Diagnóstico de hemoglobinopatias pela triagem neonatal

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Diagnóstico de hemoglobinopatias pela triagem neonatal"

Transcrição

1 1º Congresso Médico de Guarulhos Práticas Clínicas no SUS 5 a 7 novembro de 2015 Diagnóstico de hemoglobinopatias pela triagem neonatal Dra Christiane M. S. Pinto Hematologista Pediatrica HMCA Guarulhos Hemocentro Universidade Federal de São Paulo

2 Introdução De acordo com a OMS, mundialmente 270 milhões de pessoas carregam genes que determinam hemoglobinas anormais e estudos realizados em populações brasileiras, revelaram a possibilidade de que existam hoje no Brasil 10 milhões de pessoas portadoras de hemoglobinas anormais, e que anualmente nasçam pessoas com a forma homozigota. Pediatria (São Paulo)2008;30(3):

3 Introdução Hemoglobinopatias: problema de saúde pública. Portaria 822/01, de 6 de junho de 2001, inclui triagem para hemoglobinopatias no Programa Nacional de Triagem Neonatal (PNTN). As hemoglobinopatias constituem o distúrbio genético de maior prevalência na raça humana. Doença Falciforme a mais freqüente dentre as hemoglobinopatias chegando a atingir 1 a cada 500 indivíduos da raça negra. No Brasil estima-se a presença de de portadores para esta doença.

4 A hemoglobina A hemoglobina é um tetrâmero composto de dois tipos de cadeias de globina. Hemoglobina A (α2β2) - O tipo mais comum, correspondendo a 95% da hemoglobina total. Hemoglobina A2 (α2δ2) - cadeias δ (delta) são sintetizadas no último trimestre após o parto, seu nível normal é de aproximadamente 2.5%. Hemoglobina F (α2γ2) - No adultos a Hemoglobina F é restrita a uma população de células vermelhas (hemácias) chamadas células F, este tipo de hemoglobina corresponde a cerca de 2,5% da hemoglobina total

5 Hemoglobinopatias Resultam em mutação dos genes que codificam as cadeias globínicas alfa e beta da molécula de hemoglobina. Já foram descritas mais de mutações. Mais frequentes e clinicamente significantes são as variantes estruturais para Hb S e C. Hb S: mutação do gene d beta globina, ocorrendo substituição de ácido glutâmico pela valina. Hb com estabilidade e solubilidade diferentes, e quando está na forma desoxigenada ocorre polimerização de sua estrutura, consequente deformação e enrijecimento da membrana da hemacea.

6 Hemoglobinopatias Hb C: substituição do ácido glutâmico pela lisina no gene da cadeia da beta globina, alterando a estrutura da hemoglobina. Caracteriza tendência maior à cristalização. Heterozigotos para hemoglobinas anormais: Traço (níveis na eletroforese menor que 50%) Traço: assintomático, seguimento pediátrico ou clínico Traço S: pode ser sintomático em grandes hipóxias e/ou acidose.

7 Hemoglobinopatias Homozigotos para Hb S: anemia falciforme (SS) Heterozigotos combinados com outras hemoglobinopatias: doença falciforme (SC/SD/Sα). Alta morbidade e mortalidade. Hemoglobinopatia C: hemólise crônica, hepatoesplenomegalia. Alfa Talassemia: Hemoglobina de Bart s (γ4)/hemoglobina H(β4) 4 genes controlam a produção de alfa globina: deleção de 1 gene portador silencioso, deleção de 2 genes traço alfa talassemico, deleção de 3 genes alfa talassemia, deleção de 4 genes hidropsia fetal.

8 Hemoglobinopatia Beta talassemia: minor e intermédia apresentam difícil diagnóstico neonatal. A forma major apresenta somente Hb Fetal. Impacto no crescimento e desenvolvimento da criança e do adolescente. Diagnóstico e tratamento precoce das hemoglobinopatias, permitiu melhor acompanhamento e aumento na expectativa e qualidade de vida, com diminuição de sequelas.

9 O teste do pezinho Metodologia rápida, confiável, reprodutível, possível de ser aplicada em grande número de amostras. Focalização Isoelétrica: principais posições das hemoglobinas (alteração qualitativa) HPLC : alterções qualitativas e quantitativas da hemoglobina. Eletroforese de Hemoglobinas: método com alto custo/efetividade para aplicabilidade em grandes populações.

10 O teste do pézinho Resultado Interpretação Quadro clínico FA normal assintomático FAS Traço falciforme Portador assintomático FAC Traço C Portador assintomático FS* Anemia Falciforme Anemia Hemolítica FC Hemoglobinopatia C Anemia Hemolítica FCA Hemoglobinopatia C/beta talassemia Anemia Hemolítica FSC Doença falciforme SC Anemia Hemolítica FABart s(1%-5%0 Portador silencioso de alfa talassemia Portador assintomático FABart s(5%-10%) Traço alfa talassêmico Anemia leve FABart s(25%-50%) Alfa talassemia Anemia Hemolítica F Beta talassemia Major Anemia Hemolítica

11 Orientações quanto ao resultado Diagnóstico Traço Falciforme Traço hemoglobinopatia C Doença Falciforme (SS/SC/Sβ/Sα/SD/...) Hemoglobinopatia C Alfa talassemia portador silencioso Traço alfa talassemico Alfa talassemia (doença da Hemoglobina H) Conduta Aconselhamento genético e seguimento pediátrico Aconselhamento genético e seguimento pediátrico Aconselhamento genético e seguiemto especializado com profilaxia infecciosa Aconselhamento genético e seguimento especializado Aconselhamento genético e seguimento pediátrico Aconselhamento genético e seguimento pediátrico Aconselhamento genético e seguimento especializado

12

13

14

Hemoglobinopatias Interpretação do teste de triagem neonatal

Hemoglobinopatias Interpretação do teste de triagem neonatal 172 REVISÕES E ENSAIOS Hemoglobinopatias Interpretação do teste de triagem neonatal Haemoglobinopathies Interpretation of neonatal screening test Hemoglobinopatías Interpretación de la prueba de tamizaje

Leia mais

CASUÍSTICA DE HEMOGLOBINOPATIAS NA POPULAÇÃO DO HFF

CASUÍSTICA DE HEMOGLOBINOPATIAS NA POPULAÇÃO DO HFF CASUÍSTICA DE HEMOGLOBINOPATIAS NA POPULAÇÃO DO HFF Serviço Patologia Clínica 21 de Maio 2015 Elzara Aliyeva Sónia Faria OBJECTIVO Efectuar um estudo casuístico das hemoglobinopatias na população da área

Leia mais

Hemoglobinopatias. Dra. Débora Silva Carmo

Hemoglobinopatias. Dra. Débora Silva Carmo Hemoglobinopatias Dra. Débora Silva Carmo Hemoglobinopatias O que é hemoglobina É a proteína do sangue responsável em carregar o oxigênio para os tecidos Qual é a hemoglobina normal? FA recém-nascido AA

Leia mais

ANEMIAS parte IV. Profª Carolina Garrido Zinn

ANEMIAS parte IV. Profª Carolina Garrido Zinn ANEMIAS parte IV Profª Carolina Garrido Zinn Hemoglobinopatias Doenças hereditárias causadas por diminuição ou anomalia da síntese de globina Afetam cerca de 7% da população mundial Hemoglobina Proteína

Leia mais

ESTA PALESTRA NÃO PODERÁ SER REPRODUZIDA SEM A REFERÊNCIA DO AUTOR.

ESTA PALESTRA NÃO PODERÁ SER REPRODUZIDA SEM A REFERÊNCIA DO AUTOR. ESTA PALESTRA NÃO PODERÁ SER REPRODUZIDA SEM A REFERÊNCIA DO AUTOR. Triagem Neonatal FASE II HEMOGLOBINOPATIAS - TRIAGEM NEONATAL - ASPECTOS LABORATORIAIS - TESTE DO PEZINHO - incisão - preenchimento círculos

Leia mais

Profa. Dra. Claudia Regina Bonini Domingos Laboratório de Hemoglobinas e Genética das Doenças Hematológicas Departamento de Biologia Instituto de

Profa. Dra. Claudia Regina Bonini Domingos Laboratório de Hemoglobinas e Genética das Doenças Hematológicas Departamento de Biologia Instituto de Hemoglobinopatias e Talassemias Profa. Dra. Claudia Regina Bonini Domingos Laboratório de Hemoglobinas e Genética das Doenças Hematológicas Departamento de Biologia Instituto de Biociências, Letras e Ciências

Leia mais

RESUMO EXPANDIDO - VIII Seminário de Pós-Graduação da UFG

RESUMO EXPANDIDO - VIII Seminário de Pós-Graduação da UFG RESUMO EXPANDIDO - VIII Seminário de Pós-Graduação da UFG ESTUDO GENÉTICO-POPULACIONAL DE HEMOGLOBINOPATIAS EM DOADORES DE SANGUE E NA POPULAÇÃO GERAL DE GOÂNIA E BONFINÓPOLIS-GOIÁS/BRASIL PACHECO,Ildefonso

Leia mais

Glóbulos vermelhos (hemácias ou eritrócitos)

Glóbulos vermelhos (hemácias ou eritrócitos) Doença Falciforme Glóbulos vermelhos (hemácias ou eritrócitos) Fonte: BESSIS, M. - Corpuscules - essai sur la forme des globules rouges de l homme springer international - 1976 Hemoglobina Função: Captar

Leia mais

MISSÃO Ser uma instituição de excelência técnico-científica em hemoterapia e hematologia com elevado padrão ético e compromisso com a população.

MISSÃO Ser uma instituição de excelência técnico-científica em hemoterapia e hematologia com elevado padrão ético e compromisso com a população. ESTA PALESTRA NÃO PODERÁ SER REPRODUZIDA SEM A REFERÊNCIA DO AUTOR. Política Nacional de Atenção Integral à pessoa com Doença Falciforme ADRIANA TORRES SÁ ENFERMEIRA HEMOCE CRATO DOENÇA FALCIFORME DOENÇA

Leia mais

Doença de Células Falciformes

Doença de Células Falciformes Doença de Células Falciformes Pedro P. A. Santos Médico Oncologista - Hematologista Setor de Oncologia e Hematologia Hospital da Criança Conceição Porto Alegre RS Setembro 2015 Doença Falciforme Breve

Leia mais

Alterações congénitas da formação da hemoglobina:

Alterações congénitas da formação da hemoglobina: ANEMIAS CAUSADAS POR DEFEITOS GENÉTICOS DA HEMOGLOBINA Alterações congénitas da formação da hemoglobina: TALASSEMIAS há uma síntese desequilibrada das cadeias globínicas HEMOGLOBINOPATIAS por alteração

Leia mais

INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS

INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS TÍTULO: MÉTODOS DE DIAGNÓSTICO LABORATORIAL DA ANEMIA FALCIFORME CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: BIOMEDICINA INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS

Leia mais

TALASSEMIAS: UMA ANÁLISE AMPLA E CORRELAÇÕES CLÍNICAS

TALASSEMIAS: UMA ANÁLISE AMPLA E CORRELAÇÕES CLÍNICAS TALASSEMIAS: UMA ANÁLISE AMPLA E CORRELAÇÕES CLÍNICAS Antonio Jose Dias Martins, Rassan Dyego Romão Silva e Bruna Rezende Faculdade Alfredo Nasser Aparecida de Goiânia GO Brasil antoniojdm35@hotmail.coml

Leia mais

HEMOGRAMA ANEMIA FERROPRIVA. Hemoglobina. PDF created with pdffactory Pro trial version www.pdffactory.com. Ferro

HEMOGRAMA ANEMIA FERROPRIVA. Hemoglobina. PDF created with pdffactory Pro trial version www.pdffactory.com. Ferro HEMOGRAMA Profª. Francis Fregonesi Brinholi fbrinholi@hotmail.com. Hb = 0,8 g/dl Microcítica VCM < 78fL VCM:? Dosagem de ferritina Baixa Normal Alta Microcítica VCM < 78fL Normocítica VCM: 78-98fL Macrocítica

Leia mais

CITOLOGIA DA TALASSEMIA ALFA

CITOLOGIA DA TALASSEMIA ALFA CITOLOGIA DA TALASSEMIA ALFA Foto 1: Talassemia Alfa Mínima em sangue periférico corado com azul de crezil brilhante. Comentários: A investigação laboratorial da talassemia alfa mínima se faz por meio

Leia mais

Síndromes talassêmicas: epidemiologia e diagnóstico. Sandra Regina Loggetto Mestre em Pediatria, área de Hematologia Pediátrica

Síndromes talassêmicas: epidemiologia e diagnóstico. Sandra Regina Loggetto Mestre em Pediatria, área de Hematologia Pediátrica Síndromes talassêmicas: epidemiologia e diagnóstico Sandra Regina Loggetto Mestre em Pediatria, área de Hematologia Pediátrica O que são talassemias? Grego: Thalassa (mar) + Haema (sangue) = Talassemia

Leia mais

Este manual tem como objetivo fornecer informações aos pacientes e seus familiares a respeito do Traço Falcêmico

Este manual tem como objetivo fornecer informações aos pacientes e seus familiares a respeito do Traço Falcêmico MANUAL DO PACIENTE - TENHO TRAÇO FALCÊMICO.... E AGORA? EDIÇÃO REVISADA 02/2004 Este manual tem como objetivo fornecer informações aos pacientes e seus familiares a respeito do Traço Falcêmico Sabemos

Leia mais

Prevalência de hemoglobinopatias e talassemias em pacientes com anemia na cidade de São Carlos

Prevalência de hemoglobinopatias e talassemias em pacientes com anemia na cidade de São Carlos Prevalência de hemoglobinopatias e talassemias em pacientes com anemia na cidade de São Carlos Ana Paula Rodrigues RESUMO Com o objetivo de estabelecer a freqüência de hemoglobinas variantes e β-talassemias

Leia mais

AMH Hemolíticas ANEMIAS HEMOLÍTICAS

AMH Hemolíticas ANEMIAS HEMOLÍTICAS HEMATOLOGIA II Curso de Farmácia 8 º período AMH Hemolíticas ANEMIAS HEMOLÍTICAS Anemias causadas por um aumento da destruição dos eritrócitos em relação à produção. Rompe-se o equilíbrio entre a produção

Leia mais

Talassemias. Márcio Hori

Talassemias. Márcio Hori Talassemias Márcio Hori Introdução Redução ou ausência de cadeias de globina na hemoglobina 1 par de genes de cadeias β (1 gene β no cromossomo 11) β 0 síntese de cadeias β ausente β + síntese de cadeias

Leia mais

HEMOGLOBINOPATIAS: UMA QUESTÃO DE SAÚDE PÚBLICA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

HEMOGLOBINOPATIAS: UMA QUESTÃO DE SAÚDE PÚBLICA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA HEMOGLOBINOPATIAS: UMA QUESTÃO DE SAÚDE PÚBLICA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA Joze Barbosa de Oliveira 1, Profª Drª Karen Cristiane Martinez de Moraes 2 1 Universidade do Vale do Paraíba/ Graduanda no Curso de

Leia mais

PREVALÊNCIA DE TRAÇO FALCIFORME EM INDIVÍDUOS ASSINTOMÁTICOS DA CIDADE DE ARARAQUARA

PREVALÊNCIA DE TRAÇO FALCIFORME EM INDIVÍDUOS ASSINTOMÁTICOS DA CIDADE DE ARARAQUARA PREVALÊNCIA DE TRAÇO FALCIFORME EM INDIVÍDUOS ASSINTOMÁTICOS DA CIDADE DE ARARAQUARA Bruno Rocha de Jesus* Heloise Brait Rino* Elza Regina Manzolli Leite** Amauri Antiquera Leite*** Miriane da Costa Gileno****

Leia mais

POLÍTICA ESTADUAL DE ATENÇÃO INTEGRAL ÀS PESSOAS COM DOENÇA FALCIFORME E OUTRAS HEMOGLOBINOPATIAS

POLÍTICA ESTADUAL DE ATENÇÃO INTEGRAL ÀS PESSOAS COM DOENÇA FALCIFORME E OUTRAS HEMOGLOBINOPATIAS POLÍTICA ESTADUAL DE ATENÇÃO INTEGRAL ÀS PESSOAS COM DOENÇA FALCIFORME E OUTRAS HEMOGLOBINOPATIAS Introdução As Hemoglobinopatias compreendem um grupo de distúrbios hereditários que afetam a síntese de

Leia mais

ATLAS CITOLÓGICO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE CITOLOGIA CLÍNICA E LABORATORIAL DA ACADEMIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO-SP

ATLAS CITOLÓGICO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE CITOLOGIA CLÍNICA E LABORATORIAL DA ACADEMIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO-SP ATLAS CITOLÓGICO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE CITOLOGIA CLÍNICA E LABORATORIAL DA ACADEMIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO-SP Tema Citológico : Diagnóstico laboratorial diferencial entre anemia

Leia mais

PAULO CESAR NAOUM AC&T- 2013

PAULO CESAR NAOUM AC&T- 2013 PAULO CESAR NAOUM AC&T- 2013 HEMOGLOBINAS NORMAIS MOLÉCULA DA HEMOGLOBINA HUMANA NORMAL Hb A AS HEMOGLOBINAS HUMANAS SÀO COMPOSTAS POR QUATRO CADEIAS DE AMINOÁCIDOS CONHECIDAS POR GLOBINAS E INSERIDO EM

Leia mais

ANEMIAS HEMOLÍTICAS. Hye, 2013 www.uff.br/hematolab

ANEMIAS HEMOLÍTICAS. Hye, 2013 www.uff.br/hematolab ANEMIAS HEMOLÍTICAS Hye, 2013 www.uff.br/hematolab Anemias Hemolíticas Destruição acelerada de eritrócitos; Podem ser destruídas na medula óssea, no sangue periférico ou pelo baço; drjeffchandler.blogspot.com

Leia mais

PRINCÍPIOS DE GENÉTICA MÉDICA

PRINCÍPIOS DE GENÉTICA MÉDICA PRINCÍPIOS DE GENÉTICA MÉDICA Conceitos Genética / Genômica Doença genética Hereditariedade Congênito DNA / Gene / Locus / Alelo Homozigoto / Heterozigoto Cromossomos Autossomos Sexuais Dominante / Recessivo

Leia mais

CLINICA MÉDICA HEMATOLOGIA 2003-2004 SANGUE

CLINICA MÉDICA HEMATOLOGIA 2003-2004 SANGUE 1 CLINICA MÉDICA HEMATOLOGIA 2003-2004 2 SANGUE 3 4 5 6 7 PATOLOGIA DO GLÓBULO RUBRO ANEMIAS POLICITEMIAS Valores de referência Hemoglobina g/dl recém-nascido

Leia mais

ANEMIAS OBSTETRÍCIA DIAGNÓSTICO

ANEMIAS OBSTETRÍCIA DIAGNÓSTICO ANEMIAS OBSTETRÍCIA A anemia é definida como síndrome caracterizada por diminuição de massa eritrocitária total. Laboratorialmente, definimos anemia como hemoglobina menor que 12 g/dl em mulheres ou 13

Leia mais

Mutações. Escola Secundária Quinta do Marquês. Disciplina: Biologia e Geologia Professor: António Gonçalves Ano letivo: 2013/2014

Mutações. Escola Secundária Quinta do Marquês. Disciplina: Biologia e Geologia Professor: António Gonçalves Ano letivo: 2013/2014 Escola Secundária Quinta do Marquês Mutações Disciplina: Biologia e Geologia Professor: António Gonçalves Ano letivo: 2013/2014 Trabalho realizado por: Bárbara Dória, nº4, 11ºB Definição de mutação As

Leia mais

Biologia-Geologia 11ºano Novembro de 2006. Científico-Humanísticos Curso Ciências e Tecnologias. A hemoglobina. Texto adaptado

Biologia-Geologia 11ºano Novembro de 2006. Científico-Humanísticos Curso Ciências e Tecnologias. A hemoglobina. Texto adaptado Biologia-Geologia 11ºano Novembro de 2006 Científico-Humanísticos Curso Ciências e Tecnologias A hemoglobina Cada molécula de hemoglobina consiste em dois pares separados de globinas alfa e beta (cadeias

Leia mais

TESTE DO PEZINHO. Informações sobre as doenças pesquisadas no teste do pezinho:

TESTE DO PEZINHO. Informações sobre as doenças pesquisadas no teste do pezinho: TESTE DO PEZINHO Informações sobre as doenças pesquisadas no teste do pezinho: 1) FENILCETONÚRIA Doença causada por falta de uma substância (enzima) que transforma a fenilalanina (aminoácido) em tirosina.

Leia mais

Informações gerais sobre Talassemias e o impacto das intervenções

Informações gerais sobre Talassemias e o impacto das intervenções Version 1.1 September 2013 Informações gerais sobre Talassemias e o impacto das intervenções Este documento apresenta uma visão geral sobre distúrbios da hemoglobina, sua epidemiologia e intervenções específicas

Leia mais

CAPÍTULO 12 BIOLOGIA SOCIAL DA DOENÇA FALCIFORME

CAPÍTULO 12 BIOLOGIA SOCIAL DA DOENÇA FALCIFORME CAPÍTULO 12 343 BIOLOGIA SOCIAL DA DOENÇA FALCIFORME INTRODUÇÃO A biologia social agrupa uma série de situações vivenciadas pelo falcêmico no âmbito social que inclui qualidade de vida e relacionamento.

Leia mais

Diagnóstico de Hemoglobinopatia O teste do pezinho como aliado. Legislação Sanitária em lista de verificação: fácil de entender e usar

Diagnóstico de Hemoglobinopatia O teste do pezinho como aliado. Legislação Sanitária em lista de verificação: fácil de entender e usar Legislação Sanitária em lista de verificação: fácil de entender e usar Curso sobre a RDC 302/2005: estreando com o pé direito A curta distância entre o laboratório e o campo de futebol Diagnóstico de Hemoglobinopatia

Leia mais

As proteínas que compõem a membrana eritrocitária são estruturalmente classificadas em integrais ou transmembranárias e periféricas ou

As proteínas que compõem a membrana eritrocitária são estruturalmente classificadas em integrais ou transmembranárias e periféricas ou 1 2 As proteínas que compõem a membrana eritrocitária são estruturalmente classificadas em integrais ou transmembranárias e periféricas ou extramembranárias. Essas proteínas do citoesqueleto membranário

Leia mais

- SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN

- SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretariado de Estado da Educação e Cultura - SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROPEG Departamento

Leia mais

Sickle cell anemia: a public health problem in Brazil

Sickle cell anemia: a public health problem in Brazil Anemia falciforme e saúde pública Anemia falciforme: um problema de saúde pública no Brasil Amanda Batista 1 Tania Cristina Andrade 2 RESUMO A anemia falciforme é a doença hematológica e genética mais

Leia mais

MANUAL DE NORMAS TÉCNICAS E ROTINAS DO TESTE DE TRIAGEM NEONATAL

MANUAL DE NORMAS TÉCNICAS E ROTINAS DO TESTE DE TRIAGEM NEONATAL MANUAL DE NORMAS TÉCNICAS E ROTINAS DO TESTE DE TRIAGEM NEONATAL Laboratório de Triagem Neonatal do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto USP 2011 1. Introdução A finalidade

Leia mais

CAPÍTULO 1 A DOENÇA DAS CÉLULAS FALCIFORMES

CAPÍTULO 1 A DOENÇA DAS CÉLULAS FALCIFORMES CAPÍTULO 1 1 A DOENÇA DAS CÉLULAS FALCIFORMES Fenótipos, genótipos e haplótipos A doença causada pelas células falciformes se caracteriza por um conjunto de sinais e sintomas provocados pela deformação

Leia mais

Avaliação da cobertura do programa de triagem neonatal de hemoglobinopatias em populações do Recôncavo Baiano, Brasil

Avaliação da cobertura do programa de triagem neonatal de hemoglobinopatias em populações do Recôncavo Baiano, Brasil ARTIGO ARTICLE 2561 Avaliação da cobertura do programa de triagem neonatal de hemoglobinopatias em populações do Recôncavo Baiano, Brasil Evaluation of coverage by a neonatal screening program for hemoglobinopathies

Leia mais

Anemias hemolíticas: Hemoglobinopatias Enzimopatias Anomalias de membrana. Profa. Alessandra Barone Prof. Archangelo Fernandes www.profbio.com.

Anemias hemolíticas: Hemoglobinopatias Enzimopatias Anomalias de membrana. Profa. Alessandra Barone Prof. Archangelo Fernandes www.profbio.com. Anemias hemolíticas: Hemoglobinopatias Enzimopatias Anomalias de membrana Profa. Alessandra Barone Prof. Archangelo Fernandes www.profbio.com.br Anemia hemolítica Anemia regenerativa ou hemolítica Causa

Leia mais

Avaliação do Programa Nacional de Triagem Neonatal para Hemoglobinopatias. Assessment of National Neonatal Screening Program for Hemoglobinopathies

Avaliação do Programa Nacional de Triagem Neonatal para Hemoglobinopatias. Assessment of National Neonatal Screening Program for Hemoglobinopathies Nota Científica/Scientific Note Avaliação do Programa Nacional de Triagem Neonatal para Hemoglobinopatias Assessment of National Neonatal Screening Program for Hemoglobinopathies RIALA6/1395 Thaiana da

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE EVERALDO RUIZ JÚNIOR

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE EVERALDO RUIZ JÚNIOR UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE EVERALDO RUIZ JÚNIOR PREVALÊNCIA DE HEMOGLOBINOPATIAS EM RECÉM- NASCIDOS DO MUNICÍPIO DE GOIÂNIA Goiânia 2009 EVERALDO RUIZ

Leia mais

A criança com anemia falciforme e a assistência de enfermagem à criança e sua família. DrªTania Vignuda de Souza Prof. Adjunto do DEMI/EEAN/UFRJ

A criança com anemia falciforme e a assistência de enfermagem à criança e sua família. DrªTania Vignuda de Souza Prof. Adjunto do DEMI/EEAN/UFRJ A criança com anemia falciforme e a assistência de enfermagem à criança e sua família. DrªTania Vignuda de Souza Prof. Adjunto do DEMI/EEAN/UFRJ Considerações iniciais Grupo das hemoglobinopatias Doença

Leia mais

A importância do aconselhamento genético na anemia falciforme. The importance of genetic counseling at sickle cell anemia

A importância do aconselhamento genético na anemia falciforme. The importance of genetic counseling at sickle cell anemia 1733 A importância do aconselhamento genético na anemia falciforme The importance of genetic counseling at sickle cell anemia ARTIGO ARTICLE Cínthia Tavares Leal Guimarães ¹ Gabriela Ortega Coelho ² 1

Leia mais

Muito além do "Teste do Pezinho"

Muito além do Teste do Pezinho REVISTA BRASILEIRA DE HEMATOLOGIA E HEMOTERAPIA Artigo / Article Muito além do "Teste do Pezinho" Far beyond "neonatal screening" Ana C. Mendonça 1 Júlia L. Garcia 1 Cristiane M. Almeida 1 Thiago B. C.

Leia mais

Paramiloidose: Prof. Dr. Corino de Andrade

Paramiloidose: Prof. Dr. Corino de Andrade Amiloidose Polineuropatia amiloidótica familiar As doenças amiloidóticas As Amiloidoses são um grupo de doenças definido pela presença de depósitos de proteína insolúvel (fibrilas) nos tecidos. As Polineuropatias

Leia mais

Análise das prevalências de doenças detectadas pelo programa nacional de triagem neonatal no município de Araraquara no ano de 2009

Análise das prevalências de doenças detectadas pelo programa nacional de triagem neonatal no município de Araraquara no ano de 2009 Revista de Ciências Farmacêuticas Básica e Aplicada Journal of Basic and Applied Pharmaceutical Sciences ISSN 1808-4532 Análise das prevalências de doenças detectadas pelo programa nacional de triagem

Leia mais

TÍTULO: DIFICULDADES PARA O DIAGNÓSTICO DA TALASSEMIA BETA INTERMEDIÁRIA EM RELAÇÃO A ANEMIA FERROPRIVA

TÍTULO: DIFICULDADES PARA O DIAGNÓSTICO DA TALASSEMIA BETA INTERMEDIÁRIA EM RELAÇÃO A ANEMIA FERROPRIVA TÍTULO: DIFICULDADES PARA O DIAGNÓSTICO DA TALASSEMIA BETA INTERMEDIÁRIA EM RELAÇÃO A ANEMIA FERROPRIVA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: BIOMEDICINA INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO

Leia mais

Ocorrência de hemoglobina S no estado de Mato Grosso do Sul, Brasil

Ocorrência de hemoglobina S no estado de Mato Grosso do Sul, Brasil J Bras Patol Med Lab v. 44 n. 4 p. 277-282 agosto 2008 artigo original original article Ocorrência de hemoglobina S no estado de Mato Grosso do Sul, Brasil Primeira submissão em 11/04/08 Última submissão

Leia mais

UFABC Bacharelado em Ciência & Tecnologia

UFABC Bacharelado em Ciência & Tecnologia UFABC Bacharelado em Ciência & Tecnologia Transformações Bioquímicas (BC0308) Prof Luciano Puzer http://professor.ufabc.edu.br/~luciano.puzer/ Propriedades e funções de proteínas: Mioglobina / Hemoglobina

Leia mais

PREVALÊNCIA DE HEMOGLOBINOPATIAS EM DOADORES DE DIFERENTES BANCOS DE SANGUE DE GOIÂNIA E ANÁPOLIS

PREVALÊNCIA DE HEMOGLOBINOPATIAS EM DOADORES DE DIFERENTES BANCOS DE SANGUE DE GOIÂNIA E ANÁPOLIS PREVALÊNCIA DE HEMOGLOBINOPATIAS EM DOADORES DE DIFERENTES BANCOS DE SANGUE DE GOIÂNIA E ANÁPOLIS Poliana Peres GHAZALE i ; Karina Pereira GOMES 2 ; Paula Rodrigues VITORINO 2 ; Arthur Mendes BATAUS 3

Leia mais

O Laboratório de Triagem Neonatal. Roberto Vagner Puglia Ladeira Núcleo de Ações e Pesquisa em Apoio Diagnóstico da Faculdade de Medicina da UFMG

O Laboratório de Triagem Neonatal. Roberto Vagner Puglia Ladeira Núcleo de Ações e Pesquisa em Apoio Diagnóstico da Faculdade de Medicina da UFMG O Laboratório de Triagem Neonatal Roberto Vagner Puglia Ladeira Núcleo de Ações e Pesquisa em Apoio Diagnóstico da Faculdade de Medicina da UFMG Processo Fases Controles Coleta Transporte-Conservação Cadastramento-Conferência

Leia mais

Transplante de Medula Óssea em Talassemia Maior

Transplante de Medula Óssea em Talassemia Maior Transplante de Medula Óssea em Talassemia Maior Belinda Pinto Simões Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto USP Beta talassemia major Doença genética resultando em redução ou ausência da síntese da cadeia

Leia mais

CONFERÊNCIAS MUNICIPAIS OU REGIONAIS INSTRUMENTAL PARA GRUPO DE TRABALHO SAÚDE

CONFERÊNCIAS MUNICIPAIS OU REGIONAIS INSTRUMENTAL PARA GRUPO DE TRABALHO SAÚDE CONFERÊNCIAS MUNICIPAIS OU REGIONAIS INSTRUMENTAL PARA GRUPO DE TRABALHO SAÚDE II CONFERÊNCIA DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL Instrumental de Trabalho baseado nas Propostas Aprovadas na I Conferencia Estadual

Leia mais

Kerlem Divina Alves Nogueira 1, Willy Deivson Leandro da Silva 2, Sabrina Guimarães Paiva 3

Kerlem Divina Alves Nogueira 1, Willy Deivson Leandro da Silva 2, Sabrina Guimarães Paiva 3 DIAGNÓSTICO LABORATORIAL DA ANEMIA FALCIFORME Kerlem Divina Alves Nogueira 1, Willy Deivson Leandro da Silva 2, Sabrina Guimarães Paiva 3 A Anemia Falciforme é uma doença caracterizada por uma mutação

Leia mais

Hemoglobinopatia Anemia Falciforme e Talassemia

Hemoglobinopatia Anemia Falciforme e Talassemia Hemoglobinopatia Anemia Falciforme e Talassemia PDF gerado usando o pacote de ferramentas em código aberto mwlib. Veja http://code.pediapress.com/ para mais informações. PDF generated at: Sat, 11 Aug 2012

Leia mais

PREVALÊNCIA DA ANEMIA FALCIFORME NO ESTADO DO PARANÁ

PREVALÊNCIA DA ANEMIA FALCIFORME NO ESTADO DO PARANÁ ALEXANDRA MITIRU WATANABE PREVALÊNCIA DA ANEMIA FALCIFORME NO ESTADO DO PARANÁ Dissertação apresentada como requisito parcial para a obtenção do título de Mestre, ao Curso de Pós-Graduação em Medicina

Leia mais

Documento Geral do Toolkit da Fundação PHG para Avaliação das Necessidades de Saúde em relação a Doenças Congênitas

Documento Geral do Toolkit da Fundação PHG para Avaliação das Necessidades de Saúde em relação a Doenças Congênitas Documento Geral do Toolkit da Fundação PHG para Avaliação das Necessidades de Saúde em relação a Doenças Congênitas Versão 1.1, setembro 2013 BY-NC-ND 3.0 Unported License. 1 http://toolkit.bornhealthy.org

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE FARMÁCIA MILENA SOUZA SANTOS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE FARMÁCIA MILENA SOUZA SANTOS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE FARMÁCIA MILENA SOUZA SANTOS ANEMIA FALCIFORME: DA DOENÇA AO TRATAMENTO Anápolis 2011 MILENA SOUZA SANTOS ANEMIA FALCIFORME:

Leia mais

FORMULÁRIO DE SUBMISSÃO DE RESUMO. CUIDADOS DE ENFERMAGEM A CRIANÇA COM ANEMIA FALCIFORME: RELATO DE EXPERIÊNCIA Glacylena Soares de Andrade Castro

FORMULÁRIO DE SUBMISSÃO DE RESUMO. CUIDADOS DE ENFERMAGEM A CRIANÇA COM ANEMIA FALCIFORME: RELATO DE EXPERIÊNCIA Glacylena Soares de Andrade Castro FORMULÁRIO DE SUBMISSÃO DE RESUMO ESCOLHA SUA OPÇÃO DE APRESENTAÇÃO: Título: Relator: Autores: CUIDADOS DE ENFERMAGEM A CRIANÇA COM ANEMIA FALCIFORME: RELATO DE EXPERIÊNCIA Glacylena Soares de Andrade

Leia mais

DOENÇA FALCIFORME: AÇÕES EDUCATIVAS REALIZADAS NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE DE MINAS GERAIS. Ruth Santos Fontes Silva

DOENÇA FALCIFORME: AÇÕES EDUCATIVAS REALIZADAS NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE DE MINAS GERAIS. Ruth Santos Fontes Silva DOENÇA FALCIFORME: AÇÕES EDUCATIVAS REALIZADAS NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE DE MINAS GERAIS Ruth Santos Fontes Silva Autores Ruth Santos Fontes Silva 1, Ana Paula Pinheiro Chagas Fernandes 2, José Nélio

Leia mais

O alelo para a hemoglobina S (cadeia β ) é recessivo. Os indivíduos heterozigóticos (Hb A Hb S ), portadores, são resistentes à malária.

O alelo para a hemoglobina S (cadeia β ) é recessivo. Os indivíduos heterozigóticos (Hb A Hb S ), portadores, são resistentes à malária. Mutação O alelo para a hemoglobina S (cadeia β ) é recessivo. Os indivíduos heterozigóticos (Hb A Hb S ), portadores, são resistentes à malária. Introdução Agentes internos ou externos causam alterações

Leia mais

DIAGNÓSTICO HISTÓRICO DA TRIAGEM NEONATAL PARA DOENÇA FALCIFORME

DIAGNÓSTICO HISTÓRICO DA TRIAGEM NEONATAL PARA DOENÇA FALCIFORME Historical diagnosis about neonatal screening for sickle cell disease Daniela de Oliveira Werneck Rodrigues 1, Mônica Calil Borges Ferreira 2, Patrícia Montesi Pereira 3, Maria Teresa Teixeira Bustamante

Leia mais

ESTUDO DE PREVALÊNCIA DE HEMOGLOBINOPATIAS NA CIDADE DE BOM JARDIM DE GOIÁS

ESTUDO DE PREVALÊNCIA DE HEMOGLOBINOPATIAS NA CIDADE DE BOM JARDIM DE GOIÁS UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOLOGIA ESTUDO DE PREVALÊNCIA DE HEMOGLOBINOPATIAS NA CIDADE DE BOM JARDIM DE GOIÁS MESTRANDO EM BIOLOGIA Menandes

Leia mais

Genética Monoibridismo e Alelos Múltiplos

Genética Monoibridismo e Alelos Múltiplos Genética Monoibridismo e Alelos Múltiplos Aula Genética - 3º. Ano Ensino Médio - Biologia Prof a. Juliana Fabris Lima Garcia Hibridação Definição: O cruzamento entre indivíduos homozigotos que apresentam

Leia mais

Viviane da Silva Salve de Souza 1, Pedro Celso Braga Alexandre 2. Aluna do Curso de Graduação em Farmácia da Faculdade de Medicina de Campos 2

Viviane da Silva Salve de Souza 1, Pedro Celso Braga Alexandre 2. Aluna do Curso de Graduação em Farmácia da Faculdade de Medicina de Campos 2 Revista Científica da FMC - Vol. 10, nº 1, 2015 ARTIGO ORIGINAL Perfil da terapia farmacológica em crianças que fazem parte do Programa Municipal de atenção integral às pessoas com doença Falciforme e

Leia mais

ANTONIO CARLOS BUENO FILHO ANÁLISE POR ESPECTROSCOPIA RAMAN DE HEMOGLOBINAS A PARTIR DE AMOSTRAS DE SANGUE DE PACIENTES COM DOENÇA FACILFORME

ANTONIO CARLOS BUENO FILHO ANÁLISE POR ESPECTROSCOPIA RAMAN DE HEMOGLOBINAS A PARTIR DE AMOSTRAS DE SANGUE DE PACIENTES COM DOENÇA FACILFORME i Universidade Camilo Castelo Branco Instituto de Engenharia Biomédica ANTONIO CARLOS BUENO FILHO ANÁLISE POR ESPECTROSCOPIA RAMAN DE HEMOGLOBINAS A PARTIR DE AMOSTRAS DE SANGUE DE PACIENTES COM DOENÇA

Leia mais

α + Talassemia(α Talassemia 2)

α + Talassemia(α Talassemia 2) VI Board Review de Hematologia e Hemoterapia Hospital Israelita AlbertEinstein 2012 Maria Stella Figueiredo Disciplina de Hematologia e Hemoterapia UNIFESP Alteração quantitativa da síntese de cadeias

Leia mais

Normal Hb Meia-vida eritrocitária Normal 16,7g% 120 dias A. hemolítica compensada 16,7 g% 20 dias A. hemolítica descompensada 10 g% 10 dias

Normal Hb Meia-vida eritrocitária Normal 16,7g% 120 dias A. hemolítica compensada 16,7 g% 20 dias A. hemolítica descompensada 10 g% 10 dias 18 de Agosto de 2008. Professor Fernando Pretti. Anemias Hemolíticas Anemia Hemolítica Comparação Normal Hb Meia-vida eritrocitária Normal 16,7g% 120 dias A. hemolítica compensada 16,7 g% 20 dias A. hemolítica

Leia mais

ANEMIA FALCIFORME: ABORDAGEM DIAGNÓSTICA LABORATORIAL. Palavras-Chave: Anemia falciforme. Diagnóstico. Testes genéticos.

ANEMIA FALCIFORME: ABORDAGEM DIAGNÓSTICA LABORATORIAL. Palavras-Chave: Anemia falciforme. Diagnóstico. Testes genéticos. 96 ANEMIA FALCIFORME: ABORDAGEM DIAGNÓSTICA LABORATORIAL Anne Kelly Bezerra de Figueiredo 1 Francisco Antônio Vieira dos Santos 2 Luiz Halley Soares e Sá 3 Natália Daiana Lopes de Sousa 4 RESUMO A anemia

Leia mais

PAPEL DO ENFERMEIRO NO ENSINO AO AUTOCUIDADO DE ADOLESCENTES COM DOENÇA FALCIFORME. Odete Aparecida de Moura

PAPEL DO ENFERMEIRO NO ENSINO AO AUTOCUIDADO DE ADOLESCENTES COM DOENÇA FALCIFORME. Odete Aparecida de Moura PAPEL DO ENFERMEIRO NO ENSINO AO AUTOCUIDADO DE ADOLESCENTES COM DOENÇA FALCIFORME Odete Aparecida de Moura Autores Odete Aparecida de Moura 1, Ana Paula Pinheiro Chagas Fernandes 2, José Nélio Januário

Leia mais

Informações gerais sobre a Deficiência de Glucose-6-fosfato desidrogenase e o impacto das intervenções

Informações gerais sobre a Deficiência de Glucose-6-fosfato desidrogenase e o impacto das intervenções Version 1.1 September 2013 Informações gerais sobre a Deficiência de Glucose-6-fosfato desidrogenase e o impacto das intervenções Esse documento apresenta uma visão geral sobre a doença, sua epidemiologia

Leia mais

HEMORIO INSTITUTO ESTADUAL DE HEMATOLOGIA ARTHUR DE SIQUEIRA CAVALCANTI. Anemia Hemolítica Hereditária III (TALASSEMIA)

HEMORIO INSTITUTO ESTADUAL DE HEMATOLOGIA ARTHUR DE SIQUEIRA CAVALCANTI. Anemia Hemolítica Hereditária III (TALASSEMIA) HEMORIO INSTITUTO ESTADUAL DE HEMATOLOGIA ARTHUR DE SIQUEIRA CAVALCANTI MANUAL DO PACIENTE - ANEMIA HEMOLÍTICA HEREDITÁRIA III - TALASSEMIA EDIÇÃO REVISADA 02/2004 Anemia Hemolítica Hereditária III (TALASSEMIA)

Leia mais

ANEMIAS IMIGRANTES. Origem das Anemias Hereditárias no Brasil

ANEMIAS IMIGRANTES. Origem das Anemias Hereditárias no Brasil ANEMIAS IMIGRANTES Origem das Anemias Hereditárias no Brasil Prof. Dr. Paulo Cesar Naoum Professor Titular do Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (UNESP), São José do Rio Preto, SP. Diretor

Leia mais

LYA BUENO DE CARVALHO. Avaliação da expressão da talassemia do tipo beta no Brasil pela co-herança com defeitos de hemocromatose

LYA BUENO DE CARVALHO. Avaliação da expressão da talassemia do tipo beta no Brasil pela co-herança com defeitos de hemocromatose LYA BUENO DE CARVALHO Avaliação da expressão da talassemia do tipo beta no Brasil pela co-herança com defeitos de hemocromatose LYA BUENO DE CARVALHO AVALIAÇÃO DA EXPRESSÃO DA TALASSEMIA DO TIPO BETA NO

Leia mais

PARECER Nº, DE 2006. Em 1º de agosto de 2003, a CAS recebeu emenda à proposição, apresentada pela Senadora Lúcia Vânia.

PARECER Nº, DE 2006. Em 1º de agosto de 2003, a CAS recebeu emenda à proposição, apresentada pela Senadora Lúcia Vânia. PARECER Nº, DE 2006 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS, em caráter não-terminativo, sobre os Projetos de Leis do Senado n os 237 e 504, de 2003, e nº 80, de 2004; e sobre os Projetos de Leis da Câmara n os

Leia mais

Dra Camila D B Piragine Pneumopediatria

Dra Camila D B Piragine Pneumopediatria TRIAGEM NEONATAL Fibrose Cística Dra Camila D B Piragine Pneumopediatria Fibrose Cística - Definição Mucoviscidose ou Doença do Beijo Salgado Doença genética mais comum em caucasianos Afeta sexo feminino

Leia mais

Anemia hipocrômica microcítica Diagnóstico diferencial

Anemia hipocrômica microcítica Diagnóstico diferencial Universidade Federal da Bahia Faculdade de Medicina Pediatria Anemia hipocrômica microcítica Diagnóstico diferencial Fernanda C. Costa Fernanda M. de Andrade Jamima Tamandaré Pedro Teixeira Orientação:

Leia mais

Contribuições da Consulta Pública sobre Transplante de células-tronco hematoéiticas para Falciforme - CONITEC

Contribuições da Consulta Pública sobre Transplante de células-tronco hematoéiticas para Falciforme - CONITEC Contribuições da Consulta Pública sobre Transplante de células-tronco hematoéiticas para Falciforme - CONITEC Dt. contrib. Contribuiu como Descrição da contribuição Referência 19/03/2015 Instituição de

Leia mais

FACULDADE BOA VIAGEM DEBORA MARIA DA SILVA SOUZA INCIDÊNCIA DE HEMOGLOBINAS VARIANTES EM RECÉM- NASCIDOS DE HOSPITAL PRIVADO DE RECIFE-PE

FACULDADE BOA VIAGEM DEBORA MARIA DA SILVA SOUZA INCIDÊNCIA DE HEMOGLOBINAS VARIANTES EM RECÉM- NASCIDOS DE HOSPITAL PRIVADO DE RECIFE-PE FACULDADE BOA VIAGEM DEBORA MARIA DA SILVA SOUZA INCIDÊNCIA DE HEMOGLOBINAS VARIANTES EM RECÉM- NASCIDOS DE HOSPITAL PRIVADO DE RECIFE-PE RECIFE 2013 DEBORA MARIA DA SILVA SOUZA INCIDÊNCIA DE HEMOGLOBINAS

Leia mais

ALTERAÇÃO NA TABELA DE HABILITAÇÃO DO SISTEMA DO CADASTRO NACIONAL DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE - SCNES

ALTERAÇÃO NA TABELA DE HABILITAÇÃO DO SISTEMA DO CADASTRO NACIONAL DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE - SCNES De 7 a 10 de Maio / 2013 The Royal palm Plaza Hotel Circular 121/2013 São Paulo, 26 de março de 2013. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) ALTERAÇÃO NA TABELA DE HABILITAÇÃO DO SISTEMA DO CADASTRO NACIONAL DE

Leia mais

Proposta de Dissertação de Mestrado

Proposta de Dissertação de Mestrado Universidade Federal de São Carlos - UFSCar Departamento de Computação - DC Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação - PPGCC Proposta de Dissertação de Mestrado Aluna: Juliana Lilian Duque Orientador:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE PPGCS NATÁLIA DE MORAIS CASTELO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE PPGCS NATÁLIA DE MORAIS CASTELO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE PPGCS NATÁLIA DE MORAIS CASTELO IDENTIFICAÇÃO DE HAPLÓTIPOS DO GENE DA GLOBINA-Β S

Leia mais

Anemia: Conteúdo. Definições

Anemia: Conteúdo. Definições Anemia Resumo de diretriz NHG M76 (março 2003) Van Wijk MAM, Mel M, Muller PA, Silverentand WGJ, Pijnenborg L, Kolnaar BGM traduzido do original em holandês por Luiz F.G. Comazzetto 2014 autorização para

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ. Mario Sant Anna Santoro

UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ. Mario Sant Anna Santoro UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ Mario Sant Anna Santoro REDE PÚBLICA DE HEMATOLOGIA E HEMOTERAPIA: O MAPA DO ATENDIMENTO DO PACIENTE PORTADOR DE DOENÇA FALCIFORME NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Rio de Janeiro

Leia mais

Hemoglobinopatias e anemias em gestantes no Hospital Universitário de Campo Grande - MS

Hemoglobinopatias e anemias em gestantes no Hospital Universitário de Campo Grande - MS 1 TATIANA MARY SAKAMOTO Hemoglobinopatias e anemias em gestantes no Hospital Universitário de Campo Grande - MS Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Saúde e Desenvolvimento na Região

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 154/2014 Alfapoetina na IRC

RESPOSTA RÁPIDA 154/2014 Alfapoetina na IRC RESPOSTA RÁPIDA 154/2014 Alfapoetina na IRC SOLICITANTE Dra. Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito Comarca de Itapecerica NÚMERO DO PROCESSO 0335.14.706-3 DATA 26/03/2014 SOLICITAÇÃO Solicito parecer

Leia mais

APLICAÇÕES DA BIOLOGIA MOLECULAR NO DIAGNÓSTICO DA ANEMIA FALCIFORME

APLICAÇÕES DA BIOLOGIA MOLECULAR NO DIAGNÓSTICO DA ANEMIA FALCIFORME 1 APLICAÇÕES DA BIOLOGIA MOLECULAR NO DIAGNÓSTICO DA ANEMIA FALCIFORME Amanda Matias Ferreira 1 Ananda da Silva Nunes 2 Bianca Rodrigues Vilela 3 Márcia Cristina Silva Reis 4 Prof. Dr. Benedito Rodrigues

Leia mais

Complexidade. Fenótipo é qualquer característica mensurável.

Complexidade. Fenótipo é qualquer característica mensurável. Fenótipo é qualquer característica mensurável. Genótipos Mendelianos são sempre discretos, mas fenótipos podem ser discretos ou contínuos. Isto se tornou um problema sério para o Mendelismo e para a teoria

Leia mais

HEPATITE C PCR Qualitativo, Quantitativo e Genotipagem

HEPATITE C PCR Qualitativo, Quantitativo e Genotipagem HEPATITE C PCR Qualitativo, Quantitativo e Genotipagem O Vírus da Hepatite C (HCV) é considerado o principal agente etiológico responsável por 90 a 95% dos casos de hepatite pós-transfusional não A e não

Leia mais

1 INTRODUÇÃO A hemoglobina (Hb) é a proteína do sangue responsável pelo transporte de oxigênio para todos os tecidos do organismo. As suas quatro subunidades proteicas - as globinas - são codificadas nos

Leia mais