Manual para Elaboração e Condução de Ações de Extensão

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual para Elaboração e Condução de Ações de Extensão"

Transcrição

1 Universidade Estadual do Rio Grande do Sul UERGS PRO-REITORIA DE EXTENSÃO Manual para Elaboração e Condução de Ações de Extensão NOVEMBRO DE 2013

2 Universidade Estadual do Rio Grande do Sul - UERGS Reitoria Reitor Prof. Dr. Fernando Guaragna Martins Vice-Reitora Profa. Dra. Sita Mara Lopes Sant Anna Pró-Reitora de Extensão Profa. Dra. Silvia Santin Bordin Pró-Reitora de Ensino Profa. Dr. Leonardo Alvim Beroldt da Silva Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação Prof. Dr. Marc François Richter Pró-Reitor de Administração e Planejamento Prof. Dr. Vilmar Antônio Boff

3 RESUMO Apresentação A Pró-Reitoria de Extensão (PROEX) atua nas atividades de extensão universitária que compreendem os processos de aperfeiçoamento para a comunidade em geral, protagonizando ações de senso futuro e atendendo às demandas emanadas da comunidade. A Extensão Universitária é o processo educativo, cultural e científico que articula o Ensino e a Pesquisa de forma indissociável e viabiliza a relação transformadora entre a Universidade e a Sociedade. A extensão universitária pode ser realizada como projetos, cursos, encontros científicos, debates sobre questões de interesse público, eventos culturais e artísticos, destinados à formação integrada de nossos alunos, seguindo a premissa da indissociabilidade do ensino, pesquisa e extensão, e promovendo o desenvolvimento sócio-cultural e econômico da comunidade, nas diferentes regiões de atuação da UERGS. Através da extensão busca-se também a unidade teoria e ação e a aproximação da universidade-trabalho. Para isso, a PROEX se estrutura visando atender estas demandas, tanto internas como externas. A Pró-Reitoria de Extensão participa da rede nacional de extensão universitária que se aglutina no FORPROEX (Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras), e procura divulgar, esclarecer e informar as resoluções neles contidas acerca das políticas de extensão universitária. A PROEX é constituída por uma Comissão Central, Coordenadoria de Programas e Projetos, Coordenadoria de Cursos e Eventos, Núcleo de Apoio e Desenvolvimento e Núcleo de Atividades Comunitárias. Pró-Reitora de Extensão Profa. Dra. Silvia Santin Bordin... MANUAL PARA ELABORAÇÃO E CONDUCAO DE AÇÕES DE EXTENSÃO 3

4 RESUMO Procedimentos para realização de Ações de Extensão 1º PASSO: Envio à PROEX do Formulário para abertura de ações de extensão (Anexo 1 A, no caso de não evento; ou Anexo B, em se tratando de Evento), via e- mail formato doc (para e impresso via malote, assinado pelo(a) Coordenador(a) da Ação de Extensão e pelo(a) Coordenador(a) da Comissão de Extensão (na ausência desta Comissão, assinará o projeto o Chefe da unidade e o(a) Diretor(a) Regional), com antecedência mínima de 30 dias do início das inscrições. Caso o projeto envolva parceria/convênio com outras instituições públicas ou privadas, o prazo de antecedência para envio é de 60 dias antes do início das inscrições. A ficha de inscrição, Anexo 2, (quando pertinente) deverá ser encaminhada junto com o Formulário de Abertura de Ações de Extensão (Anexo 1A ou B). Obs 1: Para os programas institucionais, deverá ser observado também o edital especifico. Obs 2: A PROEX submeterá os projetos recebidos ao parecer de seus assessores, com exceção dos projetos cuja especificidade demande a análise do corpo técnico das demais Pró-Reitorias ou de Câmara Técnica Específica. 2º PASSO: A PROEX enviará ao(à) Coordenador(a), no prazo máximo de 10 dias, um informando a necessidade ou não de ajustes da ação de extensão proposta. O prazo para reenvio do projeto com os ajustes será de, no máximo, 10 dias, a partir da data do encaminhado pela Proex ao Coordenador. É de inteira responsabilidade do Coordenador do Projeto o envio do mesmo à Proex. 3 PASSO: Mediante apreciação, a PROEX comunicará ao coordenador a aprovação ou não da ação de extensão.... MANUAL PARA ELABORAÇÃO E CONDUCAO DE AÇÕES DE EXTENSÃO 4

5 RESUMO 4 PASSO: Projetos sem condições para realização ficarão à disposição dos(as) Coordenadores(as), na PROEX, para esclarecimentos, pelo prazo de 30 dias. Após esse período os mesmos serão arquivados. 5º PASSO: A PROEX encaminhará ao Departamento de Comunicação a inclusão das informações no site da UERGS, bem como a produção da arte do material de divulgação (se houver). Notícias, fotos, matérias e Ficha de Inscrição (Anexo 2) da ação de extensão deverão ser enviadas à PROEX que remeterá a Comunicação para divulgação. Obs.: Não é permitido que o material de divulgação da atividade seja feito sem prévia autorização do Departamento de Comunicação da UERGS. Qualquer tipo de material de divulgação (folders, cartazes, etc) deve ter aprovação desse Departamento antes de ser produzido. (Resolução Consun nº 013/2005). 6º PASSO: Após a realização da ação, o(a) Coordenador(a) da mesma deverá enviar todos os materiais exigidos (Anexos 3, 4 e 5), devidamente preenchidos e assinados, à PROEX, no prazo de até 30 dias após a conclusão da atividade. O Anexo 5 (Relatório de Finalização) deverá também ser enviado como arquivo anexado ao para a PROEX em formato doc. 6º PASSO: A PROEX avaliará a documentação de finalização enviada e dará um retorno ao coordenador, acusando o recebimento. 7º PASSO: Emissão dos Certificados pela PROEX, caso a documentação esteja correta e completa. 8º PASSO: Envio dos Certificados para a Unidade em que foi realizada a ação com o respectivo recibo de Recebimento de Certificados, que deverá ser assinado pelo responsável e devolvido à PROEX, via malote. 9º PASSO: Arquivamento do Processo.... MANUAL PARA ELABORAÇÃO E CONDUCAO DE AÇÕES DE EXTENSÃO 5

6 RESUMO OBSERVAÇÕES IMPORTANTES 1. Projetos realizados em parceria/convênio com outras instituições públicas ou privadas e que necessitem assinatura de Convênio, termo de cooperação, protocolo de intenção e outros serão encaminhados ao Departamento de Convênios para as devidas providências. Sobre convenio é importante que seja observado que o uso de estrutura de outras instituições como Prefeituras, empresas privadas, ONGs, OCIPs e afins, precisa de protocolo de intenções para qualquer ação de extensão (TODAS ELAS). Se houver repasse de valores, é obrigatório um convenio entre as partes. Importe informar-se sobre isto, com o setor de convênios da Uergs. Empresas públicas: cada caso é um caso e precisa de analise individual. 2. Deve-se ter o cuidado de preencher o Termo de adesão ao serviço voluntário não remunerado- lei federal 9.608/98, para palestrantes, cursistas, etc, que não serão remunerados. 3. Para uso do logo e do nome da Uergs observar Resolução 13/2005, ou outra que venha substituí-la. O mesmo vale para qualquer produção de divulgação de eventos em que conste logo da Uergs. 4. Na submissão de proposta para editais externos, a UERGS somente poderá constar como proponente quando a proposta for submetida antes ao aval da PROEX e do DEFIN, caso haja contrapartida financeira da instituição. Participação de professores devem ser enviadas como participação individual, nominal. 5. Palestrantes, ministrantes, etc, de fora do Estado, podem ter suas despesas pagas como sendo hóspedes oficiais do Estado, sendo necessário o envio do projeto com no mínimo 60 dias de antecedência, antes do inicio das inscrições. a. Informações sobre a contratação de ministrantes externos à Uergs: para contratação de ministrantes/palestrantes externos à Uergs é necessário que o projeto esteja aprovado por Edital Interno na Proex, portanto, que tenha previsão de orçamento antes da solicitação. b. A contratação de palestrantes somente poderá ocorrer, se a atividade for comprovadamente para treinamento e aperfeiçoamento de pessoal. O palestrante não pode ter vínculo empregatício (ativo ou inativo) com o estado do RS.... MANUAL PARA ELABORAÇÃO E CONDUCAO DE AÇÕES DE EXTENSÃO 6

7 RESUMO c. Para a contratação, o Coordenador da ação deverá entregar, ou enviar via malote para a PROEX, os seguintes documentos: Nome completo do palestrante; Justificativa para sua contratação, destacando sua especificidade em relação a outros especialistas da área, com formação similar; comprovação que se trata de treinamento e aperfeiçoamento de pessoal; informação do nome da ação de extensão (aprovado pela Proex) em que irá palestrar; título, programa e data da palestra. Dentro da justificativa deverá também ser informado o valor cobrado, comparando-o com valores de mercado. Esta justificativa deverá assinada pelo Coordenador do Projeto. Demais documentos a serem enviados: Endereço completo do palestrante; cópia impressa do Curriculum lattes; número do CPF, RG, PIS/PASEP; Dados bancários (Banco, agência, conta corrente); Documento assinado pelo palestrante declarando o valor de contribuição ao INSS; Documento assinado pelo palestrante, declarando que não possui vinculo com o estado do RS; Estando todos os documentos entregues à Proex, esta Pró-Reitoria encaminhará a abertura de um processo para análise da pertinência da contratação do palestrante/ministrante. Documentos complementares poderão ser solicitados. A Proex informará o coordenador da aprovação ou não da contratação. 6. Participação de funcionários da UERGS em ações de extensão, devem ser mencionadas nos projetos, com detalhamento das atividades (respeitar a lei Plano de cargos e Salários) e da carga horária a serem desenvolvidas. Devem ser acompanhadas de declaração da chefia imediata informando a compatibilidade das atividades com a legislação e de que a carga horária dispensada na ação não cause prejuízo nas atividades desenvolvidas na Unidade de lotação.... MANUAL PARA ELABORAÇÃO E CONDUCAO DE AÇÕES DE EXTENSÃO 7

8 AÇÕES DE EXTENSÃO CRITERIOS PARA REALIZACAO E PROCEDIMENTOS DE ABERTURA Critérios para a realização de Ações de Extensão Prazos: Apresentação do projeto à PROEX dentro dos padrões do formulário e dos requisitos apontados pelo mesmo com antecedência mínima de 30 dias do inicio das inscrições. Para os projetos realizados em parceria/convênio com outras instituições públicas ou privadas, o prazo de antecedência é de no mínimo 60 dias antes do inicio das inscrições. Auto-suficiência: O projeto da ação de extensão deve, invariavelmente, apontar os recursos alocados para sua plena realização. Estes recursos podem ser oriundos de programas da IES, ou de parcerias com instituições públicas e privadas na forma de convênios, apoios, patrocínios, doações, entre outros. Torna-se necessário observar que toda e qualquer forma de apoio e patrocínio deve ser obrigatoriamente informada no projeto para sua apreciação e deliberação pela Pró-Reitoria de Extensão. Das ações: Os cursos de capacitação, qualificação profissional e educação continuada, bem como atividades de formação cultural e intelectual podem ser ministrados por professores e/ou profissionais desta IES ou por todo e qualquer profissional que satisfizer os requisitos do mérito e maestria acadêmica ou notório saber advindo do reconhecimento público de sua competência. Estas ações podem ser propostas por professores, artistas e intelectuais do quadro permanente da UERGS (desde que compatível com a legislação), com parceria da PROEX como coordenadora, realizadora ou apoiadora. As atividades de extensão, por deliberação do FORPROEX, devem ter carga horária mínima de 8 (oito) horas (atividades com carga horária inferior poderão... MANUAL PARA ELABORAÇÃO E CONDUCAO DE AÇÕES DE EXTENSÃO 8

9 AÇÕES DE EXTENSÃO CRITERIOS PARA REALIZACAO E PROCEDIMENTOS DE ABERTURA ser realizadas, mas não serão registradas na PROEX na forma de projeto). Sugere-se que atividades de menor carga horária sejam agrupadas para atender o requisito. A PROEX sugere que as ações de extensão sejam enviadas com no mínimo 30 (trinta) horas de antecedência. Semana Acadêmica pode ser considerada evento e, para ser considerada como atividade de extensão, deverá ter a coordenação de um professor do quadro da UERGS. OBS: Lembrar que a confecção de folders e outros materiais de divulgação necessitam da aprovação do setor de comunicação da UERGS e só poderão ser feitos após a aprovação do projeto pela PROEX. Para uso do logo observar Resolução 013/2005 do CONSUN. Solicita-se que as Direções Regionais enviem em até 15 de janeiro de cada ano, previsão de ações de extensão nas Unidades Universitárias, contendo: titulo provisório, período e local de realização, tempo de duração, professor(es) coordenador(es), necessidade de recursos e bolsas.... MANUAL PARA ELABORAÇÃO E CONDUCAO DE AÇÕES DE EXTENSÃO 9

10 AÇÕES DE EXTENSÃO EXECUCAO E FINALIZACAO Ações de Extensão Execução e Finalização 1. É de responsabilidade do (a) Coordenador (a) da ação de extensão, o preenchimento adequado dos formulários, o cumprimento dos prazos e providencia da estrutura e espaço para a execução, estando a PROEX à disposição para auxilio na viabilização dos mesmos. 2. Encaminhamento, por parte do (a) coordenador (a) da(s) atividade(s), no prazo máximo de 30 dias, a contar da data prevista do término da ação, de todos os Anexos da Extensão referentes ao projeto, devidamente preenchidos e assinados. Os formulários e fichas de inscrição devem ser enviados a PROEX todos de uma vez. 3. Os anexos abaixo citados deverão ser enviados à PROEX, para serem anexados ao processo: a) Anexo 2 Fichas de Inscrição (preenchidas pelos participantes); b) Anexo 3 Formulário de Controle de Frequência; c) Anexo 4 Formulários de Avaliação d) Anexo 5 Formulário de Finalização de Ação de Extensão (via formato doc e impresso assinado) 4. Análise e conferência de toda a documentação enviada pelo(a) Coordenador(a) da Ação será feita pela PROEX. 5. A emissão dos Certificados será realizada pela PROEX, caso a documentação esteja completa e preenchida corretamente. Não serão emitidos os Certificados quando faltar qualquer um dos Anexos exigidos, fato que será comunicado pela PROEX via e- mail e/ou telefone ao(à) Coordenador(a) da(s) Ação(ões) para as devidas providências. O processo ficará parado e os certificados não serão confeccionados até que a PROEX receba toda a documentação exigida. 6. Os certificados de cada projeto serão confeccionados juntos, não há emissão antecipada para qualquer pessoa envolvida na ação.... MANUAL PARA ELABORAÇÃO E CONDUCAO DE AÇÕES DE EXTENSÃO 10

11 AÇÕES DE EXTENSÃO EXECUCAO E FINALIZACAO 7. As atividades podem ter apenas um (a) Coordenador (a). Os demais envolvidos poderão ser Colaboradores da ação de extensão. 8. Tem direito ao Certificado, participantes aprovados na ação com frequência mínima de 75% (setenta e cinco por cento) e que tenham pagado a taxa do certificado, salvo exceções de ações que exijam frequência maior e candidatos isentos de taxa. 9. Só é permitida a emissão de 01 (um) certificado por pessoa para cada atividade de extensão. Caso a pessoa exerça mais de uma função dentro do mesmo projeto, todas as funções constarão no mesmo certificado. Exemplos: a) Participante e Ministrante; b) Participante e Apoio Técnico; c) Coordenador e Ministrante. 10. É de responsabilidade do (a) Coordenador (a) da Ação de Extensão enviar à PROEX, as informações corretamente, especialmente os nomes completos de todos os que têm direito ao mesmo, cronograma, data de realização e carga horária. Em caso de incorreção no nome do participante para a confecção de certificado, a Proex emitirá somente outro, com justificativa, via oficio, do(a) coordenador(a) da ação de extensão e não se responsabiliza pela possível morosidade do processo. 11. Após a emissão, no prazo de 30 (trinta) dias, os certificados serão enviados à Unidade onde foi realizada a atividade via malote ou entregues ao (à) Coordenador (a) da atividade, conforme o caso, acompanhado de recibo de Recebimento de Certificados, que deverá ser assinado pelo responsável e remetido à PROEX para controle e arquivamento e sendo o processo encerrado e arquivado. 12. Caso ocorra o cancelamento ou não realização da atividade, o mesmo deverá ser imediatamente informado à PROEX, através de memorando, justificando as causas da não realização da atividade. Esse memorando será anexado ao processo e o mesmo será encerrado e arquivado. 13. Não serão registrados na PROEX atividades, cursos, projetos, eventos, após a sua realização. Consequentemente, não será possível a emissão de Certificados para esses casos.... MANUAL PARA ELABORAÇÃO E CONDUCAO DE AÇÕES DE EXTENSÃO 11

12 AÇÕES DE EXTENSÃO EXECUCAO E FINALIZACAO 14. A carga horária mínima exigida para a emissão de Certificados é de 30 horas. Para as ações com carga horária inferior a 30 horas, poderão ser emitidos Atestados pelas Unidades Universitárias. (Anexo 7). 15. Para uma carga horaria inferior a 30 horas, a Pró-Reitoria de Extensão emitirá Certificado somente para o (a) Coordenador (a) da Ação. É de responsabilidade do (a) Coordenador (a) da Ação de extensão enviar esta solicitação à PROEX. A Unidade em que for realizada a atividade emitirá os Atestados para os demais participantes com carga horaria inferior a 30 horas. 16. Após o envio do(s) Certificado(s) e o recebimento do termo de entrega, o processo será encerrado e arquivado.... MANUAL PARA ELABORAÇÃO E CONDUCAO DE AÇÕES DE EXTENSÃO 12

13 Envio Proposta a PROEX (por ) Pré- Análise Retorno ao Coordenador ( ), Memorando. Setor Convênios PROEX (físico) Aprovação 10 dias Ajustes, providências, assinaturas Retorno do Coordenador para execução Início 30 dias após o envio físico Publicação Pagina da UERGS Execução PROEX Relatório final com anexos Análise Ajustes Elaboração Certificados Envio para Coordenação da Ação Ata Recebimento Certificados envio para PROEX Arquivamento Cópia de materiais publicados Figura 1. Fluxograma para propostas de ações de extensão de fluxo continuo. 13

14 Publicação Edital pela PROEX Recebimento e envio para Análise Avaliador, orientações, acompanhamento Coordenador da Ação Providencia Ajustes (formatação edital) Lançamento no Sistema, envio conforme o edital. Convênios PROEX Comunicação, Situação Andamento Recebimento da Aprovação Execução Acompanhamento PROEX Conferencia Relatório Semestral ou continuo Relatório Final e prestação de Contas Pode ser o mesmo enviado ao órgão financiador Arquivamento Publicações? Enviar cópia de publicações à PROEX, (link com lattes) Figura 2. Fluxograma para ações de extensão advindas de editais externos. 14

15 Publicação Edital pela PROEX Recebimento Proex e envio para Análise Avaliadores Ad Hoc Coordenador da Ação Providencia Ajustes (formatação edital) Comunicação, Situação de Aprovação e Andamento Execução Acompanhamento Relatório Semestral ou continuo Relatório Final e prestação de Contas PROEX Conferência Arquivamento Publicações? Enviar cópia de publicação à Proex (link lattes) Figura 3. Fluxograma para ações de extensão advindas de editais internos da Proex. 15

16 ANEXOS 16

17 Universidade Estadual do Rio Grande do Sul PROEX - Pró-Reitoria de Extensão Rua Sete de Setembro, Porto Alegre - RS Fone: (51) ANEXO 1 A - FORMULÁRIO PARA ABERTURA DE AÇÕES DE EXTENSÃO - NÃO EVENTO 1. Informações Gerais: 1.1Título da ação/atividade proposta: 1.2 Campus Regional ( ) I; ( ) II; ( ) III; ( ) IV; ( ) V; ( ) VI ou ( ) VII 1.3 Unidade responsável: 1.4 Coordenador(a) da ação: 1.5 Parcerias entre Unidades: ( ) SIM ( ) NAO. Qual(is): 1.6 Período:. / / a / / 1.7 Carga horária da ação (mínima de 8 horas): 1.8 Dia(s) da semana: ( ) seg ( ) ter ( ) qua ( ) qui ( ) sex ( ) sab ( ) dom 1.9 Horários:. h min às :. h min 1.10 Cidade: 1.11 Local previsto: 1.12 Período de inscrição: / / a / / 1.13 Público-alvo: ( ) DISCENTES ( ) DOCENTES ( ) OUTROS. Especifique 1.14 Requisito para inscrição: ( ) SIM ( ) NAO Qual? 1.15 Número de vagas: 1.16 Número mínimo de inscritos: 17

18 2. Informações Específicas: Escolher apenas uma única opção, a que tiver mais afinidade. 2.1 Área de Conhecimento: ( ) Ciências Exatas e da Terra ( ) Ciências Agrarias ( ) Ciências Biológicas ( ) Ciências Sociais; ( ) Engenharia/Tecnologia ( ) Ciências Humanas ( ) Ciências da Saúde ( ) Linguística, Letras e Artes 2.2 Área Temática: ( ) Comunicação ( ) Meio Ambiente ( ) Cultura ( ) Saúde ( ) Direitos Humanos ( ) Tecnologia ( ) Educação ( ) Trabalho 2.3 Ação: ( ) Curso ( ) Conferencia ( ) Palestra ( ) Oficina ( ) Exposição ( ) Festival ( ) Semana Acadêmica ( ) Concurso ( ) Vivencia ( ) Simpósio ( ) Dia de Campo ( ) Convenção ( ) Formação Discente ( ) Colóquio ( ) Formação Docente ( ) Fórum ( ) Aula Magna ( ) Mesa Redonda ( ) Seminário ( ) Painel ( ) Congresso ( ) Reunião ( ) Encontro ( ) Outra: 2.4. Programa Institucional da IES a que se enquadra: ( ) Inclusão Social e Econômica ( ) Direitos Humanos e Igualdade ( ) Ciência, Tecnologia, Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional Sustentável ( ) Educação, Cultura, Arte e Turismo ( ) Eventos Técnico-Científicos ( ) Não se enquadra em nenhum programa institucional da IES acima 2.5 Descrição da(s) atividade(s) a serem realizadas: 18

19 2.6 Justificativa da(s) atividade(s) (apresentar fundamentação teórica mínima e explicitar a sua relação com o ensino e pesquisa e sua relevância social): Cronograma da realização da(s) atividade(s) do(a) Coordenador(a) Atividade Coordenador Período/data CH CH = carga horaria dispendida para cumprir as atividades de coordenação Cronograma da realização da(s) atividade(s) dos Ministrantes e apoio técnico da Uergs Atividade nome Período/data CH CH = carga horaria dispendida para cumprir as atividades de cada ministrante e apoio técnico Cronograma da realização da(s) atividade(s) dos Ministrantes e apoio técnico externo da Uergs Atividade nome Período/data CH 2.8 Plano de Trabalho dos alunos bolsistas e/ou voluntários envolvidos, se houverem: Bolsistas precisam de um plano de trabalho do bolsista e de um termo de compromisso (Anexo 09). 2.9 Sugestão de nota para o site da IES (deve ser encaminhado à Proex) 19

20 2.10. Parcerias/convênios/apoios (No caso de convenio, este deve ser oficializado em contrato, o qual deve ser enviado juntamente com o projeto!): Se houver cobrança de valores e repasse de recursos, deve constar informação detalhada no convenio, da responsabilidade das partes. 20

21 3. Previsão orçamentária para as ações de extensão: Receitas e despesas Receitas Elementos da Receita (Com Bolsas) R$ Recursos da IES: Bolsas de Extensão (se houver) + Outras Rubricas Recursos de Terceiros (listar quais) outros Total Despesas - resumo Elementos de Despesa Arrecadação R$ IES R$ Total R$ Bolsas - Auxílio Financeiro a Estudantes Subtotal Diárias Passagens Material de Consumo Serviços de Terceiros - Física Serviços de Terceiros - Jurídica Material Permanente Outras Despesas Outras Despesas (Impostos) Subtotal Total Despesas material de consumo Descrição Quant Unidade Custo Unitário R$ Fonte Custo Total R$ Total Despesas serviços terceiros pessoa física Descrição Fonte Custo Total R$ Total Despesas serviços terceiros pessoa jurídica Descrição Fonte Custo Total R$ 21

22 Total Despesas material permanente Descrição Quantidade Custo Unitário R$ Fonte Custo Total R$ Total Despesas bolsistas Nome do Bolsista Início / Término Fonte Tipo Institucional Total Despesas outras despesas INSS - 11 % ISS - 5 % PATRONAL - 20 % INSS - 11 % ISS - 5 % PATRONAL - 20 % INSS - 11 % ISS - 5 % PATRONAL - 20 % IES IES IES Discente de Graduação Discente de Graduação Discente de Graduação Bolsa/Mês R$ Custo Total R$ Descrição Fonte Custo R$ SubTotal 1 SubTotal 2 SubTotal 3 Total Arrecadação Arrecadação Arrecadação IES (MEC) IES (MEC) IES (MEC) Terceiros Terceiros Terceiros Assinaturas 4.1 COORDENADOR(A) DA AÇÃO DE EXTENSAO: Assinatura: Data: / / 4.2 RESPONSÁVEL ADMINISTRATIVO DA UNIDADE: Assinatura: Data: / / 22

23 4.3 COORDENADOR(A) DA COMISSAO DE EXTENSAO LOCAL ou DIREÇÃO REGIONAL: Assinatura: Data: / / 23

24 Universidade Estadual do Rio Grande do Sul PROEX - Pró-Reitoria de Extensão Rua Sete de Setembro, Porto Alegre - RS Fone: (51) ANEXO 1 B - FORMULÁRIO PARA ABERTURA DE AÇÕES DE EXTENSÃO - EVENTO 1. Informações Gerais: 1.1Título do Evento: 1.2 Campus Regional ( ) I; ( ) II; ( ) III; ( ) IV; ( ) V; ( ) VI ou ( ) VII 1.3 A Unidade é ( ) promotora ou ( ) participante: 1.4 Coordenador(a) do evento (da Uergs): 1.5 Parcerias entre Unidades: ( ) SIM ( ) NAO. Qual(is): 1.6 Período:. / / a / / 1.7 Carga horária (horas): (mínimo de 8 horas) 1.8 Dia(s) da semana: ( ) seg ( ) ter ( ) qua ( ) qui ( ) sex ( ) sab ( ) dom 1.9 Horários:. h min às :. h min 1.10 Cidade: 1.11 Local previsto: 1.12 Período de inscrição (se houver): :. / / a / / 1.13 Público-alvo: ( ) DISCENTES ( ) DOCENTES ( ) OUTROS. Especifique 1.14 Requisito para inscrição: ( ) SIM ( ) NAO Qual? 1.15 Número de vagas: ou público esperado: 1.16 Número mínimo de inscritos: 24

25 2. Informações Específicas: marcar aquela com maior afinidade ao evento. 2.1 Área de Conhecimento: ( ) Ciências Exatas e da Terra ( ) Ciências Agrarias ( ) Ciências Biológicas ( ) Ciências Sociais; ( ) Engenharia/Tecnologia ( ) Ciências Humanas ( ) Ciências da Saúde ( ) Linguística, Letras e Artes 2.2 Área Temática: ( ) Comunicação ( ) Meio Ambiente ( ) Cultura ( ) Saúde ( ) Direitos Humanos ( ) Tecnologia ( ) Educação ( ) Trabalho 2.3 Ação: ( ) Evento esportivo ( ) Conferencia ( ) Palestra ( ) Oficina ( ) Exposição ( ) Festival ( ) Semana Acadêmica ( ) Concurso ( ) Vivencia ( ) Simpósio ( ) Dia de Campo ( ) Convenção ( ) Espetáculo ( ) Colóquio ( ) Ciclo de debates ( ) Fórum ( ) Aula Magna ( ) Mesa Redonda ( ) Seminário ( ) Painel ( ) Congresso ( ) Reunião ( ) Encontro ( ) Outra: 2.4. Programa Institucional da IES a que se enquadra: ( ) Inclusão Social e Econômica ( ) Direitos Humanos e Igualdade ( ) Ciência, Tecnologia, Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional Sustentável ( ) Educação, Cultura, Arte e Turismo ( ) Bolsas de Extensão ( ) Eventos Técnico-Científicos ( ) Não se enquadra em nenhum programa institucional da IES acima 2.5 Descrever e a importância da participação da Uergs e da Unidade no evento. 2.6 Programação do evento. 25

26 2.7. Cronograma de atividades (quadro da UERGS) Atividade Nome Período CH 2.8 Plano de Trabalho dos alunos bolsistas e/ou voluntários envolvidos, se houverem. Obs: Bolsistas precisam de um plano de trabalho do bolsista e de um termo de compromisso (Anexo 09). 2.9 Sugestão de nota para o site da IES (deve ser encaminhado à Proex) 2.10 Parcerias/convênios/apoios (No caso de convenio, este deve ser oficializado em contrato, o qual deve ser enviado juntamente com o projeto do evento!): OBS: Para uso da imagem do logo da UERGS consultar resolução 13/2005 do CONSUN 26

27 3. Previsão orçamentária para o evento: Receitas e despesas Receitas Elementos da Receita (Com Bolsas) R$ Recursos da IES: Bolsas de Extensão (se houver) + Outras Rubricas Recursos de Terceiros Outros Despesas - resumo Total Elementos de Despesa Arrecadação R$ IES R$ Total R$ Bolsas - Auxílio Financeiro a Estudantes Subtotal Diárias Passagens Material de Consumo Serviços de Terceiros - Física Serviços de Terceiros - Jurídica Material Permanente Outras Despesas Outras Despesas (Impostos) Subtotal Total Despesas material de consumo Descrição Quant Unidade Custo Unitário R$ Fonte Custo Total R$ Total Despesas serviços terceiros pessoa física Descrição Fonte Custo Total R$ Total Despesas serviços terceiros pessoa jurídica Descrição Fonte Custo Total R$ 27

28 Total Despesas material permanente Descrição Quantidade Custo Unitário R$ Fonte Custo Total R$ Total Despesas bolsistas Nome do Bolsista Início /Término Fonte Tipo Institucional Total Despesas outras despesas INSS - 11 % ISS - 5 % PATRONAL - 20 % INSS - 11 % ISS - 5 % PATRONAL - 20 % INSS - 11 % ISS - 5 % PATRONAL - 20 % IES IES Discente de Graduação Discente de Graduação Bolsa/Mês R$ Custo Total R$ Descrição Fonte Custo R$ SubTotal 1 SubTotal 2 SubTotal 3 Total Arrecadação Arrecadação Arrecadação IES (MEC) IES (MEC) IES (MEC) Terceiros Terceiros Terceiros Assinaturas 4.1 COORDENADOR(A) DA AÇÃO DE EXTENSAO: Assinatura: Data: / / 4.2 RESPONSÁVEL ADMINISTRATIVO DA UNIDADE: Assinatura: Data: / / 28

29 4.3 COORDENADOR(A) DA COMISSAO DE EXTENSAO LOCAL ou DIREÇÃO REGIONAL: Assinatura: Data: / / 29

30 Universidade Estadual do Rio Grande do Sul PROEX - Pró-Reitoria de Extensão Rua Sete de Setembro, Porto Alegre - RS Fone: (51) Realização: Unidade de?? (Rua??nº?) Contato para informacoes: ANEXO 2 FICHA DE INSCRICAO ATIVIDADE DE EXTENSÃO Titulo da ação: Período: Local: Horários: Público-Alvo: Vagas: Carga Horária Total: EVENTO GRATUITO! DADOS PESSOAIS Nome do Participante:... CPF: Já participou de atividade de extensão na UERGS: Sim ( ) Não ( ) Empresa: Aluno ( ) UERGS ( ) OUTRA IES ( ) NÃO ALUNO UNIDADE HIPOSSUFICIENTE? ( ) SIM UERGS ( ) SIM OUTRO ( ) NAO Identidade (número e órgão emissor): Área de Formação: Sexo: M ( ) F ( ) Data de Nascimento: Endereço: / / Natural de: UF: País: Cidade:... Telefones CEP: UF: Comercial:( )...Celular: ( ) Residencial ( )... Data: Assinatura do Participante: / / Observações: 1. Só receberão certificados os participantes que obtiverem 75% de freqüência no curso. 2. Encaminhar a ficha de inscrição devidamente preenchida para a Unidade de Período de Inscrições:... de... á... de... de

31 Universidade Estadual do Rio Grande do Sul PROEX - Pró-Reitoria de Extensão Rua Sete de Setembro, Porto Alegre - RS Fone: (51) ANEXO 3 CONTROLE DE FREQUENCIA DA ACAO DE EXTENSÃO POR ATIVIDADE Titulo da atividade: Unidade: Coordenação/Ministrante: Data: Horário: Local: Carga Horária Total: Nome Assinatura Assinatura do (a) Coordenador(a) da Ação de Extensão 31

32 Universidade Estadual do Rio Grande do Sul PROEX - Pró-Reitoria de Extensão Rua Sete de Setembro, Porto Alegre - RS Fone: (51) ANEXO 4 FORMULÁRIO DE AVALIAÇÃO ANEXO 4 A - FORMULARIO DE AVALIAÇÃO DA AÇÃO DE EXTENSAO AÇÃO: PERÍODO/data: Horário da realização Período da realização Local Preparação Ótimo Muito Bom Bom Regular Ruim Execução Coordenação Equipe de apoio Atividades desenvolvidas Material de apoio do curso/evento Recursos didáticos empregados Contribuição do Evento na atuação profissional No seu conjunto, o evento foi O meu aproveitamento no evento foi Como soube do evento? O que poderia ser melhorado nos futuros eventos? Comentário final e/ou sugestões de outros eventos/cursos, palestrantes, cursistas a serem oferecidos: 32

33 Universidade Estadual do Rio Grande do Sul PROEX - Pró-Reitoria de Extensão Rua Sete de Setembro, Porto Alegre - RS Fone: (51) ANEXO 4 FORMULARIO DE AVALIAÇÃO ANEXO 4 B - FORMULARIO DE AVALIAÇÃO DO MINISTRANTE/CURSISTA AÇÃO: PERÍODO: NOME DO(A) MINISTRANTE: Desempenho dos Ministrante/Cursista Ótimo Muito Bom Clareza na abordagem dos temas Didática (uso dos exemplos, recursos, etc.) Domínio dos conteúdos Aplicabilidade, na prática, dos temas abordados. Aproveitamento e organização do tempo Motivação apresentada Relacionamento com os participantes Bom Regular Ruim Comentário final: 33

34 Universidade Estadual do Rio Grande do Sul PROEX - Pró-Reitoria de Extensão Rua Sete de Setembro, Porto Alegre - RS Fone: (51) ANEXO 5 - FORMULÁRIO DE FINALIZACAO DA AÇÃO DE EXTENSÃO A conclusão da ação de extensão pode ser realizada mediante a construção de um Resumo Informativo ou Analítico, ou constar de um Artigo Científico de 4 a 12 laudas, o qual, entre outras informações relevantes, deve explicitar qual o impacto das atividades de extensão na comunidade e na formação dos estudantes, a ser enviado, na forma impressa e digital (Word ou pdf), conforme segue: 1. Formatos de conclusão de projeto de extensão 1.1 Resumo Informativo ou Analítico O resumo informa ao leitor finalidades, metodologia, resultados e conclusões do documento, e segue a NBR normas do resumo O resumo deve ter titulo em maiúsculas; autor(es) com informações de formação, local de atuação e ; texto de ate 250 palavras com letra tipo Arial, tamanho 11, paragrafo justificado, margens de 3 cm cada e 3 palavras chaves. 1.2 Artigo Científico Artigo científico, resumidamente, é o trabalho acadêmico que apresenta resultado sucinto do trabalho realizado de acordo com a metodologia de ciência aceite por uma comunidade de pesquisadores. É apresentado segundo a linguagem e método próprios de uma área da ciência e, de modo geral, com uma estrutura lógica de argumentação, apresentando inicialmente o problema ou objetivo da investigação; as possíveis soluções do problema ou modos de se atingir o objetivo; uma descrição dos métodos e técnicas utilizados; uma análise dos resultados obtidos; e uma conclusão, dentro da metodologia cientifica Normas básicas para formatação do artigo Título. Fonte Arial 12, centralizado e em maiúsculas 34

35 Autor(es). Fonte Arial 12, centralizado Endereço eletrônico: rodapé indicado por asterisco na página de abertura. Fonte Arial 10, alinhado à esquerda. Resumo. Fonte Arial 12, justificado. Palavras-chave. Fonte Arial 12, justificado. Texto. Introdução, desenvolvimento e conclusão. Fonte Arial tamanho 12 justificado, coluna única, espaçamento entre linhas simples, margens de 2cm. Não numerar as páginas. Tabelas, quadros, figuras e equações centralizadas. Título na parte superior. (Tabela N. Xxxxxx...). Fontes e notas devem ser colocadas na parte inferior da tabela, digitadas em tamanho 10; Quadros, figuras ou outras ilustrações: Título na parte inferior.(figura N. Xxxxxx...) Equações: Numeradas à direita Referências Bibliográficas: somente as citadas no texto. 2. Dados Gerais 2.1 Título da ação de extensão: 2.2 Campus Regional ( ) I; ( ) II; ( ) III; ( ) IV; ( ) V; ( ) VI ou ( ) VII 2.3 Unidade responsável: 2.4 Coordenador da Ação de Extensão: 2.5 Nome do(a) Coordenador(a) da Ação de Extensão que assinará o certificado: Carga horária que cada coordenador, ministrante e apoio técnico, que faz parte do quadro efetivo da UERGS, executou junto à ação de extensão universitária: Nome Carga horária desenvolvida na ação de extensão (horas) 35

36 2.5.2 Programação da(s) atividade(s) desenvolvida(s) (especificar período, carga horária e temas/conteúdos desenvolvidos para inserir no verso do certificado) Exemplo: Período/data CH Título da Atividade ou conteúdo Ministrante(s) Carga horária total 2.6 Cidade e Local de Execução: 2.7. Número de participantes: (Discentes Uergs) (Docentes Uergs ) (Demais) 36

37 4. Nome do participante que receberá atestado e resumo da Frequência: (Conferir o nome atentamente pois irá para o certificado). 1 NOME DO PARTICIPANTE CPF ALUNO DA UERGS SIM / NÃO HIPOSSUFICIENTE SIM/ NAO PERCENTUAL DE FREQÜÊNCIA RECEBE CERTIFICADO SIM / NÃO Obs.: Os Atestados são efetuados pelas Unidades da UERGS para cursos com carga horária inferior a 30 horas. A PROEX, neste caso, somente confecciona Certificados do(s) coordenadores da ação de extensão universitária. 37

38 5 Assinaturas 5.1 COORDENADOR(A) DA AÇÃO DE EXTENSAO: Assinatura: Data: / / 5.2 RESPONSÁVEL ADMINISTRATIVO DA UNIDADE: Assinatura: Data: / / 5.3 COORDENADOR(A) DA COMISSAO DE EXTENSAO LOCAL ou DIREÇÃO REGIONAL: Assinatura: Data: / / 38

39 Universidade Estadual do Rio Grande do Sul PROEX - Pró-Reitoria de Extensão Rua Sete de Setembro, Porto Alegre - RS Fone: (51) ANEXO 6 TERMO DE ADESÃO AO SERVIÇO VOLUNTÁRIO NÃO REMUNERADO- LEI FEDERAL 9.608/98 Nome: Identidade: CPF: Endereço: Bairro: Cidade: CEP: Telefone: Tipo de serviço que o voluntário prestará: Participará como palestrante junto à ação de extensão universitária nononono, no período ou data...em..., com carga horária total de??? horas. Instituição onde o voluntário prestará o serviço: Universidade Estadual do Rio Grande do Sul, neste ato representado pelo Reitor Fernando Guaragna Martins CNPJ: /65 Unidade: Polo da Uergs em São Francisco Paula Endereço: Rua Assis Brasil,842 CEP: Fone: (54) Declaro que estou ciente e aceito os termos da lei do serviço voluntário n 9.608, de fevereiro de 1998, sem relação de emprego e sem remuneração. Porto Alegre,?? de?? de Nome do voluntário AQUI!... Nome do(a) Coordenador(a) de Unidade AQUI! Coordenador(a) da Unidade de?? Testemunhas:... Fernando Guaragna Martins Reitor da UERGS Nome: RG: Nome: RG: Ass: Ass: 39

40 ANEXO 7. MODELO DE ATESTADO DE AÇÕES, COM MENOS DE 30 HORAS, A SER CONFECCIONADO NAS UNIDADES UNIVERSITARIAS (Frente e Verso) ORIENTAÇÕES a) Quem ministrou não precisa ser citado na frente do Atestado, apenas no verso; b) Assinam o Atestado sempre a chefia local com cargo mais alto e quem coordenou ação de extensão; c) Para a confecção do Atestado para o coordenador da ação, assina a coordenação de unidade e o Pró-Reitor de Extensão; d) Caso o coordenador da ação for a chefia local, então sempre o superior deve assinar (Pró-reitor de Extensão e Reitor); Obs1: Quando alguém da reitoria tiver que assinar o certificado, devemos receber o projeto de abertura da ação de extensão para conhecimento e arquivamento! Obs2: É muito importante que todas as atividades de extensão sejam registradas na Unidade local e informadas à Proex para que a mesma possa utiliza-las na confecção de seus relatórios, na sua prestação de contas para órgãos superiores e para a divulgação para a sociedade. Obs2: É de fundamental importância observar a confecção do nome correto do participante no Atestado, tendo em vista que o erro gera grande morosidade na entrega, além do estresse para o mesmo e á IES. 40

41 ATESTADO Ernane Ervino Pfüller Participou da oficina: Atividade física para deficientes físicos, organizada pela Unidade da UERGS em Sananduva, sob coordenação do professor Jose da Silva Pereira, no período de 10 a 15 de janeiro de 2013, perfazendo 29 horas. Sananduva, 10 de janeiro de Marcos da Silva Filho Junior Coordenador de Unidade Jose da Silva Pereira Coordenador da Ação de Extensão 41

de junho de 2007, destinados a profissionais com graduação ou bacharelado.

de junho de 2007, destinados a profissionais com graduação ou bacharelado. PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU posgraduacao@poliseducacional.com.br O QUE É PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU? A pós graduação lato sensu são cursos promovidos pelas faculdades do grupo POLIS EDUCACIONAL com mais de

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS ESTUDANTIS - PROEXAE PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO - PIBEX EDITAL Nº 006/2015 PROEXAE/UEMA

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS ESTUDANTIS - PROEXAE PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO - PIBEX EDITAL Nº 006/2015 PROEXAE/UEMA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS ESTUDANTIS - PROEXAE PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO - PIBEX EDITAL Nº 006/2015 PROEXAE/UEMA A Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Estudantis da Universidade

Leia mais

DADOS DO INEP Instituto Nacional de estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Ministério da Educação UDESC/ 2005

DADOS DO INEP Instituto Nacional de estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Ministério da Educação UDESC/ 2005 DADOS DO INEP Instituto Nacional de estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Ministério da Educação UDESC/ 2005 Número total de Programas 1 e seus respectivos projetos vinculados, público atendido

Leia mais

PRÓ - REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL 004/2015/ PROEX/UEPB PROGRAMA DE CONCESSÃO de BOLSAS DE EXTENSÃO - PROBEX COTA: 2015-2016

PRÓ - REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL 004/2015/ PROEX/UEPB PROGRAMA DE CONCESSÃO de BOLSAS DE EXTENSÃO - PROBEX COTA: 2015-2016 PRÓ - REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL 004/2015/ PROEX/UEPB PROGRAMA DE CONCESSÃO de BOLSAS DE EXTENSÃO - PROBEX COTA: 2015-2016 A Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Estadual da Paraíba, no uso das suas

Leia mais

EDITAL PRÓ-SOCIAL 2014

EDITAL PRÓ-SOCIAL 2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO CAMPUS UNIVERSITÁRIO REITOR JOÃO DAVID FERREIRA LIMA - TRINDADE CEP: 88040-900 - FLORIANÓPOLIS - SC TELEFONE (048)

Leia mais

PLANO DE EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ

PLANO DE EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E AÇÕES COMUNITÁRIAS DEPARTAMENTO DE EXTENSÃO PLANO DE EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ 1. INTRODUÇÃO A Universidade Federal do Amapá preocupa-se

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 36, DE 04 DE ABRIL DE 2005. Dispõe sobre alterações à Resolução CONSEPE n. 57, de 14 de maio de 2001. R E S O L V E: I DA CONCEITUAÇÃO

RESOLUÇÃO N.º 36, DE 04 DE ABRIL DE 2005. Dispõe sobre alterações à Resolução CONSEPE n. 57, de 14 de maio de 2001. R E S O L V E: I DA CONCEITUAÇÃO RESOLUÇÃO N.º 36, DE 04 DE ABRIL DE 2005. Dispõe sobre alterações à Resolução CONSEPE n. 57, de 14 de maio de 2001. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO, no

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS COORDENAÇÃO DE PROGRAMAS E AÇÃO COMUNITÁRIA III ENCONTRO UNIFICADO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS COORDENAÇÃO DE PROGRAMAS E AÇÃO COMUNITÁRIA III ENCONTRO UNIFICADO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS COORDENAÇÃO DE PROGRAMAS E AÇÃO COMUNITÁRIA III ENCONTRO UNIFICADO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO A UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA AOS 60 ANOS: SEMEANDO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ - IFPI PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO - PROEX

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ - IFPI PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO - PROEX SELEÇÃO DE PROJETOS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO - ProAEx/IFPI SUBPROGRAMA BOLSAS PARA PROJETOS DE EXTENSÃO - PIBEX EDITAL Nº 059/2014 PROEX/IFPI A Pró-Reitoria de Extensão PROEX, do Instituto

Leia mais

1.2 Possibilitar, através da extensão, a articulação entre o ensino e a pesquisa;

1.2 Possibilitar, através da extensão, a articulação entre o ensino e a pesquisa; UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ - REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS EDITAL PARA BOLSAS DE EXTENSÃO CONCEDIDAS A PROJETOS PROBEX SELEÇÃO 2012 2013 A Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários

Leia mais

SELEÇÃO DE PROJETOS. PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO - ProAEx/IFPI SUBPROGRAMA PROMOÇÃO DE EVENTOS DE EXTENSÃO ACADÊMICA

SELEÇÃO DE PROJETOS. PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO - ProAEx/IFPI SUBPROGRAMA PROMOÇÃO DE EVENTOS DE EXTENSÃO ACADÊMICA SELEÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO - ProAEx/IFPI SUBPROGRAMA PROMOÇÃO DE EVENTOS DE EXTENSÃO ACADÊMICA EDITAL EVENTOS DE EXTENSÃO ACADÊMICA Nº 67/2015 PROEX/IFPI O Instituto

Leia mais

1ª Retificação do Edital Nº 024/2015

1ª Retificação do Edital Nº 024/2015 1ª Retificação do Edital Nº 024/2015 O Diretor Geral do Câmpus Juiz de Fora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste MG), no uso de suas atribuições

Leia mais

SELEÇÃO DE PROJETOS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO - ProAEx/IFPI SUBPROGRAMA BOLSAS PARA PROJETOS DE EXTENSÃO - PIBEX

SELEÇÃO DE PROJETOS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO - ProAEx/IFPI SUBPROGRAMA BOLSAS PARA PROJETOS DE EXTENSÃO - PIBEX SELEÇÃO DE PROJETOS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO - ProAEx/IFPI SUBPROGRAMA BOLSAS PARA PROJETOS DE EXTENSÃO - PIBEX EDITAL Nº 001 /2013 PROEX/IFPI A Pró-Reitoria de Extensão PROEX, do

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA DE TRABALHOS PARA A REVISTA PRÁXIS: SABERES DA EXTENSÃO EDITAL 23/2012

EDITAL DE CHAMADA DE TRABALHOS PARA A REVISTA PRÁXIS: SABERES DA EXTENSÃO EDITAL 23/2012 PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL DE CHAMADA DE TRABALHOS PARA A REVISTA PRÁXIS: SABERES DA EXTENSÃO EDITAL 23/2012 A Pró-Reitoria de Extensão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba

Leia mais

EDITAL Nº 001/2015 - PROGRAMA DE BOLSAS EXTENSÃO PBEXT AÇÕES 2015

EDITAL Nº 001/2015 - PROGRAMA DE BOLSAS EXTENSÃO PBEXT AÇÕES 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE CULTURA, EXTENSÃO E VIVÊNCIA COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO PROCEV EDITAL Nº 001/2015 - PROGRAMA DE BOLSAS EXTENSÃO PBEXT AÇÕES

Leia mais

PROEX - PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ

PROEX - PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PROEX - PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ EDITAL N 01/2014/Unifei/PROEX, DE 28 de ABRIL de 2014, FINANCIAMENTO DE PROJETOS E PROGRAMAS DE EXTENSÃO DA UNIFEI (EDITAL RETIFICADO) A

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE VARGINHA COORDENAÇÃO DO NÚCLEO DE EXTENSÃO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE EXTENSÃO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

FACULDADE DE DIREITO DE VARGINHA COORDENAÇÃO DO NÚCLEO DE EXTENSÃO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE EXTENSÃO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES FACULDADE DE DIREITO DE VARGINHA COORDENAÇÃO DO NÚCLEO DE EXTENSÃO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE EXTENSÃO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente Regulamento tem por finalidade normatizar o planejamento,

Leia mais

EXTENSÃO extensao@faj.br

EXTENSÃO extensao@faj.br EXTENSÃO extensao@faj.br O QUE É EXTENSÃO? Conjunto articulado de projetos de caráter educativo, social, cultural, científico ou tecnológico preferencialmente integrados a atividades de pesquisa e ensino,

Leia mais

Manual do Módulo de Extensão - SIEX do Sistema de Informação e Gestão de Projeto - SIGPROJ

Manual do Módulo de Extensão - SIEX do Sistema de Informação e Gestão de Projeto - SIGPROJ Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul Manual do Módulo de Extensão - SIEX do Sistema de Informação e Gestão de Projeto - SIGPROJ SUMÁRIO 1. Apresentação... 4 2. Sistema

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS IFAL PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX 2016

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS IFAL PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX 2016 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS IFAL PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX 2016 EDITAL DE CHAMADA PARA OFERTA DE CURSOS DE EXTENSÃO A Pró-Reitoria de Extensão PROEX,

Leia mais

RESOLUÇÃO CONEPE Nº 007/2012

RESOLUÇÃO CONEPE Nº 007/2012 RESOLUÇÃO CONEPE Nº 007/2012 Institui as Diretrizes de Pesquisa e Pós-graduação da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul UERGS e providências pertinentes. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO - ProAEx/IFPI SUBPROGRAMA DE INCENTIVO À ARTE E CULTURA EDITAL OFICINAS DE ARTE Nº 71/2015 PROEX/IFPI

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO - ProAEx/IFPI SUBPROGRAMA DE INCENTIVO À ARTE E CULTURA EDITAL OFICINAS DE ARTE Nº 71/2015 PROEX/IFPI PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO - ProAEx/IFPI SUBPROGRAMA DE INCENTIVO À ARTE E CULTURA EDITAL OFICINAS DE ARTE Nº 71/2015 PROEX/IFPI O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE PROJETOS DE EXTENSÃO- EDITAL Nº 76, DE 10 DE JULHO DE 2014

EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE PROJETOS DE EXTENSÃO- EDITAL Nº 76, DE 10 DE JULHO DE 2014 EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE PROJETOS DE EXTENSÃO- EDITAL Nº 76, DE 10 DE JULHO DE 2014 O Diretor Geral do Campus São Luís Centro Histórico, do Instituto Federal do Maranhão, torna público que estarão

Leia mais

4.2 EDITAL DE INSCRIÇÃO PROBEX Nº 09/2015 PROGRAMA DE BOLSAS DE EXTENSÃO PARA O ANO DE 2016

4.2 EDITAL DE INSCRIÇÃO PROBEX Nº 09/2015 PROGRAMA DE BOLSAS DE EXTENSÃO PARA O ANO DE 2016 0 4.2 EDITAL DE INSCRIÇÃO PROBEX Nº 09/2015 PROGRAMA DE BOLSAS DE EXTENSÃO PARA O ANO DE 2016 A Diretora Geral da Faculdade de Educação São Francisco FAESF, por intermédio da Direção Acadêmica, torna público

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA INOVATEC/UERGS 2012

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA INOVATEC/UERGS 2012 PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA INOVATEC/UERGS 2012 EDITAL PROPPG 011/2011 O Reitor da UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO

Leia mais

EDITAL No. 01 de 2015 PROGRAMA SANTANDER DE BOLSAS DE EDUCAÇÃO

EDITAL No. 01 de 2015 PROGRAMA SANTANDER DE BOLSAS DE EDUCAÇÃO EDITAL No. 01 de 2015 PROGRAMA SANTANDER DE BOLSAS DE EDUCAÇÃO O Centro Universitário Municipal de Franca - Uni-FACEF, por meio da Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Desenvolvimento Comunitário, divulga

Leia mais

EDITAL DE EXTENSÃO Nº18/2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE VOLUNTÁRIOS PARA INICIAÇÃO ÀS ATIVIDADES DE EXTENSÃO PIVIEX/IFRJ

EDITAL DE EXTENSÃO Nº18/2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE VOLUNTÁRIOS PARA INICIAÇÃO ÀS ATIVIDADES DE EXTENSÃO PIVIEX/IFRJ EDITAL DE EXTENSÃO Nº18/2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE VOLUNTÁRIOS PARA INICIAÇÃO ÀS ATIVIDADES DE EXTENSÃO PIVIEX/IFRJ A Pró-Reitora de Extensão, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

Diretrizes de Apoio às Ações de Extensão no IFRS Campus Osório

Diretrizes de Apoio às Ações de Extensão no IFRS Campus Osório Diretrizes de Apoio às Ações de Extensão no IFRS Campus Osório O presente documento visa orientar a estruturação de propostas de Extensão vinculadas ao - Campus Osório. Este instrumento consta das diretrizes

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ADVENTISTA DE SÃO PAULO. VOTO CONSU 2012-26 de 14/06/2012 MANUAL DA EXTENSÃO UNASP. Manual da Extensão - UNASP

CENTRO UNIVERSITÁRIO ADVENTISTA DE SÃO PAULO. VOTO CONSU 2012-26 de 14/06/2012 MANUAL DA EXTENSÃO UNASP. Manual da Extensão - UNASP VOTO CONSU 2012-26 de 14/06/2012 MANUAL DA EXTENSÃO UNASP 2012 Manual da Extensão - UNASP ÍNDICE 1 A Extensão......03 2 Políticas de Extensão......04 3 Modalidades de Extensão......04 3.1 Programa......04

Leia mais

CONSIDERANDO que este Conselho compete normatizar esse procedimento; R E S O L V E:

CONSIDERANDO que este Conselho compete normatizar esse procedimento; R E S O L V E: RESOLUÇÃO N o 03/90, CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Aprova as Normas para elaboração de Projetos de Cursos de Especialização (Pós-Graduação lato sensu ). O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

Leia mais

Instituto Nacional de Ensino e Pesquisa

Instituto Nacional de Ensino e Pesquisa REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE INESP INSTITUTO NACIONAL DE ENSINO E PESQUISA Em conformidade com o Parecer CES/CNE 146/2002, homologado em 13 de maio de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília EDITAL Nº 011 /IFB DE 08 DE SETEMBRO DE 2015

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília EDITAL Nº 011 /IFB DE 08 DE SETEMBRO DE 2015 EDITAL Nº 011 /IFB DE 08 DE SETEMBRO DE 2015 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO TÉCNICO-CIENTÍFICO O Diretor Geral do Campus Riacho Fundo, nomeado pela Portaria 597, publicada no Diário Oficial da União

Leia mais

EDITAL nº01/2012 CONVÊNIO UERGS/CAPES PROGRAMA ESPECIAL DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE DOCENTES Edição em Porto Alegre, Novo Hamburgo, Cruz Alta 2012/02

EDITAL nº01/2012 CONVÊNIO UERGS/CAPES PROGRAMA ESPECIAL DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE DOCENTES Edição em Porto Alegre, Novo Hamburgo, Cruz Alta 2012/02 EDITAL nº01/2012 CONVÊNIO UERGS/CAPES PROGRAMA ESPECIAL DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE DOCENTES Edição em Porto Alegre, Novo Hamburgo, Cruz Alta 2012/02 A Pró-Reitoria de Ensino da Universidade Estadual do

Leia mais

FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO EDITAL 013/15

FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO EDITAL 013/15 FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO EDITAL 013/15 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (2015 2016) PIBIC/CNPq/FAI 1. APRESENTAÇÃO

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA - PIBEX

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA - PIBEX PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA - PIBEX EDITAL Nº 04/2014 PIBEX Chamada para seleção de propostas de Projetos e Programas de Extensão Universitária A Universidade Federal do

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS. PRÓ-REITORIA DE EXENSÃO-PROEX

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS. PRÓ-REITORIA DE EXENSÃO-PROEX 2 EXPEDIENTE Elaboração e Produção: Cheila Cristina Naves Barbiero Kim Nay dos Reis W. A. Figueiredo Revisão Geral: Sylmara Barreira Digitação: Kim Nay dos Reis W. A. Figueiredo Capa, Diagramação e Revisão

Leia mais

3. DAS MODALIDADES DE BOLSA, BENEFÍCIOS E DURAÇÃO. 3.1 No PIBITI, as 02 (duas) cotas institucionais tem a duração de 11(onze) meses, podendo ser

3. DAS MODALIDADES DE BOLSA, BENEFÍCIOS E DURAÇÃO. 3.1 No PIBITI, as 02 (duas) cotas institucionais tem a duração de 11(onze) meses, podendo ser EDITAL N.º 012/2013 PROEPI/IFPR PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INCENTIVO À INOVAÇÃO DO IFPR (PIBIN) PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO DO CNPq

Leia mais

Manual do Sistema para abertura de curso de extensão pelos docentes EACH - USP

Manual do Sistema para abertura de curso de extensão pelos docentes EACH - USP Manual do Sistema para abertura de curso de extensão pelos docentes EACH - USP 1.INTRODUÇAO...... 3 2.ONDE CONSEGUIR INFORMAÇÔES?... 4 Normas USP... 4 Site EACH...4 Sistema de atendimento da Comissão de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO UNIVERSITÁRIO. ANEXO I DA RESOLUÇÃO Nº 26/2012-CUn

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO UNIVERSITÁRIO. ANEXO I DA RESOLUÇÃO Nº 26/2012-CUn ANEXO I DA RESOLUÇÃO Nº 26/2012-CUn PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO PARA OS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DESTA UNIVERSIDADE 1. APRESENTAÇÃO O Departamento de Desenvolvimento de Pessoas (DDP),

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO E EXTENSÃO 1. POLÍTICA DE EXTENSÃO

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO E EXTENSÃO 1. POLÍTICA DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE CAMILO CASTELO BRANCO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO E EXTENSÃO COORDENADORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS 1. POLÍTICA DE EXTENSÃO A Extensão universitária tem sua sustentação legal na Constituição

Leia mais

Edital PROEX/IFRS nº 035/2015. Seleção de servidores do IFRS para composição da Comissão de Avaliação ad hoc de Extensão

Edital PROEX/IFRS nº 035/2015. Seleção de servidores do IFRS para composição da Comissão de Avaliação ad hoc de Extensão Edital PROEX/IFRS nº 035/2015 Seleção de servidores do IFRS para composição da Comissão de Avaliação ad hoc de Extensão A Pró-reitora de Extensão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA UNILA COMISSÃO SUPERIOR DE EXTENSÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA UNILA COMISSÃO SUPERIOR DE EXTENSÃO REGULAMENTO DA EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DA UNILA CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Na UNILA, a extensão é o elo entre a Universidade e a Comunidade. 1º - A ação de extensão da UNILA é constituída

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES SUZANO SÃO PAULO. Página 1

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES SUZANO SÃO PAULO. Página 1 REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES SUZANO SÃO PAULO 2014 Página 1 SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 DAS FINALIDADES... 3 CAPÍTULO II... 3 DO LOCAL E DA REALIZAÇÃO... 3 CAPÍTULO III... 3 DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES...

Leia mais

EDITAL N 003/2015 PROEX SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DE UNIDADES AUXILIARES DA UNESP

EDITAL N 003/2015 PROEX SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DE UNIDADES AUXILIARES DA UNESP EDITAL N 003/2015 PROEX SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DE UNIDADES AUXILIARES DA UNESP Seleção de propostas de extensão universitária de Unidades Auxiliares no âmbito da PROEX/UNESP para

Leia mais

Ações de Extensão. 05_Ações de Extensão_COOPMED.indd 35 10/5/2007 14:47:15

Ações de Extensão. 05_Ações de Extensão_COOPMED.indd 35 10/5/2007 14:47:15 5 Ações de Extensão As ações de extensão são classificadas em programa, projeto, curso, evento e prestação de serviços, e obedecem às seguintes definições: I PROGRAMA Conjunto articulado de projetos e

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO EDITAL DE EXTENSÃO Nº 037/2013 PROCESSO DE SELEÇÃO DE ESTUDANTE-BOLSISTA DO PROGRAMA DE EXTENSÃO - DIÁLOGOS TÉCNICA E ARTE: REFLEXÕES E AÇÕES PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA EM CULTURA. O Reitor

Leia mais

EDITAL Nº. 01/2014 PARA SELEÇÃO DE PROJETOS DE BOLSAS DE EXTENSÃO

EDITAL Nº. 01/2014 PARA SELEÇÃO DE PROJETOS DE BOLSAS DE EXTENSÃO EDITAL Nº. 01/2014 PARA SELEÇÃO DE PROJETOS DE BOLSAS DE EXTENSÃO A Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Regional do Cariri URCA, no uso de suas atribuições legais, torna público a todos os Campi e

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina

Universidade Estadual de Londrina PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX - 075/2010 A Pró-Reitora de Extensão da Universidade Estadual de Londrina, considerando a seleção de projetos para o Programa de Extensão Universitária Universidade

Leia mais

Ministério da Educação MEC Instituto Federal de Brasília - IFB Campus Samambaia

Ministério da Educação MEC Instituto Federal de Brasília - IFB Campus Samambaia EDITAL Nº 006 DGSA/CDAE/CSAM/IFB, DE 17 DE SETEMBRO DE 2015 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO TÉCNICO-CIENTÍFICO O Diretor-Geral do campus Samambaia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO. Edital nº 050/2014

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO. Edital nº 050/2014 PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO Edital nº 050/2014 Patricia Alves de Souza, Pró-Reitora de Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação da Universidade do Planalto Catarinense - UNIPLAC, no uso

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX - 107/2010

Universidade Estadual de Londrina PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX - 107/2010 PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX - 107/2010 A Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Estadual de Londrina, considerando a seleção de projetos para o Programa de Extensão Universitária Universidade

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 069/2015, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2015.

RESOLUÇÃO Nº 069/2015, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2015. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS Conselho Superior Avenida Vicente Simões, 1111 Bairro Nova Pouso Alegre 37550-000 - Pouso Alegre/MG Fone:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ IFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PROPI

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ IFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PROPI INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ IFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PROPI Edital Nº 04, de 29 de setembro de 2015 O Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIREÇÃO-GERAL - CAMPUS JOÃO PESSOA EDITAL N 07/2015

MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIREÇÃO-GERAL - CAMPUS JOÃO PESSOA EDITAL N 07/2015 MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIREÇÃO-GERAL - CAMPUS JOÃO PESSOA EDITAL N 07/2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DO IFPB CAMPUS JOÃO PESSOA EDITAL

Leia mais

PROGRAMA DE INCENTIVO À PESQUISA CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA NO CAMPUS ARARANGUÁ DO IF-SC EDITAL INTERNO- N0 XX/2010

PROGRAMA DE INCENTIVO À PESQUISA CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA NO CAMPUS ARARANGUÁ DO IF-SC EDITAL INTERNO- N0 XX/2010 PROGRAMA DE INCENTIVO À PESQUISA CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA NO DO IF-SC EDITAL INTERNO- N0 XX/2010 CHAMADA DE PROJETOS DE PESQUISA CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA EXECUÇÃO: 19 DE ABRIL DE 2010 A 10 DE MAIO DE 2010

Leia mais

Número total de vagas 40

Número total de vagas 40 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ IFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PROPI EDITAL 07/ 28/10/2015 O Instituto Federal de Educação,

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA Nº 1 PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROFESSORES FORMADORES PARA O PACTO NACIONAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO

CHAMADA PÚBLICA Nº 1 PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROFESSORES FORMADORES PARA O PACTO NACIONAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO CHAMADA PÚBLICA Nº 1 PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROFESSORES FORMADORES PARA O PACTO NACIONAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO A Coordenação Geral do Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio, no

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA EDITAL 2015 CAMPUS NATAL

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA EDITAL 2015 CAMPUS NATAL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA EDITAL DE EXTENSÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA EDITAL 2015 CAMPUS NATAL 1. EDITAL A Universidade Potiguar UnP, através da Pró-Reitoria Acadêmica, torna

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ IFPI PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ IFPI PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO SELEÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO - ProAEx/IFPI Subchamada II Projetos de Extensão: Intervenção Comunitária SUBPROGRAMA IFPI EM AÇÃO SOCIAL PROJETO DE INTERVENÇÃO COMUNITÁRIA

Leia mais

Programa Voluntário de Iniciação Científica e Tecnológica do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro PIVIC IFTM

Programa Voluntário de Iniciação Científica e Tecnológica do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro PIVIC IFTM INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TRIÂNGULO MINEIRO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO Programa Voluntário de Iniciação Científica e Tecnológica do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

NUCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA MANUAL PARA O DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES DE EXTENSÃO

NUCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA MANUAL PARA O DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES DE EXTENSÃO NUCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA MANUAL PARA O DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES DE EXTENSÃO Barbacena 2010 1 NESTE MANUAL O EXTENSIONISTA OBTERÁ INFORMAÇÕES SOBRE O PLANO NACIONAL DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA,

Leia mais

Regulamenta a validação e registro das Atividades Complementares dos cursos de Graduação das Faculdades Projeção.

Regulamenta a validação e registro das Atividades Complementares dos cursos de Graduação das Faculdades Projeção. RESOLUÇÃO Nº 01/2011 Regulamenta a validação e registro das Atividades Complementares dos cursos de Graduação das Faculdades Projeção. O Conselho Superior da Faculdade Projeção, com base nas suas competências

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina

Universidade Estadual de Londrina PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL 007/2010 A Pró-Reitora de Extensão da Universidade Estadual de Londrina, considerando a seleção de projetos para o Programa de Extensão Universitária Universidade Sem Fronteiras,

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 03/CUn/09, DE 08 DE DEZEMBRO DE 2009.

RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 03/CUn/09, DE 08 DE DEZEMBRO DE 2009. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA ÓRGÃOS DELIBERATIVOS CENTRAIS CAMPUS UNIVERSITÁRIO - TRINDADE CEP: 88040-900 - FLORIANÓPOLIS - SC TELEFONE (048) 3721-9661 - FAX (048) 234-4069

Leia mais

Número total de vagas 20

Número total de vagas 20 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ IFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PROPI EDITAL 12/2015 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CCL

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CCL Informações para Registro de Atividades de Extensão no Centro de Comunicação e Letras-CCL I. Introdução O objetivo deste documento informativo é esclarecer o que é extensão universitária, os tipos de ações

Leia mais

Universidade CEUMA REITORIA Gerência de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Coordenação de Iniciação Científica

Universidade CEUMA REITORIA Gerência de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Coordenação de Iniciação Científica PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL No. 011/GPG/2015 A da Universidade CEUMA comunica aos interessados que estarão abertas, no período de 02 de setembro de 2015 a 23

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC/ FAHOR EDITAL PIC Nº 004/2015

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC/ FAHOR EDITAL PIC Nº 004/2015 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC/ FAHOR EDITAL PIC Nº 004/2015 O Diretor da Faculdade Horizontina FAHOR, no uso de suas atribuições legais e Regimentais, torna público que as inscrições para a seleção

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL N 01/2012 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO PROBEXT-SERVIDOR

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL N 01/2012 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO PROBEXT-SERVIDOR PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL N 01/2012 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO PROBEXT-SERVIDOR 1- PREÂMBULO O PROBEXT SERVIDOR é um instrumento que abrange Programas e Projetos de Extensão, com

Leia mais

O CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA, no uso de suas atribuições, e CONSIDERANDO a importância do Princípio da Indissociabilidade, estabelecido pelo

O CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA, no uso de suas atribuições, e CONSIDERANDO a importância do Princípio da Indissociabilidade, estabelecido pelo REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA Aprovado na CamEx, na 84 Sessão, realizada em 18 de março de 2015, apreciada no CONSEPE, na 54ª Sessão,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA - PIBEX

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA - PIBEX UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA - PIBEX EDITAL Nº 02/2015 PIBEX Chamada para seleção de propostas de Projetos

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS PROCESSO SELETIVO PARA BOLSISTA DE EXTENSÃO ESPORTE E LAZER: estratégias socioeducativas de inclusão e melhoria da qualidade vida EDITAL/UFU/PROEX/ N 56/2015 A Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS/UEMG

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS/UEMG PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS/UEMG Maio de 2015 SUMÁRIO I - INTRODUÇÃO...2 II - CONCEPÇÃO EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA...3 III - CARACTERIZAÇÃO DAS ATIVIDADES

Leia mais

PROGRAMA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA

PROGRAMA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA PROGRAMA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Aprovado na Reunião do CONASU em 21/01/2015. De acordo com o Plano Nacional de Extensão 2011-2020 (PNExt), a Extensão é considerada como atividade acadêmica que articula

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX 073/2010

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX 073/2010 PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX 073/2010 A Pró-Reitora de Extensão da Universidade Estadual de Londrina, considerando a seleção de projetos para o Programa de Extensão Universitária Universidade

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA AÇÕES DE EXTENSÃO

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA AÇÕES DE EXTENSÃO ORIENTAÇÕES GERAIS PARA AÇÕES DE EXTENSÃO 2004 I. APRESENTAÇÃO A extensão tem um grande leque de atuação, englobando tipos de ações variadas, envolvendo pessoas e grupos acadêmicos de diferentes segmentos

Leia mais

EDITAL Nº 100/2015 Referente ao Aviso Nº 066/2015, publicado no D.O.E. de 22.08.2015

EDITAL Nº 100/2015 Referente ao Aviso Nº 066/2015, publicado no D.O.E. de 22.08.2015 EDITAL Nº 100/2015 Referente ao Aviso Nº 066/2015, publicado no D.O.E. de 22.08.2015 O Reitor da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), no uso de suas atribuições legais e regimentais, torna público,

Leia mais

RESOLUÇÃO UNESP Nº 41, DE 17 DE OUTUBRO DE

RESOLUÇÃO UNESP Nº 41, DE 17 DE OUTUBRO DE RESOLUÇÃO UNESP Nº 41, DE 17 DE OUTUBRO DE 2011 (Publicada no D.O.E. de 18/10/11 Seção I, pág. 99) (Republicada no D.O.E. de 10/01/12 Seção I, pág. 78) Regulamenta os Cursos de Especialização da UNESP.

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA SELEÇÃO DE PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA O PERÍODO 2015/2016

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA SELEÇÃO DE PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA O PERÍODO 2015/2016 EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA SELEÇÃO DE PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA O PERÍODO 2015/2016 O Comitê Institucional de Iniciação Científica do Centro Universitário Estácio Radial de São Paulo, torna

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO. EDITAL 01/2009-PROPEP/CPG Lato Sensu CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO - 2009

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO. EDITAL 01/2009-PROPEP/CPG Lato Sensu CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO - 2009 UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL 01/2009-PROPEP/CPG Lato Sensu CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO - 2009 A Universidade Federal de Alagoas, por intermédio da Pró-Reitoria

Leia mais

Art. 1º - A concessão de bolsas de estudo para os alunos regularmente matriculados no PPgCO terá a vigência de doze (12) meses.

Art. 1º - A concessão de bolsas de estudo para os alunos regularmente matriculados no PPgCO terá a vigência de doze (12) meses. RESOLUÇÃO N O 01/201 PPgCO Regulamenta a distribuição de bolsas de estudo no Programa de Pós-Graduação em Clínica Odontológica, quanto à concessão, manutenção, duração e cancelamento da bolsa. O Colegiado

Leia mais

Auxílios à Participação Individual em Eventos Científicos (APE) - FAPERGS

Auxílios à Participação Individual em Eventos Científicos (APE) - FAPERGS Auxílios à Participação Individual em Eventos Científicos (APE) - FAPERGS Objetivo Esta modalidade de auxílio destina-se a apoiar pesquisadores doutores, com expressiva produção científica, tecnológica,

Leia mais

MANUAL SIATEX. www.siatex.ufba.br

MANUAL SIATEX. www.siatex.ufba.br MANUAL SIATEX www.siatex.ufba.br Atualização outubro de 2014 ÍNDICE APRESENTAÇÃO...3 CADASTRO...4 ACOMPANHAMENTO...7 CANCELAMENTO...7 RELATÓRIO...8 Inscrição Externa...8 Upload da assinatura...10 CERTIFICAÇÃO...11

Leia mais

EDITAL Nº 71, DE 18 DE JULHO DE 2014

EDITAL Nº 71, DE 18 DE JULHO DE 2014 EDITAL Nº 71, DE 18 DE JULHO DE 2014 CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA SERVIDORES PÚBLICOS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí, IFPI, torna público o presente

Leia mais

SELEÇÃO DE PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

SELEÇÃO DE PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Associação Teresinense de Ensino S/C Ltda FACULDADE SANTO AGOSTINHO SELEÇÃO DE PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL Nº 003/2014 A Direção Geral da Faculdade Santo Agostinho e a Coordenação de Pós-Graduação,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 026/2012 CONSEPE (Alterada pela Resolução nº 019/2013 - CONSEPE) (Alterada pela Resolução n 043/2014 CONSEPE)

RESOLUÇÃO Nº 026/2012 CONSEPE (Alterada pela Resolução nº 019/2013 - CONSEPE) (Alterada pela Resolução n 043/2014 CONSEPE) RESOLUÇÃO Nº 026/2012 CONSEPE (Alterada pela Resolução nº 019/2013 - CONSEPE) (Alterada pela Resolução n 043/2014 CONSEPE) Regulamenta as atividades complementares nos cursos de graduação da UDESC. O Presidente

Leia mais

SIATEX NOVO MANUAL SIATEX. www.siatex.ufba.br

SIATEX NOVO MANUAL SIATEX. www.siatex.ufba.br NOVO MANUAL SIATEX www.siatex.ufba.br Outubro 2013 1 ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 3 CADASTRO... 4 ACOMPANHAMENTO... 7 CANCELAMENTO... 7 RELATÓRIO... 8 Inscrição Externa... 8 Upload da assinatura... 10 CERTIFICAÇÃO...

Leia mais

REGIMENTO GERAL DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA CONSTITUIÇÃO, NATUREZA, FINALIDADE E OBJETIVOS DOS CURSOS

REGIMENTO GERAL DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA CONSTITUIÇÃO, NATUREZA, FINALIDADE E OBJETIVOS DOS CURSOS 0 ÍNDICE Da Constituição, da Finalidade e Objetivos dos Cursos de Pós-graduação Lato Sensu. 1 Da Estrutura Organizacional... 2 Da Criação dos Cursos... 3 Do Funcionamento dos Cursos... 4 Da Coordenação

Leia mais

3. Cronograma. Encaminhamento da solicitação de apoio, formatada conforme Roteiro de elaboração de projetos estabelecido no Anexo I.

3. Cronograma. Encaminhamento da solicitação de apoio, formatada conforme Roteiro de elaboração de projetos estabelecido no Anexo I. PROPOSTA DE EDITAL O Instituto de Compromisso com o Desenvolvimento Humano, fundado aos 09 (nove) dias do mês de Maio de 2007, tendo como objetivo promover o desenvolvimento humano em diversos âmbitos,

Leia mais

NÚCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO NUPE/FAME AÇÕES DE EXTENSÃO

NÚCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO NUPE/FAME AÇÕES DE EXTENSÃO NÚCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO NUPE/FAME AÇÕES DE EXTENSÃO Programa - Conjunto articulado de projetos e outras ações de extensão - cursos, eventos, prestação de serviços -, de caráter educativo, social,

Leia mais

EDITAL CEPLAC/CEPEC N O 05/2013 ABERTURA DE INSCRIÇÕES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA- CEPLAC.

EDITAL CEPLAC/CEPEC N O 05/2013 ABERTURA DE INSCRIÇÕES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA- CEPLAC. 1 EDITAL CEPLAC/CEPEC N O 05/2013 ABERTURA DE INSCRIÇÕES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA- CEPLAC. O Chefe de Centro de Pesquisas do Cacau - CEPEC, no uso de suas atribuições, em

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIFEI CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIFEI CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIFEI CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1 - Objetivo Geral: Implantar na UNIFEI um Programa de Capacitação que seja continuado

Leia mais

O Presidente do Conselho Superior de Acadêmico (CONSEA) da Fundação Universidade

O Presidente do Conselho Superior de Acadêmico (CONSEA) da Fundação Universidade Resolução nº 200/CONSEA, de 19 de fevereiro de 2009. Altera normas para o oferecimento de cursos de pós-graduação Stricto Sensu e lato sensu, pelos Departamentos da Fundação Universidade Federal de Rondônia

Leia mais

PERÍODO: 23 a 26 de outubro de 2012 Campus I da UEPB ASSUNTO: CHAMADA DE TRABALHOS 1ª CIRCULAR

PERÍODO: 23 a 26 de outubro de 2012 Campus I da UEPB ASSUNTO: CHAMADA DE TRABALHOS 1ª CIRCULAR PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS VII SEMANA DE EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA EXTENSÃO E SUSTENTABILIDADE REGIONAL NO SÉCULO XXI: TECENDO DIÁLOGOS E CONSTRUINDO NOVOS CENÁRIOS.

Leia mais

VI Feira Multidisciplinar e IV MOSTRA CIENTÍFICA DA UNC VII FEIRA DE CIÊNCIAS E TÉCNOLOGIA GERED-SEARA REGULAMENTO

VI Feira Multidisciplinar e IV MOSTRA CIENTÍFICA DA UNC VII FEIRA DE CIÊNCIAS E TÉCNOLOGIA GERED-SEARA REGULAMENTO Secretaria do Estado da Educação de Santa Catarina Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional SDR - Seara SC Universidade do Contestado Campus Concórdia VI Feira Multidisciplinar e IV MOSTRA CIENTÍFICA

Leia mais

EDITAL DE EXTENSÃO Nº 23/2014 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INCENTIVO À CRIAÇÃO DE LABORATÓRIOS DE EXTENSÃO LabEx/IFRJ

EDITAL DE EXTENSÃO Nº 23/2014 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INCENTIVO À CRIAÇÃO DE LABORATÓRIOS DE EXTENSÃO LabEx/IFRJ EDITAL DE EXTENSÃO Nº 23/2014 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INCENTIVO À CRIAÇÃO DE LABORATÓRIOS DE EXTENSÃO LabEx/IFRJ A Pró-Reitora de Extensão, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio

Leia mais

TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS

TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS RESOLUÇÃO nº 009/CUn/2006, de 13 de junho de 2006. DISPÕE SOBRE A PROPOSIÇÃO, O ACOMPANHAMENTO E A AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES DE PESQUISA NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. O PRESIDENTE DO CONSELHO

Leia mais

N o DE VAGAS PREVISTO* I Salvador Inglês 15 Francês 01 Espanhol 05 Italiano 02 V Santo Antônio de Jesus Inglês 06 Espanhol 01

N o DE VAGAS PREVISTO* I Salvador Inglês 15 Francês 01 Espanhol 05 Italiano 02 V Santo Antônio de Jesus Inglês 06 Espanhol 01 EDITAL UNEB Nº 051/2015 O Reitor da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), no uso de suas atribuições legais e regimentais, torna público, a abertura das inscrições para Seleção Pública Simplificada para

Leia mais

U N I V E R S I D A D E D E S Ã O P A U L O

U N I V E R S I D A D E D E S Ã O P A U L O U N I V E R S I D A D E D E S Ã O P A U L O E S C O L A D E E N F E R M A G E M Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 419 - CEP 05403-000 SP Tel./Fax.: (11) 3061-7531 E-mail: scex@usp.br C.P. 41633 - CEP 05422-970

Leia mais