HOSPITAL DA LUZ 01 RADIOEMBOLIZAÇÃO 02 QUESTÕES FREQUENTES SOBRE A... RADIOEMBOLIZAÇÃO 03 CONTACTOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "HOSPITAL DA LUZ 01 RADIOEMBOLIZAÇÃO 02 QUESTÕES FREQUENTES SOBRE A... RADIOEMBOLIZAÇÃO 03 CONTACTOS"

Transcrição

1 RADIOEMBOLIZAÇÃO

2 01 RADIOEMBOLIZAÇÃO 02 QUESTÕES FREQUENTES SOBRE A... RADIOEMBOLIZAÇÃO 03 CONTACTOS 1

3 RADIOEMBOLIZAÇÃO A radioembolização é uma radioterapia selectiva administrada por via intra-arterial (SIRT). Trata-se de um tratamento específico para tumores do fígado, em que são administrados milhões de pequenas esferas radioactivas, designadas micro-esferas, directamente no tumor. A radioembolização pode ser usada em tumores do fígado não elegíveis para remoção cirúrgica. Estes tumores podem ter tido a sua origem no fígado (tumores primários) ou podem ser metastização de outros tumores no fígado (tumores secundários ou metástases). Este documento foi desenvolvido para os doentes que vão realizar, ou estão em avaliação para realizar, radioembolização usando micro-esferas. Pretende fornecer informação sobre as micro-esferas utilizadas, o procedimento e os possíveis efeitos secundários, bem como responder a algumas questões sobre a radioembolização. Doentes elegíveis para radioembolização A possibilidade de realização de qualquer tratamento é sempre determinada pelo médico, em função das condições particulares de cada doente. Só podem realizar um tratamento de radioembolização os doentes cuja doença esteja confinada ao fígado ou os doentes em que o maior foco de doença seja no fígado. Este tratamento não tem qualquer efeito em tumores em outras localizações que não no fígado. Antes de ser oferecida a possibilidade de realização deste tratamento é necessário verificar uma série de outros factores importantes. Acima de tudo é necessário que o doente tenha reserva hepática suficiente, o que normalmente é verificado através de uma análise de sangue prévia à decisão terapêutica. 2

4 A equipa responsável pelo tratamento A radioembolização é realizada por uma equipa que inclui médicos radiologistas de intervenção, médicos de medicina nuclear e outros profissionais com formação e treino específico para manipulação de radiação. Esta equipa especializada, responsável pelos tratamentos de radioembolização, reunirá a informação disponível acerca do seu estado clínico actual ou outras condições médicas prévias relevantes. Perante essa informação decidirá quais os exames que terá que realizar para garantir que se encontra nas melhores condições para realização deste tratamento de forma segura e que normalmente são dois procedimentos angiográficos. O objectivo da primeira angiografia é preparar o fígado para a colocação das microesferas. Durante este exame o radiologista de intervenção irá embolizar (bloquear) os vasos que circundam a/as lesão/ões do fígado para garantir que não há possibilidade de as esferas se deslocarem para outras partes do corpo que não necessitem deste tratamento (sobretudo para o estômago e intestinos). São também administradas esferas de "teste" para verificar a quantidade de sangue que passa do fígado para os pulmões (shunt). Assumindo que os resultados destes exames são aceitáveis para realização da terapêutica, é então determinada a dose necessária para administração. As verdadeiras esferas são então administradas num segundo procedimento angiográfico, realizado normalmente uma a duas semanas após a realização dos primeiros exames. 3

5 A administração das micro-esferas O radiologista de intervenção faz um pequeno corte na artéria femoral (junto à virilha); através deste acesso é introduzido um tubo flexível (cateter) que é inserido até ao fígado. As esferas são então administradas através deste cateter. O procedimento completo demora cerca de 30 minutos. Durante o procedimento o doente pode comunicar com o médico e com os restantes membros da equipa que o rodeia. 4

6 A actuação das micro-esferas radioactivas As micro-esferas permitem que a radiação (normalmente usada no tratamento do cancro) seja enviada directamente para os tumores no fígado através dos vasos que alimentam esse tumor. O tecido hepático normal recebe cerca de 90% do seu aporte de sangue através da veia porta proveniente do intestino, enquanto os tumores recebem cerca de 90% do seu aporte de sangue através da artéria hepática. As micro-esferas são direccionadas especificamente para os tumores no fígado através da artéria hepática. Deste modo a exposição de tecido saudável aos efeitos da radiação é mínima. As micro-esferas contêm um elemento radioactivo (Yttrium-90) que emite radiação beta num alcance relativamente curto (aproximadamente 2,4 mm no tecido humano). Este elemento tem uma semivida (tempo em que se reduz a metade) de aproximadamente 2,5 dias; deste modo a maior parte da radiação (mais de 97%) tem efeito no tumor nas primeiras duas semanas após a administração. Como as esferas são colocadas directamente no tumor, este tratamento permite administrar uma maior dose de radiação localmente em comparação com a radioterapia convencional. Benefícios do tratamento de radioembolização Diversos trabalhos têm revelado que este tratamento, quando utilizado isoladamente ou em combinação com quimioterapia, permite uma redução do tumor mais significativa do que o tratamento apenas com quimioterapia. Melhora também a qualidade de vida e aumenta o período de sobrevivência. Em casos seleccionados permite a remoção posterior dos tumores por cirurgia. Em doentes resistentes a quimioterapia, o tratamento de radioembolização tem permitido reduzir o tamanho dos tumores e aumentar a esperança de vida dos doentes. 5

7 QUESTÕES FREQUENTES SOBRE A RADIOEMBOLIZAÇÃO É necessário interromper os tratamentos de quimioterapia para realizar um tratamento de radioembolização? O seu oncologista determinará se deve ou não interromper a quimioterapia durante o tratamento de radioembolização. O que acontece depois do tratamento de radioembolização? Imediatamente após a administração das micro-esferas é comum realizar um exame para verificar que estas foram todas administradas no fígado, confirmando que não existem fugas para outras partes do corpo. Irá também ser monitorizado durante algumas horas após o procedimento para que a equipa possa averiguar se ocorre algum efeito secundário ou complicação devido à administração das microesferas que requeira medicação adicional. Dado que recebeu um tratamento radioactivo deverá cumprir algumas indicações simples relativamente à sua proximidade a outras pessoas durante as primeiras 24 horas. Estas indicações incluem também lavar bem as mãos após ir à casa de banho, limpar qualquer fluído corporal, sangue, urina, fezes e descartá-los na sanita. Ser-lhe-á dada mais informação sobre estas precauções pela equipa responsável pelo tratamento. Esta equipa irá também controlar o progresso da doença através de análises e exames radiológicos periódicos. Qual é o período de internamento necessário após o tratamento? O período de internamento é variável. Normalmente o seu médico pretenderá mantê-lo no hospital durante uma ou duas noites, para garantir que não desenvolve nenhuma complicação secundária ao tratamento. Mais frequentemente os doentes têm alta hospitalar no dia seguinte ao tratamento. 6

8 Quais os efeitos secundários associados ao tratamento de radioembolização? Quase todos os tratamentos podem ter efeitos secundários indesejáveis. Alguns podem ser pouco relevantes, fazendo com que se sinta desconfortável, mas um pequeno número pode ser mais relevante. Cada doente reage de forma diferente ao tratamento. Alguns doentes referem dor abdominal e/ou náuseas, que normalmente desaparecem após algum tempo e /ou medicação. Alguns doentes têm febre baixa, que pode durar até uma semana e cansaço que pode durar várias semanas. Como precaução, para prevenir ou minimizar estes efeitos, são receitados aos doentes analgésicos, anti-inflamatórios e medicação para náuseas e úlceras. Quais as complicações possíveis do tratamento de radioembolização? Em casos raros e mesmo com profissionais experientes, existe a possibilidade de algumas esferas atingirem inadvertidamente outros órgãos corporais, como a vesícula, o estômago, o intestino ou o pâncreas. Se as micro-esferas atingirem estes órgãos podem causar inflamação da vesícula (colecistite), estômago (gastrite) ou intestino (duodenite). Estas complicações são raras, mas em caso de ocorrência requerem tratamento adicional. A equipa responsável pelo tratamento está treinada com o objectivo de minimizar e/ou prevenir estas complicações. O que se deve fazer perante um efeito secundário ou complicação? É importante que contacte o seu médico ou enfermeiro caso sinta algum efeito secundário. O seu médico pode receitar-lhe medicação para aliviar o desconforto. Apesar de raramente os efeitos secundários serem fatais, é importante dizer ao seu médico sempre que se aperceba de qualquer reacção indesejável. A radioembolização provoca queda do cabelo? Nunca se verificou queda de cabelo (alopécia) em doentes que tenham realizado esta terapêutica. 7

9 Há alguma coisa que deva ser evitada durante o tratamento de radioembolização? Não pode fazer este tratamento se estiver grávida, nem pode engravidar nos dois meses após o tratamento pois pode ocorrer efeitos nocivos irreversíveis no feto. Assim, durante este período deve ser usado um método contraceptivo eficaz. Também não pode amamentar durante as primeiras duas semanas após o tratamento, pelo que deve eliminar o leite produzido nesse período. É necessário introduzir alterações na dieta habitual? Não. Pode e deve manter o seu regime alimentar normal. Quantidades adequadas de alimentos, e particularmente de líquidos, irão ajudá-lo a retomar as suas actividades diárias normais. O seu médico é a melhor pessoa para o aconselhar em relação ao consumo de álcool. É possível contactar outros doentes para conhecer a sua experiência com tratamentos de radioembolização? Além de várias associações que dão conselhos e assistência a pessoas com determinados tipos de cancro, existe um grupo nos Estados Unidos da América que se dedica à partilha de informação e conselhos em relação ao tratamento e recuperação após a radioembolização. Os seus contactos desde grupo são: Yttrium 90 Microspheres Education&Support (Y.E.S.) 8

10 CONTACTOS O seu médico poderá responder-lhe a qualquer questão específica que possa ter acerca da sua condição médica. Caso tenha alguma dúvida ou questão em relação ao tratamento de radioembolização radioembolização, por favor contacte o seu médico ou o Departamento de Medicina Molecular do Hospital da Luz. Hospital da Luz Avenida Lusíada, Lisboa 9

11 Hospital da Luz, SA Avenida Lusíada, Lisboa Portugal T F

Guia para o doente Informação de segurança sobre o seu tratamento com Xalkori (crizotinib)

Guia para o doente Informação de segurança sobre o seu tratamento com Xalkori (crizotinib) Este medicamento está sujeito a monitorização adicional. Guia para o doente Informação de segurança sobre o seu tratamento com Xalkori (crizotinib) Este guia destina-se a doentes a quem tenha sido receitado

Leia mais

Informações ao Paciente

Informações ao Paciente Informações ao Paciente Introdução 2 Você foi diagnosticado com melanoma avançado e lhe foi prescrito ipilimumabe. Este livreto lhe fornecerá informações acerca deste medicamento, o motivo pelo qual ele

Leia mais

Brochura com informação de segurança para o doente sobre KEYTRUDA. (pembrolizumab)

Brochura com informação de segurança para o doente sobre KEYTRUDA. (pembrolizumab) Brochura com informação de segurança para o doente sobre KEYTRUDA (pembrolizumab) Este medicamento está sujeito a monitorização adicional. Isto irá permitir a rápida identificação de nova informação de

Leia mais

Folheto para o paciente

Folheto para o paciente Folheto para o paciente Quimioembolização Transarterial com Eluição de Fármaco (detace) de tumores hepáticos: Uma opção minimamente invasiva para o tratamento de tumores hepáticos Diagnóstico do hepatocarcinoma

Leia mais

Clínica da Universidade de Navarra (CUN):

Clínica da Universidade de Navarra (CUN): Clínica da Universidade de Navarra (CUN): Dez anos de experiência clínica com microesferas Ítrio-90 confirmam um controlo localizado do cancro do fígado em 80% dos doentes Clínica da Universidade de Navarra

Leia mais

Câncer de Pulmão. Prof. Dr. Luis Carlos Losso Medicina Torácica Cremesp 18.186

Câncer de Pulmão. Prof. Dr. Luis Carlos Losso Medicina Torácica Cremesp 18.186 Câncer de Pulmão Todos os tipos de câncer podem se desenvolver em nossas células, as unidades básicas da vida. E para entender o câncer, precisamos saber como as células normais tornam-se cancerosas. O

Leia mais

Radioterapia no Cancro do Pulmão

Radioterapia no Cancro do Pulmão Editado em: Novembro de 2006 Apoio: Radioterapia no Cancro do Pulmão Comissão de Pneumologia Oncológica Sociedade Portuguesa de Pneumologia ÍNDICE A Comissão de Pneumologia Oncológica agradece ao autor

Leia mais

Oferecemos uma ampla gama de tratamentos entre os que podemos destacar:

Oferecemos uma ampla gama de tratamentos entre os que podemos destacar: A cirurgia endovascular agrupa uma variedade de técnicas minimamente invasivas mediante as quais CIRURGIA ENDOVASCULAR = CIRURGIA SEM CORTES! Técnicas Minimamente Invasivas As técnicas de cirurgia endovascular

Leia mais

Informação para o paciente

Informação para o paciente Informação para o paciente Viramune - nevirapina 18355 BI Viramune brochure POR_V2.indd 1 14-12-11 14:19 Introdução Viramune é um medicamento para o tratamento do HIV. Este prospecto contém informação

Leia mais

Como posso melhorar a dor de cabeça? How can I get rid of the headache? O que vai acontecer? What will happen?

Como posso melhorar a dor de cabeça? How can I get rid of the headache? O que vai acontecer? What will happen? Dores de cabeça após uma anestesia epidural ou espinhal O que precisa de saber Este folheto foi criado para lhe dar informações gerais sobre as dores de cabeça (também denominadas cefaleias) que podem

Leia mais

O QUE É? O TUMOR DE WILMS

O QUE É? O TUMOR DE WILMS O QUE É? O TUMOR DE WILMS Rim O TUMOR DE WILMS O QUE SIGNIFICA ESTADIO? O QUE É O TUMOR DE WILMS? O tumor de Wilms é o tipo de tumor renal mais frequente na criança. Desenvolve-se quando células imaturas

Leia mais

O QUE É? O LINFOMA DE HODGKIN

O QUE É? O LINFOMA DE HODGKIN O QUE É? O LINFOMA DE HODGKIN Gânglio Linfático O LINFOMA DE HODGKIN O QUE É O LINFOMA DE HODGKIN? O linfoma de Hodgkin é um cancro do sistema linfático, que surge quando as células linfáticas se alteram

Leia mais

O QUE É? O NEUROBLASTOMA. Coluna Vertebral. Glândula supra-renal

O QUE É? O NEUROBLASTOMA. Coluna Vertebral. Glândula supra-renal O QUE É? O NEUROBLASTOMA Coluna Vertebral Glândula supra-renal O NEUROBLASTOMA O QUE SIGNIFICA ESTADIO? O QUE É O NEUROBLASTOMA? O neuroblastoma é um tumor sólido maligno, o mais frequente em Pediatria

Leia mais

O que é câncer de estômago?

O que é câncer de estômago? Câncer de Estômago O que é câncer de estômago? O câncer de estômago, também denominado câncer gástrico, pode ter início em qualquer parte do estômago e se disseminar para os linfonodos da região e outras

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Clopidogrel Vida 75 mg Comprimidos revestidos por película Clopidogrel

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Clopidogrel Vida 75 mg Comprimidos revestidos por película Clopidogrel FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Clopidogrel Vida 75 mg Comprimidos revestidos por película Clopidogrel Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento. - Conserve este folheto.

Leia mais

A pneumonia é uma doença inflamatória do pulmão que afecta os alvéolos pulmonares (sacos de ar) que são preenchidos por líquido resultante da

A pneumonia é uma doença inflamatória do pulmão que afecta os alvéolos pulmonares (sacos de ar) que são preenchidos por líquido resultante da 2 A pneumonia é uma doença inflamatória do pulmão que afecta os alvéolos pulmonares (sacos de ar) que são preenchidos por líquido resultante da inflamação, o que dificulta a realização das trocas gasosas.

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. CLOPIDOGREL JABA 75 mg Comprimidos revestidos por película

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. CLOPIDOGREL JABA 75 mg Comprimidos revestidos por película FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR CLOPIDOGREL JABA 75 mg Comprimidos revestidos por película Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento. - Conserve este folheto. Pode

Leia mais

RELATÓRIO PARA A. SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS

RELATÓRIO PARA A. SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE Este relatório é uma versão resumida do relatório técnico

Leia mais

- Ambulatório: Termo usado geralmente em regime de tratamentos não obriga a estar acamado ou em observação;

- Ambulatório: Termo usado geralmente em regime de tratamentos não obriga a estar acamado ou em observação; A - Ambulatório: Termo usado geralmente em regime de tratamentos não obriga a estar acamado ou em observação; - Ajudas técnicas: segundo a ISO (Organização Internacional de Normalização entidade internacional

Leia mais

TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO

TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO O(A) paciente, ou seu responsável, declara, para todos os fins legais, especialmente do disposto no artigo 39, VI, da Lei, 8.078/90 que dá plena autorização ao

Leia mais

CETIRIZINA HISTACET 10 mg COMPRIMIDOS REVESTIDOS

CETIRIZINA HISTACET 10 mg COMPRIMIDOS REVESTIDOS FOLHETO INFORMATIVO Leia atentamente este folheto antes de tomar o medicamento -Conserve este folheto: Pode ter necessidade de o reler. -Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico. -Este

Leia mais

Cancro Gástrico. Prevenção, Diagnóstico e Tratamento. Cancro Digestivo. 30 de Setembro 2006. Organização. Sponsor. Apoio.

Cancro Gástrico. Prevenção, Diagnóstico e Tratamento. Cancro Digestivo. 30 de Setembro 2006. Organização. Sponsor. Apoio. Organização Sponsor Cancro Gástrico Prevenção, Diagnóstico e Tratamento Apoio Secretariado Central Park R. Alexandre Herculano, Edf. 1-4º C 2795-240 Linda-a-Velha Telefones: 21 430 77 40/1/2/3/4 Fax: 21

Leia mais

detecção do cancro do cólon

detecção do cancro do cólon Um guia sobre a detecção do cancro do cólon Por que motivo devo fazer o exame de rastreio?...because...porque I have todos a eles lot dependem of cooking to do. de mim....because...porque I have as minhas

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO. Quinta da Fonte, 19 Edifício Vasco da Gama 2770-192 Paço de Arcos Portugal Tel: 800 202 520

FOLHETO INFORMATIVO. Quinta da Fonte, 19 Edifício Vasco da Gama 2770-192 Paço de Arcos Portugal Tel: 800 202 520 FOLHETO INFORMATIVO Leia atentamente este folheto antes de utilizar o medicamento. - Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o ler novamente. - Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Laxido Laranja, pó para solução oral

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Laxido Laranja, pó para solução oral FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Laxido Laranja, pó para solução oral Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. Este medicamento pode ser adquirido sem receita

Leia mais

O QUE É? A LEUCEMIA MIELOBLÁSTICA AGUDA

O QUE É? A LEUCEMIA MIELOBLÁSTICA AGUDA O QUE É? A LEUCEMIA MIELOBLÁSTICA AGUDA A LEUCEMIA MIELOBLÁSTICA AGUDA O QUE É A LEUCEMIA MIELOBLÁSTICA AGUDA? A Leucemia Mieloblástica Aguda (LMA) é o segundo tipo de leucemia mais frequente na criança.

Leia mais

A QUIMIOTERAPIA Guia prático

A QUIMIOTERAPIA Guia prático A QUIMIOTERAPIA Guia prático Com este manual pretendemos prestar informações e esclarecimentos ao doente oncológico, referenciado ao Serviço de Oncologia Médica. Abordamos também conceitos básicos sobre

Leia mais

Profissional. de Saúde. Guia contendo. questões. frequentes

Profissional. de Saúde. Guia contendo. questões. frequentes Este medicamento está sujeito a monitorização adicional. Pede-se aos profi ssionais de saúde que notifi quem quaisquer suspeitas de reações adversas através do sistema nacional de notifi cação. concentrado

Leia mais

ANEXO III ALTERAÇÕES ÀS SECÇÕES RELEVANTES DO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO E DO FOLHETO INFORMATIVO

ANEXO III ALTERAÇÕES ÀS SECÇÕES RELEVANTES DO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO E DO FOLHETO INFORMATIVO ANEXO III ALTERAÇÕES ÀS SECÇÕES RELEVANTES DO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO E DO FOLHETO INFORMATIVO Nota: O resumo das características do medicamento e o folheto informativo podem necessitar

Leia mais

Clínica Universidad de Navarra

Clínica Universidad de Navarra Clínica Universidad de Navarra 50 anos de experiência Ao serviço dos nossos doentes Certificada desde 2004 pela Joint Commission International*, a Clínica Universidad de Navarra é, desde a sua fundação

Leia mais

UNIDADE DE CUIDADOS NA COMUNIDADE DE CASTELO BRANCO. Ébola. O que é?

UNIDADE DE CUIDADOS NA COMUNIDADE DE CASTELO BRANCO. Ébola. O que é? UNIDADE DE CUIDADOS NA COMUNIDADE DE CASTELO BRANCO Ébola. O que é? O vírus Ébola encontra-se em alguns países africanos em reservatórios naturais, e foi descoberto pela primeira vez em 1976 no antigo

Leia mais

CENTRO DE OSTEOPATIA MAÇÃS PLACE

CENTRO DE OSTEOPATIA MAÇÃS PLACE CENTRO DE OSTEOPATIA MAÇÃS PLACE Quem somos A nossa equipa apresenta um atendimento personalizado ao nível da Osteopatia através de uma abordagem multidisciplinar de qualidade, avaliação, diagnóstico e

Leia mais

Diretriz para tratamento da dor óssea metastática com radioisótopos

Diretriz para tratamento da dor óssea metastática com radioisótopos Diretriz para tratamento da dor óssea metastática com radioisótopos Contribuição : Alexandre Barbosa Cancela Moreira Revisão : Bárbara Juarez Amorim Edição : Elba Cristina Sá de Camargo Etchebehere I.

Leia mais

MANUAL DA IODOTERAPIA. Para cuidar de si!

MANUAL DA IODOTERAPIA. Para cuidar de si! Para cuidar de si! TUDO O QUE PRECISA DE SABER SOBRE IDENTIFICAÇÃO DO DOENTE Vinheta do Doente FICHA TÉCNICA EDIÇÃO IPO-Porto PROPRIEDADE IPO-Porto TEXTOS IPO-Porto Versão 2 / Julho 2015 SERVIÇO DE MEDICINA

Leia mais

TIPOS DE TRATAMENTOS ONCOLÓGICOS CIRURGIA QUIMIOTERAPIA SISTÊMICA

TIPOS DE TRATAMENTOS ONCOLÓGICOS CIRURGIA QUIMIOTERAPIA SISTÊMICA TIPOS DE TRATAMENTOS ONCOLÓGICOS Prof a Dra. Nise H. Yamaguchi Prof a Dra Enf a Lucia Marta Giunta da Silva Profª. Dra. Enf a Maria Tereza C. Laganá A abordagem moderna do tratamento oncológico busca mobilizar

Leia mais

www.bowelscreeningwales.org.uk

www.bowelscreeningwales.org.uk Rastreio Screening ao per intestino i tumori intestinali Mais Ulteriori análises investigazioni 4 www.bowelscreeningwales.org.uk Rastreio ao intestino - Mais análises O resultado do seu teste mostra vestígios

Leia mais

Os Atletas e os Medicamentos Perguntas e Respostas

Os Atletas e os Medicamentos Perguntas e Respostas Os Atletas e os Medicamentos Perguntas e Respostas O que posso fazer para evitar um caso positivo motivado pela utilização de um medicamento? Existem duas formas de obter um medicamento: através de uma

Leia mais

Informações sobre anestesia

Informações sobre anestesia Informações sobre anestesia Estamos fornecendo este documento para ajudar os pacientes que serão submetidos a anestesia, para melhor entendimento do processo. Leia-o cuidadosamente e entenda o conteúdo.

Leia mais

Dimensão Segurança do Doente. Check-list Procedimentos de Segurança

Dimensão Segurança do Doente. Check-list Procedimentos de Segurança 1. 1.1 1.2 Cultura de Segurança Existe um elemento(s) definido(s) com responsabilidade atribuída para a segurança do doente Promove o trabalho em equipa multidisciplinar na implementação de processos relativos

Leia mais

Check-list Procedimentos de Segurança

Check-list Procedimentos de Segurança Check-list Procedimentos de Segurança 1. Cultura de Segurança 1.1 1.2 Existe um elemento definido como responsável pelas questões da segurança do doente Promove o trabalho em equipa multidisciplinar na

Leia mais

O Avastin é utilizado em associação com outros medicamentos contra o cancro no tratamento de adultos com os seguintes tipos de cancro:

O Avastin é utilizado em associação com outros medicamentos contra o cancro no tratamento de adultos com os seguintes tipos de cancro: EMA/175824/2015 EMEA/H/C/000582 Resumo do EPAR destinado ao público bevacizumab Este é um resumo do Relatório Público Europeu de Avaliação (EPAR) relativo ao. O seu objetivo é explicar o modo como o Comité

Leia mais

Arimide. Informações para pacientes com câncer de mama. Anastrozol

Arimide. Informações para pacientes com câncer de mama. Anastrozol Informações para pacientes com câncer de mama. AstraZeneca do Brasil Ltda. Rod. Raposo Tavares, km 26,9 CEP 06707-000 Cotia SP ACCESS net/sac 0800 14 55 78 www.astrazeneca.com.br AXL.02.M.314(1612991)

Leia mais

Este folheto informativo é sobre a quimioterapia. Muitas pessoas com cancro têm de fazer quimioterapia como parte do seu tratamento.

Este folheto informativo é sobre a quimioterapia. Muitas pessoas com cancro têm de fazer quimioterapia como parte do seu tratamento. Chemotherapy: Portuguese Quimioterapia Este folheto informativo é sobre a quimioterapia. Muitas pessoas com cancro têm de fazer quimioterapia como parte do seu tratamento. Também temos folhetos informativos

Leia mais

Se tiver quaisquer outras dúvidas, pode perguntar ao seu médico ou aos enfermeiros do seu hospital.

Se tiver quaisquer outras dúvidas, pode perguntar ao seu médico ou aos enfermeiros do seu hospital. Radiotherapy: Portuguese Radioterapia Este folheto informativo é sobre a radioterapia. A radioterapia é usada para tratar alguns tipos de cancro. Também pode ser usada para controlar os sintomas do cancro.

Leia mais

Colesterol 3. Que tipos de colesterol existem? 3. Que factores afectam os níveis de colesterol? 4. Quando está o colesterol demasiado elevado?

Colesterol 3. Que tipos de colesterol existem? 3. Que factores afectam os níveis de colesterol? 4. Quando está o colesterol demasiado elevado? Colesterol Colesterol 3 Que tipos de colesterol existem? 3 Que factores afectam os níveis de colesterol? 4 Quando está o colesterol demasiado elevado? 4 Como reduzir o colesterol e o risco de doença cardiovascular?

Leia mais

Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico

Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico Gripe Perguntas Frequentes Perguntas frequentes sobre a gripe sazonal O que é a

Leia mais

Ataque cardíaco. Os homens têm uma probabilidade três vezes maior de sofrerem um ataque cardíaco do que as mulheres.

Ataque cardíaco. Os homens têm uma probabilidade três vezes maior de sofrerem um ataque cardíaco do que as mulheres. Ataque cardíaco Introdução Um ataque cardíaco, também conhecido como enfarte do miocárdio, ou trombose coronária, ocorre quando parte do músculo cardíaco morre por falta de oxigénio. O ataque cardíaco

Leia mais

O QUE É? O HEPATOBLASTOMA

O QUE É? O HEPATOBLASTOMA O QUE É? O HEPATOBLASTOMA Fígado O HEPATOBLASTOMA O QUE SIGNIFICA ESTADIO? O QUE É O HEPATOBLASTOMA? O hepatoblastoma é o tipo de tumor maligno do fígado mais frequente na criança; na maioria dos casos

Leia mais

Copyright Medical Port 2015 PROGRAMA DE PERDA DE PESO!

Copyright Medical Port 2015 PROGRAMA DE PERDA DE PESO! PROGRAMA DE PERDA DE PESO Agenda O método holístico de Perda de Peso Apresentação do corpo clínico Diferentes programas de perda de peso Unidades de saúde O Método holístico de Perda de Peso The importance

Leia mais

Guia para o tratamento com Lucentis (ranibizumab)

Guia para o tratamento com Lucentis (ranibizumab) Guia para o tratamento com Lucentis (ranibizumab) Para a perda de visão devida a neovascularização coroideia (NVC) secundária a miopia patológica Informação importante para o doente Secção 1 Sobre o Lucentis

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Omede, cápsulas gastrorresistentes Omeprazol 20 mg

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Omede, cápsulas gastrorresistentes Omeprazol 20 mg FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Omede, cápsulas gastrorresistentes Omeprazol 20 mg Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento. - Conserve este folheto. Pode ter necessidade

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. INALGIN, 50 mg/g, Gel INALGIN, 100 mg/ml, Emulsão cutânea

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. INALGIN, 50 mg/g, Gel INALGIN, 100 mg/ml, Emulsão cutânea FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Etofenamato Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. - Este medicamento pode ser adquirido sem receita médica. No entanto,

Leia mais

O Nicorette Goma para mascar medicamentosa de 2 mg ou 4 mg. apresenta-se sob a forma farmacêutica de goma para mascar medicamentosa.

O Nicorette Goma para mascar medicamentosa de 2 mg ou 4 mg. apresenta-se sob a forma farmacêutica de goma para mascar medicamentosa. FOLHETO INFORMATIVO Leia atentamente este folheto antes de tomar o medicamento - Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o ler novamente. - Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Leia mais

Informação para o paciente

Informação para o paciente Informação para o paciente Introdução Viramune é um medicamento para tratar as infecções de VIH (HIV). Este folheto é apenas uma informação básica sobre o Viramune. Esta publicação oferece-lhe informações

Leia mais

Uso correcto dos medicamentos

Uso correcto dos medicamentos Uso correcto dos medicamentos CAPÍTULO 6 Curar sem medicamentos Para curar a maioria das doenças, não é necessário utilizar medicamentos. O organismo tem as suas defesas próprias, ou maneiras de resistir

Leia mais

VACINE-SE A PARTIR DE 1 DE OUTUBRO CONSULTE O SEU MÉDICO

VACINE-SE A PARTIR DE 1 DE OUTUBRO CONSULTE O SEU MÉDICO VACINE-SE A PARTIR DE 1 DE OUTUBRO CONSULTE O SEU MÉDICO Perguntas frequentes sobre a gripe sazonal O que é a gripe? É uma doença infecciosa aguda das vias respiratórias, causada pelo vírus da gripe. Em

Leia mais

APROVADO EM 01-10-2004 INFARMED

APROVADO EM 01-10-2004 INFARMED FOLHETO INFORMATIVO Antibiophilus, 250 mg, Cápsulas Lactobacillus casei variedade rhamnosus Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. Este medicamento pode ser adquirido

Leia mais

BROCHURA para o DOENTE com ARTRITE REUMATOIDE em TRATAMENTO com RoACTEMRA

BROCHURA para o DOENTE com ARTRITE REUMATOIDE em TRATAMENTO com RoACTEMRA BROCHURA para o DOENTE com ARTRITE REUMATOIDE em TRATAMENTO com RoACTEMRA Esta brochura fornece informação de segurança importante para o doente Leia o folheto informativo que se encontra na embalagem

Leia mais

Será que égastrite? Luciana Dias Moretzsohn Faculdade de Medicina da UFMG

Será que égastrite? Luciana Dias Moretzsohn Faculdade de Medicina da UFMG Será que égastrite? Luciana Dias Moretzsohn Faculdade de Medicina da UFMG Sintomas Dor na região do estômago Estômago estufado Empanzinamento Azia Arrotos frequentes Cólica na barriga Vômitos e náusea

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Clavamox 500 500 mg/125 mg comprimidos revestidos por película Clavamox DT 875 mg/125 mg comprimidos revestidos por película Amoxicilina/Ácido Clavulânico

Leia mais

Reabilitação Pós câncer de mama Assistência às mulheres mastectomizadas

Reabilitação Pós câncer de mama Assistência às mulheres mastectomizadas Reabilitação Pós câncer de mama Assistência às mulheres mastectomizadas Profª Drª Fabiana Flores Sperandio O que é câncer de mama? É uma doença que surge quando células da mama sofrem uma mutação e se

Leia mais

SOLUÇÃO Seguro Saúde

SOLUÇÃO Seguro Saúde SOLUÇÃO Seguro Saúde 1 - Mapa de Coberturas Coberturas Capitais Prestações Rede Prestações Reembolso Período Rede Cliente Rede Cliente Carência Internamento Hospitalar Franquia por Sinistro (% / V. Mín)

Leia mais

A RADIOTERAPIA NA CURA DE CÂNCERES

A RADIOTERAPIA NA CURA DE CÂNCERES A RADIOTERAPIA NA CURA DE CÂNCERES INTRODUÇÃO Elder Alves Moreira dos Santos UNESC* Julho César Soares da Silva UNESC** Karinn de Araújo Soares UNESC*** Ronald Gerard Silva - UNESC **** A radioterapia

Leia mais

A pessoa dependente do álcool, além de prejudicar a sua própria vida, acaba afetando a sua família, amigos e colegas de trabalho.

A pessoa dependente do álcool, além de prejudicar a sua própria vida, acaba afetando a sua família, amigos e colegas de trabalho. O que é Alcoolismo? Alcoolismo é a dependência do indivíduo ao álcool, considerada doença pela Organização Mundial da Saúde. O uso constante, descontrolado e progressivo de bebidas alcoólicas pode comprometer

Leia mais

Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS:

Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS: Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS: As mamas (ou seios) são glândulas e sua função principal é a produção de leite. Elas são compostas de lobos que se dividem em porções menores, os lóbulos, e ductos, que

Leia mais

APROVADO EM 05-12-2007 INFARMED FOLHETO INFORMATIVO. ZOVIRAX 50 mg/g Creme Aciclovir

APROVADO EM 05-12-2007 INFARMED FOLHETO INFORMATIVO. ZOVIRAX 50 mg/g Creme Aciclovir FOLHETO INFORMATIVO ZOVIRAX 50 mg/g Creme Aciclovir Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. Este medicamento pode ser adquirido sem receita médica. No entanto é necessário

Leia mais

Direção geral. Tem dores? Vamos agir juntos!

Direção geral. Tem dores? Vamos agir juntos! Direção geral Tem dores? Vamos agir juntos! Tem dores? Tem receio de sofrer por causa duma intervenção cirúrgica ou de um exame? Um dos seus familiares está preocupado com este problema? Este folheto informa-o

Leia mais

Para que Serve? Tratamento

Para que Serve? Tratamento Quimioterapia O que é? É um tratamento que utiliza medicamentos quimioterápicos para eliminar células doentes. Cada agente quimioterápico tem diferentes tipos de ação sobre as células e, consequentemente,

Leia mais

GUIA DO PACIENTE DE QUIMIOTERAPIA

GUIA DO PACIENTE DE QUIMIOTERAPIA GUIA DO PACIENTE DE QUIMIOTERAPIA Você está iniciando o seu tratamento e acompanhamento conosco. Com o objetivo de esclarecer algumas dúvidas, elaboramos este guia com as informações sobre a rotina de

Leia mais

Grupo de Protecção e Segurança Radiológica Octávia Monteiro Gil

Grupo de Protecção e Segurança Radiológica Octávia Monteiro Gil Grupo de Protecção e Segurança Radiológica 1st Workshop for Stakeholders - 6 de Dezembro de 2013 Radioactividade A radioactividade existe desde a formação do Universo, e os seres humanos viveram sempre

Leia mais

Qual é a função dos pulmões?

Qual é a função dos pulmões? Câncer de Pulmão Qual é a função dos pulmões? Os pulmões são constituídos por cinco lobos, três no pulmão direito e dois no esquerdo. Quando a pessoa inala o ar, os pulmões absorvem o oxigênio, que é levado

Leia mais

Tem dores? Vamos agir juntos! Gerir a dor é a nossa prioridade

Tem dores? Vamos agir juntos! Gerir a dor é a nossa prioridade Tem dores? Vamos agir juntos! Gerir a dor é a nossa prioridade Introdução Sabia isto? Estudos realizados demonstram que uma boa gestão da dor diminui as complicações da operação e favorece a recuperação.

Leia mais

Este medicamento contém testosterona, uma hormona masculina naturalmente produzida no organismo.

Este medicamento contém testosterona, uma hormona masculina naturalmente produzida no organismo. Leia atentamente este folheto antes de utilizar o medicamento. Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o reler. Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico. Este medicamento

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÕES PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÕES PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÕES PARA O UTILIZADOR Photofrin 15 mg & 75 mg Pó para Solução para Injecção Porfímero sódico APROVADO EM Leia cuidadosa e integralmente este folheto antes de receber este medicamento.

Leia mais

www.bahiagastrocenter.com.br Cálculos (pedras) da Vesícula biliar Manual do paciente João Ettinger Euler Ázaro Paulo Amaral

www.bahiagastrocenter.com.br Cálculos (pedras) da Vesícula biliar Manual do paciente João Ettinger Euler Ázaro Paulo Amaral www.bahiagastrocenter.com.br Cálculos (pedras) da Vesícula biliar Manual do paciente João Ettinger Euler Ázaro Paulo Amaral Copyright Bahia Gastro Center - 2009 1 Quem pode ter pedra (cálculo) na vesícula?

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Amlodipina Jaba 5 mg comprimidos Amlodipina Jaba 10 mg comprimidos. Amlodipina

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Amlodipina Jaba 5 mg comprimidos Amlodipina Jaba 10 mg comprimidos. Amlodipina FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Amlodipina Jaba 5 mg comprimidos Amlodipina Jaba 10 mg comprimidos Amlodipina Leia com atenção todo este folheto antes de começar a tomar este medicamento

Leia mais

BANCO DE LEITE HUMANO DO CHLC - MAC PERGUNTAS FREQUENTES

BANCO DE LEITE HUMANO DO CHLC - MAC PERGUNTAS FREQUENTES BANCO DE LEITE HUMANO DO CHLC - MAC PERGUNTAS FREQUENTES 1. O que é um Banco de Leite Humano? 2. Em que situações é utilizado o Leite Humano Pasteurizado, as suas vantagens e desvantagens? 3. Que critérios

Leia mais

O que é a acupunctura? Acupunctura Palavra criada por um clérigo europeu Século XVII

O que é a acupunctura? Acupunctura Palavra criada por um clérigo europeu Século XVII O que é a acupunctura? Acupunctura Palavra criada por um clérigo europeu Século XVII ( puncionar ) Acus (agulha) punctum Acupunctura é um método terapêutico, que promove a saúde de forma natural e melhora

Leia mais

Rocephin 500 mg/2 ml pó e solvente para solução injetável Ceftriaxona (na forma de Ceftriaxona Sódica)

Rocephin 500 mg/2 ml pó e solvente para solução injetável Ceftriaxona (na forma de Ceftriaxona Sódica) Folheto informativo: Informação para o utilizador Rocephin 500 mg/2 ml pó e solvente para solução injetável Ceftriaxona (na forma de Ceftriaxona Sódica) Leia com atenção todo este folheto antes de começar

Leia mais

BIOBANCO IMM PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ)

BIOBANCO IMM PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ) BIOBANCO IMM PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ) Gostaria de doar sangue para apoiar a investigação médica. Como poderei fazer? Para doar uma amostra pode nos contactar (217999437 ou 965152588) ou visitar nos no

Leia mais

Cirurgia. Surgery: Portuguese. Este folheto informativo é sobre a cirurgia ao cancro.

Cirurgia. Surgery: Portuguese. Este folheto informativo é sobre a cirurgia ao cancro. Surgery: Portuguese Cirurgia Este folheto informativo é sobre a cirurgia ao cancro. Uma cirurgia ao cancro é quando uma pessoa é submetida a uma operação para remover uma parte do corpo onde o cancro se

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Optiray 160 mg Iodo/ml, Solução injectável ou para perfusão

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Optiray 160 mg Iodo/ml, Solução injectável ou para perfusão FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Optiray 160 mg Iodo/ml, Solução injectável ou para perfusão Substância activa: Ioversol Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento.

Leia mais

Folheto informativo: Informação para o doente

Folheto informativo: Informação para o doente Folheto informativo: Informação para o doente Hiperbiótico 250 mg Pó para solução injectável Hiperbiótico 500 mg Pó para solução injectável Hiperbiótico 1000 mg Pó para solução injectável Ampicilina Leia

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Esmeron 10 mg/ml solução injetável Brometo de rocurónio

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Esmeron 10 mg/ml solução injetável Brometo de rocurónio FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Esmeron 10 mg/ml solução injetável Brometo de rocurónio Leia atentamente este folheto antes de utilizar este medicamento. Conserve este folheto. Pode ter

Leia mais

A equipe que cuidará de seu filho. Sejam bem-vindos

A equipe que cuidará de seu filho. Sejam bem-vindos Sejam bem-vindos Nós desenvolvemos este guia para ajudá-lo a se preparar para a operação de sua criança. Muitas famílias acreditam que aprendendo e conversando sobre o que esperar do tratamento pode ajudar

Leia mais

Página 19, 1.ª frase: O Ministério da Saúde do Reino Unido recomenda que, em vez de examinar a mama mensalmente, conheça a sua mama.

Página 19, 1.ª frase: O Ministério da Saúde do Reino Unido recomenda que, em vez de examinar a mama mensalmente, conheça a sua mama. Página 5, 1.ª frase da resposta: O cancro da mama é o cancro mais comum no Reino Unido. Página 6, 1.ª frase da resposta à 1.ª pergunta: O cancro da mama é a segunda maior causa de morte de cancro na mulher

Leia mais

Betaserc dicloridrato de betaistina

Betaserc dicloridrato de betaistina MODELO DE BULA PARA O PACIENTE I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Betaserc dicloridrato de betaistina FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÕES BETASERC (dicloridrato de betaistina) 16 mg: cartuchos com 30 comprimidos.

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014 Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social Entidade: Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil Endereço: Rua Antônio Miguel Pereira

Leia mais

Floxedol destina-se a ser utilizado em adultos e crianças com idade igual ou superior a um ano de idade.

Floxedol destina-se a ser utilizado em adultos e crianças com idade igual ou superior a um ano de idade. FOLHETO INFORMATIVO FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR floxedol 3 mg/ml Gel oftálmico Ofloxacina Leia atentamente este folheto antes de utilizar este medicamento. - Conserve este folheto.

Leia mais

TUMORES CEREBRAIS. Maria da Conceição Muniz Ribeiro

TUMORES CEREBRAIS. Maria da Conceição Muniz Ribeiro TUMORES CEREBRAIS Maria da Conceição Muniz Ribeiro Tumor Cerebral é uma lesão localizada que ocupa o espaço intracerebral e tende a acusar um aumento de PIC. Em adulto, a maior parte dos tumores se origina

Leia mais

fundação portuguesa de cardiologia Nº. 12 Dr. João Albuquerque e Castro REVISÃO CIENTÍFICA: [CIRURGIA VASCULAR DO CENTRO HOSPITALAR LISBOA CENTRAL]

fundação portuguesa de cardiologia Nº. 12 Dr. João Albuquerque e Castro REVISÃO CIENTÍFICA: [CIRURGIA VASCULAR DO CENTRO HOSPITALAR LISBOA CENTRAL] fundação portuguesa de cardiologia TUDO O QUE DEVE SABER SOBRE ANEURISMAS DA AORTA ABDOMINAL Nº. 12 REVISÃO CIENTÍFICA: Dr. João Albuquerque e Castro [CIRURGIA VASCULAR DO CENTRO HOSPITALAR LISBOA CENTRAL]

Leia mais

Tipos de Diabetes. Diabetes Gestacional

Tipos de Diabetes. Diabetes Gestacional Tipos de Diabetes Diabetes Gestacional Na gravidez, duas situações envolvendo o diabetes podem acontecer: a mulher que já tinha diabetes e engravida e o diabetes gestacional. O diabetes gestacional é a

Leia mais

Rastreio do cancro da mama do Serviço Nacional de Saúde (NHS) Ajudá-la a decidir

Rastreio do cancro da mama do Serviço Nacional de Saúde (NHS) Ajudá-la a decidir Rastreio do cancro da mama do Serviço Nacional de Saúde (NHS) Ajudá-la a decidir O que é o cancro da mama? 2 O que é o rastreio do cancro da mama? 3 Resultados do rastreio do cancro da mama 6 A opção é

Leia mais