Explorando soluções alternativas para os principais desafios do setor

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Explorando soluções alternativas para os principais desafios do setor"

Transcrição

1 Explorando soluções alternativas para os principais desafios do setor

2

3 Fase 1 2 Fase Fase 3 Diagnóstico Estruturação Consolidação Levantamento de potenciais IGs Desenvolvimento do processo a ser depositado no INPI Ações de apoio para promover e fortalecer a IG registrada

4 Agronegócio 72% das IP registradas 70% das DO registradas

5

6 Normas técnicas brasileiras sobre Indicações Geográficas Terminologia Boas Práticas de Estruturação de Indicações Geográficas Gestão de Indicações Geográficas Rastreabilidade Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT)

7 ABNT NBR 16479:2016 Indicação Geográfica - Terminologia

8 6ª edição em elaboração pelo Sebrae e INPI

9

10 Quando? Dias 9, 10 e 11 de Agosto de 2018 Onde? Belo Horizonte/MG

11 Público Alvo Produtores Técnicos Gestores Empresários Pesquisadores Consultores... Objetivos Promover e divulgar os conceitos e experiências das Indicações Geográficas e Marcas Coletivas brasileiras e internacionais. Gerar negócios diretos e indiretos para os diversos elos das Cadeias Produtivas das IGs e Marcas Coletivas. Parceria INPI Instituto Nacional da Propriedade Industrial OMPI Organização Mundial da Propriedade Intelectual MAPA Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

12

13 Projetos de IG apoiados pelo Sebrae em 2018 UF Projeto AC AM AM BA BA ES ES ES MG PA PA PA SC SC Cadeia de Valor da Mandiocultura FRUTICULTURA DO ABACAXI NA REGIÃO DE NOVO REMANSO PESCA SUSTENTÁVEL NO MUNICÍPIO DE TEFÉ E ENTORNO Café Chapada Diamantina Cacau e Derivados da Mata Atlântica Pimentas e Especiarias Capixabas Raízes e tubérculos - Inhame Fortalecimento da Cadeia Produtiva do Cacau Capixaba Apicultura na Microrregião de Montes Claros mel de aroeira Bubalinocultura de Leite no Marajó Fruticultura em Tomé-Açu Mandiocultura na Região de Bragança Agroindústrias e Produção Artesanal - Serra Catarinense Vitivinicultura - Serra Catarinense Fomento ($) em 2018 a projetos setoriais de IG R$

14 Apoio do Sebrae aos Fóruns estaduais de IG e MC Fórum Origem Capixaba sobre Indicações Geográficas e Marcas Coletivas instalado em é constituído por 16 instituições do Estado que se reúnem periodicamente para unir esforços, discutir e propor ações de incentivo ao uso das Indicações Geográficas e Marcas Coletivas como ferramentas de identidade de produtos, valorização sóciocultural e desenvolvimento sustentável. Fórum Amazonense de Indicações Geográficas e Marcas Coletivas instalado em 18/05/2018. Fórum das Indicações Geográficas do Paraná em estruturação.

15

16

17 Indicação Geográfica do mel do Pantana Resultados da ação do Sebrae no SIRHA 2018 em São Paulo O Pantanal é a primeira região produtora de mel a conquistar o IG no Brasil.

18

19 O Sebraetec é um Produto Nacional do Sebrae que tem como objetivo viabilizar aos pequenos negócios o acesso a serviços tecnológicos e de inovação, visando a melhoria de processos, produtos e serviços, bem como a introdução de inovações nas empresas e mercados.

20 Como funciona Sebraetec Fornecedor de Serviços Tecnológicos Pequenos Negócios

21 Público Microempreendedor Individual Microempresa Empresa de Pequeno Porte Produtor Rural

22 Subsídios do Sebrae Regulamento 2.4 SUBSÍDIO AOS SERVIÇOS DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA PARA OS PEQUENOS NEGÓCIOS Pelo menos 70% de subsídio do valor total do serviço Empresas Atendidas

23 Atendimentos do Sebrae Agronegócios Produtividade Design Qualidade Sustentabilidade PI Inovação Serviços Digitais Atendimentos realizados no período a maio/2018 por 18 Sebrae/UF

24 Consequências do SEBRAETEC nas empresas Nacional Histórico Tipo de Serviço Tipo de projeto UF Dentre as consequências do SEBRAETEC para as empresas, destacam-se a melhora na qualidade de produtos e serviços; a melhora do atendimento; a redução de desperdícios; e a redução de custos. Melhorou qualidade de produtos e serviços Melhorou o atendimento Reduziu desperdícios Reduziu custos Otimizou o consumo de água ou energia Melhorou o layout da loja Fez reciclagem de materiais Lançou algum produto ou serviço novo Obteve certificações de qualidade em produto/processo Criou novo design de embalagens e produtos Criou site de comércio eletrônico Outra mudança 1,4% 21,1% 29,9% 53,9% 49,4% 45,0% 38,9% 61,9% 90,2% 87,6% 81,5% 76,6% 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80% 90% 100% Q14 - Eu vou citar algumas mudanças que o(a) Sr(a) possa ter feito na sua empresa como consequência do Programa SEBRAETEC. Gostaria que, conforme eu for citando, o(a) Sr(a) diga SIM para aquelas que se aplicam ao seu caso.

25 Apoio do SEBRAE Projetos de Inovação Edital 2016 Agronegócio Automotivo Bens de Capital Bens de Consumo não duráveis Comércio Eletro-Eletrônico Energia Indústria Química Infraestrutura e Construção Civil Nanotecnologia; Biotecnologia Óleo e Gás Saúde Serviços Serviços Logísticos; Mineração e Metalurgia Tecnologia da Informação e Comunicação Outros... 32% 2% 2% 5% 5% 5% 13% 3% 8% 3% 5% 13% 18% 2% 52% 21%

26 Convênio Sebrae/Embrapa 2018/2020 Mapa de Oportunidades de Apoio à Valorização de Produtos Agroalimentares Objetivo: criar um banco de dados georreferenciado para promover a inclusão socioprodutiva e a valorização de produtos agroalimentares diferenciados Região Nordeste AL - PE - SE

27 Obrigada! Hulda Giesbrecht Unidade de Acesso à Tecnologia e Inovação (UAITS)

ESTRATÉGIAS DE ATUAÇÃO DO SEBRAE EM INOVAÇÃO E TECNOLOGIA

ESTRATÉGIAS DE ATUAÇÃO DO SEBRAE EM INOVAÇÃO E TECNOLOGIA ESTRATÉGIAS DE ATUAÇÃO DO SEBRAE EM INOVAÇÃO E TECNOLOGIA Sebraetec Inovação ALI Centro Sebrae de Sustentabilidade INOVAÇÃO PARA O SEBRAE A concepção de novo produto ou processo produtivo, bem como a agregação

Leia mais

Missão do Sebrae/PR. Promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo

Missão do Sebrae/PR. Promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo Missão do Sebrae/PR Promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo COMPETITIVIDADE e DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Para sobreviver no mercado,

Leia mais

Impactos da transferência de tecnologia como resultado da atuação dos NIT SEBRAE NACIONAL/UAITS. Adriana Dantas Gonçalves Maio de 2017

Impactos da transferência de tecnologia como resultado da atuação dos NIT SEBRAE NACIONAL/UAITS. Adriana Dantas Gonçalves Maio de 2017 Impactos da transferência de tecnologia como resultado da atuação dos NIT SEBRAE NACIONAL/UAITS Adriana Dantas Gonçalves Maio de 2017 Desafios e eixos de atuação Transversalidade no atendimento Intervenção

Leia mais

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS. 19 de setembro de 2016

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS. 19 de setembro de 2016 ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS 19 de setembro de 2016 99% do total de empresas no País MICRO E PEQUENAS NA ECONOMIA BRASILEIRA O QUE É CONSIDERADO PEQUENO NEGÓCIO NO BRASIL MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL

Leia mais

AS AÇÕES DO SEBRAE PARA A CADEIA DA CONSTRUÇÃO EM GOIÁS. COMAT- Comissão de Materiais, Tecnologia, Qualidade e Produtividade

AS AÇÕES DO SEBRAE PARA A CADEIA DA CONSTRUÇÃO EM GOIÁS. COMAT- Comissão de Materiais, Tecnologia, Qualidade e Produtividade AS AÇÕES DO SEBRAE PARA A CADEIA DA CONSTRUÇÃO EM GOIÁS COMAT- Comissão de Materiais, Tecnologia, Qualidade e Produtividade Goiânia 23/maio/2014 PROJETO DESENVOLVIMENTO DA CONSTRUÇÃO CIVIL PÚBLICO ALVO

Leia mais

A atuação do Sebrae no fomento às Indicações Geográficas

A atuação do Sebrae no fomento às Indicações Geográficas ABPI / Comissão de Estudo sobre Indicações Geográficas O Desenvolvimento das Indicações Geográficas durante os 20 anos da Lei de Propriedade Industrial A atuação do Sebrae no fomento às Indicações Geográficas

Leia mais

Ações do Sebrae no fomento às IG Brasileiras SEBRAE. Congresso Internacional da Origin 11 de novembro de 2015. 0800 570 0800 / www.sebrae.com.

Ações do Sebrae no fomento às IG Brasileiras SEBRAE. Congresso Internacional da Origin 11 de novembro de 2015. 0800 570 0800 / www.sebrae.com. Ações do Sebrae no fomento às IG Brasileiras Congresso Internacional da Origin 11 de novembro de 2015 99% do total de empresas no País MICRO E PEQUENAS NA ECONOMIA BRASILEIRA O QUE É CONSIDERADO PEQUENO

Leia mais

OPORTUNIDADES DE FOMENTO À INOVAÇÃO PARA OS PEQUENOS NEGÓCIOS. Agnaldo Dantas Unidade de Inovação, Tecnologia e Sustentabilidade

OPORTUNIDADES DE FOMENTO À INOVAÇÃO PARA OS PEQUENOS NEGÓCIOS. Agnaldo Dantas Unidade de Inovação, Tecnologia e Sustentabilidade OPORTUNIDADES DE FOMENTO À INOVAÇÃO PARA OS PEQUENOS NEGÓCIOS Agnaldo Dantas Unidade de Inovação, Tecnologia e Sustentabilidade Inovação Sebrae : Intervenção x complexidade Habitats de inovação Cooperação

Leia mais

Encadeamento Produtivo Estratégia de atuação do Sistema SEBRAE PEQUENAS E GRANDES EMPRESAS TRABALHANDO JUNTAS PELA SUSTENTABILIDADE

Encadeamento Produtivo Estratégia de atuação do Sistema SEBRAE PEQUENAS E GRANDES EMPRESAS TRABALHANDO JUNTAS PELA SUSTENTABILIDADE Encadeamento Produtivo Estratégia de atuação do Sistema SEBRAE PEQUENAS E GRANDES EMPRESAS TRABALHANDO JUNTAS PELA SUSTENTABILIDADE Encadeamento Produtivo Estratégia para aumentar a competitividade, a

Leia mais

SEBRAE/PR Edital 01/2017 ERRATA 01

SEBRAE/PR Edital 01/2017 ERRATA 01 SEBRAE/PR Edital 01/2017 ERRATA 01 CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA, CONTEUDISTA, COACHING, INSTRUTORIA, MENTORIA E/OU TUTORIA O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas

Leia mais

Agenda. Contexto. O Nordeste Territorial. Fórum de Governança da Atividade Econômica. Formas de Financiamento

Agenda. Contexto. O Nordeste Territorial. Fórum de Governança da Atividade Econômica. Formas de Financiamento Agenda Contexto O Nordeste Territorial Fórum de Governança da Atividade Econômica Formas de Financiamento Área de atuação do BNB Nordeste: 1.554,4 mil Km 2 Semi-árido: 974,4 mil Km 2 (62,7% do território

Leia mais

Imagem: https://goo.gl/kkihmx Entenda o SEBRAETEC O SEBRAETEC aproxima os dois atores essenciais para a inovação: os pequenos negócios e os prestadores de serviços tecnológicos. Imagem (adaptada): https://goo.gl/ovzwf7

Leia mais

Quem somos. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Entidade privada, de interesse público e sem fins lucrativos criada em 1972

Quem somos. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Entidade privada, de interesse público e sem fins lucrativos criada em 1972 Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Entidade privada, de interesse público e sem fins lucrativos criada em 1972 Quem somos Missão: Promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável

Leia mais

PPA Sebrae RN

PPA Sebrae RN PPA 2017-2018 Sebrae RN Cenário de Atuação Estratégia de Atuação Metas Recursos Medidas de Gestão Os pequenos negócios e sua importância para o desenvolvimento do RN Número de optantes pelo simples nacional

Leia mais

O REGULAMENTO DE USO DA INDICAÇÃO DE PROCEDÊNCIA VALE DO SÃO FRANCISCO

O REGULAMENTO DE USO DA INDICAÇÃO DE PROCEDÊNCIA VALE DO SÃO FRANCISCO O REGULAMENTO DE USO DA INDICAÇÃO DE PROCEDÊNCIA VALE DO SÃO FRANCISCO - Vinhos Finos Tranquilos e Espumantes - Jorge Tonietto Pesquisador Embrapa Uva e Vinho 1991 Elaboração: Jorge Tonietto, Embrapa Uva

Leia mais

Acelere o seu negócio: Inove! Criatividade e inovação para Serviços Automotivos

Acelere o seu negócio: Inove! Criatividade e inovação para Serviços Automotivos Acelere o seu negócio: Inove! Criatividade e inovação para Serviços Automotivos INOVAÇÃO E TECNOLOGIA PARA AUMENTAR O CRESCIMENTO DA SUA EMPRESA Criatividade e inovação são essenciais para aumentar a competitividade

Leia mais

A T U A Ç Ã O D O S E B R A E N O S E T O R HIGIENE PESSOAL, PERFUMARIA & COSMÉTICOS G R E E N R I O R I O D E J A N E I R O

A T U A Ç Ã O D O S E B R A E N O S E T O R HIGIENE PESSOAL, PERFUMARIA & COSMÉTICOS G R E E N R I O R I O D E J A N E I R O A T U A Ç Ã O D O S E B R A E N O S E T O R HIGIENE PESSOAL, PERFUMARIA & COSMÉTICOS G R E E N R I O R I O D E J A N E I R O 1 1 / 0 5 / 2 0 1 7 O S E B R A E O SEBRAE O Serviço Brasileiro de Apoio às

Leia mais

Um item que nunca sai de moda e não pode faltar na sua loja: inovação. Criatividade e inovação para o varejo de Moda

Um item que nunca sai de moda e não pode faltar na sua loja: inovação. Criatividade e inovação para o varejo de Moda Um item que nunca sai de moda e não pode faltar na sua loja: inovação Criatividade e inovação para o varejo de Moda INOVAÇÃO E TECNOLOGIA PARA AUMENTAR O CRESCIMENTO DA SUA EMPRESA Criatividade e inovação

Leia mais

COMISSÃO DO PROCESSO DE CREDENCIAMENTO

COMISSÃO DO PROCESSO DE CREDENCIAMENTO SEBRAE/AL FONE (82) 4009-1746 Data / Date: 09/08/2016 Total de páginas: 02 De / From: COMISSÃO DO PROCESSO DE CADASTRAMENTO CREDENCIAMENTO nº 02/2016 PROCESSO nº 019/2016 NOTA INFORMATIVA nº 01/2016 A

Leia mais

O BNDES no Apoio a APLs de Baixa Renda 28/10/2009

O BNDES no Apoio a APLs de Baixa Renda 28/10/2009 O BNDES no Apoio a APLs de Baixa Renda 28/10/2009 BNDES - Estados: Objetivos do Apoio Complementar o apoio financeiro dos estados a empreendimentos solidários de baixa renda Contribuir para a redução de

Leia mais

LISTA PRELIMINAR DOS PROJETOS HABILITADOS PARA VOTAÇÃO DA 2 ETAPA DO EDITAL 2017 PDRS XINGU COM PENDÊNCIA DOCUMENTAL

LISTA PRELIMINAR DOS PROJETOS HABILITADOS PARA VOTAÇÃO DA 2 ETAPA DO EDITAL 2017 PDRS XINGU COM PENDÊNCIA DOCUMENTAL LISTA PRELIMINAR DOS PROJETOS HABILITADOS PARA VOTAÇÃO DA 2 ETAPA DO EDITAL 2017 PDRS XINGU COM PENDÊNCIA DOCUMENTAL CT PROPONENTE TÍTULO PENDENCIA AFSUL - ASSOCIAÇÃO DOS AGRICULTORES FAMILIARES DA SUDOESTE

Leia mais

ENCADEAMENTO PRODUTIVO. Luiz Barretto - Presidente

ENCADEAMENTO PRODUTIVO. Luiz Barretto - Presidente ENCADEAMENTO PRODUTIVO Luiz Barretto - Presidente MISSÃO DO SEBRAE Promover a competividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO AGRONEGÓCIO. Maio de 2017

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO AGRONEGÓCIO. Maio de 2017 TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO AGRONEGÓCIO Maio de 2017 O OBJETIVO DA PESQUISA FOI IDENTIFICAR O GRAU DE ACESSO À TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (TIC) POR PARTE DOS AGRONEGÓCIOS. 4.467 produtores

Leia mais

Forma de Atuação SEBRAE/RS. Educação Empreendedora Consultoria Gestão Inovação Resultados /

Forma de Atuação SEBRAE/RS. Educação Empreendedora Consultoria Gestão Inovação Resultados / Forma de Atuação SEBRAE/RS Educação Empreendedora Consultoria Gestão Inovação Resultados 0800 570 0800 / www.sebrae-rs.com.br Importância dos Pequenos Negócios no RS Microempresas e Empresas de Pequeno

Leia mais

O que é considerado pequeno negócio no Brasil? De acordo com a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (Lei 123/2006)

O que é considerado pequeno negócio no Brasil? De acordo com a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (Lei 123/2006) O que é considerado pequeno negócio no Brasil? De acordo com a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (Lei 123/2006) REALIZAÇÕES SEBRAE BAHIA - 2015 Onde essas empresas estão Os Pequenos Negócios representam

Leia mais

Papel dos Bancos de Desenvolvimento e das Agências de Fomento no apoio aos APLs

Papel dos Bancos de Desenvolvimento e das Agências de Fomento no apoio aos APLs Papel dos Bancos de Desenvolvimento e das Agências de Fomento no apoio aos APLs Brasília, abril de 2014 Sumário da Apresentação Política Nacional de Desenvolvimento Regional PNDR; Programa Rotas de Integração

Leia mais

Atuação do Sebrae no ambiente tecnológico de Casa & Construção. São Paulo

Atuação do Sebrae no ambiente tecnológico de Casa & Construção. São Paulo Atuação do Sebrae no ambiente tecnológico de Casa & Construção São Paulo 17.11.2017 Quem somos Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Entidade privada, de interesse público e sem fins

Leia mais

Promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia nacional.

Promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia nacional. QUEM SOMOS O SEBRAE-SP é uma entidade privada e de interesse público, que apoia a abertura e expansão dos pequenos negócios e transforma a vida de milhões de pessoas por meio do empreendedorismo. Estas

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA Coordenadoria de Economia Mineral Diretoria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral Premissas do Desenvolvimento Sustentável Economicamente

Leia mais

ALIMENTOS SEGUROS, BEM-ESTAR ANIMAL E SUSTENTABILIDADE

ALIMENTOS SEGUROS, BEM-ESTAR ANIMAL E SUSTENTABILIDADE ALIMENTOS SEGUROS, BEM-ESTAR ANIMAL E SUSTENTABILIDADE OBJETIVOS GERAIS Fortalecimento do setor produtivo: a) Adequação de procedimentos; b) Aumento da rentabilidade e competitividade; c) Garantia de alimentos

Leia mais

PRESTADORAS DE SERVIÇOS CREDENCIADAS NO EDITAL 001/2016 SEBRAETEC

PRESTADORAS DE SERVIÇOS CREDENCIADAS NO EDITAL 001/2016 SEBRAETEC PRESTADORAS DE SERVIÇOS NO EDITAL 001/2016 SEBRAETEC PST IEL Qualidade Mapeamento e melhoria de processo industrial Mapeamento e melhoria de processo comércio e Implantação de requisitos da norma ISO 9000

Leia mais

Agricultura Orgânica para a Conservação da Biodiversidade PROBIO II

Agricultura Orgânica para a Conservação da Biodiversidade PROBIO II Agricultura Orgânica para a Conservação da Biodiversidade PROBIO II Seminário de Integração e Missão de Supervisão DEZEMBRO-2010 COAGRE/DEPROS/SDC Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento PROJETO:

Leia mais

Orgânicos e a Economia verde: Oportunidade e desafios.

Orgânicos e a Economia verde: Oportunidade e desafios. Orgânicos e a Economia verde: Oportunidade e desafios. Objetivo Contribuir para o fortalecimento da cadeia produtiva brasileira de alimentos e produtos orgânicos por meio da integração e difusão de informação

Leia mais

ANEXO 9 TABELA DE PREÇOS POR SOLUÇÃO SEBRAETEC

ANEXO 9 TABELA DE PREÇOS POR SOLUÇÃO SEBRAETEC ANEXO 9 TABELA DE PREÇOS POR SOLUÇÃO SEBRAETEC TABELA DE PREÇOS DE SERVIÇOS TECNOLÓGICOS SEBRAETEC MODALIDADE ORIENTAÇÃO (valores R$) ÁREA TIPO DE SERVIÇO MEI / Produtor SUBÁREA/SOLUÇÃO Rural ME EPP Análise

Leia mais

Objetivo Geral: Objetivos Específicos:

Objetivo Geral: Objetivos Específicos: Objetivo Geral: Superação da pobreza e geração de trabalho e renda no meio rural por meio de uma estratégia de desenvolvimento territorial sustentável. Objetivos Específicos: Inclusão produtiva das populações

Leia mais

ANEXO 9 TABELA DE PREÇOS POR SOLUÇÃO SEBRAETEC

ANEXO 9 TABELA DE PREÇOS POR SOLUÇÃO SEBRAETEC ANEXO 9 TABELA DE PREÇOS POR SOLUÇÃO SEBRAETEC TABELA DE PREÇOS DE SERVIÇOS TECNOLÓGICOS SEBRAETEC MODALIDADE ORIENTAÇÃO (valores R$) ÁREA TIPO DE SERVIÇO MEI / Produtor SUBÁREA/SOLUÇÃO Rural ME EPP Análise

Leia mais

Agenda Estratégica Priorizada... 32

Agenda Estratégica Priorizada... 32 Sumário Apresentação................................................................... 8 Metodologia................................................................... 9 Apresentação...................................................................

Leia mais

Regional Metropolitana Aparecida de Goiânia. Cursos com os menores preços de mercado! Agenda. Jan/Jun

Regional Metropolitana Aparecida de Goiânia. Cursos com os menores preços de mercado! Agenda. Jan/Jun Regional Metropolitana Aparecida de Goiânia Faça a DIFERENÇA nagestão suaempresa! da Cursos com os menores preços de mercado! Agenda Jan/Jun 2017 Classificação dospequenosnegócios Microempreendedor Individual

Leia mais

VIII SIMPÓSIO DE PESQUISA DOS CAFÉS DO BRASIL. Sustentabilidade e Inclusão Social ESTADO DA ARTE DA CAFEICULTURA FAMILIAR NO BRASIL

VIII SIMPÓSIO DE PESQUISA DOS CAFÉS DO BRASIL. Sustentabilidade e Inclusão Social ESTADO DA ARTE DA CAFEICULTURA FAMILIAR NO BRASIL VIII SIMPÓSIO DE PESQUISA DOS CAFÉS DO BRASIL Sustentabilidade e Inclusão Social ESTADO DA ARTE DA CAFEICULTURA FAMILIAR NO BRASIL Segmentação dos estabelecimentos agropecuários segundo grupos de renda

Leia mais

Financiamento do investimento social privado Atuação do BNDES no entorno de projetos eólicos

Financiamento do investimento social privado Atuação do BNDES no entorno de projetos eólicos Seminário Socioambiental Eólico SSE 2017 Financiamento do investimento social privado Atuação do BNDES no entorno de projetos eólicos Salvador, dezembro/2017 Agenda 1 Financiamento do BNDES ao Setor Eólico

Leia mais

Controle Social, Transparência e Políticas Públicas

Controle Social, Transparência e Políticas Públicas Controle Social, Transparência e Políticas Públicas Pequenos Negócios 99% das empresas 3,6 milhões MEI 52% dos empregos 83% novas vagas na década 25% PIB Expansão contínua! Lei Geral da MPE 123/2006 Uma

Leia mais

Ações do SEBRAE Agreste de Pernambuco

Ações do SEBRAE Agreste de Pernambuco Ações do SEBRAE Agreste de Pernambuco Comissão de Desenvolvimento Regional - Turismo do Senado Federal - CDR Caruaru PE/ACIC Aloísio Ferraz Diretor técnico SEBRAE/PE aloisioferraz@pe.sebrae.com.br Aumento

Leia mais

SENAI Vetor da inovação no Brasil

SENAI Vetor da inovação no Brasil SENAI Vetor da inovação no Brasil Foto: ISI Conformação de Materiais. Foto: ISI Laser. Desafio de transformar conhecimento e inovação em produtividade e competitividade nas indústrias O que estamos fazendo

Leia mais

MATO GROSSO MAIS POR VOCÊ

MATO GROSSO MAIS POR VOCÊ Governo do Estado de Mato Grosso Silval Barbosa Governador Chico Daltro Vice- Governador MATO GROSSO MAIS POR VOCÊ OPORTUNIDADES DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO ESTADO DE MATO GROSSO PARA OS PRÓXIMOS

Leia mais

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO SECIS SECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA PARA INCLUSÃO SOCIAL

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO SECIS SECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA PARA INCLUSÃO SOCIAL MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO SECIS SECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA PARA INCLUSÃO SOCIAL PROJETOS ESTRUTURANTES CVTs CENTROS VOCACIONAIS TECNOLÓGICOS O QUE É O CVT? É um espaço voltado

Leia mais

Cursos com os menores preços de mercado!

Cursos com os menores preços de mercado! Jan/Jun Agenda 2017 Faça a DIFERENÇA nagestão suaempresa! da Cursos com os menores preços de mercado! Alto Horizonte - Campinorte - Estrela do Norte - Formoso Mundo Novo - Mutunópolis - Nova Crixás - Novo

Leia mais

SEBRAE BIOECONOMIA SEBRAE AMAZONAS /

SEBRAE BIOECONOMIA SEBRAE AMAZONAS / SEBRAE BIOECONOMIA SEBRAE AMAZONAS 2017 MISSÃO Promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios e estimular o empreendedorismo. PÚBLICO-ALVO Empresa de Pequeno Porte Microempresa

Leia mais

Jacques Pena Presidente da Fundação Banco do Brasil

Jacques Pena Presidente da Fundação Banco do Brasil Investimentos sociais em cadeias produtivas associadas à agricultura familiar para geração de trabalho e renda: a experiência da Fundação Banco do Brasil Jacques Pena Presidente da Fundação Banco do Brasil

Leia mais

ANEXO 09 TABELA DE PREÇOS POR SOLUÇÃO SEBRAETEC

ANEXO 09 TABELA DE PREÇOS POR SOLUÇÃO SEBRAETEC ANEXO 09 TABELA DE PREÇOS POR SOLUÇÃO SEBRAETEC TABELA DE PREÇOS DE SERVIÇOS TECNOLÓGICOS SEBRAETEC ÁREA QUALIDADE MODALIDADE ORIENTAÇÃO (valores R$) TIPO DE SERVIÇO Análise Laboratorial Ensaios de Calibração

Leia mais

Ações do convênio. Focos Estratégicos

Ações do convênio. Focos Estratégicos Ações do convênio Focos Estratégicos 1 Desenvolvimento tecnológico de pequenos negócios 2 Apoio técnico aos gestores e coordenadores do Sistema Sebrae 3 Serviço de Inteligência Competitiva para o Setor

Leia mais

Patrícia Barbosa. MCs, MCEs e IGs: abordagens conceituais e suas aplicações no Agronegócio

Patrícia Barbosa. MCs, MCEs e IGs: abordagens conceituais e suas aplicações no Agronegócio Patrícia Barbosa MCs, MCEs e IGs: abordagens conceituais e suas aplicações no Agronegócio INPI GT Marcas Coletivas, de Certificação e contextos especiais O mercado atual Consumidores inversos a globalização:

Leia mais

Objetivo do programa. Desenvolvimento competitivo e sustentável. Promoção de parcerias estratégicas. Produtividade. Valor agregado. Ganho de qualidade

Objetivo do programa. Desenvolvimento competitivo e sustentável. Promoção de parcerias estratégicas. Produtividade. Valor agregado. Ganho de qualidade Objetivo do programa Desenvolvimento competitivo e sustentável Produtividade Promoção de parcerias estratégicas Valor agregado Ganho de qualidade Contextualização Os 3 Pilares para o desenvolvimento da

Leia mais

Cursos com os menores preços de mercado!

Cursos com os menores preços de mercado! Jan/Jun Agenda 2017 Faça a DIFERENÇA nagestão suaempresa! da Cursos com os menores preços de mercado! Aparecida de Goiânia - Bela Vista de Goiás Hidrolândia - Senador Canedo Classificação dospequenosnegócios

Leia mais

Cléa Carvalho - Gestora. Maceió - Alagoas

Cléa Carvalho - Gestora. Maceió - Alagoas Maceió - Alagoas Composto por 102 municípios, Alagoas situa-se a leste da região Nordeste, tendo como limites Pernambuco a norte e noroeste, Sergipe ao sul, Bahia ao sudoeste e oceano Atlântico a leste.

Leia mais

ANEXO 9 TABELA DE PREÇOS POR SOLUÇÃO SEBRAETEC

ANEXO 9 TABELA DE PREÇOS POR SOLUÇÃO SEBRAETEC ANEXO 9 TABELA DE PREÇOS POR SOLUÇÃO SEBRAETEC TABELA DE PREÇOS DE SERVIÇOS TECNOLÓGICOS SEBRAETEC MODALIDADE ORIENTAÇÃO (valores R$) ÁREA TIPO DE SERVIÇO MEI / Produtor SUBÁREA/SOLUÇÃO Rural ME EPP Análise

Leia mais

Plano ABC & Suinocultura de Baixa Emissão de Carbono

Plano ABC & Suinocultura de Baixa Emissão de Carbono SECRETARIA DE MOBILIDADE SOCIAL, DO PRODUTOR RURAL E DO COOPERATIVISMO DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO DE CADEIAS PRODUTIVAS, E DA PRODUÇÃO SUSTENTÁVEL Plano ABC & Suinocultura de Baixa Emissão de Carbono

Leia mais

Política Territorial da Pesca e Aquicultura

Política Territorial da Pesca e Aquicultura Política Territorial da Pesca e Aquicultura Esplanada dos Ministérios, bloco D, CEP 70.043-900 - Brasília/DF Telefone: (61) 3218-3865 Fax (61)3218-3827 www.mpa.gov.br comunicacao@mpa.gov.br APRESENTAÇÃO

Leia mais

A Indicação Geográfica Vale dos Vinhedos. Rogério Carlos Valduga Presidente Aprovale - Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos

A Indicação Geográfica Vale dos Vinhedos. Rogério Carlos Valduga Presidente Aprovale - Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos A Indicação Geográfica Vale dos Vinhedos Rogério Carlos Valduga Presidente Aprovale - Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos A Aprovale Associação dos Produtores de Vinhos Finos

Leia mais

Instituto SENAI de Tecnologia Ambiental

Instituto SENAI de Tecnologia Ambiental Instituto SENAI de Tecnologia Ambiental Programa SENAI + Competitividade LOCALIZAÇÃO DOS INSTITUTOS SENAI DE TECNOLOGIA (62) DF - Construção AC - Madeira e Mobiliário MT Bio-energia MT - Alimentos e Bebidas

Leia mais

Índice de Confiança do Agronegócio Parceiros:

Índice de Confiança do Agronegócio Parceiros: Índice de Confiança do Agronegócio Parceiros: Pesquisa de campo: Motivações Índice de Confiança do Agronegócio Brasileiro Motivações Medir, trimestralmente, as expectativas dos diferentes agentes do agronegócio,

Leia mais

Integre esta rede de relacionamento & amplie o alcance de sua marca! ENCONTROS DA CONSTRUÇÃO 2016

Integre esta rede de relacionamento & amplie o alcance de sua marca! ENCONTROS DA CONSTRUÇÃO 2016 Integre esta rede de relacionamento & amplie o alcance de sua marca! ENCONTROS DA CONSTRUÇÃO 2016 OS ENCONTROS Há 10 anos, o CTE realiza Encontros de profissionais da cadeia produtiva da construção. OS

Leia mais

Apoio ao Desenvolvimento das Cadeias Produtivas Agrícolas: Cadeia Produtiva do Caju

Apoio ao Desenvolvimento das Cadeias Produtivas Agrícolas: Cadeia Produtiva do Caju Apoio ao Desenvolvimento das Cadeias Produtivas Agrícolas: Cadeia Produtiva do Caju Marcus Vinícius Martins M.Sc. em Agronomia Fiscal Federal Agropecuário Coordenador de Produção Integrada da Cadeia Agrícola

Leia mais

ATUAÇÃO DO SEBRAE NO AMBIENTE TECNOLÓGICO DE CASA & CONSTRUÇÃO

ATUAÇÃO DO SEBRAE NO AMBIENTE TECNOLÓGICO DE CASA & CONSTRUÇÃO ATUAÇÃO DO SEBRAE NO AMBIENTE TECNOLÓGICO DE CASA & CONSTRUÇÃO Quem somos Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Entidade privada, de interesse público e sem fins lucrativos criada em

Leia mais

Anexo IV --- Modelo do PLANO DE TRABALHO CONTRATO Nº XXXX DO EMPRESÁRIO Nome Completo do Representante Legal RG CPF

Anexo IV --- Modelo do PLANO DE TRABALHO CONTRATO Nº XXXX DO EMPRESÁRIO Nome Completo do Representante Legal RG CPF Anexo IV --- Modelo do PLANO DE TRABALHO CONTRATO Nº XXXX 1. DADOS CADASTRAIS DA PRESTADORA DE SERVIÇO 1.1. DA EMPRESA Razão Social / Nome: 1 Nome Comercial (Fantasia): CNPJ 1.2. DO COORDENADOR RESPONSÁVEL

Leia mais

COPA ORGÂNICA E SUSTENTÁVEL Copa 2014 Brasil

COPA ORGÂNICA E SUSTENTÁVEL Copa 2014 Brasil COPA ORGÂNICA E SUSTENTÁVEL Copa 2014 Brasil BRASIL - UM PAÍS DIFERENCIADO Megadiversidade ambiental e social Reconhecido como país estratégico no cenário global Sequência de mega eventos com visibilidade

Leia mais

Propostas de posicionamento estratégico para uma Política de Desenvolvimento Industrial

Propostas de posicionamento estratégico para uma Política de Desenvolvimento Industrial Documento Técnico Propostas de posicionamento estratégico para uma Política de Desenvolvimento Industrial 2º Encontro dos Representantes da Fibra em colegiados externos Brasília, 30 de agosto de 2016 Contextualização

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS 2017 LISTA PRELIMINAR DOS PROJETOS CLASSIFICADOS PARA A ETAPA 2 DO EDITAL 2017

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS 2017 LISTA PRELIMINAR DOS PROJETOS CLASSIFICADOS PARA A ETAPA 2 DO EDITAL 2017 EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS 2017 LISTA DOS PROJETOS CLASSIFICADOS PARA A ETAPA 2 DO EDITAL 2017 1155 - REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA: GEORREFERENCIAMENTO DE IMÓVEIS RURAIS EM PROJETOS DE ASSENTAMENTOS RURAIS

Leia mais

Estado Atual das RPPNs no Brasil

Estado Atual das RPPNs no Brasil Estado Atual das RPPNs no Brasil Missão da CNRPPN Contribuir para a conservação da biodiversidade brasileira por meio do fortalecimento das associações de proprietários de RPPN (fundada em 2001) Confederação

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA 12/2017 ALINHAMENTO TÉCNICO INSTITUCIONAL

CHAMADA PÚBLICA 12/2017 ALINHAMENTO TÉCNICO INSTITUCIONAL CHAMADA PÚBLICA 12/2017 ALINHAMENTO TÉCNICO INSTITUCIONAL A Gerência de Soluções do SEBRAE/RS convida as empresas credenciadas para prestação de serviços de instrutoria e consultoria, através do Edital

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA 02/2017 ALINHAMENTO TÉCNICO INSTITUCIONAL

CHAMADA PÚBLICA 02/2017 ALINHAMENTO TÉCNICO INSTITUCIONAL CHAMADA PÚBLICA 02/2017 ALINHAMENTO TÉCNICO INSTITUCIONAL A Gerência de Soluções do SEBRAE/RS convida as empresas credenciadas para prestação de serviços de instrutoria e consultoria, através do Edital

Leia mais

PROGRAMA DE COMPRAS GOVERNAMENTAIS PARCERIAS E PERSPECTIVAS CONVÊNIO SEBRAE / CONSAD

PROGRAMA DE COMPRAS GOVERNAMENTAIS PARCERIAS E PERSPECTIVAS CONVÊNIO SEBRAE / CONSAD PROGRAMA DE COMPRAS GOVERNAMENTAIS PARCERIAS E PERSPECTIVAS CONVÊNIO SEBRAE / CONSAD 92º Fórum Nacional de Secretários de Estado da Administração Canela/RS Nov/2013 Convênio com Ministério do Planejamento

Leia mais

PROGRAMA DE FISCALIZAÇÃO EM ENTES FEDERATIVOS 2º CICLO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO

PROGRAMA DE FISCALIZAÇÃO EM ENTES FEDERATIVOS 2º CICLO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO PROGRAMA DE FISCALIZAÇÃO EM ENTES FEDERATIVOS 2º CICLO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO UF / Ação de Governo Valor a ser Fiscalizado AC R$ 99.891.435,79 Apoio à Alimentação Escolar na Educação Básica (PNAE) R$

Leia mais

Pesquisa de impacto. Evolução das startups aceleradas. pesquisa quantitativa dezembro de 2016

Pesquisa de impacto. Evolução das startups aceleradas. pesquisa quantitativa dezembro de 2016 Pesquisa de impacto Evolução das startups aceleradas pesquisa quantitativa dezembro de 2016 1 introdução objetivo Levantar os principais resultados do InovAtiva Brasil e crescimento das startups após o

Leia mais

ESTUDO DE CASO. Estudo de caso: Arranjo Produtivo Local (APL) do setor de Mandioca em Alagoas

ESTUDO DE CASO. Estudo de caso: Arranjo Produtivo Local (APL) do setor de Mandioca em Alagoas ESTUDO DE CASO Estudo de caso: Arranjo Produtivo Local (APL) do setor de Mandioca em Alagoas INTRODUÇÃO A história do APL de Mandioca do município de Arapiraca/AL. Rafael Hermogenes Silva de Souza Analista

Leia mais

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE P O L Í T I C A N A C I O N A L D E R E S Í D U O S S Ó L I D O S E L O G Í S T I C A R E V E R S A L E I N º 1 2. 3 0 5 / 2 0 1 0 D E C R E T O N º 7. 4 0 4 / 2 0 1 0 HIERARQUIA

Leia mais

O compromisso do Sebrae com a. Rio de Janeiro, 20 de julho de 2005

O compromisso do Sebrae com a. Rio de Janeiro, 20 de julho de 2005 O compromisso do Sebrae com a competitividade das MPEs Rio de Janeiro, 20 de julho de 2005 2 A MICRO E PEQUENA EMPRESA NO BRASIL Alta informalidade: 10,3 milhões de micro negócios informais (2005) 4,9

Leia mais

Grandes números (2003 a 2014)

Grandes números (2003 a 2014) Grandes números (2003 a 2014) 4,4 mi t de alimentos adquiridas R$ 5,8 bi Para aquisição de alimentos Hábitos alimentares saudáveis 3 mil itens alimentícios adquiridos Mais de 380 mil agricultores fornecedores

Leia mais

Fundação Nacional de Saúde Funasa Departamento de Engenharia de Saúde pública - Densp. 2º Congresso de Saneamento do Nordeste

Fundação Nacional de Saúde Funasa Departamento de Engenharia de Saúde pública - Densp. 2º Congresso de Saneamento do Nordeste Fundação Nacional de Saúde Funasa Departamento de Engenharia de Saúde pública - Densp 2º Congresso de Saneamento do Nordeste O protagonismo dos municípios na gestão do saneamento. Eng. Leonardo Rodrigues

Leia mais

DESIGN. para. Empresas de Pequeno Porte

DESIGN. para. Empresas de Pequeno Porte DESIGN para Empresas de Pequeno Porte ÍNDICE O que é design? É uma atividade de projeto responsável pelo planejamento, criação e desenvolvimento de produtos e serviços. É um processo que busca soluções

Leia mais

Estudos Setoriais do BNDES

Estudos Setoriais do BNDES Estudos Setoriais do BNDES Antônio Marcos Hoelz Ambrózio Área de Planejamento e Pesquisa BNDES IV Seminário de Gestão da Informação e do Conhecimento da Rialide-BR Rio de Janeiro 25 de agosto de 2017 2

Leia mais

ANEXO 9 TABELA DE PREÇOS POR SOLUÇÃO SEBRAETEC

ANEXO 9 TABELA DE PREÇOS POR SOLUÇÃO SEBRAETEC ANEXO 9 TABELA DE PREÇOS POR SOLUÇÃO SEBRAETEC TABELA DE PREÇOS DE SERVIÇOS TECNOLÓGICOS SEBRAETEC MODALIDADE ORIENTAÇÃO (valores R$) ÁREA TIPO DE SERVIÇO MEI / Produtor SUBÁREA/SOLUÇÃO Rural ME EPP Análise

Leia mais

ALTAMIRA-PA, JUNHO DE 2015 GUILHERME COELHO BRITTO PEDRO CELESTINO FILHO GIOVANILDA COSTA VIANA

ALTAMIRA-PA, JUNHO DE 2015 GUILHERME COELHO BRITTO PEDRO CELESTINO FILHO GIOVANILDA COSTA VIANA ALTAMIRA-PA, JUNHO DE 2015 GUILHERME COELHO BRITTO PEDRO CELESTINO FILHO GIOVANILDA COSTA VIANA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO NAPT TRANSAMAZÔNICA E XINGU texto da 2.º Nível da 3.º Nível da 4.º Nível da» 5.º Nível

Leia mais

Projeto Estruturante Cosmético de Base Florestal da Amazônia

Projeto Estruturante Cosmético de Base Florestal da Amazônia Projeto Estruturante Cosmético de Base Florestal da Amazônia Estados da Amazônia Acre, Amazonas, Amapá Rondônia, Roraima Pará e Tocantins Sebrae NA Objetivos Desenvolver conhecimento normativo, tecnológico

Leia mais

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS 98,5% do total de empresas no País MICRO E PEQUENAS NA ECONOMIA BRASILEIRA O QUE É CONSIDERADO PEQUENO NEGÓCIO NO BRASIL MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Receita bruta

Leia mais

O papel do INMETRO e os Requisitos de Avaliação da Conformidade para a Produção Integrada Agropecuária PI Brasil

O papel do INMETRO e os Requisitos de Avaliação da Conformidade para a Produção Integrada Agropecuária PI Brasil O papel do INMETRO e os Requisitos de Avaliação da Conformidade para a Produção Integrada Agropecuária PI Brasil Aline Cristine Garcia de Oliveira Pesquisadora-Tecnologista do Inmetro Agenda Sobre o Inmetro

Leia mais

Apoio à Inovação. Novembro 2009

Apoio à Inovação. Novembro 2009 Apoio à Inovação Novembro 2009 Agenda O BNDES Inovação Política de Inovação do BNDES Instrumentos de Apoio à Inovação Linhas Programas Fundos Produtos Prioridades 1950 1960 1970 1980 1990 Infra-estrutura

Leia mais

Necessidades e Oportunidades de Investimentos no Agronegócio: da Pesquisa ao Consumo. Como chegar ao campo os avanços da ciência e da tecnologia

Necessidades e Oportunidades de Investimentos no Agronegócio: da Pesquisa ao Consumo. Como chegar ao campo os avanços da ciência e da tecnologia Necessidades e Oportunidades de Investimentos no Agronegócio: da Pesquisa ao Consumo Como chegar ao campo os avanços da ciência e da tecnologia Como transmitir o conhecimento às Assistência Técnica: pessoas

Leia mais

Relatório de Dados do Programa de Microcrédito 2º. Trimestre de 2012

Relatório de Dados do Programa de Microcrédito 2º. Trimestre de 2012 Ministério do Trabalho e Emprego Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado Relatório de Dados do Programa de Microcrédito 2º. de 2012 1. Resultados do Programa de Microcrédito no 2 de 2012.

Leia mais

Fórum Regional da Bacia de Santos

Fórum Regional da Bacia de Santos Fórum Regional da Bacia de Santos 1º WORKSHOP DE AVALIAÇÃO DE PROJETOS Santos 30 de Outubro de 2006 Objetivo do Prominp Maximizar a participação da indústria nacional de bens e serviços, em bases competitivas

Leia mais

FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE PROJETOS, PESQUISAS E ESTUDOS TECNOLÓGICOS - COPPETEC.

FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE PROJETOS, PESQUISAS E ESTUDOS TECNOLÓGICOS - COPPETEC. FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE PROJETOS, PESQUISAS E ESTUDOS TECNOLÓGICOS - COPPETEC. CHAMADA PÚBLICA PARA CONTRATAÇÃO DE AGENTES DE DESENVOLVIMENTO SOLIDÁRIO DO PROJETO BRASIL LOCAL ETNODESENVOLVIMENTO E ECONOMIA

Leia mais

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS 98,5% do total de empresas no País MICRO E PEQUENAS NA ECONOMIA BRASILEIRA O QUE É CONSIDERADO PEQUENO NEGÓCIO NO BRASIL MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Receita bruta

Leia mais

INVESTIMENTOS SUSTENTÁVEIS. Fabio Ramos

INVESTIMENTOS SUSTENTÁVEIS. Fabio Ramos INVESTIMENTOS SUSTENTÁVEIS Fabio Ramos consultoria@agrosuisse.com.br www.agrosuisse.com.br AGROSUISSE Empresa de consultoria com 36 anos de experiência na execução de importantes trabalhos na área da agricultura

Leia mais

A responsabilidade socioambiental é uma preocupação global, fundamental para a qualidade de vida das futuras gerações.

A responsabilidade socioambiental é uma preocupação global, fundamental para a qualidade de vida das futuras gerações. A responsabilidade socioambiental é uma preocupação global, fundamental para a qualidade de vida das futuras gerações. Levando em considerações os aspectos sociais, econômicos e ambientais, o Sistema Federação

Leia mais

Plano de Ações Integradas em Prol do Desenvolvimento Sustentável da Região do Vale do Café Fluminense

Plano de Ações Integradas em Prol do Desenvolvimento Sustentável da Região do Vale do Café Fluminense Plano de Ações Integradas em Prol do Desenvolvimento Sustentável da Região do Vale do Café Fluminense Rede em Prol do Desenvolvimento Sustentável da Região do Vale do Café Fluminense Vassouras, outubro

Leia mais

PRODUÇÃO INTEGRADA DE ALGODÃO

PRODUÇÃO INTEGRADA DE ALGODÃO PRODUÇÃO INTEGRADA DE ALGODÃO Alderi Emídio de Araújo Eng o Agr o,fitopatologista, D.Sc. VIII Congresso Brasileiro de Algodão São Paulo 20 de setembro de 2011 Foto: GBCA O que é a Produção Integrada? Produtos

Leia mais

Departamento de Saúde Animal. Avanços e Desafios do Programa Nacional de Febre Aftosa no Brasil

Departamento de Saúde Animal. Avanços e Desafios do Programa Nacional de Febre Aftosa no Brasil Departamento de Saúde Animal Avanços e Desafios do Programa Nacional de Febre Aftosa no Brasil Revisão da política e das estratégias de combate à febre aftosa no Brasil Marco inicial da erradicação: 1992

Leia mais

Edital. SENAI SESI de Inovação

Edital. SENAI SESI de Inovação Edital SENAI SESI de Inovação 2017 Edital de Inovação para a indústria 2017 O SENAI Departamento Nacional (SENAI-DN)e o SESI Departamento Nacional (SESI-DN) disponibilizarão até R$ 53,6 milhões, para projetos

Leia mais

TEC-DAM. Tecnologias para destinação de animais mortos

TEC-DAM. Tecnologias para destinação de animais mortos TEC-DAM Tecnologias para destinação de animais mortos Apresentação Atualmente, não existe no Brasil uma legislação específica que trate da destinação de animais mortos ao longo das cadeias produtivas.

Leia mais

Aspectos Legais dos Produtos Artesanais no Estado do Pará

Aspectos Legais dos Produtos Artesanais no Estado do Pará GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA ESPECIAL DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E INCENTIVO A PRODUÇÃO AGÊNCIA ESTADUAL DE DEFESA AGROPECUÁRIA DO ESTADO DO PARÁ ADEPARÁ DIRETORIA TECNICA AGROPECUARAIA

Leia mais

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO OPORTUNO: MOMENTO ADEQUADO, A TEMPO, PRÓPRIO PARA ALGO. IDADE: MOMENTO, OCASIÃO ADEQUADA, EXPERIÊNCIA, SABEDORIA. OPORTUNIDADE: MOMENTO (E/OU OCASIÃO) ADEQUADO PARA A REALIZAÇÃO

Leia mais