ÍNDICE. PARTE A ADITAMENTO À I a EDIÇÃO Estudo dos diplomas legislativos de Direito da Família posteriores a Setembro de 2008

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ÍNDICE. PARTE A ADITAMENTO À I a EDIÇÃO Estudo dos diplomas legislativos de Direito da Família posteriores a Setembro de 2008"

Transcrição

1 ÍNDICE PARTE A ADITAMENTO À I a EDIÇÃO Estudo dos diplomas legislativos de Direito da Família posteriores a Setembro de 2008 I -Análise crítica à Lei n. 61/2008, de 31 de Outubro, que altera o regime jurídico do divórcio Divórcio e eliminação da culpa Divórcio e Responsabilidade Civil A Lei n. 61 / e a articulação dos institutos do enriquecimento sem causa e da responsabilidade civil O artigo (nova redacção), em especial a alínea d) A pensão compensatória do artigo 1676., n. 2, e o direito a alimentos Divórcio e responsabilidades parentais Conclusão 27 Anexo-Lei n. 61/2008, de 31 de Outubro 29 Notas bibliográficas 41 II - Análise crítica da Lei n. 103/2009, de 11 de Setembro, que aprova o regime jurídico do apadrinhamento civil A "ratio" do instituto do apadrinhamento civil Críticas ao regime instituído 46 Anexo- Lei n. 103/2009, de 11 de Setembro 49 Anexo- Decreto-Lei n. 121/2010, de 27 de Outubro 61 Notas bibliográficas 67 III - Análise crítica da Lei n." 9/2010, de 31 de Maio, que permite o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo Os antecedentes da Lei n. 9/2010, de 31 de Maio Alguma reflexões críticas Da essência do problema à solução pelo Tribunal Constitucional (Acórdão n. 121/2010, de 8 de Abril) Conclusão 75 Anexo - Lei N. 9/2010, de 31 de Maio 77 Notas bibliográficas 79

2 Carlos Pamplona Corte-Real e José Silva Pereira IV - Análise crítica da Lei n. 23/2010, de 30 de Agosto, que altera a Lei n. 7/2001, de 11 de Maio, adoptando medidas de protecção das uniões de facto A Lei n. 23/2010, de 30 de Agosto: ainda o recorte jurídico impreciso da União de Facto Alterações introduzidas no regime das uniões de facto A prova da União de Facto. O dano morte. A segurança social Críticas latentes 86 Anexo-Lei n. 23/2010, de 30 de Agosto 89 Notas bibliográficas 95 V - Análise crítica da Lei n. 7/2011, de 15 de Março, que cria o procedimento de mudança de sexo e nome próprio no registo civil Transexualidade: a solução anterior à Lei n. 7/2011, de 15 de Março O que mudou em Homoparentalidade consequente 102 Anexo - Lei n. 7/2011, del5demarço 105 Notas bibliográficas 109 PARTE B REIMPRESSÃO DA 1." EDIÇÃO DE 2008 I -A índole do Direito de Família A pretensa Ciência do Direito de Família O Direito da Família na sua vertente jurídica múltipla: privatista e publicista O objecto do Direito da Família Outras conjecturas introdutórias 1 20 Notas Bibliográficas 123 II - O instituto do casamento Casamento laico e casamento religioso: centralização da análise no casamento civil A natureza jurídica do casamento: afastamento da sua recondução à figura do contrato bilateral. Solução adoptada A natureza dos chamados deveres conjugais: a injuntividade de um mero projecto coexistencial, consentâneo apenas com a aplicação dos princípios gerais de direito A heterossexualidade como requisito do casamento: inconstitucionalidade dos artigos 1628., ai. e) e do Código Civil. Referência crítica à posição da doutrina 1 3 1

3 Direito da Família - Tópicos para uma Reflexão Crítica 5. A comunhão de vida conjugal como elemento estruturante do casamento: sua relevância, dada a sua plúrima modelação coexistencial, para efeitos de divórcio Casamento, indisponibilidade negociai de aspectos afectivo- -pessoais e tutela da personalidade A noção de sexo como pretenso elemento essencial do casamento; a transexualidade O registo civil do casamento 137 Notas Bibliográficas 141 III - O instituto da união de facto União de. facto: alternativa ao casamento? O propósito legislativo encoberto na Lei n. 7/ A índole jurídica da união de facto e a impossibilidade de nela se entrever um instituto alheio ao direito A razão de ser, lado a lado, dos institutos do casamento e da união de facto; reconhecimento de uma analogia estrutural dos mesmos Transposição, na medida do possível, das regras conjugais para as situações lacunares da união de facto, afastando a pretensa antinomia das figuras 153 Notas Bibliográficas 155 IV Casamento: aspectos mais relevantes do regime patrimonial. Demarcação da união de facto Regime patrimonial conjugal geral e convencional. A pretensa acessoriedade das relações patrimoniais face às relações pessoais do casamento A índole da convenção antenupcial: sua recondução ao próprio casamento, sob a perspectiva patrimonial O carácter negociai da convenção antenupcial e as restrições à sua liberdade de celebração A imutabilidade das convenções antenupciais e do regime de bens adoptado. A difícil leitura do artigo Regimes de bens típicos e atípicos. O regime supletivo de bens entre os regimes típicos. Reflexos dos regimes de bens na leitura do regime patrimonial geral O regime patrimonial geral: críticas em sede de administração de bens, de disposição e de comunicabilidade de dívidas. "Amarras" legais inaceitáveis na esfera patrimonial Património colectivo, compropriedade e regimes de bens Transponibilidade do regime patrimonial conjugal para a união de facto: margens de viabilidade 170

4 Carlos Pamplona Corte-Real e José Silva Pereira Notas Bibliográficas 175 V - Divórcio e extinção da união de facto Amplitude e modalidades do divórcio. A projectada eliminação do divórcio-sanção pelo Decreto 232/X A aparente contradição da manutenção dos deveres conjugais ante a eliminação da relevância da culpa, na consagração do divórcio- -ruptura do Decreto supracitado. Consequências também a nível patrimonial A inviabilidade da reparação dos danos provocados por cada violação dos deveres conjugais, na constância do casamento e desligados do pedido de divórcio. Leitura circunscrita do artigo 1792., e reiteração da fragilidade da garantia no direito conjugal (actual e próximo-futuro) Deveres conjugais, projecto de vida, margens de álea e evolução do espírito de partilha conjugal Correlação com o artigo 1779., e com a sua revisão pelo Decreto 232/X. A função da chamada pensão por desequilíbrio económico. Referência ao regime do divórcio a pedido Acrescida falibilidade do casamento e precariedade informal da união de facto. Ainda a transposição possível de alguns aspectos do regime do divórcio para a extinção voluntária da união de facto Exclusão das situações de economia comum do âmbito jusfamiliar Notas Bibliográficas 191 VI -Parentalidade:biologismo versus afectividade As modalidades defiliação.a aparente prioridade conferida pela lei à filiação biológica Biologismo e sociabilidade como critérios parentais. Paridade funcional e redundância de querelas comparativas que nada acrescentam Margens de disponibilidade da parentalidade: a entrega do filho para adopção. Liberdade e responsabilidade parental Recorte das chamadas responsabilidades parentais no Decreto 232 /X. Conceitos e apriorismos que perduram nesta temática Inviabilidade do sistema da guarda conjunta, nomeadamente no caso de divórcio. Defesa de jure condendo da guarda partilhada/alternada A recondução da assim dita filiação por consentimento não adoptivo a uma mera técnica da PMA; irrelevância da temática da custódia na adopção 207. Notas Bibliográficas 209

5 Direito da Família - Tópicos para uma Reflexão Crítica VII - As perplexidades suscitadas pelo regime da adopção Adopção e superação do biologismo. O interesse superior da criança e algum desvanecimento da sua ponderação primacial face ao regime legal da adopção Preconização duma acrescida autonomia da constituição do vínculo adoptivo, "enredado" na necessidade de múltiplos consentimentos extrínsecos aos directamente interessados O consentimento prévio dos pais adoptivos: falta de sentido da figura Modalidades de adopção e de medidas instrumentais à mesma. A complexidade do sistema A falta de justificação da existência de planos adoptivos distintos. A adopção restrita en tendivel como um caminho intermédio para a adopção plena. Referência à figura similar do apadrinhamento civil Adopção conjunta e adopção singular. A específicaratioda adopção singular. Problemas conexos com a pretendida adopção singular por homossexuais Referência à adopção internacional: eventuais dificuldades suscitadas por diferentes regimes de adopção, sobretudo nos países da União Europeia Irrevogabilidade da adopção plena e interesse superior da criança; confronto com o regime de revogabilidade da adopção restrita O difícil regime da protecção e promoção dos direitos dos menores em perigo. Ainda as margens de autolimitação da parentalidade 225 Notas Bibliográficas 229 VIII - A constituição do vínculo da filiação através das técnicas de procriação medicamente assistida A Lei n. 32/2006 e as modalidades de PMA que admite; superação de um largo período de tempo lacunar neste domínio Pressupostos de acesso às técnicas de PMA: a infertilidade; o casamento ou a união de facto heterossexual. Particular adequação da PMA à procriação por casais homossexuais Proibição de escolha de características não médicas do nascituro, nomeadamente a escolha do sexo. Margens de liberdade selectiva O alargamento da presunção de paternidade do artigo A confidencialidade relativa à identificação do dador; consentimento da identificação genética A perplexidade suscitada pelo regime legal da inseminação post mortem A fertilização in vitro e o problema dos embriões excedentários

6 Carlos Pamplona Corte-Real e José Silva Pereira 7. A maternidade de substituição e a infelicidade técnica das soluções preconizadas nos artigos 8. e Ainda a superação do biologismo por via das técnicas de PMA Notas Bibliográficas 249 IX - A homoparentalidade: uma das questões-cerne do Direito de Família actual O Código Civil e a inconstitucionalidade material dos artigo 1628., alínea e) e Idem, quanto ao artigo 7. da Lei n. 7/2001 (LUF) e ao artigo 6. da Lei n. 32/2006 (LPMA) A homoparentalidade e a proibição do acesso dos homossexuais ao instituto da adopção Referência especial à problemática do acesso de casais homossexuais à adopção singular A inconstitucionalidade material do artigo 6. da LPMA. Confronto da situação admitida para a infertilidade, com a idoneidade da PMA para o exercício do direito à procriação por mulheres homossexuais (e por mulheres sós) A PMA, o homossexual masculino e a maternidade de substituição Notas Bibliográficas 261 X - Considerando final 263 Notas Bibliográficas 267 XI-Anexo: Decreto232/X

DECRETO N.º 7/XIII. Artigo 1.º Objeto. Artigo 2.º Alteração à Lei n.º 7/2001, de 11 de maio

DECRETO N.º 7/XIII. Artigo 1.º Objeto. Artigo 2.º Alteração à Lei n.º 7/2001, de 11 de maio DECRETO N.º 7/XIII Elimina as discriminações no acesso à adoção, apadrinhamento civil e demais relações jurídicas familiares, procedendo à segunda alteração à Lei n.º 7/2001, de 11 de maio, à primeira

Leia mais

ALTERA O CÓDIGO CIVIL, PERMITINDO O CASAMENTO ENTRE PESSOAS DO MESMO SEXO

ALTERA O CÓDIGO CIVIL, PERMITINDO O CASAMENTO ENTRE PESSOAS DO MESMO SEXO Grupo Parlamentar Projecto de lei n.º 14/XI ALTERA O CÓDIGO CIVIL, PERMITINDO O CASAMENTO ENTRE PESSOAS DO MESMO SEXO Exposição de Motivos: O significado histórico do reconhecimento da igualdade A alteração

Leia mais

16.7.1 Execução de alimentos. Prisão do devedor, 394

16.7.1 Execução de alimentos. Prisão do devedor, 394 1 Introdução ao Direito de Família, 1 1.1 Compreensão, 1 1.2 Lineamentos históricos, 3 1.3 Família moderna. Novos fenômenos sociais, 5 1.4 Natureza jurídica da família, 7 1.5 Direito de família, 9 1.5.1

Leia mais

DIREITO CIVIL DIREITO DE FAMÍLIA PROF. FLÁVIO MONTEIRO DE BARROS

DIREITO CIVIL DIREITO DE FAMÍLIA PROF. FLÁVIO MONTEIRO DE BARROS DIREITO CIVIL DIREITO DE FAMÍLIA PROF. FLÁVIO MONTEIRO DE BARROS MÓDULO I Conceito de família; Conteúdo e Conceito do Direito de Família; Natureza da Divisão; Divisão da matéria; Eficácia horizontal dos

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 329/VIII

PROJECTO DE LEI N.º 329/VIII PROJECTO DE LEI N.º 329/VIII PROMOVE OS MILITARES DEFICIENTES DAS FORÇAS ARMADAS AO POSTO A QUE TERIAM ASCENDIDO SE TIVESSEM PERMANECIDO NA SITUAÇÃO DE SERVIÇO ACTIVO Exposição de motivos O Decreto-Lei

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º./XII/1.ª ELIMINAÇÃO DA IMPOSSIBILIDADE LEGAL DE ADOPÇÃO POR CASAIS DO MESMO SEXO

PROJECTO DE LEI N.º./XII/1.ª ELIMINAÇÃO DA IMPOSSIBILIDADE LEGAL DE ADOPÇÃO POR CASAIS DO MESMO SEXO Grupo Parlamentar PROJECTO DE LEI N.º./XII/1.ª ELIMINAÇÃO DA IMPOSSIBILIDADE LEGAL DE ADOPÇÃO POR CASAIS DO MESMO SEXO PRIMEIRA ALTERAÇÃO À LEI N.º 9/2010, DE 31 DE MAIO, SEGUNDA ALTERAÇÃO À LEI N.º 7/2001,

Leia mais

UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO

UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO DIREITO DA FAMÍLIA E DAS SUCESSÕES DISCIPLINA DO 4 ANO DA LICENCIATURA EM DIREITO EM LÍNGUA PORTUGUESA PLANO DE CURSO ANO LECTIVO DE 2010/2011 Regente: Manuel

Leia mais

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site:

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: www.sei-cesucol.edu.br e-mail: sei-cesucol@vsp.com.br FACULDADE

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 92/IX INVESTIGAÇÃO DE PATERNIDADE/MATERNIDADE - (ALTERAÇÃO DE PRAZOS) Exposição de motivos

PROJECTO DE LEI N.º 92/IX INVESTIGAÇÃO DE PATERNIDADE/MATERNIDADE - (ALTERAÇÃO DE PRAZOS) Exposição de motivos PROJECTO DE LEI N.º 92/IX INVESTIGAÇÃO DE PATERNIDADE/MATERNIDADE - (ALTERAÇÃO DE PRAZOS) Exposição de motivos O conhecimento da ascendência verdadeira é um aspecto relevante da personalidade individual,

Leia mais

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site:

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: www.sei-cesucol.edu.br e-mail: sei-cesucol@vsp.com.br FACULDADE

Leia mais

Projeto de lei n.º /XII

Projeto de lei n.º /XII Projeto de lei n.º /XII Elimina as discriminações no acesso à adoção, apadrinhamento civil e demais relações jurídicas familiares, procedendo à segunda alteração à Lei n.º 7/2001, de 11 de maio, e à primeira

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação 2007/1 ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES Disciplina: DIREITO CIVIL VI Curso: DIREITO Código CR PER Co-Requisito Pré-Requisito 111111111111111111111111111111111111111

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA I. Curso: DIREITO II. Disciplina: DIREITO CIVIL IV (FAMÍLIA) (D-29) Área: Ciências Sociais Período: Sexto Turno: Matutino /Noturno Carga Horária: 72 hs III. Pré-Requisito: DIREITO

Leia mais

REGISTOS E NOTARIADO

REGISTOS E NOTARIADO REGISTOS E NOTARIADO Edição de Bolso 12.ª EDIÇÃO ACTUALIZAÇÃO N. 3 1 REGISTOS E NOTARIADO EDIÇÃO DE BOLSO Actualização n. 3 ORGANIZAÇÃO BDJUR BASE DE DADOS JURÍDICA EDITOR EDIÇÕES ALMEDINA, S.A. Rua Fernandes

Leia mais

Procriação Medicamente Assistida

Procriação Medicamente Assistida 44/CNECV/04 PARECER Nº 44 DO CONSELHO NACIONAL DE ÉTICA PARA AS CIÊNCIAS DA VIDA Procriação Medicamente Assistida (Julho de 2004) Introdução A presente reflexão do Conselho Nacional de Ética para as Ciências

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO DA FAMÍLIA Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO DA FAMÍLIA Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular DIREITO DA FAMÍLIA Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Solicitadoria 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular DIREITO DA FAMÍLIA (28121)

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE ÉTICA PARA AS CIÊNCIAS DA VIDA Presidência do Conselho de Ministros 53/CNECV/07

CONSELHO NACIONAL DE ÉTICA PARA AS CIÊNCIAS DA VIDA Presidência do Conselho de Ministros 53/CNECV/07 53/CNECV/07 PARECER DO CONSELHO NACIONAL DE ÉTICA PARA AS CIÊNCIAS DA VIDA PARECER SOBRE OS PROJECTOS DE LEI Nº 126/X (Estabelece os Princípios da Investigação Científica em Células Estaminais e a Utilização

Leia mais

PARECER N.º 26/CITE/2007

PARECER N.º 26/CITE/2007 PARECER N.º 26/CITE/2007 Assunto: Direito ao gozo de férias após licença por maternidade Processo n.º 147 QX/2006 I OBJECTO 1.1. Em 20 de Novembro de 2006, a CITE recebeu da funcionária do, com a categoria

Leia mais

Faculdade de Direito da Alta Paulista

Faculdade de Direito da Alta Paulista PLANO DE ENSINO DISCIPLINA SÉRIE PERÍODO LETIVO CARGA HORÁRIA DIREITO CIVIL V (Direitos de família e das sucessões) QUINTA 2015 136 I EMENTA Direito de Família. Casamento. Efeitos jurídicos do casamento.

Leia mais

UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO

UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO DIREITO DA FAMÍLIA E DAS SUCESSÕES DISCIPLINA DO 4 ANO DA LICENCIATURA EM DIREITO EM LÍNGUA PORTUGUESA PLANO DE CURSO ANO LECTIVO DE 2014/2015 Regente: Vera Lúcia

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 2/XIII/1.ª ELIMINAÇÃO DA IMPOSSIBILIDADE LEGAL DE ADOÇÃO POR CASAIS DO MESMO SEXO

PROJETO DE LEI N.º 2/XIII/1.ª ELIMINAÇÃO DA IMPOSSIBILIDADE LEGAL DE ADOÇÃO POR CASAIS DO MESMO SEXO Grupo Parlamentar PROJETO DE LEI N.º 2/XIII/1.ª ELIMINAÇÃO DA IMPOSSIBILIDADE LEGAL DE ADOÇÃO POR CASAIS DO MESMO SEXO PRIMEIRA ALTERAÇÃO À LEI N.º 9/2010, DE 31 DE MAIO E SEGUNDA ALTERAÇÃO À LEI N.º 7/2001,

Leia mais

Proposta de alteração do regime jurídico da promoção da segurança e saúde no trabalho Posição da CAP

Proposta de alteração do regime jurídico da promoção da segurança e saúde no trabalho Posição da CAP Proposta de alteração do regime jurídico da promoção da segurança e saúde no trabalho Posição da CAP Em Geral Na sequência da publicação do novo Código do Trabalho, aprovado pela Lei n.º 7/2009, de 12

Leia mais

DIVÓRCIO. Portugal EUA Alguns países europeus Alterações legislativas em Espanha e França Proposta BE

DIVÓRCIO. Portugal EUA Alguns países europeus Alterações legislativas em Espanha e França Proposta BE DIVÓRCIO Portugal EUA Alguns países europeus Alterações legislativas em Espanha e França Proposta BE Portugal Modalidades possíveis: Divórcio litigioso: Violação dos deveres conjugais Ruptura da vida em

Leia mais

1959 Direito de Família e Sucessões Parte 1 Do Direito de Família 1. Família. Conceito. Família e sociedade. Suas diferentes formas. Constituição de 1946 a espeito. Direito de Família. 2. Esponsais. Breve

Leia mais

ANTEPROJECTO DE DECRETO-REGULAMENTAR SOBRE O SISTEMA INTEGRADO DE ALERTA RÁPIDO DE ALIMENTOS SIARA. Decreto-Regulamentar n.º /09 De de PREÂMBULO

ANTEPROJECTO DE DECRETO-REGULAMENTAR SOBRE O SISTEMA INTEGRADO DE ALERTA RÁPIDO DE ALIMENTOS SIARA. Decreto-Regulamentar n.º /09 De de PREÂMBULO ANTEPROJECTO DE DECRETO-REGULAMENTAR SOBRE O SISTEMA INTEGRADO DE ALERTA RÁPIDO DE ALIMENTOS SIARA Decreto-Regulamentar n.º /09 De de PREÂMBULO A globalização das trocas comerciais, que no caso particular

Leia mais

6. Família. O Direito Civil Português consagra um regime de plena igualdade entre os homens e as mulheres.

6. Família. O Direito Civil Português consagra um regime de plena igualdade entre os homens e as mulheres. 6. Família Quadro legal O Direito Civil Português consagra um regime de plena igualdade entre os homens e as mulheres. Se esta igualdade já há muito tinha sido conseguida para as mulheres solteiras, só

Leia mais

PARECER N.º P/01/APB/05 SOBRE A UTILIZAÇÃO DE EMBRIÕES HUMANOS EM INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA

PARECER N.º P/01/APB/05 SOBRE A UTILIZAÇÃO DE EMBRIÕES HUMANOS EM INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA PARECER N.º P/01/APB/05 SOBRE A UTILIZAÇÃO DE EMBRIÕES HUMANOS EM INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA RELATOR: RUI NUNES 1 PREÂMBULO Poucas questões têm despertado tanta controvérsia como a natureza e a atribuição

Leia mais

Projeto de Lei n.º 278/XII

Projeto de Lei n.º 278/XII Projeto de Lei n.º 278/XII Consagra a possibilidade de co-adoção pelo cônjuge ou unido de facto do mesmo sexo e procede à 23.ª alteração ao Código do Registo Civil Nos últimos anos tem-se tornado cada

Leia mais

Decreto-Lei n.º 140-B/2010. de 30 de Dezembro

Decreto-Lei n.º 140-B/2010. de 30 de Dezembro Decreto-Lei n.º 140-B/2010 de 30 de Dezembro O presente decreto-lei é mais um passo no objectivo do Governo de reafirmar os princípios de convergência e universalização dos regimes de protecção social

Leia mais

Decreto-Lei nº 70/2004, de 25 de Março

Decreto-Lei nº 70/2004, de 25 de Março Decreto-Lei nº 70/2004, de 25 de Março O Decreto-Lei nº 172/99, de 20 de Maio, reconheceu no ordenamento nacional os warrants autónomos qualificando-os como valores mobiliários. Em decorrência de normas

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º./XII/1.ª

PROJECTO DE LEI N.º./XII/1.ª Grupo Parlamentar PROJECTO DE LEI N.º./XII/1.ª GARANTE O ACESSO DE TODAS AS MULHERES À PROCRIAÇÃO MEDICAMENTE ASSISTIDA (PMA) E REGULA O RECURSO À MATERNIDADE DE SUBSTITUIÇÃO, PROCEDENDO À SEGUNDA ALTERAÇÃO

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 178/X INVESTIGAÇÃO DE PATERNIDADE/MATERNIDADE - (ALTERAÇÃO DE PRAZOS) Exposição de motivos

PROJECTO DE LEI N.º 178/X INVESTIGAÇÃO DE PATERNIDADE/MATERNIDADE - (ALTERAÇÃO DE PRAZOS) Exposição de motivos PROJECTO DE LEI N.º 178/X INVESTIGAÇÃO DE PATERNIDADE/MATERNIDADE - (ALTERAÇÃO DE PRAZOS) Exposição de motivos O conhecimento da ascendência verdadeira é um aspecto relevante da personalidade individual,

Leia mais

GUIA PRÁTICO APADRINHAMENTO CIVIL CRIANÇAS E JOVENS

GUIA PRÁTICO APADRINHAMENTO CIVIL CRIANÇAS E JOVENS Manual de GUIA PRÁTICO APADRINHAMENTO CIVIL CRIANÇAS E JOVENS INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/7 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Apadrinhamento Civil Crianças

Leia mais

Meritíssimo Conselheiro Presidente do Tribunal Constitucional R-1870/11 (A6)

Meritíssimo Conselheiro Presidente do Tribunal Constitucional R-1870/11 (A6) Meritíssimo Conselheiro Presidente do Tribunal Constitucional R-1870/11 (A6) O Provedor de Justiça, no uso da competência prevista no artigo 281.º, n.º 2, alínea d), da Constituição da República Portuguesa,

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 100/XII/1.ª

PROJECTO DE LEI N.º 100/XII/1.ª Grupo Parlamentar PROJECTO DE LEI N.º 100/XII/1.ª GARANTE O ACESSO DE TODAS AS MULHERES À PROCRIAÇÃO MEDICAMENTE ASSISTIDA (PMA) E REGULA O RECURSO À MATERNIDADE DE SUBSTITUIÇÃO, PROCEDENDO À SEGUNDA ALTERAÇÃO

Leia mais

Lei n.º 133/99 de 28 de Agosto

Lei n.º 133/99 de 28 de Agosto Mediação Familiar Lei n.º 133/99 de 28 de Agosto Altera a Organização Tutelar de Menores, nomeadamente através da introdução de novos artigos de que destacamos aquele que se refere à mediação Artigo 147.º

Leia mais

SUMÁRIO. Primeira Parte BASES NECESSÁRIAS ÀS TESES PROPRIAMENTE DITAS

SUMÁRIO. Primeira Parte BASES NECESSÁRIAS ÀS TESES PROPRIAMENTE DITAS SUMÁRIO INTRODUÇÃO Primeira Parte BASES NECESSÁRIAS ÀS TESES PROPRIAMENTE DITAS 1. A HOMOSSEXUALIDADE NA HISTÓRIA 2. A história e a homossexualidade 2.1 A sexualidade no mundo antigo 2.1.1 Foucault e a

Leia mais

Ministério da Indústria

Ministério da Indústria Ministério da Indústria Lei de Alteração à Lei das Privatizações ASSEMBLEIA NACIONAL Lei n.º 8/03 de 18 de Abril Considerando que da interpretação e aplicação dos artigos 2.º e 3.º da Lei n.º 19/91, de

Leia mais

TEXTO FINAL DOS PROJECTOS DE LEI N.ºS 486/X e 509/X ALTERAÇÕES AO REGIME JURÍDICO DO DIVÓRCIO. Artigo 1.º Alteração ao Código Civil

TEXTO FINAL DOS PROJECTOS DE LEI N.ºS 486/X e 509/X ALTERAÇÕES AO REGIME JURÍDICO DO DIVÓRCIO. Artigo 1.º Alteração ao Código Civil TEXTO FINAL DOS PROJECTOS DE LEI N.ºS 486/X e 509/X ALTERAÇÕES AO REGIME JURÍDICO DO DIVÓRCIO Artigo 1.º Alteração ao Código Civil Os artigos 1585.º, 1676.º, 1773.º, 1774.º, 1775.º, 1776.º, 1778.º, 1778.º-A,1779.º,

Leia mais

Programação e Execução das Operações de Reabilitação Urbana

Programação e Execução das Operações de Reabilitação Urbana Programação e Execução das Operações de Reabilitação Urbana Conferência Reabilitação Urbana e Arrendamento Oportunidades do novo regime jurídico Lisboa, 7 de Março de 2013 Claudio Monteiro Sumário Linhas

Leia mais

O ENVOLVIMENTO DOS TRABALHADORES NA ASSOCIAÇÃO EUROPEIA

O ENVOLVIMENTO DOS TRABALHADORES NA ASSOCIAÇÃO EUROPEIA PARECER SOBRE O ENVOLVIMENTO DOS TRABALHADORES NA ASSOCIAÇÃO EUROPEIA (Proposta de Regulamento sobre o Estatuto da AE e Proposta de Directiva que completa o estatuto da AE no que se refere ao papel dos

Leia mais

PARECER N.º 467/CITE/2015

PARECER N.º 467/CITE/2015 PARECER N.º 467/CITE/2015 Assunto: Parecer prévio à intenção de recusa de autorização de trabalho em regime de horário flexível a trabalhadora com responsabilidades familiares, nos termos do n.º 5 do artigo

Leia mais

Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo - Cursos aprovados pelo POPH. Cursos aprovados Objetivos Conteúdos Programáticos

Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo - Cursos aprovados pelo POPH. Cursos aprovados Objetivos Conteúdos Programáticos Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo - Cursos aprovados pelo POPH Cursos aprovados Objetivos Conteúdos Programáticos Licenciamento Zero 1. Enquadramento legal 1.2. Os objetivos da nova lei. 1.1. O historial

Leia mais

Sumário PARTE GERAL 3. PESSOA JURÍDICA

Sumário PARTE GERAL 3. PESSOA JURÍDICA Sumário PARTE GERAL 1. LINDB, DAS PESSOAS, DOS BENS E DO NEGÓCIO JURÍDICO 1. Introdução (DL 4.657/1942 da LINDB) 2. Direito objetivo e subjetivo 3. Fontes do Direito 4. Lacuna da lei (art. 4.º da LINDB)

Leia mais

PLANO/ ACORDO DE RECUPERAÇÃO

PLANO/ ACORDO DE RECUPERAÇÃO CONFERÊNCIA PLANO/ ACORDO DE RECUPERAÇÃO A. Raposo Subtil FINALIDADE DOS PLANOS/ ACORDOS PROCESSO DE INSOLVÊNCIA Art. 1º, do CIRE - Lei nº 16/2012, de 20-04 ( ) satisfação dos credores pela forma prevista

Leia mais

Transcrição da Entrevista - Entrevistado do grupo amostral constituído por indivíduos com orientação heterossexual 5 (online)

Transcrição da Entrevista - Entrevistado do grupo amostral constituído por indivíduos com orientação heterossexual 5 (online) Transcrição da Entrevista - Entrevistado do grupo amostral constituído por indivíduos com orientação heterossexual 5 (online) [Sexo: homem] Entrevistador: Boa tarde. Entrevistado: olá, boa tarde Entrevistador:

Leia mais

Lei n.º 32/2006 de 26 de Julho. Procriação medicamente assistida

Lei n.º 32/2006 de 26 de Julho. Procriação medicamente assistida Lei n.º 32/2006 de 26 de Julho Procriação medicamente assistida A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º da Constituição, o seguinte: CAPÍTULO I Disposições gerais Artigo

Leia mais

2 - Aos programas de computador que tiverem carácter criativo é atribuída protecção análoga à conferida às obras literárias.

2 - Aos programas de computador que tiverem carácter criativo é atribuída protecção análoga à conferida às obras literárias. PROTECÇÃO JURÍDICA DE PROGRAMAS DE COMPUTADOR - DL n.º 252/94, de 20 de Outubro Contém as seguintes alterações: - Rectif. n.º 2-A/95, de 31 de Janeiro - DL n.º 334/97, de 27 de Novembro O presente diploma

Leia mais

Mediação Familiar. Maria Clara Sottomayor

Mediação Familiar. Maria Clara Sottomayor Maria Clara Sottomayor Noção: Modalidade extra-judicial de resolução de alternativa de litígios emergentes de relações familiares, em que as partes com a sua participação activa e directa, são auxiliadas

Leia mais

Regime de constituição e de direitos e deveres das associações de pais e de encarregados de educação Decreto-Lei n.º 372/90 de 27 de Novembro

Regime de constituição e de direitos e deveres das associações de pais e de encarregados de educação Decreto-Lei n.º 372/90 de 27 de Novembro Regime de constituição e de direitos e deveres das associações de pais e de encarregados de educação Decreto-Lei n.º 372/90 de 27 de Novembro A Lei n.º 7/77, de 1 de Fevereiro, bem como a legislação que

Leia mais

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA Diário da República, 1. a série N. o 143 26 de Julho de 2006 5245 ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA Lei n. o 32/2006 de 26 de Julho Procriação medicamente assistida A Assembleia da República decreta, nos termos

Leia mais

Lei n.º 32/2006, de 26 de Julho, Procriação medicamente assistida

Lei n.º 32/2006, de 26 de Julho, Procriação medicamente assistida 1/14 JusNet 1455/2006 Lei n.º 32/2006, de 26 de Julho, Procriação medicamente assistida (DR N.º 143, Série I, 26 Julho 2006; Data Disponibilização 26 Julho 2006) Emissor: Assembleia da República Entrada

Leia mais

Legislação. A criança no séc. XXI: direitos e riscos. Decreto-Lei nº 91/2009 de 9 de Abril DR.IS, nº 70, 09/04/2009

Legislação. A criança no séc. XXI: direitos e riscos. Decreto-Lei nº 91/2009 de 9 de Abril DR.IS, nº 70, 09/04/2009 www.gep.mtss.gov.pt Legislação A criança no séc. XXI: direitos e riscos Decreto-Lei nº 91/2009 de 9 de Abril DR.IS, nº 70, 09/04/2009 Estabelece o regime jurídico de protecção social na parentalidade no

Leia mais

DOAÇÃO DE GAMETAS E A GARANTIA DE SIGILO AOS

DOAÇÃO DE GAMETAS E A GARANTIA DE SIGILO AOS II SIMPÓSIO DE DIREITO BIOMÉDICO DOAÇÃO DE GAMETAS E A GARANTIA DE SIGILO AOS DOADORES Maria de Fátima Freire de Sá PUC Minas www.cebid.com.br Identidade pessoal e identidade genética Art. 3º: Cada indivíduo

Leia mais

PARECER N.º 40/CITE/2012

PARECER N.º 40/CITE/2012 PARECER N.º 40/CITE/2012 Assunto: Parecer prévio ao despedimento de trabalhadora puérpera, por extinção do posto de trabalho, nos termos do n.º 1 e da alínea c) do n.º 3 do artigo 63.º do Código do Trabalho,

Leia mais

Comissões de Protecção de Crianças as e Jovens. Carregal do Sal

Comissões de Protecção de Crianças as e Jovens. Carregal do Sal Comissões de Protecção de Crianças as e Jovens Carregal do Sal 1 1 Enquadramento Inicial A criança Direitos Legislação 2 A criança a como sujeito de direito Para além m dos direitos humanos reconhecidos

Leia mais

PLANO DE ENSINO. I Identificação Direito Civil VI (Família) Carga horária 72 horas/aula Créditos 4 Semestre letivo 7º.

PLANO DE ENSINO. I Identificação Direito Civil VI (Família) Carga horária 72 horas/aula Créditos 4 Semestre letivo 7º. PLANO DE ENSINO I Identificação Disciplina Direito Civil VI (Família) Código PRI0087 Carga horária 72 horas/aula Créditos 4 Semestre letivo 7º II Ementário Noções gerais: o Direito de Família na atualidade

Leia mais

Legislação Farmacêutica Compilada. Portaria n.º 377/2005, de 4 de Abril. B, de 20 de Maio de 2005. INFARMED - Gabinete Jurídico e Contencioso 59-C

Legislação Farmacêutica Compilada. Portaria n.º 377/2005, de 4 de Abril. B, de 20 de Maio de 2005. INFARMED - Gabinete Jurídico e Contencioso 59-C 1 Estabelece que o custo dos actos relativos aos pedidos previstos no Decreto- Lei n.º 72/91, de 8 de Fevereiro, bem como dos exames laboratoriais e dos demais actos e serviços prestados pelo INFARMED,

Leia mais

Provas escritas individuais ou provas escritas individuais e trabalho(s)

Provas escritas individuais ou provas escritas individuais e trabalho(s) Programa de DIREITO CIVIL VII 9º período: 3h/s Aula: Teórica EMENTA Introdução ao direito de família. Parentesco. Alimentos. Filiação. Guarda, da tutela e da curatela. Casamento. União estável. Dissolução

Leia mais

APFN - ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE FAMÍLIAS NUMEROSAS

APFN - ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE FAMÍLIAS NUMEROSAS Excelentíssimo Senhor Provedor de Justiça A Associação Portuguesa das Famílias Numerosas, com sede Rua 3A à Urbanização da Ameixoeira, Área 3, Lote 1, Loja A, Lisboa, vem, nos termos do artigo 23º, n.º

Leia mais

Assim, nos termos constitucionais e regimentais, os Deputados abaixo-assinados apresentam o seguinte projeto de lei:

Assim, nos termos constitucionais e regimentais, os Deputados abaixo-assinados apresentam o seguinte projeto de lei: Projeto de Lei n.º /XII Segunda Alteração à Lei n.º 32/2006, de 26 de Junho, alargando o âmbito dos beneficiários das técnicas de Procriação Medicamente Assistida A Lei n.º 32/2006, de 26 de Junho, aprovada

Leia mais

SISTEMA DE PROTECÇÃO PORTUGUÊS

SISTEMA DE PROTECÇÃO PORTUGUÊS SISTEMA DE PROTECÇÃO PORTUGUÊS 01 - Modelo de protecção das crianças e jovens em risco 02 - O que são as CPCJ? 03 - Qual o papel/funções do Ministério Público? 04 - Modelo de intervenção 05 - Conceito

Leia mais

O DÍVORCIO E A SEPARAÇÃO JUDICIAL NO BRASIL ATUAL: FACILIDADES E PROBLEMAS RESUMO

O DÍVORCIO E A SEPARAÇÃO JUDICIAL NO BRASIL ATUAL: FACILIDADES E PROBLEMAS RESUMO O DÍVORCIO E A SEPARAÇÃO JUDICIAL NO BRASIL ATUAL: FACILIDADES E PROBLEMAS Fábio Roberto Caldin 1 Rodrigo Pessoni Teófilo de Carvalho 1 Vinicius Leonam Pires Kusumota 1 Vitor Turci de Souza 1 RESUMO O

Leia mais

Apadrinhamento Civil. Maio 2011

Apadrinhamento Civil. Maio 2011 Apadrinhamento Civil Maio 2011 Lei nº 103/ 2009 de 11 de Setembro (Aprova o regime jurídico do Apadrinhamento Civil) Decreto - Lei nº 121/2010 de 27 de Outubro ( Estabelece os requisitos para habilitação

Leia mais

PARECER N.º 45/CITE/2006

PARECER N.º 45/CITE/2006 PARECER N.º 45/CITE/2006 Assunto: Parecer prévio ao despedimento de trabalhadora puérpera, nos termos do n.º 1 do artigo 51.º da Lei n.º 99/2003, de 27 de Agosto, que aprovou o Código do Trabalho, conjugado

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 755/XII/4.ª GARANTE O ACESSO DE TODAS AS MULHERES À PROCRIAÇÃO MEDICAMENTE ASSISTIDA (PMA)

PROJETO DE LEI N.º 755/XII/4.ª GARANTE O ACESSO DE TODAS AS MULHERES À PROCRIAÇÃO MEDICAMENTE ASSISTIDA (PMA) Grupo Parlamentar PROJETO DE LEI N.º 755/XII/4.ª GARANTE O ACESSO DE TODAS AS MULHERES À PROCRIAÇÃO MEDICAMENTE ASSISTIDA (PMA) PROCEDENDO À SEGUNDA ALTERAÇÃO À LEI N.º 32/2006, DE 26 DE JULHO, ALTERADA

Leia mais

ASSUNTO: Partilha por divórcio art.º 1790.º do Código Civil Impostos.

ASSUNTO: Partilha por divórcio art.º 1790.º do Código Civil Impostos. Proc.º n.º C. N. 20/2009 SJC CT ASSUNTO: Partilha por divórcio art.º 1790.º do Código Civil Impostos. DESCRIÇÃO E ANÁLISE DO PROBLEMA: O helpdesk do Balcão das Heranças e Divórcios com Partilha colocou

Leia mais

PARECER N.º 38/CITE/2005

PARECER N.º 38/CITE/2005 PARECER N.º 38/CITE/2005 Assunto: Parecer nos termos do n.º 3 do artigo 133.º do Código do Trabalho e da alínea j) do n.º 1 do artigo 496.º da Lei n.º 35/2004, de 29 de Julho Não renovação de contrato

Leia mais

FI CHA DOUTRINÁRIA. Diploma: Código do Imposto Municipal sobre Transmissões Onerosas de Imóveis/Estatuto dos Benefícios Fiscais

FI CHA DOUTRINÁRIA. Diploma: Código do Imposto Municipal sobre Transmissões Onerosas de Imóveis/Estatuto dos Benefícios Fiscais FI CHA DOUTRINÁRIA Diploma: Código do Imposto Municipal sobre Transmissões Onerosas de Imóveis/Estatuto dos Benefícios Fiscais Artigo: Assunto: 49.º EBF Fundos de Investimento Imobiliário e Isenção de

Leia mais

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo. Acordam na Secção do Contencioso Tributário do Supremo Tribunal Administrativo

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo. Acordam na Secção do Contencioso Tributário do Supremo Tribunal Administrativo Acórdãos STA Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Processo: 0252/14 Data do Acordão: 23-04-2014 Tribunal: 2 SECÇÃO Relator: PEDRO DELGADO Descritores: Sumário: GRADUAÇÃO DE CRÉDITOS IRS HIPOTECA

Leia mais

Projecto de lei n.º 141/X REGULA AS APLICAÇÕES MÉDICAS DA PROCRIAÇÃO ASSISTIDA

Projecto de lei n.º 141/X REGULA AS APLICAÇÕES MÉDICAS DA PROCRIAÇÃO ASSISTIDA Grupo Parlamentar Projecto de lei n.º 141/X REGULA AS APLICAÇÕES MÉDICAS DA PROCRIAÇÃO ASSISTIDA Exposição de motivos: A Constituição da República Portuguesa define, na alínea e) do n.º 2 do seu artigo

Leia mais

ORDEM PROFISSIONAL DE AUDITORES E CONTABILISTAS CERTIFICADOS EXAME PARA CONTABILISTA CERTIFICADO 29/10/2014 DIREITO CIVIL

ORDEM PROFISSIONAL DE AUDITORES E CONTABILISTAS CERTIFICADOS EXAME PARA CONTABILISTA CERTIFICADO 29/10/2014 DIREITO CIVIL ORDEM PROFISSIONAL DE AUDITORES E CONTABILISTAS CERTIFICADOS EXAME PARA CONTABILISTA CERTIFICADO 29/10/2014 DIREITO CIVIL NOME: Doc. Identificação: Classificação: I Escolha a resposta correcta entre as

Leia mais

AQUISIÇÃO, ARRENDAMENTO E ALIENAÇÃO DE IMÓVEIS

AQUISIÇÃO, ARRENDAMENTO E ALIENAÇÃO DE IMÓVEIS SEMINÁRIO SOBRE AS REGRAS DE EXECUÇÃO DO OGE/2010 E NORMAS E PROCEDIMENTOS A CUMPRIR NO ÂMBITO DO INVENTÁRIO DOS BENS DO ESTADO (IGBE) 14 de Abril de 2010 Apresentação da AQUISIÇÃO, ARRENDAMENTO E ALIENAÇÃO

Leia mais

FICHA DOUTRINÁRIA. Processo:

FICHA DOUTRINÁRIA. Processo: FICHA DOUTRINÁRIA Diploma: CIVA Artigo: 9º, nº 30 Assunto: Locação de imóveis L201 2006049 - despacho do SDG dos Impostos, em substituição do Director- Geral, em 24-07-07 Conteúdo: 1. A requerente pretende

Leia mais

. PEDIDO DE FISCALIZAÇÃO DA CONSTITUCIONALIDADE

. PEDIDO DE FISCALIZAÇÃO DA CONSTITUCIONALIDADE . PEDIDO DE FISCALIZAÇÃO DA CONSTITUCIONALIDADE Meritíssimo Conselheiro Presidente do Tribunal Constitucional PEDIDO DE FISCALIZAÇÃO DA CONSTITUCIONALIDADE: R-2439/86 (A6) DATA: 2000-02-03 Assunto: Instituições

Leia mais

BASES GERAIS DO REGIME JURÍDICO DA PREVENÇÃO, HABILITAÇÃO, REABILITAÇÃO E PARTICIPAÇÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA. Lei n.º 38/2004, de 18 de Agosto

BASES GERAIS DO REGIME JURÍDICO DA PREVENÇÃO, HABILITAÇÃO, REABILITAÇÃO E PARTICIPAÇÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA. Lei n.º 38/2004, de 18 de Agosto BASES GERAIS DO REGIME JURÍDICO DA PREVENÇÃO, HABILITAÇÃO, REABILITAÇÃO E PARTICIPAÇÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA Lei n.º 38/2004, de 18 de Agosto Define as bases gerais do regime jurídico da prevenção,

Leia mais

ACORDO DE COLABORAÇÃO

ACORDO DE COLABORAÇÃO ACORDO DE COLABORAÇÃO ENTRE: A AMA, I.P. AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA, I.P., adiante designada por AMA, pessoa colectiva n.º 508184509, com sede na Rua Abranches Ferrão, nº 10, 3º G, 1600-001,

Leia mais

LEI N.º /2007 Lei reguladora do Direito Fundamental de Associação Sindical

LEI N.º /2007 Lei reguladora do Direito Fundamental de Associação Sindical LEI N.º /2007 Lei reguladora do Direito Fundamental de Associação Sindical A Assembleia Legislativa decreta, nos termos conjugados dos artigos 27.º, 36.º, 40.º, 43.º e 71.º alínea 1, da Lei Básica da Região

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-37 PERÍODO: 7 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO CIVIL V NOME DO CURSO: DIREITO

1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-37 PERÍODO: 7 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO CIVIL V NOME DO CURSO: DIREITO 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-37 PERÍODO: 7 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO CIVIL V NOME DO CURSO: DIREITO CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 2. EMENTA Família: evolução

Leia mais

Grupo Parlamentar PROJECTO DE LEI N.º 549/X REGRAS RELATIVAS À TRANSPARÊNCIA NA PUBLICIDADE E CONTRATOS DE CRÉDITO. Exposição de Motivos

Grupo Parlamentar PROJECTO DE LEI N.º 549/X REGRAS RELATIVAS À TRANSPARÊNCIA NA PUBLICIDADE E CONTRATOS DE CRÉDITO. Exposição de Motivos Grupo Parlamentar PROJECTO DE LEI N.º 549/X REGRAS RELATIVAS À TRANSPARÊNCIA NA PUBLICIDADE E CONTRATOS DE CRÉDITO Exposição de Motivos A crise desencadeada pelo mercado imobiliário norte-americano demonstra

Leia mais

ASSEMBLEIA NACIONAL. Lei n.º 14/91 de 11 de Maio

ASSEMBLEIA NACIONAL. Lei n.º 14/91 de 11 de Maio ASSEMBLEIA NACIONAL Lei n.º 14/91 de 11 de Maio A criação das condições materiais e técnicas para a edificação em Angola de um Estado democrático de direito é um dos objectivos a atingir, na actual fase

Leia mais

PROPOSTA DE LEI N.º 151/IX APROVA O REGIME DA RESPONSABILIDADE PENAL DAS PESSOAS COLECTIVAS. Exposição de motivos

PROPOSTA DE LEI N.º 151/IX APROVA O REGIME DA RESPONSABILIDADE PENAL DAS PESSOAS COLECTIVAS. Exposição de motivos PROPOSTA DE LEI N.º 151/IX APROVA O REGIME DA RESPONSABILIDADE PENAL DAS PESSOAS COLECTIVAS Exposição de motivos Vários instrumentos de direito convencional comunitário, assim como diversas decisões-quadro

Leia mais

CAPíTULO I Ações de Anulação de Casamento

CAPíTULO I Ações de Anulação de Casamento Sumário CAPíTULO I Ações de Anulação de Casamento 1. Legislação....................... 13 2. Doutrina... 14 2.1. Nulidade eanulabilidade do Casamento... 21 2.2. As Ações de Nulidade de Casamento...........................

Leia mais

TEORIA GERAL DO DIREITO CHINÊS

TEORIA GERAL DO DIREITO CHINÊS UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO CURSO DE LICENCIATURA EM DIREITO EM LÍNGUA PORTUGUESA PROGRAMA DA DISCIPLINA ANO LECTIVO DE 2010/2011 TEORIA GERAL DO DIREITO CHINÊS 5º ANO DA LICENCIATURA EM

Leia mais

Organização da justiça - Portugal

Organização da justiça - Portugal Organização da justiça - Portugal OS TRIBUNAIS DE COMPETÊNCIA ESPECIALIZADA: Os Tribunais de família Os Tribunais de família são competentes para preparar e julgar: a) os processos de jurisdição voluntária

Leia mais

Lei n.º 1/2005 de 10 de Janeiro.

Lei n.º 1/2005 de 10 de Janeiro. Lei n.º 1/2005 de 10 de Janeiro. Regula a utilização de câmaras de vídeo pelas forças e serviços de segurança em locais públicos de utilização comum A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea

Leia mais

Deliberação n.º 156/09

Deliberação n.º 156/09 Deliberação n.º 156/09 Princípios aplicáveis aos tratamentos de dados pessoais no âmbito de Gestão de Informação com a finalidade de Prospecção de Opções de Crédito A Comissão Nacional de Protecção de

Leia mais

PARECER N.º 185/CITE/2013

PARECER N.º 185/CITE/2013 PARECER N.º 185/CITE/2013 I OBJETO A CITE recebeu um pedido de parecer sobre o assunto referido em epígrafe. A Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego (CITE) tem por missão prosseguir a igualdade

Leia mais

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Acórdãos STA Processo: 0831/11 Data do Acordão: 16-11-2011 Tribunal: 2 SECÇÃO Relator: PEDRO DELGADO Descritores: Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo GRADUAÇÃO DE CRÉDITOS IRS IRC HIPOTECA PRIVILÉGIO

Leia mais

Lei n.º103/2009, de 11 de Setembro Série I nº177

Lei n.º103/2009, de 11 de Setembro Série I nº177 Aprova o regime jurídico do apadrinhamento civil, procedendo à alteração do Código do Registo Civil, do Código do Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares, da Lei de Organização e Funcionamento

Leia mais

Secção II 1* Fundos e sociedades de investimento imobiliário para arrendamento habitacional

Secção II 1* Fundos e sociedades de investimento imobiliário para arrendamento habitacional Secção II 1* Fundos e sociedades de investimento imobiliário para arrendamento habitacional Artigo 102.º Objecto É aprovado o regime especial aplicável aos fundos de investimento imobiliário para arrendamento

Leia mais