ROTEIRO OPERACIONAL DO SEFIP PLATAFORMA GRÁFICA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ROTEIRO OPERACIONAL DO SEFIP PLATAFORMA GRÁFICA"

Transcrição

1 ROTEIRO OPERACIONAL DO SEFIP PLATAFORMA GRÁFICA

2 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SEFIP INICIANDO O SEFIP IMPORTAÇÃO DE ARQUIVO DE FOLHA IMPORTAÇÃO DO ARQUIVO SEFIP.RE IMPORTAÇÃO DA BASE DE DADOS DO SEFIP DOS CADASTRO CADASTRO DE RESPONSÁVEL ALTERAR RESPONSÁVEL CADASTRO DE EMPRESA INCLUIR EMPRESA ALTERAR DADOS DA EMPRESA NO SEFIP EXCLUIR EMPRESA CADASTRO DE TRABALHADOR INCLUIR TRABALHADOR ALTERAR TRABALHADOR EXCLUIR TRABALHADOR CADASTRO DE TOMADOR/OBRA INCLUIR TOMADOR/OBRA ALTERAR TOMADOR/OBRA EXCLUIR TOMADOR/OBRA ALOCAÇÃO DE TRABALHADOR NO TOMADOR ALOCAÇÃO VISÃO TRABALHADOR ALOCAR DESALOCAR ALOCAÇÃO VISÃO TOMADOR/OBRA ALOCAR / DESALOCAR MOVIMENTO ABERTURA MOVIMENTO DA EMPRESA MARCAR/DESMARCAR PARTICIPAÇÃO MARCAR/DESMARCAR A PARTICIPAÇÃO DE TODAS INCLUIR DADOS DO MOVIMENTO EMPRESA ALTERAR DADOS DO MOVIMENTO DE EMPRESA ALTERAÇÃO CADASTRAL DE EMPRESA MOVIMENTO DE TRABALHADOR MARCAR/DESMARCAR PARTICIPAÇÃO MARCAR/DESMARCAR A PARTICIPAÇÃO DE TODOS INFORMAR A MODALIDADE PARA O TRABALHADOR MANTER NUMA NOVA ABERTURA A MODALIDADE DO TRABALHADOR INCLUIR DADOS DO MOVIMENTO DE TRABALHADOR ALTERAR DADOS DO MOVIMENTO DE TRABALHADOR INCLUIR MOVIMENTAÇÃO (AFASTAMENTO) DE TRABALHADOR EXCLUIR MOVIMENTAÇÃO DE TRABALHADOR INCLUIR ALTERAÇÃO CADASTRAL DE TRABALHADOR PARA O FGTS ALTERAR ALTERAÇÃO CADASTRAL DE TRABALHADOR EXCLUIR ALTERAÇÃO CADASTRAL DE TRABALHADOR INCLUIR ALTERAÇÃO DE ENDEREÇO DE TRABALHADOR ALTERAR ALTERAÇÃO ENDEREÇO DE TRABALHADOR EXCLUIR ALTERAÇÃO ENDEREÇO DE TRABALHADOR MOVIMENTO DO TOMADOR/OBRA MARCAR/DESMARCAR PARTICIPAÇÃO MARCAR/DESMARCAR PARTICIPAÇÃO DE TODOS INCLUIR DADOS DO MOVIMENTO TOMADOR ALTERAR DADOS DO MOVIMENTO TOMADOR SIMULAÇÃO DO FECHAMENTO EXECUTAR FECHAMENTO

3 9.1 DADOS DA RETIFICAÇÃO MODALIDADE 07 OU MODALIDADE 08 NO MOVIMENTO REPLICAR RETIFICAÇÕES PARA FILIAIS/TOMADORES DADOS DA CONFISSÃO IMPRESSÃO DOS RELATÓRIOS SALVAR O SELO APÓS TRANSMISSÃO DO ARQUIVO SEFIP IMPRESSÃO DA GRF PELO SEFIP IMPRESSÃO DO COMPROVANTE/PROTOCOLO DE RETIFICAÇÃO, EXCLUSÃO, CONFISSÃO OU ALTERAÇÃO CADASTRAL Recolhimento recursal para o FGTS (Código 418) e Recolhimento ao FGTS de entidades com fins filantrópicos (Código 604) MOVIMENTO ABERTURA INCLUIR NOVA EMPRESA ALTERAR EMPRESA EXCLUIR EMPRESA INCLUIR NOVO TRABALHADOR ALTERAR TRABALHADOR EXCLUIR TRABALHADOR EXECUTAR FECHAMENTO SOLICITAÇÃO DE EXCLUSÃO AUSENCIA DE FATO GERADOR SEM MOVIMENTO CÓPIA DE SEGURANÇA BACKUP GERAR CÓPIA DE SEGURANÇA RESTAURAR CÓPIA DE SEGURANÇA CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSORA LIMPEZA DE BASE ORIENTAÇÕES TÉCNICAS RESOLVENDO OCORRÊNCIAS

4 1. INTRODUÇÃO O Decreto n.º 2.803/98, de 20/10/1998, estabeleceu a obrigatoriedade da utilização da Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social GFIP, sendo exigida a partir da competência 01/1999. Para facilitar o cumprimento dessas obrigações foi criado o Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social SEFIP, que pode ser obtido gratuitamente na internet nos sites ou O SEFIP permite a geração da Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social GFIP, da Guia da Previdência Social GPS e os Comprovantes/Protocolos de Confissão, Retificação e Exclusão de informações anteriores, ainda que o empregador/contribuinte opte pela importação de dados do arquivo de folha de pagamento, ou ainda quando os dados forem inseridos por meio de digitação no próprio SEFIP. A Portaria Interministerial MT/MPAS nº. 326, de 19 de janeiro de 2000 estabeleceu a obrigatoriedade da entrega da GFIP em meio eletrônico para todos os empregadores sujeitos ao recolhimento do FGTS e/ou informações à Previdência Social. A Circular CAIXA nº. 321, de 25/05/2004, estabeleceu a obrigatoriedade da transmissão do arquivo gerado pelo SEFIP por meio da Internet, a partir de 11/2004. A Portaria Interministerial MTE/MPS nº. 227, de 25/02/2005, também determinou esta obrigatoriedade, a partir de 03/2005. As informações a seguir têm o intuito de sanar possíveis dúvidas sobre a operacionalização do SEFIP: 1 Para obter maiores informações e esclarecimentos sobre o preenchimento dos dados, consulte os arquivos (Manual da GFIP/SEFIP para usuários do SEFIP e ERROAÇÃO.DOC). 2 Para obter informações e esclarecimentos sobre a legislação do FGTS e da Previdência, utilizada no SEFIP, consulte o Manual da GFIP/SEFIP para usuários do SEFIP disponível no site e na opção ajuda do aplicativo SEFIP. 3 Caso persistam dúvidas referentes à Legislação Previdenciária a empresa deve recorrer à Central de Orientação ao Contribuinte INSS local ou à Central de Atendimento Telefônico pelo número Dúvidas relativas ao FGTS serão respondidas pela CAIXA, em suas agências locais ou nas Centrais de Telemarketing

5 2. REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SEFIP Informações sobre o aplicativo O SEFIP em plataforma gráfica foi desenvolvido em linguagem DELPHI e utiliza o banco de dados FireBird versão 1.5. Configuração Com o intuito de proporcionar a utilização adequada dos recursos sistêmicos agregados ao SEFIP, apresentamos abaixo as configurações mínimas recomendadas que garante a execução de forma consistente e adequada. Software: Windows 98, ME, NT 4, 2000 e XP com suas devidas atualizações. Hardware: Monitor 14 VGA Placa de vídeo VGA, compatível com o monitor. Mouse Teclado HD com 50Mb livres para instalação + espaço necessário para crescimento do banco de dados que vai variar de acordo com a quantidade de informações inseridas no mesmo + espaço necessário ao arquivo de paginação de memória do Windows. Requisitos de equipamento e software para utilização do aplicativo Os requisitos recomendados para utilização do aplicativo, foram divididos em três grupos: GRUPO 1 arquivo contendo aproximadamente 20 empresas, 40 tomadores e trabalhadores. Windows: 98 se Processador: 200 Mhz. Memória: 64Mb. GRUPO 2 arquivo contendo aproximadamente 500 empresas, 500 tomadores e trabalhadores. Processador: 1.0 Ghz. Memória: 256Mb. 5

6 GRUPO 3 arquivo contendo aproximadamente até empresas, tomadores e trabalhadores. Processador: 2.0 Ghz. Memória: 384Mb. Importante: embora o aplicativo possa, eventualmente, funcionar em algum ambiente não citado acima e com configurações ligeiramente inferiores, ocorrerá uma perda significativa de performance. 6

7 3. INICIANDO O SEFIP Após instalar o SEFIP, seguir as instruções abaixo para iniciar a utilização do sistema: Utilizando o atalho criado na área de trabalho: Clicar duas vezes no ícone de atalho do SEFIP. Utilizando o Windows Explorer: Selecionar, na unidade onde foi instalado o SEFIP, o arquivo SEFIP.EXE (ex.: C:\Arquivos de Programas\CAIXA\SEFIP); No primeiro acesso, a empresa poderá optar por uma das opções apresentadas na tela abaixo para carregar as informações no SEFIP.

8 4. IMPORTAÇÃO DE ARQUIVO DE FOLHA 4.1 IMPORTAÇÃO DO ARQUIVO SEFIP.RE Caso a empresa opte pela importação do arquivo SEFIP.RE, gerado por programa de Folha de Pagamento, será apresentada a seguinte tela para captura do arquivo: 8

9 Posteriormente, para a importação de arquivos SEFIP.RE, o usuário poderá optar pelas duas formas abaixo: Menu Arquivo / Importar Folha Barra de Ferramentas Importar Folha 9

10 Será necessário indicar o caminho onde se encontra o arquivo SEFIP.RE, conforme tela abaixo: Após a carga do arquivo, corrigidas as inconsistências porventura apresentadas, seguir os passos dos itens 8 e 9 deste manual para fechar o movimento. 10

11 4.2 IMPORTAÇÃO DA BASE DE DADOS DO SEFIP DOS Caso a empresa faça a opção por importação da base do SEFIP DOS, será apresentada a seguinte tela para captura dos dados: Indicar o caminho onde se encontra o programa SEFIP DOS 11

12 5. CADASTRO 5.1 CADASTRO DE RESPONSÁVEL Caso a opção da empresa no primeiro acesso tenha sido o cadastramento de Responsável, será apresentada a tela abaixo: 12

13 Botão Alterar ALTERAR RESPONSÁVEL Para ALTERAR os dados do Responsável opta se por uma das três formas abaixo: Menu Arquivo / Alterar Clicar com o botão direito do mouse Alterar 13

14 Botão Nova Empresa 5.2 CADASTRO DE EMPRESA INCLUIR EMPRESA Para INCLUIR uma Empresa, opta se por uma das quatro formas abaixo: Menu Arquivo / Novo / Empresa Barra de Ferramentas Novo Clicar com o botão direito do mouse Novo / Empresa 14

15 Botão Alterar ALTERAR DADOS DA EMPRESA NO SEFIP Para ALTERAR uma Empresa, opta se por uma das três formas abaixo: Menu Arquivo / Alterar Clicar com o botão direito do mouse Alterar 15

16 Botão Excluir EXCLUIR EMPRESA Para EXCLUIR uma Empresa, opta se por uma das quatro formas abaixo: Menu Arquivo / Excluir Barra de Ferramentas Excluir Clicar com o botão direito do mouse Excluir 16

17 Botão Novo Trabalhador 5.3 CADASTRO DE TRABALHADOR INCLUIR TRABALHADOR Para INCLUIR um Trabalhador, opta se por uma das quatro formas abaixo: Menu Arquivo / Novo / Trabalhador Barra de Ferramentas Novo Trabalhador Clicar com o botão direito do mouse Novo / Trabalhador 17

18 Botão Alterar ALTERAR TRABALHADOR Para ALTERAR um Trabalhador, opta se por uma das três formas abaixo: Menu Arquivo / Alterar Clicar com o botão direito do mouse Alterar 18

19 Botão Excluir EXCLUIR TRABALHADOR Para EXCLUIR um Trabalhador do banco de dados do SEFIP, opta se por uma das quatro formas abaixo: Menu Arquivo / Excluir Barra de Ferramentas Excluir Clicar com o botão direito do mouse Excluir 19

20 20

21 Botão Novo Tomador / Obra 5.4 CADASTRO DE TOMADOR/OBRA INCLUIR TOMADOR/OBRA Para INCLUIR um Tomador/Obra, opta se por uma das quatro formas abaixo. Menu Arquivo / Novo Tomador / Obra Barra de Ferramentas Novo / Tomador / Obra Clicar com o botão direito do mouse Novo Tomador/ Obra 21

22 Botão Alterar ALTERAR TOMADOR/OBRA Para ALTERAR um Tomador/Obra, opta se por uma das três formas abaixo. Menu Arquivo / Alterar Clicar com o botão direito do mouse Alterar 22

23 23

24 Botão Excluir EXCLUIR TOMADOR/OBRA Para EXCLUIR um Tomador/Obra do banco de dados, opta se por uma das quatro formas abaixo. Menu Arquivo / Excluir Barra de Ferramenta Excluir Clicar com o botão direito do mouse Excluir 24

25 6. ALOCAÇÃO DE TRABALHADOR NO TOMADOR Visão Cadastro Empresa SEM Tomador/Obra cadastrado Empresa COM Tomador/Obra cadastrado 25

26 Visão Alocação Trabalhadores não alocados O item Trabalhadores não Alocados só aparecerá quando a Empresa em questão estiver com Tomador/Obra cadastrado. 26

27 Bo tã o Al oc aç ão 6.1 ALOCAÇÃO VISÃO TRABALHADOR ALOCAR Para ALOCAR um Trabalhador a um Tomador/Obra, opta se por uma das quatro formas abaixo. Menu Arquivo / Alocação Clicar com o botão direito do mouse clicar no trabalhador e Mostrar Alocação Após selecionar o Trabalhador a ser alocado, arraste o para o Tomador/Obra desejado. Obs: Neste caso a tela Alocação Visão Trabalhador não será apresentada. 27

28 28

29 Após clicar em Alocação, será apresentada a seguinte tela para alocação nos Tomadores: Alocar Todos Alocar 29

30 B ot ã o D es al o ca DESALOCAR Para se DESALOCAR um Trabalhador de um Tomador/Obra, opta se por uma das duas formas abaixo. Obs.: o Trabalhador volta a fazer parte do item Trabalhadores Não Alocados. Clicar com o botão direito do mouse clicar no trabalhador e Desalocar 30

31 Após clicar em Alocação, será apresentada a seguinte tela para a desalocação nos Tomadores: Desalocar Desalocar Todos 31

32 Botão Alocação 6.2 ALOCAÇÃO VISÃO TOMADOR/OBRA ALOCAR / DESALOCAR Para ALOCAR ou DESALOCAR um Tomador/Obra, opta se por uma das três formas abaixo: Menu Arquivo / Alocação Clicar com o botão direito do mouse Mostrar Alocação 32

33 Após clicar em Alocação, a seguinte tela será apresentada: Alocar Todos Alocar Desalocar Desalocar Todos 33

34 Botão Novo 7. MOVIMENTO 7.1 ABERTURA Para ABERTURA de um Novo Movimento, opta se por uma das quatro formas abaixo. Menu Arquivo / Novo / Recolhimento / Declaração Barra de Ferramentas Novo / Recolhimento Clicar com o botão direito do mouse Novo / Recolhimento / Declaração 34

35 7.2 MOVIMENTO DA EMPRESA Os dados do Movimento da Empresa só poderão ser informados se a mesma estiver participando do Movimento MARCAR/DESMARCAR PARTICIPAÇÃO Para marcar a participação da empresa opta se por uma das três formas abaixo: Menu Editar / Marcar / Desmarcar participação Barra de Ferramentas Marcar / Desmarcar Participação Clicar com o botão direito do mouse Marcar / Desmarcar Participação 35

36 7.2.2 MARCAR/DESMARCAR A PARTICIPAÇÃO DE TODAS Para MARCAR/DESMASCAR A PARTICIPAÇÃO DE TODAS as empresas cadastradas no banco de dados, opta se por uma das três formas abaixo: Menu Editar / Marcar ou Desmarcar P articipação Todos Barra de Ferramentas Marcar / Desmarcar P articipação Todos Clicar com o botão direito do mouse Marcar / Desmarcar P articipação Todos 36

37 7.2.3 INCLUIR DADOS DO MOVIMENTO EMPRESA Para INCLUIR OS DADOS DO MOVIMENTO EMPRESA, opta se por uma das três formas abaixo: Menu Arquivo / Dados Movimento Clicar com o botão direito do mouse Dados Movimento Botão Dados do M ovimento 37

38 7.2.4 ALTERAR DADOS DO MOVIMENTO DE EMPRESA Para se ALTERAR DADOS DO MOVIMENTO DE EMPRESA, opta se por uma das três formas abaixo: Menu Arquivo / Dados Movimento Clicar com o botão direito do mouse Dados Movimento Botão Dados do M ovimento 38

39 39

40 7.2.5 ALTERAÇÃO CADASTRAL DE EMPRESA Para se comandar uma ALTERAÇÃO CADASTRAL DE EMPRESA, proceda conforme abaixo: Botão Alteração Cadastral 40

41 Após clicar na ALTERAÇÃO CADASTRAL, surgirá a tela Alteração Cadastral de Empresa, onde informar se á os dados da empresa a serem alterados. P oderão ser solicitadas alterações de CNAE Fiscal e/ ou Endereço 41

42 7.3 MOVIMENTO DE TRABALHADOR Os dados do Movimento de Trabalhador só poderão ser informados se o mesmo estiver participando do Movimento MARCAR/DESMARCAR PARTICIPAÇÃO Para MARCAR/DESMARCAR a participação do Trabalhador opta se por uma das três formas abaixo: Menu Editar / Marcar / Desmarcar Participação Barra de Ferramentas Marcar / Desmarcar Participação Clicar com o botão direito do mouse Marcar / Desmarcar Participação 42

43 7.3.2 MARCAR/DESMARCAR A PARTICIPAÇÃO DE TODOS Para MARCAR/DESMARCAR a Participação de Todos os Trabalhadores da Empresa, opta se por uma das três formas abaixo: Menu Editar Marcar / Desmarcar Participação Todos Barra de Ferramentas Marcar / Desmarcar P articipação Todos Clicar com o botão direito do mouse Marcar / Desmarcar P articipação Todos 43

44 7.3.3 INFORMAR A MODALIDADE PARA O TRABALHADOR Para INFORMAR A MODALIDADE para o trabalhador, opta se por uma das quatro formas abaixo: Menu Arquivo / Modalidades Barra de Ferramentas / Modalidades Clicar com o botão direito do mouse Modalidades Após selecionar o Trabalhador, arraste o para a modalidade desejada. 44

45 Após clicar na Modalidade, surgirá a seguinte tela, onde deverá ser escolhida a modalidade desejada e incluir o trabalhador, conforme abaixo: Clicar para escolher a modalidade I ncluir todos Incluir o trabalhador 45

46 7.3.4 MANTER NUMA NOVA ABERTURA A MODALIDADE DO TRABALHADOR Para MANTER A MODALIDADE numa nova abertura, proceda conforme abaixo: Obs.: Por padrão, esta opção já vem selecionada. Menu Ferramentas / Opções Opção Manter numa nova abertura a modalidade do trabalhador. Para que o trabalhador permaneça na modalidade definida anteriormente, deverão ser respeitadas as seguintes condições: Mesmo código de recolhimento; Competência igual ou posterior à 10/1998; Backup de versão igual ou posterior a 8.0; 46

47 7.3.5 INCLUIR DADOS DO MOVIMENTO DE TRABALHADOR Para INCLUIR os Dados do Movimento de Trabalhador, opta se por uma das três formas abaixo: Menu Arquivo / Dados do Movimento Clicar com o botão direito do mouse Dados do Movimento Botão Dados do Movimento 47

48 7.3.6 ALTERAR DADOS DO MOVIMENTO DE TRABALHADOR Para ALTERAR os Dados do Movimento de Trabalhador, opta se por uma das três formas abaixo: Menu Arquivo / Dados do Movimento Clicar com o botão direito do mouse Dados do Movimento Botão Dados do M ovimento 48

49 49

50 7.3.7 INCLUIR MOVIMENTAÇÃO (AFASTAMENTO) DE TRABALHADOR Para INCLUIR a Movimentação de Trabalhador, opta se por uma das quatro formas abaixo: Menu / Arquivo / Novo / Movimentação Barra de Ferramentas / Novo / Movimentação Clicar com o botão direito do mouse / Novo / Movimentação Botão Nova Movimentação 50

51 Após clicar na MOVIMENTAÇÃO, surgirá a seguinte tela, onde os dados serão informados. 51

52 7.3.8 EXCLUIR MOVIMENTAÇÃO DE TRABALHADOR Para EXCLUIR a Movimentação de Trabalhador do banco de dados, opta se por uma das quatro formas abaixo: Menu Arquivo / Excluir Barra de Ferramentas Excluir Clicar com o botão direito do mouse Excluir Botão Excluir 52

53 7.3.9 INCLUIR ALTERAÇÃO CADASTRAL DE TRABALHADOR PARA O FGTS Para INCLUIR a solicitação Alteração Cadastral de Trabalhador no cadastro do FGTS, opta se por uma das quatro formas abaixo: Menu Arquivo / Novo / Alteração Cadastral Barra de Ferramentas Novo / Alteração Cadastral Clicar com o botão direito do mouse Novo / Alteração Cadastral Botão Nova Alteração Cadastral 53

54 ALTERAR ALTERAÇÃO CADASTRAL DE TRABALHADOR Para ALTERAR a Alteração Cadastral de Trabalhador, opta se por uma das três formas abaixo: Menu Arquivo / Alterar Clicar com o botão direito do mouse Alterar Botão Alterar 54

55 EXCLUIR ALTERAÇÃO CADASTRAL DE TRABALHADOR Para EXCLUIR a Alteração Cadastral de Trabalhador, opta se por uma das opta se por uma das quatro formas abaixo: Menu Arquivo / Excluir Barra de Ferramentas Excluir Clicar com o botão direito do mouse Excluir Botão Excluir 55

56 INCLUIR ALTERAÇÃO DE ENDEREÇO DE TRABALHADOR Para INCLUIR a Alteração de Endereço de Trabalhador, opta se por uma das quatro formas abaixo: Menu Arquivo / Novo Alteração de Endereço Barra de Ferramentas Novo / Alteração de Endereço Clicar com o botão direito do mouse Novo / Alteração de Endereço Botão Nova A lteração de Endereço 56

57 ALTERAR ALTERAÇÃO ENDEREÇO DE TRABALHADOR Para ALTERAR a Alteração Endereço de Trabalhador, opta se por uma das quatro formas abaixo: Menu Arquivo / Alterar Barra de Ferramentas Novo / Alteração de Endereço Clicar com o botão direito do mouse Alterar Botão Alterar 57

58 EXCLUIR ALTERAÇÃO ENDEREÇO DE TRABALHADOR Para EXCLUIR a Alteração Endereço de Trabalhador, opta se por uma das quatro formas abaixo: Menu Arquivo / Excluir Barra de Ferramentas Excluir Clicar com o botão direito do mouse Excluir Botão Excluir 58

59 7.4 MOVIMENTO DO TOMADOR/OBRA Os dados do Movimento de Tomador/Obra só poderão ser informados se o mesmo estiver participando do Movimento MARCAR/DESMARCAR PARTICIPAÇÃO Para MARCAR a Participação do Tomador/Obra, opta se por uma das quatro formas abaixo: Menu Editar / Marcar P articipação Barra de ferramentas Marcar / Desmarcar participação Clicar com o botão direito do mouse Marcar / Desmarcar 59

60 7.4.2 MARCAR/DESMARCAR PARTICIPAÇÃO DE TODOS Para MARCAR a Participação de Todos Tomador/Obra, opta se por uma das três formas abaixo: Menu Arquivo / Editar / Marcar / Desmarcar P articipação Todos Barra de Ferramentas Marcar/ Desmarcar Participação todos Clicar com o botão direito do mouse na empresa Marcar / Desmarcar participação todos Clicar com o botão direito do mouse no tomador Marcar / Desmarcar participar todos 60

61 7.4.3 INCLUIR DADOS DO MOVIMENTO TOMADOR Para INCLUIR Dados do Movimento Tomador/Obra, opta se por uma das três formas abaixo: Menu Arquivo / Dados Movimento Clicar com o botão direito do mouse Dados Movimento Botão Dados do M ovimento 61

62 7.4.4 ALTERAR DADOS DO MOVIMENTO TOMADOR Para ALTERAR os Dados do Movimento Tomador/Obra, opta se por uma das três formas abaixo: Menu Arquivo / Dados Movimento Clicar com o botão direito do mouse Dados Movimento Botão Dados do Movimento 62

63 8. SIMULAÇÃO DO FECHAMENTO Para SIMULAR o Fechamento do Movimento, proceda conforme abaixo: Botão Simular 63

64 Para visualizar os relatórios da SIMULAÇÃO do Fechamento do Movimento, proceda conforme abaixo: Menu Relatórios / Movimento 64

65 9. EXECUTAR FECHAMENTO Para EXECUTAR o Fechamento do Movimento, proceda conforme abaixo: Botão Executar 65

66 Obs.: Quando da geração do arquivo de saída (SEFIPCR), será apresentada a tela abaixo, solicitando indicação de caminho para a gravação e informando onde estará gravada cópia do arquivo. Copia do arquivo gravado 66

67 Para visualizar os relatórios após EXECUÇÃO do Fechamento do Movimento, proceda conforme abaixo Menu Relatórios / Movimento 67

68 9.1 DADOS DA RETIFICAÇÃO MODALIDADE 07 OU MODALIDADE 08 NO MOVIMENTO Quando existir a informação de modalidade 07 Retificação de Recolhimento ao FGTS e Declaração à Previdência ou 08 Retificação de Declaração para o FGTS e à Previdência para trabalhador no movimento, será exibida tela para preenchimento, conforme abaixo: Informação correta, que está sendo gerada pelo SEFI P. Dados da GFI P a retificar. Somente os campos incorretos devem ser marcados e preenchidos com a informação da GFIP incorreta. Campos obrigatórios para o código de Recolhimento Campos para informação de alteração em dados de trabalhador. Campos obrigatórios para códigos de Recolhimento com Tomador Campos opcionais, deve ser observado a Circular CAIXA, que referenda o Pedido de Devolução para o FGTS. 68

69 Menu Ferramentas / Opções REPLICAR RETIFICAÇÕES PARA FILIAIS/TOMADORES Caso as retificações sejam idênticas para várias filiais/tomadores de uma mesma empresa, é possível replicar os dados incorretos digitados na tela DADOS DA RETIFICAÇÃO marcando se a opção Replicar a retificação para todas filiais/tomadores vinculados ao mesmo CNPJ Básico no menu FERRAMENTAS/OPÇÕES. Opção Replicar as retificações para todas filiais/ tomadores vinculados ao mesmo CNP J Básico 69

70 9.2 DADOS DA CONFISSÃO Após o fechamento, deverá ser informada a data de posição da confissão. Esta data refere se aos trabalhadores constantes no movimento com modalidade 1 Declaração ao FGTS e à Previdência. Obs.: a data deverá estar compreendida entre a data limite para pagamento da competência em questão e a data atual. 70

71 10. IMPRESSÃO DOS RELATÓRIOS 10.1 SALVAR O SELO APÓS TRANSMISSÃO DO ARQUIVO SEFIP Após a transmissão do arquivo SEFIP pelo Conectividade Social, serão disponibilizados o SELO e o PROTOCOLO de transmissão. O SELO é o arquivo que possibilitará a geração e impressão da Guia de Recolhimento do FGTS GRF e dos comprovantes/protocolos de retificação, exclusão, confissão e alteração cadastral. Obs.: Após a transmissão do arquivo SEFIP pelo Conectividade Social será apresentada a tela abaixo: Clicar em Salvar Selo 71

72 Ao Clicar em Salvar selo será apresentada a tela abaixo para indicar o caminho (em pasta ou disquete) desejado para salvar o arquivo SELO. Cada SELO é originalmente salvo com o nome que representa o NRA (Número de referencial do Arquivo) de cada Arquivo. Indicar o caminho para gravação do arquivo SELO. Obs.: Caso o arquivo SELO não seja salvo logo após a transmissão, deve se proceder conforme abaixo: No Conectividade Social deverá ser selecionado o Módulo Consulta de RE : Clicar em Consulta de RE 72

73 Dentro do módulo Consulta de RE selecionar o arquivo desejado e clicar na opção Salvar Selo ou Protocolo conforme abaixo: Clicar em Salvar Selo Ao clicar em Salvar Selo será necessário indicar o caminho (em pasta ou disquete) desejado para salvar o arquivo SELO. 73

74 Dentro do módulo Consulta de RE existe também a opção Protocolo conforme abaixo: Clicar em P rotocolo Ao Clicar em Protocolo será visualizada a tela abaixo com Protocolo de Envio de Arquivos para impressão ou Salvar selo. Clicar em Salvar Selo 74

75 IMPRESSÃO DA GRF PELO SEFIP Após a transmissão do arquivo, via Conectividade Social, para a impressão da guia GRF, proceda conforme orientações a seguir: Clicar em Menu GRF/ Arquivo Selo 75

76 Será solicitada a indicação do caminho onde se encontra gravado o arquivo selo gerado pelo Conectividade Social: Selecione o arquivo SELO para impressão da guia GRF Será apresentada tela para impressão da guia GRF. Selecione a Empresa Selecione a opção desejada 76

77 Será apresentada a Guia GRF quando clicada a opção visualizar conforme abaixo: 77

78 IMPRESSÃO DO COMPROVANTE/PROTOCOLO DE RETIFICAÇÃO, EXCLUSÃO, CONFISSÃO OU ALTERAÇÃO CADASTRAL. Após a transmissão do arquivo, via Conectividade Social, para a impressão do comprovante/protocolo de retificação, exclusão, confissão ou alteração cadastral, proceda conforme orientações a seguir: Executar o aplicativo SEFIP e na opção Relatórios Comprovante/Protocolo selecionar o comprovante desejado. Menu Relatórios / Comprovante/ Protocolo 78

79 Selecionar o arquivo SELO salvo pelo Conectividade Social que contenha o comprovante/protocolo desejado. Selecionar o Arquivo SELO desejado. 79

80 Após seleção do arquivo será apresentada a seguinte tela referente às empresas constantes no arquivo SELO. Somente as empresas que possuem informação referente ao comprovante/protocolo selecionado serão apresentadas. Lista das empresas constantes no Arquivo SEFI P retificador. Selecione Visualizar, I mprimir ou I mprimir Todas. Caso o comprovante/protocolo seja de EXCLUSÃO, será apresentada somente a opção para visualização ou impressão do comprovante/protocolo da empresa constante no arquivo SEFIP. 80

81 11. Recolhimento recursal para o FGTS (Código 418) e Recolhimento ao FGTS de entidades com fins filantrópicos (Código 604) Para acessar a tela de geração de movimento de deposito recursal para o FGTS ou de Recolhimento de Entidades Filantrópicas, proceda conforme abaixo: Menu Exibir / GFIP Códigos 418 e

82 11.1 MOVIMENTO ABERTURA Para INCLUIR um Novo Movimento, pode se optar por uma das quatro formas abaixo. Menu Arquivo / Novo / Recolhimento/ Declaração Barra de Ferramentas Novo / Recolhimento Clicar com o botão direito do mouse / Novo Recolhimento 82

83 INCLUIR NOVA EMPRESA Para INCLUIR uma Nova Empresa, pode se optar por uma das quatro formas abaixo. Menu Arquivo / Novo / Empresa Barra de Ferramentas Novo / Empresa Clicar com o botão direito do mouse Novo Empresa Botão Nova Empresa 83

84 ALTERAR EMPRESA Para ALTERAR uma Empresa, pode se optar por uma das três formas abaixo. Menu Arquivo / Alterar Clicar com o botão direito do mouse Alterar Botão Alterar 84

85 EXCLUIR EMPRESA Para se EXCLUIR uma Empresa do banco de dados, pode se optar por uma das quatro formas abaixo Menu Arquivo / Excluir Barra de Ferramentas Excluir Clicar com o botão direito do mouse Excluir Botão Excluir 85

86 INCLUIR NOVO TRABALHADOR Para INCLUIR um Trabalhador, pode se optar por uma das quatro formas abaixo. Menu Arquivo / Novo / Trabalhador Barra de Ferramentas Novo / Trabalhador Clicar com o botão direito do mouse Novo / Trabalhador Botão Novo Trabalhador 86

87 ALTERAR TRABALHADOR Para ALTERAR um Trabalhador, pode se optar por uma das três formas abaixo. Menu Arquivo / Alterar Clicar com o botão direito do mouse / Alterar Botão Alterar 87

88 EXCLUIR TRABALHADOR Para se EXCLUIR um Trabalhador do banco de dados, pode se optar por uma das quatro formas abaixo: Menu Arquivo / Excluir Barra de Ferramentas Excluir Clicar com o botão direito do mouse Excluir Botão Excluir 88

89 EXECUTAR FECHAMENTO Para EXECUTAR o Fechamento do Movimento, proceda conforme abaixo: Botão Executar 89

90 Quando da geração do arquivo de saída (SEFIPCR), será apresentada a tela abaixo, solicitando indicação de caminho para a gravação e informando onde estará gravada cópia do arquivo. 90

91 Após a transmissão do arquivo, proceder conforme abaixo para a impressão da guia GFIP Recursal ou da guia GFIP Filantrópica Menu Relatórios / Movimento / GFI P 91

92 12. SOLICITAÇÃO DE EXCLUSÃO Verificado o envio indevido de informações e sendo pertinente a exclusão destas informações, deverá ser informada na Abertura de Movimento do SEFIP, conforme demonstrado abaixo, não esquecendo de marcar o item Pedido de Exclusão de Informações Anteriores. 92

93 Após clicar em execução do movimento será aberta tela de Exclusão de Recolhimento e/ou Declaração para preenchimento. Dados carregados pelo SEFIP referente ao arquivo incorreto. Indicativo de Recolhimento e/ ou de Declaração Campos a serem preenchidos caso seja devida a devolução de FGTS recolhido a maior, e deve ser verificado a Circular Normativa que referenda sobre Pedido de Devolução para o FGTS 93

94 13. AUSENCIA DE FATO GERADOR SEM MOVIMENTO Para geração de movimento com informação de ausência de fato gerador, marcar o item Ausência de Fato Gerador (Sem Movimento). 94

95 14. CÓPIA DE SEGURANÇA BACKUP 14.1 GERAR CÓPIA DE SEGURANÇA O SEFIP gera automaticamente, durante o fechamento, uma cópia de segurança da base de dados atual. Esta cópia pode ser encontrada no diretório C:\Arquivos de Programas\CAIXA\Arquivos\., junto à uma cópia do arquivo de saída (SEFIPCR). A opção da geração de Backup do Fechamento vem marcada como padrão e pode ser visualizada no menu Ferramentas / Opções., Opção Permitir Backup do Fechamento O usuário pode gerar cópias de segurança sempre que julgar necessário, conforme tela abaixo: Menu Ferramentas / Fazer Backup 95

96 14.2 RESTAURAR CÓPIA DE SEGURANÇA Para restaurar cópia de segurança, proceda conforme a tela abaixo: Menu Ferramentas / Restaurar Backup É importante sinalizar na tela seguinte se o arquivo a ser restaurado é um Arquivo Compactado (backup feito pelo usuário) ou Backup do Fechamento. 96

97 97

98 15. CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSORA Para configurar Tipo de Impressão proceda conforme tela abaixo: Menu Ferramentas / Configurar tipo de I mpressão 98

99 Será apresentada tela para escolha do tipo de impressão Escolha o Tipo de I mpressão 99

100 16. LIMPEZA DE BASE Caso seja necessário efetuar uma limpeza de dados no aplicativo SEFIP, proceda conforme abaixo: Obs: A LIMPEZA DE DADOS apagará todos os dados de empresa, tomador e trabalhador existentes no banco de dados do aplicativo. Menu Ferramentas / Limpar Base de Dados 100

101 17. ORIENTAÇÕES TÉCNICAS RESOLVENDO OCORRÊNCIAS Caso o aplicativo SEFIP apresente alguma ocorrência em seu funcionamento ou desempenho, listamos abaixo os procedimentos que sugerimos sejam realizados na tentativa de solução da ocorrência. Importante: é aconselhável a presença de um técnico, com conhecimentos de configuração e computadores, para a realização dos procedimentos abaixo relacionados. 1 Verificar as configurações regionais do Windows Para verificar se as configurações regionais do Windows estão de acordo com o exigido pelo SEFIP será necessário definir o formato de data/hora do sistema para os formatos: DD/MM/YYYY e HH:MM. Para efetuar tal procedimento siga os passos abaixo: 1. Clicar no menu Iniciar 2. Escolher a opção Configurações 3. Escolher a opção Painel de Controle 4. Escolher a opção configurações regionais 5. Definir a hora para o formato HH:MM e definir o separador da hora para : 6. Definir a data para o formato DD/MM/YYYY e definir o separador de data para / 7. Clicar no botão OK. 101

SEFIP - SISTEMA EMPRESA DE RECOLHIMENTO AO FGTS E INFORMAÇÕES À PREVIDÊNCIA SOCIAL ROTEIRO OPERACIONAL

SEFIP - SISTEMA EMPRESA DE RECOLHIMENTO AO FGTS E INFORMAÇÕES À PREVIDÊNCIA SOCIAL ROTEIRO OPERACIONAL SEFIP - SISTEMA EMPRESA DE RECOLHIMENTO AO FGTS E INFORMAÇÕES À PREVIDÊNCIA SOCIAL ROTEIRO OPERACIONAL 1 1. INTRODUÇÃO... 4 2. REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SEFIP... 5 3. INICIANDO O SEFIP... 6 4. IMPORTAÇÃO

Leia mais

RSN Administrar FGTS/RJ

RSN Administrar FGTS/RJ RSN Administrar FGTS/RJ Índice Legislação Vigente Evolução Procedimental Percentuais Guias em utilização recolhimento regular SEFIP 8.4 - Importação de Folha e Entrada de dados SEFIP 8.4 - Dados do Movimento

Leia mais

INTRODUÇÃO 0800 726 0104 www.caixa.gov.br 0800 726 0104

INTRODUÇÃO 0800 726 0104 www.caixa.gov.br 0800 726 0104 Manual Operacional Aplicativo Cliente - GRRF Versão 2.0.2 INTRODUÇÃO O aplicativo cliente da GRRF é o instrumento criado para que os empregadores façam o recolhimento rescisório do Fundo de Garantia do

Leia mais

INTRODUÇÃO ALTERAÇÃO EM RELAÇÃO À VERSÃO ANTERIOR

INTRODUÇÃO ALTERAÇÃO EM RELAÇÃO À VERSÃO ANTERIOR Manual Operacional Aplicativo Cliente - GRRF Versão 2.0.4 INTRODUÇÃO O aplicativo cliente da GRRF é o instrumento criado para que os empregadores façam o recolhimento rescisório do Fundo de Garantia do

Leia mais

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 ArpPrintServer Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 1 Sumário INTRODUÇÃO... 3 CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO SISTEMA... 3 REQUISITOS DE SISTEMA... 4 INSTALAÇÃO

Leia mais

MANUAL DIPAM A Versão de 10/05/2012

MANUAL DIPAM A Versão de 10/05/2012 MANUAL DA DIPAM A Versão de 10/05/2012 1 Índice Geral... 3 Configuração Mínima... 3 Instalação... 4 Procedimento pós-instalação para sistemas com Vista ou Windows 7... 8 Uso do Programa DIPAM-A... 10 DIPAM

Leia mais

Solicitação de Manutenção de Veículo. Manual SRM

Solicitação de Manutenção de Veículo. Manual SRM Manual SRM 1 Índice 1. Requerimentos Técnicos para Utilização do Sistema... 4 1.1 Hardware... 4 1.2 Software... 5 1.3 Conexão à Internet... 9 2. Desabilitação do Bloqueio Automático de Pop-ups...10 3.

Leia mais

www.neteye.com.br NetEye Guia de Instalação

www.neteye.com.br NetEye Guia de Instalação www.neteye.com.br NetEye Guia de Instalação Índice 1. Introdução... 3 2. Funcionamento básico dos componentes do NetEye...... 3 3. Requisitos mínimos para a instalação dos componentes do NetEye... 4 4.

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Documento de Arrecadação Estadual DAE. Manual do Usuário. Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Documento de Arrecadação Estadual DAE. Manual do Usuário. Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA 1 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA Documento de Arrecadação Estadual DAE Manual do Usuário Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA 66.053-000 Av. Visconde de Souza Franco, 110 Reduto Belém PA Tel.:(091)

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

Clique aqui para começar. Cartilha do Empregador Doméstico para emissão da GRF Guia de Recolhimento do FGTS

Clique aqui para começar. Cartilha do Empregador Doméstico para emissão da GRF Guia de Recolhimento do FGTS Clique aqui para começar Cartilha do Empregador Doméstico para emissão da GRF Guia de Recolhimento do FGTS Informações adicionais Você poderá navegar livremente na cartilha utilizando os botões localizados

Leia mais

SEI-SS Sistema Extrajudicial Integrado Módulo Site dos Serviços

SEI-SS Sistema Extrajudicial Integrado Módulo Site dos Serviços TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO MANUAL DO USUÁRIO SEI-SS Sistema Extrajudicial Integrado Módulo Site dos Serviços TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 2/24 ÍNDICE Instruções

Leia mais

SEFIP SISTEMA EMPRESA DE RECOLHIMENTO DO FGTS E INFORMAÇÕES À PREVIDÊNCIA SOCIAL (CONECTIVIDADE SOCIAL) O que é

SEFIP SISTEMA EMPRESA DE RECOLHIMENTO DO FGTS E INFORMAÇÕES À PREVIDÊNCIA SOCIAL (CONECTIVIDADE SOCIAL) O que é SEFIP SISTEMA EMPRESA DE RECOLHIMENTO DO FGTS E INFORMAÇÕES À PREVIDÊNCIA SOCIAL (CONECTIVIDADE SOCIAL) O que é SEFIP (Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social) é um aplicativo

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilização Índice 1 Introdução...2 2 Acesso ao Sistema...3 3 Funcionamento Básico do Sistema...3 4 Tela Principal...4 4.1 Menu Atendimento...4 4.2 Menu Cadastros...5 4.2.1 Cadastro de Médicos...5

Leia mais

Treinamento. Módulo. Escritório Virtual. Sistema Office. Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office

Treinamento. Módulo. Escritório Virtual. Sistema Office. Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office Treinamento Módulo Escritório Virtual Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office 1. Atualização do sistema Para que este novo módulo seja ativado,

Leia mais

Principais Característic

Principais Característic Principais Característic Características as Software para agendamento e controle de consultas e cadastros de pacientes. Oferece ainda, geração de etiquetas, modelos de correspondência e de cartões. Quando

Leia mais

Manual NFSe - Prestadores e Tomadores de Serviço

Manual NFSe - Prestadores e Tomadores de Serviço VALPARAÍSO DE GOIÁS quarta-feira, 28 de outubro de 2014 Manual NFSe - Prestadores e Tomadores de Serviço ÍNDICE Legislação Cadastrando A Senha Eletrônica Acessando O Sistema De Nfs- E Pela Primeira Vez

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13 1-13 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Criação de backups importantes... 3 3. Reinstalação do Sisloc... 4 Passo a passo... 4 4. Instalação da base de dados Sisloc...

Leia mais

3. Procedimento para emissão de Guia de Retenção Previdenciária

3. Procedimento para emissão de Guia de Retenção Previdenciária 1. Objetivo Este documento tem por objetivo orientar na realização da Folha de Pagamento de Autônomos do Ministério Público e do Fundo de Modernização e Aprimoramento Funcional do Ministério Público do

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

SIMULADO Windows 7 Parte V

SIMULADO Windows 7 Parte V SIMULADO Windows 7 Parte V 1. O espaço reservado para a Lixeira do Windows pode ser aumentado ou diminuído clicando: a) Duplamente no ícone lixeira e selecionando Editar propriedades b) Duplamente no ícone

Leia mais

Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social. GIFUG/CB - Gerência de Filial Administrar FGTS

Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social. GIFUG/CB - Gerência de Filial Administrar FGTS Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social CONTEXTO: Evolução da Versão (CAIXA / RFB) Obrigatoriedade (21/11/2008) Mudanças no SEFIP (Operacionalização) Mudanças na Arrecadação

Leia mais

Manual de Instalação Corporate

Manual de Instalação Corporate Manual de Instalação Corporate Sumário 1. Sobre este documento...3 2. Suporte técnico...3 3. Requisitos de hardware...3 3.1. Estação...3 3.2. Servidor...4 4. Instalação...4 4.1. Instalação do Imobiliária21

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com. Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.br 1-15 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior,

Leia mais

1- Requisitos mínimos. 2- Instalando o Acesso Full. 3- Iniciando o Acesso Full pela primeira vez

1- Requisitos mínimos. 2- Instalando o Acesso Full. 3- Iniciando o Acesso Full pela primeira vez Manual Conteúdo 1- Requisitos mínimos... 2 2- Instalando o Acesso Full... 2 3- Iniciando o Acesso Full pela primeira vez... 2 4- Conhecendo a barra de navegação padrão do Acesso Full... 3 5- Cadastrando

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

Manual de Instalação Flex

Manual de Instalação Flex Manual de Instalação Flex Sumário 1. Sobre este documento... 3 2. Suporte técnico... 3 3. Requisitos de hardware... 4 4. Instalação... 5 4.1. Instalação no servidor... 5 4.1.1. Instalação do sistema...

Leia mais

Manual de Utilização. Sistema. Recibo Provisório de Serviço

Manual de Utilização. Sistema. Recibo Provisório de Serviço Manual de Utilização Sistema Recibo Provisório de Serviço Versão 1.0 17/08/2011 Sumário Introdução... 5 1. Primeiro Acesso... 7 2. Funções do e-rps... 8 2.1 Menu Superior... 8 2.1.1 Arquivo......8 2.1.2

Leia mais

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO Diretoria de Vigilância Epidemiológica/SES/SC 2006 1 Módulo 04 - Exportação e Importação de Dados Manual do SINASC Módulo Exportador Importador Introdução O Sistema SINASC

Leia mais

Manual do Visualizador NF e KEY BEST

Manual do Visualizador NF e KEY BEST Manual do Visualizador NF e KEY BEST Versão 1.0 Maio/2011 INDICE SOBRE O VISUALIZADOR...................................................... 02 RISCOS POSSÍVEIS PARA O EMITENTE DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA.................

Leia mais

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas GerNFe 1.0 Manual do usuário Página 1/13 GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas O programa GerNFe 1.0 tem como objetivo armazenar em local seguro e de maneira prática para pesquisa,

Leia mais

SIAI Despesa de Pessoal (DP) MANUAL DE INSTALAÇÃO Versão 1.0

SIAI Despesa de Pessoal (DP) MANUAL DE INSTALAÇÃO Versão 1.0 MANUAL DE INSTALAÇÃO Versão 1.0 Natal, Maio de 2013 Sumário 1. O que é o SIAI DP... 3 2. Requisitos mínimos de instalação... 4 2. Como instalar o SIAI DP Módulo Coleta... 4 3. Acessando o SIAI DP... 8

Leia mais

É o UniNorte facilitando a vida de nossos docentes e discentes.

É o UniNorte facilitando a vida de nossos docentes e discentes. ACESSO REMOTO Através do Acesso Remoto o aluno ou professor poderá utilizar em qualquer computador que tenha acesso a internet todos os programas, recursos de rede e arquivos acadêmicos utilizados nos

Leia mais

1. Escritório Virtual... 5. 1.1. Atualização do sistema...5. 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5

1. Escritório Virtual... 5. 1.1. Atualização do sistema...5. 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5 1 2 Índice 1. Escritório Virtual... 5 1.1. Atualização do sistema...5 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5 1.3. Cadastro do Escritório...5 1.4. Logo Marca do Escritório...6...6 1.5. Cadastro

Leia mais

Instalação - SGFLeite 1

Instalação - SGFLeite 1 Instalação SGFLeite Sistema Gerenciador de Fazenda de Leite Instalação - SGFLeite 1 Resumo dos Passos para instalação do Sistema Este documento tem como objetivo auxiliar o usuário na instalação do Sistema

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Sumário 1. Sobre este documento... 3 2. Suporte técnico... 3 3. Requisitos de hardware... 4 3.1. Estação... 4 3.2. Servidor... 4 4. Instalação... 5 4.1. Instalação no servidor... 5

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 Vendas... 3 1.1

Leia mais

TRANSMISSOR ECF. Sistema de transmissão de arquivos Nota Fiscal Paulista. Manual de Utilização

TRANSMISSOR ECF. Sistema de transmissão de arquivos Nota Fiscal Paulista. Manual de Utilização TRANSMISSOR ECF Sistema de transmissão de arquivos Nota Fiscal Paulista Manual de Utilização 1. Histórico de alterações Data Versão Alteração 04/12/2012 1 Criação do documento 28/02/2013 2 Revisão 2. Proposta

Leia mais

Manual de Atualização Versão 3.6.4.

Manual de Atualização Versão 3.6.4. Manual de Atualização Versão 3.6.4. Sumário 1. AVISO... 1 2. INTRODUÇÃO... 2 3. PREPARAÇÃO PARA ATUALIZAÇÃO... 3 4. ATUALIZANDO GVCOLLEGE E BASE DE DADOS... 7 5. HABILITANDO NOVAS VERSÕES DO SISTEMA....

Leia mais

MONTE CARMELO MINAS GERAIS

MONTE CARMELO MINAS GERAIS MONTE CARMELO MINAS GERAIS Manual NFSe - Prestadores e Tomadores de Serviço ÍNDICE Legislação Cadastrando A Senha Eletrônica Acessando O Sistema De Nfs- E Pela Primeira Vez Alterando a senha eletrônica

Leia mais

ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012

ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012 ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012 1. INSTALAÇÃO DO GESTOR Confira abaixo as instruções de como instalar o sistema Gestor. Caso já tenha realizado esta instalação avance ao passo seguinte:

Leia mais

Como obter Ajuda e Suporte

Como obter Ajuda e Suporte Como obter Ajuda e Suporte Durante a utilização dos Sistemas comercializados pela Domínio Sistemas, você e sua equipe poderão ter dúvidas sobre algum processo ou alguma tela em específico. Estas dúvidas

Leia mais

1. Introdução. 2. Funcionamento básico dos componentes do Neteye

1. Introdução. 2. Funcionamento básico dos componentes do Neteye 1. Introdução Esse guia foi criado com o propósito de ajudar na instalação do Neteye. Para ajuda na utilização do Software, solicitamos que consulte os manuais da Console [http://www.neteye.com.br/help/doku.php?id=ajuda]

Leia mais

Conectividade Social ICP

Conectividade Social ICP Conectividade Social ICP Com o novo Conectividade Social ICP a partir de 30/06/2012 será obrigatório a utilização do certificado digital, sendo realizado 100% via WEB, dessa forma todo processo relacionado

Leia mais

MANUAL DO BIU Sistema Eletrônico de Custódia de Cheques

MANUAL DO BIU Sistema Eletrônico de Custódia de Cheques MANUAL DO BIU Sistema Eletrônico de Custódia de Cheques BANCO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL S.A. Unidade de Gestão Corporativa Gerencia de Sistemas de Negócios Índice Introdução... 4 Resumo dos procedimentos

Leia mais

Manual de Orientações Aplicativo Cliente ICP Versão 3.3

Manual de Orientações Aplicativo Cliente ICP Versão 3.3 Manual de Orientações Aplicativo Cliente ICP Versão 3.3 ÍNDICE INTRODUÇÃO...3 Legenda de Ícones...4 Legenda de Botões...5 ORIENTAÇÕES OPERACIONAIS...6 CAPÍTULO I INSTALAÇÃO DO APLICATIVO CLIENTE...7 1.

Leia mais

Conteúdo Store manager... 2

Conteúdo Store manager... 2 Conteúdo Store manager... 2 Instalação StoreManager... 4 Servidor... 4 Estação... 4 Configurações necessárias para acessar o sistema... 4 Servidor... 4 Estações... 5 Configuração dos Importadores... 8

Leia mais

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO BACKUP

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO BACKUP SISTEMA DE AUTOMAÇÃO COMERCIAL MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO BACKUP Apresentação Após o término da instalação você deverá configurar o Backup para que você tenha sempre uma cópia de segurança dos seus dados

Leia mais

RETIFICAÇÃO DE DADOS FGTS

RETIFICAÇÃO DE DADOS FGTS RETIFICAÇÃO DE DADOS FGTS Visualização na Internet: CONTA LOCALIZADA NÃO ATENDE AOS CRITÉRIOS ESTABELECIDOS PARA ACESSO VIA INTERNET Esta mensagem indica que a conta possui algum impeditivo de localização,

Leia mais

Software de monitoramento Módulo CONDOR CFTV V1 R1

Software de monitoramento Módulo CONDOR CFTV V1 R1 Software de monitoramento Módulo CONDOR CFTV V1 R1 Versão 30/06/2014 FOR Segurança Eletrônica Rua dos Lírios, 75 - Chácara Primavera Campinas, SP (19) 3256-0768 1 de 12 Conteúdo A cópia total ou parcial

Leia mais

BH PARK Software de Estacionamento

BH PARK Software de Estacionamento BH PARK Software de Estacionamento WWW.ASASSOFTWARES.COM.BR Índice 1 Informações Básicas... 1 1.1 Sair da aplicação... 1 1.2 Travar aplicação... 1 1.3 Licenciando a aplicação... 1 1.4 Contrato de Manutenção...

Leia mais

Manual NOV - PDV. Versão 1.0

Manual NOV - PDV. Versão 1.0 Manual NOV - PDV Versão 1.0 Sumário 01 Captura de Nota Fiscal...3 02 Remessa de Entrada...6 03 Remessa de Saída......9 04 Pedido Normal...12 05 Pedido Especial...16 06 Nota Fiscal Avulsa...18 07 Controle

Leia mais

REQUERIMENTO DE EMPRESÁRIO PROCEDIMENTOS DO USUÁRIO Nota: O Empresário poderá fazer a pesquisa de nome previamente ou concomitante ao processo.

REQUERIMENTO DE EMPRESÁRIO PROCEDIMENTOS DO USUÁRIO Nota: O Empresário poderá fazer a pesquisa de nome previamente ou concomitante ao processo. REQUERIMENTO DE EMPRESÁRIO PROCEDIMENTOS DO USUÁRIO Nota: O Empresário poderá fazer a pesquisa de nome previamente ou concomitante ao processo. 1. O USUÁRIO DEVERÁ ACESSAR O SITE DA JUNTA COMERCIAL (www.jucepa.com),

Leia mais

LINEAR EQUIPAMENTOS RUA SÃO JORGE, 269 - TELEFONE: 6823-8800 SÃO CAETANO DO SUL - SP - CEP 09530-250

LINEAR EQUIPAMENTOS RUA SÃO JORGE, 269 - TELEFONE: 6823-8800 SÃO CAETANO DO SUL - SP - CEP 09530-250 LINEAR EQUIPAMENTOS RUA SÃO JORGE, 269 - TELEFONE: 6823-8800 SÃO CAETANO DO SUL - SP - CEP 09530-250 Recomendações Iniciais SOFTWARE HCS 2005 - VERSÃO 4.2 (Compatível com Guarita Vr4.03 e Vr4.04) Para

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

SST - PPP. 11.8.x. abril de 2015. Versão: 4.0

SST - PPP. 11.8.x. abril de 2015. Versão: 4.0 SST - PPP 11.8.x abril de 2015 Versão: 4.0 1 Sumário 1 Objetivo... 4 2 Como utilizar esse material em seus estudos de Atendimento Clínico... 4 3 Introdução... 5 4 PPP... 6 4.1 Principais botões do sistema...

Leia mais

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda Manual do Usuário Sistema Notapará Programa Nota Fiscal Cidadã Objetivo: Estabelecer orientações aos usuários do sistema Notapará, tais como: usabilidade, funcionalidade e navegabilidade. Manual do Usuário

Leia mais

Faturamento Eletrônico - CASSEMS

Faturamento Eletrônico - CASSEMS 1 Conteúdo 1. Informações Iniciais... 3 1.1. Sobre o documento... 3 1.2. Organização deste Documento... 3 2. Orientações Básicas... 3 2.1. Sobre o Faturamento Digital... 3 3. Instalação do Sistema... 4

Leia mais

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE GERAÇÃO DE BOLETOS BRADESCO NO FINANCE 2 Índice Como gerar Boleto Bancário pelo Bradesco... 3 Como gerar os arquivos de Remessa para o Banco pelo Finance... 14 Como enviar

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO GCD GERENCIADOR DE CERTIFICADOS DIGITAIS

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO GCD GERENCIADOR DE CERTIFICADOS DIGITAIS MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO GCD GERENCIADOR DE Versão 2 Atualizado em 03/05/2012 Página 1 de 77 ÍNDICE 1 - O QUE É O GCD... 3 2 - COMO EXECUTAR O GCD GERENCIADOR DE... 4 2.3 - COMO CONFIGURAR O PROXY DO GCD...

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. - INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

SIAFRO Módulo de Devolução 1.0

SIAFRO Módulo de Devolução 1.0 Conteúdo do Manual. Introdução. Capítulo Requisitos. Capítulo Instalação 4. Capítulo Configuração 5. Capítulo 4 Cadastro de Devolução 6. Capítulo 5 Relatório 7. Capítulo 6 Backup 8. Capítulo 7 Atualização

Leia mais

Manual Módulo Livro Caixa Livro Caixa Atualizada com a versão 1.3.0

Manual Módulo Livro Caixa Livro Caixa Atualizada com a versão 1.3.0 Manual Módulo Livro Caixa Livro Caixa Atualizada com a versão 1.3.0 Noções Gerais: Pg. 02 Instruções para instalação Pg. 02 Ferramentas úteis Pg. 04 Menu Arquivos Empresas Usuárias Pg. 05 Ativar Empresa

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO

Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO Versão 1.0 Julho/2012 ÍNDICE 1 REQUISITOS MÍNIMOS PARA INSTALAÇÃO... 4 1.1 Equipamento e Sistemas Operacionais 4 1.1.1

Leia mais

Shop Control 8 Pocket. Guia do usuário

Shop Control 8 Pocket. Guia do usuário Shop Control 8 Pocket Guia do usuário Abril / 2007 1 Pocket O módulo Pocket permite fazer vendas dos produtos diretamente em handhelds Pocket PC, pelos vendedores externos da empresa. Os cadastros (clientes,

Leia mais

COPYRIGHT 2011 INTELECTA DISTRIBUIDORA DE TECNOLOGIA LTDA. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil.

COPYRIGHT 2011 INTELECTA DISTRIBUIDORA DE TECNOLOGIA LTDA. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. COPYRIGHT 2011 INTELECTA DISTRIBUIDORA DE TECNOLOGIA LTDA. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. De acordo com as leis de Copyright, nenhuma parte desta publicação ou do software pode ser copiada,

Leia mais

Procedimentos para Instalação do SISLOC

Procedimentos para Instalação do SISLOC Procedimentos para Instalação do SISLOC Sumário 1. Informações Gerais...3 2. Instalação do SISLOC...3 Passo a passo...3 3. Instalação da Base de Dados SISLOC... 11 Passo a passo... 11 4. Instalação de

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup MANUAL DO USUÁRIO Software de Ferramenta de Backup Software Ferramenta de Backup Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este manual serve como referência para

Leia mais

Manual Instalação Pedido Eletrônico

Manual Instalação Pedido Eletrônico Manual Instalação Pedido Eletrônico 1 Cliente que não utiliza o Boomerang, mas possui um sistema compatível. 1.1 Instalação do Boomerang Inserir o CD no drive do computador, clicar no botão INICIAR e em

Leia mais

MANUAL DO PVP SUMÁRIO

MANUAL DO PVP SUMÁRIO Manual PVP - Professores SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 6 2 ACESSANDO O PVP... 8 3 TELA PRINCIPAL... 10 3.1 USUÁRIO... 10 3.2 INICIAL/PARAR... 10 3.3 RELATÓRIO... 10 3.4 INSTITUIÇÕES... 11 3.5 CONFIGURAR... 11

Leia mais

INDIVIDUALIZAÇÃO DE VALORES COM O REMAG 4.2.2

INDIVIDUALIZAÇÃO DE VALORES COM O REMAG 4.2.2 INDIVIDUALIZAÇÃO DE VALORES COM O REMAG 4.2.2 ATENÇÃO: Para sistema operacional Windows XP, é recomendado a instalação prévia do SEFIP 5.4, pois esse procedimento realiza as configurações que o REMAG também

Leia mais

Manual Software CMS. Introdução:

Manual Software CMS. Introdução: Introdução: O CMS é uma central de gerenciamento de DVRs, é responsável por integrar imagens de DVRs distintos, com ele é possível realizar comunicação bidirecional, vídeo conferência, função mapa eletrônico

Leia mais

NFE Nota Fiscal eletrônica. Versão 2.0 (07/2012)

NFE Nota Fiscal eletrônica. Versão 2.0 (07/2012) NFE Nota Fiscal eletrônica Versão 2.0 (07/2012) Sumário INTRODUÇÃO... 2 COMO OBTER AUTORIZAÇÃO PARA EMISSÃO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA... 3 2º VIA DE SOLICITAÇÃO/AUTORIZAÇÃO DE IMPRESSÃO DE DOCUMENTOS FISCAIS...

Leia mais

CARTILHA DE ORIENTAÇÕES PARA USUÁRIOS DO HÁBIL EMPRESARIAL

CARTILHA DE ORIENTAÇÕES PARA USUÁRIOS DO HÁBIL EMPRESARIAL CARTILHA DE ORIENTAÇÕES PARA USUÁRIOS DO HÁBIL EMPRESARIAL ÍNDICE Página 1. Orientações iniciais 3 2. Regularização de documentos perante a Receita 3 3. Verificando software e equipamento 4 3.1. Versão

Leia mais

CONFIGURADOR DO PAINEL FP1 v 1.3

CONFIGURADOR DO PAINEL FP1 v 1.3 CONFIGURADOR DO PAINEL FP1 v 1.3 1. INTRODUÇÃO Este software permite a configuração dos dispositivos de detecção manuais e ou automáticos do sistema digital de alarme de incêndio FP1. Pode-se, por intermédio

Leia mais

COMO INSTALAR O CATÁLOGO

COMO INSTALAR O CATÁLOGO Este guia tem por finalidade detalhar as etapas de instalação do catálogo e assume que o arquivo de instalação já foi baixado de nosso site. Caso não tenho sido feita a etapa anterior favor consultar o

Leia mais

Manual de Instruções. Programa para Baixar Arquivos XML XML CONQUER

Manual de Instruções. Programa para Baixar Arquivos XML XML CONQUER 1 Manual de Instruções Programa para Baixar Arquivos XML XML CONQUER Sumário Apresentação:... 2 Exigência para funcionalidade do software:... 3 Instalação:... 4 Utilização... 5 Menu NFE/CTE XML... 7 XML

Leia mais

Boolean Sistemas 2 MANUAL DA ROTINA MENU DOS SISTEMAS Atualizado em Maio/2006

Boolean Sistemas 2 MANUAL DA ROTINA MENU DOS SISTEMAS Atualizado em Maio/2006 Boolean Sistemas 2 MANUAL DA ROTINA DE MENU DOS SISTEMAS Atualizado em Maio/2006 Empresas Especiais Suporte 2.01. Cadastro das empresas 2.02. Relação das empresas 2.03. Controle das emissões 2.04. Exclusão

Leia mais

Manual do usuário. Mobile Auto Download

Manual do usuário. Mobile Auto Download Manual do usuário Mobile Auto Download Mobile Auto Download Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este manual serve como referência para a sua instalação e

Leia mais

MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico

MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico O GCO é um sistema de controle de clínicas odontológicas, onde dentistas terão acesso a agendas, fichas de pacientes, controle de estoque,

Leia mais

LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO

LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO 2013 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 REQUISITOS DO SISTEMA... 3 3 INSTALAÇÃO... 3 4 COMO COMEÇAR... 3 5 FORMULÁRIOS DE CADASTRO... 4 6 CADASTRO DE VEÍCULO... 6 7 ALINHAMENTO...

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Sumário 1. Sobre este documento...3 2. Suporte técnico...3 3. Requisitos de hardware...3 3.1. Estação...3 3.2. Servidor...4 4. Instalação...4 4.1. Instalação do Group Folha no servidor...6

Leia mais

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR 1 - Integra Services Atenção: o Integra Services está disponível a partir da versão 2.0 do software Urano Integra. O Integra Services é um aplicativo que faz parte

Leia mais

Atualização De Mapas GPS Apontador. 1º Acessar site: www.naviextras.com 2º Selecione o Idioma para Português no seu canto direito.

Atualização De Mapas GPS Apontador. 1º Acessar site: www.naviextras.com 2º Selecione o Idioma para Português no seu canto direito. Atualização De Mapas GPS Apontador 1º Acessar site: www.naviextras.com 2º Selecione o Idioma para Português no seu canto direito. 3º Clique na Opção Registrar 4º Selecione o Dispositivo Apontador e o Modelo

Leia mais

IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer.

IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer. CONFIGURANDO O SISTEMA OFFLINE DR.MICRO IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer. 1- Ao acessar a plataforma online a opção Minha Escola

Leia mais

Procedimentos para Instalação e Utilização do PEP Programa automatizado de apoio à Elaboração de Projetos

Procedimentos para Instalação e Utilização do PEP Programa automatizado de apoio à Elaboração de Projetos MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria-Executiva Unidade de Coordenação de Programas Esplanada dos Ministérios Bl. P 4º Andar Salas 409/410 CEP 70.048-900 Brasília DF Tel: (61) 3412.2492 email: ucp@fazenda.gov.br

Leia mais

Introdução... 1. Instalação... 2

Introdução... 1. Instalação... 2 ONTE DO Introdução... 1 O que é IPP?... 1 Qual é a função de um software Samsung IPP?... 1 Instalação... 2 Requisitos do sistema... 2 Instalar o software Samsung IPP... 2 Desinstalar o software Samsung

Leia mais

Instalação Cliente Notes 6.5

Instalação Cliente Notes 6.5 Instalação Cliente Notes 6.5 1/1 Instalação Cliente Notes 6.5 LCC.008.2005 Versão 1.0 Versão Autor ou Responsável Data 1.0 Fabiana J. Santos 18/11/2005 RESUMO Este documento apresenta um roteiro de instalação

Leia mais

SCIM 1.0. Guia Rápido. Instalando, Parametrizando e Utilizando o Sistema de Controle Interno Municipal. Introdução

SCIM 1.0. Guia Rápido. Instalando, Parametrizando e Utilizando o Sistema de Controle Interno Municipal. Introdução SCIM 1.0 Guia Rápido Instalando, Parametrizando e Utilizando o Sistema de Controle Interno Municipal Introdução Nesta Edição O sistema de Controle Interno administra o questionário que será usado no chek-list

Leia mais

O sistema que completa sua empresa Roteiro de Instalação (rev. 15.10.09) Página 1

O sistema que completa sua empresa Roteiro de Instalação (rev. 15.10.09) Página 1 Roteiro de Instalação (rev. 15.10.09) Página 1 O objetivo deste roteiro é descrever os passos para a instalação do UNICO. O roteiro poderá ser usado não apenas pelas revendas que apenas estão realizando

Leia mais

PORTAL DE RELACIONAMENTO GROUP

PORTAL DE RELACIONAMENTO GROUP PORTAL DE RELACIONAMENTO GROUP MANUAL DO USUÁRIO Portal de Relacionamento - Manual do usuário... 1 SUMÁRIO 1. Informações gerais... 3 2. Sobre este documento... 3 3. Suporte técnico... 3 4. Visão Geral

Leia mais

Menu Utilitários. Atualização do Banco de Dados Atualização e organização dos arquivos existentes

Menu Utilitários. Atualização do Banco de Dados Atualização e organização dos arquivos existentes Atualização do Banco de Dados Atualização e organização dos arquivos existentes Rotina responsável pelo rastreamento de possíveis arquivos não indexados, danificados ou inexistentes. Este processo poderá

Leia mais

MANUAL SISVIGIAGRO REPRESENTANTE

MANUAL SISVIGIAGRO REPRESENTANTE MANUAL SISVIGIAGRO REPRESENTANTE O SISVIGIAGRO, Módulo REPRESENTANTE, é utilizado para o preenchimento do requerimento de importação e exportação de produtos e mercadorias. Para a habilitação deste programa

Leia mais

Manual do Aplicativo NSE Mobile Control

Manual do Aplicativo NSE Mobile Control INSTALAÇÃO DO APLICATIVO Acesse www.nse.com.br/downloads-manuais e baixe os programas de acordo com o dispositivo que irá utilizar, nos links referentes ao produto número 1 - Módulo MTCP-3E4S. - Para uso

Leia mais