Curso de Java Módulo II Swing Fábio Mengue Centro de Computação - Unicamp

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Curso de Java Módulo II Swing Fábio Mengue fabio@unicamp.br Centro de Computação - Unicamp"

Transcrição

1 Curso de Java Módulo II Swing Fábio Mengue Centro de Computação - Unicamp Conceitos Swing é um pacote de classes que servem para a construção de GUI's (Graphical User Interface). O pacote foi criado em 1997, e inclui tudo que se necessita para a construção de telas, desde botões até tabelas. Além disso, os programas que utilizam o Swing tem a capacidade de alterar sua interface (chamado de Look and Feel, em inglês), trabalhar com conceitos de acessibilidade (para pessoas com dificuldade de visão ou audição), imagens 2D e suporte a Drag and Drop entre aplicativos Java e nativos. Importando pacotes Swing Como todo programa Java, temos que indicar os pacotes de classes que iremos utilizar. Normalmente temos que importar o pacote abaixo: import javax.swing.*; Mas a maioria dos programas Swing trata com eventos; portanto, também importamos os pacotes: import java.awt.*; import java.awt.event.*; Escolhendo o Look and Feel Existem alguns look and feel que o programa pode usar: Java, Windows, CDE/Motif, e outros. O código abaixo (em negrito) indica como uma aplicação especifica o look and feel : 1 public static void main(string[] args) { try { UIManager.setLookAndFeel( UIManager.getCrossPlatformLookAndFeelClassName()); catch (Exception e) {

2 //Cria e mostra a GUI O código acima indica que o look and feel Java deve ser utilizado (CrossPlatform). Para utilizar outro (por exemplo, Windows), veja alinha abaixo: UIManager.setLookAndFeel( "com.sun.java.swing.plaf.windows.windowslookandfeel"); Temos ainda: "com.sun.java.swing.plaf.motif.motiflookandfeel" (para CDE/Motif) com.sun.java.swing.plaf.windows.windowslookandfeel (para Windows) javax.swing.plaf.mac.maclookandfeel (para Mac). O look and feel padrão (caso nenhum seja especificado) é o Java (também chamado de Metal). Criando o Container e adicionando componentes Todo programa Swing deve ter pelo menos um container (também chamado top-level container). Normalmente ele é um JFrame (uma janela completa, com decorações). Cada JFrame representa uma janela. O JFrame provê o suporte para outros componentes, no tocante a hierarquia e trabalho com eventos. O JFrame possui duas divisões. Uma delas é o ContentPane, que representa a parte da janela onde podemos montar nossa aplicação. O ContentPane na verdade é um JPanel, um outro container que normalmente é utilizado para receber componentes que fazem parte do mesmo contexto de layout. Isso é necessário para separar o design de partes da janela. Segue um pedaço de código de exemplo: public class MinhaAplicacao { public static void main(string[] args) { JFrame frame = new JFrame("Minha Aplicação"); //cria os componentes e os insere no frame frame.getcontentpane().add(contents, BorderLayout.CENTER); //Mostra o frame frame.addwindowlistener(); frame.pack(); frame.setvisible(true); 2

3 No programa principal, a primeira linha cria o JFrame. Depois de incluir os elementos desejados na GUI, cria-se o gerenciador de layout que indica aos elementos dentro do container como eles devem ser comportar. Exemplos de componentes Botões, Check Boxes, Radio Buttons, Grupos de Botões, Itens de Menu, Ícones, Campos Texto, ToolTips, Bordas, ScrollPanes (barras de scroll), Mini Editor (JTextPane), Combo (listas drop-down), ListBoxes, Tabbed Pane (lista de arquivos), Caixas de Mensagem, Menus, Janelas Pop-Up, Objetos de desenho, Caixas de Diálogo, Caixas de escolha de Arquivos, Sliders, Árvores, Tabelas, Áreas de Transferência (clipboard), entre outros. Tipos de layout Abaixo temos uma lista dos componentes mais utilizados na montagem de telas Swing. BorderLayout: é o padrão. Divide a tela em cinco regiões (NORTH, SOUTH, EAST, WEST, CENTER). Todo componente adicionado entra automaticamente no centro, empurrando os outros para as bordas. Você pode incluir um componente em outra região como no exemplo: Container cp = getcontentpane(); cp.add(borderlayout.north, new JButton("North")); cp.add(borderlayout.south, new JButton("South")); cp.add(borderlayout.east, new JButton("East")); cp.add(borderlayout.west, new JButton("West")); cp.add(borderlayout.center, new JButton("Center")); FlowLayout: é o mais simples. Ele simplesmente enche o container com componentes da esquerda pra direita, ata terminar o espaço da linha. Daí, ele faz a mesma coisa na linha abaixo. Todos os componentes sempre terão um espaço do tamanho que eles estão ocupando no momento. GridLayout: permite construir uma tabela de componentes. Ao adicioná-los, eles são colocados da esquerda para a direita e de cima para baixo em uma grade. Você pode especificar o número de colunas e linhas que serão necessárias, e todas terão o mesmo tamanho. Se existir menos componentes do que o total de espaços, eles ficarão vazios. Caso contrário, o componente excedente não será mostrado. Por exemplo: Container cp = getcontentpane(); cp.setlayout(new GridLayout(7,3)); 3

4 GridBagLayout: permite maior controle que o GridLayout. Neste layout você pode definir exatamente como as regiões da sua grade irão se comportar e reformatar caso a janela tenha seu tamanho alterado. Entretanto, é o gerenciador mais complexo de utilizar. Ele foi criado para ser utilizado por programas de criação de GUI s. Absolute positioning: permite posicionamento absoluto dos componentes. É uma das piores maneiras de gerenciar o layout, pois não permite flexibilidade quando a janela tem seu tamanho alterado. Para utiliza-lo: Container cp = getcontentpane(); cp.setlayout(null); E depois utilize o método setbounds() para cada um dos componentes, indicando onde ele inicia e termina. Basta adicionar ao container depois disso. BoxLayout: é uma versão simplificada do GridBagLayout. Permite indicar a localização dos componentes horizontalmente e verticalmente, além de permitir o controle da distância entre eles. Veja o exemplo: JPanel jpv = new JPanel(); jpv.setlayout(new BoxLayout(jpv, BoxLayout.Y_AXIS)); for(int i = 0; i < 5; i++) jpv.add(new JButton("" + i)); JPanel jph = new JPanel(); jph.setlayout(new BoxLayout(jph, BoxLayout.X_AXIS)); for(int i = 0; i < 5; i++) jph.add(new JButton("" + i)); Container cp = getcontentpane(); cp.add(borderlayout.east, jpv); cp.add(borderlayout.south, jph); O construtor do gerenciador BoxLayout é diferente dos outros. Você indica um container que deve ser gerenciado como um primeiro argumento e a direção do layout como segundo argumento. Conclusão: Swing é um pacote muito poderoso. Poucas linhas podem fazer muito. A grande idéia aqui é misturar os gerenciadores, combinando os simples com os complexos. Entretanto, como todo desenho de GUI, é mais produtivo apelar para um produto que permita o desenho com mouse, sem perder tempo precioso desenhando tudo na base do codifica-compila-executa. 4

5 Outros containers Vimos que por vezes, para que o design saia certo, devemos utilizar vários layout managers simultaneamente. A utilização de qualquer subclasse de Container permite que agrupemos componentes para que eles sejam mostrados e tratados como apenas um conjunto. Normalmente, a preferência sempre recai sobre o JPanel. Disparando eventos A maioria das aplicações deve ter alguns componentes que apresentem a tela da maneira que o usuário quer ver. Esses componentes muitas vezes são apenas informativos e um tanto inertes (como os labels, por exemplo), mas outros são criados com o propósito de realizar serviço (como os botões, por exemplo). Devido à natureza orientada a objetos do Java, o código a ser executado quando um botão é pressionado normalmente pertence a outro objeto, que possui a lógica de negócio. Esse objeto deve ser um método, a ser invocado pelo botão quando este for clicado, por exemplo. A maneira Java de fazer isso é criando ouvidores (chamados de Listeners), ligados ao botão. Do ponto de vista do botão, o Listener é uma lista de objetos a serem invocados quando acontecer uma ação (um clique de mouse, por exemplo). Do ponto de vista do objeto, ele deve implementar um método com um nome especial, e esse método será invocado automaticamente na chamada. Tome como exemplo o código abaixo: MeuExemplo Objeto = new MeuExemplo(); JButton button = new JButton("OK"); button.addactionlistener(objeto); A partir de agora, quando button for clicado, ele irá realizar uma chamada a MeuObjeto. Temos uma lista de tipos de componentes e os eventos por eles gerados a seguir: Evento ActionEvent AdjustmentEvent FocusEvent, KeyEvent, MouseEvent WindowEvent ItemEvent TextEvent Classes que geram esse evento JButton, JList, JTextField, JMenuItem, JCheckBoxMenuItem, Jmenu, JPopupMenu Jscrollbar Component Window, including JDialog, JFileDialog, Jframe JCheckBox, JCheckBoxMenuItem, JComboBox, Jlist JTextComponent, JTextArea, JTextField 5

6 Lidando com Eventos O trabalho de lidar com eventos quase sempre acompanha as aplicações que utilizam Swing. Mesmo que o aplicativo não tenha botões, pode acontecer o fechamento da janela, o que por si só é um evento. Normalmente existem botões e campos de texto, que eles lidam com eventos criando uma lista de objetos a serem informados. Os objetos, por sua vez, devem criar um método especial para atender o evento. Veja o exemplo: class MeuExemplo implements ActionListener { public void actionperformed(actionevent e) { System.out.println ( Quem causou o evento foi + e.getsource()); A classe deve implementar uma certa interface. A palavra reservada implements exige que essa classe defina um certo método especial que será executado quando o evento ocorrer. A classe pode implementar vários Event Listeners, conseqüentemente possuindo vários métodos especiais. Temos uma lista deles: Interface ActionListener AdjustmentListener ComponentListener ComponentAdapter FocusListener FocusAdapter KeyListener KeyAdapter MouseListener MouseAdapter MouseMotionListener MouseMotionAdapter WindowListener WindowAdapter Métodos da interface actionperformed(actionevent) adjustmentvaluechanged( AdjustmentEvent) componenthidden(componentevent) componentshown(componentevent) componentmoved(componentevent) componentresized(componentevent) focusgained(focusevent) focuslost(focusevent) keypressed(keyevent) keyreleased(keyevent) keytyped(keyevent) mouseclicked(mouseevent) mousereleased(mouseevent) mousedragged(mouseevent) mousemoved(mouseevent) windowopened(windowevent) windowclosing(windowevent) windowclosed(windowevent) windowactivated(windowevent) windowdeactivated(windowevent) windowiconified(windowevent) windowdeiconified(windowevent) 6

7 Lidando com Threads Se seu programa cria e utiliza a GUI normalmente, seu programa é dito single threaded. Isso quer dizer que apenas componentes incluídos na mesma thread irão manipular a GUI, tornando desnecessária a preocupação com a situação eventual em que outra thread tente acessar a GUI ao mesmo tempo. A construção normal de um programa Swing segue o padrão abaixo: public class MeuPrograma { public static void main(string[] args) { JFrame f = new JFrame(); //Adicione os componentes f.pack(); f.setvisible(true); //Não crie mais nada aqui. //Toda a manipulação -- settext, gettext, etc. -- //deve ser feita usando eventos como actionperformed(). No código acima, a construção da GUI está na thread principal. Você pode construir sua GUI em qualquer thread, desde que você não faça nenhuma chamada depois do pack(), que acontece apenas no método main(). A única instrução que deve vir após é o setvisible(). Essa técnica torna a aplicação thread safe. Entretanto, a linguagem Java permite que se crie programas que utilizam múltiplas threads. No caso da programação Swing, se algum destes códigos afetar a GUI que já está visível sem utilizar os eventos programados (que é onde o Java para tudo para esperar o retorno do método), você tem um problema a mais a tratar. Usando threads A primeira regra para utilizar threads é: evite usar threads. Elas são difíceis de lidar, tornam o programa mais complicado para manutenção e aumentam a chance de erros ocorrerem. Tudo isso acontece porque o programador pode se esquecer de imaginar uma certa situação que pode simplesmente fazer com que o programa pare de responder caso um evento ocorra. Para isso, deve-se tomar precauções para que nenhuma thread crie chamadas para qualquer método de componente Swing. Se a chamada for necessária, ela deve ser feita através de um evento. Apesar de seus perigos, o uso de threads pode ser muito útil, e as vezes, imprescindível. Como fazer com que meu aplicativo continue respondendo ao usuário ao mesmo tempo em que me mostra um relógio? Normalmente as threads são utilizadas em casos onde o programador deseja duas (ou mais) linhas de execução. Meu programa pode contar o tempo, aguardar uma 7

8 interrupção de uma fonte externa de dados e ao mesmo tempo responder aos comandos do usuário. Veja o exemplo abaixo: CapturaEvento ce = new CapturaEvento(); Button b = new Button( OK ); b.addactionlistener(ce); Definição de CapturaEvento: class CapturaEvento implements ActionListener { public void actionperformed(actionevent e) { tratabotao(); private void tratabotao() { int count = 0; while (true) { Thread.sleep(5); count++; O que deve acontecer no programa acima? Ele funciona? Ao lidar com o evento, o programa irá executar o método tratabotao(). Depois de ficar 5 segundos parado, incrementa o contador, e começa tudo novamente. Note que o programa que gerou o evento (e chamou o CapturaEvento) está esperando um retorno, que nunca irá acontecer, pois o loop feito no método tratabotao() é infinito. Para o usuário, a tela simplesmente congela. Assim, o método tratabotao() deve continuar a contar, mas a interface deve continuar a responder. Deve-se criar outra thread para resolver o problema. A maneira mais fácil é gerando uma subclasse de Thread, como no exemplo abaixo: public class SimpleThread extends Thread { private int countdown = 5; private static int threadcount = 0; private int threadnumber = ++threadcount; public SimpleThread() { System.out.println("Making " + threadnumber); public void run() { 8

9 while(true) { System.out.println("Thread " + threadnumber + "(" + countdown + ")"); if(--countdown == 0) return; public static void main(string[] args) { for(int i = 0; i < 5; i++) new SimpleThread().start(); System.out.println("All Threads Started"); Quando estamos extendendo a classe Thread, devemos sobrecarregar o método run(), que é a porção de código que irá se repetir em todas as threads. Temos também métodos para iniciar e parar uma thread (start() e terminate()) Qual seria o resultado da execução do código acima? Agora podemos resolver o problema de nosso programa usando uma thread. O truque é colocar o nosso loop infinito dentro de um método run(). No caso de nosso exemplo com Swing, poderíamos fazer algo do tipo: class CapturaEvento implements ActionListener { public void actionperformed(actionevent e) { TrataBotao b = new TrataBotao(); class TrataBotao extends Thread { TrataBotao() { start(); void run() { int count = 0; while (true) { Thread.sleep(5); count++; SwingUtilities.invokeLater(getTextFieldText); System.out.println(myStrings[0] + " " + mystrings[1]); A utilização de Threads implica ainda no entendimento de acessos concorrentes ao mesmo recurso, que pode gerar um deadlock ou mesmo uma exceção. O Java possui uma 9

10 maneira de controlar essas colisões. É a palavra reservada synchronized. Ela evita que mais de uma thread tenha acesso a um recurso ao mesmo tempo: public synchronized void run() { while (true) { t1.settext(integer.tostring(count1++)); t2.settext(integer.tostring(count2++)); sleep(500); Existe ainda controle de estado de threads (bloquear, parar, terminar, etc.), prioridades, métodos para notificar outras threads, que permite que controlemos nossas threads e implementemos serviços tão complexos quanto daemons. Quando mal utilizadas, o mínimo que acontece é que seu programa fica lento. A complexidade e as patologias (como acabar com os recursos da máquina, entrar em condições de corrida e deadlock) muitas vezes justificam a não utilização deste tipo de recurso. Mas esses assuntos fogem do escopo deste curso. Recomendamos a leitura da bibliografia indicada para maiores informações. Bibliografia The Java Tutorial Eckel, Bruce. Thinking in Java, 2nd edition, Revision 12 Horstmann, Cay S., Cornell, Gary. Core Java. Makron Books Proibida a alteração, reprodução e cópia de parte deste material para qualquer finalidade sem a permissão do Centro de Computação da Unicamp. A utilização deste material é permitida desde que conste a autoria do mesmo Centro de Computação da Unicamp. 10

Arquitetura de Tratamento de Eventos em Programas com GUI - Graphical User Interface

Arquitetura de Tratamento de Eventos em Programas com GUI - Graphical User Interface Arquitetura de Tratamento de Eventos em Programas com GUI - Graphical User Interface Jorge H. C. Fernandes (jorge@dimap.ufrn.br) UFRN Abril de 2002 Programas com GUI Separação De Abstrações Arquitetura

Leia mais

JAVA. Marcio de Carvalho Victorino. Interface Gráfica em Java (GUI)

JAVA. Marcio de Carvalho Victorino. Interface Gráfica em Java (GUI) JAVA Marcio de Carvalho Victorino 1 Interface Gráfica em Java (GUI) 1 2 Introdução Java fornece um forte suporte para a construção de interfaces gráficas através do pacote java.awt GUI inicial do Java:

Leia mais

Tratamento de Eventos

Tratamento de Eventos Tratamento de Eventos Prof. Marcelo Cohen 1. Visão Geral Para implementar a funcionalidade de uma interface gráfica, pode-se fazer uso de uma repetição sem fim: Faz algum processamento Verifica se o mouse

Leia mais

AWT Versus Swing. Java Deployment Course: Aula 5. por Jorge H C Fernandes (jhcf@di.ufpe.br) CESAR-DI-UFPE Recife, 1999

AWT Versus Swing. Java Deployment Course: Aula 5. por Jorge H C Fernandes (jhcf@di.ufpe.br) CESAR-DI-UFPE Recife, 1999 AWT Versus Swing Java Deployment Course: Aula 5 por Jorge H C Fernandes (jhcf@di.ufpe.br) CESAR-DI-UFPE Recife, 1999 AWT Versus Swing Java TM is a trademark of Sun Microsystems. Swing images where taken

Leia mais

Swing. Page 1. Swing. Prof. Anderson Augustinho Uniandrade

Swing. Page 1. Swing. Prof. Anderson Augustinho Uniandrade Page 1 API A API renderiza/desenha por conta própria todos os componentes visuais, ao invés de delegar essa tarefa ao sistema operacional, como a maioria das outras APIs de interface gráfica trabalham.

Leia mais

8. Interfaces Gráficas de Usuário

8. Interfaces Gráficas de Usuário Vamos discutir como construir aplicações com interface gráfica de usuário (conhecida como GUI - Graphical User Interface). Numa interface gráfica existem botões, caixas de texto, painéis, barras de rolagem,

Leia mais

Aplicações Gráficas com AWT

Aplicações Gráficas com AWT Aplicações Gráficas com AWT O AWT fornece um conjunto de elementos de interface gráfica padrão (botões, janelas, menus, campos de edição, campos de seleção e outros) incluindo o sistema de tratamento de

Leia mais

Módulo 7. Interface Gráfica com o Usuário GUI - Introdução. Programação Orientada a Objetos I Java (Rone Ilídio)

Módulo 7. Interface Gráfica com o Usuário GUI - Introdução. Programação Orientada a Objetos I Java (Rone Ilídio) Módulo 7 Interface Gráfica com o Usuário GUI - Introdução Programação Orientada a Objetos I Java (Rone Ilídio) Interface Gráfica com o Usuário Os elementos gráficos utilizados estão no pacote javax.swing.*

Leia mais

PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS -INTERFACES GRÁFICAS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br

PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS -INTERFACES GRÁFICAS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS -INTERFACES GRÁFICAS Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br ROTEIRO 2. Programação visual com a IDE Netbeans Projetos Tipos de projetos Desenvolvimento

Leia mais

Programação III. Interface Gráfica - Swing. Interface Gráfica Swing Jocélio Passos joceliodpassos@bol.com.br. Interface Gráfica - Swing

Programação III. Interface Gráfica - Swing. Interface Gráfica Swing Jocélio Passos joceliodpassos@bol.com.br. Interface Gráfica - Swing Programação III Interface Gráfica Swing Jocélio Passos joceliodpassos@bol.com.br Deitel Capítulo 11 : Imagens gráficas e Java 2D Capítulo 12 : Componentes Básicos Capítulo 13 : Componentes Avançados GUI

Leia mais

JFrame. JLabel : Utilizado como rótulo para exibição de texto e ícones. Interface Gráfica de JAVA - Graphical User Interface (GUI)

JFrame. JLabel : Utilizado como rótulo para exibição de texto e ícones. Interface Gráfica de JAVA - Graphical User Interface (GUI) Interface Gráfica de JAVA - Graphical User Interface (GUI) Para que o usuário possa interagir com a aplicação é necessário que haja uma interface para que este acione as funcionalidades do programa. JAVA

Leia mais

Java Foundation Classes Coleção de pacotes para criação de aplicações completas Desktop Interfaces gráficas (GUIs- Graphical User Interface)

Java Foundation Classes Coleção de pacotes para criação de aplicações completas Desktop Interfaces gráficas (GUIs- Graphical User Interface) Interface Gráfica Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br Programação Orientada a Objetos JFC Java Foundation Classes Coleção de pacotes para criação de aplicações completas Desktop Interfaces gráficas

Leia mais

Java - Swing. Raphaela Galhardo raphaela@j2eebrasil.com.br http://www.j2eebrasil.com.br http://javarn.dev.java.net

Java - Swing. Raphaela Galhardo raphaela@j2eebrasil.com.br http://www.j2eebrasil.com.br http://javarn.dev.java.net Java - Swing Raphaela Galhardo raphaela@j2eebrasil.com.br http://www.j2eebrasil.com.br http://javarn.dev.java.net Conteúdo Interface com Usuário; Eventos; Swing. Introdução Interface com Usuário Grande

Leia mais

Programação Gráfica em Java.

Programação Gráfica em Java. Programação Gráfica em Java. Objetivo: Ao final da aula o aluno deverá ser capaz de desenvolver a aplicação gráfica ilustrada ao lado. A interface gráfica será simples, composta por elementos de menus.

Leia mais

Interface Gráfica com o Usuário (GUI) Profa. Isabel Harb Manssour (Material adaptado das aulas da Profa. Luciana Nedel e do Prof.

Interface Gráfica com o Usuário (GUI) Profa. Isabel Harb Manssour (Material adaptado das aulas da Profa. Luciana Nedel e do Prof. Interface Gráfica com o Usuário (GUI) Profa. Isabel Harb Manssour (Material adaptado das aulas da Profa. Luciana Nedel e do Prof. Julio Machado) GUI (Graphical User Interface) Containers e Componentes

Leia mais

Programação Orientada a Objetos em Java. GUI Graphical User Interface

Programação Orientada a Objetos em Java. GUI Graphical User Interface Universidade Federal do Amazonas Departamento de Ciência da Computação IEC481 Projeto de Programas Programação Orientada a Objetos em Java GUI Graphical User Interface Professor: César Melo Slides baseados

Leia mais

Programação Orientada a Objetos

Programação Orientada a Objetos Programação Orientada a Objetos Alexandre César Muniz de Oliveira Entrada e Saída Parte IV Entrada e Saída Módulo de Interface com o usuário Dividir trabalho Separar processamento de E/S Entrada e Saída

Leia mais

Programação Orientada a Objetos II

Programação Orientada a Objetos II Programação Orientada a Objetos II Interfaces Gráficas Componentes Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com www.bolinhabolinha.com Ementa Introdução ao Desenvolvimento de Interfaces Gráficas Herança

Leia mais

Interface Gráficas Parte I. Bruno Crestani Calegaro

Interface Gráficas Parte I. Bruno Crestani Calegaro Interface Gráficas Parte I Bruno Crestani Calegaro Conteúdo da Aula GUI, Graphical User Interface, é nada mais que a tela que um programa apresenta para um usuário Até o agora nossos programas foram desenvolvidos

Leia mais

INTERFACE COM O USUÁRIO (em Java) Programação Orientada a Objetos

INTERFACE COM O USUÁRIO (em Java) Programação Orientada a Objetos INTERFACE COM O USUÁRIO (em Java) Programação Orientada a Objetos Chegamos à interface com o usuário. Você já utilizou alguns métodos para dialogar com o usuário, quer enviando mensagens quer lendo dados.

Leia mais

Aula 11: Interfaces gráficas (1/2): elementos de interface Swing

Aula 11: Interfaces gráficas (1/2): elementos de interface Swing Aula 11: Interfaces gráficas (1/2): elementos de interface Swing Motivação como fazer programas com interface gráfica em Java? solução: uso de pacotes (listados na API) AWT (java.awt.*) Swing (javax.swing.*)

Leia mais

Construção de Interfaces Gráficas

Construção de Interfaces Gráficas Construção de Interfaces Gráficas Mário Antonio Meireles Teixeira DEINF UFMA Baseado em material original de João Carlos Pinheiro CEFET/MA 1 Objetivos Apresentar Os fundamentos da construção GUI em Java

Leia mais

Como construir aplicaçõ e applets

Como construir aplicaçõ e applets Java 2 Standard Edition Como construir aplicaçõ ções gráficas e applets Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 AWT e Swing AWT ou Abstract Window Toolkit é o antigo conjunto de ferramentas para interfaces

Leia mais

Caso não exista nenhum listener registado no objecto que gera o evento, este não terá qualquer efeito.

Caso não exista nenhum listener registado no objecto que gera o evento, este não terá qualquer efeito. Interfaces Gráficas e Eventos - 10 Programação por eventos Um evento ocorre quando o utilizador interage com um objecto gráfico:. manipular um botão com o rato;. introduzir texto num campo de texto. seleccionar

Leia mais

INF1636 PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS

INF1636 PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS INF1636 PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS Departamento de Informática PUC-Rio Ivan Mathias Filho ivan@inf.puc-rio.br Programa Capítulo 12 Orientação a Eventos Tratadores de Eventos Adaptadores 1 Programa

Leia mais

INF1337 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS

INF1337 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS INF1337 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS Departamento de Informática PUC-Rio Andrew Diniz da Costa andrew@les.inf.puc-rio.br Programa Capítulo 12 Orientação a Eventos Tratadores de Eventos

Leia mais

Interface com o Usuário (UI) UIs Desacopladas (2/3) BSI Bacharelado em Sistemas de Informação LOO Linguagens Orientadas a Objetos

Interface com o Usuário (UI) UIs Desacopladas (2/3) BSI Bacharelado em Sistemas de Informação LOO Linguagens Orientadas a Objetos Interface com o Usuário (UI) BSI Bacharelado em Sistemas de Informação LOO Linguagens Orientadas a Objetos Humberto Mossri de Almeida hmossri_cursos@yahoo.com.br Marcelo Nassau Malta nassau_cursos@yahoo.com.br

Leia mais

Construção de Interfaces Gráficas - Introdução

Construção de Interfaces Gráficas - Introdução Construção de Interfaces Gráficas - Introdução Programação Orientada a Objetos Java Prof. Geraldo Braz Junior Objetivos Apresentar Os fundamentos da construção GUI em Java Modelo de Eventos AWT Biblioteca

Leia mais

Objectivos:. Construir programas com interfaces gráficas Graphical User Interface (GUI) application programs

Objectivos:. Construir programas com interfaces gráficas Graphical User Interface (GUI) application programs Interfaces Gráficas e Eventos - 1 Objectivos:. Construir programas com interfaces gráficas Graphical User Interface (GUI) application programs - Utilizar as classes JFrame, JButton, JLabel, ImageIcon,

Leia mais

Interface Gráfica. LPG II Java Interface Gráfica AWT. Introdução. AWT - Abstract Window Toolkit

Interface Gráfica. LPG II Java Interface Gráfica AWT. Introdução. AWT - Abstract Window Toolkit Interface Gráfica LPG II Java Interface Gráfica AWT Introdução AWT Construção de uma Aplicação Gráfica A Classe Componente e sua Hierarquia Gerenciadores de Layout Modelo de Eventos Componentes Básicos

Leia mais

Interface Gráfica. Prof. Marcelo Cohen. (material da Profa. Luciana Nedel) Graphical User Interface (GUI)

Interface Gráfica. Prof. Marcelo Cohen. (material da Profa. Luciana Nedel) Graphical User Interface (GUI) Interface Gráfica Prof. Marcelo Cohen (material da Profa. Luciana Nedel) 1 Graphical User Interface (GUI) Existe uma infinidade de funcionalidades disponíveis nas bibliotecas de classes Java, destinadas

Leia mais

JFC/Swing. Java Avançado Interface Gráfica JFC/Swing. Introdução JFC / Swing. Introdução JFC / Swing

JFC/Swing. Java Avançado Interface Gráfica JFC/Swing. Introdução JFC / Swing. Introdução JFC / Swing JFC/Swing Java Avançado Interface Gráfica JFC/Swing Roberto Vedoato vedoato@joinville.udesc.br Introdução Organização das Aplicações Containers Swing Hierarquia de Componentes Swing Componentes Swing Look-and-Feel

Leia mais

MÓDULO 4 SWING Parte 3

MÓDULO 4 SWING Parte 3 Aplicações de Linguagem de Programação Orientada a Objetos 2ºsem/2011 (Professores: Tiago e Daniele) // Exemplo11 Ação do Mouse import javax.swing.*; import java.awt.*; import java.awt.event.actionevent;

Leia mais

Programação Visual em Java

Programação Visual em Java Programação Visual em Java 1 Sumário Introdução Contentores Componentes Layouts Eventos Exemplos 2 Introdução Interfaces gráficas são compostas por: Contentores Janelas, painéis Componentes botões, menus,

Leia mais

Linguagem Java - Prof. Luciana Porcher Nedel 1. Um container genérico e visual. Ela trabalha em cooperação com o controle de layouts.

Linguagem Java - Prof. Luciana Porcher Nedel 1. Um container genérico e visual. Ela trabalha em cooperação com o controle de layouts. Componentes Swing Estrutura de componentes de altonível: JFrame, JApplet, JDialog Linguagem Java - Prof. Luciana Porcher Nedel 1 JPanel Um container genérico e visual. Ela trabalha em cooperação com o

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. PROFESSOR: Andrey DISCIPLINA: Técnicas Alternativas de Programação AULA: 08 APRESENTAÇÃO Na aula de hoje vamos apresentar e discutir conceitos

Leia mais

Fundamentos de GUIs. João Carlos Pinheiro. jcpinheiro@cefet-ma.br. Última Atualização Junho / 2004 Versão: 3.0

Fundamentos de GUIs. João Carlos Pinheiro. jcpinheiro@cefet-ma.br. Última Atualização Junho / 2004 Versão: 3.0 Fundamentos de GUIs João Carlos Pinheiro jcpinheiro@cefet-ma.br Última Atualização Junho / 2004 Versão: 3.0 1 Objetivos Apresentar Os fundamentos da construção GUI em Java Modelo de Eventos AWT Biblioteca

Leia mais

Curso de Aprendizado Industrial Desenvolvedor WEB

Curso de Aprendizado Industrial Desenvolvedor WEB Curso de Aprendizado Industrial Desenvolvedor WEB Disciplina: Programação Orientada a Objetos II Professor: Cheli dos S. Mendes da Costa Servidor de Aplicações WEB Tomcat Servidor Tomcat Foi desenvolvido

Leia mais

Interface Gráfica. Prof. Marcelo Cohen

Interface Gráfica. Prof. Marcelo Cohen Interface Gráfica Prof. Marcelo Cohen 1. Visão geral da interface gráfica em Java A API (Application Programming Interface) para utilizar recursos gráficos é separada em dois componentes principais: AWT

Leia mais

Pacote Java Swing Parte 1

Pacote Java Swing Parte 1 Pacote Java Swing Parte 1 José Gustavo de Souza Paiva Introdução GUI (Graphical User Interface) Mecanismo amigável ao usuário para interagir com um aplicativo Proporciona a um aplicativo uma aparência

Leia mais

Curso Java Starter. www.t2ti.com 1

Curso Java Starter. www.t2ti.com 1 1 Apresentação O Curso Java Starter foi projetado com o objetivo de ajudar àquelas pessoas que têm uma base de lógica de programação e desejam entrar no mercado de trabalho sabendo Java, A estrutura do

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações Desktop

Desenvolvimento de Aplicações Desktop Desenvolvimento de Aplicações Desktop Pacotes: Swing, AWT Janelas de diálogo: JOptionPane Formulários: JFrame Etiquetas: JLabel Caixas de texto simples: JTextField Botões: JButton Menus: JMenuXXX Tratamento

Leia mais

Técnicas de Programação II

Técnicas de Programação II Técnicas de Programação II Aula 03 GUI e Swing Edirlei Soares de Lima GUI Graphical User Interface A API Java fornece diversas classes destinadas a criação de interfaces gráficas.

Leia mais

Gerenciadores de Layouts

Gerenciadores de Layouts Gerenciadores de Layouts João Carlos Pinheiro jcpinheiro@cefet-ma.br Versão: 1.1 Última Atualização 04 / 2005 1 Objetivos Apresentar os gerenciadores de layouts FlowLayout BorderLayout GridLayout BoxLayout

Leia mais

Jframe, JDialog ou JApplet

Jframe, JDialog ou JApplet Objetivos Introduzir o conceito de interfaces gráficas Desenvolvimento de Interfaces Gráficas Ms. Christien L. Rachid FUPAC E-Mail: christienrachid@gmail.com Apresentar Swing e AWT Definir o conceito para

Leia mais

Programação Java. Construção de Interface gráfica. Processo Básico: OO + Eventos. Exemplo

Programação Java. Construção de Interface gráfica. Processo Básico: OO + Eventos. Exemplo Programação Java Construção de Interface gráfica Grupo de Linguagens de Programação Departamento de Informática PUC-Rio Processo Básico: OO + Eventos Instanciar os componentes de interface por exemplo,

Leia mais

1) De acordo com o trecho de código escrito na linguagem JAVA, responda a questão abaixo:

1) De acordo com o trecho de código escrito na linguagem JAVA, responda a questão abaixo: 1) De acordo com o trecho de código escrito na linguagem JAVA, responda a questão abaixo: boolean[][] bool = new boolean[5][5]; for(int v = 0; v < bool.length; v++) { for(int f = 0; f < bool[v].length;

Leia mais

API Swing Java. 1. Introdução. 2. Objetivos. 3. Surgimento do Swing. André Scarmagnani 1, Matheus Madalozzo 1, Miguel Diogenes Matrakas 1

API Swing Java. 1. Introdução. 2. Objetivos. 3. Surgimento do Swing. André Scarmagnani 1, Matheus Madalozzo 1, Miguel Diogenes Matrakas 1 API Swing Java André Scarmagnani 1, Matheus Madalozzo 1, Miguel Diogenes Matrakas 1 1 UDC ANGLO Faculdade Anglo Americano (FAA) Av. Paraná, 5661, CEP: 85868-030 Foz do Iguaçu PR Brasil andre-scar@hotmail.com,

Leia mais

Capítulo 12 Eventos de interacção

Capítulo 12 Eventos de interacção Capítulo 12 Eventos de interacção Eventos em Java Referência aos pacotes awt e swing Programação com botões e campos de texto Eventos, fontes de eventos e atendimento de eventos Qualquer programa deve

Leia mais

Jogo Da Velha. - Parte 1 - Fazendo a parte gráfica do jogo da Velha

Jogo Da Velha. - Parte 1 - Fazendo a parte gráfica do jogo da Velha Jogo Da Velha - Parte 1 - Fazendo a parte gráfica do jogo da Velha por: Lerói Oliveira Equipe PAJÉ cti.paje@gmail.com http://www.cti.furg.br/informatica/paje Primeiro vamos usar a classe JFrame para criar

Leia mais

Exercício 1 : As classes abaixo serão utilizadas neste exercício: public class Ponto { int x; int y; public Ponto(int x, int y){ this.

Exercício 1 : As classes abaixo serão utilizadas neste exercício: public class Ponto { int x; int y; public Ponto(int x, int y){ this. Exercício 1 : As classes abaixo serão utilizadas neste exercício: public class Ponto { int x; int y; public Ponto(int x, int y){ this.x = x; this.y = y; public String tostring(){ return "(" + x + "," +

Leia mais

Programação Java. Construção de Interfaces com Swing (I)

Programação Java. Construção de Interfaces com Swing (I) Programação Java Construção de Interfaces com Swing (I) Grupo de Linguagens de Programação Departamento de Informática PUC-Rio Abstract Window Toolkit (AWT) Peer-based Delega ao toolkit nativo a criação

Leia mais

Introdução à Programação. Interfaces Gráficas

Introdução à Programação. Interfaces Gráficas Introdução à Programação Interfaces Gráficas Tópicos da Aula Hoje vamos ver conceitos mais avançados de Interfaces Gráficas Elementos de uma GUI Componente Eventos Listeners Padrão Observer Painel Exemplos

Leia mais

Eclipse IDE Dá-se importância aos antepassados quando já não temos nenhum. Francois Chateaubriand

Eclipse IDE Dá-se importância aos antepassados quando já não temos nenhum. Francois Chateaubriand Eclipse IDE Dá-se importância aos antepassados quando já não temos nenhum. Francois Chateaubriand O Eclipse O Eclipse (www.eclipse.org) e uma IDE (integrated development environment). Diferente de uma

Leia mais

JCheckbox JRadioButton JComboBox JList JMenu... Alguns componentes já vistos em aula JButton JLabel JTextField

JCheckbox JRadioButton JComboBox JList JMenu... Alguns componentes já vistos em aula JButton JLabel JTextField Profa. Isabel Harb Manssour (Material adaptado das aulas dos Profs: Luciana Nedel,Bernardo Copstein,Leandro Pompermaier,Júlio Machado) JCheckbox JRadioButton JComboBox JList JMenu Alguns componentes já

Leia mais

THREADS EM JAVA. George Gomes Cabral

THREADS EM JAVA. George Gomes Cabral THREADS EM JAVA George Gomes Cabral THREADS Fluxo seqüencial de controle dentro de um processo. Suporte a múltiplas linhas de execução permite que múltiplos processamentos ocorram em "paralelo" (em computadores

Leia mais

Exemplo 1. Um programa que cria uma instância de uma classe que herda da classe Frame

Exemplo 1. Um programa que cria uma instância de uma classe que herda da classe Frame 6. Como aplicações gráficas funcionam em Java? Todas as aplicações gráficas em Java usam instâncias de classes existentes, que por serem parte da linguagem podem ser executadas em todas as versões de Java

Leia mais

JAVA APLICAÇÕES GRÁFICAS Propriedades Utilizadas: imagecomposite FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS

JAVA APLICAÇÕES GRÁFICAS Propriedades Utilizadas: imagecomposite FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS JAVA APLICAÇÕES GRÁFICAS Propriedades Utilizadas: imagecomposite FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Nome do aluno: Diego Silva de Oliveira Identificação da Turma: 070801805 Data: 16/05/2010 imagecomposite

Leia mais

Entender princípios de projeto. Capacitação para construir GUIs. Entender os pacotes que contém componentes de GUI, e as classes e interfaces de

Entender princípios de projeto. Capacitação para construir GUIs. Entender os pacotes que contém componentes de GUI, e as classes e interfaces de Parte I Entender princípios de projeto. Capacitação para construir GUIs. Entender os pacotes que contém componentes de GUI, e as classes e interfaces de tratamentos de eventos. Criar e manipular botões,

Leia mais

Apostila de Introdução à Programação Orientada a Objetos

Apostila de Introdução à Programação Orientada a Objetos Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo Apostila de Introdução à Programação Orientada a Objetos Uma Abordagem Prática Professor José Ricardo Ferreira Cardoso Sumário Introdução

Leia mais

Programação Orientada a Objetos II

Programação Orientada a Objetos II Programação Orientada a Objetos II Interfaces Márcio Alves de Macêdo Baseado no material de: ime.usp Cronograma Pacotes gráficos da linguagem Java Container AWT Component AWT Pacotes gráficos A linguagem

Leia mais

Gerenciadores de Layout Parte 1

Gerenciadores de Layout Parte 1 Gerenciadores de Layout Parte 1 1. Objetivos Os gerenciadores de layout têm a função de definir o layout a ser usado num componente gráfico, com um painel ou um frame, isto é, o gerenciador permite dividir

Leia mais

Slide 1 Deitel/Deitel, 8e. Java Como programar Copyright 2010 Pearson Education

Slide 1 Deitel/Deitel, 8e. Java Como programar Copyright 2010 Pearson Education Java Como Programar, 8/E Slide 1 Slide 2 (C) 2010 Pearson Education, Inc. Todos os direitos reservados. Slide 3 Slide 4 Neste capítulo, discutimos: Componentes e gerenciadores de layout adicionais e projetamos

Leia mais

CA: Cidade: UF CARTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA A 1 2 3 4 F 1 2 3 4 B 1 2 3 4 G 1 2 3 4 C 1 2 3 4 H 1 2 3 4 D 1 2 3 4 I 1 2 3 4

CA: Cidade: UF CARTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA A 1 2 3 4 F 1 2 3 4 B 1 2 3 4 G 1 2 3 4 C 1 2 3 4 H 1 2 3 4 D 1 2 3 4 I 1 2 3 4 ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008 3º PERÍODO - 6º MÓDULO AVALIAÇÃO A4 DATA 16/07/2009 PROGRAMAÇÃO Dados de identificação do Acadêmico: Nome: Login: CA: Cidade: UF CARTÃO RESPOSTA QUESTÃO

Leia mais

Desenvolvendo aplicações

Desenvolvendo aplicações Desenvolvendo aplicações 22 para a Web Uma aplicação Java pode ser executada sem modificação em qualquer plataforma que tenha a máquina virtual Java instalada. Esta característica faz com que as aplicações

Leia mais

1 Criando um aplicativo visual em Java

1 Criando um aplicativo visual em Java 1 Criando um aplicativo visual em Java Inicie o Netbeans e nele crie um novo projeto, em categorias escolha Java e em projetos escolha Aplicativo Java, na próxima janela escreva o nome do projeto PrimeiroAplicativoVisual

Leia mais

Prof. Fernando V. Paulovich http://www.icmc.usp.br/~paulovic paulovic@icmc.usp.br. 25 de julho de 2010. SCC0604 - Programação Orientada a Objetos

Prof. Fernando V. Paulovich http://www.icmc.usp.br/~paulovic paulovic@icmc.usp.br. 25 de julho de 2010. SCC0604 - Programação Orientada a Objetos Interface Gráca com Swing SCC0604 - Programação Orientada a Objetos Prof. Fernando V. Paulovich http://www.icmc.usp.br/~paulovic paulovic@icmc.usp.br Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC)

Leia mais

Natureza do Software e dos Sistemas

Natureza do Software e dos Sistemas Natureza do Software e dos Sistemas Jorge H C Fernandes Diferença Fundamental entre Engenharia de Software e outras Engenharias! Os materiais são diferentes As teorias fundamentais são diferentes Dificuldades

Leia mais

Programação Orientada a Objetos em Java. Threads Threads Threads. Threads

Programação Orientada a Objetos em Java. Threads Threads Threads. Threads Universidade Federal do Amazonas Departamento de Ciência da Computação IEC481 Projeto de Programas Programação Orientada a Objetos em Java Threads Threads Threads Threads Professor: César Melo Slides baseados

Leia mais

Introdução à Programação Gráfica em Java

Introdução à Programação Gráfica em Java Introdução à Programação Gráfica em Java U N I V E R S I D A D E T E C N O L Ó G I C A F E D E R A L D O P A R A N Á D E P A R T A M E N T O A C A D Ê M I C O D E E L E T R Ô N I C A P R O F. V I T O R

Leia mais

Interface Gráfica 2. E/S pode ser feita por interface gráfica Biblioteca Swing. javax.swing.*

Interface Gráfica 2. E/S pode ser feita por interface gráfica Biblioteca Swing. javax.swing.* INTERFACE GRÁFICA 1 Interface Gráfica 2 E/S pode ser feita por interface gráfica Biblioteca Swing javax.swing.* AWT x Swing 3 AWT (Abstract Window Toolkit) compõe o núcleo da JFC ( Java Foundation Classes)

Leia mais

Java Exemplo MDI. Tela Principal

Java Exemplo MDI. Tela Principal Java Exemplo MDI Nesta aula criaremos uma aplicação simples de cadastro para avaliar o nível de dificuldade/facilidade que é desenvolver softwares com a tecnologia Java. No NetBeans, crie um novo projeto

Leia mais

Computação II - Java Prof. Adriano Joaquim de Oliveira Cruz Aula Prática - Programando GUIs

Computação II - Java Prof. Adriano Joaquim de Oliveira Cruz Aula Prática - Programando GUIs Computação II - Java Prof. Adriano Joaquim de Oliveira Cruz Aula Prática - Programando GUIs Exercício 1: A Figura 1 foi gerada pelo programa mostrado na Listagem 1. Rode o programa para confirmar esta

Leia mais

Manipulando Eventos em Java

Manipulando Eventos em Java Manipulando Eventos em Java U N I V E R S I D A D E T E C N O L Ó G I C A F E D E R A L D O P A R A N Á D E P A R T A M E N T O A C A D Ê M I C O D E E L E T R Ô N I C A P R O F. V I T O R Y A N O Eventos

Leia mais

Introdução a programação gráfica em Java com Swing

Introdução a programação gráfica em Java com Swing Página 1 de 14 Home Login Criar Login Fórum Tópicos Recentes Notícias Artigos / Tutoriais Busca Sobre o GUJ Apoio Introdução a programação gráfica em Java com Swing Rafael Steil Querendo fazer programas

Leia mais

Programação de Interfaces Gráficas. Aula 1. Carlos Eduardo de Carvalho Dantas (carloseduardoxpto@gmail.com) http://carloseduardoxp.wordpress.

Programação de Interfaces Gráficas. Aula 1. Carlos Eduardo de Carvalho Dantas (carloseduardoxpto@gmail.com) http://carloseduardoxp.wordpress. Programação de Interfaces Gráficas Aula 1 Carlos Eduardo de Carvalho Dantas (carloseduardoxpto@gmail.com) http://carloseduardoxp.wordpress.com "Use o seu tempo para melhorar a si mesmo através dos escritos

Leia mais

Criação de telas com Swing

Criação de telas com Swing Java Básico Criação de telas com Swing Marco Antonio, Arquiteto de Software TJDF ma@marcoreis.eti.br Novembro/2005 JFC Java Foundation Classes Swing Look and feel Java 2D Drag and Drop GUI Graphical User

Leia mais

Java Linguagem de programação

Java Linguagem de programação APLICAÇÕES GUI COM AWT Aplicações gráficas são aquelas destinadas à execução dentro dos ambientes gráficos oferecidos por vários sistemas operacionais. Uma GUI [Graphical User Interface é um ambiente pictórico

Leia mais

Interface Gráfica Swing. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br

Interface Gráfica Swing. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Interface Gráfica Swing Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Aula de hoje Criação de interface gráfica via biblioteca Swing Containers Componentes Menu Layout Bordas Eventos Leonardo Murta

Leia mais

{ System.exit(0); Exemplo (WindowAdapter) import java.awt.*; import java.awt.event.*;

{ System.exit(0); Exemplo (WindowAdapter) import java.awt.*; import java.awt.event.*; Aula XVI Apesar da aparência, a janela não é fechada quando acionamos a opção fechar. Isto ocorre porque não existem métodos processadores de eventos capazes de receber tal mensagem encerrando a aplicação.

Leia mais

UNIPAC-TO POOII. Java NetBeans. Aplicações visuais e componentes. Giovanni Camargo Silva giovanni@unipato.com.br

UNIPAC-TO POOII. Java NetBeans. Aplicações visuais e componentes. Giovanni Camargo Silva giovanni@unipato.com.br UNIPAC-TO POOII Java NetBeans Aplicações visuais e componentes Giovanni Camargo Silva giovanni@unipato.com.br TEÓFILO OTONI 2009 UNIPAC-TO POOII Java NetBeans Aplicações visuais e componentes Giovanni

Leia mais

Como foi exposto anteriormente, os processos podem ter mais de um fluxo de execução. Cada fluxo de execução é chamado de thread.

Como foi exposto anteriormente, os processos podem ter mais de um fluxo de execução. Cada fluxo de execução é chamado de thread. 5 THREADS Como foi exposto anteriormente, os processos podem ter mais de um fluxo de execução. Cada fluxo de execução é chamado de thread. 5.1 VISÃO GERAL Uma definição mais abrangente para threads é considerá-lo

Leia mais

JTABLE STUDENT CONTROL JSC Gil Eduardo de Andrade / Emílio Rudolfo Fey Neto

JTABLE STUDENT CONTROL JSC Gil Eduardo de Andrade / Emílio Rudolfo Fey Neto JTABLE STUDENT CONTROL JSC Gil Eduardo de Andrade / Emílio Rudolfo Fey Neto INTRODUÇÃO / DESCRIÇÃO O sistema JTable Student Control - JSC disponibiliza uma interface gráfica em Java que possibilita ao

Leia mais

Sistema de Recursos Humanos

Sistema de Recursos Humanos Sistema de Recursos Humanos Projeto 1 O objetivo desse sistema é gerenciar a admissão e a demissão de funcionários. Esse funcionário pode ou não ter dependentes. Esse funcionário está alocado em um departamento

Leia mais

Criação de Applets Package: Class Name Base Class: Generate header comments: Can run standalone: Generate Standard methods:

Criação de Applets Package: Class Name Base Class: Generate header comments: Can run standalone: Generate Standard methods: Criação de Applets Após ter sido criado o projeto, ao contrário dos exemplos anteriores onde criávamos uma aplicação na guia General da janela Object Gallery, agora iremos criar uma applet que está contida

Leia mais

Tutorial de Computação Introdução a Programação Gráfica em Java para MEC1100 v2010.10

Tutorial de Computação Introdução a Programação Gráfica em Java para MEC1100 v2010.10 Tutorial de Computação Introdução a Programação Gráfica em Java para MEC1100 v2010.10 Linha de Equipamentos MEC Desenvolvidos por: Maxwell Bohr Instrumentação Eletrônica Ltda. Rua Porto Alegre, 212 Londrina

Leia mais

Slide 1 Deitel/Deitel, 8e. Java Como programar Copyright 2010 Pearson Education

Slide 1 Deitel/Deitel, 8e. Java Como programar Copyright 2010 Pearson Education Java Como Programar, 8/E Slide 1 Slide 2 Slide 3 Slide 4 Slide 5 Uma interface gráfica com usuário (graphical user interface GUI) apresenta um mecanismo amigável ao usuário para interagir com um aplicativo.

Leia mais

Agenda. JFC (Java FoundaNon Classes) Interfaces Gráficas: layout manager JFC. Componentes do Swing. Pluggable Look and Feel

Agenda. JFC (Java FoundaNon Classes) Interfaces Gráficas: layout manager JFC. Componentes do Swing. Pluggable Look and Feel Agenda Interfaces Gráficas: layout manager joao@ecomp.uefs.br JFC (Java FoundaNon Classes) Swing componentes Gerênciamento de Layout BoderLayout, FlowLayout,... Departamento de Ciências Exatas Universidade

Leia mais

Gestão de eventos do Rato e teclado

Gestão de eventos do Rato e teclado Programação Na Web Gestão de eventos do Rato e teclado 1 António Gonçalves Agenda Estratégia Geral de gestão de eventos Gestão de eventos em listeners distintos Gestão de eventos através do uso de interfaces

Leia mais

Cronograma de Aulas 2º Módulo 11/07/2009 a 05/09/2009

Cronograma de Aulas 2º Módulo 11/07/2009 a 05/09/2009 Atualização Técnica e Pedagógica para Professores de Informática Cronograma de Aulas 2º Módulo 11/07/2009 a 05/09/2009 Responsável: Luis Eduardo Fernandes Gonzalez Professor Responsável por Projetos CETEC

Leia mais

Curso de Java Módulo I Exceções, Entrada e Saída Programação Swing Fábio Mengue fabio@unicamp.br Centro de Computação - Unicamp

Curso de Java Módulo I Exceções, Entrada e Saída Programação Swing Fábio Mengue fabio@unicamp.br Centro de Computação - Unicamp Curso de Java Módulo I Exceções, Entrada e Saída Programação Swing Fábio Mengue fabio@unicamp.br Centro de Computação - Unicamp Exceções O termo exception é uma abreviatura da frase exceptional event.

Leia mais

Threads e Concorrência em Java (Material de Apoio)

Threads e Concorrência em Java (Material de Apoio) Introdução Threads e Concorrência em Java (Material de Apoio) Professor Lau Cheuk Lung http//www.inf.ufsc.br/~lau.lung INE-CTC-UFSC A maioria dos programas são escritos de modo seqüencial com um ponto

Leia mais

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais

Programação Orientada a Objetos Flávio de Oliveira Silva 217

Programação Orientada a Objetos Flávio de Oliveira Silva 217 JAVA INTERFACE GRÁFICA A Linguagem JAVA e o paradigma orientado a objetos fornecem uma série de recursos que permitem a criação da interface gráfica com usuário (GUI) Os conceitos da programação orientada

Leia mais

Melhor do que driblar os vírus de pendrive, é não pegá-los! Mas como fazer isto?

Melhor do que driblar os vírus de pendrive, é não pegá-los! Mas como fazer isto? Melhor do que driblar os vírus de pendrive, é não pegá-los! Mas como fazer isto? Por padrão, a maioria dos pendrives vêm formatados com o padrão conhecido como FAT32. Este padrão já meio antigo, é muito

Leia mais

Java Threads. Introdução

Java Threads. Introdução Java Threads mleal@inf.puc-rio.br 1 Introdução O único mecanismo de concorrência suportado explicitamente pela linguagem Java é multi-threading. threading. Os mecanismos de gerenciamento e sicronização

Leia mais

Tutorial do Iniciante. Excel Básico 2010

Tutorial do Iniciante. Excel Básico 2010 Tutorial do Iniciante Excel Básico 2010 O QUE HÁ DE NOVO O Microsoft Excel 2010 é um programa de edição de planilhas eletrônicas muito usado no mercado de trabalho para realizar diversas funções como;

Leia mais

O programa abaixo exemplifica o uso da classe Image para carregar e mostrar uma imagem localizada em um arquivo.

O programa abaixo exemplifica o uso da classe Image para carregar e mostrar uma imagem localizada em um arquivo. 7. Carregando e mostrando imagens locais Esta aula complementa os estudos de programação de interfaces gráficas em Java mostrando como podemos carregar imagens de arquivos locais ou da Internet para uso

Leia mais

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel As 52 Palavras Reservadas O que são palavras reservadas São palavras que já existem na linguagem Java, e tem sua função já definida. NÃO podem

Leia mais

Criação de Applets com o JBuilder Professor Sérgio Furgeri

Criação de Applets com o JBuilder Professor Sérgio Furgeri OBJETIVOS DA AULA: Apresentar o processo de criação em uma interface gráfica para a Internet; Fornecer subsídios para que o aluno possa compreender onde aplicar Applets; Demonstrar a criação de uma Applet

Leia mais