Sumário 1. Sistema Cardiovascular Sistema Respiratório Sistema Linfático e Hematopoético Sistema Digestório...

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sumário 1. Sistema Cardiovascular...1 2. Sistema Respiratório...27 3. Sistema Linfático e Hematopoético...57 4. Sistema Digestório..."

Transcrição

1 Sumário 1. Sistema Cardiovascular...1 Ivan Damjanov Histologia Normal 1 Aterosclerose 2 Doença Cardíaca Coronariana 2 Hipertensão 3 Doença Cardíaca Reumática 3 Infecções do Coração 4 Cardiomiopatia 5 Tumores do Coração 5 Vasculites 5 Tumores de Vasos Sanguíneos 6 2. Sistema Respiratório...27 Paul St. Romain, Rashna Madan, Ivan Damjanov Trato Respiratório Superior 27 Inflamações Sinonasais 27 Neoplasias Nasofaríngeas 28 Pulmões 28 Distúrbios Alveolares que Comprometem a Respiração 29 Infecções Broncopulmonares 30 Doenças Imunitarias Pulmonares 31 Doenças Pulmonares Intersticiais 32 Pneumoconioses 33 Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica 33 Neoplasias Pulmonares Sistema Linfático e Hematopoético...57 Da Zhang Sistema Linfático e Hematopoético Normal 57 Anemia 57 Anemia Microcítica Hipocrômica 58 Anemia Macrocítica 58 Anemia Causada por Anomalias Intrínsecas do Eritrócito 58 Anemia Causada por Falência de Medula Óssea 59 Anemia Hemolítica 59 Leucemia 59 Leucemia Mielóide Aguda 60 Leucemia/Linfoma Linfoblástica(o) Aguda(o) 60 Leucemia Mielóide Crônica 60 Leucemia Linfocítica Crônica 60 Linfoma 61 Linfoma de Hodgkin Sistema Digestório...83 Rashna Madan Esôfago 83 Anormalidades do Desenvolvimento 83 Condições Inflamatórias e Infecciosas 83 Condições Pré-neoplásicas e Neoplasias 84

2 xiv / ATLAS DE HISTOPATOLOGIA Estômago 85 Anormalidades do Desenvolvimento 86 Condições Inflamatórias/Infecciosas (Gastrites) e Gastropatias 86 Pólipos e Neoplasias 88 Intestino Delgado 90 Anormalidades do Desenvolvimento 90 Condições Inflamatórias e Infecciosas 91 Pólipos e Neoplasias 91 Cólon 92 Anormalidades do Desenvolvimento 92 Condições Inflamatórias e Infecciosas 92 Pólipos e Neoplasias 94 Apêndice 96 Condições Inflamatórias e Infecciosas 96 Neoplasias Sistema Hepatobiliar Maura O Neil Fígado 139 Doenças Inflamatórias 139 Desordens Metabólicas 141 Cirrose 141 Neoplasias 142 Vesícula Biliar 142 Inflamações 143 Neoplasias Pâncreas Rashna Madan, Ivan Damjanov Condições Congênitas e Herdadas 161 Doenças Inflamatórias 161 Neoplasias 162 Neoplasias do Pâncreas Exócrino 162 Neoplasias do Pâncreas Endócrino Sistema Urinário Da Zhang, Ivan Damjanov Histologia Normal 179 Visão Geral d Patologia 179 Distúrbios do Desenvolvimento 179 Doenças Glomerulares 180 Doenças Vasculares Renais 182 Doenças Infecciosas 182 Neoplasias Sistema Genital Masculino Ivan Damjanov Testículos 203 Distúrbios do Desenvolvimento 203 Infecções 203 Neoplasias 204 Próstata 205 Hiperplasia Prostática Benigna 205 Neoplasias 205 Pênis 206 Neoplasias 206

3 SUMÁRIO / xv 9. Sistema Reprodutivo Feminino Fang Fan Vulva, Vagina e Cérvix 219 Distúrbios não Neoplásicos de Epitélio Vulvar 219 Lesões não Neoplásicas da Cérvix 220 Lesões Escamosas Intraepiteliais Relacionadas ao HPV 220 Carcinoma Invasivo de Células Escamosas 221 Adenocarcinoma de Colo Uterino (Cervical) 221 Doença de Paget da Vulva 221 Corpo Uterino 222 Endometrite 222 Hiperplasia Endometrial 222 Neoplasias Endometriais Epiteliais 223 Neoplasias Endometriais Estromais 223 Neoplasias de Musculatura Lisa 224 Carcinossarcomas 224 Tuba Uterina 225 Salpingite Aguda e Crônica 225 Gravidez Tubária 225 Carcinoma 225 Ovário 225 Cistos Não-Neoplásicos 226 Endometriose 226 Neoplasias de Superfície Epitelial-Estromal 226 Neoplasias de Células Germinativas 227 Neoplasias Estromais de Cordão Sexual 227 Neoplasias Malignas Secundárias 227 Alterações Relacionadas à Gravidez 228 Ovo Cego 228 Mola Hidatiforme 228 Coriocarcinoma Mama Fang Fan Mama Normal 259 Lesões Reativas e Inflamatórias 260 Alterações Fibrocísticas Não-Proliferativas 260 Adenose 260 Lesões Proliferativas Intraductais 260 Neoplasia Lobular 261 Lesões Fibroepiteliais 262 Lesões Papilares 262 Carcinoma de Mama Invasivo 263 Lesões de Mama Masculina Sistema Endócrino Paul St. Romain, Ivan Damjanov Pituitária 281 Neoplasias 281 Tireoide 282 Bócio 282 Tireoidite 282 Neoplasias 283

4 xvi / ATLAS DE HISTOPATOLOGIA Paratireoides 284 Hiperplasia 285 Adenoma 285 Suprarrenais 285 Insuficiência Aguda de Suprarrenais 285 Insuficiência Crônica de Suprarrenais 286 Hiperplasia de Córtex de Suprarrenais 286 Adenoma de Córtex de Suprarrenais 286 Carcinoma de Córtex de Suprarrenais 286 Feocromocitoma 286 Neuroblastoma A Pele Garth Fraga Genodermatoses 307 Dermatoses Inflamatórias 307 Dermatites Espongióticas 307 Dermatite Psoriasiforme 308 Dermatite de Interface 308 Distúrbios do Folículo Piloso 308 Dermatites Perivasculares 309 Dermatite Granulomatosa 309 Dermatites Vesículobolhosas / Bolhosas 309 Infecções e Infestações 310 Infecções Bacterianas 310 Infecções Virais 310 Infecções Fúngicas 311 Artrópodes 311 Neoplasias 311 Neoplasias Epidérmicas 311 Neoplasias Melanocíticas 312 Neoplasias Mesenquimais 313 Neoplasias Hematolinfoides Ossos, Articulações e Partes Moles Katie L Dennis, Fang Fan Ossos 343 Desordens do Desenvolvimento 343 Desordens Metabólicas 344 Inflamação 345 Neoplasias e Lesões Relacionadas 345 Articulações 347 Osteoartrites 347 Artrite Reumática 347 Gota 347 Sinovite Pigmentada Vilonodular 347 Tumores de Partes Moles 348 Tumores de Tecido Adiposo 348 Tumores de Tecido Fibroso 349 Tumores de Musculatura Esquelética 349 Tumores de Histogênese Incerta 349

5 SUMÁRIO / xvii 14. Musculatura Esquelética Ivan Damjanov Doenças Musculares Neurogênicas 370 Doenças Musculares Genéticas 370 Rabdomiólise Sistema Nervoso Central Paul St. Romain, Ivan Damjanov Sistema Nervoso Central Normal 381 Reações Celulares à Injúria 381 Lesão Neuronal 381 Reação Glial à Agressão 382 Doenças Cerebrovasculares 382 Isquemia Cerebral 382 Doenças Infecciosas 383 Meningite 383 Encefalite 383 Panencefalite Subaguda Esclerosante 384 Encefalopatia da AIDS 384 Encefalopatias Espongiformes 384 Doenças Desmielinizantes 384 Esclerose Múltipla 384 Doenças Neurodegenerativas 384 Doença de Alzheimer 385 Doença de Parkinson 385 Esclerose Lateral Amiotrófica 385 Degeneração Subaguda Combinada da Medula Espinal 385 Neoplasias 385 Tumores Astrocíticos 386 Oligodendroglioma 386 Ependimoma 386 Meduloblastoma 386 Meningioma 386 Schwannoma 387 Hemangioblastoma 387 Tumores Metastáticos 387 Apêndice da Edição em Português Índice...411

6

Apudoma TABELAS DE PROCEDIMENTOS POR NEOPLASIA E LOCALIZAÇÃO. PROCED. DESCRIÇÃO QT CID At. Prof. Vr. TOTAL

Apudoma TABELAS DE PROCEDIMENTOS POR NEOPLASIA E LOCALIZAÇÃO. PROCED. DESCRIÇÃO QT CID At. Prof. Vr. TOTAL TABELAS DE PROCEDIMENTOS POR NEOPLASIA E LOCALIZAÇÃO Apudoma 0304020117 Quimioterapia paliativa de apudoma (doença loco-regional avançada, inoperável, metastática ou recidivada; alteração da função hepática;

Leia mais

COMENTÁRIOS SOBRE A CLASSIFICAÇÃO INTERNACIONAL DE DOENÇAS PARA ONCOLOGIA SEGUNDA EDIÇÃO (CID-O/2)

COMENTÁRIOS SOBRE A CLASSIFICAÇÃO INTERNACIONAL DE DOENÇAS PARA ONCOLOGIA SEGUNDA EDIÇÃO (CID-O/2) Anexo COMENTÁRIOS SOBRE A CLASSIFICAÇÃO INTERNACIONAL DE DOENÇAS PARA ONCOLOGIA SEGUNDA EDIÇÃO (CID-O/2) Os Registros Hospitalares de Câncer utilizam para codificar os tumores (topografia e histologia),

Leia mais

Patologia Geral. Adaptações Celulares. Carlos Cas4lho de Barros Augusto Schneider. h:p://wp.ufpel.edu.br/patogeralnutricao/

Patologia Geral. Adaptações Celulares. Carlos Cas4lho de Barros Augusto Schneider. h:p://wp.ufpel.edu.br/patogeralnutricao/ Patologia Geral Adaptações Celulares Carlos Cas4lho de Barros Augusto Schneider h:p://wp.ufpel.edu.br/patogeralnutricao/ Adaptações Celulares Alterações do: Volume celular aumento = hipertrofia - diminuição

Leia mais

PATOLOGIA DA MAMA. Ana Cristina Araújo Lemos

PATOLOGIA DA MAMA. Ana Cristina Araújo Lemos PATOLOGIA DA MAMA Ana Cristina Araújo Lemos Freqüência das alterações mamárias em material de biópsia Alteração fibrocística 40% Normal 30% Alterações benignas diversas 13% Câncer 10% Fibroadenoma

Leia mais

Infecções e inflamações do trato urinário, funçao sexual e reprodutiva Urologia Denny

Infecções e inflamações do trato urinário, funçao sexual e reprodutiva Urologia Denny DATA hora AULA PROGRAMADA Módulo PROFESSOR 25/10/2013 14:00-14:55 Abdome Agudo - inflamatório e obstrutivo Clínica Cirúrgica João Marcos 14:55-15:50 Abdome Agudo - perfurativo e vascular/hemorrágico Clínica

Leia mais

NEOPLASIAS DE ORIGEM MESENQUIMAL E NOMENCLATURA DAS NEOPLASIAS

NEOPLASIAS DE ORIGEM MESENQUIMAL E NOMENCLATURA DAS NEOPLASIAS NEOPLASIAS DE ORIGEM MESENQUIMAL E NOMENCLATURA DAS NEOPLASIAS Curso: Graduação em Odontologia 4 º e 5 º Períodos Disciplina: Patologia Oral http://lucinei.wikispaces.com Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira

Leia mais

Atresia... TRANSTORNOS DO CRESCIMENTO E DA DIFERENCIAÇÃO CELULAR. Agenesia, aplasia, atresia e hipoplasia

Atresia... TRANSTORNOS DO CRESCIMENTO E DA DIFERENCIAÇÃO CELULAR. Agenesia, aplasia, atresia e hipoplasia PATOLOGIA GERAL CRESCIMENTO E DIFERENCIAÇÃO CELULAR VETERINÁRIA INDISPENSÁVEIS PARA OS SERES VIVOS CRESCIMENTO - multiplicação celular formação normal dos organismos e reposição TRANSTORNOS DO CRESCIMENTO

Leia mais

Aulas teórica s PROFESSOR DATA HORA AULA PROGRAMADA MÓDULO. Sessão Avaliação ED Supervisão TOTAL

Aulas teórica s PROFESSOR DATA HORA AULA PROGRAMADA MÓDULO. Sessão Avaliação ED Supervisão TOTAL DATA HORA AULA PROGRAMADA MÓDULO PROFESSOR Aulas teórica s Amb. Sessão Avaliação ED Supervisão TOTAL 13:15 Abdome Agudo - inflamatório e obstrutivo Clínica Cirúrgica João Marcos 24/7/2015 Abdome Agudo

Leia mais

Componente Curricular: Patologia e Profilaxia Módulo I Profª Mônica I. Wingert Turma 101E TUMORES

Componente Curricular: Patologia e Profilaxia Módulo I Profª Mônica I. Wingert Turma 101E TUMORES TUMORES Tumores, também chamados de neoplasmas, ou neoplasias, são alterações celulares que provocam o aumento anormal dos tecidos corporais envolvidos. BENIGNO: são considerados benignos quando são bem

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI CAMPUS CENTRO OESTE Planilha de aulas - Internato em Cirurgia 1º semestre de 2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI CAMPUS CENTRO OESTE Planilha de aulas - Internato em Cirurgia 1º semestre de 2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI CAMPUS CENTRO OESTE Planilha de aulas - Internato em Cirurgia 1º semestre de 2015 DATA SALA HORA AULA PROGRAMADA MÓDULO PROFESSOR 6/2/2015 102. D 13:15-14:10 Tratamento

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS DE PALOTINA HOSPITAL VETERINÁRIO RELATÓRIO DE EXAME NECROSCÓPICO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS DE PALOTINA HOSPITAL VETERINÁRIO RELATÓRIO DE EXAME NECROSCÓPICO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS DE PALOTINA HOSPITAL VETERINÁRIO RELATÓRIO DE EXAME NECROSCÓPICO Identificação do animal Nome/número RG do HV Espécie: Raça: Idade: Sexo: Peso: Cor: Data e hora do

Leia mais

04/06/2012 INTRODUÇÃO À RAGIOLOGIA SIMPLES DO TÓRAX. Dante L. Escuissato RADIOGRAFIAS DO TÓRAX INCIDÊNCIAS: FRONTAL (PA) PERFIL TÓRAX

04/06/2012 INTRODUÇÃO À RAGIOLOGIA SIMPLES DO TÓRAX. Dante L. Escuissato RADIOGRAFIAS DO TÓRAX INCIDÊNCIAS: FRONTAL (PA) PERFIL TÓRAX INTRODUÇÃO À RAGIOLOGIA SIMPLES DO TÓRAX Dante L. Escuissato RADIOGRAFIAS DO TÓRAX INCIDÊNCIAS: FRONTAL (PA) PERFIL TÓRAX 1 RADIOGRAFIAS AS RADIOGRAFIAS APRESENTAM 4 DENSIDADES BÁSICAS: AR: traquéia, pulmões,

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS EDITAL

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS EDITAL UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS EDITAL A Universidade Estadual de Campinas torna pública a abertura de inscrições para o Processo Seletivo Público Sumário para admissão

Leia mais

Prof: Andreza Martins ADAPTAÇÃO CELULAR

Prof: Andreza Martins ADAPTAÇÃO CELULAR Prof: Andreza Martins ADAPTAÇÃO CELULAR ADAPTAÇÃO CELULAR Alteração do volume celular Hipertrofia Hipotrofia Alteração da taxa de divisão celular Hiperplasia Hipoplasia Alteração da diferenciação Metaplasia

Leia mais

Hermann Blumenau- Complexo Educacional Curso Técnico em Saúde Bucal. Patologia Bucal. Prof. Patrícia Cé

Hermann Blumenau- Complexo Educacional Curso Técnico em Saúde Bucal. Patologia Bucal. Prof. Patrícia Cé Hermann Blumenau- Complexo Educacional Curso Técnico em Saúde Bucal Patologia Bucal Prof. Patrícia Cé No organismo, verificam-se formas de crescimento celular controladas e não controladas. A hiperplasia,

Leia mais

NEOPLASIAS DE ORIGEM MESENQUIMAL

NEOPLASIAS DE ORIGEM MESENQUIMAL NEOPLASIAS DE ORIGEM MESENQUIMAL Curso: Odontologia 4 º e 5 º Períodos Disciplina: Patologia Oral http://lucinei.wikispaces.com Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira 2012 NEOPLASIAS NOMENCLATURA - O critério

Leia mais

Sistema Endócrino Sistema Endócrino Sistema Endócrino Sistema Endócrino Sistema Endócrino Sistema Endócrino Mensagem Química: Hormônios Os hormônios são substâncias químicas liberadas na corrente sanguínea

Leia mais

Temas para o Concurso de Residência Médica do Hospital Regional de Presidente Prudente I - Clínica Médica

Temas para o Concurso de Residência Médica do Hospital Regional de Presidente Prudente I - Clínica Médica Temas para o Concurso de Residência Médica do Hospital Regional de Presidente Prudente I - Clínica Médica 01 Demências; 02 Depressão; 03 Hipertensão Arterial Sistêmica Primária e Secundária; 04 Infecções

Leia mais

Fundamentos de oncologia. Você sabe o que é o câncer e como ele se desenvolve em nosso corpo?

Fundamentos de oncologia. Você sabe o que é o câncer e como ele se desenvolve em nosso corpo? BIOLOGIA Cláudio Góes Fundamentos de oncologia 1. Introdução Você sabe o que é o câncer e como ele se desenvolve em nosso corpo? Nesta unidade, você verá que o termo câncer refere-se a uma variedade de

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA - BACHARELADO

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA - BACHARELADO UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA - BACHARELADO EMENTAS DISCIPLINAS MATRIZ 3 1º AO 3º PERÍODO 1 º Período C.H. Teórica: 90 C.H. Prática: 90 C.H. Total: 180 Créditos: 10

Leia mais

www.saudedireta.com.br

www.saudedireta.com.br C00-D48 CAPÍTULO II : Neoplasmas (Tumores) C00.0 Lábio superior externo C00.1 Lábio inferior externo C00.2 Lábio externo, não especificado C00.3 Lábio superior, face interna C00.4 Lábio inferior, face

Leia mais

As principais causas de morte em Portugal de 1990-1999

As principais causas de morte em Portugal de 1990-1999 As principais causas de morte em Portugal de 199-1999 Observatório Nacional de Saúde. Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge Lisboa 3 1 Ficha Técnica Portugal. Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo

Leia mais

Exercícios. Regras de Seleção e de Modificação

Exercícios. Regras de Seleção e de Modificação Exercícios Regras de Seleção e de Modificação 1 Um só Causa Masc. 54 anos CA pâncreas C25.9 I 2 Princípio Geral Fem. 68 anos Parada respiratória - R09.2 Pneumonia - J18.9 AVC - I64 I 3 Regra de Seleção

Leia mais

TUMORES DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL

TUMORES DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL TUMORES DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL D O MIN I Q U E F O N S E C A R O D R I G U E S L A C E T R 2 D O S E RV IÇ O D E PAT O L O G IA D O H U - U F J F D O MIL A C E T @ G M A I L. C O M Junho/2015 EPIDEMIOLOGIA

Leia mais

Sumário. CAPÍTULO 1 Tecido Epitelial 1. CAPÍTULO 2 Tecido Conectivo 11. CAPÍTULO 3 Tecido Adiposo 25. CAPÍTULO 4 Cartilagem 31. CAPÍTULO 5 Osso 41

Sumário. CAPÍTULO 1 Tecido Epitelial 1. CAPÍTULO 2 Tecido Conectivo 11. CAPÍTULO 3 Tecido Adiposo 25. CAPÍTULO 4 Cartilagem 31. CAPÍTULO 5 Osso 41 Sumário CAPÍTULO 1 Tecido Epitelial 1 PRANCHA 1 Epitélios simples pavimentoso e cúbico 2 PRANCHA 2 Epitélios simples cilíndrico e pseudoestratificado 4 PRANCHA 3 Epitélios estratificados 6 PRANCHA 4 Epitélio

Leia mais

Cursos de Graduação em Farmácia e Enfermagem 3º Período

Cursos de Graduação em Farmácia e Enfermagem 3º Período Cursos de Graduação em Farmácia e Enfermagem 3º Período Disciplina: Patologia Geral http://lucinei.wikispaces.com Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira 2013 ALTERAÇÕES DO CRESCIMENTO ALTERAÇÕES DA DIFERENCIAÇÃO

Leia mais

CARTA DE ORIENTAÇÃO AO BENEFICIÁRIO

CARTA DE ORIENTAÇÃO AO BENEFICIÁRIO Prezado (a) Beneficiário (a), CARTA DE ORIENTAÇÃO AO BENEFICIÁRIO A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), instituição que regula as atividades das operadoras de planos privados de assistência à

Leia mais

Doenças e Recomendações de Tratamento De acordo com o livro Mein Vitalkonzept de Dr. Jean-Bernard Delbé e com as recomendações do catálogo

Doenças e Recomendações de Tratamento De acordo com o livro Mein Vitalkonzept de Dr. Jean-Bernard Delbé e com as recomendações do catálogo Cérebro Alzheimer, Parkinson, Demência, Esclerose Múltipla, Epilepsia Aloe Vera Mel, Pêssego, Sivera ou Freedom Purificar Vita Aktiv 1 colher de chá, 2 vezes ao dia Proteção celular LRoxan 1 comprimidos,

Leia mais

LÍDER NO DESENVOLVIMENTO DA CRIOPRESERVAÇÃO. Garantir o futuro do seu filho com SEGURANÇA e INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

LÍDER NO DESENVOLVIMENTO DA CRIOPRESERVAÇÃO. Garantir o futuro do seu filho com SEGURANÇA e INOVAÇÃO TECNOLÓGICA LÍDER NO DESENVOLVIMENTO DA CRIOPRESERVAÇÃO Garantir o futuro do seu filho com SEGURANÇA e INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Apresentação de um serviço único na Europa na área da Biotecnologia Clínica As células estaminais

Leia mais

NEOPLASIAS. Prof. Dr. Fernando Ananias

NEOPLASIAS. Prof. Dr. Fernando Ananias NEOPLASIAS Prof. Dr. Fernando Ananias Neoplasia = princípio básico CLASSIFICAÇÃO DOS TUMORES Comportamento Benigno versus Maligno Crescimento lento rápido Semelhança com O tecido de origem (Diferenciação)

Leia mais

NEOPLASIAS. MSc. Isabela Brcko

NEOPLASIAS. MSc. Isabela Brcko NEOPLASIAS MSc. Isabela Brcko Proliferações locais de clones celulares cuja reprodução foge ao controle normal, e que tendem para um tipo de crescimento autônomo e progressivo, e para a perda de diferenciação

Leia mais

Declaração de Saúde. Nº de Registro da Operadora na ANS 312851. Nº de Registro do Produto: Nome do Declarante:

Declaração de Saúde. Nº de Registro da Operadora na ANS 312851. Nº de Registro do Produto: Nome do Declarante: Declaração de Saúde Nº de Registro da Operadora na ANS 312851 Nº de Registro do Produto: Nome do Declarante: Contratante: Responsável Legal: Beneficiário: Para cada doença ou lesão listada abaixo, o declarante

Leia mais

Imuno-histoquímica - aplicações

Imuno-histoquímica - aplicações Imuno-histoquímica - aplicações diagnóstico diferencial entre neoplasias indiferenciadas pela histopatologia - casos nos quais a morfologia não permite conclusão da diferenciação do tumor Ex.: carcinoma

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015 DE SELEÇÃO PARA MONITORIA VOLUNTÁRIA DO CURSO DE MEDICINA

EDITAL Nº 01/2015 DE SELEÇÃO PARA MONITORIA VOLUNTÁRIA DO CURSO DE MEDICINA EDITAL Nº /25 DE SELEÇÃO PARA MONITORIA VOLUNTÁRIA DO CURSO DE MEDICINA A FAMINAS/BH, por meio da Diretoria Acadêmica, torna público à comunidade acadêmica abertura do processo seletivo para Monitorias

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA:

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( x ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA

Leia mais

Declaração de Saúde. Nome do Proponente: Nome do Proponente:

Declaração de Saúde. Nome do Proponente: Nome do Proponente: Nº de Registro da Operadora na ANS - 41656-8 Nº de Registro do Produto - 435451016 Nome do Proponente a Participante Titular ou Responsável Legal (no caso de menor ou incapaz): INFORMAÇÕES IMPORTANTES

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Caxias do Sul

Estado do Rio Grande do Sul Município de Caxias do Sul DECRETO Nº 17.276, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2014. Regulamenta o inciso III do art. 8º da Lei Complementar nº 298, de 20 de dezembro de 2007, acrescido pela Lei Complementar nº 475, de 27 de novembro de 2014.

Leia mais

Perda da uniformidade nas células e desarranjo estrutural tecidual

Perda da uniformidade nas células e desarranjo estrutural tecidual .Leucoplasia: (grego: leuco = branco - plasis = formação) Transformação metaplásica do epitélio escamoso estratificado não ceratinizado consistindo em aumento das camadas de ceratina. Exemplos: mucosa

Leia mais

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS RADIOLOGIA 21. A localização mais comum dos leiomiomas é: a) Subseroso. b) Submucoso. c) Intramural. d) Ligamento largo. 22. Um paciente de 45 anos, do sexo feminino,

Leia mais

podem desenvolver-se até atingirem um tamanho considerável antes dos sintomas se manifestarem. Por outro lado, em outras partes do cérebro, mesmo um

podem desenvolver-se até atingirem um tamanho considerável antes dos sintomas se manifestarem. Por outro lado, em outras partes do cérebro, mesmo um Um tumor é uma massa anormal em qualquer parte do corpo. Ainda que tecnicamente ele possa ser um foco de infecção (um abcesso) ou de inflamação; o termo habitualmente significa um novo crescimento anormal

Leia mais

BIOLOGIA TUMORAL E CARCINOGÊNESE

BIOLOGIA TUMORAL E CARCINOGÊNESE 6 BIOLOGIA TUMORAL E CARCINOGÊNESE INTRODUÇÃO A história natural da maioria dos tumores malignos pode ser dividida em 4 fases: (1) transformação maligna, (2) crescimento da célula transformada, (3) invasão

Leia mais

USO DE MARCADORES TUMORAIS PARA DIAGNÓSTICO E ACOMPANHAMENTO DO TRATAMENTO DO CÂNCER. Orientadora, docente do Curso de Farmácia, UnuCET Anápolis - UEG

USO DE MARCADORES TUMORAIS PARA DIAGNÓSTICO E ACOMPANHAMENTO DO TRATAMENTO DO CÂNCER. Orientadora, docente do Curso de Farmácia, UnuCET Anápolis - UEG USO DE MARCADORES TUMORAIS PARA DIAGNÓSTICO E ACOMPANHAMENTO DO TRATAMENTO DO CÂNCER Gyzelly Gondim de Oliveira 1 ; Cristiane Alves da Fonseca 2 1 Graduanda do Curso de Farmácia, UnuCET Anápolis - UEG

Leia mais

Tipos de células-tronco:

Tipos de células-tronco: Células-tronco Profa. Dra. Patricia Pranke, PhD Professora dehematologia da Faculdade de Farmácia e da Pós-graduação em Ciências Médicas da Faculdade de Medicina, da Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

Risco de Morrer em 2012

Risco de Morrer em 2012 Risco de morrer 2012 23 de maio de 2014 Risco de Morrer em 2012 As duas principais causas de morte em 2012 foram as doenças do aparelho circulatório, com 30,4% dos óbitos registados no país, e os tumores

Leia mais

Departamento de Diagnóstico por Imagem do I.C.A.V.C. TOMOGRAFIA EM ONCOLOGIA

Departamento de Diagnóstico por Imagem do I.C.A.V.C. TOMOGRAFIA EM ONCOLOGIA TOMOGRAFIA EM ONCOLOGIA Tomografia: diagnóstico stico, estadiamento, acompanhamento, prevenção e pesquisa clínica nica; Objetivo da aula; TC Helicoidal X Multi slice Limitações do método. *Ajustes das

Leia mais

Causas de morte 2013

Causas de morte 2013 Causas de morte 2013 26 de maio de 2015 Causas de morte 2013 Os tumores malignos e as doenças do aparelho circulatório estiveram na origem de mais de metade dos óbitos ocorridos no país em 2013, representando

Leia mais

Sistema Endócrino: controle hormonal

Sistema Endócrino: controle hormonal Sistema Endócrino: controle hormonal Todos os processos fisiológicos estudados até agora, como digestão, respiração, circulação e excreção, estão na dependência do sistema que fabrica os hormônios. O sistema

Leia mais

5.º Ano 2014 Campanha de Prevenção do Câncer de Intestino Grosso 2016 O que é o intestino grosso? 1,5 m de comprimento 6,5 cm de diâmetro COLON SIGMÓIDE CECO ÂNUS Câncer de Intestino Grosso Surge, em 90%

Leia mais

PROVA DE MEDICINA. Em relação à Diabetes Mellitus, assinale a opção INCORRETA:

PROVA DE MEDICINA. Em relação à Diabetes Mellitus, assinale a opção INCORRETA: 18 PROVA DE MEDICINA QUESTÃO 41 Em relação à Diabetes Mellitus, assinale a opção INCORRETA: a) Os pacientes portadores de Diabetes Mellitus tipo I apresentam pouca ou nenhuma capacidade de secreção de

Leia mais

CODIFICAÇÃO DE TUMORES E CLASSIFICAÇÕES UTILIZADAS EM REGISTROS DE CÂNCER

CODIFICAÇÃO DE TUMORES E CLASSIFICAÇÕES UTILIZADAS EM REGISTROS DE CÂNCER CODIFICAÇÃO DE TUMORES E CLASSIFICAÇÕES UTILIZADAS EM REGISTROS DE CÂNCER CLASSIFICAÇÕES PADRONIZADAS UTILIZADAS EM REGISTROS DE CÂNCER CLASSIFICAÇÃO INTERNACIONAL DE DOENÇAS - 10ª Revisão (CID-10) CLASSIFICAÇÃO

Leia mais

Excreção. Manutenção do equilíbrio de sal, água e remoção de excretas nitrogenadas.

Excreção. Manutenção do equilíbrio de sal, água e remoção de excretas nitrogenadas. Fisiologia Animal Excreção Manutenção do equilíbrio de sal, água e remoção de excretas nitrogenadas. Sistema urinario Reabsorção de açucar, Glicose, sais, água. Regula volume sangue ADH: produzido pela

Leia mais

SISTEMATIZAÇÃO DA ANÁLISE ANÁTOMO-PATOLÓGICA NO CÂNCER GÁSTRICO. Luíse Meurer

SISTEMATIZAÇÃO DA ANÁLISE ANÁTOMO-PATOLÓGICA NO CÂNCER GÁSTRICO. Luíse Meurer SISTEMATIZAÇÃO DA ANÁLISE ANÁTOMO-PATOLÓGICA NO CÂNCER GÁSTRICO Luíse Meurer MANEJO DO CÂNCER GÁSTRICO: PAPEL DO PATOLOGISTA prognóstico Avaliação adequada necessidade de tratamentos adicionais MANEJO

Leia mais

Dia Data Hora Professor Sala Conteúdo Módulo 08:00 Tiago 104 D Principais neoplasias ginecológicas e lesões precursoras SEGUNDA 23/2/2015

Dia Data Hora Professor Sala Conteúdo Módulo 08:00 Tiago 104 D Principais neoplasias ginecológicas e lesões precursoras SEGUNDA 23/2/2015 PLANILHA GERAL - BASES BIOLÓGICAS DA PRÁTICA MÉDICA IV 1º 2015 Dia Data Hora Professor Sala Conteúdo Módulo 08:00 Tiago Principais neoplasias ginecológicas e lesões precursoras SEGUNDA 23/2/2015 08:55

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MEDICINA INTENSIVA - 2014. Centro de Terapia Intensiva Hospital Bangu

EDITAL DE SELEÇÃO PARA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MEDICINA INTENSIVA - 2014. Centro de Terapia Intensiva Hospital Bangu EDITAL DE SELEÇÃO PARA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MEDICINA INTENSIVA - 2014 Centro de Terapia Intensiva Hospital Bangu Associação de Medicina Intensiva Brasileira COORDENADOR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO:

Leia mais

TOMOGRAFIA DE PESCOÇO

TOMOGRAFIA DE PESCOÇO TOMOGRAFIA DE PESCOÇO INTRODUÇÃO O exame de pescoço por TC é realizado com o paciente decúbito dorsal, com a cabeça voltada para gantry, imagens axiais contínuas com espessura de corte de 5mm e 5mm de

Leia mais

Neoplasias 2. Adriano de Carvalho Nascimento

Neoplasias 2. Adriano de Carvalho Nascimento Neoplasias 2 Adriano de Carvalho Nascimento Biologia tumoral Carcinogênese História natural do câncer Aspectos clínicos dos tumores Biologia tumoral Carcinogênese (bases moleculares do câncer): Dano genético

Leia mais

Assunto: Atendimento a pacientes corn Neoplastia Maligna pelo SUS.

Assunto: Atendimento a pacientes corn Neoplastia Maligna pelo SUS. ESTADO OE SAO PAULO - BRASIL Prefeitura Municipal de Limeira Gabinete do Prefeito A / C"tAh S LA DASASS 0EaJlt/ Limeira, 16 de outubro de 2014. OF. CM. n 2718/2014 A Sua Excelencia o Senhor RONEI COSTA

Leia mais

Rua Teixeira Soares, 808 - Centro - PASSO FUNDO / RS Telefone: (54)316.4000 e Fax.: (54) 316.4020 End. Eletrônico: http: //www.hsvp.com.

Rua Teixeira Soares, 808 - Centro - PASSO FUNDO / RS Telefone: (54)316.4000 e Fax.: (54) 316.4020 End. Eletrônico: http: //www.hsvp.com. HOSPITAL SÃO VICENTE DE PAULO DA SOCIEDADE HOSPITALAR BENEFICENTE SÃO VICENTE DE PAULO Rua Teixeira Soares, 808 - Centro - PASSO FUNDO / RS Telefone: (54)316.4000 e Fax.: (54) 316.4020 End. Eletrônico:

Leia mais

CARTA DE ORIENTAÇÃO AO BENEFICIÁRIO

CARTA DE ORIENTAÇÃO AO BENEFICIÁRIO CARTA DE ORIENTAÇÃO AO BENEFICIÁRIO Prezado(a) Beneficiário(a), A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), instituição que regula as atividades das operadoras de planos privados de assistência à saúde

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMATICO PARA PROVA DE TRANSFERÊNCIA MEDICINA UNITAU

CONTEÚDO PROGRAMATICO PARA PROVA DE TRANSFERÊNCIA MEDICINA UNITAU CONTEÚDO PROGRAMATICO PARA PROVA DE TRANSFERÊNCIA MEDICINA UNITAU PARA O 2º PERÍODO: - Bases Morfológicas Médicas I: 1-Terminologia e mecanismos do desenvolvimento. 2-Gametogênese. 3-Fertilização. 4-Desenvolvimento

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina MED222 Mecanismos Básicos do Processo Saúde-Doença II

Programa Analítico de Disciplina MED222 Mecanismos Básicos do Processo Saúde-Doença II Programa Analítico de Disciplina Departamento de Medicina e Enfermagem - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: 10 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA O CANDIDATO:

INSTRUÇÕES PARA O CANDIDATO: INSTRUÇÕES PARA O CANDIDATO: 1) Esta prova é composta por 20 (vinte) questões de múltipla escolha, cada uma valendo 0,5 (meio) ponto. 2) Cada questão apresenta apenas uma resposta correta. Questões rasuradas

Leia mais

PROGRAMA BÁSICO DE RESIDÊNCIA MÉDICA E OU CURSO DE APERFEIÇOAMENTO PARA FORMAÇÃO EM RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM REQUISITOS MÍNIMOS

PROGRAMA BÁSICO DE RESIDÊNCIA MÉDICA E OU CURSO DE APERFEIÇOAMENTO PARA FORMAÇÃO EM RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM REQUISITOS MÍNIMOS PROGRAMA BÁSICO DE RESIDÊNCIA MÉDICA E OU CURSO DE APERFEIÇOAMENTO PARA FORMAÇÃO EM RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM 1) Objetivo REQUISITOS MÍNIMOS O campo dos Diagnósticos por Imagem envolve, atualmente,

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA O CANDIDATO:

INSTRUÇÕES PARA O CANDIDATO: INSTRUÇÕES PARA O CANDIDATO: 1) Esta prova é composta por 20 (vinte) questões de múltipla escolha, cada uma valendo 0,5 (meio) ponto. 2) Cada questão apresenta apenas uma resposta correta. Questões rasuradas

Leia mais

Patologia Buco Dental Prof. Dr. Renato Rossi Jr. www.professorrossi.com

Patologia Buco Dental Prof. Dr. Renato Rossi Jr. www.professorrossi.com TUMORES BENIGNOS PAPILOMA: Papiloma é uma neoplasia benigna de origem epitelial. Clinicamente apresenta-se como lesão exofítica, de superfície irregular ou verrucosa com aspecto de couve-flor, assintomático,

Leia mais

EDITAL DE RETIFICAÇÃO N 01/2013

EDITAL DE RETIFICAÇÃO N 01/2013 EDITAL DE RETIFICAÇÃO N 0/203 A PREFEITURA MUNICIPAL DE TABOAO DA SERRA, no uso de suas prerrogativas e atribuições legais, torna pública a retificação e inclusão de cargo no Concurso Público Nº 0/203,

Leia mais

Marcadores tumorais. Carla Almeida Setembro 2010

Marcadores tumorais. Carla Almeida Setembro 2010 Marcadores tumorais Carla Almeida Setembro 2010 Marcadores tumorais Marcadores tumorais Marcadores Tumorais são substâncias que podem ser encontradas em quantidades acima do normal no sangue, urina ou

Leia mais

Distúrbios Gastrointetinais

Distúrbios Gastrointetinais Distúrbios Gastrointetinais Anatomia Gastrointestinal Doenças do tubo digestivo Patologias do Esôfago Classificação segundo o mecanismo da doença Anomalias do desenvolvimento (exs: Atresias; hérnias;estenoses)

Leia mais

Câncer. Claudia witzel

Câncer. Claudia witzel Câncer Claudia witzel Célula Tecido O que é câncer? Agente cancerígeno Órgão Célula cancerosa Tecido infiltrado Ozana de Campos 3 ESTÁGIOS de evolução da célula até chegar ao tumor 1 Célula 2 Tecido alterado

Leia mais

1. CANDIDATURA A UM DESEJO

1. CANDIDATURA A UM DESEJO 1. CANDIDATURA A UM DESEJO Dados da criança: (dd/mmm/aaaa i.e. 01Jan2000) Nome: Sexo: Masculino Feminino Doença: Data de Nascimento: Telefone: Morada actual: Idade: Desejo da Criança: Língua-materna: Já

Leia mais

TUMORES DA VESÍCULA E VIAS BILIARES. Dr. Francisco R. de Carvalho Neto

TUMORES DA VESÍCULA E VIAS BILIARES. Dr. Francisco R. de Carvalho Neto TUMORES DA VESÍCULA E VIAS BILIARES Dr. Francisco R. de Carvalho Neto TUMORES BENIGNOS ( classificação de Christensen & Ishate A) TUMORES BENIGNOS VERDADEIROS 1) De origem epitelial adenoma papilar ( papiloma)

Leia mais

AULAS TEÓRICAS SEMIOLOGIA MÉDICA GERAL I 5º PERÍODO 2009/2 DATA HORÁRIO ASSUNTO PROFESSORES

AULAS TEÓRICAS SEMIOLOGIA MÉDICA GERAL I 5º PERÍODO 2009/2 DATA HORÁRIO ASSUNTO PROFESSORES SEMIOLOGIA MÉDICA GERAL I 5º PERÍODO 2009/2 4 ago 11:00 ÀS 11:50 RELAÇÃO MÉDICO-PACIENTE E ÉTICA MÉDICA FLÁVIA MAGALHÃES 11 ago 11:00 ÀS 11:50 ANAMNESE FLÁVIA MAGALHÃES 18 ago 11:00 ÀS 11:50 SEMIOLOGIA

Leia mais

ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO. Curso Inicial & Integração Novos Representantes

ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO. Curso Inicial & Integração Novos Representantes ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO Curso Inicial & Integração Novos Representantes 1 SISTEMA REPRODUTOR FEMININO O conjunto de órgãos do sistema reprodutor feminino tem como função principal

Leia mais

Anhanguera - Uniderp

Anhanguera - Uniderp Anhanguera - Uniderp CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PARA A SELEÇÃO DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICO- VETERINÁRIA - PRMV R1 / TURMA 2012 ÁREA DE CLÍNICA E CIRURGIA DE PEQUENOS ANIMAIS 1. Terapêutica Clínica Geral

Leia mais

ONCOGÊNESE UNESC FACULDADES ENFERMAGEM ONCOLOGIA PROFª FLÁVIA NUNES O QUE É O CÂNCER PROCESSO FISIOPATOLÓGICO 16/08/2015

ONCOGÊNESE UNESC FACULDADES ENFERMAGEM ONCOLOGIA PROFª FLÁVIA NUNES O QUE É O CÂNCER PROCESSO FISIOPATOLÓGICO 16/08/2015 UNESC FACULDADES ENFERMAGEM ONCOLOGIA PROFª FLÁVIA NUNES ONCOGÊNESE O QUE É O CÂNCER Câncer é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado (maligno) de células

Leia mais

PROCESSOS PROLIFERATIVOS NÃO NEOPLÁSICOS

PROCESSOS PROLIFERATIVOS NÃO NEOPLÁSICOS DISCIPLINA DE PATOLOGIA ORAL E MAXILOFACIAL Graduação em Odontologia - 5º Período PROCESSOS PROLIFERATIVOS NÃO NEOPLÁSICOS http://lucinei.wikispaces.com Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira 2012 GRANULOMA

Leia mais

Agentes... Célula Normal. Causa... Divisão Celular. Célula Neoplásica. Divisão Celular. Físicos Químicos Biológicos. Fatores Reguladores.

Agentes... Célula Normal. Causa... Divisão Celular. Célula Neoplásica. Divisão Celular. Físicos Químicos Biológicos. Fatores Reguladores. Célula Normal Ciclo Celular G 0 /G 1 /S/G 2 /M Divisão Celular Neoplasias Fatores Reguladores Controlada Estimuladores Inibidores Homeostase Célula Neoplásica Divisão Celular Ciclo Celular G 0 /G 1 /S/G

Leia mais

AGC sem especificação e AGC favorece neoplasia O que fazer? Yara Furtado

AGC sem especificação e AGC favorece neoplasia O que fazer? Yara Furtado AGC sem especificação e AGC favorece neoplasia Yara Furtado Atipias de Células Glandulares Bethesda 1991 Bethesda 2001 Células Glandulares *Células endometriais, benignas, em mulheres na pós-menopausa

Leia mais

CÂnCER DE EnDOMéTRIO. Estados anovulatórios (ex: Síndrome dos ovários policísticos) Hiperadrenocortisolismo

CÂnCER DE EnDOMéTRIO. Estados anovulatórios (ex: Síndrome dos ovários policísticos) Hiperadrenocortisolismo CAPÍTULO 3 CÂnCER DE EnDOMéTRIO O Câncer de endométrio, nos Estados Unidos, é o câncer pélvico feminino mais comum. No Brasil, o câncer de corpo de útero perde em número de casos apenas para o câncer de

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA DE ACESSO DIRETO CIRURGIA Cicatrização de Feridas, Cicatrizes hipertróficas e quelóides, Queimaduras, Atendimento inicial ao trauma facial, Enxertia

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS PROGRAMA DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS PROGRAMA DE ENSINO Curso: Biomedicina (17) Ano: 2013 Semestre: 2 Período: 2 Disciplina: Anatomia Humana (Human Anatomy) Carga Horária Total: 90 Teórica: 60 Atividade Prática: 30 Prática Pedagógica: 0 Aulas Compl. Tutorial:

Leia mais

Sumário. B Bronquiectasia, 77

Sumário. B Bronquiectasia, 77 A Abscesso cerebral, 1 Abscesso pulmonar, 3 Acidente vascular encefálico hemorrágico, 6 Acidente vascular encefálico is quêmico, 12 Anafilaxia, 23 Anemia, 26 Anemia aplásica, 30 Anemia falciforme, 32 Anemia

Leia mais

Tireóide. Prof. Thais Almeida

Tireóide. Prof. Thais Almeida Tireóide Prof. Thais Almeida Anatomia Localização: região cervical, anterior à laringe 2 lobos + istmo Histologia Folículos tireoidianos: células foliculares; material colóide (tireoglobulina). Septos

Leia mais

FISIOLOGIA ENDÓCRINA

FISIOLOGIA ENDÓCRINA EXERCÍCIOS DE APRENDIZAGEM FISIOLOGIA ENDÓCRINA 01. Os chamados hormônios trópicos da hipófise são aqueles que estimulam: a) o desenvolvimento e a função de outras glândulas b) a produção e a eliminação

Leia mais

CIÊNCIAS 8º ano 3º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

CIÊNCIAS 8º ano 3º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES CIÊNCIAS 8º ano 3º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES 1. Quais as camadas que formam a pele? 2. De que tecidos a pele se compõe? 3. Qual a função da melanina e da queratina? 4. Que glândulas

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS - 9.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS - 9.º ANO DE CIÊNCIAS NATURAIS - 9.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO No domínio Viver melhor na Terra, o aluno deve ser capaz de: Compreender a importância da saúde individual e comunitária na qualidade

Leia mais

Cintilografia cerebral

Cintilografia cerebral MÉDICOS RESPONSÁVEIS Dr. José Ribamar Villela Dra. Ivana Moura Abuhid Dr. Hermes Pardini MEDICINA NUCLEAR é uma especialidade médica que utiliza pequenas quantidades de material radioativo de maneira segura

Leia mais

1.Introdução Educação e Atualização em Cancerologia)

1.Introdução Educação e Atualização em Cancerologia) 1 SILVA, M.B..; FONSECA, C.A.; RODRIGUES, A.J.L.; Terapia medicamentosa do câncer. In III SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E I JORNADA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DA UEG. 2005, Anápolis. Anápolis: UEG,

Leia mais

PRURIDO VULVAR DIFÍCIL ABORDAGEM

PRURIDO VULVAR DIFÍCIL ABORDAGEM PRURIDO VULVAR DE DE DIFÍCIL DIFÍCIL ABORDAGEM ABORDAGEM Diretora Administrativa da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO) Conselheira do Conselho Regional de Medicina

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS 9.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS 9.º ANO DE CIÊNCIAS NATURAIS 9.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No domínio Viver melhor na Terra, o aluno deve ser capaz de: Compreender a importância da saúde individual e comunitária na qualidade de

Leia mais