Como você leu vários artistas participaram da Semana de Arte Moderna de 1922.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Como você leu vários artistas participaram da Semana de Arte Moderna de 1922."

Transcrição

1 Semana de Arte Moderna de 1922 A Semana de Arte Moderna de 22, realizada entre 11 e 18 de fevereiro de 1922 no Teatro Municipal de São Paulo, contou com a participação de escritores, artistas plásticos, arquitetos e músicos. O objetivo deste evento era renovar o ambiente artístico e cultural da cidade. Catálogo do evento: capa de Di Cavalcanti Como você leu vários artistas participaram da Semana de Arte Moderna de No catálogo do evento da Semana de Arte Moderna de 1922 consta o nome dos seguintes artistas: 1. Artes plásticas (pintura e desenho): Anita Malfatti, Di Cavalcanti, Zina Aita, Vicente do Rego Monteiro, Ferrignac (Inácio da Costa Ferreira), Yan de Almeida Prado, John Graz, Alberto Martins Ribeiro e Oswaldo Goeldi; 2. Artes Plásticas (escultura): Victor Brecheret, Hildegardo Leão Velloso e Wilhelm Haarberg; 3. Projetos de arquitetura: Antônio Garcia Moya e Georg Przyrembel; 4. Literatura (escritores): Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Menotti del Picchia, Sérgio Milliet, Plínio Salgado, Ronald de Carvalho, Álvaro Moreira, Renato de Almeida, Ribeiro Couto e Guilherme de Almeida; 5. Música: Villa-Lobos, Guiomar Novais, Ernâni Braga e Frutuoso Viana. Fonte: Pesquisa na Internet 1. Escolha um artista de cada modalidade artística. 2. Complete a ficha e indique os sites pesquisados. Teatro Municipal de São Paulo

2 Victor Brecheret 22 de fevereiro de de dezembro de1955 Ítalo-brasileiro Escultor Principais obras Ascensão fonte

3 Yan de Almeida Prado 8 de dezembro de 1898, Rio Claro (SP) 22 de outubro de 1987 Brasileiro escritor, jornalista, historiador e bibliófilo Movimento estético Fonte Modernista

4

5 nome Emiliano Di Cavalcanti 6 de setembro de de outubro de 1976 Brasileiro Pintor, ilustrador e caricaturista Principais obras Cinco moças de Guaratinguetá, 1930 Movimento estético Modernismo

6 Heitor Villa-Lobos - 5 de março de de novembro de1959 (72 anos) - - Principais obras- Brasil músico n. ( )para soprano e 8violoncellos Movimento estético modernista Fonte

7

8 Victor Brecheret 22 de fevereiro de de dezembro de 1955 Ítalo-brasileiro Escultor Principais obras Monumento às Bandeiras Fonte

9 Mário de Andrade 9 de outubro de de fevereiro de 1945 (51 anos) Brasileiro poeta, escritor, crítico literário, musicólogo, folclorista, ensaísta Principais obras Macunaíma, 1928 Movimento estético Modernista

10 lgnácio da Costa Ferreira brasileiro Principais obras Advogado, desenhista, caricaturista e ilustrador Colombina Movimento estético fonte modernista

11

12 Vicente do Rego Monteiro 19 de dezembro 5 de junho de 1970 Brasil Principais obras Pintor, desenhista, escultor professor e poeta O menino e a ovelha Movimento estético Fonte: modernista

13 Anita Malfatti 2 de dezembro de de novembro de 1964 brasileira pintora, professora Principais obras A Mulher de Cabelos Verdes O Farol Movimento estético Modernismo brasileiro Fonte:

Modernismo. Semana de Arte Moderna

Modernismo. Semana de Arte Moderna Modernismo Semana de Arte Moderna A Semana de Arte Moderna de 22 Realizada entre 11 e 18 de fevereiro de 1922 no Teatro Municipal de São Paulo, contou com a participação de escritores, artistas plásticos,

Leia mais

MODERNISMO. História da Arte Profº Geder 1ª Série Ensino Médio (2012)

MODERNISMO. História da Arte Profº Geder 1ª Série Ensino Médio (2012) MODERNISMO História da Arte Profº Geder 1ª Série Ensino Médio (2012) O século XX inicia-se no Brasil com muitos fatos que vão moldando a nova fisionomia do país. - progresso técnico - novas fábricas surgidas

Leia mais

A Semana de Arte Moderna de 1922

A Semana de Arte Moderna de 1922 A Semana de Arte Moderna de 1922 ANTECEDENTES DA SEMANA Determinar o início do modernismo no Brasil, não é uma tarefa simples; Toda tentativa de demarcar exatamente o início do modernismo é normalmente

Leia mais

MODERNISMO NO BRASIL Cap. 1 e 2 - séculos XIX e XX FELIPE HARRISBERGER DE GODOY

MODERNISMO NO BRASIL Cap. 1 e 2 - séculos XIX e XX FELIPE HARRISBERGER DE GODOY MODERNISMO NO BRASIL Cap. 1 e 2 - séculos XIX e XX FELIPE HARRISBERGER DE GODOY Os seis passos para a modernidade Chegada da Família Real Portuguesa (1808); Missão Artística Francesa; Academia Imperial

Leia mais

Unidade I Tecnologia Corpo, movimento e linguagem na era da informação.

Unidade I Tecnologia Corpo, movimento e linguagem na era da informação. A A Unidade I Tecnologia Corpo, movimento e linguagem na era da informação. 2 A A Aula 1.2 Conteúdo: Semana de Arte Moderna. 3 A A Habilidade: Reconhecer, diferenciar e saber utilizar diversas técnicas

Leia mais

MODERNISMO BRASILEIRO SÉC. XX

MODERNISMO BRASILEIRO SÉC. XX MODERNISMO BRASILEIRO SÉC. XX SEMANA DE ARTE MODERNA História da Arte Profª Natalia Pieroni ANTECEDENTES - Industrialização do país em função do fortalecimento da economia do café (pós Primeira Guerra).

Leia mais

Modernismo. adeilsonsousa

Modernismo. adeilsonsousa Modernismo adeilsonsousa SEMANA DE ARTE MODERNA Aconteceu nos dias 13, 15 e 17 de fevereiro de 1922, ano do Centenário da Independência e da Criação do Partido Comunista Brasileiro Marco cultural de um

Leia mais

Matéria: literatura Assunto: pintura - di cavalcanti Prof. IBIRÁ

Matéria: literatura Assunto: pintura - di cavalcanti Prof. IBIRÁ Matéria: literatura Assunto: pintura - di cavalcanti Prof. IBIRÁ Literatura DI CAVALCANTI Introdução Emiliano Augusto Cavalcanti de Albuquerque e Melo, mais conhecido como Di Cavalcanti, foi um importante

Leia mais

Semana de Arte Moderna

Semana de Arte Moderna Semana de Arte Moderna 8º Ano 4º Bimestre 2015 Professor Juventino Introdução Ano foi marcado de 1922 por grandes mudanças na política e na cultura. Transformações no mundo. 1º centenário da independência.

Leia mais

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / NOME:

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / NOME: 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / NOME: Quando os portugueses chegaram ao Brasil, em 1500, observaram que os índios expressavam-se através da pintura em seus corpos, em objetos e em paredes. A arte

Leia mais

*Elza Ajzenberg A SEMANA DE ARTE MODERNA DE 1922 THE MODERN ART WEEK OF 1922 RESUMO

*Elza Ajzenberg A SEMANA DE ARTE MODERNA DE 1922 THE MODERN ART WEEK OF 1922 RESUMO A SEMANA DE ARTE MODERNA DE 1922 THE MODERN ART WEEK OF 1922 *Elza Ajzenberg RESUMO O presente artigo discute os principais acontecimentos e desdobramentos da Semana de Arte Moderna de fevereiro de 1922,

Leia mais

EMILIANO DI CAVALCANTI

EMILIANO DI CAVALCANTI Em 1922, a Semana de Arte Moderna - que, segundo muitos historiadores, é o efetivo marco inicial do modernismo brasileiro proclamaria a instauração de um novo tempo. (LUZ, 2008, p.101) EMILIANO DI CAVALCANTI

Leia mais

BIOGRAFIA John Graz (1891 1980) 1891 Nasce em Genebra, Suíça, dia 12 de abril.

BIOGRAFIA John Graz (1891 1980) 1891 Nasce em Genebra, Suíça, dia 12 de abril. BIOGRAFIA John Graz (1891 1980) 1891 Nasce em Genebra, Suíça, dia 12 de abril. 1911 Entra para a Escola de Belas Artes de Genebra, quando o diretor era Daniel Baud-Bovy, e estuda com Gillard e Edouard

Leia mais

Modernismo Semana de Arte Moderna

Modernismo Semana de Arte Moderna Modernismo Semana de Arte Moderna Tendência vanguardista que rompe com padrões rígidos e caminha para uma criação mais livre, surgida internacionalmente nas artes plásticas e na literatura a partir do

Leia mais

ARTES 7 ANO PROF.ª ARLENE AZULAY PROF. LÚCIA REGINA ENSINO FUNDAMENTAL

ARTES 7 ANO PROF.ª ARLENE AZULAY PROF. LÚCIA REGINA ENSINO FUNDAMENTAL ARTES 7 ANO PROF. LÚCIA REGINA ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª ARLENE AZULAY CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 1.2

Leia mais

Nome: Nº: Turma: Português. 3º ano Modernismo 1ª fase Wilton Maio/10 MODERNISMO NO BRASIL (1ª. FASE)

Nome: Nº: Turma: Português. 3º ano Modernismo 1ª fase Wilton Maio/10 MODERNISMO NO BRASIL (1ª. FASE) Nome: Nº: Turma: Português 3º ano Modernismo 1ª fase Wilton Maio/10 MODERNISMO NO BRASIL (1ª. FASE) O Modernismo brasileiro foi iniciado com o advento da Semana de Arte Moderna, ocorrida em 1922, no centenário

Leia mais

MODERNISMO Primeiro Momento. Motivos Autores - Obras

MODERNISMO Primeiro Momento. Motivos Autores - Obras MODERNISMO Primeiro Momento Motivos Autores - Obras Características do Modernismo Liberdade de Expressão 1. Poética Estou farto do lirismo comedido Do lirismo bem comportado Do lirismo funcionário público

Leia mais

ANITA MALFATTI De Ângela Braga-Torres (Especialista em Arte-educação pela Escola de Comunicações e Artes da USP.)

ANITA MALFATTI De Ângela Braga-Torres (Especialista em Arte-educação pela Escola de Comunicações e Artes da USP.) ANITA MALFATTI De Ângela Braga-Torres (Especialista em Arte-educação pela Escola de Comunicações e Artes da USP.) SUPLEMENTO DIDÁTICO Elaborado por Rosa Iavelberg Pós-graduada em Arte-educação pela Escola

Leia mais

Português 3º ano Wilton. Vanguardas na Europa e no Brasil

Português 3º ano Wilton. Vanguardas na Europa e no Brasil Português 3º ano Wilton Vanguardas na Europa e no Brasil Roberson de Oliveira 1 Vanguardas na Europa e no Brasil No dia 20 de dezembro de 1917, o jornal O Estado de S. Paulo publicou o artigo Paranoia

Leia mais

XIII. A República dos Marechais

XIII. A República dos Marechais XIII. A República dos Marechais Governo (Provisório) de Deodoro Primeiras medidas: - Federalismo - Separação entre Igreja e Estado (registro civil de nascimento e casamento civil) - Novos símbolos nacionais

Leia mais

Núcleo de Ação Educativa Material Educativo. Oficina artística e literária Do Texto à Imagem: olhares sobre São Paulo Realizada em 25/01/2013

Núcleo de Ação Educativa Material Educativo. Oficina artística e literária Do Texto à Imagem: olhares sobre São Paulo Realizada em 25/01/2013 Núcleo de Ação Educativa Material Educativo Oficina artística e literária Do Texto à Imagem: olhares sobre São Paulo Realizada em 25/01/2013 Em comemoração ao 559 aniversário de São Paulo, o museu Casa

Leia mais

Uma semana nem tão moderna assim

Uma semana nem tão moderna assim Fonte: http://veja.abril.com.br/blog/meus-livros/ (acessado em 08/03/2012) 11/02/2012 às 8:10 \ Livros da Semana Uma semana nem tão moderna assim A capa de '1922' é baseada na de 'Pauliceia Desvairada',

Leia mais

CONHECIMENTOS GERAIS (5 questões)

CONHECIMENTOS GERAIS (5 questões) 1. Paulo Freire na sua concepção pedagógica parte de alguns princípios que marcam, de forma clara e objetiva, o seu modo de entender o ato educativo. Considerando as características do pensamento desse

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Período: 77.1 79.2 OBJETIVOS: Levar o aluno a conhecer e sistematizar o processo das técnicas e das formas, das técnicas e das principais concepções poéticas e ideológicas dos movimentos de vanguarda européia

Leia mais

CURSO APROVAÇÃO CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO TÉCNICO FINANÇAS E CONTROLE CONHECIMENTOS GERAIS. Prof Francisco Brasil

CURSO APROVAÇÃO CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO TÉCNICO FINANÇAS E CONTROLE CONHECIMENTOS GERAIS. Prof Francisco Brasil dentro contrastam organismos CURSO APROVAÇÃO CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO TÉCNICO FINANÇAS E CONTROLE CONHECIMENTOS GERAIS Prof Francisco Brasil Agricultura - Cultura é sinônimo de cultivo. Ciências Sociais

Leia mais

PARTE 01 Questões Teóricas

PARTE 01 Questões Teóricas PARTE 01 Questões Teóricas SOMAR OS PONTOS CORRESPONDENTES ÀS PROPOSIÇÕES ASSINALADAS CORRETAMENTE E MARCAR NA FOLHA DE RESPOSTAS A SOMA ENCONTRADA. 01 - No Renascimento, o Moisés de Michelangelo não expressava

Leia mais

SEMANA DE ARTE MODERNA

SEMANA DE ARTE MODERNA SEMANA DE ARTE MODERNA Evento realizado por artistas e intelectuais no Teatro Municipal de São Paulo entre 13 e 17 de fevereiro de 1922. O objetivo era romper com o academicismo, valorizar a cultura popular

Leia mais

A SEMANA DE ARTE MODERNA FEVEREIRO DE 1922

A SEMANA DE ARTE MODERNA FEVEREIRO DE 1922 A SEMANA DE ARTE MODERNA FEVEREIRO DE 1922 1822 1922 100 anos da Independência do Brasil ANTECEDENTES DA SEMANA DE ARTE MODERNA 1912 CHEGADA DE OSWALD DE ANDRADE DA EUROPA Oswald de Andrade retorna de

Leia mais

Cartas de Paris : mediação cultural e divulgação literária por Sergio Milliet em revistas de vanguarda da década de 1920 RENATA RUFINO DA SILVA

Cartas de Paris : mediação cultural e divulgação literária por Sergio Milliet em revistas de vanguarda da década de 1920 RENATA RUFINO DA SILVA Cartas de Paris : mediação cultural e divulgação literária por Sergio Milliet em revistas de vanguarda da década de 1920 RENATA RUFINO DA SILVA O objetivo desse trabalho é analisar a atuação de Sergio

Leia mais

Imagen. Análise de projetos arquitetônicos modernistas com interferências visuais no Brasil. Revista Internacional de la VOLUMEN 1 NÚMERO 2 2014

Imagen. Análise de projetos arquitetônicos modernistas com interferências visuais no Brasil. Revista Internacional de la VOLUMEN 1 NÚMERO 2 2014 VOLUMEN 1 NÚMERO 2 2014 Revista Internacional de la Imagen Análise de projetos arquitetônicos modernistas com interferências visuais no Brasil MARCO ANTONIO ROSSI ELIANE PATRICIA GRANDINI SERRANO SOBRELAIMAGEN.com

Leia mais

ARTE BRASILEIRA PÓS SEMANA DE 1922

ARTE BRASILEIRA PÓS SEMANA DE 1922 ARTE BRASILEIRA PÓS SEMANA DE 1922 A Semana de Arte Moderna de 1922 foi um momento de ruptura que dividiu a arte brasileira entre academicismo e modernismo. Não foi, porém, uma unanimidade nacional e gerou

Leia mais

A Semana de Arte Moderna, também conhecida como Semana de 1922, aconteceu no Teatro Municipal de São Paulo, de 11 a 18 de fevereiro de 1922.

A Semana de Arte Moderna, também conhecida como Semana de 1922, aconteceu no Teatro Municipal de São Paulo, de 11 a 18 de fevereiro de 1922. A Semana de Arte Moderna, também conhecida como Semana de 1922, aconteceu no Teatro Municipal de São Paulo, de 11 a 18 de fevereiro de 1922. Foi um encontro de novas ideias estéticas, que mudaram a arte

Leia mais

LANDESKUNDE 32 TÓPICOS 1/2004. Flávio de Carvalho Portrait of composer Camargo Guarnieri, 1953 Oil on canvas, 100 x 70 cm

LANDESKUNDE 32 TÓPICOS 1/2004. Flávio de Carvalho Portrait of composer Camargo Guarnieri, 1953 Oil on canvas, 100 x 70 cm 32 TÓPICOS 1/2004 Flávio de Carvalho Portrait of composer Camargo Guarnieri, 1953, 100 x 70 cm O Modernismo Brasileiro em Berlim TEXT: VIVIANE DE SANTANA PAULO PHOTOS: FERNANDO SILVEIRA/FAAP Foi um sucesso

Leia mais

Série. MAT Disciplina: Arte Professor: FERNANDA CARDOSO ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO

Série. MAT Disciplina: Arte Professor: FERNANDA CARDOSO ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO Polícia Militar do Estado de Goiás CPMG Hugo de Carvalho Ramos Ano Letivo - 2015 Série ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO - Todas essas atividades, tanto as perguntas como respostas deverão ser COPIADAS E RESPONDIDAS

Leia mais

Arte abstrata ou abstracionismo é um estilo artístico moderno em que os objetos ou pessoas são representados, em de pinturas ou esculturas, através

Arte abstrata ou abstracionismo é um estilo artístico moderno em que os objetos ou pessoas são representados, em de pinturas ou esculturas, através Arte abstrata ou abstracionismo é um estilo artístico moderno em que os objetos ou pessoas são representados, em de pinturas ou esculturas, através de formas irreconhecíveis. O formato tradicional (paisagens

Leia mais

DADAÍSMO Profa. Cristiane Lourenço

DADAÍSMO Profa. Cristiane Lourenço DADAÍSMO Profa. Cristiane Lourenço DADAÍSMO Formado em 1916 em Zurique por jovens franceses e alemães que, se tivessem permanecido em seus respectivos países, teriam sido convocados para o serviço militar,

Leia mais

Habilidades Específicas em Artes Visuais. Prova de História da Arte

Habilidades Específicas em Artes Visuais. Prova de História da Arte Habilidades Específicas em Artes Visuais Prova de História da Arte I. Analise as duas obras cujas reproduções foram fornecidas, comentando suas similaridades e diferenças no que se refere aos aspectos

Leia mais

futurismo Filippo Marinetti Oswald de Andrade Anita Malfatti

futurismo Filippo Marinetti Oswald de Andrade Anita Malfatti FUTURISMO O futurismo é um movimento artístico e literário, que surgiu oficialmente em 20 de fevereiro de 1909 com a publicação do Manifesto Futurista, pelo poeta italiano Filippo Marinetti, no jornal

Leia mais

Press Release 15 de fevereiro de 2013

Press Release 15 de fevereiro de 2013 Press Release 15 de fevereiro de 2013 O Instituto Sacatar tem a satisfação de anunciar a chegada de um novo grupo de seis artistas premiados, cada um, com um período de residência de oito semanas de duração

Leia mais

A concisa história de um projeto pedagógico para o design

A concisa história de um projeto pedagógico para o design A concisa história de um projeto pedagógico para o design Na Europa formaram dois eixos artísticos de diferentes orientações e que marcaram atuação nas primeiras décadas do século 20. Grupos, pelo choque

Leia mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA 1 UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA ERENILZA CARVALHO DA SILVA SOUSA A arte moderna de Tarsila do Amaral: um olhar sobre duas de suas principais obras: Abaporu e Operários Trabalho de conclusão do curso de Artes

Leia mais

ARTES 9 ANO PROF.ª GABRIELA DACIO PROF.ª ARLENE CALIRI ENSINO FUNDAMENTAL

ARTES 9 ANO PROF.ª GABRIELA DACIO PROF.ª ARLENE CALIRI ENSINO FUNDAMENTAL ARTES 9 ANO PROF.ª ARLENE CALIRI ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª GABRIELA DACIO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade I Tecnologia - Corpo, movimento e linguagem na era da informação. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula

Leia mais

Histórico O surrealismo surgiu na França na década de 1920. Este movimento foi significativamente influenciado pelas teses psicanalíticas de Sigmund

Histórico O surrealismo surgiu na França na década de 1920. Este movimento foi significativamente influenciado pelas teses psicanalíticas de Sigmund Histórico O surrealismo surgiu na França na década de 1920. Este movimento foi significativamente influenciado pelas teses psicanalíticas de Sigmund Freud, que mostram a importância do inconsciente na

Leia mais

Vanguarda europeia Modernismo português

Vanguarda europeia Modernismo português Vanguarda europeia Modernismo português A Semana de Arte Moderna, realizada em São Paulo no ano de 1922, representou um marco no movimento modernista, mas não foi um acontecimento único nem isolado. O

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO. Artes

CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO. Artes COLÉGIO ARNALDO 2015 CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO. Artes Aluno (a): 5º ano: Turma: Professor (a): Valor: 20 pontos Este trabalho deverá ser entregue IMPRETERIVELMENTE no dia da prova. Prezado(a)

Leia mais

Semana de arte moderna: o que comemorar?

Semana de arte moderna: o que comemorar? Campinas-SP, (33.1-2): pp. 23-29, Jan./Dez. 2013 Semana de arte moderna: o que comemorar? Maria Eugenia Boaventura boaventu@unicamp.br Muitas semanas de arte devem ter existido na história da literatura,

Leia mais

História da arte estilo ENEM

História da arte estilo ENEM História da arte estilo ENEM 01 - Assinale a alternativa que menciona o acontecimento a que Oswald de Andrade se reporta para nomear o Movimento Antropofágico. a) A adesão de Graça Aranha ao movimento

Leia mais

EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS

EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS A Comenda Pedro Weingärtner é conferida ao artista plástico cujo conjunto de sua obra e atividade tenha efetivamente contribuído para o desenvolvimento das artes plásticas. Nossa homenageada

Leia mais

FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I CONTEÚDO E HABILIDADES ARTES. Conteúdo: - Cubismo e Abstracionismo

FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I CONTEÚDO E HABILIDADES ARTES. Conteúdo: - Cubismo e Abstracionismo CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I Conteúdo: - Cubismo e Abstracionismo 2 CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I Habilidades: - Conhecer e distinguir diferentes momentos

Leia mais

Movimento Modernista no Brasil

Movimento Modernista no Brasil Movimento Modernista no Brasil Contextualização Século XX; período de progresso técnico (criação de novas fábricas - aplicação do dinheiro obtido através do café); O Brasil cresceu e alterou sua estrutura

Leia mais

Em mais uma edição do seu tradicional leilão, James Lisboa Leiloeiro Oficial apresenta 157 obras de grandes nomes da arte brasileira.

Em mais uma edição do seu tradicional leilão, James Lisboa Leiloeiro Oficial apresenta 157 obras de grandes nomes da arte brasileira. Leilão de Arte Leilão de arte em São Paulo reúne obras de 89 artistas modernos e contemporâneos Em mais uma edição do seu tradicional leilão, James Lisboa Leiloeiro Oficial apresenta 157 obras de grandes

Leia mais

APRENDER A APRENDER CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES ARTES DINÂMICA LOCAL I. Conteúdo: - Arte Moderna: Expressionismo

APRENDER A APRENDER CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES ARTES DINÂMICA LOCAL I. Conteúdo: - Arte Moderna: Expressionismo Conteúdo: - Arte Moderna: Expressionismo 2 Habilidades: - Identificar características estéticas e principais artistas dos movimentos artísticos modernos, reproduzindo e criando obras inspiradas em cada

Leia mais

VII FESTIVAL MULTIARTE FIRMINO ROCHA

VII FESTIVAL MULTIARTE FIRMINO ROCHA VII FESTIVAL MULTIARTE FIRMINO ROCHA EDITAL A Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania - FICC, pelo presente Regulamento e através do Edital nº. 004/2013, torna público, para conhecimento dos interessados,

Leia mais

Quarta cultural Madeirame Sons de madeira

Quarta cultural Madeirame Sons de madeira Quarta cultural Madeirame Sons de madeira Apresentação dos músicos Felipe José (violoncelo), Pedro Santana (contrabaixo), André Rocha (violão), Daniel Christófaro (violão), Bruno Santos (marimba e percussão)

Leia mais

Modernismo Brasileiro

Modernismo Brasileiro Modernismo Brasileiro Semana de Arte Moderna 13, 15, 17 de fevereiro de 1922 Teatro Municipal de São Paulo Antecedentes da Semana A Exposição de Lasar Segall (1913) Revista O Pirralho (1911), dirigida

Leia mais

Reflexões do Brasil (ISSN 2318-7212) O Brasil na década de 1920 1

Reflexões do Brasil (ISSN 2318-7212) O Brasil na década de 1920 1 Reflexões do Brasil (ISSN 2318-7212) O Brasil na década de 1920 1 Coordenador do Grupo de Estudos Reflexões do Brasil Prof. Dr. José Renato Ferraz da Silveira Autores Bruna Toso de Alcântara Giuliana Facco

Leia mais

Jornalismo brasileiro: cinqüenta anos sem Oswald de Andrade

Jornalismo brasileiro: cinqüenta anos sem Oswald de Andrade Jornalismo brasileiro: cinqüenta anos sem Oswald de Andrade Mario Drumond Em 22 de outubro de 1954, dois meses depois da morte de Vargas, o Brasil perdia outro grande brasileiro: Oswald de Andrade nome

Leia mais

RELAÇÃO DOS DIRIGENTES E COORDENADORES DE CURSOS Fundação Mineira de Educação e Cultura

RELAÇÃO DOS DIRIGENTES E COORDENADORES DE CURSOS Fundação Mineira de Educação e Cultura RELAÇÃO DOS DIRIGENTES E COORDENADORES DE CURSOS Fundação Mineira de Educação e Cultura Presidente Prof. Tiago Fantini Magalhães Vice-Presidente Prof. Pedro Arthur Victer Conselho de Curadores Prof. Antônio

Leia mais

Expressionismo. Surgiu na Alemanha entre 1.905 e 1.914.

Expressionismo. Surgiu na Alemanha entre 1.905 e 1.914. Expressionismo Expressionismo Surgiu na Alemanha entre 1.905 e 1.914. A expressão, empregada pela primeira vez em 1.911 na revista Der Sturm [A Tempestade], marca oposição ao Impressionismo francês. Para

Leia mais

VI LITERO CANTATA 2013 VII SARAU

VI LITERO CANTATA 2013 VII SARAU Prefeitura da Cidade de São Paulo Secretaria Municipal de Educação Diretoria Regional de Educação Itaquera EMEF Vicentina Ribeiro da Luz Editora Oficina de Escritores 2013 VII SARAU VI LITERO CANTATA Caros

Leia mais

EXTENSÃO E CULTURA 2006 / 2013 - ARTE, DESIGN, COMUNICAÇÃO Ciça Fittipaldi 1

EXTENSÃO E CULTURA 2006 / 2013 - ARTE, DESIGN, COMUNICAÇÃO Ciça Fittipaldi 1 EXTENSÃO E CULTURA 2006 / 2013 - ARTE, DESIGN, COMUNICAÇÃO Ciça Fittipaldi 1 Durante o reitorado do prof. Edward Madureira Brasil, entre 2006 e 2013, a Extensão e Cultura. Muitos foram os colaboradores,

Leia mais

PARANGOLEZINHO - Regina Ricci 2007

PARANGOLEZINHO - Regina Ricci 2007 PARANGOLEZINHO - Regina Ricci 2007 1 1 Proposta elaborada com base na obra de Hélio Oiticica, pintor, escultor, performático e artista multimídia que em suas diversas propostas incluiu o Parangolé para

Leia mais

Rubens Borba de Moraes: recordações de um modernista quatrocentão

Rubens Borba de Moraes: recordações de um modernista quatrocentão MORAES, Rubens Borba de. Testemunha ocular (recordações). Brasília: Briquet de Lemos Livros, 2011. Rubens Borba de Moraes: recordações de um modernista quatrocentão Rubens Borba de Moraes: memories of

Leia mais

Competência(s) / Objetivo(s) de Aprendizagem Conhecer a vida e a obra do poeta Carlos Drummond de Andrade a partir de um documentário não tradicional;

Competência(s) / Objetivo(s) de Aprendizagem Conhecer a vida e a obra do poeta Carlos Drummond de Andrade a partir de um documentário não tradicional; Ensino Médio Cinema e Educação: O Poeta das Sete Faces Disciplinas/Áreas do Conhecimento: Língua Portuguesa; Arte; História; Sociologia; Competência(s) / Objetivo(s) de Aprendizagem Conhecer a vida e a

Leia mais

A soma será feita da seguinte forma:

A soma será feita da seguinte forma: TESTE VOCACIONAL Teste sua vocação Testes vocacionais não fazem milagres, não têm poder de apontar uma única profissão a ser seguida, mas são um bom norte acerca de aptidões e interesses. O questionário

Leia mais

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom Confraternização Universal (feriado nacional) ATIVIDADES

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom Confraternização Universal (feriado nacional) ATIVIDADES JANEIRO 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 01 - Confraternização Universal (feriado nacional) 08 - Dia da Fotografia 18 - Dia do Profissional de Estética

Leia mais

Concurso Arte na Capa 2011

Concurso Arte na Capa 2011 Concurso Arte na Capa 2011 Roteiro de participação O Concurso Arte na Capa 2011 terá como atividade principal o exercício de releitura dos grandes movimentos artísticos, tendo como tema paisagens naturais

Leia mais

Entre a Figuração e a Abstração MÓDULO 2

Entre a Figuração e a Abstração MÓDULO 2 Entre a Figuração e a Abstração MÓDULO 2 Entre a Figuração e a Abstração MÓDULO 2 Introdução A mostra A PERSISTÊNCIA DA MEMÓRIA¹ apresenta a trajetória das obras que compõem o acervo de arte do Museu de

Leia mais

Cibele Mariana Joana Azambuja Rafael Rodrigues Zilma Carvalho 2

Cibele Mariana Joana Azambuja Rafael Rodrigues Zilma Carvalho 2 UM OLHAR SOBRE A REVISTA DE ANTROPOFAGIA (1928-1929) ARNALDO DARAYA CONTIER 1 COORDENAÇÃO E ORGANIZAÇÃO Cibele Mariana Joana Azambuja Rafael Rodrigues Zilma Carvalho 2 Resumo: Neste artigo procuramos identificar

Leia mais

PRIMEIRA EDIÇÃO DE SERIGRAFIA M_EIA

PRIMEIRA EDIÇÃO DE SERIGRAFIA M_EIA PRIMEIRA EDIÇÃO DE SERIGRAFIA M_EIA Após dez anos de existência o M_EIA edita sua primeira colecção de serigrafia de autores cúmplices deste projecto, cúmplices da cultura e das artes no país. São eles,

Leia mais

A SEMANA DE ARTE MODERNA E A CRÍTICA CONTEMPORÂNEA Maria Eugênia Boaventura*

A SEMANA DE ARTE MODERNA E A CRÍTICA CONTEMPORÂNEA Maria Eugênia Boaventura* A SEMANA DE ARTE MODERNA E A CRÍTICA CONTEMPORÂNEA Maria Eugênia Boaventura* Denominar-nos pois ainda de futuristas é renunciar à crítica pelo coice, à discussão pela cretinagem peluda. "Futuristas de

Leia mais

CURRÍCULUM VITAE IRMA BUFFON ZAMBELLI. Endereço Rua Moreira César, 2912 apto 130. Bairro Centro. ibz2912@gmail.com

CURRÍCULUM VITAE IRMA BUFFON ZAMBELLI. Endereço Rua Moreira César, 2912 apto 130. Bairro Centro. ibz2912@gmail.com CURRÍCULUM VITAE Nome IRMA BUFFON ZAMBELLI Endereço Rua Moreira César, 2912 apto 130 Bairro Centro Cep 95034-000 Caxias do Sul (RS) Brasile Tel. 54-3221.3048 cel. 54-9206.6334 e-mail Estado Civil Data

Leia mais

GABARITO EXERCÍCIO DE ARTE

GABARITO EXERCÍCIO DE ARTE GABARITO EXERCÍCIO DE ARTE 01) A partir do século XVI, artistas estrangeiros, integrantes das diversas expedições artísticas e científicas que percorreram o território brasileiro, produziram imagens documentando,

Leia mais

Revista Cordis: Revista Eletrônica de História Social da Cidade www.pucsp.br/revistacordis

Revista Cordis: Revista Eletrônica de História Social da Cidade www.pucsp.br/revistacordis O monumento e a cidade. A obra de Brecheret na dinâmica urbana Irene Barbosa de Moura * Resumo: Esse artigo aborda a maneira como o Monumento às Bandeiras, obra do escultor Victor Brecheret, inaugurada

Leia mais

EXPRESSIONISMO FAUVISMO CUBISMO SÉC. XX

EXPRESSIONISMO FAUVISMO CUBISMO SÉC. XX EXPRESSIONISMO FAUVISMO CUBISMO SÉC. XX História da Arte Profª Natalia Pieroni IDADE CONTEMPORÂNEA LINHA DO TEMPO - HISTORIOGRAFIA Período PRÉ-HISTÓRIA Origens do homem até 40000 a. C IDADE ANTIGA 40000

Leia mais

ISSN 2236-0719. Organização Ana Maria Tavares Cavalcanti Maria de Fátima Morethy Couto Marize Malta

ISSN 2236-0719. Organização Ana Maria Tavares Cavalcanti Maria de Fátima Morethy Couto Marize Malta ISSN 2236-0719 Organização Ana Maria Tavares Cavalcanti Maria de Fátima Morethy Couto Marize Malta Universidade Estadual de Campinas Outubro 2011 Apresentação de Mesa-Redonda - 5 Carlos Gonçalves Terra

Leia mais

D S T Q Q ATIVIDADES

D S T Q Q ATIVIDADES D S T Q Q S S 1 Janeiro 01 Confraternização Universal (feriado nacional) 20 Dia do Farmacêutico 29 Dia do Jornalista 31 Dia do Eng. Ambiental Dias letivos: 00 D S T Q Q S S D S T Q Q S S 1 2 3 4 5 1 2

Leia mais

Comunicação Relato de Experiência

Comunicação Relato de Experiência 1 A CARA DA GENTE... Teresa Cristina Melo da Silveira teca.ensinodearte@centershop.com.br Prefeitura Municipal de Uberlândia / Secretaria Municipal de Educação Comunicação Relato de Experiência A CARA

Leia mais

a semana que não terminou Marcos Augusto Gonçalves

a semana que não terminou Marcos Augusto Gonçalves 1922 a semana que não terminou Marcos Augusto Gonçalves Copyright 2012 by Marcos Augusto Gonçalves Grafia atualizada segundo o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990, que entrou em vigor no Brasil

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria de Estado da Educação Superintendência Regional de Ensino de Carangola Diretoria Educacional

SERVIÇO PÚBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria de Estado da Educação Superintendência Regional de Ensino de Carangola Diretoria Educacional SERVIÇO PÚBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria de Estado da Educação Superintendência Regional de Ensino de Carangola Diretoria Educacional Sequencia Didática destinada aos Anos Finais do Ensino

Leia mais

CURSO LIVRE HISTÓRIA DO ENSINO ARTÍSTICO EM PORTUGAL PROGRAMA. 2.1. Francisco da Holanda e a sua perspectiva sobre o ensino artístico.

CURSO LIVRE HISTÓRIA DO ENSINO ARTÍSTICO EM PORTUGAL PROGRAMA. 2.1. Francisco da Holanda e a sua perspectiva sobre o ensino artístico. CURSO LIVRE HISTÓRIA DO ENSINO ARTÍSTICO EM PORTUGAL 8 de Abril a 1 de Julho (interrupção no dia 10 de Junho que é feriado) 4ª feira, das 18h 30m às 20h 30m 24h, 12 sessões PROGRAMA 1. A Idade Média 1.1.

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN ENSINO FUNDAMENTAL. DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO ARTE

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN ENSINO FUNDAMENTAL. DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO ARTE CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN ENSINO FUNDAMENTAL 2015 DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO ARTE OBJETIVOS GERAIS Conhecimento da Arte enquanto auto expressão e conhecimento, apreensão e comunicação

Leia mais

HISTÓRIA DA ARTE. Missão Artística Francesa: Influências Neo-Clássicas e Acadêmicas. Apoio pedagógico: www.artevisualensino.com.br

HISTÓRIA DA ARTE. Missão Artística Francesa: Influências Neo-Clássicas e Acadêmicas. Apoio pedagógico: www.artevisualensino.com.br HISTÓRIA DA ARTE Missão Artística Francesa: Influências Neo-Clássicas e Acadêmicas 1 Apoio pedagógico: www.artevisualensino.com.br A queda de Napoleão Bonaparte, em 1815, e a decadência de seu império

Leia mais

HISTÓRIA E TEORIA ARQ. PAISAGISMO E URBANISMO I

HISTÓRIA E TEORIA ARQ. PAISAGISMO E URBANISMO I HISTÓRIA E TEORIA ARQ. PAISAGISMO E URBANISMO I União Educacional do Norte Faculdade Uninorte Professora: Edinete Oliveira Arquiteta e Urbanista Tema: A ignorância da Arquitetura & As várias idades do

Leia mais

Além da diversão e arte, o pão: o mercado de trabalho da cultura na Região Metropolitana de Belo Horizonte

Além da diversão e arte, o pão: o mercado de trabalho da cultura na Região Metropolitana de Belo Horizonte Data de elaboração da ficha: Jul 2007 Fundação João Pinheiro Dados da organização Nome: Fundação João Pinheiro (FJP) Endereço: Alameda das Acácias 70, São Luiz Cep: 31.275-150 Belo Horizonte, MG Site:

Leia mais

FRANCINEIDE JORGE DA SILVA LUIS GUILHERME SIMAS DA SILVA MONALIZA ARGOLLO DOS SANTOS ANA PAULA DOS SANTOS ROCHA TAVARES MUNIQUE COSTA ARAUJO ANACLETO

FRANCINEIDE JORGE DA SILVA LUIS GUILHERME SIMAS DA SILVA MONALIZA ARGOLLO DOS SANTOS ANA PAULA DOS SANTOS ROCHA TAVARES MUNIQUE COSTA ARAUJO ANACLETO CURSO TITULACAO LOCALIDADE NOME BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO GIOVANNA GOMES TALON HISTÓRIA FILIPE OLIVEIRA DA HISTÓRIA FILIPE OLIVEIRA DA GEOGRAFIA FRANCINEIDE JORGE DA GEOGRAFIA LETÍCIA DA CUNHA MOSE

Leia mais

ARTES AVALIAÇÃO. Aula 3.2 - AVALIAÇÃO

ARTES AVALIAÇÃO. Aula 3.2 - AVALIAÇÃO Aula 3.2-2 1. A Anunciação é uma das obras mais conhecidas de Leonardo da Vinci. Feita por volta do ano de 1472, ela retrata uma das cenas bíblicas mais famosas de todos os tempos. Escreva nas linhas abaixo

Leia mais

Semana de Arte Moderna. 1ª dia ( ) pintura e escultura 2ª dia ( ) poesia e literatura 3ª dia ( ) Músicas.

Semana de Arte Moderna. 1ª dia ( ) pintura e escultura 2ª dia ( ) poesia e literatura 3ª dia ( ) Músicas. Semana de Arte Moderna 1ª dia (13.02.1922) pintura e escultura 2ª dia (15.02.1922) poesia e literatura 3ª dia (17.02.1922) Músicas. Mário de Andrade (Malfatti). Estudante Russa Dia 15 de fevereiro Oswald

Leia mais

VILLA-LOBOS E O IDEAL DA ARTE NACIONALISTA: O ENCONTRO ENTRE O ERUDITO E O POPULAR

VILLA-LOBOS E O IDEAL DA ARTE NACIONALISTA: O ENCONTRO ENTRE O ERUDITO E O POPULAR VILLA-LOBOS E O IDEAL DA ARTE NACIONALISTA: O ENCONTRO ENTRE O ERUDITO E O POPULAR VILLA-LOBOS, QUARTETO NÚMERO 05 A INTEGRAL DOS QUARTETOS DE CORDA PROFESSORES DANILO TOMIC Arte (Música) RAFAEL LEPORACE

Leia mais

Em primeiro lugar, deverá encaixar a frase 2 dentro da frase 1, tal como nos exemplos seguintes:

Em primeiro lugar, deverá encaixar a frase 2 dentro da frase 1, tal como nos exemplos seguintes: CÓDIGO DE IDENTIFICAÇÃO Neste exercício deverá transformar conjuntos de duas frases numa frase apenas. Em primeiro lugar, deverá encaixar a frase 2 dentro da frase 1, tal como nos exemplos seguintes: 1)

Leia mais

RELAÇÃO DOS DIRIGENTES E COORDENADORES DE CURSOS

RELAÇÃO DOS DIRIGENTES E COORDENADORES DE CURSOS RELAÇÃO DOS DIRIGENTES E COORDENADORES DE CURSOS Fundação Mineira de Educação e Cultura Presidente Prof. Tiago Fantini Magalhães Vice-Presidente Prof. Pedro Arthur Victer Conselho de Curadores Prof. Antônio

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO AO INCENTIVO: P.A.I ( Lei Rouanet) Informações importantes para o Contador da Empresa

PROGRAMA DE APOIO AO INCENTIVO: P.A.I ( Lei Rouanet) Informações importantes para o Contador da Empresa Informações importantes para o Contador da Empresa É a lei que institui o Programa Nacional de Apoio à Cultura PRONAC, visando à captação de recursos para investimentos em projetos culturais. As pessoas

Leia mais

PROVAS DO DIA 08/03/2015 GABARITO DEFINITIVO D B C A A B E D A D E C D C A E A C D D C B * D E * D A E C B D C C E B A E E C

PROVAS DO DIA 08/03/2015 GABARITO DEFINITIVO D B C A A B E D A D E C D C A E A C D D C B * D E * D A E C B D C C E B A E E C Analista - Administrador Tipo 1 D B C A A B E D A D E C D C A E A C D D C B * D E * D A E C B D C C E B A E E C C D B B D C E D E D B D B B A D B B C B E A D E D C A E B B A B C C D C D B E C Analista

Leia mais

Vamos passear... no Cemitério? Equipe Cemiteriosp Giane Brandão

Vamos passear... no Cemitério? Equipe Cemiteriosp Giane Brandão Vamos passear... no Cemitério? Equipe Cemiteriosp Giane Brandão Cemitério da Consolação São Paulo Imagem: Giane Brandão Em primeiro lugar, vamos diferenciar. Necroturismo visita a lugares assombrados (com

Leia mais

Principais características:

Principais características: Cubismo Definição Movimento artístico cuja origem remonta à Paris e a 1907, ano do célebre quadro de Pablo Picasso, Les Demoiselles d'avignon. Considerado um divisor de águas na história da arte ocidental,

Leia mais

Câmara Municipal da Figueira da Foz Divisão de Cultura NORMAS DE PARTICIPAÇÃO

Câmara Municipal da Figueira da Foz Divisão de Cultura NORMAS DE PARTICIPAÇÃO Câmara Municipal da Figueira da Foz Divisão de Cultura NORMAS DE PARTICIPAÇÃO 1 Câmara Municipal da Figueira da Foz Divisão de Cultura Normas de Participação 1.Objetivo 1.1.O CRIATIVA - Encontro de Criadores

Leia mais

Content Area: Literatura Brasileira Grade 11ª. Quarter 1ª. Serie Serie Unidade

Content Area: Literatura Brasileira Grade 11ª. Quarter 1ª. Serie Serie Unidade Content Area: Literatura Brasileira Grade 11ª. Quarter 1ª. / Objetivos de Aprendizado O projeto literário da poesia simbolista. Os momentos de incerteza, indefinição e pessimismo que marcaram a transição

Leia mais

Karina Carneiro REPRODUÇÃO. Aline Porfírio trabalha na assessoria de SV

Karina Carneiro REPRODUÇÃO. Aline Porfírio trabalha na assessoria de SV JORNAL-LABORATÓRIO DO QUARTO ANO DE JORNALISMO DA FACULDADE DE ARTES E COMUNICAÇÃO DA UNISANTA ANO XVII - N 130 - ABRIL/2012 - DISTRIBUIÇÃO GRATUITA - SANTOS (SP) 90 anos Há 90 anos, em fevereiro de 1922,

Leia mais