Manual do Sistema Lisura Unimed Norte Nordeste

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual do Sistema Lisura Unimed Norte Nordeste"

Transcrição

1 Manual do Sistema Lisura Unimed Norte Nordeste 1 - Informações Gerais Compatibilidade O Sistema Lisura é um sistema web, o que significa que ele poderá funcionar em qualquer computador que esteja conectado à Internet e que possua um navegador atualizado e compatível. Ele foi projetado e testado utilizando dois navegadores distintos: o Internet Explorer e o Mozilla Firefox Componentes do Sistema Imagem 1 Exibindo componentes do Sistema Lisura. Para o correto entendimento deste Manual, o usuário deverá conhecer o significado de alguns termos que serão bastante usados: Links de menu: Trata-se dos itens de Menu que são mostrados na margem superior da Imagem 1. São eles: Atendimentos não Analisados, Atendimentos Glosados, Atendimentos Contestados, Atendimentos Liberados, Opções do Usuário e Desconectar. Cálculos de Resumo: Este componente está diretamente relacionado aos Itens de Atendimento. Na maioria das páginas do Sistema Lisura, o usuário sempre poderá acompanhar tais informações nas quais são atualizados o total de Itens de Atendimento e a totalização da coluna Valor, conforme é apresentado na Imagem 1. Item de Atendimento: Trata-se de cada linha da tabela vista na margem inferior da Imagem 1, composta das seguintes colunas: Número do Atendimento (Nº Atend.), Beneficiário, Data do Atendimento (Data Atend.), Procedimento, Tipo do Procedimento (Tipo Proc.), Quantidade (Qtde), Valor, Prestador, Número da Autorização (Nº Aut.), Liberar, Glosar e Histórico Primeiro acesso O sistema Lisura está hospedado no endereço O usuário que participará do processo de auditoria, analisando os Itens de Atendimento, deverá conhecer o seu Nome de Usuário e sua Senha, que são as suas Credenciais para o acesso. Para conseguir a posse das Credenciais de Acesso ao Sistema, o usuário deverá entrar em contato com a Unimed Norte Nordeste Modificando a sua senha padrão Após entrar em contato com a Unimed Norte Nordeste para conseguir suas Credenciais de Acesso, o usuário deverá modificar a sua Senha imediatamente, evitando assim a possibilidade de acesso por terceiros. Isto deverá ser feito acessando o Sistema Lisura e clicando no Link de Menu Opções do Usuário, mostrado na Imagem 1. Feito isto, o usuário será direcionado para a Área de Alteração de Senha, como mostra a Imagem 2.

2 Imagem 2 Área de Alteração de Senha. Na primeira caixa de texto, o usuário deverá inserir a sua senha atual, que neste caso foi a fornecida pela Unimed Norte Nordeste como senha padrão. Na segunda caixa de texto, o usuário deverá digitar a sua nova senha. É recomendável que a sua senha seja composta de até 12 caracteres, representados por letras (maiúsculas e minúsculas), números e caracteres especiais $ #). No momento em que o usuário estiver digitando sua nova senha, surgirá um Indicador de Verificação de Segurança de Senha que é atualizado dinamicamente, como mostra a Imagem 3. Imagem 3 Indicador de Segurança de Senha. Após definir a sua nova senha, o usuário deverá repeti-la na caixa de texto abaixo, clicar no botão Modificar Senha e aguardar pelo processamento do Sistema. Se tudo estiver correto, o usuário verá uma mensagem de sucesso indicando que a senha foi modificada, conforme é visto abaixo, na Imagem Autenticação Imagem 4 Senha modificada. Mensagem de Sucesso. Depois do contato com a Unimed Norte Nordeste e já de posse de suas Credenciais de Acesso, o usuário estará apto a realizar a Autenticação no Sistema, navegando até o endereço onde o Sistema está hospedado (informado na seção Primeiro Acesso). A área para autenticação é mostrada na Imagem 5. Imagem 5 Área para Autenticação do Usuário O Nome de Usuário e Senha serão os únicos dados necessários para se conseguir acesso a todas as informações referentes aos Atendimentos de seu contrato com a Unimed Norte Nordeste. O usuário também deverá estar ciente que o mecanismo de Autenticação do Sistema Lisura garante a característica de Não Repúdio, isto é, se um usuário (autenticado com seu Nome de Usuário e Senha) executa alguma ação dentro do Sistema, este

3 usuário não poderá negar que foi ele quem executou tal ação. Portanto, o usuário deverá garantir a confidencialidade de suas Credenciais para acesso ao Sistema Lisura, tornando-as pessoais e intransferíveis. Após uma correta Autenticação, o usuário será encaminhado a uma segunda área para escolha do Período e da Lotação, conforme mostra a Imagem 6. Imagem 6 Definição do Período e Lotação para Auditoria ImI Escolhido o Período, serão carregadas todas as Lotações correspondentes em uma Lista que aparece ao lado direito, permitindo a seleção da Lotação desejada, como pode ser visto na Imagem 7 a seguir. Imagem 7 Lotações Carregadas após a escolha do Período. O usuário tem agora a possibilidade de definir a quantidade de atendimentos por página a ser analisada. Ele deverá definir esse número no campo Qtde. Atendimentos/Pág. Veja a Imagem 8. Imagem 8 Definindo a quantidade de Atendimentos por página. Definidos Período, Lotação e Quantidade de Atendimentos por página, o usuário deverá clicar no botão Continuar, mostrado na Imagem 8. Com isto, o usuário será direcionado para a Página Principal que contém todos os Itens de Atendimentos, conforme Imagem 9 mostrada abaixo.

4 agem 9 Página principal mostrada após o clique no botão Continuar. Im Perfis de Usuário No sistema Lisura há dois perfis de usuários que estarão participando de um processo de Auditoria para análise dos Itens de Atendimentos. São eles: Auditor Lisura Contrato; Auditor Lisura Unimed Norte Nordeste. Este manual contempla todas as ações que poderão ser executadas por usuários com esses perfis Itens de Atendimento Estados Os Itens de Atendimento são armazenados de acordo com sua Categoria, ou seja, seu estado de análise. São as seguintes as Categorias contidas nesse Sistema Lisura: Não Analisados - Ainda não houve nenhuma análise sobre o Item de Atendimento. Este estado/categoria corresponde ao primeiro Link de Menu, apresentado na seção Componentes do Sistema; Glosados - Quando houver alguma divergência de informação para aquele Item de Menu no sistema, por exemplo, na cobrança ou na quantidade, o atendimento deverá ser Glosado pelo usuário Auditor Lisura Contrato. Este estado/categoria corresponde ao segundo Link de Menu, apresentado na seção Componentes do Sistema; Contestados - Quando houver alguma divergência de informação na Glosa executada pelo usuário Auditor Lisura Contrato, o usuário Auditor Lisura Unimed NNE irá contestá-la. Este estado/categoria corresponde ao terceiro Link de Menu, apresentado na seção Componentes do Sistema; Liberados - Quando não houver dúvidas quanto à cobrança do Item de Atendimento ou então quando uma Glosa for acatada pelo usuário Auditor Unimed Norte Nordeste, ele será Liberado. Este estado/categoria corresponde ao quarto Link de Menu, apresentado na seção Componentes do Sistema. Quando um Item de Atendimento é inicialmente inserido no Sistema Lisura, ele corresponderá ao estado/categoria Não Analisado, podendo a partir desta categoria, seguir um fluxo por todos os outros estados/categorias até chegar ao Liberado. O objetivo final de cada Item de Atendimento é tornar-se Liberado. 2 Ações possíveis Liberando um Item de Atendimento não Analisado Será demonstrado a seguir como liberar um Item de Atendimento, partindo do estado Não Analisado, lembrando que Não Analisado é o estado inicial de todo Item de Atendimento.

5 Observe o primeiro Item de Atendimento mostrado na Imagem 10. O usuário Auditor Lisura Contrato deverá clicar no link Liberar correspondente ao Item de Atendimento que ele está analisando. Após o clique, o usuário Auditor Lisura Contrato visualizará uma caixa de diálogo, mostrada na Imagem 11, relatando que o Item de Atendimento estará prestes a ser Liberado. Clicando no botão OK, o Processo de Liberação será executado. Imagem 10 Caixa de diálogo indicando que o Item de Atendimento será liberado. Após o Processamento da Liberação ser concluído pelo sistema, o usuário poderá clicar no Link de Menu Atendimentos Liberados para visualizá-lo, como mostra a Imagem 11. Imagem 11 Visualizando o Item de Atendimento recentemente Liberado. O usuário perceberá que em todas as páginas de Atendimentos, cada Item de Atendimento é acompanhado por um link chamado Histórico. Clicando neste link, o usuário poderá visualizar todas as ações registradas no sistema para aquele Item de Atendimento. Veja a Imagem 12.

6 Imagem 12 Visualizando o Histórico para um Item de Atendimento. Nesta página, o usuário poderá acompanhar todo o Histórico de Ações executadas para o Item de Atendimento. Pode-se ver que inicialmente o atendimento possuía um estado de Não analisado, no dia 14/10/2010 e foi liberado no mesmo dia. Outros exemplos de Históricos de Ações serão visualizados ao longo deste manual. Vale lembrar que só quem poderá Liberar Itens de Atendimentos, na página dos Atendimentos não Analisados, é o usuário com perfil Auditor Lisura Contrato Excluindo uma liberação Após um Item de Atendimento ser liberado, se o usuário perfil Auditor Lisura Contrato perceber que o liberou erroneamente, ele poderá excluir essa liberação em qualquer momento apenas clicando no link Excluir Liberação correspondente ao Item de Atendimento, como mostra a Imagem 13. Imagem 13 Excluindo uma Liberação.

7 Será exibida uma caixa de diálogo pedindo para o usuário confirmar a sua ação. Se o usuário clicar no botão OK, o atendimento voltará para o estado anterior que ele possuía antes de ser Liberado. No caso apresentado na Imagem 13, este atendimento voltará para o estado de Não Analisado, como mostra a Imagem O Item de Atendimento teve sua liberação excluída, voltando para o estado Não Analisado. Imagem Sempre clicando no link Histórico correspondente, o usuário poderá visualizar todas as ações executadas para aquele Item de Atendimento. Na Imagem 15, pode-se perceber que, inicialmente, o Item de Atendimento era pertencente ao estado Não Analisado. Logo após, o Item de Atendimento foi liberado pelo usuário lisura e em seguida essa Liberação foi excluída pelo mesmo usuário, tornando-se mais uma vez um Item de Atendimento Não Analisado. Imagem 15 Visualizando o histórico de um Item de Atendimento Glosando um Atendimento não Analisado O usuário Auditor Lisura Contrato deverá analisar cada Item de Atendimento para, somente depois dessa análise, poder Liberá-lo para pagamento ou então Glosá-lo. Se este usuário perceber que o Item de Atendimento em análise está sendo cobrado de forma indevida, ou encontrar qualquer outro erro nessa cobrança (por exemplo, consta que o serviço cobrado está fora das regras contratuais, ou que o beneficiário não pertence ao seu contrato), o usuário Auditor Lisura Contrato deverá Glosar esse Item de Atendimento clicando no link Glosar correspondente, como mostra a imagem 16. Após clicar no link Glosar, o usuário Auditor Lisura Contrato será direcionado para a área de Glosa onde deverá preencher algumas informações que indiquem que esse Item de Atendimento está sendo cobrado de forma indevida, como mostra a Imagem 16.

8 Imagem 16 Área para informações sobre a Glosa. A primeira informação a ser preenchida é referente ao motivo da glosa. A imagem 17 mostra alguns motivos após o usuário clicar na lista. Imagem 17 Motivos de Glosa. O usuário Auditor Lisura Contrato deverá escolher uma entre todas as opções possíveis listadas para o motivo desta Glosa. As próximas informações a serem preenchidas estão relacionadas ao valor da Glosa e a uma Observação, que deverá ser escrita deixando claro o motivo pelo qual está sendo Glosado esse Item de Atendimento. Veja a Imagem 18. Imagem 18 Informando dados sobre a Glosa.

9 Preenchidas todas as informações: o motivo da glosa, o valor dela e a observação esclarecendo o motivo, o usuário deverá clicar no botão Glosar Atendimento. Clicando em Cancelar Glosa e Voltar o usuário voltará para a página anterior onde visualizava os Atendimentos não Analisados. Após a Glosa ser efetuada, se o usuário clicar no link de menu Atendimentos Glosados, ele visualizará o atendimento anterior analisado, como mostra a Imagem 19. Imagem 19 Visualizando o Item de Menu Glosado. O usuário deverá perceber que a Tabela de Itens de Atendimentos dessa página agora contém uma nova coluna: Valor Glosa, que sempre exibirá o valor informado pelo usuário no momento da Identificação da Glosa. Podemos ainda clicar no link Histórico correspondente ao Item de Atendimento analisado e veremos todas as ações executadas, conforme visto na Imagem 20. Imagem 20 Visualizando o Histórico do Item de Atendimento Glosado Alterando uma Glosa Após executar a ação de Glosa em um Item de Atendimento, quando desejar, o usuário Auditor Lisura Contrato poderá alterar as informações preenchidas anteriormente, bastando clicar no link Alterar Glosa correspondente. Ao clicar nesse link, o usuário será direcionado a uma página onde poderá modificar quaisquer informações desejadas devendo clicar no botão Salvar Glosa para salvar as modificações efetuadas. Ele ainda poderá clicar no Botão Cancelar Alteração de Glosa e Voltar, o que pode ser visto nas Imagens 21 e 22.

10 Imagem 21 Alterando uma Glosa. Imagem 22 Reescrevendo uma Observação sobre a Glosa. Após clicar no botão Salvar Glosa, o usuário será direcionado para a área de Atendimentos Glosados mostrada anteriormente na Imagem 19. A qualquer momento o usuário poderá clicar no link Histórico e visualizará todas as ações já executadas para esse Item de Atendimento. Ver Imagem 23. Imagem 23 Histórico do Item de Atendimento.

11 2.5 - Excluindo uma Glosa Se o usuário Auditor Lisura Contrato perceber que executou uma Ação de Glosa indevida sobre um Item de Atendimento, ou se, por qualquer motivo, desejar excluir a Glosa aplicada, ele poderá clicar no link Excluir Glosa correspondente. Esse usuário será direcionado para uma área que mostrará todos os dados do Item do Atendimento em um painel e será perguntado se deseja mesmo Excluir essa Glosa, conforme a imagem Contestando um Atendimento Glosado Imagem 24 Confirmando uma Exclusão de Glosa. A primeira interação entre os usuários Auditores Lisura Contrato e Lisura Unimed Norte Nordeste será demonstrada a seguir. Uma Contestação é feita quando a Unimed Norte Nordeste não concorda com uma Glosa efetuada pelo usuário Auditor Lisura Contrato ou tem alguma dúvida quanto a ela. Para que uma Contestação exista, primeiro o usuário Auditor Lisura Contrato deverá ter Glosado um Item de Atendimento. Inicialmente será simulada uma glosa feita pelo usuário Auditor Lisura Contrato. Este usuário deverá preencher todas as informações relacionadas e depois clicar no botão Glosar Atendimento, como mostra a Imagem 25. Imagem 25 Preenchendo uma Glosa para o teste da Contestação. Após o clique, este Item de Atendimento possuirá o estado de Atendimento Glosado, ilustrado na Imagem 26. Imagem 26 Visualizando os Atendimentos Glosados. O único usuário que tem a permissão para Contestar Glosas é o usuário Auditor Lisura Unimed Norte Nordeste. Da mesma forma, o único usuário que tem permissão para Glosar Itens de Atendimentos é o usuário

12 Auditor Lisura Contrato. Note que a Imagem 27 mostra uma página do usuário Auditor Lisura Unimed Norte Nordeste autenticado. Ele possui os links Excluir Glosa e Alterar Glosa desabilitados, enquanto que para o usuário Auditor Lisura Contrato os links desabilitados são Contestar e Acatar como mostra a Imagem 26. Imagem 27 Usuário Auditor Lisura Unimed Norte Nordeste visualizando os Itens de Atendimentos Glosados. Tendo em vista que a Glosa sobre o Item de Atendimento já foi executada, ela será agora analisada pelo usuário Auditor Lisura Unimed Norte Nordeste. Se este usuário não concordar com a Glosa inserida, ele irá contestá-la clicando sobre o link Contestar correspondente ao Item de Atendimento analisado. Ele será direcionado para a área de Contestação onde irá informar alguns dados, como pode ser visto na Imagem 28. Imagem 28 Área do usuário para inserir Contestações de Glosa. Após inserir todas as informações, o usuário Auditor Lisura Unimed Norte Nordeste irá clicar no botão Contestar Atendimento fazendo com que esse Item de Atendimento adquira um novo estado: Contestado. Podem ser visualizados todos os atendimentos que foram contestados clicando no Link de Menu Atendimentos Contestados. Ver Imagem 29. Imagem 29 Visualizando os Itens de Atendimento contestados.

13 Sempre clicando sobre o link Histórico correspondente ao Item de Atendimento, o usuário poderá visualizar todas as ações executadas. Na Imagem 30, pode ser visto que, inicialmente, o Item de Atendimento era pertencente ao estado Não Analisado. Logo após, o atendimento foi Glosado pelo usuário lisura e em seguida essa Glosa foi Contestada pelo usuário Auditor Lisura Unimed Norte Nordeste, tornando-se agora um Atendimento Contestado Glosando uma Contestação Imagem 30 Visualizando o histórico de um Item de Atendimento Contestado. Após uma Contestação ser efetuada pelo usuário Auditor Lisura Unimed Norte Nordeste ao Item de Atendimento Glosado, o usuário Auditor Lisura Contrato poderá analisá-la concluindo com uma das duas escolhas apresentadas na Imagem 31: ou ele acata essa Contestação, reconhecendo que realmente efetuou uma Glosa indevida, ou Glosa novamente essa Contestação, assumindo que o seu raciocínio anterior sobre a Cobrança Indevida permaneceu válido. Imagem 31 Visualizando um Item de Atendimento Contestado. Resolvendo Glosar a Contestação, o usuário Auditor Lisura Contrato clicará no link Glosar correspondente ao Item de Atendimento em questão. Ele será direcionado para outra página, visualizada na Imagem 32, para que possa informar os dados a respeito dessa nova Glosa. Imagem 32 Glosando uma Contestação

14 Após preencher todas as informações pedidas pelo Sistema (motivo, valor e observação), o usuário Auditor Lisura Contrato clicará sobre o botão Glosar Atendimento indicando no campo Observação a sua alegação para que esse Item de Atendimento permaneça Glosado, excluindo assim a sua contestação. Tão logo a ação de Glosa sobre uma Contestação seja efetuada, pelo usuário Auditor Lisura Contrato, esse Item de Atendimento estará disponível novamente na área dos Atendimentos Glosados, como mostra a Imagem 33. Imagem 33 Visualizando o Item de Atendimento após a Glosa. Observe, na Imagem 34, o histórico acumulado para o Item de Atendimento que está sendo manipulado. Inicialmente o Item de Atendimento era pertencente ao estado Não Analisado. Logo após, o atendimento foi glosado pelo usuário lisura e em seguida essa Glosa foi Contestada pelo usuário lisura_nne, tornando-se agora um Atendimento Contestado. Imagem 34 Visualizando o Histórico de um Item de Atendimento. Perceba, ainda na Imagem 34, que após a Contestação, na próxima linha, o Item de Atendimento passa a possuir um estado de Glosado. Note que essa Glosa foi executada pelo usuário lisura no dia 14/04/2010 e no valor de R$45,17. Também note que no campo Observação, ele escreveu a sua justificativa pela qual o Item de Atendimento deverá permanecer Glosado. Resta agora o usuário Auditor Lisura Unimed Norte Nordeste acatar essa Glosa, ou Contestá-la novamente Acatando uma Glosa No momento de sua análise, o usuário Auditor Lisura Unimed Norte Nordeste irá verificar a justificativa do motivo de Glosa atribuída ao Item de Atendimento Glosado. Neste momento, esse usuário poderá Contestar essa Glosa, se perceber que ela foi indevidamente atribuída, ou Acatar essa Glosa, se perceber que essa é realmente uma cobrança indevida e o usuário Auditor Contrato está correto em suas alegações. Para acatar uma glosa, o usuário Auditor Lisura Unimed Norte Nordeste irá simplesmente clicar no link Acatar correspondente ao Item de Atendimento em análise, como mostra a Imagem 35. Imagem 35 Acatando uma Glosa.

15 Surgirá uma caixa de diálogo perguntando ao usuário se ele deseja realmente Acatar essa Glosa. Clicando em OK, esse Item de Atendimento irá possuir o estado de Liberado, mas com o Valor de Glosa diferente de zero, como mostra a Imagem 36. Imagem 36 Visualizando o Item de Atendimento liberado com Valor de Glosa diferente de zero. Note que a coluna Valor Glosa, da tabela da página mostrada na Imagem 36, agora possui um valor diferente de zero, pois o Item de Atendimento foi uma Glosa Acatada. Sempre que um Item de Atendimento é liberado sem problemas, no caso de um Item de Atendimento Não Analisado ser liberado diretamente, o valor desta coluna será sempre igual a zero Acatando uma Contestação Após um Item de Atendimento ser Glosado pelo usuário Auditor Lisura Contrato e ter essa glosa Contestada pelo usuário Auditor Lisura Unimed Norte Nordeste, as ações possíveis para o usuário Auditor Lisura Contrato serão: Acatar a Contestação ou Glosá-la novamente. Será demonstrado a seguir o procedimento para essa Contestação ser acatada pelo usuário Auditor Lisura Contrato. Acompanhe o passo a passo abaixo. O usuário Auditor Lisura Contrato escolherá um Item de Atendimento para análise e clicará no link Glosar. Imagem 37 Usuário Auditor Lisura Contrato irá glosar um Item de Atendimento Não Analisado. Imagem 38 Informando dados sobre a Glosa.

16 Após preencher todas as informações sobre a Glosa relacionada ao Item de Atendimento, o usuário Auditor Lisura Contrato deverá clicar no botão Glosar Atendimento conforme é apresentado na Imagem 38. Ao ser aplicada a Glosa para o Item de Atendimento selecionado, seu estado será alterado para Atendimento Glosado, como pode ser visto na Imagem 39. Imagem 39 Visualizando a página dos Atendimentos Glosados. O próximo passo a ser realizado é a Contestação da Glosa. Ela será executada pelo usuário Auditor Lisura Unimed Norte Nordeste que deverá apenas clicar no link Contestar correspondente ao Item de Atendimento em análise. Após ter clicado no link Contestar, o usuário será direcionado para a Área de Contestação mostrada na Imagem 40. Ele terá que preencher todas as informações pedidas pelo sistema para poder registrar essa Contestação de Glosa e, só então, clicar no botão Contestar Atendimento. Imagem 40 Usuário Auditor Lisura Unimed Norte Nordeste informando dados sobre a Contestação. Concluída a contestação da glosa, o usuário poderá visualizar o Item de Atendimento na área dos Atendimentos Contestados, como mostra a Imagem 41. Imagem 41 Visualizando os Itens de Atendimentos Contestados. Resta apenas ao usuário Auditor Lisura Contrato acatar essa contestação ou glosá-la novamente, clicando nos links correspondentes ao Item do Atendimento Acatar ou Glosar, respectivamente.

17 Clicando no link Acatar, surgirá para o usuário Auditor Lisura Contrato uma caixa de diálogo perguntando se ele deseja mesmo continuar com a ação pedida ao Sistema. Veja a Imagem 41. Imagem 41 Caixa de diálogo pedindo confirmação sobre a ação do usuário. Clicando no botão OK, ele estará confirmando a sua ação e agora o Item de Atendimento terá seu estado alterado para Liberado, com valor de glosa igual a zero, como mostra a imagem 42. Imagem 42 Visualizando um atendimento com a Contestação acatada pelo usuário Auditor Lisura Contrato. Sempre que clicar no link Histórico correspondente ao Item de Atendimento, o usuário poderá visualizar todas as ações executadas. Na Imagem 43, pode-se notar que, inicialmente, o item de atendimento era pertencente ao estado Não Analisado. Logo após, o atendimento foi glosado pelo usuário lisura e, em seguida, essa Glosa foi contestada pelo usuário lisura_nne, tornando-se um Item de Atendimento Contestado. Após a contestação, o Item de Atendimento foi analisado novamente pelo usuário Auditor Lisura Contrato, que por sua vez Acatou essa Contestação, tornando esse Item de Atendimento Liberado para pagamento. Imagem 43 Histórico de um Item de Atendimento.

18 Liberando múltiplos Itens de Atendimentos O Sistema dispõe de um mecanismo de Múltiplas Liberações de Itens de Atendimentos, onde o usuário Auditor Lisura Contrato poderá rapidamente executar a ação de Liberação. Isso poderá ser feito selecionando os atendimentos por meio de um botão de Check, como mostra a Imagem 44. Imagem 44 Exibindo os Botões de Check. Após selecionar todos os Itens de Atendimento, o usuário Auditor Lisura Contrato clicará no botão Liberar Atendimentos Selecionados. Surgirá uma caixa de diálogo perguntando se o usuário deseja mesmo Liberar todos os Atendimentos Selecionados, como mostra a Imagem 45. Imagem 45 Caixa de diálogo para confirmação do usuário. Na imagem 46 são visualizados todos os atendimentos que foram liberados utilizando o mecanismo de múltipla liberação. Imagem 46 Visualizando todos os Itens de Atendimentos Liberados.

Manual de Utilização Autorizador Web V2

Manual de Utilização Autorizador Web V2 Manual de Utilização Autorizador Web V2 OBJETIVO Esse manual tem como objetivo o auxílio no uso do Autorizador de Guias Web V2 do Padre Albino Saúde. Ele serve para base de consulta de como efetuar todos

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. 1. Descrição Geral Este manual descreve as operações disponíveis no módulo VTWEB Client, cuja finalidade é gerenciar cadastros de funcionários, realização de pedidos e controle financeiro dos pedidos.

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Criação de Formulários no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Criação de Formulários no Google Drive Introdução...

Leia mais

1.1 Objetivo 1 1.2 Características 1

1.1 Objetivo 1 1.2 Características 1 Introdução 1. INTRODUÇÃO 1 1.1 Objetivo 1 1.2 Características 1 2. AUTORIZAÇÃO DE ACESSO A SISTEMA 2 2.1 Endereço WEB do SCPA Módulo Sistema 2 2.2 Pré-requisitos para acesso: 2 2.3 Tela inicial: 3 2.4

Leia mais

Programa de Hematologia e Oncologia Pediátricos Diagnóstico Imunomolecular. Manual do sistema (Médico)

Programa de Hematologia e Oncologia Pediátricos Diagnóstico Imunomolecular. Manual do sistema (Médico) Programa de Hematologia e Oncologia Pediátricos Diagnóstico Imunomolecular Manual do sistema (Médico) ÍNDICE 1. O sistema... 1 2. Necessidades técnicas para acesso ao sistema... 1 3. Acessando o sistema...

Leia mais

Manual do Usuário Central de Agendamento. Versão 1.1

Manual do Usuário Central de Agendamento. Versão 1.1 Manual do Usuário Central de Agendamento Versão 1.1 Maio, 2014 Central de Agendamento Manual de utilização Tribunal de Justiça do Estado da Bahia Setor: Coordenação de Sistemas - COSIS Histórico de Revisões

Leia mais

SISCOF - Manual do Usuário

SISCOF - Manual do Usuário SISCOF - Manual do Usuário SERPRO / SUPDE / DECTA / DE901 SISTEMA DE CONTROLE DE FREQUÊNCIA Versão 1.2 Sumário SISCOF Sistema de Controle de Frequência 1. Login e Senha... 2 1.1 Como Efetuar Login No Sistema...

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB 0 Sumário Introdução... 2 Funcionalidades... 2 Requisitos Necessários... 2 Faturamento Web... 3 Faturamento Simplificado... 4 Faturamento Detalhado... 9 Faturamento

Leia mais

Como funciona? SUMÁRIO

Como funciona? SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Benefícios e Vantagens... 2 3. Como utilizar?... 2 3.1. Criar Chave / Senha de Usuário... 2 3.2. Recursos da Barra Superior... 2 3.2.1. Opções... 3 3.2.1.1. Mover Para...

Leia mais

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas 2014 V.1.0 SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Contas Médicas SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Módulos CONTAS MÉDICAS Capa

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Dezembro/2012 2 Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Sumário de Informações do Documento Título do Documento: Resumo:

Leia mais

CADASTRO DE USUÁRIO PORTAL WEB

CADASTRO DE USUÁRIO PORTAL WEB CADASTRO DE USUÁRIO PORTAL WEB SUMÁRIO 1. ACESSANDO PELA PÁGINA DEFAULT... 3 2. ACESSANDO PELA PÁGINA DE LOGIN... 3 3. ACESSANDO PELO MENU PRINCIPAL... 4 3.1. EFETUAR CADASTRO... 5 3.2. ALTERAR CADASTRO...

Leia mais

FCT Faculdade de Ciências e Tecnologia Serviço Técnico de Informática STI SGCD Sistema Gerenciador de Conteúdos Dinâmicos

FCT Faculdade de Ciências e Tecnologia Serviço Técnico de Informática STI SGCD Sistema Gerenciador de Conteúdos Dinâmicos FCT Faculdade de Ciências e Tecnologia Serviço Técnico de Informática STI SGCD Sistema Gerenciador de Conteúdos Dinâmicos Manual do Usuário Presidente Prudente, outubro de 2010 Índice 1. Introdução e Instruções

Leia mais

Para iniciar um Inventário, clique no botão Inserir ( primeiramente os campos solicitados na aba Identificação.

Para iniciar um Inventário, clique no botão Inserir ( primeiramente os campos solicitados na aba Identificação. Incluir um Inventário Para iniciar um Inventário, clique no botão Inserir ( primeiramente os campos solicitados na aba Identificação. ) e preencha Clique na aba Itens e depois no botão Carregar Produtos

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

Sumário INTRODUÇÃO... 3. 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4. 2. Ferramentas e Configurações... 5. 2.1 Ver Perfil... 5. 2.2 Modificar Perfil...

Sumário INTRODUÇÃO... 3. 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4. 2. Ferramentas e Configurações... 5. 2.1 Ver Perfil... 5. 2.2 Modificar Perfil... Sumário INTRODUÇÃO... 3 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4 2. Ferramentas e Configurações... 5 2.1 Ver Perfil... 5 2.2 Modificar Perfil... 6 2.3 Alterar Senha... 11 2.4 Mensagens... 11 2.4.1 Mandando

Leia mais

Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira

Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira Manual do Usuário Página1 Sumário 1 Configurações Recomendadas... 4 2 Objetivos... 4 3 Acesso ao Sistema... 5 3.1. Acessar 6 3.2. Primeiro

Leia mais

Consultório Online. Manual de Utilização do Módulo Operacional. índice. Guias consulta / SADT (Solicitação, Execução com Guia e Autogerada): 4

Consultório Online. Manual de Utilização do Módulo Operacional. índice. Guias consulta / SADT (Solicitação, Execução com Guia e Autogerada): 4 índice Passo 1: Visão geral 3 Passo 2: Como acessar o Consultório Online? 3 Passo 3: Recursos disponíveis 4 Guias consulta / SADT (Solicitação, Execução com Guia e Autogerada): 4 Pesquisa de histórico

Leia mais

www. inf.br Outubro/2008 5www.habisp.inf.br TREINAMENTO HABISP VERBA DE ATENDIMENTO

www. inf.br Outubro/2008 5www.habisp.inf.br TREINAMENTO HABISP VERBA DE ATENDIMENTO 5 www. HABISP. inf.br Outubro/2008 TREINAMENTO HABISP MÓDULO VERBA DE ATENDIMENTO 1 INTRODUÇÃO Este documento, tem por finalidade, permitir aos usuários a utilização das ferramentas do HABISP que possibilitam

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

Manual Sistema de Autorização Online GW

Manual Sistema de Autorização Online GW Sistema de Autorização Online GW Sumário Introdução...3 Acesso ao sistema...4 Logar no sistema...4 Autorizando uma nova consulta...5 Autorizando exames e/ou procedimentos...9 Cancelamento de guias autorizadas...15

Leia mais

Manual de renovação online de Certificado Digital

Manual de renovação online de Certificado Digital online de Certificado Página 2 de 24 Sumário 1. Requisitos... 3 2. Primeiro passo... 4 3. Instalando o Certificado... 15 4. Cópia de segurança... 18 Página 3 de 24 1. Requisitos O Certificado válido e

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DE DOCUMENTOS PARA CERTAMES SIGEDCERT - MODO USUÁRIO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DE DOCUMENTOS PARA CERTAMES SIGEDCERT - MODO USUÁRIO MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DE DOCUMENTOS PARA CERTAMES SIGEDCERT - MODO USUÁRIO 1. Acesse através do navegador (preferencialmente Mozilla Firefox ou Google Chrome) o endereço web do sistema:

Leia mais

Manual SAGe Versão 1.2 (a partir da versão 12.08.01)

Manual SAGe Versão 1.2 (a partir da versão 12.08.01) Manual SAGe Versão 1.2 (a partir da versão 12.08.01) Submissão de Relatórios Científicos Sumário Introdução... 2 Elaboração do Relatório Científico... 3 Submissão do Relatório Científico... 14 Operação

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA Apresentação Este sistema faz parte do Portal NFS Digital e tem o intuito de ser utilizado por emissores de Nota Fiscal de Serviços

Leia mais

MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S

MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 CADASTRANDO-SE NO SISTEMA... 4 CADASTRANDO UM FAMILIAR... 7 ACESSANDO O SISTEMA já sou cadastrado... 8 COMO AGENDAR UMA CONSULTA pesquisar horários...

Leia mais

Acesso ao Localidade. LOCALIDADE Sistema de Cadastro Localidade. Acesso ao Sistema de Cadastro Localidade

Acesso ao Localidade. LOCALIDADE Sistema de Cadastro Localidade. Acesso ao Sistema de Cadastro Localidade Acesso ao Localidade Acesso ao O endereço do sistema é: www.saude.gov.br/localidade Quem pode acessar o Sistema de Cadastro de Localidade? Somente profissionais que foram cadastrados no CSPUWEB terão acesso

Leia mais

Introdução. Sistema BPNET. Usuário Comum

Introdução. Sistema BPNET. Usuário Comum Introdução Esse d ocumento apresenta os processos do s istema BPNET, com o fluxo básico das funcionalidades atribuído para o perfil do usuário Comum, os pré - requisitos e as regras de negócios aplicadas

Leia mais

KalumaFin. Manual do Usuário

KalumaFin. Manual do Usuário KalumaFin Manual do Usuário Sumário 1. DICIONÁRIO... 4 1.1 ÍCONES... Erro! Indicador não definido. 1.2 DEFINIÇÕES... 5 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 7 3. ACESSAR O SISTEMA... 8 4. PRINCIPAL... 9 4.1 MENU

Leia mais

Sistema de Prestação de Contas Siprec

Sistema de Prestação de Contas Siprec Sistema de Prestação de Contas Siprec Manual de Utilização Perfil Beneficiário Versão 1.3.4 Agosto de 2013 1 SUMÁRIO Manual do Usuário... 3 1. Objetivo do manual... 3 2. Sobre o sistema... 3 3. Quem deve

Leia mais

Cenários do CEL. Acessar ao sistema

Cenários do CEL. Acessar ao sistema Cenários do CEL Acessar ao sistema Permitir que o usuário acesse ao Sistema de Léxicos e Cenários nas seguintes condições: logando-se, quando já estiver cadastrado; ou incluindo usuário independente, quando

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL. PTU Web

MANUAL OPERACIONAL. PTU Web MANUAL OPERACIONAL PTU Web Versão 8.0 24/08/2011 ÍNDICE Índice... 2 PTU Web... 4 O que é o PTU Web?... 4 Como acessar o PTU Web?... 4 Listagem de arquivos enviados e recebidos... 5 Unimeds disponíveis

Leia mais

Sistema de Protocolo. Manual do Usuário

Sistema de Protocolo. Manual do Usuário Sistema de Protocolo Manual do Usuário Atualizado em 05/06/2010 2 Apresentação Módulo Protocolo Está disponível de forma integrada com todos os órgãos para registrar e acompanhar, de modo atualizado e

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

Processo Digital Gerir Combustível Manual do Usuário

Processo Digital Gerir Combustível Manual do Usuário Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado da Casa Civil Subsecretaria de Gestão Superintendência de Gestão do Processo Digital Processo Digital Gerir Combustível Manual do Usuário Histórico

Leia mais

www.compusofts.com.br\aref 3271-3245 Guia de utilização versão Sou Empresa SISCONV AREF

www.compusofts.com.br\aref 3271-3245 Guia de utilização versão Sou Empresa SISCONV AREF www.compusofts.com.br\aref 3271-3245 Guia de utilização versão Sou Empresa SISCONV AREF ÍNDICE 1 Introdução... 03 1.1 Requerimentos necessários para a utilização... 03 2 ACESSANDO E UTILIZANDO O SISTEMA...

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO PEDIDO DE USO DE ECF MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.0

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO PEDIDO DE USO DE ECF MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO PEDIDO DE USO DE ECF MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.0 Belém Agosto - 2013 1 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Identificação Acesso ao Sistema... 4 3. Painel

Leia mais

MANUAL DE USUÁRIO - PRESTADORES

MANUAL DE USUÁRIO - PRESTADORES MANUAL DE USUÁRIO - PRESTADORES ÍNDICE Conteúdo ACESSO AO SISTEMA WEB... 2 AUTORIZAÇÃO PARA CONSULTA MÉDICA... 5 AUTORIZAÇÃO PARA EXAMES E PROCEDIMENTOS... 10 PROCEDIMENTOS COM TAXAS, MATERIAIS OU MEDICAMENTOS...

Leia mais

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Compra Direta - Guia do Fornecedor PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Página As informações contidas neste documento, incluindo quaisquer URLs e outras possíveis referências a web sites, estão sujeitas

Leia mais

Esse tutorial visa apresentar as principais funcionalidades do Editor de Roteiro de Aprendizagem do Portal Clickideia.

Esse tutorial visa apresentar as principais funcionalidades do Editor de Roteiro de Aprendizagem do Portal Clickideia. Sumário Introdução... 1 Objetivos... 1 Instruções para utilização do Tutorial... 1 Metodologia... 2 Apresentação do Editor de Roteiro de Aprendizagem... 2 Inserir Roteiro de Aprendizagem... 3 Meus Roteiros...

Leia mais

1 Essa é a tela de login do Sistema de Atendimento Online, siga o passo a passo abaixo.

1 Essa é a tela de login do Sistema de Atendimento Online, siga o passo a passo abaixo. 1 Essa é a tela de login do Sistema de Atendimento Online, siga o passo a passo abaixo. 2 - Se esse é o seu primeiro cadastro, clique em Cadastre-se. Em seguida preencha os dados solicitados com Nome,

Leia mais

Universidade Federal do Mato Grosso - STI-CAE. Índice

Universidade Federal do Mato Grosso - STI-CAE. Índice CAPA Universidade Federal do Mato Grosso - STI-CAE Índice 1. Página da área administrativa... 1.1 Botões e campo iniciais... 2. Explicar como funcionam as seções... 2.1. Seções dinâmicos... 2.1.1 Como

Leia mais

Manual Do Usuário ClinicaBR

Manual Do Usuário ClinicaBR Manual Do Usuário ClinicaBR SUMÁRIO 1 Introdução... 01 2 ClinicaBR... 01 3 Como se cadastrar... 01 4 Versão experimental... 02 5 Requisitos mínimos p/ utilização... 03 6 Perfis de acesso... 03 6.1 Usuário

Leia mais

Manual de Férias do Servidor

Manual de Férias do Servidor Manual de Férias do Servidor Sumario: 1 - Acessando o Sistema 1 2 - Auto Cadastro 3 3 - Marcando suas férias 5 4 - Consulta/Alteração/Exclusão de Férias 9 5 - Cronograma de Férias da Unidade 13 1 Acessando

Leia mais

ÍNDICE MANUAL SITE ADMINISTRÁVEL TV. 1. Introdução 2. Acessando o site administrável/webtv SITE ADMINISTRÁVEL 3. CONFIGURAÇÕES

ÍNDICE MANUAL SITE ADMINISTRÁVEL TV. 1. Introdução 2. Acessando o site administrável/webtv SITE ADMINISTRÁVEL 3. CONFIGURAÇÕES MANUAL SITE ADMINISTRÁVEL TV ÍNDICE 1. Introdução 2. Acessando o site administrável/webtv SITE ADMINISTRÁVEL 3. CONFIGURAÇÕES 3.1 - Dados Cadastrais 3.2 - Noticias 3.3 Redes Sociais 3.4 - Player 4. DESIGN

Leia mais

Ajuda do Usuário do Websense Secure Messaging

Ajuda do Usuário do Websense Secure Messaging Ajuda do Usuário do Websense Secure Messaging Bem-vindo ao Websense Secure Messaging, uma ferramenta que fornece um portal seguro para transmissão e exibição de dados confidenciais e pessoais em email.

Leia mais

MANUAL C R M ÍNDICE. Sobre o módulo de CRM... 2. 1 Definindo a Campanha... 3

MANUAL C R M ÍNDICE. Sobre o módulo de CRM... 2. 1 Definindo a Campanha... 3 ÍNDICE Sobre o módulo de CRM... 2 1 Definindo a Campanha... 3 1.1 Incluir uma campanha... 3 1.2 Alterar uma campanha... 4 1.3 Excluir... 4 1.4 Procurar... 4 2 Definindo os clientes para a campanha... 4

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE CARGA HORÁRIA ESPECIAL Professor

MANUAL DO SISTEMA DE CARGA HORÁRIA ESPECIAL Professor MANUAL DO SISTEMA DE CARGA HORÁRIA ESPECIAL Professor SUMÁRIO Introdução... 2 Como acessar o sistema - PROFESSOR... 3 Primeira visita a página... 4 Atualizando o cadastro... 9 Imprimindo o comprovante...

Leia mais

Roteiro de acesso ao Autorizador do Plan-Assiste para autorização de procedimentos.

Roteiro de acesso ao Autorizador do Plan-Assiste para autorização de procedimentos. 1 - PRIMEIRO ACESSO AO AUTORIZADOR Tutorial Autorizador WEB Roteiro de acesso ao Autorizador do Plan-Assiste para autorização de procedimentos. 1.1. Acessar o endereço http://assiste.mpu.gov.br/autorizadorweb;

Leia mais

Presskit Guia Rápido. Release 2.0. Presskit

Presskit Guia Rápido. Release 2.0. Presskit Presskit Guia Rápido Release 2.0 Presskit 06/07/2009 Sumário 1 Login 2 Login e Senha...................................... 2 Esqueci minha senha.................................. 2 Fale Com o Suporte...................................

Leia mais

Sistema de Logística Reversa

Sistema de Logística Reversa Sistema de Logística Reversa Manual de Utilização do Sistema Índice 1 Acessando o Sistema...3 1.1 Alterando a Senha...3 2 Tela Principal...4 3 Inserindo uma nova solicitação de coleta...4 4 Pesquisar solicitações

Leia mais

Ajuda do Usuário do Websense Secure Messaging

Ajuda do Usuário do Websense Secure Messaging Ajuda do Usuário do Websense Secure Messaging Bem-vindo ao Websense Secure Messaging, uma ferramenta que fornece um portal seguro para transmissão e exibição de dados confidenciais e pessoais em email.

Leia mais

Manual do Sistema de Apoio Operadores CDL

Manual do Sistema de Apoio Operadores CDL N / Rev.: Manual 751.1/02 Este documento não deve ser reproduzido sem autorização da FCDL/SC Aprovação: Representante da Direção Ademir Ruschel Elaboração: Supervisor da Qualidade Sílvia Regina Pelicioli

Leia mais

Moodle - CEAD Manual do Estudante

Moodle - CEAD Manual do Estudante Moodle - CEAD Manual do Estudante Índice Introdução 3 Acessando o Ambiente 4 Acessando o Curso 5 Navegando no Ambiente do Curso 5 Box Participantes 5 Box Atividades 5 Box Buscar nos Fóruns 5 Box Administração

Leia mais

Manual do Usuário DENATRAN

Manual do Usuário DENATRAN Manual do Usuário DENATRAN Confidencial Portal SISCSV - 2007 Página 1 Índice Analítico 1. INTRODUÇÃO 5 2. ACESSANDO O SISCSV 2.0 6 2.1 Configurando o Bloqueador de Pop-Ups 6 3. AUTENTICAÇÃO DO USUÁRIO

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor

Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor Sumário Pré-requisitos para o Moodle... Entrar no Ambiente... Usuário ou senha esquecidos?... Meus cursos... Calendário... Atividades recentes...

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Compartilhamento de Arquivos no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução...

Leia mais

Resumo das funcionalidades

Resumo das funcionalidades Resumo das funcionalidades Menu MENU Dados Cadastrais Atualizar Cadastro Troca Senha Grupo Usuários Incluir Atualizar Funcionários Incluir Atualizar Atualizar Uso Diário Importar Instruções Processar Status

Leia mais

MANUAL DE PROCESSO DIGITAÇÃO DE CONTAS MÉDICAS PORTAL WEB. Última atualização: 29/08/2014 1

MANUAL DE PROCESSO DIGITAÇÃO DE CONTAS MÉDICAS PORTAL WEB. Última atualização: 29/08/2014 1 MANUAL DE PROCESSO DIGITAÇÃO DE CONTAS MÉDICAS PORTAL WEB 1 Índice 1. Acesso ao Portal WEB... 2. Digitação de Contas Médicas... 2.1. Criação de Protocolo... 2.1.1. Digitação Contas... 2.1.1.1. Guia Consulta...

Leia mais

ecare diagnosis MANUAL DO PRESTADOR

ecare diagnosis MANUAL DO PRESTADOR ecare diagnosis MANUAL DO PRESTADOR ATUALIZADO EM 10/06/2006 MANUAL DO PRESTADOR ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO 5 2 ENTRANDO NO SISTEMA 6 3 AGENDAMENTO DE CONSULTA 6 4 CONFIRMAÇÃO DE CONSULTA 7 5 MARCAÇÃO DE EXAME

Leia mais

MANUAL DE USO FACGTO AUTORIZADOR ONLINE DE ODONTOLOGIA

MANUAL DE USO FACGTO AUTORIZADOR ONLINE DE ODONTOLOGIA MANUAL DE USO FACGTO AUTORIZADOR ONLINE DE ODONTOLOGIA 1 Acessar o endereço www.unafiscosaude.org.br, no menu Credenciados>Prestadores odontológicos>se deseja acessar o Sistema Facgto clique aqui. 1.2

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL DO SISTEMA ESTADUAL DE CONTROLE DE PESCA

MANUAL OPERACIONAL DO SISTEMA ESTADUAL DE CONTROLE DE PESCA SISTEMA IMASUL DE REGISTROS E INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS DO MEIO AMBIENTE MANUAL OPERACIONAL DO SISTEMA ESTADUAL DE CONTROLE DE PESCA Manual Operacional para uso exclusivo do módulo do Sistema Estadual de

Leia mais

Manual Integra S_Line

Manual Integra S_Line 1 Introdução O é uma ferramenta que permite a transmissão Eletrônica de Resultado de Exames, possibilitando aos Prestadores de Serviços (Rede Credenciada), integrarem seus sistemas com os das Operadoras

Leia mais

Manual do sistema SMARsa Web

Manual do sistema SMARsa Web Manual do sistema SMARsa Web Módulo Gestão de atividades RS/OS Requisição de serviço/ordem de serviço 1 Sumário INTRODUÇÃO...3 OBJETIVO...3 Bem-vindo ao sistema SMARsa WEB: Módulo gestão de atividades...4

Leia mais

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO Diretoria de Vigilância Epidemiológica/SES/SC 2006 1 Módulo 04 - Exportação e Importação de Dados Manual do SINASC Módulo Exportador Importador Introdução O Sistema SINASC

Leia mais

Manual de Instalação. SafeNet Authentication Client 8.2 SP1. (Para MAC OS 10.7)

Manual de Instalação. SafeNet Authentication Client 8.2 SP1. (Para MAC OS 10.7) SafeNet Authentication Client 8.2 SP1 (Para MAC OS 10.7) 2/28 Sumário 1 Introdução... 3 2 Pré-Requisitos Para Instalação... 3 3 Ambientes Homologados... 4 4 Tokens Homologados... 4 5 Instruções de Instalação...

Leia mais

SCC - Serviço de Controle de Consignação MANUAL DO USUÁRIO DO PORTAL DO CONSIGNADO SERVIDOR

SCC - Serviço de Controle de Consignação MANUAL DO USUÁRIO DO PORTAL DO CONSIGNADO SERVIDOR SCC - Serviço de Controle de Consignação MANUAL DO USUÁRIO DO PORTAL DO CONSIGNADO SERVIDOR Neste manual, você encontrará todas as informações necessárias para que possa navegar com facilidade no Portal

Leia mais

Procedimentos para Utilização do SAVI

Procedimentos para Utilização do SAVI Procedimentos para Utilização do SAVI 1. Acessando o sistema Para acessar o sistema é necessário ter instalado em seu sistema o navegador Firefox. Uma vez que ele esteja disponível acesse o link: HTTP://

Leia mais

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS 1) Clique duas vezes no arquivo ControlGasSetup.exe. Será exibida a tela de boas vindas do instalador: 2) Clique em avançar e aparecerá a tela a seguir: Manual de Instalação

Leia mais

Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE

Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE Sumário PRESTAÇÃO DE CONTAS DE ETIQUETAS DE REPARO...3 Figura 1.0...3 Figura 2.0...4 Figura 3.0...5 Figura 4.0...5 1. Proprietário

Leia mais

TUTORIAL FERRAMENTA DE PRÉ-AGENDAMENTO ONLINE. MAPLO

TUTORIAL FERRAMENTA DE PRÉ-AGENDAMENTO ONLINE. MAPLO TUTORIAL FERRAMENTA DE PRÉ-AGENDAMENTO ONLINE. MAPLO Carta de Apresentação Prezados Parceiros, A Maplo traz uma inovação em seu atendimento, com o intuito de facilitar o processo de pré-matrícula em nossos

Leia mais

Autorização de Intercâmbio pela Web

Autorização de Intercâmbio pela Web Autorização de Intercâmbio pela Web Exclusivamente para Cooperados UNIODONTO DO RIO DE JANEIRO COOPERATIVA ODONTOLÓGICA LTDA. Av. Passos, 120 / 11º andar - Centro - Rio de Janeiro - CEP 20051-040 Tel.:

Leia mais

Manual do Google agenda. criação e compartilhamento de agendas

Manual do Google agenda. criação e compartilhamento de agendas Manual do Google agenda criação e compartilhamento de agendas 1 O que é o Google Agenda? Google Agenda é um serviço de agenda on line gratuito do Google, onde você pode anotar compromissos e tarefas, organizando

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MODULO OPERACIONAL

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MODULO OPERACIONAL MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MODULO OPERACIONAL TISS 3.02.00 Setembro 2015 - Versão 3 Índice Passo 1: Visão Geral... 3 Passo 2: Como acessar o Consultório Online?... 3 Passo 3: Quais são os Recursos Disponíveis...

Leia mais

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

QUALIDATA Soluções em Informática. Módulo CIEE com convênio empresas

QUALIDATA Soluções em Informática. Módulo CIEE com convênio empresas FM-0 1/21 ÍNDICE 1. MÓDULO DESKTOP(SISTEMA INSTALADO NO CIEE)... 2 Cadastro de Ofertas de Empregos:... 2 Cadastro de Eventos:... 3 Cadastro de Instituições do Curriculum:... 5 Cadastro de Cursos do Curriculum:...

Leia mais

MANUAL DO ALUNO EAD 1

MANUAL DO ALUNO EAD 1 MANUAL DO ALUNO EAD 1 2 1. CADASTRAMENTO NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Após navegar até o PORTAL DA SOLDASOFT (www.soldasoft.com.br), vá até o AMBIENTE DE APRENDIZAGEM (www.soldasoft.com.br/cursos).

Leia mais

REMOÇÃO 2015 MANUAL DE DESISTÊNCIA

REMOÇÃO 2015 MANUAL DE DESISTÊNCIA REMOÇÃO 2015 MANUAL DE DESISTÊNCIA Versão 05/05/2015 SUMÁRIO ACESSANDO O SISTEMA... 03 VISUALIZANDO A SOLICITAÇÃO... 05 DEMONSTRATIVO DAS VAGAS... 06 DESISTÊNCIA DA REMOÇÃO... 08 IMPRIMIR PROTOCOLO...

Leia mais

manual Sistema de Gestão de Contribuições

manual Sistema de Gestão de Contribuições manual Sistema de Gestão de Contribuições Conteúdo 1. Login 4 2. Home 5 3. Informações básicas 3.1. Menus 6 3.2. Números e status 7 3.3. Ações 8 4. Ambientes da ferramenta 4.1. Sindicato 13 4.2. Empresas

Leia mais

CERTIDÕES UNIFICADAS

CERTIDÕES UNIFICADAS CERTIDÕES UNIFICADAS Manual de operação Perfil Cartório CERTUNI Versão 1.0.0 MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Departamento de Inovação Tecnológica Divisão de Tecnologia da Informação Sumário LISTA DE FIGURAS... 2

Leia mais

Análise e Tramitação de Projetos nos Comitês de Ética em Pesquisa

Análise e Tramitação de Projetos nos Comitês de Ética em Pesquisa Análise e Tramitação de Projetos nos Comitês de Ética em Pesquisa Versão 4.0 1 Histórico de Revisão do Manual Versão Autor Data Descrição Equipe suporte Criação do 1.0 Plataforma Brasil 01/11/2011 Documento

Leia mais

Usuários. Manual. Pergamum

Usuários. Manual. Pergamum Usuários Manual Pergamum Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 1-2 2 CADASTRANDO UM NOVO USUÁRIO/OPERADOR... 2-1 3 UTILIZANDO O MÓDULO DE USUÁRIOS... 3-2 3.1 CONFIGURAÇÃO DE GUIAS NO EXPLORER... 3-3 4 CADASTRO...

Leia mais

Sistema da Comissão Nacional de Residência Médica

Sistema da Comissão Nacional de Residência Médica Sistema da Comissão Nacional de Residência Médica APRESENTAÇÃO: Este Manual apresenta as telas que são utilizadas para a navegação no Sistema de Comissão Nacional de Residência Médica. Neste manual estão

Leia mais

Antes de começar, o Solicitante e outros envolvidos dentro do projeto (Orientador, Coordenador ou outro Responsável Técnico) devem verificar:

Antes de começar, o Solicitante e outros envolvidos dentro do projeto (Orientador, Coordenador ou outro Responsável Técnico) devem verificar: SOLICITAÇÃO DE FOMENTO on-line MANUAL DO USUÁRIO 1 CONTATOS... 2 2 ANTES DE COMEÇAR... 2 3 ENTRAR NO SISTEMA INFAPERJ... 3 3.1 ACESSO AO SISTEMA...3 3.2 LOGIN...4 4 APRESENTAÇÃO GERAL DA INTERFACE... 5

Leia mais

ÍNDICE. 2.1. Funcionalidades... 5

ÍNDICE. 2.1. Funcionalidades... 5 ÍNDICE 1. PRIMEIRO ACESSO AO SITE... 3 2. MAPA DO SITE... 4 2.1. Funcionalidades... 5 3. ENVIO DE COBRANÇAS ELETRÔNICAS... 5 3.1. Solicitações... 7 3.1.1. Internação... 7 3.1.2. Prorrogação... 8 3.1.3.

Leia mais

Manual de Utilização Chat Intercâmbio

Manual de Utilização Chat Intercâmbio Manual de Utilização Chat Intercâmbio 1 INDICE 1 Chat Intercâmbio... 6 1.1 Glossário de Termos Utilizados.... 6 1.2 Definições de uma Sala de Chat... 7 1.3 Como Acessar o Chat Intercâmbio... 8 1.4 Pré-requisitos

Leia mais

Novell. Novell Teaming 1.0. novdocx (pt-br) 6 April 2007 EXPLORAR O PORTLET BEM-VINDO DESCUBRA SEU CAMINHO USANDO O NOVELL TEAMING NAVIGATOR

Novell. Novell Teaming 1.0. novdocx (pt-br) 6 April 2007 EXPLORAR O PORTLET BEM-VINDO DESCUBRA SEU CAMINHO USANDO O NOVELL TEAMING NAVIGATOR Novell Teaming - Guia de início rápido Novell Teaming 1.0 Julho de 2007 INTRODUÇÃO RÁPIDA www.novell.com Novell Teaming O termo Novell Teaming neste documento se aplica a todas as versões do Novell Teaming,

Leia mais

Pagamento - Fornecedor

Pagamento - Fornecedor Pagamento - Fornecedor MT-212-00137 - 1 Última Atualização 30/08/2014 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: Carregar Documentos Fiscais Verificar o status de envio dos documentos

Leia mais

WorkFlow WEB Caberj v20150127.docx. Manual Atendimento Caberj

WorkFlow WEB Caberj v20150127.docx. Manual Atendimento Caberj Manual Atendimento Caberj ÍNDICE CARO CREDENCIADO, LEIA COM ATENÇÃO.... 3 ATENDIMENTO... 3 FATURAMENTO... 3 ACESSANDO O MEDLINK WEB... 4 ADMINISTRAÇÃO DE USUÁRIOS... 5 CRIANDO UM NOVO USUÁRIO... 5 EDITANDO

Leia mais

Manual do usuário (v 1.2.0) E-commerce

Manual do usuário (v 1.2.0) E-commerce Manual do usuário (v 1.2.0) E-commerce Sumário Acessando o sistema gerencial... 1 Enviando logomarca, banners e destaques... 1 Logomarca... 1 Destaques... 2 Banners... 3 Cadastrando produtos... 4 Embalagem...

Leia mais

Página: 1. Revisão: 16/12/2008. G:\TI\Negocios\Manuais_WebGuias\WebGuias 1.08.doc

Página: 1. Revisão: 16/12/2008. G:\TI\Negocios\Manuais_WebGuias\WebGuias 1.08.doc Página: 1 Página: 2 INDICE EMISSÃO DE GUIAS VIA INTERNET... 3 WEBGUIAS...4 1. Página Inicial...5 2. Alterando a senha padrão fornecida pela Santa Casa Saúde:...6 3. Mensagens WEB...7 4. Autorização de

Leia mais

Manual para Envio de Petição Inicial

Manual para Envio de Petição Inicial Manual para Envio de Petição Inicial 1. Após abrir a página do PROJUDI, digite seu usuário e senha 1.1. Para advogados o usuário é o cpf.adv (ex: 12345678900.adv) 1.2. Após digitar os dados (login e senha),

Leia mais

Manual do Almoxarifado SIGA-ADM

Manual do Almoxarifado SIGA-ADM Manual do Almoxarifado SIGA-ADM DIRETORIA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO(DGTI) MARÇO/2012 Requisição de Almoxarifado Requisições O sistema retornará a tela do menu de Administração. Nela selecione

Leia mais

DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PJe Manual do Servidor (2º Grau) Versão 2.0 Diretoria da Tecnologia da Informação 1 DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PJe Manual

Leia mais