Escalonador de Tarefas. Morgan N. Sandquist Desenvolvimento: Gary Meyer Revisão: Lauri Watts Tradução: José Pires

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Escalonador de Tarefas. Morgan N. Sandquist Desenvolvimento: Gary Meyer Revisão: Lauri Watts Tradução: José Pires"

Transcrição

1 Morgan N. Sandquist Desenvolvimento: Gary Meyer Revisão: Lauri Watts Tradução: José Pires

2 2

3 Conteúdo 1 Introdução Arranque Tarefas Escalonadas Variáveis de Ambiente Adicionar Tarefas Escalonadas A Janela Editar Tarefa Gerir as Tarefas Escalonadas Adicionar Variáveis de Ambiente A janela de Editar Variável Gerir as Variáveis de Ambiente

4 1 Introdução Este é um módulo para escalonar os programas para serem executados em segundo plano. É uma interface gráfica de utilizador para o cron, o escalonador do sistema UNIX. IMPORTANTE Não se esqueça de indicar ao sistema para iniciar antecipadamente o servidor crond, senão a configuração deste módulo não irá funcionar. 1.1 Arranque Quando iniciar este módulo, irá ver uma vista resumida sobre as tarefas já existentes em escalonamento e as variáveis de ambiente. Se estiver a correr como administrador, irá ver esses itens para todos os utilizadores no computador, assim como as tarefas de sistema escalonadas Tarefas Escalonadas As tarefas escalonadas aparecem dentro duma pasta Tarefas. Para cada tarefa escalonada, são apresentados os seguintes itens: Escalonamento Nesta coluna, tanto aparecerá para as tarefas agendadas no arranque, ou então aparece o item do crontab. Comando Ficheiro do programa e os parâmetros. Estado Activo ou Inactivo. Descrição Uma descrição da tarefa, por exemplo a sua finalidade. Detalhes do Escalonamento Descrição em língua natural da tarefa escalonada. 4

5 1.1.2 Variáveis de Ambiente As variáveis de ambiente aparecem dentro duma pasta Variáveis de Ambiente. Para cada variável de ambiente, é mostrado o seguinte: Variável Nome da variável. Valor Valor da variável. Estado Activo ou Inactivo. Comentário Descrição em língua natural da variável. As variáveis de ambiente que aqui aparecem irão sobrepor qualquer variável de ambiente existente para todas as tarefas escalonadas. 1.2 Adicionar Tarefas Escalonadas Para criar uma nova tarefa agendada, carregue no botão Nova Tarefa... Em alternativa, poderá seleccionar esta acção no menu de contexto do botão direito do rato A Janela Editar Tarefa Comando Indique o nome do programa. Pode indicar uma localização relativa ou absoluta. Se quiser procurar pelo programa, carregue em Escolher. 5

6 Comentário Indique uma descrição para a tarefa a escalonar. Activar esta tarefa Para activar ou desactivar a tarefa, seleccione ou desligue este botão. Executar no arranque do sistema Assinale este botão para executar a tarefa no arranque do sistema. Executar todos os dias Se quer que a tarefa se execute diariamente, seleccione este botão. Meses Seleccione os meses durante os quais a tarefa deve ser executada. Dias do Mês Seleccione os meses durante os quais a tarefa deve ser executada. Dias da Semana Seleccione os dias da semana nos quais a tarefa deve ser executada. Horas Seleccione as horas nas quais a tarefa deve ser executada. Minutos Seleccione os minutos nos quais a tarefa deve ser executada. O cron não suporta escalonar tarefas em intervalos menores do que um minuto. OK Completa a criação desta tarefa. Cancelar Cancela a criação desta tarefa. Se seleccionar tanto os dias do mês como os da semana, a tarefa será executada em qualquer uma das condições. Por exemplo, se seleccionar o dia 1 e o dia 15 e seleccionar o Domingo, o programa será executado em todos os dias 1 e 15 dos meses seleccionados (independentemente do dia da semana) assim como em todos os Domingos dos meses seleccionados (independentemente do dia do mês). A tarefa escalonada não está completamente configurada até o crontab ser gravado. 1.3 Gerir as Tarefas Escalonadas Assim como ao criar tarefas novas, as alterações não terão efeito até o ficheiro crontab ser gravado. Use os botões à direita da lista de tarefas para modificar, apagar, imprimir ou executar agora uma dada tarefa. Poderá também aceder a todas estas acções com o menu de contexto. Para além disso, o menu de contexto oferece ainda acções para cortar, copiar e colar as tarefas. 1.4 Adicionar Variáveis de Ambiente Para criar uma nova variável de ambiente, carregue em Nova Variável... Alternativamente, podes usar o menu do botão direito do rato e escolher esta acção. 6

7 1.4.1 A janela de Editar Variável Variável Indique o nome da variável de ambiente. Pode usar a lista correspondente para seleccionar o nome das variáveis de ambiente mais comuns que são usadas pelas tarefas escalonadas. Estas incluem: HOME A ser usada em vez da pasta pessoal do utilizador por omissão. MAILTO Para enviar o resultado por para um endereço diferente do endereço de do utilizador por omissão. PATH A ser usada para procurar pelos programas nas pastas indicadas. SHELL A ser usada em vez do valor por omissão do utilizador. Valor Indique o nome da variável de ambiente. Comentário Indique uma descrição da variável de ambiente, por exemplo a sua finalidade. Activar esta variável Para activar ou desactivar a variável, active ou desactive este botão. OK Completa a alteração desta variável. Cancelar Cancela a alteração desta variável. De facto, a variável de ambiente não é definida até o ficheiro crontab ser gravado. 7

8 1.5 Gerir as Variáveis de Ambiente NOTA Assim como na criação de novas variáveis, as alterações às mesmas não terão efeito até o ficheiro crontab ser gravado. Use os botões à direita da lista de variáveis para modificar ou apagar uma dada variável. Poderá também aceder a todas estas acções com o menu de contexto. Para além disso, o menu de contexto oferece ainda acções para cortar, copiar e colar as variáveis. 8

Agendador de tarefas. Morgan N. Sandquist Desenvolvedor: Gary Meyer Revisor: Lauri Watts Tradução: Henrique Marks

Agendador de tarefas. Morgan N. Sandquist Desenvolvedor: Gary Meyer Revisor: Lauri Watts Tradução: Henrique Marks Morgan N. Sandquist Desenvolvedor: Gary Meyer Revisor: Lauri Watts Tradução: Henrique Marks 2 Conteúdo 1 Introdução 4 1.1 Inicialização......................................... 4 1.1.1 Tarefas Agendadas.................................

Leia mais

Conteúdo. Obtenção do CDDB

Conteúdo. Obtenção do CDDB Mike McBride Jonathan Singer David White Desenvolvimento: Bernd Johannes Wuebben Desenvolvimento: Dirk Forsterling Desenvolvimento: Dirk Foersterling Revisão: Lauri Watts Tradução: José Pires 2 Conteúdo

Leia mais

Java e JavaScript. Krishna Tateneni Tradução: José Pires

Java e JavaScript. Krishna Tateneni Tradução: José Pires Krishna Tateneni Tradução: José Pires 2 Conteúdo 1 Java e JavaScript 4 1.1 Java............................................. 4 1.2 JavaScript.......................................... 4 3 1 Java e JavaScript

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

Proxy. Krishna Tateneni Tradução: José Pires

Proxy. Krishna Tateneni Tradução: José Pires Krishna Tateneni Tradução: José Pires 2 Conteúdo 1 Proxies 4 1.1 Introdução.......................................... 4 1.2 Utilização.......................................... 4 3 1 Proxies 1.1 Introdução

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

O Manual do Editor de Menus do KDE. Milos Prudek Anne-Marie Mahfouf Lauri Watts Tradução: José Pires

O Manual do Editor de Menus do KDE. Milos Prudek Anne-Marie Mahfouf Lauri Watts Tradução: José Pires O Manual do Editor de Menus do KDE Milos Prudek Anne-Marie Mahfouf Lauri Watts Tradução: José Pires 2 Conteúdo 1 Introdução 5 2 Adicionar um Item do Menu 6 3 Usar o KMenuEdit 10 3.1 Página Geral.........................................

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO UTILIZAÇÃO

DOCUMENTAÇÃO UTILIZAÇÃO DOCUMENTAÇÃO DE UTILIZAÇÃO Importar/exportar o correio electrónico do Microsoft Outlook SERVIÇOS DE INFORMÁTICA DATA: Outubro de 2005 VERSÃO: 1.0 AUTOR: Rui Brás GESTOR: Unidade de Planeamento e Controlo

Leia mais

Actividade: Criar um e-mail e trocar mensagens

Actividade: Criar um e-mail e trocar mensagens Apêndice 7 A Nota Explicativa Actividade: Criar um e-mail e trocar mensagens A aplicação desta actividade pretende dotar os alunos de competências básicas relacionadas com a utilização do e-mail como uma

Leia mais

www.bca-europe.com A Maior Empresa de Leilões e Remarketing Automóvel em Portugal e na Europa

www.bca-europe.com A Maior Empresa de Leilões e Remarketing Automóvel em Portugal e na Europa Configure o seu servidor de email para receber as informações BCA Seguem as instruções para configuração nos servidores de email mais comuns: - WindowsLive Mail - Hotmail - MSN - Yahoo - Gmail - Outlook

Leia mais

Recuperação do CDDB 2

Recuperação do CDDB 2 Mike McBride Jonathan Singer David White Desenvolvimento: Bernd Johannes Wuebben Desenvolvimento: Dirk Forsterling Desenvolvimento: Dirk Foersterling Revisão: Lauri Watts Tradução: Marcus Gama 2 Conteúdo

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR PROFESSOR(A)

MANUAL DO UTILIZADOR PROFESSOR(A) PROFESSOR(A) INTRODUÇÃO Caro(a) professor(a), Obrigado por descarregar este manual do utilizador do Ephorus. Em caso de dúvidas, por favor contacte o utilizador principal do Ephorus no seu estabelecimento

Leia mais

Conteúdo. 1 Introdução 5. 2 Pré-configuração 6. 3 Configurar a Interface do Utilizador 7. 4 Configurar as opções internas 9

Conteúdo. 1 Introdução 5. 2 Pré-configuração 6. 3 Configurar a Interface do Utilizador 7. 4 Configurar as opções internas 9 Esta documentação foi convertida a partir da Base de Utilizadores do KDE para o K3b a 2011-01-20. Actualização para o 2.1 pela Equipa de Documentação do KDE Tradução: José Pires 2 Conteúdo 1 Introdução

Leia mais

Selector de Tarefas. Martin Gräßlin Tradução: José Pires

Selector de Tarefas. Martin Gräßlin Tradução: José Pires Martin Gräßlin Tradução: José Pires 2 Conteúdo 1 Navegar pelas Janelas 4 1.1 Listar as janelas e critério de ordenação......................... 4 1.2 Efeitos do Ecrã........................................

Leia mais

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo Conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e comunique com o exterior; Windows: sistema operativo mais utilizado nos

Leia mais

Introdução ao Microsoft Windows

Introdução ao Microsoft Windows Introdução ao Microsoft Windows Interface e Sistema de Ficheiros Disciplina de Informática PEUS, 2006 - U.Porto Iniciar uma Sessão A interacção dos utilizadores com o computador é feita através de sessões.

Leia mais

PROGRAMAÇÃO Microsoft WINDOWS XP

PROGRAMAÇÃO Microsoft WINDOWS XP Mais que um Sistema Operativo, o MS-Windows é um ambiente de trabalho que simula no ecrã o trabalho diário sobre uma secretária. A ideia base do MS-Windows foi a de esconder a organização do MS-DOS e apresentar

Leia mais

Configuração do Thunderbird para Exchange. Configuração do Thunderbird para o novo sistema de e-mail da UTAD

Configuração do Thunderbird para Exchange. Configuração do Thunderbird para o novo sistema de e-mail da UTAD Configuração do Thunderbird para o novo sistema de e-mail da UTAD Equipa de Sistemas SIC UTAD Junho 2010 Índice de conteúdos Notas iniciais...1 Mudar a vista de pastas...2 Configurar a conta...3 Adicionar

Leia mais

Gestão de Energia. Dario Freddi Tradução: José Pires

Gestão de Energia. Dario Freddi Tradução: José Pires Dario Freddi Tradução: José Pires 2 Conteúdo 1 PowerDevil, um Servidor de Gestão de Energia 4 1.1 Configuração da Poupança de Energia.......................... 4 1.2 Configuração da Actividade................................

Leia mais

ÍNDICE. Acesso para agências...3. Organização por pastas...4. Download das facturas a partir do site...5. Pesquisa de facturas...8

ÍNDICE. Acesso para agências...3. Organização por pastas...4. Download das facturas a partir do site...5. Pesquisa de facturas...8 2 ÍNDICE Acesso para agências...3 Organização por pastas...4 Download das facturas a partir do site...5 Pesquisa de facturas...8 Configurar notificações por email...11 3 Bem-vindo ao manual de uso do novo

Leia mais

Google Sites. A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1

Google Sites. A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1 Google Sites A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1 1. Google Sites A Google veio anunciar que, para melhorar as funcionalidades centrais do Grupos Google, como listas de discussão

Leia mais

COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1

COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 Oficina do Correio Para saber mais sobre Correio electrónico 1. Dicas para melhor gerir e organizar o Correio Electrónico utilizando o Outlook Express Criar Pastas Escrever

Leia mais

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Criação e eliminação de atalhos Para criar atalhos, escolher um dos seguintes procedimentos: 1. Clicar no ambiente de trabalho com o botão secundário (direito) do

Leia mais

Programação 2008/2009 MEEC Guia de instalação do PC de programação

Programação 2008/2009 MEEC Guia de instalação do PC de programação Programação 2008/2009 MEEC Guia de instalação do PC de programação Requisitos: PC 1Gbyte de memória Windows, Linux ou Mac OS X. Aplicação Virtualbox. (www.virtualbox.org) O uso de máquinas virtuais permite

Leia mais

O Manual do ssc. Peter H. Grasch

O Manual do ssc. Peter H. Grasch Peter H. Grasch 2 Conteúdo 1 Introdução 6 2 Usar o ssc 7 2.1 Gerir os utilizadores.................................... 7 2.1.1 Adicionar um utilizador.............................. 8 2.1.1.1 Associar-se

Leia mais

O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS

O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. Um computador que tenha o Windows instalado, quando arranca, entra directamente

Leia mais

O Manual do Remote Desktop Connection. Brad Hards Urs Wolfer Tradução: José Pires

O Manual do Remote Desktop Connection. Brad Hards Urs Wolfer Tradução: José Pires O Manual do Remote Desktop Connection Brad Hards Urs Wolfer Tradução: José Pires 2 Conteúdo 1 Introdução 5 2 O protocolo do Remote Frame Buffer 6 3 Usar o Remote Desktop Connection 7 3.1 Ligar o Remote

Leia mais

Manual do KNotes. Fabian Dal Santo Greg M. Holmes Revisão: Lauri Watts Tradução: Marcus Gama

Manual do KNotes. Fabian Dal Santo Greg M. Holmes Revisão: Lauri Watts Tradução: Marcus Gama Fabian Dal Santo Greg M. Holmes Revisão: Lauri Watts Tradução: Marcus Gama 2 Conteúdo 1 Introdução 5 2 Usando o KNotes 6 3 Configuração 9 3.1 Configurando as Opções Padrão do KNotes.......................

Leia mais

Acordo de licenciamento do EMPRESÁRIO

Acordo de licenciamento do EMPRESÁRIO Acordo de licenciamento do EMPRESÁRIO Ao abrir a caixa do CD que contém o programa EMPRESÁRIO, o utilizador aceita os termos do contracto de licenciamento deste acordo. Licença Garantias A T&T outorga-lhe

Leia mais

Cookies. Krishna Tateneni Jost Schenck Tradução: José Pires

Cookies. Krishna Tateneni Jost Schenck Tradução: José Pires Krishna Tateneni Jost Schenck Tradução: José Pires 2 Conteúdo 1 Cookies 4 1.1 Política............................................ 4 1.2 Gestão............................................ 5 3 1 Cookies

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Monitor de Publicidade. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Monitor de Publicidade. v2011 Manual Avançado Monitor de Publicidade v2011 1. Índice 2. INTRODUÇÃO... 2 3. HARDWARE... 3 1 4. DEFINIÇÃO... 4 b) Definição dos monitores... 4 c) Definições ZSRest... 4 d) Aspecto Monitor... 5 i. Sim 5

Leia mais

Performance. Mike McBride Tradução: José Pires

Performance. Mike McBride Tradução: José Pires Mike McBride Tradução: José Pires 2 Conteúdo 1 Configuração da Performance 4 1.1 Instâncias do Konqueror.................................. 4 1.2 Pré-carregamento...................................... 4

Leia mais

OBJECTIVO Utilização da Função ProcV e listas pendentes

OBJECTIVO Utilização da Função ProcV e listas pendentes ICHA OBJECTIVO Utilização da Função ProcV e listas pendentes Na continuação do exercício anterior voltamos à temática dos orçamentos e, desta vez, vamos elaborar um simulador para um serviço de eventos

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Serviços e Agendamento Sumário 1 SERVIÇOS NO LINX POSTOS AUTOSYSTEM...3 2 CRIAR SERVIÇO...3 2.1 Agendamento de Tarefas Windows...5 2.2 Criar Serviço e Agendar Tarefas no Ubuntu-LINUX...6

Leia mais

Manual de Configuração das impressoras (Fotocopiadoras) do AES

Manual de Configuração das impressoras (Fotocopiadoras) do AES AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SERTÃ Manual de Configuração das impressoras (Fotocopiadoras) do AES As impressoras pertencentes à rede administrativa do AES poderão ser instaladas em computadores pessoais,

Leia mais

BACKUP S IBERWEB MANUAL DE INSTALAÇÃO. Manual de Instalação Backup s IBERWEB (Versão1.0) 2008 IBERWEB, LDA. Todos os direitos reservados.

BACKUP S IBERWEB MANUAL DE INSTALAÇÃO. Manual de Instalação Backup s IBERWEB (Versão1.0) 2008 IBERWEB, LDA. Todos os direitos reservados. BACKUP S IBERWEB MANUAL DE INSTALAÇÃO INTRODUÇÃO Aproveitamos desde já para agradecer a sua adesão ao serviço de Backup s da IBERWEB. De seguida iremos apresentar as principais funcionalidades de um dos

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Instalação em Rede. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Instalação em Rede. v2011 Manual Avançado Instalação em Rede v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Hardware... 3 b) Servidor:... 3 c) Rede:... 3 d) Pontos de Venda... 4 4. SQL Server... 5 e) Configurar porta estática:... 5 5.

Leia mais

4.1. TRABALHAR COM O CALENDÁRIO

4.1. TRABALHAR COM O CALENDÁRIO Calendário 2Calendário 14 INTRODUÇÃO O Calendário é uma grande ferramenta do Outlook que se pode usar como livro de reuniões para escalonar eventos, aperceber-se de datas importantes e gerir a lista de

Leia mais

Índice. Manual do programa Manage and Repair

Índice. Manual do programa Manage and Repair Manual do programa Manage and Repair Índice 1 Menu Ficheiro... 3 1.1 Entrar como... 3 1.2 Opções do utilizador... 3 2 Administração... 5 2.1 Opções do Programa... 5 2.1.1 Gerais (1)... 5 2.1.2 Gerais (2)...

Leia mais

Gestor de Janelas Gnome

Gestor de Janelas Gnome 6 3 5 Gestor de Janelas Gnome Nesta secção será explicado o funcionamento de um dos ambientes gráficos disponíveis no seu Linux Caixa Mágica, o Gnome. Na figura 5.1 apresentamos o GDM, o sistema gráfico

Leia mais

Guia de Acesso/Apresentação de Pedidos de Apoio Sistema de Informação RURAL

Guia de Acesso/Apresentação de Pedidos de Apoio Sistema de Informação RURAL Guia de Acesso/Apresentação de Pedidos de Apoio Sistema de Informação RURAL Índice 1. Introdução...3 2. Home Page...3 3. Pedido de Senha...4 3.1 Proponente...5 3.2 Técnico Qualificado...5 3.3 Proponente/Técnico

Leia mais

O Manual do KOrganizer

O Manual do KOrganizer Carlos Leonhard Woelz Milos Prudek Paul E. Ahlquist, Jr. Jürgen Nagel Michel Boyer de la Giroday Desenvolvimento: Reinhold Kainhofer Desenvolvimento: Cornelius Schumacher Desenvolvimento: Preston Brown

Leia mais

Módulo de Administração MANUAL DO UTILIZADOR

Módulo de Administração MANUAL DO UTILIZADOR MANUAL DO UTILIZADOR Versão 1.5 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2 2. REQUISITOS DO SISTEMA 3 3. INÍCIO DA UTILIZAÇÃO 4 4. IDENTIFICAÇÃO DO OPERADOR 5 4.1 MUDAR SENHA DE ACESSO 5 5. GESTÃO DE UTILIZADORES 6 5.1 PERMISSÕES

Leia mais

1. Verificar se a Microsoft.NET Framework 2.0 está instalada. Se não estiver, efectuar o download a partir do link e instalar:

1. Verificar se a Microsoft.NET Framework 2.0 está instalada. Se não estiver, efectuar o download a partir do link e instalar: SigmaDoc INSTALAÇÃO/ACTUALIZAÇÃO Para efectuar a actualização, proceder do seguinte modo: 1. Verificar se a Microsoft.NET Framework 2.0 está instalada. Se não estiver, efectuar o download a partir do link

Leia mais

O Manual do System Monitor. Chris Schlaeger John Tapsell Chris Schlaeger Tobias Koenig Tradução: José Pires

O Manual do System Monitor. Chris Schlaeger John Tapsell Chris Schlaeger Tobias Koenig Tradução: José Pires Chris Schlaeger John Tapsell Chris Schlaeger Tobias Koenig Tradução: José Pires 2 Conteúdo 1 Introdução 6 2 Usar o System Monitor 7 2.1 Introdução.......................................... 7 2.2 Tabela

Leia mais

Microsoft PowerPoint 2003

Microsoft PowerPoint 2003 Página 1 de 36 Índice Conteúdo Nº de página Introdução 3 Área de Trabalho 5 Criando uma nova apresentação 7 Guardar Apresentação 8 Inserir Diapositivos 10 Fechar Apresentação 12 Abrindo Documentos 13 Configurar

Leia mais

Seu manual do usuário EPSON LQ-630 http://pt.yourpdfguides.com/dref/1120693

Seu manual do usuário EPSON LQ-630 http://pt.yourpdfguides.com/dref/1120693 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no manual do usuário (informação,

Leia mais

Outlook 2003. Nivel 1. Rui Camacho

Outlook 2003. Nivel 1. Rui Camacho Outlook 2003 Nivel 1 Objectivos gerais Enviar e Responder a mensagens de correio electrónico, e gestão de contactos, marcação de compromissos e trabalhar com notas. Objectivos específicos Começar a trabalhar

Leia mais

Autenticação 802.1x. Configuração SSID eduroam, em Windows XP

Autenticação 802.1x. Configuração SSID eduroam, em Windows XP Autenticação 802.1x ISCAC Configuração SSID eduroam, em Windows XP Requisitos Hardware Placa de rede wireless que preencha as normas Wi-Fi 802.11b e/ou 802.11g. Software - Apresentamos a configuração para

Leia mais

Migrar para o Access 2010

Migrar para o Access 2010 Neste Guia Microsoft O aspecto do Microsoft Access 2010 é muito diferente do Access 2003, pelo que este guia foi criado para ajudar a minimizar a curva de aprendizagem. Continue a ler para conhecer as

Leia mais

GESTÃO DE INFORMAÇÃO PESSOAL OUTLOOK (1)

GESTÃO DE INFORMAÇÃO PESSOAL OUTLOOK (1) GESTÃO DE INFORMAÇÃO PESSOAL OUTLOOK (1) MICROSOFT OUTLOOK 2003 - OBJECTIVOS OBJECTIVOS: Enumerar as principais funcionalidades do Outlook; Demonstrar a utilização das ferramentas do correio electrónico;

Leia mais

Guia rápido do utilizador

Guia rápido do utilizador Guia rápido do utilizador Índice Relatório de roubo 3 Criar um novo relatório de roubo 4 Fornecer detalhes do relatório de roubo Secção 1. Especificar o computador 5 Fornecer detalhes do relatório de roubo

Leia mais

SECUNDÁRIA DE CAMARATE DIGIT@L. Plataforma Office 365. Operações sobre documentos e pastas

SECUNDÁRIA DE CAMARATE DIGIT@L. Plataforma Office 365. Operações sobre documentos e pastas SECUNDÁRIA DE CAMARATE DIGIT@L Plataforma Office 365 Operações sobre documentos e pastas Conteúdo Operações sobre documentos e pastas... 2 Criar uma nova pasta... 2 Criar um novo documento diretamente

Leia mais

Audacity. Os primeiros passos com o Audacity!

Audacity. Os primeiros passos com o Audacity! Audacity Os primeiros passos com o Audacity! João Torres joao.torres@dgidc.min-edu.pt Milena Jorge milena.jorge@dgidc.min-edu.pt Dezembro de 2009 Conteúdo 1 Sobre este documento 2 2 O que é o Audacity?

Leia mais

Atalhos da Web. Krishna Tateneni Yves Arrouye Tradução: Lisiane Sztoltz

Atalhos da Web. Krishna Tateneni Yves Arrouye Tradução: Lisiane Sztoltz Krishna Tateneni Yves Arrouye Tradução: Lisiane Sztoltz 2 Conteúdo 1 Atalhos da Web 4 1.1 Introdução.......................................... 4 1.2 Atalhos da Web.......................................

Leia mais

Sistema Tratamento Informação Lavandarias

Sistema Tratamento Informação Lavandarias Sistema Tratamento Informação Lavandarias www.software-global.info 1 Programa de Lavandarias IMPORTANTE: Ter atenção que: 1-Nos talões não é permitido modificar a ficha e alterar ou adicionar talões no

Leia mais

ISCAP. Pág. 1. Ana Paula Teixeira

ISCAP. Pág. 1. Ana Paula Teixeira Pág. 1 Noções Introdutórias Um Sistema Operativo (SO) é conjunto de programas que comandam e controlam o funcionamento do CPU (Unidade Central de Processamento) e periféricos além de supervisionar a execução

Leia mais

2ºCiclo (5º e 6º Anos de escolaridade) 3ºCiclo (7º e 8º Anos de escolaridade)

2ºCiclo (5º e 6º Anos de escolaridade) 3ºCiclo (7º e 8º Anos de escolaridade) Escola Básica e Secundária de Velas Linhas de Exploração do Quadro de da Disciplina de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) Oferta de Escola 2ºCiclo (5º e 6º Anos de escolaridade) 3ºCiclo (7º

Leia mais

Referências de tarefas de comunicação do Sametime

Referências de tarefas de comunicação do Sametime Referências de tarefas de comunicação do Sametime ii Referências de tarefas de comunicação do Sametime Índice Referências de tarefas de comunicação do Sametime............ 1 iii iv Referências de tarefas

Leia mais

WINDOWS. O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador.

WINDOWS. O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. WINDOWS O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. Um computador que tenha o Windows instalado, quando arranca, entra directamente

Leia mais

INTRANET OPEN BUSINESS ANGELS

INTRANET OPEN BUSINESS ANGELS INTRANET OPEN BUSINESS ANGELS anual Índice de conteúdos INTRODUÇÃO...3 CONFIGURAR DADOS PESSOAIS...5 Preferências Pessoais...6 Alterar senha...7 Consultar dados...8 SECÇÃO INTRANET...9 Conteúdo Intranet...12

Leia mais

Os elementos básicos do Word

Os elementos básicos do Word Os elementos básicos do Word 1 Barra de Menus: Permite aceder aos diferentes menus. Barra de ferramentas-padrão As ferramentas de acesso a Ficheiros: Ficheiro novo, Abertura de um documento existente e

Leia mais

Controle Parental. Introdução

Controle Parental. Introdução Controle Parental Introdução O acesso das crianças à Internet suscita algumas preocupações aos pais e educadores/as. Contudo, tal como na vida real ou no uso de outros meios de comunicação, os adultos

Leia mais

Domine o Word 2007. Professor: Rafael Henriques. Ano Lectivo 2010/2011

Domine o Word 2007. Professor: Rafael Henriques. Ano Lectivo 2010/2011 Domine o Word 2007 1 Professor: Rafael Henriques Ano Lectivo 2010/2011 Sumário Introdução aos Processadores de texto; Microsoft Word 2007 O ambiente de trabalho O Friso Os Tabuladores do Word 2007; Realização

Leia mais

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Ambiente Gráfico Configurações Acessórios O Sistema Operativo (SO) é o conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e que comunique com o exterior. Actualmente o Windows é

Leia mais

Oficina de Construção de Páginas Web

Oficina de Construção de Páginas Web COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 Oficina de Construção de Páginas Web Criação e Publicação Actividades de exploração Objectivo Explorar as funcionalidades essenciais do Programa, na perspectiva da construção/actualização

Leia mais

Bem-vindo! Mustek Systems, Inc.

Bem-vindo! Mustek Systems, Inc. Bem-vindo! Mustek Systems, Inc. As informações contidas neste documento estão sujeitas a alterações sem aviso prévio. As empresas, nomes e dados utilizados nestes exemplos são fictícios, a menos que o

Leia mais

COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1. Oficina da Internet. Actividades de exploração

COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1. Oficina da Internet. Actividades de exploração COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 Oficina da Internet Actividades de exploração Actividade 1 - Navegar... a partir da página do portal Web1 Conheça o portal das escolas do 1º Ciclo do distrito de Évora,

Leia mais

Manual do Nero ControlCenter

Manual do Nero ControlCenter Manual do Nero ControlCenter Nero AG Informações sobre direitos de autor e marcas O manual do Nero ControlCenter e todo o seu conteúdo estão protegidos pelos direitos de autor e são propriedade da Nero

Leia mais

Extracto on Line Aplicação Local Guia do Administrador

Extracto on Line Aplicação Local Guia do Administrador Extracto on Line Aplicação Local Guia do Administrador 1 Índice 1. Sobre o Guia... 3 1.1 Objectivo... 3 1.2 Conceitos e Termos... 3 1.2 Utilização do Guia... 3 2. Ferramentas de Administração... 4 2.1

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

Microsoft Office FrontPage 2003

Microsoft Office FrontPage 2003 Instituto Politécnico de Tomar Escola Superior de Gestão Área Interdepartamental de Tecnologias de Informação e Comunicação Microsoft Office FrontPage 2003 1 Microsoft Office FrontPage 2003 O Microsoft

Leia mais

Manual de Utilizador. Caderno. Recursos da Unidade Curricular. Gabinete de Ensino à Distância do IPP. http://eweb.ipportalegre.pt. ged@ipportalegre.

Manual de Utilizador. Caderno. Recursos da Unidade Curricular. Gabinete de Ensino à Distância do IPP. http://eweb.ipportalegre.pt. ged@ipportalegre. Manual de Utilizador Caderno Recursos da Unidade Curricular Gabinete de Ensino à Distância do IPP http://eweb.ipportalegre.pt ged@ipportalegre.pt Índice RECURSOS... 1 ADICIONAR E CONFIGURAR RECURSOS...

Leia mais

Módulo de Administração de Utilizadores

Módulo de Administração de Utilizadores base Módulo de Administração de Utilizadores Versão 2.0 Manual do utilizador Janeiro 2002 Ficha técnica Título BIBLIObase : Módulo de Administração de Utilizadores: versão 2.0 : manual do utilizador Autores

Leia mais

License Management. Manual de instruções do License Management

License Management. Manual de instruções do License Management License Management Manual de instruções do License Management Apenas para a utilização interna CLMTOC.fm Índice Índice 0 1 Informações elementares.............................................. 1-1 1.1

Leia mais

Iniciar automaticamente. Anne-Marie Mahfouf Tradução: Marcus Gama Tradução: André Marcelo Alvarenga

Iniciar automaticamente. Anne-Marie Mahfouf Tradução: Marcus Gama Tradução: André Marcelo Alvarenga Anne-Marie Mahfouf Tradução: Marcus Gama Tradução: André Marcelo Alvarenga 2 Conteúdo 1 Gerenciador de Inicialização 4 1.1 Migração do KDE Workspaces 4............................. 4 1.2 Visualização dos

Leia mais

Para Utilizadores do Windows para Ligações de Rede

Para Utilizadores do Windows para Ligações de Rede Para Utilizadores do Windows para Ligações de Rede Ao utilizar um sistema operativo ou arquitectura para o servidor e cliente diferentes, a ligação pode não funcionar correctamente quando efectuar os procedimentos

Leia mais

FrontPage Express. Manuel Cabral Reis UTAD Departamento de Engenharias Curso de Ciências da Comunicação Disciplina de Introdução à Informática

FrontPage Express. Manuel Cabral Reis UTAD Departamento de Engenharias Curso de Ciências da Comunicação Disciplina de Introdução à Informática FrontPage Express Manuel Cabral Reis UTAD Departamento de Engenharias Curso de Ciências da Comunicação Disciplina de Introdução à Informática O que é o FrontePage Express Para aceder ao programa que vai

Leia mais

Para iniciar a construção de WebQuest no Servidor PHP de webquests do Centro de Competência CRIE do CAPAG, aceda ao seguinte url:

Para iniciar a construção de WebQuest no Servidor PHP de webquests do Centro de Competência CRIE do CAPAG, aceda ao seguinte url: C e n tro d e C ompetênci a CRIE d o CA PAG Versão Beta 4 E l a b o r a d o p o r : M a r i a d e B a l s a m ã o M e n d e s G u i ã o d e P H P W e b Q u e s t V a m o s C r i a r W e b q u e s t s?

Leia mais

Como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica (Prezi)

Como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica (Prezi) Como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica (Prezi) Este módulo irá ensinar-lhe como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica usando o programa Prezi. A produção de uma apresentação

Leia mais

Como instalar e usar o SSS\Progman com cabo de Carsoft ou INPA. Como instalar o SSS Progman v.28, v.30 ou v.32

Como instalar e usar o SSS\Progman com cabo de Carsoft ou INPA. Como instalar o SSS Progman v.28, v.30 ou v.32 Como instalar e usar o SSS\Progman com cabo de Carsoft ou INPA Antes de mais nada tem de já conseguir usar o software INPA. Se ainda não o conseguiu pôr a funcionar: Volte a tentar por primeiro esse a

Leia mais

Formador: Carlos Maia

Formador: Carlos Maia Formador: Carlos Maia Iniciar o MS Excel MS Excel - Introdução 1 Ajuda Se ainda não estiver visível a ajuda do Excel do lado direito do ecrã, basta clicar sobre Ajuda do Microsoft Excel no menu Ajuda,

Leia mais

Tarefa Orientada 2 Criar uma base de dados

Tarefa Orientada 2 Criar uma base de dados Tarefa Orientada 2 Criar uma base de dados Objectivos: Criar uma base de dados vazia. O Sistema de Gestão de Bases de Dados MS Access Criar uma base dados vazia O Access é um Sistema de Gestão de Bases

Leia mais

JURINFOR JURIGEST Facturação e Mapas

JURINFOR JURIGEST Facturação e Mapas JURINFOR JURIGEST Facturação e Mapas Índice Índice 1. Facturação...1 1.1. Gestão de Notas de Honorários...2 1.1.1. Emitir uma Nota de Honorários...3 1.1.2. Consultar Notas de Honorários Emitidas... 18

Leia mais

O Manual do Simond. Peter H. Grasch

O Manual do Simond. Peter H. Grasch Peter H. Grasch 2 Conteúdo 1 Introdução 6 2 Usar o Simond 7 2.1 Configuração do Utilizador................................ 7 2.2 Configuração de Rede................................... 9 2.3 Configuração

Leia mais

Portal AEPQ Manual do utilizador

Portal AEPQ Manual do utilizador Pedro Gonçalves Luís Vieira Portal AEPQ Manual do utilizador Setembro 2008 Engenharia Informática - Portal AEPQ Manual do utilizador - ii - Conteúdo 1 Introdução... 1 1.1 Estrutura do manual... 3 1.2 Requisitos...

Leia mais

Manual de Utilização. Site Manager. Tecnologia ao serviço do Mundo Rural

Manual de Utilização. Site Manager. Tecnologia ao serviço do Mundo Rural Manual de Utilização Site Manager Tecnologia ao serviço do Mundo Rural Índice 1. Acesso ao Site Manager...3 2. Construção/Alteração do Menu Principal...4 3. Inserção/ Alteração de Conteúdos...7 4. Upload

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE A EQUIPA DO PTE 2009/2010 Índice 1. Entrar na plataforma Moodle 3 2. Editar o Perfil 3 3. Configurar disciplina 4 3.1. Alterar definições 4 3.2. Inscrever alunos

Leia mais

bologna students www.bologna4s.eu B4S MANUAL manual do utilizador 2007 innovationpoint

bologna students www.bologna4s.eu B4S MANUAL manual do utilizador 2007 innovationpoint bologna students B4S MANUAL manual do utilizador www.bologna4s.eu 2007 innovationpoint www.bologna4s.eu 2007 Innovation Point S.A. www.bologna4s.eu b4s@innovpoint.com Todos os direitos reservados Nenhuma

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO do aremoto

MANUAL DE OPERAÇÃO do aremoto MANUAL DE OPERAÇÃO do aremoto V1.00 UTILIZAÇÃO DO PROGRAMA Outubro 30, 2004 www.imsi.pt Código #MOaR01 EMPRESA Código Documento MOAR01 Sobre a utilização do programa de assistência remota Versão Elaborado

Leia mais

Esta fase só se configura uma única vez.

Esta fase só se configura uma única vez. Fase 0 Esta fase só se configura uma única vez. É necessário iniciar o serviço de configuração automática com fios para tal devem ser realizados os seguintes passos: No VISTA Começar por carregar em Painel

Leia mais

Telefone com fios Manual de configuração Office

Telefone com fios Manual de configuração Office Telefone com fios Manual de configuração Office Índice Configurar o Office com fios 5 Aceder à página de configuração 5 Alterar a password e outros dados do administrador 5 Editar a extensão telefónica

Leia mais

Objectivos. No painel de tarefas selecciona a opção Web site de uma página.

Objectivos. No painel de tarefas selecciona a opção Web site de uma página. Curso Profissional De Técnico De Tecnologias de Informação e Comunicação 10.º Ano Módulo III Páginas WEB -- FrontPage -- 2011/2012 Ficha de Trabalho n.º 1 GUIA Criar um Web site no MS FrontPage Guardar

Leia mais

Alguns truques do Excel. 1- Títulos com inclinação. 2- Preencha automaticamente células em branco

Alguns truques do Excel. 1- Títulos com inclinação. 2- Preencha automaticamente células em branco Alguns truques do Excel 1- Títulos com inclinação No Excel é possível colocar o conteúdo das células na vertical. Para além disto, pode-se escolher o grau de inclinação. Para isto, seleccione as células

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Ementas : Email e SMS. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Ementas : Email e SMS. v2011 Manual Avançado Ementas : Email e SMS v2011 1. Índice 2. INTRODUÇÃO... 2 3. INICIAR O ZSRest FrontOffice... 3 1 4. CONFIGURAÇÃO INICIAL... 4 b) Configurar E-Mail... 4 c) Configurar SMS... 5 i. Configurar

Leia mais

O Manual do Konquest. Nicholas Robbins Tradução: José Pires

O Manual do Konquest. Nicholas Robbins Tradução: José Pires Nicholas Robbins Tradução: José Pires 2 Conteúdo 1 Introdução 5 2 Como Jogar 6 3 Regras do Jogo, Estratégias e Sugestões 9 3.1 Regras............................................ 9 3.2 Estratégias e Dicas.....................................

Leia mais

Ferramentas de Comunicação da Internet no Ensino/Aprendizagem

Ferramentas de Comunicação da Internet no Ensino/Aprendizagem Centro de Formação da Batalha Centro de Competência Entre Mar e Serra Ferramentas de Comunicação da Internet no Ensino/Aprendizagem Batalha Novembro de 2001 1 - Como começar com o Outlook Express Com uma

Leia mais

Boot Camp Manual de Instalação e Configuração

Boot Camp Manual de Instalação e Configuração Boot Camp Manual de Instalação e Configuração Conteúdo 3 Introdução 3 Do que necessita 4 Descrição geral da instalação 4 Passo 1: Procurar actualizações 4 Passo 2: Preparar o computador Mac para o Windows

Leia mais

Módulo de Estatísticas MANUAL DO UTILIZADOR

Módulo de Estatísticas MANUAL DO UTILIZADOR MANUAL DO UTILIZADOR Versão 1.4 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2 2. REQUISITOS DO SISTEMA 3 3. CONTROLOS GERAIS DO WINDOWS 4 3.1 ESTRUTURA HIERÁRQUICA 4 3.2 CONTROLO DE DATA 5 4. INÍCIO DA UTILIZAÇÃO 8 5. IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Planificação Anual da disciplina de TIC 9ºANO

Planificação Anual da disciplina de TIC 9ºANO Planificação Anual da disciplina de TIC 9ºANO Conteúdos/Temas Competências Avaliação 1.1. Conceitos Introdutórios - Conhecer os conceitos básicos: Informação Informática Tecnologias da Informação e - Conhecer

Leia mais