III POP-UP JORNADAS DE EMPREGABILIDADE E EMPREENDEDORISMO 13 DE NOVEMBRO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "III POP-UP JORNADAS DE EMPREGABILIDADE E EMPREENDEDORISMO 13 DE NOVEMBRO"

Transcrição

1 III POP-UP JORNADAS DE EMPREGABILIDADE E EMPREENDEDORISMO 13 DE NOVEMBRO APRESENTAÇÃO DE EMPRESAS HORA EMPRESA 09H00 10H00 Embaixada do Chile em Portugal 10H00 10H45 Gabinete de Empreendedorismo da NOVA 10H45 11H30 MNE: Programa de Estágios Curriculares 11H30 12H15 MNE: Carreira Diplomática 12H15 13H00 Neoépica 13H00 14H00 Quercus 14H00 14H45 Númena 14H45 15H30 WACT 15H30 16H15 Associação PAR Respostas Sociais 16H15 17H00 Grupo Cofina Media 17H00 18H00 BNP Paribas 18H00 18H30 Acredita Portugal (*) (A confirmar) FEIRA DE OPORTUNIDADES PROFISSIONAIS NOME Gabinete de Empreendedorismo da NOVA CIEJD Centro de Informação Europeia Jacques Delors ACEGIS Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social Adecco WACT We Are Changing Together Tetraepik Acredita Portugal

2 INSTITUIÇÃO: Embaixada do Chile em Portugal REPRESENTANTE: Dr.ª Mariana Dias (Assessora Comercial) QUANDO: 13 de Novembro (4ªfeira), das 09h00 às 10h00. ProChile é a instituição do Ministério de Relações Exteriores do Chile encarregada de promover as exportações de produtos e serviços do país, para além de contribuir para a difusão do investimento estrangeiro e promoção do turismo. Têm uma rede de mais de 50 escritórios comerciais em todo o mundo e 15 escritórios regionais no Chile, com o conhecimento e informação necessários para poder potenciar o sector exportador nacional. Apoiam a internacionalização dos produtos e serviços chilenos através de uma ampla gama de ferramentas, entre as quais se destacam os sistemas de informação de alta qualidade, a participação nas feiras internacionais mais importantes do mundo e programas concebidos para que as empresas possam desenvolver ao máximo as suas capacidade exportadoras. Assim, a ProChile apresenta-se como um sócio estratégico que contribui com a sua experiência em gestão e promoção de negócios internacionais em cada etapa do processo exportador. A Embaixada do Chile em Portugal tem como função representar o Estado de Chile junto da República Portuguesa e aprofundar a relação bilateral entre ambos os Estados. A Embaixada actua ainda como representante da ProChile em Portugal, realizando neste Estado todas as suas atribuições. Entre as tarefas que desenvolve, incluem-se: Dar seguimento às questões de empresas portuguesas sobre produtos chilenos; Manter actualizados os dados do comércio bilateral; Promover e incentivar o consumo de produtos chilenos no mercado português.

3 INSTITUIÇÃO: Gabinete de Empreendedorismo da NOVA REPRESENTANTE: Joana Mendonça Coordenadora do Gabinete de Empreendedorismo da Universidade Nova de Lisboa QUANDO: 13 de Novembro (4ªfeira), das 10h00 às 10h45. NOVA Empreendedorismo O Gabinete de Empreendedorismo da Universidade Nova de Lisboa (NOVA Empreendedorismo) tem como objetivo principal a criação e desenvolvimento do Ecossistema Empreendedor dentro da Universidade, através do envolvimento de várias entidades. Neste sentido, foi criada dentro da Universidade uma nova estrutura, denominada por Conselho de Empreendedorismo, na qual têm participação todas as unidades orgânicas que compõem a Universidade Nova de Lisboa e que tem intervenção em todas as decisões relacionadas com as atividades de empreendedorismo a desenvolver, assegurando o envolvimento do universo que compõe a Universidade e a existência de um verdadeiro trabalho multidisciplinar.

4 INSTITUIÇÃO: Ministério dos Negócios Estrangeiros Programa de Estágios Curriculares REPRESENTANTE: Dr. Jorge Azevedo Correia QUANDO: 13 de Novembro (4ªfeira), das 10h45 às 11h30. A apresentação do Instituto Diplomático sobre o Programa de Estágios Curriculares no MNE será levada a cabo pelo Dr. Jorge Azevedo Correia, Técnico Superior do Instituto. Esta incidirá sobre os objectivos, condições de elegibilidade e procedimentos regulamentares do Programa de Estágios, assim como sobre a utilidade académica e profissional dos mesmos. Haverá também uma breve explicação sobre a submissão de candidaturas por parte de candidatos individuais e sobre as melhores práticas face ao processo de formalização dos estágios. INSTITUIÇÃO: Ministério dos Negócios Estrangeiros Carreira Diplomática REPRESENTANTE: Dr.ª Graça Gonçalves Pereira QUANDO: 13 de Novembro (4ªfeira), das 11h30 às 12h45.

5 INSTITUIÇÃO: Neoépica REPRESENTANTE: Dr. Paulo Rebelo QUANDO: 13 de Novembro (4ªfeira), das 12h45 às 13h00. A Neoépica é a materialização do sonho de um grupo de alunos do curso de História variante A Neoépica Arqueologia é da a materialização FCHS-UNL. Alunos do que sonho entre de 1998 um e grupo 2002, estreitam de alunos laços do de curso amizade História que se variante Arqueologia prolongam da com FCHS-UNL. o convite do Alunos Gabinete que, de entre Arqueologia 1998 e da 2002, Câmara estreitam Municipal laços de Cascais de amizade para a que se prolongam realização com de diversas o convite intervenções do Gabinete arqueológicas de Arqueologia no município da Câmara ao longo Municipal de 2003, 2004 de e Cascais para a realização 2005, entre de diversas quais destacamos intervenções os trabalhos arqueológicas arqueológicos no município na Fortaleza ao longo de Nossa de 2003, Senhora 2004 da e 2005, entre Luz as e na quais Cidadela destacamos Cascais os desenvolvidos trabalhos arqueológicos nesse período. na Fortaleza de Nossa Senhora da Luz e na Cidadela de Cascais desenvolvidos nesse período. Estes trabalhos permitiram desenvolver uma relação em ambiente de trabalho, alicerçando metodologias e modos de trabalho em equipa e quando finda o projecto de Cascais, em meados de 2005, opta-se por dar continuidade à relação com a Neoépica. Orgulhosa da dedicação e respeito que nutre pelos seus clientes e colaboradores, que é a sua forma de proteger, divulgar e desenvolver o património histórico e arqueológico que é pertença de cada um de nós, nos últimos anos, e apesar do contexto de grave crise, a Neoépica tem evoluído e estendido a sua acção a todo o país. Olha para o futuro com força e ânimo, assente num trabalho onde a qualidade é o ponto central dos seus projectos. A Neoépica desenvolve a sua actividade no âmbito da arqueologia e do património em geral, com trabalhos de escavação arqueológica das mais diferentes épocas e contextos; acompanhamento arqueológico em variados ambientes; conservação e restauro de materiais e estruturas; pareceres técnicos no âmbito do património; tratamento, marcação e inventariação de espólio arqueológico; registo fotográfico e gráfico de património edificado; estudos de impacto ambientais (EIA) na vertente patrimonial; realização de cartas arqueológicas e outros levantamentos de índole patrimonial; investigação e publicações no âmbito da história e arqueologia, entre outros.

6 INSTITUIÇÃO: Quercus REPRESENTANTE: Dr. Nuno Sequeira QUANDO: 13 de Novembro (4ªfeira), das 13h00 às 14h00. A Quercus é uma Organização Não Governamental de Ambiente (ONGA) portuguesa fundada a 31 de outubro de É uma associação independente, apartidária, de âmbito nacional, sem fins lucrativos e constituída por cidadãos que se juntaram em torno do mesmo interesse pela Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais e na Defesa do Ambiente em geral, numa perspectiva de desenvolvimento sustentado. A Associação designa-se Quercus por ser essa a designação comum em latim atribuída aos Carvalhos, às Azinheiras e aos Sobreiros, árvores características dos ecossistemas florestais mais evoluídos que cobriam o nosso país e de que restam, atualmente, apenas relíquias muito degradadas. Ao longo dos anos, a Quercus tem vindo a ocupar na sociedade portuguesa um lugar simultaneamente irreverente e construtivo na defesa das múltiplas causas da natureza e do ambiente. O seu âmbito de ação abrange hoje diversas áreas temáticas da atualidade ambiental, onde se incluem, além da conservação da natureza e da biodiversidade, a energia, a água, os resíduos, as alterações climáticas, as florestas, o consumo sustentável, a responsabilidade ambiental, entre outras. Este acompanhamento especializado é, em grande parte, suportado pelo trabalho desenvolvido por vários grupos de trabalho e projetos permanentes. Este estatuto foi progressivamente conquistado através de uma conduta atenta ao real, sem perder o ponto de referência fundamental dos princípios, nem se afastar das necessidades de complementar a denúncia crítica com o esforço para a construção de consensos na sociedade portuguesa, sem os quais nenhum efetivo modelo de desenvolvimento sustentável será possível no nosso país. Para mais informações sobre os projectos que a Quercus tem:

7 INSTITUIÇÃO: Númena REPRESENTANTE: Dr. Tiago Santos QUANDO: 13 de Novembro (4ªfeira), das 14h00 às 14h45. A Númena é um centro de investigação em ciências sociais e humanas constituído sob a forma de associação científica sem fins lucrativos. Foi fundada a 5 de Janeiro de 2001 por um grupo de investigadores que colaboravam já informalmente. O nome com o qual baptizámos a associação, Númena s. f., é uma expressão de fantasia resultante da confluência de duas raízes. O étimo latino reporta à inspiração necessária para nos aproximarmos das realidades absolutas a que se refere o étimo grego -, pl. De - que subjazem aos fenómenos. Dado que é, por definição, impossível conhecer as coisas em si através da experiência ou do entendimento, persegui-las é embarcar numa viagem sem termo, um pouco como a aproximação ao limite de uma sucessão matemática infinita e convergente. A Númena, como a ciência, mormente a ciência social, acontece no diálogo entre inspiração e labor; razão pela qual permanecerá sempre uma obra aberta. Para conhecer mais projectos da Númena, pode visitar:

8 INSTITUIÇÃO: WACT We Are Changing Together REPRESENTANTE: Dr.ª Mariana Teixeira QUANDO: 13 de Novembro (4ªfeira), das 14h45 às 15h30. A WACT, instituição apolítica, laica, e sem fins lucrativos, forma Changemakers. Um Changemaker WACT muda-se a si próprio e aprende a mudar os outros. É prowactivo: melhor e mais cidadão. Enquadrada na área da Educação para o Desenvolvimento, a formação WACT SPIRIT capacita futuros Changemakers, dotando-os de competências técnicas nas áreas do empreendedorismo e da intervenção social. Sustentada num método teórico-prático a formação tem a duração de 5 meses em Portugal e 6 semanas em São Tomé e Príncipe. Este método learning-by-doing permite aos formandos adquirirem experiência na sua área de formação ou interesse e ao mesmo tempo colocar as suas competências pessoais e académicas ao serviço do desenvolvimento! A WACT apoia ainda a implementação de novos projectos sociais criados pelos seus Changemakers. Os projectos de educação ABC e O Nosso Spot, no Bairro Padre Cruz, são as primeiras experiências de projectos Powered by WACT.

9 INSTITUIÇÃO: Associação PAR Respostas Sociais REPRESENTANTE: Dr.ª Andrea Vertessen QUANDO: 13 de Novembro (4ªfeira), das 15h30 às 16h15. A Associação PAR Respostas Sociais é uma organização sem fins lucrativos com o estatuto de Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) e de Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD). Foi fundada em 2007 na sequência do crescimento da Associação Juvenil Jovem a Jovem, criada em Ao longo dos anos, a Associação PAR tem desenvolvido vários projectos nas áreas da educação e formação, intervenção comunitária e promoção da saúde. Em cada um, procura o máximo envolvimento com as comunidades, respondendo assim de forma eficaz e ajustada às necessidades de cada pessoa. Através de métodos participativos e da educação não formal, a Associação PAR tem contribuído para a construção de uma sociedade mais solidária e inclusiva. Nesse sentido, visa, em cada atividade, sensibilizar as pessoas para questões como os direitos humanos, o respeito pela diversidade cultural ou a promoção da inclusão social, tornando-as, também elas, agentes de mudança da realidade em que estão inseridas. A inovação social é outra área em que a Associação PAR tem vindo a apostar. O principal objectivo é dar competências às organizações sociais e aos jovens que lhes permitam responder de uma forma empreendedora e sustentada aos desafios que têm pela frente. Em todas as atividades desenvolvidas, estão presentes os valores da igualdade, equidade e o respeito por cada indivíduo. São eles que têm orientado o trabalho da PAR desde o seu nascimento até aos dias de hoje.

10 INSTITUIÇÃO: Grupo Cofina Media REPRESENTANTE: Dr.ª Angela Anselmo QUANDO: 13 de Novembro (4ªfeira), das 16h15 às 17h00. Somos um dos maiores Grupos Editoriais em Portugal, contando com um conjunto de publicações nas mais diversas áreas de interesse. Actuamos com rigor e competência e, por isso mesmo, conquistámos um público fiel e exigente, que todos os meses conta connosco. A aposta continua em mercados cada vez mais competitivos, aliada à vontade de satisfazer os nossos clientes, conduz-nos à procura de profissionais qualificados, com elevado sentido de responsabilidade, rigor e motivação para o alcance de objectivos cada vez mais exigentes. Atrair e reter os melhores talentos é um dos nossos objectivos!

11 INSTITUIÇÃO: BNP Paribas REPRESENTANTE: Dr.ª Dina Barros QUANDO: 13 de Novembro (4ªfeira), das 17h00 às 18h00. O BNP Paribas é o primeiro grupo bancário francês e um dos principais bancos europeus possuindo uma forte presença internacional. Presente em mais de 85 países, é um banco de referência em todas as áreas onde opera. O BNP Paribas Securities Services (banco detido a 100% pelo BNP Paribas) tem como objecto a prestação de serviços nas áreas de liquidação e custódia de títulos. Em Janeiro de 2008, constituiu em Portugal uma Sucursal tendo, desde então, recrutado mais de 600 colaboradores.

12 INSTITUIÇÃO: CIEJD Centro de Informação Europeia Jacques Delors REPRESENTANTE: Dr.ª Zélia Dias QUANDO: 13 de Novembro (4ªfeira) O Centro de Informação Europeia Jacques Delors (CIEJD) é um serviço público criado para transmitir aos cidadãos informação sobre a União Europeia, em língua portuguesa. Integrando a Direção-Geral dos Assuntos Europeus do Ministério dos Negócios Estrangeiros, o propósito do CIEJD consiste em proporcionar aos cidadãos um conhecimento fundamentado sobre os valores, políticas, instituições e programas da UE, de modo a permitir uma cidadania europeia mais ativa e participativa e também um melhor aproveitamento das múltiplas oportunidades geradas pela UE. O CIEJD é, também, o Organismo Intermediário no contexto da Parceria de Gestão assinada entre o Governo Português e a Comissão Europeia, assegurando a gestão e a monitorização de atividades de informação sobre a UE desenvolvidas por terceiros. O Centro de Informação Europeia Jacques Delors tem todo o gosto e interesse em participar em mais um POP UP da FCSH, estando presente para esclarecimento de dúvidas dos estudantes sobre oportunidades de carreira em Instituições europeias e organizações internacionais. Para mais informações, consulte:

13 INSTITUIÇÃO: ACEGIS Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social REPRESENTANTE: Dr.ª Susana Pereira QUANDO: 13 de Novembro (4ªfeira de manhã) ACEGIS é uma organização sem fins-lucrativos que visa promover a cidadania, a igualdade, o empreendedorismo e a inovação nas organizações do terceiro sector, na construção de uma sociedade mais justa, paritária e inclusiva, de forma alcançar o desenvolvimento social e económico. A ACEGIS tem vindo a focar a sua intervenção numa abordagem sistémica de investigação-formação-ação, numa lógica de cooperação estratégica institucional, entre organizações do sector público, privado e cooperativo. A ACEGIS reconhece-se enquanto entidade de referência nas áreas estratégicas da cidadania, inclusão, igualdade de género, empreendedorismo e inovação social, razão pela qual orienta a sua intervenção pela mudança de paradigma e modelos de intervenção que fomentem a prosperidade económica e social, numa lógica de intervenção global e articulada com as pessoas, empresas, e entidades públicas e organizações do terceiro Sector. Ajudar a construir valor para a sociedade e para as organizações sociais, mediante o desenvolvimento organizacional de excelência, visando a melhoria da competitividade e da produtividade, como meio para se alcançar o desenvolvimento social, económico e humano. Acima de tudo, intervimos ativamente para a construção e mudança de paradigma do sector social. Gabinetes: Gabinete de Apoio ao Emprego e ao Empreendedorismo GAE Gabinete de Avaliação e Consultoria GAC Gabinete Investigação e Desenvolvimento I&D Gabinete para a Inovação e Desenvolvimento do Terceiro Setor GID Gabinete de Intervenção Familiar

14 INSTITUIÇÃO: Adecco REPRESENTANTE: Dr.ªs Cátia Sousa, Sónia Gonçalves e Sara Lopes QUANDO: 13 de Novembro (4ªfeira) Líder Mundial em Recursos Humanos, a Adecco está presente em 60 países através de uma rede de delegações, que proporcionam diariamente emprego a pessoas e presta serviço a mais de empresas. Faz parte da lista 500 da Fortune Global e está cotada nas bolsas de Zurique e Paris. A Adecco apresenta uma estrutura mundial orientada para a prestação de um serviço integrado na área dos Recursos Humanos, com o compromisso de um desenvolvimento contínuo de soluções eficazes e competitivas para os seus clientes. Em Portugal está presente desde 1989, sendo uma das principais empresas em serviços de Recursos Humanos e uma das 5 primeiras empresas na criação de emprego. A Adecco contribui para melhorar a carreira profissional das pessoas, intervindo no seu recrutamento, selecção, formação e integração no mercado de trabalho. Contribui também para melhorar a gestão dos Recursos Humanos dos seus clientes, através da sua flexibilidade e competitividade.

15 INSTITUIÇÃO: WACT We Are Changing Together REPRESENTANTE: Dr.ª Mariana Teixeira QUANDO: 13 de Novembro (4ªfeira) A WACT, instituição apolítica, laica, e sem fins lucrativos, forma Changemakers. Um Changemaker WACT muda-se a si próprio e aprende a mudar os outros. É prowactivo: melhor e mais cidadão. Enquadrada na área da Educação para o Desenvolvimento, a formação WACT SPIRIT capacita futuros Changemakers, dotando-os de competências técnicas nas áreas do empreendedorismo e da intervenção social. Sustentada num método teórico-prático a formação tem a duração de 5 meses em Portugal e 6 semanas em São Tomé e Príncipe. Este método learning-by-doing permite aos formandos adquirirem experiência na sua área de formação ou interesse e ao mesmo tempo colocar as suas competências pessoais e académicas ao serviço do desenvolvimento! A WACT apoia ainda a implementação de novos projectos sociais criados pelos seus Changemakers. Os projectos de educação ABC e O Nosso Spot, no Bairro Padre Cruz, são as primeiras experiências de projectos Powered by WACT.

16 INSTITUIÇÃO: Tetraepik REPRESENTANTE: Dr.ª Sylvie Pereira e Dr.ª Sandra Simões QUANDO: 13 de Novembro (4ªfeira) O nosso lema é TETRAEPIK Makes perfect sense, que é como quem diz: A TETRAEPIK faz todo o sentido. E na realidade faz, porque temos 15 anos de experiência a tentar dar sentido a textos em Português e em muitas outras línguas, que são utilizados em inúmeras áreas. O nosso principal cliente, desde o primeiro dia, é a softwarehouse multinacional SAP, com sede na Alemanha, que é apenas a maior produtora de software empresarial em todo o mundo. Temos sido o principal responsável por praticamente todos os projectos linguísticos da SAP para Português e Brasileiro nos últimos 15 anos e já fomos certificados duas vezes pela SAP, sendo actualmente um parceiro SAP PartnerEdge. Fomos também galardoados em 2007 com o prémio de SAP Translation Partner of the Year, atribuído à melhor das mais de 120 agências parceiras da SAP. Também somos actualmente um dos fundadores do consórcio ASAP Globalizers que junta um total de 12 parceiros linguísticos da SAP, com 24 escritórios espalhados por 17 países. Além da nossa ligação à SAP, a TETRAEPIK ao longo dos seus 15 anos de existência foi também responsável por muitos outros projectos, com o Estado e grandes empresas nacionais e internacionais, entre os quais gostaria de destacar os serviços prestados à nossa candidatura ao Campeonato Europeu de Futebol 2004, a tradução e produção de mais de uma centena de livros e, mais recentemente, o acompanhamento da viagem do Presidente da República, sua Excelência Professor Cavaco Silva, à Colômbia e ao Peru, onde fomos nós responsáveis por todo o acompanhamento linguístico. Actuamos em todas as áreas dos serviços linguísticos, como sejam a tradução tradicional de documentos e livros, a legendagem, a interpretação em tribunais e eventos, a localização de documentos e software, a revisão e a formação linguística. Oferecemos também uma solução integral indispensável para a globalização, ou seja, a internacionalização das nossas empresas e a entrada de empresas estrangeiras em Portugal. Chamamos a esse serviço a nossa Interface linguística, que é uma solução à medida de cada empresa que envolve o acompanhamento integral e transparente das suas actividades que envolvam tarefas linguísticas, como, por exemplo, tradução e revisão de qualquer tipo de documentação, tratamento e edição de textos, interpretação de conferências telefónicas ou na Web e deslocações ao estrangeiro para interpretação de reuniões de negócios. Já sabem, a TETRAEPIK faz todo o sentido!!

17 INSTITUIÇÃO: Acredita Portugal REPRESENTANTE: Dr. João Cunha QUANDO: 13 de Novembro (4ªfeira) A Associação Acredita Portugal é uma organização sem fins lucrativos, que tem como missão "fomentar uma cultura da possibilidade para libertar o potencial empreendedor dos portugueses". Em termos práticos, a sua função consiste em divulgar e disponibilizar os meios para que todos os portugueses possam formular, estruturar e implementar os seus projetos. Para isso, desenvolve concursos de empreendedorismo nacionais, de inscrição gratuita, que têm associados um software pedagógico online (DreamFactory), que ajuda potenciais empreendedores a estruturar o seu plano de negócio de uma forma acompanhada, interativa e com resultados visíveis: o produto final da ferramenta resulta num documento que pode ser apresentado a financiadores. A nossa visão? Permitir que qualquer português tenha uma verdadeira oportunidade para perseguir o seu sonho empreendedor. A nossa missão? Fomentar uma cultura da possibilidade para libertar o potencial empreendedor dos portugueses. Em suma, capacitamos pessoas para gerar novas ideias, estruturar ideias em projectos, testar conceitos e elaborar planos de negócio! Ou seja, capacitamos empreendedores.

O que somos hoje. Empreendedorismo

O que somos hoje. Empreendedorismo O que somos hoje Ensino Investigação Empreendedorismo O que podemos ser Ensino Investigação Inovação O que podemos fazer Linhas de brinquedos historicamente informados Roteiros de turismo sénior Aplicações

Leia mais

ROJECTO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO

ROJECTO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO O Capítulo 36 da Agenda 21 decorrente da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, realizada em 1992, declara que a educação possui um papel fundamental na promoção do desenvolvimento

Leia mais

AÇÃO 2 COOPERAÇÃO PARA A INOVAÇÃO E O INTERCÂMBIO DE BOAS PRÁTICAS

AÇÃO 2 COOPERAÇÃO PARA A INOVAÇÃO E O INTERCÂMBIO DE BOAS PRÁTICAS AÇÃO 2 COOPERAÇÃO PARA A INOVAÇÃO E O INTERCÂMBIO DE BOAS PRÁTICAS Acção 1 1 AÇÃO 2 COOPERAÇÃO PARA A INOVAÇÃO E O INTERCÂMBIO DE BOAS PRÁTICAS A B Parcerias Estratégicas na área da Educação, Formação

Leia mais

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção 02 Estratégia Nacional de

Leia mais

Planeamento de Actividades e Orçamentos - 2012 -

Planeamento de Actividades e Orçamentos - 2012 - Planeamento de Actividades e Orçamentos - 2012 - WACT We Are Changing Together A WACT é uma Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD), apolítica, laica, e sem fins lucrativos, com a missão

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PARA A ECONOMIA CÍVICA PORTUGAL

ASSOCIAÇÃO PARA A ECONOMIA CÍVICA PORTUGAL ASSOCIAÇÃO PARA A ECONOMIA CÍVICA PORTUGAL MISSÃO A Associação para a Economia Cívica Portugal é uma Associação privada, sem fins lucrativos cuja missão é: Promover um novo modelo de desenvolvimento económico

Leia mais

DESAFIO PORTUGAL 2020

DESAFIO PORTUGAL 2020 DESAFIO PORTUGAL 2020 Estratégia Europa 2020: oportunidades para os sectores da economia portuguesa Olinda Sequeira 1. Estratégia Europa 2020 2. Portugal 2020 3. Oportunidades e desafios para a economia

Leia mais

O Futuro da Política Europeia de Coesão. Inovação, Coesão e Competitividade

O Futuro da Política Europeia de Coesão. Inovação, Coesão e Competitividade O Futuro da Política Europeia de Coesão Inovação, Coesão e Competitividade 20 de Abril de 2009 António Bob Santos Gabinete do Coordenador Nacional da Estratégia de Lisboa e do Plano Tecnológico Desafios

Leia mais

PRESSUPOSTOS BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO NO ALENTEJO

PRESSUPOSTOS BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO NO ALENTEJO PRESSUPOSTOS BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO NO ALENTEJO ÍNDICE 11. PRESSUPOSTO BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO 25 NO ALENTEJO pág. 11.1. Um sistema regional de inovação orientado para a competitividade

Leia mais

EMISSOR: Presidência do Conselho de Ministros e Ministério da Economia e do Emprego

EMISSOR: Presidência do Conselho de Ministros e Ministério da Economia e do Emprego DATA: Segunda-feira, 31 de dezembro de 2012 NÚMERO: 252 SÉRIE I EMISSOR: Presidência do Conselho de Ministros e Ministério da Economia e do Emprego DIPLOMA: Portaria n.º 427/2012 SUMÁRIO: Regulamenta a

Leia mais

ÍNDICE APRESENTAÇÃO 02 HISTÓRIA 02 OBJECTIVOS 02 CURSOS 04 CONSULTORIA 06 I&D 07 DOCENTES 08 FUNDEC & IST 09 ASSOCIADOS 10 PARCERIAS 12 NÚMEROS 13

ÍNDICE APRESENTAÇÃO 02 HISTÓRIA 02 OBJECTIVOS 02 CURSOS 04 CONSULTORIA 06 I&D 07 DOCENTES 08 FUNDEC & IST 09 ASSOCIADOS 10 PARCERIAS 12 NÚMEROS 13 ÍNDICE APRESENTAÇÃO 02 HISTÓRIA 02 OBJECTIVOS 02 CURSOS 04 CONSULTORIA 06 I&D 07 DOCENTES 08 FUNDEC & IST 09 ASSOCIADOS 10 PARCERIAS 12 NÚMEROS 13 QUEM SOMOS FUNDEC APRESENTAÇÃO HISTÓRIA OBJECTIVOS A

Leia mais

CRIA O TEU PROJETO SOCIAL

CRIA O TEU PROJETO SOCIAL A MUDANÇA ÉS! SPIRIT 16 UMA FORMAÇÃO EM EMPREENDEDORISMO SOCIAL CRIA O TEU PROJETO SOCIAL COM IMPLEMENTAÇÃO EM SÃO TOMÉ www.wact.pt WACT - WE ARE CHANGING TOGHETER QUEM É A WACT E EM QUE ACREDITA? A WACT

Leia mais

Escola Profissional de Tecnologia Psicossocial do Porto

Escola Profissional de Tecnologia Psicossocial do Porto Missão A Escola Profissional de Tecnologia tem como missão prestar serviços educativos de excelência aos seus alunos, qualificando-os para o exercício profissional e para o prosseguimento de estudos, no

Leia mais

aumento da população mundial aumento da produtividade, sustentabilidade dos recursos e segurança alimentar Necessidades:

aumento da população mundial aumento da produtividade, sustentabilidade dos recursos e segurança alimentar Necessidades: Enquadramento Desafios: aumento da população mundial aumento da produtividade, sustentabilidade dos recursos e segurança alimentar Necessidades: eficiência dos sistemas agrícolas e florestais gestão sustentável

Leia mais

Regulamento do Concurso para Pontos de Contacto Nacionais do 7º Programa-Quadro de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico da União Europeia

Regulamento do Concurso para Pontos de Contacto Nacionais do 7º Programa-Quadro de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico da União Europeia Regulamento do Concurso para Pontos de Contacto Nacionais do 7º Programa-Quadro de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico da União Europeia O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES)

Leia mais

Consultoria Estratégica

Consultoria Estratégica Quem somos e o que fazemos A Select Advisor é uma empresa de Consultoria Estratégica Ajudamos à criação de valor, desde a intenção de investimento e angariação de parcerias até ao apoio de candidaturas

Leia mais

ECONOMIA SOCIAL PORTUGUESA: PAPEL NO PÓS-TROIKA GERIR UMA FUNDAÇÃO É UM COMPROMISSO PARA O FUTURO

ECONOMIA SOCIAL PORTUGUESA: PAPEL NO PÓS-TROIKA GERIR UMA FUNDAÇÃO É UM COMPROMISSO PARA O FUTURO GERIR UMA FUNDAÇÃO É UM COMPROMISSO PARA O FUTURO Citação de Dr. Emílio Rui Vilar 2 Tempo de mudanças sociais Estamos no início de um século que se adivinha difícil e instável nos seus Problemas Globais

Leia mais

O desemprego como oportunidade Fundo Bem Comum

O desemprego como oportunidade Fundo Bem Comum Working Draft Last Modified 30/01/2007 18:09:06 GMT Standard Time O desemprego como oportunidade Fundo Bem Comum Conferência Mercado Laboral: A responsabilidade social das empresas em tempo de crise OJE

Leia mais

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES 2015 2 Formar gestores e quadros técnicos superiores, preparados científica e tecnicamente para o exercício de funções na empresa

Leia mais

CRIA O TEU PROJETO SOCIAL

CRIA O TEU PROJETO SOCIAL A MUDANÇA ÉS! SPIRIT 16 UMA FORMAÇÃO EM EMPREENDEDORISMO SOCIAL CRIA O TEU PROJETO SOCIAL COM IMPLEMENTAÇÃO EM SÃO TOMÉ www.wact.pt WACT - WE ARE CHANGING TOGHETER QUEM É A WACT E EM QUE ACREDITA? A WACT

Leia mais

Visão. Missão. Valores. Escola Profissional de Tecnologia Psicossocial do Porto

Visão. Missão. Valores. Escola Profissional de Tecnologia Psicossocial do Porto Missão A Escola Profissional de Tecnologia tem como missão prestar serviços educativos de excelência aos seus alunos, qualificando-os para o exercício profissional e para o prosseguimento de estudos, no

Leia mais

LÍDERES DA CPLP ENCONTRO DE JOVENS. Este desafio é nosso! Iº ENCONTRO DE JOVENS LÍDERES COMUNIDADE DE PAÍSES DA CPLP NA DIÁSPORA PORTUGUESA

LÍDERES DA CPLP ENCONTRO DE JOVENS. Este desafio é nosso! Iº ENCONTRO DE JOVENS LÍDERES COMUNIDADE DE PAÍSES DA CPLP NA DIÁSPORA PORTUGUESA ENCONTRO DE JOVENS Iº ENCONTRO DE JOVENS LÍDERES COMUNIDADE DE PAÍSES DA CPLP NA DIÁSPORA PORTUGUESA Aveiro, 22 a 24 de Junho de UNIVERSIDADE DE AVEIRO Entidades Promotoras Parceiros Apoios O que é o Festival

Leia mais

Percepção de Portugal no mundo

Percepção de Portugal no mundo Percepção de Portugal no mundo Na sequência da questão levantada pelo Senhor Dr. Francisco Mantero na reunião do Grupo de Trabalho na Aicep, no passado dia 25 de Agosto, sobre a percepção da imagem de

Leia mais

Criando Oportunidades

Criando Oportunidades Criando Oportunidades Clima, Energia & Recursos Naturais Agricultura & Desenvolvimento Rural Mercados de Trabalho & Sector Privado e Desenvolvimento Sistemas Financeiros Comércio & Integração Regional

Leia mais

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Gestão de Projectos info@ipn-incubadora.pt +351 239 700 300 BEST SCIENCE BASED INCUBATOR AWARD Incentivos às Empresas Objectivos: - Promoção do up-grade das empresas de PME; - Apoiar

Leia mais

CEF/0910/28031 Relatório preliminar da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento

CEF/0910/28031 Relatório preliminar da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento CEF/0910/28031 Relatório preliminar da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.9 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora:

Leia mais

Senhor Presidente. Senhoras e Senhores Deputados. Senhoras e Senhores Membros do Governo

Senhor Presidente. Senhoras e Senhores Deputados. Senhoras e Senhores Membros do Governo Senhor Presidente Senhoras e Senhores Deputados Senhoras e Senhores Membros do Governo O actual momento de crise internacional que o mundo atravessa e que, obviamente, afecta a nossa Região, coloca às

Leia mais

Dinamizar o Empreendedorismo e promover a Criação de Empresas

Dinamizar o Empreendedorismo e promover a Criação de Empresas Dinamizar o Empreendedorismo e promover a Criação de Empresas À semelhança do que acontece nas sociedades contemporâneas mais avançadas, a sociedade portuguesa defronta-se hoje com novos e mais intensos

Leia mais

Como sempre, e de acordo com a nossa missão, continuaremos a dar a conhecer a Síndrome de Asperger e a APSA à sociedade em geral.

Como sempre, e de acordo com a nossa missão, continuaremos a dar a conhecer a Síndrome de Asperger e a APSA à sociedade em geral. Plano de Atividades 2016 INTRODUÇÃO O Plano de Atividades para 2016 agora apresentado tem como mote central DAR SENTIDO. Dar Sentido a tudo o que fazemos, o que nos envolve e o que envolve os outros. Centrarse-á

Leia mais

Plano de Actividades do CEA para 2006

Plano de Actividades do CEA para 2006 Plano de Actividades do CEA para 2006 A Direcção do CEA propõe-se preparar as condições para atingir diferentes objectivos e procurar apoios para a sua realização. 1. Objectivos Prioritários 1.1 Redesenhar

Leia mais

Plano de Atividades 2015

Plano de Atividades 2015 Plano de Atividades 2015 ÍNDICE Introdução 1. Princípios orientadores do Plano Plurianual. Desempenho e qualidade da Educação. Aprendizagens, equidade e coesão social. Conhecimento, inovação e cultura

Leia mais

Our innovative solutions wherever you need us. ABREU ADVOGADOS FERREIRA ROCHA & ASSOCIADOS Em parceria: Portugal Moçambique. Consolidar o Futuro

Our innovative solutions wherever you need us. ABREU ADVOGADOS FERREIRA ROCHA & ASSOCIADOS Em parceria: Portugal Moçambique. Consolidar o Futuro Our innovative solutions wherever you need us. ABREU ADVOGADOS FERREIRA ROCHA & ASSOCIADOS Em parceria: Portugal Moçambique Consolidar o Futuro Abreu Advogados Ferreira Rocha & Associados 2012 PORTUGAL

Leia mais

Dinâmicas de exportação e de internacionalização

Dinâmicas de exportação e de internacionalização Dinâmicas de exportação e de internacionalização das PME Contribuição da DPIF/ Como fazemos? 1. Posicionamento e actuação da DPIF A DPIF tem como Missão: Facilitar o acesso a financiamento pelas PME e

Leia mais

ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL

ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL Diretor Geral O Diretor Geral supervisiona e coordena o funcionamento das unidades orgânicas do Comité Olímpico de Portugal, assegurando o regular desenvolvimento das suas

Leia mais

Victor Ferreira Plataforma Construção Sustentável Entidade Gestora do Cluster Habitat Sustentável

Victor Ferreira Plataforma Construção Sustentável Entidade Gestora do Cluster Habitat Sustentável 2ª CONFERÊNCIA PASSIVHAUS PORTUGAL 2014 29 de Novembro de 2014 Aveiro - Centro Cultural e de Congressos Victor Ferreira Plataforma Construção Sustentável Entidade Gestora do Cluster Habitat Sustentável

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

Número 7/junho 2013 O PROGRAMA URBACT II

Número 7/junho 2013 O PROGRAMA URBACT II Número 7/junho 2013 O PROGRAMA URBACT II PARTILHA DE EXPERIÊNCIAS E APRENDIZAGEM SOBRE O DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL O URBACT permite que as cidades europeias trabalhem em conjunto e desenvolvam

Leia mais

INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050

INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050 INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050 Lisboa, 26 de Novembro 2009 1. EFICIÊNCIA ENERGÉTICA 2. MOBILIDADE SUSTENTÁVEL 3. EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO 4. DOUTORAMENTO EM MEIO EMPRESARIAL 5. OPEN

Leia mais

Realizou-se dia 24 de Março, na Maia, nas instalações da Sonae Learning Center, a 6ª sessão da CoP, desta vez presencial.

Realizou-se dia 24 de Março, na Maia, nas instalações da Sonae Learning Center, a 6ª sessão da CoP, desta vez presencial. CoP de Gestão do Conhecimento Notas da sessão presencial de 24 de Março de 2014 Realizou-se dia 24 de Março, na Maia, nas instalações da Sonae Learning Center, a 6ª sessão da CoP, desta vez presencial.

Leia mais

Plataforma de Cooperação da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) na Área Ambiental

Plataforma de Cooperação da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) na Área Ambiental Plataforma de Cooperação da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) na Área Ambiental I. Contexto Criada em 1996, a reúne atualmente oito Estados Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique,

Leia mais

Turnaround Social 26/07/2015. Instrumentos de Financiamento Portugal 2020. 27 junho 2015. Portugal 2020

Turnaround Social 26/07/2015. Instrumentos de Financiamento Portugal 2020. 27 junho 2015. Portugal 2020 Instrumentos de Financiamento Portugal 2020 27 junho 2015 Portugal 2020 1 Apoios ao setor social A estratégia constante do PO ISE procura dar resposta a um conjunto de compromissos assumidos por Portugal

Leia mais

6º Congresso Nacional da Administração Pública

6º Congresso Nacional da Administração Pública 6º Congresso Nacional da Administração Pública João Proença 30/10/08 Desenvolvimento e Competitividade: O Papel da Administração Pública A competitividade é um factor-chave para a melhoria das condições

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

1. Objectivos do Observatório da Inclusão Financeira

1. Objectivos do Observatório da Inclusão Financeira Inclusão Financeira Inclusão Financeira Ao longo da última década, Angola tem dado importantes passos na construção dos pilares que hoje sustentam o caminho do desenvolvimento económico, melhoria das

Leia mais

Pós-Graduação em Administração e Gestão de Escolas

Pós-Graduação em Administração e Gestão de Escolas Pós-Graduação em Administração e Gestão de Escolas ENQUADRAMENTO DO CURSO As escolas são estabelecimentos aos quais está confiada uma missão de serviço público, que consiste em dotar todos e cada um dos

Leia mais

Portugal 2020: Investigação e Inovação no domínio da Competitividade e Internacionalização

Portugal 2020: Investigação e Inovação no domínio da Competitividade e Internacionalização Portugal 2020: Investigação e Inovação no domínio da Competitividade e Internacionalização Duarte Rodrigues Vogal da Agência para o Desenvolvimento e Coesão Lisboa, 17 de dezembro de 2014 Tópicos: 1. Portugal

Leia mais

Termos de Referência

Termos de Referência MAPEAMENTO DE PARTES INTERESSADAS (PARCEIROS E DOADORES) Termos de Referência 1. Contexto O Fundo Mundial para a Natureza (WWF) tem vindo a trabalhar em Moçambique desde os meados dos anos 90 em áreas-chave

Leia mais

Regulamento do Concurso

Regulamento do Concurso Regulamento do Concurso Preâmbulo Considerando que, constituem objectivos do CRÉDITO AGRÍCOLA, enquanto Entidade Promotora: - Promover iniciativas empresariais inovadoras e conciliadoras com sinergias

Leia mais

PROPOSTA DE REGULAMENTO INTERNO

PROPOSTA DE REGULAMENTO INTERNO PROPOSTA DE REGULAMENTO INTERNO VOLUNTARIOS SOCIAIS DO CONCELHO DE ALBERGARIA-A-VELHA - PROGRAMA ALBERGARIA SOLIDÁRIA NOTA JUSTIFICATIVA No âmbito de uma política social que se vem orientando para potenciar

Leia mais

SISTEMA DE APOIO A ACÇÕES COLECTIVAS (SIAC)

SISTEMA DE APOIO A ACÇÕES COLECTIVAS (SIAC) AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 01 / SIAC / 2012 SISTEMA DE APOIO A ACÇÕES COLECTIVAS (SIAC) PROGRAMA ESTRATÉGICO +E+I PROMOÇÃO DA PARTICIPAÇÃO NO 7.º PROGRAMA-QUADRO DE I&DT (UNIÃO EUROPEIA)

Leia mais

Estratégias regionais, para a investigação e inovação, implementadas nas Regiões. O que foi feito?

Estratégias regionais, para a investigação e inovação, implementadas nas Regiões. O que foi feito? Estratégias regionais, para a investigação e inovação, implementadas nas Regiões Ultraperiféricas e Cabo Verde: O que foi feito? O que está a ser fit? feito? Resolução do Conselho do Governo nº41/2008,

Leia mais

SECRETÁRIO REGIONAL DA PRESIDÊNCIA Despacho Normativo n.º 69/2010 de 22 de Outubro de 2010

SECRETÁRIO REGIONAL DA PRESIDÊNCIA Despacho Normativo n.º 69/2010 de 22 de Outubro de 2010 SECRETÁRIO REGIONAL DA PRESIDÊNCIA Despacho Normativo n.º 69/2010 de 22 de Outubro de 2010 Considerando o Regime de enquadramento das políticas de juventude na Região Autónoma dos Açores, plasmado no Decreto

Leia mais

Centros para a Qualificação e o Ensino Profissional (CQEP) Estrutura, competências e objetivos

Centros para a Qualificação e o Ensino Profissional (CQEP) Estrutura, competências e objetivos Centros para a Qualificação e o Ensino Profissional (CQEP) Estrutura, competências e objetivos Maria João Alves Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional 24 de novembro de 2014 I SIMPÓSIO

Leia mais

Ser empreendedor em Portugal é ser:

Ser empreendedor em Portugal é ser: Ser empreendedor em Portugal é ser: Um pouco louco; Muito curioso; Muito persistente; Capaz de arriscar de forma sustentada; É ter noção das limitações do mercado nacional e das potencialidades do mercado

Leia mais

Exmo. Presidente do município da Murtosa, Joaquim Santos Baptista; - na sua pessoa uma saudação aos eleitos presentes e a esta hospitaleira terra!

Exmo. Presidente do município da Murtosa, Joaquim Santos Baptista; - na sua pessoa uma saudação aos eleitos presentes e a esta hospitaleira terra! Exmo. Presidente do município da Murtosa, Joaquim Santos Baptista; - na sua pessoa uma saudação aos eleitos presentes e a esta hospitaleira terra! 1 Exmo. Diretor-Geral da Educação, em representação do

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA PARA INTEGRAR POOL DE VOLUNTÁRIOS INTERNACIONAIS PARA MISSÕES DE EMERGÊNCIA

TERMOS DE REFERÊNCIA PARA INTEGRAR POOL DE VOLUNTÁRIOS INTERNACIONAIS PARA MISSÕES DE EMERGÊNCIA TERMOS DE REFERÊNCIA PARA INTEGRAR POOL DE VOLUNTÁRIOS INTERNACIONAIS PARA MISSÕES DE EMERGÊNCIA A AMI é uma Organização Não Governamental (ONG) portuguesa, privada, independente, apolítica e sem fins

Leia mais

PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA

PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA UNIVERSIDADE DO PORTO PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA LITERACIA FINANCEIRA DA U.PORTO Outubro de 2012 Enquadramento do programa na Estratégia Nacional de Formação Financeira Plano Nacional de Formação Financeira

Leia mais

Neste contexto, o IDIT vai intervir em 31 empresas localizadas no Norte de Portugal, e 28 empresas localizadas na Região Centro.

Neste contexto, o IDIT vai intervir em 31 empresas localizadas no Norte de Portugal, e 28 empresas localizadas na Região Centro. NEWSLETTER 1 O IDIT O IDIT Instituto de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica é uma associação privada de utilidade pública, sem fins lucrativos, cujo objectivo primordial é contribuir para a modernização

Leia mais

AVISO. Admissão de Pessoal. (m/f)

AVISO. Admissão de Pessoal. (m/f) AVISO Admissão de Pessoal (m/f) A AJITER Associação Juvenil da Ilha Terceira pretende admitir jovens recém-licenciados à procura do primeiro emprego, para estágio no seu serviço, ao abrigo do Programa

Leia mais

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes:

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes: EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (SI QUALIFICAÇÃO PME) O presente documento suporta a apreciação do ponto 3

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

COOPERAÇÃO ENTRE PORTUGAL E ANGOLA EM C&T

COOPERAÇÃO ENTRE PORTUGAL E ANGOLA EM C&T A cooperação Bilateral Angola - Portugal: estado atual e reforço futuro WORKSHOP PROGRAMA HORIZONTE 2020: COOPERAÇÃO EM INVESTIGAÇÃO E INOVAÇÃO ENTRE ANGOLA E A UNIÃO EUROPEIA Luanda, 3 e 4 de outubro

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA

CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA 1. ENQUADRAMENTO Nos últimos 3 anos e meio a Câmara Municipal de Lisboa vem desenvolvendo uma estratégia para a valorização económica da cidade e captação de investimento (http://www.cm-lisboa.pt/investir)

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA. Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher

TERMO DE REFERENCIA. Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher TERMO DE REFERENCIA Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher Supervisão Geral No âmbito do Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher, conveniado com a Secretaria Especial

Leia mais

DESCRIÇÃO DO TRABALHO. Directora Nacional, WWF Moçambique

DESCRIÇÃO DO TRABALHO. Directora Nacional, WWF Moçambique DESCRIÇÃO DO TRABALHO Título de posição: Responde a: Supervisiona: Localização: Gestor de Comunicação Directora Nacional, WWF Moçambique Todo pessoal de comunicações Maputo, Moçambique Data: 19 de Agosto

Leia mais

Desenvolvimento Local nos Territórios Rurais: desafios para 2014-2020

Desenvolvimento Local nos Territórios Rurais: desafios para 2014-2020 Desenvolvimento Local nos Territórios Rurais: desafios para 2014-2020 Seminário Turismo Sustentável no Espaço Rural: Experiências de Sucesso em Portugal e na Europa Castro Verde - 06 de Março 2013 Joaquim

Leia mais

DIRECÇÃO REGIONAL DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E COMUNICAÇÔES

DIRECÇÃO REGIONAL DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E COMUNICAÇÔES DIRECÇÃO REGIONAL DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E COMUNICAÇÔES Missão : Dinamizar a investigação científica e promover o desenvolvimento tecnológico e a inovação para consolidar a Sociedade do Conhecimento na

Leia mais

Plano de Atividades 2015

Plano de Atividades 2015 Plano de Atividades 2015 Instituto de Ciências Sociais Universidade do Minho 1. Missão Gerar, difundir e aplicar conhecimento no âmbito das Ciências Sociais e áreas afins, assente na liberdade de pensamento,

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA Gestão Empresarial Internacional e Diplomacia Económica International Management and Economic Diplomacy 2 O aumento das exportações

Leia mais

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 Factores Determinantes para o Empreendedorismo Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 IAPMEI Instituto de Apoio às PME e à Inovação Principal instrumento das políticas económicas para Micro e Pequenas

Leia mais

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1.374, DE 08 DE ABRIL DE 2003. Publicado no Diário Oficial nº 1.425. Dispõe sobre a Política Estadual de Educação Ambiental e adota outras providências. O Governador do Estado do Tocantins Faço

Leia mais

SESSÃO DE CAPACITAÇÃO

SESSÃO DE CAPACITAÇÃO SESSÃO DE CAPACITAÇÃO Apoios Financeiros para a Área Social 27 de Maio de 2013 MISSÃO ÁREAS ESTATUTÁRIAS ARTE BENEFICÊNCIA EDUCAÇÃO CIÊNCIA Promoção do desenvolvimento individual e apoio à inclusão social

Leia mais

Plano Estratégico do Programa de Mestrado em Direito da UniBrasil PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015

Plano Estratégico do Programa de Mestrado em Direito da UniBrasil PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015 PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015 MAPA ESTRATÉGICO DO PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO DA UNIBRASIL MISSÃO Promover, desenvolver e publicar pesquisas de qualidade, com sólida base jurídica e contextualização

Leia mais

Enquadramento Turismo Rural

Enquadramento Turismo Rural Enquadramento Turismo Rural Portugal é um País onde os meios rurais apresentam elevada atratividade quer pelas paisagens agrícolas, quer pela biodiversidade quer pelo património histórico construído o

Leia mais

Guia Informativo. 8ª Edição do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa (2015)

Guia Informativo. 8ª Edição do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa (2015) Guia Informativo 8ª Edição do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa (2015) Objectivo do Prémio: O Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa tem como objectivo central o

Leia mais

Portugal Brasil Moçambique Polónia

Portugal Brasil Moçambique Polónia www.promover.pt www.greatteam.pt Portugal Brasil Moçambique Polónia QUEM SOMOS - Prestamos serviços técnicos de consultoria de gestão e formação nos diversos setores da economia. - Presentes em Lisboa,

Leia mais

Guia do Voluntário a

Guia do Voluntário a Guia do Voluntário a 1. A AIDGLOBAL A AIDGLOBAL é uma Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD), sem fins lucrativos, com sede em Loures, que promove Acções nos domínios da Integração

Leia mais

Diagnóstico de Competências para a Exportação

Diagnóstico de Competências para a Exportação Diagnóstico de Competências para a Exportação em Pequenas e Médias Empresas (PME) Guia de Utilização DIRECÇÃO DE ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL Departamento de Promoção de Competências Empresariais Índice ENQUADRAMENTO...

Leia mais

Pós-Graduação Conservação e Reabilitação do Edificado

Pós-Graduação Conservação e Reabilitação do Edificado Pós-Graduação Conservação e Reabilitação do Edificado Edital 4ª Edição 2012-2013 Barreiro, Julho de 2012 Pós-Graduação Conservação e Reabilitação do Edificado 1 ENQUADRAMENTO A Pós-Graduação em Conservação

Leia mais

Adenda aos Critérios de Selecção

Adenda aos Critérios de Selecção Adenda aos Critérios de Selecção... Critérios de Selecção SI Qualificação PME EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE

Leia mais

- PERFIL DO GRUPO - O Portfólio de negócios, obedece a um critério de maturidade e geração de valor, no qual o Grupo, concilia:

- PERFIL DO GRUPO - O Portfólio de negócios, obedece a um critério de maturidade e geração de valor, no qual o Grupo, concilia: GRUPO FERREIRA A GFH, é um Grupo sólido e inovador, detendo um curriculum de projectos de qualidade reconhecida, com um portfólio de negócios diversificado, e que aposta no processo de internacionalização,

Leia mais

A parceria entre TozziniFreire e PLMJ foi

A parceria entre TozziniFreire e PLMJ foi P ARCERIA B RASI A Parceria A parceria entre TozziniFreire e PLMJ foi firmada em 2004 com o intuito comum de expandir a atuação de ambas empresas nos países de língua portuguesa. As organizações identificam-se

Leia mais

.: Instrumentos de financiamento de apoio à competitividade no âmbito do Portugal 2020. 14 de Janeiro de 2015

.: Instrumentos de financiamento de apoio à competitividade no âmbito do Portugal 2020. 14 de Janeiro de 2015 14 de Janeiro de 2015 O que é o Portugal 2020? O Portugal 2020 é um Acordo de Parceria assinado entre Portugal e a Comissão Europeia, que reúne a atuação dos 5 fundos estruturais e de investimento europeus

Leia mais

Iniciativa Move-te, faz Acontecer

Iniciativa Move-te, faz Acontecer Iniciativa Move-te, faz Acontecer Entidades Promotoras: Associação CAIS (Projecto Futebol de Rua): Fundada em 1994, a Associação CAIS tem como Missão contribuir para o melhoramento global das condições

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO O Programa Nacional de Microcrédito, criado pela Resolução do Conselho de Ministros Nº 16/2010, pretende ser uma medida de estímulo à criação de emprego e ao empreendedorismo entre

Leia mais

CRIAR UM EMPREGO CRIA MUITO MAIS DO QUE UM EMPREGO.

CRIAR UM EMPREGO CRIA MUITO MAIS DO QUE UM EMPREGO. CRIAR UM EMPREGO CRIA MUITO MAIS DO QUE UM EMPREGO O emprego tem uma enorme importância tanto para os indivíduos como para a sociedade Para além de ser uma fonte de rendimento, uma forma de ocupação e

Leia mais

I EMJ 8 de Junho de 2013 Recomendações finais Participantes nos grupos de trabalho que produziram as recomendações:

I EMJ 8 de Junho de 2013 Recomendações finais Participantes nos grupos de trabalho que produziram as recomendações: Nr Área Recomendação Valido Abstenh o-me C/6 E/7 F/7 Voluntariado Aproveitar espaços sem utilização para fazer jardins, espaços para convívio e locais de desporto para a população. Promover a limpeza dos

Leia mais

Empresas Familiares aprimoramento da governança corporativa para o sucesso do negócio

Empresas Familiares aprimoramento da governança corporativa para o sucesso do negócio Empresas Familiares aprimoramento da governança corporativa para o sucesso do negócio Nome Desarrollo de Sistemas de Gobierno y Gestión en Empresas de Propiedad Familiar en el Perú Objetivo Contribuir

Leia mais

ILIMITADOS THE MARKETING COMPANY

ILIMITADOS THE MARKETING COMPANY ILIMITADOS THE MARKETING COMPANY _ CURRICULUM Composta por uma equipa multidisciplinar, dinâmica e sólida, Sobre Nós A ilimitados - the marketing company é uma empresa de serviços na área do Marketing,

Leia mais

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR Gabinete do Ministro CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR Breve apresentação da proposta de Orçamento de Estado para 2008 23 de Outubro de 2007 Texto

Leia mais

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Apoiar a empregabilidade pela melhora da qualidade do ensino profissionalizante UK Skills Seminar Series 2014 15 British Council UK Skills Seminar

Leia mais

A Construção Sustentável e o Futuro

A Construção Sustentável e o Futuro A Construção Sustentável e o Futuro Victor Ferreira ENERGIA 2020, Lisboa 08/02/2010 Visão e Missão O Cluster Habitat? Matérias primas Transformação Materiais e produtos Construção Equipamentos Outros fornecedores

Leia mais

apresentação corporativa

apresentação corporativa apresentação corporativa 2 Índice 1. Apresentação da BBS a) A empresa b) Evolução c) Valores d) Missão e Visão 2. Áreas de Negócio a) Estrutura de Serviços b) Accounting/Tax/Reporting c) Management & Consulting

Leia mais

P l a n o 2 0 1 4 FUNDAÇÃO LUSO

P l a n o 2 0 1 4 FUNDAÇÃO LUSO P l a n o 2 0 1 4 FUNDAÇÃO LUSO 1 Ações novidade no Plano de 2014 Ambiente Protocolo da Fundação Luso & Quercus Desenvolvimento de ações de valorização do ecossistemas na serra do Buçaco e a plantação

Leia mais

CENTRO DE INFORMAÇÃO EUROPE DIRECT DE SANTARÉM

CENTRO DE INFORMAÇÃO EUROPE DIRECT DE SANTARÉM CENTRO DE INFORMAÇÃO EUROPE DIRECT DE SANTARÉM Assembleia de Parceiros 17 de Janeiro 2014 Prioridades de Comunicação 2014 Eleições para o Parlamento Europeu 2014 Recuperação económica e financeira - Estratégia

Leia mais

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM Pedro Jorge Richheimer Marta de Sequeira Marília Oliveira Inácio Henriques 1 P á g i n a 1. Enquadramento da Candidatura

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 393/VIII ESTABELECE O ESTATUTO LEGAL DO MEDIADOR SÓCIO-CULTURAL. Exposição de motivos

PROJECTO DE LEI N.º 393/VIII ESTABELECE O ESTATUTO LEGAL DO MEDIADOR SÓCIO-CULTURAL. Exposição de motivos PROJECTO DE LEI N.º 393/VIII ESTABELECE O ESTATUTO LEGAL DO MEDIADOR SÓCIO-CULTURAL Exposição de motivos A necessidade de função de mediação sócio-cultural surgiu da vontade de melhorar a relação entre

Leia mais

Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS

Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS Adm.Walter Lerner 1.Gestão,Competência e Liderança 1.1.Competências de Gestão Competências Humanas e Empresariais são Essenciais Todas as pessoas estão, indistintamente,

Leia mais

O que pode a União Europeia fazer pelas pessoas? O Fundo Social Europeu é uma resposta a esta questão

O que pode a União Europeia fazer pelas pessoas? O Fundo Social Europeu é uma resposta a esta questão 1 2 O que pode a União Europeia fazer pelas pessoas? O Fundo Social Europeu é uma resposta a esta questão 3 A origem do Fundo Social Europeu O Fundo Social Europeu foi criado em 1957 pelo Tratado de Roma,

Leia mais