Sandra Delazzeri Orientador: Prof. Dr.Vilmar Alves Pereira

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sandra Delazzeri Orientador: Prof. Dr.Vilmar Alves Pereira"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM INTEGRAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL À EDUCAÇÃO BÁSICA NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Educação ambiental na perspectiva dos educandos do PROEJA do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Bento Gonçalves Sandra Delazzeri Orientador: Prof. Dr.Vilmar Alves Pereira Bento Gonçalves 2009

2 FICHA CATALOGRÁFICA D343e Delazzeri, Sandra Educação ambiental na perspectiva dos educandos do PROEJA do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Bento Gonçalves / Sandra Delazzeri ; orientador Vilmar Alves Pereira. Bento Gonçalves, f. Trabalho de conclusão (Especialização) Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação. Curso de Especialização em Educação Profissional integrada à Educação Básica na Modalidade Educação de Jovens e Adultos, 2009, Porto Alegre, BR-RS. 1. Educação. 2. Educação profissional. 3. Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos. 4. PROEJA. 5. Educação ambiental - PROEJA. 6. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Bento Gonçalves PROEJA. I. Pereira, Vilmar Alves. II. Título CDU 374.7:504 CIP-Brasil. Dados Internacionais de Catalogação na Publicação. (Jaqueline Trombin Bibliotecária responsável - CRB10/979) 2

3 Não temos em nossas mãos as soluções para todos os problemas do mundo, mas diante de todos os problemas do mundo temos nossas mãos. (Fiedrich von Shiller) Educação ambiental na perspectiva dos educandos do PROEJA no IFET-BG Resumo: Sandra Delazzeri 1 Dr. Vilmar Alves Pereira 2 Este artigo trata sobre a educação ambiental na perspectiva dos educandos do PROEJA do IFET-BG. Um dos temas que com freqüência aparecem nas escolas é a Educação Ambiental. A questão da poluição, visando preservação do meio ambiente é uma temática sempre recorrente, neste contexto se faz necessárias outras posturas diante todas as alterações ambientais. Será apresentado em três etapas, sendo que num primeiro momento estaremos realizando uma revisão bibliográfica; num segundo, foram identificadas e analisadas as perspectivas da temática, educação ambiental, dos educandos; num terceiro, foi desenvolvida uma proposta de intervenção onde foram sugeridas atividades práticas para possibilitar reflexões sobre o dia-a-dia dos alunos e suas atitudes com o meio ambiente criando novos hábitos para a sua preservação, através do contato com a natureza. Palavras-chaves: Educação ambiental, meio ambiente, lixo, contato com a natureza. Introdução Um dos temas que com freqüência aparecem nas escolas é a Educação Ambiental. A questão da poluição, visando preservação do meio ambiente é uma temática sempre recorrente, neste contexto se faz necessárias outras posturas diante todas as alterações ambientais. A poluição do meio ambiente pelo lixo e material sendo descartado sem reciclagem está cada vez mais caótico, poluindo solos e águas. A educação ambiental tem sido definida como uma dimensão dada ao conteúdo e à 1 Aluna do Curso de Especialização em Educação Profissional Integrada à Educação Básica na Modalidade de Jovens e Adultos do Instituto Federal do Rio Grande do Sul Bento Gonçalves. 2 Doutor em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Professor Adjunto na Universidade Federal do Pampa na área de Fundamentos da Educação. Líder do Grupo de Pesquisa no CNPQ - Formação do Educador. 3

4 prática da educação, orientada para a resolução dos problemas concretos do meio ambiente, através de enfoques interdisciplinares e de uma participação ativa e responsável de cada indivíduo e da coletividade. O artigo 225 da Constituição Federal ao estabelecer que: Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao poder público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações. Trata-se da defesa e preservação do meio ambiente ecologicamente equilibrado (um bem público), dado pela coletividade e pelo Poder Público. A forma mais eficiente de garantir que as próximas gerações possam usufruir dos recursos ambientais presentes na natureza é a preservação ambiental. Ocorreu nos últimos anos um progresso no foco das atividades ambientalistas, centrada na conservação dos ecossistemas e no desenvolvimento sustentável, vitais para a conservação do desenvolvimento da biodiversidade. Hoje, muito se fala sobre educação ambiental. Um ambiente saudável é adequado para se ter uma qualidade de vida, para desenvolver as atividades e promoção da saúde. Mas o que é educação ambiental para os alunos do PROEJA do IFET-BG? De que maneira é trabalhada? Qual o efeito que essa educação faz dentro e fora do IFET-BG? Os motivos que nos levaram a escolher esse assunto foram à preocupação com a degradação do meio ambiente e o fato de perceber que deve haver uma transformação social e essa transformação começa no ensino. Hoje as informações chega de todas as formas e assume um papel relevante, a educação representa a forma de motivar e sensibilizar as pessoas para transformar e participar da defesa da qualidade de vida. A educação ambiental representa a condição necessária para modificar o crescente quadro de degradação. É nesse sentido que analisamos a produção do conhecimento dos educandos do IFET-BG e quais as mudanças que decorrem nos mesmos. À medida que a humanidade aumenta a capacidade de intervir na natureza para a satisfação de necessidades e desejos crescentes, surgem tensões e conflitos quanto ao uso do espaço e de recursos em função da tecnologia disponível. A exploração de recursos naturais passou a ser feita de forma demasiadamente intensa. O descaso dos problemas ambientais traz conseqüências negativas à saúde, a qualidade de vida e ao planeta. Desse modo fica evidente a importância de se educar os futuros cidadãos para que, venham a agir de modo responsável e com sensibilidade, conservando o ambiente saudável no presente e no futuro. 4

5 Esta análise será apresentada em três momentos: a primeira abordagem tem um enfoque teórico em que são consultados vários autores que fundamentam o tema proposto, Boff, Freire, Gadotti, Dias entre outros. Num segundo momento, utiliza-se a metodologia fenomenológica, através da aplicação de questionários aos educandos, com perguntas sobre a educação ambiental, a fim de obtermos um melhor entendimento sobre o tema, bem como os interesses dos sujeitos envolvidos na pesquisa. Por fim, a partir de uma proposta de intervenção, apresentamos soluções para amenizar a degradação ambiental, para que haja maior conscientização da necessidade de mudanças nos processos participativos na recuperação, conservação e melhoria do meio ambiente. 1.Educação Ambiental A educação ambiental assume um papel transformador na vida dos educandos uma vez que seu grande desafio é o de mudar hábitos e atitudes com o meio ambiente. Também pode ser vista como preparação das pessoas para sua vida enquanto membros da biosfera, ou ainda aprender a empregar novas tecnologias, aumentar a produtividade, evitar desastres ambientais, minorar os danos existentes, conhecer e utilizar novas oportunidades e tomar decisões acirradas. A educação ambiental é ação por isso, ela é participativa e criativa e contribui muito na formação do cidadão, somente assim podemos mudar a situação do nosso Planeta. Cuidado todo especial merece nosso planeta Terra. Temos unicamente ele para viver e morar. É um sistema e superorganismo de complexo equilíbrio, urdido ao longo de milhões e milhões de anos. Por causa do assalto predador do processo industrialista dos últimos séculos esse equilíbrio está prestes a romper-se em cadeia. Desde o começo da industrialização, no século XVIII, a população mundial cresceu oito vezes, consumindo mais e mais recursos naturais; somente a produção, baseada na exploração da natureza, cresceu mais de cem vezes. O agravamento deste quadro com a mundialização do acelerado processo produtivo faz aumentar a ameaça e, consequentemente, a necessidade de um cuidado especial com o futuro da Terra (Boff, 1999 p.133). É através da educação que o sujeito vivenciará o processo de ensino-aprendizagem e contribuirá com percepções sobre as questões ambientais, desenvolvendo o cuidado. Para Boff, (1999), cuidar é mais que um ato; é uma atitude. Abrange muito mais do que um 5

6 momento de atenção, de zelo e de desvelo. Se nos não desenvolvermos esse cuidado com o meio ambiente, o mundo será destruído por nós mesmos em pouco tempo. Com a urbanização e evolução da civilização humana, a percepção do ambiente mudou drasticamente. A natureza começou a ocupar uma posição de subserviência em relação à humanidade. Passou a ser conhecida para que fosse dominada e explorada. Conforme Lutzenberger (1990), Estamos hoje obliterando ou degradando os últimos ecossistemas intactos e exterminamos assim anualmente dezenas de milhares de espécies que nunca voltarão. Aceleramos a perda generalizada da produtividade presente e futura do solo pela erosão incontida e pelo envenenamento generalizado dos métodos brutais da agroquímica; desequilibramos todos os grandes e pequenos sistemas hídricos, acentuando as estiagens desoladoras e as cheias catastróficas; pela poluição desenfreada, perderemos em breve a potabilidade dos últimos mananciais e preparamos a eliminação de todas as formas de vida aquática, inclusive nos oceanos (Lutzenberger 1990 p.14).] Segundo Dias (2003), a evolução social e a evolução cultural são mais rápidas do que a evolução biológica. Portanto, a evolução biológica não pode acompanhar os desequilíbrios ambientais produzidos pela evolução sociocultural (Dias 2003 p.214). Com a evolução e a tecnologia o homem explora a natureza, polui, destrói sem se preocupar com o amanhã e com as futuras gerações. A educação tem um papel fundamental, principalmente na educação de jovens e adultos. 1.1 Educação ambiental na escola Com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) que prescreve uma Educação de Jovens e Adultos e segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN s) do Ensino Médio que incorporou os temas transversais, um dos temas é a educação ambiental tornou o estudo mais debatido em sala de aula, demonstrando sempre uma grande preocupação com o meio ambiente que a cada dia está mais degradado. A educação ambiental no ensino Educação de Jovens e Adultos é trabalhada conforme a realidade social, se tornando um tema mais voltado ao meio em que vive e conforme a necessidade e a realidade de cada educando. Freire assim 6

7 se manifesta: Por que não aproveitar a experiência que têm os alunos de viver em áreas da cidade descuidadas pelo poder público para discutir, por exemplo, a poluição dos riachos e dos córregos e os baixos níveis de bem-estar das populações, os lixões e os riscos que oferecem à saúde das gentes (Freire, 2007 p.30). Os seres humanos não são vitimas nem senhores da natureza, mas guardiões de algo que não deve ser explorado irracionalmente nem permanecer totalmente intocados. Para que possam analisar os fatos, às vezes, por falta de informação, por falta de capital, muitas vivem omissas a certas realidades, não percebendo a grande quantidade de lixo produzido em casa e, que muito desse lixo pode ser reciclado e se tornar uma renda extra para a família. E esse lixo vai para os lixões, ou jogam em lugares impróprios causando doenças, e vários outros problemas. Com auxilio dos temas transversais dentro do PROEJA é possível trabalhar a Educação Ambiental. E com essa educação é possível dedicar-se à motivação dos educandos a se integrarem profundamente com o tema, para poderem se tornar cidadãos ativos neste problema social, ou seja, diminuir a quantidade de lixo e reciclá-lo. Ser cidadão consciente vai além de ouvir debates e palestras sobre poluição; é agir, é criar e envolver-se, é mudar de hábitos e atitudes perante a realidade ecológica. Para Freire, aprender para nós é construir, constatar para mudar, o que não se faz sem abertura ao risco e à aventura do espírito (Freire, 2007 p.69). A educação ambiental é um tema a ser trabalhado a qualquer hora e lugar, nasceu como uma inovação para o papel do ser humano no mundo aos poucos levando o educando a uma visão e uma ação para mudar esses dados de poluição. É um tema de extrema importância e atual. Gadotti ressalta: A educação ambiental vai muito além do conservacionismo. Trata-se de uma mudança radical de mentalidade em relação à qualidade de vida, que está diretamente ligado ao tipo de convivência que mantemos com a natureza e que implica atitudes, valores, ações. Trata-se de uma opção de vida por uma relação saudável e equilibrada, com o contexto, com os outros, com o ambiente de trabalho doméstico (GADOTTI, 2000, p. 96). O educador, hoje, no ponto de vista ambiental, tem que ser um ser pensante e crítico, refletindo sobre suas ações, e levar seus educandos a pensar em relação às atitudes que respeitem e promovam à preservação do meio, e ponderar sobre seu trabalho e aperfeiçoá-lo na realidade do dia-a-dia dos estudantes. 7

8 Conforme Freire: saber ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção (Freire, 2007 p.47). Com esse intuito é que o educador tem que instigar os educandos à busca do conhecimento. Ser educador é muito mais do que chegar à sala de aula e despejar um monte de conteúdo que muitas vezes para eles não faz o menor sentido, que não cria cidadãos críticos e conscientes. Gadotti salienta: O que fará diferença é a vivência do estudante, sua capacidade de adaptar-se a novas situações, seu espírito crítico, sua facilidade de comunicar-se, capacidade de lidar com pessoas e de trabalhar em equipe originar (GADOTTI, 2000, p. 46). Gadotti se refere o educando como novo aluno, aquele que é sujeito de sua própria formação, que é autônomo, motivado para aprender, disciplinado, organizado, curioso, onde as inquietações o levam as indagações e a procura de esclarecimentos. O papel do professor é construir junto com o aluno novo esse conhecimento, pois, uma nova educação é valida a qualquer hora e lugar. 1.2 Meio Ambiente e Lixo O desenvolvimento econômico e bem-estar do homem dependem dos recursos da Terra. Segundo Dias: os recursos da Terra são suficientes para atender às necessidades de todos os seres vivos do planeta se fossem manejados de forma eficiente e sustentada. (Dias 2003 p.226). Remete-nos a pensar que o desenvolvimento econômico e o cuidado com o meio ambiente devem coexistir juntos, pois, não há evolução sem um meio ambiente saudável e habitável. Gadotti comenta: Passamos 500 anos, não estamos em melhores condições do que na época. Conquistamos territórios, acumulamos atrocidades em nossa passagem e descobrimos que sabemos menos que antes. Nesse inicio do terceiro milênio, a descoberta mais fascinante talvez seja a de que estamos começando uma nova jornada de descoberta da Terra como planeta, como ser vivo e em evolução. Descobrimos que a terra ignota não é mais uma terra distante, mas todo o planeta, unindo por uma enorme diversidade cultural e biológica. Temos consciência de que nosso destino é comum e que depende da nossa própria escolha (GADOTTI, 2000, p. 19). 8

9 Boff afirma: A natureza não é muda. Fala e evoca. Emite mensagens de grandeza, beleza, perplexidade e força. O ser humano pode escutar e interpretar os sinais (BOFF, 1999, p. 95). Faz-nos pensar que o meio ambiente nos remete sinais que algo está errado, que o homem está poluindo isso tudo voltará para nós e para nossas futuras gerações. Friza-se novamente que independente de idade e de classe social, a educação ambiental deve ser estudada a qualquer hora e em qualquer lugar, pois é um tema polêmico e atual. Para cuidar do planeta precisamos todos passar por uma alfabetização ecológica e rever nossos hábitos de consumo. Importa desenvolver uma ética do cuidado (BOFF, 1999, p. 134). Devem ser construídas atitudes individuais para que possamos alterar a situação atual do mundo, ou seja, em específico do problema da poluição pelo lixo, sendo que muito deste pode ser reciclado, assim, após aprofundar sobre esse tema podemos conscientizar grande parte da população a mudar seus hábitos e seu modo de ver o lixo. 1.3 Metodologias para trabalhar a Educação Ambiental em sala de aula Toda a atividade humana, positiva ou negativa, gera impacto no ambiente. Poucos seres humanos têm a compreensão que temos uma relação de interdependência com o nosso planeta. Com isso, cabe aos educadores proporcionar a oportunidade de encontro com a natureza, despertando o prazer da preservação. Se os educandos pudessem viajar pelos ambientes naturais da Terra, sem se preocupar-se com o tempo, poderiam observar uma infinidade de detalhes e perceber que a natureza não existe só para o homem. Não aprendemos a amar a Terra lendo livros sobre isso, nem livros de ecologia integral. A experiência própria é o que conta. Plantar e seguir o crescimento de uma arvore ou de uma plantinha, caminhando pelas ruas da cidade ou aventurando-se numa floresta, sentir o cantar dos pássaros nas manhãs ensolaradas ou não, observando como o vento move as plantas, sentindo a areia quente de nossas praias, olhando para as estrelas numa noite escura. Há muitas formas de encantamento e de emoção diante das maravilhas que a natureza nos reserva (GADOTTI, 2000, p. 86). Para proporcionar aos educando o hábito de preservação do meio ambiente o educador necessariamente tem que estar envolvido, comprometido e praticar o que ensina e fala sobre o 9

10 assunto. Gadotti afirma: precisamos devolver às futuras gerações o planeta Terra melhor do que recebemos (GADOTTI, 2000, p. 111). Não há receita pronta para trabalhar o tema educação ambiental em sala de aula, cada educador de acordo com a realidade escolar e de seus educandos deverá atuar de forma diferenciada. Ser criativo, realizar as mesmas coisas de forma diferente no dia-a-dia. É preciso quebrar os paradigmas. É necessário promover a reflexão e a criticidade através da educação e comunicação ambiental. Freire coloca: com relação ao aprender, é um processo que pode deflagrar no aprendiz uma curiosidade crescente, que pode torná-lo mais e mais criador (Freire, 2007 p.24). O educador é o orientador dessa curiosidade. Ele precisa interagir com os educando para que essa prática aconteça, afinal, vivemos numa época de forte conscientização, onde se fala, pratica-se para melhorar o meio ambiente onde vivemos. Reeducar o olhar significa desenvolver a atitude de observar a presença de agressões ao meio ambiente, criar hábitos alimentares novos, observar o desperdício, a poluição sonora, visual, a poluição da água e do ar etc. e intervir no sentido de reeducar o habitante do planeta. (GADOTTI, 2000, p. 132). O educador precisa gerenciar a aprendizagem dos educandos para melhorar as relações entre sociedade humana e o ambiente. O educador deverá oferecer meios efetivos para que cada educando compreenda os fenômenos naturais às ações humanas e sua conseqüência para consigo, para sua própria espécie, para outros seres vivos e o ambiente. Uma mutação da consciência se opera no momento em que sentirmos realmente que nós somos a própria Terra, a Terra que caminha. Somos a Terra que pensa, que ama, que venera, que celebra. Ela não contém vida. Ela é vida. Nós não temos a idade de quando nascemos, mas a idade de todo universo. Quando se formaram as estrelas e os planetas nós nos formamos também. É a mesma matéria. Como as estrelas, somos feitos de poeira cósmica. (GADOTTI, 2000, p. 194) A partir dos aspectos discutidos, percebe-se que a cada dia se torna mais importante à participação de todos na luta da preservação do meio ambiente. A educação ambiental dará seqüência ao processo de socialização. A metodologia de ensino precisa basear-se numa 10

11 proposta de intervenção do educador de maneira interativa e exemplar. Dessa maneira, haverá rompimento com a concepção de que homem é dono da natureza. A educação ambiental é necessária e indispensável. Conscientizar da importância que tem a natureza, para dar continuidade à vida no nosso planeta. Não se tem receitas prontas como forma de modelo, mas apresenta-se idéias para serem refletidas e reelaboradas. 2. Pesquisa de Campo: Educação Ambiental do PROEJA do IFET-BG. Nesta análise estaremos apresentando os resultados da pesquisa de campo, realizada no PROEJA do IFET-BG na turma 2008, com 25 educandos com idade entre 18e 58anos O objetivo da aplicação do questionário foi uma investigação de como é trabalhada a temática, Educação Ambiental, em sala de aula no PROEJA desta instituição. O questionário englobou seis questões qualitativas, das quais dezenove entrevistados puderam expressar sua opinião sobre a educação ambiental. 2.1 Questionário Aplicado aos Educandos O meio ambiente interfere direta e indiretamente na vida de todos nós, seja na qualidade de vida ou na própria sobrevivência. Faça uma reflexão dos textos e responda as questões. Cuidado todo especial merece nosso planeta Terra. Temos unicamente ele para viver e morar. É um sistema e superorganismo de complexo equilíbrio, urdido ao longo de milhões e milhões de anos. Por causa do assalto predador do processo industrialista dos últimos séculos esse equilíbrio está prestes a romper-se em cadeia. Desde o começo da industrialização, no século XVIII, a população mundial cresceu oito vezes, consumindo mais e mais recursos naturais; somente a produção, baseada na exploração da natureza, cresceu mais de cem vezes. O agravamento deste quadro com a mundialização do acelerado processo produtivo faz aumentar a ameaça e, consequentemente, a necessidade de um cuidado especial com o futuro da Terra (Boff, 1999). Estamos hoje obliterando ou degradando os últimos ecossistemas intactos e exterminamos assim anualmente dezenas de milhares de espécies que nunca voltarão. Aceleramos a perda generalizada da produtividade presente e futura do solo pela erosão incontida e pelo envenenamento generalizado dos métodos brutais da agroquímica; desequilibramos todos os grandes e pequenos sistemas hídricos, acentuando as estiagens 11

12 desoladoras e as cheias catastróficas; pela poluição desenfreada, perderemos em breve a potabilidade dos últimos mananciais e preparamos a eliminação de todas as formas de vida aquática, inclusive nos oceanos (Lutzenberger, 1990). A partir da reflexão dos textos responda: 1) Você se preocupa com o meio ambiente em que vive? 2) Como a questão da preservação do meio ambiente é tratada em sala de aula? Que tipo de conscientização é feita? 3) A maneira como é trabalhada a educação ambiental desperta seu interesse para a preservação do meio ambiente? Como? 4) Quais são os temas mais abordados sobre meio ambiente? Quais são os seus interesses? 5) Em sua opinião, é importante o professor trabalhar sobre o meio ambiente em sala de aula? Por quê? 6) Quais as atitudes do seu dia-a-dia para cuidar do meio ambiente? 2.2 Analisando as Respostas dos Educandos Nesta análise será apresentado o resultado da pesquisa de campo realizada no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Campus Bento Gonçalves na turma do PROEJA Houve a utilização de questionário através de seis perguntas contextualizadas para os educandos. O objetivo da aplicação do questionário foi compreender de forma mais clara a importância da Educação Ambiental na sala de aula. Todos os entrevistados se preocupam com o ambiente em que vivem. Um dos educandos relata é único lugar que temos para viver e que tem vida. Um educando relatou: a preocupação é grande, mas são poucos que cuidam realmente. Em relação à temática levantada em nosso questionário, onde foi entrevistado sobre a maneira como se estuda a educação ambiental na escola, a maioria dos estudantes do PROEJA mencionou dentre inúmeras atividades, a conscientização teórica em relação ao lixo e a natureza, assistir a palestras e vídeos, a preservação e limpeza do ambiente em que eles estão inseridos, um educando comentou: Se cada aluno colocasse seu lixo em local correto, nas lixeiras, conseguiremos manter o colégio organizado e limpo. Muito está sendo feito para conscientizar o aluno a tratar a natureza como se fosse a própria saúde.. Sobre a responsabilidade de cada individuo um discente do PROEJA relatou: O assunto é delicado, pois nós observamos vídeos de como está se tornando o nosso clima, pois fica na consciência de cada um. As respostas à temática ao nosso questionário, de outros estudantes do PROEJA, foram: Nós conversamos muito sobre a falta de conscientização das pessoas e até mesmo sobre a nossa; e a maneira com que lidamos com o lixo reciclável. A 12

13 questão ambiental é bem trabalhada, conversamos bastante sobre a reciclagem do lixo e a importância de não desmatar e não jogar lixo nos rios.. Sobre a temática pesquisada que questiona, se a maneira como é trabalhada a educação ambiental desperta o interesse dos estudantes em preservar o meio ambiente, grande parte dos pesquisados afirmou que passou a ter mais consciência sobre as conseqüências dos seus atos em relação à natureza e orientar também as pessoas da família. Devemos respeitar a natureza. A natureza está se voltando contra nós. Então, devemos nos conscientizar de que precisamos dela. Uma maneira de ajudá-la é não colocar lixo nas ruas e reciclar sempre. (comentário de um educando do PROEJA). Podemos nos conscientizar ensinando aos nossos filhos e netos quanto é importante preservar e lutar pelo meio ambiente. E, assim tentar viver em paz com nossa própria consciência, já que fomos os principais causadores dessa destruição. (fala de uma estudante do PROEJA). Em relação à valorização e importância das temáticas abordadas e do aprendizado que gera certo estudante destacou: Aprendi a valorizar mais a importância da água que é fundamental para a vida humana. Com isso, aprendemos a passar para outras pessoas, fazendo o melhor para ter o melhor. Hoje tenho consciência da importância de reciclar o lixo. (resposta de um educando do PROEJA) Ao explicar sobre os temas mais abordados sobre o meio ambiente e seus interesses, um discente expõe: A água é a fonte de vida e as matas são essenciais para respirarmos o ar puro. Um dos temas mais falados e discutidos em sala de aula é a água e a preservação da natureza. A água é vida, saúde e riqueza. Muitas doenças vêm das águas poluídas, que o homem contaminou.. Outro educando comenta: Muito lixo é jogado em lugares inadequados, e nossa água é de péssima qualidade. O meu interessa é ajudar, para que o nosso planeta não se destrua pela mão do homem. Outros temas mencionados por um estudante do PROEJA foram: reciclagem do lixo e preservação dos rios. Meus interesses são o de fazer minha parte e falar para as pessoas que devemos cuidar do nosso planeta. Os educandos do PROEJA demonstraram uma preocupação muito grande com o lixo e poluição das águas. O ponto de vista dos estudantes sobre a importância de o educador abordar o assunto meio ambiente em sala de aula foi unânime. Eles mencionaram que toda a troca de informações sobre o assunto em sala de aula é enriquecedora e permite a reflexão sobre a preservação da Terra. Certo estudante destaca: Todo trabalho de um professor é muito importante, seja qualquer assunto, principalmente ao que diz respeito ao meio ambiente. Eles nos mostram a importância da natureza nas nossas vidas e dos nossos filhos. Que a ignorância e a ganância do homem não nos permitem cuidá-la.. 13

14 Alguns educandos do PROEJA relataram: O assunto meio ambiente é importante, porque nem todas as pessoas sabem que a nossa natureza está sofrendo. Há muito lixo jogado em lugares inadequados. ; É o professor que ensina, com ele todas as pessoas pequenas ou grandes assimilam melhor. É só com muita educação que podemos mudar. ; É importante lembramos do assunto referente ao lixo. Todos temos consciência da separação, mas esquecemos. Às vezes, na correria do dia a dia as pessoas não lembram de separar o lixo que é o mínimo que podemos fazer. Eu, hoje faço isso, diariamente. Antes esquecia, agora não esqueço mais, graças às aulas.. Com relação a ultima questão os educandos acham a questão do lixo muito importante, pois grande parte falou sobre lixo e separação do lixo. Os entrevistados separam o lixo no seu dia-a-dia e cuidam do ambiente em que vivem. Alguns responderam que às vezes na correria do esquecem de separar o lixo, outros que plantas árvores e cuidam delas. Um educando relata meu dia-a-dia é tão corrido que às vezes esqueço de separar o lixo, mas faço o possível para cuidar do meio ambiente. Outros explanam: o lixo é que mais polui, então procuro separálo, não jogar lixo nas ruas e nem nos rios. Procuro separar o lixo seco e orgânico, cuido das plantas e planto árvores. Minhas atitudes são pequenas em relação a tudo que tem que ser feito, mas faço minha parte, separo o lixo, não corto árvores e não jogo nos rios. 3. Considerações finais A transformação que a educação ambiental provoca em sala de aula entre os educandos é evidente. Os educandos do PROEJA demonstraram mudanças de hábitos, atitudes e pensamentos em relação à preservação do meio ambiente. Fica comprovada a importância de se orientar os futuros cidadãos para que, com sensibilidade venham a agir de modo responsável conservando o ambiente e participando da defesa da qualidade de vida. A educação ambiental é importante para modificar o quadro de degradação da natureza. Há conscientização teórica sobre a preservação ambiental no PROEJA, através de filmes, vídeos, canções, exposições, poemas, mas sugere-se que a prática esteja mais presente na sala de aula, através do contato com a natureza. Nas palavras de Gadotti, a emoção e o encantamento estão em sentir o cantar dos pássaros, plantar e seguir o crescimento de uma árvore ou de uma plantinha, caminhando pelas ruas da cidade ou aventurando-se numa floresta. 14

15 A Metodologia em sala de aula deve despertar no educando a vivência com a natureza evidenciando sua importância para própria existência. Para Boff, tudo o que existe e vive precisa ser cuidado para continuar a existir e a viver: uma planta, um animal, uma criança, um idoso, o planeta Terra. O cuidado é mais fundamental do que a razão e a vontade. Por isso, é necessário que o estudante crie um vínculo afetuoso com a natureza. Não basta a conscientização através de teoria, é necessário um contato com a natureza para que haja uma sensibilização do ser humano perante as belezas da natureza. A pesquisa demonstrou que há conscientização entre os educandos do PROEJA e também serviu para abrir os horizontes de pessoas que estão próximas a eles, por exemplo, suas famílias e amigos. Isso pode ser comprovado pelos comentários dos estudantes Meus interesses são o de fazer minha parte e falar para as pessoas que devemos cuidar do nosso planeta.. : Aprendi a valorizar mais a importância da água que é fundamental para a vida humana. Com isso, aprendemos a passar para outras pessoas, fazendo o melhor para ter o melhor. Hoje tenho consciência da importância de reciclar o lixo. A educação ambiental no PROEJA, através da metodologia utilizada pelos educadores transcende, pois as pessoas passam a viver melhor, preservando a natureza, procurando hábitos mais saudáveis, enfim suas vidas mudam. Todo trabalho de um professor é muito importante, seja qualquer assunto, principalmente ao que diz respeito ao meio ambiente. Eles nos mostram a importância da natureza nas nossas vidas e dos nossos filhos. Que a ignorância e a ganância do homem não nos permitem cuidá-la.. (comentário de um discente do PROEJA). A partir do problema que foi proposto e questionado, percebe-se que a educação ambiental transforma a vida do ser humano, através da reflexão e da sensibilização que o homem não é dono da natureza, mas faz parte dela. Diante da pesquisa de campo, fica comprovado que a metodologia dos educadores do PROEJA é eficaz para conscientização dos educandos, surtindo efeito na sociedade. É necessária a intervenção do educador para que se efetive a conscientização ambiental através de uma metodologia de ensino que privilegie uma vivência, ou seja, um maior contato com a natureza. 3.1 Proposta de intervenção Constatamos que os educandos, através do questionário, que estão dispostos a cuidar e melhorar o meio ambiente em que vivem. A função de cada um de nós é passar a Terra para 15

16 os nossos descendentes. Sugerimos que se trabalhe mais educação ambiental nas disciplinas de biologia e relações humanas. O meio ambiente que queremos, mais equilibrado e justo, requer o engajamento de todos, tanto pessoal quanto coletivo de educadores e educandos no processo de transformação social. Não há receitas prontas, modelos prontos, mas sim idéias para serem refletidas e elaboradas. A sensibilização é o primeiro passo. Os educandos, compartilham, interagem, transitam na Terra, tem que tornar ciente da co-responsabilidade à qualidade do ambiente onde vive. A co-responsabilidade relaciona-se ao espaço na qual cada um interfere. É necessária uma educação ambiental que associe a atitude reflexiva com a ação, a teoria com a prática, o pensar e o fazer, para realizar um verdadeiro diálogo, como define Paulo Freire, ter a práxis em educação ambiental. A reflexão produzirá uma imobilidade transformadora da educação, que se completará com a ação. Uma outra proposta é a instituição elaborar uma política de gestão ambiental, um conjunto de medidas e procedimentos bem definidos e adequadamente aplicados que visão reduzir e controlar os impactos ambientais. É preciso criticar a lógica e os valores da sociedade, para serem criadas um modelo não destrutivo do meio ambiente. Os educadores realizar aulas práticas, sair da sala de aula e praticar na comunidade atividades ambientais, exemplo, plantar uma planta e acompanhar seu crescimento, fazer um mutirão de limpeza de um rio, ou de uma área. Fazer reciclagem de materiais como papel, garrafas pet, etc. Ficou claro com os entrevistados que, o assunto meio ambiente é teórico em sala de aula, através de explanação do assunto passando vídeos e até palestrantes convidados e que nenhuma atividade prática é feita. Sugerimos também que os educandos juntamente com os educadores montem uma biblioteca ecológica, com livros, mudas de plantas nativas, com oficinas de reciclagem, etc, e convidar a sociedade a visitar mensalmente ou a cada semestre. Todo trabalho em relação a educação ambiental deverá haver uma melhoria contínua. Nós somos indivíduos que as nossas ações, hábitos geram os impactos ambientais. A educação ambiental é a consolidação de novos hábitos. Tem que haver melhoria continua. Se quisermos produzir menos lixo é necessário rever os paradigmas e procurar a felicidade humana em outros modelos de vida. A nossa casa é essa não há outra para morar. 16

17 OBRAS CONSULTADAS: BRANCO, Samuel Murgel. O meio ambiente em debate. São Paulo: Editora Moderna, BOFF, Leonardo. Saber cuidar: ética do humano compaixão pela terra. Petrópolis, RJ: Vozes, DIAS, Genebaldo Freire. Educação Ambiental: princípios e práticas. 8 ed. São Paulo: Gaia, FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia Saberes necessários para à prática educativa. São Paulo: Editora Paz e Terra, FREITAS, Gilberto Passos de e FREITAS, Wladimir Passos de. Crimes contra a natureza. 5 ed. Curitiba: Editora Reverta das Tribunas, GADOTTI, Moacir. Pedagogia da Terra. São Paulo: Peirópolis, GIANSANTI, Roberto. O desafio do desenvolvimento sustentável. 6 ed. São Paulo: atual, LUTZENBERGER, José. Gaia o Planeta Vivo. Editora L&pm, Porto alegre, MINC, Carlos. Ecologia e cidadania. Coleção Polêmica, 2 ed. São Paulo: Editora Moderna,

18 MEC, Ministério da Educação. PCN s Parâmetros Curriculares Nacionais: Temas Transversais Meio Ambiente. Volume 10.3, Brasil: SEB, MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO-SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICO. PROEJA Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e adultos. Brasília: Ministério da Educação, SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA. Orientações Curriculares para o Ensino Médio Ciências Humanas e suas Tecnologias. Brasília: Ministério da Educação, secretaria de Educação Básica, TEIXEIRA, Wilson; TOLEDO, M. Cristina Motta de; TAIOLI, Fabio; FAIRCHILD, Fabio T. (org.) Decifrando a Terra. São Paulo: Oficina de Textos, VIRGINIO, Alexandre S. Texto: Ser professor em tempos de mal-estar na modernidade. In: SCOGUGLIA, Afonso C. Educação no tempo presente: práticas e reflexões. São Leopoldo: Oikos, 2007.Pág

ARTIGO EDUCAÇÃO AMBIENTAL E RECICLAGEM DO LIXO

ARTIGO EDUCAÇÃO AMBIENTAL E RECICLAGEM DO LIXO ARTIGO EDUCAÇÃO AMBIENTAL E RECICLAGEM DO LIXO EDUCAÇÃO AMBIENTAL E RECICLAGEM DO LIXO Resumo: O presente artigo pretende refletir sobre os problemas ambientais em nossa sociedade, em especial, sobre o

Leia mais

PROJETO RECICLAR PARA PRESERVAR

PROJETO RECICLAR PARA PRESERVAR PROJETO RECICLAR PARA PRESERVAR FABIA GRAVINA VIEIRA ROCHA Colégio e Faculdade Modelo do Paraná- Curitiba/PR fabiagravina@hotmail.com RESUMO Sensível à necessidade de reflexão sobre as relações dos seres

Leia mais

A PRÁTICA DE ENSINO EM QUÍMICA: EDUCAÇÃO AMBIENTAL E SUSTENTABILIDADE COMO TEMA TRANSVERSAL

A PRÁTICA DE ENSINO EM QUÍMICA: EDUCAÇÃO AMBIENTAL E SUSTENTABILIDADE COMO TEMA TRANSVERSAL A PRÁTICA DE ENSINO EM QUÍMICA: EDUCAÇÃO AMBIENTAL E SUSTENTABILIDADE COMO TEMA TRANSVERSAL Ana Maria G. D. MENDONÇA 1, Darling L. PEREIRA 2,,José J. MENDONÇA 3, Aluska M. C. RAMOS 4 Maria S. B. DUARTE

Leia mais

A EDUCAÇÃO AMBIENTAL ATRAVÉS DA APROPRIAÇÃO DE PROBLEMAS AMBIENTAIS LOCAIS COM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO EM CAMPINA GRANDE-PB.

A EDUCAÇÃO AMBIENTAL ATRAVÉS DA APROPRIAÇÃO DE PROBLEMAS AMBIENTAIS LOCAIS COM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO EM CAMPINA GRANDE-PB. A EDUCAÇÃO AMBIENTAL ATRAVÉS DA APROPRIAÇÃO DE PROBLEMAS AMBIENTAIS LOCAIS COM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO EM CAMPINA GRANDE-PB. Maria Célia Cavalcante de Paula e SILVA Licenciada em Ciências Biológicas pela

Leia mais

SEGURANÇA ALIMENTAR, SUSTENTABILIDADE, EDUCAÇÃO AMBIENTAL: REFLEXÕES A CERCA DA FORMAÇÃO DO PROFESSOR.

SEGURANÇA ALIMENTAR, SUSTENTABILIDADE, EDUCAÇÃO AMBIENTAL: REFLEXÕES A CERCA DA FORMAÇÃO DO PROFESSOR. SEGURANÇA ALIMENTAR, SUSTENTABILIDADE, EDUCAÇÃO AMBIENTAL: REFLEXÕES A CERCA DA FORMAÇÃO DO PROFESSOR. Jonas da Silva Santos Universidade do Estado da Bahia UNEB DEDC XV jonasnhsilva@hotmail.com jonas.ss@inec.org.br

Leia mais

ENSINO-APRENDIZAGEM PARA A CIDADANIA: EXPERIÊNCIA DO PROJETO AGROECOLÓGICO EM ESCOLAS PÚBLICAS EM POMBAL/PB

ENSINO-APRENDIZAGEM PARA A CIDADANIA: EXPERIÊNCIA DO PROJETO AGROECOLÓGICO EM ESCOLAS PÚBLICAS EM POMBAL/PB ENSINO-APRENDIZAGEM PARA A CIDADANIA: EXPERIÊNCIA DO PROJETO AGROECOLÓGICO EM ESCOLAS PÚBLICAS EM POMBAL/PB Introdução Marcos Antonio Lopes do Nascimento Universidade Federal da Paraíba marcosal99@yahoo.com.br

Leia mais

Eixo Temático ET-13-010 - Educação Ambiental CAPACITAÇÃO EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL: PROCESSO, AÇÃO, TRANSFORMAÇÃO

Eixo Temático ET-13-010 - Educação Ambiental CAPACITAÇÃO EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL: PROCESSO, AÇÃO, TRANSFORMAÇÃO 486 Eixo Temático ET-13-010 - Educação Ambiental CAPACITAÇÃO EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL: PROCESSO, AÇÃO, TRANSFORMAÇÃO Samuel Brito Ferreira Santos 1 ; Rebecca Ruhama Gomes Barbosa 2 ; Adeilton Padre de Paz

Leia mais

SUSTENTABILIDADE NO COTIDIANO ESCOLAR: Desafios da construção de uma proposta interdisciplinar

SUSTENTABILIDADE NO COTIDIANO ESCOLAR: Desafios da construção de uma proposta interdisciplinar SUSTENTABILIDADE NO COTIDIANO ESCOLAR: Desafios da construção de uma proposta interdisciplinar Mariely Rodrigues Anger 1 Ana Carla Ferreira Nicola Gomes 2 Jussara Aparecida da Fonseca 3 Resumo: Apresentam-se

Leia mais

SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL: SENSIBILIZANDO ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL

SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL: SENSIBILIZANDO ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL: SENSIBILIZANDO ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL Paloma Rodrigues Cunha¹, Larissa Costa Pereira¹, Luã Carvalho Resplandes², Renata Fonseca Bezerra³, Francisco Cleiton da Rocha 4

Leia mais

O ENSINO DA GEOGRAFIA NA INTERFACE DA PEDAGOGIA DE PROJETOS SOCIOAMBIENTAIS E DO MACROCAMPO INTEGRAÇÃO CURRICULAR.

O ENSINO DA GEOGRAFIA NA INTERFACE DA PEDAGOGIA DE PROJETOS SOCIOAMBIENTAIS E DO MACROCAMPO INTEGRAÇÃO CURRICULAR. O ENSINO DA GEOGRAFIA NA INTERFACE DA PEDAGOGIA DE PROJETOS SOCIOAMBIENTAIS E DO MACROCAMPO INTEGRAÇÃO CURRICULAR. Wedell Jackson de Caldas Monteiro E.E.M.I. Auzanir Lacerda wedellprofessor@gmail.com Nadia

Leia mais

FIC SEM LIXO - Projeto de Educação Ambiental desenvolvido na Escola Estadual Professor Francisco Ivo Cavalcanti em Natal/RN

FIC SEM LIXO - Projeto de Educação Ambiental desenvolvido na Escola Estadual Professor Francisco Ivo Cavalcanti em Natal/RN FIC SEM LIXO - Projeto de Educação Ambiental desenvolvido na Escola Estadual Professor Francisco Ivo Cavalcanti em Natal/RN Brenda Luíza Patriota Lima e Silva¹ André Elias Nóbrega² João Batista dos Santos³

Leia mais

ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI

ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI PREFEITURA MUNICIPAL DE LONTRAS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI DESPERTANDO AÇÕES SUSTENTÁVEIS LONTRAS 2013 1.TEMA A preservação

Leia mais

LURDINALVA PEDROSA MONTEIRO E DRª. KÁTIA APARECIDA DA SILVA AQUINO. Propor uma abordagem transversal para o ensino de Ciências requer um

LURDINALVA PEDROSA MONTEIRO E DRª. KÁTIA APARECIDA DA SILVA AQUINO. Propor uma abordagem transversal para o ensino de Ciências requer um 1 TURISMO E OS IMPACTOS AMBIENTAIS DERIVADOS DA I FESTA DA BANAUVA DE SÃO VICENTE FÉRRER COMO TEMA TRANSVERSAL PARA AS AULAS DE CIÊNCIAS NO PROJETO TRAVESSIA DA ESCOLA CREUSA DE FREITAS CAVALCANTI LURDINALVA

Leia mais

ENSINO DE QUÍMICA: VIVÊNCIA DOCENTE E ESTUDO DA RECICLAGEM COMO TEMA TRANSVERSAL

ENSINO DE QUÍMICA: VIVÊNCIA DOCENTE E ESTUDO DA RECICLAGEM COMO TEMA TRANSVERSAL ENSINO DE QUÍMICA: VIVÊNCIA DOCENTE E ESTUDO DA RECICLAGEM COMO TEMA TRANSVERSAL MENDONÇA, Ana Maria Gonçalves Duarte. Universidade Federal de Campina Grande. E-mail: Ana.duartemendonca@gmail.com RESUMO

Leia mais

o pensar e fazer educação em saúde 12

o pensar e fazer educação em saúde 12 SUMÁRIO l' Carta às educadoras e aos educadores.................5 Que história é essa de saúde na escola................ 6 Uma outra realidade é possível....... 7 Uma escola comprometida com a realidade...

Leia mais

A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA PERMEIA MUDANÇAS DE ATITUDES NA SOCIEDADE

A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA PERMEIA MUDANÇAS DE ATITUDES NA SOCIEDADE A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA PERMEIA MUDANÇAS DE ATITUDES NA SOCIEDADE INTRODUÇÃO José Izael Fernandes da Paz UEPB joseizaelpb@hotmail.com Esse trabalho tem um propósito particular pertinente de abrir

Leia mais

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E B A U R U E s t a d o d e S ã o P a u l o S E C R E T A R I A D A E D U C A Ç Ã O

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E B A U R U E s t a d o d e S ã o P a u l o S E C R E T A R I A D A E D U C A Ç Ã O P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E B A U R U E s t a d o d e S ã o P a u l o S E C R E T A R I A D A E D U C A Ç Ã O E. M. E. F. P R O F ª. D I R C E B O E M E R G U E D E S D E A Z E V E D O P

Leia mais

Trabalhos na área ambiental influenciam o comportamento dos alunos em Instituições de Ensino Superior?

Trabalhos na área ambiental influenciam o comportamento dos alunos em Instituições de Ensino Superior? Trabalhos na área ambiental influenciam o comportamento dos alunos em Instituições de Ensino Superior? Patrícia P Gomes¹ Camilla M dos Santos 2 Erika M Ferreira 2 Resumo O presente artigo teve como objetivo

Leia mais

Meio ambiente conforme o Dicionário Aurélio é aquilo que cerca ou envolve os seres vivos ou as coisas.

Meio ambiente conforme o Dicionário Aurélio é aquilo que cerca ou envolve os seres vivos ou as coisas. Justificativa Meio ambiente conforme o Dicionário Aurélio é aquilo que cerca ou envolve os seres vivos ou as coisas. A Escola de Ensino Fundamental Mondrian, fundada em 2011, começou suas atividades em

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: Educando gerações para repensar, reduzir, reaproveitar e reciclar EDSON MANOEL DA SILVA

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: Educando gerações para repensar, reduzir, reaproveitar e reciclar EDSON MANOEL DA SILVA 1 EDUCAÇÃO AMBIENTAL: Educando gerações para repensar, reduzir, reaproveitar e reciclar Introdução EDSON MANOEL DA SILVA O projeto de Educação Ambiental realizado na Escola Antônio Firmino, rede municipal

Leia mais

A CONTRIBUIÇÃO DO PROJETO MEIO AMBIENTE: CONSCIENTIZAR PARA PRESERVAR NO PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEM NA ESCOLA EEEF ANTENOR NAVARRO

A CONTRIBUIÇÃO DO PROJETO MEIO AMBIENTE: CONSCIENTIZAR PARA PRESERVAR NO PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEM NA ESCOLA EEEF ANTENOR NAVARRO A CONTRIBUIÇÃO DO PROJETO MEIO AMBIENTE: CONSCIENTIZAR PARA PRESERVAR NO PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEM NA ESCOLA EEEF ANTENOR NAVARRO Natália Oliveira de Lima; Adjeane Farias da Silva; Thainá Marques

Leia mais

PROJETO DE INTERVEÇÃO: UM OLHAR DIFERENTE PARA O LIXO

PROJETO DE INTERVEÇÃO: UM OLHAR DIFERENTE PARA O LIXO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO-UFERSA NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CURSO :EDUCAÇÃO AMBIENTAL ALUNA:FRANCISCA IÊDA SILVEIRA DE SOUZA TUTORA: ANYELLE PAIVA ROCHA ELIAS PROFESSORA: DIANA GONSALVES

Leia mais

CUIDANDO DO MEIO AMBIENTE A PARTIR DA MINHA VIDA COTIDIANA

CUIDANDO DO MEIO AMBIENTE A PARTIR DA MINHA VIDA COTIDIANA CUIDANDO DO MEIO AMBIENTE A PARTIR DA MINHA VIDA COTIDIANA Resumo Aline T. de Aquino Renata C. Vinha O trabalho em questão foi desenvolvido no Centro Municipal de Educação Infantil CEMEI Casa Azul, com

Leia mais

PROBLEMÁTICA DO LIXO: PEQUENAS ATITUDES, UM BOM COMEÇO

PROBLEMÁTICA DO LIXO: PEQUENAS ATITUDES, UM BOM COMEÇO PROBLEMÁTICA DO LIXO: PEQUENAS ATITUDES, UM BOM COMEÇO Janelene Freire Diniz, Adeilton Padre de Paz, Hellen Regina Guimarães da Silva, Verônica Evangelista de Lima RESUMO Departamento de Química, Universidade

Leia mais

PATRULHA AMBIENTAL MIRIM: Um espaço de Emancipação dos Sujeitos

PATRULHA AMBIENTAL MIRIM: Um espaço de Emancipação dos Sujeitos PATRULHA AMBIENTAL MIRIM: Um espaço de Emancipação dos Sujeitos RESUMO Elizane Pegoraro Bertineti 1 Tanise Stumf Böhm 2 O presente texto busca apresentar o trabalho realizado pela Patrulha Ambiental Mirim

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: ELEMENTO FUNDAMENTAL NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM 1

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: ELEMENTO FUNDAMENTAL NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM 1 EDUCAÇÃO AMBIENTAL: ELEMENTO FUNDAMENTAL NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM 1 Autora: Maria Thaís de Oliveira Batista Graduanda do Curso de Pedagogia Unidade Acadêmica de Educação/CFP/UFCG Email: taholiveira.thais@gmail.com

Leia mais

LINGUAGENS DA INFÂNCIA: PROJETO RECICLAR

LINGUAGENS DA INFÂNCIA: PROJETO RECICLAR LINGUAGENS DA INFÂNCIA: PROJETO RECICLAR ANNA PAULA SILVA (PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS), ELIANE FERREIRA PINTO (PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS). Resumo A reciclagem tem como principal foco a conscientização

Leia mais

EDUCAÇÃO E CIDADANIA: OFICINAS DE DIREITOS HUMANOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA ESCOLA

EDUCAÇÃO E CIDADANIA: OFICINAS DE DIREITOS HUMANOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA ESCOLA EDUCAÇÃO E CIDADANIA: OFICINAS DE DIREITOS HUMANOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA ESCOLA Autores: FIGUEIREDO 1, Maria do Amparo Caetano de LIMA 2, Luana Rodrigues de LIMA 3, Thalita Silva Centro de Educação/

Leia mais

PROJETO MEIO AMBIENTE NA SALA DE AULA

PROJETO MEIO AMBIENTE NA SALA DE AULA PROJETO MEIO AMBIENTE NA SALA DE AULA Conceito: PROJETO: -Proposta -Plano; Intento -Empreendimento -Plano Geral de Construção -Redação provisória de lei; Estatuto Referência:Minidicionário - Soares Amora

Leia mais

Palavras-chave: água esgoto gerenciamento - resíduo poluente

Palavras-chave: água esgoto gerenciamento - resíduo poluente MEDIDAS DE SANEAMENTO BÁSICO OU RUAS CALÇADAS? Angela Maria de Oliveira Professora da E.M.E.F. Zelinda Rodolfo Pessin Márcia Finimundi Barbieri Professora da E.M.E.F. Zelinda Rodolfo Pessin Resumo Este

Leia mais

PROJETO MEIO AMBIENTE NA SALA DE AULA

PROJETO MEIO AMBIENTE NA SALA DE AULA PROJETO MEIO AMBIENTE NA SALA DE AULA Conceito: PROJETO: -Proposta -Plano; Intento -Empreendimento -Plano Geral de Construção -Redação provisória de lei; Estatuto Referência:Minidicionário - Soares Amora

Leia mais

Palavras-chave: Aquecimento global, Mídias, Tecnologias, Ecossistema.

Palavras-chave: Aquecimento global, Mídias, Tecnologias, Ecossistema. Aquecimento Global e Danos no Manguezal Pernambucano SANDRA MARIA DE LIMA ALVES 1 - sandrali@bol.com.br RESUMO Este artigo procura enriquecer a discussão sobre o fenômeno do aumento da temperatura na terra

Leia mais

Meio Ambiente PROJETOS CULTURAIS. 4 0 a O - fu dame tal. Cuidar da vida também é coisa de criança. Justificativa

Meio Ambiente PROJETOS CULTURAIS. 4 0 a O - fu dame tal. Cuidar da vida também é coisa de criança. Justificativa Meio Ambiente 4 0 a O - fu dame tal Cuidar da vida também é coisa de criança Justificativa PROJETOS CULTURAIS Na idade escolar, as crianças estão conhecendo o mundo (Freire, 1992), sentindo, observando,

Leia mais

LIXO PARA VOCÊ: ARTE PARA NÓS UM PROJETO DE REEDUCAÇÃO AMBIENTAL

LIXO PARA VOCÊ: ARTE PARA NÓS UM PROJETO DE REEDUCAÇÃO AMBIENTAL LIXO PARA VOCÊ: ARTE PARA NÓS UM PROJETO DE REEDUCAÇÃO AMBIENTAL Rafael Antônio Nunes COURA³;Milena Alves da Silva SOUZA³; Isabela Fatima Silveira MARTINS³; Cássia Maria Silva NORONHA¹ e Eriks Tobias VARGAS².

Leia mais

PROJETO MEIO AMBIENTE: CONSCIENTIZAR PARA PRESERVAR - RELATO DA EXPERIÊNCIA DESENVOLVIDA COM ALUNOS DO 3ºANO NA EEEF ANTENOR NAVARRO

PROJETO MEIO AMBIENTE: CONSCIENTIZAR PARA PRESERVAR - RELATO DA EXPERIÊNCIA DESENVOLVIDA COM ALUNOS DO 3ºANO NA EEEF ANTENOR NAVARRO PROJETO MEIO AMBIENTE: CONSCIENTIZAR PARA PRESERVAR - RELATO DA EXPERIÊNCIA DESENVOLVIDA COM ALUNOS DO 3ºANO NA EEEF ANTENOR NAVARRO OLIVEIRA, Khomar Tander s (Bolsista do PIBID) PAULINO, Jailson da Silva

Leia mais

Carta pedagógica. Professora: Maria Teresinha Turma: alfabetização

Carta pedagógica. Professora: Maria Teresinha Turma: alfabetização Carta pedagógica Ao escrever esta carta pedagógica, veio-me a questão do erro que acontece a todo o momento em minha turma na sala de aula. Lendo textos de autores como Morais, fiquei ciente da sua fala

Leia mais

RECICLANDO ATITUDES. Ana MariaVenquiaruti 1 ;Janice de Fátima Preuss dacruz 2 ;Natanael Martins Ajala 3 ; Tanise da Silva Moura 4 ;

RECICLANDO ATITUDES. Ana MariaVenquiaruti 1 ;Janice de Fátima Preuss dacruz 2 ;Natanael Martins Ajala 3 ; Tanise da Silva Moura 4 ; RECICLANDO ATITUDES Ana MariaVenquiaruti 1 ;Janice de Fátima Preuss dacruz 2 ;Natanael Martins Ajala 3 ; Tanise da Silva Moura 4 ; 1 Farmacêutica, Bioquímica e Pós Graduada em Educação Ambiental- Professora

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO ENSINO BÁSICO: PROJETO AMBIENTE LIMPO

EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO ENSINO BÁSICO: PROJETO AMBIENTE LIMPO EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO ENSINO BÁSICO: PROJETO AMBIENTE LIMPO Autor: Dassayanne dos Santos Vasconcelos¹, Co-autores:Carlos de Oliveira Bispo¹; Jonathan Alisson dos Santos Souza¹; Prof. Marcos Lopes de Sant

Leia mais

AS PRODUÇÕES LITERÁRIAS COMO INSTRUMENTOS DE APRENDIZAGEM DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL

AS PRODUÇÕES LITERÁRIAS COMO INSTRUMENTOS DE APRENDIZAGEM DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL AS PRODUÇÕES LITERÁRIAS COMO INSTRUMENTOS DE APRENDIZAGEM DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL Ivone Aparecida Borges (1) Coordenadora de projetos, professora de Biologia e Educadora Ambiental no Centro Operacional de

Leia mais

A PERCEPÇÃO DE GRADUANDOS EM PEDAGOGIA SOBRE A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA FORMAÇÃO DO EDUCADOR EM UMA FACULDADE EM MONTE ALEGRE DO PIAUÍ - PI

A PERCEPÇÃO DE GRADUANDOS EM PEDAGOGIA SOBRE A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA FORMAÇÃO DO EDUCADOR EM UMA FACULDADE EM MONTE ALEGRE DO PIAUÍ - PI A PERCEPÇÃO DE GRADUANDOS EM PEDAGOGIA SOBRE A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA FORMAÇÃO DO EDUCADOR EM UMA FACULDADE EM MONTE ALEGRE DO PIAUÍ - PI Kássia Hellem Tavares da Silva (*), Lorrane de Castro Miranda, Israel

Leia mais

MARINHA DO BRASIL CAPITANIA DOS PORTOS DO RN O NOSSO LIXO, O QUE FAZER?

MARINHA DO BRASIL CAPITANIA DOS PORTOS DO RN O NOSSO LIXO, O QUE FAZER? MARINHA DO BRASIL CAPITANIA DOS PORTOS DO RN O NOSSO LIXO, O QUE FAZER? NATAL/RN 2005 DEODORO AMILCAR CAVALCANTE DE ARAÚJO O NOSSO LIXO, O QUE FAZER? Projeto de pesquisa apresentado ao Curso de Educação

Leia mais

USO RACIONAL DA ÁGUA: RESULTADOS DE PRÁTICA PEDAGÓGICA

USO RACIONAL DA ÁGUA: RESULTADOS DE PRÁTICA PEDAGÓGICA USO RACIONAL DA ÁGUA: RESULTADOS DE PRÁTICA PEDAGÓGICA ROCHA, Elza dos Santos S. da (UNEMAT) elzassr@yahoo.com.br SANTOS, Leandra Ines Seganfredo (UNEMAT) leandraines@hotmail.com Sabemos que a água é indispensável

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA ECOLÓGICA PARA A EDUCAÇÃO DOS CIDADÃOS E CIDADÃS E FUTUROS TRABALHADORES

A IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA ECOLÓGICA PARA A EDUCAÇÃO DOS CIDADÃOS E CIDADÃS E FUTUROS TRABALHADORES A IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA ECOLÓGICA PARA A EDUCAÇÃO DOS CIDADÃOS E CIDADÃS E FUTUROS TRABALHADORES Bruna Maria Jacques Freire de Albuquerque, Universidade Católica de Pernambuco, exbolsista de Iniciação

Leia mais

DIFICULDADES DE LEITURA E ESCRITA: REFLEXÕES A PARTIR DA EXPERIÊNCIA DO PIBID

DIFICULDADES DE LEITURA E ESCRITA: REFLEXÕES A PARTIR DA EXPERIÊNCIA DO PIBID DIFICULDADES DE LEITURA E ESCRITA: REFLEXÕES A PARTIR DA EXPERIÊNCIA DO PIBID BARROS, Raquel Pirangi. SANTOS, Ana Maria Felipe. SOUZA, Edilene Marinho de. MATA, Luana da Mata.. VALE, Elisabete Carlos do.

Leia mais

Comemoração da 1ª semana de Meio Ambiente do Município de Chuvisca/RS

Comemoração da 1ª semana de Meio Ambiente do Município de Chuvisca/RS Comemoração da 1ª semana de Meio Ambiente do Município de Chuvisca/RS Sustentabilidade: Reflexões sobre a temática ambiental P R E F E I T O M U N I C I P A L E R V I N O W A C H H O L S V I C E - P R

Leia mais

MARCIA CONCEIÇÃO DE SOUZA SILVA

MARCIA CONCEIÇÃO DE SOUZA SILVA MARCIA CONCEIÇÃO DE SOUZA SILVA Ivinhema MS 2011 MARCIA CONCEIÇÃO DE SOUZA SILVA Projeto apresentado no Programa Nacional de Formação Continuada em Tecnologia Educacional PROINFO INTEGRADO III: Elaboração

Leia mais

FORMAÇÃO DOCENTE: ASPECTOS PESSOAIS, PROFISSIONAIS E INSTITUCIONAIS

FORMAÇÃO DOCENTE: ASPECTOS PESSOAIS, PROFISSIONAIS E INSTITUCIONAIS FORMAÇÃO DOCENTE: ASPECTOS PESSOAIS, PROFISSIONAIS E INSTITUCIONAIS Daniel Silveira 1 Resumo: O objetivo desse trabalho é apresentar alguns aspectos considerados fundamentais para a formação docente, ou

Leia mais

GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO DO CURRICULO ANO 2 - APROFUNDAMENTO

GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO DO CURRICULO ANO 2 - APROFUNDAMENTO ESTRUTURA GERAL DOS ROTEIROS DE ESTUDOS QUINZENAL Os roteiros de estudos, cujo foco está destacado nas palavras chaves, estão organizados em três momentos distintos: 1º MOMENTO - FUNDAMENTOS TEÓRICOS -

Leia mais

SAÚDE E EDUCAÇÃO INFANTIL Uma análise sobre as práticas pedagógicas nas escolas.

SAÚDE E EDUCAÇÃO INFANTIL Uma análise sobre as práticas pedagógicas nas escolas. SAÚDE E EDUCAÇÃO INFANTIL Uma análise sobre as práticas pedagógicas nas escolas. SANTOS, Silvana Salviano silvanasalviano@hotmail.com UNEMAT Campus de Juara JESUS, Lori Hack de lorihj@hotmail.com UNEMAT

Leia mais

Palavras-chave: Turismo; Educação Ambiental; Escola. 1. Introdução

Palavras-chave: Turismo; Educação Ambiental; Escola. 1. Introdução A Educação Ambiental como Pressuposto para um Turismo Sustentável 1 Cristine Gerhardt Rheinheimer 2 Teresinha Guerra 3 Universidade Federal do Rio Grande do Sul Resumo Chegamos a um ponto de nossa trajetória

Leia mais

NATAL SUSTENTÁVEL: UMA PROPOSTA PRÁTICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL REALIZADA PELO PROEJA EDIFICAÇÕES.

NATAL SUSTENTÁVEL: UMA PROPOSTA PRÁTICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL REALIZADA PELO PROEJA EDIFICAÇÕES. 1 NATAL SUSTENTÁVEL: UMA PROPOSTA PRÁTICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL REALIZADA PELO PROEJA EDIFICAÇÕES. FREITAS, Samylla Tassia Ferreira de¹; SILVA, Thariny Alves²; SOUSA, Leticia Ferreira de³; OLIVEIRA, Sandra

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADADE LITORAL NORTE/OSÓRIO GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADADE LITORAL NORTE/OSÓRIO GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADADE LITORAL NORTE/OSÓRIO GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA CLAINES KREMER GENISELE OLIVEIRA EDUCAÇÃO AMBIENTAL: POR UMA PERSPECTIVA DE RELAÇÕES ENTRE

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE A VIDA NO PLANETA: SOMOS CONSUMIDORES RESPONSÁVEIS?

REFLEXÕES SOBRE A VIDA NO PLANETA: SOMOS CONSUMIDORES RESPONSÁVEIS? REFLEXÕES SOBRE A VIDA NO PLANETA: SOMOS CONSUMIDORES RESPONSÁVEIS? Ensino Fundamental II e Ensino Médio O sistema capitalista move a nossa sociedade, sendo um modelo econômico atual que pressupõe uma

Leia mais

Sensibilização Ambiental a partir do Plantio de Mudas Nativas, no Município de Guaçuí, Espírito Santo. M. V. Costa Filho 1* &. A.

Sensibilização Ambiental a partir do Plantio de Mudas Nativas, no Município de Guaçuí, Espírito Santo. M. V. Costa Filho 1* &. A. III SIMPÓSIO SOBRE A BIODIVERSIDADE DA MATA ATLÂNTICA. 2014 465 Sensibilização Ambiental a partir do Plantio de Mudas Nativas, no Município de Guaçuí, Espírito Santo. M. V. Costa Filho 1* &. A. Amaral

Leia mais

O ENSINO DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA NA EDUCAÇÃO DOS JOVENS E ADULTOS EM UMA ABORDAGEM CTS 1. Educação Matemática na Educação de Jovens e Adultos GT 11

O ENSINO DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA NA EDUCAÇÃO DOS JOVENS E ADULTOS EM UMA ABORDAGEM CTS 1. Educação Matemática na Educação de Jovens e Adultos GT 11 O ENSINO DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA NA EDUCAÇÃO DOS JOVENS E ADULTOS EM UMA ABORDAGEM CTS 1 Educação Matemática na Educação de Jovens e Adultos GT 11 Ana Luiza Araujo COSTA anaepietro26@gmail.com Maria Simone

Leia mais

TÍTULO: Plano de Aula O NOSSO AMBIENTE: CONSERVANDO O AMBIENTE ESCOLAR. Ensino Fundamental / Anos Iniciais. 3º ano.

TÍTULO: Plano de Aula O NOSSO AMBIENTE: CONSERVANDO O AMBIENTE ESCOLAR. Ensino Fundamental / Anos Iniciais. 3º ano. Org.: Claudio André - 1 TÍTULO: O NOSSO AMBIENTE: CONSERVANDO O AMBIENTE ESCOLAR Nível de Ensino: Ensino Fundamental / Anos Iniciais Ano/Semestre de Estudo 3º ano Componente Curricular: Ciências Naturais

Leia mais

de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia

de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia Anais do I Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UMA NECESSÁRIA RELAÇÃO PARA A CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA. Dayane

Leia mais

Eixo Temático ET-13-003 - Educação Ambiental

Eixo Temático ET-13-003 - Educação Ambiental 482 Anais do Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - Vol. 2: Congestas 2014 Eixo Temático ET-13-003 - Educação Ambiental OS DESAFIOS DO LIXO NOS DIVERSOS AMBIENTES Viviane Susy de

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL & SAÚDE: ABORDANDO O TEMA RECICLAGEM NO CONTEXTO ESCOLAR

EDUCAÇÃO AMBIENTAL & SAÚDE: ABORDANDO O TEMA RECICLAGEM NO CONTEXTO ESCOLAR EDUCAÇÃO AMBIENTAL & SAÚDE: ABORDANDO O TEMA RECICLAGEM NO CONTEXTO ESCOLAR ARNOR, Asneth Êmilly de Oliveira; DA SILVA, Ana Maria Gomes; DA SILVA, Ana Paula; DA SILVA, Tatiana Graduanda em Pedagogia -UFPB-

Leia mais

ENSINO DA ARTE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: FORMAÇÃO DE CIDADÃOS VISANDO A SUSTENTABILIDADE

ENSINO DA ARTE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: FORMAÇÃO DE CIDADÃOS VISANDO A SUSTENTABILIDADE ENSINO DA ARTE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: FORMAÇÃO DE CIDADÃOS VISANDO A SUSTENTABILIDADE Elaine Barbosa da Silva Xavier Faculdade de Ciências da Administração de Pernambuco - Mestranda Neuma Kelly Vitorino

Leia mais

PROJETO FAZENDO ESCOLA: UMA EXPERIÊNCIA DO ORIENTADOR NO COMPROMISSO DA CAPACITAÇÃO DOCENTE

PROJETO FAZENDO ESCOLA: UMA EXPERIÊNCIA DO ORIENTADOR NO COMPROMISSO DA CAPACITAÇÃO DOCENTE PROJETO FAZENDO ESCOLA: UMA EXPERIÊNCIA DO ORIENTADOR NO COMPROMISSO DA CAPACITAÇÃO DOCENTE Sérgio Dal-Ri Moreira Pontifícia Universidade Católica do Paraná Palavras-chave: Educação Física, Educação, Escola,

Leia mais

PRATICANDO TRABALHO COM PROJETOS NA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA

PRATICANDO TRABALHO COM PROJETOS NA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA PRATICANDO TRABALHO COM PROJETOS NA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA Fernanda Pimentel Dizotti Academia de Ensino Superior fernandadizotti@gmail.com Norma Suely Gomes Allevato Universidade Cruzeiro do Sul normallev@uol.com.br

Leia mais

LEVANTAMENTO DOS HÁBITOS DE HIGIENE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO EM ESCOLAS DE REALENGO

LEVANTAMENTO DOS HÁBITOS DE HIGIENE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO EM ESCOLAS DE REALENGO Revista Eletrônica Novo Enfoque, ano 2013, v. 17, n. 17, p. 178 183 LEVANTAMENTO DOS HÁBITOS DE HIGIENE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO EM ESCOLAS DE REALENGO FERREIRA, Luana Jesus da Silva

Leia mais

ANÁLISE DA PERCEPÇÃO AMBIENTAL DOS ALUNOS DE 6 AO 9 ANO EM UMA ESCOLA PARTICULAR NO MUNICIPIO DE TERESINA-PI

ANÁLISE DA PERCEPÇÃO AMBIENTAL DOS ALUNOS DE 6 AO 9 ANO EM UMA ESCOLA PARTICULAR NO MUNICIPIO DE TERESINA-PI Belo Horizonte/MG 24 a 27/11/2014 ANÁLISE DA PERCEPÇÃO AMBIENTAL DOS ALUNOS DE 6 AO 9 ANO EM UMA ESCOLA PARTICULAR NO MUNICIPIO DE TERESINA-PI Graciane Rodrigues Rocha (*), Juliana Rodrigues Rocha, Caroline

Leia mais

A Educação Ambiental no Ensino Fundamental de escolas municipais de Pesqueira-PE

A Educação Ambiental no Ensino Fundamental de escolas municipais de Pesqueira-PE A Educação Ambiental no Ensino Fundamental de escolas municipais de Pesqueira-PE Autor(a): Josineide Braz de Miranda Coautor(es): Anderson Carlos Maia da Silva, Josefa Sandra de Almeida Silva, kelren Jane

Leia mais

Jovens cuidando do Brasil

Jovens cuidando do Brasil ação constitui uma parte da política dos três R reduzir, reutilizar e reciclar, depreende-se a necessidade de um trabalho com lixo que se inicie com uma revisão crítica dos hábitos e padrões de consumo.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESCOLA CÂNDIDA SANTOS DE SOUZA

PREFEITURA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESCOLA CÂNDIDA SANTOS DE SOUZA PREFEITURA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESCOLA CÂNDIDA SANTOS DE SOUZA PROJETO CONSUMO CONSCIENTE AGIR E VIVER POR UM MUNDO MELHOR Tema: Consumo Consciente Manejo do Lixo no Bairro,

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA REGIÃO DA ÁREA DE PROTEÇÃO DA BALEIA FRANCA (Eubalaena australis) VISANDO A PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE COMO UM TODO.

EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA REGIÃO DA ÁREA DE PROTEÇÃO DA BALEIA FRANCA (Eubalaena australis) VISANDO A PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE COMO UM TODO. EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA REGIÃO DA ÁREA DE PROTEÇÃO DA BALEIA FRANCA (Eubalaena australis) VISANDO A PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE COMO UM TODO. Godinho, G.M.S.¹; Pontalti, M.¹ 1-Instituto Baleia Franca (IBF)

Leia mais

Pós-graduando em Educação Ambiental e Recursos Hídricos CRHEA/USP. Pós-graduanda em Educação Ambiental e Recursos Hídricos CRHEA/USP

Pós-graduando em Educação Ambiental e Recursos Hídricos CRHEA/USP. Pós-graduanda em Educação Ambiental e Recursos Hídricos CRHEA/USP EDUCAÇÃO AMBIENTAL COMO INSTRUMENTO DE PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DE IMPACTOS CAUSADOS PELA POLUIÇÃO DAS ÁGUAS DA REPRESA DE FURNAS NO ENTORNO DO MUNICÍPIO DE ALFENAS-MG FÁBIO VIEIRA MARTINS Pós-graduando

Leia mais

MULTIMÍDIAS PARA O ENSINO DE GEOGRAFIA 1. Resumo

MULTIMÍDIAS PARA O ENSINO DE GEOGRAFIA 1. Resumo MULTIMÍDIAS PARA O ENSINO DE GEOGRAFIA 1 VIERO, Lia Margot Dornelles 2 1 Trabalho de Pesquisa _UNIFRA 2 Curso de Geografia do Centro Universitário Franciscano (UNIFRA), Santa Maria, RS, Brasil E-mail:

Leia mais

ÁGUA: VAMOS PRESERVAR PARA NÃO FALTAR - A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL A PARTIR DAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

ÁGUA: VAMOS PRESERVAR PARA NÃO FALTAR - A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL A PARTIR DAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL ÁGUA: VAMOS PRESERVAR PARA NÃO FALTAR - A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL A PARTIR DAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL MATA, Luana da. Graduanda de Pedagogia/ UEPB. luanadesenhodedeus@hotmail.com

Leia mais

ENSINAR CIÊNCIAS FAZENDO CIÊNCIA

ENSINAR CIÊNCIAS FAZENDO CIÊNCIA ENSINAR CIÊNCIAS FAZENDO CIÊNCIA Antonio Carlos Pavão Quero saber quantas estrelas tem no céu Quero saber quantos peixes tem no mar Quero saber quantos raios tem o sol... (Da canção de João da Guabiraba

Leia mais

PLANEJAMENTO: um vai-e-vem pedagógico

PLANEJAMENTO: um vai-e-vem pedagógico 1 PLANEJAMENTO: um vai-e-vem pedagógico Vera Maria Oliveira Carneiro 1 Educar é ser um artesão da personalidade, um poeta da inteligência, um semeador de idéias Augusto Cury Com este texto, pretendemos

Leia mais

PERCEPÇÃO AMBIENTAL DE PROFESSORES DE GEOGRAFIA DO ENSINO FUNDAMENTAL

PERCEPÇÃO AMBIENTAL DE PROFESSORES DE GEOGRAFIA DO ENSINO FUNDAMENTAL PERCEPÇÃO AMBIENTAL DE PROFESSORES DE GEOGRAFIA DO ENSINO FUNDAMENTAL Danilo Coutinho da Silva Bacharel e Licenciado em Geografia - UFPB danilogeog@hotmail.com INTRODUÇÃO A Educação Ambiental (EA) deve

Leia mais

ANÁLISE DO USO INDISCRIMINADO DOS RECURSOS NATURAIS NO TERRITÓRIO RIO METROPOLITANO: O PAPEL DO CONSUMISMO NESTE PROCESSO

ANÁLISE DO USO INDISCRIMINADO DOS RECURSOS NATURAIS NO TERRITÓRIO RIO METROPOLITANO: O PAPEL DO CONSUMISMO NESTE PROCESSO ANÁLISE DO USO INDISCRIMINADO DOS RECURSOS NATURAIS NO TERRITÓRIO RIO METROPOLITANO: O PAPEL DO CONSUMISMO NESTE PROCESSO Silvia A Guarnieri ORTIGOZA Magda Adelaide LOMBARDO Programa de Pós-Graduação em

Leia mais

LEITURA E ESCRITA: ALIMENTAÇÃO E PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE

LEITURA E ESCRITA: ALIMENTAÇÃO E PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE LEITURA E ESCRITA: ALIMENTAÇÃO E PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE Renata Angélica dos SANTOS, Cristiana Alves da SILVA, Maria Marta L. FLORES, Dulcéria TARTUCI, Ângela Aparecida DIAS, Departamento de Educação,

Leia mais

PRO INFANTIL PROGRAMA DE FORMAÇÃO INICIAL PARA PROFESSORES EM EXERCÍCIO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

PRO INFANTIL PROGRAMA DE FORMAÇÃO INICIAL PARA PROFESSORES EM EXERCÍCIO NA EDUCAÇÃO INFANTIL PRO INFANTIL PROGRAMA DE FORMAÇÃO INICIAL PARA PROFESSORES EM EXERCÍCIO NA EDUCAÇÃO INFANTIL A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO PARA CONSERVAÇÃO AMBIENTAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL CASOS DA EDUCAÇÃO INFANTIL NA BAHIA

Leia mais

PROJETO CHICO MENDES: Ciclos da vida: ambiente, saúde e cidadania

PROJETO CHICO MENDES: Ciclos da vida: ambiente, saúde e cidadania 2010 PROJETO CHICO MENDES: Ciclos da vida: ambiente, saúde e cidadania Mogi Guaçu/SP PROJETO CHICO MENDES CICLOS DA VIDA: AMBIENTE, SAÚDE E CIDADANIA Equipe FMPFM Prof. Ms. Glauco Rogério Ferreira Desenvolvimento

Leia mais

DIFICULDADES NA APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA NA ESCOLA OSVALDO DA COSTA E SILVA: ALGUMAS CAUSAS E POSSÍVESIS SOLUÇÕES

DIFICULDADES NA APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA NA ESCOLA OSVALDO DA COSTA E SILVA: ALGUMAS CAUSAS E POSSÍVESIS SOLUÇÕES DIFICULDADES NA APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA NA ESCOLA OSVALDO DA COSTA E SILVA: ALGUMAS CAUSAS E POSSÍVESIS SOLUÇÕES Rogério Sousa AZEVEDO (1); Iara M Cavalcante NOLETO (2) (1 e 2) Instituto Federal de

Leia mais

Direitos Humanos - Ensino Fundamental e Ensino Médio

Direitos Humanos - Ensino Fundamental e Ensino Médio Direitos Humanos - Ensino Fundamental e Ensino Médio Um projeto para discutir Direitos Humanos necessariamente tem que desafiar à criatividade, a reflexão, a crítica, pesquisando, discutindo e analisando

Leia mais

PRATICANDO OS 3R s. 1. Introdução

PRATICANDO OS 3R s. 1. Introdução PRATICANDO OS 3R s América SANTIAGO 1 Barbara Baumgarten Baião PEREIRA 2 Faida Denise RODRIGUES 3 Patrícia Cardoso BRÍGIDO 2 Thaise Domingos Martins de SOUZA 1 Tamires CEOLIN 1 RESUMO: Este artigo tem

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO FISICA NAS SÉRIES INICIAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA LEILA REGINA VALOIS MOREIRA

A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO FISICA NAS SÉRIES INICIAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA LEILA REGINA VALOIS MOREIRA 1 A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO FISICA NAS SÉRIES INICIAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA LEILA REGINA VALOIS MOREIRA INTRODUÇÃO O tema a ser estudado tem como finalidade discutir a contribuição da Educação Física enquanto

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL LÚDICO-EXPOSITIVA PARA CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL. Josiane Teresinha Cardoso 1 (Coordenador da Ação de Extensão)

EDUCAÇÃO AMBIENTAL LÚDICO-EXPOSITIVA PARA CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL. Josiane Teresinha Cardoso 1 (Coordenador da Ação de Extensão) EDUCAÇÃO AMBIENTAL LÚDICO-EXPOSITIVA PARA CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL Área Temática: Meio Ambiente Josiane Teresinha Cardoso 1 (Coordenador da Ação de Extensão) Moira Ramos Rabeschini 2 Helen Hayra

Leia mais

Centro Educacional Linus Pauling

Centro Educacional Linus Pauling Centro Educacional Linus Pauling Projeto 2º SEmestre 2012 APRESENTAÇÃO Faz-se necessário entender que o equilíbrio da natureza é essencial para a vida na terra, e que atualmente a preocupação com a degradação

Leia mais

A APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA NA EDUCAÇÃO BIOLÓGICA: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

A APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA NA EDUCAÇÃO BIOLÓGICA: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA A APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA NA EDUCAÇÃO BIOLÓGICA: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA Maria José Rodrigues de Farias Universidade Estadual da Paraíba lyarodriguesbio@gmail.com Introdução Atualmente os modelos

Leia mais

EDUCAÇÃO FINANCEIRA. Iraci Müller Prefeitura Municipal de Jaraguá do Sul-SC iracimuller@uol.com.br

EDUCAÇÃO FINANCEIRA. Iraci Müller Prefeitura Municipal de Jaraguá do Sul-SC iracimuller@uol.com.br EDUCAÇÃO FINANCEIRA Iraci Müller Prefeitura Municipal de Jaraguá do Sul-SC iracimuller@uol.com.br Resumo: A Educação Financeira nas escolas torna-se necessária para formar futuros empreendedores que compreendam

Leia mais

TETRA PAK E ONG NOOLHAR Projeto Cultura Ambiental nas Escolas Oficina Educação para Sustentabilidade

TETRA PAK E ONG NOOLHAR Projeto Cultura Ambiental nas Escolas Oficina Educação para Sustentabilidade TETRA PAK E ONG NOOLHAR Projeto Oficina Educação para Sustentabilidade Sala de Capacitação do Centro Paulo Freire Recife, Pernambuco (PE) Educador Ambiental: William Monteiro Rocha Cidade: Recife (Pernambuco)

Leia mais

Conheça também! As demais disciplinas desta coleção nas páginas 4, 8, 32, 36, 72 e 90.

Conheça também! As demais disciplinas desta coleção nas páginas 4, 8, 32, 36, 72 e 90. porta aberta Nova edição Geografia 2º ao 5º ano O estudo das categorias lugar, paisagem e espaço tem prioridade nesta obra. 25383COL05 Conheça também! As demais disciplinas desta coleção nas páginas 4,

Leia mais

Centro Acadêmico Paulo Freire - CAPed Maceió - Alagoas - Brasil ISSN: 1981-3031

Centro Acadêmico Paulo Freire - CAPed Maceió - Alagoas - Brasil ISSN: 1981-3031 COORDENADOR PEDAGÓGICO E SUA IMPORTÂNCIA NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM Polyana Marques Lima Rodrigues 1 poly90lima@hotmail.com Willams dos Santos Rodrigues Lima 2 willams.rodrigues@hotmail.com RESUMO

Leia mais

EDUCADOR INFANTIL E O PROCESSO FORMATIVO NA CONSTRUÇÃO DE ATORES REFLEXIVOS DA PRÁTICA PEDAGÓGICA

EDUCADOR INFANTIL E O PROCESSO FORMATIVO NA CONSTRUÇÃO DE ATORES REFLEXIVOS DA PRÁTICA PEDAGÓGICA GT-1 FORMAÇÃO DE PROFESSORES EDUCADOR INFANTIL E O PROCESSO FORMATIVO NA CONSTRUÇÃO DE ATORES REFLEXIVOS DA PRÁTICA PEDAGÓGICA RESUMO Maria de Lourdes Cirne Diniz Profa. Ms. PARFOR E-mail: lourdinhacdiniz@oi.com.br

Leia mais

PORTFÓLIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA ESCOLA

PORTFÓLIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA ESCOLA CURSO DE CAPACITAÇÃO EM MEIO AMBIENTE 1º SEMESTRE-2015 GRUPO: MOBILIZAÇÃO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL (Prefeitura de Contagem - Agenda 21-Contagem - Governo de Minas I.E.F. e COPASA) PORTFÓLIO DAS ATIVIDADES

Leia mais

Desenvolvimento de um Aplicativo Visando à Educação Ambiental.

Desenvolvimento de um Aplicativo Visando à Educação Ambiental. Desenvolvimento de um Aplicativo Visando à Educação Ambiental. Guilherme José Vicente Ferbek gui.ferbek10@gmail.com IFES - Alegre Paulicia Sabatini Vila p.sabatini12@gmail.com IFES - Alegre Resumo:O presente

Leia mais

MEIO AMBIENTE E VIDA TEXTO PARA A CAMINHADA DE CORPUS CRISTI A VIDA AMEAÇADA...

MEIO AMBIENTE E VIDA TEXTO PARA A CAMINHADA DE CORPUS CRISTI A VIDA AMEAÇADA... MEIO AMBIENTE E VIDA TEXTO PARA A CAMINHADA DE CORPUS CRISTI Daniel Cenci A VIDA AMEAÇADA... A vida é sempre feita de escolhas. A qualidade de vida resulta das escolhas que fazemos a cada dia. É assim

Leia mais

MEIO AMBIENTE NA EDUCAÇÃO INFANTIL: ATITUDES SUSTENTÁVEIS E OS CUIDADOS QUE SE DEVE TER

MEIO AMBIENTE NA EDUCAÇÃO INFANTIL: ATITUDES SUSTENTÁVEIS E OS CUIDADOS QUE SE DEVE TER MEIO AMBIENTE NA EDUCAÇÃO INFANTIL: ATITUDES SUSTENTÁVEIS E OS CUIDADOS QUE SE DEVE TER Edilene França da Siva Muriel Galdino Janicleide Soares RESUMO A educação ambiental apresenta um laço estreito com

Leia mais

Estudos da Natureza na Educação Infantil

Estudos da Natureza na Educação Infantil Estudos da Natureza na Educação Infantil Referenciais Curriculares Nacionais da Educação Infantil (RCNEI) parte 3 Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2015

Leia mais

PROJETO ANUAL. Tema Central: Mãe Terra, o que deixaremos para os nossos filhos?

PROJETO ANUAL. Tema Central: Mãe Terra, o que deixaremos para os nossos filhos? PROJETO ANUAL Tema Central: Mãe Terra, o que deixaremos para os nossos filhos? I TRIMESTRE Turmas: Maternal ao 5º ano Enfatizando: Maternal e jardim I: O Circo {A magia do riso] Levar os alunos a compreender

Leia mais

A BONITEZA DO OLHAR INFANTIL NA PERSPECTIVA EMANCIPADORA: Ensinar e aprender em diálogo com os saberes das crianças

A BONITEZA DO OLHAR INFANTIL NA PERSPECTIVA EMANCIPADORA: Ensinar e aprender em diálogo com os saberes das crianças A BONITEZA DO OLHAR INFANTIL NA PERSPECTIVA EMANCIPADORA: Ensinar e aprender em diálogo com os saberes das crianças PADILHA, Aparecida Arrais PMSP cidarrais@yahoo.com.br Resumo: Este artigo apresenta uma

Leia mais

GESTÃO DA SALA DE AULA: NOVOS CONTEXTOS, NOVAS DIFICULDADES, GRANDES DESAFIOS E POSSIBILIDADES. Profa. Aureli Martins Sartori de Toledo Setembro/2012

GESTÃO DA SALA DE AULA: NOVOS CONTEXTOS, NOVAS DIFICULDADES, GRANDES DESAFIOS E POSSIBILIDADES. Profa. Aureli Martins Sartori de Toledo Setembro/2012 GESTÃO DA SALA DE AULA: NOVOS CONTEXTOS, NOVAS DIFICULDADES, GRANDES DESAFIOS E POSSIBILIDADES Profa. Aureli Martins Sartori de Toledo Setembro/2012 A palestra em algumas palavras... Provocações... reflexões...leitura

Leia mais

Resumo. Introdução. Grupo de pesquisadores da rede municipal de ensino da cidade do Recife PE.

Resumo. Introdução. Grupo de pesquisadores da rede municipal de ensino da cidade do Recife PE. TRABALHO DOCENTE: POR UMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL CRÍTICA, TRANSFORMADORA E EMANCIPATÓRIA OLIVEIRA, Marinalva Luiz de Prefeitura da Cidade do Recife GT-22: Educação Ambiental Resumo Este trabalho tem o objetivo

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Lixo que não é Lixo

Mostra de Projetos 2011. Lixo que não é Lixo Mostra Local de: Dois Vizinhos Mostra de Projetos 2011 Lixo que não é Lixo Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: APMF Escola Municipal Plínio

Leia mais