Veja abaixo um exemplo de como os dados são mostrados quando usamos o

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Veja abaixo um exemplo de como os dados são mostrados quando usamos o"

Transcrição

1 Objeto DataGridView O controle DataGridView é um dos objetos utilizados para exibir dados de tabelas de um banco de dados. Ele está disponível na guia de objetos Data na janela de objetos do vb.net. Será possível exibir os dados no DataGridView com poucas linhas de programação. Além das inúmeras propriedades que este controle possui, existem algumas tarefas em que a programação é necessária, para que se obtenha o efeito desejado. Como exemplo, podemos citar os filtros de acordo com dados informados pelo próprio usuário. DataGridView: Veja abaixo um exemplo de como os dados são mostrados quando usamos o O objetivo deste capítulo é mostrar como exibir dados numa DataGridView, podendo-se manipular os dados (modificar, apagar e inserir) e efetuar algumas personalizações e operações úteis. Para começar usaremos a tabela CLIENTES, criada anteriormente no banco de dados LOJA.MDF, nesta apostila. Só assim poderemos exibir os registros desejados no objeto DataGridView. Siga os passos abaixo para aprender a utilizar o DataGridView: 1) Crie um novo formulário no projeto LOJA; 2) Na tela de já criada anteriormente, onde o usuário já realizava cadastro, alteração, exclusão e consulta dos dados de um cliente, inclua um botão para chamar o novo formulário criado; 3) Desenhe no novo formulário, um label, uma caixa de texto e o objeto DataGridView, conforme próxima figura:

2 Altere as seguintes propriedades dos objetos desenhados no formulário acima: OBJETO NAME TEXT Lblprocurarpor Procurar pelos Clientes Txtprocurarpor Cmdbuscar Buscar DataGridView1 (obs: Vou manter o nome original do objeto) Escreva agora a seguinte programação dentro do botão Buscar, desenhado no formulário:

3 Para testar o programa, basta digitar no campo PROCURAR PELOS CLIENTES, uma sequência de caracteres pelos quais iniciem nomes de clientes que se deseja procurar. Quando clicar no botão BUSCAR, todos os clientes que por ventura iniciem seus nomes com os caracteres digitados, serão mostrados no DataGridView. Veja exemplo abaixo:

4 GERAÇÃO DE RELATÓRIOS COM CRYSTAL REPORT NO VB.NET: Agora vou abordar a geração de relatório usando o banco de dados LOJA.MDF e a tabela CLIENTES, para criar um relatório na versão do Crystal Reports que vem junto com o o Visual Studio.NET. Siga os passos abaixo para criarmos nosso relatório: a) No projeto LOJA, que já vínhamos criando até então, insira mais um formulário b) Crie um botão na tela de manipulação de dados de CLIENTES para chamar o novo formulário inserido. Antes de iniciarmos a criação do relatório propriamente dito, deveremos incluir também no projeto: 1) Um DataSet, que será usado para preencher o relatório; 2) Um objeto Crystal Reports, que irá exibir o relatório que poderá ser impresso; 1) Incluindo o objeto DataSet Clique com o botão direito do mouse sobre o nome do projeto, no nosso caso Grid_Relatorio, conforme mostrado na figura abaixo: Selecione Add no menu suspenso e a seguir Add New Item, surgirá então a seguinte janela:

5 Na janela Add New Item (mostrada acima), faça o seguinte: o Em Categories selecione a opção Data ; o Em seguida, na lista de Templates selecione o ícone DataSet ; o Mantenha o Name padrão DataSet1.xsd ; o Por fim, clique no botão Add, Veja os passos acima, ilustrados na figura abaixo: Com isto criamos um novo arquivo de esquema que irá ser usado para gerar um dataset fortemente tipado. O esquema será exibido no descritor dataset ADO.NET.

6 No Solution Explorer, clique no arquivo DataSet1.xsd, conforme mostrado a seguir: Agora abra a janela Server Explorer e expanda o nó principal até localizar o seu banco de dados do SQL Server e siga os passos abaixo: o Selecione uma tabela que deseje usar no relatório, para nosso exemplo vou usar a tabela CLIENTES. o Por fim, arraste a tabela na área do DataSet1.xsd, conforme mostrado abaixo pela seta:.

7 Você verá um objeto Dataset criado que contém somente a descrição da tabela baseado no esquema DataSet1.xsd. Não há dados (Registros) no dataset ainda. Veja abaixo como seu DataSet1.xsd será mostrado: 2) Gerando o objeto Crystal Reports e fazendo a conexão com a tabela Clientes Agora que temos o nosso DataSet criado, basta criarmos o arquivo de relatório com o Crystal Report, para isso siga os passos abaixo: Na janela Solution Explorer - clique com o botão direito sobre o nome do projeto, no nosso caso GRID_RELATORIO Selecione Add no menu suspenso E submenu selecione Add New Item. Veja abaixo a ilustração dos passos anteriores:

8 Surgirá então a janela Add New Item, nesta janela siga os passos abaixo: Na lista Catergories, selecione Reporting ; Em seguida, na Lista de Tamplates, selecione Crystal Report ; Mantenha no campo Name: o nome CrystalReport1.rpt Por fim, clique no botão Add ; Os passos acima estão ilustrados na próxima figura: Surigirá então a janela Crystal Reports Gallery. Nessa siga os seguintes passos: Selecione As a Blank Report Por fim, clique no botão OK Veja a ilustração dos passos acima na próxima figura:

9 Surgirá então a seguinte tela: Repare na figura anterior: Foi criada uma nova guia no centro do ambiente do Vb.Net, chamada CrystalReport1.rpt, que indica as áreas do relatório que será construído. Apareceu também a Janela Field Explorer Na janela Solution Explorer, apareceu o arquivo de relatório CrystalReport1.rpt. Siga agora os seguintes passos, para ligar o banco de dados LOJA.MDF e a tabela CLIENTES ao relatório que estamos criando: Vá até a janela Field Explorer localizada a esquerda da tela; Em seguida, clique com o botão direito do mouse sobre Database Fields ; Surgirá um menu, neste selecione a opção Database Expert ; Ilustrando os passos acima temos a seguinte figura:

10 A seguir surgirá a janela DatabBase Expert. Nessa janela, na lista Availlable Data Sources, siga os seguintes passos: Abra a pasta PROJECT DATA ; Abra a pasta ADO.NET DataSets ; Abra WindowsApplications1.DataSet1 ; Selecione a tabela CLIENTES, já que é a tabela que estamos usando para este exemplo. Veja os passos acima ilustrados na figura abaixo: Após selecionarmos a tabela CLIENTES, basta clicar no botão com isso a seguinte transformação na tela mostrada anteriormente:. Termos

11 Agora basta clicar no botão. Repare que na janela FIELD EXPLORER, serão mostrados: o nome da tabela e seus campos. Basta então arrastar os campos para a área DETAILS do relatório, conforme mostrado na próxima figura: Agora você pode arrastar os campos da tabela que deseja exibir no relatório e criar o seu relatório Crystal Reports no Descritor.

12 PROGRAMANDO O FORMULÁRIO DO RELATÓRIO: Para poder exibir os REGISTROS no relatório, você deve preencher o objeto DataSet com os dados, antes de vincular o relatório ao visualizador no formulário Windows. Antes de preencher com registros o DataSet, como mencionamos, vamos desenhar o novo formulário os objetos CrystalReportViewer e um botão de comando, conforme mostrado abaixo: Finalmente escreva a programação abaixo no botão IMPRIMIR, desenhado no formulário acima:

13 O dataset é atribuído ao Crystal Reports usando a propriedade - SetDataSource. Definimos no visualizador para exibir o relatório na propriedade - ReportSource. FILTRO DE REGISTROS NO RELATÓRIO: Caso você queira filtrar os registros de acordo com parâmetros informados pelo usuário, assim como foi feito do DataGridView, basta adicionar no formulário uma CAIXA DE TEXTO e alterar a instrução SQLconcatenando o dado que será digitado pelo usuário.

Microsoft Visual Studio 2010 C# Volume II

Microsoft Visual Studio 2010 C# Volume II Microsoft Visual Studio 2010 C# Volume II Apostila desenvolvida pelos Professores Ricardo Santos de Jesus e Rovilson de Freitas, para as Disciplinas de Desenvolvimento de Software I e II, nas Etecs de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro UNIFAP MACAPÁ-AP 2013 S U M Á R I O 1 Tela de Login...2 2 Acessando ao submenu cadastro de avaliação

Leia mais

Como renomear/mudar de local arquivos sem perder referencias na montagem. Renomear Arquivos

Como renomear/mudar de local arquivos sem perder referencias na montagem. Renomear Arquivos Como renomear/mudar de local arquivos sem perder referencias na montagem. Quando utilizamos o SolidWorks nem sempre o nome que inicialmente inserimos em um determinado componente será o mesmo ao término

Leia mais

Bem vindo! Esta é a tela inicial do Webmail da Universidade federal de Juiz de Fora. O link de acesso é: http://correio.ufjf.edu.

Bem vindo! Esta é a tela inicial do Webmail da Universidade federal de Juiz de Fora. O link de acesso é: http://correio.ufjf.edu. Manual WebMail 1. Tela inicial... pág. 2 2. Caixa de Entrada... pág. 2 3. A pasta Lidas... pág. 3 4. Criando sua assinatura... pág. 3 5. Enviar Mensagens... pág. 3 6. Anexando arquivos... pág. 4 7. Adicionando

Leia mais

Vamos criar uma nova Página chamada Serviços. Clique em Adicionar Nova.

Vamos criar uma nova Página chamada Serviços. Clique em Adicionar Nova. 3.5 Páginas: Ao clicar em Páginas, são exibidas todas as páginas criadas para o Blog. No nosso exemplo já existirá uma página com o Título Página de Exemplo, criada quando o WorPress foi instalado. Ao

Leia mais

Núcleo de Tecnologias Interativas de Aprendizagem.

Núcleo de Tecnologias Interativas de Aprendizagem. Núcleo de Tecnologias Interativas de Aprendizagem. TUTORIAL MOODLE Titulo: Primeiro Acesso a Plataforma MOODLE. Autor: NUTEIA Data de Criação: 03 / 02 / 2008. Atualizado em: 16 / 03 / 2012. 1ª Etapa 01

Leia mais

Manual Instalação Pedido Eletrônico

Manual Instalação Pedido Eletrônico Manual Instalação Pedido Eletrônico 1 Cliente que não utiliza o Boomerang, mas possui um sistema compatível. 1.1 Instalação do Boomerang Inserir o CD no drive do computador, clicar no botão INICIAR e em

Leia mais

Portal de Internet ABDI

Portal de Internet ABDI Portal de Internet ABDI 1 Histórico de Revisões Data Versão Autor Descrição 26/10/11 1.0 Jucelio Araújo Criação do documento 25/10/13 2.0 Públia Pires Atualização do documento 04/11/2013 3.0 Ana Carolina

Leia mais

PROFORMAÇÃO II Pré-Inscrição

PROFORMAÇÃO II Pré-Inscrição PROFORMAÇÃO II Pré-Inscrição A CNP desenvolveu o programa Pré-Inscrição que objetiva registrar as informações da Ficha de Inscrição dos professores cursistas que participarão do Proformação II. As instruções

Leia mais

Banco de Dados BrOffice Base

Banco de Dados BrOffice Base Banco de Dados BrOffice Base Autor: Alessandro da Silva Almeida Disponível em: www.apostilando.com 27/02/2011 CURSO TÉCNICO EM SERVIÇO PÚBLICO Apostila de Informática Aplicada - Unidade VI Índice Apresentação...

Leia mais

CRIANDO TEMPLATES E LEGENDAS

CRIANDO TEMPLATES E LEGENDAS CRIANDO TEMPLATES E LEGENDAS Este tutorial tem como objetivo instruir passo à passo como criar templates de peças, utilizar os novos recursos de cadastro de propriedade de peças e criação de legenda. 1-

Leia mais

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR 1 - Integra Services Atenção: o Integra Services está disponível a partir da versão 2.0 do software Urano Integra. O Integra Services é um aplicativo que faz parte

Leia mais

CRIANDO BANCOS DE DADOS NO SQL SERVER 2008 R2 COM O SQL SERVER MANAGEMENT STUDIO

CRIANDO BANCOS DE DADOS NO SQL SERVER 2008 R2 COM O SQL SERVER MANAGEMENT STUDIO CRIANDO BANCOS DE DADOS NO SQL SERVER 2008 R2 COM O SQL SERVER MANAGEMENT STUDIO Antes de criarmos um novo Banco de Dados quero fazer um pequeno parênteses sobre segurança. Você deve ter notado que sempre

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Utilizando conversor Serial/Ethernet com Mini-Impressora DR600/DR700.

STK (Start Kit DARUMA) Utilizando conversor Serial/Ethernet com Mini-Impressora DR600/DR700. STK (Start Kit DARUMA) Utilizando conversor Serial/Ethernet com Mini-Impressora DR600/DR700. Neste STK mostraremos como comunicar com o conversor Serial/Ethernet e instalar o driver Genérico Somente Texto

Leia mais

Inserindo Dados no Banco de Dados Paradox.

Inserindo Dados no Banco de Dados Paradox. Inserindo Dados no Banco de Dados Paradox. - Construção do Banco de Dados: Para podermos inserir algo em um banco precisaremos de um Banco de Dados, para isto iremos montar um utilizando o Programa Database

Leia mais

3. No painel da direita, dê um clique com o botão direito do mouse em qualquer espaço livre (área em branco).

3. No painel da direita, dê um clique com o botão direito do mouse em qualquer espaço livre (área em branco). Permissões de compartilhamento e NTFS - Parte 2 Criando e compartilhando uma pasta - Prática Autor: Júlio Battisti - Site: www.juliobattisti.com.br Neste tópico vamos criar e compartilhar uma pasta chamada

Leia mais

Lição 1 - Criação de campos calculados em consultas

Lição 1 - Criação de campos calculados em consultas 1 de 5 21-08-2011 22:15 Lição 1 - Criação de campos calculados em consultas Adição de Colunas com Valores Calculados: Vamos, inicialmente, relembrar, rapidamente alguns conceitos básicos sobre Consultas

Leia mais

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB CNS LEARNING MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB Versão Online 13 Índice ÍNDICE... 1 VISÃO GERAL... 2 CONCEITO E APRESENTAÇÃO VISUAL... 2 PRINCIPAIS MÓDULOS... 3 ESTRUTURAÇÃO... 3 CURSOS... 4 TURMAS... 4

Leia mais

Vamos criar uma nova Página chamada Serviços. Clique em Adicionar Nova.

Vamos criar uma nova Página chamada Serviços. Clique em Adicionar Nova. 3.5 Páginas: Ao clicar em Páginas, são exibidas todas as páginas criadas para o Blog. No nosso exemplo já existirá uma página com o Título Página de Exemplo, criada quando o WorPress foi instalado. Ao

Leia mais

Usar Atalhos para a Rede. Logar na Rede

Usar Atalhos para a Rede. Logar na Rede GUIA DO USUÁRIO: NOVELL CLIENT PARA WINDOWS* 95* E WINDOWS NT* Usar Atalhos para a Rede USAR O ÍCONE DA NOVELL NA BANDEJA DE SISTEMA Você pode acessar vários recursos do software Novell Client clicando

Leia mais

CURSO DE INFORMÁTICA BÁSICA AULA 2 O AMBIENTE WINDOWS

CURSO DE INFORMÁTICA BÁSICA AULA 2 O AMBIENTE WINDOWS CURSO DE INFORMÁTICA BÁSICA AULA 2 O AMBIENTE WINDOWS Relembrando... Gabinete Ligando o computador São três passos básicos O ambiente Windows O Windows é um tipo de software chamado sistema operacional

Leia mais

Principais Característic

Principais Característic Principais Característic Características as Software para agendamento e controle de consultas e cadastros de pacientes. Oferece ainda, geração de etiquetas, modelos de correspondência e de cartões. Quando

Leia mais

Impressão de Relatórios com Data Report Professor Sérgio Furgeri. A figura seguinte ilustra a geração de um relatório a partir de uma tabela de...

Impressão de Relatórios com Data Report Professor Sérgio Furgeri. A figura seguinte ilustra a geração de um relatório a partir de uma tabela de... OBJETIVOS DA AULA: Demonstrar a utilização da ferramenta Data Report do Visual Basic para a geração de relatórios. Apresentar os procedimentos para a criação de um relatório simples a partir dos dados

Leia mais

ASP.NET 2.0 - Gerando relatórios com o ReportViewer

ASP.NET 2.0 - Gerando relatórios com o ReportViewer 1 de 5 26/8/2010 18:07 ASP.NET 2.0 - Gerando relatórios com o ReportViewer Este artigo vai mostrar como você pode gerar relatórios em suas páginas ASP.NET 2.0 usando o add-in ReportViewer para o Visual

Leia mais

Clique no menu Iniciar > Todos os Programas> Microsoft Office > Publisher 2010.

Clique no menu Iniciar > Todos os Programas> Microsoft Office > Publisher 2010. 1 Publisher 2010 O Publisher 2010 é uma versão atualizada para o desenvolvimento e manipulação de publicações. Juntamente com ele você irá criar desde cartões de convite, de mensagens, cartazes e calendários.

Leia mais

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal Word 1 - Introdução O Word para Windows ou NT, é um processador de textos cuja finalidade é a de nos ajudar a trabalhar de maneira mais eficiente tanto na elaboração de documentos simples, quanto naqueles

Leia mais

1 UNIT Universidade do Trabalhador Dr. Abel dos Santos Nunes

1 UNIT Universidade do Trabalhador Dr. Abel dos Santos Nunes 1 UNIT Universidade do Trabalhador Dr. Abel dos Santos Nunes Janelas são estruturas do software que guardam todo o conteúdo exibido de um programa, cada vez que um aplicativo é solicitado à janela do sistema

Leia mais

PRINCÍPIOS DE INFORMÁTICA PRÁTICA 08 1. OBJETIVO 2. BASE TEÓRICA. 2.1 Criando Mapas no Excel. 2.2 Utilizando o Mapa

PRINCÍPIOS DE INFORMÁTICA PRÁTICA 08 1. OBJETIVO 2. BASE TEÓRICA. 2.1 Criando Mapas no Excel. 2.2 Utilizando o Mapa PRINCÍPIOS DE INFORMÁTICA PRÁTICA 08 1. OBJETIVO Aprender a utilizar mapas, colocar filtros em tabelas e a criar tabelas e gráficos dinâmicos no MS-Excel. Esse roteiro foi escrito inicialmente para o Excel

Leia mais

Como criar pastas personalizadas e novas peças no Toolbox

Como criar pastas personalizadas e novas peças no Toolbox Como criar pastas personalizadas e novas peças no Toolbox Neste tutorial apreenderemos como inserir uma nova pasta no toolbox, inserir novas peças na biblioteca do toolbox e criar propriedades personalizadas

Leia mais

Como funciona? SUMÁRIO

Como funciona? SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Benefícios e Vantagens... 2 3. Como utilizar?... 2 3.1. Criar Chave / Senha de Usuário... 2 3.2. Recursos da Barra Superior... 2 3.2.1. Opções... 3 3.2.1.1. Mover Para...

Leia mais

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel *

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * material do 2010* 1.0 Introdução O Excel nos ajuda a compreender melhor os dados graças à sua organização em células (organizadas em linhas e colunas) e ao uso

Leia mais

Manual para Envio de Petição Inicial

Manual para Envio de Petição Inicial Manual para Envio de Petição Inicial 1. Após abrir a página do PROJUDI, digite seu usuário e senha 1.1. Para advogados o usuário é o cpf.adv (ex: 12345678900.adv) 1.2. Após digitar os dados (login e senha),

Leia mais

MANUAL DO SIGPOL 3.0 MÓDULO DOCUMENTOS

MANUAL DO SIGPOL 3.0 MÓDULO DOCUMENTOS MANUAL DO SIGPOL 3.0 MÓDULO DOCUMENTOS TUTORIAL MÓDULO DOCUMENTOS O Sistema Integrado de Gestão Policial SIGPOL - oferece a seus usuários um mecanismo de confecção e tramitação informatizada de documentos

Leia mais

Iniciação à Informática

Iniciação à Informática Meu computador e Windows Explorer Justificativa Toda informação ou dado trabalhado no computador, quando armazenado em uma unidade de disco, transforma-se em um arquivo. Saber manipular os arquivos através

Leia mais

Manual (Office 365) Para acesso ao sistema de e-mails, os passos iniciais continuam os mesmos.

Manual (Office 365) Para acesso ao sistema de e-mails, os passos iniciais continuam os mesmos. Histórico de Alterações Versão Data Autor Função Descrição 1 14/09/2012 Roberto Gouveia Analista de Help Desk Criação inicial 2 19/11/2013 Roberto Gouveia Analista de Help Desk Atualização A partir de

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO FUNCIONAL. Versão 1.3

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO FUNCIONAL. Versão 1.3 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO FUNCIONAL Versão 1.3 Sumário 1. ACESSO AO SISTEMA... 3 1.1. Primeiro acesso ao sistema... 3 1.2. Como alterar a senha no primeiro acesso... 4

Leia mais

Clique no botão novo

Clique no botão novo Tutorial para uso do programa Edilim Criado pela profª Carina Turk de Almeida Correa 1- Abra o programa Edilim. Clique no botão novo, como mostrado abaixo: Clique no botão novo 2- Todos os arquivos a serem

Leia mais

Manual do Usuário Gerenciador de Conteúdo do Site: www.semarh.goias.gov.br/

Manual do Usuário Gerenciador de Conteúdo do Site: www.semarh.goias.gov.br/ 1 Manual do Usuário Gerenciador de Conteúdo do Site: www.semarh.goias.gov.br/ 1) O acesso ao sistema é realizado através do link: http://www.semarhtemplate.go.gov.br/sistema/ obs.: após o lançamento do

Leia mais

O tratamento de informação através de planilha eletrônica, aplicada ao software Excel

O tratamento de informação através de planilha eletrônica, aplicada ao software Excel Instituto Federal Catarinense Campus Avançado Sombrio Educação Matemática e Tecnologias O tratamento de informação através de planilha eletrônica, aplicada ao software Excel Letícia Fontana Paulo Malu

Leia mais

FAQ Como compartilhar arquivos e pastas? Compartilhamento no Windows 7

FAQ Como compartilhar arquivos e pastas? Compartilhamento no Windows 7 FAQ Como compartilhar arquivos e pastas? v.1.1 01 de setembro de 2015 Compartilhamento no Windows 7 1. Crie uma nova pasta: 1. Vá até o local (Por exemplo, unidade Documentos (D:) ou Área de Trabalho)

Leia mais

Sistema de Recursos Humanos

Sistema de Recursos Humanos Sistema de Recursos Humanos Projeto 1 O objetivo desse sistema é gerenciar a admissão e a demissão de funcionários. Esse funcionário pode ou não ter dependentes. Esse funcionário está alocado em um departamento

Leia mais

1.2) Na tela seguinte, o primeiro item a ser selecionado é o Unidade Acumuladora1.

1.2) Na tela seguinte, o primeiro item a ser selecionado é o Unidade Acumuladora1. MANUAL DA NOVA VERSÃO DE ARQUIVAMENTO DO CPROD Na nova versão de Arquivamento que está sendo implementada no CPROD, antes de realizarmos o Arquivamento do Processo ou Documento em si, temos que criar no

Leia mais

Serviço Seguro de Mensagens Instantâneas

Serviço Seguro de Mensagens Instantâneas COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL GERÊNCIA DE CONTROLE E INFORMAÇÕES Serviço Seguro de Mensagens Instantâneas Jabber & Exodus Jabber é um protocolo aberto, baseado em XML para troca de mensagens instantâneas.

Leia mais

Instruções para instalação do Virtual Lab (ChemLab 2.5 ou Physics 3.0)

Instruções para instalação do Virtual Lab (ChemLab 2.5 ou Physics 3.0) Instruções para instalação do Virtual Lab (ChemLab 2.5 ou Physics 3.0) 1. Pré-requisitos para instalação do Virtual Lab Windows XP, Windows Vista ou Windows 7 Adobe AIR instalado. Disponível em: http://get.adobe.com/br/air/

Leia mais

GUIA CASEDITOR - CRM

GUIA CASEDITOR - CRM GUIA CASEDITOR - CRM ÍNDICE ITEM Página 1. Objetivo... 3 2. Criando um Modelo de Contrato... 3 3. Carregando dados no Modelo de Contrato... 13 4. Aproveitando Modelos de contratos em Word... 19 Página

Leia mais

Tutorial Administrativo (Backoffice)

Tutorial Administrativo (Backoffice) Manual - Software ENTRANDO NO SISTEMA BACKOFFICE Para entrar no sitema Backoffice, digite no seu navegador de internet o seguinte endereço: http://pesquisa.webbyapp.com/ Entre com o login e senha. Caso

Leia mais

INSTALAÇÃO DO MICROSOFT WINDOWS SHAREPOINT SERVICES 2.0

INSTALAÇÃO DO MICROSOFT WINDOWS SHAREPOINT SERVICES 2.0 CAPÍTULO 18 INSTALANDO E CONFIGURANDO O MICROSOFT OFFICE PROJECT SERVER 2003 INSTALAÇÃO DO MICROSOFT WINDOWS SHAREPOINT SERVICES 2.0 Antes de começar a instalação do Microsoft Office Project Server 2003

Leia mais

APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo)

APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) APOSTILA DE EXEMPLO (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) 1 Índice Aula 1 - Área de trabalho e personalizando o sistema... 3 A área de trabalho... 3 Partes da área de trabalho.... 4 O Menu Iniciar:...

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Comunicando com Mini-Impressoras Paralela Daruma e o Print Server

STK (Start Kit DARUMA) Comunicando com Mini-Impressoras Paralela Daruma e o Print Server STK (Start Kit DARUMA) Comunicando com Mini-Impressoras Paralela Daruma e o Print Server Neste STK mostraremos como instalar e configurar o driver Genérico Somente Texto com as impressoras DR600 e DR700

Leia mais

Manual Usuário Sistema Audatex

Manual Usuário Sistema Audatex Manual Usuário Sistema Audatex Conhecimento global. Foco local. www.audatex.com.br / www.solerainc.com Versão 1.0 Histórico das versões VER DATA AUTOR DESCRIÇÃO DA MODIFICAÇÃO 2.0 24.08.2010 MT Versão

Leia mais

Logo abaixo temos a Barra de Menus que é onde podemos acessar todos os recursos do PHP Editor.

Logo abaixo temos a Barra de Menus que é onde podemos acessar todos os recursos do PHP Editor. Nessa aula iremos estudar: A anatomia da janela do PHP Editor Iniciando o servidor Web O primeiro exemplo de PHP Anatomia da janela do PHP Editor Barra de Títulos: É a barra azul que se encontra na parte

Leia mais

TUTORIAL: MANTENDO O BANCO DE DADOS DE SEU SITE DENTRO DO DOMÍNIO DA USP USANDO O SSH!

TUTORIAL: MANTENDO O BANCO DE DADOS DE SEU SITE DENTRO DO DOMÍNIO DA USP USANDO O SSH! UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO (USP) ESCOLA DE ARTES, CIÊNCIAS E HUMANIDADES (EACH) TUTORIAL: MANTENDO O BANCO DE DADOS DE SEU SITE DENTRO DO DOMÍNIO DA USP USANDO O SSH! Autoria e revisão por: PET Sistemas

Leia mais

Tutoriais de apoio para a migração do e-mail @pmmc.com.br para @se-pmmc.com.br Atualização: 30/04/2014

Tutoriais de apoio para a migração do e-mail @pmmc.com.br para @se-pmmc.com.br Atualização: 30/04/2014 Tutoriais de apoio para a migração do e-mail @pmmc.com.br para @se-pmmc.com.br Atualização: 30/04/2014 Sumário Introdução... 3 1. Redirecionando e-mails novos... 4 2. Fazendo backup e encaminhando e-mails

Leia mais

Para que o NSBASIC funcione corretamente em seu computador, você deve garantir que o mesmo tenha as seguintes características:

Para que o NSBASIC funcione corretamente em seu computador, você deve garantir que o mesmo tenha as seguintes características: Cerne Tecnologia www.cerne-tec.com.br Conhecendo o NSBASIC para Palm Vitor Amadeu Vitor@cerne-tec.com.br 1. Introdução Iremos neste artigo abordar a programação em BASIC para o Palm OS. Para isso, precisaremos

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Driver Genérico Somente Texto para a impressora DR700 ETHERNET

STK (Start Kit DARUMA) Driver Genérico Somente Texto para a impressora DR700 ETHERNET STK (Start Kit DARUMA) Driver Genérico Somente Texto para a impressora DR700 ETHERNET Neste STK mostraremos como instalar e configurar o driver Genérico Somente Texto com a impressora DR700 Ethernet, no

Leia mais

Com criar relatório no Report Services do Microsoft SQL Server 2008 R2 integrado com o

Com criar relatório no Report Services do Microsoft SQL Server 2008 R2 integrado com o Com criar relatório no Report Services do Microsoft SQL Server 2008 R2 integrado com o SisMoura Objetivo Configurar o Reporting Services Como criar relatórios Como publicar relatórios Como acessar os relatórios

Leia mais

ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO. 04 2 ACESSO. 05 3 ABERTURA DE PROTOCOLO. 06 4 CONSULTA DE PROTOCOLO. 08 5 PROTOCOLO PENDENTE. 10 6 CONFIRMAÇÃO DE RECEBIMENTO.

ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO. 04 2 ACESSO. 05 3 ABERTURA DE PROTOCOLO. 06 4 CONSULTA DE PROTOCOLO. 08 5 PROTOCOLO PENDENTE. 10 6 CONFIRMAÇÃO DE RECEBIMENTO. ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 04 2 ACESSO... 05 3 ABERTURA DE PROTOCOLO... 06 4 CONSULTA DE PROTOCOLO... 08 5 PROTOCOLO PENDENTE... 10 6 CONFIRMAÇÃO DE RECEBIMENTO... 11 7 ANDAMENTO DE PROTOCOLO... 12 8 RELATÓRIOS,

Leia mais

Permissão de Usuários

Permissão de Usuários Permissão de Usuários 1 Conteúdo 1. Propósito 3 2. Permissão de Usuários PrefGest 4 3. Permissão de Usuário para PrefCad 10 2 1. Propósito Este documento destina-se a explicar a ação para liberar permissões

Leia mais

Instalando e usando o Document Distributor 1

Instalando e usando o Document Distributor 1 Instalando e usando o 1 O é composto por pacotes de software do servidor e do cliente. O pacote do servidor deve ser instalado em um computador Windows NT, Windows 2000 ou Windows XP. O pacote cliente

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Compartilhamento de Arquivos no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução...

Leia mais

Curso de Power Point Aula 2 -Multimídia

Curso de Power Point Aula 2 -Multimídia Trabalhando com efeitos de Multimídias Inserindo efeitos de transição e composição Efeito de transição é a forma como o slide acionado no momento da troca das telas. O modo mais fácil de se inserir efeitos

Leia mais

O Primeiro Programa em Visual Studio.net

O Primeiro Programa em Visual Studio.net O Primeiro Programa em Visual Studio.net Já examinamos o primeiro programa escrito em C que servirá de ponto de partida para todos os demais exemplos e exercícios do curso. Agora, aprenderemos como utilizar

Leia mais

Este Procedimento Operacional Padrão explica a melhor forma de se utilizar os filtros no Sistema TOTVS RM. Índice

Este Procedimento Operacional Padrão explica a melhor forma de se utilizar os filtros no Sistema TOTVS RM. Índice Este Procedimento Operacional Padrão explica a melhor forma de se utilizar os filtros no Sistema TOTVS RM. Índice I. Criação dos Filtros... 2 II. Gerenciamento de Filtros... 2 III. Operadores disponíveis:...

Leia mais

Como criar e editar Blogs. Manual Básico do. Mario Roberto Barro Jerino Queiroz Ferreira Profª Drª Salete Linhares Queiroz

Como criar e editar Blogs. Manual Básico do. Mario Roberto Barro Jerino Queiroz Ferreira Profª Drª Salete Linhares Queiroz Como criar e editar Blogs Manual Básico do Mario Roberto Barro Jerino Queiroz Ferreira Profª Drª Salete Linhares Queiroz São Carlos Setembro / 2008 Sumário Introdução...3 Criando um Blog no Edublogs...4

Leia mais

Barra de ferramentas padrão. Barra de formatação. Barra de desenho Painel de Tarefas

Barra de ferramentas padrão. Barra de formatação. Barra de desenho Painel de Tarefas Microsoft Power Point 2003 No Microsoft PowerPoint 2003, você cria sua apresentação usando apenas um arquivo, ele contém tudo o que você precisa uma estrutura para sua apresentação, os slides, o material

Leia mais

Tutorial para atividades do Trabalho Prático da disciplina DCC 603 Engenharia de Software

Tutorial para atividades do Trabalho Prático da disciplina DCC 603 Engenharia de Software Tutorial para atividades do Trabalho Prático da disciplina DCC 603 Engenharia de Software Antes de iniciar o tutorial, baixar os seguintes arquivos da página do Prof. Wilson: Plataforma reutilizável: http://homepages.dcc.ufmg.br/~wilson/praxis/3.0/praxis.zip

Leia mais

Revisão: Introdução. - Integração com o AutoManager; 1 Atualização de versão do banco de dados PostgreSQL

Revisão: Introdução. - Integração com o AutoManager; 1 Atualização de versão do banco de dados PostgreSQL Urano Indústria de Balanças e Equipamentos Eletrônicos Ltda. Rua Irmão Pedro 709 Vila Rosa Canoas RS Fone: (51) 3462.8700 Fax: (51) 3477.4441 Características do Software Urano Integra 2.2 Data: 12/05/2014

Leia mais

Página 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA FERRAMENTA OFFICE ONLINE WORD ONLINE EXCEL ONLINE POWER POINT ONLINE

Página 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA FERRAMENTA OFFICE ONLINE WORD ONLINE EXCEL ONLINE POWER POINT ONLINE Página 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA FERRAMENTA OFFICE ONLINE WORD ONLINE EXCEL ONLINE POWER POINT ONLINE Página 2 Sumário Como começar usar?... 03 Iniciando o uso do OneDrive.... 04 Carregar ou Enviar os

Leia mais

CAPACITAÇÃO EM LIBREOFFICE IMPRESS

CAPACITAÇÃO EM LIBREOFFICE IMPRESS CAPACITAÇÃO EM LIBREOFFICE IMPRESS Nelson Luiz Cesário FCAV/UNESP Câmpus de Jaboticabal O que é o Impress? O Impress é o aplicativo de criação e edição de apresentações da família LibreOffice. Você pode

Leia mais

SEI-SS Sistema Extrajudicial Integrado Módulo Site dos Serviços

SEI-SS Sistema Extrajudicial Integrado Módulo Site dos Serviços TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO MANUAL DO USUÁRIO SEI-SS Sistema Extrajudicial Integrado Módulo Site dos Serviços TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 2/24 ÍNDICE Instruções

Leia mais

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE GERAÇÃO DE BOLETOS CAIXA ECONÔMICA FEDERAL NO FINANCE Finance V10 New 2 Índice Como gerar Boleto Bancário pela Caixa Econômica... 3 Como efetuar a Conciliação por Extrato

Leia mais

5.3.3.6 Lab - Monitorar e Gerenciar os Recursos do Sistema no Windows Vista

5.3.3.6 Lab - Monitorar e Gerenciar os Recursos do Sistema no Windows Vista IT Essentials 5.0 5.3.3.6 Lab - Monitorar e Gerenciar os Recursos do Sistema no Windows Vista Introdução Imprima e preencha este laboratório. Neste laboratório, você vai usar as ferramentas administrativas

Leia mais

Apostila de CmapTools 3.4

Apostila de CmapTools 3.4 Apostila de CmapTools 3.4 Índice Definição do software... 3 Criando um novo mapa... 3 Adicionando um conceito... 3 Alterando a formatação das caixas (Barra de Ferramentas Estilos Paleta Styles)... 7 Guia

Leia mais

Sistema de Registro das Atividades do RT - Tutorial de utilização

Sistema de Registro das Atividades do RT - Tutorial de utilização Sistema de Registro das Atividades do RT - Tutorial de utilização Acesso WEB 1. Primeiro acesso Para acessar o sistema, abra seu navegador de internet e vá até o site http://sistemart.crmv pr.org.br. Você

Leia mais

CONHECENDO A ÁREA DE TRABALHO DO WINDOWS 7

CONHECENDO A ÁREA DE TRABALHO DO WINDOWS 7 CONHECENDO A ÁREA DE TRABALHO DO WINDOWS 7 A Área de trabalho é a principal área exibida na tela quando se liga o computador e faz logon no Windows. É onde se exibe tudo o que é aberto (programas, pastas,

Leia mais

Procedimentos de Implantação ireport x Protheus

Procedimentos de Implantação ireport x Protheus Índice 1. INTRODUÇÃO... 2 2. CONFIGURAÇÃO... 2 1.1 Configurando o Protheus... 2 2.2 Configurando o ireports no Protheus... 2 2.3 Incluindo relatórios no Protheus... 4 3. CONFIGURANDO E UTILIZANDO O IREPORT

Leia mais

Índice. Tenho uma conta pessoal e uma conta da instituição em que dou aula, porém não consigo acessar a conta da escola. O que fazer?

Índice. Tenho uma conta pessoal e uma conta da instituição em que dou aula, porém não consigo acessar a conta da escola. O que fazer? Índice Acesso ao Super Professor Web Como recuperar a senha de acesso? Tenho uma conta pessoal e uma conta da instituição em que dou aula, porém não consigo acessar a conta da escola. O que fazer? Selecionando

Leia mais

Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT. Power Point. Básico

Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT. Power Point. Básico Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT Power Point Básico Santa Maria, julho de 2006 O Power Point é um aplicativo do Microsoft Office direcionado à criação de apresentações.

Leia mais

SUMÁRIO TUTORIAL DO HQ. 2 DICAS PEDAGÓGICAS:. 2 DOWNLOAD DA INSTALAÇÃO. 2 PASSO 1 FORMULÁRIO PARA DOWNLOAD. 2 PASSO 2 ESCOLHENDO A VERSÃO.

SUMÁRIO TUTORIAL DO HQ. 2 DICAS PEDAGÓGICAS:. 2 DOWNLOAD DA INSTALAÇÃO. 2 PASSO 1 FORMULÁRIO PARA DOWNLOAD. 2 PASSO 2 ESCOLHENDO A VERSÃO. SUMÁRIO TUTORIAL DO HQ... 2 DICAS PEDAGÓGICAS:... 2 DOWNLOAD DA INSTALAÇÃO... 2 PASSO 1 FORMULÁRIO PARA DOWNLOAD... 2 PASSO 2 ESCOLHENDO A VERSÃO... 3 PASSO 3 INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO... 4 CRIANDO NOVAS

Leia mais

LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS

LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/36 LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS Macro Imprimir Neste exemplo será criada a macro Imprimir que, ao ser executada, deverá preparar a

Leia mais

Construtor de sites SoftPixel GUIA RÁPIDO - 1 -

Construtor de sites SoftPixel GUIA RÁPIDO - 1 - GUIA RÁPIDO - 1 - Sumário Introdução...3 Por que utilizar o Construtor de Sites?...3 Vantagens do Construtor de Sites...3 Conceitos básicos...3 Configuração básica do site...5 Definindo o layout/template

Leia mais

Banco de Dados Oracle 10g

Banco de Dados Oracle 10g 2010 Banco de Dados II Líder: George Petz... 19 Bruno Aparecido Pereira... 07 Gustavo da Silva Oliveira... 24 Luis Felipe Martins Alarcon... 32 Rubens Gondek... 41 Professor: Gilberto Braga de Oliveira

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES Agendar uma tarefa Você deve estar com logon de administrador para executar essas etapas. Se não tiver efetuado logon como administrador, você só poderá alterar as configurações

Leia mais

Faculdade Boa Viagem Sistemas de Informação Gerenciais EXERCÍCIO PASSO-A-PASSO PEDIDOS E CONTROLE DE ESTOQUE. Microsoft Access.

Faculdade Boa Viagem Sistemas de Informação Gerenciais EXERCÍCIO PASSO-A-PASSO PEDIDOS E CONTROLE DE ESTOQUE. Microsoft Access. Faculdade Boa Viagem Sistemas de Informação Gerenciais EXERCÍCIO PASSO-A-PASSO PEDIDOS E CONTROLE DE ESTOQUE Microsoft Access Professor: M.Sc. Joel da Silva Recife-PE 2006 FBV Controle de Estoque passo-a-passo

Leia mais

Roteiro 2: (Planilhas Eletrônicas) - Função procv / manipulação de formulários

Roteiro 2: (Planilhas Eletrônicas) - Função procv / manipulação de formulários Roteiro 2: (Planilhas Eletrônicas) - Função procv / manipulação de formulários Objetivos Explorar funções de procura e referência; Explorar ferramentas para controle de formulários em planilhas; Importar

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS - PRH DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS - DRH

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS - PRH DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS - DRH UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS - PRH DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS - DRH DIVISÃO DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO - TDE Apostila do BrOffice.org

Leia mais

EBSCOhost Pesquisa básica para usuários corporativos

EBSCOhost Pesquisa básica para usuários corporativos EBSCOhost Pesquisa básica para usuários corporativos Tutorial support.ebsco.com Bem-vindo ao tutorial de Pesquisa básica para usuários corporativos, desenvolvido para apresentar aos usuários uma visão

Leia mais

Conhecendo o Proteus

Conhecendo o Proteus Conhecendo o Proteus Vitor Amadeu Souza vitor@cerne-tec.com.br Em uma série de 3 artigos, veremos como usar o Proteus. Introdução Iremos neste momento iniciar nosso estudo no Proteus usando para isso as

Leia mais

Guia Site Empresarial

Guia Site Empresarial Guia Site Empresarial Índice 1 - Fazer Fatura... 2 1.1 - Fazer uma nova fatura por valores de crédito... 2 1.2 - Fazer fatura alterando limites dos cartões... 6 1.3 - Fazer fatura repetindo última solicitação

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração do SQL Express

Manual de Instalação e Configuração do SQL Express Manual de Instalação e Configuração do SQL Express Data alteração: 19/07/11 Pré Requisitos: Acesse o seguinte endereço e faça o download gratuito do SQL SRVER EXPRESS, conforme a sua plataforma x32 ou

Leia mais

Pesquisa Avançada, Tutorial de Estilo Orientado

Pesquisa Avançada, Tutorial de Estilo Orientado Pesquisa Avançada, Tutorial de Estilo Orientado Bem-vindo ao Tutorial de estilo orientado sobre Pesquisa avançada da EBSCO Publishing, em que você aprenderá os principais recursos da tela Pesquisa avançada,

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 ACERTO DE ESTOQUE...

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Financeiro)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Financeiro) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Financeiro) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 LANÇAMENTO DE CONTAS

Leia mais

Continuação. 32. Inserir uma imagem da GALERIA CLIP-ART

Continuação. 32. Inserir uma imagem da GALERIA CLIP-ART Continuação 32. Inserir uma imagem da GALERIA CLIP-ART a) Vá para o primeiro slide da apresentação salva no item 31. b) Na guia PÁGINA INICIAL, clique no botão LAYOUT e selecione (clique) na opção TÍTULO

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL DE SISTEMAS

MANUAL OPERACIONAL DE SISTEMAS MANUAL OPERACIONAL DE SISTEMAS NETPAN CDC VEÍCULOS LOJISTA ÍNDICE 1. ACESSO AO SISTEMA... 3 1.1. ABERTURA DO INTERNET EXPLORER...3 1.2. ACESSO AO NETPAN...3 1.2.1. Tela Inicial...4 1.2.2. Digitando o Nome

Leia mais

Domo Estrutura do Sistema Físico e Lógico

Domo Estrutura do Sistema Físico e Lógico Domo Estrutura do Sistema Físico e Lógico Servidor Linux IP: 192.168.96.10 Banco de Dados : /home/bancos Nome na Rede : linux Caixa 1 (Nana) IP : 192.168.96.1 Banco de Dados : C:\banco Nome na Rede : C1-192-168-96-1

Leia mais

ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO. 04 2 ACESSO. 05 3 CONSULTA DE PROTOCOLO. 06 4 PROTOCOLO PENDENTE. 08 5 CONFIRMAÇÃO DE RECEBIMENTO. 09 6 ANDAMENTO DE PROTOCOLO.

ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO. 04 2 ACESSO. 05 3 CONSULTA DE PROTOCOLO. 06 4 PROTOCOLO PENDENTE. 08 5 CONFIRMAÇÃO DE RECEBIMENTO. 09 6 ANDAMENTO DE PROTOCOLO. ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 04 2 ACESSO... 05 3 CONSULTA DE PROTOCOLO... 06 4 PROTOCOLO PENDENTE... 08 5 CONFIRMAÇÃO DE RECEBIMENTO... 09 6 ANDAMENTO DE PROTOCOLO... 10 7 RELATÓRIOS, OFÍCIOS E ETIQUETAS...

Leia mais

Clique na célula sobre a qual você deseja comentar.

Clique na célula sobre a qual você deseja comentar. , *+!!!!& Um comentário é uma anotação que você anexa a uma célula, separado do restante do conteúdo da célula. Os comentários são úteis como lembretes para você mesmo, como anotar como funciona uma fórmula,

Leia mais

COMO GERAR UM ARQUIVO NÃO IDENTIFICADO NO TABWIN

COMO GERAR UM ARQUIVO NÃO IDENTIFICADO NO TABWIN O programa TabWin pode ser utilizado para calcular indicadores epidemiológicos e operacionais da tuberculose bem como para análise da qualidade da base de dados do Sinan. O usuário deve ter a versão atualizada

Leia mais

Configurando um Grupo Doméstico e Compartilhando arquivos no Windows 7

Configurando um Grupo Doméstico e Compartilhando arquivos no Windows 7 Configurando um Grupo Doméstico e Compartilhando arquivos no Windows 7 Para criar um grupo doméstico e compartilhar arquivos é necessário que tenhamos pelo menos dois computadores ligados entre si (em

Leia mais