HISTÓRICO. Röntgen (1895): descoberta dos raios X. Otto Walkhoff: radiografia dental. Kells (1899): Endodontia

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "HISTÓRICO. Röntgen (1895): descoberta dos raios X. Otto Walkhoff: radiografia dental. Kells (1899): Endodontia"

Transcrição

1 HISTÓRICO Röntgen (1895): descoberta dos raios X Otto Walkhoff: radiografia dental Kells (1899): Endodontia Dentro das especialidades da Odontologia, a Endodontia é aquela que mais se utiliza da radiologia, quer para o diagnóstico, quer para as distintas fases do tratamento. BRAMANTE; BERBERT, 1997 RADIOLOGIA APLICADA À ENDODONTIA FATORES A SEREM OBSERVADOS: 1) Diagnóstico 2) Tratamento a) Planejamento b) Estudo das características anatômicas dos dentes c) Odontometria d) Instrumentação propriamente dita e) Seleção do cone para obturação 3) Proservação 1) Técnica Radiográfica adequada 2) Técnica de Processamento 3) Reconhecimento da anatomia radiográfica crâneo-facial normal 4) Reconhecimento de anormalidades radiográficas 5) Analisar possibilidade de sobreposição de dentes com as estruturas anatômicas 1

2 RADIOLOGIA APLICADA À ENDODONTIA RADIOGRAFIA EXTRABUCAL Radiografias: Extrabucais: a) Ortopantomográfica b) P.A (póstero-anterior) c) Lateral Intrabucais: a) Oclusal b) Interproximal c) Periapical RADIOGRAFIA ORTOPANTOMOGRÁFICA (PANORÂMICA) INDICAÇÕES RADIOGRAFIA PANORÂMICA LEVANTAMENTO DE SAÚDE BUCAL AVALIAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO EM ODONTOPEDIATRIA AVALIAÇÃO DO TRATAMENTO ORTODÔNTICO AVALIAÇÃO PARA CIRURGIA BUCAL PLANEJAMENTO DE IMPLANTE VANTAGENS: PEQUENA DOSAGEM DE RADIAÇÃO SIMPLICIDADE DE OPERAÇÃO ECONOMIA DE TEMPO MELHOR TOLERÂNCIA DO PACIENTE QUANTIDADE DE ESTRUTURA EXAMINADA RADIOGRAFIA PANORÂMICA RADIOGRAFIA ORTOPANTOMOGRÁFICA DESVANTAGENS: DISTORÇÃO DA IMAGEM MÁ DEFINIÇÃO DE DETALHES CUSTO ELEVADO EQUIPAMENTO ESPECIAL 2

3 RADIOGRAFIA ORTOPANTOMOGRÁFICA RADIOGRAFIA EXTRABUCAL RADIOGRAFIA PÓSTERO- ANTERIOR (P.A) INDICAÇÕES RADIOGRAFIA PÓSTERO-ANTERIOR DIAGNÓSTICO DE ALTERAÇÕES PÓSTERO-ANTERIOR DA MANDÍBULA SINUSAIS PÓSTERO-ANTERIOR DO SEIO DIAGNÓSTICO DE FRATURAS FRONTAL DIAGNÓSTICO DE CISTO E PÓSTERO-ANTERIOR DO SEIO TUMORES MAXILAR PÓSTERO-ANTERIOR (Seio Maxilar) RADIOGRAFIA EXTRABUCAL RADIOGRAFIA LATERAL 3

4 INDICAÇÕES RADIOGRAFIA LATERAL DIAGNÓSTICO DE CISTO E TUMORES DIAGNÓSTICO DE FRATURAS LATERAL DA MANDÍBULA PARA EXAME DO ÂNGULO E RAMO LATERAL DA MANDÍBULA PARA EXAME DO CORPO PLANEJAMENTO CIRÚRGICO LATERAL DA CABEÇA PARA TECIDOS DUROS E MOLES LATERAL DE MANDÍBULA RADIOGRAFIA OCLUSAL 1) COMPLEMENTO DE EXAME PERIAPICAL 2) DELIMITAÇÃO DE GRANDES ÁREAS PATOLÓGICAS 3) LOCALIZAÇÃO RADIOGRÁFICA 4) PESQUISA DE CÁLCULOS SALIVARES 5) EXAME DE ÁREA DESDENTADA RADIOGRAFIA OCLUSAL RADIOGRAFIA OCLUSAL 4

5 RADIOGRAFIA OCLUSAL RADIOGRAFIA BITE WING 1) CÁRIES INTERPROXIMAIS 2) PROFUNDIDADE DE CAVIDADES 3) RELAÇÃO TETO-ASSOALHO DE CÂMARA PULPAR 4) VERIFICAÇÃO DE NÓDULOS PULPARES 5) VERIFICAÇÃO DE PONTES DENTINÁRIAS 6) NÍVEL DA CRISTA ÓSSEA 7) PERFURAÇÕES CORONÁRIAS RADIOGRAFIA PERIAPICAL OBJETIVA UMA VISÃO DE CONJUNTO DAS ESTRUTURAS COMPONENTES DO ÓRGÃO DENTÁRIO E DA REGIÃO PARIAPICAL RAMOS; BRAMANTE,

6 RADIOGRAFIA PERIAPICAL TÉCNICA DO PARALELISMO TÉCNICA DO CONE LONGO OU DO PARALELISMO TÉCNICA DO CONE CURTO OU DA BISSETRIZ PRECONIZA UM PARALELISMO ENTRE OBJETO A SER RADIOGRAFADO E FILME, POR MEIO DE UM ACESSÓRIO POSICIONADOR. TÉCNICA DO PARALELISMO TÉCNICA DA BISSETRIZ FEIXE PRINCIPAL DE RAIOS X DEVERÁ INCIDIR PERPENDICULARMENTE AO PLANO BISSECTOR IMAGINÁRIO FORMADO PELO LONGO EIXO DO DENTE E DO FILME (REGRA DE CIESZYNSKI). 6

7 TÉCNICA DA BISSETRIZ ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE A TÉCNICA DO CONE LONGO E A DO CONE CURTO (BISSETRIZ) NA DETERMINAÇÃO DO COMPRIMENTO DOS DENTES VALE,I.F CONCLUSÃO TÉCNICA DA BISSETRIZ TÉCNICA DO CONE LONGO APRESENTOU Superior Inferior MELHORES RESULTADOS, EMBORA DISCRETOS, EM RELAÇÃO À TÉCNICA DO Incisivos e Caninos +45º -15º Pré-molares +35º -10º Molares +25º 0º a -5º CONE CURTO ALVARES; TAVANO, 1988 TÉCNICA DA BISSETRIZ TÉCNICA DE CLARK VARIAÇÕES: CLARK DICOTOMOGRAFIA DE HECKEL DE ALMEIDA LE MASTER RASTREAMENTO RADIOGRÁFICO TRI- ANGULAR PRECONIZA TOMADAS RADIOGRÁFICAS COM VARIAÇÕES NA INCIDÊNCIA DO ÂNGULO HORIZONTAL DOS RAIOS X. 7

8 INDICAÇÕES TÉCNICA DE CLARK DISSOCIAÇÃO DAS IMAGENS DE RAÍZES E CANAIS LOCALIZAÇÃO DE DENTES INCLUSOS LOCALIZAÇÃO DE CORPOS ESTRANHOS LOCALIZAÇÃO DE PROCESSOS PATOLÓGICOS LOCALIZAÇÃO DE RAÍZES RESIDUAIS ORTORRADIAL (NORMAL OU FRONTAL) MESIORRADIAL (MESIALIZADA) DISTORRADIAL (DISTALIZADA) Visualização do quarto canal mésiopalatino 8

9 TÉCNICA DE CLARK DENTE INCIDÊNCIA HORIZONTAL VERIFICAR POSIÇÃO DO DENTE POSICIONAR PREVIAMENTE O RAIO X FRONTALMENTE AO DENTE A SER RADIOGRAFADO ANALISAR MUDANÇA DE ÂNGULO MAIS ADEQUADA P.M.S M.S Canal MP (M.S) M.I M.I(Suplementar) MESIORRADIAL ORTORRADIAL DISTORRADIAL DISTORRADIAL ORTO/MESIORRADIAL 9

10 DICOTOMOGRAFIA (Heckel de Almeida) INDICAÇÕES UTILIZAÇÃO DO MESMO FILME PARA DUAS EXPOSIÇÕES DOBRAR O FILME AO MEIO E MANTER COM FITA CREPE CUIDADOS PARA CENTRALIZAR OBJETOS NO FILME CALÇAR O FILME COM ROLETE DE ALGODÃO DISSOCIAÇÃO DA IMAGEM DE RAÍZES DE CANAIS SUPERPOSTOS CURVATURAS RADICULARES ANÁLISE DA LÂMINA DURA ANÁLISE DE DIFERENTES DENSIDADES ÓSSEAS DICOTOMOGRAFIA (Heckel de Almeida) 10

11 TÉCNICA DE LE MASTER TÉCNICA DE LE MASTER EXAME DA ÁREA DE MOLARES SUPERIORES COM SOBREPOSIÇÃO DO ARCO ZIGOMÁTICO SOBRE OS ÁPICES DOS DENTES. DIMINUIÇÃO DO ÂNGULO VERTICAL (+15º A 20º) FILME MAIS PARALELO AO DENTE COM O USO DE ROLETE DE ALGODÃO NA ALTURA DAS COROAS TÉCNICA DE LE MASTER TÉCNICA DE LE MASTER 11

12 RECURSOS RADIOLÓGICOS INDICAÇÕES TÉCNICA DE RASTREAMENTO RADIOGRÁFICO TRI-ANGULAR CURVATURAS RADICULARES DEGRAU PERFURAÇÃO INSTRUMENTO FRATURADO BRAMANTE; BERBERT,

13 13

14 RECURSOS RADIOLÓGICOS VARIAÇÃO DO ÂNGULO VERTICAL NA TOMADA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL NA RADIOGRAFIA INICIAL, ODONTOMETRIA, PROVA DO CONE E FINAL NA CIRURGIA PARENDODÔNTICA NAS FRATURAS TRANSVERSAIS RADICULARES NOS MOLARES INFERIORES RECURSOS RADIOLÓGICOS VARIAÇÃO DO ÂNGULO VERTICAL NA RADIOGRAFIA INICIAL, ODONTOMETRIA, PROVA DO CONE E RADIOGRAFIA FINAL RECURSOS RADIOLÓGICOS CIRURGIA PARENDODÔNTICA VARIAÇÃO DO ÂNGULO VERTICAL NA CIRURGIA PARENDODÔNTICA 14

15 CIRURGIA PARENDODÔNTICA CIRURGIA PARENDODÔNTICA AVALIAÇÃO DA INFILTRAÇÃO MARGINAL EM OBTURAÇÕES RETRÓGRADAS EM FUNÇÃO DO PLANO DE CORTE EM APICECTOMIA RESULTADOS PLANO DE CORTE INFILTRAÇÃO (mm) 0º 0,012 30º 0,347 45º 0,478 GILHEANY, P.A. et al GILHEANY, P.A. et al RECURSOS RADIOLÓGICOS FRATURAS TRANSVERSAIS VARIAÇÃO DO ÂNGULO VERTICAL NAS FRATURAS TRANSVERSAIS RADICULARES 15

16 CIRURGIA PARENDODÔNTICA FRATURAS TRANSVERSAIS FRATURAS TRANSVERSAIS RECURSOS RADIOLÓGICOS MOLARES INFERIORES VARIAÇÃO DO ÂNGULO VERTICAL NOS MOLARES INFERIORES 16

17 RECURSOS RADIOLÓGICOS FATORES DE IDENTIFICAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DO ÂNGULO DE INCIDÊNCIA HORIZONTAL NAS RADIOGRAFIAS PERIAPICAIS ASA DO GRAMPO PONTA DE CÚSPIDE SOBREPOSIÇÃO DAS RAÍZES EM MOLARES SUPERIORES SOBREPOSIÇÃO DOS PONTOS DE CONTATO NITIDEZ DA IMAGEM ASA DO GRAMPO 17

18 PONTA DE CÚSPIDE SOBREPOSIÇÃO DAS RAÍZES (M.S) SUPERPOSIÇÃO PONTOS DE CONTATO SUPERPOSIÇÃO PONTOS DE CONTATO 18

19 RECURSOS RADIOLÓGICOS FATORES SUGESTIVOS DA PRESENÇA DE UM OU DOIS CANAIS RECONHECIMENTO DA ANATOMIA ENDODÔNTICA ATRAVÉS DA ANÁLISE RADIOGRÁFICA CENTRALIZAÇÃO DA IMAGEM DO CANAL PROPORÇÃO EM RELAÇÃO AO DIÂMETRO MÉSIO-DISTAL DA RAIZ ESTREITAMENTO UNIFORME E PROGRESSIVO DA IMAGEM EM DIREÇÃO AO ÁPICE 19

20 FATORES SUGESTIVOS DA PRESENÇA DE UM OU DOIS CANAIS NITIDEZ DA IMAGEM EM TODA EXTENSÃO DA RAIZ LINHAS RADIOLÚCIDAS LONGITUDINAIS LATERAIS IMAGEM APICAL RASTREAMENTO OU CONTRASTE RADIOGRÁFICO EM ENDODONTIA A) CONTRASTE SÓLIDO B) CONTRASTE PASTOSO C) CONTRASTE LÍQUIDO CONTRASTE SÓLIDO DIAGNOSTICAR TRAJETO DE FÍSTULA OU BOLSA PERIODONTAL REALIZADO COM CONE DE GUTA-PERCHA, CONE DE PRATA OU FIO DE AÇO 20

21 CONTRASTE SÓLIDO CONTRASTE SÓLIDO CONTRASTE SÓLIDO CONTRASTE SÓLIDO CONTRASTE PASTOSO DIAGNOSTICAR REABSORÇÃO INTERNA, EXTERNA, PERFURAÇÃO, ANATOMIA DENTAL IODOFÓRMIO + HIDRÓXIDO DE CÁLCIO DIAGNÓSTICO RADIOGRÁFICO DE REABSORÇÃO DENTAL EXTERNA INTERNA COMUNICANTE P.A + PROPILENOGLICOL 21

22 DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL (REABSORÇÕES) REABSORÇÃO EXTERNA CONTRASTE LÍQUIDO DIAGNOSTICAR E DETERMINAR EXTENSÃO DA LESÃO DIAGNOSTICAR OBSTRUÇÃO DE TRAJETO DUCTO DE GLÂNDULA SALIVAR LIPIODOL, HYPAQUE, TELEBRIX RECURSOS RADIOLÓGICOS MÉTODO DE CONFECÇÃO CONFECÇÃO DE FILME DUPLO DOCUMENTAÇÃO DE CASOS CLÍNICOS ENCAMINHAMENTO DE CLIENTES DOIS FILMES NA CÂMARA ESCURA/CAIXA DE REVELAÇÃO PORTÁTIL ABRÍ-LOS, COLOCAR 2 PELÍCULAS EM UM FILME E COM O ENVELOPE DO VAZIO FECHAR O FILME DUPLO 22

23 RECURSOS RADIOLÓGICOS INDICAÇÕES CONFECÇÃO DE GRADE MILIMETRADA DETERMINAR COMPRIMENTO DOS DENTES DETERMINAR PONTO DE ELEIÇÃO PARA TREPANAÇÃO ÓSSEA EM CIRURGIA PARENDODÔNTICA DETERMINAR EXTENSÃO DA LESÃO 23

24 CONFECÇÃO DE GRADE MILIMETRADA CONFECÇÃO DE GRADE MILIMETRADA TÉCNICA SUPINA PARA TOMADA RADIOGRÁFICA VANTAGENS 1) MANTER O PACIENTE NA POSIÇÃO DE TRABALHO 2) POSICIONAR CORRETAMENTE O FILME 3) POSICIONAR O CILINDRO DE RAIO X EM FUNÇÃO DO FILME MANUTENÇÃO DO PACIENTE NA POSIÇÃO DE TRABALHO EVITA MOVIMENTAÇÃO DO EQUIPAMENTO ECONOMIA DE TEMPO TÉCNICA SUPINA TÉCNICA SUPINA 24

25 ESTUDO COMPARATIVO ENTRE AS POSIÇÕES SUPINA E CONVENCIONAL NA OBTENÇÃO DE RADIOGRAFIAS EM ENDODONTIA, PELA TÉCNICA PERIAPICAL DA BISSETRIZ CHINELLATO, L.E.M CONCLUSÕES MENOR TEMPO PARA A REALIZAÇÃO DAS TOMADAS RADIOGRÁFICAS NA POSIÇÃO SUPINA BAIXO ÍNDICE DE RADIOGRAFIAS NÃO ACEITÁVEIS PARA DIAGNÓSTICO EM AMBAS POSICÕES COMO OBTER RADIOGRAFIAS COM QUALIDADE COMO OBTER RADIOGRAFIAS COM QUALIDADE ENQUADRAR CORRETAMENTE A ÁREA DESEJADA POSICIONAR ADEQUADAMENTE O FILME ACERTAR O ÂNGULO VERTICAL ACERTAR O ÂNGULO HORIZONTAL POSICIONAR CORRETAMENTE O FEIXE CENTRAL TEMPO DE EXPOSIÇÃO ADEQUADO REVELAR, FIXAR E LAVAR CORRETAMENTE FILMES EXPOSTOS CORRETAMENTE NÃO APRESENTAM A DENSIDADE AUMENTADA DE MANEIRA VISÍVEL, MESMO QUANDO O TEMPO DE REVELAÇÃO É AUMENTADO EM 50% TEMPO EXCESSIVO DE REVELAÇÃO RESULTA EM EMBAÇAMENTO DA IMAGEM WUEHRMANN; MANSON-HING, 1985 WUEHRMANN; MANSON-HING,

26 MÉTODO RADIOGRÁFICO DIGITAL RADIOVISIOGRAFIA RADIOVISIOGRAFIA 1987, TROPHY RADIOLOGIE (TOLOUSE, FRANÇA) primeiro sistema de imagem digital 1989, MOUYEN et al. introdução na Odontologia RADIOVISIOGRAFIA RADIOVISIOGRAFIA Imagem radiográfica obtida através da leitura de uma placa sensibilizada pelo raio x RECEPTORES: - SENSORES - PLACAS ÓPTICAS RADIOVISIOGRAFIA RADIOVISIOGRAFIA (SENSOR) SENSOR: - PLACA INTENSIFICADORA - FIBRAS ÓPTICAS - CCD PLACA ÓPTICA: - PARTÍCULAS DE FÓSFORO 26

27 RADIOVISIOGRAFIA (PLACA ÓPTICA) APARELHOS RADIOVISIOGRÁFICOS SENSOR (CCD) -Sens-A-Ray (Reagan) -RVG-S (Trophie) -Sidexis (Siemens) -CDR (Schick) PLACA ÓPTICA (PSP) -Digora (Soredex) -Digident (Digident) -Den Optix (Gendex) VANTAGENS ECONOMIA DE TEMPO ECONOMIA DE FILMES CONVENCIONAIS PADRONIZAÇÃO DAS IMAGENS MENOR TEMPO DE EXPOSIÇÃO MELHOR CAPACIDADE DIAGNÓSTICA ARMAZENAMENTO DAS IMAGENS 27

28 COMPARAÇÃO ENTRE RADIOGRAFIA DIGITAL E CONVENCIONAL NA DETERMINAÇÃO DO COMPRIMENTO DE TRABALHO NÃO HOUVE DIFERENÇA ESTATISTICAMENTE SIGNIFICANTE ENTRE OS DOIS MÉTODOS RADIOGRÁFICOS SILVA; CLASEN; AUN, 2000 SILVA; CLASEN; AUN, 2000 LIMITAÇÕES DO MÉTODO RADIOGRÁFICO O exame radiográfico baseia-se em uma imagem bidimensional de um objeto tridimensional. Este fato proporciona pouca ou nenhuma informação sobre a exata saída do forame apical OLSON ; GOERIG ; CAVATIO, 1991 Spironelli Ramos, Bramante,

29 AVALIAÇÃO IN VIVO DA PRECISÃO DE UM MODELO DE LOCALIZADOR APICAL ELETRÔNICO RAMOS, C.A.S RESULTADOS MEDIDAS MÉDIAS DE 0,9725 mm AQUÉM DO FORAME APICAL, PARA OS CASOS DE POLPA VIVA, E 0,9898 mm PARA OS CASOS DE NECROSE ANÁLISE DA DENSIDADE ÓSSEA DE LESÕES CRIADAS EXPERIMENTALMENTE UTILIZANDO O SISTEMA DE IMAGEM DIGITAL DIGORA BRAMANTE, A.S CONCLUSÕES DEFEITOS RESTRITOS AO OSSO ESPONJOSO NÃO SÃO DETECTADOS EM AMBAS AS IMAGENS RADIOVISIOGRAFIA NA DETECÇÃO DE LESÕES PERIAPICAIS DEFEITOS NO OSSO CORTICAL SÃO DETECTADOS, INDEPENDENTE DO DIÂMETRO DAS BROCAS SULLIVAN, J.E et al

30 CONCLUSÕES VISUALIZAÇÃO AUMENTA COM O TAMANHO DA LESÃO, MAS NÃO VARIA PELO MÉTODO DEFEITOS PEQUENOS FORAM MELHOR DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL RADIOGRÁFICO DAS LESÕES PERIAPICAIS VISUALIZADOS COM VARIAÇÃO DE CONTRASTE CASATI, L.A. et al RESULTADOS EXAME CISTO GRANULOMA Radiográfico 25% 75% Histopatológico 16,1% 83,9% ESTUDO RADIOGRÁFICO E MICROSCÓPICO DAS REABSORÇÕES RADICULARES NA PRESENÇA DE PERIODONTITES APICAIS CRÔNICAS FERLINI FILHO, J CONCLUSÕES Observável Não-Observável Radiográfico 36,11% 63,88% Presente Ausente As radiografias são sugestivas e não devem ser consideradas como prova final no julgamento de qualquer diagnóstico Microscópico 94,44% 5,55% SPIRONELLI RAMOS ; BRAMANTE,

Aula 4: TÉCNICA RADIOGRÁFICA INTRA-ORAL

Aula 4: TÉCNICA RADIOGRÁFICA INTRA-ORAL Aula 4: TÉCNICA RADIOGRÁFICA INTRA-ORAL Técnicas Radiográficas Periapical Exame do dente e osso alveolar que o rodeia; Interproximal Diagnóstico de cáries proximais, excessos marginais de restaurações;

Leia mais

ASPECTOS DE IMAGEM DAS ALTERAÇÕES DA RAIZ DENTAL

ASPECTOS DE IMAGEM DAS ALTERAÇÕES DA RAIZ DENTAL ASPECTOS DE IMAGEM DAS ALTERAÇÕES DA RAIZ DENTAL Vamos descrever a seguir as principais imagens das alterações da raiz dental. As ocorrências, em sua maioria, são provenientes de causas patológicas. FORMA

Leia mais

Técnicas radiográficas. Técnicas Radiográficas Intraorais em Odontologia. Técnicas Radiográficas Intraorais. Técnicas Radiográficas

Técnicas radiográficas. Técnicas Radiográficas Intraorais em Odontologia. Técnicas Radiográficas Intraorais. Técnicas Radiográficas Técnicas Radiográficas Intraorais em Odontologia Técnicas radiográficas Divididas em dois grandes grupos: Técnicas Intraorais Profª Paula Christensen Técnicas Radiográficas Técnicas Extraorais Técnicas

Leia mais

LINK CATÁLOGO DE EXAMES

LINK CATÁLOGO DE EXAMES Porque pedir um exame radiográfico? LINK CATÁLOGO DE EXAMES O exame radiográfico é solicitado para a visualização clinica das estruturas ósseas da cavidade bucal. Para isso, existem as mais diversas técnicas

Leia mais

DIAGNÓSTICO COLETA DE DADOS RACIOCÍNIO E DEDICAÇÃO

DIAGNÓSTICO COLETA DE DADOS RACIOCÍNIO E DEDICAÇÃO EXAME CLÍNICO DA DOENÇA PERIODONTAL DIAGNÓSTICO PERIODONTAL CONSISTE O DIAGNÓSTICO NA ANÁLISE DO PERIODONTAL HISTÓRICO DO CASO, NA AVALIAÇÃO DOS SINAIS CLÍNICOS E SINTOMAS, COMO TAMBÉM DOS RESULTADOS DE

Leia mais

Importância do exame radiográfico

Importância do exame radiográfico Exames e Indicações Importância do exame radiográfico O exame radiográfico de rotina associado ao exame clínico é a maneira mais efetiva de se obter o índice diagnóstico de 100% de cárie (segundo Estevam

Leia mais

Aspectos de interesse à endodontia

Aspectos de interesse à endodontia SISTEMA DE CANAIS RADICULARES Anatomia das cavidades pulpares Aspectos de interesse à endodontia CAVIDADE PULPAR CAVIDADE PULPAR CAVIDADE ANATÔMICA CONTIDA NO INTERIOR DO DENTE, CIRCUNDADA POR DENTINA,

Leia mais

Aula 12: ASPECTOS RADIOGRÁFICOS DAS LESÕES PERIODONTAIS

Aula 12: ASPECTOS RADIOGRÁFICOS DAS LESÕES PERIODONTAIS Aula 12: ASPECTOS RADIOGRÁFICOS DAS LESÕES PERIODONTAIS Autora: Profª. Rosana da Silva Berticelli Edição: Luana Christ e Bruna Reuter Lesões Periodontais Doença inflamatória dos tecidos de suporte dos

Leia mais

ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DA COROA DENTAL

ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DA COROA DENTAL ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DA COROA DENTAL Analisando-se a imagem de um dente íntegro, todas as suas partes são facilmente identificáveis, pois já conhecemos sua escala de radiopacidade e posição

Leia mais

ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DA RAIZ DENTAL. radiográficas da raiz dental. As ocorrências, em sua maioria, são provenientes de

ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DA RAIZ DENTAL. radiográficas da raiz dental. As ocorrências, em sua maioria, são provenientes de ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DA RAIZ DENTAL Neste tópico vamos descrever as principais alterações das imagens radiográficas da raiz dental. As ocorrências, em sua maioria, são provenientes de causas

Leia mais

ODONTOMETRIA. CDC- cemento dentina canal. Referências Radiográficas

ODONTOMETRIA. CDC- cemento dentina canal. Referências Radiográficas ODONTOMETRIA Objetivos: Conhecer a técnica odontometrica e os fatores que justificam sua execução. Saber determinar o limite apic de trabho nas diferentes situações anatomopatológicas Determinar a técnica

Leia mais

IMAGENS DAS ALTERAÇÕES DA COROA DENTAL

IMAGENS DAS ALTERAÇÕES DA COROA DENTAL IMAGENS DAS ALTERAÇÕES DA COROA DENTAL Em um dente íntegro, suas imagens são facilmente identificáveis, pois já conhecemos a escala de radiopacidade. Estudamos as imagens das estruturas anatômicas, suas

Leia mais

ASPECTO DE IMAGEM DAS ESTRUTURAS DO DENTE

ASPECTO DE IMAGEM DAS ESTRUTURAS DO DENTE ASPECTO DE IMAGEM DAS ESTRUTURAS DO DENTE O órgão dentário, um dos elementos do aparelho mastigatório, é constituído por tecidos especificamente dentais (esmalte, dentina, polpa) e por tecidos periodontais

Leia mais

Tomografia Computorizada Dental

Tomografia Computorizada Dental + Universidade do Minho M. I. Engenharia Biomédica Beatriz Gonçalves Sob orientação de: J. Higino Correia Tomografia Computorizada Dental 2011/2012 + Casos Clínicos n Dentes privados do processo de erupção

Leia mais

Assessoria ao Cirurgião Dentista

Assessoria ao Cirurgião Dentista Assessoria ao Cirurgião Dentista Publicação mensal interna a Papaiz edição IV agosto de 2014 Escrito por: Dr. André Simões, radiologista da Papaiz Diagnósticos Odontológicos por Imagem 11 3894 3030 papaizassociados.com.br

Leia mais

ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DO PERIODONTO

ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DO PERIODONTO ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DO PERIODONTO ESTUDAR COM ATENÇÃO AMPLIAR AS IMAGENS PARA OBSERVAR OS DETALHES O periodonto (peri= em redor de; odontos = dente) compreende a gengiva, o ligamento periodontal,

Leia mais

Assessoria ao Cirurgião Dentista. Publicação mensal interna a Papaiz edição 1I maio de 2014. 11 3894 3030 papaizassociados.com.br

Assessoria ao Cirurgião Dentista. Publicação mensal interna a Papaiz edição 1I maio de 2014. 11 3894 3030 papaizassociados.com.br Assessoria ao Cirurgião Dentista Publicação mensal interna a Papaiz edição 1I maio de 2014 11 3894 3030 papaizassociados.com.br 11 3894 3030 papaizassociados.com.br IMPORTÂNCIA DOS EXAMES RADIOGRÁFICOS

Leia mais

ODONTOLOGIA ENDODONTIA I. 5º Período / Carga Horária: 90 horas

ODONTOLOGIA ENDODONTIA I. 5º Período / Carga Horária: 90 horas ODONTOLOGIA ENDODONTIA I 5º Período / Carga Horária: 90 horas 1. PRÉ-REQUISITOS: Diagnóstico por Imagem; Patologia Buco-Dental. 2. EMENTA: Durante o curso de Endodontia Pré-Clínica os alunos irão adquirir

Leia mais

COBERTURAS DO PLANO VIP PLUS

COBERTURAS DO PLANO VIP PLUS COBERTURAS DO PLANO VIP PLUS DESCRIÇÃO DO SERVIÇO 01. DIAGNÓSTICO Exame clínico inicial Consultas com hora marcada Exame clínico final Exame admissional (exame de sanidade dentária) 02. ATENDIMENTO DE

Leia mais

ANATOMIA DENTAL INTERNA

ANATOMIA DENTAL INTERNA ANATOMIA DENTAL INTERNA VERSIANI, 2014 Anatomia Dental Interna Características Gerais Grupo dos incisivos Grupo dos caninos Grupo dos pré-molares Grupo dos molares VERSIANI, 2014 Anatomia Dental Interna

Leia mais

Abertura. Abertura ria. ria. Abertura. Abertura. Requisitos Principais. abertura coronária. Abertura ria. Requisitos Principais. ria.

Abertura. Abertura ria. ria. Abertura. Abertura. Requisitos Principais. abertura coronária. Abertura ria. Requisitos Principais. ria. coroná www.endodontia.com.br abertura coroná princípios pios e técnica t simplificada Coroná Requisitos Principais Coroná Requisitos Principais Ponto de eleição inicial pré- determinado Remoção do tecido

Leia mais

RADIOLOGIA EM ORTODONTIA

RADIOLOGIA EM ORTODONTIA RADIOLOGIA EM ORTODONTIA Sem dúvida alguma, o descobrimento do RX em 1.895, veio revolucionar o diagnóstico de diversas anomalias no campo da Medicina. A Odontologia, sendo área da saúde, como não poderia

Leia mais

PROTOCOLOS OPERACIONAIS DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A SEREM SEGUIDOS PELOS PERITOS E PRESTADORES DE SERVIÇO DO SESI/DR/AC

PROTOCOLOS OPERACIONAIS DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A SEREM SEGUIDOS PELOS PERITOS E PRESTADORES DE SERVIÇO DO SESI/DR/AC PROTOCOLOS OPERACIONAIS DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A SEREM SEGUIDOS PELOS PERITOS E PRESTADORES DE SERVIÇO DO SESI/DR/AC A) TIPOS DE SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A.1 Consulta Inicial Entende-se como exame clínico,

Leia mais

Cobertura dos Planos Odontológicos OdontoPrev

Cobertura dos Planos Odontológicos OdontoPrev Cobertura dos Planos Odontológicos OdontoPrev Plano Integral... TRATAMENTO AMBULATORIAL/DIAGNÓSTICO Consulta EMERGÊNCIA Colagem de fragmentos (consiste na recolocação de partes de dente que sofreu fratura,

Leia mais

Cirurgiã Dentista, Especialista em Radiologia, Especializanda em Ortodontia PLANO DE CURSO

Cirurgiã Dentista, Especialista em Radiologia, Especializanda em Ortodontia PLANO DE CURSO C U R S O O D O N T O L O G I A Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 Componente Curricular: RADIOLOGIA Código: ODO-14 Pré-requisito: ANATOMIA

Leia mais

ANATOMIA INTERNA DENTAL

ANATOMIA INTERNA DENTAL ANATOMIA INTERNA DENTAL Cavidade Pulpar: Espaço no interior dos dentes onde se aloja a polpa. Esta cavidade reproduz a morfologia externa do dente,podendo se distinguir duas porções: uma coronária e outra

Leia mais

PROJETO DE EXTENSÃO: TRATAMENTO DE INFECÇÕES DENTÁRIAS / PROEC

PROJETO DE EXTENSÃO: TRATAMENTO DE INFECÇÕES DENTÁRIAS / PROEC PROJETO DE EXTENSÃO: TRATAMENTO DE INFECÇÕES DENTÁRIAS / PROEC FERREIRA, Jean Carlos Barbosa.*¹; MARQUES, Aline Silva¹; SILVA, Julio. Almeida² DECURCIO, Daniel Almeida²; ALENCAR, Ana Helena Gonçalves³;

Leia mais

Ministério da Saúde - MS Secretaria de Atenção à Saúde Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais do SUS

Ministério da Saúde - MS Secretaria de Atenção à Saúde Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais do SUS Ministério da Saúde - MS Secretaria de Atenção à Saúde Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais do SUS 01.01.01.001-0 Procedimento x CBO ATIVIDADE EDUCATIVA / ORIENTACAO

Leia mais

Radiografia Panorâmica

Radiografia Panorâmica Unidade Clínica I Radiografia Panorâmica 18.10.2012 1 Introdução A radiografia panorâmica (também chamada de ortopantomografia) produz uma só imagem, tomográfica, das estruturas da face, incluindo as arcadas

Leia mais

TÉCNICAS RADIOGRÁFICAS INTRA E EXTRA BUCAIS E INTERPRETAÇÃO RADIOGRÁFICA FÁBIO CORNIATI RADIOLOGISTA E IMAGINOLOGISTA CRO 78118

TÉCNICAS RADIOGRÁFICAS INTRA E EXTRA BUCAIS E INTERPRETAÇÃO RADIOGRÁFICA FÁBIO CORNIATI RADIOLOGISTA E IMAGINOLOGISTA CRO 78118 1 TÉCNICAS RADIOGRÁFICAS INTRA E EXTRA BUCAIS E INTERPRETAÇÃO RADIOGRÁFICA FÁBIO CORNIATI RADIOLOGISTA E IMAGINOLOGISTA CRO 78118 Índice Técnicas Radiográficas Intrabucais...01 1.0 Considerações Gerais...01

Leia mais

ANATOMIA DO PERIODONTO

ANATOMIA DO PERIODONTO INAPÓS - Faculdade de Odontologia e Pós Graduação DISCIPLINA DE PERIODONTIA ANATOMIA DO PERIODONTO Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira http://lucinei.wikispaces.com 2012 PERIODONTO DE SUSTENTAÇÃO Ligamento

Leia mais

TABELA DE REEMBOLSO. diamante R$ Consulta Inicial: Exame clínico e plano de tratamento. R$ 11,40 Exame histopatológico R$ 50,00

TABELA DE REEMBOLSO. diamante R$ Consulta Inicial: Exame clínico e plano de tratamento. R$ 11,40 Exame histopatológico R$ 50,00 TABELA DE REEMBOLSO diamante R$ Consulta Inicial: Exame clínico e plano de tratamento. R$ 11,40 Exame histopatológico R$ 50,00 Urgência / Emergência Curativo em caso de hemorragia bucal R$ 37,80 Curativo

Leia mais

TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA DO CONE BEAM HIGH DEFINITION PARA AVALIAÇÃO PERIODONTAL

TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA DO CONE BEAM HIGH DEFINITION PARA AVALIAÇÃO PERIODONTAL TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA DO CONE BEAM HIGH DEFINITION PARA AVALIAÇÃO PERIODONTAL Autora: Nelma Maria de Freitas Agradecimentos: Imagem Radiologia de Itajaí, Dr. Élio Giácomo Papaiz (in memorian). Dr.

Leia mais

Radiografia Intra-Oral

Radiografia Intra-Oral Unidade Clínica I Radiografia Intra-Oral 22.11.2012 1 Introdução O que é um Rx intra-oral? 2 Classificação radiográfica intra-oral Periapicais Interproximais Oclusais 3 Classificação radiográfica intra-oral

Leia mais

ROL DE PROCEDIMENTOS Atendimento em consultórios particulares dos cooperados em todo o Brasil

ROL DE PROCEDIMENTOS Atendimento em consultórios particulares dos cooperados em todo o Brasil ROL DE PROCEDIMENTOS Atendimento em consultórios particulares dos cooperados em todo o Brasil 1 DIAGNÓSTICO 1.1 Consulta Clínico 1.2 Consulta Especialista 1.3 Condicionamento em Odontologia para crianças

Leia mais

Radiologia Odontológica

Radiologia Odontológica 01 Unidade Radiologia Odontológica Princípios de interpretação 2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Reitor Natalino Salgado Filho Vice-Reitor Antonio José Silva Oliveira Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Leia mais

Curso de Especialização em Endodontia

Curso de Especialização em Endodontia Curso de Especialização em Endodontia Coordenador: Prof. Nilton Vivacqua EndodontiaAvancada.com OBJETIVOS DO CURSO Este curso tem como objetivos colocar à disposição de clínicos gerais, a oportunidade

Leia mais

TABELA DE REEMBOLSO. PRATA R$ Consulta Inicial: Exame clínico e plano de tratamento. R$ 11,40 Exame histopatológico R$ 50,00

TABELA DE REEMBOLSO. PRATA R$ Consulta Inicial: Exame clínico e plano de tratamento. R$ 11,40 Exame histopatológico R$ 50,00 TABELA DE REEMBOLSO PRATA R$ Consulta Inicial: Exame clínico e plano de tratamento. R$ 11,40 Exame histopatológico R$ 50,00 Urgência / Emergência Curativo em caso de hemorragia bucal R$ 37,80 Curativo

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA Cargo 18

PROVA ESPECÍFICA Cargo 18 13 PROVA ESPECÍFICA Cargo 18 QUESTÃO 31 Ao realizar uma radiografia, um técnico de radiologia percebeu que sua máquina fotográfica convencional e os filmes fotográficos estavam no mesmo local que o aparelho

Leia mais

Cobertura do Plano Star

Cobertura do Plano Star Cobertura do Plano Star Diagnóstico Consulta inicial Exame histopatológico Condicionamento em odontologia. Urgência Curativo em caso de hemorragia bucal consiste na aplicação de hemostático e sutura no

Leia mais

Seguro Odontológico O SORRISO DE SEUS COLABORADORES ESTÁ EM NOSSOS PLANOS.

Seguro Odontológico O SORRISO DE SEUS COLABORADORES ESTÁ EM NOSSOS PLANOS. Seguro Odontológico O SORRISO DE SEUS COLABORADORES ESTÁ EM NOSSOS PLANOS. SUTEO Out 2012 Tradição e Solidez Maior seguradora independente do Brasil 119 anos de existência Sede no Rio de Janeiro 90 Filiais

Leia mais

PREFEITURA DE GOIANIA - IMAS ATUALIZADO EM : 02/08/2010 RELATORIO DE PROCEDIMENTOS ODONTOLOGICOS POR ESPECIALIDADE VALOR DO CH ODONTOLOGICO : R$ 0,22

PREFEITURA DE GOIANIA - IMAS ATUALIZADO EM : 02/08/2010 RELATORIO DE PROCEDIMENTOS ODONTOLOGICOS POR ESPECIALIDADE VALOR DO CH ODONTOLOGICO : R$ 0,22 PREFEITURA DE GOIANIA - IMAS ATUALIZADO EM : 02/08/2010 RELATORIO DE PROCEDIMENTOS ODONTOLOGICOS POR ESPECIALIDADE VALOR DO CH ODONTOLOGICO : R$ 0,22 ESPECIALIDADE : 001 - PRONTO SOCORRO CODIGO DESCRICAO

Leia mais

Aluna: Lucy Shiratori. Dissertação apresentada à Faculdade de. obtenção do título de Mestre, pelo Programa de Pós-

Aluna: Lucy Shiratori. Dissertação apresentada à Faculdade de. obtenção do título de Mestre, pelo Programa de Pós- FOUSP Avaliação da precisão da tomografia computadorizada por feixe cônico (cone beam) como método de medição do volume ósseo vestibular em implantes dentários Dissertação apresentada à Faculdade de Odontologia

Leia mais

210 RX Periapical R$ 7,00 220 RX Bite-Wing (Interproximal) R$ 7,00 310 RX Oclusal R$ 14,00 300-490 - 3 URGÊNCIAS/EMERGÊNCIAS ODONTOLÓGICAS

210 RX Periapical R$ 7,00 220 RX Bite-Wing (Interproximal) R$ 7,00 310 RX Oclusal R$ 14,00 300-490 - 3 URGÊNCIAS/EMERGÊNCIAS ODONTOLÓGICAS 1 - DIAGNÓSTICO 100-490 110 Consulta Inicial (Exame Clínico e Orçamento) (VALID. 6 meses) R$ 45,00 120 Urgência odontológica R$ 45,00 130 Exame histopatológico*** (somente clínicas especializadas) ***

Leia mais

Código Estruturado. 79 81000138 Diagnóstico anatomopatológico em material de biópsia. 79 81000154 Diagnóstico anatomopatológico em peça cirúrgica na

Código Estruturado. 79 81000138 Diagnóstico anatomopatológico em material de biópsia. 79 81000154 Diagnóstico anatomopatológico em peça cirúrgica na TUSS Odontologia Código Procedimento US Código Estruturado Especialidade US DIAGNÓSTICO DIAGNÓSTICO 01.01 CONSULTA ODONTOLÓGICA INICIAL 65 81000065 Consulta odontológica inicial 65 01.05 CONSULTA ODONTOLÓGICA

Leia mais

ANEXO I. Rol de Procedimentos Odontológicos

ANEXO I. Rol de Procedimentos Odontológicos ANEXO I Rol de Procedimentos Odontológicos Classificam-se como procedimentos de DIAGNÓSTICO: I Consulta inicial II Exame histopatológico Consiste em anamnese, preenchimento de ficha clínica odontolegal,

Leia mais

ANEXO RN 211 ROL DE PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS

ANEXO RN 211 ROL DE PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS ROL DE ONTOLÓGICOS PROCEDIMENTO SUBGRUPO GRUPO CAPÍTULO AMB HCO HSO PAC D.UT ADEQUAÇÃO DO MEIO BUCAL (COM DIRETRIZ DE AJUSTE OCLUSAL ALVEOLOPLASTIA AMPUTAÇÃO RADICULAR COM OU SEM OBTURAÇÃO RETRÓGRADA APICETOMIA

Leia mais

Capítulo 1 Considerações Gerais

Capítulo 1 Considerações Gerais Capítulo 1 Considerações Gerais Entre ser coerente e ser flexível em relação ao que acreditamos, existe sempre um conflito. O que você sente ser mais importante hoje em sua vida: a necessidade de coerência

Leia mais

PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DAS GUIAS DE ENCAMINHAMENTO ODONTOLÓGICO PROGEO

PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DAS GUIAS DE ENCAMINHAMENTO ODONTOLÓGICO PROGEO PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DAS GUIAS DE ENCAMINHAMENTO ODONTOLÓGICO PROGEO 1 1. PROPÓSITO Efetuar controle da Guias de Encaminhamentos Odontológicos em conformidade com a Circular 006/2007 da DSM e DGPM-401

Leia mais

BRONZE R$ R$ 11,40 tratamento. Exame histopatológico R$ 50,00

BRONZE R$ R$ 11,40 tratamento. Exame histopatológico R$ 50,00 TABELA DE REEMBOLSO BRONZE R$ Consulta Inicial: Exame clínico e plano de R$ 11,40 tratamento. Exame histopatológico R$ 50,00 Urgência / Emergência Curativo em caso de hemorragia bucal R$ 37,80 Curativo

Leia mais

Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde Bucal CID 10

Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde Bucal CID 10 Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde Bucal CID 10 K00 - Distúrbios do Desenvolvimento e da Erupção Dos Dentes K00.0 - Anodontia K00.1 - Dentes Supranumerários

Leia mais

ANEXO VIII TABELA DO IMAS COM OS VALORES DOS PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS

ANEXO VIII TABELA DO IMAS COM OS VALORES DOS PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS PREFEITURA DE GOIÂNIA Instituto Municipal de Assistência à Saúde e Social dos Servidores Municipais de Goiânia ANEXO VIII TABELA DO IMAS COM OS VALORES DOS PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS Gabinete da Presidência

Leia mais

BOARD BRASILEIRO DE ORTODONTIA E ORTOPEDIA FACIAL

BOARD BRASILEIRO DE ORTODONTIA E ORTOPEDIA FACIAL Montagem das Pastas As pastas devem estar organizadas na seguinte ordem: I- Externo Página Título: colocar na capa frontal da pasta (a capa tem um envelope plástico para esta finalidade). BOARD BRASILEIRO

Leia mais

NOÇÕES DE RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA

NOÇÕES DE RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA Tradição em formar Profissionais com Qualidade NOÇÕES DE RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA Sumário Introdução a Radiologia odontológica...01 Radiologia...01 Radiografia Panorâmica...04 Anatomia Dental...06 Aparelho

Leia mais

Planilha1. Controle de hemorragia com aplicação de agente hemostático em região buco-maxilo-facial

Planilha1. Controle de hemorragia com aplicação de agente hemostático em região buco-maxilo-facial 81000421 Radiografia periapical CIRURGIA Planilha1 DIAGNÓSTICO 81000065 Consulta odontológica inicial 81000111 Diagnóstico anatomopatológico em citologia esfoliativa na região buco-maxilo-facial 81000138

Leia mais

BOARD BRASILEIRO DE ORTODONTIA E ORTOPEDIA FACIAL. http://www.bbo.org.br [acesso em 15/02/2009, 07h30] Especificação dos Casos quanto às Categorias

BOARD BRASILEIRO DE ORTODONTIA E ORTOPEDIA FACIAL. http://www.bbo.org.br [acesso em 15/02/2009, 07h30] Especificação dos Casos quanto às Categorias BOARD BRASILEIRO DE ORTODONTIA E ORTOPEDIA FACIAL http://www.bbo.org.br [acesso em 15/02/2009, 07h30] Especificação dos Casos quanto às Categorias A escolha dos casos a serem apresentados deverá seguir

Leia mais

TABELA PARA O AGREGADO FAMILIAR. Tabela 2011

TABELA PARA O AGREGADO FAMILIAR. Tabela 2011 Dental Clinic New Generaction www.newgeneraction.com.pt Os sócios, colaboradores e familiares do SIT, poderão usufruir do Plano de Medicina Oral - DentalClinic New Generaction, mediante o pagamento de

Leia mais

INTERPRETAÇÃO TOMOGRÁFICA DE DENTES RETIDOS EM ORTODONTIA DEGUSTAÇÃO

INTERPRETAÇÃO TOMOGRÁFICA DE DENTES RETIDOS EM ORTODONTIA DEGUSTAÇÃO INTERPRETAÇÃO TOMOGRÁFICA DE DENTES RETIDOS EM ORTODONTIA Marília Sayako Yatabe Daniela Gamba Garib Gabriel Salles Barbério Maria Aparecida de Andrade Moreira Machado Thais Marchini de Oliveira Guilherme

Leia mais

Atendimento em consultório particular com hora marcada. Sem limite de procedimentos odontológicos.

Atendimento em consultório particular com hora marcada. Sem limite de procedimentos odontológicos. Plano Odontologico CONHEÇA O SEU PLANO O plano oferecido pela sua Empresa junto à Prodent possui ampla cobertura nas principais especialidades odontológicas, para que você e seus dependentes possam cuidar

Leia mais

Classificação dos Núcleos

Classificação dos Núcleos OBJETIVO Núcleos Permitir que o dente obtenha características biomecânicas suficientes para ser retentor de uma prótese parcial fixa. Classificação dos Núcleos Núcleos de Preenchimento Núcleos Fundidos

Leia mais

Aula 11: ALTERAÇÕES DO ORGÃO DENTÁRIO RAIZ

Aula 11: ALTERAÇÕES DO ORGÃO DENTÁRIO RAIZ Aula 11: ALTERAÇÕES DO ORGÃO DENTÁRIO RAIZ Autora: Profª. Rosana da Silva Berticelli Edição: Luana Christ e Bruna Reuter Etiologia CONGÊNITAS GENÉTICA ADQUIRIDAS Congênitas Concrescência Dilaceração radicular

Leia mais

ODONTOLOGIA CANINA. Introdução

ODONTOLOGIA CANINA. Introdução ODONTOLOGIA CANINA Juliana Kowalesky Médica Veterinária Mestre pela FMVZ -USP Pós graduada em Odontologia Veterinária - ANCLIVEPA SP Sócia Fundadora da Associação Brasileira de Odontologia Veterinária

Leia mais

TABELA INTEGRAL DE PROCEDIMENTOS Plano Master

TABELA INTEGRAL DE PROCEDIMENTOS Plano Master TABELA INTEGRAL DE PROCEDIMENTOS Plano Master (ANEXO A - ROL DE PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS EXIGIDOS PELA ANS)- Tabela Cliente CH = Coeficiente de Honorário Odontológico Valor do CH = R$ USO = Unidade

Leia mais

Assessoria ao Cirurgião Dentista. 11 3894 3030 papaizassociados.com.br. Publicação mensal interna da Papaiz edição XVI Maio de 2016

Assessoria ao Cirurgião Dentista. 11 3894 3030 papaizassociados.com.br. Publicação mensal interna da Papaiz edição XVI Maio de 2016 Assessoria ao Cirurgião Dentista Publicação mensal interna da Papaiz edição XVI Maio de 2016 Dr. André Simões, radiologista da Papaiz Diagnósticos Odontológicos por Imagem 11 3894 3030 papaizassociados.com.br

Leia mais

Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico. Clemente Augusto Varella de Lacerda

Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico. Clemente Augusto Varella de Lacerda Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico Clemente Augusto Varella de Lacerda Implantes unitários cone morse com carga imediata: Acompanhamento Longitudinal CURITIBA 2010 Clemente Augusto

Leia mais

Solicitação de Exames

Solicitação de Exames Solicitação de Exames Dr. Fábio Eduardo Maiello Monteiro Alves CROSP: 85.833 Paciente: Data: / / Solicito os exames assinalados com a finalidade de: Entregar no consultório Enviar por E-mail Atualizar

Leia mais

Anexo I TABELA DE PROCEDIMENTOS COPARTICIPAÇÃO III UNIODONTO-SC

Anexo I TABELA DE PROCEDIMENTOS COPARTICIPAÇÃO III UNIODONTO-SC Anexo I TABELA DE PROCEDIMENTOS COPARTICIPAÇÃO III UNIODONTO-SC Baseado na Lei 9656 e RN 211 - Edição outubro/2011 - Terminologia Unificada da Saúde Suplementar (TUSS). NOMENCLATURA / PROCEDIMENTO DIAGNÓSTICO

Leia mais

APOSTILA DE RADIOLOGIA

APOSTILA DE RADIOLOGIA APOSTILA DE RADIOLOGIA 2013 Autores ANZILIERO, Luciano. Esp. Curso de Odontologia da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e Missões Campus de Erechim. BELEDELLI, Rodrigo. Ms. Curso de Odontologia

Leia mais

Incisão e Drenagem extra-oral de abscesso, hematoma e/ou flegmão da região buco-maxilo-facial

Incisão e Drenagem extra-oral de abscesso, hematoma e/ou flegmão da região buco-maxilo-facial CÓDIGO 81000049 81000057 82000468 Diagnóstico, Urgência-Emergência: Noturna, Sábado, Domingo ou Feriado (procedimento abaixo) Consulta odontológica de Urgência (Horário normal das 08:00 horas às 18:00

Leia mais

EXAMES LABORATORIAIS DIAGNOSTICO ANATOMOPATOLOGICO EM MATERIAL DE BIOPSIA NA REGIAO BUCO-MAXILO- 81000138 FACIAL

EXAMES LABORATORIAIS DIAGNOSTICO ANATOMOPATOLOGICO EM MATERIAL DE BIOPSIA NA REGIAO BUCO-MAXILO- 81000138 FACIAL UNIODONTO PORTO ALEGRE Modalidade pré-pagamento sem coparticipação, ou seja, o contratante pagará apenas o valor da mensalidade e terá a sua disposição todos os beneficios previstos pela ANS. Atendimento

Leia mais

COBERTURA DE PLANOS PESSOA FÍSICA DENTALPAR MASTER I E MASTER IV

COBERTURA DE PLANOS PESSOA FÍSICA DENTALPAR MASTER I E MASTER IV COBERTURA DE PLANOS PESSOA FÍSICA DENTALPAR MASTER I E MASTER IV DIAGNÓSTICO exame inicial exame periódico perícia procedimento diagnóstico anatomopatológico exame histopatológico teste de fluxo salivar

Leia mais

ROL DE PROCEDIMENTOS E SUAS ESPECIFICAÇÕES

ROL DE PROCEDIMENTOS E SUAS ESPECIFICAÇÕES ROL DE PROCEDIMENTOS E SUAS ESPECIFICAÇÕES Classificam-se como procedimentos de DIAGNÓSTICOS: I Consulta Inicial Consiste em anamnese, preenchimento de ficha clínica Odontolegal, diagnósticos das doenças

Leia mais

AMPUTAÇÃO RADICULAR COM OU SEM OBTURAÇÃO RETRÓGRADA 82000050 Amputação radicular sem obturação retrógrada

AMPUTAÇÃO RADICULAR COM OU SEM OBTURAÇÃO RETRÓGRADA 82000050 Amputação radicular sem obturação retrógrada 85400017 Ajuste Oclusal por acréscimo AJUSTE OCLUSAL 85400025 Ajuste Oclusal por desgaste seletivo AJUSTE OCLUSAL 82000034 Alveoloplastia ALVEOLOPLASTIA Amputação radicular com obturação retrógrada AMPUTAÇÃO

Leia mais

TABELA DE PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS

TABELA DE PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS TABELA DE PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS Obs. Para encontrar o valor dos serviços prestados pelos dentistas conveniados multiplica-se a quantidade de U.S.O. (Unidade Serviços Odontológicos) pelo valor estabelecido

Leia mais

Cobertura RN 338 Lei 9656/98:

Cobertura RN 338 Lei 9656/98: Cobertura RN 338 Lei 9656/98: CÓDIGO PROCEDIMENTO Flex 30% GRUPO 87000032 CONDICIONAMENTO EM ODONTOLOGIA PARA PACIENTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS R$ 7,62 CONSULTAS 81000030 CONSULTA ODONTOLÓGICA R$ 10,58

Leia mais

Mordida Profunda Definição. Trespasse vertical

Mordida Profunda Definição. Trespasse vertical Mordida Profunda Definição Trespasse vertical Mordida Profunda Diagnóstico Os fatores que contribuem variam de acordo com a oclusão: u Em boas oclusões é determinda por fatores dentários: t Comprimento

Leia mais

DentalRede, Lda Tabela a aplicar ao: Exército Português

DentalRede, Lda Tabela a aplicar ao: Exército Português DentalRede, Lda Tabela a aplicar ao: Exército Português 1 - CONSULTA 10110 Exame clínico/consulta S/Custo 2 - ODONTOLOGIA PREVENTIVA 20630 Destartarização, polimento (Limpeza) S/Custo 20610 Aplicação tópica

Leia mais

www.dentaluni.com.br

www.dentaluni.com.br TUSS PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS SUPERIOR EMERGÊNCIA 82000468 Controle de hemorragia com aplicação de agente hemostático em região bucomaxilofacial coberto 82000484 Controle de hemorragia sem aplicação

Leia mais

ANEXO I CÓD. C O N S U L T A I N I C I A L QUANT. VALOR. 110 Consulta inicial (exame clínico e plano de tratamento ) 100 22,00

ANEXO I CÓD. C O N S U L T A I N I C I A L QUANT. VALOR. 110 Consulta inicial (exame clínico e plano de tratamento ) 100 22,00 ANEXO I C O N S U L T A I N I C I A L 110 Consulta inicial (exame clínico e plano de tratamento ) 100 22,00 U R G Ê N C I A E E M E R G Ê N C I A 121 Curativo em caso de hemorragia bucal 175 38,50 122

Leia mais

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. 21. Quanto ao mecanismo de fratura de um dente, podemos considerar como principal fator determinante:

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. 21. Quanto ao mecanismo de fratura de um dente, podemos considerar como principal fator determinante: 2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PRÓTESE DENTÁRIA 21. Quanto ao mecanismo de fratura de um dente, podemos considerar como principal fator determinante: a) Tratamento endodôntico. b) Perda da estrutura

Leia mais

2. Quando o implante dental é indicado?

2. Quando o implante dental é indicado? Dúvidas sobre implantodontia: 1. O que são implantes? São cilindros metálicos (titânio) com rosca semelhante a um parafuso que são introduzidos no osso da mandíbula (arco inferior) ou da maxila (arco superior),

Leia mais

Obturação dos Canais Radiculares

Obturação dos Canais Radiculares Obturação dos Canais Radiculares EML Rodrigo Del Monaco 2012 É o preenchimento tridimensional, completo e hermético do canal tanto no seu comprimento quanto na sua largura. FINALIDADE DA OBTURAÇÃO Preencher

Leia mais

SEL 397 - PRINCÍPIOS FÍSICOS DE FORMAÇÃO DE IMAGENS MÉDICAS. Prof. Homero Schiabel

SEL 397 - PRINCÍPIOS FÍSICOS DE FORMAÇÃO DE IMAGENS MÉDICAS. Prof. Homero Schiabel SEL 397 - PRINCÍPIOS FÍSICOS DE FORMAÇÃO DE IMAGENS MÉDICAS Prof. Homero Schiabel 6. FORMAÇÃO DE IMAGENS POR RAIOS X A Radiografia 2 fatores fundamentais: padrão de intensidade de raios-x transmitido através

Leia mais

Dentição Convênios Odontológicos Tabela de Procedimentos Odontológicos Dentalprev - descrição e códigos TUSS

Dentição Convênios Odontológicos Tabela de Procedimentos Odontológicos Dentalprev - descrição e códigos TUSS Dentição Convênios Odontológicos Tabela de Procedimentos Odontológicos Dentalprev - descrição e códigos TUSS Nome Código Observações Cir.Traum.Buco-Max-Fac Aprofundamento/aumento de vestíbulo 82000190

Leia mais

MANUAL INSTRUTIVO DOS CÓDIGOS ODONTOLÓGICOS DO SIA/SUS - TSB E ASB -

MANUAL INSTRUTIVO DOS CÓDIGOS ODONTOLÓGICOS DO SIA/SUS - TSB E ASB - 1 MANUAL INSTRUTIVO DOS CÓDIGOS ODONTOLÓGICOS DO SIA/SUS - TSB E ASB - Porto Alegre, 2014. 1 2 S ODONTOLÓGICOS PARA AUXILIARES E TÉCNICOS EM SAÚDE BUCAL Tabela 1: Tipos de Procedimentos Odontológicos para

Leia mais

OCLUSÃO! ! Posições mandibulares. ! Movimentos mandibulares. ! Equilíbrio de forças atuantes - vestibulolingual

OCLUSÃO! ! Posições mandibulares. ! Movimentos mandibulares. ! Equilíbrio de forças atuantes - vestibulolingual Universidade de Brasília Departamento de Odontologia OCLUSÃO! NOÇÕES DE OCLUSÃO! Estudo das relações estáticas e dinâmicas entre as estruturas do sistema mastigatório!! Movimentos mandibulares Disciplina

Leia mais

COBERTURA UNIMED ODONTO

COBERTURA UNIMED ODONTO COBERTURA UNIMED ODONTO ODONTOPEDIATRIA Consulta Odontológica SIM SIM SIM Condicionamento em Odontologia SIM SIM SIM Condicionamento em Odontologia para pacientes com necessidades especiais SIM SIM SIM

Leia mais

Aula 9: Laudo Radiográfico

Aula 9: Laudo Radiográfico Aula 9: Laudo Radiográfico Autora: Profª. Rosana da Silva Berticelli Edição: Luana Christ e Bruna Reuter Definição: É a interpretação das imagens radiográficas, reconhecendo as estruturas e reparos anatômicos

Leia mais

CURSO de ODONTOLOGIA - Gabarito

CURSO de ODONTOLOGIA - Gabarito UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE TRANSFERÊNCIA 2 o semestre letivo de 2009 e 1 o semestre letivo de 2010 CURSO de ODONTOLOGIA - Gabarito INSTRUÇÕES AO CANDIDATO? Verifique se este caderno contém : PROVA

Leia mais

Odontologia 2.004 à 2.007

Odontologia 2.004 à 2.007 Odontologia 2.004 à 2.007 Procedimentos após 10/99 à 12/07 2.004 2.005 2.006 2.007 TOTAL 0301101-PROCEDIMENTOS COLETIVOS (PACIENTE/MES) 3.161 5.145 434-8.740 0301102-ACAO COLETIVA ESCOVACAO DENTAL SUPERVISION

Leia mais

Diagnóstico - Primeira Consulta. Radiologia ou Radiografia

Diagnóstico - Primeira Consulta. Radiologia ou Radiografia Diagnóstico - Primeira Consulta Consulta Inicial: É a primeira consulta feita com o cirurgião-dentista, com o objetivo de diagnosticar as patologias presentes e estabelecer o tratamento a ser feito. Exame

Leia mais

Técnicas Anestésicas Aplicadas à Cirurgia Oral

Técnicas Anestésicas Aplicadas à Cirurgia Oral Técnicas Anestésicas Aplicadas à Cirurgia Oral Anestesias Locais 1. Periférica, tópica ou de superfície 2. Infiltrativa terminal 3. Troncular, regional ou bloqueio de condução Aula de cirurgia Anestesia

Leia mais

Glossário de Especialidades e Procedimentos Odontológicos

Glossário de Especialidades e Procedimentos Odontológicos Glossário de Especialidades e Procedimentos Odontológicos Dirimindo dúvidas que possam surgir através da análise das coberturas de nossos planos odontológicos, relacionamos abaixo os Procedimentos Odontológicos,

Leia mais

II CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA E IMAGINOLOGIA UNIVERSIDADE PAULISTA CAMPUS DE BRASÍLIA CRONOGRAMA DOS MÓDULOS

II CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA E IMAGINOLOGIA UNIVERSIDADE PAULISTA CAMPUS DE BRASÍLIA CRONOGRAMA DOS MÓDULOS II CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA E IMAGINOLOGIA UNIVERSIDADE PAULISTA CAMPUS DE BRASÍLIA CRONOGRAMA DOS MÓDULOS MÓDULO MÊS DATAS I OUTUBRO/NOVEMBRO/07 29, 30, 31/10, 01/11 II DEZEMBRO/07

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DAS AÇÕES DE SAÚDE BUCAL NA REDE DE SERVIÇOS DA SMSA DOCUMENTO AUXILIAR

DESENVOLVIMENTO DAS AÇÕES DE SAÚDE BUCAL NA REDE DE SERVIÇOS DA SMSA DOCUMENTO AUXILIAR PREFEITURA DE BELO HORIZONTE SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE GERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA DESENVOLVIMENTO DAS AÇÕES DE SAÚDE BUCAL NA REDE DE SERVIÇOS DA SMSA DOCUMENTO AUXILIAR COORDENAÇÃO TÉCNICA DE SAÚDE BUCAL

Leia mais

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários Nosso consultório odontológico está equipado para oferecer ao produtor rural todos os tratamentos odontológicos disponíveis na atualidade. Segue abaixo uma discriminação detalhada de cada tratamento oferecido

Leia mais

COBERTURA DA APÓLICE BRADESCO DENTAL SPG 5 A 49 VIDAS

COBERTURA DA APÓLICE BRADESCO DENTAL SPG 5 A 49 VIDAS ANS BRADESCO DENTAL DIAGNÓSTICO CONSULTA INICIAL EXAME HISTOPATOLÓGICO URGÊNCIA/EMERGÊNCIA COLAGEM DE FRAGMENTOS CURATIVO E/OU SUTURA EM CASO DE HEMORRAGIA BUCAL/LABIAL CURATIVO EM CASO DE ODONTALGIA AGUDA

Leia mais

ODT 7005 - ENDODONTIA PRÉ - CLINICA - PLANO DE ENSINO 2011-2

ODT 7005 - ENDODONTIA PRÉ - CLINICA - PLANO DE ENSINO 2011-2 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE ODONTOLOGIA COORDENADORIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA Campus Prof. João David Ferreira Lima CEP 8800-900 Trindade

Leia mais

PREPARO DO CANAL. - Indicação. 1. Material necessário Instrumentos Manuais tipo K. - Pulpectomias e Desobturações. Flexofile ou Flex-R.

PREPARO DO CANAL. - Indicação. 1. Material necessário Instrumentos Manuais tipo K. - Pulpectomias e Desobturações. Flexofile ou Flex-R. PREPARO DO CANAL 1. Material necessário Instrumentos Manuais tipo K - Pulpectomias e Desobturações Flexofile ou Flex-R (FIG.1) (FIG.5) (FIG.2) - núcleo quadrangular (FIG.2) - pouco flexível - bom corte

Leia mais

Circular 0160/2000 São Paulo, 18 de Maio de 2000.

Circular 0160/2000 São Paulo, 18 de Maio de 2000. [fesehf/cabecalho.htm] Circular 0160/2000 São Paulo, 18 de Maio de 2000. Plano de Saúde Assunto: Rol de Procedimentos Odontológicos para Plano de Saúde Prezado (a) Senhor (a), A Agência Nacional de Saúde

Leia mais