Evento Portaria Conceitos, aspectos legais e suas perspectivas. Os desafios das Empresas para se adequar a Portaria do MTE 1510

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Evento Portaria 1510. Conceitos, aspectos legais e suas perspectivas. Os desafios das Empresas para se adequar a Portaria do MTE 1510"

Transcrição

1 Evento Portaria 1510 Conceitos, aspectos legais e suas perspectivas Os desafios das Empresas para se adequar a Portaria do MTE 1510

2 O Que Rege a Portaria 1510? Portaria MTE 1510 de 21 de Agosto de 2009 Regulamenta a Lei 7855 de 24/out/1989. Determina que pode ser usado... registro manual, mecânico ou eletrônico, conforme instruções a serem expedidas pelo Ministério de Trabalho.... Até então somente o uso de registros manuais ou cartográficos eram regulamentados. A Portaria 1510 regulamenta o uso do Sistema de Registro Eletrônico de Ponto (SREP). Estabelece requisitos mínimos necessários para os REP (Relógios Eletrônicos de Ponto) e para o Programa de Tratamento do Registro do Ponto.

3 Qual a Finalidade da Portaria 1510? Dar segurança jurídica ao uso de Sistemas de Registro Eletrônico de Ponto - SREP para empregados e empresas. Tese de insegurança do trabalhador comprovada em diligencias efetuadas por Auditores Fiscais do Trabalho (AFTs) de MG. Preocupação do Magistrado e Ministério é que o registro de marcação hoje é puramente eletrônico, não permitindo ao empregado de certificar a integridade e autenticidade das informações usados no calculo de sua remuneração. Restringir fraudes do tipo restrição de horário de marcação, marcação automática de ponto, autorização prévia de marcação de sobre jornada, alteração de dados registrados pelo empregado. Aumentar a eficiência e eficácia da fiscalização do trabalho. Tornar os processos da Justiça de Trabalho mais eficazes e rápidos.

4 Qual a Finalidade da Portaria 1510? Quantidade de processos trabalhistas por ano 2 Milhões (90% referente Horas Extras não Pagas) Fonte: FIESP

5 Qual a Finalidade da Portaria 1510? Quantidade de processos trabalhistas por ano 2 Milhões (90% referente Horas Extras não Pagas) Horas Extras não pagas por ano R$ 20,3 Bilhões Fonte: FIESP

6 Qual a Finalidade da Portaria 1510? Quantidade de processos trabalhistas por ano 2 Milhões (90% referente Horas Extras não Pagas) Horas Extras não pagas por ano R$ 20,3 Bilhões Fonte: FIESP Valores não arrecadados pela União R$ 4,1 Bilhões INSS R$ 2,8 Bilhões FGTS

7 Evento Portaria 1510 Portaria 1.510/09 MTE Conceitos, aspectos legais e suas perspectivas

8 Portaria 1510 Objetivo Principal Disciplinar o Registro Eletrônico de Ponto (Hardware e Software). Aplicabilidade Imediata para Software (fiscalização orientativa 90 dias). 1 ano para Hardware (relógios = REP). Relatórios Legais Exigidos AFD (Arquivo Fonte de Dados). Espelho de Ponto. AFDT (Arquivo Fonte de Dados Tratados). ACJEF (Arquivo de Controle de Jornada para Efeitos Fiscais). Relação Instantânea de Marcações. Atestado Técnico e Termo de Responsabilidade.

9 Principais Regulamentações Proíbe todo tipo de restrição à marcação de ponto. Proíbe marcações automáticas e alteração dos dados registrados. Obriga a emissão de comprovante da marcação a cada registro efetuado no REP (Registrador Eletrônico de Ponto). Estabelece os requisitos para os programas que farão o tratamento dos dados oriundos do REP (Registrador Eletrônico de Ponto). Estabelece os formatos dos relatórios e arquivos digitais de registro de ponto que o empregador deverá manter e apresentar à fiscalização do trabalho.

10 Conceito SREP O SREP (Sistema de Registro Eletrônico de Ponto) é o conjunto de equipamentos e programas informatizados destinados à anotação por meio eletrônico da entrada e saída dos trabalhadores das empresas O que será afetado? Sistema de Tratamento de Ponto Eletrônico. Relógio de Ponto Eletrônico.

11 SREP Sistema de Registro Eletrônico de Ponto O SREP não deve permitir: Restrições de horário à marcação do ponto. Marcação automática do ponto com horários pré-determinados ou horário contratual. Exigência por parte do sistema de autorização prévia para marcação de ponto. Existência de qualquer dispositivo que permita a alteração dos dados registrados pelo empregado.

12 SREP Sistema de Registro Eletrônico de Ponto Para a utilização do Sistema de Registro Eletrônico de Ponto: Obrigatório o uso do REP no local da prestação do serviço, vedado outros meios de registro. Não são permitidas marcações remotas (WEB) ou por computador.

13 Programa de Tratamento do Registro de Ponto Tem por função tratar os dados relativos à marcação dos horários de entrada e saída, originários exclusivamente do AFD, gerando: Espelho de Ponto Eletrônico conforme layout do MTE. Arquivo de Fonte de Dados Tratados (AFDT). Arquivo de Controle de Jornada para Efeitos Fiscais (ACJEF).

14 Programa de Ponto O Programa de Ponto se limitará: Inserção justificada de informações. Inclusão de marcação faltante. Assinalar marcação indevida. Importante: os dados originais da marcação serão mantidos.

15 O que não muda O controle de ponto manual ou mecânico. Dispensa de marcação do horário de intervalo da refeição e descanso pré-assinalado não precisa voltar a marcar. Dispensados do ponto conforme artigo 62 da CLT.

16 Atestado Técnico do Software Atestado técnico e termo de responsabilidade do fabricante do software afirmando expressamente que atende às determinações da Portaria Não permite alterações no AFD. Não permite divergências entre o AFD, arquivo e relatórios gerados. Assinam o responsável pela empresa e analista do sistema.

17 Registrador Eletrônico de Ponto - REP Finalidade exclusiva para a marcação de ponto. Possuir Memória de Registro de Ponto (MRP) permanente, os dados não poderão ser alterados nem apagados. Possuir Memória de Trabalho (MT) (cadastros). Não possuir mecanismo que permita realizar marcações automáticas ou restrições às marcações. Não depender de nenhum outro equipamento externo. Interromper a marcação de ponto quando for feita qualquer operação de comunicação com outro equipamento.

18 Comprovante da Marcação de Ponto do Empregado COMPROVANTE DE REGISTRO DE PONTO DO TRABALHADOR NOME DA EMPRESA CNPJ / ENDEREÇO DA EMPRESA REP : Empregado : NOME DO FUNCIONARIO PIS : /03/ :30:39 NSR

19 Impactos Gerais Investimentos Equipamentos atuais não atendem a portaria. Equipamento de uso exclusivo para ponto (proibida dupla função). Equipamentos de controle de acesso não podem ser utilizados para marcações de ponto. Necessidade de mais equipamentos. Adequação de infra-estrutura (civil, elétrica, telecom). Estoque de insumos (bobinas de papel). Operacionalização Troca de papel. Armazenamento físico das memórias de registro de ponto utilizadas. Supervisão dos equipamentos (falta ou quase falta de papel e autonomia da memória protegida).

20 Impactos Gerais Organização física dos equipamentos 1 a 2 Registradores Eletrônicos de Ponto para cada 100 funcionários. Instalação física nas portarias ou nos locais de trabalho? Como evitar o registro de ponto em dias e horários não autorizados para o colaborador? Através do controle de acesso. Disciplina para o registro de ponto: restrições de horários, sobre jornada, férias e outros afastamentos.

21 Impactos Administrativos Disciplina para Registro de Ponto Aviso aos empregados; Mudança de cultura; Procedimentos internos; Punições. Descentralização dos Acertos Lançamentos de abonos; Acertos de marcações; Justificativas. Responsabilidades Troca e reposição das bobinas; Geração de relatórios e arquivos legais (mensal ou por demanda fiscal); Inclusão como usuária do SREP no MTE.

22 Alterações no Sistema Senior Ronda Ponto Funcionalidades de ponto que serão eliminadas: Faixas horárias de ponto. Marcações geradas de ponto, entrada/saída não obrigatória, entrada/saída gerada, refeição gerada. Carga de listas horárias para coletores de ponto. Ignorar marcações em afastamento. Eliminar marcações ou inserir marcações automáticas para colaboradores. Desprezar marcações intermediárias na refeição.

23 Cronograma de Implantação O que mudou a partir de 26/11/2009 Adequação total do software (SREP) Manter as marcações originais Proibido restringir o horário da marcação do ponto Não permitir o registro automático do horário (Entrada e Saída de ponto) Não subordinar o registro de horário a autorização prévia Não permitir alterações dos registros de ponto sem justificativa Geração dos relatórios legais

24 Cronograma de Implantação O que muda a partir de 26/08/2010 Uso do REP Geração do AFD pelo REP Impressão obrigatória do comprovante de marcação Emissão da relação instantânea de marcações Art. 21 REP no local de trabalho para extração/impressão de dados pelo MTE

25 Pontos de Atenção Logística de implementação: Aquisição inicial de REP Operacionalização (instalação física e obras de infra-estrutura) Treinamento dos colaboradores para a marcação correta do ponto no REP Treinamento dos usuários SREP

26 Controle de Ponto vs Controle de Acesso A Portaria trata exclusivamente do controle de jornada de trabalho. O acesso ao local de trabalho, seja por catraca eletrônica ou qualquer outro meio, para empregados ou qualquer pessoa, é determinado pelo poder diretivo do empregador sobre seu estabelecimento, respeitadas as restrições previstas na legislação. O Inciso I do art 2 prevê que não haja qualquer restrição à marcação do ponto. A portaria não altera em nada o poder do empregador de controlar o acesso do empregado ao local de trabalho, nem de fazer cumprir a jornada do trabalhador. SREP deve apenas registrar fielmente as jornadas efetivamente praticadas pelos empregados. A Portaria exige que os equipamentos utilizados para controle de ponto sejam exclusivos para esse fim, ficando vedado qualquer controle de acesso utilizando os mesmos equipamentos. Entretanto, o controle de acesso continua sendo livre e, para tal todos os equipamentos continuam válidos.

27 Evento Portaria 1510 Relógio Ponto dentro dos padrões definidos pela Portaria Controles de Acesso com definições do horário de entrada e saída

28 Conclusões Portaria disciplina somente jornada de trabalho. Emissão do espelho de ponto. Emissão obrigatória do comprovante de marcação de ponto. Marcação no computador e/ou remoto(web) não é mais permitida. Nenhuma marcação é excluída da base de dados. Ronda Ponto atende a portaria desde a liberação de 20/11/2009.

29 Evento Portaria 1510 REP Registrador Eletrônico de Ponto Os desafios das Empresas para se adequar à Portaria do MTE 1.510

30 REP - digicon

31 REP - digicon Display Beep Led sinalização Impressora Comprovante do Trabalhador Relógio Precisão de 1 minuto/ano Funcionamento ininterrupto por 60 dias Memória de Registro de Ponto MRP Não pode ser alterada ou apagada Similar a memória fiscal Dispositivo de Identificação Biometria RFID Teclado MIFARE Código de Barras

32 REP - digicon LACRE

33 Características do REP Impressora integrada para emitir recibo com durabilidade de 05 ANOS, a impressão deve ser feita em papel contrastante com caracteres legíveis. Identificação do empregador. Local de prestação do serviço. Número de fabricação do REP. Identificação do trabalhador (nome e número do PIS). Data e hora do respectivo registro. NSR (número seqüencial de registro).

34 Características do REP O REP deve ter Memória de Registro de Ponto (MRP) PERMANENTE! Dados não podem ser apagados ou alterados. O REP deve ser substituído quando a memória encher ou queimar. Deve ser armazenada pelo período legal determinado pelo MTE. O registro armazenado deve conter: NSR, PIS, Data e Hora (minutos e segundos). Geração do arquivo de Fonte de Dados (AFD) pelo REP. Gravar todos os ajustes realizados no relógio (Data e Hora).

35 Caracteristicas do REP O REP deve ter porta fiscal (USB) para uso EXCLUSIVO do Auditor. Sempre acessível ao Fiscal do MTE. Coleta dos dados da MRP através de um Pendrive. Emissão de relatório de marcações efetuadas nas últimas vinte e quatro horas, quando solicitado pelo auditor (teclado). Relógio em tempo real mostrando horas, minutos e segundos. Relógio com precisão mínima de 01 minuto por ano e funcionamento por 60 dias sem energia elétrica.

36 Escolha do Equipamento Adequado FATORES QUE DEVEM SER ANALISADOS NO PROCESSO DE COMPRA DE UM REP

37 Impressão do Recibo Tipo do Papel Utilizado Não se esqueça: a impressão tem que durar 05 anos (Papel Contrastante). Tamanho da Bobina Lembre-se, quem vai trocar a bobina é a sua equipe. Tamanho da bobina compatível com a capacidade da impressora em puxá-lo. Fácil acesso para trocar a bobina. Tipo da Impressora Matricial, jato de tinta ou térmica (mais recomendada). Recorte do Ticket Manual ou Recorte automático? Insumos extras (carga, bobinas).

38 Impressão do Recibo VELOCIDADE!!! Varia de acordo com o tipo e modelo da impressora. Uma impressão muito lenta vai acarretar filas, descontentamento e prejuízos operacionais. Menor velocidade, mais coletores para atender! Aspectos de manutenção Cortador automático do recibo é muito importante. Problemas de manutenção e gastos maior de insumos se o usuário puxar o papel sem cortador. Maior manutenção com impressoras de agulhas. Deve ser emitido um alarme remoto para informar que o papel está acabando e/ou acabou.

39 Características digirep Controladora: Sistema Operacional Linux Embarcado. Confiável, robusto e seguro Processador ARM-9/32 bits 150 Mhz. Performance 8 MB memória flash e 32 MB memória RAM. Capacidade Display gráfico, Teclado capacitivo - Tecnologia Portas de comunicação (serial, USB, TCP-IP) Multi-com SDK e Arquivos Texto disponível Flexibilidade para integrar com SW Dimensões: 145 x 370 x 162 mm (L x A x P).

40 Características digirep Impressora: Impressão térmica. Velocidade de impressão 200 até 250 mm/seg. Guilhotina para corte parcial ou total do recibo. Bobina de papel com 130 metros. Estima-se a impressão de 2800 recibos com 4,5 cm de tamanho cada. Fácil troca da Bobina. Memória: Protegida contra acesso externo, alterações ou apagar dados. Capacidade para armazenar mais de 10 milhões de marcações (1 GB).

41 Evento Portaria 1510 Agradecemos por sua Atenção. Jaime D. Maas Gerente de Sistemas Acesso & Segurança Maio de 2.010

As melhores soluções para sua empresa. Programação. Gentileza desligar seu celular e/ou rádio.

As melhores soluções para sua empresa. Programação. Gentileza desligar seu celular e/ou rádio. As melhores soluções para sua empresa. Programação Gentileza desligar seu celular e/ou rádio. As melhores soluções para sua empresa. Missão: Proporcionar às empresas brasileiras alta-performance na gestão

Leia mais

EVENTO 25/03/2010 Ponto Eletrônico Portaria 1.510/09 MTE. digicon

EVENTO 25/03/2010 Ponto Eletrônico Portaria 1.510/09 MTE. digicon EVENTO 25/03/2010 Ponto Eletrônico Portaria 1.510/09 MTE Palestrante Alencar Berwanger Gerente de Produto Senior Sistemas Agenda Aspectos Gerais da Portaria Impacto nas Empresas Alterações nos Sistemas

Leia mais

NOVO SISTEMA E NOVAS REGRAS PARA O REGISTRO DE MARCAÇÃO DE PONTO ELETRÔNICO AUTOR: José Adeildo Nicolau da Costa*

NOVO SISTEMA E NOVAS REGRAS PARA O REGISTRO DE MARCAÇÃO DE PONTO ELETRÔNICO AUTOR: José Adeildo Nicolau da Costa* NOVO SISTEMA E NOVAS REGRAS PARA O REGISTRO DE MARCAÇÃO DE PONTO ELETRÔNICO AUTOR: José Adeildo Nicolau da Costa* O que é o novo registro de ponto? É o Sistema de Registro Eletrônico de Ponto - SREP -

Leia mais

PORTARIA MTE nº 1510/2009 NOVAS REGRAS SOBRE O CONTROLE ELETRÔNICO DE PONTO

PORTARIA MTE nº 1510/2009 NOVAS REGRAS SOBRE O CONTROLE ELETRÔNICO DE PONTO PORTARIA MTE nº 1510/2009 NOVAS REGRAS SOBRE O CONTROLE ELETRÔNICO DE PONTO Neste fascículo de Uma entrevista com o Advogado, apresentamos o conteúdo de artigo enviado pelo Ministério do Trabalho e Emprego

Leia mais

a. Proíbe todo tipo de restrição à marcação de ponto, marcações automáticas e alteração dos dados registrados;

a. Proíbe todo tipo de restrição à marcação de ponto, marcações automáticas e alteração dos dados registrados; 1. Quais são os principais pontos da Portaria MTE 1.510/2009? a. Proíbe todo tipo de restrição à marcação de ponto, marcações automáticas e alteração dos dados registrados; b. Estabelece requisitos para

Leia mais

a. Proíbe todo tipo de restrição à marcação de ponto, marcações automáticas e alteração dos dados registrados;

a. Proíbe todo tipo de restrição à marcação de ponto, marcações automáticas e alteração dos dados registrados; Observação: Essa página se propõe a responder, exclusivamente, perguntas sobre o Sistema de Registro Eletrônico de Ponto SREP, previsto na Portaria nº 1.510/2009. Perguntas sobre outros temas como direitos

Leia mais

Sistema de Registro Eletrônico de Ponto - SREP. Informações úteis para o Empregador. Versão 1.2

Sistema de Registro Eletrônico de Ponto - SREP. Informações úteis para o Empregador. Versão 1.2 Sistema de Registro Eletrônico de Ponto - SREP Portaria MTE 1.510/2009 Informações úteis para o Empregador Versão 1.2 1 Sumário 1 PONTOS IMPORTANTES DA PORTARIA 1.510/2009... 3 1.1 Definições... 4 1.2

Leia mais

As melhores soluções para sua empresa. Core business. Soluções em software, hardware para acesso e segurança e cartões de identificação.

As melhores soluções para sua empresa. Core business. Soluções em software, hardware para acesso e segurança e cartões de identificação. As melhores soluções para sua empresa. Core business Soluções em software, hardware para acesso e segurança e cartões de identificação. As melhores soluções para sua empresa. REP-Relógio Eletrônico de

Leia mais

As novas regras para a marcação do ponto eletrônico

As novas regras para a marcação do ponto eletrônico As novas regras para a marcação do ponto eletrônico Portaria 1.510 de 28/08/2009 Dra. Vanessa Cardone Benício Adv ogados Ass ociados ABREVIAÇÕES REP: Registro Eletrônico de Ponto SREP: Sistema de Registro

Leia mais

1-Restrições de horário à marcação do ponto. O empregador não poderá determinar uma faixa horária para que os funcionários marquem o ponto.

1-Restrições de horário à marcação do ponto. O empregador não poderá determinar uma faixa horária para que os funcionários marquem o ponto. Em 21/08/2009, foi publicada a Portaria 1.510/2009, pelo MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), para regulamentar o uso do REP (Registrador Eletrônico de Ponto). A Portaria 1.510/2009 foi dividida em

Leia mais

DUVÍDAS FREQUENTES SOBRE PONTO ELETRÔNICO

DUVÍDAS FREQUENTES SOBRE PONTO ELETRÔNICO DUVÍDAS FREQUENTES SOBRE PONTO ELETRÔNICO 1. Quais são os principais pontos da Portaria MTE 1.510/2009? Proíbe todo tipo de restrição à marcação de ponto, marcações automáticas e alteração dos dados registrados;

Leia mais

PORTARIA Nº 1.510, DE 21 DE AGOSTO DE 2009

PORTARIA Nº 1.510, DE 21 DE AGOSTO DE 2009 PORTARIA Nº 1.510, DE 21 DE AGOSTO DE 2009 O MINISTRO DE ESTADO DO TRABALHO E EMPREGO, no uso das atribuições que lhe conferem o inciso II do parágrafo único do art. 87 da Constituição Federal e os arts.

Leia mais

FORMAS DE UTILIZAÇÃO DOS PRODUTOS:

FORMAS DE UTILIZAÇÃO DOS PRODUTOS: O ID REP SB é um produto específico para controle de ponto de funcionários. Foi concebido dentro das especificações técnicas estabelecidas pelas novas regras de funcionamento de sistemas eletrônicos de

Leia mais

Madis Rodbel Lança equipamento de ponto que atende a portaria 1510 do MTE

Madis Rodbel Lança equipamento de ponto que atende a portaria 1510 do MTE No dia 21 de agosto de 2009, o Ministério do Trabalho e Emprego assinou a Portaria 1510, que regulamenta o Registro Eletrônico de Ponto - REP e a utilização do Sistema de Registro Eletrônico de Ponto -

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS

PERGUNTAS E RESPOSTAS PERGUNTAS E RESPOSTAS ASSUNTO: REP REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO 2. Quando a portaria entra em vigor? Na data de sua publicação, 25/08/2009, exceto para o uso do REP, cujo início da obrigatoriedade depende

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID REP SMALL BUSINESS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID REP SMALL BUSINESS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID REP SMALL BUSINESS ÍNDICE a) OBJETIVO...3 b) MODELO...3 c) ID REP c.1) Características Funcionais Genéricas...4 c.2) Características Operacionais Genéricas...5

Leia mais

Novas Implementações Sistema de Ponto WinPto. Foi implementado um novo folder com complemento de cadastro, conforme figura:

Novas Implementações Sistema de Ponto WinPto. Foi implementado um novo folder com complemento de cadastro, conforme figura: Novas Implementações Sistema de Ponto WinPto 1. Cadastro de funcionários: Foi implementado um novo folder com complemento de cadastro, conforme figura: b 2. cadastro de empresas, foi acrescentado campo

Leia mais

A solução mais completa e inovadora em Registro Eletrônico do mercado.

A solução mais completa e inovadora em Registro Eletrônico do mercado. A solução mais completa e inovadora em Registro Eletrônico do mercado. O ID REP Company é a solução da ID Data para o controle de ponto dos colaboradores. Vencedor de dois prêmios de design, traz a mais

Leia mais

BE.004 - PONTO ELETRÔNICO.

BE.004 - PONTO ELETRÔNICO. .: BE.004 - Ponto Eletrônico :. file://q:\boletim\extraordinario\2010-05-24-be004\ponto Eletronico.htm Page 1 of 1 1/6/2010 BE.004 - PONTO ELETRÔNICO. As empresas com mais de 10 empregados estão obrigadas

Leia mais

AFD - Arquivo-Fonte de Dados arquivo gerado a partir dos dados armazenados na MRP.

AFD - Arquivo-Fonte de Dados arquivo gerado a partir dos dados armazenados na MRP. Ponto Eletrônico SIGLAS E DEFINIÇÕES SREP - Sistema de Registro Eletrônico de Ponto: é o conjunto de equipamentos e programas informatizados destinado à anotação por meio eletrônico da entrada e saída

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID REP HOME

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID REP HOME ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID REP HOME ÍNDICE a) OBJETIVO...3 b) MODELOS...3 c) ID REP HOME c.1) Características Funcionais Genéricas...4 c.2) Características Operacionais Genéricas...5 c.3)

Leia mais

PORTARIA Nº 1.510, DE 21 DE AGOSTO DE 2009

PORTARIA Nº 1.510, DE 21 DE AGOSTO DE 2009 PORTARIA Nº 1.510, DE 21 DE AGOSTO DE 2009 O MINISTRO DE ESTADO DO TRABALHO E EMPREGO, no uso das atribuições que lhe conferem o inciso II do parágrafo único do art. 87 da Constituição Federal e os arts.

Leia mais

*REGISTRO ELETRÔNICO DE PONTO

*REGISTRO ELETRÔNICO DE PONTO SICAP NEWS Ano 2 nº 19 Informativo Mensal Março 2010 *REGISTRO ELETRÔNICO DE PONTO * Base Legal: Art. 74 da CLT e Portaria 1.510/2009, do MTE Conforme dispõe o 2º do art. 74 da CLT, estão obrigados à anotação

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID REP COMPANY

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID REP COMPANY ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID REP COMPANY 2 ÍNDICE a) Objetivo... 3 b) Hierarquia dos Produtos...3 c) ID REP c.1) Características Funcionais Genéricas...4 c.2) Características Operacionais

Leia mais

DIGIREP. Registro Eletrônico de Ponto

DIGIREP. Registro Eletrônico de Ponto DIGIREP Registro Eletrônico de Ponto Versão preferencial com fundo branco: Versão Tons de Cinza com fundo branco: Versão colorida em fundo preto: Versão Tons de Cinza em fundo preto: DigiREP é um equipamento

Leia mais

DIGIREP. Registro Eletrônico de Ponto

DIGIREP. Registro Eletrônico de Ponto DIGIREP Registro Eletrônico de Ponto DigiREP é um equipamento para Registro Eletrônico de Ponto, com impressão das marcações, atendendo à Portaria 1510 do Ministério do Trabalho e Emprego - MTE. A Digicon

Leia mais

SREP SISTEMA DE REGISTRO ELETRÔNICO DE PONTO

SREP SISTEMA DE REGISTRO ELETRÔNICO DE PONTO SREP SISTEMA DE REGISTRO ELETRÔNICO DE PONTO Perguntas e Respostas extraídas do site do Ministério do Trabalho em 02/2011. 1. Quais são os principais pontos da Portaria MTE 1.510/2009? a) Proíbe todo tipo

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS

PERGUNTAS E RESPOSTAS PERGUNTAS E RESPOSTAS ASSUNTO: ESPELHOS DE PONTO, COMPROVANTES E ARQUIVOS 11. O REP poderá emitir um comprovante de marcação de ponto por dia? Não. É obrigatória a emissão de um comprovante a cada batida.

Leia mais

Especificação Técnica BEREP

Especificação Técnica BEREP Especificação Técnica BEREP 1 1 Objetivo Os produtos da linha BEREP são produtos especificos para controle de ponto de funcionários. Foram concebidos dentro das especificações técnicas estabelecidas pelas

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA E OPERACIONAL ID REP. a) Objetivo 2. b) Hierarquia dos Produtos 2

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA E OPERACIONAL ID REP. a) Objetivo 2. b) Hierarquia dos Produtos 2 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA E OPERACIONAL ID REP a) Objetivo 2 b) Hierarquia dos Produtos 2 c) ID REP c.1) Características Funcionais Genéricas 3 c.2) Características Operacionais Genéricas 4 c.2 Características

Leia mais

Seja qual for o tamanho da sua empresa, temos sempre a melhor solução!

Seja qual for o tamanho da sua empresa, temos sempre a melhor solução! REGISTRADO PELO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO Seja qual for o tamanho da sua empresa, temos sempre a melhor solução! Soluções completas para Registro Eletrônico de Ponto Sinta-se Seguro A Telemática

Leia mais

Modelo R02 - Volume 2 - Operacional

Modelo R02 - Volume 2 - Operacional Modelo R02 - Volume 2 - Operacional INTRODUÇÃO Este manual foi elaborado com a finalidade de exemplificar todas as operações possíveis de serem executadas no equipamento. O equipamento Prisma Super Fácil

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS

PERGUNTAS E RESPOSTAS PERGUNTAS E RESPOSTAS 1. Quais são os principais pontos da Portaria MTE 1.510/2009? a. Proíbe todo tipo de restrição à marcação de ponto, marcações automáticas e alteração dos dados registrados; b. Estabelece

Leia mais

REP Relógio Eletrônico de Ponto. Perguntas e Respostas

REP Relógio Eletrônico de Ponto. Perguntas e Respostas REP Relógio Eletrônico de Ponto Perguntas e Respostas 1. VIGÊNCIA E PRAZOS 2. CADASTRAMENTOS, ATESTADOS TÉCNICOS E CERTIFICAÇÃO DO REP 3. REP REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO 4. PROGRAMA DE TRATAMENTO 5.

Leia mais

JORNADA DE TRABALHO JORNADA DE TRABALHO JORNADA DE TRABALHO 18/05/2011

JORNADA DE TRABALHO JORNADA DE TRABALHO JORNADA DE TRABALHO 18/05/2011 - Quadro de Horário Segundo a Art 74 da CLT a empresa deve afixar em lugar visível o quadro de horário. - Sistema alternativo de Controle de Jornada O Ministério aprovou através da portaria nº 1120, este

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS

PERGUNTAS E RESPOSTAS PERGUNTAS E RESPOSTAS ASSUNTO: OUTROS ASSUNTOS RELACIONADOS AO SREP 1. Quais são os principais pontos da Portaria MTE 1.510/2009? a. Proíbe todo tipo de restrição à marcação de ponto, marcações automáticas

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS

PERGUNTAS E RESPOSTAS PERGUNTAS E RESPOSTAS 1. Quais são os principais pontos da Portaria MTE 1.510/2009? a. Proíbe todo tipo de restrição à marcação de ponto, marcações automáticas e alteração dos dados registrados; b. Estabelece

Leia mais

Especificação Técnica

Especificação Técnica Velti Ponto (REP) O Velti Ponto está homologado de acordo com a Portaria nº 1.510/2009 do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) em 10 modelos que se diferenciam pela tecnologia de identificação (leitores),

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS

PERGUNTAS E RESPOSTAS PERGUNTAS E RESPOSTAS 1. Quais são os principais pontos da Portaria MTE 1.510/2009? a. Proíbe todo tipo de restrição à marcação de ponto, marcações automáticas e alteração dos dados registrados; b. Estabelece

Leia mais

Ponto Microsis. Sistema de Registro Eletrônico de Ponto

Ponto Microsis. Sistema de Registro Eletrônico de Ponto Ponto Microsis Sistema de Registro Eletrônico de Ponto Ponto Microsis Visando atender as constantes atualizações da CLT, em particular, a última Portaria vigente - 1510/2009 (consulte http://portal.mte.gov.br/pontoeletronico),

Leia mais

Modelo Tecnologia de Identificação Display Impressora. Gráfico; Gráfico; Alfanumérico; Gráfico; Alfanumérico; Alfanumérico; Alfanumérico;

Modelo Tecnologia de Identificação Display Impressora. Gráfico; Gráfico; Alfanumérico; Gráfico; Alfanumérico; Alfanumérico; Alfanumérico; O Velti Ponto está homologado de acordo com a Portaria nº 1.510/2009 do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) em 10 modelos que se diferenciam pela tecnologia de identificação (leitores), tipo de display

Leia mais

Ponto Eletrônico - PORTARIA Nº 1.510, DE 21/08/2009

Ponto Eletrônico - PORTARIA Nº 1.510, DE 21/08/2009 Ponto Eletrônico - PORTARIA Nº 1.510, DE 21/08/2009 O MINISTRO DE ESTADO DO TRABALHO E EMPREGO, no uso das atribuições que lhe conferem o inciso II do parágrafo único do art. 87 da Constituição Federal

Leia mais

Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda.

Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. +55 41 3661-0100 Rua Rio Piquiri, 400 - Jardim Weissópolis - Pinhais/PR - Brasil CEP: 83322-010 CNPJ: 01.245.055/0001-24 Inscrição Estadual: 90.111.008-53

Leia mais

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N o 2.839 DE 2010 Susta a Portaria nº 1.510 do Ministério do Trabalho e Emprego, de 21 de agosto de 2009, publicada

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS

PERGUNTAS E RESPOSTAS PERGUNTAS E RESPOSTAS ASSUNTO: REP REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO 2. Quando a portaria entra em vigor? Na data de sua publicação, 25/08/2009, exceto para o uso do REP, que se tornará obrigatório no dia

Leia mais

Adequação do Ponto Eletrônico à Portaria MTE nº 1.510

Adequação do Ponto Eletrônico à Portaria MTE nº 1.510 Adequação do Ponto Eletrônico à Portaria MTE nº 1.510 Produto : Ponto Eletrônico - versão P10 País : BRASIL Data : 16/12/2009 A TOTVS S.A., na condição de desenvolvedora e provedora do sistema empresarial

Leia mais

Modelo R02 - Volume 1 - Conhecendo o Equipamento

Modelo R02 - Volume 1 - Conhecendo o Equipamento Modelo R02 - Volume 1 - Conhecendo o Equipamento INTRODUÇÃO Este manual foi desenvolvido com a finalidade de apresentar os recursos do equipamento, modos de registro de ponto e comunicação. O equipamento

Leia mais

A SOLUÇÃO EM AUTOMAÇÃO COMERCIAL

A SOLUÇÃO EM AUTOMAÇÃO COMERCIAL Futura Ponto (REP) A SOLUÇÃO EM AUTOMAÇÃO COMERCIAL Website: www.futurasistemas.com.br Telefone: (11) 3227-8984/ (11) 3929-8980 ÍNDICE Futura Ponto (REP)...03 Configurações Iniciais...04 Cadastrar Empresa...05

Leia mais

Relógio de Ponto Hexa - HENRY

Relógio de Ponto Hexa - HENRY Relógio de Ponto Hexa - HENRY Visão Geral Equipamento Homologado pelo Ministério do Trabalho e Certificado pelo Inmetro. Trabalha com vários tipos de comunicação, tornando-se um equipamento moldável e

Leia mais

Capacidade de gerenciamento de até 15.000 colaboradores na Memória de Trabalho (MT);

Capacidade de gerenciamento de até 15.000 colaboradores na Memória de Trabalho (MT); Características Registrador eletrônico de ponto que atende a Portaria 1.510/09 do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), e os requisitos da Portaria 595/13 do Inmetro, que determina novos padrões de segurança

Leia mais

Prof. Rogério Alves de Oliveira

Prof. Rogério Alves de Oliveira As novas regras do Ministério do Trabalho para o CONTROLE DE PONTO Portaria n o 1.510, de 21 de agosto de 2009. Facilitador Bacharel em Direito Formação em Dinâmica dos Grupos Especialização em Administração

Leia mais

Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda.

Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. +55 41 3661-0100 Rua Rio Piquiri, 400 - Jardim Weissópolis - Pinhais/PR - Brasil CEP: 83322-010 CNPJ: 01.245.055/0001-24 Inscrição Estadual: 90.111.008-53

Leia mais

PARECER Nº, DE 2011. Senado Federal Gabinete Senador Armando Monteiro. RELATOR: Senador ARMANDO MONTEIRO I RELATÓRIO

PARECER Nº, DE 2011. Senado Federal Gabinete Senador Armando Monteiro. RELATOR: Senador ARMANDO MONTEIRO I RELATÓRIO PARECER Nº, DE 2011 Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, sobre o Projeto de Decreto Legislativo nº 593, de 2010, da Senadora Niúra Demarchi, que susta os efeitos da Portaria nº 1.510, de 21

Leia mais

Características. Hexa Controle de ponto

Características. Hexa Controle de ponto Características Os modelos são: o HEXA A - BIOMETRIA/CÓDIGO DE BARRAS/PROXIMIDADE/MIFARE o HEXA B - BIOMETRIA/PROXIMIDADE o HEXA C - BIOMETRIA/CÓDIGO DE BARRAS o HEXA D - BIOMETRIA/MIFARE o HEXA E - CÓDIGO

Leia mais

Características Técnicas

Características Técnicas Características Técnicas Equipamento homologado de acordo com o Portaria 1510/09 do MTE, com as seguintes características: Possui 2 processadores de 32 Bits, onde um é dedicado para marcações de ponto

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID CP

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID CP ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS ID CP 2 ÍNDICE a) Objetivo...3 b) Hierarquia dos Produtos...3 c) ID CP c.1) Características Funcionais Genéricas...4 c.2) Características Operacionais Genéricas...5

Leia mais

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N o 2.839 DE 2010

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N o 2.839 DE 2010 COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N o 2.839 DE 2010 Susta a Portaria nº 1.510 do Ministério do Trabalho e Emprego, de 21 de agosto de 2009, publicada

Leia mais

Confederação Nacional da Indústria

Confederação Nacional da Indústria Março/2010 Nota Técnica Ponto Eletrônico Unidade de Relações do Trabalho Confederação Nacional da Indústria e Desenvolvimento Associativo 1 Introdução Em 21 de agosto de 2009 foi publicada a Portaria MTE

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS

PERGUNTAS E RESPOSTAS PERGUNTASERESPOSTAS 1.QuaissãoosprincipaispontosdaPortariaMTE1.510/2009? a.proíbetodotipoderestriçãoàmarcaçãodeponto,marcaçõesautomáticasealteraçãodosdadosregistrados; b. Estabelece requisitos para o equipamento

Leia mais

C e C controle de Ponto e Acesso Ltda. Soluções em controle de Ponto e Acesso de Minas.

C e C controle de Ponto e Acesso Ltda. Soluções em controle de Ponto e Acesso de Minas. A/C Nossos dados cadastrais Nome fantasia.: Micro-Point Razão social.: C&C CONTROLE DE PONTO E ACESSO LTDA CNPJ.: 08.369.442/0001-11 IE.: 001.029.830-0060 Av. Amazonas 5470 Nova Suíça Belo Horizonte MG

Leia mais

O equipamento está homologado de acordo com a Portaria nº 1.510/2009 MTE, disponível em 7 modelos:

O equipamento está homologado de acordo com a Portaria nº 1.510/2009 MTE, disponível em 7 modelos: Características O equipamento está homologado de acordo com a Portaria nº 1.510/2009 MTE, disponível em 7 modelos: --Prisma E - Display alfa numérico (biometria + código de barras); --Prisma F - Display

Leia mais

Sistema de Registro Eletrônico de Ponto - SREP Portaria MTE 1.510/2009

Sistema de Registro Eletrônico de Ponto - SREP Portaria MTE 1.510/2009 Sistema de Registro Eletrônico de Ponto - SREP Portaria MTE 1.510/2009 Informações úteis para o Fabricante de Programa de Tratamento de Registro de Ponto Versão 2.0 Sumário 1. Introdução...4 2. Formato

Leia mais

Características Técnicas

Características Técnicas Características Técnicas Equipamento homologado de acordo com o Portaria 1510/09 do MTE, com as seguintes características: Possui 2 processadores de 32 Bits, onde um é dedicado para marcações de ponto

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 85, DE 26 DE JULHO DE 2010

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 85, DE 26 DE JULHO DE 2010 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 85, DE 26 DE JULHO DE 2010 Disciplina a fiscalização do Sistema de Registro Eletrônico de Ponto - SREP, regulamentado pela Portaria nº 1.510, de 21 de agosto de 2009, e fixa prazo

Leia mais

Art. 1º - Disciplinar o registro eletrônico de ponto e a utilização do Sistema de Registro Eletrônico de Ponto - SREP.

Art. 1º - Disciplinar o registro eletrônico de ponto e a utilização do Sistema de Registro Eletrônico de Ponto - SREP. São Paulo, 25 de setembro de 2009. Senhor Ministro, Assunto: Portaria MTE 1510/2009 - Controle de Ponto Eletrônico Dirigimo-nos a Vossa Excelência para externar nossa preocupação quanto ao conteúdo da

Leia mais

PORTARIA 1.510. Os impactos sobre as MPEs

PORTARIA 1.510. Os impactos sobre as MPEs PORTARIA 1.510 Os impactos sobre as MPEs A PORTARIA 1.510 O que é? Regulamentação do MTE Muda as regras de fabricação e uso de Relógios e Sistemas de Ponto Novas obrigações para empresas usuárias e fabricantes

Leia mais

Manual d o usuário DATAREPi8T

Manual d o usuário DATAREPi8T Manual d o usuário DATAREPi8T Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida sem permissão da Diponto Ltda. As informações e especificações técnicas podem mudar a qualquer momento sem aviso prévio.

Leia mais

Quando se fala em ponto eletrônico, a primeira coisa que vem à sua cabeça ainda é dor?

Quando se fala em ponto eletrônico, a primeira coisa que vem à sua cabeça ainda é dor? Quando se fala em ponto eletrônico, a primeira coisa que vem à sua cabeça ainda é dor? Interagir com sistemas que ainda dependem de agendamentos manuais e de coletas presenciais em vários equipamentos

Leia mais

REGISTRO ELETRÔNICO DE PONTO

REGISTRO ELETRÔNICO DE PONTO REGISTRO ELETRÔNICO DE PONTO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 85, DE 26 DE JULHO DE 2010- MTE- DOU 27.07.2010- Disciplina a fiscalização do Sistema de Registro Eletrônico de Ponto SREP regulamentado pela Portaria

Leia mais

ÍNDICE. Futura Ponto (REP)...03. Configurações Iniciais...04. Cadastrar Horário...05. Configurar Hora Extra...07. Cadastrar Departamento...

ÍNDICE. Futura Ponto (REP)...03. Configurações Iniciais...04. Cadastrar Horário...05. Configurar Hora Extra...07. Cadastrar Departamento... Futura Ponto (REP) ÍNDICE Futura Ponto (REP)...03 Configurações Iniciais...04 Cadastrar Horário...05 Configurar Hora Extra...07 Cadastrar Departamento...10 Cadastrar Função...11 Cadastrar Funcionário...12

Leia mais

Manual do usuário MINIREP

Manual do usuário MINIREP Manual do usuário MINIREP Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida sem permissão da Diponto Ltda. As informações e especificações técnicas podem mudar a qualquer momento sem aviso prévio. Leitura

Leia mais

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS DEPARTAMENTO DE PESSOAL

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS DEPARTAMENTO DE PESSOAL Copia Controlada nº Código: RHP07 V05 Emissão: 30/05/2012 Folha: 1/18 MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS Registro de Ponto Copia Controlada nº Código: RHP07 V05 Emissão: 30/05/2012 Folha: 2/18 1 Conteúdo

Leia mais

Manual de Utilização SCI-Ponto

Manual de Utilização SCI-Ponto Manual de Utilização SCI-Ponto Sumário 1. Cadastro de Empregador... 2 2. Cadastro de Locais... 3 3. Cadastro de REPs... 3 4. Cadastro de Horário de Verão... 5 5. Cadastro de Funcionários... 6 6. Exportação

Leia mais

Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego;

Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego; Características Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego; Poderá ser utilizado por empresas autorizadas por convenção ou acordo coletivo a usar sistemas

Leia mais

DIMAS DE MELO PIMENTA Sistemas de Ponto e Acesso Ltda.

DIMAS DE MELO PIMENTA Sistemas de Ponto e Acesso Ltda. Elaborador por: Qualidade de Software Rev. 11.0 Data: 19/12/2011 Índice Apresentação... 3 Requisitos Mínimos... 3 Instalação do Software... 4 Acessando o Programa... 7 Menu Cadastro... 8 Cadastro de Usuários...

Leia mais

Micro-Point Controle de Ponto e Acesso. Soluções em controle de Ponto e Acesso de Minas.

Micro-Point Controle de Ponto e Acesso. Soluções em controle de Ponto e Acesso de Minas. Proposta Comercial para fornecimento de equipamento. Nossos dados cadastrais Nome fantasia.: Micro-Point Razão social.: C&C CONTROLE DE PONTO E ACESSO LTDA CNPJ.: 08.369.442/0001-11 IE.: 001.029.830-0060

Leia mais

PONTO ELETRÔNICO. Confira as normas para o controle da jornada de trabalho do empregado

PONTO ELETRÔNICO. Confira as normas para o controle da jornada de trabalho do empregado PONTO ELETRÔNICO JORNADA DE TRABALHO Controle de Horário Confira as normas para o controle da jornada de trabalho do empregado O empregado fica à disposição do empregador para dar cumprimento às tarefas

Leia mais

Confederação Nacional da Indústria

Confederação Nacional da Indústria Março/2010 Nota Técnica Ponto Eletrônico Unidade de Relações do Trabalho e Desenvolvimento Associativo Confederação Nacional da Indústria 1 Introdução Em 21 de agosto de 2009 foi publicada a Portaria MTE

Leia mais

Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego;

Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego; Características Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego; Poderá ser utilizado por empresas autorizadas por convenção ou acordo coletivo a usar sistemas

Leia mais

Manual do Aplicativo de Configurações

Manual do Aplicativo de Configurações Registrador Eletrônico de Ponto Manual do Aplicativo de Configurações Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. Rua Rio Piquiri, 400 - Jardim Weissópolis Código Postal 83.322-010 Pinhais - Paraná

Leia mais

Este manual foi desenvolvido usando a versão 3.4.81 do Ponto Secullum 3 e a versão 1.0.51 do Ponto Secullum 4.

Este manual foi desenvolvido usando a versão 3.4.81 do Ponto Secullum 3 e a versão 1.0.51 do Ponto Secullum 4. Migrando do Ponto Secullum 3 para o Ponto Secullum 4 A Secullum Sistemas de Ponto e Acesso vem através desse manual esclarecer as duvidas em relação a migração do sistema de Ponto Secullum 3 para o Ponto

Leia mais

Sumário REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO - REP-1000 REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO - REP-1000

Sumário REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO - REP-1000 REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO - REP-1000 Versão 1.04 Março de 2010. Sumário As informações contidas neste manual estão sujeitas a alterações sem prévio aviso e não representam compromisso por parte do fabricante. As imagens aqui reproduzidas

Leia mais

PONTO ELETRÔNICO Portaria MTE n 1.510, de 21 de agosto de 2009

PONTO ELETRÔNICO Portaria MTE n 1.510, de 21 de agosto de 2009 PONTO ELETRÔNICO Portaria MTE n 1.510, de 21 de agosto de 2009 Introdução Em 21 de agosto de 2009 foi publicada, pelo Ministério do Trabalho e Emprego ( MTE ), a Portaria n 1.510, que tem por objetivo

Leia mais

MARQUE PONTO. Registrador Eletrônico de Ponto - Manual de Operação 1.3

MARQUE PONTO. Registrador Eletrônico de Ponto - Manual de Operação 1.3 w MARQUE PONTO Registrador Eletrônico de Ponto - Manual de Operação 1.3 1 2 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO 4 1.1. APRESENTAÇÃO 4 1.2. MODO DE USO 4 1.3. APRESENTAÇÃO E INFORMAÇÕES INICIAIS 5 2 FIXAÇÃO DO EQUIPAMENTO

Leia mais

Portaria n.º 479, de 15 de dezembro de 2011..

Portaria n.º 479, de 15 de dezembro de 2011.. Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA-INMETRO Portaria n.º 479, de 15 de dezembro de 2011.. O PRESIDENTE

Leia mais

Em Receber de Arquivo AFD, criada opção para selecionar vários arquivos.

Em Receber de Arquivo AFD, criada opção para selecionar vários arquivos. Página 1 de 14 Versão 1.30.0 08/02/2013 11:00 Criado relatório Funcionários por Funções. Em Receber de Arquivo AFD, criada opção para selecionar vários arquivos. Para equipamentos Henry, criada comunicação

Leia mais

SUMÁRIO IDENTIFIQUE O MODELO. Conhecendo o equipamento INTRODUÇÃO:

SUMÁRIO IDENTIFIQUE O MODELO. Conhecendo o equipamento INTRODUÇÃO: Guia do Usuário SUMÁRIO INTRODUÇÃO: Este manual foi desenvolvido com a finalidade de apresentar os recursos do equipamento, modos de registro de ponto e comunicação. O equipamento IDNOX foi desenvolvido

Leia mais

Manual. ID DATA Config Versão 3.3

Manual. ID DATA Config Versão 3.3 Manual ID DATA Config Versão 3.3 Sumário 1. Introdução... 4 2. Pré-Requisitos... 4 2.1. Atualização... 4 3. Instalação do ID DATA Config... 5 4. Visão Geral do Programa... 8 4.1. Tela Principal... 8 4.2.

Leia mais

www.lojatotalseg.com.br

www.lojatotalseg.com.br Manual do Aplicativo de Configurações J INTRODUÇÃO Este manual visa explicar a utilização do software embarcado do equipamento Prisma. De fácil utilização e com suporte a navegadores de internet de todos

Leia mais

Você está em uma Nova Era! Era em que é possível otimizar o tempo para ganhar produtividade e qualidade.

Você está em uma Nova Era! Era em que é possível otimizar o tempo para ganhar produtividade e qualidade. Você está em uma Nova Era! Era em que é possível otimizar o tempo para ganhar produtividade e qualidade. A Secullum traz sua experiência para atender as necessidades de sua empresa através do software

Leia mais

Conhecendo a Id Data e o Grupo Daiken

Conhecendo a Id Data e o Grupo Daiken Conhecendo a Id Data e o Grupo Daiken Conhecendo a ID Data e o Grupo Daiken ID DATA: Empresa associada ao Grupo Daiken. Desenvolvedora de soluções em identificação; Controle de acesso, ponto e identificação

Leia mais

Acabamento em aço inox (Tampa superior embutida, proporcionando um melhor acabamento);

Acabamento em aço inox (Tampa superior embutida, proporcionando um melhor acabamento); Características Fabricada em aço-carbono com pintura em epóxi preto; Tratamento anti-corrosivo; Acabamento em aço inox (Tampa superior embutida, proporcionando um melhor acabamento); Fechadura para acesso

Leia mais

Manual. ID REP Config Versão 1.0

Manual. ID REP Config Versão 1.0 Manual ID REP Config Versão 1.0 Sumário 1. Introdução... 3 2. Pré-Requisitos... 3 2.1. Atualização... 3 3. Instalação do ID REP Config... 4 4. Visão Geral do Programa... 6 4.1. Tela Principal... 6 4.2.

Leia mais

Portaria n.º 415, de 28 de outubro de 2011 CONSULTA PÚBLICA. OBJETO: Regulamento Técnico da Qualidade para Registrador Eletrônico de Ponto.

Portaria n.º 415, de 28 de outubro de 2011 CONSULTA PÚBLICA. OBJETO: Regulamento Técnico da Qualidade para Registrador Eletrônico de Ponto. Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA-INMETRO Portaria n.º 415, de 28 de outubro de 2011 CONSULTA

Leia mais

Confederação Nacional da Indústria

Confederação Nacional da Indústria jul/2011 Nota Técnica Ponto Eletrônico Unidade de Relações do Trabalho e Desenvolvimento Associativo Confederação Nacional da Indústria 1. Introdução Em 25 de agosto de 2009 foi publicada a Portaria MTE

Leia mais

ANEXO I. Leiaute dos arquivos. 9 numérico "000000000". 1 numérico Tipo do registro, "1". 14 numérico CNPJ ou CPF do empregador.

ANEXO I. Leiaute dos arquivos. 9 numérico 000000000. 1 numérico Tipo do registro, 1. 14 numérico CNPJ ou CPF do empregador. ANEXO I Leiaute dos arquivos.arquivo-fonte de Dados AFD Este arquivo é composto dos seguintes tipos de registro:..registro tipo "" - Cabeçalho Referência do 00- numérico "000000000". 00-00 numérico Tipo

Leia mais

Ponto Eletrônico: novidades e orientações para implementação

Ponto Eletrônico: novidades e orientações para implementação Ponto Eletrônico: novidades e orientações para implementação Introdução Em 21 de agosto de 2009 foi publicada, pelo Ministério do Trabalho e Emprego ( MTE ), a Portaria n 1.510, que tem por objetivo disciplinar

Leia mais