto privilegiado de rotação do comércio entre Portugal e a Galiza, dada a sua proximidade ao Porto de Vigo, ao aeroporto de Peinador e infra-estruturas rodoviárias. A intenção da sociedade promotora é a de expandir a marca Oceanis por todo o Eixo Atlântico, para o que estão previstos novos espaços em Santiago de Compostela, Corunha e no Norte de Portugal. Além destes, a Dovhe possui ainda terrenos em Portugal, Cabo Verde, Uruguai, Brasil e República Dominicana, entre outros países. Medisertã - ComprarCasa comercializa imóveis e terrenos no coração do Zêzere Pedro Farinha As montanhas e os vales, serpenteados por rios e ribeiros, dão um especial colorido ao conhecido Vale do Zêzere, um local onde pode relaxar e desfrutar do melhor que o campo tem para oferecer. É neste cenário, quase idílico, que a Medisertã - ComprarCasa está a comercializar um conjunto de imóveis (moradias antigas para reconstrução e já reconstruídas), terrenos para construção de habitações familiares e quintas. Segundo a mediadora imobiliária, esta oferta enquadra-se nas paisagens em que predomina a cor verde que contrasta com o azul do céu e do rio Zêzere, possibilitando aos amantes dos desportos náuticos e radicais encontrar aqui perfeitas condições para a prática dos mesmos. Poderão ainda desfrutar do ar puro e deixar-se perder na harmonia da paisagem, a qual funciona como uma excelente terapia para repor forças antes do regresso ao trabalho. Os imóveis e terrenos, com valores a partir de dez mil euros, encontram-se localizados nos concelhos de Tomar, Góis, Castanheira de Pêra, Figueiró dos Vinhos, Pedrógão Grande, Sertã, Vila de Rei e Proença-a-Nova. Para mais informações, a mediadora aconselha uma visita ao website www. comprarcasa.pt/mediserta. Vale do Zêzere

13 Belém Riverside T1 a T5+1 Duplex AMI Gaia Mar Residence T0, T1, T2 e T3 804 Av. Boavista - Porto Conclusão: Out 2008 Localizado paredes meias com os jardins de Belém e o Rio Tejo, o Belém Riverside oferece apartamentos com áreas generosas, acabamentos modernos, climatização através de A/C, cozinha Miele totalmente equipada, inseridos num condomínio com piscina e segurança. Stand de Vendas no Local Situado numa das melhores zonas de Vila Nova de Gaia, próximo às praias e à saída para a Auto-estrada, o Empreendimento Gaiar Mar Residence, com vista para o mar, apresenta apartamentos com o melhor perço da região e extraordinária qualidade de Construção. Pronto a Habitar Moradia localizada entre a Av. Gomes da Costa e a Av. Antunes Guimarães. própria para sede de prestígio, sede de um "Private Bank", Consulado ou Clínica. Estacionamento privativo, visibilidade e fácil acesso. Ideal para um Fundo de Inves timentos Lisboa Loft Loft com 128,60 m2, com mezanine, inserido no empreendimento Lisboa Loft, voltado para a Rua Tenetne Valadim, rua calma com pouco movimento. 1 Vaga de Garagem e arrecadação. Pré-Instalação a/c. Lavandaria Venda ou Aluguer ID: Palácio da Junqueira T2 a T5 Duplex The Symbol T1, T2, T3 e T4 Estoril - Moradia Moradia C/ m 2, escrt. sala de estar, 63m 2, sala de jantar, 25m 2 ; 5 suites e 2 quartos; cozinha 35m 2 ; lavandaria;despensa;home Theater; sala de jogos; Garrafeira; Piscina; sauna; sala de massagem e ginásio equipado; Garagem p/ 2 Carros; Elevador;Horta Bio ,00 (Opção Arrendameto) Parque Nações - Loja 25 residências ímpares, distribuídas por 4 edifícios de pequena volumetria. As áreas variam entre 181 e os 483 Localizado em plena zona das Avenidas Novas, o m 2. Alguns apartamentos dispõe de miradouros, jardins empreendimento The Symbol dispõe de apartamentos privativos, mezanines, pés direitos superiores a 5 com áreas generosas, acabamentos de alto padrão e metros e acabamentos de alta qualidade. arquitectura contemporânea. Pronto a Habitar Conclusão: Jun Lisboa Cascais Areeiro Prédio/Moradia 600m².Lote 1200m2, Escritório c/ 25 divisões (ID 10912) Alvalade Armazém P/ reconstruir. 1125m². Proj. aprovado p/escritórios (ID 10458) Palacete Telheiras P/ recuperar. 400m². 2 Pisos, Jardim200m². Terraço 52m² (ID.11282) Picoas T2 a estrear c/estacionamento, excelentes acabamentos boas áreas (ID 10562) Parque das Nações T2, óptima localização, bons acabam, estac. e arrec (ID 11079) Av. 5 de Outubro T3 Andar de qualidade, 187m², sala 40m², estac. e arrec (ID.10846) Torre São Rafael T2 Duplex Orient. Sul, 132m², 2 suites, 2Estac. e arrecad (ID.10208) Entrecampos T4 5mts do Metro. 200m². Óptima Vista. Terr. 1estac. e 2arrec (ID 10620) Lisboa Oriente T6 - Cobertura vista Rio. 354m². Com Varandas. 3Parq. arrec (ID.11121) Parque das Nações T4, estrear, vista rio, 235m², sala 52m², excelentes acab (ID 11297) Avenidas Novas T1 Remodelado, cozinha c/ Ilha, bons acabamentos (ID 10828) Restelo T6 Óptima localização, 2varandas, orient. Nasc/Poente, estac (ID 10863) Av. 24 Julho T1 Novo, 128m², c/ mezanine, 2wc, lareira, estac. e arrecad (ID 11030) Av. Liberdade T4 Apartº de Luxo, boas áreas, fácil estacionamento (ID 11090) Alfama T2 204m², vista frontal rio, prédio traça antiga, acabam de qualid (ID 11181) Loja Entrecampos 250m² + mezanine 100m², zona residencial, bons acessos (ID 11323) Infante Santo T2 Duplex Vista frontal de rio, orientação sul, bem localizado (ID 11331) Prédio Alameda - Remodelado, 4 Pisos, 2 fogos p/ piso, construção 948m² (ID 11346) Saldanha T3 Duplex Estrear, sala 50m² + terraço 20m², excelentes acabam (ID 11357) Saldanha T2 Edif. de prestigio, acabam. de qualidade, excelente localização (ID 11358) Av. 5 de Outubro Parede T2 175m², sala 40m² com lareira, vista fantástica de mar, box (ID 10907) Quinta da Beloura Moradia T5+1, lote 800m², sala 50m², piscina e barbecue (ID 11237) Caxias T2 1ª Linha, vista mar, excelentes acabamentos, parqueam. e arrec (ID 11259) Cobre T7+1 Moradia Luxuosa, 700m², lote 1900m² c/piscina, áreas excel (ID 11316) São João Estoril - Moradia T8, 1050m², pisc., lindo jardim. Garagem 3 carros (ID11329) Cascais Birre Moradia T5, lote 833m², pisc. aquecida, jacuzzi, lindo jardim (ID 11303) Cascais Birre Moradia T5+2, construção, lote 780m², piscina, jardim (ID 10965) Estoril Moradia T5, estrear, zona prestígio, lote 650m², varandas (ID 10997) São Pedro do Estoril T4+1 - Salão 48m², condomínio c/ piscina, 2 suites (ID 10116) Monte Estoril T2 Estrear, 100m²+ varanda 18m², estacion. e arrecad (ID 10349) Parede T2 Sala c/ lareira e recuperador, bem localiz, garagem fechada 25m² (ID 10982) Estoril T3 Em pequeno condomínio, sala 38 m², varanda 15m², 2 Estac (ID 11002) Cascais T1Duplex Remodelado, zona histórica, vista p/ Baía, coz. equip (ID 11239) Manique - Moradia T3+ 2 geminada, lote 235m², piscina e churrasqueira (ID 11289) Alapraia T2+1 - Lote 200m², zona calma c/ espaços verdes, acab. qualidade (ID 11334) Algés T3 Excelente localizaç, sala c/ lareira, varanda, box p/ 2 carros (ID 11339) Torre T2 - Prédio apenas c/ 2apartºs. Sala 30m². Próximo do mar. Estac (ID 11355) Benfica T2+1 Remodelado, bons acessos, óptimos acab. Varanda 15m² (ID 11305) Murches Moradia T3 condomínio com piscina, terreno privativo 60m² (ID 11335) S. João do Estoril Moradia luxo T6, lote 910m², estrear, piscina, vista mar (ID 11344) Loja com 127 m2, com montra para a Alameda dos Oceanos e outra para o interior da Galeria Rio Plaza. Uma das melhores zonas do Parque das Nações. 3 Vagas de Garagem, pequena arrecadação e WC próprio. Venda ou Aluguer ID: Quinta da Beloura Apartamento c/ 120 m2, a/c, aquec. central, nascente, vista para a piscina, em condomínio com jardim, piscina, sauna, sala de jogos e portaria. Cozinha equipada, 2 vagas de garagem e arrecadação ,00 ID: Consultor Imobiliário Cascais Lisboa Experiência em Vendas Dinamismo Motivação p/ trabalhar em equipe Viatura Prória Disponibilidade p/ horários alargados Excelente Remuneração Formação Gratuita Enviar CV para:

14 14 Público Imobiliário Quinta-feira 27 Março 2008 Opinião Uma Praça do Terciário na IMOBITUR José Eduardo Macedo A APEMIP vai ter uma Praça do Terciário no IV Salão Imobiliário IMOBITUR que abre hoje na EXPONOR. Vamos estar mais uma vez presentes com um dos maiores stands do certame e vamos aproveitar este ponto de encontro - que também o é de muitos mediadores - para realizarmos mais um Seminário Nacional com temas que estão na ordem do dia. O Seminário Nacional da APEMIP, que terá lugar hoje, primeiro dia da IMOBITUR, no Grande Auditório da EXPONOR, conta com a presença, a abrir, do senhor Secretário de Estado da Justiça, dr. João Tiago Silveira, para abordar a revolução em curso na simplificação dos registos, e com uma intervenção, a encerrar, do senhor Secretário de Estado Adjunto e da Administração Local, dr. Eduardo Cabrita, que irá falar sobre o Novo Regime de Urbanização e Edificação, este mês entrado em vigor. Não é demais recordar que o Novo Regime de Urbanização e Edificação, ao simplificar os procedimentos das operações nele contempladas, seja pela abolição da figura da autorização, seja pela redução dos casos em que é necessário obter uma licença por oposição ao aumento daqueles em que basta uma comunicação prévia, está a contribuir, de forma decisiva, para a diminuição dos chamados custos de contexto, o que potencia a própria produtividade do sector. E não apenas, como aqui já escrevi, pela erradicação do flagelo de um regime que denomino como o dos entulhos escondidos, ou seja, o regime daquela velha teia de pequenos favores que nos poupava alguma via sacra de corredores burocratizados, sempre sob o espectro de um ilícito que nos era eufemisticamente lembrado quando o destinatário do envelope recheado dizia ser necessário ter muito cuidado com a visibilidade dos entulhos. Com a transparência e a simplicidade dos actos da administração pública - sem prejuízo, entenda-se, da respectiva segurança - tudo se torna mais ético e mais fácil... E basta visitar o stand da APEMIP na IV IMOBITUR que hoje abre na EXPONOR para termos a prova dos benefícios de um SIMPLEX com que sempre sonhámos. Num espaço que denominámos como Praça do Terciário, em pleno stand da APEMIP será possível constituir uma empresa na hora. Nessa Praça do Terciário recebemos, com orgulho, entidades públicas e administrativas que aproveitam o ponto de encontro entre profissionais e público que a IMOBITUR é para divulgar e mostrar os efeitos práticos do SIMPLEX, a par de outras informações, do fiscal ao ambiental, que também interessam às empresas de mediação imobiliária e ao público que as procura. Paredes meias com esta Praça do Terciário reservámos espaço para os três grandes projectos estratégicos da APEMIP o portal CasaYES, a Academia APEMIP e a APEMIP TV. O portal CasaYES, espaço a erguer na Internet, assumese como o grande portal de referência do imobiliário em Portugal, em moldes inovadores e centrados na perspectiva da mediação que é a perspectiva que realmente mais está em sintonia com os interesses do público consumidor. A Academia APEMIP, Por 1% se ganha...por 1% se perde...! verdadeira escola para o sector e para a mediação, é o desenvolvimento lógico da nossa vocação formativa bem patente no êxito das graduações APEMIP, uma formação especializada com avaliação selectiva em Empreendimentos, Imobiliário Residencial, Avaliação de Imóveis, Investimentos Imobiliários e em Turismo Residencial e Resorts. A APEMIP TV será instrumento privilegiado de divulgação de produtos imobiliários ao serviço e sob a tutela da própria mediação imobiliária, que unirá todos os interessados sem por em causa a individualidade e os interesses de cada um. Mais uma vez a APEMIP deixará uma marca significativa no IV Salão Imobiliário da IMOBITUR que hoje abre na EXPONOR. E esta presença neste Salão do Norte do País é apenas mais um serviço dos muitos que os mediadores imobiliários prestam. presidente da Direcção Nacional da APEMIP Luís Mário Nunes Quando no início da actual Legislatura o Governo assumiu contra tudo e contra todos (mesmo contra uma das grandes bandeiras da campanha eleitoral) que necessitava de aumentar impostos, todos ou quase todos se manifestaram contra tal decisão. Naquela data, a justificação apresentada pelo Governo assentava na necessidade de melhorar a receita fiscal do Estado e com isso, controlar as contas públicas que estavam, salvo melhor opinião, pelas ruas da amargura. Recordemos que, à data, Portugal estava sob a alçada da auditoria e finanças por fazermos parte do lote daqueles que não cumpriam com os critérios de convergência da União Europeia. Decidiu-se o Governo pelo aumento da taxa de IVA de 19% para 21%, o qual teve um imediato reflexo no índice de preços e que fez com que o tradicional cabaz de compras ou fosse mais caro...ou mais reduzido nas quantidades dos bens a adquirir, assumindo o governante, à data, que a justificação era simplesmente o controlo das contas públicas. Assim, eis que ontem José Sócrates anunciou o decréscimo deste imposto em 1%, passando dos actuais 21% para os 20%, facto que passará a vigorar já no decurso do segundo semestre deste ano. De acordo com o chefe de Governo, Portugal terá conseguido resultados extraordinários, alcançando um défice de 2,6%, valor mais baixo desde que somos democracia. Se Sócrates o diz ( valor mais baixo dos últimos 30 anos ) quem sou eu para contrapor; tanto mais que o Instituto Nacional de Estatística apenas corrobora os comentários do nosso primeiro-ministro. E se assim é...abençoada decisão tomada em 2005 de aumento de impostos; e abençoada porque os pressupostos que estavam inerentes a tal decisão, foram atingidos e ultrapassados. Todos sentimos diariamente tal decisão, mas também penso que hoje todos nos sentimos fortalecidos por vermos que o nosso esforço e sofrimento trouxe compensações para o país. Contudo, não podemos nem devemos esquecer aspectos tão importantes como os actuais níveis de desemprego, a actual instabilidade numa pasta tão sensível como a da Educação (e já não menciono a tão ou mais importante da Saúde já que, aparentemente, os ventos andam mais calmos). Será que já chegámos ao momento de credibilidade que possibilite a baixa de impostos? Ainda há bem pouco tempo importantes economistas da nossa praça (alguns deles afectos à cor da oposição ) assumiam que não! Por isso penso e tenho receio de que esta decisão de ontem não tenha sido um pouco precipitada; por 1% se ganha...por 1% se perde! E não me refiro a eleições ou a períodos pré-eleitorais, como alguns logo acusaram o Executivo de já estar a fazer com esta tomada de decisão; refiro-me a que se com um aumento de 2% ganhámos (o País) a credibilidade, e a sustentabilidade necessárias, veremos se não corremos o risco de as perder por esta redução de 1%. Não podemos esquecer de que mais do que decisões conjunturais, o país necessita, claramente, de estratégias estruturais, de empreendimentos estruturantes que só se alavancam com um forte músculo financeiro por parte das contas públicas. E se estas começam, pelos vistos, a ficar controladas, e até um pouco folgadas, não seria o momento de perspectivarmos o futuro e criar cadeias de valor acrescentado e estrutural? Só assim se capta capital estrangeiro!tome-se como exemplo o caso do sector imobiliário e da construção que nos move diariamente e que, como sabemos, costuma funcionar como um excelente indicador da economia. Não seria o momento de se avançar, assumidamente, com obras públicas e com o claro apoio ao sector privado para que sejam criadas as ferramentas necessárias para o desenvolvimento de importantes sub-sectores como o arrendamento urbano (muito ligado a tudo o que respeita à recuperação e renovação urbana) e, principalmente, o sub-sector do Turismo Residencial? Precisamente hoje, inicia-se o IV Salão Imobiliário e Turismo Residencial do Porto Imobitur, na Exponor. Um bem-haja à Promevi Promociones & Eventos Inmobiliários, por ter criado em Portugal um evento de cariz nacional muito focado no dito sub-sector. Talvez não seja de espantar que se trate de uma empresa de Espanha, país onde o Turismo Residencial representa uma enorme e importante fatia do imobiliário transaccionado. Em algumas regiões representa mesmo mais de 80% dos negócios imobiliários. Será a costa espanhola muito mais atractiva que a nossa para o capital estrangeiro? Terá Espanha condições (climatéricas e outras) mais interessantes que o nosso país? Sinceramente, não acredito que tenha; pelo contrário. Provavelmente, a diferença foi que, no momento adequado o país investiu e criou as infraestruturas necessárias para o desenvolvimento deste sub-sector. Acreditemos que esta decisão governamental de descida de 1% do IVA seja interiorizada pelo mercado como a oportunidade de investir onde existe margem de crescimento. Aproveitemos a descida dos custos de produção! Assim como aumentaram justificadamente em 2005, tendencialmente decrescerão agora. Visitem este certame e procurem as oportunidades para crescermos. ComprarCasa, como sempre, estará lá. Acreditamos que estamos para saber tirar proveito destas oportunidades...porque pretendemos continuar a ganhar...por 1%! Director-Geral de ComprarCasa Rede Imobiliária da Apemip O PÚBLICO Imobiliário errou Na edição da passada semana, no texto «Century 21 Portugal distinguida nos Estados Unidos», era referido que Teresa Neto, da Century 21 Crismonte, atingira, em 2007, uma facturação de 620 mil dólares (quase 400 mil euros) em comissões, quando na realidade esse valor é muito superior (970 mil dólares 620 mil euros). Aos visados as nossas desculpas.

15

16 16 Público Imobiliário Quinta-feira 27 Março 2008 Mercado T2 e T3 são 60% da oferta residencial no Grande Porto A oferta residencial de apartamentos no conjunto da Área Metropolitana do Porto era, no terceiro trimestre de 2007, cerca de cinco vezes superior à oferta de moradias. Matosinhos e Porto são os dois concelhos onde o número de apartamentos disponíveis, quando comparados com as moradias, atinge um maior peso. Em sentido oposto, Vila do Conde destaca-se na oferta de moradias. As tipologias de apartamentos em oferta mais comuns são os T2 e T3, representando em todos os concelhos mais de 60% do total de alojamentos em venda. O Porto e Matosinhos possuem uma oferta de apartamentos com tipologias T1 ou inferior que representa cerca de 25% do respectivo stock disponível para venda. Quanto aos apartamentos maiores, os T4 ou superior, só ultrapassam os 10% da oferta no Porto. A superfície média dos apartamentos em oferta na Área Metropolitana do Porto é de 118 m2. Espinho e Maia são os concelhos com áreas médias mais elevadas, superando os 122 m2. Pelo contrário, Gondomar e Matosinhos registam áreas médias mais reduzidas, na ordem dos 115 m2. A superfície média das moradias em oferta na região atinge uma área de 266 m2. Nos nove concelhos que constituem esta área metropolitana, o Porto e Vila Nova de Gaia possuem a oferta de moradias com maiores superfícies médias, com áreas de 285 m2 no Porto e 279 m2 em Vila Nova de Gaia. Esta é uma informação com fonte Confidencial Imobiliário / LardoceLar. com. Usados desaceleram Ao longo dos últimos meses tem ocorrido uma desaceleração na taxa de valorização do mercado de habitações usadas do Grande Porto. Neste mercado, o ritmo de valorização média anual estava em 0,9% em Maio de 2007, tendo aumentado para 1,8% em Agosto. Desde então, tem tido um curso descendente, acabando o ano 2007 em 1,4%. O ano 2008 arrancou dentro da mesma linha, trazendo essa taxa para 1,2%. Nos próximos meses mão se antecipa uma viragem, sendo este o sétimo mês em que a taxa de variação homóloga do Índice Confidencial Imobiliário esteve abaixo da taxa média anual.

17

18 18 Público Imobiliário Quinta-feira 27 Março 2008 Actualidade Imobitur abre hoje as portas da sua quarta edição Pedro Farinha Certame decorre até ao próximo domingo e espera receber cerca de 25 mil visitantes. Norte de Portugal e costa peninsular espanhola em destaque A quarta edição do Imobitur Salão Imobiliário e Turismo Residencial do Porto abre hoje as portas ao público, na Exponor. O certame, que destacará o Norte de Portugal e a costa peninsular espanhola, vai contar com mais de 200 empresas expositoras e espera receber até ao próximo domingo cerca de 25 mil visitantes. José Enrique Elvira, director do Imobitur, anunciou, em entrevista ao PÚBLICO Imobiliário, que os objectivos para a edição deste ano passam por fortalecer o posicionamento do evento como espaço de referência para empresas, profissionais e instituições vinculadas ao sector imobiliário português e consolidar a feira como o escaparate que reflecte o dinamismo que se regista neste sector, ao que, em grande medida, lhe corresponde conceber os espaços urbanos e residenciais do futuro. O Imobitur foi desenhado para agilizar os contactos entre todas as partes implicadas no mercado imobiliário, desde o promotor ao cliente final, garante José Enrique Elvira, que não tem dúvidas de que este certame tem argumentos suficientes para confirmar que ganhou, por direito próprio, um espaço no panorama imobiliário português. Por outro lado, é tam- Edição deste ano conta com cerca de 200 expositores bém certo que, num sector tão competitivo e, por vezes, tão vulnerável como o imobiliário, não se pode baixar a guarda e é preciso que cada ano dotemos de novos conteúdos e serviços um evento com estas características, acrescenta. Para esta quarta edição, que ocupará os pavilhões 2, 3 e 4 do recinto da Exponor, as estimativas da organização (Promevi) apontam para a presença de mais de 200 empresas expositoras nos cerca de 20 mil metros quadrados de área de exposição. Ao nível do número de visitantes, são esperados 25 mil, dos quais 30 por cento serão profissionais. Na edição deste ano, a Promevi quer reforçar a sua proposta geral, fortalecendo cada uma das áreas que vimos desenvolvendo. Assim, serão destacados os segmentos da primeira habitação, escritórios e turismo residencial do mercado imobiliário do Norte de Portugal, o turismo residencial na costa Sul e Este da Península, as oportunidades de investimento em outros mercados e o intercâmbio de experiências profissionais e o debate sobre o sector que terão lugar nas jornadas técnicas e conferências. Neste âmbito, José Enrique Elvira enfatizou que é fundamental que existam espaços dedicados ao intercâmbio de experiências. Por essa razão, o evento integrará um programa paralelo que permitirá que todos os agentes implicados no sector possam analisar o presente e o futuro do mercado. Número 20 mil metros quadrados será a área aproximada de exposição do Imobitur Os números do Imobitur 2008 Organização: Promevi, em conjunto com a Exponor e Vida Imobiliária Dias da exposição: 27 a 30 de Março Local: Exponor, no concelho de Matosinhos N.º de visitantes: 25 mil (estimativa) N.º de expositores: 200 (número provisório) Área de exposição: 20 mil metros quadrados, distribuídos por três pavilhões Manifestações paralelas: IV Conferência Imobitur e várias jornadas técnicas Três edifícios da Refundos em comercialização Pedro Farinha As consultoras imobiliárias Worx e Jones Lang LaSalle foram mandatadas pela Refundos para comercializar, em regime de exclusividade, um conjunto de três edifícios localizados em Alfragide Edifícios Prime, Córdova e Alfragide. Composto por nove pisos, oito dos quais para escritórios, o Edifício Prime possui um excelente rácio qualidade/ preço, dispondo de três elevadores, tecto falso, sistema de ar condicionado e ventilação, pavimento de escritórios sobre-elevado, sistema de detecção e combate a incêndios e gerador de emergência. O Edifício Prime, que contempla 283 lugares de estacionamento, apresenta áreas para arrendar desde os 170 até aos m², no caso dos escritórios, e 700 m² para comércio. Já o Edifício Córdova, com uma área bruta de m², é constituído por dois lotes contíguos e compreende quatro pisos de armazéns e escritórios. O imóvel disponibiliza um escritório para arrendar com a área de m², destacando-se, a nível de equipamentos e acabamentos, três elevadores, tecto falso, sistema de ar condicionado, pavimento dos escritórios sobre-elevado e sistema de detecção e combate a incêndios, adianta um comunicado conjunto destas duas consultoras. Por seu lado, o Edifício Alfragide, que se encontra numa zona adjacente ao Edifício Prime, é composto por dois pisos para escritórios, apresentando m² de área bruta e ainda 32 lugares de estacionamento no exterior. Entre as principais características, contam-se o tecto falso, o sistema de ar condicionado, o pavimento em soalho plano e laminado e o sistema de detecção de fumos. Este imóvel tem uma excelente imagem corporativa e a área total de m² destina-se a um único inquilino. Imóveis estão localizados em Alfragide

19 Grupo Formal Profissionalismo e Qualidade Procura um imóvel? encontra uma série de imóveis criteriosamente seleccionados Visite o site da Formal em e encontre a casa dos seus sonhos Tel.: soluções imobiliárias com a sua medida. Tel.: T4 Dúplex - Campo Alegre Cond. fechado c/ sauna, piscina, court de ténis, parque infantil e com 5000m2 de jardim. Com 230m2, garagem, aq. central, estores eléctricos ,73 (A ) Formal - Tel.: T4 - Foz do Douro Condomínio fechado, piscina, 186m2. 2 lugares de garagem. Aquecimento e aspiração central. Wc em mármore. Cozinha em mármore equipada Bosch. (A. 5463) Formal - Tel.: T3 - Matosinhos Sul Condomínio com jardim, C/ 140m2. Aquecimento central, suite. Wc em mármore com louças suspensas. Cozinha em granito ,00 (A ) Formal - Tel.: T3 - Leça - 1.ª Linha Mar Vistas mar, lug duplo garagem, 134m2 Black out eléctricos, piso radiante, Wc em mármore com louças suspensas, cozinha em mármore ,00 (A. 1856) Formal - Tel.: T2 Matosinhos Sul Condomínio Fechado c/ piscina coberta, jacuzi, solário. C/ 130m2, garagem. Aq. Central, fogão de sala c/ recup. Coz. equipada ,00 (A ) Formal - Tel.: Mor T5 Parque da Cidade Cond. fechado, projecto do Arq. Souto Moura, com 365m2, garagem, Aq central. Wc em mármore com louças suspensas. Coz. em mármore negro equipada ,00 (A. 6627) Formal - Tel.:

20 20 Público Imobiliário Quinta-feira 27 Março 2008 Actualidade Gaia requalifica frentes de mar e rio Requalificação da marginal ribeirinha e de mar de Gaia são prioridades. Recuperação do centro histórico em parceria com sector do Vinho do Porto avança Marc Barros A Câmara Municipal de Gaia lançou o projecto e programa do concurso público para a conclusão da intervenção na frente marítima do concelho, nas zonas de Salgueiros e Madalena. Tratam-se dos dois restantes trechos da marginal de Gaia que não foram ainda objecto de reabilitação. Segundo o vice-presidente da autarquia, Marco António Costa, a obra está orçada em 6,4 milhões de euros e abrange a regeneração ambiental da zona, tendo para o efeito que se proceder à demolição de mais de 30 construções ilegais que persistem na área dunar. Este é o último troço de intervenção que a autarquia vai lançar na frente marítima e que se conjuga com o plano integrado para a requalificação e aproveitamento turístico dos 15 quilómetros da margem esquerda do rio Douro, a qual deverá envolver um investimento superior a 100 milhões de euros em dez anos. O projecto, que deverá ser apresentado durante o primeiro semestre de 2008, contempla a reabilitação paisagística e ambiental da margem esquerda do Douro, onde deverão ser criadas áreas vocacionadas para desportos náuticos, zonas de lazer, campos de golfe e percursos pedonais. Será ainda criado o conceito de Quintas do Douro, para aproveitamento urbanístico e turístico de algumas das casas senhoriais que existem nas encostas e se encontram degradadas, como definido na última revisão do PDM local. Estratégia AMIGaia promove centros empresariais A AtMIGaia tem vindo a promover, no país e no estrangeiro, o desenvolvimento de quatro parques industriais para instalação de empresas de vocação tecnológica. Neste âmbito, Marco António Costa disse que o investimento, que monta a 60 milhões mas que poderá ascender a 100 milhões de euros, visa dotar o território das ferramentas capazes de obter capacidade de inovação e atracção de emprego. Os futuros parques industriais a lançar no concelho são: São Félix da Marinha, Sandim, Perosinho e Barrosa. A primeira destas infra-estruturas é aquela que se encontra em fase mais adiantada. O parque de São Félix da Marinha conta com 109 hectares de área e centro de incubação de base tecnológica. Este equipamento permitirá a instalação de cerca de 50 empresas. A estes juntar-se-ão os parques de Perosinho, com 185 hectares e capacidade para acolher 80 empresas e Sandim, com uma área de 190 hectares, capaz de receber 70 empresas. Recuperação do centro O projecto de reabilitação do centro histórico de Gaia terá que passar inevitavelmente pelo sector do Vinho do Porto, uma vez que, como reconheceu Marco António Costa, cerca de 70 por cento da área classificada como centro histórico pertence a cinco grandes empresas do sector. No conjunto, o masterplan elaborado pela Parque Expo para o centro histórico prevê a intervenção numa área de 152 hectares, com um investimento total de 817 milhões de euros, dos quais 604 milhões terão que ser privados. Por outro lado, 35 por cento do investimento previsto destinar-se-á a intervenções no edificado, enquanto que a reabilitação de áreas devolutas absorverá 21 por cento do investimento. No conjunto, a construção nova ocupará 140 mil metros quadrados. Com as intervenções no centro histórico, estima-se um aumento de moradores. O prazo de execução contemplado no documento é de dez anos, sendo que o masterplan prevê ainda o regresso de seis mil habitantes à parte mais antiga do concelho. Para já, o presidente da Gaiurb, Fernando Perpétua, adiantou que foi contractualizado o projecto de reconversão dos armazéns de Vinho do Porto da Caixanova que, através da holding Sogevinus, detém as marcas Calém, Burmester, Barros e Kopke. Foi assinado um contrato com a empresa em 15 de Janeiro último, prevendo um investimento de 150 milhões de euros para reabilitação das suas propriedades, mas cujo montante final está ainda em aberto. A empresa avançou já com projectos para oito propriedades que totalizam uma área de construção que ronda os 75 mil m². São eles a reabilitação das antigas instalações da Barros & Almeida e transformação em 150 habitações, cujo projecto inicial está a ser revisto para criação de um nicho de residências para estudantes, face à instalação da Escola Superior de Saúde em Gaia; a reconversão do Edifício Casino, da Calém, junto à Ponte D. Luís, para criação de um centro de negócios com escritórios e residências adjacentes e; nas antigas caves Burmester, a criação de um hotel de quatro estrelas com 100 a 120 quartos. Todos estes projectos estão em fase de licenciamento e foram concebidos para execução num calendário que poderá ir até 2009/2010. Também a Sogrape, detentora das marcas Ferreira e Sandeman, projecta um investimento global de 200 milhões de euros na reconversão das suas caves e armazéns. CS Oporto Vintage Por sua vez, o grupo CS apresentou o investimento de 47 milhões de euros na construção do hotel CS Oporto Vintage, que contará com 150 quartos, nas antigas instalações Gran Cruz/ Delaforce, perfazendo uma área total de 32 mil m² de construção. O CS Oporto Vintage perfila-se como o segundo anúncio de investimento hoteleiro previsto para o centro histórico de Gaia, depois do grupo Fladgate Partnership investir 26 milhões de euros no The Yeatman, hotel de cinco estrelas com 84 quartos, um Spa com 10 salas de tratamento, uma piscina coberta e outra no exterior. Ocupará uma área de 30 mil metros quadrados, destacando-se um conjunto de tratamentos de vinoterapia. Todos os quartos e demais espaços terão vista para a cidade do Porto e seu património mundial. A abertura do hotel está prevista para Por sua vez, o grupo Gran Cruz irá criar um centro multimédia dedicado ao Vinho do Porto, num investimento de três milhões de euros, que englobará auditório, área museológica, zona de degustação e vendas. Já os antigos armazéns da Real Companhia Velha darão lugar a um centro cultural. O espaço foi concessionado à Novopca por 50 anos. A empresa terá agora a seu cargo a recuperação do espaço, projectada para a instalação de uma unidade hoteleira de cinco estrelas com metros quadrados de área total, 13 salas de cinema, comércio, auditórios e espaços para o ensino ligados às artes e bares. O projecto, num investimento de 10 milhões de euros, deve contemplar a preservação da chaminé e fachada dos armazéns da Real Companhia Velha, na Avenida Ramos Pinto.

T4 Duplex Jardins do Palacete

T4 Duplex Jardins do Palacete T4 Duplex Jardins do Palacete Boavista/ Porto Nª/Refª 3818 Índice 1 Localização 3 2 Informação Geral 5 3 Disponibilidades 8 4 Acabamentos 10 5 Plantas 13 Implantação 14 T4 Duplex 15 6 Contactos 17 T4 Duplex

Leia mais

Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha

Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha Na frente ribeirinha de Lisboa, a poucos minutos do Parque das Nações, desenvolve-se um novo condomínio que enquadra toda a estrutura pré-existente

Leia mais

Apoios Financeiros ao Investimento no Turismo. Anadia, 25 de Fevereiro de 2008 Miguel Mendes

Apoios Financeiros ao Investimento no Turismo. Anadia, 25 de Fevereiro de 2008 Miguel Mendes Apoios Financeiros ao Investimento no Turismo Anadia, 25 de Fevereiro de 2008 Miguel Mendes 2 Apoios Financeiros ao Investimento no Turismo Índice 1 Plano Estratégico Nacional do Turismo (PENT) 2 Crédito

Leia mais

ALOJAMENTO AXIS PORTO BUSINESS & SPA HOTEL 59,00 65,00

ALOJAMENTO AXIS PORTO BUSINESS & SPA HOTEL 59,00 65,00 AXIS PORTO BUSINESS & SPA HOTEL O Axis Porto Business & SPA Hotel, é o novo hotel de 4 estrelas do Grupo AXIS, situado em pleno pólo universitário, numa das zonas de melhor acessibilidade à Invicta, junto

Leia mais

Dossier Promocional. Empreendimento Varandas da Venezuela 2 - Porto

Dossier Promocional. Empreendimento Varandas da Venezuela 2 - Porto Dossier Promocional Empreendimento Varandas da Venezuela 2 - Porto 1. Contexto e a Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Imóvel 4. Características Detalhadas do Imóvel 2 1.

Leia mais

Dossier Promocional. Moradia em Caminha Viana do Castelo

Dossier Promocional. Moradia em Caminha Viana do Castelo Dossier Promocional Moradia em Caminha Viana do Castelo 1 1. Contexto e Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Imóvel 4. Descrição Detalhada 5. Condições de Comercialização

Leia mais

Dossier Promocional. Moradia em Abrantes Santarém

Dossier Promocional. Moradia em Abrantes Santarém Dossier Promocional Moradia em Abrantes Santarém 1 1. Contexto e a Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Imóvel 4. Descrição Detalhada 5. Condições de Comercialização 6. Contactos

Leia mais

Destaque ARQUITECTURA

Destaque ARQUITECTURA ARQUITECTURA ARQUITECTURA Edificio Bloom Space for Business Localização Este edifício situa-se na Rua de Campolide em Lisboa. Com sua localização privilegiada sobre o Parque do Monsanto, coração verde

Leia mais

TURIM S.A. Telefone: 2415 018 Fax: 2415 017 Móvel: 9843 432 E-mail: jasmine-villas@turim.cv Site: www.turim.cv

TURIM S.A. Telefone: 2415 018 Fax: 2415 017 Móvel: 9843 432 E-mail: jasmine-villas@turim.cv Site: www.turim.cv TURIM S.A. Telefone: 2415 018 Fax: 2415 017 Móvel: 9843 432 E-mail: jasmine-villas@turim.cv Site: www.turim.cv Index 1. Murdeira 2. Jasmine Villas O Conceito Localização Arquitectura As Vivendas Tipologias

Leia mais

IMOBILIÁRIA ANGOLA BRASIL PORTUGAL GRANDES PROJETOS NO SETOR RESIDENCIAL, TURÍSTICO E DE SERVIÇOS

IMOBILIÁRIA ANGOLA BRASIL PORTUGAL GRANDES PROJETOS NO SETOR RESIDENCIAL, TURÍSTICO E DE SERVIÇOS IMOBILIÁRIA 2014 IMOBILIÁRIA ANGOLA BRASIL PORTUGAL GRANDES PROJETOS NO SETOR RESIDENCIAL, TURÍSTICO E DE SERVIÇOS O Setor Imobiliário é uma das principais áreas de investimento do Grupo Américo Amorim,

Leia mais

Agora você pode morar perto da praia com o conforto e tranquilidade que sempre quis.

Agora você pode morar perto da praia com o conforto e tranquilidade que sempre quis. Agora você pode morar perto da praia com o conforto e tranquilidade que sempre quis. Posto de gasolina Av. Santos Dummont Restaurante Fagulha Hotel Vila Galé Os bons tempos voltaram. Padaria Foto aérea

Leia mais

Instituto Nacional de Estatística de Cabo Verde Estatísticas do Turismo Movimentação de Hospedes 2º Trimestre 2015

Instituto Nacional de Estatística de Cabo Verde Estatísticas do Turismo Movimentação de Hospedes 2º Trimestre 2015 FICHA TÉCNICA Presidente António dos Reis Duarte Editor Instituto Nacional de Estatística Direcção de Contas Nacionais, Estatísticas Económicas e dos Serviços Divisão de Estatísticas do Turismo Av. Amilcar

Leia mais

ACGD vai aproveitar a 14a edição

ACGD vai aproveitar a 14a edição CGD vai leiloar casas no SIL com descontos de 25 % A 14 a edição do Salão Imobiliário de Lisboa (11 a 16 de Outubro) é marcada pelos leilões de 237 imóveis da CGD. A Century 21 venderá 230 imóveis da banca.

Leia mais

INTERVENÇÃO DE S.EXA. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO, DR.BERNARDO TRINDADE, NA SESSÃO DE ABERTURA DO XXXIII CONGRESSO DA APAVT

INTERVENÇÃO DE S.EXA. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO, DR.BERNARDO TRINDADE, NA SESSÃO DE ABERTURA DO XXXIII CONGRESSO DA APAVT INTERVENÇÃO DE S.EXA. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO, DR.BERNARDO TRINDADE, NA SESSÃO DE ABERTURA DO XXXIII CONGRESSO DA APAVT TURISMO: TENDÊNCIAS E SOLUÇÕES Exmos. Senhores Conferencistas, Antes de

Leia mais

INICIATIVA JESSICA. Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo. Faro, 22 de maio de 2013

INICIATIVA JESSICA. Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo. Faro, 22 de maio de 2013 INICIATIVA JESSICA Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo Faro, 22 de maio de 2013 O Turismo na economia Peso no PIB Peso no Emprego Peso nas Exportações Peso dos Mercados O Turismo e a Regeneração Urbana

Leia mais

TURISMO NO ESPAÇO RURAL LEGISLAÇÃO MANUAL

TURISMO NO ESPAÇO RURAL LEGISLAÇÃO MANUAL TURISMO NO ESPAÇO RURAL LEGISLAÇÃO MANUAL Índice 1. Turismo no espaço rural: tipologias.2 2. Exploração e funcionamento.... 5 3. Legislação aplicável.17 Bibliografia. 18 1 1.Turismo no espaço rural: tipologias

Leia mais

www.remax.pt/barcovez - Mediação Imobiliária, Lda. AMI 7189 ARCOS DE VALDEVEZ Rua Dr. Joaquim Carlos da Cunha Cerqueira, 29 4970-457 - Vila Fonche / Arcos de Valdevez Tel. 258 523 101 - Fax. 258 518 390

Leia mais

JARDIM DAS JAPONEIRAS. RUA CIDADE DA BEIRA Aldoar Porto N/Refª 2786-H

JARDIM DAS JAPONEIRAS. RUA CIDADE DA BEIRA Aldoar Porto N/Refª 2786-H JARDIM DAS JAPONEIRAS RUA CIDADE DA BEIRA Aldoar Porto N/Refª 2786-H Índice 1 Apresentação 3 2 Localização 5 3 Imagens 7 4 Plantas 12 Implantação 13 Alçados 14 Casa H2 16 5 Acabamentos 18 6 Quadro de Áreas

Leia mais

Dossier Promocional. Empreendimento Vila Sol Quarteira Loulé Algarve

Dossier Promocional. Empreendimento Vila Sol Quarteira Loulé Algarve Dossier Promocional Empreendimento Vila Sol Quarteira Loulé Algarve 1 1. Contexto e a Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Imóvel 4. Descrição Detalhada 5. Condições de Comercialização

Leia mais

Villas do Pinhal Velho proporciona-lhe um estilo de vida verdadeiramente exclusivo, complementado pelo prazer e o luxo de viver no seio da natureza.

Villas do Pinhal Velho proporciona-lhe um estilo de vida verdadeiramente exclusivo, complementado pelo prazer e o luxo de viver no seio da natureza. Lotes para Villas Villas do Pinhal Velho é um projecto imobiliário de grande exclusividade do Grupo Lusort, localizado na zona nobre de Vilamoura, inserido num tranquilo e vasto pinhal, um local único

Leia mais

Bem-vindo ao Horizontes, no plural, como tudo o que a sua vida merece.

Bem-vindo ao Horizontes, no plural, como tudo o que a sua vida merece. Bem-vindo ao Horizontes, no plural, como tudo o que a sua vida merece. A EKO traz para Arujá um conceito inédito que une o conforto de uma casa às comodidades e à segurança de um apartamento, principalmente

Leia mais

1.ª SESSÃO NOVA LEGISLAÇÃO TURÍSTICA (ANIMAÇÃO TURÍSTICA, RJET E ALOJAMENTO LOCAL) _ RESUMO _

1.ª SESSÃO NOVA LEGISLAÇÃO TURÍSTICA (ANIMAÇÃO TURÍSTICA, RJET E ALOJAMENTO LOCAL) _ RESUMO _ 1.ª SESSÃO NOVA LEGISLAÇÃO TURÍSTICA (ANIMAÇÃO TURÍSTICA, RJET E ALOJAMENTO LOCAL) _ RESUMO _ Novo Regime Jurídico dos Empreendimentos Turísticos (RJET) Inovadora, simplificadora e de maior facilidade

Leia mais

Dossier Promocional. Hotel Apartamento Villas de Sesimbra

Dossier Promocional. Hotel Apartamento Villas de Sesimbra Dossier Promocional Hotel Apartamento Villas de Sesimbra 1 1. Contexto e a Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Edifício 4. Descrição Detalhada 5. Condições de Comercialização

Leia mais

Proporcionar um serviço de elevada qualidade de forma competitiva e diferenciadora

Proporcionar um serviço de elevada qualidade de forma competitiva e diferenciadora Proporcionar um serviço de elevada qualidade de forma competitiva e diferenciadora Vila do Conde: 5 km; Viana do Castelo: 43 km; Aeroporto Francisco Sá Carneiro: 30 km; Porto: 37 km; Espanha: 130 km Aquela

Leia mais

Empreendimentos Turísticos Como Instalar ou Reconverter Novo Regime Jurídico

Empreendimentos Turísticos Como Instalar ou Reconverter Novo Regime Jurídico Empreendimentos Turísticos Como Instalar ou Reconverter Novo Regime Jurídico, Turismo de Portugal, I.P. Rua Ivone Silva, Lote 6, 1050-124 Lisboa Tel. 211 140 200 Fax. 211 140 830 apoioaoempresario@turismodeportugal.pt

Leia mais

Enquadramento Turismo Rural

Enquadramento Turismo Rural Enquadramento Turismo Rural Portugal é um País onde os meios rurais apresentam elevada atratividade quer pelas paisagens agrícolas, quer pela biodiversidade quer pelo património histórico construído o

Leia mais

FESTA DO BASQUETEBOL JUVENIL PORTIMÃO 8 A 11 DE ABRIL 2010

FESTA DO BASQUETEBOL JUVENIL PORTIMÃO 8 A 11 DE ABRIL 2010 FESTA DO BASQUETEBOL JUVENIL PORTIMÃO 8 A 11 DE ABRIL 2010 Tal como em anos anteriores, vai desenrolar-se também este ano em Portimão o que já é considerado o maior evento desportivo dedicado ao Basquetebol

Leia mais

Bem vindos a este novo passo do projeto CIP - FAZER ACONTECER A REGENERAÇÃO URBANA.

Bem vindos a este novo passo do projeto CIP - FAZER ACONTECER A REGENERAÇÃO URBANA. CIP FAZER ACONTECER A REGENERAÇÃO URBANA UM NOVO PASSO Seminário 16 de abril de 2012 Intervenção do Presidente da CIP Bem vindos a este novo passo do projeto CIP - FAZER ACONTECER A REGENERAÇÃO URBANA.

Leia mais

CRIAMOS SOLUÇÕES E MATERIALIZAMOS IDEIAS. www.edimetal.pt 1

CRIAMOS SOLUÇÕES E MATERIALIZAMOS IDEIAS. www.edimetal.pt 1 CRIAMOS SOLUÇÕES E MATERIALIZAMOS IDEIAS. www.edimetal.pt 1 CRIAMOS SOLUÇÕES E MATERIALIZAMOS IDEIAS A Edimetal é uma unidade empresarial especializada na concepção, engenharia, produção, instalação e

Leia mais

O artigo 3.º do Decreto-Lei n.º 78/2006, de 4 de Abril, estabelece como estando abrangidos pelo SCE os seguintes edifícios:

O artigo 3.º do Decreto-Lei n.º 78/2006, de 4 de Abril, estabelece como estando abrangidos pelo SCE os seguintes edifícios: Regime Jurídico da Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE) Departamento de Imobiliário 12 de Janeiro de 2009 O Decreto-Lei n.º 78/2006 de 4 de Abril aprovou o Sistema

Leia mais

O QUE É SER ALTO PADRÃO?

O QUE É SER ALTO PADRÃO? O PRODUTO IMPERADOR Concebido para atender as exigências do mercado de Alto Padrão, o produto conta com tudo que hoje é imprescindível para diferenciá-lo dos demais. Imponência, estilo único, elegância

Leia mais

Ação Piloto para a Regeneração Urbana. Avenida da Liberdade, Braga. Concurso de Ideias Profissionais de Arquitectura

Ação Piloto para a Regeneração Urbana. Avenida da Liberdade, Braga. Concurso de Ideias Profissionais de Arquitectura Ação Piloto para a Regeneração Urbana Avenida da Liberdade, Braga Concurso de Ideias Profissionais de Arquitectura Cientes da importância de promover uma intervenção capaz de revitalizar o centro histórico

Leia mais

Look back to move forward. Marco Teixeira CEO

Look back to move forward. Marco Teixeira CEO Marco Teixeira, arquitecto qualificado com vasta experiência na área, desenvolveu as suas competências em algumas das mais conceituadas empresas, estabelecendo contactos com uma vasta lista de clientes,

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. 2710 Diário da República, 1.ª série N.º 87 6 de Maio de 2009

REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. 2710 Diário da República, 1.ª série N.º 87 6 de Maio de 2009 2710 Diário da República, 1.ª série N.º 87 6 de Maio de 2009 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA Assembleia Legislativa Decreto Legislativo Regional n.º 12/2009/M Adapta à Região Autónoma da Madeira o Decreto -Lei

Leia mais

Instituto Nacional de Estatística de Cabo Verde Estatísticas do Turismo Movimentação de Hóspedes 1º Tr. 2015

Instituto Nacional de Estatística de Cabo Verde Estatísticas do Turismo Movimentação de Hóspedes 1º Tr. 2015 1 FICHA TÉCNICA Presidente António dos Reis Duarte Editor Instituto Nacional de Estatística Direcção de Método e Gestão de Informação Serviço de Conjuntura Direcção de Contas Nacionais, Estatísticas Económicas

Leia mais

16ª Sessão: Resorts Integrados: Da concepção à exploração

16ª Sessão: Resorts Integrados: Da concepção à exploração 16ª Sessão: Resorts Integrados: Da concepção à exploração Luís Correia da Silva Lisboa, 9 de Março de 2013 Faculdade de Direito Universidade de Lisboa A) Definição de Resorts Integrados Espaços de lazer

Leia mais

Na Melhor Rua do Paraíso - Tomás Carvalhal, 555

Na Melhor Rua do Paraíso - Tomás Carvalhal, 555 ALTÍSSIMO PADRÃO Na Melhor Rua do Paraíso - Tomás Carvalhal, 555 Eu quero mais que morar bem. Eu quero morar na Tomás Carvalhal. Foto da Rua Tomás Carvalhal Basta uma breve caminhada pelas nobres e acolhedoras

Leia mais

ALOJAMENTO - VII CIDU Porto, 24 a 27 Junho

ALOJAMENTO - VII CIDU Porto, 24 a 27 Junho AXIS PORTO BUSINESS & SPA HOTEL O Axis Porto Business & SPA Hotel, é o novo hotel de 4 estrelas do Grupo AXIS, situado em pleno pólo universitário, numa das zonas de melhor acessibilidade à Invicta, junto

Leia mais

Quinta de São Sebastião Tradição e modernidade às portas de Lisboa

Quinta de São Sebastião Tradição e modernidade às portas de Lisboa HORTO DO CAMPO GRANDE MAGAZINE 14 HORTO DO CAMPO GRANDE MAGAZINE 15 FOTOS: Miguel Serradas Duarte FOTOS: Miguel Serradas Duarte Quinta de São Sebastião Tradição e modernidade às portas de Lisboa HORTO

Leia mais

Se procura casa, esta é a porta certa.

Se procura casa, esta é a porta certa. N 02 OUTONO / INVERNO 2015 Popular Imóveis Se procura casa, esta é a porta certa. N 02 OUTONO / INVERNO 2015 Viana do Castelo Braga Bragança Vila Real Imóveis do Norte Pág 3 Porto Aveiro Viseu Guarda Coimbra

Leia mais

CASAS DO CASTELO. LEÇA DA PALMEIRA 18 Dezembro 2012

CASAS DO CASTELO. LEÇA DA PALMEIRA 18 Dezembro 2012 CASAS DO CASTELO LEÇA DA PALMEIRA 18 Dezembro 2012 Índice 1 Localização 3 2 Descrição 5 3 Fotografias 7 4 Acabamentos e Equipamentos 10 5 Áreas e Preços 13 6 Plantas 15 Fracção C 16 Fracção D 17 Fracção

Leia mais

5 Um Modelo Inteligente de Cidade 7 Santa Marinha, um Conceito Global 9 Arquitectura 11 O Lugar Ideal Para Viver 13 Espaços 15 Conforto, Harmonia e

5 Um Modelo Inteligente de Cidade 7 Santa Marinha, um Conceito Global 9 Arquitectura 11 O Lugar Ideal Para Viver 13 Espaços 15 Conforto, Harmonia e 5 Um Modelo Inteligente de Cidade 7 Santa Marinha, um Conceito Global 9 Arquitectura 11 O Lugar Ideal Para Viver 13 Espaços 15 Conforto, Harmonia e Bem-Estar 17 A Sede do Seu Negócio 19 Tudo à Distância

Leia mais

Hotéis Estoril. Hotel Real Villa Itália. http://www.granderealvillaitaliahotel.com/ Localização

Hotéis Estoril. Hotel Real Villa Itália. http://www.granderealvillaitaliahotel.com/ Localização Hotéis Estoril Hotel Real Villa Itália Localizado junto à Boca do Inferno, o Grande Real Villa Itália Hotel & Spa é a mais nóvel unidade de 5 estrelas em Cascais. Convertida a antiga residência do Rei

Leia mais

Deixe-se envolver por um ambiente. saudável. Premium

Deixe-se envolver por um ambiente. saudável. Premium Deixe-se envolver por um ambiente saudável. O LOCAL Deslumbre-se com a soberba vista para a Serra de Sintra, um excepcional local de contemplação do qual poderá desfrutar todos os dias. Uma vista única

Leia mais

1- Breve historial do Hotel

1- Breve historial do Hotel 1- Breve historial do Hotel A Exposição Hotel da Praia do Sol História de um Tempo e de uma Praia, assinala o septuagésimo quinto aniversário deste hotel e não poderíamos deixar passar esta data tão importante

Leia mais

INTERVENÇÕES DE REGENERAÇÃO URBANA EM PORTUGAL

INTERVENÇÕES DE REGENERAÇÃO URBANA EM PORTUGAL INTERVENÇÕES DE REGENERAÇÃO URBANA EM PORTUGAL JESSICA KICK-OFF MEETING FÁTIMA FERREIRA mrferreira@ihru.pt POLÍTICA DE CIDADES NO ÂMBITO DO QREN - PORTUGAL PO Regional Programas integrados de regeneração

Leia mais

Vitrallis. Um novo modo de viver. Bem melhor.

Vitrallis. Um novo modo de viver. Bem melhor. Vitrallis. Um novo modo de viver. Bem melhor. Criamos o Vitrallis como um condomínio completo, pensado para os dias de hoje e para o seu futuro. Nos primeiros pavimentos, você encontrará todas as conveniências,

Leia mais

CONRAD ALGARVE. DÊ-SE AO LUXO DE SER AUTÊNTICO.

CONRAD ALGARVE. DÊ-SE AO LUXO DE SER AUTÊNTICO. CONRAD ALGARVE. DÊ-SE AO LUXO DE SER AUTÊNTICO. Em breve vai existir um lugar onde poderá sentir-se único. Um lugar onde o luxo, o estilo e o prazer estão acima de tudo. Uma experiência memorável que vai

Leia mais

Amplie o seu espaço e faça um grande negócio.

Amplie o seu espaço e faça um grande negócio. N 01 PRIMAVERA / VERÃO 2015 Popular Imóveis Amplie o seu espaço e faça um grande negócio. N 01 PRIMAVERA / VERÃO 2015 Viana do Castelo Braga Bragança Vila Real Imóveis do Norte Pág 3 Porto Aveiro Viseu

Leia mais

Destaque ARQUITECTURA

Destaque ARQUITECTURA ARQUITECTURA ARQUITECTURA Empreendimento habitacional com parque verde condomínio privado Num contexto de crise financeira e económica, os arquitectos e designers são as primeiras classes profissionais

Leia mais

BAIRRO PLANEJADO COMPLETO CONDOMÍNIO HORIZONTAL

BAIRRO PLANEJADO COMPLETO CONDOMÍNIO HORIZONTAL BAIRRO PLANEJADO COMPLETO CONDOMÍNIO HORIZONTAL CONDOMÍNIOS HORIZONTAIS EM UM BAIRRO PLANEJADO COMPLETO. O principal projeto imobiliário em desenvolvimento no stado do Pará; Um bairro planejado com mais

Leia mais

1ª AVENIDA DINAMIZAÇÃO ECONÓMICA E SOCIAL DA BAIXA DO PORTO RELATÓRIO DO LEVANTAMENTO IMOBILIÁRIO CO-FINANCIADO POR:

1ª AVENIDA DINAMIZAÇÃO ECONÓMICA E SOCIAL DA BAIXA DO PORTO RELATÓRIO DO LEVANTAMENTO IMOBILIÁRIO CO-FINANCIADO POR: 1ª AVENIDA DINAMIZAÇÃO ECONÓMICA E SOCIAL DA BAIXA DO PORTO RELATÓRIO DO LEVANTAMENTO CO-FINANCIADO POR: Unidade de Gestão de Área Urbana Novembro 2012 Índice 1. Nota Introdutória... 2 2. Resultados do

Leia mais

Se procura casa, esta é a porta certa.

Se procura casa, esta é a porta certa. N 01 PRIMAVERA / VERÃO 2015 Popular Imóveis Se procura casa, esta é a porta certa. N 01 PRIMAVERA / VERÃO 2015 Viana do Castelo Braga Bragança Vila Real Imóveis do Norte Pág 3 Porto Aveiro Viseu Guarda

Leia mais

Dossier Promocional. Moradia em Travassô Águeda - Aveiro

Dossier Promocional. Moradia em Travassô Águeda - Aveiro Dossier Promocional Moradia em Travassô Águeda - Aveiro 1 1. Contexto e a Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Imóvel 4. Descrição Detalhada 5. Condições de Comercialização

Leia mais

Empreendimentos Turísticos - CAE 55111 a 55119, 55121 a 55124 e 55201 a 55300. Instalação, exploração e funcionamento dos empreendimentos turísticos;

Empreendimentos Turísticos - CAE 55111 a 55119, 55121 a 55124 e 55201 a 55300. Instalação, exploração e funcionamento dos empreendimentos turísticos; O conteúdo informativo disponibilizado pela presente ficha não substitui a consulta dos diplomas legais referenciados e da entidade licenciadora. FUNCHAL Empreendimentos Turísticos CAE 55111 a 55119, 55121

Leia mais

NEWSLETTER Nº 13 JANEIRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES EM DESTAQUE

NEWSLETTER Nº 13 JANEIRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES EM DESTAQUE NEWSLETTER Nº 13 JANEIRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES EM DESTAQUE A LINK THINK AVANÇA COM PROGRAMA DE FORMAÇÃO PROFISSONAL PARA 2012 A LINK THINK,

Leia mais

Dossier Promocional. Hotel Príncipe da Beira Fundão

Dossier Promocional. Hotel Príncipe da Beira Fundão Dossier Promocional Hotel Príncipe da Beira Fundão 1 1. Contexto e Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Imóvel 4. Descrição Detalhada 5. Condições de Comercialização 6. Contactos

Leia mais

O condomínio La Dolce VIta Vila Romana, está situado em um terreno de 10.153,29 m², situado entre as Ruas Espártaco, Camilo, Aurélia e Tito.

O condomínio La Dolce VIta Vila Romana, está situado em um terreno de 10.153,29 m², situado entre as Ruas Espártaco, Camilo, Aurélia e Tito. CONDOMÍNIOS VERTICAIS RESIDENCIAIS NA CIDADE DE SÃO PAULO (2000-2008): CONDOMÍNIOS - CLUBE O condomínio La Dolce VIta Vila Romana, está situado em um terreno de 10.153,29 m², situado entre as Ruas Espártaco,

Leia mais

Sociedade de capitais exclusivamente públicos, criada em Novembro de 2004 CAPITAL

Sociedade de capitais exclusivamente públicos, criada em Novembro de 2004 CAPITAL Reabilitação Urbana Sustentável o caso do Centro Histórico e da Baixa da cidade do Porto Álvaro Santos Presidente Executivo do Conselho de Administração Porto, 13 de Julho de 2015 Porto Vivo, SRU Sociedade

Leia mais

Iniciativa JESSICA. Perguntas Frequentes

Iniciativa JESSICA. Perguntas Frequentes 1 - Como nasceu a iniciativa JESSICA? A iniciativa JESSICA (Joint European Support for Sustainable Investment in City Areas) é um instrumento financeiro promovido pela Comissão Europeia e desenvolvido

Leia mais

Hotéis/ Resorts/ Aldeamentos

Hotéis/ Resorts/ Aldeamentos Hotéis/ Resorts/ Aldeamentos PT a empresa O Grupo Ductos existe desde Julho de 1992, em resultado da já longa colaboração entre os sócios, colaboradores e consultores, na elaboração e execução de estudos

Leia mais

Apresentação Requisitos O Processo Localização Recursos Humanos Legislação Investimento Inicial Prestações mensais

Apresentação Requisitos O Processo Localização Recursos Humanos Legislação Investimento Inicial Prestações mensais Apresentação Requisitos O Processo Localização Recursos Humanos Legislação Investimento Inicial Prestações mensais Para criar este negócio vai precisar de em primeiro lugar criar a sua própria empresa

Leia mais

As exigências de sustentabilidade ambiental e económica estão sempre presentes nas soluções técnicas apresentadas pela FACTORIAL.

As exigências de sustentabilidade ambiental e económica estão sempre presentes nas soluções técnicas apresentadas pela FACTORIAL. QUEM SOMOS A FACTORIAL Desenvolvimento Integrado de Projectos e Construções, Lda. foi fundada em 2006 com o objectivo de prestar serviços na área da engenharia. Actualmente, a FACTORIAL está predominantemente

Leia mais

[+] Baía da Lagos [+] 2h 30m de Lisboa (A2) [+] 45m do Aeroporto de Faro (Via do Infante) [+] Futuro acesso directo (Variante de Lagos N125)

[+] Baía da Lagos [+] 2h 30m de Lisboa (A2) [+] 45m do Aeroporto de Faro (Via do Infante) [+] Futuro acesso directo (Variante de Lagos N125) [+] Baía da Lagos [+] 2h 30m de Lisboa (A2) [+] 45m do Aeroporto de Faro (Via do Infante) [+] Futuro acesso directo (Variante de Lagos N125) Lagos [+] Centro histórico e cidade Restaurantes, comércio,

Leia mais

Denominação Social Sogei Engenharia e Construção, SA Sede: Av. Cidade de Lisboa Edifício Águia R/C Chã de Areia Praia Santiago CP 426/A Natureza

Denominação Social Sogei Engenharia e Construção, SA Sede: Av. Cidade de Lisboa Edifício Águia R/C Chã de Areia Praia Santiago CP 426/A Natureza Denominação Social Sogei Engenharia e Construção, SA Sede: Av. Cidade de Lisboa Edifício Águia R/C Chã de Areia Praia Santiago CP 426/A Natureza Jurídica S.A. Sociedade Anónima Telefone: (+238 2602200)

Leia mais

Dossier Promocional. Moradia em Tarouca Viseu

Dossier Promocional. Moradia em Tarouca Viseu Dossier Promocional Moradia em Tarouca Viseu 1 1. Contexto e a Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Imóvel 4. Descrição Detalhada 5. Condições de Comercialização 6. Contactos

Leia mais

25 anos a realizar o sonho de casa própria

25 anos a realizar o sonho de casa própria 25 anos a realizar o sonho de casa própria ÍNDICE 1 CABO VERDE 2 IFH 3 SECTOR IMOBILIÁRIO 4 POSICAO DA IFH NO SECTOR IMOBILIÁRIO 5 PROJECTOS 8 9 PROJECTOS CABO VERDE Arquipélago da África subsaariana,

Leia mais

REGIME JURÍDICO DO TURISMO NO ESPAÇO RURAL

REGIME JURÍDICO DO TURISMO NO ESPAÇO RURAL REGIME JURÍDICO DO TURISMO NO ESPAÇO RURAL O Turismo no Espaço Rural consiste no conjunto de actividades e serviços de alojamento e animação a turistas em empreendimentos de natureza familiar realizados

Leia mais

praia do vau praia da rocha

praia do vau praia da rocha praia do vau praia da rocha Victor s Plaza praia do vau O Victor s Plaza fica situado numa zona privilegiada do Barlavento Algarvio, a cerca de 800 metros da Praia do Alemão e a 1500 m da Praia do Vau.

Leia mais

APRESENTAÇÃO da. ImoEconometrics. Lisbon Chartered Surveys. Lisbon Chartered Surveys

APRESENTAÇÃO da. ImoEconometrics. Lisbon Chartered Surveys. Lisbon Chartered Surveys APRESENTAÇÃO da ImoEconometrics Setembro de 2012 Agenda Quem Somos Clientes Serviços IMOE Market Intelligence Metodologia de Trabalho Track Record 2 Quem Somos A ImoEconometrics presta serviços especializados

Leia mais

NEWSLETTER Nº 9 SETEMBRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES

NEWSLETTER Nº 9 SETEMBRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES NEWSLETTER Nº 9 SETEMBRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES O Novo Regime Jurídico do Sector Empresarial Local O novo regime jurídico do sector empresarial

Leia mais

O nascer do sol é um espetáculo que se repete todos os dias, mas sempre é diferente. Assistir a isso no melhor lugar do mundo é um privilégio de quem

O nascer do sol é um espetáculo que se repete todos os dias, mas sempre é diferente. Assistir a isso no melhor lugar do mundo é um privilégio de quem O nascer do sol é um espetáculo que se repete todos os dias, mas sempre é diferente. Assistir a isso no melhor lugar do mundo é um privilégio de quem escolheu o Solar Tambaú. Localizado à beira-mar de

Leia mais

CONSTRUTORA LIX DA CUNHA S.A.

CONSTRUTORA LIX DA CUNHA S.A. Campinas/SP, 16 de Agosto de 2011 Prezados Senhores, Apesar dos problemas que se lançam sobre algumas construtoras da região, com embargos, projetos irregulares aprovados indevidamente, atrasos na entrega

Leia mais

Realizações singulares

Realizações singulares Realizações singulares Ref.: 001 Fundação Pedro Barrié de la Maza. Vigo Ref.: 002 Colégio de Arquitectos Técnicos. Madrid Ref.: 003 Centro Comercial A Laxe. Vigo Ref.: 004 Gadis. Corunha Ref.: 005 Sede

Leia mais

Consórcio CGD/IHRU. Fundo de Desenvolvimento Urbano TEKTÓNICA. Iniciativa Comunitária JESSICA. 9 de Maio 2012

Consórcio CGD/IHRU. Fundo de Desenvolvimento Urbano TEKTÓNICA. Iniciativa Comunitária JESSICA. 9 de Maio 2012 Iniciativa Comunitária JESSICA Fundo de Desenvolvimento Urbano Consórcio CGD/IHRU TEKTÓNICA 9 de Maio 2012 Iniciativa Comunitária JESSICA Consórcio IHRU/GCGD 18 de Abril de 2012 1 Portugal Evolução de

Leia mais

Integrado do Vale do Minho. Av. Miguel Dantas, n.º 69. 4930-678 Valença. Tel.: +351 251 825 811/2. Fax: +351 251 825 620. adriminho@mail.telepac.

Integrado do Vale do Minho. Av. Miguel Dantas, n.º 69. 4930-678 Valença. Tel.: +351 251 825 811/2. Fax: +351 251 825 620. adriminho@mail.telepac. Eixo 3 do PRODER Dinamização das zonas Rurais Englobam no eixo 3 do PRODER Abordagem Leader as seguintes Medidas e Acções Medida 3.1 Diversificação da Economia e Criação de Emprego 3.1.1 Diversificação

Leia mais

Porque é que o Turismo. é essencial para a Economia Portuguesa?

Porque é que o Turismo. é essencial para a Economia Portuguesa? Porque é que o Turismo é essencial para a Economia Portuguesa? 14 milhões de hóspedes Vindos do Reino Unido, Alemanha, Espanha, França, Brasil, EUA Num leque de países que alarga ano após ano. 9,2 % do

Leia mais

Avaliação. As avaliações são realizadas, de acordo com os métodos que melhor se adequam ao imóveis em causa.

Avaliação. As avaliações são realizadas, de acordo com os métodos que melhor se adequam ao imóveis em causa. Apresentação A Real Consul uma empresa portuguesa, com uma estrutura de capital inteiramente nacional, que se dedica à consultoria e avaliação imobiliária desde 1995. A empresa combina um alto nível de

Leia mais

Líder em Estruturas de Madeira Lamelada Colada. Edição 2012/13

Líder em Estruturas de Madeira Lamelada Colada. Edição 2012/13 Líder em Estruturas de Madeira Lamelada Colada. Edição 2012/13 A experiência do líder europeu começou há 40 anos. Atrás de grandes empresas há sempre gente determinada e experiente. É por isso que a Colicapela

Leia mais

Turismo de Portugal é pioneiro na sustentabilidade

Turismo de Portugal é pioneiro na sustentabilidade Divulgação do primeiro relatório Turismo de Portugal é pioneiro na sustentabilidade O Turismo de Portugal apresentou ontem o seu Relatório de Sustentabilidade, tornando-se no primeiro Instituto Público

Leia mais

Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas

Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas Da União Europeia vão chegar até 2020 mais de 20 mil milhões de euros a Portugal. Uma pipa de massa, nas palavras do ex-presidente da Comissão

Leia mais

Plano Estratégico para a Fileira da Construção 2014-2020

Plano Estratégico para a Fileira da Construção 2014-2020 Plano Estratégico para a Fileira da Construção 2014-2020 1. A EVOLUÇÃO DOS MERCADOS 1.1 - A situação dos mercados registou mudanças profundas a nível interno e externo. 1.2 - As variáveis dos negócios

Leia mais

especiais por ano, garantindo a máxima capacidade de transporte para jogos de futebol, concertos e outras celebrações de massas.

especiais por ano, garantindo a máxima capacidade de transporte para jogos de futebol, concertos e outras celebrações de massas. O Metro do Porto O Metro é um sistema de transportes públicos da Área Metropolitana do Porto e combina uma rede ferroviária subterrânea, no centro da cidade, com linhas à superfície em meio urbano e diversos

Leia mais

Iniciativa JESSICA. Perguntas Frequentes

Iniciativa JESSICA. Perguntas Frequentes Iniciativa JESSICA Perguntas Frequentes Iniciativa JESSICA: Perguntas Frequentes 1 - Como nasceu a iniciativa JESSICA? A iniciativa JESSICA (Joint European Support for Sustainable Investment in City Areas)

Leia mais

Escapadas Especiais. O mundo diferente do Grupo Sol Meliá. www.intertravel.pt 21

Escapadas Especiais. O mundo diferente do Grupo Sol Meliá. www.intertravel.pt 21 www.intertravel.pt 21 Meliá Aldeia dos Capuchos Portugal Almada Onovo hotel de luxo Meliã Aldeia dos Capuchos está situado à entrada da Histórica Vila dos Capuchos, na Região da Costa de Caparica a 20

Leia mais

DESCRIÇÃO. www.vilagale.com

DESCRIÇÃO. www.vilagale.com DESCRIÇÃO A Vila Galé é o segundo maior grupo hoteleiro português, está entre as maiores empresas hoteleiras do mundo e é composto por diversas sociedades, das quais se destaca a VILA GALÉ Sociedade de

Leia mais

Dossier Promocional. Hotel Vista Real Castro Marim - Algarve

Dossier Promocional. Hotel Vista Real Castro Marim - Algarve Dossier Promocional Hotel Vista Real Castro Marim - Algarve 1 1. Contexto e Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Imóvel 4. Descrição Detalhada 5. Condições de Comercialização

Leia mais

Os Desafios da Fileira da Construção. As Oportunidades nos Mercados Externos

Os Desafios da Fileira da Construção. As Oportunidades nos Mercados Externos Os Desafios da Fileira da Construção As Oportunidades nos Mercados Externos Agradeço o convite que me foi dirigido para participar neste Seminário e felicito a AIP pela iniciativa e pelo tema escolhido.

Leia mais

Eng.º José Pinto Leite

Eng.º José Pinto Leite Dia 27 de Maio Investimento e sustentabilidade Eng.º José Pinto Leite Programa Polis Congresso LIDER A 09 Sustentabilidade e o POLIS José Manuel Pinto Leite IST 27/05/2009 1 Sustentabilidade e o POLIS

Leia mais

WWW.REALHOTELSGROUP.COM

WWW.REALHOTELSGROUP.COM * * * * * SOFISTICAÇÃO EXCELÊNCIA PORTUGALIDADE * * * * * WWW.REALHOTELSGROUP.COM GRUPO HOTÉIS REAL COSTA DO ESTORIL LISBOA ALBUFEIRA OLHÃO RIA FORMOSA GRUPO HOTÉIS REAL COSTA DO ESTORIL LISBOA ALBUFEIRA

Leia mais

Id Serviços de Apoio

Id Serviços de Apoio Id Serviços de Apoio Cafetaria do Museu Calouste Gulbenkian e seu prolongamento no jardim. Serviços Centrais Valores em euros Encargos com pessoal 6 219 770 Despesas de funcionamento 9 606 628 Investimento

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS 1 de 6 - mobilidade humana e OBJECTIVO: Identifica sistemas de administração territorial e respectivos funcionamentos integrados. O Turismo Guião de Exploração Indicadores sobre o turismo em Portugal 27

Leia mais

BEM VINDO AO. Você e a sua família merece o melhor, e com o Wizz Iguaçu vocês vão ter. Porque a sua vida é agora, e ela está em movimento.

BEM VINDO AO. Você e a sua família merece o melhor, e com o Wizz Iguaçu vocês vão ter. Porque a sua vida é agora, e ela está em movimento. BEM VINDO AO Você e a sua família merece o melhor, e com o Wizz Iguaçu vocês vão ter. Porque a sua vida é agora, e ela está em movimento. Avenida Iguaçu, 2215 Localizado no melhor ponto da avenida Iguaçu

Leia mais

REAL ESTATE SOLUTIONS. Cascais Lisboa Portugal

REAL ESTATE SOLUTIONS. Cascais Lisboa Portugal REAL ESTATE SOLUTIONS Cascais Lisboa Portugal ÍNDICE Masterplan 5 Edition Villa T2 Sales Pack Condomínio Resort & Localização Prime 3 16 20 21 MASTERPLAN Quinta da Marinha Resort Cascais, Lisboa, Portugal

Leia mais

JUL>DEZ 2010 CANDIDATURAS A PARTIR DE 17 DE JUNHO ABRIR PORTAS À DIFERENÇA. Viaje com liberdade. Organizado e gerido por:

JUL>DEZ 2010 CANDIDATURAS A PARTIR DE 17 DE JUNHO ABRIR PORTAS À DIFERENÇA. Viaje com liberdade. Organizado e gerido por: JUL>DEZ 2010 CANDIDATURAS A PARTIR DE 17 DE JUNHO ABRIR PORTAS À DIFERENÇA Viaje com liberdade Organizado e gerido por: ABRIR PORTAS À DIFERENÇA Dirigido a todos os cidadãos portugueses com deficiências

Leia mais

REPENSAR O TURISMO EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

REPENSAR O TURISMO EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE REPENSAR O TURISMO EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE Num contexto de modernização e inovação constante, torna-se imperioso e urgente criar uma legislação turística em São Tomé e Príncipe, sendo este um instrumento

Leia mais

- PERFIL DO GRUPO - O Portfólio de negócios, obedece a um critério de maturidade e geração de valor, no qual o Grupo, concilia:

- PERFIL DO GRUPO - O Portfólio de negócios, obedece a um critério de maturidade e geração de valor, no qual o Grupo, concilia: GRUPO FERREIRA A GFH, é um Grupo sólido e inovador, detendo um curriculum de projectos de qualidade reconhecida, com um portfólio de negócios diversificado, e que aposta no processo de internacionalização,

Leia mais

Recreio dos Bandeirantes. Fotos Ilustrativas

Recreio dos Bandeirantes. Fotos Ilustrativas Praia, sol e mar inspirando seus negócios e suas férias. No Heritage você terá um belíssimo cartão postal na sua janela e serviços de primeira classe ao seu alcance. Ande descalço, sinta a leveza do mar,

Leia mais

IMOBILIÁRIA CONDOMÍNIOS RESIDENCIAIS IMOBILIÁRIO TURÍSTICO ESCRITÓRIOS E SERVIÇOS

IMOBILIÁRIA CONDOMÍNIOS RESIDENCIAIS IMOBILIÁRIO TURÍSTICO ESCRITÓRIOS E SERVIÇOS IMOBILIÁRIA 2013 ANGOLA BRASIL PORTUGAL IMOBILIÁRIA CONDOMÍNIOS RESIDENCIAIS IMOBILIÁRIO TURÍSTICO ESCRITÓRIOS E SERVIÇOS O Setor Imobiliário é uma das principais áreas de investimento do Grupo Américo

Leia mais