2 Simulado. Nome: Duração do simulado: 5h30min. Simulado 2. Linguagens, Códigos e suas Tecnologias Matemática e suas Tecnologias Redação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "2 Simulado. Nome: Duração do simulado: 5h30min. Simulado 2. Linguagens, Códigos e suas Tecnologias Matemática e suas Tecnologias Redação"

Transcrição

1 2 Simulado Simulado 2 Nome: N o Ciências Humanas e suas Tecnologias Ciências da Natureza e suas Tecnologias Linguagens, Códigos e suas Tecnologias Matemática e suas Tecnologias Redação INSTRUÇÕES 1. Preencha o campo de identificação. 2. Este simulado contém 90 questões, cada uma com apenas uma alternativa correta. 3. O simulado é individual; se houver qualquer dúvida, consulte o(a) professor(a). 4. Não é permitido o uso de calculadora. 5. No quadro de respostas, preencha (a tinta preta ou azul) todo o espaço correspondente à alternativa que julgar correta, cuidando para não ultrapassá-lo nem rasurar. Atenção! Não será considerada a resposta assinalada com um x. Não preencha assim: Preencha assim: B C D E B C D E A B D E A B D E A C D E A C D E A B C E A B C E 6. Não é permitido o uso de aparelho celular durante o simulado. 7. Só será permitido sair após 1 hora do início do simulado. 8. Devolva o caderno de questões ao examinador, juntamente com seu cartão-resposta e sua redação. Duração do simulado: 5h30min 1

2 Simulado 2 Ciências Humanas e suas Tecnologias 1. (UTFPR-PR) A religião em Roma Antiga era essencialmente politeísta e o ritual mais importante era o culto ao Imperador. Contudo, a partir do século I, muitos se negavam a admitir seu caráter divino e, por isso, ameaçavam o Estado e passavam a ser perseguidos. Tratava-se a) dos judeus. b) dos bárbaros invasores. c) dos escravos, reféns de guerra. d) de estrangeiros que preferiam cultuar seus próprios deuses. e) dos primeiros cristãos. 2. (Unicamp-SP adaptada) Solo é a camada superior da superfície terrestre, onde se fixam as plantas, que dependem de seu suporte físico, água e nutrientes. Um perfil de solo é representado na figura abaixo. Sobre o perfil apresentado é correto afirmar que: Horizontal ou camada O a) Racionalismo X Ceticismo b) Empirismo X Criticismo c) Ceticismo X Existencialismo d) Empirismo X Racionalismo e) Racionalismo X Existencialismo 4. (Uesc-BA) 2 Horizontal A Horizontal B Horizontal C Rocha não alterada a) O horizonte R apresenta nutrientes orgânicos e minerais que são essenciais para o desenvolvimento das plantas, sendo também chamado de horizonte arável. b) O horizonte (ou camada) O corresponde ao acúmulo de material orgânico que é gradualmente decomposto e incorporado aos horizontes inferiores, acumulando-se nos horizontes B e C. c) O horizonte A apresenta muitos minerais não alterados da rocha que deu origem ao solo, sendo normalmente o horizonte menos fértil do perfil. d) O horizonte C corresponde à transição entre solo e rocha, apresentando, normalmente, em seu interior, fragmentos da rocha não alterada. e) O horizonte B apresenta baixo desenvolvimento do solo, sendo um dos primeiros horizontes a se formar e o horizonte com a menor fertilidade em relação aos outros horizontes. 3. (UENP-PR) A charge a seguir retrata a oposição epistemológica de duas escolas filosóficas cujos iniciadores podem ser considerados, respectivamente, Francis Bacon e René Descartes. Assinale a alternativa correta. Apesar de a terra ser chamada de planeta água e os oceanos dominarem a paisagem do globo, a quantidade de H 2 O disponível para o nosso consumo é irrisória. Do 1,4 bilhão de quilômetros cúbicos de água da hidrosfera, apenas cerca de 2,5% é de água doce. Se essa não é uma cifra para comemorar, a garganta começa a secar, mesmo quando observamos a distribuição desse pequeno filete de água doce: a maior parte, quase 70%, está sob a forma de gelo, ou seja, indisponível, nos polos. A VIDA por um fio d agua. Geografia e Vestibular+ ENEM. São Paulo: Abril, ed. 3, A partir das informações contidas no texto e nos conhecimentos acerca dos aspectos físicos e biológicos das águas marinhas e continentais e suas relações com as atividades humanas, marque V nas afirmativas verdadeiras e F, nas falsas. ( ) Os movimentos das geleiras estão relacionados tanto à ação da gravidade quanto à força de seu peso. ( ) Ás águas oceânicas são constantemente movimentadas, devido ao fenômeno da inércia, no qual as correntes marítimas se deslocam, em razão da diferença de temperatura entre o Equador e as zonas polares. ( ) A poluição das águas, causadas pelo crescimento desordenado das cidades nos países em desenvolvimento, só comprometem mananciais superficiais, visto que os aquíferos subterrâneos estão protegidos, devido à sua localização entre as rochas do subsolo. ( ) A agricultura é a atividade econômica que mais consome água no planeta e a ela está relacionado um dos mais graves casos de agressão ambiental com grande prejuízo para a biodiversidade, que consiste no recuo do Mar de Aral. A alternativa que indica a sequência correta, de cima para baixo, é a a) F V V F. d) F V F F. b) V F F V. e) F F V V. c) V V F V.

3 5. (UEL-PR) Leia o texto a seguir: Em Locke, o contrato social é um pacto de consentimento em que os homens concordam livremente em formar a sociedade civil para preservar e consolidar ainda mais os direitos que possuíam originalmente no estado de natureza. No estado civil os direitos naturais inalienáveis do ser humano à vida, à liberdade e aos bens estão melhor protegidos sob o amparo da lei, do árbitro e da força comum de um corpo político unitário. Fonte: MELLO, L. I. A. John Locke e o individualismo liberal. In: WEFFORT, F. C. (Org.). Os Clássicos da Política. 3ª ed. São Paulo: Ática, 1991, p. 86. a) Estepes e Florestas Temperadas. b) Savanas e Taiga. c) Florestas Tropicais e Florestas Subtropicais. d) Florestas Boreais e Tundra. e) Florestas Temperadas e Florestas Subtropicais. 8. (Enem-MEC) Texto I Experimentei algumas vezes que os sentidos eram enganosos, e é de prudência nunca se fiar inteiramente em quem já nos enganou uma vez. DESCARTES, R. Meditações Metafísicas. São Paulo: Abril Cultural, Simulado 2 Com base no texto e nos seus conhecimentos sobre a filosofia política de Locke, assinale a afirmativa correta: a) Segundo o contratualismo de Locke, os homens, ao fazerem o pacto, transferem a um terceiro (homem ou assembleia) a força coercitiva da comunidade, trocando voluntariamente sua liberdade pela segurança garantida pelo Estado. b) O contrato social se justifica, para Locke, tendo em vista as adversidades do estado de natureza, entendido como fundamentado no estado de guerra. c) Para Locke, o pacto social exige que os indivíduos cedam seu poder à direção suprema da vontade geral. d) Para justificar o direito à propriedade privada, Locke parte da definição do direito natural como direito à vida, à liberdade e aos bens necessários para a conservação de ambas. Esses bens são adquiridos pelo trabalho. e) Na teoria do contrato social de Locke, o pacto é firmado apenas entre os súditos, não fazendo parte dele o soberano. 6. (UFFS-SC) Nascido na Suíça, mas de formação francesa, está ligado à sociologia moderna por vários aspectos de sua obra. Sua contribuição mais significativa para as Ciências Sociais é a obra O Contrato Social. Texto II Sempre que alimentarmos alguma suspeita de que uma ideia esteja sendo empregada sem nenhum significado, precisaremos apenas indagar: de que impressão deriva esta suposta ideia? E se for impossível atribuir-lhe qualquer impressão sensorial, isso servirá para confirmar nossa suspeita. HUME, D. Uma investigação sobre o entendimento. São Paulo: Unesp, 2004 (adaptado). Nos textos, ambos os autores se posicionam sobre a natureza do conhecimento humano. A comparação dos excertos permite assumir que Descartes e Hume a) atribuem diferentes lugares ao papel dos sentidos no processo de obtenção do conhecimento. b) defendem os sentidos como critério originário para considerar um conhecimento legítimo. c) entendem que é desnecessário suspeitar do significado de uma ideia na reflexão filosófica e crítica. d) são legítimos representantes do criticismo quanto à gênese do conhecimento. e) concordam que conhecimento humano é impossível em relação às ideias e aos sentidos. a) Jean-Jacques Rousseau b) Karl Marx c) Max Weber d) Auguste Comte e) David Émile Durkheim 7. (UPE) Na Europa Central e Ocidental, nas porções oriental e ocidental do Canadá e dos Estados Unidos assim como no Extremo Oriente, ocorrem paisagens fitogeográficas, que se constituem, quase sempre, por árvores caducifólias e apresentam uma baixa densidade botânica e certa homogeneidade de espécies. Estão em grande parte destruídas pelas ações antrópicas, uma vez que se encontram em áreas densamente povoadas e onde houve um expressivo desenvolvimento econômico. Grande parte da superfície ocupada por essas formações vegetais foi substituída pelas atividades agrícolas e pecuárias ou pelas cidades que, por elas próprias, se expandiram. A quais formações vegetais estamos nos referindo? 9. (UFPR) O estudo dos climas compõe um importante capitulo da ciência, e seu conhecimento é de suma importância para a organização e desenvolvimento das sociedades humanas. Os climas da Terra expressam, devido às suas diferenças, aspectos geográficos particulares. Nesse sentido, é correto afirmar: a) Os elementos do clima (temperatura, umidade e pressão atmosférica) apresentam diferenciações espaciais devido à influência dos fatores geográficos (latitude, longitude, altitude e maritimidade). b) Os climas da Terra são definidos tanto por fatores astronômicos quanto por fatores estáticos, como as mudanças climáticas globais, dentro das quais sobressaem-se eventos catastróficos, como as tsunamis. c) A circulação atmosférica da Terra é definida pela atuação das massas de ar, cuja dinâmica é controlada pela atuação do El Niño e do La Niña, eventos que resultam, respectivamente, do menor e do maior fluxo de calor nas águas do Oceano Pacífico. 3

4 Simulado 2 d) A diferenciação geográfica dos climas da Terra decorre da interação entre os elementos e fatores geográficos do clima, tanto estáticos quanto dinâmicos. As mudanças climáticas globais indicam alterações nos climas do planeta, em escala secular (temporal) e global (geográfica), embora seja no âmbito das áreas urbano-industriais que os efeitos das atividades humanas sobre o clima sejam mais perceptíveis. e) Os climas do Brasil apresentam, em sua totalidade, aspectos flagrantes de tropicalidade, expressos nas elevadas amplitudes térmicas diárias e sazonais, notadamente na porção mais ao norte do país. Nessa região Domínio Amazônico, na qual são registrados os mais fortes contrastes térmicos e pluviométricos do território nacional, a exuberância da floresta e o expressivo caudal dos rios atestam essa característica climática. 10. (EsPCEx-SP) O período conhecido por Idade Média prevaleceu na Europa desde a queda do Império Romano ocidental (Séc. V) até a queda de Constantinopla (Séc. XV). Nesse período, o sistema vigente era o feudal. Leia atentamente os itens abaixo: I. Fortalecimento do poder real e enfraquecimento dos poderes locais; II. Declínio das atividades comerciais urbanas e fortalecimento da vida rural; III. Uso generalizado de trabalho escravo no campo; IV. Os nobres estavam obrigados a pagarem aos seus servos uma pequena indenização, que passou a ser conhecida por banalidade; V. Existência de vínculos pessoais entre os nobres mais poderosos e os nobres mais fracos (suserania e vassalagem). Assinale a única alternativa que apresenta todos os itens com características desse período. a) II e V b) I e II c) II e IV d) III e V e) I e IV d) Ocorre a inversão térmica, que piora a qualidade do ar em quase todas as grandes cidades do mundo durante seu período de verão, já que ela não depende de condições físicas específicas para ocorrer. e) Há uma diminuição da precipitação nas cidades, uma vez que não há grandes áreas com presença de água para que ocorra a evaporação. 12. (UFFS-SC) Ao relacionar Sociologia e Política, temos o pensador Jean-Jacques Rousseau como um expoente do iluminismo do século XVIII. Esse autor, com muita propriedade, analisou as origens das desigualdades existentes na sociedade de sua época e, segundo ele, a espécie humana apresentava dois tipos de desigualdade: a) Uma, que chamava natural ou física, porque foi estabelecida pela natureza e que consiste na diferença das idades, da saúde, das forças corporais e das qualidades da alma. Outra, que se pode chamar de desigualdade moral ou política, pois depende de uma espécie de convenção e foi estabelecida pelo consentimento dos homens. b) Uma, que chamava de espiritual, porque o ser humano sempre se orientou pela necessidade religiosa de adoração ao divino. Outra pela desigualdade produzida pela luta do homem pela sobrevivência. c) Uma, que apontava como natural, visto que os seres humanos são dotados de diferenças físicas que muitas vezes são determinantes de sucesso. Outra relacionada à questão psicológica, pois os homens naturalmente são diferentes de mulheres, orientando diferenças inatas de comportamento social. d) Uma, que chamava de espiritual ou gnosiológica, pois a espiritualidade humana acabava por moldar a cultura do homem diferente da cultura animal. Outra que ele designou como diferença cultural, pois a cultura é genuinamente humana. e) A desigualdade provocada por fenômenos naturais que acabava por orientar diferenças culturais das sociedades ainda pré-históricas e a desigualdade promovida pela luta do homem pela sobrevivência, visto que essa luta representou a evolução do ser humano até os dias de hoje. 13. (Unioeste-PR) 11. (Unioeste-PR) Sabe-se que a ação antrópica desencadeia desequilíbrios ambientais diversos. Um dos problemas ambientais mais sentidos pela população mundial é a poluição atmosférica, que atinge de forma mais significativa a população das grandes cidades. Com relação ao clima urbano, assinale a alternativa correta. a) Durante o período em que ocorre a inversão térmica nas cidades há uma intensa troca de ar entre as camadas inferiores e superiores, liberando os poluentes acumulados pela queima de combustíveis fósseis. b) As chuvas ácidas ocorrem em todo o globo de forma ampla e constituem um grande problema para o desenvolvimento da agricultura da maioria dos países. c) Há o desenvolvimento de ilhas de calor na maioria das grandes cidades, devido ao asfaltamento das vias públicas, concentração de concreto, queima de combustíveis fósseis, diminuição da velocidade do vento em decorrência de prédios, etc. Até agora se supôs que todo nosso conhecimento tinha que se regular pelos objetos; porém, todas as tentativas de mediante conceitos estabelecer algo a priori sobre os mesmos, através do que o nosso conhecimento seria ampliado, fracassaram sob esta pressuposição. Por isso tente-se ver uma vez se não progredimos melhor nas tarefas da Metafísica admitindo que os objetos têm que se regular pelo nosso conhecimento a priori, o que assim já concorda melhor com a requerida possibilidade de um conhecimento a priori dos mesmos que deve estabelecer algo sobre os objetos antes de nos serem dados. Kant De acordo com o pensamento de Kant, é correto afirmar que a) a Metafísica se constituiu há muito tempo como disciplina que encetou o caminho seguro de uma ciência (Kant). 4

5 b) o conhecimento resulta da ação dos objetos sobre nossa capacidade perceptiva, de modo que todo conhecimento deriva da experiência. c) nada pode ser estabelecido sobre os objetos que não seja dado por eles ou por meio deles. d) nosso conhecimento é regulado por princípios que se encontram em nossa mente; como tais, são anteriores e independentes de toda experiência. e) é dispensável fazer uma crítica da Razão e dos limites e possibilidade do conhecimento. a) na diminuição da erosão. b) na diminuição do escoamento hídrico superficial. c) no aumento do escoamento hídrico superficial. d) na manutenção dos níveis de precipitação. e) na diminuição dos níveis de contaminação das águas. 17. (UEPA) Simulado (PUC-SP) As Guerras Púnicas, entre romanos e cartagineses, duraram de 264 a 146 a.c. Entre seus resultados finais, podemos considerar que elas a) reduziram consideravelmente o número de escravos no Império Romano, pois a maioria deles foi alistada nas tropas e morreu em combate. b) contiveram a expansão romana em direção ao mar Mediterrâneo, pois as ilhas ao sul da península itálica passaram ao controle cartaginês. c) fortaleceram a presença romana na região do mar Mediterrâneo, com o estabelecimento de províncias nas terras conquistadas. d) eliminaram os gastos militares do Império Romano, pois impediram o surgimento de revoltas e tensões sociais. e) permitiram a expansão comercial de Roma por toda a península itálica e em direção ao ocidente, com a decorrente conquista da Gália. 15. (UEPG-PR adaptada) Sobre recursos marinhos e ameaças à preservação dos mesmos, assinale o que for correto. (01) Embora as ondas e marés sejam utilizadas para geração de energia, a vida nos oceanos tem sido ameaçada e alguns dos fatores que para isso contribuem são o despejo de lixo atômico e lançamento de materiais plásticos ao longo de décadas nas bacias oceânicas. (02) O lançamento de esgotos não tratados e poluentes químicos industriais, agrícolas e domésticos no solo e rios, que acabam chegando aos mares, dificultam a sobrevivência de espécies marinhas. (04) O derramamento de óleo por navios petroleiros em acidentes, que ocorrem nos mares, é uma das causas da degradação dos ambientes marinhos. (08) Os desflorestamentos nos continentes fazem com que os rios despejem uma quantidade maior de sedimentos nos mares, que vão assorear as bacias oceânicas ameaçando os ecossistemas marinhos. a) = 9 b) = 14 c) = 13 d) = 15 e) = (UCS-RS) O crescimento da população mundial afeta o meio ambiente, o que leva a mudanças nas características do escoamento das bacias hidrográficas, provocando enchentes e transtornos em geral. A derrubada da vegetação natural, em nome do progresso, aumenta a superfície do solo exposto, diminuindo o potencial de infiltração e resultando A imagem acima nos remete à luta entre gladiadores. Um jogo importante na composição da política do pão-e-circo instituída no Império Romano. Na arena, escravos se enfrentavam até a morte para o deleite dos espectadores. Neste contexto, a violência se transforma em espetáculo público, e nele se observa a) a diversão das camadas sociais mais afetadas pela política expansionista de Roma e pelo crescimento do número de escravos nas cidades. b) a capacidade de articulação dos gladiadores para as revoltas contra a ordem estabelecida, da qual a luta dos gladiadores era a principal representação pública. c) o vínculo entre a morte de um gladiador na arena e a ascensão dos mártires cristãos ao Panteão Romano, como ato de regeneração social. d) o sentimento de remissão dos gladiadores pelas culpas das mortes causadas em suas lutas nos espaços públicos e privados. e) a inserção dos escravos nas esferas públicas após a conquista de vitórias consecutivas nas arenas. 18. (UEM-PR adaptada) Desde fins do Império Romano, as cidades vinham sendo abandonadas. Sendo assim, entre os séculos V e X, na alta Idade Média, uma ruralização da vida foi se impondo e tornou-se uma característica da Europa medieval. A respeito desse período, assinale a(s) alternativa(s) correta(s). (01) No século VIII, Carlos Magno assumiu o trono do Império Carolíngio e, em troca de lealdade, doou as terras obtidas nas guerras de conquista ao clero e a nobreza e dividiu o território sob o seu controle em condados e marcas. (02) Em razão da ruralização, as cidades foram todas abandonadas e deixaram de existir completamente na Europa até o início do século XV. Esse fato explica a sobrevivência do Império Romano do Oriente até o início da modernidade. 5

6 Simulado 2 (04) O chamado renascimento carolíngio, ao impor o primado da razão sobre a fé e resgatar os valores artísticos e filosóficos da Antiguidade, antecipou em cinco séculos o notável processo de transformações culturais e racionalização que ocorreu no renascimento italiano do século XV. (08) A ruralização propiciou o desenvolvimento de uma economia de subsistência e uma grande diminuição das trocas mercantis. (16) Durante a alta Idade Média, o nobre cavaleiro El Cid liderou os cristãos na luta contra os cristãos ortodoxos, invasores da Península Itálica. 20. (UFPR) O cristianismo católico tornou-se religião oficial do Império Romano no ano de 380 d.c., data da edição do famoso édito de Tessalônica, outorgado pelo Imperador Teodósio. Desde a sua criação até este momento, a caminhada foi dura e difícil para os seguidores de Cristo. Exemplo disso foram as perseguições movidas por alguns imperadores romanos, eternizadas pelos relatos fantásticos e emotivos de vários escritores e historiadores cristãos. Podemos apontar como principais causas dessas perseguições: 6 a) = 5 b) = 9 c) = 6 d) = 24 e) = (Mackenzie-SP) A História nos mostra que as concepções acerca do trabalho, suas funções e significações se transformaram ao longo do tempo. A esse respeito, leia o texto que se segue: [...] conforme o esquema trifuncional indo-europeu estruturado por Georges Dumézil, a partir do século XI, a sociedade cristã é frequentemente descrita como composta de homens que oram (oratores, os clérigos), de homens que guerreiam (bellatores, os guerreiros) e, enfim, de homens que trabalham (laboratores, na época, essencialmente camponeses). Mesmo que vários textos enfatizem que os laboratores são inferiores aos oratores e bellatores, o surgimento dos trabalhadores no esquema constitutivo da sociedade exprime a promoção do trabalho e daqueles que o praticam. Jacques Le Goff. Dicionário Temático do Ocidente Medieval, v.ii, pp Pela análise do trecho, é incorreto afirmar que a) diferentes civilizações, ao longo da História, necessitam de justificativas e de padrões culturais aceitos pelo conjunto da sociedade, com o intuito de garantir o domínio, de certas parcelas, sobre o conjunto da população. b) a crise do feudalismo, a partir do século XI, promoveu alterações na mentalidade medieval acerca do trabalho, uma vez que, mesmo depreciado, reconhecia-se sua importância para a própria existência do mundo feudal. c) mesmo que a Idade Média seja, tradicionalmente, um período de depreciação do trabalho manual, houve inegáveis mudanças nesse sentido, principalmente a partir do século XI, como apontado no texto. d) os bellatores, terceira ordem feudal, responsáveis pela defesa dos camponeses, determinavam todas as concepções acerca do trabalho, uma vez que eram os donos das terras e os responsáveis pela produção agrícola. e) a divisão tradicional da sociedade medieval em três ordens revela a importância que o trabalho adquiria naquele momento, mas também nos mostra a necessidade de se justificar o domínio sobre os camponeses. a) A necessidade de oferecer à população de Roma pão e circo, com os cristãos sendo sacrificados na arena do Coliseu para minimizar a ameaça de revoltas populares contra as autoridades imperiais. b) O ódio e a intolerância tanto das autoridades como da população pagã do mundo romano, que viam na figura de Cristo e na comunidade cristã uma ameaça ao poder do Imperador. c) A constante penetração de elementos cristãos tanto nas filas do exército imperial romano como em cargos administrativos de elevada importância, que poderiam servir de mau exemplo tanto em termos políticos como ideológicos. d) Aspectos de índole moral, na medida em que os cristãos eram acusados pelos pagãos de realizarem orgias e assassinatos de crianças em seus rituais. e) A associação entre os cristãos e os inimigos bárbaros que punha em risco a estabilidade política e religiosa interna do mundo imperial romano. 21. (UPE) A religião foi decisiva para expansão da cultura muçulmana. Apesar das guerras, os muçulmanos realizaram vários feitos culturais que repercutiram na sociedade ocidental. A influência muçulmana se fez presente na(o) a) forma de governo espanhola, estruturada em pequenos feudos, apresentando agricultura irrigada. b) Península Ibérica, onde se conseguiu implantar uma filosofia que combatia o catolicismo. c) uso de técnicas agrícolas que ajudavam no cultivo de produtos importantes para a época. d) divulgação da filosofia de Sócrates, através de seus sábios que visitavam as universidades do Ocidente. e) arte francesa, sobretudo na definição dos estilos gótico e românico, no final da Idade Média. 22. (UEPG-PR adaptada) Sobre problemas ambientais do planeta, assinale o que for correto. (01) O efeito estufa, em condições normais, mantém o planeta aquecido, mas o excesso dos gases responsáveis pelo aquecimento global, a exemplo do dióxido de carbono lançado na atmosfera terrestre, tem aprisionado uma quantidade cada vez maior de calor junto à superfície da Terra. (02) O dióxido de carbono CO 2, responsável pelo maior percentual do efeito estufa do planeta, é originado pela queima de combustíveis fósseis (petróleo, carvão

7 mineral, gás natural) e pela destruição das matas, ocorrendo liberação desse gás nas queimadas. (04) O Brasil ainda não apresenta problemas relacionados à chuva ácida, que é provocada por emissões de usinas termelétricas a carvão e por motores de veículos, uma vez que as usinas geradoras brasileiras são apenas hidrelétricas e a sua frota de veículos ainda é insignificante. (08) Além do dióxido de carbono CO 2, outros gases provocam o efeito estufa, a exemplo dos clorofluorcarbonos (CFCs), metano, óxido de nitrogênio e ozônio. (16) A chuva ácida ocorre quando o dióxido de enxofre e os óxidos de nitrogênio são lançados na atmosfera pelas usinas termelétricas movidas a carvão e pelos motores de veículos e, em reação química na atmosfera, voltam na forma de chuva ou neve corrosivas, com alta concentração de ácidos, que destroem a fauna e a flora nos rios, atingem florestas e causam até corrosão em prédios e monumentos. a) = 15 b) = 27 c) = 21 d) = 26 e) = (FGV-RJ) [...] constituíram-se na Idade Média dois poderes que se colocavam acima da autoridade dos reis e dos senhores e, por isso, eram denominados poderes universais: o papado (poder espiritual ou religioso) e o império (poder temporal ou político). A relação entre esses dois poderes foi sempre problemática [...]. Luiz Koshiba, História - origens, estruturas e processos. Pode ser apontado(a) como um exemplo dessa relação problemática: a) o apoio decisivo do imperador Constantino à heresia ariana, construída pelos bispos do Oriente, no Concílio de Niceia (325), que defendia a concepção de que o poder temporal caberia apenas ao soberano romano, mas com o beneplácito do papa. b) a promulgação do Edito de Milão, em 313, que reconheceu o poder espiritual do papa e estabeleceu o cristianismo como a religião oficial do Império Romano, condição revogada pelo imperador Décio, no fim do século IV. c) o conflito conhecido como a Querela das Investiduras, de 1076, que opôs o papa Gregório VII ao imperador Henrique IV, do Sacro Império, e só foi superado em 1122, com a Concordata de Worms. d) a determinação do imperador Teodósio I, a partir de 391, em proibir todas as práticas não pagãs, que gerou uma forte perseguição aos cristãos e o poder religioso voltou para a mão do imperador romano. e) o incentivo dos reinos cristãos, principalmente do Império Carolíngio, em construir mosteiros longes das cidades, o que efetivou a separação entre o poder temporal dos reis e o poder espiritual dos monges e do clero em geral. 24. (UPE) No mundo tropical, os estudos geográficos relacionados aos solos se voltam, em geral, para um tema básico, a lixiviação, que a) é um fator pedogenético típico do trópico semiárido que interfere nos processos erosivos das encostas ocupadas por caatingas hiperxerófilas densas. b) consiste na retirada dos nutrientes dos solos provocados pelas raízes dos vegetais, sobretudo de florestas ombrófilas e de matas ciliares. c) é um processo pedogenético que se restringe às áreas mais elevadas dos ambientes quentes e secos do mundo tropical e se caracteriza pelo acréscimo de velocidade do desenvolvimento dos solos. d) aumenta consideravelmente o poder de reestruturação dos solos, enriquecendo-os; esse fato é comum nas áreas de matas ciliares que não foram degradadas. e) é um processo pedogenético comum nas áreas equatoriais que favorece o empobrecimento dos solos, à medida que diminui os nutrientes minerais. 25. (UCS-RS) O homem transforma a natureza e causa impactos sobre o meio ambiente por provocar alterações na cadeia alimentar, erosão do solo, poluição do ar, do solo, da água, entre outros fenômenos. Analise as proposições abaixo sobre a relação do homem com a natureza. I. Os impactos ambientais que ocorrem em um ecossistema natural, principalmente a devastação das florestas tropicais, resultam, entre outras causas, da extração da madeira, de projetos agropecuários, da mineração e da propagação de fogo resultante de incêndios. II. A principal consequência do desmatamento é a destruição da biodiversidade, seguida de genocídio e etnocídio das nações indígenas, de erosão e empobrecimento dos solos, de enchentes e assoreamento dos rios, entre outras. III. A padronização dos cultivos (monocultura), como os cinturões (belts) do trigo (wheat-belt) ou do milho, nos Estados Unidos, em grandes extensões de terra, leva ao equilíbrio nas cadeias alimentares preexistentes, evitando a proliferação de vários insetos e favorecendo o aparecimento de predadores naturais. Das proposições acima, pode-se afirmar que a) I, II e III estão corretas. b) apenas I está correta. c) apenas I e II estão corretas. d) apenas I e III estão corretas. e) apenas II e III estão corretas. 26. (Fuvest-SP) A Idade Média europeia é inseparável da civilização islâmica já que consiste precisamente na convivência, ao mesmo tempo positiva e negativa, do cristianismo e do islamismo, sobre uma área comum impregnada pela cultura greco-romana. José Ortega y Gasset ( ). Simulado 2 7

8 Simulado 2 O texto permite afirmar que, na Europa ocidental medieval, a) criou-se uma civilização sem dinamismo, em virtude de sua dependência de Bizâncio e do Islão. b) formou-se uma civilização complementar à islâmica, pois ambas tiveram um mesmo ponto de partida. c) originou-se uma civilização menos complexa que a islâmica devido à predominância da cultura germânica. d) desenvolveu-se uma civilização que se beneficiou tanto da herança greco-romana quanto da islâmica. e) cristalizou-se uma civilização marcada pela flexibilidade religiosa e tolerância cultural. Ciências da Natureza e suas Tecnologias a) A G C T C T A T. d) G T A C U G C A. b) C A U G A C G U. e) C A T G A C G T. c) A U A C U G C A. 29. (UFT-TO) Um jogador de futebol chuta uma bola com massa igual a meio quilograma, dando a ela uma velocidade inicial que faz um ângulo de 30 graus com a horizontal. Desprezando a resistência do ar, qual o valor que melhor representa o módulo da velocidade inicial da bola para que ela atinja uma altura máxima de 5 metros em relação ao ponto que saiu? Considere que o módulo da aceleração da gravidade vale 10 metros por segundo ao quadrado. 27. (UFF-RJ) A química está na base do desenvolvimento econômico e tecnológico. Da siderurgia à indústria da informática, das artes à construção civil, da agricultura à indústria aeroespacial, não há área ou setor que não utilize em seus processos ou produtos algum insumo de origem química. Um desses insumos é o metano, gás natural, usado como combustível na indústria química. A queima do metano pode ser representada pela seguinte equação: CH 4(g) + 2 O 2(g) CO 2(g) + 2 H 2 O Em relação ao metano (CH 4 ) e ao dióxido de carbono (CO 2 ), pode-se dizer que a forma geométrica de cada um desses compostos, respectivamente, é a) tetraédrica e quadrática planar. b) tetraédrica e trigonal planar. c) tetraédrica e linear. d) quadrática planar e trigonal planar. e) quadrática planar e linear. 28. (UFSM-RS) Os atletas obtêm sucesso através de muito treinamento, entretanto as características genéticas de cada indivíduo colaboram para um resultado final positivo. G a) 20,0 m/s b) 10,5 m/s c) 15,2 m/s d) 32,0 m/s e) 12,5 m/s 30. (PUC-RJ) O gráfico abaixo se refere ao decaimento espontâneo de uma amostra de um dado isótopo radioativo com a abscissa indicando o tempo, em anos, e a ordenada indicando a massa, em gramas, do isótopo: Massa (g) Tempo (ano) Partindo de 180 g de uma amostra desse isótopo radioativo, o que restará dela, em gramas, após dois anos é aproximadamente igual a: U A a) 90 d) 22 b) 5,6 e) 45 c) 11 8 No esquema, as bases do DNA que dão origem ao RNA mensageiro, no sentido da seta, são: C U C G A 31. (UEPG-PR adaptada) Um elemento químico em seu estado fundamental apresenta a distribuição eletrônica abaixo. nível 1 (K): completo; nível 2 (L): completo; nível 3 (M): 4 elétrons. Com relação a esse elemento, assinale o que for correto. (01) Possui número atômico igual a 14. (02) Encontra-se no terceiro período da tabela periódica. (04) Pertence à família do carbono. (08) É um metal com elevada eletronegatividade.

9 (16) Nessa mesma família, pode-se encontrar o elemento germânio (Z=32). A soma das alternativas corretas é: a) = 27 b) = 10 c) = 15 d) = 21 e) = (IFPE) Nos organismos vivos, a degradação do ATP em ADP + P libera a energia necessária ao trabalho celular. A produção de ATP exige energia, que geralmente é proveniente da degradação da glicose em processos complexos como a respiração celular. Sobre esses fenômenos biológicos, foram feitas as seguintes proposições: I. Nos organismos de respiração aeróbica, a degradação da glicose libera mais energia para a produção de ATP do que naqueles de respiração anaeróbica, ou que o faz por fermentação. Isso se explica pelo fato de no primeiro caso, a glicose ser totalmente degradada a dióxido de carbono e água. II. As reações químicas que levam à produção de ATP a partir de ADP + P na respiração celular necessitam da ação de proteínas com poder catalítico. III. Os organismos autótrofos utilizam apenas a energia luminosa para a produção de ATP a partir de ADP + P. IV. Somente os organismos heterótrofos é que se utilizam da energia liberada da conversão de ATP em ADP + P para a realização do trabalho celular. V. O pouco aproveitamento energético na fermentação ou na respiração anaeróbica para a produção de ATP se deve ao fato de, nesses casos, resultarem moléculas ainda muito energéticas após a degradação da glicose. Estão corretas, apenas: a) I, II e III b) I, II e V c) I, II e IV d) II, III e V e) II, III e IV 33. (Unioeste-PR) Relativo à produção e consumo de energia pela célula, é correto afirmar que a) a fonte imediata que permite a síntese de ATP na fosforilação oxidativa é a transferência de fosfatos de alta energia provenientes do ciclo de Krebs. b) o processo que permite às células utilizarem o CO 2 como oxidante das moléculas orgânicas é a respiração celular. c) lipídios representam o combustível preferido das células, mas na falta deste composto as células utilizam glicose ou até mesmo proteínas como fonte de energia. d) elétrons H + são capturados durante a glicólise e o ciclo de Krebs para a produção do ácido cítrico, que representa a molécula inicial no processo de respiração. e) no organismo humano, a fibra muscular estriada pode realizar o processo de fermentação, que é um processo anaeróbio de produção de ATP. 34. (Uespi-PI) A engrenagem da figura a seguir é parte do motor de um automóvel. Os discos 1 e 2, de diâmetros 40 cm e 60 cm, respectivamente, são conectados por uma correia inextensível e giram em movimento circular uniforme. Se a correia não desliza sobre os discos, a razão ω 1 / ω 2 entre as velocidades angulares dos discos vale a) 3 b) 1/3 c) 2/3 d) 1 e) 3/2 correia disco 1 disco (UEPG-PR adaptada) Mergulhado no hialoplasma existe um sistema de finas membranas duplas, lipoproteicas, que formam uma complexa rede espalhada por toda a célula. A organização dessas membranas varia bastante dentro de uma mesma célula. Às vezes, formam cisternas; outras vezes, vacúolos; veem-se também túbulos membranosos, que comunicam as cisternas entre si e, por fim, existem vesículas, pequenas bolsas independentes. Quanto ao conjunto desses elementos e a sua respectiva nomenclatura, assinale o que for correto. (01) O sistema descrito refere-se ao complexo Golgiense e é um sistema em constante mudança. De uma cisterna destacam-se ocasionalmente vesículas; o material acumulado entre as membranas da cisterna pode distender suas paredes, resultando num vacúolo. (02) Todos esses elementos, em conjunto, fazem parte do retículo endoplasmático. Além de se comunicarem entre si, as membranas do retículo também estão ligadas à membrana plasmática e à carioteca. (04) A descrição trata-se dos centríolos cuja função é o transporte de substâncias no interior da célula, desta para o meio e vice-versa. (08) Os vacúolos mencionados no enunciado, no caso das células vegetais, são regiões hipertrofiadas do sistema que armazenam água, sais, açúcares e pigmentos. (16) O enunciado descreve a constituição dos lisossomos que participam da neutralização de substâncias tóxicas, como drogas e venenos. A soma das alternativas corretas é: a) = 18 b) = 9 c) = 10 d) = 12 e) = 17 Simulado 2 9

10 Simulado (Unemat-MT) A grande abundância de compostos orgânicos no nosso planeta se deve à versatilidade do elemento químico carbono. As afirmativas abaixo referem-se a essa característica do carbono. I. O carbono tem a tendência de formar quatro ligações covalentes e as quatro valências do carbono são iguais entre si. II. O carbono pode formar somente ligações duplas e triplas com outro átomo de carbono. III. A eletronegatividade do carbono permite a sua ligação ora com elementos mais eletropositivos, ora com elementos mais eletronegativos. IV. O carbono consegue formar longas cadeias, variadas e estáveis. Assinale a alternativa correta. a) Apenas I, III e IV estão corretas. b) Apenas I e II estão corretas. c) Apenas II e IV estão corretas. d) Apenas I, II e III estão corretas. e) Todas estão corretas. 37. (Udesc-SC) Considere os átomos X, Y e Z, todos do mesmo período; X é um metal alcalino terroso, Y está no grupo 5A e Z é um halogênio. Em relação a isso, assinale a alternativa correta. a) Y possui a maior primeira energia de ionização em relação a X e Z. b) X possui a menor primeira energia de ionização em relação a Y e Z. c) Y possui a menor primeira energia de ionização em relação a X e Z. d) Z possui a menor primeira energia de ionização em relação a X e Y. e) X possui a maior primeira energia de ionização em relação a Y e Z. 38. (Uesc-BA) Considere um móvel que percorre a metade de uma pista circular de raio igual a 10 m em 10 s. Adotando-se 2 como sendo 1,4 e π igual a 3, é correto afirmar: a) A velocidade vetorial média e a velocidade escalar média do móvel têm a mesma intensidade. b) O espaço percorrido pelo móvel é igual a 60 m. c) O deslocamento vetorial do móvel tem módulo igual a 10 m. d) A velocidade vetorial média do móvel tem módulo igual a 2 m/s. e) O módulo da velocidade escalar média do móvel é igual a 1,5 m/s. 39. (UFRGS-RS) Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do enunciado abaixo, na ordem em que aparecem. Os encontram-se nos centros organizadores de da maioria dos eucariontes e estão envolvidos na formação do fuso mitótico. a) centriólos microfilamentos b) ribossomos microfilamentos c) lisossomos filamentos intermediários d) centríolos microtúbulos e) ribossomos filamentos intermediários 40. (UFU-MG adaptada) Considere as atividades celulares e as organelas apresentadas nas colunas abaixo. I. Digestão intracelular II. Síntese de proteínas III. Acúmulo e eliminação de secreções IV. Participação na divisão celular V. Respiração celular a) Retículo endoplasmático granular b) Centríolos c) Mitocôndrias d) Lisossomos e) Complexo de Golgi Assinale a alternativa que corresponde à associação correta entre as duas colunas. a) I C; II D; III E; IV B; V A b) I C; II B; III A; IV E; V D c) I E; II A; III C; IV D; V B d) I D; II A; III E; IV B; V C e) I D; II E; III A; IV B; V C 41. (EsPCEx-SP) Observe o esquema da Tabela Periódica (suprimidas a Série dos Lantanídeos e a Série dos Actinídeos), no qual estão destacados os elementos químicos. Li K Cr Fe Fr Hs Sobre tais elementos químicos, assinale a alternativa correta. a) Li (lítio), K (potássio) e Fr (frâncio) apresentam o seu elétron mais energético situado no subnível p. b) He (hélio) é um calcogênio. c) Cr (crômio) pertence à Família 6 ou VI B e ao 4 o período. d) O raio atômico do Fr (frâncio) é menor que o raio atômico do Hs (hássio). e) Fe (ferro) e Hs (hássio) pertencem ao mesmo período e à mesma família. 42. (UPE) Muitos fungos são utilizados na produção de bebidas e no preparo de alimentos. O gênero Saccharomyces, por exemplo, compreende inúmeras espécies, sendo uma das principais a levedura de cerveja. Sabe-se que o levedo de cerveja é um fermento inativo, resultante do processo de fermentação da cevada durante a produção de cerveja. É uma das fontes naturais de vitaminas do complexo B, de proteínas, fibras e vitaminas. Tendo em vista o tema apresentado acima, analise as proposições abaixo: I. O termo levedura é usado para nomear espécies de fungos unicelulares. He 10

11 II. A Saccharomyces cerevisae é capaz de realizar fermentação alcoólica na presença de oxigênio, degradando o açúcar em álcool etílico e gás carbônico. III. Leveduras se reproduzem assexuadamente por brotamento, em que ocorre uma projeção, separando-se depois da célula-mãe e originando um novo indivíduo. IV. Leveduras são representantes dos zigomicetos que reúnem o maior número de espécies entre os fungos. Somente está correto o que se afirma em a) II e IV. b) I e II. c) I e III. d) I e IV. e) II e III. 43. (UFG-GO) A figura abaixo ilustra duas catracas fixas, cujos dentes têm o mesmo passo, da roda traseira de uma bicicleta de marchas que se desloca com velocidade constante, pela ação do ciclista. P Os dentes P e Q estão sempre alinhados e localizados a distâncias R P e R Q (R P > R Q ) em relação ao eixo da roda. As grandezas ω, v, α, e a, representam, respectivamente, a velocidade angular, a velocidade tangencial, a aceleração angular e a aceleração centrípeta. As duas grandezas físicas que variam linearmente com o raio e a razão de cada uma delas entre as posições Q e P são: Q 45. (PUC-RS) Uma bola rolou para fora de uma mesa de 80 cm de altura e avançou horizontalmente, desde o instante em que abandonou a mesa até o instante em que atingiu o chão, 80 cm. Considerando g = 10 m/s 2, a velocidade da bola, ao abandonar a mesa, era de a) 1 m/s b) 8 m/s c) 5 m/s d) 4 m/s e) 2 m/s 46. (Cefet-CE) Duas pedras são lançadas do mesmo ponto no solo no mesmo sentido. A primeira tem velocidade inicial de módulo 20 m/s e forma um ângulo de 60 com a horizontal, enquanto, para a outra pedra, este ângulo é de 30. O módulo da velocidade inicial da segunda pedra, de modo que ambas tenham o mesmo alcance, é: Despreze a resistência do ar. a) 20 3 m/s b) 10 m/s c) 10 3 m/s d) 15 m/s e) 20 m/s 47. (EsPCEx-SP) Um bote de assalto deve atravessar um rio de largura igual a 800 m, numa trajetória perpendicular à sua margem, num intervalo de tempo de 1 minuto e 40 segundos, com velocidade constante. Considerando o bote como uma partícula, desprezando a resistência do ar e sendo constante e igual a 6 m/s a velocidade da correnteza do rio em relação à sua margem, o módulo da velocidade do bote em relação à água do rio deverá ser de: correnteza margem trajetória do bote Simulado 2 a) ω, α e 1,4 b) v, ω e 0,7 c) a, v e 1,4 d) α, v e 1,4 e) v, a e 0,7 44. (Ufla-MG adaptada) Analise as seguintes proposições em relação à replicação e transcrição do DNA e ao processo de tradução e, a seguir, marque a alternativa correta. I. Nos processos de replicação e transcrição as principais enzimas envolvidas são a RNA polimerase e a DNA polimerase, respectivamente. II. O processo de tradução ocorre no citoplasma. III. A replicação do DNA é conservativa. a) Apenas I. b) Apenas as proposições II e III estão corretas. c) Apenas as proposições I e III estão corretas. d) Apenas a proposição II está correta. e) As proposições I, II e III estão corretas. a) 14 m/s b) 4 m/s c) 6 m/s d) 8 m/s e) 10 m/s margem 48. (UFPR) Um ciclista movimenta-se com sua bicicleta em linha reta a uma velocidade constante de 18 km/h. O pneu, devidamente montado na roda, possui diâmetro igual a 70 cm. No centro da roda traseira, presa ao eixo, há uma roda dentada de diâmetro 7,0 cm. Junto ao pedal e preso ao seu eixo há outra roda dentada de diâmetro 20 cm. As duas rodas dentadas estão unidas por uma corrente, conforme mostra a figura. Não há deslizamento entre a corrente e as rodas dentadas. Supondo que o ciclista imprima aos pedais um movimento circular uniforme, assinale a alternativa correta para o número de voltas por minuto que ele impõe aos pedais durante esse movimento. Nesta questão, considere π = 3. 11

12 Simulado 2 Analisando a figura, é correto concluir que se refere a um indivíduo portador da síndrome de a) Asperger. b) Klinefelter. c) Patau. d) Turner. e) Down. 12 a) 50,0 rpm. b) 0,25 rpm. c) 2,50 rpm. d) 5,00 rpm. e) 25,0 rpm. 49. (Unifesp-SP) Na figura, são apresentados os desenhos de algumas geometrias moleculares. I. linear II. angular III. piramidal IV. trigonal SO 3, H 2 S e BeCl 2 apresentam, respectivamente, as geometrias moleculares: a) IV, II e I. b) III, I e II. c) III, I e IV. d) III, II e I. e) IV, I e II. 50. (Cefet-MG adaptada) A ilustração representa o cariótipo humano que permite determinar o número e a forma dos cromossomos Fonte: Lopes, Sônia. Bio. São Paulo: Saraiva, p (UFSM-RS) A atividade física intensa faz nosso organismo perder, junto com o suor, muitos íons necessários à saúde, como é o caso dos íons sódio e potássio. É importantíssimo que tais íons sejam repostos mediante uma dieta alimentar adequada, incluindo a ingestão de frutas e sucos. Analisando os elementos químicos sódio e potássio, assinale verdadeiro (V) ou falso (F) nas seguintes afirmativas. ( ) Os dois elementos pertencem ao mesmo grupo da tabela periódica, pois têm o mesmo número de elétrons na última camada. ( ) Os dois elementos possuem caráter metálico e apresentam potencial de ionização alto. ( ) O raio atômico do sódio é maior que o raio atômico do potássio, pois o sódio tem um maior número de camadas eletrônicas. A sequência correta é a) F F V. b) V F F. c) V F V. d) F V V. e) V V F. 52. (Mackenzie-SP) Um avião, após deslocar-se 120 km para nordeste (NE), desloca-se 160 km para sudeste (SE). Sendo um quarto de hora, o tempo total dessa viagem, o módulo da velocidade vetorial média do avião, nesse tempo, foi de a) 800 km/h b) 320 km/h c) 480 km/h d) 540 km/h e) 640 km/h 53. (UEL-PR) Leia o texto a seguir. A autenticidade do Santo Sudário, manto considerado sagrado pelos católicos, foi, muitas vezes, posta em dúvida. Recentemente, alguns estudos de laboratório parecem fornecer evidências de que a imagem no lençol não passava de uma fabricação feita para iludir os crentes ainda na Idade Média. Em 1988, pesquisadores tiveram acesso a retalhos do tecido e os submeteram ao exame de Carbono-14, constatando que o Santo Sudário foi criado entre 1260 e O Carbono-14 ( 6 C 14 ) é um isótopo radioativo presente em todos os seres vivos e, enquanto existir vida, a taxa de 6 C 14 permanece constante. Após a morte, a quantidade de 6 C 14 tende a diminuir pela metade a cada 5600 anos, pois ocorre a desintegração 6 C 14 7 N β 0. Adaptado de: Veja, Editora Abril, 2263.ed., ano 45, n.14, 4 abr

13 Em relação ao processo de datação por meio do exame de Carbono-14, assinale a alternativa correta. V 1 V 2 Simulado 2 a) Se um contador Geiger acusa 12% do segundo período de meia vida do 6 C 14 presente no tecido, conclui-se que sua idade é de aproximadamente 660 anos. b) O nitrogênio 7 N14 proveniente da desintegração do 6 C 14, presente no tecido, é um isóbaro do 6 C 14 e possui 7 prótons e 7 nêutrons. c) Na emissão de partículas 1 β 0 após 10 ciclos de meia vida, a massa de 6 C 14 permanece a mesma, portanto é inútil medir a massa do tecido como prova da sua idade. d) A massa atômica do 6 C 14 é a mesma do 6 C 12, no entanto o átomo de 6 C 14 faz duas ligações covalentes simples com átomos de hidrogênio, o que permite sua identificação no tecido. e) Decorridos 750 anos, a amostra radioativa de 6 C 14 no tecido teve sua massa reduzida a 25% da inicial. Logo, transcorreram-se 4 períodos de meia vida. 54. (UFPB adaptada) Durante e após atividades físicas, um atleta deve se hidratar para repor a perda de água e sais minerais. A respeito da água, identifique as afirmativas corretas: ( ) A molécula da água apresenta dois pares de elétrons ligantes. ( ) A molécula da água apresenta dois pares de elétrons não-ligantes. ( ) A molécula da água apresenta geometria angular. ( ) A molécula da água apresenta momento dipolar igual a zero. ( ) A molécula da água é apolar. A sequência correta é a) F F V F F. b) V V V F F. c) V V F F V. d) V F V F F. e) F F V V F. 55. (UFF-RJ) Diversas proteínas, como as histonas e várias enzimas, embora sintetizadas no citoplasma, são encontradas no núcleo. A passagem destas macromoléculas pelo envoltório nuclear é possível porque a) existem transportadores nas membranas externa e interna do envoltório nuclear que realizam o transporte das macromoléculas, passando pelo lúmen do envoltório. b) ocorre um mecanismo específico de endocitose que permite a passagem de certas macromoléculas; c) o envoltório nuclear possui poros que permitem a passagem de macromoléculas; d) ocorre um mecanismo específico de pinocitose que permite o englobamento de algumas macro-moléculas; e) existe, neste envoltório, um mecanismo de transporte simultâneo e oposto de ácido ribonucléico e proteínas; 56. (UFRGS-RS) A figura a seguir apresenta, em dois instantes, as velocidades V 1 e V 2 de um automóvel que, em um plano horizontal, se desloca numa pista circular. Com base nos dados da figura, e sabendo-se que os módulos dessas velocidades são tais que V 1 >V 2 é correto afirmar que a) os vetores velocidade e aceleração são perpendiculares entre si. b) a componente centrípeta da aceleração é diferente de zero. c) a componente tangencial da aceleração apresenta a mesma direção e o mesmo sentido da velocidade. d) o movimento do automóvel é circular uniforme. e) o movimento do automóvel é uniformemente acelerado. Linguagens, Códigos e suas Tecnologias 57. (UFTM-MG) Psychology of money Study: The rich really are more selfish By Brad Tuttle August 12, 2011 Lower-class individuals i.e., folks without much money or education demonstrate more compassion and empathy than their wealthy counterparts, according to a series of psychological studies. In social scientist speech, self-oriented behavior is more likely to be exhibited by people with good education, prestigious jobs, high income, and overall higherranking social status. How you rank in society purportedly 1 has a lot to do with how much you care about your fellow man. That s the gist of Social Class as Culture: The Convergence of Resources and Rank in the Social Realm, a new paper written by University of California psychologists and social scientists published in the academic journal Current Directions in Psychological Science. The authors write that one s sense of social class derived mainly from income and education exerts broad influences on social thought, emotion, and behavior. Using various tests that measure empathy, those who perceive themselves among the lower classes demonstrate heightened vigilance of the social context and an other-focused social orientation. In other words, poorer, less well-educated individuals tend to notice, and care more about the people around them. 2 Upper-class rank perceptions, on the other hand, trigger a focus away from the context toward the self, prioritizing selfinterest. 3 How the heck can researchers measure something like empathy? One study, for instance, asked participants to identify the emotions on display in photos of people with different facial expressions. Those with high-school-only educations showed greater empathetic accuracy than participants with college educations. 13

14 Simulado 2 14 The paper also claims that people with less education and less money tend to be more generous with what money they do have. When the question is posed regarding how much people should give to charity, lower-class ranks suggest a higher percentage of one s income than the percentage recommended by the wealthy. Another study cited in the paper involved giving participants 10 points, which would later be traded in for money. The individuals given the points were to divide them up between themselves and an anonymous partner. 4 Guess who shared more of their points? We found that individuals reporting lower subjective socioeconomic status gave more to their partner than did upper-socioeconomic-status participants. In this context, the next time you re called low-class, 5 consider it a compliment. Adaptado. In the excerpt of the sixth paragraph Guess who shared more of their points? (ref. 4) the word their refers to a) researchers. b) anonymous partners. c) participants. d) lower-class individuals. e) upper-class participants. 58. (UFG-GO) Read the dialogue from the film Ratatouille. Linguini: Listen, I just want you to know how honored I am to be studying under such a... Colette: No, you listen! I just want you to know exactly who you are dealing with! How many women do you see in this kitchen? Linguini: Well, I uh... Colette: Only me. Why do you think that is? Because high cuisine is an antiquated hierarchy built upon rules written by stupid, old men. Rules designed to make it impossible for women to enter this world, but still I m here. How did this happen? Linguini: Well because you, because you... Colette: Because I am the toughest cook in this kitchen! I have worked too hard for too long to get here, and I am not going to jeopardize it for some garbage boy who got lucky! Got it? Linguini: Wow! Disponível em: <http://www.imdb.com/title/ tt /quotes>. Acesso em: 12 set Glossary jeopardize: colocar em risco What dialogue line is an example of an ungrammatical structure in English, which is typical of colloquial language? a) Got it? b) No, you listen! c) How many women do you see in this kitchen? d) Why do you think that is? e) How did this happen? 59. (PUC-RS) It is an old saying that Order is Heaven s First Law, and like many other old sayings, it contains a much deeper philosophy than appears immediately on the surface. Getting things into a better order is the great secret of progress, and 1 we are now able to fly through the air, not because the laws of Nature have altered, but because we have learnt to arrange things in the right order to produce this result the things 2 themselves had existed from the beginning of the world, but what was wanting was the introduction of a Personal Factor which, by an intelligent perception of the possibilities contained in the laws of Nature, should be able to bring into working reality ideas which previous generations would have laughed at as the absurd fancies of an unbalanced mind. [...] Now the first thing in any investigation is to have some idea of what you are looking for, just as you would not go up a tree to find fish, though you would for birds eggs. TROWARD, T. (1915), The creative process in the individual. Dodd, Mead & Co., New York. pp 1-2. The pronoun themselves (ref. 2) is used a) as a personal pronoun. b) as the complement to the verb had existed. c) to emphasize the subject of the verb had existed. d) in relation to people taken in general. e) to specify which things are arranged. 60. (Unesp-SP) Here is the first part of a letter, written by a 98-year-old pensioned lady to her bank manager. Dear Sir, I am writing to thank you for bouncing my cheque with which I endeavoured to pay my plumber last month. By my calculations, three nanoseconds must have elapsed between his presenting the cheque and the arrival in my account of the funds needed to honour it. I refer, of course, to the automatic monthly deposit of my Pension, an arrangement, which, I admit, has been in place for only eight years You are to be commended for seizing that brief window of opportunity, and also for debiting my account to the tune of 30 pounds by way of a penalty for the inconvenience caused to your bank. My thankfulness springs from the manner in which this incident has caused me to rethink my errant financial ways. I noticed that whereas I personally attend to your telephone calls and letters, when I try to contact you, I am confronted by that impersonal, overcharging, prerecorded, faceless entity, which your bank has become. From now on, I, like you, choose only to deal with a flesh-andblood person. My mortgage and loan payment will therefore and hereafter no longer be automatic, but will arrive at your bank by cheque, addressed personally and confidentially to an employee at your bank whom you must nominate. Be aware that it is an offence under the Postal Act for any other person to open such an envelope. Please find attached an Application Contact Status,

15 which I require your chosen employee to complete. I am sorry it runs to eight pages, but in order that I know as much about him or her as your bank knows about me, there is no alternative. Please note that a Solicitor must countersign all copies of his or her medical history, and the mandatory details of his/her financial situation (income, debts, assets and liabilities) must be accompanied by documented proof. Adapted from: forums.film.com/showthead.php?t=15516) Indique a alternativa que completa a sentença: The lady was sorry the Application to eight pages, but she it to get the information she. a) run / need / want d) run / needs / wants b) runs / needs / wanted e) ran / needed / wanted c) runs / need / wanted puede publicar noticias falsas 12 en sus cuentas. Muchos niños, incluso, tienen que dejar la escuela después de que alguien 13 se apropia de su Facebook y publica información mentirosa. 3 una encuesta, 80% de los hogares no emplean filtros para contenidos online. También falta en las casas hablar sobre como manejar el contacto con desconocidos. Adaptado de: AU YAN ET, Sebastian - El País Digital. - ago Das formas verbais abaixo, extraídas do texto, a que está no mesmo tempo e modo que a forma alertan (ref. 8) é a) hubo (ref. 10) d) sea (ref.9) b) sintió (ref.1) e) pretenda (ref.9) c) Puede (ref.5) 63. (Feevale-RS) Simulado (UEL-PR) Reality shows: inavasión a la intimidad personal. In the summer of 1926, an English golf enthusiast named Samuel Ryder ( I ) a friendly game between some British professionals and the American players during that year s Open. When it ( II ) that these matches be held on a more regular basis, Samuel Ryder immediately agreed to provide the trophy that bears his name. I am sure I have never ( III ) a ( IV ) thing than this, he declared. Today, the ( V ) Cup Matches bring ( VI ) the finest professionals from both sides of the Atlantic. Assinale a letra correspondente à alternativa que preenche corretamente a lacuna (I) da frase apresentada. a) has watched d) will watch b) is watching e) was watching c) watches 62. (UFRGS-RS) Todo usuário de Internet ya 4 se ha comunicado alguna vez con un desconocido 6 suministrando información real, uno de los errores sobre los que más 8 alertan las empresas de tecnologia. Un 66% de los usuários ya ha hablado por chat con un extrano 1 59% sintió que 11 se le pedia información personal innecesariamente. Esto permite pensar que la gente no 7maneja su vida virtual con el cuidado con que maneja su vida cotidiana. La ausência de privacidad en la web 5 ha crecido mucho. Puede poner em peligro al usuário y a su família. 2 la utilización de estos sitios, un 73% de los usuários sólo muestran las informaciones a sus amigos. La adhesión masiva a Facebook no es normal, y ahí no sólo puede haber alguien que no 9 sea amigo, sino que adernas pretenda delinquir. Las informaciones que divulgan las actividades que se van a hacer o se están haciendo dan lugar a delitos a los que 15 suelen estar muy expuestos los menores. Un delincuente se vale de un anuncio efectuado por el usuário para intentar convencer a los padres de que 10 hubo un accidente o un secuestro. Existen niños que tienen un Facebook y que están expuestos al delito de 16 suplantación de identidad. Un 14 hacker La realidad manipulada de programas como Big Brother, Survivor, y muchos otros a nivel mundial, pretende hacer de la intimidad un espectáculo. Se trata de un simple juego o vulnera la dignidad humana? El sabio consejo de nuestros antepasados hay que guardar el corazón con siete cerrojos está pasado de moda. Hoy se usa ventilar los asuntos más íntimos y personales ante cualquiera que quiera escuchar... o pagar. 1 Al encender el televisor nos encontramos con una tendencia cada vez más pronunciada a revelar lo más íntimo del ser humano. Ahora, ya no bastan las telenovelas, los programas que manejan alguna situación de la vida real, ni siquiera los talk shows, ya nada de esto es suficiente para que la televisora, sea cual sea, 4 enriquezca a mayor grado. En septiembre de 1999 la televisión holandesa tuvo la idea de homenajear la novela de George Orwell, 1984, creando un programa de televisión cuyo nombre hacía alusión a uno de los personajes del libro. En dicha novela el autor imaginaba cómo sería el mundo en el año del título (la escribió en 1948) y en esa predicción veía a los hombres viviendo bajo la vigilancia de alguien que todo lo veía y controlaba llamado el Gran Hermano. Desde que la televisión holandesa puso al aire Big Brother, varias han sido las variantes de programas de este tipo. Los escenarios son de lo más variados, es impresionante, todo se ha hecho de tal forma que la gente no se aburra y las temáticas van desde la convivencia diaria, la vida en un 3 gimnasio, en un camión, en una isla, en un hospital... La intimidad una vez perdida cómo recuperarla?. Ahora se ha desnudado el alma del ser humano y se ha invadido la intimidad personal, los reality shows evidencian que la intimidad es un derecho en crisis, algo que puede ser objeto de comercio y discusión pública. El comportamiento del sistema en relación al derecho a la intimidad recuerda a los mercados financieros: la mejor forma de apropiarse a bajo precio de valores bursátiles es convertirlos en bonos 2 basura. Al devaluar la intimidad, es más fácil comprarla. Convertirla en basura es un paso previo a su destrucción total. PRIETO, Maria del Rosario G. Disponible en 15

16 Simulado 2 16 La forma correcta de la frase Al encender el televisor NOS ENCONTRAMOS... (ref. 1), si conjugada en la segunda persona del singular, es a) Te encontras. d) Te encuentras. b) Se encontra. e) Te encuentra. c) Se encontras. 64. (UTFPR) Quiere conseguir nuevos clientes? Necesita dar a conocer Nuevos Servicios y Productos? Utilice los servicios de marketing de axesor, tenga exclusivas ventajas y consiga establecerse en el mercado. Adaptado de: elpais.es La forma de gerundio para los verbos que aparecen en imperativo es: a) utiliziando, tenendo, consiguiendo b) utilizando, tenendo, consiguendo c) utilizando, teniendo, consiguiendo d) utilizando, teniendo, consiguendo e) utiliziando, teniendo, consiguiendo 65. (UFRGS-RS) La leyenda de Martín pescador Todos los miembros de su familia habian sido pescadores. Y el último descendiente, Martín, queria seguir la tradición, su padre no admitía 1 que se expusiera a los peligros de la profesión. Pero Martín 6 no le hizo caso y una madrugada se embarcó dispuesto a realizar su primera pesca. 2 Cuando el padre se enteró, no 9 pudo disimular 7 su enojo, 10 salió colérico de la casa y con los ojos vueltos al cielo, murmuró desde el interior de su alma: 3 Antes de que mi hijo sea pescador, prefiero perderle. Pasaron las horas y Martín no aparecia. Nadie tenía noticia de la barca que se extravió con la luz del alba. El amanecer sorprendió al veterano pescador 11 en vela, preocupado, arrepentido. Entonces imploró el regreso del hijo amado. la barca ya no volvió. 12 En cambio, 4 los lugareños celebraron la aparición de un hermoso pájaro nunca visto antes. Poseía un pico largo y plumaje de deslumbrantes tonos turquesas. Pasaba el tiempo posado sobre una rama en la orilla del rio, observando con atención el paso de los peces, a la espera del bocado perfecto., 8 le veían lanzarse a gran velocidad y con la precisión de un dardo. Para los lugareños, semejante pescador no podía ser otro que Martín, cuya alma, escuchando el ruego de su padre, volvió adoptando la forma de un hermoso pájaro 5 que le permitiera vivir su vocación de pescador en libertad. Adaptado de: Planeta Humano, Madrid, ano 1, n.3, p. 77, Considere el enunciado abajo y las tres propuestas para completarlo. Si el texto estuviera en presente, sería necesario sustituir 1. la forma HIZO (ref. 6) por HACE. 2. la forma PUDO (ref. 9) por PUDIERA. 3. la forma SALIÓ (ref. 10) por SALE. Cuáles están correctas? a) 1, 2 y 3. b) Sólo 1. c) Sólo 2. d) Sólo 1 y 2. e) Sólo 1 y (UFPB) Consejos de Martín fierro a sus hijos Debe trabajar, el hombre, para ganarse su pan, pues la miseria, en su afán, de perseguir de mil modos, llama en la puerta de todos, y entra en la del haragán. Muchas cosas PIERDE el hombre que a veces las vuelve a hallar; pero les debo enseñar, y es bueno que lo recuerden Los hermanos sean unidos, porque ésa es la ley primera; tengan unión verdadera en cualquier tiempo que sea, porque si entre ellos pelean los devoran los de afuera. IZQUIERDO, Rosita Rioseco et alli. Yo pienso y aprendo. Santiago: Andrés Bello, Observando el verbo perder, que aparece en la segunda estrofa del texto, y su cambio vocálico (e ie) en presente de indicativo, es correcto decir que siguen el mismo cambio los verbos: a) comenzar / perseguir / devorar b) pedir / querer / perseguir c) empezar / medir / enseñar d) sentir / querer / pensar e) mentir / poder / entender 67. (UFPA) O monólogo dramático O pranto de Maria Parda, de Gil Vicente, é um desses textos emblemáticos da produção de um dos mais respeitáveis autores portugueses. A peça dispõe de um conteúdo pelo qual perpassam variados sentidos, ligados a problemas sociais, a preconceito, à paródia, ao grotesco, enfim, nela se encontra uma espécie de mosaico de informações de toda ordem. A riqueza de questões suscitadas no monólogo ainda hoje pode ser considerada, como é da natureza do texto vicentino, de atualidade indiscutível. Com base no comentário acima, é correto afirmar, relativamente à linguagem e ao conteúdo da peça de Gil Vicente, que

17 a) Maria Parda mestiça, atrevida e sexualmente livre é um personagem que representa a base da pirâmide social lisboeta da época. b) a linguagem da peça é rica de lamentos, pragas, pedidos, promessas e muitas exclamações apelativas. c) os taberneiros de Lisboa constituem uma espécie de coro, na peça, com a função de comentar os lamentos expressos nas falas de Maria Parda. d) há, na peça, uma enfática oposição ao uso de vinho, manifesta no discurso de sacerdotes, escudeiros e barqueiros. e) Gil Vicente cria um personagem com as características referidas aqui: doente, envelhecida, sem gota de sangue nas veias, de corpo tão seco. 68. (Enem-MEC) Quando vou a São Paulo, ando na rua ou vou ao mercado, apuro o ouvido; não espero só o sotaque geral dos nordestinos, onipresentes, mas para conferir a pronúncia de cada um; os paulistas pensam que todo nordestino fala igual; contudo as variações são mais numerosas que as notas de uma escala musical. Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí têm no falar de seus nativos muito mais variantes do que se imagina. E a gente se goza uns dos outros, imita o vizinho, e todo mundo ri, porque parece impossível que um praiano de beira-mar não chegue sequer perto de um sertanejo de Quixeramobim. O pessoal do Cariri, então, até se orgulha do falar deles. Têm uns tês doces, quase um the; já nós, ásperos sertanejos, fazemos um duro au ou eu de todos os terminais em al ou el carnavau, Raqueu... Já os paraibanos trocam o l pelo r. José Américo só me chamava, afetuosamente, de Raquer. Queiroz, R. O Estado de São Paulo. 09 maio 1998 (fragmento adaptado). Raquel de Queiroz comenta, em seu texto, um tipo de variação linguística que se percebe no falar de pessoas de diferentes regiões. As características regionais exploradas no texto manifestam-se a) na estruturação morfológica. b) na fonologia. c) no uso do léxico. d) no grau de formalidade. e) na organização sintática. Os espaços do texto devem ser preenchidos, respectivamente, com: a) Por que... retesse b) Por que... retivesse c) Porque... retesse d) Porquê... retinha e) Por quê... retivesse 70. (UFRGS-RS) Darwin passou quatro meses no Brasil, em 1832, durante a sua 1 célebre viagem a bordo do Beagle. Voltou impressionado com o que viu: 2 Delícia é um termo insuficiente para exprimir as emoções sentidas por um naturalista a 3 sós com a natureza em uma floresta brasileira, escreveu. O Brasil, 4 porém, aparece de forma menos idílica em seus escritos: Espero nunca mais voltar a um 5 país escravagista. O estado da enorme população escrava deve preocupar todos os que chegam ao Brasil. Os senhores de escravos querem ver o negro como outra espécie, mas temos todos a mesma origem. Em vez do gorjeio do 6 sabiá, o que Darwin guardou nos ouvidos foi um som 7 terrível que o acompanhou por toda a vida: 8 Até hoje, se eu ouço um grito, lembro-me, com dolorosa e clara memória, de quando passei numa casa em Pernambuco e ouvi urros 9 terríveis. Logo entendi que era algum pobre escravo que estava sendo torturado, Segundo o 10 biólogo Adrian Desmond, a viagem do Beagile, para Darwin, foi menos importante pelos 11 espécimes coletados do que pela 12 experiência de testemunhar os horrores da escravidão no Brasil. De certa forma, ele escolheu focar na descendência comum do homem justamente para mostrar que todas as raças eram iguais e, desse modo, enfim, objetar àqueles que insistiam em dizer que os negros pertenciam a uma espécie diferente e inferior à dos brancos. Desmond acaba de lançar um estudo que mostra a paixão abolicionista do cientista, revelada por seus 13 diários e cartas pessoais. A extensão de seu interesse no combate à ciência de cunho racista 14 é surpreendente, e pudemos detectar um ímpeto moral por 15 trás de seu trabalho sobre a evolução humana - uma crença na irmandade racial que tinha origem em seu ódio ao escravismo e que o levou a pensar numa descendência comum. Adaptado de: HAAG, C. O elo perdido tropical. Pesquisa FAPESP, n. 159, p , maio Simulado (FGV-SP) Leia o conto de Clarice Lispector para responder a(s) questão(ões) Assinale a alternativa em que as três palavras são acentuadas graficamente pela mesma razão. Não soltar cavalos Como em tudo, no escrever também tenho uma espécie de receio de ir longe demais. Que será isso?? Retenho-me, como se as rédeas de um cavalo que poderia galopar e me levar Deus sabe onde. Eu me guardo. Por que e para quê? para o que estou eu me poupando? Eu já tive clara consciência disso quando uma vez escrevi: é preciso não ter medo de criar. Por que o medo? Medo de conhecer os limites de minha capacidade? ou medo do aprendiz de feiticeiro que não sabia como parar? Quem sabe, assim como uma mulher que se guarda intocada para dar-se um dia ao amor, talvez eu queira morrer toda inteira para que Deus me tenha toda. a) terríveis (ref. 9) espécimes (ref. 11) experiência (ref. 12) b) célebre (ref. 1) terrível (ref. 7) biólogo (ref. 10) c) delícia (ref. 2) sabiá (ref. 6) diários (ref. 13) d) sós (ref. 3) é (ref. 14) trás (ref. 15) e) porém (ref. 4) país (ref. 5) Até (ref. 8) 71. (Insper-SP) Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, muda-se o ser, muda-se a confiança; todo o mundo é composto de mudança, tomando sempre novas qualidades. 17

18 Simulado 2 Continuamente vemos novidades, diferentes em tudo da esperança; do mal ficam as mágoas na lembrança, e do bem (se algum houve), as saudades. O tempo cobre o chão de verde manto, que já coberto foi de neve fria, e, enfim, converte em choro o doce canto. E, afora este mudar-se cada dia, outra mudança faz de mor espanto, que não se muda já como soía*. Luís Vaz de Camões *soía: Imperfeito do indicativo do verbo soer, que significa costumar, ser de costume Assinale a alternativa em que se analisa corretamente o sentido dos versos de Camões. a) As duas últimas estrofes autorizam concluir que a ideia de que nada é permanente não passa de uma ilusão. b) O foco temático do soneto está relacionado à instabilidade do ser humano, eternamente insatisfeito com as suas condições de vida e com a inevitabilidade da morte. c) Pode-se inferir, a partir da leitura dos dois tercetos, que, com o passar do tempo, a recusa da instabilidade se torna maior, graças à sabedoria e à experiência adquiridas. d) Ao tratar de mudanças e da passagem do tempo, o soneto expressa a ideia de circularidade, já que ele se baseia no postulado da imutabilidade. e) Na segunda estrofe, o eu lírico vê com pessimismo as mudanças que se operam no mundo, porque constata que elas são geradoras de um mal cuja dor não pode ser superada. 72. (UFPR) Leia a tira abaixo. Sobre a argumentação de Calvin, considere as seguintes afirmativas: (Bill Watterson. Disponível em Acesso em 26 ago ) 1. Ao se dirigir à professora, Calvin faz uma simulação do discurso jurídico, tanto no vocabulário quanto na organização dos argumentos. 2. A argumentação de Calvin está fundada na premissa de que a ignorância é uma condição necessária para a felicidade. 3. Calvin questiona a eficiência da professora quando diz que sua aula é uma tentativa deliberada de privá-lo da felicidade. 4. Ao gritar Ditadura! no último quadrinho, Calvin protesta contra o desrespeito à Constituição, que lhe garante o direito inalienável à felicidade. Assinale a alternativa correta. a) As afirmativas 1, 2, 3 e 4 são verdadeiras. b) Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras. c) Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras. d) Somente as afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras. e) Somente as afirmativas 1, 2 e 4 são verdadeiras (Enem-MEC) O Arlequim, o Pierrô, a Brighella ou a Colombina são personagens típicos de grupos teatrais da Commedia dell art, que, há anos, encontram-se presentes em marchinhas e fantasias de carnaval. Esses grupos teatrais seguiam, de cidade em cidade, com faces e disfarces, fazendo suas críticas, declarando seu amor por todas as belas jovens e, ao final da apresentação, despediam-se do público com músicas e poesias. A intenção desses atores era expressar sua mensagem voltada para a a) ideologia humanista com cenas centradas no homem, na mulher e no cotidiano. b) crença na dignidade do clero e na divisão entre o mundo real e o espiritual.

19 c) ideologia de luta social que coloca o homem no centro do processo histórico. d) crença na espiritualidade e na busca incansável pela justiça social dos feudos. e) ideia de anarquia expressa pelos trovadores iluministas do início do século XVI. 74. (PUC-SP) Há algo de ridículo nessa insistência, e não há conciliação possível quando uma das partes está mais interessada em manter a discussão para além do que seu âmbito, restrito e pontual, permite. Adaptado, opiniao/66111-cacadas-a-pedrinho.shtml. Simulado 2 Gil Vicente, criador do teatro português, realizou uma obra eminentemente popular. Seu Auto da Barca do Inferno, encenado em 1517, apresenta, entre outras características, a de pertencer ao teatro religioso alegórico. Tal classificação justifica-se por Na passagem A lembrança não exclui, entretanto, a comichão censória..., a palavra em destaque deve ser compreendida como equivalente a a) morosidade. d) abnegação. b) tentação. e) indecisão. c) ansiedade. 76. (FGV-RJ) Capítulo 73 O Luncheon* a) aceitar a hipocrisia do clero e, criticamente, justificá-la em nome da fé cristã. b) ser um teatro de louvor e litúrgico em que o sagrado é plenamente respeitado. c) não se identificar com a postura anticlerical, já que considera a igreja uma instituição modelar e virtuosa. d) apresentar estrutura baseada no maniqueísmo cristão, que divide o mundo entre o Bem e o Mal, e na correlação entre a recompensa e o castigo. e) apresentar temas profanos e sagrados e revelar-se radicalmente contra o catolicismo e a instituição religiosa. 75. (Insper-SP) O despropósito fez-me perder outro capítulo. Que melhor não era dizer as coisas lisamente, sem todos estes solavancos! Já comparei o meu estilo ao andar dos ébrios. Se a ideia vos parece indecorosa, direi que ele é o que eram as minhas refeições com Virgília, na casinha da Gamboa, onde às vezes fazíamos a nossa patuscada, o nosso luncheon. Vinho, frutas, compotas. Comíamos, é verdade, mas era um comer virgulado de palavrinhas doces, de olhares ternos, de criancices, uma infinidade desses apartes do coração, aliás o verdadeiro, o ininterrupto discurso do amor. Às vezes vinha o arrufo temperar o nímio adocicado da situação. Ela deixava-me, refugiava-se num canto do canapé, ou ia para o interior ouvir as denguices de Dona Plácida. Cinco ou dez minutos depois, reatávamos a palestra, como eu reato a narração, para desatá-la outra vez. Note-se que, longe de termos horror ao método, era nosso costume convidá-lo, na pessoa de Dona Plácida, a sentar-se conosco à mesa; mas Dona Plácida não aceitava nunca. Machado de Assis, Memórias póstumas de Brás Cubas. (*) Luncheon (Ing.): lanche, refeição ligeira, merenda. Caçadas a Pedrinho Talvez seja até um bom sinal, em país acostumado a dizer que tudo termina em pizza, a circunstância de que tanta coisa, agora, alcance o Supremo Tribunal Federal. Constitui evidente exagero, todavia, que a polêmica sobre o livro Caçadas de Pedrinho, de Monteiro Lobato, necessite da intervenção do STF para ser dirimida. Parece faltar equilíbrio em muitas dessas manifestações. Em primeiro lugar, não se trata propriamente de censura ao clássico infantil. Caçadas de Pedrinho continua a circular livremente. Para alguns setores do movimento negro, o recurso a notas explicativas não é suficiente. Com parcela de razão, argumentam que nem sempre os professores da rede pública estão preparados para desenvolver esclarecimentos satisfatórios sobre o assunto. A lembrança não exclui, entretanto, a comichão censória que tantas vezes acompanha o espírito politicamente correto. Julga-se eliminar o racismo recalcando, e não dissecando, suas manifestações. No trecho se a ideia vos parece indecorosa, revela-se a) que o narrador reforma seu estilo por respeito à leitora elegante, pertencente às classes superiores, cujos interesses Machado de Assis defendia. b) o grau de desfaçatez e até de impudência que o narrador imprime a sua relação com o leitor. c) que o narrador substitui uma comparação inapropriada e até chula, por uma comparação propriamente decorosa. d) que o narrador censura o pundonor exagerado e deslocado da personagem Dona Plácida. e) o peso da censura que, na sociedade patriarcal do século XIX, recaía sobre a prática do adultério. 77. (Udesc-SC) O movimento literário que retrata as manifestações literárias produzidas no Brasil à época de seu descobrimento, e durante o século XVI, é conhecido como Quinhentismo ou Literatura de Informação. 19

20 Simulado 2 Analise as proposições em relação a esse período. I. A produção literária no Brasil, no século XVI, era restrita às literaturas de viagens e jesuíticas de caráter religioso. II. A obra literária jesuítica, relacionada às atividades catequéticas e pedagógicas, raramente assume um caráter apenas artístico. O nome mais destacado é o do padre José de Anchieta. III. O nome Quinhentismo está ligado a um referencial cronológico as manifestações literárias no Brasil tiveram início em 1500, época da colonização portuguesa e não a um referencial estético. IV. As produções literárias neste período prendem-se à literatura portuguesa, integrando o conjunto das chamadas literaturas de viagens ultramarinas, e aos valores da cultura greco-latina. V. As produções literárias deste período constituem um painel da vida dos anos iniciais do Brasil colônia, retratando os primeiros contatos entre os europeus e a realidade da nova terra. Assinale a alternativa correta. a) Todas as afirmativas são verdadeiras. b) Somente as afirmativas I, IV e V são verdadeiras. c) Somente a afirmativa II é verdadeira. d) Somente as afirmativas I, II, III e V são verdadeiras. e) Somente as afirmativas III e IV são verdadeiras. 78. (Unesp-SP) A questão toma por base um texto de Millôr Fernandes ( ). Os donos da comunicação Os presidentes, os ditadores e os reis da Espanha que se cuidem porque os donos da comunicação duram muito mais. Os ditadores abrem e fecham a imprensa, os presidentes xingam a TV e os reis da Espanha cassam o rádio, mas, quando a gente soma tudo, os donos da comunicação ainda tão por cima. Mandam na economia, mandam nos intelectuais, mandam nas moças fofinhas que querem aparecer nos shows dos horários nobres e mandam no society que morre se o nome não aparecer nas colunas. Todo mundo fala mal dos donos da comunicação, mas só de longe. E ninguém fala mal deles por escrito porque quem fala mal deles por escrito nunca mais vê seu nome e sua cara nos veículos deles. Isso é assim aqui, na Bessarábia e na Baixa Betuanalândia. Parece que é a lei. O que também é muito justo porque os donos da comunicação são seres lá em cima. Basta ver o seguinte: nós, pra sabermos umas coisinhas, só sabemos delas pela mídia deles, não é mesmo? Agora vocês já imaginaram o que sabem os donos da comunicação que só deixam sair 10% do que sabem? Pois é; tem gente que faz greve, faz revolução, faz terrorismo, todas essas besteiras. Corajoso mesmo, eu acho, é falar mal de dono de comunicação. Aí tua revolução fica xinfrim, teu terrorismo sai em corpo 6 e se você morre vai lá pro fundo do jornal em quatro linhas. Millôr Fernandes. Que país é este?, Com a frase Parece que é a lei, no segundo parágrafo, o humorista tenta explicar que a) as leis não foram criadas para proteger os cidadãos. b) as pessoas poderosas se unem em sociedades secretas. c) o poder dos donos da comunicação parece ter força de lei. d) parece que a lei não existe no mundo da comunicação. e) o poder dos grandes empresários emana de uma lei que os protege. 79. (UFRGS-RS) Nos últimos 500 anos temos falado e escrito a língua 14 portuguesa no Brasil. Nos primeiros séculos, apenas 30% dos habitantes 13 falavam a língua de Portugal, e nem todos a escreviam. Os 4 outros 70% 1 aloglotas, ameríndios e africanos. 7 Foi necessário esperar até o século XVIII para que a língua portuguesa efetivamente se tornasse a língua majoritária do país. 8 Que língua é essa que falamos e que escrevemos (tão pouco)? Continua a ser o português europeu? Ou já falamos o 15 brasileiro? Tem-se notado que desde o século XIX 2 a aparecer no português do Brasil alguns elementos fonéticos e gramaticais divergentes do uso europeu. Vejamos alguns poucos exemplos. 12 Pronunciamos todas as vogais que precedem a vogal tônica, como em telefone, 18 enquanto os portugueses passaram a apagá-las, dizendo tulfón. Às vezes deixamos cair as vogais iniciais, como em tá, por está, mantidas pelos portugueses em seu modo característico de atender ao telefone: 9 está? está lá? Também alteramos bastante a gramática. Para ficar só num caso: no quadro dos pronomes pessoais, mantivemos eu e ele para a primeira e a terceira pessoas, mas estamos substituindo progressivamente tu por você e nós por a gente. Vós desapareceu. 10 Significaria 19 então que já 16 nasceu a língua brasileira? Algumas dificuldades impedem uma resposta positiva, pois muitos dos fenômenos 17 diferenciadores 3 já no português medieval. Indo 5 por aqui, o português do Brasil seria considerado mais conservador que o português europeu, e a pergunta então não é se temos uma nova língua por aqui, 20 e sim 11 por que eles mudaram a língua por lá... Muito provavelmente, o português do Brasil está combinando características conservadoras e inovadoras, seguindo, 6 nisso, uma direção distinta daquela do português europeu. Adaptado de: CASTILHO, Ataliba T. de. Seria a língua falada mais pobre que a língua escrita? Impulso, Revista de Ciência Sociais e Humanas, São Paulo, UNIMEP, v. 12, n. 27, p , No terceiro e no quarto parágrafos do texto, o autor faz referência a uma oposição entre dois níveis de análise de uma língua: o fonético e o gramatical. Verifique a que nível se referem as características do português falado em Portugal a seguir descritas, identificando-as com o número 1 (fonético) ou com o número 2 (gramatical). ( ) Construções com infinitivo, como estou a fazer, em lugar de formas com gerúndio, como estou fazendo. ( ) Emprego frequente da vogal tônica com timbre aberto em palavras como académico e antónimo, ( ) Uso frequente de consoante com som de k final da sílaba, como em contacto e facto. 20

01- O que é tempo atmosférico? R.: 02- O que é clima? R.:

01- O que é tempo atmosférico? R.: 02- O que é clima? R.: PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= TEMPO ATMOSFÉRICO

Leia mais

Emissões Atmosféricas e Mudanças Climáticas

Emissões Atmosféricas e Mudanças Climáticas CONCURSO PETROBRAS TÉCNICO(A) AMBIENTAL JÚNIOR Emissões Atmosféricas e Mudanças Climáticas Questões Resolvidas QUESTÕES RETIRADAS DE PROVAS DA BANCA CESGRANRIO DRAFT Produzido por Exatas Concursos www.exatas.com.br

Leia mais

PROBLEMAS AMBIENTAIS INVERSÃO TÉRMICA INVERSÃO TÉRMICA 14/02/2014. Distribuição aproximada dos principais poluentes do ar de uma cidade (SP)

PROBLEMAS AMBIENTAIS INVERSÃO TÉRMICA INVERSÃO TÉRMICA 14/02/2014. Distribuição aproximada dos principais poluentes do ar de uma cidade (SP) PROBLEMAS AMBIENTAIS Distribuição aproximada dos principais poluentes do ar de uma cidade (SP) Liga-se com a hemoglobina impedindo o O2 de ser conduzido INVERSÃO TÉRMICA *Inversão térmica é um fenômeno

Leia mais

DATA: 17/11/2015. 2. (ENEM) Discutindo sobre a intensificação do efeito estufa, Francisco Mendonça afirmava:

DATA: 17/11/2015. 2. (ENEM) Discutindo sobre a intensificação do efeito estufa, Francisco Mendonça afirmava: EXERCÍCIOS REVISÃO QUÍMICA AMBIENTAL (EFEITO ESTUFA, DESTRUIÇÃO DA CAMADA DE OZÔNIO E CHUVA ÁCIDA) e EQUILÍBRIO QUÍMICO DATA: 17/11/2015 PROF. ANA 1. Na década de 70, alguns cientistas descobriram quais

Leia mais

Climas e Formações Vegetais no Mundo. Capítulo 8

Climas e Formações Vegetais no Mundo. Capítulo 8 Climas e Formações Vegetais no Mundo Capítulo 8 Formações Vegetais Desenvolvem-se de acordo com o tipo de clima, relevo, e solo do local onde se situam.de todos estes, o clima é o que mais se destaca.

Leia mais

Aula 16 DESEQUILÍBRIO ECOLÓGICO

Aula 16 DESEQUILÍBRIO ECOLÓGICO Aula 16 DESEQUILÍBRIO ECOLÓGICO DESEQUILÍBRIO ECOLÓGICO I Ocorre de maneira natural; Atividade humana; Década de 1970 preocupação com a biodiversidade e poluição; Esforço global... Substituir civilização

Leia mais

Grandes Problemas Ambientais

Grandes Problemas Ambientais Grandes Problemas Ambientais O aumento do efeito de estufa; O aquecimento global; A Antárctica; A desflorestação; A Amazónia; A destruição da camada de ozono; As chuvas ácidas; O clima urbano; Os resíduos

Leia mais

Aquecimento Global e Protocolo de Kyoto. Professor Thiago Espindula Disciplina de Geografia

Aquecimento Global e Protocolo de Kyoto. Professor Thiago Espindula Disciplina de Geografia Aquecimento Global e Protocolo de Kyoto Professor Thiago Espindula Disciplina de Geografia Exercícios (ENEM 2006) Com base em projeções realizadas por especialistas, teve, para o fim do século

Leia mais

CITOPLASMA. Características gerais 21/03/2015. Algumas considerações importantes: 1. O CITOPLASMA DAS CÉLULAS PROCARIÓTICAS

CITOPLASMA. Características gerais 21/03/2015. Algumas considerações importantes: 1. O CITOPLASMA DAS CÉLULAS PROCARIÓTICAS CITOPLASMA Algumas considerações importantes: Apesar da diversidade, algumas células compartilham ao menos três características: Biologia e Histologia São dotadas de membrana plasmática; Contêm citoplasma

Leia mais

Tipo de itens. O sangue é o principal fluído que circula no organismo humano.

Tipo de itens. O sangue é o principal fluído que circula no organismo humano. Tipo de itens O sangue é o principal fluído que circula no organismo humano. 1. Quais são as suas principais funções? Transporte de nutrientes, defesa, regulação térmica e controlo 2. Quais os seus constituintes?

Leia mais

Aula 5 A energia não é o começo de tudo, mas já é um início

Aula 5 A energia não é o começo de tudo, mas já é um início Aula 5 A energia não é o começo de tudo, mas já é um início Itens do capítulo 5 A energia não é o começo de tudo, mas já é o início 5. A energia não é o começo de tudo, mas já é o início 5.1 O consumo

Leia mais

Fenômenos e mudanças climáticos

Fenômenos e mudanças climáticos Fenômenos e mudanças climáticos A maioria dos fenômenos climáticos acontecem na TROPOSFERA. Camada inferior da atmosfera que vai do nível do mar até cerca de 10 a 15 quilômetros de altitude. Nuvens, poluição,

Leia mais

RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS DAS

RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS DAS 1 RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS DAS QUESTÕES ( ) I Unidade ( ) II Unidade ( x ) III Unidade FÍSICA E GEOGRAFIA Curso: Ensino Fundamental Ano: 1.º Turma: ABCDEFG Data: / / 11 009 Física Profs. 1. Resolução I

Leia mais

O homem e o meio ambiente

O homem e o meio ambiente A U A UL LA O homem e o meio ambiente Nesta aula, que inicia nosso aprendizado sobre o meio ambiente, vamos prestar atenção às condições ambientais dos lugares que você conhece. Veremos que em alguns bairros

Leia mais

O CITOPLASMA E SUAS ORGANELAS

O CITOPLASMA E SUAS ORGANELAS O CITOPLASMA E SUAS ORGANELAS Citoplasma região entre a membrana plasmática e o núcleo (estão presentes o citosol e as organelas). Citosol material gelatinoso formado por íons e moléculas orgânicas e inorgânicas

Leia mais

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufc) Na(s) questão(ões) a seguir escreva no espaço apropriado a soma dos itens corretos.

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufc) Na(s) questão(ões) a seguir escreva no espaço apropriado a soma dos itens corretos. Respiração e Fermentação 1. (Fuvest) O fungo 'Saccharomyces cerevisiae' (fermento de padaria) é um anaeróbico facultativo. Quando cresce na ausência de oxigênio, consome muito mais glicose do que quando

Leia mais

b) Qual deve ser a aceleração centrípeta, para que com esta velocidade, ele faça uma trajetória circular com raio igual a 2m?

b) Qual deve ser a aceleração centrípeta, para que com esta velocidade, ele faça uma trajetória circular com raio igual a 2m? 1 - Dadas as medidas da bicicleta abaixo: a) Sabendo que um ciclista pedala com velocidade constante de tal forma que o pedal dá duas voltas em um segundo. Qual a velocidade linear, em km/h da bicicleta?

Leia mais

BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ==============================================================================================

BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== PROFESSOR: Leonardo Mariscal BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== Assunto: Organelas citoplasmáticas

Leia mais

ALUNO(a): Observe o esquema a seguir, no qual I e II representam diferentes estruturas citoplasmáticas.

ALUNO(a): Observe o esquema a seguir, no qual I e II representam diferentes estruturas citoplasmáticas. GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: DISCIPLINA: SÉRIE: 3º ano ALUNO(a): Lista de Exercícios NOTA: No Anhanguera você é + Enem Questão 01) Observe o esquema a seguir, no qual I e II representam diferentes estruturas

Leia mais

As Principais Fontes De Energia Presentes No Mundo

As Principais Fontes De Energia Presentes No Mundo As Principais Fontes De Energia Presentes No Mundo INTRODUÇÃO: Desde a pré-história o homem vem se utilizando de diversas fortes e formas de energia, para suprir suas necessidades energéticas, por isso,

Leia mais

ORGANELAS CITOPLASMÁTICAS. Prof. Emerson

ORGANELAS CITOPLASMÁTICAS. Prof. Emerson ORGANELAS CITOPLASMÁTICAS Prof. Emerson Algumas considerações importantes: Apesar da diversidade, algumas células compartilham ao menos três características: São dotadas de membrana plasmática; Contêm

Leia mais

MATÉRIA 6º 2º Dez/13 NOTA

MATÉRIA 6º 2º Dez/13 NOTA Valores eternos. TD Recuperação MATÉRIA Geografia ANO/TURMA SEMESTRE DATA 6º 2º Dez/13 ALUNO(A) PROFESSOR(A) Tiago Bastos TOTAL DE ESCORES ESCORES OBTIDOS NOTA VISTO DOS PAIS/RESPONSÁVEIS 1. Analise e

Leia mais

Elementos essenciais a vida: Zn, Mo e o Co. - Água; - Macronutrientes: C, H, O, N e o P mais importantes, mas também S, Cl, K, Na, Ca, Mg e Fe;

Elementos essenciais a vida: Zn, Mo e o Co. - Água; - Macronutrientes: C, H, O, N e o P mais importantes, mas também S, Cl, K, Na, Ca, Mg e Fe; Elementos essenciais a vida: - Água; - Macronutrientes: C, H, O, N e o P mais importantes, mas também S, Cl, K, Na, Ca, Mg e Fe; - Micronutrientes principais: Al, Bo, Cr, Zn, Mo e o Co. Bio organismos

Leia mais

A descoberta da célula

A descoberta da célula A descoberta da célula O que são células? As células são a unidade fundamental da vida CITOLOGIA A área da Biologia que estuda a célula, no que diz respeito à sua estrutura e funcionamento. Kytos (célula)

Leia mais

EXAME DE BIOLOGIA Prova de Acesso - Maiores 23 Anos (21 de Abril de 2009)

EXAME DE BIOLOGIA Prova de Acesso - Maiores 23 Anos (21 de Abril de 2009) INSTITUTO POLITÉCNICO DE BEJA EXAME DE BIOLOGIA Prova de Acesso - Maiores 23 Anos (21 de Abril de 2009) Nome do Candidato Classificação Leia as seguintes informações com atenção. 1. O exame é constituído

Leia mais

A HIDROSFERA. Colégio Senhora de Fátima. Disciplina: Geografia 6 ano Profª Jenifer Tortato

A HIDROSFERA. Colégio Senhora de Fátima. Disciplina: Geografia 6 ano Profª Jenifer Tortato A HIDROSFERA Colégio Senhora de Fátima. Disciplina: Geografia 6 ano Profª Jenifer Tortato A HIDROSFERA A água é o mais abundante solvente natural que atua no sentido de desagregar, ou seja, fragmentar

Leia mais

Data: /08/2014 Bimestre: 2. Nome: 8 ANO B Nº. Disciplina: Geografia Professor: Geraldo

Data: /08/2014 Bimestre: 2. Nome: 8 ANO B Nº. Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Data: /08/2014 Bimestre: 2 Nome: 8 ANO B Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Prova / Atividade: 2,0 (DOIS) Nota: GRUPO 3 1- (1,0) A mundialização da produção industrial é caracterizada

Leia mais

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42 Processo Seletivo/UNIFAL- janeiro 2008-1ª Prova Comum TIPO 1 QUÍMICA QUESTÃO 41 Diferentes modelos foram propostos ao longo da história para explicar o mundo invisível da matéria. A respeito desses modelos

Leia mais

Unidade IV Ser Humano e saúde. Aula 17.1

Unidade IV Ser Humano e saúde. Aula 17.1 Unidade IV Ser Humano e saúde. Aula 17.1 Conteúdo: O efeito estufa. Habilidade: Demonstrar uma postura crítica diante do uso do petróleo. REVISÃO Reações de aldeídos e cetonas. A redução de um composto

Leia mais

1) Calcular, em m/s, a velocidade de um móvel que percorre 14,4Km em 3min. a) ( ) 70m/s b) ( ) 80 m/s c) ( ) 90m/s d) ( ) 60m/s

1) Calcular, em m/s, a velocidade de um móvel que percorre 14,4Km em 3min. a) ( ) 70m/s b) ( ) 80 m/s c) ( ) 90m/s d) ( ) 60m/s SIMULADO DE FÍSICA ENSINO MÉDIO 1) Calcular, em m/s, a velocidade de um móvel que percorre 14,4Km em 3min. a) ( ) 70m/s b) ( ) 80 m/s c) ( ) 90m/s d) ( ) 60m/s 2) Um avião voa com velocidade constante

Leia mais

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CURSO DE BIOLOGIA (EAD)

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CURSO DE BIOLOGIA (EAD) UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CURSO DE BIOLOGIA (EAD) TRABALHO DE BIOLOGIA GERAL RAQUEL ALVES DA SILVA CRUZ Rio de Janeiro, 15 de abril de 2008. TRABALHO DE BIOLOGIA GERAL TERMOELÉTRICAS

Leia mais

Capítulo 21 Meio Ambiente Global. Geografia - 1ª Série. O Tratado de Kyoto

Capítulo 21 Meio Ambiente Global. Geografia - 1ª Série. O Tratado de Kyoto Capítulo 21 Meio Ambiente Global Geografia - 1ª Série O Tratado de Kyoto Acordo na Cidade de Kyoto - Japão (Dezembro 1997): Redução global de emissões de 6 Gases do Efeito Estufa em 5,2% no período de

Leia mais

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS CICLOS BIOGEOQUÍMICOS O fluxo de energia em um ecossistema é unidirecional e necessita de uma constante renovação de energia, que é garantida pelo Sol. Com a matéria inorgânica que participa dos ecossistemas

Leia mais

IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS. Aluno(a): Turma:

IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS. Aluno(a): Turma: IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS Aluno(a): Turma: Querido (a) aluno (a), Este estudo dirigido foi realizado para que você revise

Leia mais

O clima está diferente. O que muda na nossa vida?

O clima está diferente. O que muda na nossa vida? O clima está diferente. O que muda na nossa vida? 06/2011 Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada. 2 SUMÁRIO

Leia mais

O Aquecimento Global se caracteriza pela modificação, intensificação do efeito estufa.

O Aquecimento Global se caracteriza pela modificação, intensificação do efeito estufa. O que é o Aquecimento Global? O Aquecimento Global se caracteriza pela modificação, intensificação do efeito estufa. O efeito estufa é um fenômeno natural e consiste na retenção de calor irradiado pela

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente BIOLOGIA I TRIMESTRE A descoberta da vida Biologia e ciência Origem da vida

Leia mais

Centro de Educação Integrada

Centro de Educação Integrada Centro de Educação Integrada 1º ANO BIOLOGIA Origem da vida Citologia Teoria da geração espontânea e biogênese. Teoria de Oparin e Haldane. Panspermia. Criacionismo. Os primeiros seres vivos. Água. Sais

Leia mais

Pág. 1. COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO - COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD CONCURSO VESTIBULAR 2009 2ª Fase PROVA DE QUÍMICA

Pág. 1. COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO - COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD CONCURSO VESTIBULAR 2009 2ª Fase PROVA DE QUÍMICA Questão 1: As bebidas alcoólicas contêm etanol e podem ser obtidas pela destilação do álcool (ex. whiskey e vodka) ou pela fermentação de uma variedade de produtos como frutas e outros vegetais (ex. vinho

Leia mais

1ª PARTE - OBJETIVA ESPECIFICA (Valendo 05 pontos cada questão)

1ª PARTE - OBJETIVA ESPECIFICA (Valendo 05 pontos cada questão) PREFEITURA DE VÁRZEA ALEGRE CE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 01/2014 SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONTRATAÇÂO TEMPORÁRIA - PROVA DE GEOGRAFIA PROFESSOR DE GEOGRAFIA (6º ao 9º ANO) ASSINATURA DO

Leia mais

A Qualidade da Água nas Cidades de Campina Grande e Taperoá. *gicelia.moreira2009@gmail.com

A Qualidade da Água nas Cidades de Campina Grande e Taperoá. *gicelia.moreira2009@gmail.com A Qualidade da Água nas Cidades de e Gicélia Moreira (ID) 1,AntonioJoão S. Filho(ID) 1 Nataline C. S. Barbosa (ID) 1 Antonio N. de Souza (PG) Departamento de Química CCT-UEPB *gicelia.moreira2009@gmail.com

Leia mais

Aula 19 Conteúdo O homem e o meio ambiente. Principais problemas ambientais do mundo.

Aula 19 Conteúdo O homem e o meio ambiente. Principais problemas ambientais do mundo. CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade IV Natureza sociedade: questões ambientais. Aula 19 Conteúdo O homem e o meio ambiente. Principais problemas ambientais do mundo. 2 CONTEÚDO

Leia mais

Sequência de Aulas - Ciclos Biogeoquímicos

Sequência de Aulas - Ciclos Biogeoquímicos Sequência de Aulas - Ciclos Biogeoquímicos 1. Nível de Ensino: Ensino Médio 2. Conteúdo Estruturante: Biogeoquímica 2.1 Conteúdo Básico: Matéria, Composição dos elementos químicos. 2.2 Conteúdo Específico:

Leia mais

PROFESSOR GUILHERME BIOLOGIA

PROFESSOR GUILHERME BIOLOGIA Laranjeiras do Sul: Av. 7 de Setembro, 1930. Fone: (42) 3635 5413 Quedas do Iguaçu: Pça. Pedro Alzide Giraldi, 925. Fone: (46) 3532 3265 www.genevestibulares.com.br / contato@genevestibulares.com.br PROFESSOR

Leia mais

01) (ACAFE) O grupo de átomos que é encontrado na forma monoatômica pelo fato de serem estáveis é:

01) (ACAFE) O grupo de átomos que é encontrado na forma monoatômica pelo fato de serem estáveis é: 01) (ACAFE) O grupo de átomos que é encontrado na forma monoatômica pelo fato de serem estáveis é: a) Halogênios b) Calcogênios c) Metais Alcalinos Terrosos d) Metais Alcalinos e) Gases Nobres 02) (UFF-RJ)

Leia mais

Biologia Celular: Transformação e armazenamento de energia: Mitocôndrias e Cloroplastos

Biologia Celular: Transformação e armazenamento de energia: Mitocôndrias e Cloroplastos FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS - FUPAC FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERLÂNDIA Biologia Celular: Transformação e armazenamento de energia: Mitocôndrias e Cloroplastos Prof. MSc Ana Paula

Leia mais

Conceito. são os diversos tipos de materiais ou processos dos quais se podem obter energia. Podem ser divididos em dois grandes grupos:

Conceito. são os diversos tipos de materiais ou processos dos quais se podem obter energia. Podem ser divididos em dois grandes grupos: Conceito são os diversos tipos de materiais ou processos dos quais se podem obter energia. Podem ser divididos em dois grandes grupos: Renováveis renovação em um curto período de tempo; Não renováveis

Leia mais

Neste ano estudaremos a Mecânica, que divide-se em dois tópicos:

Neste ano estudaremos a Mecânica, que divide-se em dois tópicos: CINEMÁTICA ESCALAR A Física objetiva o estudo dos fenômenos físicos por meio de observação, medição e experimentação, permite aos cientistas identificar os princípios e leis que regem estes fenômenos e

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL E GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS

EDUCAÇÃO AMBIENTAL E GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS EDUCAÇÃO AMBIENTAL E GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS EDUCANDO PARA UM AMBIENTE MELHOR Apresentação A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Rio Grande do Norte SEMARH produziu esta

Leia mais

CITOLOGIA CONHECENDO AS CÉLULAS

CITOLOGIA CONHECENDO AS CÉLULAS CITOLOGIA CONHECENDO AS CÉLULAS A história da Citologia Hans e Zaccharias Janssen- No ano de 1590 inventaram um pequeno aparelho de duas lentes que chamaram de microscópio. Robert Hooke (1635-1703)- Em

Leia mais

4. O Ciclo das Substancias na Termoelétrica Convencional De uma maneira geral todas as substâncias envolvidas na execução do trabalho são o

4. O Ciclo das Substancias na Termoelétrica Convencional De uma maneira geral todas as substâncias envolvidas na execução do trabalho são o 1.Introdução O fenômeno da corrente elétrica é algo conhecido pelo homem desde que viu um raio no céu e não se deu conta do que era aquilo. Os efeitos de uma descarga elétrica podem ser devastadores. Há

Leia mais

METABOLISMO ENERGÉTICO: RESPIRAÇÃO CELULAR E FERMENTAÇÃO

METABOLISMO ENERGÉTICO: RESPIRAÇÃO CELULAR E FERMENTAÇÃO METABOLISMO ENERGÉTICO: RESPIRAÇÃO CELULAR E FERMENTAÇÃO Mitocôndria - Organela em forma de grão ou bastonete. É formada por duas membranas: a mais interna forma uma série de dobras ou septos chamados

Leia mais

c = c = c =4,20 kj kg 1 o C 1

c = c = c =4,20 kj kg 1 o C 1 PROPOSTA DE RESOLUÇÃO DO TESTE INTERMÉDIO - 2014 (VERSÃO 1) GRUPO I 1. H vap (H 2O) = 420 4 H vap (H 2O) = 1,69 10 3 H vap (H 2O) = 1,7 10 3 kj kg 1 Tendo em consideração a informação dada no texto o calor

Leia mais

Clima e Formação Vegetal. O clima e seus fatores interferentes

Clima e Formação Vegetal. O clima e seus fatores interferentes Clima e Formação Vegetal O clima e seus fatores interferentes O aquecimento desigual da Terra A Circulação atmosférica global (transferência de calor, por ventos, entre as diferentes zonas térmicas do

Leia mais

De onde veio e para onde vai o carbono que faz parte do nosso corpo?

De onde veio e para onde vai o carbono que faz parte do nosso corpo? De onde veio e para onde vai o carbono que faz parte do nosso corpo? 07/2011 Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não

Leia mais

B I O G E O G R A F I A

B I O G E O G R A F I A B I O G E O G R A F I A FLORESTA AMAZÔNICA 2011 Aula XII O bioma Amazônia representa aproximadamente 30% de todas as florestas tropicais remanescentes do mundo e nele se concentra a maioria das florestas

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA UFRGS 2010

PROVA DE GEOGRAFIA UFRGS 2010 PROVA DE GEOGRAFIA UFRGS 2010 51. Ainda é 31 de dezembro no Brasil quando a televisão noticia a chegada do Ano Novo em diferentes países. Entre os países que comemoram a chegada do Ano Novo antes do Brasil,

Leia mais

Biomas Brasileiros I. Floresta Amazônica Caatinga Cerrado. Mata Atlântica Pantanal Campos Sulinos ou Pampas Gaúchos

Biomas Brasileiros I. Floresta Amazônica Caatinga Cerrado. Mata Atlântica Pantanal Campos Sulinos ou Pampas Gaúchos Biomas Brasileiros I Floresta Amazônica Caatinga Cerrado Mata Atlântica Pantanal Campos Sulinos ou Pampas Gaúchos Floresta Amazônica Localizada na região norte e parte das regiões centro-oeste e nordeste;

Leia mais

O desmatamento das florestas tropicais responde por 25% das emissões globais de dióxido de carbono, o principal gás de efeito estufa.

O desmatamento das florestas tropicais responde por 25% das emissões globais de dióxido de carbono, o principal gás de efeito estufa. Biodiversidade Introdução Na Estratégia Nacional para a Biodiversidade, desenvolvida pelo Ministério do Meio Ambiente, acordou-se que o Brasil deve dar ênfase para seis questões básicas: conhecimento da

Leia mais

Amazônia Brasileira e Brasil em Crise

Amazônia Brasileira e Brasil em Crise Amazônia Brasileira e Brasil em Crise 1. (UERJ-2009) Folha de São Paulo, 01/06/2008. Adaptado de Zero Hora, 16/06/2008. Diferentes critérios e objetivos podem orientar a divisão do espaço geográfico em

Leia mais

Prof.: Ramon L. O. Junior 1

Prof.: Ramon L. O. Junior 1 CURSO: ENGENHARIA AMBIENTAL DISCIPLINA: BIOLOGIA UNIDADE II NOÇÕES DE MORFOLOGIA E FISIOLOGIA CELULAR Prof.: Ramon Lamar de Oliveira Junior TIPOS CELULARES CÉLULA PROCARIOTA X 1 a 2 micrômetros (mm) Ausência

Leia mais

Problemas Ambientais Urbanos

Problemas Ambientais Urbanos Problemas Ambientais Urbanos INVERSÃO TÉRMICA É comum nos invernos, principalmente no final da madrugada e início da manhã; O ar frio, mais denso, é responsável por impedir a dispersão de poluentes (CO,

Leia mais

Professor Antônio Ruas

Professor Antônio Ruas Universidade Estadual do Rio Grande do Sul Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental Componente curricular: BIOLOGIA APLICADA Aula 3 Professor Antônio Ruas 1. Assuntos: Introdução à história geológica

Leia mais

Ciclo hidrológico. Distribuição da água na Terra. Tipo Ocorrência Volumes (km 3 ) Água doce superficial. Rios. Lagos Umidade do solo.

Ciclo hidrológico. Distribuição da água na Terra. Tipo Ocorrência Volumes (km 3 ) Água doce superficial. Rios. Lagos Umidade do solo. Ciclo hidrológico Quase toda a água do planeta está concentrada nos oceanos. Apenas uma pequena fração (menos de 3%) está em terra e a maior parte desta está sob a forma de gelo e neve ou abaixo da superfície

Leia mais

Climatologia. humanos, visto que diversas de suas atividades

Climatologia. humanos, visto que diversas de suas atividades Climatologia É uma parte da que estuda o tempo e o clima cientificamente, utilizando principalmente técnicas estatísticas na obtenção de padrões. É uma ciência de grande importância para os seres humanos,

Leia mais

SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR

SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 3ª TURMA(S):

Leia mais

Geografia - Clima e formações vegetais

Geografia - Clima e formações vegetais Geografia - Clima e formações vegetais O MEIO NATURAL Clima e formações vegetais 1. Estado do tempo e clima O que é a atmosfera? A atmosfera é a camada gasosa que envolve a Terra e permite a manutenção

Leia mais

Profa. Josielke Soares josisoares@ig.com.br

Profa. Josielke Soares josisoares@ig.com.br Profa. Josielke Soares josisoares@ig.com.br A célula é a menor unidade estrutural básica do ser vivo. A palavra célula foi usada pela primeira vez em 1667 pelo inglês Robert Hooke. Com um microscópio muito

Leia mais

INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO. Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE

INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO. Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO Mudanças Climáticas Rodrigo Valle Cezar O que é o Clima O clima compreende os diversos fenômenos que ocorrem na atmosfera da Terra. Atmosfera é a região gasosa que envolve toda

Leia mais

PROF. JEFERSON CARDOSO DE SOUZA

PROF. JEFERSON CARDOSO DE SOUZA PROF. JEFERSON CARDOSO DE SOUZA UFRGS 2012 São fatores limitantes dos biomas: Umidade: ausência ou excesso; Solo: tipo de nutrientes e tempo de intemperismo; Temperatura: Amplitude Térmica; Luz solar:

Leia mais

Gestão Ambiental 19/3/2012. MÓDULO Gerenciamento e Controle de Poluição da Água. Tema: DISPONIBILIDADE HÍDRICA: as Águas do Planeta

Gestão Ambiental 19/3/2012. MÓDULO Gerenciamento e Controle de Poluição da Água. Tema: DISPONIBILIDADE HÍDRICA: as Águas do Planeta Gestão Ambiental Profª Denise A. F. Neves MÓDULO Gerenciamento e Controle de Poluição da Água Tema: DISPONIBILIDADE HÍDRICA: as Águas do Planeta Objetivos: Entender a distribuição da água no Planeta. Reconhecer

Leia mais

RESOLUÇÕES E RESPOSTAS

RESOLUÇÕES E RESPOSTAS GEOGRAFIA 1 GRUPO CV 10/2009 RESOLUÇÕES E RESPOSTAS QUESTÃO 1: a) Os gráficos destacam que conforme ocorreu o aumento da população na grande São Paulo aumentaram também o número de viagens da população

Leia mais

Existem diversos tipos de transporte que podem ocorrer através da membrana plasmática. Vejamos abaixo:

Existem diversos tipos de transporte que podem ocorrer através da membrana plasmática. Vejamos abaixo: MEMBRANA PLASMÁTICA E TRANSPORTES MEMBRANA PLASMÁTICA A membrana plasmática é constituída de uma camada dupla de lipídeos. Nesta camada, existem moléculas de proteínas encaixadas. Essas moléculas de proteínas

Leia mais

BIOLOGIA CELULAR Células Procariontes Eucariontes (animal e vegetal)

BIOLOGIA CELULAR Células Procariontes Eucariontes (animal e vegetal) BIOLOGIA CELULAR Células Procariontes Eucariontes (animal e vegetal) Thiago Campos Monteiro UFMS / CPCS Créditos: Prof a Elisângela de Souza Loureiro Tamanho das células Existem células de vários tamanhos.

Leia mais

Composição da atmosfera terrestre. Fruto de processos físico-químicos e biológicos iniciados há milhões de anos Principais gases:

Composição da atmosfera terrestre. Fruto de processos físico-químicos e biológicos iniciados há milhões de anos Principais gases: Poluição do ar Composição da atmosfera terrestre Fruto de processos físico-químicos e biológicos iniciados há milhões de anos Principais gases: Nitrogênio 78% Oxigênio 21% Argônio 0,9% Gás Carbônico 0,03%

Leia mais

Microscópio de Robert Hooke Cortes de cortiça. A lente possibilitava um aumento de 200 vezes

Microscópio de Robert Hooke Cortes de cortiça. A lente possibilitava um aumento de 200 vezes CITOLOGIA A área da Biologia que estuda a célula é a Citologia (do grego: cito = célula; logos = estudo). A invenção do microscópio no final do século XVI revolucionou a Biologia. Esse instrumento possibilitou

Leia mais

Município D 8.902 545 6,12 Município E 231.977 3.544 1,53 Município F 93.655 1.280 1,37

Município D 8.902 545 6,12 Município E 231.977 3.544 1,53 Município F 93.655 1.280 1,37 01 - Os problemas ambientais estão na ordem do dia dos debates científicos, das agendas políticas, da mídia e das relações econômicas. Até muito recentemente, ao se falar de meio ambiente, as instituições

Leia mais

A Ecologia e sua Importância. Componentes Estruturais. Estudo das Relações dos Seres Vivos entre si e com o meio onde vivem

A Ecologia e sua Importância. Componentes Estruturais. Estudo das Relações dos Seres Vivos entre si e com o meio onde vivem Link para acessar o conteúdo, calendário, notas, etc. www.e-conhecimento.com.br Ensino Médio Primeiros Anos Ecologia oikos casa ; logos - estudo A Ecologia e sua Importância Estudo das Relações dos Seres

Leia mais

PRESERVAR O MEIO AMBIENTE UMA MISSÃO DE TODOS NÓS

PRESERVAR O MEIO AMBIENTE UMA MISSÃO DE TODOS NÓS PRESERVAR O MEIO AMBIENTE UMA MISSÃO DE TODOS NÓS Meio Ambiente Tudo que está a nossa volta: todas as formas de vida e todos os elementos da natureza. Ecologia Ciência que estuda a relação dos seres vivos

Leia mais

7] As polias indicadas na figura se movimentam em rotação uniforme, ligados por um eixo fixo.

7] As polias indicadas na figura se movimentam em rotação uniforme, ligados por um eixo fixo. Colégio Militar de Juiz de Fora Lista de Exercícios C PREP Mil Prof.: Dr. Carlos Alessandro A. Silva Cinemática: Vetores, Cinemática Vetorial, Movimento Circular e Lançamento de Projéteis. Nível I 1] Dois

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ BIOLOGIA PROVA DE TRANSFERÊNCIA FACULTATIVA E PARA PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ BIOLOGIA PROVA DE TRANSFERÊNCIA FACULTATIVA E PARA PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ BIOLOGIA PROVA DE TRANSFERÊNCIA FACULTATIVA E PARA PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR 02/12/2012 Candidato: GABARITO Curso Pretendido: OBSERVAÇÕES: 01 Prova SEM consulta

Leia mais

Elementos Climáticos CLIMA

Elementos Climáticos CLIMA CLIMA Elementos Climáticos O entendimento e a caracterização do clima de um lugar dependem do estudo do comportamento do tempo durante pelo menos 30 anos: das variações da temperatura e da umidade, do

Leia mais

A diversidade de vida no planeta. Que animais selvagens você conhece? Em que ambiente natural e continente você acha que eles tem origem?

A diversidade de vida no planeta. Que animais selvagens você conhece? Em que ambiente natural e continente você acha que eles tem origem? A diversidade de vida no planeta Que animais selvagens você conhece? Em que ambiente natural e continente você acha que eles tem origem? Domínios naturais terrestres São extensas áreas geográficas com

Leia mais

REVISÃO UDESC GAIA GEOGRAFIA GEOGRAFIA FÍSICA PROF. GROTH

REVISÃO UDESC GAIA GEOGRAFIA GEOGRAFIA FÍSICA PROF. GROTH REVISÃO UDESC GAIA GEOGRAFIA GEOGRAFIA FÍSICA PROF. GROTH 01. (UDESC_2011_2) Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), existem no Brasil oito Bacias Hidrográficas. Assinale a alternativa

Leia mais

Realização: Aquecimento Global. Parceiros: Apoiadores:

Realização: Aquecimento Global. Parceiros: Apoiadores: Realização: Parceiros: Aquecimento Global Apoiadores: O que é o efeito estufa? É um fenômeno natural, provocado por alguns gases da atmosfera, que mantêm o nosso planeta aquecido. Esse processo acontece

Leia mais

Ø As actividades humanas dependem da água para a agricultura, indústria, produção de energia, saúde, desporto e entretenimento.

Ø As actividades humanas dependem da água para a agricultura, indústria, produção de energia, saúde, desporto e entretenimento. Ø As actividades humanas dependem da água para a agricultura, indústria, produção de energia, saúde, desporto e entretenimento. Ä A água é indispensável ao Homem, a sua falta ou o seu excesso, pode ser-lhe

Leia mais

COLÉGIO SÃO JOSÉ PROF. JOÃO PAULO PACHECO GEOGRAFIA 1 EM 2011. Correntes marítimas

COLÉGIO SÃO JOSÉ PROF. JOÃO PAULO PACHECO GEOGRAFIA 1 EM 2011. Correntes marítimas COLÉGIO SÃO JOSÉ PROF. JOÃO PAULO PACHECO GEOGRAFIA 1 EM 2011 Correntes marítimas Correntes marítimas Nas aulas anteriores aprendemos sobre a importância do Sol em nossas vidas. Revimos os movimentos da

Leia mais

Poluição do ar. Segundo o pesquisador Paulo Saldiva, coordenador. Deu no jornal. Nossa aula

Poluição do ar. Segundo o pesquisador Paulo Saldiva, coordenador. Deu no jornal. Nossa aula A UU L AL A Poluição do ar Segundo o pesquisador Paulo Saldiva, coordenador do laboratório de poluição atmosférica experimental da Faculdade de Medicina da USP, a relação entre o nível de poluição e a

Leia mais

O CITOPLASMA. Prof. André Maia. O Movimento amebóide é um movimento de deslocamento de algumas células através da emissão de pseudópodes.

O CITOPLASMA. Prof. André Maia. O Movimento amebóide é um movimento de deslocamento de algumas células através da emissão de pseudópodes. O CITOPLASMA Prof. André Maia Conceito É a região da célula localizada entre a membrana plasmática e o núcleo, preenchida por uma substância gelatinosa (semi-líquida), na qual estão mergulhadas as organelas

Leia mais

CONTEÚDO DE PROVA DO 1º BIMESTRE 1º ANO ENSINO MÉDIO

CONTEÚDO DE PROVA DO 1º BIMESTRE 1º ANO ENSINO MÉDIO CONTEÚDO DE PROVA DO 1º BIMESTRE 1º ANO ENSINO MÉDIO IMPORTANTE!!! O ALUNO DEVE ESTUDAR ALÉM DOS CONTEÚDOS ABAIXO, O DO CADERNO, LIVRO E CADERNO DE ATIVIDADES. Disciplina Data da prova Conteúdo Apresentação

Leia mais

Aquisição 1: Vantagem adaptativa: Aquisição 2: Vantagem adaptativa: Aquisição 3: Vantagem adaptativa:

Aquisição 1: Vantagem adaptativa: Aquisição 2: Vantagem adaptativa: Aquisição 3: Vantagem adaptativa: A prova de Biologia da segunda fase do vestibular 2015 da UFPR abordou diferentes temas, interrelacionando-os, favorecendo o candidato que estuda de forma interativa os diferentes aspectos da Biologia

Leia mais

LUGARES E PAISAGENS DO PLANETA TERRA

LUGARES E PAISAGENS DO PLANETA TERRA LUGARES E PAISAGENS DO PLANETA TERRA AS ÁGUAS DE SUPERFÍCIE Os rios são cursos naturais de água doce. Eles podem se originar a partir do derretimento de neve e de geleiras, de um lago ou das águas das

Leia mais

O capitalismo e a sociedade de consumo

O capitalismo e a sociedade de consumo O capitalismo e a sociedade de consumo Sociedade de consumo As sociedades dos países capitalistas desenvolvidos que usufruem intensamente dos bens e serviços existentes no mundo moderno. O consumismo contribui

Leia mais

Climatologia GEOGRAFIA DAVI PAULINO

Climatologia GEOGRAFIA DAVI PAULINO Climatologia GEOGRAFIA DAVI PAULINO Efeito no clima sobre fatores socioeconômicos Agricultura População Diversidade global de climas Motivação! O Clima Fenômeno da atmosfera em si: chuvas, descargas elétricas,

Leia mais

REVISÃO NOVAFAP-FACID(geografia-Hugo)

REVISÃO NOVAFAP-FACID(geografia-Hugo) REVISÃO NOVAFAP-FACID(geografia-Hugo) 1. (Ufu) Na década de 1960, o geógrafo Aziz Nacib Ab'Saber reuniu as principais características do relevo e do clima das regiões brasileiras para formar, com os demais

Leia mais

RESPIRAÇÃO CELULAR. Disciplina: Biologia Série: 2ª série EM - 1º TRIM Professora: Ivone Azevedo da Fonseca Assunto: Respiração Celular

RESPIRAÇÃO CELULAR. Disciplina: Biologia Série: 2ª série EM - 1º TRIM Professora: Ivone Azevedo da Fonseca Assunto: Respiração Celular Disciplina: Biologia Série: 2ª série EM - 1º TRIM Professora: Ivone Azevedo da Fonseca Assunto: Respiração Celular RESPIRAÇÃO CELULAR A MAIS QUÍMICA DAS REAÇÕES BIOLÓGICAS Questão certa em vestibulares

Leia mais

AQUECIMENTO GLOBAL: ATÉ ONDE É ALARMANTE? Angela Maria Magosso Takayanagui Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto USP 2015

AQUECIMENTO GLOBAL: ATÉ ONDE É ALARMANTE? Angela Maria Magosso Takayanagui Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto USP 2015 AQUECIMENTO GLOBAL: ATÉ ONDE É ALARMANTE? Angela Maria Magosso Takayanagui Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto USP 2015 Principais Questões Ambientais - Séc. XXI Superaquecimento da Terra Extinção da

Leia mais

www.soumaisenem.com.br

www.soumaisenem.com.br 1. (Enem 2011) Uma das modalidades presentes nas olimpíadas é o salto com vara. As etapas de um dos saltos de um atleta estão representadas na figura: Desprezando-se as forças dissipativas (resistência

Leia mais

Geografia. Professor: Jonas Rocha

Geografia. Professor: Jonas Rocha Geografia Professor: Jonas Rocha Questões Ambientais Consciência Ambiental Conferências Internacionais Problemas Ambientais Consciência Ambiental Até a década de 1970 o homem acreditava que os recursos

Leia mais

COLÉGIO SALESIANO DOM BOSCO

COLÉGIO SALESIANO DOM BOSCO COLÉGIO SALESIANO DOM BOSCO A DINÂMICA ATMOSFÉRICA CAPÍTULO 1 GEOGRAFIA 9º ANO Vanessa Andrade A atmosfera é essencial para a vida, porque além de conter o oxigênio que respiramos, ela mantém a Terra quente,

Leia mais