COMO. contour. se pensa. garrafas, frascos, cartuchos e outros recipientes personalizados? Talvez. Coca-Cola. de vidro da.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COMO. contour. se pensa. garrafas, frascos, cartuchos e outros recipientes personalizados? Talvez. Coca-Cola. de vidro da."

Transcrição

1 Ano XIII Nº 145 Setembro 2011 R$ 10,00 COMO TER UMA Colocar no mercado produtos acondicionados em embalagens com perfil único, capazes de sobressair ante concorrentes, é garantia quase certa de êxito. O exemplo mais notório, entre muitos outros EMBALAGEM EXCLUSIVA entrevista Amália Sina, da Sina Cosméticos, conta como a pressão do varejo a levou a optar pelas vendas diretas CONGELADOS Mercado de lanches que vão do freezer ao micro-ondas se aquece e ganha novas tecnologias bem-sucedidos, é o da garrafa contour de vidro da Coca-Cola. Mas quais os custos e outras barreiras para o acesso a potes, garrafas, frascos, cartuchos e outros recipientes personalizados? Talvez sejam menores do que se pensa

2

3 Editorial UMA CONVERSA COM O LEITOR Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa Nesta edição, este espaço será usado para fazermos umas poucas considerações sobre o exercício de duas diferentes atividades que caracterizam empreendimentos de comunicação, a editorial e a comercial. Motivam-nos a isso queixas que vez ou outra recebemos de representantes de empresas que, ao lerem reportagens relacionadas ao campo em que atuam, não encontram seus nomes citados. Em seu julgamento, esse seria um direito a elas assegurado por serem ou terem sido anunciantes. Pelo que podemos responder por EmbalagemMarca, não é assim que as coisas funcionam. Os departamentos comercial e editorial operam de forma independente, sob o entendimento de que os resultados de seus respectivos trabalhos, ao serem materializados nas páginas da revista, constituem, cada um a seu modo, informação pertinente e confiável. Além das características específicas de cada um, a diferença crucial entre os dois formatos está em quem se responsabiliza pelas informações neles contidas. Vale dizer, os editores, pelo editorial, e os anunciantes, pela publicidade. Ainda que seja desejável que ambos se complementem, não se cogita de que um ajude o desenvolvimento dos trabalhos do dia a dia do outro. Ao longo de quase meio século de prática jornalística, boa parte vivida em alguns dos mais acreditados veículos de comunicação do País, aprendemos que evitar a mistura de canais é um tanto árduo para obter-se êxito nos negócios. Mas aprendemos também que essa senda é segura para alcançar o almejado sucesso comercial, com a recompensa adicional do reconhecimento de credibilidade. Na metade daquele tempo, dedicada a nossa própria iniciativa, a adoção dessa postura só nos deu bom retorno. Já que estamos nos dando ao atrevimento de transmitir princípios relativos a nosso campo de atuação, tomamos a liberdade de enviar mais um recado, este aos praticantes de outro tipo de mistura de estações. Referimo-nos àqueles que restringem seus planos de comunicação a ações de assessoria de imprensa. Acreditam às vezes mal aconselhados por seus assessores que, ao conseguirem plantar matérias nos veículos de informação estão economizando verbas de publicidade. Claro que cada um administra seu dinheiro como acha melhor. Claro também que materiais informativos enviados por suas assessorias de comunicação são bem vindos e eventualmente aproveitados, desde que contenham informações pertinentes e úteis aos leitores. Mas, como dar palpite não tem custo, ficamos à vontade para lembrar que os instrumentos de comunicação se complementam, não excluem uns aos outros. Assim, não têm valor algum os cálculos de centímetros de notícias publicadas que possam ser feitos com base nas tabelas de preços de anúncios dos veículos de informação. Em palavras diversas, para reiterar um princípio elementar da diferença, recorda-se que uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Até outubro. WIlson palhares Os instrumentos de comunicação se complementam, não excluem um ao outro. Assim, não têm valor algum os cálculos de centímetros de notícias publicadas que possam ser feitos com base nas tabelas de preços de anúncios dos veículos de informação Setembro

4 Sumário Edição 145 Setembro Reportagem de capa FORMATOS exclusivos Formatos exclusivos podem fazer toda a diferença para o sucesso de produtos e marcas. Saiba as dificuldades e facilidades, os mitos e as verdades sobre sobre como obter embalagens com desenho único em diferentes tipos de material PELA EQUIPE DE embalagemmarca 3 Editorial A importância da separação entre pauta editorial e pauta comercial 8 Inovação Pão de queijo gourmet congelado utiliza embalagem diferenciada e agrega valor, proteção e conveniência ao produto Sanduíches Mercado de lanches congelados para micro-ondas se aquece e apresenta soluções tecnológicas para conservar o sabor e a consistência do produto POR MARCELO MARCONDES 14 Painel Brasilata e Cerviflan apresentam novidades para tintas imobiliárias. Uma nova caixa para morangos é lançada pela Rigesa. Henkel anuncia novo adesivo de cura rápida para laminados. As taxas de reciclagem do PET e do PVC em EM Foco EmbalagemMarca foi ao varejo para aferir se o consumidor sabe reconhecer o selo verde mais famoso do mundo 28 Artigo Uma reflexão acerca das oportunidades que a Copa do Mundo e as Olimpíadas no Brasil apresentam para a promoção da cachaça e de outros produtos em âmbito internacional, e o que (não) está sendo feito a respeito POR WILSON PALHARES 32 Rotulagem Aplicadora de termoencolhíveis coloca os rótulos com a embalagem na horizontal, em vez da tradicional posição vertical 34 Construção civil Weber Saint-Gobain lança argamassa acondicionada em inédito saco valvulado de 10 quilos dotado de alça. Inovação foi desenvolvida pela Klabin

5

6 Sumário Edição 145 Setembro Azeites O célebre azeite português Gallo promove mudança nos rótulos e de quebra apresenta bico dosador retrátil 40 Entrevista Amália Sina, presidente da Sina Cosméticos, fala sobre a difícil relação entre fornecedor e varejo, a dificuldade de se obter certos tipos de embalagem e sobre as oportunidades de crescimento do setor em que atua 46 Cervejas AmBev lança conceito inédito no Brasil de lata de cerveja com abertura total. Produzida pela Crown, embalagem é híbrido de copo e lata 47 Bebidas Queensberry ingressa no mercado de smoothies utilizando frascos de vidro decorados com rótulos termoencolhíveis 58 Prêmio EmbalagemMarca Jurados já avaliaram as peças concorrentes. Começam os preparativos para a cerimônia da quinta edição do evento 60 Lácteos Válvula da Rexam PLC, originalmente utilizada em cosméticos, é adaptada ao uso em bebidas alcóolicas e permite servir licor na forma de espuma 62 Internacional As duas maiores multinacionais de laticínios atuantes no País começam a adotar tampas e frascos feitos de polietileno de origem vegetal Display União Química ingressa no mercado de dermocosméticos com hidratante para gestantes. Coca-Cola lança refrigerante com guaraná e cajuína no Nordeste. Linha de produtos para piscinas ganha baldes retangulares cônicos e frasco ergonômico. Limpadores Veja agora disponíveis em panos umedecidos prontos. Sidra Cereser ganha embalagem comemorativa com rótulo termoencolhível full-sleeve. Embaré estreia no mercado de leite longa vida. Água mineral de Mato Grosso adota garrafas com inscrições em braille. Embalagem de Kero Coco imita coco verde 74 Almanaque A história da lata da cerveja americana mais emblemática em doze versões. As resinas plásticas que protegem La Gioconda. A história da dançarina espanhola do cinema que virou símbolo de casa importadora. A marca das três letras que, por quarenta anos, foram sinônimo de detergente no País Empresas que anunciam nesta edição Aaron...69 Abeaço Arol...17 BMB Boxprint...45 Center Fix...61 Ciclo de Conhecimento...63 CMP...13 Congraf Crespo...41 Embala Esko-Graphics...49 Frascomar Giro News...68 Grif Husky... 4ª capa Ibema...15 Indexflex Innovia Films Krones Limer-Cart...19 Málaga MLC...51 Moltec...69 Müller-Martini MWV Rigesa... 2ª capa Nitro Química...29 Optima... 9 Pack Point...71 PakTech...59 Papirus Plastimagen...43 Prêmio EmbalagemMarca...38 e 39 SIG Combibloc Simbios-Pack...69 Simei Technopack...71 Tetra Pak...7 Versacolor...21 Videojet...31 Vitória Régia...61 Wheaton...5 Diretor de redação: Wilson Palhares Editor executivo: Guilherme Kamio Redação: Flávio Palhares Marcelo Marcondes Comercial: Juliana Lenz Karin Trojan Wagner Ferreira Diretor de arte: Carlos Gustavo Curado Assistente de arte: Wilson Roberto Jr. Administração: Eunice Fruet Marcos Palhares Eventos: Marcella Freitas Manoel Dias Circulação e assinaturas (assinatura anual R$99): Kelly Cardoso Publicação mensal da Bloco Comunicação Ltda. Rua Arcílio Martins, São Paulo, SP (11) Não é permitida a reprodução, no todo ou em parte, do conteúdo desta revista sem autorização. Opiniões expressas em matérias assinadas não refletem necessariamente a opinião da revista.

7

8 congelados Mineirismo rebuscado Pão de queijo gourmet sobressai no mercado por meio de embalagem com diferenciais em imagem, proteção e conveniência Cartucho rende diferenciação na categoria. Separação das unidades em berço plástico evita que produtos grudem e facilita o consumo paulatino Não se sabe exatamente quando o pão de queijo foi criado, nem seu modo original de preparo. É certo, porém, que as primeiras encarnações da iguaria, caseiras, não continham aromatizantes nem espessantes, hoje encontrados em muitas de suas versões industrializadas. Apostando no sucesso de uma receita mais pura, a paulista Formaggio Mineiro lançou há quase um ano um pão de queijo com apelo gourmet, baseado somente em sete ingredientes (queijo canastra, parmesão, polvilho, ovos, leite integral, margarina e sal). O produto, distribuído congelado ao varejo, tem chamado a atenção por um outro apelo alternativo: a apresentação em um cartucho espigado de papel cartão, e não em bolsas plásticas, como ocorre na concorrência. A embalagem cartonada busca conferir imagem premium ao produto, incorporando design gráfico minimalista, com poucos dizeres, e uso destacado da cor dourada. Para um melhor desempenho, o papel utilizado recebe aplicação de revestimento plástico em ambas as faces. Desse modo, resiste à ação da umidade presente nos balcões refrigerados. Outro charme do invólucro do pão de queijo gourmet não fica tão evidente nas lojas. No interior dos cartuchos, as dez unidades, cada uma com 25 gramas, são acomodadas individualmente em nichos de um berço plástico termoformado. Isso proporciona grandes vantagens frente às bolsas plásticas, afirma Mirany Soares, gerente de desenvolvimento de marca da Formaggio Mineiro. Os produtos ficam protegidos e não grudam uns nos outros em caso de descongelamento no caminho entre o ponto de venda e a casa do consumidor, diz a profissional. Ademais, a embalagem facilita o acesso e o posterior armazenamento no preparo de pequenas quantidades. Não foi fácil materializar o conceito de apresentação. Mirany relata que diversos fornecedores consultados tiveram dificuldade de assimilar o que a empresa queria. Ninguém tinha soluções prontas em embalagem para o que desejávamos. Tivemos de começar o projeto do zero, conta. O trabalho, diz a profissional, valeu a pena. Evitando revelar volumes, Mirany diz que as vendas do pão de queijo gourmet crescem mês após mês sempre entre 20% e 30%. Depois de conquistar empórios e supermercados de perfil requintado em São Paulo e Minas Gerais, o produto chegará em breve ao Rio. Temos certeza de que a aceitação da proposta do produto não seria a mesma sem a embalagem especial, avalia a gerente da Formaggio Mineiro. DESIGN Occa m.pl (11) CARTUCHO Makrocolor (11) BERÇO PLÁSTICO Mil Plast (11) Setembro 2011

9

10 sanduíches Ritmo intenso no preparo instantâneo Diversificação de marcas e tecnologias de embalagem consolidam o mercado de sanduíches congelados Johnfoto Dreamstime.com Por Marcelo Marcondes No campo da alimentação, o apetite do brasileiro por conveniência tem estimulado ofertas de consumo mais rápidas e práticas até mesmo daquele que é um símbolo do fastfood: o sanduíche de hambúrguer. Depois de uma ação bem-sucedida da Sadia iniciada em meados de 2005, versões prontas e congeladas do produto, para preparo instantâneo no forno de micro-ondas, começaram a proliferar no varejo. Embora não haja estatísticas precisas, o que já se pode definir como categoria abriga hoje uma disputa entre pelo menos quinze marcas e o número não para de crescer. A concorrência não se traduz somente em variedade de players, mas também dos conceitos de embalagem inteligente utilizados. A inteligência refere-se a qualidades que as embalagens devem apresentar para poder ir ao forno e garantir aos sanduíches congelados um aquecimento breve e uniforme e, no ideal, resultando num produto parecido ao feito na hora, sem textura emborrachada ou amolecida. Não é fácil. Pioneira do mercado, a Sadia busca cumprir essa tarefa por meio do uso de uma embalagem primária especial. Trata-se de uma flexível do tipo flow- -pack, transparente, confeccionada pela Celocorte a partir de um filme de BOPP (polipropileno biorientado) respirável. O material contém microfuros que se abrem quando em contato com o vapor proveniente do aquecimento do sanduíche. Essas fendas microscópicas são responsáveis pela distribuição uniforme do vapor por dentro do invólucro, assegurando, segundo a empresa, um aquecimento balanceado, sem deixar nenhuma parte do sanduíche encharcada. Atualmente, tal solução é empregada nas embalagens de cinco sanduíches de hambúrguer da linha Hot Pocket: X-Burguer, X-Bacon, X-Calabresa, X-Frango e X-Picanha. Muitos dos fabricantes que vieram na esteira da Sadia, porém, apostam num sistema alternativo. As linhas de 10 Setembro 2011

11

12 burgers de marcas como Seara (Hot Hit), Aurora (X-Faroeste) e Massaleve (Lanche Fácil) oferecem sanduíches acomodados numa pequena bandeja, termoformada a partir de polipropileno de alta resistência térmica. Levado ao forno de micro-ondas, esse berço visa impedir que a água resultante da fusão das partículas de gelo presentes no sanduíche congelado volte para dentro dele, o que resultaria inevitavelmente num alimento esponjoso. A peça apresenta ranhuras horizontais, na lateral, e redondas, na base, que permitem a circulação da água durante o aquecimento, explica Eudes Bicalho, diretor comercial da Emplal, a produtora dos berços. Desse modo, o líquido é canalizado e não se deposita no pão. A PIONEIRA Na linha Hot Pocket, da Sadia, sanduíches são levados ao forno de microondas em flow pack autoventilante, que uniformiza a distribuição do vapor em seu interior Existe, ainda, uma terceira via. A Alimenta, de Minas Gerais, distribui hambúrgueres congelados acondicionados em bandejas ( conchas ) de papel cartão dotadas do chamado heat susceptor uma lâmina cartonada revestida com filme de poliéster metalizado que dinamiza o aquecimento de congelados ao converter energia eletromagnética do micro-ondas em energia térmica. Além de acelerar o preparo, o susceptor é também apontado como capaz de conservar a crocância dos alimentos. 12 Setembro 2011 A ALTERNATIVA Alimenta propõe o aquecimento de sanduíches por meio de envoltório cartonado que balanceia irradiação das micro-ondas O susceptor é utilizado pela Sadia nas embalagens das pizzas prontas Hot Pocket Pizza (ver Embalagem- Marca nº 121, setembro de 2009). Para os sanduíches congelados, entretanto, a empresa decidiu não utilizar o acessório. Os sanduíches congelados não necessitam de susceptors porque o pão não precisa ser crocante como a massa da pizza, argumenta Bicalho, da Emplal. Procurada pela reportagem, a Alimenta preferiu não se pronunciar a respeito do uso do acessório, nem revelar a identidade do fornecedor da embalagem. Como se vê pela movimentação dos players e por sua resistência em falar sobre fornecedores de insumos, o que se pode deduzir é que a concorrência, já intensa, se encontra num patamar que tende a crescer e a abrir campo para mais inovações. Emplal (11) AS EMERGENTES Novas disputantes, como Massa Leve e Seara, utilizam bandeja que retém a água liberada com o aquecimento Celocorte (11)

13

14 Painel MOVIMENTAÇÃO NO MUNDO DAS EMBALAGENS E DAS MARCAS Edição: Guilherme Kamio METÁLICAS Novidades para tintas e massas Para atender ao público de baixa renda, diversos fabricantes têm colocado no mercado massas corridas em embalagens de custo reduzido, especialmente barricas de papelão. De olho nesse movimento, a Brasilata lançou uma barrica de aço, batizada com o sugestivo nome de Barricaço. Trata-se de uma versão light e econômica do balde de aço. Enquanto este é produzido a partir de folha de aço de 0,34 milímetro de espessura, a nova embalagem utiliza folha de 0,22 milímetro de espessura. O resultado é um recipiente 35% mais leve do que um balde de aço tradicional e, segundo a fabricante, de custo dramaticamente menor. A resistência do Barricaço, claro, não é a mesma de uma lata de aço convencional. A Brasilata tomou o cuidado de sinalizar essa diferença com uma litografia vermelha na tampa especial onde é salientada a maior fragilidade da embalagem e os cuidados que devem ser observados com o transporte e o armazenamento. A tampa do Barricaço traz impressas, na cor vermelha, as instruções de manuseio para orientar os operadores de produção bem como os lojistas da revenda especializada e pintores. A primeira usuária da novidade é a catarinense Anjo. Quem também anuncia novidades em embalagens de aço para o mercado de tintas imobiliárias é a Cerviflan. A metalúrgica lançou, brandindo pioneirismo no Brasil, uma lata de 1/16 de galão (225 mililitros) dotada de necking e uma versão da popular lata quadrada de 18 litros com solda reduzida. No caso das novas latinhas de 1/16, a Cerviflan argumenta que a incorporação do necking desenhos no topo e na base que facilitam o empilhamento ajuda tanto os fabricantes de tintas quanto lojistas e consumidores finais. A empresa diz que realizou pesquisas informais nos pontos de venda que identificaram ser esse tipo de embalagem o que mais sofre danos e quedas por problemas de empilhamento. Por sua vez, a redução do espaço de solda na lata de 18 litros contribui para a apresentação da embalagem nas lojas. É uma inovação que favorece principalmente os apelos de marketing para melhor e maior exposição do rótulo do produto sem a interferência da solda, diz o diretor-presidente da Cerviflan, Vicente Lozargo Filho. Barricaço, da Brasilata: balde ultraleve para competir com as barricas de papelão ANTIGA NOVA Cerviflan oferece latinhas com necking (à esq.) e lata de 18 litros com solda reduzida (na foto, uma comparação entre a novidade e a versão convencional) 14 Setembro 2011

15

16 Painel MOVIMENTAÇÃO NO MUNDO DAS EMBALAGENS E DAS MARCAS SUSTENTABILIDADE Adeus aos multipacks Alegando preocupação com a questão ambiental, a Piracanjuba abandonou o uso de envoltórios de filme plástico termoencolhível para a venda de múltiplas unidades de suas bebidas lácteas acondicionadas em embalagens cartonadas assépticas de 200 mililitros. A empresa utilizava os chamados shrinks para ofertas de três caixinhas agrupadas. Percebemos que, mesmo sem o plástico, a qualidade e segurança de nossos produtos são mantidas, diz o gerente industrial da Piracanjuba, Wagner Paschoalim. Com a medida, mais de duas toneladas de filme plástico deixarão de ser consumidas por mês. Reduziremos o lixo enviado ao mercado, além de contribuir com o meio ambiente, diz Paschoalim, acrescentando que a aposentadoria das multipacks gerou aumento de produtividade, com menos paradas e redução de perdas. Sem esse material não utilizamos a máquina mais complexa da linha e a operação ficou bem mais simples e mais eficiente, explica o executivo. Bebidas lácteas e achocolatados estão entre os produtos que não serão mais vendidos em trios de caixinhas CERTIFICAÇÃO Avery Dennison ganha selo verde A Avery Dennison do Brasil foi certificada com o FSC (Forest Stewardship Council, ou Conselho de Segurança Florestal, em português). O certificado, outorgado pelo Det Norske Veritas, é válido até julho de 2016 para a produção, o acabamento e a distribuição da linha de materiais autoadesivos da empresa. Inicialmente foi certificada toda a linha de folhas da marca Fasson (Allprint e Fineprint), pois grande parte dos distribuidores dessas linhas já possui o mesmo certificado. Temos como meta certificar 56 plantas globais com o selo FSC, diz Marcos Iório, gerente da linha de papéis da Avery Dennison na América do Sul. NEGÓCIOS Huhtamaki adquire convertedora baiana O grupo de embalagens finlandês Huhtamaki anunciou que irá adquirir a Prisma Pack, convertedora baiana de filmes para aplicações técnicas e embalagens. Por meio de sua subsidiária brasileira, a adquirente irá desembolsar 20 milhões de euros (47 milhões de reais) no negócio. Fundada em 2003 no Pólo Petroquímico de Camaçari, a Prisma Pack emprega aproximadamente 200 pessoas e faturou o equivalente a 40 milhões de euros em A especialidade da empresa são filmes para a produção de fraldas descartáveis. Contudo, produz também materiais para embalagens plásticas flexíveis, possuindo parques de laminação solventless (sem uso de solventes pesados) e de impressão, composto por sete impressoras de rotogravura e três impressoras de flexografia. 16 Setembro 2011

17 FECHAMENTOS Sem aberturas indesejadas Uma nova proposta de fechamento para bisnagas plásticas, com um diferencial em segurança, começa a ser oferecida pela Clever Pack. Trata-se de uma tampa flip-top que incorpora um sistema de lacre com micro-haste de pressão. Para abri-la o consumidor só precisa usar uma das mãos para primeiro destravar o lacre, empurrando a micro-haste para dentro e depois para cima (ver imagens). De acordo com Claudio Patrick Vollers, diretor da fornecedora, a novidade dificulta a abertura acidental e os consequentes vazamentos de produtos em bolsas, malas e nécessaires. É um produto para o mercado on the-go, que responde por grande parcela dos cosméticos regularmente consumidos pelo público feminino, diz o profissional. A tampa com trava já é utilizada no mercado brasileiro num outro tipo de aplicação: nos frascos de PET do detergente para louças BioWash, da Cassiopéia. Vendemos o produto também pelo nosso site e, não raro, produtos chegavam ao destino vazando pela tampa, conta o diretor da Cassiopéia, Thorsten Weltzien. Desde a adoção do novo fechamento, em junho último, as reclamações cessaram. Flip-top com trava, utilizada em detergente da Cassiopéia, é agora oferecida para bisnagas Para abrir tampa é preciso empurrar a trava para dentro e depois movê-la para cima

18 Painel MOVIMENTAÇÃO NO MUNDO DAS EMBALAGENS E DAS MARCAS números 7,6% Foi o índice de evolução da reciclagem de PET no Brasil em 2010, segundo censo publicado pela Associação Brasileira da Indústria do PET (Abipet). O volume de embalagens pós-consumo recuperadas no ano passado atingiu toneladas, ou 56% do total de recipientes de PET consumido no exercício. 22,3% Foi o crescimento da reciclagem de PVC pós-consumo no Brasil em 2010, aponta pesquisa encomendada pelo Instituto do PVC à consultoria Maxiquim. O número corresponde a toneladas, ou 15,1% do total de produtos de PVC consumidos no País no ano passado. 43 milhões de toneladas Foi o volume de cartuchos de papel cartão consumidos mundialmente em 2010, segundo estudo da consultoria Pira International. Em valor, o total representou 78 bilhões de dólares. BIOPLÁSTICOS Deleite mais sustentável A rede de doçarias Amor aos Pedaços começa em setembro a utilizar pratos descartáveis compostáveis, produzidos a partir de bioplástico derivado de bagaço da cana-de-açúcar. A empresa diz ser a primeira entre as cadeias de alimentação nacionais a adotar iniciativa do gênero. Fabricados na China pela Roots Biopack, representada no mercado brasileiro pela Solupack, os utensílios serão adotados nos 56 pontos de venda que a Amor aos Pedaços tem no País. ROTULAGEM In-mold com rótulos de papel Por meio de sua divisão Speciality Papers, a finlandesa StoraEnso acaba de lançar um papel dedicado à produção de rótulos in-mold aqueles fundidos a recipientes plásticos ainda na etapa de moldagem. Batizado de InnoMould, o novo material foi desenvolvido para substituir, com ganhos em sustentabilidade, os filmes plásticos normalmente empregados para o in-mold labeling de embalagens injetadas. Segundo a StoraEnso, ele não proporciona redução no uso de matéria-prima de origem fóssil somente por meio da troca do rótulo plástico por um celulósico. O papel também criaria embalagens mais rígidas, permitindo diminuição no uso de resina em até 50% nas paredes dos recipientes e aumentando a capacidade de empilhamento. Alta qualidade de impressão seria outro benefício assegurado pelo novo material. O InnoMould suporta o uso de visuais de alta resolução e qualquer número desejado de cores diferentes, incluindo dourado e prata, diz a fabricante. InnoMould: celulose substitui filme plástico com ganhos ambientais 18 Setembro 2011

19 INVESTIMENTOS Aposta nos emergentes O grupo canadense CCL Industries confirmou no final de agosto que irá investir 30 milhões de dólares até o fim de 2012 para expandir as operações de sua divisão de rótulos, a CCL Label, em mercados emergentes. O aporte será direcionado para a construção de três novas fábricas e para a expansão de capacidade de produção de unidades já existentes. No Brasil, a construção de uma nova planta industrial de rótulos autoadesivos já foi iniciada em Vinhedo (SP). A planta vai mais que duplicar o tamanho da operação existente hoje no Brasil, e será dedicada principalmente aos mercados de higiene pessoal, limpeza doméstica, farmacêutico e de bebidas. A fábrica de rótulos termoencolhíveis da CCL Label em Criciúma (SC) também está recebendo investimentos para ampliar sua capacidade de produção, para melhor atender o rápido crescimento do setor de alimentos e bebidas. As outras duas novas fábricas do grupo estão sendo construídas em Bancoc, na Tailândia, e em Jedá, na Arábia Saudita. GENTE Movimentações na cadeia de celulósicas Hélio Henrique Bustamante (foto) assumiu em agosto o cargo de diretor comercial da Ibema Companhia Brasileira de Papel. Bustamante sucede a Túlio César Reis Gomes, que ocupou o posto nos últimos quatro anos. Especializada em embalagens de papel cartão, a Jofer Embalagens tem novo diretor comercial. É Raul Capozzi, egresso da Box Print e que atua há mais de quarenta anos no setor papeleiro. Bruno Baptista é o novo diretor comercial e de marketing da Antilhas. O executivo retorna à empresa onde já trabalhara por onze anos depois de atuar dois anos como consultor de estratégia e marketing na GS&MD Gouvêa de Souza.

20 Painel MOVIMENTAÇÃO NO MUNDO DAS EMBALAGENS E DAS MARCAS CELULÓSICAS Para morangos e frutas vermelhas Uma nova caixa de papelão ondulado para morangos e frutas vermelhas em geral acaba de ser lançada pela MWV Rigesa. O modelo, diz a empresa, busca atender a três anseios dos clientes: maior rigidez, aperfeiçoamento do processo logístico e maior visibilidade no ponto de venda. Confeccionada a partir de papelão ondulado kraftliner de alta gramatura, a embalagem apresenta áreas recortadas para ventilação, a fim de manter as frutas arejadas mesmo enquanto paletizadas. Um sistema lateral de abas de encaixe facilita o empilhamento das caixas. O novo design favorece ainda uma melhor acomodação das cumbucas de morango em seu interior e permite o manuseio mínimo do fruto, uma vez que não é necessária a retirada das embalagens primárias das caixas para a exposição no ponto de venda. Desse modo é possível evitar perdas e garantir maior valor para toda a cadeia produtiva, do produtor ao varejista, afirma Josué Ferreira, especialista de produtos da MWV Rigesa. Nova caixa da Rigesa: capacidade de empilhamento e potencial para exposição direta no varejo FECHAMENTOS Mais uma opção em SportGuard A AmericaTampas começa a oferecer no Brasil uma variante da tampa plástica esportiva SportGuard, desenvolvida por sua parceira, a francesa Global Closure Systems (GCS). A nova opção, com diâmetro de 28 milímetros, é compatível com o padrão de gargalo reduzido PCO 1881, que ganha crescente espaço no cenário mundial de garrafas de PET para bebidas. Antes, somente a versão de 38 milímetros estava disponível no mercado nacional. Versão de tampa esportiva é compatível com padrão de gargalo reduzido Composta por duas peças moldadas em polietileno de alta densidade (PEAD), a tampa traz como diferenciais o desenho flip-top com abertura da sobretampa em 180 graus e um sistema duplo de segurança, que combina banda antiviolação e lacre de abertura na peça móvel. Pode ainda dispor, a pedido do cliente, de válvula de silicone no sistema vertedor, para a prevenção de derramamentos indesejáveis a exemplo do que já ocorre com a SportGuard de 38 milímetros, utilizada no Brasil pela Coca-Cola na garrafa do isotônico Powerade. VIDRO Bordeaux mais leve Famoso pelo formato distintivo, com maior parte do corpo cilíndrica e ombro acentuado, a tradicional garrafa Bordeaux para vinhos, com volume de 750 mililitros, acaba de ganhar uma versão mais leve no mercado nacional. A Verallia, divisão de embalagens da Saint- Gobain Vidros, começa a oferecer um modelo que segue o conceito ecossustentável Ecova, que utiliza menos matéria-prima (a fornecedora não especifica o nível do aliviamento). À parte a leveza, a nova embalagem ainda emite 15% a menos de CO2 e reduz em 4% o gasto de energia durante o processo produtivo. Garrafas para vinhos de mesa mais leves eram tudo o que o mercado esperava, pois ajudam a otimizar os custos logísticos. Além disso, o impacto ambiental é sempre nossa grande preocupação, comenta Paulo Dias, diretor comercial da Verallia. EQUIPAMENTOS Fabricada no Brasil Produção da garrafa consome menos energia e reduz emissões A P.E. Latina Labelers apresentou sua nova máquina fabricada no Brasil: a rotuladora linear Roll-Line hot melt para rótulos de BOPP. O modelo Roll Line é adequado somente para embalagens cilíndricas (inclusive vazias), de diversos modelos, e sua velocidade de produção varia de a unidades por hora. Segundo a P.E. Latina Labelers, o equipamento reduz em 50% o consumo de cola, na comparação com modelos similares, e tem reservatório de cola quente sem tubos aquecidos. O tambor de transferência dos rótulos em metal, com insertos intercambiáveis de borracha, reduz em até 60% os custos de manutenção. 20 Setembro 2011

21 SETOR Leve alta na indústria de embalagens A Associação Brasileira de Embalagem (Abre) divulgou em agosto último os resultados da mais nova edição do Estudo Macroeconômico da Embalagem. Realizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), o documento apresenta um balanço do desempenho da indústria brasileira de embalagens no primeiro semestre deste ano. Segundo o levantamento, a produção física de embalagens no País cresceu 2,98% no primeiro semestre de 2011 em relação ao mesmo período do ano passado. A ocupação do setor registrou aumento de postos de trabalho formal entre junho de 2010 e junho deste ano. O incremento, porém, foi menor do que o registrado no período ante rior: entre junho de 2009 e junho de 2010 foram criadas vagas. Os dados que se referem à balança comercial demonstram um crescimento de 24,99% nas exportações que ficaram em aproximadamente 229 milhões de dólares entre o primeiro semestre de 2010 e o mesmo período em O aporte foi puxado pelas indústrias de plásticos (aumento de 40,13%) e de embalagens metálicas (aumento de 27,35%). O maior volume exportado, porém, não foi o suficiente para reverter o quadro deficitário da balança, uma vez que as importações de embalagens vazias tiveram um acréscimo de 20,25%, com volume total correspondendo a pouco mais de 390 milhões de dólares. 2,98% Foi o crescimento da produção física de embalagens no País no primeiro semestre Novos postos de trabalho foram abertos pelo setor de embalagens entre junho de 2010 e junho de ,25% Foi o incremento da importação de embalagens vazias pelo mercado nacional, cujo total correspondeu a 390 milhões de dólares Fonte: Abre/FGV Setembro

22 Painel MOVIMENTAÇÃO NO MUNDO DAS EMBALAGENS E DAS MARCAS PRÊMIO Troféu para rótulo de vanguarda A Famigila Zanlorenzi Grupo Vinícola abiscoitou o Prêmio Colunistas do Paraná (seção Design) na categoria rótulos de bebidas e alimentos. O feito foi alcançado graças à decoração das garrafas da linha de vinhos Lunar. Nas embalagens, os contrarrótulos autoadesivos trazem impresso um código de barras bidimensional do tipo QR Code. Ao ler o elemento por meio de um smartphone ou de um tablet dotado de software decodificador, o consumidor tem acesso a um site com informações sobre a vinícola, sobre a linha de produtos e ainda dicas de harmonização do vinho com outros alimentos (ver EmbalagemMarca nº 133, setembro de 2010). Desse modo, o consumidor pode obter mais informações sobre o produto ainda no ponto de venda, antes mesmo da compra. Segundo o diretor-presidente da vinícola, Giorgeo Zanlorenzi, o projeto, desenvolvido pela agência Blu Comunicação Integrada, surtiu resultados positivos. Depois de estrear na garrafa do Vinho Branco Frisante Suave Moscato, o rótulo com QR Code foi incorporado a três novos produtos (Lunar Cabernet, Lunar Merlot e Lunar Moscato Bianco). Adereço com QR Code fatura prêmio no Paraná RECICLAGEM Campo Limpo na web A Campo Limpo Reciclagem & Transformação de Plásticos inaugurou sua página na internet (www.campolimpoplasticos.com.br). O site traz informações sobre o perfil e a atuação da empresa, criada em 2008 pelo Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpev) com o objetivo de gerar a autossustentabilidade econômica do sistema de logística reversa das embalagens de agrotóxicos, fechando o ciclo de gestão das embalagens dentro da própria cadeia. As 31 acionistas do negócio são indústrias fabricantes de defensivos agrícolas. INSUMOS Agilidade e segurança A Henkel anunciou na Europa o lançamento de um novo adesivo à base de poliuretano que promete revolucionar a produção de estruturas laminadas para embalagens flexíveis. O Liofol Fast One se destaca por apresentar, segundo a empresa, um tempo extremamente rápido de cura. O processo de secagem é substancialmente reduzido para alguns dias, enquanto adesivos convencionais para o mesmo tipo de aplicação costumam levar até duas semanas para curar, diz Georg Kinzelmann, diretor de P&D da área de poliuretanos da Henkel. Além da redução de tempo para os convertedores, o adesivo, segundo a fabricante, é capaz de proporcionar segurança para os end-users. Ocorre que ele é brandido como o primeiro do gênero isento de isocianatos livres substâncias que, em estruturas inadequadamente manejadas, podem contaminar alimentos acondicionados nas embalagens. 22 Setembro 2011

23

24 EM foco O QUE VAI PELA CABEÇA DO CONSUMIDOR Selo FSC Será que os consumidores sabem o que são embalagens certificadas? FSC é uma sigla em inglês para Forest Stewardship Council, ou Conselho de Manejo Florestal, em português. Embalagens celulósicas que levam impresso o selo FSC têm sua matéria proveniente de florestas certificadas. A certificação garante a rastreabilidade da madeira certificada e dos produtos florestais desde as florestas, passando pelo comércio e pelo processamento e chegando aos distribuidores e consumidores finais. O FSC é hoje o selo verde mais reconhecido em todo o mundo, com presença em mais de 75 países e todos os continentes. Mas será que o consumidor sabe o que significa o selo impresso nas embalagens? EmbalagemMarca ouviu alguns deles em um supermercado de São Paulo. Seria indiferente. Rita de Cássia Caboclo Conheço. Material proveniente de floresta certificada. Ana Cristina Não tenho a menor ideia. Sylvia O. P. B. Corrêa Tem forma de árvore. Deve ser alguma coisa ligada a natureza, sustentabilidade. Maíra de Souza M. Rodrigues Esse aqui? Carla M. Bove Assista aos depoimentos na íntegra em emb.bz/145emfoco 24 Setembro 2011

25

26 artigo Anna Anjos Sem preparação não se ganha jogo Oportunidades abertas pela realização da Copa e dos Jogos Olímpicos precisam ser aproveitadas desde já, mas não há notícias de muitas iniciativas Por Wilson Palhares (*) Quando o Brasil criar juízo e se tornar uma potência mundial, será a cachaça, e não o uísque, a bebida do planeta. Sobral Pinto, jurista ( ) A afirmação do grande advogado e defensor dos direitos humanos mineiro é um sonho de produtores, engarrafadores e comerciantes brasileiros de cachaça que se mantém latente há muitíssimos anos. A Copa do Mundo a se realizar no País em 2014 e os Jogos Olímpicos em 2016 têm, segundo opinião generalizada, grande potencial para a realização daquele sonho e de muitos outros em termos de negócios, mesmo que o Brasil não se torne uma potência mundial até lá. Acontece que, da mesma forma que a seleção brasileira faz uma campanha pré-copa do Mundo que leva os torcedores a antever fantasmas melando as chances de ganhar a taça pela sexta vez, nosso universo de negócios, a começar pelo da cachaça, não parece estar devidamente preparado para aproveitar as oportunidades que se abrem por conta do megaevento futebolístico e das Olimpíadas. A rigor, não há notícias de iniciativas significativas, porque, a exemplo do que se divulga no tocante aos investimentos em infraestrutura básica que tais eventos exigem, as empresas talvez considerem que eles estão muito distantes no tempo. É natural que ninguém queira neste momento abrir muito o jogo sobre o que pretende fazer em termos de promoções, de produtos e, consequentemente, de embalagens para o boom de demanda que se projeta para daqui a três e a cinco anos. Mas é preocupante tomar-se conhecimento, quando se consulta diferentes empresas, como foi feito para a elaboração deste artigo, de que a falta de fornecimento de informação se deve menos à proteção de segredos do que, até este momento, a uma generalizada ausência de iniciativas com vistas a capitalizar oportunidades ancoradas na Copa e nas Olimpíadas. Mesmo quando há movimentação, o quadro não chega a animar, como ocorre justamente na área da bebida tipicamente brasileira. A rigor, a movimentação do lado brasileiro parece estar mais em clima de concentração e de 26 Setembro 2011

27

28 se traçarem esquemas táticos. Enquanto isso, os italianos já deram o pontapé inicial no jogo com potencial de ganho em cima do torneio mundial de 2014 e, dois anos mais à frente, dos Jogos Olímpicos. E o fizeram, justamente, por meio de uma marca de cachaça. Em agosto último, o Gruppo Campari anunciou a compra da marca brasileira Sagatiba, por 26 milhões de dólares, com a intenção declarada de explorar a categoria de cachaças premium, que continua a crescer no Brasil. Quanto às ambições internacionais do grupo com relação à Sagatiba, cujas vendas (de 1 milhão de litros em 2010) se dão em um terço do total fora do País, seu presidente, Bob Kunze-Concewitz, foi claro, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo: O mundo estará de olho no Brasil nos próximos anos, com a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos. A atenção sobre o País será muito grande, e o que nós queremos é aproveitar a ocasião para levar um pouco do estilo brasileiro para o resto do mundo. Vamos reviver o interesse pela cachaça. Produtores, fornecedores e entidades ligadas ao segmento obviamente têm igual objetivo. No primeiro trimestre deste ano, sob tutela do Ministério da Agricultura, elaboraram um plano com vistas a tornar a cachaça referência internacional no campo das bebidas. O plano (acessível em visa promover parceria com o Ministério do Turismo para instituir o destilado como welcome drink da Copa e das Olimpíadas, tanto puro quanto na forma de caipirinhas, coquetéis e batidas, em bares, hotéis e restaurantes aos muitos milhares de visitantes esperados. Foi o que fizeram os mexicanos com a tequila na Copa de Durante doze anos o governo mexicano apoiou o esforço dos produtores para transformar o produto numa referência internacional em bebida. Investiu a fundo perdido nos mercados interno e internacional. Subsidiou a ida de produtores para feiras e exposições no exterior. No início daquele esforço, as exportações de tequila batiam em 150 milhões de dólares por ano. Atualmente já sem interferência do governo respondem por 1,6 bilhão de dólares. E, em termos de imagem para o país, hoje dificilmente alguém dissociará a palavra tequila de México. Se alguma coisa parecida for feita com a cachaça, não é exagero acreditar que se consolidará uma plataforma para exportações, dada a força de divulgação constituída pelas multidões de turistas estrangeiros que, teoricamente, serão conquistados pelo sabor da bebida. Convém sempre levar em conta que o mercado internacional oferece oportunidades para a cachaça, mas aproveitá-las exige grandes esforços, como observa César Rosa, presidente do Instituto Brasileiro da Cachaça (Ibrac). Ele considera que a situação da cachaça melhorou muito nos últimos anos, porém ainda há muito a evoluir em qualidade de produto, em marketing, em comunicação e em embalagens. Neste aspecto volta à tona um antigo nó que dificulta a elevação do destilado típico brasileiro ao nível de bebida requintada, com alto valor agregado e, principalmente, com valor percebido e que se estende a praticamente todos os tipos de artigos de consumo (ver reportagem de capa, na página 48). A queixa básica dos produtores recai sobre as escassíssimas opções de garrafas de vidro capazes de colocar a bebida brasileira em condições de competir em imagem de produto requintado com os uísques, as vodcas, os runs, os conhaques e as tequilas exibidas nas prateleiras de estabelecimentos mundo afora. Basta ver o que vem se registrando em termos de embalagem para a proliferação de marcas de cachaça premium lançadas nos últimos cinco ou seis anos, sob o incentivo da migração do consumo de bebida de qualidade de combate para aguardentes mais finas. O upgrade, Verallia aposta nos quatro modelos da Selective Line (Moscou, Ovaline, Sidney e Toronto), já usada por diferentes bebidas na Europa e nos Estados Unidos Família Specialty, da Owens-Illinois, tem apelo de requinte que resultou também na transferência de uma parcela de tradicionais bebedores de uísque, vodca e rum para o campo da aguardente de cana, chegou a afetar o consumo da cachaça comum. O tema da adequação de embalagens para tais produtos tem sido abordado intermitentemente por EmbalagemMarca (ver, por exemplo, as edições nº 93, de maio de 2007, e nº 120, de agosto de 2009). A tal ponto é assim que a produção e as vendas do produto, incluindo o pouco que se exporta (menos de 1% do total), permaneceram em 2010 no mesmo patamar de 1,2 bilhão de litros do ano anterior. Em outras palavras, os brasileiros vêm bebendo com mais apuro. Mas boa parte, se não a maior, das cachaças finas com jeito estrangeiro é lançada em garrafas de vidro importadas. Ao serem comparadas com o vasilhame nacional, elas se destacam como diferenciadas, embora, com raras exceções de encomendas específicas, sejam garrafas padrão em seus países de origem. A líder no fornecimento desse tipo de recipientes, em volumes não informados, é a francesa Saver Glass, nome cada vez mais presente em lançamentos de cachaças premium. Atenta a esse filão, a Verallia passou a oferecer no mercado brasileiro sua linha, também de fabricação francesa, Selective Line, composta por quatro modelos (Moscou, Ovaline, Sidney e Toronto) e largamente usada em diferentes tipos de bebidas na Europa e nos Estados Unidos. A Owens-Illinois não deixou por menos. No início deste ano passou a oferecer no mercado brasileiro sua família Specialty de garrafas de vidro especiais, destinadas a bebidas com apelo de requinte. São 28 Setembro 2011

29

30 comunicação passos importantes, mas talvez não sejam suficientes para que a cachaça brasileira se torne a bebida do planeta, como Sobral Pinto gostaria de ter visto. Na verdade, esse é um caminho que apresenta um conjunto de problemas, no qual sobressaem dois aspectos. O primeiro ponto negativo é o real muito valorizado em relação ao dólar e ao euro, o que, ao diminuir a rentabilidade das exportações, as desestimula. César Rosa, que é também presidente da Tatuzinho, produtora da Velho Barreiro, acredita que esta talvez seja a única marca de cachaça que mantém uma diretoria de exportação (cabe registrar que é a maior exportadora de cachaça engarrafada, não a granel). É um esforço para manter posições conquistadas em diversos países a duras penas e com muito investimento, diz o executivo. Empresas pequenas, que são o grande potencial para exportação de cachaças finas, não conseguem. O segundo aspecto impeditivo é que, além do problema cambial e de outras dificuldades naturais para ganhar-se mercado onde produtos concorrentes como o uísque e os demais são extremamente consolidados, há falta de interesse do governo brasileiro, como se indigna César Rosa. O setor não quer muletas, mas sem algum tipo de amparo oficial não consegue andar isoladamente num terreno hostil, ele diz. Indagado sobre eventual apoio da ApexBrasil, o presidente do Ibrac é lacônico: A Apex não faz nada. É pena, pois as possibilidades de avanço do destilado 100% brasileiro ganhar espaço lá fora parecem ser muito boas, a levar- -se em conta a opinião da revista inglesa Drinks International, principal referência editorial no mercado mundial de bebidas. A cachaça tem hoje o status de próximo grande acontecimento no universo dos drinques, afirmou a publicação em reportagem dedicada ao tema na edição de janeiro deste ano. E, num modo mais elegante de dizer que sem preparação não se ganha jogo, ponderou: Se as coisas forem feitas corretamente, a cachaça finalmente realizará seu potencial; se forem feitas errado, uma oportunidade tão gigantesca quanto a atual pode nunca mais se repetir. Owens-Illinois (11) Saverglass (11) Verallia (11) Estádio envelopado para fixar marca Dow fecha acordo para envolver estádio dos Jogos Olímpicos em Londres, em 2012 Ante o leque de oportunidades de comunicação e de fixação de imagem de marca aberto pela força de atração de interesse de milhões de pessoas no mundo inteiro para as Olimpíadas, a Dow Chemical foi uma entre onze empresas que firmaram acordo de patrocínio com o comitê organizador dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, para, entre outras ações, envelopar o estádio que receberá o evento na capital inglesa. Sob o conceito da sustentabilidade, o envoltório do edifício, a ser fornecido pela fábrica americana da Dow, segundo a empresa será confeccionado com resinas produzidas com redução de matérias-primas, devendo ficar 35% mais leve e ter menor emissão de carbono quando comparado com materiais convencionais. Além disso, tintas especiais vão substituir as tintas convencionais, de modo a reduzir emissões durante o processo de impressão e eliminar compostos orgânicos voláteis (VOCs). A propaganda, entretanto, terá de ser retirada até o dia 27 de julho, data de início das Olimpíadas, pois o Comitê Olímpico Internacional (COI) proíbe a exibição de marcas nas locações dos Jogos. Os materiais utilizados, incluindo as ferragens utilizadas para sustentar o wrap, serão reciclados na Europa. Segundo Sandro Sato, gerente comercial e de novos negócios do time da Dow Operações Olímpicas, no Brasil o acordo fechado pela empresa, na condição de Companhia Química Oficial dos Jogos Olímpicos, é válido também para as edições de 2014 (Jogos de Inverso, em Sochi, Rússia), 2016 (Rio de Janeiro), 2018 (cidade indefinida da Coreia do Sul) e 2020, em país ainda não escolhido. Sato informa que a unidade sob seu controle está aberta para encaminhar parcerias para patrocínio dos Jogos e também da Copa do Mundo com empresas brasileiras na área de embalagem. Os convertedores interessados terão à disposição todo o conhecimento acumulado ao longo do tempo no amplo portfólio da Dow em sustentabilidade, inovação e tecnologias que perduram após a realização dos eventos, ele diz. Dow (11) (*) Editor de EmbalagemMarca Dow produzirá envoltório para o Estádio Olímpico de Londres, mostrado nesta ilustração 30 Setembro 2011

31

32 Rotulagem Pelo lado, e não em pé Aplicadora horizontal busca facilitar a decoração de embalagens pequenas ou delgadas com rótulos termoencolhíveis Tradicionalmente, a rotulagem com termoencolhíveis é feita na vertical. Posicionadas em pé, as embalagens recebem os adereços, confeccionados como mangas, pelo topo. Em seguida, numa estação de encolhimento contígua, os rótulos adquirem o formato final, amoldandose à silhueta dos recipientes. Uma rotuladora oferecida pela Sleever tem chamado a atenção por fugir à regra. Batizada de SleeverLogicpak, a máquina realiza a aplicação dos rótulos a partir de recipientes deitados. Posicionadas horizontalmente em berços, as embalagens são transportadas na esteira da máquina até se alinharem a um par de mandris. Cada recipiente é pinçado pelas extremidades e içado. O rótulo, previamente formatado pela máquina e inserido em um dos mandris, é então empurrado para envolver a embalagem (alegando preservação de vantagem industrial, a Sleever prefere não dizer exatamente como ocorre o processo de deposição do adereço). O processo de encolhimento é realizado no mesmo equipamento, construído numa estrutura monobloco. O conceito foi desenvolvido alguns SleeverLogicpak: para pequenos frascos, aplicadores de batons e flaconetes anos atrás por uma empresa alemã, a Logicpak, adquirida em meados de 2009 pela Sleever. Os alvos da máquina são embalagens pequenas ou delgadas, suscetíveis a quedas quando processadas nas máquinas de aplicação vertical, devido a vibrações das esteiras transportadoras. Exemplos de embalagens indicadas para o processo horizontal são pequenos frascos de perfumes, aplicadores para maquiagens como rímel e flaconetes de medicamentos. Decorações de canetas e isqueiros são também potenciais aplicações. De acordo com Américo Bini, gerente de vendas da subsidiária brasileira da Sleever, seis unidades do novo equipamento já foram vendidas no País, todas para a Avon. Outras três grandes empresas do ramo farmacêutico e de cosméticos devem começar a usar a máquina a partir do próximo ano, repassa o executivo. No exterior, detalha Bini, uma das adeptas do novo processo é a L Oréal. A SleeverLogicpak é utilizada pela multinacional francesa na decoração de frascos dos perfumes Cacharel. Sleever International (11) SEGREDO DOS MANDRIS 1. As embalagens são transportadas pela esteira da máquina deitadas em berços A ilustração ao lado mostra, de forma simplificada, o método de operação da máquina para aplicação horizontal de rótulos termoencolhíveis 2. No ponto de aplicação, mandris encaixam-se às extremidades das embalagens, pinçando-as dos berços Daniel das Neves 32 Setembro O rótulo, colocado sobre um dos mandris, é empurrado para a embalagem, ficando pronto para a etapa de encolhimento

A embalagem cartonada em formato de garrafa. combidome

A embalagem cartonada em formato de garrafa. combidome A embalagem cartonada em formato de garrafa. Apresentamos a, a embalagem cartonada com a conveniência de uma garrafa. A está chegando às gôndolas dos supermercados. É algo totalmente diferente de tudo

Leia mais

Pelo menor, quer estar na melhor?

Pelo menor, quer estar na melhor? Pelo menor, quer estar na melhor? Plásticos em Revista está oferecendo um espaço para seu produto entrar no time de empresas vencedoras: Menor preço: você pode optar pelo formato ideal para o seu bolso.

Leia mais

Mercado da reciclagem: a qualidade dos materiais

Mercado da reciclagem: a qualidade dos materiais Mercado da reciclagem: a qualidade dos materiais Cinthia Versiani Scott Varella Ms. Engenheira de Produção Pesquisadora do Núcleo Alternativas de Produção Consultora INSEA Objetivo Qualidade da matéria

Leia mais

Consultora da Futurepack e Instituto de Embalagens

Consultora da Futurepack e Instituto de Embalagens Consultora da Futurepack e Instituto de Embalagens Mestre em embalagens pela Michigan State University em Michigan/EUA; Engenheira Química pela Escola de Engenharia Mauá. Participação de cursos na área

Leia mais

Poty é destaque em conferência nacional. Coca-Cola Norsa lança garrafa com 25% menos vidro em Teresina

Poty é destaque em conferência nacional. Coca-Cola Norsa lança garrafa com 25% menos vidro em Teresina Boletim semanal de notícias do segmento de refrigerantes Ano 1 Número 5 15 de agosto de 2011 www.tubainaseafins.com.br Poty é destaque em conferência nacional A Bebidas Poty participou, nos dias 19 e 20

Leia mais

Introdução ao Mundo da Embalagem

Introdução ao Mundo da Embalagem Introdução ao Mundo da Embalagem Desenhar embalagens que realmente contribuam para o sucesso do produto na competição de mercado não é uma tarefa fácil. A embalagem é hoje um importante componente da atividade

Leia mais

INFORMAMOS OS LANÇAMENTOS DE PRODUTOS NA APAS 2007: PERDIGÃO - NOVO SABOR DO QUICKPIZZA: FRANGO COM REQUEIJÃO E MUSSARELA

INFORMAMOS OS LANÇAMENTOS DE PRODUTOS NA APAS 2007: PERDIGÃO - NOVO SABOR DO QUICKPIZZA: FRANGO COM REQUEIJÃO E MUSSARELA INFORMAMOS OS LANÇAMENTOS DE PRODUTOS NA APAS 2007: PERDIGÃO - NOVO SABOR DO QUICKPIZZA: FRANGO COM REQUEIJÃO E MUSSARELA Opção chega para suprir a expectativa de consumidores cada vez mais exigentes O

Leia mais

DEMANDAS DOS PROPRIETÁRIOS DE MARCA FOCO NO MERCADO BRASILEIRO DE BEBIDAS Palestrante: Jeffrey Arippol Presidente do conselho da Novelprint

DEMANDAS DOS PROPRIETÁRIOS DE MARCA FOCO NO MERCADO BRASILEIRO DE BEBIDAS Palestrante: Jeffrey Arippol Presidente do conselho da Novelprint DEMANDAS DOS PROPRIETÁRIOS DE MARCA FOCO NO MERCADO BRASILEIRO DE BEBIDAS Palestrante: Jeffrey Arippol Presidente do conselho da Novelprint Mercado de bebidas no Brasil Fonte: Nielsen e JWSR - 2002 Exigências

Leia mais

VEDAÇÃO PERFEITA: RESINAS ORGANOLÉPTICAS PARA TAMPAS DE BEBIDAS

VEDAÇÃO PERFEITA: RESINAS ORGANOLÉPTICAS PARA TAMPAS DE BEBIDAS VEDAÇÃO PERFEITA: RESINAS ORGANOLÉPTICAS PARA TAMPAS DE BEBIDAS 1 2 vedação perfeita Resinas organolépticas para tampas de bebidas Água natural com e sem gás, refrigerantes, isotônicos... O mercado de

Leia mais

EDIÇÃO COMEMORATIVA POST SHOW. A maior feira da indústria de alimentos e bebidas tem UM nome. www.fispaltecnologia.com.br

EDIÇÃO COMEMORATIVA POST SHOW. A maior feira da indústria de alimentos e bebidas tem UM nome. www.fispaltecnologia.com.br EDIÇÃO COMEMORATIVA POST SHOW 2014 A maior feira da indústria de alimentos e bebidas tem UM nome www.fispaltecnologia.com.br Fispal Tecnologia, a 30ª edição! Se tem uma edição da Fispal Tecnologia que

Leia mais

manual de conservação Você acaba de adquirir um produto Tora Brasil.

manual de conservação Você acaba de adquirir um produto Tora Brasil. manual de conservação Você acaba de adquirir um produto Tora Brasil. Além de adquirir uma peça de qualidade, design diferenciado, você está contribuindo para a conservação da floresta amazônica, pois a

Leia mais

Prof. Paulo Medeiros

Prof. Paulo Medeiros Prof. Paulo Medeiros Em 2010 entrou em vigor no Brasil a lei dos Resíduos Sólidos. Seu objetivo principal é diminuir a destinação incorreta de resíduos ao meio ambiente. Ela define que todas as indústrias,

Leia mais

Aprenda como reduzir custos de seu posto implementando ações sustentáveis

Aprenda como reduzir custos de seu posto implementando ações sustentáveis Aprenda como reduzir custos de seu posto implementando ações sustentáveis Sustentabilidade Equilíbrio Satisfação das necessidades da sociedade Garantia da sobrevivência humana No uso dos Recursos Naturais

Leia mais

Perguntas Frequentes 1. O que é uma embalagem da Tetra Pak ou Longa Vida? 2. O alumínio da embalagem entra em contato com o alimento?

Perguntas Frequentes 1. O que é uma embalagem da Tetra Pak ou Longa Vida?  2. O alumínio da embalagem entra em contato com o alimento? Perguntas Frequentes 1. O que é uma embalagem da Tetra Pak ou Longa Vida? R: A embalagem da Tetra Pak é composta por várias camadas de materiais. Estas criam uma barreira que impede a entrada de luz, ar,

Leia mais

CARTILHA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DIVIRTA-SE E APRENDA SOBRE A RECICLAGEM E AS VANTAGENS DAS EMBALAGENS LONGA VIDA U M P RO J E TO

CARTILHA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DIVIRTA-SE E APRENDA SOBRE A RECICLAGEM E AS VANTAGENS DAS EMBALAGENS LONGA VIDA U M P RO J E TO CARTILHA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DIVIRTA-SE E APRENDA SOBRE A RECICLAGEM E AS VANTAGENS DAS EMBALAGENS LONGA VIDA U M P RO J E TO O PRIMEIRO PASSO PARA APRENDER A RECICLAR É CONHECER QUAIS MATERIAIS SÃO

Leia mais

SOLUÇÕES FLEXÍVEIS PARA LÍQUIDOS

SOLUÇÕES FLEXÍVEIS PARA LÍQUIDOS SOLUÇÕES FLEXÍVEIS PARA LÍQUIDOS SOLUÇÕES FLEXÍVEIS PARA LÍQUIDOS A embalagem flexível está ganhando o mercado de líquidos de maneira significativa devido às suas inúmeras vantagens em relação às rígidas,

Leia mais

C ELULOS E & P A P E L

C ELULOS E & P A P E L ELULOSE C & P A P E L C ELULOSE & P A P E L APRESENTAÇÃO A Revista CELULOSE & PAPEL surge no segmento para oferecer aos seus leitores uma nova oportunidade na busca da melhor informação do mercado e novos

Leia mais

Logística, Competitividade e Sustentabilidade

Logística, Competitividade e Sustentabilidade Logística, Competitividade e Sustentabilidade Porque a Surya é diferente? A Surya fabrica cosméticos naturais e orgânicos pensando na saúde e no bem estar das pessoas e natureza. Sobre a Surya Brasil Empresa

Leia mais

1. Introdução 2. 2. As funções da embalagem 2. 3. Classificação das embalagens 5. 4. Principais características dos materiais de embalagem 6

1. Introdução 2. 2. As funções da embalagem 2. 3. Classificação das embalagens 5. 4. Principais características dos materiais de embalagem 6 Capítulo I CONCEITOS GERAIS SOBRE EMBALAGEM 1. Introdução 2 2. As funções da embalagem 2 3. Classificação das embalagens 5 4. Principais características dos materiais de embalagem 6 5. O ambiente e a embalagem

Leia mais

Relatório de Clipping BÁSICA COMUNICAÇÕES

Relatório de Clipping BÁSICA COMUNICAÇÕES Relatório de Clipping BÁSICA COMUNICAÇÕES Cliente: Famiglia Zanlorenzi Inserções na mídia: 18 Período: Fevereiro de 2015 VEÍCULO: Portal Supermercado Moderno - Notícias PÁGINA: www.sm.com.br/editorias/ultimas-noticias/consumo-em-alta-fazindustria-reforcar-oferta-de-suco-detox-25731.html

Leia mais

CONDIÇÕES DE ENTREGA/RECEPÇÃO DO SERVIÇO EXTRA URBANO

CONDIÇÕES DE ENTREGA/RECEPÇÃO DO SERVIÇO EXTRA URBANO SERVIÇO EXTRA URBANO O Serviço extra Urbano corresponde ao serviço a ser prestado aos produtores de resíduos não urbanos de embalagens, de forma a garantir a esses produtores um destino final adequado

Leia mais

DISPLAYS EMBALAGENS ARAMADOS E INJETADOS PARA SUAS CAMPANHAS DE PDV MERCADO ATUAL. são PESADAS e pouco práticas. Espaço RESTRITO para COMUNICAÇÃO

DISPLAYS EMBALAGENS ARAMADOS E INJETADOS PARA SUAS CAMPANHAS DE PDV MERCADO ATUAL. são PESADAS e pouco práticas. Espaço RESTRITO para COMUNICAÇÃO MERCADO ATUAL O mercado consome DISPLAYS ARAMADOS E INJETADOS PARA SUAS CAMPANHAS DE PDV Espaço RESTRITO para COMUNICAÇÃO EMBALAGENS são PESADAS e pouco práticas MERCADO ATUAL Exige mais TEMPO DE PLANEJAMENTO

Leia mais

Rumo ao sucesso global: drinksplus bebidas com valor agregado perceptível

Rumo ao sucesso global: drinksplus bebidas com valor agregado perceptível Rumo ao sucesso global: drinksplus bebidas com valor agregado perceptível Com o drinksplus, a SIG Combibloc desenvolveu uma tecnologia que possibilita envasar assepticamente em embalagens cartonadas novas

Leia mais

A REVISTA DE NEGÓCIOS DO MERCADO DE EMBALAGEM. www.pack.com.br

A REVISTA DE NEGÓCIOS DO MERCADO DE EMBALAGEM. www.pack.com.br A REVISTA DE NEGÓCIOS DO MERCADO DE EMBALAGEM www.pack.com.br A revista de negócios do mercado de embalagem EMBALAGEM TECNOLOGIA DESIGN INOVAÇÃO 73% 78% Fonte: Pesquisa de satisfação do leitor Pack/2007

Leia mais

Capítulo 18 - Distribuição

Capítulo 18 - Distribuição Capítulo 18 - Distribuição A escolha dos canais de distribuição é provavelmente a decisão mais complexa em marketing internacional. Em alguns mercados, o que prevalece é a concentração de grandes hipermercados

Leia mais

É"ca do Brasil Empresa de P&D em nanotecnologia, detentora da patente e da marca

Éca do Brasil Empresa de P&D em nanotecnologia, detentora da patente e da marca É"ca do Brasil Empresa de P&D em nanotecnologia, detentora da patente e da marca * Patentes nas áreas de 7ntas de impressão, cosmé7cos e farmacêu7cos * Em 2014 lançou a primeira Nano7nta à base d água

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA ACITSIGOL ASREVER

LOGÍSTICA REVERSA ACITSIGOL ASREVER Conceito LOGÍSTICA REVERSA ACITSIGOL ASREVER É uma área da logística que atua de forma a gerenciar e operacionalizar o retorno de bens e materiais, após sua venda e consumo, às suas origens, agregando

Leia mais

Guia de sustentabilidade para plásticos

Guia de sustentabilidade para plásticos Guia de sustentabilidade para plásticos Maio 2014 1 2 3 4 5 6 7 8 Introdução... 4 Contextualização dos plásticos... 6 Composição dos móveis e utensílios de plásticos...7 Requerimentos para materiais que

Leia mais

NOVA FÁBRICA TECNOLOGIA DE INJEÇÃO. mercado de embalagens industriais. cadeia faz parte da fi losofi a da empresa.

NOVA FÁBRICA TECNOLOGIA DE INJEÇÃO. mercado de embalagens industriais. cadeia faz parte da fi losofi a da empresa. HISTÓRIA A Jaguar Embalagens é uma unidade de negócios da Jaguar Plásticos, empresa que tem uma história de inovação que se prospera há mais de 36 anos. Iniciou suas atividades em 1978 na cidade de Jaguariúna,

Leia mais

Cooperação entre Brasil e EUA para a produção de etanol

Cooperação entre Brasil e EUA para a produção de etanol Cooperação entre Brasil e EUA para a produção de etanol Resenha Desenvolvimento / Economia e Comércio Raphael Rezende Esteves 22 de março de 2007 1 Cooperação entre Brasil e EUA para a produção de etanol

Leia mais

Brasil Food Trends 2020 Usando as tendências para alavancar a indústria de alimentos e bebidas

Brasil Food Trends 2020 Usando as tendências para alavancar a indústria de alimentos e bebidas Brasil Food Trends 2020 Usando as tendências para alavancar a indústria de alimentos e bebidas Marco Simões Vice-Presidente Tendências e pesquisas Nossas pesquisas corroboram os dados da pesquisa BFT Tendências

Leia mais

Cliente: Sindicerv Veículo: www.estadao.com.br Data: 23-02-2010 Imagem Corporativa Femsa traz 5 cervejas europeias do portfólio da Heineken SÃO PAULO - A Femsa está trazendo ao Brasil cinco cervejas europeias

Leia mais

Perfil 15,1% 19,7% SUL 6,7% 51,5% 7,0% Revista. Mais informação, mais conteúdo, TUDO AO SEU ALCANCE NORDESTE NORTE

Perfil 15,1% 19,7% SUL 6,7% 51,5% 7,0% Revista. Mais informação, mais conteúdo, TUDO AO SEU ALCANCE NORDESTE NORTE Revista Perfil Mais informação, mais conteúdo, TUDO AO SEU ALCANCE A REVISTA Com uma linha editorial moderna e abrangente, SANEAMENTO AMBIENTAL atende às necessidades de leitura de todos os profissionais

Leia mais

Informações para imprensa

Informações para imprensa SIG Combibloc Informações para imprensa Informações garantem credibilidade para alimentos A busca de informações pelos consumidores traz novos desafios e oportunidades para a indústria. Junho 2012 - A

Leia mais

Reciclagem Monte seu jogo e chame a turma para brincar. Corrida da. ANO 7 - Nº7 Caça-palavras Vamos colorir 7 erros e muito mais!

Reciclagem Monte seu jogo e chame a turma para brincar. Corrida da. ANO 7 - Nº7 Caça-palavras Vamos colorir 7 erros e muito mais! ANO 7 - Nº7 Caça-palavras Vamos colorir 7 erros e muito mais! Atividades infantis para resolver e colorir. Uma publicação da Corrida da Reciclagem Monte seu jogo e chame a turma para brincar Vamos colorir?

Leia mais

Inovação e lançamentos mundiais de embalagem

Inovação e lançamentos mundiais de embalagem Painel de Diretrizes para a Indústria de Embalagens 2012 Inovação e lançamentos mundiais de embalagem Fabio Mestriner - ESPM 139.246 Total de Embalagens Lançadas de 1 de janeiro a 19 de junho Lançamentos

Leia mais

A Maior plataforma de relacionamento da América Latina entre consumidores e empresas.

A Maior plataforma de relacionamento da América Latina entre consumidores e empresas. A Maior plataforma de relacionamento da América Latina entre consumidores e empresas. Consumidores Empresas Pesquisar Reclamar Comparar Responder Replicar Resolver O ReclameAQUI é um elo de ligação entre

Leia mais

A empresa em 2014. Quem somos. O que fazemos. recursos

A empresa em 2014. Quem somos. O que fazemos. recursos 6 A Empresa A empresa em 2014 Quem somos A Coca-Cola Iberian Partners é a empresa engarrafadora da The Coca-Cola Company para Espanha, Portugal e Andorra. A empresa constituiu-se em fevereiro de 2013,

Leia mais

Regulamento da Categoria 1: Ação Social: Cuidado com o Meio Ambiente e Bem-Estar

Regulamento da Categoria 1: Ação Social: Cuidado com o Meio Ambiente e Bem-Estar Regulamento da Categoria 1: Ação Social: Cuidado com o Meio Ambiente e Bem-Estar PARTICIPANTES Empresas ou organizações não-governamentais (ONGs) legalmente constituídas no Brasil. PRÉ-REQUISITOS Poderão

Leia mais

Indústria química no Brasil

Indústria química no Brasil www.pwc.com.br Indústria química no Brasil Um panorama do setor Indústria química no Brasil A indústria química e petroquímica é um dos mais importantes setores da economia brasileira e está entre as

Leia mais

Logística Reversa Meio-ambiente e Produtividade

Logística Reversa Meio-ambiente e Produtividade 1. Introdução O ciclo dos produtos na cadeia comercial não termina quando, após serem usados pelos consumidores, são descartados. Há muito se fala em reciclagem e reaproveitamento dos materiais utilizados.

Leia mais

BR 448 RODOVIA DO PARQUE GESTÃO E SUPERVISÃO AMBIENTAL MÓDULO II EDUCADORES

BR 448 RODOVIA DO PARQUE GESTÃO E SUPERVISÃO AMBIENTAL MÓDULO II EDUCADORES BR 448 RODOVIA DO PARQUE GESTÃO E SUPERVISÃO AMBIENTAL MÓDULO II EDUCADORES 3 Definições de lixo: No dicionário: sujeira, imundice, coisa(s) inúteis, velhas, sem valor. Na linguagem técnica: sinônimo

Leia mais

CURSO DE DESIGN DE EMBALAGENS. São Paulo/2013 Assunta Camilo

CURSO DE DESIGN DE EMBALAGENS. São Paulo/2013 Assunta Camilo CURSO DE DESIGN DE EMBALAGENS São Paulo/2013 Assunta Camilo Sustentabilidade Preocupação real com o final Conceito dos R s (reduzir, reutilizar, reciclar, reaproveitar, recusar, retornar, refilar, recuperar,

Leia mais

História do vidro no Brasil

História do vidro no Brasil História do vidro no Brasil A fabricação do vidro brasileiro teve seu início após a Revolução de 30, liderada por Getúlio Vargas, e foi intensificada pela conjuntura mundial da época centralizada nos problemas

Leia mais

O ataque dos consumidores emergentes

O ataque dos consumidores emergentes O ataque dos consumidores emergentes As marcas dos produtos de consumo das empresas multinacionais mantiveram-se na liderança de seus mercados e na mente dos consumidores brasileiros durante décadas. Algumas

Leia mais

Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas

Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas O PERFIL DA CACHAÇA CARACTERÍSTICAS GERAIS DO SETOR No mercado de cachaça, existem dois tipos da bebida: a caninha industrial e a cachaça artesanal de alambique. A primeira possui teor alcoólico de 38%

Leia mais

Mensagens ambientais da HP

Mensagens ambientais da HP Mensagens ambientais da HP Definição da promessa Projeto para o meio ambiente Por ser líder ambiental há décadas no setor tecnológico, a HP faz a diferença com um projeto abrangente de estratégia ambiental,

Leia mais

A seguir, sugerimos algumas formas de acondicionamento por tipo de material a ser enviado.

A seguir, sugerimos algumas formas de acondicionamento por tipo de material a ser enviado. Acondicionamento Para o cliente que deseja enviar um objeto via Correios, o correto acondicionamento dos objetos é muito importante para assegurar que as remessas cheguem bem a seus destinos. Recomenda-se

Leia mais

END TO END. A sustentabilidade de ponta a ponta. www.espm.br/centraldecases

END TO END. A sustentabilidade de ponta a ponta. www.espm.br/centraldecases END TO END A sustentabilidade de ponta a ponta www.espm.br/centraldecases END TO END A sustentabilidade de ponta a ponta Preparado por Andrea Goldschmidt, da ESPM-SP. Recomendado para as disciplinas de:

Leia mais

O desafio: A vantagem da Videojet:

O desafio: A vantagem da Videojet: Nota de aplicação Tinta Tintas coloridas para embalagens de ponto de venda O desafio: O ambiente de varejo é um mercado em constante evolução, com maior ênfase na embalagem, que não só protege os produtos

Leia mais

A codificação a laser é a solução correta para necessidades simples de codificação?

A codificação a laser é a solução correta para necessidades simples de codificação? Nota técnica Principais fatores a se considerar ao selecionar uma codificadora a laser A codificação a laser é a solução correta para necessidades simples de codificação? Equipamento Fluidos Treinamento

Leia mais

VII Recicle CEMPRE. Ricardo Rolim. Diretor de Relações Sociambientais 08/Nov/2011

VII Recicle CEMPRE. Ricardo Rolim. Diretor de Relações Sociambientais 08/Nov/2011 VII Recicle CEMPRE Ricardo Rolim Diretor de Relações Sociambientais 08/Nov/2011 Quem somos Ambev 4ª maior cervejaria no mundo 3ª marca mais consumida no mundo (Skol) Líder absoluto no segmento guaraná

Leia mais

Grupo 3 - Cadeias em que oportunidades e ameaças são localizadas e ou se anulam

Grupo 3 - Cadeias em que oportunidades e ameaças são localizadas e ou se anulam Grupo 3 - Cadeias em que oportunidades e ameaças são localizadas e ou se anulam 3.1 Cosméticos Diagnóstico Os países desenvolvidos dominam o mercado mundial do setor de cosméticos, perfumaria e artigos

Leia mais

MANUAL DO PROPRIETÁRIO E CERTIFICADO DE GARANTIA

MANUAL DO PROPRIETÁRIO E CERTIFICADO DE GARANTIA MANUAL DO PROPRIETÁRIO E CERTIFICADO DE GARANTIA sca.com.br Parabéns! Agora, a mudança faz parte da sua vida. Neste manual, você encontrará as principais informações para garantir que seu mobiliário S.C.A.

Leia mais

Sistemas de codificação a laser de fibra

Sistemas de codificação a laser de fibra Contraste de marcação superior a uma alta velocidade em matéria plástica e metais robustos Guia de amostra de codificação e marcação Sistemas de codificação a laser de fibra Realizar marcações a laser

Leia mais

Avaliação de Ciclo de Vida. Buscando as alternativas mais sustentáveis para o mercado de tintas

Avaliação de Ciclo de Vida. Buscando as alternativas mais sustentáveis para o mercado de tintas Avaliação de Ciclo de Vida Buscando as alternativas mais sustentáveis para o mercado de tintas Todo produto tem uma história Cada produto que chega às nossas mãos passa por diversos processos diferentes

Leia mais

Tanques com cloro e outros produtos químicos usados para tornar a água potável (Foto: Anne Vigna)

Tanques com cloro e outros produtos químicos usados para tornar a água potável (Foto: Anne Vigna) [#ReportagemPública] Agrotóxicos e medicamentos Tanques com cloro e outros produtos químicos usados para tornar a água potável (Foto: Anne Vigna) As empresas de água mineral usam na publicidade o argumento

Leia mais

Mensagem do Ministério Público do Estado de Goiás

Mensagem do Ministério Público do Estado de Goiás PRATIQUE COLETA SELETIVA Mensagem do Ministério Público do Estado de Goiás O Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) tem a missão de defender a ordem jurídica, o regime democrático e os interesses

Leia mais

Informação para a Imprensa

Informação para a Imprensa SIG Combibloc Informação para a Imprensa drinksplus, da SIG Combibloc, se consolida como sucesso mundial A tecnologia de envase com pedaços se mostra ideal para o lançamento de novas categorias de produtos,

Leia mais

Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM

Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM Resultados incluem primeiro ano de cultivo de milho geneticamente modificado, além das já tradicionais

Leia mais

Ficha de Inscrição do 17º Prêmio Expressão de Ecologia

Ficha de Inscrição do 17º Prêmio Expressão de Ecologia Ficha de Inscrição do 17º Prêmio Expressão de Ecologia OBS: Apresentação obrigatória na primeira página do case Informações cadastrais a) Identificação: empresa b) Nome: Tetra Pak Ltda Informações sobre

Leia mais

A Vivenda do Camarão é a maior rede de restaurantes de frutos do mar do país, presente em 20 estados brasileiros e 1 unidade no Paraguay.

A Vivenda do Camarão é a maior rede de restaurantes de frutos do mar do país, presente em 20 estados brasileiros e 1 unidade no Paraguay. A Vivenda do Camarão é a maior rede de restaurantes de frutos do mar do país, presente em 20 estados brasileiros e 1 unidade no Paraguay. O cardápio Vivenda oferece Produtos Congelados, In Natura, e em

Leia mais

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br PROPOSTA DE PROPAGANDA - ANUNCIE NO JDC Apresentação de Plano de Publicidade Online no Site O JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ atende com o nome de JDC, porque é uma empresa que tem como sua atividade

Leia mais

DICAS PRÁTICAS PARA O CONSUMO CONSCIENTE

DICAS PRÁTICAS PARA O CONSUMO CONSCIENTE DICAS PRÁTICAS PARA O CONSUMO CONSCIENTE VOTE COM O SEU DINHEIRO Investigue quais marcas e lojas buscam reduzir as emissões de carbono, tratam dignamente seus fornecedores e são socioambientalmente responsáveis.

Leia mais

Perspectivas do mercado de tratamento de águas e efluentes

Perspectivas do mercado de tratamento de águas e efluentes por Bruna Lavrini Perspectivas do mercado de tratamento de águas e efluentes Segundo fontes do setor, 2013 deve ser mais promissor do que 2012 O ano de 2012 está acabando e é necessário fazer um balanço

Leia mais

Município: São Pedro do Ivaí e-mail: nilsonmarquedeoliveira@seed.pr.gov.br Fone: (43) 3451 1241

Município: São Pedro do Ivaí e-mail: nilsonmarquedeoliveira@seed.pr.gov.br Fone: (43) 3451 1241 NRE: Ivaiporã Nome do Professor: Nilson Marques de Oliveira Município: São Pedro do Ivaí e-mail: nilsonmarquedeoliveira@seed.pr.gov.br Fone: (43) 3451 1241 Escola: Escola Estadual Vicente Machado Ensino

Leia mais

É o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto.

É o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto. É o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto. REDUZIR REUTILIZAR RECUPERAR RECICLAR A redução deve ser adaptada por

Leia mais

Relatório de Licitação Normal

Relatório de Licitação Normal FORNECEDOR STATUS UNIDADE UN. QTDE. PE-Pregão Eletrônico PE 105/16 5173 - CRACHÁ, Material: PVC flexível, Aplicação: identificação individual, Cor: em policromia de até 16 milhões de cores, Tipo Impressão:

Leia mais

ANÁLISE DO PERFIL E DAS DIFICULDADES DE ALGUMAS EMPRESAS DE RECICLAGEM DE PLÁSTICOS DA CIDADE DE PONTA GROSSA PR

ANÁLISE DO PERFIL E DAS DIFICULDADES DE ALGUMAS EMPRESAS DE RECICLAGEM DE PLÁSTICOS DA CIDADE DE PONTA GROSSA PR ANÁLISE DO PERFIL E DAS DIFICULDADES DE ALGUMAS EMPRESAS DE RECICLAGEM DE PLÁSTICOS DA CIDADE DE PONTA GROSSA PR Armando Madalosso Vieira Filho (UEPG/UTFPR) armandovieiraf@gmail.com Ivanir Luiz de Oliveira

Leia mais

Textos de apoio. Ciências. Ensino Fundamental I

Textos de apoio. Ciências. Ensino Fundamental I Textos de apoio Ciências Ensino Fundamental I 1 Latas de aço O mercado para reciclagem No Brasil, assim como no resto do mundo, o mercado de sucata de aço é bastante sólido, pois as indústrias siderúrgicas

Leia mais

Sustentabilidade do Planeta. Todo mundo deve colaborar!

Sustentabilidade do Planeta. Todo mundo deve colaborar! Sustentabilidade do Planeta Todo mundo deve colaborar! Situação no mundo atual O Planeta pede socorro!!!! A atividade humana tem impactado negativamente o meio ambiente. Os padrões atuais de consumo exploram

Leia mais

O SEGMENTO DE CARTÕES PARA EMBALAGEM. René Luiz Grion Mattos Antônio Carlos de Vasconcelos Valença*

O SEGMENTO DE CARTÕES PARA EMBALAGEM. René Luiz Grion Mattos Antônio Carlos de Vasconcelos Valença* O SEGMENTO DE CARTÕES PARA EMBALAGEM René Luiz Grion Mattos Antônio Carlos de Vasconcelos Valença* *Respectivamente, engenheiro e gerente da Gerência Setorial de Produtos Florestais do BNDES. Os autores

Leia mais

Você sabia. As garrafas de PET são 100% recicláveis. Associação Brasileira da Indústria do PET

Você sabia. As garrafas de PET são 100% recicláveis. Associação Brasileira da Indústria do PET Você sabia? As garrafas de PET são 100% recicláveis Associação Brasileira da Indústria do PET O Brasil é um dos maiores recicladores de PET do mundo A reciclagem é uma atividade industrial que gera muitos

Leia mais

VERISOL - Colágeno hidrolisado que auxilia nos cuidados com a beleza da pele com apenas 2,5gr de consumo CESAR DIB - DIRETOR LINDOYA VERÃO.

VERISOL - Colágeno hidrolisado que auxilia nos cuidados com a beleza da pele com apenas 2,5gr de consumo CESAR DIB - DIRETOR LINDOYA VERÃO. Capa Crescimento sustentável O mercado de água mineral vem crescendo nos últimos anos, porém alguns estados crescem muito mais que outros no consumo percapita CESAR DIB - DIRETOR LINDOYA VERÃO *Redação

Leia mais

EMBALAGENS DE POLIETILENO: consumo e descarte

EMBALAGENS DE POLIETILENO: consumo e descarte EMBALAGENS DE POLIETILENO: consumo e descarte Resumo 1 Samir Monteiro Andrade 1 Taís de Souza Alves Coutinho 2 Este trabalho tem por objetivo aprofundar os estudos sobre a forma como são usadas as embalagens

Leia mais

Post Show. 2015 www.fispaltecnologia.com.br

Post Show. 2015 www.fispaltecnologia.com.br Post Show 2015 www.fispaltecnologia.com.br 31ª Fispal Tecnologia registra sucesso em geração de negócios e impressiona expositores A cada edição, a Fispal Tecnologia - Feira Internacional de Processos,

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DO PARANÁ - SESA SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA. Nota Técnica nº 08/13 DVVSA/CEVS/SESA 29 de agosto 2013.

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DO PARANÁ - SESA SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA. Nota Técnica nº 08/13 DVVSA/CEVS/SESA 29 de agosto 2013. SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DO PARANÁ - SESA SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA Nota Técnica nº 08/13 DVVSA/CEVS/SESA 29 de agosto 2013. BOAS PRÁTICAS PARA COMÉRCIO AMBULANTE DE ALIMENTOS A Secretaria do

Leia mais

Artigo 16 Como montar uma Cafeteira

Artigo 16 Como montar uma Cafeteira Artigo 16 Como montar uma Cafeteira O consumo de café é um hábito entre os brasileiros, seja em casa, no trabalho ou na rua. Esse hábito vem crescendo e se modificando também. O interesse pelos cafés finos

Leia mais

Setor de Panificação e Confeitaria

Setor de Panificação e Confeitaria Setor de Panificação e Confeitaria Em 2014 o setor de Panificação e Confeitaria brasileiro cresceu 8,02%e faturou R$ 82,5 bilhões. Desde 2010, o mercado vem registrando uma desaceleração. Setor de Panificação

Leia mais

Amanda Aroucha de Carvalho. Reduzindo o seu resíduo

Amanda Aroucha de Carvalho. Reduzindo o seu resíduo Amanda Aroucha de Carvalho Reduzindo o seu resíduo 1 Índice 1. Apresentação 2. Você sabe o que é Educação Ambiental? 3. Problemas Ambientais 4. Para onde vai o seu resíduo? 5. Soluções para diminuir a

Leia mais

Coleta Seletiva : Desafios e Oportunidades

Coleta Seletiva : Desafios e Oportunidades Coleta Seletiva : Desafios e Oportunidades Experiências e estratégias para coleta e reciclagem de embalagens longa vida ABSTRACT O gerenciamento dos resíduos sólidos urbanos é uma das questões ambientais

Leia mais

Klabin eleva produtividade e eficiência operacional e financeira de fábricas com SAP MII

Klabin eleva produtividade e eficiência operacional e financeira de fábricas com SAP MII Klabin eleva produtividade e eficiência operacional e financeira de fábricas com SAP MII Com 16 fábricas no Brasil e uma na Argentina, a Klabin S.A. é a maior produtora e exportadora de papéis do Brasil.

Leia mais

"PANORAMA DA COLETA SELETIVA E RECICLAGEM NO BRASIL"

PANORAMA DA COLETA SELETIVA E RECICLAGEM NO BRASIL "PANORAMA DA COLETA SELETIVA E RECICLAGEM NO BRASIL" Quem somos: Associação sem fins lucrativos, fundado em 1992, o CEMPRE se dedica à promoção da reciclagem dentro do conceito de gerenciamento integrado

Leia mais

Índice. A ideia. Parceiros. Localização. Diferencial. Serviços. Dinâmica e funcionamento. Ações de marketing. Imagens ilustrativas de referência

Índice. A ideia. Parceiros. Localização. Diferencial. Serviços. Dinâmica e funcionamento. Ações de marketing. Imagens ilustrativas de referência E M P Ó R I O E R I S T O R E M P o R I O E R I S T O R A N T E E M P o R I O E R I S T O R Índice A ideia Parceiros Localização Diferencial Serviços Dinâmica e funcionamento Ações de marketing Imagens

Leia mais

Logistica e Distribuição. Definição de embalagem. Mas quais são as atividades da Logística? Ballou, 1993. Outras funções da embalagem são:

Logistica e Distribuição. Definição de embalagem. Mas quais são as atividades da Logística? Ballou, 1993. Outras funções da embalagem são: Mas quais são as atividades da Logística? Ballou, 1993 Logística e Distribuição Embalagem Primárias Apoio 1 2 Definição de embalagem A embalagem é um recipiente ou envoltura que armazena produtos temporariamente

Leia mais

RESOLUÇÃO SEMA Nº 028/2010

RESOLUÇÃO SEMA Nº 028/2010 RESOLUÇÃO SEMA Nº 028/2010 Dispõe sobre a coleta, armazenamento e destinação de embalagens plásticas de óleo lubrificante pós-consumo no Estado do Paraná. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE E RECURSOS

Leia mais

Uso racional de Água, Papel e Copo na Administração Pública

Uso racional de Água, Papel e Copo na Administração Pública Uso racional de Água, Papel e Copo na Administração Pública Ministério do Meio Ambiente Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental SAIC Departamento de Cidadania e Responsabilidade Ambiental

Leia mais

BNDES. ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 2 Gerência Setorial 1. Papelcartão

BNDES. ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 2 Gerência Setorial 1. Papelcartão BNDES FINAME BNDESPAR ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 2 Gerência Setorial 1 Papelcartão Papelcartão, ou simplesmente cartão, é o papel fabricado em múltiplas camadas, com gramaturas superiores a 150 g/m

Leia mais

grandes profissionais.

grandes profissionais. Soluções e Equipamentos para Controle Térmico Negócios empresariais, o resultado dos grandes profissionais. Relação entre pessoas geram negócios empresariais O termo (B2B - business to business em inglês)

Leia mais

Impressão por transferência térmica Linha de produtos DataFlex

Impressão por transferência térmica Linha de produtos DataFlex Confiabilidade ideal, máxima produtividade Impressão por transferência térmica Linha de produtos DataFlex 2 Nossa linha DataFlex de Impressoras por Transferência Térmica oferece alto tempo de operação

Leia mais

A QUESTÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NA ALEMANHA, NA FRANÇA, NA ESPANHA E NO CANADÁ

A QUESTÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NA ALEMANHA, NA FRANÇA, NA ESPANHA E NO CANADÁ A QUESTÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NA ALEMANHA, NA FRANÇA, NA ESPANHA E NO CANADÁ Ilídia da A. G. Martins Juras Consultora Legislativa da Área XI Meio Ambiente e Direito Ambiental, Organização Territorial,

Leia mais

PROGRAMA DE COLETA SELETIVA

PROGRAMA DE COLETA SELETIVA PROGRAMA DE COLETA SELETIVA PROGRAMA DE COLETA SELETIVA Usando Bem Ninguém Fica Sem. PROGRAMA DE COLETA SELETIVA 1. O QUE É COLETA SELETIVA 2. DESTINO FINAL DO LIXO DE SÃO PAULO 3. COMPOSIÇÃO DO LIXO SELETIVO

Leia mais

APRESENTAÇÃO. A EcoAtitude mantém uma linha básica de produtos que podem ser utilizados conforme a necessidade e os critérios dos clientes.

APRESENTAÇÃO. A EcoAtitude mantém uma linha básica de produtos que podem ser utilizados conforme a necessidade e os critérios dos clientes. Relatório Anual 2011 APRESENTAÇÃO Com um toque artesanal e consciência ecológica, a EcoAtitude fabrica produtos personalizados para eventos, papelarias, brindes corporativos, embalagens e outros. A EcoAtitude

Leia mais

PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGURO GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE

PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGURO GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGURO 2014 GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE O modelo de Gestão da Sustentabilidade do GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE é focado no desenvolvimento de

Leia mais

Etapas do Plano de Negócios

Etapas do Plano de Negócios Etapas do Plano de Negócios Etapa 3. O negócio 4. Produtos e serviços Detalhes Identificação Definição Equipe Motivação e oportunidades Tecnologia e processos Benefícios e vantagens competitivas Preço

Leia mais

Grandes empresas familiares brasileiras Uma análise da publicação VALOR 1000

Grandes empresas familiares brasileiras Uma análise da publicação VALOR 1000 Grandes empresas familiares brasileiras Uma análise da publicação VALOR 1000 VALOR 1000 é uma publicação anual do jornal Valor Econômico Copyright 2004 Prosperare SUMÁRIO EXECUTIVO INTRODUÇÃO PANORAMA

Leia mais

Aprenda a produzir e preservar mais com a Série Produção com Preservação do Time Agro Brasil Entre no portal www.timeagrobrasil.com.

Aprenda a produzir e preservar mais com a Série Produção com Preservação do Time Agro Brasil Entre no portal www.timeagrobrasil.com. 1 Aprenda a produzir e preservar mais com a Série Produção com Preservação do Time Agro Brasil Entre no portal www.timeagrobrasil.com.br e baixe todas as cartilhas, ou retire no seu Sindicato Rural. E

Leia mais

DESTINAÇÃO E DISPOSIÇÃO FINAL AMBIENTALMENTE ADEQUADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS INDUSTRIAIS

DESTINAÇÃO E DISPOSIÇÃO FINAL AMBIENTALMENTE ADEQUADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS INDUSTRIAIS DESTINAÇÃO E DISPOSIÇÃO FINAL AMBIENTALMENTE ADEQUADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS INDUSTRIAIS Alternativas tecnológicas disponíveis. Variações de custo e de segurança das operações. Copyright Ecovalor Consultoria

Leia mais

"PANORAMA DA COLETA SELETIVA DE LIXO NO BRASIL"

PANORAMA DA COLETA SELETIVA DE LIXO NO BRASIL Reciclagem e Valorizaçã ção o de Resíduos Sólidos S - Meio Ambiente UNIVERSIDADE DE SÃO S O PAULO "PANORAMA DA COLETA SELETIVA DE LIXO NO BRASIL" Associação sem fins lucrativos, o CEMPRE se dedica à promoção

Leia mais

Workshop Embalagem & Sustentabilidade

Workshop Embalagem & Sustentabilidade Workshop Embalagem & Sustentabilidade São Paulo/2013 Eduardo Lima Agenda Alumínio e Sustentabilidade - Conceito Embalagens de alumínio Diferenciais das embalagens de alumínio PNRS Reciclagem de alumínio

Leia mais