Ano VII nº 75 outubro Publicação do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Amazonas. Estabilidade na construção civil

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ano VII nº 75 outubro 2013. Publicação do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Amazonas. Estabilidade na construção civil"

Transcrição

1 Ano VII nº 75 outubro 2013 Publicação do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Amazonas Estabilidade na construção civil

2 Índice 12 Desenvolvimento regional é discutido em simpósio 18 Escolas recebem visitantes no Mundo SENAI/AM 14 Noite de prêmios no PQA IEL capacita jovens para o mundo do trabalho 25 SESI lança Brinquedoteca para clientes do Clube 20 Plano Diretor de Manaus é apresentado em reunião de diretoria da FIEAM 26 Sebrae/ AM lança novela para incentivar lado empreendedor do público 2

3 Ano VII nº 75 outubro 2013 Publicação do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Amazonas Miguel Ângelo/CNI Editorial A s empresas amazonenses têm até 19 de dezembro para inscrever projetos no Inova Talentos, um importante programa de iniciativa do Instituto Euvaldo Lodi (IEL) em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que vai oferecer, nos próximos dois anos, mil bolsas de estudos para que alunos do último ano da gradução ou recém-formados desenvolvam projetos inovadores, sejam de produtos, processos ou serviços nas empresas. Tivemos o privilégio de sediar, aqui no Amazonas, em setembro, o lançamento nacional do programa, uma deferência especial ao Estado, sobretudo, pela representatividade do Polo Industrial de Manaus, com suas mais de 600 empresas de pequeno, médio e grande porte. Graças ao programa, estivemos empenhados nos últimos dois meses em atrair empresas e institutos de pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação, uma vez que o Inova Talentos prevê a ampliação do número de profissionais envolvidos com a inovação no setor empresarial, além de oferecer oportunidade de acesso à vivência industrial e à dinâmica do mundo dos negócios. Para a Confederação Nacional da Indústria (CNI), inovação é o principal motor do aumento da produtividade da indústria porque envolve novos produtos e processos, novas formas de comercializar, de transformar o relacionamento com clientes e fornecedores, de organizar a produção, assegurando a sustentabilidade do crescimento e fortalecendo o crescimento tecnológico. Para incentivar a indústria brasileira a encontrar o caminho da competitividade, o Sistema Indústria oferece uma série de programas e serviços de tecnologia e Antonio Carlos da Silva Presidente do Sistema FIEAM inovação, como o próprio Inova Talentos, do IEL e CNPq, o Grand Prix SENAI de Inovação, além do Edital SENAI SESI de Inovação. Outro instrumento importante são as premiações criadas para incentivar o surgimento de novas ideias, como o Prêmio Nacional de Inovação, iniciativa da Mobilização Empresarial da Inovação, que tem como objetivo auxiliar as empresas brasileiras a identificar seus pontos fortes e oportunidades de melhorias de gestão de seus projetos inovadores. Descubra qual é o seu projeto inovador e veja o que é preciso para participar do Inova Talentos. E participe! Diretoria Expediente Presidente: ANTONIO CARLOS DA SILVA 1º Vice-Presidente: ATHAYDES MARIANO FÉLIX 2º Vice-Presidente: AMÉRICO AUGUSTO SOUTO RODRIGUES ESTEVES Vice-Presidentes: NELSON AZEVEDO DOS SANTOS, TEREZA CRISTINA CALDERARO CORRÊA, ROBERTO DE LIMA CAMINHA FILHO, ALDIMAR JOSÉ DIGER PAES, WILSON LUIZ BUZATO PÉRICO, CARLOS ALBERTO ROSAS MONTEIRO, EDUARDO JORGE DE OLIVEIRA LOPES, AMAURI CARLOS BLANCO, HYRLENE BATALHA FERREIRA, SÓCRATES BOMFIM NETO 1º Secretário: ENGELS LOMAS DE MEDEIROS 2º Secretário: ORLANDO GUALBERTO CIDADE FILHO 1º Tesoureiro: JONAS MARTINS NEVES 2º Tesoureiro: AUGUSTO CÉSAR COSTA DA SILVA Diretores: FRANK BENZECRY, AGOSTINHO DE OLIVEIRA FREITAS JÚNIOR, CARLOS ALBERTO MARQUES DE AZEVEDO, ROBERTO BENEDITO DE ALMEIDA, LUIZ CARVALHO CRUZ, CARLOS ALBERTO MONTEIRO, MAURÍCIO QUINTINO DA SILVA, JOAQUIM AUZIER DE ALMEIDA, PAULO SHUITI TAKEUCHI, ANTONIO JULIÃO DE SOUSA, MÁRIO JORGE MEDEIROS DE MORAES, DAVID CUNHA NÓVOA, GENOIR PIEROSAN, CRISTIANO IUKIO MORIKIO, CLEONICE DA ROCHA SANTOS, ARIOVALDO FRANCISCHINI DE SOUZA Conselho Fiscal: Titulares: MOYSES BENARROS ISRAEL, RENATO DE PAULA SIMÕES, JOSÉ NASSER Suplentes: ALCY HAGGE CAVALCANTE, CARLOS ALBERTO SOUTO MAIOR CONDE, DAVID NÓVOA GONZALES Delegados representantes junto ao Conselho da CNI Titulares: ANTONIO CARLOS DA SILVA, ATHAYDES MARIANO FÉLIX Suplentes: AMÉRICO AUGUSTO SOUTO RODRIGUES ESTEVES e FRANCISCO RITTA BERNARDINO Estabilidade na construção civil Revista editada pelo Sistema FIEAM DIRETOR DE COMUNICAÇÃO E MARKETING (DCM) Paulo Roberto Gomes Pereira GERENTE DE COMUNICAÇÃO Idelzuita Araújo - MTE 049/AM REDAÇÃO Ademar Medeiros - MTE 289/AM Evelyn Lima - MTE 151/AM Mário Freire - MTE 092/AM Cássia Guterres Cristiane Jardim DIAGRAMAÇÃO Herivaldo da Matta - MTE 111/AM PUBLICIDADES Cássia Guterres (redação), Alessandra Cordeiro, Andrea Ribeiro, Andressa Sobreira (arte) FOTOGRAFIAS Comunicação CAPA Andrea Ribeiro O conteúdo dos artigos e textos assinados é de inteira responsabilidade de seus autores. Av. Joaquim Nabuco, 1919 Centro CEP Manaus/AM Fone: (92) Fax: (92) Acesse: /user/fieam Tiragem desta edição: exemplares Impressão: Grafisa 3

4 Destaques Manaustrans orienta alunos do ViraVida Cerca de 100 alunos do Projeto ViraVida, do SESI, foram apresentados à realidade do trânsito de Manaus por meio de palestra exclusiva da educadora de trânsito Jaqueline Cardos, da Manaustrans. A palestra, com dados de janeiro a agosto deste ano, foi realizada em 25 de outubro, Dia do Trânsito, no Centro Integrado do Trabalhador Dolores Garcia, bairro de São Jorge, zona Centro Oeste. Foram registradas, no período, 169 mortes, o que representou uma redução de 7,7% em relação ao mesmo período de 2012, que registrou 183 mortes. De acordo com a especialista, mesmo com a redução, os números são preocupantes, e mostram que falta mais conscientização para motoristas e pedestres. Jaqueline disse que a adoção de algumas medidas, como uso do cinto de segurança ou capacete (motociclista), mais atenção no volante, dirigir sem beber, além de não usar celular quando estiver dirigindo são fundamentais para um trânsito mais seguro e com menos vítimas. A pedagoga do SESI, Márcia Silva, disse que o ViraVida trabalha a mudança de olhar, a transformação do indivíduo para uma sociedade melhor. Durante a Semana do Trânsito, os alunos desenvolveram em sala de aula várias atividades relacionadas ao tema. A programação contou ainda com panfletagem no entorno do CIT, com abordagens aos motoristas e pedestres, e entrega de material educativo. 4 Caprichoso homenageia Antonio Silva Ilustre torcedor do Boi Bumbá Caprichoso, o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas FIEAM, Antonio Silva, recebeu, em 31 de outubro, das mãos do artista plástico Juarez Lima (foto, representando o presidente Joilto Azêdo e o vice da agremiação, Rossy Amoedo), a Estatueta Comemorativa dos 100 anos do Boi Bumbá Caprichoso, junto com o Certificado de Honra Pelo Conjunto da Obra, concedidos às personalidades pelo apoio dedicado ao longo dos anos à cultura do Boi Bumbá, SENAI certifica jovens aprendizes O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, em parceria com os Correios, certificou 27 jovens com idades entre 14 e 18 anos no curso de auxiliar administrativo, com carga horária de 800h. No curso, os alunos intercalaram aulas teóricas e práticas, com dois dias na semana no SENAI (teórica) e três nos Correios (prática), durante um ano. contribuindo assim, para o fortalecimento de nossa identidade cultural perante os desafios do crescimento socioeconômico do Amazonas, diz a justificativa da homenagem. O Sr. Antonio Silva sempre foi um grande entusiasta da arte e da cultura local, especialmente em relação ao Festival Folclórico de Parintins, onde concentrou todo seu carisma e influência na preservação e divulgação do evento, principalmente nos momentos críticos e desafiadores, disse Juarez Lima ao entregar a estatueta. Alunos do SESI expõem trabalhos Alunos do Serviço Social da Indústria (SESI Amazonas), por meio das unidades Emina Barbosa Mustafa, Centro de Atividades 1, e Centro Integrado do Trabalhador Dolores Garcia (CIT), expuseram seus trabalhos em ciência, física e química na abertura da I Feira Científica da Educação de Jovens e Adultos (EJA), em 29 de outubro.

5 SESISAÚDE elege Destaque Odontológico 2013 A cirurgiã-dentista Eliana Assis de Andrade (foto), do SESI Amazonas, foi escolhida como Destaque Odontológico do Ano, e recebeu homenagem em 25 de outubro, Dia do Cirurgião Dentista. Eliana integra a equipe de 45 profissionais do serviço odontológico do SESISAÚDE há seis anos. Essa homenagem é nossa. É resultado do nosso trabalho em equipe, disse Eliana. A diretora técnica do SESI/AM, Rosana Vasconcelos, fez a entrega de placa à profissional, representando o presidente da FIEAM, Antonio Silva, e falou sobre a importância da área para os negócios da instituição. O presidente da FIEAM, Antonio Silva, recebeu a visita do secretário Municipal de Educação, Pauderney Avelino (foto), a quem apresentou o projeto do barco-escola Samaúma II, que se encontra em fase de acabamento e tem previsão de entrar em funcionamento em 2014 como reforço ao programa de educação profissional itinerante do SENAI nos municípios localizados nas calhas dos grandes rios do Amazonas. Silva cobra mais obras de infraestrutura O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), Antonio Silva, disse, durante a 264ª Reunião do Conselho de Administração da Suframa (CAS) que, apesar das dificuldades enfrentadas, os 120 mil empregos foram mantidos no Polo Industrial de Manaus. Silva destacou o setor de Duas Rodas (-2,68%) como o mais afetado pela crise, em contraste com o setor mecânico, que obteve crescimento de 29,2% em seu faturamento. Diante do novo secretárioexecutivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Ricardo Schaefer, o presidente da FIEAM voltou a cobrar do governo federal mais obras em infraestrutura, como a construção de mais um porto para embarque e desembarque de cargas, e a conclusão da BR-319, que reduzirá o custo das mercadorias, além da contratação na área de recursos humanos de funcionários para atuar no Aeroporto Eduardo Gomes, evitando as longas filas nos voos internacionais. Antonio Silva solicitou também ao MDIC melhores salários para os funcionários da Suframa, além de maior celeridade no concurso público para atender as necessidades da autarquia. A 264ª reunião do CAS aprovou uma pauta de 17 projetos de implantação e 34 de ampliação, com investimento total de mais de R$ 1 bilhão e a geração de novos postos de trabalho. 5

6 Indústria O Amazonas deve fechar o ano com 17 mil unidades habitacionais, dentro da média dos últimos anos em número de imóveis novos Construção civil mantém est O segmento da construção civil do Amazonas deve fechar 2013 na média dos últimos anos em número de imóveis novos, com 17 mil unidades habitacionais. Atualmente, o setor, que responde por 15% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, gera cerca de 90 mil empregos diretos e mais que o dobro desse número em empregos indiretos. De acordo com o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Amazonas (Sinduscon-AM), Eduardo Lopes, tudo indica que o setor encerre o ano com um crescimento de 2%, desempenho avaliado por ele de forma positiva, pois demonstra a estabilidade diante do cenário econômico mundial. 6 Presidente do Sinduscon- AM avalia resultado do ano como positivo, pois demonstra a estabilidade do setor Dos novos empreendimentos lançados em Manaus, em 2013, cerca de 40% foram destinados à classe média. Segundo Lopes, o foco deve mudar e o conceito de construção habitacional seguirá com mais força para o público de renda mensal entre 2 e 5 salários mínimos. Essa mudança será motivada, segundo Lopes, pelas medidas políticas das três esferas de governo. O avanço da construção civil foi impulsionado pelas ações governamentais com a proposta de possibilitar boa moradia para a população de menor renda. Os programas Minha Casa, Minha Vida, e o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) foram algumas das iniciativas que aqueceram o setor, lembrou o presidente do Sinduscon-AM. Para Eduardo Lopes, o crescimento do setor ficará abaixo do esperado devido às limitações impostas pelo Código Florestal, dentre as quais a que restringe obras a 500 metros da orla dos rios, além da burocracia para legalizar terras, vazios em áreas urbanas sem infraestrutura local para construção, e falta de planejamen-

7 Chico Batata/Agecom Vista aérea da Arena da Amazônia em uma das fases da construção, com 80% da obra concluída abilidade O presidente do Sinduscon, Eduardo Lopes, critica as limitações do Código Florestal to urbano e de novos incentivos para o setor, todos esses considerados gargalos pela construção civil. O cenário brasileiro para a construção civil é bom e deve continuar positivo em 2014, que é um ano de eleição. Mas é importante observar que falta um projeto que obrigue os governantes eleitos a assumir os compromissos de seus antecessores para conclusão de ações de desenvolvimento urbano, social e cultural, iniciadas na gestão anterior, sugeriu Eduardo Lopes. Copa do Mundo Além dos programas habitacionais, outros fatores ajudam a tornar o momento favorável para a construção civil em Manaus. O mais importante deles é o fator Copa do Mundo, que vem gerando emprego e renda nos diversos segmentos do setor por conta da construção de um novo estádio, a Arena da Amazônia, a reforma do Aeroporto Eduardo Gomes, obras de infraestrutura e outras construções. O investimento na Arena da Amazônia, de mais de R$ 600 milhões, é o mais volumoso. Com capacidade para receber torcedores, o estádio está com mais de 80% de sua obra concluída. O novo estádio vai custar aos cofres do Estado R$ 500 mil por mês, o equivalente a R$ 6 milhões por ano em manutenção. A quantia ficou cinco vezes acima do empregado no antigo Vivaldão, de R$ 100 mil, valor que preservava as instalações que acomodavam mais de 31 mil torcedores. O governo já estuda alternativas para que o estádio não se torne um elefante branco, levando em conta a tímida cultura futebolística local. Na final do Campeonato Amazonense deste ano, realizado em maio, entre Nacional e Princesa do Solimões, o público pagante foi de pessoas. No levantamento de todos os jogos do Campeonato de 2013, a soma total de torcedores presentes foi de , representando um público de 807 pessoas por jogo, cerca de 2% da capacidade da Arena da Amazônia. Além das vantagens agregadas à indústria da construção civil, o presidente do Sinduscon-AM reprova o alto valor empregado nas obras que não representam mudanças efetivas para a economia do Estado, turismo e sociedade. O investimento em infraestrutura na capital para sediar apenas quatro jogos da Copa do Mundo foi um exagero e a história de que o evento deixaria um legado de desenvolvimento na cidade ainda não foi cumprida, disse Eduardo Lopes, destacando que as principais 7

8 Vista da obra de ampliação do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes considerada ineficiente e de custo muito elevado intervenções que deveriam ser feitas em Manaus, como as melhorias no transporte urbano e na segurança, não tiveram a devida importância. O presidente do Sinduscon-AM também aponta o mau planejamento na reforma do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes. Segundo Lopes, a obra Seminário discute causas de acidentes na construção não considerou um plano de atendimento para os próximos 20 anos, sendo uma intervenção ineficiente e de alto custo. Estão investindo quase R$ 400 milhões na ampliação e reforma do Eduardo Gomes, obra que demandará novas intervenções nos próximos 6 a 10 anos. É difícil entender por que não aproveitaram a mobilização que desativou parte do aeroporto e não transformaram nosso terminal aéreo em uma referência no atendimento de passageiros em viagens nacionais e internacionais, bem como num aeroporto capaz de atender a demanda do nosso Polo Industrial de Manaus, questionou. No 1º Seminário Segurança e Saúde na Construção Civil, realizado em setembro, foi discutida a principal causa de acidentes no segmento, a terceirização. Segundo o secretário de Saúde e Segurança do Trabalho do Sindicato da Construção Civil e Montagem do Estado do Amazonas (Sintracomec), José Orlando Lima, a empresa terceirizada foca na produção e acaba não se importando com as normas. No primeiro semestre de 2013, foram registrados 400 acidentes de pequena e grande intensidade, destes, cinco resultaram em óbito. Na comparação com o ano passado os números representam redução de 10%, mas ainda são elevados. De acordo com o auditor do trabalho da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), Luiz Aimberê, em 2011 foram 19 acidentes de trabalho fatais dos quais 10 ocorreram no setor da construção civil, enquanto em 2013, dos nove acidentes 8 fatais, cinco foram registrados no setor. A queda de altura é a principal causa de acidentes graves e fatais na construção. Mais de 40% dos acidentes de trabalho são ocasionados por queda, e o problema ocorre no Brasil e em outros países, segundo o auditor fiscal do Ministério do Trabalho e Emprego de São Paulo, Gianfranco Pampalon, que falou sobre a importância da implementação da NR 35, que rege as normas do trabalho em altura. Pampalon disse que boa parte das empresas não utiliza as normas como forma de melhorar a gestão, mas sim para não serem multadas. Além disso, existem as empresas que só reagem quando acontece o pior, e são as responsáveis pela maioria dos acidentes, pontuou o auditor, que sugere maior divulgação da norma, para que as empresas entendam que com prevenção se evita acidentes, organiza-se a produção e se aumenta a lucratividade. O auditor fiscal do Ministério do Trabalho, em São Paulo, Gianfranco Pampalon

9 SENAI supre mercado com profissionais qualificados A demanda por mão de obra qualificada acompanha o aquecimento que a construção civil vem experimentando nos últimos anos, porém as empresas encontram dificuldades para contratar profissionais capacitados e com formação adequada. Pesquisa de outubro da CNI revela que três em cada quatro empresas do ramo se queixam da falta de trabalhador qualificado. Para atender a essa necessidade, o SENAI criou no Amazonas uma unidade exclusiva para formação do trabalhador para a construção civil. A Escola SENAI Demóstenes Travessa, no Distrito Industrial, já certificou alunos, desde a inauguração, em meados de 2004, até o primeiro semestre deste ano. Segundo o gerente da escola, Rodson Barros, em nove anos, a unidade vem adequando sua infraestrutura, cursos e técnicos para suprir as necessidades da indústria. Cerca de 20 cursos são disponibilizados pela escola a cada trimestre, dentre eles o de pedreiro, instalador hidráulico, eletricista, assentador cerâmico e Autocad. Em cada curso, seja da área de aprendizagem, qualificação ou aperfeiçoamento, a preparação do profissional é feita de acordo, principalmente, com as normas e procedimentos técnicos de segurança, levando em conta sobretudo o trabalho em altura. Junto com o portfólio de serviços oferecidos na escola, a instituição realiza cursos in company, estruturando conteúdo programático e horário personalizados, adequados à realidade de tempo e de espaço das construtoras. A programação exclusiva permite levar até o trabalhador o conhecimento profissionalizante, promovendo a qualificação dentro dos canteiros de obras. Além da educação profissional, o SENAI/AM oferece serviços técnicos e tecnológicos desenvolvidos em ambientes com tecnologia de ponta e nos Laboratórios de Madeira/Móvel e de Cerâmica. A unidade promove também eventos técnicos, realiza consultorias e aplica as avaliações de certificação de profissionais da construção civil. O serviço desenvolvido no Centro de Exames de Certificação (CEC) ocorre nos ambientes de aprendizagem da instituição que retratam o dia a dia do pedreiro, eletricista, encanador e pintor para que sejam avaliados nas provas e testes de habilidades da função exercida. Para participar dos exames de certificação de competência, o candidato deve ter no mínimo um ano de experiência na ocupação. As inscrições podem ser feitas diretamente na escola, na Avenida Rodrigo Otávio, 510, Distrito Industrial, ou no site Mais informações pelo telefone (92) Além da educação profissional, escola do SENAI oferece serviços técnicos e tecnológicos desenvolvidos no Centro de Exames de Certificação 9

10 Aula prática na Itautinga O gerente de vendas da Itautinga Agroindustrial, Everaldo Barreto (camisa vermelha, à esquerda), conduz a visita dos alunos do SENAI às instalações da fábrica, no Distrito Industrial; acima, o experiente aluno Raimundo Brito Vinte e cinco alunos do curso de mestre de obras, da Escola SENAI Demóstenes Travessa, tiveram uma aula prática na fábrica de cimento Nassau (Itautinga Agroindustrial), na estrada do Aleixo, Distrito da Suframa 3, zona Leste. O professor do SENAI Amazonas, Emerson Araújo, considerou a visita um passeio técnico, pois os alunos passam a ter mais conhecimento sobre um dos produtos mais usados na construção civil. Instrutor da disciplina tecnologias de construções, Araújo disse que a visita possibilitou uma visão de todo o processo de produção do cimento, o que vai permitir ao futuro mestre de obras a racionalização de custos e melhor qualidade produtiva nas construções. Com uma carga horária de 220 horas e duração de três meses, o curso de mestre de obras reúne pedreiros e também empreiteiros, encarregados, administradores e pequenos empresários da construção civil. 10 Para o instrutor, toda a cadeia produtiva da construção civil deve se qualificar para adquirir conhecimentos técnicos, de gestão e sobre novas tecnologias, ressaltando que o setor é um dos segmentos industriais com mercado atraente e competitivo, gerando emprego e renda. O gerente geral de vendas da Itautinga, Everaldo Barreto, disse que a parceria entre SENAI e Itautinga contribui para a Quero me profissionalizar ainda mais para ter minha própria empresa, que, aliás, já está em fase de estruturação RAIMUNDO BRITO qualificação dos alunos. Durante a visita, foi mostrado todo o processo de fabricação do cimento, desde a chegada da matéria- prima, passando pelos laboratórios, processo de cura, ensacamento do produto e embarque no porto privativo da empresa. A Itautinga produz diariamente 80 mil sacas de cimento e utiliza no processo matéria-prima da região, especialmente o calcário extraído das jazidas do rio Jatapu, afluente do rio Uatumã, a 600 quilômetros de Manaus. A Itautinga é uma empresa do Grupo João Santos e produz cimento em vários estados brasileiros. Com experiência de mais de 30 anos na construção civil, Raimundo Brito, 53, é um dos alunos mais experientes do curso de mestre de obras do SENAI. Quero me profissionalizar ainda mais para ter minha própria empresa que, aliás, já está em fase de estruturação, disse o aluno. Segundo Brito, o mercado da construção civil está aquecido, mas é preciso ter experiência. Ele disse que já trabalhou em quase todas as áreas da construção civil, citando a de ceramista, pedreiro, pintura, eletricista, acabamento e concretagem de laje.

11 Programa Associativismo em alta Um momento de reconhecimento que faz a Federação das Indústrias do Estado do Amazonas aos desafios enfrentados pelos investidores para implantar seus negócios no Amazonas, um Estado com limitações de logística e de recursos humanos, entre outros. Assim, o consultor convidado Márcio Mancio iniciou a palestra Ações que fazem a diferença para cerca de 100 empresários e executivos do Polo Industrial de Manaus reunidos na programação que comemorou o Dia do Empresário da Indústria, em 8 de outubro, no Auditório Professor Arivaldo Silveira Fontes, na sede do SENAI, no Distrito Industrial. Promovido pela FIEAM, sob coordenação da Confederação Nacional da Indústria (CNI), o evento foi mais uma ação do Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA) para fortalecer os sindicatos patronais, capacitar os associados e apresentar o papel do Sistema FIEAM, integrado pela Federação, Serviço Social da Indústria (SESI/AM), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI/ AM) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL/AM), no apoio às atividades produtivas do PIM e na defesa de seus interesses. A FIEAM trabalha no sentido de elevar a competitividade dos produtos aqui fabricados, na defesa dos interesses resguardados pelo modelo Zona Franca, e na capacitação e na qualidade de vida do industriário e seus dependentes, destacou o primeiro vice-presidente da FIEAM, Athaydes Mariano Félix. Segundo Márcio Mancio, a programação marca o momento de reconhecimento da entidade aos investidores FIEAM e CNI promovem mais uma ação do Programa de Desenvolvimento Associativo, desta vez, para comemorar o Dia do Empresário da Indústria que enfrentam os desafios de implantar negócios no Amazonas. Ele lembrou que um segmento organizado, que promove união, fortalecimento e o consenso na defesa de um mesmo objetivo, está fadado a obter ganhos. Nossa atividade é refletir sobre a importância do associativismo para a classe industrial, sabendo que o empresário associado tem um leque de produtos que são desenvolvidos para atender suas demandas e que nunca estarão sozinhos na luta empresarial pelos direitos conquistados, ressaltou o palestrante. Durante a palestra, Mancio motivou os convidados a se comprometerem com as metas da empresa e, para isso, é necessário a compreensão dos objetivos institucionais da organização empresarial que lidera. Motivação, palavra sempre em evidência no meio organizacional, pois com ela a gestão de uma empresa se torna mais eficiente por agregar equipes envolvidas com todo o processo de atendimento ao cliente e, para isso, estes profissionais tornam-se cada vez mais produtivos, inovadores e competitivos, explicou o consultor. Segundo o consultor, o líder moderno deve superar os desafios e ter a sensibilidade de manter sua equipe motivada, lembrando que é um estado normal que as pessoas oscilem na questão de seguir as metas, porém, não deve ser aceita a inércia neste estado de acomodação nas atividades básicas, sem que tenha a perspectiva de evoluir e melhorar, seja no ambiente de trabalho, como profissional, seja como pessoa. O consultor Márcio Mancio fez a palestra do Programa de Desenvolvimento Associativo 11

12 Transporte Simpósio vê papel da infraestrutura logística no desenvolvimento regional Buscar solução para os problemas de infraestrutsura logística e de transportes é fundamental para o fortalecimento da atividade industrial na região Norte. A ideia voltou a ser defendida pelo vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), Nelson Azevedo, em simpósio para discutir uma política de desenvolvimento regional para o Brasil, em 16 de outubro, na Câmara Federal, em Brasília. Ministério da Integração Nacional e comissão temática da Câmara dos Deputados reúnem, em Brasília, autoridades e especialistas em simpósio para discutir o desenvolvimento regional e as desigualdades econômicas Conselheiro temático de Integração Nacional da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Nelson Azevedo destacou a necessidade de o governo fortalecer a atividade industrial na região Norte e de criar um modelo alternativo e sustentável de integração econômica dos Estados. Por iniciativa da Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (Cindra), da Câmara dos Deputados, em parceria com o Ministério da Integração Nacional e a Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado, o Simpósio de Desenvolvimento Regional reuniu autoridades e especialistas numa programação que incluiu palestras e mesas de trabalho sobre a Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR) e os desafios no enfrentamento às desigualdades econômicas. Azevedo, que representava, no simpósio, o presidente da CNI, Robson Braga, disse que, para o fortalecimento da atividade industrial, é indispensável que se planeje solução para problemas 12

13 Nelson Azevedo (esq.), se pronuncia na Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia, na Câmara Federal de infraestrutura logística e de transporte, de prestação de serviços públicos e privados, principais entraves ao desenvolvimento, que afetam a competitividade nos mercados interno e externo. Entre os debatedores, estava o presidente da Cindra, deputado Jerônimo Goergen, o coordenador de Estudos Regionais do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), deputado Plínio Valério, a analista de Política Pública da Secretaria de Desenvolvimento Já sabemos que a desigualdade gera um deslocamento populacional rumo às regiões mais desenvolvidas, agravando a concentração da população nas grandes cidades brasileiras Regional/Ministério da Integração Regional, Daniele Nogueira Soares. Segundo o empresário, o fortalecimento da indústria exige também mudanças para que se instale bom ambiente de negócios, priorizando-se a preparação da mão de obra para atuar profissionalmente, atendendo às exigências do desenvolvimento. Isso somente será possível com a ampliação do acesso ao ensino e à expansão da rede física virtual. Já sabemos que a desigualdade gera um deslocamento populacional rumo às NELSON AZEVEDO regiões mais desenvolvidas, agravando a concentração da população nas grandes cidades brasileiras, provocando favelização, pobreza e violência, apontou Nelson Azevedo. O vice-presidente da FIEAM observou que o avanço social não se sustenta se não for acompanhado de uma desconcentração regional mais efetiva da capacidade produtiva. Os níveis de desenvolvimento econômico e social no Brasil são muito diferentes e desiguais entre suas regiões e até mesmo dentro de uma mesma região. Diagnóstico PIB Nelson Azevedo citou, durante o simpósio, diagnóstico realizado em 2011, pela CNI, onde foi identificado que as regiões Sul e Sudeste respondiam, em 2008, por 72,6% do Produto Interno Bruto Brasileiro, numa área ocupada de apenas 17,6% do território nacional. A região Sudeste representou 56% do PIB brasileiro em Apenas o Estado de São Paulo foi responsável por 33,1% desse resultado. Por sua vez, a região Sul contribuiu com 16,6% do total de riquezas geradas no Brasil em 2008, pontuou Azevedo. Essa elevada concentração das atividades econômicas resulta em insignificante participação das regiões menos desenvolvidas falo das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste de apenas 27,4% do PIB nacional, numa área que cobre 82,4% do território brasileiro, onde vivem 43,1% da população, disse o empresário em seu pronunciamento. Segundo Nelson Azevedo, como foi identificada, no estudo, essa concentração de riquezas se torna ainda mais intensa quando se compara a distribuição do PIB da indústria de transformação. Conforme o diagnóstico da CNI, as atividades industriais localizadas nas regiões Sul e Sudeste representaram 82,8% do PIB do setor em Novamente aqui se observa a preponderância da região Sudeste, que responde por 62,8% de toda a atividade industrial do País, e, dentro dessa região, o Estado de São Paulo responsável por 44,4% do PIB industrial, destacou Azevedo. 13

14 PQA Federação promove a 20ª edição do Qualishow, com a entrega dos troféus às organizações vencedoras do Prêmio Qualidade Amazonas 2013 FIEAM entrega Oscar da Q O 4º CTA faz coisas simples em um ambiente complexo e cheio de desafios no centro da floresta amazônica. Nossa excelência em gestão nos dá foco para alcançarmos metas e resultados. Este momento de premiação é a oportunidade de mostrar à sociedade como nossos técnicos militares realizam suas atividades, dando atenção à qualidade de serviços e ao nosso planejamento, disse o comandante do 4º Centro de Telemática de Área (CTA), tenente coronel Marcelo Nogueira, no Qualishow, a entrega dos troféus às organizações vencedores do Prêmio Qualidade Amazonas Realizado em 31 de outubro, no Diamond Convention Center, o Qualishow é o reconhecimento às organizações que fazem a diferença no desenvolvimento de negócios no Estado, tendo em vista a 14 Qualishow representa o reconhecimento da FIEAM às organizações que fazem a diferença no desenvolvimento do Estado excelência em gestão e processos. O prêmio é promovido pela Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), por meio do Departamento de Assistência à Média e Pequena Indústria (DAMPI). Aplaudimos as instituições que se vestem e se reconhecem com qualidade. Reconhecemos quem as torna possíveis no ambiente produtivo. E celebramos, em sociedade, a vigésima edição desta certeza intitulada qualidade, declarou o presidente da FIEAM, Antonio Silva. Após quatro anos consecutivos no palco do Qualishow, onde já recebeu troféus de bronze e de prata na modalidade gestão, o 4º CTA recebeu desta vez o ouro na categoria 500 pontos da gestão pública. Segundo o tenente coronel Nogueira, o Exército segue um modelo de administração que compreende a organização como um todo, porém tais ações são entendidas internamente sem que civis tenham o conhecimento desta gestão de excelência. Para o comandante, é através da participação no PQA que a instituição militar adquire mais expertises voltadas ao sistema de gestão, o que levam ao aprimoramento das ferramentas da qualidade na supervisão, manutenção e operação dos sistemas de informática e comunicação, recursos de fundamental importância para o comando e controle do Exército e do Comando Militar da Am azônia.

15 ualidade Nesta edição do PQA e 20º ciclo de premiação, o Comando da 12ª Região Militar, a Caixa Econômica Federal e a Recofarma Indústria do Amazonas Ltda conquistaram o troféu prata nas categorias gestão pública e no modelo de excelência em gestão dos 250 pontos e 500 pontos. Antonio Carlos Pereira, gerente da Recofarma, organização que representou a indústria amazonense na modalidade gestão, revelou que a premiação foi o resultado da maturidade dos processos internos que fazem parte da gestão da Coca-Cola na região. A conquista do troféu prata no primeiro ano em que a empresa compete na modalidade gestão, foi resultado da mobilização de todos que contribuíram com o sucesso da empresa, refletindo a excelência operacional e o sistema de gestão incorporados pelos 222 funcionários diretos. Participar do PQA e desta premiação nos permite medir o nosso modelo de gestão e crescer com a visão e o ensinamento dos profissionais que exercem a função de avaliar os quesitos quanto às boas práticas da qualidade em uma gestão organizacional, disse o gerente da Recofarma. O presidente da FIEAM, Antonio Silva, entrega o troféu ouro ao coronel Marcelo Nogueira Indústrias conquistam ouro em Processo O objetivo de fomentar a competitividade no Estado do Amazonas através da produtividade e qualidade das organizações foi alcançado pelos participantes do PQA 2013, com destaque para as empresas Whirlpool Latin America, a mais pontuada na categoria grande indústria, e Refinaria Isaac Sabbá Reman/Petrobras, que acumulou a maior pontuação como média indústria. Além das duas, Yamaha Motor da Amazônia, Honda Componentes da Amazônia, Panasonic do Brasil, Showa do Brasil, Yamaha Componentes da Amazônia, Honda Tecnologia da Amazônia Indústria e Comércio e Label Press receberam troféu ouro em processo. Com projeto de cunho ambiental, a Whirlpool fez sua estreia no PQA. A empresa conquistou o ouro com o trabalho Desenvolvimento Sustentável, que trouxe resultado impactante na redução do consumo de água e na completa eliminação dos resíduos enviados ao aterro sanitário. Segundo o líder de desenvolvimento e processos industriais, Flaubert Ribeiro, a ação foi de grande proporção, equivalente à economia anual de 6 milhões de litros de água e 40 toneladas de resíduos. O projeto apresentado visa a sustentabilidade do meio ambiente e de recursos naturais, além da sensibilização para a cultura de responsabilidade social da indústria para com a população, declarou Flaubert, destacando que a contribuição dos avaliadores do PQA permitiu maior estudo das ferramentas utilizadas no atendimento de padrões de qualidade e resultados de excelência. 15

16 O gerente da Recofarma, Antonio Carlos Pereira O vice-governador do Amazonas, José Melo (centro), posa com civis e militares agracidados Organizações premiadas no PQA 2013 MODALIDADE GESTÃO TROFÉU OURO 4º Centro de Telemática de Área - Comando da 12ª Região Militar TROFÉU PRATA Comando da 12ª Região Militar TROFÉU PRATA Média Organização Recofarma Manaus TROFÉU PRATA Micro e Pequena Organização Caixa Econômica GIFUG/MN TROFÉU DESTAQUE Hospital Geral de Manaus MODALIDADE PROCESSO TROFÉU OURO GRANDE INDÚSTRIA Whirlpool Yamaha Motor da Amazônia Ltda Honda Componentes da Amazônia Panasonic do Brasil Showa do Brasil TROFÉU OURO MÉDIA INDÚSTRIA 16 Petrobras/Reman Yamaha Comp. da Amazônia Ltda HTA Indústria e Comércio Ltda Label Press TROFÉU PRATA MÉDIA INDÚSTRIA: Sodecia TROFÉU PRATA MICRO E PEQUENA INDÚSTRIA Cerâmica Montemar Oiram Sabores TROFÉU PRATA SERVIÇO/COMÉRCIO Tambaqui de Banda Palazzolo Restaurante Brioche Casa de Delícias MENÇÃO HONROSA 12ª Companhia de Guardas - Parque Regional de Manutenção 12º Batalhão de Suprimentos Comando da 12ª Região Militar Dexyí Automação Tutiplast Ind. e Comércio Ltda Tribunal de Justiça do Amazonas Manaus Ambiental Amazongreen Ind. e Com. de Cosméticos e Perfumaria da Amazônia Ltda O deputado Adjuto Afonso (direita) entrega o troféu ao gerente geral da Reman, Rui Moura

17 com o Prêmio Qualidade Petrobras implanta modelo de avaliação Maior pontuadora entre as médias indústrias, a Petrobras/ Reman recebeu o troféu ouro pelo trabalho Implantação de Mecanismo de Integração e Monitoramento das Ferramentas de Apoio à Gestão. Para o gerente geral da Reman, Rui Moura, o reconhecimento no PQA é o que motiva a empresa a participar a cada ano do prêmio, reunindo novas experiências, com o acompanhamento da equipe do Programa, bem como alcançando o envolvimento efetivo da força de trabalho. É uma satisfação externar para a sociedade a excelência que conquistamos com o processo integrado de controle e avaliação de todos os nossos sistemas. Agora podemos identificar com maior facilidade as falhas e planejar nossas ações com maior rapidez, explicou. O líder da Whirlpool, Flaubert Ribeiro, e Wilson Périco, do CIEAM Santa Gente e Daniel Boaventura animam público Para marcar os 20 anos do Prêmio Qualidade Amazonas, os organizadores do Qualishow foram buscar inspiração nos cabarés parisienses do início do século 20, especialmente o Moulin Rouge. Miniaturas do moinho vermelho que dá nome ao famoso cabaré francês, foram entregues como troféu a alguns homenageados no evento. A animação da noite ficou por conta de dançarinas típicas de cabaré e do elenco do grupo paulistano Santa Gente, que ficou responsável pela parte musical e cerimonial. Como atração principal, o Qualishow contou com apresentação especial do ator global Daniel Boaventura, que desenvolve carreira paralela como cantor. Muito assediado pelo público feminino, Daniel desfiou o repertório romântico que compõe o CD Songs 4 U, lançado em 2010 e que deu origem ao CD ao vivo do ano passado e que inclui sucessos em italiano, francês e inglês. Cerca de mil convidados prestigiaram o evento. O ator e cantor Daniel Boaventura foi uma das atrações da premiação do Qualishow e foi muito assediado pelo público feminino cantando os sucessos em italiano, em francês e inglês que estão em seu primeiro CD 17

18 Educação As escolas e demais unidades do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) no Amazonas registraram um público de visitantes no Mundo SENAI 2013, realizado de 17 a 19 de outubro. A quinta edição do evento no Estado apresentou as tendências na qualificação profissional com a educação a distância e os cursos direcionados às demandas do Polo Industrial de Manaus (PIM). Logo na abertura, a gerente geral de Educação, Tecnologia e Inovação, Silvia Barros, fez o lançamento oficial dos três cursos a distância, sendo dois de qualificação profissional, em operador de microcomputador e eletricista de automóveis, e o curso técnico de automação industrial. Segundo a gerente, a programação está disponível para início imediato, com investimentos que vão de R$ 528,00 a mais de R$ 4 mil. O SENAI Amazonas prevê ainda a ampliação do ensino profissionalizante via on line, em 2014, com mais nove cursos a distância, dos quais quatro serão da modalidade técnica e cinco de qualificação profissional, disse a gerente. Sobre a plataforma digital e outras inovações, como ferramenta de desenvolvimento profissional e de competitividade para a indústria, o professor doutor Augusto César Barreto Rocha destacou que são recursos decisivos para elevar a produção fabril, manter a qualidade dos produtos e serviços e ampliar a participação industrial no mercado competitivo mundial. Augusto ministrou a palestra Inovação, Tecnologia & Educação no primeiro dia do Mundo SENAI que teve a participação de presidentes de sindicatos patronais, instituições e empresas parceiras e gestores do Sistema FIEAM. As barreiras estão sendo quebradas em todos os segmentos de negócios e o SENAI passa a quebrar as barreiras que distanciam o aluno das formações profissionais, se inserido na plataforma digital com a oferta de cursos a distância, possibilitando a expansão do conhecimento àqueles que estão em busca de qualificação para alcançar resultados econômicos 18 na vida financeira e no exercício de suas atividades profissionais, avaliou. Sobre inovação, Augusto disse tratar- -se de um processo fundamental para as indústrias desde que se tenha o conhecimento científico e o conhecimento prático, além do ambiente apropriado para colocá-lo em prática.o professor alertou ainda para o objetivo central do processo inovador que é desenvolvido com o propósito de gerar resultado e riqueza onde a idéia for aplicada. A professora Veleda Ramos, 50, da Escola Estadual Ondina de Paula, acompanhou a visita de 40 dos seus alunos do ensino médio à Escola SENAI Demóstenes Travessa, no Distrito Industrial, voltada à qualificação de mão de obra para a construção civil. Para a educadora, a iniciativa agrega às perspectivas de vida profissional dos alunos e demais visitantes. Os jovens andam desmotivados com os estudos e pouco se preocupam com a ocupação profissional que As barreiras estão sendo quebradas em todos os segmentos de negócios e o SENAI quebra as barreiras que distanciam o aluno das formações profissionais AUGUSTO ROCHA irão desempenhar no futuro. Com esse dia de visitação nas escolas do SENAI, muitos estudantes se aproximam pela primeira vez da educação profissional e traçam planos de buscar o conhecimento técnico para iniciar uma carreira de sucesso, disse Veleda. O gerente da empresa Nassau, Everaldo Barreto, 83, não perdeu a oportunidade de apresentar aos visitantes o processo produtivo realizado na fábrica de cimento de Manaus. Barreto, que há 49 anos é funcionário da Nassau, declarou que o SENAI é a instituição de maior referência na capacitação da mão de obra da construção civil, segmento industrial que necessita cada vez mais de profissionais qualificados. Reconhecemos o papel fundamental do SENAI que é a qualificação dos trabalhadores. E é por isso que hoje somos DE PORTA

19 S ABERTAS SENAI Amazonas abre as portas de suas unidades para receber a comunidade, estudantes, parceiros e empresários na 5ª edição do Mundo SENAI no Estado parceiros desta instituição e estamos aqui também para apresentar aos visitantes a qualidade do nosso produto, o Cimento Nassau, declarou Barreto. No sábado (19), 20 alunos da Escola SENAI Demóstenes Travessa visitaram a Nassau (leia mais na página 10) que hoje conta com 380 funcionários diretos. Atualmente, a Nassau tem capacidade para 1,5 milhão de sacas de cimento ao mês para atender a Região Norte bem como para exportar ao Peru e Bolívia. Na Escola SENAI Antonio Simões, o aluno do curso de assistente administrativo industrial, Hiago Hoshihara, 17, aproveitou a programação de palestras, exposições e minicursos oferecidos. Estou no SENAI há nove meses e já percebi que a instituição vai além do conteúdo do curso. Nossos professores nos ensinam a seguir um padrão profissional de qualidade, trazendo conhecimento do que a indústria precisa e o que ela espera de seus trabalhadores no exercício de sua profissão e também como cidadãos, disse Hiago. A programação especial ocorreu também nas Escolas SENAI de Ações Móveis e Comunitárias, na Waldemiro Lustoza, no Centro Integrado do Trabalhador Dolores Garcia, e na unidade fluvial, barco-escola Samaúma, que na ocasião estava ancorado no município de Japurá, a quilômetros de Manaus, onde o Mundo SENAI recebeu um total de 520 visitantes nos três dias. 19

20 Debate Plano Diretor é apresentad Na véspera do encerramento do prazo para apresentação de emendas ao Plano Diretor Urbano e Ambiental de Manaus, o vereador Elias Emanuel (PSB) apresentou aos diretores da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM) as linhas gerais que compõem o documento. A apresentação aconteceu uma semana após o encerramento das audiências públicas promovidas pela Câmara Municipal de Manaus para discutir o Plano. O relatório final estava previsto para ser votado no final de novembro. Relator da Comissão Especial de Revisão do Plano, Elias Emanuel expôs, em linhas gerais, a convite do presidente da FIEAM, Antonio Silva, as sete leis que compõem o Plano: o Projeto de Lei Complementar 001/2013 (trata do Plano Diretor como um todo); PLC 002/2013, sobre o Código de Obras e edificações; o PLC 003/2013, do Parcelamento do Solo Urbano, e o PLC 004/2013, do Código de Postura, além dos Projetos de Lei 321 (Áreas de Especial Interesse Social), 322 (Normas de Uso e Ocupação A expectativa é que o novo planejamento urbano venha contribuir para o desenvolvimento organizado da cidade nos próximos 10 anos ELIAS EMANUEL do Solo), e o PL 323 (Perímetro Urbano e limites de Manaus). O Plano Diretor está em discussão desde 2009 e deve entrar em vigor em O assunto consumiu 35 audiências públicas e, por isso, a lei foi considerada uma das mais discuti- 20

21 o em reunião na FIEAM Maioria das propostas de emenda tem origem externa das pela população manauara nos últimos anos. A expectativa é que o novo planejamento urbano de Manaus venha contribuir para o desenvolvimento organizado da cidade nos próximos 10 anos, destacou Elias Emanuel, ao lembrar que a sociedade deve estar informada quanto às mudanças que visam melhorar a cidade em que vivemos. O presidente da FIEAM, Antonio Silva, agradeceu a presença maciça, na reunião, dos presidentes e associados dos sindicatos patronais. Das 559 propostas de emenda ao Plano Diretor Urbano e Ambiental de Manaus, a Comissão Especial de Revisão do documento selecionou previamente 97 para votação final, o que deve acontecer até o final de novembro. Segundo o relator Elias Emanuel (PSB), a comissão levou o mês de outubro analisando, detalhadamente, cada proposta. Pelo menos 70% das propostas de emenda foram apresentadas por iniciativa de entidades, órgãos públicos e população em geral. Uma parte das contribuições foi enviada por e as demais entregues nas audiências públicas e reuniões temáticas ocorridas na Câmara Municipal. Contribuiram com propostas Suframa, Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDLM), Universidade Federal do Amazonas (Ufam), movimentos populares e associações comunitárias. O Plano Diretor é composto de sete leis, que tratam do uso e ocupação do solo, de áreas de interesse social, do perímetro urbano e do código de obras, entre outros temas. O Projeto de Lei Complementar 001/2013, que trata do Plano Diretor como um todo, recebeu 98 propostas de mendas dos vereadores. O projeto cuida dos princípios da política urbana ambiental, das estratégias de desenvolvimento, do sistema municipal de planejamento urbano, da macroestruturação do município e da estruturação do espaço urbano. Um dos pontos polêmicos do Plano está relacionado ao Projeto de Lei 322 que estabelece normas de uso e ocupação do solo de Manaus, tratando do potencial adensamento das áreas territoriais e o gabarito dos prédios da cidade. Na comissão, a maioria dos membros derrubou a proposta de emenda que aumentava o número de pavimentos. O PL 321, que dispõe sobre áreas de especial interesse social, teve, entre as emendas aprovadas, uma dos movimentos sociais que pede que 5% dos blocos de cinco pavimentos dessas áreas sejam destinados aos idosos e 70% das propostas de emenda ao Plano Diretor de Manaus foram apresentadas por iniciativa de entidades civis, órgãos públicos e população em geral pessoas com deficiência. Representantes do Fórum Amazonense de Reforma Urbana (Faru), formado por 32 entidades entre associações de moradores, cooperativas e entidades apoiadas pela Igreja Católica entregaram sugestões para a elaboração de Planos Setoriais, arrecadação de bens imóveis abandonados e destiná-los para habitação popular, entre outras propostas. Segundo Elias Emanuel, todas as propostas aprovadas ou reprovadas (pelo relator e pela comissão) ainda seguem para discussão e votação no Plenário da Câmara. A expectativa é de que, após a votação final, o novo Plano Diretor de Manaus seja sancionado pelo prefeito Artur Neto até a primeira quinzena de dezembro deste ano. 21

22 Parceria IEL vai capacitar jovens para o mundo do trabalho Instituto oferece a alunos selecionados qualificação profissional e social com carga horária total de 350 horas Com a proposta de inserir no mercado de trabalho pelo menos 30% dos alunos ao término dos cursos, o Instituto Euvaldo Lodi (IEL Amazonas) e o Governo do Estado deram a largada, em 22 de outubro, ao Projovem Trabalhador - Juventude Cidadã, que oferecerá qualificação profissional e social, com carga horária de 350 horas distribuídas em 24 semanas. Os 592 inscritos, na faixa dos 18 aos 29 anos, participaram da aula inaugural do projeto, no Auditório Gilberto Mendes de Azevedo, na sede do Sistema FIEAM, com a presença da secretária Estadual do Trabalho (Setrab), Francinete Lima, do coordenador do Sistema Nacional de Emprego no Amazonas (Sine/AM), Arilson de Carvalho Vieira, a superintendente regional do IEL/AM, Kátia Meirielle, e da presidente da Federação das Associações de Microempresas do Amazonas (Femicro), Rai Lima. As aulas tiveram início em 28 de outubro. Os cursos de qualificação profissional, nas áreas de alimentação, beleza e estética, turismo e hospitalidade, refrigeração e informática, somam carga horária de 250 horas. Já os cursos de qualificação social, com carga horária de 100 horas, passam pelas áreas de inclusão digital, valores humanos, ética e cidadania, educação ambiental, higiene pessoal e promoção da qualidade de vida, noções de direitos trabalhistas, formação de cooperativas e prevenção de acidentes de trabalho, e estímulo e apoio à elevação da escolaridade. As 350 horas das duas modalidades serão distribuídas em 24 semanas, com 15 horas/aula por semana. O IEL/AM participa do programa com a formação dos jovens, utilizando metodologias voltadas a questões práticas e teóricas associadas ao mundo do trabalho. Nas cinco áreas estratégicas que irão Jovens selecionados para participar do programa assistem palestra da psicóloga Mary Helena Koifman, sobre as mudanças do mundo moderno 22

Associativismo a modernização do sindicalismo nacional

Associativismo a modernização do sindicalismo nacional A união faz a força O dito popular encaixa-se como uma luva quando o assunto é associativismo o assunto em pauta no meio sindical. As principais confederações patronais do País estão investindo nessa bandeira

Leia mais

CONSELHO TEMÁTICO DA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA

CONSELHO TEMÁTICO DA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA ASSUNTOS TRATADOS Cartilha sobre produtos e serviços bancários para Micro e Pequenos Empresários Apresentação dos cases de sucesso e fracasso no setor da Construção Civil Notícias sobre o Fórum Permanente

Leia mais

FOCOS DE ATUAÇÃO. Tema 8. Expansão da base industrial

FOCOS DE ATUAÇÃO. Tema 8. Expansão da base industrial FOCOS DE ATUAÇÃO Tema 8. Expansão da base industrial Para crescer, a indústria capixaba tem um foco de atuação que pode lhe garantir um futuro promissor: fortalecer as micro, pequenas e médias indústrias,

Leia mais

2009, um ano de grandes realizações e conquistas

2009, um ano de grandes realizações e conquistas 2009, um ano de grandes realizações e conquistas 2009 foi um ano de grandes realizações e conquistas para o Serviço Social da Indústria (SESI), entidade que integra o Sistema Federação das Indústrias no

Leia mais

Anápolis sediou, na última terça-

Anápolis sediou, na última terça- FIEG ANÁPOLIS Programa Jovem Aprendiz é lançado no Senai Foto: Alex Malheiros Anápolis sediou, na última terça- -feira,15, o lançamento do novo modelo do Programa Jovem Aprendiz, com integração entre o

Leia mais

MARIANA IMPLEMENTA LEI GERAL DA MICRO E PEQUENA EMPRESA

MARIANA IMPLEMENTA LEI GERAL DA MICRO E PEQUENA EMPRESA INFORMATIVO DEZEMBRO DE 2013 Acesse também: www.mariana.gov.br MARIANA IMPLEMENTA LEI GERAL DA MICRO E PEQUENA EMPRESA Promover a criação de um ambiente favorável para valorizar a micro e pequena empresa,

Leia mais

Carta da Indústria 2014 (PDF 389) (http://arquivos.portaldaindustria.com.br/app/conteudo_18/2013/06/06/481/cartadaindstria_2.pdf)

Carta da Indústria 2014 (PDF 389) (http://arquivos.portaldaindustria.com.br/app/conteudo_18/2013/06/06/481/cartadaindstria_2.pdf) www.cni.org.br http://www.portaldaindustria.com.br/cni/iniciativas/eventos/enai/2013/06/1,2374/memoria-enai.html Memória Enai O Encontro Nacional da Indústria ENAI é realizado anualmente pela CNI desde

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA ESPOCC TURMAS 2014

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA ESPOCC TURMAS 2014 EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA ESPOCC TURMAS 2014 O Observatório de Favelas torna pública, por meio desta chamada, as normas do processo de seleção de alunos para

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO PROCESSO DE ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. CAPÍTULO I Da Natureza

REGIMENTO INTERNO DO PROCESSO DE ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. CAPÍTULO I Da Natureza REGIMENTO INTERNO DO PROCESSO DE ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CAPÍTULO I Da Natureza Art. 1º O Plano Municipal de Educação é um plano global de toda a educação do Município de Caxias do Sul,

Leia mais

Edital de Seleção. Edital de seleção PROGRAMA DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA E PROGRAMA JOVENS PESQUISADORES para organizações da sociedade civil

Edital de Seleção. Edital de seleção PROGRAMA DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA E PROGRAMA JOVENS PESQUISADORES para organizações da sociedade civil Edital de seleção PROGRAMA DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA E PROGRAMA JOVENS PESQUISADORES para organizações da sociedade civil Início das inscrições: 22 de fevereiro de 2013 Final das inscrições: 20 de março de

Leia mais

PROGRAMA BOM NEGÓCIO PARANÁ- APOIO AO EMPREENDEDORISMO AVALIAÇÃO DO NÚCLEO MARINGÁ

PROGRAMA BOM NEGÓCIO PARANÁ- APOIO AO EMPREENDEDORISMO AVALIAÇÃO DO NÚCLEO MARINGÁ PROGRAMA BOM NEGÓCIO PARANÁ- APOIO AO EMPREENDEDORISMO AVALIAÇÃO DO NÚCLEO MARINGÁ AREA TEMÁTICA: TRABALHO LAIS SILVA SANTOS 1 CARLOS VINICIUS RODRIGUES 2 MARCELO FARID PEREIRA 3 NEUZA CORTE DE OLIVEIRA

Leia mais

Desenvolvimento de Carreiras. Desenvolvimento Empresarial IEL. Inovação que está no DNA das empresas de sucesso.

Desenvolvimento de Carreiras. Desenvolvimento Empresarial IEL. Inovação que está no DNA das empresas de sucesso. Desenvolvimento de Carreiras Desenvolvimento Empresarial IEL Inovação que está no DNA das empresas de sucesso. Soluções para sua empresa. Mais do que caminhar ao lado da indústria, o Instituto Euvaldo

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 3 } 1. INTRODUÇÃO: PARQUE TECNOLÓGICO CAPITAL DIGITAL - PTCD Principal polo de desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação do Distrito Federal, o PTCD

Leia mais

3.1 Planejar, organizar logística e tecnicamente das Oficinas temáticas de formação da Agentes de Prevenção e seus parceiros locais.

3.1 Planejar, organizar logística e tecnicamente das Oficinas temáticas de formação da Agentes de Prevenção e seus parceiros locais. EDITAL DO CENTRO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE TERMO DE REFERÊNCIA Nº 10/2012 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 10/2012 TIPO: MELHOR TÉCNICA O Centro de Promoção da Saúde, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita

Leia mais

ações de cidadania ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará

ações de cidadania ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará ações de cidadania Onde o sol nasce ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará O triste cenário já é um velho conhecido por

Leia mais

Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza

Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza OConselho da Comunidade Solidária foi criado em 1995 com base na constatação de que a sociedade civil contemporânea se apresenta como parceira indispensável

Leia mais

Prefeito Empreendedor. Guia de Recomendações Preliminares para o Fomento do Empreendedorismo nos Municípios

Prefeito Empreendedor. Guia de Recomendações Preliminares para o Fomento do Empreendedorismo nos Municípios Prefeito Empreendedor Guia de Recomendações Preliminares para o Fomento do Empreendedorismo nos Municípios Março/2012 Expediente Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior MDIC Fernando

Leia mais

VI FIPEN CONVÊNIO PETROBRAS SEBRAE

VI FIPEN CONVÊNIO PETROBRAS SEBRAE VI FIPEN CONVÊNIO PETROBRAS SEBRAE PETROBRAS - REGAP Contagem 19 de outubro de 2011 Iniciativas de Qualificação - PROMINP PROMINP O PROMINP (Programa de Mobilização da Indústria Nacional do Petróleo e

Leia mais

visão, missão e visão valores corporativos Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial.

visão, missão e visão valores corporativos Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial. visão, missão e valores corporativos visão Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial. MISSÃO O Grupo Gerdau é uma Organização empresarial focada em siderurgia, com a missão de satisfazer

Leia mais

Plano de Ação. Colégio Estadual Ana Teixeira. Caculé - Bahia Abril, 2009.

Plano de Ação. Colégio Estadual Ana Teixeira. Caculé - Bahia Abril, 2009. Plano de Ação Colégio Estadual Ana Teixeira Caculé - Bahia Abril, 2009. IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE ESCOLAR Unidade Escolar: Colégio Estadual Ana Teixeira Endereço: Av. Antônio Coutinho nº 247 bairro São

Leia mais

Objetivo do Programa

Objetivo do Programa Objetivo do Programa O Programa Futuros Engenheiros visa favorecer o desenvolvimento de competências técnicas e habilidades comportamentais de universitários dos cursos de Engenharia para atuar na indústria.

Leia mais

Sumário. I. Apresentação do Manual. II. A Prevenção de Acidentes com Crianças. III. Programa CRIANÇA SEGURA Pedestre

Sumário. I. Apresentação do Manual. II. A Prevenção de Acidentes com Crianças. III. Programa CRIANÇA SEGURA Pedestre Sumário I. Apresentação do Manual II. A Prevenção de Acidentes com Crianças III. Programa CRIANÇA SEGURA Pedestre IV. Como a Educação pode contribuir para a Prevenção de Acidentes no Trânsito V. Dados

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO 2014/2020 FARROUPILHA - RS

PLANO DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO 2014/2020 FARROUPILHA - RS PLANO DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO 2014/2020 FARROUPILHA - RS 22 de Outubro de 2014 AGENDA Relembrar o conceito de Plano Municipal de Turismo Etapas percorridas no desenvolvimento do PMT de Farroupilha

Leia mais

V Encontro Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares

V Encontro Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares V Encontro Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares: uma política de apoio à gestão educacional Clélia Mara Santos Coordenadora-Geral

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

Projeto de Inovação Tecnológica - (PIT) da Câmara Brasileira da Indústria da Construção. Projeto 6 Capacitação para a Inovação

Projeto de Inovação Tecnológica - (PIT) da Câmara Brasileira da Indústria da Construção. Projeto 6 Capacitação para a Inovação Projeto de Inovação Tecnológica - (PIT) da Câmara Brasileira da Indústria da Construção Projeto 6 Capacitação para a Inovação Vicente Mattos Sinduscon-BA Coordenador Geral: Equipe Técnica Vicente Mattos

Leia mais

Fortus Consultoria Contábil Case Qualidade. Gestão de Resultados Solução Independente de Setor e Tamanho

Fortus Consultoria Contábil Case Qualidade. Gestão de Resultados Solução Independente de Setor e Tamanho Fortus Consultoria Contábil Case Qualidade Gestão de Resultados Solução Independente de Setor e Tamanho A Motivação da Busca de Programas de Qualidade 34 Experiência com manuais sobre qualidade em indústria

Leia mais

ANEXO I CONDIÇÕES E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA CAPACITAÇÃO. Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente

ANEXO I CONDIÇÕES E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA CAPACITAÇÃO. Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente ANEXO I CONDIÇÕES E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA CAPACITAÇÃO I ÁREAS DE INTERESSE Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente a) Capacitação para implantação dos planos estaduais

Leia mais

No Brasil, a Shell contratou a ONG Dialog para desenvolver e operar o Programa, que possui três objetivos principais:

No Brasil, a Shell contratou a ONG Dialog para desenvolver e operar o Programa, que possui três objetivos principais: PROJETO DA SHELL BRASIL LTDA: INICIATIVA JOVEM Apresentação O IniciativaJovem é um programa de empreendedorismo que oferece suporte e estrutura para que jovens empreendedores de 18 a 30 anos desenvolvam

Leia mais

:: LINHAS DE AÇÃO. Apoio aos Municípios. Tecnologia e Informação em Resíduos. Promoção e Mobilização Social. Capacitação

:: LINHAS DE AÇÃO. Apoio aos Municípios. Tecnologia e Informação em Resíduos. Promoção e Mobilização Social. Capacitação :: LINHAS DE AÇÃO Apoio aos Municípios Tecnologia e Informação em Resíduos Capacitação Promoção e Mobilização Social :: PRESSUPOSTOS DA COLETA SELETIVA Gestão participativa Projeto de Governo Projeto da

Leia mais

PGQP. Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade

PGQP. Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade PGQP Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade visão das lideranças A Excelência de qualquer organização depende da sinergia entre três fatores:

Leia mais

6 de novembro de 2006 - Blumenau - SC

6 de novembro de 2006 - Blumenau - SC 6 6 de novembro de 2006 - Blumenau - SC Promoção Apoio Apresentação Com a criação do Dia Municipal do Empreendedor, e também encaminhado no âmbito estadual e nacional, a ACIB Jovem consolida um esforço

Leia mais

VI Médio Paraíba Negócios mostra a força do comércio em Volta Redonda

VI Médio Paraíba Negócios mostra a força do comércio em Volta Redonda [02] VI Médio Paraíba Negócios mostra a força do comércio em Volta Redonda A presença da usina da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), fundada na década de 40, dá a impressão de que Volta Redonda ainda

Leia mais

Anexo V - A. Proposta de um Novo Programa de Trabalho e Funcionamento da RECYT

Anexo V - A. Proposta de um Novo Programa de Trabalho e Funcionamento da RECYT Anexo V - A Proposta de um Novo Programa de Trabalho e Funcionamento da RECYT Breve Histórico A Reunião Especializada em Ciência e Tecnologia do MERCOSUL RECYT, criada em 1992, realizou a sua primeira

Leia mais

Patrocínio Institucional Parceria Apoio

Patrocínio Institucional Parceria Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 82 Desemprego 22 de maio de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta

Leia mais

UNIVERSIDADE CIDADÃ:

UNIVERSIDADE CIDADÃ: 1 UNIVERSIDADE CIDADÃ: UNINDO FORÇAS EM NOME DA CONCILIAÇÃO REGIÃO SERIDÓ - RN ENTIDADE DE EXECUÇÃO DA PRÁTICA: UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO SERIDÓ (CERES) Rua

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. MEMÓRIA: Reunião Preparatória do Comitê Temático de Inovação e Crédito GT Rede de Disseminação, Informação e Capacitação

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. MEMÓRIA: Reunião Preparatória do Comitê Temático de Inovação e Crédito GT Rede de Disseminação, Informação e Capacitação PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Secretaria da Micro e Pequena Empresa Fórum Permanente de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte MEMÓRIA: Reunião Preparatória do Comitê Temático de Inovação e Crédito GT Rede

Leia mais

Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2014

Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2014 Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2014 Sobre a FNQ História Criada em 1991, por um grupo de representantes dos setores público e privado, a Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) procura

Leia mais

Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2º semestre 2014

Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2º semestre 2014 Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2º semestre 2014 Sobre a FNQ História Criada em 1991, por um grupo de representantes dos setores público e privado, a Fundação Nacional da Qualidade (FNQ)

Leia mais

O QUE SUA EMPRESA PODE FAZER PARA SER MAIS COMPETITIVA?

O QUE SUA EMPRESA PODE FAZER PARA SER MAIS COMPETITIVA? O QUE SUA EMPRESA PODE FAZER PARA SER MAIS COMPETITIVA? O IEL O Instituto Euvaldo Lodi é uma entidade vinculada à CNI - Confederação Nacional da Indústria. Com 101 unidades em 26 estados e no Distrito

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional ROTEIRO PPT DICA: TREINE ANTES O DISCURSO E AS PASSAGENS PARA QUE A APRESENTAÇÃO FIQUE BEM FLUIDA E VOCÊ, SEGURO COM O TEMA E COM A FERRAMENTA. Para acessar cada uma das telas,

Leia mais

Francisco Cardoso SCBC08

Francisco Cardoso SCBC08 Formando profissionais para a sustentabilidade Prof. Francisco CARDOSO Escola Politécnica da USP Francisco Cardoso SCBC08 1 Estrutura da apresentação Objetivo Metodologia Resultados investigação Conclusão:

Leia mais

Relatório de Sustentabilidade 2014

Relatório de Sustentabilidade 2014 1 Relatório de Sustentabilidade 2014 2 Linha do Tempo TAM VIAGENS 3 Política de Sustentabilidade A TAM Viagens uma Operadora de Turismo preocupada com a sustentabilidade, visa fortalecer o mercado e prover

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 Instituto Lojas Renner Instituto Lojas Renner Promover a inserção de mulheres no mercado de trabalho por meio de projetos de geração de renda é o objetivo do Instituto Lojas

Leia mais

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO Objetivo: O Prêmio FINEP de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, Instituições Científicas e Tecnológicas - ICTs e inventores

Leia mais

III PRÊMIO PARAÍBA ABRAÇA ODM

III PRÊMIO PARAÍBA ABRAÇA ODM III PRÊMIO PARAÍBA ABRAÇA ODM Faça parte desse abraço A Fundação Solidariedade ponto focal do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento,braço social do Sistema Correio de Comunicação, é uma Associação

Leia mais

MOVIMENTO LONDRINA CRIATIVA

MOVIMENTO LONDRINA CRIATIVA MOVIMENTO LONDRINA CRIATIVA Mostra Local de: Londrina Categoria do projeto: I Projetos em Implantação (projetos que estão em fase inicial) Nome da Instituição/Empresa: "Profissional Autonoma Abril 2009

Leia mais

COMO SE ASSOCIAR 2014

COMO SE ASSOCIAR 2014 2014 QUEM SOMOS FUNDADO EM 2004, O CONSELHO EMPRESARIAL BRASIL CHINA CEBC É UMA INSTITUIÇÃO BILATERAL SEM FINS LUCRATIVOS FORMADA POR DUAS SEÇÕES INDEPENDENTES, NO BRASIL E NA CHINA, QUE SE DEDICA À PROMOÇÃO

Leia mais

Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento

Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento Marcelo de Paula Neves Lelis Gerente de Projetos Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental Ministério das Cidades Planejamento

Leia mais

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade).

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). Coordenação Sindicato dos Centros de Formação de Condutores

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

GESTÃO FINANCEIRA PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS GESTÃO FINANCEIRA PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS Thais Peixoto de Medeiros(1); Estephany Calado(2); Gisele Gregório Araújo(2); Márcio André Veras Machado (3); Francisco Roberto Guimarães Júnior(4) Centro

Leia mais

Pólos da Paz e Praças da Paz SulAmérica

Pólos da Paz e Praças da Paz SulAmérica A iniciativa O projeto Praças é uma iniciativa do Instituto Sou da Paz, em parceria com a SulAmérica, que promove a revitalização de praças públicas da periferia de São Paulo com a participação da comunidade

Leia mais

RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA

RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA Participantes: Dr. Roberto Simões, presidente do CDN (Conselho Deliberativo Nacional) e Dr. Carlos Alberto dos Santos, Diretor Técnico do Sebrae Nacional. Objetivo:

Leia mais

Programa Integrado de Desenvolvimento e Qualificação de Fornecedores REALIZAÇÃO

Programa Integrado de Desenvolvimento e Qualificação de Fornecedores REALIZAÇÃO Programa Integrado de Desenvolvimento e Qualificação de Fornecedores REALIZAÇÃO OBJETIVO GERAL ESTABELECER E IMPLEMENTAR UM MODO INTEGRADO PARA O DESENVOLVIMENTO E QUALIFICAÇÃO DOS FORNECEDORES DAS PRINCIPAIS

Leia mais

Cooperação e Governança em Arranjos Produtivos Locais

Cooperação e Governança em Arranjos Produtivos Locais Cooperação e Governança em Arranjos Produtivos Locais 1ª Conferência Brasileira sobre Arranjos Produtivos Locais Carlos Roberto Rocha Cavalcante Superintendente 2004 Histórico de Atuação do IEL 1969 -

Leia mais

QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA!

QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA! QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA! NOSSA VISÃO Um mundo mais justo, onde todas as crianças e todos os adolescentes brincam, praticam esportes e se divertem de forma segura e inclusiva. NOSSO

Leia mais

PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR....o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff

PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR....o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR...o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff Julho/2014 0 APRESENTAÇÃO Se fôssemos traduzir o Plano de Governo 2015-2018

Leia mais

Pequenos Negócios no Brasil. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br

Pequenos Negócios no Brasil. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br Pequenos Negócios no Brasil Pequenos Negócios no Brasil Clique no título para acessar o conteúdo, ou navegue pela apresentação completa Categorias de pequenos negócios no Brasil Micro e pequenas empresas

Leia mais

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo Projeto Amplitude Plano de Ação 2015 P r o j e t o A m p l i t u d e R u a C a p i t ã o C a v a l c a n t i, 1 4 7 V i l a M a r i a n a S ã o P a u l o 11 4304-9906 w w w. p r o j e t o a m p l i t u

Leia mais

Sumário Apoios Dados Gerais Expositores Visitantes Congresso Fenabrave Campanha de Marketing Mídia Espontânea Fotos do evento

Sumário Apoios Dados Gerais Expositores Visitantes Congresso Fenabrave Campanha de Marketing Mídia Espontânea Fotos do evento Sumário Apoios Dados Gerais Expositores Visitantes Congresso Fenabrave Campanha de Marketing Mídia Espontânea Fotos do evento Sumário XXI EDIÇÃO DO CONGRESSO FENABRAVE TERMINA COM PREVISÃO OTIMISTA PARA

Leia mais

Prêmio Socioambiental CHICO MENDES. PROCERT Programa de Certificação do Compromisso da Responsabilidade Socioambiental. Edição 2013 SELO VERDE

Prêmio Socioambiental CHICO MENDES. PROCERT Programa de Certificação do Compromisso da Responsabilidade Socioambiental. Edição 2013 SELO VERDE Prêmio Socioambiental CHICO MENDES PROCERT Programa de Certificação do Compromisso da Responsabilidade Socioambiental. Edição 2013 SELO VERDE REGULAMENTO 1 DO PROMOTOR E OBJETIVOS 1.1 - A realização da

Leia mais

MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS

MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS ANEXO 1 MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Este documento serve como base orientadora para a apresentação de propostas de Arranjos Produtivos Locais para enquadramento no

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

EDITAL CHAMADA DE NEGÓCIOS FIAM2009 SELEÇÃO DE PROPOSTAS SALÃO DE NEGÓCIOS E EMPREENDEDORISMO INOVADOR

EDITAL CHAMADA DE NEGÓCIOS FIAM2009 SELEÇÃO DE PROPOSTAS SALÃO DE NEGÓCIOS E EMPREENDEDORISMO INOVADOR EDITAL CHAMADA DE NEGÓCIOS FIAM2009 SELEÇÃO DE PROPOSTAS SALÃO DE NEGÓCIOS E EMPREENDEDORISMO INOVADOR A Superintendência da Zona Franca de Manaus SUFRAMA e o Centro de Biotecnologia da Amazônia CBA selecionarão

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS, GERAÇÃO DE EMPREGO E INCLUSÃO SOCIAL. XII Seminario del CILEA Bolívia 23 a 25/06/2006

DESENVOLVIMENTO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS, GERAÇÃO DE EMPREGO E INCLUSÃO SOCIAL. XII Seminario del CILEA Bolívia 23 a 25/06/2006 DESENVOLVIMENTO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS, GERAÇÃO DE EMPREGO E INCLUSÃO SOCIAL. XII Seminario del CILEA Bolívia 23 a 25/06/2006 Conteúdo 1. O Sistema SEBRAE; 2. Brasil Caracterização da MPE; 3. MPE

Leia mais

e construção do conhecimento em educação popular e o processo de participação em ações coletivas, tendo a cidadania como objetivo principal.

e construção do conhecimento em educação popular e o processo de participação em ações coletivas, tendo a cidadania como objetivo principal. Educação Não-Formal Todos os cidadãos estão em permanente processo de reflexão e aprendizado. Este ocorre durante toda a vida, pois a aquisição de conhecimento não acontece somente nas escolas e universidades,

Leia mais

RELATÓRIO FORMADORES DE OPINIÃO E ASSOCIADOS

RELATÓRIO FORMADORES DE OPINIÃO E ASSOCIADOS RELATÓRIO FORMADORES DE OPINIÃO E ASSOCIADOS RESULTADOS PESQUISA COM COMITÊS Definição e significado do PGQP para os comitês: Definições voltadas para ao Programa Significado do PGQP Qualificação das organizações

Leia mais

O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social

O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social II Fórum de Informação em Saúde IV Encontro da Rede BiblioSUS O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social Maria de Fátima Ramos Brandão Outubro/2007 1 Apresentação O Projeto Casa Brasil Modelos

Leia mais

PROJETO TUTOR UNIVERSITÁRIO:

PROJETO TUTOR UNIVERSITÁRIO: PROJETO TUTOR UNIVERSITÁRIO: ESTUDO DE CASO DE UMA EXPERIÊNCIA BEM-SUCEDIDA PROJETO IMPLATADO PELA ANHANGUERA EDUCACIONAL Palestrante: Ana Maria Costa de Sousa Debatedor: Gabriel Mário Rodrigues Tutoria

Leia mais

Ana Lúcia Vitale Torkomian. Secretária Adjunta de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério da Ciência e Tecnologia

Ana Lúcia Vitale Torkomian. Secretária Adjunta de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério da Ciência e Tecnologia Sessão Plenária 5: Programas Nacionais de Estímulo e Apoio às Incubadoras de Empresas e Parques Tecnológicos Ana Lúcia Vitale Torkomian Secretária Adjunta de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério

Leia mais

Lançamento do relatório - Mercados Inclusivos no Brasil: Desafios e Oportunidades do Ecossistema de Negócios

Lançamento do relatório - Mercados Inclusivos no Brasil: Desafios e Oportunidades do Ecossistema de Negócios Lançamento do relatório - Mercados Inclusivos no Brasil: Desafios e Oportunidades do Ecossistema de Negócios Ana Cecília de Almeida e Nathália Pereira A Iniciativa Incluir, promovida pelo PNUD Programa

Leia mais

Qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público OSCIP em 2009.

Qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público OSCIP em 2009. MISSÃO O Instituto LOCUS é uma associação civil sem fins lucrativos, fundada em 2005 por um grupo de arquitetos, urbanistas, educadores e assistentes sociais. Qualificada como Organização da Sociedade

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - SEAS

SECRETARIA DE ESTADO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - SEAS SECRETARIA DE ESTADO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - SEAS VISÃO Ser referência na região norte na efetivação de políticas sociais que promovam o desenvolvimento regional com inclusão social. MISSÃO Contribuir

Leia mais

Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher. Termo de Referência. Assessoria à Supervisão Geral Assessor Técnico

Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher. Termo de Referência. Assessoria à Supervisão Geral Assessor Técnico Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher Termo de Referência Assessoria à Supervisão Geral Assessor Técnico No âmbito do Programa Pernambuco Trabalho e Empreendedorismo da Mulher conveniado

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1 BUSINESS GAME UGB Eduardo de Oliveira Ormond Especialista em Gestão Empresarial Flávio Pires Especialista em Gerencia Avançada de Projetos Luís Cláudio Duarte Especialista em Estratégias de Gestão Marcelo

Leia mais

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV MANUAL DA QUALIDADE Manual da Qualidade - MQ Página 1 de 15 ÍNDICE MANUAL DA QUALIDADE 1 INTRODUÇÃO...3 1.1 EMPRESA...3 1.2 HISTÓRICO...3 1.3 MISSÃO...4 1.4 VISÃO...4 1.5 FILOSOFIA...4 1.6 VALORES...5

Leia mais

Maria Luiza Gomes de Souza Passos, PMP GERENCIAMENTO GERENCIAMENTO DE PROJETOS NA 21/09/2006 DE PROJETOS NA PEQUENA EMPRESA EMPRESA

Maria Luiza Gomes de Souza Passos, PMP GERENCIAMENTO GERENCIAMENTO DE PROJETOS NA 21/09/2006 DE PROJETOS NA PEQUENA EMPRESA EMPRESA GERENCIAMENTO Maria Luiza Gomes de Souza Passos, PMP GERENCIAMENTO DE PROJETOS NA DE PROJETOS NA 21/09/2006 PEQUENA EMPRESA EMPRESA AGENDA 1. Falando de Brasil... 2. Espírito Santo em busca de novos rumos...

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA. Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher

TERMO DE REFERENCIA. Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher TERMO DE REFERENCIA Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher Supervisão Geral No âmbito do Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher, conveniado com a Secretaria Especial

Leia mais

VISÃO Crescer sustentavelmente e ser referência nacional em serviços imobiliários de qualidade.

VISÃO Crescer sustentavelmente e ser referência nacional em serviços imobiliários de qualidade. MISSÃO Oferecer serviços imobiliários de qualidade, gerando valor para os clientes, colaboradores, sociedade e acionistas. VISÃO Crescer sustentavelmente e ser referência nacional em serviços imobiliários

Leia mais

Curso de Especialização em GESTÃO EM SAÚDE DA PESSOA IDOSA

Curso de Especialização em GESTÃO EM SAÚDE DA PESSOA IDOSA Curso de Especialização em GESTÃO EM SAÚDE DA PESSOA IDOSA ÁREA DO CONHECIMENTO: Administração e Serviço social. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Gestão em Saúde da Pessoa

Leia mais

FÓRUM DAS ESTATAIS PELA EDUCAÇÃO Diálogo para a Cidadania e Inclusão

FÓRUM DAS ESTATAIS PELA EDUCAÇÃO Diálogo para a Cidadania e Inclusão FÓRUM DAS ESTATAIS PELA EDUCAÇÃO Diálogo para a Cidadania e Inclusão 1. OBJETIVO DO FÓRUM O Fórum das Estatais pela Educação tem a coordenação geral do Ministro Chefe da Casa Civil, com a coordenação executiva

Leia mais

INTRODUÇÃO. Sobre o Sou da Paz: Sobre os Festivais Esportivos:

INTRODUÇÃO. Sobre o Sou da Paz: Sobre os Festivais Esportivos: 1 INTRODUÇÃO Sobre o Sou da Paz: O Sou da Paz é uma organização que há mais de 10 anos trabalha para a prevenção da violência e promoção da cultura de paz no Brasil, atuando nas seguintes áreas complementares:

Leia mais

III FOMENTA Nacional (2010) e efeitos do evento

III FOMENTA Nacional (2010) e efeitos do evento Pesquisa Sebrae: Empresários participantes do III FOMENTA Nacional (2010) e efeitos do evento Brasília, Novembro 2012 * *Conhecer o perfil das empresas participantes do III Fomenta Nacional; *Investigar

Leia mais

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Já passou a época em que o pedagogo ocupava-se somente da educação infantil. A pedagogia hoje dispõe de uma vasta

Leia mais

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PROPOSTA DE AÇÃO Criar um fórum permanente onde representantes dos vários segmentos do poder público e da sociedade civil atuem juntos em busca de uma educação

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL Trabalho apresentado no III ENECULT Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura, realizado entre os dias 23 a 25 de maio de 2007, na Faculdade de Comunicação/UFBa, Salvador-Bahia-Brasil. METODOLOGIA

Leia mais

Desde a criação do programa, a New Age implementou e tem monitorado diversas ações com foco ambiental, social e econômico.

Desde a criação do programa, a New Age implementou e tem monitorado diversas ações com foco ambiental, social e econômico. Faz parte da vontade da diretoria da New Age contribuir socialmente para um mundo melhor, mais justo e sustentável. Acreditamos que através da educação e com a experiência que temos, transportando tantos

Leia mais

Está vedada a participação das empresas e instituições que tenham sido vencedoras regionais e nacionais no Prêmio FINEP de Inovação 2009.

Está vedada a participação das empresas e instituições que tenham sido vencedoras regionais e nacionais no Prêmio FINEP de Inovação 2009. Regulamento O Prêmio FINEP de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, Instituições Científicas e Tecnológicas - ICTs e inventores brasileiros, desenvolvidos

Leia mais

Rumo à Cidade Sustentável: promovendo a sustentabilidade urbana e a qualidade de vida na produção da Habitação de Interesse Social.

Rumo à Cidade Sustentável: promovendo a sustentabilidade urbana e a qualidade de vida na produção da Habitação de Interesse Social. Rumo à Cidade Sustentável: promovendo a sustentabilidade urbana e a qualidade de vida na produção da Habitação de Interesse Social. Júnia Santa Rosa Secretaria Nacional de Habitação Ministério das Cidades

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS CONSELHO DE ALTOS ESTUDOS E AVALIAÇÃO TECNOLÓGICA GRUPO DE ESTUDOS SOBRE A CAPACITAÇÃO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEBRAE

CÂMARA DOS DEPUTADOS CONSELHO DE ALTOS ESTUDOS E AVALIAÇÃO TECNOLÓGICA GRUPO DE ESTUDOS SOBRE A CAPACITAÇÃO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEBRAE CÂMARA DOS DEPUTADOS CONSELHO DE ALTOS ESTUDOS E AVALIAÇÃO TECNOLÓGICA GRUPO DE ESTUDOS SOBRE A CAPACITAÇÃO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEBRAE Brasília, 18 de maio de 2010. MPE? Conceituação Brasil REPRESENTATIVIDADE

Leia mais

CRIAÇÃO DA DISCIPLINA SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL NO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

CRIAÇÃO DA DISCIPLINA SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL NO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL CRIAÇÃO DA DISCIPLINA SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL NO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Elias S. Assayag eassayag@internext.com.br Universidade do Amazonas, Departamento de Hidráulica e Saneamento da Faculdade

Leia mais

EDITAL DO CENTRO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE TERMO DE REFERÊNCIA Nº 03/2012 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 03/2012 TIPO: QUALIFICAÇÃO TÉCNICA

EDITAL DO CENTRO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE TERMO DE REFERÊNCIA Nº 03/2012 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 03/2012 TIPO: QUALIFICAÇÃO TÉCNICA EDITAL DO CENTRO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE TERMO DE REFERÊNCIA Nº 03/2012 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 03/2012 TIPO: QUALIFICAÇÃO TÉCNICA O Centro de Promoção da Saúde, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita

Leia mais

Programas 2013. Abril de 2013

Programas 2013. Abril de 2013 Programas 2013 Abril de 2013 A nova SUDENE -Lei Complementar n 125, de 03 de janeiro de 2007 -Decreto n 6.219/2007 Autarquia especial, administrativa e financeiramente autônoma,... vinculada ao Ministério

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 05/2014

EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 05/2014 EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 05/2014 O Instituto Aliança com o Adolescente, associação civil sem fins lucrativos e qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público OSCIP, MJ nº 08015.013735/2002-16,

Leia mais

Coordenação Técnica Agosto/2010. Iniciativa

Coordenação Técnica Agosto/2010. Iniciativa Coordenação Técnica Agosto/2010 Iniciativa FUNDAÇÃO ITAÚ SOCIAL NOSSA CAUSA O Itaú, por meio da Fundação Itaú Social, se dedica a formular, implantar e disseminar metodologias voltadas à melhoria de políticas

Leia mais