GUIA DO INVESTIDOR PARA. Agendamentos no Tesouro Direto

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GUIA DO INVESTIDOR PARA. Agendamentos no Tesouro Direto"

Transcrição

1 GUIA DO INVESTIDOR PARA Agendamentos no Tesouro Direto

2 Agendamento de Compra 1 Agendamentos Ao entrar na área do site do Tesouro Direto destinada a compras e vendas, o investidor deve acessar o menu Comprar e vender e selecionar o item desejado (comprar, vender ou reinvestir).

3 Agendamento de Compra Passo 1 Escolha dos títulos Ao acessar a opção Comprar, o investidor deve escolher Agendar uma compra e a instituição financeira (banco, distribuidora ou corretora) em que deseja realizar o agendamento. Depois, deve selecionar a data da primeira compra e o tipo de programação que quer fazer (somente uma compra, até uma data definida, até atingir certa quantidade de compras ou até cancelar a programação). Com a data de início definida, o investidor pode selecionar os títulos nos quais quer investir, informando o valor a ser aplicado. As compras ocorrerão mensalmente, na data escolhida, de acordo com o valor especificado para cada título. Em seguida, deve clicar em Continuar.

4 Agendamento de Compra Passo 2 Confirmação do fluxo de compras Neste passo, o investidor confere o fluxo de investimentos agendados e, se desejar, pode cancelar uma ou mais compras, desmarcando a opção na coluna à direita. Com o agendamento de compras definido, e de acordo com o desejo do investidor, ele pode confirmar a programação. Confirmada a programação, é gerado o protocolo do agendamento, que poderá ser editado conforme a descrição a seguir. O investidor poderá ter até quatro agendamentos de compras ativos.

5 Consulta e Alteração de Agendamentos de Compras 2

6 Consulta e Alteração de Agendamentos de Compras Com a compra agendada, o investidor tem possibilidade de consultar, alterar ou cancelar as programações realizadas na opção Consultar/ Agendamentos. Passo 1 Seleção do agendamento Ao acessar a opção Consultar/Agendamentos, o investidor pode realizar a consulta de acordo com os critérios disponíveis, como tipo de agendamento, número do protocolo, código da instituição financeira (banco, distribuidora ou corretora) e período do agendamento. Uma vez realizada a consulta, os protocolos serão exibidos de acordo com os critérios informados. Para visualizar o agendamento, basta clicar sobre o número do protocolo; e, para alterar, basta clicar no botão Editar ( ).

7 Consulta e Alteração de Agendamentos de Compras Passo 2 Alteração dos títulos e do valor das compras Com o agendamento selecionado, é possível editar os parâmetros escolhidos no momento da compra, bem como alterar ou selecionar novos títulos e reduzir os valores. Passo 3 Alteração do fluxo de compras e confirmação Na tela seguinte, o investidor pode realizar alterações no fluxo de compras agendadas, por exemplo, pode cancelar uma compra em um mês específico conforme sua vontade, desmarcando a opção à direita; também pode reincluir uma operação que tenha sido desmarcada anteriormente. Para cancelar o agendamento: Após selecionar o agendamento e clicar no botão Editar (lápis), o investidor deve clicar em Continuar para seguir para a próxima tela, na qual poderá cancelar todo o agendamento (clicando em Cancelar), ou cancelá-lo parcialmente, caso seja um agendamento para vários períodos (desmarcando os meses desejados na coluna à direita) Após efetuar as alterações, o investidor deve confirmá-las para que sejam gravadas no protocolo. Qualquer alteração deve ser realizada até um dia antes da data da compra. Caso as alterações não sejam confirmadas, o agendamento ficará com a situação Pendente de Alteração e as compras não serão realizadas.

8 Reinvestimento Automático 3

9 Reinvestimento Automático No menu Comprar e Vender/Reinvestir, o investidor pode programar o reinvestimento automático dos juros recebidos semestralmente e dos resgates nos vencimentos dos títulos. Ao acessar a tela de reinvestimento, ele deve selecionar a instituição financeira (banco, distribuidora ou corretora) na qual consta o título desejado para agendar o reinvestimento de juros semestrais ou de resgate. Passo 1 Escolha dos títulos para reinvestimento dos juros Com a seleção da instituição financeira, o investidor escolhe a data em que será iniciado o reinvestimento. Preenchidos os campos com o código da instituição financeira e a data de início, são apresentados os títulos que pagam juros semestrais e que estão custodiados na instituição financeira selecionada. Aqui, o investidor decide para quais títulos deseja programar o reinvestimento dos juros a serem pagos. A tela apresenta informações de data de vencimento, data do próximo pagamento de juros e saldo atual dos títulos. O investidor escolhe em qual título e o percentual que deseja reaplicar. Esse percentual será aplicado sobre o valor dos juros líquido de taxas e impostos.

10 Reinvestimento Automático Passo 2 Escolha dos títulos para reinvestimento do resgate Essa tela também mostra todos os títulos que o investidor possui na instituição financeira selecionada, com informações sobre data de vencimento e quantidade atual de títulos. O investidor pode agendar o reinvestimento desses títulos que ocorrerá sempre na data de vencimento dos títulos (resgate) ou no próximo dia útil. Ele seleciona os títulos para os quais deseja realizar o reinvestimento, define em qual título e qual o percentual quer reaplicar. Esse percentual será aplicado sobre o valor do resgate líquido de taxas e impostos. Nos meses em que há resgate financeiro, o limite do investidor é ampliado no montante do valor resgatado. Após a seleção e o preenchimento dos campos, o investidor pode clicar na opção Continuar para prosseguir o agendamento. Passo 3 Confirmação dos fluxos de reinvestimentos Aqui, são apresentados os fluxos dos reinvestimentos agendados, tanto dos juros, quanto dos resgates. O investidor tem a opção de desmarcar um ou mais reinvestimentos agendados e confirmar o agendamento de reinvestimento por meio da opção Confirmar.

11 Consulta e Alteração de Reinvestimentos Automáticos 4

12 Consulta e Alteração de Reinvestimentos Automáticos Após agendar um reinvestimento, o investidor pode consultar, alterar ou cancelar o agendamento realizado na opção Consultar/Agendamentos. Passo 1 Busca dos reinvestimentos programados Ao acessar a opção Consultar/Agendamentos, o investidor pode realizar a consulta de acordo com os critérios disponíveis, como número do protocolo, código da instituição financeira (banco, distribuidora ou correta) e período do agendamento. Passo 2 Alteração dos parâmetros do reinvestimento dos juros e resgate Com o agendamento selecionado, o investidor pode editar os parâmetros escolhidos no momento do agendamento do reinvestimento, como data de início do reinvestimento, por exemplo. Aqui, o investidor pode consultar/editar o reinvestimento dos juros, podendo alterar os títulos que terão os juros reinvestidos, os títulos nos quais os juros serão reinvestidos e o percentual do valor dos juros líquido de taxas e impostos a serem reinvestidos. Nesta tela, também é possível alterar os títulos que terão os regastes reinvestidos, alterar os títulos nos quais os resgates serão reinvestidos e o percentual do valor do resgate líquido de taxas e impostos que será reinvestido.

13 Consulta e Alteração de Reinvestimentos Automáticos Passo 3 Alteração do fluxo de reinvestimentos e confirmação Aqui, são apresentados os fluxos dos reinvestimentos agendados, conforme as alterações realizadas nos passos anteriores, tanto de juros, quanto de resgates. O investidor tem a opção de cancelar uma ou mais operações agendadas, desmarcando-as na coluna Agendar, à direita. Pode também reincluir uma operação que tenha sido desmarcada anteriormente. Após alterar ou não o fluxo, o investidor deve confirmar o agendamento do reinvestimento para que as alterações dos passos anteriores sejam salvas. Após a confirmação, ele poderá editar novamente o agendamento. Caso as alterações não sejam confirmadas, o agendamento ficará com o status Pendente de Alteração e os reinvestimentos não serão realizados.

14 Agendamento de Venda 5

15 Agendamento de Venda No menu Comprar e vender/venda, o investidor tem opção de agendar a venda dos títulos que possui em sua carteira. Isso significa que o investidor que tenha interesse em vender antecipadamente os títulos (ou uma parcela deles), poderá escolher a data de venda de seus ativos com antecedência. Passo 1 Indicação do agente de custódia Ao acessar a opção Agendar uma venda, o investidor deve indicar a instituição financeira (banco, distribuidora ou corretora) na qual estão custodiados os títulos que deseja vender.

16 Agendamento de Venda Passo 2 Escolha de títulos, data de venda e confirmação Com a instituição financeira especificada, o investidor visualiza todos os títulos que possui em carteira, custodiados por esse agente. Nessa tela, o investidor escolhe a data em que pretende vender os títulos. Após indicar a data de venda, ele seleciona os títulos que quer vender e a quantidade. Com esses parâmetros definidos, o investidor pode confirmar o seu agendamento, que poderá ser editado ou cancelado até um dia antes da data agendada.

17 Consulta e Alteração de um Agendamento de Venda 6

18 Consulta e Alteração de um Agendamento de Venda Após efetuar o agendamento de venda, o investidor pode consultá-lo a qualquer momento. A Alteração ou o cancelamento desse agendamento pode ser realizado até um dia anterior à data programada. Busca dos agendamentos de venda Após acessar a opção Consultar/Agendamentos e selecionar o item Venda, o investidor pode realizar a consulta de acordo com os critérios disponíveis, como número do protocolo, código da instituição financeira (banco, distribuidora ou corretora), período do agendamento, entre outros. Realizada a busca, o investidor seleciona o agendamento que deseja consultar, editar ou cancelar. Para cancelar o agendamento de venda, ele deve clicar em Cancelar e confirmar o cancelamento.

19 Consulta e Alteração de um Agendamento de Venda Alteração do agendamento de venda e confirmação O investidor pode visualizar o agendamento e alterar a data da venda, títulos e quantidades, conforme desejar. Após realizar as alterações, ele deve confirmá-las para que as alterações sejam válidas.

20 linkedin.com/company/bm&fbovespa MARÇO 2015 twitter.com/bmfbovespa facebook.com/bolsapravoce Visite o site da BM&FBOVESPA bmfbovespa.com.br/produtos

REDUÇÃO NA TAXA DE NEGOCIAÇÃO

REDUÇÃO NA TAXA DE NEGOCIAÇÃO índice INTRODUÇÃO 3 REDUÇÃO NA TAXA DE NEGOCIAÇÃO 3 AGENDAMENTOS 4 1 - Agendamento de Compra 2 - Consulta e Edição de Agendamentos de Compras 3 - Reinvestimento Automático 4 Consulta e Edição de Reinvestimentos

Leia mais

O Tesouro Direto é um programa de venda de títulos públicos a pessoas físicas desenvolvido pelo Tesouro Nacional, em parceria com a BM&FBOVESPA.

O Tesouro Direto é um programa de venda de títulos públicos a pessoas físicas desenvolvido pelo Tesouro Nacional, em parceria com a BM&FBOVESPA. 1 Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Tesouro Direto... 4 3. Compra de títulos... 5 4. Venda de títulos... 12 5. Consultas... 19 5.1 Extrato... 19 5.2 Cestas de compra... 20 5.3 Cestas de venda... 21

Leia mais

CRÉDITO CONSIGNADO ITAÚ. Procedimento de Rescisão de Funcionários

CRÉDITO CONSIGNADO ITAÚ. Procedimento de Rescisão de Funcionários Data de Atualização: 08/10/2009 CRÉDITO CONSIGNADO ITAÚ Procedimento de Rescisão de Funcionários Itaú Bankline Empresa Versão Outubro de 2009 ÍNDICE ETAPA 1 INTRODUÇÃO... 03 ETAPA 2 CADASTRO DE RESCISÃO...

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Renegociação de Títulos e Apropriação de Juros Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 3 3 CONFIGURAÇÕES... 3 3.1 Plano de Contas... 3 3.1.1 Transitória - Renegociação...

Leia mais

Sage Finanças Títulos a Receber e a Pagar

Sage Finanças Títulos a Receber e a Pagar Sage Finanças Títulos a Receber e a Pagar OBJETIVO As funcionalidades de inclusão títulos, baixa de parcelas, cancelamento, autorização de pagamentos e renegociação de títulos, foram reestruturadas para

Leia mais

NAJ Sistemas em Informática LTDA.

NAJ Sistemas em Informática LTDA. REGISTRO DE TÍTULOS NO SISTEMA NAJ. 1ª PARTE Botão Nova Remessa: Utilize para enviar para agência Bancária uma remessa de títulos para registro. Botão Pesquisar: Utilize para pesquisar os títulos para

Leia mais

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar.

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar. Índice 1) Acesso ao sistema 2) Recepção do paciente 3) Envio do atendimento para faturamento: consulta médica ou procedimentos simples 4) Envio do atendimento para faturamento: procedimentos previamente

Leia mais

Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Parte A INICIANDO E CONFIGURANDO (5 passos)

Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Parte A INICIANDO E CONFIGURANDO (5 passos) Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Seja bem-vindo(a) ao Simulador de Ações FinanceDesktop. Seu propósito é oferecer um ambiente completo e fácil de usar que permita o registro

Leia mais

Utilizando o SISPC para efetuar Registros

Utilizando o SISPC para efetuar Registros Utilizando o SISPC para efetuar Registros 1. Registros O b j e t i v o Através do módulo de registros do sistema serão executadas as operações de inclusão de pessoas inadimplentes na base de dados do SPC.

Leia mais

Ao selecionar a opção Faturamento de Guias, o operador deverá escolher o tipo de guia a ser faturada: Guia de Consulta ou Guia SP/SADT.

Ao selecionar a opção Faturamento de Guias, o operador deverá escolher o tipo de guia a ser faturada: Guia de Consulta ou Guia SP/SADT. MANUAL DE OPERAÇÃO PARA O FATURAMENTO ON LINE SISREG Para verificar as guias que estão disponíveis para faturamento, basta clicar sobre a função FATURAMENTO TISS e selecionar a opção Faturamento de Guias

Leia mais

PRACTICO LIVE! FINANCEIRO CONCILIAÇÃO BANCÁRIA

PRACTICO LIVE! FINANCEIRO CONCILIAÇÃO BANCÁRIA PRACTICO LIVE! FINANCEIRO CONCILIAÇÃO BANCÁRIA O que é? É um comparativo entre as movimentações existentes em uma conta bancária e as existentes no controle financeiro. Todos sabem, por exemplo, que existe

Leia mais

MANUAL - TORPEDO DE VOZ

MANUAL - TORPEDO DE VOZ Índice 1. Acesso e Configurações de Conta...1 1.1 Configurações de Sistema...2 2. Criando uma Campanha... 3 2.1 Configurações...4 2.2 Agendamento...4 2.3 Envio Imediato...4 2.4 Envio com Agendamento...5

Leia mais

Sistema de Pedido de Registro e Inspeção online. Manual do Usuário

Sistema de Pedido de Registro e Inspeção online. Manual do Usuário Sistema de Pedido de Registro e Inspeção online Manual do Usuário Introdução O Sistema de Pedido de Registro e Inspeção online permite ao Criador e ao Inspetor proceder a todas providencias para que um

Leia mais

Manual Socopa Home Broker v.2.0 2012 Todos os direitos reservados

Manual Socopa Home Broker v.2.0 2012 Todos os direitos reservados ÍNDICE 1. Acesso ao Home Broker 2. Operações 2.1. Compra e Venda 2.2. Cancelamento 3. Consultas 3.1. Ordens 3.2. Carteira 3.3. Posição Financeira 3.4. Extrato 3.5. Notas de Corretagem 1. Acesso ao Home

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Movimentação de Contas Sumário 1 MOVIMENTAÇÃO DE CONTAS...3 2 CONTAS A RECEBER...8 2.1 Lançamento Contas a Receber...9 2.2 Baixa Contas a Receber...11 3 CONTAS A PAGAR...13

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Sumário 1 CONCEITO... 4 2 REQUISITOS... 4 3 CONFIGURAÇÕES... 4 3.1 Permissões de Acesso... 4 3.2 Plano de Contas... 5 3.2.1 Parcelado... 6 3.2.2 Parcelamento Notas a Prazo...

Leia mais

REMOÇÃO 2015 MANUAL DE DESISTÊNCIA

REMOÇÃO 2015 MANUAL DE DESISTÊNCIA REMOÇÃO 2015 MANUAL DE DESISTÊNCIA Versão 05/05/2015 SUMÁRIO ACESSANDO O SISTEMA... 03 VISUALIZANDO A SOLICITAÇÃO... 05 DEMONSTRATIVO DAS VAGAS... 06 DESISTÊNCIA DA REMOÇÃO... 08 IMPRIMIR PROTOCOLO...

Leia mais

Sumário. Manual Compras Ponto de Reposição JDE TI4TI. 1. Gerar pedido por ponto de reposição... 2 2. Tipo de pedido... 2.

Sumário. Manual Compras Ponto de Reposição JDE TI4TI. 1. Gerar pedido por ponto de reposição... 2 2. Tipo de pedido... 2. Titulo: Manual do Usuário Sumário 1. Gerar pedido por ponto de reposição... 2 2. Tipo de pedido... 2 Compras Página 1 Titulo: Manual do Usuário 1. Gerar pedido por ponto de reposição 2. Tipo de pedido

Leia mais

Portal Gestão de Recebimentos

Portal Gestão de Recebimentos Portal Gestão de Recebimentos Introdução O Portal Gestão de Recebimentos proporciona agilidade e rapidez na interação dos clientes HSBC com seus fornecedores. Permite a você consultar as operações liberadas

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado do Amapá Secretaria de Gestão Processual Eletrônica. Tucujuris Web Contato: tucujuris@tjap.jus.br

Tribunal de Justiça do Estado do Amapá Secretaria de Gestão Processual Eletrônica. Tucujuris Web Contato: tucujuris@tjap.jus.br 1. Para protocolar recursos ou demais petições nos processos em trâmite, deve-se acessar o menu Peticionamento e depois escolher a opção Peticionamento Incidental. Atenção: o peticionamento eletrônico

Leia mais

Roteiro. 1) Acesso e-cac O contribuinte deve primeiro se identificar, com código de acesso ou certificado digital.

Roteiro. 1) Acesso e-cac O contribuinte deve primeiro se identificar, com código de acesso ou certificado digital. Roteiro 1) Acesso e-cac O contribuinte deve primeiro se identificar, com código de acesso ou certificado digital. 2) Acesso à aplicação Pode ser acessado pelo seguinte caminho: Pagamentos e Parcelamentos.

Leia mais

Manual Sistema Curumim. Índice

Manual Sistema Curumim. Índice Versão 1.0 Índice 1. Instalação do Sistema... 3 2. Botões e Legenda... 4 3. Login do Sistema... 5 4. Tela Principal... 6 5. Dados Cadastrais da Empresa... 7 6. Aluno Cadastro... 8 7. Aluno - Cadastro de

Leia mais

CRM MITIS GERAR SMP PELO ASSISTENTE

CRM MITIS GERAR SMP PELO ASSISTENTE CRM MITIS GERAR SMP PELO ASSISTENTE INFORMAÇÕES INICIAIS... 3 PÁGINA INICIAL-CADASTRO DE VISITAS... 3 AGENDA DE VISITAS JANELA PRINCIPAL... 3 CADASTRO DE VISITAS... 3 GERAR SMP PELO ASSISTENTE... 4 PREENCHIMENTO

Leia mais

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ENSINO DE PIRACICABA Centro de Pós-Graduação

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ENSINO DE PIRACICABA Centro de Pós-Graduação MANUAL DE INSCRIÇÃO Nesta primeira tela observar a inscrição referente ao CPG, que é o no primeiro quadro com descrição Abertos. Neste link é possível baixar o edital de inscrição antes de realiza-la.

Leia mais

MANUAL UTILIZAÇÃO. Emuntech Software Solutions Página 1

MANUAL UTILIZAÇÃO. Emuntech Software Solutions Página 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO Emuntech Software Solutions Página 1 Acesso ao sistema Definições para acesso ao CRM Interatell. Acessando o CRM Interatell Utilizando o browser de internet acesse o endereço interatell.net

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Borderô de Pagamento e Aprovação de Lançamentos Sumário 1 CONCEITO... 4 2 REQUISITOS... 4 3 CONFIGURAÇÕES... 4 3.1 Permissões de Acesso... 4 3.2 Cadastrar Fornecedor... 5

Leia mais

Catálogo Online das Bibliotecas da ULBRA - Liber. Guia do Usuário

Catálogo Online das Bibliotecas da ULBRA - Liber. Guia do Usuário Catálogo Online das Bibliotecas da ULBRA - Liber Guia do Usuário Ji-Paraná 2015 1 LIBER é o sistema de informatização das Bibliotecas da ULBRA. O Catálogo On-line oferece além da pesquisa ao acervo das

Leia mais

e-fornecedores Nova Versão Cartilha do Fornecedor

e-fornecedores Nova Versão Cartilha do Fornecedor e-fornecedores Nova Versão Cartilha do Fornecedor Destinada aos Fornecedores das empresas: Outubro/2010 Nova Estrutura de Telas O portal e-fornecedores conta com nova interface, que facilita a forma de

Leia mais

Coordenação de Estágio Integrado. Instruções para o cadastro da contratação de estágio pelo Aluno

Coordenação de Estágio Integrado. Instruções para o cadastro da contratação de estágio pelo Aluno Coordenação de Estágio Integrado Instruções para o cadastro da contratação de estágio pelo Aluno 7 de Novembro de 04 Acesso ao SGE Ao efetuar o login no Sistema de Gestão Acadêmico (SGA), acesse a aba

Leia mais

Gerenciador de Imóveis

Gerenciador de Imóveis Gerenciador de Imóveis O Corretor Top é o mais completo sistema de gestão de imóveis do mercado, onde corretores terão acesso à agenda, cadastro de imóveis, carteira de clientes, atendimento, dentre muitas

Leia mais

CADASTRO DE OBRAS E PROJETOS DE ENGENHARIA

CADASTRO DE OBRAS E PROJETOS DE ENGENHARIA CADASTRO DE OBRAS E PROJETOS DE ENGENHARIA SET 2014 2 INTRODUÇÃO Este manual objetiva orientar os servidores no processo do cadastro de projetos no Sistema Channel para viabilizar o acompanhamento físico-financeiro

Leia mais

Apresentação... 01 Menu Inicial... 03 Pesquisa de Documentos... 04 Configuração do Sistema... 05 Cadastro Corretor... 06 Automóvel...

Apresentação... 01 Menu Inicial... 03 Pesquisa de Documentos... 04 Configuração do Sistema... 05 Cadastro Corretor... 06 Automóvel... 1 Apresentação... 01 Menu Inicial... 03 Pesquisa de Documentos... 04 Configuração do Sistema... 05 Cadastro Corretor... 06 Automóvel... 07 Cores e Contrastes na tela... 14 Renovação... 15 Solicitação de

Leia mais

Manual do Usuário. Novo Internet Banking Governo - IBG

Manual do Usuário. Novo Internet Banking Governo - IBG Manual do Usuário Novo Internet Banking Governo - IBG Versão V - Abril 2013 Sumário 2. Visão Geral do Sistema... 5 2.1. Operações disponíveis no novo IBG... 6 2.1. Perfis disponíveis... 7 2.2. Definições,

Leia mais

MANUAL CALCULADORA DE IR SANTANDER CORRETORA

MANUAL CALCULADORA DE IR SANTANDER CORRETORA MANUAL SANTANDER CORRETORA 1 A Calculadora de IR possibilita realizar o cálculo do imposto devido das operações em Bolsa e facilita na hora de você prestar contas à Receita Federal. VANTAGENS Importa automaticamente

Leia mais

André Proite. Novembro de 2012

André Proite. Novembro de 2012 Tesouro Direto André Proite Rio de Janeiro, Novembro de 2012 Princípios da Gestão da Dívida Visão Geral do Programa Vantagens do Tesouro Direto Entendendo o que altera o preço Simulador do Tesouro Direto

Leia mais

Poder Judiciário e órgãos da Administração Pública

Poder Judiciário e órgãos da Administração Pública Poder Judiciário e órgãos da Administração Pública A Central Nacional de Indisponibilidade é um sistema que integra ordens judiciais e administrativas sobre indisponibilidade de bens. Para acessar a Central

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA A Serveloja soluções empresariais é uma empresa de tecnologia, especialista em consultoria, serviços financeiros e softwares. Disponibilizamos diversas soluções de cobranças

Leia mais

Pagamento - Fornecedor

Pagamento - Fornecedor Pagamento - Fornecedor MT-212-00137 - 1 Última Atualização 30/08/2014 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: Carregar Documentos Fiscais Verificar o status de envio dos documentos

Leia mais

Atendimento WEB IAMSPE CEAMA v20120524.docx. Manual de Atendimento

Atendimento WEB IAMSPE CEAMA v20120524.docx. Manual de Atendimento Manual de Atendimento ÍNDICE INCLUIR PEDIDO (SOLICITAÇÃO DE SENHA)... 3 ACOMPANHAMENTO DE PEDIDO... 8 2 INCLUIR PEDIDO (SOLICITAÇÃO DE SENHA) Utilizado para solicitação de senha para procedimentos pré-autorizados.

Leia mais

Prestação de Contas Eletrônica

Prestação de Contas Eletrônica TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO MANUAL DO USUÁRIO Prestação de Contas Eletrônica TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 2/17 Sumário 1- ACESSO... 3 2- TELA DE INÍCIO... 4 3- CADASTRAMENTO...

Leia mais

Guia de Certificação SINCAD para o SINACOR

Guia de Certificação SINCAD para o SINACOR Guia de Certificação SINCAD para o SINACOR Sumário Pré-requisitos... 4 Configurações de Negócio...4 Instituição Financeira...4 Cenário A1.1... 6 Cenário A1.2... 16 Cenário A1.3... 17 Cenário A1.4... 26

Leia mais

Movimento. Financeiro. Bancário. Contas a Pagar. Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber. Lançamento de Contas a Receber (simples)

Movimento. Financeiro. Bancário. Contas a Pagar. Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber. Lançamento de Contas a Receber (simples) Movimento Financeiro Contas a Pagar Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber Lançamento de Contas a Receber (simples) Movimento de Caixa Fechamento Caixa Bancos Apropriações de Centros de

Leia mais

Tutorial do Sistema de Requerimentos On-line

Tutorial do Sistema de Requerimentos On-line Tutorial do Sistema de Requerimentos On-line Atenção: Os requerimentos de segunda oportunidade, matrícula em disciplina, rematrícula, matrícula em dependência e trabalhos orientados só poderão ser abertos

Leia mais

- Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus.

- Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus. - Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus. Ou digite www.simpo.com.br/protocolo/login.php, para ir diretamente

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO ANTECIPACÃO DE ICMS MANUAL DO USUÁRIO - CONTRIBUINTE

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO ANTECIPACÃO DE ICMS MANUAL DO USUÁRIO - CONTRIBUINTE SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO ANTECIPACÃO DE ICMS MANUAL DO USUÁRIO - CONTRIBUINTE Versão 1.0 Belém PA - Maio 2014 Sumário 1. Introdução...

Leia mais

Tesouro Direto. Florianópolis. Renato Andrade

Tesouro Direto. Florianópolis. Renato Andrade Tesouro Direto Florianópolis Renato Andrade Visão Geral Vantagens Comprando Tributação e Vendendo Títulos Comprando e Vendendo Títulos Entendendo o que altera o preço Simulador do Tesouro Direto Perfil

Leia mais

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Página 1 de 9 Este é um dos principais módulos do SIGLA Digital. Utilizado para dar entrada de produtos no estoque, essa ferramenta segue a seguinte

Leia mais

MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S

MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 CADASTRANDO-SE NO SISTEMA... 4 CADASTRANDO UM FAMILIAR... 7 ACESSANDO O SISTEMA já sou cadastrado... 8 COMO AGENDAR UMA CONSULTA pesquisar horários...

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PE

ROTEIRO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PE E-MAILS DE CONTATO BANCO DAYCOVAL Negócio Roteiro Operacional Promotora MESA DE ANALISE CARTÃO CONSIGNADO cartaoliberacao@bancodaycoval.com.br Empréstimo Cartão Débito C/C SUPORTE PROMOTORA suportepromotora@bancodaycoval.com.br

Leia mais

Sistema de Eventos - Usuário

Sistema de Eventos - Usuário 2013 Sistema de Eventos - Usuário Coordenação de Tecnologia da Informação e Comunicação FUNDEPAG 06/06/2013 Sumário 1- Sistema de eventos... 3 1.1 Eventos... 3 1.2 Eventos que participo... 4 1.3 Trabalhos...

Leia mais

Pedidos LM Guia do Utilizador

Pedidos LM Guia do Utilizador Pedidos LM Guia do Utilizador LOGIN DO SISTEMA Selecionar um usuário. Teclado. O usuário deverá informar a senha para que entre no sistema. Entrar no sistema. Sair do sistema. Tela para que irá listar

Leia mais

Manual Operacional SIGA

Manual Operacional SIGA SMS - ATTI Julho -2012 Conteúdo Sumário... 2... 3 Consultar Registros... 4 Realizar Atendimento... 9 Adicionar Procedimento... 11 Não Atendimento... 15 Novo Atendimento... 16 Relatórios Dados Estatísticos...

Leia mais

Análise de Dados do Financeiro

Análise de Dados do Financeiro Análise de Dados do Financeiro Introdução Para reunir em um só local as informações de contas a pagar e receber cadastradas e/ou geradas no sistema TTransp existe a interface de análise de dados do financeiro.

Leia mais

Curso Básico Sistema EMBI

Curso Básico Sistema EMBI Curso Básico Sistema EMBI Módulo Atendentes e Administradores Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste trabalho pode ser reproduzida em qualquer forma por qualquer meio gráfico, eletrônico ou

Leia mais

UNIMED-BH MANUAL DE AGENDAMENTO ON-LINE. acesse www.unimedbh.com.br/cooperados

UNIMED-BH MANUAL DE AGENDAMENTO ON-LINE. acesse www.unimedbh.com.br/cooperados UNIMED-BH MANUAL DE AGENDAMENTO ON-LINE acesse www.unimedbh.com.br/cooperados ÍNDICE Preparando para usar o sistema Como acessar o sistema 4 Inclusão de foto e currículo do médico cooperado (opcional)

Leia mais

MANUAL DO INVESTIDOR DO TESOURO DIRETO

MANUAL DO INVESTIDOR DO TESOURO DIRETO MANUAL DO INVESTIDOR DO TESOURO DIRETO INTRODUÇÃO Em 07 de janeiro de 2002, o Tesouro Nacional, com o suporte técnico e operacional da Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia - CBLC, (incorporada

Leia mais

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br CONTAS A PAGAR CONSULTA E BAIXA EM CONTAS A PAGAR E CONTAS PAGAS ARQUIVOS > FINANCEIRO > CONTAS A PAGAR 1. CONSULTAS DE LANÅAMENTOS TÇTULOS FILTRO: CONTAS A PAGAR CONTAS PAGAS EXIBIR PRÉ- DATADOS SUSPENSAS

Leia mais

Telas de controle de posições e de liquidação

Telas de controle de posições e de liquidação Workshop Certificação Fase 5 Telas de controle de posições e de liquidação Agosto de 2013 A implantação da integração das clearings da BM&FBOVESPA e do novo sistema de risco CORE (Closeout Risk Evaluation)

Leia mais

Conteúdo. Página 1 de 7

Conteúdo. Página 1 de 7 Conteúdo Introdução... 2 Novo relatório de freqüência... 2 Campos do relatório de freqüência.... 3 Vales... 3 Bolsa... 3 Botões do relatório de freqüência... 4 Navegação... 4 Busca... 4 Atalhos... 4 Recuperar

Leia mais

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE GERAÇÃO DE BOLETOS BRADESCO NO FINANCE 2 Índice Como gerar Boleto Bancário pelo Bradesco... 3 Como gerar os arquivos de Remessa para o Banco pelo Finance... 14 Como enviar

Leia mais

Manual do Sistema "Vida - Controle Financeiro Pessoal" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Vida - Controle Financeiro Pessoal Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Vida - Controle Financeiro Pessoal" Editorial Brazil Informatica I Vida - Controle Financeiro Pessoal Conteúdo Part I Novidades Versão 2.8 (Contas) 2 Part II Novidades Versão 2.9 (Contas)

Leia mais

TÍTULOS PÚBLICOS. Tesouro Direto

TÍTULOS PÚBLICOS. Tesouro Direto TÍTULOS PÚBLICOS Tesouro Direto Tesouro Direto Conheça esta alternativa de investimento em renda fixa. O produto O Tesouro Direto é uma alternativa de investimento em que o investidor sabe, no momento

Leia mais

Agendamento de Importação Vazio Importador

Agendamento de Importação Vazio Importador Agendamento de Importação Vazio Importador Sumário Sumário... 2 1. Objetivo... 3 2. Introdução... 3 3. Habilitação de Transportadora... 4 3.1 Atualizar Modelo de Disribuição... 4 3.2 Habilitar transportadora...

Leia mais

COMO FAZER ENTRADA DE MATERIAL POR XML. Após abrir o sistema, localize o menu no canto superior esquerdo e clique em Movimentação > Entrada Material

COMO FAZER ENTRADA DE MATERIAL POR XML. Após abrir o sistema, localize o menu no canto superior esquerdo e clique em Movimentação > Entrada Material COMO FAZER ENTRADA DE MATERIAL POR XML Observação: O arquivo XML da nota fiscal deve estar salvo em seu computador. Se o seu fornecedor não enviou o arquivo por e-mail, você pode obter o arquivo pela internet,

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO. Tutorial do Sistema de Guia de Pagamento de Multa

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO. Tutorial do Sistema de Guia de Pagamento de Multa Tutorial do Sistema de Guia de Pagamento de Multa 1) Introdução O sistema de Guia de Pagamento de Multa foi desenvolvido para simplificar e facilitar a emissão das guias para o pagamento das multas, aplicadas

Leia mais

Web Empresas. Agemed Saúde S/A. Versão 03

Web Empresas. Agemed Saúde S/A. Versão 03 2011 Versão 03 Web Empresas Agemed Saúde S/A. Esse documento tem como objetivo orientar as empresas contratantes do plano de saúde Agemed a utilizarem o ambiente Web para realização de movimentações cadastrais

Leia mais

Sistema de Bilhetagem Eletrônica

Sistema de Bilhetagem Eletrônica GUIA DE REFERÊNCIA SIB Sistema de Bilhetagem Eletrônica Projeto Sistema de Bilhetagem Eletrônica Documento MR (17/Maio/2011) Tabela 1 Histórico das alterações no documento Data Versão Autor Descrição 09/11/2010

Leia mais

Manual do Assistente do Certificado Digital

Manual do Assistente do Certificado Digital Manual do Assistente do Certificado Digital Índice Bem-vindo ao Assistente do Certificado Digital Serasa Experian 3 Iniciando o Assistente do Certificado Digital Serasa Experian 4 Renovação de Certificado

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLE FINANCEIRO. Curitiba PR www.softwar.com.br suporte@softwar.com.br

SISTEMA DE CONTROLE FINANCEIRO. Curitiba PR www.softwar.com.br suporte@softwar.com.br SISTEMA DE CONTROLE FINANCEIRO Curitiba PR www.softwar.com.br suporte@softwar.com.br Esta é a primeira tela, aonde o usuário irá colocar o código de acesso para utilizar o software. Se for a primeira vez

Leia mais

MATERIAL PARA CAPACITAÇÃO INTERNA DO FIPLAN

MATERIAL PARA CAPACITAÇÃO INTERNA DO FIPLAN Guia de Capacitação Concessão de Cotas Financeiras Versão 1.0 outubro 2012 MATERIAL PARA CAPACITAÇÃO INTERNA DO FIPLAN MÓDULO: PROGRAMAÇÃO FINANCEIRA INSTRUTOR: CARLOS ALBERTO PEREIRA LIMA COLABORADORES

Leia mais

Sair da tela Contas a Receber. Limpa todos os filtros marcados, para uma nova busca. Altera dados da parcela selecionada.

Sair da tela Contas a Receber. Limpa todos os filtros marcados, para uma nova busca. Altera dados da parcela selecionada. CONTAS A RECEBER CONSULTA E DE TÅTULOS ARQUIVOS > FINANCEIRO > CONTAS A RECEBER 1. ÅCONES PRINCIPAIS: SAIR LIMPAR LOCALIZAR ALTERAR PARCELA FINANCEIRO IMPRIMIR DESCONTAR BOLETOS ABRIR DOCUMENTO Sair da

Leia mais

PRINCIPAIS NOVIDADES VERSÃO 8.85/1.1.66

PRINCIPAIS NOVIDADES VERSÃO 8.85/1.1.66 PRINCIPAIS NOVIDADES VERSÃO 8.85/1.1.66 Sumário 1. Nota Fiscal Eletrônica São Paulo... 3 2. Motivo da baixa... 9 3. Contrato Endereço para cobrança... 12 4. Vistoria... 13 5. Contas a pagar Controle de

Leia mais

1º Passo. Página para acessar o FacWeb

1º Passo. Página para acessar o FacWeb Página para acessar o FacWeb 1º Passo O usuário deverá digitar no campo usuário/senha - o CPF e/ou CNPJ / no campo Acesso deve ser preenchido conforme tipo da Clínica, Laboratório e ou médico/ Logo em

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura Ministério da Cultura MANUAL DO PROPONENTE: PRORROGAÇÃO DO PERÍODO DE CAPTAÇÃO VERSÃO 1.0 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 26/03/2013 1.0 Criação do documento Aline Oliveira - MINC 3 ÍNDICE

Leia mais

Faturamento Eletrônico - CASSEMS

Faturamento Eletrônico - CASSEMS 1 Conteúdo 1. Informações Iniciais... 3 1.1. Sobre o documento... 3 1.2. Organização deste Documento... 3 2. Orientações Básicas... 3 2.1. Sobre o Faturamento Digital... 3 3. Instalação do Sistema... 4

Leia mais

MANUAL LOJA VIRTUAL - PORTAL PHARMA LINK

MANUAL LOJA VIRTUAL - PORTAL PHARMA LINK Data: Abril de 2014 MANUAL LOJA VIRTUAL - PORTAL PHARMA LINK ÍNDICE Objetivo:... 2 Premissas:... 2 1 CADASTRO NA LOJA VIRTUAL... 3 1.1 Acesso...3 1.2. Cadastrar Loja...3 1.3 Ativação de Cadastro...6 1.3.1

Leia mais

Portabilidade Consignado Gerencia de Produtos Consignados Janeiro 2015. Título da apresentação

Portabilidade Consignado Gerencia de Produtos Consignados Janeiro 2015. Título da apresentação Portabilidade Consignado Gerencia de Produtos Consignados Janeiro 2015 Título da apresentação Digitação 1º Acessar o site do PANCRED www.pancred.com.br 2º Selecionar a funcionalidade de digitação de Proposta

Leia mais

MÓDULO FINANCEIRO. Controla movimentação financeira, gera boleto bancário, cobrança bancária entre outras funções.

MÓDULO FINANCEIRO. Controla movimentação financeira, gera boleto bancário, cobrança bancária entre outras funções. MÓDULO FINANCEIRO OBJETIVO: Controla movimentação financeira, gera boleto bancário, cobrança bancária entre outras funções. No guia Centro de Custo permite cadastrar ou consultar um centro de custo que

Leia mais

4. Uso do SIG para gestão de informações do Dia C

4. Uso do SIG para gestão de informações do Dia C Manual de Orientação para Inscrição e Preenchimento e Envio de Relatórios do Dia C com uso do Sistema de Informações Gerenciais do Sistema Ocemg SIG 1. Objetivo Este manual tem por objetivo instruir os

Leia mais

Pequenas Frotas. Manual do Sistema WEB

Pequenas Frotas. Manual do Sistema WEB Pequenas Frotas Manual do Sistema WEB Versão 1.1 Abr-2014 Sumário 1. Acesso ao Sistema... 3 1.1. Site Institucional... 3 1.2. Canal do Corretor Usuário Principal (Master)... 3 1.3. Controle de Acesso...

Leia mais

15. Prestação de Contas operados por OBTV

15. Prestação de Contas operados por OBTV 15. Prestação de Contas operados por OBTV A inclusão da Prestação de Contas deverá ser feito no sistema SICONV pelo usuário que tem o perfil de Cadastrador de Prestação de Contas, e o envio para análise

Leia mais

Juiz de Fora, Maio de 2015

Juiz de Fora, Maio de 2015 GUIA DE INSCRIÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA Juiz de Fora, Maio de 2015 Apoio: SHA ACN 00031/11 Para iniciar a inscrição do projeto, o usuário deverá acessar o link: inovare.ifsudestemg.edu.br e clicar em

Leia mais

Plataformade Relacionamento Lotéricos e Correspondentes Bancários. www.mundocaixa.com.br

Plataformade Relacionamento Lotéricos e Correspondentes Bancários. www.mundocaixa.com.br Plataformade Relacionamento Lotéricos e Correspondentes Bancários www.mundocaixa.com.br 1 Cadastramento Lotérico, Correspondente CAIXA Aqui e Atendentes Mundo CAIXA www.mundocaixa.com.br 2 Tela Cadastra

Leia mais

SIAGRI ERP AGRIMANAGER META DE VENDAS

SIAGRI ERP AGRIMANAGER META DE VENDAS SIAGRI ERP AGRIMANAGER META DE VENDAS SUMÁRIO BENEFICIAMENTO DE SEMENTES... 3 1. Projeto Meta de Vendas... 3 1.1 Itens de Configuração Alterados... 3 2. Planejamento de Vendas... 3 2.1 Meta de Vendas...

Leia mais

Passo a Passo para Rematrícula Online 2015

Passo a Passo para Rematrícula Online 2015 1. Entrar no site do Colégio: www.riobranco.org.br a) Digitar o Login, que é o número da Matrícula do Aluno (Seta 1) Dica: O número da matrícula pode ser localizado na carteirinha, boletim do aluno, ou

Leia mais

Pagamentos MT-212-00137-6 Última Atualização 06/01/2015

Pagamentos MT-212-00137-6 Última Atualização 06/01/2015 Pagamentos MT-212-00137-6 Última Atualização 06/01/2015 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: Carregar Documentos Fiscais Verificar o status de envio dos documentos fiscais Consultar

Leia mais

Manual de Procedimentos do novo Módulo de Atendimento Técnico HELPDESK

Manual de Procedimentos do novo Módulo de Atendimento Técnico HELPDESK Manual de Procedimentos do novo Módulo de Atendimento Técnico HELPDESK Novembro/2008 Módulo de Atendimento Técnico HELPDESK 2 O acesso ao Módulo de Atendimento Técnico é feito através da internet (Mozilla)

Leia mais

Manual do Usuário Versão 3.0

Manual do Usuário Versão 3.0 Manual do Usuário Versão 3.0 Externa 2 /20 APRESENTAÇÃO 03 19/04/13 Este manual, estruturado em capítulos, visa orientar os Credores na utilização do Serviço de consulta de CCI, uma ferramenta de pesquisa

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO AUTORIZADOR SADT

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO AUTORIZADOR SADT MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO AUTORIZADOR SADT Fone: (19) 2102-9701 - SAC 1º) Acesso à tarefa Autorizador SADT Ao se logar no GSS, verifique se a operadora e o cargo estão selecionados conforme abaixo: Operadora:

Leia mais

PORTAL SPA TISS. Manual do Credenciado. Manual do Credenciado para utilização do Portal SPA TISS do SPA Saúde.

PORTAL SPA TISS. Manual do Credenciado. Manual do Credenciado para utilização do Portal SPA TISS do SPA Saúde. PORTAL SPA TISS Manual do Credenciado Manual do Credenciado para utilização do Portal SPA TISS do SPA Saúde. Equipe de Treinamento de Desenvolvimento TIS SPA Saúde Sumário 1. Introdução... 3 2. Objetivo...

Leia mais

Documentação do site de imóveis e parcerias RIO ONLINE

Documentação do site de imóveis e parcerias RIO ONLINE Documentação do site de imóveis e parcerias RIO ONLINE Índice 1) Painel de Imóveis...3 1.1) Filtrar...3 1.2) Incluir Imóvel...3 1.3) Alterar Imóvel...4 1.3.1) Não publicar imóvel no site...4 1.4) Fotos

Leia mais

Roteiro de Testes - imercado HOMOLOGAÇÃO

Roteiro de Testes - imercado HOMOLOGAÇÃO Roteiro de Testes - imercado HOMOLOGAÇÃO Maio/2010 Índice Introdução Conhecendo o imercado Conhecendo o imercado Tipos de Mensagem Conhecendo o imercado Perfis Associados aos Testes Cenários de testes

Leia mais

Manual de utilização

Manual de utilização Manual de utilização 1 Índice Calendário... 3 Usuários... 4 Contato... 5 Alterar... 5 Excluir... 5 Incluir... 5 Feriados... 9 Nacionais... 9 Regionais... 9 Manutenção... 9 Obrigações... 9 Obrigações Legais...

Leia mais

Carregamento Expresso

Carregamento Expresso Agendamento de Importação Carregamento Expresso Sumário 1. Objetivo... 3 2. Introdução... 3 3. Tela de Solicitação de Carregamento Expresso... 4 3.1 Consulta de Documento... 4 3.2 Selecionar de Documento...

Leia mais

NORMAS E CRONOGRAMA DE RENOVAÇÃO DE MATRÍCULA PARA O 2º SEMESTRE DE 2015 1. CRONOGRAMA DA RENOVAÇÃO DE MATRÍCULA PARA O 2º SEMESTRE DE 2015

NORMAS E CRONOGRAMA DE RENOVAÇÃO DE MATRÍCULA PARA O 2º SEMESTRE DE 2015 1. CRONOGRAMA DA RENOVAÇÃO DE MATRÍCULA PARA O 2º SEMESTRE DE 2015 Prezado (a) estudante, NORMAS E CRONOGRAMA DE RENOVAÇÃO DE MATRÍCULA PARA O 2º SEMESTRE DE 2015 Neste documento serão apresentadas orientações sobre a renovação de matrícula para o 2º semestre de 2015.

Leia mais

Sistema Auto Empresas

Sistema Auto Empresas Sistema Auto Empresas Itaú Seguros de Auto e Residência S.A Janeiro 2011 Como Acessar Acesse o Portal do Corretor (https://mais.itauseguros.com.br). Utilize a opção Cotação online para iniciar o cálculo

Leia mais

MANUAL VERSÃO 2.11 1

MANUAL VERSÃO 2.11 1 1 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 O QUE É O EOL?... 3 3 ACESSO AO CLIENTE... 3 4 ACESSANDO O EOL... 3 5 TELA INICIAL... 4 6 EXAMES ADMISSIONAIS... 5 7 MUDANÇA DE FUNÇÃO... 7 8 EXAMES DEMISSIONAL E RETORNO

Leia mais

Sistema da Comissão Nacional de Residência Médica

Sistema da Comissão Nacional de Residência Médica Sistema da Comissão Nacional de Residência Médica APRESENTAÇÃO: Este Manual apresenta as telas que são utilizadas para a navegação no Sistema de Comissão Nacional de Residência Médica. Neste manual estão

Leia mais

MANUAL DE ACESSO AO SITE DA CERTIFICAÇÃO

MANUAL DE ACESSO AO SITE DA CERTIFICAÇÃO MANUAL DE ACESSO AO SITE DA CERTIFICAÇÃO Para acesso das instituições participantes ao site da certificação Data da Elaboração: 01/11/2009 Última atualização: 29/01/2014 D.04.34.00 APROVADOR: Gerência

Leia mais