Tutorial de Física. Carga Elétrica e Lei de Coulomb.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tutorial de Física. Carga Elétrica e Lei de Coulomb."

Transcrição

1 Tutorial de Física Carga Elétrica e Lei de Coulomb. 1. Interações Elétricas. A. Pressione um pedaço de fita adesiva, de cerca de 15 a 20cm de comprimento, firmemente em uma superfície lisa sem tinta, por exemplo, um caderno ou o tampo de uma mesa. (Para facilitar o manuseio, dobre as pontas da fita para que fiquem soltas.) Então, arranque a fita e segure-a através de um suporte. Descreva o comportamento da fita quando você a aproxima de alguns objetos (uma caneta, a mão, etc.). B. Pegue um outro pedaço de fita, como descrito acima. Aproxime-a da primeira. i. Descreva suas observações É importante, ao realizar o experimento acima, que você mantenha suas mãos e outros objetos distantes das fitas. Explique porque essas precauções são necessárias. i Como a distância entre as fitas afeta a interação entre elas? C. Cada membro do seu grupo deverá prender uma fita na mesa e escrever um B (baixo) nela. Então, pressione uma outra fita em cima de cada B e marque com um C (cima). Puxe cada par de fitas da mesa como se fossem uma única peça. Após elas serem arrancadas da mesa, separe as partes B e C. Prenda uma fita B e uma fita C no suporte em sua mesa. i. Descreva as interações entre os seguintes pares de fitas quando elas são colocadas próximas umas das outras. Duas fitas C Duas fitas B Uma fita C e uma B Baseado em suas observações anteriores, é possível que haja somente um tipo de carga? Se não, qual é o número mínimo de diferentes tipos de carga necessários para explicar as suas observações anteriores? Explique.

2 2. Superposição. A Lei de Coulomb estabelece que a força elétrica entre duas cargas pontuais age ao longo da linha que conecta as duas cargas. (Uma carga pontual é um objeto que é suficientemente pequeno para que a carga possa ser tratada como se estivesse toda localizada em um único ponto.) O módulo da força em cada carga é proporcional ao produto das cargas e é inversamente proporcional ao quadrado da distância entre as cargas. A. Duas cargas positivas +q e +Q (com Q>q) são colocadas a uma distância s uma da outra. i. Indique a direção da força elétrica exercida em cada carga pela outra carga. A força exercida na carga +q é maior, menor ou igual a força exercida na carga +Q? Explique. i Se a distância que separa as duas cargas fosse 2s, por qual fator mudaria o módulo da força elétrica? B. Duas outras cargas +Q são colocadas a mesma distância s da carga +q, como mostrado na figura ao lado. Considere o seguinte diálogo entre dois estudantes sobre a força resultante sobre a carga +q: Estudante 1: "A força elétrica resultante na carga +q é agora três vezes maior que antes, uma vez que agora são três cargas positivas exercendo força sobre ela." Estudante 2: "Eu não concordo. A força da carga +Q da esquerda se anula com a força da carga +Q da direita. A força elétrica resultante será a mesma, como no caso anterior." i. Você concorda com algum dos estudantes? Explique. Indique a direção da força elétrica resultante na carga +q. Explique. i O que pode ser dito sobre como o módulo da força elétrica na carga +q muda quando as duas cargas +Q são adicionadas? Explique.

3 C. Ordene os quatro casos abaixo de acordo com o módulo da força elétrica resultante na carga +q. Explique como você pôde realizar esse ordenamento. 3. Carga distribuída. A. Suponha que um bastão de acrílico seja carregado eletricamente atritando-o com lã. O bastão carregado é colocado na posição horizontal, como mostra a figura ao lado. Uma bola de isopor carregada positivamente é usada para explorar a região ao redor do bastão. i. Esquematize um vetor para representar a força elétrica resultante na bola em cada ponto marcado por um X. Toda a carga do bastão está localizada em um único ponto? (Por exemplo. a carga está toda na ponta? No meio?). Explique como você pode afirmar isso. i Com base nos vetores que você desenhou, é apropriado considerar o bastão carregado como uma carga pontual? Explique.

4 C. Suponha que dois bastões carregados são seguros juntos como mostrado na figura ao lado, e uma bola carregada é colocada no ponto P. O bastão mais afastado do ponto P exercerá uma força elétrica na bola? Explique. D. Cinco segmentos pequenos de bastão acrílico são arrumados como mostrado na figura. Todos foram atritados com lã e têm o mesmo módulo de carga elétrica. Uma bola carregada é colocada nas vizinhanças, nas posições assinaladas com A e B. i. Indique a direção aproximada da força na bola nos pontos A e B, na figura ao lado, devido ao segmento 5 apenas. Qual é a direção da força resultante na bola nos pontos A e B? Explique como você determinou sua resposta. i O segmento 2 exerce uma força na bola quando a bola é colocada no ponto B? Explique. E. No caso A à direita, uma carga pontual +q está a uma distância s do centro de uma pequena bola com carga +Q. No caso B, a carga +q está a uma distância s do centro de um bastão acrílico com uma carga total +Q. Considere o seguinte diálogo entre dois estudantes:

5 Estudante 1: "O bastão carregado e a bola carregada têm a mesma carga, +Q, e estão a mesma distância da carga pontual +q. Então, a força em +q será a mesma em ambos os casos." Estudante 2: "Não, no caso B há cargas espalhadas sobre todo o bastão. A carga diretamente abaixo da carga pontual exercerá a mesma força em +q exercida pela bola no caso A. O restante da carga no bastão tornará a força no caso B maior." Nenhum dos estudantes está correto. Discuta com seus companheiros os erros cometidos por cada um. Escreva uma descrição correta de como as forças se comparam nos casos acima. Explique. 4. Um modelo para a carga elétrica. A. Uma pequena bola com carga resultante zero é positivamente carregada de um lado e negativamente carregada do outro. A bola está colocada próxima a uma carga pontual, como mostrado na figura ao lado. i. A bola seria atraída, repelida ou não afetada pela carga pontual positiva? Explique. Sua resposta é consistente com a Lei de Coulomb? Explique. B. Uma bola é presa a um suporte por um fio isolante. Um pedaço de fita é aproximado da bola. Você observaria força de atração, de repulsão ou nenhuma força elétrica entre esses dois objetos? Explique. C. A situação na parte A sugere um modo de se pensar sobre a atração na parte B entre um pedaço de fita carregada e uma bola metálica descarregada. Tente descrever a atração na parte B. Como parte de sua resposta, desenhe um esquema da distribuição de cargas na fita e na bola antes e depois delas serem colocadas próximas uma da outra.

Olimpíada Brasileira de Física 2003-3 a Fase. Prova Experimental para alunos de 1 o ano. Experimento Vetores

Olimpíada Brasileira de Física 2003-3 a Fase. Prova Experimental para alunos de 1 o ano. Experimento Vetores realização apoio Olimpíada Brasileira de Física 2003-3 a Fase Prova Experimental para alunos de 1 o ano Experimento Vetores Leia atentamente as instruções abaixo antes de iniciar a prova 1 Esta prova destina-se

Leia mais

TURMA: 3º ANO: Campo Elétrico

TURMA: 3º ANO: Campo Elétrico DISCIPLINA: FÍSICA SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR UNIDADE POLIVALENTE MODELO VASCO

Leia mais

Introdução à Eletricidade e Lei de Coulomb

Introdução à Eletricidade e Lei de Coulomb Introdução à Eletricidade e Lei de Coulomb Introdução à Eletricidade Eletricidade é uma palavra derivada do grego élektron, que significa âmbar. Resina vegetal fossilizada Ao ser atritado com um pedaço

Leia mais

ELETROSTÁTICA 3ª SÉRIE

ELETROSTÁTICA 3ª SÉRIE ELETROSTÁTICA 3ª SÉRIE 1. (Pucrj 013) Duas cargas pontuais q1 3,0 μc e q 6,0 μc são colocadas a uma distância de 1,0 m entre si. Calcule a distância, em metros, entre a carga q 1 e a posição, situada entre

Leia mais

Exercícios de Eletrização

Exercícios de Eletrização Exercícios de Eletrização 1-Um corpo inicialmente neutro recebe 10 milhões de elétrons. Este corpo adquire uma carga de: (e = 1,6. 10 19 C). a) 1,6. 10 12 C b) 1,6. 10 12 C c) 16. 10 10 C d) 16. 10 7 C

Leia mais

FÍSICA EXPERIMENTAL C

FÍSICA EXPERIMENTAL C FÍSICA EXPERIMENTAL C EXPERIÊNCIA 1 CARGA ELÉTRICA 1. MATERIAIS Papel toalha. Folha de papel. Folha de papel alumínio. Barra de polipropileno (cor cinza). Barra de acrílico (transparente). Placa de policarbonato.

Leia mais

AULA 3 FORÇA ELÉTRICA. O conceito de força é a capacidade de provocar a mudança de intensidade, direção e sentido da velocidade.

AULA 3 FORÇA ELÉTRICA. O conceito de força é a capacidade de provocar a mudança de intensidade, direção e sentido da velocidade. AULA 3 FORÇA ELÉTRICA O conceito de força é a capacidade de provocar a mudança de intensidade, direção e sentido da velocidade. - Um objeto em repouso (v= 0) entra em movimento, mediante a aplicação de

Leia mais

ELETROSTÁTICA. Ramo da Física que estuda as cargas elétricas em repouso. www.ideiasnacaixa.com

ELETROSTÁTICA. Ramo da Física que estuda as cargas elétricas em repouso. www.ideiasnacaixa.com ELETROSTÁTICA Ramo da Física que estuda as cargas elétricas em repouso. www.ideiasnacaixa.com Quantidade de carga elétrica Q = n. e Q = quantidade de carga elétrica n = nº de elétrons ou de prótons e =

Leia mais

Primeira lista de física para o segundo ano 1)

Primeira lista de física para o segundo ano 1) Primeira lista de física para o segundo ano 1) Dois espelhos planos verticais formam um ângulo de 120º, conforme a figura. Um observador está no ponto A. Quantas imagens de si mesmo ele verá? a) 4 b) 2

Leia mais

Lista de Eletrostática da UFPE e UPE

Lista de Eletrostática da UFPE e UPE Lista de Eletrostática da UFPE e UPE 1. (Ufpe 1996) Duas pequenas esferas carregadas repelem-se mutuamente com uma força de 1 N quando separadas por 40 cm. Qual o valor em Newtons da força elétrica repulsiva

Leia mais

B. Descreva, de maneira similar ao texto acima, as outras forças que você indicou no diagrama.

B. Descreva, de maneira similar ao texto acima, as outras forças que você indicou no diagrama. FORÇAS I. Identificando forças Duas pessoas tentam mover um grande bloco. O bloco, contudo, não se move. Cristiano empurra o bloco. Márcia puxa uma corda que por sua vez está ligada ao bloco. esboço que

Leia mais

Hoje estou elétrico!

Hoje estou elétrico! A U A UL LA Hoje estou elétrico! Ernesto, observado por Roberto, tinha acabado de construir um vetor com um pedaço de papel, um fio de meia, um canudo e um pedacinho de folha de alumínio. Enquanto testava

Leia mais

TC DE FÍSICA 2 a SÉRIE ENSINO MÉDIO

TC DE FÍSICA 2 a SÉRIE ENSINO MÉDIO TC DE FÍSICA 2 a SÉRIE ENSINO MÉDIO Professor(es): Odair Mateus 14/6/2010 1.Na(s) questão(ões) a seguir, escreva no espaço apropriado a soma dos itens corretos. Sobre os conceitos e aplicações da Eletricidade

Leia mais

Prof. Rogério Porto. Assunto: Eletrostática

Prof. Rogério Porto. Assunto: Eletrostática Questões COVEST Física Elétrica Prof. Rogério Porto Assunto: Eletrostática 1. Duas esferas condutoras A e B possuem a mesma carga Q. Uma terceira esfera C, inicialmente descarregada e idêntica às esferas

Leia mais

RECUPERAÇÃO TURMAS: 2º ANO FÍSICA

RECUPERAÇÃO TURMAS: 2º ANO FÍSICA RECUPERAÇÃO TURMAS: 2º ANO Professor: XERXES DATA: 22 / 11 / 2015 RECUPERAÇÃO FINAL FORÇA ELÉTRICA (LEI DE COULOMB) FÍSICA Para todas as questões, considere a constante eletrostática no vácuo igual a 9.10

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE FÁTIMA ALUNO(A): Nº PROF.: André Harada

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE FÁTIMA ALUNO(A): Nº PROF.: André Harada COLÉGIO NOSSA SENHORA DE FÁTIMA ALUNO(A): Nº PROF.: André Harada DISCIPLINA: Física II SÉRIE: 2ª Ensino Médio TURMA: DATA: 1. (Uerj 2000) Duas partículas de cargas +4Q e -Q coulombs estão localizadas sobre

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS CAMPO MAGNÉTICO

LISTA DE EXERCÍCIOS CAMPO MAGNÉTICO 1. (Fuvest 96) A figura esquematiza um ímã permanente, em forma de cruz de pequena espessura, e oito pequenas bússolas, colocadas sobre uma mesa. As letras N e S representam, respectivamente, pólos norte

Leia mais

c) diretamente proporcional ao quadrado da distância entre as partículas. d) diretamente proporcional à distância entre as partículas.

c) diretamente proporcional ao quadrado da distância entre as partículas. d) diretamente proporcional à distância entre as partículas. LISTA 0 ELETOSTÁTICA POFESSO MÁCIO 01 - (UFJ ) Três cargas q 1, q e q 3 ocupam três vértices de um quadrado, como mostra a figura a seguir. Sabendo que q 1 e q têm o mesmo módulo e que a força que q 1

Leia mais

Lei de Coulomb. Charles Augustin de Coulomb

Lei de Coulomb. Charles Augustin de Coulomb Lei de Coulomb Charles Augustin de Coulomb A Lei de Coulomb foi descoberta pelo físico francês Charles Augustin de Coulomb, trata do princípio fundamental da eletricidade. Em particular, diz-nos que o

Leia mais

Universidade Estadual de Campinas

Universidade Estadual de Campinas Universidade Estadual de Campinas Instituto de Física Gleb Wataghin F 709 Tópicos do Ensino de Física II Relatório Final 1 Semestre de 2007 Apresentação de Experimentos de Eletrostática para alunos do

Leia mais

Noções de Eletrostática. tica. Prof. Ernesto F. F. Ramírez

Noções de Eletrostática. tica. Prof. Ernesto F. F. Ramírez Noções de Eletrostática tica Prof. Ernesto Sumário 1. Introdução - Histórico 2. Modelo atômico 3. Eletrização 4. Carga, força a e campo elétrico 5. Distribuição das cargas elétricas... 6. Exercícios cios

Leia mais

LISTA 3 - LEI DE COULOMB

LISTA 3 - LEI DE COULOMB LISTA 3 - LEI DE COULOMB 1. Duas cargas puntiformes eletrizadas estão fixadas a 3,0 mm uma da outra. Suas cargas elétricas são idênticas e iguais a 2,0 nc, positivas. Determine a intensidade da força eletrostática

Leia mais

Manutenção Preventiva do MIX RACK

Manutenção Preventiva do MIX RACK Manutenção Preventiva do MIX RACK a. Introdução Neste guia iremos demonstrar os processos para manutenção preventiva do módulo MIX RACK da linha Venue. Este sistema é composto basicamente de um Rack central

Leia mais

As cargas elétricas escoam do metal para o corpo humano e depois para o solo, pois todos são bons condutores --- R- C

As cargas elétricas escoam do metal para o corpo humano e depois para o solo, pois todos são bons condutores --- R- C 01-(UFPE-PE) Condutores são os materiais que permitem que as cargas (elétrons livres) se movimentem com facilidade no seu interior --- os metais, de uma maneira em geral, são bons condutores -- - assim,

Leia mais

FÍSICA. Questões de 01 a 04

FÍSICA. Questões de 01 a 04 GRUPO 1 TIPO A FÍS. 1 FÍSICA Questões de 01 a 04 01. Considere uma partícula presa a uma mola ideal de constante elástica k = 420 N / m e mergulhada em um reservatório térmico, isolado termicamente, com

Leia mais

Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA Prova Escrita de Física III A Professor: Jorge Pedraza Arpasi, SALA 325 - UNIPAMPA Alegrete

Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA Prova Escrita de Física III A Professor: Jorge Pedraza Arpasi, SALA 325 - UNIPAMPA Alegrete Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA Prova Escrita de Física III A Professor: Jorge Pedraza Arpasi, SALA 325 - UNIPAMPA Alegrete Nome: 1 Algumas instruções Na primeira questão marque com caneta com

Leia mais

CONSTRUINDO UMA PONTE TRELIÇADA DE PALITOS DE PICOLÉ

CONSTRUINDO UMA PONTE TRELIÇADA DE PALITOS DE PICOLÉ CONSTRUINDO UMA PONTE TRELIÇADA DE PALITOS DE PICOLÉ Objetivo do projeto. Neste projeto, você irá construir um modelo de ponte treliçada que já estará previamente projetada. Quando terminada a etapa construção,

Leia mais

Ivan Guilhon Mitoso Rocha. As grandezas fundamentais que serão adotadas por nós daqui em frente:

Ivan Guilhon Mitoso Rocha. As grandezas fundamentais que serão adotadas por nós daqui em frente: Rumo ao ITA Física Análise Dimensional Ivan Guilhon Mitoso Rocha A análise dimensional é um assunto básico que estuda as grandezas físicas em geral, com respeito a suas unidades de medida. Como as grandezas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA ELETRIZAÇÃO. Eletricidade

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA ELETRIZAÇÃO. Eletricidade UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA ELETRIZAÇÃO Eletricidade ELETROSTÁTICA Carga elétrica Força elétrica Campo elétrico Trabalho e potencial elétrico Capacitância eletrostática ELETRODINÂMICA Corrente

Leia mais

Empurra e puxa. Domingo, Gaspar reúne a família para uma. A força é um vetor

Empurra e puxa. Domingo, Gaspar reúne a família para uma. A força é um vetor A U A UL LA Empurra e puxa Domingo, Gaspar reúne a família para uma voltinha de carro. Ele senta ao volante e dá a partida. Nada. Tenta outra vez e nada consegue. Diz então para todos: O carro não quer

Leia mais

Carga Elétrica e Eletrização dos Corpos

Carga Elétrica e Eletrização dos Corpos ELETROSTÁTICA Carga Elétrica e Eletrização dos Corpos Eletrostática Estuda os fenômenos relacionados às cargas elétricas em repouso. O átomo O núcleo é formado por: Prótons cargas elétricas positivas Nêutrons

Leia mais

Aula de Véspera - Inv-2008

Aula de Véspera - Inv-2008 01. Um projétil foi lançado no vácuo formando um ângulo θ com a horizontal, conforme figura abaixo. Com base nesta figura, analise as afirmações abaixo: (001) Para ângulos complementares teremos o mesmo

Leia mais

(www.inpe.br/webelat/homepage/menu/el.atm/perguntas.e.respostas.php. Acesso em: 30.10.2012.)

(www.inpe.br/webelat/homepage/menu/el.atm/perguntas.e.respostas.php. Acesso em: 30.10.2012.) 1. (G1 - ifsp 2013) Raios são descargas elétricas de grande intensidade que conectam as nuvens de tempestade na atmosfera e o solo. A intensidade típica de um raio é de 30 mil amperes, cerca de mil vezes

Leia mais

UFMG - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

UFMG - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR UFMG - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Física Questão 01 Durante uma brincadeira, Rafael utiliza o dispositivo mostrado nesta figura para lançar uma bolinha horizontalmente. Nesse

Leia mais

Faça você mesmo: Instalação de LEDs nos botões do console

Faça você mesmo: Instalação de LEDs nos botões do console Faça você mesmo: Instalação de LEDs nos botões do console Tutorial gentilmente cedido pelo DJCRD dos Kadetteiros.com Campinas/Grande ABC/Alto Tietê. Pessoal, continuando o processo de troca das lâmpadas

Leia mais

ELETROSTÁTICA 214EE. Figura 1

ELETROSTÁTICA 214EE. Figura 1 1 T E O R I A 1. CARGA ELÉTRICA A carga elétrica é uma propriedade física inerente aos prótons e elétrons (os nêutrons não possuem esta propriedade) que confere a eles a capacidade de interação mútua.

Leia mais

9) (UFMG/Adap.) Nesta figura, está representado um bloco de peso 20 N sendo pressionado contra a parede por uma força F.

9) (UFMG/Adap.) Nesta figura, está representado um bloco de peso 20 N sendo pressionado contra a parede por uma força F. Exercícios - Aula 6 8) (UFMG) Considere as seguintes situações: I) Um carro, subindo uma rua de forte declive, em movimento retilíneo uniforme. II) Um carro, percorrendo uma praça circular, com movimento

Leia mais

DEPARTAMENTO DE FÍSICA FÍSICA

DEPARTAMENTO DE FÍSICA FÍSICA DEPARTAMENTO DE FÍSICA FÍSICA 5 a SÉRIE Ano lectivo 2008-09 1.Três cargas pontuais estão localizadas nos vértices de um triângulo equilátero como se mostra na gura. Calcule a força eléctrica que se exerce

Leia mais

MANUAL SUSPENSÃO MECÂNICA SENSOR DE ÂNGULO

MANUAL SUSPENSÃO MECÂNICA SENSOR DE ÂNGULO 2015 MANUAL SUSPENSÃO MECÂNICA SENSOR DE ÂNGULO SUSPENSÃO MECÂNICA SENSOR DE ÂNGULO Passo 1: O primeiro passo é determinar qual versão do Sensor de Ângulo foi incluído no seu kit. Existe uma versão Direita

Leia mais

O ELÉTRON QUEM SOU EU

O ELÉTRON QUEM SOU EU QUEM SOU EU Meu nome é elétron! Sou uma partícula muito pequena. Ninguém pode me ver. Mas estou em toda parte. Faço parte do ar, da água, do solo e do fogo. Nunca estou parado. Sou muito rápido. Gosto

Leia mais

V = 0,30. 0,20. 0,50 (m 3 ) = 0,030m 3. b) A pressão exercida pelo bloco sobre a superfície da mesa é dada por: P 75. 10 p = = (N/m 2 ) A 0,20.

V = 0,30. 0,20. 0,50 (m 3 ) = 0,030m 3. b) A pressão exercida pelo bloco sobre a superfície da mesa é dada por: P 75. 10 p = = (N/m 2 ) A 0,20. 11 FÍSICA Um bloco de granito com formato de um paralelepípedo retângulo, com altura de 30 cm e base de 20 cm de largura por 50 cm de comprimento, encontra-se em repouso sobre uma superfície plana horizontal.

Leia mais

CARGA ELÉTRICA E LEI DE COULOMB

CARGA ELÉTRICA E LEI DE COULOMB NOTA DE AULA PROF. JOSÉ GOMES RIBEIRO FILHO CARGA ELÉTRICA E LEI DE COULOMB 1. INTRODUÇÃO Quando você arrasta os sapatos ao caminhar sobre um carpete e depois segura uma maçaneta metálica, pode sentir

Leia mais

índice editorial / Claudio Monteiro Artigos

índice editorial / Claudio Monteiro Artigos índice editorial / Claudio Monteiro 3 Artigos Clepsydra de Camilo Pessanha Gustavo Rubim Cansei-me de tentar o teu segredo Cruzeiro Seixas Depois da luta da conquista [desenho] Cruzeiro Seixas Calçada

Leia mais

Tânia observa um lápis com o auxílio de uma lente, como representado nesta figura:

Tânia observa um lápis com o auxílio de uma lente, como representado nesta figura: PROVA DE FÍSICA QUESTÃO 0 Tânia observa um lápis com o auxílio de uma lente, como representado nesta figura: Essa lente é mais fina nas bordas que no meio e a posição de cada um de seus focos está indicada

Leia mais

ELETROSTÁTICA: EXERCÍCIOS

ELETROSTÁTICA: EXERCÍCIOS ELETROSTÁTICA: EXERCÍCIOS 1. (Uerj) Duas partículas de cargas +4Q e -Q coulombs estão localizadas sobre uma linha, dividida em três regiões I, II e III, conforme a figura abaixo. Observe que as distâncias

Leia mais

Código: FISAP Disciplina: Física Aplicada Preceptores: Marisa Sayuri e Rodrigo Godoi Semana: 05/11/2015 14/11/2015

Código: FISAP Disciplina: Física Aplicada Preceptores: Marisa Sayuri e Rodrigo Godoi Semana: 05/11/2015 14/11/2015 Código: FISAP Disciplina: Física Aplicada Preceptores: Marisa Sayuri e Rodrigo Godoi Semana: 05/11/2015 14/11/2015 1) Certo dia, uma escaladora de montanhas de 75 kg sobe do nível de 1500 m de um rochedo

Leia mais

POTENCIAL ELÉTRICO. por unidade de carga

POTENCIAL ELÉTRICO. por unidade de carga POTENCIAL ELÉTRICO A lei de Newton da Gravitação e a lei de Coulomb da eletrostática são matematicamente idênticas, então os aspectos gerais discutidos para a força gravitacional podem ser aplicadas para

Leia mais

Exercício 2 DNA e Eletroforese

Exercício 2 DNA e Eletroforese Exercício 2 DNA e Eletroforese Você já aprendeu sobre as enzimas de restrição e como elas clivam o DNA em fragmentos. Você também deve ter notado que, em alguns mapas de restrição, uma enzima pode produzir

Leia mais

Ciências E Programa de Saúde

Ciências E Programa de Saúde Governo do Estado de São Paulo Secretaria de Estado da Educação Ciências E Programa de Saúde 19 CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI PRAIA GRANDE SP Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de

Leia mais

Um momento, por favor

Um momento, por favor Um momento, por favor A UU L AL A Outro domingo! Novo passeio de carro. Dessa vez foi o pneu que furou. O pai se esforça, tentando, sem sucesso, girar o parafuso da roda. Um dos filhos então diz: Um momento,

Leia mais

Introdução à Eletrostática

Introdução à Eletrostática Nessa prática, vamos estudar os princípios básicos da eletrostática, como carga elétrica, formas de eletrizar um corpo, lei de Coulomb e poder das pontas, além de aplicações como o pára-raios e a gaiola

Leia mais

RESUMO 2 - FÍSICA III

RESUMO 2 - FÍSICA III RESUMO 2 - FÍSICA III CAMPO ELÉTRICO Assim como a Terra tem um campo gravitacional, uma carga Q também tem um campo que pode influenciar as cargas de prova q nele colocadas. E usando esta analogia, podemos

Leia mais

FONTES DE CAMPO MAGNÉTICO. Caracterizar e mostrar o campo magnético produzido por uma carga a velocidade constante.

FONTES DE CAMPO MAGNÉTICO. Caracterizar e mostrar o campo magnético produzido por uma carga a velocidade constante. FONTES DE CAMPO MAGNÉTICO META Aula 8 Caracterizar e mostrar o campo magnético produzido por uma carga a velocidade constante. Mostrar a lei da circulação de Ampère-Laplace e a lei de Biot-Savart. Estudar

Leia mais

FÍSICA 3ª Série LISTA DE EXERCÍCIOS/ELETROSTÁTICA Data: 20/03/07

FÍSICA 3ª Série LISTA DE EXERCÍCIOS/ELETROSTÁTICA Data: 20/03/07 1. O campo elétrico de uma carga puntiforme em repouso tem, nos pontos A e B, as direções e sentidos indicados pelas flechas na figura a seguir. O módulo do campo elétrico no ponto B vale 24V/m. O módulo

Leia mais

FUVEST 2000-2 a Fase - Física - 06/01/2000 ATENÇÃO

FUVEST 2000-2 a Fase - Física - 06/01/2000 ATENÇÃO ATENÇÃO VERIFIQUE SE ESTÃO IMPRESSOS EIXOS DE GRÁFICOS OU ESQUEMAS, NAS FOLHAS DE RESPOSTAS DAS QUESTÕES 1, 2, 4, 9 e 10. Se notar a falta de uma delas, peça ao fiscal de sua sala a substituição da folha.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL FÍSICA EXPERIMENTAL III

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL FÍSICA EXPERIMENTAL III UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL FÍSICA EXPERIMENTAL III Distribuição de Potencial e Campo Elétrico Conceitos: Potencial e Campo Elétricos Equipotenciais e

Leia mais

Problemas de eletricidade

Problemas de eletricidade Problemas de eletricidade 1 - Um corpo condutor está eletrizado positivamente. Podemos afirmar que: a) o número de elétrons é igual ao número de prótons. b) o número de elétrons é maior que o número de

Leia mais

Segurança, Equipamentos e Investigação Científica

Segurança, Equipamentos e Investigação Científica Segurança, Equipamentos e Investigação Científica Folha do Professor Resumo: O professor fará uma demonstração do que não se deve fazer no laboratório e os alunos tentarão adivinhar os erros. Em seguida,

Leia mais

Um pouco de história. Um pouco de história. Um pouco de história. Um pouco de história CORPOS ELETRIZADOS E NEUTROS CARGA ELÉTRICA

Um pouco de história. Um pouco de história. Um pouco de história. Um pouco de história CORPOS ELETRIZADOS E NEUTROS CARGA ELÉTRICA Um pouco de história O conhecimento de eletricidade data de antes de Cristo ~ 600 a.c. Ambar, quando atritado, armazena eletricidade William Gilbert em 1600 conseguiu eletrizar muitas substâncias diferentes

Leia mais

Atividades de Aprimoramento Física 2ª série do Ensino Médio (MODELO ENEM)

Atividades de Aprimoramento Física 2ª série do Ensino Médio (MODELO ENEM) Atividades de Aprimoramento Física 2ª série do Ensino Médio 01 - (G1 - ifce) Três esferas metálicas idênticas, A, B e C, se encontram isoladas e bem afastadas uma das outras. A esfera A possui carga Q

Leia mais

Aula 13 Eletrostática Vestibulares de SP

Aula 13 Eletrostática Vestibulares de SP 1. (Pucsp 2010) Considere quatro esferas metálicas idênticas, separadas e apoiadas em suportes isolantes. Inicialmente as esferas apresentam as seguintes cargas: Q A = Q, Q B = Q/2, Q C = 0 (neutra) e

Leia mais

1) Calcular, em m/s, a velocidade de um móvel que percorre 14,4Km em 3min. a) ( ) 70m/s b) ( ) 80 m/s c) ( ) 90m/s d) ( ) 60m/s

1) Calcular, em m/s, a velocidade de um móvel que percorre 14,4Km em 3min. a) ( ) 70m/s b) ( ) 80 m/s c) ( ) 90m/s d) ( ) 60m/s SIMULADO DE FÍSICA ENSINO MÉDIO 1) Calcular, em m/s, a velocidade de um móvel que percorre 14,4Km em 3min. a) ( ) 70m/s b) ( ) 80 m/s c) ( ) 90m/s d) ( ) 60m/s 2) Um avião voa com velocidade constante

Leia mais

capacitores antes de estudar o capítulo PARTE I

capacitores antes de estudar o capítulo PARTE I PARTE I Unidade B capítulo 12 capacitores seções: 121 Capacitor 122 Associação de capacitores 123 Energia potencial elétrica armazenada por um capacitor 124 Carga e descarga de um capacitor 125 Dielétricos

Leia mais

Os ícones que são usados nos desenhos de moldes estão dispostos na paleta na seguinte ordem:

Os ícones que são usados nos desenhos de moldes estão dispostos na paleta na seguinte ordem: Paleta de moldes Os ícones que são usados nos desenhos de moldes estão dispostos na paleta na seguinte ordem: A seguir, apresentam-se os comandos mais usados, indicando seu ícone correspondente, informação

Leia mais

Atividade de Recuperação- Física

Atividade de Recuperação- Física Atividade de Recuperação- Física 3º Ano- 1º Trimestre Prof. Sérgio Faro Orientação: Refazer os exemplos seguintes e resolver os demais exercícios no caderno e anotar eventuais dúvidas para esclarecimento

Leia mais

POTENCIAL ELÉTRICO E FORÇA ELÉTRICA

POTENCIAL ELÉTRICO E FORÇA ELÉTRICA POTENCIAL ELÉTRICO E FORÇA ELÉTRICA 1. No movimento de A para B (figura) ao longo de uma linha de campo elétrico, o campo realiza 3,94 x 10-19 J de trabalho sobre um elétron. Quais são as diferenças de

Leia mais

condutores em equilíbrio eletrostático. capacitância eletrostática

condutores em equilíbrio eletrostático. capacitância eletrostática PARTE I Unidade a 4 capítulo condutores em equilíbrio eletrostático capacitância seções: 41 Propriedades dos condutores em equilíbrio eletrostático 42 Capacitância de um condutor isolado 43 A Terra: potencial

Leia mais

1 P r o j e t o F u t u r o M i l i t a r w w w. f u t u r o m i l i t a r. c o m. b r

1 P r o j e t o F u t u r o M i l i t a r w w w. f u t u r o m i l i t a r. c o m. b r Exercícios Potencial Elétrico 01. O gráfico que melhor descreve a relação entre potencial elétrico V, originado por uma carga elétrica Q < 0, e a distância d de um ponto qualquer à carga, é: 05. Duas cargas

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2014

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2014 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 2ª Etapa 2014 Disciplina: Física Série: 3ª Professor (a): Marcos Vinicius Turma: FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

TC 1 UECE 2012 FASE 2. PROF.: Célio Normando

TC 1 UECE 2012 FASE 2. PROF.: Célio Normando TC 1 UECE 01 FASE PROF.: Célio Normando Conteúdo: Aritmética Ordem de Grandeza 1. Racionalizar o uso da água significa usá-la sem desperdício e considerá-la uma prioridade social e ambiental, para que

Leia mais

Saber calcular o fluxo elétrico e o campo elétrico através de uma superfície de contorno bem definida.

Saber calcular o fluxo elétrico e o campo elétrico através de uma superfície de contorno bem definida. Aula 5 LEI DE GAUSS META Mostrar a fundamental importância da lei de Gauss para a compreensão do campo elétrico e como essa lei facilita o desenvolvimento matemático de problemas complexos de eletricidade.

Leia mais

Valores eternos. MATÉRIA PROFESSOR(A) ---- ----

Valores eternos. MATÉRIA PROFESSOR(A) ---- ---- Valores eternos. TD Recuperação ALUNO(A) MATÉRIA Física I PROFESSOR(A) Raphael ANO SEMESTRE DATA 2º 1º Julho/2013 TOTAL DE ESCORES ESCORES OBTIDOS ---- ---- 1. Em um determinado local do espaço, existe

Leia mais

d) F 4 ; F 9 e F 16 e) 4F; 6F e 8F Dado: Lei de COULOMB F = K.Q Q d CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS - Vol. II 39

d) F 4 ; F 9 e F 16 e) 4F; 6F e 8F Dado: Lei de COULOMB F = K.Q Q d CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS - Vol. II 39 Aula n ọ 09 01. Em um experimento realizado em sala de aula, um professor de física mostrou duas pequenas esferas metálicas idênticas, suspensas por fios isolantes, em uma situação de atração. Na tentativa

Leia mais

Um capacitor não armazena apenas carga, mas também energia.

Um capacitor não armazena apenas carga, mas também energia. Capacitores e Dielétricos (continuação) Energia armazenada num capacitor Um capacitor não armazena apenas carga, mas também energia. A energia armazenada num capacitor é igual ao trabalho necessário para

Leia mais

Espelhos Esféricos Gauss 2013

Espelhos Esféricos Gauss 2013 Espelhos Esféricos Gauss 2013 1. (Unesp 2012) Observe o adesivo plástico apresentado no espelho côncavo de raio de curvatura igual a 1,0 m, na figura 1. Essa informação indica que o espelho produz imagens

Leia mais

Estações do Ano. Procedimentos com ArteVerão

Estações do Ano. Procedimentos com ArteVerão Estações do Ano Procedimentos com ArteVerão Faixas de Verão (3º Dia) Leia o livro da turma No Verão. Discuta brevemente as coisas que acontecem no verão. Depois distribua folhas de papel branco para que

Leia mais

Aula 2_1. Lei de Gauss I. Física Geral e Experimental III Prof. Cláudio Graça Capítulo 3

Aula 2_1. Lei de Gauss I. Física Geral e Experimental III Prof. Cláudio Graça Capítulo 3 Aula 2_1 Lei de Gauss I Física Geral e xperimental III Prof. Cláudio Graça Capítulo 3 Conceito de Fluxo do campo elétrico Fluxo do campo elétrico num campo uniforme Suponhamos uma superfície plana de área

Leia mais

Tópico 8. Aula Prática: Sistema Massa-Mola

Tópico 8. Aula Prática: Sistema Massa-Mola Tópico 8. Aula Prática: Sistema Massa-Mola. INTRODUÇÃO No experimento anterior foi verificado, teoricamente e experimentalmente, que o período de oscilação de um pêndulo simples é determinado pelo seu

Leia mais

Laboratório 7 Circuito RC *

Laboratório 7 Circuito RC * Laboratório 7 Circuito RC * Objetivo Observar o comportamento de um capacitor associado em série com um resistor e determinar a constante de tempo do circuito. Material utilizado Gerador de função Osciloscópio

Leia mais

SERÁ NECESSÁRIA UMA FORÇA PARA

SERÁ NECESSÁRIA UMA FORÇA PARA Ano Lectivo 2010/2011 Professora Fátima Pires FÍSICO-QUÍMICA SERÁ NECESSÁRIA UMA FORÇA PARA QUE UM CORPO SE MOVA? Avaliação: Professora: Observações: 11ºB «Será necessária uma força para que um corpo se

Leia mais

PROCESSO SELETIVO TURMA DE 2010 FASE 1 PROVA DE FÍSICA E SEU ENSINO

PROCESSO SELETIVO TURMA DE 2010 FASE 1 PROVA DE FÍSICA E SEU ENSINO PROCESSO SELETIVO TURM DE 2010 FSE 1 PROV DE FÍSIC E SEU ENSINO Caro professor, esta prova tem 4 (quatro) questões, com valores diferentes indicados nas próprias questões. Duas das questões são objetivas,

Leia mais

sendo as componentes dadas em unidades arbitrárias. Determine: a) o vetor vetores, b) o produto escalar e c) o produto vetorial.

sendo as componentes dadas em unidades arbitrárias. Determine: a) o vetor vetores, b) o produto escalar e c) o produto vetorial. INSTITUTO DE FÍSICA DA UFRGS 1 a Lista de FIS01038 Prof. Thomas Braun Vetores 1. Três vetores coplanares são expressos, em relação a um sistema de referência ortogonal, como: sendo as componentes dadas

Leia mais

EDITORIAL MODULO - WLADIMIR

EDITORIAL MODULO - WLADIMIR 1. Como funciona a Máquina de Xerox Quando se inicia a operação em uma máquina de Xerox, acende-se uma lâmpada, que varre todo o documento a ser copiado. A imagem é projetada por meio de espelhos e lentes

Leia mais

Fundamentos do Eletromagnetismo (FEMZ4)

Fundamentos do Eletromagnetismo (FEMZ4) Fundamentos do Eletromagnetismo (FEMZ4) Aulas (período diurno): 3as-feiras: Três aulas de teoria 5as.-feiras: Duas aulas de laboratório Conteúdo: Campos Magnéticos. Forças Magnéticas. Leis de Maxwell:

Leia mais

Cap. 7 - Fontes de Campo Magnético

Cap. 7 - Fontes de Campo Magnético Universidade Federal do Rio de Janeiro Instituto de Física Física III 2014/2 Cap. 7 - Fontes de Campo Magnético Prof. Elvis Soares Nesse capítulo, exploramos a origem do campo magnético - cargas em movimento.

Leia mais

Magnetismo: Campo Magnético

Magnetismo: Campo Magnético INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA PARAÍBA Campus Princesa Isabel Magnetismo: Campo Magnético Disciplina: Física III Professor: Carlos Alberto Aurora Austral Polo Sul Aurora Boreal Polo

Leia mais

Professora FLORENCE. Resposta: Resposta: Página 1

Professora FLORENCE. Resposta: Resposta: Página 1 1. (Uftm 2012) Em uma festa infantil, o mágico resolve fazer uma demonstração que desperta a curiosidade das crianças ali presentes. Enche uma bexiga com ar, fecha-a, e, a seguir, após esfregá-la vigorosamente

Leia mais

grandeza do número de elétrons de condução que atravessam uma seção transversal do fio em segundos na forma, qual o valor de?

grandeza do número de elétrons de condução que atravessam uma seção transversal do fio em segundos na forma, qual o valor de? Física 01. Um fio metálico e cilíndrico é percorrido por uma corrente elétrica constante de. Considere o módulo da carga do elétron igual a. Expressando a ordem de grandeza do número de elétrons de condução

Leia mais

EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARALELA 4º BIMESTRE

EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARALELA 4º BIMESTRE EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARALELA 4º BIMESTRE NOME Nº SÉRIE : 1º EM DATA : / / BIMESTRE 3º PROFESSOR: Renato DISCIPLINA: Física 1 VISTO COORDENAÇÃO ORIENTAÇÕES: 1. O trabalho deverá ser feito em papel

Leia mais

(Desconsidere a massa do fio). SISTEMAS DE BLOCOS E FIOS PROF. BIGA. a) 275. b) 285. c) 295. d) 305. e) 315.

(Desconsidere a massa do fio). SISTEMAS DE BLOCOS E FIOS PROF. BIGA. a) 275. b) 285. c) 295. d) 305. e) 315. SISTEMAS DE BLOCOS E FIOS PROF. BIGA 1. (G1 - cftmg 01) Na figura, os blocos A e B, com massas iguais a 5 e 0 kg, respectivamente, são ligados por meio de um cordão inextensível. Desprezando-se as massas

Leia mais

Atira mais em cima! O pessoal está reunido na casa de Gaspar e

Atira mais em cima! O pessoal está reunido na casa de Gaspar e A U A UL LA Atira mais em cima! O pessoal está reunido na casa de Gaspar e Alberta. O almoço acabou e todos conversam em torno da mesa. - Eu soube que você está interessado em ótica - diz Gaspar a Ernesto.

Leia mais

LISTA 10 INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA

LISTA 10 INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA 1. (Ufmg 95) Esta figura mostra uma espira retangular, de lados a = 0,20 m e b = 0,50 m, sendo empurrada, com velocidade constante v = 0,50 m/s, para uma região onde existe um campo magnético uniforme

Leia mais

Um introdução. Guia do Workshop INSPIRAÇÃO IDEAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO. O Processo de Design. O Curso para o Design Centrado no Ser Humano

Um introdução. Guia do Workshop INSPIRAÇÃO IDEAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO. O Processo de Design. O Curso para o Design Centrado no Ser Humano Guia do Workshop INSPIRAÇÃO IDEAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO O Processo de Design Vamos começar! Nós sabemos por experiência que o único jeito de aprender o design centrado no ser humano é aplicando-o. Por isso,

Leia mais

Física. Pré Vestibular / / Aluno: Nº: Turma: ENSINO MÉDIO

Física. Pré Vestibular / / Aluno: Nº: Turma: ENSINO MÉDIO Pré Vestibular ísica / / luno: Nº: Turma: LEIS DE NEWTON 01. (TEC daptada) Dois blocos e de massas 10 kg e 20 kg, respectivamente, unidos por um fio de massa desprezível, estão em repouso sobre um plano

Leia mais

Experimento 2: CONDUTIVIDADE ELÉTRICA DE ALGUNS MATERIAIS

Experimento 2: CONDUTIVIDADE ELÉTRICA DE ALGUNS MATERIAIS PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID/UNICAMP Experimento 2: CONDUTIVIDADE ELÉTRICA DE ALGUNS MATERIAIS Professores responsáveis: Prof. Dr. Adriana Vitorino Rossi Prof. Márcia Zanchetta

Leia mais

UNIDADE 10 ESTUDOS DE MECÂNICA - INÍCIO LISTA DE EXERCÍCIOS

UNIDADE 10 ESTUDOS DE MECÂNICA - INÍCIO LISTA DE EXERCÍCIOS INTRODUÇÃO À FÍSICA turma MAN 26/2 profa. Marta F. Barroso UNIDADE 1 LISTA DE EXERCÍCIOS UNIDADE 1 ESTUDOS DE MECÂNICA - INÍCIO Exercício 1 Movendo-se com velocidade constante de 15 m/s, um trem, cujo

Leia mais

NOME: Nº. ASSUNTO: Recuperação Final - 1a.lista de exercícios - Comentada VALOR: 13,0 NOTA:

NOME: Nº. ASSUNTO: Recuperação Final - 1a.lista de exercícios - Comentada VALOR: 13,0 NOTA: NOME: Nº 2 o ano do Ensino Médio TURMA: Data: 11/ 12/ 12 DISCIPLINA: Física PROF. : Petrônio L. de Freitas ASSUNTO: Recuperação Final - 1a.lista de exercícios - Comentada VALOR: 13,0 NOTA: INSTRUÇÕES (Leia

Leia mais

Lista de Exercícios - Unidade 8 Eu tenho a força!

Lista de Exercícios - Unidade 8 Eu tenho a força! Lista de Exercícios - Unidade 8 Eu tenho a força! Forças 1. (UFSM 2013) O uso de hélices para propulsão de aviões ainda é muito frequente. Quando em movimento, essas hélices empurram o ar para trás; por

Leia mais

Um carro está andando ao longo de uma estrada reta e plana. Sua posição em função do tempo está representada neste gráfico:

Um carro está andando ao longo de uma estrada reta e plana. Sua posição em função do tempo está representada neste gráfico: PROVA DE FÍSICA QUESTÃO 0 Um carro está andando ao longo de uma estrada reta e plana. Sua posição em função do tempo está representada neste gráfico: Sejam v P, v Q e v R os módulos das velocidades do

Leia mais

Como erguer um piano sem fazer força

Como erguer um piano sem fazer força A U A UL LA Como erguer um piano sem fazer força Como vimos na aula sobre as leis de Newton, podemos olhar o movimento das coisas sob o ponto de vista da Dinâmica, ou melhor, olhando os motivos que levam

Leia mais