Artesã durante a festa de São João, em Caruaru, Pernambuco. Apoio a eventos que enriquecem a cultura do Brasil BALANÇO SOCIAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Artesã durante a festa de São João, em Caruaru, Pernambuco. Apoio a eventos que enriquecem a cultura do Brasil BALANÇO SOCIAL - 2003"

Transcrição

1 Artesã durante a festa de São João, em Caruaru, Pernambuco. Apoio a eventos que enriquecem a cultura do Brasil BALANÇO SOCIAL

2 6 - MISSÃO 72 - ARTE E CULTURA 12 - CRÉDITO 86 - ESPORTES 20 - BANCO POSTAL 28 - ENSINO 92 - SOLIDARIEDADE E CIDADANIA 50 - TRADIÇÃO E FOLCLORE RECURSOS HUMANOS BALANÇO SOCIAL BALANÇO SOCIAL

3 MISSÃO OBradesco está pronto para uma nova arrancada econômica em 2004 e nos anos que se seguirão. O Brasil tem tudo para voltar a crescer. Tem uma economia que mostra sinais claros de estabilidade. Tem empresas fortes e trabalhadores criativos. O Brasil tem tudo para gerar empregos, renda, melhoria de vida para sua população. Para reduzir de maneira firme as desigualdades sociais. O Bradesco jamais perdeu de vista sua missão estimular o desenvolvimento econômico. Estar ao lado dos empreendedores, obter bons retornos para quem nos confia o seu dinheiro, conceder empréstimos: é o que dá sentido ao nosso contínuo investimento em tecnologia, treinamento de funcionários, expansão de nossa rede de atendimento. Vemos isso como parte de nossa função social. E é por essa razão que o nosso relatório sobre as ações sociais de 6

4 2003 inclui um capítulo sobre crédito, a principal alavanca do crescimento econômico. Para o empreendedor, crédito significa dinheiro para comprar máquinas, para empregar gente. Para as pessoas, crédito pode significar a compra da casa própria, do computador, do automóvel, do trator. Pode significar a realização de um sonho. Entre as instituições financeiras privadas do País, o Bradesco foi líder na concessão de crédito em Pretendemos continuar nessa posição em Estamos confiantes. A atuação do Bradesco no campo da responsabilidade social é ampla. Vai do patrocínio ao ensino gratuito de crianças, jovens e adultos, realizado nas 40 escolas da Fundação Bradesco. Ao apoio a centenas de eventos que têm relevância para a preservação de tradições culturais brasileiras. E aos núcleos de basquete e de vôlei do Finasa, que atendem milhares de meninas e adolescentes. Foi dada ênfase ao trabalho voluntário e solidário com a realização, entre outros eventos, do Dia Nacional da Ação Voluntária e da Ação Voluntária Nacional de Inclusão Digital. Na área de Recursos Humanos, o Bradesco ampliou os investimentos no treinamento de seus mais de 75 mil fun- 8 A FAMÍLIA SANTOS, EM PIRITUBA, SÃO PAULO, NA ÁREA DE LAZER DE SEU APARTAMENTO

5 cionários, principalmente pelo TreiNet, que é nossa rede interna de ensino via Internet, e também administra curso de pós-graduação e MBA. Já é antiga nossa tradição de apoiar eventos que estimulem a informação e o conhecimento no terreno da cultura. Na comemoração dos 500 anos do descobrimento do Brasil, o Bradesco patrocinou a exposição da carta de Pero Vaz de Caminha. Foi do Bradesco o patrocínio da exposição de Renoir, a maior já ocorrida na América Latina. No ano passado, destacamos o patrocínio à 5 a Bienal Internacional de Arquitetura e Design, às exposições Frans Post e o Brasil Holandês e de Portinari, com mais de 40 peças. Em 2004, o Bradesco trouxe ao País uma coleção de telas, esculturas e cerâmicas de Pablo Picasso. Será, também, a mais ampla exibição de peças do artista espanhol já realizada na América Latina. Todas essas ações são temas dos capítulos deste relatório. Neste ano incluímos ainda um resumo do que se fez em termos de melhoria do relacionamento entre o Bradesco e seus clientes e acionistas. Entendemos que esse ponto também faz parte das prioridades de uma empresa socialmente responsável. Nosso trabalho, que chega aos 61 anos, nos trouxe reconhecimento nacional e internacional como empresa sólida e confiável. Prova disso é nossa posição de liderança no mercado financeiro há mais de 50 ARTESANATO DA AMAZÔNIA: APOIO À CULTURA POPULAR anos, nossos mais de 14,5 milhões de clientes, nossos mais de 1 milhão de acionistas. A sociedade percebe o Bradesco como uma empresa importante não apenas para o desenvolvimento econômico, mas também para o aprimoramento social. Disso temos muito orgulho. 10

6 CRÉDITO Bradesco encerrou o ano de 2003 como O instituição financeira líder na concessão de várias modalidades de crédito. Em repasses do BNDES para micro e pequenas empresas, que são grandes empregadoras, o Bradesco também obteve a liderança. Nas linhas de financiamento normais do BNDES, aquelas que se destinam, por exemplo, à compra de máquinas e a projetos de exportação, o Bradesco esteve entre os líderes. A soma total da carteira de crédito do Banco em 2003 foi de aproximadamente R$ 53 bilhões. O Bradesco continua ampliando sua carteira de crédito. Só para o crédito em consignação uma forma de empréstimo, também criada no ano passado, na qual as prestações são descontadas diretamente na folha de pagamento haverá a disponibilidade de R$ 10 bilhões. É preciso relacionar esses números com a vida prática. Quando há oferta de crédito na quantidade adequada, e com prazos e taxas também adequados, a economia avança. Com o apoio do Banco, o fazendeiro amplia a lavoura, o industrial contrata gente, o comerciante vende mais, as pessoas compram mais. Ou seja, a economia ingressa num ciclo de prosperidade. Os resultados fundamentais são renda e 12

7 emprego, fatores de desenvolvimento social. Um empréstimo pode modificar a vida de cada um de nós. Os Clientes do Bradesco, cujas fotografias ilustram este capítulo, são exemplos reais. Ali está a família com a casa própria, ali está o carro novo, o investimento no cultivo de flores, o apoio a empreendedores e o computador, que é hoje um equipa- mento doméstico essencial. O Brasil precisa de crédito, precisa que o dinheiro circule de forma mais homogênea e com mais intensidade. Nós, do Bradesco, estamos certos de que esse processo já começou, e a tendência é que se amplie. O microcrédito é um exemplo. Ele servirá principalmente OS IRMÃOS MARCELO E MÁRCIO ALBINO ESUASNOVAS MÁQUINAS, EM VILA JARAGUÁ,SÃO PAULO 16

8 para os microempreendedores e para as pessoas com poucos recursos. Em agosto de 2003, data de início do programa, o Bradesco realizou operações. No mês seguinte já haviam sido feitos 18 mil contratos. Em outubro, totalizaram cerca de 60 mil. Nas últimas semanas de dezembro, já contabilizávamos mais de 205 mil empréstimos na modalidade de microcrédito, totalizando R$ 112 milhões. Desse volume de transações, são de aposentados e provenientes do Banco Postal. O valor médio dos empréstimos é R$ 490, e o prazo médio, 10,2 meses. Esses são indicadores do sucesso do programa e de seu alcance social. Em termos de crédito e lembramos novamente o aspecto social desse tema, o Bradesco tem participação expressiva em todas as áreas. O Banco tem 17% do mercado em financiamentos rurais, 11% em financiamentos imobiliários e 18% em Crédito Direto ao Consumidor. E é líder em microcrédito, em repasses do BNDES e em financiamento de automóveis. Em 2003, a área de crédito foi ampliada com a aquisição do Banco Zogbi e da estruturação da Finasa, nossa empresa de Crédito Direto ao Consumidor, que tem 1 milhão de clientes e lojas conveniadas. 18 JOSÉ CARLOS TAGLIARI E A PRODUÇÃO DE LARANJA, EM ARTUR NOGUEIRA, SÃO PAULO

9 BANCO POSTAL A criação do Banco Postal foi uma iniciativa cuja potencialidade de transformação da vida econômica do País é expressiva. No Banco Postal, o Bradesco mantém parceria com os Correios para servir as pessoas de produtos bancários em suas Agências. O objetivo central é incluir no mercado bancário milhões de brasileiros que, até agora, não tinham a oportunidade de poupar de forma adequada, pagar contas de maneira simples, tomar empréstimos quando necessário. Havia no Brasil municípios sem agências bancárias, o que trazia sérias dificuldades a seus habitantes, mesmo em operações simples da vida diária, como o recebimento de pensões. Mais de 1 mil desses municípios agora são servidos pelo Bradesco. O Banco Postal teve um sucesso marcante. No final de dezembro foi aberta a Agência número 4 mil, em Chuí, no Rio Grande do Sul. E o Bradesco ganhou 1,2 milhão de clientes. É um público formado em sua maioria por pessoas com poucos recursos. Cerca de 60% do público do Banco Postal tem renda mensal de até R$ 240, e 18%, de R$ 240 a R$ 400. De cada quatro clientes, um é aposentado. O número mais interessante é este: essa nova rede, tomando-se o conjunto de operações feitas nas Agências (pagamento de contas, recebimento de aposentadorias e pensões, etc.), já beneficia 9 milhões de pessoas que habitam as cidades mas não contavam com atendimento bancário. No Banco Postal as pessoas têm acesso a todos os recursos do Bradesco. De 1,2 milhão de novos clientes, 16% já têm talão de cheque. Todos receberam nossos cartões de débi- 20

10 to. Cerca de 18% já fizeram empréstimos. Em meados de 2003, as agências realizavam 400 mil operações por dia. No final de dezembro, já eram 700 mil operações diárias. É importante observar o comportamento da poupança. Cerca de 85% dos novos clientes já fazem esse tipo de investimento. No início do ano, as contas abrigavam, em média, R$ 86 cada uma. No final de 2003, o valor subiu para R$ 176. Antes do Banco Postal, essas pessoas simplesmente não tinham como investir seu dinheiro. Essa é a função social da rede de agências do Banco Postal. Tomando dinheiro emprestado quando necessário, poupando, pagando contas e recebendo benefícios sem a necessidade de deslocamentos custosos, os cidadãos ganham a possibilidade de administrar melhor seu orçamento. Podem realizar projetos de prazo mais longo, conseguem cuidar melhor de seu dinheiro. A própria economia da cidade se modifica. O Bradesco tem observado que, em cidades que ganharam o seu primeiro banco, a própria vida econômica está se modificando. Quando o dinheiro circula e é administrado na própria cidade, ocorre um estímulo para o comércio, os negócios se multiplicam e mesmo os preços tendem a baixar, porque não se paga mais um custo extra pelo transporte da moeda. Com base nas primeiras experiências e resultados do Banco Postal, o Bradesco está certo de que chegou à base da pirâmide econômica brasileira. Os primeiros impactos na vida da população mais carente são sensíveis. Isso nos dá a certeza de que o Banco Postal é uma ferramenta importante para reduzir a desigualdade social no País. 24 OS SERVIÇOS FINANCEIROS CHEGAM ÀS MAIS DISTANTES COMUNIDADES DO PAÍS.AGÊNCIA EM AXIXÁ,MARANHÃO

11 Ensino Em 2003 a Fundação Bradesco cumpriu uma marca histórica ao inaugurar sua 39 a escola, em Boa Vista, capital de Roraima. Assim, realizou-se a promessa de seu idealizador, Amador Aguiar, fundador do Bradesco. A Fundação, que é o maior projeto de investimento social privado em educação gratuita do País, reconhecida internacionalmente pela alta qualidade de seus recursos didáticos, passou a ter pelo menos uma escola em cada estado brasileiro e no Distrito Federal. Em 2003 foi lançada a pedra fundamental de sua 40 a escola, no Jardim Conceição, região carente da periferia do município de Osasco, Grande São Paulo. Foram investidos R$ 6 milhões nessa unidade, onde serão atendidos 2 mil alunos. Foi também em Osasco, há mais de 40 anos, que se construiu a primeira unidade da Fundação, a escola Assis Chateaubriand. A Fundação atendeu, em 2003, 105 mil alunos, entre crianças, jovens e adultos, nas diversas modalidades de ensino que oferece educação infantil, ensinos fundamental e médio, educação profissional básica e técnica, e educação de jovens e adultos por meio da teleducação. Seu orçamento foi de R$ 138 milhões, oriundos exclusivamente da Organização Bradesco. O critério para instalação das esco- PROJETO MEDIA LAB: ENSINANDO PLANEJAMENTO E COMUNICAÇÃO 28

12 las e matrícula de alunos é o grau de carência socioeconômica da região escolhida. Na rede da Fundação, os alunos da educação básica recebem alimentação, material didático, uniformes e assistência médica e odontológica. A eficiência das escolas mede-se pelos altos índices de aprovação no ensino fundamental e médio e pela baixa evasão escolar. Cabe ressaltar que a evasão motiva-se basicamente pela mudança das famílias da região da escola. Em seus 47 anos de atuação, a Fundação Bradesco formou cerca de meio milhão de pessoas. O conjunto desses números e fatos são indicadores de que a Fundação é uma experiência única no Brasil. Eles mostram também como uma empresa pode apoiar a sociedade na construção de um de seus bens mais preciosos, que é o conhecimento. A atividade da Fundação, portanto, vai além do conteúdo ministrado em sala de aula. Seus alunos são continuamente estimulados a refletir sobre questões como cidadania, empreendedorismo, trabalho voluntário, defesa do meio ambiente, diversidade e solidariedade. Todos esses temas transformamse ao longo do ano em atividades concretas, por meio de projetos pedagógicos que têm, ao mesmo tempo, o objetivo de formar cidadãos completos e incentivá-los a transformar as comunidades às quais pertencem. Veja, a seguir, algumas das ações desenvolvidas pela Fundação Bradesco em 2003: 30 ALUNAS DA FUNDAÇÃO BRADESCO NA CIDADE DE DEUS, OSASCO

13 A cidade que a gente quer Em 2002, a Fundação fez parceria com o Media Lab, laboratório do Massachusetts Institute of Technology, o MIT, para desenvolver no Brasil uma experiência didática nova. Trata-se de reunir fatores como informática, Internet, trabalho em equipe e pensamento crítico de forma a elaborar soluções para os problemas do cotidiano, sobretudo os ligados a questões sociais. É, portanto, um novo ambiente de educação. Há dois anos, cinco escolas da Fundação trabalham em torno do tema A cidade que a gente quer. Orientados pelos professores, usando recursos de informática, os alunos pensaram em soluções para problemas urbanos e partilharam suas reflexões. Em 2003, mais 23 escolas da Fundação ingressaram no projeto e suas experiências começaram a ser transmitidas às escolas da rede pública. Em 2004, o conjunto de alunos da Fundação entrará em conexão, via Internet, com comunidades de alunos de países como República Dominicana, Costa Rica, Nicarágua, México, Colômbia, Argentina, Angola e Índia. Os resultados possíveis dessa iniciativa são evidentes: estímulo ao raciocínio e à troca de informações; consciência dos problemas que afetam a todos; familiaridade e uso prático de recursos tecnológicos avançados. Reconhecimento Um dos reflexos práticos dessa aplicação de conhecimentos multidisciplinares para propor soluções às problemáticas 32 HORTA NA ESCOLA-FAZENDA DE BODOQUENA, MATO GROSSO DO SUL

14 vivenciadas pelas comunidades foi protagonizado pelo estudante Carlos Nunes Júnior, da escola da Fundação de Paragominas, Pará. Juntamente com seus colegas do 2 o ano do ensino médio, o aluno desenvolveu um filtro caseiro de baixo custo para uso doméstico que pode servir de alternativa para a melhoria da qualidade da água de consumo. A iniciativa recebeu o primeiro lugar no Prêmio Jovem Cientista do Futuro, promovido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Na mesma premiação, a aluna Anne Cristine Vieira Moura, líder de um grupo de alunos do 3 o ano do ensino médio da escola da Fundação de Aparecida de Goiânia, Goiás, obteve o segundo lugar com um trabalho de pesquisa sobre a qualidade da água consumida pela população local. O conceito de trabalhar a integração das comunidades carentes por uma sociedade melhor desenvolvido pela Fundação Bradesco mereceu, ainda, o reconhecimento da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) com o projeto Orientação Sexual e Prevenção às Drogas e DSTs. Desenvolvido por alunos da escola da Fundação de Registro, São Paulo, o trabalho de mobilização conquistou o primeiro lugar do Prêmio Escola 2003 Região Sudeste, da Unesco, por seu conteúdo, inovação e criatividade. Meio ambiente Destacamos alguns projetos desenvolvidos pela Fundação Bradesco na área de educação ambiental: Em Bagé, Rio Grande do Sul, o projeto Aproveitando 36 OFICINA DE ARTES PLÁSTICAS EM TODAS AS ESCOLAS DA FUNDAÇÃO BRADESCO

15 Cinzas explorou a questão das queimadas, tendo se destacado como finalista em 2003 do Prêmio Super Ecologia. A escola de Canuanã, Tocantins, tornou-se, graças às pesquisas e atividades dos alunos, um pólo de preservação de tartarugas de água doce. Em Paranavaí, no Paraná, prossegue o projeto de reflorestamento das matas ciliares nas margens do rio Suruquá, com plantas nativas. O projeto já tem 14 anos, e a área recuperada já é de 77 mil metros quadrados. Na escola de Gravataí, Rio Grande do Sul, os alunos formaram uma patrulha ambiental. Com isso, conseguiu-se que a prefeitura da cidade criasse um sistema de coleta seletiva de lixo. Em Natal, Rio Grande do Norte, desenvolve-se um projeto de mapeamento botânico do bairro Felipe Camarão, onde está a escola da Fundação. O objetivo é evitar a degradação ambiental observada na região. Na escola-fazenda de Bodoquena, Mato Grosso do Sul, prossegue o projeto de preservação da flora e da fauna pantaneira, criado em Entre outras coisas, os alunos distribuem folhetos sobre a importância da preservação ambiental para motoristas (a quantidade de animais sil- 38

16 CANUANÃ vestres atropelados é grande) e para a população local. Na escola também são produzidas mudas de plantas nativas para uso em reflorestamento e estudadas as questões indígenas através do projeto Cultura Indígena. São mantidos dois viveiros nas escolas da Fundação Bradesco de Osasco e Registro (SP) em parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica. Com capacidade para a produção de 2 mil mudas cada um, os espaços oferecem a alunos, educadores e familiares voluntários a oportunidade de aprender na prática a importância da preservação ambiental. As mudas produzidas são doadas a escolas, organizações sociais, parques e espaços públicos em campanhas de conscientização. Alfabetização solidária Em 2003, a Fundação Bradesco ampliou sua participação no programa Alfabetização Solidária, passando a atender 19 municípios do Nordeste. Desde seu lançamento, em 1998, a Fundação já investiu mais de R$ 8,5 milhões no programa, atendendo, nesse período, 68 mil alunos e capacitando professores. FEIRA DE CIÊNCIAS NA ESCOLA-FAZENDA DE CANUANÃ 42

17 Inclusão digital na Febem Em 2003 formou-se a primeira turma de alunos do curso de informática ministrado por professores da Fundação Bradesco na Fundação do Bem-Estar do Menor Febem-SP. Formaram-se 152 jovens, dos quais 11 foram admitidos como estagiários em empresas apoiadoras do programa. Participam desse curso mais de 500 adolescentes em 44 turmas da Febem na capital e no interior do Estado de São Paulo. Inclusão digital de deficientes visuais Em 2003, a escola de Boa Vista, Roraima, entrou no programa de informática destinado a deficientes visuais, que é oferecido desde 1998 em 32 escolas da Fundação Bradesco e entidades sociais de assistência ao deficiente visual conveniadas ao programa em várias localidades do País. Mais de pessoas já foram atendidas pelo curso, que visa facilitar a inserção do portador de necessidade especial à vida social e profissional. Profissões, novas oportunidades Dos alunos atendidos pela Fundação Bradesco em 2003, são crianças com 6 anos de idade matriculadas no curso de educação infantil; são alunos com idade de 7 a 18 anos nos cursos de ensino fundamental, médio e de educação profissional técnica. Os demais alunos freqüentaram aulas para jovens e adultos (destinadas a pessoas que não tiveram oportunidade de concluir 44 GRUPO DE TEATRO

18 COMPUTADORES EM TODAS AS SALAS DE AULA seus estudos) ou de educação profissional básica. Esta última modalidade tem sido muito procurada foram matriculados em Seu propósito é abrir a possibilidade para que pessoas pertencentes a comunidades onde a Fundação atua aperfeiçoem seus conhecimentos ou aprendam uma nova profissão. A Fundação procura também trazer familiares dos alunos de volta ao ambiente escolar. São mais de 130 opções de cursos de curta duração nas áreas de gestão, turismo, informática, lazer e desenvolvimento social, agropecurária, imagem pessoal, entre outras profissões. Há seis anos a Fundação também promove cursos de alfabetização para pais de alunos. E mantém telessalas no sistema prisional do Estado de São Paulo, o que vem contribuindo significativamente para a reabilitação e a integração social dos sentenciados matriculados no programa. 46 ASSISTÊNCIA MÉDICA E ODONTOLÓGICA COMPLETA PARA OS ALUNOS

19 Tradição e Folclore Pela sua extensão geográfica, pela colonização generosa que o enriqueceu com a cultura de vários países, o Brasil é dono de tradições folclóricas variadas. Elas se manifestam em grandes festivais que o Bradesco apóia, como o Círio de Nazaré (de Belém do Pará) ou o Carnaval de Salvador. Esses são acontecimentos que já fazem parte da agenda turística internacional. Mas há milhares de outros eventos que acontecem longe das capitais. Eles mobilizam FESTIVAL FOLCLÓRICO DE PARINTINS, NO AMAZONAS 50

20 as pessoas, reforçam seus laços de amizade e de cooperação, preservam a memória e a tradição das comunidades. É política do Bradesco apoiar as grandes manifestações do folclore brasileiro e também as pequenas festividades, cuja soma dá ao Brasil a sua feição cultural tão rica. O Bradesco é capaz desse ecletismo por causa de sua Rede de Agências, que chega a praticamente todos os pontos do território brasileiro. É por esse sistema capilar que podemos identificar e patrocinar eventos tão diversos. Não são apenas festas. Nosso apoio se estende a feiras agrícolas e comerciais, congressos e conferências. Em 2003, com investimento de cerca de R$ 1,5 milhão, o Bradesco patrocinou 567 eventos comunitários. Eles vão dos rodeios que têm se multiplicado pelo País a festas com os temas mais variados da romaria de Caucaia do Alto ao Festival Nacional de Dança Folclórica, em Blumenau. Da Festa de São José, em Capetinga, Minas Gerais, ao Festival da Carne de Sol, em Itororó, Bahia. Nosso critério, sejam os eventos grandes ou pequenos, é a importância que eles têm para a comunidade. O relatório de 2003 retrata quatro dessas festas populares, entre as centenas que patrocinamos. São exemplos da diversidade cultural brasileira e também da abrangência do apoio do Bradesco. Festival Folclórico de Parintins A festa já se tornou uma atração conhecida em todo o Brasil. Ela ocorre em junho, na ilha de Tupinambaranas, a 420 quilômetros de Manaus. Ali se encena a guerra dos bois Garantido (cuja marca é a cor vermelha) e Caprichoso (azul), numa variante das festas do Bumba-Meu- 52 DANÇA EM PARINTINS: UM EVENTO QUE SE TRANSFORMOU EM ATRAÇÃO INTERNACIONAL

21 CARNAVAL DE SALVADOR Boi, do Nordeste. Durante três dias a população de Parintins se divide em duas torcidas, a cidade é inteiramente ornamentada com as cores azul e vermelha e os turistas são tantos 50 mil em 2003 que muitos acabam se hospedando em barcos ancorados na margem do rio Solimões. No Bumbódromo, lugar onde se exibem o Garantido e o Caprichoso, desfilam também outros personagens do folclore caboclo, como o Gigante Juma, a Cobra Grande, o Boto e o Curupira. Tudo isso ao som de 400 tambores. O Festival de Parintins é um espetáculo de ritmo e beleza plástica impressionantes, ainda mais quando se leva em conta que tudo é feito por artesãos locais, boa parte com material reciclado. Ele ocorre desde a década de 1960, mas sua origem, segundo os estudiosos, remonta ao começo do século XX. 56

22 Festa de São João de Caruaru A cidade pernambucana de Caruaru é bem conhecida. Tem atividades comerciais e industriais importantes, e são famosas as suas feiras. Elas tiveram origem no século XVII: a fazenda Caruru, pela sua localização e fartura de água, era ponto de encontro de boiadas e mascates, e portanto um bom lugar para troca de mercadorias. Caruaru também é conhecida como a capital do forró e, segundo seus habitantes, é ali que acontece a maior festa de São João do Brasil. Talvez do mundo. A festa de Caruaru ocorre em junho, dura 30 dias e atrai para a cidade 1 milhão de visitantes. O evento principal é o forró (ou rala-bucho, como a dança é chamada na cidade), mas durante junho ocorre uma série de apresentações ligadas ao folclore nordestino, como quadrilhas, bandas de pífanos e de sanfonas, e os bacamarteiros, uma encenação barulhenta inspirada na Guerra do Paraguai. A cada ano Caruaru promete um novo feito aos turistas a maior fogueira de São João, a maior pamonha ou o maior pé-de-moleque. 62 FESTA DE SÃO JOÃO DE CARUARU, PERNAMBUCO

23 Arte e Cultura AOrganização Bradesco, por meio do Grupo Bradesco de Seguros, já firmou sua tradição como patrocinadora de eventos que marcam, todos os anos, o calendário cultural do País. Dança, música, artes plásticas, literatura, preservação e informação histórica em todos esses pontos temos proporcionado ocasiões para que as pessoas aumentem seus conhecimentos, tenham contato com riquezas culturais que muitas vezes só são acessíveis a quem pode viajar ao exterior. Literatura Em 2003, voltamos a patrocinar a Bienal Internacional do Livro no Rio de Janeiro, ocorrida em maio. Essa mostra, já faz algum tempo, tem despertado grande interesse do público. Nesta 11 a edição, a Bienal do Rio recebeu 560 mil visitantes. Desses, 200 mil eram estudantes, o que é um 72 PINACOTECA DE SÃO PAULO: EXPOSIÇÃO DAS IMAGENS DE SANT ANA

24 indício importante do interesse das novas gerações pela literatura. Para nós, foi um resultado gratificante. A Bradesco Seguros montou um estande o Espaço de Leitura Bradesco Seguros para expor publicações patrocinadas pela instituição. Música A Seguradora patrocinou novamente a série de Concertos Internacionais Dell Arte, no Rio de Janeiro. Fez parte desse programa a apresentação, em outubro, da mezzosoprano espanhola Teresa Berganza, com repertório de obras de Vivaldi, Mozart, Scarlatti, Haendel e Granados. Em junho apresentou-se, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, a Orchestra Sinfonica di Milano Giuseppe Verdi, um dos conjuntos mais importantes da Itália. No repertório da orquestra, regida pelo italiano Oleg Caetani, havia desde o barroco de Bach e Vivaldi até obras de vanguarda, contemporâneas. No mês de setembro exibiu-se, pela primeira vez no Brasil, o conjunto de câmara Musica Antiqua Köln, com peças de Samuel Scheidt, Telemann, Haendel e Bach. O BIENAL INTERNACIONAL DE ARQUITETURA, EM SÃO PAULO 76

25 conjunto existe há 30 anos e já recebeu diversos prêmios internacionais. A apresentação do conjunto holandês Combattimento Consort Amsterdam, de música barroca, ocorreu no Theatro Municipal do Rio de Janeiro em maio. Além de grandes mestres, o grupo executou peças de compositores flamengos menos conhecidos. Em agosto, o Bradesco trouxe ao Rio de Janeiro o Coro Bach de Mainz, que em suas últimas temporadas na Europa foi aclamado pela crítica. O coro foi acompanhado pela Filarmônica Jovem Alemã. Em julho foi a vez do duo pianístico Genova & Dimitrov, formado pelos búlgaros Aglika Genova e Liuben Dimitrov, ganhadores do prêmio Músicos do Ano, conferido em 2001 pela imprensa européia. A Orquestra de Câmara de Moscou, regida pelo maestro Constantine Orbelian, apresentou-se em maio, com repertório formado por peças de Prokofiev, Haydn e Mendelssohn, entre outros. A orquestra foi criada em Cinema A Bradesco Seguros patrocinou, pela segunda vez, o Festival de Cinema Francês, que apresentou ao público uma seleção de filmes inéditos ou recentes. A mostra percorreu as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Salvador, Brasília, Goiânia, Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre e Ribeirão Preto. Arquitetura O Bradesco patrocinou, em São Paulo, a 5 a Bienal Internacional de Arquitetura e Design, evento que recebeu 300 mil visitantes e teve enorme repercussão. A mostra foi organizada pela Fundação Bienal de São Paulo e pelo Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB) e teve como curadores Ricardo Ohtake e Pedro Cury. O tema de 2003 foi a metrópole, a grande cidade, e idéias para melhorar a qualidade de vida de seus habitantes, a partir da visão dos arquitetos. TELA DE FRANS POST, DA COLEÇÃO DO INSTITUTO BRENNAND 78

26 História A partir de abril e até dezembro de 2003, o público pôde ver pela primeira vez o riquíssimo acervo do Instituto Ricardo Brennand, em Recife. Na exposição Frans Post e o Brasil Holandês, que teve curadoria de Bia Corrêa do Lago, apresentou-se uma coleção de centenas de peças pertencentes ao período da ocupação holandesa do Nordeste, no século XVII. Destacam-se 15 telas de Frans Post, um dos principais pintores da comitiva de Maurício de Nassau, o governador holandês. O evento serviu de oportunidade para um ciclo de palestras e mesas-redondas sobre esse período da história brasileira. Serviu também para a capacitação de 200 professores de escolas públicas e privadas para o desenvolvimento de aulas sobre o tema. A exposição foi aberta pela rainha Beatrix, da Holanda, o príncipe de Orange e a princesa Maxima. Cerca de 130 mil pessoas visitaram a exposição ao longo do ano. Esse público incluiu aproximadamente 50 mil estudantes. Entre julho e agosto ocorreu, na Pinacoteca de São Paulo, a exposição Sant Ana Coleção Angela Gutierrez. Foram apresentadas 200 imagens de Sant Ana, de várias épocas (sobretudo entre os séculos XVII e XIX), concebidas em diversos estilos, reunidas pela empreendedora cultural Angela Gutierrez, presidente do Instituto Cultural Flávio Gutierrez, de Belo Horizonte. Por meio dessa coleção, toma-se contato com a evolução da produção artística do Brasil colonial e imperial. Percebe-se, ainda, um dos aspectos importantes da religiosidade brasileira dessa época, que era a devoção a Sant Ana. 80 RETROSPECTIVA DE PORTINARI, EM SÃO PAULO

27 Natal Pelo oitavo ano, a Seguradora montou na Lagoa Rodrigo de Freitas, Rio de Janeiro, a Árvore de Natal da Bradesco Seguros. Maior a cada ano que passa, já se tornou uma tradição no Natal do Rio. Foram investidos R$ 2 milhões no projeto, que teve a participação de profissionais. A versão 2003 da Árvore de Natal da Bradesco Seguros atingiu 82 metros de altura (o equivalente à altura de um prédio de 27 andares), 410 toneladas, e foi enfeitada com anjos, estrelas e notas musicais. Para iluminá-la foram usadas 2,8 milhões de microlâmpadas e 26 quilômetros de mangueiras luminosas. Sua inauguração foi marcada por um show gratuito de Milton Nascimento, Wagner Tiso e Victor Biglione e do Coral das Meninas Cantoras de Petrópolis. 84 ÁRVORE DE NATAL NA LAGOA RODRIGO DE FREITAS, NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

28 Esportes O Programa BCN Esportes, que em 2004 passou a ser denominado Finasa Esportes, funciona há 16 anos no município de Osasco. É mantido pelo Bradesco em convênio com a prefeitura da cidade. Em 2003 o projeto foi ampliado. Ele conta agora com 81 núcleos em que meninas com idade entre 10 e 15 anos treinam vôlei e basquete e exercem outras atividades monitoradas por professores. Ao todo, participaram desses núcleos meninas, a grande maioria pertencente a famílias carentes. Nesses núcleos, além de treino, alimentação, assistência médica, orientação psicológica e material esportivo, as alunas participam de palestras sobre cidadania, drogas, gravi- FINASA ESPORTES 86

29 dez precoce, adolescência e estresse. A obrigação das alunas é freqüentar a escola. Em 2003, as meninas do BCN Esportes participaram de concursos de redação e de desenho e de duas campanhas em que o trabalho voluntário é estimulado. A Campanha do Agasalho, em que arrecadaram cerca de 3 mil peças de vestuário doadas ao Fundo Social de Solidariedade do Município de Osasco, e a Campanha contra a Fome, em que obtiveram quilos de alimentos não perecíveis, doados à mesma instituição. No BCN Esportes, as atletas com melhor desempenho podem manter-se no programa mesmo depois dos 15 anos de idade. Nesse caso, passam a fazer parte de uma das 13 equipes de competição, que têm 160 atletas. A equipe principal, comandada pelo técnico José Roberto Guimarães (campeão olímpico com a Seleção Brasileira Masculina de Vôlei em Barcelona, em 1992), é campeã da Superliga e tetracampeã paulista. AULAS DE BASQUETE, VÔLEI E CIDADANIA PARA CRIANÇAS DE COMUNIDADES CARENTES 90

30 Solidariedade e Cidadania AFundação Bradesco promoveu, em 9 de março de 2003, o Dia Nacional da Ação Voluntária. Ele expressa a ênfase que a Fundação, assim como toda a Organização Bradesco, dá a ações que tenham por objetivo reforçar as práticas de cidadania e solidariedade. Participaram do evento todas as 39 escolas, com a mobilização de 7 mil voluntários, entre alunos, professores e funcionários da instituição. Nas escolas, ou em comunidades carentes, foram realizados 683 atividades, relacionadas sobretudo com questões como saúde, cidadania, esporte e lazer. Participaram dessas ações médicos, advogados, dentistas e nutricionistas, entre outros profissionais. Estima-se que, juntas, as escolas da Fundação tenham prestado mais de 190 mil atendimentos. 92 ALFABETIZAÇÃO DE ADULTOS EM TODAS AS ESCOLAS DA FUNDAÇÃO

31 Inclusão digital Foi realizada, em novembro, pela Fundação Bradesco, a Ação Voluntária Nacional de Inclusão Digital. Essa ação teve dois objetivos: aproximar pessoas carentes de uma tecnologia que hoje é fundamental para tarefas profissionais ou mesmo para a vida cotidiana e chamar a atenção de alunos, pais e professores para um problema que pode agravar a desigualdade social. Moradores de regiões próximas às 39 escolas da Fundação participaram de minicursos e oficinas sobre os recursos básicos do Windows, gerenciamento de arquivos, digitação, navegação na Internet, etc. A maioria teve a oportunidade de operar um computador pela pri- INFORMÁTICA PARA JOVENS DA FEBEM-SP FORMATURA DA PRIMEIRA TURMA RESTAURAÇÃO DO TEATRO DA PUC DE SÃO PAULO, O TUCA 94

32 meira vez, acessar sites de utilidade pública, como o da Receita Federal, e consultar o FGTS. Cerca de 30 mil pessoas participaram das aulas, e receberam certificados. Apoiadas por escolas da Fundação, em parceria com empresas como Microsoft, Intel e Cisco Systems, cinco comunidades ganharam um espaço, chamado Centro de Inclusão Digital (CID), equipado com computadores. Além de familiarização com máquinas e programas, os integrantes dessas comunidades passaram a ter acesso à Internet. Teleton Pelo sexto ano consecutivo, o Bradesco participa do Teleton, programa de TV que dura 24 horas e recebe doações para a Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD). Em 2003, participaram do programa cantores e apresentadores como Daniela Mercury, Elba Ramalho, Ivete Sangalo, Silvio Santos, Hebe Camargo e Gugu Liberato, entre outros. O Teleton recebeu, em média, 350 mil telefonemas por hora (as doações são feitas por telefone, pelo site do Teleton ou depositadas numa conta bancária do Bradesco). Foram arrecadados R$ 13,5 milhões. A doação do Bradesco foi de R$ 750 mil. Lei Rouanet Com o incentivo da Lei Rouanet, o Bradesco realizou em 2003 diversos patrocínios e prosseguiu com seu apoio a 96 CAPACITAÇÃO EM INFORMÁTICA PARA PORTADORES DE DEFICIÊNCIA VISUAL

33 AÇÃO VOLUNTÁRIA NO INSTITUTO NACIONAL DO CÂNCER, NO RIO DE JANEIRO vários eventos. Mais uma vez, apoiamos o Expresso 2222, o trio elétrico de Gilberto Gil, durante o Carnaval de Salvador, em Já é tradicional o nosso apoio a esse evento. O Bradesco continua a contribuir para o trabalho da Fundação Dorina Norwill, de publicação e distribuição de livros falados e em braile. Participamos da Associação dos Amigos da Pinacoteca de São Paulo, apoiando suas ações culturais e educacionais. Temos, ainda, parceria com o Museu de Arte Moderna de São Paulo. Foi importante a contribuição do Bradesco para a restauração do Teatro da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, o Tuca, encerrada em No ano passado concluiu-se também a restauração da Catedral da Sé, em São Paulo, que contou com nossa ajuda. Este é só um resumo. Ao todo, o Bradesco deu apoio a 23 eventos ou entidades no ano passado. 98

34 TREINAMENTO CONTÍNUO E EVOLUÇÃO NA CARREIRA Recursos Humanos OBradesco encerrou o ano de 2003 com funcionários em seu quadro. Como houve uma reestruturação organizacional, com absorção pelo Bradesco de bancos que eram por ele controlados, o ano foi marcado pela chegada de novos colaboradores. As despesas com pessoal em 2003 totalizaram R$ 4,8 bilhões, dos quais 50% referem-se a salários, 20% a benefícios, 17% a encargos sociais, 4% a participação nos lucros, 1% a treinamento e 8% a outros. Além dos benefícios estabelecidos por lei, os funcionários do Bradesco têm acesso a um plano suplementar de previdência e a um seguro-saúde que, além da cobertura tradicional, prevê tratamentos não convencionais, como acupuntura, transplantes, fisioterapia e diálise. A análise do perfil dos funcionários segundo faixa etária, tempo de casa e nível educacional revela fatos interessantes. Cerca de 49% dos nossos colaboradores têm mais de 11 anos de casa; destes, 10% trabalham na Organização há 100

35 mais de 20 anos. Isso revela que o banco oferece um bom ambiente de trabalho e oportunidades de evolução na carreira. Para os clientes e acionistas, essa análise mostra que 39% dos funcionários têm de uma a duas décadas de trabalho e experiência. São, dessa forma, profissionais com profundo conhecimento do mercado financeiro. Olhando-se o Bradesco pela faixa etária de seus funcionários percebe-se outro detalhe. Quase metade tem menos de 30 anos de idade. Um pouco mais da metade tem mais de 31 anos. Encontra-se aqui uma conjunção saudável entre juventude, com sua energia e criatividade, e experiência. A distribuição de funcionários por sexo é equilibrada: 45% são mulheres, 55% são homens. Os funcionários do Bradesco continuaram a receber em 2003 treinamento contínuo. Na visão do Banco, isso é necessário para manter a evolução qualitativa de pessoas que administram a maior instituição financeira do País, possuidora de conhecimentos gerenciais, tecnológicos e de negócios que a destacam entre as demais. Os investimentos realizados somam R$ 61 milhões, desti- 102 EXPERIÊNCIA E JUVENTUDE: FATORES DE RENOVAÇÃO

36 SALA DE AULA: APRIMORAMENTO TÉCNICO QUE SE TRANSFORMA EM BENEFÍCIOS PARA O CLIENTE nados a turmas, em cursos. Ao todo, foram 414 mil participações (número de funcionários vezes número de cursos) e média de 88 horas de treinamento por funcionário. Além de aulas presenciais, destacamos as atividades de autodesenvolvimento por meio de treinamento à distância, como videotreinamento, cartilhas e o TreiNet, sistema de treinamento via Internet do Bradesco. Por meio dele, os funcionários têm acesso a 15 cursos, dos quais podem participar de qualquer computador que tenha acesso à rede, no horário de melhor conveniência. O TreiNet democratizou a distribuição do conhecimento no interior da Organização e abriu oportunidades de aprimoramento pessoal e profissional a todo o quadro de funcionários. A economia também foi sensível, pois o TreiNet elimina a necessidade de deslocamentos em um banco cuja rede tem escala continental. Entre os cursos oferecidos destacam-se os de Controles Internos Compliance e Prevenção à Lavagem de Dinheiro, 106

37 que demonstram a preocupação com a ética, com o cumprimento das normas internas e com a segurança do sistema financeiro nacional. Destacam-se, ainda, os programas destinados aos conhecimentos de produtos e serviços, tais como: Mercado Financeiro e Investimentos, Empréstimos e Financiamentos, Capitalização, Vida e Previdência, Seguros Automóveis e Serviços de Conveniência. Para a área operacional, curso para formação de caixas e, na área de gestão, programas como Gestão de Desempenho e Apoio à Decisão para Gestores de Contas. O treinamento no Bradesco é feito por profissionais da própria Organização, por consultorias parceiras e por convênios com universidades, inclusive para cursos exclusivos de MBA ou em nível de pós-graduação e mestrado. VÍNCULO ESTREITO COM O CLIENTE 108

38 Deficientes O Bradesco é um dos bancos patrocinadores do Programa de Qualificação Profissional Febraban, que identifica e qualifica profissionais portadores de deficiência para exercer atividades no mercado financeiro. Além disso, vem implementando uma política de inclusão de pessoas portadoras de deficiência em seus quadros. Em março de 2003 foi criada a Célula de Deficientes Visuais, com a contratação inicial de cinco funcionários para o Telemarketing. Prevenção à Aids no local de trabalho Desde 1998 o Bradesco participa de programa do Ministério da Saúde que visa ao controle da doença com ações dentro das empresas. Em 2003 foram realizadas várias atividades nesse sentido, como campanha no Dia dos Namorados e no Dia Mundial de Luta contra a Aids. Saúde ocupacional Em 2003 foram realizadas campanhas de melhoria das condições de saúde e prevenção de doenças, como a Campanha contra a Dengue (em colaboração com o Ministério da Saúde); prevenção à conjuntivite; vacina contra a gripe; e distribuição de material informativo sobre saúde da mulher, tabagismo e alcoolismo. O trabalho preventivo se completa com ações referentes a DST/AIDS, LER/DORT, estresse, dependência química, obesidade, alimentação, atividade física, saúde feminina e masculina, pessoas portadoras de deficiência, educação no trânsito, doenças cardiovasculares, doenças respiratórias e alergias. 110 MESA DE OPERAÇÃO

39 BALANÇO SOCIAL 1 Base de cálculo R$ mil R$ mil Receita líquida (RL) (1) Resultado operacional (RO) Folha de pagamento bruta (FPB) Indicadores sociais internos R$ mil % sobre FPB % sobre RL R$ mil % sobre FPB % sobre RL Alimentação ,3 3, ,4 3,9 Encargos sociais compulsórios ,4 8, ,5 8,7 Previdência privada ,3 2, ,3 1,6 Saúde ,0 1, ,4 2,1 Segurança e medicina no trabalho Educação Cultura Capacitação e desenvolvimento profissional ,3 0, ,2 0,6 Creches e auxílio-creche ,7 0, ,7 0,3 Participação nos lucros ou resultados ,6 1, ,4 1,6 Outros ,8 0, ,8 0,3 Total Indicadores sociais internos ,4 19, ,7 19,1 5 Indicadores do corpo funcional N o de empregados(as) ao final do período N o de admissões durante o período N o de empregados(as) terceirizados(as) N o de estagiários(as) N o de empregados(as) acima de 45 anos N o de mulheres que trabalham na empresa % de cargos de chefia ocupados por mulheres 18,8% 18,3% N o de negros(as) que trabalham na empresa (2) N/D N/D % de cargos de chefia ocupados por negros(as) N/D N/D N o de portadores(as) de deficiência ou necessidades especiais Informações relevantes quanto ao exercício 2003 Metas 2004 da cidadania empresarial Relação entre a maior e a menor remuneração na empresa N/D N/D Número total de acidentes de trabalho Os projetos sociais e ambientais desenvolvidos pela empresa foram definidos por: direção 431 N/D x direção e gerências todos(as) empregados(as) direção x direção e gerências todos(as) empregados(as) 3 Indicadores sociais externos R$ mil % sobre RO % sobre RL R$ mil % sobre RO % sobre RL Educação ,7 0, ,3 0,6 Cultura ,4 0, ,4 0,1 Saúde e saneamento , ,1 - Esporte ,2 0, ,3 0,1 Combate à fome e segurança alimentar Outros ,4 0, ,5 0,1 Total das contribuições para a sociedade ,8 1, ,6 0,9 Tributos (excluídos encargos sociais) ,8 19, ,3 18,5 Total Indicadores sociais externos ,6 20, ,9 19,4 4 Indicadores ambientais R$ mil % sobre RO % sobre RL R$ mil % sobre RO % sobre RL Investimentos relacionados com a produção/operação da empresa Investimentos em programas e/ou projetos externos Total dos investimentos em meio ambiente Quanto ao estabelecimento de metas anuais para minimizar resíduos, o consumo em geral na produção/operação e aumentar a eficácia na utilização de recursos naturais, a empresa: não possui metas cumpre de 51 a 75% não possui metas cumpre de 51 a 75% cumpre de 0 a 50% cumpre de 76 a 100% cumpre de 0 a 50% cumpre de 76 a 100% Os padrões de segurança e salubridade no ambiente de trabalho foram definidos por: Quanto à liberdade sindical, ao direito de negociação coletiva e à representação interna dos(as) trabalhadores(as), a empresa: A previdência privada contempla: A participação nos lucros ou resultados contempla: Na seleção dos fornecedores, os mesmos padrões éticos e de responsabilidade social e ambiental adotados pela empresa: Quanto à participação de empregados(as) em programas de trabalho voluntário, a empresa: Número total de reclamações e críticas de consumidores(as): % de reclamações e críticas solucionadas: Valor adicionado total a distribuir (em R$ mil): Distribuição do Valor Adicionado (DVA): 7 Outras informações (1) Considera-se Receita Líquida (RL) o Resultado Bruto da Intermediação Financeira. (2) Não Disponível. direção x não se envolve direção direção não são considerados não se envolve na empresa: N/D na empresa: N/D 31,1% governo 15,0% acionistas todos(as) empregados(as) segue as normas da OIT direção e gerências direção e gerências no Procon: N/D no Procon: N/D todos(as)+ Cipa incentiva e segue a OIT x todos(as) empregados(as) x todos(as) empregados(as) na Justiça: N/D na Justiça: N/D direção x não se envolve direção direção são sugeridos x são exigidos não são considerados x apóia organiza e incentiva na empresa: N/D todos(as) empregados(as) segue as normas da OIT direção e gerências direção e gerências no Procon: N/D 2003: R$ : R$ ,2% colaboradores(as) 10,7% retido x não se envolve na empresa: N/D 30,8% governo 12,4% acionistas são sugeridos x apóia no Procon: N/D todos(as)+ Cipa incentiva e segue a OIT x todos(as) empregados(as) x todos(as) empregados(as) x são exigidos organiza e incentiva na Justiça: N/D na Justiça: N/D 42,7% colaboradores(as) 14,1% retido x PARECER DOS AUDITORES: RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES SOBRE REVISÃO ESPECIAL DAS INFORMAÇÕES CONTÁBEIS SUPLEMENTARES DO BALANÇO SOCIAL Ao Conselho de Administração e aos Acionistas Banco Bradesco S.A. - Osasco - SP Examinamos, de acordo com as normas de auditoria aplicáveis no Brasil, as demonstrações financeiras do Banco Bradesco S.A. e as demonstrações financeiras consolidadas do Banco Bradesco S.A. e suas controladas correspondentes aos exercícios findos em 31 de dezembro de 2003 e 2002 e emitimos nosso parecer, sem ressalvas, datado de 30 de janeiro de Nossos exames foram efetuados com o objetivo de formarmos uma opinião sobre as demonstrações financeiras do Banco Bradesco S.A. e as demonstrações financeiras consolidadas do Banco Bradesco S.A. e suas controladas, tomadas em conjunto. Em conexão com nossos exames das demonstrações financeiras, procedemos a revisão das informações contábeis suplementares inclusas no Balanço Social e que são apresentadas exclusivamente para possibilitar uma análise adicional, sem contudo fazer parte das demonstrações financeiras. Baseados em nossos exames, não temos conhecimento de qualquer modificação relevante que deva ser feita nessas informações contábeis suplementares, para que elas estejam apresentadas, adequadamente, em todos os aspectos relevantes, em relação às demonstrações financeiras tomadas em conjunto. 30 de janeiro de 2004 Walter Iório Contador CRC 1SP084113/O-5 KPMG Auditores Independentes CRC 2SP014428/O-6 Claudio Rogélio Sertório Contador CRC1SP212059/O-0

40 ÓRGÃOS DA ADMINISTRAÇÃO Conselho de Administração Presidente Lázaro de Mello Brandão Vice-Presidente Antônio Bornia Membros Dorival Antônio Bianchi Mário da Silveira Teixeira Júnior Márcio Artur Laurelli Cypriano João Aguiar Alvarez Denise Aguiar Alvarez Valente José Fonollosa García Ricardo Espírito Santo Silva Salgado Diretoria Diretores Executivos Diretor-Presidente Márcio Artur Laurelli Cypriano Diretores Vice-Presidentes Décio Tenerello Laércio Albino Cezar Arnaldo Alves Vieira Luiz Carlos Trabuco Cappi Sérgio Socha Julio de Siqueira Carvalho de Araujo Milton Almicar Silva Vargas José Luiz Acar Pedro Norberto Pinto Barbedo Diretores Gerentes Armando Trivelato Filho Carlos Alberto Rodrigues Guilherme José Alcides Munhoz José Guilherme Lembi de Faria Luiz Pasteur Vasconcellos Machado Milton Matsumoto Cristiano Queiroz Belfort Sérgio de Oliveira Odair Afonso Rebelato Aurélio Conrado Boni Domingos Figueiredo de Abreu Paulo Eduardo D Avila Isola Ademir Cossiello Diretores Departamentais Adineu Santesso Airton Celso Exel Andreolli Alfredo Antônio Lima de Menezes André Rodrigues Cano Antônio Carlos Del Cielo Candido Leonelli Carlos Laurindo Barbosa Carlos Roberto Parenti Denise Pauli Pavarina de Moura Douglas Tevis Francisco Fernando Jorge Buso Gomes Hélio Machado dos Reis Jair Delgado Scalco João Batistela Biazon João Cariello de Moraes Filho José Carlos Perri José Luiz Rodrigues Bueno José Maria Soares Nunes Josué Augusto Pancini Karl Heinz Kern Luiz Alves dos Santos Luiz Carlos Angelotti Luiz Fernando Peres Marcos Bader Maria Eliza Sganserla Mário Luiz Lancellotti Mauro Roberto Vasconcellos Gouvêa Milton Clemente Juvenal Nilton Pelegrino Nogueira Odilardo Guerreiro Rodrigues Osvaldo Corrêa Fonseca Ricardo Dias Roberto Elias Abud Squeff Roberto Sobral Hollander Romulo Nagib Lasmar Sérgio Alexandre Figueiredo Clemente Sergio Sztajn Toshifumi Murata Valter Crescente Diretores Regionais Ademar Monteiro de Moraes Alexandre da Silva Glüher Altair Antônio de Souza Aurélio Guido Pagani Claudio Fernando Manzato Elias Rodrigues Malheiro Idevalter Borba José Antônio Salmazi Laércio Carlos de Araújo Filho Luiz Carlos de Carvalho Paulo de Tarso Monzani Paulo Ricardo da Silva Barra Raimundo Nonato Ribeiro Renaud Roberto Teixeira Roberto José Barbarini Sebastião Carlos Pereira da Silva Siladelfo Rodrigues Guerra 116

41 EXPEDIENTE Balanço Social é uma publicação do Banco Bradesco S.A. com circulação dirigida para acionistas, investidores, clientes e funcionários. Editada pelo Departamento de Marketing Cidade de Deus, Osasco, SP Tel.: (11) , Fax: Diretor de Marketing José Carlos Perri Editor Executivo Nilton Horita (MTb ) Texto Antenor Nascimento Produção e Reportagem Otaviano Guedes, Lucia Porto, Edison Lodovichi e Geovana Pagel Fotografia Ana Paula Paiva Arquivo Bradesco Biô Barreira Clodoir de Oliveira Egberto Nogueira Fábio Moreira Salles João Pires Projeto Gráfico e Direção de Arte Camarinha Comunicação & Design Tiragem exemplares Impressão Takano Editora Gráfica Ltda. 118

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 7 - SITE 9 - TELEFONE 14 - FAX 10 - TELEFONE 11 - TELEFONE 12 - TELEX

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 7 - SITE 9 - TELEFONE 14 - FAX 10 - TELEFONE 11 - TELEFONE 12 - TELEX IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS. 1.1 - IDENTIFICAÇÃO 1

Leia mais

Balanço Social das Empresas

Balanço Social das Empresas Balanço Social das Empresas Aqui inicia-se a construção do Balanço Social de sua empresa, no modelo proposto pelo Ibase. Este importante documento deve ser resultado de um amplo processo participativo

Leia mais

7ª Conferência Municipal Produção Mais Limpa Cidade de São Paulo. São Paulo, 21 de Maio 2008. Maria Luiza Barbosa

7ª Conferência Municipal Produção Mais Limpa Cidade de São Paulo. São Paulo, 21 de Maio 2008. Maria Luiza Barbosa 7ª Conferência Municipal Produção Mais Limpa Cidade de São Paulo São Paulo, 21 de Maio 2008 Maria Luiza Barbosa Responsabilidade Social Projetos desenvolvidos pela UNICA Instituto Banco Mundial Programa

Leia mais

INSTITUTO LOJAS RENNER

INSTITUTO LOJAS RENNER 2011 RELATÓRIO DE ATIVIDADES INSTITUTO LOJAS RENNER Instituto Lojas Renner Inserção de mulheres no mercado de trabalho, formação de jovens e desenvolvimento da comunidade fazem parte da essência do Instituto.

Leia mais

Sustentabilidade Departamento de Relações com o Mercado

Sustentabilidade Departamento de Relações com o Mercado Sustentabilidade Departamento de Relações com o Mercado Visão e Missão da Organização Estratégia de Sustentabilidade Para um maior alinhamento com o mercado e para facilitar a compreensão do tema, as iniciativas

Leia mais

Data-Base - 31/12/2000

Data-Base - 31/12/2000 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS Data-Base - 31/12/2000 (USO EMPRESA P/ SIMPLES CONFERÊNCIA) O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

A consolidação do modelo

A consolidação do modelo C A P Í T U L O 2 A consolidação do modelo Nos últimos anos, o balanço social modelo Ibase tornou-se a principal ferramenta por meio da qual as empresas são estimuladas a conhecer, sistematizar e apresentar

Leia mais

CONCERTOS BANRISUL PARA JUVENTUDE

CONCERTOS BANRISUL PARA JUVENTUDE APRESENTAÇÃO O Banrisul é agente viabilizador de iniciativas comunitárias, valorizando e apoiando atitudes que impactam sobre a qualidade de vida da comunidade gaúcha. Confirmando o seu compromisso histórico

Leia mais

Voar com responsabilidade social

Voar com responsabilidade social Voar com responsabilidade social Caros colaboradores, Cuidar da sociedade em que vivemos é responsabilidade de todos nós. É por isso que divido com vocês o orgulho de participar desses projetos. A responsabilidade

Leia mais

9, 16 e 23 de outubro. www.mackenzievoluntario.com.br. No Mackenzie, o bem faz bem há 140 anos 1

9, 16 e 23 de outubro. www.mackenzievoluntario.com.br. No Mackenzie, o bem faz bem há 140 anos 1 9, 16 e 23 de outubro www.mackenzievoluntario.com.br No Mackenzie, o bem faz bem há 140 anos 1 O Projeto O Mackenzie Voluntário é um projeto de voluntariado que visa à prática da cidadania por meio do

Leia mais

XXXII Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Farmacêutica

XXXII Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Farmacêutica XXXII Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Farmacêutica Mesa-Redonda: Responsabilidade Social Empresarial 23-24 de Novembro de 2006 Mário Páscoa (Wyeth/ Painel Febrafarma) E-mail: pascoam@hotmail.com

Leia mais

NÚCLEO CONSTRUÇÃO E CIDADANIA DO SICEPOT-MG

NÚCLEO CONSTRUÇÃO E CIDADANIA DO SICEPOT-MG NÚCLEO CONSTRUÇÃO E CIDADANIA DO SICEPOT-MG SICEPOT-MG CONSTRUINDO UM MUNDO MELHOR O Núcleo Construção e Cidadania foi criado em 1995 para coordenar, planejar e executar as ações de Responsabilidade Social

Leia mais

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL Trabalho apresentado no III ENECULT Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura, realizado entre os dias 23 a 25 de maio de 2007, na Faculdade de Comunicação/UFBa, Salvador-Bahia-Brasil. METODOLOGIA

Leia mais

Ramo de atividade: 2 - Indicadores de Corpo Funcional Cooperado(as)Empregado(as) Nº Total Cooperado(as)Empregado(as) Nº Total

Ramo de atividade: 2 - Indicadores de Corpo Funcional Cooperado(as)Empregado(as) Nº Total Cooperado(as)Empregado(as) Nº Total Balanço Social 2 Unimed Brasil Balanço Social Parcial - Identificação Nome da cooperativa: UNIMED SÃO JOSÉ DOS CAMPOS Ramo de atividade: Saúde Atuação da cooperativa: Local CNPJ: 6.24.57/- 5 Tempo de existência:

Leia mais

O Grupo Telefônica no Brasil e no Mundo

O Grupo Telefônica no Brasil e no Mundo Atualizado em: julho, 2011 O Grupo Telefônica no Brasil e no Mundo Dados financeiros (2010) Indicadores Mundo Brasil %BR/mundo Receita Líquida (1) 60,7 bilhões (1) Considera Telesp + 50% da Vivo até 3T2010

Leia mais

Promover maior integração

Promover maior integração Novos horizontes Reestruturação do Modelo de Gestão do SESI leva em conta metas traçadas pelo Mapa Estratégico Promover maior integração entre os departamentos regionais, as unidades de atuação e os produtos

Leia mais

ASSISTÊNCIA. AUFLA foi uma das instituições mapeadas ESTUDANTIL

ASSISTÊNCIA. AUFLA foi uma das instituições mapeadas ESTUDANTIL ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL AUFLA foi uma das instituições mapeadas por uma pesquisa realizada em 2010 pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), que resultou

Leia mais

Que tal investir parte dos impostos da sua empresa em um dos mais importantes trabalhos sociais do Brasil?

Que tal investir parte dos impostos da sua empresa em um dos mais importantes trabalhos sociais do Brasil? Que tal investir parte dos impostos da sua empresa em um dos mais importantes trabalhos sociais do Brasil? Conheça o Instituto Bola Pra Frente O Instituto Bola Pra Frente, iniciativa do tetracampeão mundial

Leia mais

Sua empresa é CIDADÃ?

Sua empresa é CIDADÃ? Sua empresa é CIDADÃ? A Câmara de Comércio e Indústria do Estado do Rio de Janeiro (CAERJ) em uma iniciativa inédita está compilando informações corporativas de todos os segmentos: indústria, comércio

Leia mais

Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre

Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre N o Brasil há 2.361 municípios, em 23 estados, onde vivem mais de 38,3 milhões de pessoas abaixo da linha de pobreza. Para eles, o Governo Federal criou

Leia mais

Apoio: BIT Company Franchising Rua Fidêncio Ramos, 223 conj. 131 13º andar Vila Olimpia

Apoio: BIT Company Franchising Rua Fidêncio Ramos, 223 conj. 131 13º andar Vila Olimpia Nome da empresa: BIT Company Data de fundação: Julho de 1993 Número de funcionários: 49 funcionários Localização (cidade e estado em que estão sede e franquias): Sede em São Paulo, com franquias em todo

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

Balanço Social 2010/2009

Balanço Social 2010/2009 Balanço Social 2010/2009 APRESENTAÇÃO Fundada em 1954, a Confederação Brasileira de Voleibol representa a entidade máxima do voleibol no país. A instituição é filiada ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB)

Leia mais

P R O J E T O ALVORADA

P R O J E T O ALVORADA P R O J E T O ALVORADA O Projeto Alvorada foi idealizado pelo Presidente Fernando Henrique Cardoso para reduzir as desigualdades regionais e elevar a qualidade de vida das populações mais carentes do País.

Leia mais

Número de funcionários: Aproximadamente 1200 colaboradores na sede administrativa e industrial.

Número de funcionários: Aproximadamente 1200 colaboradores na sede administrativa e industrial. PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 Categoria Franqueador Máster Dados da empresa Razão Social: IBAC Indústria Brasileira de Alimentos e Chocolates Nome Fantasia: Cacau Show Data de fundação:

Leia mais

Captação de Recursos. Fernando Cavalcanti 04.Jun.2013. Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais!

Captação de Recursos. Fernando Cavalcanti 04.Jun.2013. Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais! Captação de Recursos Fernando Cavalcanti 04.Jun.2013 Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais! Como Captar Recursos? Existem diversas maneiras das organizações conseguirem

Leia mais

BELCAR CAMINHÕES E MÁQUINAS LTDA. Projeto EIC - Escolas de Informática e Cidadania

BELCAR CAMINHÕES E MÁQUINAS LTDA. Projeto EIC - Escolas de Informática e Cidadania BELCAR CAMINHÕES E MÁQUINAS LTDA Projeto EIC - Escolas de Informática e Cidadania 1- DADOS DA EMPRESA Nome: BELCAR CAMINHÕES E MÁQUINAS LTDA. Setor de atividade e principal negócio: COMÉRCIO VAREJISTA

Leia mais

Comunidade. Relacionamento Comunitário

Comunidade. Relacionamento Comunitário Balanço Social 2003 Balanço Social 2003 Inserção social e comprometimento com a melhoria da qualidade de vida das comunidades: marcas da Fundação CSN traduzidas em investimentos em educação, desenvolvimento

Leia mais

Correios Socioambiental

Correios Socioambiental Correios Socioambiental AÇÕES SOCIAIS E AMBIENTAIS Missão: Fornecer soluções acessíveis e confiáveis para conectar pessoas, instituições e negócios, no Brasil e no mundo. Visão: Ser uma empresa de classe

Leia mais

Década Mundial de Ações para a Segurança no Trânsito ( ONU ) Semana Nacional de Trânsito 2012 ( Denatran ) e Dia Mundial Sem Carro

Década Mundial de Ações para a Segurança no Trânsito ( ONU ) Semana Nacional de Trânsito 2012 ( Denatran ) e Dia Mundial Sem Carro 1 Em apoio às campanhas Década Mundial de Ações para a Segurança no Trânsito ( ONU ) Semana Nacional de Trânsito 2012 ( Denatran ) e Dia Mundial Sem Carro A Universidade Federal de Santa Catarina e a Rede

Leia mais

Cynthia Lopes. Paraíso do Tocantins, Tocantins

Cynthia Lopes. Paraíso do Tocantins, Tocantins Cynthia Lopes Paraíso do Tocantins, Tocantins projeto social: Instrutora-voluntária de matemática, preparando alunos do ensino fundamental para a Olimpíada de Matemática. Felipe de Oliveira Rio Branco,

Leia mais

Programa Voluntários Bradesco

Programa Voluntários Bradesco 18ª Audiência de Sustentabilidade Programa Voluntários Bradesco Agosto / 2009 Banco Bradesco Um dos maiores Bancos Privados da América Latina 22 Maior Banco no Mundo (Forbes Global 2000) Maior Seguradora

Leia mais

EDUCAÇÃO PARA TODOS DECLARAÇÃO DE COCHABAMBA

EDUCAÇÃO PARA TODOS DECLARAÇÃO DE COCHABAMBA BR/2001/PI/H/4 EDUCAÇÃO PARA TODOS DECLARAÇÃO DE COCHABAMBA Os Ministros da Educação da América Latina e do Caribe, reunidos a pedido da UNESCO, na VII Sessão do Comitê Intergovernamental Regional do Projeto

Leia mais

Primeiro escritório de inclusão social da América Latina

Primeiro escritório de inclusão social da América Latina Primeiro escritório de inclusão social da América Latina 18 de setembro Nós do Centro: mais uma ação para a comunidade do Grupo Orsa O Grupo Orsa, por meio da Fundação Orsa, inaugura um espaço inovador

Leia mais

Balanço Social dos. Correios 2005. Uma amostra da força e união de todos, que, dia-a-dia, fazem os Correios serem o que são.

Balanço Social dos. Correios 2005. Uma amostra da força e união de todos, que, dia-a-dia, fazem os Correios serem o que são. Balanço Social dos Correios 2005 Uma amostra da força e união de todos, que, dia-a-dia, fazem os Correios serem o que são. apresentação Os Correios têm o tamanho do Brasil. São a única instituição presente

Leia mais

Perguntaram à teóloga alemã. Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade?

Perguntaram à teóloga alemã. Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade? Perguntaram à teóloga alemã Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade? Não explicaria, Daria uma bola para que ele jogasse... ESPORTE EDUCAÇÃO CULTURA QUALIFICAÇÃO PLACAR

Leia mais

Departamento de Políticas de Comunicação. Gerência de Patrocínio

Departamento de Políticas de Comunicação. Gerência de Patrocínio Departamento de Políticas de Comunicação Gerência de Patrocínio PRINCIPAIS ATRIBUIÇÕES DO DEPARTAMENTO Implementar as estratégias de comunicação para o Sistema BNDES, divulgando sua atuação e programas;

Leia mais

NOVA ATITUDE SOCIAL PARA A SUSTENTAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO

NOVA ATITUDE SOCIAL PARA A SUSTENTAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO Maio 2005 NOVA ATITUDE SOCIAL PARA A SUSTENTAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO Uma empresa cidadã tem direitos e deveres, assim como qualquer indivíduo. Trata-se de uma consciência crítica que nasce a partir do respeito

Leia mais

MARCA BRADESCO RECURSOS HUMANOS

MARCA BRADESCO RECURSOS HUMANOS ATIVOS INTANGÍVEIS Embora a Organização não registre seus ativos intangíveis, há evidências da percepção de sua magnitude pelos investidores e que pode ser encontrada na expressiva diferença entre o Valor

Leia mais

2009, um ano de grandes realizações e conquistas

2009, um ano de grandes realizações e conquistas 2009, um ano de grandes realizações e conquistas 2009 foi um ano de grandes realizações e conquistas para o Serviço Social da Indústria (SESI), entidade que integra o Sistema Federação das Indústrias no

Leia mais

SEC Que Cultura é essa? Balanço de Gestão 2007/2010

SEC Que Cultura é essa? Balanço de Gestão 2007/2010 SEC Que Cultura é essa? Balanço de Gestão 2007/2010 1 ATRAÇÃO DE RECURSOS ATRAÇÃO DE RECURSOS TRANSFORMAR DESPESA EM INVESTIMENTO A LEI DO ICMS ESTRUTURAÇÃO Superintendência específica Parceria SEFAZ

Leia mais

Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis.

Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis. Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis Localização Missão, Valores e Visão Os 5 Pilares Objetivos e estratégias

Leia mais

Nossas conquistas 2013

Nossas conquistas 2013 Nossas conquistas 2013 O ano de 2013 foi especial para a Fundação e para as comunidades onde desenvolvemos ações sociais. Alcançamos o marco de 25 anos de atuação social e de 7 milhões de beneficiários,

Leia mais

InfoReggae - Edição 32 Inclusão Digital 11 de abril de 2014. Coordenador Executivo José Júnior

InfoReggae - Edição 32 Inclusão Digital 11 de abril de 2014. Coordenador Executivo José Júnior O Grupo Cultural AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima de jovens das camadas populares.

Leia mais

Associação Síndrome de Down, Piracicaba (SP) VOCÊ MUDA O DESTINO DE PARTE DO SEU IMPOSTO E ACABA MUDANDO MUITOS OUTROS.

Associação Síndrome de Down, Piracicaba (SP) VOCÊ MUDA O DESTINO DE PARTE DO SEU IMPOSTO E ACABA MUDANDO MUITOS OUTROS. Associação Síndrome de Down, Piracicaba (SP) VOCÊ MUDA O DESTINO DE PARTE DO SEU IMPOSTO E ACABA MUDANDO MUITOS OUTROS. Caro(a) colega, É com muito orgulho que anunciamos uma nova edição do programa Cidadãos

Leia mais

POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES VOLVO DO BRASIL

POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES VOLVO DO BRASIL POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES VOLVO DO BRASIL índice APRESENTAÇÃO...3 POLíTICA DE PATROCíNIOS DA VOLVO DO BRASIL...3 1. Objetivos dos Patrocínios...3 2. A Volvo como Patrocinadora...3 3. Foco de Atuação...4

Leia mais

Balanço Socioambiental

Balanço Socioambiental Balanço Socioambiental Identificação Instituição Associação dos Portadores da Sindrome de Down Natureza Jurídica Associação Registro no CMAS Utilidade Pública Estadual Isenta da cota patronal INSS Não

Leia mais

Conhecendo a Fundação Vale

Conhecendo a Fundação Vale Conhecendo a Fundação Vale 1 Conhecendo a Fundação Vale 2 1 Apresentação Missão Contribuir para o desenvolvimento integrado econômico, ambiental e social dos territórios onde a Vale atua, articulando e

Leia mais

EDUCAÇÃO GRUPO POSITIVO

EDUCAÇÃO GRUPO POSITIVO EDUCAÇÃO 38 GRUPO POSITIVO Contribuição para o desenvolvimento Positivo trabalha para que sua contribuição ao ensino de O qualidade extrapole suas unidades e alcance de forma construtiva toda a sociedade.

Leia mais

Atuando com responsabilidade para. colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos

Atuando com responsabilidade para. colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos Atuando com responsabilidade para colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos Compromisso com um futuro melhor. Com o nosso trabalho, somos parte da solução para uma agricultura mais sustentável.

Leia mais

BALANÇO SOCIAL. Prof. Edson Degraf 1

BALANÇO SOCIAL. Prof. Edson Degraf 1 BALANÇO SOCIAL Prof. Edson Degraf 1 O balanço social é uma demonstração que pode ser publicada anualmente pelas empresas, e que reúne uma série de informações sobre sua atuação social, como por exemplo:

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA

SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA 2 Caixa, patrimônio dos brasileiros. Caixa 100% pública! O processo de abertura do capital da Caixa Econômica Federal não interessa aos trabalhadores e à população

Leia mais

Cargo/Função: Analista de Marketing Telefone de Contato (49) 3301-7013 E-mail para contato: luana@coopercarga.co m.br

Cargo/Função: Analista de Marketing Telefone de Contato (49) 3301-7013 E-mail para contato: luana@coopercarga.co m.br ANEXO I - MODELO PARA ORGANIZAÇÕES RAZÃO OU DENOMINAÇÃO SOCIAL: Cooperativa de Transporte de Cargas do Estado de Santa Catarina CNPJ: 81800849/0001-41 ENDEREÇO: Rua Marechal Deodoro, nº36 centro. Concórdia

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA PROGRAMA Nº- 042 PALCO SOBRE RODAS Projeto inspirado no clássico modelo de teatro itinerante, através da montagem de um palco móvel que percorre os bairros da cidade, levando cultura. Levar o Palco sobre

Leia mais

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Jornal de Brasília Data: 22/08/2009 Seção: Sociedade Pág.: 49 Assunto: Great Place to Work

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Jornal de Brasília Data: 22/08/2009 Seção: Sociedade Pág.: 49 Assunto: Great Place to Work Veículo: Jornal de Brasília Data: 22/08/2009 Seção: Sociedade Pág.: 49 Assunto: Great Place to Work Veículo: Site Revista Making Of Data: 20/08/2009 Seção: Marketing Pág.: www.revistamakingof.com.br Assunto:

Leia mais

ORIENTAÇÃO E IMPLANTAÇÃO DE TECNOLOGIAS PARA A INCLUSÃO SOCIAL

ORIENTAÇÃO E IMPLANTAÇÃO DE TECNOLOGIAS PARA A INCLUSÃO SOCIAL ORIENTAÇÃO E IMPLANTAÇÃO DE TECNOLOGIAS PARA A INCLUSÃO SOCIAL VASCONCELOS, Arthur Henrique Pacífico 1 ; CASTIGLIONI, Gabriel Luis 2 ; SILVA, Flavio Alves 2 ; RODRIGUES, Adelino José Saraiva 3. 1 Estudante

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA:

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor VENCEDOR NACIONAL CATEGORIA: Grandes Cidades Município de Embu das Artes sp Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor VENCEDOR NACIONAL

Leia mais

BIC AMAZÔNIA S.A. RELATÓRIO DE DESEMPENHO SOCIAL JANEIRO DE 2015 I - APRESENTAÇÃO

BIC AMAZÔNIA S.A. RELATÓRIO DE DESEMPENHO SOCIAL JANEIRO DE 2015 I - APRESENTAÇÃO BIC AMAZÔNIA S.A. RELATÓRIO DE DESEMPENHO SOCIAL JANEIRO DE 2015 I - APRESENTAÇÃO A unidade BIC Amazônia está localizada na cidade de Manaus, no Estado do Amazonas, onde são produzidos canetas, lápis,

Leia mais

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015 V.4 - N.4 - Setembro de 2015 Vilma Lúcia da Silva 05 Assessora de Comunicação do Parque da Cidade Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal Só no mês de setembro o Parque da Cidade recebeu

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Projeto Exercitando Direitos do PELC - Programa de Esporte e Lazer da Cidade

Mostra de Projetos 2011. Projeto Exercitando Direitos do PELC - Programa de Esporte e Lazer da Cidade Mostra de Projetos 2011 Projeto Exercitando Direitos do PELC - Programa de Esporte e Lazer da Cidade Mostra Local de: Piraquara Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais.

Leia mais

Bolsa de Valores de São Paulo - BOVESPA. Comunicação de Progresso - 2006

Bolsa de Valores de São Paulo - BOVESPA. Comunicação de Progresso - 2006 Bolsa de Valores de São Paulo - BOVESPA Comunicação de Progresso - 2006 Quem somos: Número de funcionários: 781 Número de empresas listadas: 391 Volume financeiro diário: R$ 2,4 bilhões Market Cap: R$

Leia mais

BEM-VINDO AO BALANÇO SOCIAL 2009. TEMOS A SATISFAÇÃO DE MOSTRAR A VOCÊ NOSSAS AÇÕES SÓCIO-AMBIENTAIS E SEUS RESULTADOS NO ÚLTIMO ANO.

BEM-VINDO AO BALANÇO SOCIAL 2009. TEMOS A SATISFAÇÃO DE MOSTRAR A VOCÊ NOSSAS AÇÕES SÓCIO-AMBIENTAIS E SEUS RESULTADOS NO ÚLTIMO ANO. 29 Balanço Social BEMVINDO AO BALANÇO SOCIAL 29. TEMOS A SATISFAÇÃO DE MOSTRAR A VOCÊ NOSSAS AÇÕES SÓCIOAMBIENTAIS E SEUS RESULTADOS NO ÚLTIMO ANO. Aproveitamos para compartilhar a notícia de que pelo

Leia mais

DESCRITIVO TÉCNICO - VERSÃO DESKTOP

DESCRITIVO TÉCNICO - VERSÃO DESKTOP sistema para gerenciamento de instituições de ensino DESCRITIVO TÉCNICO - VERSÃO DESKTOP Nossa Empresa A Sponte Informática é uma empresa brasileira, localizada em Pato Branco, cidade considerada pólo

Leia mais

Relatório de desempenho social Maio de 2010

Relatório de desempenho social Maio de 2010 Nossa responsabilidade social BIC AMAZÔNIA S.A. Relatório de desempenho social Maio de 2010 I - APRESENTAÇÃO A unidade BIC Amazônia está localizada na cidade de Manaus, no Estado do Amazonas, onde são

Leia mais

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE O Banco de Brasília - BRB, em busca de uma atuação transparente e consciente da sua responsabilidade socioambiental, apresenta suas principais iniciativas na área de sustentabilidade.

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 36, DE 04 DE ABRIL DE 2005. Dispõe sobre alterações à Resolução CONSEPE n. 57, de 14 de maio de 2001. R E S O L V E: I DA CONCEITUAÇÃO

RESOLUÇÃO N.º 36, DE 04 DE ABRIL DE 2005. Dispõe sobre alterações à Resolução CONSEPE n. 57, de 14 de maio de 2001. R E S O L V E: I DA CONCEITUAÇÃO RESOLUÇÃO N.º 36, DE 04 DE ABRIL DE 2005. Dispõe sobre alterações à Resolução CONSEPE n. 57, de 14 de maio de 2001. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO, no

Leia mais

Páginas: OFICINAS DE ESPORTES. Oficinas de esportes consolidam a formação de atletas em Canavieiras

Páginas: OFICINAS DE ESPORTES. Oficinas de esportes consolidam a formação de atletas em Canavieiras Páginas: 10 OFICINAS DE ESPORTES Oficinas de esportes consolidam a formação de atletas em Canavieiras A Prefeitura de Canavieiras vem incentivando a prática regular de esportes, através de diversas iniciativas

Leia mais

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013 Relatório Despertar 2013 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

1º Lugar: Leia e Passe Adiante.

1º Lugar: Leia e Passe Adiante. Programas Vencedores: três 7º Concurso FNLIJ Os Melhores Programas de Incentivo à Leitura junto a Crianças e Jovens de todo o Brasil / Programa Nacional de Incentivo à Leitura - PROLER 2002 1º Lugar: Leia

Leia mais

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de:

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de: Relatório Despertar 2014 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

Lions Clube Centro-São José dos Campos

Lions Clube Centro-São José dos Campos Lions Clube Centro-São José dos Campos Projeto Transformação BRASIL Transformação é um projeto que visa ampliar as oportunidades educativas, investindo no desenvolvimento do potencial de cada criança e

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO URBANO E MEIO AMBIENTE DE CARA LIMPA COM A NATUREZA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO URBANO E MEIO AMBIENTE DE CARA LIMPA COM A NATUREZA PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO URBANO E MEIO AMBIENTE DE CARA LIMPA COM A NATUREZA Cuiabá- 2009 I - Apresentação Este Programa pretende sensibilizar a sociedade cuiabana para

Leia mais

O lançamento aconteceu em 8 de março de 2004, Dia Internacional da Mulher.

O lançamento aconteceu em 8 de março de 2004, Dia Internacional da Mulher. Sinopse As últimas décadas marcaram o avanço do papel da mulher na economia. Cada vez mais mulheres são responsáveis pela administração de seus lares e é crescente sua participação no mercado de trabalho,

Leia mais

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto?

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto? Projetos Sociais da Faculdade Campo Real A promoção da cidadania é qualidade de toda instituição de ensino consciente de sua relevância e capacidade de atuação social. Considerando a importância da Faculdade

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES PLANO DE GOVERNO 2009 / 2012 EDUCAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES PLANO DE GOVERNO 2009 / 2012 EDUCAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES PLANO DE GOVERNO 2009 / 2012 EDUCAÇÃO O que buscamos Proporcionar educação com qualidade social para todas as crianças. Erradicar o analfabetismo, ampliar o nível

Leia mais

BARRO ALTO. Sesi-Senai inaugura núcleo integrado. Euclides Oliveira

BARRO ALTO. Sesi-Senai inaugura núcleo integrado. Euclides Oliveira BARRO ALTO Sesi-Senai inaugura núcleo integrado Euclides Oliveira O Núcleo Integrado Sesi-Senai foi inaugurado na manhã da quinta-feira (10), em Barro Alto, em parceria com a mineradora Anglo American

Leia mais

Brincar de ler e escrever

Brincar de ler e escrever I Edital FNA 2015 Brincar de ler e escrever A Fundação Negro Amor - FNA foi criada em 2008 e, desde então, desenvolve ações na área socioeducativa e cultural, com foco na promoção da educação infantil

Leia mais

PREFEITURA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO, CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

PREFEITURA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO, CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO PROGRAMA DE METAS Gestão 2013/2016 APRESENTAÇÃO... 2 I - VISÃO DO MUNICÍPIO... 3 II COMPROMISSO... 3 III PRINCÍPIOS DE GESTÃO... 3 IV DIRETRIZES ESTRATÉGIAS... 4 PROGRAMA DE METAS DESENVOLVIMENTO URBANO...

Leia mais

Projeto ViraVida oferece alternativas para jovens e adolescentes em situação de exploração sexual

Projeto ViraVida oferece alternativas para jovens e adolescentes em situação de exploração sexual Projeto ViraVida oferece alternativas para jovens e adolescentes em situação de exploração sexual Desde 2008, o Conselho Nacional do SESI, em parceria com o empresariado, promove a inserção desse público

Leia mais

Participe! vamos decolar o futuro!

Participe! vamos decolar o futuro! Participe! vamos decolar o futuro! Caro(a) colega, Estamos iniciando mais uma edição do programa Cidadãos do Amanhã, uma iniciativa de sucesso, empreendida há 15 anos pela ArcelorMittal junto aos seus

Leia mais

Sede Sebrae Nacional

Sede Sebrae Nacional Sede Sebrae Nacional Somos o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresa, uma entidade privada sem fins lucrativos, e a nossa missão é promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável

Leia mais

OFICINA DE CONHECIMENTO GESTÃO E SUSTENTABILIDADE PARA O TERCEIRO SETOR

OFICINA DE CONHECIMENTO GESTÃO E SUSTENTABILIDADE PARA O TERCEIRO SETOR GESTÃO E SUSTENTABILIDADE PARA O TERCEIRO SETOR O Prêmio Criança É um programa da Fundação Abrinq Save the Children que identifica e reconhece boas práticas voltadas à primeira infância (0 a 6 anos), gestantes

Leia mais

8 Balanço Social. 8.1. Política de Preços Mínimos

8 Balanço Social. 8.1. Política de Preços Mínimos 8 Balanço Social Ao participar da formulação e execução de políticas para o setor agroalimentar, com o objetivo de garantir o atendimento das necessidades de sustentação da renda do produtor e de segurança

Leia mais

Relatório de Ações 2012-2013. Socioambientais

Relatório de Ações 2012-2013. Socioambientais Relatório de Ações 2012-2013 Socioambientais O compromisso com o investimento em ações sociais foi sempre uma prática do Grupo 7COMm e de seus colaboradores. Com a expansão de suas atividades e a modernização

Leia mais

Profissionais Qualificados

Profissionais Qualificados Profissionais Qualificados Em 1910 foram criadas as primeiras escolas profissionais públicas na cidade de São Paulo, como parte de um projeto de constituir um mercado de mão de obra qualificada. Essas

Leia mais

LAMSA (Recurso Direto)

LAMSA (Recurso Direto) O Instituto Invepar e as empresas do grupo - Linha Amarela S/A - LAMSA (RJ), Concessionária Litoral Norte - CLN (BA), Concessionária Auto Raposo Tavares - CART (SP), MetrôRio (RJ) e Concessionária Bahia

Leia mais

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social O Projeto Social Luminando O LUMINANDO O Luminando surgiu como uma ferramenta de combate à exclusão social de crianças e adolescentes de comunidades

Leia mais

fazem bem e dão lucro

fazem bem e dão lucro Melhores práticas de fazem bem e dão lucro Banco Real dá exemplo na área ambiental e ganha reconhecimento internacional Reunidos em Londres, em junho deste ano, economistas e jornalistas especializados

Leia mais

AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS

AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS Relatório de Atividades 2014 Sumário 1.0 Introdução - Pág 3 2.0 Quem Somos, Estatísticas, Valores - Pág 4 3.0 Projetos 2014 - Pág 5 a 15 3.1 Novo site - Pág 5 a 12

Leia mais

SOUZA NETTO ENGENHARIA

SOUZA NETTO ENGENHARIA SOUZA NETTO ENGENHARIA 18 ANOS NO MERCADO DE SALVADOR José Augusto Lino de Souza Engenheiro Civil Diretor da Souza Netto Engenharia Ltda 1 2 Sumário da apresentação 1. Apresentação da empresa 1.1 Obras

Leia mais

Mensagem da Diretoria

Mensagem da Diretoria Balanço Social 2013 Mensagem da Diretoria Em 2013 as Empresas Rio Deserto completaram 95 anos de atividades. Somos uma das empresas mais antigas da região Sul de Santa Catarina, mas não podemos ser chamadas

Leia mais

FUNDAMENTOS DA GESTÃO

FUNDAMENTOS DA GESTÃO A Ultrapar realizou em 2011 um programa de comunicação e disseminação do tema sustentabilidade entre seus colaboradores, com uma série de iniciativas voltadas para o engajamento e treinamento das pessoas.

Leia mais

Grupo Banco Mundial. Construindo um mundo sem pobreza

Grupo Banco Mundial. Construindo um mundo sem pobreza Grupo Banco Mundial Construindo um mundo sem pobreza Enfoque Regional! O Banco Mundial trabalha em seis grandes regiões do mundo: 2 Fatos Regionais: América Latina e Caribe (ALC)! População total: 500

Leia mais

Composição do Conselho Guarulhense do Movimento Degrau

Composição do Conselho Guarulhense do Movimento Degrau Composição do Conselho Guarulhense do Movimento Degrau O Conselho Guarulhense do Movimento Degrau foi fundado no dia 27 de julho de 2006 e, segundo seu Regimento Interno, tem os seguintes objetivos: I

Leia mais

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 3 } 1. INTRODUÇÃO: PARQUE TECNOLÓGICO CAPITAL DIGITAL - PTCD Principal polo de desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação do Distrito Federal, o PTCD

Leia mais

A DIVERSIDADE CULTURAL: UM ELO ENTRE A MATEMÁTICA E OUTROS SABERES

A DIVERSIDADE CULTURAL: UM ELO ENTRE A MATEMÁTICA E OUTROS SABERES A DIVERSIDADE CULTURAL: UM ELO ENTRE A MATEMÁTICA E OUTROS SABERES Marilene Rosa dos Santos Coordenadora Pedagógica de 5ª a 8ª séries da Prefeitura da Cidade do Paulista rosa.marilene@gmail.com Ana Rosemary

Leia mais

O AUMENTO DA RENDA DA POPULAÇÃO TEM EFEITO DIRETO SOBRE O AUDIOVISUAL.

O AUMENTO DA RENDA DA POPULAÇÃO TEM EFEITO DIRETO SOBRE O AUDIOVISUAL. 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 O AUMENTO DA RENDA DA POPULAÇÃO TEM EFEITO DIRETO SOBRE O AUDIOVISUAL. A CLASSE C IDENTIFICA CINEMA, INTERNET E TV POR ASSINATURA COMO

Leia mais

Não fique para trás! Submeta seu projeto. Fonte de recursos para projetos julho 2012

Não fique para trás! Submeta seu projeto. Fonte de recursos para projetos julho 2012 Não fique para trás! Submeta seu projeto. Fonte de recursos para projetos julho 2012 1. Patrocínios 1.1 Patrocínio a Eventos e Publicações Data limite: 60 dias de antecedência da data de início do evento

Leia mais