MINISTÉRIO JOVEM RCC BRASIL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MINISTÉRIO JOVEM RCC BRASIL"

Transcrição

1

2 Sumário 1 Ministério Jovem: Aqui tem jovem, Aqui tem fogo! Atividades do coordenador estadual do MJ Atividades da equipe estadual do MJ Atividades do coordenador diocesano do MJ Atividades do núcleo diocesano Atividades das equipes de trabalho (paroquiais/coord. de cidades) A função do núcleo diocesano, para a expansão do projeto Aqui tem jovem! Formações e reuniões das lideranças do MJ A função das equipes jovens, para a expansão do projeto Aqui tem jovem! Projeto Incendeia: louvor com a juventude Logomarcas oficiais do projeto Projetos de lazer do Ministério Jovem Diskemática Campeonato Carismático Barzinho Cristão Lual com Cristo Modelos de materiais para as lideranças Pauta: direção das equipes de trabalho (paroquiais) Pauta: equipes jovens dos Grupos de Oração Atividades da secretária diocesana Cadastro para lideranças: núcleos diocesanos/ equipes de trabalho Cadastro: equipes jovens Cadastro: pastoreio jovem nos Grupos de Oração Planilha: núcleos diocesanos/ equipes de trabalho Planilha: equipes jovens Planilha: Relação de assinatura Programação: formação e reuniões do MJ Calendário de atividades gerais do Ministério Cartazes de eventos em geral Bibliografia

3 1 MINISTÉRIO JOVEM: AQUI TEM JOVEM, AQUI TEM FOGO! AQUI TEM JOVEM, AQUI TEM FOGO! O Ministério Jovem, como o próprio nome sugere, é a equipe responsável, dentro da Renovação Carismática Católica (RCC), pelo trabalho de evangelização da juventude. Busca proporcionar e incentivar momentos de evangelização dos jovens, apoiando os Grupos de Orações (G.O) nestas atividades, produzindo subsídios ao trabalho e ajudando na formação de novos evangelizadores, respondendo aos apelos da Igreja para o papel de uma juventude promotora e participativa de novos projetos. O Objetivo do Ministério Jovem é A partir do Grupo de Oração, evangelizar, formar, assistir, orientar e motivar os jovens, dentro da identidade da RCC, inserindo-os na vida da igreja. Procura ainda proporcionar uma formação específica para este estado de vida, levando os jovens a encontrarem o amadurecimento e a boa formação nas áreas da afetividade e sexualidade, bem como na família, descobrindo e amando a sua vocação. A sua visão estratégica é a formação de discípulos para Jesus Cristo, tendo a oração, a formação, vivência fraterna e a missão como pilares do crescimento espiritual, a partir da implantação do Ministério Jovem (M.J) em todas as instâncias. O projeto Aqui tem jovem! é a estratégia eficaz para a implantação do ministério nos grupos de oração. Não temam responder generosamente ao chamado do Senhor. Deixem que sua fé brilhe no mundo, que suas ações mostrem seu compromisso com a mensagem salvadora do Evangelho!" (Papa João Paulo II aos jovens, na Jornada Mundial da Juventude 2002). É hora de avançarmos no comprometimento do anúncio do evangelho. Imagine que em cada grupo de oração do Brasil, onde haja ao menos um jovem, aí também exista um trabalho organizado de formação e evangelização para a juventude. Imagine que, possamos estar plantando uma geração de jovens capaz de transformar as realidades do mundo e ser uma presença ungida e profética em cada grupo de oração e em todas as instâncias da RCC e da Igreja. Imagine fortes vocações religiosas, sacerdotais e matrimoniais surgindo do seu grupo de oração, e sendo sinal de testemunho cristão para toda a sociedade. Imagine que cada integrante da RCC possa dizer que em seu grupo de oração há uma juventude viva e atuante crescendo na graça de Deus e chamando cada vez mais jovens para uma experiência do Amor de Deus. Imagine uma Renovação Carismática bem temperada com a presença e a vitalidade da juventude. Jovens, eu vos escrevi porque sóis fortes, a Palavra de Deus permanece em vós, e vencestes o maligno (I Jo 2,14). 3

4 Pois tudo isso pode se tornar uma realidade muito próxima... É por isso que estamos propondo para a Renovação Carismática Católica (RCC) e a juventude do Brasil o projeto: AQUI TEM JOVEM, AQUI TEM FOGO! Para que cada um de nós, ao olhar para o seu grupo de oração (G.O) diga: Aqui tem jovem, aqui tem fogo! Para que possamos dar um fogo novo à nossa missão e produza uma verdadeira transformação pelo operar do Espírito. O objetivo do projeto é este: que em cada grupo de oração (G.O), onde haja no mínimo um jovem, aí também exista um trabalho específico de evangelização e de formação para a juventude. Temos como meta permanente a implantação do Aqui tem jovem! em todas as dioceses e grupos de oração (G.O) do Brasil. Para o melhor desenvolvimento do trabalho, foi montada uma estrutura para que o Ministério Jovem (M.J) atinja de forma eficaz a juventude de todo o Brasil. É isto que será explanado no decorrer desta cartilha. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DO MINISTÉRIO JOVEM: 4

5 Importante dizer que o procedimento da implantação do projeto aqui tem jovem, com as direções a seguir varia de acordo com a realidade de cada estado, não perdendo a essência do mesmo. É adequado que a liderança jovem insira as diretrizes do aqui tem jovem nacional em unidade com o Ministério Jovem dentro da sua instancia nacional, estadual e/ou diocesana. Em todas as instancias é preciso ter um representante do aqui tem jovem, para que se mantenha a unidade e direção apropriada a ser dada de forma permanente pela assessoria do aqui tem jovem nacional. 2 ATIVIDADES DO COORDENADOR ESTADUAL DO MINISTÉRIO JOVEM - Formar uma equipe estadual de acordo com a organização do Estado: com representantes da coordenação de cada diocese, com a função de pastoreio às dioceses; - Fazer com que a equipe tenha todas as comissões necessárias para o desenvolvimento dos trabalhos do Ministério Jovem (M.J) no Estado: formação, intercessão, pregação, vocação, comunicação, missão e o Aqui tem jovem!; - Discernir uma pessoa do núcleo para ser o seu auxiliar; - Realizar o cadastro da equipe estadual; - Discernir uma pessoa do núcleo que seja organizada, para ser a secretária do ministério. A secretária será responsável pela ata das reuniões; - Implantar uma coordenação diocesana do M.J em todas as dioceses, eles também fazem parte da equipe estadual; - Promover reuniões constantes com sua equipe estadual, no mínimo mensal. É fundamental o compromisso e a responsabilidade, elabore um calendário dessas reuniões; - Priorizar a implantação do Projeto Aqui tem jovem!, fazendo com que todos da equipe se concentrem nessa estratégia: Formar em todos os grupos de oração a equipe jovem ; - Preparar um plano de ação do trabalho, contendo a estratégia de pastoreio, a ser desenvolvido nas dioceses e na implantação do Ministério Jovem (M. J) nos Grupos de Oração (G.O); - Realizar um calendário geral do M.J estadual contendo: As datas das reuniões da equipe estadual de todo o ano; Todas as reuniões e formações do Ministério Jovem (M.J) das dioceses, podendo incluir os eventos em geral do M.J; Os eventos importantes da RCC do Estado/diocesano e nacionais do qual é necessário participar, e assim não agendar nenhuma outra atividade; Obs: Importante manter a organização de sua equipe, o calendário precisa estar em unidade com o M.J Nacional e estadual da RCC, para que possa dar o devido apoio e suporte. - Passar um relatório atual dos trabalhos para o coordenador nacional do M.J e articulador regional a cada seis meses. 5

6 3 ATIVIDADES DA EQUIPE ESTADUAL DO MINISTÉRIO JOVEM - Participar fielmente das reuniões da equipe estadual, sendo fiel ao calendário estadual e nacional; - Desenvolver com afinco a função que lhe foi confiada dentro da equipe: responsável por acompanhar uma diocese ou por uma comissão tendo a função de executar e assessorar o trabalho específico. Os membros da equipe estadual que possuem a responsabilidade de acompanhar uma diocese têm as seguintes funções: - Pastorear a diocese do qual são responsáveis, acompanhando todas as reuniões e formações; - Auxiliar na formação do núcleo diocesano, fazendo com que existam representantes de acordo com a localidade: área/região; - Desenvolver um trabalho não somente com o coordenador da diocese, mas diretamente com os representantes do núcleo (das áreas/regiões, sempre em unidade com o coordenador diocesano); - Ajudar na pré-organização das formações, eventos, retiros, e se necessário lazeres no espírito. Buscar estar em todas as formações da diocese do qual são responsáveis; - Auxiliar no desenvolvimento das pautas das reuniões e formação que será aplicada na área/região; - Promover no mínimo a cada três meses, um dia específico de pastoreio com todo o núcleo diocesano, tendo nesse mesmo dia um lazer no espírito; - Agendar datas extras de visitas à diocese, caso seja necessário; - Fazer com que mantenham o foco no nosso objetivo: que em todos os grupos de oração tenha uma equipe jovem formada; Pegar com o coordenador diocesano o relatório de atividades de três (3) em três (3) meses, neste relatório deverá estar registrado: Realidade que se encontra o núcleo: as dificuldades, o comprometimento com o calendário das reuniões, o suporte do auxiliar da diocese, se os objetivos estão sendo alcançados e etc.; Situação atual das equipes jovens: estando em anexo a planilha atualizada das equipes jovens/paróquias de cada área/região; Avaliação das reuniões/formações e eventos promovidos, com os pontos positivos e negativos. O membro da equipe estadual estará acompanhando os retornos: O Cadastro e calendário das reuniões de núcleo; Nome e telefone da secretária diocesana e de áreas/regiões; Calendário geral da diocese: contendo as reuniões, formações, juntos com os eventos e lazeres no espírito da diocese das áreas/regiões; Planilha da relação geral de representantes e equipes jovens da diocese; Planilha da relação da equipe de trabalho: representantes paroquiais/cidades; Calendário das reuniões com as equipes de trabalho: paróquias/coord. de cidades da diocese, separada por área/região; 6

7 4 ATIVIDADES DO COORDENADOR DIOCESANO DO MINISTÉRIO JOVEM - Formar um núcleo de acordo com a estrutura da diocese: representantes de área, região, vicariato; - Fazer com que a equipe tenha todas as comissões necessárias para o desenvolvimento dos trabalhos do Ministério Jovem (M.J) da diocese, em especial o responsável pelo projeto aqui tem jovem da diocese. - Fazer o cadastro do núcleo diocesano; - Discernir uma pessoa do núcleo para ser o seu auxiliar; - Promover reuniões constantes com o núcleo (no mínimo mensais). É fundamental o compromisso e a responsabilidade. Elabore um calendário geral destas reuniões; - Discernir uma pessoa do núcleo, com característica de organização, para ser a secretária do ministério. A secretária será responsável pela ata das reuniões; - Passar um relatório atual dos trabalhos para o coordenador estadual do M.J a cada três meses; - Preparar um plano de ação do Ministério Jovem Diocesano, contendo a estratégia de pastoreio, a ser desenvolvido nas áreas/regiões e na implantação do Ministério Jovem (M.J) nos Grupos de Oração (G.O); - Realizar um calendário geral do M.J Diocesano contendo: As datas das reuniões do núcleo diocesano de todo o ano; Todas as reuniões e formações do Ministério Jovem (M.J) das áreas/regiões, incluindo os eventos em geral do M.J; Os eventos importantes da RCC do Estado/diocesano e nacionais do qual é necessário participar, e assim não agendar nenhuma outra atividade; Obs: Importante manter a organização do trabalho realizado, o calendário precisa estar em unidade com o M.J Estadual e diocesano da RCC, para que possa dar o devido apoio e suporte. - Priorizar a implantação do Projeto Aqui tem jovem!, fazendo com que todos se concentrem nessa estratégia: Formar em todos os grupos de oração a equipe jovem. Recolher de cada coordenador de área /região/vicariato: Um relatório de atividades de três (3) em três (3) meses, expondo: se os objetivos estão sendo alcançados, a planilha atual de equipes jovens dos Grupos de Oração (G.O), os eventos promovidos pela área/região, pedir que coloque as dificuldades encontradas no desenvolvimento do trabalho, etc.; Calendário das reuniões mensais com a equipe de trabalho (paroquiais/ coord. de cidades); Cadastro da equipe de trabalho, constando os dados da secretária da área/região; Cobrar o núcleo diocesano das suas respectivas atividades, conforme especificado abaixo. 7

8 5 ATIVIDADES DO NÚCLEO DIOCESANO DO MINISTÉRIO JOVEM: REPRESENTANTES DE ÁREA/REGIÃO - Participar fielmente das reuniões de núcleo diocesano (no mínimo mensais), ser fiel ao calendário estadual/diocesano; - Desenvolver com afinco a função que lhe foi confiada dentro do núcleo: responsável por acompanhar uma área/região/forania ou por uma comissão tendo a função de executar e assessorar o trabalho específico. Os membros do núcleo diocesano que possuem a responsabilidade de acompanhar uma área/região/forania têm as seguintes funções: - Formar uma equipe de trabalho de acordo com a realidade local, inserindo principalmente as lideranças das equipes jovens (paroquiais,cidades, vicariatos, etc.); - Ter uma reunião a cada três meses com a equipe de trabalho, articulando os trabalhos a serem realizados nas áreas/regiões. Elaborar um calendário geral destas reuniões; - Promover um dia específico de pastoreio com toda a equipe de trabalho, tendo nesse mesmo dia um lazer no espírito; - Discernir uma secretária do Ministério Jovem da área/região; - Manter atualizada a relação de grupos de orações de cada área/ região; - Passar um relatório de atividades de três (03) em três (03) meses para o coordenador diocesano. - Promover formações/retiros no mínimo semestral para a equipe jovem local de acordo com o calendário formado (o ideal é que as formações sejam trimestrais). Obs.: Importante que o representante de área/região procure não se comprometer com outros ministérios e atividades na RCC. Você pode estar inserido em alguma atividade na igreja, mas sua prioridade precisa ser o Ministério Jovem (M.J). Quando por exemplo, houver programação para dois eventos no mesmo dia, não ter dúvida em qual vai estar, caso contrário rever o chamado, se não nada vai para frente. 6 ATIVIDADES DAS EQUIPES DE TRABALHO: PAROQUIAIS/ COORDENADORES DE CIDADES - Participar fielmente das formações diocesanas e reuniões de paroquiais/cidades; - Auxiliar o representante regional/área a realização de eventos e lazeres; - Fazer um relatório de três (03) em três (03) meses para o representante regional/área, contendo os trabalhos/visitas aos Grupos de Oração e retorno das atividades; - Pastorear os representantes jovens: - Avisar as reuniões, eventos. Saber o motivo da falta, cobrá-los das atividades, etc. O contato do paroquial/coord. de cidade, sempre é com o representante jovem, não o membro da equipe. Obs: É importante que a cada reunião e formação que se aproxima a data, o representante paroquial/cidade, possa ligar para relembrar o representante. Este, por sua vez comunicará sua equipe. *Ter sempre em mãos a relação do G.O e das equipes jovens da paróquia/cidade que é responsável para: 8

9 - Visitar um G.O por semana, priorizar os mais problemáticos: os que não têm representante/equipe jovem, por exemplo; - Ajudar a formar e acompanhar de perto os grupos que não formou a equipe jovem e os que já têm reuniões de ministério Incendeia ; *Ajudar e direcionar os eventos que o representante/equipe estará promovendo no seu G.O - Promover eventos a nível paroquial/ cidade, com o auxílio das equipes jovem da sua localidade. Obs: É necessário que o representante regional/área saiba com antecedência dos eventos, para aprovar, ajudar e colocar no calendário de eventos para unificar os trabalhos. 7 FUNÇÃO DO NÚCLEO DIOCESANO PARA A EXPANSÃO DO PROJETO AQUI TEM JOVEM! 1. Formar a equipe jovem em cada G.O - Promover reuniões e formações de acordo com o calendário a ser formado; - Cobrar e acompanhar o desenvolvimento dos trabalhos nos G.O. 2. Formar uma equipe de trabalho de acordo com a sua localidade - Promover reuniões a cada três meses com a sua equipe, fechando um calendário destas reuniões; - Cobrá-los das suas atividades de pastoreio das equipes dos Grupos de Oração; - Passar a relação de grupos de oração e das equipes jovens da paróquia para os membros responsáveis; - Realizar visitas junto aos representantes paroquiais aos G.O, priorizando visitas os G.O que não possuem paroquiais; - Fazer uma relação geral dos membros que fazem parte da sua equipe de trabalho (mediante o cadastro a ser preenchido); Obs. Não precisamos ter as equipes jovens formadas para providenciar os representares paroquiais/cidades, pois eles estarão auxiliando a formar as equipes nos grupos de oração. 3. Realizar eventos/atividades das áreas/região, mediante o calendário formado. Para o bom andamento das atividades é necessário que o representante providencie: - Calendário diocesano: contendo as reuniões, formações, juntos com os lazeres no espírito. Ex: Campeonato carismático, Diskemática, Barzinho Cristão etc. Os eventos e lazeres são extremamente importantes para a motivação dos trabalhos dos jovens nas áreas e paróquias. FORMAR A EQUIPE JOVEM EM CADA G.O: O REPRESENTANTE REGIONAL/ÁREA/FORANIA, PRECISA TER SEMPRE EM MÃOS A RELAÇÃO DOS G.O DE SUA RESPONSABILIDADE: O Líder precisa sempre ampliar a sua visão, começar os trabalhos consciente da quantidade de grupos de oração que vai trabalhar. 9

10 É necessário que o representante de área/região/forania, telefone pessoalmente para cada coordenador de grupo de oração para que este faça o discernimento destes jovens. Definir uma data, para que o coordenador dê o retorno passando o nome e telefone dos jovens (peça 5 jovens). Caso ele informe a inexistência de jovem, priorize agendar uma data para fazer uma visita aquele G.O. Elabore uma boa estrutura para que a sua equipe de trabalho possa dar suporte para realização das ligações/visitas; Esclarecer para o coordenador que é importante a oração, mas o discernimento natural é de grande valia, levá-lo a buscar dentro do G.O aqueles jovens que estejam perseverantes, fiéis naquele G.O (só precisa ter seminário de vida no E.S); Já com o nome e telefone dos jovens, ligar para confirmar a data da reunião (formação). As etapas acima precisam acontecer principalmente nas datas que antecedem as formações/reuniões que serão promovidas, obtendo assim uma eficaz representatividade de jovens por grupo de oração. Para que as reuniões/formações aconteçam é necessário que tenhamos os seguintes materiais (modelos em anexo): Cadastro de equipe É preciso entregar para cada jovem a ficha de cadastro do Ministério Jovem (M.J), contendo todas as informações que são importantes para o núcleo diocesano (nome, telefone, endereço, G.O, paróquia, se já fez algum formação, etc.) Obs. Não esqueça que sempre que um jovem novo for à reunião, é preciso que ele faça o cadastro para incluí-lo na relação de equipe jovem; Lista de presença Importante que seja feita no início de cada reunião e formação uma lista de presença para: - Verificar a fidelidade das equipes: se houver muitas faltas, será necessário fazer outro discernimento junto ao G.O; - Atualizar os nomes e dados dos representantes e equipes; - Analisar a fidelidade dos paroquiais/coordenadores discernidos também. Pauta das reuniões/ formações - direcionamentos do M.J É de extrema importância que em todas as reuniões e formações seja realizada uma pauta esclarecedora, relatando o que é o Ministério Jovem (M.J); objetivo; o que o jovem vai fazer no seu grupo de oração; data de retorno da atividade que lhe foi confiada; encerrando com o calendário de evento e lazeres que será promovido. Obs. Precisamos estipular data de retorno as lideranças jovens dos G.O, e cobrá-los na data que foi direcionada, para gerar comprometimento. Relação de representantes equipes jovens e paroquiais/coord. de cidades da diocese: Diante dos cadastros realizados nas reuniões/formações, fechar a relação de equipes jovens com os paroquiais, divididos por área/região. Com esta relação o coordenador de área/região terá a noção: - Quais G.O que já tem a equipe ou só o representante jovem; - Quais G.O que ainda não possuem representante/equipe; - Quais paróquias não possuem o representante paroquial (coord. de cidade). 10

11 Segue abaixo informações referentes às reuniões, formações e eventos necessários para que ocorra o Aqui tem jovem! nos Grupos de Oração: Reuniões trimestrais: Reunião promovida pelo representante de área/região/forania para as equipes jovens a cada três (03) meses, para o pastoreio e direcionamentos dos trabalhos. Com muito louvor, oração, com pregações específicas na realidade jovem: Afetividade e sexualidade, vocação, namoro, família e etc. Local onde buscamos a perseverança no chamado e se retoma a direção dos trabalhos. É muito importante que estas reuniões aconteçam, para que de fato ocorra a produção dos trabalhos nos G.O, pois é o pastoreio dos trabalhos das equipes. Pauta das reuniões - Toda reunião precisa ter pauta e lista de assinatura/cadastro. A pauta amplia melhor a visão do jovem quanto ao trabalho a ser feito. Formação Diocesana: Formação para as equipes jovens sendo realizada uma em cada semestre. Precisamos atingir todos os jovens dos G.O s na diocese do qual será realizada a formação. Precisamos ligar para cada G.O e realizar visitas, pedir ao coordenador do G.O o telefone dos jovens para realizar os convites pessoalmente. Obs. Nada impede de fazer cartaz de divulgação, mas o objetivo da formação não é esta, é realmente atingir a liderança enviada pelo coord. do G.O. Encontro de Jovens nível de região/área/forania: Os eventos em nível de região/área/forania são muito importantes, pois geram uma força (vitalidade) maior na juventude da respectiva região. Promova o evento com o auxílio dos paroquiais, para que realmente atinja todos os G.O s. Faça uma boa divulgação na área/ região/ forania, para que o objetivo do evento seja atingido. Vamos ser criativos: elaborar cartazes, formar comunidade no Orkut/ twitter do encontro, mandar s, etc. Congresso Diocesano Aqui tem jovem, Aqui tem fogo! Público Alvo: Liderança dos Grupos de Oração: Equipes Jovens dos G.O s e equipes de trabalho: paroquiais/coord. de cidades; Meta: ter no mínimo cinco (5) jovens de cada G.O neste congresso. Objetivo do congresso: formar as lideranças, aplicando um conteúdo, focando: Ministerialidade: técnicas de desenvolvimento de trabalhos com a juventude nos G.O s Aqui tem jovem, Aqui tem fogo! (telão/datashow). Missão: técnicas de evangelização /como pregar para jovens; Espiritualidade: levá-los a busca da maturidade espiritual: exercício dos carismas, busca constante da oração pessoal, aplicando o querigma, reinflamando o chamado; Divulgação e Organização do congresso: A boa organização e divulgação do congresso têm por objetivo expandir o projeto, conseqüentemente atingir todos os G.O s, formando as equipes jovens. Ex: discernimento do tema, cartaz, boa divulgação, equipes para o encontro. Visita aos G.O s as visitas aos G.O s são essências para que de fato ocorra uma representatividade eficaz no evento. 11

12 Camisa Aqui tem jovem, aqui tem fogo! Vamos fazer camisas diocesano/estadual para divulgar o congresso e divulgar o projeto, não esquecendo de colocar o logotipo oficial do projeto, gerando a unidade com o M.J Brasil. 8 FORMAÇÕES E REUNIÕES DAS LIDERANÇAS DO MINISTÉRIO JOVEM Formações a nível regional/área e reuniões com as equipes jovens: Nas formações, no período que antecede o evento, é importante que parte da organização seja de cada coordenador de área/região, com sua equipe de trabalho: paroquiais/coordenadores de cidades, com a responsabilidade de articular toda a estrutura: local do evento, som, infraestrutura, etc. No dia do evento, a responsabilidade do trabalho é do coordenador da área/ região, juntamente a equipe a ser escalada para a realização das atividades que serão executadas no evento, como por exemplo: entrega de crachás, limpeza, alimentação. Importante que todas estas questões sejam articuladas antecipadamente. O núcleo diocesano é responsável pela parte espiritual e de direção da formação, podendo ajudar em outras atividades conforme a necessidade. Importante que os paroquiais também participem da formação junto às equipes jovens. Diante do proposto, os núcleos diocesanos precisam se organizar para planejar todas estas atividades, não vamos deixar para organizar as formações na última hora. Exemplo 1: na 1ª reunião do núcleo diocesano em janeiro, cada um do núcleo apresenta o local onde vai ser a formação na sua área/região, pois ele é o responsável, assim como algumas necessidades para a formação que precisa de suporte. Exemplo 2: para as reuniões nas áreas/regiões, é interessante que o núcleo identifique um local mais central para todas as equipes, e que as reuniões sejam sempre no mesmo local durante todo o ano. Segue alguns temas para as reuniões no ano, sendo importante enfatizar que a seqüência seguirá de acordo com a realidade de cada grupo: Vocação, Fé e Política, Afetividade e Sexualidade, Família, Drogas, Promoção Humana, Namoro. Nas formações, o ideal é que todos durmam no local. A proposta é a cobrança de taxa, no valor mínimo possível, correndo atrás de todas as necessidades. Direcionem para que os jovens não façam as inscrições no dia da formação. Deve ser informada data máxima para a realização da mesma, para que tenham antecipadamente a quantidade real de jovens que estarão participando da formação. Obs: foi anexado a este material modelo de programações de reunião/ formações. (anexos). Atenção: Para alcançarmos todos os G.O s precisamos nos empenhar, ou seja, visitar, telefonar para o coordenador do G.O convidando os jovens para as reuniões e formações. Precisamos fazer valer o nosso chamado. 12

13 9 FUNÇÃO DAS EQUIPES JOVENS PARA EXPANSÃO DO PROJETO A equipe jovem tem as seguintes atribuições: Representar o Ministério Jovem (M.J) no Grupo de Oração (G.O); ser o contato do ministério na área/região/forania/diocese (respeitando a estrutura da diocese), para comunicações, avisos, divulgações e apoio ao trabalho desenvolvido; Receber a formação, acompanhamento e todo o apoio necessário do Ministério Jovem Diocesano, sendo fiel às reuniões e às formações promovidas pelo ministério da diocese. Prioridade do projeto Aqui tem jovem! no Grupo de Oração: FORMAR EQUIPE JOVEM, que é composta por cinco membros: Dois (02) representantes - coordenador, auxiliar, e três (03) jovens colaboradores. Como formar a equipe jovem? Inicialmente, o líder jovem irá passar para o coordenador do G.O o desejo de ser o representante jovem, para que ocorra o discernimento. Este jovem representará o Ministério Jovem, fazendo parte do núcleo do G.O; O Representante indicará nomes junto ao núcleo para que o mesmo possa fazer o discernimento; o ideal é que sejam mais quatro jovens. Requisitos para ser equipe jovem: Ser obediente ao seu coordenador do G.O, e ao Ministério Jovem Diocesano, pois o ministério é para o grupo; Ter vida de oração pessoal, comunitária, buscando sempre meios para o fortalecimento da sua caminhada em Deus: terço, confissão, eucaristia, palavra, jejum, etc.; O representante e a equipe jovem têm de participar de todas as reuniões e formações referentes ao Ministério Jovem Diocesano, caso contrário, é preciso justificar a ausência, pois apenas a presença da equipe não substitui o representante; Toda atividade realizada precisa ser passada antes para o coordenador do G.O, pedindo além de apoio, liberação. A equipe jovem precisa se reunir para articular os trabalhos a serem realizados para a juventude do seu Grupo de Oração: Como devem ser as reuniões da equipe jovem? As reuniões devem ser uma busca na intimidade com Deus através da oração, partilha, onde a equipe gera idéias, amizade, uma intimidade no senhor, escuta e unidade; 13

14 Devem ser quinzenais, para que nas semanas que não tenha a reunião, possa haver uma pequena confraternização como ir à lanchonete, pizzaria, assistir a um filme discernido, promovendo uma diversão sadia; Nestas reuniões será elaborado um plano de ação de atividades em função da juventude: Incendeia, Alabanzas, Lual com Cristo, Barzinho Cristão, retiros, formações e etc. Finalizando o plano de ação, é desenvolvido um calendário contendo as atividades do Ministério Jovem (M.J) e os lazeres que serão promovidos. Obs1: Todos da equipe jovem têm de participar das reuniões de equipe e das formações em geral, caso contrário, rever o discernimento, pois pode gerar dificuldade de unidade, por isso o membro da equipe precisa ter uma justificativa plausível no caso de ausência. Obs2: Somente depois que a equipe jovem estiver bem estruturada, e se for vontade de Deus, serão iniciadas as reuniões de Ministério Jovem: Incendeia, que são abertas para os demais jovens da comunidade. A equipe jovem precisa focar três pontos importantes para o bom desenvolvimento dos trabalhos com a juventude: Exercer as atividades de Equipe Jovem dentro do Grupo de Oração Jovem Promover o Incendeia: Reunião do Ministério Jovem, aberta para os jovens da comunidade e G.O Lazeres no Espírito: promover lual, cinema, torneios, dentre outros. Extremamente importante para a sadia convivência. Quais são as atividades da equipe jovem no Grupo de Oração? Cadastrar os jovens: toda semana precisa ter um membro da equipe responsável por realizar o cadastro dos jovens que estão iniciando a sua participação no grupo de oração (G.O). É importante o cadastro, para que se mantenha o contato com os jovens, os pastoreando. Percebendo a ausência do jovem no G.O, realizar o contato com ele através de ligações, s, trazendo nele o desejo de retomar a sua participação ao grupo. Elaborar projetos sociais: promova visitas a asilos, hospitais, presídios, orfanatos, crianças portadoras de HIV, importante incentivar o âmbito social nos jovens. Acompanhá-los no seminário e experiência de oração: solicitar a coordenação do Grupo de Oração (G.O) que a equipe jovem seja responsável por acompanhar os jovens que estejam participando no seminário de vida no E.S. É importante que antes de terminar o seminário, já seja organizado um evento, para firmar esses jovens no G.O, sendo realizado logo após o encerramento do evento. 14

15 Mediante a estrutura da equipe jovem, dê preferência em realizar uma noite de louvor incendeia, se tornando as reuniões do Ministério Jovem (M.J). Observação: Mesmo que o seminário e experiência sejam realizados especificamente para jovens, é importante organizar um evento para que ocorra logo após esta atividade, para firmar a juventude no G.O e nas atividades do Ministério Jovem (M.J). Desenvolver atividades específicas para os jovens: é de responsabilidade da equipe jovem a promoção de atividades que sejam próprias ao seu estado de vida, com objetivo de buscar dinamicidade dos trabalhos com a juventude, como por exemplo: Tardes de louvor, retiros, intercâmbios, momentos de formação humana e espiritual, evangelização nas praças e em casas de família. Obs.: Importante que em algumas reuniões de ministério sejam na casa de família de jovens que se ausentaram e dos que têm mais dificuldades de se entrosarem. Organizar excursões para os shows e eventos da igreja, motivando e dando opção aos jovens ao entretenimento saudável. Desenvolver atividades missionárias: a equipe jovem precisa ter a preocupação em resgatar os jovens que não tiveram a experiência do batismo do E.S. O jovem precisa ter ousadia na evangelização, ser criativo para atrair estes jovens para Deus. Extremamente importante desenvolver projetos de missão como: Jesus na Praça, arrastões de evangelização em praias, carnavais, bares e casas. Conforme o espírito suscitar, fazer uma análise do perfil da juventude do seu referido bairro e desenvolver um trabalho eficaz de resgate aos jovens e proclamar com sabedoria e autoridade o nome de Cristo Jesus. Promover o INCENDEIA: O incendeia são noites de louvor quinzenais com jovens, se tornando a reunião do Ministério Jovem (M.J). Para que ocorra permanentemente o Incendeia é necessário que a equipe já esteja madura. O conteúdo explicativo sobre o projeto se encontra nas próximas páginas. Lazeres no espírito: a equipe jovem não pode se limitar somente às reuniões. O jovem tem necessidade de se relacionar e conhecer outros jovens, no entanto, fica às vezes limitado ao grupo de oração. Este projeto pode ser desde assistir a um filme discernido no cinema, quanto sair para lanchonete e outras atividades que podem ser pensadas de acordo com a cultura e condições do local, praias, rios, etc. A programação depende da criatividade da equipe jovem. A proposta é que haja músicas cristãs, tendo comidas e bebidas não alcoólicas, onde o jovem possa cantar, dançar, fazer novos amigos, namorar, se divertir e evangelizar em meio ao lazer. Importante que os momentos de lazer sejam intercalados com as reuniões do Incendeia, quando este já estiver acontecendo. 15

16 10 PROJETO INCENDEIA: LOUVOR COM A JUVENTUDE O que é o Incendeia? O Projeto tem a finalidade de fazer com que as equipes jovens promovam periodicamente uma noite de louvor com a juventude, se tornando as reuniões do Ministério Jovem (M.J) daquele Grupo de Oração. Incendeia paroquial A idéia, a princípio, é que os incendeias sejam a nível paroquial, sendo um atrativo para que os jovens da paróquia se abasteçam para retornarem as atividades do seu G.O. (ocorrendo a sua própria reunião de ministério). Aos poucos as atividades podem ir crescendo, ocorrendo um incendeia por G.O, com a finalidade de atingir mais jovens do referido bairro. Obs.1: E evento sendo paroquial precisa ter o suporte das equipes jovens da paróquia. Obs.2: Independente do auxílio das equipes jovens, para que se inicie o incendeia paroquial, é necessário que a equipe jovem que for sediar o evento esteja bem estruturada. Qual é a finalidade destas reuniões promovidas pelo Ministério Jovem (M.J)? Levar o jovem a perseverança no seu grupo de oração, proporcionando a formação humana e espiritual, e conduzindo-o ao crescimento de uma maturidade cristã plena do Espírito Santo. Obediência ao Grupo de Oração O Ministério Jovem (M.J) precisa prestar obediência ao coordenador do grupo, gerando sempre unidade nas atividades do Incendeia que serão realizadas, não podendo desviar o foco: incentivar a juventude a participar do grupo para uma perseverança em Cristo Jesus. 16

17 Como deve ser realizado O INCENDEIA, este encontro do Ministério Jovem? O ideal é que sejam quinzenais, para: 1- Usar bastante criatividade - dinamismo; 2- Não ficar repetitivo/chato, sem programação; 3- Elaborar boas reuniões e formações, buscando um maior tempo para a preparação e organização. As reuniões devem ser bem profundas, permitindo o toque, a cura de Deus, de uma forma especial através da partilha (dificuldades, problemas), onde se reza pelo irmão e se gera um vínculo de amizades. Obs1: Não deverá ficar somente nos incendeias, ou seja, nas reuniões com as equipes jovens, formular um calendário para realizar atividades como: esportes, Lual com Cristo, Barzinho Cristão, cinema, lazer no Espírito, confraternizações e outras coisas mais. O objetivo de ser quinzenal é para que seja intercalado o incendeia entre os momentos de vivência fraterna dito acima. Obs2: É necessário que a equipe priorize e seja obediente ao calendário do Ministério Jovem Diocesano, quando for acontecer algum evento ou formação, não haverá reunião ou atividade das equipes jovens, para unificarmos os trabalhos e sairmos da rotina; 4 Cadastro dos jovens: em todas as reuniões os jovens devem ser cadastrados para que possam ser pastoreados. Fazer uma lista de partilha do ministério, convidar para shows, cinema e demais atividades propícias a juventude. Como será feito o Incendeia : as reuniões de ministério? O Espírito é quem cria, orienta e inspira as novas atividades, em especial nossas reuniões quinzenais. No entanto, o representante jovem, precisa ter como prioridade o objetivo de fazer com que as reuniões tenham características formadoras, dando ênfase a formação humana: afetividade e sexualidade, vocação, família, santidade, cidadania, fé e política, namoro, drogas, etc. Ele deve ensinar como chegar a Deus, como viver a fé, os sacramentos, a vida da Igreja. Deve incentivar o gosto pela palavra de Deus e ser o principal agente de unidade e motivação a perseverança ao grupo de oração que ele representa. Não há fórmula mágica para se conseguir atingir o ideal proposto pelo ministério, mas frisamos algumas questões abaixo para que as reuniões possam atingir o objetivo. Em resumo, podemos dizer que as reuniões devem ser caracterizadas pelo acolhimento, a efusão do Espírito Santo, formação humana e espiritual, o predomínio do louvor, a partilha do jovem diante do tema proposto na reunião e pelo envio diante da proposta do Evangelho. Há alguns momentos comuns nas reuniões de Ministério Jovem (M.J): - Momento com a mãe: oração do terço, ou de um mistério, um canto, dependendo do tema da reunião; - Cantos acolhedores e que expressem alegria dos membros em estarem reunidos para mais uma reunião; 17

18 - Forte momento de louvor a Deus: somos chamados a ser homens e mulheres de louvor, filhos que saibam muito mais do que pedir, mas que saibam louvar e dar graças; -Oração de efusão do Espírito Santo, deixar que o Espírito manifeste os seus dons; - Constante acolhida aos novatos, apresentação; - Anúncio da Palavra: uma prioridade na reunião, buscando formar constantemente os jovens em sua formação humana e espiritual. É de extrema importância que a Palavra seja anunciada com vida e autoridade; - Momento de partilha: onde o jovem expressa a sua opinião e dúvida diante do tema proposto; - Oração inicial e final, não se esquecendo do sinal da cruz. Auto-avaliação das reuniões do Ministério Jovem. Aqui estão relacionadas algumas perguntas para orientá-los nesta avaliação. A equipe deve responder: - Os jovens que vão as reuniões retornam? - Os jovens têm sido transformados à luz do Evangelho? - Os jovens estão freqüentando o G.O.? - Como anda a vida sacramental dos jovens? - Como está o relacionamento fora das reuniões? Amizade, companheirismo. - Está sendo promovido o lazer no Espírito nas semanas que não tem a reunião? - Nas reuniões do ministério todos da equipe servem, ou o serviço fica todo nas mãos do representante ou apenas de um membro? Mediante a avaliação feita pela equipe, retomar o planejamento de trabalho para que as reuniões do ministério sejam verdadeiramente eficazes, atingindo diretamente a juventude. Dúvidas que podem surgir: E se o meu GO tiver poucos jovens? Não tem problema nenhum. Se houver apenas um jovem no G.O, este poderá ser o representante jovem e poderá fazer um trabalho para atrair mais jovens à vida em Cristo. Mas eu não sei se os jovens que estão no grupo estão bem preparados... Mais um motivo para lutar para a realização deste projeto. Ninguém nasce com experiência, responsabilidade, conhecimento, discernimento, etc. Todos nós precisamos de alguém que nos ajude a crescer. Os jovens só precisam de oportunidades concretas para mostrar o seu potencial. Tão importante quanto evangelizar, é formar pessoas que continuem a obra do Senhor. Investir nos jovens não é apenas estratégico, mas também fazer a vontade de Deus. E se o meu G.O já estiver fazendo tudo isso? Que grande bênção! Só precisamos, então, de alguém para ser o elo de unidade e comunhão com o Ministério Jovem Diocesano. Alguém que possa participar das reuniões e formações da diocese, fazer a divulgação dos encontros, manter contato vivo. Queremos inundar o Brasil com o Amor de Deus. Para isso precisamos da força e da vitalidade da juventude. O que falta para começar? Nada! Apenas o nosso SIM! Portanto, mãos à obra! Que todos nós, ao olharmos para os nossos grupos de oração, possamos dizer: AQUI TEM JOVEM, AQUI TEM FOGO! 18

19 11 LOGOMARCAS OFICIAIS DO PROJETO AQUI TEM JOVEM Logomarca: AQUI TEM JOVEM, AQUI TEM FOGO!: Para a expansão do projeto, vamos utilizá-la em todos os cartazes que serão promovidos pelo Ministério Jovem nos Estados/dioceses (colocar também nas camisas a serem confeccionadas). Logomarca: INCENDEIA - Reuniões do Ministério Jovem: A logomarca oficial do projeto deve grafar todos os cartazes de divulgação dos Incendeias que serão realizados. (especificar o nome da paróquia/ G.O que está promovendo o evento). 12 PROJETOS DE LAZER DO MINISTÉRIO JOVEM Segue abaixo projeto de lazer no espírito a serem realizados pelas equipes jovens dos Grupos de Oração. Os projetos de lazer têm o objetivo da busca da vivência fraterna, como forma de amadurecimento afetivo e social Diskemática Local onde o jovem pode dançar a vontade, somente com músicas cristãs contendo vários ritmos como: forró, pagode, rock, baiana, etc. É ideal que o evento inicie com uma grande noite de louvor ungida, que se tenha um bom som, jogo de luz com fumaça, tudo que há na discoteca. É necessário antes de começar a diskemática um direcionamento (orientação) de como deve ser a diskemática (evento cristão). Tem que ser um local reservado e seguro, pois caso ocorra algum problema na hora da diskemática, parar e orientar, somente reiniciar se todos assimilarem o recado. Cobrar uma taxa mínima, para além de arrecadar dinheiro para as despesas, limitar a entrada. É importante que no local tenha comidas e bebidas não alcoólicas para vender Campeonato Carismático Evento esportivo que visa, além da diversão, evangelizar, ou seja, jogar na presença do Senhor. Valoriza a diversão, não a disputa, por isso tem que ser jovens que participem do G.O/Ministério Jovem, valorizando assim os jovens que são fiéis. Promova orações no início e no final (rápida, eficaz, simples e profunda). Existem alguns modelos de regras carismáticas, mas faça de acordo com a realidade, não perdendo o sentido, ou seja, premiando o jogador(a) mais disciplinado(a), como o(a) 19

20 melhor jogador(a) do campeonato. Não pode esquecer do cartão branco, simbolizando paz e banco Barzinho Cristão Um barzinho diferente, onde você dança, brinca, namora, bate um bom papo, faz novas amizades, ouvindo shows acústicos com músicas cristãs num ambiente saudável. O ideal para o momento é um show acústico, mas use bastante a criatividade, ou seja, estilos diferentes como: festas havaianas, junina (caipira), fantasia de santos/anjos, tudo com muito discernimento. É importante a existência de um local para a venda de comidas, bebidas não alcoólicas, e a cobrança de uma taxa simbólica para cobrir as despesas do evento Lual com Cristo O Lual com Cristo é um meio de lazer cristão que propicia aos jovens um contato com a natureza, praia, sendo feito em qualquer lugar que torne agradável e à vontade para interação entre os jovens. Estes se divertem ao som de músicas católicas, dançam e evangelizam, além de contarem com a liberdade de realizar mesas de frutas, o que é propício para o momento. Este evento retira o jovem da rotina, fazendo com que exercite toda a sua criatividade e amor pela missão. 20

21 14 MODELO DE MATERIAL PARA AS LIDERANÇAS 14.1 Pauta: direção das equipes de trabalho (paroquiais) ÁREA COLATINA Reunião com a equipe de trabalho Ministério Jovem PAUTA - 09/01/2011 OBJETIVO GERAL DO MINISTÉRIO JOVEM: A partir do Grupo de Oração, evangelizar, formar, assistir, orientar e motivar os jovens, dentro da identidade da RCC, inserindo-os na vida da igreja. Prioridade do M.J - Projeto: AQUI TEM JOVEM, AQUI TEM FOGO! Objetivo: que em cada grupo de oração, onde haja no mínimo um jovem, aí também exista um trabalho específico de evangelização e de formação para a juventude. Queremos atingir todos os G.O da área até o final do ano. ATIVIDADES DOS REPRESENTANTES PAROQUIAIS Pastorear os representantes jovens: Ter sempre em mãos a relação dos G.O e das equipes jovens da paróquia que é responsável para: - Visitar um G.O por semana: priorizar os mais problemáticos, como por exemplo, os que não têm representante/equipe jovem; - Ajudar a formar e acompanhar de perto os grupos que não formou a equipe jovem e os que já têm reuniões de ministério; - Avisar os representantes de reuniões/ formações, eventos, saber o motivo das faltas, cobrá-los das suas respectivas atividades, etc. O contato do paroquial sempre é o representante, não a equipe. Obs: É importante que, ao se aproximar a data de cada reunião e formação, o representante paroquial telefone para relembrar cada representante. Eventos promovidos pela equipe jovem: ajudar e direcionar os eventos que o representante/equipe estará promovendo no seu G.O, auxiliando na estrutura do evento. Obs: Todos os eventos promovidos pelas equipes jovens devem ser direcionados ao coordenador do G.O, em busca de liberação e apoio. Eventos paroquiais: promover eventos de nível paroquial, com o auxílio das equipes jovem da respectiva paróquia. Obs: Qualquer atividade paroquial a ser realizada (encontros, lazeres, etc.), precisa ser antecipadamente informada ao representante da área do MJ, para aprovar/ajudar e colocar no calendário de eventos da área. Eventos em nível de área: O paroquial precisa dar o devido suporte a todos os eventos promovidos na área, e se necessário a diocese. Todos os eventos realizados em nível de 21

22 área, os responsáveis pelo evento são os paroquiais, junto ao membro do núcleo diocesano da referida área. Diante da divisão dos trabalhos entre os membros paroquiais, é necessário total zelo e dedicação do que lhe cabe. Requisitos para a equipe de trabalho: Participar fielmente das reuniões/formações diocesanas e de nível de área; Ser obediente ao seu representante de área (diocesano), e ao coordenador do G.O, pois o ministério é para o G.O; Junto ao representante de área, esclarecer para o coordenador de G.O as suas atividades de paroquial do M.J; Participar fielmente ao seu G.O, dando testemunho, como também equipe jovem do seu G.O; Obs: Sempre que precisar faltar ao seu G.O para realizar visitas de pastoreio em outros grupos, deixar o coordenador do G.O ciente desta atividade. Ter vida de oração pessoal, comunitária, buscando sempre o fortalecimento da sua caminhada em Deus: terço, confissão, eucaristia, palavra, jejum, etc.. Ser fiel ao calendário de reuniões da equipe; Entregar relatório de três (03) em três (03) meses (relatando sobre os trabalhos/visitas/ retorno das atividades). 1ª. meta que precisamos realizar enquanto representantes paroquiais: Até o dia 03/02, visitarmos todos os Grupos de Oração de nossa responsabilidade, articulando a questão da equipe jovem. Obs: Visitar primeiro os que não possuem equipe jovem, analisando se possui jovem para que seja formada a equipe. Retiro interdiocesano: M.J Data: 05, 06 e 07/02 Local: Escritório Estadual A quem se destina: Núcleos diocesanos e paroquiais do M.J do estado. Início ás 21h00min com a Santa Missa. Valor do ônibus: confirmar a presença até o dia: 22/01 Obs: Muito importante a presença de todos os paroquiais. Próxima reunião: 20/03 Dar retorno das visitas que foram realizadas. Calendário de reuniões da equipe de trabalho. 22 de maio 19 de junho 17 de julho 21 de agosto Obs. Não podemos faltar as nossas reuniões de equipe. Deus nos abençoe! 22

23 14.2 Pauta: equipes jovens dos Grupos de Oração EQUIPES JOVENS PAUTA - 21/02/11 OBJETIVO DO MINISTÉRIO JOVEM: A partir do Grupo de Oração, evangelizar, formar, assistir, orientar e motivar os jovens, dentro da identidade da RCC, inserindoos na vida da igreja. PROJETO AQUI TEM JOVEM, AQUI TEM FOGO Objetivo: que em cada grupo de oração, onde haja no mínimo um jovem, aí também exista um trabalho específico de evangelização e de formação para a juventude. Queremos atingir todos os G.O da diocese até o final do ano. A equipe do ministério jovem é composta: Por dois (02) representantes (coordenador/auxiliar), três (03) jovens, formando a equipe jovem. Obs.: Equipe é igual a núcleo, porém será chamado de equipe para que não confunda com o núcleo do Grupo de Oração. Como formar a equipe jovem: Inicialmente, o líder jovem irá passar para o coordenador do G.O o desejo de ser o representante jovem, para que ocorra o discernimento. Este jovem representará o Ministério Jovem, fazendo parte do núcleo do G.O O Representante indicará nomes junto ao núcleo para que o mesmo possa fazer o discernimento; o ideal é que sejam mais quatro jovens. Requisitos para ser equipe jovem: Ser obediente ao seu coordenador do G.O e ao Ministério Jovem Diocesano, pois o ministério é para o grupo; Ter vida de Oração pessoal, comunitária, buscando sempre meios para o fortalecimento da sua caminhada em Deus: terço, confissão, eucaristia, palavra, jejum, etc.; O representante e a equipe jovem têm de participar de todas as reuniões e formações referentes ao Ministério Jovem diocesano. As ausências devem ser justificadas, pois a presença da equipe não substitui o representante; Toda atividade realizada precisa ser repassada antecipadamente para o coordenador do G.O, com pedido de apoio e liberação. Algumas atividades da equipe jovem: *Cadastrar os jovens (Pastoreio); *Acompanhá-los no seminário e experiência de oração; 23

24 *Desenvolver atividades específicas para os jovens: momentos de formação, tardes de louvor, evangelização, lazer no espírito, retiros, intercâmbios, ônibus para shows da Igreja e outras coisas mais; *Elaborar projetos sociais: visitas aos asilos orfanatos portadores de HIV etc.; *Ter reuniões da equipe jovem; *Promover INCENDEIA - reuniões do Ministério Jovem. Como devem ser as reuniões da equipe jovem? As reuniões devem ser uma busca na intimidade a Deus através da oração, partilha, onde a equipe gera idéias, amizade, uma intimidade no senhor, escuta e unidade. Devem ser quinzenais, para que nas semanas que não tenha a reunião, possa haver uma pequena confraternização como ir à lanchonete, pizzaria, assistir a um filme discernido, promovendo uma diversão sadia; Nessas reuniões será elaborado um plano de ação das atividades voltadas para a juventude: Incendeia, Alabanzas, Lual com Cristo, Barzinho Cristão, retiros, formações, etc.; Finalizando o plano de ação será desenvolvido um calendário contendo as atividades do Ministério Jovem e os lazeres a serem promovidos. Obs1: Todos da equipe jovem têm de participar das reuniões de equipe e das formações em geral, caso contrário, rever o discernimento, pois pode gerar dificuldade de unidade, por isso o membro da equipe precisa ter uma justificativa plausível no caso de ausência. Obs2: Somente depois que a equipe jovem estiver bem estruturada, e se for vontade de Deus, serão iniciadas as reuniões de Ministério Jovem Incendeia, que são abertas aos demais jovens da comunidade. Data de retorno do cadastro das equipes formadas: 14/03 Vamos ser fiéis a esta data! Formação diocesana - Data: 13 e 14/03/2011; Local: Colégio Agenor Roris Horário: Início no sábado às 13h30min e término no domingo às 17h00min; Taxa: 10,00 (alimentação inclusa); O que precisa levar: colchonete, roupa de cama e banho; Obs. Por favor, não esqueçam de levar o cadastro da sua equipe jovem formada. Datas das nossas atividades (Lazer no Espírito) *Lazer no Espírito (confraternização/equipes): 20/05/2011 *II campeonato carismático: 28-29/08/2011; *Diskemática: 04/09/2011; *Noite dos Santos: 23/10/2011; 24

25 14.3 Atividades da secretária diocesana do MJ Fazer a ata de todas as reuniões referente ao Ministério Jovem Diocesano: - Anotar os momentos de oração (profecias, palavra de ciência, etc.); - Discriminar tudo que está sendo passado na reunião (pauta); - Anotar as pendências que cada representante de área/ região/forania possui no momento; - Discriminar o nome de cada membro da equipe que estava presente. Não esquecer de colocar a justificativa de falta para os ausentes. Auxiliar na montagem do calendário e das pautas das reuniões do núcleo. Recolher de cada área/região a relação das equipes jovens para fazer a relação de representantes e equipes jovens dos G.O s da diocese. - Fazer a relação de s dos representantes/equipes jovem da diocese para eventuais contatos. Relação do núcleo diocesano: fazer uma planilha com os dados de todos os membros do núcleo: - Fazer uma lista de partilha do núcleo; - Telefonar/enviar para os representantes de área para relembrar e reforçar os retornos a serem dados e as datas de reuniões; Recolher de cada representante de área: - O relatório de atividades da área, contendo as atividades da equipe de trabalho (paroquiais) e das equipes jovens; - O calendário geral onde constem as reuniões/formações, eventos da área; Mediante os dados, fazer um relatório geral da situação atual do MJ da diocese, separado por área/região. Arquivar materiais do ministério (pautas, projetos, materiais de formação, etc.). 25

26 14.4 Cadastro para lideranças: núcleos diocesanos/ equipes de trabalho 26

27 14.5 Cadastro: equipes jovens 27

28 14.6 Cadastro: pastoreio jovem nos Grupos de Orações 28

29 14.7 Planilha: núcleos diocesanos/ equipes de trabalho 29

30 14.8 Planilha: equipes jovens 30

31 14.9 Relação de assinatura 31

32 14.10 Programação: formações e reuniões do Ministério Jovem Modelo de programação para reuniões para as equipes jovens: 08:30 às 09:00 h Animação 09:00 às 09:20 h Oração 09:20 às 10:00 h Pregação Jovem, o escolhido de Deus 10:00 às 10:20 h Lanche 10:20 às 10:40 h Retorno com animação/ Oração 10:40 às 11:40 h Pauta/direcionamentos - partilha (tirar dúvidas) Formação humana para líderes : programação modelo para as Dioceses SÁBADO 14:00 h Chegada - alojamento e crachá 14:30 às 15:00 h Animação 15:00 às 15:30 h Oração 15:30 às 16:30 h 1ª Pregação Amor oblativo: a busca da Maturidade afetiva. 16:30 às 16:50 h Deserto 16:50 às 17:00 h Retorno com partilha geral 17:00 às 17:15 h Lanche 17:15 às 17:30 h Retorno com animação 17:30 às 17:50 h Oração 17:50 às 18:50 h 2ª Pregação O Domínio do jovem na sua sexualidade 18:50 às 19:00 h Orientações 19:00 às 20:30 h Banho e jantar 20:30 às 22:00 h Lazer no espírito vivencia fraterna 22:00 às 22:15 h Oração final/ Orientações e recolhimento DOMINGO 06:30h às 07:30h - Despertar/ Banho 07:30 às 08:00 h Café da manhã 08:00 às 08:30 h Animação/Oração da manhã 08:40 às 09:40 h 3ª Pregação O Perfil do líder 09:40 às 10:10 h Estudo de caso : divisão dos grupos 10:10 às 10:30 h Solução do estudo de caso 10:30 às 10:50 h Lanche 10:50 às 11:00 h Animação/ Oração 11:10 às 12:10 h 4ª Pregação Jovens sentinelas da manhã: lançai as vossas redes. 12:10 às 13:10 h Almoço 13:10 às 13:30 h Retorno com animação 13:30 às 14:00 h Partilha Geral 14:00 às 14:50 h Pauta e direcionamentos, esclarecimento de dúvidas 15:00 h - Missa 32

33 14.11 Calendário de atividades gerais do MJ 33

34 34

35 14.12 Cartazes de eventos em geral 35

Orientações sobre Grupo de oração Jovem

Orientações sobre Grupo de oração Jovem Orientações sobre Grupo de oração Jovem A paz de Jesus queridos irmãos sentinelas de todo Brasil. Em virtude que no ENF surgirem muitas dúvidas sobre o Grupo de Oração jovem, rezei e discernir que é importante

Leia mais

GRUPOS DE ORAÇÃO EM DEFESA DA FAMÍLIA PLANO DE AÇÃO MINISTÉRIO PARA AS FAMÍLIAS RCC SÃO PAULO 2015-2016

GRUPOS DE ORAÇÃO EM DEFESA DA FAMÍLIA PLANO DE AÇÃO MINISTÉRIO PARA AS FAMÍLIAS RCC SÃO PAULO 2015-2016 GRUPOS DE ORAÇÃO EM DEFESA DA FAMÍLIA PLANO DE AÇÃO MINISTÉRIO PARA AS FAMÍLIAS RCC SÃO PAULO 2015-2016 Plano de Ação do Ministério Para as Famílias RCC São Paulo (2015-2016) Grupos de Oração em Defesa

Leia mais

ORIENTAÇÕES PRÁTICAS PARA AS EQUIPES DE INTERCESSÃO

ORIENTAÇÕES PRÁTICAS PARA AS EQUIPES DE INTERCESSÃO ORIENTAÇÕES PRÁTICAS PARA AS EQUIPES DE INTERCESSÃO O Grupo de Oração é aberto para todos virem beber da água viva de Jesus, sendo inundados pelo Espírito Santo, onde louvam, cantam, e são alimentados

Leia mais

Apresentação. (Solicitação do saudoso Santo Padre o Beato João Paulo II)

Apresentação. (Solicitação do saudoso Santo Padre o Beato João Paulo II) Apresentação A Renovação Carismática Católica do Estado do Piauí, movimento eclesial da Igreja Católica, tem por objetivo proporcionar às pessoas uma experiência concreta com Jesus Cristo, através do Batismo

Leia mais

O QUE É O PROJETO NATAL MISSIONÁRIO?

O QUE É O PROJETO NATAL MISSIONÁRIO? INTRODUÇÃO Como continuidade ao Projeto das Semanas Missionárias, Deus suscitou este novo projeto que envolverá não apenas ao movimento da Renovação Carismática Católica, mas a toda a Igreja Católica Apostólica

Leia mais

QUEREMOS UM NOVO PENTECOSTES!

QUEREMOS UM NOVO PENTECOSTES! 11&12 ABRIL ENCONTRO ESTADUAL DE FORMAÇÃO PARA COORDENADORES E MINISTÉRIOS DUQUE DE CAXIAS/RJ I N F O R M AT I V O E E F 2 0 1 5 2 3 D E M A R Ç O D E 2 0 1 5 QUEREMOS UM NOVO PENTECOSTES! O tradicional

Leia mais

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL 1 Ivocação ao Espirito Santo (oração ou canto) 2- Súplica inicial. (Em 2 coros: H- homens; M- mulheres) H - Procuramos para a Igreja/ cristãos

Leia mais

PROJETO AQUI TEM JOVEM

PROJETO AQUI TEM JOVEM Material de Apoio e Formação PROJETO AQUI TEM JOVEM Lista de Abreviaturas e Siglas G.O Grupo de Oração MJ Ministério Jovem PEF Pastoreio Evangelização Formação RCC Renovação Carismática Católica CONHEÇA

Leia mais

Paróquia Jesus, Maria e José Grupo de Oração Fonte de Misericórdia RCC/ Beberibe

Paróquia Jesus, Maria e José Grupo de Oração Fonte de Misericórdia RCC/ Beberibe Paróquia Jesus, Maria e José Grupo de Oração Fonte de Misericórdia RCC/ Beberibe Jovens sois forte a palavra de Deus permanece em vós. 1 Jo 2,14 O EVENTO: EMANUEL EMANUEL é o cumprimento da palavra que

Leia mais

MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Por que pensar em Mística e Construção?

MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Por que pensar em Mística e Construção? MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Espiritualidade e profecia são duas palavras inseparáveis. Só os que se deixam possuir pelo espírito de Deus são capazes de plantar sementes do amanhã e renovar a face da terra. Todo

Leia mais

BIÊNIO 2012-2013. Tema Geral da Igreja Metodista "IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA. Tema para o Biênio

BIÊNIO 2012-2013. Tema Geral da Igreja Metodista IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA. Tema para o Biênio 1 IGREJA METODISTA PASTORAL IMED PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E PLANO DE AÇÃO BIÊNIO 2012-2013 Tema Geral da Igreja Metodista "IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA

Leia mais

Guia de Divulgação 1

Guia de Divulgação 1 Guia de Divulgação 1 Sumário 1. Apresentação... 3 2. Dez dicas de como divulgar o Congresso Estadual... 4 3. Dicas para divulgar o congresso estadual pela internet.... 5 4. Sobre o Local do Evento... 6

Leia mais

RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA BRASIL FORMAÇÃO GRUPO DE ORAÇÃO JOVEM BRASIL

RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA BRASIL FORMAÇÃO GRUPO DE ORAÇÃO JOVEM BRASIL RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA BRASIL FORMAÇÃO GRUPO DE ORAÇÃO JOVEM BRASIL 2010 Índice GRUPO DE ORAÇÃO jovem... 3 1. Conceito... 3 2. Objetivos do GO... 4 3. Ministérios no GO... 4 3.1. Fundamentação

Leia mais

Processo de Iniciação na RCC. Renovação Carismática Católica do Brasil RCC BRASIL

Processo de Iniciação na RCC. Renovação Carismática Católica do Brasil RCC BRASIL MINISTÉRIO DE FORMAÇÃO Processo de Iniciação na RCC Renovação Carismática Católica do Brasil RCC BRASIL Conceito Por Iniciação Cristã se entende o processo pelo qual alguém é incorporado ao mistério de

Leia mais

PLANEJAMENTO DIOCESANO RCC CUIABÁ 2011 QUANDO ATIVIDADE RESPONSÁVEL HORÁRIO LOCAL 10/02 a

PLANEJAMENTO DIOCESANO RCC CUIABÁ 2011 QUANDO ATIVIDADE RESPONSÁVEL HORÁRIO LOCAL 10/02 a PLANEJAMENTO DIOCESANO RCC CUIABÁ 2011 QUANDO ATIVIDADE RESPONSÁVEL HORÁRIO LOCAL 10/02 a Cerco de Jericó em preparação do 26º Vinde e Vede Coord. Geral Vinde Santuário Eucarístico do Bom 16/02/2012 e

Leia mais

MANUAL DA VISÃO CELULAR

MANUAL DA VISÃO CELULAR MINISTÉRIO GERAÇÃO ELEITA MANUAL DA VISÃO CELULAR : 1.0 Data de Publicação: 16 de Janeiro de 2014 2 / 11 Identificação e Histórico do Documento Identificação do Documento: Nome do Documento: Atual: 1.00

Leia mais

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética 2 0 1 2-2 0 1 5 DIOCESE DE FREDERICO WESTPHALEN - RS Queridos irmãos e irmãs, Com imensa alegria, apresento-lhes o PLANO DIOCESANO DE ANIMAÇÃO BÍBLICO -

Leia mais

Retiros de Carnaval: oportunidade de encontro com Deus e com os irmãos Qua, 26 de Fevereiro de 2014 10:00

Retiros de Carnaval: oportunidade de encontro com Deus e com os irmãos Qua, 26 de Fevereiro de 2014 10:00 Tradicionalmente, a Renovação Carismática Católica realiza eventos durante os dias de Carnaval em todo o país. De forma simultânea, em cada região do Brasil, acontecerão retiros e encontros que reúnem

Leia mais

INFORMAÇÕES PARA RECEBER UMA EQUIPE DE EVANGELISMO DA ESCOLA MISSIONÁRIA DE FÉRIAS (EMF)

INFORMAÇÕES PARA RECEBER UMA EQUIPE DE EVANGELISMO DA ESCOLA MISSIONÁRIA DE FÉRIAS (EMF) INFORMAÇÕES PARA RECEBER UMA EQUIPE DE EVANGELISMO DA ESCOLA MISSIONÁRIA DE FÉRIAS (EMF) Olá Pastor (a) / Amigo (a) de Missões. A JOCUM Jovens Com Uma Missão, situada em Campinas apresenta nesse informativo

Leia mais

Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO

Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO ORIENTAÇÕES GERAIS Bem-vindos à nova estação dos GFs: a estação do evangelismo! Nesta estação queremos enfatizar pontos sobre nosso testemunho de vida

Leia mais

SECRETARIA GERAL DO TRABALHO MASCULINO TEMA: "Sacerdócio Real".

SECRETARIA GERAL DO TRABALHO MASCULINO TEMA: Sacerdócio Real. SECRETARIA GERAL DO TRABALHO MASCULINO TEMA: "Sacerdócio Real". "José é um ramo frutífero, ramo frutífero junto a fonte; seus galhos se estendem sobre o muro." Gen. 49:22 UPH EM AÇÃO Sugestão para programações

Leia mais

Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst. O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares

Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst. O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares Carta Pastoral dirigida às igrejas da diocese de Rotemburgo-Estugarda na Quaresma Pascal de 2015 Bispo Sr. Dr.

Leia mais

UMA ESCOLA SABATINA MISSIONÁRIA

UMA ESCOLA SABATINA MISSIONÁRIA UMA ESCOLA SABATINA MISSIONÁRIA Uma das principais funções da Escola Sabatina é levar os membros a cumprirem a missão. Desde o início, havia uma clara certeza de sua função missionária: Há, na Escola Sabatina,

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA DO BRASIL MINISTÉRIO JOVEM NÚCLEO PREGADORES COMO PREGAR PARA JOVENS

RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA DO BRASIL MINISTÉRIO JOVEM NÚCLEO PREGADORES COMO PREGAR PARA JOVENS RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA DO BRASIL MINISTÉRIO JOVEM NÚCLEO PREGADORES COMO PREGAR PARA JOVENS - Esta formação não substitui em hipótese nenhuma a formação de pregadores do ministério de pregação,

Leia mais

Vivendo a Liturgia Ano A

Vivendo a Liturgia Ano A Vivendo a Liturgia Junho/2011 Vivendo a Liturgia Ano A SOLENIDADE DA ASCENSÃO DO SENHOR (05/06/11) A cor litúrgica continua sendo a branca. Pode-se preparar um mural com uma das frases: Ide a anunciai

Leia mais

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 NO CAMINHO DO DISCIPULADO MISSIONÁRIO, A EXPERIÊNCIA DO ENCONCONTRO: TU ÉS O MESSIAS, O FILHO DO DEUS VIVO INTRODUÇÃO Queridos/as Catequistas! Com nossos cumprimentos

Leia mais

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia.

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia. EUCARISTIA GESTO DO AMOR DE DEUS Fazer memória é recordar fatos passados que animam o tempo presente em rumo a um futuro melhor. O povo de Deus sempre procurou recordar os grandes fatos do passado para

Leia mais

A transmissão da fé na Família. Reunião de Pais. Família

A transmissão da fé na Família. Reunião de Pais. Família A transmissão da fé na Família Reunião de Pais Família Plano Pastoral Arquidiocesano Um triénio dedicado à Família Passar de uma pastoral sobre a Família para uma pastoral para a Família e com a Família

Leia mais

JOVENS COM UMA MISSÃO JOCUM ARACAJU PROJETO INTERCESSÃO INTERCESSORES E GRUPOS DE INTERCESSÃO

JOVENS COM UMA MISSÃO JOCUM ARACAJU PROJETO INTERCESSÃO INTERCESSORES E GRUPOS DE INTERCESSÃO JOVENS COM UMA MISSÃO JOCUM ARACAJU PROJETO INTERCESSÃO INTERCESSORES E GRUPOS DE INTERCESSÃO Miss. Gustavo Lima Silva (Beréu) & Wanessa S. B. Santos Silva (Brasil) Recife, 2010. SUMÁRIO INTRODUÇÃO...

Leia mais

DICAS DA COORDENADORA ESTADUAL DE JCA

DICAS DA COORDENADORA ESTADUAL DE JCA DICAS DA COORDENADORA ESTADUAL DE JCA Queridas irmãs, é com temor e tremor que estou diante deste desafio do trabalho junto a JCA, mas sei que quem nos capacita é o Senhor da obra; certo de contar com

Leia mais

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS Infância/Adolescencia MISSÃO MISSÃO. Palavra muito usada entre nós É encargo, incumbência Missão é todo apostolado da Igreja. Tudo o que a Igreja faz e qualquer campo.

Leia mais

AQUI TEM JOVEM: projeto de implantação do Ministério Jovem nos grupos de oração da Renovação Carismática Católica

AQUI TEM JOVEM: projeto de implantação do Ministério Jovem nos grupos de oração da Renovação Carismática Católica EQUIPE NACIONAL DO MINISTÉRIO JOVEM AQUI TEM JOVEM: projeto de implantação do Ministério Jovem nos grupos de oração da Renovação Carismática Católica BRASÍLIA 2007 O jovem necessita não somente que falemos

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES

PERGUNTAS FREQUENTES PERGUNTAS FREQUENTES O que é a Jornada Mundial da Juventude (JMJ)? É o maior encontro mundial de jovens católicos com o papa. A jornada começou com o Papa João Paulo II, em 1984, no Vaticano. Desde então

Leia mais

PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE

PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE Espiritualidade Apostólica Marista Ir. José Milson de Mélo Souza Ano de Deus Pai LADAINHA DE SÃO MARCELINO CHAMPAGNAT (Ir. José Milson) V. Senhor, tende piedade de nós.

Leia mais

Como utilizar este caderno

Como utilizar este caderno INTRODUÇÃO O objetivo deste livreto é de ajudar os grupos da Pastoral de Jovens do Meio Popular da cidade e do campo a definir a sua identidade. A consciência de classe, ou seja, a consciência de "quem

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DA IGREJA METODISTA 1ª REGIÃO ECLESIÁSTICA SEDE REGIONAL

ASSOCIAÇÃO DA IGREJA METODISTA 1ª REGIÃO ECLESIÁSTICA SEDE REGIONAL Rio de Janeiro, 29 de fevereiro de 2008. CGE/011/08 Aos/Às Pastores e Pastoras Estimados/as irmãos e irmãs Jesus Cristo é o Senhor! Encaminho esta carta através do seu pastor/a, visto não possuirmos ainda

Leia mais

Elementos da Vida da Pequena Comunidade

Elementos da Vida da Pequena Comunidade Raquel Oliveira Matos - Brasil A Igreja, em sua natureza mais profunda, é comunhão. Nosso Deus, que é Comunidade de amor, nos pede entrarmos nessa sintonia com Ele e com os irmãos. É essa a identidade

Leia mais

A Apostolicidade da Fé

A Apostolicidade da Fé EMBARGO ATÉ ÀS 18H30M DO DIA 10 DE MARÇO DE 2013 A Apostolicidade da Fé Catequese do 4º Domingo da Quaresma Sé Patriarcal, 10 de Março de 2013 1. A fé da Igreja recebemo-la dos Apóstolos de Jesus. A eles

Leia mais

Missionários, o que é Missão?

Missionários, o que é Missão? Missionários, o que é Missão? É um chamado de Deus e da Igreja a ser respondido. É o chamado batismal. Tornar Jesus Cristo mais conhecido, mais amado, mais adorado: Conhecer a Jesus é o melhor presente

Leia mais

A figura abaixo apresenta, de modo esquemático, a metodologia geral do REBANHÃO:

A figura abaixo apresenta, de modo esquemático, a metodologia geral do REBANHÃO: 02 03 O REBANHÃO desenvolve-se através de palestras, orações, adoração ao Santíssimo Sacramento, apresentações de grupos de dança e teatro, shows musicais, celebrações eucarísticas (Missas), bailes de

Leia mais

OS DESAFIOS DACOMUNICAÇÃO

OS DESAFIOS DACOMUNICAÇÃO OS DESAFIOS DACOMUNICAÇÃO A contribuição das mídias. Como parte constitutiva da atual ambiência comunicacional, elas tornam-se recursos e ambientes para o crescimento pessoal e social. Constituem-se no

Leia mais

Tema: Juventude Missionária: a identidade do Verbo Divino Lema: : Como o Pai me enviou também eu vos envio (Jo 20, 21)

Tema: Juventude Missionária: a identidade do Verbo Divino Lema: : Como o Pai me enviou também eu vos envio (Jo 20, 21) Edital Tema: Juventude Missionária: a identidade do Verbo Divino Lema: : Como o Pai me enviou também eu vos envio (Jo 20, 21) A gincana paroquial da juventude verbita é um evento católico com o intuito

Leia mais

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO SOBRE NÓS FAZEI BRILHAR O ESPLENDOR DE VOSSA FACE! 3 º DOMINGO DA PÁSCOA- ANO B 22 DE ABRIL DE 2012 ANIM: (Saudações espontâneas)

Leia mais

REGULAMENTO RETIRO VINDE E VEDE 2015 Deixai-vos conduzir pelo Espírito Santo (Gl 5, 16a)

REGULAMENTO RETIRO VINDE E VEDE 2015 Deixai-vos conduzir pelo Espírito Santo (Gl 5, 16a) REGULAMENTO RETIRO VINDE E VEDE 2015 Deixai-vos conduzir pelo Espírito Santo (Gl 5, 16a) O evento: O Retiro de Carnaval Vinde e Vede é um evento organizado pelo movimento eclesial da Igreja Católica, a

Leia mais

PARÓQUIA SÃO JOSÉ - MATRIZ DE RIBEIRÃO PIRES CALENDÁRIO PAROQUIAL DE PASTORAL ANO 2014

PARÓQUIA SÃO JOSÉ - MATRIZ DE RIBEIRÃO PIRES CALENDÁRIO PAROQUIAL DE PASTORAL ANO 2014 PARÓQUIA SÃO JOSÉ - MATRIZ DE RIBEIRÃO PIRES CALENDÁRIO PAROQUIAL DE PASTORAL ANO 2014 Objetivo A partir das Diretrizes da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil e do 7º Plano Diocesano de Pastoral (2013-20150,

Leia mais

Oração do Conselho Arquidiocesano da Renovação Carismática Católica de Goiânia 24/06/2014.

Oração do Conselho Arquidiocesano da Renovação Carismática Católica de Goiânia 24/06/2014. RCC Goiânia Oração do Conselho Arquidiocesano da Renovação Carismática Católica de Goiânia 24/06/2014. Queridos irmãos, que a paz de Jesus e o amor de Maria inundem os nossos corações! Agradeço a cada

Leia mais

COMUNIDADE DE COMUNIDADES: UMA NOVA PARÓQUIA. Estudo 104 CNBB

COMUNIDADE DE COMUNIDADES: UMA NOVA PARÓQUIA. Estudo 104 CNBB COMUNIDADE DE COMUNIDADES: UMA NOVA PARÓQUIA Estudo 104 CNBB ASPECTOS GERAIS DO DOCUMENTO PERSPECTIVAS PASTORAIS TEXTOS BASES DESAFIOS FUNÇÕES DA PARÓQUIA PERSPECTIVA TEOLÓGICA MÍSTICA DO DOCUMENTO PERSPECTIVA

Leia mais

CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS

CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS Apresentação A JUVENTUDE MERECE ATENÇÃO ESPECIAL A Igreja Católica no Brasil diz que é preciso: Evangelizar, a partir de Jesus Cristo,

Leia mais

IGREJA METODISTA DE VILA ISABEL

IGREJA METODISTA DE VILA ISABEL 1 IGREJA METODISTA DE VILA ISABEL Discípulos e Discípulas no Caminho da Missão PLANO MISSIONÁRIO 2012-2016 1 APRESENTAÇÃO: A Igreja local, pelos nossos documentos, é vista e entendida como a agência básica

Leia mais

DIA DE ORAÇÃO PELA JMJ RIO2013

DIA DE ORAÇÃO PELA JMJ RIO2013 ROTEIRO PARA O DIA DE ORAÇÃO PELA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE RIO2013 Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude - CNBB CANTO DE ENTRADA (Canto a escolha) (Este momento de oração pode ser associado

Leia mais

JUVENTUDE MARIANA VICENTINA PROVÍNCIA DO RIO DE JANEIRO PLANO DE AÇÃO 2015-2017

JUVENTUDE MARIANA VICENTINA PROVÍNCIA DO RIO DE JANEIRO PLANO DE AÇÃO 2015-2017 JUVENTUDE MARIANA VICENTINA PROVÍNCIA DO RIO DE JANEIRO PLANO DE AÇÃO 2015-2017 No ano de 2015, a Juventude Mariana Vicentina traçou um desafio internacionalmente sob o lema Evangelizados para evangelizar.

Leia mais

CRIANÇAS E ADOLESCENTES MISSIONÁRIOS NA CARIDADE

CRIANÇAS E ADOLESCENTES MISSIONÁRIOS NA CARIDADE Vicente de Paulo dizia: "Que coisa boa, sem igual, praticar a Caridade. Praticá-la é o mesmo que praticar todas as virtudes juntas. É como trabalhar junto com Jesus e cooperar com ele na salvação e no

Leia mais

3º EIXO Dízimo TOTAL DIOCESE 943 579 61,3%

3º EIXO Dízimo TOTAL DIOCESE 943 579 61,3% 3º EIXO Dízimo Paróquia/Questionários Distribuídos Devolvidos % Devolv. Miguel Calmon 67 27 40 Piritiba 45 06 13 Tapiramutá 30 19 63 Mundo Novo 20 12 60 Jequitibá 14 10 71 Totais zonal 2 176 74 42% Andaraí

Leia mais

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 1 a Edição Editora Sumário Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9 Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15 Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 Santos, Hugo Moreira, 1976-7 Motivos para fazer

Leia mais

Diz respeito ao que vamos realizar em Cristo, pelo poder do Espírito Santo para cumprir a nossa missão:

Diz respeito ao que vamos realizar em Cristo, pelo poder do Espírito Santo para cumprir a nossa missão: II) NOSSA VISÃO Diz respeito ao que vamos realizar em Cristo, pelo poder do Espírito Santo para cumprir a nossa missão: A) Adorar a Deus em espírito e verdade Queremos viver o propósito para o qual Deus

Leia mais

CALENDÁRIO DE 2014 DAS ATIVIDADES PASTORAIS

CALENDÁRIO DE 2014 DAS ATIVIDADES PASTORAIS CALENDÁRIO DE 2014 DAS ATIVIDADES PASTORAIS Abreviações utilizadas: P Paróquia. RP Região Pastoral A Arquidiocese. N Nacional FEVEREIRO - 2014 01 Sb P Pastoral da Juventude Retiro Centro de Encontros Dom

Leia mais

Comissão Diocesana da Pastoral da Educação ***************************************************************************

Comissão Diocesana da Pastoral da Educação *************************************************************************** DIOCESE DE AMPARO - PASTORAL DA EDUCAÇÃO- MARÇO / 2015 Todo cristão batizado deve ser missionário Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos e fazei-me conhecer a vossa estrada! Salmo 24 (25) Amados Educadores

Leia mais

SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA

SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA Antes da Solene celebração, entregar a lembrança do centenário No Final terá um momento de envio onde cada pessoa reassumirá a missão. O sinal deste momento será a colocação

Leia mais

PROJETO 100% PRA JESUS

PROJETO 100% PRA JESUS PROJETO 100% PRA JESUS DIOCESE DE MARÍLIA O projeto consiste em uma moção de Deus para aumentarmos o número de participantes em nossos Grupos de Oração. O projeto se divide em duas dimensões, que serão

Leia mais

Encontro Nacional da CVX: Para onde nos leva o Senhor? LIDERANÇA E VISIBILIDADE

Encontro Nacional da CVX: Para onde nos leva o Senhor? LIDERANÇA E VISIBILIDADE Encontro Nacional da CVX: Para onde nos leva o Senhor? São Paulo, 24 a 26 de abril de 2009 Centro Pastoral Santa Fé Grupo 1 Cynthia Pires (BH) LIDERANÇA E VISIBILIDADE RESULTADOS DOS TRABALHOS EM GRUPOS

Leia mais

Ata da reunião da Comunidade Central Junho (03/06/2014)

Ata da reunião da Comunidade Central Junho (03/06/2014) Ata da reunião da Comunidade Central Junho (03/06/2014) No dia 03 de junho, às 19h30min, foi realizada na Catedral a quarta reunião da Comunidade Central do ano de 2014. Esta reunião contou com a presença

Leia mais

Versículo Biblíco Eu te louvo porque me fizeste de modo especial e admirável. Salmos 139:14 (NVI)

Versículo Biblíco Eu te louvo porque me fizeste de modo especial e admirável. Salmos 139:14 (NVI) Versículo Biblíco Eu te louvo porque me fizeste de modo especial e admirável. Salmos 139:14 (NVI) Objetivos O QUE? (GG): As crianças ouvirão a história de Marcinelo, um boneco de madeira que não se sentia

Leia mais

Igreja Cristã Maranata. Trabalho com Surdos. Orientações gerais. Trabalho de LIBRAS

Igreja Cristã Maranata. Trabalho com Surdos. Orientações gerais. Trabalho de LIBRAS Orientações gerais Trabalho de LIBRAS Orientações quanto ao. Vimos, através desta, informar sobre a conduta básica para recepção dos nossos irmãos surdos e sobre procedimentos no tocante à introdução e

Leia mais

RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA DO ESTADO DA FLÓRIDA PLANO DE AÇÃO

RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA DO ESTADO DA FLÓRIDA PLANO DE AÇÃO APRESENTAÇÃO RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA DO ESTADO DA FLÓRIDA PLANO DE AÇÃO A Renovação Carismática é uma graça com várias manifestações na Igreja Católica, de caráter mundial, mas não uniforme, nem

Leia mais

Caderno de Estudo: Avaliação 2013) Equipe Dinamizadora do 7º PPO Arquidiocese de Campinas - SP

Caderno de Estudo: Avaliação 2013) Equipe Dinamizadora do 7º PPO Arquidiocese de Campinas - SP Caderno de Estudo: Avaliação 7º Plano de Pastoral Orgânica (20102010-2013) 2013) Equipe Dinamizadora do 7º PPO Arquidiocese de Campinas - SP A p r e s e n t a ç ã o Eu vim, ó Deus, para fazer a Vossa

Leia mais

OBLATOS ORIONITAS. linhas de vida espiritual e apostólica

OBLATOS ORIONITAS. linhas de vida espiritual e apostólica OBLATOS ORIONITAS linhas de vida espiritual e apostólica Motivos inspiradores da oblação orionita laical O "carisma" que o Senhor concede a um fundador, é um dom para o bem de toda a Igreja. O carisma

Leia mais

Módulo II Quem é o Catequista?

Módulo II Quem é o Catequista? Módulo II Quem é o Catequista? Diocese de Aveiro Objectivos Descobrir a imagem de catequista que existe na nossa comunidade. Aprofundar a vocação e o ministério do catequista a partir da Bíblia. Com base

Leia mais

CAMPANHA SENTINELAS EM MISSÃO OUTUBRO 2009

CAMPANHA SENTINELAS EM MISSÃO OUTUBRO 2009 CAMPANHA SENTINELAS EM MISSÃO OUTUBRO 2009 CAMPANHA SENTINELAS EM MISSÃO OUTUBRO 2009 Tema: Sentinelas em missão Lema: A Juventude quer viver JUSTIFICATIVA Outubro é o mês missionário! Missão não é tarefa

Leia mais

Conselho Missionário da Igreja. O que é? Como organizar?

Conselho Missionário da Igreja. O que é? Como organizar? Conselho Missionário da Igreja O que é? Como organizar? O que é? Como organizar? É o agente da Missão é o Corpo de Cristo e o comprometimento da Igreja surge a partir da oração, estudo dos princípios bíblia

Leia mais

PARÓQUIA SÃO JOSÉ MATRIZ DE RIBEIRÃO PIRES Diocese de Santo André

PARÓQUIA SÃO JOSÉ MATRIZ DE RIBEIRÃO PIRES Diocese de Santo André PARÓQUIA SÃO JOSÉ MATRIZ DE RIBEIRÃO PIRES Diocese de Santo André A força da evangelização virá a encontrar-se muito diminuída se aqueles que anunciam o Evangelho estiverem divididos entre si, por toda

Leia mais

Lição 9 Completar com Alegria

Lição 9 Completar com Alegria Lição 9 Completar com Alegria A igreja estava cheia. Era a época da colheita. Todos tinham trazido algo das suas hortas, para repartir com os outros. Havia muita alegria enquanto as pessoas cantavam louvores

Leia mais

REVENDO A VISÃO E A NOSSA ESTRUTURA

REVENDO A VISÃO E A NOSSA ESTRUTURA AS CINCO FUNÇÕES ESSENCIAIS DA CÉLULA REVENDO A VISÃO E A NOSSA ESTRUTURA A célula tem muitas funções na igreja local, mas queremos ver o que na nossa opinião seriam as funções mais essenciais e indispensáveis.

Leia mais

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Introdução: Educar na fé, para a paz, a justiça e a caridade Este ano a Igreja no Brasil está envolvida em dois projetos interligados: a lembrança

Leia mais

SECRETARIADO FRATERNO NACIONAL DA JUFRA DO BRASIL

SECRETARIADO FRATERNO NACIONAL DA JUFRA DO BRASIL SECRETARIADO FRATERNO NACIONAL DA JUFRA DO BRASIL R. Homem de Melo, 80 Cambeba, Fortaleza - CE CEP: 60.841-605 Saudações de paz e Bem irmãos e irmãs da Juventude Franciscana do Brasil. Espero por meio

Leia mais

PROGRAMA PAROQUIAL DE PASTORAL 2009/2010

PROGRAMA PAROQUIAL DE PASTORAL 2009/2010 PROGRAMA PAROQUIAL DE PASTORAL 2009/2010 Ao iniciar o novo ano de pastoral paroquial, aceitamos o desafio que nos é feito de continuarmos a nossa caminhada de cristãos atentos aos desafios de Deus e do

Leia mais

Casas de Paz Uma estratégia para levar famílias a experimentar a paz que só Jesus pode oferecer.

Casas de Paz Uma estratégia para levar famílias a experimentar a paz que só Jesus pode oferecer. Casas de Paz Uma estratégia para levar famílias a experimentar a paz que só Jesus pode oferecer. 1) Introdução. Pouco antes da sua morte Jesus declarou aos seus discípulos: Deixo com vocês a paz. É a minha

Leia mais

MISSÃO PAÍS. Manual da Missão País

MISSÃO PAÍS. Manual da Missão País MISSÃO PAÍS Manual da Missão País Introdução Nos dias de hoje, quando ouvimos falar de missão, pensamos logo em acções de voluntariado em países subdesenvolvidos onde é preciso todo o tipo de ajuda para

Leia mais

Multiplicação de Células

Multiplicação de Células Multiplicação de Células O objetivo principal da Célula Sub-metas: 1. Definir uma Data 2. Aumentar a presença de Deus 3. Levantar um novo Líder 4. Firmar novos membros 5. Encontrar um novo Anfitrião Multiplicar

Leia mais

Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida. Permanece conosco

Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida. Permanece conosco Notícias de Família Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida 06 JUNHO 2014 Permanece conosco Vivemos dias de graça, verdadeiro Kairós com a Celebração

Leia mais

CALENDÁRIO GERAL DAS MISSÕES

CALENDÁRIO GERAL DAS MISSÕES CALENDÁRIO GERAL DAS MISSÕES CIDADE DATA EVENTO 16 a 18/10 Retiro do Pastoreio Arcoverde (PE) 30/10 Mil Ave Marias 01/11 Lazer da Obra 02/11 Evangelização no Cemitério 13/11 Vigília 28 e 29/11 Copa Shalom

Leia mais

A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária

A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária A evangelização nos dá a alegria do encontro com a Boa Nova da Ressurreição de Cristo. A maioria das pessoas procura angustiada a razão de sua vida

Leia mais

Plano de Pastoral Vocacional com Comunidades de Imigrantes Brasileiros

Plano de Pastoral Vocacional com Comunidades de Imigrantes Brasileiros 1 Plano de Pastoral Vocacional com Comunidades de Imigrantes Brasileiros Fr. Darci DaSilva 2 Plano de Pastoral Vocacional com Comuniddes Brasileiras 1. Objetivos: Criar e manter vivo em nossas Comunidades

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Ser Igreja de Comunhão e Participação!

APRESENTAÇÃO. Ser Igreja de Comunhão e Participação! APRESENTAÇÃO Os Bispos aprovaram, recentemente, as Diretrizes da Ação Evangelizadoras da Igreja do Brasil 2011 2015 e a Arquidiocese de Florianópolis em comunhão com estas quer impulsionar todas as paróquias

Leia mais

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel.

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. NOVENA DE NATAL 2015 O Natal e a nossa realidade A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. (Is 7,14) APRESENTAÇÃO O Natal se aproxima. Enquanto renovamos a esperança de

Leia mais

Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013

Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013 Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013 1. Finalidade do Ano da Fé; 2. O que é a Fé; 3. A transmissão da Fé enquanto professada, celebrada, vivida e rezada; 4. O conteúdo

Leia mais

REGULAMENTO XVI CONJER

REGULAMENTO XVI CONJER REGULAMENTO XVI CONJER 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO FINALIDADES E DEFINIÇÕES 1.1. Evento: Décima sexta Confraternização das Juventudes Espíritas de Roraima - XVI CONJER 1.2. Promoção: Área de Infância e Juventude

Leia mais

3º Congresso Vocacional do Brasil

3º Congresso Vocacional do Brasil III CONGRESSO VOCACIONAL DO BRASIL Tema: Discípulos missionários a serviço das vocações Lema: Indaiatuba, Itaici, 03 a 07 de setembro de 2010 3º Congresso Vocacional do Brasil Dom Leonardo Ulrich Steiner

Leia mais

COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA REUNIÃO DE PAIS E CATEQUISTAS 09 DE FEVEREIRO DE 2010

COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA REUNIÃO DE PAIS E CATEQUISTAS 09 DE FEVEREIRO DE 2010 COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA REUNIÃO DE PAIS E CATEQUISTAS 09 DE FEVEREIRO DE 2010 ORAÇÃO DE ABERTURA CANTO (REPOUSAR EM TI) Música de Tânia Pelegrino baseada na obra Confissões, de

Leia mais

Ata da reunião Comunidade Central (05/08/2014)

Ata da reunião Comunidade Central (05/08/2014) Ata da reunião Comunidade Central (05/08/2014) No dia 05 de agosto, às 19h30min, foi realizada na Catedral a quinta reunião da Comunidade Central do ano de 2014. Esta reunião contou com a presença de 34

Leia mais

Você é um zero à direita!

Você é um zero à direita! Você é um zero à direita! A igreja é um corpo. Uma pequena parte do corpo, é uma célula. Uma micro-célula, é o discipulado. Para o corpo crescer, tudo precisa estar bem. Quando uma criança não cresce,

Leia mais

Ata do Lançamento do Ano Pastoral FAMÍLIA SALESIANA 2015/2016

Ata do Lançamento do Ano Pastoral FAMÍLIA SALESIANA 2015/2016 Ata do Lançamento do Ano Pastoral FAMÍLIA SALESIANA 2015/2016 Aos dezanove dias do mês de Setembro de dois mil e quinze realizou-se em Fátima, na Casa Nossa Senhora do Carmo, o encontro de apresentação

Leia mais

Instituição e Renovação de Ministérios Extraordinários na Diocese

Instituição e Renovação de Ministérios Extraordinários na Diocese Instituição e Renovação de Ministérios Extraordinários na Diocese 1. RITO DE INSTITUIÇÃO DOS MINISTROS(AS) DA COMUNHÃO Diácono: Queiram levantar-se os que receberão o mandato de Ministros Extraordinários

Leia mais

Oração na Vida Diária

Oração na Vida Diária Oração na Vida Diária Caro jovem,, Que alegria saber que como você muitos jovens estão encontrando um caminho para a oração pessoal e diária. Continue animado com a busca de um relacionamento mais pessoal

Leia mais

MULHER CRISTÃ EM AÇÃO

MULHER CRISTÃ EM AÇÃO MULHER CRISTÃ EM AÇÃO Moças Jovens senhoras A organização Mulher Cristã em Ação(MCA) destina-se a todas as mulheres, membro da igreja ou não, sem considerar idade ou estado civil Meia Idade Terceira Idade

Leia mais

QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO

QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO Disponível em: www.seminariomaiordebrasilia.com.br Acesso em 13/03/2014 A palavra Quaresma surge no século IV e tem um significado profundo e simbólico para os cristãos

Leia mais

ATRAINDO E MANTENDO A MULTIDÃO

ATRAINDO E MANTENDO A MULTIDÃO ATRAINDO E MANTENDO A MULTIDÃO ANOTAÇÕES Como Planejar Um Culto Sensível Aos Não-crentes INTRODUÇÃO Uma das características do ministério de Jesus é que ele atraía muitas pessoas A Bíblia diz que "Numerosas

Leia mais

Retiro de Revisão de Metas do Querigma

Retiro de Revisão de Metas do Querigma Pe. Marco Antonio Guerrero Guapacho - Colômbia 1. Evangelização Evangelizar é um verbo, derivado de evangelho, que faz referência à proclamação, ao anúncio de Jesus Cristo e da sua mensagem. No propósito

Leia mais

CALENDARIO DE ATIVIDADES PAROQUIAIS SAGRADA FAMÍLIA - 2012

CALENDARIO DE ATIVIDADES PAROQUIAIS SAGRADA FAMÍLIA - 2012 FEVEREIRO 03 Missa do Apostolado da Oração 15h e Adoração das 16h às 18:45 04 Reunião com os Catequistas 14:30 horas 04 Curso de Batismo 19h às 21:30 horas 04 Noite do Cachorro Quente resp. Grupo de Jovens

Leia mais

Setembro Mês da Bíblia

Setembro Mês da Bíblia Setembro Mês da Bíblia Discípulos missionários a partir do Evangelho de João Permanecei no Meu amor, para produzir muitos frutos (Cf. Jo 15, 9-16) Retiro Espiritual Arquidiocesano AO Pe. Vânio da Silva.

Leia mais