Programa de Apoio à Competitividade das Indústrias do Estado do Paraná Edital 2015/2016

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Programa de Apoio à Competitividade das Indústrias do Estado do Paraná Edital 2015/2016"

Transcrição

1 Programa de Apoio à Competitividade das Indústrias do Estado do Paraná Edital 2015/2016 A FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO PARANÁ, por sua Gerência de Fomento e Desenvolvimento e Gerência da Central de Relações com Sindicatos e Coordenadorias Regionais da FIEP, em parceria com os Sindicatos Empresariais filiados à Federação das Indústrias convida indústrias do Estado do Paraná a participarem da chamada de projetos para melhoria da competitividade, por meio de propostas para obtenção de apoio financeiro, nas condições estabelecidas neste edital. 1. OBJETIVO Promover a competitividade empresarial das indústrias do estado do Paraná associadas a Sindicatos Empresariais filiados à Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP). Promover a melhoria da gestão empresarial das indústrias pertencentes ao quadro associativo dos Sindicatos Empresariais filiados à Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP). Contribuir para o fortalecimento do associativismo empresarial oportunizando serviços de consultoria empresarial para as indústrias do Paraná associadas aos Sindicatos Empresariais filiados à Federação das Indústrias do Estado do Paraná. 2. TEMAS DE APOIO Com o propósito de contribuir para o aumento da competitividade das indústrias associadas a Sindicatos Empresariais afiliados à Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), serão passíveis de apoio, no presente edital, projetos contemplando, necessariamente, serviços de consultoria em gestão empresarial nos temas prioritários (necessariamente consultoria) e, opcionalmente, em qualquer um dos serviços de consultoria dos temas estratégicos (consultoria/capacitação/ workshops/oficinas/palestras): TEMAS PRIORITÁRIOS 1. Gestão financeira; 2. Gestão da produção, ênfase em layout do processo produtivo; 3. Eficiência energética TEMAS ESTRATÉGICOS 1. Planejamento estratégico; 2. Gestão comercial; 3. Marketing; 4. Qualidade no atendimento ao cliente

2 5. Gestão da Inovação; 6. Gestão de Pessoas e Qualidade de Vida no Trabalho; 7. Ações de promoção comercial 8. Ações cooperadas (exemplo: central de negócios, consórcio de exportação, compartilhamento de recursos, parcerias estratégicas) 3. RECURSOS FINANCEIROS A SEREM CONCEDIDOS 3.1. Recursos Este edital dispõe de recursos financeiros no valor de R$ ,00 (oitocentos mil reais) oriundos da Federação das Indústrias do Estado do Paraná: Os recursos disponibilizados serão destinados aos projetos que atendam aos temas prioritários e estratégicos definidos em valores de R$ ,00 (cem mil reais) a R$ ,00 (cento e cinquenta mil reais), devendo o grupo de indústrias beneficiadas apresentarem contrapartida de 20% do valor total do projeto Valores de contrapartida financeira Os sindicatos, juntamente com o grupo de indústrias proponentes deverão aportar contrapartida financeira mínima de 20% do valor total do projeto. O valor solicitado na proposta deverá, obrigatoriamente, enquadrar-se entre o mínimo de R$ ,00 (sendo R$ ,00 de recursos da FIEP + R$ ,00 de recursos do grupo de indústrias/sindicatos) e o máximo de R$ ,00 (sendo R$ ,00 de recursos da FIEP + R$ ,00 de recursos do grupo de indústrias/sindicatos). As propostas que apresentarem valor fora desse intervalo serão desclassificadas, para efeito do presente edital. O valor total do orçamento consistirá na somatória de valores solicitados por meio do edital, acrescida do valor da contrapartida a ser aportado pelo grupo beneficiado. 4. PRAZO DE EXECUÇÃO Os recursos destinados às indústrias serão repassados pela FIEP, para financiar projetos com prazo de execução entre 09 (nove) meses e 12 (doze) meses. As propostas que não observarem os valores limites e o prazo de execução acima especificado serão consideradas inelegíveis no contexto deste Edital. Somente a partir da data de assinatura do termo de adesão, serão considerados como gastos do projeto a execução de recursos ou da contrapartida aportada pelo grupo beneficiado. 5. ITENS FINANCIÁVEIS 5.1. Os recursos da fonte FIEP poderão subvencionar itens de Custeio, incluindo: Despesas correntes (itens de Custeio):

3 Serviços de Terceiros/Pessoas Físicas ou Jurídicas, para prestação de serviços específicos necessários à execução do projeto, tais como: Consultorias, Capacitação e Treinamento Os recursos de contrapartida do grupo beneficiado também poderão ser utilizados para: Serviços de Terceiros/Pessoas Físicas ou Jurídicas, para prestação de serviços específicos necessários à execução do projeto, tais como: Consultorias, Capacitação e Treinamento. Despesas com passagens, hospedagens e deslocamento; Despesas com materiais de apoio; Despesas com alimentação em reuniões e treinamentos. Valores de contrapartida que ultrapassarem os previstos para cada rubrica, serão considerados como contrapartida não exigida, e não serão considerados para efeito de comprovação dos gastos do projeto. Todos os itens financiáveis propostos, tanto pela fonte FIEP como pela contrapartida do grupo beneficiado, deverão ser devidamente justificados de acordo com as necessidades do projeto. 6. ITENS NÃO FINANCIÁVEIS Com recursos oriundos tanto da FIEP, como do grupo beneficiado, é vedada a remuneração de sócios, bem como o pagamento de quaisquer despesas a militar, servidor ou empregado público, integrante do quadro de pessoal da Administração Pública Direta ou Indireta. Não serão financiáveis despesas de Capital previstas em projetos de empresas cuja maioria de Capital, com direito a voto, pertença a pessoas não residentes no País. Também não serão financiados os seguintes itens: Contas de luz, água, telefone, correios, material fotográfico, peças de reposição e manutenção de equipamentos, manutenção de veículos e reparos de construções civis; Aquisição de máquinas e equipamentos, mobiliários; Pagamento de pró-labore, gratificação ou complementação salarial de pessoal técnico e administrativo. 7. QUEM PODE PARTICIPAR Para a obtenção de recursos, são elegíveis indústrias brasileiras, individualmente ou em associação com outra(s) empresa(s) brasileira(s), associadas a sindicatos, que atendam às seguintes condições: a) Com registro na Junta Comercial e CNPJ do Paraná de pelo menos 06 (seis) meses antes da data de lançamento desta Chamada. Esta condição é válida também para empresas que possuam filial no Estado do Paraná.

4 b) Que a empresa proponente, mesmo sendo filial, demonstre ter efetuado qualquer atividade operacional, não operacional, patrimonial ou financeira, até pelo menos 03 (três) meses antes do lançamento deste edital; c) Com objeto social, na data de divulgação deste edital, que contemple atividade compatível com o desenvolvimento do projeto proposto. O grupo de indústrias proponentes deverá ser o principal responsável pelo desenvolvimento do projeto, conforme o objetivo deste edital. IMPORTANTE: Os projetos apoiados pelo edital 2015/2016 devem beneficiar no mínimo 20 (vinte) indústrias e no máximo 25 (vinte e cinco) indústrias. Caso a desistência de indústrias seja superior a 30%, o projeto será automaticamente cancelado. Não serão elegíveis: Indústrias não associadas aos sindicatos empresariais; Grupo que não atenda os requisitos básicos para participação, conforme item 7. Projeto que beneficiem número inferior a 20 indústrias. 8. CARACTERISTICAS DAS PROPOSTAS 8.1. Conteúdo do Plano de Trabalho O Plano de Trabalho deverá informar, detalhamento orçamentário, os itens a serem custeados com os recursos de subvenção solicitados e os de contrapartida deverão estar adequadamente identificados. A proposta deverá conter, obrigatoriamente, as seguintes informações: 1. Dados cadastrais 1.1. Grupo Proponente Dados institucionais (do sindicato proponente e grupo de indústrias beneficiadas) 1.2. Responsável pelo projeto 2. Dados do projeto Deverá ser preenchida ficha (anexo 1) com os dados do projeto Coordenador técnico e comitê gestor A colaboradora do Sistema FIEP, Ana Paula Walter Bertoglio Oliveira, designada Coordenadora Técnica deste projeto irá gerir os recursos destinados aos projetos, bem como: Realização das contratações; Aplicação dos recursos; Elaboração dos relatórios de acompanhamento; Gestão do projeto.

5 O comitê gestor do projeto será formado por 01 (um) colaborador do Sistema FIEP, 01 colaborador do Sindicato e 02 (dois) representantes das indústrias que compõem o grupo beneficiado. 9. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO Deverá ser anexado ao formulário do anexo 1, cronograma de execução das ações conforme modelo do anexo 2. O cronograma deverá obedecer, obrigatoriamente, o período mencionado no item 4 deste Edital. 10. APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA Entrega dos formulários Os formulários 01 e 02 e previsão orçamentária (anexo 3) devem ser protocolados na Gerência da Central de Relações com Sindicatos e Coordenadorias Regionais da Federação das Indústrias do Estado do Paraná, os quais deverão ser preenchidos e entregues impressos e assinados pelo representante do sindicato e representante do grupo de indústrias. O protocolo dos formulários por meio impresso deverão ser entregues em até 30 dias a partir do lançamento do Edital. A FIEP isenta-se da responsabilidade do impedimento de envio de propostas, decorrente de eventuais problemas técnicos Envio da Documentação Impressa No prazo de até 15 (quinze) dias úteis, a contar da aprovação da proposta, deverão ser entregues os termos de adesão (anexo 4) devidamente preenchidos e assinados pelos representantes legais das 20 (vinte) indústrias a serem beneficiadas. No envelope de envio deverá constar a seguinte identificação: Federação das Indústrias do Estado do Paraná Edital 2015/2016 Programa de Apoio à Competitividade das Indústrias do Estado do Paraná Gerência de Relações com Sindicatos e Coordenadorias Regionais da FIEP Av. Cândido de Abreu, 200 7º andar Centro Cívico CEP CURITIBA, PR Para fins de cumprimento do prazo de envio dos documentos impressos, será considerada a data de postagem ou de protocolo (quando entregue diretamente na sede da FIEP). 11. SELEÇÃO DAS PROPOSTAS Requisitos formais e habilitação As propostas serão analisadas pelo Comitê Gestor do Programa de Apoio à Competitividade das Indústrias do Estado do Paraná Edital 2015/2016, quanto ao atendimento dos requisitos desta Chamada, no que se refere a: Envio da documentação, até a data-limite dos prazos máximos estabelecidos, devidamente preenchidas e assinadas (propostas com documentação

6 incompleta, encaminhadas após as datas-limite, ou em desacordo com as exigências contidas nesta chamada do Edital, serão consideradas inelegíveis). Atendimento aos valores mínimos de contrapartida. Serão eliminadas as propostas que não cumprirem os requisitos formais, seja de ordem econômico-financeira ou outros fatores de ordem técnico-operacional. As propostas não eliminadas na etapa de habilitação serão submetidas à avaliação do mérito e relevância Avaliação de mérito e relevância A avaliação do mérito e relevância será feita de acordo com os critérios e respectivos pesos conforme segue e que se encontram detalhados na ficha de avaliação de mérito e relevância (Anexo 5) a seguir descritos: RESULTADOS ESPERADOS: Ordem Peso 1 Conformidade aos objetivos do programa 5 2 Atendimento aos requisitos descritos no item 7 do Edital 5 3 Atendimento aos temas prioritários contidos no item 2 do Edital 4 4 Adequação do orçamento do projeto aos limites estabelecidos no Edital 3 5 Adequação do cronograma físico do projeto aos limites estabelecidos no Edital 3 Serão eliminadas as propostas que não atenderem às condições de ordem 01 a 03. As propostas não eliminadas serão classificadas, em ordem decrescente de pontuação, até o limite dos recursos alocados para o respectivo Edital. Para desempate será considerada, em ordem de importância, a classificação na avaliação de mérito dos indicadores 1 a 3. INDICADORES DE RESULTADOS Os projetos deverão atingir no mínimo 02 (dois) parâmetros de indicadores finalísticos e 02 (dois) parâmetros de indicadores intermediários que deverão ser comprovados, por meio de diagnostico inicial (T0) e diagnostico final (T1). Os resultados serão avaliados pela média obtida pelo grupo de indústrias beneficiadas. a) São exemplos de indicadores finalísticos: Aumento nas vendas ou no faturamento; Evolução da produtividade (faturamento/pessoal ocupado); Aumento de produção; Número de novos negócios gerados. b) São exemplos de indicadores intermediários: Índice de defeitos identificados; Redução na geração de resíduos; Redução no consumo de energia; Redução dos custos operacionais.

7 12. HOMOLOGAÇÃO E DIVULGAÇÃO FINAL DOS RESULTADOS DA SELEÇÃO E JULGAMENTO Os resultados dos grupos de indústrias que serão beneficiadas por este edital será divulgado em 04/09/2015 por meio de publicação no site da FIEP (www.fiepr.org.br) a partir das 14h Liberação dos recursos financeiros A liberação das parcelas dos recursos financeiros da FIEP será feita conforme cronograma a seguir: 1ª parcela: no valor de 40% do total recomendado do plano de trabalho aprovado, após o protocolo dos termos de adesão; 2ª parcela: no valor de até 30% do total recomendado do plano de trabalho aprovado, 03 (três) meses após a liberação da 1ª parcela, após a apresentação e a aprovação do 1º relatório de atividades contemplando o diagnostico inicial (T0) e aporte de contrapartidas do grupo beneficiado; 3ª parcela: no valor de até 30% do total recomendado do plano de trabalho aprovado, 06 (seis) meses após a liberação da 2ª parcela e após a aprovação do 2º relatório técnico-financeiro do grupo gestor. A utilização dos recursos concedidos para o edital 2015/2016 será permitida após o repassa da 1ª parcela. Gastos realizados anteriormente a essa data, não serão aceitos. A data final para a aceitação de despesas será o último dia do prazo de utilização dos recursos previsto no termo de adesão firmado entre as partes. O estrito cumprimento dos prazos previstos no contrato será fundamental para a execução do projeto sem a necessidade de glosa de despesas. A execução dos recursos concedidos para o edital 2015/2016 deverá guardar consonância com os cronogramas aprovados no Plano de Trabalho e com a Relação de Itens do projeto. Obs. O aporte de contrapartidas do grupo beneficiado poderá ser feito em até 04 (quatro) parcelas mensais, a partir de liberação da 1ª parcela dos recursos FIEP, por meio de boleto Acompanhamento das empresas contratadas As indústrias participantes do projeto serão monitoradas por visitas técnicas, contato telefônico e envio de pesquisas de satisfação. Durante a execução do projeto, o monitoramento será feito por meio de, pelo menos, 01 (uma) visita técnica a ser realizada por profissionais credenciados junto a FIEP, a fim de constatar o bom andamento das atividades e visando aperfeiçoar o sistema de avaliação das ações de desenvolvimento do projeto. Outras visitas técnicas poderão ocorrer, sempre que necessárias, para avaliar a execução do projeto em conformidade com o Plano de Trabalho estabelecido. O acompanhamento administrativo-financeiro e jurídico para avaliar as atividades realizadas pela empresa contratada será feito mediante a análise de

8 relatórios parciais, incluindo prestações de contas, a serem apresentados à FIEP, sempre que solicitados. O Coordenador Técnico será responsável pela execução do projeto, utilização adequada dos recursos e pela elaboração de relatórios descritivos das atividades efetivamente desenvolvidas. Eventuais necessidades de alterações no Plano de Trabalho ou de prorrogação na execução da proposta somente poderão ser feitas com autorização expressa da FIEP, através de formulário de solicitação de alteração de plano de trabalho fundamentada em pareceres dos profissionais encarregados dos acompanhamentos técnico, jurídico e administrativo-financeiro. As solicitações deverão ser justificadas por meio de ofício assinado pelo representante legal do grupo gestor, enviado para o endereço constante na presente chamada ou via protocolo junto à FIEP. A alteração somente será efetivada após aprovação formal da solicitação Relatórios finais e prestação de contas O relatório final deverá ser elaborado pelo Coordenador Técnico, de acordo com formulário-padrão, com todos os dados devidamente preenchidos, contendo os respectivos documentos anexados, quando for o caso. A prestação de contas financeira será de responsabilidade da FIEP e a mesma deverá ser apresentada ao comitê gestor do projeto. Até 30 (trinta) dias após o encerramento do projeto, um relatório técnicofinanceiro final deverá ser apresentado ao comitê gestor, juntamente com a prestação de contas final. 13. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Sigilo e confidencialidade Todos os conhecimentos, informações, resultados e aplicações práticas do projeto, gerados na sua proposição, avaliação e execução, serão tratados como confidenciais entre todas as partes envolvidas durante e após vigência do convênio Disseminação de resultados A FIEP e os sindicatos parceiros envolvidos deverão divulgar os resultados obtidos por meio dos projetos em meios de comunicação, tais como: publicações, jornais de grande circulação, boletins, site institucional, inserções em rádios e mídias locais Revogação ou anulação A qualquer tempo, este edital poderá ser revogado ou anulado, no todo ou em parte, por decisão do Comitê Gestor da FIEP, seja por motivos de interesse público ou exigência legal, em decisão fundamentada, sem que isso implique direitos à indenização ou reclamação de qualquer natureza.

9 16.5 Impugnação O proponente que aderir às condições apresentadas nesta Chamada não poderá arguir qualquer vício ou irregularidade do mesmo, sendo a apresentação de sua proposta considerada como concordância irretratável das condições aqui estabelecidas. Perde o direito de impugnar os termos deste edital, aquele que a tendo aceitado sem objeção venha apontar eventuais falhas ou irregularidades que o tenham viciado, hipótese em que tal comunicação não terá efeito de recurso. 14. INFORMAÇÕES ADICIONAIS Esclarecimentos e informações adicionais acerca do conteúdo deste edital poderão ser enviados via mensagem, para o correio eletrônico Os casos omissos e situações não previstas neste edital serão resolvidos em conjunto e de comum acordo pelos representantes credenciados das instituições integrantes da FIEP Curitiba, 27 de julho de Edson Campagnolo Presidente da FIEP

Programa de Bolsas de Mestrado e Doutorado

Programa de Bolsas de Mestrado e Doutorado Chamada Pública 11/2014 Programa de Bolsas de Mestrado e Doutorado Acordo CAPES/FA A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná (FA) em parceria com a Coordenação

Leia mais

Programa de Bolsas de Estágio Pós-Doutoral no Exterior para Docentes

Programa de Bolsas de Estágio Pós-Doutoral no Exterior para Docentes CHAMADA PÚBLICA 17/2015 Programa de Bolsas de Estágio Pós-Doutoral no Exterior para Docentes (Acordo Capes/FA) A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Estado do Paraná

Leia mais

EDITAL Nº 02/2013 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER

EDITAL Nº 02/2013 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER EDITAL Nº 02/2013 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER 1) INTRODUÇÃO O presente Edital abre oportunidade para que as Instituições Públicas e as Privadas, desde que sem fins lucrativos e

Leia mais

EDITAL 03/2008 - FAPESQ/PB MCT/FINEP

EDITAL 03/2008 - FAPESQ/PB MCT/FINEP EDITAL 03/2008 - FAPESQ/PB MCT/FINEP A FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA DO ESTADO DA PARAÍBA FAPESQ e a Financiadora de Estudos e Projetos FINEP, tornam público e convocam os interessados a apresentarem propostas

Leia mais

EDITAL Nº 07/2015 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER

EDITAL Nº 07/2015 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER EDITAL Nº 07/2015 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER 1) INTRODUÇÃO Considerando que para ter-se uma comunidade com qualidade de vida, deve-se compreender que tal qualidade está diretamente

Leia mais

Programa de Auxílio à Pós-Graduação Stricto Sensu Acadêmico Notas Capes 5 e 6

Programa de Auxílio à Pós-Graduação Stricto Sensu Acadêmico Notas Capes 5 e 6 Chamada Pública 17/2014 Programa de Auxílio à Pós-Graduação Stricto Sensu Acadêmico Notas Capes 5 e 6 Acordo Capes/Fundação Araucária A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Leia mais

Programa Bolsa Sênior

Programa Bolsa Sênior Chamada Pública 18/2012 Programa Bolsa Sênior A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná divulga a presente Chamada Pública e convida as instituições de ensino

Leia mais

UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL

UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL EDITAL DE SELEÇÃO E FINANCIAMENTO DE PROJETOS ESCOTEIROS -1/2013 A União dos Escoteiros do Brasil torna público o Edital para seleção e financiamento de projetos escoteiros,

Leia mais

EDITAL Nº 05/2015 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER

EDITAL Nº 05/2015 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER EDITAL Nº 05/2015 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER 1) INTRODUÇÃO Crianças e jovens que vivem nos centros urbanos estão expostas a riscos sociais e a ociosidade. Por este motivo, a prática

Leia mais

Programa de Cooperação Fundo Newton - Confap - Fundação Araucária

Programa de Cooperação Fundo Newton - Confap - Fundação Araucária Chamada Pública 02/2015 Programa de Cooperação Fundo Newton - Confap - Fundação Araucária A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná (FA) em parceria com o Fundo

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS FUNDAÇÃO ARAUCÁRIA & RENAULT DO BRASIL

PROGRAMA DE BOLSAS FUNDAÇÃO ARAUCÁRIA & RENAULT DO BRASIL CHAMADA PÚBLICA 21/2015 PROGRAMA DE BOLSAS FUNDAÇÃO ARAUCÁRIA & RENAULT DO BRASIL A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná (FA) em parceria com o Renault do Brasil

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO À INOVAÇÃO EM MICRO EMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE NO ESTADO DO PARANÁ

PROGRAMA DE APOIO À INOVAÇÃO EM MICRO EMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE NO ESTADO DO PARANÁ Chamada Pública 21/2013 PROGRAMA DE APOIO À INOVAÇÃO EM MICRO EMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE NO ESTADO DO PARANÁ A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná,

Leia mais

FACULDADE DE SAÚDE, CIÊNCIAS HUMANAS E TECNOLÓGICAS DO PIAUÍ - NOVAFAPI COORDENAÇÃO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

FACULDADE DE SAÚDE, CIÊNCIAS HUMANAS E TECNOLÓGICAS DO PIAUÍ - NOVAFAPI COORDENAÇÃO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO R FACULDADE DE SAÚDE, CIÊNCIAS HUMANAS E TECNOLÓGICAS DO PIAUÍ - NOVAFAPI COORDENAÇÃO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL DE PESQUISA CPPG/NOVAFAPI Nº 001/2008 Seleção de projetos de pesquisa e desenvolvimento

Leia mais

Programa de Apoio à Organização de Eventos das Associações ou Sociedades Técnico Científicas e Institutos de Pesquisa

Programa de Apoio à Organização de Eventos das Associações ou Sociedades Técnico Científicas e Institutos de Pesquisa Chamada Pública 15/2014 Programa de Apoio à Organização de Eventos das Associações ou Sociedades Técnico Científicas e Institutos de Pesquisa A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico

Leia mais

Programa de Bolsas de Pós-Doutorado

Programa de Bolsas de Pós-Doutorado Chamada Pública 08/2012 Programa de Bolsas de Pós-Doutorado A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná (Fundação Araucária) em parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO A INCLUSÃO SOCIAL PESQUISA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA 2014

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO A INCLUSÃO SOCIAL PESQUISA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA 2014 Chamada de Projetos Pública 04/2014 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO A INCLUSÃO SOCIAL PESQUISA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA 2014 A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do

Leia mais

3. DOS ITENS FINANCIÁVEIS

3. DOS ITENS FINANCIÁVEIS EDITAL PROPPI Nº 011/2015 EDITAL DO INVENTOR: DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS INOVADORES COM GERAÇÃO DE PATENTES O Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS

EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia FAPESB, no uso das suas atribuições, torna público o presente Edital

Leia mais

Edital Nº 04/2015 DEPE DISPÕE SOBRE A SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA APOIO A PROJETOS DE PESQUISA NA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SOBRAL.

Edital Nº 04/2015 DEPE DISPÕE SOBRE A SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA APOIO A PROJETOS DE PESQUISA NA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SOBRAL. Edital Nº 04/2015 DEPE DISPÕE SOBRE A SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA APOIO A PROJETOS DE PESQUISA NA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SOBRAL. Período 2015/2016 O Diretor da Santa Casa de Misericórdia de Sobral,

Leia mais

EDITAL FAPES/MCT 004/08 PROGRAMA DE EXTENSÃO TECNOLÓGICA DO ESPÍRITO SANTO

EDITAL FAPES/MCT 004/08 PROGRAMA DE EXTENSÃO TECNOLÓGICA DO ESPÍRITO SANTO EDITAL FAPES/MCT 004/08 PROGRAMA DE EXTENSÃO TECNOLÓGICA DO ESPÍRITO SANTO O MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA - MCT e a FUNDAÇÃO DE APOIO A CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ESPÍRITO SANTO - FAPES tornam público

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA EDITAL 2015 CAMPUS NATAL

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA EDITAL 2015 CAMPUS NATAL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA EDITAL DE EXTENSÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA EDITAL 2015 CAMPUS NATAL 1. EDITAL A Universidade Potiguar UnP, através da Pró-Reitoria Acadêmica, torna

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO A PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLÓGICO DO MARANHÃO

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO A PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLÓGICO DO MARANHÃO GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO A PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLÓGICO DO MARANHÃO PROGRAMA DE APOIO A CRIAÇÃO E CONSOLIDAÇÃO DE EMPRESAS JUNIORES - PACCEJ EDITAL FAPEMA

Leia mais

PROGRAMA DE FOMENTO AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO, TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO ESTADO DO PIAUÍ CHAMADA PÚBLICA FAPEPI N.º 001/2015

PROGRAMA DE FOMENTO AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO, TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO ESTADO DO PIAUÍ CHAMADA PÚBLICA FAPEPI N.º 001/2015 PROGRAMA DE FOMENTO AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO, TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO ESTADO DO PIAUÍ CHAMADA PÚBLICA FAPEPI N.º 001/2015 Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí FAPEPI torna público o lançamento

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PROGRAMA DE APOIO A MELHORIA DO ENSINO DE GRADUAÇÃO Edital de Melhoria dos Laboratórios de Ensino

Leia mais

Edital CNPq nº 06/2003 Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas

Edital CNPq nº 06/2003 Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas Edital CNPq nº 06/2003 Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas O Ministério da Ciência e Tecnologia, por intermédio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq, torna

Leia mais

APOIO A PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS EDITAL Nº001/2015 - APEC

APOIO A PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS EDITAL Nº001/2015 - APEC APOIO A PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS EDITAL Nº001/2015 - APEC O Governo do Estado do Maranhão e a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTEC), por meio da Fundação de Amparo

Leia mais

Programa de Fluxo Contínuo para Apoio a Projetos Especiais

Programa de Fluxo Contínuo para Apoio a Projetos Especiais Chamada Pública nº 03/2012 Programa de Fluxo Contínuo para Apoio a Projetos Especiais A FUNDAÇÃO ARAUCÁRIA de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná, em conformidade com suas finalidades,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE- UNINORTE LAUREATE Programa Incubadora Uninorte Empreende EDITAL Nº 01/2015 PRÉ-INCUBAÇÃO

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE- UNINORTE LAUREATE Programa Incubadora Uninorte Empreende EDITAL Nº 01/2015 PRÉ-INCUBAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE- UNINORTE LAUREATE Programa Incubadora Uninorte Empreende EDITAL Nº 01/2015 PRÉ-INCUBAÇÃO A Incubadora Uninorte Empreende, incubadora de empresas do Centro Universitário do

Leia mais

Apoio a Projetos de Pesquisa Científica, Tecnológica e Inovação Cooperação Internacional: Fundação Araucária / INRIA / INS2i-CNRS

Apoio a Projetos de Pesquisa Científica, Tecnológica e Inovação Cooperação Internacional: Fundação Araucária / INRIA / INS2i-CNRS Chamada Pública 14 /2015 Apoio a Projetos de Pesquisa Científica, Tecnológica e Inovação Cooperação Internacional: Fundação Araucária / INRIA / INS2i-CNRS A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA FUNDAÇÃO CERTI 01/2009 SUBVENÇÃO ECONÔMICA À INOVAÇÃO PROGRAMA PRIME - PRIMEIRA EMPRESA INOVADORA

SELEÇÃO PÚBLICA FUNDAÇÃO CERTI 01/2009 SUBVENÇÃO ECONÔMICA À INOVAÇÃO PROGRAMA PRIME - PRIMEIRA EMPRESA INOVADORA SELEÇÃO PÚBLICA FUNDAÇÃO CERTI 01/2009 SUBVENÇÃO ECONÔMICA À INOVAÇÃO PROGRAMA PRIME - PRIMEIRA EMPRESA INOVADORA 1. APRESENTAÇÃO O Programa Prime - Primeira Empresa Inovadora - visa apoiar empresas nascentes

Leia mais

EDITAL PROGRAD 02/2014

EDITAL PROGRAD 02/2014 EDITAL PROGRAD 02/2014 PAPIA PROGRAMA ACADÊMICO DE PROMOÇÃO DA INCLUSÃO E ACESSIBILIDADE 2014 A Pró-Reitora de Graduação da Universidade Federal de Minas Gerais, Professora Antônia Vitória Soares Aranha,

Leia mais

EDITAL PI IPCIT - Nº001/2012 - PRPPGI/IFAM PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INCENTIVO À PESQUISA CIENTÍFICA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA PI-IPCIT

EDITAL PI IPCIT - Nº001/2012 - PRPPGI/IFAM PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INCENTIVO À PESQUISA CIENTÍFICA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA PI-IPCIT EDITAL PI IPCIT - Nº001/2012 - PRPPGI/IFAM PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INCENTIVO À PESQUISA CIENTÍFICA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA PI-IPCIT PROJETOS DE PESQUISA CIENTÍFICA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DO IFAM Maio

Leia mais

EDITAL PROPI Nº 009/2014 EDITAL DO INVENTOR: DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS INOVADORES COM GERAÇÃO DE PATENTES

EDITAL PROPI Nº 009/2014 EDITAL DO INVENTOR: DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS INOVADORES COM GERAÇÃO DE PATENTES EDITAL PROPI Nº 009/2014 EDITAL DO INVENTOR: DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS INOVADORES COM GERAÇÃO DE PATENTES O Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

EDITAL PROPPI Nº 012/2015 APOIO A PROJETOS COOPERATIVOS DE PESQUISA APLICADA, DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO.

EDITAL PROPPI Nº 012/2015 APOIO A PROJETOS COOPERATIVOS DE PESQUISA APLICADA, DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO. EDITAL PROPPI Nº 012/2015 APOIO A PROJETOS COOPERATIVOS DE PESQUISA APLICADA, DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO. O Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do Instituto Federal de Educação,

Leia mais

Edital FAPERJ n.º 17/2010 Parceria CAPES/FAPERJ PROGRAMA EQUIPAMENTO SOLIDÁRIO CAPES/FAPERJ 2010

Edital FAPERJ n.º 17/2010 Parceria CAPES/FAPERJ PROGRAMA EQUIPAMENTO SOLIDÁRIO CAPES/FAPERJ 2010 Edital n.º 17/2010 Parceria / PROGRAMA EQUIPAMENTO SOLIDÁRIO / 2010 O Ministério da Educação, por meio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, e o Governo do Estado do Rio de Janeiro,

Leia mais

EDITAL 05/2015 PROPESP/FADESP PROGRAMA DE APOIO À COOPERAÇÃO INTERINSTITUCIONAL PACI SUBPROGRAMA COOPERAÇÃO INTERNACIONAL

EDITAL 05/2015 PROPESP/FADESP PROGRAMA DE APOIO À COOPERAÇÃO INTERINSTITUCIONAL PACI SUBPROGRAMA COOPERAÇÃO INTERNACIONAL EDITAL 05/2015 PROPESP/FADESP PROGRAMA DE APOIO À COOPERAÇÃO INTERINSTITUCIONAL PACI SUBPROGRAMA COOPERAÇÃO INTERNACIONAL A Pró- Reitoria de Pesquisa e Pós- Graduação (PROPESP) e a Fundação de Amparo e

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO TECNOLÓGICO DO MARANHÃO

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO TECNOLÓGICO DO MARANHÃO GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO TECNOLÓGICO DO MARANHÃO PROGRAMA DE APOIO A PUBLICAÇÃO DE ARTIGOS ARTIGO/FAPEMA EDITAL FAPEMA Nº 09/2014 ARTIGO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília EDITAL Nº 007/RIFB, DE 28 DE ABRIL DE 2015.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília EDITAL Nº 007/RIFB, DE 28 DE ABRIL DE 2015. EDITAL Nº 007/RIFB, DE 28 DE ABRIL DE 2015. SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS E VOLUNTARIADO EM INICIAÇÃO CIENTÍFICA NAS AÇÕES AFIRMATIVAS (ENSINO

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA 2015

CHAMADA PÚBLICA 2015 EDITAL N º 10/PROPPI/2015 Retificado CHAMADA PÚBLICA 2015 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS TÉCNICOS COM FINALIDADE DIDÁTICO-PEDAGÓGICA EM CURSOS REGULARES NO Câmpus SÃO MIGUEL DO OESTE

Leia mais

1.3 Público Alvo / Instituições Elegíveis Instituições Públicas de Ensino Superior que possuam Programas de Pós-Graduação recomendados pela Capes.

1.3 Público Alvo / Instituições Elegíveis Instituições Públicas de Ensino Superior que possuam Programas de Pós-Graduação recomendados pela Capes. DIRETORIA DE PROGRAMAS E BOLSAS NO PAÍS Coordenação-Geral de Programas Estratégicos Coordenação de Programas Especiais EDITAL N 0 27/2010 - PRÓ-EQUIPAMENTOS INSTITUCIONAL A Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento

Leia mais

EDITAL BOLSA FUNARTE DE INCENTIVO À PESQUISA DA ARTE CIRCENSE

EDITAL BOLSA FUNARTE DE INCENTIVO À PESQUISA DA ARTE CIRCENSE EDITAL BOLSA FUNARTE DE INCENTIVO À PESQUISA DA ARTE CIRCENSE O Presidente da Fundação Nacional de Artes - Funarte, no uso das atribuições que lhe confere o inciso V artigo 14 do Estatuto aprovado pelo

Leia mais

CHAMADA DE PROJETOS 001/2013- APOIO PARA SOLUÇÕES DE INOVAÇÃO JUNTO AS MPE S de Uberaba

CHAMADA DE PROJETOS 001/2013- APOIO PARA SOLUÇÕES DE INOVAÇÃO JUNTO AS MPE S de Uberaba CHAMADA DE PROJETOS 001/2013- APOIO PARA SOLUÇÕES DE INOVAÇÃO JUNTO AS MPE S de Uberaba 1 OBJETIVO 1.1 Realizar, em 2013, apoio financeiro para viabilizar a execução de serviços em inovação e tecnologia

Leia mais

EDITAL CAPES N 004/2012/ CAPES. Seleção pública de propostas de projetos de eventos voltados ao Programa de Apoio a Eventos no País - PAEP

EDITAL CAPES N 004/2012/ CAPES. Seleção pública de propostas de projetos de eventos voltados ao Programa de Apoio a Eventos no País - PAEP PAEP Programa de Apoio a Eventos no País EDITAL CAPES N 004/2012/ CAPES Seleção pública de propostas de projetos de eventos voltados ao Programa de Apoio a Eventos no País - PAEP A Fundação Coordenação

Leia mais

1. DA AUTORIZAÇÃO 2. DO OBJETO

1. DA AUTORIZAÇÃO 2. DO OBJETO MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SECRETARIA DE INCLUSÃO DIGITAL AVISO DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 02, DE 4 DE OUTUBRO DE 2012 PROGRAMA COMPUTADORES PARA INCLUSÃO A União, por intermédio da Secretaria de Inclusão

Leia mais

Fundação Parque Tecnológico Itaipu FPTI Brasil Área de Ciência, Tecnologia e Inovação

Fundação Parque Tecnológico Itaipu FPTI Brasil Área de Ciência, Tecnologia e Inovação Processo FPTI-BR nº. 0049/2010 Edital FPTI-BR nº. 012/2010 Apoio à Participação em Eventos Técnico-Científicos A Fundação Parque Tecnológico Itaipu Brasil, FPTI-BR, por meio de sua Área de Ciência, Tecnologia

Leia mais

1. DA AUTORIZAÇÃO: 2. DO OBJETO

1. DA AUTORIZAÇÃO: 2. DO OBJETO CHAMADA PÚBLICA Nº 04/2011 PARA SELEÇÃO DE PROJETOS QUE VISEM A REALIZAÇÃO DE EVENTOS, DE CARÁTER NACIONAL, DAS ENTIDADES DO MOVIMENTO NEGRO E QUILOMBOLAS, POR MEIO DE ESTABELECIMENTO DE CONVÊNIOS, A SEREM

Leia mais

EDITAL PRPGI Nº 36, de 24 de setembro de 2012 APOIO À PUBLICAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS

EDITAL PRPGI Nº 36, de 24 de setembro de 2012 APOIO À PUBLICAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO DIRETORIA DE PESQUISA EDITAL PRPGI Nº 36, de 24 de setembro de 2012 APOIO À PUBLICAÇÃO

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SEBRAE-TO / SECT-TO INOVA TOCANTINS / PAPPE INTEGRAÇÃO - Nº 01 / 2010

CHAMADA PÚBLICA SEBRAE-TO / SECT-TO INOVA TOCANTINS / PAPPE INTEGRAÇÃO - Nº 01 / 2010 CHAMADA PÚBLICA SEBRAE-TO / SECT-TO INOVA TOCANTINS / PAPPE INTEGRAÇÃO - Nº 01 / 2010 SELEÇÃO PÚBLICA DE PROPOSTAS PARA APOIO À PESQUISA, DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO EM MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO

Leia mais

Programa Bolsa-Sênior

Programa Bolsa-Sênior CHAMADA PÚBLICA 09/2015 Programa Bolsa-Sênior A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná divulga a presente Chamada Pública e convida as instituições de ensino

Leia mais

INCUBADORAS DE EMPRESAS. EDITAL SEBRAE/ANPROTEC 01/2015 Implantação e Certificação do CERNE

INCUBADORAS DE EMPRESAS. EDITAL SEBRAE/ANPROTEC 01/2015 Implantação e Certificação do CERNE INCUBADORAS DE EMPRESAS EDITAL SEBRAE/ANPROTEC 01/2015 Implantação e Certificação do CERNE Brasília, 2015 O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas SEBRAE, entidade associativa de Direito

Leia mais

PRÊMIO PORTO MARAVILHA CULTURAL. EDITAL de PRÊMIO Nº 01/2013 EDITAL DO PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS

PRÊMIO PORTO MARAVILHA CULTURAL. EDITAL de PRÊMIO Nº 01/2013 EDITAL DO PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS PRÊMIO PORTO MARAVILHA CULTURAL EDITAL de PRÊMIO Nº 01/2013 EDITAL DO PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS 1. INTRODUÇÃO 1.1. A COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO URBANO DA REGIÃO DO PORTO DO RIO DE JANEIRO ( CDURP

Leia mais

Política de Patrocínio

Política de Patrocínio SUMÁRIO APRESENTAÇÃO...02 1. OBJETIVO INSTITUCIONAL...03 2. OBJETIVOS ESTRATÉGICOS...04 3. LINHAS DE ATUAÇÃO...05 3.1 Projetos prioritários...05 3.2 Projetos que não podem ser patrocinados...05 4. ABRANGÊNCIA...06

Leia mais

EDITAL FAPEAL Nº 04/2015 AUXÍLIO À PARTICIPAÇÃO EM REUNIÃO CIENTÍFICA NO BRASIL OU NO EXTERIOR - ARC

EDITAL FAPEAL Nº 04/2015 AUXÍLIO À PARTICIPAÇÃO EM REUNIÃO CIENTÍFICA NO BRASIL OU NO EXTERIOR - ARC Rua Melo Moraes, 354, CEP 57020-330 Centro Maceió - Alagoas Fone: 82 3315 2200/3315 2232. E-mail: atendimento@fapeal.br EDITAL FAPEAL Nº 04/2015 AUXÍLIO À PARTICIPAÇÃO EM REUNIÃO CIENTÍFICA NO BRASIL OU

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA DE PROJETOS SOCIAIS Nº. 01/2010 APOIO A PROJETOS DE PESQUISA E CAPACITAÇÃO CIENTÍFICA 2010-2012

EDITAL DE CHAMADA DE PROJETOS SOCIAIS Nº. 01/2010 APOIO A PROJETOS DE PESQUISA E CAPACITAÇÃO CIENTÍFICA 2010-2012 EDITAL DE CHAMADA DE PROJETOS SOCIAIS Nº. 01/2010 APOIO A PROJETOS DE PESQUISA E CAPACITAÇÃO CIENTÍFICA 2010-2012 A Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUCPR, entidade sem fins lucrativos, com

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS ACADÊMICOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS ACADÊMICOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS ACADÊMICOS Edital de Melhoria e Inovação do Ensino da Graduação Nº 01/2015 A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE),

Leia mais

CAMPUS XANXERÊ CHAMADA PÚBLICA

CAMPUS XANXERÊ CHAMADA PÚBLICA EDITAL N º 26 /PROPPI/2015 CHAMADA PÚBLICA PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS TÉCNICOS COM FINALIDADE DIDÁTICO-PEDAGÓGICA EM CURSOS REGULARES NO PERÍODO DE EXECUÇÃO: JULHO A DEZEMBRO/2015

Leia mais

Edital 1/2014. Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica

Edital 1/2014. Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica Edital 1/2014 Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica A (PoloSul.org) torna pública a presente chamada e convida os interessados para apresentar propostas de incubação

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO A ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÃO OU TESE EDITAL FAPEMA Nº 016/2015 - PAEDT

PROGRAMA DE APOIO A ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÃO OU TESE EDITAL FAPEMA Nº 016/2015 - PAEDT PROGRAMA DE APOIO A ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÃO OU TESE EDITAL FAPEMA Nº 016/2015 - PAEDT O Governo do Estado do Maranhão e a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação - SECTI, por meio da Fundação

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTORES E IRRIGANTES DA BAHIA AIBA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A. BNB

ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTORES E IRRIGANTES DA BAHIA AIBA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A. BNB ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTORES E IRRIGANTES DA BAHIA AIBA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A. BNB FUNDO PARA O DESENVOLVIMENTO INTEGRADO E SUSTENTÁVEL DA BAHIA FUNDESIS EDITAL PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO Nº 06/2013 PROGRAMA DE APOIO FINANCEIRO PRA PROJETOS DE PESQUISA DA UFAC

EDITAL DE SELEÇÃO Nº 06/2013 PROGRAMA DE APOIO FINANCEIRO PRA PROJETOS DE PESQUISA DA UFAC EDITAL DE SELEÇÃO Nº 06/2013 PROGRAMA DE APOIO FINANCEIRO PRA PROJETOS DE PESQUISA DA UFAC A Universidade Federal do Acre - UFAC, através da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROPEG, bem como da

Leia mais

REGULAMENTO Prêmio IEL de Estágio 2014

REGULAMENTO Prêmio IEL de Estágio 2014 REGULAMENTO Prêmio IEL de Estágio 2014 Curitiba, Fevereiro de 2014 Sumário 1. O PRÊMIO... 3 2. OBJETIVOS... 4 3. CATEGORIAS DE PREMIAÇÃO... 5 4. ETAPAS DE AVALIAÇÃO... 5 5. PREMIAÇÃO... 5 6. PARTICIPAÇÃO/INSCRIÇÃO...

Leia mais

Chamada de Propostas de Pesquisa na área de Mudanças Climáticas Globais Convênio FAPESP-FAPERJ

Chamada de Propostas de Pesquisa na área de Mudanças Climáticas Globais Convênio FAPESP-FAPERJ Chamada de Propostas de Pesquisa na área de Mudanças Climáticas Globais Convênio FAPESP-FAPERJ 1) Introdução A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo FAPESP e a Fundação de Amparo à Pesquisa

Leia mais

EDITAL FAPERN/CAPES 01/2013 APOIO AOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR (IES) DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE

EDITAL FAPERN/CAPES 01/2013 APOIO AOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR (IES) DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE EDITAL FAPERN/CAPES 01/2013 APOIO AOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR (IES) DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE A Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte

Leia mais

EDITAL N º 62/2015 PIBIC E PIBIC/VOLUNTÁRIO - 2015

EDITAL N º 62/2015 PIBIC E PIBIC/VOLUNTÁRIO - 2015 EDITAL N º 62/2015 PIBIC E PIBIC/VOLUNTÁRIO - 2015 A Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa da Universidade do Vale do Sapucaí PROPPES/Univás, desempenhando suas funções de apoiar a Pesquisa Científica

Leia mais

EDITAL Nº. 01/2014 DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS A SEREM FINANCIADOS PELO FUNDO DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA DO MUNICÍPIO DE MARABÁ-PARÁ.

EDITAL Nº. 01/2014 DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS A SEREM FINANCIADOS PELO FUNDO DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA DO MUNICÍPIO DE MARABÁ-PARÁ. PREÃMBULO 1994 EDITAL Nº. 01/2014 DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS A SEREM FINANCIADOS PELO FUNDO DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA DO MUNICÍPIO DE MARABÁ-PARÁ. A Prefeitura Municipal de Marabá, por intermédio

Leia mais

9.8 Toda comunicação eletrônica entre os proponentes e a empresa contratada deverá ocorrer com cópia para o NIT, através do e-mail nit@ifrs.edu.br.

9.8 Toda comunicação eletrônica entre os proponentes e a empresa contratada deverá ocorrer com cópia para o NIT, através do e-mail nit@ifrs.edu.br. EDITAL PROPPI Nº 013/2015 SELEÇÃO DE INVENÇÃO OU MODELO DE UTILIDADE PARA BUSCA DE ANTERIORIDADES E ESCRITA DE RELATÓRIO DESCRITIVO PARA ENCAMINHAMENTO DE PEDIDO DE PATENTE O Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação

Leia mais

EDITAL FAPESB N o 025/2014 APOIO A PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MESTRADOS PROFISSIONAIS

EDITAL FAPESB N o 025/2014 APOIO A PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MESTRADOS PROFISSIONAIS EDITAL FAPESB N o 025/2014 APOIO A PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MESTRADOS PROFISSIONAIS A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia FAPESB, órgão vinculado à Secretaria de Ciência, Tecnologia

Leia mais

Universidade CEUMA REITORIA Gerência de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão

Universidade CEUMA REITORIA Gerência de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão EDITAL DE APOIO A PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS ACADÊMICOS, CIENTÍFICOS E TECNOLÓGICOS, ESTÁGIOS DE CURTA DURAÇÃO E CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EDITAL No. 010/GPG/2015 A Universidade CEUMA, por meio

Leia mais

Edital 01/2013 PRPPG/Unespar Apoio à publicação de artigos em periódicos científicos

Edital 01/2013 PRPPG/Unespar Apoio à publicação de artigos em periódicos científicos Edital 01/2013 PRPPG/Unespar Apoio à publicação de artigos em periódicos científicos A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Estadual do Paraná PRPPG/Unespar torna pública a seleção

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 16/2011

EDITAL FAPEMIG 16/2011 EDITAL FAPEMIG 16/2011 PROGRAMA ESTRUTURADOR REDE DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA MESTRES E DOUTORES A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais FAPEMIG, atendendo à orientação

Leia mais

GUIA PARA AVALIAÇÃO DAS PROPOSTAS DE PROJETOS COMPONENTE 4

GUIA PARA AVALIAÇÃO DAS PROPOSTAS DE PROJETOS COMPONENTE 4 FUNDO MULTILATERAL DE INVESTIMENTOS PROGRAMA REGIONAL DE FORMAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO LOCAL COM INCLUSÃO SOCIAL- CONECTADEL GUIA PARA AVALIAÇÃO DAS PROPOSTAS DE PROJETOS COMPONENTE 4 1. Objetivo

Leia mais

EDITAL FAPESB N o 005/2016 PROGRAMA DE POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA OLIMPÍADAS DE CIÊNCIAS

EDITAL FAPESB N o 005/2016 PROGRAMA DE POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA OLIMPÍADAS DE CIÊNCIAS EDITAL FAPESB N o 005/2016 PROGRAMA DE POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA OLIMPÍADAS DE CIÊNCIAS Edital para seleção de propostas de apoio à Organização de Olimpíadas de Ciências no Estado da Bahia

Leia mais

APOIO À REALIZAÇÃO DE EVENTOS CIENTÍFICOS, TECNOLÓGICOS E DE INOVAÇÃO EDITAL Nº030/ 2015 - AREC

APOIO À REALIZAÇÃO DE EVENTOS CIENTÍFICOS, TECNOLÓGICOS E DE INOVAÇÃO EDITAL Nº030/ 2015 - AREC APOIO À REALIZAÇÃO DE EVENTOS CIENTÍFICOS, TECNOLÓGICOS E DE INOVAÇÃO EDITAL Nº030/ 2015 - AREC O Governo do Estado do Maranhão e a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação - SECTI, por meio

Leia mais

Programa de Aprendizagem em Consultoria Acadêmica - CONSAC. Processo de Seleção de Empresas. EDITAL nº 2/2015

Programa de Aprendizagem em Consultoria Acadêmica - CONSAC. Processo de Seleção de Empresas. EDITAL nº 2/2015 Programa de Aprendizagem em Consultoria Acadêmica - CONSAC Processo de Seleção de Empresas EDITAL nº 2/2015 Brasília, 20 de Novembro de 2015 Apresentação É com satisfação que a Projetos Consultoria Integrada,

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO FISCAL - 1ª EDIÇÃO 2012

REGULAMENTO DO PRÊMIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO FISCAL - 1ª EDIÇÃO 2012 REGULAMENTO DO PRÊMIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO FISCAL - 1ª EDIÇÃO 2012 1.0 DOS OBJETIVOS A 1ª. Edição do Prêmio Nacional de Educação Fiscal será realizada pela FEBRAFITE com o apoio das associações filiadas

Leia mais

Inova Pequena Empresa RS

Inova Pequena Empresa RS Inova Pequena Empresa RS 1 Bloco: : Conceituando Inovação; 2 Bloco: : Programa Inova Pequena Empresa RS / Chamada Pública P Nº N 01/2009; 3 Bloco: : Estruturação do projeto no Sistema de Gestão de Projetos

Leia mais

EDITAL FAPESB Nº 002/2016 Apoio à Organização de Eventos Científicos e Tecnológicos

EDITAL FAPESB Nº 002/2016 Apoio à Organização de Eventos Científicos e Tecnológicos EDITAL FAPESB Nº 002/2016 Apoio à Organização de Eventos Científicos e Tecnológicos A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia FAPESB, órgão vinculado à Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado

Leia mais

Universidade de Brasília Decanato de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade de Brasília Decanato de Pesquisa e Pós-Graduação EDITAL 06/2012 Universidade de Brasília APOIO À PESQUISA DE CAMPO DE PÓS-GRADUANDOS NO PAÍS 1. Finalidade Apoiar os discentes de pós-graduação bolsistas CAPES, CNPq ou REUNI, regularmente matriculados

Leia mais

EDITAL FAPEPI N 008/2012 ACORDO CAPES/FAPEPI BOLSAS DE DOUTORADO E AUXÍLIO PARA DOCENTES DE INSTIUIÇÕES PÚBLICAS DE ENSINO SUPERIOR

EDITAL FAPEPI N 008/2012 ACORDO CAPES/FAPEPI BOLSAS DE DOUTORADO E AUXÍLIO PARA DOCENTES DE INSTIUIÇÕES PÚBLICAS DE ENSINO SUPERIOR EDITAL FAPEPI N 008/2012 ACORDO CAPES/FAPEPI BOLSAS DE DOUTORADO E AUXÍLIO PARA DOCENTES DE INSTIUIÇÕES PÚBLICAS DE ENSINO SUPERIOR A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí - FAPEPI, em conformidade

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO SUPERIOR

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO SUPERIOR PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO REGIONAL DCR/CEARÁ EDITAL FUNCAP/CNPq Nº 02/2012 DCR A FUNCAP, vinculada à Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior SECITECE, em parceria

Leia mais

CHAMADA DE PROJETOS nº 16/2011 PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO

CHAMADA DE PROJETOS nº 16/2011 PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO CHAMADA DE PROJETOS nº 16/2011 PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO A Fundação Araucária, torna pública a presente Chamada de Projetos e convida os pesquisadores das Instituições de Ensino Superior e de

Leia mais

Edital CNPq/CT-Petro nº 01/2003

Edital CNPq/CT-Petro nº 01/2003 Edital CNPq/CT-Petro nº 01/2003 O Ministério da Ciência e Tecnologia, por intermédio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq, torna público o presente edital e convoca os

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL 04 / 2010

CONSELHO MUNICIPAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL 04 / 2010 CONSELHO MUNICIPAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL 04 / 2010 A Companhia de Desenvolvimento de Vitória CDV torna público o presente Edital e comunica que receberá solicitações de financiamento de bolsas

Leia mais

RESUMO DA CHAMADA MCTI/CNPq/ANA Nº 23/2015 Pesquisa em Mudança do Clima

RESUMO DA CHAMADA MCTI/CNPq/ANA Nº 23/2015 Pesquisa em Mudança do Clima RESUMO DA CHAMADA MCTI/CNPq/ANA Nº 23/2015 Pesquisa em Mudança do Clima Salvador Nov/2015 I - CHAMADA A referida chamada tem por objetivo selecionar propostas para apoio financeiro a projetos de desenvolvimento

Leia mais

MEMÓRIAS BRASILEIRAS: BIOGRAFIAS Edital N 13/2015

MEMÓRIAS BRASILEIRAS: BIOGRAFIAS Edital N 13/2015 MEMÓRIAS BRASILEIRAS: BIOGRAFIAS Edital N 13/2015 Publicado no DOU de 29/07/15 seção 3 pág. 33 DIRETORIA DE PROGRAMAS E BOLSAS NO PAÍS DPB Coordenação- Geral de Programas Estratégicos CGPE A Coordenação

Leia mais

CASULO Incubadora de Empresas do UniCEUB

CASULO Incubadora de Empresas do UniCEUB CASULO Incubadora de Empresas do UniCEUB TERMO ADITIVO AO EDITAL nº 02/2013 PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS ALTERAÇÃO DE DATAS E FORMA DE APRESENTAÇÃO DE PROJETOS Apoio: Brasília, 28 de agosto de 2013.

Leia mais

PROGRAMA APOIO ÀS INSTITUIÇÕES DE PESQUISA SEDIADAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

PROGRAMA APOIO ÀS INSTITUIÇÕES DE PESQUISA SEDIADAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Edital FAPERJ N. o 06/2007 PROGRAMA APOIO ÀS INSTITUIÇÕES DE PESQUISA SEDIADAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO O Governo do Estado do Rio de Janeiro, por intermédio da Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia,

Leia mais

REITORIA EDITAL Nº 27/2015

REITORIA EDITAL Nº 27/2015 REITORIA EDITAL Nº 27/2015 O Reitor da Universidade Vila Velha UVV torna público a todos os interessados que estão abertas, de 29 de setembro até 10 de outubro de 2015, as inscrições de propostas provenientes

Leia mais

Edital FUB/UnB/DPP 01/2014. Apoio a Publicações

Edital FUB/UnB/DPP 01/2014. Apoio a Publicações Edital FUB/UnB/DPP 01/2014 Apoio a Publicações A Fundação Universidade de Brasília - FUB, por meio do Decanato de Pesquisa e Pós-Graduação DPP, torna público o presente Edital. 1. Objetivo 1.1 Este Edital

Leia mais

EDITAL FAPES Nº 003/2010

EDITAL FAPES Nº 003/2010 EDITAL FAPES Nº 003/2010 Seleção de propostas a serem apresentadas pelos Programas de Pósgraduação stricto sensu do estado do Espírito Santo, visando à concessão de quotas de bolsas para formação de recursos

Leia mais

EDITAL N o EXPANSÃO DA REDE DO MESTRADO PROFISSIONAL EM HISTÓRIA PROFHISTÓRIA CHAMADA A PROPOSTAS DE ADESÃO

EDITAL N o EXPANSÃO DA REDE DO MESTRADO PROFISSIONAL EM HISTÓRIA PROFHISTÓRIA CHAMADA A PROPOSTAS DE ADESÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO PROFISSIONAL EM HISTÓRIA EDITAL N o EXPANSÃO DA REDE DO MESTRADO PROFISSIONAL EM HISTÓRIA

Leia mais

PROGRAMA FORTALECER Edital de Projetos REGULAMENTO

PROGRAMA FORTALECER Edital de Projetos REGULAMENTO PROGRAMA FORTALECER Edital de Projetos REGULAMENTO Sumário 1. O EDITAL... 2 1.1. Natureza e objetivos... 2 1.2. Princípios orientadores... 2 1.3. Foco temático do edital... 2 2. QUEM PODE PARTICIPAR...

Leia mais

INCUBADORA RINETEC. Regulamento da Chamada para ingresso de idéias inovadoras na incubadora RINETEC. Edital 001 2014

INCUBADORA RINETEC. Regulamento da Chamada para ingresso de idéias inovadoras na incubadora RINETEC. Edital 001 2014 INCUBADORA RINETEC Regulamento da Chamada para ingresso de idéias inovadoras na incubadora RINETEC Edital 001 2014 1. APRESENTAÇÃO 1.1 Este edital estabelece formas, condições e critérios para que a Associação

Leia mais

PROGRAMA BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Primeira edição do Prêmio "Publicações em língua estrangeira de Arte Contemporânea"

PROGRAMA BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Primeira edição do Prêmio Publicações em língua estrangeira de Arte Contemporânea PROGRAMA BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Primeira edição do Prêmio "Publicações em língua estrangeira de Arte Contemporânea" EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA PREÂMBULO A Fundação Bienal de São Paulo convoca interessados

Leia mais

EDITAL Nº 135 /2010 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2010 SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET- MG NASCENTE ARAXÁ

EDITAL Nº 135 /2010 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2010 SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET- MG NASCENTE ARAXÁ EDITAL Nº 135 /2010 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2010 SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET- MG NASCENTE ARAXÁ O DIRETOR-GERAL DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA

Leia mais

EDITAL DE FLUXO CONTÍNUO Nº 005/2015

EDITAL DE FLUXO CONTÍNUO Nº 005/2015 EDITAL Nº 005/2015 EDITAL DE FLUXO CONTÍNUO Nº 005/2015 A Universidade Federal do Maranhão por meio da Pró-Reitoria de Extensão torna público e convoca os extensionistas (docentes e técnico-administrativos

Leia mais

Ministério da Educação. UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Medianeira Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação. Edital DIRPPG 19/2012

Ministério da Educação. UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Medianeira Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação. Edital DIRPPG 19/2012 lwrpr Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Medianeira Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação UNIVERSIDADE TECNOLOGICA. FEDERAL 00 PARANA Edital DIRPPG 19/2012 PROGRAMA

Leia mais

PROJETO SERVIÇOS E CIDADANIA EDITAL N 002/2014

PROJETO SERVIÇOS E CIDADANIA EDITAL N 002/2014 PROJETO SERVIÇOS E CIDADANIA EDITAL N 002/2014 Abertura de prazo para solicitação de serviços pelas entidades cadastradas no Projeto Serviços e Cidadania e sediadas em Curitiba e Região Metropolitana O

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA EDITAL 072/2014 PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSORES AVALIADORES DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA - LATO

Leia mais