LISTA DE RECUPERAÇÃO PARALELA 2 a UNIDADE FÍSICA Professores: Moysés e Abud

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LISTA DE RECUPERAÇÃO PARALELA 2 a UNIDADE FÍSICA Professores: Moysés e Abud"

Transcrição

1 LISTA DE RECUPERAÇÃO PARALELA a UNIDADE FÍSICA Professores: Moysés e Abud 01. Para transformar 0 g de água sólida a -10 o C em valor de água a 100 o C sob pressão normal devemos fornecer: Dados: Calor específico do gelo = 0,5 cal/g o C Calor latente de fusão = 80 cal/g Calor latente de vaporização = 540 cal/g 06. (FEUMG) O diagrama adiante mostra a variação da temperatura de certa massa de uma substância em função do calor recebido. Sabe-se que o calor de fusão dessa substância é 40 cal/g. 60 T( C) 01) cal 0) cal 03) cal 04).00 cal 05) cal Q(cal) 0. Durante a mudança de estado sob pressão constante: 01) a substância troca calor. 0) a temperatura da substância varia. 03) a substância troca calor e a temperatura varia. 04) a substância troca calor e a temperatura não varia. 05) a substância não troca calor e a substância não varia. 03. Quanto maior a pressão aplicada, menor será a temperatura de fusão de todas as substâncias que: 01) aumentam de volume ao passar de sólido para líquido. 0) têm fusão cristalina. 03) diminuem de volume ao passar de sólido para o líquido. 04) têm fusão pastosa. 04. (ITA) Do fato de que o gelo flutua na água podemos deduzir que um aumento de pressão: 01) eleva o ponto de fusão. 0) eleva o ponto de ebulição. 03) diminui o calor da fusão. 04) abaixa o ponto de fusão. 05. Duas vasilhas, contendo água, são mantidas em cidades A e B à mesma temperatura. Sabe-se que em A a água está fervendo, mas em B a água não está fervendo, pode-se afirmar que: 01) é impossível o fenômeno descrito. 0) a altitude de A é maior que a de B. 03) a altitude de B é maior do que em A. 04) a temperatura ambiente em A é maior que em B. Nestas condições, verifica-se que a massa da substância é: 01) 000 g 0) 1000 g 03) 500 g 04) 50 g Questões de 07 a 09. Dois corpos, I e II, com massas 100,0g e 00,0g, respectivamente, são submetidos separadamente a uma mesma fonte de calor que fornece 1,0 x 10 cal/min. O gráfico a seguir representa a temperatura dos dois corpos em função do tempo T( C) II I t(min) 07. A razão entre os calores específicos do corpo I e do corpo II é igual a: 01) 0,5 0) 1,00 03) 3,00 04) 3,56 05) 4,00

2 08. A razão entre a capacidade térmica do corpo II e a do corpo I é: 01) 0,50 0) 0,75 03) 1,00 04) 1,30 05), O calor latente utilizado pelo corpo II para a mudança de estado físico foi: 01) 1,0 x 10 cal/g 0),0 x 10 call/g 03) 6,0 x 10 cal/g 04) 1,6 x 10 3 calg/g 05) 3,0 x 10 3 cal/g Questões 10 e 11 (UCSal) Estas questões devem ser respondidas com base no gráfico a seguir, onde está representada a temperatura (t) de um grama de uma substância inicialmente sólida em função da quantidade de calor (Q) absorvida por ela. 50 T( C) 1. (CEFET) I. O calor se propaga de um corpo de temperatura mais alta para outros de temperatura mais baixa. II. Condução e convecção são processos de transmissão de calor que ocorrem nos sólidos. III. Bons condutores de calor são bons condutores de eletricidade. IV. A propagação de calor por irradiação depende do meio material. Das afirmativas acima, estão corretas: 01) I e II 0) I e III 03) I e IV 04) II e III 05) II e IV 13. Constrói-se, buscando economizar combustível, um motor térmico que opera segundo o ciclo mostrado na figura. O rendimento obtido é: 1 p(atm) Q = 3, J (rejeitado) Q 1 = 5, J (absorvido) V(m³) 01) 0, Q (cal) 0) 0,4 03) 0,5 04) 0,9 05) 1,0 10. Qual é o calor de fusão dessa substância em cal/g? 01) 0, 0) 0,4 03),5 04) 10 05) Qual é o calor específico desta substância, no estado sólido em cal/g o C? 01) 0, 0) 0,4 03),5 04) 10 05) (U. CAXIAS DO SUL-RS) Certa máquina térmica executa o ciclo da figura, efetuando 0 revoluções por segundo. 3 1 A potência da máquina, em quilowatts, é igual a: 01) 100 0) 10 03) 1,0 04) 0,5 05) 0,0 p(10 4 N/m²) V(10 - m³)

3 3 15. A Segunda Lei da Termodinâmica pode ser encarada como um princípio da degradação da energia porque: 01) o calor não pode passar espontaneamente de um corpo para outro de temperatura mais baixa que o primeiro. 0) para produzir trabalho continuamente, uma máquina térmica, operando em ciclo, deve necessariamente receber calor de uma fonte fria e ceder parte dela a uma fonte quente. 03) é possível construir uma máquina, operando em ciclo, cujo único efeito seja retirar calor de uma fonte e convertê-lo em uma quantidade equivalente de trabalho. 04) é impossível se converter totalmente calor em outra forma de trabalho. 05) a Termodinâmica independe de qualquer teoria atômica-molecular. 16. (ITA-SP) Das afirmações abaixo: I. a energia interna de um gás ideal depende só da pressão; II. quando um gás passa de um estado 1 para outro estado, o calor trocado é o mesmo qualquer que seja o processo; III. quando um gás passa de um estado 1 para outro estado, a variação da energia interna é a mesma qualquer que seja o processo; IV. um gás submetido a um processo quase-estático não realiza trabalho; V. o calor específico de uma substância não depende do processo como ela é aquecida; VI. quando um gás ideal recebe calor e não há variação de volume, a variação da energia interna é igual ao calor recebido; VII. numa expansão isotérmica de um gás ideal o trabalho realizado é sempre menor do que o calor absorvido. As duas corretas são: 01) I e II. 04) I e VII. 0) III e IV. 05) III e VI. 03) III e V. 17. Um vagão está em movimento retilíneo com velocidade escalar constante em relação ao solo. Um objeto se desprende do teto desse vagão. A trajetória de queda desse objeto, vista por um passageiro que está sentado nesse vagão, pode ser representada pelo esquema: 18. (MACK-SP) A velocidade escalar de um automóvel num certo trecho de estrada é constante e igual a 90 km/h. Se esta velocidade tivesse sido de 3 do valor mencionado, o tempo gasto para percorrer este trecho teria sido de 15 min, porém, na situação mencionada, o tempo gasto foi de: 01) 5,0 min 0) 10 min 03) 0 min 04),5 min 05) 5 min 19. Um móvel percorre uma estrada retilínea AB, onde M é o ponto médio, sempre no mesmo sentido. A velocidade média no trecho AM é de 100km/h e no trecho MB é de 150 km/h. A velocidade média entre os pontos A e B vale: 01) 100km/h 0) 110km/h 03) 10km/h 04) 130km/h 05) 150km/h 0. Um fazendeiro percorre, com seu Jeep, os limites de sua fazenda, que tem o formato de um losango, com os lados aproximadamente iguais. Devido às peculiaridades do terreno, cada lado foi percorrido com uma velocidade média diferente: o primeiro a 0 km/h, o segundo a 30 km/h, o terceiro a 40 km/h e, finalmente, o último a 60 km/h. A velocidade média desenvolvida pelo fazendeiro para percorrer todo o perímetro da fazenda, em km/h, foi de: 01) 50 0) 4 03) 38 04) 36 05) 3 1. Um caminhão de 10 m de comprimento atravessa uma ponte de 70 m, mantendo velocidade constante de 7km/h. Determine quanto tempo o caminhão gasta para atravessar a ponte. 01) 1 s 0) s 03) 3 s 04) 4 s 05) 5 s

4 4. Dois carros, A e B, movem-se em direções perpendiculares de tal forma que suas posições, em relação a uma origem comum, variam com o tempo de acordo com as funções: S A = 8,0 t e S B = t, em unidades do Sistema Internacional. No instante t = 5,0 s, a distância entre eles será, em metros. 01) 10 0) 70 03) 60 04) 0 05) Dois pontos materiais, X e Y, estão em movimentos retilíneos sobre um mesmo eixo orientado. As abscissas das posições desses pontos são, respectivamente, x e y. As funções horárias são, respectivamente: X = + 3t e Y = 7 - t. A distância entre os pontos X e Y será nula quando t for igual a: 01) 1 0) 03) 3 04) 4 05) 5 4. Dois carros se deslocam numa pista retilínea, ambos no mesmo sentido e com velocidades constantes. O carro que está na frente desenvolve 0 m/s e o que está atrás desenvolve 35 m/s. Num certo instante, a distância entre eles é de 5 m. A partir desse instante, que distância o carro que está atrás deve percorrer para alcançar o que está na frente? 01) 100 m 0) 05 m 03) 5 m 04) 300 m 05) 55 m 5. Um passageiro perde um ônibus que saiu da rodoviária há 5 minutos e pega um táxi para alcançá-lo. O ônibus desenvolve uma velocidade média de 60 km/h e o táxi, uma de 90 km/h. Quantos minutos são necessários ao táxi para alcançar o ônibus? 01) 5 0) 6 03) 8 04) 10 05) 1 6. Um corpo tem movimento retilíneo uniformemente variado e é tal que, nos instantes 5,0 s e 15 s, ele tem velocidade de 10 m/s e 30 m/s. Que velocidade ele terá no instante 0 s? 01) 30 m/s 0) 40 m/s 03) 50 m/s 04) 60 m/s 05) 80 m/s 7. Um veículo penetra em um túnel com velocidade de 54km/h, deslocando-se com movimento uniformemente variado. Passados 10 s, o veículo sai do túnel com velocidade de 7 km/h. Qual, em metros, o comprimento do túnel? 01) 17 0) ) ) ) Uma partícula tem seu espaço s variando com o tempo t segundo a função: S = 8 15 t + 0,5 t, com s em metros e t, em segundos. Pode-se afirmar que: 01) a aceleração é 1,0 m/s e o movimento é acelerado no intervalo de t = 0 a t = 3,0 s. 0) a aceleração é 0,5 m/s e o movimento é acelerado no intervalo de t = 0 e t = 3,0 s. 03) a aceleração é 0,5 m/s e o movimento é retardado no intervalo de t = 0 a t = 3,0 s. 04) a partícula inverte o sentido de movimento no instante t = 15 s. 05) o movimento se torna uniforme a partir do instante t = 15 s.

5 5 9. A velocidade de um carro é, no instante em que o motorista nota que o sinal fechou, 7 km/h. O tempo de reação do motorista é de 0,7 s (tempo de reação, tempo decorrido entre o instante em que o motorista vê o sinal fechar até aquele em que aplica os freios) e os freios aplicam ao carro um retardamento uniforme de 5 m/s. A distância percorrida pelo carro, do instante em que o motorista nota que o sinal fechou até parar, é: 01) 54 m 0) 0 m 03) 14 m 04) 10 m 05) 44 m 30. Dois móveis, A e B, percorrem uma reta de acordo com os diagramas indicados pela figura: 3. (UEFS) A velocidade de um automóvel varia com o tempo, conforme o gráfico. Para que o automóvel percorresse, em movimento uniforme a mesma distância durante os 50s, sua velocidade, em m/s, deveria ter módulo constante e igual a 01) 5 0) 10 03) 15 04) 0 05) O diagrama a seguir indica as posições dos móveis A e B, no decorrer do tempo, que caminham sobre a mesma reta S(m) A B t(s) A posição do encontro desses móveis é: 01) 10 m 0) 8 m 03) 6/3 m 04) 6,5 m 05) 5,4 m 31. A velocidade de um ponto material em movimento sobre uma trajetória retilínea, no decorrer do tempo, é indicada no gráfico a seguir: Determine a velocidade média do ponto material no intervalo de tempo de 0 a 8 s. Determine, em segundos, o instante de encontro: 01) 0 0) 18 03) 17 04) 16 05) No diagrama está representada a posição em função do tempo (parábola) de um móvel. Determine a velocidade inicial V o e a aceleração: v o (m/s) a (m/s ) 01) 5,0 1,5 0),5 1,5 03) 5,0 0,75 04) 5,0 1,50 05),5,00 01) 15 m/s 0) 7,5 m/s 03) 6,0 m/s 04) 5,5 m/s 05) 4, m/s

6 6 35. O gráfico representa o espaço S um móvel em função do tempo t. O número de vezes em que a velocidade do móvel se anula, no intervalo de tempo representado, é: 01) um 0) dois 03) três 04) quatro 05) cinco 36. No gráfico a seguir em seu movimento, quantas vezes a partícula parou? 01) 1 0) 03) 3 04) 4 05) (VESTIBULAR INTEGRADO-RJ) A figura representa os gráficos velocidade-tempo de duas motocicletas que se movem numa mesma estrada. Qual deve ser a distância entre elas, em t = 0, para que se cruzem em t = 4,0 s? 01) 10 m 0) 0 m 03) 4 m 04) 48 m 05) 14 m 38. (PUC-SP) Uma carga de prova negativa q é colocada num ponto A, onde há um campo elétrico E, gerado por uma carga Q positiva. Fica, então, sujeita a uma força F de intensidade 10N. Sendo q = -50 µc, indique a opção que fornece o valor correto do campo elétrico em A, bem como as orientações corretas dos vetores E e F. 01), N/C 0),0. 10 N/C 03), N/C 39. (UFRN) O módulo de campo elétrico, produzido por uma carga elétrica puntiforme de um ponto P, é igual a E. Dobrando-se a distância entre a carga e o ponto P, por meio do afastamento da carga, o módulo do campo elétrico nesse ponto muda para: 01)E/4 0) E/ 03) E 04) 4E 05 8E 40. Uma carga elétrica de 5, C é posta num ponto do espaço, onde fica sob a ação de uma força elétrica de 10N para o Norte. Nesse referido ponto, o campo elétrico tem intensidade de: 01) N/C e dirige-se para o Norte. 0) N/C e dirige-se para o Sul. 03) 0, N/C e dirige-se para o Sul. 04) 0, N/C e dirige-se para o Norte. 05) N/C e dirige-se para o Norte. 41. (UNIDERP/01) Considerem-se duas placas metálicas planas e paralelas, carregadas. Se se abandonar em um ponto A, entre as placas, uma partícula carregada positivamente, observa-se que ela: 01) se desloca no sentido do campo elétrico. 0) se desloca no sentido oposto ao do campo elétrico. 03) realiza movimento circular uniforme em torno do ponto A. 04) permanece em repouso no ponto A. 05) se move em trajetória retilínea com velocidade constante, em módulo. 4. (UFRN) Na distribuição de cargas elétricas representada na figura, o ponto onde o campo elétrico é nulo fica: 01) entre as cargas e no centro. 0) entre as cargas e a 3,0 m de q. 03) a m de 4 q e à sua direita. 04) a 1 m de q e à sua esquerda. 05) a 4 m de q e á sua esquerda. 04), N/C 05), N/C

7 7 43. (UEFS/0) Duas esferas condutoras idênticas com cargas Q 1 = -µc e Q = 4µC, no vácuo, estão distantes de 0 cm. Colocando-se as duas cargas em contato e, após o equilíbrio estático, separá-las a uma distância de 30 cm, pode-se concluir: 01) Inicialmente, as cargas se atraem com uma força de 18N. 0) Após o equilíbrio eletrostático, as novas cargas são iguais e valem 3µC. 03) A nova força entre as cargas é de repulsão e tem módulo igual a 10N. 04) O campo elétrico gerado pela nova carga Q 1, no ponto médio da linha reta que a separa da nova carga Q, tem intensidade de N/C. 05) O campo elétrico resultante, no ponto médio da linha reta que une as duas novas cargas, é nulo. 44. (MACKENZIE-SP) No vácuo (k 0 = N. m /C ), a intensidade do vetor elétrico e o potencial elétrico em um ponto P do campo gerado por uma carga pontual valem, respectivamente, N/C e V. A carga elétrica que gera esse campo vale: 01) C 0) C 03) C 04) C 05) C 45. (UNICAP-PE) Na figura abaixo, sabe-se que o potencial no ponto A, devido à presença de carga Q, tem valor V e a intensidade do campo elétrico, no ponto B, vale N/C. Sendo k 0 = N. m /C, a carga Q vale: 01) 1, C 0) 4, C 03), C 04) 0, C 05) 3, C 47. (U. ESTÁCIO DE SÁ-RJ) Duas cargas puntiformes, +Q e Q, estão separadas de uma distância r. Sejam E e V os valores do campo elétrico e do potencial e- létrico no ponto médio da distância r entre as cargas. Podemos afirmar que: 01) E = 0 e V = 0 0) E = 0 e V 0 03) E 0 e V 0 04) E 0 e V = 0 K 0Q K 0Q 05) E = e V = r r 48. (CESGRANRIO) Nos vértices de um quadrado de lado L, são colocadas quatro cargas pontuais, de mesmo módulo q, mas duas positivas e duas negativas. O potencial elétrico devido a essas quatro cargas num ponto situado no centro do quadrado é: (Dado: K = constante eletrostática do meio.) 01) 0 0) 03) 4Kq L Kq L 04) L Kq 05) Kq L 49. (UFPA) Na figura abaixo q 1 = 5 x 10-7 C, q = 10 x 10-7 C e q 3 = Considerando o sistema no vácuo (k 0 = N. m /C ), o trabalho realizado pela força elétrica que desloca um a carga q = 10 - C, desde o ponto A até B vale, em joules: q (MACKENZIE-SP) A carga pontual q de µc é levada no vácuo (k 0 = N. m /C ) do ponto A para o ponto B do campo elétrico gerado pela carga puntiforme Q de 8µC. O trabalho realizado pela força elétrica que age sobre a carga q foi de: 01) 10 mj q 1 q 0) 160 mj 03) 40 mj 04) 30 mj 05) 400 mj 01) 16 0) ) ) ) -5

8 8 50. (PUC-SP) Assinale a alternativa falsa: 01) Uma carga negativa abandonada em repouso num campo eletrostático fica sujeito a uma força que realiza sobre ela um trabalho negativo. 0) Uma carga positiva abandonada em repouso num campo eletrostático fica sujeita a uma força que realiza sobre ela um trabalho positivo. 03) Cargas negativas abandonadas em repouso num campo eletrostático dirigem-se para pontos de potencial mais elevado. 04) Cargas positivas abandonadas em repouso num campo eletrostático dirigem-se para pontos de menor potencial. 05) O trabalho realizado pelas forças eletrostáticas ao longo de uma curva fechada é nulo. 51. (UEFS/00) Considerem-se duas cargas, +q e -q, colocadas sobre os pontos x e y, respectivamente. Sobre a reta que une x e y, existe um ponto tal que se estiver: 01) à esquerda de x, o potencial elétrico se anula. 0) entre x e y, o campo elétrico se anula. 03) entre x e y, o potencial elétrico se anula. 04) à direita de y, o campo elétrico se anula. 05) à direita de y, o potencial elétrico se anula. 5. (UNEB) Uma partícula de massa 1, kg e carga elétrica -µc é abandonada em repouso, em um ponto A de um campo elétrico. Sabendo que o potencial elétrico do ponto A é igual a 50 V, a velocidade da partícula, em m/s, ao chegar a um ponto B de potencial elétrico 150 V, é igual a: 01) ) ) ) ) Entre duas placas metálicas paralelas e horizontais, separadas por uma distância de 10 mm, é aplicada uma d.d.p. de 8000 V; uma gota de óleo com carga cinco vezes a do elétron é mantida em equilíbrio entre as placas. Sendo e = 1, C e g = 10 N/kg, calcule, em kg a massa da gota de óleo. 54. O potencial a uma certa distância d de uma carga puntiforme vale 6 V, e o campo elétrico 0,16 V/m. Calcule o valor da carga em nc (10 9 C). Considere K = 9, N. m /C. 55. Um Tubo de raios catódicos é um dispositivo em que elétrons são acelerados por meio de uma diferença de potencial. Sabendo-se que os elétrons partem do repouso num ponto de potencial zero e chegam a outro de potencial V, determine a velocidade dos elétrons ao atingirem esse segundo ponto. Expresse sua resposta em 10 6 m/s, aproximando o resultado obtido para o número inteiro mais próximo. Considere: e = valor absoluto da carga do elétron = 1,6 x C m e = massa do elétron = 9, kg. 56. (UFMS) Um cilindro, fechado por um êmbolo, encerra o volume de 1,0 x 10 - m 3 de um gás ideal à pressão de,0 x 10 5 Pa. O sistema recebe de uma fonte quente 5,0 x 10 3 J de calor. O êmbolo deslocase de modo que o volume do gás seja duplicado num processo isobárico. Ao final do processo, pode-se afirmar que: (01) não houve qualquer variação da energia interna do sistema. (0) o calor fornecido pela fonte quente foi totalmente armazenado sob a forma de energia interna do sistema. (04) o trabalho realizado pelo sistema sobre o meio foi de,0 x 10 3 J. (08) o aumento da energia interna do sistema foi de 3,0 x 10 3 J. (16) o calor fornecido pela fonte quente foi totalmente transformado em trabalho realizado pelo sistema sobre o meio. 57. Considerando-se um gás ideal contido num recipiente de volume variável enquanto sistema termodinâmico, pode-se afirmar: (01) De acordo com a equação dos gases perfeitos, mantida constante a temperatura, aumentando-se a pressão do gás, o volume também aumenta. (0) Segundo a 1 a lei da Termodinâmica, numa compressão adiabática a temperatura do gás aumenta. (04) A energia do sistema depende da pressão e da temperatura. (08) Partindo-se das mesmas condições iniciais, o trabalho realizado pelo gás, numa expansão adiabática, é maior do que o realizado numa expansão isotérmica. (16) A capacidade térmica do gás, a pressão constante, é maior do que a capacidade térmica, a volume constante.

9 9 58. O diagrama a seguir representa uma transformação cíclica ABCD de um gás perfeito. ANOTAÇÕES p C D B A T T 1 V Com base nos dados do diagrama, analise as afirmações a seguir: (01) A transformação AB ocorreu com absorção de energia pelo sistema. (01) A transformação DA se operou com trabalho negativo. (04) Na transformação BD houve aumento da energia interna do sistema. (08) No ciclo ABCD o trabalho foi negativo, isto é, o sistema ganhou energia do meio. (16) O ciclo é composto de duas transformações isotérmicas e duas adiabáticas. 59. Analise as sentenças: (01) Na expansão isobárica de um gás, este realiza um trabalho positivo sobre o meio exterior. (0) Na compressão isobárica de um gás, este recebe energia do meio exterior. (04) Sempre que um gás aumenta de temperatura ele ganha energia cinética. (08) Um gás cuja temperatura passou de 300 K para 00 K perdeu energia cinética. (16) Um gás pode sofrer variação de sua energia interna sem sofrer variação de sua temperatura. GABARITO F F V V F 57 F V F F V 58 V F V F F 59 V V V V F

Prof. Rogério Porto. Assunto: Cinemática em uma Dimensão II

Prof. Rogério Porto. Assunto: Cinemática em uma Dimensão II Questões COVEST Física Mecânica Prof. Rogério Porto Assunto: Cinemática em uma Dimensão II 1. Um carro está viajando numa estrada retilínea com velocidade de 72 km/h. Vendo adiante um congestionamento

Leia mais

Lista de Eletrostática da UFPE e UPE

Lista de Eletrostática da UFPE e UPE Lista de Eletrostática da UFPE e UPE 1. (Ufpe 1996) Duas pequenas esferas carregadas repelem-se mutuamente com uma força de 1 N quando separadas por 40 cm. Qual o valor em Newtons da força elétrica repulsiva

Leia mais

Primeira lista de física para o segundo ano 1)

Primeira lista de física para o segundo ano 1) Primeira lista de física para o segundo ano 1) Dois espelhos planos verticais formam um ângulo de 120º, conforme a figura. Um observador está no ponto A. Quantas imagens de si mesmo ele verá? a) 4 b) 2

Leia mais

Prof. Rogério Porto. Assunto: Eletrostática

Prof. Rogério Porto. Assunto: Eletrostática Questões COVEST Física Elétrica Prof. Rogério Porto Assunto: Eletrostática 1. Duas esferas condutoras A e B possuem a mesma carga Q. Uma terceira esfera C, inicialmente descarregada e idêntica às esferas

Leia mais

FÍSICA 3ª Série LISTA DE EXERCÍCIOS/ELETROSTÁTICA Data: 20/03/07

FÍSICA 3ª Série LISTA DE EXERCÍCIOS/ELETROSTÁTICA Data: 20/03/07 1. O campo elétrico de uma carga puntiforme em repouso tem, nos pontos A e B, as direções e sentidos indicados pelas flechas na figura a seguir. O módulo do campo elétrico no ponto B vale 24V/m. O módulo

Leia mais

Soluções das Questões de Física do Processo Seletivo de Admissão à Escola Preparatória de Cadetes do Exército EsPCEx

Soluções das Questões de Física do Processo Seletivo de Admissão à Escola Preparatória de Cadetes do Exército EsPCEx Soluções das Questões de Física do Processo Seletivo de dmissão à Escola Preparatória de Cadetes do Exército EsPCEx Questão Concurso 009 Uma partícula O descreve um movimento retilíneo uniforme e está

Leia mais

Ensino Médio Unidade Parque Atheneu Professor (a): Junior Condez Aluno (a): Série: 1ª Data: / / 2015. LISTA DE FÍSICA II

Ensino Médio Unidade Parque Atheneu Professor (a): Junior Condez Aluno (a): Série: 1ª Data: / / 2015. LISTA DE FÍSICA II Ensino Médio Unidade Parque Atheneu Professor (a): Junior Condez Aluno (a): Série: 1ª Data: / / 2015. LISTA DE FÍSICA II Obs: A lista somente será aceita com os cálculos. 1) Duas bolas de dimensões desprezíveis

Leia mais

UNIGRANRIO www.exerciciosdevestibulares.com.br. 2) (UNIGRANRIO) O sistema abaixo encontra-se em equilíbrio sobre ação de três forças

UNIGRANRIO www.exerciciosdevestibulares.com.br. 2) (UNIGRANRIO) O sistema abaixo encontra-se em equilíbrio sobre ação de três forças 1) (UNIGRANRIO) Um veículo de massa 1200kg se desloca sobre uma superfície plana e horizontal. Em um determinado instante passa a ser acelerado uniformemente, sofrendo uma variação de velocidade representada

Leia mais

1 P r o j e t o F u t u r o M i l i t a r w w w. f u t u r o m i l i t a r. c o m. b r

1 P r o j e t o F u t u r o M i l i t a r w w w. f u t u r o m i l i t a r. c o m. b r Exercícios Potencial Elétrico 01. O gráfico que melhor descreve a relação entre potencial elétrico V, originado por uma carga elétrica Q < 0, e a distância d de um ponto qualquer à carga, é: 05. Duas cargas

Leia mais

RECUPERAÇÃO TURMAS: 2º ANO FÍSICA

RECUPERAÇÃO TURMAS: 2º ANO FÍSICA RECUPERAÇÃO TURMAS: 2º ANO Professor: XERXES DATA: 22 / 11 / 2015 RECUPERAÇÃO FINAL FORÇA ELÉTRICA (LEI DE COULOMB) FÍSICA Para todas as questões, considere a constante eletrostática no vácuo igual a 9.10

Leia mais

Lista de Eletrostática - Mackenzie

Lista de Eletrostática - Mackenzie Lista de Eletrostática - Mackenzie 1. (Mackenzie 1996) Uma esfera eletrizada com carga de + mc e massa 100 g é lançada horizontalmente com velocidade 4 m/s num campo elétrico vertical, orientado para cima

Leia mais

Lista 1 Cinemática em 1D, 2D e 3D

Lista 1 Cinemática em 1D, 2D e 3D UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA DEPARTAMENTO DE ESTUDOS BÁSICOS E INSTRUMENTAIS CAMPUS DE ITAPETINGA PROFESSOR: ROBERTO CLAUDINO FERREIRA DISCIPLINA: FÍSICA I Aluno (a): Data: / / NOTA: Lista

Leia mais

ELETROSTÁTICA 3ª SÉRIE

ELETROSTÁTICA 3ª SÉRIE ELETROSTÁTICA 3ª SÉRIE 1. (Pucrj 013) Duas cargas pontuais q1 3,0 μc e q 6,0 μc são colocadas a uma distância de 1,0 m entre si. Calcule a distância, em metros, entre a carga q 1 e a posição, situada entre

Leia mais

Lista de Exercícios de Recuperação do 1 Bimestre

Lista de Exercícios de Recuperação do 1 Bimestre Lista de Exercícios de Recuperação do 1 Bimestre Instruções gerais: Resolver os exercícios à caneta e em folha de papel almaço ou monobloco (folha de fichário). Copiar os enunciados das questões. Entregar

Leia mais

Física. Cinemática EDUCACIONAL EXERCÍCIOS. 01.(FM-Santos) Considere um ponto na superfície da Terra. É correto afirmar que:

Física. Cinemática EDUCACIONAL EXERCÍCIOS. 01.(FM-Santos) Considere um ponto na superfície da Terra. É correto afirmar que: Física Cinemática EXECÍCIOS 1.(FM-Santos) Considere um ponto na superfície da Terra. É correto afirmar que: a) o ponto descreve uma trajetória circular b) o ponto está em repouso c) o ponto descreve uma

Leia mais

04. Com base na lei da ação e reação e considerando uma colisão entre dois corpos A e B, de massas m A. , sendo m A. e m B. < m B.

04. Com base na lei da ação e reação e considerando uma colisão entre dois corpos A e B, de massas m A. , sendo m A. e m B. < m B. 04. Com base na lei da ação e reação e considerando uma colisão entre dois corpos A e B, de massas m A e m B, sendo m A < m B, afirma-se que 01. Um patrulheiro, viajando em um carro dotado de radar a uma

Leia mais

Gráficos de M.U. Movimento Uniforme

Gráficos de M.U. Movimento Uniforme Gráficos de M.U. Movimento Uniforme 1. (Fuvest 1989) O gráfico a seguir ilustra a posição s, em função do tempo t, de uma pessoa caminhando em linha reta durante 400 segundos. Assinale a alternativa correta.

Leia mais

a) Qual a pressão do gás no estado B? b) Qual o volume do gás no estado C

a) Qual a pressão do gás no estado B? b) Qual o volume do gás no estado C Colégio Santa Catarina Unidade XIII: Termodinâmica 89 Exercícios de Fixação: a) PV = nr T b)pvn = RT O gráfico mostra uma isoterma de uma massa c) PV = nrt d) PV = nrt de gás que é levada do e) PV = nrt

Leia mais

FÍSICA I LISTA 5 DIVERSOS EXERCÍCIOS GABARITO Orientação para V2 e VS 1. Um ônibus passa pelo km 30 de uma rodovia às 6 h, e às 9 h 30 min passa

FÍSICA I LISTA 5 DIVERSOS EXERCÍCIOS GABARITO Orientação para V2 e VS 1. Um ônibus passa pelo km 30 de uma rodovia às 6 h, e às 9 h 30 min passa FÍSICA I LISTA 5 DIVERSOS EXERCÍCIOS GABARITO Orientação para V2 e VS. Um ônibus passa pelo km 30 de uma rodovia às 6 h, e às 9 h 30 min passa pelo km 240. Determine: a) a velocidade escalar média desenvolvida

Leia mais

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física Eletrostática. Pré Universitário Uni-Anhanguera 01 - (MACK SP)

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física Eletrostática. Pré Universitário Uni-Anhanguera 01 - (MACK SP) Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física Eletrostática 01 - (MACK SP) Fixam-se as cargas puntiformes q 1 e q 2, de

Leia mais

Problemas de eletricidade

Problemas de eletricidade Problemas de eletricidade 1 - Um corpo condutor está eletrizado positivamente. Podemos afirmar que: a) o número de elétrons é igual ao número de prótons. b) o número de elétrons é maior que o número de

Leia mais

TURMA: 3º ANO: Campo Elétrico

TURMA: 3º ANO: Campo Elétrico DISCIPLINA: FÍSICA SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR UNIDADE POLIVALENTE MODELO VASCO

Leia mais

FISICA. Justificativa: Taxa = 1,34 kw/m 2 Energia em uma hora = (1,34 kw/m 2 ).(600x10 4 m 2 ).(1 h) ~ 10 7 kw. v B. v A.

FISICA. Justificativa: Taxa = 1,34 kw/m 2 Energia em uma hora = (1,34 kw/m 2 ).(600x10 4 m 2 ).(1 h) ~ 10 7 kw. v B. v A. FISIC 01. Raios solares incidem verticalmente sobre um canavial com 600 hectares de área plantada. Considerando que a energia solar incide a uma taxa de 1340 W/m 2, podemos estimar a ordem de grandeza

Leia mais

Lista de exercícios comitê. (Professor BOB)

Lista de exercícios comitê. (Professor BOB) Lista de exercícios comitê (Professor BOB) 1. (Fuvest) Dois carros, A e B, movem-se no mesmo sentido, em uma estrada reta, com velocidades constantes VÛ=l00km/h e V½=80km/h, respectivamente. a) Qual é,

Leia mais

Interbits SuperPro Web

Interbits SuperPro Web 1. (Upe 2013) Considere a Terra como uma esfera condutora, carregada uniformemente, cuja carga total é 6,0 μ C, e a distância entre o centro da Terra e um ponto P na superfície da Lua é de aproximadamente

Leia mais

MUV. constante igual a a 2,0 m/s. O veículo B, distando d = 19,2 km do veículo A, parte com aceleração constante igual a veículos, em segundos.

MUV. constante igual a a 2,0 m/s. O veículo B, distando d = 19,2 km do veículo A, parte com aceleração constante igual a veículos, em segundos. MUV 1. (Espcex (Aman) 013) Um carro está desenvolvendo uma velocidade constante de 7 km h em uma rodovia federal. Ele passa por um trecho da rodovia que está em obras, onde a velocidade máxima permitida

Leia mais

Considerando que = 9,0

Considerando que = 9,0 LISTA 4 POTENIAL ELÉTRIO 01 - (FEPES DF) onsidere uma carga puntiforme positiva q fixa num ponto do espaço. Verifica-se que o campo elétrico em um ponto P 1, a uma distância R dessa carga, tem módulo E

Leia mais

3) A velocidade escalar de um carro varia com o tempo conforme indica o gráfico.

3) A velocidade escalar de um carro varia com o tempo conforme indica o gráfico. Lista Movimento Retilíneo Uniformemente Variado 1) Um ciclista realiza um movimento uniforme e seu espaço s varia com o tempo conforme indica o gráfico. Determine o espaço inicial s 0 e a velocidade escalar

Leia mais

Neste ano estudaremos a Mecânica, que divide-se em dois tópicos:

Neste ano estudaremos a Mecânica, que divide-se em dois tópicos: CINEMÁTICA ESCALAR A Física objetiva o estudo dos fenômenos físicos por meio de observação, medição e experimentação, permite aos cientistas identificar os princípios e leis que regem estes fenômenos e

Leia mais

Aulas 8 e 9. Aulas 10 e 11. Colégio Jesus Adolescente. a n g l o

Aulas 8 e 9. Aulas 10 e 11. Colégio Jesus Adolescente. a n g l o Colégio Jesus Adolescente a n g l o Ensino Médio 1º Bimestre Disciplina Física Setor A Turma 1º ANO Professor Gnomo Lista de Exercício Bimestral SISTEMA DE ENSINO Aulas 8 e 9 1) Um autorama descreve uma

Leia mais

9) (UFMG/Adap.) Nesta figura, está representado um bloco de peso 20 N sendo pressionado contra a parede por uma força F.

9) (UFMG/Adap.) Nesta figura, está representado um bloco de peso 20 N sendo pressionado contra a parede por uma força F. Exercícios - Aula 6 8) (UFMG) Considere as seguintes situações: I) Um carro, subindo uma rua de forte declive, em movimento retilíneo uniforme. II) Um carro, percorrendo uma praça circular, com movimento

Leia mais

COLÉGIO PEDRO II UNIDADE ESCOLAR SÃO CRISTÓVÃO III 1ª SÉRIE/ EM 2011 FÍSICA LISTA DE EXERCÍCIOS: CINEMÁTICA Prof. Carlos Frederico (Fred)

COLÉGIO PEDRO II UNIDADE ESCOLAR SÃO CRISTÓVÃO III 1ª SÉRIE/ EM 2011 FÍSICA LISTA DE EXERCÍCIOS: CINEMÁTICA Prof. Carlos Frederico (Fred) COLÉGIO PEDRO II UNIDADE ESCOLAR SÃO CRISTÓVÃO III 1ª SÉRIE/ EM 2011 FÍSICA LISTA DE EXERCÍCIOS: CINEMÁTICA Prof. Carlos Frederico (Fred) 1) (UFRJ) Um maratonista percorre a distância de 42 km em duas

Leia mais

Física. Resolução. Q uestão 01 - A

Física. Resolução. Q uestão 01 - A Q uestão 01 - A Uma forma de observarmos a velocidade de um móvel em um gráfico d t é analisarmos a inclinação da curva como no exemplo abaixo: A inclinação do gráfico do móvel A é maior do que a inclinação

Leia mais

Prof. André Motta - mottabip@hotmail.com_ 4.O gráfico apresentado mostra a elongação em função do tempo para um movimento harmônico simples.

Prof. André Motta - mottabip@hotmail.com_ 4.O gráfico apresentado mostra a elongação em função do tempo para um movimento harmônico simples. Eercícios Movimento Harmônico Simples - MHS 1.Um movimento harmônico simples é descrito pela função = 7 cos(4 t + ), em unidades de Sistema Internacional. Nesse movimento, a amplitude e o período, em unidades

Leia mais

4. Introdução à termodinâmica

4. Introdução à termodinâmica 4. Introdução à termodinâmica 4.1. Energia interna O estabelecimento do princípio da conservação da energia tornou-se possível quando se conseguiu demonstrar que junto com a energia mecânica, os corpos

Leia mais

c = c = c =4,20 kj kg 1 o C 1

c = c = c =4,20 kj kg 1 o C 1 PROPOSTA DE RESOLUÇÃO DO TESTE INTERMÉDIO - 2014 (VERSÃO 1) GRUPO I 1. H vap (H 2O) = 420 4 H vap (H 2O) = 1,69 10 3 H vap (H 2O) = 1,7 10 3 kj kg 1 Tendo em consideração a informação dada no texto o calor

Leia mais

POTENCIAL ELÉTRICO E FORÇA ELÉTRICA

POTENCIAL ELÉTRICO E FORÇA ELÉTRICA POTENCIAL ELÉTRICO E FORÇA ELÉTRICA 1. No movimento de A para B (figura) ao longo de uma linha de campo elétrico, o campo realiza 3,94 x 10-19 J de trabalho sobre um elétron. Quais são as diferenças de

Leia mais

Questão 46. Questão 47. Questão 48. Questão 49. alternativa C. alternativa A. alternativa B

Questão 46. Questão 47. Questão 48. Questão 49. alternativa C. alternativa A. alternativa B Questão 46 Um ferreiro golpeia, com a marreta, uma lâmina de ferro, em ritmo uniforme, a cada 0,9 s. Um observador afastado desse ferreiro vê, com um binóculo, a marreta atingir o ferro e ouve o som das

Leia mais

Gráficos no MU e MUV. E alguns exercícios de vestibulares

Gráficos no MU e MUV. E alguns exercícios de vestibulares Gráficos no MU e MUV E alguns exercícios de vestibulares Tipos de movimentos -MU Velocidade positiva Velocidade negativa v = s t Que tipo de informação tiramos s x t V x t v = s t s = v. t MUV -espaço

Leia mais

FORÇA MAGNÉTICA. Força magnética sobre cargas em um campo magnético uniforme

FORÇA MAGNÉTICA. Força magnética sobre cargas em um campo magnético uniforme FORÇA MAGNÉTICA Força magnética sobre cargas em um campo magnético uniforme Em eletrostática vimos que quando uma carga penetra em uma região onde existe um campo elétrico, fica sujeita a ação de uma força

Leia mais

IME - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

IME - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR IME - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Física Questão 01 Um pequeno refrigerador para estocar vacinas está inicialmente desconectado da rede elétrica e o ar em seu interior encontra-se

Leia mais

Simulado ENEM. a) 75 C b) 65 C c) 55 C d) 45 C e) 35 C

Simulado ENEM. a) 75 C b) 65 C c) 55 C d) 45 C e) 35 C 1. Um trocador de calor consiste em uma serpentina, pela qual circulam 18 litros de água por minuto. A água entra na serpentina à temperatura ambiente (20 C) e sai mais quente. Com isso, resfria-se o líquido

Leia mais

Movimento Uniformemente Variado (MUV)

Movimento Uniformemente Variado (MUV) Movimento Uniformemente Variado (MUV) É o movimento no qual a aceleração escalar é constante e diferente de zero. Portanto, a velocidade escalar sofre variações iguais em intervalos de tempos iguais Observe

Leia mais

TIPO-A FÍSICA. r 1200 v média. Dado: Aceleração da gravidade: 10 m/s 2. Resposta: 27

TIPO-A FÍSICA. r 1200 v média. Dado: Aceleração da gravidade: 10 m/s 2. Resposta: 27 1 FÍSICA Dado: Aceleração da gravidade: 10 m/s 01. Considere que cerca de 70% da massa do corpo humano é constituída de água. Seja 10 N, a ordem de grandeza do número de moléculas de água no corpo de um

Leia mais

P R O V A DE FÍSICA II

P R O V A DE FÍSICA II 1 P R O V A DE FÍSICA II QUESTÃO 16 A figura mostra uma barra rígida articulada no ponto O. A barra é homogênea e seu peso P está em seu ponto médio. Sobre cada uma de suas extremidades são aplicadas forças

Leia mais

UNIDADE 10 ESTUDOS DE MECÂNICA - INÍCIO LISTA DE EXERCÍCIOS

UNIDADE 10 ESTUDOS DE MECÂNICA - INÍCIO LISTA DE EXERCÍCIOS INTRODUÇÃO À FÍSICA turma MAN 26/2 profa. Marta F. Barroso UNIDADE 1 LISTA DE EXERCÍCIOS UNIDADE 1 ESTUDOS DE MECÂNICA - INÍCIO Exercício 1 Movendo-se com velocidade constante de 15 m/s, um trem, cujo

Leia mais

TD DE FÍSICA 2 Questões de Potencial elétrico e Trabalho da Força Elétrica PROF.: João Vitor

TD DE FÍSICA 2 Questões de Potencial elétrico e Trabalho da Força Elétrica PROF.: João Vitor 1. (Ita) Considere as afirmações a seguir: I. Em equilíbrio eletrostático, uma superfície metálica é equipotencial. II. Um objeto eletrostaticamente carregado induz uma carga uniformemente distribuída

Leia mais

Movimento Retilíneo Uniforme (MRU) Equação Horária do MRU

Movimento Retilíneo Uniforme (MRU) Equação Horária do MRU Movimento Retilíneo Uniforme (MRU) velocímetro do automóvel da figura abaixo marca sempre a mesma velocidade. Quando um móvel possui sempre a mesma velocidade e se movimenta sobre uma reta dizemos que

Leia mais

Resolução Comentada CEFET/MG - 2 semestre 2014

Resolução Comentada CEFET/MG - 2 semestre 2014 Resolução Comentada CEFET/MG - 2 semestre 2014 01 - A figura mostra um sistema massa-mola que pode oscilar livremente, sem atrito, sobre a superfície horizontal e com resistência do ar desprezível. Nesse

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES 2011 1 a QUESTÃO Valor: 1,00 Um varal de roupas foi construído utilizando uma haste rígida DB de massa desprezível, com

Leia mais

18 a QUESTÃO Valor: 0,25

18 a QUESTÃO Valor: 0,25 6 a A 0 a QUESTÃO FÍSICA 8 a QUESTÃO Valor: 0,25 6 a QUESTÃO Valor: 0,25 Entre as grandezas abaixo, a única conservada nas colisões elásticas, mas não nas inelásticas é o(a): 2Ω 2 V 8Ω 8Ω 2 Ω S R 0 V energia

Leia mais

Questão 57. Questão 58. alternativa D. alternativa C. seu mostrador deverá indicar, para esse mesmo objeto, o valor de

Questão 57. Questão 58. alternativa D. alternativa C. seu mostrador deverá indicar, para esse mesmo objeto, o valor de OBSERVAÇÃO (para todas as questões de Física): o valor da aceleração da gravidade na superfície da Terra é representado por g. Quando necessário, adote: para g, o valor 10 m/s ; para a massa específica

Leia mais

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física - Magnetismo

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física - Magnetismo Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física - Magnetismo 01 - (PUC SP) Na figura abaixo temos a representação de dois

Leia mais

L I S T A 0 2. Velocidade escalar média e Movimento Retilíneo e Uniforme (MRU)

L I S T A 0 2. Velocidade escalar média e Movimento Retilíneo e Uniforme (MRU) Olá, FERA. Sou o professor Ivys Urquiza, responsável pelo canal Física Total no YouTube. A partir de agora, colaborando semanalmente com o Projeto Medicina. Vamos juntos buscar SUA vaga. L I S T A 0 2

Leia mais

Física. Atividades Adicionais. Determine, em função de F, a nova intensidade da força de repulsão.

Física. Atividades Adicionais. Determine, em função de F, a nova intensidade da força de repulsão. Atividades Adicionais Física Módulo 4 1. Qual é a intensidade da força de atração elétrica entre um núcleo de um átomo de ferro (Q = 26 e) e seu elétron mais interno (q = e), sabendo-se que este possui

Leia mais

Problemas de termologia e termodinâmica vestibular UA (1984)

Problemas de termologia e termodinâmica vestibular UA (1984) Problemas de termologia e termodinâmica vestibular UA (1984) 1 - Um corpo humano está a 69 0 numa escala X. Nessa mesma escala o ponto do gelo corresponde a 50 graus e o ponto a vapor 100 0. Este corpo:

Leia mais

COLÉGIO JOÃO PAULO I UNIDADE SUL

COLÉGIO JOÃO PAULO I UNIDADE SUL COLÉGIO JOÃO PAULO I UNIDADE SUL Marcelo Rolim EXERCÍCIOS DE REVISÃO DE CIÊNCIAS (FÍSICA) 8ª SÉRIE ENSINO FUNDAMENTAL 2º TRIMESTRE/2012 Exercícios de Revisão 01. Calcule a distância percorrida por um móvel

Leia mais

-----> V = 73,3V. Portanto: V2 = 73,3V e V1 = 146,6V, com isso somente L1 brilhará acima do normal e provavelmente queimará.

-----> V = 73,3V. Portanto: V2 = 73,3V e V1 = 146,6V, com isso somente L1 brilhará acima do normal e provavelmente queimará. TC 3 UECE 01 FASE POF.: Célio Normando Conteúdo: Lâmpadas Incandescentes 1. A lâmpada incandescente é um dispositivo elétrico que transforma energia elétrica em energia luminosa e energia térmica. Uma

Leia mais

TURMA DE ENGENHARIA - FÍSICA

TURMA DE ENGENHARIA - FÍSICA Prof Cazuza 1 (Uff 2012) O ciclo de Stirling é um ciclo termodinâmico reversível utilizado em algumas máquinas térmicas Considere o ciclo de Stirling para 1 mol de um gás ideal monoatônico ilustrado no

Leia mais

12-Função Horária da Posição do Movimento Uniforme

12-Função Horária da Posição do Movimento Uniforme 12-Função Horária da Posição do Movimento Uniforme Vamos agora chegar a uma função que nos vai fornecer a posição de um móvel sobre uma trajetória em qualquer instante dado. Para isto, vamos supor que

Leia mais

Gráficos: Q2)Para cada função posição x(t) diga se a aceleração é positiva, negativa ou nula.

Gráficos: Q2)Para cada função posição x(t) diga se a aceleração é positiva, negativa ou nula. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA-CFM DEPARTAMENTO DE FÍSICA FSC 5107 FÍSICA GERAL IA Semestre 2012.2 LISTA DE EXERCÍCIOS 2 - MOVIMENTO EM UMA DIMENSÃO Gráficos: Q1) Para cada gráfico seguinte de

Leia mais

Física Simples e Objetiva Mecânica Cinemática e Dinâmica Professor Paulo Byron. Apresentação

Física Simples e Objetiva Mecânica Cinemática e Dinâmica Professor Paulo Byron. Apresentação Apresentação Após lecionar em colégios estaduais e particulares no Estado de São Paulo, notei necessidades no ensino da Física. Como uma matéria experimental não pode despertar o interesse dos alunos?

Leia mais

Aula de Véspera - Inv-2008

Aula de Véspera - Inv-2008 01. Um projétil foi lançado no vácuo formando um ângulo θ com a horizontal, conforme figura abaixo. Com base nesta figura, analise as afirmações abaixo: (001) Para ângulos complementares teremos o mesmo

Leia mais

Física: Eletromagnetismo

Física: Eletromagnetismo Física: Eletromagnetismo Questões de treinamento para a banca Cesgranrio elaborada pelo prof. Alex Regis Questão 01 Está(ão) correta(s): Considere as afirmações a seguir a respeito de ímãs. I. Convencionou-se

Leia mais

γ = 5,0m/s 2 2) Cálculo da distância percorrida para a velocidade escalar reduzir-se de 30m/s para 10m/s. V 2 2

γ = 5,0m/s 2 2) Cálculo da distância percorrida para a velocidade escalar reduzir-se de 30m/s para 10m/s. V 2 2 OBSERVAÇÃO (para todas as questões de Física): o valor da aceleração da gravidade na superfície da Terra é representado por g. Quando necessário, adote: para g, o valor 10 m/s 2 ; para a massa específica

Leia mais

Lista 04. F.02 Espelhos Planos e Esféricos

Lista 04. F.02 Espelhos Planos e Esféricos F.02 Espelhos Planos e Esféricos 2º Série do Ensino Médio Turma: Turno: Vespertino Lista 03 Lista 04 Questão 01) Obedecendo às condições de Gauss, um espelho esférico fornece, de um objeto retilíneo de

Leia mais

04) A posição de um objeto movendo-se ao longo do eixo x é dada por x = 3t - 4t² + t³, onde x está em metros e t em segundos.

04) A posição de um objeto movendo-se ao longo do eixo x é dada por x = 3t - 4t² + t³, onde x está em metros e t em segundos. Código: FISAP Disciplina: Física Aplicada Preceptores: Marisa Sayuri e Rodrigo Godoi Semana: 27/04/15 Lista 3- Movimento Retilíneo 01) A distância média da Terra ao Sol é igual a 150 milhões de quilômetros.

Leia mais

Professores: Gilberto / Gustavo / Luciano / Maragato CURSO DOMÍNIO. Comentário: Energia de Capacitor. Comentário: Questão sobre atrito

Professores: Gilberto / Gustavo / Luciano / Maragato CURSO DOMÍNIO. Comentário: Energia de Capacitor. Comentário: Questão sobre atrito Professores: Gilberto / Gustavo / Luciano / Maragato CURSO DOMÍNIO A prova de física exigiu um bom conhecimento dos alunos. Há questões relacionadas principalmente com a investigação e compreensão dos

Leia mais

Exercícios de Termodinâmica

Exercícios de Termodinâmica Exercícios de Termodinâmica 1-Uma massa gasosa, inicialmente num estado A, sofre duas transformações sucessivas e passa para um estado C. A partir do estado A esse gás sofre uma transformação isobárica

Leia mais

Física. Questão 1. Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor:

Física. Questão 1. Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Física Questão 1 No setor de testes de velocidade de uma fábrica de automóveis, obteve-se o seguinte gráfico para o desempenho de um modelo novo: Com relação

Leia mais

QUESTÃO 01. a) Qual a temperatura do forno? b) Qual a variação de energia interna do bloco do latão. QUESTÃO 02

QUESTÃO 01. a) Qual a temperatura do forno? b) Qual a variação de energia interna do bloco do latão. QUESTÃO 02 Quando necessário considere: g = 10 m/s 2, densidade da água = 1 g/cm 3, 1 atm = 10 5 N/m 2, c água = 1 cal/g. 0 C, R = 8,31 J/mol.K, velocidade do som no ar = 340 m/s e na água = 1500 m/s, calor específico

Leia mais

ESTUDO DIRIGIDO DE REVISÃO PARA RECUPERAÇÃO FINAL - 2015

ESTUDO DIRIGIDO DE REVISÃO PARA RECUPERAÇÃO FINAL - 2015 Nome: 3ª série: n o Professor: Luiz Mário Data: / / 2015. ESTUDO DIRIGIDO DE REVISÃO PARA RECUPERAÇÃO FINAL - 2015 Orientações: - Este estudo dirigido poderá ser usado para revisar a matéria que será cobrada

Leia mais

Lista de Exercícios - Movimento em uma dimensão

Lista de Exercícios - Movimento em uma dimensão UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS INSTITUTO DE FÍSICA E MATEMÁTICA Departamento de Física Disciplina: Física Básica II Lista de Exercícios - Movimento em uma dimensão Perguntas 1. A Figura 1 é uma gráfico

Leia mais

Valores eternos. MATÉRIA PROFESSOR(A) ---- ----

Valores eternos. MATÉRIA PROFESSOR(A) ---- ---- Valores eternos. TD Recuperação ALUNO(A) MATÉRIA Física I PROFESSOR(A) Raphael ANO SEMESTRE DATA 2º 1º Julho/2013 TOTAL DE ESCORES ESCORES OBTIDOS ---- ---- 1. Em um determinado local do espaço, existe

Leia mais

ALUNO: Nº SÉRIE: DATA: / / PROF.: VICTOR GERMINIO

ALUNO: Nº SÉRIE: DATA: / / PROF.: VICTOR GERMINIO ALUNO: Nº SÉRIE: DATA: / / PROF.: VICTOR GERMINIO LEIA A PROVA COM ATENÇÃO. NÃO SE DEIXE LEVAR PELA PRESSA. RELEIA ANTES DE ENTREGÁ-LA. EVITE RASURAS. AS QUESTÕES OBJETIVAS RASURADAS SERÃO ANULADAS. EXERCÍCIO

Leia mais

Preencha a tabela a seguir, de acordo com as informações do texto.

Preencha a tabela a seguir, de acordo com as informações do texto. 1. Uma amostra de um gás está contida em um cilindro ao qual se adapta um êmbolo. A figura a seguir mostra o diagrama pressão X volume das transformações sofridas pelo gás. A energia interna do gás no

Leia mais

Se um sistema troca energia com a vizinhança por trabalho e por calor, então a variação da sua energia interna é dada por:

Se um sistema troca energia com a vizinhança por trabalho e por calor, então a variação da sua energia interna é dada por: Primeira Lei da Termodinâmica A energia interna U de um sistema é a soma das energias cinéticas e das energias potenciais de todas as partículas que formam esse sistema e, como tal, é uma propriedade do

Leia mais

Questão 37. Questão 38. alternativa B. alternativa E

Questão 37. Questão 38. alternativa B. alternativa E Questão 37 O motorista de um veículo A é obrigado a frear bruscamente quando avista um veículo B à sua frente, locomovendo-se no mesmo sentido, com uma velocidade constante menor que a do veículo A. Ao

Leia mais

UFMG - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

UFMG - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR UFMG - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Física Questão 01 Durante uma brincadeira, Rafael utiliza o dispositivo mostrado nesta figura para lançar uma bolinha horizontalmente. Nesse

Leia mais

o oxigênio comporta-se B como um gás ideal de massa molar M = 32 g, calcule a temperatura T do sistema.

o oxigênio comporta-se B como um gás ideal de massa molar M = 32 g, calcule a temperatura T do sistema. Lista de Exercícios de Recuperação do 3 Bimestre Instruções gerais: Resolver os exercícios à caneta e em folha de papel almaço ou monobloco (folha de fichário). Copiar os enunciados das questões. Entregar

Leia mais

1) Calcular, em m/s, a velocidade de um móvel que percorre 14,4Km em 3min. a) ( ) 70m/s b) ( ) 80 m/s c) ( ) 90m/s d) ( ) 60m/s

1) Calcular, em m/s, a velocidade de um móvel que percorre 14,4Km em 3min. a) ( ) 70m/s b) ( ) 80 m/s c) ( ) 90m/s d) ( ) 60m/s SIMULADO DE FÍSICA ENSINO MÉDIO 1) Calcular, em m/s, a velocidade de um móvel que percorre 14,4Km em 3min. a) ( ) 70m/s b) ( ) 80 m/s c) ( ) 90m/s d) ( ) 60m/s 2) Um avião voa com velocidade constante

Leia mais

INTRODUÇÃO À CINEMÁTICA (ATÉ VELOCIDADE ESCALAR MÉDIA) NÍVEL 1

INTRODUÇÃO À CINEMÁTICA (ATÉ VELOCIDADE ESCALAR MÉDIA) NÍVEL 1 INTRODUÇÃO À CINEMÁTICA (ATÉ VELOCIDADE ESCALAR MÉDIA) 1) Marque com V de verdadeiro ou F de falso: NÍVEL 1 ( ) 1. Denominamos ponto material aos corpos de pequenas dimensões. ( ) 2. Um ponto material

Leia mais

GREGOR MENDEL & GRANDES MESTRES REVISÃO 2ª FASE BAHIANA

GREGOR MENDEL & GRANDES MESTRES REVISÃO 2ª FASE BAHIANA REVISÃO ª FASE BAHIANA 1 Um anel condutor de raio a e resistência R é colocado em um campo magnético homogêneo no espaço e no tempo. A direção do campo de módulo B é perpendicular à superfície gerada pelo

Leia mais

grandeza do número de elétrons de condução que atravessam uma seção transversal do fio em segundos na forma, qual o valor de?

grandeza do número de elétrons de condução que atravessam uma seção transversal do fio em segundos na forma, qual o valor de? Física 01. Um fio metálico e cilíndrico é percorrido por uma corrente elétrica constante de. Considere o módulo da carga do elétron igual a. Expressando a ordem de grandeza do número de elétrons de condução

Leia mais

FÍSICA. Questões de 01 a 04

FÍSICA. Questões de 01 a 04 GRUPO 1 TIPO A FÍS. 1 FÍSICA Questões de 01 a 04 01. Considere uma partícula presa a uma mola ideal de constante elástica k = 420 N / m e mergulhada em um reservatório térmico, isolado termicamente, com

Leia mais

CINEMÁTICA - É a parte da mecânica que estuda os vários tipos de movimento, sem se preocupar com as causas destes movimentos.

CINEMÁTICA - É a parte da mecânica que estuda os vários tipos de movimento, sem se preocupar com as causas destes movimentos. INTRODUÇÃO À CINEMÁTICA REPOUSO OU MOVIMENTO? DEPENDE DO REFERENCIAL! CINEMÁTICA - É a parte da mecânica que estuda os vários tipos de movimento, sem se preocupar com as causas destes movimentos. REFERENCIAL.

Leia mais

Programa de Retomada de Conteúdo 1º Bimestre

Programa de Retomada de Conteúdo 1º Bimestre Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio Regular. Rua Cantagalo 313, 325, 337 e 339 Tatuapé Fones: 2293-9393 e 2293-9166 Diretoria de Ensino Região LESTE 5 Programa de Retomada de Conteúdo

Leia mais

E irr = P irr T. F = m p a, F = ee, = 2 10 19 14 10 19 2 10 27 C N. C kg = 14 1027 m/s 2.

E irr = P irr T. F = m p a, F = ee, = 2 10 19 14 10 19 2 10 27 C N. C kg = 14 1027 m/s 2. FÍSICA 1 É conhecido e experimentalmente comprovado que cargas elétricas aceleradas emitem radiação eletromagnética. Este efeito é utilizado na geração de ondas de rádio, telefonia celular, nas transmissões

Leia mais

Questão 57. Questão 59. Questão 58. alternativa D. alternativa C

Questão 57. Questão 59. Questão 58. alternativa D. alternativa C OBSERVAÇÃO (para todas as questões de Física): o valor da aceleração da gravidade na superfície da Terra é representada por g. Quando necessário adote: para g, o valor de 10 m/s 2 ; para a massa específica

Leia mais

Capítulo 4 Trabalho e Energia

Capítulo 4 Trabalho e Energia Capítulo 4 Trabalho e Energia Este tema é, sem dúvidas, um dos mais importantes na Física. Na realidade, nos estudos mais avançados da Física, todo ou quase todos os problemas podem ser resolvidos através

Leia mais

Pré Universitário Uni-Anhanguera

Pré Universitário Uni-Anhanguera Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 1 o ano Disciplina: Física - Velocidade média V m, Aceleração Média A m e Movimento Retilíneo Uniforme

Leia mais

CDF-CURSO DE FÍSICA SIMULADO VIRTUAL

CDF-CURSO DE FÍSICA SIMULADO VIRTUAL 1.Suponha que desejo medir o tamanho do besouro, vamos medir com uma régua especial, graduada em centímetros, como mostra a figura.. qual das alternativas abaixo melhor caracteriza a medida do tamanho

Leia mais

FÍSICA. Sempre que for necessário, utilize g= 10m/s 2

FÍSICA. Sempre que for necessário, utilize g= 10m/s 2 FÍSICA Sempre que for necessário, utilize g= 10m/s 2 28 d Leia com atenção a tira da Turma da Mônica mostrada abaixo e analise as afirmativas que se seguem, considerando os princípios da Mecânica Clássica.

Leia mais

LISTA 10 INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA

LISTA 10 INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA 1. (Ufmg 95) Esta figura mostra uma espira retangular, de lados a = 0,20 m e b = 0,50 m, sendo empurrada, com velocidade constante v = 0,50 m/s, para uma região onde existe um campo magnético uniforme

Leia mais

1. (Upe 2014) O deslocamento Δ x de uma partícula em função do tempo t é ilustrado no gráfico a seguir:

1. (Upe 2014) O deslocamento Δ x de uma partícula em função do tempo t é ilustrado no gráfico a seguir: 1. (Upe 2014) O deslocamento Δ x de uma partícula em função do tempo t é ilustrado no gráfico a seguir: Com relação ao movimento mostrado no gráfico, assinale a alternativa CORRETA. a) A partícula inicia

Leia mais

Unidade I: Introdução à CINEMÁTICA

Unidade I: Introdução à CINEMÁTICA Colégio Santa Catarina Unidade I: Introdução à Cinemática 1 O que é a Física? palavra física tem origem grega e significa natureza. ssim física é a ciência que estuda a natureza, daí o nome de ciência

Leia mais

Exercícios de Movimento Uniforme

Exercícios de Movimento Uniforme Exercícios de Movimento Uniforme 1- Uma viagem é realizada em duas etapas. Na primeira, a velocidade média é de 80km/h; na segunda é de 60km/h. Sendo a distância percorrida, na segunda etapa, o triplo

Leia mais

FÍSICA Questões de 1 a 20

FÍSICA Questões de 1 a 20 2ªSérieLISTA DE EXERCÍCIOS DE FÍSICA FÍSICA Questões de 1 a 20 1) (UFRN) Os carros modernos usam diferentes tipos de espelhos retrovisores, de modo que o motorista possa melhor observar os veículos que

Leia mais

Unidade III: Movimento Uniformemente Variado (M.U.V.)

Unidade III: Movimento Uniformemente Variado (M.U.V.) Unidade III: Movimento Uniformemente Variado (M.U.V.) 3.1- Aceleração Escalar (a): Em movimentos nos quais as velocidades dos móveis variam com o decurso do tempo, introduz-se o conceito de uma grandeza

Leia mais

material, porque seus 4 m de comprimento tornam-se desprezíveis se comparados aos 20000 m de percurso. Ponto Material

material, porque seus 4 m de comprimento tornam-se desprezíveis se comparados aos 20000 m de percurso. Ponto Material Estudante: 9º Ano/Turma: Data / /2014 Educadora: Daiana Araújo C.Curricular: Ciências Naturais/ Física A Mecânica é o ramo da Física que tem por finalidade o estudo do movimento e do repouso. É dividida

Leia mais