DIMENSIONAMENTO DO PODER DA MÍDIA NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DIMENSIONAMENTO DO PODER DA MÍDIA NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO"

Transcrição

1 DIMENSIONAMENTO DO PODER DA MÍDIA NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO Juliana Leandra Maria Nakamura Guillen Desgualdo* Sumário INTRODUÇÃO. 1. COMUNICAÇÃO DE MASSA E A INFLUÊNCIA EXERCIDA PELA MÍDIA. 2. NOVA MÍDIA E A SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO. 3. A FORÇA DOS BLOGS NA ERA INFORMACIONAL. 4. A EXPERIÊNCIA BRASI- LEIRA. 5. A MOBILIZAÇÃO NAS REDES SOCIAIS. CONCLUSÃO. *Doutoranda em Direito pela PUC/SP. Mestre em Direito da Sociedade da Informação pela UniFMU. Especialista em Direito Tributário pela PUC/SP. Professora dos cursos de graduação em Direito da Universidade São Judas Tadeu e advogada em São Paulo. Resumo A mídia, não há dúvidas, exerce influência sobre as massas desde o surgimento do rádio e da televisão, especialmente na atual sociedade da informação, na qual se expandem as comunicações transnacionais e em tempo real, por meio da Internet. Através de levantamento de dados junto a livros, periódicos, jornais e sítios na Internet, foi possível aferir algumas constatações acerca do dimensionamento deste poder. 197 // Revista da Faculdade de Direito // número 2 // segundo semestre de 2014

2 1. COMUNICAÇÃO DE MASSA E A INFLUÊNCIA EXER- CIDA PELA MÍDIA INTRODUÇÃO Desde o surgimento da espécie humana, surgiram meios que viabilizaram a comunicação, desde a inscrição de símbolos em argila até a linguagem corporal que permitia a sinalização e decodificação para que restasse compreendida a mensagem 1. A tualmente, muito se fala acerca das novas bases de convergência tecnológica, como consequência do desenvolvimento da rede mundial de computadores, a Internet, e que perfaz um dos critérios que viabiliza a chamada Sociedade da Informação, expressão cunhada pela Comunidade Europeia em Convenção realizada na década de 1.990, mas cujo conceito remonta a década de Ocorre que a Internet trouxe consigo um novo modelo midiático, calcado numa forma de comunicação abrangente e transnacional, rompendo as fronteiras físicas territoriais dos países conectados por meio das chamadas infovias, autoestradas do conhecimento. Trata-se de mais uma forma de comunicação de massa, apta a exercer influência sobre o comportamento humano. Este artigo pretende, sem esgotar o tema, dimensionar o poder que a mídia exerce sobre a sociedade de massa. Com o surgimento da linguagem falada, passaram a ser desenvolvidas formas mais evoluídas de comunicação, não apenas os gestos e sinais demonstrados por mímicas. A partir dessa fase surgiu a escrita e as formas de comunicação evoluíram até a chamada Era da Comunicação de Massa 2, posteriormente ao surgimento da Idade da Imprensa. A era da comunicação de massa teve sua transição iniciada no século XIX, com a expansão dos jornais, o surgimento do telégrafo e do telefone, mas só veio a ser implementada no século XX, com a adoção do filme, o surgimento do rádio e da televisão, de forma acessível a um grande contingente de pessoas, numa sociedade organizada em conglomerados urbanos. A partir daí, as formas de comunicação se expandiram num ritmo intenso. Os aparelhos de televisão tornaram-se comuns, e não mais objetos raros, como quando de sua criação. Surgiram novos veículos, a exemplo da TV a cabo e dos gravadores de videocassete. Desde a Segunda Grande Guerra Mundial, desenvolve-se a Internet, hoje com forte influência nas relações humanas, desde aquelas negociais, até pessoais, perpassando a disponibilidade, em rede, de grande acúmulo de informações de todas as espécies. 198

3 As informações, que conduziam ao conhecimento, desde a Antiguidade, eram restritas ao clero e à nobreza, mantendo- -se o povo à margem do conhecimento, o que facilitava a manipulação, inclusive mediante o uso da força. Não havia papel e os escritos em papiros eram caros e de difícil acesso. Somente com a invenção do papel, pelos chineses, e da prensa, por Gutenberg, é que foi possível o acesso de mais pessoas a informação, sem aqui adentrar nos aspectos contextuais dos regimes de governo dos períodos históricos aqui mencionados. Com a evolução dos meios de comunicação, já na era pós- -Revolução Industrial, foi possível às massas ter acesso à informação, o que não é sinônimo de conhecimento, na medida em que este demanda o processamento e apreensão da informação. A informação isolada, por si só, é apenas um dado, ao passo em que o conhecimento se extrai da interpretação sistemática da informação, para a qual se verifica sua relação com outros elementos e dados. Inicialmente, as notícias chegavam mais rapidamente ao povo, por meio do rádio. A televisão, além das notícias, passou a oferecer entretenimento visual, a exemplo das telenovelas, complementando este segmento do mercado, que já contava com os filmes, produzidos desde o final do século XIX. O que se pode observar é que os veículos de comunicação de massa exerciam influência sobre o comportamento social de um lado incentivando o consumo, hoje, levado a patamares sem precedentes 3, por exemplo - e, de outro, entorpeciam a audiência, na medida em que ditavam a moda lato sensu, ao mesmo tempo em que promoviam a crença política, fazendo despontar o sentimento nacionalista, ou a adoração de uma determinada figura política, ou, até mesmo, ao repúdio a uma dada conduta. Ao longo da recente história dos países que pregam a liberdade de expressão, como os Estados Unidos e o Brasil 4, é nítida a influência exercida pela sedução das massas sob os aspectos: social, psicológico e cultural, fazendo emergir questionamentos acerca deste poder 5. Melvin L. DeFleur e Sandra Ball-Rokeach identificam o aspecto temporal da história em que se iniciou a crença na força da comunicação como meio hábil a moldar a opinião pública, qual seja, o período da Primeira Grande Guerra Mundial. O poder de persuasão basear-se-ia numa reação do cérebro a um estímulo, causando efeitos diretos e imediatos, originando a chamada teoria da bala mágica que, após estudos mais pontuais, mostrou-se insuficiente, dando lugar às teorias de influência seletiva, fundadas em segmentação de aspectos da vida social para estudar os efeitos causados pelas mensagens transmitidas pelos veículos de comunicação de massa. O poder costuma ser compreendido como uma forma de influência, conforme a lição de Tércio Sampaio Ferraz Júnior 6. E o aumento da complexidade da influência por ocasião de diversas ações praticadas neste sentido (o de persuadir) tende a aumentar o número de situações conflitivas que demandam novos métodos de solução. Teorias à parte, o fato é que a mídia exerce influência sobre a vida do homem, ditando os paradigmas de comportamento social, revelando-se uma fonte de poder capaz de 199

4 manipular as escolhas individuais de cada um, dada a persuasão exercida. são hábeis nessa área. Fruto da influência, da manipulação das massas por meio do poder exercido pela mídia. O convencimento é uma arte que remonta a própria história do comércio. Para se vender um produto, é preciso motivar o potencial adquirente, convencendo-o de que se trata de algo útil, necessário, valioso. E isso é necessário até os dias de hoje. A boa imagem de um político, por exemplo, é, de mesma maneira, exposta na mídia de forma positiva, ressaltando seus feitos, seu carisma junto ao povo, a fim de convencer o receptor da mensagem de que se trata da pessoa ideal para ocupar um determinado cargo público eletivo. A boa propaganda de um produto e o carisma de uma determinada pessoa são decisivos para sua sobrevivência no mercado específico que ocupam. E as técnicas de propaganda são vitais nesse momento, bem como a mídia, que permite a um número indeterminável de pessoas o acesso a informação sobre esse produto ou sobre essa pessoa. Exemplo que comprova essa premissa reside no resultado das eleições havidas no Brasil em para membros do Congresso Nacional. Foram eleitos como deputados federais personalidades públicas, mas não políticas, Frank Aguiar, conhecido cantor popular e Clodovil, estilista e ex- -apresentador de televisão já falecido, dentre outros, cuja incursão na vida política foi inaugural. Em 2.010, o palhaço Tiririca foi um dos candidatos eleitos com maior número de votos e concorre, agora em 2.014, a um segundo mandato. Isso mostra que a aparição nos meios de comunicação de massa faz com que a pessoa seja conhecida por um elevado número de pessoas, persuadindo-as a emprestar credibilidade política, mas sem que isso signifique que tais figuras O avanço tecnológico possibilitou que, no final do século XX, a mídia transmitisse imagens geradas em tempo real, como ocorreu na guerra do Kuwait, no início da década de 90, ou mesmo a guerra na província de Kosovo (antiga Iugoslávia), no final da mesma década. Mais recentemente, o mundo assistiu ao desabamento das torres do World Trade Center, em Nova York, nos Estados Unidos, fruto de atentados terroristas. O mesmo se deu durante a Maratona de Boston, em 2013, quando um artefato explodiu próximo ao percurso da prova. Como consequência dos atentados de 11 de setembro de 2.001, também se assistiu à guerra travada pelo país atacado contra o Afeganistão e, posteriormente, o Iraque, em tempo real, e de uma tal maneira que fazia crer tratar-se de medida legitimada pelo povo que, até certo ponto, num primeiro momento, por força da mídia, chancelou a conduta do governante. Em 2.011, a morte de Osama Bin Laden, um dos mentores dos atentados de 11 de setembro de 2.001, foi noticiada quase simultaneamente em todos os Estados Unidos e no restante do mundo. No Brasil, basta lembrar do episódio Fernando Collor de Melo, eleito Presidente da República, empossado em março de O então candidato à Presidência da República era conhecido apenas em Alagoas, onde detinha negócios, inclusive ligados a veículos de comunicação de massa que, neste país, operam por concessão governamental. Devido à ampla exposição na mídia, Fernando Collor, desconhecido do maior colégio eleitoral brasileiro, foi eleito para Chefe do Poder Executivo Federal. Da mesma manei- 200

5 ra, em face de denúncias de corrupção contra si veiculadas pela mídia, foi suspenso em meio a um processo de impeachment, que culminou na sua renúncia e cassação dos direitos políticos por oito anos. Recentemente, em 13 de agosto de 2.014, faleceu o candidato à Presidência da República, Eduardo Campos, morto em acidente aéreo que desencadeou forte comoção nacional e uma reviravolta nas pesquisas eleitorais relativas à sucessão presidencial. O candidato era bastante conhecido em Pernambuco, que governou, mas pouco conhecido nos demais estados da federação. No entanto, sua morte trágica catapultou sua imagem às alturas e influencia decisivamente o quadro eleitoral. Este trabalho é realizado a poucos dias das eleições presidenciais mas, qualquer que seja o resultado final, certamente se poderá creditar em parte a força da mídia e o modo de repercutir os eventos relacionados a precoce morte do presidenciável. Essas situações apenas ilustram o poder de influência da mídia, amplamente criticada por Ladislau Dowbor, para quem somos manipulados porque raciocinamos com as informações que nos dão 7. O caso brasileiro ilustrado (Fernando Collor de Melo) mostra coerência à ideia de Dowbor, reforçando a tese de poder que a mídia exerce, não só no âmbito comportamental social, como também, político. 2. NOVA MÍDIA E A SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO Com o avanço tecnológico, a dinâmica da indústria e a convergência digital, emergiu a chamada sociedade da informação, também chamada de sociedade do conhecimento, sociedade digital, dentre outras terminologias que designam, igualmente, esse novo período marcado pelo surgimento de cabos e satélites que interligam o mundo através das chamadas infovias 8. Nesse novo modelo social, vige uma mudança organizacional e econômica, na medida em que se propugna a globalização do conhecimento, sendo a informação sua matéria-prima, vale dizer, houve um deslocamento dos meios de produção, sem eliminação do comércio. Antes, a indústria trabalhava a matéria-prima que geraria um produto. Hoje, a matéria-prima é a informação e o produto, o conhecimento. A existência das infovias possibilita falar em desterritorialização, uma vez que as barreiras físicas territoriais são rompidas, de modo a viabilizar o acesso a sítios registrados em todo o mundo, seja para averiguar notícias em tempo real, seja para fins de comunicação, ou para entabular relações negociais ou pessoais. Essa realidade, influenciada pelo surgimento e desenvolvimento da rede mundial de computadores, a Internet, trouxe consigo um novo padrão midiático. A velha mídia era composta por um emissor e diversos receptores, caracterizando uma forma de comunicação um para todos. Já a nova mídia concede a todos a oportunidade de falar e ouvir, tornando os receptores potenciais emissores de informações, daí se falar numa forma de comunicação todos para todos

6 Como aponta Antonio Albino Canelas Rubim, A mídia, ao consumar um espaço eletrônico em rede, povoado de televivências em abrangência globalizante, em verdade, constrói uma outra e nova dimensão constitutiva da sociabilidade contemporânea (...) 10. Considerando o fato de que a mídia é dotada de poder exercido junto às massas, é de se supor que, igualmente, assim o seja no que tange à nova mídia. Esse avanço tecnológico permite a desconstrução de uma série de conceitos tradicionais, inclusive do que seja a própria informação. Em obra recente, Tércio Sampaio Ferraz Júnior exemplifica a confusão que se nota entre a vida real e a vida na televisão, mencionando que a apresentação de projetos políticos se torna uma jogada de venda articulada, tornando-se a participação política uma escolha entre diferentes imagens consumíveis. 11. Assim, o indivíduo acaba coletivizado na mídia tecnológica, o que cria um curto-circuito nas relações humanas, por força dessa transformação da informação numa espécie de commodity A FORÇA DOS BLOGS NA ERA INFORMACIONAL Os veículos de comunicação de massa têm como característica a influência que exercem sobre a sociedade, desde os paradigmas comportamentais no âmbito social, perpassando pelo aspecto econômico até o político, como demonstrado acima. Resta saber se, com o surgimento da nova mídia, os meios midiáticos continuam a exercer esses poderes, considerando a multiplicidade de fontes informacionais. Muito embora a informação tenha sido elevada ao status de matéria-prima, o produto conhecimento não é de fácil percepção. Isto porque existe dificuldade em processar e destacar todas as informações às quais se tem acesso diuturnamente, para se alcançar o conhecimento. E, como já citado por Ladislau Dowbor, a sociedade lida com a informação que recebe. E hoje, o volume de informações torna difícil a apreensão de todas elas e a geração do conhecimento. Uma questão que suscita o debate diz respeito à aceitação pacífica ou questionamento acerca da idoneidade das informações veiculadas pela mídia, nos modelos ditos velho e novo. Considerando a influência exercida pela mídia no que se refere aos padrões comportamentais sociais, econômicos e políticos de outrora, quer parecer que, com o surgimento da nova mídia, não será, a princípio, diferente. Com a Internet, surgiram as chamadas comunidades virtuais, espaços criados em rede aptos a gerar relações humanas por meio de debates acerca dos mais variados temas. Também surgiram os blogs, diários virtuais que revolucionaram a comunicação. O enfoque desses novos instrumentos virtuais é diferente. Nas comunidades virtuais, um número indeterminado de pessoas pode discutir ideias, fatos, pessoas, visando a interação humana, ainda que por meio da rede mundial de computadores. Já os blogs trazem uma visão pessoal de seu detentor, sujeito a comentários de terceiros que visitem a página virtual onde se situa. O ponto convergente de ambos reside na habilidade de exercer o poder de convencimento, seja por meio do debate (comunidades virtuais), seja pela persuasão decorrente de uma exposição clara e concisa de ideias (blogs). 202

7 Para se demonstrar a força dos blogs, é emblemático o caso eleições presidenciais havidas nos Estados Unidos para a qual concorriam George W. Bush (para reeleição) e John Kerry (atual Secretário de Estado do Governo dos Estados Unidos). As equipes dos candidatos George W. Bush e John Kerry mobilizaram a opinião pública através de correntes entabuladas pelos blogs 13. Às vésperas das eleições, o candidato John Kerry figurava nas pesquisas de intenção de voto como sendo favorito. Os blogs tiveram importância decisiva no resultado das eleições, uma vez que divulgaram informações acerca do histórico pessoal do candidato até então favorito, que contrastavam com o quanto informado no período de campanha eleitoral. Também nos Estados Unidos ocorreu outra situação que demonstra a força deste instrumento virtual, o blog, mas no aspecto empresarial. Algumas crises nas grandes corporações tiveram início nos blogs, inclusive a referente a empres Kryptonite, fabricante de cadeados e travas de segurança para motos e bicicletas. Em 2004, um blog demonstrou ser possível o arrombamento das travas de segurança com uma caneta Bic. A partir daí, outros blogs passaram a tratar do assunto e os grandes veículos midiáticos passaram a noticiar o fato, de modo a acarretar em prejuízos a empresa fabricante. 14 Os blogs são exemplos nítidos daquilo que se convencionou chamar de nova mídia, que instituiu uma forma de comunicação na qual os receptores de informação também são emissores. Embora a realidade estrangeira dos países desenvolvidos, ditos de Primeiro Mundo comporte a influência da nova mídia no plano social, econômico e político, o mesmo não se pode dizer do Brasil, classificado como país emergente. Neste país, o acesso às novas tecnologias e à nova mídia cresce e demanda políticas públicas voltadas a educação digital. Mas ainda há um número elevado de brasileiros que vivem abaixo da linha de miséria, desprovidos do acesso à educação regular, quiçá digital. Em algumas cidades, como São Paulo, há espaços públicos dotados de acesso livre à Internet. O consumo de smartphones com acesso à rede vem aumentando a cada ano. As pessoas estão a todo tempo atualizando informações nas redes sociais, por meio do Facebook, twitter, Instagram e outras. Nas universidades mundo afora é avançado o acesso a cursos à distância. No Brasil, também existem modalidades similares de acesso ao ensino. 4. A EXPERIÊNCIA BRASILEIRA O poder da mídia no Brasil é exercido pelos veículos midiáticos, em especial a televisão, apesar da crescente força da Internet. Por mais que o avanço tecnológico propicie o desenvolvimento de uma série de relações no âmbito virtual, não se pode ignorar que se trata de um país de proporções continentais, no qual a maioria da população é pobre e não tem acesso sequer ao ensino fundamental de qualidade. Dentre as emissoras de televisão, ressalta-se o poder exercido pela Rede Globo. Só em 2001, atingia 99,84% dos municípios brasileiros. 15 Ainda que se fale, nos dias atuais, da perda da audiência para os canais da Internet, ainda há uma grande massa que se utiliza dos meios de comunicação mais antigos se comparados à rede mundial de computadores. 203

8 A eleição do ex-presidente da República, Fernando Collor de Melo, sofreu influência decisiva da Rede Globo, na medida em que vinculava a imagem do então candidato à emissora de televisão. A partir da queda do Presidente Collor, em meio a processo de impeachment, a Rede Globo entendeu por bem empreender métodos para modificar sua imagem, pregando uma suposta autonomia política e isenção de jornalismo. No âmbito das telenovelas, tem o poder de ditar a moda, o comportamento social, os paradigmas de relacionamento socialmente aceitáveis, bem como desconstituir valores de cunho moral, a exemplo do final que teve a personagem Bia Falcão, vivida por Fernanda Montenegro, na telenovela Belíssima, que saiu ilesa de toda sorte de ilicitudes que cometeu ao longo da trama. Mais recentemente, na novela Amor à vida, o personagem Félix, vivido por Matheus Solano, após atirar a própria sobrinha numa caçamba de lixo - numa atitude irracional e que, numa visão kantiana seria considerada desumana 16 - comete uma série de ilicitudes e, ao final, foi regenerado e convertido ao bom comportamento, no que seria uma mudança duvidosa para os padrões empíricos. A realidade que, atualmente, é retratada de forma mais fidedigna, está mais presente nas telenovelas da Rede Record, que mostra a vida em comunidade, por exemplo. E, para não perder mais espaço na preferência do expectador, a Rede Globo procura inserir na programação elementos mais populares, mas sem descurar de seu perfil. O que se pretende demonstrar é que, independentemente do viés político que possa assumir, a população brasileira também é influenciada pela mídia e a televisão ainda possui grande apelo popular. Com a Internet, esse poder só tende a aumentar. 5. A MOBILIZAÇÃO NAS REDES SOCIAIS Em junho de 2013, diversas manifestações populares foram agendadas pela Internet, tendo por suposta 17 motivação principal o aumento dos valores das tarifas cobradas para o uso do transporte público. Embora tenham se iniciado aparentemente sem grande alarde, houve uma adesão expressiva em todo o País, apesar de não se ter verificado uma continuidade de mesma intensidade. Hoje há manifestações diárias, mas não se observou a mobilização de milhões de pessoas País afora, unidos por um mesmo ideal. Mas os movimentos havidos em junho do último ano demonstram a força que as redes sociais podem ter e o cuidado necessário no tratamento das informações, justamente em razão do poder que tem o condão de balizar a conduta das pessoas, daí a observação feita anteriormente, no sentido de que é preciso questionar as informações e ter responsabilidade em sua transmissão. Nas comunidades virtuais e nas redes sociais em geral, discutem-se várias pautas. A liberdade de informar parece não ter limites quando se trata da rede mundial. Evidentemente, devem ser observadas as regras constitucionalmente impostas, de modo a vedar o anonimato (art. 5º, IV, da Constituição Federal) e assegurar o direito à indenização por danos materiais ou, morais que resultem de ofensas perpetradas contra a vítima (art. 5º, incisos V e X, da Cons- 204

9 tituição Federal). Mas a liberdade de informar e o direito de ser informado estão garantidos (art. 220; art. 5º, XIV, CF). Nas redes sociais o compartilhamento de informações as tornam públicas. Diversas notícias são repercutidas em escala geométrica, sem que necessariamente sejam verídicas. Há poucos meses, uma mulher foi linchada até a morte no litoral do Estado de São Paulo por ter sua imagem confundida com a de uma criminosa, o que revela grande intolerância e demanda cauteloso estudo sociológico para apurar o que influencia o comportamento extremo numa nação civilizada. Atitudes extremas como essa permitem concluir que há necessidade de cuidado na transmissão de informação e que, definitivamente, a informação não é sinônimo de conhecimento. A Internet aconteceu. Isso não significa que se saiba lidar com essa ferramenta tecnológica da forma mais adequada. Embora permita as liberdades de informação, é necessário promover instrução de acesso para o melhor aproveitamento, inclusive para os fins que hoje se mostram almejados. CONCLUSÃO Os veículos de comunicação de massa têm a possibilidade de manipular o grande público, e o faz em razão de seu poder de persuasão no campo social, econômico, político e psicológico. Nas civilizações desenvolvidas, esse poder midiático é exercido, também, nos novos moldes trazidos pelo desenvolvimento da Internet, que mudou a forma de comunicação da sociedade contemporânea, consolidando a existência da chamada sociedade da informação, na qual a informação é matéria-prima do produto conhecimento. Nos Estados Unidos, o poder da mídia se deslocou, em parte, para a Internet, a exemplo da influência exercida pelos blogs em eleições presidenciais, ou mesmo o caso da empresa Kryptonite, fabricante de travas de segurança. Já no Brasil, a mídia exerce influência, de modo a manipular as massas. Embora seja inegável o poder de mobilização nas redes sociais, a televisão ainda tem forte apelo junto a população que, em grande parte, ou não tem acesso ou não tem instrução digital. O avanço das formas de comunicação é inexorável, assim como é, ao menos por enquanto, patente a influência dos multimeios no cotidiano da população que, diante do excesso de informação, não consegue processá-la, sucumbindo às tendências reveladas. É preciso que se pondere sobre a natureza e idoneidade das informações recebidas para, a partir daí, não ceder ao primeiro impulso fruto de uma reação a algo noticiado ou encenado na mídia. Mas, ainda assim, o poder é exercido, especialmente na sociedade da informação, dada a multiplicidade de canais interativos em tempo real. REFERÊNCIAS 205 BITTAR, Eduardo Carlos Bianca. História do Direito Brasileiro. São Paulo: Atlas, 2003.

10 BRASIL. MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA. Sociedade da Informação no Brasil Livro Verde. Brasília: setembro,2000. DeFLEUR, Melvin L.; BALL-ROKEACH, Sandra. Teorias da comunicação de massa, tradução da 5. ed. norte-americana de Octavio Alves Velho. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, DIZARD JR., Wilson. A nova mídia: a comunicação de massa na era da informação, 2. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, DOWBOR, Ladislau [et al]. Desafios da Comunicação. Petrópolis, RJ: Vozes, FANTINATTI, Márcia. Comunicação de Massa e Poder Político: o atual discurso da Rede Globo revelando seu empenho por uma nova imagem. In: BEZZON, Lara Andréa Crivelaro (org.). Comunicação, política e sociedade. Campinas, SP: Editora Alínea, FERRAZ JÚNIOR, Tércio Sampaio. Estudos de filosofia do direito: reflexões sobre o poder, a liberdade, a justiça e o direito. São Paulo: Atlas, O direito entre o passado e o futuro. São Paulo: Noeses, FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, KANT, Immanuel. A metafísica dos costumes. Tradução: Edson Bini. São Paulo: Folha de S. Paulo, LIPOVESTKY, Gilles. Felicidade paradoxal: ensaio sobre a sociedade de hiperconsumo. Tradução de Maria Lúcia Machado. São Paulo: Companhia das Letras, RUBIM, Antonio Albino Canelas. Contemporaneidade, (idade) mídia e democracia. In: DOWBOR, Ladislau [et al]. Desafios da Comunicação. Petrópolis, RJ: Vozes, <http://tecnologia.terra.com.br/interna/> acessado em 23/06/2007 notícia Blogs completam dez anos de existência, datada de 20/04/2007. D Notas 1. DeFLEUR, Melvin L.; BALL-ROKEACH, Sandra. Teorias da comunicação de massa; tradução da 5. ed. norte-americana de Octavio Alves Velho. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1993, p Ibidem, p Nesse sentido, Gilles Lipovetsky discorre sobre a sociedade atual, que classifica como sendo de hiperconsumo e de massa. In: Felicidade paradoxal: ensaio sobre a sociedade de hiperconsumo. Tradução de Maria Lúcia Machado. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

11 4. Ressalvado o período da ditadura militar, iniciada com o Golpe de 1.964, que acarretou na edição do Ato Institucional nº 5, na supressão de direitos e garantias individuais e instituição da censura, conforme BITTAR, Eduardo Carlos Bianca. História do Direito Brasileiro. São Paulo: Atlas, A expressão poder é dotada de várias acepções possíveis. Para Michel Foucault, o poder está relacionado à disciplina (In: Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 1999). Tércio Sampaio Ferraz Júnior destaca variadas teorias acerca do poder, a exemplo das teorias da soberania e do poder soberano. No entanto, referido autor destaca as mudanças conceituais acerca do poder, incluindo aquelas decorrentes da teoria da comunicação. Para Tércio, o código do poder exige não a produção de relações (por exemplo, mando/obediência), mas da relacionalidade entre relações, pois seu sucesso está ligado à combinação de relações de ação de ambas as partes e não, diretamente, de suas ações. (In: Estudos de filosofia do direito: reflexões sobre o poder, a liberdade, a justiça e o direito. São Paulo: Atlas, 2009, p. 47). 6. FERRAZ JÚNIOR, Tércio Sampaio. Estudos de filosofia do direito: reflexões sobre o poder, a liberdade, a justiça e o direito. São Paulo: Atlas, 2009, p DOWBOR, Ladislau;...[et al]. Desafios da comunicação. Petrópolis, RJ: Vozes, 2000, p BRASIL. MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA. Sociedade da Informação no Brasil Livro Verde. Brasília: setembro, 2000, p DIZARD Jr., Wilson. A nova mídia: a comunicação de massa na era da informação, 2. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, Contemporaneidade, (idade) mídia e democracia In: DOWBOR, Ladislau;...[et al]. Desafios da comunicação. Petrópolis, RJ: Vozes, 2000, p FERRAZ JÚNIOR, Tércio Sampaio. O direito entre o passado e o futuro. São Paulo: Noeses, 2014, p Idem, p Conforme matéria entitulada Blogs completam dez anos de existência, datada de 20/04/2007, disponível em acessado em 23/06/ ibidem 15. Conforme dado extraído do artigo Comunicação de Massa e Poder Político: o atual discurso da Rede Globo revelando seu empenho por uma nova imagem, de Márcia Fantinatti In: BEZZON, Lara Andréa Crivelaro (org.) Comunicação, política e sociedade. Campinas, SP: Editora Alínea, 2005, p Kant pregava o uso da razão como critério para discernir o que seria atitude humana ou não. Assim, o comportamento racional seria próprio dos humanos, ao passo que o comportamento irracional não seria humano. Para Kant, era necessário sistematizar a experiência empírica com o elemento racional, dada a falibilidade de um pensamento estruturado apenas num desses vetores. (In: KANT, Immanuel. A metafísica dos costumes. Tradução: Edson Bini. São Paulo: Folha de S. Paulo, 2010). 17. As verdadeiras causas que motivaram um número tão expressivo de pessoas a sair às ruas não se esgotam nas tarifas de transporte público e precisariam ser analisadas num contexto maior, demandando outro trabalho. Neste, a proposta é tão somente demonstrar que a mídia é dotada de poder e seu potencial diante das novas tecnologias. 207

Apresentação da FAMA

Apresentação da FAMA Pós-Graduação Lato Sensu CURSO DE ESPECIIALIIZAÇÃO 444 horras/aulla 1 Apresentação da FAMA A FAMA nasceu como conseqüência do espírito inovador e criador que há mais de 5 anos aflorou numa família de empreendedores

Leia mais

Comunicação Empresarial e Processo Decisório. Prof. Ana Claudia Araujo Coelho

Comunicação Empresarial e Processo Decisório. Prof. Ana Claudia Araujo Coelho Prof. Ana Claudia Araujo Coelho Comunicar significa transmitir ideias, sentimentos ou experiências de uma pessoa para outra, tornar comum, participar, fazer saber, transmitir. ANDRADE (2008, p. 45) O resultado

Leia mais

Projeto de Lei de Iniciativa Popular para uma mídia Democrática

Projeto de Lei de Iniciativa Popular para uma mídia Democrática Projeto de Lei de Iniciativa Popular para uma mídia Democrática Comunicação é um direito de todos No Brasil, os meios de comunicação estão concentrados nas mãos de poucas empresas familiares que têm a

Leia mais

Blogs Corporativos como instrumentos de comunicação nas empresas: uma análise prático-teórica.

Blogs Corporativos como instrumentos de comunicação nas empresas: uma análise prático-teórica. Blogs Corporativos como instrumentos de comunicação nas empresas: uma análise prático-teórica. Além de tornar-se fundamental para a difusão do conhecimento e geração das relações interpessoais, a Internet

Leia mais

LEITURAS DO MEDO: As notícias sobre violência e sua relação com o aumento do sentimento de insegurança.

LEITURAS DO MEDO: As notícias sobre violência e sua relação com o aumento do sentimento de insegurança. LEITURAS DO MEDO: As notícias sobre violência e sua relação com o aumento do sentimento de insegurança. Jaquelaine SOUSA 1 Dalva Borges de SOUZA 2 Programa de Pós-Graduação em Sociologia/Faculdade de Ciências

Leia mais

A CULTURA NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO NA DÉCADA DE 70

A CULTURA NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO NA DÉCADA DE 70 A CULTURA NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO NA DÉCADA DE 70 JUNIOR, Carlos de Faria 1 FERNANDES, Priscila Mendonça 2 Palavras-Chave: Indústria Cultural. Regime Militar. Telenovelas. Introdução O projeto consiste

Leia mais

Projeto Leve Amor. Bruno Barros de Souza 1 Helber Lopes de Souza 2 Leticia Abreu 3 AEV Associação Educacional de Vitória.

Projeto Leve Amor. Bruno Barros de Souza 1 Helber Lopes de Souza 2 Leticia Abreu 3 AEV Associação Educacional de Vitória. Projeto Leve Amor Bruno Barros de Souza 1 Helber Lopes de Souza 2 Leticia Abreu 3 AEV Associação Educacional de Vitória. Vitória - ES RESUMO Exposição de conteúdo referente a idealização de um projeto

Leia mais

Reportagem do portal Terra sobre o Golpe de 1964

Reportagem do portal Terra sobre o Golpe de 1964 Reportagem do portal Terra sobre o Golpe de 1964 http://noticias.terra.com.br/brasil/golpe-comecou-invisivel-diz-sobrinho-de-substitutode-jango,bc0747a8bf005410vgnvcm4000009bcceb0arcrd.html acesso em 31-03-2014

Leia mais

Teorias de Media e Comunicação

Teorias de Media e Comunicação Teorias de Media e Comunicação (4) Teóricos Contemporâneos Rita Espanha Mestrado em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação 1º Semestre 2012/2013 terça-feira, 20 de Novembro de 2012 Página 2 Jürgen

Leia mais

CAMPANHAS ELEITORAIS E COMUNICAÇÃO MIDIÁTICA: CICLOS DE MUDANÇA E CONTINUIDADE

CAMPANHAS ELEITORAIS E COMUNICAÇÃO MIDIÁTICA: CICLOS DE MUDANÇA E CONTINUIDADE CAMPANHAS ELEITORAIS E COMUNICAÇÃO MIDIÁTICA: CICLOS DE MUDANÇA E CONTINUIDADE 48 Monalisa Soares Lopes Universidade Federal do Ceará (UFC) monalisaslopes@gmail.com Os estudos da política contemporânea,

Leia mais

ANEXO V À RESOLUÇÃO Nº XX/2015, DE XX DE XXXX DE 2015.

ANEXO V À RESOLUÇÃO Nº XX/2015, DE XX DE XXXX DE 2015. ANEXO V À RESOLUÇÃO Nº XX/2015, DE XX DE XXXX DE 2015. 1 OBJETIVO O objetivo deste documento é estipular um plano de ação para criar e gerenciar perfis do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

Lobby, Grupos de Pressão e Grupos de Interesse

Lobby, Grupos de Pressão e Grupos de Interesse Lobby, Grupos de Pressão e Grupos de Interesse Adm. Thiago Santos Ruel 1 SUMÁRIO: 1. Grupos de Pressão. 2. Lobby. 3. Grupos de Interesse. 4. Conclusão. 5. Referências. INTRODUÇÃO Grande parte da população

Leia mais

Propaganda ideológica. Baseado no livro: O que é Propaganda Ideológica de Nelson Jahr Garcia

Propaganda ideológica. Baseado no livro: O que é Propaganda Ideológica de Nelson Jahr Garcia Propaganda ideológica Baseado no livro: O que é Propaganda Ideológica de Nelson Jahr Garcia Propagandas: comerciais e eleitorais Estão em todo parte: televisão, rádio, cartazes; veículos; objetos... As

Leia mais

Estrela Serrano JORNALISMO POLÍTICO EM PORTUGAL

Estrela Serrano JORNALISMO POLÍTICO EM PORTUGAL A/484566 Estrela Serrano JORNALISMO POLÍTICO EM PORTUGAL A cobertura de eleições presidenciais na imprensa e na televisão (1976-2001) Edições Colibri Instituto Politécnico de Lisboa ÍNDICE Introdução 23

Leia mais

VI SEMINÁRIO DE DIREITO PARA JORNALISTAS - DIA 28.11.06 PERGUNTAS E RESPOSTAS

VI SEMINÁRIO DE DIREITO PARA JORNALISTAS - DIA 28.11.06 PERGUNTAS E RESPOSTAS VI SEMINÁRIO DE DIREITO PARA JORNALISTAS - DIA 28.11.06 PERGUNTAS E RESPOSTAS Perguntas e resposta feitas ao jornalisa Romário Schettino Perguntas dos participantes do 6 Seminário de Direito para Jornalistas

Leia mais

AS NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO NUMA SOCIEDADE EM TRANSIÇÃO

AS NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO NUMA SOCIEDADE EM TRANSIÇÃO AS NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO NUMA SOCIEDADE EM TRANSIÇÃO AS NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO NUMA SOCIEDADE EM TRANSIÇÃO MÁRCIA MARIA PALHARES (márcia.palhares@uniube.br) RACHEL INÊS DA SILVA (bcpt2@uniube.br)

Leia mais

Datafolha, propaganda e eleitores nos estados

Datafolha, propaganda e eleitores nos estados Datafolha, propaganda e eleitores nos estados 23 de agosto de 2010 1. Vitória de Dilma no 1º turno Bastou uma semana de horário eleitoral gratuito em rádio e televisão ao lado do presidente Lula para Dilma

Leia mais

Curso de Especialização em Saúde da Família

Curso de Especialização em Saúde da Família MÓDULO: FAMILIARIZAÇÃO TECNOLÓGICA COM EAD UNIDADE 02 PROCESSO DE INTERAÇÃO EM EAD Prof. Msc Rômulo Martins 2.1 Interação em EAD A partir das novas mídias e tecnologias, tais como a televisão, o telefone

Leia mais

A BRASIL ROTÁRIO FRENTE ÀS MÍDIAS ELETRÔNICAS. Carlos Jerônimo da Silva Gueiros

A BRASIL ROTÁRIO FRENTE ÀS MÍDIAS ELETRÔNICAS. Carlos Jerônimo da Silva Gueiros A BRASIL ROTÁRIO FRENTE ÀS MÍDIAS ELETRÔNICAS Carlos Jerônimo da Silva Gueiros Um mundo em transformação 1998 / 1999 Mutirão Digital apoiar as escolas públicas no acesso à Internet 2010-12 anos depois...

Leia mais

Imagem corporativa e as novas mídias

Imagem corporativa e as novas mídias Imagem corporativa e as novas mídias Ellen Silva de Souza 1 Resumo: Este artigo irá analisar a imagem corporativa, mediante as novas e variadas formas de tecnologias, visando entender e estudar a melhor

Leia mais

Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política

Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política No Brasil, há poucas experiências conhecidas de uso de ferramentas de monitoramento de mídias sociais em campanhas políticas. Uma delas

Leia mais

Negociação: conceitos e aplicações práticas. Dante Pinheiro Martinelli Flávia Angeli Ghisi Nielsen Talita Mauad Martins (Organizadores)

Negociação: conceitos e aplicações práticas. Dante Pinheiro Martinelli Flávia Angeli Ghisi Nielsen Talita Mauad Martins (Organizadores) Negociação: conceitos e aplicações práticas Dante Pinheiro Martinelli Flávia Angeli Ghisi Nielsen Talita Mauad Martins (Organizadores) 2 a edição 2009 Comunicação na Negociação Comunicação, visão sistêmica

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS Cultura Brasileira 1º PERÍODO O fenômeno cultural. Cultura(s) no Brasil. Cultura regional e

Leia mais

INTERNET, HIPERTEXTO E GÊNEROS DIGITAIS: NOVAS POSSIBILIDADES DE INTERAÇÃO Elaine Vasquez Ferreira de Araujo (UNIGRANRIO) elainevasquez@ig.com.

INTERNET, HIPERTEXTO E GÊNEROS DIGITAIS: NOVAS POSSIBILIDADES DE INTERAÇÃO Elaine Vasquez Ferreira de Araujo (UNIGRANRIO) elainevasquez@ig.com. INTERNET, HIPERTEXTO E GÊNEROS DIGITAIS: NOVAS POSSIBILIDADES DE INTERAÇÃO Elaine Vasquez Ferreira de Araujo (UNIGRANRIO) elainevasquez@ig.com.br 1. Introdução A rede mundial tem permitido novas práticas

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/ 2013

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/ 2013 Curso: Graduação: Habilitação: Regime: Duração: COMUNICAÇÃO SOCIAL BACHARELADO MATRIZ CURRICULAR PUBLICIDADE E PROPAGANDA SERIADO ANUAL - NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL

Leia mais

O que as empresas e o marketing não podem perder de vista em 2016

O que as empresas e o marketing não podem perder de vista em 2016 O que as empresas e o marketing não podem perder de vista em 2016 ARTIGO DE OPINIÃO COM: LUÍS RASQUILHA CEO INOVA CONSULTING E INOVA BUSINESS SCHOOL http://www.buzzmedia.pt/2015/12/15/o-que-as-empresas-e-o-marketing-nao-podem-perder-de-vistaem-2016/?eg_sub=24bc6d7c65&eg_cam=34536c4d593d0e914fa739d7ee75abb6&eg_list=30

Leia mais

Palavras-chave: mídia, sociedade de cultura, meios de comunicação de massa.

Palavras-chave: mídia, sociedade de cultura, meios de comunicação de massa. MÍDIA, IDENTIDADE CULTURAL E SOCIEDADE Viviane L Martins Mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC/SP Resumo Este artigo visa uma breve análise sobre o modo como a mídia interage com a sociedade de cultura.

Leia mais

Lider coach: Uma nova abordagem para a gestão de pessoas. Orlando Rodrigues.

Lider coach: Uma nova abordagem para a gestão de pessoas. Orlando Rodrigues. Lider coach: Uma nova abordagem para a gestão de pessoas. Orlando Rodrigues. Ao longo da historia da Administração, desde seus primórdios, a partir dos trabalhos de Taylor e Fayol, muito se pensou em termos

Leia mais

PASTORAL DIGITAL. na ótica do Diretório de Comunicação

PASTORAL DIGITAL. na ótica do Diretório de Comunicação PASTORAL DIGITAL na ótica do Diretório de Comunicação Para a Igreja, o novo mundo do espaço cibernético é uma exortação à grande aventura do uso do seu potencial para proclamar a mensagem evangélica. Mensagem

Leia mais

As oportunidades de utilização do SMS no marketing político

As oportunidades de utilização do SMS no marketing político As oportunidades de utilização do SMS no marketing político "Dicas e oportunidades para mobilização de massas através de mensagens curtas de texto via SMS e marketing de permissão." por Rubem Didini e

Leia mais

1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação

1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação 1 1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação O objetivo principal de Introdução Filosofia é despertar no aluno a percepção que a análise, reflexão

Leia mais

TÍTULO: MEIOS DE COMUNICAÇÃO DIGITAIS E A REVOLUÇÃO NA DISSEMINAÇÃO DA INFORMAÇÃO.

TÍTULO: MEIOS DE COMUNICAÇÃO DIGITAIS E A REVOLUÇÃO NA DISSEMINAÇÃO DA INFORMAÇÃO. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: MEIOS DE COMUNICAÇÃO DIGITAIS E A REVOLUÇÃO NA DISSEMINAÇÃO DA INFORMAÇÃO. CATEGORIA: EM ANDAMENTO

Leia mais

ATIVIDADE DE NEGOCIÇÃO

ATIVIDADE DE NEGOCIÇÃO ATIVIDADE DE NEGOCIÇÃO A IMPORTÂNCIA DA COMUNICAÇÃO NA NEGOCIAÇÃO RIO BRANCO- ACRE 2013 SUMÁRIO INTRODUÇÃO...3 1- A IMPORTÂNCIA DA COMUNICAÇÃO...4 2- COMUNICAÇÃO E NEGOCIAÇÃO...6 2.1 Os quatros conceitos

Leia mais

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace.

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace. O Twitter Como Ferramenta de Divulgação Para As Empresas: Um Estudo De Caso do GREENPEACE 1 Jonathan Emerson SANTANA 2 Gustavo Guilherme da Matta Caetano LOPES 3 Faculdade Internacional de Curitiba - FACINTER

Leia mais

COMPRE AQUI E MORE BEM : A LINGUAGEM PUBLICITÁRIA E OS DISCURSOS DA PROPAGANDA IMOBILIÁRIA

COMPRE AQUI E MORE BEM : A LINGUAGEM PUBLICITÁRIA E OS DISCURSOS DA PROPAGANDA IMOBILIÁRIA COMPRE AQUI E MORE BEM : A LINGUAGEM PUBLICITÁRIA E OS DISCURSOS DA PROPAGANDA IMOBILIÁRIA Maria Eliane Gomes Morais (PPGFP-UEPB) Linduarte Pereira Rodrigues (DLA/PPGFP-UEPB) Resumo: Os textos publicitários

Leia mais

Mova São Luís e a Experiência de um Movimento Social no Facebook 1

Mova São Luís e a Experiência de um Movimento Social no Facebook 1 Mova São Luís e a Experiência de um Movimento Social no Facebook 1 Ana Paula Pereira COELHO 2 Patrícia AZAMBUJA 3 Universidade Federal do Maranhão, São Luís, MA RESUMO Este trabalho foi realizado a partir

Leia mais

TÍTULO: O DIREITO NA PÓS-MODERNIDADE CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ

TÍTULO: O DIREITO NA PÓS-MODERNIDADE CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ TÍTULO: O DIREITO NA PÓS-MODERNIDADE CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: DIREITO INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ AUTOR(ES): SILVANE CARDOSO DA SILVA RIOS

Leia mais

2. Abordagens empíricas da Comunicação

2. Abordagens empíricas da Comunicação 2. Abordagens empíricas da Comunicação A Abordagem Empírico-Experimental (ou da Persuasão) é o nome dado a um conjunto de estudos de base psicológica (ainda sob forte influência behaviorista, mas já se

Leia mais

Propaganda Eleitoral. Eduardo Buzzinari Ribeiro de Sá 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS ESPÉCIES DE PROPAGANDA POLÍTICA

Propaganda Eleitoral. Eduardo Buzzinari Ribeiro de Sá 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS ESPÉCIES DE PROPAGANDA POLÍTICA Série Aperfeiçoamento de Magistrados 7 Curso: 1º Seminário de Direito Eleitoral: Temas Relevantes para as Eleições de 2012 Propaganda Eleitoral 85 Eduardo Buzzinari Ribeiro de Sá 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS

Leia mais

COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA

COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA PROJETO DE LEI N o 3.771, DE 2004 Dispõe sobre a identificação obrigatória da localização de paisagens de interesse turístico nas condições que

Leia mais

2007 Para Francisco livro em 2008 cinemas em 2015 Hoje Vou Assim 2013, lançou o livro Moda Intuitiva

2007 Para Francisco livro em 2008 cinemas em 2015 Hoje Vou Assim 2013, lançou o livro Moda Intuitiva CR I S G U E R R A p u b l i c i tá r i a, e s c r i to r a e pa l e s t r a N t e PERFIL Começou sua trajetória na internet em 2007, escrevendo o blog Para Francisco, que virou livro em 2008 e irá para

Leia mais

Jornalismo Alternativo e a Internet: Uma Possibilidade Cidadã para a Notícia

Jornalismo Alternativo e a Internet: Uma Possibilidade Cidadã para a Notícia Jornalismo Alternativo e a Internet: Uma Possibilidade Cidadã para a Notícia GARRIDO, Bibiana 1 MAGNONI, Antônio Francisco 2 Universidade Estadual Paulista, Bauru, SP RESUMO Neste breve relato de experiência

Leia mais

A INFLUÊNCIA DA COMUNICAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NO BRASIL

A INFLUÊNCIA DA COMUNICAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NO BRASIL A INFLUÊNCIA DA COMUNICAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NO BRASIL Introdução A partir da década de 90 as transformações ocorridas nos aspectos: econômico, político, social, cultural,

Leia mais

A NOVA MÍDIA, UMA POSSIBILIDADE PARA GRANDES E PEQUENOS ANUNCIANTES. 1

A NOVA MÍDIA, UMA POSSIBILIDADE PARA GRANDES E PEQUENOS ANUNCIANTES. 1 ISSN: 2316-3992 A NOVA MÍDIA, UMA POSSIBILIDADE PARA GRANDES E PEQUENOS ANUNCIANTES. 1 Silvia Maria de Campos Fraga ² Resumo A Mídia Alternativa surge como opção às mídias tradicionais, buscando inovar

Leia mais

1 Introdução. 1.1 A Nova Era Digital

1 Introdução. 1.1 A Nova Era Digital 11 1 Introdução Com o advento da nova era da internet, conhecida com web 2.0, e o avanço das tecnologias digitais, o consumidor passa a ter maior acesso à informação bem como à facilidade de expressar

Leia mais

Fundamentos de Marketing Global Parte 02 Decisão sobre o programa de Marketing Global Alternativas estratégicas de expansão geográfica

Fundamentos de Marketing Global Parte 02 Decisão sobre o programa de Marketing Global Alternativas estratégicas de expansão geográfica Fundamentos de Marketing Global Parte 02 Decisão sobre o programa de Marketing Global Alternativas estratégicas de expansão geográfica As empresas podem crescer de três maneiras diferentes. Os métodos

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Objetivos desta unidade: Ao final desta

Leia mais

A INTERNET COMO ESTRATÉGIA PARA AGILIZAR AS INFORMAÇÕES NUM MOMENTO DE CRISE O CASO GOL. Silmara de Fátima Narciso Brancalhão

A INTERNET COMO ESTRATÉGIA PARA AGILIZAR AS INFORMAÇÕES NUM MOMENTO DE CRISE O CASO GOL. Silmara de Fátima Narciso Brancalhão A INTERNET COMO ESTRATÉGIA PARA AGILIZAR AS INFORMAÇÕES NUM MOMENTO DE CRISE O CASO GOL Resumo Silmara de Fátima Narciso Brancalhão Esse artigo problematiza a importância da escolha das estratégias a serem

Leia mais

Telefones: 41.91135521 e-mails: doacir.q@grupouninter.com.br

Telefones: 41.91135521 e-mails: doacir.q@grupouninter.com.br IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO Título do projeto: Meios de Comunicação e Política Pesquisador responsável: Prof. Doutor Doacir Gonçalves de Quadros Contatos: Telefones: 41.91135521 e-mails: doacir.q@grupouninter.com.br

Leia mais

Pós-Graduação em Comunicação Organizacional Integrada

Pós-Graduação em Comunicação Organizacional Integrada Pós-Graduação em Comunicação Organizacional Início em 28 de Abril de 2016 Aulas as terças e quintas, das 7h às 9h30 Valor do curso: R$ 18.130,00 À vista com desconto: R$ 16.679,00 Consultar planos de parcelamento.

Leia mais

Como monitorar seus concorrentes e fazer pesquisa de mercado nas redes sociais. Por Gustavo Valvasori

Como monitorar seus concorrentes e fazer pesquisa de mercado nas redes sociais. Por Gustavo Valvasori Como monitorar seus concorrentes e fazer pesquisa de mercado nas redes sociais Por Gustavo Valvasori Índice 1. Introdução 2. Por que monitorar? 3. O que monitorar? 4. Como dialogar 5. Fluxo de comunicação

Leia mais

ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE ITAPETININGA CURSO CBMAE ARTIGO DE NEGOCIAÇÃO. A importância da comunicação na negociação. Aluna: Bruna Graziela Alves Cleto

ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE ITAPETININGA CURSO CBMAE ARTIGO DE NEGOCIAÇÃO. A importância da comunicação na negociação. Aluna: Bruna Graziela Alves Cleto ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE ITAPETININGA CURSO CBMAE ARTIGO DE NEGOCIAÇÃO A importância da comunicação na negociação Aluna: Bruna Graziela Alves Cleto TUTOR: EDUARDO VIEIRA 13/05/2013 1 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO...

Leia mais

RELATÓRIO DE ANÁLISE DA MÍDIA

RELATÓRIO DE ANÁLISE DA MÍDIA RELATÓRIO DE ANÁLISE DA MÍDIA CLIPPING SENADO FEDERAL E CONGRESSO NACIONAL NOTICIÁRIO MAIO DE 2010 SEAI 05/2010 Brasília, junho de 2010 Análise de Notícias Senado Federal e Congresso Nacional 1. Mídia

Leia mais

O Valor Ideológico na Propaganda de Cerveja 1

O Valor Ideológico na Propaganda de Cerveja 1 O Valor Ideológico na Propaganda de Cerveja 1 Nathália Sene GARIERI/ Licenciada em História Aline Rafaela Portílio LEMES Aline Aparecida SILVA Samuel Douglas Farias COSTA RESUMO A propaganda ocupa um largo

Leia mais

Pós Graduação em Comunicação Organizacional Integrada

Pós Graduação em Comunicação Organizacional Integrada Público - alvo Pós Graduação em Organizacional Integrada Indicado para profissionais de comunicação organizacional, relações públicas, assessores de comunicação, gestores de comunicação, bem como para

Leia mais

RELATÓRIO DE ANÁLISE DA MÍDIA

RELATÓRIO DE ANÁLISE DA MÍDIA RELATÓRIO DE ANÁLISE DA MÍDIA CLIPPING SENADO FEDERAL E CONGRESSO NACIONAL NOTICIÁRIO JUNHO DE 2010 SEAI 06/2010 Brasília, julho de 2010 Análise de Notícias Senado Federal e Congresso Nacional 1. Eleições:

Leia mais

A intenção é introduzir o tema para instigar a troca de opiniões. O Partido acumula boas experiências a partir do debate iniciado em

A intenção é introduzir o tema para instigar a troca de opiniões. O Partido acumula boas experiências a partir do debate iniciado em Propaganda Eleitoral 6.05.200 A. Introdução A intenção é introduzir o tema para instigar a troca de opiniões O Partido acumula boas experiências a partir do debate iniciado em + - 998 O tema esquentou

Leia mais

Objetivos. Capítulo 16. Cenário para discussão. Comunicações de marketing. Desenvolvimento de comunicações de marketing eficazes

Objetivos. Capítulo 16. Cenário para discussão. Comunicações de marketing. Desenvolvimento de comunicações de marketing eficazes Capítulo 16 e administração de comunicações integradas de marketing Objetivos Aprender quais são as principais etapas no desenvolvimento de um programa eficaz de comunicações integradas de marketing. Entender

Leia mais

MARKETING II. Comunicação Integrada de Marketing

MARKETING II. Comunicação Integrada de Marketing CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO CIÊNCIAS SOCIAIS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO MARKETING II Comunicação Integrada de Marketing Profª: Michele Freitas Santa Maria, 2012. O que é comunicação integrada? É o desenvolvimento

Leia mais

CONSTITUIÇÕES BRASILEIRAS) Edital nº 01/2014

CONSTITUIÇÕES BRASILEIRAS) Edital nº 01/2014 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE DIREITO GRUPO DE PESQUISA TRABALHO E CAPITAL (ATIVIDADE DE EXTENSÃO 1º. SEMESTRE DE 2014: O TRABALHO NAS CONSTITUIÇÕES BRASILEIRAS) Edital nº 01/2014 O Grupo de Pesquisa

Leia mais

Apontamentos sobre marketing eleitoral

Apontamentos sobre marketing eleitoral Apontamentos sobre marketing eleitoral Posicionamento da Candidatura Cada campanha é única e terá seu próprio cronograma. No entanto, é possível propor uma divisão geral em fases, pelas quais qualquer

Leia mais

Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais

Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais A campanha do prefeito de Duque de Caxias Alexandre Aguiar Cardoso, natural de Duque de Caxias, cidade da região metropolitana do Rio de Janeiro,

Leia mais

FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VISÃO DAS BRASILEIRAS SOBRE A IMAGEM DA MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO

FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VISÃO DAS BRASILEIRAS SOBRE A IMAGEM DA MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VISÃO DAS BRASILEIRAS SOBRE A IMAGEM DA MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO Fevereiro 2016 A MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO O que mais incomoda no discurso/posição que a mulher

Leia mais

O MODELO DA TELEVISÃO BRASILEIRA NA CONCEPÇÃO DE VIDEOAULAS: UMA EXPERIÊNCIA INOVADORA DO IFSC NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA.

O MODELO DA TELEVISÃO BRASILEIRA NA CONCEPÇÃO DE VIDEOAULAS: UMA EXPERIÊNCIA INOVADORA DO IFSC NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. O MODELO DA TELEVISÃO BRASILEIRA NA CONCEPÇÃO DE VIDEOAULAS: UMA EXPERIÊNCIA INOVADORA DO IFSC NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Autor: Paulo Vitor Tavares, Ms. Palavras-chave: EAD, Televisão, Videoaula, IFSC.

Leia mais

O Papel dos Meios de Comunicação na Formação da Imagem Empresarial importância do Assessor de Imprensa neste processo 1

O Papel dos Meios de Comunicação na Formação da Imagem Empresarial importância do Assessor de Imprensa neste processo 1 O Papel dos Meios de Comunicação na Formação da Imagem Empresarial importância do Assessor de Imprensa neste processo 1 Evelyn Nascimento Bastos 2 Palavras-chaves: Meios de Comunicação; Imagem Empresarial;

Leia mais

Ilca Maria Moya de Oliveira

Ilca Maria Moya de Oliveira Plano de Desenvolvimento Relação Ergonomia e Moda e Educação Corporativa Ilca Maria Moya de Oliveira Segundo Dutra (2004), a preparação para o futuro exige investimentos simultâneos: um na modernização

Leia mais

Comunicação e Reputação. 10 dicas para manter o alinhamento e assegurar resultados

Comunicação e Reputação. 10 dicas para manter o alinhamento e assegurar resultados Comunicação e Reputação 10 dicas para manter o alinhamento e assegurar resultados 1 Introdução Ao contrário do que alguns podem pensar, reputação não é apenas um atributo ou juízo moral aplicado às empresas.

Leia mais

A atividade de Relações Públicas como suporte para a gestão socialmente responsável

A atividade de Relações Públicas como suporte para a gestão socialmente responsável A atividade de Relações Públicas como suporte para a gestão socialmente responsável Felipe de Oliveira Fernandes Vivemos em um mundo que está constantemente se modificando. O desenvolvimento de novas tecnologias

Leia mais

Especialização em Comunicação Organizacional e Reputação Corporativa - NOVO

Especialização em Comunicação Organizacional e Reputação Corporativa - NOVO Especialização em Comunicação Organizacional e Reputação Corporativa - NOVO Apresentação Previsão de Início Julho/2013 Inscrições em Breve - Turma 01 - Campus Stiep O curso de Comunicação Organizacional

Leia mais

CULTURA ORAL E SEUS PROCESSOS MNEMÔNICOS MARILENE MEIRA DA COSTA

CULTURA ORAL E SEUS PROCESSOS MNEMÔNICOS MARILENE MEIRA DA COSTA CULTURA ORAL E SEUS PROCESSOS MNEMÔNICOS MARILENE MEIRA DA COSTA RESUMO: É difícil pensar em se memorizar um texto ou até mesmo uma história, sem o recurso da escrita. Mais difícil ainda, é imaginar como

Leia mais

Usuários ou dependentes?

Usuários ou dependentes? Usuários ou dependentes? Adriano Edo Neuenfeldt 1 Ariane da Luz Rodrigues 2 A partir do título, pode-se esperar mais um artigo sobre drogas!, ou talvez um texto sobre alcoolismo, com certeza alcoolismo.

Leia mais

Promoção de vendas é a pressão de marketing de mídia ou não mídia exercida durante um período predeterminado e limitado de tempo ao nível de

Promoção de vendas é a pressão de marketing de mídia ou não mídia exercida durante um período predeterminado e limitado de tempo ao nível de Metas das Comunicações de Marketing: Criação de consciência informar os mercados sobre produtos, marcas, lojas ou organizações. Formação de imagens positivas desenvolver avaliações positivas nas mentes

Leia mais

A ARTICULAÇÃO ENTRE ENSINO MÉDIO E ENSINO PROFISSIONAL DE NÍVEL TÉCNICO, SEGUNDO A LDB E AS NOVAS DIRETRIZES CURRICULARES

A ARTICULAÇÃO ENTRE ENSINO MÉDIO E ENSINO PROFISSIONAL DE NÍVEL TÉCNICO, SEGUNDO A LDB E AS NOVAS DIRETRIZES CURRICULARES A ARTICULAÇÃO ENTRE ENSINO MÉDIO E ENSINO PROFISSIONAL DE NÍVEL TÉCNICO, SEGUNDO A LDB E AS NOVAS DIRETRIZES CURRICULARES Guiomar Namo de Mello Diretora Executiva da Fundação Victor Civita Membro do Conselho

Leia mais

Público Interno e crises organizacionais: um estudo abordando a incidência de demissões motivadas pelo uso inadequado das redes sociais digitais

Público Interno e crises organizacionais: um estudo abordando a incidência de demissões motivadas pelo uso inadequado das redes sociais digitais Público Interno e crises organizacionais: um estudo abordando a incidência de demissões motivadas pelo uso inadequado das redes sociais digitais Penélope da Silva Almeida SANTOS Universidade Sagrado Coração

Leia mais

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA 1 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) 2012 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INTRODUÇÃO A PUBLICIDADE E PROPAGANDA... 4 02 HISTÓRIA DA ARTE... 4 03 COMUNICAÇÃO

Leia mais

Reorganização Política Internacional

Reorganização Política Internacional Reorganização Política Internacional 1. (ENEM) A bandeira da Europa não é apenas o símbolo da União Europeia, mas também da unidade e da identidade da Europa em sentido mais lato. O círculo de estrelas

Leia mais

A produção e a vida na era globalizada Junho/2005

A produção e a vida na era globalizada Junho/2005 A produção e a vida na era globalizada Junho/2005 Clécia Rodrigues da Silva* Introdução O século XXI surge com novas formas de circulação de bens e consumo, a mundialização do capital, as novas formas

Leia mais

Pesquisa Eleitoral Novembro / 2003 ANEP

Pesquisa Eleitoral Novembro / 2003 ANEP Pesquisa Eleitoral INFLUÊNCIA DA PESQUISA ELEITORAL NA SOCIEDADE Franceschini Análises de Mercado Pesquisa, Imprensa e Política Visão do Político Visão do Jornalista Visão do Técnico de Pesquisa Atuação

Leia mais

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS.

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. CATEGORIA: CONCLUÍDO

Leia mais

Fácil e comum é se ouvir uma empresa levantar a bandeira do fluxo de informação com seus diversos públicos, inclusive o interno. A este, a maioria das empresas enaltece com orgulho um setor específico,

Leia mais

MENSAGEM N.º 671, DE 2009 (Do Poder Executivo)

MENSAGEM N.º 671, DE 2009 (Do Poder Executivo) CÂMARA DOS DEPUTADOS MENSAGEM N.º 671, DE 2009 (Do Poder Executivo) Aviso nº 603/2009 C. Civil Submete à deliberação do Congresso Nacional o Texto do Acordo Geral de Cooperação entre o Governo da República

Leia mais

1. A comunicação é atividade institucional e deve ser regida pelo princípio da

1. A comunicação é atividade institucional e deve ser regida pelo princípio da 1 SUGESTÕES PARA UMA POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO COMITÊ DE POLÍTICAS DE COMUNICAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO (CPCOM), REUNIÃO DE 30 DE MARÇO DE 2011 Redesenhado a partir da Constituição

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2011 (Do Sr. EDIVALDO HOLANDA JÚNIOR)

PROJETO DE LEI Nº, DE 2011 (Do Sr. EDIVALDO HOLANDA JÚNIOR) PROJETO DE LEI Nº, DE 2011 (Do Sr. EDIVALDO HOLANDA JÚNIOR) Altera a Lei nº 9.294 de 15 de julho de 1996 que Dispõe sobre as restrições ao uso e à propaganda de produtos fumígeros, bebidas alcoólicas,

Leia mais

SENSUS. Relatório CAMPANHA DE ESCLARECIMENTO DO TSE ELEIÇÕES 2010 FIELDS COMUNICAÇÃO TSE. 03 a 07 de Novembro de 2010

SENSUS. Relatório CAMPANHA DE ESCLARECIMENTO DO TSE ELEIÇÕES 2010 FIELDS COMUNICAÇÃO TSE. 03 a 07 de Novembro de 2010 Pesquisa e Consultoria Relatório CAMPANHA DE ESCLARECIMENTO DO TSE ELEIÇÕES 2010 FIELDS COMUNICAÇÃO TSE 03 a 07 de Novembro de 2010 Rua Grão Pará 737, 4 andar Cep 30150-341 Belo Horizonte MG Tel. 31-33042100

Leia mais

Museu virtual e redes sociais: Uma possibilidade de interação com a comunidade

Museu virtual e redes sociais: Uma possibilidade de interação com a comunidade 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE

Leia mais

E-BOOK [TÍTULO DO DOCUMENTO] Matrix [NOME DA EMPRESA] [Endereço da empresa]

E-BOOK [TÍTULO DO DOCUMENTO] Matrix [NOME DA EMPRESA] [Endereço da empresa] E-BOOK [TÍTULO DO DOCUMENTO] Matrix [NOME DA EMPRESA] [Endereço da empresa] 1 Sumário O Surgimento do Analista de Redes Sociais... 2 O que é um Analista de Redes Sociais?... 5 Qual é o Perfil do Analista

Leia mais

Website desenvolvido como peça de apoio para uma proposta de campanha acessível para redes de restaurantes do segmento fast-food 1

Website desenvolvido como peça de apoio para uma proposta de campanha acessível para redes de restaurantes do segmento fast-food 1 Website desenvolvido como peça de apoio para uma proposta de campanha acessível para redes de restaurantes do segmento fast-food 1 Bianca Said SALIM 2 Lorran Coelho Ribeiro de FARIA 3 Pedro Martins GODOY

Leia mais

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL MBA e Pós-Graduação Cursos inovadores e alinhados às tendências globais Nossos cursos seguem modelos globais e inovadores de educação. Os professores

Leia mais

SITES E BLOGS CONSTRUINDO A SUA MARCA

SITES E BLOGS CONSTRUINDO A SUA MARCA SITES E BLOGS CONSTRUINDO A SUA MARCA Paula Junqueira 7º CONGRESSO RIO DE EDUCAÇÃO CONSTRUINDO A SUA MARCA A marca é o ativo mais importante, independente do tamanho de sua empresa. As mídias sociais são

Leia mais

As 5 grandes tendências em tecnologia para Educação. Compartilhe este guia:

As 5 grandes tendências em tecnologia para Educação. Compartilhe este guia: As 5 grandes tendências em tecnologia para Educação 1 Introdução: A educação iniciou o século XXI de maneira bastante disruptiva. Uma série de inovações por parte de educadores e alunos fez com que os

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA CENTRO DE EDUCAÇÃO CURSO DE PEDAGOGIA PROFª.: TERESA KÁTIA ALVES DE ALBUQUERQUE E-mail: teresa.katia@gmail.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA CENTRO DE EDUCAÇÃO CURSO DE PEDAGOGIA PROFª.: TERESA KÁTIA ALVES DE ALBUQUERQUE E-mail: teresa.katia@gmail. Tecnologia e TICs UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA CENTRO DE EDUCAÇÃO CURSO DE PEDAGOGIA PROFª.: TERESA KÁTIA ALVES DE ALBUQUERQUE E-mail: teresa.katia@gmail.com PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA EM MÍDIAS

Leia mais

Web site Espia Amazonas 1

Web site Espia Amazonas 1 1 Web site Espia Amazonas 1 Lidiane CUNHA 2 Adália CORDEIRO 3 Breno CABRAL 4 Iara RODRIGUES 5 Marcela MORAES 7 Gabrielle NASCIMENTO 8 Faculdade Boas Novas, Manaus, AM RESUMO O web site Espia Amazonas foi

Leia mais

INTRODUÇÃO AO CURSO DE MARKETING ELEITORAL

INTRODUÇÃO AO CURSO DE MARKETING ELEITORAL INTRODUÇÃO AO CURSO DE MARKETING ELEITORAL FAÇA SUA CAMPANHA PARA PROJETO PODER P - Planejamento O - Organização D - Delegação E - Execução R - Realização Lance sua campanha para Vereador com o Projeto

Leia mais

Educação à Distância Vantagens e Desvantagens

Educação à Distância Vantagens e Desvantagens Educação à Distância Vantagens e Desvantagens Helena Pinto Nonato 1, Ernerstina Nonato Pinto 2 1 Instituto de Informática Universidade Federal de Goiás (UFG) Caixa Postal 131 CEP 74001-970 Goiânia Go Brasil

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO PROCESSO EMPRESARIAL: UMA ESTRATÉGIA NA INTEGRAÇÃO DAS AÇÕES DE SUSTENTABILIDADE

EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO PROCESSO EMPRESARIAL: UMA ESTRATÉGIA NA INTEGRAÇÃO DAS AÇÕES DE SUSTENTABILIDADE Revista Ceciliana Jun 5(1): 1-6, 2013 ISSN 2175-7224 - 2013/2014 - Universidade Santa Cecília Disponível online em http://www.unisanta.br/revistaceciliana EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO PROCESSO EMPRESARIAL: UMA

Leia mais

IACR ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL PARA O REALISMO CRÍTICO XII CONFERÊNCIA INTERNACIONAL da IACR Texto de Priscila Silva Araújo.

IACR ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL PARA O REALISMO CRÍTICO XII CONFERÊNCIA INTERNACIONAL da IACR Texto de Priscila Silva Araújo. IACR ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL PARA O REALISMO CRÍTICO XII CONFERÊNCIA INTERNACIONAL da IACR Texto de Priscila Silva Araújo. Rorty e o realismo como instrumento da emancipação humana Alguns filósofos 1

Leia mais

FRANCISCO JOSÉ PAOLIELLO PIMENTA

FRANCISCO JOSÉ PAOLIELLO PIMENTA FRANCISCO JOSÉ PAOLIELLO PIMENTA Figura 1 - Francisco Paoliello Pimenta, professor na Universidade Federal de Juiz de Fora acervo pessoal de Francisco Paoliello Pimenta Não há separação entre o conhecimento

Leia mais

Jornalismo cultural na internet e a proposta do site Movamente 1

Jornalismo cultural na internet e a proposta do site Movamente 1 Jornalismo cultural na internet e a proposta do site Movamente 1 Letícia BARROSO 2 Thaís PEIXOTO 3 Centro Universitário Fluminense Campus II- Campos/RJ RESUMO: A falta de espaço nos veículos convencionais

Leia mais