MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO"

Transcrição

1 MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO

2 ÍNDICE Relatórios Dinâmicos... 3 Requisitos de Sistema... 4 Estrutura de Dados... 5 Operadores... 6 Tabelas... 7 Tabelas x Campos... 9 Temas Hierarquia Relacionamento Sistemas Módulos Exportação Temas Importação Temas Exportação Relatórios Importação Relatórios Acessos Relatórios Grupo Acesso Grupo Acesso x Temas Grupo Acesso x Usuários Restrição de Campos Módulo x Tema Filtros Temas Segurança Grupo Acesso - RD Unidade Acesso - RD Grupo Acesso x Unidade Acesso RD Grupo Acesso RD x Usuários Consulta Auditoria Relatórios Dinâmicos Novo Relatório Funcionalidades Relatórios Disponíveis Página 2 de 47

3 Relatórios Dinâmicos A ferramenta Relatórios Dinâmicos foi desenvolvido para disponibilizar aos administradores de sistemas e usuários uma ferramenta que permita maior independência na geração de relatórios. O objetivo principal da ferramenta é dar ao usuário maior flexibilidade na seleção das informações que se deseja consultar, bem como adicionar filtros de pesquisa, ordenação de dados e funções de agregação. Lembrando que estas funções de agregação são limitadas, pois o foco do módulo é a geração de informações em forma de listagem. Para grandes processamentos de dados e cálculos, as ferramentas de BI (Business Intelligence) são indispensáveis. A ferramenta ainda possibilita a gravação destes relatórios personalizados e compartilhamento aos demais usuários do grupo. Para geração dos relatórios os usuários terão acesso às informações previamente cadastradas no banco de dados pelo analista responsável. As informações são carregadas de uma base de dados onde pode ter atualizações on-line ou não, ficará a critério de cada projeto definir a origem destas informações. Quando a origem de algumas informações não é on-line elas são carregadas periodicamente. O analista responsável deverá montar temas que acessam diretamente a base com atualizações on-line ou criar uma carga periódica destas informações em tabelas secundárias ou para isolar o processamento de dados na mesma base ou por existir mescla de informações de origens distintas. Página 3 de 47

4 Requisitos de Sistema Abaixo estão os requisitos de sistema necessários para a instalação e utilização: Hardware: PC x86 com processador 1Ghz 1GB (2GB Recomendados) 500 MB de espaço disponível em disco rígido Software: Microsoft Windows 2000, Microsoft Windows XP, ou Microsoft Windows Vista.*, Windows 7 Microsoft Internet Explorer 8.0 (ou superior) ou Mozila FireFox 3.6 (ou superior) Plugins Necessários: JAVA Runtime Edition 6 (disponível em Adobe Reader 9 (disponível em Adobe Flash Player 10 (disponível em Equipamentos Opcionais: Para utilização de autenticação via Token OTP: Token OTP fornecido pela BRToken. Página 4 de 47

5 Estrutura de Dados Função Agregada A tela tem a finalidade de cadastrar a função agregada que será utilizada nos campos numéricos (Decimal). A tela permite inserir, editar e excluir uma função. No menu Estrutura de Dados, ao clicar na opção Função Agregada a seguinte tela será aberta: Página 5 de 47

6 Operadores A tela Operadores tem como finalidade cadastrar o operador de filtros que o usuário utilizará para filtrar os dados na geração dos relatórios, o cadastro desses operadores é de responsabilidade do analista do sistema. A tela permite inserir, editar e excluir um operador de filtro. No menu Estrutura de Dados, ao clicar na opção Operadores a seguinte tela será aberta: Página 6 de 47

7 Tabelas Esta tela tem a finalidade de cadastrar as tabelas que o usuário irá visualizar na geração dos relatórios. São tabelas cadastradas pelo analista de acordo com as tabelas existentes no banco de dados. A tela permite inserir, editar e se essa tabela não tiver sido vinculada a nenhum campo é possível sua exclusão. No menu Estrutura de Dados, ao clicar na opção Tabelas a seguinte tela será aberta: Observação: Caso o analista necessite de uma regra mais complexa na criação de tabelas, poderá ser feito por criação de VIEW. Aba de inserção: Página 7 de 47

8 Existe a possibilidade de efetuar a execução de um Stored Procedure para popular os dados de uma tabela antes da emissão do relatório. Para utilizar uma Stored Procedure, basta informar o nome da mesma no campo referente ao nome da SP, e logo abaixo, informar na ordem os parâmetros que essa SP possuir. Dica 1: O campo nome do parâmetro da SP, informar um nome amigável ao usuário e não o nome contido da SP. O tipo do parâmetro é muito importante para a execução da SP, pois em alguns casos, quando o tipo é informado de forma incorreta, pode ocasionar erros na execução da SP. Dica 2: O analista tem a possibilidade de enviar um comando para ser executado antes da execução da SP. Isto normalmente se aplica para setar algum parâmetro na sessão da conexão para que seja executada corretamente a SP. O sistema também possibilita informar valores domínio para um determinado filtro da SP. Este pode ser informado de duas formas: por meio de um De/Para ou por meio de um SQL para a pesquisa dos valores. O JAVA é Case Sensitive, portanto ele faz a diferenciação de letras maiúsculas e minúsculas, sendo assim as tabelas deverão ser cadastradas idênticas ao que está no banco de dados. Página 8 de 47

9 Tabelas x Campos Nesta tela o analista irá vincular as Tabelas cadastradas anteriormente a um Campo. Os campos que estão disponíveis para ser adicionados a uma tabela são carregados automaticamente do banco de dados, estes só será possível adicioná-los uma única vez para não ter duplicidade. No menu Estrutura de Dados, ao clicar na opção Tabelas x Campos a seguinte tela será aberta: Ao selecionar a tabela e clicar no botão será aberta a aba: Página 9 de 47

10 O sistema carrega as informações Nome Físico Tabela e Nome Amigável Tabela, e os campos que estão disponíveis, clicar sob o campo desejado e na adicioná-lo. para Ao adicionar um campo clicar em, na coluna dados dos campos o Nome Físico trás automático, Nome Amigável é flexível, se o analista não informar o sistema utiliza o mesmo nome físico. O analista ainda irá definir os campos: Tipo de Dado e Máscara, Visível, Totalizador, Campo Domínio, escolher o Tipo de Filtro Domínio. Ao escolher a opção Visível o analista deixará o campo visível para o usuário na geração do relatório, ao selecionar a opção Mostra Opções de Filtro, será para fazer a busca de filtro automática no banco para o usuário escolher um filtro quando gerar um relatório. O Totalizador permitirá que o usuário totalize na geração do relatório. Quando selecionar Campo Domínio a opção Valores será habilitada: Página 10 de 47

11 Essa opção faz um De/Para no campo. Tipo Filtro Domínio há duas opções: Checkbox - o layout da tela de filtro será a seguinte: Combobox - o layout da tela de filtro será a seguinte: Página 11 de 47

12 Clicar em e. Observação: Ao selecionar uma tabela de endereço na opção Tipo de Dado se gravar como Endereço Numero, esta informação poderá aparecer quando o usuário visualizar o Geo Mapa! Tendo que ser a união de endereço + endereço numero para funcionar o Geo. Página 12 de 47

13 Temas Tema é um conjunto de informações que estarão disponíveis para a geração de um relatório. Este conjunto de informações será formado por tabelas e campos organizados hierarquicamente, dentro desta hierarquia obrigatoriamente deverá existir uma tabela principal a partir de onde as demais informações ficarão interligadas. Nessa tela será feito o cadastro de um tema, a descrição do mesmo será informado pelo analista e todo tema está atrelado a uma tabela principal. A tela também permite editar e excluir. No menu Estrutura de Dados, ao clicar na opção Temas a seguinte tela será aberta: Observação: Caso um determinado Tema estiver sendo utilizado em relatórios pelo usuário do sistema não será possível sua exclusão, porém se não tiver sendo utilizado poderá ser excluído o Tema e toda sua vinculação. Página 13 de 47

14 Hierarquia Relacionamento No menu Estrutura de Dados,, ao clicar na opção Hierarquia Relacionamento a seguinte tela será aberta: Nessa tela será feita a busca pelo tema, selecioná-lo e clicar no botão será aberta a tela para cadastrar as hierarquias de relacionamento, tendo como finalidade cadastrar o relacionamento (JOIN) das tabelas com outras, relacionando campos que faz JOIN das tabelas. EX: TAB PAI.CampoA = TAB FILHA.CampoA, é possível vários relacionamentos dos campos. Página 14 de 47

15 Sistemas Esta tela tem a finalidade de cadastrar os sistemas que estarão vinculados no módulo RD. Deverá cadastrar uma descrição e o código externo é o identificador de cada projeto. No menu Estrutura de Dados, ao clicar na opção Sistemas a seguinte tela será aberta: É necessário preencher todos os campos da tela para a inserção. Página 15 de 47

16 Módulos A tela tem a finalidade de cadastrar os sistemas que utilizaram a ferramenta RD. À tela permite a inserção, alteração e exclusão. No menu Estrutura de Dados, ao clicar na opção Módulos a seguinte tela será aberta: Página 16 de 47

17 Exportação Temas A tela tem a finalidade de exportar um determinado tema de um ambiente para outro. No menu Estrutura de Dados, ao clicar na opção Exportação de Temas a seguinte tela será aberta: Página 17 de 47

18 Importação Temas Essa tela tem a finalidade de importar o arquivo gerado na exportação de temas (xml) para um outro ambiente. No menu Estrutura de Dados, ao clicar na opção Importação de Temas a seguinte tela será aberta: Página 18 de 47

19 Exportação Relatórios A tela tem a finalidade de exportar um determinado relatório de um ambiente para o outro, exemplo: quando o analista executa um relatório no ambiente de desenvolvimento e este está ok, utiliza a exportação para o ambiente de produção. No menu Estrutura de Dados, ao clicar na opção Exportação de Relatórios a seguinte tela será aberta: Página 19 de 47

20 Importação Relatórios Essa tela tem a finalidade de importar o arquivo gerado na exportação de relatórios (xml) para um outro ambiente. No menu Estrutura de Dados, ao clicar na opção Importação de Relatórios a seguinte tela será aberta: Página 20 de 47

21 Acessos Relatórios Grupo Acesso Nessa tela o analista responsável pelo módulo deverá definir os grupos de usuários que terão acesso ao Relatórios Dinâmicos. No menu Acessos - Relatórios, ao clicar na opção Grupo Acesso a seguinte tela será aberta: Página 21 de 47

22 Grupo Acesso x Temas Após cadastrar os grupos que terão acesso ao RD, o analista deverá vincular quais os temas esse grupo terá acesso. No menu Acessos - Relatórios, ao clicar na opção Grupo Acesso x Temas a seguinte tela será aberta: O analista deverá verificar os temas disponíveis e adicioná-los ao grupo: Página 22 de 47

23 Grupo Acesso x Usuários A tela tem a finalidade de vincular os usuários que terão acesso ao grupo que já tenha sido castrado anteriormente. Para fazer a busca dos usuários, a informação vem através da Webservice e o analista tem que realizar a alteração para cada módulo. No menu Acessos - Relatórios, ao clicar na opção Grupo Acesso x Usuários a seguinte tela será aberta: A aba de cadastro não busca automaticamente os usuários, é necessário pesquisar: Página 23 de 47

24 Página 24 de 47

25 Restrição de Campos Ao realizar a busca na tela, deverá aparecer uma lista dos grupos cadastrados, ao editar o analista deverá vincular o tema e a tabela ao grupo de acesso, todos os campos estão disponíveis, o analista responsável deverá bloquear os campos que NÃO serão vinculados. Como default todos os campos serão carregados! No menu Acessos - Relatórios, ao clicar na opção Restrição de Campos a seguinte tela será aberta: Página 25 de 47

26 Módulo x Tema Os módulos que já foram cadastrados para ter acesso ao Relatórios Dinâmicos, deverão ser vinculados ao temas. No menu Acessos - Relatórios, ao clicar na opção Módulo x Tema a seguinte tela será aberta: Conforme exemplo vincular os temas necessários: Página 26 de 47

27 Filtros Temas Ao gerar alguns relatórios o processo pode ficar lento devido o volume de informações, para esses casos específicos o analista pré-determina um filtro no campo, assim serão obrigatoriamente pedidos para o usuário antes de gerar o relatório, como se fosse um filtro prompt. No menu Acessos - Relatórios, ao clicar na opção Filtros Temas a seguinte tela será aberta: Página 27 de 47

28 Segurança Grupo Acesso - RD A tela tem a finalidade de cadastrar grupos de usuários que terão acesso ao Relatórios Dinâmicos. No menu Segurança, ao clicar na opção Grupo Acesso - RD a seguinte tela será aberta: Página 28 de 47

29 Unidade Acesso - RD A unidade acesso é o cadastro do menu do módulo RD. No menu Segurança, ao clicar na opção Unidade Acesso - RD a seguinte tela será aberta: Página 29 de 47

30 Grupo Acesso x Unidade Acesso RD Após cadastrar os grupos que terão acesso ao RD, o analista deverá vincular o menu que esse determinado grupo terá acesso. No menu Segurança, ao clicar na opção Grupo Acesso x Unidade Acesso - RD a seguinte tela será aberta: Página 30 de 47

31 Grupo Acesso RD x Usuários Essa tela tem a finalidade de vincular o grupo de acesso do sistema a usuários que terão acesso ao RD. No menu Segurança, ao clicar na opção Grupo Acesso RD x Usuários a seguinte tela será aberta: Página 31 de 47

32 Consulta Auditoria Nessa tela fica registrado em forma de consulta todas as alterações,sql, logins. A tela está divida em 3 abas independentes: No menu Segurança, ao clicar na opção Consulta Auditoria a seguinte tela será aberta: Auditoria Login: Auditoria Relatórios: Página 32 de 47

33 Página 33 de 47

34 Relatórios Dinâmicos Novo Relatório No menu Relatórios Dinâmicos, clicar na opção Novo Relatório a seguinte tela será aberta: Para cadastrar um novo relatório clicar no botão e selecione um tema neste campo deverá aparecer os temas de relatórios que cada usuário tem acesso, o usurário irá perceber que logo abaixo do campo Tema será listado as informações, conforme exemplo abaixo: Página 34 de 47

35 Para a montagem do relatório é necessário que o usuário selecione os campos que deseja com duplo clique. No canto direito da tela irá aparecer na linha Campos Selecionados, as opções que o usuário selecionou, conforme exemplo: Para visualizar em forma de relatório as opções selecionadas, clique no botão, o sistema irá expandir na tela, conforme exemplo: O usuário tem a possibilidade de escolher como será gerado o relatório entre as opções: Para salvar um novo relatório clique no botão, a seguinte tela será aberta: Página 35 de 47

36 O usuário deverá informar os campos: Título Relatório, Nome Relatório e Detalhes, se a opção Público for selecionada, este relatório poderá ser visualizado por outros usuários com acesso ao módulo. Caso a opção não seja assinalada, o relatório poderá ser visualizado apenas pelo usuário que o criou. Clicar no botão para confirmar. A tela possibilita ao usuário selecionar informações opcionais caso seja necessário: Título Auxiliar: nesse campo o usuário poderá informar qualquer nome para o título, por exemplo: o nome da Empresa; Subtítulo Auxiliar: nesse campo o usuário poderá informar qualquer nome para o subtítulo, por exemplo: o nome do Órgão; Sigla:o usuário poderá informar a sigla da Empresa ou Órgão; Orientação: definir se a formatação será em paisagem ou retrato; Mostra Total Reg do Cabeçalho: ao selecionar essa opção, será exibido no cabeçalho do relatório o total de registro; Mostra Total Reg Grupo: essa opção exibirá o total de registro por grupo; Página 36 de 47

37 Mostra Operador Filtros SP: quando um campo selecionado tem um filtro com operador pré-definido, por exemplo "Quantidade de Imóvel" maior 10 menor que 100, selecionando essa opção não irá exibir o operador desse filtro; Tamanho Fonte: o sistema possibilita escolher o tamanho da fonte entre 5 e 14; Mostra Linha de Registro: o relatório é exibido em linhas, ao clicar nessa opção não irá aparecer as linhas; Trunca Valor Registro: quando o relatório tem muitas colunas, ao clicar nessa opção o sistema irá "cortar" a palavra no tamanho máximo que a coluna; Mostra Operador Filtros Report: quando um campo possui um filtro com o operador selecionado pelo usuário e este não quer que seja exibido; Forçar Distinct: esta opcao ira mostar somente 1 vez os valores de cada linha, ocultando os valores repetidos (todos os campos devem ser iguais); No Campo Gráfico: Ao selecionar a opção Gerar Gráfico será habilitado os campos para seleção: Tipo Gráfico, Campo Valor, Campo Legenda; Somente será gerado Gráfico quando selecionado um campo valor (numérico) e um campo texto. O sistema permite a busca de relatórios já existentes, desde que esse seja público, clicar no botão, a tela será aberta conforme exemplo: Página 37 de 47

38 Selecione um tema, o sistema carregará automaticamente os relatórios salvos. Clique sob o relatório desejado para expandir na tela. O usuário poderá alterar, incluir ou excluir as informações apenas para gerar na tela. Porém quando o usuário logado for diferente do usuário que o criou e quiser salvar o relatório com as informações terá que clicar em aparecer a seguinte tela: salvar como e irá Página 38 de 47

39 O usuário deverá informar os campos da tela e clicar em relatório já existente o usuário poderá criar o seu próprio relatório., a partir de um Para excluir um relatório clique no botão, a seguinte tela será aberta: Selecione um tema, o relatório será carregado de acordo com o tema selecionado dentre os que serão listados escolha o relatório que será excluído, no entanto você só poderá excluir os relatórios criados por você, respeitando esse fator clique no botão para exclusão. Página 39 de 47

40 Funcionalidades O sistema Relatórios Dinâmicos, possui funcionalidades que auxiliam a geração dos dados. Filtro Selecionado Na coluna Tema ao selecionar um campo e clicar com o botão direito do mouse, aparecerá um botão:. Essa função possibilita o usuário selecionar um filtro para o relatório, escolher a opção Adicionar Filtro e aparecerá a tela conforme exemplo: Selecione um operador e informe um valor, clique no botão, assim o filtro terá sido selecionado. O relatório será gerado com esse filtro, mas para que seja exibido a descrição do filtro em tela, será necessário clicar na opção Filtro Impressão. Caso selecione a opção Prompt, sempre que gerar o relatório será necessário informar o filtro, alguns campos poderão vir com o Prompt selecionado, pois terão campos com filtro já definido. Alguns campos poderão vir com Valores pré definidos como mostra a figura abaixo: Página 40 de 47

41 Após inserir um filtro no campo perceba que no centro da tela no campo Filtros Selecionados será exibido sua seleção, conforme exemplo: É possível inserir filtro em mais de um campo, em caso de relatórios já salvos, por exemplo, é possível consultar o filtro adicionado, clique no botão para obter a informação. Caso queira excluir o filtro clique no botão. Função Selecionada Será possível inserir em alguns campos Funções para o relatório, selecione o campos que serão gerados, clique no botão a tela será exibida: Selecione uma função e clique no botão, a função será adicionada. Perceba que no centro da tela no campo Funções Selecionadas será exibida sua seleção, conforme exemplo: Página 41 de 47

42 É possível inserir funções em mais de um campo, em caso de relatórios já salvos, por exemplo, é possível consultar a função adicionada ao campo, clique no botão para obter a informação. Caso queira excluir a função clique no botão. Ordem Selecionada O usuário tem a possibilidade de ordenar os campos conforme deseja, após selecionar os campos para a geração do relatório, escolha o campo que será ordenado e clique no botão, a ordem que o relatório irá obedecer com a seta voltada para cima será a crescente, com seta voltada para baixo o sistema obedece a ordem decrescente. Após ordenar um campo perceba que no centro da tela será exibida sua seleção, conforme exemplo: É possível inserir mais de uma ordem ao relatório. Perceba que ao selecionar uma ordem o sistema automaticamente exibe o botão grupos, conforme exemplo:, este possibilita a seleção de Perceba que ao selecionar um Grupo será exibido a opção de quebra de página é só clicar nesse botão para inserir ou remover a quebra de página do relatório. Totalizadores Selecionados Os campos que possuem totalizadores terá o botão, esses campos já estão definidos pelo analista responsável do módulo, o usuário poderá excluir a opção, para gerar o relatório sem totalizador. Selecionado um campo com totalizador, conforme exemplo abaixo: Página 42 de 47

43 O sistema exibe automaticamente a opção no campo totalizador: Caso não necessite do totalizador para esse campo na geração do relatório clique no botão para retirar a opção. Configurar Campo O usuário tem a possibilidade de alinhar as colunas do relatório: a Direita, Esquerda e Centro, ao clicar no botão. A tela será exibida conforme figura abaixo, selecione no combo a opção desejada e clique em. Os campos relacionados aos temas são definidos pelo analista responsável do módulo, porém o sistema possibilita que o usuário edite em seus relatórios os nomes dos campos. Conforme exemplo: => Para alterar o nome do campo dê duplo clique sob o nome, delete o nome e o campo ficará em branco edite conforme desejado e dê enter, o nome será alterado. Ao visualizar o relatório irá aparecer no layout o nome editado pelo usuário, caso o usuário não salve essa alteração volta ao nome anterior. Observe que na coluna do Tema o nome não será alterado. A ordem das colunas poderá ser alterada pelo usuário, conforme exemplo: Página 43 de 47

44 No exemplo acima o campo Locado está sendo movido para a última coluna, clique na coluna e arraste. Pode-se alterar quais colunas desejar. Caso queira excluir um campo clique no botão, para removê-lo. Página 44 de 47

45 Relatórios Disponíveis No menu Relatórios Dinâmicos o usuário poderá consultar relatórios públicos que foram criados por demais usuários com acesso ao sistema, clicar na opção Relatórios Disponíveis a seguinte tela será aberta: Para realizar a busca dos relatórios clique no botão localizado no canto direito da tela, se optar por uma busca mais rápida pode-se utilizar filtro. O sistema retornará na tela os relatórios disponíveis, com as opções: Clicar em uma das opções para gerar o relatório. A tela será aberta conforme exemplo: Página 45 de 47

46 Caso clique no botão, o sistema abrirá a tela conforme exemplo: Ao escolher um relatório disponível, mas que NÃO foi criado por você, o sistema permite alterações em tela, porém caso tente salvar será exibida a mensagem: Página 46 de 47

47 Não é permitida exclusão por outro usuário e a edição só será salva, se utilizar a opção salvar como. Página 47 de 47

SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DA RECEITA PED MANUAL INTERNET

SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DA RECEITA PED MANUAL INTERNET SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DA RECEITA MANUAL INTERNET ÍNDICE Sistema Integrado de Administração da Receita 1 INTRODUÇÃO GERAL... 4 2 INTRODUÇÃO AO... 4 2.1 OBJETIVOS... 4 2.2 BENEFÍCIOS... 4 2.3

Leia mais

MVREP- Manual do Gerador de Relatórios. ÍNDICE

MVREP- Manual do Gerador de Relatórios. ÍNDICE ÍNDICE ÍNDICE... 1 CAPÍTULO 01 PREPARAÇÃO DO AMBIENTE... 2 1.1 IMPORTAÇÃO DO DICIONÁRIO DE DADOS... 2 CAPÍTULO 02 CADASTRO E CONFIGURAÇÃO DE RELATÓRIOS... 4 2.1 CADASTRO DE RELATÓRIOS... 4 2.2 SELEÇÃO

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ACESSO ÀS FERRAMENTAS 9 FUNÇÕES 12 MENSAGENS 14 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Leia mais

GERENCIADOR DE CONTEÚDO

GERENCIADOR DE CONTEÚDO 1/1313 MANUAL DO USUÁRIO GERENCIADOR DE CONTEÚDO CRISTAL 2/13 ÍNDICE 1. OBJETIVO......3 2. OPERAÇÃO DOS MÓDULOS......3 2.1 GERENCIADOR DE CONTEÚDO......3 2.2 ADMINISTRAÇÃO......4 Perfil de Acesso:... 4

Leia mais

KalumaFin. Manual do Usuário

KalumaFin. Manual do Usuário KalumaFin Manual do Usuário Sumário 1. DICIONÁRIO... 4 1.1 ÍCONES... Erro! Indicador não definido. 1.2 DEFINIÇÕES... 5 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 7 3. ACESSAR O SISTEMA... 8 4. PRINCIPAL... 9 4.1 MENU

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilização Índice 1 Introdução...2 2 Acesso ao Sistema...3 3 Funcionamento Básico do Sistema...3 4 Tela Principal...4 4.1 Menu Atendimento...4 4.2 Menu Cadastros...5 4.2.1 Cadastro de Médicos...5

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Manual de Uso. Intranet

Manual de Uso. Intranet Manual de Uso Intranet última atualização: setembro de 2013 1 2 Sumário 1- Acesso 04 2- Gerenciamento de páginas 04 3- Gerenciamento de layout e aparência das páginas 3.1- Layout 3.3- Aparência 07 07 08

Leia mais

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição SSE 3.0 Guia Rápido Módulo Secretaria Nesta Edição 1 Acessando o Módulo Secretaria 2 Cadastros Auxiliares 3 Criação de Modelos Definindo o Layout do Modelo Alterando o Layout do Cabeçalho 4 Parametrização

Leia mais

MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet

MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet Qualquer dúvida entre em contato: (33)32795093 01 USUÁRIO/CSPSNet O sistema CSPSNet está configurado para funcionar corretamente nos seguintes browsers: Internet Explorer 8.0,

Leia mais

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário Smart Laudos 1.9 A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos Manual do Usuário Conteúdo 1. O que é o Smart Laudos?... 3 2. Características... 3 3. Instalação... 3 4. Menu do Sistema... 4 5. Configurando

Leia mais

Análise de Dados do Financeiro

Análise de Dados do Financeiro Análise de Dados do Financeiro Introdução Para reunir em um só local as informações de contas a pagar e receber cadastradas e/ou geradas no sistema TTransp existe a interface de análise de dados do financeiro.

Leia mais

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Acesso para cadastramento da empresa 2 Caso já tenha se

Leia mais

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário MANUAL DO USUÁRIO 2 ÍNDICE 1. PRÉ REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SIGEP WEB 04 2. PROCEDIMENTOS PARA DOWNLOAD DO SISTEMA 04 3. INSTALANDO O SIGEP WEB 07 4. CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA 09 COMPARTILHANDO O BANCO

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS 1) Clique duas vezes no arquivo ControlGasSetup.exe. Será exibida a tela de boas vindas do instalador: 2) Clique em avançar e aparecerá a tela a seguir: Manual de Instalação

Leia mais

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDA- SA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDA- SA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDA- SA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO

LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO 2013 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 REQUISITOS DO SISTEMA... 3 3 INSTALAÇÃO... 3 4 COMO COMEÇAR... 3 5 FORMULÁRIOS DE CADASTRO... 4 6 CADASTRO DE VEÍCULO... 6 7 ALINHAMENTO...

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

NutriScience Manual do Usuário

NutriScience Manual do Usuário NutriScience Manual do Usuário 2 Sumário Configurando o Sistema... 3 Importar banco de dados... 3 Alterar o Idioma... 5 Utilizando o Sistema... 6 Início... 6 Barra de Navegação... 6 Paciente... 6 Avaliação

Leia mais

Como funciona? SUMÁRIO

Como funciona? SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Benefícios e Vantagens... 2 3. Como utilizar?... 2 3.1. Criar Chave / Senha de Usuário... 2 3.2. Recursos da Barra Superior... 2 3.2.1. Opções... 3 3.2.1.1. Mover Para...

Leia mais

Manual Laboratório. ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014

Manual Laboratório. ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 2014 Manual Laboratório ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 Sumário Acesso ao Sistema... 2 Menu Cadastros... 4 Cadastro de usuários... 4 Inclusão de Novo Usuário... 5 Alteração de usuários...

Leia mais

1. Introdução... 5. 2. Instalação do Módulo Gerenciador de Acessos SinaGAS... 6. 3. Tipos de Autenticação... 8. 3.1. Autenticação Sinacor...

1. Introdução... 5. 2. Instalação do Módulo Gerenciador de Acessos SinaGAS... 6. 3. Tipos de Autenticação... 8. 3.1. Autenticação Sinacor... Índice 1. Introdução... 5 2. Instalação do Módulo Gerenciador de Acessos SinaGAS... 6 3. Tipos de Autenticação... 8 3.1. Autenticação Sinacor... 8 3.2. Autenticação AD... 11 4. Fluxo Operacional... 14

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

Microsoft Word INTRODUÇÃO

Microsoft Word INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO O Word é uma ferramenta utilizada para o processamento e editoração eletrônica de textos. O processamento de textos consiste na possibilidade de executar e criar efeitos sobre um texto qualquer,

Leia mais

Manual de PRODUÇÃO ONLINE. Autorização e Faturamento

Manual de PRODUÇÃO ONLINE. Autorização e Faturamento Manual de PRODUÇÃO ONLINE 2 APRESENTAÇÃO A Unimed-Rio desenvolveu seu sistema de Produção Online, criado para facilitar a rotina de atendimento de seus médicos cooperados. Este sistema é composto por dois

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ. Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM. Manual

UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ. Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM. Manual UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM Manual DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DIRGTI 2015 Sumário 1. Introdução... 3 2. Acessando o serviço...

Leia mais

O Webconference é uma ferramenta para realizar reuniões online.

O Webconference é uma ferramenta para realizar reuniões online. Webconference Wittel O Webconference é uma ferramenta para realizar reuniões online. Com ele você poderá fazer vídeoconferência, compartilhar arquivos, aplicativos e conteúdo do desktop, além de realizar

Leia mais

Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Parte A INICIANDO E CONFIGURANDO (5 passos)

Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Parte A INICIANDO E CONFIGURANDO (5 passos) Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Seja bem-vindo(a) ao Simulador de Ações FinanceDesktop. Seu propósito é oferecer um ambiente completo e fácil de usar que permita o registro

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES 1.3

Leia mais

Processos de Compras. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar

Processos de Compras. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Processos de Compras Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar 1 Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Controle de Compras... 4 Parametrização... 4 Funcionamento... 4 Processo de Controle...

Leia mais

Version Notes (Notas da versão) Versão 4.10.1.8-05-12-2012

Version Notes (Notas da versão) Versão 4.10.1.8-05-12-2012 Florianópolis, 05 de dezembro de 2012. Abaixo você confere as características e funcionalidades da nova versão 4.10.1.8-05-12-2012 do Channel. Para quaisquer dúvidas ou na necessidade de maiores esclarecimentos,

Leia mais

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 1 Sumário 1 - Instalação Normal do Despachante Express... 3 2 - Instalação do Despachante Express em Rede... 5 3 - Registrando o Despachante Express...

Leia mais

9. EXECUTANDO OPERAÇÕES NO MENU UTILITÁRIOS...2

9. EXECUTANDO OPERAÇÕES NO MENU UTILITÁRIOS...2 1 9. EXECUTANDO OPERAÇÕES NO MENU UTILITÁRIOS...2 9.1 Cópia de Segurança (Backup)...2 9.1.a Adicionar ou Remover Empresas da Lista... 2 9.1.b Empresas Cadastradas no Sistema... 2 9.1.c Inserir uma Empresa...

Leia mais

manual Sistema de Gestão de Contribuições

manual Sistema de Gestão de Contribuições manual Sistema de Gestão de Contribuições Conteúdo 1. Login 4 2. Home 5 3. Informações básicas 3.1. Menus 6 3.2. Números e status 7 3.3. Ações 8 4. Ambientes da ferramenta 4.1. Sindicato 13 4.2. Empresas

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário Sumário Conceitos Microsoft Access 97... 01 Inicialização do Access... 02 Convertendo um Banco de Dados... 03 Criando uma Tabela... 06 Estrutura da Tabela... 07 Propriedades do Campo... 08 Chave Primária...

Leia mais

Manual Do Usuário ClinicaBR

Manual Do Usuário ClinicaBR Manual Do Usuário ClinicaBR SUMÁRIO 1 Introdução... 01 2 ClinicaBR... 01 3 Como se cadastrar... 01 4 Versão experimental... 02 5 Requisitos mínimos p/ utilização... 03 6 Perfis de acesso... 03 6.1 Usuário

Leia mais

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Manual de utilização do sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Sistema integrado de controle médico Acesso... 3 Menu principal... 4 Cadastrar... 6 Cadastro de pacientes... 6 Convênios... 10

Leia mais

1. Alterações no Menu de Acesso do Gerenciador de Sistemas

1. Alterações no Menu de Acesso do Gerenciador de Sistemas BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO CONTROLE DE PERMISSÕES DE ACESSO No Gerenciador de Sistemas, efetuadas alterações na forma de permissão de acesso às empresas, às rotinas dos módulos e acesso ao cadastro de

Leia mais

SuperStore Sistema para Automação de Óticas

SuperStore Sistema para Automação de Óticas SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Administrador) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 ACESSANDO O SISTEMA PELA

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO WEBMAIL SBC

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO WEBMAIL SBC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO WEBMAIL SBC SUMÁRIO 1 - Tela de Login...03 2 - Caixa de Entrada...04 3 - Escrever Mensagem...06 4 - Preferências...07 4.1 - Configurações Gerais...07 4.2 - Trocar Senha...07 4.3

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura Ministério da Cultura MANUAL DO PROPONENTE: PROPOSTAS VERSÃO 1.1 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 10/11/2011 1.0 Criação do documento. Aline Oliveira - MINC 07/01/2013 1.1 Atualização do

Leia mais

Requerimento: Digitador de Pedidos ProfarmaNet. Manual de Apoio. Preparado por: Versão: 1.0. Sumário

Requerimento: Digitador de Pedidos ProfarmaNet. Manual de Apoio. Preparado por: Versão: 1.0. Sumário Vanderlei Manual de Apoio Resumo Módulo Básico Especifico para Instalação e Usabilidade Lista de Distribuição Nome Área / Função Histórico de modificações Versão Data Descrição Responsável 13/12/2013 Versão

Leia mais

Dicas para usar melhor o Word 2007

Dicas para usar melhor o Word 2007 Dicas para usar melhor o Word 2007 Quem está acostumado (ou não) a trabalhar com o Word, não costuma ter todo o tempo do mundo disponível para descobrir as funcionalidades de versões recentemente lançadas.

Leia mais

Manual de utilização sistema Comtele SMS

Manual de utilização sistema Comtele SMS Manual de utilização sistema Comtele SMS Login... 3 Dashboard... 4 Envio instantâneo de mensagens SMS... 5 Requisições de envio instantâneo para contatos ou grupos.... 5 Agendamento de envio d e SMS...7

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA AGENDA

Leia mais

Acesso ao Localidade. LOCALIDADE Sistema de Cadastro Localidade. Acesso ao Sistema de Cadastro Localidade

Acesso ao Localidade. LOCALIDADE Sistema de Cadastro Localidade. Acesso ao Sistema de Cadastro Localidade Acesso ao Localidade Acesso ao O endereço do sistema é: www.saude.gov.br/localidade Quem pode acessar o Sistema de Cadastro de Localidade? Somente profissionais que foram cadastrados no CSPUWEB terão acesso

Leia mais

Introdução. Servidor de Tempo (SNTP) com opção de horário de verão automático; 1 Cadastro do novo modelo de equipamento Urano Topmax SS

Introdução. Servidor de Tempo (SNTP) com opção de horário de verão automático; 1 Cadastro do novo modelo de equipamento Urano Topmax SS Urano Indústria de Balanças e Equipamentos Eletrônicos Ltda. Rua Irmão Pedro 709 Vila Rosa Canoas RS Fone: (51) 3462.8700 Fax: (51) 3477.4441 Guia de Novas Funcionalidades Urano Integra 2.3 Data: 15/04/2015

Leia mais

Documentação do site de imóveis e parcerias RIO ONLINE

Documentação do site de imóveis e parcerias RIO ONLINE Documentação do site de imóveis e parcerias RIO ONLINE Índice 1) Painel de Imóveis...3 1.1) Filtrar...3 1.2) Incluir Imóvel...3 1.3) Alterar Imóvel...4 1.3.1) Não publicar imóvel no site...4 1.4) Fotos

Leia mais

CONTRA CONTROLE DE ACESSOS E MODULARIZADOR DE SISTEMAS

CONTRA CONTROLE DE ACESSOS E MODULARIZADOR DE SISTEMAS MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE MODERNIZAÇÃO E INFORMÁTICA CONTRA CONTROLE DE ACESSOS E MODULARIZADOR DE SISTEMAS MANUAL

Leia mais

Í N D I C E A N A L Í T I C O

Í N D I C E A N A L Í T I C O EXTRATUS V1.09 PROGRAMA PARA IMPORTAÇÃO DE EXTRATOS BANCÁRIOS OFC, OFX, QIF E HTML E EXPORTAÇÃO DE LANÇAMENTOS CONTÁBEIS Stactus Informática Ltda Agosto / 2010 Í N D I C E A N A L Í T I C O 1 Introdução...1

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA

Leia mais

Manual do usuário. Acesso ao GEFAU

Manual do usuário. Acesso ao GEFAU Manual do usuário Acesso ao GEFAU Fev/2015 GEFAU PORTAL DO EMPREENDEDOR Conteúdo Introdução... 2 1. Acesso ao GEFAU... 3 2. Cadastro de empreendimentos... 5 2.1. Consulta aos empreendimentos do usuário...

Leia mais

Índice 1. APRESENTAÇÃO... 1 2. CADASTRO DA EMPRESA... 8 3. CONTROLE DE PERMISSÕES... 14 4. CONFIGURAÇÕES DA EMPRESA... 19 5. CND...

Índice 1. APRESENTAÇÃO... 1 2. CADASTRO DA EMPRESA... 8 3. CONTROLE DE PERMISSÕES... 14 4. CONFIGURAÇÕES DA EMPRESA... 19 5. CND... Sage CND Índice 1. APRESENTAÇÃO... 1 1.1. Primeiro Acesso... 2 1.2. Conhecendo a Plataforma Sage... 4 1.2.1. Seleção de Empresa de Trabalho... 4 1.2.2. Sair do sistema/minhas Configurações... 5 1.2.3.

Leia mais

Usuários. Manual. Pergamum

Usuários. Manual. Pergamum Usuários Manual Pergamum Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 1-2 2 CADASTRANDO UM NOVO USUÁRIO/OPERADOR... 2-1 3 UTILIZANDO O MÓDULO DE USUÁRIOS... 3-2 3.1 CONFIGURAÇÃO DE GUIAS NO EXPLORER... 3-3 4 CADASTRO...

Leia mais

Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa dos Santos Schmid WORD 2007

Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa dos Santos Schmid WORD 2007 WORD 2007 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE TECNOLOGIA Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Ajuda para as atividades

Ajuda para as atividades Requisitos do sistema... 2 Requisitos para o PC... 2 Requisitos para o MAC... 2 Perguntas frequentes... 3 Qual hardware ou software eu preciso para executar a Prática Online do Smart Choice??... 3 Como

Leia mais

Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal)

Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal) Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal) Acessando o Sistema Para acessar a interface de colaboração de conteúdo, entre no endereço http://paginapessoal.utfpr.edu.br. No formulário

Leia mais

iconnect 3.3 Atualizações Pesquisa Dinâmica

iconnect 3.3 Atualizações Pesquisa Dinâmica iconnect 3.3 Atualizações Pesquisa Dinâmica Conteúdo iconnect 3.3 Atualizações Pesquisa Dinâmica... 3 1. Feedback do Cliente...3 1.1 Feedback do Cliente no Email da Pesquisa Dinâmica... 3 1.2 Página de

Leia mais

1. Controle de exercício

1. Controle de exercício 1 1. Controle de exercício Para realizar lançamentos e emitir relatório o módulo Contabil obriga a criação de exercícios, que na verdade representam os anos de atividade da empresa. Confira algumas dicas

Leia mais

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider Ferramenta: Spider-CL Manual do Usuário Versão da Ferramenta: 1.1 www.ufpa.br/spider Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 14/07/2009 1.0 15/07/2009 1.1 16/07/2009 1.2 20/05/2010 1.3 Preenchimento

Leia mais

ACESSAR O SISCONV. O ACESSO AO SISCONV É EFETUADO A PARTIR DO LOGIN NO SITE DO CBMDF PELO USUÁRIO CADASTRADO: https://www.cbm.df.gov.

ACESSAR O SISCONV. O ACESSO AO SISCONV É EFETUADO A PARTIR DO LOGIN NO SITE DO CBMDF PELO USUÁRIO CADASTRADO: https://www.cbm.df.gov. ACESSAR O SISCONV O ACESSO AO SISCONV É EFETUADO A PARTIR DO LOGIN NO SITE DO CBMDF PELO USUÁRIO CADASTRADO: https://www.cbm.df.gov.br/ TELA PARA LOGIN CLICAR NO BOTÃO VIATURAS SERÁ DIRECIONADO PARA TELA

Leia mais

P á g i n a 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL UNIR

P á g i n a 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL UNIR P á g i n a 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL UNIR P á g i n a 2 Sumário 1. Efetuar login... 3 2. Gerenciar Notícias... 5 2.1 Cadastrar Notícias... 6 2.2 Editar Notícia... 7 2.3 Excluir Notícia... 8 3.

Leia mais

Manual do Módulo SAC

Manual do Módulo SAC 1 Manual do Módulo SAC Índice ÍNDICE 1 OBJETIVO 4 INICIO 4 SAC 7 ASSOCIADO 9 COBRANÇA 10 CUSTO MÉDICO 10 ATENDIMENTOS 11 GUIAS 12 CREDENCIADO 13 LIVRETO 14 BUSCA POR RECURSO 15 CORPO CLÍNICO 16 MENU ARQUIVO

Leia mais

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO Criação de Conta de Usuário...03 Edição da Conta de Usuário...10 Download do Backup Online Embratel...10 Descrição dos Conjuntos de Cópia de Segurança...19

Leia mais

Volpe Enterprise Resource Planning

Volpe Enterprise Resource Planning Volpe Enterprise Resource Planning Este manual não pode, em parte ou no seu todo, ser copiado, fotocopiado, reproduzido, traduzido ou reduzido a qualquer mídia eletrônica ou máquina de leitura, sem a expressa

Leia mais

Manual de Utilização Chat Intercâmbio

Manual de Utilização Chat Intercâmbio Manual de Utilização Chat Intercâmbio 1 INDICE 1 Chat Intercâmbio... 6 1.1 Glossário de Termos Utilizados.... 6 1.2 Definições de uma Sala de Chat... 7 1.3 Como Acessar o Chat Intercâmbio... 8 1.4 Pré-requisitos

Leia mais

Instruções para instalação do Virtual Lab (ChemLab 2.5 ou Physics 3.0)

Instruções para instalação do Virtual Lab (ChemLab 2.5 ou Physics 3.0) Instruções para instalação do Virtual Lab (ChemLab 2.5 ou Physics 3.0) 1. Pré-requisitos para instalação do Virtual Lab Windows XP, Windows Vista ou Windows 7 Adobe AIR instalado. Disponível em: http://get.adobe.com/br/air/

Leia mais

MANUAL COTAÇAO WEB MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA. [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email]

MANUAL COTAÇAO WEB MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA. [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] MANUAL COTAÇAO WEB [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA Material Desenvolvido para a Célula Materiais Autor: Equipe

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL. CERBERUS Manual do sistema Versão 1.0

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL. CERBERUS Manual do sistema Versão 1.0 CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL CERBERUS Manual do sistema HISTÓRICO DA REVISÃO Data Versão Descrição Autor 07/08/2014 1.0 Criação do documento Antonio Rogério da Costa Silva LISTA DE FIGURAS

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup MANUAL DO USUÁRIO Software de Ferramenta de Backup Software Ferramenta de Backup Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este manual serve como referência para

Leia mais

SIG DMS / NFSe. Manual de Conhecimento. Atualizado em 23/05/2013 por Danillo Campelo Amorim

SIG DMS / NFSe. Manual de Conhecimento. Atualizado em 23/05/2013 por Danillo Campelo Amorim SIG DMS / NFSe Manual de Conhecimento Atualizado em 23/05/2013 por Danillo Campelo Amorim 1 Índice Função do modulo...3 Conhecimentos Exigidos & Requisitos Humanos...3 Acessando o Sistema...4 Padrõe de

Leia mais

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral Índice 03 Capítulo 1: Visão Geral 04 Capítulo 2: Conta de Usuário 04 Criação 08 Edição 09 Grupo de Usuários 10 Informações da Conta 12 Capítulo 3: Download do Backup Online Embratel 16 Capítulo 4: Cópia

Leia mais

Manual. ID REP Config Versão 1.0

Manual. ID REP Config Versão 1.0 Manual ID REP Config Versão 1.0 Sumário 1. Introdução... 3 2. Pré-Requisitos... 3 2.1. Atualização... 3 3. Instalação do ID REP Config... 4 4. Visão Geral do Programa... 6 4.1. Tela Principal... 6 4.2.

Leia mais

SIMULADO Windows 7 Parte V

SIMULADO Windows 7 Parte V SIMULADO Windows 7 Parte V 1. O espaço reservado para a Lixeira do Windows pode ser aumentado ou diminuído clicando: a) Duplamente no ícone lixeira e selecionando Editar propriedades b) Duplamente no ícone

Leia mais

Índice Apresentação... 3 Mensagens... 4 Tickets... 6 Cadastro de Tickets... 6 Acompanhamento de Tickets:...9 Entregas... 11 Storage...

Índice Apresentação... 3 Mensagens... 4 Tickets... 6 Cadastro de Tickets... 6 Acompanhamento de Tickets:...9 Entregas... 11 Storage... Índice Apresentação... 3 Mensagens... 4 Tickets... 6 Cadastro de Tickets... 6 Acompanhamento de Tickets:...9 Entregas... 11 Storage... 12 Apresentação O Pitstop foi desenvolvido pela Interact com o objetivo

Leia mais

Fox Gerenciador de Sistemas

Fox Gerenciador de Sistemas Fox Gerenciador de Sistemas Índice 1. FOX GERENCIADOR DE SISTEMAS... 4 2. ACESSO AO SISTEMA... 5 3. TELA PRINCIPAL... 6 4. MENU SISTEMAS... 7 5. MENU SERVIÇOS... 8 5.1. Ativação Fox... 8 5.2. Atualização

Leia mais

O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar de qualquer local através da Internet.

O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar de qualquer local através da Internet. Olá! Você está recebendo as informações iniciais para utilizar o GEM (Software para Gestão Educacional) para gerenciar suas unidades escolares. O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar

Leia mais

Manual do Usuário. Manual do Usuário - Versão 1.0. 1

Manual do Usuário. Manual do Usuário - Versão 1.0. 1 Manual do Usuário Manual do Usuário - Versão 1.0. 1 Índice 1. Visão Geral... 3 2. Acessar o sistema... 3 3. Módulo Inicial... 6 3.1. Cabeçalho do sistema... 6 3.2. Fale Conosco... 6 3.3. Meu Cadastro...

Leia mais

Manual de Instalação, Configuração e Uso

Manual de Instalação, Configuração e Uso Manual de Instalação, Configuração e Uso Este Manual destina-se ao usuário do sistema Smart Manager. É proibida a duplicação ou reprodução, no todo ou em parte, sob quaisquer formas ou qualquer meio, sem

Leia mais

Manual Simulador de Loja

Manual Simulador de Loja Manual Simulador de Loja Índice Início Menu Loja Modelo Loja Modelo Menu Criar Minha Loja Criar Minha Loja Abrir Projeto Salvo Teste Seu Conhecimento 0 04 05 08 09 8 9 0 Início 5 4 Figura 00. Tela inicial.

Leia mais

Compartilhamento de pasta/arquivos/impressora no Windows XP SP2

Compartilhamento de pasta/arquivos/impressora no Windows XP SP2 1 Compartilhamento de pasta/arquivos/impressora no Windows XP SP2 Quando se loga no Windows XP através de um domínio o procedimento de compartilhamento de pasta/arquivos e impressora é realizado de uma

Leia mais

Manual Captura S_Line

Manual Captura S_Line Sumário 1. Introdução... 2 2. Configuração Inicial... 2 2.1. Requisitos... 2 2.2. Downloads... 2 2.3. Instalação/Abrir... 3 3. Sistema... 4 3.1. Abrir Usuário... 4 3.2. Nova Senha... 4 3.3. Propriedades

Leia mais

Sistemas Enturma: Manual de Ferramentas do Usuário

Sistemas Enturma: Manual de Ferramentas do Usuário versão do manual: 1 1 Apresentação A evolução da tecnologia vem provocando uma revolução no ensino. O acesso à Internet e a disseminação do uso do computador vêm mudando a forma de produzir, armazenar

Leia mais

Manual do Sistema - Gerenciamento

Manual do Sistema - Gerenciamento Manual do Sistema - Gerenciamento Tabela de Conteúdos Ajuda do egoverne Saúde... 1 Introdução...Erro! Indicador não definido. Utilizando o sistema... 5 Cadastros Estruturais... 5 Introdução - Cadastros

Leia mais

WecDB - 1 - WecDB Consulta Web Facilitada ao Banco de Dados

WecDB - 1 - WecDB Consulta Web Facilitada ao Banco de Dados WecDB - 1 - WecDB Consulta Web Facilitada ao Banco de Dados WecDB (Web Easy Consultation Database) é uma ferramenta para criação e disponibilização de consultas à Bancos de Dados na Internet. É composto

Leia mais

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright Vivo 2013 http://vivosync.com.br 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 Vivo Sync... 5 3 Vivo Sync Web... 6 3.1 Página Inicial... 6 3.1.1 Novo Contato... 7 3.1.2 Editar Contato...

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014

MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014 MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014 ÍNDICE Apresentação Principais Botões Login Usúario Resultado Método Quantum Preencher Método Quantum Extrato On-Line Engenharia de Função Grupos

Leia mais

G-Bar. Módulo Básico Versão 4.0

G-Bar. Módulo Básico Versão 4.0 G-Bar Software para Gerenciamento de Centrais de Corte e Dobra de Aço Módulo Básico Versão 4.0 Pedidos de Vendas Manual do Usuário 1 As informações contidas neste documento, incluindo links, telas e funcionamento

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning

Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning www.pwi.com.br 1 Volpe Enterprise Resource Planning Este manual não pode, em parte ou no seu todo, ser copiado, fotocopiado,

Leia mais

CORREIO inotes. Para acessar o Correio inotes é necessário acessar a Internet.

CORREIO inotes. Para acessar o Correio inotes é necessário acessar a Internet. CORREIO inotes Para acessar o Correio inotes é necessário acessar a Internet. Na sua Área de Trabalho execute dois cliques rápidos no ícone do Internet Explorer. Ao ser exibida a primeira tela do Internet

Leia mais

Sistema Hospitalar - Módulo Auditoria v.1.0

Sistema Hospitalar - Módulo Auditoria v.1.0 Sistema Hospitalar - Módulo Auditoria v.1.0 Manual do usuário Versão 01.02 [Este template faz parte integrante do Processo de Desenvolvimento de Sistemas da DTI (PDS-DTI) e deve ser usado em conjunto com

Leia mais

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X.

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Para iniciar o sistema dê um duplo clique no ícone, que se encontra na área de trabalho. 1 Login do sistema. Esta é a tela de login

Leia mais

BI Citsmart Fornece orientações necessárias para instalação, configuração e utilização do BI Citsmart.

BI Citsmart Fornece orientações necessárias para instalação, configuração e utilização do BI Citsmart. 16/08/2013 BI Citsmart Fornece orientações necessárias para instalação, configuração e utilização do BI Citsmart. Versão 1.0 19/12/2014 Visão Resumida Data Criação 19/12/2014 Versão Documento 1.0 Projeto

Leia mais