Estudo retrospectivo de 59 pacientes tratados com enxertos ósseos autógenos intrabucais e implantes dentais

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Estudo retrospectivo de 59 pacientes tratados com enxertos ósseos autógenos intrabucais e implantes dentais"

Transcrição

1 Estudo retrospectivo de 59 pacientes tratados com enxertos ósseos autógenos intrabucais e implantes dentais Retrospective study of 59 patients treated with intraoral autogenous bone graft and dental implants Luciano Bordignon PICCINELLI 1, Maurício ZARDO 2, Ramon Cesar Godoy GONÇALVES 3, André TAKAHASHI 4 RESUMO A reconstrução da região craniomaxilofacial pode necessitar da combinação de enxertos ósseos e colocação de implantes endósseos para ancoragem de próteses intrabucais. Foi feito um estudo retrospectivo de 59 pacientes que receberam enxertos ósseos autógenos bucais para instalação de implantes dentais. Foram coletados dados demográficos, local da área doadora intrabucal, local da área receptora, complicações na área doadora e área receptora, tipos de implantes instalados e perda dos implantes. Os dados foram expressos em percentuais. As mulheres representaram 77,96%. A média de idade dos pacientes foi de 34,8 anos. A sínfise mandibular foi a principal área doadora (65,21%). A região anterior da maxila foi a principal área receptora 57%. Complicações como perda, reabsorção e infecção do enxerto foram observadas em 7,42%. A utilização de enxertos ósseos autógenos obteve 92,75% de sucesso. Palavras-chave: Transplante ósseo. Implantes dentários. Prótese dentária. ABSTRACT Reconstruction of the craniomaxillofacial region may require a combination of bone grafting and placement of endosseous implants for anchorage of intraoral prostheses. A retrospective study was performed in 59 patient that received autogenous oral bone grafts for installation of dental implants. Demographic data were collected, place of the intraoral donor area, place of the receiving area, complications in the donor and receiving area, types of installed implants and loss of the implants. The data were expressed in percentage. The women represented 77,96%. The average of the patients age was of 34,8 years. The mandibular sinfisis was the main area donor (65,21%). The anterior maxillary area was the main receiving area 57%. Complications as loss, reabsorption and infection of the graft were observed in 7,42%. The use autogenous bone grafts had 92,75% of success. Key words: Bone transplantation. Dental implants. Dental prosthesis. Endereço para correspondência: Mauricio Zardo Rua Julio de Castilhos, 838 Apto Ponta Grossa Paraná - Brasil Recebido: 27/11/2009 Aceito: 17/12/ Especialista em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial. 2. Doutor em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial. Professor Associado, Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, PR, Brasil. 3. Professor do Curso de Especialização em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial da Associação Brasileira de Odontologia Ponta Grossa, Ponta Grossa, PR, Brasil. 4. Doutor em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial. 30

2 ARTIGOS CIENTÍFICOS Piccinelli LB, Zardo M, Gonçalves RCG, Takahashi A INTRODUÇÃO O enxerto autógeno é considerado o padrão ouro no reparo dos defeitos ósseos e pode ser removido de regiões intrabucais 4. A escolha da área doadora depende da preferência do cirurgião responsável pela cirurgia, tamanho do defeito a ser preenchido e morbidade associada ao procedimento cirúrgico 9. Os locais doadores intrabucais, quando explorados adequadamente, podem resolver a grande maioria dos casos. Enxertos maiores ou em blocos podem ser coletados da sínfi se, linha oblíqua, corpo ou ramo da mandíbula e os enxertos ósseos menores ou particulados podem ser coletados sem difi culdades, por exemplo, do túber da maxila, exostoses, osteoplastias do rebordo e locais de exodontia 6. Os locais doadores intraorais somam muitas vantagens, como a proximidade com o sítio receptor, menor morbidade pós-operatória com mínimo desconforto, área cirúrgica familiar ao cirurgião-dentista, menor custo operatório, ausência de cicatriz, redução ou eliminação da necessidade de internação, além de não haver alteração na locomoção, quando comparado a procedimentos para obtenção de enxerto do osso ilíaco 7. É necessário um cuidadoso planejamento pré-operatório na seleção de enxertos intrabucais devido à limitada quantidade de osso da área doadora, incluindo exames como a radiografia panorâmica, periapicais e até mesmo tomografias computadorizadas 8. Esse estudo analisa retrospectivamente 59 pacientes submetidos à enxertia óssea obtida de áreas intrabucais, com a instalação de implantes osseointegrados. MATERIAL E MÉTODOS A amostra de pacientes foi obtida dentre os que procuraram as clínicas da Associação Brasileira de Odontologia da cidade de Ponta Grossa - PR, no curso de Especialização em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial. Desses, foram selecionados 59 pacientes que obedeciam ao critério de inclusão estabelecido de não possuírem um ou mais elementos dentários, e que não apresentavam osso sufi ciente em espessura para a instalação de implantes. A amostra contou de 46 mulheres e 13 homens, com idade variando entre 17 e 58 anos. A constatação da necessidade de realização dos enxertos ósseos deu-se através da análise do exame clínico, radiográfi co (panorâmicas e telerradiografi as em norma lateral) e tomográfi co quando necessário. Foram respeitadas todas as regras de manipulação de enxerto que incluem o planejamento cirúrgico, incisão, exposição do local receptor e recobrimento do enxerto, preparo do leito receptor, manipulação do enxerto, adaptação e fi xação do enxerto ao leito receptor 8. Quando necessário, utilizamos o particulador ósseo, para realizar a trituração dos blocos removidos. As áreas doadoras foram a região da sínfi se mandibular, ramo mandibular e tuberosidade da maxila. Os enxertos foram imobilizados através de parafusos de titânio específi cos para fi xação interna rígida, com diâmetro de 1,6 mm e comprimentos de 8, 10 e 12 mm, com encaixe em forma de cruz. As perfurações foram confeccionadas com brocas de 1,3 mm para peça de mão na área receptora, e nos blocos foi utilizado broca de 1,6 empregando a técnica passante de fi xação rígida sob irrigação com solução salina. Para a realização das cirurgias para levantamento de seio e enxerto sinusal, os enxertos ósseos foram removidos e triturados por meio de particulador ósseo. Os pacientes receberam as instruções pós-operatórias, durante o período de espera e após a realização dos enxertos, os mesmos passaram por consulta de rotina para avaliação e eventuais ajustes nas próteses provisórias. Após um período médio de 6 meses, foram realizadas as cirurgias de reaberturas para colocação do(s) implante(s). A instalação do implante foi realizada com especial cuidado na fresagem, utilizando fresas novas, sem forçar a interface leito-enxerto. Foram instalados um total de 44 implantes em 21 pacientes, com o acompanhamento destes até o momento atual e distribuídos entre duas marcas comerciais: SIN (Sistema de Implante, São Paulo, SP, Brasil) e Neodent (Neodent, Curitiba, PR, Brasil). Após 6 meses os implantes foram expostos recebendo cicatrizadores e estes pacientes foram encaminhados ao curso de Especialização em Prótese da escola supra citada para dar continuidade ao tratamento. Foram analisados 44 implantes instalados em 21 pacientes, com média de 2 implantes por paciente. Distribuídos em duas marcas, 24 SIN (Sistema de Implante, São Paulo, SP, Brasil) e 20 Neodent (Neodent, Curitiba, PR, Brasil) distribuídos em 36 implantes na maxila e 8 implantes na mandíbula. RESULTADOS Participaram 59 pacientes: 46 mulheres (77,96 %) e 13 homens (22,04 %), com idade média de mulheres 37,08 anos e homens 32,53 anos. A idade média de toda a amostra foi de anos (Tabela 1). Tabela 1 - Distribuição dos enxertos por idade e sexo. Pacientes Sexo feminino Sexo masculino N= % Média de idade

3 Estudo retrospectivo de 59 pacientes tratados com enxertos ósseos autógeno intrabucais e implantes dentais As áreas doadoras formam um total de 69, destas, 23 (33,33 %) foram do ramo da mandíbula retromolar; 45 (65,21 %) sínfi se mandibular e 1 (1,44 %) do túber da maxila (Tabela 2). Tabela 2 - Distribuição dos enxertos em relação à área doadora. Enxertos Retromolar Mento Túber Total: % As áreas receptoras dos enxertos foram as seguintes: 40 (57 %) enxertos na região anterior de maxila; 17 (24,63 %) na região maxilar posterior (sinus lift e/ou bloco) e, por último, 12 (17,39 %) em mandíbula posterior. Tabela 3 - Distribuição dos enxertos em relação à área receptora. Enxerto região Anterior maxila Posterior maxila Posterior mandíbula N= % De todas as cirurgias realizadas, foi constatado insucesso em 5 (7,42 %) pacientes, todos do sexo feminino. Destes, em 2 (3,38 %) casos ocorreram perfuração de membrana do seio maxilar, sendo os dois pacientes tabagistas com idades de 40 e 41 anos. Em um paciente de 30 anos, ocorreu a perda do enxerto na região anterior de maxila tendo por área doadora o osso retirado do ramo mandibular. Em outro, com 50 anos, ocorreu a perda do enxerto em região posterior de mandíbula recebendo da área retromolar. E noutro, ainda, com 40 anos, a perda ocorreu em região posterior da mandíbula tendo área doadora a sínfi se mandibular (Tabelas 4 a 7). Tabela 4 - Comparação do percentual de sucessos e insucessos dos enxertos realizados. Enxertos Sucesso Insucesso N= % Tabela 5 - Percentual de insucesso dos enxertos em relação à área receptora. Enxertos N=69 Insucesso enxerto Área receptora Maxila Insucesso enxerto Área receptora Mandíbula Qtde. 1 2 % Tabela 6 - Percentual de sucesso dos enxertos em relação ao sexo. Enxertos N=69 Foi observado insucesso em dois implantes um de cada marca comercial em pacientes distintos. Em ambos os casos a perda ocorreu na região anterior da maxila tendo por área doadora o osso retirado da região do mento (Tabela 8). Quantidade de implantes Sucesso dos implantes DISCUSSÃO Sucesso Sexo feminino Total de implantes realizados Sucesso Sexo masculino Qtde % Tabela 7 - Percentual de sucesso das cirurgias de sinus lift. Sinus lift Sucesso das cirurgias de sinus lift % Tabela 8 - Percentual de sucesso de implantes realizados em função de diferentes marcas. SIN Neodent Os enxertos foram realizados prevalentemente em mulheres (77,96 %), e em pacientes com média de idade anos. Notadamente no Brasil as mulheres submetem-se mais a tratamentos de saúde que os homens, inclusive buscando em maior porcentagem tratamento odontológico. Estatisticamente, mulheres perdem seus dentes mais cedo que os homens, isso estaria associado à perda acentuada da densidade óssea especialmente após a menopausa, e ao menor volume ósseo que apresentam, resultando em reabsorções mais acentuadas e mais precoces 5. Os padrões de reabsorções da maxila são diferentes dos encontrados na mandíbula. A reabsorção vertical da maxila é quatro vezes maior do que a da mandíbula. Por outro lado, a mandíbula reabsorve horizontalmente de três a quatro vezes mais do que a maxila 10. A maior causa de falhas de enxerto é deiscência de sutura e posterior necrose asséptica do osso enxertado, sendo demonstrado altas taxas de complicações quando utilizamos a mandíbula como área receptora 11. Esta informação vai de 32

4 ARTIGOS CIENTÍFICOS Piccinelli LB, Zardo M, Gonçalves RCG, Takahashi A encontro aos nossos resultados de insucesso de enxertos em mandíbula de 16,66 % contra 1,75 % de insucesso de enxertos realizados na maxila. O nosso trabalho evidenciou uma incidência de 81,63 % de enxertos realizados na maxila, contra 17,39 % na mandíbula, confi rmando que a reabsorção vertical da maxila é quatro vezes maior do que a da mandíbula 10. O fator anatômico e volume dos maxilares em relação aos fatores etiológicos da reabsorção óssea. Isto pode explicar o fato de não realizarmos enxertos na região anterior da mandíbula, onde o mento apresenta um volume ósseo maior e ausência de estrutura anatômica importante que contra-indique a instalação de implantes ósseosintegrados 1. Nas cirurgias realizadas foram verifi cados dois casos onde houve perfuração de membrana do seio maxilar em pacientes tabagistas. Isto pode estar correlacionado com as evidências de que pacientes tabagistas apresentam uma maior incidência de perfuração de membrana sinusal, pois o fl uxo de sangue em vasos e capilares é diminuído nestes pacientes, retardando a cicatrização da mucosa e a capacidade da regenerativa 2. O período de reparação de quatro a seis meses decorreu sem complicações, sendo que apenas alguns pacientes relataram alteração de sensibilidade nos dentes envolvidos na área doadora, durante o pós-operatório 8. Sendo que todas as alterações da sensibilidade local voltaram ao normal espontaneamente em um curto espaço de tempo. Os nossos pacientes não apresentaram queixas relevantes após a primeira semana pós-operatória 7. Existe um índice de sucesso de 90,4 %, quando os implantes são instalados após um período de cicatrização dos enxertos. Nossos resultados apontam para uma taxa de sucesso de 95,45 % em implantes instalados em áreas enxertadas o que permite concluir pela grande previsibilidade nesta modalidade terapêutica 6. No momento da perfuração inicial, com fresa lança, foi observado uma boa qualidade óssea dos enxertos, classifi cando subjetivamente o osso enxertado como predominantemente do tipo 2 de acordo com a classifi cação de Lekholm & Zarb 3. O emprego de duas marcas distintas de implantes não mostrou nenhuma diferença quanto ao resultado fi nal da osseointegração obtida. Em um caso a perda do implante ocorreu após 5 dias da sua instalação e em outro foi observado a falta de estabilidade no momento da reabertura (após 6 meses), sendo o mesmo removido. Em ambos os casos a região anterior da maxila era a área receptora, e tendo por área doadora o osso retirado da região do mento. Acreditamos, porém, que estes dados são poucos conclusivos, podendo ser objeto de estudo em um novo trabalho. Foi constatada uma maior frequência de obtenção de enxerto do mento (65,21 %), sobre a região retromolar (33,33 %). Em nossa experiência e entendimento acreditamos que a sínfise prove de bastante osso para ser colhido, limitando a necessidade de obtenção de outras áreas doadoras, e fácil acesso ao tecido ósseo. Ao exame radiográfi co foi observada cicatrização da região do mento após um ano sem causar alteração no perfi l do paciente. O índice de sucesso de enxertos com área doadora intraoral foi de 92,75%. CONCLUSÃO Os sítios intrabucais doadores de enxertos ósseos podem prover volumes ósseos sufi cientes para a reconstrução dos rebordos alveolares da maioria dos pacientes desdentados parciais. A mandíbula é vista como sítio de eleição para retirada de enxertos ósseos, pois é capaz de prover blocos ósseos de composição predominantemente corticais, através de procedimentos de baixa morbidade e custo, viabilizando a instalação de implantes de maiores dimensões e com boa estabilidade primária, otimizando, assim, a reabilitação protética do paciente. A utilização de enxertos ósseos autógenos oriundos da sínfi se mandibular, do ramo da mandíbula e túber da maxila é uma forma de tratamento efi caz para os rebordos severamente reabsorvidos. 33

5 Estudo retrospectivo de 59 pacientes tratados com enxertos ósseos autógeno intrabucais e implantes dentais REFERÊNCIAS 1. Atwood DA. Some clinical factors related to rate of resorption of residual ridges J Prosthet Dent. 2001;86(2): Kainulainen VT, Sándor GKB, Oikarinen KS, Clokie CML. The intraoral bone harvesting sites for osseous reconstruction in oral and maxillofacial surgery. Oral Health. 2003;93(5): Lekholm U, Zarb GA. Patient selection and preparation. In: Brånemark PI, Zarb GA, Albrektsson T, editors. Tissue integrated prostheses: osseointegration in clinical dentistry. Chicago: Quintessence, p Marx RE. Biology of bone grafts. In: Kelly JP, editor. The oral and maxillofacial surgery knowledge update. Rosemont: American Association of Oral and Maxillofacial Surgeons; p Mercier P. Resorption patterns of the residual ridge. In: Kent JN, Block MS, editors. Endosseous implants for maxillofacial reconstrucion. Philadelphia: W.B. Sauders, p Misch CE. Implantes dentários contemporâneos. São Paulo: Ed. Santos, Misch CM. Ridge augmentation using mandibular ramus bone grafts for the placement of dental implants: presentation of a technique. Pract Periodontics Aesthet Dent. 1996;8(2): Paleckis LGP, Piscosse LR, Vasconcelos LW, Carvalho, PSP. Enxerto ósseo autógeno: por que e como utilizá-lo. ImplantNews. 2005;2(4): Rudman RA. Prospective evaluation of morbidity associated with iliac crest harvest for alveolar cleft grafting. J Oral Maxillofac Surg. 1997;55(3): Tallgren A. The continuing reduction of the residual alveolar ridges in complete denture wearers: a mixed-longitudinal study covering 25 years. J Prosthet Dent. 1972;27(2): Tolman DE. Reconstructive procedures with endosseous implants in grafted bone: a review of the literature. Int J Oral Maxillofac Implants. 1995;10(3):

Utilização da crista ilíaca nas reconstruções ósseas da cavidade oral. Relato de caso

Utilização da crista ilíaca nas reconstruções ósseas da cavidade oral. Relato de caso Artigo Inédito 1 41 2 42 3 4 Utilização da crista ilíaca nas reconstruções ósseas da cavidade oral. Relato de caso 43 44 7 47 8 9 Claudio Ferreira NóIA*de OlIveIRA**NóIA*** Rafael Ortega lopes****mazzonetto*****

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DA PROTEÍNA MORFOGENÉTICA RECOMBINANTE SINTÉTICA TIPO 2 PARA RECOSNTRUÇÃO DE MAXILA ATRÓFICA. DESCRIÇÃO DA TÉCNICA E RELATO DE UM CASO

A UTILIZAÇÃO DA PROTEÍNA MORFOGENÉTICA RECOMBINANTE SINTÉTICA TIPO 2 PARA RECOSNTRUÇÃO DE MAXILA ATRÓFICA. DESCRIÇÃO DA TÉCNICA E RELATO DE UM CASO A UTILIZAÇÃO DA PROTEÍNA MORFOGENÉTICA RECOMBINANTE SINTÉTICA TIPO 2 PARA RECOSNTRUÇÃO DE MAXILA ATRÓFICA. DESCRIÇÃO DA TÉCNICA E RELATO DE UM CASO AUTORES: André Zétola Rafaela Larson Introdução A procura

Leia mais

Reconstrução alveolar com enxerto ósseo autógeno e malha de titânio: análise de 16 casos

Reconstrução alveolar com enxerto ósseo autógeno e malha de titânio: análise de 16 casos Reconstrução alveolar com enxerto ósseo autógeno e malha de titânio: análise de 16 casos lveolar reconstruction with autogenous bone graft and titanium micromesh: analysis of 16 cases Rafael Ortega-Lopes*

Leia mais

O uso do substituto ósseo xenogênico em bloco OrthoGen em procedimento de enxertia intraoral. Avaliação clínica e histológica.

O uso do substituto ósseo xenogênico em bloco OrthoGen em procedimento de enxertia intraoral. Avaliação clínica e histológica. O uso do substituto ósseo xenogênico em bloco OrthoGen em procedimento de enxertia intraoral. Avaliação clínica e histológica. Fábio Gonçalves 1 Resumo O objetivo deste estudo é apresentar um caso clínico

Leia mais

ENXERTO ÓSSEO AUTÓGENO EM SEIO MAXILAR COM IMPLANTES IMEDIATOS: uma alternativa terapêutica para maxilas atróficas

ENXERTO ÓSSEO AUTÓGENO EM SEIO MAXILAR COM IMPLANTES IMEDIATOS: uma alternativa terapêutica para maxilas atróficas ENXERTO ÓSSEO AUTÓGENO EM SEIO MAXILAR COM IMPLANTES IMEDIATOS: uma alternativa terapêutica para maxilas atróficas Bruno Salles Sotto Maior 1 Henrique Furlani Sotto Maior 2 Rodrigo Guerra de Oliveira 3

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / SOEBRÁS

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / SOEBRÁS INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / SOEBRÁS ESTUDO COMPARATIVO ENTRE ENXERTO ÓSSEO AUTOGENO EM BLOCO E PARTICULADO NO LEVANTAMENTO DO SEIO MAXILAR WALDER JOSÉ GONÇALVES DE MELO ANÁPOLIS, 2009 INSTITUTO

Leia mais

Complicações Associadas aos Enxertos Ósseos Aposicionais com Osso Autógeno. Complications Related to Inlay Autogenous Bone Grafts

Complicações Associadas aos Enxertos Ósseos Aposicionais com Osso Autógeno. Complications Related to Inlay Autogenous Bone Grafts Complicações Associadas aos Enxertos Ósseos Aposicionais com Osso Autógeno Complications Related to Inlay Autogenous Bone Grafts Fernanda Florian Cirurgiã-dentista e bolsista FUNDAP do Serviço de Cirurgia

Leia mais

ENXERTO AUTÓGENO EM BLOCO PELA TÉCNICA DE TUNELIZAÇÃO SUBPERIÓSTEA: RELATO DE UM CASO CLÍNICO

ENXERTO AUTÓGENO EM BLOCO PELA TÉCNICA DE TUNELIZAÇÃO SUBPERIÓSTEA: RELATO DE UM CASO CLÍNICO ENXERTO AUTÓGENO EM BLOCO PELA TÉCNICA DE TUNELIZAÇÃO SUBPERIÓSTEA: RELATO DE UM CASO CLÍNICO Cláudio Rodrigues Rezende Costa Alysson Ribeiro Melo RESUMO Os enxertos autógenos são cada vez mais utilizados

Leia mais

Qual o estado atual das reabilitações de maxilas atróficas com osseointegração?

Qual o estado atual das reabilitações de maxilas atróficas com osseointegração? Qual o estado atual das reabilitações de maxilas atróficas com osseointegração? Hugo Nary Filho responde O tratamento do edentulismo maxilar, com a utilização de implantes osseointegráveis, vem experimentando

Leia mais

Aumento horizontal de rebordo maxilar anterior com enxerto de osso de origem bovina

Aumento horizontal de rebordo maxilar anterior com enxerto de osso de origem bovina 36 Aumento horizontal de rebordo maxilar anterior com enxerto de osso de origem bovina Horizontal augmentation of anterior maxillary alveolar ridge using bovine bone graft Célia Maria Braga 1 Juliana de

Leia mais

IMPLANTE OSSOINTEGRÁVEL DE CARGA IMEDIATA: RELATO DE CASO CLÍNICO

IMPLANTE OSSOINTEGRÁVEL DE CARGA IMEDIATA: RELATO DE CASO CLÍNICO IMPLANTE OSSOINTEGRÁVEL DE CARGA IMEDIATA: RELATO DE CASO CLÍNICO * - Graduando em odontologia na Universidade Cidade de São Paulo ** - Graduando em odontologia na Universidade Cidade de São Paulo ***

Leia mais

Enxertos ósseos autógenos intrabucais em implantodontia: estudo retrospectivo

Enxertos ósseos autógenos intrabucais em implantodontia: estudo retrospectivo Recebido em 06/05/2014 Aprovado em 18/06/2014 V14N4 Enxertos ósseos autógenos intrabucais em implantodontia: estudo retrospectivo Intraoral autogenous bone grafts in implantology: a retrospective study

Leia mais

Aluna: Lucy Shiratori. Dissertação apresentada à Faculdade de. obtenção do título de Mestre, pelo Programa de Pós-

Aluna: Lucy Shiratori. Dissertação apresentada à Faculdade de. obtenção do título de Mestre, pelo Programa de Pós- FOUSP Avaliação da precisão da tomografia computadorizada por feixe cônico (cone beam) como método de medição do volume ósseo vestibular em implantes dentários Dissertação apresentada à Faculdade de Odontologia

Leia mais

REVISÃO SISTEMÁTICA DA PERDA ÓSSEA AO REDOR DE IMPLANTES EM PRÓTESES MÚLTIPLAS E UNITÁRIAS

REVISÃO SISTEMÁTICA DA PERDA ÓSSEA AO REDOR DE IMPLANTES EM PRÓTESES MÚLTIPLAS E UNITÁRIAS REVISÃO SISTEMÁTICA DA PERDA ÓSSEA AO REDOR DE IMPLANTES EM PRÓTESES MÚLTIPLAS E UNITÁRIAS Marcela Melo Dos Santos ¹ Guaracilei Maciel Vidigal Júnior ² Na implantologia oral, as complicações mais comuns

Leia mais

UNINGÁ UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE INGÁ CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM IMPLANTODONTIA KAREN DO AMARAL CARARD

UNINGÁ UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE INGÁ CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM IMPLANTODONTIA KAREN DO AMARAL CARARD UNINGÁ UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE INGÁ CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM IMPLANTODONTIA KAREN DO AMARAL CARARD REVISÃO CRÍTICA DA LITERATURA SOBRE LONGEVIADE DE ENXERTOS ÓSSEOS NA MAXILA E NA MANDÍBULA

Leia mais

Análise da área doadora de enxerto mandibular por meio de tomografia computadorizada do feixe cônico para avaliação da remodelação óssea 1

Análise da área doadora de enxerto mandibular por meio de tomografia computadorizada do feixe cônico para avaliação da remodelação óssea 1 ORIGINAL ORIGINAL Análise da área doadora de enxerto mandibular por meio de tomografia computadorizada do feixe cônico para avaliação da remodelação óssea 1 Analysis of donor sites for mandibular bone

Leia mais

Tomografia Computorizada Dental

Tomografia Computorizada Dental + Universidade do Minho M. I. Engenharia Biomédica Beatriz Gonçalves Sob orientação de: J. Higino Correia Tomografia Computorizada Dental 2011/2012 + Casos Clínicos n Dentes privados do processo de erupção

Leia mais

Caso Clínico. Resumo. Palavras-chave. Abstract. Key words

Caso Clínico. Resumo. Palavras-chave. Abstract. Key words Sítios Doadores e Enxertos Ósseos Intrabucais: Relato de Caso e Revisão da Literarura Intra-oral Place Givers and Bone Grafts: Case Report and Literature Review 1 1 2 Orion Luiz HAAS-JUNIOR. ; Luisa Schertel

Leia mais

O ingresso no Programa de Mestrado é feito por meio do exame de seleção, que consta de:

O ingresso no Programa de Mestrado é feito por meio do exame de seleção, que consta de: EDITAL DE SELEÇÃO 002/2016 Estarão abertas, a partir do dia 04 de março de 2016, as inscrições para a seleção de candidatos ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Odontológicas nas Áreas de Concentração

Leia mais

overdentures and prostheses for edentulous maxilla rehabilitation

overdentures and prostheses for edentulous maxilla rehabilitation Revista de Odontologia da Universidade Cidade de São Paulo 2007 jan-abr; 19(1):61-7 OVERDENTURES E PRÓTESES FIXAS PARA REABILITAÇÃO COM IMPLANTES EM MAXILA EDÊNTULA overdentures and prostheses for edentulous

Leia mais

ENXERTOS ÓSSEOS AUTÓGENOS DE ÁREAS DOADORAS INTRA-BUCAIS E PROCEDIMENTOS CLÍNICOS INTEGRADOS POSSIBILITANDO REABILITAÇÃO ESTÉTICA E FUNCIONAL

ENXERTOS ÓSSEOS AUTÓGENOS DE ÁREAS DOADORAS INTRA-BUCAIS E PROCEDIMENTOS CLÍNICOS INTEGRADOS POSSIBILITANDO REABILITAÇÃO ESTÉTICA E FUNCIONAL CASO CLÍNICO / CLINICAL CASE ENXERTOS ÓSSEOS AUTÓGENOS DE ÁREAS DOADORAS INTRA-BUCAIS E PROCEDIMENTOS CLÍNICOS INTEGRADOS POSSIBILITANDO REABILITAÇÃO ESTÉTICA E FUNCIONAL Intraoral autogenous bone graft

Leia mais

Ciência e prática. Utilização de pilares dinâmicos em implantologia casos clínicos

Ciência e prática. Utilização de pilares dinâmicos em implantologia casos clínicos Utilização de pilares dinâmicos em implantologia casos clínicos 110 MAXILLARIS JANEIRO 2013 Ciência e prática AUTORES: José Ferreira Médico-dentista. Prática clínica em implantologia. Aluno do doutoramento

Leia mais

IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PACIENTE DR. MARCOLINO ANTONIO PELLICANO DR. BENEDITO UMBERTO BUENO

IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PACIENTE DR. MARCOLINO ANTONIO PELLICANO DR. BENEDITO UMBERTO BUENO IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PACIENTE DR. MARCOLINO ANTONIO PELLICANO DR. BENEDITO UMBERTO BUENO 1 IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS PORQUE PODEM SER COLOCADOS QUANDO PODEM SER COLOCADOS COMO

Leia mais

Manipulação de Tecido Mole ao Redor de Implantes na Zona Estética

Manipulação de Tecido Mole ao Redor de Implantes na Zona Estética Manipulação de Tecido Mole ao Redor de Implantes na Zona Estética Figura 9 1A Diagrama de secção transversal mostrando um implante no local do incisivo. A forma côncava do rebordo vestibular é evidenciada.

Leia mais

Considerações atuais sobre a remoção de enxerto do mento

Considerações atuais sobre a remoção de enxerto do mento Recebido em 15/10/2013 Aprovado em 12/08/2013 V14N1 Considerações atuais sobre a remoção de enxerto do mento Current considerations on the chin bone harvesting Claudio Ferreira Nóia I Claudinei Ferreira

Leia mais

Aesthetics in Implantology from Reconstruction to Prosthesis: a Case Report

Aesthetics in Implantology from Reconstruction to Prosthesis: a Case Report Estética em implantodontia, da reconstrução à prótese - apresentação de um caso clínico esthetics in Implantology from Reconstruction to Prosthesis: a Case Report Recebido em 19/06/2007 provado em 20/08/2007

Leia mais

TÉCNICA DE DOBRA CIRÚRGICA PARA REABERTURA DE IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS SURGICAL FOLD TECHNIQUE FOR OSSEOINTEGRATED IMPLANTS OPENING

TÉCNICA DE DOBRA CIRÚRGICA PARA REABERTURA DE IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS SURGICAL FOLD TECHNIQUE FOR OSSEOINTEGRATED IMPLANTS OPENING TÉCNICA DE DOBRA CIRÚRGICA PARA REABERTURA DE IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS SURGICAL FOLD TECHNIQUE FOR OSSEOINTEGRATED IMPLANTS OPENING AUTORES: MOTTA, Sergio. Coordenador dos Cursos de Aperfeiçoamento de

Leia mais

UNINGÁ - UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE DE INGÁ CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM IMPLANTODONTIA LUIS BERNARDO DOMIT

UNINGÁ - UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE DE INGÁ CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM IMPLANTODONTIA LUIS BERNARDO DOMIT 0 UNINGÁ - UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE DE INGÁ CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM IMPLANTODONTIA LUIS BERNARDO DOMIT ENXERTOS ÓSSEOS AUTÓGENOS NA IMPLANTODONTIA: UMA ANÁLISE DOS FATORES CRÍTICOS

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE CARGA IMEDIATA EM MAXILA RECONSTRUÍDA COM ENXERTO DE CRISTA ILÍACA

UTILIZAÇÃO DE CARGA IMEDIATA EM MAXILA RECONSTRUÍDA COM ENXERTO DE CRISTA ILÍACA UTILIZAÇÃO DE CARGA IMEDIATA EM MAXILA RECONSTRUÍDA COM ENXERTO DE CRISTA ILÍACA Immediate dental implant loading after iliac crest grafts in the maxillary arch: literature review and case report RESUMO

Leia mais

Associação entre osso autógeno e material heterógeno como forma de otimização de resultado em enxertia óssea: relato de caso

Associação entre osso autógeno e material heterógeno como forma de otimização de resultado em enxertia óssea: relato de caso artigo inédito Associação entre osso autógeno e material heterógeno como forma de otimização de resultado em enxertia óssea: relato de caso Resumo / Introdução: ainda nos dias atuais, a reabilitação de

Leia mais

Implantes Dentários Osseointegrados - Extensão em Implantodontia -Fase Cirúrgica

Implantes Dentários Osseointegrados - Extensão em Implantodontia -Fase Cirúrgica Implantes Dentários Osseointegrados - Extensão em Implantodontia -Fase Cirúrgica SIEXBRASIL: 17707 Área Temática Principal: Saúde Área Temática Secundária: Atenção à saúde e qualidade de vida das pessoas.

Leia mais

www.periodonto.net www.periodonto.net Carga ou Função Imediata sobre Implantes www.periodonto.net www.periodonto.net O início Tratamento Implante

www.periodonto.net www.periodonto.net Carga ou Função Imediata sobre Implantes www.periodonto.net www.periodonto.net O início Tratamento Implante Carga ou Função Imediata sobre Implantes Perda do elemento dental Coágulo O início Degradação ação da cortical alveolar periodontal Regeneração óssea Tratamento Prótese fixa convencional => sem estímulo

Leia mais

JERÔNIMO MARTINS DA SILVA NETO. TRATAMENTO DE MAXILA ATRÓFICA COM OVERDENTURE BARRA CLIPE: relato de caso clínico

JERÔNIMO MARTINS DA SILVA NETO. TRATAMENTO DE MAXILA ATRÓFICA COM OVERDENTURE BARRA CLIPE: relato de caso clínico JERÔNIMO MARTINS DA SILVA NETO TRATAMENTO DE MAXILA ATRÓFICA COM OVERDENTURE BARRA CLIPE: relato de caso clínico Goiânia 2013 JERÔNIMO MARTINS DA SILVA NETO TRATAMENTO DE MAXILA ATRÓFICA COM OVERDENTURE

Leia mais

MEGA IMERSÃO EM RECONSTRUÇÃO TECIDUAL ESTÉTICA PERI-IMPLANTAR SÃO PAULO

MEGA IMERSÃO EM RECONSTRUÇÃO TECIDUAL ESTÉTICA PERI-IMPLANTAR SÃO PAULO MEGA IMERSÃO EM RECONSTRUÇÃO TECIDUAL ESTÉTICA PERI-IMPLANTAR SÃO PAULO Data: 19 a 23 de agosto de 2013. PROFESSORES Prof. Dr. Júlio César Joly Especialista em Periodontia CFO Mestre e Doutor em Clínica

Leia mais

Cicatrização de áreas doadoras de enxerto: observações clínicas

Cicatrização de áreas doadoras de enxerto: observações clínicas Artigo Inédito Cicatrização de áreas doadoras de enxerto: observações clínicas Rogério Gonçalves Velasco*, Pedro Velasco Dias**, Leandro Gonçalves Velasco***, Cecilia da Rocha Brito**** Palavras-chave

Leia mais

Reconstrução de maxila atrófica com enxerto proveniente de calota craniana para posterior reabilitação com implantes dentários relato de caso

Reconstrução de maxila atrófica com enxerto proveniente de calota craniana para posterior reabilitação com implantes dentários relato de caso Full Dent. Sci. 2015; 6(23):177-182. 177 Reconstrução de maxila atrófica com enxerto proveniente de calota craniana para posterior reabilitação com implantes dentários relato de caso Jaw reconstruction

Leia mais

AVALIAÇÃO DA REGIÃO MAXILAR EM IMAGENS DE TC POR RAIOS X PARA O USO EM IMPLANTODONTIA E CIRURGIA BUCOMAXILOFACIAL

AVALIAÇÃO DA REGIÃO MAXILAR EM IMAGENS DE TC POR RAIOS X PARA O USO EM IMPLANTODONTIA E CIRURGIA BUCOMAXILOFACIAL AVALIAÇÃO DA REGIÃO MAXILAR EM IMAGENS DE TC POR RAIOS X PARA O USO EM IMPLANTODONTIA E CIRURGIA BUCOMAXILOFACIAL Prof. Drª. Helena Willhelm de Oliveira - Faculdade de Odontologia / PUCRS Eduardo Diebold

Leia mais

Palavras-Chave: enxerto autógeno, tórus mandibular, implante.

Palavras-Chave: enxerto autógeno, tórus mandibular, implante. ENXERTO ÓSSEO AUTÓGENO DE TÓRUS MANDIBULAR. DESCRIÇÃO DE CASO DE RECONSTRUÇÃO DE MAXILA E INSTALAÇÃO IMEDIATA DE UM IMPLANTE COLOCADO EM FUNÇÃO IMEDIATA AUTOGRAFT OF MANDIBULAR TORUS. DESCRIPTION FOR RECONSTRUCTION

Leia mais

UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ Liliane Camargo

UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ Liliane Camargo UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ Liliane Camargo VARIAÇÃO DA TÉCNICA DO RETALHO PEDICULADO PALATINO PARA AUMENTO DE VOLUME VESTIBULAR NO SEGUNDO ESTÁGIO CIRÚRGICO DOS IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS CURITIBA 2011

Leia mais

2. Quando o implante dental é indicado?

2. Quando o implante dental é indicado? Dúvidas sobre implantodontia: 1. O que são implantes? São cilindros metálicos (titânio) com rosca semelhante a um parafuso que são introduzidos no osso da mandíbula (arco inferior) ou da maxila (arco superior),

Leia mais

Carga imediata de arco oclusal pleno com implantes Seven e Mistral

Carga imediata de arco oclusal pleno com implantes Seven e Mistral Maio/Junho 2010 Caso Clínico Carga imediata de arco oclusal pleno com implantes Seven e Mistral Di Alberti L, Donnini F, Camerino M, Di Alberti C, Rossi G, Perfetti G, Dolci M, Trisi P do Department of

Leia mais

Implantes dentários, parede alveolar, áreas estéticas

Implantes dentários, parede alveolar, áreas estéticas Condutas de planejamento em área estética na região anterior da maxila associada à carga imediata para implantes unitários imediatamente após extração: revisão de literatura. Lívia Morelo Amaral Resumo

Leia mais

Reconstruções maxilares utilizando enxerto de crista ilíaca

Reconstruções maxilares utilizando enxerto de crista ilíaca Caso Clínico Reconstruções maxilares utilizando enxerto de crista ilíaca Leonardo Costa de Almeida Paiva*, Paulo Roberto Ferreira Cerqueira**, Vera Cavalcanti de Araújo***, Maria Cristina de Andrade****

Leia mais

8º Curso de Aperfeiçoamento em Implantologia e Prótese sobre Implantes (2014)

8º Curso de Aperfeiçoamento em Implantologia e Prótese sobre Implantes (2014) 8º Curso de Aperfeiçoamento em Implantologia e Prótese sobre Implantes (2014) ESTA PÓS GRADUAÇÃO DESTINA-SE A TODOS OS MÉDICOS DENTISTAS QUE PRETENDAM INICIAR OU APROFUNDAR CONHECIMENTOS NA ÁREA DE REABILITAÇÃO

Leia mais

Reconstrução de defeito de continuidade em mandíbula com posterior reconstrução alveolar

Reconstrução de defeito de continuidade em mandíbula com posterior reconstrução alveolar CASO CLÍNICO CLINICAL CASE Reconstrução de defeito de continuidade em mandíbula com posterior reconstrução alveolar Reconstruction of defect continuity in jaw with posterior alveolar reconstruction Marco

Leia mais

Técnicas radiográficas. Técnicas Radiográficas Intraorais em Odontologia. Técnicas Radiográficas Intraorais. Técnicas Radiográficas

Técnicas radiográficas. Técnicas Radiográficas Intraorais em Odontologia. Técnicas Radiográficas Intraorais. Técnicas Radiográficas Técnicas Radiográficas Intraorais em Odontologia Técnicas radiográficas Divididas em dois grandes grupos: Técnicas Intraorais Profª Paula Christensen Técnicas Radiográficas Técnicas Extraorais Técnicas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE - CSS DEPARTAMENTO DE ODONTOLOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE - CSS DEPARTAMENTO DE ODONTOLOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE - CSS DEPARTAMENTO DE ODONTOLOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAMILA ATAIDE REBOUÇAS XENOENXERTO VERSUS ENXERTO AUTÓGENO EM CIRURGIA

Leia mais

Carga imediata pós extracção com implantes cónicos Alvim tipo Cone Morse nas reabilitações da maxila

Carga imediata pós extracção com implantes cónicos Alvim tipo Cone Morse nas reabilitações da maxila Implantologia Carga imediata pós extracção com implantes cónicos Alvim tipo Cone Morse nas reabilitações da maxila A reabilitação total da arcada superior dentária constitui um desafio à escala das possibilidades

Leia mais

Transplante Dental* Coordenador: MACEDO, Sérgio Bruzadelli

Transplante Dental* Coordenador: MACEDO, Sérgio Bruzadelli Transplante Dental* Coordenador: MACEDO, Sérgio Bruzadelli LIMA, Richard Presley 1 ; DOS SANTOS, Mateus Veppo 2 ; DE MOURA, Cariacy Silva 3 ; GUILLEN, Gabriel Albuquerque 4 ; MELLO, Thais Samarina Sousa

Leia mais

VANESSA MISTURA. Técnica de expansão óssea alveolar para a colocação de implantes imediatos

VANESSA MISTURA. Técnica de expansão óssea alveolar para a colocação de implantes imediatos VANESSA MISTURA Técnica de expansão óssea alveolar para a colocação de implantes imediatos Londrina 2012 VANESSA MISTURA Técnica de expansão óssea alveolar para a colocação de implantes imediatos Trabalho

Leia mais

Palavras-Chave: Osseointegração, Implantes dentários, mini-implantes

Palavras-Chave: Osseointegração, Implantes dentários, mini-implantes MINIIMPLANTES PARA ANCORAGEM ORTODONTICA: REVISÃO DE LITERATURA 1 Blaya, Diego³; Ferreira, Juliana 2 ; Gertz, Andressa 2 ; Grossi, Thiago²; Mota, Humberto²; Rosa, Ronildo²; Souza, Eliezer 2 ; ¹- Trabalho

Leia mais

Uso de Enxerto Ósseo Autógeno nas Reconstruções da Cavidade Bucal. Análise Retrospectiva de 07 Anos

Uso de Enxerto Ósseo Autógeno nas Reconstruções da Cavidade Bucal. Análise Retrospectiva de 07 Anos INVESTIGAÇÃO Uso de Enxerto Ósseo Autógeno nas Reconstruções da Cavidade Bucal. Análise Retrospectiva de 07 Anos Claudio Ferreira Nóia*, Henrique Duque de Miranda Chaves Netto**, Rafael Ortega Lopes***,

Leia mais

Demineralized Homogeneous Bone Graft in Sockets after Extraction: a Report of Two Cases

Demineralized Homogeneous Bone Graft in Sockets after Extraction: a Report of Two Cases USO DO ENXERTO DESMINERALIZADO HOMÓGENO EM ALVÉOLO PÓS-EXTRAÇÃO: RELATO DE CASOS Demineralized Homogeneous Bone Graft in Sockets after Extraction: a Report of Two Cases Recebido em 15/03/05 Aprovado em

Leia mais

ElEvação do seio maxilar com EnxErto autógeno E instalação imediata de implante: quatro anos de acompanhamento

ElEvação do seio maxilar com EnxErto autógeno E instalação imediata de implante: quatro anos de acompanhamento ElEvação do seio maxilar com EnxErto autógeno E instalação imediata de implante: quatro anos de acompanhamento Maxillary sinus floor augmentation using autogenous bone graft and immediate implant installation:

Leia mais

FACULDADES UNIDAS DO NORTE DE MINAS ANDRÉ FERREIRA BACCARIN

FACULDADES UNIDAS DO NORTE DE MINAS ANDRÉ FERREIRA BACCARIN FACULDADES UNIDAS DO NORTE DE MINAS ANDRÉ FERREIRA BACCARIN O uso do Geistlich Bio-Oss como substituto ósseo em cirurgias de elevação do seio maxilar: revisão da literatura São Carlos 2013 ANDRÉ FERREIRA

Leia mais

Sua melhor opção. Manual de Orientação 1

Sua melhor opção. Manual de Orientação 1 Sua melhor opção. Manual de Orientação 1 2 Manual de Orientação Julho/2013 (2 a edição) Indice Orientação ao Paciente Introdução 04 Implantes dentais 04 Titânio - a matéria-prima dos implantes 05 Osseointegração

Leia mais

CC oliveira+1.qxp 27/6/12 13:13 Página 48. Displasia ectodérmica hipohidrótica: relato de um caso clínico

CC oliveira+1.qxp 27/6/12 13:13 Página 48. Displasia ectodérmica hipohidrótica: relato de um caso clínico CC oliveira+1.qxp 27/6/12 13:13 Página 48 Displasia ectodérmica hipohidrótica: relato de um caso clínico 48 CC oliveira+1.qxp 27/6/12 13:13 Página 49 Introdução A displasia ectodérmica (ED) é um grupo

Leia mais

PRÓTESE INFERIOR DO TIPO PROTOCOLO SOBRE IMPLANTES CURTOS COM CARGA IMEDIATA RELATO DE CASO

PRÓTESE INFERIOR DO TIPO PROTOCOLO SOBRE IMPLANTES CURTOS COM CARGA IMEDIATA RELATO DE CASO 49 PRÓTESE INFERIOR DO TIPO PROTOCOLO SOBRE IMPLANTES CURTOS COM CARGA IMEDIATA INFERIOR PROSTHESIS TYPE PROTOCOL ABOUT SHORT IMPLANTS WITH IMMEDIATE LOADING CASE REPORT Soraya de LUCA * Flávio Henrique

Leia mais

Centro Av. Frei Pacífico Wagner,653 11660 903 Caraguatatuba SP T F 55 12 3897 2000

Centro Av. Frei Pacífico Wagner,653 11660 903 Caraguatatuba SP T F 55 12 3897 2000 Nome Curso: IMPLANTE. Implantando idéias, um curso diferente. Curso de extensão Universitária Natureza: Teórico prático Data do inicio do curso: 27 de agosto de 2010 Local: Clinica Universitário Módulo

Leia mais

Regeneração Ósseo Guiada utilizando Tela de Titânio e Osso autógeno com Biomaterial na Região Posterior de Mandíbula

Regeneração Ósseo Guiada utilizando Tela de Titânio e Osso autógeno com Biomaterial na Região Posterior de Mandíbula 1 Iara Rodrigues Castro Borges Regeneração Ósseo Guiada utilizando Tela de Titânio e Osso autógeno com Biomaterial na Região Posterior de Mandíbula Monografia apresentada a Faculdades Unidas do Norte de

Leia mais

PRÓTESE TOTAL INFERIOR IMPLANTO-SUPORTADA COM CARGA IMEDIATA

PRÓTESE TOTAL INFERIOR IMPLANTO-SUPORTADA COM CARGA IMEDIATA PRÓTESE TOTAL INFERIOR IMPLANTO-SUPORTADA COM CARGA IMEDIATA Bruno Feital Fusaro 1 Rodrigo Guerra de Oliveira 2 Bruno Salles Sotto Maior 3 Henrique Furlani Sotto Maior 4 Fabrício de Draper Vieira 5 Resumo

Leia mais

O QUE É A TÃO FALADA CARGA IMEDIATA?

O QUE É A TÃO FALADA CARGA IMEDIATA? 1 O QUE É A TÃO FALADA CARGA IMEDIATA? A descoberta da Osseointegração pelo professor Brånemark, na década de 50, revolucionou a reabilitação dos pacientes com ausências dentárias, com a utilização dos

Leia mais

ANÁLISE HISTOMORFOMÉTRICA EM ALVÉOLOS DE COELHOS PREENCHIDOS COM DIFERENTES TIPOS DE BIOMATERIAIS DE ENXERTO

ANÁLISE HISTOMORFOMÉTRICA EM ALVÉOLOS DE COELHOS PREENCHIDOS COM DIFERENTES TIPOS DE BIOMATERIAIS DE ENXERTO ANÁLISE HISTOMORFOMÉTRICA EM ALVÉOLOS DE COELHOS PREENCHIDOS COM DIFERENTES TIPOS DE BIOMATERIAIS DE ENXERTO Amanda Roberta Barbosa Juliasse Da Silva ¹ Márcio Baltazar Conz ² Diferentes biomateriais têm

Leia mais

OSSEOINTEGRAÇÃO: ANÁLISE DE FATORES CLÍNICOS DE SUCESSO E INSUCESSO

OSSEOINTEGRAÇÃO: ANÁLISE DE FATORES CLÍNICOS DE SUCESSO E INSUCESSO OSSEOINTEGRAÇÃO: ANÁLISE DE FATORES CLÍNICOS DE SUCESSO E INSUCESSO OSSEOINTEGRATION: ANALYSIS OF CLINICAL SUCCESS AND FAILURE FACTORS Vinícius MARTINS 1 Thiago BONILHA 1 Rosse Mary FALCÓN-ANTENUCCI 2

Leia mais

TABELA PARA O AGREGADO FAMILIAR. Tabela 2011

TABELA PARA O AGREGADO FAMILIAR. Tabela 2011 Dental Clinic New Generaction www.newgeneraction.com.pt Os sócios, colaboradores e familiares do SIT, poderão usufruir do Plano de Medicina Oral - DentalClinic New Generaction, mediante o pagamento de

Leia mais

Instruções de Uso IMPLANTE DENTÁRIO SIGNO VINCES

Instruções de Uso IMPLANTE DENTÁRIO SIGNO VINCES Instruções de Uso IMPLANTE DENTÁRIO SIGNO VINCES Este dispositivo médico implantável requer procedimentos específicos e altamente especializados. Somente deverá ser realizado por cirurgiões dentistas com

Leia mais

BIANCA DALSENTER PUEL PATRÍCIA CRISTINA ZUNINO

BIANCA DALSENTER PUEL PATRÍCIA CRISTINA ZUNINO UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE ODONTOLOGIA BIANCA DALSENTER PUEL PATRÍCIA CRISTINA ZUNINO ESTUDO MORFOMÉTRICO DA ESTRUTURA ÓSSEA DO PILAR CANINO EM MAXILAS ATRÓFICAS

Leia mais

Reabilitação de Espaços Reduzidos no Sentido Mésio-Distal com Implantes de Pequeno Diametro Caso clínico

Reabilitação de Espaços Reduzidos no Sentido Mésio-Distal com Implantes de Pequeno Diametro Caso clínico Artigo Técnico Implantologia Reabilitação de Espaços Reduzidos no Sentido Mésio-Distal com Implantes de Pequeno Diametro Caso clínico José Ferreira Médico dentista Prática clínica em Implantologia Aluno

Leia mais

ANÁLISE DAS FALHAS EM PACIENTES REABILITADOS COM PRÓTESES TOTAIS FIXAS IMPLANTO SUPORTADAS

ANÁLISE DAS FALHAS EM PACIENTES REABILITADOS COM PRÓTESES TOTAIS FIXAS IMPLANTO SUPORTADAS ANÁLISE DAS FALHAS EM PACIENTES REABILITADOS COM PRÓTESES TOTAIS FIXAS IMPLANTO SUPORTADAS FAILURES ANALISES IN EDENTULOUS PATIENTS REHABILITATED WITH FIXED TOTAL PROSTHESIS IMPLANT SUPPORTED INTRODUÇÃO

Leia mais

MAXILLARY SINUS LIFT WITH AUTOGENOUS GRAFT WITH IMMEDIATE INSTALLATION OF DENTAL IMPLANTS SURGICAL CLINIC CASE REPORT

MAXILLARY SINUS LIFT WITH AUTOGENOUS GRAFT WITH IMMEDIATE INSTALLATION OF DENTAL IMPLANTS SURGICAL CLINIC CASE REPORT LEVANTAMENTO DE SEIO MAXILAR COM ENXERTO AUTÓGENO E INSTALAÇÃO IMEDIATA DE IMPLANTES OSSEOINTEGRÁVEIS MAXILLARY SINUS LIFT WITH AUTOGENOUS GRAFT WITH IMMEDIATE INSTALLATION OF DENTAL IMPLANTS SURGICAL

Leia mais

Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico. Ruy Sergio Penteado

Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico. Ruy Sergio Penteado Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico Ruy Sergio Penteado Enxerto de Bloco Ósseo em Áreas Estéticas Relato de caso clínico CURITIBA 2010 Ruy Sergio Penteado Enxerto de Bloco Ósseo

Leia mais

Analysis of Intercurrences and Complications in the Placement of Dental Implants - A Retrospective Study

Analysis of Intercurrences and Complications in the Placement of Dental Implants - A Retrospective Study Recebido em 08/01/2010 Aprovado em 28/04/2010 Análise das Intercorrências e Complicações em Instalação de Implantes Dentais - Um Estudo Retrospectivo Analysis of Intercurrences and Complications in the

Leia mais

Avaliação longitudinal de duas técnicas de sinus lift

Avaliação longitudinal de duas técnicas de sinus lift Recebido em 07/02/13 Aprovado em 04/04/13 V13N3 Avaliação longitudinal de duas técnicas de sinus lift Longitudinal study of two techniques for sinus lift José Vitor Quinelli Mazaro I Eduardo Piza Pellizzer

Leia mais

Porque a Implantodontia tem que ser simples

Porque a Implantodontia tem que ser simples REVISTA Ano 2 - edição 3 Porque a Implantodontia tem que ser simples 16 pag.indd 1 Novo Pilar Temporário Índice Mais versátil do que isso, só esperando o dente nascer de novo. 5-6 9-10 Provisórios de Longa

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DE SAÚDE FUNORTE. Douglas Gonçalves Barbosa DESLOCAMENTO DE IMPLANTES DENTÁRIOS PARA OS SEIOS PARANASAIS

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DE SAÚDE FUNORTE. Douglas Gonçalves Barbosa DESLOCAMENTO DE IMPLANTES DENTÁRIOS PARA OS SEIOS PARANASAIS INSTITUTO DE CIÊNCIAS DE SAÚDE FUNORTE Douglas Gonçalves Barbosa DESLOCAMENTO DE IMPLANTES DENTÁRIOS PARA OS SEIOS PARANASAIS Ji Paraná 2015 DOUGLAS GONÇALVES BARBOSA DESLOCAMENTO DE IMPLANTES DENTÁRIOS

Leia mais

Como diferentes tipos de prótese sobre implantes podem afetar o seu prognóstico? Análise biomecânica

Como diferentes tipos de prótese sobre implantes podem afetar o seu prognóstico? Análise biomecânica Como diferentes tipos de prótese sobre implantes podem afetar o seu prognóstico? Análise biomecânica How different implant prosthesis design affect your prognosis? Biomechanical analysis Marcos Blatt 1

Leia mais

Histological evaluation of inorganic bovine bone graft in maxillary sinus: a case report

Histological evaluation of inorganic bovine bone graft in maxillary sinus: a case report Avaliação histológica de osso bovino inorgânico em seio maxilar: relato de caso Histological evaluation of inorganic bovine bone graft in maxillary sinus: a case report Recebido em 06/06/2006 Aprovado

Leia mais

ACADEMIA DE ODONTOLOGIA DO RIO DE JANEIRO. CLIVO.

ACADEMIA DE ODONTOLOGIA DO RIO DE JANEIRO. CLIVO. ACADEMIA DE ODONTOLOGIA DO RIO DE JANEIRO. CLIVO. CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM IMPLANTODONTIA. A IMPLANTE E PROVISÓRIO IMEDIATO RELATO DE CASO CLÍNICO CORDENADOR: DR. SERGIO MOTTA. ALUNO: DR. FABIO CAMILO.

Leia mais

Biomateriais. Catálogo. Biomateriais. Excelência e Evolução

Biomateriais. Catálogo. Biomateriais. Excelência e Evolução Biomateriais Excelência e Evolução Catálogo Biomateriais Empresa Linha de Produtos Inovação com qualidade A Bionnovation é uma empresa brasileira especializada na fabricação de biomateriais, que oferece

Leia mais

Regeneração óssea guiada com carga imediata em zona estética: relato de caso clínico

Regeneração óssea guiada com carga imediata em zona estética: relato de caso clínico Artigo Caso Clínico Regeneração óssea guiada com carga imediata em zona estética: relato de caso clínico Guided bone regeneration with immediate loading in esthetic site: a clinical case report Recebido

Leia mais

Buco Maxilo Facial. Maxilo Facial GII 1.5 / 2.0 / 2.4

Buco Maxilo Facial. Maxilo Facial GII 1.5 / 2.0 / 2.4 Buco Maxilo Facial Maxilo Facial GII 1.5 / 2.0 / 2.4 Maxilo Facial GII 1.5 / 2.0 / 2.4 Sistema de Buco Maxilo Facial Os princípios biomecânicos da osteossíntese com placas aplicável a mandíbula culminou

Leia mais

Osteogenic distraction for the placement of tooth implants: a case report

Osteogenic distraction for the placement of tooth implants: a case report Distração osteogênica mandibular para instalação de implantes: relato de caso Osteogenic distraction for the placement of tooth implants: a case report Recebido em 04/07/2006 Aprovado em 12/09/2007 Valfrido

Leia mais

REABILITAÇÃO DA MUSCULATURA PERIORAL: GENGIVA ARTIFICIAL REMOVÍVEL

REABILITAÇÃO DA MUSCULATURA PERIORAL: GENGIVA ARTIFICIAL REMOVÍVEL 115 REABILITAÇÃO DA MUSCULATURA PERIORAL: GENGIVA ARTIFICIAL REMOVÍVEL Lydia de Brito Santos* Nélia de Medeiros Sampaio** Atlas Edson Moleros Nakamae*** RESUMO Prótese gengival, epítese gengival ou máscara

Leia mais

ALESSANDRO COSTA DA SILVA ANÁLISE DAS INTERCORRÊNCIAS E COMPLICAÇÕES INTERFERENTES NA INSTALAÇÃO E PERDA PRIMÁRIA DOS

ALESSANDRO COSTA DA SILVA ANÁLISE DAS INTERCORRÊNCIAS E COMPLICAÇÕES INTERFERENTES NA INSTALAÇÃO E PERDA PRIMÁRIA DOS ALESSANDRO COSTA DA SILVA ANÁLISE DAS INTERCORRÊNCIAS E COMPLICAÇÕES INTERFERENTES NA INSTALAÇÃO E PERDA PRIMÁRIA DOS IMPLANTES DENTAIS OSTEOINTEGRÁVEIS - UM ESTUDO RETROSPECTIVO São Paulo 2008 Alessandro

Leia mais

CIODONTO. Rubens Eduardo de Melo Gigli

CIODONTO. Rubens Eduardo de Melo Gigli CIODONTO Pós Graduação Lato sensu em Implantodontia Rubens Eduardo de Melo Gigli METODOLOGIA DA REMOÇÃO DE ENXERTOS EM BLOCO DO RAMO MANDIBULAR Rio de Janeiro 2008 CIODONTO Pós Graduação Lato Sensu em

Leia mais

Rehabilitation of atrophic maxilla with zygomatic anchorage: case report

Rehabilitation of atrophic maxilla with zygomatic anchorage: case report Reabilitação de maxila atrófica com ancoragem zigomática: relato de caso Rehabilitation of atrophic maxilla with zygomatic anchorage: case report Recebido em 12/01/2009 Aprovado em 16/03/2009 RESUMO Érica

Leia mais

Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico. Bruno Endler

Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico. Bruno Endler Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico Bruno Endler Uso de implantes inclinados em maxila atrófica, uma alternativa de tratamento a procedimentos de maior complexidade: apresentação

Leia mais

Procedimento (Analitico)

Procedimento (Analitico) Ministério da Saúde - MS Secretaria de Atenção à Saúde Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais do SUS Procedimento (Analitico) 0414020014 - ALVEOLOTOMIA / ALVEOLECTOMIA

Leia mais

Fixação Zigomáticas na Reabilitação de Maxilas Atróficas- Estágio Cientifico atual e Pespectivas Futuras

Fixação Zigomáticas na Reabilitação de Maxilas Atróficas- Estágio Cientifico atual e Pespectivas Futuras Fixação Zigomáticas na Reabilitação de Maxilas Atróficas- Estágio Cientifico atual e Pespectivas Futuras *Luis Rogério da Silva Duarte *Luis Guilhermo Peredo ** Gabriela Farias de Melo Resumo A atrofia

Leia mais

Transplantes autógenos de terceiros molares inclusos

Transplantes autógenos de terceiros molares inclusos FO Revista da ADPPUCRS Porto Alegre, nº. 5, p. 111-109, dez. 2004 Transplantes autógenos de terceiros molares inclusos GUSTAVO SEBBEN* MARCELO DAL SASSO CASTILHOS* ROBERTO FERNANDES DE CARVALHO E SILVA**

Leia mais

PRESERVAÇÃO ALVEOLAR COMO ALTERNATIVA AO TRATAMENTO DO ALVÉOLO PÓS-EXTRAÇÃO

PRESERVAÇÃO ALVEOLAR COMO ALTERNATIVA AO TRATAMENTO DO ALVÉOLO PÓS-EXTRAÇÃO INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE/SOEBRAS CHRISTOPHER CHRIZANTO BRAGANHOLLO PRESERVAÇÃO ALVEOLAR COMO ALTERNATIVA AO TRATAMENTO DO ALVÉOLO PÓS-EXTRAÇÃO CURITIBA 2013 INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

Leia mais

Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico. Fernando Schwambach

Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico. Fernando Schwambach Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico Fernando Schwambach Enxertos em Bloco utilizando Banco de Ossos CURITIBA 2010 Fernando Schwambach Enxertos em Bloco utilizando Banco de Ossos

Leia mais

Rogério de Lima Romeiro 1, Pedro Carvalho Feitosa 2, Rodrigo Santana Canôas 3, Ana Carolina Cunha 4

Rogério de Lima Romeiro 1, Pedro Carvalho Feitosa 2, Rodrigo Santana Canôas 3, Ana Carolina Cunha 4 R. Periodontia - Dezembro 2009 - Volume 19 - Número 04 IMPLANTES ZIGOMÁTICOS X RECONSTRUÇÃO DE MAXILA COM ENXERTO DE ILÍACO RELATO DE CASO CLÍNICO Zygomatic implants x reconstruction of jaw to iliac bone

Leia mais

Previsibilidade em áreas estéticas: o conceito da abordagem imediata

Previsibilidade em áreas estéticas: o conceito da abordagem imediata Relato de Caso Previsibilidade em áreas estéticas: o conceito da abordagem imediata Mauro Tosta*, Paulo Ferraz**, Gastão Soares de Moura Filho***, Leda Guerra****, Cintia Helena Coury Saraceni*****, Marina

Leia mais

As bases biológicas do plasma rico em plaquetas

As bases biológicas do plasma rico em plaquetas As bases biológicas do plasma rico em plaquetas The biologics basis of the platelet-rich plasma Elaine Duarte Artuso de Mello* Guilherme Paulo Scarpel de Mello** Luciana Alves da Silva*** Maria Aparecida

Leia mais

Versatilidade clínica de componentes protéticos Cone Morse. Clinic Versatility of prosthetic components Morse Taper.

Versatilidade clínica de componentes protéticos Cone Morse. Clinic Versatility of prosthetic components Morse Taper. Versatilidade clínica de componentes protéticos Cone Morse Clinic Versatility of prosthetic components Morse Taper. Roberto Puertas Garcia * Simone Xidis ** Cristiane Ruiz Macias *** Julio Henrique El

Leia mais

ENXERTO DE TECIDO MOLE:

ENXERTO DE TECIDO MOLE: ENXERTO DE TECIDO MOLE: ALIADO ESTÉTICO PARA IMPLANTES ANTERIORES As restaurações implanto-suportadas para reposicionamento de dentes unitários têm se tornado um estado da arte na implantodontia atual.

Leia mais

UTILIZAÇÃO DO APARELHO DE PROTRAÇÃO MANDIBULAR COMO ANCORAGEM PARA MESIALIZAÇÃO DE MOLARES INFERIORES: RELATO DE CASO CLÍNICO RESUMO

UTILIZAÇÃO DO APARELHO DE PROTRAÇÃO MANDIBULAR COMO ANCORAGEM PARA MESIALIZAÇÃO DE MOLARES INFERIORES: RELATO DE CASO CLÍNICO RESUMO 474 UTILIZAÇÃO DO APARELHO DE PROTRAÇÃO MANDIBULAR COMO ANCORAGEM PARA MESIALIZAÇÃO DE MOLARES INFERIORES: RELATO DE CASO CLÍNICO Fábio André Werlang 1 Marcos Massaro Takemoto 2 Prof Elton Zeni 3 RESUMO

Leia mais

PROTOCOLO TÉCNICO- IMPLANTODONTIA CEO_ SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

PROTOCOLO TÉCNICO- IMPLANTODONTIA CEO_ SÃO JOSÉ DO RIO PRETO COORDENAÇÃO DE SAÚDE BUCAL ESPECIALIZADA SMS PROTOCOLO TÉCNICO- IMPLANTODONTIA CEO_ SÃO JOSÉ DO RIO PRETO DR. ALESSANDRO CALDEIRA DA SILVA PÓS-GRADUAÇÃO: CIRURGIA-BUCO-MAXILO-FACIAL E IMPLANTODONTIA COORDENAÇÃO

Leia mais