Política de Conformidade (Compliance) do Sistema CECRED

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Política de Conformidade (Compliance) do Sistema CECRED"

Transcrição

1 Aprovado por: Conselho de Administração Data aprovação reunião: 23/ SUMÁRIO Capítulo 1 Objetivo do documento... 2 Capítulo 2 Responsabilidades... 3 Capítulo 3 Glossário / Definições... 8 Capítulo 4 Regras... 8 Capítulo 5 Medidas Disciplinares / Penalidades Capítulo 6 Histórico de Revisões Página 1 de 12

2 Aprovado por: Conselho de Administração Data aprovação reunião: 23/ Capítulo 1 Objetivo do documento A Política de Conformidade (Compliance) estabelece princípios e diretrizes de conduta corporativa, para que todos os dirigentes, colaboradores e prestadores de serviços terceirizados desenvolvam suas atividades em convergência com as determinações legais, regulamentares, normativas e procedimentais, tanto externas quanto internas, além de disseminar a cultura e a prática de conformidade. Além desses aspectos, esta Política reflete o comprometimento com os padrões de integridade e valores éticos, assegurando o cumprimento da missão e visão, objetivando mitigar o risco de conformidade. Princípios Ética - Adotamos a ética como princípio nos negócios e nos relacionamentos com todas as partes interessadas, conforme previsto no Código de Conduta Ética. Integridade - Zelamos por uma atuação íntegra em todas as atividades que desempenhamos, sendo elemento-chave da nossa cultura cooperativista. Transparência - Consideramos que esta Política está fundamentada na transparência e publicidade das informações para o Sistema CECRED. Conformidade (Compliance) - Buscamos continuamente a aderência às leis do nosso país, as definidas pelo Banco Central do Brasil e as demais regulamentações internas aplicáveis ao modelo de negócio. Diretrizes a) Buscar a convergência entre esta Política e o planejamento estratégico do Sistema CECRED; Página 2 de 12

3 Aprovado por: Conselho de Administração Data aprovação reunião: 23/ b) Manter estrutura de conformidade compatível com a natureza, o porte, a complexidade, o perfil de risco e o modelo de negócio inerentes aos negócios, de forma a assegurar o efetivo gerenciamento do risco de conformidade; c) Gerenciar o risco de conformidade de forma integrada com os demais riscos incorridos pelo Sistema CECRED; d) Manter estrutura de conformidade segregada da atividade de auditoria interna; e) Assegurar uma gestão independente e autônoma das áreas de negócios, como função segregada, de modo a garantir isenção e evitar conflito de interesses em todas as suas atuações; f) Adotar ações educativas objetivando a disseminação e manutenção da cultura de conformidade para os dirigentes, colaboradores e prestadores de serviços terceirizados relevantes vinculados ao Sistema CECRED; g) Cientificar os prestadores de serviços terceirizados relevantes sobre a inclusão nos instrumentos contratuais relativos às suas obrigações e responsabilidades no cumprimento desta Política; h) Testar e avaliar a aderência ao arcabouço legal, à regulamentação infralegal, às recomendações do Banco Central do Brasil e ao Código de Conduta Ética do Sistema CECRED. Capítulo 2 Responsabilidades Cooperativa Central: Assembleia Geral Extraordinária: a) Aprovar a Política de Conformidade (Compliance). Conselho de Administração: Página 3 de 12

4 Aprovado por: Conselho de Administração Data aprovação reunião: 23/ a) Avaliar e aprovar a Política de Conformidade (Compliance), bem como as respectivas propostas de atualizações e/ou alterações; b) Cumprir e fazer cumprir a efetividade e a continuidade da aplicação desta Política, garantindo que medidas corretivas sejam tomadas quando falhas de conformidade forem identificadas; c) Assegurar a comunicação desta Política a todos os colaboradores e prestadores de serviços terceirizados relevantes, bem como disseminar padrões de integridade e conduta ética como parte da cultura. Conselho Fiscal: a) Averiguar e fiscalizar o cumprimento da aplicação desta Política pelo Conselho de Administração e pela Diretoria Executiva das. Comitê de Controle, Risco e Auditoria: a) Avaliar e deliberar mensalmente com a participação mínima do Diretor de Riscos e Controladoria e da Gerente de Supervisão, Controle Interno e Compliance da Cooperativa Central, os quais representam a função de conformidade, acerca de possíveis não conformidades; b) Avaliar a efetividade das auditorias cooperativa e externa, inclusive quanto à verificação das determinações legais, regulamentares, normativas e procedimentais aplicáveis ao Sistema CECRED; c) Analisar os relatórios, bem como as recomendações das auditorias cooperativa e externa, mediante parecer do Diretor de Riscos e Controladoria, solicitando as Cooperativas Central e Filiadas, providências necessárias à mitigação de riscos e correção de não conformidades e processos; Página 4 de 12

5 Aprovado por: Conselho de Administração Data aprovação reunião: 23/ d) Avaliar a efetividade do sistema de controle interno, com evidenciação das deficiências detectadas; e) Acompanhar a exposição aos riscos incorridos pelo Sistema CECRED e reportar ao Conselho de Administração da Cooperativa Central, fatos relevantes, bem como ocorrências que comprometam o apetite a risco definido; f) Recomendar aos Conselhos de Administração e Fiscal e à Diretoria Executiva da Cooperativa Central a correção ou aprimoramento de políticas, normas operacionais e procedimentos identificados no âmbito de suas competências; g) Recomendar ao Conselho de Administração da Cooperativa Central a aplicação de advertências ou multas às áreas da Cooperativa Central e às Cooperativas Filiadas que não estejam cumprindo as determinações legais, regulamentares, normativas e procedimentais aplicáveis ao Sistema CECRED. Diretoria Executiva: a) Elaborar e propor ao Conselho de Administração alterações que julgar necessárias nesta Política; b) Responder pelo cumprimento desta Política, além de manter o Conselho de Administração informado acerca dos procedimentos adotados. Diretor de Riscos e Controladoria: a) Zelar e responder pelo acompanhamento e supervisão desta Política em atendimento à regulamentação vigente, adotando as medidas cabíveis para as não conformidades; b) Revisar esta Política e propor à Diretoria Executiva as alterações, a fim de mantê-la atualizada; c) Gerenciar a estrutura de Compliance, Controles Internos e Gestão de Risco Operacional da Cooperativa Central, bem como supervisionar a estrutura de Controles Internos e Riscos Página 5 de 12

6 Aprovado por: Conselho de Administração Data aprovação reunião: 23/ das Cooperativas Filiadas, objetivando integrar a visão de riscos e assegurar o cumprimento desta Política; d) Coordenar de forma integrada as atividades relativas à função de conformidade com funções de gerenciamento de riscos, controles internos e auditoria interna; e) Testar e avaliar conjuntamente com as áreas de Supervisão e Controle da Cooperativa Central, a aderência ao arcabouço legal, a regulamentação infralegal e as recomendações do Banco Central do Brasil, bem como ao Código de Conduta Ética do Sistema CECRED e demais processos internos instituídos e desempenhados pelas áreas de negócios das relacionados à conformidade; f) Manter canal de comunicação com o Comitê de Controle, Risco e Auditoria, Diretoria Executiva e o Conselho de Administração da Cooperativa Central, conjuntamente com as áreas de Supervisão e Controle da Cooperativa Central, para o reporte dos resultados decorrentes das atividades relacionadas à função de conformidade, de possíveis irregularidades ou falhas identificadas; g) Prestar suporte ao Conselho de Administração e à Diretoria Executiva da Cooperativa Central a respeito da observância e da correta aplicação dos testes e avaliações acima descritos, inclusive mantendo-os informados sobre as atualizações relevantes em relação a tais itens; h) Desenvolver capacitação a todos os dirigentes, colaboradores e prestadores de serviços terceirizados relevantes, a fim de disseminar e manter a cultura de conformidade; i) Elaborar relatório com periodicidade mínima anual, contendo o sumário dos resultados das atividades relacionadas à função de conformidade, suas principais conclusões, recomendações e providências tomadas pela Alta Administração da Cooperativa Central; Página 6 de 12

7 Aprovado por: Conselho de Administração Data aprovação reunião: 23/ j) Revisar e acompanhar conjuntamente com o envolvimento das áreas de Controles Internos e Compliance, a solução dos pontos levantados no relatório de descumprimento de dispositivos legais e regulamentares elaborado pelas auditorias cooperativa e externa. Cooperativas Filiadas: Conselho de Administração: a) Cumprir e fazer cumprir no âmbito de sua Cooperativa, a aplicação das diretrizes descritas nesta Política pela Diretoria Executiva da Cooperativa. Conselho Fiscal: a) Averiguar e fiscalizar no âmbito de sua Cooperativa, o cumprimento da aplicação desta Política pela Diretoria Executiva e pelo Conselho de Administração da Cooperativa. Diretoria Executiva: a) Responder no âmbito de sua Cooperativa, pelo cumprimento desta Política, além de manter o Conselho de Administração informado acerca das diretrizes adotadas; b) Propor melhorias relativas à esta Política para o Diretor de Riscos e Controladoria da Cooperativa Central. Diretor de Riscos e Administrativo: a) Zelar e responder no âmbito de sua Cooperativa, pelo cumprimento desta Política, bem como pela implementação de melhores práticas relacionadas à conformidade; b) Gerenciar no âmbito de sua Cooperativa, a estrutura de Controles Internos e Riscos, visando assegurar o cumprimento desta Política. Página 7 de 12

8 Aprovado por: Conselho de Administração Data aprovação reunião: 23/ Capítulo 3 Glossário / Definições Compliance: Originado do verbo em inglês to comply, que significa executar, realizar o que lhe foi imposto, ou seja, Compliance é o dever de cumprir, estar em conformidade com as determinações legais, regulamentares, normativas e procedimentais, tanto externas quanto internas a fim de prevenir e favorecer a perenidade dos negócios. Risco de Conformidade: É definido como o risco de descumprimento de determinações legais, regulamentares, normativas e procedimentais, tanto externas quanto internas que possam causar sanções legais e/ou regulamentares, perdas financeiras, danos reputacionais e/ou imagem ao Sistema CECRED. Capítulo 4 Regras Seção 1 Fundamentação Legal a) Resolução nº 4.595, 28 de agosto de 27, do Conselho Monetário Nacional. Dispõe sobre a Política de Conformidade (Compliance) das instituições financeiras e demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil. Seção 2 Pilares Norteadores da Conformidade Visando garantir boas práticas de governança corporativa e adequada gestão da conformidade, o Sistema CECRED adota como premissa os pilares mínimos elencados abaixo: a) Suporte da alta administração; b) Leis e regulamentações aplicáveis; c) Plano anual de trabalhos e revisões do escopo de Compliance; d) Avaliação de riscos e controles; Página 8 de 12

9 Aprovado por: Conselho de Administração Data aprovação reunião: 23/ e) Elaboração, implementação, revisão e divulgação de políticas, normas operacionais e procedimentos; f) Comunicação e treinamento para desempenho adequado das atividades; g) Verificação do processo de homologação para contratação de prestadores de serviços terceirizados; h) Prevenção à perdas e fraudes; i) Canais de comunicação externos (Ouvidoria, SAC); j) Prevenção à lavagem de dinheiro e ao financiamento do terrorismo; k) Segurança da informação; l) Plano de continuidade de negócios (PCN); m) Código de conduta ética; n) Canal de denúncia e investigação; o) Auditoria cooperativa e externa. Com base nestes pilares é definido o escopo de atuação da função de conformidade no Sistema CECRED, os quais estão alinhados com as atribuições das áreas de negócios, com o objetivo de complementar os papéis e responsabilidades das principais linhas de defesa. Por linhas de defesa entende-se a definição de papéis e responsabilidades claras entre todas as áreas, a fim de evitar conflito de interesse, sobreposição de atividades e esforços na busca pelo atendimento da missão e visão. A estrutura de governança está sujeita à avaliação independente de auditoria cooperativa e externa, bem como do órgão regulador (Banco Central do Brasil). Página 9 de 12

10 Aprovado por: Conselho de Administração Data aprovação reunião: 23/ Seção 3 Posição na Estrutura Organizacional Cooperativa Central: A posição da unidade específica responsável pela função de conformidade, na Cooperativa Central, está constituída de acordo com o organograma destacado abaixo: Cooperativas Filiadas: A posição da unidade específica responsável pela função de conformidade, nas Cooperativas Filiadas, está constituída de acordo com o organograma destacado abaixo: Página 10 de 12

11 Aprovado por: Conselho de Administração Data aprovação reunião: 23/ Ambas as estruturas responsáveis pelas atividades relacionadas à função de conformidade possuem livre acesso às informações necessárias para o adequado exercício das suas atividades e cumprimento de seu plano de trabalho. Seção 4 Gerenciamento do Risco de Conformidade O gerenciamento do risco de conformidade no Sistema CECRED ocorre de forma integrada com os demais riscos incorridos, utilizando-se de uma metodologia própria que contempla as seguintes etapas: Identificação: a) Mapear continuamente os processos, visando identificar eventuais não conformidades que possam afetar os negócios e a reputação. Mensuração: a) Avaliar sistematicamente por meio de planos de ação e testes periódicos de conformidade a aderência quantitativa e qualitativa, a fim de reportar tempestivamente a alta administração eventuais falhas de não conformidades; b) Avaliar os riscos inerentes como parte do processo de implementação de novos produtos e serviços, assim como a compatibilidade destes com os procedimentos e controles já existentes, sob a ótica de prevenção. Monitoração / Mitigação: Página 11 de 12

12 Aprovado por: Conselho de Administração Data aprovação reunião: 23/ a) Adotar periodicamente critérios e mecanismos de controle de forma disciplinada, planejada e documentada, de modo a permitir o acompanhamento da exposição a riscos, estabelecendo planos de trabalho e ações para mitigá-los e/ou reduzir seu impacto ao Sistema CECRED. Seção 5 Relatório de Conformidade A Gerência de Supervisão, Controle Interno e Compliance é a responsável pela elaboração, com periodicidade mínima anual, do Relatório de Conformidade, o qual deverá contemplar no mínimo, os seguintes requisitos: a) O sumário dos resultados das atividades relacionadas à função de conformidade; b) Suas principais conclusões, recomendações e providências tomadas pela alta administração da Cooperativa Central. Os referidos relatórios, bem como todos os demais documentos relacionados à esta Política, permanecerão à disposição do Banco Central do Brasil pelo prazo mínimo de 5 (cinco) anos. Capítulo 5 Medidas Disciplinares / Penalidades O cumprimento das diretrizes previstas nesta Política será monitorado e fiscalizado periodicamente pela estrutura de Supervisão e Controle e, em casos de descumprimento, tal fato será encaminhado para deliberação no Comitê de Controle, Risco e Auditoria, bem como será contemplado no Relatório de Conformidade. Capítulo 6 Histórico de Revisões Versões Data Alterações Responsável 20/10/27 Elaboração do documento. Sandra Mara Taube Signorelli Página 12 de 12

Política de Compliance

Política de Compliance Política de Compliance Capítulo 1 Objetivo do documento A Política de Conformidade (Compliance) da cooperativa estabelece princípios e diretrizes de conduta corporativa, para que todos os dirigentes, empregados

Leia mais

Política de Conformidade (Compliance)

Política de Conformidade (Compliance) Política de Conformidade (Compliance) Versão 1.0 Elaborado em outubro de 2017 SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 3 2. CONCEITO DE COMPLIANCE... 3 3. DIRETRIZES... 3 4. ATRIBUIÇÕES DOS ÓRGÃOS ESTATUTÁRIOS... 4 4.1

Leia mais

Dispõe sobre a política de conformidade (compliance) das administradoras de consórcio e das instituições de pagamento.

Dispõe sobre a política de conformidade (compliance) das administradoras de consórcio e das instituições de pagamento. CIRCULAR BACEN Nº 3.865, DE 07.12.2017 Dispõe sobre a política de conformidade (compliance) das administradoras de consórcio e das instituições de pagamento. A Diretoria Colegiada do Banco Central do Brasil,

Leia mais

Instrução Normativa IN CO Política de Compliance da CIP

Instrução Normativa IN CO Política de Compliance da CIP Instrução Normativa IN CO011 2017 Política de Objetivo: Estabelecer as diretrizes que regem o funcionamento da estrutura de Compliance, em consonância com a Visão, a Missão, os Valores e Princípios da

Leia mais

POLÍTICA DE CONFORMIDADE

POLÍTICA DE CONFORMIDADE Sumário 1. OBJETIVO... 1 2. ABRANGÊNCIA... 1 3. DEFINIÇÕES... 1 3.1 Conformidade... 1 3.2 Estrutura Normativa Interna... 1 3.3 Programa de Integridade... 1 4. PRINCÍPIOS E DIRETRIZES... 1 4.1 Princípios

Leia mais

Políticas Corporativas

Políticas Corporativas 1 IDENTIFICAÇÃO Título: Restrições para Uso: POLÍTICA DE CONTROLES INTERNOS Acesso Controle Livre Reservado Confidencial Controlada Não Controlada Em Revisão 2 - RESPONSÁVEIS Etapa Área Responsável Cargo

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO, INTEGRIDADE, RISCOS E CONTROLES INTERNOS MGI MINAS GERAIS PARTICIPAÇÕES S.A.

POLÍTICA DE GESTÃO, INTEGRIDADE, RISCOS E CONTROLES INTERNOS MGI MINAS GERAIS PARTICIPAÇÕES S.A. POLÍTICA DE GESTÃO, INTEGRIDADE, RISCOS E CONTROLES INTERNOS MGI MINAS GERAIS PARTICIPAÇÕES S.A. 1 SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 3 2. ABRANGÊNCIA... 4 3. DEFINIÇÕES... 4 4. FUNDAMENTAÇÃO... 5 5. REVISÃO DESTA

Leia mais

Código: MSFC-P-004 Versão: 05 Emissão: 10/2011 Última Atualização em: 02/2016

Código: MSFC-P-004 Versão: 05 Emissão: 10/2011 Última Atualização em: 02/2016 Política de Controles Internos Código: MSFC-P-004 Versão: 05 Emissão: 10/2011 Última Atualização em: 02/2016 OBJETIVO Garantir a aplicação dos princípios e boas práticas da Governança Corporativa, e que

Leia mais

GERENCIAMENTO INTEGRADO DE RISCOS CORPORATIVOS, CONTROLES INTERNOS E COMPLIANCE. Histórico de Revisões. Elaboração do Documento.

GERENCIAMENTO INTEGRADO DE RISCOS CORPORATIVOS, CONTROLES INTERNOS E COMPLIANCE. Histórico de Revisões. Elaboração do Documento. Histórico de Revisões Versão: 01 Data de Revisão: Histórico: Elaboração do Documento. Índice I. Objetivo... 1 II. Abrangência... 1 III. Documentação Complementar... 1 IV. Conceitos e Siglas... 2 V. Responsabilidades...

Leia mais

Linhas de Defesa nas Cooperativas Auditoria Cooperativa. Desuc/Gsuc1/Disep/Cosep-03 Álvaro Luiz

Linhas de Defesa nas Cooperativas Auditoria Cooperativa. Desuc/Gsuc1/Disep/Cosep-03 Álvaro Luiz Linhas de Defesa nas Cooperativas Auditoria Cooperativa Desuc/Gsuc1/Disep/Cosep-03 Álvaro Luiz Cooperativas Independentes Auditoria Interna Modelo Anterior Cooperativas Filiadas Supervisão Auxiliar Auditoria

Leia mais

POLIÍTICA DE GERENCIAMENTO DO SISTEMA DE CONTROLES INTERNOS

POLIÍTICA DE GERENCIAMENTO DO SISTEMA DE CONTROLES INTERNOS Junho/2016. POLIÍTICA DE GERENCIAMENTO DO SISTEMA DE CONTROLES INTERNOS Versão: 01 Revisada: Compliance Aprovação: Mario Celso Coutinho de Souza Dias Presidente 30/06/2016 1 APRESENTAÇÃO O Banco Central

Leia mais

COMPANHIA RIOGRANDENSE DE SANEAMENTO A Vida Tratada Com Respeito

COMPANHIA RIOGRANDENSE DE SANEAMENTO A Vida Tratada Com Respeito FOLHA DE CONTROLE Título Política de Conformidade e Integridade Número de versão 1 Status Lançamento Autoria Superintendência de Controles Internos e Gestão de Riscos - SUCIR Pré-aprovação Diretoria Colegiada

Leia mais

POLÍTICA CORPORATIVA

POLÍTICA CORPORATIVA POLÍTICA CORPORATIVA POLÍTICA DE RISCO OPERACIONAL CÓDIGO: MINV-P-003 VERSÃO: 04 EMISSÃO: 03/2011 ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 10/2017 INDICE OBJETIVO... 2 ALCANCE... 2 VIGÊNCIA... 2 ÁREA GESTORA... 2 ÁREAS INTERVENIENTES...

Leia mais

POLÍTICA DE CONFORMIDADE (COMPLIANCE)

POLÍTICA DE CONFORMIDADE (COMPLIANCE) (COMPLIANCE) EXERCÍCIO 2017 (COMPLIANCE) 1. OBJETIVO A Política de Conformidade (Compliance) estabelece princípios, diretrizes e funções de conformidade em todos os níveis da CRECE, considerando estes

Leia mais

POLÍTICA DE CONFORMIDADE CORPORATIVA DA TRANSPETRO

POLÍTICA DE CONFORMIDADE CORPORATIVA DA TRANSPETRO POLÍTICA DE CONFORMIDADE CORPORATIVA DA TRANSPETRO SUMÁRIO 1. OBJETIVO 2. APLICAÇÃO E ABRANGÊNCIA 3. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA E COMPLEMENTARES 3.1. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 3.2. DOCUMENTOS COMPLEMENTARES

Leia mais

POLÍTICA INSTITUCIONAL DE CONFORMIDADE. Dezembro de 2018

POLÍTICA INSTITUCIONAL DE CONFORMIDADE. Dezembro de 2018 POLÍTICA INSTITUCIONAL DE CONFORMIDADE Dezembro de 2018 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DO RISCO DE CONFORMIDADE... 3 3. METODOLOGIA DE GERENCIAMENTO DO RISCO DE CONFORMIDADE...

Leia mais

CB.POL a. 1 / 7

CB.POL a. 1 / 7 CB.POL-.01 4 a. 1 / 7 1. CONTEÚDO DESTE DOCUMENTO Esta política estabelece diretrizes e responsabilidades para a implementação e manutenção do Sistema de Controles Internos integrado ao Gerenciamento de

Leia mais

Política Controles Internos

Política Controles Internos Política Controles 1. Objetivo Esta política estabelece diretrizes e responsabilidades para a implementação e manutenção do Sistema de Controles integrado ao Gerenciamento de Risco Operacional aplicável

Leia mais

MANUAL DE COMPLIANCE

MANUAL DE COMPLIANCE MANUAL DE COMPLIANCE (Resolução nº 4.595/BACEN, de 28/08/2017) Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Empregados do Banrisul SUMÁRIO: 1 DEFINIÇÃO... 2 2 OBJETIVO... 3 3 ESTRUTURA ORGANIZACIONAL...

Leia mais

MINASFAR AR COMÉRCIO, CIO, IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO DE MATERIAIS HOSPITALARES LTDA POLÍTICA DE COMPLIANCE

MINASFAR AR COMÉRCIO, CIO, IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO DE MATERIAIS HOSPITALARES LTDA POLÍTICA DE COMPLIANCE MINASFAR AR COMÉRCIO, CIO, IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO DE MATERIAIS HOSPITALARES LTDA POLÍTICA DE COMPLIANCE SUMÁRIO I Introdução...5 II O que é compliance...5 III Abrangência...6 IV Estrutura de compliance...6

Leia mais

REGULAMENTO DE AUDITORIA INTERNA. Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo Dos Empregados do Banrisul

REGULAMENTO DE AUDITORIA INTERNA. Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo Dos Empregados do Banrisul REGULAMENTO DE AUDITORIA INTERNA Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo Dos Empregados do Banrisul Sumário APRESENTAÇÃO...1 Objetivo da Auditoria Interna...2 Da Atividade da Auditoria Interna...2 Das

Leia mais

DOCUMENTO DE USO INTERNO 1

DOCUMENTO DE USO INTERNO 1 Política Data da última atualização Controles Internos 30.11.2017 Área Responsável Versão Compliance 07 1. Objetivo Estabelecer as diretrizes relacionadas aos controles internos, bem como a estrutura de

Leia mais

Risco de Liquidez. Um Investimentos S/A CTVM. Fev/2010 Atualização Set/ 13 Atualização Fev/14. Resolução nº 4090/12

Risco de Liquidez. Um Investimentos S/A CTVM. Fev/2010 Atualização Set/ 13 Atualização Fev/14. Resolução nº 4090/12 Risco de Liquidez Resolução nº 4090/12 Fev/2010 Atualização Set/ 13 Atualização Fev/14 Um Investimentos S/A CTVM Objetivo Estabelecer as diretrizes para o gerenciamento dos riscos de liquidez a assegurar

Leia mais

Dezembro de 2015 Versão 1.1. Código de Compliance

Dezembro de 2015 Versão 1.1. Código de Compliance Dezembro de 2015 Versão 1.1 Código de Compliance 1. Finalidade 2 2. Amplitude 2 3. Compliance 2 3.1. Definição de Compliance 2 3.2. Risco de Compliance 3 3.3. Atribuições da estrutura de compliance 3 3.4.

Leia mais

POLÍTICA DE GERENCIAMENTO DO RISCO DE LIQUIDEZ Junho de 2013

POLÍTICA DE GERENCIAMENTO DO RISCO DE LIQUIDEZ Junho de 2013 POLÍTICA DE GERENCIAMENTO DO RISCO DE LIQUIDEZ Junho de 2013 Elaboração: Gerencia de Riscos Revisão: Compliance Classificação do Documento: Público ÍNDICE 1. OBJETIVO E ABRANGÊNCIA... 3 2. DEFINIÇÕES...

Leia mais

ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE CAPITAL Resolução 3.988/2011. Área Responsável: Risco de Crédito e Capital Gerência de Capital

ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE CAPITAL Resolução 3.988/2011. Área Responsável: Risco de Crédito e Capital Gerência de Capital ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE CAPITAL Área Responsável: Risco de Crédito e Capital Gerência de Capital Sumário RELATÓRIO DE ACESSO PÚBLICO ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE CAPITAL... 3 1. INTRODUÇÃO... 3

Leia mais

Política de Controles Internos

Política de Controles Internos Política de Controles Internos Indice 1. OBJETIVO... 3 2. PÚBLICO ALVO E VIGÊNCIA... 3 3. REGULAMENTAÇÕES APLICÁVEIS... 3 4. DIRETRIZES... 3 4.1. FINALIDADE... 3 4.2. AMBIENTE DE CONTROLE... 3 4.3. AVALIAÇÃO

Leia mais

COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS

COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 3 2. LEGISLAÇÃO... 3 3. ABRAGÊNCIA... 4 4. DEFINIÇÕES... 4 4.1... 4 4.2 CONFORMIDADE... 5 4.3 INTEGRIDADE... 5 5. DIRETRIZES GERAIS... 5 6. RESPONSABILIDADES... 6 6.1 ADMINISTRAÇÃO/DIRETORIA...

Leia mais

Manual de Conformidade

Manual de Conformidade Manual de Conformidade Divisão de Conformidade BB Gestão de Recursos DTVM S.A. SUMÁRIO Introdução... 2 Definições... 3 1. Capítulo 1 - Segregação na Administração de Recursos de Terceiros... 4 2. Capítulo

Leia mais

MANUAL DE COMPLIANCE

MANUAL DE COMPLIANCE MQ.04 rev.00 Pagina 1 MANUAL DE COMPLIANCE MQ.04 rev.00 Pagina 2 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DEFINIÇÕES BÁSICAS E OBJETIVO DOS CONTROLES NOS PROCESSOS INTERNOS... 4 3. RESPONSABILIDADES E ATRIBUIÇÕES

Leia mais

MANUAL DE COMPLIANCE ASK GESTORA DE RECURSOS LTDA. Brasil Portugal - Angola

MANUAL DE COMPLIANCE ASK GESTORA DE RECURSOS LTDA. Brasil Portugal - Angola MANUAL DE COMPLIANCE DA ASK GESTORA DE RECURSOS LTDA. JUNHO DE 2016 ÍNDICE GERAL 1. INTRODUÇÃO... 3 2. AMPLITUDE... 3 3. COMPLIANCE... 3 4. ESTRUTURA DE COMPLIANCE DA GESTORA... 5 5. DISPOSIÇÕES GERAIS...

Leia mais

MANUAL DE COMPLIANCE REGRAS, PROCEDIMENTOS E CONTROLES INTERNOS

MANUAL DE COMPLIANCE REGRAS, PROCEDIMENTOS E CONTROLES INTERNOS MANUAL DE COMPLIANCE REGRAS, PROCEDIMENTOS E CONTROLES INTERNOS PETRA ASSET GESTÃO DE INVESTIMENTOS LTDA PETRA CAPITAL GESTÃO DE INVESTIMENTOS LTDA Publicação 30/06/2016 - versão 003 Propriedade das Gestoras

Leia mais

Política de Controles Internos

Política de Controles Internos Política de Controles Internos JURISDIÇÃO GEOGRÁFICA AND BAH BRA ESP USA ISR LUX MEX MON PAN SUI URU X A informação contida neste documento é de uso interno e propriedade do Grupo Andbank sendo proibida

Leia mais

Política de Compliance

Política de Compliance Política de Compliance Junho 2017 POLÍTICA DE COMPLIANCE 1. OBJETIVO Esta Política estabelece princípios, diretrizes e funções de compliance em todos os níveis da FALCONI Consultores de Resultados, bem

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Política de Responsabilidade Socioambiental Sumário 1. OBJETIVOS... 3 2. PRINCÍPIOS... 3 3. DIRETRIZES... 4 4. GOVERNANÇA CORPORATIVA... 5 4.1. Diretor Executivo... 5 4.2. Departamento de Crédito e Risco...

Leia mais

POLÍTICA CORPORATIVA DE PREVENÇÃO E COMBATE AO FINANCIAMENTO DO TERRORISMO, À LAVAGEM E À OCULTAÇÃO DE BENS, DIREITOS E VALORES

POLÍTICA CORPORATIVA DE PREVENÇÃO E COMBATE AO FINANCIAMENTO DO TERRORISMO, À LAVAGEM E À OCULTAÇÃO DE BENS, DIREITOS E VALORES POLÍTICA CORPORATIVA DE PREVENÇÃO E COMBATE AO FINANCIAMENTO DO TERRORISMO, À LAVAGEM E À OCULTAÇÃO DE BENS, DIREITOS E VALORES 13/5/2016 Informação Pública ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 3 2 ESCOPO... 3 3 APLICABILIDADE...

Leia mais

REGRAS, PROCEDIMENTOS E CONTROLES INTERNOS

REGRAS, PROCEDIMENTOS E CONTROLES INTERNOS Junho/2016. REGRAS, PROCEDIMENTOS E CONTROLES INTERNOS Versão: 01 Revisada: Compliance Aprovação: Mario Celso Coutinho de Souza Dias Presidente 30/06/2016 Em atendimento ao disposto no art. 19 da ICVM

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 4.588, DE 29 DE JUNHO DE 2017 CAPÍTULO I DO OBJETO E DO ÂMBITO DE APLICAÇÃO

RESOLUÇÃO Nº 4.588, DE 29 DE JUNHO DE 2017 CAPÍTULO I DO OBJETO E DO ÂMBITO DE APLICAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 4.588, DE 29 DE JUNHO DE 2017 Dispõe sobre a atividade de auditoria interna nas instituições financeiras e demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil. O Banco

Leia mais

POLÍTICA DE COMPLIANCE

POLÍTICA DE COMPLIANCE POLÍTICA DE COMPLIANCE SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 1 2. APLICAÇÃO... 2 3. DEFINIÇÕES... 2 4. DO PROGRAMA DE INTEGRIDADE MRV... 2 5. ESTRUTURA DA ÁREA DE COMPLIANCE... 3 5.1. Funções da Área de Compliance...

Leia mais

POLÍTICA RELACIONAMENTO COM CIENTES E USUÁRIOS

POLÍTICA RELACIONAMENTO COM CIENTES E USUÁRIOS Pág.: 1 / 5 POLÍTICA RELACIONAMENTO COM CIENTES E USUÁRIOS REVISÃO PÁGINAS ÁREA DESCRIÇÃO DA ALTERAÇÃO Nº DATA ALTERADAS RESPONSÁVEL 01 06/08/17 - Ouvidoria Criação Esta Política será revisada a cada 12

Leia mais

Política de Gerenciamento de Riscos dos Fundos e Carteiras Geridos pelo Sicredi

Política de Gerenciamento de Riscos dos Fundos e Carteiras Geridos pelo Sicredi Política de ÍNDICE 1. OBJETIVO... 3 2. DEFINIÇÕES... 3 2.1 Fatores de Risco Relevantes... 3 2.1.1 Risco de Mercado... 3 2.1.2 Risco de Liquidez... 4 2.1.3 Risco de Crédito e Contraparte... 4 2.1.4 Risco

Leia mais

ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE RISCO OPERACIONAL

ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE RISCO OPERACIONAL ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE RISCO OPERACIONAL A Um Investimentos S/A CTVM atendendo às disposições da Resolução CMN 3.380/06 demonstra através deste relatório a sua estrutura do gerenciamento de risco

Leia mais

MANUAL DE INTEGRIDADE

MANUAL DE INTEGRIDADE MANUAL DE Controle de alterações Revisão Data Local da Revisão Descrição 1 - Emissão inicial Lista de Distribuição Diretoria Executiva Diretoria de Integridade Diretores das áreas Gestores de Integridade

Leia mais

ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE RISCO OPERACIONAL

ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE RISCO OPERACIONAL ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE RISCO OPERACIONAL A Um Investimentos S.A. CTVM atendendo às disposições da Resolução CMN nº 4.557/17 demonstra através deste relatório a sua estrutura do gerenciamento de

Leia mais

POLÍTICA CONTROLES INTERNOS E CONFORMIDADE SICOOB COCRED COOPERATIVA DE CRÉDITO

POLÍTICA CONTROLES INTERNOS E CONFORMIDADE SICOOB COCRED COOPERATIVA DE CRÉDITO 1 POLÍTICA CONTROLES INTERNOS E CONFORMIDADE SICOOB COCRED COOPERATIVA DE CRÉDITO 1. APRESENTAÇÃO Esta Política estabelece diretrizes de monitoramento do Sistema de Controles Internos e Conformidade da

Leia mais

Política de Gerenciamento de Risco Operacional Maio 2018

Política de Gerenciamento de Risco Operacional Maio 2018 Política de Gerenciamento de Risco Operacional Maio 2018 Elaboração: Risco Aprovação: COMEX Classificação do Documento: Público ÍNDICE 1. OBJETIVO... 3 2. ABRANGÊNCIA... 3 3. DEFINIÇÕES... 3 4. RESPONSABILIDADES...

Leia mais

Instrução Normativa IN CO Política de Conformidade da CIP

Instrução Normativa IN CO Política de Conformidade da CIP Instrução Normativa IN CO011 2017 Política de Objetivo: Formalizar as diretrizes da função de Compliance da CIP, em consonância com a Visão, a Missão, os Valores e Princípios da CIP. Autor do documento:

Leia mais

1. OBJETIVO APLICAÇÃO REFERÊNCIA DIRETRIZES... 3

1. OBJETIVO APLICAÇÃO REFERÊNCIA DIRETRIZES... 3 DE COMPLIANCE Este documento é válido para as seguintes empresas BS2: ADIQ, Asset, Banco, DTVM e Tech Elaboração THAIZA CAROLINA BATISTA LOPES CANÇADO Superintendência de Compliance Aprovação JULIANA PENTAGNA

Leia mais

UNITY CAPITAL GESTORA DE INVESTIMENTOS LTDA. POLÍTICA DE CONTROLES INTERNOS FEVEREIRO / 2019 VERSÃO 2.0

UNITY CAPITAL GESTORA DE INVESTIMENTOS LTDA. POLÍTICA DE CONTROLES INTERNOS FEVEREIRO / 2019 VERSÃO 2.0 UNITY CAPITAL GESTORA DE INVESTIMENTOS LTDA. POLÍTICA DE CONTROLES INTERNOS FEVEREIRO / 2019 VERSÃO 2.0 SUMÁRIO 1.1 Objetivo e Abrangência... 3 2.1 Princípios Norteadores... 4 3.1 Diretrizes... 4 4.1 Responsabilidades...

Leia mais

Polı tica de Compliance

Polı tica de Compliance + Versão: I Data da Publicação: 08/04/2016 Data da Vigência: Publicação Última revisão: janeiro 2018 Polı tica de Compliance 1. Objetivo: A Política objetiva formalizar os procedimentos para gerenciamento

Leia mais

SOCIOAMBIENTAL CODIGO POL-0001

SOCIOAMBIENTAL CODIGO POL-0001 SOCIOAMBIENTAL 2/8 SUMÁRIO PARTE I - IDENTIFICAÇÃO 3 1. OBJETIVO 3 2. ABRANGÊNCIA 3 3. ALÇADA DE APROVAÇÃO 3 4. RESUMO DA REVISÃO 3 5. GLOSSÁRIO 3 PARTE II CONTEÚDO 5 1. INTRODUÇÃO 5 2. DIRETRIZES 5 3/8

Leia mais

Polı tica de Compliance

Polı tica de Compliance + Versão: I Data da Publicação: 08/04/2016 Data da Vigência: Publicação Polı tica de Compliance 1. Objetivo: A Política objetiva formalizar os procedimentos para gerenciamento do Risco de Compliance. 2.

Leia mais

ADAMCAPITAL GESTÃO DE RECURSOS LTDA. POLÍTICA DE CONTROLES INTERNOS

ADAMCAPITAL GESTÃO DE RECURSOS LTDA. POLÍTICA DE CONTROLES INTERNOS ADAMCAPITAL GESTÃO DE RECURSOS LTDA. POLÍTICA DE CONTROLES INTERNOS Data de Aprovação: 27.12.2017 Versão: 1.2 ÍNDICE 1. Objetivo... 3 2. Abrangência... 3 3. Princípios Norteadores... 3 4. Diretrizes...

Leia mais

RELATÓRIO DA ESTRUTURA DO GERENCIAMENTO RISCO OPERACIONAL

RELATÓRIO DA ESTRUTURA DO GERENCIAMENTO RISCO OPERACIONAL RELATÓRIO DA ESTRUTURA DO GERENCIAMENTO RISCO OPERACIONAL EXERCÍCIO 2015 A Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Empregados, Aposentados e Pensionistas da Companhia Estadual de Energia Elétrica e

Leia mais

Política Gerenciamento de Riscos dos Fundos e Carteiras Geridos pelo Sicredi

Política Gerenciamento de Riscos dos Fundos e Carteiras Geridos pelo Sicredi Política Área Risco de Mercado, Liquidez e Alocação de Capital Período de Vigência De: 26/11/2018 Até: Indeterminado ÍNDICE 1. OBJETIVO... 3 2. DEFINIÇÕES... 3 2.1 Fatores de Risco Relevantes... 3 2.1.1

Leia mais

Descrição da Estrutura de Gerenciamento Risco Operacional -

Descrição da Estrutura de Gerenciamento Risco Operacional - Descrição da Estrutura de Gerenciamento 2017 - Risco Operacional - Sumário: 1. Introdução... 3 2. Objetivo... 3 3. Diretrizes e Gestão... 4 3.1 Qualitativo:... 4 3.2 Quantitativo... 6 4. Atribuições e

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL DO SISTEMA CREDISIS

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL DO SISTEMA CREDISIS P R S A POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL DO SISTEMA CREDISIS Versão: Março/2018 SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 3 2. DIRETRIZES... 3 3. ABRANGÊNCIA... 3 4.

Leia mais

Política de Compliance

Política de Compliance Política de Compliance 1 Objetivo O objetivo desta Política é estabelecer diretrizes e procedimentos que assegurem o cumprimento das normas de Compliance definidas pelo Grupo VEOLIA e, que essas normas

Leia mais

POLÍTICA DE COMPLIANCE E CONTROLES INTERNOS SUMÁRIO

POLÍTICA DE COMPLIANCE E CONTROLES INTERNOS SUMÁRIO POLÍTICA DE COMPLIANCE E CONTROLES INTERNOS SUMÁRIO I - Objetivo... 2 II - Público Alvo... 2 III - Responsabilidades dos Envolvidos... 2 3.1. Responsabilidades da Administração... 2 3.2. Responsabilidades

Leia mais

ITAÚ UNIBANCO HOLDING S.A.

ITAÚ UNIBANCO HOLDING S.A. ITAÚ UNIBANCO HOLDING S.A. CNPJ 60.872.504/0001-23 Companhia Aberta NIRE 35300010230 RELATÓRIO DE ACESSO PÚBLICO GESTÃO INTEGRADA DE RISCO OPERACIONAL, CONTROLES INTERNOS E COMPLIANCE Objetivo Este documento

Leia mais

SOCIOAMBIENTAL VERSÃO 01 CÓDIGO PC-016. As informações contidas neste documento são de propriedade do C6 Bank

SOCIOAMBIENTAL VERSÃO 01 CÓDIGO PC-016. As informações contidas neste documento são de propriedade do C6 Bank SOCIOAMBIENTAL VERSÃO 01 CÓDIGO PC-016 06.07.2018 As informações contidas neste documento são de propriedade do C6 Bank SUMÁRIO PARTE I - IDENTIFICAÇÃO 2 1. OBJETIVO 2 2. ABRANGÊNCIA 2 3. ALÇADA DE APROVAÇÃO

Leia mais

Estrutura de Gerenciamento de Riscos e de Capital ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS E DE CAPITAL. Departamentos de Compliance e Gestão de Riscos 1

Estrutura de Gerenciamento de Riscos e de Capital ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS E DE CAPITAL. Departamentos de Compliance e Gestão de Riscos 1 ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS E DE CAPITAL Departamentos de Compliance e Gestão de Riscos 1 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. MODELO DE GOVERNANÇA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS E DE CAPITAL... 3 3. ESTRUTURA

Leia mais

Política de Compliance

Política de Compliance Política de Compliance SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO... 3 2- ABRANGÊNCIA... 3 3- OBJETIVO... 4 4- TERMOS E DEFINIÇÕES... 4 5- DIRETRIZES... 6 6- ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES... 8 7- DOCUMENTOS RELACIONADOS...

Leia mais

MANUAL DE COMPLIANCE REGRAS, PROCEDIMENTOS E CONTROLES INTERNOS

MANUAL DE COMPLIANCE REGRAS, PROCEDIMENTOS E CONTROLES INTERNOS MANUAL DE COMPLIANCE REGRAS, PROCEDIMENTOS E CONTROLES INTERNOS PETRA ASSET GESTÃO DE INVESTIMENTOS LTDA PETRA CAPITAL GESTÃO DE INVESTIMENTOS LTDA Publicação 19/06/2018 - versão 006 Propriedade das Gestoras

Leia mais

CONFORMIDADE (COMPLIANCE)

CONFORMIDADE (COMPLIANCE) CONFORMIDADE (COMPLIANCE) 1. OBJETIVO Zelar para que as instituições obtenham os níveis de Governança Corporativa adequados para suas operações, sendo instituições éticas e sustentáveis, bem como em consonância

Leia mais

POLÍTICA DE GERENCIAMENTO

POLÍTICA DE GERENCIAMENTO NORTE INVESTIMENTOS ADMINISTRADORA DE RECURSOS LTDA. POLÍTICA DE GERENCIAMENTO DE RISCO OPERACIONAL Versão 1.0 Vigência Agosto / 2016 Classificação das Informações [ X ] Uso Interno [ ] Uso Público Conteúdo

Leia mais

POLÍTICA CORPORATIVA DE PREVENÇÃO E COMBATE AO FINANCIAMENTO DO TERRORISMO, À LAVAGEM E À OCULTAÇÃO DE BENS, DIREITOS E VALORES

POLÍTICA CORPORATIVA DE PREVENÇÃO E COMBATE AO FINANCIAMENTO DO TERRORISMO, À LAVAGEM E À OCULTAÇÃO DE BENS, DIREITOS E VALORES POLÍTICA CORPORATIVA DE PREVENÇÃO E COMBATE AO FINANCIAMENTO DO TERRORISMO, À LAVAGEM E À OCULTAÇÃO DE BENS, DIREITOS E VALORES 11/08/2017 INFORMAÇÃO INTERNA SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 OBJETIVO... 3 3

Leia mais

PROGRAMA DE COMPLIANCE

PROGRAMA DE COMPLIANCE PROGRAMA DE COMPLIANCE VERSÃO 1.0 SETEMBRO/2016 1. NOME DO PROGRAMA Programa de Compliance criado em 30.09.2015 2. OBJETIVO Mitigar os riscos das operações e os negócios atuais e futuros, sempre em conformidade

Leia mais

MANUAL DE COMPLIANCE 20 e CONTROLES INTERNOS

MANUAL DE COMPLIANCE 20 e CONTROLES INTERNOS MANUAL DE COMPLIANCE 20 e CONTROLES INTERNOS 1. COMPLIANCE... 2 1.1. MISSÃO DE COMPLIANCE... 2 1.2. COMITÊ DE COMPLIANCE E CONTROLES INTERNOS... 3 2 - ORGANOGRAMA DE RISCO E COMPLIANCE... 5 3 FUNCIONAMENTO

Leia mais

DATA BASE: 31 de dezembro de (acesso público)

DATA BASE: 31 de dezembro de (acesso público) RELATÓRIO DE ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS DE MERCADO, OPERACIONAL, DE CRÉDITO E DE LIQUIDEZ DATA BASE: 31 de dezembro de 2017 (acesso público) SUMÁRIO RISCO DE MERCADO... 4 Gerenciamento do Risco

Leia mais

BM&FBOVESPA. Política de Controles Internos. Diretoria de Controles Internos, Compliance e Risco Corporativo. Última Revisão: março de 2013.

BM&FBOVESPA. Política de Controles Internos. Diretoria de Controles Internos, Compliance e Risco Corporativo. Última Revisão: março de 2013. BM&FBOVESPA Diretoria de Controles Internos, Compliance e Risco Corporativo Página 1 Última Revisão: março de 2013 Uso interno Índice 1. OBJETIVO... 3 2. ABRANGÊNCIA... 3 3. REFERÊNCIA... 3 4. CONCEITOS...

Leia mais

Companhia de Saneamento de Minas Gerais REGIMENTO INTERNO DA SUPERINTENDÊNCIA DE CONFORMIDADE E RISCOS DA COPASA MG

Companhia de Saneamento de Minas Gerais REGIMENTO INTERNO DA SUPERINTENDÊNCIA DE CONFORMIDADE E RISCOS DA COPASA MG Companhia de Saneamento de Minas Gerais REGIMENTO INTERNO DA SUPERINTENDÊNCIA DE CONFORMIDADE E DA COPASA MG Sumário Da Finalidade... 3 Da Estrutura... 3 Das Competências... 4 Do Orçamento Próprio... 5

Leia mais

POLÍTICA DE RISCO OPERACIONAL

POLÍTICA DE RISCO OPERACIONAL POLÍTICA DE RISCO OPERACIONAL 1. OBJETIVO A política de risco operacional, referida neste documento como POLÍTICA estabelece a estrutura de gerenciamento de risco operacional, por meio de diretrizes, papéis

Leia mais

POLÍTICA DE CONTROLES INTERNOS

POLÍTICA DE CONTROLES INTERNOS POLÍTICA DE CONTROLES INTERNOS JUNHO DE 2016 Sumário POLÍTICA DE CONTROLES INTERNOS... 3 1 Objetivo... 3 2 Abrangência... 3 3 Princípios Norteadores... 3 4 Diretrizes... 4 5 Responsabilidades... 4 6 Endereço

Leia mais

Programa de Integridade/ Compliance

Programa de Integridade/ Compliance Programa de Integridade/ Compliance Sumário Programa de Integridade... 3 Estrutura Organizacional... 4 Estrutura do Programa de Integridade... 6 1. Diretrizes Institucionais... 7 2. Governança Corporativa...

Leia mais

POLÍTICA PLD-FT POLÍTICA REVISÃO PÁGINAS ÁREA DESCRIÇÃO DA ALTERAÇÃO /09/15 - Compliance Criação da Política 02 06/06/16 - Compliance

POLÍTICA PLD-FT POLÍTICA REVISÃO PÁGINAS ÁREA DESCRIÇÃO DA ALTERAÇÃO /09/15 - Compliance Criação da Política 02 06/06/16 - Compliance Pág.: 1 / 5 POLÍTICA REVISÃO PÁGINAS ÁREA Nº DATA ALTERADAS RESPONSÁVEL DESCRIÇÃO DA ALTERAÇÃO 01 21/09/15 - Compliance Criação da Política 02 06/06/16 - Compliance Aprimoramento do monitoramento de operações

Leia mais

POLÍTICA DE CONTROLES INTERNOS

POLÍTICA DE CONTROLES INTERNOS POLÍTICA DE CONTROLES INTERNOS Atualização Junho de 2016 Índice POLITICA DE CONTROLES INTERNOS... 3 Objetivo... 3 Abrangência... 3 Princípios Norteadores... 3 Diretrizes... 4 Responsabilidades... 4 Vigência

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL 1. OBJETIVO Definir diretrizes e responsabilidades para ações que possam mitigar os riscos econômicos, sociais e ambientais relacionados às atividades praticadas

Leia mais

BONSUCESSO ASSET ADMINISTRADORA DE RECURSOS LTDA

BONSUCESSO ASSET ADMINISTRADORA DE RECURSOS LTDA ELABORAÇÃO: APROVAÇÃO: COMPLIANCE JULIANA PENTAGNA GUIMARÃES Diretoria da Sociedade LEANDRO SALIBA Diretoria da Sociedade INDICE 1. OBJETIVO... 2 2. APLICAÇÃO... 2 3. POLÍTICAS... 2 4. COMPETÊNCIAS...

Leia mais

POLÍTICA DE CONTROLES INTERNOS

POLÍTICA DE CONTROLES INTERNOS POLÍTICA DE CONTROLES INTERNOS Auctus Capital Gestão de Recursos Ltda. Março de 2018 Versão 1.0 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 PRINCÍPIOS NORTEADORES... 3 DIRETRIZES... 3 RESPONSABILIDADES... 4 DISPOSIÇÕES GERAIS...

Leia mais

Data de Publicação 23/02/2017. Prazo de Validade 23/02/2018. Política de Controles Internos e Risco Operacional

Data de Publicação 23/02/2017. Prazo de Validade 23/02/2018. Política de Controles Internos e Risco Operacional Política de Controles Internos e Risco Operacional Sumário 1. Objetivo... 3 2. Controle Internos... 3 3. Risco Operacional... 4 4. Estrutura de controles internos... 5 5. Papéis e Responsabilidades...

Leia mais

Descrição da Estrutura de Gerenciamento Risco Operacional -

Descrição da Estrutura de Gerenciamento Risco Operacional - Descrição da Estrutura de Gerenciamento 2016 - Risco Operacional - Sumário: 1. Introdução:... 3 2. Objetivo:... 3 3. Diretrizes e Gestão:... 4 3.1 Qualitativo:... 4 3.2 Quantitativo:... 6 4. Atribuições

Leia mais

COMISSÃO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA EM INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS IBGC

COMISSÃO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA EM INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS IBGC COMISSÃO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA EM INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS IBGC Política de Conformidade (Compliance) em Instituições Financeiras e uma reflexão da Resolução CMN 4.595 de 2017 Outubro de 2018 Redatores:

Leia mais

Política de Gestão de Riscos Operacionais. 14 de fevereiro

Política de Gestão de Riscos Operacionais. 14 de fevereiro Política de Gestão de Riscos Operacionais 14 de fevereiro 2017 Define os objetivos, as responsabilidades e as diretrizes que orientam a Gestão de Riscos Operacionais na Cetip S.A. Versão da Política: 1ª

Leia mais

Política de Controles Internos

Política de Controles Internos Política de Controles Internos Objetivo Formalizar o Sistema de Controles Internos da JOURNEY CAPITAL, garantindo o cumprimento da regulamentação sobre o exercício profissional de administração de carteiras

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS E CONTROLES INTERNOS - ORIGINAL ASSET MANAGEMENT

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS E CONTROLES INTERNOS - ORIGINAL ASSET MANAGEMENT POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS E CONTROLES INTERNOS - ORIGINAL ASSET MANAGEMENT Índice A) OBJETIVOS 3 B) APROVAÇÃO 3 C) ABRANGÊNCIA 3 D) DISPOSIÇÕES GERAIS 3 1. DEFINIÇÕES 3 2. ESTRUTURA DE CONTROLE E DIRETRIZES

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DEFINIÇÕES... 2 4. TIPOLOGIAS DE RISCO... 2 5. RESPONSABILIDADES... 3 5.1 CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO... 3 5.2 COMITÊ DE RISCOS

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS DO GRUPO MRV

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS DO GRUPO MRV POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS DO GRUPO MRV SUMÁRIO 1 Objetivo... 2 2 Abrangência... 2 3 Conceitos... 2 4 Tipologias de Risco... 3 5 Responsabilidades... 4 5.1 Conselho de Administração... 4 5.2 Comitê de

Leia mais

Política de compliance Versão: Jan 2015

Política de compliance Versão: Jan 2015 Política de compliance Versão: Jan 2015 Histórico A Cypress Associates Gestão e Participações pertence ao Grupo Cypress, cujo histórico nos últimos 10 anos foi se especializar em operações de Fusões &

Leia mais

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO DIRETRIZES DA POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO ÍNDICE 1. OBJETIVO... 2 2. APLICAÇÃO... 2 3. REFERÊNCIA... 2 4. CONCEITOS... 2 5. RESPONSABILIDADES... 3 6. PRINCÍPIOS E DIRETRIZES... 3 6.1. Disposições

Leia mais

Política de Compliance

Política de Compliance Política de Compliance Maio/2018 1. Apresentação da Política A tem como objetivo assegurar a adequação, o fortalecimento e o funcionamento eficiente do Sistema de Controles Internos da TAESA e suas subsidiárias

Leia mais

Estrutura de Gerenciamento de Riscos FRAM Capital Gestão de Ativos Ltda

Estrutura de Gerenciamento de Riscos FRAM Capital Gestão de Ativos Ltda Estrutura de Gerenciamento de Riscos FRAM Capital Gestão de Ativos Ltda Este documento foi desenvolvido e é atualizado pela área de Compliance da FRAM Capital Gestão de Ativos Ltda. As informações aqui

Leia mais