RUMO AO OESTE. Etienne Lavigne, Director do Dakar

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RUMO AO OESTE. Etienne Lavigne, Director do Dakar"

Transcrição

1 RUMO AO OESTE Praticamente com 28 anos cumpridos, o Dakar mantém o vigor da sua juventude e apresenta a maturidade necessária para assegurar o futuro. Um passado rico, movimentado e recheado de aventuras, bem como uma capacidade de se adaptar ao seu tempo e aos homens deste tempo, fazem dele um grande acontecimento desportivo. Para dar continuidade a esta experiência, constituímos uma nova equipa. As provas de entusiasmo e de dinamismo, que nos vem dando, não enganam. Simultaneamente apaixonados e com devoção, os homens que, ao meu lado, estão encarregues de preparar a competição são autênticos fieis depositários do espírito e dos valores deste rali raid. Stéphane Le Bail, co-piloto e batedor de renome no mundo dos ralis raid, coloca ao serviço do Dakar o seu conhecimento exímio de África, na qualidade de responsável no sector de automóveis. A sua nova perspectiva sobre a prova e a vontade de descoberta, contribuirão para a elaboração de um percurso surpreendente. Para a corrida de motos, o contributo do novo responsável desportivo, David Castera, terceiro classificado em 1977, será também essencial. Atento às exigências dos motards, contribuirá para assegurar o equilíbrio indispensável entre todas as categorias de concorrentes. Depois da Espanha, de onde se deu por quatro vezes o arranque do rali, a caravana descobrirá este ano Portugal e em particular a sua capital, Lisboa. Para além da doçura da cidade-branca, serão tocados pela tradição dos desportos mecanizados entre os portugueses. O circuito do Estoril, onde o Campeonato do Mundo de Fórmula-1 fez durante muitos anos etapa e as Bajas de Portugal, Portalegre e 24 Horas TT, cujos percursos poderão inspirar uma especial para o Dakar, são nomes com significado para todos os apaixonados. O encontro com África, anuncia-se de seguida tão intenso quanto o exige o rali. Em Marrocos, na Mauritânia, no Mali, na Guiné (que já não visitávamos desde 1996), ou no Senegal, a edição 2006 reserva uma batalha desportiva de elevado nível, bem como um encadeamento de paisagens ricas e harmoniosas. Um novo mergulho num continente que tanto nos inspira. Etienne Lavigne, Director do Dakar

2 O PERCURSO PORTUGAL tempo de descoberta As primeiras horas do rali serão caracterizadas pelo signo da descoberta. Se o Dakar já não explorava território desconhecido desde 2000, Portugal pasará este ano a ser o 24.º país atravessado pelo rali. Pela sua localização geográfica, que o coloca numa situação de traço de união privilegiado entre a Europa e África, Portugal tinha naturalmente a vocação para acolher o Dakar. O entusiasmo patenteado pelos representantes da cidade de Lisboa e a apetência que os seus habitantes têm pelo fenómeno desportivo, como ficou patente no último Europeu de futebol, prometem a todos dias de verificações animados. A partida de Portugal reserva aos pilotos uma prova apetecível desde os primeiros dias. Os que participaram nas Bajas portuguesas sabem-no: aí podem ser disputadas verdadeiras provas de classificação. Os candidatos à vitória devem estar preparados logo a partir dos primeiros metros. Após a passagem em 2005 da caravana do Dakar no país vizinho, os portugueses terão este ano a ocasião de apoiar em casa as equipas no seu trajecto em direcção a África. 28, 29 & 30 Dezembro Verificações administrativas e Técnicas 31 Dezembro Briefing - Primeira etapa 1 a 14 Janeiro Travessia de Portugal, Espanha, Marrocos, Mauritânia, Mali, Guiné e Senegal 15 Janeiro Chegada a Dakar - Distribuição de Prémios MARROCOS MAURITÂNIA areia, todas as areias Transição ideal para uma entrada progressiva em África, Marrocos oferece aos concorrentes todas as configurações de terreno que podem esperar ao longo do rali. Explorando um pouco mais em detalhe o potencial do deserto marroquino, as especiais programadas exigirão desde logo às equipas qualidades e resistência. A passagem na Mauritânia, que será feita de uma forma mais directa, terá nas passagens das dunas a sua parte mais interessante. Aqui, as alterações regulamentares introduzidas este ano deverão permitir aos amadores mais apetrechados arranhar os profissionais num percurso que vai exigir muita navegação. MALI GUINÉ SENEGAL cor tropical Para os concorrentes, a entrada na África negra conjuga o prazer de condução e o reencontro com as populações. Em ligação, na especial ou no acampamento, a atmosfera geral altera-se, o mesmo sucedendo aos terrenos propostos. Se o tempo da areia já pertence DAKAR em nome da Teranga A capital senegalesa, símbolo de missão cumprida para a maioria dos concorrentes proporciona em cada chegada uma ilustração vibrante da noção de Teranga, uma disposição de hospitalidade partilhada ao longo de todo o país. ao passado, as dificuldades de navegação mantêmse em função das numerosas mudanças de direcção. E a Guiné acrescentará ao Lisboa-Dakar 2006 paisagens variadas com uma vegetação densa e numerosas passagens em charcos. A etapa final do Lac Rose, prestigiosa para o seu vencedor, apesar de não decisiva para a classificação geral, perpetua a tradição.

3 OS CONCORRENTES (Dados Dakar 2005) Um elenco internacional: 39 nacionalidades à partida Uma prova em permanente renovação com mais de 30% em estreia na prova 80% amadores e 20% profissionais À partida À chegada Veículos de prova Motos (entre as quais 1 side car e 6 quads) Automóveis Camiões Assistências Veículos Imprensa e TV 34 - Proveniência dos concorrentes em prova Europa Ocidental: 627 pessoas França Espanha Bélgica Itália Holanda Grã-Bretanha Alemanha Suíça Andorra Áustria... 6 Mónaco... 4 Dinamarca... 3 Suécia... 3 Portugal... 3 Noruega... 3 Irlanda... 3 Croácia... 2 Finlândia... 2 Grécia Europa de Leste: 57 pessoas Hungria Rep. Checa Rússia Polónia... 3 Letónia Estónia... 2 Roménia... 2 Américas: 22 pessoas EUA Brasil... 5 Chile... 2 Canadá... 1 México... 1 Argentina... 1 África e Médio Oriente: 20 pessoas Senegal... 7 Tunísia... 3 Costa do Marfim... 3 África do Sul... 2 Qatar... 1 Togo... 1 Argélia...1 Arábia Saudita... 1 Ásia: 29 pessoas Japão Austrália... 6 China... 4 Tailândia... 2

4 NOVIDADES DESPORTIVAS As alterações regulamentares introduzidas na edição de 2006 tiveram por base a vontade permanente de melhorar a segurança dos concorrentes e das populações. Para além deste objectivo prioritário, alguma medidas permitirão animar a competição, permitindo principalmente a todas as equipas a possibilidade de tirarem partido das suas capacidades e intuição em matéria de navegação. O dispositivo agora introduzido terá como objectivo diminuir as das diferenças entre os pilotos profissionais e os amadores. As medidas que abaixo se detalham estão dependentes da elaboração de novas regulamentações por parte da FIA e da FIM, que procedem actualmente à sua análise. Todavia, a A.S.O. poderá ter de adaptar essas disposições regulamentares às especificidades du Dakar especificações do Dakar e ao equilíbrio entre as performances dos profissionais e dos amadores. O Dakar não é uma corrida de velocidade. Num rali raid, as qualidades exigidas são também as de resistência dos homens e das máquinas, as aptidões de navegação e as técnicas de passagem de dunas. MEDIDAS APLICÁVEIS A TODAS AS CATEGORIAS VELOCIDADE controlada para todos A velocidade máxima para camiões e motos passa a ser de 150 Km/h Esta medida, já aplicada em 2005 aos camiões, De uma forma geral, ela introduzirá novas relações limita em primeira lugar os riscos de acidentes a de concorrência entre as marcas e relançará a grandes velocidades, que são potencialmente os competição entre profissionais e amadores. mais perigosos. Para os automóveis, a A.S.O. está a estudar a Esta limitação diz respeito igualmente às motos, possibilidade de impor uma velocidade máxima em permitindo a diminuição de diferenças entre as todas ou em partes de especiais que apresentem 450 cm3 e as cilindradas mais elevadas. riscos específicos a velocidades muito elevadas. CONTROLO de velocidade O limite mantém-se fixado em 50 Km/h. As modalidades de controlo serão idênticas em 2006: os GPS registarão cada excesso através de um sinal visual, sendo os comissários de prova avisados desse excesso de velocidade à chegada do concorrente ao acampamento. Estas regras aplicamse igualmente aos veículos da Imprensa e da Organização. LOCALIZAÇÃO dos concorrentes O Iritrack é um novo sistema de tracking que permite por um lado melhorar a segurança dos concorrentes e por outro constituir uma ferramenta de comunicação. Permite seguir em tempo real as posições e a evolução dos concorrentes, garantindo deste modo uma melhor visibilidade da corrida. Testado quando do Dakar 2005 em meia centena de viaturas, a sua eficácia foi aprovada, pelo que o tracking será obrigatório para todos os veículos em competição. O tracking e a segurança dos concorrentes As informações são transmitidas em tempo real à Direcção de Prova. Em caso de problema, o concorrente pode ser localizado pela organização e esta falar comele à distância. Poderá fazer então accionar / pedir auxílio de urgência ou dar conta de uma situação de fadiga. A transmissão da informação faz-se pelo envio de um alarme / ou um contacto telefónico com a Direcção de Prova ou de maneira automática: em caso de um choque brutal ou de uma paragem prolongada do veículo, o sistema transmite uma mensagem de alarme à Direcção de Prova com a posição do veículo. O tracking como ferramenta de comunicação Seguidas em tempo real no site a localização dos concorrentes. Possibilidade de estender esta faculdade aos sítios pessoais dos concorrentes. Opção MEDIA+: envio de SMS, de via Internet indicando as horas de passagem nos CP, CH (partida e chegada)...

5 AVISADOR de ultrapassagem O sistema Sentinel será obrigatório para todos os concorrentes em prova. Avisar de segurança, destinado a facilitar as ultrapassagens entre automóveis, motos e camiões, o Sentinel está acoplado à buzina do veículo que pretende ultrapassar. A informação é transmitida numericamente ao veículo a ser passado até 150 metros em terreno aberto. O piloto do veículo a ser ultrapassado é avisado de uma maneira sonora e luminosa. O Sentinel possui igualmente um potente alarme (até 500 metros em terreno aberto) que avisa a ocorrência de um acidente ou que um veículo está imobilizado sem estar visível. Produz-se então uma sequência sonora e luminosa em todos os veículos que se aproximem do local do acidente ou do sítio onde o veículo está atascado por detrás de uma duna. NAVEGAÇÃO O corredor obrigatório de 6,6 Km (3,3 Km de cada lado do eixo ideal) será alargado para 10 Km em determinadas etapas. Mas este corredor deixará de aparecer no écran do GPS. Os concorrentes afastados terão sempre a possibilidade de tornar visível esse corredor com o auxílio de um código de desbloqueamento. A utilização deste código será penalizada, sendo interdita aos 20 primeiros concorrentes de cada categoria. ORDENS DE PARTIDA As ordens de partida variarão em função do perfil das etapas. Nalgumas especiais, os concorrentes partirão pela ordem inversa de classificação da véspera. Os últimos partirão por primeiro e conduzirão menos de noite. Se terão de traçar o seu rumo, ficam com a vantagem de dispor de um terreno virgem e rolante. Com os mais rápidos a recuperar terreno, o pelotão fica menos alongado. Esta regra será unicamente aplicada nas especiais em que as ultrapassagens sejam facilitadas pela configuração da pista. PERCURSO O percurso 2006 comportará uma ou mais «Etapas Maratona», ou seja, com colocação dos veículos em parque fechado à chegada ao acampamento. A presença dos veículos de assistência não será autorizada nalgumas etapas: «etapas sem assistência». Essas etapas obrigarão os concorrentes a gerir o seu esforço ao longo de dois dias, devendo redobrar a prudência e poupar os seus veículos. EQUIPA desportiva Responsável desportivo nos automóveis: Stéphane Le Bail. Navegador experimentado, participou em inúmeros ralis durante os últimos 10 anos (co-piloto, batedor, reconhecimentos...) Batedor nas provas da Taça do Mundo de ralis TT, colocará à disposição de todos o seu conhecimento da competição automóvel e as suas competências de navegador para conceber o percurso. Responsável desportivo nas motos: David Castera. Inscrito por cinco vezes no Dakar em moto (3.º em 1997). Durante os reconhecimentos será responsável por se assegurar da conformidade do percurso com as exigências das motos. Colaborará ainda na actualização do regulamento desportivo de 2006.

6 ESPECIFICIDADES MOTOS, AUTOMÓVEIS, ASSISTÊNCIAS MOTOS Manutenção das classes acima de 450 cm3 A autonomia passa de 350 km para 250 km. Os concorrentes poderão equiparse com um reservatório de menores dimensões. O ganho de peso das máquinas será de cerca de 20 Kg, o que torna as motos mais maneáveis. Para mais, as paragens mais frequentes para reabastecimento com uma pausa de 15 minutos permitirão aumentar o tempo de recuperação. Protecções: a utilização de protecções dorsais e ventrais passa a ser obrigatória. AUTOMÓVEIS, 2 rodas motrizes diâmetro máximo das rodas está limitado a 945mm. enchimento/esvaziamento automático dos pneus é autorizado. Manutenção do restritor de 37,2 mm. ASSISTÊNCIAS Após as alterações do regulamento desportivo em 2005, a equipa do A.S.O. irá dedicar-se este ano à reformulação do regulamento de assistências. A publicação do regulamento será feita em Setembro de ESTÁGIO DAKAR, atreva-se na grande aventura ao nosso lado Antes de tomar parte na prova, é conveniente no caso de se tratar da primeira participação ou para os que querem preencher algumas lacunas ou melhorar os seus conhecimentos dominar os truques e as astúcias que lhe permitirão chegar ao fim desta aventura. Pelo terceiro ano consecutivo, a equipa organizadora do rali propõe-se acompanhar os concorrentes na concretização pessoal e desportiva do seu desafio com os estágios Dakar. Este estágio, que se destina aos concorrentes de todas as categorias, é altamente recomendado nas primeiras participações. Sob a orientação de pilotos experimentados e profissionais de reconhecida competência, apreenderão as bases da navegação, da leitura de um caderno de itinerários, da utilização de um GPS UNIK, aproveitarão os conselhos essenciais em termos de condução, de passagem de dunas e igualmente em termos de preparação física. Ao longo de um período de dois dias, serão organizados em 2005 dois estágios Dakar. Quem neles participar colocará do seu lado todas as hipóteses de sucesso. Local: Issy les Moulineaux Datas: Estágio motos : 17 e 18 de Setembro de 2005 Estágio automóveis: 24 e 25 de Setembro de 2005 Número máximo de lugares: 24 por estágio Preço: 50 para as primeiras participações 600 para os concorrentes que já tenham participado no Dakar.

7 CONDIÇÕES DE INSCRIÇÃO Os concorrentes deverão pagar uma inscrição para o veículo para além da inscrição do ou dos pilotos. A taxa de inscrição por pessoa manteve-se inalterável. Os preços para os veículos sofreram um aumento na medida em que repercutem a inclusão do Iritrack e do Sentinel. As datas das tranches foram modificadas: o prazo para a primeira tranche é agora 18 de Julho. O fecho das inscrições mantém-se a 15 de Novembro. O A.S.O. é a única autoridade competente para limitar o número máximo de concorrentes admitidos em cada categoria. O número máximo de concorrentes por categoria será comunicado a partir de 1 de Setembro. MOTOS Valor moto : Taxa de inscrição por pessoa : de 01/06 a 18/07 (tarifa reservada a amadores) de 19/07 a 15/11. AUTOMÓVEIS, CAMIÕES EM PROVA Valor veículo : automóvel : camião 4x4 : camião 6x6 : Taxa de inscrição por pessoa : de 01/06 a 18/07 (tarifa reservada a amadores) de 19/07 a 15/11. VEÍCULOS DE ASSISTÊNCIA Valor veículo : assistência auto : assistência camião 4x4 : assistência camião 6x6 : Taxa de inscrição por pessoa : de 01/06 a 15/ de 16/09 a 15/11. OS TROFÉUS O Dakar é uma competição em que 80% dos participantes são amadores, que medem forças com os profissionais da modalidade. Para além das propostas de auxílio para encontrar patrocinadores, dos regulamentos que colocam ao seu dispor possibilidades vedadas aos profissionais, dos estágios Dakar, o A.S.O. propõe ainda as seguintes medidas: Troféu 1.ª participação Pelo sexto ano será elaborada uma classificação especial reservada às equipas amadoras (automóveis e motos) que participem pela primeira vez no Dakar, para além das restantes classificações. O montante total dos prémios do «Troféu 1.ª participação» eleva-se a Prémio de chegada, reservado a amadores O valor total dos prémios distribuídos pelo A.S.O. é de Sendo a classificação geral e a classificação na categoria ganhas invariavelmente por profissionais, foram criados prémios aliciantes para as classificações ao grupo e à classe, recompensado exclusivamente os amadores. O seu valor total eleva-se a Assistência para os motards O A.S.O. dará a possibilidade aos pilotos de motos amadores de transportarem uma caixa e duas rodas. Pelo terceiro ano, um conselheiro na área de motos estará igualmente presente no avião de assistência moto para ajudar e aconselhar os concorrentes amadores. Troféus Total e Elf O troféu Total de Fair Play No final de cada etapa, esta distinção, dotada de um prémio de 1 000, será atribuída a um concorrente que o mereça, seja qual for a sua categoria. Coragem, perseverança, entreajuda, desportivismo... são alguns dos valores aqui recompensados. O troféu Elf Moto permite aos pilotos das motos que nele se inscrevam beneficiar de uma dotação de produtos, de uma assistência logística e técnica. No final da competição é distribuído um prémio de dividido pelos 5 primeiros.

8 UMA MEDIATIZAÇÃO MUITO FORTE Artigos na Imprensa de todos os continentes Em 2005, mais de 780 representantes dos meios de Comunicação provenientes dos 5 continentes (25 nacionalidades representadas) foram acreditados durante as 3 semanas do rali, de forma permanente ou diária entre as quais : 130 representantes dos Media (Imprensa escrita, rádios e fotógrafos) foram acreditados para o rali 100 elementos representando 22 canais estrangeiros de TV foram acreditados para a totalidade da prova. Mais de 440 representantes dos meios de Comunicação foram acreditados apenas para a Grande Partida. Em França mais de artigos foram consagrados ao Dakar no período compreendido entre 20/12 e 01/02. Essa publicação representa uma difusão acumulada de 186 milhões de exemplares. Nacionalidades : 25 Bélgica, Brasil, China, Croácia, Espanha, Hungria, Japão, Holanda, Rússia, Senegal, República Checa, França, África do Sul, Grã-Bretanha, Itália, EUA, Polónia, Alemanha, Letónia, Portugal, Suíça, Finlândia, Grécia, Suécia e Turquia. Meios cada vez mais representativos Os meios presentes ao longo do rali são cada vez mais numerosos. São, no seu conjunto, meios diários nacionais, cuja expressão nacional e internacional é importante: Imprensa diária nacional : Itália : La Gazzetta, Espanha : Marca, AS, Bélgica : La Dernière Heure, França : Le Parisien, L Equipe, Japão : Tokyo Chunichi Sport, China : Titan Sport, Senegal : Le Soleil, Holanda : De Telegraaf, Algemeen Dagblad, Spits, Hungria : Nemzetti Sport Rádio : RMC, RFI, France Info, RTL, Europe 1, RTL 2, Catalunya Radio (Espanha), Radio Zurnal (Rep. Checa) Agências de Informação & foto : AFP texto, AFP foto, DPPI, Maindru Photo, NPA Uma presença acrescida do rali nas ondas da rádio Em 2005, a prova foi objecto de intervenções representando perto de 54 horas de difusão nas ondas das rádios. Rádio N.º Intervenções Difusão(hora) France Info :11 :43 RMC :51 :14 RFI :52 :21 Europe :56 :49 RTL :18 :56 France Inter :37 :00 France Bleu :08 :34 France Bleu région :27 :58 RTL :27 :50

9 AS TRANSMISSÕES DA TV 84 canais difundiram programas dedicados ao Rali e isto em 187 países horas de difusão (400 em 2004), ou seja, um aumento de 30% Uma cobertura cada vez mais importante O aumento da cobertura TV ficou a dever-se por um lado a um crescimento do número de difusores, muito em especial no continente Sul-Americano (9 países novos cobertos, entre os quais o México e a Argentina), na Ásia e na Europa de Leste, e, por outro, a uma maior cobertura por parte dos canais habituais. Os canais de TV alargam a sua cobertura para responder a um interesse crescente do público : Holanda : Programa diário de 50 minutos Alemanha : Presença em todos os journais televisivs & emissões de divertimento do grande público. Uma centena de membros de canais franceses e estrangeiros (+ 25% vs Portugal, Espanha, Alemanha, Itália, Holanda, Hungria, Noruega, Polónia, Senegal, Líbano, Qatar, China, Japão, Brasil, Tailândia, EUA), personalizaram o programa internacional dando outro ênfase à participação dos concorrentes da sua nacionalidade. Cobertura na Europa Difusão Audiência Média** Cobertura*** France Télévisions* 21h 29 min % - 45 milhões ind. Eurosport 44h 4 min milhões ind. Itália (Sport Italia)* 20h 45 min % - 45 milhões ind. Espanha (TVE)* 11h 31 min % - 36 milhões ind. Alemanha (ZDF)* 4h 27 min % - 43 milhões ind. Grã-Bretanha (BBC)* 50 minutos % - 11 milhões ind. * no conjunto de canais de TV difundidos no território exceptuando o Eurosport ** número de pessoas em média diante dos seus écrans a cada instante dos programas *** número de indivíduos diferentes que viram pelo menos uma vez o Daka UM SÍTIO INTERNET EM CONTÍNUA Evolução da frequência do sítio

10 OS PAÍSES AFRICANOS MARROCOS : ENTRAR EM ÁFRICA Incontornável aliado histórico do Dakar, Marrocos simboliza sobretudo a entrada em África para todos os concorrentes, a passagem pelas primeiras pistas traiçoeiras. Como consequência, os pilotos devem impor aí uma vigilância a todo o instante, porque as desilusões podem ser brutais. Em 2004, Ari Vatanen, que tinha acabado de chegar ao 3º lugar da classificação geral graças à sua 50ª vitória em especiais, na de Er Rachidia, saíu de Marrocos dois dias mais tarde com mais de três horas de atraso sobre o futuro vencedor, Stéphane Peterhansel. População : 30,1 milhões Superfície : km² Capital : Rabat Ponto mais alto : Jebel Toubkal, 4165 m Principais cidades : Casablanca, Tânger, Fez, Marrakech, Agadir, Ouarzazate As glórias do desporto marroquino : Larbi Ben Barek, Aziz Bouderbala, Abdelkrim Merry «Krimau», Mustafa Hadji (futebol), Saïd Aouita, Nawal El Moutawakel, Hicham El Guerrouj (atletismo), Hicham Arazi, Younes El Aynaoui (ténis) O Dakar em Marrocos - 10 passagens :1993, 1994, 1995, 1996, 1998, 1999, 2001, 2002, 2004, etapas Cidades-etapa tradicionais : Tânger, Er Rachidia, Rabat, Ouarzazate, Agadir, Tan-Tan MAURITÂNIA : DESERTO COMO REFERÊNCIA A travessia da Mauritânia é sempre um ponto de viragem no desenrolar do Dakar. Tudo se pode decidir nas areias mauritânias que acolhem o rali com calor desde As suas paisagens tormentosas, sublimes e estonteantes não devem fazer esquecer os concorrentes que precisam antes de tudo de se concentrar na navegação. De Atar a Nouakchott, passando por Nema ou Ayoun-El-Atrous, as diferenças contabilizam-se já em horas, as desilusões abatem-se sobre os homens da frente. Em 2004, por exemplo, foi em Tidjikja, depois de se ter perdido ao longo de mais de uma hora, que Cyril Despres compreendeu que os seus sonhos de vitória final só se poderiam realizar noutra edição. População : 2,6 millhões Superfície : km² Capital : Nouakchott Ponto mais alto : Kediet Ijill, 915 m Principais cidades : Nouadhibou, Zouérat, Néma, Atar O Dakar na Mauritânia - 18 passagens :1983, 1985, 1986, 1987, 1988, 1990, 1991, 1993, 1994, 1995, 1996, 1997, 1998, 1999, 2001, 2002, 2004, etapas Cidades-etapa tradicionais : Zouerat, Atar, Tichit, Kiffa, Tidjikja, Nema, Ayoun-el-Atrous MALI : HORA DE CONTRASTE Regularmente atravessado pelo Dakar desde há 25 anos, o Mali é uma porta aberta para a África Ocidental. Oferece aos concorrentes paisagens de cortar a respiração. Uma vez atingidas as grandes extensões desérticas, o rali aventura-se nas pistas rápidas da África negra, que dão lugar à técnica e à condução. Foi por estas estradas que, em 2004, C. McRae em carro e D. Frétigné em moto, conseguiram a primeira vitória em especiais das suas prometedoras carreiras em rali raid. População : 11 milhões Superfície : km² Capital : Bamako Ponto mais alto : Hombori Tondo m Principais cidades : Ségou, Mopti, Sikasso, Kayes, Gao, Tombouctou, Nioro

11 As glórias do desporto no Mali : Salif Keïta, Frédéric Kanouté (futebol) O Dakar no Mali - 20 passagens :1979, 1980, 1981, 1982, 1983, 1985, 1986, 1987, 1988, 1989, 1990, 1991, 1996, 1997, 1998, 1999, 2000, 2001, 2004, etapas Cidades-etapa tradicionais : Gao, Tombouctou, Bamako, Nioro, Kayes GUINÉ : SAVANA E MONTANHA Se as visitas do Dakar à Guiné são espaçadas, os concorrentes não se sentem menos em terreno familiar. As pistas guineenses requerem as mesmas qualidades de condução que as utilizadas no Mali e no Senegal, e o mesmo calor se liberta das suas povoações à passagem da caravana. Em primeiro lugar, a vegetação é tradicionalmente mais densa e os pilotos terão o prazer de descobrir um relevo semi-montanhoso que oferece uma variedade de paisagens única na região. População : 7,1 milhões Superfície : km² Capital : Conakry Ponto mais alto : Mont Nimba m Principais cidades : Kankan, Labé, Nzerékoré As glórias do desporto guineense : Pascal Feinduno, Titi Camara (futebol) O Dakar na Guiné - 5 passagens :1984, 1986, 1989, 1995, etapas Cidade-etapa tradicional : Labé SENEGAL : CONCRETIZAR O OBJECTIVO O Senegal, através da sua capital emblemática, está intimamente associado ao maior rali raid do mundo, o Dakar. A chegada dos concorrentes, sinónimo de festa e de paixão, suscita sempre o entusiasmo do público senegalês. O desporto mecânico ocupa um lugar importante na paisagem dakariana com a mítica corrida automóvel das Seis horas de Dakar, organizada todos os anos pela FSAM. No tocante à corrida, o Senegal apresenta-se como uma lição de humildade e de paciência. Se o Lac Rose é bem o local ideal para terminar uma aventura de três semanas tão desgastante quanto inesquecível, os últimos metros de percurso nem sempre são os mais fáceis. Por causa de um erro de condução, uma falha mecânica ou uma penalização pesada (como Jean-Louis Schlesser em 2001), o rali pode perder-se também no Senegal. População : 9,2 milhões Superfície : km² Capital : Dakar Principais cidades : Thiès, Kaolack, Ziguinchor, Saint-Louis As glórias do desporto senegalês: Jules Bocandé, Oumar Sene, El Hadji Diouf, Khalilou Fadiga, Papa Bouba Diop, (futebol), Papa Gallo Thiam, Amadou Dia Ba, Ami M Backe Thiam (atletismo), Yahiya Doumbia (ténis), Laurent Gomis (boxe francês), Mamadou Ndiaye (karaté), Lamine Guèye (ski alpino) O Dakar no Senegal - 25 passagens :1979, 1980, 1981, 1982, 1983, 1984, 1985, 1986, 1987, 1988, 1989, 1990, 1991, 1993, 1994, 1995, 1996, 1997, 1998, 1999, 2000, 2001, 2002, 2004, 2005) 77 etapas Cidades-etapa tradicionais : Saint-Louis, Lac Rose, Tambacounda

12 O DAKAR E ÁFRICA ACTIONS DAKAR, uma solidariedade durável Os objectivos de ACTIONS DAKAR : Permitir às populações do Sahara preservar de uma forma durável o seu ambiente: gestão dos detritos, plantação de árvores, conservação da água, protecção das culturas e sensibilização das crianças nas escolas. Os meios : Graças a um investimento de financiado a 75% pela A.S.O. e a 25% pela SOS SAHEL, 39 projectos visando a protecção dos recursos naturais já se encontram concluídos. Convencidos pelo envolvimento dos agentes locais e pela qualidade das realizações, o Dakar e SOS SAHEL decidiram prosseguir esta iniciativa começada em 2002 até Compreendidos entre 2000 e 8000 euros, os orçamentos dos projectos permitem em cada projecto encontrar uma realização concreta no terreno. Parceiros sensíveis à ACTIONS DAKAR «Actions Dakar» consegue uma adesão cada vez maior junto dos parceiros e dos concorrentes do rali: Michelin, Henkel, Cidou, Colombia Sportswear, os pilotos Miran STANOVINIK, Yves FROMONT ou Bruno DEROSSI, Ari VATANEN contribuíram igualmente para as acções. Resultados concretos : Desde o seu arranque, «Actions Dakar» permitiu sensibilizar mais de habitantes para as boas práticas ambientais e realizar 39 projectos de entre os quais: 700 pessoas formadas / alunos sensibilizados para as boas práticas ambientais árvores plantadas / 125 ha de cultura protegida 534 lares melhorados construídos para economizar a madeira / 27 fossas construídas para a colheita de águas usadas. A A.S.O. E ÁFRICA Adeptos da prática desportiva, a A.S.O. e todos os seus colaboradores têm necessariamente as suas atenções viradas para o exterior e muito em especial para África. O espírito do Dakar, nascido da paixão de um punhado de homens por aquele continente, ainda perdura na actualidade através da organização de outras provas em África. Com o passar dos anos, as relações de intercâmbio entre a A.S.O. e os diferentes países africanos envolvidos solidificaram-se. Os interesses em comum, que servem de sustentáculo a esta cooperação moderna, garantem a solidez dos laços que continuam a ser construídos. 6 horas do Dakar Se o grande acontecimento africano de desportos motorizados continua a ser o Dakar, a capital senegalesa acolhe igualmente um encontro anual virado para o automobilismo desportivo daquele continente, que celebrou a sua 26.ª edição em Num circuito de aproximadamente 4 quilómetros, cerca de três dezenas de veículos evoluem durante seis horas. O exercício está proibido aos cardíacos! A A.S.O. dá o seu apoio a esta prova há já inúmeros anos. A Volta ao Faso em Bicicleta Organizador da Volta a França em bicicleta, a A.S.O. tem naturalmente vocação para propagar e manter a paixão do ciclismo. O Burkina-Faso, que organizou a maior corrida por etapas de África em 1987, fez um apelo à capacidade e experiência da A.S.O. em 2000 para participar no desenvolvimento da prova. Desde aí, a Volta ao Faso prosseguiu a sua internacionalização e as perspectivas de futuro concretizam-se para os ciclistas da região. Este ano foram criadas 21 escolas de ciclismo com a ajuda da embaixada de França no Burkina-Faso. Elas são equipadas em grande parte com o material arranjado em França durante a operação «1000 bicicletas para o Faso».

13 OS PARCEIROS TOTAL nunca faltou à chamada Total renova o seu patrocínio ao Dakar em 2006, e pretende demonstrar a sua fidelidade a uma prova veiculando valores idênticos aos do Grupo, como a audácia, o espírito de entreajuda e a solidariedade. Para além do título de parceiro oficial, a Total dá continuidade às suas duas acções prioritárias: A ajuda aos concorrentes através do Troféu Total de Fair-play e o Troféu Elf Moto. O Troféu Total de Fair-Play. No fim de cada etapa, esta distinção, premiada com 1000 euros, será atribuída a um concorrente particularmente merecedor, tanto em moto, carro, camião ou veículo de assistência. Coragem, perseverança, entreajuda, desportivismo, eis alguns dos valores assim recompensados. O Troféu Elf Moto permite aos pilotos de moto que nele se inscrevam de beneficiar de uma dotação de produtos e de uma assistência logística e técnica graças a um avião especialmente dedicado à operação, e ainda de apoio psicológico e moral. Um prémio de érepartido pelos 5 primeiros e distribuído no fim da corrida. O fornecimento dos combustíveis... O Grupo Total mantém laços estreitos e privilegiados com o continente africano. A marca, presente em mais de quarenta países de África, constitui por isso o parceiro logístico ideal do organizador, A.S.O. Graças a uma rigorosa organização, planificada durante vários meses, a Total pode reabastecer a imponente frota terrestre e aérea, tanto nos acampamentos situados nos aeroportos como em pleno coração dos desertos (reabastecimento durante a corrida das motos e dos helicópteros). Finalmente e como é habitual, a Total colocará todos os meios no terreno, principalmente no quadro das parcerias, para que cada um viva, dia a dia, na televisão, na rádio, na imprensa e na Internet a extraordinária aventura do Dakar. HENKEL fornecedor oficial A Henkel esteve sempre associada aos desportos mecânicos principalmente com a marca Loctite e conhece por isso as exigências destas competições. Enquanto Fornecedor Oficial do Dakar 2006, a Henkel renova com a lenda do Dakar através das suas marcas Loctite e Teroson para a manutenção industrial e reparação automóvel. Loctite e Teroson : Marcas de nomeada que contribuiram largamente para o sucesso da Henkel, produtos de alta qualidade para desafios de alto nível. Estes produtos cobrem uma vasta gama de aplicações e são utilizados para assegurar a fiabilidade de órgãos mecânicos submetidos a elevados esforços em condições extremas... Certos produtos da gama Loctite asseguram o aperto dos órgãos compostos, evitando assim o desapertar de parafusos e das porcas provocados pelas vibrações e os choques, outros produtos permitem a fixação dos rolamentos, anéis e das peças cilíndricas seja num compartimento, seja numa árvore de transmissão mesmo que estes últimos sejam usados... Os adesivos instantâneos são compatíveis com o numeroso material e permitem fazer face rapidamente a situações críticas. A estanquicidade de planos de junta, habitualmente assegurada por juntas soltas sólidas (papel ou metal) pode ser realizada com resinas anaeróbias ou adesivos flexíveis, Quick Gasket, igualmente disponíveis na gama Loctite. Estes adesivos, estes produtos de estanquicidade e de limpeza respondem aos critérios de qualidade mais elevados. Oferecem soluções novas tanto para a produção como manutenção e reparação de bens industriais. A gama Teroson propõe numerosas soluções para a fabricação, reparação e manutenção automóvel particularmente no domínio da estanquicidade e montagem das carroçarias, reparação de párabrisas, protecção anticorrosão, revestimento anti-gravilha, insonorização, reparação da carroçaria e tantas outras aplicações. EUROMASTER na pista do Rali Pela nona vez consecutiva, Euromaster, líder europeu de pneus e especialista da manutenção corrente de veículos, presta a assistência e apoio em todos os instantes aos motards e aos pilotos de 4x4 e camiões do rali. Para o Dakar, tal como em todas as suas actividades, a Euromaster mantém-se fiel ao seu envolvimento. Com uma extensa equipa de 15 pessoas, a Euromaster está presente em todos os acampamentos, assegurando gratuitamente a montagem, desmontagem e reparação de pneus. Para esse efeito, dois camiões-oficina estão totalmente equipados de forma a poderem intervir em total autonomia. Contacto Euromaster : Martial JAMET Tel: + 33 (0)

14 RODANIA cronometrista oficial A Rodania, fabricante de relógios há 30 anos, detém desde 2002 os direitos para o fabrico e distribuição dos relógios Dakar. Este acordo acabou por gerar uma colecção de relógios Dakar, marca exclusiva e registada. Concebidos quer para homens quer para mulheres de espírito desportivo, estes relógios resistem às intempéries e às condições mais extremas. A excelência dos materiais utilizados para as caixas e para as pulseiras, tais como o aço inoxidável ou o titânio mais puro, completa-se por um movimento de quartzo da mais recente geração. RENAULT TRUCKS fornecedor oficial A Renault Trucks comprometeu-se por três anos com a A.S.O., tornando-se, a partir de 2006, Fornecedor Oficial do Dakar! No entanto, os camiõs do losango estiverem sempre envolvidos na lenda do Dakar... Com a gama Renault Kerax,a presença da Renault Trucks foi sendo reforçada ano após ano. Esta gama de veículos multi-eixo, concebida inicialmente para utilizações severas em estaleiros, demonstrou a sua qualidade no seio da aventura que é o Dakar. Tornou-se, no presente, uma referência incontestável para as equipas de assistência tanto pelas suas qualidades dinâmicas como pela sua robustez e fiabilidade. Fiel à sua cultura de qualidade de assistência aos seus clientes, a Renault Trucks estará presente em 2006 com uma estrutura de assistência 24/24 especialmente dedicada em levar a sua competência, os seus conselhos técnicos e, em caso de necessidade, a sua logística de fornecimento de peças de substituição ao conjunto da frota Renault que participa na prova. A intervenção dos elementos da Renault Trucks desenvoverse-à por vezes em condições extremas, numa região do Norte de África onde a marca se encontra solidamente implantada há largos anos! COLUMBIA parceiro há 10 anos! Fundada em 1938 em Portland (Oregon Estados Unidos), a sociedade Columbia Sportswear Company é hoje um dos primeiros fabricantes mundiais de vestuário e de sapatos dedicados aos eventos ao ar livre. Conhecidos por actividades tão variadas como o ski, o snowboard ou o trekking, o vestuário e os sapatos Columbia são reputados pela sua qualidade, a sua tecnicidade e a sua excelente relação preço-qualidade. De entre os produtos referência da marca, encontramos as famosas parkas interchange que lhe deram nome, mas também peças mais ligeiras, como o vestuário técnico, arejado, transformável e dobrável que torna a vida dos seus utilizadores mais fácil. A Columbia Sportswear Company é parceira do Dakar há 10 anos. Para além da competição, o Dakar é um evento autêntico, uma prova humana onde os amadores vão ao fundo do seu sonho, buscando pilotos profissionais. Para cada participante a mais bela vitória é a de atingir a linha de chegada. O vestuário Columbia é a imagem desta prova, autêntica e talhada para a aventura. É por isso que a alquimia entre a marca e esta prova mítica funciona tão bem. Para saber mais de Columbia: CIDOU fornecedor oficial Pelo terceiro ano consecutivo, a Cidou é Fornecedor Oficial e Sumo de Frutos Oficial do Dakar. Desafios e proximidade são as palavras mestre de Cidou. Cidou é o sol todo o ano e um forte espírito de criatividade: desenvolvimento em exclusividade da Fonte de Sumo de Frutos em formato de três litros, especialista em néctares acondicionados em embalagens assépticas de dois litros, lançamento de uma gama totalmente nova de néctares lights Cidou Plume... Este ano, Cidou joga com o prazer e as sensações, com o lançamento da sua nova gama Frisson : 4 perfumes ricos em cores e em surpresas para as vossas papilas. Acompanhem com cidou as emoções fortes desta 28ª edição do Dakar que será, este ano ainda, rica em feitos humanos, em emoções e em paisagens fora do comum. Cidou deseja boa viagem a todos os concorrentes. Cidou, cheio de frutos, cheio de sol! VISION GRAND LARGE E SERICA Pelo quinto ano consecutivo, Vision Grand Large, em colaboração com a sociedade Serica, decidiu investir na grande aventura do Dakar, como fornecedor oficial da sinalética. Especializada na sinalética das manifestações desportivas e culturais, Vision Grand Large assegura a fabricação e a colocação de toldos, tendas, painéis, assim como a decoração por autocolantes dos veículos terrestres e aéreos do rali. As partidas de Barcelona em 2005 e de Lisboa em 2006 conferem ao Dakar uma enorme dimensão internacional. Graças à sua capacidade e à sua competitividade, Vision Grand Large está presente não somente nas manifestações

15 em França, como também fora das nossas fronteiras: o Euro 2004 em Portugal, o Festival Internacional do Filme de Marraqueche, a Volta do Faso no Burkina ou o Encontro de Brazzaville. A nossa participação no Dakar transforma-se um pouco mais cada ano numa grande aventura humana, pondo em evidência a competência técnica, a audácia, o compromisso de cada um dos envolvidos do rali. Para além destes valores Vision conseguiu construir uma verdadeira relação de confiança com os seus clientes. MONTAUDON desde 1891 Montaudon é hoje uma das poucas casas de Champanhe que pertence integralmente à família fundadora. Os dirigentes de Montaudon usam o nome da sua empresa, empenham-se de forma absoluta e produzem champanhes que eles assinam com o seu nome. Esta assinatura constitui a garantia de um alto nível de qualidade das produções da casa. O famoso M tinto. Responsável por participar na expansão da imagem do champanhe no mundo, a casa Montaudon mantém uma presença comercial activa nos cinco continentes, em França, na Europa, e também os EUA, o Japão, África e muitos outros são mercados onde a descoberta, a conquista e o acompanhamento exigem rigor e perseverança. Montaudon o champanhe para a paixão. OS CORRESPONDENTES BÉLGICA / HOLANDA Videodep - Olivier DEPLECHIN 5 Rue de la Goudinière B 7542 Mont st Aubert Tournai Tél. : Fax : FRANCE TV difusor oficial Em 2006, na 28.ª edição do Dakar, a France Télévisions e as suas equipas cumprem 13 anos de cumplicidade e de parceria fiel com um evento mítico, uma competição desportiva fora do comum e um encontro no coração das paisagens africanas. Partir para o Dakar com a France Télévisions é assegurar aos telespectadores um máximo de aventura, emoção e desporto. Todos os meios serão utilizados, humanos e materiais, para garantir um dispositivo à altura do evento. Veja na France 2 e France 3 reportagens quotidianas (os Aventureiros do Dakar, o Jornal do Dakar e Acampamento), que permitirão ao maior número de apaixonados e amadores, pequenos e grandes, acompanhar o rali. FRANCE INFO a rádio parceira A France Info será a rádio parceira do Dakar em mais uma edição. Deste modo, encontros quotidianos permitirão aos ouvintes seguir este rali mítico: desde os últimos preparativos até à chegada ao Dakar, entrevistas, retratos dos concorrentes, reportagens sobre as peripécias da competição difundidas na France Info Sports, e à noite, um apontamento para reviver os grandes momentos do dia. ESTADS UNIDOS Baja Automotive adventures - Darren SKILTON po Box 3595 Lake Wood, CA Tél. : Fax : GRÃ-BRETANHA Chris EVANS - Sport Adventure Po Box 8, Rye East Sussex, TN31 6WT Tél. : +44 (0) ITÁLIA Acerbis Italia SPA - Ivano CAMOZZI - Via Serio, 37 I Albino (BG) Tél. : Fax : JAPÃO Akemi SHIGA - Tél. : Fax : ESPANHA RPM Exclusivas Blanca de Foronda Gran Via 8-10, 7e Pl E Hospitalet de Llobregat (Bcn) Tél. : Fax : PORTUGAL JOÃO LAGOS SPORTS Rua Fernão Mendes Pinto, Lisboa Tel : Fax :

16 UM ANO DE DESPORTO COM A A.S.O. O Dakar é um evento organizado pela Amaury Sport Organisation Um ano de desporto com a A.S.O. 117 dias de competição (dos quais 71 de ciclismo) 190 funcionários Desportos Mecânicos Dakar Ciclismo Grande Prémio Internacional de Doha Volta ao Qatar Paris-Nice Critérium International Paris-Roubaix Flèche Wallonne (Masculino/Feminino) Liège-Bastogne-Liège Volta a Picardie Volta à França L'Étape du Tour Vélo Magazine Volta a França do Futuro Paris-Tours Volta ao Faso Atletismo Meia-Maratona de Paris Maratona de Paris Golfe Open de França Desportos Equestres R.I.D.E. (Rencontres Internationales des Disciplines Équestres)

NewVision Enquadramento do projecto de Qualificação e Internacionalização de PME

NewVision Enquadramento do projecto de Qualificação e Internacionalização de PME NewVision Enquadramento do projecto de Qualificação e Internacionalização de PME 15.06.2010 Institucional \ Breve Introdução A NEWVISION é uma empresa Portuguesa de base tecnológica, que tem como objectivo

Leia mais

"Faça tudo o mais simples possível, mas com qualidade." (Adaptado livremente de A. Einstein)

Faça tudo o mais simples possível, mas com qualidade. (Adaptado livremente de A. Einstein) Fácil assim. 12345 "Faça tudo o mais simples possível, mas com qualidade." (Adaptado livremente de A. Einstein) 12345 Tudo é mais fácil com Lenze. O forte dinamismo dos tempos atuais o coloca em confronto

Leia mais

SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR. Viana do Castelo, 11de Fevereiro

SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR. Viana do Castelo, 11de Fevereiro SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR Viana do Castelo, 11de Fevereiro www.cosec.pt COSEC Companhia de Seguro de Créditos, S.A. 2014 Índice Sobre a COSEC Seguro de Créditos Soluções à medida em resumo

Leia mais

Preçário dos Cartões Telefónicos PT

Preçário dos Cartões Telefónicos PT Preçário dos Cartões Telefónicos PT Cartão Telefónico PT 5 e (Continente)... 2 Cartão Telefónico PT 5 e (Região Autónoma dos Açores)... 6 Cartão Telefónico PT 5 e (Região Autónoma da Madeira)... 10 Cartão

Leia mais

Info 1 30 de julho 2015

Info 1 30 de julho 2015 Info 1 30 de julho 2015 29ª BAJA PORTALEGRE 500 22 a 24 de outubro de 2015 AUTO Taça do Mundo de Todo o Terreno FIA Campeonato Nacional de Todo o Terreno FPAK Taça Nacional de Todo o Terreno FPAK Desafio

Leia mais

Ação Cultural Externa Relatório Anual 2011 - Indicadores DSPDCE - 2012

Ação Cultural Externa Relatório Anual 2011 - Indicadores DSPDCE - 2012 Ação Cultural Externa Relatório Anual 0 Indicadores DSPDCE 0 .Iniciativas apoiadas pelo IC a) Número (total): 0 b) Montante global:.0,0,* Áreas Geográficas África América Ásia Europa Médio Oriente e Magrebe

Leia mais

Soluções de seguro de créditos no apoio à exportação. COSEC - Estamos onde estiver o seu negócio. www.cosec.pt

Soluções de seguro de créditos no apoio à exportação. COSEC - Estamos onde estiver o seu negócio. www.cosec.pt Soluções de seguro de créditos no apoio à exportação. COSEC - Estamos onde estiver o seu negócio. www.cosec.pt COSEC Companhia de Seguro de Créditos 2012 1 2 Sobre a COSEC O que é o Seguro de Créditos

Leia mais

SUPER RANKING MUNDIAL DE CLUBES DE FUTEBOL ( SRM) MELHORAMENTOS ANUAIS 2012

SUPER RANKING MUNDIAL DE CLUBES DE FUTEBOL ( SRM) MELHORAMENTOS ANUAIS 2012 SUPER RANKING MUNDIAL DE CLUBES DE ( SRM) MELHORAMENTOS ANUAIS 2012 Dezembro 2011 1- Introdução A metodologia do SRM estabelece que o modelo seja revisto no final de cada ano. As alterações resultantes

Leia mais

Euromaster no Rally-Raid 2014

Euromaster no Rally-Raid 2014 INFORMAÇÃO DE IMPRENSA Euromaster no Rally-Raid 2014 Dossier de imprensa Maio de 2014 Sumário A Euromaster reafirma a sua aposta em Bonafonte para o Rally-Raid 2014.. 3 Kike Bonafonte, um piloto com experiência....

Leia mais

TLC 60 TORRE LUMINOSA COMPACTA

TLC 60 TORRE LUMINOSA COMPACTA TLC 60 TORRE LUMINOSA COMPACTA TLC-60 Torre Luminosa Compacta Desenvolvida para ser a melhor opção em custo/benefício, a Torre Luminosa Compacta - TLC-60 combina tecnologia e performance na medida ideal

Leia mais

Portugal Leaping forward

Portugal Leaping forward Portugal Leaping forward Dr. Pedro Reis Presidente da AICEP Lisboa, 16 de Março 2012 Enquadramento internacional Fonte: EIU (Fev 2012) Nota: PIB a preços de mercado Variação (%) Enquadramento internacional

Leia mais

Náutica. Desenvolvimento Económico e Cultura Marítima. Lisboa, 8 de Fevereiro de 2012

Náutica. Desenvolvimento Económico e Cultura Marítima. Lisboa, 8 de Fevereiro de 2012 Náutica Desenvolvimento Económico e Cultura Marítima Lisboa, 8 de Fevereiro de 2012 Aicep Portugal Global é uma agência pública de natureza empresarial, cuja missão é: Atrair investimento estrangeiro para

Leia mais

Uma Rede de apoio à competitividade das empresas. 30 de abril de 2014, ISCTE-IUL, Lisboa

Uma Rede de apoio à competitividade das empresas. 30 de abril de 2014, ISCTE-IUL, Lisboa Uma Rede de apoio à competitividade das empresas 30 de abril de 2014, ISCTE-IUL, Lisboa Quem somos Quem somos? Onde estamos? Criada pela Comissão Europeia no âmbito do Programa Quadro para a Competitividade

Leia mais

CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR SERVIÇOS. www.prochile.gob.cl

CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR SERVIÇOS. www.prochile.gob.cl CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR SERVIÇOS www.prochile.gob.cl O Chile surpreende pela sua variada geografia. Suas montanhas, vales, desertos, florestas e milhares de quilômetros de costa, o beneficiam

Leia mais

Serviços Adicionais. 12400 - Portal de Voz

Serviços Adicionais. 12400 - Portal de Voz Serviços Adicionais 12400 - Portal de Voz Descrição Totoloto, Totobola, Lotarias e Euro Milhões Pode conhecer os números do Euro Milhões meia hora antes do sorteio na TV. Saiba os resultados e o valor

Leia mais

O papel da AICEP na Internacionalização das Empresas Portuguesas

O papel da AICEP na Internacionalização das Empresas Portuguesas O papel da AICEP na Internacionalização das Empresas Portuguesas Porto, 28 de Janeiro de 2014 Índice 1. Enquadramento 2. A aicep Portugal Global 3. Produtos e serviços AICEP Enquadramento Enquadramento

Leia mais

Clássica do Caminho dos Pretos

Clássica do Caminho dos Pretos Clássica do Caminho dos Pretos 22 de Novembro 2014 VISA FPAK Nº 234/REG/2014 22.10.2104 1 Índice PROGRAMA Art.1 Organização e Definição 4 Art.2 Desenvolvimento da Prova 5 Art.3 Admissão e Classificação

Leia mais

4Pro. Telemóvel Telefone Internet Televisão

4Pro. Telemóvel Telefone Internet Televisão 4Pro A oferta mais competitiva, desenhada para empresas e profissionais que lhe garante os melhores resultados 2 cartões de telemóvel com comunicações ilimitadas para todas as redes nacionais, para uma

Leia mais

Alentejo no horizonte 2020 Desafios e Oportunidades

Alentejo no horizonte 2020 Desafios e Oportunidades Alentejo no horizonte 2020 Desafios e Oportunidades Vendas Novas - 02 de julho de 2013 aicep Portugal Global é uma agência pública de natureza empresarial, cuja missão é: Atrair investimento estrangeiro

Leia mais

Gestores mundiais mais confiantes na recuperação económica

Gestores mundiais mais confiantes na recuperação económica 27 de Janeiro, 2010 13ª edição Anual do CEO Survey da PricewaterhouseCoopers em Davos Gestores mundiais mais confiantes na recuperação económica Cerca de 40% dos CEOs prevê aumentar o número de colaboradores

Leia mais

CRESCER COM SEGURANÇA. CÁ DENTRO E LÁ FORA. www.cosec.pt

CRESCER COM SEGURANÇA. CÁ DENTRO E LÁ FORA. www.cosec.pt CRESCER COM SEGURANÇA. CÁ DENTRO E LÁ FORA. www.cosec.pt COSEC Companhia de Seguro de Créditos, S.A. 2014 Índice Sobre a COSEC Porquê a COSEC Seguro de Créditos Soluções à medida 2 Sobre a COSEC Quem somos

Leia mais

Começar Global e Internacionalização

Começar Global e Internacionalização Começar Global e Internacionalização Artur Alves Pereira Assessor do Conselho de Administração, AICEP Portugal Global Fevereiro 06, 2014 1 A aicep Portugal Global Missão. A aicep Portugal Global é uma

Leia mais

PT PRIME PREÇÁRIOS DE VOZ EMPRESARIAL 2006. PT Prime Preçário Voz Empresarial 2006

PT PRIME PREÇÁRIOS DE VOZ EMPRESARIAL 2006. PT Prime Preçário Voz Empresarial 2006 PT PRIME PREÇÁRIOS DE VOZ EMPRESARIAL 2006 Versão: 1.0 Pág.: 1/7 1. ACESSO DIRECTO Chamadas DENTRO DO PAÍS Não Corp Corp Local 0,0201 0,0079 Local Alargado 0,0287 0,0105 Nacional 0,0287 0,0105 FIXO MÓVEL

Leia mais

E R A S M U S + ERASMUS+ Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Apresentação

E R A S M U S + ERASMUS+ Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Apresentação ERASMUS+ Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa Apresentação ERASMUS+ - Ensino Superior O Erasmus+ é o novo programa da UE dedicado à educação, formação, juventude e desporto. O programa tem início

Leia mais

PLC 116/10. Eduardo Levy

PLC 116/10. Eduardo Levy PLC 116/10 Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania Comissão de Assuntos Econômicos Comissão de Educação, Cultura

Leia mais

Expedição ACP a Marrocos 2013 De 9 a 16 de Fevereiro (semana do carnaval)

Expedição ACP a Marrocos 2013 De 9 a 16 de Fevereiro (semana do carnaval) Expedição ACP a Marrocos 2013 De 9 a 16 de Fevereiro (semana do carnaval) O ACP vai promover uma expedição de jipe a Marrocos, aberta aos Sócios do clube. A viagem é exclusiva a viaturas 4x4 (jipe), as

Leia mais

Automóvel Club de Portugal Uma grande causa, muitos benefícios.

Automóvel Club de Portugal Uma grande causa, muitos benefícios. Automóvel Club de Portugal Uma grande causa, muitos benefícios. Bem vindo ao maior clube de Portugal Existimos para melhorar a sua experiência de mobilidade e de vida. Juntos, podemos fazer de Portugal

Leia mais

MAIS PROTEÇÃO PARA O SEU NEGÓCIO. CÁ DENTRO E LÁ FORA.

MAIS PROTEÇÃO PARA O SEU NEGÓCIO. CÁ DENTRO E LÁ FORA. MAIS PROTEÇÃO PARA O SEU NEGÓCIO. CÁ DENTRO E LÁ FORA. www.cosec.pt COSEC Companhia de Seguro de Créditos, S.A. 2014 Índice Sobre a COSEC Porquê a COSEC Seguro de Créditos Soluções à medida COSEC em resumo

Leia mais

Es t i m a t i v a s

Es t i m a t i v a s Brasileiros no Mundo Es t i m a t i v a s Ministério das Relações Exteriores - MRE Subsecretaria Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior - SGEB Departamento Consular e de Brasileiros no Exterior

Leia mais

LIGAMOS PEQUENAS EMPRESAS A GRANDES NEGÓCIOS.

LIGAMOS PEQUENAS EMPRESAS A GRANDES NEGÓCIOS. Soluções de Telecomunicações para Empresas LIGAMOS PEQUENAS EMPRESAS A GRANDES NEGÓCIOS. Permanência mínima para todos os serviços de 24 meses. IVA não incluido. Válido até Outubro de 2012 ZON Office ZON

Leia mais

TAPETE DE SEGURANÇA SMS 4 / SMS 5

TAPETE DE SEGURANÇA SMS 4 / SMS 5 TAPETE DE SEGURANÇA SMS 4 / SMS 5 A-0082-09B_CAT_tapeteseguranca_ACE_01.indd 1 02.12.09 11:13:57 Tapetes de Segurança - SMS 4 / SMS 5 Tapetes de segurança são utilizados para a proteção humana na máquina

Leia mais

CHAVES DE FIM DE CURSO. Linha Pesada 441, 461 e 500 Linha à Prova de Explosão

CHAVES DE FIM DE CURSO. Linha Pesada 441, 461 e 500 Linha à Prova de Explosão CHAVES DE FIM DE CURSO Linha Pesada 441, 461 e 500 Linha à Prova de Explosão Índice Importância das Normas Técnicas página 3 Produtos Especiais página 4 Chaves de Emergência Linha 500 página 5 Chaves de

Leia mais

OFERTA ZON ADIRA AO PRODUTO DO ANO. Novidades: A melhor experiência TV é na ZON: A PARTIR DE 39,99 E POUPE 120

OFERTA ZON ADIRA AO PRODUTO DO ANO. Novidades: A melhor experiência TV é na ZON: A PARTIR DE 39,99 E POUPE 120 Fevereiro 2013 OFERTA ZON Novidades: OFERTA DO TELEFONE ZON FUN - Válida para novas adesões ao serviço PHONE NOVO PACOTE IRIS POR APENAS 39,99/MÊS - Válido para novos clientes ADESÃO EXCLUSIVA À OFERTA

Leia mais

REGULAMENTO PARTICULAR DA TAÇA DE PORTUGAL CROSS COUNTRY MARATONA (XCM) 2013. (Atualizado a 10.04.2013)

REGULAMENTO PARTICULAR DA TAÇA DE PORTUGAL CROSS COUNTRY MARATONA (XCM) 2013. (Atualizado a 10.04.2013) REGULAMENTO PARTICULAR DA TAÇA DE PORTUGAL CROSS COUNTRY MARATONA (XCM) 2013 1. INTRODUÇÃO (Atualizado a 10.04.2013) 1.1- A Taça de Portugal XCM é um troféu oficial da UVP/ Federação Portuguesa de Ciclismo.

Leia mais

PÚBLICO ALVO: Promotores de viagens; agentes de viagens; consultores de viagens; operadores de emissivo e receptivo; atendentes.

PÚBLICO ALVO: Promotores de viagens; agentes de viagens; consultores de viagens; operadores de emissivo e receptivo; atendentes. 3. Geografia Turística 3.1 Geografia Turística: Brasil de Ponta a Ponta Proporcionar ao participante melhor compreensão geográfica do país; Apresentar as principais especificidades existentes nos continentes

Leia mais

Instituto Nacional de Estatística divulgou A Península Ibérica em Números - 2007

Instituto Nacional de Estatística divulgou A Península Ibérica em Números - 2007 'DWD 7HPD $FRQWHFLPHQWR 21/12 Economia 20/12 Demografia Instituto Nacional de Estatística divulgou A Península Ibérica em Números - 2007 http://www.ine.pt/portal/page/portal/portal_ine/publicacoes?publicacoespub_boui=10584451&publicacoesm

Leia mais

Aluguer Operacional e Gestão de Frotas

Aluguer Operacional e Gestão de Frotas the world leading fleet and vehicle management company LeasePlan Portugal Lagoas Park - Edifício 6-2740-244 Porto Salvo Ed. Cristal Douro - R. do Campo Alegre, nº 830 - sala 35-4150-171 Porto Tel.: 707

Leia mais

Regulamento. Regulamento do 13º encontro de clássicos e desportivos do Clube automóvel da Marinha Grande. 06 de Abril de 2013

Regulamento. Regulamento do 13º encontro de clássicos e desportivos do Clube automóvel da Marinha Grande. 06 de Abril de 2013 CLUBE AUTOMÓVEL DA MARINHA GRANDE Regulamento Regulamento do 13º encontro de clássicos e desportivos do Clube automóvel da Marinha Grande 06 de Abril de 2013 02 02 2013 Índice 1. Introdução e objectivos...

Leia mais

Cafés e Restaurantes. Telefone Internet Televisão

Cafés e Restaurantes. Telefone Internet Televisão Cafés e Internet A solução HORECA que lhe dá tudo O pacote é a solução para o segmento HORECA que conjuga os melhores conteúdos de desporto nacional e internacional, com telefone e internet. Chamadas ilimitadas

Leia mais

Rally FIM D ANO HOTEL MERCURE

Rally FIM D ANO HOTEL MERCURE Rally FIM D ANO HOTEL MERCURE Rali de Regularidade Histórica 29 e 30 de Dezembro de 2012 1 PROGRAMA ABERTURA DAS INSCRIÇÕES: Data Domingo - 25/11/2012 ENCERRAMENTO DAS INSCRIÇÕES: Dia da Semana Data Hora

Leia mais

mídiakit www.tvgazeta.com.br

mídiakit www.tvgazeta.com.br mídiakit www.tvgazeta.com.br JUNHO / 2015 #HISTÓRIA Fundada no aniversário da cidade de São Paulo, a TV Gazeta fala com uma metrópole globalizada com a intimidade de quem esteve presente na vida e no coração

Leia mais

O programa de Instaladores Qualificados da PROINSO ultrapassa as 2.000 empresas integradas em todo o mundo

O programa de Instaladores Qualificados da PROINSO ultrapassa as 2.000 empresas integradas em todo o mundo O programa de Instaladores Qualificados da PROINSO ultrapassa as 2.000 empresas integradas em todo o mundo PROINSO consolida assim a sua liderança internacional Desde a sua colocação em marcha, em 2010,

Leia mais

'DWD 7HPD $FRQWHFLPHQWR

'DWD 7HPD $FRQWHFLPHQWR 'DWD 7HPD $FRQWHFLPHQWR 27/09 Turismo 27/09 Taxas de Juro 21/09 Energia 19/09 Taxas de Juro 15/09 Economia 12/09 Economia INE divulgou Viagens turísticas de residentes 2.º Trimestre de 2006 http://www.ine.pt/prodserv/destaque/2006/d060927/d060927.pdf

Leia mais

CONHEÇA A ADT. A empresa que protege seus bens e sua família.

CONHEÇA A ADT. A empresa que protege seus bens e sua família. CONHEÇA A ADT A empresa que protege seus bens e sua família. NOSSA EMPRESA MAIOR EMPRESA ESPECIALIZADA EM SEGURANÇA E INCÊNDIO A ADT pertence à Tyco, a maior empresa de segurança e incêndio do mundo, com

Leia mais

VALOR E PARTICIPAÇÃO DAS EXPORTAÇÕES, POR FATOR AGREGADO E PAÍS DE DESTINO

VALOR E PARTICIPAÇÃO DAS EXPORTAÇÕES, POR FATOR AGREGADO E PAÍS DE DESTINO VALOR E PARTICIPAÇÃO DAS EXPORTAÇÕES, POR FATOR AGREGADO E PAÍS DE DESTINO 1 - CHINA 2 - ESTADOS UNIDOS 2014 34.292 84,4 4.668 11,5 1.625 4,0 6.370 23,6 5.361 19,8 13.667 50,6 2013 38.973 84,7 5.458 11,9

Leia mais

Quatro novas dimensões em 25 polegadas. A Michelin amplia a sua gama de pneus de engenharia civil

Quatro novas dimensões em 25 polegadas. A Michelin amplia a sua gama de pneus de engenharia civil INFORMAÇÃO DE IMPRENSA 23/09/2013 Quatro novas dimensões em 25 polegadas A Michelin amplia a sua gama de pneus de engenharia civil O pneu MICHELIN XTXL está disponível nas dimensões 26.5R25 e 29.5R25 para

Leia mais

A POSIÇÃO DE PORTUGAL NA EUROPA E NO MUNDO

A POSIÇÃO DE PORTUGAL NA EUROPA E NO MUNDO A POSIÇÃO DE PORTUGAL NA EUROPA E NO MUNDO Portugal situa-se no extremo sudoeste da Europa e é constituído por: Portugal Continental ou Peninsular (Faixa Ocidental da Península Ibérica) Parte do território

Leia mais

REGULAMENTO. Artigo 1º (Âmbito)

REGULAMENTO. Artigo 1º (Âmbito) REGULAMENTO Artigo 1º (Âmbito) 1. Esta iniciativa, inserida no programa de atividades de 2015 da Vilaventura, visa essencialmente proporcionar uma atividade diferente, relembrando velhos tempos, e dando

Leia mais

9º Grande Prémio - 150 Minutos

9º Grande Prémio - 150 Minutos 9º Grande Prémio - 150 Minutos REGULAMENTO 1. Definição do percurso O 9º Grande Prémio - 150 Minutos disputar-se-á na pista de Évora, com um perímetro de 908 metros e com a largura de 7 metros e será obrigatoriamente

Leia mais

GLOBAL MANAGEMENT CHALLENGE

GLOBAL MANAGEMENT CHALLENGE inscrições ABERTAS!!! Os simuladores como o Global Management Challenge são uma importante ferramenta para a aprendizagem não apenas da tomada de decisão, mas também do trabalho em equipa. Alberto de Castro

Leia mais

Comércio (Países Centrais e Periféricos)

Comércio (Países Centrais e Periféricos) Comércio (Países Centrais e Periféricos) Considera-se a atividade comercial, uma atividade de alto grau de importância para o desenvolver de uma nação, isso se dá pela desigualdade entre o nível de desenvolvimento

Leia mais

A Participação do Conselho Superior da Magistratura em Organizações Internacionais

A Participação do Conselho Superior da Magistratura em Organizações Internacionais A Participação do Conselho Superior da Magistratura em Organizações Internacionais O Conselho Superior da Magistratura é membro de duas organizações internacionais que promovem a cooperação e concertação

Leia mais

Estão assim reunidas todas as condições para mais uma grande Baja de Portalegre, só nos restando desejar a todos uma boa prova.

Estão assim reunidas todas as condições para mais uma grande Baja de Portalegre, só nos restando desejar a todos uma boa prova. Informação aos Concorrentes Caro concorrente, o Automóvel Club de Portugal agradece, desde já, a sua participação. Embora não seja comparável a 2011, a Baja de Portalegre 500, nesta sua 26ª edição, mantém

Leia mais

Vodafone Negócios. Red é todas as coisas boas para o seu negócio. Sem preocupações, sem limites.

Vodafone Negócios. Red é todas as coisas boas para o seu negócio. Sem preocupações, sem limites. Vodafone Negócios Red é todas as coisas boas para o seu negócio Sem preocupações, sem limites. Vodafone Red Pro Chamadas e SMS para todas as redes Número fixo no telemóvel com funcionalidades One Net

Leia mais

A RENTABILIDADE FUTURA DO OLIVAL DE REGADIO UMA OPORTUNIDADE PARA PORTUGAL. Manuela Nina Jorge Prof. Francisco Avillez

A RENTABILIDADE FUTURA DO OLIVAL DE REGADIO UMA OPORTUNIDADE PARA PORTUGAL. Manuela Nina Jorge Prof. Francisco Avillez A RENTABILIDADE FUTURA DO OLIVAL DE REGADIO UMA OPORTUNIDADE PARA PORTUGAL Manuela Nina Jorge Prof. Francisco Avillez SUMÁRIO Uma oportunidade Definição das tecnologias Conceitos Análise da Rentabilidade

Leia mais

Newsletter. Condições especiais para ASAPOL. Agosto 2012. Campanha ASAPOL

Newsletter. Condições especiais para ASAPOL. Agosto 2012. Campanha ASAPOL Newsletter Agosto 2012 Campanha ASAPOL Condições especiais para ASAPOL Principais Vantagens para Associados Campanha ASAPOL A Vodafone oferece condições especiais de tarifas e de aquisição de equipamentos.

Leia mais

Newvision Quando a Internacionalizaçao faz parte do código genético. Marketing 07.10.2010

Newvision Quando a Internacionalizaçao faz parte do código genético. Marketing 07.10.2010 Newvision Quando a Internacionalizaçao faz parte do código genético. Marketing 07.10.2010 Institucional \ Quem Somos A NEWVISION é uma empresa Portuguesa de base tecnológica, que tem como objectivo disponibilizar

Leia mais

Continua a valer a pena investir em Olival em Portugal?

Continua a valer a pena investir em Olival em Portugal? Continua a valer a pena investir em Olival em Portugal? 10 Outubro 2012 Manuela Nina Jorge Índice 02 1. Enquadramento do sector do azeite e evolução mundial 2. Evolução do sector em Portugal nos últimos

Leia mais

WWW.SKYDIVEEUROPE.COM

WWW.SKYDIVEEUROPE.COM EMPRESA Constituída em Janeiro de 2004, a GET HIGH surge na sequência da evolução da escola de páraquedismo QUEDA LIVRE, criada em 1998. O objectivo primordial da GET HIGH é o de, através das experiências

Leia mais

NOS Empresas 4Pro Fibra Detalhe das condiçoes do pacote 4Pro Fibra

NOS Empresas 4Pro Fibra Detalhe das condiçoes do pacote 4Pro Fibra NOS Empresas 4Pro Fibra Detalhe das condiçoes do pacote 4Pro Fibra Telemóvel Comunicações incluidas no pacote: Cada cartão tem 4.000 minutos ou SMS para redes fixas e móveis nacionais. : Depois de atingir

Leia mais

Os pneus de qualidade Premium são um melhor investimento a longo-prazo do que os Low-Budget

Os pneus de qualidade Premium são um melhor investimento a longo-prazo do que os Low-Budget Comunicado de imprensa Os pneus de qualidade Premium são um melhor investimento a longo-prazo do que os Low-Budget Hannover, Junho de 2008. Relatório do Utilizador A WLS Spedition, sedeada em Steinhagen,

Leia mais

Seu guia completo para nossos serviços móveis

Seu guia completo para nossos serviços móveis Seu guia completo para nossos serviços móveis Entre na maior comunidade de serviços móveis das Ilhas do Canal Guernsey GRÁTIS www.jtglobal.com Pesquise por Jtsocial A JT oferece mais Custo/benefício A

Leia mais

hp hardware support On-Site - GLOBAL

hp hardware support On-Site - GLOBAL hp hardware support On-Site - descrição geral do O de resposta global no dia útil seguinte da HP proporciona aos utilizadores de computadores portáteis uma solução de suporte de hardware para Produtos

Leia mais

POLÓNIA Relações bilaterais Polónia - Portugal

POLÓNIA Relações bilaterais Polónia - Portugal POLÓNIA Relações bilaterais Polónia - Portugal Visita da missão de PPP do Ministério da Economia da Polónia a Portugal Bogdan Zagrobelny Primeiro Conselheiro EMBAIXADA DA POLÓNIA DEPARTAMENTO DE PROMOÇÃO

Leia mais

Rally FIM D ANO HOTEL MERCURE

Rally FIM D ANO HOTEL MERCURE Rally FIM D ANO HOTEL MERCURE Rali de Regularidade Histórica 26 a 28 de Dezembro de 2014 VISA Nº 253/REG/2014-03.12.2014 PROGRAMA ABERTURA DAS INSCRIÇÕES: Data Domingo 23/11/2014 ENCERRAMENTO DAS INSCRIÇÕES:

Leia mais

Redes de apoio às empresas portuguesas no estrangeiro

Redes de apoio às empresas portuguesas no estrangeiro SERVIÇOS DE INTELIGÊNCIA ECONÓMICA Documento de Inteligência Económica TEMA: Redes de apoio às empresas portuguesas no estrangeiro 1. Importância para as empresas em processo de internacionalização A ação

Leia mais

NOS Empresas 4Pro Satélite Detalhe das condiçoes do pacote 4Pro Satélite

NOS Empresas 4Pro Satélite Detalhe das condiçoes do pacote 4Pro Satélite NOS Empresas 4Pro Satélite Detalhe das condiçoes do pacote 4Pro Satélite Telemóvel Comunicações incluidas no pacote: Cada cartão tem 4.000 minutos ou SMS para redes fixas e móveis nacionais. : Depois de

Leia mais

(Avisos) PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO

(Avisos) PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO 7.6.2008 C 141/27 V (Avisos) PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO Convite à apresentação de propostas de 2008 Programa Cultura (2007-2013) Execução das seguintes acções do programa: projectos plurianuais

Leia mais

/ \ a terceira geração do ML re- / \nhar novos argumentos num. / \ presenta para a Mercedes ga- A cabada de chegar ao mercado,

/ \ a terceira geração do ML re- / \nhar novos argumentos num. / \ presenta para a Mercedes ga- A cabada de chegar ao mercado, segmento competitivo. Com um total de 1,2 milhões de unidades vendidas desde 1997, o ML é um dos mais bem sucedidos SUV do mercado. Esta nova geração tenta juntar de umaforma homogénea as características

Leia mais

Missão Empresarial EUA Flórida. 21 a 26 de Março 2015

Missão Empresarial EUA Flórida. 21 a 26 de Março 2015 Missão Empresarial EUA Flórida 21 a 26 de Março 2015 Apoiamos empresas a ter sucesso nos mercados internacionais Sobre nós Na Market Access prestamos serviços de apoio à exportação e internacionalização.

Leia mais

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Destaques do Education at a Glance 2014

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Destaques do Education at a Glance 2014 Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Destaques do Education at a Glance 2014 Diretor de Estatísticas Educacionais Carlos Eduardo Moreno Sampaio

Leia mais

Apenas os Kart s fornecidos pela Organização serão admitidos, sendo a sua atribuição às equipas efectuada mediante sorteio.

Apenas os Kart s fornecidos pela Organização serão admitidos, sendo a sua atribuição às equipas efectuada mediante sorteio. 1- DEFINIÇÃO / GENERALIDADES A SKC Secção de Karting Conquistadores do Moto Clube de Guimarães, organiza uma manifestação desportiva de kart denominada 6H Guimarães Kart Challenge. Este evento de karting

Leia mais

PROPOSTA - CDEN Nº 29/2010

PROPOSTA - CDEN Nº 29/2010 INTERESSADO: Colégio de Entidades Nacionais - CDEN EMENTA: Constitui missão representativa do Sistema Confea/Crea e Mútua para participar do Salão Internacional de Máquinas Agrícolas - SIMA, de 20 a 24

Leia mais

BMW Motorrad Mobile Care. A Garantia de Mobilidade BMW Motorrad em toda a Europa.

BMW Motorrad Mobile Care. A Garantia de Mobilidade BMW Motorrad em toda a Europa. BMW Motorrad Após-Venda Serviços Móveis BMW Motorrad Após-Venda Pelo prazer de conduzir Serviços Móveis BMW Motorrad Mobile Care. BMW Motorrad Mobile Care. A Garantia de Mobilidade BMW Motorrad em toda

Leia mais

IX. Dispensa de Visto de Entrada para Portadores de Passaporte e de Título de Viagem da RAEM

IX. Dispensa de Visto de Entrada para Portadores de Passaporte e de Título de Viagem da RAEM IX. Dispensa de Visto de Entrada para Portadores de Passaporte e de (países ordenados por continente) Ásia Brunei 14 dias --- Camboja 30 dias c) --- Coreia do Sul 90 dias --- Filipinas 14 dias --- Indonésia

Leia mais

CARROS A GASÓLEO JÁ REPRESENTAM MAIS DE 60% DO MERCADO PORTUGUÊS

CARROS A GASÓLEO JÁ REPRESENTAM MAIS DE 60% DO MERCADO PORTUGUÊS News Release DATA: 30 de Janeiro CARROS A GASÓLEO JÁ REPRESENTAM MAIS DE 60% DO MERCADO PORTUGUÊS As vendas dos carros novos a gasóleo na Europa continuam a aumentar à medida que os consumidores trocam

Leia mais

REDE DE MERCADORIAS E ALTA VELOCIDADE

REDE DE MERCADORIAS E ALTA VELOCIDADE REDE DE MERCADORIAS E ALTA VELOCIDADE Com a criação da CEE, as trocas comerciais entre membros sofreram enormes aumentos de tráfego, tendo as empresas a oportunidade de aceder a um mercado muito mais vasto.

Leia mais

Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios

Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios João Ricardo Albanez Superintendente de Política e Economia Agrícola, Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de

Leia mais

DHL EUROCONNECT. A LIGAÇÃO MAIS FÁCIL DENTRO E FORA DA EUROPA

DHL EUROCONNECT. A LIGAÇÃO MAIS FÁCIL DENTRO E FORA DA EUROPA . A LIGAÇÃO MAIS FÁCIL DENTRO E FORA DA EUROPA Leia sobre Solução de grupagem all-in-one da DHL Freight de elevada qualidade. Para o transporte de cargas na Europa, qualquer que seja a sua dimensão, necessita

Leia mais

Os Cursos de Especialização Tecnológica Em Portugal Nuno Mangas

Os Cursos de Especialização Tecnológica Em Portugal Nuno Mangas Os Cursos de Especialização Tecnológica Em Portugal Nuno Mangas Fórum novo millenium Nuno Mangas Covilhã, 22 Setembro 2011 Índice 1 Contextualização 2 Os CET em Portugal 3 Considerações Finais 2 Contextualização

Leia mais

intra Perfil do Gestor

intra Perfil do Gestor Perfil do Gestor 35 Entrevista Dinah J. Kamiske, Autoeuropa A internacionalização economia obriga as empresas a tornarem-se mais competitivas. Entrevista de José Branco Dados publicados recentemente prevêem

Leia mais

MISSÃO PORTUGUESA AOS JOGOS PARALÍMPICOS LONDRES 2012 29 DE AGOSTO 9 DE SETEMBRO -REMO - - ANÁLISE DE RESULTADOS -

MISSÃO PORTUGUESA AOS JOGOS PARALÍMPICOS LONDRES 2012 29 DE AGOSTO 9 DE SETEMBRO -REMO - - ANÁLISE DE RESULTADOS - MISSÃO PORTUGUESA AOS JOGOS PARALÍMPICOS LONDRES 2012 29 DE AGOSTO 9 DE SETEMBRO -REMO - - ANÁLISE DE RESULTADOS - 1 Análise dos resultados. - Dia 31 Agosto 2012 1ª Eliminatória Tempo 2ª Eliminatória 1º

Leia mais

CRONOLOGIA DA INTEGRAÇÃO EUROPEIA

CRONOLOGIA DA INTEGRAÇÃO EUROPEIA CRONOLOGIA DA INTEGRAÇÃO EUROPEIA 1950 9 de Maio Robert Schuman, Ministro dos Negócios Estrangeiros francês, profere um importante discurso em que avança propostas inspiradas nas ideias de Jean Monnet.

Leia mais

Uma forma de reduzir o consumo de combustível. Existe outra! www.ecodrive.org

Uma forma de reduzir o consumo de combustível. Existe outra! www.ecodrive.org Uma forma de reduzir o consumo de combustível Existe outra! ECO-CONDUÇÃO modo de condução eficiente e equipamentos de bordo Aumenta a segurança rodoviária, reduz o consumo de combustível, reduz custos

Leia mais

Tributação Internacional Junho 2014

Tributação Internacional Junho 2014 www.pwc.pt/tax Tributação Internacional Junho 2014 Perante a aldeia global em que vivemos, atuar apenas no mercado doméstico não é suficiente. De facto, a internacionalização é um requisito obrigatório

Leia mais

Ensino Superior em Portugal, Que Futuro? Maria da Graça Carvalho 1 de Fevereiro 2013, Lisboa Reitoria UL

Ensino Superior em Portugal, Que Futuro? Maria da Graça Carvalho 1 de Fevereiro 2013, Lisboa Reitoria UL Ensino Superior em Portugal, Que Futuro? Maria da Graça Carvalho 1 de Fevereiro 2013, Lisboa Reitoria UL Índice Investimento público e privado no Ensino Superior Propinas Investimento público e privado

Leia mais

DUPLA TRIBUTAÇÃO INTERNACIONAL EM PORTUGAL

DUPLA TRIBUTAÇÃO INTERNACIONAL EM PORTUGAL PLMJ Advogamos com Valor Julho 2009 DUPLA TRIBUTAÇÃO INTERNACIONAL EM PORTUGAL A dupla tributação jurídica internacional é um obstáculo às relações comerciais e à circulação bens e serviços e pessoas e

Leia mais

Descubra um mundo de sensações O maior evento de exportação dos produtos agro-alimentares em Portugal. 22/23/24 Fevereiro 2010

Descubra um mundo de sensações O maior evento de exportação dos produtos agro-alimentares em Portugal. 22/23/24 Fevereiro 2010 Lisboa. Portugal International Trade Fair for Portuguese Food and Beverage Salão Internacional do Sector Alimentar e Bebidas 22/23/24 Fevereiro 2010 EDITION EDIÇÃO #1 Descubra um mundo de sensações O maior

Leia mais

A solução. para os seus problemas. na Europa. ec.europa.eu/solvit

A solução. para os seus problemas. na Europa. ec.europa.eu/solvit A solução para os seus problemas na Europa ec.europa.eu/solvit CONHEÇA OS SEUS DIREITOS Viver, trabalhar ou viajar em qualquer país da UE é um direito fundamental dos cidadãos europeus. As empresas também

Leia mais

REGULAMENTO PARTICULAR 38ª VOLTA AO ALGARVE 2012

REGULAMENTO PARTICULAR 38ª VOLTA AO ALGARVE 2012 REGULAMENTO PARTICULAR 38ª VOLTA AO ALGARVE 2012 ARTIGO 1 ORGANIZAÇÃO A 38ª Volta ao Algarve é organizada pela Associação de Ciclismo do Algarve Apartado 53 8100 Loulé, de acordo com os regulamentos da

Leia mais

NOVA IMAGEM. NOVA TECNOLOGIA. NOVOS OBJECTIVOS

NOVA IMAGEM. NOVA TECNOLOGIA. NOVOS OBJECTIVOS NOVA IMAGEM. NOVA TECNOLOGIA. NOVOS OBJECTIVOS O PROJECTO COMO NASCEU O CARTÃO SOLIDÁRIO O projecto Cartão Solidário nasceu da vontade de responder de forma contínua e sustentável às necessidades das Instituições

Leia mais

A difícil concretização do processo de Bolonha no Ensino Superior

A difícil concretização do processo de Bolonha no Ensino Superior A difícil concretização do processo de Bolonha no Ensino Superior O SNESup e o Núcleo de Estudantes de Sociologia da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra realizaram mais um debate integrado

Leia mais

TABELA DE VALORES DE BOLSAS NO EXTERIOR

TABELA DE VALORES DE BOLSAS NO EXTERIOR Revogada pela RN 020/06 Resolução Normativa RN-007/2006 Revoga a RN 001/05 TABELA DE VALORES DE BOLSAS NO EXTERIOR O Presidente do CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO - CNPq,

Leia mais

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Ministério da Saúde Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Assunto: Cartão Europeu de Seguro de Doença Nº: 20/DSPCS DATA: 18/05/04 Para: Todos os serviços dependentes do Ministério da Saúde Contacto

Leia mais

Senhor Presidente do Instituto da Mobilidade e dos. Senhor Vereador da Câmara Municipal de Lisboa. Senhor Vereador da Câmara Municipal do Porto

Senhor Presidente do Instituto da Mobilidade e dos. Senhor Vereador da Câmara Municipal de Lisboa. Senhor Vereador da Câmara Municipal do Porto Senhor Presidente do Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres Senhor Vereador da Câmara Municipal de Lisboa Senhor Vereador da Câmara Municipal do Porto Senhores representantes das associações

Leia mais

CONSILIUM. Schengen. A porta para a sua liberdade de circulação na Europa JUNHO DE 2011

CONSILIUM. Schengen. A porta para a sua liberdade de circulação na Europa JUNHO DE 2011 PT CONSILIUM Schengen A porta para a sua liberdade de circulação na Europa JUNHO DE 2011 Índice INTRODUÇÃO 1 LIVRE CIRCULAÇÃO DE PESSOAS 2 COOPERAÇÃO POLICIAL E ADUANEIRA 2 Fronteiras internas 2 Fronteiras

Leia mais

A coerência dos normativos com as reais necessidades do desporto português. Albino Maria

A coerência dos normativos com as reais necessidades do desporto português. Albino Maria A coerência dos normativos com as reais necessidades do desporto português Albino Maria O ASSOCIATIVISMO NOS DIAS DE HOJE DO MODELO DE EXCLUSÃO AO MODELO DE INCLUSÃO DO LEMA MAIS FORTE, MAIS ALTO, MAIS

Leia mais

PROGRAMAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL

PROGRAMAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL PROGRAMAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL 1) Se eu pretender realizar mobilidade apenas no 2º semestre do próximo ano académico, quando é que devo apresentar a candidatura? 2) Quando é que devo efectuar o

Leia mais

Seu guia completo para nossos serviços móveis

Seu guia completo para nossos serviços móveis Seu guia completo para nossos serviços móveis Entre na maior comunidade de serviços móveis das Ilhas do Canal Jersey GRÁTIS www.jtglobal.com Pesquise por Jtsocial A JT oferece mais Custo/benefício A JT

Leia mais

Golden Residence Permit Program BES IMÓVEIS AREA GESTÃO IMOBILIÁRIA

Golden Residence Permit Program BES IMÓVEIS AREA GESTÃO IMOBILIÁRIA Golden Residence Permit Program BES IMÓVEIS AREA GESTÃO IMOBILIÁRIA Em que consiste, razões para a existência do programa e benefício principal Quem pode beneficiar do programa Como beneficiar do programa

Leia mais