Reflexões Sobre a Modernidade

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Reflexões Sobre a Modernidade"

Transcrição

1 Reflexões Sobre a Modernidade Colóquio Internacional Poéticas da Modernidade Flávia Nascimento Falleiros Márcio Scheel (orgs.)

2

3

4 Conselho Editorial Av Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP Profa. Dra. Andrea Domingues Prof. Dr. Antonio Cesar Galhardi Profa. Dra. Benedita Cássia Sant anna Prof. Dr. Carlos Bauer Profa. Dra. Cristianne Famer Rocha Prof. Dr. Fábio Régio Bento Prof. Dr. José Ricardo Caetano Costa Prof. Dr. Luiz Fernando Gomes Profa. Dra. Milena Fernandes Oliveira Prof. Dr. Ricardo André Ferreira Martins Prof. Dr. Romualdo Dias Profa. Dra. Thelma Lessa Prof. Dr. Victor Hugo Veppo Burgardt 2014 Flávia Nascimento Falleiros; Márcio Scheel Direitos desta edição adquiridos pela Paco Editorial. Nenhuma parte desta obra pode ser apropriada e estocada em sistema de banco de dados ou processo similar, em qualquer forma ou meio, seja eletrônico, de fotocópia, gravação, etc., sem a permissão da editora e/ou autor. N244 Nascimento Falleiros, Flávia; Scheel, Márcio Reflexões Sobre a Modernidade: Atas do Colóquio Internacional Poéticas da Modernidade/Flávia Nascimento Falleiros; Márcio Scheel (orgs.). Jundiaí, Paco Editorial: p. Inclui bibliografia. ISBN: Modernidade 2. Literatura 3. Poéticas 4. Vanguardas. I. Nascimento Falleiros, Flávia; Scheel, Márcio. Índices para catálogo sistemático: Literatura 800 Artes 700 Ciências Sociais 300 CDD: 800 IMPRESSO NO BRASIL PRINTED IN BRAZIL Foi Feito Depósito Legal

5 Agradecimentos Os textos desse volume são a reunião dos trabalhos apresentados no I Colóquio Internacional Poéticas da Modernidade, ocorrido em maio de 2011, no Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas da Unesp (campus de São José do Rio Preto). Sua realização foi possível graças ao apoio financeiro recebido das seguintes agências de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes); também contribuíram para sua organização as seguintes instâncias da Unesp: Diretoria do Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (Ibilce), Departamento de Estudos Linguísticos e Literários (Dell), Pró-reitoria de Extensão Universitária (Proex), Pró-reitoria de Pesquisa (Prope), Pró-reitoria de Pós-graduação (PPG), Fundação para o Desenvolvimento da Unesp (Fundunesp) e Programa de Pós-graduação em Letras (PPGL) do Ibilce. Os organizadores expressam a todos seus agradecimentos.

6

7 Sumário Marxismo e modernidade 13 Ricardo Musse Modernidade e colonização : abordagem sócio-histórica e distanciamento crítico 31 Smaïl Hadjali As origens da sociologia e do romance: paralelos 49 Edison Bariani Modernidade, cidade e escritura 67 Michel Delon A perversa modernidade iluminista: Pauliska de Révéroni Saint-Cyr 85 Leila de Aguiar Costa Complexidade e performatividade do Modernismo português 103 Fernando Cabral Martins Modernidades atlânticas: consonâncias e distinções na literatura cabo-verdiana 115 Jorge Valentim Modernidade em Cendrars, ou a paixão pelas origens 131 Claude Leroy Da modernidade e seus paradoxos: Paris, Aragon e Le Corbusier 149 Flávia Nascimento Falleiros Roberto Piva e o surrealismo 165 Claudio Willer O chapéu da vanguarda: leituras de Mallarmé 185 Marcos Siscar Notas sobre cinema e teatro em Manoel de Oliveira 201 Renata Soares Junqueira A fotografia de Fernando Lemos ou a socialização do sonho 215 Annateresa Fabris

8 Transgresso e intertensão 5 fragmentos para o entendimento de uma transmodernidade 233 Flo Menezes Do texto à obra 251 Fabio Akcelrud Durão Sobre os autores e os organizadores 271

9 Apresentação O leitor encontrará, nesse livro, uma vasta discussão sobre a «modernidade», em que importam não apenas as acepções estéticas e mais especificamente literárias dessa problemática noção, mas também seu sentido político, bem como seu significado no âmbito de outras ciências humanas (ciência política, ciências sociais, história) e de outras artes. Ao reunir os artigos que integram esse volume, os organizadores desejaram portanto adotar uma perspectiva interdisciplinar, acreditando que os estudos literários área em que atuam têm muito a ganhar no diálogo com outros campos do conhecimento. A fim de construir articulações entre as diversas formas e fôrmas artísticas e a vida da Pólis, em áreas culturais heteróclitas e em diferentes momentos da história literária e da história da arte, interessava-lhes compreender a modernidade tanto do ponto de vista estético quanto político. Assim é que se encontram aqui, lado a lado com diversos ensaios sobre a literatura da modernidade seja ela francesa, brasileira, portuguesa ou cabo-verdiana estudos que tratam ainda da modernidade na música, na arquitetura, no cinema e na fotografia, sem esquecer aqueles que abordam a modernidade do ponto de vista político e que, por vezes, chegam a questionar o sentido preciso e a pertinência do uso, nas ciências humanas, dessa noção. Como verá o leitor, os autores dos estudos aqui reunidos têm perfis e origens bastante heterogêneos, algo que pensam os organizadores contribui de modo muito expressivo para enriquecer o debate sobre a modernidade, palavra de definição difícil e múltipla. O volume se abre com um artigo de Ricardo Musse, em que é examinado o posicionamento ora crítico, ora de adesão do marxismo em relação à modernidade, desde a publicação do Manifesto do partido comunista (1848) até os nossos dias. Em seguida, Smaïl Hadjali propõe uma abordagem sócio-histórica e bastante crítica da noção de modernidade, através do exame da colonização da Argélia pelos franceses. Depois dele, Edson Ba- 9

10 Flávia Nascimento Falleiros Márcio Scheel (orgs.) riani traça interessantes paralelos entre as origens da sociologia e o romance, forma narrativa moderna por excelência. Michel Delon aborda, mais adiante, as relações entre modernidade, cidade e escritura, tomando como objeto de exame certa literatura produzida na França, na segunda metade do século XVIII, com especial destaque para os grandes cronistas de Paris. Ainda sobre o século XVIII, pode-se ler o artigo de Leila de Aguiar Costa, que apresenta a face mais perversa da modernidade iluminista por meio da leitura do romance Pauliska, de Révéroni de Saint- -Cyr. Com o estudo de Fernando Cabral Martins, passa-se, logo a seguir, a outros horizontes literários e a outra época : o autor trata da poesia portuguesa modernista em seus aspectos performáticos e vanguardistas assimilados à modernidade. Jorge Valentim interessa-se também pela poesia de vanguarda, porém agora visando as modernidades atlânticas, mais precisamente a literatura cabo-verdiana de vanguarda, em suas rupturas e distinções. Voltando à esfera cultural francesa, no artigo seguinte Claude Leroy propõe, através do estudo específico da obra de Blaise Cendrars, uma oposição entre vanguarda e modernidade. Interessando-se também pelas vanguardas francesas do início do século XX, Flávia Nascimento Falleiros propõe o estudo comparativo de um texto do arquiteto Le Corbusier e de uma narrativa surrealista, a fim de sublinhar certos paradoxos da modernidade relativamente à imagem de Paris. Cláudio Willer, por sua vez, aborda a obra do poeta brasileiro Roberto Piva, nela identificando uma modernidade tributária de seus traços surrealistas. De retorno à esfera cultural francesa, Marcos Siscar estuda a obra de Mallarmé, transformada em emblema vanguardista do passadismo ou do alheamento social devido à legitimação histórica da vanguarda como narrativa sobre a literatura da modernidade. Renata Soares Junqueira volta a Portugal, para estudar os traços de modernidade presentes na obra cinematográfica de Manoel de Oliveira, em especial através do exame da adaptação, feita pelo centenário diretor, de um conto do século XIX de Eça de Queiroz, de que resultou o filme Singularidades de uma rapariga loura. Annateresa Fabris 10

11 REFLEXÕES SOBRE A MODERNIDADE permanece na esfera cultural portuguesa, porém com o intuito de examinar o universo imagético do fotógrafo Fernando Lemos, operador de uma subversão do real decorrente da introdução, na fotografia portuguesa, em pleno salazarismo, da problemática do inconsciente, o que dá a essa obra conotações políticas fortes. Depois disso, o compositor Flo Menezes expõe sua contextualização do conceito de modernidade e seus reflexos na situação da contemporaneidade musical, tecendo relações entre a noção de modernidade e o conceito, por ele proposto, de transgresso. O volume se fecha com um artigo de Fábio Ackcelrud Durão, que parte da hipótese de que o advento da modernidade trouxe modificações profundas na natureza da linguagem, em especial em sua dimensão de produção, o que fez com que deixasse de ser um meio de representação para assumir-se como um instrumento, o que a torna próxima da máquina, da fábrica, da indústria. A rápida apresentação dos estudos que contém esse volume sublinha seu caráter interdisciplinar ; por outro lado, a diversidade dos assuntos tratados desvela a vontade de problematização de definição do conceito de modernidade. Partindo do marxismo em suas relações com a modernidade, passando pela questão eminentemente política da colonização e sua pretensa «missão civilizadora», abordando o surgimento de um gênero literário moderno (e ocidental), tomando como momento de modernidade estética e política o século do Iluminismo ou, ainda, deslocando o problema da modernidade literária para esferas culturais tidas como «periféricas» (Portugal, Cabo-Verde, Brasil) depois de tê-lo examinado tal como elaborado pelas vanguardas francesas, os ensaios reunidos nesse volume proporcionarão ao leitor assim esperam os organizadores um bom apanhado da complexidade de uma noção que, embora preterida por alguns em nome de uma suposta pós-modernidade, ainda parece bastante profícua para a reflexão no campo das Humanidades em geral. Os organizadores 11

12

13 MARXISMO E MODERNIDADE Ricardo Musse* Desde o Manifesto do partido comunista (1848), o marxismo sempre se posicionou simultaneamente como crítico e defensor da modernidade. A determinação do caráter contraditório do capitalismo a combinação de aspectos positivos, como a urbanização e a industrialização, com traços negativos: a exploração, a reificação, etc. tornou-se uma de suas principais marcas distintivas. Essa associação fez com que os marxistas rejeitassem peremptoriamente as recorrentes tentativas teóricas de caracterizar o mundo atual como uma superação do capitalismo, da sociedade pós-industrial de Daniel Bell ao fim da história de Fukuyama. No entanto, o mesmo não ocorreu, como seria de se esperar, com o conceito de pós-modernismo. A controvérsia sobre a pós-modernidade acabou se convertendo em um tópico essencial do debate marxista, sobretudo nos anos 1980, no bojo de uma discussão acalorada sobre o sentido e o significado da modernidade. A retomada dessa controvérsia explica-se em parte pelo próprio modo como o marxismo se constituiu com uma tradição comum, cumprindo a exigência de uma atualização constante do diagnóstico do presente histórico. Mas os próprios termos pelos quais essa avaliação passou a ser referida indicam o impacto de determinadas dimensões que foram trazidas ao primeiro plano pela polêmica sobre a modernidade redefinida em função do debate acerca da validade do conceito de pós-modernismo. Em geral, ao longo de sua trajetória, as descrições de época ensejadas pela linhagem marxista combinavam análises dos ritmos de desenvolvimento econômico do capitalismo e da con- *. Universidade de São Paulo. 13

14 Flávia Nascimento Falleiros Márcio Scheel (orgs.) juntura política com certa dose de filosofia da história. A polêmica sobre o pós-modernismo, no entanto, desde suas origens, caracterizou-se por associar a configuração do presente histórico com a discussão sobre tendências estéticas e culturais. Herdeiro da Teoria Crítica, Jürgen Habermas foi um dos primeiros marxistas a tratar a questão da modernidade nesses termos, numa série de intervenções cujo marco inicial foi o discurso por ocasião do recebimento do prêmio Theodor Adorno em Frankfurt, em setembro de 1980 que adquiriram ressonância mundial. Nesse texto, denominado Modernidade versus pós-modernidade, Habermas ressalta tanto a dimensão sociológica como a estética da discussão. Ele enfatiza que o neoconservadorismo americano, no qual Daniel Bell destaca-se como um dos expoentes, não pode ser compreendido adequadamente quando se desconsidera que se trata sobretudo de um antimodernismo cultural, uma espécie de esquizofrenia que louva o progresso econômico mas rejeita suas consequências culturais, repelidas como regressivas. O centro do artigo de Habermas, no entanto, consiste em um posicionamento próprio em relação à discussão estética vigente no momento acerca da autonomia da arte, o legado das vanguardas e o declínio do modernismo. Sua compreensão do presente histórico, contudo, assenta-se sobre dois pressupostos não consensuais no campo do marxismo: (1) a hipótese de um desenvolvimento próprio, autônomo e independente da esfera cultural em relação às esferas econômica e política, proposta por Weber e predominante na sociologia do século XX; (2) a determinação do marxismo como um desdobramento do projeto iluminista, postura que não apenas considera a vertente social-democrata como a mais legítima na bifurcação dessa linhagem entre reformistas e revolucionários como também ignora aspectos decisivos da crítica do iluminismo presentes em Marx e destacados por Walter Benjamin, Max Horkheimer e Theodor Adorno. 14

15 REFLEXÕES SOBRE A MODERNIDADE Habermas retomou e desenvolveu essa análise de forma breve no opúsculo A nova intransparência e de maneira mais extensa no livro O discurso filosófico da modernidade, ambos de Sua defesa do projeto moderno como inacabado, como um conjunto de potencialidades ainda não efetivadas, viga mestra de seu combate simultâneo ao antimoderno e ao pós-modernismo, não deixa de configurar, no entanto, um desvio em relação à avaliação prevalecente no marxismo, que já no Manifesto comunista destaca o caráter contraditório do capitalismo, apreensão que muitos denominaram de dialética da modernidade. Apesar de seu diagnóstico dispensar uma elaboração mais detalhada dos desdobramentos do capitalismo, muitas vezes apreendido como um sistema uniforme e homogêneo, sua interpretação sobretudo depois do impacto que adquiriu sua polêmica com François Lyotard e com o pós-estruturalismo francês orientou majoritariamente o campo dos marxistas que rejeitaram, quase que em bloco, a tese da emergência da pós-modernidade. Uma das poucas vozes marxistas discordante foi Fredric Jameson. Ele começou a escrever sobre o assunto em 1982, mas sua posição só adquiriu ressonância com a publicação em 1984, na New Left Review, do artigo A lógica cultural do capitalismo tardio, que veio a se tornar o primeiro capítulo de seu livro Pós-modernismo (1991), no qual procura detectar uma dialética da pós-modernidade. O uso do termo parece-lhe irrecusável não só pelas contingências intelectuais norte-americanas, mas principalmente por lhe parecer a descrição mais adequada de uma situação em que a modernização, totalmente implantada, não se defronta mais com obstáculos (leia-se natureza e formas sociais pré-capitalistas) a serem superados. A realidade desse novo mundo ao qual não caberia, como ao capitalismo descrito no Manifesto, fazer a apologia ou condenar, designa, por oposição à modernização incompleta da modernidade, uma versão mais pura e mais homogênea do capitalismo clássico, ou melhor, um terceiro estágio, o capi- 15

Desempenho dos Programas de Pós-graduação Stricto Sensu em Administração, Ciências Contábeis e Turismo no Brasil

Desempenho dos Programas de Pós-graduação Stricto Sensu em Administração, Ciências Contábeis e Turismo no Brasil Desempenho dos Programas de Pós-graduação Stricto Sensu em Administração, Ciências Contábeis e Turismo no Brasil Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP

Leia mais

A Educação Sexual na Escola e a Pedagogia da Infância. Matrizes Institucionais, Disposições Culturais, Potencialidades e Perspectivas Emancipatórias

A Educação Sexual na Escola e a Pedagogia da Infância. Matrizes Institucionais, Disposições Culturais, Potencialidades e Perspectivas Emancipatórias A Educação Sexual na Escola e a Pedagogia da Infância Matrizes Institucionais, Disposições Culturais, Potencialidades e Perspectivas Emancipatórias Matrizes Institucionais, Disposições Culturais, Potencialidades

Leia mais

A Compreensão dos Elementos da Petição Inicial no Curso de Direito

A Compreensão dos Elementos da Petição Inicial no Curso de Direito A Compreensão dos Elementos da Petição Inicial no Curso de Direito A Compreensão dos Elementos da Petição Inicial para a Produção de Textos no Curso de Direito Fernanda de Favre Merbach Conselho Editorial

Leia mais

Cinema e Religião. Perguntas & Respostas

Cinema e Religião. Perguntas & Respostas Cinema e Religião Perguntas & Respostas Conselho Editorial Profa. Dra. Andrea Domingues Prof. Dr. Antônio Carlos Giuliani Prof. Dr. Antonio Cesar Galhardi Profa. Dra. Benedita Cássia Sant anna Prof.

Leia mais

Autismo e Inclusão. Experiências no Ensino Regular

Autismo e Inclusão. Experiências no Ensino Regular Autismo e Inclusão Experiências no Ensino Regular talita CRuZ autismo e Inclusão Experiências no Ensino Regular Conselho Editorial Av Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21

Leia mais

Racionalidade do Dinheiro. Contrapontos à racionalidade ambiental

Racionalidade do Dinheiro. Contrapontos à racionalidade ambiental Racionalidade do Dinheiro Contrapontos à racionalidade ambiental Conselho Editorial Profa. Dra. Andrea Domingues Prof. Dr. Antônio Carlos Giuliani Prof. Dr. Antonio Cesar Galhardi Profa. Dra. Benedita

Leia mais

Conhecimento sobre o Lazer nos Cursos de Educação Física de Belém - PA

Conhecimento sobre o Lazer nos Cursos de Educação Física de Belém - PA Conhecimento sobre o Lazer nos Cursos de Educação Física de Belém - PA CONHECIMENTO SOBRE O LAZER NOS CuRSOS DE EDuCAÇÃO FÍSICA DE BELÉM - PA Gustavo Maneschy Montenegro Conselho Editorial Av. Carlos

Leia mais

Índices para catálogo sistemático: Formação de professores 370.71 Didática - Métodos de ensino instrução e estudo Pedagogia 371.3

Índices para catálogo sistemático: Formação de professores 370.71 Didática - Métodos de ensino instrução e estudo Pedagogia 371.3 Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100 11 4521-6315 2449-0740 contato@editorialpaco.com.br Profa. Dra. Andrea Domingues

Leia mais

Condições de Trabalho e Formação de Professoras Atuantes no Ciclo I do Ensino Fundamental

Condições de Trabalho e Formação de Professoras Atuantes no Ciclo I do Ensino Fundamental Condições de Trabalho e Formação de Professoras Atuantes no Ciclo I do Ensino Fundamental Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP

Leia mais

Águas Subterrâneas. Conceitos e Aplicações sob uma Visão Multidisciplinar

Águas Subterrâneas. Conceitos e Aplicações sob uma Visão Multidisciplinar Águas Subterrâneas Conceitos e Aplicações sob uma Visão Multidisciplinar Águas Subterrâneas conceitos e Aplicações sob uma Visão multidisciplinar rodrigo Lilla manzione Conselho Editorial Av. Carlos Salles

Leia mais

Julia Monteath de França. Brasil e África. em perspectiva faces de uma relação no ínício do século XXI

Julia Monteath de França. Brasil e África. em perspectiva faces de uma relação no ínício do século XXI Julia Monteath de França Brasil e África em perspectiva faces de uma relação no ínício do século XXI Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú

Leia mais

Águas Minerais de São Paulo. Thays de Souza João Luiz

Águas Minerais de São Paulo. Thays de Souza João Luiz Águas Minerais de São Paulo Thays de Souza João Luiz Conselho Editorial Av Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100 11 4521-6315 2449-0740

Leia mais

Índices para catálogo sistemático: Pedagogia 371.3 Formação de professores 370.71

Índices para catálogo sistemático: Pedagogia 371.3 Formação de professores 370.71 - Conselho Editorial Profa. Dra. Andrea Domingues Prof. Dr. Antônio Carlos Giuliani Prof. Dr. Antonio Cesar Galhardi Profa. Dra. Benedita Cássia Sant anna Prof. Dr. Carlos Bauer Profa. Dra. Cristianne

Leia mais

Saberes da Docência Aprendidos no PIBID. um estudo com futuros professores de sociologia

Saberes da Docência Aprendidos no PIBID. um estudo com futuros professores de sociologia Saberes da Docência Aprendidos no PIBID um estudo com futuros professores de sociologia Conselho Editorial Profa. Dra. Andrea Domingues Prof. Dr. Antônio Carlos Giuliani Prof. Dr. Antonio Cesar Galhardi

Leia mais

Produção do Espaço Urbano Condomínios horizontais e loteamentos fechados em Cuiabá-MT

Produção do Espaço Urbano Condomínios horizontais e loteamentos fechados em Cuiabá-MT Produção do Espaço Urbano Condomínios horizontais e loteamentos fechados em Cuiabá-MT Conselho Editorial Profa. Dra. Andrea Domingues Prof. Dr. Antônio Carlos Giuliani Prof. Dr. Antonio Cesar Galhardi

Leia mais

Velho espelho. Iapuã Ralmax de Araújo e sá Carmem lucia soares (orgs.)

Velho espelho. Iapuã Ralmax de Araújo e sá Carmem lucia soares (orgs.) Velho espelho Iapuã Ralmax de Araújo e sá Carmem lucia soares (orgs.) Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100 11 4521-6315

Leia mais

Trajetórias dos Imigrantes Açorianos em São Paulo Processos de Formação, Transformação e as Ressignificações Culturais

Trajetórias dos Imigrantes Açorianos em São Paulo Processos de Formação, Transformação e as Ressignificações Culturais Trajetórias dos Imigrantes Açorianos em São Paulo Processos de Formação, Transformação e as Ressignificações Culturais Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar,

Leia mais

O Tripé da Educação a Distância: regulação, docência e discência

O Tripé da Educação a Distância: regulação, docência e discência O Tripé da Educação a Distância: regulação, docência e discência Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100 11 4521-6315

Leia mais

Atenção Básica à Saúde. Relato de Experiência do Pet-Saúde UFRN/SMS na USF Santarém

Atenção Básica à Saúde. Relato de Experiência do Pet-Saúde UFRN/SMS na USF Santarém Atenção Básica à Saúde Relato de Experiência do Pet-Saúde UFRN/SMS na USF Santarém Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP -

Leia mais

O Comércio e a Hotelaria de Luxo nas Metrópoles de São Paulo e Buenos Aires

O Comércio e a Hotelaria de Luxo nas Metrópoles de São Paulo e Buenos Aires O Comércio e a Hotelaria de Luxo nas Metrópoles de São Paulo e Buenos Aires Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100

Leia mais

Modelo de Sistema de Gestão de Saúde e Segurança em Serviços com Eletricidade em Canteiros de Obras de Edificações

Modelo de Sistema de Gestão de Saúde e Segurança em Serviços com Eletricidade em Canteiros de Obras de Edificações Modelo de Sistema de Gestão de Saúde e Segurança em Serviços com Eletricidade em Canteiros de Obras de Edificações Conselho Editorial Av Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala

Leia mais

1. Educação Física 2. Meio Ambiente 3. Cultura Corporal 4. Currículo Escolar I. Canciglieri, Felipe Gustavo Santos

1. Educação Física 2. Meio Ambiente 3. Cultura Corporal 4. Currículo Escolar I. Canciglieri, Felipe Gustavo Santos Conselho Editorial Av Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100 11 4521-6315 2449-0740 contato@editorialpaco.com.br Profa. Dra. Andrea Domingues

Leia mais

Patrimônio Histórico e Cultural de Planaltina (DF): memória e identidade social

Patrimônio Histórico e Cultural de Planaltina (DF): memória e identidade social Patrimônio Histórico e Cultural de Planaltina (DF): memória e identidade social Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100

Leia mais

A Cerveja e a Cidade do Rio de Janeiro: De 1888 ao início dos anos 1930

A Cerveja e a Cidade do Rio de Janeiro: De 1888 ao início dos anos 1930 A Cerveja e a Cidade do Rio de Janeiro: De 1888 ao início dos anos 1930 Fundação Universidade de Brasília Reitor Vice-Reitora Ivan Marques de Toledo Camargo Sônia Nair Báo Diretora Conselho Editorial Ana

Leia mais

Trabalho Portuário e Modernização dos Portos

Trabalho Portuário e Modernização dos Portos Trabalho Portuário e Modernização dos Portos Empobrecimento e Riqueza no mesmo Contexto Eder Dion de Paula Costa Conselho Editorial Av Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21

Leia mais

Letramento Escolar e Cotidiano. Análise de Experiências sobre Práticas de Letramento à Luz da Crítica Social

Letramento Escolar e Cotidiano. Análise de Experiências sobre Práticas de Letramento à Luz da Crítica Social Letramento Escolar e Cotidiano Análise de Experiências sobre Práticas de Letramento à Luz da Crítica Social Conselho Editorial Av Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú

Leia mais

Caminhos do Educador Social no Brasil

Caminhos do Educador Social no Brasil Caminhos do Educador Social no Brasil Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100 11 4521-6315 2449-0740 contato@editorialpaco.com.br

Leia mais

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DA DISCIPLINA AUDIOVISUAL DA ESCOLA POLITÉCNICA DE SAÚDE JOAQUIM VENÂNCIO

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DA DISCIPLINA AUDIOVISUAL DA ESCOLA POLITÉCNICA DE SAÚDE JOAQUIM VENÂNCIO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DA DISCIPLINA AUDIOVISUAL DA ESCOLA POLITÉCNICA DE SAÚDE JOAQUIM VENÂNCIO 1. AUDIOVISUAL NO ENSINO MÉDIO O audiovisual tem como finalidade realizar-se como crítica da cultura,

Leia mais

Produção Textual no Ensino de Português Língua Estrangeira

Produção Textual no Ensino de Português Língua Estrangeira Produção Textual no Ensino de Português Língua Estrangeira Paralelo entre o Livro Didático e o Exame Oficial de Proficiência Celpe-Bras Rosana Salvini Conrado Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block,

Leia mais

Índices para catálogo sistemático:

Índices para catálogo sistemático: Conselho Editorial Av Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100 11 4521-6315 2449-0740 contato@editorialpaco.com.br Profa. Dra. Andrea Domingues

Leia mais

O Ensino de Ciências no Contexto da Educação Inclusiva: Diferentes matizes de um mesmo desafio

O Ensino de Ciências no Contexto da Educação Inclusiva: Diferentes matizes de um mesmo desafio O Ensino de Ciências no Contexto da Educação Inclusiva: Diferentes matizes de um mesmo desafio Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú -

Leia mais

Saúde e Meio Ambiente

Saúde e Meio Ambiente Saúde e Meio Ambiente Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100 11 4521-6315 2449-0740 contato@editorialpaco.com.br

Leia mais

Índices para catálogo sistemático: Odontologia 900 Relações Médico-Paciente 610.696

Índices para catálogo sistemático: Odontologia 900 Relações Médico-Paciente 610.696 Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100 11 4521-6315 2449-0740 contato@editorialpaco.com.br Profa. Dra. Andrea Domingues

Leia mais

Gestão Empresarial Contemporânea. Uma visão de vanguarda sobre a administração organizacional

Gestão Empresarial Contemporânea. Uma visão de vanguarda sobre a administração organizacional Gestão Empresarial Contemporânea Uma visão de vanguarda sobre a administração organizacional Conselho Editorial Profa. Dra. Andrea Domingues Prof. Dr. Antônio Carlos Giuliani Prof. Dr. Antonio Cesar

Leia mais

Conselho Editorial. CDD:796.07 Índices para catálogo sistemático: Voleibol 796.325 Ensino universitário. 378 Formação do Educador

Conselho Editorial. CDD:796.07 Índices para catálogo sistemático: Voleibol 796.325 Ensino universitário. 378 Formação do Educador Conselho Editorial Av Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100 11 4521-6315 2449-0740 contato@editorialpaco.com.br Profa. Dra. Andrea Domingues

Leia mais

O Projeto Político-Pedagógico e a Possibilidade da Gestão Democrática e Emancipatória da Escola

O Projeto Político-Pedagógico e a Possibilidade da Gestão Democrática e Emancipatória da Escola O Projeto Político-Pedagógico e a Possibilidade da Gestão Democrática e Emancipatória da Escola Projeto Político-Pedagógico e a Possibilidade da Gestão Democrática e Emancipatória da Escola OPaulo Gomes

Leia mais

O Princípio da Informação Ambiental e a Segurança da Informação Empresarial. Pedro Lucas Lindoso

O Princípio da Informação Ambiental e a Segurança da Informação Empresarial. Pedro Lucas Lindoso O Princípio da Informação Ambiental e a Segurança da Informação Empresarial Pedro Lucas Lindoso Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP

Leia mais

OCUPAR, RESISTIR E PRODUZIR, TAMBÉM NA EDUCAÇÃO

OCUPAR, RESISTIR E PRODUZIR, TAMBÉM NA EDUCAÇÃO OCUPAR, RESISTIR E PRODUZIR, TAMBÉM NA EDUCAÇÃO O MST e a Burocracia Estatal: Negação e Consenso Arlete Ramos dos Santos Conselho Editorial Av Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar,

Leia mais

CONSIDERANDO que os estudos apresentados para o desdobramento desse Departamento atendem a política universitária traçada por este Conselho;

CONSIDERANDO que os estudos apresentados para o desdobramento desse Departamento atendem a política universitária traçada por este Conselho; RESOLUÇÃO N o 10/92, DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO Desdobra, com novas denominações, Departamento do Centro de Ciências Humanas e Artes. O CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA, no uso

Leia mais

CDD: 800 Índices para catálogo sistemático:

CDD: 800 Índices para catálogo sistemático: Conselho Editorial Av Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100 11 4521-6315 2449-0740 contato@editorialpaco.com.br Profa. Dra. Andrea Domingues

Leia mais

(30h/a 02 créditos) Dissertação III (90h/a 06 Leituras preparatórias para a

(30h/a 02 créditos) Dissertação III (90h/a 06 Leituras preparatórias para a GRADE CURRICULAR DO MESTRADO EM LETRAS: LINGUAGEM E SOCIEDADE DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS 34 CRÉDITOS Teorias da Linguagem (60h/a 04 Teorias Sociológicas (60h/a 04 Metodologia da Pesquisa em Linguagem (30h/a

Leia mais

Margarete Bertolo Boccia Marie Rose Dabul Sandra da Costa Lacerda (orgs.) GESTÃO ESCOLAR EM DESTAQUE

Margarete Bertolo Boccia Marie Rose Dabul Sandra da Costa Lacerda (orgs.) GESTÃO ESCOLAR EM DESTAQUE Margarete Bertolo Boccia Marie Rose Dabul Sandra da Costa Lacerda (orgs.) GESTÃO ESCOLAR EM DESTAQUE Conselho Editorial Av Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú

Leia mais

Casal e Família na Atualidade: Desafios, Estratégias e Possíveis Soluções para os Problemas

Casal e Família na Atualidade: Desafios, Estratégias e Possíveis Soluções para os Problemas Casal e Família na Atualidade: Desafios, Estratégias e Possíveis Soluções para os Problemas Casal e Família na Atualidade Desafios, Estratégias e Possíveis Soluções para os Problemas Heron Flores Nogueira

Leia mais

Índices para catálogo sistemático:

Índices para catálogo sistemático: Conselho Editorial Profa. Dra. Andrea Domingues Prof. Dr. Antônio Carlos Giuliani Prof. Dr. Antonio Cesar Galhardi Profa. Dra. Benedita Cássia Sant anna Prof. Dr. Carlos Bauer Profa. Dra. Cristianne Famer

Leia mais

Marx, Durkheim e Weber, referências fundamentais

Marx, Durkheim e Weber, referências fundamentais INTRODUÇÃO À sociologia Marx, Durkheim e Weber, referências fundamentais introdução à S Maura Pardini Bicudo Véras O CIO LO GIA Marx, Durkheim e Weber, referências fundamentais Direção editorial Claudiano

Leia mais

Sociologia Organizacional. Aula 1. Contextualização. Organização da Disciplina. Aula 1. Contexto histórico do aparecimento da sociologia

Sociologia Organizacional. Aula 1. Contextualização. Organização da Disciplina. Aula 1. Contexto histórico do aparecimento da sociologia Sociologia Organizacional Aula 1 Organização da Disciplina Aula 1 Contexto histórico do aparecimento da sociologia Aula 2 Profa. Me. Anna Klamas A institucionalização da sociologia: August Comte e Emile

Leia mais

ENSINO TEATRO. Dramaturgia, leitura e inovação (1838-1919)

ENSINO TEATRO. Dramaturgia, leitura e inovação (1838-1919) ENSINO TEATRO Dramaturgia, leitura e inovação (1838-1919) ENSINO TEATRO Dramaturgia, leitura e inovação (1838-1919) organização André Luís Gomes Conselho Editorial Av Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos

Leia mais

A REPARAÇÃO DO RISCO ATUAL DE DANO FUTURO: AMPLIANDO O OBJETO DE REPARAÇÃO. Luiz Carlos Assis Jr.

A REPARAÇÃO DO RISCO ATUAL DE DANO FUTURO: AMPLIANDO O OBJETO DE REPARAÇÃO. Luiz Carlos Assis Jr. A REPARAÇÃO DO RISCO ATUAL DE DANO FUTURO: AMPLIANDO O OBJETO DE REPARAÇÃO Luiz Carlos Assis Jr. Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú

Leia mais

Cultura, Trabalho e Cidadania

Cultura, Trabalho e Cidadania Cultura, Trabalho e Cidadania Direitos desta edição adquiridos pela Paco Editorial e pela UFPA - Campus Universitário do Tocantis/Cametá. Nenhuma parte desta obra pode ser apropriada e estocada em sistema

Leia mais

Conselho Editorial. Índices para catálogo sistemático: Higiene e saúde 372.37 segurança do trabalho 331.259

Conselho Editorial. Índices para catálogo sistemático: Higiene e saúde 372.37 segurança do trabalho 331.259 Conselho Editorial Av Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100 11 4521-6315 2449-0740 contato@editorialpaco.com.br Profa. Dra. Andrea Domingues

Leia mais

Conteúdo: Habilidades: A religião na visão dos autores clássicos da Sociologia

Conteúdo: Habilidades: A religião na visão dos autores clássicos da Sociologia Conteúdo: A religião na visão dos autores clássicos da Sociologia Habilidades: Reconhecer a religião como uma instituição social e objeto de estudo das Ciências Sociais; Conhecimento Teológico A religião

Leia mais

Serviços Hoteleiros, Turismo de Negócios, Eventos e Organização Espacial

Serviços Hoteleiros, Turismo de Negócios, Eventos e Organização Espacial Serviços Hoteleiros, Turismo de Negócios, Eventos e Organização Espacial Serviços Hoteleiros, Turismo de Negócios, Eventos e Organização Espacial Lélio Galdino Rosa Auro Aparecido Mendes Conselho Editorial

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio. Etec. Etec: Professor Massuyuki Kawano

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio. Etec. Etec: Professor Massuyuki Kawano Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec Etec: Professor Massuyuki Kawano Código: 136 Município: Tupã Área de conhecimento: Ciências Humanas e Suas Tecnologias Componente Curricular:

Leia mais

MATERIALIDADES DA LITERATURA. Osvaldo Manuel Silvestre

MATERIALIDADES DA LITERATURA. Osvaldo Manuel Silvestre MINICURSO MATERIALIDADES DA LITERATURA Osvaldo Manuel Silvestre (Universidade de Coimbra, Portugal) Promoção Programa de Pós-Graduação em Teoria e História Literária Pró-Reitoria de Pesquisa/ FAEPEX Minicurso

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA. Antonio Joaquim Severino 1. Um projeto de bem elaborado desempenha várias funções:

PROJETO DE PESQUISA. Antonio Joaquim Severino 1. Um projeto de bem elaborado desempenha várias funções: PROJETO DE PESQUISA Antonio Joaquim Severino 1 Um projeto de bem elaborado desempenha várias funções: 1. Define e planeja para o próprio orientando o caminho a ser seguido no desenvolvimento do trabalho

Leia mais

Educação ambiental e educação inclusiva possíveis aproximações

Educação ambiental e educação inclusiva possíveis aproximações Educação ambiental e educação inclusiva possíveis aproximações Conselho Editorial Av Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100 11 4521-6315

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N 18/2006 Aprova o Projeto Político-Pedagógico do Curso de Ciências Sociais, Bacharelado,

Leia mais

Adoção e Devolução: Resgatando Histórias

Adoção e Devolução: Resgatando Histórias Adoção e Devolução: Resgatando Histórias Conselho Editorial Av Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100 11 4521-6315 2449-0740 contato@editorialpaco.com.br

Leia mais

Direito Sanitário. Diretivas Antecipadas de Vontade sob o Enfoque dos Direitos Fundamentais. Carlos Alberto Kastein Barcellos

Direito Sanitário. Diretivas Antecipadas de Vontade sob o Enfoque dos Direitos Fundamentais. Carlos Alberto Kastein Barcellos Direito Sanitário Diretivas Antecipadas de Vontade sob o Enfoque dos Direitos Fundamentais Carlos Alberto Kastein Barcellos Conselho Editorial Av Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º

Leia mais

Índices para catálogo sistemático:

Índices para catálogo sistemático: Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100 11 4521-6315 2449-0740 contato@editorialpaco.com.br Conselho Editorial Profa. Dra. Andrea Domingues

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular PERÍODO: 1º AM076- ANTROPOLOGIA OBRIG 60 0 60 4.0 Fórmula: CS013 CS013- ANTROPOLOGIA CAMPOS DA ANTROPOLOGIA. PROBLEMAS E CONCEITOS BÁSICOS: CULTURA, ETNOCENTRISMO, ALTERIDADE E RELATIVISMO. NOÇÕES DE MÉTODOS/PRÁTICAS

Leia mais

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG. CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE

Leia mais

11 a 14 de dezembro de 2012 Campus de Palmas

11 a 14 de dezembro de 2012 Campus de Palmas ESTUDO DO TERMO ONOMA E SUA RELAÇÃO COM A INTERDISCIPLINARIDADE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ENSINO FUNDAMENTAL DA GEOGRAFIA NA PERSPECTIVA DA ONOMÁSTICA/TOPONÍMIA Verônica Ramalho Nunes 1 ; Karylleila

Leia mais

LUÍS REIS TORGAL. SUB Hamburg A/522454 ESTADO NOVO. Ensaios de História Política e Cultural [ 2. IMPRENSA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

LUÍS REIS TORGAL. SUB Hamburg A/522454 ESTADO NOVO. Ensaios de História Política e Cultural [ 2. IMPRENSA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA LUÍS REIS TORGAL SUB Hamburg A/522454 ESTADOS NOVOS ESTADO NOVO Ensaios de História Política e Cultural [ 2. a E D I Ç Ã O R E V I S T A ] I u IMPRENSA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA 2 0 0 9 ' C O I M B R

Leia mais

O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas

O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas Julie Caroline de Alcântara Universidade do Sagrado Coração, Bauru/SP E-mail: juliealcantara.31@gmail.com

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS OFERECIDAS NO CURSO DE PEDAGOGIA Catálogo 2012

EMENTAS DAS DISCIPLINAS OFERECIDAS NO CURSO DE PEDAGOGIA Catálogo 2012 EP107 Introdução à Pedagogia Organização do Trabalho Pedagógico Ementa: O objetivo das ciências da educação. O problema da unidade, especificidade e autonomia das ciências da educação. A educação como

Leia mais

Considerações sobre Walter Benjamin e a Reprodutibilidade Técnica. mais possível. Com efeito, uma certeza acerca do conceito de arte é sua indefinição

Considerações sobre Walter Benjamin e a Reprodutibilidade Técnica. mais possível. Com efeito, uma certeza acerca do conceito de arte é sua indefinição Considerações sobre Walter Benjamin e a Reprodutibilidade Técnica Danilo L. Brito (UFRJ) A arte tem sido alvo de discussões de diferentes teóricos ao longo da história, desde os gregos, com sua concepção

Leia mais

Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc

Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Diálogos - Revista do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História ISSN: 1415-9945 rev-dialogos@uem.br Universidade Estadual de Maringá Brasil Amarante Oliveira, Wellington Em busca

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS 1. EMENTA Análise das diferentes abordagens historiográficas acerca da transição das sociedades medievais européias ao capitalismo. Formação do Antigo Regime e surgimento do paradigma do homem moderno:

Leia mais

Ensino de Inglês como Língua Estrangeira na Escola Pública. Letramentos, Globalização e Cidadania

Ensino de Inglês como Língua Estrangeira na Escola Pública. Letramentos, Globalização e Cidadania Ensino de Inglês como Língua Estrangeira na Escola Pública Letramentos, Globalização e Cidadania Conselho Editorial Av Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú -

Leia mais

Maria Inês Cordeiro e António Tavares Lopes Panorama da edição e utilização das publicações periódicas Coimbra, 6 de Maio de 2009

Maria Inês Cordeiro e António Tavares Lopes Panorama da edição e utilização das publicações periódicas Coimbra, 6 de Maio de 2009 Exploração de domínios analíticos para a redescoberta da Colóquio Letras Maria Inês Cordeiro e António Tavares Lopes Panorama da edição e utilização das publicações periódicas Coimbra, 6 de Maio de 2009

Leia mais

Uma História dos Livros de Matemática. Leituras, Intrigas e Evolução Editorial

Uma História dos Livros de Matemática. Leituras, Intrigas e Evolução Editorial Uma História dos Livros de Matemática Leituras, Intrigas e Evolução Editorial Adilson Longen Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP

Leia mais

Tópicos em Educação Especial e Inclusiva: Formação, pesquisa, escolarização e famílias

Tópicos em Educação Especial e Inclusiva: Formação, pesquisa, escolarização e famílias Tópicos em Educação Especial e Inclusiva: Formação, pesquisa, escolarização e famílias Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP

Leia mais

PROPOSTA DE PAINEL TEMÁTICO: Proprietas: Políticas públicas e historicidade

PROPOSTA DE PAINEL TEMÁTICO: Proprietas: Políticas públicas e historicidade PROPOSTA DE PAINEL TEMÁTICO: Proprietas: Políticas públicas e historicidade Proponente: Leandro José Luz Riodades de Mendonça (PPED/UFRJ - Pós- Graduação em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento

Leia mais

Gestão democrática no cotidiano escolar

Gestão democrática no cotidiano escolar Coleção UAB UFSCar Pedagogia Sandra Aparecida Riscal Gestão democrática no cotidiano escolar Gestão democrática no cotidiano escolar Reitor Targino de Araújo Filho Vice-Reitor Pedro Manoel Galetti Junior

Leia mais

ENSINO DE GEOGRAFIA, CULTURA POPULAR E TEMAS TRANSVERSAIS: uma proposta de transversalidade a partir dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN s)

ENSINO DE GEOGRAFIA, CULTURA POPULAR E TEMAS TRANSVERSAIS: uma proposta de transversalidade a partir dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN s) ENSINO DE GEOGRAFIA, CULTURA POPULAR E TEMAS TRANSVERSAIS: uma proposta de transversalidade a partir dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN s) Kálita Tavares da SILVA 1 ; Estevane de Paula Pontes MENDES

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES. Análise de informação do manual. Filmes educativos

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES. Análise de informação do manual. Filmes educativos ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES 3º C.E.B. DISCIPLINA: História ANO: 8º ANO LECTIVO 2010/2011 COMPETÊNCIAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ACTIVIDADES ESTRATÉGIAS AULAS PREVISTAS INSTRUMENTOS DE

Leia mais

1. Luigi Pareyson 2. Estética 3. Criação 4. Arte. I. Silva, Íris Fátima da. Índices para catálogo sistemático: Arte Teoria 700.1 Arte Filosofia 701

1. Luigi Pareyson 2. Estética 3. Criação 4. Arte. I. Silva, Íris Fátima da. Índices para catálogo sistemático: Arte Teoria 700.1 Arte Filosofia 701 Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100 11 4521-6315 2449-0740 contato@editorialpaco.com.br Profa. Dra. Andrea Domingues

Leia mais

Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito

Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito Instituto de Ensino Superior de Goiás Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito PLANO DE ENSINO 1. IDENTIFICAÇÃO: CURSO: Direito TURMA: 1º Semestre DISCIPLINA: Antropologia e Sociologia

Leia mais

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014 A CPA (Comissão Própria De Avaliação) apresentou ao MEC, em março de 2015, o relatório da avaliação realizada no ano de 2014. A avaliação institucional, realizada anualmente, aborda as dimensões definidas

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS ANEXO II DA RESOLUÇÃO CEPEC nº 680 EMENTAS DAS DISCIPLINAS DISCIPLINAS DA ÁREA DE PORTUGUÊS: Introdução aos estudos da Linguagem Panorama geral dos fenômenos da linguagem e suas abordagens científicas.

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS-PORTUGUÊS/INGLÊS BACHARELADO PROFA. DRA. SORAYA SOUBHI SMAILI REITORA

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS-PORTUGUÊS/INGLÊS BACHARELADO PROFA. DRA. SORAYA SOUBHI SMAILI REITORA PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS-PORTUGUÊS/INGLÊS BACHARELADO PROFA. DRA. SORAYA SOUBHI SMAILI REITORA PROF. DR. DANIEL ARIAS VAZQUEZ DIRETOR ACADÊMICO DA ESCOLA DE FILOSOFIA, LETRAS

Leia mais

TÍTULO: A DIMENSÃO TÉCNICO-OPERATIVO DO TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL: RELEITURA DOS INSTRUMENTOS E TÉCNICAS UTILIZADOS NA PROFISSÃO

TÍTULO: A DIMENSÃO TÉCNICO-OPERATIVO DO TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL: RELEITURA DOS INSTRUMENTOS E TÉCNICAS UTILIZADOS NA PROFISSÃO TÍTULO: A DIMENSÃO TÉCNICO-OPERATIVO DO TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL: RELEITURA DOS INSTRUMENTOS E TÉCNICAS UTILIZADOS NA PROFISSÃO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: SERVIÇO

Leia mais

CDD: 370 Índices para catálogo sistemático: Educação 370 Pedagogia 371 Ensino universitário 378

CDD: 370 Índices para catálogo sistemático: Educação 370 Pedagogia 371 Ensino universitário 378 Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100 11 4521-6315 2449-0740 contato@editorialpaco.com.br Profa. Dra. Andrea Domingues

Leia mais

Walter Benjamin - Questões de Vestibulares

Walter Benjamin - Questões de Vestibulares Walter Benjamin - Questões de Vestibulares 1. (Uem 2011) A Escola de Frankfurt tem sua origem no Instituto de Pesquisa Social, fundado em 1923. Entre os pensadores expoentes da Escola de Frankfurt, destaca-se

Leia mais

ÁGORA, Porto Alegre, Ano 6, Mar.2015. ISSN 2175-37

ÁGORA, Porto Alegre, Ano 6, Mar.2015. ISSN 2175-37 17 ÁGORA, Porto Alegre, Ano 6, Mar.2015. ISSN 2175-37 PROJETO CONSTRUÇÃO: CRIATIVIDADE E INTERDISCIPLINARIDADE NA ESCOLA Ezequiel Viapiana 1 Gisele Damiani 2 Anelise Pereira Baur 3 Paola Junqueira dos

Leia mais

GRADE CURRICULAR DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS: ESTUDOS LITERÁRIOS DA UFMG

GRADE CURRICULAR DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS: ESTUDOS LITERÁRIOS DA UFMG GRADE CURRICULAR DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS: ESTUDOS LITERÁRIOS DA UFMG DISCIPLINAS DAS ÁREAS DE CONCENTRAÇÃO Área de concentração: TEORIA DA LITERATURA - NÍVEL MESTRADO DISCIPLINAS CRÉDITOS

Leia mais

Índices para catálogo sistemático: Administração Empresarial 658.4

Índices para catálogo sistemático: Administração Empresarial 658.4 Conselho Editorial Av Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100 11 4521-6315 2449-0740 contato@editorialpaco.com.br Profa. Dra. Andrea Domingues

Leia mais

Colégio Cenecista Dr. José Ferreira

Colégio Cenecista Dr. José Ferreira Colégio Cenecista Dr. José Ferreira QUADRINHOS NA CIÊNCIAS Área de Concentração: Ciências Naturais Disciplina de Concentração: Ciências Professores: Maria José Lima, Polyana Noronha e Thaianne Lopes Uberaba

Leia mais

A Sala de Aula em Filmes: Lapidando a Formação Docente

A Sala de Aula em Filmes: Lapidando a Formação Docente A Sala de Aula em Filmes: Lapidando a Formação Docente Lapidando a Formação Docente marcia de mattos Sanches Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21

Leia mais

Eça de Queirós e a Gazeta de Notícias. Suplemento Literário 1892

Eça de Queirós e a Gazeta de Notícias. Suplemento Literário 1892 Eça de Queirós e a Gazeta de Notícias Suplemento Literário 1892 Av Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100 11 4521-6315 2449-0740 contato@editorialpaco.com.br

Leia mais

FERNANDO PESSOA [Professor de filosofia da UFES e organizador dos Seminários Internacionais Museu Vale]

FERNANDO PESSOA [Professor de filosofia da UFES e organizador dos Seminários Internacionais Museu Vale] Os Seminários Internacionais Museu Vale FERNANDO PESSOA [Professor de filosofia da UFES e organizador dos Seminários Internacionais Museu Vale] O propósito desta introdução, além de apresentar a oitava

Leia mais

Não Era uma Vez... Contos clássicos recontados

Não Era uma Vez... Contos clássicos recontados elaboração: PROF. DR. JOSÉ NICOLAU GREGORIN FILHO Não Era uma Vez... Contos clássicos recontados escrito por Vários autores Os Projetos de Leitura: concepção Buscando o oferecimento de subsídios práticos

Leia mais

METODOLOGIA DO ENSINO DA ARTE. Número de aulas semanais 4ª 2. Apresentação da Disciplina

METODOLOGIA DO ENSINO DA ARTE. Número de aulas semanais 4ª 2. Apresentação da Disciplina METODOLOGIA DO ENSINO DA ARTE Série Número de aulas semanais 4ª 2 Apresentação da Disciplina Considerando a necessidade de repensar o ensino da arte, faz-se necessário refletir sobre este ensino em sua

Leia mais

Índices para catálogo sistemático: Ordens religiosas e igrejas locais 250 Cristianismo 261.7

Índices para catálogo sistemático: Ordens religiosas e igrejas locais 250 Cristianismo 261.7 Conselho Editorial Profa. Dra. Andrea Domingues Prof. Dr. Antônio Carlos Giuliani Prof. Dr. Antonio Cesar Galhardi Profa. Dra. Benedita Cássia Sant anna Prof. Dr. Carlos Bauer Profa. Dra. Cristianne Famer

Leia mais

Índices para catálogo sistemático: Educação 370 Teoria da Educação 370.1 Pedagogia 371

Índices para catálogo sistemático: Educação 370 Teoria da Educação 370.1 Pedagogia 371 Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100 11 4521-6315 2449-0740 contato@editorialpaco.com.br Profa. Dra. Andrea Domingues

Leia mais

Rumos da cultura da música: negócios, estéticas, linguagens e audibilidades

Rumos da cultura da música: negócios, estéticas, linguagens e audibilidades Rumos da cultura da música: negócios, estéticas, linguagens e audibilidades Rumos da cultura da música: negócios, estéticas, linguagens e audibilidades Organização Simone Pereira de Sá Adriana Amaral

Leia mais

COMITÊ BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA ARTE CARTA ABERTA AO PRESIDENTE DA ANPUH E AOS COLEGAS HISTORIADORES

COMITÊ BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA ARTE CARTA ABERTA AO PRESIDENTE DA ANPUH E AOS COLEGAS HISTORIADORES CARTA ABERTA AO PRESIDENTE DA ANPUH E AOS COLEGAS HISTORIADORES História Prezado Prof. Benito Bisso Schmidt Presidente da Associação Nacional dos Professores Universitários de Tendo tomado conhecimento

Leia mais

RESENHA. Autoras: Fraulein Vidigal de Paula e Denise D Aurea-Tardeli (orgs.) Editora: Universidade Metodista de São Paulo

RESENHA. Autoras: Fraulein Vidigal de Paula e Denise D Aurea-Tardeli (orgs.) Editora: Universidade Metodista de São Paulo RESENHA Violência na escola e da escola: desafios contemporâneos à psicologia da educação Autoras: Fraulein Vidigal de Paula e Denise D Aurea-Tardeli (orgs.) Editora: Universidade Metodista de São Paulo

Leia mais

A PRÁTICA DE FORMAÇÃO DE DOCENTES: DIFERENTE DE ESTÁGIO Maria de Fátima Targino Cruz Pedagoga e professora da Rede Estadual do Paraná.

A PRÁTICA DE FORMAÇÃO DE DOCENTES: DIFERENTE DE ESTÁGIO Maria de Fátima Targino Cruz Pedagoga e professora da Rede Estadual do Paraná. A PRÁTICA DE FORMAÇÃO DE DOCENTES: DIFERENTE DE ESTÁGIO Maria de Fátima Targino Cruz Pedagoga e professora da Rede Estadual do Paraná. O Curso de Formação de Docentes Normal, em nível médio, está amparado

Leia mais