MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO"

Transcrição

1 fls Fls. 90 Processo PGT/CCR/PP/nº 16851/2013 Câmara de Coordenação e Revisão Interessado: 1. SRTE - Gerência Regional de Pelotas 2. Banco Santander (Brasil) S/A I RELATÓRIO EMENTA: TERCEIRIZAÇÃO ILÍCIA. META PRIORITÁRIA. Tratando-se de tema consistente em matéria de atuação prioritária do Ministério Público do Trabalho e não restando configurada a existência de conexão entre a matéria objeto de anterior PAJ e aquela objeto de nova denúncia/representação que determina a instauração de novo Procedimento investigatório impõe-se a não homologação do arquivamento fundada em inexistente conexão objetiva e subjetiva. Trata-se de procedimento instaurado a partir de denúncia apresentada pela SRTE- Pelotas (Of. N. 027/2013/SEINT/GRTE/PELOTAS) que noticia terceirização ilícita realizada nas agências do BANCO SANTANDER S/A (BRASIL). Segundo denuncia a SRTE visitadas quatro agências do Banco na cidade Pelotas foram constatadas irregularidades quanto à venda de crédito consignado por empresas interpostas, a saber: PROMO 7 RECURSOS E PATRIMÔNIO HUMANO LTDA, com sede em São Paulo, e PÓRTICO CORRETORA DE SEGUROS LTDA, com sede em Porto Alegre. Na denúncia destaca-se que [...] credito - seja ele de qualquer tipo - é um produto bancário, integrante do rol das atividades da carteira comercial e da atividade fim da instituição bancária. Este tipo de crédito, em especial, negociado por empregados bancários da área comercial, também está sendo ofertado e vendido por empregados terceirizados... A ação fiscal constatou a prática dos seguintes ilícitos trabalhistas que, ao fim e ao cabo, constituem prática discriminatória em detrimento dos trabalhadores cujas relações de trabalho foram objeto de intermediação ilícita:

2 fls Fls. 91 i. - empregado terceirizado com jornada diária de oito horas, e não aquela da categoria de bancários, seis horas; ii. - salário do terceirizado para o exercício das mesmas funções dos empregados da tomadora à razão de R$ 700,00 (setecentos reais) quando o pago aos seus empregados giram em torno de R$ 2.500,00 a R$ 3.000,00; iii. - Não pagamento de comissões aos terceirizados contratados através da PÓRTICO em virtude de atingimento de metas, como ocorre com os trabalhadores da denunciada. Ressaltando-se neste aspecto que as metas exigidas dos terceirizados são o dobro daquelas exigidas dos trabalhadores da denunciada e, que, para o atingimento destas é necessário o labor sobre jornada sem que haja registro e pagamento lançado no contracheque (este é feito em conta poupança, distinta da conta-salário). Ainda neste tema ressalta que a terceirizada recebe a contrapartida que lhe é devida pelo atingimento das metas contratadas, sem repasse para os trabalhadores. Observa a autoridade fiscal que (fls.3-4): a. [...] b. Então, além da contratação irregular pelo Banco de mão de obra terceirizada em sua atividade fim, temos aqui, no caso da PÓRTICO, também um crime de enriquecimento ilícito, pela apropriação indevida de comissões conquistadas pelos trabalhadores, uma vez atingidas as metas do Banco, e não repassadas aos mesmos pela empresa interposta.

3 fls Fls. 92 c. Somando-se a tudo isto, há ainda sonegação de valores devidos à previdência social pelos pagamentos feitos por fora e o não recolhimento do FGTS sobre tais pagamentos. d. Podemos comprovar pelo sistema FGTS da Caixa Econômica Federal, ainda, que a PÓRTICO jamais depositou FGTS para a empregada Fernanda Barbosa, que trabalha na agência Três Vendas do Banco Santander desde 16/07/2009 iv. - Não pagamento de ajuda de custo para deslocamentos que justifiquem o seu pagamento, diversamente do que ocorre com os trabalhadores do tomador; Acompanham o relatório de ação fiscal autos de infração fls. 5 a 13-. Às fls 14 consta certidão de autuação e consulta de processos para análise de eventual conexão. Nesta destaca-se o PAJ /8-12 relativo ao processo judicial tombado sob n ( /8) que tem como objeto Desvirtuamento da intermediação de mão-de-obra ou da terceirização de serviços (Temário: ), sendo certo que referido processo encontra-se em fase de recurso de revista. Referido processo é conduzido pela Procuradora do Trabalho que oficia neste feito, MÁRCIA MEDEIROS DE FARIAS (fl. 23). A ementa do Acórdão regional (fl.30) que deu provimento ao recurso interposto pela ora denunciada é do seguinte teor: EMENTA: EMPREGADO CONTRATADO POR EMPRESA PRESTADOR DE SERVIÇOS. Hipótese em que não se reconhece a condição de bancário aos substituídos, uma vez que contratados por empresa prestadora de serviços a Bancos, que não se enquadra como instituição financeira, ou a ela equiparada. Recurso ordinário a que se dá provimento. Observe-se que a pretensão do então recorrente, ademais de desconstituir a sentença de piso, girou em torno da

4 fls Fls. 93 terceirização levada a cabo através da TRANSPEV, em relação à qual discutia-se se esta desenvolvia ou não atividades típicas de Banco ou de estabelecimento a ele equiparado considerando: (a) o seu objeto social: prestação de serviços de manipulação, arquivo, guarda e processamento de documentos, com ou sem geração de meio magnético; coleta e entrega de encomendas e cargas; locação de veículos, bem como o exercício de atividades correlatas; (b) objeto do contrato de prestação de serviços: atividades inerentes à preparação, tratamento e processamento de documentos. Neste caso assim decidiu o Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região Ac RO, fl. 9: [...] Conforme cláusula segunda (fl.185), os serviços eram prestados nas dependências da própria Transpev, por seus empregados, em quantidade compatível com os serviços objetivados. Não se verifica estar caracterizada a existência de grupo econômico, tampouco se presume a ocorrência de fraude na aplicabilidade dos preceitos legais pertinentes à categoria de bancário. Os empregados da Transpev realizavam serviços correspondentes à atividade meio do banco reclamado, e não referente à atividade-fim, razão pela qual não podem ser considerados bancários, sendo inaplicável a orientação contida na Súmula 239 do TST. Por consequência não fazem jus às vantagens dos empregados bancários, conforme pretendido pelo Ministério Público do Trabalho. [...] Não se pode aceitar a decisão na parte que reconhece o vínculo direto com os empregados da Transpev com o Réu, pois a relação de emprego é consequência de acordo de vontades não meramente formal, mas advindo de ajuste expresso ou presumido. Na inspeção realizada, o auditor fiscal lavrou o auto de infração por concluir que os empregados presentes no local eram empregados do banco, e estavam sendo controlados pelo supervisor do banco. A análise do conjunto probatório, revela que os serviços prestados pelos empregados da Transpev se referiam à execução de atividades ligadas à atividade meio do banco, correspondendo à triagem, preparação e digitação de documentos, o que comprova o não desvirtuamento do contrato de prestação de serviços juntado às fls

5 fls Fls. 94 No presente caso encontram-se ausentes os pressupostos essenciais contidos nos artigos 2º e 3ª da Consolidação das Leis do Trabalho, para a caracterização da relação de trabalho travada diretamente entre os empregados da Transpev e o reclamado, não sendo aplicável os itens 1 e II da súmula 331 do Tribunal Superior do Trabalho Sendo assim, não há como condenar o Banco a proceder o retros dos empregados da empresa terceirizada ( e consequente reconhecimento como bancário), razão pela qual dá-se provimento ao recurso ordinário interposto pelo reclamado, para absolve-lo da condenação imposta na origem. Recurso provido. Residem nos autos a partir da fl. 25 e até a fl.29 Portarias de instauração de Inquérito Civil para apuração de terceirização ilícita envolvendo o denunciado e as seguintes prestadoras: i. Portaria 458/2011, Recife [ PE] - FIDELITY NATIONAL SERVIÇOS DE TRATAMENTO DE DOCUMENTOS E INFORMAÇÕES LTDA [ CNPJ /001-40, fl. 25]; ii. Portaria , Presidente Prudente [ SP] - TRANSLITE SERVIÇOS E TECNOLOGIA LTDA [fl.26], e; iii. Portaria , PRT 15 - G3 INTERMEDIAÇÃO FINANCEIRA LTDA [fl.29]; Ademais, reside à fl. 28 a Portaria 0063/2012, que determina a convolação da REP /6 PRT 2- em Inquérito Civil com o mesmo número para averiguação de prática de terceirização ilícita pelo denunciado, ao que tudo indica de forma ampla e genérica porque da Portaria não há referência à prestadora de serviços.

6 fls Fls. 95 Consta, ainda dos autos às fls. 58 notícia da existência de denúncia remetida ao MPT pela órgão judicante condutor do Proc. Jud no qual há sentença conclusiva sobre a existência de intermediação ilícita de mão de obra envolvendo o denunciado BANCO SANTADER S/A (BRASIL) e as empresas FRANRE PROCESSAMENTO DE DADOS LTDA e PÓRTICO CLUBE DE SEGUROS. Denúncia esta que, a exemplo da que ora é objeto de análise, nos termos do art. 3º da Resolução 69/2007 do CSMPT e da decisão da CCR exarada nos autos do Proc. PGT/ CCR /2012, em virtude de prevenção - fls. 23 e 58- foram remetidas à apreciação da Procuradora do Trabalho, MÁRCIA MEDEIROS DE FARIA. Recebidos os autos em razão de prevenção a Procuradora do Trabalho MÁRCIA MEDEIROS DE FARIA (fls. 23 e 58) promoveu o arquivamento do feito sob o seguinte fundamento: VOTO O Objeto assédio moral da presente notícia de fato está abrangido no PAJ /8, sob responsabilidade da Procuradora do Trabalho ora signatária É o breve relatório. No presente caso, em que pesem os argumentos trazidos pelo douto Órgão oficiante, entendo prematuro o arquivamento proposto porque, embora a matéria de fundo seja a terceirização ilícita, não há conexão entre as matérias discutidas no PAJ /8-12 [ Proc Jud. Nº RO] e nestes autos, é o que demonstraremos à continuação. Segundo constata-se da análise dos autos o objeto do PAJ /8-12 [ Proc Jud. Nº RO] é terceirização envolvendo a empresa TRANSPEV e os serviços de execução de atividades ligadas à atividade de triagem, preparação e digitação de documentos. No procedimento ora sob exame discute-se terceirização envolvendo as atividades de venda de crédito consignado e as prestadoras PROMO 7 RECURSO E PATRIMÔNIO HUMANO

7 fls Fls. 96 LTDA (sede em São Paulo) e PÓRTICO CORRETORA DE SEGUROS LTDA (sede em Porto Alegre). E mais, segundo se lê do Acórdão lançado nos autos do Proc Jud. Nº RO - PAJ /8-12 (fl. 33) a pretensão do Ministério Público na ação que deu origem ao referido processo foi a conversão de todos os empregados da TRANSPEV em empregados do Banco, não assim de todas as terceirizadas do Banco. É dizer a matéria objeto do PAJ /8-12 [ Proc Jud. Nº RO] é terceirização envolvendo a empresa TRANSPEV e os serviços de execução de atividades ligadas à atividade de triagem, preparação e digitação de documentos. No procedimento ora sob exame discute-se terceirização envolvendo as atividades de venda de crédito consignado e as prestadoras PROMO 7 RECURSO E PATRIMÔNIO HUMANO LTDA (sede em São Paulo) e PÓRTICO CORRETORA DE SEGUROS LTDA (sede em Porto Alegre). Há, portanto, o estabelecimento dos limites objetivos e subjetivos da lide e da condenação: BANCO SANTANDER e TRANSPEV que afasta a possibilidade de conexão entre o PAJ /8-12 [ Proc Jud. Nº RO] e este procedimento investigatório, razão pela qual opino pela não homologação da promoção de arquivamento com o consequente retorno dos autos à origem para que se dê continuidade ao procedimento investigatório para verificação da ocorrência ou não ilicitude trabalhista que constitui meta institucional do Ministério Público do Trabalho e, verificada, adoção de providências judiciais ou extrajudiciais a cargo do órgão ministerial nos estritos termos dos arts. 127 e 129 da Constituição da República e disposições correlatas da Lei Complementar n. 75/93. Finalmente, ressalto, que, neste como e outros procedimentos submetidos à apreciação desta Câmara de Coordenação e Revisão há reiterado desrespeito às prescrições da Resolução n. 69/2007, do C. CSMPT no que diz respeito à boa ordem

8 fls Fls. 97 do procedimento. São descurados deveres elementares afetos à condução da boa ordem procedimento que impõe sejam observados de forma estrita, não fosse por outra razão pela necessidade de garantir a correta compreensão do procedimento segundo o iter processual no que concerne à pratica de atos e termos processuais no tempo com suas devidas certificações. Há ainda a necessidade de atenção à correta autuação do feito: promoção de arquivamento de procedimento para homologação, revisão de Termo de Ajuste de Conduta, Recurso, Consulta segundo as matérias afetas à apreciação desta C. Câmara. Fica a Recomendação. Brasília, _ de 16 dezembro 2013.

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: PRT 14ª REGIÃO JI-PARANÁ/RO Órgão Oficiante: DRA. PRISCILA LOPES PONTINHA ROMANELLI Interessado 1: ROBERTO NASCIMENTO DA SILVA Interessado 2: BANCO DO BRASIL S/A (AGÊNCIA DE SERINGUEIRAS) Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO PROCESSO PGT/CCR/PP 3704/2009 ORIGEM: PRT/10ª REGIÃO PROCURADOR OFICIANTE: LUÍS PAULO VILLAFAÑE GOMES SANTOS INTERESSADO(S): 1 SINDICATO DOS TRABALHADORES MOTOCICLISTAS, CICLISTAS E AFINS DE MG 2 TELEMONT

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: PRT 13ª REGIÃO JOÃO PESSOA/PB Órgão Oficiante: DR. PAULO GERMANO COSTA DE ARRUDA Interessado: ESCOLA DE ENFERMAGEM NOVA ESPERANÇA LTDA (FILIAL) NOME FANTASIA: FACENE - FAMENE Assuntos: MEIO AMBIENTE

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO PROCESSO PGT/CCR/PP/N 8323/2014

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO PROCESSO PGT/CCR/PP/N 8323/2014 Origem: PRT 1ª REGIÃO Membro Oficiante: ISABELLA GAMEIRO DA SILVA TERZI Denunciante: ANÔNIMO Denunciado: CRBIO 2 CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 2ª REGIÃO RJ/ES Assunto: 09.06.01 ANOTAÇÃO E CONTROLE DE JORNADA;

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Origem: PRT 12ª Região Interessado(s) 1: Jailson Araújo de Jesus e outro Interessado(s) 2: Construtora Lupe Ltda. Interessado(s) 3: Ministério Público do Trabalho Assunto(s):

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO PROCESSO PGT/CCR/ICP/15345/2012 ORIGEM: PRT 2ª REGIÃO PROCURADOR OFICIANTE: DRA. ASSUNTO: TEMAS GERAIS

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO PROCESSO PGT/CCR/ICP/15345/2012 ORIGEM: PRT 2ª REGIÃO PROCURADOR OFICIANTE: DRA. ASSUNTO: TEMAS GERAIS CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO PROCESSO PGT/CCR/ICP/15345/2012 ORIGEM: PRT 2ª REGIÃO PROCURADOR OFICIANTE: DRA. DÉBORA MONTEIRO LOPES INTERESSADO 1: MIRELLA NICACIO INTERESSADO 2: SALES COMÉRCIO E SERVIÇOS

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: Interessado(s) 1: Interessado(s) 2: PRT 15ª Região Ribeirão Preto/SP Josiane Baldo Lucia Helena Lamberte Molinar Gazetti Sandra Regina Barbosa Cuba Cortez Município de Franca Assunto(s): Trabalho

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO PROCESSO PGT/CCR/PP/Nº 8248/2013 INTERESSADO 1: SUSCITANTE: DR. LUCIANO ZANGUETTI MICHELÃO (PRT DA 15ª REGIÃO PTM DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO) INTERESSADO 2: SUSCITADA: DRA. CINTHIA PASSARI VON AMMON (PRT

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO ORIGEM: PRT da 4ª REGIÃO Santa Maria/RS ÓRGÃO OFICIANTE: Dr. Evandro Paulo Brizzi Interessado 1: Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Santiago Interessado 2: Hospital de

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO córdão 1a Turma ENQUADRAMENTO SINDICAL - No caso dos autos restou demonstrado que a segunda reclamada efetivamente se apresenta aos seus clientes como empresa que atua no ramo financeiro e é reconhecida

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: PRT 1ª Região Suscitante: PRT 1ª Região PTM de Volta Redonda/RJ Suscitado: PRT 15ª Região PTM de São José dos Campos/SP Assunto: Conflito Conflito negativo de atribuições. EMENTA: CONFLITO DE ATRIBUIÇÕES.

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO PROCESSO PGT/CCR/ICP/Nº 10934/2013 INTERESSADO 1: SUSCITANTE: DRA. TAYSE DE ALENCAR MACARIO DA SILVA - PRT DA 4ª REGIÃO (SEDE) INTERESSADO 2: SUSCITADO: DR. MÁRCIO DUTRA DA COSTA PTM DE SANTA CRUZ DO SUL

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: PRT da 4ª Região Órgão Oficiante: Dr. Roberto Portela Mildner Interessado 1: Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região. Interessado 2: Banco Bradesco S/A. Assuntos: Meio ambiente do trabalho

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: ICP 0288/2007 PRT/2ª S. Bernardo do Campo Procurador oficiante: Dr. João Filipe Moreira Lacerda Sabino Interessado: Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL Origem: Rep 1325/2010 PRT/ 2ª Região Procuradora oficiante: Interessados: Ministério Público do Trabalho da 2ª Região; Marina Bueno Tumelero e Churrascaria Minuana Ltda. Assunto: CONAFRETE EMENTA: Reclamação

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: PRT da 2ª Região Órgão Oficiante: Dra. Danielle Leite de P. Costa Interessado 01: Alexandre Rodrigues Mendes, Esdras Santos Lima e Marcio Bernardino Rosa Interessado 02: Sindicato dos Trabalhadores

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: PRT 5ª Região Barreiras/BA Interessado(s) 1: Alessandro Cessário de Medeiros Interessado(s) 2: Galvani Indústria, Comércio e Serviços Ltda. JP Bechara Terraplanagem e Pavimentação Ltda. Bonfim

Leia mais

Sindicato dos Corretores de Planos de Saúde Médicos e Odontológicos - SINCOPLAN Interessado 2:

Sindicato dos Corretores de Planos de Saúde Médicos e Odontológicos - SINCOPLAN Interessado 2: MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL DO TRABALHO GABINETE DA SUBPROCURADORA-GERAL DO TRABALHO IVANA AUXILIADORA MENDONÇA SANTOS Processo PGT/CCR/PP 6105/2014 Origem: PRT 2ª Região Interessado

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: PRT 2ª SANTOS/SP Órgão Oficiante: DRA. GISELLE ALVES DE OLIVEIRA Interessado 1: SIGILOSO Interessado 2: NORTON NUMES RECUPERAÇÃO DE ATIVOS LTDA Assunto: TEMAS GERAIS 09.06.02.01. 09.06.03.01. JORNADA

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: PRT 4ª Região Membro Oficiante: Dr. Fabiano Holz Beserra Interessado 1: TRT 4ª Região Interessado 2: Prefeitura Municipal de Porto Alegre Assunto: Fraudes Trabalhistas 03.01.09 - Trabalho na Administração

Leia mais

Contrato de Facção não é Terceirização

Contrato de Facção não é Terceirização Contrato de Facção não é Terceirização A jurisprudência do Tribunal Superior do Trabalho tem distinguindo com bastante clareza o contrato de facção (que fragmenta a produção delegando a sua execução a

Leia mais

Ministério Público Federal Procuradoria da República em Pernambuco

Ministério Público Federal Procuradoria da República em Pernambuco Inquérito Civil Público n. º 1.26.000.002238/2010-98 Promoção de Arquivamento nº 599-2013/MPF/PRPE/AT PROMOÇÃO Cuida-se de inquérito civil público instaurado nesta Procuradoria da República, com o intuito

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete da Desembargadora Federal Margarida Cantarelli

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete da Desembargadora Federal Margarida Cantarelli APELAÇÃO CÍVEL Nº 550822-PE (2001.83.00.010096-5) APTE : INSS - INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL REPTE : PROCURADORIA REPRESENTANTE DA ENTIDADE APDO : LUZIA DOS SANTOS SANTANA ADV/PROC : SEM ADVOGADO/PROCURADOR

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: PRT da 15ª Região São José dos Campos/SP Órgão Oficiante: Dr. Alexandre Salgado Dourado Martins Interessado 1: Sindicato dos Trabalhadores em Hotéis, Motéis, Bares, Restaurantes e Similares de

Leia mais

PROCESSO: 0000461-54.2010.5.01.0038 RTORD

PROCESSO: 0000461-54.2010.5.01.0038 RTORD ACÓRDÃO 7ª TURMA TERCEIRIZAÇÃO. ENQUADRAMENTO. CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. Não demonstrada a ilicitude na terceirização dos serviços, as vantagens salariais previstas em norma coletiva inerente à categoria

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: PRT 13ª REGIÃO Órgão Oficiante: DRA. MARIA EDLENE LINS FELIZARDO Interessado 1: MPT Interessado 2: MASTER ELETRÔNICA LTDA (FILIAL LASER ELETRO) Assunto: TEMAS GERAIS 09.06.03 09.06.03.04 RECURSO:

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO PROCESSO PGT/CCR 16575/2012

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO PROCESSO PGT/CCR 16575/2012 Origem: PRT 4ª Região Membro Oficiante: Dr. Viktor Byruchko Junior Interessado 1: MPT Interessado 2: Cardioclínica Pronto Socorro e Clinica Cardiolog. Ltda. Assunto: Temas Gerais 09.10. EMENTA: FGTS. AUSÊNCIA

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO FEITO PGT/CCR/PP/Nº 5435/2011 CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Origem: PRT 12ª Região Joaçaba/SC Interessado(s) 1: SINPROESC Sindicato dos Professores no Estado de Santa

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO DO Origem: PRT 11ª Região Interessado(s) 1: Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Amazonas Interessado(s) 2: Jornal do Conércio Ltda. Interessado(s) 3: Ministério Público do Trabalho Assunto(s):

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: PRT da 15ª Região Órgão Oficiante: Dra. Fabíola Junges Zani Interessado 1: Sindicato dos Empregados no Comércio de Itú Interessado 2: Lojas do Carmo utilidades domésticas LTDA. Assuntos: Temas

Leia mais

AUTO DE INFRAÇÃO. NULIDADE

AUTO DE INFRAÇÃO. NULIDADE A C Ó R D Ã O (2ª Turma) GDCVF/AM/mrm AGRAVO DE INSTRUMENTO. AUTO DE INFRAÇÃO. NULIDADE. A Corte Regional, com base no conjunto fático-probatório, concluiu que não estavam presentes os requisitos configuradores

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO ORIGEM: PRT da 08ª Região ORGÃO OFICIANTE: Dra. Rejane de Barros Meireles Alves INTERESSADO 1: Superintendência Regional do Trabalho e Emprego/PA. INTERESSADO 2: Raimundo Teixeira Maia ASSUNTOS: EXPLORAÇÃO

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Origem: PRT 4ª Região Passo Fundo/RS Interessado(s) 1: SINPRO/RS - Sindicato dos Professores do Estado do Rio Grande do Sul Interessado(s)

Leia mais

OPERADOR DE TELEMARKETING INTELIGÊNCIA DA SÚMULA 29 DESTE TRIBUNAL REGIONAL

OPERADOR DE TELEMARKETING INTELIGÊNCIA DA SÚMULA 29 DESTE TRIBUNAL REGIONAL Acórdão 9ª Turma OPERADOR DE TELEMARKETING INTELIGÊNCIA DA SÚMULA 29 DESTE TRIBUNAL REGIONAL Reconheço o pedido do autor como operador de telemarketing, afastando o argumento da CONTAX de que o autor era

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Origem: PRT 3ª Região Interessado(s) 1: Anônimo Interessado(s) 2: Belo Horizonte transporte Urbano Ltda. Viação real Ltda. Interessado(s) 3: Ministério Público do Trabalho

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO PROCESSO PGT/CCR 4126/2013

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO PROCESSO PGT/CCR 4126/2013 Origem: PRT da 3ª Região Órgão Oficiante: Dr. Geraldo Emediato de Souza Interessado 1: Anônimo Interessado 2: Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Gráficas, de Jornais e Revistas no Estado de Minas

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Origem: PRT 11ª Região Interessado(s) 1: Ministério Público do Trabalho e Emprego / Superintendência Regional do Trabalho no Amazonas (SRTE-AM) Interessado(s) 2: Aliança

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 03, DE 1º DE SETEMBRO DE 1997. Art. 1º Baixar as seguintes instruções a serem observadas pela Fiscalização do Trabalho.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 03, DE 1º DE SETEMBRO DE 1997. Art. 1º Baixar as seguintes instruções a serem observadas pela Fiscalização do Trabalho. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 03, DE 1º DE SETEMBRO DE 1997 Dispõe sobre a fiscalização do trabalho nas empresas de prestação de serviços a terceiros e empresas de trabalho temporário. O MINISTRO DE ESTADO DE

Leia mais

Desobrigado do Recurso Hierárquico, na expressão do artigo 730, 1, inciso II, do RICMS, aprovado pelo Decreto nº 18.930/97.

Desobrigado do Recurso Hierárquico, na expressão do artigo 730, 1, inciso II, do RICMS, aprovado pelo Decreto nº 18.930/97. Processo nº 1049402010-5 Acórdão 041/2013 Recurso HIE/CRF- nº 143/2011 RECORRENTE : GERÊNCIA EXEC. DE JULG. DE PROC. FISCAIS GEJUP RECORRIDA : TRANSPORTES REAL LTDA. PREPARADORA: RECEBEDORIA DE RENDAS

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Origem: PRT 2ª Região Interessado(s) 1: Sigiloso Interessado(s) 2: Prefeitura de São Paulo Secretaria Municipal de Planejamento Orçamento e Gestão Coordenadoria de Gestão

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: PRT 10ª REGIÃO Órgão Oficiante: DR. SEBASTIÃO VIEIRA CAIXETA Interessado 1: SIGILOSO Interessado 2: VALEC ENGENHARIA CONSTRUÇÕES E FERROVIAS S/A Assunto: TRABALHO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 04. TEMAS

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Origem: PRT 10ª Região Interessado 1: Sigiloso Interessado 2: Visual Locação, Serviço, Construção Civil e Mineração Ltda. Interessado 3:

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO EM HABEAS CORPUS Nº 21.628 - SP (2007/0158779-3) RELATORA : MINISTRA LAURITA VAZ RECORRENTE : AGOSTINHO FERRAMENTA DA SILVA JÚNIOR ADVOGADO : JULIANA FERRAMENTA DA SILVA RECORRIDO : TRIBUNAL DE

Leia mais

Trata-se de recurso administrativo interposto pela Procuradora do Trabalho Carina Rodrigues Bicalho, em face da decisão que indeferiu a

Trata-se de recurso administrativo interposto pela Procuradora do Trabalho Carina Rodrigues Bicalho, em face da decisão que indeferiu a Origem: PRT 1ª REGIÃO Membro Oficiante: MARCELA CONRADO DE FARIAS RIBEIRO Interessado 1: MUNICÍPIO DE ITAPERUNA Interessado 2: MPT Assunto: TRABALHO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 04.08 RECURSO ADMINISTRATIVO.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL PAULO MACHADO CORDEIRO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL PAULO MACHADO CORDEIRO ACR 12760 AL (0007902-40.2007.4.05.8000) APTE : JOSEVAL REIS LIMA REPTE : DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO APDO : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL ORIGEM : JUÍZO FEDERAL DA 4ª VARA AL (SENTENCIANTE: DR. SÉRGIO DE

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO ORIGEM: PRT 12ª Região ORGÃO OFICIANTE: Cristiane Kraemer Gehlen Caravieri INTERESSADO 1: 1ª Vara do Trabalho de Florianópolis INTERESSADO 2: ACS S/A Eletrônica e Comunicações e outros ASSUNTO: 3.2.3.

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO PGT/CCR/ICP/2301/2012 ÓRGÃO OFICIANTE: PROCURADORA DO TRABALHO ELEONORA BORDINI COCA INTERESSADO 1: PRT INTERESSADO 2: SINDICATO DOS ENFERMEIROS DO ESTADO DE SÃO PAULO ASSUNTO:

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO PROCESSO PGT/CCR/PP/Nº 10355/2013 ORIGEM: PRT 1ª REGIÃO PROCURADOR OFICIANTE: DR. JOÃO CARLOS TEIXEIRA INTERESSADO 1: UNIÃO FEDERAL INTERESSADO 2: ARPOADOR DE HOTÉIS E TURISMO LTDA. SINDICATO DOS TRABALHADORES

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO PROCESSO PGT/CCR/PP/Nº 7735/2013 INTERESSADO 1: SUSCITANTE: DRA. CIBELLE COSTA DE FARIAS (PRT DA 9ª REGIÃO PTM DE GUARAPUAVA) INTERESSADO 2: SUSCITADO: DR. JOÃO FILIPE MOREIRA LACERDA SABINO (PRT DA 2ª

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Origem: PRT 1ª Região Interessado(s) 1: Sigiloso Interessado(s) 2: Angel s Serviços Técnicos LTDA Interessado(s) 3: Ministério Público

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República em Pernambuco 3º Ofício da Tutela Coletiva

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República em Pernambuco 3º Ofício da Tutela Coletiva Inquérito Civil n.º 1.26.000.001064/2012-16 Manifestação n.º 194/2014-MPF/PRM-CG/PB MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República em Pernambuco 3º Ofício da Tutela Coletiva O MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

PROJETO DE LEI DA CUT PARA A REGULAMENTAÇÃO DA TERCEIRIZAÇÃO NAS EMPRESAS PRIVADAS E DE ECONOMIA MISTA

PROJETO DE LEI DA CUT PARA A REGULAMENTAÇÃO DA TERCEIRIZAÇÃO NAS EMPRESAS PRIVADAS E DE ECONOMIA MISTA PROJETO DE LEI DA CUT PARA A REGULAMENTAÇÃO DA TERCEIRIZAÇÃO NAS EMPRESAS PRIVADAS E DE ECONOMIA MISTA O texto que se segue foi elaborado pela CUT, por meio do GT Terceirização, coordenado pela Secretaria

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: PRT 4ª Região Santa Cruz do Sul/RS Interessado(s) 1: SINDITAXI Sindicato dos Taxistas de Santa Cruz do Sul Interessado(s) 2: Município de Sobradinho Assunto(s): Liberdade e Organização Sindical

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: Interessado(s) 1: Interessado(s) 2: PRT 17ª Região MPT ESCELSA Espírito Santo Centrais Elétricas S.A. SOLIDUS Serviços e Construções LTDA Assunto(s): Meio Ambiente do Trabalho 01.01.01. Fraudes

Leia mais

INDEXAÇÃO Tomada de Contas Especial; CEF; Responsável em Débito; Ato Ilícito; Crime; Fraude;

INDEXAÇÃO Tomada de Contas Especial; CEF; Responsável em Débito; Ato Ilícito; Crime; Fraude; Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0664-44/00-2 Identidade do documento: Acórdão 664/2000 - Segunda Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. CEF. Prática de ilícitos em operações bancárias

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Origem: PRT 2ª Região Interessado(s) 1: Ministério Público do Estado de São Paulo Promotoria de Justiça do Consumidor Interessado(s) 2: ABENDE Associação Brasileira de

Leia mais

TERCEIRIZAÇÃO. Autor: Ivaldo Kuczkowski, Advogado Especialista em Direito Administrativo e Conselheiro de Tributos da Empresa AUDICONT Multisoluções.

TERCEIRIZAÇÃO. Autor: Ivaldo Kuczkowski, Advogado Especialista em Direito Administrativo e Conselheiro de Tributos da Empresa AUDICONT Multisoluções. TERCEIRIZAÇÃO Autor: Ivaldo Kuczkowski, Advogado Especialista em Direito Administrativo e Conselheiro de Tributos da Empresa AUDICONT Multisoluções. INTRODUÇÃO Para que haja uma perfeita compreensão sobre

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: Interessado(s) 1: Interessado(s) 2: PRT 4ª Região Anônimo PELZER Sistemas do Brasil Ltda. Assunto(s): Meio Ambiente do Trabalho 01.02.09. -01.02.11. - 01.02.13. RECURSO ADMINISTRATIVO. AUSÊNCIA

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO PROCESSO CCR/PP/249/2013 MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO ORIGEM: PTM DE SANTARÉM/PA PRT DA 8ª REGIÃO PROCURADOR OFICIANTE: DR. VITOR BAUER FERREIRA DE SOUZA INTERESSADO 1: ALFA SUPERMERCADO LTDA INTERESSADO

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Origem: PRT 6ª Região Interessado(s) 1: Sigiloso Interessado(s) 2: Alimenta & Nutri Comercio de Bolos LTDA Assuntos: Trabalho Análogo ao de Escravo Tráfico de Trabalhadores

Leia mais

ACÓRDÃO NU.: 0040400-74.2014.5.13.0003 RECURSO ORDINÁRIO RECORRENTE: C&A MODAS LTDA RECORRENTE: BANCO BRADESCARD S.A. RENAN CARVALHO CASTRO DA COSTA

ACÓRDÃO NU.: 0040400-74.2014.5.13.0003 RECURSO ORDINÁRIO RECORRENTE: C&A MODAS LTDA RECORRENTE: BANCO BRADESCARD S.A. RENAN CARVALHO CASTRO DA COSTA ACÓRDÃO RECURSO ORDINÁRIO RECORRENTE: C&A MODAS LTDA RECORRENTE: BANCO BRADESCARD S.A. RECORRIDO: RENAN CARVALHO CASTRO DA COSTA E M E N T A TERCEIRIZAÇÃO. ALEGAÇÃO DE IRREGULARIDADES. PARCERIA COMERCIAL

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO FEITO PGT/CCR/PP/Nº 6930/2014 DO Origem: PRT 3ª Região Interessado(s) 1: Sigiloso Interessado(s) 2: Flávio Henrique Azevedo Alves Pereira (PIZZA POINT) Interessado(s) 3: Ministério Público do Trabalho

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO FEITO PGT/CCR/PP/Nº 15721/2013 DO Origem: PRT 17ª Região Interessado(s) 1: Suscitante: Dr. Antônio Carlos Lopes Soares PRT 17ª Região (SEDE) Interessado(s) 2: Suscitado: Dr. Estanislau Tallon Bozzi PRT

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica e inovadora à vencer as barreiras internacionais.

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO COMARCA DE FERNANDÓPOLIS FORO DISTRITAL DE OUROESTE JUIZADO ESPECIAL CÍVEL E CRIMINAL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO COMARCA DE FERNANDÓPOLIS FORO DISTRITAL DE OUROESTE JUIZADO ESPECIAL CÍVEL E CRIMINAL fls. 1 CONCLUSÃO Aos 12 de julho de 2013, faço os presentes autos conclusos ao MM. Juiz de Direito Dr. LUIZ GUSTAVO ROCHA MALHEIROS. Eu (Daniela Dacyszyn Leme Macedo), Escrivã Judicial II Substituta, digitei.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO ACÓRDÃO 9ª TURMA Recorrentes: Recorridos: Relator: Provido o recurso da reclamada, para determinar a observância da jornada básica de 08 horas. Parcial provimento ao recurso do autor, para determinar a

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Origem: PRT 2ª Região Interessado(s) 1: Osmar Brandão de Oliveira Pedro Alexandrino dos Santos Francisco Wilani Sampaio Barbosa Nadja Rosa da Silva Paulo Robert da Silva

Leia mais

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator RECURSO INOMINADO nº 2006.0003375-3/0, DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA COMARCA DE APUCARANA Recorrente...: ROVIGO INDUSTRIA E COMERCIO DE CONFECÇÕES LTDA Recorrida...: FINASA LEASING ARRENDAMENTO MERCANTIL

Leia mais

PROCESSO TRT 15ª REGIÃO N.º 0139500-95.2009.5.15

PROCESSO TRT 15ª REGIÃO N.º 0139500-95.2009.5.15 Processo TRT 15 SDC nº. 0139500-95.2009.5.15.0043 1 PROCESSO TRT 15ª REGIÃO N.º 0139500-95.2009.5.15.0043 RECURSO ORDINÁRIO 1º RECORRENTE: SINDICATO DOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Origem: PRT 2ª Região Interessado(s) 1: Sigiloso Interessado(s) 2: Instituto Cultural Bata Koto (Ibak Cultural) Interessado(s) 3: Ministério

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: PRT da 3ª Região Varginha/MG Órgão Oficiante: Dra. Letícia Moura Passos Soares Interessado 1: Unimed Alfenas-Cooperativa de Trabalho Médico. Interessado 2: Federação dos Trabalhadores em Transportes

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL 2ª CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL 2ª CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO MPF FLS. 2ª CCR MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL VOTO Nº 7399/2015 (IPL 1763/2010-1) ORIGEM: 5ª VARA FEDERAL CRIMINAL DO RIO DE JANEIRO PROCURADOR OFICIANTE: ARIANE GUEBEL DE ALENCAR RELATORA: RAQUEL ELIAS FERREIRA

Leia mais

Processo PGT/CCR/PP/Nº 7588/2014

Processo PGT/CCR/PP/Nº 7588/2014 Processo PGT/CCR/PP/Nº 7588/2014 Câmara de Coordenação e Revisão Origem: PRT 1ª Região. Interessados: 1. PRT 1ª Região 2. Copacabana Praia Hotel, Schipper engenharia LTDA Assunto: Fraudes Trabalhistas

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Origem: PRT 9ª Região Londrina / PR Interessado(s) 1: Sigiloso Interessado(s) 2: A B Diversões Ltda. Assuntos: Igualdade de Oportunidades e Discriminação nas Relações

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR-358-35.2014.5.03.0011. A C Ó R D Ã O (8ª Turma) GMMCP/dpf/klg

PROCESSO Nº TST-RR-358-35.2014.5.03.0011. A C Ó R D Ã O (8ª Turma) GMMCP/dpf/klg A C Ó R D Ã O (8ª Turma) GMMCP/dpf/klg RECURSO DE REVISTA INTERPOSTO SOB A ÉGIDE DA LEI Nº 10.015/2014 NULIDADE DA CITAÇÃO ÔNUS DO DESTINATÁRIO Na forma do art. 841, 1º, da CLT, A notificação será feita

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Origem: PRT 6ª Região Caruaru/PE Interessado(s) 1: José Antônio da Silva Interessado(s) 2: Coletivo São Cristóvão Ltda. Interessado(s) 3: Ministério Público do Trabalho

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Origem: PRT 19ª Região Arapiraca/AL Interessado(s) 1: Vara do Trabalho de Santana do Ipanema Interessado(s) 2: Paulo Fernando Oliveira Silva (NOVATIO LEGIS) Interessado(s)

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO DO Origem: PRT 10ª Região Interessado(s) 1: Ministério Público do Trabalho Interessado(s) 2: BENECAP Associação Beneficente da Capital Federal do Brasil Interessado(s) 3: Ministério Público do Trabalho

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Origem: PRT 15ª Região São José do Rio Preto/SP Interessado(s) 1: Vara do Trabalho de Tanabi Interessado(s) 2: Gold Star Transportadora

Leia mais

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Geraldo Apoliano RELATÓRIO

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Geraldo Apoliano RELATÓRIO RELATÓRIO O DESEMBARGADOR FEDERAL GERALDO APOLIANO (RELATOR): Apelação Criminal interposta pela Caixa Econômica Federal CAIXA, com o objetivo de ver reformada a sentença, que absolveu ABELARDO MATOS DE

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 10ª Turma INDENIZAÇÃO. DANO MORAL. ATRASO NA ENTREGA DAS GUIAS DO FGTS E SEGURO- DESEMPREGO. A demora injustificada na entrega das guias do FGTS e do Seguro- Desemprego, feita ultrapassado o decêndio

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO FEITO PGT/CCR/PP/Nº 3425/2014 DO Origem: PRT 18ª Região Interessado(s) 1: MPT Interessado(s) 2: Frigorífico Savanna Interessado(s) 3: Ministério Público do Trabalho Assunto(s): Meio Ambiente do Trabalho

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Origem: PRT 9ª Região Interessado 1: Sigiloso Interessados 2: Município de Curitiba (Secretaria Municipal de Saúde) e Cotrans Locação de

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: Interessado(s) 1: Interessado(s) 2: Assunto(s): PRT 1ª Região Cabo Frio/RJ Sigiloso Hopevig Vigilância e Segurança Ltda. Trabalho portuário e aquaviário 05.04. Temas gerais 09.14.01 09.14.08. 09.14.09.

Leia mais

PROCESSO PGT/CCR/PP/N. INTERESSADO 3: GULF MARINE SERVIÇOS MARÍTIMOS DO BRASIL LTDA. ASSUNTO: JORNADA DE TRABALHO AQUAVIÁRIOS. JORNADA DE TRABALHO

PROCESSO PGT/CCR/PP/N. INTERESSADO 3: GULF MARINE SERVIÇOS MARÍTIMOS DO BRASIL LTDA. ASSUNTO: JORNADA DE TRABALHO AQUAVIÁRIOS. JORNADA DE TRABALHO PROCESSO PGT/CCR/PP/N. 10242/2009 ORIGEM: PROCURADORIA REGIONAL DE CABO FRIO PROCURADOR OFICIANTE: BRENO DA SILVA MAIA FILHO INTERESSADO 1: PROCURADORIA REGIONAL DE CABO FRIO INTERESSADO 2: AGÊNCIA MARÍTIMA

Leia mais

RECURSO ORDINÁRIO TRT/RO - 0033300-35.2009.5.01.0017 - RTOrd A C Ó R D Ã O 4ª Turma

RECURSO ORDINÁRIO TRT/RO - 0033300-35.2009.5.01.0017 - RTOrd A C Ó R D Ã O 4ª Turma Convenção coletiva. SESI O SESI não é representado por sindicato de hospitais e estabelecimentos de serviços de saúde, sendo entidade cuja atividade preponderante é orientação e formação profissional.

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO PGT/CCR/Nº 3381/2010 INTERESSADOS: PIRELLI PNEUS S/A ASSUNTO: OUTROS TEMAS EMENTA: MEIO AMBIENTE DE TRABALHO. SAÚDE E SEGURANÇA

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DA BAHIA PROCESSO- A.I. Nº 09157409/00 RECORRENTE- GERDAU S.A. RECORRIDA- FAZENDA PUBLICA ESTADUAL

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DA BAHIA PROCESSO- A.I. Nº 09157409/00 RECORRENTE- GERDAU S.A. RECORRIDA- FAZENDA PUBLICA ESTADUAL CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DA BAHIA PROCESSO- A.I. Nº 09157409/00 RECORRENTE- GERDAU S.A. RECORRIDA- FAZENDA PUBLICA ESTADUAL RECURSO- RECURSO VOLUNTTARIO - ACÓRDAO 2ª JJF Nº 0240/01 ORIGEM- IFMT-DAT/NORTE

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SEGUNDO CONSELHO DE CONTRIBUINTES PRIMEIRA CÂMARA. BAURUCAR AUTOMÓVEIS E ACESSÓRIOS LTDA. DRJ em São Paulo - SP

MINISTÉRIO DA FAZENDA SEGUNDO CONSELHO DE CONTRIBUINTES PRIMEIRA CÂMARA. BAURUCAR AUTOMÓVEIS E ACESSÓRIOS LTDA. DRJ em São Paulo - SP CC02/C01 Fls. nfls txtfls182 Old MINISTÉRIO DA FAZENDA SEGUNDO CONSELHO DE CONTRIBUINTES PRIMEIRA CÂMARA Processo nº 10825.000305/2003-22 Recurso nº 135.656 Matéria PIS/Pasep Acórdão nº 201-81.013 Sessão

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XV EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XV EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Em 2003, João ingressou como sócio da sociedade D Ltda. Como já trabalhava em outro local, João preferiu não participar da administração da sociedade. Em janeiro

Leia mais

Assunto: Solicitação para procedimento de baixa contábil em bem patrimonial roubado.

Assunto: Solicitação para procedimento de baixa contábil em bem patrimonial roubado. Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 539/92 - Plenário - Ata 52/92 Processo nº TC-015.497/91-7 Responsável: Rubens Puppin (Chefe da Residência de Vitória - 9º-D/DNPM) Unidade: Departamento

Leia mais

7ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL N.º 798.202-7 DA COMARCA DE CERRO AZUL VARA ÚNICA

7ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL N.º 798.202-7 DA COMARCA DE CERRO AZUL VARA ÚNICA 7ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL N.º 798.202-7 DA COMARCA DE CERRO AZUL VARA ÚNICA Apelante: MUNICÍPIO DE CERRO AZUL Apelado: ESTADO DO PARANÁ Relator: Des. GUILHERME LUIZ GOMES APELAÇÃO CÍVEL AÇÃO ANULATÓRIA

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: Rep 2264/2005 PRT/ 1ª Região Procuradora oficiante: Daniela Ribeiro Mendes Interessado: Assempar Assunto: Proteção à intimidade do empregado: intermediação de dados da vida pessoal EMENTA: 1) Desaparecimento

Leia mais

RECURSO ORDINÁRIO TRT/RO - 0024000-70.2007.5.01.0065 - RTOrd A C Ó R D Ã O 4ª Turma

RECURSO ORDINÁRIO TRT/RO - 0024000-70.2007.5.01.0065 - RTOrd A C Ó R D Ã O 4ª Turma Telemarketing. Tele-atendimento É irrelevante a distinção que pode ser feita entre as atividades de operador de telemarketing e operador de tele-atendimento para aplicação de convenção coletiva na qual

Leia mais

SEGURO-DESEMPREGO - NOVOS VALORES - MARÇO/2011. Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 09/03/2011.

SEGURO-DESEMPREGO - NOVOS VALORES - MARÇO/2011. Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 09/03/2011. SEGURO-DESEMPREGO - NOVOS VALORES - MARÇO/2011 Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 09/03/2011. Sumário: 1 - Introdução 2 - Requisitos 3 - Comprovação 4 - Parcelas 4.1 - Parcelas Adicionais

Leia mais

Trata-se de agravo de instrumento interposto contra despacho que negou seguimento a recurso de revista.

Trata-se de agravo de instrumento interposto contra despacho que negou seguimento a recurso de revista. A C Ó R D Ã O 8ª Turma DCBM/phb AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA. ADICIONAL DE PERICULOSIDADE. PAGAMENTO ESPONTÂNEO. TRABALHO EM ALTURA. Em razão de provável caracterização de ofensa ao art.

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA - TCU Nº 56, DE 5 DEZEMBRO DE 2007

INSTRUÇÃO NORMATIVA - TCU Nº 56, DE 5 DEZEMBRO DE 2007 INSTRUÇÃO NORMATIVA - TCU Nº 56, DE 5 DEZEMBRO DE 2007 Dispõe sobre instauração e organização de processo de tomada de contas especial e dá outras providências. O TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO, no uso do

Leia mais

Discute-se no presente a jornada de trabalho dos empregados da denunciada, que integram a categoria profissional dos aquaviários, haja vista as

Discute-se no presente a jornada de trabalho dos empregados da denunciada, que integram a categoria profissional dos aquaviários, haja vista as CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO PROCESSO PGT/CCR/PP/N. 10245/2009 ORIGEM: PRT 1ª REGIÃO (PTM DE CABO FRIO) PROCURADORA OFICIANTE: DRA. ISABELA MAUL MIRANDA DE MENDONÇA INTERESSADO 1: PROCURADORIA REGIONAL

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: PTM de Sorocaba / 15ª Região Suscitante: Dra. Guiomar Pessotto Guimarães PTM de Araçatuba/15ª Região Suscitada: Dra. Ana Carolina Marinelli Martins - PTM de Sorocaba/15ª Região Assunto: Conflito

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: Interessado(s) 1: PRT 1ª Região Sigiloso Interessado(s) 2: Germans Distribuidora de Comestíveis Ltda. (Supermercados Campeão) Assunto(s): Meio Ambiente do Trabalho 01.01.10. RECURSO ADMINISTRATIVO.

Leia mais