Onde construir seu próximo Data Center"

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Onde construir seu próximo Data Center""

Transcrição

1

2 "A importância dos agentes governamentais na definição do Local dos Data Centers" Apresentação Onde construir seu próximo Data Center"

3 Provocação O Datacenter era visto como um ativo de TI e à ele subordinado. Hoje, é uma decisão estratégica do negócio. John Rath, Data Center Strategies O mercado mundial de cloud computing passará de U$40,7 bilhões em 2011 para mais de U$241 bilhões em Forrester Research, Sizing the Cloud

4 Topicos: Definições Básicas Tipos Dimensionamento Tendências / Capacidades Localização Desejada Visão dos Custos Terrenos/Imóveis x Infra-estrutura Investimentos / Financiamentos

5 O que buscar? Definir a Localização Desejada. Aonde Sua Empresa Deseja Instalar Seu Data Center ou CPD? Perto da Matriz? Perto dos Clientes? Perto da Casa do Presidente? Definir a Localização Ideal Desejada Verificar Opções Razoáveis Possíveis

6 Dimensionamento do Imóvel Área útil de operação (piso elevado) Área de Infra-Estrutura Proporcional Área de operação de pessoal Área de serviços e operações correlatas e complementares Expectativa de crescimento

7 O que buscar? Condições Técnicas Fundamentais Quadrante Técnico Fundamental: Energia Conectividade Infra-Estrutura de Àgua e Esgoto Infra Estrutura de Serviços Públicos Gerais (Segurança, Iluminação, Lixo)

8 Dimensionamento Energético Energia Total Necessária Energia Inicial Necessária Dimensionamento da Etapas de Crescimento Planejadas Tendencias / Capacidades Futuras Ponderação Realista e Adequada Maior Custo Atual Maior Limitação Atual

9 Conectividade Conectividade Mínima Necessária Conectividade Inicial Necessária Dimensionamento da Etapas de Crescimento Planejadas Tendencias / Capacidades Futuras Ponderação Realista e Adequada Segundo Maior Custo Atual Segunda Maior Limitação Atual

10 Ponderação Energia X Conectividade Conexão de Energia de Alta Voltagem: Linhão de Energia Obrigatório acima de 2,5 MWs R$ ,00 a R$ ,00/Km Sem Considerar: Desapropriações Redes e Equipamentos Adicionais Prazos de 18 a 24 meses ou mais

11 Ponderação Energia X Conectividade Conexão de Redes de Fibras Ópticas: Redes Normalmente Custeadas Pelas Operadoras Sem Ônus Para Grandes Clientes e Operadores de DCs e CPDs Eventuais Custos Próprios Variando de R$ ,00 a R$ ,00/KM Prazos de 180 dias em média exceto nas grandes regiões metroprolitanas Compartilhamento costumeiro da Infra- Estrutura por várias operadoras

12 Ponderação Energia X Conectividade Ponderação Realista e Adequada Primeiro X Segundo Maior Custo Atual Riscos de Demoras Superiores às Previstas Controle Efetivo dos Eventos Esperados Análise dos Riscos e Custos Envolvidos Conclusão: PRIORIZAR A ENERGIA

13 O que buscar? Outros Pontos Essênciais: Entorno Questões Ambientais Acessibilidade Transporte Mão de Obra Condições de certificação Incentivos Fiscais e Fomentos.

14 O que buscar? Entorno: A Melhor Vizinhança (possível) Segurança Local Segurança Regional Segurança dos Acessos Segurança dos Caminhos Redundância

15 O que buscar? Exemplos: Positivos, Negativos, Genéricos ou Neutros c

16 Check List Básico Condições cc Essênciais

17 PRINCIPAIS LIGAÇÕES - ACESSO Principais vias de acesso: Rodovias Anhanguera, Bandeirantes, Dom Pedro, Campinas Mogi Mirim e Governador Adhemar Pereira de Barros : Distâncias: Marginal Pinheiros (São Paulo)...: 9 km Rodoanel Marginal Mario Pinheiros Covas...: (São Paulo) km km Aeroporto Rodoanel de Mario Congonhas... Distâncias Covas.: 26 km 6 km Site Aeroporto Vivo Berrini... de Congonhas km km Site Vivo Berrini...23 km Transporte Público Ponto de ônibus Shoppings Shoppings Dom Pedro e Iguatemi Centros Comerciais Locais Rede Bancária, Restaurantes e Hospitais -200,0 Mt -3,5 Km -1,0 Km Centros comerciais locais possuem farmácias, lojas, supermercados, restaurantes, bancos, caixas eletrônicos e postos de combustível. Pronto Socorro e hospitais - 2 Km à 4 Km

18 VIABILIDADE URBANÍSTICA PREMISSSAS PARECER ANÁLISE Faixa "non edificandi". Infra-estrutura urbana Deve ser considerado a necessidade de duas entradas de acesso ao local (vias de acessos)? Quais acessos? Distância do imóvel com relação à principais serviços (combustível, alimentação, entreterimento). Disponibilidade de transporte público (metro, ônibus, trem, etc). Nível Sócio- Econômico da região Informar topografia da região e do terreno em questão Existência de interferência de faixas "non edificandis". Ambientais, de serviços públicos, de servidões e de recuos obrigatórios ou futuras desapropriações Iluminação pública fornecimento água e esgoto, coleta de lixo, limpeza de ruas, segurança pública Acessos de loga distâcia, estradas alternativas, acessos urbanos com vias e caminhos alternativos, acessos locais desejável frentes para duas vias ou ruas locais para o imóvel c Existência destes a menos de metros para o dia dia dos funcionários Linhas de ônibus regionais e intermunicipais a menos de metros O entorno seguro e adequado sem áraes de risco como favelas e zonas perigosas bem como da existência de e empresas ou indústrias de atividades não com,patíveis com a operação Terreno adequado facilmente terraplanável, região também com vias de acessos fáceis e de topografia regular, sem grandes serras

19 VIABILIDADE TÉCNICA ESSENCIAL PREMISSSAS PARECER ANÁLISE Disponibilidade de Energia Elétrica Existência de linhas de alata voltagem no local ou muito próximas A possibilidade do atendimento efetivo da capacidade necessária Informar as localizações das subestações que atendem a região. Subestação e Estação de energia próximas Fontes de energia da rede local Possibilidade e viabilidade econõmica do atendimento de redes redundantes e da instalação de entradas e estruturas para tal Fibra óptica disponível (operadoras disponível no local). c Existência menos três provedores distintos, redes subterrânes e se possível com redes e acessos redundantes Imóvel passível de restrições ambientais? Há favelas em áreas adjacentes ao imóvel? Distância aproximada do imóvel com relação a sede da empresa ou de seus principais clientes Matas e árvores nativas, nascentes, rios e córregos., áreas alagáveis, áreas contaminadas no imóvel ou proximidades Não apenas grandes empresas Universidades e Condomínios de Alto Padrão. Sempre a menor possível sendo para algumas aplicações até 20 ou 30 Kms e outras até 100 Km, alguns casos específicos independem diretamente dessas distância.s

20 Norma TIA TIE ARQUITETÔNICO CAMADA 3 ANÁLISE Proximidades de áreas com perigos de inundação conforme um Limite de Perigo de Inundação federal ou Mapa de Classificação de Seguro de Inundação. Proximidades de cursos de água costeira ou interior. Proximidades as principais artérias de tráfego. Proximidades de aeroportos. Não dentro de área de perigo de inundação de 100 anos e menos que 91 m de área de perigo de inundação de 50 anos. c Não menos de 91 metros/ 100 jardas. Não menos de 91 metros/ 100 jardas. Não menos de 1,6 Km / 1 milha ou mais do que 30 milhas. Legenda Atende x Não Atende? Verific aç ão

21 INCENTIVOS FISCAIS EXISTEM DIVERSOS DIVERSOS INCENTIVOS FISCAIS: ISS: DE 0,74 A ATÉ 2 % IPTU: DESCONTO PROPORCIONAL À ÁREA CONTRUIDA DO EMPREENDIMENTO ITBI: 50% DE DESCONTO NA AQUISIÇÃO DO IMÓVEL TAXAS E EMOLUMENTOS: ISENTOS. POLÍTICA DE INCENTIVOS A MÃO DE OBRA E AO EMPREGO PROJETOS DE OBRAS E REFORMAS APROVADOS DE 60 A 90 DIAS DO PROTOCOLO c

22 VIABILIDADE COMERCIAL VENDA, LOCAÇÃO E BUILT TO SUIT VENDA, LOCAÇÃO TOTAL OU PARCIAL COM INFRA-ESTRUTURA PARCIAL OU COM IFRA-ESTRUTURA TOTAL ADEQUAÇÃO ÀS NECESSIDADES PROJETO 100% PARA c O CLIENTE EXECUÇÃO PELAS MELHORES CIAS PRAZO DE ENTREGA 180 DIAS PROJETOS PADRÃO DISPONÍVEIS

23 Receba o Check List Condições Técnicas Fundamentais Envie um para: Receba Seu Check List Interativo Grátis

24 O gostar, o sentir, A SENSIBILIDADE PESSOAL

25 Obrigado!

Check List Básico Onde construir seu próximo Data Center" Condições Essênciais

Check List Básico Onde construir seu próximo Data Center Condições Essênciais Check List Básico Onde construir seu próximo Data Center" Condições Essênciais PRINCIPAIS LIGAÇÕES - ACESSO Principais vias de acesso: Rodovias Anhanguera, Bandeirantes, Dom Pedro, Campinas Mogi Mirim

Leia mais

Itaú Unibanco Centro Tecnológico Mogi Mirim. CIAB - 16 junho 2015

Itaú Unibanco Centro Tecnológico Mogi Mirim. CIAB - 16 junho 2015 Itaú Unibanco Centro Tecnológico Mogi Mirim CIAB - 16 junho 2015 Motivadores Suportar o crescimento de negócio Elevar a disponibilidade dos serviços Tempo de recuperação de dados igual a zero CTSP Data

Leia mais

Data Centers no Mundo. www.datacentermapping.com

Data Centers no Mundo. www.datacentermapping.com Fast Data Centers Fast Data Centers O Governo está pressionando as empresas a instalarem rapidamente seus Data Centers no Brasil, acenando com a possibilidade de algum incentivo fiscal para isso, mas,

Leia mais

APROVAÇÃO E LICENÇA - RESIDENCIAL UNIFAMILIAR

APROVAÇÃO E LICENÇA - RESIDENCIAL UNIFAMILIAR APROVAÇÃO E LICENÇA - RESIDENCIAL UNIFAMILIAR 1. Formulário Padrão (fornecido pelo IMPLURB) devidamente preenchido, sendo imprescindível conter o nome do interessado, número do telefone, número do celular

Leia mais

SUSTENTABILIDADE EM CONDOMINIOS

SUSTENTABILIDADE EM CONDOMINIOS EM CONDOMINIOS Miguel Tadeu Campos Morata Engenheiro Químico Pós Graduado em Gestão Ambiental Considerações Iniciais Meta - A sobrevivência e perpetuação do seres humanos no Planeta. Para garantir a sobrevivência

Leia mais

Seminário Valor Econômico

Seminário Valor Econômico Seminário Valor Econômico Porto Maravilha: Benefícios e Oportunidades Painel 2: O potencial lucrativo da renovação urbana Porto Maravilha: o Novo Destino do Rio COPACABANA IPANEMA PÃO DE AÇÚCAR BOTAFOGO

Leia mais

Compartilhamento de Infraestrutura 2012 (Telemar R1)

Compartilhamento de Infraestrutura 2012 (Telemar R1) Compartilhamento de Infraestrutura 2012 (Telemar R1) Data Base: Julho 2012 Versão 1.0 Índice DESCRIÇÃO GERAL... 2 SEGMENTOS ALVO... 2 BENEFÍCIOS... 2 ABRANGÊNCIA... 2 SITES... 3 COLOCATION INDOOR... 4

Leia mais

CASTELO BRANCO AVENIDA MARGINAL PROJETADA, 1.810 TAMBORÉ - SP. modular I1 CASTELO BRANCO. modular I1

CASTELO BRANCO AVENIDA MARGINAL PROJETADA, 1.810 TAMBORÉ - SP. modular I1 CASTELO BRANCO. modular I1 AVENIDA MARGINAL PROJETADA,.80 TAMBORÉ - SP CASTELO BRANCO modular I CASTELO BRANCO modular I conceito FOTOS DO EMPREENDIMENTO MODULAR I TÃO FLEXÍVEL QUANTO AS NECESSIDADES DE SUA EMPRESA NOSSO CONCEITO

Leia mais

CADERNO DE ORIENTAÇÕES LOCAÇÃO DE IMÓVEL UNIDADE REGIONAL BAHIA

CADERNO DE ORIENTAÇÕES LOCAÇÃO DE IMÓVEL UNIDADE REGIONAL BAHIA LOCAÇÃO DE IMÓVEL UNIDADE REGIONAL BAHIA Dezembro de 2013 SUMÁRIO 1. OBJETO... 3 2. GENERALIDADES... 3 3. DO EDIFÍCIO... 4 4. INSTALAÇÕES ELÉTRICAS, ELETRÔNICAS, DADOS E VOZ... 4 5. INSTALAÇÕES DE REFRIGERAÇÃO...

Leia mais

Revisão Participativa dos Instrumentos de Planejamento e Gestão da Cidade de São Paulo Volume 1

Revisão Participativa dos Instrumentos de Planejamento e Gestão da Cidade de São Paulo Volume 1 Revisão Participativa dos Instrumentos de Planejamento e Gestão da Cidade de São Paulo Volume 1 Entenda quais são os Instrumentos de Planejamento e Gestão Urbana que serão revistos Revisão Participativa

Leia mais

Galpão em condomínio fechado Sorocaba SOROCABA

Galpão em condomínio fechado Sorocaba SOROCABA Galpão em condomínio fechado Sorocaba Módulos 3.568,00 m² SOROCABA Sorocaba tornou-se um interessante polo para empresas de logística, atraídas pela fácil circulação de mercadorias devido a sua excelente

Leia mais

RESIDENCIAL SANTA MONICA MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO I

RESIDENCIAL SANTA MONICA MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO I RESIDENCIAL SANTA MONICA MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO I CONTRATO N.º ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO DO RESIDENCIAL SANTA MÔNICA A INFRAESTRUTURA DE IMPLANTAÇÃO DO LOTEAMENTO RESIDENCIAL SANTA MONICA OBEDECERÁ

Leia mais

ESCLARECIMENTO DE DÚVIDAS Nº 003/LCIC-2/2014 27/05/2014 CONCORRÊNCIA Nº 004/DALC/SBCT/2014

ESCLARECIMENTO DE DÚVIDAS Nº 003/LCIC-2/2014 27/05/2014 CONCORRÊNCIA Nº 004/DALC/SBCT/2014 ESCLARECIMENTO DE DÚVIDAS Nº 003/LCIC-2/2014 27/05/2014 CONCORRÊNCIA Nº 004/DALC/SBCT/2014 CONCESSÃO DE USO DE ÁREAS DESTINADAS À IMPLANTAÇÃO E EXPLORAÇÃO COMERCIAL DE HOTEL NO AEROPORTO INTERNACIONAL

Leia mais

PROGRAMA DESENVOLVER PELOTAS

PROGRAMA DESENVOLVER PELOTAS PREFEITURA MUNICIPAL DE PELOTAS SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO CARTA-CONSULTA ANEXO II AO DECRETO 4744 PROGRAMA DESENVOLVER PELOTAS I A EMPRESA 1.1. Caracterização e Outras Informações Razão social:

Leia mais

Relatório de Vistoria Técnica com Cadastramento do Imóvel

Relatório de Vistoria Técnica com Cadastramento do Imóvel Relatório de Vistoria Técnica com Cadastramento do Imóvel REFORMA DA SEDE DA SUBSEÇÃO DA OAB/BA NO MUNICÍPIO DE GUANAMBI/BA Avenida Presidente Castelo Branco, nº 271, Aeroporto Velho Guanambi/BA Foto:

Leia mais

OUC Região Porto do Rio de Janeiro

OUC Região Porto do Rio de Janeiro OUC Região Porto do Rio de Janeiro Seminário Construção Sustentável Propostas de Diálogo e de Ação para a Sustentabilicade Salvador - Outubro/2011 Objetivo da Operação Urbana Consorciada O Porto Maravilha

Leia mais

Condomínio Ory Business Park

Condomínio Ory Business Park Condomínio Ory Business Park Marginal Norte da Rodovia dos Bandeirantes, km 61,5 Distrito Industrial Jundiaí/SP Saída km 59 da Rodovia dos Bandeirantes Saída km 61 da Rodovia Anhanguera www.orypark.com.br

Leia mais

7. Viabilidade Financeira de um Negócio

7. Viabilidade Financeira de um Negócio 7. Viabilidade Financeira de um Negócio Conteúdo 1. Viabilidade de um Negócios 2. Viabilidade Financeira de um Negócio: Pesquisa Inicial 3. Plano de Viabilidade Financeira de um Negócio Bibliografia Obrigatória

Leia mais

Condomínio Master Business Park

Condomínio Master Business Park Condomínio Master Business Park Av. Marginal da Rodovia dos Bandeirantes, km 61,5 (sentido capital) Esquina com Av. Eng. Luiz Latorre Distrito Industrial de Jundiaí SP Saída km 59 da Rodovia dos Bandeirantes

Leia mais

SAN.T.IN.NT 33. A.R.T.: Anotação de Responsabilidade Técnica do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura CREA;

SAN.T.IN.NT 33. A.R.T.: Anotação de Responsabilidade Técnica do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura CREA; 1 / 5 SUMÁRIO: 1. FINALIDADE 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO 3. DEFINIÇÕES 4. PROCEDIMENTOS 5. REFERÊNCIAS 6. ANEXOS 1. FINALIDADE Esta Norma tem como finalidade disciplinar e padronizar os procedimentos para liberação

Leia mais

AS PRINCIPAIS MUDANÇAS PROPOSTAS PELA PREFEITURA DE SÃO PAULO PARA O NOVO PLANO DIRETOR ESTRATÉGICO DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO

AS PRINCIPAIS MUDANÇAS PROPOSTAS PELA PREFEITURA DE SÃO PAULO PARA O NOVO PLANO DIRETOR ESTRATÉGICO DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO AS PRINCIPAIS MUDANÇAS PROPOSTAS PELA PREFEITURA DE SÃO PAULO PARA O NOVO PLANO DIRETOR ESTRATÉGICO DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO Marcia Heloisa P. S. Buccolo, consultora jurídica de Edgard Leite Advogados

Leia mais

Soluções urbanas inovadoras e financiamento de Smart Cities. São Paulo, 23 setembro 2014

Soluções urbanas inovadoras e financiamento de Smart Cities. São Paulo, 23 setembro 2014 Soluções urbanas inovadoras e financiamento de Smart Cities São Paulo, 23 setembro 2014 1 Índice 1. Fatores habilitantes da Cidade Inteligente 2. Modelos de financiamento da Cidade Inteligente 2 1. Fatores

Leia mais

Ligações às redes de energia eléctrica. Setembro de 2011

Ligações às redes de energia eléctrica. Setembro de 2011 Ligações às redes de energia eléctrica Setembro de 2011 Índice Competências da ERSE Princípios e conceitos gerais Potência requisitada Procedimentos para ligação de uma instalação à rede Ponto de ligação

Leia mais

Administração de CPD Internet Data Center

Administração de CPD Internet Data Center Administração de CPD Internet Data Center Cássio D. B. Pinheiro pinheiro.cassio@ig.com.br cassio.orgfree.com Objetivos Apresentar os principais conceitos e elementos relacionados a um dos principais tipos

Leia mais

FLUXO LICENCIAMENTO DE GRANDES EMPREENDIMENTOS À LUZ DAS LEIS 13.885/04 E 16.050/14

FLUXO LICENCIAMENTO DE GRANDES EMPREENDIMENTOS À LUZ DAS LEIS 13.885/04 E 16.050/14 PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE LICENCIAMENTO I SEL SECRETARIA EXECUTIVA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS I SEC MANUAL DE EMPREENDIMENTOS DE GRANDE PORTE nr1 nr2 nr3 SÃO PAULO 2014 EMPREENDIMENTOS

Leia mais

PONTA GROSSA PARANÁ - BRASIL PONTA GROSSA COMPETITIVA INFRA- ESTRUTURA. Sumário

PONTA GROSSA PARANÁ - BRASIL PONTA GROSSA COMPETITIVA INFRA- ESTRUTURA. Sumário PONTA GROSSA PARANÁ - BRASIL PONTA GROSSA COMPETITIVA INFRA- ESTRUTURA Sumário 2- Acessos Rodoviários 3- Transporte Ferroviário 4- Transporte Aeroviário 5- Portos 7- Energia Elétrica 9- Fibra Ótica 9-

Leia mais

Mobilidade Urbana e Competidores do Motor de Combustão Interna: o desafio da eficiência versus o custo. Paulo R. Feldmann- FEA USP

Mobilidade Urbana e Competidores do Motor de Combustão Interna: o desafio da eficiência versus o custo. Paulo R. Feldmann- FEA USP Mobilidade Urbana e Competidores do Motor de Combustão Interna: o desafio da eficiência versus o custo Paulo R. Feldmann- FEA USP Nossa experiência no IEE A recarga da bateria de 1 V.E. requer 24 kwh equivalente

Leia mais

Cidade de São Paulo. 3ª CLÍNICA INTEGRADA ENTRE USO DO SOLO E TRANSPORTES Rio, out/2011

Cidade de São Paulo. 3ª CLÍNICA INTEGRADA ENTRE USO DO SOLO E TRANSPORTES Rio, out/2011 Cidade de São Paulo 3ª CLÍNICA INTEGRADA ENTRE USO DO SOLO E TRANSPORTES Rio, out/2011 LOCALIZAÇÃO POPULAÇÃO (Censo 2010) RMSP...19.683.975 habitantes Município de São Paulo...11.253.563 habitantes Estatuto

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA OFICINA DE CAPACITAÇÃO PARA O PLANO DIRETOR: REGIONAL BOQUEIRÃO 18/03/2014 CURITIBA MARÇO/2014 Realizações no dia

Leia mais

Curso de Graduação em Administração. Administração da Produção e Operações I

Curso de Graduação em Administração. Administração da Produção e Operações I Curso de Graduação em Administração Administração da Produção e Operações I 12º Encontro - 26/03/2012 18:50 às 20:30h COMO SERÁ NOSSO ENCONTRO HOJE? - ABERTURA - CÁLCULOS PARA LOCALIZAÇÃO DE EMPRESAS -

Leia mais

CONDOMÍNIO FECHADO DE GALPÕES MODULARES

CONDOMÍNIO FECHADO DE GALPÕES MODULARES CONDOMÍNIO FECHADO DE GALPÕES MODULARES PRÉVIA Ilustração artística da portaria Rua dos Tucanos, 630 - Carapicuíba - SP - Brasil 23 33 37.00 S 46 49 17.00 O Por que Rodoanel? O Rodoanel Mário Covas, depois

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 5306, DE 04 DE MAIO DE 2010. CEZAR AUGUSTO SCHIRMER, Prefeito Municipal do Município de Santa Maria, Estado do Rio Grande do Sul.

LEI MUNICIPAL Nº 5306, DE 04 DE MAIO DE 2010. CEZAR AUGUSTO SCHIRMER, Prefeito Municipal do Município de Santa Maria, Estado do Rio Grande do Sul. LEI MUNICIPAL Nº 5306, DE 04 DE MAIO DE 2010 Estabelece medidas de incentivo à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no Município de Santa Maria e dá outras providências. CEZAR AUGUSTO SCHIRMER,

Leia mais

Sorocaba - Visão de FUTURO

Sorocaba - Visão de FUTURO Sorocaba - Visão de FUTURO AGENDA A cidade de Sorocaba Sistema de Inovação Parque Tecnológico de Sorocaba Centro de Inovação Oportunidades História da Cidade de Sorocaba Fundada em 1654, pelo capitão Baltazar

Leia mais

AULA 3. Aspectos Técnicos da Regularização Fundiária.

AULA 3. Aspectos Técnicos da Regularização Fundiária. Regularização Fundiária de Assentamentos Informais em Áreas Urbanas Disciplina: Regularização Fundiária e Plano Diretor Unidade 03 Professor(a): Laura Bueno e Pedro Monteiro AULA 3. Aspectos Técnicos da

Leia mais

Serviços disponíveis no site como utilizá-los e principais aplicações

Serviços disponíveis no site como utilizá-los e principais aplicações Serviços disponíveis no site como utilizá-los e principais aplicações Urbanismo - Consulta de Referência Cadastral Digita-se o endereço ou quadra e lote do imóvel. O sistema então fornece o RC (inscrição)

Leia mais

Sciesp. Clipping 19.07. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1

Sciesp. Clipping 19.07. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 Sciesp Clipping 19.07 A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 DESTAK Desapropriações vão atingir 12 mil imóveis 19/07/2011 Até

Leia mais

A menor distância entre você mil consumidores

A menor distância entre você mil consumidores A menor distância entre você e 200 mil consumidores O privilégio de estar localizado no melhor pontode Cotia! Entrada da Cidade Av. Antônio Mathias de Camargo São Roque Itapevi Barueri Jandira Carapicuíba

Leia mais

Gerenciamento de Propriedade & Soluções de Engenharia

Gerenciamento de Propriedade & Soluções de Engenharia Gerenciamento de Propriedade & Soluções de Engenharia Há 25 anos, a Engepred associa o conhecimento sobre o mercado imobiliário à experiência de promover o melhor funcionamento de shoppings centers, prédios

Leia mais

Programa Municipal de Competitividade e Inovação INOVA PALHOCA

Programa Municipal de Competitividade e Inovação INOVA PALHOCA Programa Municipal de Competitividade e Inovação INOVA PALHOCA Gestão Pública: Plano Palhoça 2030 Prefeito Municipal de Palhoça Comitê Executivo de Acompanhamento e Implantação Avaliação de Desempenho

Leia mais

ESD 126 ESD 126 Mercados Econômicos de Energia

ESD 126 ESD 126 Mercados Econômicos de Energia Mercados Econômicos de Energia Características da Demanda Elétrica Demanda de Eletricidade em Hokkaido 5 de março de 2001 Cortesia da Hokkaido Electric Power Co., Inc.: Utilização permitida Dois Dias em

Leia mais

Procedimentos a serem seguidos para a realização de obras ou grandes reformas na USP 2/12/2012

Procedimentos a serem seguidos para a realização de obras ou grandes reformas na USP 2/12/2012 Procedimentos a serem seguidos para a realização de obras ou grandes reformas na USP 2/12/2012 Rua da Praça do Relógio, nº 9, Bloco K Cidade Universitária São Paulo SP 1 O presente documento pretender

Leia mais

Ligações às redes de energia eléctrica de instalações consumidoras (em vigor a partir de 12 de maio de 2013)

Ligações às redes de energia eléctrica de instalações consumidoras (em vigor a partir de 12 de maio de 2013) Ligações às redes de energia eléctrica de instalações consumidoras (em vigor a partir de 12 de maio de 2013) Novembro de 2012 Índice Competências da ERSE Princípios e conceitos gerais Potência requisitada

Leia mais

GLP Cajamar. Apresentação do Empreendimento

GLP Cajamar. Apresentação do Empreendimento GLP Cajamar Apresentação do Empreendimento GLP Cajamar GLP Cajamar O empreendimento está localizado na Avenida Dr. Antonio João Abdalla, a 3km da Rod. Anhanguera em Cajamar, São Paulo. Nos últimos 5 anos

Leia mais

REDES COMUNITÁRIAS. Casos Internacionais. Stokcab Municipios de Estocolmo. MetroWeb Municipios de Milão

REDES COMUNITÁRIAS. Casos Internacionais. Stokcab Municipios de Estocolmo. MetroWeb Municipios de Milão REDES COMUNITÁRIAS Casos Internacionais Stokcab Municipios de Estocolmo MetroWeb Municipios de Milão BorderLight.net Municipios da Suécia / Cidade de Uppsala Utopia.net Municipios do Estado do Utah 0 O

Leia mais

Itaú Unibanco Centro Tecnológico Mogi Mirim. Março 2015

Itaú Unibanco Centro Tecnológico Mogi Mirim. Março 2015 Itaú Unibanco Centro Tecnológico Mogi Mirim Março 2015 Motivadores Suportar o crescimento de negócio Elevar a disponibilidade dos serviços Tempo de recuperação de dados igual a zero CTSP Data Centers atuais

Leia mais

Infraestrutura: devo usar a nuvem? Prof. Artur Clayton Jovanelli

Infraestrutura: devo usar a nuvem? Prof. Artur Clayton Jovanelli Infraestrutura: devo usar a nuvem? Prof. Artur Clayton Jovanelli Conceitos principais Nuvem Local Dados (informações) Profissional Pessoal Procedimento padrão (modelo) Produzir Armazenar Como era... Como

Leia mais

Pesquisa Principais Investimentos em Infraestrutura no Brasil

Pesquisa Principais Investimentos em Infraestrutura no Brasil Pesquisa Principais Investimentos em Infraestrutura no Brasil PATROCINADOR INICIATIVA REALIZAÇÃO SUBCAPA O trabalho e a pesquisa O TRABALHO E A PESQUISA A 4ª edição do relatório principais investimentos

Leia mais

GESTÃO AMBIENTAL. Avaliação de Impactos Ambientais ... Camila Regina Eberle camilaeberle@hotmail.com

GESTÃO AMBIENTAL. Avaliação de Impactos Ambientais ... Camila Regina Eberle camilaeberle@hotmail.com ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL GESTÃO AMBIENTAL Avaliação de Impactos Ambientais

Leia mais

A Função da PPP na Operação Urbana Porto Maravilha Jorge Arraes Presidente da CDURP

A Função da PPP na Operação Urbana Porto Maravilha Jorge Arraes Presidente da CDURP A Função da PPP na Operação Urbana Porto Maravilha Jorge Arraes Presidente da CDURP RIO: MOMENTO ÚNICO Rio + 20 450 Anos da Cidade do Rio de Janeiro 2012 2013 2014 2015 2016 Taxa de ocupação de imóveis

Leia mais

Polo Produtivo 2 de Julho

Polo Produtivo 2 de Julho Polo Produtivo 2 de Julho Cadeia de Óleo & Gás offshore, onshore e Indústria Naval Recôncavo - Bahia Apoio: OBJETIVO Implantação de um complexo Industrial para atender a crescente demanda da Indústria

Leia mais

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 3 } 1. INTRODUÇÃO: PARQUE TECNOLÓGICO CAPITAL DIGITAL - PTCD Principal polo de desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação do Distrito Federal, o PTCD

Leia mais

HÁ 130 ANOS A FURUKAWA PARTICIPA ATIVAMENTE NA VIDA DAS PESSOAS, ATRAVÉS DA CONTÍNUA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA.

HÁ 130 ANOS A FURUKAWA PARTICIPA ATIVAMENTE NA VIDA DAS PESSOAS, ATRAVÉS DA CONTÍNUA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA. HÁ 130 ANOS A FURUKAWA PARTICIPA ATIVAMENTE NA VIDA DAS PESSOAS, ATRAVÉS DA CONTÍNUA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA. CRIANDO SOLUÇÕES COMPLETAS PARA EMPRESAS E PESSOAS A Furukawa tem como foco ampliar os relacionamentos,

Leia mais

Galpão Logístico Av. Ceci - Barueri/SP

Galpão Logístico Av. Ceci - Barueri/SP Oportunidades INDUSTRIAIS Galpão Logístico Av. Ceci - Barueri/SP Condomínio Fechado de Galpões Galpão logístico localizado em condomínio fechado, com segurança e excelente infraestrutura, próximo ao Shopping

Leia mais

Relatório Mensal - Dezembro 2012

Relatório Mensal - Dezembro 2012 Fundo de Investimento Imobiliário Europar - FII Relatório Mensal - Dezembro 2012 Comentário Mensal do Gestor do Fundo Durante o mês de dezembro, avançamos nas obras para a compartimentação do imóvel CDA1.

Leia mais

São Paulo de Braços Abertos para Copa de 2014

São Paulo de Braços Abertos para Copa de 2014 São Paulo de Braços Abertos para Copa de 2014 Promoção Turística - Comitê executivo - Proposta inicial - Estrutura Turística Fecomércio 01/10/2009 Infraestrutura Comunicação Dados Comitê Integração GT

Leia mais

Creche: crianças até 4 anos de idade Pré escola: crianças de 4 a 6 anos de idade

Creche: crianças até 4 anos de idade Pré escola: crianças de 4 a 6 anos de idade PROINFÂNCIA AÇÃO DE INFRAESTRUTURA EDUCACIONAL Coordenação Geral de Infraestrutura Educacional CGEST Programa Proinfância O principal objetivo é prestar assistência financeira aos interessados visando

Leia mais

Usina Hidrelétrica de Belo Monte

Usina Hidrelétrica de Belo Monte Usina Hidrelétrica de Belo Monte PA Ao dar continuidade ao maior programa de infraestrutura do Brasil desde a redemocratização, o Governo Federal assumiu o compromisso de implantar um novo modelo de desenvolvimento

Leia mais

10 Dicas para uma implantação

10 Dicas para uma implantação 10 Dicas para uma implantação de Cloud Computing bem-sucedida. Um guia simples para quem está avaliando mudar para A Computação em Nuvem. Confira 10 dicas de como adotar a Cloud Computing com sucesso.

Leia mais

EIXO X TEC E NOLÓ L GICO C GOIÂNIA - ANÁPOLIS

EIXO X TEC E NOLÓ L GICO C GOIÂNIA - ANÁPOLIS EIXO TECNOLÓGICO GOIÂNIA -ANÁPOLIS CONCEITO Projeto de Desenvolvimento Regional Desenvolvimento Tecnológico Indução de Estruturação do Espaço Regional Conceito CONCEITUAÇÃO DA PROPOSTA CONCEITO 1 -PROJETO

Leia mais

GLP Park Hermes Brazil GLP Gravataí Apresentação do Empreendimento Maio de 2015 GLP Park Dianshanhu GLP Park Tokyo II GLP Mabe China Japan Brazil

GLP Park Hermes Brazil GLP Gravataí Apresentação do Empreendimento Maio de 2015 GLP Park Dianshanhu GLP Park Tokyo II GLP Mabe China Japan Brazil GLP Park Hermes Brazil GLP Gravataí Apresentação do Empreendimento Maio de 2015 GLP Park Dianshanhu China GLP Park Tokyo II Japan GLP Mabe Brazil 1 O GLP Gravataí O empreendimento foi desenvolvido para

Leia mais

Shopping Moxuara. Ótimos negócios para os lojistas.

Shopping Moxuara. Ótimos negócios para os lojistas. Shopping Moxuara. Ótimos negócios para os lojistas. O município de Caricica (ES) acaba de ganhar seu primeiro grande shopping: o Shopping Moxuara. Um empreendimento que vai trazer novas opções de compras,

Leia mais

REGIME: Sociedade por ações de capital fechado, economia mista e com personalidade jurídica de direito privado

REGIME: Sociedade por ações de capital fechado, economia mista e com personalidade jurídica de direito privado Autorização Legislativa - Lei nº 12.439 de 18 de outubro de 2007 Assembleia de Fundação em 14/12/2007 REGIME: Sociedade por ações de capital fechado, economia mista e com personalidade jurídica de direito

Leia mais

Urban View. Urban Reports. Os Centros Urbanos do Século XXI

Urban View. Urban Reports. Os Centros Urbanos do Século XXI Urban View Urban Reports Os Centros Urbanos do Século XXI Os centros urbanos do século XXI Hoje 19,4 milhões de pessoas vivem na região metropolitana de São Paulo. A quinta maior aglomeração humana do

Leia mais

SERVIÇOS SIMPLIFICADO

SERVIÇOS SIMPLIFICADO SERVIÇOS SIMPLIFICADO BLOCO 3 Unidades de Serviço ANO-BASE 2001 CÓDIGO PAEP DA EMPRESA - GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Secretaria de Economia e Planejamento SEADE Fundação Sistema Estadual de Análise

Leia mais

Instruções Técnicas Licenciamento Prévio para Destinação Final de RESIDUOS DE FOSSA SÉPTICA

Instruções Técnicas Licenciamento Prévio para Destinação Final de RESIDUOS DE FOSSA SÉPTICA Instruções Técnicas Licenciamento Prévio para Destinação Final de RESIDUOS DE FOSSA SÉPTICA DISA INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO: As instruções necessárias para o preenchimento da folha de rosto deste formulário,

Leia mais

REDES SUBTERRÂNEAS DE ENERGIA ELÉTRICA / 2013 EXPO & FORUM

REDES SUBTERRÂNEAS DE ENERGIA ELÉTRICA / 2013 EXPO & FORUM REDES SUBTERRÂNEAS DE ENERGIA ELÉTRICA / 2013 EXPO & FORUM 1 ND 3.5 PROJETOS PARA REDES DE DISTRIBUIÇÃO SUBTERRÂNEAS EM CONDOMÍNIOS E LOTEAMENTOS Roberto Carlos de Souza - CEMIG Erivaldo Costa Couto -

Leia mais

A lei de incentivos fiscais de Campinas

A lei de incentivos fiscais de Campinas A lei de incentivos fiscais de Campinas Lei 12.802/06 com as alterações formuladas na Lei 12.653/06: A Câmara Municipal aprovou e eu, Prefeito do Município de Campinas, sanciono e promulgo a seguinte lei:

Leia mais

FOCO NA EFICIÊNCIA DA OPERAÇÃO

FOCO NA EFICIÊNCIA DA OPERAÇÃO FOCO NA EFICIÊNCIA DA OPERAÇÃO Localização privilegiada, alta qualidade em projeto e serviços na região. Para estar mais próximo do cliente e bem à frente da concorrência. Como todo projeto assinado pela

Leia mais

www.under.com.br 4007.1432 / 0800.886.1432 / 51 3301.1432

www.under.com.br 4007.1432 / 0800.886.1432 / 51 3301.1432 www.under.com.br 4007.1432 / 0800.886.1432 / 51 3301.1432 Sua Infra na Nuvem Quem somos A Under é uma empresa de tecnologia e infraestrutura para internet, fundada em 2002. Figuramos entre as maiores empresas

Leia mais

Localização Estratégica

Localização Estratégica PORTO MARAVILHA Localização Estratégica Aeroporto Internacional Tom Jobim 11 km Oceano Atlântico Maracanã 5 km Aeroporto Santos Dumont 2 km Corcovado 7 km Copacabana 8 km Pão de Açúcar 6 km Perímetro Porto

Leia mais

Para aa Fornecedores. Rede de Obras. Serviço de Informações Oportunidades d de obras para comercial, marketing e vendas

Para aa Fornecedores. Rede de Obras. Serviço de Informações Oportunidades d de obras para comercial, marketing e vendas Para aa Fornecedores Rede de Obras Serviço de Informações Oportunidades d de obras para comercial, marketing e vendas Informações de acordo com a sua necessidade Com o objetivo de atender a sua empresa

Leia mais

Manual do Integrador. Programa de Formação

Manual do Integrador. Programa de Formação Manual do Integrador Programa de Formação Introdução As oportunidades de iniciação de frentes de negócios na indústria fotovoltaica brasileira são diversas e estão abertas a todos aqueles que desejam começar

Leia mais

AS/DEURB. 2 Seminário de Trólebus. Instituto de Engenharia SP. 14 de maio de 2013

AS/DEURB. 2 Seminário de Trólebus. Instituto de Engenharia SP. 14 de maio de 2013 AS/DEURB 2 Seminário de Trólebus Instituto de Engenharia SP 14 de maio de 2013 Carlos Malburg Gerente Setorial de Mobilidade Urbana cmalburg@bndes.gov.br Transporte (recentes) Principais Contratações Metro

Leia mais

quem somos ...otimiza o ambiente de trabalho, adapta as diversas possibilidades do empreendimento... Solução completa para espaços corporativos.

quem somos ...otimiza o ambiente de trabalho, adapta as diversas possibilidades do empreendimento... Solução completa para espaços corporativos. 2006/2009 quem somos Solução completa para espaços corporativos. A Std Office traz toda expertise do Grupo Stadia, com novas tecnologias, aplicada a arquitetura e engenharia otimiza o ambiente de trabalho,

Leia mais

COPA. Morumbi ou Outra Arena? As Marcas de um Novo Estádio na Dinâmica Urbana de São Paulo. José Roberto Bernasconi. Presidente Sinaenco São Paulo

COPA. Morumbi ou Outra Arena? As Marcas de um Novo Estádio na Dinâmica Urbana de São Paulo. José Roberto Bernasconi. Presidente Sinaenco São Paulo COPA Morumbi ou Outra Arena? As Marcas de um Novo Estádio na Dinâmica Urbana de São Paulo José Roberto Bernasconi Presidente Sinaenco São Paulo SP/Agosto/ 2010 1 1 Um histórico Os dois principais estádios

Leia mais

ESTUDO DE IMPACTO DE VIZINHANÇA -CENTRO COMERCIAL

ESTUDO DE IMPACTO DE VIZINHANÇA -CENTRO COMERCIAL 2013 ESTUDO DE IMPACTO DE VIZINHANÇA -CENTRO COMERCIAL IAB ADMINISTRADORA DE BENS LTDA, CNPJ 08.111.520/0001 POMERODE/SC 03/10/2013 Dados do Projeto O projeto trata-se do empreendimento de um Centro Comercial

Leia mais

740 mil pessoas estão à espera da sua loja.

740 mil pessoas estão à espera da sua loja. 740 mil pessoas estão à espera da sua loja. Imagem ilustrativa Fonte: Relatório Mapeamento de Mercado Potencial China Associados Geomarketing. Polo de desenvolvimento do NOROESTE PAULISTA, a região de

Leia mais

OBJETIVOS DO EVENTO APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA II

OBJETIVOS DO EVENTO APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA II OBJETIVOS DO EVENTO APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA II NIVELAMENTO DAS INFORMAÇÕES DIRIMIR DÚVIDAS COLHER SUGESTÕES MINHA CASA, MINHA VIDA Ampliação das oportunidades de acesso das famílias

Leia mais

No Coração da Freguesia

No Coração da Freguesia No Coração da Freguesia Um conceito de shopping que oferece perfeita harmonia, estilo, conforto e variedade. Pioneiro na região de Jacarepaguá O RioShopping é o primeiro empreendimento comercial de grande

Leia mais

GRUPO DE TRABALHO DE INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA

GRUPO DE TRABALHO DE INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA DESENVOLVIMENTO DE LAY-OUT DE PROPOSTA ALTERNATIVA PARA O SISTEMA G DE TRANSPORTE PÚBLICO MULTIMODAL PARA A REGIÃO METROPOLITANA DA GRANDE VITÓRIA GRUPO DE TRABALHO DE INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA

Leia mais

O DATA CENTER ONDE VOCÊ ENCONTRA A CONFIANÇA QUE EXIGE E A FLEXIBILIDADE QUE PRECISA

O DATA CENTER ONDE VOCÊ ENCONTRA A CONFIANÇA QUE EXIGE E A FLEXIBILIDADE QUE PRECISA O DATA CENTER ONDE VOCÊ ENCONTRA A CONFIANÇA QUE EXIGE E A FLEXIBILIDADE QUE PRECISA A ALOG A ALOG provê e gerencia ambientes de colocation, hosting e cloud computing de alta complexidade e é o primeiro

Leia mais

GREEN BUILDING COUNCIL BRASIL Building a Sustainable Future

GREEN BUILDING COUNCIL BRASIL Building a Sustainable Future GREEN BUILDING COUNCIL BRASIL Building a Sustainable Future "Desenvolver a indústria da construção sustentável no país, utilizando as forças Visão de mercado do GBC para conduzir Brasil a adoção (Sonho

Leia mais

PREENCHIMENTO DA PLANILHA DO PROJETO EXPRESSO V 2.0

PREENCHIMENTO DA PLANILHA DO PROJETO EXPRESSO V 2.0 1. OBJETIVO Este informativo técnico tem como objetivo orientar o envio dos documentos e o preenchimento correto da planilha do Projeto Expresso v 2.0 - Caixas Metálicas e planilha do Projeto Expresso

Leia mais

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro OS DESAFIOS E BENEFÍCIOS DE UMA REDE PRIVADA DE TRANSMISSÃO DE DADOS

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro OS DESAFIOS E BENEFÍCIOS DE UMA REDE PRIVADA DE TRANSMISSÃO DE DADOS OS DESAFIOS E BENEFÍCIOS DE UMA REDE PRIVADA DE TRANSMISSÃO DE DADOS BREVE HISTÓRICO DO TJRJ O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro atua em todo o Estado com 96 comarcas, 1694 serventias de

Leia mais

GLP Campinas. Apresentação do Empreendimento

GLP Campinas. Apresentação do Empreendimento GLP Campinas Apresentação do Empreendimento GLP Campinas O empreendimento foi desenvolvido para atender empresas de logística e indústrias, de todos os portes e diferentes necessidades, afim de facilitar

Leia mais

Curso de Graduação em Administração. Administração da Produção e Operações I

Curso de Graduação em Administração. Administração da Produção e Operações I Curso de Graduação em Administração Administração da Produção e Operações I 11º Encontro - 23/03/2012 18:50 às 20:30h COMO SERÁ NOSSO ENCONTRO HOJE? - ABERTURA -LOCALIZAÇÃO DA EMPRESA INDUSTRIAL MÉTODOS

Leia mais

PERSPECTIVA DO CONDOMÍNIO -

PERSPECTIVA DO CONDOMÍNIO - PERSPECTIVA DO CONDOMÍNIO - Imagens meramente ilustrativas Página 2 DADOS DO PROJETO - NOME COMERCIAL: DESCRIÇÃO: ENDEREÇO: Recanto do Outeiro Condomínio Residencial de 16 casas sobradas com jardim privativo

Leia mais

GERAÇÃO A Copel opera 20 usinas próprias, sendo 19 hidrelétricas, uma termelétrica e uma eólica

GERAÇÃO A Copel opera 20 usinas próprias, sendo 19 hidrelétricas, uma termelétrica e uma eólica GERAÇÃO A Copel opera 20 usinas próprias, sendo 19 hidrelétricas, uma termelétrica e uma eólica TRANSMISSÃO O sistema de transmissão de energia é responsável pela operação e manutenção de 32 subestações

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO EUROPAR (CNPJ/MF nº 05.437.916/0001-27)

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO EUROPAR (CNPJ/MF nº 05.437.916/0001-27) FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO EUROPAR (CNPJ/MF nº 05.437.916/0001-27) Administrado por Relatório da Administração Exercício Encerrado em 31 de Dezembro de 2013 1. Objeto do Fundo: O Fundo de Investimento

Leia mais

P O R T O A L E G R E plano diretor de desenvolvimento urbano ambiental. pddua COMO APLICAR O REGIME URBANÍSTICO PREVISTO NO PDDUA DEZEMBRO/1999

P O R T O A L E G R E plano diretor de desenvolvimento urbano ambiental. pddua COMO APLICAR O REGIME URBANÍSTICO PREVISTO NO PDDUA DEZEMBRO/1999 P O R T O A L E G R E plano diretor de desenvolvimento urbano ambiental PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA DO PLANEJAMENTO MUNICIPAL DEZEMBRO/1999 1999 I N F O R M A Ç Õ E S Ú T E I S S O

Leia mais

JOSÉ LEOMAR FERNANDES JR. Universidade de São Paulo

JOSÉ LEOMAR FERNANDES JR. Universidade de São Paulo JOSÉ LEOMAR FERNANDES JR. Universidade de São Paulo Custos Sociais e Indiretos: MND versus Abertura de Valas Pesquisas na Escola de Engenharia de São Carlos da USP Resultados de Pesquisas no Exterior Universidade

Leia mais

Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé

Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé Introdução Este material surge como resultado do acompanhamento das apresentações do Plano de Mobilidade

Leia mais

GABARITO OTM 09 [ ] [ ] ( ) [ ] O que mostra que e, logo o sistema não possui solução. [ ]

GABARITO OTM 09 [ ] [ ] ( ) [ ] O que mostra que e, logo o sistema não possui solução. [ ] GABARITO OTM 09 Questão 1 a) Observe que o, deste modo o sistema não possui única solução ou não possui solução. Como [ ] [ ] [ ] [ ] O que mostra que e, logo o sistema não possui solução. b) Sim. Basta

Leia mais

Ascenty constrói dois datacenters no Brasil simultaneamente

Ascenty constrói dois datacenters no Brasil simultaneamente Ascenty constrói dois datacenters no Brasil simultaneamente Analista: Jeff Paschke 4 de junho de 2013 A Ascenty, que tem sede no Brasil, está crescendo rapidamente com a construção de mais dois datacenters

Leia mais

Um conceito de shopping que oferece perfeita harmonia, estilo, conforto e variedade.

Um conceito de shopping que oferece perfeita harmonia, estilo, conforto e variedade. Um conceito de shopping que oferece perfeita harmonia, estilo, conforto e variedade. Pioneiro na região de Jacarepaguá O RioShopping é o primeiro empreendimento comercial de grande porte da região. Possui

Leia mais

Advogado militante e cientista social. Mestre em Direitos Difusos e Coletivos pela PUC-SP. Conselheiro da OAB-RJ e Presidente da sua Comissão de

Advogado militante e cientista social. Mestre em Direitos Difusos e Coletivos pela PUC-SP. Conselheiro da OAB-RJ e Presidente da sua Comissão de Advogado militante e cientista social. Mestre em Direitos Difusos e Coletivos pela PUC-SP. Conselheiro da OAB-RJ e Presidente da sua Comissão de Direito Ambiental. Membro da CONDA ( Comissão de Direito

Leia mais

CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE PROJETOS

CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE PROJETOS CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE PROJETOS Lúcia Maria Mendonça Santos Marcos Daniel Souza dos Santos Paula Coelho da Nóbrega Departamento de Mobilidade Urbana Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana

Leia mais

Uma visão geral do sector das energias renováveis na Roménia

Uma visão geral do sector das energias renováveis na Roménia Uma visão geral do sector das energias renováveis na Roménia A Roménia localiza-se geograficamente no centro da Europa (parte sudeste da Europa Central). O país tem,5 milhões de habitantes e abrange uma

Leia mais

ESTUDO DE IMPACTO DE VIZINHANÇA EMPREENDIMENTO RESIDENCIAL SANTA CLARA

ESTUDO DE IMPACTO DE VIZINHANÇA EMPREENDIMENTO RESIDENCIAL SANTA CLARA ESTUDO DE IMPACTO DE VIZINHANÇA EMPREENDIMENTO RESIDENCIAL SANTA CLARA ARAUCÁRIA, 08 DE MARÇO DE 2013 PARCERIAS SOMA EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA ME FÓRMULA EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA URBENGE

Leia mais